Issuu on Google+

Veja aqui o primórdios da herança portuguesa, e como esta se consagrou mundialmente.

Mundo Contemporâneo //

1


Editorial

Editorial

São muitas as simbologias que se podem associar ao número 3. Desde a sua mitologia literária até aos três poderes (jurídico, executivo e legislativo), passando pela sua relevância religiosa, o 3 é essencialmente um número ligado à união. Foi graças a essa mesma união que aqui chegámos. Fecha-se um ciclo com a publicação do 3º número da 3ª temporada da revista Mundo Contemporâneo. Termina uma era em que o espírito coletivo marcou a diferença. Guardam-se as aprendizagens que, no fim, nos permitem afirmar indubitavelmente que valeu a pena. Desde o inicio que se sabia que o caminho não seria fácil de percorrer. Um projeto desafiador e ambicioso, em que cada obstáculo teria de ser ultrapassado. Já diz o povo que «a união faz a força». O nosso maior orgulho é podermos ser parte integrante de um exemplo concreto e eficaz de que estas não são palavras levadas pelo vento, mas sim uma prova viva de que a coesão levada a cabo é capaz de transformar divergências. Convergimos integramente e os resultados estão à vista. O balanço global de todo o trabalho desenvolvido é muito positivo. Como diretor desta publicação, afirmo orgulhosamente que fomos capazes de nos superarmos a cada momento, alcançando a desejada aprovação de todos aqueles a quem nos destinámos, enquanto Mundo Contemporâneo. Como acontece em qualquer outro projeto, conhecemos várias dificuldades, mas fomos reconhecendo os nossos diferentes pontos fracos. Foi através do investimento numa melhoria constante que nos foram permitidas reforçar, a cada nova palavra, as linhas orientadoras que regeram a nossa publicação. Foi com grande honra e um enorme prazer que este projeto foi abraçado. O sentimento é de missão cumprida. Fica a dedicação dada a cada palavra, entregues com empenho às diversas leituras que delas possam ser feitas. Mesmo que o futuro possa nem sempre parecer o mais risonho, fica, no presente, uma certeza: o 2º ano de Ciências da Comunicação provou, homogeneamente, que se pode fazer comunicação de qualidade, independentemente de qualquer circunstância. De todos e para todos, o Mundo Contemporâneo despede-se. Não com um adeus, mas sim com um até já. O diretor, André Jesus

2 //

Mundo Contemporâneo


Geral

MUNDO

p.13

Luto na Coreia do Norte

SOCIEDADE Operação Ano Novo

Loja Solidária

ECONOMIA China em voga no mercado português

POLITICA

p.20

Gil Garcia fora do BE

CULTURA Grandes estreias para 2012

Fado de Portugal e da Humanidade

CIÊNCIAS E TECS Windows 8 para breve

p.31

LAZER E TURISMO Passeio sevilhano

Rescaldo da Liga Zon Sagres

DESPORTO NBA arranca de novo Mundo Contemporâneo //

3


MUNDO

Irão: ameaça nuclear confirmada? O Irão testou nas últimas semanas de dezembro um míssil “terra-ar” de médio alcance, concebido e fabricado no país ao mesmo tempo que a agência estatal IRNA anunciou o teste de barras de combustível nuclear iranianas. Apesar destes afirmarem que o programa nuclear é pacífico, estas revelações deixaram o ocidente em estado de alerta, aumentando assim a pressão por parte

dos Estados Unidos da América e da Europa de o fazer suspender. Os testes nucleares demonstram também o poder do Irão em fechar o tráfego naval no Estreito de Ormuz, como ultimamente tem vindo a ameaçar. Uma das respostas por parte do ocidente para os iranianos suspenderem o seu programa nuclear provém dos Estados Unidos, onde Barack Obama pro-

mulgou uma lei com novas sanções ao setor financeiro do Irão. Porém, estas sanções poderão apenas vir agravar a situação para os EUA, pois podem vir a aumentar o preço do petróleo. O Irão anunciou também capacidade de fabrico de mísseis de longo alcance, que podem atingir qualquer um dos países europeus. Iris Duarte

“Homens de Deus” envolvem-se numa luta de vassouras A limpeza da antiga Igreja da Natividade, em Belém, originou vários conflitos entre ortodoxos gregos, arménios e católicos. A responsabilidade da mais antiga igreja da Terra Santa, que data do século VI, é repartida entre as igrejas católica, ortodoxa grega e arménia. Enquanto preparavam este templo para o Natal ortodoxo, aproximadamente uma centena de padres envolveram-se em agressões físicas, por uns terem invadido a ‘jurisdição’ dos outros. A invasão de fronteiras de uns pelos outros pode desencadear vários problemas, principalmente nesta altura, da limpeza anual antes do Natal ortodoxo. Este confronto só terminou com a intervenção dos polícias palestinianos, que armados com bastões e escudos, conseguiram finalmente restaurar a ordem dentro da igreja. O responsável pela polícia local afirmou que “foi um problema trivial, ocorre todos os anos” e referiu ainda que “não houve detidos porque todos os envolvidos eram homens de Deus”. Sara Pardal

4 //

Mundo Contemporâneo


MUNDO

Natureza chora morte de Kim Jong-Il «Até a Natureza chora», é a frase mais ouvida desde a morte do líder Kim Jong-Il na Coreia de Norte. Fenómenos inexplicáveis têm acontecido na natureza deixando os habitantes ansiosos e exaltados. Kim Jong-Il era líder da República Popular Democrática da Coreia do Norte, presidente da Comissão de Defesa Nacional e secretário geral do Partido dos Trabalhadores desde 1994 até 2011, ano em que faleceu. Era conhecido como um comandante supremo e era apelidado de «Querido Líder». A população nortecoreana que o acompanhou desde sempre consideravao um salvador e promovialhe um culto onde não havia espaço para a oposição. O líder fazia parte das suas vidas, era uma figura que estava sempre presente. A morte de Kim Jong-Il foi anunciada pela imprensa no dia 19 de dezembro e a notícia foi recebida com tristeza e apreensão pelo povo. No entanto, parece que não é apenas o povo que está infeliz com a partida do grande líder. Alguns populares relatam ter visto fenómenos por todo o país provenientes da natureza desde que JongIl faleceu. No momento em que esta perda foi notícia no país, uma imensa tempestade de neve apareceu e durou apenas alguns minutos deixando escrita a

mensagem: «Monte Paektu, montanha sagrada da revolução. Kim Jong-Il», que perdurou até o sol desaparecer. Porém, outras mensagens têm aparecido. O gelo de um glaciar partiu-se, deixando escrito uma mensagem numa rocha que fez o povo chorar.

Continuando estes acontecimentos, assistiu-se a um súbito derreter do gelo no lago de Chon, perto do vulcão Monte Paektu, lugar onde Kim Jong-Il nascera, e mais a norte, em Hamhung foi vista uma garça azul aos pés da estátua do líder com um imenso sofrimento.

Devido a estes acontecimentos, milhões de habitantes continuam diariamente a prestar culto ao comandante supremo para que a sua imagem e valores possam perdurar para sempre. Daniela Gonçalves

Mundo Contemporâneo //

5


MUNDO

Autoridades francesas recomendam a remoção dos implantes mamários da empresa Poly Implant Prothese Por uma questão de precaução, as mulheres com implantes da empresa PIP foram recomendadas a remover os implantes mamários devido aos alegados casos de cancro provocados pelos mesmos. Segundo investigações levadas a cabo o ano passado pela Sociedade Francesa de Cirurgiões Plásticos, as próteses fabricadas pela empresa Poly Implant Prothese apresentavam um elevado nível de rutura em relação a próteses semelhantes e um tipo de silicone diferente daquele que havia sido declarado às autoridades sanitárias. Esta investigação foi iniciada devido à taxa anormal de reações inflamatórias e de rutura das próteses mamárias desta mesma empresa. Segundo a AFP news agency, a polícia já recebeu cerca de 2000 queixas das mulheres que receberam estes implantes e conduziu uma investigação criminal contra a firma PIP. Posto isto, a venda e utilização de próteses mamárias da marca foram proibidas em França, numa medida imposta pela Agência de Segurança Sanitária dos Produtos de Saúde (Afssaps). Esta questão está a causar muita polémica devido à legítima preocupação das mulheres que em todo o mundo colocaram estes implantes, sobretudo após a primeira vítima mortal. Segundo a PIP, a mulher morreu devido a um linfoma provocado

6 //

Mundo Contemporâneo

pela rutura e derramamento do gel da prótese defeituosa. Alexandra Blachère, presidente da Associação de Usuárias das Próteses PIP, afirma «Temos um certificado médico do oncologista da vítima atestando que a paciente desenvolveu um linfoma após contato com um implante mamário». Segundo o Le Monde Newspaper, desde o início de todo este processo, 523 implantes foram removi-

dos. A Associação pede ainda que o governo crie um «fundo de indemnização de emergência» para que as 30 mil mulheres que utilizam estas próteses em França possam ser assistidas a fim de lhes serem removidos os implantes para que a sua saúde não seja colocada em risco, embora não se saiba ainda se as despesas de colocação de novos implantes serão abrangidas. De acordo com isto, o

cirurgião Dr. Laurent Lentieri refere: «eu penso que estamos agora numa fase de prevenção e não apenas de cautela. Conhecemos os riscos: estes implantes podem rebentar mas não há qualquer ligação com o cancro da mama. Estas mulheres não estão em perigo. Podem passar o Natal e o Ano Novo descansadas. Mas devem visitar o cirurgião regularmente» Nádia Silva


MUNDO

Ro ma nia and the year of the Apocalypse: 2012 2012 is finally here, a year of economic struggle and financial problems has just finished giving place to another year which will make these problems more visible and acute than the year before. Every person in the world is looking frightened at what 2012 will bring front both from the financial crisis point of view, but also from another perspective too: a possible Apocalypse on 21st of December 2012. The Internet, newspapers and magazines all over the world are writing articles concerning this specific date and the so called predictions which the Maya people or even the well known Nostradamus made in the past about 2012. It was shocking to read such things, but it seems that Romania shall play an important role in this Apocalypse, rebirth of the world, end of the world or doom day: 21st of December 2012. True or false, frightening or reassuring, these predictions are becoming more and more visible and even a marketing strategy. For instance, a pub in Romania had as advertising phrase for the New Year’s Eve this sentence: “Come and have fun with us, let’s spend the end of the world together!”. Mass hysteria, marketing strategy, predictions and religion, it seems that the end of the world is the best selling “product” from 2012.

Romania and the Indian Prophecies Even though the doom’s day is com-

ing, Romanians can go on with their lives without worries or so Sundar Singh (1889 – 1929), a Hindu saint converted to Christianity, has predicted in 1920. His predictions amazed the world during that period of time mostly because Romania was a new formed country and wasn’t well known at an international scale. Romania is seen in Singh’s predictions as a blessed land from where the rebirth of the world will start. “In those times of great changes a quarter of the human kind will perish rapidly, Sundar Singh has predicted, and after that at the second test of the humanity another quarter will disappear. The humans left behind will become religious and will turn to God for help with both body and soul, from the

innocent baby to the most tyrant man living. Romania will pass through multiple phases of change until thanks to her people’s spirituality that land will become a blessed land resembling a little Canaan.” Sundar Singh also predicted something more specific about Romania’s capital city, Bucharest. It seems that Bucharest will be the centre of the Romanian spiritualization, a religious centre for the entire world. About Romania’s capital city it is also predicted that it will be rebuilt and that it will have constructions in a round form. Sundar Singh has talked about Bucharest as about a new and improved centre of spiritual life, a new Jerusalem. Carmen Rotaru

Mundo Contemporâneo //

7


SOCIEDADE

Operação Ano Novo regista sete mortos na estrada Desde o início da Operação Ano Novo da GNR registou-se a morte de sete pessoas nas estradas portuguesas, números semelhantes aos do mesmo período do ano passado.

O tenente-coronel Pedro Costa Lima contou que entre as mortes contabilizadas, quatro ocorreram no primeiro dia da operação (sexta-feira), uma no Sábado, outra no Domingo e outra na Segunda-feira. Costa Lima admitiu que o facto de serem registados quatro óbitos só na sexta-feira é “a parte mais delicada de toda a operação, porque não é normal morrerem quatro pessoas num dia”, justificando que os acidentes ocorreram em zonas diferentes, pelo que só as peritagens permitirão tirar conclusões. Este afirma ainda que a operação “está em tudo igual à do ano passado” no que diz respeito aos números da sinistralidade rodoviária, sendo que a Operação Ano Novo 2010/2011

registou cinco mortos, 227 feridos ligeiros e 12 graves. Para além disso, afirmou que a operação do ano passado foi notoriamente melhor do que a de 2009: “sentimos que, do ponto de vista dos números, esta operação vem na sequência de uma ligeira melhoria do comportamento dos portugueses nas estradas”. Por último, frisou que, “porque ainda continuam a morrer muitas pessoas nas estradas, vamos ter de continuar a estar atentos e envolvidos - comunicação so-

cial, forças de segurança, autarquias, escolas - no sentido da mentalização dos condutores portugueses de que é preciso tomar medidas para reduzir a sinistralidade rodoviária.”. Meghanne Barros e Raquel Iria

Caso dos Segredos 2 gera processo Apesar dos cerca de 1 348 300 espetadores que seguiram a gala final da Casa dos Segredos no dia de ano novo, mais 600 mil do que os que escolheram o reality show do canal concorrente (Peso Pesado, da SIC), a TVI pode sair a perder com o programa. A Entidade Reguladora da Comunicação Social (ERC) fez saber em comunicado que recebeu 143 queixas contra o programa da TVI e contra o canal Secret Story 2, exclusivo da operadora Meo. 79 destas queixas são relativas a suspeitas de irregularidade nos processos de votação, 23 à condução do

8 //

Mundo Contemporâneo

programa e 41 relacionadas com a exibição de conteúdos de cariz violento e sexual. Estas queixas deram já origem a um processo que está, segundo a ERC, em fase de deliberação. Neste, o regulador identifica a possível violação dos limites da liberdade de programação

por parte do canal, estando em causa não só os conteúdos divulgados como também o formato escolhido e o horário de exibição. Segundo a ERC, as situações identificadas indiciam uma violação considerada ‘grave’ da Lei da Televisão, implicando a instauração de um processo contra-ordenacional, em que o canal fica sujeito ao pagamento de uma multa entre os 20 mil e os 150 mil euros. Quanto ao sucedido, a TVI não faz qualquer comentário enquanto o processo estiver a decorrer. Cláudia Aleixo e Joana David


SOCIEDADE

Vida mais cara para os portugueses com IVA a 23% Desde domingo dia 1 de Janeiro que os preços da maioria dos alimentos aumentou. Alguns produtos, que anteriormente eram taxados a 6%, sofreram mesmo um aumento para a taxa máxima de 23% de IVA. Aqui fica uma lista com alguns dos produtos que os portugueses consomem habitualmente e que irão sofrer alterações significativas na sua taxação. Bebidas alcoólicas--------------------------------------------------------------------------------De 6% para 23% Batatas (preparadas para refeições)--------------------------------------------------------De 6% para 23% Refrigerantes (com e sem gás)---------------------------------------------------------------De 6% para 23% Eventos desportivos-------------------------------------------------------------------------------De 6% para 23% Águas de nascente e águas minerais (com e sem gás)------------------------------De 6% para 23% Refeições na restauração------------------------------------------------------------------------De 13% para 23% Frutas e frutos secos------------------------------------------------------------------------------De 13% para 23% Margarinas------------------------------------------------------------------------------------------De 13% para 23% Café--------------------------------------------------------------------------------------------------De 13% para 23% Pizzas, sandes, sopas e refeições prontas a consumir----------------------------------------De 13% para 23% Gasóleo de aquecimento-------------------------------------------------------------------------De 13% para 23% Fruta em calda --------------------------------------------------------------------------------------De 13% para 23% Aparelhos e equipamentos relacionados com energias renováveis-------------------------De 13% para 23%

O aumento do preço de produtos de consumo diário vai pesar na bolsa dos consumidores. Sumos, alimentos para bebés, cafés e pizzas sobem para os 23% de IVA. Por outro lado alguns alimentos mantiveram a taxa que já possuíam anteriormente de 6% de IVA, tais como o leite, fruta, peixe, legumes, massa, arroz e pão, embora este último possa subir também o seu preço, devido ao aumento do custo das matérias-primas com o qual é confecionado. Fábio Freira Mundo Contemporâneo //

9


ECONOMIA

Entrevista a Francisco Ferreira da Silva

(Subdiretor do Diário Económico)

Mundo Contemporâneo - Tendo em conta a sua experiência, descreva-me o que distingue a imprensa escrita dos demais meios de comunicação social? Francisco Ferreira Silva - A imprensa escrita, através de jornais e revistas, é a mais antiga forma de ‘media’ em utilização, sendo a precursora da rádio, da televisão e, mais recentemente, da internet. O que distingue este meio de comunicação social é o facto de, habitualmente, investigar e aprofundar mais os temas noticiosos que os demais ‘media’ – reconheço, porém, que a investigação jornalística não é apenas apanágio da imprensa escrita e existem bons exemplos de excelentes jornalistas e óptimos trabalhos de investigação noutros meios, sobretudo em televisão. Além disso, a imprensa escrita permite ao leitor transportar facilmente as notícias para qualquer local, consultando-as quando lhe for mais conveniente, ler, reler e sublinhar os textos, etc. Por último, alguns estudos internacionais têm posto em relevo o facto de a imprensa escrita ser considerada mais credível que os demais ‘media’.

mais, o papel da imprensa escrita é de desenvolvimento e explicação dos temas que são noticiados, em primeira mão, pelas outros ‘media’ e de procura de notícias que não resultam de acontecimentos imediatos, mas da procura de informação sistemática, da investigação e, até, da intuição dos jornalistas. É por isso que os jornais continuam a ter as suas cachas. Assim, a imprensa escrita procura ser uma forma de informação mais completa, rigorosa e atenta, sem qualquer menosprezo pelos outros ‘media’

MC - Abordando agora os “Prós e contras” da imprensa escrita, indique-me quais as maiores vantagens/desvantagens deste meio. FFS - Já citei algumas das vantagens da imprensa escrita, sobretudo ao nível da credibilidade e da capacidade de desenvolvimento dos temas. A grande desvantagem é que uma publicação se desatualiza a partir do momento em que a edição é fechada. A imprensa escrita não consegue competir com a rapidez da internet, da rádio ou da televisão na divulgação das notícias. Por isso, cada vez

que desempenham um papel importantíssimo na rápida divulgação das notícias, transformando o mundo numa verdadeira “aldeia global”.

10 //

Mundo Contemporâneo

“um dos pilares duma sociedade democrática é uma imprensa (...) livre, forte e independente”

MC - Como sub-diretor do Diário Económico, é a pessoa indicada para nos descrever como funciona um jornal. Fale um pouco dos problemas que existem no seio de um jornal; a pressão de ter a melhor notícia; a importância da rapidez de processos… FFS - O Diário Económico está a viver um processo de integração com

as redações da edição on-line e do Económico TV (ETV). Existem redações dedicadas a cada um dos meios que partilham espaços contíguos e que discutem muitos dos temas em análise, ajudando-se mutuamente. No que diz respeito à televisão, os jornalistas do Diário Económico também já realizam muitas entrevistas e reportagens em conjunto com profissionais do ETV. Além disso, os jornalistas da edição em papel participam como comentadores nas emissões de televisão, constituindo uma mais-valia para a informação do canal televisivo. É uma experiência interessantíssima que, por ser inédita no nosso país, obriga a uma avaliação constante de métodos para atingir os melhores resultados. Em termos pessoais, considero que é uma experiência enriquecedora para todos e que nos obriga a uma atenção constante sobre os acontecimentos de cariz económico ou com implicações económicas em Portugal e no Mundo. MC - Que características deve ter um bom jornalista? FFS - Deve, em primeiro lugar, saber ordenar as ideias e escrever com clareza e a maior simplicidade possível, procurando colocar-se, a cada momento, na posição do leitor que busca a informação. Por isso, deve estar sempre bem informado sobre as áreas que está a trabalhar e sobre as que lhe são adjacentes. Tem de procurar informação por todos os meios legais à sua disposição e construir uma rede de contactos que lhe permitam obter novidades, comentários e explicações sobre os temas que está a tratar. Este ponto é muito importante para que os jornalistas não se acomodem a tratar apenas as notícias que caem no seu e-mail ou que descobrem


ECONOMIA através da internet. Falar com fontes de informação e procurar interpretar a realidade dão, muitas vezes, excelentes pistas temas de notícia. Por último, o jornalista não deve nunca esquecer que ele é o mensageiro e não o objeto da notícia, pelo que a isenção e o distanciamento em relação aos temas, abstendo-se de emitir opiniões, são fundamentais. MC - Como sub-diretor de um jornal aposto que o seu dia seja bastante preenchido. Faça-me um breve relato de um dia de trabalho… FFS - Sou subdiretor, o que me retira algumas tarefas de representação do jornal, exceto quando existe delegação por parte do diretor. Ainda assim, o dia de trabalho é longo, muito longo. Começa com a leitura dos jornais pela manhã e a reunião de preparação da edição do dia, onde cada um dos editores revela os projetos de tratamento de informação que está a desenvolver com a sua equipa e se faz a triagem de eventuais sobreposições de temas. Decidem-se os principais temas e ângulos de abordagem que é necessário seguir e que resultam de um debate amplo e democrático entre todos os membros da direção e da equipa de edição. Depois vem o período de colocação em prática das decisões que foram tomadas, mas que podem ser alteradas a cada momento pela atualidade e os factos de que vamos tendo conhecimento. Além disso, pela minha parte, participo em conferências e debates como moderador, o que exige um trabalho de preparação dos temas que são muito diferentes entre si. Pode-se tratar de questões macroeconómicas num dia e de fundos de investimento ou de negócios e fábricas de cimento no outro. Mas é dessa diversidade que é feito o dia-a-dia de um jornalista com responsabilidades de direção, obrigando-nos a estar permanentemente informados sobre um grande número de temas e constituindo um desafio constante. Mas tam-

bém nos sentimos recompensados e reconfortados no fim do dia quando a edição corre bem e experimentamos uma sensação de orgulho pelo produto noticioso que vamos oferecer aos leitores no dia seguinte (nos dias em que isso não acontece – felizmente são raros – o sentimento é de profunda frustração). MC - Com o aparecimento da Internet torna-se agora possível a globalização e a propagação de informação quase instantaneamente. Que importância atribui a este facto? FFS - Uma importância enorme que nos obriga, como já disse, a estar permanentemente atentos aos factos e à necessidade de, muitas vezes, procurar explicações e antecipar consequências. A televisão acrescenta ainda mais pressão a esta realidade. MC - Para terminar, a “revolucionária” Imprensa Online tem vindo a ganhar cada vez mais adeptos. Gratuita e sempre atualizada, é bastante vantajosa. Concorda que o desenvolvimento da Imprensa Online

é a principal causa da queda nas vendas de jornais/revistas? FFS - Sem dúvida. Mas também penso que as duas formas de comunicação são, como penso que ficou expresso, complementares. Além disso, é preciso pensar que, como diz um conhecido economista, não existem almoços grátis e cada meio de comunicação tem de poder sustentar-se economicamente. Até agora, a maior parte dos canais online pertence a meios de comunicação em papel, rádio e televisão. No futuro, veremos como esta realidade vai evoluir, mas o certo é que já existem alguns sites a cobrar pela informação que veiculam. Penso que os diferentes meios de comunicação são complementares entre si e que a decisão de um leitor optar por este em detrimento daquele se deve mais a questões que têm a ver com a qualidade, isenção e seriedade da informação. Não podemos também esquecer que um dos pilares duma sociedade democrática é uma imprensa escrita, de rádio, de televisão e online livre, forte e independente». Micael da Rocha

Mundo Contemporâneo //

11


ECONOMIA

Os negócios da China estão de volta Depois da venda da EDP poderá surgir a venda do Banco Comercial Português aos chineses. Em maio passado, a troika chegou a Portugal. E como que coelho da cartola, trouxe na algibeira um memorando de entendimento prevendo a entrega de 78 mil milhões de euros para ajuda financeira a Portugal. Uma outra implementação desta tríade seria o Estado Português angariar em privatizações cinco mil milhões de euros para fazer face ao empréstimo. Parte desse objetivo foi atingido a 22 de dezembro, quando o Estado, ainda detentor de 21,3% da EDP, vende os seus direitos na Nacional Eléctrica aos Chineses da Three Gorges, encaixando os cofres do estado 2,7 mil milhões de euros. Mais 500 milhões do que o inicialmente previsto pela troika, atingindo assim mais de metade do montante do plano de privatização. Mas a compra da EDP poderá não ser o único negócio a ser concretizado pelos chineses. Segundo o presidente da Three Gorges, Cao Guangjing, “os

12 //

Mundo Contemporâneo

bancos chineses podem ter interesse no BCP”. Esta afirmação tem causado furor no mercado bolsista, apesar de ser mera especulação o interesse chinês em comprar o Banco Comercial Português (BCP). O facto é que já provocou a subida das ações do BCP, com efeitos a partir do dia 28 de dezembro. No entanto, ainda é desconhecido o Price Target das mesmas. Se for caso da especulação se tornar realidade, poderemos ter uma alavancagem do preço das ações, criando oportunidade de negócio para muitos, desde o pequeno

ao grande investidor. Perante o preço atual das ações, com cerca de 650€ será possível comprar 5000 acções do BCP. Se estas valorizarem pelo menos 0.05€ poderá obter-se um lucro de 250€ em 2 ou 3 dias. Isto em pequena escala. Qual o resultado para investidores de 500.000€? Acrescentando ainda que esta valorização também será favorável para o PSI-20, prevendo-se subidas da cotação durante o ano 2012. Poderá mesmo dizer-se que se trata de negócios da China. Isa Dias Cruz


ECONOMIA

Loja de mãos dadas com os estudantes A Loja Solidária é uma iniciativa do Gabinete Solidário da Associação Académica da UAlg (AAUAlg). Situada junto à cantina do campus de Gambelas, em Faro, esta loja foi criada com o objetivo de apoiar os alunos que, depois dos cortes orçamentais nas bolsas de estudo, viram reduzido o seu poder de compra. A abertura desta loja resulta da campanha de recolha de roupas e embalagens recicláveis iniciada a 3 de fevereiro de 2011 nos vários pólos da Universidade do Algarve (UAlg). A Loja Solidária disponibiliza roupas em segunda mão e material escolar a preços simbólicos. O valor das roupas, doadas à Loja Solidária por alunos, docentes e funcionários da UAlg, varia entre um e sete euros. Com vista à auto-suficiência deste e de outros projetos de responsabilidade social desenvolvidos pelo Gabinete Solidário da AAUAlg, os fundos angariados pela Loja Solidária são usados para financiar a aquisição de mais material escolar e para cobrir os custos de funcionamento de todos os serviços prestados pelos alunos solidários aos seus colegas. Cabe ao gabinete efetuar uma discriminação positiva dos alunos. O aluno que procura o Gabinete Solidário preenche um formulário e, com base na informação cedida e no valor da bolsa de estudo auferida pelo aluno, o gabinete atribuí um vale de compras mensal que pode chegar até aos 25 euros – estes vales destinam-se à compra das peças de roupa em segunda mão, de material escolar ou de fotocópias. Vânia Luz, responsável pelo projeto, falanos de uma «avaliação caso a caso, que leva em conta as necessidades específicas de cada aluno e é feita em parceria com os Serviços de Ação Social da UAlg». A Loja Solidária funciona nos dias úteis, das 9.00 às 13.00 e das 14.30 às 18.30. O Gabinete Solidário garante o anonimato dos alunos que procuram este apoio. Nuno Afonso Brito

“Cabe ao gabinete efetuar uma discriminação positiva dos alunos.”

Mundo Contemporâneo //

13


POLÍTICA

Deputados algarvios pedem a revisão dos preços nas portagens da A22

Os deputados do PSD eleitos pelo Algarve irão propor ao Governo uma revisão aos preços das portagens da A22, com o objetivo de aumentar o tráfego e as receitas. Em 2011, todas as scuts portuguesas foram invadidas pela implementação de portagens,. Por conseguinte, todos os seus utilizadores viram também as suas carteiras levarem um arrombo pelos custos adicionais que isso provocou e continua a provocar. A 8 de dezembro, os algarvios passaram a Via do Infante (A22) para segundo plano, e a maioria adotou a EN 125 para os seus percursos diários, mesmo que esta não seja considerada uma alternativa viável à conhecida A22. Os deputados do PSD eleitos pelo Algarve (Mendes Bota, Elsa Cordeiro, Pedro Roque e Cristóvão Campos) irão entregar na primeira semana de janeiro, na Assembleia da República, um requerimento

que sugere a realização de um estudo por parte do Governo, com o intuito de reduzir as portagens na Via do Infante, de modo a ampliar o tráfego e as receitas. Além disso, questionam a hipótese de alargar o período de iisenção a residentes e a empresas locais, enquanto não estiverem concluídas as obras na EN 125. Cristóvão Campos afirmou que a queda da atual taxa de 9 para 4 cêntimos por quilómetro, poderia provocar um considerável retorno de viaturas à A22,o que acabaria por ter um efeito bastante positivo para os cofres do Estado. Assim, “se as pessoas passarem a circular no seu dia a dia por um preço comportável, provavelmente não se importarão de perder esse dinheiro, se tiverem como contrapar-

tida ganhos em tempo e produtividade”, assume o deputado. Durante vários anos, a Estrada Nacional 125 foi reconhecida como a “Rua 125” e até mesmo como a “Estrada da Morte” por parte de muitos algarvios. Desde o início de dezembro verificouse um aumento do tráfego e de sinistralidade nesta estrada, enquanto que pelo contrário, na A22 visualizou-se um cenário bem mais pacífico, onde cada vez se torna mais difícil encontrar um grande número de veículos a circular. Por isto mesmo, os deputados vão também pedir ao Governo que analise os dados de tráfego na A22 e na EN 125 desde o início da cobrança de portagens. Carolina Nunes

Mais 23 medidas em dois meses Para reformados, utentes da Saúde e empresas, já eram conhecidas as mudanças neste novo ano. Contudo, 23 outras medidas serão implementadas nos próximos dois meses pelo Governo. Está concentrado no próximo trimestre o mais relevante do segundo eixo do memorando de entendimento: o das reformas estruturais; que, nas palavras de Passos Coelho, “vai permitir a democratização da economia portuguesa”. Com uma nova visita da troika em fevereiro, classificada por Carlos Moedas, secretário de Estado, como sendo “de grande importância”, o Governo encontra-se sob uma maior pressão, a fim de mostrar à Comissão Europeia, BCE e FMI, a eficácia exigida pelo acordo assinado. No centro das atenções estão a Justiça, Economia e Saúde. As novas leis laborais, do arrendamento, das finanças locais e regionais, e o novo mapa autárquico serão as prioridades do Governo no diálogo com a oposição. Para as regiões autónomas, está prevista a revisão do seu financiamento em julho, entrando, até março, na Assembleia da República, uma proposta de lei para reforçar os poderes da administração fiscal sobre todo o território. As medidas tidas como “estruturais” pela própria troika até junho são dez e uma vez mais de alta sensibilidade. Entre elas destacam-se, na Economia, a nova lei da concorrência e a correção das rendas no setor da energia; na Justiça, a definição de quadros especiais para a resolução de casos de insolvência, para além de algumas alterações na gestão dos tribunais; em relação ao aspeto portuário, a flexibilização será prioritária, avançando uma nova legislação em 2012. Inês Vicente

14 //

Mundo Contemporâneo


POLÍTICA

Mensagem de Ano Novo do Presidente da República O ano que chegou promete trazer dificuldades a todos os portugueses. O Presidente da República, na sua mensagem de Ano Novo, alerta para a necessidade de um maior rigor orçamental para enfrentar uma “situação social insustentável” e a importância do crescimento de emprego no país. No domingo, dia 1 de Janeiro de 2012, Cavaco Silva transmitiu a sua mensagem de ano novo a todos os portugueses e salientou que embora estivéssemos a entrar num novo ano, a «situação explosiva» do país mantém-se e não tem data de término. Numa mensagem claramente centrada no futuro económico do país, o Presidente da Republica falou mais uma vez na necessidade de todos estes sacrifícios serem repartidos igualmente entre todos os portugueses e da prioridade para a criação de emprego. “A coesão social é da maior importância para o crescimento económico, para a contenção do desemprego e para atenuar os custos da resolução dos graves desequilíbrios que se verificam na economia portuguesa”, afirmou. Os esforços para cumprir as obrigações face ao plano de ajuda externa são para continuar e não para descurar. O presidente aproveitou para deixar algumas palavras ao Governo, solicitando «sensibilidade social» por parte dos políticos para com os portugueses, pedindo-lhes que explicassem o fundamento das suas decisões, no seguimento da promulgação, no passado dia 29 de Dezembro, do Orçamento do Estado para este novo ano. Não podiam também faltar algumas palavras aos jovens que já abandonaram o país, afirmando o Presidente da República a necessidade que o país tem destes: “conheço a ansiedade de milhares de jovens para quem tardam os caminhos com que sonharam, muitos dos quais procuram a sua sorte longe da família e do seu país, quando tanto precisamos deles”. Cavaco Silva não escondeu que este ano será de grandes sacrifícios, e que isso se irá notar no dia a dia, mas tem esperança nos portugueses e na “ a fibra do nosso povo”. Apelou igualmente aos políticos para que “sejam os primeiros a acarinhar as sementes de uma nova esperança, agindo com justiça, com ponderação e com sensibilidade social”. No culminar desta mensagem, o Presidente aproveitou para solicitar o consenso e o diálogo construtivo do governo e também dos partidos opostos, em relação aos «desempregados, idosos e crianças». Um discurso que não escondeu as dificuldades que este ano nos trará, mas com a confiança que iremos ultrapassa-las e que mostraremos que “Portugal é maior do que a crise que vivemos”. Catarina Palma e Sara Viegas

Mundo Contemporâneo //

15


POLÍTICA

Novo Partido Político A Ruptura/FER anunciou, pela voz do seu líder, que irá abandonar o Bloco de Esquerda e fundar um novo partido. Gil Garcia diz levar consigo “200 militantes” do partido que se reunirão a 20 de Março de 2012 para formar o novo partido. Segundo o líder da Ruptura/FER, esta decisão foi tomada por “haver discriminação à esquerda” e pelos maus resultados nas últimas eleições. Gil Garcia adianta ainda em declarações ao semanário SOL: “Nós fomos empurrados para fora, principalmente depois dos resultados eleitorais de 5 de Junho [em que o Bloco perdeu metade dos 16 deputados que tinha e nem conseguiu reeleger o então líder da bancada, José Manuel Pureza, candidato por Coimbra] “. Já do lado do Bloco de Esquerda, esta decisão foi classificada como “irresponsável”, apontando algumas intervenções “tão extravagantes como o apelo à constituição de brigadas para apoiar os talibãs no Afeganistão, ou o apelo ao voto em branco nas eleições presidenciais.” São conhecidas de todos as ideias de extrema-esquerda defendidas pela Ruptura/FER, em muito contrastantes às do Bloco. O que é certo é que o partido coordenado por Francisco Louçã já conheceu melhores. Os maus resultados eleitorais têm deixado uma marca profunda e gerado uma divisão dentro do próprio partido. O Mundo Contemporâneo tentou entrar em contacto com o Bloco de Esquerda de Faro, numa tentativa de obter declarações sobre este assunto, mas não obteve qualquer resposta. Catarina Palma

Morte do fundador do CDS Walter Cudell O criador do CDS e deputado na Assembleia da República, entre os anos 1976 e 1980, morreu no passado domingo, no Porto. Walter Cudell tinha 92 anos. Foi o próprio CDS que anunciou publicamente a morte do seu fundador, relembrando Cudell como «um homem corajoso e determinado», enaltecendo a força que este sempre teve perante «a violência dos que queriam o PREC à força», durante a revolução dos cravos, como referiu Paulo Portas numa declaração à agência Lusa. O corpo do ex-deputado do CDS encontrou-se na Igreja de São João da Foz, no Porto, até 2 de janeiro, dia em que o funeral se realizou. Sara Viegas

16 //

Mundo Contemporâneo


CULTURA

O Fado,

a expressão da alma portuguesa Símbolo mundialmente conhecido de Portugal, este género musical é, sem dúvida, um dos maiores motivos de orgulho do nosso povo. Se durante anos esteve prestes a cair no esquecimento, agora o Fado está mais vivo do que nunca, através de nomes como Dulce Pontes, Mariza ou Camané. Quais são as origens do Fado? Tal como o nosso país é uma mescla de culturas, assim o é este género musical. Surgido no século XIX, existem várias teorias acerca da sua origem. A primeira diz-nos que foi por influência dos cânticos árabes que nasceu o Fado, assemelhando-se na melancolia das palavras. Outra teoria diz-nos que o fado não é mais do que uma evolução do Lundum, género musical brasileiro trazido até nós pelos marinheiros que de lá vieram. Há ainda quem diga que o fado surgiu na voz do povo, pelas ruas de Lisboa. A sua origem é incerta, mas de uma coisa estamos certos: o Fado é a expressão da alma portuguesa. O Fado, nos seus primórdios, era associado às

classes mais baixas da sociedade lisboeta, expressando temas de emergência urbana, pautados pela tristeza, o ciúme e a marginalidade. As letras eram simples e até rudimentares, existindo ainda muito pouca divulgação do género. Rapidamente isto mudou: o Teatro da Revista, género de teatro lisboeta, começou a integrar o Fado nas suas peças musicais, alargando a sua notoriedade. Sendo também interpretado por artistas de renome, como Hermínia Silva, o fado começava a evoluir e já era ouvido nas classes mais altas. Porém, foi a partir da década de 30 do século XX que este género musical deu o grande “pulo” para o panorama nacional, através das casas de fados (com maior incidência no Bairro Alto e em Alfama), das emissões radiofónicas e posteriormente passando para a sétima arte. A primeira grande produção cinematográfica que o popularizou foi «O Fado, História de uma Cantadeira», interpretado por Amália Rodrigues, intérprete por excelência do fado português, exportando este género além fronteiras.

O apogeu do Fado Os famosos «anos de ouro» do Fado prolongaram-se entre as décadas de 40 e 60, altura em que surge o concurso Grande Noite do Fado, que possibilitava aos fadistas amadores ascenderem ao estatuto profissional, ganhando assim maior notoriedade. Todavia, foi na década de 1950 que a internacionalização do Fado foi literalmente consolidada, essencialmente graças à figura de Amália Rodrigues. Transpondo os impedimentos da língua e da cultura portuguesa, foi através da figura desta artista que o Fado viria a consagrar-se como um ícone da cultura nacional. Até à data da sua morte, competia a Amália Rodrigues todo o protagonismo, no que diz respeito ao fado, a nível nacional e internacional. continua na página seguinte

Mundo Contemporâneo //

17


CULTURA nal, assim como o aparecimento sucessivo de uma nova geração de fadistas e a aproximação ao fado de cantores de outros géneros musicais, tais como António Variações, Sérgio Godinho e Paulo de Carvalho. Já num plano internacional, Amália Rodrigues e Carlos do Carmo assumem um destaque pleno através dos seus circuitos do disco, dos média e dos espetáculos ao vivo, assim como num renovado interesse, por parte de muitos admiradores, pelas culturas locais musicais. Porém, nem tudo é benéfico, pois o regime salazarista criticava, assim como renunciava muito o Fado. Após a Revolução dos Cravos em 1974, foi instaurado em Portugal um regime democrático, em que uma das finalidades foi a de integrar a liberdade pública no que diz respeito à garantia dos direitos individuais dos cidadãos e uma participação civica, política e social mais ativa por parte destes. Durante dois anos (1974/1976) o concurso Grande Noite de Fado foi suspenso e a presença do género musical em emissões televisivas e radiofónicas foi igualmente interrompida. A partir daqui, observamos desde logo a hostilidade ao fado por parte do regime em vigor na época. A partir de 1976, já com um regime democrático em vigor, o Fado voltaria a ter novamente o seu “próprio espaço”, sem lugar para oposições de alguns superiores. Tal se verificou no ano seguinte, em 1977, quando um dos maiores expoentes da canção urbana de Lisboa, Carlos do Carmo, apresentou um álbum intitulado Um Homem na Cidade. É na década de 1980 que tem lugar o reconhecimento do papel central do Fado, no quadro do património musical português, na medida em que se assiste a um elevado interesse do mercado pelas músicas urbanas de Lisboa – muitas discográficas fazem a reedição de registos gravados em outras alturas. O Fado começa a integrar-se em grande parte nos festejos populares à escala regional e posteriormente nacio-

18 //

Mundo Contemporâneo

Na década de 1990 o Fado consagrar-se-ia nos circuitos internacionais da World Music com Cristina Blanco no circuito francês e na Holanda. Igualmente nos anos 90, ganha destaque um novo nome na esfera do Fado - Camané - com grande consagração. A partir da década de 90 e já no inicio do novo século, surge uma nova geração de fadistas com grande potencial, como Mafalda Arnauth, Kátia Guerreiro, Ana Moura, Gonçalo Salgueiro, Raquel Tavares ou Hélder Moutinho. Num panorama internacional, quem assume maior destaque e admiração é Mariza, arcando assim com um protagonismo absoluto, apresentando um percurso brilhante ao longo do qual tem sido bastante premiada na categoria de World Music. É também na década de 90 que o Fado perde um dos seus maiores pilares. Em 1999 é anunciada a morte da artista Amália Rodrigues. Uma perda para todos os portugueses, a nível cultural e social. O ícone do Fado acabava de partir.

O Fado como Património Imaterial da Humanidade Surgira um novo século e o Fado encontrava-se cada vez mais presente na vida dos portugueses, muito por causa da capacidade que tinha em retratar de uma forma subtil e direta o quotidiano da população, com tudo o que de bom e mal está nele presente. Nesta medida, em Junho de 2010 Portugal apresenta a candidatura do Fado a Património Imaterial da Humanidade. O tempo que decorreu desde a candidatura até ao resultado final foi cerca de um ano e meio. Durante esse período, foram várias as referências feitas ao Fado. Os portugueses mostravam-se simultaneamente otimistas e bastante orgulhosos com a candidatura. Finalmente, em Dezembro de 2011, é divulgado o resultado que confirma a consagração do Fado como Património Imaterial da Humanidade. Esta foi mais uma grande vitória para todos os portugueses. O Fado assume uma grande notoriedade e para além de ser admirado e respeitado nos quatro cantos do mundo, passa a ser mais do que um simples género musical. Ana Cláudia Cardoso e Bárbara Ferreira


CULTURA

Coleção Berardo O Museu Coleção Berardo, situado no CCB em Lisboa, dispõe de uma variedade de obras de arte que atraem diferentes públicos ao combinar uma exposição permanente com várias exposições temporárias. A exposição permanente conta com obras de arte desde 1900 até 2010. Neste momento, destacam-se as obras dedicadas ao período de 1960 até aos dias de hoje, que agrupam movimentos artísticos das neo-vanguardas, tais como: o Minimalismo, o Concetualismo, o Pós-Minimalismo, a Land Art, a Arte Povera, entre outros. Em relação às exposições temporárias, o Centro Cultural de Belém

conta atualmente com duas exposições. “A Arte da Guerra – Propaganda da II Guerra Mundial”, de 19 de outubro a 8 de fevereiro, que proporciona ao visitante a oportunidade de observar diversos exemplos da propaganda feita em tempo de guerra, a forma como as nações lidaram com o processo e a consequente forma de arte que esta assumiu ao despoletar emoções nas pessoas. A exposição “VIK”, de 21 de setembro a 29 de janeiro, apresenta mais de uma centena de trabalhos que ilustram a trajetória artística percorrida pelo artista plástico brasileiro Vik Muniz. Este artista é conhecido por utilizar vários materiais pouco convencionais,

como calda de chocolate, algodão, papel recortado, lixo, sucata, entre outros. O fascínio pela arte foi o principal motivo que levou José Manuel Berardo a criar as suas coleções e a Coleção Berardo é hoje em dia reconhecida internacionalmente como uma coleção de arte de grande significado, pois possibilita também uma oferta didática e diversas leituras da arte contemporânea. O próprio museu apresenta um leque de atividades para miúdos e graúdos, sendo já possível passar uma noite no museu para os mais novos ou até mesmo festejar um aniversário. Carolina Oliveira

“Ano Novo, Vida Nova” O filme Ano Novo, Vida Nova (New Year’s Eve) é uma comédia romântica que estreou em Portugal a 15 de dezembro de 2011, dirigida por Garry Marshall e com um elenco de luxo composto por Robert De Niro, Halle Berry, Hilary Swank e Michelle Pfeiffer. Todos os planos e expetativas concentram-se na última noite do ano com várias histórias interligadas, com a desvantagem de não se aprofundar nenhuma história, acabando algumas por serem um pouco esquecidas ao longo do filme. Claire Morgan (Hilary Swank), responsável pela festa nas ruas de Nova Iorque e pelo cair da bola, tem que

resolver todos os problemas antes da meia-noite para que todos assistam à tradição do cair da bola no ano novo. Um casal de pais prestes a ter o seu primeiro filho entram em “guerra” com outro casal para serem os pais do primeiro bebé do ano em troca de uma recompensa monetária. Stan Harris (Robert De Niro), um paciente em estado terminal que só quer ver o cair da bola pela última vez. Uma secretária (Michelle Pfeiffer) que resolve completar a sua lista de resoluções antes que o ano acabe, tendo a ajuda de um estafeta (Zac Efron). Estas são algumas das histórias que podemos encontrar ao longo deste

filme, numa noite de comemorações e rituais festivos, onde estão presentes o perdão, o amor, a esperança, as segundas oportunidades e recomeços pelo centro de Nova Iorque num novo ano onde todos esperam que surjam melhores momentos. Maria Inês Nunes

Mundo Contemporâneo //

19


CULTURA

Estreias para o início do ano 2012, um ano que muitos acreditam ser o derradeiro para a humanidade, traz-nos boas novidades no que toca ao cinema. Desde ação a animação, com dramas, aventuras e comédias pelo meio, vamos ter um início de ano recheado de tudo um pouco. E é já em fevereiro que começa a chuva de estreias. The Iron Lady (título original), que estreia a 9 de fevereiro nas salas portuguesas, é um drama em que Meryl Streep interpreta o papel de Margaret Thatcher, a ex-primeira ministra britânica. Ainda a 9 de fevereiro poderemos ver A Mulher de

Negro com o famoso Daniel Radcliffe, num filme que nos vai assustar a todos e que envolve as antigas histórias de fantasmas que aterrorizam os moradores de uma pequena cidade. Em Contrabando, que nos chega a Portugal a 1 de março, contamos com a presença de Mark Wahlberg, Giovanni Ribisi e Kate Beckinsale como estrelas principais num filme repleto de ação sobre drogas e os seus intermediários. No tão apreciado género de animação temos Lorax, dos mesmos criadores de Gru – O Maldisposto, que nos chega a 20 de Março e conta as aventuras de um

rapaz de 12 anos que, para receber o afeto da rapariga dos seus sonhos, tem de descobrir a história da estranha criatura Lorax. É apenas o início do ano, mas já estão prometidas grandes emoções. Ana Rita Gervásio

A produtora UAU compra o Teatro Tivoli

Killing.Electronica: taquicardia musical 24 de fevereiro | Teatro das Figuras | Faro A banda de Marcos Alfares traz ao palco do Teatro das Figuras, em Faro, o seu álbum de estreia intitulado Heartbeat Sessions, no que promete ser um espetáculo de acelerar corações. A banda formada em 2006 marca-se pela sua identidade jovem e criativa e reinventora das suas inspirações. Com uma sonoridade muito própria, Heartbeat Sessions é um híbrido entre os instrumentais e lírica do rock e as melodias e jovialidade do pop. Com faixas como “He Likes Music - She Likes Dancing” e “There’s No Romeo Without Juliet” os quatro rapazes prometem envolver o público num ambiente em que a realidade e a fantasia se fundem e a emoção contagiará os presentes. Ricardo Pinto

20 //

Mundo Contemporâneo

A UAU comprou o Teatro Tivoli à empresa LX Skene, da qual o tão conhecido Herman José é sócio. Com esta compra a produtora passa a deter um espaço cultural situado na Avenida da Liberdade, acrescendo assim as suas aquisições no Parque das Nações (Auditório dos Oceanos) e no Casino de Lisboa. Paulo Dias, diretor-geral da produtora UAU, não revelou o montante envolvido neste negócio que foi finalizado em dezembro. Este refere que o Teatro Tivoli manterá a porta aberta para espetáculos de outras produtoras. João Dias diz mesmo que irá apostar principalmente numa programação portuguesa, fazendo com mais postos de trabalho para a comunidade artista portuguesa, facto que ele remata dizendo: “Será a sala de acolhimento para a nossa produção nacional de teatro. Somos uma das maiores entidades privadas na área dos espetáculos e da produção de teatro e queremos crescer nessa área”. Herman José diz não se sentir abalado com a perda do teatro Tivoli, confessando que “A verdade é que nenhum de nós tinha tempo ou vocação para ser produtor de teatro” e conclui dizendo “O Paulo Dias é a melhor aposta para tornar o Tivoli rentável”. Patricia Mendes


CIÊNCIA E TECNOLOGIAS

Televisão Digital aterra na crise Vem aí a TDT (Televisão Digital Terrestre) que porá fim ao velho sistema analógico, que nos permitia ver os quatro canais nacionais através de uma antena, que nos transmitia o sinal. Esta inovação traz para muitos um custo. Tendo os portugueses a carteira já com tantos furos, será esta a altura certa para mais um? 2009 foi o ano de arranque para a implementação da TDT. No entanto é a 12 de janeiro e 26 de abril que se irá verificar a extinção do sinal analógico por completo. Este é recebido através de descodificadores TDT ligados à televisão. Assim, para que se possam visionar os canais, é necessário dispormos de equipamento próprio para essa função. Para aqueles que já possuem subscrição paga a serviços de televisão, por cabo ou satélite, ou um televisor já com descodificador integrado, compatível com a tecnologia DVB-T e com a norma MPEG-4/H.264, não é necessário preocuparem-se com este procedimento. E quanto aos que não apresentam estas condições? Haverá direito de impôr sobre as pessoas carenciadas um gasto que poderia ser dispensável, sendo esta decisão da autoria da Comissão Europeia? Será realmente este acontecimento favorável ao povo português, numa altura em que se vive uma das piores crises de que temos

conhecimento, não só a nível nacional mas também internacional? Afinal que benefícios nos trará a TDT, de modo a que compense os gastos que alberga? É sempre recomendável que se caminhe para o progresso, e embora sejamos dos últimos na União Europeia a transitar para o sinal digital, talvez tenhamos o conveniente de já ter um serviço televisivo com falhas resolvidas pelos outros países. Ainda assim, é visível a confusão das populações que gira sobre esta mudança. No site oficial da TDT podemos encontrar informação importante para que tomemos conhecimento das mudanças que nos irá trazer este passo. Ainda que nos demonstre que esta forma de transmissão dos canais traga benefícios a nível de qualidade da imagem e do som, para além da diminuição de interferências no sinal, não convence pela sua falta de inovação em termos de oferta. Muitos especialistas e investigadores erguem a sua voz de insatisfação face a esta situação, que ao invés de

favorecer as pessoas, favorece as plataformas pagas de TV Cabo. Estas veem uma oportunidade de fazer dinheiro, com o pretexto que com elas, tudo se torna mais fácil e barato. A verdade é que o que nos oferecem não é realmente suficiente. Há já na Internet petições às autoridades competentes para que sejam incluidos mais canais, no entanto sem grande sucesso. Por outro lado, pouca divulgação houve sobre este procedimento, que já ocorre desde 2008, o que faz com que muitos ainda estejam pouco elucidados sobre o que fazer e as melhores opções a tomar, de forma a poupar mais e a facilitar a transição. Aconselha-se a consulta deste link <http://www.deco.proteste.pt/tdt-perguntas-frequentes-s560461.htm>, da Deco Proteste, que contém bons conselhos aos menos informados sobre os preços dos descodificadores e ainda outras questões pertinentes. Podemos estar em crise, mas ao menos com Televisão Digital. Ana Félix

Mundo Contemporâneo //

21


CIÊNCIA E TECNOLOGIAS

Duas sondas vão permitir estudar o interior da lua Foram lançadas pela NASA, no primeiro dia do ano, sondas gémeas que vão estudar a composição e a gravidade da lua. As sondas Grail-a e Grail-b vão orbitar a 55 quilómetros da superfície, separadas entre si por uma distância de 200 quilómetros. Segundo os cientistas, é difícil as naves falharem o alvo, uma vez que as trajetórias estão bem definidas desde o início. Ainda assim, não está excluida a possibilidade de

um raio cósmico atingi-las, fazendo com que falhem a órbita. Para diminuir os gastos, as naves foram lançadas a partir de um foguete relativamente pequeno. Assim, o percurso levará cerca de três meses e meio a ser cumprido. Apenas em março vão começar as observações e o objetivo das mesmas será desvendar os enigmas sobre o campo gravitacional do satélite, ou seja, a composição do seu interior, até ao núcleo - o coração lunar.

Assim, os cientistas podem responder a várias questões para as quais não tinham explicação, como por exemplo compreender a razão pela qual o lado da lua mais distante de nós é mais acidentado. Os dados recolhidos vão permitir aos especialistas um avanço surreal no estudo do satélite da Terra, pois fornece novas informações sobre a estrutura interna da lua para os próximos sete a dez anos. Vanessa Pinheiro

Windows 8 chega para arrasar A Microsoft prepara-se para lançar no final de 2012 um novo sistema operativo repleto de novidades. Cada vez mais seguro e interativo, o Windows 8 promete arrasar com toda a concorrência. O Windows 8 promete ser a grande aposta dos génios da Microsoft para o ano de 2012. O novo sistema operativo chegará ao mercado repleto de novidades que prometem seduzir os consumidores. Cada vez mais interativo, o Windows 8 irá ter o Kinect, um acessório atualmente utilizado na Xbox, que capta os movimentos do corpo humano e os traduz em «comandos». Assim, através de movimentos será possível exercer várias

22 //

Mundo Contemporâneo

tarefas no PC. Com este sistema operativo, o mouse e o teclado são utensílios relativamente dispensáveis para o usuário. Outra grande novidade é no login, sendo que este passará a ser feito através da leitura da retina dos usuários. O Windows 8 será o sistema operativo mais rápido de sempre, pois quando ligamos o PC, bastam apenas 8 segundos e está pronto para ser utilizado. A nível do desempenho do sistema, o novo Windows diminui o tempo de carregamento das páginas em cerca de 70% em comparação com os outros sistemas operacionais da Microsoft já existentes. O novo sistema operativo vai também poupar a memória RAM do computador.

Em testes realizados, o Windows 8 gasta cerca de 281 MB de memória RAM, enquanto que o Windows 7 gasta 407 MB. A novidade que mais promete conquistar os usuários é o sistema de reconhecimento de voz através de um aplicativo, denominado de Microsoft Tellme, que possibilita a execução de tarefas no computador através do comando de voz, sendo que estas se aplicam também à mobilidade. Através de um novo programa chamado Windows To Go, podemos transportar o Windows 8 numa pen e usá-lo em qualquer computador. No que toca à segurança, o Windows 8 possuirá agora um sistema de proteção equiparável ao do Linux. José Filipe Bela André


CIÊNCIA E TECNOLOGIAS A China lança o primeiro canal de TV em 3D, com emissões diárias de cerca de 5 horas, e já está a investir na tecnologia com e sem o recurso a óculos 3D.

Três novos elementos químicos foram aprovados para a tabela periódica, consistindo nos números 110, 111 e 112, darm stádio (Ds), roentgénio (Rg) e copernício (Cn), respetivamente.

O Facebook está a preparar a sua entrada em Bolsa para o primeiro trimestre deste ano, e deverá constituir uma das maiores ofertas públicas iniciais, denominada de IPO (sigla em inglês) da venda de acções na América.

A Apple está a produzir baterias inovadoras alimentadas com células combustíveis de hidrogénio, capazes de convertê-lo em água e energia elétrica, que deverão ser mais leves, durar inúmeras semanas sem terem que ser carregadas, e ainda alcançar elevadas densidades de energia.

Uma investigadora portuguesa, sediada em Londres, acabou recentemente de ser premiada por comprovar que comer devagar emagrece, pois a velocidade com digerimos os que alimentos tem repercussões no nosso peso corporal. Teve por base 500 jovens obesos, os quais foram sendo acompanhados no Hospital Pediátrico de Bristol.

André Santos

No campo da Saúde, existiram importantes progressos na área das vacinas, em particular numa nova vacina contra a malária que deverá ser testada em humanos, após ter sido obtida uma impressionante eficiência em macacos, na ordem dos 90%.

Uma nova plataforma produzida pela Google Maps, denominada de «Pastmaper», deverá permitir aos utilizadores conhecer o antigo traçado das cidades, na baseando-se linguagem visual dos mapas online, com os nomes das ruas como também as principais atividades mercantis existentes na época.

Neste ano, a nanotecnologia promete revolucionar, nomeadamente ao nível dos novos mostradores, que utiliza a eletrónica transparente, associando-a à tecnologia dos OLEDs, que deverá gradualmente substituir os já tradicionais LCDs.

Mundo Contemporâneo //

23


LAZER E TURISMO

Sevilha, um lugar de eleição Mesmo aqui ao lado, no sul da nossa vizinha Espanha, encontra-se uma cidade chamada Sevilha. Com cerca de 700 mil habitantes, a capital da Andaluzia, é a quarta maior cidade espanhola. Apesar da sua dimensão, Sevilha mais parece uma pequena vila onde não falta calor, acolhimento, cor, intimidade, convivio e muita alegria. Toda esta explosão de vida e a mistura entre o moderno e o tradicional fazem desta cidade um lugar perfeito para muitos turistas que procuram nas suas viagens conhecer lugares maravilhosos, culturas diferentes, adquirir conhecimentos e acima de tudo divertir-se! Os habitantes desta cidade, dotada de um clima mediterrânico com invernos suaves e verões extremamente quentes, não conseguem ficar fechados em casa. Os sevilhanos gostam de sair para a rua e conviver, daí a sua fama de povo acolhedor. Em Sevilha, há sempre o que fazer durante todo o ano, seja para o próprio povo seja para os curiosos que visitem a cidade, desde festas populares, espetáculos, monumentos, museus, exposições, entre outros entretenimentos para todos os gostos. A festa mais esperada em Sevilha durante todo ano, é sem dúvida a Semana Santa, realizada em meados de abril. É um evento de cariz religioso, que junta milhares de pessoas na rua para verem passar as imagens de Jesus e Maria e acompanharem as procissões. Durante o festejo, confrarias e irmandades sevilhanas percorrem a cidade, mostrando e competindo entre elas as suas túnicas e imagens decoradas de forma personalizada, fazendo as delícias de

24 //

Mundo Contemporâneo

quem vê, que os acompanha rezando, cantando e por vezes até chorando. Terminadas as procissões, a cidade ganha ainda mais vontade de festa. Famílias sevilhanas e turistas juntam-se nos famosos bares de tapas (petiscos) espalhados por toda a cidade, para comer as deliciosas tapas tradicionais acompanhadas de uma cerveja ou de um bom vinho. O seu património monumental é sem dúvida o que atrai mais os visitantes. No centro da cidade está a torre mais alta de Sevilha, La Giralda, com 97,5m de altura.Este edifício histórico, inspirado no gótico e barroco, faz parte da catedral e tornou-se um local de passagem obrigatória para muitos dos turistas. Mesmo junto da famosa Giralda encontramos o Alcázar Real de Sevilha, a residência ocasional da coroa espanhola, declarado Património da Humanidade pela UNESCO em 1987.

Devido às sucessivas reformas que veio sofrendo ao longo do tempo, este complexo de palácios é caracterizado pela sua vasta variedade de estilos desde o islâmico, mudéjar, gótico ou renascentista. Ao longo da visita podemos encontrar diferentes pátios, galerias, salas decoradas com belos azulejos e tetos mudéjares. O Pátio das Donzelas, o Pátio do Leão, o Pátio das Bonecas, a Sala dos Reis, o Salão do Imperador ou a Capela são algumas das curiosas divisões que podem ser visitadas. Depois da contemplação de todos estes locais, chega a vez dos magníficos jardins do Alcázar, como os Jardins do Príncipe e os do Laranjal, que segundo por quem lá passa são dos passeios mais agradáveis que se pode fazer em sevilha. Por toda a caminhada é possível encontrar elementos modernos, árabes e renascentistas tal como lindos terraços ,vastas áreas de vegetação com laranjeiras e palmeiras, e as fontes Leão e Neptuno. O Centro Andaluso de Arte Contemporânea, o CAAC, localizado no Mosteiro de La Cartuja, é outro dos locais que merece destaque pela quantidade e qualidade das suas coleções e pela criação artística no seu programa de atividades. Foi criada em fevereiro de 1990 com o objetivo de promover a região, contribuindo para a investigação, conservação, promoção e difusão da arte contemporânea. Numa visita ao CAAC é frequente encontrar exposições temporárias, ateliers, concertos e seminários. Depois de conhecer os magníficos monumentos e museus, nada melhor do que degustar as maravilhosas tapas ao ritmo do flamenco. Foi num bairro histórico chama-


LAZER E TURISMO

do Triana que nasceram as cantoras e bailarinas do mesmo e onde a dança surge espontaneamente ainda nos dias de hoje. Fator que levou a que a maior parte da animação noturna de Sevilha esteja concentrada neste bairro tal como os melhores bares de Tapas. Os grandes toureiros também nasceram em Triana, sendo as touradas outra das atrações desta cidade, que mesmo não apreciadas por todos os turistas, não deixam de ser juntamente com o flamenco,a imagem de sevilha. A Feria de Abril é uma festa onde junta os dois, o flamenco e as touradas. Pessoas vindas de toda a Espanha e de outros lugares juntam-se em Sevilha numa festa folclórica, onde dançam e cantam sevilhanas e flamenco e onde por toda a semana realizam-se touradas na famosa praça de touros de Sevilha , a La Maestranza. Passear por Sevilha, conhecer um povo autêntico, fiel aos seus hábitos e cultura, visitar os seus monumentos e museus, degustar as saborosas tapas tradicionais, enquanto se ouve por toda a parte canções ao ritmo de castanholas e se vê bailarinas a dançar o flamenco, é realmente um prazer. Nesta cidade onde há sempre o que fazer e muita coisa para conhecer, também se oferece meios de transporte diferentes e amigos do ambiente. Para os habitantes e turistas, as charretes e bicicletas espalhadas pela cidade são a melhor maneira de passear. Tudo isto faz desta cidade calorosa e alegre um lugar indispensável à sua visita. Linda Cunha

Férias em tempo de crise

Com a chegada de 2012 muitos são os aumentos de preços. Será a crise e a austeridade que vivemos um motivo para acabar com as férias dos portugueses? Muitos são os que já cortavam nas despesas de lazer para fazer face à crise, e este ano não promete grandes progressos. O aumento do IVA na restauração, o aumento das portagens, dos transportes, da água, eletricidade, bens alimentares, entre outros vai mexer com os orçamentos familiares. Aqueles que até agora conseguiam pôr algum dinheiro de parte para ter umas férias fora de casa, não terão tanta sorte. Existem algumas formas de fazer férias de uma forma económica. Opte pelo campismo, promova o contacto com a natureza e evite frequentar restaurantes. Convide amigos e familiares para evitar as despesas e circule por estradas nacionais. A economia nacional e regional agradece que faça as férias «cá dentro». Existem tantos sítios para ser descobertos, paisagens magníficas e deslumbrantes que podem facilmente substituir o que há por esse mundo fora, de forma bem mais económica. Ficam algumas ideias para que possa optar por umas férias se a conjuntura for favorável. •Zmar, Eco Campo Resort & Spa – Localizado no concelho de Odemira, a 13 km da Zambujeira do Mar, este parque é considerado um dos melhores do nosso país. Defende o conceito de sustentabilidade e ecologia. Equiparado a um resort permite aos seus clientes usufruir dos serviços de spa a partir de 10 euros por dia e por pessoa. •Parque Cerdeira – Em pleno Parque natural da Peneda-Gerês, é ideal para quem deseja estar em contacto puro com a natureza. Dispõe de inúmeras atividades ao ar livre pela área circundante. Possibilita uma estadia rodeada de magníficas paisagens a partir de 3 euros por dia por pessoa. •Parque de Campismo Municipal de Vila Flor – Inserido na região de Trás os Montes (Bragança) é particularmente apreciado pelas paisagens que possui, bem como algumas características muito próprias, nomeadamente o mini-zoo que tem. Estadias a partir de 2 euros por dia por pessoa.

Mundo Contemporâneo //

25


LAZER E TURISMO •Orbitur Idanha-a-Nova – Longe do litoral concede a possibilidade de explorar as belas aldeias e vilas beirãs que são património histórico e valiosíssimo do nosso país. Está localizado na barragem Marechal Carmona e a estadia é de 3 euros por pessoa. •Parque de Campismo da Ilha da Berlenga – Situado num lugar que não atrai grande afluência turística, o parque é caracterizado pela sua localização invulgar mas que permite um descanso merecido acompanhado de belos passeios. Já foi considerado pelo The Times! o parque de campismo mais cool da Europa. A fortaleza da ilha é um local a visitar. •Turiscampo – Virado para a diversão quer em amigos, quer em família, este parque situado a 1,5 km de Lagos está dotado de excelentes instalações que asseguram uma estadia inesquecível. Fica próximo das mais bonitas praias algarvias, nomeadamente da praia da Luz. Preços a partir de 4 euros por noite por pessoa. Patrícia Sequeira

26 //

Mundo Contemporâneo


DESPORTO

Brilharete de Hélder Rodrigues na vitória dos franceses no Dakar O português alcançou um honroso terceiro lugar. Nos automóveis, Sousa e Leal dos Santos foram sétimo e oitavo, respetivamente. O pódio de Hélder Rodrigues nas motos juntando aos dois “Top-10” alcançados nos automóveis por Carlos Sousa e Ricardo Leal dos Santos são o ponto alto da participação dos portugueses na edição de 2012 do Dakar. Numa prova que passou pela Argentina, Chile e Peru, composta por 14 etapas, os franceses foram “reis” na hora de subir ao pódio. Nos automóveis, Stephane Peterhansel (Mini) foi o vencedor, seguido do espanhol Nani Roma (Mini) e do sul-af-

ricano De Villiers (Toyota), vencedor da edição de 2009. Carlos Sousa, da equipa Great Wall, foi sétimo à frente de Ricardo Leal dos Santos que se ficou pelo oitavo lugar, aos comandos de um Mini. Já nas motos, o “duelo de titãs” que se tem vindo a verificar nos últimos anos entre o francês Cyril Despres e o espanhol Marc Coma continuou, e desta feita, o gaulês foi mais forte, deixando o seu concorrente direto a mais de 50 minutos. No terceiro posto ficou Hélder Rodrigues, a 1:11:17 do líder, alcançando um excelente resultado para as cores lusitanas. Após perder muito tempo na quarta e na sexta eta-

pa, considerou que “era complicado apanhá-los” referindo-se a Despres e a Coma. Ainda assim, em declarações após o final da tirada, o piloto lisboeta fez um balanço positivo: “Terminar um Dakar é sempre fantástico. Mas finalizar no pódio é simplesmente incrível.” Mais modestas, mas não menos honrosas, foram as prestações dos motards Rúben Faria (12ªposição), Paulo Gonçalves (26ªposição) e Pedro Bianchi Prata (42ªposição) que assim, chegaram ao fim desta longa e desgastante prova de todo-o-terreno. MICAEL DA ROCHA E ANDRÉ JESUS

Mundo Contemporâneo //

27


DESPORTO

A NBA regressou! O tão esperado dia de Natal chegou e presenteou os fãs com o arranque da liga de basket mais famosa do mundo A NBA recomeçou, tal com o Mundo Contemporâneo noticiara na edição anterior, com 5 jogos, todos eles com a “elite”. Dez das melhores equipas jogaram no dia de Natal, oferecendo um espetáculo já ausente desde maio. Do pouco que já se jogou podem-se constatar alguns factos. Temos um leque de equipas a emergir: Oklahoma City Thunder, Memphis Grizzlies e Atlanta Hawks. Vários plantéis mantiveram a sua base e alguns optaram por se reforçar. Algumas desilusões, tais como os campeões Mavericks, Lakers e Celtics, que apesar destes deslizes iniciais não deverão ter problemas para se apurarem para os Playoffs. É também preciso ter em conta que a época terá quase menos de metade dos jogos e a

margem de recuperação também será menor. Na corrida ao prémio de MVP do ano estarão sempre Kevin Durant, Lebron James e Derrick Rose, que estão nas três equipas que lideram as respetivas Conferência Oeste Oklahoma City San Antonio LA Lakers LA Clippers Phoenix Dallas Memphis Houston

conferências (03.01.2012). Quanto ao apuramento para os Playoffs, o Mundo Contemporâneo lança uma previsão das equipas que poderão constar no mesmo: LUIS FELISBERTO Conferencia Este Miami Boston Chicago NY Knicks Orlando Atlanta Indiana Detroit

Mundial de Clubes FIFA 2011 Foi no Japão que se realizou entre 8 e 18 de dezembro, a oitava edição do mundial de clubes de futebol, com a participação dos vencedores das competições internacionais de clubes no ano de 2011 em todo o mundo. O ponto mais apelativo da edição deste ano foi o grande duelo entre os brasileiros do Santos e o Barcelona de Espanha, principalmente o confronto entre os astros de ambas as equipas: Neymar e Messi. Os clubes participantes desta edição foram, para além dos já referidos Barça e Santos, o mexicano Monterrey, México (América do Norte), o qatari Al

28 //

Mundo Contemporâneo

Saad (Ásia), o australiano Auckland City (Oceânia), o tunisino Esperance Tunis (África) e o representante do país organizador, o Kashiwa Reysol. Al Saad e Kashiwa Reysol garantiram a passa-

gem às meias finais, onde defrontaram, respetivamente, Barcelona e Santos, já automaticamente apurados. Enquanto os espanhóis bateram a formação do Qatar por 4-0, o Santos venceu

por 3-1 os campeões japoneses, apurando-se assim para a final tão aguardada. Na final realizada em Yokohama, e para espanto de alguns, o Barcelona bateu facilmente a equipa brasileira, da qual se esperava mais luta aos campeões europeus. Ao intervalo já o Barcelona vencia por 3-0, com o resultado final a fixar-se em 4-0, com golos de Messi (2), Xavi e Fabregas. Messi foi eleito o melhor jogador do torneio, seguindo-se Xavi e Neymar a completar o pódio. 68.166 espetadores assistiram no estádio à segunda vitoria da equipa catalã nesta competição. Pedro Lobato


DESPORTO

Balanço da Liga Zon Sagres 2011/2012

Após treze jornadas completas, o Mundo Contemporâneo faz o balanço desta quase primeira metade do campeonato nacional de futebol profissional. Futebol Clube do Porto e Sport Lisboa e Benfica lideram. Paços de Ferreira é lanterna vermelha. O Porto, líder da Liga Zon Sagres à 13ª jornada, comanda cinco itens da análise das Estatísticas Oficiais da Liga: passes, cantos, remates, remates à baliza e finalização. Com os mesmos pontos do que os azuis e brancos (trinta e três), o Benfica surge à frente na percentagem de remates à baliza, isto é, na taxa de concretização de remates. O Sporting confirma o bom momento desportivo: lidera nos cruzamentos, bolas jogadas e faltas sofridas. O Marítimo, comandado pelo cada vez mais falado Pedro Martins, ocupa a quinta posição no campeonato e comanda nos duelos aéreos e no solo. A equipa que joga no estádio dos Barreiros é, sem dúvida, uma das sensações desta edição da Liga Zon Sagres até ao momento. Outra equipa que está a dar que falar é também comandada por um treinador relativamente jovem. A Académica de Coimbra, dirigida pelo ex-portista Pedro Emanuel, encontra-se no sexto lugar e, curiosamente, é a única equipa com o mesmo número de golos marcados e sofridos. Até agora foram dezassete. À frente nas recuperações e bola e bolas perdidas está o Nacional. O Feirense lidera a distribuição de cruzamentos em bola corrida e os cartões, o Gil Vicente nos golos de grande penalidade, o Paços de Ferreira a posse de bola no seu meio-campo e o Beira-Mar os foras de jogo. O site oficial das estatísticas da liga portuguesa possui todas estas informações e outras mais. Em baixo pode verificar-se a atual classificação do campeonato nacional: Assim sendo, o FC Porto é a equipa com mais golos marcados (trinta e dois) e, a par com o Beira-Mar, a que menos golos sofreu (oito). O Benfica é a segunda em ambos, tendo trinta tentos marcados e onze sofridos. Em termos individuais, Baba Di-

Posição

Equipa

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

FC Porto SL Benfica Sporting SC Braga Marítimo Académica Beira-Mar Gil Vicente Feirense Olhanense Vitória de Guimarães Vitória de Setúbal União de Leiria Nacional Rio Ave Paços de Ferreira

12 13 14 15 16

Pontos Jogos Vitórias 33 33 27 25 22 17 16 15 14 14 14

13 13 13 13 13 13 13 13 13 13 13

10 10 8 7 6 5 4 3 3 3 4

3 3 3 4 4 2 4 6 5 5 2

0 0 2 2 3 6 5 4 5 5 7

Golos Marcados 32 30 26 24 18 17 11 13 11 14 18

13

13

3

4

6

9

19

12

13

4

0

9

14

23

12 11 8

13 13 13

3 3 2

3 2 2

7 8 9

9 12 13

24 19 20

awara, avançado do Marítimo, lidera a lista dos melhores marcadores com nove golos. Seguem-se empatados em segundo lugar Edgar, do Vitória de Guimarães, e Óscar Cardozo, o ponta de lança paraguaio do Benfica. Ambos já marcaram por oito vezes. De um modo geral, a liga portuguesa conta já com um total de 271 golos, sendo que a média por jogo é de 2,61 golos e por jornada é de 20,85. Relativamente aos guarda-redes, o capitão do FC Porto Hélton lidera a tabela dos que mais minutos ficaram sem sofrer qualquer golo. Foram nada mais, nada menos, do que 141 minutos. Seguem-se R. Rego do Beira-Mar, com 122, e Adriano Fachini, do Gil Vicente, que manteve as suas redes invioláveis durante 72 minutos. O jogador mais novo da competição tem quinze anos e é João Costa, do FC

Empates Derrotas

Golos Sofridos 8 11 12 12 16 17 8 20 19 17 16

Porto, enquanto o mais velho tem trinta e nove anos e é o guarda-redes do Rio Ave que já atuou no SC Braga, Paulo Santos. A média de idades da liga é de vinte e quatro anos. No setor das nacionalidades, apenas 47,01% dos jogadores da Liga Zon Sagres são portugueses, correspondendo este valor a 236 portugueses. Os outros 52,99% correspondem 266 a estrangeiros, sendo eles 142 brasileiros, 14 argentinos, 11 franceses, 8 cabo verdianos, 8 uruguaios, entre outros. Por fim, é com alguma alegria que o Mundo Contemporâneo refere que, das dezasseis equipas que constituem a Liga Zon Sagres, todas elas são treinadas por técnicos portugueses, o que acentua o facto de que cada vez mais o treinador português é mais valorizado. FREDERICO MARTINS Mundo Contemporâneo //

29


Mundo Contemporâneo

O “Mundo”, na tua mão.

Número 3 Janeiro 2012 30 //

Mundo Contemporâneo


Mundo Contemporâneo - 3ª edição