Comédias do Minho: Programa Anual de 2015

Page 1


e u q r o (p a d n i a m e t s i x e s i a t a n s e õ r r to , s o i r ó t e terri ade d i l a e r e d na s o h l a b a r t s dos i a m , e o n e r ter s a d a n , a d n i a as i c n ê i consc e das ções, a n i g a im s i a u d i indiv ) s a v i t e cole ugé Marc A

1


Foi bonita a festa pá! Nos 40 anos de uma Revolução, as Comédias do Minho celebraram 10 anos de uma Utopia. Essa bonita história de amor deu origem até a um livro e vários documentários, produzidos e realizados por uma equipa dedicada e colaboradores de ouro que se foram emocionando connosco. As Comédias do Minho são precoces em tudo – ei-las adultas, com 11 anos, a apresentarem-se com energia renovada e desejo de teatro, música, dança, filmes, artes plásticas, conversas, debates, ensaios abertos. 2015 é dos anos mais completos da programação das CdM, com uma vontade de alargar horizontes e acrescentar lugares aos nossos afetos de sempre. Desta vez vamos viajar um pouco mais sem, na verdade, sair do Vale do Minho, deixar o território em pousio sem deixar de o nutrir. 2


É só mais um ciclo temático que, durante dois anos, há-de falar do que é menos local, mais estrangeiro, menos real, mais sonhado, numa complexa rede de movimentos entre os eixos de intervenção e os melhores parceiros nacionais. E a aposta continuada nos nossos criadores emergentes, a que se acrescenta uma bolsa de criação artística que perpetua o legado da nossa eterna mentora Isabel Alves Costa, abrindo o projeto a novas linguagens e criadores inusitados. 2015 não é a ressaca de festa, não é o ano seguinte, é o ano primeiro do resto das nossas vidas. Sejam bem-vindos.

3


6–8 FEV

Vale do Minho Cinema Documental e Comunitário

º 2 . c do m o c 4


Monção 6 FEV

VN Cerveira 7 FEV

Cineteatro João Verde

Cineteatro

21:30 Comédias do Minho

21:30 Pele – Porto

Vale Utopia,

Passo a Passo,

de Nuno F. Santos

de Patrícia Poção

P Coura 7 FEV

Melgaço 8 FEV

Centro Cultural

Sede da Ass. A Batela

14:30 Ao Cabo Teatro

de Alvaredo

– Porto

16:00 O Teatrão – Coimbra

Dentro, de Saguenail

Faunos do Rio (Maqueta)

O 2º DOC.COM abre-se à discussão de outros projetos comunitários e/ou em rede espalhados pelo país. Mostram-se filmes de criadores que são velhos e novos amigos das CdM, com imagens doutros lugares que também se abrem à criação artística contemporânea com envolvimento das populações.

Valença 8 FEV Auditório da Ass. Cultural de Verdoejo 21:30 Arte em Rede – Lisboa e Vale do Tejo Água, de Eva Ângelo

. c o d m o c 80 1 l a n a no c

21–31 JAN 21:30 Contra_Bando de Olga Ramos P Coura 21 JAN Bico VN Cerveira 22 JAN Campos Monção 23 JAN Lara Melgaço 24 JAN Parada do Monte Valença 31 JAN Verdoejo

s fregue

Uma promessa antiga faz regressar as Comédias do Minho às freguesias onde foi criado o espetáculo Contra_Bando, de Madalena Victorino, para cinco sessões em família.

www.canal180.pt

doc. m o c nas ias

13 FEV – 6 MAR 13 FEV 22:00 Comédias do Minho de Paulo Menezes Repete domingo 15 FEV 17:30 20 FEV 22:00 Contra_Bando de Olga Ramos Repete domingo 22 FEV 17:30 27 FEV 22:00 Honrar a sua Vinha de Rui Mendonça e André Martins Repete domingo 1 MAR 17:30 6 MAR 22:00 Vozes Brancas de Pedro Filipe Marques Repete domingo 8 MAR 17:30 Posição 180 (NOS e VodafoneTV)

5


DEZ’14–MAI Vale do Minho Espetáculo/ Oficina de Dança

Comédias do Minho + Fundação Lapa do Lobo

o i m io d r cá Público Escolar Monção 9–12 DEZ + 5–8 JAN Arquivo Municipal Melgaço 9 + 12 + 13 JAN Casa da Cultura Valença 14–16 + 19–22 JAN Biblioteca Municipal P Coura 26–29 JAN Centro Cultural VN Cerveira 30 JAN + 2–6 FEV Biblioteca Municipal

Dentro de nós, tudo se move: o ar, os músculos, o sangue… E há um lugar mais pequenino dentro de nós, onde o que se move não se vê. São os sonhos, os segredos e os sentimentos. O coração nunca se engana. Longe da vista, longe do coração! Palavras de mel, coração de fel. Coração ofendido não ama? Mãos frias, coração quente, amor para sempre… Através de imagens e metáforas do coração, este espetáculo – oficina de dança procura ser um espaço de expressão e de partilha em torno dos afetos.

Vale do Minho, Vale do Lima e Barcelos MAR–MAI Sessões para famílias integradas na comemoração dos 100 anos da Caixa de Crédito Agrícola do Noroeste

6

Criação, interpretação e orientação Marina Nabais Público-alvo Alunos do Pré-escolar


NOV’14–JAN Vale do Minho Ação de Formação de Expressão Dramática

NOV’14–ABR Vale do Minho Performance Musical

s n e g a n o s r e p a s i a e l s p i s i t od múl sonora VN Cerveira 3–4 NOV Biblioteca Municipal P Coura 3–4 DEZ Centro Cultural Melgaço 7 + 9 JAN

Monção 24–27 NOV Valença 19–21 JAN

Casa da Cultura

P Coura 22–23 JAN

Valença 14–15 JAN

VN Cerveira 13–15 ABR

Biblioteca Municipal

Melgaço 16 ABR

Monção 28 + 30 JAN Biblioteca Municipal

Esta ação de formação propõe a experimentação da pluralidade do eu. Através de jogos teatrais e dramáticos, do uso da palavra, e do corpo, serão explorados os vários papéis onde nos vemos todos os dias.

Criação e Orientação Gonçalo Fonseca Público-Alvo Agentes Educativos (professores,

Exercício experimental, prático e participativo que pressupõe ativa interação entre alunos, professores e músicos, com o intuito de explorar diferentes instrumentos, e composições musicais. Uma ação comunicativa que provocará sensações de surpresa, num percurso composto por distintas e variadas sonoridades, que surgem através do improviso e da composição viva.

técnicos de educação, animadores, pais, etc.) Criação e Orientação Henrique Fernandes e Samuel Coelho Público-Alvo 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico

7


FEV–MAR

Vale do Minho Espetáculo de Teatro

o d tu se s n a r t a m r fo 8


Público Escolar

Sessões para famílias

P Coura 3–6 FEV

P Coura 8 FEV 15:30

Centro Cultural

Centro Cultural

Melgaço 10–12 FEV

Melgaço 14 FEV 15:00

Casa da Cultura

Casa da Cultura

Monção 23–27 FEV

Monção 28 FEV 15:00

+ 2–3 MAR

Biblioteca Municipal

Biblioteca Municipal Valença 5 + 6 + 9–12 MAR Biblioteca Municipal VN Cerveira 16–19 MAR Biblioteca Municipal

Valença 7 MAR 15:00

Há um início e um fim para as coisas? Num caminho enérgico percorrem perguntas e incertezas. Umas atrás das outras circulam em constantes movimentos. Para onde nos levam? Ao encontro de verdades e mistérios, que por vezes são espantosos e inquietantes. Sobre isso pensamos… uns alto, outros baixinho…

Biblioteca Municipal VN Cerveira 21 MAR 11:00 Biblioteca Municipal

Criação Rui Mendonça Co-criação e Interpretação Tânia Almeida e Wendy Música Original Vasco Ferreira Cenografia Rita Nicolau Público-Alvo Alunos do 1º Ciclo do Ensino Básico e Famílias

9


FEV–MAR

Vale do Minho Espetáculo de Teatro de Marionetas

o ã n r a g u l 10


VN Cerveira 26 FEV – 1 MAR P Coura 5–8 MAR Melgaço 12–15 MAR Monção 19–22 MAR Valença 26–29 MAR

Os não lugares são um produto dos tempos modernos, são como que um efeito secundário do excesso de tempo, de espaço e de ego. São o contrário dos lugares, não têm identidade, história ou relação urbana. São espaços temporários de passagem, comunicação e consumo. Representam o declínio do homem público e a ascensão do homem egoísta e obsessivo, camuflado pelos cartões de crédito, pins, códigos e passwords que criam solidão e alienação.

Criação Gonçalo Fonseca Tutoria Júlio Alves Interpretação Luis Filipe Silva e Sílvia Barbosa Música (ao vivo) Samuel Coelho

11


AO LONGO DO ANO

n e a n ce

Vale do Minho Projeto Teatro na Escola

O teatro é feito de palavras, movimento, espaço, tempo… e ação. A partir destes elementos, professores e alunos de grupos de teatro escolar partilham um processo criativo, contaminado por um plano de formação orientado por um ator/encenador profissional, em sessões de trabalho ao longo do ano letivo. Em torno do tema ‘Qual é o teu sonho?’, experimentam-se ferramentas artísticas e criativas, relacionadas com dramaturgia, encenação e cenografia.

Orientação Gonçalo Fonseca e Luís Filipe Silva

12

Encena ­ Curso de Teatro O curso de teatro que complementa o plano de formação de professores no Encena teve o apoio da Direção Geral de Educação e decorreu em Novembro de 2014, sob orientação de Graeme Pullyen.


4 ABR

VN Cerveira Espetáculo Comunitário

i e u q e d a m s a d u j Criação Ricardo Neves-Neves

13


14


15


ABR–MAI

Vale do Minho Festival Itinerante de Teatro Amador

Comédias do Minho + Fegatea + Feteacyl + Revista Galega de Teatro

º 5 a fit e l va 16


17-19 ABR

8–10 MAI

Vale do Minho

P Coura 8 MAI 21:30

Fim de semana Platta Plataforma Transfronteiriça de Teatro Amador (PT/ES)

– Espetáculos da Galiza e de Castela e Leão

Fim de semana Vale do Minho

Melgaço 9 MAI 16:00

– Oficina de Leituras Encenadas

Monção 9 MAI 21:30

– Mesa de Trabalho PLATTA

VN Cerveira 10 MAI 16:00

Participação atores amadores do Vale do Minho,

Valença 10 MAI 21:30

Galiza e Castela e Leão

17


JAN–MAI

Comédias do Minho + CIM Alto Minho com a colaboração do Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana

s a d n e l o t l a   do o h n i m Alto Minho Programa de formação e criação artística

Para os dez concelhos do Alto Minho, monta-­ ‑se um inédito programa de formação e criação artística contemporânea com o envolvimento da população, apresentando em espaços simbólicos do território, a partir das lendas da região. Uma apresentação final em dois fins de semana, que são uma viagem pelos Vales do Minho e Lima e uma romaria final, pelo centro histórico de Viana do Castelo.

Orientação Gonçalo Fonseca, Graeme Pulleyn, Joana Castro, Luis Filipe Silva, Radar 360º, Rui Mendonça, Samuel Coelho, Sílvia Barbosa, Tânia Almeida e Teatro do Noroeste – Centro Dramático de Viana

18

*Atividade promovida pela CIM Alto Minho, no âmbito do programa Criarte.


a n a m e s e d o h n i fim m o d e l a no v 8–10 MAI

P Coura 8 MAI 21:30 Melgaço 9 MAI 16:00 Monção 9 MAI 21:30 VN Cerveira 10 MAI 16:00 Valença 10 MAI 21:30

a n a m e s e d a fim m i l o d e l a v no 15–17 MAI

Arcos de Valdevez

Caminha

15 MAI 21:30

17 MAI 16:00

Viana do Castelo

Ponte da Barca

16 MAI 16:00

17 MAI 21:30

Ponte de Lima 16 MAI 21:30

23 MAI

ia r a m o r s a d n das le Viana do Castelo Centro Histórico

19


JUL–AGO

Vale do Minho Uma Novela Musical

Comédias do Minho + Teatro a Quatro

a r e óp r fe a i l á n 20


Quadrilha João amava Teresa que amava Raimundo que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili que não amava ninguém. João foi pra os Estados Unidos. Teresa para o convento, Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia, Joaquim suicidou-se e Lili casou-se com J. Pinto Fernandes que não tinha entrado na história Carlos Drummond de Andrade

VN Cerveira 3–4 JUL P Coura 10–11 JUL Monção 17–18 JUL Valença 24–25 JUL Melgaço 31 JUL – 1 AGO

É mais ou menos isto. Mas com música, e dança, e plumas. Uma novela interativa, que se parece com ópera e com cinema, e com um jogo de futebol, mas que não deixa de ser o que é, uma novela trazida para o teatro, que é levado para a tela e que viaja até à estratosfera.

Criação Tânia Almeida e Joana Magalhães Dramaturgia Cecília Ferreira Música Bernardo Soares e Ricardo Casaleiro Luz Vasco Ferreira Movimento Joana Castro Cenografia e Figurinos Catarina Barros Interpretação Catarina Santos, Gonçalo Fonseca, Isabel Carvalho, Joana Magalhães, Luis Filipe Silva, Mónica Tavares, Rui Mendonça, Sílvia Barbosa e Tânia Almeida

21


JUL

Vale do Minho Workshop de formação artística para jovens

u m s e t n ta 22


13–18 JUL Vale do Minho 17 JUL Apresentação de cada grupo no respetivo concelho 18 JUL Apresentação dos cinco grupos (em percurso, pelos cinco municípios)

Caminhar no espaço, recolher cheiros, sons, e imagens… imaginar aquele lugar no futuro… Reinventar o lugar. Qual a imagem que retemos daquele espaço? Vamos olhar os lugares sem imposição de limite, e alimentar o imaginário através de uma experiência de construção plástica e artística. Mutantes, um projeto que irá envolver artistas e grupos de jovens adolescentes dos cinco concelhos do Vale do Minho. Ao longo de uma semana cada grupo, acompanhado por um artista, irá construir uma instalação a partir de um olhar sobre um lugar.

Orientação Cristina Azevedo (Artes Plásticas), Helena Passos (Arquitetura), Jorge Taveira (Fotografia/Lomografia), Patrícia Oliveira (Escultura) e Samuel Coelho (Música)

23


24


25


OUT–DEZ

Nova criação em residência

Comédias do Minho + Festival Internacional de Marionetas do Porto + Teatro Municipal do Porto

l e b a is s e v l a a t s o c o ã ç a i r c e d a bols

26


Porto (FIMP + Rivoli) OUT Vale do Minho NOV–DEZ

Em 2014, nos 10 anos das Comédias do Minho, nos 25 anos do FIMP e na abertura de um novo ciclo para o Teatro Municipal do Porto, as três estruturas, das quais Isabel Alves Costa foi diretora e incontornável mentora, organizaram uma abertura de propostas para uma nova criação no domínio das artes performativas. A proposta vencedora será anunciada até março de 2015 e depois ensaiada em residência artística e apresentada no Vale do Minho e no Porto, durante o FIMP, no Rivoli.

27


OUT-NOV

Vale do Minho Ação de formação/ workshop

s o r liv a r u t a i n i m A partir de Viagens na Ponta dos Dedos Esta formação tem como objetivo preparar os colaboradores locais para o acompanhamento de grupos escolares durante a permanência da Mostra de Livros Miniatura, através de uma componente expositiva – a história dos livros miniatura e de uma componente prática – a criação de livros miniatura a partir de diversos formatos-matriz.

Público-Alvo Colaboradores locais

28


NOV–FEV’16 Vale do Minho Mostra de Livros Miniatura

s n e g via ta n o p a n s o d e d s do Os Livros Miniatura formam a mais excêntrica categoria do universo das Letras e são tão antigos como a própria escrita. Da humilde edição de cordel à mais delicada coleção de luxo, os Livros Miniatura despertam um fascínio especial. Esta exposição reúne diversos volumes representativos da história destes curiosos objetos, incluindo um livro comemorativo da primeira viagem espacial, minúsculos dicionários que acompanharam turistas por todo o mundo, e histórias infantis ilustradas oriundas de muitos países. A exposição inclui Visita Guiada e Oficina para grupos escolares.

Conceção e direção João Lizardo Público-Alvo 1º Ciclo do Ensino Básico

29


NOV

Vale do Minho Espetáculo e Ação de Exploração Temática

e r t u b a No espaço entre a ação e a indecisão, pretende-se questionar o lugar da dúvida, da dúvida tão própria de quem se prepara para abandonar algo e aproximar-se do desconhecido. Quem ou o que é esse desconhecido? Como ter força, se há dúvida? Neste espaço incerto da dúvida o corpo revela-se, como se se precipitasse para um certo fim do mundo.

Direção e interpretação Filipe Caldeira Co criação Isabel Costa Apoio à dramaturgia Regina Guimarães Espaço cénico Emanuel Santos Desenho de luz Carin Geada Sonoplastia Filipe Lopes Produção executiva Pé de Cabra Público-alvo Ensino Secundário

30


AO LONGO DO ANO

Vale do Minho Ensaios Abertos

AO LONGO DO ANO

Vale do Minho Encontros Informais

s n e g a n o s r e p s a l s e a l s a r r e a p conv ta r o p e d aberta Personagens paralelas são as personagens que se descobrem por entre as que sobrevivem no palco. Ou aquelas que se escondem. Ou as que se perdem na ausência de voz. Neste espaço, elas vão ser resgatadas, através da leitura da(s) história(s) que têm para contar. Em paralelo ao processo de criação dos espetáculos em cena.

Literatura, dramaturgia, arte, encenação, texto, processo criativo, pedagogia, públicos e… teatro, enfim. Abre-se a porta e convida-se à conversa, com pergunta na algibeira ou resposta improvisada. Os convidados de outros territórios podem contar da sua experiência e do seu universo artístico, bem como da sua relação com as Comédias do Minho. Os convidados de cá contam de si também.

31


Durante o ano pode visitar as CdM e viajar pelo Vale do Minho em fins de semana com várias atividades para as famílias e para o público em geral. São os fins de semana com as Comédias do Minho.

e d s n fi a n a m se s a m o c s a i d é m o c 32


6–8 FEV

17–19 ABR

6 FEV Tudo se Transforma P Coura

Fitavale Vale do Minho

6 FEV Miocárdio VN Cerveira 6 FEV Apresentação Pública da Programação 2015 Monção 6–8 FEV DOC.COM Vale do Minho

8–10 MAI Fitavale/Lendas do Alto do Minho Vale do Minho

27 FEV – 1 MAR 15–17 MAI 27 FEV Não Lugar VN Cerveira

Lendas do Alto Minho Vale do Lima

28 FEV Tudo se Transforma Monção 28 FEV Não Lugar VN Cerveira 1 MAR Não Lugar VN Cerveira

6–8 MAR 6 MAR Não Lugar P Coura

17–18 JUL 17 JUL Mutantes Vale do Minho 17 JUL Ópera Fernália Monção 18 JUL Mutantes Vale do Minho 18 JUL Ópera Fernália Monção

7 MAR Tudo se Transforma Valença 7 MAR Não Lugar P Coura 8 MAR Não Lugar P Coura

E mais fins de semana depois do verão – a anunciar

20–22 MAR

www.comediasdominho.com

20 MAR Não Lugar Monção 21 MAR Tudo se Transforma VN Cerveira 21 MAR Não Lugar Monção 22 MAR Não Lugar Monção

33


34


35


o ã ç a m a r g o r p 2015 JAN 2º doc.com miocárdio

a partir de DEZ’14

personagens múltiplas

a partir de NOV’14

odisseia sonora

a partir de NOV’14

tudo se transforma não lugar encena queima de judas 5ºfitavale lendas do alto minho ópera fernália mutantes bolsa de criação isabel alves costa livros miniatura viagens na ponta dos dedos abutre personagens paralelas conversas de porta aberta

36

FEV

MAR


ABR

MAI

JUN

JUL

AGO

SET

OUT

NOV

DEZ

até FEV’16

37


A programação apresentada poderá estar sujeita a alterações.

Equipa Direção da Associação Vítor Paulo Pereira Pres. Maria Joana Rodrigues Vice-Pres. José Rodrigues Sec. Comissão Artística (Consultiva) Ana Lúcia Figueiredo Cristina Grande Igor Gandra Joana Rodrigues Miguel Honrado Direção Artística João Pedro Vaz Gestão/Produção Pedro Morgado Comunicação Celeste Domingues Projeto Pedagógico Alice Silva Produção/Técnica Vasco Ferreira Apoio Administrativo/ Produção Luís Carlos Silva Atores/Criadores Gonçalo Fonseca Luís Filipe Silva Rui Mendonça Tânia Almeida Design Gráfico studiodobra.com

38


39


Promotores

Mecenas

Estrutura Financiada

Parceiros 2015

Platta

Prémios

Prémios Novo

Prémio da

Norte 2010

Crítica 2011

40