Page 1

MÉRITO LOJISTA

Empresas são reconhecidas pela seriedade do trabalho prestado à população


VINIL

QUALIDADE


CDL ANÁPOLIS PRESIDÊNCIA Presidente

Wilmar Jardim de Carvalho

1o Vice-presidente

Marcos Aurélio Rodovalho

2o Vice-presidente

João Itagiba Nunes Júnior

DIRETORIA Diretor Secretário Adjunto Orival Rodrigues Jardim

Diretor Financeiro Olívio Porto Lima

Diretor Financeiro Adjunto João Batista de Souza

Diretor Social

Venceslau Bizinoto

Diretor Comercial Ian Moreira Silva

Diretor de Patrimônio Enival Ferreira de Souza

Diretor da Escola de Varejo e Banco de Talentos Makário Luiz Orozimbo

Diretor de Eventos e Promoções Iraci Custódio Ribeiro

Diretora de Convênios Maria Dinalva

Diretor de Relações Públicas Air de Vasconcelos Ganzaroli

Diretor de SPC

Janilson Dutra Fonseca

EDITORIAL

D

ias atrás a cidade foi povoada pelas flores amarelas dos ipês, um espetáculo gratuito de rara beleza que chamou a atenção de quem cruzou ruas e avenidas. Junto com a oferta desse jardim a céu aberto, o último mês de setembro trouxe a florada cor de rosa e outro motivo para comemorarmos: o aniversário de 55 anos da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis. Já são mais de cinco décadas de resistência às dificuldades econômicas e políticas, um tempo de trabalho incessante e vontade de construir um futuro promissor, cheio de realizações no presente em razão das ações planejadas, executadas com foco. Por conta disso publicamos agora o texto de felicitações à entidade assinado pelo presidente da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas (FCDL/GO), Melchior Luiz Duarte de Abreu Filho. Também noticiamos o aniversário de 10 anos do CDL Celular, um produto que conta com 100% de aprovação dos usuários desde sua criação. Ou seja, não há registros de reclamações, de qualquer tipo ou natureza, a respeito do produto. Outra boa novidade é a abertura da sede campestre da CDL Anápolis, integrando a lista dos benefícios oferecidos às empresas que fazem parte do time. O local já pode receber os eventos realizados pelos associados com seus colaboradores. Sobre o nosso assunto de capa, não poderia ser diferente: Troféu Mérito Lojista. Após pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) em vários locais da cidade, a CDL Anápolis conheceu as marcas mais lembradas pela população. A solenidade de entrega dos troféus aconteceu na última semana de setembro e, nesta edição, você vai saber um pouquinho mais da história e dos valores de cada uma das empresas ganhadoras do troféu. Nesta edição, privilegiamos a polêmica e tão esperada Reforma Trabalhista. Para discorrer sobre o assunto, entrevistamos o advogado empresarial e especialista na área Cláudio Gonzaga Jaime. A pedido da Revista O LOJISTA ele clareia alguns pontos nevrálgicos da reforma, mas sem esgotar o assunto, haja vista as inúmeras alterações feitas nos mais de 100 artigos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). As adequações à mudanças ainda vão levar um bom tempo, presumem os estudiosos. Entre os articulistas deste número estão o Gerente Regional do Sebrae em Anápolis, George Gustavo de Souza Toledo, que traz dicas práticas para vender melhor, além do consultor e professor Ronaldo Guedes, que aborda a importância do planejamento e gestão estratégica para a saúde das empresas. Esses e outros assuntos estão disponíveis para você agora! Aproveite o conteúdo, faça uma boa leitura e até nossa próxima edição!

CONSELHO FISCAL Munir Caixe Reinaldo de Castro Del Fiaco Luiz Pereira da Costa

Gêza Maria Vilela Editora da revista O LOJISTA


OUTUBRO ROSA

nós apoiamos essa causa! o a r t n o c a t Todos na lu ama! M e d r e c n â C

Mulher


PALAVRA DO PRESIDENTE

Cinco décadas de muito trabalho e resignação

O LOJISTA

Foto: Raphael Borges

A

Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis completou, em setembro, 55 anos de existência. Ao longo de toda a caminhada não faltaram desafios, como o que enfrentamos agora de trabalhar e manter o foco para vencermos a força contrária dos ventos que assolam nosso País, econômica e politicamente. Cinco décadas depois, continuamos fortes como entidade, temos objetivos bem definidos e cumprimos, dia após dia, nossa missão de representar o comércio local, ampará-lo, orientá-lo, além de defender o interesse dos empresários junto aos poderes públicos. Temos muitos motivos para comemorar! Jamais nos curvamos diante das dificuldades típicas do cenário brasileiro. Pelo contrário, temos incentivado nossos associados a resistirem, investindo na formação de seus colaboradores para incrementar as vendas, além de atuarmos, pontualmente, para alavancarmos esse processo juntos. Exemplo disso é a realização do Festival de Prêmios, que sorteou e entregou em agosto um carro, uma moto e outros prêmios aos consumidores que privilegiaram o comércio anapolino. Também participam lojas associadas à CDL localizadas em cidades vizinhas. Outra ação empreendida para não cruzarmos os braços e remarmos contra a maré foi a realização de mais uma edição do evento de entrega do Troféu Mérito Lojista. No início de maio, os consumidores anapolinos foram abordados pela equipe de pesquisas da Universidade Wilmar Jardim de Carvalho Estadual de Goiás (UEG) que Presidente descobriu quais empresas do comércio local foram as mais lembradas em meio à população. Com o resultado em mãos, a CDL entregou troféus a 47 empresários de segmentos distintos, reunidos em solenidade promovida pela CDL Anápolis no Stillus Hall. Apagamos as velas, cortamos o bolo e de presente também oferecemos aos lojistas, por ocasião dos 55 anos da CDL, o acesso à sede campestre da entidade, localizada nas proximidades da BR 060, Chácaras Atibaia. O local foi idealizado para servir os associados na realização de eventos e reuniões com seus colaboradores. E assim vamos escrevendo nossa história, com posicionamento firmado na vanguarda das realizações, certos de que o futuro se constrói a conta-gotas, um pouco mais a cada dia. Completaremos mais anos e temos muito por fazer, afinal, independente do cenário diante de nós, cabe ao bom velejador ajustar a nau para tirar proveito de todos os ventos contrários. E então, assim, vamos em frente!

7


SUMÁRIO

PAUTA JURÍDICA

Reforma trabalhista altera dezenas de artigos da CLT para mudar relações entre patrões e empregados - 10

DE OLHO NO VAREJO

Avança Varejo libera recursos para desenvolver o setor no Brasil - 14

ARTIGOS

Força de Vendas: unificando conceitos para vender mais - 16 Planejamento & Gestão: foco nas pequenas empresas - 22

TELECOMUNICAÇÃO

CDL Celular completa 10 anos com 100% de aprovação - 18

CDL & VOCÊ

Cresce procura pelos cursos da Escola do Varejo - 21 Festival de Prêmios realiza sorteio e prossegue até dezembro - 24

CDL MULHER

Banco de Perucas da CDL Mulher está em pleno funcionamento - 26

ANIVERSÁRIO DA CDL

CDL Anápolis completa 55 anos de apoio ao comércio e disponibiliza sede campestre aos associados - 28

CAPA

Troféu Mérito Lojista chega à 12ª edição - 32

EXPEDIENTE

A Revista O LOJISTA é uma publicação trimestral da CDL Anápolis. Todos os artigos assinados são de inteira responsabilidade de seus autores e por isso não expressam, necessariamente, o pensamento da entidade.

Rua Conde Afonso Celso, 25 Centro - Anápolis/Goiás CEP. 75025-030 Tel. (62) 3328-0008 Website: www.cdlanapolis.com.br E-mail: cdlanapolis@cdlanapolis.com.br Instagram/Facebook: @cdlanapolis

PRODUÇÃO, TEXTOS REVISÃO E EDIÇÃO Casa do Verbo Comunicação&Assessoria de Imprensa JORNALISTA RESPONSÁVEL Gêza Maria Vilela (MTB – 1071-JP/GO) DIAGRAMAÇÃO Fusão Publicidade

COLABORAÇÃO GERAL Emerson Almeida CONTATO COMERCIAL E-mail: comercial@cdlanapolis.com.br IMPRESSÃO Formato Gráfica e Editora Tiragem: 2.500 exemplares


FESTIVAL de P R Ê M I O S

4 CARROS 0 KM 4 MOTOS E MUITO MAIS

próximos sorteios

14/10 e 30/12/2017 com a Caravana do Oloares Ferreira

COMPRE NAS LOJAS ASSOCIADAS, PREENCHA E DEPOSITE OS CUPONS NAS URNAS DA CAMPANHA PARA CONCORRER A cada compra a partir de R$50,00 nas lojas associadas você ganha um cupom para participar da promoção. Confira o regulamento completo no endereço http://cdlanapolis.com.br/regulamento-festival-de-premios-cdl-anapolis/. Imagens meramente ilustrativas.

C.A. 6-0881/2017


PAUTA JURÍDICA

REFORMA TRABALHISTA

Legislação modernizada amplia diálogo entre as partes

Q

uando entrar em vigor em novembro deste ano a Reforma Trabalhista mostrará ao País a que veio. Fruto de um clamor antigo que há décadas pedia a atualização dos textos reunidos na Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) criada em maio de 1943, idos do Estado Novo de Getúlio Vargas; a reforma foi aprovada pelo Senado em julho último, sancionada pela presidência da república e finalmente será colocada em prática, ainda que divida opiniões de Norte a Sul do País. Flexibilização, novos contratos, novas relações de trabalho, jornadas diferentes, fim da obrigatoriedade de pagamento do imposto sindical. No total, 102 artigos da CLT foram revistos pela medida, o que provocará uma série de mudanças em médio e longo prazos nas relações trabalhistas brasileiras. Outro ponto do qual especialistas não discordam diz respeito à redução significativa das causas trabalhistas que tanto ocupam a Justiça no Brasil. Para explicar alguns dos principais pontos, sem a intenção de esgotá-los em razão da complexidade e extensão do assunto, a Revista O LOJISTA entrevistou o advogado empresarial Cláudio Gonzaga Jaime, especialista na área com 20 anos de experiência nos meandros da CLT. “Apesar de todas as mudanças é preciso lembrar que os direitos conquistados pelos trabalhadores ao longo das últimas décadas prevalecem, caso do 13º salário, FGTS, seguro-desemprego, salário-família, adicional por hora extra, licença-maternidade de 120 dias, entre outros”, enfatiza o advogado. A seguir, confira os principais trechos.

Foto: Global Inc

10

O LOJISTA


Quais pontos da reforma são considerados os mais nevrálgicos? Algumas particularidades podem ser citadas, sob o ponto de vista do patrão e do empregado. Uma delas diz respeito à demissão de comum acordo, onde profissional e empresa podem rescindir, juntos, o contrato de trabalho, dando direito ao empregado de 50% da multa do FGTS e do aviso prévio, além do direito de sacar 80% do FGTS depositado. Esse é um aspecto amplamente vantajoso trazido pela Reforma Trabalhista, pois colocará fim ao notório e conhecido acordo informal com o patrão, em que o empregado, literalmente, pedia para ser mandado embora e combinava devolver, para o empregador, a multa sobre o saldo de FGTS acumulado em sua conta ao longo dos anos. Vale ressaltar que nessa nova modalidade o empregado não terá direito ao seguro desemprego, mas acredito que a medida ajudará, e muito, a reduzir os incontáveis casos em que o empregado não estava satisfeito com o trabalho e tentava negociar para ser demitido e receber um acerto maior.

O termo flexibilização está diretamente ligado à Reforma Trabalhista que entra em vigor em novembro. Qual a importância dessa palavra dentro do contexto do pacote de medidas? Na nova lei os acordos coletivos são mais valorizados, considerando que foi ampliada a abrangência das normas negociáveis. No tocante aos acordos coletivos, a negociação vai prevalecer quando tratar de temas como jornada de trabalho, intervalo para almoço e plano de cargos, salários e funções, por exemplo. Para o empresariado, a vantagem é que haverá mais flexibilidade para negociar acordos e obter condições mais benéficas, como jornadas maiores e diferenciadas, principalmente em relação à mudança da jornada parcial de 25 horas para 30 sem horas extras, ou 26 horas com 6 horas extras. Isso reduz a diferença para a jornada integral. Outro exemplo é a jornada de 12 por 36 horas, já adotada na área da saúde e que será regulamentada com a reforma. Férias divididas em três períodos, novos tipos de jornada, livre negociação entre patrão e empregado. A Reforma Trabalhista pode melhorar as relações entre as partes? Sim. Desde que não acarrete a supressão dos direitos dos trabalhadores, podemos ter a almejada adequação à nova realidade vivenciada na rotina das relações de emprego. No tocante às férias, os trabalhadores terão maior liberdade para definir os períodos e serão protegidos contra a perda de dias em feriados. Por outro lado, as empresas também terão maior flexibilidade

para organizar o período de descanso do seu quadro de colaboradores. Outro ponto importante é que o banco de horas vai ser negociado individualmente, fora dos acordos coletivos. Essa negociação feita de forma individual, respeitando-se caso por caso, vai fazer com que sejam realizados acordos adequados às necessidades tanto de patrões quanto de empregados. Tudo indica que as mudanças relacionadas à carga horária são as que mais vão afetar o comércio varejista. A que se deve isso? Seria ao fato de a Reforma Trabalhista permitir a contratação de temporários conforme a necessidade? Explique melhor. Sim. Atualmente, o trabalhador temporário só pode ser contratado por um prazo de 90 dias, renováveis por mais 90. Com a Reforma Trabalhista esse prazo vai se estender para 120 dias, renováveis por mais

Foto: Emerson Almeida

A reforma alterou mais de 100 pontos da Consolidação das Leis de Trabalho (CLT). De modo geral, o que essas mudanças vão provocar, a partir de novembro, nas relações trabalhistas brasileiras? A reforma tem dividido opiniões entre os especialistas da matéria. No entanto, temos de admitir que esse processo há muito era necessário e, portanto, inevitável. Embora ainda não seja a reforma tão almejada por determinados setores, ela é importante para que outros avanços aconteçam, haja vista que a CLT estava defasada em muitos pontos. Trata-se de um trabalho extenso, complexo, mas que vai sim, estreitar a relação entre patrão e empregado e, de forma positiva, vai ampliar o diálogo entre as partes. É a análise que tenho feito.

Advogado Cláudio Gonzaga Jaime: modernização esperada deve ampliar agora o diálogo entre as partes

O LOJISTA

11


Além dessa mudança no regime dos trabalhadores temporários, também foram criadas novas formas de contrato de trabalho? Sim. Foram criadas duas novas modalidades de contratação. Uma delas é a modalidade do home office, cujo trabalho realizado em casa deverá constar no acordo individual de trabalho com especificação no

contrato das atividades que serão realizadas pelo empregado. Neste caso, devem ser levados em conta os dados do IBGE apontando que cerca de quatro milhões de profissionais brasileiros trabalham em casa, exercendo as atividades de profissionais liberais ou autônomos. Também foi criada a jornada intermitente, que permite ao profissional trabalhar apenas alguns dias da semana ou mesmo atuar apenas algumas horas por dia, mediante prévia negociação com o contratante. Nesse caso, conforme estipula o art. 452-A da nova CLT, a empresa tem de avisar o empregado que precisará de seus serviços com, pelo menos, três dias de antecedência. Vale lembrar que o tempo de inatividade, ou seja, aquele em que o trabalhador não estiver desempenhando sua função, não será considerado tempo à disposição da empresa, podendo o profissional negociar outros contratos ou serviços com outros empregadores.

AF_LAB-0241-17 - ANÚNCIO - REVISTA CDL SETEMBRO--19,5x13,0cm.pdf

1

04/09/17

18:37

Também é importante notar que, conforme o texto aprovado, o valor da hora de trabalho não pode ser menor que o valor da hora paga nos casos dos contratos regidos pelo salário mínimo. A Reforma Trabalhista proposta vai mesmo reduzir o número de ações na justiça? A Reforma Trabalhista vai modernizar as relações trabalhistas sem reduzir os direitos constitucionais dos trabalhadores. À medida que forem regulamentadas as situações que antes não tinham previsão legal, a expectativa é, sem sombra de dúvidas, reduzir em médio prazo a enorme quantidade de reclamatórias trabalhistas nas inúmeras varas do trabalho no Brasil. A Justiça do Trabalho recebeu 3,9 milhões de novos processos em 2016 e, atualmente, há 2,5 milhões de processos em tramitação, segundo estatísticas produzidas pelo Tribunal Superior do Trabalho pelo (TST).

vmp8.com

120. Com esse aumento, o governo pretende incentivar as contratações, principalmente no comércio varejista. Convém frisar que o trabalhador temporário tem os mesmos direitos do trabalhador comum no que diz respeito ao FGTS, adicionais e horas extras. Também está assegurado o direito de ele ter a mesma remuneração de um trabalhador comum, exercendo a mesma função. A diferença, porém, estará no fato de que, ao sair da empresa, o trabalhador temporário não receberá as verbas rescisórias da demissão sem justa causa.


DE TUDO UM POUCO

EMPREENDEDORISMO

Mercado recebe novas empresas

A

abertura de empresas em agosto último foi 46% maior do que a registrada no mesmo período do ano passado. A Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg) registrou 2.101 novas inscrições, contra 1.437 no mesmo mês de 2016. A média diária foi de 67,7 empresas abertas, contra a média de 46,3/dia no mesmo período de 2016. Houve também avanço de 1,8% em relação ao mês de julho, quando 2.062 novas atividades empresariais foram registradas pela Junta Comercial.

(62) 98592 2714

Goiânia registrou a maioria dos pedidos de abertura (725), seguida de Aparecida (116) e Anápolis (109). Na divisão por gênero, os homens representaram 71% dos negócios abertos e as mulheres, 29%. Em agosto desse ano foram registradas 907 empresas do tipo individual de responsabilidade Ltda, com apenas um titular; 735 do tipo sociedade empresária limitada, com o mínimo de dois sócios; 450 empresários individuais, aqueles que exercem a atividade econômica em nome próprio e integralizam o

o patrimônio à exploração do negócio; cinco sociedades anônimas fechadas e quatro cooperativas. O saldo da diferença entre as aberturas e extinções de empresas no último mês de agosto foi mais que o dobro do total registrado em 2016. Segundo dados do setor de TI da Juceg, ano passado, 1.437 empresas foram abertas e 971 foram fechadas. Já este ano, 2.101 novas empresas começaram suas atividades, sendo que 1.129 tiveram essas atividades encerradas.

Mariana Monteiro Milhomem

Fonte: Agência Sebrae de Notícias/GO


DE OLHO NO VAREJO

Avança Varejo prevê R$ 1 bilhão para estimular o segmento Linha de financiamento a juros baixos quer impulsionar o crescimento do setor. Medida se justifica em razão da importância que o varejo brasileiro tem para a economia do País

A

Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e a Caixa Econômica Federal assinaram, na segunda quinzena de agosto, um acordo de cooperação para impulsionar o segmento varejista do país. O banco vai destinar R$ 1 bilhão em recursos para o setor, além de disponibilizar condições diferenciadas para os associa-

dos do sistema CNDL. Denominado Avança Varejo, o programa vai disponibilizar condições especiais em produtos e serviços bancários para fomentar o setor, além de possibilitar o atendimento diferenciado e vantagens específicas para as empresas associadas. Entre os incentivos estão as linhas de capital de giro, crédito rotativo,

de investimento e financiamento, com prazo de pagamento alongado e taxas de juros diferenciadas. Para o Gerente Nacional de Estratégia de Clientes da Caixa, Daniel José Ferraz dos Santos, o acordo assinado entre o banco e a CNDL representa um esforço conjunto entre as duas instituições para aquecer o mercado e contribuir para a


SOLICITAÇÃO NO PORTAL “Trata-se de uma iniciativa fundamental para incentivar as atividades do setor que é o grande empregador do País. Com a parceria, damos mais um passo para a retomada do crescimento econômico e recuperação de empregos”, destaca o presidente da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL), Honório Pinheiro. A medida vai favorecer cerca de 450 mil lojistas associados à CNDL, com mais de um milhão de estabelecimentos comerciais de pequeno, médio e grande porte instalados em todo o Brasil. Por meio do convênio firmado, o empreendedor terá à disposição linhas diversificadas

Foto: CNDL

retomada do crescimento econômico. “A Caixa quer estimular, por meio dessa parceria, o crescimento econômico do setor, que é extremamente importante e decisivo para a economia do País”, comenta Daniel José Ferraz.

Presidente da CNDL, Honório Pinheiro assina acordo de cooperação ao lado do Gerente Nacional de Estratégias da CEF, Daniel Ferraz e do Diretor Administrativo e Financeiro da CNDL, Itamar Silva

de crédito para o financiamento de ônibus, caminhões, máquinas e equipamentos novos, aquisição de softwares e serviços correlatos no mercado interno, além de investimento em inovações. Empresários que quiserem aderir não precisam sair da loja. Basta acessar o portal disponibilizado agora por meio do www.cndl.org.

br/avancavarejo e, no local, preencher e enviar a solicitação à Caixa Econômica Federal (CEF). Após o envio dos dados, o associado recebe uma mensagem de confirmação e, posteriormente, a central do banco entra em contato para prestar o atendimento necessário. (Fonte: Assessoria de Imprensa da CNDL)


A Solução da fórmula de vendas George Gustavo de Souza Toledo*

M

uitos empreendedores questionam sobre como ampliar as vendas em suas empresas. Esta é uma preocupação fundamental para o bom desenvolvimento do negócio. A ansiedade em relação às vendas cresce à medida que o ambiente externo vive um momento de austeridade, crise econômica, concorrência intensa, internacionalização dos negócios, alta exigência dos clientes e facilidades de acesso a produtos substitutos. Dentro desse cenário, a prática da venda precisa ser ativa. Os empreendedores têm de realizar esforços direcionados para manter ou ampliar o faturamento. Produto, Serviço ou Solução? Para aumentar as vendas, as empresas precisam analisar profundamente os anseios dos consumidores. A maioria dos clientes busca algo completo para seus desejos e nem sempre expressa isso claramente no momento da compra. Assim, é necessário modernizar a visão atual de produtos e serviços, unificando ambos os conceitos no que chamamos de Solução. Produto é algo tangível, como calça jeans, carro, uma casa. Serviço é intangível, como beleza, manutenção, festas infantis. No entanto, o anseio dos clientes vai além de produtos ou serviços. A Solução oferece, ao mesmo tempo, o que é concreto e o que é abstrato. Desse modo, quando um cliente visita a loja de roupas ele deseja mais que algo material. Ele busca também beleza, conforto, juventude e status. Para isso, as lojas podem fornecer, além de roupas de

16

O LOJISTA

qualidade, sonorização, iluminação, bebidas e fragrâncias para remeter o consumidor à condição desejada. Não pense apenas no produto ou serviço que sua empresa oferece. Pense na Solução para o seu cliente. Fórmula de Vendas De forma prática, as empresas podem ampliar as vendas trabalhando com três indicadores fundamentais, que devem ser acompanhados e estimulados. Quanto maior, melhor (observe neste artigo o quadro com as ações sugeridas para incrementar cada um dos indicadores). O Número de Clientes reflete a quantidade de potenciais consumidores que conhecem a empresa e têm acesso a ela. A Taxa de Conversão reflete o índice de clientes que, efetivamente, realizaram compras em relação ao total atendido. De cada 100 clientes, quantos realmente efetivaram as compras? Esse resultado é a taxa de conversão. O Tíquete Médio indica o valor médio de compras por consumidor. Representa o quanto cada cliente gasta aproximadamente na empresa. Por se tratar de uma equação, os três indicadores devem ser trabalhados em conjunto. Entretanto, a empresa deve monitorá-los de forma separada, pois eles requerem ações distintas. Como exemplo, observe uma empresa com problemas no faturamento, mas que prioriza gastos com divulgação. Só após o diagnóstico correto será possível identificar o baixo índice de conversão, algo que, geralmente, vem acompanhado pela reclamação dos clientes a respeito do atendimento recebido na loja. Dessa forma, a empresa deve direcionar

Foto: Arquivo Pessoal

FORÇA DE VENDAS


seus investimentos para treinamento de pessoas ou comissão de vendedores ao invés de focar, por exemplo, em divulgação. Neste caso, a divulgação aumentaria o número de clientes e poderia ter efeito contrário atraindo mais pessoas que ficariam insatisfeitas. Várias empresas investem muito dinheiro, tempo e recursos materiais em vendas, mas sem conseguir resultados efetivos. Isso acontece porque a solução e os indicadores, muitas vezes, não são bem definidos e entendidos pela organização. Espero que sua empresa possa se beneficiar monitorando estas informações, inovando as ações e assim, consequentemente, aumentando, consideravelmente, suas vendas!

COMO AMPLIAR SUAS VENDAS INDICADOR

AÇÕES

Número de Clientes (Quando tenho poucos clientes)

Realizar divulgação em sites e redes sociais; Parcerias com blogueiras ou youtubers; Usar panfletos, propaganda volante, cartões de visita, folders, propaganda em rádios, revistas, jornais, televisão, mala direta, relações públicas, patrocínios, banco de praça e materiais personalizados; Realizar ações em datas comemorativas como Natal, Ano Novo, Carnaval, Páscoa, Dia das Mães, dos Pais, dos Namorados, Dia das Crianças, festa junina, férias, Black Friday, feriados, aniversários, formaturas, meses em cores, entre outras divulgações.

Taxa de Conversão (Quando meus clientes não querem comprar)

Garantir bom atendimento e fornecer produtos de qualidade; Proporcionar ambiente com climatização, iluminação, sonorização, alimentação e aromatização; Comercializar produtos com preços justos; Realizar promoções variadas e fornecer garantias; Realizar sorteios e distribuição de brindes; Elaborar vale-compras e selos de fidelidade; Conceder amostras grátis e entregas grátis, Promover “A Oferta do Dia”, realizar degustações e outras promoções.

Tíquete Médio (Quando meus clientes compram pouco)

Vender conjuntos com preços menores que o valor das peças separadas; Incluir serviços adicionais e explorar a venda de serviços; Precificar pacotes de produtos em combos.

*George Gustavo de Souza Toledo é Gerente Regional do Sebrae em Anápolis e formado em Administração de Empresas. É também pós-graduado em Gestão de Pequenos Negócios e em Inovação e Difusão Tecnológica. Ministra palestras em universidades, entidades de classe e em empresas privadas.

O LOJISTA

17


TELECOMUNICAÇÃO

CDL CELULAR

Serviço completa dez anos com 100% de aprovação Atendimento personalizado, faturas previsíveis, nenhuma cobrança indevida. Esses são alguns dos requisitos que fizeram do CDL Celular um serviço seguro, contratado por várias empresas que, literalmente, não querem mais ter dor de cabeça com a telefonia móvel

O

serviço CDL Celular completou dez anos de existência no último mês de setembro. Com uma carta de centenas de usuários, a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis tem motivos para festejar: a aprovação é geral entre os consumidores e não há registros de nenhum tipo de reclamação do produto, em nenhum órgão regulador, o que indica 100% de satisfação. Outro motivo é o fato de alguns usuários terem completado dez anos de contrato, enquanto no Brasil, o tempo médio de permanência nas operadoras é de 16 meses, conforme registro da Anatel. Atualmente o CDL Celular trabalha com três operadoras distintas, cujas regras são acatadas conforme a legislação vigente. No entanto, o serviço oferece atendimento personalizado aos associados, diferente da prática dos calls centers, em que o consumidor é mais um número em meio aos milhões de usuários da telefonia móvel. Outra vantagem está no fato de a conta telefônica vir, todos os meses, com o mesmo

18

O LOJISTA

valor do plano contratado, pois as cobranças indevidas são checadas e excluídas antes de o cliente ter a fatura nas mãos. Segurança, agilidade, confiabilidade são alguns dos valores conquistados pelo produto na última década. Outra vantagem está no fato de

o usuário controlar, na palma da mão, a utilização das várias linhas por meio do aplicativo Telegestor. Assim, via web, é possível bloquear o uso das linhas telefônicas em períodos específicos do dia, devolver saldos não utilizados ou mesmo redistribuí-los de acordo com a neces-


Foto: nuchylee

ponibilizam, atualmente, o CDL Celular aos seus associados. “Nosso atendimento é exclusivo. Conhecemos as empresas que aderiram, bem como o perfil das contas. Isso gera segurança e despreocupação em quem escolhe o CDL Celular, pois qualquer tipo de problema é resolvido na entidade de forma rápida e sem burocracia”, explica o presidente da CDL Anápolis, Wilmar Jardim de Carvalho. Ele lembra que a estatística honrosa de 100% de satisfação se deve, também, ao fato de não existir cobranças indevidas. “Vale lembrar que as tarifas cobradas são especiais e por isso os usuários não encontram ofertas iguais ou melhores no mercado”, completa o presidente da CDL Anápolis.

sidade, além de checar os valores cobrados, a data do fechamento da fatura, entre outros. A ferramenta é mais um diferencial disponibilizado para facilitar a vida de quem opta pelo serviço. Nos últimos anos, o pacote de vantagens oferecido pelo CDL Ce-

lular se tornou conhecido País afora, o que fez com que Câmaras de Dirigentes Lojistas dos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Rondônia, Amazonas e Ceará adotassem o serviço. Por conta disso, entidades de 48 cidades dis-

SEGURANÇA E SATISFAÇÃO CEO da empresa de telecomunicações Tempo Telecom, Luis Miguel Mendes foi o criador do sistema para a CDL Anápolis. Segundo ele, à época, o desafio era criar um produto que permitisse à entidade intermediar a gestão da telefonia móvel entre as operadoras e os associados interessados sem que surgisse uma coleção de problemas e reclamações. “Ora, há anos o cliente mais insatisfeito que existe no Brasil é o da telefonia móvel. Então precisávamos de algo que atendesse à demanda dos associados, evitasse aborrecimentos e trouxesse o diferencial do atendimento presencial, personalista, como ocorre com o CDL Celular”, diz Luis Miguel. O empresário lembra que cerca de 30% das contas brasileiras de telefonia móvel têm erros em suas faturas. “Se R$1,00 for cobrado indevidamente, o lucro será altíssimo, haja vista que em janeiro havia 242 milhões de celulares ativos no País. Pensamos o CDL Celular para oferecer a segurança de que não haverá extras. Tudo foi e continua sendo feito para que haja a completa satisfação dos associados”, ressalta.

O LOJISTA

19


Foto: Emerson Almeida

Foto: Gêza Maria Vilela

TELECOMUNICAÇÃO

Fabrício Ribeiro: economia de 30% no valor da fatura

Otaviano Moreira: atendimento ágil e personalizado

Agilidade no atendimento ao usuário com devolução de créditos O empresário Fabrício Ribeiro Machado, proprietário da Oeste Center, empresa especializada no ramo de refrigeração comercial e produtos para sorveteria, optou pelo CDL Celular em 2014 e, atualmente, movimenta 40 linhas pelo sistema. À época, a empresa migrou da Vivo para tentar reduzir os valores gastos com telefonia, haja vista que a rede de comunicação da empresa precisava funcionar em pleno vapor, pois muitos colaboradores executavam suas atividades com o tablet e o celular à tiracolo, e o fazem ainda hoje. “Decidimos mudar por que obtivemos do CDL Celular a promessa de que seria possível controlar a conta, o que tem sido cumprido em todos esses anos. Antes, abríamos uma solicitação de serviço na operadora e perdíamos muito tempo envolvidos nos processos burocráticos. Agora não. Nossas demandas são resolvidas de modo ágil, por

20

O LOJISTA

meio de um atendimento bem personalizado”, comenta Fabrício Ribeiro, que todos os meses verifica, pessoalmente, as contas telefônicas da Oeste Center. Outra vantagem ressaltada pelo empresário está no uso do Telegestor. Segundo Fabrício, os créditos das linhas celulares são controlados, via internet, por meio do aplicativo. “A acessibilidade é boa, o manejo é simples e confiro linha por linha no fechamento. Quando necessário devolvo ao CDL Celular os créditos não utilizados no período, bloqueio aparelhos em determinados horários, entre outras ações”, conta o empresário que também enumera a economia de 50% nos gastos com a migração e, mensalmente, economia de cerca de 30% com a devolução dos créditos não utilizados. ATENDIMENTO ÁGIL Diretor geral da concessionária

Ford Max Caminhões, Otaviano Ramos Moreira tem opinião semelhante sobre o serviço. Segundo ele, a operadora anterior deixou muito a desejar em relação ao suporte prestado. “Ficávamos engessados no pós-venda, pois precisávamos de atendimento rápido às nossas solicitações, mas não obtínhamos”, diz. Com a migração para o CDL Celular, a empresa passou a contar com o atendimento personalizado, redução na burocracia e mais dinamismo na solução dos problemas. Atualmente a Max Caminhões mantém 11 linhas ativas via CDL Celular. Todo o consumo é controlado por meio do Telegestor, acessado por uma colaboradora que acompanha o fluxo de utilização. “Estamos satisfeitos e sempre que converso com empresários sobre a gestão das nossas linhas telefônicas falo das vantagens que obtivemos com o CDL Celular. Tenho indicado o serviço”, diz Otaviano Ramos.


CDL & VOCÊ

ESCOLA DO VAREJO

Aumenta procura por cursos

D

esde sua nova formatação, ocorrida no início deste ano, a Escola do Varejo não para de receber alunos interessados na grade de cursos oferecida pela Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis. A procura cresce a cada mês, com formação de filas de espera para as disciplinas Excelência em Vendas e Qualidade no Atendimento. Recentemente, a CDL Anápolis firmou parceria com o Sebrae para conduzir o ensino, o que vai resultar, também, na definição conjunta dos cursos

que serão ministrados neste final de ano e em 2018. No primeiro semestre, cerca de 400 trabalhadores do comércio deixaram o descanso de lado para freqüentar as salas de aula da Escola do Varejo. Em agosto e setembro últimos, outras 160 pessoas incrementaram o conhecimento a respeito de temas ligados à realidade da compra e venda, gerenciamento de caixa, administração financeira, liderança, além de outros. Entre os segmentos que custearam o aprendizado de seus colaboradores estão

os de informática, imobiliária, calçados, óticas, supermercados, vestuário e clínicas de saúde. De acordo com o Diretor da Escola do Varejo, Makário Orozimbo, a ideia é criar novas turmas para os cursos recordistas de procura. “Inclusive, em parceria com o Sebrae, já estamos trabalhando para definir a grade que disponibilizaremos em 2018. Faremos alterações e apresentaremos novidades”, enfatiza Makário, para quem estudo e treinamento podem mesmo gerar grandes mudanças.


Gestão estratégica nas pequenas empresas Ronaldo Guedes*

E

xiste um mito muito comum de que apenas as grandes empresas podem ter uma gestão profissional e eficiente. E isso ocorre com frequência em virtude do pensamento de que apenas elas, as grandes empresas, teriam um orçamento suficiente para investir no melhor pessoal, nas melhores consultorias, nos melhores processos e nos melhores sistemas para gerir uma organização com excelência. Felizmente isso é apenas um mito! As pequenas empresas podem até ter maiores vantagens ao buscar e alcançar uma gestão mais eficiente e profissional se comparadas às grandes. Por serem menores, elas podem ser mais ágeis e possuem uma estrutura organizacional e de pessoal mais enxuta. Como a hierarquia é mais achatada e horizontalizada, as mudanças podem fluir de maneira bem mais rápida do que em uma grande empresa que possui estrutura pesada e robusta, muitas vezes com vários níveis hierárquicos e estruturas mais verticalizadas. As grandes empresas podem levar anos para implantar práticas de gestão que uma pequena empresa implantaria em alguns meses. Tomando as melhores práticas de Planejamento e Gestão da Estratégia é possível implantar, por exemplo, práticas como: • Missão, Visão e Valores • Proposta de Valor • Mapa Estratégico • Balanced Scorecard

22

O LOJISTA

• Gestão de Portfólio de Projetos • Orçamento Base Zero • Gerenciamento Matricial de Despesas • Reuniões de Acompanhamento da Estratégia Todas essas práticas podem ser instituídas com maior facilidade e agilidade nas pequenas empresas do que nas grandes. Para implantá-las, e vale lembrar que são ações que levariam a gestão de uma pequena empresa para um nível muito maior de maturidade, as pequenas podem levar de seis a 12 meses, enquanto as grandes levam mais de três anos para conseguir instituir satisfatoriamente estas mesmas realizações. Sabendo que as pequenas empresas podem e devem buscar melhorar sempre sua gestão, e que elas possuem mais condições de fazer isso do que as grandes, uma prática muito importante para começar a jornada de transformação da gestão é mesmo o Planejamento Estratégico. Um empreendedor que deseja crescer e se estabelecer em seu mercado de atuação precisa elaborar um Planejamento Estratégico de qualidade, que nada mais é do que um processo gerencial cujo objetivo é formular objetivos e metas para selecionar programas de ação, bem como sua maneira de execução. Vale lembrar que, para ser considerado relevante, a ferramenta tem que levar em consideração as condições internas e externas da empresa e o que se pretende alcançar em curto, médio e longo prazos. Realizar um Planejamento Estratégico, na prática, é fazer uma profunda análise das oportunidades oferecidas pelo mercado e compatibilizá-las com as condições internas do negócio tendo sempre em vista os

Foto: Arquivo Pessoal

PLANEJAMENTO & GESTÃO


objetivos futuros. Trata-se de um instrumento de gestão extremamente poderoso quando a intenção é definir uma direção para a empresa, pois é capaz de fazer com que os gestores tomem decisões mais alinhadas aos propósitos da organização, fortalecendo ideias e intenções de maneira flexível e ajustada à realidade e às tendências de mercado. Tenha sempre em mente que um bom Planejamento Estratégico deve responder, de maneira eficiente, às seguintes perguntas: em que estágio a empresa está? Qual é o seu objetivo? Como alcançá-lo? Quando feito com dedicação e qualidade, o Planejamento Estratégico se torna o “mapa” para a conquista dos objetivos da empresa, permitindo o abandono de estratégias equivocadas e que não dão resultados, bem como a elaboração de novos rumos e ações, além do aproveitamento de grandes oportunidades. Tudo isso é capaz de tornar a empresa mais lucrativa e sustentável em longo prazo. O Planejamento Estratégico também não acaba no momento em que os planos de ação começam a ser postos em prática. É necessário definir de antemão como os resultados das estratégias serão analisados e medidos, pois só assim é possível saber o que está dando certo e o que precisa ser replanejado. Dessa forma, para ser considerado eficiente, um Planejamento Estratégico tem que ser flexível e passível de reformula-

ções ao longo do tempo. Por meio da coleta de dados e análise de indicadores e métricas, os gestores têm que ser capazes de visualizar quando algo não está saindo conforme o planejado. Revisar permanentemente os cenários, evitando qualquer descompasso entre os objetivos e planos de ação propostos é uma tarefa crucial para garantir o sucesso. Uma vez que o pequeno empresário entende a importância de sempre melhorar o gerenciamento de seu negócio e consciente de que isso não é impossível - pelo contrário, é até mais fácil do que nas grandes empresas -, resta a ele dar o primeiro passo nessa jornada de transformação. Isso feito, as próximas atitudes serão prosseguir nesse caminho – de instituição e manutenção do Planejamento Estratégico - de modo permanente, implantando de maneira cadenciada e com bom senso as melhores práticas até que a gestão profissional e excelente seja alcançada. E por que não desenhar o objetivo de se atingir uma gestão digna das melhores empresas mundiais? Por que não vislumbrar o que há de melhor e dar esse primeiro passo agora?

*Ronaldo Guedes é sócio-fundador da Lure Consultoria Corporativa, vice-presidente do Comitê de Gestão Estratégica da AMCHAM/GO, professor de pós-graduação na PUC-GO e Alfa, especialista em Estratégia Empresarial e Controladoria.


CDL & VOCÊ

Fotos: Emerson Almeida

CDL realiza sorteio e entrega prêmios aos ganhadores Sorteio de estréia do festival foi realizado na primeira semana de agosto, conforme previsto pelo regulamento. Ganhadores se surpreenderam com a notícia e demoraram a acreditar quando foram avisados pela CDL. Segunda rodada está marcada para o dia 14 de outubro

A

rua em frente à sede da CDL Anápolis foi tomada por brindes e urnas na primeira semana de agosto, quando a entidade realizou o primeiro sorteio do Festival de Prêmios que acontece na cidade até o próximo mês de dezembro. Na ocasião, ficaram conhecidos os ganhadores da primeira etapa e todo o processo foi realizado na presença de servidores do Procon e representantes da Caixa Econômica Federal (CEF). Também estiveram presentes colaboradores, diretores e o presidente da entidade, Wilmar Jardim de Carvalho. “Ao propormos uma iniciativa como essa, estimulamos as vendas, fomentamos o comércio local e também presenteamos os consumidores. Esse é o objetivo”, explica Wilmar Carvalho. A dona de casa Lúcia Monte Serrat Helriguel Quei-

24

O LOJISTA

roz, 67 anos, moradora de Taguatinga, foi a ganhadora do Nissan March, Conforto, 1.0. Na semana do sorteio ela estava na casa da filha, em Alexânia. Comprou uma “sandalinha baratinha” no comércio da cidade, preencheu o cupom da promoção com certa “resistência” e o depositou na urna da Confecções Marina. Três dias depois teve o bilhete sorteado pelos organizadores do Festival de Prêmios. “Confesso que eu não queria preencher porque, até então, com mais de 60 anos, nunca havia sido contemplada em sorteios”, comenta a ganhadora. Lúcia Monte Serrat ficou muitos dias sem acreditar que o carro zero quilômetro, completo, era mesmo dela e, para confirmar, retornou a ligação à CDL na tentativa de checar se o aviso vinha de um local realmente confiável. “Ganhei


Ação quer fomentar o comércio Danilo Freitas: “Eu não esperava ganhar essa moto”

Lúcia Monte Serrat Helriguel: “Comprei uma sandalinha baratinha e jamais imaginei que seria sorteada”

o prêmio no dia cinco de agosto e no dia 15 do mesmo mês fiz aniversário. Esse veículo foi um presente especial, algo de Deus só para mim. Não tinha o meu próprio carro e isso mudou tudo!”, enfatiza Helriguel Queiroz. “ACHEI QUE ERA TROTE” O vidraceiro Danilo Rodrigues Freitas, 28 anos, também duvidou quando foi avisado pela equipe da CDL Anápolis que havia sido sorteado com a moto Biz zero quilômetro. “Eu não esperava ganhar! Todos os dias, antes de chegar na vidraçaria, tinha de levar meu filho para a escola e minha esposa para o trabalho. Agora ela vai ficar com a moto e isso vai fazer meu tempo render”, conta Danilo, que depositou os cupons na urna da Ana Vidros, distribuidora que o atende diariamente. No caso do vidraceiro, a sorte foi dupla, pois a esposa Rafaela Teófilo, 27 anos, funcionária da distribuidora em que Danilo compra matéria-prima, ganhou o tablet. Conforme o regulamento do Festival de Prêmios, todos os vendedores cujos nomes constarem nos bilhetes sorteados serão contemplados com o minicomputador. “Quando me ligaram achei que era trote, mas depois acreditei porque a ligação vinha da CDL, onde tudo é muito sério. Vou economizar uma boa quantia em combustível e ainda temos o tablet”, comemora o trabalhador do comércio de Anápolis.

O Festival de Prêmios CDL Anápolis foi pensado para movimentar o comércio de Anápolis, estimulando as vendas nas empresas associadas, caso também das cidades vizinhas cujas lojas são ligadas à entidade. A participação dos consumidores é gratuita, efetivada mediante o preenchimento correto dos cupons entregues pelos lojistas que aderiram à campanha. A partir de R$50,00 em compras o cliente ganha direito a um cupom. “Qual a entidade que sempre incentiva o comércio?” é a pergunta que tem de ser respondida antes de o bilhete ser depositado nas urnas das lojas. Dividido em três fases, o Festival de Prêmios vai concluir a segunda delas com o sorteio no dia 14 de outubro. Os trabalhos serão concluídos em dezembro, no dia 30, quando a sorte será lançada pela última vez. Como aconteceu em agosto último, os ganhadores serão conhecidos à porta da sede da CDL, na presença de funcionários do Procon e de representantes da Caixa Econômica Federal (CEF), imprensa e outros para comprovar a lisura do processo. A primeira etapa do festival premiou sete cupons. Agora em outubro outros seis serão retirados das urnas e em dezembro, o mesmo número. Vale lembrar que todos os cupons não sorteados na primeira fase serão acrescentados às urnas de outubro e dezembro, uma forma de possibilitar a participação e possível premiação dos consumidores que apostaram, desde o começo, na iniciativa. Empresários que até o momento não aderiram à campanha, mas que gostariam de fazê-lo, devem procurar a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) para adquirir o kit contendo cupons, urnas e cartazes.


CDL MULHER

Banco de Perucas da CDL está em pleno funcionamento Dezenas de mulheres de cidades diversas têm sido beneficiadas com o empréstimo das perucas oferecidas pelo banco criado recentemente pela CDL Mulher. Projeto se consolida a cada dia mais com a doação de cabelos e adesão de novos parceiros

D

esde a abertura oficial das atividades, que começaram em junho último, o Banco de Perucas da CDL Anápolis tem assistido dezenas de mulheres de diferentes lugares. Primeiro modelo do tipo na cidade, o serviço foi criado para emprestar perucas, gratui-

tamente, às mulheres em tratamento contra o câncer. A iniciativa teve seu ponto de partida com o Projeto Fios do Bem, que ainda continua cumprindo o objetivo de arrecadar cabelos para confeccionar as perucas. O projeto foi idealizado pela coordenadora da CDL Mulher, Yesa de Ascenção Carvalho.. No momento há mais de 40 perucas emprestadas, o que mostra a efetividade da ação em Anápolis. Desse total, quatro perucas beneficiam usuárias com alopecia, que é a queda definitiva dos cabelos sem ligação com o tratamento oncológico. Mulheres de Anápolis, Goiânia, Luziânia e Rialma, além de crianças de Brasília e Senador Canedo integram a lista de pessoas que têm feito uso do Banco de Perucas da CDL Anápolis. O número de doações de mechas de cabelo para a confecção das perucas também vem crescendo gradativamente. De acordo com coordenadora da CDL Mulher, Yesa de Ascenção Carvalho, o projeto ganha mais força a cada dia. Novos doadores de cabelos têm procurado a CDL Anápolis, com destaque para estudantes universitárias que, mediante a declaração de doação emitida pela CDL

recebem, da universidade, horas extras para ajudar a compor o banco de atividade extracurriculares. NOVAS PARCERIAS Também vale ressaltar o surgimento de novas parcerias, algo que consolida ainda mais a iniciativa. Trata-se da adesão voluntária de três salões da cidade ao Projeto Fios do Bem. “Esses salões estão fazendo os reparos e os cortes necessários para adequar o modelo das perucas ao rosto das mulheres. Isso, sem que haja qualquer ônus para as usuárias”, diz a coordenadora do CDL Mulher. Primus Hair, Absoluta Centro de Beleza e Estética e Kenia Beauty Hair são os salões parceiros até o momento. Grande parte das mulheres que utilizam os serviços do Banco de Perucas é encaminhada à entidade pela Unidade Oncológica de Anápolis, haja vista que são pessoas em tratamento contra o câncer. “Na Unidade Oncológica as pacientes procuram a Assistência Social, que faz o encaminhamento por meio de um documento. Aqui é preenchido um cadastro para o procedimento do empréstimo”, enfatiza a idealizadora do Projeto Fios do Bem. De acordo com Yesa, a iniciativa se tornou um sucesso e toda semana novas perucas são emprestadas.

Dayana Montalvão: beneficiada com o empréstimo durante o tratamento


DE TUDO UM POUCO

ECONOMIA

Alta do PIB aponta crescimento

A

percepção da CNDL sobre o aumento do consumo como agente impulsionador da recuperação da economia apresentou resultados concretos com a divulgação pelo IBGE, no início de setembro, da alta de 0,2% do PIB de abril a junho em relação aos três meses anteriores. Considerando-se o mesmo período de 2017, o crescimento foi de 0,3%. “Prevíamos essa recuperação econômica, para a qual contribuíram os saques das contas inativas do FGTS. Acreditamos que esse rit-

mo de crescimento tende a aumentar neste semestre”, avalia o presidente da CNDL, Honório Pinheiro. O setor de comércio e serviços é um dos principais responsáveis por essa recuperação, já que o consumo das famílias cresceu 1,4% no segundo trimestre em comparação com os três primeiros meses do ano, de acordo com o IBGE. Pesquisa recentemente divulgada pela CNDL e SPC Brasil, realizada com varejistas e prestadores de serviços das 27 capitais e do interior, apontou que 39% dos empresários

acreditam que a economia vai crescer neste segundo semestre. Para 43% dos entrevistados, este restante de ano será melhor para a economia do que o primeiro semestre e 38% acham que será igual. Entre os 8% que acreditam que o cenário será pior, as principais consequências serão a dificuldade de manter as contas em dia (27%), a necessidade de reduzir o estoque de produtos (22%) e a resistência em economizar e fazer reserva financeira (22%). (Fonte: Assessoria de Imprensa da CNDL)


ANIVERSÁRIO DA CDL

CDL Anápolis: 55 anos de vitórias Melchior L. D. de Abreu Filho *

O

movimento lojista brasileiro era ainda incipiente em 1962, quando os empresários anapolinos, dinâmicos por vocação, se mobilizaram e rapidamente decidiram pela fundação da mais nova forma de prevenção contra os maus pagadores, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), que consistia em criar um arquivo em que todos os lojistas depositariam os nomes de seus clientes inadimplentes para coibir o calote. Reunidos no dia 20 de setembro de 1962 realizaram então a assembléia geral que fundou o SPC, aprovando seu Estatuto Social e também o seu regimento interno. Logo após concluíram que havia, ainda, a necessidade de fundar uma entidade para defender os interesses institucionais da coletividade lojista, quando então foi criado o Clube de Diretores Lojistas de Anápolis, que por sua vez absorveu as atividades do SPC. Em 1994, durante a 35ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, promovida pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e realizada pela Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas FCDL/GO e Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia, decidiu-se alterar o nome clube para câmara, nascendo, assim, as Câmaras de Dirigentes Lojistas, eliminando a conotação de que estas entidades seriam meros clubes recreativos.

28

O LOJISTA

Este breve relato da história é para enfatizar que, em todos os lances ocorridos desde a sua fundação, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Anápolis participou efetivamente, não só da vida empresarial anapolina, mas de todo o movimento cedelista nacional. Em todas as ocasiões em que foi convocada a participar, a CDL anapolina esteve sempre pronta e em posição de vanguarda, enfrentando crises econômicas, planos mirabolantes dos governos, dilapidação do patrimônio pelas vias abusivas das cobranças de impostos, conquistando, desse modo, junto à sociedade, o conceito do qual hoje desfruta, de ser a lídima representante das classes produtivas como um todo e dos

lojistas na cidade de Anápolis. Graças ao arrojo e destemor de seus dirigentes, desde Dennison Batista até Wilmar Jardim de Carvalho, a entidade, em sede própria, pode proporcionar aos seus associados uma variadíssima gama de serviços e produtos que supre as necessidades dos empresários, com destaque para o SPC, CDL Celular, Certificação Digital, CDL Saúde, Revista O Lojista, Escola do Varejo e uma distinção especial para o CDL Mulher, entre muitos outros. A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Goiás (FCDL/GO) se orgulha de contar, entre suas afiliadas, com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis por sua determinação, pertinácia e estrita consonância de seus dirigentes com os objetivos da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Ao ensejo da comemoração das bodas de ametista, do perfeito casamento de 55 anos entre a CDL Anápolis e o empresariado anapolino, a FCDL/GO parabeniza o Presidente Wilmar Jardim de Carvalho e todos os seus diretores por tão significativa comemoração, na certeza de que a CDL Anápolis continuará a brilhar na constelação das CDL´s do Estado de Goiás. Nossos sinceros parabéns!

*Melchior Luiz Duarte de Abreu Filho é presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas CDL/GO.


Sede campestre

Foto: Allan Peixoto

Foto: José Carlos Potenciano

Em seu aniversário de 55 anos a CDL Anápolis oferece aos associados um novo benefício. Trata-se da sede campestre localizada no loteamento Chácaras Atibaia, nas imediações da BR 060, próxima à Churrascaria Catarinense. A área de mais de 13 mil m² foi doada à entidade há alguns anos e está disponível para locação, pelos associados. O local tem estacionamento próprio, banheiros, cozinha e churrasqueira, além de capacidade para receber até 120 pessoas. “As instalações já estão disponíveis para uso exclusivo dos associados com seus colaboradores. Essa demanda é bastante recorrente nos finais de ano, quando começam as festas de confraternização”, fala o Diretor de Patrimônio da CDL Anápolis, Enival Ferreira de Souza. A disponibilidade do espaço vai auxiliar os lojistas, haja vista que se trata de um espaço propício para a realização de confraternizações e até mesmo de reuniões de trabalho. Associados interessados em utilizar a sede campestre têm de ligar com antecedência na secretaria da CDL para efetivar a locação (Tel.: 3328-0008, falar com Lucélia), além de assinar um termo de responsabilidade pela manutenção e conservação do local durante a utilização.


CAPA

Troféu Mérito Lojista

12ª edição fortalece o comércio

U

ma noite de festa para comemorar os 55 anos da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis e premiar as empresas que mais se destacaram no comércio local. Assim foi a 12ª edição do evento de entrega do troféu Mérito Lojista às 47 empresas vencedoras na pesquisa de opinião realizada pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômicas (Nepe) da Universidade Estadual de Goiás (UEG). A solenidade aconteceu na noite do último dia 23 de setembro, no salão de eventos Stillus Hall. A pesquisa espontânea de opinião contratada pela CDL Anápolis foi realizada pelos profissionais da UEG entre os dias três e 11 de maio último, em setores distintos da cidade. Foram contemplados 47 segmentos de atividades, como academias, roupas infantis, farmácias, marmorarias, floriculturas, rádios, supermercados, papelarias, restaurantes, lojas de brinquedos e sapatos, entre outros. Em cada ramo de negócio os pesquisadores levantaram os nomes das empresas mais lembradas, associadas ou não à Câmara dos Dirigentes Lojistas. No entanto, como é de costume, o troféu foi entregue

exclusivamente aos primeiros colocados no estudo por amostragem. “Além de termos comemorado o aniversário da CDL este ano, temos um objetivo bem definido com a realização do evento, que é valorizar o empresariado local, incentivando-o a prosseguir com o trabalho excelente, priorizando a qualidade dos produtos e do atendimento prestado aos consumidores. Todos ganham com isso. O comércio, os clientes e todos os colaboradores, sejam eles diretos ou indiretos”, enfatiza o presidente da CDL Anápolis, Wilmar Jardim de Carvalho. O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas também lembra a isenção da pesquisa realizada, reforça a espontaneidade das respostas e acrescenta que as empresas escolhidas levam para casa um troféu que representa, puramente, a aprovação da população. “O troféu é também um estímulo para a mudança de rumos e a profissionalização, o que passa pela melhoria do atendimento aos clientes, re-

Foto: Allan Peixoto

Empresas mais lembradas pela população em pesquisa realizada pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) receberam troféu em noite de gala no Stillus Hall. Iniciativa da CDL Anápolis valoriza o comércio local, respalda a qualidade dos serviços prestados, além de reforçar a importância do comprometimento com o cliente. Evento também marcou o aniversário de 55 anos da entidade


noite, além da entrega dos troféus e do clima de amizade que marcou a festa, foi a homenagem prestada pela CDL Anápolis aos associados que utilizam em suas empresas o serviço CDL Celular desde sua estreia, há 10 anos. “Não poderíamos deixar esse fato passar em branco,

haja vista que esses empresários, desde o início, apostaram no serviço que acabou se tornando um sucesso. Fizemos o reconhecimento público da confiança que esses associados vêm atribuindo à entidade”, explica o presidente da CDL, Wilmar Jardim de Carvalho. Foto: Dinelson Santana

Foto: Dinelson Santana

formulação das instalações físicas e incremento da variedade de produtos, pois ser aprovado no crivo da pesquisa é um gatilho que dispara, naturalmente, a competitividade entre o empresariado local”, enfatiza o presidente da entidade. Outro momento importante da

Alunos do Colégio Militar Dr. Cesar Toledo na abertura de entrega do Troféu Mérito Lojista 2017

Foto: Clésio Alves

Centenas de pessoas participaram da festa organizada pela CDL para os empresários de Anápolis

A decoração requintada do salão de eventos marcou a noite de entrega do Troféu Mérito Lojista 2017. Tudo pensado em prol dos empresários locais


ACADEMIA HUGO TRAINER Há dez anos o educador físico Hugo Leonardo Ferreira Rios realizava o sonho de ter uma academia para trabalhar o fortalecimento muscular de idosos. Os anos passaram, o foco mudou e hoje a empresa é voltada para todos os públicos. No sistema da Academia Hugo Trainer há duas mil pessoas cadastradas e uma retenção significativa de alunos, algo trabalhado com afinco pela equipe de profissionais, pois o foco é manter os clientes praticando atividade física. “Hoje há uma consciência diferente em relação há 10 anos, pois se persegue o luxo nas academias, um corpo legal e, claro, a ideia de ser fitness. As redes sociais propagam isso e as academias estão inseridas nesse contexto”, diz a administradora da Academia Hugo Trainer, Juliana Silva. Segundo ela, receber mais uma vez o Troféu Mérito Lojista é sinal de que o trabalho desenvolvido na última década conquistou aprovação. “Temos conseguido manter a confiança em um nome, uma marca e isso e nos deixa muito satisfeitos e agradecidos.”

ÁGAPE A Ágape comercializa artigos religiosos como bíblias, livros, agendas, peças de decoração sacra, imagens, camisetas e presentes em geral. Evangelizar é a razão de existir da marca, criada pelos empresários católicos Eli Donizete Zago e Nilza Lúcia Soares Zago há 17 anos. Há dois anos a loja de Anápolis, localizada à rua General Joaquim Inácio, teve seu espaço reformado, ganhou novo logradouro, climatização, decoração moderna e melhor distribuição da área interna para proporcionar mais conforto aos clientes. Vale lembrar que a empresa se dedica à criação das peças de vestuário seguindo as últimas tendências da moda. “São camisetas femininas, masculinas e infantis com mensagens bíblicas para evangelizar e incentivar nossos clientes a expressarem sua fé”, explica a gerente Maria Eterna Soares. Além de manter a indústria de roupas funcionando em pleno vapor no setor Goiânia 2, no ano passado a Ágape também inaugurou uma filial na Capital. Localizada à Avenida Universitária, a empresa comercializa roupas e artigos religiosos na região central de Goiânia.

34

O LOJISTA


AGÊNCIA BATISTA Tudo começou há 62 anos, quando João Batista de Sousa abriu uma loja para consertar e alugar bicicletas. Com o tempo o negócio cresceu, os clientes chegaram, aprovaram os serviços e assim o empresário migrou para o ramo da venda de bicicletas, peças e acessórios. Há cerca de 10 anos, a maior preocupação com a saúde e a formação dos grupos de ciclismo fez com que a Agência Batista intensificasse suas atividades, ganhando, assim, ainda mais clientes. “Hoje, além de toda a linha de peças, acessórios, montagem e consertos de bicicletas, também comercializamos toda a linha de vestuário, como roupas, sapatilhas, luvas, capacetes e óculos”, comenta o empresário João Batista. A ideia é servir o cliente com o que há de melhor, além de prestar o atendimento especializado que a modalidade esportiva requer. “Sermos lembrados pela pesquisa e recebermos o Troféu Mérito Lojista pela 12ª vez é motivo de grande satisfação para nós, além de atestar que estamos mesmo no caminho certo”, enfatiza o empresário.

BARUC Especializada no comércio de roupas para bebês e recém-nascidos, infantojuvenis e brinquedos, há 11 anos a loja Baruc trabalha em Anápolis para servir bem a clientela conquistada com trabalho ininterrupto e dedicação. A empresa familiar é gerenciada de perto pelo proprietário Ivan Pereira do Nascimento, que diariamente conta com o auxílio da esposa e dos três filhos. Para manter os clientes fidelizados, a loja comercializa produtos voltados para todas as classes sociais, com destaque para a qualidade e grande variedade de preços. “Trabalhamos para que nossos clientes encontrem o que procuram e por isso sempre buscamos novas marcas”, fala o empresário Ivan Pereira. Depois de fazer escola, durante 24 anos, em um grande magazine da cidade, o proprietário aprendeu a trabalhar com os olhos sempre voltados para os clientes. Atualmente, a Baruc emprega 24 colaboradores, que se revezam em dois turnos distintos.


CAMEL A empresa familiar comercializa em Anápolis, há 33 anos, móveis para escritório como armários, mesas e cadeiras fixas, todos fabricados na sede própria localizada no Setor Aeroporto. Em razão da qualidade dos produtos e do preço praticado, a Camel conta com a assiduidade de clientes vindos de Brasília, Palmas e também de outras cidades vizinhas, caso de Corumbá, Jaraguá, Pirenópolis, entre outras. Atualmente todas as atividades da Camel são acompanhadas de perto pelos proprietários Carlos Alberto da Silva, Carlos Alberto da Silva Júnior e Sônia Ázara da Silva. “Fazemos questão de estar sempre próximos dos nossos clientes, pois nosso principal objetivo é atendê-los bem com a oferta de bons móveis”, comenta Sônia. A empresa emprega atualmente 14 colaboradores, que executam as atividades na loja, localizada à rua 14 de Julho, e também na fábrica.

CASA DE CARNES CLASSE A Uma boutique com o que há de melhor em carnes, além de bebidas importadas e uma mini mercearia para socorrer os clientes. Esse é o negócio da Casa de Carnes Classe A, que há 10 anos comercializa produtos de altíssima qualidade, presta atendimento impecável aos clientes e não abre mão da higiene e limpeza do local. Marcelo Farias está à frente do açougue de 250m², localizado à rua Firmo de Velasco. “Nossa preocupação com a qualidade e a higiene é grande. Talvez sejamos o único açougue da cidade que mantém uma pessoa, exclusivamente, para fazer a limpeza”, diz. Oito colaboradores fazem o atendimento e, em razão das marmitas vendidas nos finais de semana e feriados, outras quatro pessoas se juntam à equipe nesses dias. “Mantemos critérios rigorosos em relação aos nossos fornecedores e não abrimos mão do padrão de qualidade conquistado”, comenta Marcelo Farias, para quem o Troféu Mérito Lojista significa o reconhecimento do trabalho desenvolvido até aqui. “Estamos no caminho certo, mas não cruzamos os braços. Nossa intenção é melhorar todos os dias”, diz o empresário.

36

O LOJISTA


CASA DAS TINTAS* A Casa das Tintas de Anápolis é genuinamente anapolina. Com seus 28 anos de fundação conta atualmente com 80 colaboradores que contribuem para o desenvolvimento da empresa. Produtos de primeira linha, nos ramos imobiliário, automotivo e industrial. Ótimos espaços, estacionamentos amplos e cobertos, procurando estar sempre ao lado de seus clientes e amigos. Proporcionando conforto para seus familiares, segurança, durabilidade e beleza para seus empreendimentos. Venha nos fazer uma visita e conhecer nossas instalações. (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)

CASA E COZINHA Localizada à rua General Joaquim Inácio, a empresa trabalha no ramo das utilidades domésticas e presentes, com grande variedade de produtos para atender os diversos públicos. A movimentação de pessoas é grande no estabelecimento o dia todo, haja vista que, na Casa e Cozinha, também é possível encontrar peças de decoração, brinquedos, aramados, entre outros. “Nosso mix de produtos é enorme e isso é um de nossos diferenciais. Trabalhamos sempre com a oferta sazonal, ou seja, de janeiro a março intensificamos as vendas de material escolar, em outubro são os brinquedos e assim por diante. Tudo depende das necessidades do mercado”, explica a gerente comercial Elivani Cezário. O que motiva diariamente o trabalho na Casa e Cozinha é atender bem os clientes, ajudá-los a encontrar os produtos de que precisam e, sobretudo, oferecer formas facilitadas de pagamento.


CCA MOTOS* A CCA MOTOS celebra mais uma conquista do Troféu Mérito Lojista. E brinda com seus clientes e colaboradores. A CCA MOTOS que atua no mercado Anapolino há mais de 36 anos e com lojas nas cidades de Pirenópolis, Silvânia e Alexânia sempre prioriza a alta qualidade no atendimento e nos serviços que são oferecidos à sua clientela. Temos um leque muito grande à disposição do cliente duas rodas, desde motocicletas Honda zero quilômetro, seminovas, acessórios, peças, serviços, Seguros Honda, Consórcio Nacional Honda e na CCA MOTOS o cliente tem a certeza de ser atendido por funcionários totalmente treinados e qualificados pela Honda. A marca Honda está aliada a conforto, segurança, qualidade, design moderno e arrojado e procura sempre preservar os recursos ambientais gerando meios para que se promova um melhor equilíbrio no desenvolvimento social. A CCA MOTOS trabalha de forma muito positiva e eficaz visando à satisfação total e plena dos nossos parceiros e amigos: “os clientes”. (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)

COMPENSADOS ANÁPOLIS Após trabalhar com tecidos e relojoaria, o empresário João Antenor Rodovalho decidiu, em 1993, investir em produtos para a fabricação de móveis e complementos para a construção civil. Ao lado do filho Marcos Aurélio Rodovalho, o comerciante inaugurou a Compensados Anápolis, loja que se tornou, com dedicação e muito trabalho, destaque em sua área de atuação. Hoje a empresa tem sede própria localizada à Avenida Brasil Norte e emprega 50 pessoas distribuídos nas áreas operacional, administrativa, de vendas e compras, além de entregadores, estoquistas e motoristas. A loja atende o setor de marcenaria de Anápolis e de outras 15 cidades do entorno, além do Distrito Federal, esporadicamente. “É muito gratificante termos sido lembrados pela segunda vez na pesquisa realizada. Isso é motivação para aprendermos mais dia após dia, corrigirmos nossas falhas enquanto equipe e seguirmos em frente fazendo o melhor”, comenta o sócio-administrador Marcos Aurélio.

38

O LOJISTA


CONEXÃO Não deixar o cliente sair da loja de mãos vazias, suprindo todas as suas demandas. Com essa missão a Conexão - Elétrica, Hidráulica, Informática começou suas atividades há 15 anos na Avenida Presidente Kennedy e, desde então, não para de crescer. Os 3.500 m² iniciais foram transformados recentemente em um espaço de 11 mil m², com estacionamento próprio (28 vagas) e uma área maior para o estoque e o salão de vendas. Além de comercializar materiais elétricos, hidráulicos e de informática, a Conexão aderiu à venda de materiais de acabamento, como pisos, revestimentos, torneiras e lustres. “Apostamos na diversificação dos produtos, o que vai do básico às últimas novidades do mercado. Outro diferencial é o estoque, que nos permite entregar os produtos exatamente no momento da compra. Ou seja, aqui o cliente não espera o produto chegar”, diz o responsável pelo Marketing da empresa, Pablo Chahould. A loja emprega mais de 70 pessoas que trabalham como vendedores, gerentes, auxiliares de separação, motoristas, entre outros.

CONSTAT O primeiro home center de Anápolis. Após 51 anos de trabalho, três lojas em funcionamento e um mix de produtos que chega a 20 mil itens, a Constat inovou e há dois anos migrou do modelo tradicional de loja para se tornar um home center. “Quando falamos em home center dizemos que é possível encontrar tudo aqui, de um pano de chão a pisos, como porcelanatos; passando por materiais hidráulicos, elétricos, eletrodomésticos, portas e vassouras”, explica o gerente de compras da empresa, Rafael Arquimino da Silva. Variedade, qualidade e preço são, segundo o gerente, os pontos fortes da Constat, que atualmente pertence ao empresário Valdeci Antônio Coimbra. Além de disponibilizar diferentes linhas de produtos para atender os públicos diversos, a loja também conta com o trabalho de arquitetos contratados que visitam as obras de construção e reforma e fazem projetos para auxiliar os clientes da empresa. Isso, sem que qualquer custo extra.


CRISTAL VIDROS A Cristal Vidros tem uma história de 65 anos. Fundada por Angelo Custódio Vitorino, a empresa familiar começou vendendo móveis e, como Anápolis era a última cidade da linha da estrada de ferro, o empresário expandiu os negócios ao vender vidros para esses móveis. Assim começou a jornada que tornaria a empresa a maior da cidade e referência em relação aos serviços oferecidos. “Trabalhamos para nos tornar uma das maiores distribuidoras do mercado vidreiro do Centro-Oeste, para sermos reconhecidos pela confiabilidade e ética que norteiam nossas ações. Temos colhido isso”, fala o Diretor Financeiro, Vítor Pereira. A empresa funciona como distribuidora de vidros para vidraçarias e outros estabelecimentos, o que inclui o processo de preparação dos vidros temperados, cortes menores em relação aos tamanhos recebidos das fábricas, polimento, emprego da técnica de bisotê, preparação de vidros duplos para controle balístico, sonoro e para redução de temperatura. Atualmente a Cristal Vidros atende clientes de Anápolis, Brasília, Goiânia e de várias cidades do Norte do País.

DROGAMAR O empresário Mauro Moreira trabalhou como farmacista por muitos anos até que, em 1988, deu um passo decisivo ao começar negócio próprio por meio da Drogamar, localizada à Praça Americano do Brasil. A farmácia foi a mais lembrada pela pesquisa que definiu os ganhadores do troféu Merito Lojista. “Fiquei surpreso e não esperava, pois é uma pesquisa espontânea, que realmente significa o reconhecimento do nosso trabalho”, conta o empresário. A Drogamar tem hoje um time de 31 funcionários que trabalha das oito da manhã às 20H. “Conseguimos formar uma ótima equipe e sei que o bom atendimento é um dos nossos diferenciais, além do estoque significativo. Aqui trabalhamos para não deixar faltar nenhum tipo de medicamento. Ou seja, nosso cliente chega e encontra o que precisa”, diz Mauro Moreira, cuja esposa e filho concluíram formação superior no curso de Farmácia para garantir o suporte necessário à Drogamar.

40

O LOJISTA


EQUIPADORA CEBOLÃO Uma verdadeira vitrine de novidades para os caminhoneiros que cruzam o País, além de oferecer acessórios e os serviços de fabricação de baús, mecânica, lanternagem, pintura e muito mais. Há 28 anos a Equipadora Cebolão trabalha com seriedade para suprir as necessidades desse público específico, o que a tornou referência no Estado. Atualmente são três lojas em Anápolis e uma em Goiânia, além de 80 colaboradores executando funções diversas. Fundada por Enival Ferreira de Souza, ex-caminhoneiro com visão de futuro e espírito empreendedor, A Equipadora Cebolão conquistou clientes de vários Estados. Para isso, a empresa investe massivamente na formação e capacitação de seus colaboradores, considerados peça-chave em todo o processo, o que vai da recepção ao cliente à realização e entrega dos serviços. Na missão da empresa familiar, os valores inegociáveis que fizeram o empreendimento crescer: oferecer serviços e peças para linha pesada com atendimento diferenciado, criando um ambiente interno favorável e socialmente justo, atendendo à legislação vigente.

FLORESLÂNDIA Este ano, a Floreslândia completou 45 anos de experiência no comércio de flores naturais, plantas, presentes, decoração e paisagismo. “Nossa intenção é melhorar a qualidade de vida, inovando, surpreendendo e emocionando nossos clientes” diz o proprietário Fábio Lyu. Na empresa, o campeão de vendas continua sendo o buquê de rosas vermelhas. A floricultura tem uma lista extensa de fornecedores, como indústrias de vasos, adubos e peças decorativas, passando pelas grandes produtoras de flores localizadas nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste do País. A empresa também compra de grandes cooperativas, produtores locais e pequenos empreendedores. No momento a Floreslândia trabalha em projetos de jardins em paredes, realiza cursos relacionados à arte floral e jardinagem, desenvolve suporte técnico na área de irrigação automática e planeja promover palestras e cursos em parceria com o poder público, rede privada e interessados. O objetivo das ações é fortalecer a cultura da jardinagem.


FUJIOKA* O Fujioka começou há mais de 50 anos no ramo de fotografias. Com a inovação em seu DNA, a empresa foi crescendo e ampliou seu mix de produtos para áudio & vídeo, informática, telefonia, ótica, cuidados pessoais e, claro, serviços fotográficos. Hoje, com 64 lojas espalhadas por Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal está entre os cinco maiores atacadista de tecnologia do Brasil, sendo o maior do Centro-Oeste. Em Anápolis, a rede conta com duas lojas de varejo e uma loja atacado. “Sempre acreditamos no potencial econômico de Anápolis, por se tratar de uma economia pujante. Por isso, há mais de 30 anos, investimos na cidade”, diz o diretor comercial do Fujioka, Carlos Yuki Yoshida. (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)

GRÁFICA E EDITORA GARCIA* Confeccionar para o cliente impressos de altíssima qualidade com atendimento diferenciado, pontualidade na entrega, honestidade e transparência. Essa é a missão da Gráfica e Editora Garcia, ganhadora do Troféu Mérito Lojista pela oitava vez. Para o proprietário Jair Pinto Garcia, o segredo de permanecer atuante no mercado, de contar com clientes fidelizados e consequentemente ser lembrado de forma positiva por eles é “gostar do que se faz”. A empresa atua no mercado gráfico da cidade há 47 anos e trabalha com materiais de qualidade, equipe especializada e comprometida, rígido controle de qualidade a que os impressos são submetidos, maquinários de última geração, tudo para melhor satisfazer e atender seus clientes. Essa dedicação faz com que a Gráfica e Editora Garcia seja um diferencial para imprimir cartões, folders, cartazes, folhetos, fichas, pastas, papel carta, livros, rótulos e impressos em geral. (*Texto publicado a pedido da empresa)

42

O LOJISTA


HARMONIA MUSICAL A loja é especializada no comércio de instrumentos musicais e acessórios, além de equipamentos de áudio para igrejas, festas e eventos em geral. Em funcionamento à rua 15 de Dezembro, a Harmonia Musical tem hoje 11 colaboradores que atendem os clientes com conhecimento especializado a cerca dos instrumentos e acessórios, haja vista que todos eles são músicos. Além do espaço amplo e arejado, a variedade de marcas é outro ponto forte da empresa e a isso soma-se a variedade de itens cujos valores vão de cinco reais a R$ 77 mil, caso do violão fabricado pela Taylor. “É muito importante para nós o Troféu concedido pela CDL, pois ao sermos lembrados pela população recebemos também a confirmação de que o nosso trabalho está sendo bem feito, de que estamos no caminho certo”, explica o gerente de vendas Voner Fernandes Bueno. Atualmente, o proprietário Francisco Sijavan Cunha mantém outras duas lojas em funcionamento em Goiânia, onde começou toda a trajetória da Harmonia Musical.

HOT PARK VÍDEO LOCADORA Com 24 anos de atuação em Anápolis, a Hot Park Vídeo Locadora foi o nome mais lembrado pela população na pesquisa realizada pela UEG. A empresa atua no ramo do entretenimento com a locação de filmes em DVD e Blu-ray (2D e 3D). Apesar da queda no número de locações com o advento da internet e da Netflix, a Hot Park Vídeo Locadora continua atendendo o público com o que há de melhor e sempre disponibiliza os últimos lançamentos do mercado. “Temos inúmeros clientes conquistados com muito trabalho e empenho. Alguns, inclusive, assistem um filme por dia e outros que nos dão trabalho, no bom sentido, pois nos esforçamos para conseguir os títulos solicitados”, diz Edivaine Hisao Moribayashi, que começou o empreendimento ao lado do irmão Eduardo Fumio nas imediações da Praça Dom Emanuel. Além da locação, a Hot Park Vídeo Locadora também comercializa lanches rápidos, sorvetes e bebidas das 9h30 às 22H, de segunda à sábado.


IPANEMA Com uma linha completa de artigos esportivos, calçados e brinquedos, a loja Ipanema é conhecida dos anapolinos há muito tempo. Há 54 anos a empresa possui o mesmo CNPJ e permanece de portas abertas à rua General Joaquim Inácio, onde oferece variedade de produtos, preços atraentes e opções diversas de pagamento. Novamente a marca foi lembrada na pesquisa do Mérito Lojista, realizada em maio na cidade. No momento, a empresária Roseane Abdala Soares está à frente do empreendimento fundado por seu pai, Ruy Abdala. “Estamos nos atualizando para oferecer o que há de melhor aos nossos clientes. O interior da loja será remodelado e vamos mexer em tudo! Vamos investir em treinamento e assim profissionalizaremos ainda mais nosso negócio”, conta a empresária Roseane Abdala, para quem o Troféu Mérito Lojista é sinal de reconhecimento e de confiança dos clientes que a Ipanema conquistou ao longos os anos.

JUNIN AUTO SOM Profissionalismo e preocupação com o cliente fizeram com que a Junin Auto Som fosse mais uma vez lembrada na pesquisa de opinião da UEG. A franquia vem conquistando centenas de clientes desde sua abertura, em 2008, emite nota fiscal com garantia de fábrica para todos os produtos consumidos e serviços realizados e trabalha massivamente no pós-venda. Adailton de Paula Santos Júnior é o franqueado (a marca é de Goiânia, onde existem 10 lojas) que não abre mão de praticar preços 40% mais baixos se comparados aos mesmos serviços e produtos comercializados pelas concessionárias. “Nossos clientes têm entre 18 a 45 anos. Em geral são homens, que saem das concessionárias com seus carros e precisam de acessórios. A procura é imensa porque nosso diferencial de preço é significativo”, diz o empresário que se tornou anapolino de coração. Vidro elétrico e trava, som, rastreadores, câmeras de ré, sensores de estacionamento, central multimídia e insulfim são alguns dos produtos encontrados na Junin Auto Som.

44

O LOJISTA


LOS PAMPAS CHURRASCARIA Uma história de amor ao ofício e perseverança. Assim resume-se em poucas linhas a trajetória da Los Pampas Churrascaria, que há 25 anos trabalha para oferecer o autêntico churrasco gaúcho. Com responsabilidade e profissionalismo no trato ao cliente, a missão do grupo é trabalhar da melhor maneira possível para que cada pessoa “supere suas expectativas ao viver momentos únicos na churrascaria.” “Não é fácil se destacar em um mercado altamente competitivo, mas o trabalho bem feito e sério, temperado pela boa comunicação com os clientes, reflete positivamente em nosso objetivo final, que é superar as expectativas”, diz o empresário Moacir Buffet, que compartilha com a filha Eleuza as tarefas de administrar e manter o padrão de qualidade da Los Pampas. Há um ano ele realizou a façanha de abrir as portas da Los Pampas Pizzaria, acertando na diversificação das atividades. “A pizzaria é a realização de um grande sonho e por isso agradeço meus clientes e amigos, meus colaboradores e também Anápolis por ter nos acolhido de braços abertos”, fala o empresário.

MARISA* A Marisa é a maior rede de moda feminina e lingerie do Brasil. Presente em todas as regiões do País, com aproximadamente 400 lojas nas melhores ruas e shoppings, a marca está sempre próxima de suas clientes, oferecendo moda de qualidade, diversa e inspirada nas principais tendências internacionais. Com quase 70 anos de história, a Marisa é reconhecida por seu slogan “De Mulher para Mulher”, que traduz a forte relação de cumplicidade e intimidade da marca com as brasileiras. Inovadora, a Marisa também foi a primeira varejista de moda do Brasil a lançar uma loja virtual, que completou 18 anos em agosto. Possui ainda uma divisão de produtos e serviços financeiros, que amplia o valor e o acesso aos seus produtos. (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)


MARMORIA RODRIMAR A Marmoraria Rodrimar começou suas atividades em Anápolis há 42 anos, capitaneada pelos proprietários José de Lima e Ivanda Lima. Com o passar do tempo, se movimentou para expandir as vendas, atender cada vez melhor os clientes e se tornar referência em sua área de atuação. Para isso, a empresa pleiteou investimentos, partiu em busca da excelência de materiais, aprimorou a mão de obra e está sempre atenta aos prazos de entrega combinados. A ideia é buscar a total satisfação dos consumidores que procuram a empresa em busca dos serviços e produtos variados. Atualmente a Marmoraria Rodrimar comercializa acabamentos finos a partir do mármore, granitos nacionais e importados, silestone nacional e importado e também ardósia. Na empresa, são fabricados sob encomenda bancadas, pisos, pias e túmulos para clientes de toda a região Centro-Oeste do País. Qualidade de produtos, bom atendimento, preço acessível e respeito aos prazos de entrega justificam o fato de a empresa ter sido mais uma vez lembrada pelos consumidores anapolinos.

NASA VEÍCULOS Há 25 anos a Nasa Veículos chegou em Anápolis. Nesse tempo, conquistou clientes, inaugurou novas instalações recentemente, absorveu as atividades da concessionária Renault e agora planeja expandir seus negócios para o ramo imobiliário. A concessionária Volkswagem comercializa carros novos e seminovos, revende peças e acessórios e presta serviços. A empresa integra uma rede de sete revendedoras de automóveis, além da AGM Participações e Investimentos Imobiliários e da Nasa Consórcio Disal. O empresário Aristarcho Gonçalves de Melo e a esposa Wanda Goldfeld de Melo moram em Goiânia, mas escolheram Anápolis para receber seus investimentos. “O carinho com a cidade é grande, pois foi o lugar em que os negócios alcançaram grande sucesso. Acompanhamos o crescimento do mercado e consideramos promissor o futuro da cidade”, fala o Gerente Comercial da Nasa Veículos, Paulo Piau. De acordo com ele, ser referência no mercado de atuação buscando resultados positivos para os sócios, clientes, colaboradores e a comunidade é o que motiva o trabalho da empresa.

46

O LOJISTA


NATURALIS Manipulação, homeopatia, fitoterapia, florais de Bach são alguns dos serviços oferecidos pela farmácia Naturalis, que há 30 anos atua em Anápolis. Com o passar dos anos a empresa cresceu, investiu na modernização da estrutura física e equipamentos, bem como em capital humano. Assim tornou-se conhecida pela seriedade e a altíssima qualidade dos produtos que fabrica. Atualmente, três canais permitem aos clientes o acesso direto à farmácia. São eles o 0800-7019796, 3324-9796 e o whats app via 98622-9796. Em concordância com as normas de seu controle de qualidade, a Naturalis é criteriosa em relação aos fornecedores e trabalha com matérias-primas de altíssimo padrão, além de treinar, constantemente, seus colaboradores. “Trabalhamos diretamente com a saúde de nossos clientes, o bem mais precioso que há, por isso não podemos falhar. Nós nos empenhamos para fazer o melhor e o fazemos com amor”, conta a empresária Maria da Conceição de Brito Reis, que trabalha ao lado da filha Daniela Rodrigues dos Reis, farmacêutica responsável.

NÉCTAR SORVETES Com a liderança no mercado de Anápolis no que tange à fabricação de picolés e sorvetes, a Néctar foi novamente a empresa mais lembrada pelos anapolinos na pesquisa feita pela Universidade Estadual de Goiás (UEG) para a concessão do Troféu Mérito Lojista. Com 22 anos de experiência na fabricação de produtos diversos, que contemplam 30 tipos de picolés, sorvete no palito e no pote, casquinhas e picolés extrusados, a empresa mantém aqui duas sorveterias funcionando em pleno vapor. Uma delas localizada à Avenida Minas Gerais, nas imediações da Praça Dom Emanuel, e a outra instalada à Rua Mauá, Centro. Todo o foco do trabalho é voltado para a revenda dos produtos Néctar, hoje disponíveis em cidades do entorno de Anápolis como Pirenópolis, Corumbá e outras. “Fornecemos os freezers para as mercearias e supermercados, em uma demanda que só tem crescido. Temos pedidos de cidades da Bahia, Tocantins, além de outros Estados do País”, explica Cleiton Fernandes Guimarães Faria, que, ao lado da família, gerencia a empresa de picolés e sorvetes.


NOVA CASA DE FERRAGENS Ferragens, equipamentos elétricos e manuais, parafusos, cordas, material elétrico e hidráulico, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), motosserras, transformadores de solda e muito mais. Com mais de 15 mil itens no mix de produtos e centenas de fornecedores, a Nova Casa de Ferragens está de portas abertas na cidade há 53 anos. Fundada por Arnaldo Rodrigues Aranha para ajudar os clientes a resolverem suas necessidades de consumo – o que abrange preço, prazos e formas facilitadas de pagamento -, a empresa cresceu e hoje conta com o trabalho de 13 colaboradores. O objetivo da dedicação é fazer da loja referência quanto à oferta de produtos e também no que diz respeito ao atendimento ao cliente. “O fato de a empresa ter sido lembrada pela população nesta pesquisa foi algo muito importante para nós, pois representa o reconhecimento de todo o nosso trabalho e dedicação. Mostra que estamos no caminho certo e por isso somos muito gratos”, diz o gerente geral da Nova Casa de Ferragens, Cleiton Rodrigues Ferreira, que há 21 anos colabora com a família.

O BOTICÁRIO* Atuando no mercado desde 1996, Virgínia Fernandes iniciou sua carreira empresarial no grupo O Boticário com a abertura da sua primeira loja e em função do sucesso do empreendimento, viu a necessidade de expandir o negócio. Para a empresária, o diferencial da empresa é a qualidade e confiabilidade que a marca oferece, além do bom atendimento e fidelização dos clientes. Pela décima primeira vez O Boticário recebe o Troféu Mérito Lojista, atribuindo essa premiação à confiança e dedicação dos colaboradores e ao diferencial da empresa. Nossas lojas em Anápolis: loja Jundiaí: (62) 3099-1901, loja Anashoping: (62)3318-6061 loja Brasil Park: (62)3321-1579, loja Jaiara: (62)3099-1942, loja Quiosque: (62)3388-312. Central de Venda Direta: (62)3321-4555 (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)

48

O LOJISTA


OMEGA DORNIER A Omega Dornier construiu, ao longo dos últimos 55 anos, uma história de solidez, confiança e respeito ao cliente. O empreendimento foi iniciado por Geovar Pereira e seu irmão em Campinas, Goiânia. Após alguns anos, a sociedade se desfez, a empresa permaneceu e hoje os produtos são vendidos em cinco lojas da Capital e também na loja daqui, instalada no Brasil Park Shopping. “Aprendi, como assistente, a consertar jóias. Depois as vendia em cidades do interior, nas festas das padroeiras”, lembra Geovar Pereira, hoje presidente da CDL Goiânia. A empresa mantém uma indústria de jóias e 50% das peças comercializadas são de fabricação própria. Jóias, relojoaria, ótica e consertos feitos por profissionais especializados são o carro-chefe da Omega. “Sobrevivemos a muitas crises econômicas, à separação da sociedade e a outras ventanias, mas conseguimos permanecer de pé”, diz o empresário cujo quadro de funcionários é composto, em 70%, por mulheres com salários acima dos valores pagos aos homens. “Nós nos orgulhamos muito disso”, enfatiza.

ÓTICAS DINIZ Desde 2009 as Óticas Diniz têm sido lembradas pela pesquisa do Mérito Lojista e de acordo com o proprietário das seis franquias de Anápolis, José Coelho, a seriedade da CDL Anápolis faz com que o troféu comunique algo valioso. “Vejo que estamos na direção correta, conquistando clientes e sendo reconhecidos pelo carinho com que os tratamos. Sou extremamente agradecido a esta cidade, que acolheu a mim e ao meu negócio”, enfatiza o empresário. Atualmente, a empresa integra a maior rede de franquias no ramo de óticas e, no ranking geral brasileiro, está entre as 30 franquias de maior destaque. Por aqui as Óticas Diniz empregam 45 colaboradores, que prestam o conhecido “atendimento de coração”. De acordo com o empresário José Coelho, trata-se de um atendimento excelente, que não depende se o cliente vai comprar ou não. “Nossos clientes tomam água, sucos e drinks. Entrou na loja, é recebido assim”, diz José Coelho, lembrando que o uso do ‘barzinho’ surgiu dentro das Óticas Diniz e foi depois copiado por dezenas de empresas do ramo País afora.


PAPELARIA TRIBUTÁRIA Há mais de 30 anos com atuação em Goiânia, a Papelaria Tributária foi instalada em Anápolis em 2003. Na época, os irmãos Martins Fonseca, proprietários da rede, desistiram de instalar a loja em Brasília para centrar os investimentos aqui, uma experiência bem sucedida que não para de render bons frutos. Excelência no atendimento ao cliente, qualidade de produtos e pontualidade na entrega são alguns dos pontos fortes da papelaria que possui, além da sede própria em Anápolis, outras seis lojas na Capital. O atendimento aos anapolinos é feito por meio da comercialização de formulários, materiais escolares, artigos de informática, materiais de limpeza e papelaria em geral. Também vale lembrar que aqui há as modalidades de varejo e atacado. Conquistar novos clientes e fidelizar os que já existem, mantendo os preços acessíveis e alta qualidade no atendimento, é a missão da Papelaria Tributária, que planeja expandir os negócios em Anápolis nos próximos anos. Atualmente, a loja conta com a colaboração de mais de 20 funcionários.

PET ZOO Valorizar a saúde e o bem estar de cães e gatos, bem como a satisfação de seus donos. Essa é a missão da Pet Zoo desde que foi inaugurada pelos empresários Ocimar Alves da Silva e Simone Leite Ramos Alves, veterinária responsável pelo estabelecimento. Há 17 anos a empresa atende animais domésticos por meio dos serviços de medicina veterinária e petshop. No estabelecimento, instalado no bairro Jundiaí, é possível realizar consultas, fazer exames de imagens e de análises clínicas, bem como cirurgias. Também vale destacar a comercialização de medicamentos veterinários. “Temos tudo o que é preciso para garantir o bem estar dos pets, pois trabalhamos para ajudar os donos resolverem as questões relacionadas aos cães e gatos”, explica a veterinária Simone Leite. A Pet Zoo oferece atendimento completo na área de estética animal, além da venda de produtos nacionais e importados, sempre buscando melhor preço com atendimento diferenciado.

50

O LOJISTA


PIZZA Z Há 15 anos Sebastião César de Oliveira Brandão trazia para Anápolis a franquia da Pizza Z, empreendimento que alguns anos depois foi assumido pelo empresário Leopoldo José da Silva e Ordália Brandão e Silva. Desde que a pizzaria começou, a preocupação da equipe é atender bem para manter alta a satisfação dos clientes. Com duas lojas franqueadas na cidade, a Pizza Z conta com vários sabores no cardápio e, na estante, uma verdadeira coleção de troféus do Mérito Lojista. De acordo com a empresária Ordália Brandão, trata-se de uma premiação importante em razão da seriedade da CDL e que também sinaliza o “rumo certo do trabalho realizado até agora”. Segundo ela, a preocupação com o atendimento é constante. “Queremos que nossos clientes, as famílias e as crianças saiam da Pizza Z contentes com o que viveram aqui. Outro ponto que exige nossa atenção e zelo são os alimentos. Trabalhamos com tudo fresco e estamos sempre atentos à qualidade dos produtos que utilizamos dia-a-dia”, enfatiza a empresária.

POSTO SÃO FRANCISCO O posto mais lembrado pela pesquisa realizada a pedido da CDL foi o Posto São Francisco. Instalado em local privilegiado da cidade, à esquina da Avenida São Francisco com a rua Pinheiro Chagas, no bairro Jundiaí, o empreendimento recebe centenas de clientes diariamente. “A maioria vem para abastecer, mas dezenas de outras pessoas passam aqui para encontrar os amigos na área comum do posto, bater um papo e tomar um cafezinho. Muitos empresários fazem isso há muitos anos, todos os dias”, explica a gerente administrativa, Marilene dos Reis Coelho, há 11 anos à frente das atividades. No local, a loja de conveniências da Select oferece aos clientes não só lanches, bebidas e sorvetes, mas também itens de mercearia. “Nossa área tem mais de 1,8 mil m², comercializamos mensalmente cerca de 300 mil litros de combustível e há muito ultrapassamos a função de posto de combustível. Por todos esses motivos, agradecemos à população. Receber o Troféu Mérito Lojista é em sinal do reconhecimento dos nossos inúmeros clientes”, diz a gerente.


RÁDIO MANCHESTER FM Há 31 anos a Rádio Manchester leva até aos seus ouvintes notícias, músicas e entretenimento, além de manter quadros específicos em sua programação para ajudar a comunidade anapolina a resolver, junto aos vários órgãos municipais e estaduais as mais diversas reivindicações. Com oito repórteres nas ruas e mais 20 funcionários, a Radio Manchester tem compromisso com a notícia e diariamente movimenta-se em prol de seus ouvintes. Para isso, mantém programas com especialistas em direito do consumidor, previdência social, saúde, direito e justiça, entre outros assuntos e principalmente levando ao ar a música de qualidade. “Nosso objetivo é caminhar lado a lado com a população, seja apurando e veiculando a notícia de qualidade, seja fazendo a ponte entre as demandas dessa comunidade e o poder público. Essa é a nossa razão de existir”, explica Mário Alves dos Santos, diretor da Rádio Manchester.

RÁDIO SÃO FRANCISCO AM O Troféu Mérito Lojista chega à Rádio São Francisco em um momento singular para a emissora. Depois de 45 anos de atividades na freqüência AM, a rádio migrou, no último mês de julho (depois que a pesquisa foi realizada) para o sistema FM, agregando a alta qualidade do som estéreo à sua programação. Com a mudança, foram mantidos os principais programas jornalísticos, caso do Bate Rebate, transmissão de jogos e programas de cunho social. As demais alterações se devem ao fato de a rádio ter se tornado musical e popular, com a transmissão de canções sertanejas e sorteios de brindes aos ouvintes. “Queremos consolidar em Anápolis o primeiro lugar absoluto em audiência e ser referência no Estado em relação à qualidade de som e à programação”, fala o Diretor Executivo Victor Almeida França Lopes. Ele lembra que as exigências do mercado levaram à migração, uma ação respaldada também pelo perfil da Rádio São Francisco, agora 97,7 FM, que é 100% comercial. Antes, a emissora era sintonizada na freqüência 670 AM.

52

O LOJISTA


REQUINTE ENXOVAIS “Atender com excelência, proporcionando o que há de melhor em toda a linha de enxoval”. Com essa missão a Requinte Enxovais tem ampliado o rol de consumidores que procuram a loja em busca de qualidade e variedade, além de condições facilitadas de pagamento. A empresa familiar deu seus primeiros passos há 20 anos, quando Hélio Ferreira Neves decidiu usar a experiência para abrir o novo negócio. A empresa familiar mantém três lojas em Anápolis e já conta com um plano de expansão para os próximos dois anos, quando uma nova unidade será instalada à Avenida Santos Dumont, bairro Jundiaí. Apesar de os enxovais para cama, mesa e banho serem o carro-chefe, há também peças de decoração, roupas para bebês, aromas para ambientes, além de perfumaria masculina e feminina. Recentemente, a Requinte Enxovais aderiu ao e-commerce. De acordo com a administradora Laressa Campos Neves, o comércio eletrônico é uma realidade punjante nos dias atuais e por isso “a empresa não poderia ficar de fora”.

RI HAPPY* Tudo começou com a parceria entre um pediatra e um administrador de empresas com vontade de inovar. A Ri Happy, maior rede varejista de brinquedos do país, está em atividade desde 1988 com a missão de ser a melhor empresa na prestação de serviços em seu segmento e estimulando o desenvolvimento infantil por meio do brincar. Em 2012, The Carlyle Group, gestor global de investimentos alternativos, adquiriu a Ri Happy Brinquedos e a PBKIDS e desde 2014 detém 100% de participação. O grupo Ri Happy/PBKIDS, líder no mercado de brinquedos, possui mais de 250 unidades espalhadas pelo Brasil empregando mais de 4.000 funcionários. O grupo conta com um mix de, aproximadamente, 10 mil itens destinados a todas as idades (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)


SAVAN CALÇADOS A história da Savan Calçados começou em São Paulo (1974) e se consolidou em Goiânia. Atualmente a rede possui 16 lojas, instaladas em Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Jataí, Senador Canedo e Uberlândia. Em dezembro último, o proprietário Imad Ésper transformou a marca em uma franqueadora e, assim, três das cinco lojas de Anápolis tornaram-se franquias. 250 pessoas compõem o quadro de colaboradores, que trabalham unidos pela ética, o sucesso e a competência. Trata-se de um empreendimento familiar, mas com estrutura profissionalizada. “Trabalhamos focados em nossos clientes, colaboradores, fornecedores e sócios. Lideramos o mercado e somos conhecidos pelo bom atendimento e a satisfação de nossos clientes, além de sermos reconhecidos pela população local e entidades do comércio varejista”, diz Luiz Artur de Oliveira Lima, proprietário da Savan Calçados da rua Engenheiro Portela. Segundo ele, são 43 anos de muito esforço, dedicação e fé em um Deus supremo, “que nos fortalece para darmos o nosso melhor sempre.”

SONNUS COLCHÕES Em 1994 o início foi singelo, com uma “portinha de comércio” para vender colchões na Avenida Goiás, em frente à Praça do Ancião. À época, os irmãos Francisco Souza da Costa e Félix Rosa Souza da Costa deixaram as lojas em que trabalhavam para vender colchões. Com o passar dos anos, o bom senso administrativo e financeiro, aliado à visão empresarial e à coragem de avançar, transformou a dupla nos empresários que hoje administram oito lojas em Anápolis, uma em Pirenópolis, uma em Goianápolis e outra em Alexânia. Junto com a expansão das unidades veio a diversificação dos produtos e por isso a Sonnus Colchões também vende móveis em geral e eletrodomésticos. As lojas trabalham com crediário próprio, 110 colaboradores estão empregados e ainda neste semestre, Campo Limpo deve ganhar uma unidade. “Vamos expandir ainda mais e nosso alvo são as cidades vizinhas. Nerópolis e Jaraguá são as próximas”, diz Francisco Souza. Segundo conta, um dos segredos da empresa foi oferecer, desde o início, produtos de alta qualidade por preços que a clientela pudesse pagar.

54

O LOJISTA


SUPER VI SUPERMERCADO* Um projeto de sucesso, que gera centenas de empregos e que já faz parte da rotina de milhares de famílias na cidade. Assim é o Super Vi Supermercado, que ao longo dos últimos 39 anos se consolidou como a maior rede de supermercados de Anápolis, com 12 lojas instaladas em setores diversos e muito trabalho todos os dias, foco e dedicação. Para a empresa, ser lembrada mais uma vez pela pesquisa realizada pela UEG é motivo de orgulho e satisfação, haja vista que o prêmio recebido da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) de Anápolis confirma o vínculo forte estabelecido aos longos dos anos junto ao público consumidor. Uma ligação pautada pela confiança e a satisfação. (*Texto enviado e publicado a pedido da empresa)

TEK DISTRIBUIDOR Há 13 anos a TEK Distribuidor vem experimentando crescimento ininterrupto e se mantendo atualizada no ramo tecnológico. A empresa atua nos seguimentos de automação comercial, informática, sistemas de segurança, equipamentos para Internet via rádio (wisp), entre outros. Aliada aos grandes fabricantes, a empresa trabalha para oferecer aos clientes o que há de melhor e mais moderno no mercado. “Além dessa atualização constante, nosso diferencial está nas pessoas e no atendimento responsável que realizamos. A satisfação do cliente é nossa prioridade”, diz o gerente administrativo Leiff Lucas de Oliveira. No momento a TEK Distribuidor, além do atendimento via balcão, atende todos os Estados brasileiros via telemarketing e também por meio do e-commerce. Além disso, o seu leque comercial está em fase de expansão com a inauguração de prédio em que será instalada a TEK Atacado, cujo foco será em segurança eletrônica, telecom e wireless.


TÓKIO CABELEIREIROS Líder no segmento de beleza, no Tókio Cabeleireiros as profissionais trabalham para que a cliente saia do local contente com o serviço prestado. E assim tem sido há 34 anos. O salão é administrado pelas irmãs Márcia e Áurea Kudo, que também estão na linha de frente executando cortes de cabelo e colorimetria, respectivamente. Tratamento estético corporal e facial, cuidados com os cabelos, unhas e maquiagem são executados por profissionais experientes e cuidadosas. Outro segmento que se tornou referência no Tókio é o atendimento às noivas. No local elas contam com um suporte diferenciado, algo que começa no momento do teste de cabelo e maquiagem, realizado meses antes do evento, passando pela acolhida ao atendimento no dia da cerimônia. Recentemente o salão passou por nova reestruturação física, com mudanças na recepção e criação de um espaço VIP específico para esse público. Ou seja, agora, no Tókio Cabeleireiros, cada noiva conta um espaço exclusivo e único para garantir o máximo de conforto possível no tão esperado dia do casamento.

VAREJÃO DAS FÁBRICAS No começo, há 47 anos, o comércio era exclusivo de tecidos. Com o crescimento do negócio o leque de produtos foi incrementado com roupas de cama, mesa, banho e confecções, além de tecidos para decoração, forrações, cortinas e sofás. Enquanto a loja da Rua 7 de Setembro trabalha exclusivamente com tecidos, a unidade localizada nas proximidades do Terminal Urbano apostou na variedade de produtos. Para atender à demanda sempre crescente, o gerente geral Levimair Vieira dos Santos visita, anualmente, três feiras no Rio Grande do Sul, duas no Nordeste e, mensalmente, viaja à São Paulo. “Buscamos sempre bons preços e todas as nossas compras são feitas mediante um planejamento prévio, sempre em grandes quantidades”, diz o gerente geral. De olho nos consumidores, a empresa oferece produtos voltados para todas as classes sociais, preços variados, além das opções de compra no atacado e varejo para pessoa física e jurídica. Atualmente o Varejão das Fábricas estuda, de forma planejada, a expansão dos negócios em Anápolis e Araguaína, o que deve acontecer em 2018.

56

O LOJISTA


VICTOR’S FESTAS Mais uma vez a Victor’s Festas foi a empresa mais lembrada na pesquisa do Mérito Lojista no que diz respeito ao segmento de artigos para festas. Com trabalho contínuo há 19 anos, a rede de lojas já se tornou referência quando o assunto são fantasias (a empresa possui o maior acervo da região para venda e locação) e festas infantis. “Começamos com uma loja pequena em sede própria na Jamel Cecílio. Eu mesma fazia a decoração das mesas para os aniversários. Crescemos e não paramos de inovar, pois oferecemos tudo de que nossos clientes precisam. Por isso, já nos tornamos referência”, diz a empresária Maria Helena Vieira. Atualmente a Victor’s Festas mantém quatro lojas em funcionamento, onde é possível encontrar tudo para festas como embalagens, decoração, doces e balas, balões e muito mais. A empresa conta com o trabalho de 60 colaboradores, ingressou no ramo de papelaria para ScrapBook e pretende continuar com o título de ‘a loja mais completa do ramo em Anápolis’.

O LOJISTA

57


Novos Associados Foto: Pressfoto

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

58

Abrigo dos Velhos Prof. Nicephoro Pereira da Silva Açúcar Canaã Agro Nutricria Agropecuária Buriti Alicerce Materiais de Construção Alpha Seg Proteção e Serviços Anatripas Atelier by Marta Damas Bazar Gabrielly Borracharia do Nery Botinas Rei do Gado Carla Bernardes Lima (GO/CD8385) Carlos Henrique Alves Pereira Carrocerias São Joaquim Casa da Criança Casa Nova Móveis e Colchões Casal Doçuras Centro Automotivo Pontual Centro de Estética Canina Dogs e Mitzi Cernápolis - Revenda de Cervejas de Anápolis Clínica União Clínica Valor da Vida Comercial Lopes Cozinha Pronta Decorum Mobilli Disk Cerveja Paulista Disk Conteineres Dogimar Gomes dos Santos (OAB-17792) Drogadar Drogamed Universitária

O LOJISTA

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Droganossa Drogaria Americana Drogaria Império Drogaria Nova Aliança Drogaria Santa Pharma Duetto Imóveis EGR Serviços Elegância Modas Escola Sol Nascente Fazenda Rios Traíras Fikxa Organizações Flor do Campo Giovanna Rocha Leão Bueno (GO/ CD-6225) Grill&Cia Hospital N. S. Aparecida ICTQ Infotek Intervir Ivan Alves de Oliveira Const. Júnios Transportes K-Zum Koqueiros Grill Linguiça Exata Loja do Vendedor Lojas Bazzar (Rua Manoel D’Abadia) Lojas Bazzar (Rua Eng. Portela) Lojas Bazzar (Av. Fernando Costa) Maria Aparecida de Oliveira Megaforte Mercadinho Bezerra Metalmach Moara Embalagens Myguiniflex Magnéticos Naturally

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

NET Company Ney Moto Peças Nova Casa das Ferragens Novva Auto Center Oficina Hidráulica do Carioca Óptica&Cia Ouro Preto Oxisolda Oxigênio Pães Mana Passport Moda Masculina Perfilaço Pit Stop Pizzaria Água na Boca Posto Azet R&A Advocacia (OAB 29636) Rabelo Telhas e Artefatos de Concreto Relojoaria Logus Rest. e Lanchonte do Trevo Ltda Ricardo Sacolas Sacolão Rei das Verduras e Frutas Samuel Peixoto de Castro Sandro Veículos Sarney Amorim Alfaiataria Segredo de Mulher Sem Limites Restaurante Bar Super Líder Supermercado Modesto TEC LIMP Indutrial Transmontalvão Unapax Vanilda Comércio de Enxovais Via Bella Vision Print Zyan Cap Pneus


10 ANOS OFERECENDO MAIS QUE UM SIMPLES PLANO DE TELEFONIA MÓVEL

São 10 anos trabalhando para que sua empresa se comunique melhor, com mais facilidade e economia

CDL CELULAR. O MELHOR PLANO DE TELEFONIA

MÓVEL EMPRESARIAL. RUA CONDE AFONSO CELSO Nº 25, CENTRO  ANÁPOLIS/GO


Revista O Lojista  
Revista O Lojista  

Edição n. 46 - Setembro/2017

Advertisement