__MAIN_TEXT__

Page 1

COMUNICACAU

Edição 01 Setembro 2020

Com a palavra, os Diretores! Queridas famílias e associados Estamos muito felizes com a concre zação de um desejo profundo de todos os membros da Diretoria de diminuir as nossas distâncias e tornar mais efe va a comunicação entre todos nós. Nosso obje vo é manter viva a chama que ilumina o caminho que nos levará e levará os nossos filhos a tornarem-se mais humanos e livres. Gostaríamos de aproveitar esse espaço, construído com tanto carinho e dedicação, para agradecer à cada família que confere corpo, forma e existência para essa associação. Nessa primeira edição, gostaríamos de compar lhar as principais ações realizadas durante esse período que nos encontramos afastados fisicamente. • Nosso primeiro desafio foi o de acolher as famílias que sofreram diretamente em razão da crise econômica. Par cipamos de foruns com outras escolas Waldorf e escolhemos o caminho da fraternidade econômica, em coerência com os pilares da Antroposofia. Assim, todas as famílias que entraram em contato solicitando e demonstrando a necessidade de descontos no valor das parcelas da anuidade, foram acolhidas. Priorizamos também a manutenção de todos os funcionários da Escola Cacau; • Junto com esta decisão passamos a publicar os informes financeiros para que os associados possam acompanhar todos os esforços que vêm sendo feitos con nuamente para manter a Associação financeiramente saudável. Mesmo diante desse cenário de crise econômica; • A Comissão de Captação de recursos foi rea vada e está atuando para encontrar doadores dispostos a contribuir com nossa Associação, bem como trabalhando junto com o Corpo Pedagógico em ações pontuais para a captação de recursos (saraus, caldos, rifas, etc.);

Plantio do 3o ano por Fernando Lenzini Nome de fruto doce e valoroso. Dourado por natureza, pela luz do sol, matéria prima das delícias da vida. Vem de terras quentes e abundantes. O Cacau esta presente em nossa comunidade trazendo e inspirando seus valores. E no dia 18 de agosto a escola recebeu das mãos da família do 3º ano 2 pés de Cacau direto da Bahia onde o pai do aluno Luigi reside. Acompanhado do professor Fernando do 3º ano, plantaram os pés de Cacau junto com uma abençoada chuva irrigando a terra.

A comissão de obras

página 1

• A Comissão de Comunicação retomou suas a vidades e, com a contratação do André Prata, intensificamos as estratégias na busca de novos alunos para o próximo ano, bem como atuamos no aperfeiçoamento da nossa comunicação interna; • Estamos trabalhando no planejamento das ações necessárias para que a Comissão de Obras realize as reformas para receber o primeiro ano de 2021, apoiando a coordenação escolar para a contratação do novo professor; • Nesse momento, nossa atenção está muito voltada para as questões que envolvem a volta às aulas. Já foi realizada compra de materiais de proteção para a prá ca dos protocolos sanitários e estamos apoiando a Comissão de Saúde na organização de encontros e discussões com especialistas sobre riscos e cuidados para esse novo momento. Todas as ações são realizadas sempre em conjunto com o Corpo Pedagógico que também vem atuando intensamente no atendimento das demandas da Diretoria de Ensino em relação à suspensão das aulas, ensino remoto e retorno das aulas. A Diretoria está à disposição de todos os associados para esclarecer quaisquer eventuais dúvidas e somos muito gratos pela oportunidade de aprendizado na construção desse projeto tão grandioso chamado Escola Cacau.

por Oswaldo Rúbio Jr. O ano escolar de 2020 tem sido muito diferente de tudo que já vivemos. A paralisação nas a vidades escolares foi algo que ninguém imaginava, porém a manutenção e obras na Escola Cacau con nuaram firmes no seu ritmo. Com esta paralisação aproveitamos a ausência das crianças para realizar diversas reformas em toda escola! Os brinquedos dos parques foram envernizados, as casas receberam pintura externa, revitalizamos alguns canteiros de flores, além de manter nosso gramado aparado e o capim roçado. A primavera está chegando e com ela a casa do Primeiro Ano 2021 está nascendo! Estamos levantando todas necessidades e custos para que tudo esteja pronto até o final do ano. Simultaneamente estamos planejando a implementação de novos brinquedos para o parque do Ensino Fundamental. A Comissão de Obras da Escola Cacau é formada por pais e mães e tem por obje vo planejar e auxiliar, junto à diretoria e ao corpo pedagógico, na execução de necessidades que surgem diariamente na estrutura sica da Cacau. Sempre aberta a novas contribuições, convidamos todos que se interessem em ajudar nesta empreitada. Periodicamente organizamos mu rões onde mães, pais e crianças se juntam para executar as demandas que se apresentam, proporcionando uma a vidade cole va e uma maior integração entre as famílias.


Edição 01

COMUNICACAU

Setembro 2020

Diga, professor! com Douglas Moreira, 2º ano

O Bazar de Mães e Amigos por Giovanna Doria Em abril deste ano, mães e amigas da Escola Cacau sen ram a necessidade de promover ações para auxiliar a escola com recursos materiais. A inicia va par u da mãe Marcela Aricó, mas logo foram chegando outras mães que também se disponibilizaram a ajudar nesta missão e assim, organização e forma para o Bazar despontaram. Foram necessárias algumas adaptações para o modelo online e hoje o Bazar conta com Giovanna Doria, Rejane Streider e Camila Maluf na organização, estando aberto a novos integrantes que queiram chegar. O projeto do Bazar nasceu com um obje vo claro, ajudar a nossa “Mãe Terra” através da reciclagem de peças e produtos que não usamos mais e que com certeza chegarão à alguém que esteja precisando. Além de movimentar recursos para escola Cacau, o Bazar permite um envolvimento da Comunidade nos processos de conscien zação de trocas, doações e vendas. A úl ma novidade é que os produtos novos confeccionados pelas famílias da Cacau também são vendidos no Bazar, sendo parte do valor da venda des nado ao Fundo Fraterno. A Cacau já nha uma cultura de realização de bazares em datas pontuais, porém agora será permanente. Nosso Bazar tem do sucesso com as contribuições e doações da Comunidade, a venda de roupas e objetos doados rendeu até o dia 29/07, R$978,00, e até 31/08, R$ 770,00 - valores que foram todos des nados ao Fundo Fraterno da Escola Cacau. As vendas e doações estão abertas a qualquer pessoa que queira auxiliar e contribuir. Con nuamos contando com a colaboração de toda a nossa Comunidade e amigos para que o Bazar prospere. Somos só GRATIDÃO por fazer parte da família Cacau. Onde nos encontrar e como doar ou vender? Estamos na página do Instagram @bazar_maes_amigos_da_cacau. Organização: Giovanna Doria, Rejane Streider e Camila Maluf Contato: Giovanna Doria (11) 97030-4333

Trabalhos manuais por Camila Fogaça da Silva O Grupo de Trabalhos Manuais da Escola Cacau é um grupo voluntário e flexível, que surgiu no começo das a vidades da Escola com a confecção de meias de crochê para serem u lizadas pelas crianças nas a vidades dentro das casas. A par r daí, passou a auxiliar e co-organizar algumas a vidades do cole vo, como bazares e fes vidades, bem como produzir ar gos para venda na lojinha e nos bazares. Atualmente, contamos com o trabalho de aproximadamente 24 pessoas, que par cipam e colaboram como possível e necessário. Várias pessoas da Comunidade frequentam os encontros ou se voluntariam em trabalhos pontuais, como nos mu rões que antecedem os bazares, por exemplo, sendo parte frequente do grupo ou não. Também contamos com par cipações em forma de doações de materiais ou doações em dinheiro para a compra de materiais. Neste grupo, conhecimento prévio em técnicas de artes manuais não é um pré requisito, todos e todas são bem vindas e as técnicas e receitas são sempre compar lhadas de bom grado e com paciência. Pessoas de fora da escola também são bem vindas e nosso grupo tem sido constantemente agraciado com voluntárias que mesmo sem vínculo direto com a escola contribuem e enriquecem a Comunidade. Os planos do grupo no começo de 2020 eram muitos, começando com o projeto de organizar o Grupo em duas frentes, Comissão de Artes Manuais e Grupo de Trabalhos Manuais. A idéia era que uma frente pensasse caminhos e conexões junto às outras Comissões de trabalho, ar culando o fazer dos trabalhos manuais com as necessidades da escola e a outra dedicasse o tempo disponível à execução de projetos para suprir as demandas levantadas previamente pelo grupo. A par r das demandas observadas, uma diversidade de ações necessárias se desenhou: colaborar com a realização de projetos que poderiam ser desenvolvidos dentro de cada casa para as celebrações e bazares; manter uma lojinha permanente de ítens produzidos pelas par cipantes; abrir um espaço para a observação e conversa sobre cada época do ano e suas caracterís cas e a par r daí, cuidar para que isso refle sse no fazer; ser um espaço de escuta e compar lhamento como só uma roda de Trabalhos Manuais consegue ser; fortalecer laços entre as famílias e também entre as famílias e a Escola. Contudo, ninguém contava com a pandemia, meses intermináveis de distanciamento sico e com as demandas financeiras que nasceram da crise econômica que se agravou com o seu curso. Na missão urgente de manter a escola viva e respirando, o grupo se manteve a vo, remotamente a vo e desde o começo do isolamento social busca formas de contribuir com a manutenção do projeto da escola, manutenção dos vínculos entre famílias e também dos vínculos de cada par cipante com a esperança e a certeza de que isso também vai passar. A primeira ação possível e imediatamente disponível, foi uma rifa de uma colcha de patchwork doada por uma habilidosa artesã. Após um esforço cole vo de divulgação, a rifa arrecadou cerca de quatro mil reais para o Fundo Fraterno no mês de Junho. As agulhas de tricô saíram das tocas e uma rede de distribuição de lãs, agulhas, quadrados e dicas se movimenta, desde maio, num projeto lento, longo e que está pronto para ser compar lhado - mas não entregue ainda: uma manta de tricô, feita a muitas mãos, num processo de profundo diálogo, negociação e união. Um tesouro que materializa o desejo e a vocação da Cacau de ser um vór ce de amor, união e foco no bem comum, dentro e fora da escola. A rifa será lançada em breve, mas parte do processo já pode ser apreciado nas imagens.

página 2

Olá, a todas e todos da Cacau! Fico muito lisonjeado de trazer algumas palavras nesse jornal pioneiro da nossa querida Escola. Estamos, no momento, passando por uma pandemia, então quero, primeiramente, expressar minha solidariedade a todas as ví mas do Coronavírus no Brasil e no mundo. Quero também, falar um pouco sobre meu trabalho nesse momento como professor: “Ele não parou, transformou-se!” Transformou-se no exercício diário, diário mesmo, de segunda a segunda, de elaborar a vidades remotas, atender às famílias com ligações e reuniões semanais, conversar com as crianças e algumas visitas presenciais (cumprindo o distanciamento e com uso de máscaras). Um ritmo completamente diferente do nosso dia-a-dia, de manhãs frias, de apertos de mãos e olhos cheios de verdade, que preenchiam meu coração. Esse distanciamento só é possível, porque posso contar com um grupo de pessoas, conscientes e solidárias, que com muito amor trilham esse caminho como uma comunidade. Um abraço fraterno e com o desejo que estejam todos bem!


Edição 01

COMUNICACAU

Setembro 2020

O caldo Cacau com Livia Lima, mãe do Marcos Saudações Comunidade Cacau! Faço parte de uma das famílias que chegaram neste ano à Escola. Chegamos com meu filho Marcos, nesse movimento lindo e potente que foi a construção do Terceiro Ano do Ensino Fundamental, junto ao Professor Fernando. A escolha por uma escola Waldorf veio através de uma busca por uma pedagogia de apoio, uma escola que oferecesse um lugar onde pudéssemos conviver e ser parte viva dela. Algumas das par cularidades que encontramos nesta pedagogia è a abordagem que contempla as singularidades de cada criança, compreendendo todo esse ser de forma integrada nas suas manifestações sicas, mentais e espirituais. Par cularidade essa que possibilita uma sincronicidade entre o que é transmi do e vivido nas relações entre o professor e o aluno durante os processos de aprendizagem e as etapas de desenvolvimento humano na infância e também na adolescência. Além de exis r um trabalho de união e inclusão entre a escola, os professores, pais e alunos. E nesta busca, já trilhando alguns caminhos dentro da Antroposofia, encontramos a comunidade da Cacau em um momento de construção da formação desta sala do Terceiro ano. Sen mos uma conexão muito forte com os outros pais e mães envolvidos neste movimento e a par r daí escolhemos atender ao chamado para este projeto com fé. De forma muito espontânea as crianças foram chegando junto com o Professor e a sala se formou num clima de reencontro, o que serenou e confortou nossos corações de pai e mãe diante da nossa escolha. E como não acredito no acaso, venho hoje compar lhar que me sinto muito agradecida por estar atravessando esse momento tão delicado e di cil junto à Escola Cacau. Grata eu sou à essa parceria, desde o acompanhamento delicado e atencioso na realização das a vidades propostas de forma remota, à disponibilidade e escuta dirigidas à nossa família. À mostra de um acolhimento sincero às questões e desafios enfrentados por nós diante deste isolamento social, à conexão profunda do Professor conosco perante ao “rubicão”, que se apresentou com toda a sua força por aqui. Por termos convivido presencialmente por tão pouco tempo, só posso compreender que essa relação já estava desenhada em outras esferas de existência. Celebro este reencontro! Não posso também, deixar de fazer uma observação sobre a maneira que a Escola vem lidando com a pluralidade de situações vividas em cada casa, por cada família nesta pandemia. Priorizando a escuta, dando espaço para as perguntas e ques onamentos surgirem no seu tempo, promovendo um encontro de ideias permeados pela leveza, delicadeza e respeito, tão fundamentais para as relações humanas. Reconheço com carinho esse trabalho de escuta sensível da Cacau às famílias, escuta essa que com certeza as crianças demandam nas suas jornadas durante a infância e na con nuidade de seu desenvolvimento com o início e plenitude do adolescer. E que potência poder ofertar à elas essa atenção de maneira amorosa e sincera! Com certeza um presente em forma de aprendizado sobre uma das bases para uma convivência com todos: o respeito. Venho também oferecer as boas vindas em nome da Cacau ao Nicolas , filho da Milena e do Felipe, que veio se juntar ao grupo do Primeiro Ano; ao Plínio, filho da Bianca e do Aldo, que também chegou para se unir ao grupo do Primeiro Ano; ao Augusto, filho da Leslie e do Mar n, que chegou ao grupo do Segundo Ano e à Cecília, filha da Beatriz, que chega para a Casa das Amoras. Sejam muito bem-vindos! Finalizo meu relato com o desejo sincero que todas as famílias sintam-se tão acolhidas e ouvidas como eu me sinto. Abraços fraternos, Augusto e sua família! Livia Lima.

por Ananda O “Caldo Cacau” foi uma ação que par u da Tia Ananda e que logo foi abraçada pela Flávia, oferecendo seus talentos e o espaço da Semear para o projeto acontecer.A Dani e o Pedro também abraçaram a causa, doando semanalmente produtos de seus parceiros, dentre eles o Cecéu, que também contribuiu para nosso caldos ficarem mais saborosos.Havia muitas mãos envolvidas nos bas dores, temperando nossos caldos com amor e fraternidade: Ananda fazia as compras e as entregas, Flávia recebia os pedidos e cozinhava, junto com Elaine sua funcionária. Elis e Vanessa faziam o cartaz de divulgação e também vemos ajuda da Brenda e da Tia Rita como auxiliares de cozinha.Nas quatro edições arrecadamos R$ 3961,00.Agradecemos de coração a todos que par ciparam da ação!

AGENDA 25/09 às16h Cacau Musical

Live direto do Instagram da escola Cacau: @escolacacau, em bene cio da Associação Cacau. Doações na conta: Caixa Econômica Federal, Agência 3.500, Conta corrente 920-3, Operação 003, CNPJ: 32.346.433/0001-90

30/09

(horário a definir)

Palestra com a Dra. Ana Paula Cury

Caldo Cacau Na próxima semana retornaremos com o Caldo Cacau. Fiquem atentos, pois passaremos todas as informações no Revista Cacau.

página 3

Palavra de mãe!

Profile for casalebre

Jornal Comunicacau  

Edição #1

Jornal Comunicacau  

Edição #1

Profile for casalebre
Advertisement