__MAIN_TEXT__

Page 1

Divulgação

ENTREVISTA |06

CASO MIGUEL

AGENDA CULTURAL

City Tour apresenta Recife Antigo como cenário de terror

Eliel Silva aponta violação de

diretos humanos envolvendo o caso

Arquivo pessoal

Cultura |07

PE UMA VISÃO POPULAR DO BRASIL E DO MUNDO Pernambuco Pernambuco

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

ano 4

edição 129

distribuição gratuita

NATAL SOLIDÁRIO Com a pandemia e aumento da pobreza, organizações intensificam dações de cestas básicas de natal

Fabiana Ribeiro

GERAL |03 SERVIÇOS

Recife inicia pré-matrícula na rede municipal de ensino

PERNAMBUCO |04 POLÍTICA

Confira análise dos prefeitos eleitos na Mata e Agreste

ESPORTES |08 OLIMPÍADAS

COI busca formas para garantir vacinação dos atletas olímpicos


2 | OPINIÃO

Brasil de Fato PE

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

EDITORIAL

A luta pelos direitos humanos no retrocesso civilizatório do governo Bolsonaro Agência Brasil

Fala povo Como está sua preparação para as festas do Final de Ano em meio a uma Pandemia?

E

sse ano eu vou viajar pra casa da minha companheira e vamos passar Natal na casa dela. Só eu, ela e a vó dela e é isso. E a gente vai ficar só em casa, não vai sair, não vai pra festa, nem nada. Andresa Alves, professora. Política econômica de austeridade do governo Bolsonaro elimina cada vez mais os direitos sociais

CIDADANIA. A Declaração Universal dos Direitos Humanos completa 70 anos em 2020

dia 10 de dezembro O é celebrado o Dia Internacional dos Direi-

tos Humanos, data em que a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu em 1950 a Declaração Universal dos Direitos Humanos. Mais que celebrar este marco histórico mundial e legitimar diversas iniciativas de entidades e organizações destinadas a estimular a atuação do Estado pela defesa e promoção dos direitos humanos, o momento exige um olhar mais crítico para o que vem acontecendo no Brasil e no mundo. No último período, as classes dominantes vêm ditando uma agen-

no Bolsonaro e as forem muito ânimo ças que o sustentam repor conta das lipresentam o mais promitações. Mas tentanfundo retrocesso civilizatório existente na O governo do tomar todas as mehistória deste país, didas de segurança, Bolsonaro um governo marcareunir parte da representa o mais do por sucessivos vamos família e fazer amigo de insprofundo retrocesso desmontes secreto, mesmo não tituições, ao passo sendo como anos pasque a política ecocivilizatório nômica de austerisados. existente na dade elimina cada história deste país vez mais os direitos sociais historiClau Cordeiro, autônoma. camente conquisda neoliberal que acentua a exploração sofri- tados, a exemplo disso, da pela classe trabalha- o Brasil voltou a integrar dora, além da exploração ao emblemático Mapa Expediente: devastadora dos recur- da Fome, do qual saímos PERNAMBUCO sos naturais, o que nos apenas em 2014. Brasil de Fato circula nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Rio de Por isso, é cada vez O leva a um horizonte cada Janeiro, Paraná, Rio Grande do Sul, Paraíba e Bahia com edições reguvez mais distante à con- mais urgente e necessá- lares. Em Pernambuco está nas ruas todas às sextas-feiras com uma vicretização das diretrizes rio organizar e fortalecer são popular de Pernambuco, do Brasil e do Mundo. presentes na Declaração a resistência na luta anti-sistêmica, anti-racista e Página: brasildefatope.com.br|Email: pautape@brasildefato.com.br Universal. No Brasil governado anti-fascista, atraindo os Para anunciar: brasildefatopernambuco@brasildefato.com.br| por Bolsonaro, é nítido o mais amplos setores de- Telefone: 81. 96060173 aprofundamento da vio- mocráticos para a cons- Edição: Monyse Ravena e VAnessa Gonzaga Redação: Vinícius Solação desses direitos, es- trução destas lutas junto breira, Rani de Mendonça e Fátima Pereira,Júlia Vasconcelos . pecialmente contra ne- a defesa irrestrita dos di- Articulista: Aristóteles Cardona | Colaboração: André Barreto, gros e negras, as mulhe- reitos humanos, tão fun- Bianca Almeida, PH Reinaux, Catarina de Angola | Administração: res, populações tradicio- damentais e que vem Iyalê Tahyrine nais e do campo e as pes- sendo atacados por este Diagramação: Diva Braga | Revisão: Júlia Garcia Tiragem: 20 mil exemplares soas LGBTQI+. O gover- governo.

S


Brasil de Fato PE

GERAL I 3

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

A guerra das vacinas Aristóteles Cardona Júnior*

SERVIÇOS Pré-matrícula Andrea Rego Barros/PCR

stamos chegando E ao final do pesado ano de 2020. Um ano

que, talvez, nem o maior dos pessimistas esperava de tão difícil. Se já enfrentávamos uma crise econômica que progredia e castigava a população, a pandemia do novo coronavírus chegou com tudo e ocupou boa parte destes meses. Quase o ano inteiro, na realidade. E, para nosso azar, estamos sob um Governo Federal que nos apresenta um descompromisso nunca antes visto com a população brasileira. Entretanto, é em meio a esta grande tragédia que já matou 180 mil brasileiros e brasileiras, que começamos a conviver também com as boas notícias das vacinas que estão a caminho. E como já escrevi outras vezes, as vacinas são nossa grande esperança. Estamos mais perto que nunca de tê-las à disposição. Ao menos falando dentro de uma perspectiva global. Já no Brasil, infelizmente, o caminho parece mais longo e tortuoso.

A vacina precisa ser para todos

Estamos sob um Governo Federal que nos apresenta um descompromisso nunca antes visto com a população brasileira Os últimos dias têm sido marcados pelo início de vacinação em outros países. Entretanto, por aqui, o presidente Bolsonaro e o ministro da saúde seguem criando problemas e dificuldades. Estamos em dezembro e até agora não há um plano sério sequer apresentado pelo Governo Federal para produção, conservação, distribuição e aplicação das vacinas. E isso não é um problema menor. Não dá para começar a pensar nestas outras etapas apenas após a aprovação das vacinas. Um exemplo concreto do que estou falando nós vemos nas campanhas de vacinação para gripe que acontecem anualmente. Em 2020 foram 80 milhões de doses aplicadas e, para tal, há toda uma mobilização e preparação que dura meses. E olhe que estamos falando de uma campanha já bem conhecida, com um público específico e que depende de 1 dose apenas.

Para a Covid-19, trabalhamos com um público bem maior e sequer sabemos ainda quantas doses serão necessárias. Enquanto isso, no vácuo do desgoverno federal, estados e municípios iniciam uma disputa pela compra das vacinas por conta própria. Tais governantes não estão errados, ao se colocarem na linha de frente para tentar suprir uma deficiência absurda por parte do Ministério da Saúde. Entretanto, tal situação representa uma tragédia no nosso Programa de Imunização. Deste jeito, respalda-se que o acesso à vacina será dos estados e municípios com mais dinheiro. E isso é muito grave e fere qualquer princípio do SUS. A vacina precisa ser para todos. *Aristóteles Cardona Júnior é Médico de Família no Sertão pernambucano, Professor da Univasf e militante da Frente Brasil Popular de Pernambuco.

niciou nesta quarta (09) o período de pré-matrícula I para alunos novatos da Rede Municipal de Ensino do Recife. Os responsáveis pelos estudantes devem acessar

o www.precadastro.recife.pe.gov.br para o procedimento, que pode ser feito até o dia 21 de dezembro. Os alunos antigos já têm a matrícula garantida. A matrícula ocorre entre os dias 4 e 20 de janeiro de 2021. Em caso de dúvidas, é possível ligar para o número 0800 200 6565, das 8h às 17h de segunda a sexta-feira. A ligação é gratuita.

Em dias com o Procon Isabella Fabrício/Procon

té o dia 18 de dezembro, o Procon Pernambuco reA aliza um mutirão para negociar dívidas. Para evitar filas e aglomerações, é obrigatório agendar o atendi-

mento pela internet, no site www.procon.pe.gov.br. Não serão distribuídas fichas presencialmente. Na ação, será possível negociar débitos com a Celpe, Compesa, prefeituras, empresas de telefonia e bancos. O atendimento presencial é na sede do Procon, na Rua Floriano Peixoto, 141, no bairro de São José, no Centro do Recife.


4 | PERNAMBUCO

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

Brasil de Fato PE

PSB perde hegemonia na Zona da Mata, mas impõe prejuízos a PSDB e PTB no Agreste POLÍTICA. PP, MDB, DEM, PL e Republicanos foram as siglas que mais cresceram no comando das prefeituras nas duas regiões Vinícius Sobreira

eguindo as análises sobre os avanços e recuos S dos partidos nas eleições municipais deste ano em Pernambuco, o Brasil de Fato detalha as regiões

da Zona da Mata e do Agreste do estado. Enquanto na mata a centro-esquerda teve grande prejuízo eleitoral, o bolsonarismo e o “Centrão” avançaram. O PSB viu sua hegemonia cair na Zona da Mata, mas conseguiu mantê-la no Agreste. O tradicional PSDB foi talvez o grande derrotado, apesar de ter mantido Caruaru. PP, MDB, PL e o partido bolsonarista Republicanos foram os que mais ganharam espaço nas regiões analisadas.

Zona da Mata

PSB

O deputado estadual Sivaldo Albino (PSB), foi eleito prefeito em Garanhuns, derrotando Izaías Régis Neto (PTB)

A Zona da Mata concentra pouco mais de 1,5 milhão de habitantes. Nos últimos anos o

PSB manteve grande hegemonia nos 48 municípios que compõem a mata, mas perdeu esse

posto. O partido caiu de 19 para 10 cidades governadas. Com as derrotas em cidades como Vitória de Santo Antão, Escada e Limoeiro, o PSB perdeu mais de 430 mil em população governada. Quem se deu bem foi o PP, que conquistou seis prefeituras. O MDB manteve as quatro prefeituras, mas teve ganho populacional. O partido saiu derrotado em Palmares, mas ganhou Vitória de Santo Antão. O PSD subiu de 5 para 7 municípios, manteve Paudalho e outras três prefeituras na região, perdeu Catende, mas ganhou Itaquitinga, Buenos Aires e Jaqueira. O PL caiu de 5 para 3 prefeituras, com destaque para Escada e Gameleira. O PDT, que perdeu Primavera, manteve Carpina e segue governando para mais de 80 mil habitantes. O PSL conseguiu a reeleição em Goiana e se mantém governando para 80 mil. O Republicanos a partir de 2021 terá responsabilidade sobre 75 mil pessoas. O partido da Igreja Universal tinha apenas a prefeitura de Condado, mas venceu em mais três, com destaque para Tamandaré, quebrando a hegemonia da família Hacker na região. Em Sirinhaém, Coelhinho

Mata, o PTB, que apesar de ter caído de 3 para 2 municípios governados, conquistou Catende e agora vai governar para 60 mil pessoas. Também terão prefeiMarquinhos turas na Zona da Mata: Xukuru (REP) o Podemos, que venceu ,em Limoeiro; o Cidadaconseguiu nia, em Vicência e São José da Coroa Grande; reunir a o Avante em Chã Granesquerda em de, São Benedito do Sul o Solidariedatorno de sua ede,Maraial; em Nazaré da Mata; candidatura o PSDB, que só manteve Lagoa do Carro; e o PSC, que conquistou Xexéu. (PSB) acabou derrotaVale mencionar que do por Camila Machado a situação de Palma(PP). Ainda na Zona da res ainda está indefiniRepublicanos

Em Pesqueira, Marcos Xucuru (REP), primeiro indígena eleito na cidade, ainda aguarda decisão da justiça


Brasil de Fato PE da. O município governado por Altair Junior (MDB) perdeu a eleição para Junior de Beto (PP). Mas o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PE) havia impugnado sua candidatura por considera-la irregular. No período de convenções partidárias o PP escolheu como candidato José Bartolomeu de Almeida, mas que estava com direitos políticos suspensos após condenação por improbidade administrativa. Após o período de convenções, o PP substituiu o candidato pelo seu filho, Júnior de Beto. A situação ainda precisa passar por julgamento.

PSB manteve apenas 10 das 19 cidades que governa

PERNAMBUCO | 5

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

Agreste Na região Agreste do estado, onde vive 24% da população do estado, o PSB mantém sua hegemonia. Dos 66 municípios, os socialistas estarão governando 20 a partir de janeiro. Com vitórias importantes em Garanhuns e Gravatá, o PSB terá responsabilidade sobre 650 mil agrestinos. Os dois municípios foram retirados das mãos do PSDB, que caiu de 5 para 3 prefeituras – mas manteve Caruaru com Raquel Lyra (PSDB) reeleita. O DEM subiu de três para oito prefeituras no Agreste e agora governa para mais de 250 mil pernambucanos na região. Belo Jardim e Bezerros foram as duas principais conquistas do partido. O PP também foi de três para oito prefeituras e vai governar para mais de 220 mil habitantes. A vitória sobre o PSDB em Santa Cruz do Capibaribe foi a mais relevante. E o MDB, que subiu de sete para oito prefeituras, vai governar também para 220 mil agrestinos. Destaques para a reeleição em Buíque e a vitória sobre o PSB em São Bento do Una. Importante falar do Re-

PSB

Em Gravatá, o Padre Joselito (PSB) venceu o atual prefeito Joaquim Neto (PSDB)

publicanos. O partido não tinha prefeituras e conquistou cinco: Ibirajuba, Jataúba, Riacho das Almas, Caetés e Pesqueira. Este último ainda carece de julgamento, onde o Cacique Marquinhos Xukuru (REP), liderança indígena e conseguiu reunir a esquerda em torno de sua candidatura. O TRE-PE indeferiu a candidatura após pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE), que aponta que o cacique tem contra si uma condenação em 2015 por “crime contra o patrimônio privado” e por isso estaria inelegível. O crime teria se dado, segundo o processo, após bate-boca numa estrada em que um ho-

mem armado assassinou dois indígenas e tentou matar o cacique, que fugiu. Em resposta, Marquinhos e outros indígenas teriam ateado fogo no veículo do assassino. Caso a Justiça Eleitoral autorize a posse em Pesqueira, o REP terá responsabilidade sobre mais de 140 mil habitantes na região. Além de Pesqueira, outros dois municípios ainda estão com situação eleitoral indefinida e aguardam julgamento: Capoeiras, onde o PL venceu o PSB; e Palmeirina, onde o Solidariedade bateu o MDB. O bloco de partidos da centro-esquerda caiu de 30 para 24 prefeituras no Agreste, mas teve um ga-

nho em mais de 60 mil habitantes. O PT manteve Águas Belas e Tacaimbó, o PCdoB conquistou Sanharó e o PDT “trocou” Lagoa dos Gatos por Jurema. Os partidos alinhados com o presidente Jair Bolsonaro não tinham quaisquer prefeituras no Agreste, mas ganharam bastante espaço. No balanço, o grupo saiu do zero para quatro prefeituras (podendo chegar a cinco, a depender de Pesqueira) e vai governar para aproximadamente 150 mil pessoas da região. Já o “Centrão” saiu no prejuízo. Além dos danos sofridos pelo PSDB, o grande derrotado do Agreste foi o PSD. O partido tinha nove prefeituras e a partir de 2021 governará apenas três, somando 88 mil pessoas. As derrotas mais simbólicas foram em Bom Jardim e Brejo da Madre de Deus, ambas vencidas pelo PL. O partido manteve Lajedo, agora sua maior cidade na região. O tradicional PTB foi outro grande derrotado. A sigla tinha quatro prefeituras e perdeu todas. Na soma de PSDB, DEM, PP, MDB, PL, PSD, Avante, PTB e SD, a perda é de 240 mil habitantes, apesar de terem ampliado de 35 para 36 prefeituras. Anúncio


6 | ENTREVISTA

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

Brasil de Fato PE

Eliel Silva: “O caso do Miguel é bastante emblemático”

Arquivo pessoal

DIREITOS HUMANOS. Advogado e assessor do GAJOP aponta a violação de direitos humanos na morte do menino Miguel O principal não foi garantido, que é o direito à vida nimamente a gente já tem lutado para não ser retirado. A gente vive um contexto muito complicado, onde há uma tentativa de retirada desses direitos, isso em uma perspectiva legislativa e jurídica.

Eliel Silva é advogado e assessor jurídico

do Gabinete de Assessoria Jurídica a Organizações Populares (Gajop)

Júlia Vasconcelos

N

esta quinta (10), a Declaração Universal dos Direitos Humanos completou 70 anos e também neste mês de dezembro a morte do menino Miguel completa 6 meses. O processo de julgamento e audiência de Sarí Corte Real iniciou no último dia 03. O advogado Eliel Silva, advogado e assessor jurídico do Gabinete de Assessoria Jurídica a Organizações Populares (Gajop), fala dos retrocessos no cumprimento desses direitos no Brasil e a violação de direitos envolvendo o Caso Miguel. Confira:

Brasil de Fato Pernambuco: Hoje é o Dia Internacional dos Direitos Humanos, qual a importância da defesa dos direitos humanos na atual conjuntura política?

Eliel: Mesmo que a gente esteja vivendo, em uma perspectiva nacional e internacional, uma linha de retrocessos para que esses direitos sejam retirados de forma sistemática, a importância está justamente no se atentar ao que a nossa Constituição fala. E não somente ter uma perspectiva de busca de outros direitos, mas garantir aquilo que mi-

BdF PE: Por que a Declaração Universal dos Direitos Humanos é tão importante e por que mesmo 70 anos depois da criação o Brasil ainda não conseguiu implementar as diretrizes dela?

Eliel: A Declaração Universal de Direitos Humanos é um norte. Para tudo, para todo Estado que venha a implementar legislações. Nela você tem princípios que devem ser aplicados nos países que assinaram a declaração. Em contexto histórico, o Brasil é um dos países que mais tenta em seu ordenamento jurídico garantir o que tem na Declaração de Direitos Humanos. Isso falando de uma perspectiva positivista legalista. A efetividade disso já é uma outra coisa que muitas vezes a gente não consegue ver em sua prática.

BdF PE: O Caso Miguel completou 6 meses recentemente e o que vem sendo discutido é que o caso de Miguel evidencia uma série de violações de direitos. Quais direitos humanos foram negados a Miguel em vida e agora?

ir obrigatoriamente trabalhar. Especificamente sobre o que aconteceu com o Miguel, a gente entende que o abandono de incapaz com o resultado morte, pode se fazer várias leituras, inclusive, de que o principal não foi garantido, que é o direito à vida e o direito dele é ser visto como uma criança que não pode responder pelos seus atos. É algo importante que a gente pode refletir sobre esse caso, muitas crianças elas não têm esse direito à vida respeitados e principalmente o direito a um futuro.

Eliel: O caso do Miguel é um caso bastante emblemático, né? A gente tá falando de uma criança que precisou acompanhar sua mãe até o trabalho, porque dentro de um contexto de pandemia, o Estado não BdF PE: Como anda conseguiu garantir creche, o julgamento do Caso por uma questão de iso- Miguel e o que GAJOP lamento social; tem uma espera da decisão? perspectiva se tratando de que Mirtes era doméstica ali Eliel: Existiam muitas na casa da Sari, ela teve que questões. Havia a possibilidade dela [Sarí] não ser denunciada, mas isso tudo ocorreu. Ocorreu por conta de toda uma pressão da própria Mirtes e do moviO Brasil é um mento que ela fez nacional e internacional para que dos países haja uma responsabilização efetiva de Sarí pelo crime. A que mais gente percebe que tudo tem porque existe uma tenta em seu ocorrido rede de atuação nesse sentiordenamento do, para que não fique impune o que aconteceu com jurídico o Miguel. E a nossa participação do Gajop é fortalecer garantir o essa perspectiva de acesso justiça integral. A nossa que tem na àperspectiva enquanto GaDeclaração jop é que ela seja condenada em sua integralidade, de Direitos como pede a denúncia, por abandono de incapaz com Humanos resultado de morte.


Brasil de Fato PE

CIDADES | 7

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

Campanhas de solidariedade intensificam doações durante período natalino FIM DE ANO. Mesmo sem festas, organizações agora pedem reforço nas doações de alimentos e brinquedos para montar cestas de natal Lucila Bezerra

O

ano de 2020 foi atípico em vários aspectos e a solidariedade foi o que garantiu uma alimentação digna para milhares de pessoas em todo o país. No Recife isso não foi diferente. Agora, no período natalino, as campanhas pedem o reforço nas doações para ajudar as famílias neste fim de ano. Uma delas é do Gris Espaço Solidário - Casa Maria de Lourdes, que oferece desde 2018 apoio a famílias em situação de vulnerabili-

Mãos Solidárias

coordenadora do Gris. Além das cestas e brinquedos, o Gris está preparando um presente especial para as mães. “A gente fez um kit com sabonete, shampoo, condicionador, hidratante, absorvente, perfume, lâmina de depilação, com um chocolatezinho e uma cartinha escrita à punho para cada mulher, com uma mensagem direcionada para aquela mulher, com uma mensagem de fortalecimento e empoderamento Além da doação de alimentos não perecíveis, as campanhas também para elas” explica a coorrecebem brinquedos, materiais de limpeza, higiene pessoal para montar denadora. Para fazer doacestas natalinas. ções de roupas, alimentos não-perecíveis e eletrododade no bairro da Várzea, mésticos para o Gris, basna Zona Oeste da cidade. ta entrar em contato pelo Neste ano, a instituição não telefone de (81) vai poder fazer uma festa O objetivo das duas 9 9766-4792 ou de Natal e por isso lançou conta do a campanha “Nosso Natal campanhas é atender pela grupo no InsSolidário”. tagram @gris. aproximadamente 550 “O objetivo dessa campasolidario. nha é que a gente consiga famílias Já no bairro atender aproximadamente de Brasília Tei200 famílias. Então, a gente normalmente. A gente fez mosa, na zona sul do Requer ofertar a essas famílias a campanha ‘Adote uma cife, cerca de 350 famílias uma cesta básica um pouco cartinha de Natal’ e mais vêm sendo apoiadas pela mais robusta do que a que de 80 cartas foram adotacampanha Mãos Solidárias a gente já entrega no GRIS das” afirma Joice Paixão,

desde o início da pandemia. No mês de dezembro, a campanha está arrecadando dinheiro e brinquedos para garantir a refeição e o presente de natal para os moradores da comunidade. “A gente passou por muitas dificuldades, perdemos amigos, familiares e também perdemos muitos empregos e a gente começou a passar fome. Então, tanto a Turma do Flau, quanto a Marcha Mundial das Mulheres se juntaram neste momento para se unir e fazer o Natal Solidário”, afirma Carolina Patrícios dos Santos, educadora popular da Turma do Flau, que aponta que a prioridade da ação são as famílias em situação de vulnerabilidade social do bairro que já são atendidas pelo Mãos Solidárias. Para colaborar com o natal da campanha Mãos Solidárias, entre em contato pelo Instagram @marcha_soledad ou pelos telefones de (81) 9 8822-4424 ou 9 9854- 4357.

CULTURA

Agenda Cultural Recife Mal-Assombrado Divulgação

N

este sábado (12) acontece mais uma edição do City Tour Recife Mal-Assombrado. Baseado nas obras de escritores como Gilberto Freyre, Carneiro Vilela e Roberto Beltrão, nos relatos jornalísticos e contos populares, o tour apresenta aos fins de semana a cidade do Recife com histórias de terror. No sábado, o passeio acontece no Recife Antigo e vai das 19:30h ás 21h. O ingresso custa R$ 30,00 mas pacotes em grupos ficam mais baratos. As compras são pelo www. recifemalassombrado.com.br/

O Corpo em Escuta Reprodução

O

Recifense Carlos Gomes lança neste sábado (12) seu livro, “O corpo em escuta: conversas sobre música-e-política”. O livro é resultado de uma pesquisa e de várias conversas com alguns artistas, como Kiko Dinucci, Juçara Marçal, Saskia, Rodrigo Caçapa, Negro Leo e Aishá Lourenço. O lançamento é às 20h com uma live pelo canal do YouTube da Outros Críticos, debatendo o tema com músicos e o pesquisador Moacir dos Anjos. O livro sairá apenas em formato digital e gratuito no www.carlosgomes.art.br.


Brasil de Fato PE

ESPORTES |08

Recife, 11 a 17 de dezembro de 2020

NA GERAL C

AFP

om o fim da edição 2020 do Brasileirão feminino, com a vitória do Corinthians, agora a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) se prepara para as competições de 2021. Todas as atletas que disputarão a Série A1 do Brasileiro feminino precisarão ter carteira assinada. Além disso, a ideia da CBF é estimular campeonatos regionais como Rio/SP e Sul/Minas, mas apenas a partir de 2022, para aumentar e distribuir jogos durante o ano.

A

Lotação máxima

Associação Petrolinense de Atletismo (APA) estará presente no Troféu Brasil de Atletismo, que será disputado neste fim de semana em São Paulo. A equipe, que costuma participar da competição com um ou dois atletas, nesta edição contará com 7 atletas, um marco na história da APA. As provas iniciaram na quinta (10) e encerram no domingo (13) e serão transmitidas ao vivo pela internet no Canal Atletismo da TVNSports. AFP

O

Vacinação dos atletas

Comitê Olímpico Internacional está com a iniciativa de buscar vacinar todos os atletas que participarão das Olimpíadas em 2021, previstas para iniciarem no mês de julho. Uma carta foi enviada à Aliança Global de Vacinas (Gavi), manifestando o desejo de vacinar atletas e oficiais de países em desenvolvimento. A corrida pela vacina é também para evitar o prejuízo de US$ 2,8 bilhões caso a competição seja novamente adiada.

Silvio Lasalvia brasildefatopernambuco@brasildefato.com.br

tados é “pedir para voltar” ao Z4. A situação precisa ser corrigida “para ontem” contra o Coritiba no próximo domingo. Aliás, no primeiro turno, apesar da derrota, o jogo contra o Coxa foi a retomada de um novo clima no Sport. A diferença é que o grau de desafios aumentou. Agora a maioria dos clubes têm foco exclusivo no Brasileirão e a tabela ficou mais curta. Ou seja, teoricamente jogos mais difíceis e sem tempo para apenas lamentação.

G

L CONTRA Sem indenização Ricardo Moraes

incêndio no Ninho do O Urubu está prestes a completar 2 anos e as famílias

das 10 vítimas ainda lutam na justiça para serem indenizadas. O Flamengo pediu o encerramento a pensão de R$ 10 mil às famílias das vítimas fatais e redução pela metade do pagamento às famílias dos sobreviventes. Nesta terça (08), após o acórdão da sessão da última semana da Décima Terceira Câmara Cível que aceitou o acordo, as 10 famílias entrarão com ação na Justiça para pedir o restabelecimento da pensão.

Thammy Dantas

thmdantas@gmail.com migos corais, o Santa entrou em campo no último sábado para enfrentar o Ferroviário (CE) e apesar de ser um jogo apenas para cumprir tabela, o time deu muitos sustos à sua torcida, pois houve uma grande dificuldade de marcação. Na segunda fase, vamos jogar contra o Brusque. Apesar da segunda fase ser praticamente um novo campeonato, o Santa já mostrou que tem um bom elenco. No domingo (13) todos os olhos e ouvidos estarão em Santa Catarina. A corrida para a série B já começou! Esperamos que o Santa tenha confiança, tranquilidade e motivação. Vamos pra cima!

Sport puxou muito pesado o freio de O mão nas últimas cinco rodadas. Apenas A um ponto conquistado entre quinze dispu-

esta terça (08) o enfrentaN mento ao racismo marcou a história do Paris Sain-

t-Germain e Basaksehir, que abandonaram o jogo da Champions League após o árbitro Sebastian Coltescu falar insultos racistas para Pierre Webó, da comissão técnica do Basaksehir. Os jogadores negros dos dois times, como Neymar e Mbappé e Demba Ba foram os primeiros a negar a continuação do jogo caso o árbitro continuasse na partida, que foi remarcada para quarta (09) e teve vitória do PSG por 5x1.

SEGUNDA FASE, AÍ VAMOS NÓS!

POR UM FIO

L DE PLACA Enfrentando o Racismo

Mais direitos

Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

Reprodução

G

ESPELHO DO TURNO Daniel Lamir daniel.lamir@brasildefato.com.br

a última semana escrevi da necessidade N de vencer os três jogos contra Figueirense, Brasil-RS e Botafogo-SP. Já começamos mal,

derrotados pelo Figueira. Estamos afundados no Z4, mas agora em 18º e precisando ultrapassar duas equipes. Vocês estão lendo já após o jogo do Náutico diante do Brasil de Pelotas, respirando esperançosos ou lamentando mais um resultado que não nos ajuda. No momento que escrevo, acredito que um resultado que não seja a vitória selará o nosso destino de voltar a Série C, jogando no lixo todo o discurso de Edno Melo e Diógenes Braga, que precisarão ser responsabilizados

Profile for Brasil de Fato Pernambuco

BdF PE - Ed. 129  

Confira a edição 129 do Brasil de Fato Pernambuco

BdF PE - Ed. 129  

Confira a edição 129 do Brasil de Fato Pernambuco

Advertisement