Page 1


Pureza de ser Ser original soberano vive entre seus olhos Joia a brilhar irradia paz e poder Som natural da verdade em todo lugar Através da pureza sua beleza reluz Pureza de ser pureza de som pureza de ver Pra purificar o meu modo de pensar Música do Grupo Viratrupe (formado por alunos e professores da Brahma Kumaris Brasil) Clique no ícone ao lado para ouvir a música


*

EDITORIAL *

Puro Ser Saudações de Paz e Feliz Ano Novo, querido leitor! Em 2020 a inspiração para começar o ano é a pureza do ser. Esta edição traz profundas reflexões sobre a importância e benefícios de cada indivíduo se reconhecer como um ser puro. Sabemos que pureza não é uma virtude que esteja em moda no mundo contemporâneo. Porém, toda paz, felicidade e equilíbrio que almejamos vêm da pureza. Por isso escolhemos esse tema especial para iniciar nossos próximos doze meses. Foi em janeiro de 1969 que Brahma Baba, o fundador da Brahma Kumaris, ascendeu ao mundo angélico, e pureza sempre foi um dos principais pontos de atenção desse ser angélico. Portanto, presenteamos você, caro leitor, com alguns dos pensamentos de Brahma Baba sobre a personalidade da pureza. É encantador! Om Shanti! Equipe Om Line


*

SUMÁRIO *

26. MATÉRIA DE CAPA Puro Ser Patricia Carvalho

4


7. BEM-VINDO

30. OM POESIA

Depoimento Sister Mohini Punjabi

Pureza é a natureza do ser Paulo Sergio Barros

8. OM INSPIRAÇÃO

34. ESPAÇO OM

Preparando-se para um futuro incerto Ken O’Donnell

Personalidade da Pureza Brahma Baba

14. OM PENSAMENTOS

40. OM DROPS DE SABEDORIA

O que diz Deus sobre a pureza? Anthea Church

A Construção do Ser Ken O’Donnell

18. OM TRANSFORMAÇÃO

42. OM COMIDA PURA

Seu estado de veracidade Mike George

Eu e Deus na cozinha Ana Paula Paixão

24. OM ESTILO DE VIDA

44. MEDITAÇÕES OM LINE

Pureza Completa Kiran Coyote

Amor Puro Luciana Ferraz

edição 09 / ano 03

5


*

ESPAÇO DO LEITOR *

OM SHANTI!

EXPEDIENTE Editora: Goreth Dunningham Design e diagramação: Felipe Arcoverde Revisão: Alex Pochat Site: Ricardo Skaf Colaboração: Ana Paula Paixão Ilustrações: Freepik.com

Envie para nós os seus e-mails, dúvidas e sugestões, através do Facebook e Instagram ou e-mail: revista.omline@br.brahmakumaris.org Facebook.com/revistaomline Instagram.com/revistaomline www.brahmakumaris.org.br/revista

6


*

BEM-VINDO * por Sister Mohini Punjabi

DEPOIMENTO Depoimento de Mohini Punjabi sobre Brahma Baba para a edição de janeiro da Revista Om Line Minha experiência com Brahma Baba sempre foi de profunda paz e silêncio. A maneira como ele passou a viver depois do seu despertar espiritual é um bom exemplo de como um ser humano, mesmo vivendo neste mundo, pode alcançar a meta de tornar a sua vida completa com pureza, amor, paz e felicidade. Ele inspirou outros a utilizarem todas as práticas espirituais, tendo uma agenda apropriada para o dia, equilibrando meditação (lembrança de Deus) e ações. Sua estabilidade era constante perante quaisquer situações adversas. Eu o via muito calmo, na percepção de que tudo o que acontece tem que acontecer, e de que devemos permanecer em um estado mental de profundo silêncio, em conexão com Deus. A mensagem que ele compartilhava o tempo todo era de que a paz é a qualidade inata, a religião verdadeira de cada um de nós, e de que devemos, portanto, viver pacificamente uns com os outros. *

Sister Mohini Punjabi é Coordenadora da Brahma Kumaris para as Américas e sua representante junto às Nações Unidas.

edição 09 / ano 03

7


*

OM INSPIRAÇÃO * por Ken O’Donnell

P r e p a ra n d o -s e p a ra u m f u t u r o in c e r t o Em dezembro de 1989, na véspera de um encontro com o Papa João Paulo II, o então líder da União Soviética, Mikhail Gorbachev, declarou: “Precisamos de valores espirituais, precisamos de uma revolução da mente. Este é o único caminho para uma nova cultura e uma nova política que possa enfrentar o desafio do nosso tempo”. Naquela época ele estava levando o regime comunista para a democracia e estava consciente de que um dos primeiros passos era 8


conceder a liberdade religiosa: “Pessoas de muitas confissões, incluindo cristãos, muçulmanos, judeus, budistas e outros, vivem na União Soviética. Todos eles têm o direito de satisfazer suas necessidades espirituais”. Este foi o início do fim da Guerra Fria. Um dos maiores impasses do século XX estava chegando a um fim oportuno. A demanda natural de milhões de cidadãos por expressão espiritual vinha à tona após décadas de repressão. Há muitos pontos de vista diferentes sobre o que significa ser espiritual. Alguns acreditam que espiritualidade e religiões andam de mãos dadas. Outros acreditam que a espiritualidade é algo altamente pessoal e relacionado com a forma como interagimos com os outros no mundo à nossa volta, algo que vem do eu mais profundo. Para os propósitos deste artigo, adotamos esta última posição.

Embora a espiritualidade possa ou não estar ligada a alguma atividade religiosa organizada, à leitura de escrituras, seguindo rituais e assim por diante, a espiritualidade que os estudantes e professores da Brahma Kumaris estudam e praticam tem quatro níveis: - Nossa compreensão e relacionamento conosco mesmos como seres espirituais dando vida aos nossos corpos físicos; - Nossa compreensão e relação com os aspectos físicos do mundo que nos rodeia—alimentação, riqueza, ambiente e manutenção da saúde; - Nossa compreensão e relacionamento com outras almas humanas; - Nossa compreensão e relação com Aquele que é chamado por muitos nomes: Deus, Alá, Ishwar, Jeová, Shiva e assim por diante. Deus é visto como a “Semente” ou “Pai Supremo” de todas as religiões e não a qualquer uma com exclusividade. edição 09 / ano 03

9


*

OM INSPIRAÇÃO * por Ken O’Donnell

“A necessidade de praticar os valores espirituais em circunstâncias adversas e com pessoas passando por dificuldades nunca foi tão imperativa como percebemos no século XXI.” A ênfase não está em ler, fazer listas, discutir, ritualizar ou louvar valores espirituais, mas em incutí-los em nossas vidas. Eles têm mais a ver com o caráter. Neste sentido, as religiões são muitas, mas a espiritualidade é uma só. Hindus, budistas, muçulmanos, cristãos e judeus, bem como pessoas de qualquer outra vocação podem abraçar a espiritualidade prática e descobrir semelhanças. Uma metáfora que gostamos de usar é uma roda de bicicleta. No final de cada aro estão as religiões. Depois de cada 10

um dos aros de volta ao centro da roda, encontramos os valores comuns que constituem o núcleo espiritual das religiões. A necessidade de praticar os valores espirituais em circunstâncias adversas e com pessoas passando por dificuldades nunca foi tão imperativa como percebemos no século XXI. Os tempos exponenciais desafiam a nossa resposta espiritual. Mais de trinta anos depois da declaração de Gorbachev, os desafios exigem respostas espirituais ur-


gentes. Vivemos em tempos exponenciais nos quais a complexidade parece estar crescendo mais rápido do que a nossa capacidade de lidar com ela. A Lei de Moore afirma que o número de transistores que podem ser colocados em um processador de computador dobra a cada 12-18 meses. Em 1971, havia apenas 2.300. Ele previu que a duplicação aconteceria a cada 12-18

meses. Hoje em dia eles são medidos em nanômetros, tão pequenos que logo eles não serão mais capazes de caber nos chips. Impulsionado por tais avanços, vemos como o mundo passa por grandes avanços tecnologicamente. Paradoxalmente, somos bombardeados diariamente por gráficos que mostram os danos que temos feito ao nosso planeta, edição 09 / ano 03

11


*

OM INSPIRAÇÃO * por Ken O’Donnell

muito provavelmente devido a esses mesmos avanços tecnológicos. Um estudo recente mostrou que praticamente todas as medidas relacionadas ao crescimento econômico e ao esgotamento ambiental estão saindo dos gráficos. Sobrepondo no mesmo gráfico coisas como crescimento populacional, PIB real, turismo internacional, número de veículos automotores vendidos, consumo de papel, consumo de fertilizantes, uso de água, destrui12

ção do ozônio, emissões de CO2 e extinção de espécies, o estudo mostrou como todos parecem contar a mesma história. Aparentemente, a humanidade está avançando com toda a velocidade para um precipício, apesar dos variados dispositivos e dos números. Um exame muito rápido de qualquer ser pensante nos mostrará que estamos atingindo limites inacreditáveis que representam um desafio muito maior para nossos valores humanos e morais do


“Prepare-se espiritualmente para o que quer que esteja por vir.”

que a consciência de Gorbachev lhe disse estar correta para as mudanças que pretendia fazer em seu país no final dos anos 80. A grande mensagem para todos é: “Prepare-se espiritualmente para o que quer que esteja por vir”. A curto prazo, as condições em qualquer área—política, social, económica, ambiental—serão piores do que são agora. Nós, por outro lado, temos que melhorar espiritualmente para enfrentar e ajudar os outros. *

Ken O’Donnell é praticante e professor de meditação há 43 anos. É autor de 18 livros sobre desenvolvimento pessoal e de organizações. Atua profissionalmente como consultor internacional nas áreas de planejamento e gestão. É Coordenador da Brahma Kumaris para a América do Sul.

edição 09 / ano 03

13


*

OM PENSAMENTOS * por Anthea Church

O QUE DIZ DEUS SOBRE A PUREZA? Texto retirado do livro “Beleza Interior”, de Anthea Church


Tal como a palavra virtude, pureza é uma palavra que no ocidente está associada a movimentos religiosos que defendem a abstinência total de prazer. É vista frequentemente com certa jocosidade, até com escárnio, embora seja a base para a maior conquista humana: a virtude. Como? Imagine uma sala muito bonita, muito bem mobiliada, iluminada por luz natural, paredes de cores suaves, tapetes espessos, os objetos distribuídos com precisão e naturalidade. Alguém entra nessa sala, senta-se, pega alguma coisa, coloca-a num lugar diferente, levanta-se e deixa almofadas amassadas e fora de lugar. Outra pessoa chega, coloca um disco no apare-

lho de som e começa a conversar. Em seguida, chega uma terceira, uma quarta e uma quinta pessoa. O volume do som aumenta. Começa uma discussão. Era para ser uma festa. Então, subitamente, alguma coisa é quebrada. Algo muito precioso. Com o barulho, a anfitriã, ansiosa e cansada, mas com um sentimento de dignidade, entra. Mas é tarde demais. Sua falta de vigilância causou grande perda. Essa é a história da pureza. Todos os seres humanos têm um espaço interno preenchido com a virtude, com posses e tesouros. Para alguns, esse espaço pode ser reduzido e, para outros, em algum lugar há um palácio esquecido num canto qualquer da alma. Quando a alma come-

edição 09 / ano 03

15


*

OM PENSAMENTOS * por Anthea Church

ça a viver, esse espaço está intacto, cheio de luz. Mas quando entra a primeira pessoa, quando o santuário é invadido, algo se perde. Pode ser apenas uma parcela da integridade, mas algo se foi. Ela estendeu a mão, talvez num gesto de amizade, mas junto veio toda a influência externa invadindo a autoestima. Uma pessoa entrou, entrou a segunda, a terceira, a quarta. Uma festa. Cada convidado traz suas ideias e o ruído da discórdia começa. A humanidade está agora inquieta com turbulentas festas internas. E então se dá o rompimento. É o que acontece com todos nós. Mesmo que o barulho seja muito alto, nem percebemos que o aspecto mais pessoal e valioso do nosso ser é destruído.

16

O pior: também não percebemos quando os nossos talentos, sejam eles quais forem, são massacrados. Nessa hora, temos apenas que parar e meditar, acabar com a festa. Todo anfitrião sabe que é preciso um esforço supremo para limpar tudo depois da festa. É muito mais fácil ir, se deitar e deixar para depois. O que é preciso? Um convite interior para que a Força Suprema venha para restaurar a luz e a ordem — Deus. A alma verdadeiramente pura passa por você sem deixar marcas, apenas uma sensação de leveza e otimismo. E quando ela parte, você se sente só novamente para apreciar aquela sua qualidade especial que a presença dela suavemente realçou.


Quando Deus entra em sua vida é como se um raio laser atravessasse o seu ser. A desordem fica terrivelmente visível. No entanto, à medida que a luz vai entrando, a tendência natural é restaurar a beleza e o valor. A meditação é um convite à luz. Então, o que diz Deus sobre a pureza? Deus não quer que você fique só, se esconda do mundo, seja como a dona de casa melindrosa que estremece quando um objeto é tocado. Deus aprecia a festa, mas ensina o respeito, o respeito que sente prazer na companhia, na conversa, no riso, mas não permite que uma impressão fique gravada sempre no seu ambiente mental. *


*

OM TRANSFORMAÇÃO * por Mike George

Seu estado de

veracidade Texto retirado do livro “Sendo você mesmo”, de Mike George

18


As leis espirituais surgem do seu estado eterno, original e verdadeiro de ser. É um estado que existia antes de ser infectado pelo vírus do apego e pelo nascimento do nosso antigo e tóxico companheiro, o ego. As leis espirituais existem dentro de você e surgem de você! Elas descrevem você como você é, em seu estado original e eterno de ser! Elas são a sua verdade. Quando você está em seu estado natural de ser, que poderia ser descrito como pacífico, amoroso e contente, você está no que poderíamos chamar de seu estado de “veracidade”. É por isso que a “verdade” é um estado de ser e não um conjunto de palavras, ideias, teorias em filosofia. Verdade é aquilo que nunca muda, aquilo que é eterno. É você, novamente! Não a sua per-

sonalidade, essa é sua criação, e ela muda. Mas “você”, o ser que é anterior aos pensamentos e sentimentos, memórias e percepções, anterior à sua criação, não muda! Enquanto seu estado de ser muda em sua própria vibração, o que significa que suas intenções, pensamentos e sentimentos mudam, você não muda. Isso parece uma contradição. Vamos repetir. Enquanto seus estados de ser podem mudar, você não muda. Você é o ser. (...) O que nunca muda é a sua capacidade de estar em seu estado mais verdadeiro. E é como se esse estado mais elevado, que também é o seu estado original, sempre existisse dentro de você! Essa capacidade de estar em seu estado mais verdadeiro ou mais puro nunca pode ser tirada de

edição 09 / ano 03

19


*

OM TRANSFORMAÇÃO * por Mike George

você. Em outras palavras, isso não pode mudar. Assim como você é o ser que pode criar qualquer estado, é o ser que tem a “capacidade”. Os estados de ser podem mudar, mas sua capacidade, que é essencialmente você, não muda. Então, em certo sentido, você é os dois, você e sua capacidade! Pense em uma esponja. Ela começa limpa, poderíamos dizer pura, definitivamente vazia, com exceção de si mesma! Ela tem uma capacidade tremenda. Quando você limpa qualquer coisa, desde as bancadas da cozinha até um carro, ela absorve e fica cheia de líquido, e de todas as várias substâncias, germes e bactérias. Ela perde a sua limpeza e pureza. Se a esponja tivesse percepção de si mesma e pudesse pensar, ela até

20

“Precisamos limpar e libertar a nós mesmos de tudo o que juntamos, todas as memórias e experiências, a fim de restaurar nossa capacidade e, portanto, redescobrir e recuperar ‘quem eu realmente sou’!”


poderia pensar: “Estou cheia de …!”. Imagine por um momento que a esponja tenha autopercepção. Quando ela está cheia de... coisas, ela se esquece que é uma esponja e perde a percepção de sua capacidade. Em vez disso, ela começa a pensar que ela é o material que absorveu. Em essência, ela aprende a acreditar que ela própria é o lixo que acumulou ao passar pela mesa, pelo carro ou pelo chão da cozinha. É fato que a esponja terá uma crise de identidade! Estou certo de que você sabe aonde quero chegar com isso! Então você limpa a esponja segurando-a sob um fluxo de água corrente. Você a deixa descansar e, ao secar, ela fica limpa e vazia, retornando ao seu estado puro e natural. Ela quase não pesa nada, as-

sim como as novas esponjas, e ela é uma esponja livre novamente... por assim dizer! Ela é uma esponja com grande capacidade, que é definida pelo seu vazio. Ela é uma esponja. E ela é a sua própria capacidade. Essa é uma metáfora perfeita para a consciência, para você e para mim. Em nosso estado puro e natural, somos limpos e vazios de tudo e de qualquer coisa tóxica. Não estamos apegados a nada. Não temos ego, porque não estamos nos identificando com nada que não somos. Não há quaisquer lembranças de tristeza, medo, mágoa e dor. Estamos vazios, mas tão leves! Porém com uma tremenda capacidade de absorver quaisquer experiências que criamos à medida que nos deparamos e interagimos com os outros e com o mundo. Infeliz-

edição 09 / ano 03

21


*

OM TRANSFORMAÇÃO * por Mike George

mente, absorvemos as visões e sons do mundo e memorizamos nossas criações como resposta ao mundo. Continuamos absorvendo sem liberar, sem limpar, sem esvaziar nosso ser. Nossa capacidade não é apenas usada, ela está sendo usada para “segurar” ideias, imagens, lembranças, hábitos que são como toxinas para a alma. Não só isso, começamos a nos agarrar a essas ideias/ imagens, usando-as para construir nosso senso de identidade. Até um fatídico dia em que não conseguimos mais assimilar nem reter nada mais. Ficamos tão confusos sobre quem somos; que ideia, imagem, conceito deveríamos usar para basear nosso senso de identidade hoje, neste momento? Talvez este, talvez aquele! Desenvolvemos nossa própria crise

22

de identidade à medida que saltamos entre múltiplas identidades, e isso nos deixa loucos. De repente, dentro de nossa crise de identidade, também sentimos um tipo de vazio, apesar da nossa consciência estar cheia, e segurando tanta coisa! Enquanto sentimos esse tipo de vazio, simplesmente não conseguimos assimilar, tolerar ou processar mais nada! É um paradoxo para nossas mentes racionais que, para restaurar nosso senso de completude, nossa plenitude, precisemos esvaziar nosso “eu”! Precisamos limpar e libertar a nós mesmos de tudo o que juntamos, todas as memórias e experiências, a fim de restaurar nossa capacidade e, portanto, redescobrir e recuperar “quem eu realmente sou”!


Então, um dia, depois de uma limpeza interior, temos um insight. Eu sou simplesmente a própria consciência. Eu não tenho identidade mundana. Meu corpo sim, mas “eu” não! Eu sou a própria criatividade e capacidade. Aos poucos, à medida que nos esvaziamos, assim como aquela esponja, essa capacidade é restaurada e também restauramos a percepção de nosso verdadeiro estado interior, conhecido como “consciência ilimitada”. Somos “consciência” e somos nossa “capacidade”. Elas são a mesma coisa e, no entanto, nenhuma delas jamais se perde, apenas fica temporariamente ocupada! Essa é uma verdade eterna sobre você mesmo que poderá conhecer por si mesmo. *

Mike George, escritor britânico de diversos best-sllers, com mais de 30 anos de experiência em meditação, é mestre em consciência espiritual, administração pessoal, visualização criativa, pensamento positivo e controle de estresse.

edição 09 / ano 03

23


*

Pureza Completa

OM ESTILO DE VIDA * por Kiran Coyote

Texto retirado do livro “As Virtudes Divinas”, de Kiran Coyote

Pureza é a raiz da personalidade divina. Além de ser uma virtude, ela é uma das qualidades originais do “eu” e também um poder, o mais poderoso e singular dos poderes. Pureza é um escudo invisível que protege e ilumina da forma mais refinada e sutil. Pureza da à pessoa uma personalidade equilibrada e integrada e é evidenciada pelo ritmo e coordenação perfeitos entre as três faculdades do “eu”: a capa de pensar e 24

sentir, a de discernir e a de armazenar as impressões. Uma pessoa com pureza age em cada situação como uma pessoa de bom caráter, elevada, honesta, de comportamento correto e com respeito. Pureza significa pureza de comida e companhia, pureza de pensamentos e ações, assim como castidade. Ser puro é semelhante a ser sagrado. Pureza significa também a ausência de qualquer conflito inter-


no. Ela torna a pessoa não egoísta e cheia de compaixão, inspirando a tendência para trabalhar pelo bem estar dos outros. Carrega consigo a capacidade de percepção correta, entendimento verdadeiro e julgamento claro. Pureza capacita a alma a ter uma visão desapegada das coisas. Pureza traz realeza de atitude e graciosidade de comportamento, ao mesmo tempo em que não rouba da alma a sua naturalidade e originalidade nem a obriga a adotar artificialidade. Relembrando-me de que sou uma alma que uma vez existiu em um estado de completa pureza, faço emergir as tendências daquela personalidade inicial. Lembrando que Deus, o mais elevado, o Ser mais puro do universo é meu Pai Eterno, viajo em meus pensamentos até o mundo puro de silêncio, muito longe dessa dimensão física, para experimentar Sua companhia. Nessa atmosfera

pura e sagrada sinto como se a verdade estivesse se derramando sobre mim, limpando, lavando minha mente e meu intelecto. Internamente, e de forma honesta, entrego todos os meus erros, tendências negativas e confissões para Ele. Visualizo que estou livre de fraquezas, culpa e outras formas de poluição interna, e experimento ser sem manchas, limpo, imaculado. Minha mente torna-se uma vasilha dourada dentro da qual apenas pensamentos puros devem ser derramados. Experimento ser totalmente puro. *

Kiran Coyote é escritora e professora de meditação.

edição 09 / ano 03

25


*

MATÉRIA DE CAPA * por Patricia Carvalho

Puro Ser A vida começa com a conjugação do verbo SER. Tudo está incluído nisso. Puramente em SER. Gastamos tanto de nosso precioso tempo tentando fazer, ter, estar, e não nos sobra fôlego para explorarmos a fundo 26


o valor de simplesmente nos encontrarmos em nossa essência humana, divina, eterna, completa e incompleta ao mesmo tempo. Essa essência além das palavras, dos conceitos, do sentido, que se basta em simplesmente SER. Nos bastamos sendo o que somos. Mas desconhecemos o que somos e passamos boa parte da vida estranhos a nós mesmos, perdidos, buscando, sentindo saudades da nossa fórmula original, que permanece escondida nos recônditos mais íntimos do nosso ser, clamando sutilmente, até o momento em que o tempo nos leva a um espaço de silêncio interno e, finalmente, podemos voltar a escutar essa voz de nós mesmos.

O momento é esse momento de reencontro, de silêncio, de celebração. Momento de descoberta. E finalmente somos apresentados a nós mesmos. Seres de beleza sobre-humana, que se assemelham a deuses e deusas, que carregam uma orbe de luz brilhante, que ostentam a realeza que somente a simplicidade de SER é capaz de revelar. Nos regozijamos em bem aventurança ao experimentarmos finalmente o sabor de sermos nós mesmos. PURO SER. Cada um de nós mirando-se no Espelho Supremo, no Senhor do edição 09 / ano 03

27


*

MATÉRIA DE CAPA * por Patricia Carvalho

Reencontrados, passamos a trilhar o caminho que reproduzirá na prática esse estado de Pura Paz Dharma, na Eterna Ordem, na referência constante de como tudo é na realidade absoluta de sua existência. Percebemos toda a nossa imperfeição humana amparados por esse que é conhecido como o Confortador dos Corações, a Mãe Espiritual, Oceano de Misericórdia, Benfeitor, e toda essa energia benevolente nos transforma com gentileza—e 28

nos revela o verdadeiro significado de AMAR. Puro AMOR. Reencontrados, passamos a trilhar o caminho que reproduzirá na prática esse estado de Pura PAZ. E cada passo nos aproxima mais e mais de nossa plenitude, trazendo uma sensação de Pura FELICIDADE. O ser passa a viver conectado com sua verdade, conectado à pre-


E cada passo nos aproxima mais e mais de nossa plenitude, trazendo uma sensação de Pura Felicidade. sença da Verdade, e a expressão dessa verdade revela o caminho para os outros, despertando em todos o seu Puro SER. A vida toma sentido, e cada momento vivido se torna um meio de acumular, servir, conectar, construir, renovar, recomeçar. Essa é a essência da verdadeira espiritualidade. Puro SER. *

Patricia Carvalho é odontologa e professora de meditação com mais de 25 anos de experiência.

edição 09 / ano 03

29


*

OM POESIA * por Paulo Sergio Barros

Pureza

ser

é a natureza do


Nasci no meio de um ecossistema (sertão) que me educou para gostar de coisas conectadas à simplicidade, à amizade, ao amor, à fraternidade, à gentileza etc. Aprendi que isso tudo quer dizer pureza. Desde tenra idade vi isso nas pessoas, nos bichos, na flora, na cultura. Cresci simples, com toda a polissemia que a palavra pode assumir. Todas as virtudes associam-se à pureza. Mas entendo que a simplicidade tem um lugar especial no seio dela, essa virtude-mãe.

Essa simplicidade me fez ser amigo das cigarras, das borboletas, dos gatos, dos bem-te-vis... Tornou-me um contemplante do sol, da lua, da chuva, da brisa, do coaxar dos sapos, da fala mansa das pessoas com sua simplicidade, solidariedade, amizade, honestidade. Aprendi a usar minhas virtudes com os bichos: escutar os sapos, os grilos e as aves noturnas em silêncio contemplativo; cuidar dos animais domésticos como se fossem gente. Com as cabras, por exemplo, aprendi a ser resiliente e enfrentar desafios. Com os passarinhos eu imaginava muitas possibilidades de viver, de ser livre, de conhecer e cuidar do mundo. Contudo, foram as árvores e as ervas que me puseram em contato com a minha primeira experiência profunda de pureza interior. Gostar de cheiros simples como o da flor de laranjeira, da hortelã, da manga, do cajá, do caju, da romã, das flores edição 09 / ano 03

31


*

OM POESIA * por Paulo Sergio Barros

e folhas de arbustos silvestres como o velame e o marmeleiro, eram-me profundas experiências introspectivas, silenciosas, imaginativas. Talvez tenha começado a meditar com essas alquimias infantis que encontrava nos campos, caminhos e quintais. Na busca de tantas fragrâncias que impregnavam minhas mãos, narinas, mente e espírito. Sempre achei que a pureza também está nessa liberdade da experiência, da procura, da descoberta, da observação, na relação com a fauna, com a flora e com as pessoas. Essas destrezas me ensinaram a gostar de silêncio, simplicidade, amizade e alegria. Os odores e sabores da natureza me ensinaram sobre a diversidade de virtudes. Cada um deles me levava, e ainda leva, a uma experiência de silêncio puro: felicidade, amor, liberdade.... Fui um autônomo no assunto das virtudes. Sem querer ou saber, eu comecei a aprender 32

sobre elas com os meus sentidos, a imaginação e a contemplação do que estava ao meu redor. Assim, cresci cultivando a pureza do meu ser. Quando adulto, comecei a meditar (como uma técnica espiritual, transformadora e efetiva), conhecer os segredos da mente, os tesouros e os estorvos do inconsciente. Há anos sigo essa senda, já longamente trilhada, com um acúmulo de experiências que o adulto foi criando, manipulando e lapidando com o objetivo de conhecer a pureza do


ser. Entre muitas coisas que tenho aprendido com a meditação está a certeza que, quando criança, eu já meditava sozinho, por caminhos de terra, descobrindo cheiros, sabores, sons e silêncios; contemplando as constelações, a lua, o sol. Hoje o contato com a simplicidade e a pureza da natureza (uma das formas de viajarmos ao nosso mundo interior) no mundo urbano no qual vivemos torna-se mais distante. Entretanto, enquanto caminhando ou dirigindo pela cidade,

quase sempre caótica, barulhenta e tensa, trabalhando com pessoas e observando as incertezas e desafios do mundo e os processos de autotransformação, paro, várias vezes durante o dia, e mergulho no meu silêncio simples e puro. *

Paulo Barros é educador, escritor e professor da Brahma Kumaris em Fortaleza-CE.


*

ESPAÇO OM * por Brahma Baba

Personalidade da Pureza


[01]

Personalidade da pureza significa que deveria haver grandeza e especialidade em cada ação. Aqueles com a personalidade da pureza nunca engajam sua mente e intelecto em assuntos pequenos. Enquanto ouvindo, eles não ouvem, e enquanto vendo, eles não vêem coisas impuras.

[02] Pureza é a bênção da vida espiritual. É algo que originalmente pertence a vocês. Sua forma original do “eu” é pura, sua religião original do “eu” é a pureza e o primeiro dharma da alma é a pureza. Simplesmente mantenha isso na consciência e vocês serão liberados de esforço.

edição 09 / ano 03

35


*

ESPAÇO OM * por Brahma Baba

[03]

A personalidade da pureza é a especialidade de sua vida. Pureza é a mãe da paz e da felicidade. Portanto, se houver pureza em sua mente, o sinal disso é que sempre haverá a experiência de felicidade e paz.

[04] Cada ação das almas que têm a personalidade da pureza é precisa e diplomática. Precisão significa que haverá significado em cada pensamento. Pureza automaticamente traz pensamentos, palavras, ações e sonhos corretos.

36


[05] A fim de adotar a personalidade e a autoridade da pureza, deixem que constantemente apenas jóias de conhecimento surjam dos seus lábios. Nem sequer uma palavra deve ser desperdiçada.

Brahma Baba foi o fundador da Brahma Kumaris. Ele tinha um coração cheio de amor pela verdade, por Deus, pelas virtudes, pela humanidade, em resumo, ele tinha o coração de um anjo.

edição 09 / ano 03

37


*

ESPAÇO OM *

Pureza é um estado mental em que as negatividades, o desperdício e os vícios foram eliminados. Há a pureza física, a limpeza externa e a pureza espiritual, a limpeza interna. Pureza completa significa que nem sequer um dos vícios deveria surgir, mesmo em pensamentos. Aqueles que têm a personalidade da pureza não tocarão

algo ruim, sequer com sua mente ou intelecto. A personalidade da pureza significa grandiosidade e qualidade em cada ação. Não desperdiçar energia, tempo ou pensamentos, mas utilizá-los de modo valioso significa ter a personalidade da pureza. Pureza completa envolve quatro níveis: pensamentos, palavras, ações e relacionamentos.


-

Pureza e... Pureza é a mãe da paz e da felicidade. Pureza é realeza. Pureza é realidade, ou seja, honestidade. Pureza é a personalidade espiritual. Pureza é a verdade e a beleza. Pureza é a dupla não violência. Pureza é a base principal da alegria supra sensorial e felicidade constante e imperecível. Pureza é o retorno ao que se é verdadeiramente. Pureza é a alegria que surge quando há o reconhecimento de ser um filho de Deus. Pureza não é a negação da vida, é a afirmação da dignidade e do valor original da vida. Pureza é o olho da verdade através do qual posso ver todas as coisas da forma que originalmente elas deveriam ser: limpas, claras, livres e únicas.

edição 09 / ano 03

39


*

OM DROPS DE SABEDORIA * por Ken O’Donnell

Vídeos retirados do canal no Youtube “Viver e meditar” de Ken O’Donnell

A CONSTRUÇÃO DO SER ONDE ENCONTRAR www.youtube.com/viveremeditar www.facebook.com/viveremeditar

40


VÍDEOS Clique nos ícones acima para ver os vídeos do canal “Viver e meditar” de Ken O’Donnell

Vídeo 1 A Construção do Ser

Vídeo 2 Meditação: Retornar à Fonte 1

Ken O’Donnell é praticante e professor de meditação há 43 anos. É autor de 18 livros sobre desenvolvimento pessoal e de organizações. Atua profissionalmente como consultor internacional nas áreas de planejamento e gestão. É Coordenador da Brahma Kumaris para a América do Sul.

Vídeo 3 Meditação: Retornar à Fonte 2

Vídeo 4 Meditação: Em Harmonia com o Mundo

edição 09 / ano 03

41


*

OM COMIDA PURA * por Ana Paula Paixão

Eu e Deus na cozinha Imagine que você recebeu a missão de cozinhar para Deus. Isso mesmo, uma comidinha para Aquele que é o mais amado por todos. Imaginou? Agora pense: o que ofereceria a Ele? Quais ingredientes escolheria? Como estaria a sua cozinha? Pode imaginar os cheiros? O que ouviria? Ou preferiria o doce silêncio? Como seriam seus pensamentos? Como se prepararia para esse momento? Talvez isso nunca tenha passado pela sua cabeça, não é mesmo? Sendo assim, peço que pare a leitura aqui, silencie e escute as respostas.

criado algo simples, mas recheado de amor. Limpeza, organização, suavidade, diversão, sorriso, pensamentos pacíficos e alimentos frescos e coloridos não faltaram nessa composição. Pode ser que tenha escolhido a toalha mais bonita e a louça mais especial e, como toque final, um jarro com sua flor predileta. Criamos uma linda cena, não? Pois é… com essa consciência deveríamos preparar nosso alimento diário. Convide Deus para estar contigo nesses momentos. Prepare suas refeições e ofereça a Ele antes de comer e observe como tudo ficará mais puro e leve em sua Depois de alguns minutos... vida. E, para fechar, lembre-se Dele Tenho certeza que pensamos coisas enquanto come: dessa forma você bem parecidas. Acredito que tenha nutrirá corpo e alma. * 42


QUICHE DE BRÓCOLIS Massa 2 e 1/2 xícaras de farinha de grão de bico 1/2 colher (de chá) de sal 1/3 de xícara de azeite 1/3 de xícara de água gelada

Modo de preparo Preaqueça o forno a 200ºC. Em uma vasilha, coloque a farinha, o sal e misture. Adicione o azeite. Vá acrescentando a água gelada aos poucos até formar uma massa homogênea. Forre o fundo e a lateral de uma forma, faça furos com um garfo e leve para assar por cerca de 15 minutos.

Recheio 250g de brócolis picados 500g de tofu macio picado 1/2 colher (chá) de sal 1 colher (sopa) de orégano 1/4 de colher (chá) de açafrão em pó 1 colher (sopa) de azeite 1 colher (chá) de suco de limão 1 colher (chá) de fermento químico em pó Sal a gosto

Modo de preparo Em uma panela, refogue o brócolis com azeite e sal. Reserve. Em um processador, coloque todos os outros ingredientes e bata até formar um creme. Misture-o com o brócolis, coloque sobre a torta e leve novamente ao forno até dourar, cerca de 20 minutos.

Ana Paula Paixão é designer, coordenadora do grupo jovem da BK no Nordeste, professora de meditação Raja Yoga e encantada com a natureza.

edição 09 / ano 03

43


*

MEDITAÇÕES OM LINE * por luciana ferraz

AMOR PURO Dizem que não acreditam em amor puro e verdadeiro. Dizem que nunca o experimentaram... e que acham ser impossível. Ainda assim, a essência de quem eu sou... é apenas aquele amor puro e verdadeiro... e ele cresce dentro de mim como uma grande nuvem... preenchendo-se de substância... um amor que tenho experimentado através do meu relacionamento com o ser mais puro... perfeito...

Meditação retirada do CD “Sol e Lua”, de Luciana Ferraz, da Editora Brahma Kumaris Clique no ícone a cima para ouvir a meditação completa

Luciana Ferraz é socióloga, coordenadora da Brahma Kumaris no Brasil, tem mais de 40 anos de prática de meditação Raja Yoga, ministra palestras em muitos países e é membro do comitê internacional de Meio Ambiente da BK.

44


Clique na imagem na tela do tablet para ver o vídeo de apresentação da Editora Brahma Kumaris

edição 09 / ano 03

45


OM line é uma revista digital para quem almeja restaurar o equilíbrio interno.

Uma publicação da Brahma Kumaris Brasil brahmakumaris.org.br/revista 46

Profile for BK Brasil

Revista OM Line - 9ª Edição  

Revista trimestral da Brahma Kumaris Brasil

Revista OM Line - 9ª Edição  

Revista trimestral da Brahma Kumaris Brasil

Profile for bkbrasil
Advertisement