Page 1

e m

re v i s t a

Fernanda paes leme

“Continuo deixando a vida me levar, mas agora ela vai me levar para onde eu quero ir” Medellín Como a cidade colombiana transformou-se na mais inovadora do mundo • Alagoas Praias paradisíacas, boa gastronomia e paisagens de tirar o fôlego • Teatro musical com a vida de Charles Chaplin sobe ao palco em São Paulo avianca em revista

mai.15

·1


xxxxxx

2 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路3


xxxxxx

4 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路5


xxxxxx

6 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路7


xxxxxx

8 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路9


xxxxxx

10 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 11


xxxxxx do presidente presidente palavra

Always improving

Melhorar sempre

A company’s journey is similar to the success stories of people who excel in a variety of fields: following a continuous, uninterrupted pathway, requiring constant improvement along the way. If things are going well, they should be even better, because those who are happy with the status quo, usually tend to retreat. That is why Avianca Brasil has adopted the policy of offering continually improved services to our customers, in order to become the best-loved airline in Brazil. The renewal of our entire fleet of planes is part of this journey. Two new Airbus A320 planes have started operating to replace two MK28’s and will join 41 other planes already in operation, offering comfortable and on-time travels to 23 destinations in Brazil. Our Airbus A320 can efficiently and silently transport up to 162 passengers, while respecting the environment by emitting fewer pollutants. Thanks to its technological innovations, the aircraft consumes less fuel and has 20% lower maintenance costs than older models. These economic advantages make it possible for Avianca to forge ahead with its investment plan, improving continually. Towards this end, the Friend loyalty program, currently totaling 2.6 million members and set to reach 3 million by the end of this year, adopted changes on March 30th that will further benefit its frequent flyers. The main change is the possibility of using points to purchase tickets on all Avianca international flights to over 120 destinations in 26 countries, to cities like Miami, Orlando, New York, Cuzco and Cancun. Points may be exchanged for tickets on international flights by calling the Customer Service department (4004-4040 in capitals and 0300-789-8160 in other locations). Passengers who purchase tickets on Avianca international flights may also accumulate points on Friend. To do so, just mention your frequent flyer number upon check-in; the new categories also offer additional benefits to Gold and Diamond members, who can enjoy preferential check-in in Brazilian airports with greater passenger traffic: Congonhas and Cumbica, in São Paulo; Tom Jobim, in Rio de Janeiro; the service is also available at the Brasília, Recife and Salvador airports. With these new benefits, the Friend program becomes much more attractive not only to frequent fliers, but also to those who transfer points from credit card programs. Traveling to international destinations using points is a reward we now offer our passengers, in keeping with our strategy of always offering them the best. Stay “tuned”! We will have more good news for you throughout the year.

A trajetória de uma empresa pode se assemelhar às histórias de sucesso de pessoas que se destacam nos mais variados campos: um caminho contínuo, sem interrupções, durante o qual é necessário se aprimorar constantemente. Se está bom, deve ficar melhor ainda, porque quem se acomoda após sucessos iniciais, tende a regredir. Por isso, nós, da Avianca Brasil, adotamos a postura empresarial de oferecer um serviço cada vez melhor aos nossos clientes, a fim de sermos a empresa aérea mais querida do Brasil. A renovação integral de nossa frota de aviões faz parte desse trajeto. Acabam de entrar em operação dois novos Airbus A320, que substituem dois aparelhos MK28 e juntam-se às outras 41 aeronaves em operação, para proporcionarem uma viagem confortável e pontual a 23 destinos no Brasil. Nosso Airbus A320 tem capacidade para transportar 162 passageiros, de forma eficiente e silenciosa, e respeita o meio ambiente ao emitir muito menos poluentes. Além disso, graças às suas inovações tecnológicas, a aeronave consome menos combustível e tem custo de manutenção 20% mais baixo do que os de frotas mais antigas. Essas vantagens econômicas permitem que a Avianca prossiga firme em seu plano de investimentos para melhorar cada vez mais. Nesse sentido, o programa de fidelização Amigo, que já conta com 2,6 milhões de associados e deve ultrapassar os 3 milhões até o fim do ano, adotou, desde 30 de março, mudanças que beneficiam seus passageiros frequentes. A principal delas é a possibilidade de utilizar pontos para resgatar passagens em todos os voos internacionais da Avianca, totalizando mais de 120 destinos em 26 países, em cidades como Miami, Orlando, Nova York, Cuzco e Cancun. O resgate de passagens nos voos internacionais poderá ser feito através da Central de Atendimento (4004-4040 para capitais e 0300-789-8160 para demais localidades). Os clientes que comprarem passagens em voos internacionais da Avianca também poderão acumular pontos no Amigo, bastando informar seu número frequente no check-in. E as novas categorias também acrescentam benefícios para clientes Gold e Diamond, que podem fazer check-in preferencial nos aeroportos brasileiros com mais trânsito de passageiros: Congonhas e Cumbica, em São Paulo; Tom Jobim, no Rio de Janeiro; além dos aeroportos em Brasília, Recife e Salvador. Com os novos benefícios adotados, o programa Amigo passa a ser uma proposta muito mais atrativa não só para o cliente frequente, como também para o cliente que transfere pontos do cartão de crédito. Viajar para destinos internacionais com pontos é um prêmio que passamos a dar aos nossos passageiros, dentro da estratégia de oferecer sempre o melhor. E fiquem ligados, pois, ao longo do ano, ainda teremos mais boas notícias.

Happy reading and have an excellent trip!

Boa leitura e excelente viagem! José Efromovich President

12 · mai.15

avianca em revista

José Efromovich Presidente avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 13


xxxxxx

sumário maio de 2015 • edição #58

36

entrevista

38

Especial

40

Fique aqui

80

Cultura

A vida de Charles Chaplin em cartaz na capital paulista

O supertatuador Ami James anuncia estúdio em São Paulo

Fim de semana em Campinas com jeitinho de férias

64

Bienal Brasileira de Design ocupa Floripa por dois meses

front

Fernanda paes leme

46 biografia

50 fashion

52

Turismo internacional

Turismo nacional

Luciano Corsini

Sandro Barros

Medellín

Maceió

A carreira não linear que o levou ao topo da HP no Brasil

14 · mai.15

avianca em revista

O conceituado estilista fala da moda para noivas

Cidade mais inovadora do mundo deixa passado de drogas pra trás

74

A cidade amanhece cedo para o dia de praias paradisíacas

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 15


editorial editorial

Mundo de descobertas

C

omo a própria Fernanda Paes Leme diz, ela nunca foi daquelas atrizes que explodiu de uma hora pra outra e virou um boom. Sua carreira começou cedo, com comerciais publicitários, até estrear o seriado “Sandy & Junior”, aos 15 anos, e apaixonar-se pela dramaturgia. Aos 31 anos, Fernanda pode ser vista às quartas-feiras na minissérie “Amor Veríssimo”, do canal GNT. No dia 14 de maio, ela estreia no filme “Divã a 2”, comédia romântica que tem Vanessa Giácomo, Rafael Infante e Marcelo Serrado no elenco. E, quando não está trabalhando, a atriz gosta de inventar novos projetos com amigos, pintar os famosos livros de colorir e, claro, viajar. Nossa grande descoberta do mês foi Medellín, a segunda maior cidade da Colômbia. Assombrada por seu passado ditado pelo poderoso chefão da droga, Pablo Escobar, Medellín reinventou-se e ganhou o prêmio de cidade mais inovadora do mundo. É impressionante assistir de perto a transformação acontecida nos últimos anos. Localizada num vale da Cordilheira dos Andes, tem muito verde e cultivo de flores, obras ao ar livre de Fernando Botero, transporte público que deveria ser copiado por muitos países, povo educado que não joga um pedaço de papel nas ruas e tem orgulho de sua história, além de ser referência na indústria da moda e tecnologia. Dá gosto viajar pra lá. No Brasil, Alagoas é a bola da vez, o destino perfeito para curtir o calor o ano inteiro. Praias paradisíacas, gastronomia de ótima qualidade e um povo muito hospitaleiro. Localizado na região nordeste do Brasil, o estado reserva paisagens belíssimas, do extremo sul ao norte. Mas, a caminho da sua próxima viagem, aproveite para descobrir os melhores eventos de maio pelo país, conhecer bons hotéis e restaurantes, além de informar-se sobre os mais diversos assuntos, entre os quais economia, saúde, esporte, moda e arquitetura. Vire a página e aproveite seu voo. Boa viagem e até a próxima! Frederico Campos redacao@aviancaemrevista.com.br

O estúdio do fotógrafo Danilo Borges, em São Paulo, tem ares nova-iorquinos. O clima no dia das fotos com a nossa capa, Fernanda Paes Leme, foi de encontro de velhos amigos. A atriz não tem frescura e vai logo deixando todo mundo à vontade. Com o toque do stylist Dudu Farias e maquiagem de Marquito Costa, Fernanda brilhou para os clicks e contou tudo sobre sua carreira, lugares para onde ama viajar e, inclusive, que também entrou na onda dos livros de colorir.

16 · mai.15

avianca em revista

Foto Danilo Borges Beauty Marquito Costa stylist Dudu Farias Assistente Stylist Leandro Lourenço

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 17


we

avianca

envie sua foto para redacao@aviancaemrevista.com.br

ou utilize o instagram #aviancaemrevista

Bob Eugenio São Paulo para Rio de Janeiro

Lyris Porto Brasilia para São Paulo

Lorena e Lucas Recife para Petrolina

Izabel e Felipe Tozato Recife para São Paulo

Tripulação

Livia Sá Rio de Janeiro para São Paulo

Nathalia Guimarães de Castro

mai.15 avianca em revista 18 ·Brasilia para Fortaleza

Luís Miguel Diniz Rio de Janeiro para São Paulo

Yasmin, Tatiane e Bruna de Marchi

avianca.com.br


Lucas Maestri Martinelli Chapecó para Fortaleza

Vilanir Braz e Cynthia Braz Juazeiro do Norte para São Paulo

Mariana Nery e Bruno Roque

Hank São Paulo para Porto Alegre

Mirian Cristina Petrolina para Salvador

Alex Manteck e Guto Melo

Comissário Cristiano Dalazen e Manuela Fortaleza para Brasília

Fouve Tourinho e Nilo Quadros Salvador para Rio de Janeiro

Vera Havir São Paulo para Rio de Janeiro

Lauro Lucca São Paulo para Florianópolis

Igor Queiroz e Anna Clara Pagano Queiroz mai.15 · 19 avianca em revista São Paulo para Rio de Janeiro


ponto de vista

Viajando com conforto POR RENATA MARANHÃO

P

shutterstock

arafraseando um autor desconhecido que li em uma rede social: “Se algo de bom acontecer, faça uma viagem para comemorar. Se algo ruim acontecer, faça uma viagem para esquecer. Se nada acontecer, faça uma viagem para que algo aconteça”. E existem algumas maneiras de fazer o seu voo mais especial. Afinal, avião e conforto podem, sim, estar na mesma frase. Para começar, você escolheu muito bem a companhia aérea, que é vencedora, pela terceira vez, do Prêmio de Melhor Atendimento ao Cliente no setor aéreo, dado pelo Instituto Ibero-Brasileiro de Relacionamento com Cliente/Revista Exame, além de ter o Selo A de avaliação dimensional da ANAC por oferecer o maior espaço entre as poltronas em todas as fileiras de todos os voos. Quer mais conforto? A roupa tem que ser aconchegante, especialmente para trajetos longos. Evite sapatos abertos. Afinal, o ar condicionado da aeronave pode esfriar. E não se esqueça de que o corpo dilata e os pés podem inchar nas diferentes condições de pressão. A umidade nas cabines (de qualquer companhia aérea) chega a 17%, o que pode ressecar a pele, narinas, lábios etc. Daí a importância de se levar algum hidratante, umidificador de narinas e colírio lubrificante. Para quem voa durante a noite, dormir pode ser um desafio. A solução? Tampões. Ou fones de ouvido, de preferência daqueles que isolam o barulho externo. Só não vá perder a hora da refeição porque viajar com fome também pode comprometer seu conforto, não é mesmo?

Renata Maranhão é jornalista e apresentadora

20 · mai.15

avianca em revista

Outro item fundamental de conforto para viagens longas: travesseiros de pescoço. Manter a postura correta durante o voo pode lhe salvar de dores no pescoço ou nas costas. Uma empresa americana já desenvolveu um tipo de capacete que serve de travesseiro, protetor de olhos e ouvidos - para quem não se importa de viajar disfarçado de Darth Vader.

Para quem se desloca no sentido OesteLeste, os efeitos do jet lag (dor de cabeça, fadiga, insônia, entre outros) são mais sentidos. Sabia disso? E quanto maior a diferença de fuso horário, mais longa é a adaptação, que pode demorar mais de 24 horas. Seja qual for a direção do voo, procure se ajustar aos horários de destino. Se o avião chegar de noite, evite dormir durante o voo. Se for de dia, durma o quanto conseguir no avião. E, quando se acomodar no destino, faça questão de tomar um banho para reidratar o corpo, caminhar para aclimatar o organismo e beber muita água durante os dias seguintes. Estudos da Harvard, nos Estados Unidos, comprovaram que o risco de trombose aumenta em 26% a cada duas horas de voo. Mexa-se. Esta é a dica que todos os médicos dão: alongar os braços, tronco, pescoço e, sempre que possível, esticar as pernas para facilitar a circulação. Tudo isso vai de acordo com algumas dicas do Dr. Gabriel Ganme, especialista em Medicina Esportiva. Com mais de três milhões de milhas acumuladas em viagens de trabalho, pode-se dizer que tem muita “bagagem” no assunto. De tanto sofrer com diferentes fusos, passou a incorporar algumas rotinas (além de outras já citadas aqui). Antes do embarque, por exemplo, evitar ficar muito sentado, pois já ficará sentado por um bom tempo no avião. Alguns aeroportos têm espaço para uma caminhada. Procure aproveitar para se movimentar um pouco. Evite bebidas alcoólicas, pois desidratam, e faça uma refeição leve antes de embarcar, sem muitas fibras. Em conexões com intervalos longos, exercite-se. Alguns aeroportos têm hotéis acoplados com academias. Uma boa alongada e uma quick massage também ajudam a relaxar. Na chegada, ainda no aeroporto, evitar esteiras rolantes. Caminhe. avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 21


economia

É melhor ser sortudo do que bom Há um elemento de sorte na virada da política econômica brasileira. A “nova matriz econômica” poderia ter durado muito mais e causado muito mais prejuízo à nossa sociedade.

shutterstock

POR FABIO KANCZUK

M

anhã preguiçosa de domingo. Nem vou ler o jornal para não ficar malhumorado. Acho que vou comer ovos mexidos. Mas meu tio Isaque, o sujeito mais irritante do mundo, decide me perturbar. O telefone toca:

Tio Isaque: Oi, Fabinho! Acordei pensando em você. Em nossa última conversa você me disse que há algo extremamente positivo no que está se passando com o Brasil. Eu concordo: salários caindo, desemprego aumentando, o dólar dando uma surra no real, a corrupção escancarada, a inflação voando. Realmente lindo. O que mais você quer? Que a pressão da água no chuveiro não seja suficiente para lavar o cabelo? Eu: Bom dia, tio. O que eu quis dizer é que a política econômica mudou. Nos últimos anos, experimentamos um modelo “novo”. E foi ótimo que voltamos para o modelo tradicional. Estamos numa fase de transição, que é sempre muito dura. Mas ao menos estamos caminhando na direção correta. Principalmente depois da crise mundial de 2008, a política econômica tradicional estava sendo duramente criticada. Havia uma força politicamente importante para que se tentasse algo diferente – a tal da nova matriz econômica ou “desenvolvimentismo”. A ideia era fazer o país crescer por meio de estímulos à demanda. Juros baixos, aumento de gastos governamentais, bastante crédito barato. A suposta lógica é que a demanda gera a oferta e o país cresce. É bonito, assim como o socialismo, e funciona tão bem quanto. Tio Isaque: Entendo. Mas onde está a sorte em fazermos isso? Fabio Kanczuk é engenheiro pelo ITA, PhD em Economia pela UCLA com pós-doutorado em Harvard, além de professor titular do departamento de Economia da USP

22 · mai.15

avianca em revista

Eu: Em minha opinião, a sorte esteve no fato do experimento ter falhado tão rápido. Houve uma confluência de fatores, alguns

que não são relacionados ao experimento propriamente dito, que aceleraram sua derrocada. Ele ia acabar dando errado alguma hora, mas poderia ter durado uma década. O estrago seria muito maior. Tio Isaque: Você está falando que a situação mundial é que fez o Brasil afundar? Escutei a Dilma falando isso, mas não acreditei. Acho que só a velhinha de Taubaté e você acreditaram. Eu: Não é bem isso. Durante a década passada, o Brasil cresceu mais do que deveria, quero dizer, foi ajudado por alguns fatores passageiros. Um deles, que todo mundo fala, foi a alta no preço das commodities brasileiras. Meus modelos econômicos indicam que esse fator não foi o que fez o Brasil crescer mais, mas permitiu que o Brasil pudesse crescer mais. Quero dizer, o crescimento brasileiro não esbarrou em problemas nas contas externas, como é usual, porque as exportações brasileiras estavam fortes. O importante mesmo foi a expansão do crédito privado. Então, como o Brasil cresceu mais do que o habitual na década passada, as pessoas se acostumaram com uma realidade que, na verdade, era temporária. Daí veio a política do desenvolvimentismo e fez o Brasil crescer menos do que deveria. A soma desses dois efeitos, a comparação do Brasil de hoje com o da década passada, é que levaram à derrocada das novas políticas. Podíamos não ter tido essa sorte. Podíamos ter feito o experimento num período de bonança e, com isso, seria muito mais difícil perceber que ele estava fadado ao fracasso. O Brasil poderia ter caminhado no sentido contrário por muitos e muitos anos. Tio Isaque: Fabinho, você – como se diz – está viajando na maionese. Vou voltar a dormir! kanczuk@gmail.com avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 23


saúde

Se sente cansado? shutterstock

POR Dra. Priscilla vonOberst

C

ansaço, depressão, irritabilidade, distúrbios do sono, problemas de memória e perda da massa muscular podem ser sinais da diminuição de hormônios em nosso organismo. Esses sintomas, que pensávamos ser próprios da velhice, podem ter causa fisiológica. Hoje, com o aumento da expectativa de vida e o avanço da medicina, é necessário buscar tratamentos adequados visando um envelhecimento saudável. Andropausa é o termo popular utilizado para o declínio androgênico do envelhecimento masculino (DAEM), decorrente de redução gradual dos níveis sanguíneos de testosterona encontrados em pelo menos 10 a 30% dos homens com idade entre 60 e 70 anos. Algumas vezes, os sintomas podem se iniciar aos 50. Determinados hábitos de vida podem antecipar esse período: tabagismo, álcool, alimentação rica em gordura e carne. Outros aspectos que podem acelerar o processo são obesidade, estresse e doenças crônicas, tais como diabetes e doenças cardiovasculares.

Dra. Priscilla Von Oberst é ginecologista e pós-graduada em estudos do envelhecimento pela Sobrae - CRM 112446

24 · mai.15

avianca em revista

Grande parte dos indivíduos busca ajuda médica especializada apenas quando os sintomas interferem no desempenho sexual, já apresentando quadros de depressão ou de dificuldade de dormir. Nestes casos, o tratamento se dá de forma equivocada. O diagnóstico da DAEM é clínico e laboratorial. Com um simples exame de

sangue já se evidencia o declínio hormonal. O tratamento é realizado por meio de reposição de testosterona, que hoje está disponível nas formas injetável, oral ou transdérmica (gel ou adesivo). O objetivo terapêutico é aliviar os sintomas por meio da normalização de níveis de testosterona no sangue, para que se assemelhem aos de adultos jovens saudáveis. Criou-se grande polêmica em torno da testosterona. Isso talvez se deva ao uso indiscriminado do hormônio por jovens em academias e atletas de alto rendimento em esportes, como ciclismo, natação e luta. A reposição de testosterona causa mesmo câncer? As evidências científicas atuais apontam que não. Qualquer homem pode repor, desde que acompanhado por um médico especialista. As únicas ressalvas se dão em indivíduos que apresentam ou apresentaram cânceres de próstata ou mama. Estamos cada dia mais exigentes e a medicina mais evoluída. Obviamente, a reposição de testosterona é apenas uma peça de toda a engrenagem, devendo estar associada a outros aspectos que proporcionem um envelhecimento com qualidade: atividade física regular, alimentação saudável, bons pensamentos e relacionamentos.

priscilla_oberst@yahoo.com.br avianca.com.br


marketing

Quanto vale uma imagem? POR Adonis Alonso

shutterstock

Q

uase três anos depois, o site Decolar.com, líder do segmento Online Travel Agency na América Latina, volta a apostar na força da imagem de celebridades. Em setembro de 2012, sua campanha publicitária surpreendeu o mercado com um time de dez celebridades, do tenista Gustavo Kuerten à cantora Daniela Mercury, passando por alguns atores e atrizes globais. No ano seguinte, em razão do investimento, o site entrou para a galeria dos 50 maiores anunciantes do Brasil, com verba de mídia próxima dos R$ 150 milhões. Sua agência de propaganda, a .R.E.F. Comunicação, pegou carona e subiu para o grupo das 40 principais do ranking nacional. No último mês de abril, o Decolar voltou à TV com outra milionária campanha. Estima-se que só em cachês tenha investido cerca de R$ 3 milhões, 50% mais do que gastou da primeira vez. No novo casting de celebridades, estrelas como Claudia Raia e Taís Araújo, atores em papel principal na novela das nove, como Bruno Gagliasso, e os humoristas da vez, Leandro Hassum e Ingrid Guimarães. Completam o quadro Carolina Dieckmann, o músico Dinho Ouro Preto, o apresentador Zeca Camargo e os dois remanescentes da campanha anterior, Deborah Secco e Bruno de Luca.

Adonis Alonso é jornalista, coordenador de Conteúdo do Fórum de Marketing Empresarial e Prêmio Lide e autor do livro “Meus Amigos Publicitários”

26 · mai.15

avianca em revista

Estes dois últimos, porque foram citados em pesquisas como personagens totalmente identificados com a marca. Zeca Camargo, por sua vez, foi uma aposta da agência em um profissional que se destacou na TV por suas reportagens sobre grandes viagens. E quando se fala de viagens, é com o Decolar.com. “Se eles podem, eu também posso”, é o

recado que anunciante e agência querem transmitir ao público e à imensa nova classe média que, nos últimos anos, começou a frequentar aeroportos. Se vale a pena o investimento? Com certeza, sim. Caso contrário, o site não repetiria a estratégia. Investir em celebridades, porém, não é uma grande novidade, mas não nessa escala. Que telespectador, por menos atento que seja, não é capaz de completar a frase musical “Lojas Marabraz, preço melhor...”? Quanto custa manter a dupla Zezé Di Camargo e Luciano ao lado da rede de lojas de móveis? Algo em torno de R$ 5 milhões por ano, se diz nos bastidores. O mesmo que custa um Tony Ramos à Friboi todo ano, garantem as fontes. Mas, hoje, todo mundo sabe que carne tem nome e qual é. A marca deu nome aos bois. E o ruivo da Vivo? O ator João Cortes fez o primeiro comercial, pegou seu cachê, foi pra casa e assistiu o sucesso na TV e nas revistas. Virou celebridade. Chamado novamente, a conversa já era outra. Um contrato de exclusividade e não concorrência. O valor? Um grande segredo. Mas, se valer uma comparação, Fabiano Augusto, o garotopropaganda das Casas Bahia, começou ganhando um cachê de R$ 5 mil por filme e, antes de deixar a campanha pela primeira vez, já tinha um fixo mensal próximo dos R$ 100 mil. Recentemente, ele voltou para fazer o público reforçar sua lembrança da marca. A mesma situação do garoto Bombril, o ator Carlos Moreno, que também se tornou celebridade através da propaganda. Entre 1978 e 2004, tinha estrelado 340 comerciais da esponja de aço. Demitido, voltou em 2007 e, por mais que mulheres brilhem nas campanhas dos produtos diversificados Bombril, ele continua sendo o eterno garoto-propaganda da marca. avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 27


corporativo

Cenários políticos e impactos na economia POR Rodrigo Romero é Presidente doG100 LatAm

Na última reunião do G100 Brasil | Núcleo de Estudos do Desenvolvimento Empresarial e Econômico, debateu-se sobre os atuais cenários políticos e os impactos na economia, assim como os índices e tendências do plano financeiro e econômico

PAINEL DE ESTUDOS I

Embora o cenário do Brasil seja considerado como muito difícil, a grande maioria dos brasileiros concorda que em 2018 ele será melhor. Segundo a nossa pesquisa, 20% da população acredita que o Brasil está no rumo certo, enquanto 75% acreditam que está no rumo errado. Em 2005, época do mensalão, 53% entendiam que o país estava no rumo errado, enquanto 42% achavam que estava no rumo certo. Ou seja, em 2015 temos o pior índice de confiança quanto ao rumo do país dos últimos anos. Perguntamos: quanto a mudança de cenário político impacta na reputação da presidência? Atualmente, a avaliação do desempenho da presidenta Dilma conta com 15% de entrevistados que o consideram positivo, contra 58% que o consideram negativo. Há uma faixa de eleitores dela que estão avaliando mal seu desempenho. Outro ponto interessante a se notar na pesquisa é que a classe C teve um aumento considerável da sua representatividade na população brasileira. Em 2005, eram cerca de 62 milhões. Hoje, são 103 milhões, o que mostra que o índice de insatisfação também está atingindo esta classe. Outra curiosidade é que a corrupção também passou a ganhar relevância junto a essa classe C, principalmente porque os escândalos estão vindo à tona concomitantemente com a crise econômica. Essa questão da corrupção associada à crise torna difícil que os defensores e influenciadores favoráveis ao governo tomem uma posição mais acirrada de defesa e, desta forma, acaba enfraquecendo a posição do governo e afetando de forma negativa sua reputação. Qual é o impacto para os negócios? O índice de confiança do consumidor está muito ruim, segundo pesquisa da Associação Comercial, o que afeta a previsão de vendas do varejo. Um detalhe interessante, que assegura um

28 · mai.15

avianca em revista

alto grau de confiabilidade da previsão, é o fato das classes B e A liderarem os rankings de falta de confiança, uma vez que é esse perfil de consumidor que impulsiona as vendas e que cria a tendência de consumo. Quando se compara o grau de confiança do brasileiro com relação ao Brasil e a confiança de cidadãos de outros países, notamos que o brasileiro está menos otimista quanto à situação atual do seu país do que o resto do mundo. O fator que está afetando demais o índice de confiança do consumidor brasileiro é a inflação. Porém, 53% dos entrevistados acreditam que o futuro será melhor. Como conclusão da pesquisa notamos que essa redução no grau de otimismo do brasileiro gerará como consequência um consumidor muito mais crítico.

PAINEL DE ESTUDOS II

Importante analisar o movimento do dólar americano em relação a outros mercados antes de analisar as taxas de câmbio e a alta do dólar comparadas com o real. Notamos que o dólar obteve uma valorização maior perante a outras moedas entre 2014 e 2015, isso antes mesmo do FED (sistema de bancos centrais dos Estados Unidos) aumentar a taxa de juros. O euro, por exemplo, ficou mais fraco em relação ao dólar americano. Se o FED subir os juros, o dólar vai aumentar ainda mais. Interessante notar que a inflação na América Latina aumenta quando o dólar está mais forte. O Brasil começa o ano vivendo uma crise institucional. A dinâmica do país e perspectiva da economia são muito ruins. O Brasil precisa urgentemente ganhar competitividade em câmbio. O país está muito caro. Todos estão preocupados com o downgrade. A verdade é que, se olharmos as análises de preço, o downgrade já aconteceu. Só falta mesmo oficializar. Mas, se olharmos o risco Brasil, podemos encontrar soluções e oportunidades em um futuro próximo. A área de emissão de dívidas é um exemplo. avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 29


radar

agenda maio e junho

oferecida por

Mostra José Kleber Ocupação Dona Ivone Lara Vida, arte e criação de Dona Ivone Lara inspiram a 23ª mostra da série Ocupação. Com curadoria do cantor e compositor Tiganá Santana e dos núcleos de Música e de Comunicação do Instituto Itaú Cultural, a mostra conta a história da primeira mulher sambista a protagonizar um Sambabook. De 16 de maio a 21 de junho Itaú Cultural - São Paulo

Um dos mais importantes artistas de Paraty inaugura exposição que celebra suas múltiplas faces na literatura, no cinema e na música. De 28 de maio a 26 de julho Casa da Cultura de Paraty www.casadaculturaparaty.org.br

Exposição Piero Manzoni Cerca de 28 obras dos últimos anos de vida do artista contemporâneo fazem parte do acervo da exposição em cartaz no MAM, com curadoria de Paulo Venâncio Filho. Até 21 de junho Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM)

www.itaucultural.org.br

Show Sabrina Parlatore

www.mam.org.br

Interpretando standards da MPB, Bossa Nova e Jazz, Sabrina Parlatore apresenta seu show de voz e piano no Terraço Itália. Todas as quartas-feiras de maio Terraço Itália - São Paulo www.terracoitalia.com.br

Festival Boticário de Dança A terceira edição do festival traz espetáculos de aclamadas companhias nacionais e internacionais. De 6 a 10 de maio Auditório Ibirapuera - São Paulo De 7 a 10 de maio Theatro Municipal do Rio de Janeiro www.oboticarionadanca.com.br

30 · mai.15

avianca em revista

Exposição Kandinsky: Tudo Começa Num Ponto

Exposição Beatriz Milhazes Coleção de Motivos Com curadoria de Luiza Interlenghi, a exposição inédita reúne um acervo de 50 obras entre pinturas, gravuras e colagens. Até 24 de maio Espaço Cultural Unifor - Universidade de Fortaleza

A mostra reúne mais de 150 obras e objetos que contam a trajetória do precursor do abstracionismo, Wassily Kandinsky. Até 22 de junho Centro Cultural Banco do Brasil (CCBC) Belo Horizonte

www.unifor.br

www.culturabancodobrasil.com.br

Show Backstreet Boys Com mais de 20 anos de sucesso, a boy band norte-americana apresenta a turnê “In A World Like This”, em cinco cidades brasileiras. 6 de junho Chevrolet Hall Recife - Olinda 9 de junho Chevrolet Hall BH - Belo Horizonte

8 e 11 de junho Citibank Hall RJ - Rio de Janeiro 12 e 13 de junho Citibank Hall SP - São Paulo 15 de junho Pepsi on Stage - Porto Alegre www.ingressorapido.com.br www.ticketsforfun.com.br avianca.com.br


A Prática Infinita Mark Nepo O poeta, filósofo e sobrevivente de um câncer conduz o leitor pelas questões mais profundas da alma. Na publicação, Mark explora o que significa encontrar o nosso verdadeiro “eu” a partir de uma jornada contínua de despertar para a integridade da vida, que muitas vezes pode ser confusa e imprevisível.

Apaixonado pela região da África desde sua primeira visita, Paul Theroux relata sua jornada na África do Sul em direção ao norte da África Ocidental. O autor mostra a tensão entre a belíssima área verde e seu povo guerreiro, e a pobreza extrema aliada à violência descontrolada da sociedade pós-colonial, mergulhada em conflitos civis devastadores.

Mad Max: Estrada da Fúria Mad Max: Fury Road Assombrado por seu turbulento passado, Mad Max acredita que a melhor maneira de sobreviver é vagar sozinho. No entanto, ele é levado por um grupo em fuga de uma cidadela tiranizada por Immortan Joe, que teve algo insubstituível roubado. Direção: George Miller. Com: Tom Hardy, Charlize Theron, Nicholas Hoult, Zoë Kravitz Ação/Aventura – Austrália Estreia: 14/05/2015

O autor apresenta mais de 50 crônicas com histórias de encontros e desencontros, infortúnios e alegrias da busca pelo par ideal. Para Ivan, algumas pessoas conhecem o amor de suas vidas bem cedo, outras seguem insatisfeitas, mas a maioria se vê equilibrando família, trabalho, responsabilidades e paixão, com a certeza de querer sempre mais.

Por vitor cardoso

A Estrada 47 Primeiro filme brasileiro de ficção sobre a Segunda Guerra, marca os 70 anos da tomada do Monte Castelo. Depois de quatro tentativas fracassadas e, dessa vez, acompanhada da 10a divisão de montanha norte-americana, a tropa brasileira conseguiu seu maior feito. A tomada de Monte Castelo era muito importante por sua posição estratégica: estava no caminho para Bolonha, cidade que representaria uma importante conquista para as forças aliadas. Direção: Vicente Ferraz. Com: Daniel de Oliveira, Julio Andrade, Thogun, Francisco Gaspar Drama, 107 minutos – Brasil, Itália e Portuga Estreia: 07/05/2015

O Vendedor de Passados Adaptação do livro de mesmo nome, escrito pelo angolano José Eduardo Agualusa, a trama conta a história de Vicente. Ele vende passados às pessoas, criando documentos, fotos e outros indícios necessários para reescrever a história de quem o procura. Direção: Lula Buarque de Hollanda. Com: Lázaro Ramos, Alinne Moraes, Odilon Wagner Drama, 80 minutos – Brasil Estreia: 21/05/2015 avianca em revista

Um amor depois do outro Ivan Martins

O último trem para a Zona Verde Paul Theroux

No cinema

32 · mai.15

por tatiane greco

Miss Julie Miss Julie Verão de 1890. Julie, a instável filha de um aristocrata anglo-irlandês, incentiva John, um empregado de seu pai, a seduzi-la. Eles flertam, desafiando psicologicamente um ao outro. Direção: Liv Ullmann. Com: Jessica Chastain, Colin Farrell, Samantha Morton Drama, 129 minutos – Noruega/Reino Unido Estreia: 21/05/2015

Alex Santana

na livraria

Luiza Valdetaro Atriz

1. All About That Bass Meghan Trainor 2. Breaking It Up Lykke Li 3. In For the Kill La Roux 4. Pure Heroine Lorde 5. Sunset The XX Instagram: @luizavaldetaro Fanpage Facebook: www.facebook.com/ luizavaldetarooficial

Priscilla Schiavinato Designer de acessórios

1. Real Love Clean Bandit & Jess Glynne 2. Show Me Love remix Sam Feldt 3. Wicked Games Parra for Cuva 4. Bullit Watermät 5. White Noise Disclosure

avianca.com.br


No cinema

Mad Max: Estrada da Fúria Mad Max: Fury Road Assombrado por seu turbulento passado, Mad Max acredita que a melhor maneira de sobreviver é vagar sozinho. No entanto, ele é levado por um grupo em fuga de uma cidadela tiranizada por Immortan Joe, que teve algo insubstituível roubado. Direção: George Miller. Com: Tom Hardy, Charlize Theron, Nicholas Hoult, Zoë Kravitz Ação/Aventura – Austrália Estreia: 14/05/2015

Por vitor cardoso

O Vendedor de Passados Adaptação do livro de mesmo nome, escrito pelo angolano José Eduardo Agualusa, a trama conta a história de Vicente. Ele vende passados às pessoas, criando documentos, fotos e outros indícios necessários para reescrever a história de quem o procura. Direção: Lula Buarque de Hollanda. Com: Lázaro Ramos, Alinne Moraes, Odilon Wagner Drama, 80 minutos – Brasil Estreia: 21/05/2015

A Estrada 47 Primeiro filme brasileiro de ficção sobre a Segunda Guerra marca os 70 anos da tomada do Monte Castelo. Depois de quatro tentativas fracassadas e, dessa vez, acompanhada da 10a divisão de montanha norte-americana, a tropa brasileira conseguiu seu maior feito. A tomada de Monte Castelo era muito importante por sua posição estratégica: estava no caminho para Bolonha, cidade que representaria uma importante conquista para as forças aliadas. Direção: Vicente Ferraz. Com: Daniel de Oliveira, Julio Andrade, Thogun, Francisco Gaspar Drama, 107 minutos – Brasil, Itália e Portuga Estreia: 07/05/2015

Miss Julie Miss Julie Verão de 1890. No Condado de Fermanagh, Julie, a instável filha de um aristocrata anglo-irlandês, incentiva John, um empregado de seu pai, a seduzi-la. Eles flertam, desafiando psicologicamente um ao outro. Direção: Liv Ullmann. Com: Jessica Chastain, Colin Farrell, Samantha Morton Drama, 129 minutos – Noruega/ Reino Unido Estreia: 21/05/2015

POLTERGEIST – O FENÔMENO Poltergeist O lendário cineasta Sam Raimi e o diretor Gil Kenan contemporizam o clássico de 1982 sobre uma família que vive em uma casa assombrada por forças malignas. Quando as terríveis aparições se tornam mais frequentes e a filha mais nova é capturada, a família deve se unir para resgatá-la antes que ela desapareça para sempre. Direção: Gil Kenan. Produção: Sam Raimi. Com: Sam Rockwell, Rosemaire DeWitt, Jared Harris Terror, Thriller, 119 minutos – EUA Estreia: 21/05/2015

avianca em revista

mai.15

· 33


RADAR

No teatro 220 Volts O estrondoso sucesso de Paulo Gustavo segue em cartaz. O espetáculo é a versão teatral de 220 Volts. No palco, o humorista interpreta somente personagens femininas em seis esquetes. Paulo vive os dilemas e aventuras do universo da mulher através da Ivonete, Senhora dos Absurdos, Mulher Feia, Maria Alice, entre outras. Imperdível! Comédia| Texto: Fil Bráz e Paulo Gustavo. Direção: Paulo Gustavo. Com Paulo Gustavo, Gil Coelho, Christian Monassa e participação especial de Marcus Majella. Teatro Procópio Ferreira - São Paulo Sextas, às 21h;

Por vitor cardoso

Chaplin – O Musical O espetáculo percorre toda a carreira de Sir Charles Spencer Chaplin ou simplesmente Charlie Chaplin, um dos maiores artistas cinematográficos de todos os tempos. Desde a primeira performance, quando ainda era uma criança pobre em plena Londres do século XIX, à consagração e fama mundial como ator, diretor, produtor, comediante e humorista.

Olímpia - São Paulo - Quintas e

2x2 = 5 – O Homem do Subsolo A peça questiona o autorrespeito e a sinceridade humana, numa reflexão sobre as estranhezas de cada um, guiando o espectador em direção a uma descida escura na sua consciência. Durante a criação do texto, Dostoiévski dizia o seguinte: “estou escrevendo um romance que me dá muito sofrimento”. Este tormento interior, que parece apertar o escritor russo, revela-se no texto e no espetáculo. Drama| Texto: Fiódor Dostoiévski. Direção: Roberto Bacci. Com Cacá Carvalho.

sextas, às 21h; sábados, às 18h e

Espaço Sesc - Rio de Janeiro - Temporada: 21 a 31 de

Musical| Texto Original: Christopher Curtis e Thomas Meehan. Versão Brasileira: Miguel Falabella. Direção: Mariano Detry. Com Jarbas Homem de Mello, Marcello Antony, Paulo Goulart Filho, Naíma, Paula Capovilla, Giulia Nadruz, Leandro Luna e grande elenco. Theatro NET SP - Shopping Vila

sábados, às 18h e 20h30; domingos, às 16h e 18h30

21h30; domingos, às 18h

maio de 2015. Quintas (21 e 28/5), às 20h30; sextas

www.ingressorapido.com.br

www.theatronetsaopaulo.com.br

(22 e 29/5), às 20h30; sábados (23 e 30/5), às 18h e às 20h30; domingos (24 e 31/5), às 17h e às 19h; terça,

Vanya e Sonia e Masha e Spike A peça foi considerada a comédia de maior sucesso de 2014 na Broadway, vencendo o Tony Award de melhor peça de 2013. A história acontece nos tempos atuais em uma tranquila cidadezinha, no verão da Pensilvânia. A irmã famosa, Masha, grande estrela de cinema de Hollywood, com cinco casamentos no currículo, decide visitar seus irmãos acompanhada do namorado, o jovem sensual Spike, ator iniciante, que ambiciona a fama.

dia 26/5, às 20h30; quarta, dia 27/5, às 20h30 www.sescrio.org.br

Rudá - Um sonho real O espetáculo mostra a história de um homem que revive encontros e despedidas gravados em sua memória em uma época que não éramos perseguidos pelo relógio. Misturando teatro, dança e acrobacias aéreas, a narrativa é conduzida por oito personagens que contam a riqueza de suas lembranças e o quanto era divertido um simples jogo de taco até a hora do jantar. E o vento não levou Baseada em uma história real, a comédia retrata os bastidores da produção do filme “E o Vento Levou”. Na trama, o produtor, o roteirista, o diretor e uma secretária têm cinco dias para reescrever o roteiro do longa, que já está no início das filmagens.

Circo/Dança/Teatro| Direção: Gustavo Lobo. Com Jose Carlos, Kyra Jean Green, Eder Cunha, William Kreff, Margaretha Nuijten, Ana Luiza Rehder, Gustavo Lobo, Marcos Porto e Rodrigo Garcia.

Comédia| Texto Original: Christopher Durang. Versão Brasileira: Bianca Tadini e Luciano Andrey. Direção: Jorge Takla. Com Marília Gabriela, Elias Andreato, Patrícia Gasppar, Bruno Narchi, Bianca Tadini e Teca Pereira.

Comédia| Direção: Roberto Lage. Com Isser Korik, Henrique Stroeter, Fabio Cadôr e Luiza Meneghini.

Teatro FAAP - São Paulo - Sextas, às 21h; sábados, às

Teatro Folha - São Paulo - Quartas e quintas, às 21h

Janeiro - Terças e quartas, às 21h

21h; domingos, às 17 h | www.faap.br/teatro

www.ingresso.com

www.ingresso.com

34 · mai.15

avianca em revista

Teatro Oi Casa Grande - Rio de

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 35


entrevista

a vida Musical de charles chaplin PorVitor Cardoso Foto Caio Gallucci

“A

vida é maravilhosa quando não se tem medo dela”. Essa é uma entre as milhares de citações que Charles Chaplin fez durante sua vida. Um dos maiores artistas cinematográficos de todos os tempos dirigia, escrevia, atuava e, algumas vezes, regia suas produções. Nascido em Londres, em 1889, o garoto pobre ingressou em uma companhia de teatro graças ao seu meio irmão, Sydney John Hawkes, três anos mais velho que ele. “Aqui na América, você precisa ser engraçado!”, foi o que ele ouviu ao desembarcar na terra do Tio Sam, sendo essa máxima que o fez criar o personagem Carlitos, um pacato e ingênuo cidadão do mundo, que tinha muito a dizer sem falar uma palavra. A vida e obra de Charles Chaplin e de seu personagem Carlitos estão em “Chaplin - O Musical”, que estreia esse mês em São Paulo. No papel-título está Jarbas Homem de Mello, experiente ator em musicais, como “Cabaret” e “Crazy For You”, enquanto seu irmão, Sydney, é interpretado pelo galã Marcello Antony. O mega espetáculo da Broadway é produzido por Claudia Raia e Sandro Chaim, com direção do argentino radicado em Londres, Mariano Detry, versão brasileira de Miguel Falabella, coreografias de Alonso Barros e luz de José Possi Neto.

Qual é a sua relação com o teatro musical? É o seu primeiro grande espetáculo desse gênero? Marcello Antony: No formato Broadway, sim, mas é meu terceiro musical na carreira. Fiz “Bodas de Fígaro”, com Tadeu Aguiar, depois “Desgraça de uma criança”, de

36 · mai.15

avianca em revista

Martins Pena, com Wolf Maya, e fiz parte de um grupo vocal na época que estudei teatro. Sempre tive algum contato com a música, mas nessa magnitude de megaprodução é o meu primeiro musical. Como foi o convite para entrar no elenco de Chaplin? MA: A ideia partiu do Jarbas, que comentou com a Claudia Raia, produtora do espetáculo e minha grande amiga. Mas eu precisava ser ouvido pelo diretor musical do espetáculo, o maestro Marconi Araújo. No dia do teste, ele me perguntou o que eu tinha trazido, e eu disse: “Não trouxe nada. Me fala o que tenho que fazer e vou tentar!”. (Risos). Ele fez exercícios vocais e me classificou como Baritenor. Depois, fui apresentado ao diretor do espetáculo, Mariano (Detry). Com o aval dos dois, entrei no elenco. Você sentiu muita diferença no processo de ensaio e preparação para um musical? MA: É bem diferente e desafiador. Principalmente a parte do canto em si. Meu músculo estava atrofiado, tive que reativálo. O mais bacana é esse entendimento de que você não precisa cantar como um profissional de show, com a técnica perfeita. O mais importante é interpretar aquilo que você está cantando. Jarbas Homem de Mello: A gente costuma dizer que a técnica tem que estar a favor da dramaturgia. No teatro musical, a música nada mais é do que o texto cantado. É como se o personagem não conseguisse mais se expressar através das palavras, então ele canta! avianca.com.br


Certos personagens parecem surgir no momento certo da carreira de um ator. Você enxerga o Chaplin dessa forma? JM: Acredito que isso tem muito a ver com o vislumbre que você faz de sua carreira. Chegou um momento da minha carreira, lá pelos 30 e poucos anos, que eu estava infeliz, fazendo trabalhos que não me motivavam, só para poder viver da minha profissão. Foi então que decidi escolher o que eu queria fazer, qual mensagem eu queria dizer. Primeiramente, produzi um espetáculo de dois atores, “Querido Mundo”, que era o tamanho que eu conseguia fazer naquele momento. Viajei o Brasil durante três anos e foi a minha escola. Então foram surgindo outros trabalhos com os quais me identifiquei, como “Zorro”, “Cabaret” e “Crazy For You”. Quando o Sandro Chaim comprou os direitos do Chaplin, eu estava fazendo “Cabaret” e pensei: “Perdi o papel!”. Não dá pra se fazer tudo na vida. Mas aí, por uma questão de produção e de outros projetos que ele tinha na frente, acabou “Cabaret”, encerrou o “Crazy for You” e perguntei para o Chaim sobre o Chaplin. Ele respondeu: “Tá aí!”. E eu disse: “Então é meu!” (Risos). Como foi o processo de criação do personagem, visto que o Carlitos é uma figura que vários artistas já imitaram e que o público espera reconhecer por suas características tão marcantes? JM: Pensei muito sobre isso. Refleti se eu teria que fazer uma imitação perfeita, principalmente do Carlitos. Mas, depois de assistir a mais de 100 filmes, ler as quatro biografias disponíveis no Brasil e conversar com uma especialista em clown e com a atriz Laila Garin, que interpretou a Elis Regina de uma forma mágica sem ter os aspectos físicos parecidos, entendi que o segredo está em encontrar o “estado de espírito” daquele personagem, mas que está dentro de você. O Carlitos nada mais é do que um grande clown. É como se eu encontrasse o Chaplin que mora aqui dentro. O espetáculo traz a vida de Charles Chaplin ou o foco é o personagem Carlitos? MA: O espetáculo conta a vida do homem Charles Chaplin até chegar ao Carlitos, o homem atrás do personagem. Você percebe

que a obra dele é totalmente autobiográfica. Ele se casou quatro vezes, teve 10 filhos, tinha ideias comunistas e o meu personagem, Sydney, irmão de Charles, foi extremamente importante na vida e carreira dele. O pai de Charles foi um grande ator, mas morreu cedo, de cirrose. A mãe foi uma cantora e atriz que não teve tanto sucesso quanto o pai, mas ensinou tudo sobre os palcos para o Charles e terminou internada em um hospício. Sydney era o galã, alto, bonito, e foi ele quem conseguiu uma vaga na companhia de teatro para o Charles. Falando sobre os desafios recorrentes de um espetáculo, qual foi o maior deles em Chaplin? JM: Canto! Nunca cantei tanto em um espetáculo. E ainda tem o desafio das sonoridades que mudam junto com a idade do personagem. O espetáculo mostra a vida do Charles Chaplin, dos nove aos 86 anos. Eu assumo a partir dos 18 e vou até o fim da vida dele, então a voz começa bem clara e termina escura, com o vibrato mais solto, envelhecida. A montagem do Brasil é idêntica ao espetáculo apresentado na Broadway? MA: Essa montagem é bem diferente da primeira versão que estreou na Broadway e agora está em Moscou. A estética era de um espetáculo preto e branco. O nosso é totalmente colorido e vivemos uma situação única para um espetáculo no Brasil. Estamos em contato direto com o letrista e compositor do musical original, que fala semanalmente com nossa equipe criativa. Assim, tivemos a liberdade de adaptar, cortar cenas e vamos estrear cinco novas canções compostas exclusivamente para essa versão do musical. É provável que essa versão que estamos criando aqui estreie em Londres em 2016. Para você, quais são as características que tornaram Charles Chaplin um mito? JM: Chaplin se intitulava como um humanista, cidadão do mundo. Ele não queria que um país fosse melhor que o outro. E isso a gente percebe também no seu trabalho. Ele tinha muita resistência em fazer cinema falado porque dizia: “Como é que os russos e os chineses vão me entender se eu falar em inglês?”. Além dessa visão muito peculiar, ele era um gênio artisticamente, pois roteirizava, dirigia e estrelava suas produções. avianca em revista

mai.15

· 37


especial

Tatuagem made in Brasil 38 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


Por Camila Balthazar

Ami James, o famoso tatuador do programa “Miami Ink” e dono de seis estúdios de tatuagens mundo afora, passou por São Paulo no mês passado. Batemos um papo para falar de turismo e arte, claro. Mas Ami guardou o melhor da conversa para o final: tem novidade dele chegando no Brasil – e no plural!

A

primeira tatuagem de Ami James foi feita no melhor estilo homemade. Com agulha e tinta indiana, ele desenhou na própria pele, aos 13 anos. Nascido em Israel, também viveu um tempo no Egito e mudou-se com a família para os Estados Unidos pouco antes do episódio da primeira tatuagem. A carreira artística começou em 1992. Como aprendiz no estúdio “Tattoos by Lou”, Ami mergulhou de vez no universo das tintas – dentro e fora do seu corpo. E fez sucesso. Hoje, o tatuador tem seis estúdios pelo mundo, incluindo o “Love Hate Tattoos”, sede do programa de TV do canal TLC, “Miami Ink”, que ganhou novas versões em Londres e em Nova York. Após passar uma temporada de um ano e meio na sua casa, nas montanhas de Asheville, na Carolina do Norte, Ami está voltando para Miami, cidade que vive um boom cultural. “Preciso ser parte disso”, diz. Aqui pelo Brasil, corria uma fofoca tímida de que o programa viria para cá um dia. Nada confirmado – até sua revelação durante essa entrevista.

O que você recomenda de turismo em Miami? Com certeza, a minha loja (risos). Amo a “Love Hate Miami Ink”. Foi a porta para o mundo das tattoos. Além disso, o bairro Wynwood, conhecido como o distrito de arte, tem mudado a cara da cidade. Miami já foi muito cool e se transformou em um lugar realmente kitsch nos últimos 15 anos. Wynwood tem dado a Miami uma segunda chance para ser cool, um lugar que está indo pra frente e não ficando pra trás. Todos os artistas do mundo estão vindo para pintar as paredes com murais gigantes. É literalmente a voz da nova geração. E no Brasil, o que você mais gosta? Essa é minha quinta vez aqui. O que me atrai são as pessoas, a cultura, a comida. Mesmo que haja uma situação ruim com a corrupção, as pessoas ainda são maravilhosas. Quero conhecer muito do Brasil porque não fui a outros lugares, além do Rio de Janeiro e São Paulo. Preciso vir de férias. Como é sua relação de tatuagem com brasileiros? Uma coisa que aprendi é que os brasileiros apreciam meu trabalho como arte e apenas querem ter algo feito por mim. “O que você quiser, desde que seja cool”, eles dizem. Sempre tento perguntar o que gostam e, assim que tenho uma direção, começo o desenho. Nos Estados Unidos, eles querem o que veem no jornal ou na revista. Aqui as pessoas gostam de arte. E sabem que meu estilo preferido é a arte japonesa. Algum dia a ideia do Brasil Ink vai acontecer? Não sei se vamos chamar de Brasil Ink, mas algo está acontecendo. Na televisão. Cruze os dedos para que aconteça mais rápido! Estou trabalhando nisso. Já gravamos uns pilotos e parece que está indo na direção certa. Mas o mais legal é que estou abrindo uma loja em São Paulo, no bairro Jardins, nos próximos três ou quatro meses. Vou vir mais pra cá, com certeza. avianca em revista

mai.15

· 39


fique aqui

Férias no interior Por Camila Balthazar Fotos Divulgação

A

100 quilômetros de São Paulo, Campinas é perfeita para um fim de semana com jeitinho de férias ou até mesmo para um pulo rápido para aproveitar as delícias gastronômicas do distrito de Joaquim Egídio. Com construções do final do século 19, fazendas de café e estradas férreas, Joaquim Egídio tem clima bucólico e parece parada no tempo. Mas, mesmo no meio de toda a agitação de Campinas, também tem um refúgio bastante sofisticado para curtir uma atmosfera mais relax e esquecer da vida lá fora. O Royal Palm Plaza é um dos melhores resorts do país. O empreendimento foi o primeiro do Brasil a receber o selo de qualidade internacional Preferred Hotels & Resorts, uma marca conhecida por atestar luxo e qualidade. Além disso, é o número 1 nas avaliações dos usuários e viajantes do TripAdvisor. Apesar de não ser all inclusive, o hotel destaca-se pela boa gastronomia. Além do restaurante Vila Real, que oferece comida nacional e internacional e o melhor pudim do mundo, o bistrô La Palette surpreende com pratos da alta gastronomia

40 · mai.15

avianca em revista

francesa, sob comando do chef francês Daniel Valay. O resort é perfeito para famílias. Com dois grandes parques temáticos, o Miniville e a Kata Kuka, o local ainda oferece espaço para arco e flecha, sala de cinema e jogos, ginásio poliesportivo, campo de futebol society, quadras de tênis, fitness center e três piscinas climatizadas. A última novidade está na área molhada: o brinquedão, um enorme balde preenchido inúmeras vezes com água renovável e derramado na piscina. Quem estiver programando uma estada, deve ficar de olho no The Palms, hotel boutique construído dentro do complexo. São 116 apartamentos com um quê a mais de exclusividade. Uma informação interessante: no mês passado, o resort lançou o Royal Enjoy, aplicativo para celulares e tablets, que inclui mapas, rotas, menus dos restaurantes e toda a programação de lazer do empreendimento. É útil para quem está hospedado e também para aqueles que estão planejando a viagem, uma vez que o app ajuda o visitante a chegar ao resort e indica promoções.

Categoria:

Royal Palm Plaza

www.royalpalm.com.br Diárias a partir de R$ 817,00 Ponto negativo: Localização distante do agito da cidade. Avenida Royal Palm Plaza, 277 – Jardim Nova Califórnia – Campinas

avianca.com.br


Conforto paulistano Por Natália P. Machado

U

ma das melhores localizações para o turismo corporativo em São Paulo, o Radisson Vila Olímpia fica atrás do Shopping Vila Olímpia, a poucos metros do JK Iguatemi Shopping, pertinho do Parque do Povo, a seis quilômetros do Aeroporto de Congonhas, além de estar no bairro que reúne as principais empresas da capital paulista. A região é bastante voltada para negócios, reunindo muitos edifícios comerciais e escritórios de grandes empresas, bem como boas opções de bares e restaurantes.

Em 2014, o hotel passou por uma grande reforma, inaugurando a categoria Business Class, com 30 m2, piso frio e mobiliário moderno, que inclui cama king size, TV LCD 40``, amenidades L’Occitane, cafeteira Nespresso, welcome drink, wi-fi gratuito, secador de cabelo potente e ferro de passar. Além dos quartos, o lobby foi completamente renovado. Como parte das últimas mudanças, o restaurante agora leva a marca da alta gastronomia Badebec. O espaço é aberto ao público para almoço e jantar, enquanto hóspedes curtem o café da manhã cortesia no Badebec. O empreendimento também conta com fitness center, sauna seca, piscina aberta e aquecida. Radisson é a bandeira de luxo da Carlson Rezidor Hotel Group, presente em 86 países e licenciada para a Atlantica Hotels administrar empreendimentos no Brasil. A marca é considerada uma das líderes mundiais no segmento de hospedagem na categoria luxo e possui serviços diferenciados e pioneiros. Diárias a partir de R$ 299,00 na nova categoria Business Class, aos fins de semana. Radisson Vila Olímpia Rua Fidêncio Ramos, 420 - Vila Olímpia www.atlanticahotels.com.br

VOos para são paulo (cgh) Saída Chegada

Rio de Janeiro (SDU) 06:42 07:45 Brasília (BSB) 10:17 12:10 Para mais opções de voos consulte www.avianca.com.br ou 4004 4040 ou seu agente de viagens

avianca em revista

mai.15

· 41


embarque imediato

Cozinha nova-iorquina Por Natália P. Machado Fotos Divulgação

Nove restaurantes e comidinhas clássicas de vários bairros de Nova York concentrados em plena Times Square. Inaugurado este ano, o City Kitchen revoluciona a experiência gastronômica na cidade.

O

novo point da gastronomia de Nova York está dando o que falar. Com decoração industrial, que mistura os azulejos brancos do metrô da cidade, mármore, madeira, lustres de vidro italiano e enormes janelões que vão do chão ao teto, o City Kitchen abre as portas para um espaço inovador, que reúne mercado gourmet, nove restaurantes fixos e instalações pop-up. Localizado dentro do Row NYC, hotel boutique que está resgatando a essência contemporânea da Times Square com ênfase para a arte e a boa gastronomia, o novo estabelecimento oferece um roteiro culinário que transita por todos os cantos de Nova York, do East Village ao Upper West Side até o Brooklyn. Diversos clássicos concentrados em um único local de 370 metros quadrados. Tem o famoso sushi do restaurante japonês Azuki; donuts de doce de leite do Brooklyn, da Dough; roll de lagosta do Luke’s Lobster; hambúrguer do delicioso Whitmans; culinária mediterrânea do ilili Box; café da manhã e tacos do Gabriela’s; e bowls de lamen do Kuro Obi, a versão do Ippudo desenvolvida especialmente para o City Kitchen. Para a estreia, os vendedores sazonais são as raspas de neve do Wooly’s e os pretzels do Sigmund’s. “Essa colaboração de ecléticos restaurateurs e suas paixões sob o mesmo teto proporciona uma experiência gastronômica descolada em Nova York”, comenta a curadora do mercado, Heidi Avedisian. Impossível discordar. Entre a frenética movimentação diária de turistas que circulam entre a Times Square e o Rockefeller Center, aparece um estabelecimento com identidade cool e proposta que faz os nova-iorquinos quererem voltar para esse burburinho saturado. Moradores do bairro vizinho Hell’s Kitchen, por exemplo, agradecem, assim

42 · mai.15

avianca em revista

como os viajantes, que não precisam rodar toda a cidade para provar suas iguarias. Certamente é uma opção interessante para substituir o manjado Olive Garden. Com três entradas – 8a Avenue, 44th Street e o lobby do hotel –, o City Kitchen abre todos os dias às seis e meia da manhã. Os curiosos não podem deixar de espiar as instalações do hotel, que refletem a grandiosidade de Nova York. Logo na entrada, uma fachada de vidro com mais de sete metros de altura impressiona. Na recepção, duas esculturas de luz do artista Yorgo Alexopoulos projetam um tablado abstrato de animações gráficas. No bar-restaurante do lobby, o District M, o hóspede encontra uma gastronomia em estilo europeu e ainda confere a galeria de arte digital do paparazzo Ron Galella, que captura o apogeu hedonista da Nova York dos anos 1970 e 1980. Tudo é imperdível. avianca.com.br


VOos para nova york (jfk) Saída Chegada

São Paulo (GRU) Rio de Janeiro (GIG)

07:40 22:00 08:40 22:00

Para mais opções de voos consulte www.avianca.com ou 4004 4040 ou seu agente de viagens

avianca em revista

mai.15

· 43


xxxxxx think red

Foto Glória Lopes

Maria Alice Leal Foto de Lianara Leal - Chapecó

Ted Foto Vanessa Kikuchi

Memorial do Holocausto Berlim Foto Coriolano Neto

Florianópolis Foto de Isabela Martins

think

RED envie sua foto para redacao@aviancaemrevista.com.br ou publique no instagram #thinkredavianca #aviancaemrevista e fique atento à próxima edição. 44 · mai.15

avianca em revista

Ponto de táxi Rio de Janeiro Foto Rubin Diehl avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 45


xxxxxx bio biografia

Luciano Corsini,

um presidente com brilho nos olhos

Por Camila Balthazar foto Fabiano Feijó/ Divulgação

46 · mai.15

“A única coisa certa na carreira é que ela não é uma linha reta”, afirma o presidente da HP no Brasil e vice-presidente da área de enterprise services. Sua trajetória profissional começou cedo, aos 14 anos, trabalhando com o pai em uma gráfica. Aos, 15, foi contratado como office boy em uma empresa de tecelagens. Sempre vidrado na viagem do homem à Lua e nos avanços tecnológicos do final dos anos 1960, ele seguiu a carreira de engenharia sem pensar duas vezes. Começou devagarinho, como estagiário, mas sempre sabendo onde queria chegar: lá no topo, no cargo de presidente.

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 47


xxxxxx biografia bio

A

o acelerar a corrida para pegar o trem, Luciano Corsini tropeçou e nadou como um peixinho no meio fio de uma rua paulistana encharcada de chuva. Era 1981. O primeiro dia de um novo emprego do atual presidente da HP no Brasil. Cursando o último ano da faculdade de engenharia eletrônica na FEI, ele não teve dúvidas. Olhou para o estrago – camisa e calça rasgadas, joelho e cotovelos esfolados, um pouco de lama e sangue na roupa – e seguiu viagem. Ao entrar no escritório da Companhia Telefônica da Borda do Campo (CTBC), em Santo André, a recepcionista o encarou com aquele ar incrédulo. “Quando me esborrachei no chão, vi todas as oportunidades indo embora. Já imaginou chegar atrasado ou não aparecer logo no primeiro dia? Eu não jogaria o estágio fora”, conta. Como Luciano mesmo diz, aquele farrapo humano entrou numa sala enorme com 99% de mulheres trabalhando. Seu futuro chefe, o engenheiro Laércio, sentava bem no meio. “Ele olhou pra mim e ficou até meio bravo. Disse que era um absurdo eu ter ido daquele jeito. Me mandou para o ambulatório e, depois de medicado, pediu para eu voltar no dia seguinte”, lembra o executivo, rindo da pseudo-tragédia. As semanas foram passando; o tédio aumentando. Seu trabalho consistia em arquivar as milhares de fichas utilizadas pelas atendentes para fazer as ligações dos usuários. Nada de engenharia aplicada. “Quando as férias de julho chegaram, fui falar com o engenheiro Laércio. Comentei que gostaria de aprender alguma coisa na área. Ele me mandou para a rua porque estavam precisando de gente para cuidar das LPCDs, as linhas privativas para comunicação de dados”, diz. A diversão começou. A Embratel acabara de instalar o primeiro serviço de comunicação de dados da América Latina, o TransData. Mas a rede da operadora só chegava até suas centrais e as empresas locais tinham de fazer a última milha e conectar os clientes ao sistema. Assim, a equipe composta por Luciano, dois técnicos e dois cabistas saía com equipamentos de teste para garantir que grandes empresas e fábricas da região recebiam o serviço. “Caixa subterrânea, armário na rua, caixas penduradas nos postes. Era uma delícia. Quando acabaram as férias, pedi para continuar. Dei um jeito com as aulas e fiquei lá até me formar. Aprendi muito”, afirma. O diploma da graduação impossibilitou que o executivo seguisse na CTBC – sem vagas abertas para efetivados, ele saiu em busca do próximo emprego. Filho de uma família humilde cujos avós emigraram da Itália para fugir da Primeira Guerra Mundial, o paulistano nunca teve medo de trabalho. Se os pais não tinham o ensino primário completo, fizeram questão de educar os filhos da melhor forma possível. A irmã mais velha

48 · mai.15

avianca em revista

concluiu o ensino médio, o irmão do meio cursou medicina e Luciano, o caçula, sempre soube que seria engenheiro. Vidrado em todas as novidades tecnológicas do final dos anos 1960, o garoto não tirava os olhos da televisão, que transmitia a jornada do homem à Lua, e buscava informações sobre a novíssima cibernética, com seus grandes computadores. “Nunca sonhei em ser astronauta, mas sempre me encantei por esse assunto. A sala de controle do filme Apollo 13, por exemplo, lançado mais tarde, em 1995, é um parque de diversões pra mim”, diz o executivo, repetindo a frase do longa-metragem que virou mantra: “Guys, failure is not an option”. Ou seja, fracasso não é uma opção, referindo-se à cena em que a equipe de apoio na Terra precisa ajudar os tripulantes a encaixarem um refil redondo em um buraco quadrado para salvar suas vidas. Assim Luciano construiu seu caminho profissional. Trabalhando desde os 14 anos, cursando a faculdade com crédito educativo do governo, hoje FIES, até entrar na primeira empresa que tinha a ver com a sua área de atuação, a CTBC. De lá, o recém-formado conseguiu uma vaga como engenheiro-chefe do setor TransData da Embratel, também em Santo André. Com apenas 24 anos e comandando uma equipe de 17 técnicos, sendo muitos sêniores com anos de estrada, o novato praticou todos os erros que um líder pode cometer. “Fiz muitas bobagens. Eu não tinha nenhuma técnica de liderança. Era um moleque que gostava de jogar bola com o time”, lembra. No entanto, a Embratel também foi uma ótima escola profissional: logo no primeiro semestre na empresa, foram cinco meses em treinamento fora do escritório, o que gerou o primeiro grande “ahá” da vida profissional, aqueles aprendizados que mudam sua relação com o mercado de trabalho. “Aprendi que eu precisava encontrar uma forma de ser respeitado. Naquela época, a única ferramenta que eu tinha era o conhecimento técnico. Quando voltei dos treinamentos, a discussão sobre a rede TransData era no mesmo nível”, explica. O segundo entendimento foi perceber que a equipe valorizava o fato dele estar junto, em vez de comandar à distância. Por último, ele descobriu o lado da prestação de serviços: as grandes multinacionais contratavam o serviço da Embratel e o executivo gostou de participar das reuniões com os clientes e encarar seus desafios. A princípio, ele até pensou ter tido sorte por conquistar a vaga de chefia logo no início da carreira, com um salário acima da sua pretensão e com tantos aprendizados. Mas, anos mais tarde, um outro chefe, chinês, explicou que a tal sorte não tinha nada a ver com um alinhamento de astros. “Ele olhou pra mim e disse: ‘Luciano, vou te dizer o que significa sorte no alfabeto chinês. A palavra é composta por dois ideogramas. Um deles é talento; o outro oportunidade”, relembra. avianca.com.br


Foram quatro anos de escola Embratel. Mas a estatal trazia um incômodo difícil de ser resolvido. “Eu era chefe de sessão, porém, olhava pros lados e pra cima e nada me inspirava. A empresa me trazia uma frustração do ponto de vista de realização”, observa. O profissional encarou então a primeira grande decisão da carreira: aceitar um convite para trabalhar no setor privado, porém deixando a posição de chefia para voltar a ser “apenas” engenheiro. A vaga de engenheiro de telecomunicações na multinacional EDS (Electronic Data Systems), que era parte da GM (General Motors), abria as portas para o mundo. “Para mim, não era importante o status, mas sim a perspectiva futura. Muita gente não entendeu meu movimento, mas a única coisa certa na carreira é que ela não é uma linha reta”, ressalta Corsini, apontando que raramente você encontrará alguém que conseguiu o que planejou no tempo esperado e na sequência certa. “Comigo não foi assim. Você precisa ter objetivo, saber para onde está indo e onde quer chegar. Nem sempre a oportunidade está desenhada lindamente do jeito que você sonhou. Além disso, é importante ficar fora da zona de conforto, buscar desafios e aprendizados, saber ouvir genuinamente”, destaca. O passo de encarar o downgrade no setor privado mostrou-se acertadíssimo. Luciano ficou mais de uma década na EDS, saindo como vice-presidente de Business Operations. Ao longo desse trajeto, aprendeu inglês, morou no Rio de Janeiro, fez cursos na London Business School e expandiu seu horizonte de negócios. “Sem dúvida nenhuma, a EDS foi uma espécie de MBA com 15 anos de duração. Sou engenheiro, mas aprendi a ser comercial, vendedor, líder, gestor financeiro e de Recursos Humanos. Na verdade, a escola de engenharia dá a bagagem técnica, mas também a capacidade de saber se virar em qualquer situação. Por isso engenheiro é uma ‘praga’ que está em todas as posições de uma empresa”, expõe o executivo, rindo. Quando a carreira parecia consolidada, Corsini resolveu empreender mais uma etapa da vida profissional. O executivo saiu da EDS para assumir o cargo de diretor de negócios e outsourcing na antiga divisão de serviços da HP (Hewlett Packard). Foram apenas dois anos e certamente ele nem imaginava que estaria de volta algum tempo depois. Logo apareceu o convite para a posição de CIO (diretor executivo de tecnologia) da Visanet, em 2004, função exercida durante três anos e meio. “Mais uma vez, aceitei pensando na abertura da carreira. Pra mim, era superimportante ser cliente. Negociei com e atendi a todos os grandes fornecedores de tecnologia do mercado. Passei a vivenciar tudo aquilo que eu discutia dentro da EDS”, comenta. Ainda na Visanet, Luciano virou CEO da Orizon, subsidiária da área de saúde. “Peguei a empresa na fase de startup. Foram dois anos de muito aprendizado. Saí de lá e fui para Qualicorp, como COO”, diz. Os deslocamentos na carreira trouxeram uma mudança

interessante. O executivo deixou de ser “o Luciano Corsini da EDS” para assumir a identidade de “Luciano Corsini do mercado”. “O mundo está muito mais dinâmico. Claro que vale a pena fazer carreira em uma empresa, mas esse amor é mais efêmero. É como o jogador de futebol: ele ama a camisa do time que está jogando”, observa. Depois de quatro meses de um novo namoro com a HP, Corsini voltou para liderar a área de Technology Services, em 2010. Em 2011, assumiu a vice-presidência da unidade Enterprise Services, nascida da união da antiga área de serviços da HP com a EDS, adquirida em 2008 pela companhia, por ironia do destino. A conquista do norte estabelecido para sua vida profissional chegou em 2013. Durante a viagem para uma reunião de lideranças da empresa, em Chicago, nos Estados Unidos, o executivo recebeu a notícia de que o novo presidente da HP seria um profissional interno que já estava escolhido. “Não achei que seria eu porque essas nomeações costumam ser negociadas. No entanto, ninguém havia me procurado”, esclarece. Até o momento em que seu chefe e líder mundial da divisão Enterprise Services passou por ele no corredor e o parabenizou pela nova posição. Assim como acontece quando alguém estraga a surpresa de um aniversário organizado secretamente, Luciano passou as horas seguintes como se não soubesse de nada. “Ele não percebeu que eu não sabia. Me fechei no banheiro até recuperar o controle”, comenta. Mais tarde, a responsável por Recursos Humanos, seu chefe e ele reuniram-se. “Eu já sabia o que iam falar, mas fiquei quieto no meu canto. Quando eles falaram, fiz cara de surpresa e chorei. Sou chorão. Fiquei muito emocionado”, conta Luciano, quase emocionando-se mais uma vez. Desde então, a diversão só aumentou. A agenda ficou mais complicada, mas ele faz a rotina pesada parecer tranquila. “Faço o que gosto com brilho nos olhos. Isso é uma cachaça. Vivo embriago”, brinca. Estar no comando é um de seus hobbies preferidos. “Adoro estar na linha de frente, assumir desafios. É uma adrenalina que me move. A posição de liderança tem ônus e bônus, mas sei o que está acontecendo, para onde estamos indo e quais as possíveis consequências. Não vou a reboque”, explica Corsini, que andar de avião, mas fica incomodado por não estar na cabine de comando. “Afinal, não sei o que o piloto está fazendo!”, diverte-se. Ao olhar para o futuro, o executivo ainda não enxerga a linha de chegada. “Trabalho numa multinacional gigantesca, com uma complexidade e diversidade de atuação que faz com que não exista rotina. Há um mundo novo todos os dias”, aponta. O objetivo traçado no começo da carreira foi conquistado, mas sempre é bom ter algo para mirar. No caso de Luciano, uma oportunidade internacional ainda lhe faz sonhar. “Vamos ver se o universo vai conspirar a favor”, diz. avianca em revista

mai.15

· 49


fashion

Sandro Barros sob medida Por Rozze Angel FotoS Divulgação

Q

ual mulher não sonha em se casar com um belíssimo vestido, digno de uma princesa? Se esse vestido for um Sandro Barros, o sonho estará completo. Isso porque o estilista é o preferido da alta sociedade, clientela que atende desde a época em que criava o Sob Medida da loja Daslu, onde ficou por quase uma década. Antes disso, ele dedicou-se à profissão de produtor de moda por anos, trabalhando para diversas revistas e fazendo desfiles. Ainda assim, nunca deixou de desenhar. “Sempre gostei da alta costura, do universo da festa, mas na minha cabeça era algo tão inatingível”, recorda-se. Hoje, ele tem seu próprio atelier, instalado em uma charmosa casa no bairro Jardim Europa, em São Paulo. Lá, mais do que fazer roupas, ele realiza sonhos. Tanto que acaba se envolvendo em todo o processo da cerimônia de suas clientes, escolhendo desde a joia e maquiagem até o sapato e o esmalte que a noiva vai usar. “Acredito que todo o processo de fazer a roupa comigo tem que ser prazeroso e elas se sentem abraçadas, muito seguras do meu lado”, orgulha-se. Hoje você tem seu próprio atelier. O que você cria? Vestidos de noiva, madrinha, debutantes... Às vezes, a gente faz até enxovais para a cliente. Por exemplo, ela vai para um casamento no Caribe. Tem o luau, o jantar de boas vindas, o almoço, o segundo jantar, o casamento, o brunch, então acabo fazendo roupas para todos esses eventos. Acho que as pessoas me procuram sempre que têm um momento feliz da vida, não só festa. O casamento ainda é muito clássico, muito tradicional. E o seu estilo? Me considero um clássico contemporâneo. Na verdade, gosto do que é belo. Gosto da mulher feminina. Tudo que é muito moderno ou estranho, acho que caminha do lado do feio. A maioria das mulheres quer se sentir bonita, segura. Geralmente, o que dá essa segurança são os elementos clássicos. Tem que revisitar todos esses códigos de um jeito mais moderno para não parecer uma caricatura, uma roupa antiga. Por isso faço o clássico revisitado com um olhar mais fresco.

50 · mai.15

avianca em revista

O quanto tem da participação da sua cliente na sua criação? Sou uma pessoa que quer realizar o sonho da cliente. Ela me conta tudo o que quer. Tento realizar aquilo da melhor forma possível. Mas também quero ter orgulho de assinar aquela peça. Por isso falo o que dá certo e o que não dá.

Desfile Sandro Barros Coleção Maxime Pre Fall 2014

O ritual do casamento ainda tem aquela “pompa” ou está mudando? Acho que depende dos noivos. Tem um pouquinho de tudo hoje em dia. Tem quem quer se casar em casa, em uma cerimônia pequena. Tem quem quer se casar na praia. A maioria ainda gosta do casamento clássico. Tem o sonho de entrar na igreja, vestida de noiva, com o véu comprido, à noite, em uma igreja importante. Isso está no imaginário de quase todas as mulheres que me procuram, principalmente. Existem tendências em casamento? Acredita nisso? Não. O que existe é uma vontade coletiva. Parece que todo mundo está pensando a mesma coisa. Por exemplo, há alguns anos acho que teve a volta da religiosidade, da igreja mais tradicional, de fazer uma cerimônia com músicas mais clássicas. Casar de manga comprida, às vezes de gola alta, vestidos mais rodados. Isso não é uma coisa que elas viram em uma passarela em Paris, isso fazia parte do imaginário delas. Como foi trocar de lado? Afinal, você se casou recentemente. Foi ótimo. Na verdade, como vivo nesse universo, sou superobjetivo. Sei o que gosto e o que não gosto. Na hora de criar o casamento, acabei fazendo um book de todos os croquis, onde desenhei os arranjos, como eu queria arrumar os bem casados. Mas me senti muito angustiado no final, por causa do lado perfeccionista de novo. Faltava uma hora para o casamento e eu ainda estava arrumando as mesas com as decoradoras. Hoje entendo porque depois de um casamento se procura um destino para descansar. A tensão é gigante. O que torna um vestido inesquecível? A mulher estar se sentindo ela mesma dentro do vestido, estar se sentindo bonita. O momento é avianca.com.br


inesquecível e o vestido complementa tudo isso. Acho que a gente sempre tem que fazer uma roupa que vai para o porta-retratos. Aquela foto importante, que você tem orgulho. Onde você busca suas inspirações? Das próprias mulheres. Convivo muito com elas, socialmente. Então sei o que elas desejam, o que elas têm e não têm, o que estão precisando. Essas mulheres que me rodeiam me influenciam demais, minhas amigas e clientes. Mas minhas grandes inspirações vêm das viagens que faço. Acabei de fazer uma coleção inspirada no Japão, que foi um sucesso. Gosto desses temas étnicos. É viajando que a gente refresca a cabeça, muda o olhar que está viciado na mesmice. Você sempre vai aos casamentos de suas clientes? Hoje em dia não consigo ir a todos, mas vou à maioria. Tem fim de semana que tem quatro noivas, então geralmente acabo não indo a um. Geralmente vou para vestir a que tem o vestido mais complicado, o mais difícil de colocar dentro do carro, porque não fico em paz sabendo que tem uma noiva com cauda gigante para casar e não confio em ninguém para ajeitar isso. Já que falou sobre lua de mel, quais seriam os destinos mais procurados? Elas vão para Ilhas Maldivas, Ilhas Maurício, Seychelles. Vão para a África do Sul primeiro e, de lá, para essas ilhas paradisíacas daquela região. Em resorts para descansar, não para fazer turismo, sabe? E no Brasil, tem algum lugar que você elege para realizar um casamento? Está super na moda o casamento em Trancoso, na Bahia. Essa coisa de fazer um casamento mais bucólico, mais colorido, mais integrado à natureza. Tem aquele charme da igrejinha do Quadrado. Alguns casamentos têm acontecido em Punta Del Este (Uruguai), no Caribe, e também tem algumas noivas que estão preferindo Paris (França) ou Toscana (Itália). Às vezes é mais barato do que casar no Brasil porque aqui você tem que convidar muito mais gente e lá fora você acaba fechando um pacote melhor.

“A gente sempre tem que fazer uma roupa que vai para o porta-retratos. Aquela foto importante, que você tem orgulho.”

avianca em revista

mai.15

· 51


around

52 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


Vale da

paz Por Camila Balthazar

Como a cidade que viveu anos sob a fama do narcotráfico reinventou-se e ganhou o prêmio de mais inovadora do mundo? Localizada num vale da Cordilheira dos Andes com um rio que corre entre as montanhas e guia seu povo orgulhoso de sua história, Medellín agora vive do dom de encantar quem passa por lá.

O

aeroporto internacional da segunda maior cidade da Colômbia fica a dois mil metros de altura. Assim que o avião pousou, às sete e meia da manhã, a nuvem de neblina cobria o clima de eterna primavera da cidade, cuja temperatura média anual é de 23 graus. Rodeada por montanhas da Cordilheira dos Andes, Medellín é quase sinônimo de flores em festa, de áreas verdes que se perdem no horizonte, de moda contemporânea e indústria têxtil, de obras ao ar livre do renomado artista Fernando Botero, de transporte público que dá aula de inovação para o mundo todo, de cultura campesina viva e de um povo educado que não joga um pedaço de papel nas calçadas. Mas, para além das fronteiras da cidade mergulhada em um vale e de seus 2,8 milhões de habitantes, poucas pessoas pensam nisso quando escutam o nome Medellín.

“A cidade do Pablo Escobar?” e “tem a ver com narcotráfico, né?” são alguns comentários feitos quando descobrem que você vai embarcar para Medellín. Realmente, os anos entre 1970 e 1990 não foram dos mais tranquilos. Os famosos cartéis de Medellín ditaram as regras da cidade, que viu muito dinheiro fácil, mas também uma constante nuvem de medo. A história começou a mudar em 1993, quando o poderoso chefão da droga, Pablo Emilio Escobar Gaviria, foi assassinado em um bairro classe média da cidade. Desde então, a positiva transformação social vista nas ruas e favelas parece milagre. Mas a suposta intervenção divina tem mais a ver com um esforço real do governo e da população em mudar a forma como o mundo os vê. avianca em revista

mai.15

· 53


around

VOos para medellin (mde)

São Paulo (GRU) Rio de Janeiro (GIG)

Saída Chegada 01:25 07:19 08:40 15:26

C. Koga

Para mais opções de voos consulte www.avianca.com ou 4004 4040 ou seu agente de viagens

1

O coroamento de tanta mudança veio com o prêmio de cidade mais inovadora do mundo, em 2013, resultado do concurso organizado pelo The Wall Street Journal e Citigroup. Suas concorrentes finalistas eram peso pesado: Nova York e Tel Aviv. Não à toa, os medellinenses não se cansam de repetir o fato, cheios de orgulho. “Não é a mais tecnológica, mas, sim, a mais inovadora, o que significa aplicar o conhecimento para melhorar a qualidade de vida”, afirma Germán Montoya, business expert da Ruta N Medellín, corporação focada (agora sim) na inovação por meio da tecnologia. O edifício coberto de placas de madeira e paredes verdes funciona como uma aceleradora de mais de 50 empresas e startups de boas ideias. Até 2021, o objetivo da cidade é virar, de fato, a mais inovadora tecnologicamente. Escritórios com essa proposta e universidades conceituadas já estão concentrados no bairro chamado informalmente de Medellinnovation, uma espécie de wanna be Vale do Silício. Enquanto isso, a cidade transforma seu próprio vale montanhoso, cercado por favelas superpopulosas. Um dos fatos que contou muitos pontos para a conquista do prêmio de inovação foram as escadas rolantes, ou escaleras electricas, como eles dizem em espanhol. À primeira vista, não tem nada de revolucionário. Mas a Comuna 13, ou bairro San Javier, a maior favela da cidade e mais violenta nos tempos passados, apresenta um cenário de cair o queixo. Desde 2012, seus 150 mil habitantes sobem e descem a empinada ladeira da favela de escada rolante. São seis lances, percorrendo 300 metros morro acima. Ao longo dos anos, a construção desorganizada não deixou espaço para carros. O que se vê é um labirinto de escadinhas improvisadas, que ligam um patamar da favela ao outro. Agora, além do fácil acesso via escadas rolantes ao ar livre, a região passou por

54 · mai.15

avianca em revista

2

uma colorida revitalização. Grafites nas paredes, desenhos nos telhados das casas, amplos balcões para a comunidade sentar e jogar conversa fora, áreas verdes e a tão desejada sensação de segurança. Nascida e criada na Comuna 13, Leidy Alandette trabalha como gestora de apoio das escadas elétricas, dando informação aos turistas. “Agora gosto de viver aqui. Antes era difícil sair pra trabalhar e estudar. Existiam barreiras invisíveis, que impediam o trânsito de um bairro a outro”, conta.

1

Escada rolante

na Comuna 13

2

Metrocable

3

Obra de

Fernando Botero no Parque das Esculturas

Já na Comuna 1, ou bairro Santo Domingo, o que se vê são teleféricos passando rumo ao céu. Nada de bondinhos turísticos. O projeto, batizado de Metrocable, faz parte do transporte público e integra o sistema de metrô. Nessa região, em vez de usar escada rolante, a população vai e vem com uma vista incrível da cidade. Ao embarcar na estação Acevedo, da linha L, sobe-se muito – mas muito –, sobrevoando um mar de casas populares e até mesmo o Parque Biblioteca Espanha, espaço de arquitetura ultramoderna, que abriga livros, cursos, exposições e oferece acesso à internet. Há outros oito parques biblioteca nas encostas de Medellín, garantindo que a cultura suba até as comunas. Ao chegar à estação Santo Domingo, começa a única linha turística do Metrocable, que percorre mais 14 minutos até o Parque Arví, uma enorme reserva natural de 16 mil hectares no topo da montanha. A 2200 metros de altura, dá pra curtir o frio com um piquenique entre árvores e orquídeas silvestres depois de uma cavalgada. Apenas 400 famílias moram lá, muitas delas dedicadas ao cultivo de flores e outros produtos da terra. O contato intenso com a natureza contrapõe perfeitamente com a experiência urbanística que ficou lá embaixo do vale. Aqui do alto, o silêncio impera. Mas, nos dias de hoje, é de paz; não de medo. avianca.com.br


3 avianca em revista

mai.15

路 55


around

Top 5 passeios em Medellín

1

Guatapé guatapé

No vilarejo colorido a 90 quilômetros de Medellín, o relógio não tem pressa com as horas. Senhores conversam no bar, crianças brincam na rua, enquanto pintores criam novos “zócalos”, nome dado aos típicos desenhos em alto relevo que enfeitam as casas. Se a construção abriga um mercado, frutas e verduras adornam a porta. Se alguém trabalha na Avianca, um Boeing estampa a fachada (de verdade!). Os zócalos contam a história das famílias e da cidade, que, inclusive, já desapareceu um dia. Para construir a represa, o povo inundado precisou se mudar. Novas casas foram construídas e a tradição dos zócalos acompanhou. O enorme lago artificial pode ser observado lá do alto dos 220 metros da pedra El Peñol. Depois de 740 degraus e muita coragem, a recompensa da vista 360 graus. O bate e volta organizado pela Colombia Travel terminou com um cafezinho quente e arepa de choclo (bolinho de milho) com manteiga e queijo fresco na venda – no melhor estilo colombiano.

Silleteros

2

Na época colonial, quando cavalos e mulas ainda não eram usados como meios de transporte, os escravos colocavam uma cadeira de madeira no ombro (a silleta) e transportavam pessoas pelas montanhas de Medellín. O tempo passou e a técnica foi adaptada para a venda de flores. Hoje, a tradição deu lugar à peregrinação anual de camponeses silleteros de Santa Elena, território onde fica o Parque Arví, carregando verdadeiras obras de arte feitas com arranjos de flores que pesam até 70 quilos. O Desfile de Silleteros acontece há 55 anos, sempre no Festival de Flores, realizado no mês de agosto. Essa cultura pode ser vista de perto em uma das 17 fazendas em Santa Elena. Os viajantes são recebidos com comida típica, visita às plantações e muita conversa sobre as emocionantes histórias de campesinos orgulhosos de suas tradições. avianca.com.br


3

C. Koga

Jardim Botânico

Museus No Parque das Esculturas, 23 obras gigantes de bronze do artista Fernando Botero compõem a paisagem da rua. “Suas obras não são gordas”, explica a guia Carolina Lopera , apontando para uma escultura aparentemente gorda. “Como ele faz as dimensões do pé, da cabeça e das mãos parecerem menores, o resto fica maior”, completa a guia, caminhando em direção ao Museu de Antioquia, o segundo fundado no país. Grande parte dos quadros e esculturas de Botero moram ali. Atualmente, o espaço conta com uma sala de exposição permanente de suas obras, além de outros artistas. Até o dia 18 de maio, a divertida mostra itinerante “El Circo”, também de Botero, expõe 32 óleos e 20 desenhos cheios da magia circense, interpretada com graça e, claro, volume. Outro espaço cultural imperdível é o Museu de Arte Moderno, construído em uma antiga fábrica de siderurgia. O amplo galpão de 3600 metros quadrados conserva grande parte da arquitetura original, dividida em várias salas com exposições de artistas contemporâneos emergentes. Em setembro, o museu conclui seu projeto de expansão, integrando um novo edifício com mais sete mil metros quadrados. Tudo para promover o boom que a arte colombiana vive nos últimos anos.

C. Koga

De repente, todo o barulho da cidade cessa. Como uma enorme bolha verde no meio de Medellín, o espaço de 14 hectares tem todas as espécies de árvores da região, um lago com flores de lótus, patos e iguanas, além do surpreendente Orquideorama, cuja arquitetura ganhou prêmio pelo design orgânico. É como um buquê de flores de madeira gigante, que permite a entrada da luz no jardim. Toda a estrutura foi pensada para canalizar a água da chuva e propiciar a quantidade certa de luz e sombra para orquídeas, bromélias, antúrios e tantas outras plantas. O Jardim Botânico ainda conta com restaurantes, cafés e uma lojinha fofa.

5

Parque Explora

Pertinho do Jardim Botânico, o Parque Explora é um espaço interativo de ciência e tecnologia, que também conta com aquário e planetário. Como mais um exemplo da modernidade e inovação de Medellín, a construção exibe quatro grandes caixas vermelhas suspensas e interconectadas. Há 15 anos, a região era considerada perigosa. Hoje recebe muitas crianças, que se apaixonam pelas serpentes, rãs douradas, pirarucus e tartarugas, além de aprenderem com jogos interativos de física, energia, genética e geografia. Também tem uma sala toda dedicada aos dinossauros, com 36 réplicas dos bichos extintos milhões de anos atrás. avianca em revista

mai.15

· 57


around

onde ficar InterContinental Medellín

Construído em 1959, esse é o hotel mais sofisticado e contemporâneo da cidade. Todo colombiano teve a mesma reação quando dissemos que estávamos hospedados ali. “É o melhor hotel de Medellín”, diziam. Os quartos têm cama king size, internet gratuita, entre as outras facilidades de um bom hotel, como cofre e mega televisão. Com três restaurantes e um lobby bar, o café da manhã é servido ao lado da piscina e oferece grande variedade de pratos quentes e frios, além de ovos feitos na hora. Academia 24 horas, quadra de tênis, minigolf, piscina aquecida, sauna e spa também fazem parte da infraestrutura. Diárias a partir de 114 dólares. www.movichhotels.com

onde comer In Situ

Pão caseiro e suco delicioso, que mistura hortelã, gengibre, mel e lulo, uma típica fruta colombiana. Situado em meio à natureza do Jardim Botânico, o restaurante conquista da entrada à sobremesa. Com ambiente elegante e acolhedor, uma música lounge compõe o cenário relax com o barulhinho da pequena cascata que fica do lado de fora. Entre os pratos principais inovadores, frango com amêndoa, laranja, chocolate amargo em pó, queijo brie e purê de batata crioula. A lembrança doce fica por conta dos mini churros com chocolate e morango. www.botanicomedellin.org

San Carbón

O restaurante especializado em parrilla faz parte da cultura da cidade. Aberta

58 · mai.15

avianca em revista

em 2003, a casa detém o curioso título de maior vendedora de vinhos do país. Isso porque o local sempre investiu em degustações de vinhos e rum para convidados e formadores de opinião. Acabou educando sua clientela. Além de carnes com corte de boa maturação e seleção especial, o menu inclui opções com frango, peixe e vegetarianas. Música ao vivo, espaço amplo, serviço de primeira e localização estratégica garantem algumas horas de boa comida e diversão ao redor da mesa.

Restaurante Hacienda

Localizado em frente ao Parque Lleras, o local fica no burburinho da Zona Rosa, que faz parte do elitizado bairro Poblado. O restaurante-bar reúne boa gastronomia com drinks criativos (pergunte pela agenda de cursos da coquetelaria). Entre os pratos principais, carnes e massas deliciosas, como o fettuccine com camarão e robalo. Para quem quiser seguir em frente, a balada Carlitos fica no andar de cima do restaurante.

Um balcão florido com vista para a Rua Junín, no coração da cidade. No interior do restaurante, decoração de uma típica casa de fazenda, com luminárias de época, uma fonte no meio do salão e garçons com trajes camponeses. Aberto em 1991, o restaurante prepara a autêntica comida da região, o que inclui a bandeja paisa (arroz, feijão, ovo, carne moída, torresmo, morcela, chorizo, abacate e arepa de milho). O ambiente atrai muitos locais e executivos da redondeza. Em vez de ser daqueles lugares “para turista ver”, é um verdadeiro resgate da cultura antioquenha.

www.facebook.com/restaurantetriadamed

www.restaurantehacienda.com

www.sancarbon.com.co

Tríada Restaurante

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 59


shopping

CLUCH BALONE R$189,00 www.baloneacessorios.com.br

wish list para as m茫es Anel london eye atelier schiper R$ 7.740,00 www.atelierschiper.com.br

shopping@aviancaemrevista.com.br

vinho Crasto Superior Branco 2013 R$ 136,00 SAC Qualimpor: 0800-7024492 www.qualimpor.com.br

Sand谩lia Vital Jimmy Choo R$ 2.480,00 www.jimmychoo.com

Brincos miguel alcade R$ 12.500,00 www.miguelalcade.com.br

Flor de Goiaba Deo Col么nia loccitane R$ 95,00 www.loccitane.com.br

Mega Paleta de Maquiagem avon R$ 249,99 SAC 0800 708 2866 Bolsa Jackie Slim Victor Hugo R$ 1.315,00 www.victorhugo.com.br

60 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 61


hot spot

Os achados de Chiang Mai Por camila neves

Localizada ao norte da Tailândia e rodeada por 300 belos templos, a segunda maior cidade do país conta com estrutura hoteleira de primeira, gastronomia local única e casas de massagem que oferecem tratamentos tradicionais a preços mínimos

Dhara Dhevi O cinco estrelas possui tudo o que se espera de um hotel de luxo: serviço impecável, espaço amplo e atividades mil. O imponente resort foi construído há pouco mais de dez anos pelo empresário tailandês Suchet Suwanmongkol, que fez questão de aproveitar cada pedaço da propriedade de 60 acres instalada na área rural de Chiang Mai, a apenas dez minutos do centro da cidade antiga. O resultado? Algo muito próximo a um reinado, com direito a palácio, templo, três restaurantes top, academia, duas piscinas, quadras de tênis e até campo de arroz, onde se pode conhecer de perto búfalos de água cor-de-rosa. Pela manhã, o hóspede pode participar da oferenda aos monges budistas e seguir para uma aula de yoga ou muay thai. Não deixe de conhecer o spa sensacional (mas com preços um tanto salgados) do hotel e comer o famoso macaron do Cake Shop, que fica nas dependências do Dhara Dhevi. Diárias a partir de R$ 2.000 na suíte colonial. www.dharadhevi.com

Taste From Heaven

Ir a Chiang Mai e não se submeter às mãos precisas das massagistas tailandesas chega a ser um pecado. Destaque para o Lila Thai Massage, que, de tão popular, precisou abrir cinco endereços - todos na cidade antiga - e mesmo assim continua com lista de espera nos horários de pico. Bom mesmo é garantir reserva com antecedência, chegar no horário agendado sem estresse e aproveitar ao máximo o tratamento escolhido. Os mais concorridos são a massagem tailandesa tradicional e a reflexologia, cada um a R$ 20 a hora. Detalhe: grande parte das funcionárias do spa são ex-detentas treinadas ainda na prisão. O trabalho é uma boa oportunidade para essas mulheres ganharem a vida legalmente após serem soltas.

Carne animal e conservantes estão fora do cardápio deste restaurante, que possui menu variado, mas é especializado em comidas típicas como pad thai e khao soy, preparadas com alternativas de proteínas vegetais, como o tofu. Saborosos até dizer chega, os pratos agradam os mais exigentes vegetarianos e vegans, além daqueles sem restrições alimentares. Não se esqueça de perguntar o nível de pimenta da sua escolha, já que os tailandeses costumam ser bastante tolerantes a temperos picantes. Se a refeição agradar, inscreva-se no curso de culinária de meio dia oferecido no local ao preço médio de R$ 100.

www.chiangmaithaimassage.com

www.taste-from-heaven.com

Lila Thai Massage

62 · mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 63


front

Vestido Lanvin J贸ias Andrea Conti


vida leva ela Fernanda Paes Leme sempre deixou as coisas acontecerem naturalmente. A atriz continua de boa, com tudo e todos, mas, de repente, sentiu a maturidade chegar. “Estou nessa fase de assumir o lado da mulher de 30 anos. Continuo deixando a vida me levar, mas agora ela vai me levar para onde eu quero ir”, enfatiza. Por Camila Balthazar Fotos Danilo Borges

A

Fernanda que desembarcou no Rio de Janeiro em 2002, para gravar o quarto ano do seriado “Sandy & Junior”, da Rede Globo, levava uma mala com roupas totalmente diferentes daquelas usadas durante a adolescência. Sua personagem, a patricinha mimada Patty, influenciou seu estilo na vida real. A “maloqueira” que entrava no estúdio de filmagem com um gorro rastafári gigante arrastando no chão, calça larga, tênis surrado e cabelo oleoso aprendeu na prática que a vaidade tinha lá suas vantagens. “Eu saía da gravação maquiada e de chapinha e ia pro forró. Percebi que os meninos me olhavam diferente e que a vaidade trazia resultado”, lembra a atriz, rindo. Filha única até os sete anos, Fernanda passou grande parte da infância na casa dos avós, às voltas com os dois primos mais velhos. Além do amor pela comida da vó Teresinha, que servia o bom e velho arroz, feijão, bife, batata frita e farofa, ela gostava de jogar hóquei, subir em árvore e brincar com os carrinhos de rolimã feitos pelo vô. Vira e mexe, aparecia com um braço quebrado. A moleca também gostava de escrever. Aos sete anos, começou a criar peças de teatro para encenar com as meninas do prédio onde morava. Escrevia, dirigia e atuava para os familiares na época de Natal. As referências para as histórias vinham dos livros de Monteiro Lobato, do filme das Paquitas e até mesmo da novela Carrossel, misturando o universo real com o fantástico. “Sempre fui tinhosa. Lembro de ficar triste quando ia brincar de Carrossel e minhas amigas me botavam para interpretar a Maria Joaquina. Eu queria ser a Valéria, a amiga dos meninos. Mas elas diziam que, por ser mandona e boa atriz, tinha que ser a Maria Joaquina”, conta. Nas festas de aniversário das colegas, a personalidade falava alto de novo. Se os animadores precisavam de alguém para vestir uma fantasia e interpretar algo, adivinha quem levantava o dedo rapidinho para participar? “Eu era ‘aparecida’.

Queria chamar mais atenção que a aniversariante!”, diz a atriz, que passou dois anos olhando para a televisão e afirmando que queria estar lá dentro. Filha da ex-bancária Maria do Carmo e do famoso comentarista esportivo Álvaro José, Fernanda insistiu tanto que os pais cederam e a levaram a uma agência de publicidade para crianças. “Meu primeiro teste foi para um colégio e passei. Depois disso, foram uns cem comerciais ao longo de quatro anos”, afirma. As salas de espera dos testes reuniam vários nomes famosos hoje em dia, como Fernanda Souza, Paloma Bernardi, Fernanda Vasconcelos e Mariana Ximenes. Todas eram conhecidas por serem boas nos chamados “testes com fala”. “Quando víamos que tinha fala e a Fê Souza estava lá, todo mundo já dizia: ela vai pegar”, lembra a atriz, que abandonou esse universo aos 12 anos para colocar aparelho nos dentes e dedicar-se ao vôlei. “Encasquetei que queria ser jogadora de vôlei. Eu também amava esporte. Fiquei três anos federada pelo Banespa”, expõe Fernanda, que jogava na posição de ponta. Na época, sua altura já era praticamente a mesma de agora: 1,62 metro. O pai até dizia que ela poderia ser levantadora, assim como a Fernanda Venturini, mas a atleta não via a menor graça na posição. Durante seu período de competições esportivas, o fenômeno “Chiquititas” explodiu, tendo Fernanda Souza, a “boa de fala”, como protagonista da novela. “Não cresci, tirei o aparelho e voltei aos testes de publicidade, além de começar o curso de interpretação que a agência oferecia”, diz a artista, que encontrou um cenário bastante diferente dos anos anteriores. “De repente, o mundo inteiro queria fazer publicidade. Eu chegava nos testes e, em vez de 50 pessoas, eram 500. Sem paciência, eu puxava minha mãe e dizia que queria ir embora”, conta. A grande


front

“Minha carreira sempre foi marcada por um degrau de cada vez. Nunca fui aquela atriz que fez algo e virou um boom, uma febre.”

oportunidade apareceu aos 15 anos. Uma produtora de elenco a chamou para o teste do piloto do seriado com a dupla de cantores “Sandy & Junior”, que poderia ser vendido para a Globo ou SBT. Fã de Raimundos e já na sua fase “maloqueira”, ela decidiu não perder a oportunidade de deixar a publicidade para investir na dramaturgia. De novo, o mundo queria isso. “Quando cheguei ao teste, mais de 1500 crianças pré-adolescentes estavam lá. Decidi ir embora, mas a produtora me passou na frente”, conta Fernanda, com um quê de vergonha, mas em sua versão bem mais madura e paciente. Ao chegar em casa, a notícia de que havia sido aprovada para o papel da Vicky já a esperava. Após passarem quatro dias gravando o piloto no colégio Liceu, em Campinas, o projeto foi vendido para a Globo. Na hora de filmar pra valer, Fernanda soube que interpretaria a Patty. “Não entendi nada. Mas aí o diretor comentou que, durante uma etapa do teste, ele falou algo que eu não gostei. Como resposta, arqueei a sobrancelha e fiz uma expressão de impaciência”, explica a atriz. Pronto. Ali estava a Patty perfeita, que caminharia toda torta em cima do inseparável sapato de salto alto. “Todo mundo achava que era uma supercomposição de personagem, mas eu não sabia andar de salto alto!”, ri. Depois de finalizar os quatro anos de seriado, Fernanda emendou um trabalho no outro. O segundo papel que lhe deu bastante visibilidade foi a Elisa, da minissérie “Um Só Coração”, produzida pela Globo. Sua personagem, a melhor amiga da Ana Paula Arósio, começa a trama com 16 anos de idade e termina com 47, exigindo bastante caracterização e amadurecimento na interpretação. Sua primeira cena de nudez foi gravada ali, aos 19 anos. “Sempre fui bem desprendida. Acho que os homens ficavam mais constrangidos do que eu. Afinal, eu era uma menina”, aponta. Um ano depois, em 2005, a atriz incorporou a dramática mexicana Rosário, que tenta entrar de forma ilegal nos Estados Unidos, na primeira fase na novela “América”. Seguindo sua filosofia de quebrar paradigmas e escancarar sua ousadia, Fernanda estampou a capa da Playboy aos 22 anos, logo depois da novela “América”. “Fazia tempo que uma atriz nova não fotografava para a revista. Pensei: ‘ah, é? Então quero fazer’. É aquela coisa de ser destemida. Quando você é mais jovem, gosta de mostrar isso”, observa. Como na maioria dos casos, a revista nas bancas traz a independência financeira. “Eu tinha meu dinheiro desde os 15 anos. Mas, com essa idade, você paga a conta do celular. Aos 18, foi a vez do meu carro, o ‘tomatinho vermelho’. Com a Playboy, comprei meu apartamento”, diz a atriz, um pouco motivada pela vaidade. “Nunca fui a mais bonita da escola, mas minha autoestima sempre foi boa. Eu era extrovertida, cheia de

66 · mai.15

avianca em revista

personalidade, andava de skate. Os meninos gostavam de estar perto de mim”, conta. O ano de 2007 teve toda a intensidade que a geminiana gosta. Fernanda atuou na minissérie “Amazônia, de Galvez a Chico Mendes” e na novela “Desejo Proibido”. Também estreou o filme “O Homem Que Desafiou o Diabo” e integrou o elenco da comédia romântica “Podecrer!”. “Além disso, gostei muito de participar da novela das 6 ‘Paraíso’, de Benedito Ruy Barbosa. Fiz a Maria Rosa, uma personagem moderninha de cabelo curto. Não ligo de mudar a aparência para um trabalho”, diz a atriz, com um currículo de muitas novelas, filmes, séries e teatro, onde interpretou Dona Flor, até hoje, sua única protagonista. “Minha carreira sempre foi marcada por um degrau de cada vez. Nunca fui aquela atriz que fez algo e virou um boom, uma febre. Às vezes, dou cinco passos pra frente e, de repente, volto três. Nada vem de mão beijada”, comenta. No ano passado, a artista descobriu seu lado apresentadora. À frente do programa “SuperStar”, da Globo, Fernanda comandou a Sala da Interatividade, entrevistando as bandas que se destacaram no palco. “Aprendi muito. O público se surpreendeu e eu também. Hoje até penso em fazer um programa meu”, expõe. Durante o programa, a atriz gravou o filme “Divã a 2”, que estreia agora, dia 14 de maio. Dirigida por Paulo Fontenelle, a comédia romântica tem Vanessa Giácomo, Rafael Infante e Marcelo Serrado no elenco. Na televisão, Fernanda pode ser vista às quartas-feiras, na segunda temporada da minissérie “Amor Veríssimo”, do canal GNT, com roteiros baseados nos textos do escritor Luís Fernando Veríssimo. “Já estava com saudade de atuar. Fiquei feliz em saber da segunda temporada. É sinônimo de sucesso”, destaca. Prestes a completar 32 anos, Fernanda aproveita o lado bom de ser “gente grande”. “A maturidade chega. Sem avisar. Estou nessa fase de assumir o lado da mulher de 30 anos. Quero me movimentar para me realizar artisticamente, em vez de apenas aceitar o que vem pra mim. Continuo deixando a vida me levar, mas agora ela vai me levar para onde eu quero ir”, ressalta. Entre um trabalho e outro, ela não para quieta. Ajuda os amigos no que eles estiverem fazendo, cria grupo de estudo, pinta livros de colorir – vício que chegou faz uns seis meses –, vai começar um curso de fotografia e viaja. Do mundo que Fernanda já viu, seus lugares preferidos são Nova York, Paris e Fernando de Noronha. A cada passo da vida, ela leva sua fé. “Gosto desse verbo: acreditar. Além disso, a palavra da minha versão mais madura é leveza. Quero ser uma pessoa leve e transparecer isso. Se algo não deu certo, não deu. Vamos pensar no lado bom? A vida é simples. A gente que complica demais”, analisa, com um sorrisão estampado no rosto. avianca.com.br


Vestido Diesel Black Gold Sand谩lia Schutz J贸ias Andrea Conti Anel Emar batalha


urban

68 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


Mini oásis nas ruas da cidade Por Ricardo Oliveros Fotos Instituto MobilidadeVerde

1 Um parklet ocupa a vaga de dois carros estacionados. Em um dia, isto equivale a 40 automóveis. Com os miniparques, 400 pessoas podem aproveitar este espaço. 2 A Prefeitura de São Paulo lançou um Manual de Implementação de Parklets. Para quem quiser saber como implantar um, acesse: www. gestaourbana.prefeitura. sp.gov.br/parklets

Q

uantas vezes você está andando na rua e tudo o que precisa é sentar para descansar um pouco? Pensando nisso, foram criados os parklets, que transformam uma vaga de estacionamento de carro em um miniparque. Lincoln Paiva, presidente do Instituto Mobilidade Verde, responsável pela implantação das primeiras unidades em São Paulo e consultor da Prefeitura de São Paulo para a transformação destes pequenos espaços em política pública, mostra as suas vantagens para a cidade. “Quando uma cidade instala um parklet, precisa entender que está discutindo as funções da via e o tipo de uso do solo na cidade. Um parklet não é uma solução urbanística, é um instrumento urbanístico que permite discutir o uso do solo a partir da restrição do estacionamento do carro. Trata-se de um novo olhar para a via rumo a uma cidade mais humanizada”, avalia Paiva. No Brasil, o conceito de parklet surgiu em São Paulo, em 2012. A primeira implantação aconteceu no ano seguinte, liderada por um grupo composto por arquitetos, designers e ONGs. A boa avaliação da população permitiu à Prefeitura de São Paulo transformar a ideia original em política pública de ocupação dos espaços públicos da cidade, revertendo para as pessoas áreas originalmente destinadas aos automóveis.

De fato, a grande maioria das cidades sofre com ausência de espaços públicos. Por outro lado, a implantação de praças e parques é, muitas vezes, inviável porque requer desapropriações de espaços, geralmente com altos custos envolvidos. De acordo com a prefeitura, o parklet é um ato de cidadania. “Quando a Prefeitura de São Paulo aprovou a legislação que regulamenta a implantação de parklets, a primeira vitória foi quebrar a ideia da cidade inviável, porque muita gente achou que não daria certo no Brasil em função de várias questões ligadas à segurança e ao tipo de ocupação. Mas a população abraçou o projeto desde o início. Não houve vandalismo e está sendo muito bem utilizado e avaliado por diversos tipos de pessoas”, responde Paiva. Ao mesmo tempo em que o miniparque restringe o estacionamento dos carros, ele permite o uso do espaço de forma democrática por pedestres, ciclistas, crianças e idosos. “A implantação destes espaços representa a possibilidade de estabelecer um diálogo com a cidade e quebrar o conceito de que a rua é apenas lugar de carro. Além de conectar os cidadãos com o espaço público, ele coloca um lugar de trocas no caminho das pessoas”, finaliza. avianca em revista

mai.15

· 69


sabores

O multifacetado Carlos Bertolazzi Por Carla Palmieri

A

ntes de se tornar chef de cozinha e apresentador, Carlos Bertolazzi se formou em administração de empresas e atuou durante anos no mercado financeiro. Em 1996, por influência inicial de seu avô, deu início aos primeiros passos na gastronomia no Buffet Cucina, que pertence à sua mãe, Vera. “Estava cansado de trabalhar no mercado financeiro. Simplesmente não sentia mais prazer em fazer isso. Nesta época, já fazia jantares para alguns clientes e comecei a atuar ao lado de minha mãe nos eventos do Cucina”, explica. A carreira em gastronomia iniciou oficialmente em 2005, quando viajou

70 · mai.15

avianca em revista

à Itália e estudou no ICIF (Italian Culinary Institute for Foreigners). Em Torre Pellice, trabalhou por seis meses no famoso restaurante Flipot (duas estrelas Michelin). Retornou ao Brasil, mas não tardou em continuar com suas experiências gastronômicas no exterior, indo para Nova York em 2006, direto para a casa comandada pelo icônico Scott Conant. Em 2007, trabalhou no El Bulli e, de lá, seguiu novamente para Piemonte, onde passou pelo conhecidíssimo restaurante de Enrico Crippa, o Piazza Duomo. “Tive a sorte de trabalhar com chefs que eu admirava e que me agregaram experiência e sabedoria para me tornar um bom cozinheiro”, afirma.

De volta ao Brasil, em 2009, abriu sua primeira casa, o Zena Caffè, com os sócios Dudu Pereira e Maria Eugênia Baracat. A casa possui um clima típico italiano, com ambiente agradável, propondo aos comensais que apareçam a qualquer hora do dia o desfrute de uma comida rápida e saudável. Seu menu oferece receitas autênticas da região do norte da Itália (Ligúria). “O Zena tem uma proposta de comida e preço legal, sem perder a identidade genovesa”, diz. Bertolazzi também é um dos apresentadores do programa “Homens Gourmet“, do canal Bem Simples (FOX), e comanda o “Cozinha sob Pressão”, do avianca.com.br


Zena Caffè Cozinha: Italiana Preço médio: R$50,00

Irrequieto e prolífico, pretende lançar um livro ainda em 2015, produtos com sua marca e viajar muito. Fecho o nosso bate papo perguntando qual é o segredo para tanta disposição. Sorridente, ele responde: “Simples, tenho prazer no que faço!”.

Prato destaque: Gnocchi Zena (nhoque com molho de tomate fresco, manjericão e fondue de queijo stracchino). Massa caseira e afetiva. A combinação do molho de tomate levemente adocicado com o sabor mais intenso do queijo faz desta receita uma explosão de sabores. Rua Peixoto Gomide, 1901 Jardins - São Paulo www.zenacaffe.com.br

Tadeu Brunelli

SBT, que estreia sua segunda temporada em breve. O chef tornou-se uma das figuras mais temidas da TV graças às severas observações que distribui em cada episódio do polêmico programa. “No reality, realizo algo real, não teatral. Na cozinha de um restaurante, existe uma pressão grande e o que acontece no programa é muito comum no cotidiano de um cozinheiro”, conta.

avianca em revista

mai.15

· 71


mapa Gastronômico

Sem culpa Por Paulo Greca

Demos um giro por São Paulo e selecionamos alguns locais com guloseimas imperdíveis. Entregue-se à tentação e aproveite!

Rogério Voltan

La Vie en Douce

Sweet Pimenta

É sabido que a gula é um dos sete pecados capitais, porém o perdão pode ser obtido com uma rápida passada no recanto da chef Carole Crema, para experimentar uma vasta gama de cupcakes. Outras delícias também vão fazer você morrer de raiva por não conseguir se conter, como o Tubo de Lego (R$ 35), com chocolates coloridos em formato de Lego - nos sabores branco, ao leite, morango, laranja e limão - perfeitos para acabar com aquele insaciável apetite de formiga. Funciona até as 19h. Não possui serviço de manobrista. Wi-fi grátis.

Mãe e filha, unidas em busca da perfeição. A frase se aplica muito bem para as chefs Zenaide e Juliana Pimenta. A casa, situada no bairro dos Jardins, oferece um excelente brunch, inova com a inclusão de sucos prensados a frio no portfólio de bebidas e capricha nas sobremesas e doces variados, para o deleite dos clientes. Vale conferir a Rabanada com Calda Toffee e Sorvete de Creme (R$ 17), regada por um saboroso cafezinho de saideira. Wi-fi grátis.

Rua da Consolação, 3161

Rua Doutor Mario Ferraz, 577

www.lvddoces.com.br

www.sweetpimenta.com.br

Ale Tedesco Bakery Shop

Anusha

No melhor estilo das bakeries de Nova York, essa pequena loja no bairro do Brooklin traz confort cakes de dar água na boca. O sabor das gulodices faz com que até o mais bronco dos mortais se lembre de seu tempo de infância. Quem chega cedo tem a oportunidade de assistir ao processo de finalização de produtos e consegue lugar para desfrutar de um saboroso almoço do enxuto cardápio oferecido pela chef Alexandra Tedesco. Experimente um pedaço do Bolo de Cenoura (R$ 15) como sobremesa e comprove que sua visita não foi em vão.

Localizado no bairro do Itaim Bibi, é um lugar gostoso para fazer um pit stop. A doceria é comandada pela proprietária Ana Maria Castanho, que abusa na confecção de coisinhas engordativas capazes de fazer você se esquecer da culpa, tais como o Bolo Naked Cake (R$ 137/ Kg), com três camadas de pão de ló branco recheado com brigadeiro crocante, creme inglês e frutas vermelhas. Para os mais controlados, existem opções dietéticas, como as Trufas Diet de Chocolate 100% Belga (R$ 5/ unid). Acesso e banheiro adaptados para portadores de necessidades especiais. Aceita cão guia.

Rua Américo Brasiliense, 1538

Rua Comendador Miguel Calfat, 420

www.aletedesco.com.br

www.anushachocolates.com.br

72 · mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


carta de vinhos

Parceiros da gula por paulo greca

Para esta edição, escolhemos quatro exemplares de vinhos doces que podem ser servidos como aperitivo ou usados para aprimorar sua sobremesa. Anote.

Premium Cream Sherry (R$ 88)

Moscatel de Setúbal 2004 (R$ 63)

Espanhol da região de Jerez, feito pelo curioso sistema de Soleira y Criadeira, no qual os vinhos envelhecem em barricas de madeira empilhadas. Todos os anos, com a safra nova, 1/3 do vinho da barrica da soleira (inferior) é engarrafado e vendido. O espaço livre existente é completado até o topo por 1/3 de vinho novo da barrica criadeira (superior). Esse trabalhoso processo, denominado Saca y Rocio, faz com que a bebida desenvolva aromas e sabores muito peculiares, como esse exemplar, de cor roxa escura, com aromas intensos de frutas secas, cítricas, mel e toques de balsâmico. Na boca, é doce, com boa acidez, encorpado, com final persistente e retrogosto de mel.

Varietal português vinificado nas colinas da Serra da Arrábida, em Azeitão, com uvas de 100% Moscatel. O produto do envelhecimento por oito anos em barris de carvalho francês pode ser notado em seus aromas e sabores intensos de flor de laranjeira, doce de laranja, passas, figos, damascos secos e nozes. Na boca, é pleno e demonstra um balanço excelente entre acidez e riqueza de açúcar em meio à sua cor topázio dourada. Foram produzidas apenas 35 mil garrafas. Aproveite.

www.winesoulstore.com.br

Este português da região do Douro, proveniente de vinhas com mais de 25 anos de idade, é elaborado em um blend com as castas Bastardo, Donzelinho Tinto, Mourisco Tinto, Tinta Amarela e Tinta Barroca. O bom resultado é facilmente percebido ao se abrir a garrafa, com a bela coloração rubi escura, aromas intensos e sabores marcantes de frutas maduras, como groselha e ameixa. Bastante complexo, com final longo e excelente potencial de guarda.

Huxelrebe Auslese 2012 (R$ 95)

Alemão feito na região de Rheinhessen. A colheita tardia das uvas brancas do tipo Huxelrebe resulta em um vinho bem untuoso, doce, com notas de frutas amarelas e toques cítricos. Revela um bom equilíbrio entre doçura e acidez, com final longo e persistente. www.weinkeller.com.br

www.portusimportadora.com.br

Casa de Santa Eufemia Porto LBV 2002 (R$ 139)

www.winesoulstore.com.br avianca em revista

mai.15

· 73


around

Paraíso alagoano PorTalita Paes Fotos C. Koga

Praias paradisíacas, gastronomia de ótima qualidade e um povo muito hospitaleiro. Isso é Alagoas. Localizado na região nordeste do Brasil, o estado reserva paisagens belíssimas, do extremo sul ao norte. Reduto de grandes nomes da política e da cultura brasileiras, Alagoas encanta com suas histórias marcadas por muita luta e poesia

Jangadas do principal cartão-postal de Maceió, a praia de Pajuçara

74 · mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 75


around

O relógio aponta 4h35 da manhã e, da janela, já é possível ver os raios de sol aparecendo. Nas ruas, pessoas começam a fazer suas atividades. Em Maceió, capital de Alagoas, a vida é assim: tudo começa cedo, sendo que o comércio abre as portas por volta das 7h30. “É uma vida tipicamente interiorana. A sensação de todo visitante é de que perdeu a hora, porque amanhece muito cedo”, conta o guia turístico, Antônio Lino.

1 Vista para o mar na praia do Francês 2 Fachada da Associação Comercial de Maceió 3 Margem da Lagoa Manguaba

Na orla urbana, a vista é para a praia de Pajuçara, um dos cartões postais da cidade. O azul do mar inspira um passeio de jangada, que custa 30 reais e pode ser feito por qualquer pessoa. Há jangadas adaptadas, promovendo a acessibilidade a todos. Do bairro Pajuçara, seguimos em direção ao litoral sul. No caminho, um pouco da história da cidade é retratada na Associação Comercial, um casarão que abriga o Museu do Comércio de Alagoas e da Tecnologia do Século 20. Também no percurso estão o Memorial à República, que homenageia os presidentes brasileiros, e o Museu Theo Brandão, que reproduz diversos acervos da cultura popular do estado. Fora do perímetro urbano de Maceió, a aproximadamente 20 quilômetros de distância, avistam-se as duas maiores lagoas da região: Manguaba e Mundaú. O lugar, bastante calmo, é propício para relaxar. Não demora muito e chegamos à praia do Francês. Qualquer adjetivo seria pouco para descrever o local. A água verde azulada cativa os visitantes. A praia é bastante famosa entre os surfistas e o mar agitado é perfeito para a prática de esportes náuticos. A 15 minutos desse paraíso está a Barra de São Miguel. A cidade é reduto de festas e atrai muitos jovens durante o ano inteiro. “A região tem um aspecto bem jovial”, afirma Lino. Não podia ser diferente. Com a vista para a praia do Gunga, considerada uma das 10 mais belas do mundo pelo Guia 4 Rodas, o jeito é tirar o chinelo e curtir o cenário. “Aqui, é para ficar com o pé na areia”, destaca Alexandre Carnaúba, empresário carioca, dono do Praêro, um dos points mais badalados da região.

Explore a Costa dos Corais

No sentido norte de Maceió, a viagem de 93 quilômetros leva a São Miguel dos Milagres. É um pouco mais de uma hora de viagem, porém o tempo passa rápido devido ao bom humor dos alagoanos. Menos exploradas, as piscinas naturais do litoral norte são as mais preservadas e, por essa razão, trazem a sensação de exclusividade. Nesse trecho do litoral, a água é mais quente e com menos ondas.

76 · mai.15

avianca em revista

VOos para maceió (mcz)

Salvador (SSA) São Paulo (GRU)

Saída Chegada 10:40 11:44 19:30 22:20

Para mais opções de voos consulte www.avianca.com ou 4004 4040 ou seu agente de viagens

avianca.com.br


2

3

No caminho, uma parada na praia de Camaragibe. Tranquila, a primeira impressão é a de que o lugar é ideal para descansar e levar a família. A poucos quilômetros dali, na praia do Riacho, ainda mais tranquilidade. Rodeada por coqueiros, é bastante reservada e costuma ser destino para quem gosta de praticar esportes náuticos. Com o sol brilhando e a temperatura registrando 28 graus, foi a vez de conhecer a famosa praia do Toque. Deserta e com privacidade total, garante uma vista deslumbrante. A areia macia e clarinha transforma o local em um verdadeiro paraíso. Não é difícil encontrar casais em lua de mel por ali. Antes do fim do dia, vale uma visita ao Pontal da Barra. Além de garantir o melhor ângulo para assistir ao pôr do sol, o lugar concentra a principal feira de artesanato da região. Basta caminhar alguns metros para encontrar muitas mulheres rendeiras produzindo o tradicional filé, bordado feito a partir da rede de pesca. Com a mesma delicadeza, são feitos os objetos de cerâmica, as esculturas nos palitos de fósforos, entre outros artesanatos típicos da região.

1

O sol se põe às 17h30 e, para os alagoanos, já é noite. O comércio se prepara para fechar as portas e a vida noturna se inicia. Os quiosques à beira mar são ótimas opções para curtir a noitada. Desde o forró pé de serra até o show de humor, sempre tem alguma atração para aproveitar. avianca em revista

mai.15

· 77


AROUND

1

2

4

5

Onde comer 1 Lopana

Point da sociedade alagoana, o quiosque está localizado na orla da praia de Ponta Verde e foi eleito o melhor bar de praia pela Revista Veja Comer & Beber Maceió, pelo sexto ano consecutivo. O sucesso é decorrente do ótimo atendimento e da comida de qualidade servida no local. Uma boa pedida é o famoso sururu ou a Carne de Sol Lopanesa. Vale destacar que a casa organiza quatro dos eventos mais badalados de Maceió. Av. Silvio Carlos Viana, 27 www.lopana.com.br

2 Divina Gula

Entre os diversos prêmios que já ganhou, o restaurante foi eleito, em 2012, o melhor em comida brasileira pela Revista Veja Comer & Beber

78 · mai.15

avianca em revista

Maceió. Entre os deliciosos pratos estão o Atoladinho de Macaxeira e a sobremesa da casa, a Torta Japaratinga, um mix de bolacha salgada com chocolate. Com uma decoração inovadora, que retrata as tradições mineiras, a casa é resultado de muito trabalho do chef André Generoso e de sua esposa Claudia Mortimer. Av. Eng. Paulo Brandão Nogueira, 85 www.divinagula.com.br

3 Praêro

Localizado na Barra de São Miguel, o bar de comida regional tem características paradisíacas e uma estrutura completa. Há gazebos com espreguiçadeiras e ombrelones distribuídos pela praia, tornando o ambiente bastante aconchegante. Também é oferecido um passeio de catamarã a 30 reais por pessoa. E, para quem curte esportes náuticos, uma opção é se aventurar na prática do Stand

3

6

Up Paddle. O valor é de 30 reais para 30 minutos de aula. Av. Neonite Cavalcante, s/nº - quadra E, lotes 1,2 e 3 - Loteamento Solemar

Onde ficar 4 Radisson Hotel Maceió

O hotel é uma excelente opção para quem quer ficar próximo dos principais points da zona oeste de Maceió. Com design moderno, os hóspedes podem desfrutar da piscina que fica na cobertura e tem uma vista belíssima da praia de Pajuçara. Oferece sauna, academia, espaço de jogos e espaço kid’s club. A tarifa média é de 315 reais para o casal. Av. Dr. Antonio Gouveia, 925 www.atlanticahotels.com.br

5 Hotel Ponta Verde Praia do Francês

Inspirado na cultura da cidade, o hotel mistura a modernidade

com elementos rústicos. Em todos os ambientes é possível encontrar objetos que retratam a história da região. Com vista para a praia do Francês, o hóspede usufrui de uma ótima infraestrutura. Diárias a partir de 269 reais, com café da manhã. Rua das Algas, 300 www.hotelpontaverde.com.br

6 Gungaporanga

Hotel

São 18 bangalôs exclusivos, todos com uma vista para a praia do Gunga e de São Miguel. Da piscina com borda infinita, a sensação é de que tudo faz parte de um mesmo cenário. O hotel oferece um passeio de trilha, entre outros serviços internos, como massagem, sala de leitura e sauna. Diária para casal fica entre 745 e 1.220 reais. Rodovia AL 220 km 3 www.gungaporanga.com.br avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 79


cultura

Design por todos os lados Por Natália P. Machado

São quase dois meses de atividades e exposições na capital catarinense. Com o tema “Design para Todos”, a Bienal Brasileira de Design Floripa 2015 reunirá profissionais do mundo todo e tem a Avianca como companhia aérea oficial.

A

largada da Bienal Brasileira de Design Floripa 2015 acontece nos dias 15 e 16 de maio com o Seminário Internacional, evento que promove 12 palestras com profissionais de diferentes partes do mundo e múltiplas visões. China, África do Sul, Turquia, Alemanha, Holanda, Suíça, Espanha, Estados Unidos, Colômbia e Brasil estão representados pelos convidados, que irão dialogar sobre como o design olha para grupos minoritários, grandes populações urbanas, novas classes sociais, coworking, linguagens tecnológicas e tantos outros temas que inserem o design no dia a dia de todos.

Com o slogan “Design para Todos”, o evento quer mostrar a universalidade do tema e ampliar a percepção do papel do design para o desenvolvimento econômico e sustentável do país. Afinal, o design faz parte do cotidiano, concebendo produtos que não apenas cumpram suas finalidades essenciais, mas facilitem a vida das pessoas. Um carro, uma peça de mobiliário, uma roupa, um eletrodoméstico ou uma obra de arte. Tudo é design. Entre os dias 15 de maio e 12 de julho, essa será a vibe presente na capital catarinense, que recebe exposições e ações educativas espalhadas por diversos locais, como o Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), o Centro Integrado de Cultura (CIC) e o Museu Histórico de Santa Catarina (MHSC). Ao longo desses dois meses, o foco das mostras está nos produtos de fabricação industrial, representados pelo design gráfico, embalagens, ambientes e serviços. A ideia da curadoria é misturar um pouco de cada, para que o público perceba a presença do design, tanto numa cadeira de rodas como na sinalização de um banheiro. Toda a programação está disponível no site: www.bienalbrasileiradedesign.com.br

80 · mai.15

avianca em revista

Mais cultura Desde 2011, o projeto Avianca Cultural incentiva manifestações artísticas, como peças teatrais, musicais, shows, filmes e festivais. Em 2014, a iniciativa patrocinou 36 peças e musicais, entre os quais “O Que o Mordomo Viu”, “Crazy For You”, “Hiperativo”, “O Grande Circo Místico” e “Tim Maia - Vale Tudo, o Musical”. Nos cinco primeiros meses de 2015, a companhia aérea já apoia 12 projetos culturais, como a “Bienal Brasileira de Design”, “Peppa Pig”, “Cazuza”, “220 Volts”, “Rita Lee Mora ao Lado” e “A Última Sessão”. “Nosso objetivo é contribuir para que essas manifestações culturais brilhem cada vez mais e cheguem ao maior número possível de pessoas”, ressalta Tarcísio Gargioni, vice-presidente comercial e de marketing da Avianca.

De cima para baixo, pendente Pen e banco Mark, ambos da Sollos por Jader Almeida, chuveiro Lumina Green da Docol com design de Tony Narita e cadeira Alpha da Ipsilon Design por Mauricio José Scóz Junior

VOos para florianópolis (fln) Saída Chegada

Porto Alegre (POA) São Paulo (GRU)

05:56 06:50 21:45 22:45

Para mais opções de voos consulte www.avianca.com.br ou 4004 4040 ou seu agente de viagens

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 81


especial

VIP em Bogotá Por Camila Balthazar

A combinação de um aeroporto internacional novo e moderno com a sala VIP espaçosa e contemporânea da Avianca leva o passageiro a curtir o tempo de conexão.

M

ais de 25 milhões de passageiros por ano transitam pelo aeroporto internacional de Bogotá, conhecido como “El Nuevo El Dorado”. O termo “novo” ganhou destaque após as obras de modernização, concluídas em 2012. Desde então, pousar na capital colombiana é certeza de se deslumbrar com instalações modernas, amplas e enormes janelões de vidro com vista para a cidade. Não à toa, o aeroporto foi o único da América Latina a conquistar as quatro estrelas concedidas pela empresa britânica Skytrax, superando os emblemáticos aeroportos de Nova York, Madri e Paris, que possuem apenas três estrelas. Em todo o mundo, foram 19 aeroportos premiados com quatro estrelas e apenas cinco com a classificação máxima de cinco estrelas. A OPAIN S.A., concessionária do aeroporto, administra uma área de 1.100 hectares, onde operam mais de 30 companhias aéreas. Grande parte das aterrissagens e decolagens feitas no terminal internacional é da Avianca, que utiliza o El Dorado como um dos seus

82 · mai.15

avianca em revista

principais hubs, conectando importantes cidades da América e da Europa. Seguindo a tendência de modernização do aeroporto, a Avianca inaugurou sua nova Sala VIP em 2013. Com uma área quatro vezes maior que a anterior e ocupando praticamente todo o terceiro andar, o ambiente tem design contemporâneo e confortável para passageiros membros das categorias Silver, Gold e Diamond do programa LifeMiles, bem como viajantes da primeira classe e executiva da Star Alliance e membros priority pass e Gold da Star Alliance. São dois ambientes, sendo um deles exclusivo para as categorias mais altas: LifeMiles Diamond e passageiros da classe executiva. No total, os clientes contam com dois mil metros quadrados de área, com cadeiras ergonômicas para descansar, lounge para crianças, zonas de televisão, computadores, tablets e telefones para chamadas locais, wi-fi grátis, barra de menus quentes e frios, que incluem deliciosos carpaccios de salmão, bebidas alcoólicas e não alcoólicas, além de serviço de ducha com kit de toalha e amenidades L’Occitane.

Mapa do tesouro A zona de free shop soma mais de três mil metros quadrados. As empresas Attenza, Duty Free Americas e La Riviera comercializam tudo e mais um pouco do que os brasileiros gostam de comprar. Além de marcas como MAC, Burberry, Chanel, TOUS, e Bulgari, tem loja exclusiva de óculos, outra focada apenas em eletrônicos, além de uma gigantesca oferta de cosméticos, perfumes, bebidas etc. Alguns produtos são mais baratos que no free shop do Brasil. Vale consultar o preço nos dois destinos antes de comprar.

VOos para bogotá (bog) Saída Chegada Fortaleza (FOR) 16:40 20:16 (Operado aos sábados) Para mais opções de voos consulte www.avianca.com.br ou 4004 4040 ou seu agente de viagens

avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 83


Shutterstock

performance

Obstáculos urbanos Por Eric Pomi Sousa

U

ma atividade que visa deslocamentos superando obstáculos por meio de movimentos eficientes, de modo mais rápido e direto possível. Esses obstáculos podem ser corrimões, muros, árvores ou valas. O intuito é dar o máximo de autonomia ao praticante, inclusive em eventos inesperados e/ou situações de emergência. A inspiração veio da expressão “Parcours Du Combattant”. Foi uma referência ao percurso de obstáculos desenvolvido por Georges Hébert, pioneiro na prática de educação física na França, como parte de seu Método Natural de Educação Física, que foi utilizado por soldados franceses em guerra para realizar resgates. O criador do Parkour, David Belle, inspirou-se em seu pai, que era bombeiro e utilizara essas metodologias em sua profissão, aproveitando a filosofia de “ser forte para ser útil” e “ser e durar”. As disciplinas foram adaptadas para a cidade. Entre as características do Parkour está a de ser uma atividade intensa, em que se trabalha o corpo de uma forma geral. A variedade de movimentos é grande e as sessões de treinamento são longas, ao ar livre, visando à perfeição de movimento por meio da repetição. Na literatura científica, destaca-se o acompanhamento e prevenção de lesões. Jovens

84 · mai.15

avianca em revista

inexperientes buscando superar limites se colocam em risco, sofrendo sérias lesões em tentativas frustradas de transpor obstáculos perigosos. David Belle reproduz o ensinamento do avô: “você precisa usar e não abusar”.

Conheça alguns movimentos: - Aterrissagem: Amortecimento suave, a fim de evitar lesões articulares. - Equilíbrio: Em barras e muros pode ser quadrupedal, como um gato. - Por baixo da barra: Passa-se por baixo do obstáculo. - Rolamento: Evasivo, a fim de amortecer ou criar embalo após um amortecimento. - Passagem de muros ou paredes: “Chuta-se” a parede, de forma que dê impulso para cima, agarrase com a(s) mão(s) e sobe-se no muro. - Desmonte: Soltar-se de um lugar para cair em outro. - Drop, kitty: Deixar o corpo cair levemente após um salto, geralmente em direção a um local mais baixo. - Salto com distância: De um local para outro ponto com velocidade, passando por uma “fenda”. - Subida: Usando os braços, sem ajuda das pernas, como o exercício de barra. - Tic tac: “Chuta-se” um obstáculo ou objeto, usando o impulso para atingir outro local.

Curiosidades: - O Free Running deriva do Parkour e utiliza os obstáculos como instrumentos para manobras e acrobacias, com objetivo estético e radical; - Em clipes de Madonna e David Guetta, existem demonstrações de parkour/free running.Filmes conhecidos também já utilizaram a técnica em cenas de ação.

Eric Pomi Sousa é graduado pela USP, especialista em Biomecânica, pesquisador do Laboratório de Biomecânica - EEFEUSP, membro do Asics Training Team e voluntário da ONG TETO avianca.com.br


avianca em revista

mai.15

路 85


social

Collection Julia Petit

Fotos João Sal

A M.A.C Cosmetics celebrou o lançamento da coleção de Julia Petit para a marca, na cobertura do Edifício Viadutos, no centro de São Paulo. O evento contou com a presença de celebridades e da presidente global da marca, Karen Buglisi. Julia Petit

Felipe Venancio

Caio Gobbi

Gisela Rudge

Luiza Mel e Lelê Saddi

Isabelle Drummond e Maria Casadevall

Johnny Luxo

Marcelona

Heitor Werneck

Juliana Goes

Danilo Faro e Maria Fernanda Piedade

Marcos Proença e Lalá Rudge

paris guide Fotos Patricia Stavis

A empresária Lelê Saddi lançou, na Livraria Cultura do Shopping Iguatemi, em São Paulo, o guia “Paris Pra Você”, com dicas imperdíveis até para os visitantes mais assíduos da Capital da Luz.

Marcela Cimino

86 · mai.15

Nicole Kopenhagen e Stefani Kopenhagen avianca em revista

Lolita Hannud avianca.com.br


jamie’s Opening Fotos Cassiano de Souza

Inaugurou, na capital paulista, o Jamie’s Italian Itaim Bibi, primeiro restaurante do famoso chef Jamie Oliver nas Américas. Para comemorar, os sócios brasileiros armaram festa fechada para convidados superespeciais.

Fernanda Sebrian e Eduardo Assunção

Di FerreroSebrian

Leilah Moreno

Mariana Saad

Monique Alfradique e Gabriel Sala

Rafaela Brites

Rudolf Piper

Larissa Gandolfo

Mariangela Bordon avianca em revista

mai.15

· 87


social

Campanha Inverno 2015 Fotos Rodrigo Zorzi

A Rosa Chá realizou coquetel de lançamento, na flagship do bairro Jardins, em São Paulo, seguido de jantar no Aragon, com a presença da modelo Lottie Moss, uma das estrelas da campanha de inverno da marca. Lottie Moss

Camila Finn

Anna Bertozz

Thassia Naves

Maria Eugenia Neves e Luana Barbosa

Valentina Drummond, Alena Moraes e Lana Khartashkina

Barbara Nogueira

Birthday Fotos Charles Naseh

O estilista Ricardo Almeida comemorou seu aniversário entre amigos e família no Skull Bar.

João Paulo Diniz e Ana Garcia

Supla Ricardo Almeida e Daiane Meurer

Ana Paula Siebert e Roberto Justus

88 · mai.15

avianca em revista

Leo Maia

DJ Ron

Caio Figueira e Marcelo Oltramari avianca.com.br


impressões

Quer abrir sua empresa nos EUA?

Fotos Otávio Rotundo

A fotógrafa Priscila Prade reuniu amigos e convidados para o lançamento de seu livro, Impressões, no Espaço Galpão, em São Paulo.

Marco Luque e Priscila Prade

Maria Bia

Bruno Garcia, Babi e Anderson Muller

Paloma Bernardi

Regina Volpato

Ellen Roche

Helena Lunardelli

Felipe Frederico

Eduardo Poppo

Electronic Beats Fotos Waldemir Filetti

A festa de música eletrônica Luv N’Beats reuniu grandes DJ nacionais e internacionais, como ALOK e Jamie Jones, que animaram a noite com sets exclusivos. Tato Malzoni

Priscila Borgonov

Empresa sediada na Flórida especializada em prestação de serviços contábeis, dos mais diversos ramos de atividade. Nossos serviços incluem: acesso a CPA (Certified Public Accountant), abrir uma empresa (LLC, coorporação ou sociedade); acesso a um agente registrado; elaboração, declaração e recolhimento do imposto de renda anual; escritório e endereço; balanço financeiro, contabilidade e abertura de conta bancária. Kelley & Associates 1020 West International Speedway, Daytona Beach Florida - 32114 +1 407 314 2449 +1 407 495 5192 +55 15 997472727 c.fiol@ymail.com Atendimento em português, espanhol e inglês avianca em revista

mai.15

· 89


social

Max Weber

Regina Guerreiro

Sonia Gonçalves

Paulo Reis

vips na sfw Fotos tere salas

A 39ª edição da São Paulo Fashion Week comemorou 20 anos de evento e reuniu celebridades e grandes nomes da moda para conferir as tendências do verão 2016.

Costanza Pascolato

Zezo Ferraz

Gloria Kalil

Inauguração Fotos Divulgação

A Miu Miu apresentou um novo projeto, em Tóquio, com os arquitetos suíços Herzog & de Meuron. Para celebrar a abertura da loja, a marca armou um desfile e uma festa em Belle Salle, Shibuya.

Marine Vacth.

90 · mai.15

avianca em revista

Imogen Poots, Hailee Steinfeld e Mia Goth

Elizabeth von Guttman

Rinko Kikuchi

Stephen Jones

Stacy Martin

avianca.com.br


First Row Colcci Fotos Lu Prezia e Midori de Lucca

Celebridades e grandes nomes da moda se reuniram para assistir à despedida da über model Gisele Bündchen das passarelas, no desfile da Colcci, no SPFW. Anna Fasano e Celso Berniniett

Lala Rudge

Matheus Massafera

Rodrigo Simas

Lilian Pacce e Gloria Maria

Bia Paes de Barros

Ligia Carvalhosa e Camila Garcia

Bruna Manzon

Rafa Brites


eu sou avianca

paixão por servir Por Camila Balthazar

O auxiliar de Serviços de Aeroporto, Eraldo Beserra da Silva, colabora com o check in de Congonhas há dois anos. Nesse tempo, já virou peça-chave da Avianca. Sempre de bom humor e com uma pro-atividade que impressiona, ele ainda cozinha o melhor bolo de milho do mundo para os colegas.

D

epois de mais de duas décadas no setor de metalurgia, Eraldo Beserra da Silva estava a procura de uma nova oportunidade. Isso aconteceu há quase três anos, quando ele estava com 57 anos. Recolocar-se no mercado de trabalho não seria uma tarefa fácil. Após dez meses de procura frustrada, um antigo amigo bateu à sua porta, literalmente. “Era o Juarez, falando que queria meu currículo. Respondi que com a minha idade seria difícil, mas ele logo disse: ‘deixa de ser bobo!’”, lembra Eraldo, recorrendo à ajuda do filho para preparar o tal currículo. O resumo de sua experiência chegou à gerente de Aeroportos de Congonhas da Avianca, Regina Nascimento. “Agora estou aqui. Felicíssimo da vida”, diz Eraldo. Seu primeiro dia na companhia foi em abril de 2013. Desde então, ele pode ser visto auxiliando a área de check in, o embarque ou a loja. Naturalmente, seus hobbies começaram a fazer parte do trabalho. Se um armário quebrou, ele nem espera alguém chamar a manutenção. Vai logo consertando. “Gosto de deixar tudo bem arrumado. Cuido do meu serviço como se fosse minha casa”, comenta. A paixão pela cozinha também é compartilhada com a equipe, que costuma receber deliciosos bolos de milho e cenoura. “Quando o Eraldo está de folga, o aeroporto não é o mesmo”, comenta a gerente Regina, enfatizando sua energia ímpar. Os passageiros podem vê-lo em Congonhas praticamente todos os dias, das cinco às onze da manhã. Seu dia começa cedo. Às três e meia da manhã, ele já está de pé. Em meia hora, percorre o caminho da sua casa, em frente ao Autódromo de Interlagos, até Congonhas. Chega empolgado para mais uma jornada.

92 · mai.15

avianca em revista

“Gosto muito do que faço. Pode ser o serviço mais simples possível. É igual feijão. Se for bem feito e bem temperado, sai bom”, compara. O agito da vida paulistana começou aos 21 anos. Nascido em Pesqueira, no interior de Pernambuco, ele não via grandes perspectivas profissionais por lá. “Cresci bem no meio do mato mesmo. Vim pra São Paulo porque lá é muito difícil. A turma daqui reclama da vida de barriga cheia. Gosto de sair de casa bem arrumado, sapato engraxado, barba feita. Isso pra mim é uma festa!”, comenta, rindo. Prestes a completar 60 anos, Eraldo nem pensa em parar de trabalhar. Casado, com três filhos e dois netos, ele afirma que família e trabalho correm juntos. “É uma linha paralela”, pontua. “Amo o que faço. Agradeço a Deus por ter sido tão bem recebido aqui. Todos são como meus filhos”, destaca.

avianca.com.br


inside

encontro de turismo Executivos da Avianca Internacional participaram da World Travel Market (WTM) Latin America. Durante o evento, a companhia aérea apresentou suas novidades e conversou com os principais players do mercado.

Joelma Martins, Valci Souza, Adriano Prado, Claudia Shishido e Diego Castagnet

Ian Gilliespie

Joelma Martins, Joyce Rego, Claudia Shishido, Ian Gilliespie, Valci Souza, Luciana Longo

Evento Programa Amigo

1 Bruno Yasumura, Eliana Souza, José Wellington, Celia Bombarde, Fabiana Valeriano, Natalia Mariscal e Maria Elisabete 1

Equipe da Central de Atendimento e Programa Amigo da Avianca comemoraram o lançamento das novidades para os seus clientes.

2 Juan Julio, Bruno Yasumura, Michelle Rodrigues, Thiago Madeiros e Rodolfo Moura 2

3 Álvaro Sato, Renata Nicanora, Walkiria Peixoto, Vanessa Castro, Denise Nascimento e Thais Garcia 4 Maria Isabel Medeiros, José Mauro Tripoloni, Kelly Ribeiro, Caio Garcia, Bruno Irakitã e Fernando Ribeiro

3

4

5

5 Wanda Oliveira, Tatiana Mota, Renato Ramos, Ana Belisário, Andrea Bacelar, Walkiria Peixoto, Tatiana Goes, Eric da Silva, Vanessa Castro, Thais Garcia, Emerson Lourenço, Denise Nascimento e Renata Santos

avianca em revista

mai.15

· 93


xxxxxx

94 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


B e m -v i n d o w e lco m e

Duas formas diferentes pa r a o s e u entretenimento

Two different ways for your entertainment  Para proporcionar a você uma experiência inesquecível a bordo, selecionamos o melhor do entretenimento adulto e infantil. Você vai encontrar filmes, séries populares de TV, desenhos animados, documentários, esportes e música. For an unforgettable on-board experience, we have chosen the best in adult and children entertainment, featuring films, popular TV series, cartoons, documentaries, sports and music.

Guia de entretenimento de bordo nossos serviços


sistema - a319 e a320

Sistema individual Individual System

Se você estiver a bordo de uma aeronave equipada com monitores individuais, selecione o conteúdo de sua preferência. Nesse sistema, você pode controlar toda a programação e, para iniciá-la, conecte os fones de ouvido no descanso de braço de seu assento. If the aircraft is equipped with individual screens, you will be able to select the content of your choice. If you use this system, you will be able to control your programming. To start using it, connect the earphones to the armrest console of your seat.

Conexão para USB USB port

Tela LCD de 9” 9” LCD Screen

Conexão para fones de ouvido Headphones port

Porta-copos Cup holder

Descanso ajustável para cabeça Adjustable head rest

Descanso retrátil para braços Retractable armrest

Controle remoto Remote control

Tomada Power socket

Você pode utilizar fones de ouvido pessoais You can use your own headphones

Mesa individual Individual tray

Botão para reclinar o assento Seat recline button

Verifique a classificação etária da programação*

L - Livre 10 - Não recomendado para menores de 10 anos 12 - Não recomendado para menores de 12 anos 14 - Não recomendado para menores de 14 anos 16 - Não recomendado para menores de 16 anos 18 - Não recomendado para menores de 18 anos Leg - Programação legendada * A programação presente no entretenimento a bordo está de acordo com as normas vigentes acerca da Classificação Etária Indicativa e legislação civil. O conteúdo selecionado é de inteira responsabilidade do passageiro. Na hipótese de não enquadramento na classificação indicada no Guia de Entretenimento, requeira o bloqueio da programação perante nossos comissários de bordo. 96 · mai.15

avianca em revista


avianca em revista

mai.15

路 97


Somente em voos internacionais / only in international flights

Entretenimento - a319 e a320

Filmes Movies Lançamentos Premieres 16

14

16 Spare Parts Spare Parts Os 4 estudantes sem experiência competem com U$ 800,00, peças de carro e

sonhos.| With no experience, 800 bucks, used car parts and dreams, four students compete. Drama | Drama 83 Min

16

Sniper Americano American Sniper A história real de Chris Kyle, atirador mais letal da história militar dos EUA.| The true story of Chris Kyle, the most lethal sniper in U.S. military history. Biografia | Biography 133 Min

10 Kingsman: Serviço Secreto

Mommy

McFarland dos EUA

Kingsman: The Secret Service

Mommy A mãe viúva encontra-se sobrecarregada com a

McFarland, USA

Uma organização de espionagem secreta recruta um menino de rua promissor.

custódia de seu filho TDAH.

The story of a super-secret spy organization that

A feisty widowed single mom finds herself

recruits an unrefined but promising street kid into

burdened with the full-time custody of her

the agency’s ultra-competitive training program.

rambunctious 15-year-old ADHD son.

Ação | Action

Drama | Drama

127 Min

84 Min

Um treinador chega em McFarland e percebe a capacidade de corrida dos alunos.| A coach arrives in McFarland and notices his new students’ running ability. Drama | Drama 129 Min

cinema mundial internatiomal cinema 14

10 Avianca kids

Up: Altas Aventuras

O Artista

Up

The Artist

Carl, aos 78 anos, amarra

A história de duas estrelas

milhares de balões à sua casa

do cinema clássico na antiga

para realizar o seu sonho.|

Hollywood em 1927. | The story

78-year-old Carl ties thousands

of two classic movie stars in old

of balloons to his home to fullfill

Hollywood during 1927.

his dream.

Comédia | Comedy

Animado | Animated

100 Min

96 Min

98 · mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


sÉries E DOCUMENTÁRIOS series AND DOCUMENTARIES 16

14

Criminal Minds

Arrow

Criminal Minds

Arrow

Temporado 2| Season 2

Temporada 2 | Season 2

Drama | Drama

Drama | Drama

60 Min

60 Min

14

14 Modern Family

Grey’s Anatomy

Modern Family

Grey’s Anatomy

Temporada 3| Season 3

Two Against One

Comédia | Comedy

Drama | Drama

30 Min

60 Min

16

14 the mentalist

Boardwalk Empire

The Mentalist

Boardwalk Empire

Red John’s Friend

Temporada 2 | Season 2

Crime | Crime

Comédia | Comedy

60 Min

60 Min

14

16

Revenge

True Detective

Revenge

True Detective

Confidence

Haunted Houses

Drama | Drama

Crime | Crime

60 Min

60 Min

14

14

Glee

Two and a Half Men

Glee

Two and a Half Men

Sadie Hawkins

Temporada 10 | Season 10

Musical | Musical

Comédia | Comedy

60 Min

30 Min

16

14 The Big Bang Theory

2 Broke Girls

The Big Bang Theory

2 Broke Girls

Temporada 7 | Season 7

And the Candy Manwhich

Comédia | Comedy

Comédia | Comedy

30 Min

30 Min

avianca em revista

mai.15

· 99


Entretenimento - a319 e a320

negócios, tecnologia e vAriedades Business, Technology & Variety 14

14 Cosmos

Animais superpoderosos

Cosmos

Animal Superpowers

Sisters of the Sun

Extreme Hunters

60 Min

60 Min

L

L Bastidores Sinfônica

TV Êxito

Brazilian Symphony

TV Êxito

“A Tuba, A Flauta, O Oboé”

Stevie Wonder, Dra Sílvia

30 Min

da Graça fala sobre licença maternidade, Vela” 30 Min

14

L Caçadores da Alma

CQC

Soul Hunters

CQC

Árvore da Fotografia

Comédia | Comedy

30 Min

70 Min

14

14

Travessia no Polo Sul

Impractical Jokers

Crossing the Ice

Impractical Jokers

Cruzando a Antártida

Episódio 4

60 Min

30 Min

10

100 · mai.15

avianca em revista

L

Bandnews

BandSPORT

Bandnews

Bandsport

Notícias | News

Eportes | Sports

20 Min

20 Min

avianca.com.br


Crianças Kids L

L Turma da Mônica

Turma da Mônica

Monicas’s Crew

Monicas’s Crew

Diga O Que Eu Digo E Faça O

A Revolta Dos Carecas

Que Eu Faço

Hair-Napping

Monkey See, Monkey Do

3:30 Min

3:30 Min

L

L

Turma da Mônica

Ben 10 Força Alienígena

Monicas’s Crew

Ben 10 Alien Force

O Anel Da Coragem

Fame

Trapped By Wax

30 Min

The Ring Of Courage 7 Min

L

L O Incrível Mundo de Gumball

Apenas um show

The Amazing World of Gumball

Grilled Cheese Deluxe

The DVD

30 Min

Regular Show

15 Min

L

L Peppa Pig

Ultimate Spider-Man

Peppa Pig

Ultimate Spider-Man

Episodio 1 Episode 1

Back in Black

30 Min

30 Min

L

L

Phineas e Ferb

Boa Sorte, Charlie!

Phineas e Ferb

Good Lucky, Charlie!

Road Trip / Mommy Can You

Go Teddy!

Hear Me?

30 Min

30 Min

avianca em revista

mai.15

· 101


Entretenimento - a319 e a320

Vídeos musicais music videos Artistas convidados Guest artists

01Bjork

01 Imagine Dragons Demons

02 Imagine Dragons On Top of the World

03 Imagine Dragons It’s Time

04 Imagine Dragons

The Inner or Deep Part of an Animal

01Taylor Swift

05 Echosmith

Blank Space

Cool Kids

02 Maroon 5

06 Gwen Stefani

Sugar

Baby dont lie

03

07 Sam Smith

Calvin Harris ft. John Newman

Radioactive

Blame

05 Imagine Dragons

04 Sia

Shots

Shows Concerts

Hits Hits

Like I Can

or Plant Structure

02 Jamiroquai Play Avo Session

03 Pavarotti: The duets The Best of Pavarotti and Friends

04 Various Artists The Queens of Pop

05 Céu

Elastic Heart

Céu -Ao Vivo

Mais de sete horas de música a bordo. Confira algumas faixas que você pode ouvir durante a sua viagem. More than seven hours of on-board music. Check out some tracks you can listen to while traveling.

músicas music Clássica / Classical

Rock, Pop e Techno

MPB / Brazilian music

Ritmos Latinos / Latin beats

Para Recordar / Oldies

Infantil / Kids

Eric Clapton

John Williams

Beyoncé

Lulu Santos

Van Halen

Amy Adams

Sonata In D

7/11

J Balvin

Tears In Heaven

Sócio do Amor

Ay vamos

When It’s Love

That’s How You

Ed sheeran

Cecilia Bartoli

Maroon 5

Marisa Monte

Led Zeppelin

The a Team

Manfredini: Carlo

Animals

maluma

Verdade, Uma

Addicted

Stairway To Heaven

Samuel E. Wright

Pablo Alborán

Bob Dylan

Under the Sea

Pasos de cero

Like A Rolling Stone

Marc Anthony

Player

Flor pálida

Baby Come Back

Dentro de um

miguel bosé

The Doors

Abraço

Encanto

Love me Two Times

Suave / Easy listening

Know

Magno - “Non tur-

ellie goulding

bar que’ vagi rai”

Dangerous

How Long Will I Love You

Claudio Abbado Molto Vivace

John Mayer

David Guetta Ed Sheeran

Capital Inicial Melhor do que Ontem

Don’t

Wildfire

Emmanuel Pahud

Jason Derülo

michael bublé

Capriccio in G

Wiggle

Everything

102 · mai.15

Ilusão

avianca em revista

Jota Quest

Ilene Woods A Dream Is a Wish Your Heart Make

Randy Newman You’ve Got a Friend in Me

avianca.com.br


estaÇÕES de RÁDIO radio stations Canal 1

Suave / Easy Listening

Canal 4

MPB / Brazilian music

Canal 7

Infantil / Kids

Canal 10 Channel 10

Happy Season Music

Canal 2

Clássica / Classical

Canal 5

Ritmos Latinos / Latin beats

Canal 8

Channel 8

Top 20 / Top 20

Canal 11

Indie Rock

Channel 2

Canal 3

Rock, Pop e Techno

Canal 6

Para Recordar / Oldies

Canal 9

Smooth Sounds

Channel 1

Channel 3

Channel 4 Channel 5 Channel 6

Channel 7

Channel 9

Channel 11

Saída Exit

Desligue o volume do jogo Turn off game sound

JOGOS games Utilize o controle remoto para curtir os jogos Use the remote control to enjoy the games

Mover Move

Selecionar Select

O jogo oferece uma combinação de modos de ataque e treino, mas é sua autenticidade intrínseca que dá aos jogadores uma experiência de jogar com a ação e movimentos do verdadeiro jogo de futebol. | The game combines attack and practice modes, but its intrinsic authenticity that gives the players a real gaming experience with the actions and movements of a real football game.

Você pode competir contra outros passageiros num campeonato de golfe na cabine. Escolha um campo de 9 ou 18 buracos e curta os sons realistas e comentários profissionais num jogo que irá fascinar os amantes deste esporte. | You can compete against other passengers in a cabin golf tournament. Choose a 9 or 18-hole course and enjoy the real sounds and professional commentary in a game that will delight the fans of this sport.

Seja você um principiante ou um expert, de qualquer maneira irá curtir este jogo. Mexa seus peões, cavalos e bispos, enquanto protege seu rei ou corra o risco de receber um cheque-mate. | Whether you are a beginner or an expert, you will love this game. Move your pawns, knights and bishops while protecting your king or run the risk of being checkmated.

A paciência éa estratégia para matar a charada nesse jogo de lógica e raciocínio. Coloque um número dentro do quadrado, sendo que as fileiras e as colunas não podem conter o mesmo número repetido. Patience is the strategy for solving the puzzle. Place a number inside a square grid and ensure that all rows and columns do not contain the savme number twice.

John, o camaleão, tem uma máquina que fabrica animais. Você pode fazer o animal que quiser com ela: copiá-los ou testar sua memória com um jogo de adivinhação. | John, the chameleon, owns a machine that makes animals you can make any animals you want with it: copy them or test your memory with a guessing game.

O mundo imaginário de Disney éa maneira perfeita para que as crianças aprendam. Este jogo consiste em três atividades, todas relativas ao mundo do Pato Donald, seus sobrinhos e amigos. | The imaginary world of Disney is the perfect way for kids to learn. This game consists of three activities, all of which are set in Donald Duck’s world, with his nephews and friends.

Entre você e um prêmio de 1 milhão de dólares há 15 perguntas que devem ser respondidas corretamente. Você terá condições de respondê-las facilmente ou terá de contar com ajuda? | Between you and a onemillion-dollar prize, there are fifteen questions that must be answered correctly. Will you be able to answer them easily or will you need some help?

Esperamos que você tenha bastante tempo, porque este jogo é viciante. Pode parecer simples, mas o sucesso de seu jogo depende das cartas que lhes são reveladas e de como você finalmente decide jogar. | We hope you have a lot of time as this is an addictive game. it may seem simple, but your success depends on the deal and, ultimately, how you decide to play.

avianca em revista

mai.15

· 103


sistema - a318

sistema coletivo broadcast

bem-vindo

w e lco m e

O sistema de entretenimento é oferecido assim que o voo se inicia e, para seu melhor conforto, toda a programação de bordo é pensada no tempo de duração do mesmo. Ao se iniciar o voo, a tela se acenderá automaticamente. A partir deste momento, você poderá usufruir os conteúdos que a Avianca lhe oferece. The entertainment system will be available once the flight begins. For your best comfort the programming is base on the duration of the flight. At the beggining of the flight the screen will turn on automatically. From this moment on you may enjoy the contents offered by Avianca.

Escolha no controle localizado no descanso de braço de seu acento, as funções: Canal 1 Conteúdo em Português; Canal 2 Conteúdo em Inglês; Canal 3 Conteúdo em Espanhol; Canal 4 ao 12 Seleção de músicas classificadas por gêneros. Ajuste o volume através do controle (4), conforme sua preferência, e aproveite nossa programação. Choose in the control located in your armrests functions: Channel 1 Content in Portuguese; Channel 2 Content in English; Channel 3 Content in Spanish; Channel 4 to 12 Selection of songs sorted by genre. Adjust the volume to your preference use the control (4) to adjust the volume according to your preference and enjoy our programming. 104 · mai.15

avianca em revista

01

Botão para reclinar a poltrona Seat Recline Button

02

Entrada do Fone Earphone

03

Canais Channels

04

Volume Volume

avianca.com.br


10

14

McFarland dos EUA

Spare Parts

McFarland, USA

Spare Parts

Drama | Drama

Drama | Drama

129 Min

83 Min

14

14

14

Mike & Molly

Two and a Half Men

The Big Bang Theory

New Girl

Two and a Half Men

The Big Bang Theory

Molly’s out of Town

My Bodacious Vidalia

The Hofstadter Insufficiency

30 Min

30 Min

30 Min

10

L

14

The Middle

Arrow

Bastidores Sinfônica

The Middle

Arrow

Brazilian Symphony

Mother’s Day

Identity

A Tuba; A Flauta ; O Oboé

30 Min

60 Min

30 Min

L

14

14

TV Êxito

Cosmos

Cruzando a Antártida

TV Êxito

Cosmos

Crossing the Ice

Bau Musical Stevie Won-

Sisters of the Sun

Crossing the Ice

der; Dra Sílvia da Graça

60 Min

60 Min

fala sobre licença maternidade; Esportes:Vela 30 Min

Músicas music MPB / Brazilian music

Canal 4

Channel 4

Músicas do Mundo / World Music

Canal 5

Channel 5

Canal Avianca / Avianca Channel

Canal 6

Channel 6

Infantil / Kids

Canal 7

Channel 7

Suave / Easy Listening

Canal 8

Channel 8

Clássica / Classical

Canal 9

Channel 9

Rock, Pop e Ritmos Techno / Rock, Latinos / Pop andTechno Latin Beats

Canal 10

Channel 10

Canal 11

Channel 11

avianca em revista

Pra Recordar/ Oldies

Canal 12

Channel 12

mai.15

· 105


INSTITUCIONAL C

O

R

P

O

R

A

T

Central de Reservas

Reservations Desk

TRECHOS NACIONAIS NO BRASIL

TRECHOS INTERNACIONAIS

As passagens Avianca podem ser compradas pelos telefones: To purchase Avianca flight tickets via phone, dial:

Para comprar passagens Avianca, basta entrar em contato com a Central de reservas pelos telefones: To purchase Avianca flight tickets, call our reservations desk, dial:

Domestic legs in Brazil

CAPITAIS state capitals

4004.4040

DEMAIS LOCALIDADES other cities

0300 789 8160

ou pelo SITE or access our website

www.avianca.com.br

International legs

0800 891 8668

DEFICIENTES AUDITIVOS hearing impaired

0800 891 1684

ou pelo SITE or access our website

www.avianca.com.br

Siga a Avianca no Brasil: sac Avianca 0800 286 6543

106 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br


Programa Amigo

Pensando em você, passageiro frequente da Avianca no Brasil, e na relação próxima que desenvolvemos ao longo do tempo, criamos o AMIGO – nosso programa de fidelização. Acreditamos que você, nosso AMIGO que viaja sempre conosco, merece nossa atenção diferenciada e reconhecimento. Acumule Pontos Acumular pontos é muito simples. É só informar o seu número AMIGO no momento da reserva ou check-in em todas as suas viagens realizadas pela Avianca ou com nossos Parceiros aéreos. Para saber mais, navegue pelo nosso site ou entre em contato com a nossa Central de Atendimento AMIGO.

Resgate Pontos Você pode resgatar passagens em qualquer trecho operado pela Avianca no Brasil ou em toda a rede de nossos Parceiros aéreos com pontos AMIGO. São mais de 120 destinos em 26 países. Você pode resgatar seus pontos AMIGO em nosso site ou em qualquer uma de nossas lojas. Confira as regras de resgate e tabelas de pontos necessários em nosso site.

Central de vendas:

4004-4040 0300-789-8160 Sac:

0800-286-6543(Telefone de atendimento) 0800-286-5445 (Deficientes Auditivos)

www.avianca.com.br

Informe seu Número Amigo na compra ou no check-in.

Acumule seus pontos.

Resgate viagens para qualquer destino da Avianca.

Acesse: www.avianca.com.br/amigo

Parceiros Não-Aéreos Acumule pontos com os nossos Parceiros não-aéreos Você pode juntar pontos mais rapidamente com os nossos Parceiros não-aéreos, como cartões de crédito, por exemplo. Transfira os seus pontos para o AMIGO e aproveite.

avianca em revista

mai.15

· 107


INSTITUCIONAL C

O

R

P

O

R

A

T

Aviões

aircraft

Airbus a320

162

Airbus a319

132

Comprimento / Lenght (M): 37,57 Envergadura / Wingspan (M): 34,00 Altura / Height (M): 11,75 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 CFM 56-5B4 (27.000 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 77.000LB Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 875 km/h Alcance / Range (km): 6.110 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 39.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 4

Comprimento / Lenght (M): 33,84 Envergadura / Wingspan (M): 34,00 Altura / Height (M): 11,80 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 CFM 56-5B7 (27.000 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 75.500 Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 875 km/h Alcance / Range (km): 6.850 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 39.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 4

Airbus a318

120

Comprimento / Lenght (M): 31,45 Envergadura / Wingspan (M): 34,00 Altura / Height (M): 12,88 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 PW6124A(24.000 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 68.000 Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 875 km/h Alcance / Range (km): 5.800 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 39.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 4

Mk 28

100

108 · mai.15

avianca em revista

Comprimento / Lenght (M): 35,53 Envergadura / Wingspan (M): 28,08 Altura / Height (M): 8,49 Motores / Empuxo / Engines / Thrust: 2 RR TAY650 (15.100 LB) Peso Max Decolagem / Max Weight At Take-Off (kg): 44.450 Velocidade de Cruzeiro / Crusing Speed: 821 km/h Alcance / Range (km): 3.167 Altitude de Cruzeiro / Crusing Altitude: 35.000 FT Tripulação Técnica / Technical Crew: 2 Tripulação Comercial / Commercial Crew: 3

avianca.com.br


Rotas operadas pela avianca brasil COLOMBIA Bogotá

Fortaleza

Natal

Juazeiro do Norte

BRASIL

João Pessoa Recife Petrolina

Maceió Aracaju Salvador Ilhéus

Cuiabá

Brasília Goiânia

Campo Grande

Rio de Janeiro (SDU e GIG) São Paulo (CGH e GRU) Curitiba

Rotas operadas pela avianca INTERNacional VENEZUELA COLOMBIA ECUADOR BRASIL

LIMA

BOLIVIA PARAGUAY Rio de Janeiro São Paulo

CHILE

ARGENTINA

Florianópolis

Passo Fundo Porto Alegre

BOGOTÁ

PERU

Chapecó

Porto Alegre

URUGUAY

• • • • • • • • • • • • • • • • • • • • • •

Aracaju Bogotá Brasília Campo Grande Chapecó Cuiabá Curitiba Florianópolis Fortaleza Goiânia Ilhéus João Pessoa Juazeiro do Norte Maceió Natal Passo Fundo Petrolina Porto Alegre Recife Rio de Janeiro Salvador São Paulo


Tijuana

Rotas internacionais

international Routes MÉXICO

PORT OF SPAIN

Monterrey

LA HABANA Cancún

Mérida

León Guadalajara Puerto Vallarta CIUDAD DE MÉXICO

PORT-AU-PRINCE

Veracruz

Villahermosa BELICE

Flores

Roatán La Ceiba San Pedro Sula

Acapulco

GUATEMALA

HONDURAS

CIUDAD DE GUATEMALA

TEGUCIGALPA

EL SALVADOR

NICARAGUA

SAN SALVADOR Tamarindo T am mar ma a ar Liberia

San Andrés Santa Marta Barranquilla Cartagena Corozal Montería

Valencia

Fortuna SAN JOSÉ

Tambor Quepos Drake Golfito

Riohacha Valledupar CARACAS

Palma Sur

CARACAS

PANAMÁ CIUDAD DE PANAMÁ

VENEZUELA

Cúcuta

Apartadó

Medellín

Bucaramanga

Medellín Quibdó Manizales Pereira Armenia Buenaventura Ibagué Cali Neiva Guapi Popayán Tumaco Pasto Florencia Baltra Island San Cristóbal Santa Cruz Manta

MANAGUA

Arauca Puerto Carreño

Barrancabermeja

COLOMBIA

BOGOTÁ Cali

Yopal BOGOTÁ Villavicencio

COLOMBIA

Puerto Inírida

San José del Guaviare

QUITO

QUITO

Guayaquil

Coca

GALÁPAGOS

ECUADOR

Guayaquil Cuenca

PERÚ Piura

Leticia

Tarapoto

Chiclayo Trujillo

LIMA

LIMA Puerto Maldonado

PERÚ

Cuzco Juliaca

BOLIVIA

110 · mai.15

avianca em revista

Arequipa

LA PAZ

Santa Cruz

avianca.com.br


​A partir de 8 de junho de 2014, oito de nossas rotas que chegam e saem da cidade Bogotá serão deslocadas para a Terminal 1 El Dorado. O resto da operação continuará funcionando na Terminal 2 Puente Aéreo.​

CANADÁ

Edmonton Vancouver

Calgary

Seattle Portland Eugene

Minneapolis

Arcata Medford

Denver Sacramento

Portland

Toronto Manchester Rochester Buffalo Syracuse Boston Detroit Chicago Hartford Cleveland Columbus York (JFK) Pittsurgh NewLa Guardia Indianapolis Dayton Newark Harrisburg Cincinnati Philadelphia

ESTADOS UNIDOS

Fresno

Montreal

OTAWA

Kansas City

WASHINGTON

San Francisco Monterrey San José San Luis Obispo Reno Santa María las Vegas Santa Bárbara Los Ángeles Phoenix San Diego

Richmond Roanoke Greensboro

Norfolk Raleigh Durham

Charlotte

Dallas

Kaui

Kona Honolulu

Houston

HAWÁI

Tampa

Orlando Fort Lauderdale Miami

Cancún

CIUDAD DE MÉXICO

MÉXICO CIUDAD DE GUATEMALA

San Pedro Sula

SAN SALVADOR

MANAGUA Liberia

Barranquilla Cartagena

SAN JOSÉ Frankfurt

EUROPA

Medellín Múnich

Cali

PARÍS

BOGOTÁ

COLOMBIA

La Coruña Bilbao San Sebastián Oviedo Pamplona Valladolid Zaragoza

Santiago Vigo

Barcelona MADRID Sevilla Cádiz

Jerez Córdoba Málaga

PERÚ

Valencia Palma de Mallorca Alicante

LIMA

Canarias Gran Canaria

Tenerife

avianca em revista

mai.15

· 111


INSTITUCIONAL C

O

R

P

O

R

A

T

Lojas avianca no brasil

avianca sales desks in brazil

ARACAJU

Aeroporto Santa Maria Av. Senador Júlio C. Leite, s/nºCEP: 49037-580 - Aracaju - SE Tel.: (79) 3243-1041

BRASÍLIA

Aeroporto Int. Juscelino Kubitschek Lago Sul, s/nºCEP: 71608-900 - Brasília - DF Tel.: (61) 3364-9358 Câmara dos Deputados Esplanada dos Ministérios Câmara dos Deputados - Anexo IV - Térreo - Centro CEP: 70160-900 - Brasília - DF Tel.: (61) 3216-9946

CAMPO GRANDE

Aeroporto Internacional de Campo Grande Av. Duque de Caxias, s/nº- - Vila Serradinho CEP: 79101-901 - Campo Grande - MS Tel.: (67) 3368-6171

CHAPECÓ

Aeroporto Serafim Enoss Bertaso Acesso Florestal Ribeiro, 4.535 Quedas do Palmital CEP: 89805-720 - Chapecó - SC Tel.: (49) 3323-0444

CUIABÁ

Aeroporto Internacional Marechal Rondon Av. Governador João Ponce de Arruda, s/nºJardim Aeroporto CEP: 78110-900 - Várzea Grande - MT Tel.: (65) 3614-2550

CURITIBA

Aeroporto Internacional Afonso Pena Saguão Principal , Av. Rocha Pombo, s/nº- - Águas Belas CEP: 83010-900 - São José dos Pinhais - PR Tel.: (41) 3381-1354

FLORIANÓPOLIS

Aeroporto Internacional Hercilio Luz Av. Diomício Freitas, 3.393 - Carianos CEP: 88047-900 - Florianópolis - SC Tel.: (48) 3331-4233

FORTALEZA

Aeroporto Internacional Pinto Martins Av. Senador Carlos Jereissatti, 3.000 Serrinha - CEP: 60741-900 - Fortaleza - CE Tel.: (85) 3392-1525

112 · mai.15

avianca em revista

Goiânia

Aeroporto de Goiânia Praça Capitão Frazão, s/nºSetor Santa Genoveva - Goiânia - GO

ilhéus

Aeroporto de Ilhéus R. Brigadeiro Eduardo Gomes, s/nºPonta Ilhéus - CEP: 45654-070 (Nova Base 1º- Setembro) - Ilhéus - BA Tel.: (73) 3231-7957

João pessoa

Aeroporto Int. Pres. Castro Pinto, s/nºBayeux - CEP: 58308-901 - João Pessoa - PB Tel.: (83) 3232-721

JUAZEIRO DO NORTE

Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes Av. Virgílio Távora, 4.000 - Aeroporto CEP: 63020-470 - Juazeiro do Norte - CE Tel.: (88) 3572-1050

MACEIÓ

Aeroporto Internacional de Maceió Zumbi dos Palmares Rodovia BR 104 Km 91. CEP: 57110-100 - Tabuleiro Maceió - AL Tel.: (82) 3036 5409

natal

RECIFE

Aeroporto Internacional de Guararapes Gilberto Freyre - Praça Salgado Filho, s/nºImbiribeira - CEP: 51210-902 - Recife - PE Tel.: (81) 3322-4841

ww RIO DE JANEIRO GALEÃO

Aeroporto Internacional Antonio Carlos Jobim Av. 20 de Janeiro, s/nºTerminal I - Setor B - 2º- Andar CEP: 21941-570 - Ilha do Governador Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3398-4648

RIO DE JANEIRO SANTOS DUMONT

Aeroporto Santos Dumont Praça Senador Salgado Filho, s/nºCEP: 20021-340 - Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3814-7329

SALVADOR

Aeroporto Internacional Deputado Luiz Eduardo Magalhães Praça Gago Coutinho, s/nºSão Cristovão - CEP: 41510-045 Salvador - BA - Tel.: (71) 3204-1586

Aeroporto São Gonçalo do Amarante Avenida Ruy Pereira dos Santos, 3.100 CEP: 59290-000 São Gonçalo do Amarante - RN Tel.: (84) 3343-6422

SÃO PAULO

PASSO FUNDO

SÃO PAULO CONGONHAS

Aeroporto Lauro Kourtz BR 285 - km 287 - Zona Rural CEP: 99050-970 - Passo Fundo - RS Tel.: (54) 3045-3008

PETROLINA

Aeroporto Senador Nilo Coelho BR 235 - km 11 - Zona Rural CEP: 56313-900 - Caixa Postal 403 Petrolina - PE Tel.: (87) 3863-0808

PORTO ALEGRE

Aeroporto Internacional Salgado Filho Saguão Principal Av. Severo Dullius, 90.010 - Anchieta CEP: 90200-310 - Porto Alegre - RS Tel.: (51) 3358-2393

Av. Washington Luis, 7.059 CEP: 04627-006 - Campo Belo - São Paulo - SP Tels.: (11) 2176-1111 / 1110

Aeroporto Internacional de Congonhas Praça Comandante Lineu Gomes, s/nºSaguão Principal (Embarque) CEP: 04626-911 - São Paulo - SP Tel.: (11) 5090-9728

SÃO PAULO GUARULHOS

Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro Rodovia Hélio Smidt, s/nº- - Ed. Interligação Balcão Avianca - Terminal I - ASA A CEP: 07143-970 - Guarulhos - SP Tels.: (11) 2445-3576 / 3759

avianca.com.br


O serviço de cargas nacional da Avianca se consolida como alternativa de transporte para sua carga ou encomenda, proporcionando uma ampliação na sua rede de atendimento a seus clientes.

Avianca’s domestic freight service has become a reliable transportation alternative for your freight or small parcels, ensuring the expansion of its client checking desk network.

• Utilização de voos comerciais da Avianca.• Utilização de voos regionais exclusivos. • Rastreamento da encomenda on-line. • Opção de seguro para transporte. • Sistema simplificado de tarifas. • Flexibilidade no atendimento. • Atendimento nas principais capitais, com coleta e entrega. • Use of Avianca commercial flights. • Use of exclusive regional flights. • On-line tracking of all orders. • Transportation insurance options. • Simplified airfare system. • Flexible services. • Pick-up and delivery services in the main capital cities.

Aracaju - AJU

Avenida Senador Julio Leite, nº 150 A CEP: 49037-580 - Aracaju - SE Tel.: (79) 3251-6192 E-mail: ops.aju@aviancacargo.com.br

Brasília – BSB

Aeroporto Internacional de Brasília Terminal de Logística de Carga Nacional salas 06 e 08 - Térreo CEP: 71608-900 – Brasília - DF Tel.: (61) 3364-9674 / 3364-9673 E-mail: ops.bsb@aviancacargo.com.br

Campo Grande – CGR

Aeroporto de Campo Grande Hangar Infraero Cargo - Entrada lateral, fundos - Jardim Aeroporto CEP: 79101-901 - Campo Grande - MS Tel.: (67) 3363-0444 E-mail: ops.cgr@aviancacargo.com.br

Chapecó - XAP

Acesso Florenal Ribeiro, s/nº – Aeroporto CEP: 89800-000 – Chapecó - SC Tel.: (49) 3328-3747 E-mail: ops.xap@aviancacargo.com.br

Cuiabá - CGB

Aeroporto Internacional Marechal Rondon Av. Gov. João Ponce Arruda, s/nº - Jardim Aeroporto CEP: 78110-100 - Várzea Grande - MT Tel.: (65) 3029-7001 E-mail: ops.cgb@aviancacargo.com.br

Curitiba – CWB

Aeroporto Internacional Afonso Pena Teca Infraero – Carga Doméstica Av. Rocha Pombo, s/nº CEP: 83010-900 – Curitiba - PR Tel.: (41) 3381-1350 / 3381-1364 E-mail: ops.cwb@aviancacargo.com.br

Florianópolis - FLN

Av. Deputado Diomício de Freitas, nº3393 CEP: 88047-400 - Florianópolis - SC Tel.: (48) 3331-4201 E-mail: ops.fln@aviancacargo.com.br

Fortaleza – FOR

Av. Senador Carlos Jereissatti, nº 3000 - Serrinha CEP: 60740-900 – Fortaleza - CE Tel.: (85) 3392-1717 E-mail: ops.for@aviancacargo.com.br

GOIÂNIA - GYN​

Av.Vera Cruz,nº463​ Qd 34A, Lote SI 02​ CEP:74675-830 - ​Goiânia - GO​ Tel.: (62) 3434 6364 / 6369 E-mail: ops.​gyn​@aviancacargo.com.br

ILHÉUS - IOS

Rua Bonfim, s/nº, Bairro Pontal CEP: 45654-050 - Ilhéus - BA Tel.: (73) 3633 4837 E-mail: ops.ios@aviancacargo.com.br

João Pessoa - JPA

Aeroporto Internacional de João Pessoa Terminal de Cargas Nacional Av. Marechal Rondon, s/nº CEP: 58308-000 - Bayeux - PB Tel.: (83) 3232 7674 / 3232 1637 E-mail: ops.jpa@aviancacargo.com.br

JUAZEIRO DO NORTE - JDO Rua: São Francisco, nº 821 - Centro CEP: 63010-215 - Juazeiro do Norte - CE Tel.: (88) 3512-2648 E-mail: ops.jdo@aviancacargo.com.br

Natal - NAT

Av. Rui Pereira dos Santos, nº 3100, loja 03 CEP: 59290-000 - São Gonçalo do Amarante - RN Tel.: (84) 3645-6896 / 3201-1439 E-mail: ops.nat@aviancacargo.com.br

MACEIÓ - MCZ

Conjunto Parque dos Palmares, 02 Qd I CEP: 57100-000 - Rio Largo - AL Tel.: (82) 3342-3554 E-mail: ops.mcz@aviancacargo.com.br

Passo Fundo - PFB

Aeroporto Regional de Passo Fundo BR 285 - KM 287 – Zona Rural de Passo Fundo CEP: 99050-970 – Passo Fundo - RS Tel.: (54) 3311-4993 E-mail: ops.pfb@aviancacargo.com.br

Petrolina - PNZ

Rua Ana Nery, 40 - Vila Mocó CEP: 56304-500 - Petrolina - PE Tel.: (87) 3031-6585 E-mail: ops.pnz@aviancacargo.com.br

Porto Alegre - POA

Av. Severo Dullius, s/nº, Portão 06 Infraero – São João CEP: 90200-310 – Porto Alegre - RS Tel.: (51) 3358 2399 E-mail: ops.poa@aviancacargo.com.br

Recife – REC

Aeroporto Internacional de Guararapes Praça Ministro Salgado Filho, s/nº, Teca 2 Infraero CEP: 51210-010 – Recife - PE Tel.: (81) 3322-4724 E-mail: ops.rec@aviancacargo.com.br

Rio de Janeiro - Santos Dumont - SDU Aeroporto Santos Dumont Av. Almirante Sílvio de Noronha, nº 399, Cabeceira Sul CEP: 20231-030 – Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3814-7577 E-mail: ops.sdu@aviancacargo.com.br

RIO DE JANEIRO - GALEÃO - GIG

Estrada do Galeão, s/nº - Terminal de Cargas - Aeroporto Velho do Galeão CEP: 21941-510 - Rio de Janeiro - RJ Tel.: (21) 3398-7031 E-mail: ops.gig@aviancacargo.com.br

Salvador – SSA

Área Industrial, nº 15A, Teca Infraero Doméstico Aeroporto CEP: 41500-570 – Salvador - BA Tels.: (71) 3204-1129 E-mail: ops.ssa@aviancacargo.com.br

São Paulo - CongonhasCGH Av. Pedro Bueno, 1382 - Jardim Aeroporto CEP: 04342-001 – São Paulo - SP Tel.: (11) 4020 2021 / 0300 313 2021 E-mail: cerca@aviancacargo.com.br

São Paulo - Guarulhos GRU

Aeroporto Internacional de Guarulhos Rodovia Helio Smidt, s/n – Terminal de Cargas Nacional CEP: 07141-970 – Guarulhos - SP Tel.: (11) 4020 2021 / 0300 313 2021

www.aviancacargo.com.br avianca em revista

mai.15

· 113


expediente

Colaboradores Presidente: José Efromovich Vice-presidente de Marketing e Comercial: Tarcisio Gargioni Conselho Editorial: Flavia Zulzke – Gerente geral de Marketing Fernanda Coelho – Analista de Marketing Aline Novaes – Coordenadora de Comunicação

camila neves Jornalista com passagem pela redação das revistas Glamour e Elle. Hoje, mantém o recém-lançado beautyandthecity.org - blog de beleza ao redor do mundo.

VITOR CARDOSO Jornalista e produtor, estudou cinema na New York Film Academy (NY) e pós graduou-se na Belas Artes (SP). É crítico cultural do blog Santander Esfera e apresentador do talk-show “Cultura Urbana” na Flix TV

e m

Diretor Executivo Carlos Koga - c.koga@midiaonboard.com.br Editor Frederico Campos - redacao@aviancaemrevista.com.br Jornalista Responsável Camila Balthazar - camila.balthazar@aviancaemrevista.com.br Marketing Priscila Soares -priscila@aviancaemrevista.com.br Publicidade Marcelo Simões - marcelo@aviancaemrevista.com.br Departamento Financeiro Jane Elaine - jane@midiaonboard.com.br Produção Talita Paes Projeto Gráfico Agência Sampling Designer Lisiane Dressler Edição de Imagem Grazi Ventura Revisão TGA Idiomas

Eric pomi

Paulo Greca Jornalista especializado em gastronomia, vinhos, turismo e piloto esportivo de planador no Aeroclube de Tatuí (SP)

Graduado pela USP, especialista em Biomecânica, pesquisador do Laboratório de Biomecânica EEFEUSP, membro do Asics Training Team e voluntário da ONG TETO

Fundada em 2002 avianca.com.br AviancaBrasil AviancaBrasil AviancaBrasil Avianca

re v is t a

PARA ANUNCIAR comercial@aviancaemrevista.com.br +55 11 5505-0078

blog.avianca.com.br AviancaBr

central de reserva 4004-4040 outras cidades 0300-7898160 SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor SAC 0800-286-6543 Atendimento ao deficiente auditivo: 0800-286-5445

Colaboraram nesta edição Renata Maranhão, Fabio Kanczuk, Priscilla Von Oberst, Adonis Alonso, Rodrigo Romero, Tatiane Greco, Vitor Cardoso, Rozze Angel, Camila Neves, Danilo Borges, Ricardo Oliveros, Carla Palmieri, Paulo Greca, Talita Paes, Natália P. Machado, Eric Pomi Sousa Agradecimentos Fernanda Paes Leme, Piny Montoro, Roberta Leal, ProExport Colombia, Ami James, Medellín Convention & Visitors Bureal, Luciano Corsini,Secretaria de Turismo de Maceió, Antônio Lino, Silvia Shayline Leite, Karina Moraes, Paulo Kugelmas

SELO

A Avianca em Revista é uma publicação da Editora Drops, sob a licença da empresa aérea Avianca, distribuida exclusivamente a bordo das aeronaves nos voos nacionais. As pessoas que não constam do expediente da revista não tem autorização para falar em nome da revista. É necessário uma carta de autorização, atualizada e datada em papel timbrado assinada pelos editores. Os artigos assinados são de exclusiva responsabilidade dos autores e fica expressamente proibido a reprodução total ou parcial sem autorização prévia.

e m

r e v i s t a

Editora Drops (55 11)5505-0078 aviancaemrevista.com.br

MIgUeL FaLaBeLLa “SEMPRE QUIS O PALCO. NUNCA QUIS OUTRA COISA NA MINHA VIDA”

Tiragem 35.000 exemplares. Todos os direitos reservados. Auditado pela

NO Mar emBaRQue em um cRuZeiRo peLo caRiBe CharMe de BÚZIOs BaLNeÁRio de 23 pRaias pRa todos os Gostos daNI CaLaBresa eNtRevista com a comediaNte Que JÁ foi tÍmida e hoJe Não peRde uma piada

#48_Julho.indd 1

Confira as edições anteriores em www.aviancaemrevista.com.br

114 · mai.15

avianca em revista

6/24/14 17:17

Impressão Log & Print Gráfica e Logística avianca.com.br


116 路 mai.15

avianca em revista

avianca.com.br

#58 - Fernanda Paes Leme  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you