Page 1


Junho/Julho | 2018


Nos últimos anos, muito se falou em transformação digital, como um fenômeno futuro da Tecnologia da Informação. Agora, ela se tornou o nosso presente. E como desbravar os diversos caminhos e possibilidades que ela nos apresenta? A ASUG Brasil se preparou para esse momento e estamos prontos para apoiar nossos associados em um processo inédito. Por isso, nesta edição da ASUG News, trazemos uma matéria sobre o pilar Educação e a importância de a comunidade aproveitar esses espaços de troca de experiências. Temos 12 Special Interest Groups (SIGs) e 2 SUB SIGs, nossos grupos de estudo, que promovem reuniões entre as empresas associadas e representantes da SAP, endereçando demandas e buscando soluções de forma conjunta. Também estamos oferecendo todo o suporte aos usuários SAP neste momento de mudança do modelo de licenciamento dos produtos. Realizamos mais uma reunião do Comitê Estratégico para apresentar as diferenças entre o acesso direto e indireto, instrumentalizando os gestores de TI em suas escolhas, pela alternativa mais viável para o perfil de suas empresas. Queremos estar cada vez mais próximos da comunidade ASUG e nossos eventos são mais um canal que cumpre esse papel. Os Asug Days estão descentralizando os debates, levando a atuação da entidade para o interior de São Paulo e também outros estados. Dessa forma, estamos fortalecendo a cada dia a ponte que conecta a SAP aos seus usuários no Brasil e buscando representar da melhor forma os interesses de nossos associados. Ainda neste ano, realizaremos um dos eventos mais importantes e tradicionais da ASUG Brasil: a Conferência Anual, que chega à sua 21ª edição. Será uma grande oportunidade para ampliar o conhecimento, nas palestras e atividades sobre as ferramentas SAP e suas funcionalidades, além de premiar os cases de sucesso no Impact Awards, afinal, os esforços dos profissionais de TI das empresas brasileiras merecem e devem ser reconhecidos. Conto com a presença de vocês.

Edi to ri al

08 | Educação

Expediente

14 | Dicas Diretor de Relações Internacionais

Presidente

Produção

Paulo Moraes

Vice-presidente

RS Right Support www.rscorp.com.br

Diretor Financeiro

Ágora Comunicação

Wellington Brigante

Conteúdo

Wandair José Garcia

Jornalista Responsável

Tatiana Medina

Projeto Gráfico

Renata Marques

Fotografia

Diretora de Eventos Diretor de Pesquisa e Desenvolvimento João Luiz Barbosa

Grupos de estudo: sua chance de buscar soluções e dialogar direta mente com a SAP

Rio de Janeiro recebe ASUG Day e discute soluções para a gestão tributária

Diretoria ASUG Brasil

Diretora de Educação

Comitê Estratégico da ASUG discute futuro das soluções SAP e novos modelos de licenciamento

11 | Eventos

su ma rio Antonio Augusto Dias Cruz

Presidente da ASUG Brasil

04 | Influência

Boa leitura!

2018-2020

Antonio Augusto Cruz

Yasmim Taha - MTB nº 62.264/SP

Distribuição, Comercial, Marketing RS Right Support www.rscorp.com.br

Executivo de Conta

Orlando Fogaça orlando@rscorp.com.br Rosilene Alvernaz rosi@rscorp.com.br

Flush Comunicação Eduardo Sousa

A ASUG News é uma publicação da Associação de Usuários SAP no Brasil

Prepare-se para a fase 5 do eSocial

16 | Prêmios

Conferência Anual da ASUG premiará os cases de sucesso

18 | SAP

ASUG no SAP Fórum

www.asug.com.br redacao@asug.com.br 0800-164064 Rua Nestor Pestana, 125, 9º andar, Conj. 92. CEP: 01303-907


iNFLUENCIA

in flu en cia

Comitê Estratégico da ASUG discute futuro das soluções SAP e novos modelos de licenciamento Representantes da SAP apresentaram novas soluções e sanaram as dúvidas dos participantes A ASUG Brasil realizou a segunda reunião do Comitê Estratégico de 2018 em 22 de agosto, trazendo mais dinamismo às discussões do grupo. Entre os temas apresentados, destacaram-se o Intelligent Enterprise e o novo modelo de licenciamento. Wellington Brigante, coordenador do Comitê Estratégico, abriu o evento e falou sobre o importante papel que a ASUG vem desempenhando para o aprimoramento da relação entre os usuários e a SAP. Ele resgatou a ocasião do lançamento do Enterprise Support no Brasil, quando as empresas se surpreenderam com os valores e, então, a associação conseguiu negociar com a SAP o escalonamento das cobranças. Brigante também apresentou os três pilares que sustentam a atuação da ASUG: RELACIONAMENTO, INFLUÊNCIA E EDUCAÇÃO; e os temas que pautarão a atuação da entidade nos próximos anos, como inovação, o futuro ECC, SAP Apps e S/4 HANA. Agosto/Setembro | 2018


influencia

O presidente da ASUG Brasil (triênio 20182020), Antonio Augusto Cruz, também recebeu os participantes do Comitê Estratégico, destacando os diversos espaços de participação que a ASUG disponibiliza para seus associados. “Temos os Special Interest Groups (SIGs), que abordam temas de grande relevância no nosso país, os quais interferem no cotidiano das empresas”, disse. Ele também relatou que o objetivo desta gestão é modernizar a ASUG. “Vamos tornar o site mais interativo e promover maior integração entre as empresas. Por exemplo, conectar aquelas que já têm o SAP Leonardo com aquelas que desejam adquiri-lo e, desta forma, favorecer a troca de experiências”, disse.

Intelligent Enterprise

A Accenture expôs na reunião a ferramenta Intelligent Enterprise Platform, que proporciona a integração de diversas soluções SAP, visando alavancar tudo o que há disponível em inteligência para empresas e melhorar a relação com os clientes. “Estamos ouvindo falar muito sobre IoT e robótica, por exemplo. Há muita coisa disponível, mas como utilizar todas essas tecnologias?”, indagou Luciano Fanti Bianco, representante da empresa. Ele mostrou que as organizações precisam preparar seus processos para a transformação digital, pois sem isso não é possível absorver as novas tecnologias. “Com a Intelligent Enterprise Platform fechamos todo o ciclo,

Luciano Fanti Bianco apresentou a Accenture Intelligent Enterprise Platform

desde a concepção até a metodologia de entrega das soluções SAP”. O Intelligent Enterprise também foi tema da palestra de Eduardo Sato, da SAP. Ele mostrou que o processo de transformação digital corresponde a uma curva ascendente, à qual as empresas precisam se adaptar. “Muitas coisas parecem o futuro, mas já são o presente e o passado”, alertou. Sato explicou que, atualmente, um dos maiores desafios das empresas é a interação com o cliente em qualquer ambiente, como lojas físicas, mídias sociais, etc. Segundo ele, a SAP investiu mais de 30 bilhões

A gestão de dados é fator determinante para a adoção do Intelligent Enterprise

de euros em aquisições, para apresentar um portfólio compatível com essa mudança. Outros dois desafios listados foram o engajamento dos funcionários e o aumento da produtividade. “O Intelligent Enterprise é uma estratégia para as empresas evoluírem, com ferramentas para lidar com esses desafios. Com ela, a SAP coloca a inteligência dentro das aplicações”, afirmou, alertando que a gestão de dados é fundamental para a viabilização do processo, pois é assim que se promove o Machine Learning. Ele citou os serviços de telemarketing como um exemplo dessa experiência. “O histórico de chamadas serve de base de dados para que sejam definidas

Eduardo Sato, da SAP

ASUG News 5


influencia

prioridades. Basta resgatar as chamadas anteriores e partir delas para estabelecer parâmetros”. O Roadmap do Futuro SAP ERP foi tema da palestra de Alexandre Pereira, também representante da SAP. “Empresa inteligente começa com ERP INTELIGENTE, ou seja, com a migração para a nuvem”, ponderou. Segundo ele, 35% das empresas grandes vão adotar o ERP Cloud e 70% dos CIOs estão pensando nisso. Entre as vantagens, Pereira listou a possibilidade de customização, a dispensa de upgrades e a velocidade de inovação. O S/4 traz mudanças na user experience, permitindo que os usuários interajam com a plataforma. “As pessoas estão acostumadas com seus smartphones e apps e isso fez com que, pela primeira vez, elas detenham mais tecnologias do que as empresas. A SAP está se transformando para entregar isso também às empresas”. Alexandre Pereira considerou que essa nova fase consiste em uma “NUVEM INTELIGENTE ERP”, na qual o usuário conduz uma tarefa por duas vezes e, na terceira, o sistema já a reconhece e propõe soluções e aprimoramentos, permitindo que os rumos de um projeto sejam alterados a tempo, para corrigir distorções e problemas. Assim, a SAP prevê atingir 50% da automação dos processos em três anos.

Novo modelo de licenciamento

A SAP lançou recentemente um novo modelo de licenciamento, que é baseado nos acessos indiretos (Digital Access). A mudança trouxe muitas dúvidas e inquietações entre os usuários e, atenta a essa demanda, a ASUG Brasil está empenhada em estreitar o diálogo entre a comunidade e a empresa alemã, visando sanar dúvidas e oferecer suporte na escolha do melhor caminho. Para isso, o Comitê Estratégico promoveu um “Painel Interativo de Perguntas e Respostas sobre o novo modelo de licenciamento, incluindo acessos indiretos”, ministrado por Cybelly Melo, que atua na área de precificação da SAP. Ela explicou que a empresa decidiu implantar um novo modelo de licenciamento em decorrência da redução do número de usuários em relação ao aumento dos acessos indiretos, ocasionados por diversos fatores, entre eles a constante automação e o aumento das aplicações, com Success Factors e Machine Learning. Melo explicou que a precificação dos acessos indiretos se baseia no número de documentos gerados, o "Initial Document". Portanto, um relatório extraído mais de uma vez será cobrado apenas uma, exceto se ele sofrer algum tipo de alteração. Além disso, os updates não geram custos. A volumetria é calculada anualmente e será disponibilizada uma ferramenta aos usuários, para que possam acompanhar e fiscalizar o consumo, visando tornar a cobrança mais transparente e, também, mais flexível, pois à medida que se aumenta a quantidade, reduz-se o preço. Cada empresa terá a possibilidade de optar pela forma de licenciamento mais vantajosa, não havendo um prazo definido para isso e não sendo obrigatória a migração para o acesso indireto. Existe a possibilidade de adoção de um modelo híbrido, mas é preciso avaliar se é economicamente viável. Ela orientou que as empresas façam um levantamento de suas transações mais frequentes, para que possam avaliar qual opção é mais condizente com suas demandas.

“ Alexandre Pereira apresentou as mudanças que o S/4 traz na experiência do usuário Agosto/Setembro | 2018

Cada empresa terá a possibilidade de optar pela forma de licenciamento mais vantajosa


E du ca cao

Grupos de estudo: sua chance de buscar soluções e dialogar diretamente com a SAP ASUG Brasil mantém 12 Sepcial Interest Groups (SIGs) e 2 SUB SIGs que promovem as troca de experiências e apresentam soluções aos associados Ser um associado da ASUG Brasil tem inúmeras vantagens, entre elas a participação nos Special Interest Groups (SIGs), os grupos de estudo. Além de se consolidarem como um espaço de participação e troca de experiências, eles são um canal direto de diálogo com os representantes da SAP, através do qual os associados podem endereçar suas demandas. Temáticos, os SIGs desenvolvem o potencial inerente ao perfil de cada associado, otimizando ferramentas e recursos para a geração de business cases. Abordam temas atuais e os principais dilemas das empresas na área da TI, assim como os melhores caminhos e ferramentas para superá-los. Os encontros contam com representantes da Agosto/Setembro | 2018

SAP e com os coordenadores de cada grupo, que representam a ASUG Brasil. Assim, a Educação se tornou como um pilar estruturante da entidade e quem está à frente dele é Tatiana Medina. “Os SIGs têm como missão solucionar as “dores” dos associados da ASUG e elevar o nível de conhecimento da comunidade”, afirma. E é exatamente a solução para muitas dificuldades que os profissionais de TI têm encontrado nos grupos de estudo, a exemplo da área tributária. O Brasil apresenta um dos sistemas mais complexos do mundo e as empresas sofrem com a dificuldade em cumprir prazos e obrigações, o que resulta em multas e prejuízos. Esse tipo de situação vem


educacao

sendo tratada no SIG TDF, que além de abordar a ferramenta da SAP, ainda esclarece questões relacionadas às normas nos diferentes estados. A ASUG também está trazendo novos temas, de grande relevância no Brasil, como o Agronegócio, que reúne empresas responsáveis por uma parcela considerável do PIB brasileiro e buscam inovação para agregar mais valor aos seus negócios. A participação nos SIGs é aberta a todos os associados. Participe!

Tatiana Medina

Os SIGs têm como missão solucionar as “dores” dos associados da ASUG e elevar o nível de conhecimento da comunidade”

Objetivos dos SIGs Nossos encontros têm os seguintes propósitos: • Manter um canal de comunicação direta com a SAP, o que permite uma manifestação formal dos interesses dos membros, com feedback contínuo. • Ser um agente de comunicação com a Diretoria da ASUG. • Contribuir para o crescimento organizado dos serviços prestados. • Análise, estudo, discussão e o encaminhamento de soluções e temas que são de interesse comum dos associados.

Conheça nossos SIGs

SIG Administração Pública

SIG Agronegócio

SIG Auditoria e GRC

SIG Banks, Broker and Insurance

SIG BITI (Tecnologia/ Business Intelligence (BI)

SIG Gestão de Projetos

SIG Localização

SIG Mills & Mining

SIG Novas Implementações

SIG Pharma

SIG Recursos Humanos (HR)

SIG S/4 HANA

SUB SIG TDF (Tax Declaration Framework)

SUB SIG SuccessFactors (SF) ASUG News 9


TaaS Tax as a Service

CFOP

MVA PIS

CST

IPI

MVA

CEST

PIS

ICMS

NCM

IPI

CST

CFOP

O QUE É?

CEST

MVA

Implementação no ECC ou no S/4Hana para que o Cálculo dos Tributos seja realizado em um serviço externo – o Systax Engine - uma solução especializada e mantida atualizada tanto em seus processos de cálculo, que consideram as dezenas de particularidades nas 27 UF e pode tratar inclusive Regimes Especiais, quanto pela base de regras de tributação, monitorada diariamente em todo o país e para todos os segmentos. A solução pode ser implementada tanto “on premise” quanto em “cloud”.

PRINCIPAIS BENEFÍCIOS DA SOLUÇÃO:

ADOTAR É FÁCIL?

E-IT integra ao S/4Hana e ao ECC o mais eficiente Engine Tributário Brasileiro – o SYSTAX ENGINE

Tenha o cálculo de tributos sendo realizado em “tempo real”, sem a dependência de atualizações da J1BTAX, com o Systax Engine.

O “motor de cálculo” externo ao SAP vai prover não apenas o cálculo correto dos tributos, mas também a determinação de CFOP, CEST e todos os dados necessários para emissão ou validação dos documentos fiscais, considerando todos os seus itens. Em parceria da E-IT, foi desenvolvido um esquema de cálculo que realiza a comunicação com o Systax Engine, enviando os dados transacionais e recebendo toda a classificação fiscal e cálculo de tributos para a correta escrita fiscal/contábil.

Antecipe os benefícios do modelo “Tax as a Service” já no ECC, sem ter de esperar a adoção do S/4Hana Preserve os investimentos, pois esse modelo será aproveitado no futuro, ao adotar o S/4Hana E ainda reduza custos e riscos futuros, por simplificar a migração ao S/4Hana

Muito fácil! Com baixo custo, rápido e sem riscos. Uma implementação simples e de baixo impacto, por não exigir a inclusão de componentes de terceiros dentro do ERP. Toda a gestão das regras tributárias e das regras de cálculo passam a ser realizadas fora do SAP.

QUERO RECEBER UMA PROPOSTA PARA CONTRATAÇÃO:

comercial@systax.com.br (11) 3177-7707 Rua Pamplona, 145 - 11º andar - São Paulo/SP

www.systax.com.br


e ven tos

ASUG Day promove palestras no Rio de Janeiro Soluções para a gestão tributária das empresas foram destaque no evento Os ASUG Days, eventos para compartilhar conhecimento com a comunidade ASUG em diversos estados do Brasil, seguem a todo vapor. Neste ano já foram realizadas atividades em São Paulo, Porto Alegre e Belo Horizonte e, no dia 7 de setembro, foi a vez do Rio de Janeiro. O evento teve início com a apresentação de um case de sucesso. A Sotreq/Catterpilar mostrou a ferramenta GUEPARDO, da FH, que acelera a

performance tributária nas empresas. Segundo Christina Santos e Carlos Alexandre, a solução atende todas as obrigações das esferas municipal, estadual e federal de maneira integrada, além de oferecer ao usuário uma visão gerencial estratégica de todas as etapas fiscais e apontar riscos. O projeto implementado na Sotreq teve sete fases (“go lives”) e garantiu, entre diversas vantagens, a economia de tempo na apuração, que passou de um ASUG News 11


eventos

dia e meio para apenas duas horas; e controle automatizado nas apurações das obrigações acessórias federais, estaduais e municipais. A área fiscal também foi tema da palestra da Addvisor “Case CMPC - Obtendo ganhos operacionais e fiscais automatizando a entrada de documentos no SAP com o AddTAX”. Marcos Maciel e Ricardo Susaki mostraram que as empresas que não investem na automação para cumprimento das obrigações tributárias sofrem com multas por não armazenarem documentos eletrônicos, erros ao fazer reports, altos gastos com pessoal e perda de tempo. Com o Add Tax, a CMPC reduziu de 10 para três profissionais na área fiscal e as notas fiscais passaram a ser armazenadas em um único local. Os erros e despesas com multas deixaram de ser um problema, tendo em vista que a automação dos processos erradicou as falhas. A Avalara expôs o tema “S/4 HANA Cloud + Tax Service e Captura de Documentos”. Alex Silva e Amanda Vidmontas mostraram como a ferramenta ajuda na revisão e manutenção do Conteúdo Tributário e Determinação e Cálculo de Impostos para a versão em nuvem pública do S/4HANA. Assim, é possível ter o controle total de XMLs, gerenciamento de todos os documentos fiscais (XML), de entrada ou saída, evitando a omissão de documentos válidos ou inclusão de documentos inválidos na escrituração. O monitoramento da Plataforma SAP foi abordado pela 3CON em sua palestra sobre a solução AppDynamics, considerada líder do Quadrante Mágico do Gartner por seis anos consecutivos no segmento de Monitoramento de Desempenho de Aplicações Web/On-line. Com ela, é possível resolver problemas de infraestrutura e de aplicações até 90% mais rápido, permitindo monitorar também métricas de negócios, em tempo real e medir a experiência final do usuário. O evento também contou com a participação dos representantes da SAP Marcos Fidelles e Mateus Mollman, que abordaram o tema “SAP Enterprise Support – The Choice For The Intelligent Enterprise”. Eles mostraram que a plataforma ajuda as empresas na adoção de inovações e serviços de suporte para melhorar processos de negócios e desempenho, visando construir uma empresa inteligente e dominar a economia digital. Entre os principais bene-

Agosto/Setembro | 2018

fícios, eles destacaram a redução de 40% nos esforços de planejamento de operações e o aumento de 50% na velocidade do processo para usuários finais.

Ferramentas para a gestão tributária proporciona economia para as empresas com recursos humanos e erradicação de multas


Confira as novidades do mundo da TI


Di cas

Como você está se preparando para a última fase do eSocial? Fique pronto, pois está chegando a quinta etapa de implantação da ferramenta governamental Estamos a todo vapor na fase 4 (FOLHA DE PAGAMENTO e emissão de guias). Recentemente foi divulgado que 11 milhões de trabalhadores foram registrados na base do governo e que ao fim do processo este número atingirá 44 milhões de trabalhadores. Para empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões, na última fase, deverão ser enviados os dados de SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR. Seu escopo foi definido através da NDE 01/2018 versão 2.0, publicada em 14 de setembro de 2018:

S-1060

Tabela de Ambientes

S-2210

Acidente de Trabalho

S-2220

Monitoramento da Saúde do Trabalho (PCMSO)

S-2221

Exames Toxicológicos

S-2240

Condições Ambientais do Trabalho – Fatores de Risco (PPRA)

S-2245

Treinamentos, Capacitações e Exercícios Simulados

Agosto/Setembro | 2018


dicas

Principais mudanças na publicação da NDE 01/2018

Confira a seguir as modificações mais importantes dessa nova versão, em relação à primeira, publicada em 30 de maio de 2018 pelo governo. Novas tabelas:

27

Procedimentos Diagnósticos

28

Atividades Periculosas, Insalubres e/ou Especiais

29

Treinamentos, Capacitações e Exercícios Simulados

30

Programas, Planos e Documentos

Novo layout:

S-2245

Treinamentos, Capacitações e Exercícios Simulados

Identificamos alguns pontos relevantes com os quais as empresas devem tomar cuidado:

Certifique-se de que sua equipe do SESMT está acompanhando a evolução do projeto e suas exigências para os eventos de SST; Revise seus programas e laudos, sempre projetando para o eSocial (PCMSO, PPRA, LTCAT, PPP, EPI e EPC); Realize as associações com atenção (exemplo: S-1060 tabela de ambientes x cadastro de riscos – tabela 23), há várias outras associações; Elimine 100% dos controles paralelos (formulário em papel); Mantenha dados cadastrais qualificados e saneados; Audite seu sistema campo a campo, tenha certeza de que ele possui todos os dados para construção e transmissão dos eventos.

Muitos desafios estão por vir:

De forma semelhante aos cenários de RH, regras específicas dos eventos e vários prazos serão pontos de atenção; Mudanças de ambientes de trabalho e mudanças de recursos; Mudança cultural, fim do jeitinho; Infrações on-line, fiscalização ativa; Equalização dos dados cadastrais x folha de pagamentos (adicionais: insalubridade e periculosidade). Lembre-se de que o eSocial, apesar de não ser uma nova obrigatoriedade e sim um novo meio de reportar dados ao governo, exige que as empresas revisem todos os seus processos e sistemas relacionados a RH e SST. A INTELLIGENZA está preparada e sabe como ajudar com esse tema.

Créditos: Francisco Pereira Líder de Processos de RH na INTELLIGENZA ASUG News 15


prE mi o

Cases de sucesso serão premiados na Conferência Anual da ASUG Empresas podem inscrever seus projetos com soluções SAP até 10 de outubro

A ASUG Brasil está preparando mais uma Conferência Anual. A 21ª edição do evento apresentará temas relacionados à inovação e transformação digital, exposição de serviços relacionados às ferramentas SAP e o tradicional Impact Awards, uma premiação aos melhores cases de sucesso inscritos por empresas usuárias dos produtos SAP. O evento será realizado em 7 de novembro, no Hotel Pullman Vila Olímpia, em São Paulo. O Impact Awards é uma grande oportunidade para que as equipes de projeto possam compartilhar suas experiências com toda a comunidade. O comitê organizador é composto por diretores da ASUG Brasil e sua secretaria executiva. Cada empresa pode registrar mais de um case, Agosto/Setembro | 2018

a partir da utilização de produtos SAP, referentes aos anos de 2016 ou 2017. A participante deverá estar em dia com suas obrigações estatutárias com a associação. O julgamento e a escolha dos trabalhos a serem premiados são realizados por uma Comissão Julgadora Formada por especialistas nas áreas de tecnologia e desenvolvimento de aplicações de empresas idôneas e não ligadas a nenhuma empresa ou a parceiros associados à ASUG Brasil. Os três vencedores serão premiados com o troféu Impact Awards 2018. O primeiro colocado também ganhará um Macbook Air; e o segundo e terceiro colocados, um IPad 32GB.


Inscrições 21ª Conferência Anual

www.asug.com.br/conferencia-anual

Conheça os critérios de seleção

01

Alinhamento Estratégico

O trabalho menciona os benefícios para a companhia? São quantificáveis?

Escopo de utilização do produto O trabalho explica a utilização dos módulos do SAP?

03

Melhores Práticas

Qual o escopo do produto SAP usado na implementação?

Melhoria do nível de serviço

O trabalho esclarece como a implementação melhorou o nível de serviço dos clientes internos e/ou externos?

05

04

Originalidade

As funcionalidades dos produtos SAP foram utilizadas de acordo como foram concebidas ou utilizadas de maneira inusitada?

Inovação

As funcionalidades ou produtos são utilizados normalmente pelos outros clientes da SAP? E no Brasil?

07

02

06

ROI

O sistema menciona claramente o ROI? ASUG News 17


S A P

ASUG Brasil acompanha inovações no 22º SAP Fórum 2018 Entidade recebeu usuários SAP em seu estande e apresentou em palestra as vantagens de ser um associado

A ASUG Brasil marcou presença no 22º SAP Fórum Brasil 2018, o maior evento de tecnologia e negócios da América Latina, realizado em 11 e 12 de setembro, com o estande de orientação aos visitantes sobre o trabalho realizado pela organização e com a palestra “A ASUG Brasil e as comunidades de usuários de outros países”. A entidade reforçou a importância da união entre os usuários SAP para otimizar o uso das ferramentas e o suporte oferecido pela empresa alemã aos associados no Brasil. O presidente Antonio Augusto Cruz acompanhou a programação. A palestra abordou o trabalho realizado pela SUGEN (SAP User Group Executive Network), uma rede global de grupos de usuários da SAP que discute questões esAgosto/Setembro | 2018

tratégicas que precisam ser endereçadas à SAP. O Core Leadership Team que compõe a SUGEN é composto por cinco coordenadores globais, sendo um deles brasileiro, Paulo Moraes, Diretor de Relações Internacionais da ASUG. “As empresas associadas à entidade ganham força porque fazem parte de uma comunidade. O associado obtém resposta e soluções mais rápidas por contar com uma assistência em relação aos não associados, pois o relacionamento entre a ASUG Brasil e a SAP Brasil, somada à influência na SUGEN com a SAP na Alemanha agregam valor, reforçando os pilares da ASUG: relacionamento, influência e educação.” – frisou o Diretor de Relações Internacionais, que se reúne duas vezes ao ano com os


sap

demais coordenadores para alinhar objetivos e necessidades dos associados. Moraes abriu a palestra apresentando a ASUG e o que as mais de 400 empresas associadas representam à economia brasileira, uma generosa fatia de 59% da criação do PIB nacional. O executivo também falou sobre a missão da SUGEN e a troca de experiências enriquecedoras entre os associados promovida pela ASUG, como o ASUG Day, a Conferência Anual, as palestras e reuniões dos SIGs (Special Interest Groups). Além disso, a associação disponibiliza conteúdo de atualização com transparência, disponível no site, nas mídias sociais e disparo de e-mail. A palestra ainda mostrou que a ASUG Brasil está conectada com todos os stakeholders do ecossistema, liderando várias iniciativas como o pilar “Value of Maintenance”, com o objetivo de apoiar os clientes da SAP na utilização eficiente de todos os serviços previstos em contrato. “É comum a empresa ter contrato com a SAP e não obter conhecimento de todos os direitos adquiridos como usuário”, explicou Moraes, apresentando como resultado um documento com diversos links de acesso por interesse e dúvidas contratuais. Outra informação compartilhada foi a sugestão da SUGEN para o licenciamento de acesso indireto ao sistema SAP, diferenciando o acesso direto aos sistemas – feito por pessoas físicas – e o acesso indireto por outros sistemas, processos automatizados, bots e objetos conectados.

Inovação e propósito: inspiração para o SAP Fórum 2018

Inovação com propósito de ajudar o mundo a funcionar melhor foi o foco da SAP no Fórum Brasil 2018, através de um conceito de empresa inteligente aplicado a um parque de diversões com o objetivo de impulsionar a receita do entretenimento e diminuir os custos operacionais.

Inovação com propósito de ajudar o mundo a funcionar melhor foi o foco da SAP no Fórum Brasil 2018

Essa solução pôde ser observada no showcase do Fórum com uma roda-gigante de 20 metros de altura na parte externa do evento, repleta de sensores, com tecnologia de ponta. Os dados de cada giro – do funcionamento mecânico a informações sobre vento e temperatura – eram analisados considerando cenários e tendências capazes de influenciar futuras estratégias, como, por exemplo, plano de contenção para o caso de forte chuva.

OBJETIVOS DA SUGEN: • Identificar prioridades estratégicas e atuar em programas para avançar e aplicar tecnologia para o maior ganho da comunidade de clientes SAP. • Fomentar as visões do mercado internacional, incluindo os impulsionadores de demanda de curto e longo prazo dos clientes, os principais desafios e os imperativos de negócios. • Orientar e inspirar a SAP na entrega de suporte alinhado em todo o mundo para benefício mútuo dos grupos de usuários SAP.

Internamente, utilizando a tecnologia Digital Twins (gêmeos digitais), uma réplica impressa em 3D recriava os movimentos da roda-gigante em tempo real e realizava a análise preditiva – que é a capacidade das máquinas de prever o futuro –, gerando insights com base em dados. ASUG News 19


sap

A maioria dos consumidores de turismo e lazer utiliza a internet da reserva à jornada da viagem, portanto não produz apenas mídia, mas compartilha e influencia; com isso a gestão de dados é fundamental para envolver as pessoas certas, no lugar e na hora certos, transformando as informações em bem de consumo. Outra experiência promovida pela SAP foi como empresas de outros mercados podem executar processos administrativos de maneira eficiente e automatizada, permitindo a melhor experiência ao cliente. “Após cinco anos de presidência, continuo me surpreendendo com o SAP Fórum. Desta vez, encerrei o evento com a certeza de que estamos traçando nosso caminho em favor de um propósito. Poder dividir o palco com pessoas engajadas e projetos transformadores é a prova de que nossa missão está sendo realizada”, afirmou Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil, na abertura. Para participar da conversa, ela chamou ao palco do SAP Fórum Brasil Claudio Muruzabal, Presidente da SAP Latin America and Caribbean.

Estamos traçando nosso caminho em favor de um propósito. Cristina Palmaka, presidente da SAP Brasil.

A edição contou com mais de 300 palestras e sessões sobre temas atuais, showcases e mais de 60 histórias de sucesso reforçando o foco do evento: inovação e propósito.

Pela primeira vez, foram organizados dez tours temáticos como “Suplly Chain” nos dois dias de evento, com duração média de 30 minutos, uma iniciativa que reuniu 189 participantes entre C-levels e diretores das empresas. Agosto/Setembro | 2018

Eles conheceram as principais experiências do evento e tiveram oportunidade de fazer networking com executivos importantes da SAP. Um dos destaques vivenciados pelo tour foi o SAP Sports One, onde os participantes tiveram a oportunidade de conhecer os bastidores de um clube de futebol profissional, incluindo preparação da equipe para o próximo jogo, envolvimento dos fãs em tempo real e como garantir a chegada dos torcedores ao estádio. A solução “Soccer Challenge” pode ser acessada de maneira divertida e interativa por meio de um iPad, com um portfólio inovador contemplando o SAP Penalty Insights facilitando aos goleiros estudar o modo como os jogadores cobram as penalidades. No segundo dia de evento, Jaime Müller e Paulo Mendes, COO e CFO da SAP, falaram sobre os caminhos para se tornar uma Empresa Inteligente, apresentando três pilares: empoderamento dos funcionários por meio da automatização de processos, cliente como foco da estratégia e novos modelos de negócios. A presidente Cristina Palmaka, em um novo momento de diálogo com o público, chamou ao palco João Paulo Ferreira, Presidente da Natura, para falar sobre os desafios de liderar com inovação, as oportunidades que a tecnologia trouxe para a evolução da estratégia da Natura e como o propósito influenciou de forma direta o crescimento da empresa. Promovendo ainda o seu tema central, o evento trouxe em seu segundo dia “Os Minimalistas”, Joshua Millburn e Ryan Nicodemus, que simplificaram o seu modo de vida e compartilham suas experiências no blog The Minimalists. A simplicidade e leveza em viver com menos consumo foi motivada após o divórcio e falecimento da mãe de Joshua, fatos acontecidos no mesmo mês. Ryan, o melhor amigo de Joshua, ao ver a transformação que o minimalismo operou no amigo, acabou se interessando e se envolvendo também. Ryan largou uma carreira bem estabelecida no varejo, com um ótimo salário, para viver acerca do que ele é e não de coisas. A história inspirou o documentário “Minimalism: A Documentary About the Important Things” ('Minimalismo: Um Documentário sobre Coisas Importantes'). Joshua e Ryan apresentaram o painel “The Art of Letting Go: Living a Minimum and Purpose-driven Life” (ou a 'Arte de deixar para lá: como viver com o mínimo, mas com propósito'). Um conceito diretamente ligado com o propósito da SAP, fazer o mundo funcionar melhor e melhorar a vida das pessoas. O evento foi encerrado com um show do grupo de rock nacional Titãs.


Revista ASUG News- Edição 87  

Nos últimos anos, muito se falou em transformação digital, como um fenômeno futuro da Tecnologia da Informação. Agora, ela se tornou o nosso...

Revista ASUG News- Edição 87  

Nos últimos anos, muito se falou em transformação digital, como um fenômeno futuro da Tecnologia da Informação. Agora, ela se tornou o nosso...

Advertisement