__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


Sumário Apresentação.................................................................... 5 Medidas preventivas de retorno às atividades presenciais na escola............................... 6 Para os pais......................................................................................... 8 Como a escola agirá diante de um caso suspeito........................ 9 Medicação na escola ........................................................................ 10 Para os estudantes............................................................................ 10 Orientações de convívio no ambiente profissional para professores e funcionários................................ 12


Olá! A Rede de Educação Notre Dame, preocupada com a volta às aulas, após período de distanciamento social e aulas online, organiza suas atividades e as ações necessárias para esse retorno de forma segura e planejada. Para tanto, a Rede ND instituiu um Comitê, formado por profissionais internos que exercem diferentes funções, tanto na Sede administrativa como nas escolas dos diferentes estados onde atuam e no DF (diretores, administradores, professores, advogados, gestores, coordenadores pedagógicos e de tecnologia). Esse grupo ainda conta com consultores externos, principalmente profissionais da saúde, acionados quando necessário, para definirem o Protocolo de Volta às aulas. Após discussões e análises da realidade vivida em diferentes lugares que passam pela mesma situação, definiu-se o Protocolo explicitado abaixo, que deverá ser descrito para fins de divulgação à comunidade educativa ND. Essas orientações trazem práticas necessárias para a reorganização das atividades escolares que devem retomar, aos poucos, seu funcionamento “normal”, na escola. Observa-se que ninguém retoma, simplesmente, suas atividades profissionais realizadas antes da pandemia causada pela Covid-19. Muitos sentimentos permeiam este momento de preparo da retomada – gradual – dos trabalhos escolares. Buscamos, acima de tudo, um retorno seguro à escola e que esteja baseado nas normas de segurança apontadas pelas organizações sanitárias.

5


Medidas preventivas de retorno às atividades presenciais na escola l Aferição da temperatura de todos as pessoas que acessarem o interior da escola. l Uso obrigatório

6

de máscara facial para todos os que frequentarem o interior da escola. l Disponibilização de sabão e/ou álcool em gel, de forma segura, em diferentes locais, como corredores, banheiros, entrada e saída da escola, ambientes comuns. l Sinalização de lavatórios abastecidos com sabão e papel toalha. l Manutenção de ambientes arejados. l Organização da entrada e da saída da escola de forma a evitar aglomerações. O mesmo vale para os intervalos. l Suspensas, temporariamente, atividades coletivas como jogos, competições, festas, reuniões, comemorações. l A entrada de pessoas externas ao processo educativo (fornecedores, equipes de manutenção e outros) só será permitida, excepcionalmente, em horários alternativos às aulas e/ou sem a presença de estudantes e, sempre, de forma segura, com máscara, evitando o contato com o público interno e respeitando as medidas de distanciamento. l Orientações sobre como lavar as mãos, usar álcool em gel, usar etiqueta respiratória, serão afixadas por meio de cartazes em todos os ambientes do interior da escola.


Atividades recreativas ao ar livre obedecerão ao distanciamento recomendado e as crianças utilizarão, quando necessário, materiais e brinquedos de fácil higienização com álcool 70% ou lavagem com água e sabão. l Higienização de todos os ambientes com substâncias comprovadamente eficazes na desinfecção do coronavírus. l Realização de limpeza geral e desinfecção de todos os ambientes escolares, antes da da sua reabertura. l A higienização da sala será feita a cada troca de turno. l Higienização periódica dos objetos mais tocados, como maçanetas, interruptores, teclados e bebedouros, em áreas de maior circulação. l Disponibilização de lixeiras especiais para o recolhimento de máscaras usadas que precisarem ser descartadas. l Disponibilização de tapetes sanitários, com água sanitária diluída em água, para higienização dos calçados na entrada da escola. l Manutenção de espaçamento na sala de aula, de acordo com a realidade de cada escola, considerando o espaço mínimo de 1,5 metro entre as carteiras e a redução do número de estudantes, conforme Protocolo Pedagógico. l O uso de elevadores será feito apenas por pessoas que apresentem dificuldade de mobilidade, respeitando distanciamento mínimo 1,5 metro. l Monitoramento das turmas nos intervalos, para observar o distanciamento mínimo de 2 metros em ambientes comuns. l A identificação por aproximação do crachá/identificação estudantil ou biometria, para entrada e saída da escola, será dispensada. l

7


Para os pais O uso de máscaras é obrigatório durante todo o tempo de permanência no interior da escola, portanto todo estudante deverá ter uma máscara reserva devidamente higienizada. É contraindicado o uso de máscaras em crianças menores de dois anos. As máscaras devem ser trocadas a cada quatro horas, ou antes, se estiverem sujas, úmidas ou rasgadas. l Os materiais dos estudantes devem ser higienizados ao chegar em casa e ao retornar para a escola. l O cumprimento do horário de chegada e saída do estudante deve ser cumprido rigorosamente, para evitar aglomeração nesses momentos. l A higienização das garrafas de água - própria do estudante - deve ocorrer obrigatoriamente ao sair de casa para a escola e, imediatamente, ao chegar de volta, todos os dias. A escola disponibilizará pontos estratégicos para o reabastecimento de água. l Os lanches devem ser trazidos de casa, devidamente armazenados. A abertura ou não das cantinas escolares está condicionada a protocolos sanitários de cada localidade. l

8


Restrição ao acesso dos pais no interior da escola, com exceção dos pais dos estudantes da Educação Infantil, devido à readaptação das crianças na escola. Para estes pais será exigido o uso da máscara, bem como o mesmo protocolo dos estudantes: medição de temperatura e obediência ao distanciamento. l A escola terá um “ambiente de espera”, respeitando o protocolo de distanciamento, caso houver necessidade. l Orientação e/ou reunião com a Administração Escolar, o agendamento deverá ser feito previamente, por telefone. l

Como a escola agirá diante de um caso suspeito l A escola terá um local reservado exclusivo, para a situação em que haja algum quadro

infeccioso respiratório, como febre e algum sintoma gripal, de algum estudante, professor ou funcionário. l A família será imediatamente comunicada para buscar o estudante na escola e levá-lo à avaliação médica. Após, deverá dar retorno à escola se há necessidade de afastamento do estudante, para que medidas coletivas possam ser adotadas.

9


Medicação na escola l

A medicação na escola continua obedecendo à normativa de que deve ser feita somente com a prescrição médica. Neste momento, será ministrada apenas medicação de uso oral.

Para os estudantes l Higienização frequente das mãos, especialmente, na chegada à escola, antes e após

10

o lanche, e a ida ao banheiro. Nesses ambientes, haverá cartazes informativos com a técnica adequada de higienização das mãos, conforme orientação do Ministério da Saúde. l Obrigatória utilização de lenços descartáveis ou do antebraço (cotovelo dobrado) ao tossir ou espirrar. l Atenção as ações de prevenção de contaminação, evitando tocar olhos, boca e nariz. l Utilização da sua própria garrafa com água, que deverá vir de casa. Os bebedouros da escola estarão lacrados, com apenas alguns disponíveis, estrategicamente colocados e com monitoria de um funcionário da escola.


Obrigatório o uso de máscaras durante todo o tempo de permanência no interior da escola. As máscaras devem ser trocadas a cada quatro horas, ou antes, se estiverem sujas, úmidas ou rasgadas. l Os elevadores deverão ser usados exclusivamente por pessoas que apresentem dificuldade de mobilidade, respeitando distanciamento mínimo 1,5 metro. l A identificação por aproximação do crachá/identificação estudantil ou biometria, para entrada e saída da escola, será dispensada. l

11


Orientações de convívio no ambiente profissional para professores e funcionários: l Orientações de uso da máscara reutilizável deverão ser seguidas obrigatoriamente. l Higienização das mãos, por parte de todos, deve ocorrer assim que chegarem à

12

escola. Para isso, fazer uso do álcool 70% disponível nas recepções, conforme ilustrado nos cartazes distribuídos pela escola. l Cumprimentos devem ser realizados apenas com uma palavra afetuosa e um sorriso gentil.


Higienização frequente de superfícies tocadas deve ocorrer com álcool 70%. Fazer o mesmo com os utensílios profissionais e os pertences pessoais levados e manuseados durante o expediente. l O compartilhamento de quaisquer objetos de uso pessoal está proibido. l Manutenção de ambientes arejados. l Afastamento de funcionários e professores do grupo de risco, mediante comprovação médica. l Afastamento de funcionários e professores com suspeita ou confirmação de contaminação do novo coronavírus, seguindo os protocolos do Ministério da Saúde. l

n

Protocolo sujeito a alterações conforme orientações que poderão surgir dos órgão competentes.

13


www.notredame.org.br

Profile for Assecom - ND

Plano de Retorno às Atividades Presenciais - Rede de Educação Notre Dame  

Plano de Retorno às Atividades Presenciais - Rede de Educação Notre Dame  

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded