Balanço Social - 2020

Scroll for more

Page 1

Bala ço Socia Rede de

Assistência Social 1



Bala ço Socia



Rede de

Assistência Social

Sumário


Bala ço Socia Apresentação........................................................................................................................................... 9/10 Palavra da Presidente............................................................................................................................. 11/12

EDUCAÇÃO Colégios e Escolas mantidas................................................................................................................. 15 Programa de Assistência Educacional Notre Dame - PAE ND....................................................... 16 Processo de Concessão de Bolsas de Estudo Filantrópica Notre Dame...................................... 18

SAÚDE Hospital Notre Dame São Sebastião - Espumoso/RS...................................................................... 21 Atendimentos prestados........................................................................................................................ 22/23 Hospital Notre Dame Júlia Billiart - Não-Me-Toque/RS................................................................... 24 Atendimentos prestados........................................................................................................................ 25


ASSITÊNCIA SOCIAL Proteção Social Básica........................................................................................................................... 29 Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para Crianças e Adolescentes de 6 a 15 anos............................................................................................. 29 Departamento Social Santa Júlia Billiart - SP.................................................................................. 30/31 Projetos desenvolvidos........................................................................................................................... 32/34 Proteção Social Especial de Alta Complexidade............................................................................... 35 Serviço de Acolhimento Institucional para Idosos............................................................................ 36 Obra Social Santa Júlia - Espumoso/RS............................................................................................. 37 Projetos desenvolvidos........................................................................................................................... 38/39 Residencial Casa Betania - Não-Me-Toque/RS.................................................................................. 40 Projetos desenvolvidos........................................................................................................................... 40/41 Casa Lar Dona Celestina - Selbach/RS............................................................................................... 42 Projetos desenvolvidos........................................................................................................................... 43/44

NBCT-15 Informações de natureza social e ambiental...................................................................................... 45/50

7


Bala ço Socia EXPEDIENTE Presidente: Rosa Hoelscher Vice-Presidente: Dirce Slaviero 1º Secretária: Ivanes Filippin 2º Secretária: Ivete Terezinha Costella 1º Tesoureira: Maria Helena Rovani 2º Tesoureira: Cristina Inês Backes Conselho Fiscal Silvania Ioner Terezinha Danieli Dilse Maria Santin Contadora: Marintia Vergutz Elaboração de Dados Contábeis Fernando Reush Supervisão geral: Maria Helena Rovani

Jornalista Responsável: Erni da Rosa Editoração e layout: Hélio Gasparotti Jr. Colaboração: Daniele de Freitas Schuster Júlia Fedrigo de Albuquerque Fotos: Arquivo e ComunicaND

Coordenação de Assistência Social: Liana Ferreira Freitas Elaboração do Relatório Social: Liane Ferrazza

Produção:


Rede de

Assistência Social

Apresentação


Bala ço Socia

Irmã Liana Freitas SND Diretora da Rede de Assistência Social Notre Dame

10

Palavra da diretora da Assistência Social Prezados Leitores É com muita satisfação que compartilhamos nosso Balanço Social. O ano de 2020 foi sem dúvida, atípico, contudo, em meio a este desafiador cenário pandêmico, a Congregação de Nossa Senhora seguiu fiel o seu compromisso de transformar vidas através de sua missão nas diversas unidades na área da Educação, Saúde e Assistência Social. O nosso compromisso em assegurar o acesso à educação de qualidade, nos fez inovar a forma de gerar conhecimento. O uso apropriado da tecnologia foi um aliado fundamental para garantir um ensino de qualidade para todos, especialmente para os mais vulneráveis. O investimento em tecnologia e na qualificação de nossos colaboradores foi fundamental para esta entrega de qualidade. Os serviços prestados na área da saúde, nos colocou diretamente em contato com drama de pacientes e familiares atingidos pela Covid-19. O atendimento humanizado, o

investimento em equipamentos para superar essa crise humanitária foi fundamental para qualificar os serviços prestados nesta área. Com isso, seguimos resilientes, superando as adversidades e potencializado o cuidado com a vida. Nossos Institutos de Longa Permanência para Idosos e o Centro de Convivência para Crianças e Adolescente também inovaram a sua forma de assegurar o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários, por meio do acesso a diferentes meios de comunicação, favorecendo a interação e convivência mesmo à distância; em consonância com a Política de Assistência Social. Para além de apresentar dados numéricos, o presente Balanço Social deixa transparecer nosso compromisso com uma sociedade mais humana, equitária e fraterna. Somos gratos a você que faz parte da nossa história. Sigamos confiantes na construção de um mundo melhor. Votos de uma boa leitura,


Rede de

Assistência Social

Palavra da Presidente

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA

11


Bala ço Socia

Palavra da Presidente Nossos tempos não estão sendo fáceis. Com o transcorrer da pandemia do Coronavirus, aceleram-se todos os assuntos que já estavam sendo visualizados: inserção da tecnologia, saúde/doença, condições de tratamento, individualismo/distanciamento e o aumento desenfreado da pobreza. Está sendo um desafio manter o foco na esperança, na solidariedade e nas condições de vida digna para todos. O presente material referente ao balanço social, da Congregação de Nossa Senhora, visa mostrar para a comunidade, que juntos somos fortes! Santa Júlia Biliart, já há mais de 200 anos nos dizia: “Nós devemos estar tão unidas pela caridade, como estão as pedras de um edifício pelo cimento. A caridade deve ser nossa virtude predominante: as mais fortes sustentem as mais fracas...” Podemos nos perguntar quem é forte e quem é fraco? Ou: quando somos forte e quando

Irmã Rosa Hoelscher SND Presidente da Congregação de Nossa Senhora

12

somos fracos? A força e a fraqueza convivem em nós no que se refere às dimensões do material, ao espiritual, ao transcendente, ao sentido da vida... cabe-nos então sermos pessoas do bem, cristãs e dispostas a dar e receber conforme o momento nos pede. Visualizando os trabalhos mostrados neste instrumento de divulgação de nossas ações sociais, entendemos que o meu pouco juntado ao outro pouco, torna-se muito. O menos se torna mais porque adquire o sentido humanitário e cristão da solidariedade e da partilha. É o grande ensinamento de Jesus aos seus discípulos: “ Quantos pães vocês têm? Eles responderam: sete. Jesus mandou que a multidão se sentasse no chão. Depois, pegou os sete pães, agradeceu, partiu-os e deu aos seus discípulos para que os distribuíssem... comeram e ficaram satisfeitos e recolheram sete cestos dos pedaços que sobraram.” Mc 8, 5-8.

Quando somos generosos em contribuir muitos milagres podem acontecer.


Rede de

Assistência Social

Educação CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 13


Bala ço Socia

MISSÃO Educar para a cidadania global com excelência, bondade e firmeza, desenvolvendo competências para promoção e defesa da vida.

Mapa Estratégico

visão

2021 | 2024

PROPOSTA DE VALOR | EDUCAÇÃO

Ser centro integrado de aprendizagem de alta performance, de cultura e de convivência que propicie experiências transformadoras capazes de conectar pessoas e saberes.

PRINCÍPIOS • Somos comprometidos com o projeto de Jesus Cristo. • Agimos com amor, bondade e firmeza. • Cuidamos da vida do planeta, do outro e de si. • Cultivamos relações socioemocionais. • Valorizamos a tradição, a história e a cultura Notre Dame. • Primamos pela excelência pedagógica. • Construímos e socializamos o conhecimento com visão sistêmica. • Integramos escola, família e comunidade.

14


Colégios e Escolas mantidas

Colégio Notre Dame Passo Fundo

Passo Fundo, RS.

Colégio Notre Dame Rainha Dos Apóstolos

Escola Notre Dame Menino Jesus

Colégio Notre Dame Ipanema

Colégio Notre Dame Ilha

Colégio Notre Dame Aparecida

Colégio Notre Dame Recreio

Rio de Janeiro, RJ.

Colégio Notre Dame Brasília

Brasília, DF.

Escola Notre Dame Santa Isabel

São Paulo, SP. Passo Fundo, RS. Rio de Janeiro, RJ. Ilha Do Governador, Rio de Janeiro, RJ. Carazinho, RS.

Passo Fundo, RS.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 15


Bala ço Socia

Assistência Social Educacional PROGRAMA DE ASSISTÊNCIA EDUCACIONAL NOTRE DAME – PAE ND A Congregação de Nossa Senhora, mantenedora da Rede de Educação Notre Dame, visando atender as normativas do Programa de Assistência Educacional Notre Dame - PAE-ND, desenvolve o Projeto de Concessão de Bolsa de Estudo Filantrópica. Para atender a essa demanda, existem processos dentro das exigências da legislação. O PAE-ND visa atender estudantes de baixa renda que desejam cursar as etapas do Ensino regular básico em uma das unidades escolares da Rede de Educação Notre Dame. É um programa de inclusão à Educação formal, através

16

da concessão de bolsa de estudo, para aqueles que se enquadram no perfil socioeconômico previstos na Lei nº 12.101, de 27 de novembro de 2009 e suas alterações, conforme critérios estabelecidos em Edital. O PAE - ND viabiliza, ainda, o acompanhamento dos estudantes e familiares que após a inserção na Escola, por ventura apresentem dificuldades de permanência tendo em vista o contexto social, econômico e pedagógico que vivenciam. O objetivo é viabilizar a igualdade de oportunidades entre todos os estudantes e contribuir para a melhoria do desempenho acadêmico.


CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 17


Bala ço Socia A Congregação de Nossa Senhora, instituição mantenedora, promove o Programa de Concessão de Bolsa de Estudos Filantrópica no intuito de viabilizar ao acesso de ensino de qualidade às famílias que atendam, o perfil socioeconômico previsto na legislação, sendo que na área da educação, através das Bolsas de Estudos Filantrópicas.

Público atendido Estudantes da Educação Básica

Objetivo Promover política de inclusão social na Rede de Educação Notre Dame, através da Concessão de Bolsa de Estudo Filantrópica a estudantes que preencham os requisitos legais.

Processo de Concessão de Bolsas de Estudo Filantrópica Notre Dame

Resultados obtidos Garantia a universalidade no atendimento; Inclusão Social; Promoção da cidadania; Educação de qualidade Estudantes atendidos com Bolsa de Estudo Integral (100%):

912 estudantes no ano 2020.

Estudantes atendidos com Bolsa de Estudo Parcial (50%):

756 estudantes no ano 2020.

18

As bolsas de estudos concedidas correspondem às anuidades escolares do turno regular de aula, sendo que a bolsa integral (100%) poderá ser concedida a aluno cuja renda familiar per capita, não seja maior que 1 ½ (um e meio) salário mínimo nacional. A bolsa parcial (50%) poderá ser concedida a aluno cuja renda familiar per capita não exceda o valor de 3 (três) salários mínimos nacionais. As Bolsas de Estudo podem ser concedidas nos três segmentos da Educação Básica: Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. As informações sobre todo o processo de bolsas são estabelecidos em Edital de forma pública, assim como as Listas de Contemplados com a Bolsa de Estudo podendo ser acompanhados no Hotsite das escolas, pelo link http://bolsasdeestudo.notredame.org.br.


Rede de

Assistência Social

Saúde CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 19


Bala ço Socia

MISSÃO Oferecer múltiplos serviços em saúde, com atendimento humanizado, seguro e qualificado para promover a vida e o bem estar da comunidade regional à luz da bondade de Deus.

Mapa Estratégico

visão

2021 | 2024

PROPOSTA DE VALOR | SAÚDE

Ser um hospital regional sustentável com múltiplos serviços em saúde, processos eficientes e parcerias justas com o poder público e convênios.

PRINCÍPIOS •Somos comprometidos com o projeto de Jesus Cristo. •Agimos com amor, bondade e firmeza. •Cuidamos da vida do planeta, do outro e de si. •Cultivamos relações socioemocionais. • Valorizamos a tradição, a história e a cultura Notre Dame. •Primamos pela excelência clínica e assistencial •Construímos e socializamos o conhecimento com visão sistêmica. •Interagimos e estamos integrados com família e comunidade

20


Denominação

HOSPITAL NOTRE DAME SÃO SEBASTIÃO

Razão Social

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA O Hospital Notre Dame São Sebastião é uma Entidade Filantrópica, sem fins lucrativos, localizada no município de Espumoso- RS, região do Alto da Serra do Botucaraí, distante aproximadamente 270 km da capital do Estado, Porto Alegre. A cidade é essencialmente agrícola, e pela sazonalidade característica desta atividade econômica enfrenta sérias dificuldades para o atendimento das necessidades de saúde. O Hospital Notre Dame São Sebastião, fundado em 30 de dezembro de 1937, há 83 anos cumpre com suas atividades de acordo com as diversas disposições dos órgãos Governamentais da União e do Estado, apresenta o relatório de suas atividades durante o ano de 2020.

Manutenção

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA

Sede e Foro

O Hospital Notre Dame São Sebastião se localiza à Rua Padre Réus, nº 80 – Centro Espumoso/RS.

Classificação

Hospital Geral, Associação Civil de Direito Privado e Filantrópico.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 21


Bala ço Socia ATENDIMENTOS PRESTADOS ESTATISTICA DO HOSPITAL | 2020 INTERNAÇÕES

Nº Internações Paciente Dia Cirurgias Nascimentos Óbitos

SUS

UNIMED

IPE

OUTROS CONVENIOS

PARTICULAR ES

Total

1.743 7.508 842 324 96

202 593 72 33 17

112 313 36 16 07

120 222 61 17 00

214 432 166 56 01

2.391 9.068 1.177 446 121

Total

ATENDIMENTO AMBULATORIAL

Atendimentos de Urgência e Emergência Atendimentos Ambulatoriais

TOTAIS

22

SUS

UNIMED

IPE

OUTROS CONVENIOS

PARTICULAR ES

9.664

404

02

76

87

10.233

1.231 10.895

136 540

28 30

188 264

1.502 1.589

3.085 13.318


SADTS

Exames de Análises Clínicas Raios -X Ultrassonografia Mamografia Tomografia Endoscopia Colonoscopia Fisioterapia TOTAIS

SUS

UNIMED

27.094 5.401 1.974 751 2.411 111 85 06 37.833

18.830 692 1.174 192 563 05 00 47 21.503

O Hospital Notre Dame São Sebastião, é um dos Hospitais da Rede Notre Dame, é um Hospital Geral cadastrado no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde – CNES sob o número 2246813 e tem como finalidade o atendimento médico hospitalar para a população de Espumoso, que é de aproximadamente 15.240 habitantes e é referência para mais três municípios: Alto Alegre (1.848 habitantes), Campos Borges (3.494 habitantes) e Tunas (4.395 habitantes). Estes municípios apresentam de certa forma, as mesmas características socioeconômicas

IPE

10.987 235 876 139 234 17 14 00 12.502

OUTROS CONVENIOS

PARTICULAR ES

3.101 563 1.527 115 788 148 94 11 6.347

7.186 332 421 29 162 16 10 05 8.161

Total

67.198 7.223 5.972 1.226 4.158 297 203 69 86.346

de Espumoso. Em suas atividades a atenção especial é para comunidades mais necessitadas, atendendo pelo Sistema Único de Saúde- SUS e encaminhamentos das Secretarias Municipais de Saúde dos municípios. O Hospital possui Habilitação Estadual para a realização de Cirurgias Gerais Eletivas pelo Sistema Único de Saúde - SUS, atendendo 14 municípios da região (Alto Alegre, Arvorezinha, Barros Cassal, Campos Borges, Espumoso, Fontoura Xavier, Ibirapuitã, Itapuca, Lagoão, Mormaço, Soledade, Tapera, Tio Hugo e Tunas).

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 23


Bala ço Socia

Denominação

HOSPITAL NOTRE DAME JÚLIA BILLIART

Razão social

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA

Manutenção

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA

Sede e foro

O Hospital Notre Dame Júlia Billiart se localiza a Rua Coronel Alberto Schmidt, 515 – Não-Me-Toque/RS.

24

O Hospital Notre Dame Júlia Billiart é uma Entidade Filantrópica, sem fins lucrativos, localizado no município de Não-Me-Toque- RS, região do Alto Jacuí, distante aproximadamente 300 km da capital do Estado, Porto Alegre. A cidade tem sua economia baseada na Industria e agricultura. O Hospital fundado em 04 de dezembro de 1949, durante 71 anos cumpriu com suas atividades de acordo com as diversas disposições dos órgãos Governamentais da União e do Estado.


N° internações Cirurgias Nascimento s Óbitos Totais

SUS

UNIMED

IPÊ

OUTROS CONVÊNIOS

108 3 0 8 119

101 10 1 2 114

63 3 0 1 67

39 7 0 1 47

SUS 2025

CONSULTAS

Exames de Análises Clínicas Raio X Ultrassonografia Mamografia Tomografia Eletrocardiograma Fisioterapia Teste Ergométrico TOTAIS

SUS

UNIMED

IPÊ

9907 954 935 526 278 69 1392 17 14078

14290 382 934 139 25 52 1152 31 17005

4054 43 1 340 47 82 16 0 11 4693

PARTICULARES 136 17 0 1 154

NÃO 4933

OUTROS CONVÊNIOS 17159 446 713 172 247 26 2098 42 20903

TOTAL 447 40 1 13 501

TOTAL 6958

PARTICULARES 1509 358 717 89 302 72 393 39 3479

TOTAL 46919 2283 3639 973 934 235 5035 140 60158

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 25


Bala ço Socia Departamento Social

Santa Júlia Billiart São Paulo - SP

Obra Social

Santa Júlia Espumoso - RS

Residencial

Casa Betania

Não-Me-Toque - RS

Casa Lar

Dona Celestina 26

Selbach - RS


Rede de

Assistência Social

Assistência Social

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 27


Bala ço Socia

MISSÃO Promover proteção social, autonomia e acesso aos direitos sociais com bondade e firmeza em defesa da vida.

Mapa Estratégico

visão

2021 | 2024

PROPOSTA DE VALOR | ASSISTÊNCIA SOCIAL

Ser rede de assistência social consolidada, inclusiva, sustentável e reconhecida, com serviços de excelência.

PRINCÍPIOS


1 Proteção Social Básica* A Proteção Social Básica é o conjunto de serviços e programas, projetos e benefícios da Assistência Social estruturados para prevenir situações de vulnerabilidade e risco social, buscando a inserção de famílias e indivíduos na rede socioassistencial e em outras políticas setoriais. Objetiva prevenir situações de risco através do desenvolvimento de potencialidades e do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários. Destina-se à população que vive em situação de vulnerabilidade social decorrente da pobreza, privação de renda, e/ou fragilização dos vínculos afetivos. Conforme o art 4º do Estatuto da Criança e Adolescente “é dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do poder público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária”.

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos para crianças e adolescentes de 6 a 15 anos O Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos é de caráter preventivo e proativo, onde é realizado atividades individuais e em grupos nas entidades mantidas pela Congregação de Nossa Senhora. Também sendo estimulado a convivência entre crianças e adolescentes na formação para a participação da cidadania, desenvolvimento da autonomia, levando em consideração os interesses, demandas e potencialidades desta faixa etária.

* Definição de acordo com a Política Nacional de Assistência Social.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 29


Bala ço Socia

Departamento Social

Santa Júlia Billiart São Paulo - SP

O Departamento Social Santa Júlia Billiart é uma organização não governamental, sem fins lucrativos, fundado a 03 de outubro de 1993 pela Congregação de Nossa Senhora, com a finalidade de atender crianças e adolescentes em condições de vulnerabilidade, risco e exclusão social da região do Ipiranga. Busca contribuir com a transformação da realidade social de seus usuários através de ações que visam o desenvolvimento das potencialidades, a autonomia, o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitário, desenvolvendo um sério e dedicado trabalho junto às famílias dos usuários. A Região do Ipiranga apresenta algumas características peculiares que ressalta a desigualdade social e expõe famílias em situação de vulnerabilidade, tais como: numerosos pontos de drogadição, moradias precárias, famílias com renda per capita

30

inferior a um salário mínimo, indústrias com entrada e saída constantes de veículos, com risco de acidentes para crianças e adolescentes que brincam na rua, entre outros. A área em questão dispõe de poucos serviços e entidades socioassistenciais para atender a demanda desta população. Na fase infanto-juvenil, a ausência de atividades no turno inverso ao horário escolar, muitas vezes, configura-se em diferentes condições de vulnerabilidade e risco social, pelas expressões da questão social presentes, como envolvimento com gangues, drogas, roubos, entre outras situações, que ameaçam a integridade física, psíquica e moral das crianças e adolescentes. Investir em ações que contribuam para a proteção básica destas crianças e adolescentes é um caminho para prevenir e/ ou reduzir a exposição a tais riscos sociais. Neste intuito, o Departamento Social Santa


Júlia Billiart procura suprir as necessidades desta população, disponibilizando um espaço alternativo, que visa contribuir para a formação integral da criança e do adolescente, despertando para uma nova perspectiva de vida em vista da transformação da sua realidade, (mantendo a centralidade na família), consequentemente, assistir às suas famílias, quando necessário, para a efetivação da assistência. Verifica-se, portanto, a relevância de continuar e potencializar ações socioassistenciais que visam a preservação da integridade biopsicossocial de seus beneficiários, com atividades lúdicas, de artesanatos, musicalização, informática, encontros reflexivos, festividades com a participação da família e da comunidade, bem como, encaminhamento para rede social, atendimentos com profissionais da psicologia e do serviço social, conforme as demandas apresentadas e identificadas.

Público

Crianças, adolescentes e famílias.

Objetivo

Oferecer Proteção Social Básica disponibilizando ações socioassistenciais às crianças, adolescentes e famílias, em situação de vulnerabilidade e risco social, oportunizando espaço de convivência comunitária e familiar, para desenvolvimento de suas potencialidades, o exercício da cidadania, o fortalecimento de vínculos, sociabilidade e melhoria na qualidade de vida.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 31


Bala ço Socia

Departamento Social

Santa Júlia Billiart São Paulo - SP

Projetos que desenvolve No plano do Departamento Social estava previsto para ser realizado de forma presencial os seguintes projetos e oficinas no ano 2020: Atividade Artística com Reciclagem; Brincadeiras livres para Crianças e Adolescentes; Jogos e Brincadeiras; Boas Práticas bom Clima; Cultura Popular; Descobrindo a Puberdade para préadolescentes; Encontro Multidisciplinar; Encontro de Convivência na comunidade; Grupo de Inclusão; Encontro PAMP – preparando para o mercado de trabalho; Grupo de Integração de 06 a 16 anos; Laboratório de Informática; Musicalização e Vivências teatrais e Oficina de Arte. Diante do contexto de pandemia foi necessário buscar alternativas e novas formas de seguir as ações e atividades levando em consideração o isolamento social e os protocolos dos setores relacionados à saúde, porém sem perder de vista nosso planejamento anual e o foco no que sustenta o serviço: o fortalecimento de vínculos, a promoção e garantia de direitos, o respeito, o cuidado, a diversidade e a pluralidade cultural pautado no mapa estratégico da mantenedora Congregação de Nossa Senhora – Rede Notre Dame.

32


Portanto foram realizadas as seguintes atividades:

Grupo de Interação DSSJB CRIANÇAS E ADOLESCENTES Criação do grupo de WhatsApp com a participação dos beneficiários sendo que foi realizada integração entre a equipe e os atendidos. Foram compartilhados materiais, indicações e vídeos produzidos pela equipe, dialogados com reflexões sobre racismo, desigualdade, educação, saúde e diversidade e tantos outros que promovem o protagonismo e o empoderamento do ser cidadão.

Vídeos e Materiais informativos Uma das formas de desenvolver as atividades com os beneficiários foi através da produção de vídeos que abordassem variados temas. “DSSJB indica! ” – Foram realizadas indicações de filmes, documentários, produções musicais, culturais e históricas, além de apontar personalidades que foram ou são referências no combate a qualquer tipo de violência ou intolerância, além das representatividades que essas pessoas são para todos que lutam por direitos humanos. Também foram indicadas lives relacionadas aos temas e ações que trabalhamos no Departamento Social. “Informativo DSSJB” – Foram enviados vídeos sobre como utilizar as ferramentas tecnológicas, as medidas de prevenções contra a COVID 19 e outras doenças, informações sobre as leis de proteção para a população infanto juvenil e políticas públicas. “DSSJB Cultural” – Produções artísticas, culturais, lúdicas com a participação dos beneficiários com o formato de um SARAU virtual. Foram socializados com as famílias dos beneficiários os vídeos produzidos pela psicologia social referente aos cuidados com a saúde mental sobre período que de pandemia, além de outros com orientações para utilização de benefícios sociais e utilização de serviços públicos.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 33


Bala ço Socia Beneficiários atendidos:

188

Atendimentos realizados de forma individual ou grupal pela equipe:

2871

Resultados obtidos: l Fortalecimento de vínculos familiares através de ações remotas. l Protagonismo dos sujeitos. l Participação dos beneficiários e suas famílias nas atividades propostas. l Estímulo e crescimento dos adolescentes atendidos. l Superação da violência. l Inclusão Social. l Melhoria na socialização das crianças e adolescentes. l Fortalecimento da função protetiva da família. l Crescimento e superação de conflitos.

34

Roda de Conversa Virtual Realizada a atividade de forma gradativa com pequenos grupos ocorreu, mesmo que com outro formato, as interações no grupo de WhatsApp partindo dos temas levantados pelos vídeos compartilhados, a troca de ideias, o diálogo sobre os acontecimentos atuais e o fortalecimento do grupo como um espaço de escuta, conseguiram suprir e garantir a execução dessa atividade, foi atingido o objetivo do fortalecimento de vínculos.


2 Proteção Social Especial de Alta Complexidade* A organização do serviço de Proteção Social Especial de Alta Complexidade deve garantir atendimento qualificado, favorecer o convívio familiar e comunitário, desenvolvendo a autonomia dos usuários, bem como privacidade, respeito aos costumes, às tradições e à diversidade de: ciclos de vida, arranjos familiares, raça/ etnia, religião e gênero. Deve ainda ser ofertado em unidade inserida na comunidade com características residenciais, oferecendo condições de habitabilidade, higiene, salubridade, segurança, acessibilidade e privacidade. Os serviços ofertados pelas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) mantidas pela Congregação de Nossa Senhora são construídos no coletivo, prezando pelo atendimento humanizado e qualificado. O Mapa Estratégico elaborado para o período de 2018 a 2022, com a Missão de

“Promover Assistência Social, com bondade e firmeza, oportunizando direitos sociais e fortalecendo o exercício da cidadania”, norteia a elaboração e o planejamento dos trabalhos, junto a Instituições de Longa Permanência para Idosos nos Institutos de Longa Permanência. Proporcionar aos idosos (a) qualidade de vida, resgatando os valores essenciais, promovendo sua autonomia, integração e socialização, buscando melhorar sua saúde física, mental, emocional, espiritual e cultural, de acordo com sua subjetividade, busca promover cidadania, conforme prevê a Constituição da República Federativa do Brasil de 5 de outubro de 1988, que institui os Direitos e Garantias Fundamentais e os Direitos e Deveres Individuais e coletivos, como forma de afiançar os direitos aos cidadãos. O Estatuto do Idoso, Lei nº 10.741 de 1º de outubro de 2003, evidenciou avanços na implementação dos direitos dos idosos

* Definição de acordo com a Política Nacional de Assistência Social.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 35


Bala ço Socia

SERVIÇO OFERECIDO Serviço de Acolhimento Institucional para Idosos Acolhimento para idosos com 60 anos ou mais, de ambos os sexos, independentes e/ou com diversos graus de dependência. Deve incentivar o desenvolvimento do protagonismo e de capacidades para a realização de atividades da vida diária, o desenvolvimento de condições para a independência e o autocuidado, o acesso a renda, a convivência mista entre os residentes de diversos graus de dependência.

36

no país, sendo que para muitos, a Instituição de Longa Permanência está configurada como a única estratégia de sobrevivência, devido às situações socioeconômica, física, cultural e de saúde, que incidem sobre o envelhecer e que por eles, muitas vezes, são reforçadas. “O Art. 8.º do Estatuto do Idoso prevê o envelhecimento como” direito personalíssimo e a sua proteção um direito social” (2003) assim sendo; pensar formas de garantir à proteção social do Idoso em situação de abrigamento, com a Visão de Ser Rede de assistência social consolidada, reconhecida pela defesa e garantia de direitos, como forma de contribuir na garantia dos direitos sociais, mesmo encontrando-se Institucionalizado é viabilizar o exercício da cidadania. Para fortalecer esta proteção, foram criados espaços como os Conselhos da Assistência Social e do Idoso, o acesso ao Ministério Público e a própria Vigilância Sanitária com a participação da população nos mesmos, representados pelos órgãos governamentais e da sociedade civil. O processo de envelhecimento é algo concebido como natural, que faz parte da vida do ser humano marcado por mudanças físicas e sociais específicas e associadas à longevidade da pessoa, variando de indivíduo para indivíduo, de acordo com sua genética, seus hábitos de vida e as interferências do meio onde reside.


Obra Social

Santa Júlia Espumoso - RS

A Obra Social Santa Júlia iniciou suas atividades no ano de 1973 após a identificação do grande número de pessoas idosas que se encontravam vulneráveis no município de Espumoso e região. A necessidade aliou-se ao sonho de várias pessoas da comunidade espumosense, desejosas em modificar a realidade que se apresentava, acolhendo e proporcionando um “lar” e qualidade de vida para as pessoas viverem. As Irmãs da Congregação de Nossa Senhora, conhecedoras das necessidades e da importância de continuidade que o trabalho deveria ter, aceitaram o desafio e assumiram a missão de acolher e cuidar a vida das pessoas desamparadas assumiram a administração da construção e efetivação da Obra Social Santa Julia, em 01 de março de 1973. Em 1974 foram acolhidas as primeiras residentes, entre elas,

o próprio benfeitor Prof.Affonso. Com o aumento da demanda a Obra Social Santa Júlia necessitou ser ampliada. A segunda parte da instituição foi erguida com doações das Irmãs de Nossa Senhora da Alemanhã. Sua conclusão se deu em 1980 e uma terceira ampliação, concluída em 2017 com recursos da própria Congregação. A Obra social busca cumprir sua missão de auxiliar na construção de um mundo melhor, devolvendo dignidade a tantas pessoas idosas e doentes, realizando o atendimento aos residentes por uma equipe técnica com diferentes profissional da área social, psicológica e de saúde. As Irmãs atualmente contam com a colaboração de uma coordenadora administrativa, de funcionários e da comunidade de Espumoso, tornando possível o sonho do passado e a efetivação do presente, promovendo a cidadania e a longevidade futura.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 37


Bala ço Socia

Obra Social

Santa Júlia Espumoso - RS

Todas as atividades foram realizadas tendo cuidado com as normas estabelecidas pela Vigilância Sanitária nos cuidados do COVID 19.

Projetos que desenvolveu em 2020 Aniversário das residentes

Este projeto celebrou a vida, valorizou a individualidade e o aniversário de cada residente, a gratidão, o reconhecimento pelo SER. Foi festejado e celebrado o aniversário de cada residente no seu devido dia, cantado os parabéns e colocado uma flor natural na mesa onde o aniversariante faz as suas refeições e também feito um bolo, agradecendo por mais um ano de vida e todas ficaram muito felizes com seu momento de celebração.

Envolvimento sócio familiar

Este projeto proporcionou encontros com os residentes e seus familiares em datas como a Páscoa, Semana da Família, Natal, fortalecendo assim a presença familiar no âmbito institucional e primando pelo resgate e fortalecimento de vínculos familiares. Esse ano devido a Pandemia da Covid-19 não foi possível realizar os encontros de forma presencial, então ocorreram por meio de vídeos enviados por elas, vídeo chamadas pelo whatsapp e também conversas por meio de contato telefônico.

Grupo terapêutico

Este projeto objetivou o atendimento grupal aos residentes, promovendo o resgate da identidade e atividades lúdicas diversas a fim de potencializar as habilidades cognitivas e motoras dos mesmos. Foi realizado durante o ano oficinas de pintura, jogos, conversas, dinâmicas, entre outros, em pequenos grupos, procurando sempre o envolvimento e a participação dos residentes.

38


Passeios eventuais e convivências

Durante o ano foi realizado passeios na praça e no quiosque, porém apenas nos primeiros meses do ano, a partir de março devido a Pandemia do Covid-19, não foi mais possível fazer passeios e também não aconteceram eventos na comunidade.

Presente doar tempo é doar amor

Este projeto estimulou de forma individual ou coletiva dos familiares e da comunidade, a realização de visitas a Obra Social Santa Júlia, dedicando tempo, atenção e escuta aos idosos, como um ato de amor e doação, prevenindo assim a sensação de abandono e solidão dos residentes. Esse ano foram poucas as visitas recebidas dos familiares e da comunidade, devido a Pandemia do Covid-19, foram necessárias esses cuidados para a prevenção da saúde de todos.

Vida em movimento

Este projeto estimulou a prática de atividades físicas e a otimização da qualidade de vida dos residentes. O projeto foi realizado no decorrer do ano com atividades em grupo, com exercícios, alongamentos, atividades com música e atividades cognitivas, bem como atendimentos individuais com músicas e atividades cognitivas conforme as necessidades de cada residente, prescritas pelo médico, ou pela percepção da equipe.

Acolhimento, Proteção e Saúde

Foi prevenido cuidado da saúde física, mental e espiritual dos residentes, priorizando o cuidado qualificado e humanizado. De maneira geral, o ano de 2020 foi desafiador, buscou-se manter a qualidade de atendimento e segurança dos residentes diante da Pandemia do Covid-19 que instalou-se, atendendo as necessidades com zelo e dedicação e aderindo as novas medidas impostas diante da Pandemia.

Atendidos:

59 beneficiários Atendimentos realizados de forma individual ou grupal pela equipe:

3.441

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 39


Bala ço Socia

Residencial

Casa Betania

Não-Me-Toque - RS

A Casa Betania de Não Me Toque, RS é um instituto de Longa Permanência para Idosos (ILPI), com a finalidade de acolher Pessoas Idosas que necessitam de cuidados especiais idosos em situação de vulnerabilidade. No ano de 1970 iniciou-se a construção da casa. Em março de 1973 foi acolhida a primeira habitante do local chamado de Salus. Em 1982 o “SALUS” passa a chamar-se CASA BETANIA. Que significa Casa onde os amigos se encontram.

O Instituto de Longa Permanência para Idosos, Casa Betânia, tem como objetivo oferecer proteção social a Idosos em situação de risco, abandono e/ou vulnerabilidade social que necessitam de abrigo e acolhimento, buscando contribuir na efetivação de seus direitos, amparados pelo Estatuto do Idoso, resgatando vínculos familiares e comunitários, preservando, assim, a integralidade do atendimento promovendo sua autonomia, sua integração e socialização.

Projetos que desenvolve Resgatando vínculos e sentido de pertença

O projeto obteve êxito na busca de resgatar os vínculos familiares, integrar os idosos nos grupos da comunidade para proporcionar melhor qualidade de vida, convivência e participação social; não foi possível a realização de visitas presenciais devido a pandemia do COVID 19, portanto, foi utilizado de ferramentas tecnológica com contatos por vídeo e ligações.

40

Arteterapia

O Projeto no ano de 2020, foi executado num contexto de pandemia do Novo Corona Vírus, por isso as atividades foram realizadas em alguns momentos, pois alguns não foi possível de realizar. Foram realizadas várias oficinas de gastronomia, como por exemplo, produção de bolachas, para e consumo e também para doações a Comunidade. Foram realizados alguns trabalhos manuais, de artesanato.


Autonomia

Favoreceu a autonomia das residentes, exercitando o exercício da livre escolha, respeitando a subjetividade de cada uma nas compras que cada uma desejava. Devido a pandemia o Projeto aconteceu com algumas adequações, os residentes não saíram para realizarem as compras, dentro do possível foram adquiridos os itens de necessidades básicas e disponibilizado para que pudessem escolher o que mais lhe agradava.

Celebrar

O projeto estimulou a convivência despertando o lado lúdico da vida e expressar afeto e cultivar relações de amizade, celebrar os eventos significativos da vida como: aniversários superação de uma etapa difícil da vida, recuperação de uma doença entre outros momentos de interação.

Cuidar

Valorizado em todos os momentos as ações de cuidar dispensada as idosas por toda equipe, sendo disponibilizando um ambiente propicio para seu restabelecimento.

Qualidade de Vida

Foram realizadas diversas atividades como Ginástica, caminhadas, Hidroginástica, atendimentos individuais de fisioterapia ou na clínica de fisioterapia do hospital, atendimento em grupo para trabalho cognitivo, treinos de equilíbrios entre outros o que contribuíram para um bom desenvolvimento físico e emocional de todos atendidos.

Atendidos:

40 beneficiários Atendimentos realizados de forma individual ou grupal pela equipe:

1520

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 41


Bala ço Socia Casa Lar

Dona Celestina

Selbach - RS

A Casa Lar Dona Celestina foi fundada em 28 de março de 2007, como personalidade Jurídica, porém foi inaugurada anteriormente a esta data, após intenso trabalho e esforço de todos os envolvidos na construção. A Inauguração aconteceu em 22 de novembro de 2006. Um empreendimento em parceria entre a prefeitura Municipal e Congregação de Nossa Senhora, A área de 650m² no terreno localizado na Rua Felipe Muller, 390. O projeto

42

iniciou graças à doação da área pela Dona Celestina Feldkircher, que por sua vez solicitou que o Espaço Ecumênico da casa fosse dedicado a São José. E em sua homenagem deuse o nome da Instituição de Casa Lar Dona Celestina; onde residiu até seu falecimento. Tem como objetivo proporcionar acolhida e proteção integral a idosos em situação de risco, abandono e/ou vulnerabilidade social que necessitem de abrigamento.


Projetos que desenvolveu Fortalecendo laços familiares

Foi proporcionado o contato dos residentes com seus familiares, pela importância em manter a relação família-idoso após sua institucionalização, buscando a participação e o envolvimento constante dos familiares com o idoso institucionalizado, é pertinente estar fortalecendo essa relação por meio de encontros porém, devido a Pandemia da Covid-19, não foi possível realizar os encontros de forma presencial e o envolvimento das famílias aconteceu por meio de vídeos enviados por elas, vídeo chamadas pelo WhatsApp e também conversas por meio de contato telefônico.

Atendimento personalizado

Foram desenvolvidos momentos com os idosos através de um espaço de escuta e de acolhimento das suas necessidades e demandas, permitindo que falem sobre si mesmos e sobre suas histórias de vida e recebendo apoio e suporte diante das dificuldades que estão vivenciando. Foi proporcionado durante o ano diferentes momentos de escuta sensível e conversa com os residentes, atendimentos individuais e também grupais.

Comemorando os aniversários

Ocorreram comemorações dos aniversários, porém foi necessário ser apenas interno, sem a presença dos familiares, devido a Pandemia, aconteceu a comemoração dos aniversariantes do primeiro semestre (janeiro a junho) e também do segundo semestre (julho e agosto), foram momentos de celebrar e agradecer pela vida.

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 43


Bala ço Socia

Casa Lar

Dona Celestina

Selbach - RS

Atendidos:

20 beneficiários Atendimentos realizados de forma individual ou grupal pela equipe:

938

Resultados obtidos: l Proteção social do Idoso. l Garantia de direitos l Redução de idosos em situação de rua e de abandono; l Acolhimento e garantia a proteção integral; l Redução das violações dos direitos sociais, bem como seu agravamento e reincidência; l Redução do ciclo de violência doméstica e familiar; l Redução de abandono e negligência; l Construção da autonomia e da convivência dos idosos; l Garantia de Convivência familiar e comunitária.

44

Criatividade e expressão

Ocorreram momentos de socialização para fortalecer a capacidade expressiva e de memórias dos residentes através de recursos diversos, de forma lúdica e dinâmica, proporcionando momentos de descontração e interação entre o grupo com atividades de música e jogos.

Grupo terapêutico

Foram oferecidos momentos em grupo de reflexão e espaço para as residentes compartilhar seus sentimentos, mediante a fala e a escuta, sendo oferecido assim um suporte psicológico e social aos residentes. Foi realizado durante o ano oficinas de pintura, roda de conversa, entre outros, procurando sempre o envolvimento e a participação dos residentes.

Integrando na comunidade

Proporcionar a interação e a convivência entre os residentes e a comunidade. Esse projeto aconteceu apenas nos dois primeiros meses do ano de 2020, receberam visitas de alguns grupos e algumas pessoas da comunidade, depois não foi possível mais ser desenvolvido devido a Pandemia do Covid-19, devido aos cuidados necessários para preservar a saúde de todos.


Rede de

Assistência Social

NBCT-15

Informações de natureza social e ambiental CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 45


Bala ço Socia

1) Identificação Nome da Instituição: CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA

46

Natureza Jurídica:

(X) Associação

( ) Fundação

( ) Sociedade

Sem fins lucrativos?

(X) Sim

Isenta da Cota Patronal?

(X) Sim

( ) Não ( ) Não

( ) Não

Possui Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social (CEBAS) ?

(X) Sim

Possui registro no:

(X) CNAS

(X) CMAS

De utilidade pública?

( ) não

Se sim,

Classificada como OSCIP (lei 9790/99)

( ) Sim

(X) CEAS ( ) federal

(X) estadual (X) Não

(X) municipal


GERAÇÃO E DISTRIBUIÇÃO DE RIQUEZAS 2) Origem dos Recursos

2019

2020

Valores (em mil reais) 118.971,69

100%

=> Encargos Educacionais

103.768,76

87,22%

=> Receitas Hospitalares

13.006,62

Receitas totais

=> Outras Receitas Insumos Adquiridos de Terceiros => Custo dos Materiais Hospitalares => Materiais, energia, serviços e outros

2.196,32

Valores (em mil reais) 106.747,54

%

100%

-10,27%

87.945,11

82,39%

-15,25%

10,93%

13.382,41

12,54%

2,89%

1,85%

5.420,02

5,08%

146,78%

(63.233,59) -53,15% (1.635,16)

Evolução

-1,37%

(61.598,43) -51,78%

(56.086,07) -52,54% (2.451,70)

-11,30%

-2,30%

49,94%

(53.634,37)

-50,24%

-12,93%

55.738,11

46,85%

50.661,47

47,46%

-9,11%

=> Depreciações / Amortizações

(4.569,50)

-3,84%

(4.890,55)

-4,58%

7,03%

VALOR ADICIONADO LÍQUIDO

51.168,61

43,01%

45.770,92

42,88%

-10,55%

VALOR ADICIONADO BRUTO

VALOR ADICIONADO RECEBIDO 505,77

0,43%

1.261,45

1,18%

149,41%

=> Subvenções

4.773,63

4,01%

5.470,45

5,12%

14,60%

=> Resultado Financeiro

3.763,38

3,16%

1.608,65

1,51%

-57,26%

%

-10,13%

=> Doações

60.211,39

%

=> Empregados e Encargos Sociais

40.849,84

67,84%

37.164,15

68,68%

-9,02%

=> Assistência Social e Educacional

18.270,34

30,34%

16.427,14

30,36%

-10,09%

VALOR ADICIONADO A DISTRIBUIR

54.111,47

DISTRIBUIÇÃO VALOR ADICIONADO

=> Governo => Superávit do Exercício VALOR ADICIONADO DISTRIBUÍDO

8,45

0,01%

78,23

0,14%

826,21%

1.082,76

1,80%

441,94

0,82%

-59,18%

60.211,39

100%

54.111,47

100%

-10,13%

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 47


Bala ço Socia RECURSOS HUMANOS 4) Indicadores Sociais Internos => Remuneração bruta empregados => Remuneração bruta administradores => Remuneração bruta terceirizados => Remuneração bruta autônomos

2019

% sobre

2020

% sobre

%

Valores (em mil reais)

receita

Valores (em mil reais)

receita

Evolução

62.073,93

52,18%

64.273,71

60,21%

3,54%

3.805,28

3,20%

5.931,98

5,56%

55,89%

24.448,48

20,55%

17.337,76

16,24%

-29,08%

1.155,07

0,97%

1.194,31

1,12%

3,40%

=> Maior remuneração administradores *

74,36 Por Hora

77,72

Por Hora

4,52%

=> Maior remuneração (exceto admist.) *

196,80 Por Hora

66,89

Por Hora

-66,01%

5,47 Por Hora

5,68

Por Hora

3,84%

=> Menor remuneração * => Encargos Sociais

6.259,07

5,26%

6.138,87

5,75%

-1,92%

=> Alimentação

3.436,37

2,89%

3.531,79

3,31%

2,78%

=> Transporte

1.430,72

1,20%

727,25

0,68%

-49,17%

296,42

0,25%

544,32

0,51%

83,63%

=> Segurança e Medicina do Trabalho

305,57

0,26%

287,95

0,27%

-5,76%

=> Educação p/Filhos de Funcionários

5.402,48

4,54%

5.507,97

5,16%

1,95%

=> Capacitação e Desenv. Profissional

39,20

0,03%

24,10

0,02%

-38,50%

=> Creches ou Auxílio-creches

61,20

0,05%

49,56

0,05%

-19,03%

=> Saúde

=> Abonos => Bolsas / Estágios TOTAL - Indicadores Sociais Internos

977,28

0,82%

1.184,99

1,11%

21,25%

1.580,84

1,33%

733,51

0,69%

-53,60%

111.271,91

93,53%

107.468,08

100,67%

-3,42%

* Valores não somados ao Total de Indicadores Sociais Internos

48


5) Indicadores da composição do corpo funcional

2019

2020

=> Nº de empregados no final do exercício

1460

1377

-5,68%

=> Nº de admissões durante o exercício

636

222

-65,09%

=> Nº de demissões durante o exercício

391

304

-22,25%

=> Nº de estagiários no final do exercício

110

36

-67,27%

77

75

-2,60%

174

251

44,25%

196

-57,48%

Evolução

=> Nº de empregados portadores de necessidades especiais no final co exercício => Nº de prestadores de serviços terceirizados no final co exercício - Autônomos => Nº de prestadores de serviços terceirizados no 461

final co exercício - Pessoas Jurídicas => Nº / % de empregados homens

361

24,73%

327

23,75%

-9,42%

1099

75,27%

1050

76,25%

-4,46%

15

1,03%

9

0,65%

=> Nº / % de empregados de 18 a 35 anos

534

36,58%

503

36,53%

=> Nº / % de empregados de 36 a 60 anos

852

58,36%

815

59,19%

-4,34%

=> Nº / % de empregados acima de 60 anos

59

4,04%

50

3,63%

-15,25%

1

0,07%

3

0,22%

0,00%

=> Nº / % de empregados com Ensino Fundamental

225

15,41%

196

14,23%

-12,89%

=> Nº / % de empregados com Ensino Médio

403

27,60%

380

27,60%

-5,71%

=> Nº / % de empregados com Ensino Superior

523

35,82%

488

35,44%

-6,69%

=> Nº / % de empregados Pós-graduados

308

21,10%

310

22,51%

0,65%

=> Nº / % de empregados homens c/cargo chefia

29

1,99%

28

2,03%

-3,45%

=> Nº / % de empregados mulheres c/cargo chefia

69

4,73%

62

4,50%

-10,14%

=> Nº / % de empregados mulheres => Nº / % de empregados menores de 18 anos

=> Nº / % de empregados analfabetos

-40,00% -5,81%

CONGREGAÇÃO DE NOSSA SENHORA 49


Bala ço Socia 6) Indicadores das Ações Trabalhistas

2019

2020

=> Nº proc. trabalhistas movidos contra entidade

7

8

14,29%

=> Nº proc. trabalhistas julgados procedentes

3

3

0,00%

=> Nº proc. trabalhistas julgados improcedentes

2

1

-50,00%

18,35

89,10

385,58%

=> Valor das Indenizações e multas pagas

Evolução

INTERAÇÃO DA ENTIDADE COM O AMBIENTE EXTERNO / COMUNIDADE 7) Indicadores Sociais Externos

2019

% sobre

2020

% sobre

%

Valores (em mil reais)

receita

Valores (em mil reais)

receita

Evolução

=> Educação (exceto Educação Ambiental) * Educação Básica (Lei 9.870/99)

18.585,19

15,62%

19.048,55

17,84%

2,49%

1.434,61

1,21%

1.104,50

1,03%

-23,01%

2.933,32

2,47%

3.235,75

3,03%

10,31%

22.953,11

19,29%

23.388,81

21,91%

1,90%

=> Proteção Social Básica * Serv. Convivência e Fortalecimento de vínculos

=> Proteção Social Especial de Alta Complexidade * Serviço de Acolhimento Intitucional para Idosos

TOTAL - Indicadores Sociais Externos

50



Bala ço Socia

Congregação de Nossa Senhora Rua Morom, 2279 - Centro - CEP 99.010-035 Passo Fundo/RS - Fone (54) 2104.2944

notredame.org.br

52

assistenciasocialnd