Issuu on Google+

Joรฃo Carlos Faria (1960-2006) (Nota Bibliogrรกfica de um Arqueรณlogo Alcacerense)

1


João Carlos Faria nasceu em Alcácer do Sal a 4 de Junho de 1960. Desde esse dia não mais a sua existência se dissociou desta cidade, à qual dedicou muito da sua vida e do seu passado à investigação do passado. Ainda não foi escrita a História da Actividade Arqueológica em Alcácer do Sal, mas é perceptível que existem vultos incontornáveis. Se para o final do Século XIX, Joaquim Correia Baptista e Matos Galamba são os rostos da actividade Arqueologia Alcacerense, 100 anos depois, esse legado é assumido inteiramente pelo Mestre João Carlos Faria, que deixou a sua marca na Arqueologia Portuguesa do final do Século XX e inícios do XXI. Costuma-se dizer que todos nós somos substituíveis, mas na realidade nem todos somos iguais e o João Faria pertence a esse grupo restrito de alcacerenses que se sobressaíram pela diferença, pela positiva. Apaixonado pela Arqueologia, desde muito cedo acompanhava o responsável pelo Museu Municipal, o Sr. Fernando Gomes e sempre que podia, participava em trabalhos arqueológicos sob a direcção do Dr. Carlos Tavares da Silva, vindo a tornar-se amigo e colega do Dr. António Cavaleiro Paixão.

2


Frequentou a Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde se licenciou em História (variante de Arqueologia) e deixou uma legião de amigos e conhecidos. Anos mais tarde, defende com brilhantismo a sua Tese de Mestrado nessa Universidade, intitulada “Subsídios para o Estudo da Romanização no Curso Inferior do Rio Sado. Em 1985 assumiu o cargo de Conservador do Museu Municipal Pedro Nunes e em finais de 2005 tornou-se por vontade popular, Vereador do Pelouro da Cultura e Desporto do Município de Alcácer do Sal, vindo a falecer prematuramente, sem ter tido a oportunidade de exercer o seu cargo. A sua actividade como arqueólogo foi copiosa e distribuiu-se por dois continentes (Portugal/Europa e Macau/Ásia). A produção científica também foi vasta e é fundamental para o estudo de Alcácer do Sal e do domínio Romano em Portugal. Pela análise que podemos fazer sobre o seu trabalho de investigador, é notória a sua dedicação ao estudo do passado romano de Alcácer, contudo, tratando-se de um arqueólogo multifacetado, também abordou outros horizontes cronológicos, como por exemplo a Idade do Ferro e o Período Islâmico. A componente rural não foi esquecida e, graças a um conjunto importante de trabalhos de campo levado a cabo, foram detectadas importantes vestígios de ocupação romana ao longo do rio Sado e principais afluentes, permitindo-nos continuar com bases sólidas, o estudo deste legado importante da nossa memória colectiva. João Faria era incasável na sua investigação e o estado português, reconhecendolhe valor, convidou-o como arqueólogo a fazer parte da equipa portuguesa que estava a escavar em Macau, na altura em que se tratava a sua transferência para a Republica da China. De regresso à sua terra natal, continuou o trabalho como arqueólogo e investigador e quando surgiu o Projecto Arqueológico do Alqueva, achou que, como cidadão e arqueólogo, devia dar o seu contributo para o desenvolvimento do Alentejo. Desse projecto de investigação saíram alguns trabalhos que já foram publicados, aguardando-se a monografia final que se encontra no prelo na EDIA, desde 2004, sendo de lamentar que esta importante obra só saia num futuro próximo. Entre a sua vasta obra contam-se cerca de cinco dezenas de textos publicados e a direcção científica das seguintes escavações arqueológicas. 3


CURRICULUM VITAE

1 - Habilitações Literárias

1985 - Licenciatura em História variante de Arqueologia pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

1998 - Mestre em Arqueologia Romana, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

2 - Obras Publicadas

(2002) - FARIA, João Carlos Lázaro, Alcácer do Sal ao tempo dos romanos, ed. Colibri, Alcácer do Sal.

(2004) - CARVALHO, António Rafael; FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol Aires, Alcácer do Sal islâmica. Arqueologia e história de uma Medina do Garb Al-andalus (séculos VIII-XIII), ed. Câmara Municipal de Alcácer do Sal, Museu Municipal Pedro Nunes e Instituto Português de Museus.

(2008) - CARVALHO, António Rafael; FARIA, (+) João Carlos; FERREIRA, Marisol Aires, Al-Qasr/Alcácer do Sal: Arqueologia e história de uma Medina do Garb Al-andalus (séculos VIII-XIII), ed. Câmara Municipal de Alcácer do Sal.

3 - Outros Trabalhos Científicos

(1984) - FARIA, João Carlos Lázaro, Dois fragmentos de placas de Alcácer do Sal (Conventus Pacensis), "Ficheiro Epigráfico", nº 9, Coimbra, p.14-16 .

(1986) - FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Porto da Lama - Uma importante estação arqueológica do concelho de Alcácer do Sal, "Movimento Cultural", Setúbal, nº 3 p.74-76.

4


(1986) - FARIA, João Carlos L.; FERREIRA, Marisol A., Estações inéditas da época romana do concelho de Alcácer do Sal - Breve notícia, "Conímbriga", Vol. XXV, p.41-51.

(1987) - FARIA, João Carlos, Santa Catarina de Sítimos, "Informação Arqueológica", nº 8, Lisboa, p.91-92.

(1987) - FARIA, João Carlos L., Subsídios para um levantamento das Bibliotecas e Arquivos no Concelho de Alcácer do Sal, C.M.A.S.

(1987) - FARIA, João Carlos L. ; FERREIRA, Marisol A.; DIOGO, A. M. Dias, Marcas de Terra Sigillata de Alcácer do Sal, "Conímbriga", Vol. XXVI, p.61-76.

(1987) - DIOGO, A. M. Dias; FARIA, João C. Lázaro, Cerâmica estampilhada da Idade do Ferro proveniente de Alcácer do Sal, "Arqueologia", GEAP, nº 16, Porto, p.95-96.

(1987) - DIOGO, A. M. Dias; FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Fornos de ânforas de Alcácer do Sal, "Conímbriga", Vol. XXVI, p.77-111.

(1988) - FARIA, João Carlos Lázaro, A Igreja de Santa Maria do Castelo, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 322.

(1988) - FARIA, João Carlos Lázaro, O Santuário do Senhor dos Mártires, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 323.

(1988) - FARIA, João Carlos, Igreja e Convento de Santo António e Capela das Onze Mil Virgens, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 326.

(1988) - FARIA, João Carlos, O Castelo de Alcácer do Sal - Alguns elementos para a História Medieval, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 327.

(1988) - FARIA, João Carlos, A actividade arqueológica no concelho de Alcácer do Sal e o papel da autarquia, "Poder Local", nº 79, Lisboa, p.46-50.

(1988) - FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Inscrição Românica em Alcácer do Sal, “Revista História”, ed. “ O Jornal”, nº 107, Lisboa, p.44-45.

5


(1988) - FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Intervenção arqueológica em Santa Catarina de Sítimos (Alcácer do Sal) - Um exemplo a seguir, "Movimento Cultural", Vol. 4, Setúbal, p.11-15.

(1989) - FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Descoberta de duas sepulturas romanas na vila do Torrão, "Movimento Cultural", Vol. 5, Setúbal, p.29-35.

(1989) - DIOGO, A. M. Dias; FARIA, João C., Trabalho e produção no Sado durante a época romana, "Movimento Cultural", nº 6, Setúbal, p.81-92.

(1990) - FARIA, João C. Lázaro, O Rio, os Barcos e os Homens, Trabalho de homenagem a Domingos Maria Rebelo, Alcácer do Sal, p.45-51.

(1990) - DIOGO, A. M. Dias: FARIA, João Carlos L., Elementos para uma caracterização e \periodização da economia durante a época romana, "Arqueologia Hoje", Vol. I, etno-arqueologia Faro, p.92-107.

(1990) - DIOGO, A. M. Dias: FARIA, João Carlos L., Fornos de cerâmica romana no Vale do Sado. Alguns elementos. "As Ânforas Lusitanas, Tipologia, Produção, Comércio", Coimbra, p.174-186).

(1990) - FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Aqueduto e Barragem romanos do Bairro Rio de Clérigos (Alcácer do Sal), "Conímbriga", Vol. XXIX, p.103-106.

(1991) - DIOGO, A. M. Dias; FARIA, João C.; FERREIRA, Marisol A.; FERNANDES, Lídia, Ânforas dos fornos do Abul I, no Museu Municipal de Alcácer do Sal "Arqueologia", nº 21, Porto, p.28-30.

(1991) - FERREIRA, Marisol A.; FARIA, João Carlos Lázaro, Estação romana do Cerrado do Castelo (Escola Primária de Grândola), "Conímbriga", Vol. XXX, p.95-104.

(1991) - FERREIRA, Marisol A.; FARIA, João Carlos Lázaro; DIOGO, A. M. Dias, Ânforas romanas do Cerrado do Castelo, Grândola, "Conímbriga", Vol. XXX, p.105108.

(1991) - DIOGO, A. M. Dias; FARIA, João C., (Materiais da "villa" romana de Nossa Senhora d'Aires (Alcácer do Sal), "Arqueologia", nº 21, Porto, p.26-27.

6


(1992) - FARIA, João C. L. ; FERREIRA, Marisol A.; DIOGO, A. M. Dias, Materiais dos fornos romanos das Olarias (Pinheiro), no Museu Municipal de Alcácer do Sal, "Artefactos", Vol. I, Lisboa, p.35-39

(1993) - CARVALHO, António Rafael; FARIA, João Carlos, Cerâmicas muçulmanas do Museu Municipal de Alcácer do Sal, "Arqueologia Medieval", Vol. 3, p.101-111.

(1993) - DIOGO, A. M. Dias; REINER, Francisco; FARIA, João Carlos, Dois fornos romanos no Vale do Sado (Morgada e Moinho da Ordem), "Informação Arqueológica", Vol. 9, Lisboa, p.130.

(1994) - FARIA; João Carlos; FERREIRA, Marisol A., Intervenção de emergência na Horta do Crespo (Alcácer do Sal), "Conímbriga", Vol. XXXII-XXXIII, p.349-357.

(1994) - PAIXÃO, António Cavaleiro; FARIA, João Carlos; CARVALHO, António Rafael, O Castelo de Alcácer do Sal. Um projecto de arqueologia urbana, "Bracara Augusta", Vol. XLV, Braga, p.215-264.

(1996) - DIOGO, A. M. Dias; FARIA, João Carlos L.; FERREIRA, Marisol A., Fragmento de epígrafe dos Cornellii Bocchi (Alcácer do Sal), "Ficheiros Epigráficos", Vol. 52, nº 235, Coimbra.

(1997) - FARIA, João Carlos Lázaro, O Convento de Nossa Senhora de Aracoelli I, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 455.

(1997) - FARIA, João Carlos Lázaro, O Convento de Nossa Senhora de Aracoelli II, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 456.

(1997) - FARIA, João Carlos Lázaro, O Convento de Nossa Senhora de Aracoelli III, Jornal “Voz do Sado”, Alcácer do Sal, nº 457.

(1997) - FARIA, João Carlos Lázaro, Pousada de Alcácer terá Museu Arqueológico, Revista “Pimel 97”, Câmara Municipal de Alcácer do Sal, p. 41-42.

(1997) - FERREIRA, Marisol A.; FARIA, João Carlos, Olaria de Melides - Um Projecto de Etno-Arqueologia, “III Jornadas de Olaria e Cerâmica”, Comunicações, Reguengos de Monsaraz, p.27-34.

7


(1998) - FARIA, João Carlos, Algumas notas acerca do provável forum de Salacia Imperatoria (Alcácer do Sal), “Conímbriga” Vol. XXXVII, p. 185-199.

(2000) - FERREIRA, Marisol A.; FARIA, João Carlos L.; DIOGO, A. M. Dias, Ânforas de Villae do Noroeste Alentejano: Cerrado do Castelo (Grândola) e Santa Catarina de Sitimos (Alcácer do Sal), “Vipasca”, nº 9, Aljustrel, p. 53-58.

(2000) - SEPÚLVEDA, Eurico de; FARIA, João Carlos; FARIA, Marisol, Cerâmicas romanas do lado Ocidental do castelo de Alcácer do Sal, 1: terra sigillata, “Revista Portuguesa de Arqueologia”, Vol. 3, nº 2, Lisboa, p.119-152.

(2001) - FARIA, João Carlos, Alcácer do Sal: Páginas de História, a história de um Museu, Revista “Pimel 2001”, Câmara Municipal de Alcácer do Sal, p. 20-21.

(2001) - CARVALHO, António Rafael; FARIA, João Carlos, Fragmento de um Tabuleiro de Jogo de “Alquerque de Nove” proveniente do Castelo de Alcácer do Sal, “Arqueologia Medieval”, nº 7, Mértola, p. 211-215.

(2001) - PAIXÃO, António Cavaleiro; FARIA, João Carlos; CARVALHO, A. Rafael, Contributo para o Estudo da Ocupação Muçulmana no castelo de Alcácer do Sal: O Convento de Aracoelli, “Arqueologia Medieval”, nº 7, Mértola, p. 197- 209.

(2001) - SEPÚLVEDA, Eurico de; SOUSA, Élvio Melim de; FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol, Cerâmicas romanas do lado Ocidental do castelo de Alcácer do Sal, 2: “cerâmicas de verniz negro e cinzentas, “O Arqueólogo Português”, s. IV Vol. 19, Lisboa, p.199-234.

(2002) - PAIXÃO, António Cavaleiro; FARIA, João Carlos; CARVALHO, A. Rafael, Aspectos da Presença Almóada em Alcácer do Sal (Portugal), “Actas do Simpósio Internacional sobre Castelos”, Palmela, p. 369-383.

(2002) - FARIA, João, Alcácer do Sal - História, Revista “Memória Alentejana” CEDA, nº 5 p.8-10.

8


(2002) - ENCARNAÇÃO, José d’; FARIA, João Carlos Lázaro, O santuário romano e a defixio de Alcácer do Sal, Catálogo da exposição “Religiões da Lusitânia”, Lisboa, p. 259263.

(2002) - FARIA, João Carlos, Ocupações romanas e tardo-romanas afectadas pelo regolfo de Alqueva - resultados preliminares, “Al-Madan” II série, nº 11, Almada, p. 139-144.

(2003) - SEPÚLVEDA, Eurico de; SOUSA, Élvio Melim de; FARIA, João Carlos; FERREIRA, Marisol, Cerâmicas romanas do lado Ocidental do castelo de Alcácer do Sal, 1: paredes finas, pasta depurada, engobe vermelho pompeiano e lucernas, “Revista Portuguesa de Arqueologia”, Vol. 6, nº 2, Lisboa, p.383-399.

(2004) - FARIA, João Carlos, Necrópole muçulmana descoberta em Alcácer do Sal - Breve notícia, Jornal “Voz do Sado”, nº 525, p. 4.

4 - Participação em Congressos, Seminários ou Encontros

1980 - Congresso Nacional de Arqueologia, Faro, 19 a 25 de Maio. Apresentação da Comunicação "Duas sepulturas pré-romanas da Azinhaga do Senhor dos Mártires". (não publicado)

1983 - II Seminário de Arqueologia do Noroeste Peninsular, Guimarães.

1983 - Encontro sobre Fotointerpretação e Fotogrametria Aplicada à Arqueologia. Coimbra, 6 de Maio.

1987 - I Congresso do Património Construído Luso no Mundo, Lisboa, 23 de Março.

1987 - IV Congresso de Cerâmica Medieval do Mediterrâneo Ocidental. Lisboa, Novembro.

1988 - Colóquio Sobre Arquitectura de Terra Crua, Conímbriga, 17 de Maio.

1989 - Colóquio "Arqueologia Hoje", Faro 5 de Março. Com comunicação, (vide bibliografia publicada).

9


1990 - Encontro Sobre "As Ânforas Romanas - Tipologia, Produção, Comércio", Conímbriga,. Com Comunicação (vide bibliografia publicada).

1991 - Participação nas Iª Jornadas Sobre a Romanização dos Estuários do Tejo e do Sado, Seixal.

1993 – I Encontro Sobre Património Cultural do Litoral Alentejano. Alcácer do Sal, 18 de Maio. Apresentação da Comunicação " Património Cultural do Concelho de Alcácer do Sal, Balanço - Perspectivas. (não publicado)

1994 - Encontro de Arqueologia Urbana, Braga. Apresentação da Comunicação “ O Castelo de Alcácer do Sal. Um Projecto de Arqueologia Urbana.

1995 - Participação no I Congresso Sobre a Evolução do Homem e das Mentalidades com Apresentação do Trabalho " Economia e Produção Anfórica no Sado Romano ", Lisboa. (não publicado).

1996 - Participação no 1º Colóquio promovido pela EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva) subordinado ao tema "O Empreendimento de Alqueva e o Património Cultural", Moura.

1997 - Participação no 3º Encontro de Arqueologia Urbana, Almada. Com apresentação do trabalho "Intervenção Arqueológica no Castelo de Alcácer do Sal - Aspectos Urbanísticos". (não publicado).

1997 - Participação no Colóquio "Lisboa Encruzilhada de Mouros, Judeus e Cristãos" 850 Anos da Tomada de Lisboa aos Mouros, Lisboa. Com apresentação de comunicação "A Ocupação Muçulmana do Castelo de Alcácer do Sal - O Convento de Aracoelli".

1999 - Participação no 2º Colóquio promovido pela EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva) subordinado ao tema “Arqueologia no Alqueva - Balanço de 1998”. Com apresentação de comunicação “Romano a Sul do Álamo - Bloco 11”.

10


1999 - Participação nas II Jornadas de Desenvolvimento e Ambiente - Alcácer do Sal, com visita guiada ao Centro Histórico.

1999 - Participação no VII Congrés International sur la Céramique Médiévale en Mediterranée, com apresentação da comunicação “Cerâmicas Islâmicas do Castelo de Alcácer do Sal”.

2000 - Participação no Simpósio Internacional sobre Castelos, Palmela, com a apresentação da comunicação «A presença almoade em Alcácer do Sal».

2001 - Participação no 3º Colóquio promovido pela EDIA (Empresa de Desenvolvimento e Infraestruturas de Alqueva) subordinado ao tema “Balanço de três anos de Intervenções Arqueológicas no Alqueva”. Com apresentação de comunicação “Romano a Sul do Álamo - Bloco 11”, Évora.

2001 - Participação no VII Encontro Nacional de Municípios com Centro Histórico, Lisboa.

2001 - Participação no Seminário Internacional sobre Programação Museológica, Setúbal.

2001 - Participação no Forum Alcácer: Um melhor século XXI, subordinado ao tema Preservar, Recuperar e Valorizar o Património Cultural, Histórico-Arquitectónico, Alcácer do Sal.

2001 - Participação no Forum Internacional de Museografia. Rede Portuguesa de Museus, Seixal.

2001 - Participação no Colóquio Arqueologia no Concelho de Évora, Évora.

2001 - Participação no XXVII Encontro dos Serviços Educativos dos Museus. O Museu e a Educação, Santiago do Cacém.

2003 - Participação no II Encontro de Arqueologia do Algarve - Silves.

5 - Responsável pelas Escavações / Acompanhamentos Arqueológicos:

1987 - "Villa" Romana de Santa Catarina de Sítimos, (Alcácer do Sal).

11


1989 - 1990 - Estação Romana do Cerrado do Castelo (Grândola).

1990 - Estação Romana da Horta do Crespo (Alcácer do Sal).

1990 - Intervenção arqueológica na aqueduto romano do Bairro Rio de Clérigos (Alcácer do Sal).

1994 -1998 - Castelo de Alcácer do Sal e Convento de Nossa Senhora de Aracoeli.

1995 - 2000 - Acompanhamentos Arqueológicos na abertura de alicerces em urbanizações de Soltróia-Tróia.

1998 - 2001 - Intervenções de emergência no Bloco 11 - Romano a Sul do Álamo (Regolfo de Alqueva), no total de 22 sítios.

1999 - Acompanhamento arqueológico à Barragem das Albernoas Pretas - Baleizão/Beja.

1999 - Intervenção Arqueológica na Necrópole de S. Francisco - Alcácer do Sal.

2000 - Prospecções de campo no terreno do futuro cemitério de Santiago do Cacém, junto ao hipódromo romano de Miróbriga.

12


2001 - Levantamento Arqueológico na área de Santo António dos Cavaleiros-Loures, em colaboração com arqueólogos deste município, no âmbito do Plano de Urbanização para ali previsto e a efectuar pela Planarq - Planeamento e Arquitectura, Lda.

2002 - Realização de sondagens e acompanhamento arqueológico no terreno do edifício Alves Redol - Vila Franca de Xira.

2002/2003 - Acompanhamento arqueológico nas urbanizações do Bairro de S. Francisco Alcácer do Sal.

2002 - Acompanhamento arqueológico na construção da Barragem da Herdade do Monte do Meio (S. Brissos) - Beja.

2002 - Realização de sondagens arqueológicas no exterior da Torre de Quintela (Vila Marim) -

Vila Real.

2002 - Acompanhamento arqueológico na construção da Barragem da Herdade Vale Vinagre Beja.

2002 - Acompanhamento arqueológico em prédio urbano na rua das Parreiras - Monsaraz.

2003 - Realização de sondagens arqueológicas em prédio urbano na rua do Berço - Monsaraz.

2003 - Segurança e contenção dos taludes do castelo de Alcácer do Sal - Acompanhamento e escavações arqueológicas - Alcácer do Sal.

2003 - Acompanhamento Arqueológico da Empreitada de “EM. 514 - Entre Reguengos de Monsaraz - S. Pedro do Corval - Telheiro.

2003 - Acompanhamento arqueológico ao arranjo paisagístico entre as rotundas do Raimundo e de Alconchel - Évora.

2003 - Acompanhamento arqueológico à colocação de colector de águas residuais entre as rotundas do Raimundo e de Alconchel - Évora.

13


2003 - Acompanhamento arqueológico à abertura de valas para colocação dos cabos de média ………tensão na encosta ocidental do castelo de Alcácer do Sal - Alcácer do Sal.

2003 - Acompanhamento arqueológico à abertura de valas para colocação de colector de águas residuais nas urbanizações da antiga EPAC - Alcácer do Sal.

2004 - Acompanhamento arqueológico ao arranjo paisagístico na encosta sul do castelo de Alcácer do Sal - Alcácer do Sal.

2005 - Sondagens arqueológicas na necrópole tardo-romana do Pego do lobo de Lá (Portel).

6 - Participação em Escavações

1975-1976 - Castelo de Alcácer do Sal. Sob orientação do Dr. Carlos Tavares da Silva.

1977-1978 - Necrópole Romana do Senhor dos Mártires (Alcácer do Sal). Sob orientação do Dr. António Cavaleiro Paixão.

1980 - Necrópole pré-romana do Olival do Senhor dos Mártires (Alcácer do Sal). Sob orientação do Dr. António Cavaleiro Paixão.

1982 - "Villa" Romana de Cardílio (Torres Novas). Sob orientação do Dr. António Nunes Monteiro.

1983-1984 - "Villa" Romana de S. Cucufate (Vidigueira). Sob orientação do Professor Doutor Jorge de Alarcão e Professor Doutor Robert Etiénne.

7 - Outros

João Carlos Lázaro Faria fez ainda parte do Conselho redactorial da Revista "Movimento Cultural", propriedade da Associação de Municípios do Distrito de Setúbal e é sócio da Associação Profissional de Arqueólogos (APA), da Associação dos Arqueólogos Portugueses

14


(AAP), sócio fundador da Associação para o Desenvolvimento da Cooperação em Arqueologia Peninsular (ADECAP) e da Associação Portuguesa de Museologia (APOM).

Em 1986 apresentou para a R.T.P.1, a arqueologia então levada a efeito no Castelo de Alcácer do Sal, no programa “Vamos Jogar no Totobola” com a duração de 20 m.

Organizou ainda o I Encontro de Paleoecologia do Litoral Alentejano, juntamente com os Drs. José Mateus e Paula Queirós e que decorreu em Alcácer do Sal de 19 a 29 de Maio de 1991.

Participou também durante os anos de 1991 e 1992 na intervenção arqueológica levada a efeito pelo Governo Português na Igreja de S. Paulo em Macau, em parceria com A. Manuel Cavaleiro Paixão, arqueólogo do Instituto Português do Património Arquitectónico e Arqueológico.

Em 1998 colaborou com o Professor Doutor José Hermano Saraiva no programa “Horizontes da Memória” onde se referiram as descobertas arqueológicas efectuadas por debaixo da pousada D. Afonso II em Alcácer do Sal.

15


Presidente da Associação de Defesa do Património Cultural de Alcácer do Sal - ADPA, fundada a 19 de Abril de 2004.

Foi Vereador do Pelouro da Cultura – 1 de Novembro de 2005, a 17 de Junho de 2006

Alcácer do Sal, Julho de 2009

16


Joao Faria Arqueologo