{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Município de Iporanga Vale do Ribeira de Iguape - São Paulo - SP


Localização:

Vale do Ribeira IPORANGA Estado de São Paulo

FOTO AÉREA DA CIDADE DE IPORANGA


Iporanga visão geral O município de Iporanga situa-se a Sudoeste do Estado de São Paulo, na zona fisiográfica do Alto Vale do Ribeira de Iguape , tendo como limítrofes os Municípios de Barra do Turvo, Apiaí, Itaoca, Eldorado e Guapiára. Possui 1277 km2 de área territorial, sendo aproximadamente 80% dessa área coberta por florestas, remanescentes da Mata Atlântica. Com 4.736 habitantes, sua densidade populacional é baixa, 3,69 hab/km2 . Entre 1970 e 1980, segundo dados do IBGE, a população de Iporanga era de 3927 habitantes, sendo 3399 residentes na zona rural e apenas 528 na área urbana. Entre 1990 e 2014 a população rural do município, gradativamente migrou para o núcleo urbano de Iporanga. O último IBGE de 2010 aponta que dos 4299 habitantes cerca de 2401 habitantes são identificados como urbanos. Embora, a sede do município encontre-se a apenas 80 metros de altitude, o seu relevo apresenta uma topografia acidentada, montanhosa, com uma formação geomorfológica que determinou grande concentração de cavernas, inúmeros rios de entalhamento profundo e águas ligeiras e cachoeiras, o que confere a região uma paisagem exuberante. As condições climáticas, marcadas pela elevada pluviosidade e pelo clima quente e úmido são as principais causas da sua riqueza hidrográfica e botânica e uma das razões da imensa biodiversidade de seus ecossistemas. Esta paisagem pouco explorada foi tombada pela UNESCO como Reserva da Biosfera da Mata Atlântica e está inserida dentro do projeto piloto de conservação – Alto Ribeira – de estudo e atuação nas questões ambientais. O município de Iporanga é detentor de um impressionante Patrimônio Ambiental e Cultural, no entanto, em contrapartida apresenta os mais altos índices de subdesenvolvimento do Estado de São Paulo, com taxas de mortalidade infantil e de analfabetismo alarmantes, meios de comunicação e de transporte precários e infraestrutura de educação e saúde deficiente.

histórico resumido Antigo arraial de mineração de ouro de aluvião, a ocupação humana em Iporanga se deu via Rio Ribeira de Iguape, através de exploradores que partindo do litoral, à procura de metais preciosos, estabeleceram-se à margem do rio Iporanga, afluente do Ribeira, já em meados do séc. XVII. A atividade mineradora persistiu por quase um século, determinando a ocupação do território com outras atividades necessárias à manutenção do garimpo, notadamente a lavoura de arroz, mas também, fábricas de aguardente, rapadura e farinha de mandioca vieram fixar o homem a terra realizando o primeiro indício colonizador. O rio Ribeira de Iguape, responsável natural pela ligação do interior do Vale ao próspero Porto de Iguape, foi elemento preponderante no desenvolvimento da região. Via coletora de todo transporte fluvial, que se realizava pelos seus afluentes, estabeleceu correntes de mercadorias, que beneficiaram a economia de Iporanga e de todo o Vale do Ribeira, até a decadência do Porto de Iguape, no final do séc. XIX, decorrente do seu assoreamento causado pela abertura do Valo Grande, que é identificado até hoje como a intervenção humana que mais impactou o desenvolvimento sócio econômico da região, principalmente por restringir o contato com exterior do Vale do Ribeira, que era mantido pelas relações comerciais do Porto de Iguape. Iporanga, sem vias de acesso, afora o rio Ribeira, e com o declínio do comércio fluvial estagnou e foi deixada à margem da história, no processo de industrialização e desenvolvimento urbano que ocorreu no século XX. Isolada, manteve tão raros contatos externos que estes não chegaram a provocar um dinamismo em sua sociedade. Devido a esse processo lento, as novas tendências e anseios desta sociedade mesclam-se a tradições centenárias, o que origina interesses sociais contraditórios. Os elementos materiais dessa sociedade: As suas construções e os espaços físicos delimitados por estas construções, ou seja, o núcleo urbano de Iporanga; os nucleos das comunidades quilombolas; a Mata Atlântica e os seus ecossistemas no entorno desse núcleo urbano – interpretado como espaço rural – possuíram maior longevidade que os seus elementos econômicos, sociais e ideológicos, mais sensíveis aos fatores históricos de variação e evolução.


Reforma e Ampliação do Conselho Tutelar Local: rua Juquiá s/n, Centro

Responsável : Arq Urb Ana Beatriz Nestlehner Cardoso de Almeida

2014


Justificativa Apesar da nossa exuberante condição natural, passamos desde a década de 80 por um processo de decadência social e econômica, o que acabou refletindo, direta ou indiretamente, nas relações familiares e sociais dos munícipes. Neste interím, a população infanto-juvenil são os que apresentam maior fragilidade. O fortalecimento de entidades que garantam a cidadania é crucial, dessa maneira o funcionamento adequado do Conselho Tutelar de Iporanga é ferramenta essencial para a busca da efetivação dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes. No entanto o edifício que sedia as atividades dos conselheiros é inadequado necessitando urgente de uma ampliação, reforma e adequação a acessibilidade universal. Apenas com um ambiente de trabalho adequado, que comporte tal atividade é que poderemos melhorar nosso atendimento na busca da garantia da exibilidade dos direitos assegurados nas normas nacionais e internacionais voltadas à população infanto-juvenil. Dessa maneira a reforma e adequação do espaço físico é de extrema importância, para garantir a acessibilidade de todos os cidadãos ao espaço e principalmente para que os conselheiros tenham as condições mínimas de executarem suas funções, garantindo esse trabalho fundamental para a segurança dos direitos e a qualidade de vida das nossas crianças e adolescentes.

1)Localização Conselho Tutelar


Situação


PREFEITURA MUNICIPAL DE IPORANGA CAPITAL DAS CAVERNAS OBRA: REFORMA E AMPLIAÇÃO DA SEDE DO CONSELHO TUTELAR LOCAL: Codigo 01. 02. 03. 04. 05. 06. 07. 08. 09. 10. 11. 12. 13. 14. 15 16. 17. 18. 19. 20. 21. 22. 23. 24. 25. 26. 27. 28. 29.

Descrição Início, apoio e administração da obra Demolição e Retiradas Serviço em solo e rocha, manual Forma Armadura e cordoalha estrutural Concreto, massa e lastro Forro, brise e fachada Alvenaria e elemento divisor Estrutura em madeira, ferro, alumínio e concreto Telhamento Revestimento em massa e/ou fundido no local Revestimento cerâmico Revestimento de piso Esquadria, marcenaria e elemento em madeira Esquadria, serralheria e elemento em ferro Esquadria e elemento em vidro Acessibilidade Pintura Quadro e painel para energia elétrica e telefonia Tubulação e conduto para energia elétrica e telefonia básica Condutor e enfiação de energia elétrica e telefonia Aparelhos elétricos e hidráulicos Bancadas, aparelhos e metais sanitários Tubulação e condutores para líquidos Drenagem Válvulas e aparelhos de medição e controle para líquidos e gases Reservatório e tanque para líquidos e gases Caixa, ralo, grelha e acessório hidráulico Limpeza TOTAL S/ BDI BDI 20% TOTAL C/ BDI ACMULADO

30 DIAS 2.827,54 1.849,75 629,42 850,00 2.500,00 3.200,00 2.500,00

PERÍODO 60 DIAS

574,66 2.058,18 2.376,07 5.150,91 17.000,00 1.500,00

500,00 5.005,75

3.000,00 427,21 748,80

1.000,00

15.356,71 3.071,34 18.428,05 18.428,05

Página 1

350,00 700 3.671,60 264,96 345,63 1.022,95 44.696,72 8.939,34 53.636,06 72.064,12

90 DIAS

4.414,52 10.474,99 3.386,43 15.087,58 4.490,16 2.375,11 1.031,86 617,57 220,67 11.185,95

3.478,48 359,76 796,18 944,96

329,70 59.193,92 11.838,78 71.032,70 143.096,82

TOTAL 2.827,54 1.849,75 629,42 1.424,66 4.558,18 5.576,07 4.414,52 7.650,91 27.474,99 4.886,43 15.087,58 4.490,16 2.375,11 1.531,86 5.005,75 617,57 220,67 14.185,95 427,21 748,80 3.478,48 709,76 1.496,18 3.671,60 1.944,96 264,96 345,63 1.022,95 329,70 119.247,35 23.849,47 143.096,82


Profile for Ana Nestlehner

Conselho tutelar Iporanga  

Quando o Prefeito Valmir foi para Brasilia em FEV de 2014 , desenvolvi uma série de propostas de para pedido de verba para os projetos que e...

Conselho tutelar Iporanga  

Quando o Prefeito Valmir foi para Brasilia em FEV de 2014 , desenvolvi uma série de propostas de para pedido de verba para os projetos que e...

Advertisement