Page 1

DROGAS

Ano III - Nº 42 - Setembro de 2015

ANA

a d

drogas, e não afetam apenas quem consome SPA's, mas também outras pessoas, numa reação em cadeia. Isto mostra que o uso de SPA's não é, apenas, uma questão individual, mas também social. A prevenção e o tratamento precoce são formas bem sucedidas de lidar com essa temática. O princípio fundamental que orienta a Redução de Danos é o respeito à liberdade de escolha, já que estudos e as experiências dos espaços sócios ocupacionais demonstram que muitos usuários não conseguem ou não querem parar de usar drogas. Deve haver o reconhecimento da liberdade das pessoas na busca de seu bem estar por diversos caminhos, que podem – ou não – incluir o uso de drogas e a compreensão da condição de sujeito, capaz de tomar decisões responsáveis, salvaguardando sua integridade física e mental e a dos outros cidadãos, mesmo quando faz uso de drogas.

Imagem retirada do site Rádio da Juventude / Projeto de Redução na Vila Margarida em São Paulo. Por Sudário Mesquita, Redutor de Danos e Ativista em Direitos Humanos na cidade de Fortaleza/CE Há que se compreender que todos nós fazemos uso e/ou abuso de drogas. A alteração de humor com a falta do cafezinho, que é consumido todas as manhãs... ou do remédio para dor de cabeça é muito parecida com as solicitações do corpo pedindo o próximo baseado ou pedra de crack, ou seja, o r i tu a l d e u so e stá d i r e ta m e n te relacionado com as sensações de prazer e a administração deste. As pessoas que abusam das drogas são seres humanos e cidadãos portadores/as dos mesmos direitos de um cidadão/ã que não usa ou usa recreativamente.

ANA

da

Estes indivíduos devem ser incluídos no conjunto de respostas sociais e de saúde, com objetivo de reduzir tanto o consumo quanto os danos sociais e de saúde decorrentes dos diferentes usos das diversas drogas ilícitas ou lícitas. As estratégias de Redução de Danos orientam a execução de ações para a prevenção das consequências danosas à saúde decorrentes do uso de drogas, sem necessariamente interferir na oferta e no consumo. Esses danos podem ser fisiológicos (ex.: cirrose, hepatite), psicológicos (ex.: ansiedade, depressão) e sociais (ex.: violência, evasão escolar). O uso de substâncias psicoativas (SPA's) afeta a saúde do indivíduo de maneiras diversas, sendo que as vezes não decorrem diretamente do uso mas de riscos que a pessoa pode se expor ao consumir

Enfim, a Redução de Danos é uma estratégia de saúde pública adotada no controle das consequências adversas ao uso de SPA's, e tem como objetivo reduzir os danos decorrentes do consumo de SPA's lícitas e ilícitas, buscando inclusão social e cidadania, assegurando o seu direito de cidadão e uma melhor qualidade de vida.

Expediente Coordenação Lídia Rodrigues Secretária Executiva Rose Costa Técnica em Comunicação Tatiana Araújo Assessores de Conteúdo Rosana França Rodrigo Correa Contribuíram com esta Edição Nº42 Sudário Mesquita, Redutor de Danos e Ativista em Direitos Humanos Fortaleza/CE Wilson Guilherme - Rondônia Mirian Souza - Bahia

1


Conhecendo

a Rede

Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD) Os Centros de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS AD, Portaria Nº 130, De 26 De Janeiro De 2012) são instituições brasileiras que se destinam ao atendimento de usuários com transtornos mentais decorrentes do uso de substâncias psicoativas (incluindo o álcool). São responsáveis por receber estes usuários para tratamento e recuperação, sendo estes métodos totalmente contrários aos de internação, dando ênfase então na redução de danos, com o estímulo a novos hábitos, o atendimento ao paciente inclui, além de medicamentos e da psicoterapia, visitas/atendimentos domiciliar e atendimentos à família. Os CAPS AD funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana, oferecendo tratamento contínuo, inclusive hospitalidade noturna, contando com no mínimo 40 (quarenta) profissionais por turno das diferentes áreas para até 400 pessoas por mês.

Giro

DE NOTÍCIAS

Tramita na COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA (CCJC) o projeto de lei PL 5069/2013 que VEDA o atendimento no SUS às vítimas de violência sexual. Tal projeto prevê inúmeras ações consideradas um retrocesso a conquista dos direitos. Os movimentos sociais precisam dar maior atenção a esse projeto pois nele há questões como: 1 - O PL só considera violência sexual "em que remetem danos físicos e psicológicos", dificultando o atendimento de saúde; 2 - REMOVE no atendimento de saúde a profilaxia da gravidez às vítimas de estupro, por exemplo; 3 - VEDA às vítimas o fornecimento de informações sobre seus direitos legais e sobre todos os serviços sanitários disponíveis. Na plenária de apresentação do PL foi feito um requerimento para que ele não seja discutido nessa comissão e sim na comissão de Seguridade Social e Família. Entenda o projeto: http://zip.net/blr1TM

Fique por DENTRO

Pessoal vocês estão ligad@s que a moçada e rapaziada que participou da formação da campanha Ana tão bombando nas atividades em seus municípios? Para ficar por dentro é só acompanhar no facebook e no instagram da Ana, e claro deixar seu comentário.

No dia 4 de outubro acontece a primeira eleição unificada dos conselheiros tutelares. E você que é maior de 16 anos não pode ficar fora dessa, pois os conselheiros tutelares são escolhidos pela comunidade. Para saber como votar e onde encontrar informações sobre os candidatos acesse o blog da Campanha Ana Link da matéria: http://zip.net/bwr1LN

ANA

da

2


Instagram da ANA Envie suas fotos para o Boletim da Campanha ANA Para enviar as fotos é simples. Basta marcar a Campanha ANA nas suas fotos com a frase #ANA_INSTAGRAM com uma pequena legenda que iremos publicar em nossas redes e no Boletim mensal da campanha. Para seguir o perfil da ANA Acesse: http://instagram.com/anamovimento

ANA

da

nto tame n e r f de en icina f de O . 1 auro L / s lência às vio ; Bahia e s a t i ênero Fre g e r sob icina raná2. Of ci-Pa a J / nceito preco ismo ebativ RO; w e r sob icina 3. Of N; Sul-R o na d u a ANA a / Tib d tação resen p l de A . 4 nicipa u M rência í-RO Confe ucaja M / tude Juven


a

Fica dica Livros

Filmes

VIDAS ARRISCADAS – Marisa Fefferman – Diário de um Adolescente. Jim Carrol (Leonardo DiCaprio) é um jogador de basquete do ensino médio. Sua vida é focada unicamente no esporte e seu sonho é ser uma grande estrela. Uma de suas funções é conseguir drogas para ele e seus amigos. Jim cai no mundo escuro das drogas e se mete em uma série de crimes e até tenta a vida com prostituição. Com a ajuda de um amigo, Jim ganha forças para lutar contra sua dificuldade e algo surpreendente acontece.

28 Dias. Gwen Cummings é uma jornalista dependente de álcool. Após arruinar a festa de casamento de sua irmã, ela bate a limusine e o juiz a manda para um tratamento de 28 dias em um centro de reabilitação. No início, ela se mostra resistente ao tratamento, recusando-se a admitir que é alcoólatra. Mas, depois de conhecer alguns pacientes, Gwen começa gradualmente a reexaminar sua vida e ver que, de fato, tem um problema sério. Todos os outros pacientes tentam ajuda-lá a ver-se sob uma luz diferente. O caminho para a recuperação não será fácil, mas ela resolve dar uma chance a si mesma.

Editora Vozes.

A psicóloga Marisa Feffermann, durante anos de atuação na Grande São Paulo, viu de perto as atividades do tráfico. São 12 horas diárias de trabalho e as vidas arriscadas destes jovens são a verdade que percorre toda a sociedade, deixando rastros de sangue e medo, declarando um estado de emergência que muitos ainda se negam a ver. Ao ingressar no tráfico, o jovem pode ter as mesmas coisas que o menino rico tem e ir aos mesmos lugares que ele vai, apenas o caminho para isto é outro. Neste livro, a autora coloca em palavras as conclusões que o nosso coração já tem e estas, assim como a própria sobrevivência, são arriscadas.

Acompanhe e compartilhe a Campanha ANA em nossas redes sociais

ana.movimento@gmail.com

Realização

Apoio

Brasil

ANA

da

4

Boletim ana edição nº 42 drogas (1)  

Neste mês de Setembro, a Edição Nº 42 do nosso Boletim Eletrônico da Campanha ANA traz o debate sobre Drogas. Essa edição é fruto da produçã...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you