Page 1

Ano III - Nº 40 - Julho de 2015

ANA

a d Formação em Webatisvimo e Enfrentamento às Violências Sexuais Contribuíram com essa edição adolescentes que participaram da Formação: Flávia , Joyce , Miriam, João, Lucas, Raíssa, Bea e Laisnanda

Com a ideia de fortalecer a Campanha ANA em todo o Brasil, a For mação presencial em webativismo e enfrentamento as violências sexuais iniciou-se no dia 11 de julho de 2015 na cidade de Cascavel – Ceará. Através de metodologias dinâmicas e espaço para a participação infanto-juvenil, 36 adolescentes e jovens de todo o país tiveram a opor tunidade de intercambiar experiências e definir quais temas precisam ser difundidos e trabalhados em suas localidades dentro das temáticas propostas. Os temas escolhidos foram demandas apontados pelos adolescentes, fora a violência sexual, temática central da campanha, e foram relacionados de maneira transversal. A metodologia dialógica propiciava o auto reconhecimento nas situações para a partir do lugar de cada um no mundo pensar intervenções coletivas. Rafaela, adolescente participante afirma que “Quando falamos sobre raça, me senti segura

ANA

da

para desabafar ao saber que outras pessoas também compartilhavam da minha dor. Atividade da teia foi a que mais me marcou, pois trouxe a mensagem de que apesar das dificuldades que encontramos na nossa luta cotidiana, não podemos desistir”. Já para Luciano, um dos adolescentes representantes do Ceará destacou como o processo de formação aguçou seu olhar para questões do seu cotidiano. “Nas discussões sobre a mídia, eu percebi que não conseguia enxergar de forma crítica, uma imagem ou notícia. E a formação me mostrou qual caminho percorrer para fazer análise dos meios de comunicação. Já em relação ao racismo, o que me chamou atenção foi a diferença de abordagem da polícia entre negros e brancos da periferia”, pontuou. Os adolescentes fizeram o exercício de elencar 10 coisas marcantes no encontro, são elas: o p r o t a g o n i s m o i n f a n t o - j u ve n i l destacado na aborda gem do encontro; a troca de experiências e culturas diferentes (sotaques,

convivência, comunicação); a interação um para com os outros; fomento a liberdade e autonomia; a facilidade de percepção no foco do debate; a paridade entre facilitadores e adolescentes; no Ceará você almoço no jantar; o carinho e o cuidado uns para com os outros; a caça ao tesouro (o verdadeiro tesouro é o companheirismo); os facilitadores são na verdade adolescentes disfarçados de adultos. Após esse processo, os a d o l e s c e n t e s q u e j á h av i a m elaborado uma proposta de difusão em suas localidades irão com o auxílio dos facilitadores, desenvolver atividades em seus territórios para mobilizar ainda mais outr os adolescentes a se conectar com a Campanha ANA na defesa dos direitos humanos. Além disso, as produções feitas por eles na for mação serão aos poucos divulgadas pelas mídias da Campanha, a começar por esse Boletim e o foto clip disponível no canal da Ana no youtube: https://youtu.be/1pqzq-hGkz4

1


Conhecendo

a Rede

Redes

- São espaços de conexão entre organizações e indivíduos. Esses espaços favorecem relações de troca e ações conjuntas, e a partir da especificidade e potencialidade de cada um(a) se organiza formas complexas de lidar com as questões centrais tratadas por esses espaços.

Giro

DE NOTÍCIAS

Dia 17 de agosto a campanha ANA realizará, em Recife – PE, oficina de replicação da metodologia da Campanha. Participarão da atividade organizações filiadas à Rede ECPAT Brasil no Norte e Nordeste, além de organizações locais.

Fique por DENTRO Dia 18 de agosto acontecerá, em Recife – PE, Seminário de Disseminação do Plano Nacional de Enfrentamento a Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes. O seminário r ealizado pelo Comitê Nacional de Enfrentamento a Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes, Rede ECPAT Brasil e CEDECA RJ conta com apoio da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e está sendo realizado nas 27 Unidades Federativas.

Galera, já curtiu a pagina da Ana no face? Para receber sempre as novas atualizações de postagem clique no topo da página em seguir e fique conosco conectado pelos diretos humanos.

ANA

da

2


Instagram da ANA Envie suas fotos para o Boletim da Campanha ANA Para enviar as fotos é simples. Basta marcar a Campanha ANA nas suas fotos com a frase #ANA_INSTAGRAM com uma pequena legenda que iremos publicar em nossas redes e no Boletim mensal da campanha. Para seguir o perfil da ANA Acesse: http://instagram.com/anamovimento

liza A rea N A ha o mpan tivism a b 1. Ca e em W ação m r o F ./Ce; o; scave a C eduçã r em s e v ha oiar ME C ra ap a p 2. ME s core a em n A ar; . 3 de am a m r fo ito; toda o bon d n e z uí fa na. 4. Pia sema a d o cad 5. Re

ANA

da


a

Fica dica Livros

Filmes “Eu Sou Malala’’

O livro escrito por Malala Yousafzai conta a sua história e de sua família, que foi marcada pelo terrorismo global. Malala lutou pela educação feminina e pela valorização da mulher em uma sociedade machista. A obra acompanha a infância da garota no Paquistão, e de seus primeiros anos de vida escolar em uma região assinalada pela desigualdade social e as 'trevas' da vida no Talibã.

Precisosa Preciosa conta a história de uma garota que enfrenta preconceitos e a violência fora e dentro de casa, desde criança. Mostra também como é difícil a luta contra a violência e a vida no gueto, e como lidar com uma gravidez enquanto tenta seguir seus sonhos.

Acompanhe e compartilhe a Campanha ANA em nossas redes sociais

ana.movimento@gmail.com

Uma Onda no Ar O sonho de se comunicar é coletivo. “Uma onda no ar” nos conta a história de quatro amigos de uma favela em Belo Horizonte, que se unem e constroem uma rádio comunitária livre que dá voz aos moradores, a Rádio Favela.

Realização

Apoio

Brasil

ANA

da

4

Boletim ana edição nº 40 webativismo e enfrentamento as violências sexuais  

Neste mês a Edição Nº 40 do nosso Boletim Eletrônico traz o debate sobre Webativismo e Enfretamento às Violências. feito de forma colaborat...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you