INFORMATIVO AMC EDIÇÃO 03

Page 1



OUTUBRO MÉDICO - SAÚDE NO MUNDO PÓS COVID-19

Dra. Melissa Soares Presidente do Outubro Médico

O mundo mudou! Talvez essa seja uma das frases mais ouvidas desde o inicio da Pandemia por Covid-19, que definitivamente marcará esse século para a posteridade. A população dormiu e acordou no escuro do desconhecimento completo sobre uma nova doença que ameaçava suas vidas e de seus entes mais queridos. Em meio a essa conturbação do fluxo diário de seu cotidiano a população se voltou para a comunidade médica em busca de respostas. Há muitas décadas o conhecimento científico relacionado à saúde e a educação não caminhava tão rápido quanto o que presenciamos nesse último ano. A evolução do atendimento médico e

do ensino nas grandes universidades através do espaço virtual, novos tratamentos que falharam ou se tornaram bem sucedidos em pouco tempo, o desenvolvimento de novas tecnologias para desenvolvimento de vacinas em larga escala, mas acima de tudo a capacidade de resiliência e adaptação a esse novo mundo marcaram as principais mudanças das quais tivemos a oportunidade de presenciar como instrumentos ativos desse processo. Diante desse novo mundo, a Associação Médica Cearense, hoje contando com cerca de 5.200 associados no estado, reconhece como parte da sua missão realizar durante o ano de 2021 o seu conhecido evento científico, o Outubro Médico, que inusitadamente acontecerá de forma virtual, contando com uma plataforma interativa que nos aproximará para compartilharmos experiências acadêmicas e emocionais que permearam tantas mudanças. Nesse momento teremos a oportunidade de integração entre as diversas especialidades médicas, unidas no objetivo maior que é estimular o ensino, a pesquisa e as

3

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


inovações na área da saúde. Nossa trigésima segunda edição será realizada no período de 14 a 16 de outubro de 2021. Como não poderia ser diferente, a possibilidade de participação virtual nos projeta a expectativa de contar com um numero ainda maior de acadêmicos e profissionais de saúde. O Outubro Médico por sua tradicionalidade histórica manterá seu nome, enquanto evento científico, porém inovará com a participação e união de todas as profissões da área de saúde que tão brilhantemente se destacaram como o grande ícone dessa mudança, a força motriz que nos fez atravessar o mar de desconhecimento e medo que enfrentamos. Durante esse período de escuridão, os profissionais de saúde representaram a luz que trouxe esperança a uma população sofrida. Nesse momento, devemos lembrar com respeito e admiração aqueles que deixaram suas famílias, no exercício da sua missão. As sociedades médicas se uniram a AMC com o propósito de diversificar sua programação, abrangendo as grandes áreas médicas atualmente: clinica, cirurgia, pediatria, ginecoobstetrícia e saúde da família. Convidamos nesse momento os estudantes da área de saúde, não apenas para aprimorar seu conhecimento, mas para dividir seus projetos e experiências através do

envio de resumos para apresentação nesse evento. Aproveito para dividir com estes futuros colegas de profissão meu enorme orgulho em ter participado do meu primeiro “Outubro Médico”, ainda como acadêmica, no ano de 1996, e nesse momento tendo a honra de presidir a organização desse evento científico de tamanha magnitude. Durante o mesmo, apresentei trabalho científico, realizado ainda com construção de planilhas de papel e colando banner na parede. Mas com enorme tristeza perdi meu orientador da época para essa enfermidade que abala nossos ânimos. Em homenagem a este colega e mestre, e a muitos outros como ele, dedicaremos esse espaço para avançarmos na construção de uma saúde baseada na ciência, educação e ética profissional.

Outubro Médico

O maior congresso do estado

4

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


XXXII OUTUBRO MÉDICO - DIGITAL UM DOS MAIORES CONGRESSOS DO ESTADO DE CARA NOVA, EM BREVE DISPONIVEL PARA INSCRIÇÃO

Save the Date 14 a 16 de Outubro 2021

5

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


AMC JOVEM EM FOCO: LIDERANÇAS JOVENS PARA O FUTURO DA SAÚDE DO CEARÁ E ENVOLVIMENTO ESTUDANTIL.

Lucas Ponte

Vinícius Siebra

Presidente da Associação D i re t or C i ent í f i c o d a Médica Cearense Jovem A s s o c i a ç ã o M é d i c a Cearense Jovem

Nesse contexto, em 2021 um jovem estudante do último ano de medicina foi contactado pela Diretoria da Associação Médica cearense para buscar a maior participação de jovens estudantes e futuros médicos na saúde do

estado. A partir do anseio da formação de jovens líderes em saúde no Ceará, foi criada uma modalidade de associação estudantil e a primeira diretoria de um projeto inovador, a Associação Médica Cearense Jovem (AMC Jovem).

Participação jovem significativa é um conceito relacionado com o protagonismo de jovens, principalmente estudantes, em processos de tomada de decisão, tais quais educação, ciência, política e saúde. A Diretoria da A MC Jovem conta com 14 diretores, de 3 A pandem ia do COV I D -19 universidades diferentes, com escancarou para o mundo diverposições que se relacionam com sas iniquidades, mostrando a os cargos da A MC, e com o importância de incluir a juvenintuito de desenvolver uma diretude como agentes ativos de sua toria interdisciplinar, buscando representação, de formação de a colaboração interseccional de lideranças jovens como promoprofissões da área da saúde à parte tores de saúde em sua comunidade, da medicina. A partir da diretolocal e globalmente. ria, há a organização de iniciativas diversas, em áreas como educação, 6

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


pesquisa, promoção à saúde e com as sociedades especialistas do desenvolvimento de lideranças. Ceará; Atualmente, vários projetos são abertos para a ampla colaboração e protagonismo dos mais de 60 associados estudantis que não são membros da diretoria, tais quais: • Campanha de arrecadação de doações para aquisição de Capacetes Elmo, com divulgação e aquisição, a fim de colaborar com tratamento da Covid-19 nos hospitais que possuem recursos limitados; • Organização do evento Outubro Médico e de seus simpósios de preparação, buscando integrar todas as macrorregiões do estado, promovendo educação e ciência; • Projeto de voluntariado juntamente à cruz vermelha no estado;

• Produção científica, com busca por meio da produção de artigos científicos e livros, os quais possuem o intuito de desenvolver temas de grande relevância médica. Portanto, a AMC Jovem tratase de uma iniciativa inovadora no Brasil, sendo de extrema valia para o futuro e presente da saúde cearense, devido à necessidade crescente de criticidade, engajamento e lideranças, não apenas na área médica, mas em todos os campos. Nesse contexto, a AMC Jovem busca desenvolver os jovens de hoje que serão os líderes do amanhã, transformando a realidade cearense uma iniciativa por vez.

• Projeto de Educação Continuada que possui o fito de levar os principais temas de cada especialidade médica que um médico generalista deve saber, com realização de aula desenvolvidas em parceria 7

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


Sócios quites tem direito a apolice de seguro de vida gratuito 8

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


PERÍCIA MÉDICA EM TEMPOS DA COVID-19

Dr. Renato Evando Moreira Filho Presidente da ABMLPM/CE

Instalada em 2018, a Associação Brasileira de Medicina Legal e Perícias Médicas/Regional Ceará (ABMLPM/CE), representa, no Estado cearense, a instituição nacional que agrega os médico peritos. A especialidade, reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) em 2011, nasceu da fusão das antigas Associação Brasileira de Medicina Legal (ABML) e Associação Brasileira de Perícias Médícas. Seu “I Congresso Brasileiro” ocorreu em Fortaleza/CE, no ano de 2012. Desde então, tem sido realizado de forma bienal, inclusive com versão on line em 2020.

O médico perito possui amplo campo de atuação, em processos administrativos e judiciais. São exemplos: perícia médico-legal/criminal (na fase de inquérito policial e na ação penal), perícia médica federal (notadamente junto a ações previdenciárias, nas instalações do INSS), perícia trabalhista (nas varas da Justiça do Trabalho), perícia médica cível (em temas como responsabilidade civil e judicialização da saúde), perícia médica securitária (junto ao Seguro DPVAT, contratos de seguros e outros), perícia médica administrativa (em face de servidores da União, Estados, DF e municípios), perícia médica militar, dentre outros. As contingências impostas pela pandemia da COVID19 impuseram adaptações em algumas das modalidades de atuação do médico perito, em que pese a perícia médicolegal (inserida na Segurança Pública e, portanto, atividade essencial), nunca foi suspensa na sua modalidade presencial, em auxílio ininterrupto a 9

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


investigação criminal. Como se sabe, uma das alterações significativas que a pandemia da COVID-19 carreou foi a autorização, tanto por força de lei federal como por Resolução do CFM, da denominada TELECONSULTA. Esta, é uma das formas de exercer a Telemedicina e, seguramente, possibilitou que pacientes não tivessem solução de continuidade no seu acompanhamento, notadamente em especialidades clínicas como Psiquiatria, Endocrinologia e Infectologia – tão necessárias neste contexto. Entretanto, em certas modalidades, o entendimento foi que não seria possível o atendimento a distância. Tal se deu com as Perícias Médicas. Desta forma, considerando as especificidades técnicas e da legislação aplicáveis, não foi autorizada a TELEPERÍCIA.

É o que se extrai do Parecer CFM 10/2020: em ações judiciais em que sejam objetos de apreciação pericial, a avaliação de capacidade, dano físico ou mental, nexo causal, definição de diagnóstico ou prognóstico, é vedado ao médico a realização da perícia sem exame direto do periciando ou sua substituição por prova técnica simplificada. No mesmo sentido, o Parecer CFM 03/2020: o médico Perito Judicial que utiliza recurso tecnológico sem realizar o exame direto no periciando afronta o Código de Ética Médica e demais normativas emanadas do CFM. In fine, em que pese a situação pandêmica; a realização de perícias médicas, conforme entendimento conselhal, exige a avaliação presencial, naturalmente com os cuidados e proteção das medidas sanitárias cabíveis.

10

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


Associados que assinarem o débito automático Sicredi tem 5% de desconto 11

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


C

OMISSÃO DE DEFESA PROFISSIONAL

Dra. Marjorie Mota

Representante da AMC na Comissão de Defesa Profissional

No dia 18 de fevereiro de 2021 realizou-se reunião virtual da Diretoria de Defesa Profissional da Associação Médica Brasileira (AMB) na qual estivemos presente como representante da Associação Médica Cearense (AMC).

população, precisamos melhorar a condição de trabalho e uma remuneração ética, justa e digna. Macedo criou um núcleo de gestão que coordenará os grupos de trabalho de cada setor da defesa profissional. Serão seis comissões. Citou a necessidade de reforma tributária centrando na PEC 45/2019 ou seja a eliminação de nove tributos e criação de um único , o IBS (Imposto sobre Bens e Serviços). Explanou sobre as escolas de medicina e a importância da entidade atuar na construção de escolas médicas de melhor qualidade.

Existe a necessidade de discutirO diretor da comissão, Dr. José mos sobre o PL 4667/2020 que Fernando Macedo fez um resumo versa sobre o exame nacional de de como se encontra a nossa suficiencia em medicina. profissão e fica claro que temos muitas pendências a solucionar. Questiono-me se será necessário Apesar de sermos a categoria ou a atuação da AMB e outras profissional mais bem quista pela entidades na exigência de boas 12

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


escolas medicas nos garantirá uma jurídica, marketing e uma estratéótima qualidade de profissionais. gia para atuar em parceria com as sociedades de especialidade e outPrecisamos rever o Revalida. ras entidades medicas. Todas essas questões serão discutidas nas reuniões da comissão A sintonia de todos trará benefídurante esse primeiro semes- cios a categoria e a saúde. Macedo tre. Importante momento foi a nos relatou que a consulta medica explanação sobre o SUS (Sistema era para estar em R$ 180,00 reais Único de Saúde) que nesse mas a ANS não vem cumprindo momento de pandemia se encon- o acordo e os reajuste tem sido tra bem valorizado na mídia e pela realizado usando frações de IPCA população, mas que tem recur- o que achatou a valoração da sos financeiros escassos, gestão a consulta. A vigilância constante é melhorar, condições de trabalho essencial. longe da ideal e remuneração Tive uma ótima impressão da dos envolvidos que deixa muito a nova postura da nova diretoria desejar. da AMB pois captei profissionalNa Saúde Suplementar continua- ismo e tenho certeza que unidos mos com perdas nas negociações, em prol do que é comum a todos AMB vai disponibilizar recursos conseguiremos melhorar a saúde técnicos para a construção de cál- do Brasil. culos e tabelas, revisão da CBHPM (ainda existe espaço para ela?), técnicos em negociação, assessoria

13

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


I

MPLICAÇÕES DA PANDEMIA DO COVID-19 NO DIAGNÓSTICO DE CÂNCER DE MAMA

O câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres e a sua incidência aumentou muito nos últimos anos (WHO, 2020). Para o triênio 2020 a 2022 são estimados mais de 66 mil casos no Brasil, sendo 2.510 no Ceará, reiterando a importância epidemiológica da neoplasia mamária no contexto brasileiro e cearense (INCA, 2019). Apesar de avanços no tratamento, a mortalidade por esta causa segue em ascensão em países de baixa e média renda (IARC, 2020). Então, enfrentar os atrasos reduz custos socioeconômicos, com aumento na sobrevivência e melhora qualidade de vida (FRANZOI et al, 2019; SILVA et al, 2019; MARONI et al, 2021).

o tratamento ocasiona o aumento dos custos econômico-sociais em virtude de diagnósticos em estágios mais avançados associados ao efeito distração (VERONESI; CORSO, 2020; CORTIULA et al, 2020). E m 2 0 2 0 er a e s t i m a d o o incremento de 14% nos casos novos de câncer de mama, superando os 10% da estimativa nacional, o que representa motivo de grande preocupação com vistas à redução dos danos (INCA, 2019; CORTIULA et al, 2020). Pacientes com lesões suspeitas, mulheres diagnosticadas com biologia tumoral mais agressiva, doença em estágio avançado e mulheres em conclusão de tratamento quimioterápico neoadjuvante não devem esperar o recrudescimento da pandemia para realizar o diagnóstico, bem como iniciar tratamento, inclusive cirúrgico (GATHANI et al, 2020; FERRO et al, 2020; AZAMBUJA et al, 2020; AMORIM et al, 2020).

A pandemia trouxe inúmeros desafios para os sistemas de saúde, retardando o tratamento e o a c o m p a n h a m ent o d e pacientes com diversas patologias (DIETZ et al, 2020). Os pacientes oncológicos são um dos grupos mais afetados, já que a pandemia a t r a s o u c on s i d er ave l m ent e O G r u p o d e E d u c a ç ã o e o di a g n ó s t i c o d e di ver s a s Estudo Oncológicos (GEEON) neoplasias. Entretanto, postergar a p r e s e n t a - s e c o m o u m 14

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


importante Serviço de Referência para Diagnóstico do Câncer de Mama (SDM) do estado do Ceará, responsável por 8% do total de diagnósticos nos últimos cinco anos. Após a estabilização e controle da pandemia no Ceará, realizou um estudo com vistas a identificar o impacto d a p a n d e m i a d o C ov i d - 1 9 no diagnóstico e tratamento cirúrgico no período de pico. Identificou-se uma redução de 84% nos procedimentos realizados no serviço, destacando-se 95% na mamografia, 60% no diagnóstico de casos novos e 56% nas cirurgias nos meses de abril a junho. Concluído o ano de 2020, realizou novo estudo para conhecer o impacto das medidas adotadas para controlar a pandemia nos resultados do câncer de mama. H o u ve red u ç ã o d e 2 7 , 2 2 % nos procedimentos realizados, impactado pela queda de 34,14% nas mamografias. O período crítico ocorreu entre os meses de abril a julho. O impacto nas consultas médicas foi de 17,74%. Após o mês de julho houve crescimento na d e m a n d a d e b i op s i a s, c o m incremento de 5,95% no ano. Entretanto, o diagnóstico de casos novos reduziu 18,54%. Isso representa queda de 28,57% nos casos estimados para 2020.

A p a n d e m i a p rop i c i o u u m número maior de mulheres c o m l e s õ e s p a l p á ve i s, s e m correlação com aumento no d i a g n ó s t i c o. A s u s p en s ã o temporária do rastreamento mamográfico corroborou para esse vazio. Os dados sugerem q u e ap ro x i mad ament e 3 0 % das mulheres não receberam diagnóstico de câncer de mama em 2020, aumentando as chances de doença avançada em 2021. Se nenhuma medida for tomada, é possível que haja aumento na mortalidade a médio e longo prazo. Dr. Luiz Gonzaga Porto Pinheiro Dr. Paulo Cesar de Almeida Dr. Paulo Henrique Diógenes Vasques Ms. Cícera Chaves Lôbo Emanuel Cintra Austregésilo Bezerra REFERÊNCIAS Amorim GLS, Assad DX, Ferrari BL, Rosa DD, Pereira BP, et al. Breast oncology and the COVID-19 pandemic: Recommendations from the Brazilian Society of Clinical Oncology (SBOC). January-December. 2020; 16: e-20190024. https://doi.org/10.5935/2526-8732.20190024.

Gathani T, Clayton G, Maccines E, Horgan K. The COVID-19 pandemic and impact on breast cancer diagnosis: what happened in England in the first half of 2020. British Journal of Cancer. 2020. http://doi.org/10.1038/s41416-020-01182-z.

International Agency for Research on Cancer (IARC). World Azambuja E, Trapani D, Loibl S, et al. ESMO Management Cancer Report: Cancer Research for Cancer Prevention. B. Stewart and treatment adapted recommendations in the COVID-19 and C. Wild, Editors. IARC: Lyon, France, 2020. era: Breast Cancer. ESMO Open 2020; 5: e000793. doi:10.1136/ esmoopen-2020-000793. Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA). Estimativa 2020: incidência de câncer no Brasil. Rio de Janeiro: Cortiula F, Pettke A, Bartoletti M, Puglisi F, Helleday T. INCA; 2019. Managing COVID-19 in the oncology clinic and avoiding the distraction effect. Editorial Annals of Oncology Eur Soc Med Oncol. 2020;31(5):553-5. https://doi.org/10.1016/j. annonc.2020.03.286. Maroni R, Massat N J, Parmar D, et al. A case-control study to evaluate the impact of the breast screening programme on mortality in England. British Journal of Cancer (2021) 124: 736 – 743; DOI: 10.1038/s41416-020-01163-2. Dietz JR, Moran MS, Isakoff SJ, Kurtzman SH, Willey SC, et al. Recommendations for prioritization, treatment, and triage of breast cancer patients during the COVID-19 pandemic. the COVID-19 pandemic breast cancer consortium. Breast Cancer Silva I S et al. Ethnoracial and social trends in breast câncer staging Research and Treatment, v. 181, n. 3, p. 487–497, jun. 2020. at diagnosis in Brazil, 2001-14: a case only analysis. Lancet Glob https://doi.org/10.1007/s10549-020-05644-z. Health 2019; vol. 7, e784-97, june 2019.

Ferro A, Cristofolini P, Garcia-Etienne CA, Caffo O, Pellegrini Veronesi P.; Corso G. Impact of COVID-19 pandemic on clinical M, et al. Management of Breast Cancer Patients during the and surgical breast cancer management. EClinicalMedicine, v. 26, COVID-19 Pandemic in Northern Italy. Breast Care. 2020. 1-3; p. 100523, set. 2020. https://doi.org/10.1159/000511943.

World Health Organization. WHO report on cancer: setting priFranzoi MA, Rosa DD, Zaffaroni F, Werutsky G, Simon S, et orities, investing wisely and providing care for all. World Health al. Advanced State at Diagnosisand Worse Clinicopathologic Organization. 2020. 149 p. Features in Young Women with Breast Cancer in Brazil: a Subanalysis of the AMAZONA III Study. Jornal of Global Oncology. 2019; 1-10. http://doi.org/10.1200/JGO.19.00263.

15

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


Associados atualize seu cadastro e fique por dentro de todas as novidades da AMC 16

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


OS CEGOS DO CASTELO NÃO SENTEM DOR

Dr. Marcos Aurelio

Cirurgião do trans hepático e médico de UTI na pandemia

Este grande hospital da rede privada, um exemplo, tinha 2 grandes UTIs equipadíssimas, de alto padrão. De repente, em menos de um mês, centros cirúrgicos, salas de recuperação, enfermarias, hospitais de campanha foram transformados em UTIs.

Os Cegos do Castelo não sentem dor! ( Nando Reis) Inúmeros pacientes entubados durante um mês necessitam de Estava de plantão na madrusedativos 24 horas de sedação gada de uma das UTIs criadas de contínua. Eles têm um tubo na uma hora para a outra durante a garganta, sensação insuportável pandemia, ou seja, enfermarias e torturante de qualquer céretransformadas da noite para o dia bro consciente. Necessitam de em UTIs Graças a Deus! sedação contínua! Era um Hospital privado (Ufa!) Sedação, nenhuma novidade tece com recursos que estava connológica, nada de novo! seguindo absorver esta demanda geométrica dos pacientes nesta Nesta madrugada, um paciente pandemia. destes entubados (poderia ser eu mesmo) , acordou... Querendo Só que não!!! Tudo tem limite! A arrancar o tubo (que dava a esperprogressão desta doença é enorme ança da vida) coitado! e transplanta todo planejamento e projeção! Até os grandes CEOS Mas para mim médico é um do mercado mundial! problema fácil de resolver. É só aumentar a sedação!! 17

17

F O O DY M AG | I S S U E 0 1

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


Foi quando caí no mundo real da pandemia quando tive a resposta , “Doutor está faltando, acabou de acabar!”

transplantados !! Fato, que infelizmente ganhou os noticiários nacionais após alerta/ apelo da ABTO ( Associação Brasileira de Transplantes) . Estes pacientes tomam a este medicamento a ¨vida toda¨, totalmente e simplesmente previsível, ¨simples assim¨. E por isso tem um programa federal para ampara-los. Como interromper isto? Por quê?

Me desesperei, tentei o tratamento psicológico, “Se acalme, etc…”, “Não resolve... o problema é farmacológico...” Recebi conselhos… “Se acalme doutor!” respondi, estou vivo e com saúde, quem está morrendo é o doente (o cego do castelo) Tendo que encerrar, ficam os questionamentos e angustias Por fim, conseguimos um sedativo , para falarmos dos ‘Cegos do alternativo disponível , felizmente Castelo que não sentem dor, por em pouco tempo (uma eternidade isso me despeço e vou ??!!!” Neste para mim, imagine para o “pobre momento , prefiro reconhecer a do paciente - cego do castelo, falha de todos nós ! e quem sabe não sente dor!). e se não tivesse caminharmos numa só direção. de jeito nenhum!? Melhor nem Talvez com na musica do U2, pensar.. (dos cegos do castelo me sermos um so coração, uma só despeço e vou..) esperança, um amor Enfim , será que esta tragédia já (one heart, one hope,one love... não estava anunciada ? with or with out you!!) Em faveiro de 2021 com a pandemia teoricamente mais branda, tivemos simplesmente um desabastecimento de imunossupressores para pacientes 18

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


Plano de saúde Bradesco Empresarial, para Associados 20% desconto na 1ª adesão 19

I N F O R M AT I V O A M C | E D I Ç ÃO 0 3


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.