Issuu on Google+

1

UNIVERSIDADE DO VALE DO ITAJAÍ

ALINE BELLEI MARCHESE ALINE MARIA DA SILVA CAMILA BEAUMORD BRUNA FERNANDES BARROS MARCELLE CERUTTI

FESTA POMERANA Planejamento de campanha

Itajaí 2010


2

ALINE BELLEI MARCHESE ALINE MARIA DA SILVA CAMILA BEAUMORD BRUNA FERNANDES BARROS MARCELLE CERUTTI

FESTA POMERANA Planejamento de campanha

Planejamento de campanha apresentado como

requisito

para

aprovação

na

disciplina de Projeto experimental em Publicidade e Propaganda - Campanha, do curso

de

Comunicação

Social

com

habilitação em Publicidade e Propaganda da Universidade do Vale do Itajaí, Centro de Ciências Sociais e Aplicadas – Comunicação, Turismo e Lazer.

Orientador: Prof. Msc. Cristiane do Carmo Badin.

Itajaí 2010


3

LISTA DE FIGURAS

Figura 1 Mapa de Santa Catarina ...................................................................................20 Figura 2 Mapa do Vale do Itajaí e suas principais cidades ............................................21 Figura 3 Cartaz da Festa 2008 ........................................................................................32 Figura 4 Cartaz da Festa 2010 ........................................................................................34 Figura 5 Imagem Festbitter ............................................................................................35 Figura 6 Cartaz A2 .........................................................................................................56 Figura 7 Encarte de revista .............................................................................................57 Figura 8 Flyer ..................................................................................................................58 Figura 9 Folder Externo ..................................................................................................59 Figura 10 Folder Interno .................................................................................................60 Figura 11 Anúncio Jornal ................................................................................................61 Figura 12 Banner Internet ...............................................................................................62 Figura 13 Outdoor ...........................................................................................................62 Figura 14 Site ..................................................................................................................63 Figura 15 Caixa Press Kit ................................................................................................64 Figura 16 Convite Caixa Press Kit ..................................................................................65 Figura 17 Móbile ............................................................................................................65 Figura 18 Municípios de Alcance....................................................................................79 Figura 19 Audiência na classes AB ................................................................................79 Figura 20 Abrangência Online da rádio Antena 1 ..........................................................80 Figura 21 Abrangência da rádio Antena 1 Blumenau ....................................................81 Figura 22 Mapa de Abrangência da rádio Mais FM .......................................................88 Figura 23 Ponto 016 – Centro de Blumenau ...................................................................94 Figura 24 Ponto 416 – Rua Japão, sentido centro - Timbó ............................................94 Figura 25 Ponto 263 – Rua XV de Novembro, sentido centro - Pomerode ...................94 Figura 26 Ponto 129 – BR 101, trevo Itajaí/Brusque, sentido Balneário Camboriú ......95 Figura 27 Ponto 331 – BR 470 antes do Trevo de acesso a Gaspar, sentido Blumenau .96 Figura 28 Ponto 444 – BR 470 antes do Trevo de Indaial .............................................96 Figura 29 Ponto 425 – Rod. SC 416 - Entrada da cidade vindo de Jaraguá do Sul .......97 Figura 30 Ponto 066 – BR 280 Frente da Hípica Jaraguá ..............................................98 Figura 31 Ponto 341 - BR 101 Em Frente ao Posto Bonesi Sul .....................................98


4

Figura 32 Ponto 876 - BR-101-Próx. Furacão 2000 / Viaduto S/ Norte BR-101 ...........99 Figura 33 Ponto 257 - BR 101 Km 131 sentido Balneário Camboriú ...........................100 Figura 34 Ponto 707 - BR 470 KM 10 sentido Blumenau ...........................................100


5

LISTA DE GRÁFICOS

Gráfico 1 Renda familiar mensal .....................................................................................43 Gráfico 2 Melhor dia para freqüentar a festa ...................................................................43 Gráfico 3 Quantia de dias que frequentam a festa ...........................................................44 Gráfico 4 Classe social do público que freqüenta a festa ................................................44 Gráfico 5 Atração preferida pelos freqüentadores ...........................................................45 Gráfico 6 Problemas encontrados ....................................................................................46 Gráfico 7 Mídias pelas quais ficaram sabendo da festa...................................................46 Gráfico 8 Manhã RBS Blumenau ...................................................................................73 Gráfico 9 Tarde RBS Blumenau .....................................................................................73 Gráfico 10 Jornal Meio Dia ............................................................................................74 Gráfico 11 Audiência Mais FM ......................................................................................89 Gráfico 12 Audiência Hagah ..........................................................................................92 Gráfico 13 Resumo financeiro por meio ......................................................................105


6

LISTA DE QUADROS

Quadro 1 Concorrência .................................................................................................. 28 Quadro 2 Concorrência....................................................................................................29 Quadro 3 Análise Swot ...................................................................................................50 Quadro 4 Roteiro da produção de vídeo .........................................................................66 Quadro 5 Roteiro da produção de rádio .........................................................................68


7

LISTA DE TABELAS

Tabela 1 Loca de residência do público .........................................................................41 Tabela 2 GRP da programação selecionada ................................................................... 75 Tabela 3 Dados da rádio ................................................................................................. 82 Tabela 4 Abrangência da rádio 105FM ......................................................................... 86 Tabela 5 Resumo Financeiro da Campanha .................................................................105 Tabela 6 Flow Chart .....................................................................................................106 Tabela 7 Cash Flow .......................................................................................................107


8

SUMÁRIO

1 DESCRIÇÃO DO PRODUTO ....................................................................................10 1.1 Principais atrações da Festa ......................................................................................11 2 ANÁLISE SITUACIONAL .........................................................................................17 2.1 Análise ambiental .....................................................................................................17 2.2 Análise do mercado ..................................................................................................20 2.3 Análise da demanda ...................................................................................................25 2.3.1 Características do público da Festa Pomerana ......................................................26 2.4 Análise da concorrência ...........................................................................................27 2.5 Análise da comunicação ...........................................................................................30 3 METODOLOGIA ........................................................................................................37 4 ANÁLISE DA PESQUISA APLICADA ....................................................................39 4.1 Pesquisa realizada com os moradores de Pomerode ................................................39 4.2 Pesquisa realizada com turistas e visitantes .............................................................41 4.3 Relação entre as respostas dos moradores e as dos turistas e visitantes ....................42 5 ANÁLISE SWOT ........................................................................................................48 6 POSICIONAMENTO ..................................................................................................51 7 AÇÕES DE COMUNICAÇÃO E DEFINIÇÃO DE ESTRATÉGIAS .......................52 7.1 Estratégias .................................................................................................................52 8 PLANO DE MÍDIA ....................................................................................................69 8.1 Objetivo de mídia .....................................................................................................69 8.2 Período de campanha ................................................................................................69 8.3 Estratégia de mídia ....................................................................................................69 8.3.1 Mercado-alvo .........................................................................................................69 8.3.2 Meios de comunicação e veículos de comunicação ..............................................69 8.3.2.1 Guerrilha .............................................................................................................69 8.3.2.2 Televisão .............................................................................................................72 8.3.2.3 Rádio....................................................................................................................75 8.3.2.4 Jornal ..................................................................................................................89 8.3.2.5 Internet ................................................................................................................91 8.3.2.6 Outdoor ...............................................................................................................93 8.3.2.7 Material Impresso ..............................................................................................101


9

8.4 Investimento por meio ............................................................................................104 8.5 Flow Chart ..............................................................................................................106 8.6 Cash Flow ................................................................................................................107 9 CONSIDERAÇÕES FINAIS ....................................................................................108 REFERÊNCIAS ...........................................................................................................110 APÊNDICES ................................................................................................................113 Apêndice 1 – Briefing ...................................................................................................113 Apêndice 2 – Questionário ............................................................................................117 Apêndice 3 – Resultado da pesquisa aplicada com moradores .....................................120 Apêndice 4 – Resultado da pesquisa aplicada com turistas e visitantes .......................130 Apêndice 5 – Resultado da pesquisa aplicada com moradores .....................................120 Apêndice 6 - Relação entre as respostas dos moradores e dos turistas e visitantes ......140 Apêndice 7 – Planilhas de veiculação televisão ............................................................148 Apêndice 8 – Planilhas de veiculação rádio ..................................................................152 Apêndice 9 – Planilhas de veiculação jornal .................................................................164 Apêndice 10 – Planilhas de veiculação outdoor ............................................................173 Apêndice 11 – Tabela de veiculação Internet ................................................................178 ANEXOS .......................................................................................................................179 ANEXO 1 – Pesquisa realizada pela Secretaria de Turismo de Pomerode ..................179 ANEXO 2 – Orçamento de ações de guerrilha .............................................................197 ANEXO 3 – Orçamento de material impresso .............................................................204 ANEXO 4 – Orçamento pen drive ...............................................................................212 ANEXO 5 – Orçamento de produção do VT ...............................................................214 ANEXO 6 – Orçamento de produção do SPOT ...........................................................217 ANEXO 7 – Orçamento de fotógrafos .........................................................................219 ANEXO 8 – Orçamento da agência .............................................................................221


10

1 DESCRIÇÃO DO PRODUTO

A Festa Pomerana surgiu com o intuito de comemorar a emancipação políticoadministrativa da cidade de Pomerode celebrando as tradições e cultura alemã do município. Criada em 1984, foi o primeiro evento tipicamente alemão do Vale Europeu de Santa Catarina, no Brasil. Todo ano, no mês de janeiro, durante os 10 dias de festa o público pode vivenciar, por meio da gastronomia típica, danças, shows, concursos e outras manifestações, a cultural alemã que se faz presente desde os tempos da colonização da cidade. A Festa, que tem como objetivo resgatar e preservar da cultura alemã de Pomerode é voltada para um público familiar pertencente à classe AB, com nível superior de educação e com uma renda elevada em relação aos frequentadores de outras festas típicas da região. De acordo com informações obtidas junto à Secretaria de Turismo de Pomerode, a Festa é composta principalmente do público pomerodense, seguido de visitantes da região e por vindos de outras partes do Brasil e até mesmo de outros países. A celebração acontece no Parque Municipal de Eventos, no centro de Pomerode. O Parque dispõe de um Pavilhão Principal, um Pavilhão Cultural, um ginásio de esportes, áreas de alimentação, parquinho infantil, uma construção enxaimel (tipicamente alemã), sanitários e inúmeros anexos. O espaço oferece uma série de serviços para comodidade do público como banco interno, guarda-volumes, posto médico, segurança terceirizada e estacionamento próprio. Há também um estande para prática de tiro ao alvo, uma lagoa e um horto para produção de mudas que são empregadas na arborização e paisagismo municipal. Além disso, durante a festa é possível experimentar um passeio com o Carro de Mola, similar a uma charrete, que leva até cinco pessoas pelas principais ruas da cidade. O Parque ocupa uma área de 140 mil metros quadrados e comporta no máximo 12 mil pessoas, número este considerado elevado pela Secretaria de Turismo de Pomerode. Em relação aos ingressos para o evento, os mesmos são comercializados com valores diferenciados conforme o dia. Na última edição da Festa os ingressos de domingo a quinta-feira custavam R$ 5,00, os de sexta e sábado R$ 12,00 e o passaporte,


11

que incluía 5 ingressos (2 para sexta e sábado e 3 para os demais dias) custava R$ 30,00.

1.1 Principais atrações da Festa

A Festa Pomerana possui inúmeras atrações que são apresentadas ao longo dos dez dias do evento, como os desfiles, a gastronomia típica, o chope artesanal, os concursos culinários, a feira comercial e artesanal, o culto em alemão, o tradicional casamento Pomerano, apresentações culturais e competições típicas.

Desfiles O desfile cultural acontece diariamente durante a festa. Todos os dias leva às ruas de Pomerode as antigas e atuais tradições da cidade por meio de danças, alegorias e música típica. Os desfiles iniciam sempre próximos a Igreja Luterana da Paz, no centro da cidade e seguem até o Parque Municipal de Eventos. O responsável pela abertura de cada desfile típico é a famosa figura do Festbitter, um antigo e conhecido mensageiro real. O Festbitter é uma adaptação de um personagem alemão da antiguidade, muito comunicativo, que levava notícias de acontecimentos de aldeia em aldeia na Alemanha. Em Pomerode, logo no início da colonização, era comum a figura do Hochzeitbitter, que convidava os vizinhos para o casamento na colônia. Atualmente, o Festbitter representa esta figura e, a bordo de uma charrete enfeitada puxada por um cavalo, convida os moradores e visitantes a participarem da festa. As principais atrações dos desfiles são os Clubes de Caça e Tiro, bandas, grupos de danças folclóricas, de canto, grupos de teatro, grupos da Melhor Idade e outras entidades culturais e agremiações, que intercalam as apresentações durante os 10 dias de festa. A presença das majestades da Festa e de carros decorados com flores e elementos típicos estão sempre presentes nos desfiles.

Gastronomia No pavilhão de eventos, é possível encontrar diferentes espaços de gastronomia tipicamente alemã. No total são nove espaços gastronômicos que oferecem lanches


12

rápidos, como batata recheada, X-alemão, cachorrão, espetinho e salgados, além de sucos e outras bebidas. O Biergarten, o Jardim da Cerveja, é um espaço diferenciado voltado para quem deseja aproveitar a gastronomia e a música alemã de maneira diferenciada. No local, há serviço de garçom e variadas opções de petiscos e pratos típicos da cozinha alemã, além de chope de cervejaria importadas e chope artesanal produzido pela cervejaria Schornstein, de Pomerode. Já a Casa do Café Típico oferece doces e salgados como cucas caseiras, bolos e tortas recheadas, Strudel e lanches. O Restaurante Principal é comandado pelo Restaurante e Confeitaria Torten Paradies, tradicional ponto gastronômico da cidade de Pomerode. Lá é possível experimentar sabores típicos da culinária alemã como o Eisbein, marreco recheado, Kassler, Goulasch e salsichão.

Chope A Festa Pomerana conta com várias marcas de cervejarias artesanais que oferecem sabores diferenciados a cada edição do evento. Na última festa, o público pôde saborear os chopes das marcas: Schornstein, Bierland, Das Bier e Antartica.

Concurso Culinário A Casa da Gastronomia é o setor responsável pelos Concursos Culinários, em que moradores de Pomerode preparam e criam receitas tipicamente alemãs. A cada noite, a disputa acontece em uma categoria diferente: Bolo, Cuca, Torta Doce, Torta Salgada, Geléia, Pão, Licor e Sobremesa. Os pratos mais apetitosos e originais são eleitos os melhores da noite, segundo o gosto do público. As inscrições dos pratos são gratuitas e abertas somente aos moradores da cidade, porém qualquer pessoa pode participar da votação.

Feira Comercial, Industrial e Artesanal A Feira Comercial, Industrial e Artesanal é administrada pela Associação Comercial e Industrial de Pomerode (ACIP) e funciona todo os dias no Ginásio de Esportes Ralf Knaesel. Nela, é possível conhecer a produção local e adquirir diversos artigos produzidos em Pomerode, como o Fernsterbilder, pedaços de madeira


13

minuciosamente cortados como quadros vazados, chocolates e os famosos e coloridos ovos de páscoa pintados artesanalmente.

Culto em Alemão No primeiro domingo da Festa Pomerana, às 11h, o Pavilhão Cultural da Festa sedia a realização de um culto religioso em "Plattdeutsch", dialeto alemão trazido pelos imigrantes e falado até hoje entre os pomerodenses. A celebração de um culto religioso durante a Festa Pomerana reflete a intensa religiosidade dos imigrantes alemães e de seus descendentes, além de prestigiar a população que ainda cultiva a prática do dialeto em seu cotidiano.

Casamento Pomerano A Festa Pomerana resgata a antiga tradição do casamento Pomerano, que há algumas edições passou a fazer parte da programação do evento. Pela antiga tradição da cidade, a comemoração de um casamento é um fato muito importante para as famílias envolvidas. Antigamente, a celebração de um casamento acontecia em várias etapas e agregava toda a comunidade. Após o pedido formal do noivo ao futuro sogro, uma das testemunhas homens desempenhava o papel do Hochzeitsbitter, que tinha a tarefa de convidar todos os parentes, amigos e vizinhos para o casório. O Hochzeitsbitter fazia os convites a cavalo, cuja sela e arreios eram enfeitados com flores naturais, laços e fitas nas cores verde, amarelo, azul e vermelho. Seu paletó e o seu chapéu também eram enfeitados com flores, laços e fitas. Ele visitava todas as residências e aos seus moradores declamava o convite de casamento em forma de poesia, em alemão. Com o passar dos anos o Hochzeitsbitter substituiu o cavalo pela bicicleta e o anúncio do convite pelo convite escrito à mão, em alemão. A solenidade de casamento acontecia nas manhãs de quarta-feira. Cerca de dois dias antes do casamento, à noite, acontecia o Polterabend, também conhecido por Noite de Quebra-Cacos. Tratava-se de uma festa ruidosa promovida pelas testemunhas e todos que estavam ajudando nos preparativos da festa. Cada pessoa ou grupo de pessoas que vinha participar deste jantar especial trazia louças de porcelana (inteiras, lascadas ou em parte danificadas) embrulhadas em grandes pacotes. Ao entrar na sala os visitantes procuravam pelos noivos e diante deles declamavam uma poesia em alemão e, ao


14

estender o presente aos noivos, o convidado deixava o pacote cair e, ao som do quebrar das porcelanas, desejava-se boa sorte ao novo casal dizendo: – “Scherben bringen Glück” – “cacos de porcelana trazem sorte.” Os noivos deveriam varrer e recolher todos os cacos para garantir um bom casamento. Após a comemoração do Polterabend, os trabalhos prosseguiam em casa para a preparação dos alimentos, e no início da tarde, apenas os noivos e as testemunhas seguiam para Blumenau. Na manhã seguinte, participavam dos atos civil e religioso do casamento. Após a oficialização, que também envolvia alguns rituais muito interessantes, os noivos voltavam para casa para receber as felicitações e em seguida um farto almoço era servido. Lavada a louça do almoço, acontecia o Küchenmarsch, a Marcha da Cozinha. Formava-se um cortejo que saía da cozinha, dava uma volta pelos arredores da casa e retornavam até a cozinha, onde se realizava a dança. Os músicos tocavam música alegre e as cozinheiras e assadores dançavam agitando no ar espetos com carne, pás de forno, assadeiras, bules, panelas, entre outros. O Küchenmarsch é um costume que ainda persiste nas comunidades do interior de Pomerode. Só então era iniciado o baile, com a tradicional valsa dos noivos. Seguia-se então, muita dança e alegria, com pausa para o café da tarde e jantar. O baile continuava noite adentro e na cozinha ainda era servido um café para os convidados, que podiam servir-se à vontade. Por volta da meia-noite antes de ser realizada a retirada da coroa e da grinalda da noiva - der Kranz wurde abgetantzt, os noivos dançavam uma valsa – Ehrenrunde. A noiva sentava-se em uma cadeira e o noivo deveria soltar e retirar da cabeça da esposa a coroa de flores, que era providenciada com antecedência por um dos padrinhos de batismo da noiva ou do noivo. A coroa de flores da noiva e a flor da lapela do noivo eram colocados em uma caixa – Hochzeitskiste – especialmente confeccionada pelo padrinho de batismo da noiva. Cada um dos nubentes acrescentava o seu segredo e o padrinho selava a caixa com uma tampa de vidro, entregando-a aos noivos, desejandolhes muitas felicidades e lembrando a eles das responsabilidades que um tinha para com o outro. Esta caixa tinha um forte significado para os nubentes: era a bênção que um padrinho de batismo lhes concedia para um casamento duradouro. A caixa era colocada na sala da casa dos noivos, em lugar de destaque. Somente quando um dos esposos falecia a caixa poderia ser aberta e os segredos desvendados. Após os noivos terem


15

cumprido este ritual, retiravam-se da festa para trocar de roupa e retornavam para festejar até o dia raiar.” – Informações retiradas do site da Festa Pomerana. Na última edição da Festa, após a cerimônia religiosa, a recepção aconteceu no Parque Municipal onde ocorre a Festa Pomerana e o Quebra-Caco virou uma grande atração Cultural.

Festival de Grupos Folclóricos Desde 2008 a Festa Pomerana recebe o Encontro de Grupos de Dança Folclórica de todo o país. Em 2010, o evento reuniu grupos de todas as etnias, fato nunca ocorrido antes. O encontro acontece durante a festa quando inicia o desfile.

Apresentações Culturais Dentre as apresentações culturais encontradas na Festa Pomerana destacam-se as bandas e bandinhas típicas, algumas vindas diretamente da Alemanha, as danças folclóricas de diversas regiões da Alemanha e o Fackelzug, tradicional Desfile de Tochas. O desfile ocorre dentro do pavilhão, mantendo viva uma tradição que remonta o tempo da colonização onde não havia energia elétrica e as festas eram iluminadas por tochas e lamparinas.

Majestades Toda edição da Festa Pomerana conta com a eleição das majestades, uma rainha e duas princesas que têm a responsabilidade de representar o evento e toda essência do povo pomerodense. As candidatas são representantes dos grupos de caça e tiro da cidade e devem ter beleza, carisma e simpatia. Até a 26º Festa, em 2009, as majestades eram eleitas no mês de novembro na conhecida Mini Festa Pomerana. Porém, devido ao pouco tempo que elas tinham para se preparar, a partir da última edição da Festa, as majestades passaram a ser eleitas durante a Festa, e ter seu reinado com duração de um ano.

Competições Típicas A Festa Pomerana traz uma vasta opção de competições e brincadeiras abertas a todos os visitantes. Os vencedores de cada noite se classificam para as finais e


16

concorrem à premiação no último domingo da Festa. As competições típicas oferecidas pela festa são: Schneidermüller (Serrador de Lenha): dois parceiros utilizam uma serra dupla para serrar o tronco de madeira. Vence a dupla que serrar em menor tempo. Holzhacker (Lenhador): o competidor precisa cortar um tronco de madeira com um machado. Vence quem o fizer no menor tempo. A competição é válida apenas para os homens. As provas são somente para demonstração. Chope em metro: o competidor precisa beber 600 ml de chope diretamente da tulipa, sem derramar a bebida. Vence quem cumprir a tarefa no menor tempo possível. Fischerstechen (Fisgar o Pescador): dois competidores, no meio da lagoa, se degladeiam com um bastão a bordo de uma canoa. Vence aquele que permanecer equilibrado até o fim. Provas ocorrem somente aos sábados e domingos. Nos estandes, é possível encontrar também competições inspiradas nos jogos típicos dos clubes de caça e tiro do município, como o Bolão de Mesa, Pássaro ao Alvo, Tiro ao Alvo, Estilingue, e o Fura Balão.


17

2. ANÁLISE SITUACIONAL

A análise situacional é uma das etapas iniciais de um planejamento. É composta pela análise do ambiente, do mercado, da demanda, da concorrência e da comunicação. Juntos, estes fatores auxiliam na identificação de problemas e oportunidades, que combinados com a pesquisa aplicada e dados fornecidos pelo cliente resultarão na Análise Swot.

2.1 Análise Ambiental

Esta análise tem como objetivo coletar informações a respeito de Pomerode, município e ambiente onde ocorre a Festa Pomerana, evento que está sendo estudado neste planejamento. Localizada no Médio Vale do Rio Itajaí-Açú, em Santa Catarina, Pomerode é uma pequena cidade com pouco mais de 25 mil habitantes (26.788 mil habitantes segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2009). Sua área total, ainda de acordo com o IBGE de 2009 é de 216 km2, sendo que 139,5 km2 pertencem à área rural e apenas 76,5km2 à área urbana. Tranquila e charmosa é reconhecida por suas tradições, belezas naturais e qualidade de vida. Há mais de um século, o município preserva os traços culturais herdados dos colonizadores, vindos na sua maioria da Pomerânia, uma região do norte da Alemanha, que originou o nome da cidade, fundada em 21 de janeiro de 1959. A cidade tem como limites os municípios de: Blumenau, Rio dos Cedros, Indaial, Jaraguá do Sul, Timbó, e possui acesso pela rodovia SC-418, a 32km de Blumenau. Para quem vem do norte o acesso é pela rodovia SC-416, a partir de Jaraguá do Sul. Em Pomerode 70% da população ainda faz uso do idioma e dos dialetos germânicos, e por este motivo conquistou o título de “cidade mais alemã do Brasil”. Ainda de acordo com o IBGE (2008), segundo informações retiradas do site da prefeitura de Pomerode, quanto à ocupação da população Pomerodense em setores, a indústria é o que mais predomina, com 72%, a agricultura representa 10% da economia da cidade, o comércio 15% e demais serviços 3%. A renda per capita média da


18

população gira em torno de R$ 564,00 e o índice de desemprego é relativamente baixo, representando 4,82%. A diversificação da indústria garante empregos e qualidade de vida aos cidadãos do município. Os parques têxteis e indústrias de vestuário, assim como a produção de porcelanas, plásticos, indústria metal mecânica, indústria de produção de cimento, fabricação de produtos em madeira e artesanato, fabricação de alimentos (queijo fundido, chocolate) e empresas de transporte, são as principais atividades econômicas. Além da economia, a educação também é destaque no município. Segundo dados do IBGE de 2008 extraídos do portal da prefeitura da cidade, Pomerode desfruta de um índice de alfabetização de 98,2% dos moradores e está entre as 20 melhores cidades em arrecadação de impostos de Santa Catarina. Segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU) de 2000, no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), Pomerode está em 14º lugar no estado e 39º no Brasil. Da população, 99,16% é alfabetizada e 97,42% das crianças de 06 a 14 anos estão na escola (POMERODE, 2010). A população, predominantemente, de descendência alemã, cultua o trabalho, o estudo, a religião evangélica luterana, e historicamente, caracteriza-se por ser uma sociedade extremamente protecionista, e, culturalmente, mais fechada (PINÕL, 2004). A herança da cultura germânica é vista na arquitetura de casas e ruas de Pomerode. O maior acervo de construções em Enxaimel1 do país se encontra na "Rota do Enxaimel", um trajeto turístico que apresenta em torno de 250 casas desse tipo, sendo que a maior concentração (cerca de 70) está no bairro Testo Alto, principalmente nas ruas Progresso e Testo Alto (a casa de número 9.690, em especial, é a última casa de taipa em estilo enxaimel que resta na região, e foi construída em 1898). Outro aspecto da cultura Pomerana que é bastante valorizado são os clubes de caça e tiro, como é tradição nas cidades de colonização alemã. Pomerode possui 16 clubes, onde bandas tocam valsas, polcas e marchas típicas dos imigrantes. Os corais, ligados a igrejas ou clubes sociais, interpretam canções alemãs, enquanto quatro grupos folclóricos, através dos seus trajes e coreografias típicas, revivem a música e as danças dos primeiros colonizadores. No Museu Pomerano, o Museu Ervin Kurt Theichmann, a

1

Técnica que usa vigas de madeira sobre pedra ou tijolo como apoio para as paredes de alvenaria. (EDITORA ABRIL, 2010)


19

Praça Jorge Lacerda e o Centro de Arte e Artesanato, expõem, e comercializam peças em madeira, palha, pintura em porcelana, bordado, crochê e bonecas típicas, além de geléias, licores e biscoitos caseiros. O Jardim Zoológico de Pomerode, inaugurado em 1932, é considerado um dos mais antigos do País. Mantém aproximadamente 600 animais de mais de 120 espécies e fica bem no centro da cidade. No Morro da Turquia, há uma vista panorâmica de Pomerode e que é ideal para a prática de asa-delta e parapente. A cidade conta ainda com duas cascatas: Cristalina e do Hauth, pontos turísticos bastante procurados por turistas e visitantes de região. O clima da cidade costuma variar numa temperatura média entre 15ºC e 25ºC, o que a torna agradável para passeios programados. Os restaurantes da cidade convidam o visitante a apreciar o sabor de pratos típicos, como o marreco recheado, Kassler, Eisben, entre outros pratos da culinária alemã e mundial. As confeitarias também estão presentes e oferecem irresistíveis tipos de pães, cucas, bolachas, doces e tortas. Pomerode realiza ainda diversas festas ao longo do ano. Anualmente, a primeira, no mês de janeiro, é a Festa Pomerana, que atrai o povo pomerodense e os milhares de turistas que vêm de todo país e inclusive do exterior para festejar a cultura alemã presente ainda nos pequenos detalhes da cidade, tal como nos jardins, na tranqüilidade e na cultura germânica cuja preservação varia entre os moradores da área urbana e da área rural. A infra-estrutura para o turismo apresenta-se, de um modo geral, com características germânicas e com capacidade para atender pequenos grupos em horários alternados. Há ainda, durante a festa, concursos de culinária e competições tradicionais da antiga Pomerânia, conforme apresentado na Descrição do produto (item 1 deste planejamento). Em julho tem a Festa do Rei do Tiro Municipal, e, em novembro, a da Rainha. Em alguns dos 16 clubes, as festas do Rei e da Rainha do Tiro Municipal são realizadas todos os finais de semana. Além de outras festas como Osterfest, festa da Páscoa, que em 2010 está na sua segunda edição, e a Winterfest, festa de inverno que é realizada no mês de Julho, também com atrações culturais alemãs.


20

2.2 Análise do Mercado

Esta análise visa identificar as principais cidades catarinenses que representam parte do público da Festa Pomerana: os visitantes. As características dos municípios quanto à economia, educação e turismo serão descritas a seguir. Corrêa (2004) explica que analisar o mercado é um passo importante para a elaboração de uma campanha publicitária. Esta análise compreende a situação do mercado de turismo de Santa Catarina, além das principais cidades que têm relação com a Festa Pomerana. Os municípios descritos foram escolhidos, pois o evento recebe um significativo número de visitantes dessas cidades, de acordo com a pesquisa de opinião aplicada durante a festa e fornecida pelo cliente (Anexo 1). Embora ocupe pouco mais de 1% do território brasileiro, Santa Catarina possui papel de destaque no cenário nacional por sua diversidade cultural, étnica e geográfica, assim como uma privilegiada localização em relação aos países do Mercosul, representam um enorme potencial para a afirmação do estado como um dos principais destinos turísticos do país. Segundo o site Santa Catarina Brasil (2010) o fluxo turístico no Estado ultrapassa oito milhões de pessoas por ano, ultrapassando assim, mais que o total de sua população.

Figura 1: Mapa de Santa Catarina Fonte: SC Outdoors. Disponível em http://scoutdoor.com.br Acesso em 15 de abril de 2010


21

Segundo o Governo de Santa Catarina (2010), o litoral e o Vale do Itajaí estão entre os principais pontos turísticos do Estado. O Vale do Itajaí é formado pela união de 53 municípios, em uma área 13.003,018km². A região foi colonizada por açorianos no século XVIII e tem um relevo recortado, com baías, enseadas, manguezais, lagunas e mais de 500 praias. A costa litorânea, com cerca de 560 km de extensão é ideal para quem busca belas praias e o contato com a natureza, e possui ainda, uma das mais importantes áreas de biodiversidade marinha do Brasil, segundo o IPEAdata (2010). As principais cidades do estado são Florianópolis, São José, Laguna, Imbituba, Itajaí, Balneário Camboriú e São Francisco do Sul.

Figura 2: Mapa do Vale do Itajaí e suas principais cidades. Fonte: SC Outdoors. Disponível em http://scoutdoor.com.br Acesso em 15 abr. 2010

No centro desta região, isto é, na parte um pouco afastada do litoral, está o Vale Europeu, que se destaca pela herança dos pioneiros germânicos e italianos. Os imigrantes deixaram marcas na arquitetura, na culinária e nas festas típicas, nos jardins e na força da indústria têxtil. A paisagem é marcada por montanhas, vales, rios, cachoeiras e florestas.


22

Dentre os municípios catarinenses com forte colonização alemã, pode-se destacar Blumenau e as cidades vizinhas, como Pomerode, Rio do Sul e Timbó. Fundada em 1850, Blumenau conta com 296.151 habitantes (segundo dados do senso do IBGE em 2008) e é o terceiro município mais populoso do Estado de Santa Catarina. Seguindo a colonização do município por imigrantes da Alemanha, pouco mais da metade da população é constituída por descendentes de alemães. A cidade é conhecida por ser o berço de grandes empresas da indústria têxtil (marcas como a Hering, Teka e Karsten) além de ter papel de destaque no setor da informática. Quanto à educação, Blumenau abriga a Universidade Regional de Blumenau – FURB – e outras instituições de ensino superior, como a Uniasselvi, Faculdade IBES, FAE, Faculdade SENAI e Faculdade SENAC, as quais recebem estudantes de todo o estado. O site Brasil Viagem (2010) conta que dentre as atrações turísticas de Blumenau está a Oktoberfest, a segunda maior festa da cerveja do mundo. Esta surgiu no ano de 1984 com a proposta de levantar os ânimos da população blumenauense, abalada por duas grandes enchentes do rio Itajaí-Açú (1983/1984). O evento é consagrado e emplaca no calendário de eventos do sul. A poucos quilômetros da cidade está Rio do Sul, que surgiu vinculada a Blumenau e emancipou-se no início do século passado. A economia de Rio do Sul é diversificada, segundo o site da prefeitura da cidade (2010), com indústrias de manufaturados de madeira, vestuário em jeans e malha, produtos agrícolas, metal mecânicos, eletrônicos e alimentícios. No turismo, a cidade também marca presença no tradicional calendário de festas de outubro que acontecem em Santa Catarina. Anualmente, Rio do Sul promove a Kegelfest, a festa nacional do bolão (esporte muito praticado no município), criada para valorizar as heranças culturais dos colonizadores alemães. Outras atrações turísticas incluem a Cachoeria do Matador, com uma queda d´água de 36 metros, a Cachoeira Itoupava, com 60 metros de altura e o Pico da Bandeira, com 675 metros, que possui rampa para a prática de esportes como parapente e vôo livre. Timbó é outra cidade próxima a Blumenau e Rio do Sul, e é conhecida como “a Pérola do Vale Europeu”. De acordo com o site da prefeitura de Timbó (2010), o município é classificado pela Organização das Nações Unidas (ONU) como a 10ª melhor cidade do país para se morar. Economicamente, ocupa o 14º posto de


23

arrecadação de Santa Catarina. O índice de analfabetismo é de apenas 1,9%, sendo Timbó, em nível estadual, a 3º cidade em qualidade de ensino. O município é conhecido por seu turismo rural e ecológico. Há o Parque Ecológico Freymund Germer, o Jardim Botânico, a Represa do Rio Benedito e o Morro Arapongas entre suas atrações turísticas. Este último destaca-se por ser ideal para a prática do vôo livre. A cidade recebe anualmente, em sua rede hoteleira, cerca de 13 mil turistas (por motivos de negócios, eventos e lazer) e vem ampliando as instalações para dobrar o número de leitos (atualmente cerca de 500). A cervejaria local também ampliou sua produção para atender à demanda turística. Novas empresas de turismo de aventura estão surgindo e os restaurantes e bares investem na diversificação e qualificação de seus serviços. Através do Programa do Artesanato Brasileiro foram criadas duas associações de artesãos e várias lojas. Ainda no Vale Europeu encontra-se o município de Brusque, também colonizado por alemães. A cidade herdou as características alemãs de seus colonizadores na arquitetura, na culinária e nas festas populares. Entretanto, outros povos legaram contribuições étnicas. Em 1867, chegaram os primeiros colonos de língua inglesa, especialmente os irlandeses e os britânicos, segundo o site da prefeitura de Brusque (2010). A colônia recebeu mais de 1.500 imigrantes vindos da Europa e dos Estados Unidos, fugindo da guerra de Secessão. Depois, em 1875, chegaram os primeiros imigrantes italianos e, mais tarde, os poloneses. Os polacos trouxeram consigo técnicas de tecelagem, e fábricas foram fundadas na cidade. No que diz respeito à economia, Brusque é conhecida como “A Cidade dos Tecidos” devido ao seu destaque na indústria têxtil. Grandes empresas como a Buettner e Schlösser foram fundadas no município no início do seculo passado. Hoje, outras marcas como a Aradefe, Loostex, Latina Têxtil, Tinturaria Florisa, RVB Malhas, Jovitex e Redotex se encontram na cidade. Os atrativos turísticos de Brusque incluem o comércio de roupas, principalmente nas lojas FIP 1 e 2, Stop Shop, Bruem, All Shopping, Le Mund, e a Havan. O turismo ecológico está presente no Parque Zoobotânico e no teleférico do Parque Leopoldo Moritz. Brusque é lar da Festa Nacional do Marreco, popularmente conhecida como Fenarreco, outra celebração típica catarinense que ocorre no mês de outubro. Lançada em 1986, a festa foi feita para se tornar um festival gastronômico. Com a grande presença do público, no entanto, a Fenarreco passou a contemplar também bandas


24

alemãs e o chopes, apesar de o prato principal do evento ainda ser o marreco com repolho roxo. No piso térreo do local acontece a Feira Industrial, onde são comercializados produtos têxteis da região. Um pouco afastada do Vale Europeu está a cidade de Itajaí. Com 172.081 habitantes, segundo o censo do IBGE de 2008, o município colonizado por açorianos é conhecido nacionalmente por seu porto, que é o segundo maior do país em movimentação de containeres. Ele atua também como porto de exportação, ao escoar quase toda a produção do Estado. Além disso, a cidade contém belas praias como Cabeçudas e a Praia Brava. Esta última ganhou fama por abrigar duas grandes casas noturnas – o Kiwi Bar e o Warung Beach Club. Na música, a cidade é reconhecida pelo Festival de Música de Itajaí, o qual já trouxe artistas brasileiros como Gal Costa, Toquinho, Ney Matogrosso e Zé Ramalho. Outra grande festa é a Marejada que, como a maioria das festas típicas catarinenses do Vale do Itajaí, também ocorre no mês de outubro. O site da Santur (2010) informa que a idéia de criar uma festa para reverenciar os costumes e tradições luso-açorianas (além de oferecer mais uma opção aos visitantes da Oktoberfest) surgiu em 1986. Hoje, passados 24 anos, a Marejada atrai cerca de 200 mil visitantes a cada edição. O destaque da festa é a gastronomia portuguesa, principalmente os pescados. Mas há também apresentações de bandas locais e nacionais, artesanato, feira comercial, mostra de serviços e negócios de Itajaí, atividades infantis e grupos folclóricos. Jaraguá do Sul é uma cidade que pertence à região Norte do estado, porém se encontra próximo ao Vale do Itajaí e tem um cenário turístico forte. A Schützenfest, ou Festa dos Atiradores, é outra celebração que acontece no mês de outubro. Esta é considerada a maior festa de Atiradores do Brasil, de acordo com o site da Santur (2010) e sempre reúne vários turistas do Brasil e do exterior. Juntas, estas cidades representam grande parte do público de visitantes que prestigiam a Festa Pomerana, e por esta razão, houve uma necessidade de conhecê-las melhor.


25

2.3 Análise da Demanda

Esta análise tem como objetivo apontar o público-alvo da Festa Pomerana: os pomerodenses, visitantes e turistas, assim como suas características e hábitos de consumo durante a Festa. Ao analisar o público frequentador da Festa Pomerana é inevitável que seja feita primeiramente uma análise do público comprador do destino turístico da cidade de Pomerode. Considerando que a Festa é um evento de resgate às tradições germânicas que acontece na cidade mais alemã do Brasil, Pomerode consequentemente torna-se um produto turístico e atrai um público comprador. De acordo com Kotler, Haider e Rein (1994), existem quatro públicos que podem ser considerados compradores de uma localidade: (1) visitantes, (2) moradores e trabalhadores, (3) negócios e indústrias e (4) mercados de exportação. O grupo dos visitantes subdivide-se em visitantes a negócios e visitantes que não estão a negócios. Os visitantes a negócio são aqueles que vão a um lugar para participar de uma reunião ou convenção, para examinar um local, para comprar ou vender algo. Já os visitantes que não estão a negócio incluem duas categorias: os turistas que querem conhecer determinado local, e os viajantes, que estão visitando a família ou os amigos. Este grupo é considerado parte integrante do público da Festa Pomerana, já que a mesma é composta por um grande número de visitantes e turistas que, atraídos por interesses comerciais ou turísticos, frequentam a Festa. No grupo dos moradores e trabalhadores estão os profissionais, trabalhadores especializados e não especializados, pessoas com alto poder aquisitivo, investidores e empreendedores, que podem ser atraídos conforme suas especificidades para a localidade. Este grupo é também um forte público da Festa Pomerana, pois é constituído de todos os membros da comunidade de Pomerode, principal público e parte essencial para a Festa acontecer. No que se diz respeito ao grupo de negócios e indústrias, este é formado pelas indústrias pesadas, indústrias “clean” e empreendedores, que dão emprego aos cidadãos e geram renda para os cofres públicos. Por fim, o grupo de mercados de exportação é referente aos mercados locais e mercados internacionais, que representam a capacidade de uma cidade ou região de


26

produzir bens e serviços que outros lugares, outras pessoas e empresas estejam dispostas a comprar. Para a Festa Pomerana, estes dois últimos grupos não se encaixam no perfil de público da Festa, pois quem faz parte da mesma são as pessoas que integram estes grupos, e não eles em si. Portanto, tem-se como fato que uma considerável parte do público que compra a localidade de Pomerode também faz parte do público que freqüenta a Festa Pomerana, já que mesma é parte importante de um conjunto de eventos e serviços oferecidos pela cidade.

2.3.1 Características do Público da Festa Pomerana

De acordo com informações obtidas juntamente na Secretaria de Turismo de Pomerode, a Festa Pomerana é constituída por um público familiar de classe A e B, com alto nível de instrução, provenientes primeiramente da cidade de Pomerode, seguidos por visitantes e turistas2 da região e por fim, por turistas e visitantes de outras partes do Brasil e até mesmo de outros países. Segundo informações repassadas pela Secretaria de Turismo de Pomerode, os visitantes e turistas que freqüentam a Festa Pomerana, possuem um perfil muito similar. São geralmente formados por núcleos familiares com alto poder aquisitivo e bom nível de instrução que comparecem à festa pelo interesse pela cultura germânica. Para Krippendorf (2000), um dos aspectos do comportamento do turista é a procura da confirmação da idéia que uma imagem ou símbolo formou em sua mente. Ou seja, se em algum momento ele deparou-se com a informação de que a Festa Pomerana é uma festa da cultura germânica na cidade mais alemã do Brasil, vai ter a curiosidade despertada e o interesse de ir até o local para confirmar esta ideia. Uma pesquisa realizada na última edição do evento (2010) revelou que o público da 27º Festa Pomerana era formado em sua maioria por homens (53%) e mulheres (47%) entre 35 e 50 anos de idade, sendo que destes, 89,1% utilizaram seu próprio carro

2

Segundo Margarita Barreto (1999) turistas são aqueles que realizam pelo menos uma pernoite e permanecem um mínimo de 24 horas, enquanto os visitantes permanecem por menos de 24 horas e não param para pernoite.


27

como meio de transporte até a festa. A partir destes dados, é possível perceber que a forte presença de famílias e de pessoas acompanhadas de amigos que tem como costume frequentar a festa por várias edições. De acordo com a pesquisa, 53% dos entrevistados já participaram de quatro ou mais edições da festa e 93,5% disseram que pretendem voltar na 28º edição. Isto comprova a informação fornecida pela Secretaria de Turismo de que, quem vai à festa uma vez, volta a frequentá-la. Porém, do público entrevistado, apenas 29,4% era formado por moradores de Pomerode, enquanto os 70,6% restantes eram provenientes de outras cidades e países, fato controverso a informação repassada pela Secretaria de Turismo, que informou que a maioria do público é composta pela comunidade de Pomerode. Dentre os 70,6% do público não proveniente de Pomerode, a maioria era de Blumenau (18,5%), seguidos de Timbó (5,5%) e 4,4% de Jaraguá do Sul. O público na sua maioria bebe chope durante e festa e experimenta a gastronomia típica alemã, gastando em média por dia de R$ 70,00 a R$ 120,00. Apesar do número elevado de público a cada ano, 55,8% freqüentam a festa somente em um dos dez dias.

2.4 Análise da Concorrência

A análise a seguir é focada em destacar os concorrentes diretos e indiretos da Festa Pomerana. Ressalta as características daquele que podem, ou não, afetar o evento de alguma maneira. Kotler (2000, p. 36) define concorrência como “todas as ofertas e substitutos rivais reais e potenciais que um comprador possa considerar.”. De acordo com as informações fornecidas pelo cliente e da pesquisa realizada pela agência, considera-se que não há eventos em Santa Catarina, em janeiro, que concorram de forma direta com a Festa, exceto a Sommerfest. Este fato se da, principalmente, pelos grandes eventos catarinenses se concentrarem no mês de outubro, como a Oktoberfest de Blumenau, a Fenarreco de Brusque ou a Marejada de Itajaí. Mesmo concorrendo num certo nível, a Sommerfest é parceira da Festa Pomerana, no site oficial da festa blumenauense há um link para o da pomerana.


28

No entanto, a concorrência existe, principalmente de forma indireta e genérica. Esta última é constituída por todas empresas ou produtos que atingem os mesmo consumidores da Festa Pomerana. (KOTLER, 2000) Janeiro, além de ser o auge do verão, segue as festas de fim de ano. Por isso, muitos turistas vêm para o estado aproveitar o litoral e isso acontece também com os próprios catarinenses, que aproveitam a época das férias para visitar as praias. É importante frisar que tal concorrência, em certa medida, pode ser vista como oportunidade. O turista que vem para o litoral catarinense, se atingido de forma correta, pode decidir passar pela Festa Pomerana. Independentemente deste fato, os Quadros 1 e 2 apresentam algumas cidades do litoral selecionadas como possíveis concorrências para a Festa Pomerana:

Florianópolis

Características

Colonizada

Balneário Camboriú

por

Além

de

suas

praias

Localizada no norte de

atrativos

Santa Catarina, é a cidade

açorianos, a cidade ainda

paradisíacas

guarda traços de seus

turísticos

antepassados. Seu litoral

inovadores,

possui

100

possui comércio forte e

país.

praias, alternando entre

atuante durante todos os

histórico (são mais de 150

diversão em família e

dias do ano. É um dos

prédios históricos somente

esportes radicais. Capital

principais

no centro), a cidade atrai

de Santa Catarina possui

turísticos do Brasil e da

os

436,4 km² de extensão.

América do Sul. Por todo

belezas

litoral existem bares e

arquitetura

restaurantes com música

português.

mais

de

e

São Francisco do Sul

modernos a

e

mais antiga do estado e

cidade

uma das mais antigas do

destinos

ao vivo, gastronomia e entretenimentos diversificados.

Imagem

Além

turistas

do

com naturais em

valor

suas e estilo


29

Preço

Posicionamento

Média R$ 750 (5 dias -

Média R$ 600 (5 dias -

Média R$ 700 (5 dias -

Saída de São Paulo)

Saída de São Paulo)

Saída de São Paulo)

A boa qualidade de vida,

Belezas

aliada

catarinense

as

belezas

do com

litoral uma

naturais, faz de Floripa

agitada vida noturna e no

uma capital diferente e

comércio.

atrativa.

Popularmente vista como a

Conhecida como a Ilha

Bervelly Hills brasileira.

Beleza histórica com diversão.

da Magia.

Diferenciais

Litoral

combinado

as

Comércio aberto todos os

Valor histórico, belezas

possibilidades de uma

dias. Vida noturna agitada.

naturais.

Desde 1504. (descoberta)

cidade grande.

Tempo de

Desde 1675. (fundação

Desde 1964.

existência

da cidade)

(emancipação)

Quadro 1 – Concorrência Fonte: Desenvolvido pelas autoras

Características

Sommerfest

Costa Esmeralda

Conjunto de festas para divulgar

Litoral com mais de 30 praias. Possui

Blumenau que começam no ano

famosas praias como Mariscal e Praia

novo.

da Sepultura.

Durante o período da festa, têm

No verão, Itapema recebe quase 200

apresentações de bandas típicas e

mil turistas. (Guia SC)

grupos folclóricos todos os dias.

Imagem


30

Preço

Ingressos para noite da Oktober =

Média R$ 700 (5 dias - Saída de São

R$4,00

Paulo)

Chopp = R$4,00

Temas de campanhas

A festa do verão em Blumenau. (2010)

Posicionamento

Diversão com tradição alemã.

Belezas naturais preservadas. Muitas pessoas procuram o local para atividades como o mergulho e trilhas pela Mata Atlântica.

Diferenciais

Em um dos dias a Sommerfest tem

Mata e praias preservadas.

a noite da Oktoberfest.

Inclui municípios como Itapema, Bombinhas e Porto Belo.

Tempo de existência

Desde 1675. (fundação da cidade)

Em 1832 foi criado o município de Porto Belo. Em 1992 Bombinhas desconectou-se de Porto Belo se tornando um município independente.

Quadro 2– Concorrência Fonte: Desenvolvido pelas autoras

2.5 Análise da Comunicação

Este tópico analisa o histórico e as ações de comunicação desenvolvidas pelo cliente, assim como as mídias que foram utilizadas, o investimento e as linhas adotadas pelos concorrentes. Conforme citado anteriormente, Pomerode tem o título de “Cidade mais Alemã do Brasil”, pois preserva os traços culturais herdados dos colonizadores e promove eventos típicos para o público local, visitantes e turistas. Por este motivo, a comunicação do município é voltada para as pessoas que buscam histórias e costumes vindos da Europa, com o objetivo de divulgar Pomerode como um pedaço da Alemanha no Brasil.


31

A Secretaria de Turismo aposta na manutenção dos costumes dos antepassados alemães e na promoção da Festa Pomerana para mobilizar a cidade. Com vinte e sete anos de história, o evento passou por mudanças estruturais para se adaptar aos objetivos traçados e a comunicação sofreu grandes alterações. No início, todo o trabalho da festa era realizado de forma aleatória sem uma comissão específica para planejar a comunicação e a divulgação. Segundo Cláudio Krueger, secretário de Turismo, Cultura e Esporte, a identidade visual utilizada na festa sempre foi desenvolvida por freelancers, cada ano um novo profissional era contratado e a criação não mantinha uma unidade. Ao longo dos anos a imagem da festa foi trabalhada das mais diversas formas, todas tentando resgatar as tradições germânicas. Em 2007, a pedido da organização, a agência Callier Comunicação Integrada de Blumenau ficou responsável pela criação dos materiais gráficos de divulgação da 25ª Festa Pomerana, realizada no ano seguinte. De acordo com a assessoria de impressa da Secretaria de Turismo de Pomerode, as peças trabalharam o conceito do Bauernmalerei (Bauer = fazenda e malerei = pintura), técnica de pintura colonial germânica que traz fios e flores estilizadas como um dos principais elementos visuais. O adereço típico enfatizou o uso das cores azul e branco oficiais do município. As fotografias utilizadas nas peças são dos principais atrativos da festa e também da cidade, completando a composição com um tom alegre e sofisticado.


32

Figura 3: Cartaz da festa 2008 Fonte: Agência Callier (2008)

No final de 2008, a Secretaria de Turismo se conscientizou da importância de se contratar uma agência para trabalhar com a comunicação da festa e após um processo licitatório agência Modus.Org de Blumenau foi escolhida. A sequência desta ação promoveu a compreensão sobre o que era a Festa Pomerana, o ponto de partida para o planejamento de toda a comunicação. Foram aplicadas pesquisas para identificar o público e definir os objetivos de comunicação e marketing. Em 2009 a agência desenvolveu um plano de comunicação integrada, com o mote “A festa mais alemã do Brasil”. O objetivo foi valorizar os costumes germânicos e mostrar para o público que a festa resgata costumes de um povo que assume orgulhosamente sua história. A campanha contou com peças impressas, divulgação em diferentes mídias como outdoor, jornal, rádio e TV, além da criação de um website e um blog.


33

Os materiais circularam pelo comércio e pelos demais estabelecimentos da cidade, em cidades próximas, nas festas de outubro da região e destinados à divulgação em congressos e feiras de turismo em todo o país. Segundo Kruger, o trabalho da Modus.Org foi bem realizado e superou tanto as expectativas que em 2010 a Secretaria de Turismo escolheu trabalhar com a agência pelo segundo ano consecutivo. Para a campanha da 27ª edição da Festa Pomerana, além do azul e branco, cores da bandeira de Pomerode, utilizou-se muito verde nas peças decorativas. A iniciativa foi dar uma alusão ao lúpulo utilizado na fabricação do chope e utilizado na Oktoberfest de Munique, que é festa mais popular da Alemanha. Dentre os materiais criados, o destaque foi para o brasão. A sugestão era criar um símbolo para a festa que tivesse origem camponesa nos motes da técnica alemã de pintura, o Bauenmalerei, utilizado também em 2008. Esboçado pela agência e depois encaminhado para a artista plástica Nani Scheer, de Pomerode, o resultado foi muito positivo e teve a aprovação de todos da organização do evento.


34

Figura 4 – Cartaz da festa 2010 Fonte: arquivo Modus.Org

As peças da campanha trouxeram fotos de três personagens que representaram as diferentes gerações presentes na festa valorizando, assim, o ambiente familiar do evento. O trabalho de identidade da Modus.Org para a Festa Pomerana foi desde a campanha publicitária em outdoor, busdoor, vt, spot, anúncios para revista e jornal, anúncios, cartaz, folder, flyer; materiais de identificação interna como: ingressos, tickets, placas de acesso, placas de sinalização no interior da festa, fachada dos pavilhões; até ações na Internet, com website e presença interativa nas mídias sociais como no Twitter, Facebook, Blog, Orkut e Youtube. Em 2010, a agência apostou na força da Internet para potencializar o plano de comunicação da festa. A estratégia deu certo e de acordo com a Modus.Org, no início de janeiro o site bateu o recorde de visitas e os acessos crescem expressivamente dia após dia. O motivo é a ativação e manutenção das redes sociais para divulgarem o acesso ao


35

site, lugar que reuniu todas as informações, dados atualizados sobre a festa, além da programação, fotos e o dia a dia da promoção. E para interagir ainda mais com esse público, foi criado virtualmente um personagem típico da cultura alemã: o Festbitter. De acordo com informações da própria agência, a idéia era usar o personagem para informar as novidades da festa, humanizando a comunicação online e criando um vínculo emocional com o visitante da festa. Esse vínculo aumentava a receptividade das mensagens, facilitando a comunicação, ao contrário das convencionais mensagens publicitárias invasivas presentes na Internet.

Figura 5 – Imagem Festbitter Fonte: arquivo Modus.Org

Outra novidade foi a criação de uma série de webisodes: vídeos veiculados exclusivamente na web. Com 3 a 5 minutos de duração estão disponíveis no site da festa. “Vem pra Pomerode” é uma seqüência apresentada pela atriz Paula Sofia que divulga a cidade, vivenciando a cultura e atrações que Pomerode oferece aos visitantes. Além da utilização da Internet, foram também desenvolvidas ações no litoral, incluindo panfletagem; e ações em shoppings (Balneário Camboriú, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Joinville, entre outros) que demonstraram um pouco das atrações, do folclore alemão e das competições, com a presença da rainha e das princesas da festa. Um dos pontos fortes da comunicação foi o intenso trabalho com a assessoria de impressa da festa. A equipe contou com a parceria da jornalista catarinense Bettina Riffel, que há dois anos atua na Alemanha como redatora e apresentadora na Rádio Internacional Deutsche Welle. Bettina, que nasceu em Pomerode, traduziu em duas


36

línguas as informações da festa e entrou em contato com redações e jornalistas alemães para divulgar o evento internacionalmente. Releases foram enviados para países do Mercado Comum do Sul (MERCOSUL), diferentes regiões e estados do país, e para as agências de turismo vinculadas com a festa. O objetivo também foi divulgar a cultura alemã presente na cidade e convidar as pessoas para prestigiarem a festa. Com toda essa estratégia de mídia na Internet e a campanha publicitária, segundo dados da Secretaria de Turismo, a Festa conseguiu atingir um crescimento de público no primeiro final de semana superior a 16%, ultrapassando a expectativa dos 10%. O investimento total em comunicação foi de R$ 150.108,22. Em comparação com seus concorrentes, a linha adotada pela Festa Pomerana a difere dos outros eventos de Santa Catarina. No entanto, o período de realização e as características germânicas do evento são parecidos com a Sommerfest de Blumenau. Como já citado na análise da concorrência, a Sommerfest ao mesmo tempo em que concorre com o evento de Pomerode, se torna um parceiro para atrair o público. Este fato é potencializado quando observamos as ações de comunicação, que visam atrair turistas e visitantes que estão de férias no Estado. O grande diferencial está nas propostas de cada evento; a Sommerfest oferece lazer para a comunidade local, chama a atenção dos turistas que se encontram no Litoral do Estado para Blumenau e região, além de proporcionar ao visitante uma noite de Oktoberfest fora de época. Enquanto para a organização da Festa Pomerana, o objetivo principal é resgatar a cultura alemã e disseminar a tradição da cidade. Para as próximas edições tem-se a intenção de manter a identidade visual estabelecida em 2010 pela a Modus.Org e continuar com as ações de comunicação que foram realizadas na 27ª Festa Pomerana. Todos os materiais produzidos para essa campanha estão disponíveis no site: www.festapomerana.com.br.


37

3 METODOLOGIA

Para a realização desta pesquisa, o procedimento metodológico escolhido é uma pesquisa conclusiva descritiva, cuja principal finalidade é delinear algo – normalmente características ou funções de mercado. Optou-se por esta abordagem devido à necessidade de determinar a percepção da Festa Pomerana pelo freqüentador da Festa, morador da cidade de Pomerode. Quanto ao tempo, a pesquisa se classifica como transversal simples, pois, segundo Malhotra (2006, p. 102), “os estudos transversais envolvem a coleta de informações de qualquer amostra de elementos da população somente uma vez”. No que se refere ao tipo de pesquisa, este estudo pode ser definido como qualitativo e quantitativo. “Quando combinados, podem fornecer uma compreensão muito rica que pode auxiliar na formulação de estratégias de marketing bem-sucedidas.” (MALHOTRA, 2006, p. 155). Sendo assim, o projeto conta com ambas. A pesquisa qualitativa realizada anteriormente para proporcionar uma melhor compreensão sobre o assunto no decorrer do planejamento e, nesse sentido, por meio de um estudo bibliográfico sobre o tema e de entrevista realizada diretamente com o cliente. Em seguida foi elaborado um questionário, o qual foi aplicado aos moradores da cidade de Pomerode para conhecer a sua percepção sobre a Festa Pomerana. Este questionário, no entanto, é considerado uma ferramenta de uma pesquisa quantitativa, como afirma Malhotra (2006, p. 154): “A pesquisa quantitativa procura quantificar os dados e, normalmente, aplica alguma forma da análise estatística”. Este instrumento de coleta de dados é do tipo estruturado, isto é, com perguntas fechadas (estilo múltipla-escolha). Este mecanismo foi adotado para encorajar respostas rápidas dos moradores, haja visto que os métodos de aplicação utilizados foram por meio de entrevistas pessoais e por correio-eletrônico. O questionário obedeceu à seguinte forma: foram quatro blocos, cada um com um objetivo específico, sendo eles (1) Características dos Entrevistados; (2) Sobre a cidade de Pomerode; (3) Em relação à estrutura do evento e setores que o mesmo envolve; e (4) Em relação à percepção de imagem. Os dados recolhidos através do questionário se classificam como primários, pois não foram anteriormente coletados em livros, revistas ou outras publicações, e ainda estão


38

em posse dos pesquisados que atendem às necessidades específicas (BARBETTA, 2006). A aplicação do questionário aconteceu entre os dias 20 de março e 02 de abril de 2010, dividido em duas etapas. No primeiro momento foi realizada uma entrevista com os moradores da cidade de Pomerode. Com o questionário em mãos, a agência aplicou as perguntas diretamente para as pessoas, o que resultou em 252 entrevistados que amostralmente representam o público do município, com uma margem de 5% de erro. Depois foram enviadas cópias desse mesmo questionário, por meio da Internet, para os turistas e visitantes da festa. Representando esse público, 76 pessoas que residem em diferentes cidades do país responderam ao questionário. Segundo Barbetta (2006), uma amostra é um subconjunto dos elementos da população selecionados para a participação do estudo. A técnica de amostragem no primeiro momento foi a aleatória simples.

A seleção dos elementos que farão parte da amostra pode ser feita sob alguma forma de sorteio. São chamadas amostragens aleatórias, que são particularmente interessantes por permitirem a utilização das técnicas clássicas de inferência estatística, facilitando a análise dos dados e fornecendo maior segurança ao generalizar resultados da amostra para a população. (BARBETTA, 2006, p. 44)

Em suma, o questionário foi aplicado em uma amostra aleatória, tanto com os moradores como com os turistas, pois estes foram escolhidos de maneira randômica.


39

4 ANÁLISE DA PESQUISA APLICADA

Visando conhecer melhor o público freqüentador do evento e a percepção dos moradores da cidade a respeito da Festa Pomerana, duas pesquisas foram realizadas. Uma aplicada com os moradores e outra enviada por meio de redes sociais, utilizando a ferramenta Google Docs. Os gráficos e tabelas com os resultados foram desenvolvidos com o uso do software Excel.

4.1 Pesquisa realizada com os moradores de Pomerode

Dentre os respondentes da pesquisa as mulheres são a maioria. O sexo feminino representou 64% enquanto os homens 40% das opiniões, num total de 252 entrevistados. Destes, a idade predominante foi de jovens com até 25 anos (40% do total), seguido por pessoas acima dos 45 anos que representaram 26%. Entre este intervalo de idades, responderam o questionário 13% pessoas entre 25 a 30 anos, 12% de 35 a 45 e 9% de 30 a 35 anos, sendo que 51% é natural de Pomerode. Dos que não nasceram na cidade, a maioria, 31%, reside no local há mais de 20 anos. A renda familiar mensal dos moradores da cidade é um fator importante de ser conhecido, pois este público é o maior freqüentador da festa segundo dados coletados no briefing. A pesquisa identificou que 42% da amostra ganha de R$ 1.500,00 até R$ 2.999,00, seguido por 32% que recebe de R$ 600,00 até R$ 1.499,00. Apenas 14% recebe de R$ 3.000,00 até R$ 7.499,00 e acima deste valor a média foi de 11%. Uma quantia inferior a R$ 600,00 representou apenas 1% das respostas, ou seja, 8 de 252 pessoas. Os entrevistados também foram questionados a respeito dos maiores atrativos da cidade, em sua opinião. Nas respostas obtidas, os valores entre o Zoológico e a Festa Pomerana se assemelharam bastante, e com uma diferença de apenas 3% a festa ficou em primeiro lugar. É interessante observar nesta questão, que este resultado representa o contrário do que havia sido obtido por Piñol em 2004, quando realizou uma pergunta semelhante ao mesmo público alvo em pesquisa, e obteve o zoológico municipal como resposta de atração mais importante da cidade. As outras duas atrações lembradas pelos moradores foram a arquitetura da cidade (6,3%) e a ruralidade (0,8%).


40

Como o objetivo geral do questionário era conhecer a percepção dos moradores da cidade em relação à Festa Pomerana, as seguintes questões foram todas relacionadas à mesma. De acordo com os freqüentadores da festa, os dias preferíveis para frequentá-la são finais de semana, mais especificamente o sábado, para 51,5% dos entrevistados. Este valor se justifica, segundo opiniões, por não haver necessidade de trabalhar no dia seguinte e por este motivo poder estender o tempo de permanência na festa, e também pela maioria dos respondentes da pesquisa serem jovens, que procuram diversão e entretenimento nos finais de semana. Em média, 63% das pessoas freqüenta a festa de 1 a 3 vezes durante o seu período de duração. Como o evento se estende por dez dias, esta freqüência é associável à quantidade de dias não-úteis da semana, como o sábado, mencionado na questão anterior. A respeito do envolvimento da comunidade local com a festa, 82% das pessoas participam apenas freqüentando o evento como visitante. Segundo a maioria (70,8%), a festa é muito prestigiada pela comunidade local e regional e 62% considera as instalações da festa, quanto à estrutura, de qualidade ótima. Quanto à classe para a qual a festa é destinada, a maioria concorda que é uma festa popular, no sentido de abranger todos os públicos (56%), entretanto, algumas observações foram feitas quanto aos valores aplicados pela festa em suas atrações, como preço de ingressos, culinária e bebidas. Os respondentes foram enfáticos ao dizer que a festa “convida” a todos e nem todos podem bancar pelos serviços e desfrutar de tudo que é oferecido. Esta questão pode ser esclarecida de acordo com as informações passadas pelo cliente, em que este tem como seu público alvo as classes A e B. Mais da metade da amostra considera a festa como sendo um evento muito estimulante (52%), e este fator está relacionado a outros, como por exemplo, ao fato de 17% preferirem, dentre todas as atrações, o show das bandas, os desfiles (13%), feiras (12%), gastronomia (11%), além de outros, sendo que 19% gostam de tudo que a festa oferece. Em uma questão que objetivava reconhecer algumas carências referentes ao evento, os entrevistados foram questionados a respeito do que poderia ser melhorado, e a maioria (60%) nunca teve problema em relação a nada na festa, mas sugerem que os show sejam melhorados (29%) com bandas de estilos diferenciados, novas bandas (40,5%) e não apenas alemãs, contra 33% que acredita que não precisa mudar nada e


41

deve continuar sendo como é. Quanto à organização do evento, em escala de qualificação, esta foi considerada ótima por 142 pessoas, representando 56,5% das opiniões. No que diz respeito à imagem da festa, as pessoas associaram o evento a fatores como: tradição alemã (29%), animação (27%), diversão familiar (25,6%), chope (11,2%), culinária (4,2%) e organização (3%), sendo que consideram positiva a vinda do turista e/ou do visitante. Quanto à comunicação da festa, os moradores de Pomerode disseram que costumam ficar sabendo da mesma por meio de boca a boca (31%), cartazes, flyers, folderes e materiais impressos em geral (19%), jornal (15%), rádio (14,2%), Internet (10,3%), televisão (7%) e placas ou outdoors (3%).

4.2 Pesquisa realizada com turistas e visitantes

Ao contrário da pesquisa anterior, nesta os homens foram a maioria dos participantes, representando 58% de um total de 76 pessoas. Quanto à faixa etária os números são similares, sendo 48% jovens de até 25 anos. No que diz respeito à renda familiar mensal, aqui a defesa de público alvo adotada pelo cliente se comprova e justifica, sendo que a maioria recebe de R$ 3.000,00 até R$ 7.499,00 (33%), seguido de acima de R$ 7.500(29%). Quanto ao local de residência, foi possível identificar diversas localidades do país, até mesmo de outras regiões, entretanto a maioria pertence à cidade vizinha de Blumenau (23,5%), como mostra a tabela a seguir:

Tabela 1: Local de residência do público CIDADE

ENTREVISTADOS

%

Balneário Camboriú

9

12%

Blumenau

18

23,5%

Brusque

3

4%

Camboriú

2

2,5%

Curitiba

2

2,5%

Espírito Santo

1

1,3%

Florianópolis

4

5,2%

Imbituba

1

1,3%

Indaial

2

2,5%

Itajaí

5

6,5%


42

Jaraguá do Sul

12

15,5%

Joinville

6

8,3%

Natal/RN

1

1,3%

Navegantes

2

2,5%

São Paulo

1

1,3%

Timbó

6

8,3%

União da Vitória

1

1,3%

TOTAL 76 Fonte: Desenvolvido a partir de dados coletados em pesquisa

100,0%

É perceptível na tabela que 92% destes residem em Santa Catarina. Estes turistas ou visitantes concordam com o sábado como sendo a melhor opção para frenquentar a festa (41,5%) e 82% deles costuma prestigiar o evento de 1 a 3 vezes. Para eles esta é uma festa de classe média (75% das respostas) e na sua opinião sobre o que deveria ser melhorado na festa, o destaque ficou para estacionamento (41,7%), pois (30%) já teve problema em relação a esta estrutura da festa. Ao mesmo tempo em que a atração preferida por eles é o show de bandas (20,8%), a maioria acredita que este é um aspecto que poderia ser melhorado (26,3%), da mesma maneira como pode ser observado na análise da anterior com os Pomerodenses. Os turistas e visitantes confirmam o posicionamento almejado pelo cliente quando declaram que para eles a Festa Pomerana é sinônimo de tradição alemã (36%) e diversão familiar (34%). Por fim, os principais meios pelos quais costumam receber notícias ou informações sobre a festa são boca a boca e Internet.

4.3 Relação entre as respostas dos moradores e as dos turistas e visitantes

Analisando-se a média entre as duas pesquisas realizadas pela agência Folks, pôde-se perceber que as mulheres são a maioria, totalizando 59%, e 41% são homens, de 329 entrevistados. O intervalo entre as idades que mais freqüentam a festa é grande, pois em primeiro lugar, 42% têm até 25 anos e em segundo lugar, 21% possuem uma idade superior a 45 anos. Sendo que do total de entrevistados, 56% não nasceu em Pomerode.


43

No que diz respeito à renda familiar mensal, o valor obtido como resposta da maioria, 33%, foi de uma média de R$ 2.250,00. Mais detalhes seguem no Gráfico 1:

3%

23%

16%

Até R$ 600,00 R$ 600,00 a 1.499,00 R$1.500,00 a 2.999,00 R$3.000,00 a R$7.499,00

25%

33%

Mais de R$7.500,00

Gráfico 1: Renda familiar mensal Fonte: Desenvolvido pelas autoras

Quando questionados a respeito do maior atrativo da cidade, ambos os públicos escolheram a Festa Pomerana em maioria. Somando as respostas obteve-se um total de 48% de importância para o evento.

Do total de entrevistados 56% não são naturais de Pomerode, e quanto aos melhores dias para frequentar a festa, a maioria afirma ser o sábado, sendo 48%. Os valores dos demais dias seguem no Gráfico 2 a seguir:

11%

3% 3% 5%

Segunda-feira

10%

Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira

18% 48%

Sexta-feira Sábado Domingo

Gráfico 2: Melhor dia para frequentar a festa Fonte: Desenvolvido pelas autoras

Dos 100% que participam da festa, 83% apenas frequenta, sendo 8,2 os que além de frequentar participam das atividades e 5% que auxilia na organização. Quanto à quantidade de dias em que prestigiam ao evento, a opção de 1 a 3 dias confirmada em ambas as pesquisas, juntas somam 68% das respostas, conforme o Gráfico 3 que segue:


44

7 ou mais

11,5%

4a6

20,5%

1a3

68,0%

0%

10%

20%

30%

40%

50%

60%

70%

80%

Gráfico 3: Quantidade de dias que frequentam a festa Fonte: Desenvolvido pelas autoras

De acordo com o que foi apresentado anteriormente, os moradores de Pomerode acreditam ser a Festa Pomerana um evento popular, enquanto que os entrevistados pela Internet julgam ser de classe média. Relacionando os dados obtidos a respeito da opinião dos frequentadores da festa quanto à classe social para a qual esta é destinada, obteve-se uma média entre dois valores equiparados, conforme demonstra o Gráfico 4 a seguir:

Popular

Média

Elitizada

49%

0%

20%

4%

47%

40%

60%

80%

100%

Gráfico 4: Classe social do público que frequenta a festa Fonte: Desenvolvido pelas autoras

Para 49% a festa é considerada popular, enquanto que 47% julgam ser de classe média. Os que consideram a festa um evento de muito prestígio somam juntos 88,3%


45

das respostas, 86% julga a qualidade das instalações do evento como sendo ótima e para 61% a festa é estimulante. Quando questionados a respeito do que mais gostam da festa a maioria ficou classificada na opção Outros, que incluiu nas respostas de 20,5% o chope e tudo (gostam de todas as atrações). O Gráfico 5 demonstra as demais opções respondidas a seguir:

25,00%

20,5% 18%

20,00% 15,00% 10,00%

11%

10,5%

13% 10%

5,5%

5,00%

3,5%

5,5% 1,3%

1,3%

0,00%

Apresentações Culturais

Casamento Pomerano

Competições típicas

Desfiles

Gastronomia

Majestades

Parque Infantil

Show de Bandas

Outros: Tudo; Chope

Feiras

Festbitter

Gráfico 5: Atração preferida pelos frequentadores Fonte: Desenvolvido pelas autoras

Os shows se confirmam como o que pode prioritariamente ser melhorado na festa, representando a escolha de 38%, seguido pela opção outros com 27% e estacionamento com 22%, entre as mais relevantes. Assim como a opção novas bandas representou 37% das respostas, como mudança desejada para a festa. Consideram ótima a organização do evento 95% dos entrevistados e a maioria (49%) das pessoas dizem não ter se incomodado com nada durante a festa. Entretanto, algumas pessoas mencionaram terem tido problemas em relação a alguns fatores, conforme ilustra a Gráfico 6 a seguir:


46

49% 7% 1,0% 11% 0,5% 18,5% 13,5% 0,00%

5,00%

10,00%

15,00% 20,00%

25,00%

30,00% 35,00%

Banheiros

Estacionamento

Alimentação

Segurança

Transporte

Nenhum

40,00% 45,00%

50,00%

Filas

Gráfico 6: Problemas encontrados Fonte: Desenvolvido pelas autoras

Para os frequentadores da festa, esta está associada, primordialmente, à tradição alemã (30%), em seguida à diversão familiar (29%) confirmando o posicionamento fornecido pelo cliente, novamente. Sendo que para 29% o turista ou visitante é visto como alguém que traz lucro para o comércio. As mídias que surtiram maior efeito para o conhecimento e divulgação da festa tanto para os turistas, visitantes, como moradores da cidade foram o boca a boca com 32% das respostas, seguido pelo material impresso com 17%. Demais valores correspondentes às respostas estão disponibilizados no Gráfico 7 a seguir:

32%

Boca a boca

35% 30% 25% 20%

Cartazes/flyers

17% 10,3% 12,5%

Internet

6% 12% 7,5%

Jornal

15%

Outdoor

10%

Rádio

5% 0%

Gráfico 7: Mídias os entrevistados ficaram sabendo a respeito da festa Fonte: Desenvolvido pelas autoras

TV


47

Demais gráficos e tabelas que ilustram os dados e valores apresentados nos resultados das pesquisas podem ser encontrados nos Apêndices 3, 4 e 5 deste relatório e o questionário aplicado no Apêndice 2. A partir dos dados obtidos por meio da aplicação e análise desta pesquisa e das informações fornecidas pelo cliente no momento do briefing e em pesquisa de opinião fornecida pelo mesmo, além da análise situacional foi possível realizar a Análise Swot apresentada no capítulo a seguir.


48

5 ANÁLISE SWOT

A Análise Swot é uma etapa crucial para o desenvolvimento do plano de ação, o qual tem como objetivo diminuir possíveis carências e ameaças e ressaltar pontos fortes e oportunidades.

Através da metodologia Swot é possível fazer a análise da situação da organização em relação ao seu ambiente e em relação aos seus concorrentes. Os dois primeiros itens – forças e fraquezas – estão relacionados à análise dos aspectos internos da empresa e devem ser sempre relativos aos congêneres, ou concorrentes. Já os dois itens seguintes – oportunidades e ameaças – estão relacionados ao meio externo à empresa. (PÚBLIO, 2008, p. 23)

A pesquisa realizada pela agência identificou que maior parte dos moradores e dos turistas prestigia a festa, a consideram estimulante, estão satisfeitos com suas instalações e com sua organização. Do total, 89% dos pomerodenses afirmam que não tiveram nenhum problema em relação à Festa Pomerana e todos os entrevistados da cidade associam o evento a coisas positivas, como diversão familiar, animação e tradição alemã. Os turistas que comparecem à festa são bem vistos pelos residentes, que os recebem como novos amigos e como forma de movimentar o comércio da cidade. Todos esses pontos comprovam a percepção positiva do público em relação à Festa Pomerana. A época em que acontece o evento pode ser considerada uma força, pois o mês de janeiro é um período de férias e muitos turistas visitam o estado. Além disso, a maior parte das festas catarinenses se concentra no mês de outubro, o que diminui a possível concorrência com a Festa Pomerana. Essas celebrações de outubro também funcionam como uma oportunidade em outro aspecto. Lideradas pela Oktoberfest de Blumenau, as festas realizam uma intensa divulgação, o que chama atenção para o estado, logo, para as culturas européias aqui existentes. Tudo isso reflete no conhecimento da Festa Pomerana. De acordo com a pesquisa realizada, a maioria das pessoas que freqüentam o evento prefere visitá-lo no final de semana, principalmente sexta-feira e sábado. Esse fluxo excessivo pode prejudicar o funcionamento no fim de semana, ao causar desconforto para os freqüentadores, com filas e estacionamento. Para provocar uma maior assiduidade poder-se-ia diferenciar as atividades oferecidas de acordo com os dias


49

da semana. Variar a programação todos os dias para que os participantes sempre tenham motivos para voltar. A maioria dos entrevistados afirma visitar a Festa Pomerana no máximo três dias. Isso pode ser causado pela programação que é igual todos os dias, com pouca diferenciação de atividades e apresentações. Numa festa tradicional e familiar como a Pomerana, é fundamental a participação efetiva dos visitantes, tanto no consumo quanto nas atividades oferecidas. O resultado é um envolvimento maior com o evento. Porém, dos entrevistados pomerodenses, apenas 10% participam das atividades da festa e, dos turistas questionados, nenhum participa. As agências de turismo são um forte público intermediário para a Festa Pomerana. São elas que fazem parte do contato com o turista de outros estados. Devido a isso, é essencial que haja material sobre o evento nesses locais, tanto para informar os postos quanto para distribuir aos turistas em potencial. Estreitar a relação com essas agências é uma boa oportunidade para reforçar a imagem da Festa Pomerana. Outras formas de divulgar o evento é fortalecer a utilização da assessoria de imprensa.

A assessoria de imprensa tem como função divulgar e infrmar fator relacionados a organização, seja o lançamento de um produto, seja algum fato envolvendo a empresa. A assessoria de imprensa compreende todo um estudo e preparação de material para a sua divulgação, como press releases, kits de fotografia, brindes, etc. (LUPETTI, 2007, p. 108)

A participação em feiras de eventos relacionados ao turismo também ajuda a difundir a imagem da festa. Formas diferenciadas de comunicação como o marketing de guerrilha ou virais podem ser técnicas de baixo custo para promover a Festa Pomerana, reforçar a imagem positiva da cidade e aumentar o share of mind do evento. Algumas dessas ações já foram utilizadas na última edição da festa e gerou mídia espontânea, o que prova a eficácia das estratégias. As ameaças à Festa Pomerana são constituídas de itens que vão de influências climáticas a concorrência. A chuva ocasional pode interferir no fluxo de pessoas na festa, como aconteceu em 2008. A enchente de novembro daquele ano afetou a região do Vale do Itajaí e prejudicou o acesso as principais rodovias que levam a Pomerode, em especial a SC-416 que dá acesso a região norte do estado.


50

Já as diversas opções turísticas de Santa Catarina competem pela atenção do visitante. Entre a variedade de praias do litoral, o parque temático Beto Carrero e as opções de roteiros ecológicos e históricos, o turista pode não possuir tempo ou disposição para conhecer também a Festa Pomerana. Ao mesmo tempo, estes atrativos podem ser uma oportunidade, pois atuam como um chamariz para pessoas de outros estados. É possível que o turista que vem para o litoral decida passar um ou mais dias conhecendo a Festa Pomerana. Outra ameaça para o evento é a Sommerfest, de Blumenau. A celebração acontece na mesma época da Festa Pomerana e possui as ‘Noites da Oktoberfest’. Estas têm traços em comum com o evento de Pomerode, pois enfatizam a tradição germânica. Assim, o público curioso em experimentar a cultura alemã pode ser atraído pelo evento blumenauense. No entanto, as duas festas são parceiras, pois no site da Sommerfest pode ser encontrado um link para o da Festa Pomerana. Isso significa que o sucesso de uma pode refletir na participação do público outra, e vice versa. Na sequência, o Quadro 4 traz um resumo para facilitar a visualização da Análise Swot:

PONTOS FORTES • • • • • • • • •

A Festa é prestigiada pelos pomerodenses. 97% dos pomerodenses acham as instalações da festa positivas. A maioria dos habitantes considera a festa estimulante. 89% dos pomerodenses não tiveram nenhum problema em relação à festa. Nenhum pomerodense tinha reclamações em relação à organização do evento. Os pomerodenses associam a festa a coisas positivas. A maioria dos pomerodenses associa o turista que vai à Festa Pomerana a coisas positivas. Época em que acontece a festa. OPORTUNIDADES

POSSÍVEIS CARÊNCIAS • • • •

Melhor relacionamento com agências de • turismo. • • Utilização intensificada da assessoria de • imprensa. • Formas diferenciadas de comunicação. • Atividades diversificadas oferecidas de acordo com os dias da semana. • Variedades turísticas do estado na época da festa. • Promoção de festas de outubro. Quadro 3: Análise Swot Fonte: Desenvolvido pelas autoras

As pessoas preferem frequentar a festa nos finais de semana ou nos dias gratuitos. A maioria das pessoas comparecer à festa apenas de um a três dias. Apenas 10% dos habitantes que comparecem à festa participam das atividades (desfiles, apresentações e competições). Não possuir material para promover a festa para agências de turismo.

AMEAÇAS Influências climáticas. Variedades turísticas do estado. Sommerfest.


51

6 POSICIONAMENTO

Para tomar decisões estratégicas sobre quais investimentos realizar, que tipo de comunicação utilizar e que lugar ocupar na mente do público-alvo, foi utilizado o posicionamento por atributos como conceito chave do plano de comunicação. Lupetti (2007, p. 78) afirma que “o que torna a pessoa inconfundível são seus atributos.” De acordo com a autora, esta estratégia ressalta o diferencial do produto e, neste caso, do evento. A partir deste conceito é possível estabelecer uma posição satisfatória no mercado e fortalecer a imagem atual do evento, de uma festa que proporciona diversão familiar e destaca a tradição alemã. Busca-se uma diferenciação perante a concorrência, no sentido de se colocar como uma celebração alemã voltada, principalmente, a famílias. Além disso, diferentemente de outras festas catarinenses, esta ocorre no mês de janeiro.

Objetivo de marketing Aumentar o número de freqüentadores em 10% em relação ao ano anterior.

Objetivo de comunicação •

Reforçar a Festa Pomerana na mente de quem já a conhece.

Tornar o evento conhecido para novos turistas.


52

7 AÇÕES DE COMUNICAÇÃO E DEFINIÇÃO DE ESTRATÉGIAS

Este capítulo traz uma descrição das ações de comunicação a serem utilizadas na campanha, bem como as estratégias definidas para atingir os objetivos propostos.

7.1 Estratégias

As estratégias foram deliberadas em função das análises realizadas, dos objetivos estabelecidos, dos concorrentes e do posicionamento definido para o produto. A estratégia realizada será por posicionamento. Esta sugere que uma marca necessita agregar valores que conquistem o consumidor para o qual o produto e/ou serviço é destinado (LUPETTI, 2007). Por meio desta estratégia é possível conceituar a Festa Pomerana, fixar sua imagem no mercado e informar seus atributos, visando estabelecer e valorizar o evento.

Campanha: Guarda-Chuva De acordo com Lupetti (2007, p. 101), esta campanha “caracteriza-se por conceituar a empresa, fixar sua imagem e informar sua linha de produtos, com o objetivo de estabelecer e reconhecer a marca da empresa e de seus produtos”. O conceito guarda-chuva contempla a combinação de, pelo menos, duas campanhas distintas, neste caso será utilizada a institucional e a de propaganda.

Objetivos Esta campanha tem como objetivo atrair novos turistas para a Festa Pomerana, ao mesmo tempo em que reforça sua imagem para aqueles que já a conhecem.

Justificativa Os organizadores do evento estabeleceram o objetivo de marketing de crescimento de 10%, por isso é importante promover a festa, mas com cautela. É necessário que haja o crescimento, mas é importante que este não ultrapasse o que a estrutura da festa comporta. Por isso, a campanha é focada em ações localizadas e objetivas, não de massa.


53

Públicos Homens e mulheres, classe ABC, todas as idades, principalmente famílias.

Investimento R$ 150.000,00.

Meios Para as ações de comunicação vamos utilizar diferentes meios e veículos. Estes foram selecionados a partir da pesquisa de opinião realizada pelo cliente. Os meios apontados são os que tiveram maior influência na mente do freqüentador da festa. São eles: Jornal (9,1%), Rádio (7,6%), Internet (7,1%), Outdoor (5,6%), TV (4,8%). Além disso, serão realizadas assessoria de imprensa, material para feiras e agências de turismo, ações de guerrilha, flyer, folder e anúncio e encarte em revista. A assessoria de imprensa é uma ferramenta já utilizada pelo cliente que trouxe resultados positivos, principalmente no último ano, portanto, sua utilização é essencial para o sucesso da campanha. Flyer e folder já são utilizados, por exemplo, nas ações de panfletagem que os organizadores realizam no litoral catarinense, então este ponto será apenas reforçado. Estas peças são importantes para informar mais detalhadamente sobre o evento em questão. Por meio deles, pode-se divulgar a data da festa, a programação, os preços, etc. O anúncio em revista e/ou encarte também já é uma prática de campanhas anteriores. Este é menos informativo do que os flyers, porém traz mais detalhes do que meios como rádio e televisão. As ações de guerrilha da campanha passada podem ser reconhecidas na panfletagem ou blitz feitas no litoral. A agência pretende intensificar estas ações e propor novas formas para criar maior interação com os turistas e visitantes. Será feito também o material para as feiras, que já são uma prática da organização da festa, mas que merecem destaque.

As feiras e exposições se caracterizam por expor e vender os produtos. Ambos são os eventos mais comuns e um dos seus objetivos é demonstrar projetos futuros da empresa. Muitas delas aproveitam a oportunidade para fazer pequenos testes com o produto (...). Outra finalidade das feiras e exposição é a prospecção de clientes. (LUPETTI, 2007, p. 96)


54

O material para agências de turismo é uma nova prática na campanha da Festa Pomerana. Foi uma requisição do cliente e sua importância foi reforçada por meio da pesquisa feita pela agência. Neles, serão colocadas informações como características do evento, atrativos, mapas, possíveis locais de hospedagem, etc.

Defesa de Criação O conto de fadas faz parte do imaginário coletivo. É passado de geração a geração e instiga a fantasia na mente de todos que ouvem. É um mundo mágico, que remete a sonho, diversão, onde família e tradição se encontram. Resgatar a ideia do conto de fadas seria, no caso da Festa Pomerana, resgatar a cultura. No século XVIII, dois irmãos se encarregaram de registrar as diversas fábulas que habitavam o imaginário popular na Europa. Eram os alemães Jacob e Wilhelm Grimm. A contribuição dos Grimm à Alemanha transcende o registro de histórias; eles contribuíram com o dicionário alemão e com os estudos da língua. Utilizá-los como referência condiz com a identidade germânica do evento. O conceito Conto de Fadas é abordado de maneira a contar as tradições pomeranas. No layout de todas as peças, foram utilizados símbolos do mundo da fantasia, como natureza, roupas clássicas, personagens típicos (majestades, músicos, Festbitter) tudo feito a partir de ilustrações. Estes desenhos remetem às ilustrações de livros infanto-juvenis, assim como os contos dos Grimm. Nas peças eletrônicas, o Festbitter – o anunciante oficial da Festa Pomerana – narra a trajetória dos primeiros imigrantes alemães, tratados como grandes aventureiros que descobriram uma terra mágica. Em seguida, são destacadas as principais atrações do evento, com uma trilha que representa festividade e alegria. Um convite para a família inteira desfrutar da Festa Pomerana é feito, junto com informações sobre as datas, o local e o site do evento. O comercial reforça a ideia de contos de fada ao apresentar um livro em que imagens correspondentes ao texto surgem ao longo da fala do Festbitter. Tanto no roteiro do comercial quanto do spot de rádio, frases e palavras como “Era uma vez...”, “homens aventureiros” e “magia” fazem com que o texto esteja nos moldes das fábulas. Desse modo, o spot – que não conta com o impacto visual do comercial – é coerente ao mote e à campanha.


55

Nas peças gráficas (folder, flyer, anúncios, outdoors...), a ideia de conto de fadas é representada pelo texto, pelas fontes utilizadas e pelo layout. No folder e flyer, assim como nas peças eletrônicas, o texto utiliza frases de fábulas (como o tradicional “Era uma vez”) e conta um pouco sobre a história da cidade antes de destacar as atrações da Festa Pomerana. Foram usadas as fontes Dumbledore 1 e Deutsche Zierschrift, ambas de fácil leitura e semelhantes ao manuscrito dos livros infantis clássicos. As ilustrações também estão presentes e representam os conceitos do evento: alegria, família, Alemanha (através da bandeira ilustrada) e fantasia (com os personagens da Festa). O Portal de Pomerode também é destacado, de forma que simbolize a cidade. Há a utilização de uma faca especial para diferenciar este material dos de outras celebrações catarinenses. O outdoor e o anúncio seguem a mesma linha, porém com textos mais curtos. Em todas as peças gráficas, há o predomínio de tons pastel e a cor verde (por representar a natureza e o ambiente de contos de fada). O fundo de madeira remete ao artesanal e rústico. Na Internet, foram utilizados banners semelhantes às peças impressas. Já site oficial do evento conta com fotos, vídeos, informações sobre as atrações e a história da Festa. Todas mantém a identidade visual e textual das demais peças. Por fim, os press kits foram elaborados para parecerem com um livro. Ao abrilo, percebe que na verdade trata-se de uma caixa, a qual contém um convite para a Festa, um folder do evento e pen-drive com informações sobre a Festa e um vídeo institucional sobre a cidade de Pomerode. Neste, são evidenciados outros atrativos do município também como o zoológico e a arquitetura. Todas as peças, além de promover a Festa Pomerana, servem para diferenciar este evento de outros semelhantes na região do Vale do Itajaí. As tradições germânicas são celebradas em um ambiente familiar, com atrativos para crianças e adultos. O mote e as peças reforçam isto e convidam todos para a festa mais alemã do Brasil.


56

Peรงas

Cartaz A2

Figura 6: Cartaz A2 Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


57

Encarte Revista – Frente e Verso

Figura 7: Encarte de revista Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


58

Flyer – Frente e Verso

Figura 8: Flyer Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


59

Folder – Externo

Figura 9: Folder Externo Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


60

Folder – Interno

Figura 10: Folder Interno Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


61

AnĂşncio Jornal

Figura 11: AnĂşncio Jornal Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


62

Banner Internet

Figura 12: Banner Internet Fonte: Desenvolvido pelas autoras.

Outdoor

Figura 14: Outdoor Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


63

Site

Figura 13: Site Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


64

Caixa Press Kit

Figura 15: Caixa Press Kit Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


65

Convite Caixa Press Kit

Figura 16: Convite Caixa Press Kit Fonte: Desenvolvido pelas autoras.

M贸bile

Figura 17: M贸bile Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


66

Roteiro da produção de vídeo

Título: Entre para essa história. Cliente: Secretaria de Pomerode – Festa Pomerana Roteiro e Produção Executiva: Aline B. Marchese, Aline M. Silva, Bruna F. Barros, Camila Beaumord, Marcelle Cerutti Orientador: Prof. Rafael José Bona Sinopse: Em forma de história o VT narra o surgimento da festa e suas principais atrações. Vídeo

Áudio

CENA 1: LIVRO DA

Téc: Roda trilha de

FESTA POMERANA.

conto de fadas e vai a BG Loc. Off: Era uma vez,

Mostra livro da festa, que se abre. CENA 2: LIVRO DA

homens aventureiros

FESTA POMERANA.

que saíram em uma jornada fantástica.

Mostra livro aberto, surgem imagens de um mapa e caravela que se movimenta. CENA 3: MAPA SC.

Em Santa Catarina, formaram a cidade mais

Página vira, mostra mapa de Santa Catarina se formando e imagens de Pomerode

alemã do Brasil, Pomerode

Story Board


67

CENA 4: POMERODE.

Todos os anos as tradições alemãs são

Página vira, surge portal

resgatadas na Festa

de Pomerode, bandeira

Pomerana.

alemã e homem com chope. CENA 5:

Téc: Roda trilha de

PERSONAGENS

música alemã animada

ENCANTADOS.

e vai a BG Descubra uma terra encantada, onde a

Surge imagem do portal com princesa, músico e Festbitter em uma carruagem.

culinária típica e o chope artesanal se misturam à danças, apresentações e competições.

CENA 6: CHAMA A FAMÍLIA. Página vira, mostra uma

Traga sua família e entre para essa história.

família.

CENA 7: CHAMA A FAMÍLIA.

Festa Pomerana. De 14 a 23 de janeiro em Pomerode.

Mostra data, local da

Acesse o site

Festa e site. Livro se

festapomerana.com.br

fecha..

Quadro 4: Roteiro da produção de vídeo Fonte: Desenvolvido pelas autoras.


68

Roteiro da produção de rádio SPOT 30” Título: Entre para essa história. Cliente: Secretaria de Pomerode – Festa Pomerana Roteiro e Produção Executiva: Aline B. Marchese, Aline M. Silva, Bruna F. Barros, Camila Beaumord, Marcelle Cerutti Orientador: Prof. Rafael José Bona Título do roteiro:

Entre para essa história.

Locutor:

Loc 1: Homem

Duração:

30”

TEC

Loc 2: Mulher

RODA TRILHA SUAVE, ESTILO CONTO DE FADAS. TRILHA ENTRA EM BG.

LOC

ERA UMA VEZ HOMENS AVENTUREIROS QUE SAÍRAM EM UMA JORNADA FANTÁSTICA. EM SANTA CATARINA, FORMARAM A CIDADE MAIS ALEMÃ DO BRASIL, POMERODE. TODOS OS ANOS AS TRADIÇÕES ALEMÃS SÃO RESGATADAS NA FESTA POMERANA. ENTRA TRILHA ALEMÃ ANIMADA.

TEC

VAI A BG.

LOC

DESCUBRA UMA TERRA ENCANTADA ONDE A CULINÁRIA TÍPICA E O CHOPE ARTESANAL SE MISTURAM À DANÇAS, APRESENTAÇÕES E COMPETIÇÕES. TRAGA SUA FAMÍLIA E ENTRE PARA ESSA HISTÓRIA.

LOC 2

FESTA POMERANA. DE 14 A 23 DE JANEIRO NO PAVILHÃO DE EVENTOS

DE

POMERODE.

FESTAPOMERANA.COM.BR Quadro 5: Roteiro da produção de rádio Fonte: Desenvolvido pelas autoras.

ACESSE

O

SITE:


69

8 PLANO DE MÍDIA O plano de mídia é elaborado para estabelecer os objetivos, estratégias e táticas de mídia utilizadas, a forma com que serão veiculadas as inserções e seu período de duração, ajudando na organização dos meios e veículos utilizados.

8.1 Objetivo de mídia

Por meio de um mix de mídia direcionado ao público-alvo, homens e mulheres, classe ABC, todas as idades, principalmente famílias catarinenses, a campanha será veiculada com alcance de 80%, freqüência média de 7. Terá duração de dois meses, dezembro e janeiro, com concentração na primeira quinzena do mês janeiro.

8.2 Período de campanha

Dezembro e janeiro, porém o material para agências de turismo será enviado em julho e algumas ações de guerrilha acontecerão também no mês de outubro.

8.3 Estratégias de mídia

8.3.1 Mercado-alvo Estado de Santa Catarina.

8.3.2 Meios de Comunicação e Veículos de Comunicação:

8.3.2.1Guerrilha

Levinson (2004) explica que o termo “marketing de guerrilha” provém da guerrilha bélica. Em outras palavras, é um tipo de guerra não convencional na qual o principal artifício é a ocultação e extrema mobilidade dos combatentes, chamados de guerrilheiros. O autor explica, a partir desta definição, que o marketing de guerrilha se apropria de formas não convencionais para executar suas atividades de comunicação, com orçamentos “apertados” na maioria das vezes.


70

Assim, o marketing de guerrilha vem ganhando destaque no mundo todo. Visto que seus custos são mais baixos que os da propaganda tradicional, esta pode ser uma boa alternativa para a divulgação de empresas e marcas que possuem recursos financeiros limitados, já que a guerrilha emprega táticas pouco convencionais. No entanto, o marketing de guerrilha não é restrito a pequenas companhias. Hoje em dia, muitas empresas utilizam esta estratégia em seu mix de marketing para atingirem seus públicos-alvo e trazerem atitude para suas marcas. Para a Festa Pomerana, o marketing de guerrilha será a mídia básica, tendo em vista que esta estratégia gera considerável mídia espontânea em outros veículos como os portais da Internet YouTube (vídeos), Twitter (microblog), Facebook e Orkut (mídias sociais). O assessor de imprensa se encarregará de enviar releases para os principais jornais catarinenses e de estados vizinhos (Paraná, Rio Grande do Sul e até mesmo São Paulo) com informações sobre cada ação. Com isso em mente, foram estabelecidas cinco ações de guerrilha, distribuídas entre sete cidades catarinenses. Em primeiro lugar, seria interessante se houvesse uma ação de panfletagem na Oktoberfest, principal festa catarinense alemã no mês de outubro. Os visitantes deste evento geralmente têm interesse na cultura germânica e suas tradições, em especial a gastronomia, chope e música. A programação da Festa Pomerana engloba esses três elementos e a celebração ocorre três meses após a Oktoberfest. Deste modo, a distribuição de panfletos da Festa Pomerana nesse local seria adequada. Pode-se organizar uma van com as majestades pomerodenses em um fim de semana em outubro de 2010 para a realização da ação. A ação dois seria na própria cidade de Pomerode. Um ator caracterizado como o personagem Festbitter, o anunciante oficial da Festa Pomerana, divulgaria o evento enquanto cavalga pelas ruas do município. Ele carregaria um megafone para espalhar informações pertinentes da festa, como as datas, horários dos desfiles, nomes das bandas convidadas, entre outras. Esta ação é interessante, pois o Festbitter convidará os habitantes da cidade de uma forma inusitada, semelhante aos personagens anunciantes nas cortes de contos de fada. Já a ação três ocorreria nas principais praias do litoral catarinense. Dois atores representarão uma das tradições da Festa Pomerana – o concurso de serração de lenha. As majestades aproveitarão para distribuir flyers enquanto músicos alemães tocarão ao vivo para animar a competição.


71

Balneário Camboriú, Bombinhas e Florianópolis foram os municípios escolhidos para sediar esta ação, devido ao intenso fluxo de turistas destas cidades no verão. O site do Governo do Estado informa que a população de Balneário Camboriú cresce para um milhão durante os primeiros meses do ano, sendo que 800 mil destes são considerados moradores, isto é, pessoas que residem no local por mais de um mês. Já em Florianópolis, a capital do estado, a população ultrapassa um milhão de pessoas no verão, e este número é quase dobrado nas primeiras semanas do ano, após o Réveillon. A ação quatro contará com o apoio de uma das choperias patrocinadoras do evento. Acontecerá nos shoppings centers das cidades Blumenau (Shopping Neumarkt), Joinville (Shopping Mueller), Jaraguá do Sul (Shopping Breithaupt), Florianópolis (Beira Mar Shopping) e Balneário Camboriú (Balneário Camboriú Shopping e Atlântico Shopping). Os três primeiros foram escolhidas devido ao grande número de interessados na festa que residem nestes municípios, identificados por meio da pesquisa realizada pelo cliente após a 27ª Festa Pomerana (Anexo 1). Florianópolis e Balneário Camboriú foram selecionadas por abrigarem mais de um milhão de pessoas no verão, conforme citado anteriormente. Nos locais selecionados, haverá a distribuição de amostras de chope enquanto as majestades distribuem flyers com informações sobre a festa. Os mesmos músicos escolhidos para a ação três também estarão presentes, animando o local com típicas canções alemãs. Por fim, a ação cinco contemplará um café da manhã tipicamente alemão servido em três hotéis de Balneário Camboriú, o Plaza Camboriú e o Parnaso Hotel. A escolha dos mesmos se deu pela localização privilegiada no centro da cidade e por serem hotéis de classe AB que recebem em torno de 400 hóspedes por dia na alta temporada. A idéia é realizar uma parceria com os hotéis, que disponibilizarão os espaços dos restaurantes para a promoção desta ação. Juntamente com o café da manhã fornecido pelo hotel, estará uma mesa com um buffet proveniente da confeitaria Torten Paradies, que contará com cucas caseiras, bolos, tortas recheadas, strudel, pães e salgados. Além disso, estarão presentes dois modelos caracterizados com roupas alemãs, uma mulher e um homem, que farão o convite para os hóspedes experimentarem a culinária e distribuirão folders da festa. O resumo financeiro e o cronograma das ações de marketing de encontram-se no item 8.6. Um orçamento detalhado, com os valores de todos os gastos em cada ação (inclusive transporte, lanches, fantasias, etc.) se encontram no anexo 2.


72

8.3.2.2 Televisão3

A televisão é um meio de alto alcance nos diversos pontos do Brasil. Por meio dela é possível abordar o espectador de várias formas, pelo apelo visual, auditivo, pela emoção, pela comédia, entre outras. A vantagem da imagem em movimento é uma característica que poucos meios podem oferecer como o televisor, o que o torna uma forma de anúncio ainda mais valiosa. Enfim, sua cobertura, gama de possibilidades audiovisuais e familiaridade com o consumidor faz da TV um meio importantíssimo para uma campanha de grande alcance, que é o caso da Festa Pomerana. Na televisão foram utilizados os veículos com maior visibilidade no país e no estado, que ocupam o primeiro e segundo lugar na audiência geral, respectivamente, RBS TV (Filiada Rede Globo) e RIC Record. As inserções nestes veículos duram em torno de 1 mês. Têm início na segunda parte do mês de dezembro, onde o foco é simplesmente o alcance. Na primeira quinzena de janeiro, as inserções aumentam, com o propósito de intensificar a lembrança da festa, que se aproxima. Na RBS foram escolhidos os programas Bom Dia SC, Sessão da Tarde e Jornal do Almoço. Os três podem ser assistidos por toda a família, que é o público-alvo da Festa Pomerana. As inserções terão 30” e serão feitas nas RBS Blumenau, RBS Joinville, RBS Criciúma, RBS Chapecó e RBS Centro-Oeste, com exceção do Jornal do Almoço, que terá anúncio direcionado apenas para a RBS Blumenau. Juntas estas exibidoras alcançam 83,93% do número de habitantes de Santa Catarina, o que é fundamental para o plano que tem como foco o alcance acima da freqüência. Os jornais da manhã e da tarde são programas usuais para a família brasileira, que usa o televisor para saber notícias de sua cidade. A intenção é introduzir a Festa Pomerana no dia-a-dia da família de uma forma natural, por meio de um costume típico de sua rotina. O Bom Dia SC inaugura o dia de muitos brasileiros. As manhãs da RBS Blumenau, por exemplo, atingem mais de sete milhões de telespectadores, um número significativo para a Festa Pomerana, que pretende aumentar em pouco mais de 7.000 o número de visitantes.

3

Todos os dados estatísticos foram fornecidos pelas respectivas emissoras.


73

7,4 5,1 3,8 0,3 RBS TV

Emis.B

Emis.C

Emis.D

3,4 0,2

0,4

0,2

Emis.E

Emis.F

Emis.G

Outros

Gráfico 8: Manhã RBS Blumenau Fonte: RBS TV

O Bom Dia SC na RBS Chapecó representa 67% da audiência no horário, enquanto a RBS Criciúma representa 59%, a RBS Joiville pouco mais de 61% e a RBS Centro-Oeste quase 65%. Enfim, em todas as regiões anunciadas o jornal atinge mais da metade dos telespectadores. Além disso, em todos os lugares o perfil do público do Bom Dia SC é constituído principalmente de pessoas da classe ABC, acima dos 25 anos, o consumidor ideal da Festa Pomerana. Já o Jornal do Almoço, este se mostra um atrativo ainda maior para a região do Vale, principalmente. Atinge, em média, 26 milhões de telespectadores toda tarde, representando um total de 47% da parcela do mercado. A RBS Blumenau registra em suas tardes uma grande audiência que reflete tanto no primeiro jornal da tarde quando na Sessão da Tarde. Esta exibe filmes clássicos sem restrição de idade, é um programa para famílias ou donas de casa assistirem. O que também aborda o público alvo da festa. 17,9 11,5

RBS TV

Emis.B

Emis.C

4,0

2,9

1,1

0,0 Emis.D

Gráfico 9: Tarde RBS Blumenau Fonte: RBS TV

Emis.E

1,1

0,6

Emis.F

Emis.G

Outros


74

O público da Sessão da Tarde é formado em sua maioria, novamente, pela classe ABC, acima dos 25 anos. Audiência do programa representa, em média, 55% do total nas regiões anunciadas. Na RIC Record foram escolhidos três programas: SC no Ar, Jornal Meio dia e O melhor do Brasil. Serão feitas inserções na praça da Grande Florianópolis, o que representa quase 15% da população catarinense. Porém, por meio deste veículo intenciona-se atingir um público diferente, já que não foi anunciado na RBS Florianópolis, o que constitui em uma adição ao alcance. SC no Ar, que receberá inserções na RIC Grande Florianópolis, é exibido no mesmo horário do Bom dia SC e, possui, em média, 18% da audiência do horário. Este jornal funcionará, principalmente, como uma ferramenta para aumentar o alcance da campanha. Parte dos telespectadores da manhã que não assistem o Bom Dia SC, acompanham o SC no Ar. Outro programa selecionado pela Folks Multiagência foi O Jornal do Meio Dia. De acordo com informações do Ibope, disponibilizadas no site da RIC, o jornal é líder de audiência em Santa Catarina e possui quase 40% da audiência do horário na Grande Florianópolis. Com foco em notícias regionais, é uma opção feita por muitas famílias como meio de se informar sobre sua cidade e as proximidades. Por isso seria um programa ideal para a promoção da Festa Pomerana.

Gráfico 10: Jornal Meio Dia Fonte: www.ricsc.com.br


75

Por fim, foi indicado O Melhor do Brasil, um programa de variedades apresentado por Rodrigo Faro aos sábados. Este se tornou muito popular no último ano e tem como foco o entretenimento familiar, o público da Festa Pomerana. O Melhor do Brasil representa 16% da audiência do horário e vem complementar o alcance do presente planejamento.

Tabela 2: GRP da programação selecionada Programa

Audiência (%)

Nº de inserções

GRP

Bom Dia SC RBS Blumenau Jornal do Almoço RBS Blumenau Sessão da Tarde RBS Blumenau Bom Dia SC RBS Joinville Sessão da Tarde RBS Joinville Bom Dia SC RBS Criciúma Sessão da Tarde RBS Criciúma Bom Dia SC RBS Chapecó Sessão da Tarde RBS Chapecó Bom Dia SC RBS Centro-Oeste Sessão da Tarde RBS Centro-Oeste SC no Ar

3,97 26,15 14,46 7,22 25,87 6,62 28,59 6,73 20,3 7,94 21,37 2,8

7 4 7 7 7 7 7 7 7 7 7 6

27,79 104,6 101,22 50,54 181.09 46,34 200,13 47,11 142,1 55,58 149,59 16,8

Jornal do Meio Dia

15,8

6

94,8

O Melhor do Brasil

7,2

5

36

TOTAL Fonte: Desenvolvido pelas autoras.

1103, 39

As planilhas de veiculação de cada veículo apresentado encontram-se no apêndice 7 deste trabalho.

8.3.2.3 Rádio

A Folks Multiagência, em seu mix de ações para a campanha da Festa Pomerana, optou ainda por inserir uma programação de spots em rádio visando um apoio ao objetivo principal de reforçar a lembrança da festa para os públicos-alvo. Segundo Tamanaha (2006), para o rádio não existe restrição quanto ao nível de instrução ou de renda do consumidor, pois o único investimento necessário ao ouvinte é um aparelho cujo custo é relativamente baixo. Por sua característica de portabilidade, acompanha o ouvinte em vários locais e momentos, sendo considerado um


76

“companheiro” por gerar até mesmo uma grande afinidade e empatia pelo apresentador por parte do espectador. Por lidar apenas com o sentido da audição, por meio de efeitos e estímulos sonoros é possível recriar um universo para o ouvinte que o atrai e faz com que permaneça sintonizado na programação de uma emissora. Por possuir um dos menores custos absolutos por inserção em relação a outros meios, quando se deseja atingir uma alta frequência é uma alternativa bastante viável, e favorece ainda esta estratégia por ser instantâneo. Devido à abrangência do sinal das rádios, tem-se, na grande maioria, um alcance igualmente elevado. De acordo com Tamanaha (2006), à rádio AM cabe a característica de prestação de serviços de interesse da comunidade como os de utilidade pública e à FM, de modo geral, o entretenimento e música. Por ser um meio ágil, o rádio permite que a veiculação de um spot seja realizada no mesmo dia em que este é criado, havendo esta necessidade, sem tempo de espera para agendamento de horário na programação. O autor esclarece ainda que o rádio é o segundo meio em termos de penetração, com índice de 90%, sendo 82% destes referente à FM e 39% à AM, estando presente em 87,7%, em média, dos domicílios do Brasil (dados de 2005). No estado de Santa Catarina, praça em questão, são 1.628.000 domicílios com rádio em um total de 1.736.000 domicílios, em posse de 93,8% da população. Quanto à penetração do meio, de acordo com pesquisa realizada pelo instituto Ipsos Marplan sobre hábitos de consumo dos meios ou veículos, a rádio é ouvida pelo menos uma vez por semana pelas pessoas, em casa ou fora dela. Por ser uma mídia de apoio na campanha de divulgação da Festa Pomerana, o rádio tem como objetivo reforçar a lembrança da Festa Pomerana e trazer ao leitor informações como dias e local do evento de maneira criativa que instigue a imaginação, aproveitando-se dos recursos sonoros. Para este meio foram escolhidos onze veículos atuantes na região do Vale do Itajaí, provenientes de cidades que contém um importante público da festa. Da cidade de Blumenau as rádios selecionadas foram Rádio Mix FM, Rádio Nereu Ramos AM, Rádio 90,5 FM, Rádio Antena 1 FM e Rádio Guararema FM; de Pomerode a Rádio Pomerode AM e Rádio Portal FM; de Balneário Camboriú a Rádio Menina FM Litoral; de Jaraguá do Sul a Rádio 105 FM; em Timbó a Rádio 92 FM e em Joinville a Rádio Mais FM.


77

Em relação à divulgação da Festa Pomerada, pode-se considerar anunciar nas duas freqüências, AM e FM, pois um evento como este de cunho cultural que resgata as tradições dos moradores e ainda comemora o aniversário da cidade é tanto um serviço à comunidade divulgá-la, como uma oferta de atração de entretenimento.

BLUMENAU

MIX Litoral A Rádio Mix Litoral SC, freqüência 88,5 FM, atinge 20 municípios catarinenses, entre eles estão a Costa Esmeralda e o Vale do Itajaí, a cidade Bombinhas, Penha, Navegantes, Itajaí, Balneário Camboriú, Camboriú, Ilhota, Itapema, Porto Belo, Tijucas, Governador Celso Ramos e Biguaçu, totalizando um alcance de aproximadamente 500.000 pessoas. De acordo com pesquisa realizada pelo Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística - Ibope (2008), do público da rádio Mix 49,8% pertence à classe C, 49,4% à

classe AB e apenas 0,8% é da classe DE. A faixa etária que mais escuta a rádio fica entre 15 e 24 anos, num total de 50%, de 10 a 14 anos 29% e acima de 25 anos 21%. Sendo o perfil de público que se busca alcançar a classe AB, o alvo da Festa Pomerana, anunciar na rádio Mix é pertinente, pois é uma rádio cuja metade de seus ouvintes pertencem à classe em questão. Como nesta campanha o rádio está sendo utilizado como mídia de apoio, as inserções na Mix FM serão realizadas das 7 às 19 horas durante as três primeiras semanas de janeiro. Na primeira semana realizar-se-á uma inserção ao dia no período da tarde, pois nesta época ainda faltam 15 dias para acontecer a festa, na segunda semana serão duas inserções diárias, uma no período da manhã e outra durante a tarde, aumentando assim a frequência, pois é justamente a semana que antecede a festa e na terceira semana como a festa já está ocorrendo, apenas uma inserção diária para resgatar a lembrança das realizadas anteriormente. Do share da audiência, 10,3% está sintonizado na Mix do total de rádios ligados e o índice de audiência da rádio fica em 1,37%, contra 1,22% da rádio FM concorrente.


78

Rádio Nereu Ramos 760 AM Outra rádio escolhida pela Folks Multiagência para divulgar a Festa Pomerana foi Rádio Nereu Ramos, uma emissora que tem sua programação voltada para segmento do jornalismo, trabalhando o conceito de fazer uma rádio com o estilo Talk e News buscando sempre apresentar relação com a realidade do Vale do Itajaí, com informação internacional, nacional e estadual com o enfoque regional e local. Bastante tradicional da região de Blumenau, um dos públicos externos predominantes da festa, hoje a Rádio Nereu Ramos tem uma das maiores audiências das emissoras do estado em rádio AM, sendo referência em Santa Catarina quando o assunto é jornalismo no meio rádio. A Rádio Nereu Ramos é a emissora AM de Santa Catarina conta com uma potência de 25 mil watts, cobrindo mais de 100 cidades, dentre elas todo o Vale do Itajaí e Litoral Norte catarinense, com um público potencial de 3 milhões de ouvintes. As Regiões captadas pelo sinal são: Médio Vale do Itajaí, Alto Vale do Itajaí, Foz do Rio Itajaí-Açú, Litoral Norte, Vale do Rio Tijucas e Vale do Itajaí Mirim. É uma emissora com forte poder de opinião sobre os ouvintes, que possui um público ouvinte ativo na sociedade e nas classes empresariais, sendo estes formadores de opinião e com forte poder de decisão. Conta com a maior equipe de jornalismo do Vale do Itajaí em rádio, sendo a única Rádio AM de abrangência regional do Vale conhecida e reconhecida pela sociedade por sua marca tradicional, credibilidade e influência. Nesta rádio as inserções de spot ficaram concentradas apenas no período da manhã, durante os primeiros 23 dias do mês de janeiro, pois é o turno de maior pontuação de audiência da rádio, em torno de 10.000. Em relação às demais rádios da região com quem divide o share, a Nereu abrange 50% da audiência.

Rádio 90,5 FM Lite Hits A 90,5 FM é uma rádio Lite Hits de Blumenau, que abrange os municípios do Vale do Itajaí e contém um espaço para informações locais, pois busca valorizar a cultura da região onde está situada.


79

Figura 18: Municípios de Alcance Fonte: Extraído do material do arquivo fornecido pela rádio

Oferece uma programação especial com sucessos flash back, dos anos 70, 80 e 90, lançamentos da música contemporânea adulta e o fino da MPB. Direcionada a um público adulto AB, sendo 76% do total e entre 25 e 49 anos, formador de opinião, culturalmente ativo, com poder aquisitivo e amantes dos clássicos da música. O formato da programação foi elaborado para atender as exigências de ouvintes e anunciantes que querem qualidade. Única emissora do Vale do Itajaí dirigida ao segmento adulto qualificado 24 horas diárias. São 55 minutos de música por hora e blocos comerciais de apenas 1 minuto, com um índice de audiência de 1752, 1193 pontos a mais em relação à principal concorrente Antena 1, que possui 559, para a classe AB, público alvo da campanha.

Figura 19: Audiência nas classes AB Fonte: Dados fornecidos pela própria rádio.


80

No ano de 2010, a 90FM Lite Hits atendeu à Festa Pomerana praticando o valor de R$21,00 cada inserção. Com 8% de reajuste que sofreu a tabela comercial da rádio, para essa campanha, o valor de cada inserção fica em R$22,68, para Spot de 30”. Serão 3 inserções por dia, durante os primeiros 23 dias do mês de janeiro, um total de 57 inserções.

Rádio Antena 1 FM Fundada em 1982, a Fundação Luterana, mantenedora da antiga Rádio União, integrou-se à rede Antena 1 em abril de 2005. Há mais de quatro anos com a freqüência 96,5, a Antena 1 Blumenau é a rádio adulta mais ouvida durante todo o horário comercial, de segunda a sexta-feira, conforme pesquisa do IBOPE de 2007, realizada em Blumenau, está entre as rádios mais acessadas via Internet no estado de Santa Catarina e a abrangência on-line vem crescendo cada dia mais, conforme ilustra o mapa de alcance abaixo:

Figura 20: Abrangência Online da rádio Antena 1 Fonte: Extraído do material do arquivo fornecido pela rádio

O quadro no canto esquerdo inferior do mapa refere-se ao número de acessos por cidade, sendo 1 o menor número de acessos em uma mesma cidade e 1.111 o máximo, dados esses de 4 de Fevereiro de 2010. O público da rádio é de classe AB representando 79% da audiência, ambos os sexos (maioria feminina 54%), idade de 30 a 34 anos (38%) e de 15 a 24 anos (23%),


81

sendo 94% dos ouvintes ocupados, de acordo com informações fornecidas pela rádio, em pesquisa realizada no ano de 2007. A praça é de Blumenau, mas a abrangência da rádio atinge 57 municípios do Vale do Itajaí, Norte e Litoral Catarinense, conforme o mapa:

Figura 21: Abrangência da rádio Antena1 Blumenau Fonte: Extraído do material do arquivo fornecido pela rádio.

A Antena 1 é a emissora mais sintonizada em carros importados de luxo de acordo com dados fornecido pela rádio do IBOPE de São Paulo, levando o comercial ao público-alvo com mais facilidade, com uma programação exclusiva, sinal de qualidade digital e apenas música internacional. Com destaque na prestação de serviços: últimas notícias, previsão do tempo, situação dos aeroportos, manchetes do dia. Devido ao perfil conta com um público fiel de ouvintes. Com a rádio foi realizado um acordo e concedido desconto para 150 inserções por apenas R$ 14,00, totalizando um investimento de R$ 2.100,00, com uma programação distribuída durante os meses de dezembro e janeiro, iniciando dia 9 de dezembro e finalizando no último dia da festa, 23 de janeiro, com maior ênfase para os primeiros 15 dias do mês de janeiro que antecedem o evento. O índice de audiência da rádio é de 60%.


82

Rádio Guararema FM A Rádio Guararema FM 103,05 de Blumenau iniciou suas atividades em setembro de 2004 e conquistou a liderança com mais de 50% de participação na audiência, comprovada em novembro do mesmo ano pelo Instituto Brasileiro de Opinião e Pesquisa (IBOPE) e assim sucessivamente em 2005/2006/2007 e 2008. Aliando informação e entretenimento, a rádio conquistou o mercado da região do Vale do Itajaí. Atinge uma grande pluralidade de ouvintes, com uma programação baseada em músicas que estão fazendo sucesso na atualidade, promoções e notícias, aproximando-se do seu público. Proporciona resultados imediatos aos anunciantes, pois este público que atinge é altamente consumidor e formador de opinião, de acordo com informações fornecidas pela Guararema.

Tabela 3: Dados da rádio ITEM

PART. SEGMENTO (%)

OUVINTE POR MINUTO

Classe AB

45

11.991

Classe C

44

11.769

Classe DE

10

2.773

Economicamente Ativo

78

20.661

Idade 10/19

11

2.858

Idade 20/29

23

6.145

Idade 30/39

31

8.338

Idade 40/49

21

5.580

Idade 50/59

9

2.423

Idade +60

4

1.188

Ensino Sup. Incompleto/completo

49

13.026

Sexo Feminino

59

15.696

Sexo Masculino

41

10.837

Fonte: Extraído do material do arquivo fornecido pela rádio.


83

A Guararema, em média, das 06h00 às 18h59, atinge mais de 26 mil espectadores por minuto (50% do SHARE). Com picos de 38 mil. Isso significa ser três vezes mais ouvida do que a segunda colocada. Para esta rádio, optou-se por veicular uma programação com 2 inserções, uma no período da manhã e outra a tarde, compreendido entre o alto share, durante as três primeiras semanas de janeiro. Apenas uma por turno em função do valor da inserção ser de R$ 61,00, muito mais alto em relação às demais rádios da região que atingem o mesmo público.

POMERODE

Rádio Pomerode AM A rádio Pomerode, fundada em 19 de maio de 1984, saúda os moradores da cidade de Pomerode todas as manhãs com a execução do hino da Pomerânia, além de preservar a cultura alemã em muitos outros aspectos. Criou ainda um quadro de humor intitulado “Frühstück com o Opa Rudiberth”, de segunda a sexta-feira às 9 horas da manhã. A rádio conta um repertório musical variado e programação jornalística, além de uma dose diária de humor. Com esta rádio optou-se por um plano de veiculação com alto índice de frequência, começando dia 6 de dezembro, para envolver a cidade no clima da festa que está quase chegando. Uma inserção para o período da manhã e outra à tarde. No mês de janeiro esta frequência aumenta para três, distribuídas as inserções uma em cada turno da rádio, até o dia de início da Festa Pomerana. A partir desta data, 14 de janeiro, as inserções serão reduzidas novamente para duas, uma durante a manhã e outra à tarde, para a noite dar início a um pacote de patrocínio, como já foi realizado na edição anterior, em que durante os 10 dias do evento a rádio realiza uma cobertura apresentando o programa da noite (das 20 às 23 horas) ao vivo da festa.

Rádio Portal FM A rádio portal é uma rádio comunitária, e por este motivo oferece em sua programação apenas inserções de apoio para os programas. Rádio Comunitária é um tipo especial de emissora de rádio FM, de alcance limitado a no máximo, 1 km a partir de sua antena transmissora, criada para


84

proporcionar informação, cultura, entretenimento e lazer a pequenas comunidades. Trata-se de uma pequena estação de rádio, que dá condições à comunidade de ter um canal de comunicação inteiramente dedicado a ela, abrindo oportunidade para divulgação de suas idéias, manifestações culturais, tradições e hábitos sociais. Seu dever é o de divulgar a cultura, o convívio social e eventos locais; noticiar os acontecimentos comunitários e de utilidade pública; promover atividades educacionais e outras para a melhoria das condições de vida da população (MC, 2010). As rádio comunitárias são um nicho importante para se anunciar, pois possuem uma característica mais peculiar de contato direto com a comunidade da região. Sendo a Festa Pomerana uma apoiadora da mesma é uma maneira muito eficaz para estreitar a relação com os ouvintes e gerar credibilidade ao evento. Optou-se por apoiar a rádio durante um mês, distribuindo três inserções diárias, uma em cada turno, a partir da última semana de dezembro até a terceira semana de janeiro, quando termina a festa. Por ser apenas um tipo de menção, o apoio tem um custo bastante baixo, ficando em torno de R$ 5,00 cada, totalizando um investimento de R$ 300,00 para o cliente.

BALNEÁRIO CAMBORIÚ

Rádio Menina FM Litoral Outra rádio escolhida pela Folks Multiagência para acrescentar à campanha é a Menina FM, de Balneário Camboriú. Este veículo se classifica como popular, sua programação é constituída por músicas do estilo axé, pagode, gaúcha, etc., com foco no que estiver em evidência. Além de Balneário Camboriú, a rádio Menina abrange mais de 60 outros municípios de Santa Catarina, o que contabiliza um total de 2.423.798 ouvintes potenciais. O veículo tem em seu público 79,3% adultos, com mais de 21 anos e 72,1% dos ouvintes pertencem a classe ABC, o público-alvo da Festa Pomerana. Uma informação que merece destaque é que, devido a grande quantidade de prédios, Balneário Camboriú tem pouca recepção de ondas de rádio. O concreto dos prédios impede que as ondas cheguem a algumas regiões da cidade. A Menina FM é uma das poucas rádios que atingem com eficácia os diversos pontos da cidade.


85

Ao considerar o grande movimento de Balneário Camboriú na época das férias, assim como a data da Festa Pomerana, as inserções nesta rádio foram concentradas no mês de janeiro, no turno da manhã e da tarde em um total de 38. Assim, pretende-se chegar tanto ao turista que passeia pela praia, quanto os moradores da região, que já ouvem a rádio assiduamente.

JARAGUÁ DO SUL

Rádio 105 FM A Folks optou pela Rádio 105 FM de Jaraguá do Sul, devido a credibilidade de seus dados de audiência atualizados. Anualmente a 105 FM realiza a pesquisa Ibope entre os meses de setembro e outubro, sendo divulgados os resultados sempre a partir do início de novembro. Em 2007 a audiência alcançada foi de 47,6%, em 2008 atingiu 48,3% e em 2009, chegou a 63,67% de share de audiência em Jaraguá do Sul e região. A abrangência da 105 FM cobre com qualidade todo o norte, litoral norte, planalto e Vale do Itajaí. São mais de 50 cidades que recebem sinal da rádio em uma população total de 1.828.546 habitantes e para efeitos comerciais as quais o sinal chega com qualidade é que são estatisticamente os registros da audiência. A relação dos municípios atingidos e sua população seguem na tabela 7 a seguir:

Tabela 4: Abrangência da Rádio 105 FM CIDADE

POPULAÇÃO

Araquari

21.278

Balneário Barra do Sul

7.278

Balneário Camboriú

94.344

Balneário Piçarras

13.760

Barra Velha

18.575

Benedito Novo

9.841

Blumenau

292.972

Camboriú

53.388

Campo Alegre

11.391


86

Corupá

12.758

Doutor Pedrinho

3.280

Garuva

13.393

Gaspar

52.428

Guaramirim

29.932

Ilhota

11.552

Indaial

47.686

Itajaí

163.218

Itapoá

10.719

Jaraguá do Sul

129.973

Joinville

487.003

Luiz Alves

8.986

Massaranduba

13.777

Navegantes

52.638

Penha

20.826

Pomerode

25.261

Rio dos Cedros

9.685

Rio Negrinho

42.237

Rodeio

10.773

São Bento do Sul

72.548

São Francisco do Sul

37.613

São João do Itaperíu

3.289

Schroeder

12.776

Timbó

33.326

POPULAÇÃO TOTAL

1.828.546

Fonte: Extraído do material do arquivo fornecido pela rádio.

Todas as cidades citadas acima estão na região de Pomerode e são público-alvo da festa. Para tanto a programação estipulada ficou com inserções concentradas no mês de janeiro, 3 por dia para gerar uma freqüência alta, nas três primeiras semanas do mês, duas antecedendo o evento e a terceira que é o período em que ocorre a festa.


87

TIMBÓ

Rádio 92 FM A rádio 92 FM abrange os municípios de: Apiúna, parte de Araquari, Ascurra, Atalanta, Aurora, parte de Balneário Camboriú, Barra Velha, Benedito Novo, Blumenau, Bombinhas, Botuverá, Braço do Trombudo, Brusque, Camboriú, Corupá, Dona Emma, Dr. Pedrinho, Gaspar, Guaramirim, Ibirama, Ilhota, Indaial, Itapema, Jaraguá do Sul, parte de Joinville, José Boiteux, Laurentino, Lontras, Luiz Alves, Massaranduba, Mirim Doce, Penha, Piçarras, Pomerode, Porto Belo, Presidente Getúlio, Rio do Oeste, Rio do Sul, Rio dos Cedros, Rodeio, São João do Itaperiú, Shroeder, Timbó, Vidal Ramos, Vitor Meirelles, Witmarsum. E demais regiões. A População Total na área de cobertura é de 1.700.000 pessoas: Perfil do Ouvinte: Jovens e Adultos, com idade entre 13 e 55 anos, pertencentes às classes A B e C com alto poder aquisitivo. A Rádio 92FM tem uma programação ao vivo voltada aos Jovens e Adultos tocando Pop Rock Nacional e internacional, lançamentos, buscando estar sempre presente nos mais importantes acontecimentos da região como shows, eventos culturais, festivais e festas, um posicionamento que convém combinar com a Festa Pomerana. Primando

também

pela

informação,

mantém

programas

jornalísticos,

apresentando notícias internacionais, nacionais, regionais e locais, além de manter vários horários culturais e programas especiais. A 92 FM oferece várias possibilidades de parcerias comerciais, como Comercialização normal de inserções e pacotes de patrocínio de programas. Para esta rádio de Timbó a agência Folks estipulou um plano com 66 comerciais de 30”, distribuídos três vezes ao dia no período de um mês, entre dezembro e janeiro, de segunda a sexta-feira, em horário indeterminado. Para este plano foi negociado um desconto de 20% do valor da tabela, passando de R$ 990,00 a R$ 792,00. Além deste plano também optou-se por um patrocínio de programa chamado Etnias - Italiano e Germânico, para o programa Germânico, que é voltado às tradições culturais alemãs da região que vai ao ar aos domingos das 10 ás 12 horas. Neste programa serão realizados abertura – Encerramento 7,5”, 5 chamadas de 30” durante o programa 2 testemunhais ao vivo e assinatura nas chamadas de divulgação do programa, durante a programação normal, todas essas opções por um investimento de R$ 530,00.


88

JOINVILLE

Rádio Mais FM A emissora fundada em 21 de Abril de 1979 reúne uma programação musical diversificada, do axé ao sertanejo, do pagode ao pop, além das atrações e da interatividade com o ouvinte que participa ativamente da programação através do mural de recados do site, e-mail, carta, SMS e telefone. Oferece ainda uma programação jornalística através do programa Radar 103, para os que buscam seriedade na notícia e busca participar dos principais eventos culturais da cidade de Joinville e da região.

Figura 22: Mapa de abrangência da rádio Mais FM Fonte: Extraído do material do arquivo fornecido pela rádio.

Segundo informações da rádio a Mais FM é líder absoluta no target ABC durante todos os dias da semana. Investe em suporte tecnológico, com equipamentos digitais de última geração e de alta potência, o que garante à emissora destacado alcance com qualidade de transmissão.


89

3,20%

19,07%

13,77% 2,92%

16,51%

23,85%

Itapema

Colon

Outras FM

Atlântida

Mais FM

Jovem Pan

Gráfico 11: Audiência Mais FM Fonte: IBOPE – Última pesquisa realizada. Dados fornecidos pela rádio.

O valor trabalhado para cada inserção da Festa Pomerana é de R$35,00 para spot de 30 segundos, e a programação estipulada conta com 40 inserções distribuídas durante as três primeiras semanas de janeiro, nos três turnos diários. Mais informações e detalhes sobre as inserções em todas as rádios selecionadas podem ser conferidos no Apêndice 8 deste relatório.

8.3.2.4 Jornal

De acordo com Tamanaha (2006) o jornal é um meio que costuma transmitir seriedade e credibilidade além de permitir um maior detalhamento da comunicação. O meio tem penetração de 68% nas classes A e B, e exige que o leitor possua certo grau de instrução e uma renda considerável para ser consumido. Destinado a um público exigente e formador de opinião, os leitores do jornal quase sempre são fieis aos veículos devido à afinidade com sua postura editorial. Por ser uma mídia de apoio, o jornal tem como objetivo reforçar a lembrança da Festa Pomerana e informar ao leitor dados como dias e local do evento. Para este meio foram escolhidos cinco veículos atuantes na região do Vale do Itajaí: o Jornal de Santa Catarina e jornais de menor porte Dia a Dia, Médio Vale, Pomerode e A Cidade.


90

O Jornal de Santa Catarina O jornal de Santa Catarina do grupo RBS possui a maior tiragem dos veículos, 18,2 mil exemplares que são distribuídos diariamente durante a semana e aos finais de semana em uma edição conjunta de sábado e domingo, o que o diferencia dos demais veículos e garante uma validade maior para o mesmo. Considerado um veículo de credibilidade devido ao fato de estar há 39 anos no mercado, o jornal possui também uma gama de leitores fieis. No total, o veículo circula por 65 cidades distribuídas no Médio e Alto Vale do Itajaí, Litoral e Vale do Rio Tijucas. Para esta campanha serão veiculadas 2 inserções de meia página aos dois finais de semana que antecedem a Festa Pomerana. CPM = 229,62

Jornais Regionais O Jornal Dia a Dia é um dos principais diários do interior que há 56 circula diariamente em Brusque, Botuverá, Guabiruba, Nova Trento e São João Batista com uma tiragem de 6000 exemplares nas edições de segunda à quinta-feira e 6500 nas edições se sexta. Para este veículo escolheu-se veicular 4 anúncios de 1 página colorida nas edições de sexta-feira. CPM = R$ 111,53 O jornal do Médio Vale, possui uma periodicidade bissemanal e circula todas as terças e sextas-feiras em nove cidades da região – Timbó, Indaial, Benedito Novo, Doutor Pedrinho, Rio dos Cedros, Rodeio, Pomerode, Ascurra e Apiúna. De acordo com informações repassadas pelo jornal, o mesmo possui 89% de aprovação dos leitores. Há 21 anos no mercado, o veículo atende a necessidade da população da região ao informar notícias principalmente locais e regionais com uma tiragem de 5.000 exemplares. Neste jornal serão veiculadas 4 inserções de ½ página colorida nas quatro últimas sextas-feiras que antecedem a Festa. CPM= 122,40 O Jornal de Pomerode circula semanalmente na cidade de Pomerode. Possui em média uma tiragem de 3.300 exemplares. Para este veículo serão veiculados 4 anúncios de ½ página coloridos nas quatro semanas que antecedem a Festa. CPM = 509,00


91

O Jornal A Cidade também tem sede em Pomerode e possui uma circulação quinzenal com tiragem aproximada de 3.500 exemplares. Optou-se por fazer 2 anúncios de 1 página colorida para este jornal. CPM = 228,57 A escolha destes veículos teve como base o custo por mil (CPM), a abrangência e a afinidade dos mesmos com o público-alvo da Festa Pomerana. Com exceção do Jornal de Pomerode, os outros veículos apresentam um custo por mil relativamente baixo, se comparado com outros meios de massa como a TV. Apesar do CPM do Jornal de Pomerode ser alto, a veiculação no mesmo é de extrema importância, já que é o único jornal semanal da cidade e um dos meios pelo qual 18% da população toma conhecimento da Festa Pomerana (ver apêndice 3). A abrangência dos veículos, principalmente dos diários regionais é extremamente focada na região do Vale, local onde os dois principais públicos da Festa Pomerana de encontram. Os jornais locais caracterizam-se por abordarem temas principalmente referentes à comunidade e região, o que torna viável a comunicação da Festa, já que é um assunto pertinente e que interessa o leitor. Informações sobre o perfil dos leitores não foram disponibilizadas pelos veículos, porém de acordo com pesquisa realizada na 27º Festa Pomerana (ver anexo 1), a maioria do público freqüentador é proveniente das cidades do Vale. As planilhas de veiculação dos jornais encontram-se no apêndice 9.

8.3.2.5 Internet

A Internet é um meio relativamente recente, que oferece uma variada gama de opções para o anunciante. Nela, pode-se trabalhar com audiovisuais, apenas vídeos ou imagens estáticas e proporcionar uma alta interação com o espectador. Este meio também tem o poder de medir instantaneamente o feedback do anúncio, no sentido de que consegue-se saber a quantidade de pessoas que clicaram no anúncio o visualizaram. Na Internet foram escolhidos dois veículos para apoiar a campanha da Festa Pomerana: Hagah e Pomerlist. A primeira é direcionada para todo sul do país, podendo afetar até outras partes do Brasil, a segunda tem como foco principal 11 cidades: Pomerode, Blumenau, Itajaí, Balneário Camboriú, Florianópolis, Jaraguá do Sul, Timbó, Curitibanos, Joinville, Indaial e Rio dos Cedros.


92

O portal Hagah pertence ao Grupo RBS e oferece uma variada gama de produtos ao internauta. Desde dicas de hotéis e pousadas até organização de eventos, o site se preocupa em facilitar o dia-a-dia do consumidor. Nele também é encontrado notícias, programação da TV e cinema, entre outras informações. O Hagah se coloca como um serviço de guia local, já que o internauta tem a opção de delimitar sua busca por região. Possui mais de 250 mil estabelecimentos de diversas áreas cadastrados no site. De acordo com informações do Ibope de 2009, oferecidas pelo Hagah, este chegou a quarta posição no ranking nacional de audiência da categoria. De 2009 para 2010 o site cresceu 40%, atingiu a marca de 33,3 milhões de acesso em janeiro deste ano. Este veículo acrescenta a abrangência da campanha, intensifica seu alcance.

Gráfico 12: Audiência Hagah. Fonte: Hagah

Neste portal foi selecionado o patrocínio da sessão Hotéis e Pousadas de Santa Catarina, a fim de atingir aqueles consumidores com a intenção de viajar pelo estado. Tal patrocínio inclui um Super Banner na página principal da sessão, além de um Right Banner na primeira página do site, ambos com permanência de 2 meses. O banner na primeira página serve como apoio, já que grande parte do público que acessa o Hagah de Santa Catarina tem interesse em obter informações sobre o estado. Logo, saberão da existência ou serão lembrados da Festa Pomerana. A Pomerlist é um veículo mais focado, define-se como uma lista telefônica online e caracteriza por fornecer informações de estabelecimentos por meio de seu serviço de busca. A importância deste site está na lembrança. A Pomerlist atinge as cidades da


93

região, com habitantes que já tem conhecimento da festa ou conheceram por meio de outros veículos. Neste site o público será lembrado do evento quando for realizar uma busca na região. De acordo com informações fornecidas pela Pomerlist, em abril de 2010, o site registrou 10.821 acessos e 13.452 procuras registradas. Números que só vem a acrescentar ao número de público da campanha, logo, sua abrangência. As planilhas de veiculação da Internet encontram-se no apêndice 11.

8.3.2.6 Outdoor

Segundo Maestri (2010), o outdoor é um dos mais impactantes meios de comunicação, com grande importância na interação entre a mensagem publicitária e seu público-alvo. Veiculado durante 15 dias, por 24 horas ininterruptamente, esta mídia apresenta altos índices de retorno para o anunciante. Vale comentar que a mídia exterior é notada principalmente por adultos entre 20 e 39 anos (47%), segundo a revista Mídia Dados de 2009. O índice de penetração entre mulheres é de 33%, enquanto entre homens é de 36%. No entanto, o outdoor é utilizado principalmente como forma de reforçar a imagem criada pelos outros meios, como TV, rádio e a mídia impressa. Para a Festa Pomerana, solicitou-se pontos das seguintes empresas de mídia exterior: Scata Outdoors (Blumenau), SC Outdoors (Blumenau) e Barbieri Litoral (Itajaí). A importância dos pontos selecionados será justificada a seguir. Os pontos escolhidos da empresa Scata Outdoors são Blumenau (016), Timbó (416), Trevo Itajaí Brusque (129) e Pomerode (263). Estes se encontram dentro das cidades com grande número de pessoas interessadas na Festa Pomerana (Blumenau, Timbó e Pomerode), de acordo com a pesquisa feita pelo cliente (Anexo 1). O site da empresa explica que o ponto 016 – Blumenau – está localizado próximo aos supermercados Angeloni, Big e a rede de fast-food McDonald’s. Desta maneira, o fluxo de veículos neste trecho é intenso.


94

Figura 23: Ponto 016 – Centro de Blumenau. Fonte: http://www.scata.com.br/hp/local.asp?p_codmun=1&p_codbrr=6&p_seqpnt=129. Acesso em 03.05.10

Já em Timbó e Pomerode, os pontos estão em ruas movimentadas, as quais levam ao centro das cidades, segundo o site da empresa de outdoors.

Figura 24: Ponto 416 – Rua Japão, sentido centro - Timbó. Fonte: http://www.scata.com.br/hp/local.asp?p_codmun=1&p_codbrr=6&p_seqpnt=129. Acesso em 03.05.10

Figura 25: Ponto 263 – Rua XV de Novembro, sentido centro- Pomerode. Fonte: http://www.scata.com.br/hp/local.asp?p_codmun=1&p_codbrr=6&p_seqpnt=129. Acesso em 03.05.10

Por fim, tem-se o ponto 129, localizado na BR 101 no trevo das cidades Itajaí e Brusque, sentindo Balneário Camboriú. Este local é de extrema importância por estar


95

entre três populosos municípios catarinenses. O fluxo de pessoas neste trecho é intenso, em especial no verão, quando Balneário Camboriú recebe um elevado número de turistas e visitantes.

Figura 26: Ponto 129 – BR 101, trevo Itajaí/Brusque, sentido Balneário Camboriú. Fonte: http://www.scata.com.br/hp/local.asp?p_codmun=1&p_codbrr=6&p_seqpnt=129. Acesso em 03.05.10

Os quatro pontos solicitados à Scata Outdoor pretendem atingir principalmente visitantes, que já são familiarizados com o evento. Os outdoors, portanto, serviram para lembrar estas pessoas da Festa Pomerana e informá-las da data em 2011. Eles serão expostos a partir da primeira semana de janeiro, depois do Natal e Ano Novo. Com a empresa SC Outdoors, foram solicitados os seguintes pontos: BR 470 Gaspar (331), BR 470 Timbó (444), SC 416 Entrada de Pomerode vindo de Jaraguá do Sul (425), BR 280 Jaraguá do Sul (066), BR 101 Joinville (341) e BR 101 Biguaçu (876). Nos pontos nas rodovias SC 416, BR 101, BR 470 e BR 280. Esta última é uma das vias que conectam as cidades do Vale do Itajaé. Já a SC 416 liga o norte do estado ao Alto Vale, enquanto a BR 101 percorre todo o litoral catarinense. O ponto 331 é localizado na BR 470, antes do trevo de acesso a Gaspar, uma das cidades vizinhas de Blumenau. Como foi citado anteriormente, esta região tem grande nÚmero de interessados na Festa Pomerana. Além disso, de acordo com o site da SC Outdoors, este trecho está na passagem de linhas circulares de ônibus, o que garante a visualização da mídia por várias pessoas diferentes.


96

Figura 27: Ponto 331 – BR 470, Antes do Trevo de acesso a Gaspar, sentido Blumenau Fonte: http://scoutdoor.com.br/?p=detalhe&ponNumer=66 Acesso em 03.05.10

Na saída de Timbó está o ponto 444, também na BR 470. Este trecho da rodovia se encontra um pouco antes do trevo para Indaial, outro município do Vale de Itajaí de onde vieram visitantes à Festa Pomerana, conforme a pesquisa fornecida pelo cliente. O site da SC Outdoors argumenta que há grande movimentação de veículos próximo ao ponto e, assim como no anterior, há a passagem de linhas circulares de ônibus.

Figura 28: Ponto 444 – BR 470 antes do Trevo de Indaial Fonte: http://scoutdoor.com.br/?p=detalhe&ponNumer=66 Acesso em 03.05.10


97

Próximo a Pomerode, tem-se o ponto 425. Este outdoor está localizado na rodovia SC 416 e é na entrada da cidade para pessoas que vêm do norte do estado, em especial Jaraguá do Sul. A pesquisa do cliente indica que vários visitantes partem deste município, portanto este ponto é de grande importância. O outdoor seguinte complementará a comunicação para o público de Jaraguá do Sul.

Figura 29: Ponto 425 – Rod. SC 416 - Entrada da cidade vindo de Jaraguá do Sul Fonte: http://scoutdoor.com.br/?p=detalhe&ponNumer=66 Acesso em 03.05.10

O ponto 066 está na BR 280, em frente à Hípica Jaraguá. Segundo o site da SC Outdoors, esta é uma área escolar e, portanto, há grande movimentação de pedestres e veículos. Além disso, há a passagem de ônibus regular neste trecho. Por se localizar na entrada de Jaraguá do Sul, o outdoor aqui auxiliará na comunicação ao público da cidade, reforçada pelo ponto anterior (425).


98

Figura 30: Ponto 066 – BR 280, Frente da Hipica Jaraguá Fonte: http://scoutdoor.com.br/?p=detalhe&ponNumer=66 Acesso em 03.05.10

Ao norte do estado, tem-se o ponto 341 na BR 101, próximo a Joinville. Turistas de cidades como Curitiba e São Paulo obrigatoriamente passam por este trecho para alcançar os grandes pontos turísticos de Santa Catarina, como Balneário Camboriú, Florianópolis e o parque Beto Carrero World, em Penha. Visto que a pesquisa do cliente registrou que houve a presença de pessoas vindas de outros estados na Festa Pomerana, o outdoor aqui será ideal para comunicar com este público. Também foi confirmado que visitantes de Joinville prestigiaram o evento no ano anterior, o que faz deste ponto ideal para anunciar para estas pessoas.

Figura 31: Ponto 341 - BR 101 Em Frente ao Posto Bonesi Sul Norte1 Fonte: http://scoutdoor.com.br/?p=detalhe&ponNumer=876 Acesso em 03.05.10

Não se pode deixar de comunicar para o público próximo da capital do estado. Ainda na BR 101, encontra-se o ponto 867, próximo a cidade Biguaçu. Esta faz parte da


99

região da Grande Florianópolis e, de acordo com o site da SC Outdoors, há um intenso fluxo de veículos e pedestres no trecho do ponto. Há, inclusive, passagem de linhas circulares de ônibus. Tendo em vista que a população de Florianópolis ultrapassa 1 milhão de pessoas nos primeiros meses do ano, segundo o site do Governo do Estado, o esforço de comunicação aqui é imprescindível.

Figura 32: Ponto 876 - BR-101-Próx. Furacão 2000 / Viaduto S/ Norte BR-101 Fonte: http://scoutdoor.com.br/?p=detalhe&ponNumer=876 Acesso em 03.05.10

Todos os pontos escolhidos da empresa SC Outdoor estão nas principais rodovias de Santa Catarina, onde há grande fluxo de veículos na época do verão. A exibição dos outdoors, por conseguinte, será de um mês (da terceira semana de dezembro à segunda de janeiro). Além de possíveis visitantes, estes pontos pretendem atingir um público turista, o qual passeia pelo estado e pode ser interessar na festa. Com a empresa Barbieri Litoral os pontos selecionados foram os seguintes: BR 101 – direção à BC (257) e BR 470 – conecta Navegantes à Blumenau (707). Os pontos negociados com a Barbieri Litoral também estão em rodovias e, assim, a exibição dos outdoors será de um mês – entre dezembro de 2010 e janeiro de 2011. O primeiro (257) está na BR 101 próximo a Balneário Camboriu. Já foi comentado aqui sobre o intenso fluxo turístico que a cidade recebe durante o verão, portanto este local é de grande importância. Do mesmo modo, esta é a principal rodovia que conecta o norte de Santa Catarina e outros estados a conhecidos roteiros do litoral


100

catarinense, como as cidades Itapema, Porto Belo, Bombinhas e até a capital Florianópolis.

Figura 33: Ponto 257 - BR 101 Km 131, sentido Balneário Camboriú Fonte: http://www.barbierilitoral.com.br/internas/index.html Acesso em 03.05.10

Já o ponto 707 está localizado em um dos trechos que conecta o litoral ao interior do Vale, na BR 470. Visitantes e turistas atingidos por outras mídias podem seguir esta conhecida rota e, com o outdoor, estarão seguros que se dirigem ao local da 28ª Festa Pomerana.

Figura 34: Ponto 707 - BR 470 Km 10, sentido Blumenau Fonte: http://www.barbierilitoral.com.br/internas/index.html Acesso em 03.05.10

As planilhas de veiculação dos outdoors encontram-se no apêndice 10.


101

8.3.2.7 Material Impresso

A escolha da mídia impressa está diretamente ligada à estratégia de marketing que a agência propôs. Para tal, foi desenvolvida uma análise do mercado e do público a ser atingido. Reunirmos o máximo de informações e optamos pelas ferramentas a seguir:

Folder O folder permite organizar a informação e utilizado para atingir público-alvo específico, pois suas características são ideais em conjunto com um designer criativo e original. Essa peça possui um texto claro e objetivo que pode ser lido assim que o leitor receber em mãos. É possível entender de imediato as informações principais do evento como programação, preços e o conceito da campanha. O objetivo é divulgar o posicionamento da Festa Pomerana.

Público: O folder será distribuído para as agências de turismo, que atua como intermediário entre a festa e o público-alvo.

Justificativa: Optou-se pela produção dessa peça por atingir diretamente o público e dar visibilidade para a Festa Pomerana, além de traduzir o conceito da campanha.

Produção: Folder - 10.000 unidades Formato: 21x29.7cm, 4x4 cores (CMYK) em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Corte/Vinco, Faca Especial, Refilado, Laminação Fosca. Prova Digital.

Flyer O flyer é um meio de comunicação que atinge o público de uma forma direta. Com a função de anunciar e promover a Festa. Assim, o meio servirá para incentivar a participação da população no evento e informar as principais atrações da Festa Pomerana.


102

Público: Serão distribuídos cerca de 80 mil unidades do flyer em diversos lugares de Pomerode e região, e nas ações de guerrilha desenvolvidas pela agência.

Justificativa: Os diferenciais dessa peça estão no corte especial e no papel de impressão, com gramatura 170g, diferente do habitual que é de 150g. A ideia é utilizar o flyer como forma de informar o público sobre a festa, pois tem baixo custo produtivo e alto impacto visual, além de apresentar a campanha.

Produção: Flyer - 100.000 unidades Formato: 11x24cm, 4x4 cores (CMYK) em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Refilado, Corte/Vinco, Faca Especial. Prova Digital.

Encarte O encarte proporciona um contato com o consumidor final, diferente de um anúncio dentro da revista. Este material já foi utilizado em outras campanhas da Festa Pomerana, teve uma boa aceitação e o investimento nessa mídia atinge direto os turistas e visitantes do evento.

Público: A Revista Veja foi escolhida pela abrangência, cobrindo desde o mundo da política até artes e cultura. Atinge diretamente o maior público da festa, as cidades de Pomerode e Blumenau, além da região, somando um total de 36 municípios e 6.800 assinantes.

Justificativa: Utilizar o encarte é uma oportunidade de ganhar visibilidade e promover a Festa Pomerana.

Produção: Encarte - 10.000 unidades Formato: 14,8x 21,0 cm, 4x4 cores (CMYK) em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Corte, Faca Especial, Refilado, Laminação Fosca. Prova Digital.


103

Cartaz Essa peça impressa apresenta grandes dimensões (A2) e será fixada em locais abertos (ambientes amplos ou ao ar livre e nas agências de turismo), destinada a anunciar o evento. O cartaz tem um trabalho visual mais apelativo, com uma comunicação rápida. Trabalha o conceito da campanha e as datas da Festa.

Público: A distribuição dessa peça será em vários pontos da cidade de Pomerode e nas agências de turismo associadas com a Secretaria de Turismo, serão impressos 100 unidades.

Justificativa: O cartaz serve como peça de apoio para a campanha. Com objetivo de chamar a atenção e despertar interesse no público.

Produção: Cartaz A2 - 2.000 unidades Formato: 42x59.4cm, 4x0 cores (CMYK) em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Refilado, Faca Especial. Prova Digital.

Móbile O móbile é uma peça promocional aérea sustentada por fios. Utilizada como um diferencial no PDV servirá para expor a imagem da campanha e para atrair a atenção do público presente no local.

Público: Serão distribuídos cerca de 50 unidades do móbile nas agências de turismo.

Justificativa: O cartaz serve como peça de apoio para a campanha. Com objetivo de chamar a atenção e despertar interesse no público.

Produção: Móbile A3 - 100 unidades Formato: 42x29.7cm, 4x4 cores (CMYK) em Couche Fosco 230g. CTP INCLUSO. Acabamento: Refilado, Corte/Vinco, Faca Especial. Prova Digital.


104

Press Kit Para a imprensa foi desenvolvido uma material especial. Com a temática de contos de fada, uma caixa-livro será desenvolvida para compor o press kit. Dentro dele há um convite para os jornalistas, um folder do evento e um pen-drive personalizado que contém informações mais detalhadas sobre a festa.

Público: A distribuição será feita para os jornalistas que irão à Festa Pomerana, total de 50 unidades.

Justificativa: Assim como o material desenvolvido para as agências, os jornalistas receberão peças diferenciadas. A idéia do press kit é contextualizar o conceito da campanha, através do livro o convite para a Festa será feito de uma forma diferenciada.

Produção: Caixa – 50 unidades Formato: 160 x 220 mm, 4 x 4 cores (CMKY) em SUPREMO DUO DESIGN 350g/m². Acabamento: Corte/Vinco, Colado, Faca Especial.

Os orçamentos detalhados dos materiais gráficos estão no anexo 3.

8.4 Investimento por meio

A seguir, o gráfico 13 apresenta um resumo dos investimentos realizados em cada meio escolhido para o desenvolvimento da campanha.


105

Guerrilha

TV

Rádio 7%

Jornal

10%

Internet

Outdoor

Impresso

17%

9%

19%

21% 17%

Gráfico 13: Resumo financeiro por meio. Fonte: Desenvolvido pelas autoras.

Tabela 5: Resumo Financeiro da Campanha Descrição

Valor

%

Total da Guerrilha

R$ 20.486,30

18%

Total de TV Aberta

R$ 21.797,00

19,00%

Total de Rádio

R$ 19.089,51

17,00%

Total de Jornal

R$ 22.026,48

20,00%

Total de Internet

R$ 10.144,80

9,00%

Total de Outdoors

R$ 8.120,00

7,00%

Total de Materiais Impressos

R$ 11.420,66

10,00%

R$ 113.084,75

100,00%

Total dos Meios Outros gastos Criação da Campanha Produção de fotos

R$ 29.600,00 R$ 650,00

Assessoria de imprensa

R$ 3.000,00

Produção VT

R$ 1.400,00

Produção Spot

R$ 100,00

Pen Drive Orçamento total da Campanha Fonte: Desenvolvido pelas autoras

R$ 1.477,50 R$ 149.312,25


106

8.5 FLOW CHART

Tabela 6: Flow Chart

Fonte: Desenvolvido pelas autoras


107

8.6 CASH FLOW

Tabela 7: Cash Flow

Fonte: Desenvolvido pelas autoras


108

9 CONSIDERAÇÕES FINAIS

A campanha elaborada pela Folks Multiagência teve início na análise situacional, entrevista e informações fornecidas pelos realizadores do evento, e pesquisa aplicada para entender a percepção da Festa Pomerana pela população local, visitantes e turistas. Este estudo profundo dos diversos fatores que compreendem a festa originou o conceito da campanha e suas estratégias. O caráter germânico, o apelo familiar e a postura tradicional inspiraram o conceito “Entre para essa história”, que tem como objetivo recriar o mundo em volta do frequentador em potencial da festa. A arte com tom épico e ar encantado reflete as antigas fábulas contadas pelos alemães irmãos Grimm. Como mídia principal, a guerrilha leva o mundo mágico para o público por meio dos personagens da festa e os contagia demonstrando as tradições, desde a culinária até a música e competições. As demais mídias (rádio, TV, jornal, internet, etc.) vêm para complementar este universo encantado. Todas as ações do mix de mídia foram selecionadas de maneira a potencializar o investimento disponibilizado pelo cliente, mantendo desta forma a coerência com o conceito desenvolvido a partir do planejamento. Contudo, a agência acredita que a direção proposta é o melhor caminho para o investimento do cliente, pois atinge os objetivos de marketing e de comunicação de maneira direta e eficiente, oferecendo uma alternativa criativa e diferenciada no setor de festas catarinenses para a promoção da Festa Pomerana. Em adição ao que já foi proposto para o cliente, a agência sugere outras alternativas para complementar a campanha que poderão ser realizadas caso uma verba maior seja disponibilizada. Um vídeo institucional poderia ser utilizado como forma de divulgação da cidade e de seus principais atrativos em diferentes meios como, por exemplo, no press kit enviado para a imprensa, no site da Festa Pomerana, no site da Prefeitura Municipal e nas redes sociais online. Como brindes e souvenires a agência sugere itens como um tubo de ensaio utilizado nas competições do chope da Festa Pomerana, uma caneca de chope também identificado com a logo do evento e um chaveiro talhado na madeira com a pintura


109

realizada na logo da Festa. Além disso, a distribuição de adesivos com a identidade visual do evento também poderia vir a complementar a campanha, assim como a criação de camisetas e aventais com a logo do evento e livros de receitas da culinária alemã encontradas na Festa. Por fim, a agência sugere a criação de livros no estilo de contos infantis, que contariam a história da cidade e da festa e que seriam distribuídos entre moradores de Pomerode, colaboradores do evento e comercializados para os turistas e visitantes.


110

REFERÊNCIAS

BARBETTA, P.A. Estatística aplicada às Ciências Sociais. 6 ed. Florianópolis: Ed. da UFSC, 2006. Barbieri Litoral. Disponível em: <http://www.barbierilitoral.com.br/>. Acesso em 03 mai. 2010 BARRETTO, Margarita. Manual de iniciação ao estudo do turismo. 5.ed. Campinas: Campinas (SP): Papirus, 1999. Brasil Viagem. Disponível em: <http://www.brasilviagem.com/pontur/?CodAtr=66189>. - Acesso em 29 mar. 2010 CVC. Disponível em: <http://www.cvc.com.br/site/_destinos/conteudo.jsf?codigoIdioma=1&codigoDestinoT uristico=20>. Acesso em 10 mar. 2010. CORRÊA, Roberto. Planejamento de propaganda. 9. ed. São Paulo: Global, 2004. Festa Pomerana. Disponível em: <http://www.festapomerana.com.br/ >. Aceso em 15 mar. 2010. Governo de Santa Catarina. Disponível em: <http://www.sc.gov.br/>. Acesso em 29 mar. 2010 Guia Litoral Sul. Disponível em: <http://www.guialitoralsul.com.br/canais/cidadesturisticas-de-sc/>. Acesso em 10 mar. 2010. Guia SC. Disponível em: <http://www.guiasantacatarina.com.br>. Acesso em 20 mar. 2010. IBGE. Disponível em: <http://www.sidra.ibge.gov.br/bda/tabela/listabl.asp?z=cd&o=7&i=P&c=2093>. Acesso em 29 de mar. 2010 IBGE. Disponível em: < http://www.ibge.gov.br/cidadesat/topwindow.htm?1>. Acesso em 29 de mar. 2010 KOTLER, Philip. Administração de Marketing: a edição do novo milênio. 10 ed. São Paulo: Pearson, 2000. KOTLER, P.; HAIDER, D.; REIN, I. Marketing Público: como atrair investimentos, empresas e turismo para cidades, regiões, estados e países. São Paulo: Makron Books, 1994. KRIPPENDORF, Jost. Sociologia do Turismo: para uma nova compreensão do lazer e das viagens. São Paulo: Aleph, 2000


111

LEVINSON, Jay Conrad. Criatividade de guerrilha. Rio de Janeiro: Mauad, 2004. LUPETTI, Marcélia. Gestão estratégica da comunicação mercadológica. São Paulo, 2007. Disponível em: <http://www.portoitajai.com.br/>. Acesso em 29 de mar. 2010 MAESTRI, Diógenes Dias. A importância de anunciar no meio outdoor. Disponível em: <http:// http://www.tkg2.com.br/artigos.asp?id=40>. Acesso em 28 de mai. 2010 MC. Disponível em: < http://www.mc.gov.br/radiodifusao/perguntas-frequentes/radiocomunitaria >. Acesso em 02 mai 2010. MALHOTRA, Naresch K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2006. Mídia Dados. Disponível em: <http://www.midiadados.com.br/midiakits-revistas/>. Acesso em 28 de mai. 2010 ModusOrg. Disponível em: <http://modus-org.com>. Acesso em 10 abr. 2010 PINÕL, Susana Taulé. Imagem do Contexto Turístico da Cidade Mais Alemã do Brasil. Revista Desafio, 2010. Disponível em: <http://www.ufms.br/dea/oficial/REVISTA/Desafio%207.pdf#page=63r/>. Acesso em 17 mar. 2010 Prefeitura de Blumenau. Disponível em: <http://www.blumenau.sc.gov.br>. Acesso em 29 mar. 2010 Prefeitura de Brusque. Disponível em: <http://www.brusque.sc.gov.br/web/index.php>. Acesso em 29 mar. 2010 Prefeitura de Itajaí. Disponível em: <http://www.itajai.sc.gov.br>. Acesso em 29 mar. 2010 Prefeitura de Pomerode. Disponível em: <www.pomerode.sc.gov.br/>. Acesso em 29 mar. 2010 Prefeitura de Rio do Sul. Disponível em: <www.timbo.sc.gov.br/>. Acesso em 29 mar. 2010 Prefeitura de Timbó. Disponível em: <www.timbo.sc.gov.br/>. Acesso em 29 mar. 2010 PÚBLIO, Marcelo Abílio. Como planejar e executar uma campanha de propaganda. São Paulo: Atlas, 2008. Radar Sul: Disponível em. <http://www.radarsul.com.br>. Acesso em 29 mar. 2010 RBS TV. Disponível em. <http://www.rbstv.com.br>. Acesso em 29 mar. 2010 RICSC. Disponível em. <http://www.ricsc.com.br>. Acesso em 21 mai 2010


112

Santa Catarina Brasil. Disponível em: <http://www.santacatarinaturismo.com.br/>. Acesso em 29 mar. 2010 Santa Catarina turismo. Disponível em: <http://www.santacatarinaturismo.dzo.com.br/index_br.php>. Acessado em 10 mar. 2010. SANTUR. Disponível em: <http://www.santur.sc.gov.br>. Acesso em 29 mar. 2010 Scata Outdoors. Disponível em: <http://www.scata.com.br/hp/index.asp>. Acesso em 06 mai. 2010 SC Outdoor. Disponível em: <http://scoutdoor.com.br/>. Acesso em 06 mai. 2010 Sommerfest. Disponível em: <http://www.proeb.com.br/sommerfest/ >. Aceso em 20 mar. 2010. TAMANAHA, Paulo. Planejamento de mídia. São Paulo: Prentice Hall, 2006. Viaje Aqui. Disponível em: <http://www.viajeaqui.abril.com.br/guia4rodas/arquiteturaenxaimel/pomerode/atracoes>. Acesso em 06 mai. 2010

APÊNDICES

APÊNDICE 1 - BRIEFING Cliente: Festa Pomerana, representada pela Secretaria de Turismo de Pomerode.


113

1. Quem iniciou a festa? Iniciativa da administração municipal, comemoração 25 anos. A festa foi realizada com apoio de entidades representativas da cidade. Aumentou o corpo de parceiros no evento durante os anos. 2. Qual o principal objetivo da festa? Resgatar e preservar da cultura alemã na cidade. 70% da população ainda fala alemão, tem costumes religiosos ainda bem presentes e possui 16 clubes de caça e tiro. 3. Existe algum setor da festa que gostariam de focar? Cultura alemã como um todo. 4. Qual é o público da festa? Classe AB, habitantes locais, famílias, turista familiar com nível superior de educação, renda familiar elevada em relação aos de outras festas comemorativas. 5. Divisão entre turistas, visitantes e comunidade local que comparecem na festa. Mais presença da comunidade local, seguida pelos visitantes da região, depois por turistas e visitantes de fora. 6. Estrutura da festa, o que ela comporta? Transporte? Hotéis? Alimentação? Segurança? Muitos turistas se hospedam em cidades vizinhas como Timbó e Blumenau. Hotéis não comportam o número de pessoas. Há também as pessoas que abrem suas casas (Guest House) para abrigar turistas em Pomerode. Restaurantes não enfrentam problemas por haver comida no evento. A segurança não encontra divergências. Há excursões para a festa por meio de parcerias com os organizadores do evento. Capacidade máxima de 12 mil pessoas. Br 470 é o principal acesso a festa. 7. Eles gostariam de atingir algum público diferente? Não exatamente. Abangem todas as áreas de interesse com ações e atingem, de certa forma, a capacidade máxima da festa. Joinville, Florianópolis, (veja = perfil), 2008-2009: plano da cidade, turistas famílias, ações para crianças. Gostem de pomerode e voltem. 8. Perspectiva futura da festa. Ampliar aos poucos, para atender todas as necessidades dos visitantes. Perspectiva de aumento em 10% do número de visitas. 9. Há participação efetiva da comunidade local?


114

Sim, de maneira indireta ou pelos desfiles, apresentações, concursos, etc. Há também um incentivo a decoração dos estabelecimentos, porém ainda não há um concurso lojista. 10. Quantas empresas em média se envolvem com o evento? Destas empresas, quais são de Pomerode e região? Empresas locais auxiliam no custeio de bandas vindas da Alemanha. Cevejarias e restaurantes são apoiadores financeiros do evento. Quase sempre as mesmas. 11. Houve algum incidente negativo envolvendo a comunidade em relação à festa? Década de 1990 a festa decaiu, perdeu o foco na cultura e tentou ser mais uma comemoração popular. Reestruturação aconteceu depois de 90. O ênfase na cultura alemã foi restabelecido. A partir de 2001 a festa volta a crescer, em média 10% ao ano. 12. Existe algum método de controle de satisfação? Sim, pesquisa de opinião durante o evento. No último, duas pessoas foram contratadas. 13. O que pode ser melhorado ou inovado na festa? Eventos infantis e a contínua melhora na estrutura, que já estão sendo trabalhados. 14. O que provocou o aumento de visitantes a festa do ano 2009 para 2010? Crescimento é constante desde 2001, devido ao reposicionamento com a consolidação de festa da cultura germânica. Só não houve o crescimento desejado em 2009 devido às enchentes do ano anterior. Além disso, um conjunto de ações gerou sucesso: mais investimento, assessoria de imprensa (chegou a São Paulo, que constitui a maior parte de público de fora de SC), redes sociais. 15. Como é dividida a comunicação da festa? Mídias em geral, revista, outdoor, ações na região, planfletagem, redes sociais, assessoria de imprensa, parcerias com agências de viagens, vídeos na internet (fizeram diferença na comunicação), visitas a shoppings da região levando um pouquinho do gosto da festa como as princesas, banda, homens serrando madeira. 16. Fazem divulgação em outras cidades/estados ou até mesmo outros países? Quais? Joinville, Florianópolis, litoral, cidades vizinhas, Curitiba (outdoors), eventos em SP, assessoria de imprensa na Alemanha e materiais por e-mail para agências de viagens dos países do Mercosul, como Argentina e Uruguai. Não


115

sentem necessidade de tanta divulgação na região, pois a cultura e a tradição já são bem fortes. 17. Histórico da comunicação. A festa tem uma identidade visual específica? Quem a define? Quais os critérios para escolhê-la? Manter identidade visual ou mudar? Agência MODUS ORG, de Blumenau, por dois anos tem sido a responsável pela criação das peças. A identidade visual foi estabelecida em 2010 e tem-se a intenção de mantê-la. Até então cada setor fazia seu convite, não mantendo uma identidade visual. A pintura do brasão da festa (logo) é uma técnica alemã camponesa, colona de pintar madeira. As cores utilizadas são azul, branco e verde (referência a oktoberfest de Munique). Aprovação do material é feita pela Secretaria de Turismo. Na última edição da festa (2010) a promoção começou em novembro com o desfile de escolha da rainha, mas nesta edição já foi escolhida a rainha de 2011 e sempre será assim para melhor prepará-las para divulgação. Houve também uma discreta promoção do evento na festa do pinhão em julho/2009, mas sem a identidade visual atual. A mini festa pomerana, onde a rainha de um do clubes de caça e tiro era eleita rainha da festa funcionava como o lançamento da festa pomerana. Boa oportunidade para se trabalhar. Foram feitas ações no litoral para oferecer aos turistas algo diferente de sol e praia. Anúncios em revista, redes sociais, outdoor (até Curitiba), ações em shoppings (Florianópolis, Joinville, BC, etc. Representando competição vão a rainha, a princesa, a banda, fazem demonstrações do folclore alemão, etc.), fizeram panfletagem com rádio mix na praia e região (SC). Divulgação internacional com assessoria imprensa, países em língua portuguesa e alemã. Release para MERCOSUL para agências de turismo. Programetes de divulgação para internet e estúdio SC (diferencial). Divulgação no salão de turismo SP. 18. Quais são os pontos fortes da festa? Cultura alemã forte (folclore, concurso culinário, desfiles diários), acontecer no mês de Janeiro (por não ter concorrência direta), espírito familiar. 19. Quais os pontos fracos, que podem ser melhorados? A melhoria é constante. Estrutura física pode melhorar, estacionamento também, pois, no geral, é 100% preenchido. (Fila longa. Segurança grosseiro. Só duas reclamações.) Não tiveram tantos souveniers e estampas de camisas por falta de tempo. 20. Quem vocês consideram concorrentes da Festa Pomerana? Sem concorrente direto, pois abre o calendário de evento de festas típicas de SC. (Não é feriado dia 25, feriado é segunda pós-páscoa.) 21. Qual o principal diferencial do evento?


116

Preservação da cultura Alemã, resgate das tradições. Clima. Decoração na cidade. 22. Qual a percepção da Festa Pomerana? Como é a recepção? Boa. Quem vai, volta. 23. Como chegaram a esta imagem? Pesquisa de opinião, e-mails, caixa de sugestão, clippagem de jornal. 24. Atingiram as expectativas nas últimas festas? Expectativa de 80000 visitas no decorrer de toda a festa, somando as dez noites, não foi cumprida. Houve cancelamento de desfile por causa de chuva, esta afugenta o público da cidade. Porém, o gasto per capita cresceu além dos 10% esperados. 25. Quais foram os principais investimentos dos anos interiores? Espaço da criança sofreu melhoria. Mudam atrações, mas no geral é igual. 26. Existe alguma sugestão de comunicação ou limitação? Souvenir, camisetas diferentes. (são sugestões não cumpridas no ano anterior) Indispensável realizar material para público final, intermediário e imprensa (Press-kit não foi feito – fora releases). Revista Veja na região de Blumenau e Joinville deu retorno. Em divulgação como em mídia nacional, dão enfoque no que é mais inusitado, como o casamento.

APÊNDICE 2 - QUESTIONÁRIO

PESQUISA SOBRE A PERCEPÇÃO DA FESTA POMERANA


117

Esta pesquisa tem como objetivo identificar a percepção da comunidade de Pomerode, SC em relação à Festa Pomerana e às demais questões que a mesma envolve. Este questionário tem caráter acadêmico. Leia as questões com atenção e responda de acordo com a sua opinião. Seja sincero em suas respostas e assinale apenas uma alternativa em cada pergunta. BLOCO 1 – Características do Entrevistado

1) Sexo: ( ) Feminino

( ) Masculino

2) Idade: ( ) Até 25 anos ( ) 25 a 30 anos ( ) 30 a 35 anos

( ) 35 a 45 anos ( ) Mais de 45 anos

3) Renda familiar mensal: ( ) Até R$ 600,00 ( ) R$ 1.500,00 R$ 2.999,00 ( ) mais de R$ 7.500,00

( ) R$ 600,00 a R$ 1.499,00 ( ) R$ 3.000,00 R$ 7.499,00

4) Você nasceu em Pomerode? ( ) Sim ( ) Não 5) Há quanto tempo você reside em Pomerode? ( ) Menos de 5 anos ( ) De 15 a 20 anos ( ) De 5 a 10 anos ( ) Mais de 20 anos ( ) De 10 a 15 anos BLOCO 2 – Sobre a Cidade de Pomerode 1) Qual o maior atrativo turístico que Pomerode? ( ) Arquitetura Enxaimel ( ) Festa Pomerana ( ) Jardins ( ) Museus ( ) Ruralidade ( ) Zoológico ( ) Osterfest ( ) Outros 2) Você participa da Festa Pomerana? ( ) Sim ( ) Não

3) Na sua opinião, quais o(s) melhor(es) dias para frequentar a festa? ( ) Segunda-feira ( ) Terça-feira ( ) Quarta-feira ( ) Quinta-feira ( ) Sexta-feira ( ) Sábado


118

( ) Domingo 4) Quantos dias você costuma frequentar a festa? ( )1a3

( ) 4a6

( ) 7 ou mais

5) Como você participa da festa? ( ( ( ( ( (

) Auxilio na organização ) Decoro meu estabelecimento comercial ) Freqüento o evento visitando a festa ) Freqüento o evento participando das atividades ( concursos, desfiles, etc) ) Trabalho no evento ) Outros

6) Na sua opinião, a Festa Pomerana tem: Pouco prestígio |___|___|___|___|___|___|___| Muito prestígio -3 -2 -1 0 +1 +2 +3 7) Em relação a qualidade das instalações: Péssima |___|___|___|___|___|___|___| Ótima -3 -2 -1 0 +1 +2 +3 8) Na sua opinião, a Festa Pomerana é destinada à classe: ( ) Popular

( ) Média

( ) Elitizada

9) Em relação a Festa, ela é:b Enfadonha |___|___|___|___|___|___|___| Estimulante -3 -2 -1 0 +1 +2 +3 BLOCO 3 – Em relação à estrutura do evento e setores que o mesmo envolve 1) O que você mais gosta da festa? ( ( ( ( (

) Casamento Pomerano ) Show de Bandas ) Festival de Grupos Folclóricos ) Apresentações Culturais ) Competições típicas

( ( ( ( (

) Festbitter ) Gastronomia ) Feiras ) Majestades ) Outros:

( ( ( (

) Desfiles ) Concurso Culinário ) Parque Infantil ) Quebra-caco

2) Na sua opinião, o que pode ser melhorado na festa? ( ) Alimentação ( ) Espaço infantil ( ) Estacionamento ( ) Shows ( ) Sinalização no local ( ) Transporte para a festa


119

( ) Outros 3) Durante o evento você já teve problemas quanto a: ( ) Alimentação ( ) Segurança ( )Transporte ( ) Ambulatório ( ) Banheiros ( ) Nenhum ( ) Estacionamento ( )Outros ( ) Filas 4) O que você gostaria de encontrar nas futuras edições da festa? ( ) Cardápio alternativo ( ) Mais variedade de chopes ( ) Novas bandas

( ) Outros concursos ( ) Nada. Continuar como estar. ( ) Outros: Shows nacionais

5) O que você acha da organização do evento? Péssima |___|___|___|___|___|___|___| Ótima -3 -2 -1 0 +1 +2 +3 BLOCO 4 – Em relação à percepção de imagem 1) Você associa a Festa Pomerana à? ( ) Animação ( ) Barulho ( ) Chope ( ) Culinária ( ) Diversão familiar

( ( ( (

) ) ) )

Organização Stress Tradição Alemã Outros

2) Como as pessoas tem acesso as informações da Festa? ( ) Boca a boca ( ) Outdoor ( ) Cartazes/flyers ( ) Rádio ( ) Internet ( ) TV ( ) Jornal 3) Com o que você associa o turista? ( ) Desrespeito ( ( ) Diversão ( ( ) Novas amizades ( ( ) Vandalismo (

) ) ) )

Disseminação da cultura alemã Lucro para o comércio Transtorno (cidade cheia, filas) Outros


120

APÊNDICE 3 – RESULTADO DA PESQUISA APLICADA COM MORADORES

RESULTADO DOS QUESTIONÁRIOS APLICADOS EM POMERODE As tabelas a seguir foram construídas sobre 252 observações. Os percentuais foram calculados em relação ao número de citações.

BLOCO 1 – Características do Entrevistado

1) Sexo dos participantes ENTREVISTADOS

%

Feminino

162

64,0%

Masculino

90

36,0%

TOTAL

252

100%

SEXO

2) Idade IDADE

ENTREVISTADOS

%

Até 25 anos

103

40%

De 25 a 30 anos

31

13%

De 30 a 35 anos

23

9%

De 35 a 45 anos

30

12%

Mais de 45 anos

65

26%

TOTAL

252

100%


121

3) Renda Familiar Mensal RENDA

ENTREVISTADOS

%

Até R$ 600,00

8

1,0%

De R$ 600,01 até R$ 1.499,00

40

32%

De R$ 1.500,00 até R$ 2.999,00

101

42%

De R$ 3.000,00 até R$ 7.499,00

62

14%

Acima de R$ 7.500,00

56

11%

TOTAL

252

100%

4) Você nasceu em Pomerode? ENTREVISTADOS

%

Sim

129

51%

Não

123

49%

TOTAL

252

100%

5) Há quanto tempo você reside em Pomerode? ENTREVISTADOS

%

Menos de 5 anos

41

16%

De 5 a 10 anos

20

8%

De 10 a 15 anos

58

23%

De 15 a 20 anos

57

22%

Mais de 20 anos

78

31%

TOTAL

252

100%


122

BLOCO 2 – Sobre a Cidade de Pomerode

1) Qual o maior atrativo turístico que Pomerode? ENTREVISTADOS

%

Arquitetura Enxaimel

16

6,3%

Festa Pomerana

121

48%

Ruralidade

2

0,8%

Zoológico

113

45%

TOTAL

252

100%

2) Você participa da Festa Pomerana? ENTREVISTADOS

%

Sim

252

100%

Não

0

0%

252

100%

TOTAL

3) Na sua opinião, quais o(s) melhor(es) dias para freqüentar a festa? *

DIAS Segunda-feira

NÚMERO DE RESPOSTAS

%

15

5,3%

8

3%

Terça-feira Quarta-feira

12

4,6%

Quinta-feira

29

10%

Sexta-feira

38

13,6%

Sábado

144

51,5%


123

Domingo TOTAL

33

12%

279

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.

4) Quantos dias você costuma freqüentar a festa? DIAS

ENTREVISTADOS

%

De 1 a 3

161

63%

De 4 a 6

56

23%

7 ou mais

35

14%

TOTAL

252

100%

5) Como você participa da festa? ENTREVISTADOS

%

Auxilio na organização

13

5%

Freqüento o evento visitando a festa

206

82%

Freqüento o evento participando das atividades

27

10,6%

Trabalho no evento

6

2,4%

252

100%

TOTAL

6) Na sua opinião, a Festa Pomerana tem: *

Pouco prestígio

ENTREVISTADOS

%

0

0%

4

1,6%

-2 -1

4

1,6%

0

18

7%

1

31

12%


124

2

Muito prestígio TOTAL

18

7%

177

70,8%

252

100%

* Escala Likert

7) Em relação a qualidade das instalações: * ENTREVISTADOS

%

0

0%

Péssima

6

2,5%

-2 -1

0

0%

0

31

12%

1

24

9,5%

2

25

14%

156

62%

252

100%

Ótima TOTAL

* Escala Likert

8) Na sua opinião, a Festa Pomerana é destinada a classe: CLASSE

ENTREVISTADOS

%

Popular

143

56%

Média

98

39%

Elitizada

11

5%

TOTAL

252

100%

9) Em relação a Festa, ela é: *

Enfadonha

ENTREVISTADOS

%

0

0%


125

17

6,8%

-2 -1

18

7%

0

76

30%

1

6

2,4%

2

4

1,6%

131

52,2%

252

100%

Estimulante

TOTAL

* Escala Likert

BLOCO 3 – Em relação à estrutura do evento e setores que o mesmo envolve 1) O que você mais gosta da festa? NÚMERO DE RESPOSTAS

%

Apresentações Culturais

42

10,7%

Casamento Pomerano

17

4,3%

Competições típicas

51

13%

Desfiles

45

12%

Feiras

16

4%

Festbitter

5

1,3%

Gastronomia

44

11%

Majestades

13

3,4

Parque Infantil

7

2%

Show de Bandas

66

17%

Outros **

83

21,3%

TOTAL

389

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.** Outros: 19% Gostam de tudo; 2,3% Chope.


126

2) Na sua opinião, o que pode ser melhorado na festa? NÚMERO DE RESPOSTAS

%

Alimentação

12

4%

Espaço infantil

4

1,3%

Estacionamento

49

16,5%

Shows

86

29%

Sinalização no local

24

8%

Outros **

121

40,5%

TOTAL

296

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa. ** Outros: 5% Banheiros; 4,5% Estrutura; 0,5% Filas; 20% Nada; 10,5% Preço.

3) Durante o evento você já teve problemas quanto a: *

Alimentação

NÚMERO DE RESPOSTAS

%

1

0,3%

22

8%

Banheiros Estacionamento

36

13%

Filas

28

10,2%

Segurança

4

1,5%

Transporte

17

6%

172

61%

280

100%

Nenhum TOTAL

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.


127

4) que você gostaria de encontrar nas futuras edições da festa? * NÚMERO DE RESPOSTAS

%

18

6%

Cardápio alternativo

21

7%

Mais variedade de chopes Novas bandas

123

40,5%

Outros concursos

25

8%

Nada. Continuar como estar.

100

33%

Outros **

16

5,5%

TOTAL

303

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.

5) O que você acha da organização do evento? * ENTREVISTADOS

%

0

0%

0

0%

-1

0

0%

0

8

3%

1

49

19,5%

2

53

21%

142

56,5%

252

100%

Péssima

-2

Ótima TOTAL

* Escala Likert


128

BLOCO 4 – Em relação à percepção de imagem 1) Você associa a Festa Pomerana a: * NÚMERO DE RESPOSTAS

%

77

27%

32

11,2%

Culinária

12

4,2%

Diversão familiar

73

25,6%

Organização

9

3%

82

29%

285

100%

Animação

Chope

Tradição Alemã TOTAL

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.

2) Como as pessoas tem acesso as informações da Festa? * NÚMERO DE

Boca a boca

RESPOSTAS

%

106

31%

65

19%

Cartazes/flyers Internet

34

10,3%

Jornal

51

15%

Outdoor

13

3,8%

Rádio

49

14,2%

22

7%

340

100%

TV TOTAL

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.


129

3) Com o que você associa o turista? * NÚMERO DE

Disseminação da cultura alemã

RESPOSTAS

%

54

17,5%

70

22,8%

Diversão Lucro para o comércio

101

33%

Novas amizades

75

24,7%

Transtorno (cidade cheia, filas)

3

1%

Vandalismo

3

1%

306

100%

TOTAL

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.


130

APÊNDICE 4 – RESULTADO DA PESQUISA APLICADA COM TURISTAS E VISITANTES QUESTIONÁRIO APLICADO VIA INTERNET PARA TURISTAS E VISITANTES DE FESTA As tabelas a seguir foram construídas sobre 76 observações. Os percentuais são calculados em relação ao número de citações.

BLOCO 1 – Características do Entrevistado 1) Sexo dos participantes SEXO

ENTREVISTADOS

%

Feminino

32

42,0%

Masculino

44

58,0%

TOTAL

76

100%

2) Idade IDADE

ENTREVISTADOS

%

Até 25 anos

35

46%

De 25 a 30 anos

14

18,8%

De 30 a 35 anos

12

16%

De 35 a 45 anos

11

14%

Mais de 45 anos

4

5,2%

TOTAL

76

100%


131

3) Renda Familiar Mensal RENDA

ENTREVISTADOS

%

Até R$ 600,00

1

1,0%

De R$ 600,01 até R$ 1.499,00

13

17%

De R$ 1.500,00 até R$ 2.999,00

15

20%

De R$ 3.000,00 até R$ 7.499,00

25

33%

Acima de R$ 7.500,00

22

29%

TOTAL

76

100%

4) Você nasceu em Pomerode? ENTREVISTADOS

%

Sim

15

20%

Não

61

80%

TOTAL

76

100%

5) Hoje em que cidade você reside? CIDADE

ENTREVISTADOS

%

Balneário Camboriú

9

12%

Blumenau

18

23,5%

Brusque

3

4%

Camboriú

2

2,5%

Curitiba

2

2,5%

Espírito Santo

1

1,3%

Florianópolis

4

5,2%

Imbituba

1

1,3%


132

Indaial

2

2,5%

Itajaí

5

6,5%

Jaraguá do Sul

12

15,5%

Joinville

6

8,3%

Natal/RN

1

1,3%

Navegantes

2

2,5%

São Paulo

1

1,3%

Timbó

6

8,3%

União da Vitória

1

1,3%

TOTAL

76

100,0%

6) Local de residência LOCALIDADE

ENTREVISTADOS

%

SC

70

92%

PR

3

4%

Outros

3

4%

BLOCO 2 – Sobre a cidade de Pomerode

1) Qual o maior atrativo turístico que Pomerode? Número de Respostas

%

Arquitetura Enxaimel

15

14%

Festa Pomerana

52

48%

Ruralidade

8

7%

Zoológico

34

31%

TOTAL

109

100%


133

2) Você participa da Festa Pomerana? ENTREVISTADOS

%

Sim

76

100%

Não

0

0%

TOTAL

76

100%

3) Na sua opinião, quais o(s) melhor(es) dias para freqüentar a festa? * DIAS Segunda-feira

Número de Respostas

%

0

0%

5

3,8%

Terça-feira Quarta-feira

3

2,2%

Quinta-feira

18

13,5%

Sexta-feira

40

30%

Sábado

55

41,5%

11

9%

132

100%

Domingo TOTAL

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.

4) Quantos dias você costuma freqüentar a festa? DIAS

ENTREVISTADOS

%

De 1 a 3

63

82%

De 4 a 6

11

15,5%

7 ou mais

2

2,5%

TOTAL

76

100%


134

5) Como você participa da festa? ENTREVISTADOS

%

Auxilio na organização

0

0%

Freqüento o evento visitando a festa

76

100%

Freqüento o evento participando das atividades

0

0%

Trabalho no evento

0

0%

TOTAL

76

100%

6) Na sua opinião, a Festa Pomerana tem: * ENTREVISTADOS

%

0

0%

Pouco prestígio

0

0%

-2 -1

4

5%

0

9

12%

1

14

18%

2

20

27%

29

39%

76

100%

Muito prestígio TOTAL

* Escala Likert

7) Em relação a qualidade das instalações: *

Péssima

ENTREVISTADOS

%

0

0%

0

0%

-2 -1

0

0%

0

4

5%

1

17

23%


135

2

Ótima TOTAL

33

45%

20

27%

76

100%

* Escala Likert 8) Na sua opinião, a Festa Pomerana é destinada à classe: CLASSE

ENTREVISTADOS

%

Popular

19

25%

Média

57

75%

Elitizada

0

5%

TOTAL

76

100%

9) Em relação a Festa, ela é: *

Enfadonha

ENTREVISTADOS

%

0

0%

0

0%

-2 -1

4

5%

0

12

16%

1

19

25%

2

16

21%

25

33%

76

100%

Estimulante TOTAL

* Escala Likert


136

BLOCO 3 – Em relação à estrutura do evento e setores que o mesmo envolve 1) O que você mais gosta da festa? Número de Respostas

%

Apresentações Culturais

15

10,4%

Casamento Pomerano

12

8,3%

Competições típicas

8

5,5%

Desfiles

7

5%

Feiras

14

9,8%

Festbitter

2

1,4%

Gastronomia

26

18%

Majestades

6

4%

Parque Infantil

0

0%

Show de Bandas

29

20,8%

Outros **

25

17,5%

TOTAL

144

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa. ** Outros: Grupos Folclóricos

2) Na sua opinião, o que pode ser melhorado na festa? Número de Respostas

%

Estacionamento

33

41,7%

Shows

14

18%

Sinalização no local

7

8,8%

Transporte para a festa

4

5

Outros **

21

26,5%

TOTAL

79

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa. ** Outros: 13 % Estrutura; 5% Nada; 4,5% Falta de tradição em alguns anos.


137

3) Durante o evento você já teve problemas quanto a: *

Alimentação

Número de Respostas

%

0

0%

19

25%

Banheiros Estacionamento

23

30%

Filas

6

8%

28

37%

76

100%

Nenhum TOTAL

4) que você gostaria de encontrar nas futuras edições da festa? * Número de Respostas

%

11

14,5%

Cardápio alternativo

26

34%

Mais variedade de chopes Novas bandas

20

26,3%

Outros concursos

5

7%

Nada. Continuar como estar.

15

18,2%

TOTAL

77

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa. 5) O que você acha da organização do evento? *

Péssima

Entrevistados

%

0

0%

0

0%

-2 -1

0

0%

0

9

12%

1

24

31,5%

2

27

35,5%

16

21%

Ótima


138

TOTAL

76

100%

* Escala Likert

BLOCO 4 – Em relação à percepção de imagem 1) Você associa a Festa Pomerana a: *

Animação

Chope Diversão familiar

Tradição Alemã TOTAL

Número de Respostas

%

9

8,5%

23

21,5%

39

36%

36

34%

107

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.

2) Como as pessoas tem acesso as informações da Festa? *

Boca a boca

Número de Respostas

%

34

34,3%

9

9%

Cartazes/flyers Internet

22

22,2%

Jornal

4

4%

Outdoor

14

14,5%

Rádio

5

5%

11

11%

99

100%

TV TOTAL

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.

3) Com o que você associa o turista? *

Disseminação da cultura alemã

Diversão

Número de Respostas

%

31

36%

25

29%


139

Lucro para o comĂŠrcio

13

15%

Novas amizades

10

11%

Transtorno (cidade cheia, filas)

6

7%

Vandalismo

2

2%

TOTAL

85

100%

* O entrevistado poderia escolher mais de uma alternativa.


140

APÊNDICE 6 - RELAÇÃO ENTRE RESPOSTAS DOS MORADORES E DOS TURISTAS E VISITANTES A soma das duas pesquisas realizadas pela agência e o resultado obtido será demonstrado através dos seguintes gráficos:

BLOCO 1 – Características do Entrevistado 1) Sexo:

Masculino 41% Feminino Feminino 59%

Masculino

2) Idade: 45%

42%

40% 35% 30% 25%

21%

20%

14%

15%

11%

13%

10% 5% 0% Até 25 anos

25 a 30 anos

30 a 35 anos

35 a 45 anos

Mais de 45 anos


141

3) Renda familiar mensal:

23%

3%

16%

Até R$ 600,00 R$ 600,00 a 1.499,00 R$1.500,00 a 2.999,00 R$3.000,00 a R$7.499,00

25%

33%

Mais de R$7.500,00

4) Você nasceu em Pomerode?

56%

44%

0,0%

50,0%

Sim

100,0%

Não

BLOCO 2 – Sobre a Cidade de Pomerode

1) Qual o maior atrativo turístico que Pomerode? Arquitetura Enxaimel

Festa Pomerana

Zoológico

Outros

6,3%

41%

48% 0,8%


142

2) Você participa da Festa Pomerana?

0%

100% 0%

10%

20%

30%

40%

50%

Sim

60%

70%

80%

90%

100%

Não

3) Na sua opinião, quais o(s) melhor(es) dias para frequentar a festa?

11%

3% 3% 5%

Segunda-feira Terça-feira

10%

Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira

18% 48%

Sábado Domingo

4) Quantos dias você costuma frequentar a festa?

7 ou mais

11,5%

4a6

20,5%

1a3

68,0%

0%

10%

20%

30%

40%

50%

60%

70%

80%


143

5) Como você participa da festa? 100% 90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0%

86%

Auxilio na organização

Freqüento o evento visitando a festa Freqüento o evento participando das atividades 4% 5%

8,2%

%

6) Na sua opinião, a Festa Pomerana tem: 2,5% 8,3%

88,3% Pouco prestígio

Satisfatório

Muito prestígio

7) Em relação a qualidade das instalações: 100% 90% 80% 70% 60%

86%

50%

Satisfatória

40%

Péssima

30% 20% 10%

Ótima

12%

0%

2%


144

8) Na sua opinião, a Festa Pomerana é destinada a classe: Popular

Média

49%

0%

20%

Elitizada

4%

47%

40%

60%

80%

100%

9) Em relação a Festa, ela é

27% Enfadonha 61%

61% Satisfatória Estimulante

12%


145

BLOCO 3 – Em relação à estrutura do evento e setores que o mesmo envolve

1) O que você mais gosta da festa? 25,00%

20,5% 18%

20,00% 15,00%

11%

10,5%

10,00%

13% 10%

5,5%

5,5%

3,5%

5,00%

1,3%

1,3%

0,00%

Apresentações Culturais

Casamento Pomerano

Competições típicas

Desfiles

Gastronomia

Majestades

Parque Infantil

Show de Bandas

Outros: Tudo; Chope

Feiras

Festbitter

2) Na sua opinião, o que pode ser melhorado na festa?

3% 1%

Alimentação 22%

38%

Espaço infantil Estacionamento Shows Sinalização no local

1% 8%

27%

Transporte Outros


146

3) Durante o evento você já teve problemas quanto a:

49% 7% 1,0% 11% 0,5% 18,5% 13,5% 0,00%

5,00%

10,00%

15,00% 20,00%

25,00%

30,00% 35,00%

Banheiros

Estacionamento

Alimentação

Segurança

Transporte

Nenhum

40,00% 45,00%

50,00%

Filas

4) O que você gostaria de encontrar nas futuras edições da festa?

5%

8% 12%

Cardápio alternativo Mais varidade de chopes

30%

Novas bandas Outros concursos Nada. Continuar como está 8%

Outros

37%

5) O que você acha da organização do evento? Péssima

Satisfatório

Ótima

95% 100% 80% 60%

0%

40% 20% 0%

5%


147

BLOCO 4 – Em relação à percepção de imagem

1) Você associa a Festa Pomerana a: 22% 30%

14% 2% 3% Animação

29% Chope

Culinária

Diversao familiar

Organização

Tradição Alemã

2) Como as pessoas tem acesso as informações da Festa? 32%

Boca a boca

35% 30%

Cartazes/flyers

17%

25%

10,3% 12,5%

20%

Internet

6% 12% 7,5%

Jornal

15%

Outdoor

10%

Rádio TV

5% 0%

3) Com o que você associa o turista?

1% 22,0%

24,0%

29%

22,0% 1%

Disseminação da cultura alemã

Diversão

Lucro para o comércio

Novas amizades

Transtorno

Vandalismo


148

APÊNDICE 7 – PLANILHAS DE VEICULAÇÃO TV


149


150


151


152

APÊNDICE 8 – PLANILHAS DE VEICULAÇÃO RÁDIO


153


154


155


156


157


158


159


160


161


162


163


164

APÊNDICE 9 – PLANILHAS DE VEICULAÇÃO JORNAL


165


166


167


168


169


170


171


172


173

APÊNDICE 10 – PLANILHAS DE VEICULAÇÃO OUTDOOR


174


175


176


177


178

APÊNDICE 11 – TABELA DE VEICULAÇÃO INTERNET

SITE

Hagah

Pomerlist

ESPECIFICAÇÃO Super Banner na sessão temática Hotel e Pousadas + Right Banner na página principal

Rodapé: 370 x 94 px.

PERÍODO

INVESTIMENTO

Dez/10 – Jan/11

R$ 3300 (mensal) x 2 = R$6.600,00

Dez/10 – Jan/11

R$ 3.484,80 (dois meses)

TOTAL

R$ 10.084,80


179

ANEXO

ANEXO 1 - PESQUISA REALIZADA PELA SECRETARIA DE TURISMO DE POMERODE RELATÓRIO DA PESQUISA DE OPINIÃO A aplicação das entrevistas ocorreu durante a realização do evento, de 15 a 24 de janeiro de 2010, de forma aleatória, por todo o parque de eventos no qual se realizou a festa. Desta forma, os 385 entrevistados estão amostralmente representando o público que freqüenta a Festa Pomerana.

Idade dos participantes IDADE

FREQ.

%

Menos de 18 anos

10

2,6%

De 18 a 25 anos

59

15,3%

De 26 a 34 anos

118

30,6%

De 35 a 50 anos

126

32,7%

De 51 a 65 anos

56

14,5%

Mais de 65 anos

16

4,2%

TOTAL

385

100%

Sexo dos participantes SEXO

FREQ.

%

Masculino

204

53,0%

Feminino

181

47,0%

TOTAL

385

100%


180

Cidade de residência CIDADE

FREQ.

%

Pomerode

113

29,4%

Blumenau

71

Timbó

CIDADE

FREQ.

%

Baurú

1

0,3%

18,5%

Belo Horizonte

1

0,3%

21

5,5%

Brasília

1

0,3%

Jaraguá do Sul

17

4,4%

Cajati

1

0,3%

Joinville

15

3,9%

Camboriú

1

0,3%

Curitiba

14

3,6%

Cascavel

1

0,3%

São Paulo

11

2,9%

Castanhal

1

0,3%

Balneário Camboriú

10

2,6%

Chapecó

1

0,3%

Brusque

9

2,3%

Criciúma

1

0,3%

Florianópolis

9

2,3%

Dourados

1

0,3%

Indaial

7

1,8%

Fazenda Rio Grande

1

0,3%

Rio dos Cedros

7

1,8%

Fortaleza

1

0,3%

Rio de Janeiro

5

1,3%

Jaú

1

0,3%

Benedito Novo

4

1,0%

Joaçaba

1

0,3%

Ascurra

3

0,8%

Jundiaí

1

0,3%

Balneário Barra do Sul

3

0,8%

Karlsruhe

1

0,3%

Itajaí

3

0,8%

Mafra

1

0,3%

Massaranduba

3

0,8%

Marechal Cândido Rondon

1

0,3%

Porto Alegre

3

0,8%

Navegantes

1

0,3%

Rodeio

3

0,8%

Parapuã

1

0,3%

Buenos Aires

2

0,5%

Passa Quatro

1

0,3%

Campo Largo

2

0,5%

Pergamino

1

0,3%

Caxias do Sul

2

0,5%

Salvador

1

0,3%

Guaramirim

2

0,5%

Santa Cruz do Sul

1

0,3%


181

Ibirama

2

0,5%

Santana do Livramento

1

0,3%

Munique

2

0,5%

Santo Amaro

1

0,3%

Porto Belo

2

0,5%

São Bento do Sul

1

0,3%

Rio do Sul

2

0,5%

São Francisco do Sul

1

0,3%

São José

2

0,5%

São Luis do Maranhão

1

0,3%

Agronômica

1

0,3%

São Roque

1

0,3%

Altamira

1

0,3%

Schroeder

1

0,3%

Araras

1

0,3%

Toledo

1

0,3%

384

100,0%

TOTAL

Local de residência LOCALIDADE

FREQ.

%

SC

318

82,6%

PR

20

5,2%

SP

19

4,9%

RS

7

1,8%

RJ

5

1,3%

Argentina

4

1,0%

Alemanha

3

0,8%

MG

2

0,5%

PA

2

0,5%

BA

1

0,3%

CE

1

0,3%

DF

1

0,3%

MA

1

0,3%


182

MS TOTAL

1

0,3%

385

100%

Hospedagem HOSPEDAGEM

FREQ.

%

Sim

71

18,4%

Não

314

81,6%

TOTAL

385

100%

Local da hospedagem LOCAL

FREQ.

%

Blumenau

19

35,2%

Pomerode

19

35,2%

Balneário Camboriú

5

9,3%

Timbó

5

9,3%

Jaraguá do Sul

3

5,6%

Florianópolis

2

3,7%

Brusque

1

1,9%

TOTAL

54

100%

Meio de hospedagem MEIO DE HOSPEDAGEM

FREQ.

%

Não resposta

315

81,8%

Hotel/Pousada

36

9,4%

Casa de parentes/amigos

30

7,8%


183

Outro TOTAL

4

1,0%

385

100%

Motivação para vir à festa MOTIVAÇÃO

FREQ.

%

Costuma vir todos os anos

138

33,9%

Para conhecer

79

19,4%

Diversão

78

19,2%

As tradições e cultura alemã

53

13,0%

Amigos

36

8,8%

A beleza do povo

6

1,5%

Entrada gratuita

2

0,5%

Participar do desfile

2

0,5%

Chope

1

0,2%

Chope e a beleza do povo

1

0,2%

Dia da 3ª idade

1

0,2%

Família

1

0,2%

Já conhecia

1

0,2%

Música e chope

1

0,2%

Parentes

1

0,2%

Passear com a família

1

0,2%

Sociedade

1

0,2%

Trazer um visitante da Europa

1

0,2%

Veio a 3 anos atrás

1

0,2%

Veio no domingo e achou boa a infra-estrutura

1

0,2%

Visita familiar

1

0,2%


184

TOTAL

407

100,0%

*A tabela é construída sobre 385 observações. ** Os percentuais são calculados em relação ao número de citações.

Meio de transporte utilizado para chegar à festa MEIO DE TRANSPORTE

FREQ.

%

1

0,3%

Automóvel

343

89,1%

Ônibus

16

4,2%

Van

2

0,5%

Moto

5

1,3%

A pé

16

4,2%

Outro

2

0,5%

385

100%

Não resposta

TOTAL

Como vem à festa ACOMPANHANTE

FREQ.

%

Sozinho

14

3,6%

Com amigos

137

34,8%

Família

240

60,9%

Excursão

3

0,8%

TOTAL

394

100%

A tabela é construída sobre 385 observações. Os percentuais são calculados em relação ao número de citações.


185

Quantidade de edições da festa que já freqüentou QTDE EDIÇÕES

FREQ.

%

Uma

111

28,8%

Duas

36

9,4%

Três

34

8,8%

Várias

204

53,0%

TOTAL

385

100%

Dias que pretende freqüentar a festa QTOS DIAS

FREQ.

%

Não resposta

4

1,0%

1 dia

215

55,8%

2dias

73

19,0%

Todos os dias

46

11,9%

Outro

47

12,2%

TOTAL

385

100%

Meio de conhecimento da Festa Pomerana CONHECIMENTO

FREQ.

%

Televisão

22

4,8%

Rádio

35

7,6%

Jornal

42

9,1%

Amigos/Família

143

31,0%

Site Internet

33

7,1%


186

Folder/Cartaz

13

2,8%

Agência

7

1,5%

Já sabia

138

29,9%

Outro

3

0,6%

Out-door

26

5,6%

TOTAL

462

100%

A tabela é construída sobre 385 observações. Os percentuais são calculados em relação ao número de citações.

Provou o chope PROVOU

FREQ.

%

Sim

339

88,1%

Não

46

11,9%

TOTAL

385

100%

Satisfação com as opções oferecidas SATISFAÇÃO

FREQ.

%

Não resposta

47

12,2%

Sim

336

87,3%

Não

2

0,5%

385

100%

TOTAL

Avaliação da Gastronomia GASTRONOMIA Ótimo

FREQ.

%

189

49,1%


187

Bom

122

31,7%

Regular

8

2,1%

Péssimo

2

0,5%

Sem opinião

64

16,6%

TOTAL

385

100%

Avaliação da música MÚSICA

FREQ.

%

Ótimo

206

53,5%

Bom

158

41,0%

Regular

15

3,9%

Péssimo

1

0,3%

Sem opinião

5

1,3%

385

100%

TOTAL

Avaliação das apresentações culturais APRESENTAÇÕES CULTURAIS

FREQ.

%

Ótimo

149

38,7%

Bom

94

24,4%

Regular

5

1,3%

Péssimo

1

0,3%

Sem opinião

136

35,3%

TOTAL

385

100%


188

Avaliação dos desfiles DESFILES

FREQ.

%

Ótimo

128

33,2%

Bom

82

21,3%

Regular

6

1,6%

Péssimo

0

0,0%

Sem opinião

169

43,9%

TOTAL

385

100%

Avaliação das competições COMPETIÇÕES

FREQ.

%

Ótimo

92

23,9%

Bom

72

18,7%

Regular

6

1,6%

Péssimo

0

0,0%

Sem opinião

215

55,8%

TOTAL

385

100%

Avaliação da decoração DECORAÇÃO

FREQ.

%

Ótimo

268

69,6%

Bom

103

26,8%

Regular

10

2,6%

Péssimo

2

0,5%


189

Sem opinião TOTAL

2

0,5%

385

100%

Avaliação da limpeza LIMPEZA

FREQ.

%

Ótimo

257

66,8%

Bom

119

30,9%

Regular

8

2,1%

Péssimo

0

0,0%

Sem opinião

1

0,3%

385

100%

TOTAL

Avaliação da segurança SEGURANÇA

FREQ.

%

Ótimo

246

63,9%

Bom

129

33,5%

Regular

8

2,1%

Péssimo

2

0,5%

Sem opinião

0

0,0%

385

100%

TOTAL

Avaliação da feira comercial FEIRA COMERCIAL

FREQ.

%


190

Ótimo

193

50,1%

Bom

126

32,7%

Regular

17

4,4%

Péssimo

2

0,5%

Sem opinião

47

12,2%

TOTAL

385

100%

Pretensão de gasto individual diário GASTO INDIVIDUAL

FREQ.

%

Não resposta

5

1,3%

Até R$ 50,00

80

20,8%

De R$ 50,01 a R$ 70,00

78

20,3%

De R$ 70,01 a R$ 120,00

165

42,9%

De R$ 120,01 a R$ 220,00

53

13,8%

De R$ 220,01 a R$ 320,00

4

1,0%

Acima de R$ 320,00

0

0,0%

385

100%

TOTAL

Pretende retornar à festa no próximo ano RETORNAR

FREQ.

%

Não resposta

5

1,3%

Sim

360

93,5%

Não

2

0,5%

Talvez

16

4,2%


191

Não sabe

2

0,5%

TOTAL

385

100%

Renda individual RENDA INDIVIDUAL

FREQ.

%

Não resposta

40

10,4%

Até R$ 465,00

8

2,1%

De R$ 465,01 até R$ 930,00

40

10,4%

De R$ 930,01 até R$ 1.860,00

101

26,2%

De R$ 1.860,01 até R$ 2.790,00

62

16,1%

De R$ 2.790,01 até R$ 3.720,00

34

8,8%

De R$ 3.720,01 até R$ 4.650,00

44

11,4%

Acima de R$ 4.650,00

56

14,5%

TOTAL

385

100%

Grau de instrução GRAU DE INSTRUÇÃO

FREQ.

%

Não resposta

10

2,6%

Fundamental incompleto

13

3,4%

Fundamental completo

19

4,9%

Ensino médio incompleto

18

4,7%

Ensino médio completo

167

43,4%

Superior incompleto

54

14,0%

Superior completo

84

21,8%


192

Especialização/Pós-graduação

13

3,4%

Mestrado

6

1,6%

Doutorado

0

0,0%

Curso técnico

1

0,3%

385

100%

TOTAL

Sugestões e comentários SUGESTÕES/COMENTÁRIOS

FREQ.

%

Mais ventilação/ climatização da feira.

17

9,1%

Preço do chope está caro.

14

7,5%

Preço do ingresso ficou caro.

13

7,0%

Festa ótima.

8

4,3%

Festa muito boa.

6

3,2%

Preço do estacionamento está caro.

5

2,7%

Tenda eletrônica.

5

2,7%

Festa bem organizada.

4

2,2%

Festa maravilhosa.

3

1,6%

Festa muito linda.

3

1,6%

Mais mesas e bancos, espaços para sentar.

3

1,6%

Colocar mais atrativos na feira.

2

1,1%

Colocar outros tipos de música.

2

1,1%

Colocar ventilação no restaurante.

2

1,1%

Feira do ano passado estava melhor.

2

1,1%

Fila das refeições muito grande.

2

1,1%

Música muito alta.

2

1,1%


193

Preço do buffet elevado.

2

1,1%

A mesa de som atrapalha a visualização, pessoas na frente das cadeiras em no Pavilhão Cultural.

1

0,5%

A porção de comida foi reduzida.

1

0,5%

Água de coco.

1

0,5%

Algo relacionado à Oktoberfest.

1

0,5%

Ano passado a organização esteve melhor. O parque de diversões tomou muito lugar no parque de eventos.

1

0,5%

As músicas estavam ruins.

1

0,5%

Atendimento nos caixas não atingiu o patamar de bom atendimento, muito devagar.

1

0,5%

Aumentar o pavilhão principal.

1

0,5%

Cerveja ou chope sem álcool.

1

0,5%

Chegou às 8h e não havia nenhum segurança na feira.

1

0,5%

Colocar banda jovem durante a semana.

1

0,5%

Colocar mais acessos cobertos no parque de eventos.

1

0,5%

Colocar mais acessos cobertos no parque de eventos. Sugestão de uma passarela.

1

0,5%

Colocar mais bandas da cidade.

1

0,5%

Colocar mais músicas jovens.

1

0,5%

Colocar mesas em frente aos boxes de alimentação que sejam cobertas com guarda-sol para proteger também da chuva.

1

0,5%

Colocar outros shows.

1

0,5%

Colocar placas indicativas da festa desde Florianópolis e de Blumenau até Pomerode.

1

0,5%

Colocar show nacional.

1

0,5%

Competição e banda acabaram juntos e não tinha nada para ver.

1

0,5%

Competições poderiam melhorar.

1

0,5%

Continuar sempre com esta festa linda.

1

0,5%

Desfile deveria ser mais animado, com mais pessoas, buscar mais atrativos.

1

0,5%


194

Desfile mais cedo devido as chuvas de verão.

1

0,5%

Diversificar alimentação.

1

0,5%

Divulgar a festa no Rio Grande do Sul.

1

0,5%

Divulgar o show pirotécnico.

1

0,5%

Estacionamento com lama e muito afastado.

1

0,5%

Estacionamento com lama, colocar brita.

1

0,5%

Faltam mais participantes germânicos.

1

0,5%

Faltam opções da atual cozinha alemã, como frango assado e salsicha.

1

0,5%

Fazer 15 dias de festa.

1

0,5%

Feira não tem novidades, todo ano igual.

1

0,5%

Feira poderia estar melhor, o resto está ótimo.

1

0,5%

Feira precisa mais máquinas de cartão de crédito.

1

0,5%

Feira tem pouca variedade.

1

0,5%

Festa bem animada.

1

0,5%

Festa bem organizada, boa limpeza.

1

0,5%

Festa muito boa, continuar assim.

1

0,5%

Festa muito boa. Tradição alemã bem representada.

1

0,5%

Festa muito linda e bem tranquila. Colocar mais acessos cobertos no parque de eventos.

1

0,5%

Festa muito linda. Divulga a tradição da cidade muito bem.

1

0,5%

Festa ótima, mas não deixar virar uma Oktoberfest.

1

0,5%

Festa ótima, mas o valor do ingresso no site era de R$ 5,00 e quando chegaram na festa era R$ 12,00.

1

0,5%

Festa todo ano mais maravilhosa.

1

0,5%

Festa tradicional, ótima.

1

0,5%

Festa traz costumes e tradições da própria cidade, o que caracteriza a festa sempre mais.

1

0,5%

Foi um absurdo a briga que aconteceu no segundo final de semana. A segurança deveria ter agido diferente, não foi tomada atitude cabível com os turistas que só estavam aqui

1

0,5%


195

para se divertir. Folders entregues nas lojas não continham a programação, apenas divulgação geral da festa.

1

0,5%

Gastronomia ano passado estava melhor.

1

0,5%

Identificação em inglês e "espanhol".

1

0,5%

Incentivo aos estudantes - carteirinha.

1

0,5%

Inovar, pois é sempre a mesma coisa.

1

0,5%

Jamais deixar de fazer esta festa, para que as gerações conheçam.

1

0,5%

Má decoração nas ruas.

1

0,5%

Mais atrativos.

1

0,5%

Mais variedade de comida típica.

1

0,5%

Mais ventilação/ climatização da feira, nas barracas e nas mesas.

1

0,5%

Mal atendimento nas bebidas.

1

0,5%

Manter a tradição.

1

0,5%

Manter e melhorar.

1

0,5%

Melhorar a decoração.

1

0,5%

Melhorar as músicas.

1

0,5%

Melhorar cada vez mais.

1

0,5%

Melhorar os concursos culinários. Que sejam turistas experimentado os produtos.

1

0,5%

Muito quente! Escolher outra data para realizar a festa.

1

0,5%

Música muito alta, não se consegue conversar no restaurante.

1

0,5%

Músicas mais agitadas a partir da meia noite.

1

0,5%

Na feira não tinha lembrança para menino.

1

0,5%

No restaurante falta organização, poucas pessoas servindo.

1

0,5%

No restaurante houve má recepção, não permitiu ver o buffet.

1

0,5%

O Biergarten estava mal estruturado e desorganizado com a gastronomia.

1

0,5%


196

O parque de diversões está jogado.

1

0,5%

O restaurante poderia oferecer carnes mais leves.

1

0,5%

Organizar melhor os horários das trocas de bandas dos pavilhões para não coincidir.

1

0,5%

Portaria estava fechada antes do desfile.

1

0,5%

Poucas lojas na feira, mais estandes.

1

0,5%

Poucas músicas do município.

1

0,5%

Preços aumentaram.

1

0,5%

Preços elevados de alimentos e bebidas.

1

0,5%

Promover exposição de telas ou trabalhos de artistas da região.

1

0,5%

Refrigerante está quente.

1

0,5%

Segurança incompetente.

1

0,5%

Sertanejo universitário.

1

0,5%

Sistema bancário inexistente, vão embora antes de terminar. Falta informação. Colocar caixa eletrônico.

1

0,5%

Solucionar o problema do cartão de crédito.

1

0,5%

Sorvete expresso.

1

0,5%

Teatro tem pouca criatividade.

1

0,5%

Todo ano caprichar mais, ficando cada vez mais lindo.

1

0,5%

Usar flores naturais.

1

0,5%

Voltar a cerveja Stela Artoys.

1

0,5%

186

100%

TOTAL


197

ANEXO 2 – ORÇAMENTO DE AÇÕES DE GUERRILHA Elementos comprados de antemão

Elementos

Valor

1 Fantasia Festbitter

R$ 150,00

1 fantasia para cavalo

R$ 800,00

megafone

R$ 74,00

Total R$ 1.024,00

AÇÕES Pomerode • Festbitter anunciando festa a cavalo. (Jan/2011) Elementos

Valor

1 ator como Festbitter

R$ 100,00

Acompanhante ator

R$ 100,00

Alimentação

R$ 20,00

Total R$ 220,00

Balneário Camboriú Praia • Concurso de serra na praia. (Jan/2011) Elementos 2 princesas e 1 rainha

Valor Recebem salário


198

2 atores competindo na serra

R$ 200,00

1 Festibitter (animação do evento)

R$ 100,00 (diária)

1 tronco de madeira

R$ 100,00 (um metro)

1 serra

R$ 100,00

Alimentação

R$ 391,00 (50 sanduiches, 50 caixas de suco, 50 barras de cereal)

transporte

R$ 215,00

Banda

R$ 500,00

Total R$ 1.606,00 Shopping Balneário Camboriú • Levar chope com princesas, rainha e festbitter em ações no shopping. Chope fornecido por patrocinador. ( Jan/2011) Elementos Valor 2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

1 Festibitter (animação do evento)

-

transporte

-

Banda

R$ 500,00

Total R$ 500,00 Shopping Atlântico • Levar chope com princesas, rainha e festbitter em ações no shopping. Chope fornecido por patrocinador. ( Jan/2011) Elementos Valor 2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

1 Festibitter (animação do evento)

-


199

transporte

R$ 215,00

Banda

R$ 500,00

Total R$ 715,00

Hotéis • Café da manhã nos hotéis Plaza Camboriú e o Parnaso Hotel. ( Jan/2011) Elementos

Valor

4 modelos

R$ 400,00

Aluguel de 4 roupas típicas

R$ 400,00

Buffet tradicional do Café da manhã p/ 800 pessoas (Torten Paradies) Transporte

R$ 8000,00

R$ 1000,00

Total R$ 9.800,00

Blumenau Shopping • Levar chope com princesas, rainha e Festbitter em ações no shopping. Chope fornecido por patrocinador. ( Jan/2011) Elementos Valor 2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

1 Festibitter (animação do evento)

R$ 100,00 (diária)

Alimentação

R$ 195,00 (25 sanduiches, 50 caixas de suco, 50 barras de cereal)

transporte

R$ 72,00 (com motorista)

Banda

R$ 500,00


200

Total R$ 867,00 • Panfletagem na Oktober (Out/2010) Elementos

Valor

2 princesas e 1 rainha Alimentação

Recebem salário R$ 39,10(5 sanduiches, 5 caixas de suco, 5 barras de cereal)

transporte

R$ 72,00 (com motorista)

Total R$ 111,10

Bombinhas Praia • Concurso de serra na praia. ( Jan/2011) Elementos

Valor

2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

2 atores competindo na serra

R$ 200,00

1 Festibitter (animação do evento)

R$ 100,00 (diária)

1 tronco de madeira

R$ 100,00 (um metro)

1 serra

R$ 100,00

Alimentação

R$ 195,00 (25 sanduiches, 25 caixas de suco, 25 barras de cereal)

transporte

R$ 285,60

Banda

R$ 500,00

Total R$ 1.480,60


201

Florianópolis Shopping • Levar chope com princesas, rainha e Festbitter em ações no shopping. Chope fornecido por patrocinador. ( Jan/2011) Elementos Valor 2 princesas e 1 rainha 1 evento)

Festibitter

(animação

Recebem salário do

Alimentação

R$ 100,00 (diária)

R$ 391,00 (50 sanduiches, 50 caixas de suco, 50 barras de cereal)

transporte

R$ 400,80 (com motorista)

Banda

R$ 500,00

Total R$ 1391,80 Centro da beira mar. ( Jan/2011) Elementos

Valor

2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

2 atores competindo na serra

R$ 200,00

1 Festibitter (animação do evento)

-

1 tronco de madeira

R$ 100,00 (um metro)

1 serra

R$ 100,00

transporte

-

Banda

R$ 500,00

Total R$ 900,00


202

Jaraguá do Sul Shopping • Levar chope com princesas, rainha e festbitter em ações no shopping. ( Jan/2011) Elementos Valor 2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

1 Festibitter (animação do evento)

R$ 100,00 (diária)

Alimentação

R$ 195,00 (25 sanduiches, 25 caixas de suco, 25 barras de cereal)

transporte

R$ 85,44

Banda

R$ 500,00

Total R$ 880,44

Joinville Shopping Levar chope com princesas, rainha e festbitter em ações no shopping. Chope fornecido por patrocinador. ( Jan/2011) Elementos Valor 2 princesas e 1 rainha

Recebem salário

1 Festibitter (animação do evento)

R$ 100,00 (diária)

Alimentação

R$ 195,00 (25 sanduiches, 25 caixas de suco, 25 barras de cereal)

transporte

R$ 195,36

Banda

R$ 500,00

Total R$ 990,36 TOTAL GUERRILHA: R$ 20.486,30


203

ANEXO 3 - ORÇAMENTOS DE MATERIAL IMPRESSO

Jaraguá do Sul, 03 de Maio de 2010. À FOLKS MULTIAGÊNCIA A/C. : ALINE M. SILVA Tel. : (47) 9655-7756 / Fax.: (47)

Prezado Cliente, Apresentamos para apreciação de V. Sª., nossa proposta de preços para o(s) impresso(s) abaixo discriminado(s) :

110207 / 1 10.000 - FOLDER A4 FOLDER em COUCHE L2 BRILHO 170g/m² 4 x 4 (CMYK, X CMYK, ) Formato: 210 x 297 mm Acabamento: DOBRADO, REFILADO, LAMINAÇÃO FOSCA 1x1 Unitário R$ 0,28 Preço Total R$ 2.800,00

110207 / 2 10.000 - FOLDER A4 FOLDER em COUCHE L2 BRILHO 230g/m² 4 x 4 (CMYK, X CMYK, ) Formato: 210 x 297 mm Acabamento: DOBRADO, REFILADO, LAMINAÇÃO FOSCA 1x1, VINCO Unitário R$ 0,34 Preço Total R$ 3.400,00 _____________________________________________________________________________


204

110200 / 1 80.000 - FLYER 11 X 24 CM LÂMINA em COUCHE L2 BRILHO 170g/m² 4 x 4 (CMYK, X CMYK, ) Formato: 110 x 240 mm Acabamento: REFILADO, CORTE/VINCO, FACA ESPECIAL Unitário R$ 0,051 Preço Total R$ 4.080,00

110200 / 2 100.000 - FLYER 11 X 24 CM LÂMINA em COUCHE L2 BRILHO 170g/m² 4 x 4 (CMYK, X CMYK, ) Formato: 110 x 240 mm Acabamento: REFILADO Unitário R$ 0,041 Preço Total R$ 4.100,00 _____________________________________________________________________________ 110201 / 1 2.000 - CARTAZES A2 LÂMINA em COUCHE L2 BRILHO 170g/m² 4 x 0 (CMYK, ) Formato: 420 x 594 mm Acabamento: REFILADO, FACA ESPECIAL. Unitário R$ 0,46 Preço Total R$ 920,00 _____________________________________________________________________________ 110204 / 1 100 - MOBILE A3 LÂMINA em COUCHE L2 BRILHO 230g/m² 4 x 4 (CMYK, X CMYK, ) Formato: 420 x 297 mm Acabamento: REFILADO, CORTE/VINCO, FACA ESPECIAL Unitário R$ 14,00


205

Preço Total R$ 14,00 _____________________________________________________________________________

110679 / 1 50 - CAIXAS CAIXA em SUPREMO DUO DESIGN 350g/m² 4 x 4 (CMYK, X CMYK, ) Formato: 160 x 220 mm Acabamento: CORTE/VINCO, COLADO, FACA ESPECIAL. * MATERIAL SERÁ ENVIADO DESMONTADO Unitário R$ 21,05 Preço Total R$ 1.052,50 _____________________________________________________________________________ Certos de contar com a sua preferência, reservamo-nos o direito de faturar 10% a mais ou a menos mantendo o mesmo custo unitário. Favor citar o número do orçamento em sua autorização ou ordem de compra. Crédito sujeito à aprovação. Condição de Pagamento: 28 DD Prazo de Entrega: à combinar Contato: MARCELI 9181-4213 Validade da Proposta: 10 dias. IMPOSTOS: ICMS: 0 % ISS: 3 % IPI: 0 % (não incluso no preço) Autorizo a confecção do material acima. Atenciosamente,

_____________________________________ Impressul Industria Grafica Ltda. e-mail: orcamentos@impressul.com.br Rua Venancio da Silva Porto, 1061 - Centro - Jaragua do Sul - SC Fones: (47) 2106-9000 /Fax: (47) 2106 9006

Florianópolis, 10/05/2010

V.W.Editor Gráfico Ltda Rodovia João Paulo, 246


206

À Folks Multiagência At. Aline M. Silva Fone: (47)9655-7756

João Paulo - Florianópolis - 88030-300 SC Fone : (48)3334-8587 Fax : (48)33348587 CNPJ : 05.911.386/0001-07

Prezado cliente, Vimos através desta apresentar nossa proposta orçamentária para a confecção do(s) servico(s) conforme especificações abaixo: 009402.01

10.000 Folders 21x29.7cm, 4x4 cores Tinta Escala em Papel Couche Fosco 170g. CTP incluso. Empacotado, Corte/vinco, Dobra= 2 paralelas , Plastificado Fosca=2 Lado(s). Total: 6.131,00

009402.02

Unitário: 0,1665

Pgto: À vista

10.000 Folders 21x29.7cm, 4x4 cores Tinta Escala em Papel Couche Fosco 170g. CTP incluso. Empacotado, Corte/vinco, Dobra= 2 paralelas , Plastificado Fosca=2 Lado(s). Total: 6.131,00

009402.03

Pgto: À vista

10.000 Impressos - Encartes 14.8x21cm, 4x4 cores Tinta Escala em Papel Couche Fosco 170g. CTP incluso. Empacotado, Corte/vinco. Total: 1.665,00

009402.01

Unitário: 0,6131

Unitário: 0,6131

Pgto: À vista

100 Impressos - Móbiles 29.7x42cm, 4x4 cores Tinta Escala em Papel Couche Fosco 230g. CTP incluso. Corte/vinco. Total: 883,66

Unitário: 8,8366

Pgto: À vista

Validade da proposta : 60 dias Curitiba, 10/05/2010

Lisegraff Grafica e Editora Ltda


207

Rua Henrique Mehl, 416 Uberaba - Curitiba - 81560-140 - PR Fone : (41)3369-1000 Fax : (41)33691635 CNPJ : 81.894.172/0001-58

À Folks Multiagência At. Aline M. Silva Fone: (47)9655-7756

Prezado cliente, Vimos através desta apresentar nossa proposta orçamentária para a confecção do(s) serviço(s) conforme especificações abaixo: Itens solicitados do orçamento : 019563. 019563.01

019563.02

019563.03

019563.04

10.000 - Folders aberto: 21x29.7cm, 4x4 cores em Couche Fosco 170g. Chapas CTP inclusas. Prova. Corte/vinco, Laminação Fosca=2 Lado(s) , Faca inclusa=1 imagem(s) , Frete incluso. Total: 4.354,00 Unitário: 0,4354 Pgto: 21 dias 10.000 Impressos - Encartes aberto: 14.8x21cm, 4x4 cores em Couche Fosco 170g. Chapas CTP inclusas. Prova. Corte/vinco, Laminação Fosca=2 Lado(s) , Faca inclusa=2 imagem(s) , Frete incluso. Total: 2.628,00 Unitário: 0,2628 Pgto: 21 dias 50 Impressos – Móbiles 2 lados iguais, aberto: 2 folhas iguais, 42x29.7cm, 4x0 cores em Couche Fosco 230g. Chapas CTP inclusas. Prova. Corte/vinco, Faca inclusa=1 imagem(s) , Frete incluso, Coloc. de cordão, cola. Total: 896,40 Unitário: 17,928 Pgto: 21 dias 50 Impressos - Caixas aberto: 46x33cm, 4x4 cores em Supremo Duo Design 350g. Chapas CTP inclusas. Prova. Corte/vinco, Faca inclusa=1 imagem(s) , Frete incluso, cola, cola. Total: 1.810,76

Unitário: 36,2152

Atend. Comercial : Cesar A.Lise - 8801-

Pgto: 21 dias

Validade da proposta : 10 dias corridos.


208

0787 Frete incluso para Itajaí - SC.

Vendas à prazo, somente com aprovação cadastral. O cliente aceita o produto com variação de até 10% superior ou inferior à quantidade solicitada, faturada pelo valor unitário.

Atenciosamente,

Autorizo a confecção do(s) item(ns) acima assinalado(s)

Lisegraff Grafica e Editora Ltda Folks Multiagência Orçamento Por Peça FLYER - 100.000 Unidades Formato: 11x24cm, 4x4 Cores (CMYK) Em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Refilado, Corte/Vinco, Faca Especial. Prova Digital. TIPOTIL Total: 4.560,00 Unitário: 0,057 Pgto: À Vista COAN Total: 5.555,26 Unitário: 0,0556 Pgto: À Vista IMPRESSUL Total: 4.100,00 Unitário: 0,041 Pgto: À Vista

FOLDER - 10.000 Unidades Formato: 21x29.7cm, 4x4 Cores (CMYK) Em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Corte/Vinco, Faca Especial, Refilado, Laminação Fosca. Prova Digital. IMPRESSUL Total: 2.800,00 Unitário: 0,28 Pgto: À Vista LISEGRAFF Total: 4.354,00 Unitário: 0,4354 Pgto: 21 Dias TIPOTIL


209

Total: 4.583,00 Unitário: 0,4583 Pgto: À Vista CARTAZ A2 - 2.000 Unidades Formato: 42x59.4cm, 4x0 Cores (CMYK) Em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Refilado, Faca Especial. Prova Digital. TIPOTIL Total: 1.348,80 Unitário: 0,6744 Pgto: À Vista COAN Total: 1.319,00 Unitário: 0,6597 Pgto: À Vista IMPRESSUL Total: 920,00 Unitário: 0,46 Pgto: À Vista

ENCARTE - 10.000 Unidades Formato: 14,8x 21,0 Cm, 4x4 Cores (CMYK) Em Couche Fosco 170g. CTP INCLUSO. Acabamento: Corte, Faca Especial, Refilado, Laminação Fosca. Prova Digital. TIPOTIL Total: 2.441,50 Unitário: 0,2441 Pgto: À Vista LISEGRAFF Total: 4.354,00

Unitário: 0,4354

Pgto: 21 Dias

V.W. GRÁFICA Total: 1.665,00

Unitário: 0,1665

Pgto: À Vista

MÓBILE A3 - 100 Unidades Formato: 42x29.7cm, 4x4 Cores (CMYK) Em Couche Fosco 230g. CTP INCLUSO. Acabamento: Refilado, Corte/Vinco, Faca Especial. Prova Digital. *Sem Colocação De Cordão. Colar Dois.


210

TIPOTIL Total: 1.132,00 Unitário: 11,3262 Pgto: À Vista

V.W. GRÁFICA Total: 883,66 Unitário: 8,8366 Pgto: À Vista IMPRESSUL Total: 1.400,00 Unitário: 14,00 Pgto: À Vista

CAIXA – 50 Unidades Formato: 160 X 220 Mm, 4 X 4 Cores (CMKY) Em SUPREMO DUO DESIGN 350g/M². Acabamento: Corte/Vinco, Colado, Faca Especial. IMPRESSUL Total: 1.052,00 Unitário: 21,05 Pgto: À Vista LISEGRAFF Total: 1.810,76

Unitário: 36,2152

Pgto: 21 Dias

TIPOTIL Total: R$ 1.052,50 Unitário R$ 21,05 Pgto: A Vista


211

ANEXO 4 - ORÇAMENTO PEN DRIVE

1 - Alternativa Promocional Pen Drive 2GB = R$ 29,55 un x 50 un = 1.477,50

2 - Ashtar Brindes E-mail de Nicolas Spiros Kockinidis (Ashtar brindes) Para Folks Multiagência Pen Drive 2 GB Código: IN-82222 Preço: R$ 33,59 a unidade x 50 un = 1.679,50 Nicolas Spiros Kockinidis Vendas * ATENÇÃO NOVO TELEFONE ! Tel:+ 55 11 3777 8383 | Celular: + 55 11 8258 5867 www.ashtar.com.br

3 - ABF Promocional Pen Drive 4GB = R$ 50 x 50 un = 2.000,00


212


213

ANEXO 5 - ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO DO VT

1 - Zig Filmes - Florianópolis Apresentamos o orçamento para finalização de um comercial, conforme abaixo descrito. • Job número: 5040_1 • Produto: Comercial • Titulo: Festa Pomerana • Formato: Finalização • Duração: 30” • Veiculação: Vale do Itajaí Este custo inclui: direção de finalização, trilha de arquivo, locução, finalização e 02 cópias de trânsito com entrega em Blumenau. • Valor ........................................................................ R$ 2.950,00 • Prazo de pagamento: 30 dias após a aprovação deste orçamento. • Prazo de entrega: 04 dias OBS. As artes serão encaminhadas pela agência. Atenciosamente. Fernando Klepzig Esdras (Binho) Dutra Diretor Atendimento

2 – Lince Produtora ORÇAMENTO 2500/10

Cliente: Bruna Barros Agencia: Bruna Barros Contato: Bruna Barros Produto: Cliente virtual Duração: 30” Quantidade: 01

Data 00/04/10


214

PÓS – PRODUÇÃO: -01 trilha produzida pesquisada -01 locução off - edição não linear VT cartão - programação visual - finalização em full HD Obs:. As imagens serão fornecidas pela agência, já tratadas e formatadas para o padrão de TV. CONSIDERAÇÕES GERAIS: Valor da proposta em HD: R$ 1.400,00 (um mil e quatrocentos reais) Impostos fiscais 12%: Incluso Validade da proposta: 30 dias Prazo de entrega: 2 dias Prazo de pagamento: 28 dias Modo de entrega: a combinar Local de entrega: na agência Período de veiculação: 3 meses Praça de veiculação: SC Registro na ANCINE: incluso

Agradecemos desde já pela solicitação e nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessário. Atenciosamente Elton Sewald 3 – Casa da Árvore Cliente: Secretaria de Pomerode - Festa Pomerana Campanha: Entre para essa história Produto: VT Duração: 30" Veículo: TV Aberta Prazo de veiculação: 30 (trinta) dias PROPOSTA - ENTRE PARA ESSA HISTÓRIA Conforme contato anterior, estamos enviando proposta referente aos serviços solicitados, para sua apreciação: 01 (um) VT de 30”, para o cliente Secretaria de Pomerode - Festa Pomerana conforme briefing fornecido pela agência. Esta Proposta Inclui: - Diretor - Animação 2D - Computação gráfica


215

- Trilha + locução - Edição - Finalização - Saída Tráfego para emissoras Valor desta proposta.......................................................................................R$ 5.000,00 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES - As fotos para este trabalho serão fornecidas pelo cliente e os custos não estão previstos nesta proposta. - As cópias adicionais de DVD terão um custo de R$ 50,00 cada e as cópias em FITA BETA CAM um custo de R$ 250,00 cada e Minidv um custo de R$ 100,00 cada; - Todas as cenas captadas e geradas, computação gráfica, motion graphics, 3D, são de propriedade da Casa Na Árvore Vídeo Ltda, que detem os direitos autorais das mesmas e são intransferíveis, sendo cedidas para o cliente pelo prazo e finalidade estipulados nesta proposta. - Esta proposta deve ser confirmada mediante assinatura da mesma pelo cliente e agência, sendo esta responsável pelo envio de autorização de produção


216

ANEXO 6 - ORÇAMENTO DE PRODUÇÃO DO SPOT

1 - Café Maestro – Balneário Camboriú Objetivo Orçamento para a produção de uma obra em áudio de caráter publicitário, de acordo com as especificações abaixo. 1. Produção de 1 (um) Spot de 30” conforme roteiro e trilha sonora fornecidos pelo contratante. Custo 1 – Valor com Locutor fornecido pelo contratante: R$ 60,00 (um hora de estúdio para gravação e edição) 2 – Valor com locutor fornecido pelo estúdio (locução padrão locutor de rádio): R$ 100,00 3 – Valor com locutor fornecido pelo estúdio (locução especial) – A combinar de acordo com a voz escolhida. TOTAL: R$ 100,00 Compete à produtora -Locução com voz masculina -Gravação, edição, mixagem e masterização do áudio. -Entrega do material em arquivo de áudio de alta qualidade. Compete ao Cliente - Fornecer a trilha de fundo ( BG ). - Texto para narração. - Adicionais que não constem em orçamento Prazo de entrega O prazo de entrega 2 dias úteis a contar da aprovação e recebimento do material Válidade do Orçamento 10 dias Nos colocamos a disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários. Atenciosamente Marcelo Barbosa Café Maestro Produções Email: marcelo@cafemaestro.com.br Fone: 47-3268-3166 / 47-9911-9986


217

2 – Diego Studio Date: Mon, 14 Jun 2010 15:00:59 -0300 Subject: Orçamento Gravação Spot From: folksmultiagencia@gmail.com To: digiestudio@hotmail.com

BOA TARDE, UM SPOT ESTA R$100,00 COM O NOSSO LOCUTOR SE FOR PARA CONTRATAR OUTRO LOCUTOR R$170,00

ATT DIEGO

3 – Studios PM De Domingos Impaléa Neto <studiospm@ig.com.br> Para Folks Multiagência <folksmultiagencia@gmail.com> data15 de junho de 2010 11:24 AssuntoRe: Orçamento Spot

Bom dia Camila, Me chamo Neto e sou proprietário do Studio de gravação de audio. O spot de 30" custa 400,00 . Aguardo somente a trilha sonora. Camila, a sua agência é de Florianópolis ? Aqui produzo tambem jingles, spots,vinhetas, esperas telefônicas e audio vsual. Meu msn é: studiospm@msn.com Um abraço Camila e sucesso, aguardo retorno, Neto (48) 3028.1314 / 9981.0339


218

ANEXO 7 – ORÇAMENTO DE FOTÓGRAFOS 1 - Dani Bonifácio – Balneário Camboriú Data: 10/05/2010 Cliente: Folks Contato: Camila Mídia: todos Território: Nacional Período de veiculação: por tempo indeterminado Segue proposta de orçamento para fotografias feitas com câmera digital em alta resolução, com tratamento digital e gravadas em CD. Uma (1) foto interna, de comidas alemãs. Três (3) fotos externas da arquitetura da cidade de Pomerode. Uma (1) foto externa do concurso de serração de lenha, típico da Festa Pomerana. R$ 650,00

Validade do orçamento: 15 dias. OBSERVAÇÕES: - custos com produção das fotos por conta do cliente. - Custos com modelos por conta do cliente - Fotos produzidas em um único dia. - Entrega das fotos até em 02 dias úteis. Pagamento: à vista, no dia da realização das fotos


219

2 – Noir Estúdio – Blumenau 07 de maio de 2010 CLIENTE: Folks Multiagência CONTATO: Camila VEICULAÇÃO: Material de divulgação PRAZO DE ENTREGA: 28 dias após a realização das fotos

Produção de 05 imagens digitais conforme briefing, sendo uma foto de comida (prato será montado pelo cliente), três fotos externa da arquitetura de Pomerode e uma foto externa do concurso de serração de lenha (em Pomerode). Não está orçado tratamento de imagem.

CUSTOS Fotografia 1 diária - R$ 2300,00 Veiculação - R$ 250,00 TOTAL R$ 2550,00

3 – Eduardo Gomes E-mail de Eduardo Alexandre Cazionato Gomes <eduardogomes@univali.br> para Folks Multiagência <folksmultiagencia@gmail.com> data8 de maio de 2010 17:49 Assunto: orçamento de fotos Se conseguir fazer todas as fotos no mesmo dia, cobro pelo trabalho R$ 600 , já incluido taxa de deslocamento. As fotos serão entregues em CD em alta resolução. Vale ressaltar que o CD terá todas as fotos produzidas , que com certeza , será mais do que o solicitado. Eduardo Gomes jornalista MTB/SC 03173 Professor de Fotografia do Ceciesa.com


220

ANEXO 8 - ORÇAMENTOS DA AGÊNCIA

Orçamento da criação – FOLKS MULTIAGÊNCIA Anúncio Jornal ½ página: R$ 1.300,00 1 página: R$ 1.800,00 Encarte revista R$ 1.500,00 Material Impresso Folder: R$ 1.000,00 (por página) Flyer/Panfleto: R$ 1.000,00 (frente e verso) Cartaz: R$ 2.000,00 Convite:R$ 1.300,00 Móbile: R$ 1.800,00 (por peça) Outdoor R$2.000,00 Peças Eletrônicas TV: R$ 5.000,00 (roteiro) Storyboard: R$ 900,00 Spot: R$ 2.000,00 (com enredo) Serviços de Web Full Banner: R$ 2.000,00 (normal e expansível) Superbanner: R$ 2.000,00 Site: R$ 3.000,00 Investimento total de Criação da agência Folks Criação: R$ 29.600,00


Campanha Publicitária