Revista Adoro ED 08 - LEM - MARÇO | ABRIL - 2022

Page 1

LEM-BA | MARÇO | ABRIL 2022 | EDIÇÃO 08

Luís Eduardo Magalhães ganha nova loja da Fama Motors

UMA NOVA HISTÓRIA PARA UM NOVO TEMPO ESPECIAL MULHERES

BAHIA FARM SHOW

CIRCUITO GASTRÔ

Matriarcado do dendê: Conheça a tradição do acarajé que passa de mãe pra filha

Evento é confirmado para 2022 e está cheio de novidades

Conheça o premiado Restaurante Origem dos chefs Fabricio Lemos e Lisiane Arouca




4

www.revistaadoro.com.br


5

MAR | ABR | 2022


índice 8. Carta da Diretora 12. Bahia Farm Show é confirmada para 2022 16. Aceleradora Cyklo Agritech inicia processo de seleção de startups 20. Agrorosário movimenta mercado no Oeste da Bahia 22. Lazer nas alturas! Conheça o Uptown Residence 24. Crescendo e transformando: Conheça o time ADORO e as novidades para 2022

32. Como lidar com diagnósticos difíceis 36. Matéria de Capa: Uma nova loja para um novo tempo! Fama Motors inaugura nova loja 38. Matéria de Capa: Nova estrutura 40. Matéria de Capa: História Fama Motors 42. Matéria de Capa: Picape L200 Triton Sport 44. Matéria de Capa: Aventura, força e segurança com o Pajero Sport 48 – Elas são o poder!

26. Comunicação assertiva no relacionamento

50. ADORO VIP - LANÇAMENTO Uptown Residence

28. Moda outono/inverno : saiba quais são as tendências

52. Uma tarde diferente para a criançada!

30. Saúde: um direito de todos

54. 2022 apresenta: Brigas causadas por políitca

31. Eles são as estrelas da casa! Mobiliário externo ganha destaque

56. Quando o positivo não vem

www.revistaadoro.com.br


78. ESPECIAL MULHER - Matriarcado do Dendê: Tradição do acarajé passa de mãe pra filha

60. ADORO TRIP - Destino apaixonante: Fernando de Noronha

80. Síndrome de Burnout é coisa séria

64. Quer ter em saúde? Invista na medicina preventiva

82. Viagem gastronômica ao Restaurante Origem em Salvador

66. Artigo - Recomeçar: Porque é sempre tão difícil? / Camila Carvalho

84. Agora é a vez deles: Homens aderem à depilação a laser

68. ABAPA capacita profissionais da aviação agrícola

86. Cigarro Eletrônico: Moda pode trazer malefícios à saúde

70. Pandemia x Saúde: Aumento do consumo de álcool

88. Monitora Oeste: Aplicativo é usado no combate às doenças do algodão e da soja

72. Baixa auto estima infantil: Quando acionar o botão de alerta?

90. É hora do lanche! 92. Inovação no Agro: Tendências e tecnologia

74. Um exercício de criatividade: como melhorar a vida sexual 76. Artigo - Um mundo em migração / Pompeo Scola 77. Sucessão patrimonial: Entenda tudo sobre o assunto

EDIÇÃO EXCLUSIVA LEM-BA Edição de Nº 8 Março | Abril 2022 Tiragem 3.000 exemplares Contato 77 9 9993 8443 Instagram @revistaadoro Site www.revistaadoro.com.br

EXPEDIENTE Direção Comercial Carol Souza Editora – Chefe: Louise Calegari Jornalista Estagiária: Vitórian Tito Fotografia: Divanildo Silva Design e Diagramação: Keila Menezes Revisão: Aderlan Messias

MAR | ABR | 2022

58. Da gestação ao puerpério: veja a importância da fisioterapia


8

www.revistaadoro.com.br


CARTA DA DIRETORA A alegria de entregar o melhor conteúdo é o que nos move. E, nada mais justo, do que revelar os nossos planos para 2022 nessa primeira edição de Luís Eduardo Magalhães. Para nunca parar esse motor criativo e de excelência é preciso sempre estar em constante transformação melhorando os processos ao longo da caminhada. Por isso, a nossa revista Adoro traz para você, meu amigo leitor, o que há de mais incrível para transformar em realidade essa publicação que está nas suas mãos nesse momento: a nossa nova equipe! Somos unidos com um só propósito: munir a comunicação estratégica com jornalismo limpo e de credibilidade, para que você fique informado e tenha uma experiência transformadora. Apresentamos a você, o novo time de profissionais que já trabalham em plena sintonia e trazem suas experiências para somar às nossas, nesse caminho que é a vida. Conheça cada um de nós, nessa matéria especial. Além disso, fomos em busca dos especialistas para falar sobre as novas tendências tecnológicas para o Agro, que é tão forte na nossa região. Também sobre o segmento, trazemos uma matéria exclusiva sobre o Agrorosário, evento que reúne grandes nomes do agronegócio brasileiro e antecede a Bahia Farm Show. Sobre essa última, temos mais um

MAR | ABR | 2022

@carolsouzaadoro

conteúdo contando os detalhes da próxima edição da feira que começa em maio. Nesta edição, trazemos também uma matéria linda sobre como arrumar a lancheira das crianças, nesse momento em que tantos pequenos ainda se adaptam ao retorno às aulas. Nas páginas, convidamos você para uma viagem à Fernando de Noronha, essa ilha paradisíaca, contada pelo olhar de duas mulheres incríveis que por lá estiveram. E já por estarmos no mês delas, trazemos uma reportagem especial sobre o Matriarcado do Dendê e de como o acarajé une e empodera o feminino. E já que estamos falando das proezas desse delicioso bolinho, vamos conhecer juntos outras delícias feitas pelos chefs Fabricio Lemos e Lisiane Arouca, no premiado restaurante Origem, em Salvador! E para finalizar, com muito carinho, trago uma matéria especial, feita por mim, com todas as novidades para a temporada Outono/Inverno apresentadas nas passarelas das últimas Semanas de Moda em Milão, Nova Iorque e Paris! Vamos juntos embarcar nessa edição que está incrível!

Beijos,

Carol Souza

9


10

www.revistaadoro.com.br


11

MAR | ABR | 2022


@bahiafarmshowoficial

UMA BAHIA FARM SHOW AINDA MAIOR Expectativa para edição 2022 aumenta, em meio à ampliação da área e alta procura de expositores Texto: Assessoria Bahia Farm Show

12

www.revistaadoro.com.br


O evento, que acontece entre os dias 31 de maio e 4 junho, no complexo próprio da feira em Luís Eduardo Magalhães, vai apresentar produtos e serviços, além de informação e conhecimento para o produtor,

HÁ POUCO MENOS DE TRÊS MESES PARA O INÍCIO DO EVENTO, A FEIRA JÁ CONTA COM MAIS DE 95% DA ÁREA COMERCIALIZADA.

aproximando-o das tecnologias que garantem a sustentabilidade do seu negócio e a manutenção do mercado.

MAR | ABR | 2022

Em 2022, a maior feira de tecnologia agrícola e de negócios do Norte e Nordeste brasileiros está de volta. Após dois anos de hiato por conta da pandemia, a 16ª edição da Bahia Farm Show, que acontece em maio, vai trazer um novo tema, mudanças e novidades que irão surpreender visitantes e expositores.

Para o presidente da Bahia Farm Show e da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (AIBA), entidade realizadora do evento, o otimismo entre os expositores é grande, o que reafirma a retomada dos eventos agrícolas e o crescimento de todo o setor. “Aumentamos consideravelmente a área dos expositores e estamos trabalhando na melhoria da infraestrutura, que já era boa. Teremos ainda uma programação muito interessante para os produtores e demais visitantes. Será uma das maiores feiras do Brasil em 2022!”, garante Odacil Ranzi.

13


14

AMPLIAÇÃO DA FEIRA A Bahia Farm Show é considerada uma verdadeira vitrine do agronegócio, com números impressionantes. Em sua última edição, realizada em 2019, a feira chegou a movimentar R$ 1,9 bilhão em volume de negócios, e recebeu mais de 65 mil visitantes. Com o objetivo de atender à grande procura este ano, especialmente de novos parceiros, o espaço saltou de 144 mil para 187 mil m², com a inclusão de 13 novas ilhas no complexo. Há pouco menos de três meses para o início do evento, a feira já conta com mais de 95% da área comercializada. “O parque vai estar mais moderno, tanto em relação à infraestrutura hidráulica e elétrica, quanto em rela-

www.revistaadoro.com.br

ção às tecnologias utilizadas em todos os seus sistemas, pois temos equipes trabalhando nessa demanda há muito tempo”, conta o presidente Odacil. A tecnologia, no setor, tem sido grande aliada para obtenção de bons resultados, mesmo em meio ao cenário econômico do país. Dados da Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI), do Ministério da Agricultura, dão conta de que o segmento atingiu valor recorde e movimentou US $102,4 bilhões com exportações entre janeiro e outubro de 2021, alta de 19,7% em relação ao período anterior. Para esse ano, existe também a previsão de bons resultados. Um estudo da Funda-

ção Getúlio Vargas indicou que o segmento irá crescer 5%. O presidente da Bahia Farm Show explica, ainda, que o crescimento do mercado em geral teve ainda melhor resultado quando somado ao alto investimento em novas tecnologias realizado nos últimos anos no Oeste baiano. “Nesse período, a região atingiu a melhor média brasileira na colheita de soja, com 67 sacas por hectares e a participação no mercado nacional de aproximadamente 4%. Tivemos, também, alta na produção de milho e algodão, fazendo com que os olhos do mundo se voltassem para nós”, conta ele.


MAR | ABR | 2022

15 A INOVAÇÃO DO AGRO NA ERA DIGITAL Em 2022, a Bahia Farm Show terá como tema principal “A Inovação do Agro na Era Digital”, o que deve nortear sua programação em relação aos eventos e palestras que acontecerão durante os cinco dias de feira. De acordo com a organização, o tema foi definido conforme as demandas do cenário do agronegócio mundial, cada vez mais impactado pela era digital e pelas ferramentas tecnológicas implementadas em seus processos.

O PARQUE VAI ESTAR MAIS MODERNO, TANTO EM RELAÇÃO À INFRAESTRUTURA HIDRÁULICA E ELÉTRICA, QUANTO EM RELAÇÃO ÀS TECNOLOGIAS UTILIZADAS EM TODOS OS SEUS SISTEMAS, POIS TEMOS EQUIPES TRABALHANDO NESSA DEMANDA HÁ MUITO TEMPO

Levar essas ferramentas até o produtor e disponibilizar para ele a informação mais atualizada e o conhecimento necessários para a manutenção do seu negócio e aumento de sua produtividade, são alguns dos principais objetivos da Bahia Farm Show.

Bahia Farm Show Local: Complexo Bahia Farm, Luís Eduardo Magalhães - BA Data: 31 de maio a 4 de junho Horário: 9h às 19h @bahiafarmshowoficial


@cykloagritech_oficial

ACELERADORA CYKLO AGRITECH INICIA PROCESSO DE SELEÇÃO DE STARTUPS PARA 2022 16

O VALOR DO INVESTIMENTO TOTAL É DE R$ 2,5 MILHÕES POR ANO QUE SERÃO DISTRIBUÍDOS PARA 10 AGTECHS

Empreender no Brasil não é tarefa fácil. Mesmo quando existe uma ideia ou solução de negócio promissores. Para uma empresa dar certo, nem sempre a sorte é suficiente. É preciso ter capital, expertise, rede de contatos e muitas oportunidades para fazer o novo negócio decolar. Para garantir a trajetória saudável desses novos modelos de empresas, mais conhecidos como startups, aceleradoras foram criadas para entregar tudo que é necessário para o sucesso. Uma delas - a primeira e a maior do setor de agronegócios - é a Cyklo Agritech, que abriu o processo seletivo de 2022 para todos aqueles que forneçam soluções para diversos problemas, como aluguel de equipamentos e de fazendas, venda de equipamentos usados, diagnóstico inteligente da terra, combate ao bicudo, avaliação e monitoramento das pulverizações. Há ainda, outros campos de interesse, como logística e movimentação de grãos, drones, crédito rural e finanças. O investimento total de R$ 2,5 milhões para este ano. www.revistaadoro.com.br

Quem for selecionado, vai receber infraestrutura, acesso a um programa de mentoria, conexão com centros acadêmicos e testagem de projetos em propriedades rurais da região do MATOPIBA, que é formada pelos Estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A Cyklo disponibiliza ainda um centro de inovação em Luís Eduardo Magalhães com 722 metros quadrados, onde já foram aceleradas mais de 20 agtechs, como são chamadas as startups desse setor. Recentemente, a aceleradora firmou parceria importante om a Bossanova Investimentos, focada em startups em estágio pré-seed.

INVESTIMENTO TOTAL DE R$ 2,5 MILHÕES PARA ESTE ANO.


MAR | ABR | 2022

17

Foto: Divanildo Silva

A CYKLO AGRITECH

A Cyklo Agritech foi criada em 21 de Setembro de 2019, com a proposta de implantar na região do Matopiba uma escola de empreendedorismo capaz de desenvolver integralmente startups. A empresa funciona como uma aceleradora, uma espécie de atalho para que essas startups sejam financiadas e desenvolvidas de forma rápida, planejada e segura. O aporte financeiro vem da iniciativa privada, através de investidores que dão o capital em troca de participação, mais conhecido como equity. E em um país em constante crescimento, isso significa muito. Por

estas bandas, a pandemia da Covid – 19 não freou o desenvolvimento de novos modelos de negócios, o que colocou o Brasil em 20 º lugar no ranking internacional de Startups. De acordo com a Associação Brasileira de Startups, de 2015 até 2019, o número de empresas nesse formato saltou de uma média de 4.100 para 12.700, representando um aumento de 207%. Hoje, o país tem 14.065 startups distribuídas em 78 comunidades e 710 cidades brasileiras. No setor do Agronegócio são cerca de 1.800 Startups segundo o RADAR AGTECH.


“geralmente as startups selecionadas estão num estágio bem inicial, quando ainda são pesquisas acadêmicas ou unidades que funcionam em pequenas estruturas improvisadas, como dentro de casa, por exemplo. Essas empresas, por estarem em formação, não têm ainda faturamento, as vezes não tem nem o produto. Elas têm o principal, que é a ideia”

A Cyklo Agriteh desenvolve a startup através da mesma metodologia aplicada por grandes instituições e órgãos de fomento relacionados ao desenvolvimento de ciência, tecnologia e inovação. São ao todo 3 etapas batizadas de TPM. A primeira - T de tecnologia – é quando a startup chega e a aceleradora verifica se existe algum componente tecnológico na solução do problema proposto. São feitos testes, protocolos e pesquisas para ver se do ponto de vista científico, a ideia é viável. A segunda - P de produto – busca mostrar na prática, como a ideia funciona, se o plano original é válido ou precisa ser adaptado, o foco desta etapa é estudar a jornada da solução no dia-adia do cliente e validar os processos. Já a terceira e última - M de mercado – determina através de um planejamento estratégico, como a startup vai alcançar o consumidor final, sob a ótica da comunicação e mercadológica. Esse é também o momento de precificar o produto ou serviço. É a parte comercial propriamente dita. Um trabalho, que segundo Pompeo Scola, não é fácil: “É um trabalho árduo pegar essas startups do zero, com apenas um projeto de pesquisa ou pequena equipe, e transformar tudo isso em uma empresa ao longo de 9 meses. Mas têm dado muito certo. Das 20 startups aceleradas até agora, 15 tiveram sucesso e se transformaram em empresas. Então já investimos aí algo como 5 milhões de reais nesses primeiros 2 anos”, conta ele.

www.revistaadoro.com.br

No caso da Região do Matopiba, estas Startups têm como objetivo solucionar problemas encontrados no caminho de quem trilha o agronegócio, como explica o CEO da Cyklo, Pompeo Scola: “A gente investe 250 mil em cada startup. Desse valor, existe uma parcela que é de ajuda de custo mesmo pra essas startups se manterem, porque nem sempre elas são da região, mas são oriundas de outras cidades e estados. As pessoas envolvidas precisam de estadia, alimentação, porque 100% da aceleração é presencial.” Pompeo acrescenta ainda que por serem projetos voltados para o agronegócio é preciso ter um contato forte com o ecossistema local, com as sementeiras, distribuidores, corretores de sementes, produtores rurais, transportadoras. Isso vale para um software, um serviço ou biotecnologia. Segundo o CEO, “geralmente as startups selecionadas estão num estágio bem inicial, quando ainda são pesquisas acadêmicas ou unidades que funcionam em pequenas estruturas improvisadas, como dentro de casa, por exemplo. Essas empresas, por estarem em formação, não têm ainda faturamento, as vezes não tem nem o produto. Elas têm o principal, que é a ideia.”

[...] Então já investimos aí algo como 5 milhões de reais nesses primeiros 2 anos, conta ele.

INVESTIMENTO

ACELERAÇÃO

18

Foto: Divanildo Silva

REGIÃO DO MATOPIBA

O investimento da Cyklo para este ano é apenas uma fatia de um fundo que vai até 2025 e soma quase R$ 10 milhões. Os valores vão beneficiar 40 startups, com 25 cotas de R$ 400 mil. No fundo 1 da Cyklo (que operou 2020/2021), segundo Pompeo Scola “quem investiu uma cota típica de R$ 250 mil poderá resgatar, após a liquidação da participação, algo entre R$ 750 mil e R$ 980 mil, quase 4 vezes mais.” O fundo 2 (que opera de 2022 à 2025) também projeta pagar um múltiplo de quatro vezes o valor investido. Como o fundo 2 vai operar durante quatro anos, o valor da cota é maior que a do fundo 1. Serão 25 cotistas que investirão R$ 400 mil ao longo de quatro anos para desenvolver 40 Startups (10 por ano). Cada um dos 25 cotistas do fundo 2 aplicará R$ 10 mil em cada uma das 40 startups (R$ 250 mil em cada uma delas).


@jother_arcanjo

MAR | ABR | 2022

CONHEÇA ALGUNS NOMES RESPONSÁVEIS POR INJETAR CAPITAL NA ACELERAÇÃO DE STARTUPS

JOTHER LOPES ARCANJO

@mauricio.quintaes

Jother Lopes Arcanjo nasceu Minas Gerais e é formado em Administração de empresa com ênfase em Marketing, e MBA em Gestão empresarial. Ele morou em Mato Grosso e Rondônia, antes de chegar de vez em Luís Eduardo Magalhães nos anos 2000, para abrir a primeira unidade da Mimoaço. Oito anos depois, abriu a segunda unidade da empresa na região Oeste da Bahia, no Distrito de Roda Velha. Em seguida foi a vez do distrito de Rosário receber a filial. Hoje, a Mimoaço tem cinco unidades atuando fortemente no comércio de produtos siderúrgicos em ferro e aço. Na Bahia, as filiais fazem parte do Grupo França, com lojas também em Mato Grosso, Goiás, Rondônia e Mato Grosso do Sul.

@grupolavroterra

MAURICIO QUINTAES

LUIZ HILDEBRANDO

Mauricio Quintaes é formado em Direito pela Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, mas nunca exerceu de fato a profissão. Com a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil, resolveu trabalhar numa multinacional de petróleo na qual ficou por 3 anos até sair para uma empresa de Softwares. A paixão por tecnologia veio através do pai, que trabalhava no setor desde a década de 70. Aliás, foi através da influência paterna que Mauricio descobriu também o incrível mundo da aceleração de startups, ramo no qual está há 7 anos.

Luiz Hildebrando passou 18 anos trabalhando em grandes multinacionais, tais como Syngenta, Adama e Basf, em diferentes áreas (técnica, comercial e marketing). Ele liderou equipes no Cerrado (região do Matopiba) e atuou ainda nos estados de Mato Grosso e Goiás.

Ele conta que começou inicialmente como investidor passivo, que é quando investe capital e abre as portas do mercado para as novas empresas e depois mergulhou como investidor ativo, participando de decisões financeiras, comerciais e de estruturação dessas novas instituições. Hoje, faz parte de 13 empresas como conselheiro: “Além de fazer parte do conselho, acabo de certa forma sendo também mentor de algumas delas, tocando operações, por exemplo.” O advogado acrescenta que investir na Cyklo Agritech “é uma oportunidade de explorar setores diferentes, como o do agronegócio, com uma aceleradora mais estruturada, com processos mais conscientes, para que essas ideias saiam do papel e não morram no meio do caminho por falta de oportunidade, capital ou abertura de portas.”

Jother conta que resolveu investir em startups voltadas para o agro pelo importante papel da aceleradora na descoberta, apoio e alavancagens de novos empreendimentos no mercado: “É um mercado que está em crescimento e precisando de tecnologia e inovação, principalmente para produzir mais com menos recursos e em menos tempo. A aceleradora tem esse papel de colocar as novas empresas no mercado com seus produtos e serviços voltados para inovação e tecnologia”, diz ele. O administrador complementa que “é incrível ver os planos chegarem sendo apenas ideias, papeis, projetos ou pensamentos fundamentados e com a aceleração se transformarem em empresas com faturamento, com suporte técnico, estrutural, consultoria e gestão com os melhores mentores do mercado.”

Atualmente, Luiz é o Head Comercial e Marketing do Grupo Lavroterra, empresa que atua há mais de 24 anos no Oeste da Bahia, com atividades voltadas para a distribuição de defensivos, sementes e nutrição. Hoje o Grupo cresceu ainda mais e passou a atuar também com outras três verticais: Lavroterra Insumos, Connecta Agro - Agtech e Triângulo produção agrícola. Luiz acredita que o mercado de distribuição passa por uma consolidação e necessita se diferenciar, aprimorar, evoluir, e por isso é importante estar atento para novos modelos de acesso ao mercado, que ofereçam novas linguagens, novas necessidades, otimização de recursos e processo sucessório em toda cadeia do Agronegócio: “Investir em aceleração não significa apenas estar dentro de oportunidades de ganhos financeiros com startups. Nós entendemos que este investimento permitirá trazer para o nosso negócio inovações, diferenciação, novos mercados, novos modelos de acesso e fidelização de clientes e transferência de tecnologia para o nosso grupo”, explica ele.

19


20

@agrorosario_feira

AGROROSÁRIO MOVIMENTA MERCADO NO OESTE DA BAHIA ED I ÇÃO É MARCADA POR N O V IDADE S E A E XPECTATIVA É DE PÚ B LICO RE CORD E

www.revistaadoro.com.br

A 9° edição da AgroRosário vai receber 114 expositores entre os dias 18, 19 e 20 de março no distrito de Rosário, em Correntina (BA). A feira de tecnologia agrícola é voltada a produtores e empresários do setor e promoverá exposições, demonstrações e palestras sobre as principais novidades em equipamentos e inovações para impulsionar a produtividade no campo. O evento foi criado em 2013 pela J&H Sementes, empresa produtora de sementes de soja e algodão. O objetivo foi gerar oportunidades de negócios, relacionamento mais próximo entre clientes e expositores e mostrar o que existe de mais novo em informação e avanços tecnológicos aos profissionais da cena agrícola da região. A última edição da feira foi em 2020, antes do isolamento social e das restrições impostas pela pandemia. Na ocasião, a AgroRosário contabilizou 5.800 participantes, 84 marcas expositoras e um total de R$ 68 mil doados para instituições beneficentes, já que parte do ingresso é revertido para ações sociais.


ADORO AGRO

Para 2022, algumas mudanças aconteceram, como o ingresso social que ficará suspenso por enquanto, como explica um dos organizadores do evento, Klaus Reinke: “Não conseguimos implementar essa ação, por causa das incertezas e retomadas neste período de pandemia. Resolvemos então oferecer entrada gratuita a todos os visitantes. Em contrapartida, teremos o Estacionamento Solidário, com uma contribuição de R$ 20,00 por veículo. Este valor, juntamente com parte dos valores arrecadados na venda dos espaços para os expositores, será doado para as entidades beneficentes ”, conta ele.

MAR | ABR | 2022

Fotos: Jessé Macedo

Neste ano, também houve outra novidade: o número de empresas participantes passou para 121 – destas, 114 são expositores e outras 7 são de serviços e alimentação: “Tivemos um aumento de expositores de mais de 40% e pela primeira vez, não foi possível abrir as portas para todos os interessados.”, diz Klaus. A maioria das marcas presentes é de sementes, máquinas, implementos e insumos para agricultura. Neste ano, com o incremento importante da aviação agrícola. “Após dois anos sem a realização de grandes feiras, acreditamos que teremos muitas novidades desenvolvidas pelos expositores neste período” – acrescenta o organizador.

APÓS DOIS ANOS SEM A REALIZAÇÃO DE GRANDES FEIRAS, ACREDITAMOS QUE TEREMOS MUITAS NOVIDADES DESENVOLVIDAS PELOS EXPOSITORES NESTE PERÍODO – ACRESCENTA O ORGANIZADOR. AgroRosário Local: Rosário, Correntina - BA Data: 18, 19 e 20 de março

21


@risden.inc

Foto: Calan Sanderson

22

LAZER NAS ALTURAS! LUÍS EDUARDO MAGALHÃES GANHA PRIMEIRO EMPREENDIMENTO RESIDENCIAL COM ROOFTOP

Não é de agora que os rooftops são queridinhos do público. A moda surgiu na badalada Nova Iorque dos anos 80, com a proposta de utilizar ao máximo, os espaços disponíveis no alto da cidade. A ideia era fazer isso no sentido literal da palavra “rooftop” que significa telhado em português. A novidade de curtir esses locais de lazer e diversão ao ar livre, aproveitando a vista privilegiada das alturas virou febre entre restaurantes, que ganharam fama no Brasil e no mundo.

A ideia era fazer isso no sentido literal da palavra “rooftop” que significa telhado em português.

www.revistaadoro.com.br

Mas, o que antes era um atrativo para os estabelecimentos comerciais, hoje virou tendência para moradias e mais: a novidade já chegou em Luís Eduardo Magalhães. O projeto foi batizado de Uptown Residence, o primeiro empreendimento da Risden Incorporações. A iniciativa é uma reinvenção do conceito de residência na cidade e dá o pontapé inicial na verticalização das construções no município com soluções inteligentes, alta tecnologia e conectada ao estilo de vida das pessoas do município. Chegar a esse conceito de apartamento perfeito só foi possível após uma pesquisa realizada pela empresa, como conta Amanda Risden, uma das sócias da incorporadora: “foram entrevistados mais de 400 moradores da região, que responderam diversas perguntas. A maioria destacou privacidade, segurança, localização e lazer como os principais

requisitos para garantir uma moradia moderna e completa.” O resultado do levantamento balizou o projeto que atende todas as especificações, como explica o outro sócio Murilo Risden: “O Uptown Residence tem arquitetura escalonada para proporcionar coberturas lineares com amplos espaços abertos e oferece unidades de 2 e 3 quartos, cobertura duplex, gardens, varanda gourmet privativa e churrasqueira de carvão em todas as unidades, esse último item foi um pedido unânime entre os entrevistados na pesquisa. “ O empreendimento vai contar ainda, com espaço fitness, playground, praça de lareira, spa, deck molhado e sauna integrada à piscina, num dos bairros com maior vetor de crescimento na cidade, o Jardim Imperial e na avenida mais prestigiada da cidade, a JK.


“O LUISEDUARDENSE GOSTA MESMO É DE REUNIR A FAMÍLIA E OS AMIGOS EM UM LOCAL PRIVATIVO, POR ISSO TROUXEMOS O CONCEITO DE CASAS SUSPENSAS COM VISTA PARA A CIDADE EM UMA CONSTRUÇÃO QUE OFERECESSE AINDA CONCEITO DE CLUBE PRIVATIVO”.

MAR | ABR | 2022

O Uptown foi desenhado pelos escritórios de arquitetura de Rodrigo Biavatti e PAVTO, e conta com plantas personalizáveis. Murilo complementa que a pandemia também transformou os anseios de quem busca um novo lar, para atender a todas as expectativas e demandas em um só lugar:

Sobre o assunto, Amanda também destaca:

O OBJETIVO FOI TRAZER SOFISTICAÇÃO E MUITA EXCLUSIVIDADE PORQUE PERCEBEMOS QUE A CIDADE ESTÁ DE BRAÇOS ABERTOS PARA RECEBER UM PROJETO TÃO NOVO E DIFERENCIADO COMO ESSE. ISSO SÓ IRÁ CONTRIBUIR COM O URBANISMO E EVOLUÇÃO DO MUNICÍPIO. A sócia finaliza: “Somos motivados por desafios e por contribuir com a vida das pessoas. Fazer parte desse plano de vida das famílias construindo uma história junto com eles é inexplicável. Nosso propósito é acompanhar nossos clientes em todas as fases da vida deles, proporcionando um lar para suas conquistas.” O empreendimento foi 90% vendido no pré lançamento em um evento que aconteceu na cidade e contou com 180 pessoas. Pra fechar com chave de ouro os dois anos de trabalho da equipe Risden para finalizar o projeto.

23


ADORO TEAM

CRESCENDO E TRANSFORMANDO REVISTA ADORO GANHA NOVA EQUIPE EM 2022 PARA ENTREGAR O MELHOR RESULTADO EM DIFERENTES PLATAFORMAS Texto: Redação Se existe uma palavra que é a cara da Revista Adoro é a palavra transformação. Aqui não paramos nunca de buscar o melhor, o mais novo e o mais completo para os nossos leitores. Por isso, nós já começamos o ano de 2022 com o pé no acelerador para implementar mudanças necessárias para o nosso crescimento e para a profissionalização cada vez maior dos nosso serviço, que é de utilidade pública, pois levamos ao nosso leitor informação apurada e de qualidade.

24

Se é para mudar, que comecemos pela estrutura. Se você olhar atentamente, já vai perceber algumas diferenças na nossa comunicação visual. Isso é só o início de uma série de elementos que farão parte da beleza dos nossos conteúdos, daqui pra frente. Por falar em conteúdo, ele também cresceu. Agora é mais denso, estratégico e jornalístico. Mas não foi apenas aqui na nossa plataforma impressa que a metamorfose aconteceu. O nosso Instagram ganhou nova forma e um novo propósito, que vai além das páginas da revista: informar em tempo real o que acontece no Brasil e no mundo ao nosso seguidor, que na maioria das vezes é também o nosso leitor. Como todas as linguagens se comunicam, não poderíamos deixar pra

trás o antigo sonho do nosso Portal da Revista Adoro, que já está no forno e deverá ser lançado em breve. Será um local para reunir os acontecimentos políticos, econômicos, sociais e para entregar um conteúdo único com matérias exclusivas sobre a nossa região, sobre o resto do país e, por que não, do planeta. Além de lindo, ele está ficando mais do que completo. Para dar conta de todo esse trabalho que fazemos com muito amor, o nosso time é liderado pela Founder & CEO da Revista Adoro Carol Souza. Carol é formada em Publicidade e Propaganda, é Estilista, Designer de moda e Pós-graduada em Moda, Artes e Contemporaneidade. Ela é a mente e o coração pulsante de todo o projeto que era um sonho e se concretizou na revista há quase 10 anos. Hoje, já são mais de 200 mil exemplares distribuídos na região Oeste. Agora, a equipe Adoro também conta com a expertise da soteropolitana Louise Calegari na chefia de edição. A jornalista, de 41 anos, tem 20 só de estrada. Nesse percurso, passou por diversas emissoras de TV de Salvador e São Paulo. No seu currículo estão passagens pela Rede Record, Band, TVE e TV Aratu-SBT, além da Rádio Metrópole FM. Louise é repórter, apresentadora e experiente assessora de imprensa.

@louisecalegari

Em relação às imagens, Divanildo Silva empresta seu profissionalismo e olhar diferenciado às nossas publicações e já é um conhecido querido de muitos clientes. Ele está em Barreiras há 6 anos e sabe como ninguém buscar o melhor ângulo das pessoas e dos lugares! Divanildo é o responsável por grande parte dos cliques na nossa revista! O próximo passo é aumentar a nossa velocidade para voar alto nesse ano que nos espera e você é o nosso convidado para esse voo cheio de vontade, compromisso e alegria.

@divanildoslv

Fotos: Louise Calegari

www.revistaadoro.com.br

Além dela, a revista ganhou recentemente a criatividade e o olhar da jovem, antenada e promissora jornalista Vitórian Tito, de 23 anos. A brasiliense cursou licenciatura em História na Universidade de Brasília (UnB) e está no 7° semestre de Jornalismo pelo Centro Universitário IESB. Na faculdade, ganhou o primeiro lugar em três premiações do curso, duas delas com a produção de grandes reportagens. Vitórian conta com um currículo cheio de experiências importantes: já atuou como conteudista em departamentos de marketing e foi repórter estagiária da redação do Correio Braziliense.


25

@vitoriantito

MAR | ABR | 2022


PAPO RETO!

Foto: Divanildo Silva

@flaviarizkalla

COMUNICAÇÃO ASSERTIVA: FALAR CLARAMENTE E ESTAR DISPOSTO A OUVIR FAZEM UMA DIFERENÇA ENORME NO RELACIONAMENTO A comunicação é a base de qualquer relacionamento e a assertividade é um elemento fundamental. Mas nem sempre isso acontece na pratica, quando o assunto é a vida à dois. Não é difícil achar alguém que já tenha passado pela frustração de tentar se expressar e perceber que a frase foi entendida de uma forma completamente diferente pela parceria. E quando isso acontece com muita frequência é a pólvora que faltava para bomba explodir e enfraquecer a relação - uma prova clara de o mesmo amor que motiva duas pessoas a juntarem escovas de dentes, não é capaz de sozinho, solucionar os impactos da falta de uma comunicação assertiva.

26

Para a psicóloga clínica Flávia Rizkalla, a longo prazo, essas falhas comunicacionais só fazem enfraquecer o relacionamento e distanciar o casal, gerando como consequência muitas vezes, o fim de uma vida a dois. Por isso, a profissional chama a atenção sobre como o “saber se comunicar é importante para compreender, ser compreendido e manter uma boa convivência.”

“SABER SE COMUNICAR É IMPORTANTE PARA COMPREENDER, SER COMPREENDIDO E MANTER UMA BOA CONVIVÊNCIA.” A profissional explica que a comunicação assertiva desempenha um dos principais papéis em uma relação e pode aumentar significativamente a probabilidade de divórcios quando não está presente:

“Ser assertivo é ter uma linguagem clara e direta, ir direto ao ponto com clareza e segurança, sempre respeitando o outro.” Ao passar uma mensagem coerente, o casal evita dúvidas, brigas e desentendimentos. Mas somente falar, não é suficiente. É indispensável também estar pronto para ouvir. “É importante escutar atentamente e sem julgamentos para entender a situação e desenvolver um diálogo saudável capaz de solucionar o problema”, alerta a psicóloga. www.revistaadoro.com.br

A tecnologia também tem ganhado destaque como um dos grandes vilões dos relacionamentos. Junto à falta de comunicação, a enorme quantidade de tempo gasta no uso de aparelhos eletrônicos afasta o casal e diminui a qualidade dos diálogos trocados em casa. É PRECISO ESTAR MAIS ATENTO, CONVERSAR SOBRE O DIA A DIA E DEIXAR AS TECNOLOGIAS DE LADO EM MOMENTOS COM O PARCEIRO. É IMPORTANTE DIMINUIR O TEMPO DE TELA E RESGATAR O OLHO NO OLHO PARA QUE OS CASAIS APROVEITEM BONS MOMENTOS JUNTOS. Se o casal perceber que está faltando assunto, que as conversas não têm mais aquele brilho no olhar e que o distanciamento vai além da rotina, é importante levantar a bandeira de alerta e repensar os diálogos do relacionamento. Para não errar mais, a especialista ensina 3 dicas que podem ajudar e muito na relação:

1. 2. 3.

CRP 03/22309

Expressar o que está pensando e sentindo: é importante dizer o que incomoda sem deixar que as reclamações se acumulem. Na hora de falar, olhe nos olhos e seja claro e cauteloso com as palavras - use as que fazem parte do cotidiano e evite ironias, gestos bruscos ou hostilidade. Desenvolver uma escuta ativa: se colocar no lugar do outro é fundamental para que a comunicação assertiva funcione - aquilo que é dito só faz sentido se a outra pessoa souber ouvir com empatia para entender de onde os sentimentos estão vindo. Confirmar entendimento: depois da conversa, sempre pergunte se ficou alguma dúvida e se a informação passada foi interpretada da forma como deveria. Isso evita desgastes futuros e facilita na resolução do problema.


27

MAR | ABR | 2022


@carolsouzaadoro

CHEGOU O PERÍODO MAIS ELEGANTE DO ANO! VEJA O QUE VAI ESTAR EM ALTA NO OUTONO/INVERNO DE 2022

Há quem diga que no frio, todo mundo se veste bem. Isso torna as coleções do outono/inverno as mais estilosas, pois dá pra deixar a imaginação correr solta com sobreposições e muita criatividade. Enquanto a temporada primavera/verão é marcada por biquínis, chinelos e roupas leves com tons mais vibrantes, a moda do semestre oposto abraça calças, botas, manga longa e conjuntinhos cheios de identidade. Os tons mais sóbrios prevalecem nessa época do ano e é possível ficar bem quentinho sem deixar o estilo de lado. Para 2022, as principais apostas para criar looks elegantes e diversificar nas combinações são as estampas xadrez, o tradicional couro e o mix inteligente de texturas. Mas pra entender o que os estilistas criaram para essa temporada é preciso respirar fundo e mergulhar no novo. Quer ver? Feche os olhos por um instante e se imagine em frente a uma lareira, numa cabana aconchegante e o frio gelando lá fora. Essa é uma das propostas da cabincore - a palavra-chave da temporada. O termo vem de ‘cabana’ e traz o aconchego do inverno com muito conforto e irreverência.

Texto: Carol Souza

28

TENDÊNCIAS DA SEMANA DE MODA DE MILÃO Se as apostas para os looks de outono/inverno já eram altas, agora elas estão fervilhando em um caldeirão de ideias e tendências inspiradas pela Semana de Moda de Milão, que aconteceu entre os dias 23 e 27 de fevereiro e contou com as maiores grifes do mundo, como Gucci, Giorgio Armani, Fendi, Prada, Dolce & Gabbana e Versace. Os desfiles foram de tirar o fôlego! Foto: Reuters_Alessandro Garofalo

CONFIRA AS PEÇAS QUE VÃO BOMBAR:

PEÇAS CONFORTÁVEIS Conforto é a tendência da temporada, então conjuntinhos e vestidos mais folgados, calça moletom e baggy jeans trazem estilo já alinhado ao aconchego das peças. As roupas de modelagem ampla também ganham espaço com as peças oversized, com destaque para jaquetas e blusões folgados como estrelas do look. Reprodução Instagram: @_thisisclaire e @todecrespa

www.revistaadoro.com.br


FASHION TIPS

O nosso queridinho jeans, que é uma peça atemporal e nunca sai de moda, também aparece, complementando ou elevando o estilo. Opte por jeans mais claros se a camisa ou casaco forem de tons mais coloridos, isso vai harmonizar o look com estilo e elegância. Em 2022, as jaquetas jeans também estarão em alta, principalmente as com forradas com pele falsa: resgatando a vibe dos anos 1980 com nova modelagem.

Misturar texturas é um exercício de criatividade super aprovado para a moda outono/inverno 2022. Abuse das ideias para combinar algodão, couro, lã, jeans e criar composições que exploram a identidade e dão destaque ao visual. O truque é versátil e combina diferentes propostas em sobreposições cheias de estilo.

MAR | ABR | 2022

JEANS

MIX DE TEXTURA Reprodução Instagram: @brendapabreu

Reprodução: Unsplash Cores: Pantone

COURO

Chegou a hora de tirar as jaquetas do guarda-roupa e criar aquelas combinações marcantes, estilosas e cheias de identidade que só elas proporcionam. E não precisa ser só no pretinho básico: é possível investir em couros sintéticos coloridos ou combinar a peça mais escura com vestidos, blusas e calças de outras tonalidades.

CORES SAPATOS

O conforto também estará nos pés com as botas de canos longo e curto para looks mais elegantes. A principal aposta para hit do momento são as botas com sola tratorada - que simplesmente combinam com tudo! Para criar looks mais casuais, os tênis continuam como excelente opção para resultados harmoniosos e versáteis. Reprodução Instagram: @stefanyeluna e @shaniakufner

Em relação às cores desse ano, a Pantone já listou a paleta que vai ditar a pigmentação das peças e acessórios. A cor de 2022 é a Very Peri, um violeta com fundo azulado que representa o momento de transição entre pandemia e maior flexibilidade do isolamento social. A empresa elegeu cores como o Adobe, um tom de argila caloroso e solidário; Spring Lake, um azul meio-tom tranquilo e repousante; e Root Beer, uma pegada mais forte do marrom que simboliza a casca da raiz de árvores.

Foto: João Mena

Reprodução: Unsplash

29

XADREX

Clássico e versátil, o xadrez é aquela peça que nunca sai de moda e sempre se reinventa para criar novos estilos. Para essa temporada outono/inverno 2022, ele também terá presença marcada em vestidos, camisas, calças, saias, jaquetas e acessórios. Essa é uma padronagem curinga que dá para usar sem medo de errar. O importante é apostar nas diferentes combinações e tonalidades. Reprodução Instagram: @sofiaelhaj

Carol Souza é formada em Publicidade e Propaganda, é Estilista, Designer de moda e Pós graduada em Moda, Artes e Contemporaneidade, além de Diretora da Revista Adoro.


@medprevlem

SAÚDE: UM DIREITO DE TODOS!

CONHEÇA A MEDPREV, SERVIÇO QUE AGILIZA E REALIZA EXAMES E CONSULTAS SEM PRECISAR DE CONVÊNIO MÉDICO. GRUPO ESTÁ PRESENTE EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES Quem depende da saúde pública no Brasil sabe que conseguir atendimento pode ser difícil. Algumas vezes, o paciente chega a perder semanas e até mesmo meses na fila, por causa da demora no agendamento das consultas e exames. Isso gera um prejuízo enorme nos diagnósticos e procedimentos, principalmente quando se trata de doenças graves, que precisam de ação imediata. Para diminuir o problema, algumas empresas se especializaram em dar agilidade nesse processo, com atenção especial para quem não tem convenio particular ou depende do SUS (Sistema Único de Saúde), ajudando a garantir o acesso à saúde de maneira rápida e inclusiva. É o caso da Medprev, que existe há 20 anos e já beneficiou mais de 5 milhões de usuários em todo o país.

“O GRANDE DIFERENCIAL DA EMPRESA É A RAPIDEZ NO AGENDAMENTO DAS CONSULTAS E EXAMES EM CLÍNICAS E CONSULTÓRIOS PARTICULARES E O MELHOR: PAGANDO UM VALOR REDUZIDO PELO SERVIÇO QUE ESCOLHER, GRAÇAS AO SISTEMA DE PARCERIAS COM PROFISSIONAIS DE SAÚDE DE DIVERSAS ESPECIALIDADES, ALÉM DE LABORATÓRIOS E CLÍNICAS DE IMAGEM. SOMENTE NAS CIDADES DE BARREIRAS E LUÍS EDUARDO MAGALHÃES SÃO MAIS DE 80 CLÍNICAS E LABORATÓRIOS PARCEIROS E APROXIMADAMENTE 250 MIL USUÁRIOS CADASTRADOS.” Foto: Divanildo Silva

30

Outro detalhe é que o valor da consulta ou exame, só é pago quando o usuário necessita do serviço, sem nenhum tipo de vínculo, mensalidade, taxa de adesão ou carência - ao contrário do que acontece com os planos de saúde e clubes de descontos.

As consultas e exames podem ser realizados na mesma semana ou até no mesmo dia, conforme a demanda e a agenda do parceiro escolhido pelo usuário. O atendimento é de alta qualidade, feito tanto em consultórios, quanto em clínicas privadas. Além disso, em Luís Eduardo Magalhães, os usuários ainda contam com um convênio com uma das maiores redes de drogarias do país. Para ter acesso à Medprev, basta ir pessoalmente à unidade situada em Luís Eduardo Magalhães com os seguintes documentos: CPF, RG e comprovante de residência. O cadastro social é feito na hora ou através do site www.medprev.online Após esta etapa, o agendamento já pode ser feito, por ligação telefônica ou WhatsApp.

www.revistaadoro.com.br

Foto: Divanildo Silva

FÁCIL, RÁPIDO, DIGNO E SEGURO, COMO O USUÁRIO MERECE.


ELES SÃO AS ESTRELAS DA CASA!

MÓVEIS DA ÁREA EXTERNA PASSAM POR REFORMULAÇÃO E GANHAM DESTAQUE NO CIRCUITO DE DECORAÇÃO BRASILEIRO

MAR | ABR | 2022

@ encaixe_e_versatil

31

Foi-se o tempo em que todos os olhares se voltavam para o home, a cozinha ou sala de estar. Agora é a vez da área externa ganhar status de estrela com as mais recentes linhas de mobiliário para o local que garantem mais personalidade, conforto e requinte. Essa transformação é mais clara ao analisar as tendências que a pandemia da COVID- 19 trouxe para as famílias, que mudaram a dinâmica de lazer e concentram agora os momentos de interação nas áreas externas da casa, como quintais, piscinas e espaços gourmets. Nesse cenário, surgiram novas tramas que remetem à natureza para melhor integração entre a casa e o que a cerca. As cores ganharam diversidade e a estrutura desses móveis passou

por uma reformulação. Josa Alvim, proprietária da Encaixe e Versátil conta que nesse quesito o uso de novas fibras ajuda a dar para esses móveis um ar mais sofisticado e uma energia mais leve, o que é importante para garantir diálogo entre todos os ambientes: “A natureza estará sempre em casa, em diferentes superfícies e detalhes, com madeira de demolição, tramas naturais e principalmente em cores que remetem ao natural, como o verde, por exemplo, que traz mais aconchego”, explica a empresária. Nesse universo de novas matérias primas, uma foi resgatada dos mares: a corda Náutica. É ela quem dá o tom de diversos produtos que ganharam, inclusive, assinatura de designers famosos. É uma infinidade de poltronas, detalhes de mesa e balanços que apaixonam qualquer olhar e elevam o patamar de qualquer projeto,

como conta Josa: “As fábricas inovaram com materiais e designs fantásticos que podem ficar expostos ao tempo sem danificar ou molhar graças às fibras sintéticas que possuem vários acabamentos e cores.” E ela ainda acrescenta: “ O melhor é que eles podem ser personalizados com o tecido ou cor escolhidos pelo cliente, assim eles cabem certinho no projeto.” A durabilidade é outra característica importante para os móveis que ocupam essas áreas externas, podendo ficar expostos as intempéries do tempo – o que se deve às mudanças na estrutura desses produtos. Um exemplo é uso do alumínio, que antes era condenado para esse fim e agora ganhou uma pintura chamada de eletrostática, que utiliza o princípio elétrico de atração e repulsão de cargas para a fixação da tinta. Um conjunto que entrega a garantia de que faça chuva ou faça sol, o mais novo queridinho da decoração vai continuar brilhando como protagonista.


@psidanielamattos

Foto: Divanildo Silva

RECEBI UM DIAGNÓSTICO DIFÍCIL E AGORA? Veja como o acompanhamento psicológico pode fazer diferença no sucesso do tratamento e na estruturação da rede de apoio

32

A verdade é que ninguém gosta de receber uma notícia ruim, principalmente quando ela envolve um problema de saúde grave. Isso pode desencadear uma série de sentimentos que atrapalham o processo de aceitação e enfrentamento dos tratamentos necessários. Nesses cenários mais extremos, o sofrimento psicológico requer uma atenção especial, para que o paciente em situação crônica encontre o equilíbrio entre a saúde física e mental para alcançar a cura. Daniela Mattos é Psicóloga especialista em Análise Comportamental Clínica e recebe diariamente em seu consultório muitos casos desse tipo:

Na maioria das vezes, os pacientes tem dificuldade em lidar com o problema e mergulham em sentimentos como medo, angústia, desmotivação, tristeza, raiva, impotência e desesperança, o que só contribui para a piora do quadro.” Ela acrescenta que “é preciso passar pelo desafio da melhor forma possível e quem vai ajudar nessa caminhada é o profissional da área da saúde mental. Ele faz toda a diferença e chega a ser uma peça chave para mudar a forma de encarar a doença e a própria vulnerabilidade da vida humana.

CRP 03-19500

www.revistaadoro.com.br

A psicóloga conta que a ideia de estar debilitado de alguma forma, tende a ser muito aversiva e é comum o paciente não saber lidar com essa avalanche de sentimentos e ter dificuldade em aceitar o diagnóstico:

A POSTURA MAIS INDICADA É ACOLHER OS SENTIMENTOS E APRENDER A SE ADAPTAR À NOVA REALIDADE, ADERINDO AO TRATAMENTO PSICOLÓGICO E SE COMPROMETENDO COM A CURA. Segundo a especialista, isso vale para quem faz o tratamento em casa ou para as doenças que exigem internação. Nesses quadros a supervisão do psicólogo também é voltada para o acolhimento da família: “A rede de apoio é fundamental pois reações mais positivas e adaptativas de quem acompanha de perto o paciente, tem o poder de influenciar diretamente o tratamento seja ele curto ou longo, como no caso das doenças crônicas que acompanham o paciente ao longo da vida”, diz Daniela. Essa união entre paciente, família e psicólogo possibilita uma ressignificação do diagnóstico: “O acompanhamento psicológico pode ajudar na remissão dos sintomas e influenciar um estilo de vida mais adequado, que corresponda às necessidades do paciente, mesmo que com limitações”, finaliza a profissional.

“A rede de apoio é fundamental pois reações mais positivas e adaptativas de quem acompanha de perto o paciente tem o poder de influenciar diretamente o tratamento seja ele curto ou longo, como no caso das doenças crônicas que acompanham o paciente ao longo da vida”, diz Daniela.


33

MAR | ABR | 2022


EDIÇÃO ESPECIAL DA REVISTA ADORO – MAIO/2022

ESPECIAL BAHIA FARM SHOW 34

NÃO PERCA A CHANCE DE PARTICIPAR DA COBERTURA DO MAIOR EVENTO AGRO DO NORTE E NORDESTE CREDIBILIDADE INFORMAÇÃO DINAMISMO COMUNICAÇÃO ESTRATÉGICA COBERTURA COMPLETA

Matérias exclusivas para diversas plataformas (digital e impressa) com a qualidade e a excelência que você já conhece www.revistaadoro.com.br


PLANOS ESPECIAIS

MAR | ABR | 2022

ANUNCIE

35

carol@adoroprodutora.com.br (77) 9 9993 8443


MATÉRIA DE CAPA

@famamotorsmitsubishi

UMA NOVA LOJA PARA UM NOVO TEMPO 36

FAMA MOTORS ENTREGA O QUE HÁ DE MAIS MODERNO EM SERVIÇOS DE CONCESSIONÁRIA NUMA NOVA ESTRUTURA EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES Texto: Louise Calegari

Apesar de jovem, a cidade de Luís Eduardo Magalhães se destaca no país pelo rápido crescimento socioeconômico, turbinado pelos ótimos resultados no agronegócio e também no setor de serviços. Este último, por exemplo, responde por 59,4% do total da receita gerada pelo município, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em um lugar assim, em plena ascensão e com moradores cada vez mais exigentes, nada mais justo do que oferecer o melhor. É exatamente essa a filosofia da Fama Motors que entrega agora à cidade, o que há de mais moderno em serviços de concessionária e oficina, numa nova loja que segue os padrões internacionais da Mitsubishi Motors. De acordo com o Sócio e Diretor Comercial da Fama Motors, Marcelo Martins, a expectativa é muito grande, pois trata-se da consolidação de um trabalho buscado desde que o grupo assumiu a liderança da empresa. “Estamos em uma fase importante de padronização de todas as lojas para que tenham uma identidade global, com um visual moderno e também com uma infraestrutura completa de atendimento ao cliente”, conta ele.

www.revistaadoro.com.br

Marcelo enfatiza que a qualidade no atendimento é o foco principal da equipe, que ganhou reforço, com a contratação de novos funcionários:

Estamos focados em todo o processo do atendimento, do início ao pós venda. Montamos um showroom amplo e espaçoso, para que o cliente tenha o máximo conforto e aproveite os espaços criados com exclusividade para ele, como por exemplo a nossa sala do cliente, que é extremamente moderna e diferenciada, feita para que ele se sinta em casa.


MAR | ABR | 2022

37

A nova loja traz o conceito de experiência máxima:

“QUEREMOS QUE O NOSSO CLIENTE TENHA TUDO A MÃO EM UM SÓ LUGAR DE MANEIRA PRÁTICA E EFICIENTE”, EXPLICA MARCELO.


MATÉRIA DE CAPA

38

www.revistaadoro.com.br


A infraestrutura tem como objetivo principal para garantir bem estar e tranquilidade para aqueles que buscam o que a marca oferece, que vai desde a venda de automóveis novos às demandas de oficina. Foram adquiridos novos equipamentos, como elevadores e a ultra moderna rampa de alinhamento e balanceamento 3D. Além disso, a nova unidade conta com lava rápido próprio, para que o cliente encontre todos os serviços num só lugar.

MAR | ABR | 2022

NOVA ESTRUTURA

A loja Fama Motors de Luís Eduardo Magalhães conta agora com mais de 2.000 metros quadrados para oferecer um espaço amplo e mais confortável, além de uma gama ainda maior de serviços.

A nova loja fica situada na Rua Juscelino Kubistchek, próximo ao complexo da Bahia Farm Show e segue o padrão global da Mitsubishi Motors, com fachada em neon e estrutura diferenciada, além do MIT Safety, que é o selo de compromisso socioambiental da Mitsubishi Motors.

39


MATÉRIA DE CAPA

40

HISTÓRIA FAMA MOTORS A história do grupo surgiu a partir do exemplo e do amor pela família. Dois irmãos resolveram se unir também nos negócios para transformar o mundo e colocar em prática um sonho compartilhado: o de empreender. Mas, para tudo dar certo era preciso escolher o nome ideal. Foi quando Fábio e Marcelo Martins descobriram nas iniciais a marca que seria um sucesso. Daí o nome FAMA. Marcelo conta que a arte de vender faz parte da história da família e foi passada de geração para a geração. Foi o pai dele, o também empresário Osmar Martins, que o fez se apaixonar pelo setor: “Nós brincamos que ele é nosso professor. Eu e meu irmão estamos sempre em constante aprendizado e em constante busca do aperfeiçoamento cada vez maior da nossa empresa.” Sobre levar a tradição familiar adiante, ele é enfático ao afirmar que a responsabilidade é grande:

“A FIGURA DE NOSSO PAI É MUITO MARCANTE NA REGIÃO E TEMOS A MISSÃO DE SEMPRE MANTER ESSA HISTÓRIA DE EMPREENDEDORISMO QUE ELE INICIOU E HOJE TEMOS O PRAZER DE CONTINUAR.” www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

EQUIPE UNIDA PARA GARANTIR O MELHOR ATENDIMENTO “Fico muito feliz em fazer parte da história da empresa ao longo desses 9 anos. A minha missão é auxiliar o cliente com a peça correta e garantir uma melhor vida útil do seu Mitsubishi, sempre garantindo a qualidade do produto que vamos aplicar. Aqui nós contamos com uma gama enorme de acessórios e pneus para todo o tipo de terreno. Estamos sempre em busca do melhor atendimento para garantir agilidade ao cliente.” OTAVIANO SOUZA CUNHA Encarregado de Peças

“Trabalho há 11 anos na Mitsubishi, costumo brincar que meu nome é “Neto Mitsubishi” e seja qual for o lugar que eu chegue, já me apresento dessa forma. Tenho um orgulho enorme de fazer parte dessa equipe e de sempre buscar o melhor negócio para nosso cliente. Temos uma marca muito forte na região e produtos de alta performance que são imbatíveis no mundo 4x4. “ FRANCISCO DAS CHAGAS GOMES NETO Vendedor

MITSUBISHI E A CONSOLIDAÇÃO DA MARCA NA REGIÃO OESTE DA BAHIA Não é de hoje que Mitsubishi está presente na região Oeste da Bahia. Já são quase 20 anos de história. Tudo começou em Barreiras, no ano de 2006, com a Mitbahia, que se transformou dois anos depois na Paraíso Motors. Em 2008 a empresa abriu a primeira filial em Luís Eduardo Magalhães. O grupo Fama Motors assumiu as lojas em 2018, mantendo a excelência no atendimento e a parceria duradoura com seus clientes e fornecedores.

Nos últimos 4 anos foram feitos grandes investimentos, como a construção da nova loja de Barreiras, contratação de funcionários especializados e compra de tecnologia e equipamentos de última geração. O resultado foi um aumento significativo nas vendas, a fidelização de mais clientes e o fortalecimento de um nome que veio pra ficar.

41


MATÉRIA DE CAPA

A MELHOR TECNOLOGIA PARA ATENDER A FORÇA DO CAMPO

42

A Fama Motors está na cidade que é considerada um dos principais polos agrícolas do país, e que está situada na região conhecida como Matopiba, nome dado à nova fronteira agrícola que fica na divisa dos estados de Maranhão, Tocantins, Bahia e Piauí. A expansão do Agro trouxe indústrias, lojas, grandes revendedoras. A cidade cresceu e trocou o chão batido pela verticalização urbana que está a todo vapor.

Para transitar entre esses mundos, é preciso ter o melhor veículo à disposição: um que aguente o solo irregular das fazendas e forneça o conforto necessário para as grandes cidades e é isso o que a Mitsubishi oferece. A empresa possui carros perfeitos para quem precisa de segurança, estabilidade e suporte de peso que não prejudique a agilidade e nem a força do motor. www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

QUE MÁQUINA! CONHEÇA A NOVA PICAPE L200 TRITON SPORT Com mais de 40 anos de história, a nova Mitsubishi L200 chega à linha 2022 ainda mais robusta e versátil, pronta para superar qualquer terreno, da terra ao asfalto, para passeio ou trabalho. A picape é ideal para vencer novos caminhos e desafios, com a força de um verdadeiro 4x4, sem abrir mão do espaço, conforto e da alta tecnologia, antes presentes apenas em SUVs de luxo e que agora é levada a um novo patamar. O visual da nova linha foi reformulado e ganhou cara nova: o design frontal já é alinhado como novo design global da Mitsubishi, com o Advanced Dynamic Shield, garantindo à picape uma aparência mais moderna e agressiva, com linhas marcantes e imponentes.

O pioneirismo da L200 se mantém, por ser a primeira picape do segmento no mundo a usar um motor diesel em alumínio, como é o caso do modelo MIVEC 2.4L turbo diesel Super Silence em alumínio com 190cv de potência e 43,9kgf.m de torque. O peso máximo é de uma tonelada de carga total. A nova linha também traz a Nova Transmissão automática de 6 velocidades com sequencial Sport Mode e Paddle Shifters no volante. Tração 4x4 com sistema eletrônico de acionamento, que é a mais completa da categoria, com 4 modos de operação:

4HLc: indicado para situações off road como terra, lama e areia;

43

4LLc: ideal para uso em situações extremas, como lama, dunas ou uma travessia de alagados.

4H: ideal para uso em pista molhada ou sinuosa; A Suspensão SDS II Double Wishbone é independente na dianteira e com eixo rígido na traseira, garantindo desempenho e conforto em todos os tipos de terreno. Calibrada para os pisos encontrados no Brasil, ela garante a estabilidade, a capacidade de superação de obstáculos, sem abrir mão do conforto para os ocupantes. Já o bloqueio do diferencial traseiro transmite o torque do motor para as duas rodas traseiras na mesma intensidade, independentemente da aderência, ajudando a superar os obstáculos mais severos do off road. As mais difíceis manobras são facilitadas na linha pelo excelente raio de giro de 5,9 metros.

2H: indicada para uso em pisos com aderência, como asfalto;


MATÉRIA DE CAPA

AVENTURA, FORÇA E SEGURANÇA: É A VEZ DO NOVO PAJERO SPORT Aventura, força, segurança e tecnologia. Essas qualidades praticamente se encontram quando o assunto é potência sobre rodas, principalmente ao somar à tudo isso, uma experiencia de quase 40 anos. Estamos falando do Pajero, carro que acumula mais de meio milhão de unidades vendidas no mundo, com um detalhe: duzentas mil, só aqui no país. Essas características fizeram do veículo, o maior vencedor do rali internacional mais difícil e rigoroso, o Rally Dakar com 12 títulos. Evolução é também uma palavra recorrente no dicionário do Pajero e se concretiza no modelo mais recente do carro, o Pajero Sport, apresentado em duas versões, que ganham destaque por ter os mais modernos sistemas de segurança disponíveis pela Mitsubishi. São várias tecnologias que auxiliam o motorista no controle do veículo e ajudam na comodidade e na integridade dos ocupantes, sendo que uma, merece destaque especial: o sistema de frenagem autônoma, que ajuda a prevenir colisões frontais ou a reduzir os danos, se estas forem inevitáveis. Os freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem, garantem amplo controle e rápida resposta em situações de frenagens bruscas, pois atuam em conjunto com os controles de estabilidade (ASC) e de tração (ATC).

44 44

O SISTEMA BRAKE OVERRIDE SYSTEM

O SISTEMA DE PREVENÇÃO DE ACELERAÇÃO INVOLUNTÁRIA

monitora constantemente os sinais do freio e acelerador. Caso o freio seja acionado junto com o acelerador numa situação de emergência, reduzindo as rotações do motor gradativamente até a parada total e controlada do veículo. Já o piloto automático inteligente garante controlar a velocidade com a leitura automática da velocidade do carro da frente, com aceleração e frenagem sem a intervenção do motorista.

funciona através de sensores dianteiros e traseiros, para garantir mais segurança: caso o motorista erre os pedais ou a posição do câmbio, a potência do motor é reduzida para evitar colisões em acelerações bruscas. Sete airbags completam o pacote: duas bolsas dianteiras, duas bolsas laterais dianteiras, duas de cortina, que inclui a terceira fileira de bancos e uma para os joelhos do motorista.

O DESIGN EXTERIOR também foi atualizado com chapas de aço de alta resistência. A dianteira traz uma nova grade de entrada de ar que é envolvida por um para-choque totalmente reformulado. Os faróis dianteiros e os de neblina (em LED) foram equipados com um sistema que direciona o feixe de luz de acordo com o giro do volante, para melhor visibilidade em trechos de curva.

www.revistaadoro.com.br www.revistaadoro.com.br

A CONECTIVIDADE foi reforçada com o exclusivo sistema remoto que permite que a conexão do smartphone ao veículo para executar diversas funções à distância, como o acionamento do porta-malas.

AS VERSÕES HPE-S E HPE são equipadas com motor MIVEC 2.4L turbo diesel de 190cv em alumínio, 16 válvulas, DOHC, DI-D com turbocompressor e injeção direta, para a eficiência energética com aceleração vigorosa e todo torque disponível a baixas rotações do motor. O sistema de transmissão automático tem oito velocidade e dá a possibilidade de comando do câmbio atrás do volante.


MAR MAR MAR|||ABR ABR ABR|||2022 2022 2022

45 10 45

O SUV ESTÁ DISPONÍVEL EM SEIS DIFERENTES O SUV ESTÁINCLUINDO DISPONÍVELASEM SEIS DIFERENTES CORES, INÉDITAS BRANCO CORES, INCLUINDO AS INÉDITAS DIAMOND E CINZA GRAPHITE, COMBRANCO RODAS DIAMOND E CINZA GRAPHITE, COM RODAS DE ARO 18 EM ESTILO DIAMANTADO, UM DE ARO 18 EM ESTILO DIAMANTADO, UM VERDADEIRO TESOURO EM FORMA DE VEÍCULO. VERDADEIRO TESOURO EM FORMA DE VEÍCULO.


46

Foto: Moov Produtora

www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

47

ARQUITETURA DE INTERIORES A experiência de viver momentos especiais é facilmente traduzida na atmosfera desse lar moderno e com muita identidade. O morador, com muita personalidade, que coleciona diversas obras de artes sendo a maioria coloridas, nos desafiou a fazer a composição delas no seu novo apartamento de 100m². Para dar partido, usamos tons sóbrios nos móveis e uma iluminação com luminárias pretas, dando destaque às obras que foram inseridas com excelência na composição, traduzindo elegância e sofisticação.

@jessicavnunes

@jessicanunesarquitetura www.jessicanunes.com.br (62)99121-8894 Rua 24 de Outubro, Centro, Barreiras-BA


@arezzo_lem

ELAS SÃO O PODER! AREZZO CONVIDA MULHERES INSPIRADORAS PARA COMEMORAR OS 3 ANOS DA MARCA EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES

De acordo com a empresária, ao longo desse tempo, as clientes que já eram da loja infantil acabaram indo também para a nova loja e com isso os laços se estreitaram: “Hoje não temos somente uma relação comercial, mas de amizade e de confiança. A marca traz empoderamento e se preocupa em colocar cada vez mais a mulher no lugar em que ela quiser estar, ou seja, em qualquer lugar da sociedade”, explica Mona Lisa. Mas ela garante, que vai além disso:

“É COMO SE NÓS FIZÉSSEMOS PARTE DA HISTÓRIA DE CADA CLIENTE, POIS ESTAMOS EM SEUS CASAMENTOS, ANIVERSÁRIOS, COMEMORAÇÕES, CONQUISTAS PROFISSIONAIS NAS MAIS DIVERSAS CARREIRAS. É MUITO EMOCIONANTE”, COMPLETA ELA.

Atualmente a Arezzo é a maior rede de varejo de calçados femininos na América Latina, com uma rede de franquias que possui mais de 350 estabelecimentos em todos os estados brasileiros. Aqui na Bahia não é diferente, e uma dessas lojas se destaca há 3 anos por ter uma rede de clientes fiéis e apaixonadas pela marca: em Luís Eduardo Magalhães. Mona Lisa Carvalho Nunes está à frente da loja, que surgiu graças à vontade de empreender e expandir os negócios: “Eu já tinha a loja infantil Carinha de Anjo, quando resolvi investir na Arezzo. O motivo era querer comprar uma franquia 100% brasileira e na qual eu confiasse e que desse oportunidades ao universo feminino. Não houve dúvidas, já que na minha família, todas nós usamos Arezzo, desde a minha avó. Eu sempre amei a marca”, conta ela.

Fotos: Divanildo Silva

COMEMORAÇÃO ESPECIAL Para comemorar os 3 anos de Arezzo em LEM, Mona Lisa resolveu convidar mulheres inspiradoras de diferentes idades e profissões. Confira os cliques dessa campanha linda que também festeja o Dia Internacional da Mulher!

>>>


MAR | ABR | 2022

“A Arezzo na minha vida representa a proximidade do homem do campo com a cidade. Eu me identifico muito com isso!” Carminha Missio - Agricultora e Representante da FAEB @carminhamissio “Gosto de usar a Arezzo no dia a dia porque ela me traz conforto e principalmente: bem- estar!”

“Costumo usar os modelos Arezzo no meu dia a dia. Para cada estilo de roupa tem um estilo de calçado Arezzo. Eu amo essa versatilidade de cores e modelos!”

Márcia Ribeiro - Médica @dramarciaribeiro

Rute Granich - Empresária @rute_granich

“Sou viciada na marca Arezzo! Tenho todos os modelos e cores, pois adoro o conforto e a versatilidade que ela traz para nós mulheres em qualquer ocasião do dia a dia!” Sandra de Carvalho Kichel - Mãe e Dona de Casa @sandrakichel

49 “A Arezzo está presente no meu dia a dia e com ela eu vou de A à Z.”

“Eu gosto da Arezzo porque ela traz o empoderamento feminino e isso me representa muito. Todas as mulheres deveriam ter um sapato Arezzo.”

Elaine Fernandes – Empresária @elainefernandesdoceriaecafe

Josy Santos - Gerente Comercial @_jossy_santtos

“A Arezzo sempre fez parte da minha vida. As peças são lindas sem perder o que eu preciso no dia a dia, o conforto.” Isabela Cruciol - Arquiteta @isabelacruciolarquitetura

“Arezzo está em todos os momentos da minha vida, desde uma ocasião mais formal, à balada ou dia a dia. Com essa diversidade de modelos, existe um para cada ocasião. Eu só uso Arezzo.”

“Eu gosto da Arezzo porque é muito confortável e eu sempre vi minha mãe usando essa marca. Agora chegou a minha vez!”

Júlia Balan - Estudante de Direito @juliaabalan

Heloísa Dahmer - Estudante @helodahmer


ADORO VIP @risden.inc

UPTOWN RESIDENCE: PRIMEIRO EMPREENDIMENTO DA RISDEN JÁ É UM SUCESSO! 50

CONFIRA TUDO QUE ROLOU NO LANÇAMENTO DO UPTOWN RESIDENCE, EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES, BA. O EMPREENDIMENTO É O PRIMEIRO DA RISDEN E JÁ TRAZ DE CARA A NOVIDADE DE SER TAMBÉM O PRIMEIRO EDIFÍCIO RESIDENCIAL DE LEM COM ROOFTOP! 1

2

3

4

www.revistaadoro.com.br

5


6

MAR | ABR | 2022

9

7

OS ANFITRIÕES DA NOITE, AMANDA E MURILO RISDEN RECEBERAM CONVIDADOS MUITO ESPECIAIS NUMA NOITE DE COQUETEL E CELEBRAÇÃO.

10

51

8

Foto: Calan Sanderson

1. Os clientes Aline Brasileiro, Caiã Fontana e Douglas Rebequi estiveram no evento; 2. Equipe Risden reunida no Laçamento do Uptown; 3. o evento também contou com a presença dos clientes e sócios da Italinea, Jean Carlo Marcante e Priscila Salvatore; 4. Wilton Novaes, Junior Marabá e Anatalício Risden; 5. Milton e Aline Vogt ao lado das filhas foram recebidos por Murilo e Amanda Risden; 6. Aline Peres, Tiago Lara e Rodrigo Biavati foram prestigiar o novo empreendimento Risden; 7. Diogo Rabelo e Thalita Gaban ao lado da anfitriã Amanda Risden; 8. Marcelo Martinelli e Daiane Melo estiveram no lançamento do Uptown; 9. Anatalício Risden, Amanda Risden, Francisco Arrighi e Murilo Risden na noite de comemoração; 10. Amanda Risden recebeu ainda Leticia Kamel e Jonas Canesin.


@oticaerelojoariasuica

UMA TARDE DIFERENTE PARA A CRIANÇADA!

52

www.revistaadoro.com.br

@suicaconceptrutegranich

EVENTO REÚNE MENINOS E MENINAS DE 5 A 11 ANOS PARA CONHECER O UNIVERSO DAS JOIAS E OS SIGNIFICADOS DE PRESENTEAR, NUMA TARDE CHEIA DE DIVERSÃO


MAR | ABR | 2022

Difícil achar alguém que não goste de ganhar presente. Seja ele simples ou caro, quem é presenteado ganha muito mais do que o objeto, recebe ainda uma série de sentimentos como carinho e respeito, por exemplo. Os adultos já sabem disso e agora, as crianças também já começaram a aprender sobre o assunto, na cidade de Luís Eduardo Magalhães. Seis crianças com idades entre 5 e 11 anos se reuniram no escritório cedido gentilmente pela Elger Agricultura e Transporte, a convite da empresária Rute Granish das Óticas Suíça para curtirem uma tarde super animada e cheia de curiosidade e de aprendizados. A ideia, segundo a organizadora do encontro, surgiu do desejo de disseminar uma cultura de carinho com a próxima geração para criar conexão com os futuros clientes, além de trabalhar a importância da dedicação de tempo a quem se ama: “Hoje esses pequeninos presenteiam suas mães, mas futuramente irão presentear as esposas, filhas e amores das suas vidas em tantas ocasiões, como aniversários e casamentos”, explicou a empresária.

“HOJE ESSES PEQUENINOS PRESENTEIAM SUAS MÃES, MAS FUTURAMENTE IRÃO PRESENTEAR AS ESPOSAS, FILHAS E AMORES DAS SUAS VIDAS EM TANTAS OCASIÕES, COMO ANIVERSÁRIOS E CASAMENTOS”, EXPLICOU A EMPRESÁRIA.

Na oportunidade, as crianças puderam tocar e aprender mais sobre o universo das joias que tanto envolve e impressiona gente de todas as idades. Os pequeninos conheceram de perto os tipos de ouro, de pedras preciosas como a turmalina, o quartzo e a mais disputada: o diamante. Foi exatamente nessa hora que uma vozinha lá do fundo surgiu decidida a comprar um presente. Era Milena Hilgert Oliveira, de apenas 9 anos, que afirmou não ter o dinheiro total para levar a peça brilhante, mas garantiu que se Rute “parcelasse a compra” ela poderia pagar com a mesada: “Quero dar uma joia à minha mãe.” A empresária rebateu a proposta da primeira cliente mirim com risos e muita diversão. Mas não foi somente Milena que escolheu para quem iria dar o mimo. As mães foram as campeãs das homenagens. Caetano Wustro (10) falou que presentearia a mãe porque ela é muito especial e sempre ajuda nas tarefas de casa, mas garantiu que a avó e a madrinha também mereciam uma joia: “escolhi a minha vovó porque ela é muito querida comigo quando eu vou lá nas férias de verão e a minha dinda porque gosto muito dela e ela é legal.” Brenda Elger (9) também escolheu as mulheres da família: “Eu presentearia minha mãe, minha madrinha e minha avó.” A opinião foi reforçada numa sequencia de depoimentos de Maria Victoria Wustro ( 6 ) e por Otavio Rodrigues, Milena Hilgert Oliveira, Caetano Wustro e Eduardo Braga, todos com 10 anos de idade. Este último afirmou: “Eu daria uma joia à minha mãe e às minhas duas avós. Porque uma está sempre comigo e me ajuda nas coisas que eu preciso e as outras porque são queridas e fazem bolos que eu adoro!” O menino não parou por aí e disse ainda uma frase que surpreendeu a todos: “Se você tratar bem uma pessoa, ela irá te tratar assim também”, uma prova clara de que além de ter aprendido tudinho sobre as joias, a turminha absorveu bem o conceito primordial proposto pela tarde tão diferente: aprender sobre a arte de presentear e prestar atenção aos sentimentos gerados como consequência dessa atitude, como a gratidão e a reciprocidade.

Fotos: Divanildo Silva

53


@alinemacedomaia

54

Foto: Erisney Ribeiro e Pedro Passos

2022 APRESENTA: BRIGAS CAUSADAS POR POLÍTICA.

T U D O I S S O N U M A FA M Í L I A P E RTO D E VO C Ê . N O C A S O, A S UA . Vai rolar separatismo. Indiretas mais diretas que os socos de Mike Tyson. Os grupos de Whatsapp estarão piores que a Faixa de Gaza. Teremos uma guerra que não será fria. Sem medo de errar eu afirmo que será confusão e gritaria. Bem-vindos ao famigerado ano de mais uma eleição presidencial. A chácara na beira do rio precisará ser dividida para que alguns parentes não se encontrem.

O simples churrasco virará evento de torcida organizada. Não sei você, mas eu vou priorizar fortemente minha saúde mental. Recomendo o mesmo.

Tia, viva a comunicação livre que cumpre o seu papel. Se a pessoa interpreta a informação do jeito que julga conveniente e distorce os fatos, vira uma questão de caráter.

Anote aí: Fulano vai querer ser maior que Ciclano. Ciclano vai rebater com fake news. Beltrano, que chegou agora na conversa, viu no Facebook uma notícia afirmando que ambos estão errados.

Opções de canais de comunicação existem. Escolher o seu candidato p a s s a p o r vá r i o s f a t o re s , principalmente pela interpretação do ambiente em que se vive. Não pela falta de ética.

E a tia lá do sofá gritando que a culpa é do jornal. Não é não.

NÃO,

NÃO VENHAM BOTAR A CULPA NA COMUNICAÇÃO. www.revistaadoro.com.br


55

MAR | ABR | 2022


QUANDO O POSITIVO NÃO VEM Médico especialista fala sobre os motivos da infertilidade e o que fazer para realizar o sonho da gravidez Texto: Vitórian Tito A gestação é um dos acontecimentos mais esperados da vida, para muitas mulheres e casais, mas após a decisão de ter um filho, nem sempre o caminho a seguir é um mar de rosas. A começar pela espera, que para muitos pode acabar sendo longa. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS) a ausência de gravidez após 12 meses de tentativas com relação sexual sem contraceptivos pode ser definida como infertilidade. Estima-se que o problema atinge cerca de 15% dos casais em idade reprodutiva. As causas podem estar no homem, na mulher ou em ambos. O órgão indica ainda, que em todo mundo, o número de pessoas inférteis pode ser de até 80 milhões. Já no Brasil, a estimativa é de que esse mesmo dado chegue a 8 milhões.

56

Não conseguir engravidar pode acontecer por diversos fatores, de acordo com a Sociedade Brasileira de Reprodução Assistida (SBRA). Entre eles estão as disfunções do sistema reprodutor. Em 35% dos casos em mulheres, 35% em homens, 20% em ambos – os 10% restantes são desconhecidos. A boa notícia é que a maioria dos casos são tratáveis. Segundo o médico ginecologista, Jorge Valente, seja qual for o diagnóstico, manter a saúde em dia é a principal recomendação para melhorar os gametas feminino e masculino, que são os óvulos e espermatozoides. O profissional explica que essa é a melhor forma de prevenir a infertilidade e aumentar as chances de um resultado positivo:

www.revistaadoro.com.br

ÀS VEZES O SEGREDO ESTÁ NOS HÁBITOS SAUDÁVEIS, COMO PRATICAR ATIVIDADES FÍSICAS REGULARES PARA CONTROLE DO PESO E TER CUIDADO COM A SAÚDE MENTAL, PARA EVITAR ESTRESSE E ANSIEDADE, DIZ ELE.


O médico alerta que a alimentação pode ser de grande ajuda:

REDUZIR O CONSUMO DE BEBIDAS ALCÓOLICAS, AÇÚCAR SIMPLES, GLÚTEN E ÓLEOS VEGETAIS, ALÉM DE PARAR COMPLETAMENTE DE FUMAR PODEM MELHORAR E MUITO A FERTILIDADE. ESTUDOS MOSTRAM QUE SÓ O FATO DE SAIR DA OBESIDADE OU DO SOBREPESO AUMENTA PELA METADE A CHANCE DE ENGRAVIDAR.

Entenda o diagnóstico: 01.

MAR | ABR | 2022

Aliás, sobre isso ele é enfático: “são fatores que reduzem muito as possibilidades de uma gravidez”.

ENDOMETRIOSE Essa é uma doença inflamatória causada pelo crescimento anormal do endométrio, o tecido que reveste o útero, que pode atingir trompas, ovários e outros órgãos.

02.

A síndrome é fruto de um desequilíbrio hormonal e é tão comum que pode permanecer não diagnosticada em boa parte das mulheres. A disfunção altera o ciclo menstrual e é uma das principais disfunções ovarianas.

O especialista conta ainda, que em outros casos, são algumas doenças que atrapalham o percurso: “Existem patologias que fazem parte dessa lista, como problemas na tireoide, diabetes, hipertensão e obesidade. Em 50% dos casos, a infertilidade é causada por síndrome do ovário policístico e endometriose. Nos homens é a varicocele uma das principais vilãs.” A minoria dos casos é sem causa aparente. São aqueles 10% nos quais é impossível descobrir o motivo de o corpo não responder à reprodução. É aí que entra aquela velha receita da manutenção de uma vida saudável. Seja qual for o caso, se existe demora para a concepção do bebê, a melhor saída é buscar a avaliação de um médico especialista para fazer uma investigação completa e identificar as causas e o tratamento mais adequado para cada situação.

SÍNDROME DO OVÁRIO POLICÍSTICO (SOP)

03.

VARICOCELE A doença é representada por uma dilatação na veia do testículo que drena o sangue testicular e aquece a bolsa escrotal, o que reduz consideravelmente a quantidade e qualidade dos espermatozoides.

57


@daniellyaraujofisioterapia

DA GESTAÇÃO AO PUERPÉRIO C ONHE ÇA OS BENEF ÍCIOS DA FIS IOTERAPIA PARA GE S TANTES E P UÉ R P E RAS

Estar preparado para uma cirurgia é fundamental para garantir um processo de recuperação mais rápido, saudável e sem complicações. Independentemente do tipo ou local do procedimento, o corpo está prestes a passar por um trauma planejado e merece atenção e cuidados especiais. Em casos assim, a fisioterapia tem se tornado uma grande aliada, ganhado papel de destaque no apoio a pacientes nos momentos de pré e pós-operatório. Joyce Elias é fisioterapeuta e possui uma clínica na cidade de Luís Eduardo Magalhães há 8 anos, que tem como foco a reestruturação da funcionalidade de órgãos e demais estruturas do corpo que tenham passado por alguma experiência invasiva. Ela conta que o número de pacientes aumentou nos últimos anos pois as pessoas perceberam os enormes benefícios do acompanhamento de um profissional especializado: “Com o auxílio de um fisioterapeuta atuante em pós-operatório, os efeitos da cirurgia são minimizados a curto e longo prazo e acaba sendo possível voltar às atividades da rotina em um menor espaço de tempo”, explica ela. No caso das gestantes, esse acompanhamento é ainda mais indicado, mesmo se ela não optar pela cesárea. É que ao longo de 9 meses, uma série de mudanças acontece no corpo da mulher. O útero fica maior, a parede abdominal se multiplica e alguns órgãos são pressionados e deslocados do local original à medida que o bebê ganha peso. Essas transformações trazem incômodo e podem interferir no dia a dia da gestante.

58

Estudos apontam que em uma cirurgia de cesárea podem ter diversas complicações maternas no pós-parto como incontinência urinária, dor, edema, fibrose, diástase do músculo reto abdominal, infecção e alterações cicatriciais - problemas comuns ao processo de parturição, mas, muitas vezes, passam despercebidas ou são tratadas tardiamente.

COM O AUXÍLIO DE UM “ FISIOTERAPEUTA ATUANTE

EM PÓS-OPERATÓRIO, OS EFEITOS DA CIRURGIA SÃO MINIMIZADOS A CURTO E LONGO PRAZO E ACABA SENDO POSSÍVEL VOLTAR ÀS ATIVIDADES DA ROTINA EM UM MENOR ESPAÇO DE TEMPO

www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

@dra_joyceelias

É aí que entra uma das especializações da fisioterapia, a obstétrica. Dra Joyce Elias e Dra Danielly Araújo são especializadas no assunto e trabalham há muitos anos cuidando de gestantes. Elas contam que “a fisioterapia atua de forma direta diminuindo os desconfortos causados durante a gravidez e promovendo melhor adaptação dessa mãe à nova realidade corporal que segue ao nascimento do filho”. Para isso, são aplicados, de acordo com a profissional, Metodologia de Aceleração Cicatricial, tratamentos p a r a f i b ro s e s e a d e rê n c i a s , fo t o b i o m o d u l a ç ã o , a p l i c a ç ã o de Kinesio Taping, exercícios de cinesioterapia, terapia manual, pilates, Low Pressure Fitness (LPF), entre outros. Sendo assim, a fisioterapia pode atuar no pré-parto, no atendimento intra-operatório (intra-hospitalar) e pós-parto. A fisioterapeuta Danielly acrescenta, que gestantes que fazem acompanhamento pré-operatório preparam e fortalecem o corpo para o parto com o auxílio de exercícios e movimentos indicados para aliviar a sobrecarga da musculatura abdominal e da pelve. “A fisioterapia prepara o corpo materno para o trabalho de parto prevenindo incontinência/prolapso, laceração vulva, diástase patológica do músculo reto abdominal, além de tratar as alterações posturais e biomecânica e aliviar a dor”, explica.

A prática cria uma jornada mais leve e tranquila para a futura mamãe capaz de aliviar os sintomas físicos e o estresse e ansiedade para o dia do parto, facilitando a recuperação também no pós-parto, quando as preocupações se voltam, em sua maioria, para a saúde e bem-estar do recém-nascido: “é preciso lembrar da necessidade de atenção também para a mãe que acabou de dar à luz, pois esse acompanhamento reduz a dor, previne e trata o inchaço e a equimose (roxo), melhora a sensação de “barriga solta”, estimula os músculos do abdômen e acelera o processo de cicatrização e trata essas cicatrizes”, complementam as profissionais.

a fisioterapia atua de forma direta diminuindo os desconfortos causados durante a gravidez e promovendo melhor adaptação dessa mãe à nova realidade corporal que segue ao nascimento do filho. Fotos: Divanildo Silva

59


ADORO TRIP

D E S T I N O A PA I X O N A N T E ! ENTRE BELEZAS NATURAIS E CENÁRIOS AFRODISÍACOS, FERNANDO DE NORONHA REÚNE ATRAÇÕES DE TIRAR O FÔLEGO EM VERDADEIRO PARAÍSO BRASILEIRO Texto: Vitórian Tito

60

www.revistaadoro.com.br


ANOTE ESSAS DICAS: Seja qual for o orçamento ou estilo da viagem - casal, família ou entre amigos - dá para aproveitar bem o que a ilha oferece e ter bastante conforto. Para ajudar aqueles que nunca estiveram em Fernando de Noronha, a viajante experiente reúne lista de hotéis, pousadas e passeios para todos os gostos e bolsos:

Todos os pontos de estadia são “muito aconchegantes e eu amo

a recepção que é oferecida lá, pois Noronha tem muito desse calor do Nordeste. Além disso, recomendo fazer a maioria dos passeios pois cada um possui seu charme único”

Confira as dicas: HOSPEDAGEM: - Dolphin Villa Noronha - Pousada Filó - Pousada da Praia - Pousada Maria Bonita PASSEIOS: - Visita às praias paradisíacas - Snorkel na Praia do Leão - Foto no Morro Dois Irmãos, na Praia da Cacimba - Dia na Praia da Conceição - Mergulho de cilindro - Pôr do sol no Bar do Meio GASTRONOMIA: - Risoto de polvo e drink ‘Pedra do Peão’, no Bar do Meio - Restaurante Cacimba Bistrô - Crepioca de dourado no Morro do Farol

61

O Arquipélago de Fernando de Noronha, região originária de um extinto vulcão há cerca de 2 milhões de anos na costa nordeste do Brasil, é um dos pontos turísticos mais cobiçados por viajantes de todo o mundo. O destino de raiz pernambucana garante paisagens naturais intocadas pela ação humana, exala energias de um paraíso exótico isolado e proporciona momentos inesquecíveis de areia, sol e água fresca. Uma visita ao santuário é o desejo de muitos turistas que sonham um dia estar na ilha que é um berço de biodiversidade ecológica. Mas, a paisagem é tão incrível, que até mesmo quem já foi até o local, sempre volta. Esse é o caso da agrônoma e digital influencer Bárbara Borges, que se apaixonou pela energia de Noronha e sempre dá um jeito de repetir a dose. Ela conta que foi amor à primeira vista: “Tenho uma conexão muito forte com esse local. Os nativos dizem que a ilha acolhe os seus. E é verdade, pois desde a primeira vez que fui à Fernando de Noronha tenho a sensação de me reconectar com minha força interior.” A agrônoma adora viajar, conhecer novas culturas, sotaques e estilos de vida, mas elegeu Noronha como destino anual obrigatório. Longe da correria do dia a dia e do barulho da vida urbana, por lá ela se sente em um mundo à parte e consegue se reequilibrar, relaxar e se divertir. E sobre lazer, não faltam opções para curtir a viagem, como um simples banho nas águas cristalinas do mar ou nas piscinas naturais, ou as mais inusitadas, como trilhas, esportes aquáticos radicais e avistamento de tartarugas marinhas, golfinhos e tubarões nos recifes.

MAR | ABR | 2022

@barbaraborgee

Fotos: Bábara Borges


62

www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

@micha_freire

TIRANDO O SONHO DO PAPEL Quem também se encantou pelas delícias da ilha afrodisíaca foi a bancária Michele Freire. Ela já conhecia o destino, mas aproveitou uma promoção de última hora para revisitar o local e carimbar novas memórias no álbum de experiências. Como opção de hospedagem, ela escolheu uma pousada mais simples para sentir as vibrações ‘pé na areia’ de Fernando de Noronha e conhecer um outro lado do local, longe das pousadas mais luxuosas. Para quem quer visitar o arquipélago pela primeira vez, mas acha que não cabe no bolso, Michele explica que é possível pensar em formas de baratear a viagem e ainda aproveitar as opções de lazer de um jeito inesquecível: “a dica que eu dou é pegar uma pousada bem localizada e fechar passeios estratégicos. Eu por exemplo aluguei um carro e fiz um tour por conta própria, e isso barateia a viagem”, explica. Entre as experiências que não podem faltar, Michele Freire lista uma visita a Baía do Sancho, onde é possível encontrar golfinhos e conhecer o Morro Dois Irmãos; o pôr do sol no Bar do Meio, recheado de comidas e bebidas que valem cada centavo com um cenário incrível; e o forró do Bar do Cachorro, que acontece toda sextafeira. “A energia do lugar é surreal, então eu recomendo para todo mundo que puder. É uma coisa de outro mundo e que hipnotiza”.

63

SOBRE FERNANDO DE NORONHA Fernando de Noronha é um Parque Nacional de preservação ambiental desde 1988 e foi reconhecido como Patrimônio Natural Mundial pela Unesco em 2001. E todo esse charme não é para menos: a região é composta por 21 ilhas isoladas da degradação humana e ocupa uma extensão de 26 km² de pura beleza natural. Dessas, só a ilha principal - a que leva o nome do destino - é habitada por uma população de pouco mais de três mil pessoas. As demais ilhas só podem ser visitadas com licença do IBAMA. O turismo é a principal atividade econômica do atrativo da costa pernambucana, seguido pelo comércio e a pesca. O ano de 2020 foi muito ruim para a economia da região - consequência de sete meses de isolamento da ilha para conter os avanços da covid-19. Em contrapartida, o ano seguinte chegou para surpreender: 2021 bateu recorde de visitantes com um total de 114.108 mil turistas, o maior fluxo já contabilizado e quase quatro vezes maior que o registro anterior. Para manter a preservação ecológica e evitar a degradação da biodiversidade da fauna, flora e vida marinha do arquipélago,

Fotos: Michele Freire

o paraíso brasileiro cobra uma Taxa de Preservação Ambiental (TPA) obrigatória a todos os turistas que desembarcam em Fernando de Noronha, que não custa mais que R$ 100 e é cobrada por dia. Só em 2021, a TPA arrecadou R$ 41,5 milhões para a administração da ilha. Quem deseja aproveitar todos os tipos de passeios e mergulhar de cabeça nas possibilidades que só Fernando de Noronha pode oferecer também precisa se atentar à taxa do Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha. Ela é cobrada apenas uma vez e não é obrigatória, mas expande o leque de passeios e visitações, especialmente para as principais praias e passeios na Baía dos Porcos, Atalaia, Sancho, Leão e Sueste.


Fotos: Divanildo Silva

@inlabdiagnostico

64

QUER TER SAÚDE? INVISTA NA MEDICINA PREVENTIVA! Especialistas alertam que check-ups periódicos são aliados importantes para a saúde e bem-estar

Todo mundo já sabe: a rotina com alimentação saudável e exercícios físicos regulares é fundamental para garantir qualidade de vida e elevar o bem-estar. Mas esses hábitos não dão conta de assegurar, sozinhos, um corpo saudável e longevo. Os exames laboratoriais e os famosos check-ups são peças-chave na hora de prevenir ou diagnosticar possíveis problemas e desempenham o importante papel de ajudar a manter um bom estado de saúde. Quem faz o alerta é farmacêutico bioquímico Dr. Dalton Júnior. Segundo ele, “hoje o trabalho de cuidar da saúde deve ser feito em cima da medicina preventiva, praticando protocolos de check-ups médicos e laboratoriais e favorecendo a descoberta de problemas silenciosos, antes mesmo de eles se manifestarem, garantindo assim, uma chance maior de sucesso no tratamento.” www.revistaadoro.com.br

Dalton é diretor geral do INLAB - Centro de Diagnóstico Laboratorial, que recebe por dia uma média de 150 pacientes para a realização dos mais diversos tipos de exames. Dessa fatia, pelo menos 30% são para exames de rotina.

O laboratório foi fundado em 2015, na cidade de Barreiras com a função de garantir um espaço seguro para a população da cidade. “Era um grande sonho. Eu passei por alguns laboratórios referência durante a faculdade e quando via a grandeza, as particularidades e tecnologias daqueles locais imaginava ter um daquele jeito para atender as pessoas do meu município”, conta Dalton. O também farmacêutico bioquímico Dr. Magnun Luan, sócio e diretor técnico do INLAB explica que ao longo dos últimos quase sete anos, o que os moveu foi não somente a vontade de oferecer os melhores equipamentos e tecnologias, mas principalmente de entregar aconchego e o melhor atendimento humanizado: “Lidamos com pessoas, queremos que elas tenham atendimento individualizado, porém igualitário, sem distinções, porque todas as pessoas merecem o melhor serviço”, conta ele.


ESPAÇOS Em espaço aconchegante e projetado para oferecer boas experiências, o quiosque do Café INLAB disponibiliza um desjejum gratuito com café da manhã bem reforçado aos pacientes após a coleta. O Café conta com pães de queijo assados na hora, biscoitos, capuccino quentinho, chococcino, café e chás.

EXPANSÃO O jeito diferente de atender foi o motor para o laboratório expandir. De Barreiras, o INLAB foi para outros municípios, como Baianópolis, São Desidério e Angical. Depois, foi a vez de investir numa nova sede em Barreiras, para atender a demanda de pacientes, o que aconteceu no ano passado – fazendo com o que o local fosse o maior centro de Análises Clínicas da região. Para 2022, os planos já em andamento são de criar novas unidades em Barreiras, além de inaugurar um espaço próprio em Luís Eduardo Magalhães: “Nós temos um número muito grande de pacientes que vêm de LEM para a nossa estrutura matriz. Queremos dar ainda mais conforto, com o mesmo padrão de qualidade já conhecido da nossa marca”, explica Dalton.

MAR | ABR | 2022

CAFÉ INLAB

INLAB PRIME Ainda mais conforto e agilidade na coleta podem ser requisitos indispensáveis para a experiência de alguns pacientes. Quem deseja atendimento personalizado em um ambiente diferenciado e sem necessidade de espera, pode contar com a sala exclusiva do INLAB Prime à disposição.

ESPAÇO GESTANTES Em espaço aconchegante e projetado para oferecer boas experiências, o quiosque do Café INLAB disponibiliza um desjejum gratuito com café da manhã bem reforçado aos pacientes após a coleta. O Café conta com pães de queijo assados na hora, biscoitos, capuccino quentinho, chococcino, café e chás.

65

Fotos: Divanildo Silva

CORPO TÉCNICO E AUTOMAÇÃO

CONFORTO E SEGURANÇA Inaugurada em outubro de 2021, a nova sede do INLAB em Barreiras foi projetada para ser um local referência em atendimento humanizado capaz de tornar a experiência de cada paciente o mais agradável possível, especialmente daqueles que não gostam ou têm receio de ir em um laboratório. Dalton conta que difícil é achar quem goste de fazer exames laboratoriais por isso que o investimento em acolhimento e atendimento diferenciados é primordial:

Ainda mais conforto e agilidade na coleta podem ser requisitos indispensáveis para a experiência de alguns pacientes. Quem deseja atendimento personalizado em um ambiente diferenciado e sem necessidade de espera, pode contar com a sala exclusiva do INLAB Prime à disposição.

ATENDIMENTO 24H E PRÉ-AGENDAMENTO Quem precisa de atendimentos de emergência pode contar com o INLAB 24 horas por dia. O laboratório possui postos de coleta em unidades públicas e privadas de saúde para disponibilizar atendimento a qualquer horário a quem não pode esperar. Pacientes fora de urgência que preferem evitar filas podem fazer o pré-agendamento antes de ir à sede de Barreiras. É só mandar uma mensagem e ir direto para a coleta, sem espera.

A gente tem mostrado para a sociedade que o ambiente laboratorial não é necessariamente hostil ou desagradável, mas que pode ser um lugar gostoso e acolhedor, para adultos e crianças.

CERTIFICAÇÃO DE EXCELÊNCIA

Elas também têm um cantinho especial no laboratório, no INLAB KIDS. O espaço lúdico totalmente voltado para os pequenos com o objetivo de diminuir a angústia da coleta infantil. Por lá, os pacientes mirins se divertem com o tema de fazendinha, conhecem o mascote do laboratório, recebem desjejum específico para a faixa etária e ganham, ao final, um certificado de coragem para exibir em casa.

Os resultados do INLAB são classificados com excelência e reconhecidos nacionalmente pelo Programa Nacional de Controle de Qualidade (PNCQ), responsável por avaliar o nível de excelência dos resultados obtidos em clínicas laboratoriais. Isso garante a qualidade das análises e dos serviços prestados aos pacientes, além de qualificar a atuação dos profissionais em assistência à saúde.


ADORO VIVER BEM

66

Camila de Carvalho tem 29 anos, é advogada e há 3 anos é triatleta amadora.

www.revistaadoro.com.br


RECOMEÇAR: POR QUE SEMPRE TÃO DIFÍCIL?

MAR | ABR | 2022

Foto: Jessica Sanderson

O retorno às atividades físicas com a promessa de que “esteano-vai” encabeça a lista de metas da maioria das pessoas. Veja algumas dicas de como atingir esse objetivo de uma maneira mais leve Texto: Camila de Carvalho

Não importa o nível de condicionamento, depois das festas de fim de ano, o retorno simplesmente parece quase uma missão impossível. E isso vale para qualquer atividade: corrida, musculação, balé, crossfit ou pilates. Aliás, apenas no esporte “levantamento de garfo e copo” o condicionamento permanece inabalável ou até melhor! Pode até ser uma grande injustiça do universo, mas uma coisa é certa: o período que engloba do fim do ano até o carnaval parece ser suficiente para acabar com o condicionamento físico adquirido ao longo do ano com tanto esforço – mesmo para quem treina com regularidade. Já que não podemos mudar a nossa fisiologia, o que nos resta é fazer o que está ao nosso alcance e para isso, separei 5 dicas que valem também para aquelas pessoas que prometem todo ano e nunca conseguem sequer iniciar a atividade:

01. PROCURE A AJUDA DE UM PROFISSIONAL O nosso corpo é uma máquina que às vezes precisa de alguns ajustes que somente um profissional capacitado é capaz de identificar. Além disso, há inúmeras formas de otimizar os resultados e fazer com que a busca por uma vida saudável seja mais prazerosa.

02. ARRISQUE-SE Que tal se arriscar numa prova de corrida ou no exercício novo no Crossfit? Sabe aquele espetáculo do ballet que nunca teve coragem de participar por vergonha? Ou aprender a nadar? A hora é agora! A minha meta, por exemplo, já está traçada: correr a Maratona do Rio de Janeiro em junho. Isto é: 42,195 km!

03. TRACE NOVAS METAS PARA TER PRAZER NA ATIVIDADE QUE ESCOLHER: Quase sempre associamos o emagrecimento à saúde, mas também já estamos cansados de saber que esse tipo de pensamento, além de reforçar o estereótipo de que só pessoas “magras” são saudáveis, torna a realização de qualquer atividade física uma tarefa quase que burocrática. Esqueça os números da balança, as consequências positivas virão! Seja feliz no percurso.

04. SOCIALIZE: Encontre uma turma de treinos! Eu sei que pareço a líder de uma seita chamada “Clube de Corrida”, tentando converter todas as pessoas possíveis a participar, mas é que eu realmente amo isso! O fato de saber que eu tenho um “compromisso” com outras pessoas, que tem objetivos semelhantes ao meu, faz com que eu não desanime, mesmo nos dias que estou mais cansada. Acho que eu não seria tão disciplinada se treinasse sozinha. Mas vá lá, tudo bem se você, por ora, não quiser virar um corredor. Ainda assim, pode chamar uns colegas do trabalho para caminhar no final do dia ou as amigas para malhar. É muito mais difícil faltar um treino quando você sabe que tem outra pessoa te esperando.

05. POR FIM, MAS NÃO MENOS IMPORTANTE: Tenha paciência. Se você sempre treinou, pode ser que leve algumas semanas para retomar o pique, mas uma hora ele chega, é só não desistir.

67


ADORO AGRO @abapaalgodao

COORDENADORES E EXECUTORES DE AVIAÇÃO AGRÍCOLA TERÃO CAPACITAÇÃO ESPECIAL NO OESTE DA BAHIA Texto: Redação

A aviação agrícola é estratégica no combate a pragas e doenças em áreas de grande extensão de lavouras, como a região Oeste da Bahia. Por isso, qualidade e precisão são imprescindíveis quando se usa este método, para que ele seja aplicado de maneira sustentável. Isso quer dizer “fazer do jeito certo”, para evitar desperdícios e contaminações, cumprindo um a um os requisitos legais. Quem pensa que decidir tudo isso é trabalho do piloto, se engana. Existem dois profissionais, em solo, que analisam todas as condições – sejam de clima ou até mesmo de produto – e dão a palavra final quando o assunto é voar, como e quando voar, ou até mesmo não voar. São os Coordenadores de Aviação Agrícola (CCAA) e os Executores de Aviação Agrícola (CEAA).

68

Os coordenadores são engenheiros agrônomos, e, neste caso, os responsáveis legais pela atividade. Já os executores, como o próprio nome sugere, são aqueles que põem em prática as deliberações do coordenador. Neste caso, eles podem ser técnicos agrícolas e agropecuários. “Apesar de a lei ser clara quanto à importância desses profissionais e à necessidade de capacitação profissional, existe ainda uma grande defasagem de formação destas categorias”, considera o Coordenador do Centro de Treinamento da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Douglas Vieira. A boa notícia, segundo Vieira, é que, atendendo a uma demanda dos produtores, a Abapa vai promover um curso específico para esta finalidade, em seu CT. Para implementar o curso, a Abapa firmou, em fevereiro, um Termo de Cooperação Técnica, com o Ministério da Agricultura. “Temos dois parceiros importantes, além do MAPA, a ABA Manutenção de Aeronaves, e a empresa SABRI, que estarão conosco nesta missão”, adianta Douglas, explicando que neste momento os parceiros trabalham na elaboração do escopo e do conteúdo do curso e que as datas serão divulgadas em breve.

PIONEIRISMO A relevância do tema fez com que ele fosse discutido na recente visita feita pelo presidente da Abapa, Luiz Carlos Bergamaschi, à sede do Ministério da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento (Mapa) em Salvador. Os novos cursos de CCAA e CEAA são a consequência direta da união da associação de agricultores com o MAPA, que faz com que a Abapa seja pioneira no país: é a única associação de produtores a fazer um treinamento específico para os trabalhadores da aviação agrícola.

Segundo Bergamaschi, “são estes profissionais que avaliam e decidem na prática, com base em seus conhecimentos, sobre quando e como voar, levando em conta fatores meteorológicos, geográficos, sociais, dentre outros.” O presidente acrescentou ainda, que deseja que isso seja feito da forma “mais precisa, com qualidade e rigidamente em linha com a legislação brasileira, sempre com foco na sustentabilidade.”

TEMOS DOIS PARCEIROS IMPORTANTES, ALÉM DO MAPA, A ABA MANUTENÇÃO DE AERONAVES, E A EMPRESA SABRI, QUE ESTARÃO CONOSCO NESTA MISSÃO, ADIANTA DOUGLAS [...]

www.revistaadoro.com.br


69

MAR | ABR | 2022


PANDEMIA X SAÚDE ISOLAMENTO SOCIAL FAZ AUMENTAR CONSUMO ABUSIVO DE BEBIDAS ALCÓOLICAS E CRESCER NÚMEROS RELACIONADOS À OBESIDADE E AO SEDENTARISMO Texto: Louise Calegari

Foi só a pandemia começar para todo o mundo se trancar em casa com o objetivo de evitar a transmissão do vírus causador da Covid-19. Em contrapartida, o isolamento social – que era o que tinha que ser feito naquele momento – trouxe consequências para a saúde do brasileiro, que começou a beber mais, comer mais e treinar de menos. Foi exatamente isso, o que aconteceu com a jornalista Vânia Silva, de 39 anos. No meio do caos causado pelo Coronavírus ela passou a trabalhar no sistema home office. Em casa, a ansiedade aumentou, os lachinhos fora de hora também e o vinho passou a ser semanal. O resultado foi o famoso presente de grego: 8 quilos a mais na balança – peso que hoje, ela luta para se livrar com alimentação regrada e treinos ao ar livre:

70

“NÃO É UMA TAREFA

FÁCIL, MAS ESTOU ME ESFORÇANDO PARA VOLTAR AO MEU CORPO DE ANTES” Assim como a jornalista, muitos brasileiros embarcaram nessa onda e fizeram com que os efeitos da pandemia na saúde fossem devastadores. Dados divulgados recentemente pela pesquisa Doenças Crônicas e Seus Fatores de Risco e Proteção: Tendências Recentes no Vigitel, realizada pelo Instituto de Estudos para Políticas de Saúde (IEPS), mostraram que em 2020, houve aumento no consumo abusivo de bebidas alcoólicas e no sedentarismo entre a população brasileira, o que desencadeou a elevação da taxa de pessoas com doenças crônicas, como a obesidade.

www.revistaadoro.com.br


ADORO VIVER BEM

MAR | ABR | 2022

@dr.luisfilipedaneu

Em 2019, a obesidade atingia 20,3% dos adultos nas capitais do país, mas, em 2020, a doença passou a afetar 21,5% deste grupo, com maior prevalência nos estados do Sul, Sudeste e Nordeste. Manaus (24,9%), Cuiabá (24,0%) e Rio (23,8%) lideram o ranking de maior incidência da obesidade. Até 2011, nenhuma capital havia ultrapassado 20%. O índice nacional chegou a quase o dobro do que foi registrado 14 anos antes, em 2006, quando só 11,8% da população era portadora desse tipo de comorbidade. Para o ortopedista, traumatologista e médico do esporte Luis Filipe Daneu Fernandes, parte desse consumo exagerado de comidas e bebidas se deu principalmente por todo o estresse gerado sobre o avanço da pandemia: “As pessoas se deixaram levar pelo estresse da contaminação e do crescimento do número de mortes. Isso fez elevar o nível de ansiedade e de casos de depressão, tendo como uma das consequências a compulsão alimentar e o aumento no consumo de bebidas alcoólicas. Foi como uma válvula de escape.” Esse comportamento foi determinante para o aumento da incidência de enfermidades crônicas, como a obesidade, por exemplo. Dr. Luis Filipe explica que a doença é uma porta de entrada para outros problemas de saúde: “No nosso país a obesidade é considerada uma doença e está relacionada ao Diabetes, à Hipertensão, aos Acidentes Vasculares Cerebrais e à Dor Crônica, porque as células de gordura produzem tecidos inflamatórios, através da Leucina.”

71

Mas não é só isso: aquele “drink inocente” não fica para trás. O álcool, segundo o médico, também é prejudicial à saúde: “É enorme a lista de doenças causadas pelo consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Entre as principais, podemos citar Cirrose Hepática, Pancreatite, Impotência Sexual e até perda de massa muscular”, conta ele.

Foto: Tiago Xavier

As pessoas se deixaram levar pelo estresse da contaminação e do crescimento do número de mortes. Isso fez elevar o nível de ansiedade e de casos de depressão, tendo como uma das consequências a compulsão alimentar e o aumento no consumo de bebidas alcoólicas. Foi como uma válvula de escape.

O especialista alerta para a busca da qualidade de vida constante, para garantir bem-estar e um envelhecimento saudável. Isso só é possível cuidando do corpo e da mente, fazendo exercícios regularmente e tendo um olhar atento para a alimentação: “O equilíbrio é a chave de tudo, junto com o bom senso. Os pacientes dizem sempre que bebem socialmente. Mas quanto significa esse socialmente? Qual é a dose recomendada? Ou dose ideal? Isso não existe. Não há benefício comprovado do consumo de álcool. Aquela taça de vinho pode fazer bem para alguns, mas não vai ser bom pra todo mundo, depende da idade e do organismo. O melhor é controlar ou evitar.” Ele lembra que é sempre tempo de cuidar da saúde: “O importante é começar. É preciso ter hábitos alimentares saudáveis, com menor ingestão de industrializados e maior consumo de frutas, verduras e proteínas e claro, praticar exercícios físicos regularmente”, finaliza.


@psicologacarolpelissari

BAIXA AUTOESTIMA INFANTIL: QUANDO OS PAIS DEVEM ACIONAR O BOTÃO DE ALERTA PROFISSIONAL EXPLICA COMO IDENTIFICAR OS SINAIS EM CRIANÇAS QUE ENFRENTAM O PROBLEMA Não se sentir bem com o próprio corpo ou apresentar dificuldades para reconhecer características positivas sobre si, ter medo de se relacionar com outras pessoas e até de realizar tarefas do dia a dia. Estes são apenas alguns sinais da baixa autoestima, condição que afeta muita gente grande. O problema é que agora, cada vez mais crianças também apresentam o quadro, que pode gerar sérias consequências para a vida adulta.

72

O alerta é feito por Ana Carolyna Pelissari, psicóloga especialista em psicologia positiva e sistêmica na clínica individual. A profissional explica que em seu consultório, grande parte dos atendimentos é voltada para crianças que apresentam baixa autoestima: “esse sentimento está diretamente ligado ao autoamor, a autocompreensão e autoconfiança. Quando a criança não se sente capaz de lidar com certas questões, ela pode até mesmo paralisar e isso prejudicar o comportamento e as relações com a família, amigos e a escola.”

esse sentimento está diretamente ligado ao autoamor, a autocompreensão e autoconfiança. [...] Engana-se quem pensa que crescer é algo fácil, significa enfrentar várias fases de adaptação e desenvolver capacidades físicas, cognitivas e emocionais ao longo do caminho – a exemplo da percepção sobre a própria imagem, qualidades, defeitos e potencialidades. Carol afirma que se a criança é muito introvertida, retraída, seletiva ou simplesmente aceita toda e qualquer coisa, sem apresentar posicionamentos sobre o que quer, é hora de levantar a bandeira de alerta. É aí que entra a importância de os pais estarem sempre atentos. Os sinais variam e dependem da idade da criança. Até um ano e meio é mais difícil identificar reações, já que nessa etapa, o choro é a grande forma de expressão. À medida que crescem, as situações comportamentais vão ajudando a identificar momentos em que o choro ultrapassa o normal e pode estar ligado à frustração em excesso ou mesmo ao medo de interagir com os demais. A criança passa a evitar tarefas ou desafios antes mesmo de tentar e inventa situações quando acredita que não vai conseguir concluir. Alguns

www.revistaadoro.com.br

Foto: Divanildo Silva

pequenos mostram-se controladores ou inflexíveis, com mudanças de humor constantes que variam entre tristeza, choro, explosões de raiva, frustração ou silêncio. No boletim, os sinais também aparecem, com notas que começam a cair. A criança começa a perder o interesse por atividades que antes tinha prazer em fazer e passa a fazer comentários autocríticos como “Eu nunca faço nada certo” ou mesmo “Ninguém gosta de mim.” A psicóloga acrescenta que “muitas crianças também apresentam um comportamento introvertido, aceitando tudo sem questionar de forma extremamente passiva, sem conseguir externar os próprios gostos.” Sobre o que motiva esse comportamento infantil, a especialista é direta: “Não existem causas pré-definidas para explicar essa sensação de impotência que aflora em crianças e adolescentes. Tudo depende da socialização e da interação que eles têm com a família e com a escola. Às vezes pode ter sido alguma frase que a criança interpretou de

maneira diferente e até mesmo algum trauma, acidente ou violação de direitos.” O mais importante é que ao identificar algum destes sinais, a família busque imediatamente a ajuda de um psicólogo especializado na área infantil. Isso aumenta as chances da criança se libertar: “A não identificação da baixa autoestima desencadeia padrões capazes de interferir em toda a vida adulta, fazendo com que a criança se torne um adulto inseguro e com medo de se posicionar e se relacionar. Além disso, pode se tornar um gatilho para o desenvolvimento de ansiedade ou até mesmo depressão”, fala Ana Carolyna. O tratamento é focado no “fortalecimento da autoconfiança e na questão do “eu”, como conta a especialista, “para que a criança entenda que ela é um ser no mundo com suas potencialidades, erros e acertos, o que é fundamental para que ela consiga descobrir o que está do lado de dentro”. O resultado será uma criança que se sente valorizada e aceita, que pensa em coisas boas sobre si e se orgulha do que faz e conquista.


MAR | ABR | 2022

73

Se você quer construir, decorar ou reformar a sua casa, este é o lugar certo. Aqui, na Santa Luzia – Casa e Construção você encontra sofisticação, elegância, variedade e as melhores tendências em móveis e iluminação. O melhor é que você encontra tudo isso num só lugar. Porque aqui, na Santa Luiza – Casa e Construção o seu tempo e o seu bem-estar são as nossas prioridades. Venha nos fazer uma visita e se encantar com os nossos produtos!

@santaluziacasaeconstrucao 77 99832-0755


ADORO VIVER BEM

O PODER DE SEDUÇÃO: UM EXERCÍCIO DE CRIATIVIDADE SEXÓLOGA EXPLICA COMO ESQUENTAR A RELAÇÃO E MANTER ACESA A CHAMA A DOIS Texto: Vitórian Tito

74

No início, tudo é como a explosão dos fogos de artifício. Os beijos são quentes, as carícias melhores ainda e na cama a sintonia é total. Essa euforia toda faz parte das descobertas e da novidade no relacionamento. Mas o passar do tempo não é nada fácil. O relacionamento acaba na rotina e alguns casais, ocupados demais com os seus afazeres, se acomodam e negligenciam a relação. Isso não significa que não é possível reajustar a rota, principalmente quando existe afeto, desejo ou interesse no outro. É o que afirma a psicóloga e sexóloga Mirna Rosier, especialista em sexualidade humana e terapeuta de famílias e casais. Segundo ela, quando a rotina se torna mais do que visível e passa a incomodar, é sinal de que chegou a hora de se abrir ao diálogo e dedicar tempo à conexão com o parceiro: “Essa é a queixa mais comum no meu consultório, seja em dupla ou individualmente. Tudo gira em torno da insatisfação sobre a frequência sexual. “ A psicóloga explica que antes de querer aumentar a quantidade é preciso avaliar a qualidade da relação: “Os casais não tem mais tempo para si mesmos, se envolvem em demandas do dia a dia e não reservam um tempo de qualidade para estar com a sua parceria. As relações longas são diferentes daquelas que estão no início, quando basta a pessoa ver a outra que o corpo responde. Nesta fase é preciso estimular a vida a dois.” Por isso, fazer algo diferente e conhecer novas possibilidades é a chave para reinventar experiências e resgatar o prazer na relação.

ESSA É A MAIOR QUEIXA MAIS COMUM NO MEU CONSULTÓRIO, SEJA EM DUPLA OU INDIVIDUALMENTE. TUDO GIRA EM TORNO DA INSATISFAÇÃO SOBRE A FREQUÊNCIA SEXUAL.

www.revistaadoro.com.br


Foto: Mirna Rosier

UM MUNDO DE POSSIBILIDADES

MAR | ABR | 2022

@psimirnarosier

O universo dos sex toys pode abrir uma nova fase de descobertas nos momentos íntimos para quem quer intensificar a relação. Eles são ferramentas úteis para aproximar o casal e exercitar a criatividade. “Quanto mais livre e desprendido o casal conseguir ser durante a relação, maior a probabilidade de eles experimentarem potenciais diferentes na dinâmica relacional, mas isso deve ser conversado, observado e experimentado a dois”, conta a profissional.

A MUDANÇA ESTÁ NOS DETALHES

“Se você colocar um vibrador no momento da relação, ele não vai agir como um adversário ou como algo que está desviando a atenção. Estamos falando de proporcionar sensações diferentes à parceria”, diz ela. E ao contrário do que se imagina, eles estão caindo na graça do povo e revertendo a ideia de tabu: só no início da pandemia, em 2020, o comércio brasileiro registrou aumento de 50% na venda de vibradores, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Empresas do Mercado Erótico (Abeme).

Para garantir uma relação longa e saudável é preciso ter criatividade e gerar disponibilidade para o outro. Mirna conta que nessa busca pelo entrosamento e atração, a sedução acaba sendo um recurso que passa, muitas vezes, por como estamos nos sentindo conosco, e não pela obrigação de fazer aquilo pelo outro: “A pessoa só vai conseguir se comprometer se usar como motivação o fazer isso por ela mesma e pelos dois. Ao fazer isso, a atenção se volta para si, para o relaxamento, para o bemestar, para que as técnicas de sedução funcionem, já que isso envolve linguagem corporal e gestual”. Sedução nada mais é do que um conjunto de características capazes de despertar interesse, fascínio e, é claro, desejo. Nessa dinâmica de buscar mais qualidade de vida, ela é personagem protagonista e desempenha papel fundamental para criar conexões mais fortificadas, apimentar momentos e ajudar no desenrolar das coisas. Ela não é planejada, acontece naturalmente e é consequência da convicção de que ser amado não é apenas possível, como também algo de merecimento a qualquer ser humano. A sexóloga ensina que que é interessante estar atento aos estímulos externos capazes de abrir o leque de ideias, como livros, filmes, músicas, imagens ou até mesmo ir para algum lugar diferente:”Seduzir envolve a questão de exercitar a criatividade, e isso acontece tentando mostrar ou observar o que está acontecendo ao redor que seja estimulante ao mesmo tempo”, explica. É sobre deixar fluir e encontrar o que faz bem dentro dos recursos, valores e dinâmica do casal. A própria internet é um excelente banco de ideias ou de informações para quem quer saber mais a respeito de novidades a dois, já que existem até mesmo cursos voltados para o assunto. Sendo confortável e consensual, tudo é válido. “Isso acontece ao observar a história do relacionamento e até mesmo ao lembrar de outros diálogos onde a parceria pontuou interesses e desejos. É muito interessante quando casais compartilham fantasias e expectativas que envolvem essa dinâmica do contato físico”, explica Mirna.

75

CAMINHAR JUNTO Quando a relação está fora dos trilhos e o casal não consegue acertar o caminho, incluir a presença de um sexólogo é uma boa pedida para solucionar questões ligadas não apenas ao sexo, mas também ao autoconhecimento e convívio relacional. Se soltar, se manter atraente para si e para o outro e exercitar a criatividade é importante, mas conversar com um profissional qualificado pode ser a peça que faltava para os quebra-cabeça encaixar de vez:

O PROFISSIONAL PODE AJUDAR NESSA DINÂMICA SENDO A PONTE PARA TRATAR DO ASSUNTO NATURALMENTE E UM LEME PARA QUE O CASAL RETOME A ESTRADA E SEJA FELIZ NOVAMENTE, COMPLEMENTA A SEXÓLOGA.


@ptscola

UM MUNDO EM MIGRAÇÃO Texto: Pompeo Tadeu Scola

Atualmente nos encontramos em um mundo capitalista totalmente orientado pelo acúmulo do capital. Essa é, na verdade, a grande a busca da maioria das pessoas. Para ter recursos financeiros, comunidades inteiras e cidades de todos os tamanhos focam na construção de produtos e serviços que possam ser monetizados. Mas nem sempre foi assim. Em alguns momentos da história o que a humanidade trocou foi produtos, no lugar do dinheiro. Com o avanço dos tempos e a Revolução Industrial, tudo aquilo que era extraído e feito manualmente passou a ser produzido em larga escala. Esse processo de produção, fez com que custos caíssem e isso acontece até hoje em diversos pontos econômicos do mundo. Apesar do “sucesso do capitalismo” como regime de desenvolvimento econômico, ao olhar para humanidade do século 21 encontramos tristeza, doenças e a falta de esperança. Vemos grandes desastres naturais acontecerem e casas construídas em lugares errados sendo arrastadas pela chuva. Não há infraestrutura sanitária para grande parte da população, além de faltar comida para muita gente.

76

A reflexão gera uma pergunta: como é possível que tanto desenvolvimento econômico e construção de grandes polos urbanos convivam com tanta destruição por falta da distribuição dessa riqueza? Ao expor essa indagação, não defendo um discurso socialista ou comunista. E mais ainda: não acredito em governo que sustenta as pessoas. Em contrapartida, também não creio que um sistema de desenvolvimento humano centrado no acúmulo de moeda garanta crescimento, saúde e a felicidade da humanidade. Foto: Divanildo Silva

Estamos construindo uma sociedade com núcleos que trabalham individualmente para acumular riqueza, mas globalmente n i n g u é m c o o r d e n a /g e r e n c i a a disponibilidade de água, alimento, cultivares, carne, gás e o petróleo, que são recursos e produtos essenciais e que garantem ao mundo qualidade de vida e desenvolvimento. Não dá mais para organizar essa demanda pensando do mesmo jeito. Precisamos pensar em uma gestão global de recursos. Meu artigo hoje preconiza o que já foi dito por muitos cientistas, teóricos da sociologia e da antropologia:

“nós estamos migrando do capitalismo - já que o mesmo não resolveu essa situação – para uma gestão de recursos em vez da gestão de capital.” www.revistaadoro.com.br

Isso significa na prática, garantir volume de água potável, alimento suficiente, combustível e disponibilidade de recursos para todas as pessoas e animais do planeta. Acredito que essa gestão colaborativa de recursos vai acontecer em um século ou talvez menos. A moeda vai deixar de ser o dinheiro, por que em teoria ele se distribuiria e equilibraria o mundo, todo mundo teria alguma coisa para vender ou para comprar. Mas, na prática, essa teoria do capitalismo não se mostrou viável. Nem todo mundo conseguiu acumular capital e não foi possível trazer felicidade e equilíbrio para o mundo. Á medida que todas as nações perceberem que perdem muito mais com a morte, com a doença e com a miséria, acordos serão fechados para encontrar o equilíbrio na direção de construir uma nova realidade. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS: • PROJETO VENUS • JACQUE FRESNO • https://www.youtube.com/ watch?v=T9c821s9mjw

PRECISAMOS PENSAR EM UMA GESTÃO GLOBAL DE RECURSOS. Pompeo Tadeu Scola é psicólogo, administrador, tecnólogo, consultor de inovação e há 40 anos ajuda no desenvolvimento de empresas e pessoas.


Foto: Erisney e Pedro Passos

Para entender melhor o tema, A Revista ADORO convidou Maxsuel Jesus, Gestor de Barreiras da Onix Capital - um dos 10 maiores escritórios do país para gerenciamento de risco e sucessão patrimonial pela Prudential.

MAR | ABR | 2022

SUCESSÃO PATRIMONIAL: ENTENDA TUDO SOBRE O ASSUNTO

A sucessão patrimonial é uma estratégia que organiza como bens e direitos serão divididos entre os herdeiros ou outras pessoas, com o objetivo de deixar a divisão definida em vida, para evitar disputas judiciais e brigas na família. O assunto é cheio de detalhes e etapas que fazem a diferença na hora de fazer o processo.

ADORO: Ao decidir pela sucessão patrimonial qual é o primeiro passo a dar? MAXSUEL: O primeiro passo é definir qual o seu maior ativo ou bem mais precioso. Assim, a pessoa conseguirá eleger o que é tangível e intangível, avaliar as situações complexas para contabilizar principalmente em caráter emocional, o que de fato é importante. Temos aí família, bem-estar financeiro e psicológico, valores e princípios inegociáveis. E junto a isso, devemos colocar o patrimônio material que é fruto de conquistas: imóveis, propriedades rurais, veículos, maquinários e uma série de outros que raramente refletimos ou colocamos na ponta do lápis.

ADORO: Quais são os benefícios de optar pela sucessão patrimonial? MAXSUEL: A sucessão patrimonial favorece além da antecipação da herança em vida, a eliminação da necessidade de inventário, a Blindagem patrimonial e a Redução de custos fiscais, a exemplo das famosas holding’s que ressoam, com vistas a concentração de todas as posses do grupo econômico – como uma espécie de sucessão patrimonial que reduz as operações, os tributos e os custos com inventário, poupando outro bem precioso: o tempo.

ADORO: Quando e como decidir pela sucessão patrimonial? MAXSUEL: A primeira coisa a fazer é buscar um profissional qualificado para fazer uma estratégia bem sucedida e buscando soluções adequadas de forma a abrigar e blindar o patrimônio. Para isso consideramos três bases: A primeira, a saúde física, a reserva de emergência e a proteção da renda; a segunda, a acumulação de riquezas em curto, médio e longo prazo, e por fim, e tão importante, o planejamento sucessório. Neste último, repousa a preocupação em manter os recursos adquiridos em vida e a confiança com a manutenção dos padrões de todos os envolvidos, as pessoas e a estrutura de negócio planejada. O papel do profissional da assessoria e planejamento financeiro contratado é analisar em conjunto os projetos realizados e a realizar, considerando as atuais alavancagens e a manutenção do padrão de vida a fim de lhe dar máxima tranquilidade de forma vitalícia.

ADORO: Entre as soluções, qual você destaca? MAXSUEL: Sem dúvidas os Whole Life oferecem as vantagens do capital segurado e acumulação de reservas em um tempo mínimo de 10 anos, após esse período o benefício permite resgates do montante acumulado e corrigido a índice de preços, garantindo o direito de usufruir, caso os planos mudem. Ressalto que a proposta mais relevante é construir um plano mensal ou anual onde o titular terá à disposição conveniências em reduzir uma eventualidade de despesas com inventário, contando com altíssima liquidez, apoio e organização financeira. Além disso, quanto maior o tempo, maior será a formação de riqueza com mitigação de riscos.

@onixcapital

@maxsuel_jesus

77


ESPECIAL MULHERES

@acarajedacira

MATRIARCADO DO DENDÊ TRADIÇÃO DO ACARAJÉ PASSA DE MÃE PRA FILHA Texto: Louise Calegari

78

Há quem diga que basta uma pequena mordida de acarajé para mergulhar na explosão de sabores que tem a Bahia. E essa fama não é à toa. É impossível pisar nestas terras sem provar ao menos uma unidade desse bolinho que é sucesso no país inteiro. Para quem não sabe, o acarajé é uma herança gastronômica africana que foi abraçada e transformada pela culinária brasileira. Trata-se de um bolinho feito de massa de feijão-fradinho, cebola e sal, e frito em azeite de dendê. Esta saborosa iguaria é também uma oferenda sagrada para o povo do candomblé. Ele é muito comum na região Ocidental da África, mas apresenta nomes distintos em cada país. O nome tem origem iorubá, uma língua africana, em que akará quer dizer “bola de fogo” e jé significa “comer”. Juntos, os termos formam a expressão “comer bola de fogo”, diretamente relacionada com a história de Xangô e Iansã. Tudo isso, Juçara Santos, de 43 anos, aprendeu desde pequena com a mãe Cira, uma das baianas mais famosas de Salvador: “Comecei a acompanhar mainha desde pequena e aos poucos fui aprendendo cada coisa, desde o fazer ao servir”, conta ela.

O NOME TEM ORIGEM IORUBÁ, UMA LÍNGUA AFRICANA, EM QUE AKARÁ QUER DIZER “BOLA DE FOGO” E JÉ SIGNIFICA “COMER”. JUNTOS, OS TERMOS FORMAM A EXPRESSÃO “COMER BOLA DE FOGO”, DIRETAMENTE RELACIONADA COM A HISTÓRIA DE XANGÔ E IANSÃ.

www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

A mainha de Juçara, foi uma mulher famosa. Jaciara de Jesus Santos, conhecida como a lendária Cira do Acarajé, que faleceu em 4 de dezembro de 2020, coincidentemente no dia de Santa Bárbara, padroeira das baianas de acarajé e de quem era muito devota. O falecimento da matriarca da família, a fez assumir os pontos que foram inicialmente da avó, antes de passar para a mãe, a também baiana de acarajé Odete Braz – somando mais de 50 anos de comando familiar de tabuleiros localizados em bairros como Itapuã e Rio Vermelho - uma tradição que segue a cada geração fortalecendo e unindo mulheres. Hoje é impossível ir a Salvador e não visitar ao menos um desses tabuleiros que viraram pontos turísticos obrigatórios, que são cuidados também com muito carinho pelos outros familiares que se revezam na arte de atender bem. Mas para o atendimento ser completo, é preciso ir para o início de tudo, que é a escolha criteriosa dos ingredientes:

“Desde cedo Mainha me ensinou a escolher bem

cada produto. O azeite de dendê, por exemplo, tem que estar sempre novinho, o camarão seco, eu só compro na maior feira da capital, a de São Joaquim e os tomates são os mais bonitos. É um compromisso com a qualidade e a excelência, uma marca registrada de nossa mãe e é o que mantém nossos tabuleiros cheios de domingo a domingo”

A receita, a baiana de acarajé não contam pra ninguém. É segredo sagrado de família. Em relação a isso, ela se limita a dizer: “A nossa produção segue as mesmas orientações de receitas e preparos deixadas por ela. É o que mantém a identidade dos nossos quitutes.” Atualmente, as baianas de acarajé são símbolos da cultura da Bahia e o ofício é considerado Patrimônio Cultural do Brasil. E para representar bem essa figura emblemática do estado, no tabuleiro é obrigatório o traje típico das lindas indumentárias das baianas. Nos tabuleiros que ficaram marcados pelo nome Cira, os visitantes e turistas, são acolhidos com toda essa beleza e sabor, do inconfundível vatapá, salada, abarás, cocadas e bolinhos de estudante, feitos com tapioca e coco: “Mainha tinha um cuidado todo especial com as vestimentas das baianas que trabalham conosco. Seguimos isso e as nossas baianas estão sempre lindas, coloridas e encantadoras, como Cira do Acarajé gostava”, destaca Juçara. Mas por trás de todas essas insígnias, o verdadeiro legado passado de mãe pra filha é mesmo o do empreendedorismo, mostrando que o lugar da mulher é exatamente onde ela quiser e que o sucesso na profissão pode também ser originado nas tradições e na família, que neste caso, foi a base de tudo.

A NOSSA PRODUÇÃO SEGUE AS MESMAS ORIENTAÇÕES DE RECEITAS E PREPAROS DEIXADAS POR ELA. É O QUE MANTÉM A IDENTIDADE DOS NOSSOS QUITUTES.

79


@clinicaequilibrioba

SÍNDROME DE BURNOUT É COISA SÉRIA!

Aprenda a identificar os sinais de alerta e a buscar ajuda profissional Exaustão mental e física excessivas, insônia, dificuldade de concentração, dores musculares e de cabeça, preocupação extrema, ansiedade e medo de não dar conta. Esses são apenas alguns dos sintomas de uma das síndromes mais comentadas no momento: a de Burnout. Era exatamente assim que a jornalista Paloma* se sentia, quando estava no auge das crises. Ela conta que foi diagnosticada com a síndrome por duas vezes - uma em 2018 e a mais recente foi no fim do ano passado. Da primeira vez, a jornalista disse que começou a sentir picos de ansiedade e como nunca havia tido isso, estranhou:

Foi quando Paloma percebeu que precisava de ajuda e buscou um profissional. Ela começou a fazer terapia, a praticar exercícios físicos, meditar e tudo o que a fazia se sentir melhor, como ir à igreja ou mergulhar em sessões de acupuntura. Em dois meses voltou a se sentir bem novamente. Já na segunda vez, a experiência a fez perceber alguns sintomas antigos voltando, junto com a cobrança excessiva dos clientes. Tomou uma decisão drástica: pediu demissão e buscou outro emprego, em uma empresa que segundo ela, tem uma rotina mais saudável: “Muitas vezes, o ambiente tóxico só agrava a situação”, conta a jornalista, que perdeu a vergonha de falar sobre o assunto. Para o médico Psiquiatra Alexandre Rizkalla, casos como esse sempre existiram, a diferença é que agora a Síndrome de Burnout é mais divulgada e as pessoas falam mais abertamente sobre o tema:

“APESAR DE SABERMOS QUE O ESGOTAMENTO PROFISSIONAL SEMPRE ESTEVE AÍ, HOJE VEMOS UM AUMENTO SIGNIFICATIVO DOS CASOS, MUITO EM FUNÇÃO DA PANDEMIA DA COVID-19. VALE LEMBRAR, QUE A PRINCIPAL CAUSA DA SÍNDROME DE BURNOUT É UM FENÔMENO RELACIONADO AO TRABALHO E ELA É MULTIFATORIAL.”

www.revistaadoro.com.br

Foto: Divanildo Silva

80

“Eu tinha crises de choro frequentes e ao mesmo tempo vinha aquele sentimento de que eu não era capaz. Ficava o tempo inteiro grudada no celular à espera de uma mensagem da minha antiga chefe, que fazia isso a qualquer hora do dia ou da noite.” Para entender porque tem tanta gente doente basta observar a pressão gerada atualmente pelo mercado de trabalho com a chegada do coronavírus. A crise econômica enxugou o número de vagas, o que tornou o ambiente ainda mais competitivo. A consequência foi a cobrança exagerada por melhores resultados e altas cargas horárias para superar as expectativas das empresas. O problema é que em muitas vezes, essas demandas ficam além da realidade e as metas impossíveis de alcançar, gerando frustração e a sensação de não conseguir dar conta do trabalho. E como cada pessoa é única, a maneira de lidar com esse turbilhão pode acabar virando um gatilho. Uma pesquisa realizada pela International Stress Management Association (Isma), mostrou que o Brasil é o segundo país no ranking internacional de trabalhadores afetados. A fatia representa 30% dos mais de 100 milhões de brasileiros de todos os setores que sofrem com o problema. Mas vale ressaltar, que a pandemia causada pelo novo coronavírus, afetou principalmente os profissionais de saúde, como revelou um outro estudo, desta vez realizado pela PEBMED (portal de saúde) e publicado em novembro de 2020: 78% dos profissionais da área tiveram sinais de Síndrome de Burnout, com prevalência de 79% entre médicos, 74% entre enfermeiros e 64% entre técnicos de enfermagem. Os dados foram tão impactantes que fizeram a lei brasileira mudar e tratar o Burnout como uma doença de trabalho. Isso passou

a valer desde primeiro de janeiro desse ano, quando entrou em vigor a nova classificação da Organização Mundial da Saúde (OMS), a CID 11. Agora a legislação determina que a doença é “estresse crônico de trabalho que não foi administrado com sucesso”. Antes, ela era considera apenas, como um problema na saúde mental e um quadro psiquiátrico. O ideal é buscar a ajuda de um médico especializado para descobrir se é um cansaço normal ou de fato trata-se da doença:

Somente o profissional poderá definir essa diferença entre a parte funcional e cognitiva. É preciso avaliar o porquê do esgotamento para se chegar a um diagnóstico seguro Caso não seja identificada e tratada a tempo, a Síndrome de Burnout pode evoluir para casos graves de depressão, como alerta o especialista: “É preciso ficar atento aos sinais e sintomas. Ao receber ajuda profissional grande parte dos pacientes tem respostas positivas com o tratamento, que pode ser multidisciplinar ou com o uso de medicamentos específicos.”

*Paloma é um nome fictício a pedido da fonte que preferiu não se identificar.


81

MAR | ABR | 2022


CIRCUITO GASTRÔ @restauranteorigem

RESTAURANTE ORIGEM CONHEÇA ESSE PARAÍSO DA GASTRONOMIA COMANDADO PELOS CHEFS FABRÍCIO LEMOS E LISIANE AROUCA Texto: Louise Calegari

82

Dizem que todo cozinheiro sonha um dia em ter seu próprio restaurante e foi exatamente assim com o Fabricio Lemos. O insight veio quando ele ainda trabalhava como lavador de pratos em um restaurante dos Estados Unidos. A certeza o fez apostar na primeira especialização: a renomada escola francesa de gastronomia Le Cordon Bleu. Depois disso, o chef trabalhou nos restaurantes da luxuosa rede de hotéis The Ritz-Carlton, para só então retornar ao Brasil, em 2010. Em Salvador, Fabrício passou pelo restaurante Mistura, criou o conceito do cardápio do Al Mare, onde propôs um menu mais sutil em sabores e mais sofisticado na apresentação. O resultado lhe rendeu o título de Chef do Ano pela Revista Veja Comer & Beber Salvador em 2014. Depois, ficou quatro anos à frente da cozinha do premiado Amado, de Edinho Engel. Na capital baiana ele conheceu a esposa, a chef-pâtisserière Lisiane Arouca e decidiram juntos concretizar aquele sonho antigo, de ter o próprio negócio. Começaram a participar de feiras gastronômicas no intuito de angariar fundos extras para o novo objetivo, como ele mesmo conta: “Lisiane vendia bolo de pote e eu arroz nordestino. Quando batemos o martelo, ela saiu da empresa

www.revistaadoro.com.br

que trabalhava, a 4 Chefs, e eu ainda continuei no Amado. O dinheiro que a gente juntou dessas feiras foi o necessário para darmos entrada no nosso sonho.” Mas, a princípio não foi fácil. A construção durou um ano e meio porque o casal não tinha recursos suficientes: “A gente começou a dar consultoria pra começar a trazer dinheiro pra obra e finalmente conseguimos inaugurar o restaurante Origem, em julho 2016. Aí sim, a nossa história começou a ser escrita”, fala ele. E que história, vale ressaltar. Da inauguração para o sucesso a estrada foi mais curta. Em pouco tempo, a casa, que funciona apenas para jantares com reservas, consolidou o nome do chef como referência da nova comida baiana e o alçou ao posto de promessa da gastronomia nacional.

DA INAUGURAÇÃO PARA O SUCESSO A ESTRADA FOI MAIS CURTA.


O cardápio, que funciona com Menu Degustação, possui 11 pratos. Não é surpresa o visitante se deparar com criações inusitadas, que misturam o ápice das técnicas da gastronomia moderna ao tradicional. Foi o Origem que serviu pela primeira vez pratos que foram consagrados pela crítica e pelo público, como o “abarajé”, que mistura os clássicos abará e acarajé e é servido com vatapá. Outras iguarias também fazem parte do cardápio, como a carne de fumeiro de Maragogipe, a farinha de Copioba e o licuri da Caatinga, além do umbu e do siri mole. Para compor os pratos, os chefs saem a procura dos ingredientes direto na fonte: nos locais onde estão os pequenos produtores: “A gente acredita que a comida tem quer ter representatividade e não somente encher a barriga. Apresentamos todo o respeito ao ingrediente e ao produtor que está ali”, diz o chef.

A GENTE QUERIA FALAR DA NOSSA ORIGEM, DA ORIGEM DO PRODUTO E DA COMIDA AFETIVA. QUERÍAMOS MOSTRAR UMA BAHIA QUE A GENTE MESMO NÃO CONHECIA Por causa do restaurante, ele e a esposa iniciaram uma caravana em busca desses pontos de produção no estado. Daí surgiu a expedição para cinco biomas baianos. Isso foi fundamental para o processo de valorização dos produtores da região e para a geração de novos negócios: ““Isso acontecia, por exemplo com alguns mariscos, como o chumbinho, que é conhecido também como vôngole. Esse produto era trazido anteriormente de Santa Catarina. Acontece que aqui na Bahia nós temos essa produção. Foi aí que buscamos a cooperativa Repescar, que fica em Vera Cruz, para fazer o que chamamos de melhoramento do produto. Isso interfere na entrega final que passa a ter mais qualidade e atende às expectativas dos restaurantes. Nós capacitamos as marisqueiras que passaram então a vender para outros locais.“ O mesmo aconteceu com outros ingredientes, como a manteiga, por exemplo, que era trazida antes de Minas Gerais e passou a ser comprada da Coopag, outra cooperativa baiana. “A nossa região está em crescente desenvolvimento. Podemos observar a Chapada Diamantina brilhando com a produção de queijos sensacionais. Agora, o local começou a produzir de vinhos. O mesmo acontece com os cogumelos, frutas vermelhas e por aí vai. Temos tudo aqui bem pertinho”, revela.

Fotos: Leonardo Feire

MAR | ABR | 2022

O propósito do Origem, como sugere o nome do restaurante, é o resgate da identidade, da memória e da cultura baianas por meio do paladar: “A gente queria falar da nossa origem, da origem do produto e da comida afetiva. Queríamos mostrar uma Bahia que a gente mesmo não conhecia, fala Fabrício.

Fabrício Lemos foi premiado como Chef Revelação do Brasil, feito que voltou a conquistar em 2017, quando foi novamente escolhido Chef do Ano pela Revista Veja Comer & Beber Salvador, dessa vez pelo trabalho autoral no Restaurante Origem. A casa também foi a escolhida em três categorias da premiação em 2018: Melhor da Cidade, Melhor Variado/Contemporâneo e Chef do Ano. Em janeiro de 2020, Fabrício Lemos inaugurou, novamente ao lado da esposa e sócia Lisiane Arouca, o minibar Gem. Aí vieram mais três prêmios, além do de Restaurante Revelação para o Ori, segunda casa do chef, aberta em 2018. Em 2021, o casal de chefs abriu o Omí, novo restaurante do Fera Palace Hotel, onde agora assinam o conceito gastronômico de todo o setor de Alimentos e Bebidas. Sobre o fato de conquistar tudo isso ao lado do grande amor da sua vida, o Chef quebra o protocolo ao entregar de bandeja, o que talvez seja a receita mais secreta de todas: “Antes de abrirmos o restaurante fizemos um acordo pra manter o casamento. Ela ficou com a parte da sobremesa e eu com a parte salgada. Aí a gente se complementa, sem interferir no trabalho um do outro.”

A nossa região está em crescente desenvolvimento. Podemos observar a Chapada Diamantina brilhando com a produção de queijos sensacionais. Agora, o local começou a produzir de vinhos. O mesmo acontece com os cogumelos, frutas vermelhas e por aí vai. Temos tudo aqui bem pertinho”

Lisiane Arouca é Chef-pâtisserière. Formou-se em Gastronomia pela Estácio Bahia e no curso de Chef de Cozinha do Senac. Trabalhou em restaurantes de Salvador como chef confeiteira, assinando os cardápios de sobremesas, e foi sócia proprietária do 4Chef’s, empresa especializada em confeitaria personalizada, por quatro anos, antes de partir para as conquistas ao lado do marido. Lisiane foi eleita melhor chef-pâtissière do Brasil pelo prêmio Melhores do Ano 2019, da revista especializada Prazeres da Mesa.

83


@freelaserclinic

É A VEZ DELES! HOMENS ADEREM DE VEZ À DEPILAÇÃO A LASER Texto: Louise Calegari

84

www.revistaadoro.com.br

Em um universo que era praticamente dominado pelas mulheres, eles estão cada vez mais, marcando presença. Os homens estão lotando as salas de esperas e as macas de diversas clínicas de depilação espalhadas pela Bahia. Em Salvador, uma delas, especializada em depilação a laser, já tem um aumento considerável de clientes masculinos, que representam hoje, uma fatia expressiva da clientela total. A sócia-proprietária Débora Machado, conta que a tendência é de crescimento do serviço: “As técnicas utilizadas para a depilação dos homens são essencialmente as mesmas já usadas na depilação das mulheres, o que difere são as áreas.” Esse movimento não é de hoje. A cada ano que passa, os homens procuram novos tratamentos e cuidam mais ainda da beleza. Pesquisas comprovam esse interesse masculino em ficar mais bonito, como o estudo realizado pela Associação Brasileira de Clínicas e Spas (ABC Spas), que mostrou que eles representam 30% do público que procura esses estabelecimentos. No caso da depilação, a unanimidade é se livrar dos pelos indesejados em regiões já conhecidas: “As áreas tradicionais são as mais procuradas, como barba, costas, tórax, abdômen, rosto e nuca”, diz Viviane Faro, a outra sócia, acrescentando que esse panorama têm mudado: “De dois anos para cá, tem crescido bastante a procura para depilação de partes íntimas, especialmente nas regiões escrotal, perianal, virilha e nádegas”, complementa ela.

AS TÉCNICAS UTILIZADAS PARA A DEPILAÇÃO DOS HOMENS SÃO ESSENCIALMENTE AS MESMAS JÁ USADAS NA DEPILAÇÃO DAS MULHERES, O QUE DIFERE SÃO AS ÁREAS.


ADORO VIVER BEM

MAR | ABR | 2022

Entre os motivos justificados por eles estão a higiene, o calor, o bem-estar e até a sensualidade. É aquilo de fazer de tudo para agradar suas parcerias, outra prova de que aquela velha expressão de que “homem bonito é homem peludo” ficou definitivamente para trás. Foi exatamente isso que moveu o publicitário e empreendedor Eddye Nogueira, que não aguentava mais passar a máquina nas axilas: “Eu sempre achei anti-higiênico pelos nesse local, então passei a raspar essa área usando a máquina de cortar cabelo. Um dia eu cansei do trabalho e do desconforto e resolvi buscar um serviço profissionalizado.” Ele conta que fez 12 sessões e não sentiu nenhuma dor: “O atendimento foi excelente e indolor. Foi a melhor coisa que eu fiz, pois com o tempo parou de nascer pelos, a pele ficou lisa e suave e o melhor, com menos suor e consequentemente, menos odor”, complementa o publicitário. Um dos grandes benefícios da depilação a laser é mesmo essa: acabar com a dor daquela tortura de antigamente. A tecnologia tornou os equipamentos cada vez mais modernos e o processo indolor. Isso atrai essa turma que antes tinha medo de encarar a depilação. Na clínica, as máquinas possuem ponteiras resfriadas, que proporcionam mais conforto na hora do procedimento realizado por um profissional de fisioterapia. Além disso, tem a questão da praticidade de fazer tudo em um lugar só, já que antes era preciso ir no barbeiro também. Economia de tempo e custo: um prato cheio para quem quer ficar mais bonito.

AS ÁREAS TRADICIONAIS SÃO AS MAIS PROCURADAS, COMO BARBA, COSTAS, TÓRAX, ABDÔMEN, ROSTO E NUCA”, DIZ VIVIANE FARO, A OUTRA SÓCIA, ACRESCENTANDO QUE ESSE PANORAMA TÊM MUDADO: “DE DOIS ANOS PARA CÁ, TEM CRESCIDO BASTANTE A PROCURA PARA DEPILAÇÃO DE PARTES ÍNTIMAS

85


86

PERIGO: A MODA DO CIGARRO ELETRÔNICO MÉDICA PNEUMOLOGISTA EXPLICA MALEFÍCIOS DO USO CONTÍNUO DO EQUIPAMENTO Texto: Vitórian Tito

www.revistaadoro.com.br www.revistaadoro.com.br


Os cigarros eletrônicos possuem uma resistência que aquece um compartimento onde é inserido um líquido – uma espécie de essência à base de nicotina. A novidade é que esse líquido, que tem a função de dar sabor e aromatizar a fumaça, possui toxinas cancerígenas) Recarregável, o equipamento que também é conhecido com vaper, não precisa de fogo para criar combustão. Assim que esquenta, o usuário só precisa sugar o líquido já transformado em vapor. O cigarro eletrônico custa caro e ainda tem a venda proibida pela Anvisa, já que o Brasil é o segundo país do mundo a adotar todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) de combate ao tabagismo. Mesmo assim, muita gente comprou a ideia achando que não traria tanto impacto negativo à saúde e começou a usar o dispositivo como alternativa para fumantes que desejam parar ou diminuir com o vício. E o pior: novos usuários, que nunca tinham fumado um cigarro de verdade na vida, aderiram à onda por achar o mesmo. Um levantamento da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PenSE) apontou que, em 2019, 16,8% dos escolares de 13 a 17 anos já haviam experimentado vapers, sendo que a porcentagem chegou a 22,7% nas pessoas com idades entre 16 e 17 anos.

ADORO VIVER BEM

MAR | ABR | 2022

Que o cigarro comum traz sérios prejuízos à saúde, todo mundo já sabe. Afinal, o tabagismo é a principal causa de câncer de pulmão no mundo - resultado da exposição às substâncias tóxicas misturadas ao tabaco. O que ninguém sabia até agora é que um pequeno e curioso aparelho conhecido como cigarro eletrônico também é nocivo ao organismo. O dispositivo de fumaça foi inventado na década de 1960, nos Estados Unidos, mas não chegaou a ser comercializado porque faltou tecnologia para completar a ideia. Quarenta anos depois, a invenção foi resgatada, atualizada e virou moda entre jovens de 13 a 35 anos.

@sestelomaristela

NO USO PROLONGADO, OS CIGARROS ELETRÔNICOS CAUSAM PROCESSOS INFLAMATÓRIOS CAPAZES DE AUMENTAR O RISCO DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES E RESPIRATÓRIAS QUE PODEM LEVAM À MORTE, COMO INFARTO, ACIDENTE VASCULAR ENCEFÁLICO, ENFISEMA PULMONAR, DIMINUIÇÃO DAS FUNÇÕES DO ÓRGÃO E O PRÓPRIO CÂNCER DE PULMÃO. [...]

MUDANÇA DE HÁBITOS 87

Para a médica pneumologista Maristela Sestelo é preciso ficar alerta: “É importante ressaltar, cerca de 27% das partículas do vapor e 35% das partículas de fumaça dos e-cigarros alcançam estruturas profundas do pulmão e caem na circulação sistêmica, da mesma forma como acontece com o cigarro por combustão.“ De acordo com a médica, que é especialista em tabagismo, isso fica muito claro ao comparar a quantidade de toxinas no vapor do cigarro eletrônico com o regular: “São praticamente as mesmas substâncias, como Formaldeído, Acetaldeído, Acroleína, Tolueno, Cádmio,Cníquel, Enxofre, Chumbo, Cobre. Este último, irrita as vias aéreas e pode levar à dor torácica, enquanto o chumbo é cancerígeno e causa danos ao sistema nervoso central e aos rins”, explica ela. Se a análise for a longo prazo, a situação piora ainda mais, como explica a especialista: “ No uso prolongado, os cigarros eletrônicos causam processos inflamatórios capazes de aumentar o risco de doenças cardiovasculares e respiratórias que podem levam à morte, como infarto, acidente vascular encefálico, enfisema pulmonar, diminuição das funções do órgão e o próprio câncer de pulmão. Não dá para dizer que o cigarro eletrônico é isento de danos, porque isso é uma mentira da indústria para que o indivíduo se sinta confortável e sem culpa ao usar”, explica. Além das complicações que podem levar à óbito, o dispositivo ainda é um grande fator de risco à doenças como covid-19, herpes labial, tuberculose e mononucleose, todas transmitidas pelo contato com a saliva - que acontece com muita frequência entre os usuários, que têm o comportamento de compartilhar o cigarro eletrônico entre si.

Para Maristela Sestelo, não adianta apenas dizer que os e-cigarros são menos prejudiciais sem comprovação: o argumento não é válido. “Existem pouquíssimas publicações e os estudos feitos até agora são de baixa qualidade. As bases científicas foram feitas com metodologias ruins, então não dá para dizer que o cigarro eletrônico é efetivo para ajudar o indivíduo a deixar de fumar”, explica.

Quem deseja deixar de vez com o cigarro – seja ele qual for - deve buscar tratamento apropriado: “Existem grupos de tabagismo que fazem o tratamento comportamental com o propósito de identificar os gatilhos e ajudar o indivíduo a parar de fumar. Já em termos medicamentosos, o mesmo medicamento que usamos para o cigarro convencional é usado para os dispositivos eletrônicos”, finaliza a médica.


ADORO AGRO

@abapaalgodao

88

MONITORA

OESTE

Cada vez mais a tecnologia se faz presente no agronegócio brasileiro. Agora, um aplicativo batizado de Monitora Oeste tem sido a salvação de agricultores que trabalham com o cultivo de soja e algodão. O app foi criado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e pela Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa) e emite alertas no celular dos produtores do cerrado da Bahia, sobre duas doenças que afetam as lavouras, a mancha ramulária e a ferrugem asiática. Essas pragas podem gerar perdas de até 75%, no caso do algodoeiro, ou de até 90%, no caso da soja. O aplicativo está disponível para navegação gratuita em smartphone (Android e IOS) e em plataforma web. Foram necessários dois anos de pesquisas para chegar ao resultado final, no qual através de um cadastro, o usuário passa a receber informações sobre os focos e as www.revistaadoro.com.br

APLICATIVO É USADO NO COMBATE ÀS DOENÇAS DO ALGODÃO E DA SOJA Texto: Redação

condições climáticas favoráveis para a proliferação das doenças e para a dispersão dos esporos na região. O app oferece ao todo sete funcionalidades:

1. ocorrências e alertas; 2. gráfico de ocorrências; 3. mapa de ocorrências; 4. armadilhas; 5. mapa de armadilhas; 6. favorabilidade; 7. agrometeorologia. A tecnologia possibilita a aplicação de filtros, como espécie (doença), municípios, núcleos regionais e safra. A versão para Web traz ainda

mais recursos, como o tipo de área em que a ocorrência foi registrada, a sobreposição de camadas e a geração e exportação de mapas em alta resolução. O “Monitora Oeste” tem a finalidade também de racionalizar o uso de defensivos agrícolas, com o resultado positivo de diminuir os custos e os impactos ambientais, promovendo a competitividade e a sustentabilidade da produção agrícola na região. O banco de dados do app é alimentado por uma rede de informantes composta por pesquisadores, extensionistas e produtores regionais que percorrem os campos baianos de plantações de soja e de algodão durante o período de safra. Ao descobrirem focos de doenças, eles lançam as informações no sistema, e, instantaneamente, os alertas chegam ao celular do produtor cadastrado, para melhorar as estratégias de combate e proteção.


MAR | ABR | 2022

89

BARREIRAS | ITABUNA | VITÓRIA DA CONQUISTA | LUÍS EDUARDO MAGALHÃES @zhagaiamenswear

/zhagaiamenswear


ADORO VIVER BEM

@limaleite.nut

É HORA DO LANCHE ! NUTRICIONISTA ENSINA QUE LANCHEIRA PODE SER SAÚDÁVEL, PRÁTICA E DIVERTIDA Texto: Vitórian Tito O lanche é sem dúvidas, o momento favorito das crianças em idade escolar. É nessa hora que elas param o que estão fazendo para descobrir e se deliciar com o conteúdo da lancheira. E para tornar a experiência perfeita, com a nutrição necessária e sem gerar frustrações, não tem jeito: é preciso investir tempo na montagem do lanchinho dos pequenos.

90

Na rotina corrida dos pais, que se dividem entre trabalho, casa e educação da turminha, tempo é algo raro. Por isso que a maioria acaba caindo numa escolha que não dá trabalho: os industrializados. Além disso, existe pouco ou nenhum conhecimento em relação às necessidades nutricionais das crianças em fase de desenvolvimento - e isso traz prejuízos à saúde dos filhos a longo prazo.

A nutricionista Catarina Leite, Mestra em Ciência de Alimentos e atuante na área da alimentação escolar há duas décadas, explica que lanches rápidos são um problema porque atrapalham todo o processo de formação dos hábitos alimentares. “O ideal para se confeccionar uma lancheira adequada para a criançada é apostar nos alimentos naturais e naqueles com pouco sódio e pouca gordura, além de sucos nutritivos da própria fruta”, explica. Na hora de preparar os sucos, é possível misturar frutas diferentes para criar novos sabores e impulsionar a absorção de vitaminas pelos pequenos, como o suco de maracujá com cenoura ou acerola. Para cortar o açúcar, os de laranja, manga e abacaxi são mais viáveis ao paladar, especialmente se forem incrementados com hortelã, banana ou beterraba. A coloração fica mais atrativa e aumenta a possibilidade de que se crie gosto pela coisa. Assim, os pais cortam os sucos de caixinha, reduzem o consumo de açúcares e dão início à uma alimentação mais balanceada e equilibrada a partir das bebidas.

O IDEAL PARA SE CONFECCIONAR UMA LANCHEIRA ADEQUADA PARA A CRIANÇADA É APOSTAR NOS ALIMENTOS NATURAIS E NAQUELES COM POUCO SÓDIO E POUCA GORDURA, ALÉM DE SUCOS NUTRITIVOS DA PRÓPRIA FRUTA”

www.revistaadoro.com.br


MAR | ABR | 2022

91

Para acompanhar, é possível produzir biscoitos caseiros, como o de polvilho, ou cuscuz de tapioca ou milho, que são mais saudáveis. Alimentos como batata doce, ovo, queijos brancos, alimentos integrais, legumes, verduras e grãos como a semente de gergelim, que é fonte de cálcio também devem estar entre os investimentos da lancheira. As frutas também devem ser incentivadas fora do processador. Além de mais naturais, elas são menos calóricas que os sucos e evitam a adição do adoçante. “Quanto mais a gente adaptar o paladar da criança com um baixo consumo de açúcar e sódio, melhor. É nessa fase que elas formam os hábitos alimentares”, conta.

Catarina explica que a preocupação com o almoço também faz parte da preparação da lancheira escolar: “priorizar comidas com o uso de ervas, especiarias e temperos naturais, como alho e cebola, colaboram para que a criança consuma com prazer”. Ao cozinhar, ela indica que os pais usem manjericão no macarrão, alecrim nas carnes brancas, açafrão no arroz e muitas verduras e legumes para que o prato fique bem aromatizado. Aliada às misturas, a apresentação também faz toda a diferença. “O primeiro estímulo é o visual, sentimos vontade de consumir o que nos atrai, então é importante trabalhar essa questão com a criançada”, finaliza.

“Quanto mais a gente adaptar o paladar da criança com um baixo consumo de açúcar e sódio, melhor. É nessa fase que elas formam os hábitos alimentares”


ADORO AGRO @seagri

INOVAÇÃO NO AGRO: CONHEÇA AS TENDÊNCIAS EM TECNOLOGIA E PROCESSOS QUE VÃO REVOLUCIONAR OS RESULTADOS NESTE ANO Texto: Louise Calegari

92

De acordo com o assessor especial da Secretaria de Agricultura do Estado, Thiago Guedes a tecnologia no campo favorece resultados positivos e significativos, como a Agricultura 4.0: “Esta metodologia, crescente, consiste no conjunto de tecnologias que buscam a otimização da produção e gestão agrícola em diferentes estágios, aprimorando o controle, o monitoramento e a forma de operacionalizar as atividades no setor agropecuário.” Antigamente o agronegócio era considerado um setor de baixa tecnologia, sem muitos atrativos para investimento em inovações e poucas oportunidades de desenvolvimento socioeconômico. Mas, nos últimos anos, esse cenário deu um giro e se reinventou tornando-se mais sustentável e eficiente. O avanço das tecnologias digitais, novas fontes energéticas e inovações em biotecnologia criaram as condições para uma nova geração de agro empreendedores antenados e prontos para revolucionar os resultados no campo. www.revistaadoro.com.br

Segundo ele, na região Oeste, as tecnologias integradas, como softwares específicos para o setor agropecuário, proporcionam a maior eficiência na produção, com as vantagens, por exemplo de aumentar a produtividade, melhorar o monitoramento de operações agrícolas, reduzir o desperdício e analisar bem o clima: “Isso proporciona maior agilidade, autonomia, conectividade e integração aos processos produtivos e de gestão, além de ações voltadas à sustentabilidade”, acrescenta o especialista.

ISSO PROPORCIONA MAIOR AGILIDADE, AUTONOMIA, CONECTIVIDADE E INTEGRAÇÃO AOS PROCESSOS PRODUTIVOS E DE GESTÃO, ALÉM DE AÇÕES VOLTADAS À SUSTENTABILIDADE


AGRO

MAR | ABR | 2022

A tecnologia também ajuda os produtores agropecuários de pequeno, médio e grande porte a colocarem em prática a agricultura de precisão, que otimiza a gestão das operações agrícolas, com dados mais precisos da área produtiva, levando em consideração especificidades como solo, pragas, aplicação de fertilizantes e defensivos na proporção adequada. “Destaco que os conceitos e tecnologias como a internet das coisas, computação em nuvem, aprendizado em máquina são processos aproveitados para a otimização da produção e atualmente o metaverso que pode ser outro processo a ser incorporado no setor”, complementa. Mas não é só isso. Atualmente, o agro empreendedor experimenta os benefícios de investir em outras inovações, como o uso de drones, biotecnologia e mecanização de precisão, como os tratores autônomos, por exemplo. Esses sistemas viabilizam o mapeamento de áreas, a gestão ambiental, o monitoramento e melhoria da comunicação no campo, p ro p o rc i o n a n d o a u m e n t o d a produtividade e redução dos custos de produção, deixando o setor mais competitivo.

93

AGROPECUÁRIA Em relação à agropecuária, Thiago diz que as tecnologias de baixo impacto ambiental são as que mais se destacam: “Elas têm como objetivo consolidar o processo em sistemas sustentáveis, resilientes e produtivos e capazes de reduzir as emissões de gases de efeito estufa (GEE), provenientes da atividade do setor.” O uso da Blockchain na agricultura também é observado no setor produtivo do agronegócio, já que é uma tecnologia que permite rastrear o envio e recebimento de diversos tipos de informações por meio da internet, o que contribui com a rastreabilidade nesse setor, desde a produção no campo até a venda no varejo: “Agora é possível estabelecer mais segurança nas negociações digitais de produtos agrícolas, já que a blockchain permite compartilhar informações diversas”, revela o assessor especial do órgão.

AGORA É POSSÍVEL ESTABELECER MAIS SEGURANÇA NAS NEGOCIAÇÕES DIGITAIS DE PRODUTOS AGRÍCOLAS, JÁ QUE A BLOCKCHAIN PERMITE COMPARTILHAR INFORMAÇÕES DIVERSAS A automação é outro recurso que possibilita a eficiência no monitoramento dos controlados e executados por meio de máquinas e ou dispositivos mecânicos, eletrônicos ou computacionais: “Isso amplia a capacidade produtiva do trabalho no campo o que reduz as perdas na produção, aumenta a qualidade dos produtos e melhora a qualidade de vida dos trabalhadores da lavoura e das cadeias”, finaliza Thiago.

Isso amplia a capacidade produtiva do trabalho no campo o que reduz as perdas na produção, aumenta a qualidade dos produtos e melhora a qualidade de vida dos trabalhadores da lavoura e das cadeias


@ divanildoslv

94

u www.divanildoslv.com w (77) 9 9848 9106 www.revistaadoro.com.br


95

MAR | ABR | 2022