Page 1

TECNOLOGIA

INVASÃO DA PRIVACIDADE AUMENTA AINDA MAIS COM NOVA REDE SOCIAL

EDUCAÇÃO

VOLTA ÀS AULAS: É BOM LEMBRAR QUE AS CRIANÇAS TAMBÉM PRECISAM BRINCAR

TURISMO

ARACAJU TEM BELEZA, ACONCHEGO E SOL O ANO INTEIRO

Mercado de trabalho

ISSN 1414-4085

SOCIEDADE

CONQUISTAS SOCIAIS DAS MULHERES IMPÕEM MAIS RESPONSABILIDADES

ANO 32 Nº 201 FEVEREIRO 2012

Com a evolução da sociedade nas últimas décadas, a relação entre capital e mão de obra avançou bastante e tem deixado para trás quem não se qualifica nem se atualiza

01_Capa201.indd 1

30/01/2012 17:49:25


SUMÁRIO

DA REDAÇÃO OS DESAFIOS DO NOVO SÉCULO

d

Fotos Fotolia

C A PA MERCADO DE TRABALHO EM CONSTANTE EVOLUÇÃO NÃO TEM DADO CHANCE AOS QUE NÃO SE QUALIFICAM NEM SE ATUALIZAM

PAG 04

PAG 12 Foto capa: Fotolia

SOCIEDADE AS AULAS ESTÃO DE VOLTA E É SEMPRE BOM LEMBRAR QUE, ALÉM DE ESTUDAR, AS CRIANÇAS PRECISAM BRINCAR

PAG 18

TECNOLOGIA NOVA REDE SOCIAL NA INTERNET INVADE AINDA MAIS A PRIVACIDADE DOS USUÁRIOS

PAG 48 Foto cedida

TURISMO ARACAJU: CIDADE ACONCHEGANTE E DE SOL O ANO INTEIRO

PAG 60

E MAIS 5 OPINIÃO

Bispo Edir Macedo

6 ENTREVISTA

Rodrigo Caetano: Novo gerente-executivo do Fluminense

8 SOCIEDADE

Mulher: conquista de espaço no mercado de trabalho impõe mais responsabilidades

24 MEIO AMBIENTE

Os benefícios das energias renováveis

26 ECONOMIA

44 TELEVISÃO

28 EDUCAÇÃO

46 CIÊNCIA

30 SAÚDE

62 CULINÁRIA

36 NACIONAL

64 VARIEDADES

Crise do euro segue abalando as finanças no continente europeu O desafio de escolher uma nova escola para o filho Aids: continua a luta para acabar com este mal que já matou 34 milhões de pessoas Bispo Macedo faz campanha mundial de oração no Monte Tabor, em Israel

Rede Record volta a exibir programa "Hoje em dia" para todo o Brasil Cientistas aprovam e querem a liberação da chamada “pílula da inteligência” Aprenda a preparar saladas com peito de peru Atualidades e curiosidades do noticiário em geral F E V E R E I RO

03_Sumário.indd 3

PLENITUDE | 3

02/02/2012 14:57:34


DA REDAÇÃO

Os desafios do novo século CLEYBER FINTELMAN

O

REDACAO@REVISTAPLENITUDE.COM.BR

trabalhador de hoje não pode raciocinar como o de antigamente, que achava ideal tentar entrar para uma empresa onde ganhasse, como era comum, um prêmio pelos 10 anos de casa ou quando completasse 20, e assim sucessivamente até a aposentadoria. O mercado de trabalho evoluiu muito e o tipo de profissional que não tem acompanhado as mudanças está com dificuldades de colocação e de manutenção na sua profissão. Como exemplo, falar um idioma era importante e fazia o candidato se destacar entre os outros. Hoje, já se exige o domínio de, no mínimo, duas línguas estrangeiras. Antigamente, se um curso de extensão levava a pessoa a um diferencial, hoje são exigidos os MBAs e cursos no exterior pelas empresas. Profissões surgiram, outras sofreram transformações ou foram extintas. Com tantas mudanças, é preciso estar preparado para se adequar, mantendo-se atualizado num mercado de trabalho em que as disputas por vagas de trabalho viram verdadeiras “guerras”, e a munição são os currículos, os cursos, os diplomas, etc. As armas seriam o comportamento, a eloquência e a inteligência emocional. Com a constante evolução do mercado de trabalho, acontece até de as empresas não encontrarem o perfil adequado para as vagas oferecidas e terem de dar treinamento para preenchê-las. Assim sendo, o trabalhador, para se adequar a este perfil moderno, segundo os especialistas, tem de possuir características primor-

UMA PUBLICAÇÃO DA UNIPRO EDITORA E GRÁFICA

DIRETOR-GERAL Carlos Macedo CONSELHO EDITORIAL Romualdo Panceiro, Clodomir Santos, Marcus Vinícius e Carlos Macedo

www.revistaplenitude.com.br

ESPECIALISTAS ACONSELHAM QUE OS PROFISSIONAIS QUE ESTÃO ENTRANDO NO MERCADO E OS QUE JÁ ESTÃO MANTENHAM-SE SEMPRE ATUALIZADOS diais: facilidade para aprender; boa comunicação; bom relacionamento coletivo para saber trabalhar em equipe e; na maioria das situações, estar totalmente integrado aos meios digitais. Os profissionais que já estão estabelecidos em suas empresas devem ficar sempre atentos ao fato de que, se não se especializarem, poderão sofrer a concorrência de quem está do lado de fora e preparado para atender as corporações que já utilizam profissionais que executam trabalhos temporários sem nenhum vínculo empregatício, já que este novo mercado de trabalho exige que também as empresas acompanhem esta evolução de mão de obra qualificada. Concluindo, os especialistas são unânimes no seguinte conselho: tanto os profissionais que estão entrando no mercado de trabalho, quanto os que já atuam, devem estar sempre se aprimorando, a fim de que não sejam descartados, sendo considerados mão de obra obsoleta. Este é o desafio do trabalhador neste novo século.

REDAÇÃO Editor-Executivo Cleyber Fintelman

contato@revistaplenitude.com.br

ARTICULISTAS Edir Macedo e Cristiane Cardoso COLABORADORES Amilton S. Lopes, Ana Carolina Sousa, Ana Paula Araújo, Carlos Antonio, Cristiane Alves, David Telles, Edir Lima, Eduardo Guedes, Fernando Damasceno, Maurício Tambasco, Mônica Soares, Neia Meneses, Sérgio Nogueira, Tatiana Alves, Ticiana Bittencourt e Vanessa Sendra REVISÃO Amilton S. Lopes, Fernando Damasceno e Nancy Pavão SUPERVISÃO DE ARTE Wemerson Oliveira FOTOGRAFIA Demétrio Kock, José Célio, Luciana Botelho e Pauty Araújo SERVIÇOS JORNALÍSTICOS Agência Unipress Internacional, FolhaPress, Grupo Keystone, Agência Estado, Photolibrary, Agência Brasil, Agência O Dia, Jupiter Images, Reuters e SXC.hu PUBLICIDADE Tel.: (21) 2223-2440 Ramal: 211 Fax: (21) 2516-1230

ADMINISTRAÇÃO Estrada Adhemar Bebiano, 3.610 Inhaúma - Rio de Janeiro / RJ CEP 20766-720 - Tel.: (21) 3296-9300

TIRAGEM A tiragem desta edição de 322.865 exemplares é comprovada pela BDO TREVISAN AUDITORES INDEPENDENTES A Revista Plenitude, ISSN 1414–4085, ano 32, nº 201, fevereiro de 2012, é uma publicação da Universal Produções. As informações e opiniões contidas nos textos assinados são de responsabilidade de seus autores. É proibido fazer cópias e reproduções do conteúdo sem autorização dos responsáveis. Todos os direitos reservados. A Revista Plenitude não se responsabiliza pela autenticidade dos anúncios publicados, nem pela credibilidade dos anunciantes e qualidade dos produtos por eles oferecidos, sendo todos de única e exclusiva responsabilidade dos anunciantes.

4 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

04-05_Editorial_BM.indd 4

02/02/2012 14:58:14


A fé que faz conquistar Q

MENSAGEM DO BISPO

BISPO EDIR MACEDO

REDACAO@REVISTAPLENITUDE.COM.BR

uando o homem, por uma razão qualquer, perde aquilo que conquistou, torna-se frustrado e muitas vezes até culpa Deus por seu fracasso. Porém, isso acontece justamente por possuir uma fé recheada de emoções e sentimentos humanos, diferente da fé consciente, pautada na Palavra de Deus. Aliás, é justamente esse tipo de fé que o homem precisa ter para vencer os obstáculos que a vida lhe apresenta. Enquanto não tiver noção da necessidade dessa fé consciente, ele será sempre uma presa fácil para o diabo. Mesmo crendo em Deus ou sendo um conhecedor da Sua palavra, se ele não possui uma fé consciente e não usa a razão com inteligência, vai acabar lutando em vão. E Deus até permite que isso aconteça, porque o que Ele tinha que fazer já o fez, orientando através da Sua palavra. Para alcançarmos a vitória, é preciso que meditemos nas Escrituras Sagradas para não tomarmos nenhuma decisão movidos por emoções ou sentimentos humanos, para que não venhamos a satisfazer o diabo. Quando o ser humano age movido pela emoção, além de não alcançar os seus objetivos, ele enfraquece, perde a consciência de fé (que faz conquistar e estabelecer as bênçãos do Senhor) e acaba perecendo. Mas também não adianta conquistar os benefícios que Deus prometeu sem que o candidato esteja batizado com o Espírito Santo; e para ser selado ele precisa gerar a fé. E para gerar a fé que agrada ao Senhor, a razão tem que estar aliada à inteligência. P orém, são poucos os que se utilizam disso. É por isso que existem pessoas que frequentam uma igreja há anos e continuam vivendo uma vida miserável e mesquinha, enquanto outras alcançam o seu intento. A maioria corre atrás do vento, ou seja, está atrás das bênçãos sem sequer alcançá-las. Veja que o Senhor Jesus em pessoa curou dez leprosos, mas apenas um voltou para

testemunhar. E de 100% dos que ouvem a Palavra de Deus, apenas 25% conseguem a salvação. Os 75% conquistaram a cura de enfermidades e benefícios, pois aprenderam a usar a fé e conquistaram, mas com o tempo essas bênçãos se foram, porque não as estabeleceram. Essa confiança assemelha-se a um casamento, em que tanto o homem quanto a mulher se entregam mutuamente, sem restrições, por acreditarem no sentimento que os uniu. Uma união que é realizada à base de fantasias e emoções, com o passar dos anos se transforma num problema. Isso acontece porque a decisão de uma vida a dois foi tomada por emoção e entusiasmo. A fé conquistadora ocorre no momento em que se toma uma decisão calculada na razão juntamente com a inteligência. É assim que se estabelecem as bênçãos de Deus. E aquele que deseja estabelecer essas bênçãos tem que renunciar a si mesmo. Quanto a isso, o Senhor Jesus disse: “Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me.” (Marcos 8.34) Quando temos a oportunidade de aceitar Jesus, não podemos perder tempo, devemos logo aceitá-Lo através de uma entrega total. Mas isso não é o suficiente, pois para estabelecer a comunhão com Deus é preciso que renunciemos a nós mesmos a cada dia, a cada momento. Não existe outro jeito e não adianta querermos facilidades. Porque Jesus disse: “Estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela.” (Mateus 7.14) É, amigo leitor, Deus é justo, e assim como renunciou a Si mesmo, dando seu Filho unigênito para que todos nós tivéssemos vida, assim também o Senhor deseja que nós façamos. É desta forma que alcançaremos os nossos intentos e também a salvação eterna. Que Deus abençoe a todos abundantemente.

“PARA ALCANÇARMOS A VITÓRIA, É PRECISO QUE MEDITEMOS NA ESCRITURA SAGRADA PARA NÃO TOMARMOS NENHUMA DECISÃO MOVIDOS POR EMOÇÕES OU SENTIMENTOS HUMANOS”

F E V E R E I RO

04-05_Editorial_BM.indd 5

PLENITUDE | 5

02/02/2012 10:22:29


RODRIGO CAETANO

“Eu sou mais um E N T R E V I S TA

Fluminense Oficial

CARLOS ANTONIO

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

R

odrigo Caetano foi um jogador de meio-campo de limitados recursos técnicos e que não conseguiu se destacar nos gramados. Entretanto, encontrou sua verdadeira vocação fora do campo. Na função de gerente-executivo, ele começou no Grêmio, fez um trabalho muito elogiado no Vasco e se tornou um dos profissionais mais valorizados do futebol brasileiro. Recentemente, iniciou um novo desafio no Fluminense e pretende usar toda a sua experiência para modernizar e tornar mais vitorioso o Tricolor das Laranjeiras. PLENITUDE – Por que trocar o Vasco, onde tinha totais poderes pelo Fluminense? RODRIGO – O projeto do Fluminense me seduziu. Os objetivos propostos pelos atuais dirigentes do clube tricolor me convenceram a aceitar mais um desafio na minha carreira. O Fluminense tem objetivos muito grandes na atual temporada e eu quero participar deste momento. Pretendo ser mais uma peça da engrenagem para colocar o clube em condições de alcançar todos os seus objetivos. O clube tem um elenco muito bom e uma comissão técnica do mesmo nível. Esse conjunto torna o Fluminense muito forte. PLENITUDE – Qual será o seu papel dentro da hierarquia tricolor? RODRIGO – Quanto mais pessoas capacitadas trabalharem em conjunto, maior será a probabilidade de uma empresa ou mesmo um clube alcançar o sucesso. O que difere o Fluminense de hoje dos seus adversários é a presença de um grande patrocinador, perfeitamente engajado na filosofia do clube, o que pode

facilitar em muito a minha tarefa. As minhas funções nas Laranjeiras não vão se resumir à montagem do elenco; até porque o grupo tricolor está quase pronto e é de alta qualidade. Eu quero usar meu conhecimento para agregar experiência. Faço questão de ser mais um na equipe. PLENITUDE – Quais os objetivos do novo Fluminense? RODRIGO – Nos últimos anos, o clube vem apresentando um crescimento sustentável e o meu maior desafio nas Laranjeiras será participar desse projeto e enriquecê-lo. Espero que minha colaboração resulte em títulos. Afinal, também foi por este motivo que fui contratado.

PLENITUDE – O que pode falar da sua experiência no Vasco? RODRIGO – Minha passagem por São Januário foi muito produtiva. Lá também formávamos uma equipe e alcançamos alguns objetivos, principalmente de um trabalho de reconstrução ao lado do presidente Roberto Dinamite a partir da queda para a série B. Com o Grêmio, foi um trabalho parecido; e agora no Fluminense eu encontrei um cenário bem mais favorável, o que também é uma forma de desafio. PLENITUDE – É verdade que vai cuidar mais das divisões de base? RODRIGO – Quanto mais eficiente for a ferramenta de trabalho,

6 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

06-07_Entrevista.indd 6

02/02/2012 17:13:59


um na equipe” Vaco Oficial

maior a chance de atingir os resultados favoráveis. Eu pretendo participar de forma ativa do que é feito em Xerém. Afinal, a base é o futuro de todos os clubes e o Fluminense sempre teve a tradição de revelar grandes jogadores. Com a melhoria dessa estrutura, com certeza serão revelados mais e mais talentos para serem aproveitados pelo clube. E também tem a construção do CT, que é o grande sonho de todos os tricolores. PLENITUDE – Sua função será estruturar o futebol do clube? RODRIGO – Eu parto do princípio de que gestão de um clube de futebol não é só estrutura. Você pode ter o melhor computador e não ter o dom de escrever. Mas é evidente que uma boa estrutura ajuda a vencer mais. Um título pode ser fato isolado. Mas quando um clube como o São Paulo, por exemplo, ganha três títulos seguidos, pode ter certeza de que uma boa estrutura está ajudando. PLENITUDE – A Libertadores é o grande objetivo do Fluminense na temporada? RODRIGO – Nos últimos anos, o clube tem sido frequentador assíduo da Libertadores e acho que

Rodrigo Caetano festejou o título da Copa do Brasil pelo Vasco

essa experiência aumenta muito as chances de título. Mas é um torneio muito difícil. Em 2007, quando estava no Grêmio, fomos vice-campeões diante de um Boca Juniors muito forte. Acho que com a experiência e qualidade do elenco, o Fluminense tem reais chances de conquistar o sonhado título. Para mim, o que faz um clube alcançar o título de determinada competição é estar seguidamente presente nela. E nessa linha de raciocínio, o nosso clube está bem.

“EU PARTO DO PRINCÍPIO DE QUE GESTÃO DE UM CLUBE DE FUTEBOL NÃO É SÓ ESTRUTURA. VOCÊ PODE TER O MELHOR COMPUTADOR E NÃO TER O DOM DE ESCREVER” RODRIGO CAETANO

DIRETOR-EXECUTIVO DO FLUMINENSE Fluminense Oficial

Rodrigo Caetano se apresenta ao Fluminense

Vasco Oficial

PLENITUDE – O senhor se tornou um dos profissionais mais valorizados do futebol brasileiro. Não acha que isso pode aumentar as cobranças? RODRIGO – Vivo no ambiente do futebol há 30 anos e aprendi que a pressão faz parte do trabalho dos profissionais. No jargão do futebol, dizemos que quem não gosta de pressão precisa procurar outra profissão. Durante a minha já longa carreira, enfrentei momentos muito difíceis, mas tive ótimos momentos de reconhecimento. O que o torcedor do Fluminense deseja é comprometimento com as causas do clube. E podem ter certeza de que isso não faltará da minha parte. F E V E R E I RO

06-07_Entrevista.indd 7

PLENITUDE | 7

02/02/2012 10:25:33


Mulheres SOCIEDADE

modernas COM A CONQUISTA DE ESPAÇO CADA VEZ MAIOR NO MERCADO DE TRABALHO, DESEMPENHAR PAPÉIS DE BOA DONA DE CASA E MÃE DEDICADA EXIGE DIVISÃO DE RESPONSABILIDADES

NEIA MENESES

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

N

o mercado de trabalho, as mulheres representam 46% da população economicamente ativa, conforme dados divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nos últimos anos, cresceu o número de trabalhadoras responsáveis pelo domicílio, segundo a Pesquisa Mensal de Emprego. O estudo revelou ainda que 50,6% dessas mulheres não têm cônjuge e moram com os filhos. A entrada no mercado de trabalho foi maior nas atividades caracterizadas como informais (emprego sem carteira de trabalho assinada e trabalho por conta própria). Além de se submeterem a jornadas semanais mais longas, quase 40 horas, estas mulheres receberam rendimentos bem menores do que as assalariadas. As transformações no mercado de trabalho têm sido cada vez mais constantes e a principal delas é a presença da mulher no mundo dos negócios. Ela vem conquistando seu espaço através de muito empenho, competência e dedicação. Em compensação, precisa conciliar a

8 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

08-09_Mulheres Modernas.indd 8

02/02/2012 17:44:17


s

Fotos: Fotolia

vida profissional com a de esposa e mãe. Ser bem-sucedida simultaneamente em todas essas áreas não é uma tarefa fácil e assumir tantas responsabilidades sem estresse ou desgaste físico é uma pretensão arriscada, cujo êxito não acontece todo o tempo. Isto porque nem sempre o efetivo envolvimento de marido e filhos, a fim de distribuir tarefas e evitar sobrecargas, é alcançado satisfatoriamente. De acordo com Maria Luísa Bustamante, chefe do Serviço de Psicologia Aplicada da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), o acúmulo e a centralização de todas essas atividades em uma só pessoa são prejudiciais e provocam sérios problemas físicos e emocionais, incluindo estresse. “Uma boa maneira é fazer com que todos os membros da família participem das atividades da casa. Ela deve procurar ensinar às crianças desde pequenas a arrumar a cama, guardar os brinquedos no lugar, etc. O marido tem que ajudar, fazer comida, tirar o lixo. Não dá para ela dar conta de todo esse serviço sozinha”, esclarece. Para a profissional, a mulher não deve ficar esperando que marido e filhos se disponibilizem a ajudar, ela precisa deixar claro que não conseguirá ser uma boa profissional, mãe e esposa se não houver ajuda em casa. “Ela deve ser humilde e reconhecer que precisa de ajuda; do contrário, vai se frustrar constantemente por não conseguir 'dar conta do recado'”, aponta. Mesmo sendo mãe solteira, a missão de envolver os familiares nas tarefas domésticas precisa partir da própria mulher, caso não ha-

“UMA BOA MANEIRA É FAZER COM QUE TODOS OS MEMBROS DA FAMÍLIA PARTICIPEM DAS ATIVIDADES DA CASA. NÃO DÁ PARA ELA DAR CONTA DE TODO ESSE SERVIÇO SOZINHA” MARIA LUIZA BUSTAMANTE

PSICÓLOGA

ja colaboração voluntária. Essa é a única forma de a “tripla jornada” ser compartilhada.

NOVOS CONCEITOS

Com relação às mulheres que optam por serem mães, a especialista afirma que a sociedade atual oferece alternativas para ajudar neste convívio. A creche, segundo Maria Luísa, foi criada exatamente para permitir que as mães tenham um local adequado e seguro para cuidar de seus bebês enquanto trabalham.

“Ela pode colocar a criança logo cedo, antes de um ano de idade, assim que ela desmamar. As creches hoje em dia, mesmo as comunitárias, dispõem de profissionais especializados. Basta as mães darem uma supervisão para ver se as coisas estão acontecendo como o previsto e, quando o filho estiver um pouco mais velho, com cerca de dois anos, perguntar a ele como foi o dia na creche, para tirar um pouco da preocupação”, ensina. Maria Luísa salienta que mulheres que trabalham fora e são mães precisam estar conscientes de que, durante os três primeiros anos de vida da criança, vai haver uma sobrecarga de tarefas, uma vez que o bebê demanda muita atenção e carinho, importantes para a saúde mental dele. “Se ela tem um marido que divide as responsabilidades e colabora, essa tarefa não se torna impossível. Mas se a mulher acha que vai assumir tudo sozinha, então fica muito complicado e ela pode acabar adoecendo. O melhor que o casal pode fazer é saber que ambos têm responsabilidades iguais diante da manutenção da casa”, completa. F E V E R E I RO

08-09_Mulheres Modernas.indd 9

PLENITUDE | 9

02/02/2012 14:59:10


SOCIEDADE

Meu namorado tem um filho ESPECIALISTA DA USP AFIRMA QUE INTERESSE POR ALGUÉM QUE TEM UM FILHO NÃO IMPEDE O RELACIONAMENTO

E

VANESSA SENDRA

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

ncontrar um parceiro ideal, compartilhar todos os momentos, vencer obstáculos, constituir uma família e viver feliz são desejos da maioria das mulheres. Porém, o que fazer quando todas estas possibilidades são viáveis, mas o parceiro tem um(a) filho(a)? A terapeuta de família e de casais Sylvia van Enck Meira, mestre em psicologia clínica pela Universidade de São Paulo (USP), afirma que estas situações são comuns atualmente. “Namorar ou estar interessada por alguém que tem uma criança não impe-

de um relacionamento, a menos que a pessoa não queira viver esta condição. Um pretendente ter uma criança não quer dizer que ele não seja o homem certo para uma mulher. Porém, é uma questão de opção”, declara. Se uma mulher ama seu namorado, o sentimento pelo(a) filho(a) dele faz parte de um processo de aproximação gradual. Sylvia salienta que para o relacionamento ser harmonioso é necessário que a parceira entenda que uma criança é importante na vida do pai e que esta já estava presente antes de o relacionamento começar.

10 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

10_11_Namorado_Filho.indd 10

02/02/2012 10:28:49


Fotos: Fotolia

É fundamental agradar ao filho do parceiro, pois isso faz parte do processo de conquista. “Mas é preciso que seja na ‘medida certa’, porque ninguém desenvolve sentimento de amor repentinamente. A insistência pode parecer falsidade.” De acordo com a especialista, não é bom disputar o namorado com a criança. “Os encontros entre pai e filho podem ser compartilhados com a namorada. Entretanto, são indispensáveis o respeito e a

aceitação dos momentos exclusivos entre os dois. Até porque, se o namorado é um pai zeloso, significa que é um homem de caráter.” A escritora Cristiane Cardoso, autora do livro “Melhor do que comprar sapatos”, no capítulo em que fala sobre o "homem de Deus”, menciona que este se destaca dentre os demais por sua fidelidade, seu caráter, sua sabedoria e compreensão. “Você não o encontra em qualquer lugar – na verdade, ele é muito difícil de ser encontrado", analisa a escritora.

F E V E R E I RO

10_11_Namorado_Filho.indd 11

P L E N I T U D E | 11

02/02/2012 21:34:45


C A PA

Vagas ab A

MERCADO BRASILEIRO SE RESSENTE DA FALTA DE PROFISSIONAIS QUALIFICADOS

CARLOS ANTONIO EDIR LIMA

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

economia brasileira vem apresentando um ritmo elevado de crescimento nos últimos anos, o que tem significado uma redução acentuada na taxa de desemprego. No ano passado, o Brasil registrou a menor taxa desde 2002, ficando em 6,7%; mas a situação poderia ainda ser melhor se o País não enfrentasse o problema da falta de qualificação profissional. Setores fundamentais como petróleo, indústria automobilística e construção civil se ressentem da falta de mão de obra especializada. Dados recentes divulgados pela Confederação Nacional da Indústria mostram que nove em cada dez empresas da construção civil sofrem com

a falta de trabalhadores qualificados no setor. Existem muitas vagas, mas faltam profissionais capacitados para preenchê-las, desde servente de canteiro de obras a engenheiros. De acordo com a CNI, a falta de trabalhadores é maior para os serviços básicos da construção civil: 94% das empresas sofrem pela falta de mão de obra básica, em especial com a escassez de serventes e pedreiros. A mesma pesquisa revela que a falta de trabalhadores qualificados atinge 92% das empresas. Engenheiros e arquitetos faltam em 81% das empresas. Administradores e gerentes são escassos em 63% e 56% das empresas, respectivamente. Na opinião de Cláudio Conz, pre-

12 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

12-17_Capa.indd 12

01/02/2012 17:19:34


Fotos: Fotolia

abertas sidente da Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção, a falta de profissionais qualificados compromete o desempenho, os prazos e a produtividade, além de causar muitos acidentes. Levantamento elaborado pela empresa Hays, especializada em recrutamento, mostrou que 20% das empresas brasileiras estão contratando aposentados para suprir, com experiência, a falta de mão de obra especializada. Para o pesquisador Paulo Resende, da Fundação Dom Cabral, o Brasil hoje enfrenta um gargalo de mão de obra especializada que está impedindo o desenvolvimento mais rápido do País. "A situação de hoje é reflexo de uma cultura

que só valorizava quem tinha um diploma nas mãos. Os cursos técnicos foram abandonados e as empresas agora se ressentem da falta de operários especializados para operar um maquinário cada vez mais moderno", explica. Resende lembra que até para se dirigir um caminhão de transporte é preciso saber lidar com equipamentos sofisticados. "Existem empresas que investiram milhões na compra de veículos modernos que estão parados por falta de gente especializada para dirigi-los. Com o aquecimento econômico, existe uma estimativa de que, nos próximos dez anos, o Brasil necessite de mais um milhão de carreteiros qualificados, mas faltam centros de treinamento para formá-los."

Para Paulo Resende, é preciso valorizar o profissional técnico e as escolas técnicas, expandir essa rede de escolas técnicas para oferecer vagas ao mercado. "Algumas empresas estão sendo obrigadas a contratar jovens que ainda não concluíram o curso para evitar que eles vão parar nos concorrentes. Na escola do Senai em Belo Horizonte, que forma técnicos, 70% dos alunos que estão começando o primeiro dia de aula já estão empregados", pondera. Especialistas lembram que até para ser porteiro de um prédio residencial é preciso ter noções de informática, afinal, do manuseio dos botões com que ele lida diariamente depende a segurança de todos os moradores. F E V E R E I RO

12-17_Capa.indd 13

P L E N I T U D E | 13

01/02/2012 17:21:26


Para os empresários, outro ponto que precisa ser aperfeiçoado para que o setor de empregos acompanhe o aquecimento da economia é a modernização das leis trabalhistas, que vigoram desde o período getulista, melhorando as condições de trabalho, facilitando a contratação para os empregadores e empresários e aumentando a produtividade do País. Eles acreditam que a atual política trabalhista já não é capaz de dar conta da nova situação do mercado de trabalho brasileiro e precisa melhorar para todas as partes envolvidas.

IMPORTAÇÃO DE PROFISSIONAIS

lho também estão atingindo algumas profissões que durante muitos anos fizeram parte do cotidiano das famílias brasileiras. É o caso das empregadas domésticas, classe que está mudando rapidamente de perfil. Com a melhor distribuição de renda e a escolarização da população, muitas mulheres deixaram de ver o trabalho na casa dos outros como única forma possível de sobrevivência profissional. Elas já buscam outras alternativas que lhes permitam melhor remuneração e maior status. Além disso, a situação econômica da Região Nordeste, tradicional fornecedora de mão de obra doméstica, melhorou bastante, o que fez cessar mais um fluxo de

migração de pessoas em busca de novos horizontes no Sul e Sudeste brasileiros. As que se mantêm na profissão valorizaram seus serviços e estão sendo bem remuneradas. A corrida das pessoas em busca de profissões que permitam maior visibilidade e possibilidades de crescimento pode fazer desaparecer outras profissões tradicionais. Uma delas é a de cobrador de ônibus, figura cada vez mais rara nas grandes cidades, principalmente com o advento dos cartões que permitem o acesso aos ônibus sem a necessidade de interferência de um profissional. É a realidade de um mercado que vai cada vez mais se profissionalizando.

As obras de infraestrutura que estão sendo realizadas no País por causa de eventos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016, além da exploração do pré-sal, estão provocando a importação de profissionais especializados de outros países. A Coordenação Geral de Imigração no Brasil revelou que a quantidade de autorizações de trabalho concedidas a profissionais estrangeiros no País cresceu quase 40% no ano passado se comparada aos números de 2010, motivadas, principalmente, pelo aumento significativo da compra de máquinas, equipamentos e tecnologia no exterior por parte de empresas brasileiras.

PROFISSÕES EM EXTINÇÃO

As mudanças no mercado de traba-

14 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

12-17_Capa.indd 14

01/02/2012 17:21:43


Qualificação para um futuro melhor

O chef de cozinha Douglas Floriano não mede esforços para se qualificar. Suas iniciativas são o retrato dos milhões de profissionais do atual mundo globalizado, cujo mercado de trabalho é cada vez mais competitivo. Ao conseguir o emprego de cozinheiro num hotel da zona sul do Rio de Janeiro, sonhava em criar receitas e ter seu talento reconhecido. “Procurei por cursos técnicos e fiz faculdade de Gastronomia. Procuro um emprego num grande hotel para buscar novas especializações na minha área. Quero evoluir na profissão”, frisa. Douglas Floriano acrescenta que o profissional deve buscar se “completar” da melhor maneira para enfrentar a realidade do mercado de trabalho. “As exigências aumentam a cada dia. Até porque houve um expressivo aumento da mão de obra nos últimos anos em várias carreiras. Por isso, é necessário aprender a desenvolver habilidades e competências que possam ajudar no seu dia a dia. Na minha profissão, quanto maior o conhecimento de receitas, sabores e técnicas, maior a qualificação”, analisa.

UPGRADE

A busca por qualificação profissional pode ser o caminho de muitas conquistas no futuro. Especialistas, no entanto, alertam para os critérios na hora de decidir sobre os cursos de capacitação, técnicos, superiores, pós-graduação, entre outros. O importante é primeiro conhecer o que cada opção tem a oferecer e a importância daquele conhecimento para a carreira e até mesmo o upgrade no atual emprego. O consultor em Recursos Humanos, com especialização em carreiras, Mauro Neves ressalta que o perfil de trabalhador exigido pelas empresas atualmente é de um funcionário multifuncional, flexível e que tenha vontade de adquirir novos conhecimentos agregando valor à empresa. “Quem melhor se qualificar terá maior chance de sobreviver no mercado

por um bom tempo. Isso não serve somente para aqueles que têm graduação superior, mas também às profissões de nível técnico e até a quem não tem capacitação. Uma diarista, por exemplo, que tenha curso de cuidador de idoso, receberá um salário melhor ou um benefício por isso”, comenta o especialista. Alexandre Barbosa, psicólogo e especialista em carreiras e Recursos Humanos, acrescenta que fazer um curso atrás do outro pode não surtir o efeito desejado. Segundo ela, isso pode acarretar em perda de tempo e dinheiro. “A busca de qualificação não pode ser aleatória. Uma escolha profissional correta depende necessariamente do autoconhecimento. Tem que alinhar vocação e formação. O importante é ter clareza dos seus objetivos”, observa. O psicólogo acrescenta que, na hora de decidir pelo curso de qualificação, a escolha deve estar atrelada à formação acadêmica do profissional. “Não decida por modismos. O resultado pode ser uma colcha de retalhos. A cada momento o mercado precisa de algo diferente. A escolha é individual e deve ter um objetivo profissional. A qualificação possibilita a aplicação de novas ferramentas e o desenvolvimento de novos projetos na empresa. O profissional que se atualiza é sempre bem visto no mercado.” Para o consultor em Recursos Humanos Jaime Bittemcourt, a visão de mercado é fundamental para quem pretende evoluir na carreira. Segundo ele, o profissional que não fizer essa análise ao escolher um curso vai passar pela frustração de não poder praticar o conhecimento obtido em sala de aula. “Por isso, é importante certificar-se de que o curso irá contribuir para sua carreira. O ideal é que tenha alguma relação com a função que o profissional exerce ou deseja exercer”, reforça Jaime Binttencourt. Ele lembra que um curso dissociado da área de atuação pode dar a impressão de que o profissional não tem clareza dos seus objetivos. Maria Tereza Weiner, consultora e coordenadora de desenvolvimento or-

ganizacional de empresas, sugere que o profissional conheça a instituição que oferece o curso, corpo docente e conteúdo programático. Segundo a especialista, vale a pena conversar com quem já fez o curso. “Muitas vezes, o conteúdo programático é bom, mas os professores não oferecem a dinâmica ou o conhecimento necessários aos objetivos do profissional. Não se prenda apenas ao nome da instituição”, aconselha a especialista. A consultora destaca ainda que o profissional deve averiguar se o curso contempla mais a parte teórica do que a prática e vice-versa. Segundo ela, muitos cursos exageram na teoria, quando deveriam valorizar mais a prática, frustrando as pretensões dos alunos. “Alinhe a sua escolha à sua expectativa e necessidade. É imprescindível buscar informações sobre o curso para não se decepcionar no meio do caminho”, alerta. Welton Salles, psicólogo e consultor em RH, ressalta que são muitos os benefícios para quem busca qualificação. Segundo ele, além de melhor salário, muitas empresas compensam seus profissionais com décimo quarto salário (e até décimo quinto), viagens com despesas pagas, previdência privada, entre outros benefícios. “Os benefícios compensam toda a dedicação daquele profissional que busca a evolução profissional. A atualização constante é uma estratégia fundamental para manter a empregabilidade e ascender na profissão”, aponta. F E V E R E I RO

12-17_Capa.indd 15

P L E N I T U D E | 15

01/02/2012 17:21:51


Perfil virtual decide

vaga de emprego O

EDIR LIMA

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

administrador de empresas Ricardo de Oliveira é um exemplo da importância de se interagir com redes sociais visando conseguir um emprego. Em 2010, ele ficou seis meses desempregado, justamente no período que completava sua pós-graduação em Gestão Pública. Mas no momento em que resolveu criar um perfil no Facebook, Orkut e LinkedIn, não demorou a acontecer sua contratação por uma multinacional. “Estava muito deprimido com o desemprego, quando resolvi seguir o

conselho de um amigo. Ele me convenceu de que um perfil na rede social poderia mudar a minha vida para melhor. Deu certo. Duas empresas para as quais enviei currículo e fiz entrevista consultaram o meu perfil na rede social e me chamaram para trabalhar. Tive o privilégio de escolher. Claro que optei pelo melhor salário e benefícios. A rede social tem sido um diferencial para todos os profissionais”, atesta. O contador Marcos Paulo Teixeira, no entanto, ressalta que não opta por colocar perfil profissional no Facebook e Orkut.

16 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

12-17_Capa.indd 16

01/02/2012 17:22:00


o

“Tem muita vaga que oferece remuneração abaixo do mercado. Prefiro pesquisar por vagas em sites e até mesmo em blogs específicos. Não dá para misturar interesses. Facebook e Orkut são ótimos para a questão social. Profissional é outro departamento”, frisa. Entretanto, quem ainda duvida do poder da rede social, corre o risco de ficar para trás. As mídias sociais estão cada vez mais em alta para o mercado de trabalho. Estudo recente feito pela consultoria americana Reppler, especializada em gerenciamento de imagens nas mídias sociais, mostra que 68% dos 300 recrutadores investigados na pesquisa já contrataram um profissional através das redes sociais. Por outro lado, o ritual de pesquisar vagas em jornais e agências de emprego ainda vale, mas a agilidade da rede e sua capacidade de conectar pessoas de diferentes lugares faz da internet uma excelente opção para quem procura ou oferece trabalho.

BOA IMAGEM

Cada vez mais empresas entram no ritmo do mundo globalizado e recorrem a sites como Facebook, LinkedIn e Twitter em busca de novos talentos e funcionários para compor seu quadro. O perfil e a maneira como o candidato se comporta no mundo virtual são decisivos no momento de uma seleção. O estudo da Reppler aponta que 69% dos consultores em RH rejeitaram aspirantes a uma vaga graças a fotos ou posts inapropriados. "Hoje, quem preserva uma boa imagem e zela pela conduta tem chance de seguir em frente numa seleção. Se eu precisar de um funcionário, não terei nenhum problema de procurá-lo na rede social. Muitas vezes, essa busca pode ser mais verdadeira do que uma entrevista”, observa Eduardo Siqueira, consultor de Recursos Humanos, especialista em gestão de carreiras. Mauro Pacheco, gestor em RH, lembra que o site LinkedIn, principal rede social corporativa, tem perdido espaço para o Facebook e o Twitter. Ele explica que o primeiro, mesmo sendo uma referência para quem disponibiliza perfil profissional, não contém informações comportamentais importantes para quem seleciona. “Em alguns casos, uma frase ou comentário demonstra um perfil violento ou que não se enquadra no perfil daquela empresa. Isso facilita o

recrutador a eliminar aquele candidato ou evitar que ele comece uma fase de seleção”, analisa o gestor. Mauro Pacheco acrescenta que os profissionais precisam estar atentos ao fato de que quase todos os empregadores procuram nestes sites por bons candidatos a emprego. "Nove em dez grandes empresas nos EUA acham ao menos um desses sites útil para contratar gente. No Brasil, essa busca tem crescido muito nos últimos meses”, atesta. Pesquisa da consultoria IDC, encomendada pela Unisys, em dezembro do

JUSTIÇA COMBATE EXIGÊNCIA DE BOA APARÊNCIA A exigência de boa aparência em anúncios de recrutamento ou seleção de pessoal pode gerar problemas na Justiça para as empresas. Tramita na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 6.632/09, que dispõe sobre a repressão a práticas discriminatórias nas relações de trabalho, incluindo a exigência pela boa aparência. Na prática, existem leis estaduais e municipais que proíbem instituição ou empresa de divulgação de requisitos relacionados à aparência. O advogado Roberto Monteiro, especialista em ação Civil, ressalta que as leis e os projetos existem, mas carecem de fiscalização. “O importante é que os políticos estão criando leis para punir os responsáveis por essa discriminação. Quem se sentir prejudicado deve recorrer à Justiça, pois se trata de preconceito”, alerta o advogado.

ano passado, sobre consumerização de TI, aponta que houve aumento no acesso às redes sociais para fins comerciais no País. O Brasil, de acordo com a pesquisa, lidera a lista dos países em que os funcionários acessam o Facebook pelo menos uma vez por dia para fins corporativos e pessoais. Essa ação é realizada por 58,8% dos entrevistados. Na França, por exemplo, 35,9% costumam fazer o mesmo. Outro dado que chama a atenção registra que o Brasil também figura na pesquisa com mais entrevistados que possuem um perfil no Facebook ou no MySpace para uso profissional. Na amostra, 19,7% dos consultados afirmaram ter uma página em outro serviço. Mesmo sem um crescimento tão expressivo no País, o Twitter – que em 2010 era acessado, para uso pessoal e profissional, por 23% dos brasileiros entrevistados e em 2011 foi utilizado por 25% dos consultados – é mais usado no Brasil do que nos outros oito países onde a pesquisa foi realizada.

F E V E R E I RO

12-17_Capa.indd 17

P L E N I T U D E | 17

01/02/2012 17:22:20


Brincar é preciso C O M P O R TA M E N T O

ESTIMULADAS PELOS PAIS, MUITAS CRIANÇAS ESTÃO COM A AGENDA LOTADA DE ATIVIDADES EXTRACURRICULARES. COM ISSO, O TEMPO PARA O LAZER FICA CADA VEZ MAIS ESCASSO NEIA MENESES

Fotolia

m um mundo competitivo, é natural que os pais queiram preparar os filhos mais cedo, pois acreditam que assim eles se tornarão mais habilidosos e inteligentes . Atendendo a essa demanda, as atividades extracurriculares estão se tornando frequentes, o que traz benefícios. Entretanto, o excesso de obrigações e a cobrança por parte dos pais podem gerar estresse, um mal que prejudica o desenvolvimento físico e psicológico da criança. De acordo com Olga Inês Tessari, psicoterapeuta, pesquisadora e escritora, quando os filhos participam da escolha das atividades extras, tendem a desenvolvê-las melhor. Mas se a decisão de levá-los a ter outras ocupações não agrade, os pais devem conversar e explicar a necessidade de praticá-las. “Os responsáveis precisam justificar a importância e apontar que a compensação será um tempo livre durante a semana para que ela escolha o que deseja fazer”, ensina. A especialista ressalta que o prejudicial nas atividades extracurriculares está no excesso, quando a criança

Fotolia

E

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

18 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

18-19_Criancas.indd 18

01/02/2012 17:24:17


tem a semana completamente preenchida e mal encontra tempo para brincar. Pior: quando as atividades impostas pelos pais não agradam, geralmente o rendimento não alcança a expectativa e é nesse momento que surgem as cobranças. “A criança precisa de tempo para se divertir; a brincadeira é muito importante para o desenvolvimento psicológico, intelectual e mental. Alguns pais acham que é um tempo perdido e a enchem de tarefas. Ela acaba ficando estressada e, em longo prazo, isso gera problemas para os filhos”, aponta. Quando a criança está sobrecarregada, algumas mudanças no comportamento sinalizam o início do problema. Segundo Olga Inês, quando o menor está estressado, pode ficar irritadiço, sofrer alterações no apetite e ter pesadelos. “Qualquer mudança no comportamento deve ser observada. Mas acontece de a criança estar estressada em um dia específico, o que é normal. Se isso for constante, se os pais observam que continua irritada e chorosa, é hora de pensarem sobre o que estão fazendo com o filho. Os responsáveis devem se organizar e ver o que é prioritário”, orienta Olga.

DIVIDINDO O TEMPO

Diferente do que alguns pais acreditam, o ato de brincar é muito mais do que ter um tempo livre. Durante as brincadeiras, as crianças aprendem valores importantes que serão desenvolvidos ao longo da vida. Enquanto se divertem, melhoram a atenção, a memória, o equilíbrio, o movimento e a imaginação, além de aprenderem a conviver em sociedade, respeitar os colegas, compartilhar os brinquedos e expressar sentimentos. Segundo a especialista, toda criança precisa de, no mínimo, duas a três

“A CRIANÇA PRECISA DE TEMPO PARA SE DIVERTIR, PORQUE A BRINCADEIRA É MUITO IMPORTANTE PARA O DESENVOLVIMENTO PSICOLÓGICO, INTELECTUAL E MENTAL” OLGA TESSARI

PSICÓLOGA

“O QUE A GENTE OBSERVA É QUE AS CRIANÇAS VÃO PARA A ESCOLA, VOLTAM, SAEM CORRENDO PARA OUTROS COMPROMISSOS E NÃO TÊM TEMPO DE CONVIVER COM OS AMIGOS FORA DO AMBIENTE ESCOLAR” OLGA TESSARI

PSICÓLOGA

horas diárias livres para usar como quiser. “Assim como nós adultos precisamos de um momento só nosso, a criança também precisa. Além desse tempo livre, a interação com outros colegas da sua idade é primordial. O que se observa hoje em dia é que as crianças vão para a escola, voltam, almoçam, saem correndo para outros compromissos e não têm tempo de conviver com os amigos fora do ambiente escolar”, lamenta. Para Olga, o ideal seria que as crianças que moram em apartamento descessem para brincar juntas, pois essa interação social é importante para o desenvolvimento. “Elas aprendem a dividir e a respeitar o desejo do outro. Os pais devem permitir que as crianças brinquem com seus coleguinhas da rua, do bairro ou do prédio”, afirma.

PAIS FRUSTRADOS

Determinados a realizar um sonho de infância, alguns pais induzem os filhos a participar de atividades as quais eles gostariam de ter tido a oportunidade de aprender, como tocar um instrumento musical, seguir uma carreira, aprender uma arte marcial, etc. A psicóloga ensina que eles precisam perguntar à criança se ela quer aprender aquela atividade. “Por exemplo, o pai que deseja que seu filho aprenda a tocar violão, mas este não quer. A escolha do filho deve ser respeitada. Fazer um curso que a criança não suporta gera um estresse absurdo”, enfatiza. Quando a criança ainda não sabe o que quer aprender, os pais podem inscrevê-la em aulas experimentais, para que haja um contato inicial e ela decida que atividade lhe agrada.

AS BRINCADEIRAS DA IDADE A cada período, a criança desenvolve novas habilidades proporcionadas pelas brincadeiras. E o gosto pelas atividades se modifica conforme a faixa etária. Confira.

1 E 2 ANOS

Cheia de energia e entusiasmo, nessa fase a criança aprende por meio da exploração do ambiente. É curiosa, imita tudo o que vê e tem uma grande imaginação. Quanto mais for estimulada a falar e a se movimentar, maior será o desenvolvimento do cérebro e da coordenação dos movimentos. Nesse período, já engatinha, anda e se desloca pela casa. As atividades preferidas são rabiscar, desenhar, empilhar e encaixar objetos, “esconde-esconde”, cantar, dançar, bater palmas, rolar no chão e imitar as pessoas. Também gosta de ouvir as mesmas histórias várias vezes.

2 E 3 ANOS

A criança começa a entender o que pode e o que não pode fazer. Começa o interesse por brincadeiras e jogos com regras, porque apresentam novos desafios. Bonecas e bonecos ajudam a criar brincadeiras de faz-de-conta, que desenvolvem habilidades sociais.

3 E 4 ANOS

Nessa fase, a criança adora correr e também se interessa por jogos com bola. Com frequência, brinca de ser outra pessoa. Dentre as brincadeiras preferidas nesta idade, estão: bonecas, figuras de ação, fantoches, roupas e acessórios, quebra-cabeças, livros de histórias e figuras, etc.

4 E 5 ANOS

A partir dessa idade, a criança começa a acrescentar detalhes aos desenhos e assina o próprio nome nas “obras de arte”. Carros, veículos e brinquedos com controle remoto fazem muito sucesso entre os meninos. Já para as meninas, as roupas e acessórios se tornam um grande atrativo.

5 ANOS OU +

Nessa fase, a criança começa a se vestir sozinha e os desenhos representam coisas reais, como uma casa ou um carro. Os meninos passam a brincar em grupos maiores que os das meninas. Os brinquedos preferidos desse período são: eletrônicos de aprendizado ou entretenimento, quebra-cabeças, brincadeiras de equilíbrio e pega-pega, bicicleta e corda de pular.

F E V E R E I RO

18-19_Criancas.indd 19

P L E N I T U D E | 19

31/01/2012 17:14:48


SOCIEDADE

Mat e

20 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

20-22_Maternidade.indd 20

31/01/2012 12:11:51


t ernidade

Fotos: Fotolia

MOMENTO ESPECIAL, MAS QUE SE TORNA MELHOR AINDA QUANDO É PLANEJADO

VANESSA SENDRA

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

T

ornar-se mãe é uma experiência muito especial para a maioria das mulheres. Principalmente para aquelas que têm uma gravidez planejada. Assim aconteceu com a pedagoga Andreza Luiza da Silva, de 35 anos. Ela teve uma gestação desejada, saudável e sem complicações. No dia 12 de dezembro de 2010, veio ao mundo Laura de França Silva, que hoje está com um ano e dois meses e é o novo xodó da família. De acordo com o psicólogo Anderson Nunes Pinto, que atua no hospital Universitário Clementino Fraga Filho (HUCFF) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), as experiências de maternidade são heterogêneas. “As mulheres que se tornam mães são pessoas diferentes, com histórias de vida divergentes. Contudo, a ligação afetiva entre mãe e filho é singular”, comenta. Anderson esclarece que quando o filho é desejado, já recebe o amor materno antes de nascer. “Isso vale, inclusive, para quem não é mãe biológica. Há uma carga afetiva forte que está relacionada com o amor próprio da mãe. Não é sem razão que dizem: ‘o filho é um pedaço de nós.’” Andreza conta que a experiência de ser mãe foi o momento mais especial da sua vida. “Você nunca acha que vai mudar tanto a sua vida, mas acontece. O amor materno é algo inexplicável, só sendo mãe para compreender.”

Arquivo Pessoal

Andreza Luiza da Silva

DESENVOLVIMENTO

Acompanhar o desenvolvimento do bebê é uma das tarefas mais gratificantes. Segundo o psicólogo, é bom para a mãe perceber que o filho está se formando graças aos cuidados e à educação e que o mesmo mostrará para o mundo um pouco do que ela é, sendo a sua continuidade. Segundo a pedagoga Andreza, é muito bom acompanhar cada fase do bebê e o quanto você influencia no desenvolvimento e no conhecimento que o seu filho adquire com o dia a dia. “Cada gesto, as primeiras gracinhas, palavrinhas, passos e descobertas foram e estão sendo F E V E R E I RO

20-22_Maternidade.indd 21

P L E N I T U D E | 21

31/01/2012 12:12:11


Folha Universal, a mídia de maior alcance.

Anuncie circulação: Nacional

fundamentais. Não tem nada que pague isso”, afirma. Ela comenta ainda que a cada dia há uma nova descoberta. “O bebê aprende sempre algo novo e você se surpreende. Em todos os meses de dedicação, nunca tive rotina. Nós aprendemos muito com o neném. Com eles, derrubamos barreiras e revemos vários valores e hábitos.”

SER MÃE É ABDICAR

Andreza lembra que ser mãe é abrir mão do tempo, da rotina, da vaidade e, às vezes, do trabalho em prol da criança. “Porém, é maravilhoso ver que seu filho te reconhece por meio do cheiro e da voz, além de ter o prazer de amamentar, um momento único entre mãe e filho.” Anderson Nunes Pinto alerta que as mães que não conseguem acompanhar o crescimento dos filhos por conta do trabalho estão sendo deficientes. "Isso pode ser um problema para elas, pois terão sentimento de culpa. E certamente será uma complicação para os filhos. É comum, nestes casos, eles estabelecerem vínculos maternais com as avós e empregadas.”

“...É MARAVILHOSO VER QUE SEU FILHO TE RECONHECE POR MEIO DO CHEIRO E DA VOZ, ALÉM DE TER O PRAZER DE AMAMENTAR, UM MOMENTO ÚNICO ENTRE MÃE E FILHO”

Periodicidade: Semanário/Domingo Tiragem: 2.420.250 DisTribuição: região sudeste RJ – 433.500 SP – 543.750 MG – 230.000

ANDREZA LUIZA DA SILVA

PEDAGOGA

O psicólogo frisa que o grau de investimento na carreira precisa ser equacionado com o de investimento na maternidade. “É normal que haja uma tendência maior para um lado do que para o outro, mas isso pode ser bem administrado”, pondera. Andreza abriu mão da profissão como pedagoga, temporariamente, para cuidar de Laura até o primeiro ano de vida. “Considero esta fase a mais importante, pois ela está descobrindo o mundo. Sinto falta do trabalho, mas não me arrependo”, enfatiza.

região sul – 274.000 região centro-oeste – 243.250 região norte – 187.250 região nordeste – 474.000

Telefone:

(21)

3296.9302

e-mail: anuncie@folhauniversal.com.br

22 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

20-22_Maternidade.indd 22

31/01/2012 12:12:23


Chegou aaAgenda Chegou Agenda

The Sisterhood 2012!

The Sisterhood 2012

Sua melhor amiga! Nos cartões de crédito


Energia MEIO AMBIENTE

renovável INVESTIMENTO ANUAL ATÉ 2020 DEVERIA SALTAR DE US$ 250 BI PARA US$ 500 BI, DOBRANDO GASTOS COM A CHAMADA TECNOLOGIA LIMPA

Fotos: Fotolia

MAURÍCIO TAMBASCO

É

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

preciso investir mais em tecnologias limpas, que impactem menos na mudança climática. Mas, para isso, o investimento global teria que sair dos atuais US$ 250 bilhões, último dado de 2010, e chegar à cifra de US$ 500 bilhões por ano até 2020. Os dados foram divulgados no final do ano passado pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) em conjunto com a Agência Internacional de Energia (AIE). Portanto, esta seria uma das condições para limitar o aquecimento global a um nível considerado aceitável, de 2°C até o final deste século, segundo técnicos das instituições, que publicaram um documento abordando o crescimento sustentável. A divulgação desse estudo coincidiu com a realização da Cúpula Climática da Organização das Nações Unidas (ONU), que aconteceu em Durban, na África do Sul. Especialistas explicam que um planejamento voltado a “políticas verdes” deve ser realizado nos próximos anos. Caso contrário, para cada dólar aplicado no setor de energia 24 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

24_25_Ambiente.indd 24

31/01/2012 12:12:58


Divulgação / AIE

até 2020, deverão ser gastos outros US$ 4,3 para compensar o aumento de emissões de gases de efeito estufa e assim manter a mudança climática em margens gerenciáveis. A diretora-executiva da AIE, Marie van der Hoeven, se mostra preocupada com a situação. “Se falharmos para lidar com o crescimento das taxas anuais de emissões, vamos chegar a um limite crítico em 2017. Isso significa que, para mantermos o limite de aumento da temperatura global, todas as novas infraestruturas deverão ter nível zero de emissão”, explica. A estimativa, tanto da OCDE quanto da AIE, é que uma reforma no setor (com melhoria da eficiência energética, o desenvolvimento da captura e armazenamento de carbono ou a ampliação do uso de energias renováveis) custaria 46 bilhões de euros até 2050. Em novembro do ano passado, a Agência Internacional de Energia apontou que a demanda mundial por consumo de energia deve aumentar em um terço nos próximos 25 anos. Caso, porém, esse crescimento aconteça com uso intenso de combustíveis fósseis, as emissões de CO2 aumentariam em 20% e a temperatura global poderia subir em 3,5°C acima dos níveis pré-industriais.

De acordo com os organizadores, o objetivo da Unced é “assegurar um comprometimento político renovado para o desenvolvimento sustentável, avaliar o progresso feito até o momento e as lacunas que ainda existem na implementação dos resultados dos principais encontros sobre desenvolvimento sustentável, além de abordar os novos desafios emergentes”. Os dois temas principais na conferência serão o quadro institucional para o desenvolvimento ambiental e uma economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável.

BRASIL DEBATE TEMA ECOLÓGICO

PREPARATIVOS PARA A RIO+20

Enquanto isso, o mundo se prepara para discutir essas questões ecológicas: no Rio de Janeiro, entre 4 e 6 de junho, haverá o Fórum Rio+20 (patrocinado pela ONU), que lembrará os 20 anos da Rio 92. A Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (UNCSD), organizada em conformidade com a Resolução 64/236 da Assembleia Geral (A/ RES/64/236), também ocorrerá no Brasil – de 20 a 22 do mesmo mês. O evento internacional servirá para marcar o 20º aniversário da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento (Unced), que também ocorreu no País, e o 10º aniversário da Cúpula Mundial sobre Desenvolvimento Sustentável (WSSD), ocorrida em Johanesburgo, em 2002. Com a presença de chefes de Estado e de Governo, além de outros representantes, a expectativa é de uma conferência do mais alto nível – sendo que dela resultará a produção de um documento político focado no tema ambiental.

Marie van der Hoeven, diretora-executiva da AIE

O Governo decidiu realizar três reuniões preparatórias antes da

Rio+20, sendo que a primeira ocorreu em maio de 2010, a segunda em março de 2011 e a terceira está prevista para acontecer pouco antes da própria conferência. Além disso, também foi decidido que três outras reuniões ocorreriam nesse período: duas no mesmo ano (2010) e a terceira, no mais tardar, oito semanas antes da Rio+20. O propósito desses encontros é discutir questões substanciais e procedimentais na preparação do evento. No Primeiro Comitê Preparatório, em maio de 2010, os estados-membros elegeram um Bureau de 10 membros (dois representantes de cada região) e o Brasil como membro para conduzir o processo preparatório e decidir sobre seu roteiro e a organização do trabalho. Em maio de 2010, o secretário-geral da ONU nomeou o subsecretário-geral de Assuntos Econômicos e Sociais como secretário-geral da conferência, sendo estabelecido nos quadros do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU um secretariado para ajudar o Bureau e o secretário-geral da Conferência, que é apoiado na execução de suas funções por dois coordenadores executivos e um grupo de conselheiros especiais. Todo esse trabalho vem sendo realizado em cinco áreas e serve também para o evento da UNCSD. COM INFORMAÇÕES

EFE

F E V E R E I RO

24_25_Ambiente.indd 25

P L E N I T U D E | 25

31/01/2012 17:09:50


A Itália ECONOMIA

ameaçada

ISM Agency/Getty Images

CRISE DO EURO SEGUE ABALANDO O CONTINENTE EUROPEU

D

CARLOS ANTÔNIO

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

urante anos, a Europa foi vista como uma ilha de prosperidade, principalmente após a adoção do euro, a moeda unificada que surgiu como solução para os problemas econômicos da região. Vinte anos depois, o bloco mergulhou em uma crise financeira causada pela indisciplina fiscal e o descontrole das contas públicas da maioria dos governos. A Grécia deu o pontapé inicial em direção à ladeira quando foi descoberto que o seu governo escondia seu nível de endividamento com balanços maquiados. A partir daí, outros países como Irlanda, Espanha e Portugal foram deixando cair a máscara, o que fez o euro descer ao nível mais baixo em quatro anos. Para tirar os países do buraco, a União Europeia (UE) e o FMI decidiram impor um duro e impopular plano de austeridade ao qual condicionam o socorro financeiro. A questão amedronta todos os 27 países-membros, mas ganhou contornos mais graves quando a até então poderosa Itália foi atingida pela crise. Para fontes da UE, a Itália é um país muito grande para ser socorrido, como aconteceu com a Grécia. Como alternativa desesperada, Alemanha e França, que lideram o bloco, acreditam que é fundamental uma reformulação

Mario Monti substituiu Silvio Berlusconi para tentar consertar a economia italiana

urgente, separando as nações ainda saudáveis daquelas que estão afundadas em dívidas, único meio visível para evitar a contaminação de todo o continente europeu. O problema da Itália, um dos gigantes da zona do euro, é mais preocupante porque o país ocupa uma posição fundamental para a segurança do continente por conta de sua proximidade com o Oriente Médio. Para José Luiz Niemeyer, coordenador do curso de Relações Internacionais do Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais (Ibmec), essa separação seria desastrosa para a saúde econômica da Europa porque o projeto da União Europeia se baseia na coesão do grupo, através de uma perspectiva política e econômica. Mesmo assim, em alguns países mais atingidos pela crise, já existe uma rejeição ao bloco. Ninguém quer se sentir atraído para o

fundo do poço por causa de um vizinho desastrado economicamente. Pesquisas recentes divulgadas por institutos de pesquisas europeus mostram que a rejeição ao bloco está crescendo. Em fevereiro de 2009, 32% dos europeus não viam qualquer vantagem no fato de seu país ser membro da UE, número que cresceu para 37% em maio do ano passado. Analistas não têm dúvidas de que uma nova pesquisa vai revelar índices de rejeição ainda maiores.

LOJAS VAZIAS

O maior reflexo de que a crise econômica chegou para ficar, em alguns países europeus, foi o período de festas no ano passado. As lojas nunca venderam tão pouco apesar de todas as facilidades colocadas à disposição dos clientes. Nem mesmo a liquidação, que normal-

26 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

26-27_Crise Euro.indd 26

31/01/2012 12:13:48


Epa

O euro já foi uma forma de união das nações europeias. Agora é peça de divergências

mente acontece nos primeiros dias do ano, motivou os consumidores, que estão guardando dinheiro para tempos mais difíceis. A crise parece ter ficado mais evidente na Itália, o templo de consumo da Europa. Todos esperam um 2012 difícil, com muito desemprego e pouco dinheiro circulando. No centro da crise da dívida que atormenta a Europa, a Itália, que substituiu o ministro Silvio Berlusconi por Mário Monti na chefia do governo, está colocando em prática um pacote de medidas que mudam as regras da aposentadoria e cria, pelo menos, 50 novos impostos. Além disso, 40 mil trabalhadores podem perder o emprego em 2012, o que já está causando uma reação dos sindicatos, que anunciam grandes movimentos grevistas para proteger os assalariados. Energia elétrica, transporte, pedágio, comida e gasolina são alguns dos itens que vão subir de preço nos próximos meses. De acordo com estimativas da Federação dos Consumidores da Itália, a nova realidade econômica vai fazer com que cada família pague € 2,1 mil (R$ 4,5 mil).

que seja possível evitar uma recessão na zona do euro. Ela explica que o panorama está melhorando aos poucos porque o cenário econômico vem sofrendo lenta, mas progressiva, melhora nos últimos meses. Para Lagarde, mesmo se alguns países da zona do euro estiverem tecnicamente em recessão, em parte ou em todo o ano de 2012, a zona como um todo pode não estar, porque as economias são muito diferentes, navegando em taxas de crescimento diferentes, o que pode evitar a recessão no geral. A opinião da diretora do FMI alivia um pouco a comunidade internacional, que vive sobressalta-

da com os efeitos de uma recessão profunda no continente europeu. Relatório divulgado por grupo de peritos da Chatham House, empresa especializada em análises financeiras e sediada na Inglaterra, prevê que a economia mundial poderia suportar uma desordem generalizada durante apenas uma semana. O estudo lembra que a economia mundial está muito frágil, o que a deixa particularmente vulnerável a golpes imprevistos. De acordo com analistas, até 30% do PIB dos países desenvolvidos poderiam ficar comprometidos em caso de um desastre natural, especialmente nos setores manufatureiro e turístico. Divulgação

EVITANDO A RECESSÃO

Christine Lagarde, diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), ainda acredita

Recessão é fantasma na Europa, mas líderes tentam buscar soluções urgentes F E V E R E I RO

26-27_Crise Euro.indd 27

P L E N I T U D E | 27

31/01/2012 17:21:38


Hora de escolher a escola para o filho EDUCAÇÃO

Fotos: Fotolia

DISCIPLINA E SOCIALIZAÇÃO SÃO COMPROMISSOS EDUCACIONAIS EM SALA

U

EDIR LIMA

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

ma das mais árduas tarefas no início do ano é decidir em que escola matricular o filho. Afinal, escolher quem vai ajudar a formá-lo é uma decisão importantíssima para os pais. Segurança, estrutura, divisão de grupos por idade e socialização são itens relevantes.

De acordo com os educadores, o item principal a observar é a disciplina. Como é a relação de autoridade? Uma das avaliações é quanto à personalidade do filho. Se ele é muito tímido, é melhor colocá-lo em uma escola de turmas pequenas, que valorize a expressão individual. Salas

28 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

28_29_Educacao.indd 28

31/01/2012 17:23:08


grandes, onde só o professor fala, não vão ajudá-lo a se desinibir. A pedagoga Wanda Lucimar Medeiros, 39 anos, coordenadora de pós-graduação em Gestão Pedagógica de instituições educacionais, ressalta que muitos pais procuram compensar perdas na escola. “Temos exemplos de mães solteiras que preferem escolas militares para suprir a falta da figura masculina. Pais permissivos que procuram uma escola rígida para domar seu filho. Isso dificilmente dá certo”, comenta.

tas na unidade. Para este ano, isso deve ocorrer com maior intensidade”, avalia o especialista. “Um dado que chama a atenção e passa muita segurança é o fato de o porteiro conhecer a criança e identificar o rosto do responsável que vai pegá-la. Isso não tem preço para os pais. Compensa muito o investimento. Outro dado é que não importa a idade, o adolescente só pode sair sozinho com autorização dos pais”, aponta a educadora Thais Meneses.

ESCOLA PÚBLICA

A orientadora educacional Helena Jugens chama a atenção para a divisão por idade. Na opinião dela, a escola deve receber cada faixa etária em um espaço separado. Crianças da primeira série não devem passar o intervalo com as de 5ª, pois podem se machucar. “São comportamentos muito diferentes. Os mais frágeis não podem conviver com alunos de médio porte. Normalmente, nesses ambientes ocorrem riscos de acidentes”, analisa.

A visita ao colégio, a observação das condições físicas e do mobiliário e as impressões gerais do corpo docente são fundamentais para uma decisão. Se a escola não agradou porque parece suja ou porque há reclamações sobre professores que faltam demais, melhor evitar essa instituição. Depois do olhar individual, há dois indicadores a observar: o Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e a nota no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). O Ideb é um indicador elaborado a partir das notas da Prova Brasil e do Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica).

SEGURANÇA

José Cláudio Pires, consultor em Educação, aponta a segurança como o item de maior preocupação dos pais atualmente. Segundo ele, a tragédia na Escola Municipal Tasso da Silveira, no bairro de Realengo, na Zona Oeste do Rio, em abril do ano passado, quando um jovem de 23 anos matou 11 alunos e feriu 13, só fez aumentar o medo com a falta de segurança nas escolas. “Depois daquela tragédia, o medo voltou a rondar as escolas. Os pais passaram a perguntar mais sobre segurança, métodos, critério para o acesso e circulação de pessoas adul-

DIVISÃO POR IDADE

ESTRUTURA

O professor e orientador educacional Washington Tifoli salienta que o importante é como os alunos interagem com a estrutura. Para ele, é fundamental que as salas sejam ventiladas e espaçosas. Uma medida básica é verificar se brinquedos, carteiras e banheiros são adaptados ao tamanho de seu filho. Tifoli acrescenta que no ensino básico é fundamental que, além de carteiras e lousa, haja armários onde guardar o material para trabalhos manuais dos alunos. Segundo ele, o uso de diferentes linguagens deve ser estimulado (escrita, vídeo, música e desenho). "A escola deve estar preparada para atender a pequenas emergências e encaminhar problemas mais graves. É importante que a escola mantenha

uma ficha médica atualizada de cada aluno, com informações sobre alergias, doenças infantis e contatos para emergência", analisa.

SOCIALIZAÇÃO

Washington Tifoli considera o poder de socialização um diferencial na hora de escolher a escola do filho. Nesses casos, alguns estabelecimentos procuram identificar hiperativos e bagunceiros, para uma atenção especial, além de integrar tímidos e os que sofrem bullying (perseguição). “As reuniões com os pais devem ocorrer mais de uma vez por ano. Elas são imprescindíveis para integrar a escola com os responsáveis pelos alunos”, frisa.

ATENDIMENTOS ESPECÍFICOS

Joana Machado, psicóloga e consultora em educação, chama a atenção para a valorização do ritmo do estudante e das suas necessidades especiais. Segundo ela, é natural que alunos apresentem diferenças em seu desenvolvimento em relação ao grupo. “Alguns demoram a ler, outros fazem isso com muita facilidade. Essas diferenças devem ser respeitadas e o professor é quem passa o respeito que deve existir entre os alunos. Essa relação com as diferenças enriquece muito o crescimento da criança e do adolescente”, analisa.

REFORÇO

Aulas extras, de reforço ou atividades diferentes como projetos, gincanas, música e natação fazem parte do pacote de atrativos que uma escola pode oferecer e que agradam em cheio aos pais. “Quanto mais o aluno estiver envolvido com a escola, maior será a satisfação dos pais”, compara Washington Tifoli.

F E V E R E I RO

28_29_Educacao.indd 29

P L E N I T U D E | 29

31/01/2012 17:23:24


Aids a luta SAÚDE

continua

TRINTA E UM ANOS DEPOIS DO PRIMEIRO CASO DA DOENÇA, PESQUISAS E CAMPANHAS AVANÇAM PARA BANIR A EPIDEMIA, QUE JÁ MATOU 34 MILHÕES DE PESSOAS Fotos: Fotolia

AMILTON S. LOPES

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

T

rinta e um anos após o surgimento do primeiro caso de Aids no mundo, a cura da doença ainda não foi descoberta. Entretanto, os investimentos, aliados a doações do mundo todo, não param de ser feitos. Enquanto isso, 34 milhões de pessoas – a maioria no continente africano –, de acordo com relatório recente da Organização Mundial de Saúde (OMS), convivem com o HIV à espera de uma boa notícia da medicina. Os coquetéis são a alternativa para controlar o vírus no organismo, podendo ser diagnosticada uma "não detecção" no sangue por meio de exames específicos como carga viral e CD4. Mas já existem pesquisas importantes que trazem à tona a esperança de cura por meio de vacinas que inibem a ação do HIV no corpo, “desarmando-o” – cientistas espanhóis garantem uma eficácia de 90% no combate ao vírus. Outra frente de estudos cria também otimismo quanto a uma vacina ao constatar a existência de anticorpos “poderosos”, que são os defensores do sistema imu30 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

30_31_Aids.indd 30

31/01/2012 17:24:34


nológico contra quaisquer tipos de enfermidades.

PREVENÇÃO

Para os especialistas, a prevenção é a melhor forma de frear o contágio desta DST (doença sexualmente transmissível), através do uso de preservativos e tomando os devidos cuidados ao realizar transfusões de sangue. Campanhas na mídia são realizadas, mas geralmente ganham mais ênfase em períodos de grandes festas, como Carnaval e Ano Novo, ou no Dia Mundial de Combate à Aids, em 1º de dezembro. Uma das grandes preocupações das autoridades sanitárias é o diagnóstico tardio, que pode levar à morte. Por conta disso, só no Brasil – país que é referência no tratamento e pesquisa da doença, principalmente a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) – em torno de 12 mil pessoas morreram ano passado. O longo tempo de exposição torna o vírus mais resistente e faz com que se multiplique de forma extremamente rápida. O resultado é que o soropositivo (indivíduo infectado), independente da idade, passa a sofrer com as doenças oportunistas, principalmente pneumonia e tuberculose. As mulheres grávidas devem ter atenção redobrada e realizar o teste anti-HIV a fim de garantir a saúde dela e do bebê.

OBSTÁCULOS

A ignorância, o medo do resultado, o preconceito (homofobia), entre outros fatores, agravam ainda mais o quadro do soropositivo. Quando a doença começou, os homossexuais eram considerados os principais "culpados". Mas, com o passar dos anos, cresceu sobremaneira o número de heterossexuais contaminados. Atualmente, com o frequente uso de remédios contra a disfunção erétil, aumentou o número de pessoas da terceira idade soropositivas, quebrando definitivamente a ideia de que só homossexuais contaminavam parceiros sexuais. Na opinião da coordenadora do Programa de DST/Aids de São Paulo, Maria Clara Gianna, se o diagnóstico for tardio, “a pessoa tende a iniciar o tratamento num estado imunológico muito baixo, o que pode agravar o quadro clínico”. Ela lembra que o medo de fazer o teste anônimo de Aids agrava a situação. “Muitas pessoas não chegam ao diagnóstico porque desconhecem que o exame pode ser feito gratuitamente

no Sistema Único de Saúde (SUS)”, diz. Estes exames, além de gratuitos, trazem o resultado em apenas 15 minutos; um grande avanço, já que costumavam levar mais de 30 dias.

AUTOESTIMA

Um dos aspectos que mais comprometem a saúde de uma pessoa com HIV é o seu estado psicológico. Para os especialistas, a autoestima é uma das armas mais poderosas para vencer a doença, antes que ela vença o soropositivo. Depressão e medo podem levar ao desespero, mas quando isso ocorre é por absoluta falta de informação. A Aids (ou Síndrome da Imunodeficiência Adquirida) é, hoje, considerada doença crônica, ou seja, pode-se (con)viver com o vírus por toda a vida do mesmo modo como acontece com uma pessoa com diabetes ou hipertensão. Infelizmente, o vírus da Aids também sofre mutações, já que as pessoas, de um modo geral, ainda fazem sexo sem preservativo, surgindo novos tipos de vírus, como o HIV-2. Segundo os infectologistas, é preciso mais atuação de políticas públicas práticas para que esses números diminuam a cada ano. Em denúncia recente feita por Alessandra Nilo, secretária regional da Laccaso (Conselho Latino-Americano e Caribenho de ONG/Aids), mais de R$ 140 milhões deixaram de ser investidos em prevenção e tratamento no Brasil, por governos e prefeituras, seja por “negligência, omissão ou incompetência”. “O otimismo quanto às pesquisas

para a cura da Aids arrefeceu porque o mundo passa por uma crise econômica que faz os países estabelecerem prioridades. Com isso, o Fundo Global para a Luta Contra a Aids, Tuberculose e Malária, instituição público-privada, patrocinadora mundial de programas de prevenção e tratamento de HIV, está com recursos reduzidos, obrigando o cancelamento de pesquisas em diversos países”, lamenta o psiquiatra carioca Leonardo Maia.

É POSSÍVEL

Os especialistas orientam as pessoas a:

* fazer o teste anti-HIV sempre que possível; * buscar qualidade de vida através de boa alimentação e prática de exercícios; * não ter comportamento de risco; * informar-se acerca da Aids para evitar o preconceito e a ignorância.

Sobre o otimismo, o diretor executivo da Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids), Michel Sidibé, escreveu: “Eu acredito em um mundo onde existam: zero novas infecções pelo HIV; discriminação zero; zero mortes relacionadas à Aids. Esta é a nova visão da Unaids, é a nossa paixão, nosso compromisso, nossa determinação. Há alguns anos poderíamos apenas sonhar com um dia como este, mas, hoje, sabemos que podemos tornar isso uma realidade.” Se você deseja obter informações sobre a Aids e locais para testes anônimos, acesse: http://sistemas.aids.gov.br/ fiquesabendo/ F E V E R E I RO

30_31_Aids.indd 31

P L E N I T U D E | 31

31/01/2012 17:25:50


SAÚDE

Reprodução

Lúpus,

doença misteriosa CONSULTAR UM REUMATOLOGISTA É FUNDAMENTAL PARA ACELERAR DIAGNÓSTICO

A

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

té pouco tempo atrás, não se falava muito do lúpus. Mas a doença vem sendo comentada desde que, no ano passado, a cantora Lady Gaga anunciou em entrevista ao programa “Larry King Live”, nos Estados Unidos, ser portadora. Segundo explicou a artista, a doença é proveniente de histórico familiar, embora ela não apresente os sintomas característicos. Ainda assim, confirmou estar em tratamento. Estima-se que cerca de 1% da população mundial – aproximadamente 70 milhões de pessoas, 2 milhões no Brasil – seja portadora da doença. O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença crônica autoimune que causa inflamações em várias partes do corpo, especialmente na pele, juntas, sangue e rins. “A doença imunológica se caracteriza por um desequilíbrio entre a produção de anticorpos e a inibição da produção dessas proteínas. É como se o organismo estivesse o tempo todo estimulado a produzir proteínas de defesa”,

explica Evandro Klumb, professor de reumatologia da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) e coordenador do Ambulatório de Nefrite Lúpica do Hupe/Uerj. Possivelmente, os fatores hormonais seriam responsáveis pela maior incidência do lúpus entre as mulheres de 20 a 40 anos, haja vista o aumento dos sintomas que ocorre antes do período menstrual e durante a gravidez. Particularmente, o estrogênio (hormônio feminino) estaria relacionado à doença. Quanto à idade, o lúpus pode surgir em qualquer faixa etária e os sintomas são os mesmos nos homens e nas mulheres. “A maioria das pessoas com lúpus tem dor e inchação das articulações. Neste caso, procurar um reumatologista pode acelerar o diagnóstico. Ocorre que, em alguns casos, a pessoa só tem febre e aí acaba tendo uma demora maior para que o diagnóstico seja estabelecido”, explica. De acordo com o especialista, 90% dos pacientes têm as articulações afeta-

das, 40% apresentam aftas na boca ou no nariz, e 40% a 50% inflamação na pleura ou na membrana que recobre o coração. “Além disso, em metade dos casos, há problemas nos rins e manchas na pele; já cansaço e anemia acometem a maioria das pessoas quando a doença está em atividade”, informa.

DOENÇA SE MANIFESTA DE TRÊS FORMAS

Lúpus cutâneo: forma que afeta a pele. É identificado por inflamações cutâneas que aparecem na face, nuca e couro cabeludo. Aproximadamente 10% das pessoas com esse tipo de lúpus podem evoluir para o lúpus sistêmico, que muitas vezes afeta quase todos os órgãos ou sistemas do corpo. Lúpus sistêmico: costuma ser mais grave que o cutâneo e, como o nome diz (sistêmico = que envolve o organismo como um todo ou em grande parte), pode afetar quase todos os órgãos e sistemas. Em algumas pessoas, predominam lesões apenas na pele e

32 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

32-33_Lupus.indd 32

31/01/2012 17:26:30


nas juntas; outras podem ter as juntas, rins, pulmões e sangue afetados. Entretanto, outros órgãos e tecidos também podem ser atingidos. Lúpus induzido por drogas: ocorre como consequência do uso de certas drogas ou medicamentos. Os sintomas são muito parecidos com os do lúpus sistêmico. Algumas drogas já foram detectadas como facilitadoras do desenvolvimento de lúpus. É o caso, por exemplo, da hidralazina, medicamento para tratamento da hipertensão, ou da procainamida, usada para tratamento de certos tipos de arritmias cardíacas.

CAUSAS

O lúpus não é contagioso e sua causa é desconhecida. Suspeita-se haver relação entre a doença e os seguintes fatores: * Luz solar; * Estresse; * Certos medicamentos; * Vírus; * Hormônios (o lúpus é mais comum em mulheres durante a vida fértil); * Problemas com o sistema imunológico.

SINTOMAS E DIAGNÓSTICO

De acordo com o reumatologista Haim Maleh, do Centro da Reumatologia e Ortopedia de Botafogo, na Zona Sul do Rio, os sintomas da doença variam de paciente para paciente, porém os mais frequentes são dores articulares, erupções cutâneas, principalmente nas áreas expostas ao sol, manchas na pele, vermelhidão no nariz e nas faces em forma de asa de borboleta, ulcerações orais (feridas no nariz e na boca), inflamação da pleura e do pericárdio, anemia, alterações dos glóbulos brancos e plaquetas e doença renal. O diagnóstico do LES deve ser realizado preenchendo-se certos critérios clínicos e de exames laboratoriais específicos pedidos pelo médico especialista na doença. “O tratamento depende muito dos sintomas apresentados pelo paciente. Um dos medicamentos que podem ser usados é a Cloroquina, indicada para tratar manifestações de pele”, orienta o reumatologista. De acordo com o dr. Haim Maleh, o portador de lúpus deve evitar exposição ao sol. “O uso de bloqueadores solares é recomendado a todos os pacientes”, frisa.

CURA PELA FÉ

Cedida

anti-inflamatórios. “O tratamento visa ao reequilíbrio do sistema imunológico e se baseia no uso medicamentoso de Cloroquina, corticoides e, eventualmente, imunossupressores e fotoprotetores”, orienta o dr. Evandro Klumb, que alerta quanto ao uso indiscriminado. “Nenhum medicamento deve ser usado sem orientação médica, pois pode prejudicar o tratamento”, alerta.

LIMITAÇÕES

Durante dois anos, a comerciante Érica Regina Rodrigues Pereira, 26 anos, foi acometida por lúpus. Inchaço nas juntas, mãos, joelhos, queda de cabelo, manchas no rosto e pés foram alguns dos sintomas que Érica apresentou, conforme relata. “Eu sentia muitas dores. Tinha de tomar analgésicos de hora em hora para minimizá-las. Sem contar os demais remédios que deveria tomar pelo resto da minha vida”, lembra. Foi por intermédio do exercício da fé em Deus que Érica diz ter encontrado o fim desse sofrimento. “Fiz os propósitos de fé pela minha cura na Igreja Universal e, hoje, estou livre da doença. Não sinto mais dores nem sequer tenho manchas em meu rosto. Elas desapareceram juntamente com as dores nas articulações”, testemunha a comerciante.

TRATAMENTO

Embora a doença não tenha cura para a medicina, o tratamento tem a finalidade de proporcionar qualidade de vida aos pacientes, com o menor número possível de medicamentos, que vão desde analgésicos aos mais fortes

Pacientes com lúpus têm que se acostumar às limitações impostas pela doença. Devem também estar cientes de que precisarão tomar medicamentos pelo resto da vida, além de ter hábitos como não pegar sol. Essa realidade leva muitos ao estresse e até à depressão. A auxiliar de enfermagem Erika Tocantins, 24 anos, sofre com lúpus desde os 13. Ela segue prescrições médicas à base de corticoides e analgésicos quando as dores atacam pés, mãos, joelhos e costas. “É uma sensação horrível, como se meus ossos estivessem sendo amassados." É diferente do reumatismo, pois este atinge os ossos; já o lúpus é um tipo grave de reumatismo que abala os órgãos internos, a começar pelos rins. O pior, segundo Érica, são as alterações do humor. “Sinto-me triste e choro sem motivo aparente. Para levantar da cama é uma dificuldade quando as dores persistem. Para amenizá-las, tomo analgésicos. Nos dias frios, é um pavor. As dores intensificam e as inchações pelo corpo são terríveis. Hoje, sei que dependo dos remédios todos os dias (ao todo cinco) para controlar os sintomas da doença e poder levar uma vida normal”, conta. ANA PAULACARAÚJO OLABOROU Fotolia

F E V E R E I RO

32-33_Lupus.indd 33

P L E N I T U D E | 33

31/01/2012 17:26:43


ESTUDOS BÍBLICOS BISPO EDIR MACEDO

A Era do milên Aqui temos o desfecho do Apocalipse. Este livro resume o Antigo e o Novo Testamentos, e ainda nos dá uma visão panorâmica da glória futura daqueles que viveram para servir ao Senhor e Salvador Jesus Cristo. E uma das grandes maravilhas do Apocalipse é obrigar o leitor a tomar uma decisão definitiva: aceitar ou rejeitar o Filho de Deus como Senhor e Salvador! Sim! É impossível a pessoa tomar conhecimento das suas revelações e ainda assim se manter entre o sim e o não. A pessoa que tem o privilégio de ter acesso às revelações aqui contidas é porque o Espírito Santo lhe tem dado a maior chance para transformar a sua vida por completo! No Apocalipse, vemos Israel na sua grande tribulação e na sua maravilhosa salvação. Vemos a Igreja do nosso Senhor glorificada como noiva e o cumprimento profético dos terríveis juízos purificadores sobre a Terra. Contemplamos o novo Céu, a nova Terra e a Nova Jerusalém. Além disso, como âmago absoluto, vemos a gloriosa majestade de Deus e do Cordeiro sobre o trono e os Seus servos Lhe servindo por toda a eternidade! E, então, a nós é assegurado que essas palavras são fiéis e verdadeiras (Apocalipse 22.6). O caráter divino do Apocalipse, de sublimidade superior

a qualquer avaliação humana, está relacionado também com a sua inspiração divina: “...O Senhor, o Deus dos espíritos dos profetas, enviou seu anjo para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer.” (Apocalipse 22.6) Quer dizer que é o mesmo Senhor que chamou Isaías, Jeremias, Ezequiel, Daniel e outros. E aí podemos ver também a unidade do Filho e do Pai, pois o Deus dos espíritos dos profetas (Apocalipse 22.6) é o Deus-Pai. E “Eu, Jesus, enviei...” (Apocalipse 22.16) é o Deus-Filho, o que vem confirmar a confissão do nosso Senhor, quando disse “Eu e o Pai somos um” (João 10.30). O Senhor diz ainda: “E eis que venho sem demora, e comigo está o galardão que tenho para retribuir a cada um segundo as suas obras.” (Apocalipse 22.12) A sétima e última bem-aventurança do Apocalipse se encontra no versículo 14 deste último capítulo. E o que nos chama a atenção é a ênfase que o Senhor dá com respeito à guarda do que está neste livro. Logo no início, temos: “Bem-aventurados aqueles que leem e aqueles que ouvem as palavras da profecia e guardam as coisas nela escritas, pois o tempo está próximo.” (Apocalipse 1.3) Nenhum outro livro da Bíblia enfatiza tanto a importân-

cia das suas palavras quanto o Apocalipse. Por quê? Segundo a nossa fé, e também a nossa própria experiência, este livro prepara o corpo de Cristo, a Igreja, e especialmente o cristão, para sustentar a sua fé, esperança e amor na Pessoa do Senhor Jesus Cristo. Sim, pois foi justamente durante o maior período de tribulação, de angústia e dor que encontramos nele recursos para sustentar a nossa fé. Ele tem sido para nós a água e o pão do deserto! Cremos que o Senhor, através das revelações contidas no livro do Apocalipse, quer nos mostrar os diferentes degraus que cada um tem de subir para chegar à Nova Jerusalém: “Eu, João, sou quem ouviu e viu estas coisas. E, quando as ouvi e vi, prostrei-me ante os pés do anjo que me mostrou essas coisas, para adorá-lo. Então, ele me disse: Vê, não faças isso; eu sou conservo teu, dos teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.” (Apocalipse 22.8,9) O apóstolo aqui assevera que foi ele quem ouviu e viu todas estas visões proféticas. Mas as palavras que ouviu (Apocalipse 22.12) despertaram nele o desejo de se ajoelhar diante do anjo, que imediatamente o repreendeu, dizendo: “...Vê, não faças isso; eu sou conservo

34 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

34_35_Estudos biblicos.indd 34

31/01/2012 17:27:10


lênio sabático teu, dos teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro. Adora a Deus.” (Apocalipse 22.9) Esse tipo de erro tem sido muito comum nas igrejas, pois quando uma pessoa recebe uma graça, por intermédio de um servo de Deus, é natural que ela seja envolvida por uma alegria tão gloriosa e tão magnífica que passa a confundir gratidão com adoração. Isto é gravíssimo! O verdadeiro servo de Deus jamais aceita esta honra, pois ela é o tipo de expressão que corrompe o coração. Quando o homem é de Deus, ele se recusa a aceitar qualquer expressão de gratidão por parte daqueles que, através do seu ministério, foram alcançados pelo Espírito Santo. Pelo contrário, ele tem a obrigação de transferir imediatamente toda a honra e toda a glória para o Senhor Jesus Cristo! Exatamente como fez o anjo com o apóstolo João, colocando-se, inclusive, no mesmo nível de servo que ele, quando disse: “... eu sou conservo teu, dos teus irmãos, os profetas, e dos que guardam as palavras deste livro...” (Apocalipse 22.9) João recebeu ainda uma ordem: “Disse-me ainda: Não seles as palavras da profecia deste livro, porque o tempo

está próximo.” (Apocalipse 22.10) Ele não deveria, portanto, selar ou esconder o conteúdo de tudo aquilo que viu e ouviu; pelo contrário, deveria cuidar para que as revelações recebidas tivessem a mais ampla divulgação na Igreja, entre os servos. E esta ordem hoje se estende para todos os verdadeiros servos do Altíssimo. Portanto, quem se considera de Deus tem a obrigação de divulgar as palavras proféticas do Apocalipse! Até porque, logo nos primeiros versos, está dito: “Revelação de Jesus Cristo, que Deus lhe deu para mostrar aos seus servos as coisas que em breve devem acontecer e que ele, enviando por intermédio do seu anjo, notificou ao seu servo João, o qual atestou a palavra de Deus e o testemunho de Jesus Cristo, quanto a tudo o que viu.” (Apocalipse 1.1,2) O que significa dizer que Deus revelou ao Seu Filho Jesus, para que Ele revelasse aos Seus servos as coisas que acontecerão em breve. Em seguida, o Senhor Jesus ordenou a João que ele escrevesse em livro tudo o que visse, e enviasse às sete igrejas da Ásia (Apocalipse 1.11). Ora, o que são as igrejas da Ásia senão os diferentes tipos de cristãos do mundo

inteiro? Daí, os servos têm a obrigação de revelar para os demais servos as coisas que em breve devem acontecer, objetivando o preparo espiritual da Igreja-noiva para receber o Noivo. E se há dois mil anos já era breve, imagine agora, quando vivemos na Era do milênio sabático! E assim como nos dias que antecederam ao dilúvio, quando os homens não davam a mínima importância à Palavra de Deus (Gênesis 6.11,12), também o mesmo acontece nos dias atuais. E com um agravante: naquela ocasião, somente Noé dava testemunho da fé em Deus, mas hoje a Palavra de Deus é abundantemente divulgada por centenas de milhares de servos espalhados por todo o mundo, e por todos os meios de comunicação. A Bíblia tem sido o livro mais lido e vendido no mundo. E mesmo assim a corrupção espiritual, moral, social e política se alastra por todas as nações. Ao mesmo tempo em que o anjo exorta o apóstolo a anunciar as palavras da profecia, ele chama a atenção daqueles que estão pouco se importando com elas, dizendo: “Continue o injusto fazendo injustiça, continue o imundo ainda sendo imundo...” (Apocalipse 22.11) F E V E R E I RO

34_35_Estudos biblicos.indd 35

P L E N I T U D E | 35

31/01/2012 17:27:20


NACIONAL IURD

Por uma transform a

total e comp le Cedida

IVONETE SOARES

BISPO EDIR MACEDO CLAMA A DEUS EM PROL DE MILHÕES DE PESSOAS, DIRETO DO MONTE DA TRANSFIGURAÇÃO

P

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

or uma transformação completa de vida. Esta foi a proposta da campanha inédita realizada pela Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) em todo o mundo e que se encerrou no último dia 15 de janeiro, com a transmissão de uma mensagem de fé do líder e fundador da IURD, bispo Edir Macedo, diretamente do Monte Tabor, mais conhe-

cido como Monte da Transfiguração (montanha com densa vegetação localizada a 17 quilômetros do Mar da Galileia, com 575 metros de altitude), em Israel. Da mesma forma que, neste lugar – enquanto orava junto a três dos discípulos –, o Senhor Jesus teve a aparência do seu rosto resplandecida como o sol e as roupas brancas como

36 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

36-37_Nacional.indd 36

31/01/2012 17:43:30


m ação

p leta a luz (leia em Mateus 17.1-9), o propósito desta campanha foi promover uma verdadeira transfiguração na vida daqueles que creram. O clamor, realizado pelo bispo Macedo – ao lado dos bispos Romualdo Panceiro, Clodomir Santos, Darlan Ávila, Marcus Vinícius, Renato Cardoso e Júlio Freitas –, foi transmitido às 9h30, por meio de videoconferência, para todos os templos da IURD e pela IURDTV (www.iurdtv.com), sendo acompanhado por milhões de pessoas ao redor do mundo. Do alto do Monte, o bispo, admirado, fez questão de frisar que era a primeira vez que estava naquele lugar, explicando a todos que o que mais lhe chamou a atenção foi o vale do Armagedon, ao fundo, lugar escolhido por Deus para uma grande batalha que terminará com a separação dos salvos e dos condenados. O bispo também ressaltou que da mesma forma como Deus manifestou-Se aos grandes heróis do passado nas Escrituras Sagradas, assim aconteceria na vida dos que usassem a fé. “A fé é um poder que cada um tem dentro de si. Quando ela está em baixa, as dúvidas estão em alta e você pode ter dinheiro e sucesso, mas sempre será fracassado. Já o Espírito de Deus faz com que a fé tome o lugar das dúvidas. Assim, a pessoa passa a acreditar em Deus e em si própria. E, uma vez isso acontecendo, ninguém a segura, pois Deus a capacita para enfrentar o inferno e o que vier pela frente”, disse. Assista ao vídeo com a mensagem completa no blog do bispo Macedo: http://www.bispomacedo.com.br.

Acontece na IURD - Brasil CONSAGRAÇÃO DO TF TEEN NA PARAÍBA

Os conselheiros do grupo de pré-adolescentes (TF Teen) participaram recentemente de uma consagração. A cerimônia simboliza a capacitação para o trabalho. O pastor Leandro Queiroz, responsável pelo trabalho evangelístico da IURD no Estado da Paraíba, falou sobre a importância dos voluntários e conselheiros para o grupo, cujos membros têm de 11 a 14 anos de idade, que atuam em projetos sociais, como a luta contra o bullying.

IURD TV DIRETO DO PELOURINHO

Salvador/BA – Câmeras, microfones e tantos outros equipamentos para transmissão de televisão. Nada disso é novidade no Centro Histórico de Salvador, na Bahia. O local, um dos principais cartões-postais brasileiros, serve há tempos de cenário para filmes, vídeos publicitários e até clipes internacionais. Mas nunca foi palco de um “Duelo dos Deuses”. Pois é, a IURD TV tratou de fazer história no lugar considerado Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e a Cultura, a Unesco. O programa “Duelo dos Deuses” foi apresentado, ao vivo, pelo bispo Guaracy Santos e o pastor Leno Luís, direto do Terreiro de

Ticiana Bitencourt

Jesus, no Pelourinho, em plena sexta-feira 13, das 9h às 10h. O lugar, conhecido pelas manifestações culturais e tradições religiosas, deu espaço para mensagens de fé e libertação. Ao final da atração, bispo Guaracy convidou os telespectadores, internautas e ouvintes a participar de uma oração em busca de milagres.

TEMPLO DE SALOMÃO

Quem passa pelo canteiro de obras da construção da réplica do Templo de Salomão, no bairro do Brás, em São Paulo, não deixa de observar a grandiosidade do megaempreendimento. Com a conclusão do processo estrutural das sete primeiras colunas – com 30 metros de altura cada – e das outras três que estão sendo erguidas e medirão mais de 50 metros, dá para se ter uma ideia do que vem pela frente. Recentemente, o bispo Edir Macedo visitou o local. “As colunas são fundamentais. Sem elas, nenhuma estrutura permanece em pé. Você é a coluna do templo de Deus, por isso, tem

de ser um vencedor. Não estou falando de vencer somente na vida financeira, sentimental, familiar ou conquistar coisas materiais, mas vencer na vida espiritual, conquistar a salvação", explicou. Quem deseja acompanhar a obra de forma simultânea deve acessar o site: http://www.otemplodesalomao.com/ Doações podem ser feitas através das seguintes contas bancárias: Banco Bradesco – agência 3396-0, conta corrente 0240-2; Banco do Brasil – agência 3221-2, conta corrente 1257-2. F E V E R E I RO

36-37_Nacional.indd 37

P L E N I T U D E | 37

01/02/2012 12:27:54


INTERNACIONAL IURD

Inauguração em

Houston BISPO RENATO CARDOSO CONSAGROU NOVO CENÁCULO DO ESPÍRITO SANTO

Fotos cedidas

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

R

ecentemente, o bispo Renato Cardoso inaugurou o novo Cenáculo do Espírito Santo na cidade de Houston, no Texas, EUA. A IURD abriu suas portas no local há 18 anos, sendo esta a primeira vez que conta com uma obra desse porte em solo texano, num lugar construído exclusivamente para ser o Cenáculo de La Fe (nome em espanhol, a língua falada nas reuniões), visando atender milhares de pessoas que chegam enfrentando os mais diferentes problemas. Durante a pregação, bispo Renato falou sobre a construção: “Este era um lugar vazio, só tinha lixo e pedras. Em menos de um ano surgiu o que você vê agora, e nem foi Deus quem trabalhou para edificá-lo. Deus, sim, providenciou os meios, abençoou as pessoas, mas Ele não desceu do céu para trabalhar. Foi um projeto feito pelas mãos de homens. Agora eu pergunto: se a mão de Deus trabalhar em sua vida em um ano, o que é possível acontecer? Você nem pode imaginar, você não tem ideia do que Ele é capaz de fazer em sua vida.” O bispo seguiu explicando de que maneira Deus pode fazer esse tipo de mudança total na vida dos que creem, para que, em 2012, nesta mesma época, suas vidas sejam totalmente transformadas, a exemplo de Abraão e Sara, quando o anjo lhes disse que, dentro de um ano, ela teria um filho. Bispo Renato e sua esposa, Cristiane Cardoso, estavam muito felizes por participarem deste momento tão especial. Antes de começar a apre-

FÉ E BUSCA: Participantes orando durante a inauguração Divulgação

PROJETO

sentar o programa ‘The Love School’, eles realizaram um importante trabalho missionário no Texas por quase quatro anos. O Cenáculo tem capacidade para 1.130 pessoas no salão principal e 200 na nave auxiliar. O local conta ainda com salas para escolinha, atendimento, grupo jovem, reuniões, livraria, refeitório, estúdio de televisão e escritórios.

Antes de cada reunião, foi realizado o lançamento do livro "La Mujer V" (versão em espanhol do livro "A mulher V"), que contou com a presença da escritora e autora Cristiane Cardoso. Para mais informações, visite o site: http://pt.universal.org CRISTIANE ALVES COLABOROU

38 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

38-39_Internacional.indd 38

01/02/2012 12:28:17


Como alcançar a felicidade PARTICIPANTES DE REUNIÃO NA IURD DO JAPÃO APRENDEM O CAMINHO DE UMA VIDA PLENA

M

Cedida

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

uitos se perguntam como fazer para alcançar a felicidade. Olham para suas vidas e veem somente problemas e nenhuma solução. Durante a Concentração de Fé e Milagres, em recente domingo no Cenáculo do Espírito Santo, em Hamamatsu, no Japão, os participantes aprenderam o segredo para conquistar uma vida plena. Durante o encontro, o pastor Valdir Souza realizou orações e ministrou o batismo com o Espírito Santo. Dentro do propósito dos 21 dias do Jejum de Daniel, milhares de pessoas em todos os Cenáculos do Espírito Santo no Japão e milhões em todo o mundo estão na fé com a finalidade de receberem a plenitude de Deus. No decorrer da reunião, todos os participantes ouviram a mensagem do bispo Edir Macedo, que, mencionando a passagem bíblica de Jó 22.23-28, lembrou a forma correta para se alcançar uma vida feliz em todos os sentidos: “Deus disse que se te converteres ao Todo-Poderoso e não a uma igreja, religião ou ao homem, mas Àquele que pode mudar qualquer situação que você esteja vivendo, Ele vai restabelecer muito além do que você tinha”, ressaltou. O bispo ensinou ainda que quando a pessoa se afasta da injustiça, ou seja, tira da sua vida tudo o que é injusto, errado e que contraria a verdade, e ainda não se apega à riqueza, aos bens materiais, o Todo-Poderoso será o seu ouro. “Deus fará de você uma pessoa feliz, preencherá a sua vida totalmen-

JEJUM: Milhares de pessoas nos Cenáculos do Espírito Santo do Japão estão no propósito de receber a plenitude de Deus

te. E quando você orar, Ele ouvirá. Deus também nos ensina que, ao fazer um voto com Ele, devemos ser fiéis e cumprir a nossa palavra. Quando estamos bem interiormente, tudo vai bem. Mas se no seu interior há tristeza, preocupação, dúvidas, então há trevas. Converta-se ao Todo-Poderoso, coloque Deus em primeiro plano, e o seu coração será cheio da Sua Luz”, explicou. “Se projetas alguma coisa, ela te sairá bem, e a luz brilhará em teus caminhos.” (Jó 22.28) “Quando a pessoa se torna para Deus, tudo em sua vida começa a dar certo, seus projetos são concluídos e a

Luz do Senhor brilha em seus caminhos. Faça um voto, entregue a sua vida totalmente a Ele”, concluiu o bispo. Logo em seguida, pastor Valdir realizou uma oração em favor de todos que desejavam se entregar e receber de Deus uma nova vida. Para finalizar o encontro, ele realizou a Consagração dos Servos e enfatizou que não há nada mais glorioso do que servir ao Senhor. Com o óleo consagrado em Israel, o pastor ungiu e realizou uma oração especial para que todos fossem abençoados e cheios da presença de Deus. CRISTIANE ALVES COLABOROU F E V E R E I RO

38-39_Internacional.indd 39

P L E N I T U D E | 39

31/01/2012 17:46:55


CORRENTE DA UNÇ ÃO COM ÓLEO Durante a Corrente realizada às terças-feiras na Igreja Universal, às 10h, 15h e 19h, milhares de milagres de cura acontecem por meio da fé no Senhor Jesus

A fé removeu o tumor A

SÃO PAULO

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

vida da secretária Jackeline Coimbra Lorena, 38 anos, mudou radicalmente em maio do ano passado, quando seu filho Leonardo Eduardo, 8 anos, sofreu uma queda na escola e, como consequência, foi diagnosticado com um tumor no osso de uma das pernas. Na ocasião, explica a mãe, os médicos disseram que, devido à gravidade do problema, seria necessário amputar a perna lesada e, posteriormente, fazer sessões de quimioterapia. “Naquele momento, o chão pareceu se abrir. No entanto, eu disse para ele que deveríamos usar a fé, afinal, já estávamos na Igreja e conhecíamos o poder de Deus, inclusive a Fogueira Santa de Israel estava perto de acontecer”, relembra. Enquanto esperava o resultado da biópsia, Leonardo ficou com a perna engessada e não podia brincar ou correr normalmente. Neste período, conta

Demétrio Kock

a mãe, ela e o filho não esmoreceram: agiram a fé, subiram no altar e sacrificaram, crendo na resposta de Deus. “Subimos antes mesmo de o exame ser realizado, partimos para o tudo ou nada. Leonardo vendeu o videogame e determinou que o Senhor Jesus o curaria”, diz. Algumas semanas depois, a resposta

veio, conta Jackeline: “Leonardo estava completamente curado. Os médicos lembraram que estava tudo certo para a amputação e a quimioterapia, porém, o tumor havia desaparecido. Hoje, ele voltou a ser uma criança normal”, comemora a mãe, ao lado do filho. MATRIZ DA IURD: AVENIDA CELSO GARCIA, 499, BRÁS, ZONA LESTE DE SÃO PAULO

Dificilmente sobreviveria A Cedida

CEARÁ

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

dona de casa Tamires Teixeira, 23 anos, teve que exercitar a sua fé para obter a cura de sua filha Anna Lisy, de 3 anos. “Ela nasceu prematura de sete meses e teve que ficar na UTI”, conta. Tamires revela que sua filha estava com um coágulo na cabeça, sopro no coração, refluxo e várias infecções. “Anna dificilmente sobreviveria, pois a solução do caso parecia impossível.” Mesmo após dois meses na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), as complicações continuaram. “Pensei em desistir. Mas, a convite da minha sogra, passei a frequentar as reuniões de terça-feira da IURD. Orei muito e, por meio do poder de Deus, hoje minha filha está completamente curada”, finaliza Tamires.

CENÁCULO DO ESPÍRITO SANTO DE FORTALEZA - CE AVENIDA TRISTÃO GONÇALVES, 613 - CENTRO

40 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

40-41_Corrente70.indd 40

31/01/2012 17:50:51


Teve distúrbio de memória Q

Cedida

RIO DE JANEIRO

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

uando criança, a estudante Andy Dias, 16 anos, sofreu muito com a separação de seus pais. “Comecei a ter crises de memória. Muitas vezes não reconhecia meus amigos e até parentes.” Andy tinha apenas sete anos quando ouviu dos médicos que estava com uma disritmia cerebral. “Lembro que eles disseram que eu teria de passar toda a minha vida ingerindo medicamentos controlados”, recorda. Após fazer um voto com Deus e frequentar a Corrente da Unção com Óleo, Andy obteve a resposta de Deus. “Segundo os médicos, todas as pessoas têm algum grau de disritmia, entretanto, ao refazer os

Luiz Fernando (Matrix)

exames, meu grau era zero, o que para os médicos foi uma surpresa inexplicável”, finaliza. CENÁCULO DO ESPÍRITO SANTO - RJ AVENIDA SUBURBANA, 4.242 - DEL CASTILHO

Vítima de tumor cerebral O

“Não conseguia me alimentar direito”

PARANÁ

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

auxiliar de produção Tagino Fábio Domingues, 29, descobriu que sofria de um tumor no cérebro quando tinha apenas oito anos. “Os médicos diziam que só viveria até por volta dos 18. Por conta da doença, na época, passei a estudar em escola especial, o que me deixava bastante triste”, explica. A costureira Ana Couto, de 59 anos, mãe de Tagino, desesperou-se. “Aceitei o convite da minha filha e fomos juntas lutar pelo Fábio nas reuniões da Igreja Universal. “Ela cuidava do irmão 24 horas por dia”, diz a costureira. Graças à perseverança, determinação e exercício da fé de Ana e sua filha,

Daniela Schlichta

Tagino agora tem uma vida normal. “Minha mãe e minha irmã buscaram por mim participando de inúmeras correntes de cura da IURD; por isso hoje estou curado”, testemunha. CENÁCULO DO ESPÍRITO SANTO - PB AV. PRES. EPITÁCIO PESSOA, 2000 EXPEDICIONÁRIOS

A

GOIÁS

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

autônoma Leilda Macena Vieira, 24 anos, conta que, no passado, recebeu um diagnóstico médico de que estava com pneumonia aguda. Devido à patologia, ela ficou internada por três meses. “Só andava com o auxílio de alguém. Era terrível ter que depender de outras pessoas. Fui a vários hospitais, mas o problema persistia”, afirma. Como se não bastasse a pneumonia aguda, ela teve ainda uma forte anemia, o que agravou ainda mais seu quadro. “Sentia muitas dores no corpo, não conseguia me alimentar direito e perdi peso. Estava bastante debilitada.” Segundo Leilda, ela teve alta, voltou para casa, mas ainda convivia com as complicações. “Acreditava que todos os problemas de saúde haviam surgido devido à falta de fortalecimento espiritual.” A autônoma resolveu, então, procurar de novo a Igreja Universal e participar das reuniões. “Entreguei-me por completo a Deus e lutei pela minha cura por meio da fé. Após um ano de retorno à Igreja e muitas orações, estava curada. Hoje trabalho, faço atividades e não uso mais medicamentos”, conclui. CENÁCULO DO ESPÍRITO SANTO DE GOIÂNIA AVENIDA GOIÁS, 1449. CENTRO.

F E V E R E I RO

40-41_Corrente70.indd 41

P L E N I T U D E | 41

31/01/2012 17:51:14


NOTÍCIAS DE ISRAEL

Caminho de Abraão busca aproximar povos A

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

história de Abraão, considerado o fundador do monoteísmo e reverenciado por judeus, cristãos e muçulmanos, é a inspiração de um projeto do antropólogo americano William Ury, da Universidade de Harvard. Sete anos atrás, ele resolveu recriar o caminho de Abraão no que hoje são vários países do Oriente Médio e transformá-lo em rota de peregrinação, como acontece em Santiago de Compostela, na Espanha. Seu objetivo é aproximar os povos de uma região que vive em permanente conflito. De acordo com a tradição judaica, Abraão nasceu em Ur, no atual Iraque, e depois vagou com a família para Haran, no sudeste da atual Turquia. Para a tradição muçulmana, Abraão nasceu em Hurfa, perto de Haran. O caminho de Abraão, que tem cerca de 1.200 km, começa em Haran, vai até Gaziantep e continua para o sul, atravessando a fronteira com a Síria e seguindo para Alepo. Daí, continua para Damasco até cruzar a fronteira

Reprodução

com a Jordânia até a capital, Amã. Depois, atinge Jericó, Nablus, Jerusalém e Hebron, onde Abraão teria sido enterrado. Para Ury, a intenção do caminho de Abraão é criar entre os visitantes

uma profunda experiência cultural e uma familiarização com a cultura do Oriente Médio. “A hospitalidade é um dos maiores legados que a nossa tradição cultural recebeu de Abraão”, conclui o antropólogo.

Agora, com a descoberta de moedas cunhadas 20 anos depois da morte do Rei Herodes, em 4 d.C, fica demonstrado que a estrutura do Muro das Lamentações foi concluída pelos reinados posteriores ao de Herodes. A descoberta pode significar uma revisão nas informações dadas por guias turísticos para as multidões que visitam Jerusalém, que respondem "Herodes" quando perguntados sobre quem construiu o Muro das Lamentações.

A construção do muro foi um projeto enorme que levou décadas e que não foi completado durante a vida de Herodes. Historiadores acadêmicos já tinham conhecimento, a partir de fatos narrados pelo historiador judeu Flávio Josefo (37 ou 38 d.C-100 d.C), de que o muro fora completado pelo bisneto de Herodes. Agora, as moedas descobertas sob os alicerces do muro são a primeira evidência concreta para se fazer uma atualização da versão do historiador Flávio Josefo.

Descoberta de moedas pode mudar história do Muro das Lamentações

A

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

rqueólogos israelenses anunciaram ter encontrado moedas enterradas sob os alicerces do Muro das Lamentações que podem subverter as crenças largamente mantidas sobre as origens do Muro, um dos locais mais sagrados para o judaísmo. Por séculos, acreditou-se que o Muro fora construído pelo rei Herodes – que na tradição do Cristianismo detém má fama por ter sido o algoz nos esforços de perseguição de Jesus, ainda bebê. 42 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

42_43_Not_Israel_CA.indd 42

01/02/2012 12:31:10


CENTROS

DE AJUDA BRASIL

Jorge Junqueira

CENÁCULOS DO ESPÍRITO SANTO REGIÃO NORTE ACRE RIO BRANCO - RUA CORONEL ALEXANDRINO, 535 BOSQUE - CEP 69909-730 AMAPÁ MACAPÁ - RUA TIRADENTES, 849 CENTRO - CEP 68906-380 AMAZONAS MANAUS - AV. CONSTANTINO NERI, 1.515 - SÃO GERALDO - CEP 69050-000 PARÁ BELÉM - BR 316 - KM 1 - PASSAGEM DO GRÊMIO RODOVIÁRIO - BAIRRO CASTANHEIRA - CEP 66645-000 RONDÔNIA PORTO VELHO - AV. JOAQUIM NABUCO, 1.201 CENTRO - CEP 78916-420 RORAIMA BOA VISTA - AV. SEBASTIÃO DINIZ, 1.201 CENTRO - CEP 69301-040 TOCANTINS PALMAS - ACSU - SE 10 - CONJ. 01 LOTE 7 AV. TEOTÔNICO SEGURADO - CENTRO - CEP 77102-060 REGIÃO NORDESTE ALAGOAS MACEIÓ - AV. COMENDADOR GUSTAVO PAIVA, 3.042 MANGABEIRAS - CEP 57031-900 BAHIA SALVADOR - AV. ANTÔNIO CARLOS MAGALHÃES, 4.197 - PITUBA - CEP 41800-700 CEARÁ FORTALEZA - RUA 24 DE MAIO, 670 CENTRO - CEP 60020-001 MARANHÃO SÃO LUÍS - RUA OSVALDO CRUZ, 1.600 CANTO DA FABRIL - CEP 65250-020 PARAÍBA JOÃO PESSOA - RUA EPITÁCIO PESSOA, 2.000 EXPEDICIONÁRIOS - CEP 58040-000 PERNAMBUCO RECIFE - AV. CRUZ CABUGÁ, 141 SANTO AMARO - RECIFE - PE PIAUÍ TERESINA - RUA AREOLINO DE ABREU, 987 CENTRO - CEP 64000-917 RIO GRANDE DO NORTE NATAL - AV. SENADOR SALGADO FILHO, 2.525 LAGOA NOVA - CEP 59035-000

RIO DE JANEIRO - RJ SERGIPE ARACAJU - RUA SANTA CATARINA, 136, SIQUEIRA CAMPOS REGIÃO CENTRO-OESTE GOIÁS GOIÂNIA - AV. GOIÁS, 1.449 CENTRO - CEP 74050-100 BRASÍLIA EQS 212/213 - ÁREA ESPECIAL ASA SUL CEP 70245-700 MATO GROSSO CUIABÁ - AV. TENENTE CORONEL DUARTE, 1.798 CENTRO - CEP 78015-501 MATO GROSSO DO SUL C. GRANDE - RUA CÂNDIDO MARIANO RONDON, 1.849 CENTRO - CEP 79002-200 REGIÃO SUDESTE ESPÍRITO SANTO VITÓRIA - RETA DA PENHA, 2.565 STª LUIZA - CENTRO - CEP 29045-403

EXTERIOR

REGIÃO SUL PARANÁ CURITIBA - AV. SETE DE SETEMBRO, 3.341 - CENTRO - CEP 80230-010 RIO GRANDE DO SUL PORTO ALEGRE - AV. JÚLIO DE CASTILHOS, 607 CENTRO - CEP 90030-131 SANTA CATARINA FLORIANÓPOLIS - AV. MAURO RAMOS, 1.310 CENTRO - CEP 88020-300

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado.”

Marcos 16.15,16

Cedida

Argentina Av.7 entre 55 y 56 - Buenos Aires

África do Sul Park Station - 25 Plein Street - Johannesburgo

Japão Ken Hamamatsu-Shi Ryuzenji-Cho 622, Shizuoka México Av. Yucatán , 160 Cidade do México

Bolívia Avenida Cañoto 259 - Santa Cruz de La Sierra (antigo florida Santa Cruz de la Sierra 3)

Namíbia Independence Avenue Ausspannplatz Windhoek , 32 Windhoek

Espanha Paseo de Santa María de la Cabeza , 12 - Madri (Com reuniões em português) Estados Unidos da América West Holt , 1471 - Califórnia

MINAS GERAIS BELO HORIZONTE - AV. OLEGÁRIO MACIEL, 1.329 BAIRRO DE LOURDES - CEP 30180-111 RIO DE JANEIRO RIO DE JANEIRO - AV. SUBURBANA, 4.242 DEL CASTILHO - CEP 20771-003 SÃO PAULO SÃO PAULO - AV. JOÃO DIAS, 1.800 STº AMARO - CEP 04724-002

Panamá 24 DE DICIEMBRE Diagonal al Molino Don Ferra

ARGENTINA

Filipinas Quezon 2 Cinema Gen Araneta, Ave. Araneta Center, Cubao, Quezon City

Israel Rehov-TIRTZA - 17a.IAFU Tel-Aviv

Inglaterra Rainbow Theatre , 232 - Seven Sister Road Finsbury Park London N4 3 NX - Londres

Itália Viale di Porta Tiburtina , 18/20 - cap 00185 Roma

Suíça 19 rue du Prieuré, 1202 , 1202 Genebra Venezuela Antiguo Garage Federal , 1010 Caracas

F E V E R E I RO

42_43_Not_Israel_CA.indd 43

P L E N I T U D E | 43

31/01/2012 12:15:02


TELEVISÃO

“Hoje em Dia” em rede nacional

O

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

programa "Hoje em Dia", pioneiro em entretenimento e informações nas manhãs da TV brasileira, volta a ser exibido para o País inteiro em toda a faixa horária. A mudança é necessária para que as inovações previstas para 2012 tenham mais espaço nas manhãs da Rede Record. A participação do Rio de Janeiro fica mantida, mas a atração volta a ser em rede nacional. Os blocos locais, transmitidos apenas regionalmente em Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador, não serão mais exibidos. O programa, comandado por Celso Zucatelli, Chris Flores, Edu Guedes e Gianne Albertoni, vai ao ar diretamente dos estúdios de São Paulo e ainda vai incluir reportagens e entradas ao vivo de várias capitais brasileiras.

Quarteto fantástico eleva audiência nas manhãs da Record

Reality show verde U

m reality show verde, que pretende aliar entretenimento e sustentabilidade. Esse é o conceito de "Amazônia", atração da Record. O formato, da Endemol Brasil, levou 12 personalidades – de perfis e experiências bem distintos – para encarar vários desafios na região. Além da dificuldade de adaptação, eles passarão por algumas provas, todas ligadas à preservação do meio ambiente. O objetivo da atração é mostrar que a floresta é uma aliada do homem e deve ser respeitada. Por isso, a Amazônia, que tanto chama a atenção do mundo por sua biodiversidade e riquezas naturais, foi considerada o cenário perfeito para o programa. Victor Fasano, ator que tem se destacado por sua atuação em defesa do meio ambiente, comanda a atração.

Ele está presente no início e no final de cada prova. Irá anunciar os desafios, lançar as regras específicas de cada um deles e conduzir o processo para decidir qual equipe se saiu melhor – os participantes foram divididos em duas equipes. Todas as provas são acompanhadas pelo biólogo Marcelo Skaf, consultor ambiental do programa. O prêmio final será de R$ 1 milhão, dividido entre o participante vencedor, as comunidades ribeirinhas assistidas pela Amazonastur e a Fundação Amazônia Sustentável (FAS). Ao longo da atração, o participante vai acumulando pontos e não haverá eliminação depois de cada prova. Apenas no final será revelado o grande vencedor. Amazônia vai ao ar todos os domingos logo após o Repórter Record. Não perca!

Fotos Edu Moraes

44 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

44-45_Televisão.indd 44

31/01/2012 12:16:01


l

E N T R E V I S TA D A T V

“Um bom empreendedor precisa ser disciplinado”

O

ELLIANA GARCIA CARLOS GUTEMBERG Antonio Chahestian

empresário e apresentador João Dória Jr. começou a trabalhar cedo. Dedicação, amor ao trabalho e humildade são fatores que, na opinião dele, levam uma pessoa ao sucesso. Eleito em 2009 uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil no ramo empresarial, esse paulistano de 52 anos apresenta, desde abril de 2010, o “Aprendiz Universitário”, pela Rede Record. Dória, que também é escritor e conferencista, contou um pouco de sua trajetória e deu diretrizes de como se solidificar na vida profissional. Como começou sua carreira? O que você fazia? Comecei a trabalhar aos 13 anos de idade por necessidade. Meu primeiro trabalho foi como assistente de rádio e TV da agência Ogilvy. Desde cedo, aprendi o valor do trabalho e sabia que esta era a minha vocação. Sempre fui muito dedicado em tudo o que fiz: nos estudos, trabalho, com a família e com os amigos. Me formei em jornalismo e publicidade. Você é um empresário de sucesso e já foi considerado uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil. A que atribui esse prestígio profissional? Foi uma honra este reconhecimento. Trabalho muito e com dedicação, esses fatores devem ter contribuído. Quais características considera indispensáveis para que alguém seja um empreendedor bem-sucedido? Um bom empreendedor precisa ser disciplinado, ter um foco e trabalhar muito. Humildade não pode faltar. O fato de ser um profissional de comunicação, já que é formado em jornalismo e publicidade, faz diferença em sua forma de atuar no mundo dos negócios?

Saber se comunicar de maneira objetiva e com clareza faz diferença em qualquer circunstância, inclusive no mundo dos negócios. Na televisão, já apresentava um programa de entrevistas. No entanto, a experiência de conduzir um reality show é nova para você. Acredita que é sempre possível buscar novos desafios profissionais? De que forma se preparou para isso? Apresento “Show Business”, na TV Bandeirantes, e “Aprendiz Universitário”, na Rede Record. É um fato inédito um apresentador em

duas tevês brasileiras abertas. Apresentar "O Aprendiz" foi um desafio positivo, principalmente pela enorme audiência que o programa tem e o nível de influência que exerce nas pessoas. O fato de ser um reality não só de entretenimento, mas de conteúdo, é motivador. Quem enfrenta o dia a dia do seu negócio tem que buscar os desafios. Quem tem medo deles não pode vencer. O que você espera do vencedor do Aprendiz? Saber trabalhar em equipe com comprometimento, lealdade e, principalmente, humildade. F E V E R E I RO

44-45_Televisão.indd 45

P L E N I T U D E | 45

31/01/2012 12:16:12


A pílula da CIÊNCIA

inteligência Fotolia

MEDICAÇÃO GANHOU FAMA DEPOIS DE 20% DOS CIENTISTAS AMERICANOS REVELAREM QUE A UTILIZAM FERNANDO DAMASCENO

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

E

la promete melhorar a memória, a concentração e controlar a ansiedade. A chamada “pílula da inteligência”, que engloba diferentes substâncias, vem sendo utilizada já há alguns anos, principalmente por estudantes e profissionais que trabalham à noite. Pesquisas mostram que aproximadamente 7% dos alunos universitários dos Estados Unidos já a conso-

mem; e, em alguns campi, a utilização atinge 25% dos estudantes. A substância modafinila, um dos mais conhecidos princípios ativos desse tipo de medicamento, popularizou-se depois de ter sido demonstrado que aumenta poderosamente o poder de concentração de indivíduos saudáveis e permite o estudo ou a realização de tarefas que exigem concen-

tração por períodos que excedem 48 horas, sem a necessidade de sono. E o mais incrível: sem “cobrar” esta falta de sono depois, a exemplo da cafeína e outros estimulantes. Os resultados foram tão animadores, que um grupo de importantes cientistas da área de neurociência, saúde pública, direito e ética, lançou há dois anos um manifesto na revista "Nature", no qual

46 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

46-47_Ciencia.indd 46

31/01/2012 17:11:55


José Célio

pede que se acelerem as pesquisas em torno do medicamento e seja liberado o quanto antes o consumo de substâncias que aumentam a inteligência.

INTELIGÊNCIA X CONCENTRAÇÃO

Drª Carla Slater, mestre em Neurologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), explica que os medicamentos conhecidos como “pílulas da inteligência” atuam aumentando a atenção e a concentração. “Os já comercializados no Brasil visam, principalmente, ao tratamento do transtorno do déficit de atenção e da hiperatividade (TDAH)”, explica a médica, ressaltando que inteligência é diferente de atenção e concentração. “Inteligência, de forma geral, é a capacidade de raciocinar, planejar, resolver problemas, compreender e aprender.” Drª. Carla, que não utiliza o medicamento, frisa que é errado chamar essas substâncias de “pílulas da inteligência”. “Estão mais ligadas à questão da concentração e da memória”, esclarece a especialista, que faz um alerta sobre possíveis efeitos colaterais: “Não se deve usar esse tipo de medicamento quando não há indicação. A Ritalina, por exemplo, deve ser usada no TDAH. Quando usadas para seus devidos fins, os efeitos colaterais não justificam evitar a prescrição. Mas estes são importantes; agitação e alteração do sono são alguns dos mais observados.” De acordo com a neurologista, o maior problema desse tipo de medicação é o uso indiscriminado. “Isso vem ocorrendo. Atualmente, muitos jovens procuram o consultório do neurologista em busca desses medicamentos alegando diminuição de concentração. A maioria está estudando para concursos públicos e dão o exemplo de amigos que já usam ou usaram e conseguiram bons resultados. Na verdade, essas pessoas não têm indicação para uso desses medicamentos”, salienta drª. Carla Slater.

NA PRÁTICA

A publicitária Maria Nunes, 28 anos, utiliza a “pílula da inteligência” há 6 meses e já nota resultados. “Estou estudando para concursos e meu tempo de concentração aumentou consideravelmente. Antigamente eu era muito agitada, não ficava mais de uma hora estudando de forma ininterrupta. Hoje consigo ficar até três horas concentrada, sem o que eu chamo de ‘síndrome do estudo’, que são todos os pensamentos e vontades que surgem durante o estudo e nos desconcentram.” Maria Nunes conta que chegou a consultar vários médicos, mas a falta de

“NÃO SE DEVE USAR ESSE TIPO DE MEDICAMENTO QUANDO NÃO HÁ INDICAÇÃO” DRª CARLA SLATER,

NEUROLOGISTA

concentração e a agitação continuavam sem explicação. “Os conselhos eram sempre os mesmos: fazer atividade física, dormir bem e me alimentar adequadamente. Eu pensava: ‘Pode funcionar, mas dormir bem e fazer atividade física é impossível para mim.’ Eu trabalhava 10 horas por dia e ainda fazia curso à noite. Ia dormir bem depois de meia-noite e acordava às 6h”, argumenta. A publicitária afirma que chegou a tentar técnicas de memorização e meditação, sem sucesso. “Quando descobri a ‘pílula da inteligência’, considerei os riscos pequenos em relação aos possíveis benefícios e decidi que valia a pena fazer um teste. Como o medicamento foi criado para crianças com déficit de atenção e acreditando que a ansiedade e a falta de atenção eram meus maiores empecilhos, resolvi experimentar.” Uma semana depois de começar a usar o medicamento, Maria Nunes passou por um "teste de fogo”: participou de um concurso público cuja prova tinha quatro horas de duração. “Normalmente, eu programo uma pausa de pelo menos cinco minutos para esticar a coluna, descansar ou comer alguma coisa. Fiz a prova em condições totalmente desfavoráveis: iluminação precária, cadeira quebrada e ar refrigerado congelante. Apesar disso, não me lembrei de parar um minuto sequer. Quando entreguei a prova, percebi que não ‘tinha mais coluna’, estava com fome, garganta ressecada, sede e muita dor de cabeça. Porém, durante a prova, não percebi nada. Conclusão: a 'pílula da inteligência' funcionou comigo”, frisa a publicitária.

Para orçamentos, entre em contato Por e-mail ou telefone:

(21) 3296.9302

comercial@unipro.com.br www.uniprografica.com.br

F E V E R E I RO

46-47_Ciencia.indd 47

P L E N I T U D E | 47

31/01/2012 17:12:08


Adeus, TECNOLOGIA

privacidade

Fotos Fotolia

NOVA REDE SOCIAL INFORMA ONDE USUÁRIO ESTÁ EM TEMPO REAL

U

FERNANDO DAMASCENO

AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

ma nova rede social, criada no centro de pesquisas da Boeing, na Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, já vem causando polêmica antes mesmo de sua efetiva implantação. A ferramenta, batizada de Jyotish, será capaz de informar onde os usuários estão e até com quem encontrarão, tudo em tempo real. Muitos já a comparam ao "pré-crime",

sistema presente no longa-metragem de ficção científica "Minority Report". No filme, a rede prevê aonde os usuários vão, por quanto tempo ficarão no local e quem eles provavelmente encontrarão. A equipe que desenvolveu o Jyotish acredita que ele pode levar à criação de um novo tipo de rede social no qual o usuário fica sabendo onde e quando pessoas com interesses e hábitos seme-

48 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

48-49_Tecnologia.indd 48

31/01/2012 17:12:36


lhantes tendem a aparecer. Em entrevista coletiva, Klara Nahrstedt, que integra o grupo, afirmou que a Boeing precisa de uma ferramenta desse tipo para prever os movimentos de suas equipes de funcionários em suas gigantescas fábricas de aviões. Entretanto, segundo Klara, o Jyotish pode fazer muito mais do que isso.

FUNCIONAMENTO

O “segredo” do Jyotish é desenhar um mapa dos movimentos das pessoas ao monitorar as conexões de seus smartphones criadas por redes wi-fi e bluetooth, que têm alcance de 100 e 10 metros, respectivamente – alcance pequeno o bastante para marcar exatamente a localização de usuários e das pessoas que eles encontrarem. A equipe inclusive testou a tecnologia, dando a 79 voluntários smartphones com Android que podiam ser rastreados por meio de suas conexões wi-fi e bluetooth. Cedida

Maioria não aprova o Jyotish “Eu jamais me cadastraria numa rede social como o Jyotish. É uma falta de privacidade exagerada.” SHIRLEY AGUIAR, 26 ANOS,

Jaqueline Ferreira, psicanalista

O detalhado relatório dos movimentos e hábitos dos usuários poderá ser usado para criar uma versão móvel do Facebook que permita que usuários em uma mesma região criem um evento de encontro. Mas estudiosos já alertam que esse tipo de “habilidade previdente” pode ser prática, desde que os usuários tenham a possibilidade de preservar suas identidades. A psicanalista Jaqueline Ferreira afirma que não faria parte dessa rede social. “A falta de privacidade destrói o ego do indivíduo, compromete o convívio social e a aceitação de regras em grupo. Além disso, ‘picota’ a história pessoal do sujeito e pode deflagrar inclusive doenças mentais. A ideia que se desenvolve é: ‘Sou um sujeito desprotegido', afinal, ele está entregue a uma rede social que ‘o representa’. É o que chamamos de ‘fenômeno de massa’'', analisa a especialista.

afastam cada vez mais da verdadeira felicidade, aquela que só a vida real pode oferecer.” MÔNICA GUIMARÃES, 28 ANOS,

TÉCNICA DE LABORATÓRIO

FISIOTERAPEUTA

“Acredito que o propósito inicial das redes sociais ultrapassou seus limites. As pessoas já não utilizam o bom senso e expõem demais a si mesmas e os amigos. Eu jamais faria parte do Jyotish.”

“Não utilizaria o Jyotish. Por mais que a ferramenta tente ajudar a encontrar amigos, em alguns casos você pode acabar encontrando ou ser encontrado por alguém indesejado.”

ELISIÊ PEPINO, 23 ANOS,

ALMERINDA COSTA, 31 ANOS,

ESTUDANTE DE DIREITO

ENFERMEIRA

“Nunca faria parte de uma rede social com esse perfil. Ao meu ver, parece mais um avanço na ideia de acabar com qualquer possibilidade de privacidade."

“Não gostaria de participar desse tipo de rede pelo simples motivo de morar no Rio de Janeiro. Aqui a violência é grande e alguém mal intencionado poderia se aproveitar das informações para prejudicar o usuário.”

MARCELO PACHECO, 27 ANOS,

COMERCIANTE

“Eu gostaria de fazer parte visando ao trabalho. Fora isso, não participaria, pois a minha vida ficaria muito exposta.” JORGE MANUEL MENDONÇA, 33 ANOS,

PROFESSOR PARTICULAR

“Essa seria apenas mais uma ferramenta de controle e perda de individualidade. Por medo da solidão, as pessoas estão levando a exposição às últimas consequências e ainda não se deram conta de que essas redes sociais só nos

MAURÍCIO ESCARLADO, 50 ANOS,

FUNCIONÁRIO PÚBLICO

“As redes sociais podem ser algo bom ou ruim, dependendo do intuito com que são usadas. Quem quer privacidade não participa. Eu, por exemplo, jamais participaria de uma rede social como o Jyotish, me sentiria muito exposta. É quase como ter um chip implantado para ser monitorada o tempo inteiro.” LUCIENE MORAES, 37 ANOS,

ADVOGADA

F E V E R E I RO

48-49_Tecnologia.indd 49

P L E N I T U D E | 49

31/01/2012 17:13:59


OPINIÃO

Olá, Mais uma vez estivemos em Israel com o grupo de voluntárias dos grupos A Mulher V e Sisterhood. Foi uma viagem inesquecível, com momentos marcantes, em que destaco a presença de Deus e a unidade das participantes. Por onde passávamos as pessoas ficavam admiradas e querendo saber detalhes do grupo. Ficamos felizes, principalmente porque estar em Israel é sempre um prazer. Leia a matéria que preparamos para vocês. Outro prazer é saber o quanto o livro A Mulher V tem beneficiado as pessoas. São cartas e emails que chegam até nós, contando experiências. Nestes momentos, vejo o quanto Deus tem sido generoso usando este livro para ser um canal de bênçãos. Estamos preparando muitas novidades em relação ao livro... Aguardem! Esta edição está cheia de assuntos interessantes. Não perca!

Cristiane Cardoso

Naquele dia É

muito bom ler o livro de Isaías. Lembro-me de quando o li pela primeira vez; eu marcava quase todos os versículos, tudo era forte! Ele foi escrito entre 701 e 681 a.C. e fala do que está acontecendo e para acontecer nos dias atuais. Só mesmo Deus para inspirá-lo. Veja um novo fenômeno no mundo atual presente em Isaías: “Sete mulheres naquele dia lançarão mão dum só homem, dizendo: Nós comeremos do nosso pão, e nos vestiremos de nossos vestidos; tão somente queremos ser chamadas pelo teu nome; tira o nosso opróbrio.” (Isaías 4.1) Este versículo mostra a independência da mulher, que nunca existiu naquela época. Também mostra grande ansiedade e desespero para ter um homem, a despeito de ele possuir outras seis mulheres. Não há mais respeito próprio, mesmo com tantas condições financeiras. A mulher não precisa mais do homem financeiramente, mas está cada vez mais obcecada em chamar sua atenção. Ela se embeleza mais que nunca e vem conquistando o mercado de trabalho cada vez mais, mas o que quer, na verdade, é ser esposa de alguém – custe o que custar. Seja ele bom para ela ou não. Seja ele compatível com ela ou não.

Naquele dia, chegou… “Naquele dia o renovo do Senhor será cheio de beleza e de glória, e o fruto da terra excelente e formoso para os que escaparem de Israel. E será que aquele que ficar em Sião e permanecer em Jerusalém, será chamado santo, isto é, todo aquele que estiver inscrito entre os vivos em Jerusalém; quando o Senhor tiver lavado a imundícia das filhas de Sião, e tiver limpado o sangue de Jerusalém do meio dela com o espírito de justiça, e com o espírito de ardor.” (Isaías 4.2-4) Só mesmo o Espírito de Justiça, o Espírito Santo para lavar toda a imundícia a que as mulheres têm se sujeitado nestes dias… Podem ser lindas e maravilhosas, mas estão se deteriorando por dentro. Se elas não se enxergarem, não conseguirão ficar em Sião nem permanecer em Jerusalém. Todo mundo está saindo de Jerusalém, não querem manter a fé. E você? Vai também sair por causa da sua vida sentimental? Na fé.

www.cristianecardoso.com F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 51

P L E N I T U D E | 51

02/02/2012 21:36:26


BELEZA | MODA | SUGESTÕES

beleza@revistaplenitude.com.br

Papel de parede e sua versatilidade Mercado está cada vez mais amplo e cheio de novidades

Fotos Pauty Araújo

Joseane Santos

U

ma parede com textura inovadora e efeitos ainda não vistos para ampliar e renovar o ambiente é a tendência atual dos papéis de parede. Esse material oferece muitas opções para quem deseja mudar ou mesmo sofisticar a decoração de sua casa. Segundo a designer de interiores Cida Carvalho (foto), o papel de parede "transmite um clima agradável e aconchegante, através do qual o morador expõe sua personalidade e desejo em cores, formas, texturas e efeitos diversificados”. A designer informa que existem padronagens específicas do material. “Para ambientes escuros, a proposta são os tons pastel e o marmorato (lisos com ou sem efeito). Já nos ambientes claros, podem ser explorados diversos tons e efeitos”, orienta. Há casos em que o papel de parede não pode ser aplicado. “A má estrutura das paredes, incluindo umidade, pode acarretar danos nos papéis e causar um efeito de aparência suja e manchada. Outro caso em que não se aplica é quando a parede não está devidamente emassada”, declara. Cida Carvalho salienta que os papéis de parede mais procurados são os importados. "A durabilidade deles é superior à dos nacionais (12 anos contra cinco dos brasileiros), quando se faz a higienização adequada."

Tendências

“Os papéis de parede mais conhecidos

são os florais, estampados, com texturas e efeitos, os temáticos e os infanto-juvenis”, informa Cida Carvalho. A designer ressalta que, cada vez mais, o mercado pede novidades, como os emborrachados ou vinílicos, que são a mais nova tendência. “Há ainda os mais sofisticados, os que se assemelham ao couro, ao efeito 3D, marmorato e efeito em mármore.”

Vantagens do papel de parede

• Ótimo custo-benefício; • Durabilidade maior que a pintura ou textura com massa; • Aplicação rápida, fácil e sem sujeira;

• A cola utilizada não tem odor, o que permite a permanência na casa; • Torna o ambiente mais harmônico e alegre; • Pode-se variar os papéis de tempos em tempos.

52 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 52

02/02/2012 21:36:37


DICAS

Internet

Livros

Dentro do universo infantil A mulher V Fotolia

Quem tem filhos, trabalha ou cuida de crianças sabe o quanto importante é estar atento aos pequeninos. Daí o valor das matérias do canal Família do Portal Arcauniversal, com o conteúdo voltado para o comportamento nesta faixa etária, que tem como principais características a curiosidade, a agilidade e a inteligência. A equipe de jornalismo do Arcauniversal busca desenvolver pautas que estejam dentro do universo diário deste público e entre algumas já publicadas estão: depressão infantil, crianças com idades diferentes em casa, como falar sobre a morte com as crianças, por que as crianças negociam melhor entre outras matérias que podem ser úteis para você e sua família. Acesse: www.arcauniversal.com/comportamento/familia

Interatividade

Para mulheres reais O blog de Marelis Brum é um mix de dicas de comportamento, moda, beleza e etiqueta. Nele, a autora interage com as internautas que enviam perguntas, prontamente respondidas por Marelis, que têm como diferencial escrever para “mulheres reais”, o que, conforme costuma explicar, é a motivação que a faz manter o espaço virtual. “Por muito tempo vivi, me vesti e me comportei de uma maneira que aos poucos estava

Reprodução

acabando com a minha feminilidade e degradando a minha própria imagem. Em outras palavras, vivia ‘jogando’ contra mim mesma! Hoje, os meus pensamentos mudaram, os modos como me vejo e me cuido também são outros. Descobri que pequenas atitudes podem ter um impacto poderoso e transformar a minha autoestima completamente. Divido isto com as internautas”, comenta Marelis, que é consultora de imagem. Acesse: www.marelisbrum.com

Sucesso de vendas no Brasil e exterior, Mulher V é o segundo best-seller lançado pela escritora Cristiane Cardoso. Nas 328 páginas da obra produzida pela Unipro Editora, a autora retrata como a mulher idealizada por Deus tem enfrentado o cotidiano e ensina a ela como proceder e agir em situações do dia a dia. Cristiane Cardoso, que é ainda autora do best-seller "MeReproduç ão lhor do que Comprar Sapatos", também pela Unipro, preocupou-se com cada detalhe do livro, o qual, segundo explica, está focado em fazer com que as mulheres descubram as virtudes que têm e, com isso, agradem a Deus na totalidade. Segundo ela, o único jeito de ser valorizada é entendendo o que o verdadeiro valor significa e como possuí-lo. "Podemos até ter conquistado muito nas últimas décadas, mas também perdemos muito. As mulheres perderam a essência feminina: a beleza que era vista até no jeito como andavam. Os padrões de beleza são completamente diferentes, o que importa é a aparência", diz Cristiane. O livro está à venda no portal Arca Center (www.arcacenter.com.br).

Filmes Divulgação

O Amor é Cego

O filme retrata alguns aspectos da vida sentimental de forma divertida. No longa, o solteirão Hal (Jack Black) é um homem que procura seguir à risca o conselho que recebeu do seu pai, quando era criança, de apenas se interessar por mulheres que tenham um corpo perfeito. Esta postura, no entanto, acaba se tornando um martírio na vida dele, que tem dificuldades de encontrar a mulher dos seus sonhos. As coisas começam a mudar na vida de Hal quando um especialista em autoajuda faz com que ele, de repente, passe a enxergar a beleza interior das mulheres, em detrimento do físico delas. O ápice dessa mudança de comportamento acontece quando ele se apaixona por Rosemary (Gwyneth Paltrow), uma mulher cheia de qualidades e virtudes, porém, bastante obesa, mas que é vista por ele como se fosse uma verdadeira diva. Disponível em DVD, “O amor é cego” faz o espectador repensar os verdadeiros valores de uma relação, principalmente em um mundo onde o culto ao corpo e à beleza exterior está tão em alta. CARLOS GUTEMBERG / ARCA UNIVERSAL COLABOROU

F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 53

P L E N I T U D E | 53

02/02/2012 21:36:50


P E R G U N TA S E R E S P O S TA S

perguntaserespostas@revistaplenitude.com.br

Quero dividir com vocês a satisfação de escrever esta coluna. Em todos esses anos de ministério como auxiliadora de meu esposo, tive experiências com Deus que serão úteis para ajudá-las a sanar as dúvidas com relação à vida espiritual, familiar e sentimental. Aguardo seus e-mails e cartas.

Ester Bezerra

“Não consigo me controlar” Dona Ester, Estou passando um terrível problema. Não tenho mais ânimo para nada, só me interesso por internet, redes sociais, salas de bate-papo e baixar músicas. O que me espanta é que se ficar fora da net sinto-me irritada com tudo. Parece que criei um mundo à parte, onde só existem aquelas pessoas que nunca vi e com quem só conversei neste espaço virtual. Só tenho 18 anos e minha mãe diz que estou ficando louca. Sei que não está exagerando, mas não consigo parar. Não tenho mais vontade de ir à Igreja. O que faço? Ela me convidou para participar do Jejum de Daniel, mas não fiz corretamente. Amiga, por email

AMIGA, você não aceitou o convite para participar do Jejum de Daniel? Essa foi a inspiração do Espírito Santo dada à Igreja do Senhor Jesus para as pessoas conhecerem a Deus, serem centradas e felizes na perfeita comunhão com Ele. Saiba que o diabo distrai a humanidade com muitas coisas, mas a que mais ele usa atualmente, 24 horas, é a internet, justamente para que não se tenha tempo para ouvir a Deus. Só é boa e útil para o trabalho e para o desenvolvimento da sociedade; de outra forma, tem destruído os lares, separando filhos dos pais, maridos de esposas e levando adultos e crianças a se prostituírem; com isso, traz para os incautos o vazio e a tristeza da alma.

“Sinto-me sufocada” Sou filha única, bem empregada, independente e já tenho 28 anos. Sou obreira, boa filha, mas o problema é que minha mãe, que também é obreira, às vezes ultrapassa os limites e interfere demais em minha vida. Isso me irrita demais, pois acho que para tudo tem um limite. Ela se mete na cor da roupa, no penteado, no namorado, onde devo trabalhar. Sinto-me sufocada e triste, pois sinto que não confia em mim. Amiga, por email QUERIDA AMIGA, quando você for mãe, entenderá melhor a sua, pois o deseja das mães é fazer o melhor para os seus filhos, embora pareça que estão querendo mandar ou oprimir. Tenho certeza de que é com as melhores intenções que ela fala as coisas para você. Quando a pessoa é de Deus, não se irrita fácil demais com a própria mãe. Compreenda-a, seja paciente com ela, veja pelo lado bom. Nos Mandamentos, Deus diz para que honremos pai e mãe. Aos que assim procedem, Ele promete vida longa com Suas bênçãos.

Fotos Fotolia

Quer ficar com Deus, que une as famílias e dá a verdadeira vida ao entrar para o Seu Reino? Ou você prefere o diabo, que só destrói e mata as famílias, levando-as para o inferno? A escolha é sua!

“Ele está perdendo o interesse” Procuro levar o meu filho às reuniões na Igreja, mas percebo que ele ultimamente não tem se interessado pelas reuniões e eventos. Não sei o que faço nem como agir. Quero que ele permaneça na presença de Deus. Amiga, por email AMIGA, está certa em desejar isso, pois aquela que é salva quer salvar, ainda mais um filho, a quem se deseja o melhor. Veja como a Palavra de Deus nos orienta: "Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos." (Zacarias 4:6) Além de ser de Deus, a sua arma é jejum, oração e prática da fé.

> Cartas com sugestões para as colunistas devem ser enviadas para Estrada Adhemar Bebiano, 3.610 - Inhaúma - Rio de Janeiro/RJ - CEP 20766-720

54 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 54

02/02/2012 21:36:59


MINHA VIDA

Todos os meses, neste espaço, você conhecerá a história de uma mulher que, por meio da fé, venceu as barreiras e hoje é vitoriosa.

Caravana especial da Sisterhood em Israel

I

Fotos cedidas

srael ficou mais bonito recentemente. Pelo menos foi esta a impressão que deixaram as integrantes dos grupos “Sisterhood” e “A Mulher V” durante visita à Terra Santa. O grupo, formado por cem mulheres, entre jovens e senhoras de várias nacionalidades e culturas, chamava a atenção pela delicadeza e charme. A fundadora dos grupos, Cristiane Cardoso, comentou que esta é a segunda viagem a Israel realizada por elas, cujo objetivo é homenagear as que se ressaltaram durante o ano. "Neste passeio especial, elas não apenas crescem espiritualmente, como também têm a oportunidade de fazer novas amizades com jovens de todas as partes do mundo", disse.

As voluntárias visitaram vários locais emblemáticos para os cristãos e, a cada parada, o guia Salo Kapusta ensinava sobre os fatos e curiosidades ocorridos no lugar. Segundo Cristiane, a atenção dispensada ao grupo foi algo inesquecível. “Algumas mulheres e jovens moradoras do kibutz, lugar onde ficamos hospedadas, se dispuseram a cantar louvores na língua hebraica para nós.

Fomos muito bem recebidas, não somente pelos israelitas, mas pelos árabes também”, frisou. Para ela, o momento mais marcante foi o passeio de barco pelo mar da Galileia, quando, descontraídas, elas dançaram, buscaram a Deus e renovaram a fé em pleno mar. “O dia estava frio e o vento insuportável, mas a presença de Deus sobressaiu de uma maneira mila-

grosa. Tivemos o testemunho de uma jovem holandesa que, antes da viagem, estava se sentindo fraca espiritualmente e não sabia o porquê. Mas, durante a viagem, parecia que Deus falava com ela todos os dias, até que, no barco, veio a confirmação e ela foi renovada”, disse Cristiane. Para ver mais fotos da viagem, acesse www.cristianecardoso.com/pt. F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 55

P L E N I T U D E | 55

02/02/2012 21:37:17


COISAS DE MULHER

coisasdemulher@revistaplenitude.com.br Fotolia

Feliz consigo mesma Toda mulher precisa equilibrar o tempo e ter o seu momento

M

uitas mulheres se anulam por amor. Há algumas que amam tanto que, sem perceberem, tal sentimento se torna obsessivo e até destruidor. Outras se casam, cuidam da casa, do marido, dos filhos, esquecendo-se de si, perdendo individualidade, desejos e sonhos. Acabam por satisfazer apenas aos outros, esquecendo-se de que, para ser amada, é preciso amar a si mesma. De acordo com a psicóloga e escritora Olga Inês Tessari, a mulher que é feliz consigo mesma colabora para que todos à sua volta sejam felizes também. “Mulheres que perderam o amor próprio costumam dizer que a felicidade na sua vida é ver seus entes queridos felizes! Claro que é muito bom ver os familiares bem, porém, o que será dessa mulher quando seus fi-

lhos se tornarem adultos e seguirem a própria vida?”, ressalta. De acordo com a especialista, o perigo da autoanulação é a mulher perder a autoestima. "Pessoas que perdem o amor próprio acabam se tornando infelizes, irritadiças, implicantes e, por que não dizer, “chatas” de conviver. E, dessa forma, elas também acabam colaborando para que seus maridos se afastem delas, afinal, quem é que aguenta viver ao lado de uma pessoa rabugenta? É nesse momento que pode ocorrer o medo da traição, só que elas mesmas não percebem que indiretamente colaboram para isso, deixam-se de lado para viver em função dos outros”, esclarece. Ana Paula Araújo Colaborou

Exercite seu amor próprio -Ame-se! Não é egoísmo tirar um tempo só para você; -Não dependa da aprovação alheia, nem se culpe por erros passados; -Saiba dizer não ao invés de concordar com tudo só para agradar; -Tome atitudes na hora certa e aprenda a falar o que está dentro do coração, não o que os outros querem ouvir; -Pare de se acusar. Se há em você algo que não goste, procure mudar, pois não existem pessoas perfeitas.

56 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 56

02/02/2012 21:37:21


SISTERHOOD | A MULHER V

O Sisterhood é uma comunidade exclusiva e privada, aberta somente para mulheres membros da IURD. Nela, jovens aprendem como se tornar mulheres de Deus, cheias de graciosidade, beleza e força.

Canal para mudanças “A Mulher V” tem feito a diferença na vida de muitas mulheres

L

Wel Calandria

ançado ano passado, pela Unipro Editora, o livro “A Mulher V”, de Cristiane Cardoso, tem sido um diferencial na vida de milhares de pessoas e transformado muitas vidas. No blog (www.cristianecardoso.com/pt), no Facebook, no Twitter e durante o programa "A Escola do Amor", apresentado diariamente por ela e pelo esposo Renato Cardoso, sempre há pessoas que elogiam o conteúdo do livro. “Fico muito feliz toda vez que leio ou ouço um comentário sobre o que escrevo no meu blog, nos meus livros, podcasts e agora no programa. Vejo que Deus tem me honrado, pois meu propósito é agradá-Lo”, afirma a autora do livro.

Jovem ia cometer suicídio

Recentemente, um post no blog de Cristiane Cardoso chamou a atenção. Uma jovem comentou que estava prestes a cometer o suicídio e só não o fez porque leu o livro antes (leia o boxe). A publicitária e empresária Patrícia Lages também relatou sua experiência depois que leu "A Mulher V": “Uma palavra do livro mudou muita coisa em mim: 'aprecia'. Eu não estava apreciando a minha vida, ao contrário, eu a achava monótona e sem sentido. Então comecei a pôr em prática a apreciação." Patrícia lembra que não tinha prazer em nada que fazia, mas mudou esta concepção. “Antes, tinha alguém para fazer o que eu queria, e ainda não estava satisfeita. Agora, tenho prazer em limpar, lavar os banheiros, tirar o pó de cada objeto que escolhi com tanto cuidado na loja, mas que quando entravam na minha casa, parecia que perdiam a graça”, recorda. Até amigos e parentes perceberam sua mudança de vida. “Minhas amigas não acreditam como é possível que eu consiga cuidar de duas empresas e ainda tenha tempo para a casa. Tudo isso sem deixar de sair, de viajar, de ler e de cuidar do meu marido.”

Autoestima em alta

Karol de Souza, 15 anos, dá seu testemunho do quanto a leitura de "A Mulher V" foi-lhe importante: “Estou há quase 10 anos na Igreja, porém, só acordei mesmo para a fé há poucos meses. Perdi a conta de quantas vezes pensei em me matar, mas, ao entrar no terceiro Jejum de Daniel e ler o livro da dona Cristiane Cardoso, aos poucos, a minha força física e espiritual foi se recuperando. Hoje, sou capaz de ajudar minha mãe nas tarefas do lar sem que ela me peça. Ocupo

a minha mente com coisas que me edificam, como ler a Bíblia. Sou dirigida pelo Espírito Santo”, conclui Karol.

“Pensei em me matar”

“Tinha planejado tudo com detalhes para parecer um acidente e ninguém desconfiar que fosse suicídio, mas algo mudou. Conheci no enterro de uma amiga uma senhora. Ela me disse que havia sonhado comigo e queria entregar-me um livro para ler, mas tudo parecia jogar contra e eu nada de buscar o tal livro, era como se algo me impedisse. Outra conhecida me indicou um livro e acabei descobrindo que tanto uma quanto a outra pessoa queriam me dar de presente o mesmo livro: 'A Mulher V'. Às vésperas do último natal, senti que era um sinal de Deus para mim. Mesmo cética e sem esperanças, decidi ler o livro. Para minha surpresa, as palavras contidas em 'A Mulher V' mudaram minha ideia e não quis mais me suicidar. Obrigada, dona Cris, e a Deus, por transformarem minha vida e me tornarem uma nova mulher." F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 57

P L E N I T U D E | 57

02/02/2012 21:37:35


PELO SOCIAL

pelosocial@revistaplenitude.com.br

“A Associação de Mulheres Cristãs (AMC) existe há quatro anos e nasceu de uma ideia do bispo Edir Macedo. O trabalho do grupo tem por objetivo ajudar os menos favorecidos e, para tanto, conta com o apoio de voluntárias e parceiros. São pessoas de todos os segmentos, porém, com um desejo em comum: ajudar o próximo."

Rosana Oliveira PRESIDENTE DA AMC

A alegria do Bem Fotos cedidas / AMC

Instituições assistidas pela AMC recebem visitas especiais e animam crianças e adultos Agência Unipress Internacional

A

s voluntárias da AMC (Associação de Mulheres Cristãs) estão sempre dispostas a fazer o melhor em prol do próximo. Desta vez o grupo levou seu carinho à Casa Betinho e ao Lar do Menor de Carapicuíba, localizados, respectivamente, na Vila Carrão (zona leste da capital paulista) e na região metropolitana de São Paulo. Na primeira visita, aconteceu uma linda festa para alegrar as cerca de 80 crianças presentes. O local foi enfeitado com bexigas e a mesa decorada, cheia de doces, bolos e outros quitutes. Além disso, um professor de saxofone animou a criançada tocando belas canções. A atração principal ficou por conta da dupla de palhaços Teleco e Teco, que, com dinamismo e alegria, instruíram os pequeninos sobre preservação ambiental. A visita contou também com a presença de uma das apresentadoras do programa ‘Hoje em Dia’ da Rede Record, Giane Albertoni, que, frequentemente, acompanha as voluntárias nos trabalhos beneficentes. Já a segunda festa, promovida para os meninos do ‘Lar do Menor’, em Carapicuíba, contou com muita música e dança. Com um painel no palco escrito “Ídolos,” referência à competição musical da Record, os menores se apresentaram com direito à avaliação de conhecidos jurados da TV, a exemplo

do produtor musical Marco Camargo, do programa “Ídolos”, além dos apresentadores Chris Flores e Celso Zucatelli, e da jornalista Tina Roma, todos da Rede Record. No encerramento, o coreógrafo Ivan Santos e sua equipe fizeram uma apresentação de balé embalados ao som de Michael Jackson. Além da mesa farta oferecida à família e aos menores, cada um dos meninos recebeu como presente um par de tênis. Para finalizar a grande festa, Rosana Oliveira, presidente da AMC, fez uma oração especial abençoando todos os presentes.

58 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

51-58_mulheres.indd 58

02/02/2012 21:37:49


Escrito para aquelas que desejam se entregar à Obra de Deus.

Neste livro, a autora relata como perceber os sinais deste chamado e as responsabilidades desta missão, abordando, também, aspectos importantes da vida ministerial.

Entre o Átrio e o altar / Capacidade / Enfrentando adversidades Autoridade / Paixão pelas almas / Lar doce lar / Renúncia total

e muito mais!


TURISMO

Aracaju Variedade de passeio AGÊNCIA UNIPRESS INTERNACIONAL

A

racaju é uma cidade aconchegante, de povo alegre e hospitaleiro. O sol brilha o ano inteiro na orla de 30 quilômetros, com belíssimas praias. Fundada em 1855 e planejada em forma de um tabuleiro de xadrez, a capital de Sergipe é uma cidade moderna – aos poucos, os antigos e amplos casarões com quintais deram lugar a arranha-céus. Mas nem mesmo o tempo conseguiu apagar da capital a imagem dos cajueiros, origem do seu nome. Hoje, a fruta ornamenta a cidade e está nas praças, nos muros e nos orelhões. A capital de Sergipe (menor estado do País) capricha quando o assunto é variedade de passeios, infraestrutura e bons preços – até mesmo na alta temporada os programas saem em conta.

PRAIAS

Águas límpidas com temperatura média de 25 graus são uma constante nas praias sergipanas. O passeio começa na Coroa do Meio, onde há a praia de mesmo nome e a dos Artistas. O litoral sul reúne outras encantadoras praias, começando por Aruana. O show da natureza segue com as praias do Robalo, Náufragos, Refúgio e Mosqueiro. São 30 quilômetros de mar tranquilo para deleite dos turistas.

ORLA DE ATALAIA

O local é um dos mais marcantes cartões-postais da cidade, com a Av. Santos Dumont. São 6 quilômetros de perfeita infraestrutura para o lazer, que inclui iluminação espe-

cial para quadras poliesportivas e um complexo de bares e restaurantes. É um dos principais pontos de concentração da noite sergipana.

CENTRO HISTÓRICO

Completamente restaurado, o Centro Histórico de Aracaju é um passeio pelo passado. Os casarões, os mercados Antônio Franco e Thales Ferraz (recentemente recuperados e transformados em centros de cultura e lazer), a Praça Fausto Cardoso (a mais antiga da capital), o Parque Teófilo Dantas (com sua feira de artesanato), o Palácio Olímpio Campos, o Centro de Turismo e Museu de Artesanato e a Ponte do Imperador – um ancoradouro construído em 1859 para de-

60 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

60-61_Turismo.indd 60

02/02/2012 14:59:59


Fotos: cedidas

sembarque do imperador Dom Pedro II e da imperatriz Dona Teresa Cristina, que visitaram Sergipe em 1860 – e a Catedral Metropolitana, com sua cúpula ornamentada com belíssimas pinturas do século XIX, são passeios obrigatórios.

MIRANTE DA 13 DE JULHO

Além da vista panorâmica da ilha de Santa Luzia e do manguezal do Rio Sergipe, oferece ampla área de lazer com pistas de skate e bicicross, ciclovia, quadras esportivas e parque infantil.

CRISTIANE ALVES COLABOROU

F E V E R E I RO

60-61_Turismo.indd 61

P L E N I T U D E | 61

02/02/2012 10:30:36


CULINÁRIA

EDUARDO GUEDES

UTILIDADE PÚBLICA

ÓRGÃOS

TEL

Secretaria dos Direitos Humanos 100 Serviços de Emergência no Mercosul 128 Delegacias Espec.de Atend. à Mulher 180 Disque Denúncia 181 Salvamar 185 Polícia Militar 190 Polícia Rodoviária Federal 191 SAMU 192 Corpo de Bombeiros 193 Polícia Federal 194 Polícia Civil 197 Polícia Rodoviária Estadual 198 Defesa Civil 199

SALADAS COM PEITO DE PERU

INGREDIENTES:

Salada de folhas 6 xícaras de folhas verdes variadas 1 xícara de mamão fatiada 1 xícara de abacaxi fatiado 1 xícara de bacon fatiado frito 1 xícara de queijo cottage 1 xícara de fatias de peito de peru Molho ½ xícara de azeite 1 colher de sopa de mostarda 1 colher de sopa de mel Salada de macarrão 3 xícaras de macarrão gravatinha 1 xícara de ervilha 1 xícara de palmito 1 xícara de muçarela cerejinha 1 xícara de tomate cerejinha MODO DE PREPARO: Descascar, tirar as sementes.

1 xícara de peito de peru em cubos ½ xícara de maionese 3 colheres de sopa de ketchup 3 colheres de sopa de manjericão Alternativa quente 4 colheres de sopa de azeite 1 xícara de cebola picada 1 xícara palmito picada 1 xícara de tomate picada 1 xícara de ervilha ½ xícara de bacon frito picado 3 xícaras macarrão 1 xícara de queijo cottage 1 xícara de parmesão

DEMAIS SERVIÇOS DE UTILIDADE PÚBLICA Prestadoras de Água e Esgoto 115 Prestadoras de Energia Elétrica 116 Prest. de Distribuição de Gás Natural 117 Transporte Público 118 Conselhos Tutelares 125 Ministério Público 127 Defensorias Públicas 129 Hora Certa 130 Assistência a Dependentes Químicos 132 Anatel 133-1 e 133-2 Despertador Automático 134 Ministério da Previdência Social 135 Sistema Único de Saúde (SUS) 136 Governo Federal 138 Centro de Valorização da Vida 141 Receita Federal do Brasil 146 Justiça Eleitoral 148 Vigilância Sanitária 150 Procon 151 Ibama 152 Guarda Municipal 153 Detran 154 Serviço Estadual 155 Serviço Municipal 156 Informações Sobre Emprego 157 Delegacias Regionais do Trabalho 158 Poder Judiciário 159 Adm. Pública na Área de Saúde 160 Disque Denúncia Sobre Atos do Governo 161 Disque Idoso 165 Aneel 167 Petrobras 168 Prefeitura do Rio de Janeiro 174+6 Lista telefônica 102 Portadores de Necessidades Especiais 142

VOCÊ SABIA?

Molho Num bowl, misturar o azeite, o mel e a mostarda. Temperar a salada com o molho e sobre as fatias de mamão, abacaxi, bacon, peito de peru e queijo cottage.

No Brasil, na esfera federal da administração pública, considera-se de utilidade pública as sociedades civis, associações e fundações que receberam o referido título, se assim o solicitaram, bem como por cumprir os requisitos da Lei 93 de 28 de agosto de 1935.

Salada de macarrão Num pote, misturar a maionese com o ketchup. Num bowl, misturar o macarrão, a ervilha, o palmito, a muçarela, o tomate, o peito de peru, o molho e o manjericão.

Segundo o artigo 1º da Lei 91/1935, as pessoas jurídicas poderão obter o título de Utilidade Pública Federal se "servirem desinteressadamente à coletividade" e se os cargos de sua diretoria, conselhos fiscais, deliberativos ou consultivos não forem remunerados.

Prato quente Numa frigideira, refogar a cebola no azeite até dourar. Acrescentar o palmito, a ervilha, o bacon, o tomate e mexer até aquecer. Adicionar o macarrão, os queijos e mexer até ficar homogêneo.

Atualmente, por força do Decreto 3.415 de 19 de abril de 2000, é de competência exclusiva do ministro da Justiça a concessão do título de utilidade pública. Às entidades portadoras do título, por força da antiga Lei de 1935, resta obrigatória a apresentação anual de um relatório de atividades, para comprovar o cumprimento dos requisitos legais vigentes.

62 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

62_63_Culinaria___.indd 62

02/02/2012 17:14:21


PORTUGUÊS DO DIA A DIA

SÉRGIO NOGUEIRA

PROFESSOR

Precisão e adequação vocabular 16. AMORTIZAR ou AMORTECER? e MINIMIZAR ou DIMINUIR? A frase é: “A água amortizou sua queda.” O correto é: “A água amorteceu sua queda.” Amortizar e amortecer são derivados de morte (= levar à morte). Significam “diminuir, amenizar”. Há, entretanto, uma sutil diferença: amortizar só é utilizado para se referir a dívidas ou bens materiais. Se você pagou à Caixa Econômica mais uma prestação referente ao financiamento feito para adquirir a casa própria, você amortizou sua dívida (=diminuiu a dívida). Quando você cai, sua queda pode ser amortecida pela grama ou pela água (=amenizada/suavizada pela grama ou pela água). Mais do que diminuir é minimizar, que é um neologismo já devidamente registrado no Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa, publicado pela Academia Brasileira de Letras, e nos novos dicionários Aurélio, Houaiss, Caldas Aulete, Michaelis... Certa vez, um aluno definiu minimizar como “diminuir ao máximo”. Ele tinha alguma razão. Apenas misturou duas possibilidades: “reduzir ao mínimo” com “diminuir o máximo possível”. Outro aspecto a ser observado é o uso do verbo minimizar com um sentido “suspeito”. Há quem diga: “É preciso minimizar o fato”. Nesse caso, minimizar é usado com o sentido de “atenuar, suavizar”. Ou pior: “fazer o fato parecer menor”. 17. CIDADE ou MUNICÍPIO? DIVISA ou LIMITE ou FRONTEIRA? A frase é: “O pecuarista cria seu gado no interior da cidade.” O mais adequado é: “O pecuarista cria seu gado no interior do município.”

O pecuarista que cria seu gado no interior da cidade deve estar provocando um grande problema, pois criar gado no centro da cidade gera muitos problemas urbanos. Muita gente boa trata cidade e município como sinônimos. Rigorosamente, cidade refere apenas o núcleo urbano e município abrange toda a área, urbana e rural. Entre municípios não há divisas nem fronteiras, e sim limites. Divisas separam estados, e entre países há fronteiras. Portanto, é inadequado quando a repórter diz: “Aqui na divisa do Rio de Janeiro com São João do Meriti”. Entre municípios há limites. É só observar as placas do DNER: “Limite (entre) Rio de Janeiro (e) Duque de Caxias”. Quem tem divisa é o estado do Rio de Janeiro com o estado de São Paulo, com Minas Gerais, com o Espírito Santo. E o Brasil tem fronteiras com quase todos os países da América do Sul. 18. GEADA CAI ou NÃO CAI? A frase é: “Nesta madrugada, pode cair geada.” O correto é: “Nesta madrugada, pode se formar geada.” Ao contrário da neve, que cai, a geada se forma no solo ou sobre águas paradas. Portanto, geada não cai. Se neve cai, é desnecessário dizer que “caiu neve”. Basta dizer que nevou. O mesmo ocorre com a chuva. Li num bom jornal: “A chuva que caiu ontem à noite provocou...” Não conheço chuva que não cai. “Chuva que caiu” é redundante, é desnecessário. Bastaria dizer: “A chuva de ontem à noite provocou...” 19. QUASE NENHUMA ou QUASE? A frase é: “Não há quase nenhuma correção a fazer.” O adequado é: “Não há quase correção a fazer.”

Se não existe “meia correção” e nenhuma indica ausência absoluta, a combinação “quase nenhuma” é absurda. Estamos diante de uma contradição: ou não há nenhuma correção a fazer ou não há quase correção a fazer. Se a intenção do falante é dizer que o trabalho está quase perfeito, com pouquíssimos erros para corrigir, basta eliminar o nenhuma: “Não há quase correção a fazer”. Se o trabalho estiver perfeito, aí “não haverá nenhuma correção a fazer”. Deu num bom jornal: “Jogador custa quase mais de um milhão de dólares”. Gostaria de saber quanto custa o tal jogador. O repórter certamente estava um pouco inseguro. Não é difícil deduzirmos que o preço do atleta é mesmo de um milhão de dólares, pois o “quase” e o “mais” se anulam. Assim sendo, o “jogador custa um milhão de dólares”. Ou será que ele queria dizer um pouco mais de um milhão de dólares? 20. SEGUIMENTO ou SEGMENTO? A frase é: “É excelente seguimento de mercado.” O correto é: “É excelente segmento de mercado.” Confundir seguimento com segmento é muito frequente. Seguimento vem do verbo seguir. Seguimento é o “que segue”: “Isto vai aparecer no seguimento do trabalho”. Segmento vem do verbo segmentar, que é uma das partes resultantes da segmentação. Segmentar é “dividir, separar”. Deu num bom jornal: “O atacante é um grande finalista”. O nosso repórter certamente queria dizer “um grande finalizador”, ou seja, aquele que finaliza bem o lance, chuta bem ao gol. Um grande finalista pode ser o time do atacante, desde que chegue ao grande jogo final do campeonato. F E V E R E I RO

62_63_Culinaria___.indd 63

P L E N I T U D E | 63

02/02/2012 10:33:21


V A R I E D A D E S POR

EDIR LIMA

Crescem acidentes a caminho do trabalho

A despesa da Previdência com os chamados acidentes de trajeto – aqueles sofridos a caminho do trabalho ou na volta para casa, depois do expediente – subiu 37%, entre 2009 e 2011. O valor saltou de R$ 850 milhões para R$ 1,16 bilhão, segundo projeção do Ministério da Previdência Social. De acordo com Remígio Todeschini, diretor de saúde ocupacional do Ministério, trata-se de um custo crescente e que causa preocu-

pação. “Com o número maior de veículos nos grandes centros urbanos, o deslocamento dos trabalhadores virou um inferno", afirma. As empresas também amargam gastos em decorrência do maior número de acidentes de trajeto. A explosão na venda de motos e de carros e o trânsito mais intenso, principalmente nas grandes cidades, têm contribuído para o aumento desses acidentes: 173,2%, entre 1996 e 2010.

Cuidado com o excesso de sol e calor Os principais sintomas de casos de insolação provocados pelo excesso de exposição ao sol e ao calor intenso são desidratação e queimaduras na pele, além de dor de cabeça, tontura e febre. Casos mais graves podem provocar inconsciência. Pessoas com sintomas de insolação devem ser levadas imediatamente para um local bem arejado e com sombra e receber hidratação por via oral para repor os líquidos perdidos. Em casos de queimadura solar, compressas frias de chá de camomila ou de soro fisiológico ajudam a aliviar a reação inflamatória da pele. Outra orientação é usar loções corporais refrescantes e evitar a ingestão de bebidas alcoólicas, já que elas fazem com que o corpo perca ainda mais líquido.

Notas altas para quem se exercita

Pesquisa publicada na revista norte-americana "Archives of Pediatric & Adolescent Medicine" revela que crianças que se exercitam mais – seja no intervalo entre as aulas, no caminho para a escola ou em aulas de educação física – tendem a apresentar melhor desempenho escolar. O estudo, feito por pesquisadores da Universidade Vrije, de Amsterdam, Holanda, comparou a atividade física dos estudantes com seus desempenhos em provas de matemática, linguagem, raciocínio lógico e memória. Uma das pesquisadoras, Amika Sing, disse que as escolas deveriam priorizar tanto exercícios quanto os aspectos acadêmicos e que as famílias poderiam ter a mesma atitude.

2012 entre os 10 anos mais quentes

O Met Office, Departamento de Meteorologia do Reino Unido, afirmou recentemente que o ano de 2012 pode se tornar um dos dez mais quentes desde 1850, com temperaturas globais quase 0,5 grau Celsius mais elevadas que a média registrada no período 1961-1990. O Met Office e a Universidade de East Anglia divulgaram no mês passado dados preliminares mostrando que 2011 foi o 11º ano mais quente já registrado, 0,36 grau Celsius acima da média de longo prazo aferida entre as décadas de 1960 e 1990, que foi de 14 graus. Uma das causas de tanto calor é o La Niña (fenômeno climático caracterizado pelo resfriamento das águas no Pacífico equatorial). Este ano o fenômeno provocará um clima mais abafado que 2011, mas não tão quente quanto 2010.

64 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

64-65_Variedades.indd 64

02/02/2012 10:34:50


Musculação reduz pressão arterial em hipertensos Fotos: Fotolia

Pesquisa da Universidade de São Paulo (USP) revela que a prática de musculação é capaz de reduzir a pressão arterial de hipertensos a níveis semelhantes aos obtidos por meio de medicamentos. O estudo comprova que o treino de força é seguro para os hipertensos, desde que com acompanhamento médico e de profissionais de atividade física. O trabalho também mostrou que a redução da pressão permanece por até quatro semanas após a interrupção do treinamento. Participaram do estudo 15 homens com hipertensão moderada, que utilizavam medicação, com média de idade em torno de 46 anos. Durante seis semanas antes do início do treinamento, com supervisão médica, os medicamentos foram gradativamente retirados.

Implante de retina aprovado na Europa Adultos devem atualizar caderneta de vacinação Além de manter em dia as vacinas das crianças, os adultos devem ficar atentos à atualização da própria caderneta de imunização. É preciso se proteger contra a hepatite B, a difteria, o tétano, a febre amarela, o sarampo, a caxumba e a rubéola. A partir dos 20 anos, quatro vacinas devem ser tomadas. A tríplice viral protege contra o sarampo, a caxumba e a rubéola, por meio de dose única. A vacina dupla adulto protege contra a difteria e o tétano, sendo necessária uma dose a cada dez anos. A vacina contra a febre amarela também deve ser aplicada uma vez a cada dez anos. A imunização da vacina contra a hepatite B só é eficaz com três doses. A faixa etária foi ampliada para 29 anos.

Criança que faz pré-escola reduz atraso escolar

Após décadas de desenvolvimento e anos de testes clínicos, chegará ao mercado uma prótese óptica capaz de restaurar ao menos parcialmente a visão de quem sofre de doenças que prejudicam a retina. A Second Sight Medical Products, Inc., anunciou que seu sistema de prótese de retina Argus II foi aprovado para venda em toda a Europa. A retina fica na parte de trás da superfície interna do olho e grava imagens em padrões de luz e cor. O implante do Argus II na verdade depende de uma minicâmera montada em um par de óculos de sol para capturar uma imagem e enviar as informações para um processador de vídeo, que envia as informações sem o uso de fios para o receptor implantado sob a membrana mucosa do olho chamada conjuntiva.

A criança que faz pré-escola aprende melhor matemática e português e tem menor atraso escolar. Esse é um dos resultados que constam do estudo Impactos da Pré-Escola no Brasil, conduzido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A criança que é colocada na pré-escola apresenta, em média, redução no atraso escolar de 1,2 ano e aumento na proficiência de matemática de 0,47 desvio padrão, o que corresponderia a três anos a mais de escolaridade. Segundo a pesquisa, é como se fosse quase um ano a mais de escolaridade no aprendizado. Investimentos educacionais na infância têm impactos duradouros, diz o estudo.

Fígado virtual para auxiliar operações

Uma equipe de cientistas e cirurgiões europeus desenvolveu um "fígado virtual" para ajudar a planejar melhor as operações para retirada de tumores, o qual também poderá aumentar as probabilidades de recuperação dos pacientes. Intitulado PASSPORT (Simulação específica de pacientes e formação pré-operatória realista), o projeto foi desenvolvido para auxiliar os cirurgiões com um serviço que os ajuda a decidir se devem ou não operar um paciente. Com o uso do "fígado virtual", os cirurgiões poderão ver exatamente onde se encontra o tumor no paciente e, principalmente, como deverão intervir para extirpá-lo com sucesso. F E V E R E I RO

64-65_Variedades.indd 65

P L E N I T U D E | 65

02/02/2012 10:35:06


OPINIÃO

Novo ano letivo TERESINHA MACHADO DA SILVA

PROFESSORA

N

a área da Educação, o ano está começando. Nas escolas, professores e alunos estão prestes a iniciarem mais um tempo de desafios, mas a luta será boa se mantivermos acesa a chama do amor pela Educação e a certeza de que sem ela não haverá possibilidades de mudanças para melhor. Quem sabe este ano possa ser o ano da virada tão sonhada em Educação? O que a classe do magistério espera não são apenas melhores salários de acordo com a alta responsabilidade que se lhe impõe a educação de crianças, jovens e adultos, mas a recuperação da dignidade profissional que, aos poucos, foi-se perdendo nestas três últimas décadas. Coloca-se toda carga do fracasso escolar na conta do professor, como se fosse possível culpar apenas uma das partes do processo ensino-aprendizagem. Há muita coisa envolvida: formação do professor, acompanhamento de equipe pedagógica bem preparada, cumprimento de ordens e legislação emanada de um poder centralizador. Fala-se tanto em planejamento flexível e, no entanto, há direções de colégios que se orgulham em “não mudar uma vírgula do que foi planejado”! Há outra face do processo, não menos importante, que é o alunado. Também já houve época em que se queria depositar a culpa do fracasso escolar nos ombros dos alunos: “Eles não querem nada, não estudam, fazem bagunça nas aulas, não são assíduos.” Enfim, sempre a preocupação deslocada de seu verdadeiro foco. Em vez de se procurarem saídas para a grave crise educacional que atravessamos há décadas, busca-se um culpado, um bode expiatório para a falta de rendimento da Educação e dos péssimos resultados globais em avaliações aferidoras do nível em que esta se encontra em nosso País. Finalmente, os pais. Estes também já levaram parcela da culpa do fracasso escolar, quando se dizia que eles não cobravam de seus filhos que estudassem em

casa e que não compareciam a reuniões programadas para se fazer o acompanhamento pedagógico das crianças. Esquecem os críticos de plantão que o processo ensino-aprendizagem envolve vários elementos: aluno-professor-família-contéudo-critérios de avaliação, entre outros. Se a escola não tiver um rumo pedagógico coerente com a modernidade, se pais e professores não tiverem um conhecimento adequado de como as crianças deste século aprendem de acordo com as vivências que têm, então será muito difícil buscar qualidade e bom resultado em Educação. Não adianta querer colocar peso maior em um dos elementos que compõem o processo ensino-aprendizagem – cada um tem a sua importância. O melhor é dar uma trégua a tantas exigências, repensar a função da Educação, rever conceitos, e que os pais procurem verificar se o tipo de ensino que querem para seus filhos não está calcado em modelos ultrapassados de quando cursavam os ensinos fundamental e médio. Ensinar como aprendeu é ensinar para ontem. Esta premissa serve para pais e professores. Vivemos num mundo tecnológico. Qual a criança que não sabe da televisão a cabo, do computador e da internet? Só mesmo as que vivem num estado de miséria muito grande, no qual a educação pública não chegou com essa renovação. Aqui falamos de uma clientela, em geral, que tem acesso a uma escola de qualidade. Fevereiro marca a volta das crianças às ruas com seus uniformes, material escolar novo e muita esperança de que a escola este ano seja boa e divertida. A quem interessar possa, as crianças são o maior patrimônio que um País possui. Não as decepcionemos, que cada um faça o que puder para ajudar uma criança a ter uma aprendizagem produtiva, que possa nos trazer a esperança de um futuro melhor, porque estamos trabalhando nele agora. Bom retorno às aulas!

“O BRASIL NECESSITA IMPLANTAR UMA ESTRUTURAL REFORMA NA EDUCAÇÃO” TERESINHA MACHADO DA SILVA

PRESIDENTE DA UNIÃO DOS PROFESSORES PÚBLICOS NO ESTADO (UPPES) E DIRETORA DE ASSUNTOS EDUCACIONAIS DA CONFEDERAÇÃO DOS SERVIDORES PÚBLICOS DO BRASIL (CSPB)

66 | P L E N I T U D E F E V E R E I RO

66_Opinião66.indd 66

02/02/2012 10:35:59


Plenitude Fev2012  

Última edição da Plenitude. Fev 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you