__MAIN_TEXT__

Page 1

VALORES PRÓPRIOS

19

PROFESSORES/PROFESSORS

ALUNOS/STUDENTS

A arte de bem ensinar que faz a diferença The art of teaching that makes a difference

Um mérito que vai para além das boas notas Merit that goes beyond good grades

MAIO/JUNHO MAY/JUNE 2017

TÉCNICO

Uma Escola para o Mundo A School for the World


VALORES PRÓPRIOS

Direção Editorial / Editorial Direction: Arlindo Limede de Oliveira, Luís Caldas de Oliveira, Luís Miguel Silveira, Palmira Ferreira da Silva Editores / Editors: André Pires, Marta Pedro Direção de Arte / Art Direction: Tiago Machado Designers: Patrícia Guerreiro, Telma Baptista, Tiago Lopes Distribuição e Publicidade / Distribution and Advertising: GCRP gcrp@tecnico.ulisboa.pt Editora / Publisher: Instituto Superior Técnico Av. Rovisco Pais, 1 1049-001 Lisboa Tel: (+351) 218 417 000 Fax: (+351) 218 499 242 Impressão / Printing: Jorge Fernandes, Lda Rua Q.ta Conde de Mascarenhas N9 Vale Fetal 2825-259 Charneca da Caparica Tel.: 212 548 320 Fax: 212 548 329 Edição / Edition: 19 Periodicidade / Periodicity: Bimestral/ Bimonthly Tiragem / Circulation: 5.000


EDITORIAL/EDITORIAL

ARLINDO LIMEDE DE OLIVEIRA PRESIDENTE/PRESIDENT

constituir um grupo de empresas que venham a ser parceiros privilegiados num número de iniciativas que iremos desenvolver no futuro. Este número da Valores Próprios mostra, de uma forma muito clara, porque é que os melhores alunos, professores e investigadores decidem escolher o Técnico como a sua Escola!

EN Técnico has always been known as a school that recognizes merit and rewards the best. In this number of our magazine, we cover a number of events and initiatives designed and implemented to make this recognition more visible and more explicit. Recognizing our best students, professors, researchers, and entrepreneurs, is our way of saying that, at Técnico, we value quality and reward merit. But, in this number, we also present a number of other indicators that show the quality of the teaching, research, and innovation done in our school. The high employability of our graduates is a witness

to the quality of our school, made visible also by the relevant position Técnico occupies in so many international university rankings. Today, Técnico is not only the first and foremost engineering school in Portugal, but also one of the best in Europe, and the world. Técnico is not only a top school in education and research, but also a relevant player in innovation, entrepreneurship, and technology transfer. The establishment of the Técnico Partner Network aims at creating a tight network of companies, which will constitute privileged partners for a number of initiatives, to be developed in the future. I believe this number of our magazine displays, in a very clear way, why the best students, professors, and researchers, decide to choose Técnico as their school.

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT O Técnico sempre foi conhecido como uma escola que reconhece e recompensa o mérito. Neste número da Valores Próprios, são cobertos diversos eventos e iniciativas que foram concebidos para tornar este reconhecimento mais explícito e visível. Reconhecer os nossos melhores professores, investigadores, alunos e empreendedores é a nossa forma de dizer que o Técnico reconhece e incentiva o mérito. Mas, neste número, descrevemos também um conjunto de outros indicadores que demonstram a qualidade do ensino, investigação e inovação feita na nossa Escola. A elevada empregabilidade dos nossos graduados é testemunha da qualidade da nossa Escola, tornada tão visível pelas posições em que o Técnico tem ficado em numerosos rankings internacionais. Hoje, o Técnico é não só a melhor e mais importante escola de engenharia Portuguesa, mas também uma das melhores da Europa, e mesmo do mundo. Hoje, o Técnico é não só uma escola de topo em ensino e investigação, mas também um importante agente em atividades de inovação, empreendedorismo e transferência de tecnologia. A rede de parceiros do IST, recentemente criada, pretende

P—3

O Técnico, uma escola que reconhece o mérito e a qualidade Técnico, a school that rewards quality and merit


DESTAQUES/HIGHLIGHTS 2017

PARCERIAS/PARTNERSHIPS

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

Novabase integra rede de parceiros Novabase joins the partners network

EVENTO/EVENT

O maior Pitch BootCamp de sempre The largest Pitch BootCamp ever P—4 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT Quem viu chegar os alunos e quem os vê sair denota-lhes ligeiras diferenças. Ao nervosismo sucedeu a confiança, levam certezas quando traziam muitos receios, o semblante mais leve denuncia-o e os relatos confirmam-no.Tudo isto ao fim dos dois dias de Pitch BootCamp no Instituto Superior Técnico, o maior de sempre organizado pela Spark Agency. O Salão Nobre encheu-se, a 31 de março e 1 de abril, com o talento dos 225 alunos exclusivamente do Técnico, num evento que treinou ferramentas de procura de trabalho e a abordagem ao mercado, ajudando os alunos a perceberem melhor as suas valências. Nos poucos momentos em que o ritmo de trabalho abrandava, os alunos iam trocando impressões, ajudando-se mutuamente. Entre um e outro dia, as mudanças eram óbvias, tanto a nível de postura como de confiança. Tiago Eusébio do 5º ano de Engenharia Química conta os motivos que o trouxeram ao evento: “Estou a acabar o meu curso e considero que o Pitch Bootcamp é uma ótima maneira de conhecer empresas, de contactar com o mercado de trabalho. Além de que nos são dadas dicas muito úteis, formação e treino”. Miguel Goncalves, responsável pela Spark, deixou escapar algo que por si só resumia o evento: “Isto é de facto um sítio especial e vocês são mesmo muito bons, acreditem”.

EN Those who saw the students arrive and then later leave could note a slight difference them. Confidence replaced nervousness, certainties supplanted fears; the lighter expression on their faces showed it, and the testimonies confirmed it. All this after two days exploring IST’s Pitch BootCamp, the largest ever organized by Spark Agency. On March 31st and April 1st the Salão Nobre hosted 225 talented IST students for a training event focusing on job search and market approach tools, helping students to better understand their skills. On the rare occasion when the pace of work slowed down, the students exchanged ideas and helped each other. Changes were obvious from one day to the other, regarding both attitude and confidence. Tiago Eusébio, a 5th year chemical engineering student, mentioned some of the reasons that brought him to the event: “I’m graduating and I think Pitch Bootcamp is a great way to get in touch with companies, with the job market. moreover, we are given very useful tips, lectures and training.” Just before the end of the event, Spark manager Miguel Goncalves, said something that summed up the event: “This is indeed a special place and you are very good indeed, believe me.”

PT A Novabase juntou-se, no dia 18 de abril, à rede de parceiros do Instituto Superior Técnico. “É com grande alegria que aqui estou a oficializar esta parceria”, foi com estas palavras que Luís Paulo Salvado, presidente da Novabase, abriu o leque de várias intervenções que brindavam esta parceria. Luís Paulo Salvado partilhou com a audiência a importância desta parceria por acreditar no papel fulcral de uma estreita ligação entre as empresas e as universidades. “Posso dizer-vos que um dos segredos do sucesso da nossa empresa está em muito relacionado com a qualidade dos jovens portugueses. A Novabase faz-se muito do talento que vamos buscar às universidades portuguesas, nomeadamente ao Técnico”, salientou. O discurso do presidente do Técnico refletia o mesmo entusiasmo: “A nossa relação com a Novabase é muito particular, e era uma parceria que já se ia construindo ao longo do tempo”. Sob o lema “mais do que sistemas, desenhamos felicidade”, a empresa de Tecnologia de Informação tem tido um crescimento exponencial nos últimos anos. EN Novabase joined the IST Partners Network on April 18. “It is with great joy that I am here to formalize this partnership”, said Novabase president Luís Paulo Salvado. Luís Paulo Salvado discussed the importance of this partnership, saying he believes it will play a crucial role in bringing companies and universities closer together. “I can tell you that one of the keys to our company’s success is the talent of Portuguese young men and women. Novabase greatly depends on the talent we recruit from Portuguese universities, namely Técnico”, he said. The IST president shared the same enthusiasm: “We have a very special relationship with Novabase, this partnership was in the making for some time now”. Under the motto “More than systems, we design happiness”, the IT company has seen an exponential growth in recent years.


Secretário de Estado do Desporto e da Juventude visita JUNITEC State Secretary for Sports and Youth visits JUNITEC

Dias abertos para estudantes de Doutoramento Open days for PhD students

EN On April 6, the State Secretary for Sports and Youth, João Paulo Rebelo, visited JUNITEC - IST Junior Companies, as part of a national tour covering various youth associations. Welcomed with great enthusiasm by the JUNITEC team, João Paulo Rebelo learned about the association through its president Miguel Vasconcelos and through some of the team’s projects. Rather than only listening to the explanation, he accepted a student’s challenge and tried one game himself. In a brief speech, the State Secretary explained that “the purpose of the initiative is to be as close as possible to young people in an associative context, and to get to know their reality a little better”. He also emphasized that the purpose of such interactions is “to acknowledge the work carried out by these associations, to value it and to use it as an example so that other young people can be inspired by this dynamism”.

PT A troca de conhecimento, a interação entre alunos de doutoramento e vários especialistas, e em simultâneo a valorização e demonstração dos trabalhos levados a cabo durante os programas de doutoramento foram os principais objetivos dos PhD Open Days, que decorreram no Salão Nobre do Instituto Superior Técnico no dia 5 e 6 de abril. O presidente do Técnico, o professor Arlindo Oliveira, destacou a importância do evento, incentivando os alunos a desfrutar ao máximo do que ele tem para oferecer: “aproveitem e usem esta oportunidade para aprender sobre outras áreas, e também para pedir um feedback acerca dos vossos projetos, ouvindo os conselhos que estes especialistas têm para vos dar”. “Em Portugal não existe uma cultura para vir a este tipo de eventos, mas eles não podiam ser mais úteis e importantes”, acrescentou. No segundo dia do evento, decorreu o “Pitch Competition” entre estudantes de doutoramento, que competiram por um certificado que garante a entrada gratuita no próximo Web Summit de Lisboa.

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

PT O Secretário de Estado do Desporto e Juventude, João Paulo Rebelo visitou, no dia 6 de abril, a JUNITEC – Júnior Empresas do Instituto Superior Técnico, no âmbito de um roteiro nacional que o mesmo tem efetuado a várias associações juvenis. Recebido com grande entusiasmo pela equipa da JUNITEC, João Paulo Rebelo tomou conhecimento da essência da associação pela voz do presidente Miguel Vasconcelos e de alguns dos projetos levados a cabo. Não se ficou pela explicação, e chegou mesmo a aceder ao desafio de uma aluna e experimentou um jogo. Num breve discurso o Secretário de Estado explicou que “o intuito da iniciativa é estar o mais próximo possível dos jovens em contexto associativo e conhecer um pouco melhor a realidade”, realçando que ao contatar com estas experiências pretende “reconhecer o trabalho realizado pelas associações, valorizá-lo e também usá-lo como exemplo para que outros jovens possam precisamente ter esta dinâmica”, frisou.

EN Knowledge exchange, the interaction between PhD students and several specialists, and the valuing and demonstration of the work carried out during the doctoral programs - these were are the main goals of the PhD Open Days being held at IST’s Salão Nobre on April 5 and 6. IST president, professor Arlindo Oliveira, emphasized the importance of the event, exhorting students to take full advantage of what it has to offer: “use this opportunity to learn about other areas and to ask for feedback on your own projects, listening to the advice these specialists can give you”. “In Portugal people do not normally attend these events, but they are quite useful and very important”, he added. The second day of the event featured a Pitch Competition between PhD students, who competed for a free admission pass to the next Lisbon Web Summit.

P—5

EVENTO/EVENT

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

ALUNOS/STUDENTS


DESTAQUES/HIGHLIGHTS 2017

EVENTO/EVENT

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

Técnico marca presença na Futurália Técnico attends Futurália

NOMEAÇÃO/APPOINTMENT P—6

Professor do Técnico eleito “Fellow” da “European Physical Society” Técnico´s professor appointed Fellow of the European Physical Society

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT O Conselho da “European Physical Society” (EPS), órgão máximo da EPS, elegeu três novos “fellows”, um deles docente e investigador do Técnico, o professor Luís Oliveira e Silva. A distinção é atribuída aos membros da European Physical Society que se tenham distinguido pelas contribuições dadas na área. O professor do Departamento de Física afirmou que a distinção reflete “o resultado e o impacto de todo trabalho que tem sido desenvolvido no Técnico, no departamento, na minha área, no meu grupo e no meu centro”. O professor do Técnico junta-se a mais 85 “fellows”, sendo o único português eleito, e terá sido escolhido pelas suas contribuições na área da interação de lasers com plasma e áreas associadas. Para o professor Luís Oliveira e Silva “o reconhecimento internacional das contribuições e a sua relevância para a área em que desenvolvemos a nossa investigação” foram preponderantes nesta eleição.

EN The Council of the European Physical Society - EPS’s most important body - has appointed three new fellows. One of them is both a professor and a researcher at Técnico, professor Luís Oliveira e Silva. The accolade is awarded to European Physical Society members for their outstanding contributions to the field. The Physics Department professor said that the award reflects “the result and impact of all the work that has been carried out at Técnico, in the department, in my area of expertise, my group and my centre”. The IST professor thus joins 85 other fellows. He’s the only Portuguese fellow in the group, and he has been appointed for his contributions to laser plasma interaction and associated areas. For Luís Oliveira e Silva, the appointment reflects “the international recognition of our contributions and their relevance to the area in which we conduct our research”.

PT Centenas de jovens passaram pelo stand do Instituto Superior Técnico na Futurália, que decorreu em março na FIL, no Parque das Nações. Por lá os assuntos foram sempre os mesmos e interligam-se: o futuro e o Técnico. Interessados e curiosos perante as oportunidades que podem encontrar no Técnico, os jovens iam interpelando os alunos representantes da Escola. Ao fim das perguntas, que foram para além do âmbito curricular, quase todos partiam convictos de que o Técnico fará parte das suas escolhas. “Eu gostava imenso de conseguir entrar em Aeroespacial, e mesmo que não consiga à primeira vou tentar outras estratégias, mas com certeza vou estar no Técnico para o ano”, afirma Madalena Ferreira, uma das jovens que esteve à conversa com os embaixadores do Técnico na Futurália. A décima edição da maior feira de educação, formação e empregabilidade do país, que se estendeu até 1 de abril, recebeu cerca de 80 mil visitantes. EN Hundreds of young students visited the IST counter at Futurália, an event which has been taking place at FIL, in Parque das Nações, in March. The topics are always the same and they interconnect: the future and Técnico. Curious about the opportunities Técnico can provide them, these young people had lots of questions for Técnico’s student representatives. After the questions, which were not limited to curricular activities, most students left with the conviction that Técnico is going to be one of their choices. “I would love to study aerospace engineering, and even if my first attempt fails, I’m going to try other strategies, but I’m sure I’ll be a Técnico student next year”, says Madalena Ferreira, one of the young students who talked with Técnico’s ambassadors at Futurália. The 10th edition of the Portugal largest education, training and employability fair, which ran until April 1st, welcomed about 80,000 visitors.


Dispositivo inovador na área do salvamento marítimo Innovative maritime rescue device

Terceira edição do TEDxISTAlameda Third edition of TEDxISTAlameda

EN SeaMe is an innovative project by four IST Electrical and Computer Engineering students, the main element of which is a small, simple and practical device that will expedite the maritime rescue process. SeaMe was created by João Vieira, Francisco Salgado, Alexandre Vieira and José Dias. “After we came up with the idea, we kept improving it and investing in its potential”, says João Vieira. They ranked 2nd in an innovation competition held by the insurance company Ageas, and they have entered the startUP Voucher program. Despite these two victories, the most desired goal is yet to be achieved: “We want to internationalize, of course”, students say. In the open sea, the small device launches “an alert that can be forwarded to national emergency services or the user’s emergency contact”, explains Alexandre Vieira. “The alert is almost immediate. Our device will speed up rescue times”, João Vieira says.

PT O Instituto Superior Técnico recebeu pela terceira vez a conferência TEDx-ISTAlameda. Mais de 200 participantes puderam, no dia 8 de abril, assistir a uma troca de ideias, conceitos e experiências, que foram a palco pela voz dos mais variados especialistas e artistas, sempre revestidos de uma autenticidade e dinamismo que não deixou ninguém indiferente. Beatriz Moreira, da comunicação do TEDxISTAlameda afirmou que a essência do evento está na “quantidade de coisas que este programa acrescenta, explorando coisas que estão para além da faculdade, para além do quotidiano ou dos pensamentos que temos regularmente. A diversidade de temas que explora é fascinante”. Foi inspirada nesta diversidade que Vera Silva, voltou ao Técnico, onde estudou há 6 anos atrás. “Quero perceber o que é que é feito, contactar com ideias novas, inspirar-me nesta diferença caraterística do TED”, explicou a engenheira. “Afinal é isso que este evento é: inspiração e sonho num pensamento sobre a atualidade e a realidade”, resume.

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

PT O SeaMe é um projeto inovador de quatro alunos de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores do Técnico, cujo elemento essencial é um pequeno dispositivo simples e prático que agilizará o processo de salvamento marítimo. João Vieira, Francisco Salgado, Alexandre Vieira e José Dias são os criadores do SeaMe. “Depois da ideia surgir fomos construindo, melhorando o projeto, e apostando cada vez mais no seu potencial”, explica João Vieira. Contam já com o segundo lugar do concurso de inovação da seguradora Ageas e com a entrada para o Startup Voucher. Apesar destas duas vitórias¸ a crista da onda desejada ainda está por chegar: “Queremos alcançar a internacionalização, claro”, afirmam os alunos. Em pleno alto mar, o pequeno dispositivo permite o lançamento de “um alerta que pode ser reencaminhado para os serviços nacionais de socorro ou qualquer que seja o contacto de emergência do utilizador”, explica Alexandre Vieira. “O alerta é praticamente imediato. O nosso dispositivo vem acelerar o tempo de socorro”, acrescenta João Vieira.

EN Técnico Lisbon hosted the TEDx-ISTAlameda conference for the third time. On April 8, over 200 people had the chance to attend an exchange of ideas, concepts and experiences, which were given voice by various specialists and artists, always with an authenticity and dynamism that caught everyone’s attention. Beatriz Moreira, from the TEDx-ISTAlameda communication department, said that the essence of the event lies in the “number of things this program adds, exploring things beyond college, beyond everyday life, beyond our normal train of thought. The diversity of topics it explores is fascinating”. Such diversity inspired Vera Silva to return to Técnico, where she studied 6 years ago. “I want to know what’s being done, get in touch with new ideas, draw inspiration from the different approaches that define TED”, the engineer explained. “After all, this event is all about inspiration”, she summed up.

P—7

EVENTO/EVENT

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

ALUNOS/STUDENTS


DESTAQUES/HIGHLIGHTS 2017

IGUALDADE DE GÉNERO/GENDER EQUALITY

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

Técnico implementa medida de pós-licença de parentalidade Técnico implements post parental leave

ALUMNI

P—8

“Não teria chegado onde cheguei sem passar pelo Técnico” “I wouldn’t have gotten where I am without Técnico”

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT Frases como esta, ecoaram em mais uma edição das Alumni Talks, no dia 3 de maio. A troca de experiências, conselhos, vivências e memórias do Técnico foi uma constante no evento organizado pelo Núcleo de Apoio ao Estudante – NAPE e que reúne ao pequeno-almoço um grupo de alunos do Técnico e vários antigos alunos de sucesso num ambiente informal. Desta feita, os alumni convidados foram cinco engenheiros que o tempo, as competências adquiridas e o gosto pela mudança tornaram em gestores de topo: Rui Bento, General Manager da Uber em Portugal, Válter Fernandes, Project Developer e Senior Advisor to CEO da TAP, Paula Glória, Director of Organizational Development na Hovione, Manuel Maria Correia, General Manager da DXC Technology e Ana Domingues que ocupa o cargo de Vice-Presidente na CGI Portugal. Numa linguagem de proximidade os alumni alicerçaram certezas e iam saciando a vontade dos que queriam saber mais sobre o “mundo fora do Técnico”. As semelhanças que se mantêm ao longo dos anos, a evolução e a marca que a escola lhes deixou, foram também várias vezes o foco da conversa, e o motivo de algumas gargalhadas.

EN Sentences like this were heard over and over on May 3 during another Alumni Talks edition. The sharing of experiences, recommendations, and memories from Técnico was a constant feature of this event. It was organized by the Student Support Office (NAPE) and brought together a group of IST students with several successful alumni for an informal breakfast. The alumni invited for this edition were five engineers who, thanks to their acquired skills and passion for change, became top managers: Rui Bento (general manager at Uber Portugal); Válter Fernandes (project developer and senior advisor to the CEO at TAP); Paula Glória (director of organizational development at Hovione), Manuel Maria Correia (general manager at DXC Technology); and Ana Domingues (vice president at CGI Portugal). In an informal environment, the alumni confirmed facts and quenched the curiosity of those who wanted to know more about the “world outside of Técnico”. Some of the most common topics were the similarities in the environment of IST that have persisted over the years, and the way IST influenced them and made them grow, triggering some laughs.

PT A promoção da igualdade e a não discriminação entre homens e mulheres continua a ser uma das linhas de ação do Instituto Superior Técnico, prova disso é a mais recente medida implementada: a dispensa do serviço docente no período pós-licença de parentalidade. “Todos os docentes que tenham usufruído de uma licença de, pelo menos, 100 dias, estarão dispensados de dar aulas por um semestre”, explica a professora Helena Geirinhas, responsável pelo grupo de trabalho que promove as questões da igualdade de género no Técnico. “Temos consciência que quando voltamos de uma licença os dias já não são o que eram, e muita coisa ficou para trás durante os meses que ficamos em casa, por isso pensamos nesta medida”, acrescenta. Recuperar o tempo de investigação perdido é o grande objetivo da medida, que pode ser usufruída tanto por homens como por mulheres. EN Advancing equality and non-discrimination between men and women is one of Técnico’s main concerns, and the post parental leave that relieves faculty members of their teaching duties, proves just that. “All lecturers who have been on leave for at least 100 days will be exempted from teaching for one semester”, explains professor Helena Geirinhas, who heads the task force for gender equality issues at Técnico. “We are aware that things are not what they used to be when we come back from a leave, that we’ve missed a lot of things during the months we stayed home, so we decided to implement this measure”, she adds. The main goal of this measure, which can be enjoyed by both men and women, is to allow faculty members to recover the research time they have lost.


Professor do Técnico lidera Consórcio Europeu IST lecturer heads European Consortium

“Quando falamos da Terra falamos dos restos de alguma coisa” “When we speak of the Earth we speak of the remains of something”

EN Europe doesn’t want to be left behind in this new astrophysics age, which will revolutionize our understanding of the cosmos. To compete with their American colleagues, the European Space Agency (ESA) is preparing an ultramodern version of LIGO - called LISA. LISA is a gravitational wave detector that will fly in space, and it will be much more sensitive than LIGO. Portugal is part of the LISA consortium, which is expected to start operating in 2029. Simultaneously, Europe has recently created a consortium under the Horizon 2020 program to study the theoretical aspects of black holes and gravitational waves. The consortium will be headed by professor Vítor Cardoso from Instituto Superior Técnico, and will include more than 20 countries and 100 European scientists. We thus expect to improve our knowledge of the mechanism behind gravitational wave production and the formation and evolution of black holes in the universe.

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

PT A Europa não pretende ficar parada na nova era da Astrofísica, que irá revolucionar o nosso entendimento do Cosmos. Para ombrear com os colegas americanos, a Agência Espacial Europeia (ESA) prepara uma versão ultramoderna do LIGO – a LISA. A LISA é um detetor de ondas gravitacionais que vai voar no espaço, e que vai ser muito mais sensível do que o LIGO. Portugal faz parte do consórcio LISA, que deverá iniciar a sua atividade em 2029. Em paralelo, a Europa formou recentemente um consórcio, no âmbito do programa Horizonte 2020, para estudar todos os aspetos teóricos de buracos negros e ondas gravitacionais, e que vai ser liderado pelo professor Vítor Cardoso, do Instituto Superior Técnico, incluindo mais de 20 países e 100 cientistas europeus. Espera-se agora que nos próximos anos se compreenda melhor o mecanismo de produção de ondas gravitacionais e da formação e evolução de buracos negros no Universo.

PT Decorreu no Salão Nobre do Técnico, no dia 19 de abril, a palestra “Exploring Jupiter and its moons” que teve como orador Jared R. Espley. Começando por explicar o início do sistema solar, o investigador fez alusão aos vários elementos e planetas que o compõem, para explicar que os planetas, e Terra incluída, nasceram de “restos de alguma coisa [estrelas mortas]”. Jared Espley, como um dos responsáveis pela sonda Juno, enviada pela NASA a Júpiter, abordou os vários desafios da engenharia para enviar uma sonda como a Juno. Um desses desafios passa pela questão da energia necessária para manter em funcionamento a sonda e os seus vários equipamentos. O responsável da NASA afirmou que são missões como a Juno que nos permitem cada vez mais, “ter as ideias básicas de como os planetas se formam”, como por exemplo perceber qual a composição de Júpiter e das suas 4 luas (os satélites de Galileu). EN “Exploring Jupiter and its Moons” was the title of the lecture given by Jared R. Espley, on April 19, at IST’s Salão Nobre. The researcher talked about the origins of the solar system and explained that the various elements and planets that make it up, including the Earth, were born from the “remains of something [dead stars]”. As one of the scientists responsible for NASA’s Juno spacecraft, which has been orbiting Jupiter since 2016, Jared Espley addressed the mission’s various engineering challenges. One of these challenges involves the amount of energy needed to keep the spacecraft and its equipment operational. The NASA researcher said that missions such as Juno give us “a basic idea of how planets are formed”, allowing us to understand the composition of Jupiter and its 4 moons (Galilean satellites).

P—9

EVENTO/EVENT

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

INVESTIGAÇÃO/RESEARCH


MOOC Técnico Lisboa Cursos abertos online Open online courses Os cursos MOOC do Técnico são desenhados para oferecer a melhor formação online, com conteúdos relevantes e atuais. São cursos gratuitos e certificados, com creditação no Técnico Lisboa. Qualquer pessoa se pode inscrever e participar, sob o lema aprender onde e quando se quiser.

Formação numa transversalidade de áreas científicas Education in a wide range of scientific areas

Anyone can register and participate, under the motto “learn wherever and whenever you want”

Em todos os dispositivos, em qualquer lado Anywhere, anytime and on any device

O Técnico já era grande. Agora ficou maior. Técnico was great. Now it is greater.

mooc.tecnico.ulisboa.pt

The MOOC courses of Técnico Lisboa are open online courses designed to offer the best online education with relevant and cutting-edge contents. They are free, granting certificates.

De curta duração e maioritariamente em língua portuguesa

Com conteúdos multimédia e práticas de aprendizagem colaborativa

Short courses mostly in Portuguese language

With multimedia contents and collaborative learning practices


ALUNOS/STUDENTS

“ Sinto que o Técnico nos abre as portas para o mundo” “ I feel that Técnico opens the doors of the world for us” Alunos que integram o quadro de mérito do Técnico partilham os segredos e as experiências de um percurso brilhante Students who are part of Técnico’s honour roll share the secrets and experiences of their brilliant academic careers P — 12 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT Mais do que alunos de excelência, são jovens realizados e felizes com as escolhas que fizeram. Não têm ar de ratinhos de laboratório, bem pelo contrário. Colecionam boas notas à mesma medida que angariam novas competências. Não se contentam com pouco e por isso sentem-se realizados no Técnico, onde há tanto para explorar. Às vezes falta-lhes tempo, um mero detalhe que “tem valido muito a pena”, num percurso académico brilhante. Entre o Fórum Mecânica e o Conselho Pedagógico, onde assume as funções de presidente e vice-presidente aluno, simultaneamente, e ainda as explicações de matemática que dá, Nuno Guerreiro, ainda tem tempo para estar entre os melhores alunos do Técnico. Depois de abraçar o primeiro desafio, a entrada no Núcleo de Engenharia Mecânica, foi difícil parar. “Se escolhemos bem o primeiro desafio e correr bem, acabamos por perder o medo e gostar verdadeiramente de estar envolvidos”, começa por dizer. A paixão com que abraça os diversos desafios está patente em cada palavra que solta acerca dos mesmos: “sou presidente do Fórum Mecânica e tem sido um caminho muito importante porque

“Tem sido um caminho muito importante porque me deu uma outra visão da escola, do curso e também outra visão para a vida” ~ “It has been a very important journey because it gave me another perspective of the school, my department and also a different perspective on life”

EN Students who are part of Técnico’s honour roll share the secrets and experiences of their brilliant academic careers. More than excellent students, they are accomplished young people happy with the choices they have made. They do not have the aura of laboratory mice, quite the opposite. They get good grades but also as acquire new skills. They don’t settle for less and so they feel a sense of accomplishment at Técnico, where there is so much to explore. Sometimes they lack time, a mere detail, “which has been worth it” in their brilliant academic careers. Between the Fórum Mecânica, being vice president of the Pedagogical Council, and being a private tutor in mathematics, Nuno Guerreiro still has time to be one of the best students at Técnico. After embracing the first challenge, entry into the mechanical engineering student group was only natural. “If we choose the first challenge wisely and we do well, we end up losing our fear and really enjoy being involved”, he says. The passion with which he embraces the various challenges is evident in every word he speaks about them: “I am president of Fórum Mecânica and this has


DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO


P — 14 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT me deu uma outra visão da escola, do curso e também outra visão para a vida”, partilha. O Conselho Pedagógico, onde é representante dos alunos, foi uma oportunidade que surgiu recentemente e que só consegue qualificar como “excelente”. “Sinto-me muito grato por estar aqui, por ter este papel”, realça. E mesmo que não se notasse, acrescenta: “Venho todos os dias para aqui de sorriso no rosto”. Nuno pisca o olho a Bruno Gonçalves antes de lhe passar a palavra. Falar da excelência não é algo fácil, ambos sabem. Desde pequeno que Bruno sempre teve interesse “em descobrir os componentes das coisas”, hoje em dia acredita que já era a sua veia de engenheiro a revelar-se. Está no 4º ano de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, é delegado de curso, monitor na sala de computadores do departamento, mas não se fica por aqui, e pertence ainda à associação académica Hacker School. “Retiro imensas coisas dessas atividades, como o contacto com pessoas externas ao Técnico, com empresas, desenvolvendo competências de organização do tempo, ou a capacidade de trabalhar em grupo”, explica. “Este é um complemento importantíssimo para a vida académica”, reitera. Se existe um truque a seguir no caminho para o mérito, para Bruno é a persistência. “Quando estás cansado, e não estás a conseguir tenta outra vez”, afirma. A juntar a isso, a “organização é a melhor arma” e “gostar daquilo que estás a aprender” o melhor estímulo. Beatriz Vivar concorda: “eu gosto imenso de aprender”. Ela que tinha notas para entrar em medicina, mas a medicina não tinha o que mais gostava: a matemática e a física. Encontrou em Engenharia Biomédica o desafio perfeito. “E bom, depois de perceber que queria engenharia, só podia escolher o Técnico, claro” assegura. É uma perfecionista assumida e usa isso a seu favor na construção da média de 18 valores. “Para se ter bons resultados é preciso 95% transpiração e 5% inspiração”, é esta a frase que a mãe de Filipa Almeida, aluna de Engenharia e Gestão Industrial, sempre lhe disse e que por sinal hoje em dia a coloca no quadro de honra do Técnico. “Lembro-me de me dizerem que em três meses iria aprender no Técnico tanto ou mais do que nos últimos três anos. Não acreditei que isso fosse possível, mas de facto a velocidade de aprendizagem teve de triplicar”, partilha Filipa. Respondeu ao desafio com dedicação e empenho. Focada, procura um propósito em tudo o que faz. “É importante encarar cada cadeira como uma ferramenta que pode vir a ser usada no futuro, e aproveitar ao máximo o conhecimento adquirido”, declara a aluna.

“Lembro-me de me dizerem que em três meses iria aprender no Técnico tanto ou mais do que nos últimos três anos. Não acreditei que isso fosse possível, mas de facto a velocidade de apredizagem teve de triplicar” ~ “I remember someone telling me that in three months I would learn as much or more in Técnico than in the last three years. I did not think it was possible, but in fact the speed of learning had to triple”

Em comum, estes quatro alunos do Técnico, além das boas notas e da determinação, partilham a noção do quanto é importante explorar a “vida que há para lá das aulas”. Beatriz está no Núcleo de Estudantes do curso, e ainda é escuteira. Sabe que isso lhe rouba tempo de estudo, mas contorna tudo com um esforço extra. Filipa dedica grande parte do seu tempo depois das aulas às atividades do Núcleo de Estudantes de Engenharia e Gestão Industrial, e no ano passado até conciliava tudo com jogos de basquetebol. Perguntamos-lhes se lhes sobra tempo para eles, no meio de tanta coisa. Todos sem exceção, sorriam antes de dar uma resposta parecida à de Nuno: “se calhar não tenho tanto tempo para mim como gostaria, mas tem valido sempre a pena”. A exigência associada ao Técnico não os intimida, bem pelo contrário, é na dificuldade que encontram o maior desafio. “Sinto que o Técnico nos abre as portas para o mundo. Nós somos incentivados e preparados para ir para fora”, declara Beatriz. “Dizem que estes são os melhores anos, e eu tenho sentido, graças a tudo isto, que é verdade”, conclui Nuno Guerreiro. •


P — 15

“Getting good results involves 95% perspiration and 5% inspiration.” This is the phrase the mother of Filipa Almeida, a student of engineering and industrial management, always told her and that got her on Técnico’s honour roll. “I remember someone telling me that in three months I would learn as much or more in Técnico than in the last three years. I did not think it was possible, but in fact the speed of learning had to triple”, shares Filipa. She responded to the challenge with dedication and commitment. Determined, she seeks a purpose in everything she does. “It’s important to regard each subject as a tool that could be used in the future, and to make the most of the knowledge acquired”, said the student. These four Técnico students, in addition to their good grades and determination, share the notion of how important it is to explore “life beyond class”. Beatriz is in the student group of her department, and she is still a girl scout. She knows this takes time she could to dedicate to studying, but she puts extra effort into everything she does. Filipa devotes much of her afterschool time to the activities of the engineering and industrial management students group, and last year she even managed to fit in basketball games. We asked them if they still have time for themselves, with so much going on. Everyone, without exception, smiled before giving a similar response to that of Nuno: “I may not have as much time for myself as I would like, but it has always been worth it”. The high demands associated with Técnico did not frighten them, quite the opposite. It is in difficulty that they encounter the greatest challenge. “I feel that Técnico opens a door to the world. We are encouraged and prepared to go out”, says Beatriz. “They say these are the best years, and I have felt, thanks to all this, that it is true”, concludes Nuno Guerreiro. •

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

EN been a very important journey because it gave me another perspective of the school, my department and also a different perspective on life”, he shares. The Pedagogical Board, where he is the student representative, was an opportunity that emerged recently and he can only describe it as “excellent”. “I’m very grateful to be here in this role”, he says. And even if you didn’t notice, Nuno adds: “I come here every day with a smile on my face.” Nuno winks at Bruno Gonçalves before giving him the word. Talking about excellence isn’t easy, as they both know. Since childhood he has always had an interest in “discovering the components of things”. Nowadays he believes this was already his engineering vein revealing itself. He is in the 4th year of electrical and computer engineering, he is a department delegate, and a monitor in the department’s computer room. But the list does not end here. He also belongs to the academic association “Hacker School”. “I take a lot of things from these activities, such as contact with people outside Técnico, with companies, developing time management skills or the ability to perform in a team”, he explains. “This is a very important asset to academic life”, he reiterates. If there is a trick to follow on the path to honour roll, for Bruno it is persistence. “When you’re tired, and you cannot do it, try again”, he says. In addition to this, being organized is the best weapon, and liking what you are learning, the best stimulus. Beatriz Vivar agrees: “I really enjoy learning.” The young woman had good enough grades to study medicine, but it didn’t have what she liked the most: mathematics and physics. She found the perfect challenge in biomedical engineering. “And after discovering that I wanted to study engineering, I could only choose Técnico, of course”said. She is an assumed perfectionist and uses this to her advantage in building a grade average 18.


PROFESSORES/PROFESSORS

Professores de excelência aos olhos dos alunos The best professors according to students Apaixonados por aquilo que fazem, são exímios a cativar audiências, através de diferentes técnicas. Fomos às aulas para ver o que os distingue Passionate about what they do, they know how to captivate an audience using different techniques. We visited their classes to see what makes them stand out P — 16 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT “Há o professor medíocre, que diz, o bom professor, que explica, o professor superior, que demonstra, e o grande professor, que inspira”, escreveu William Arthur Ward, escritor norte-americano do século XX. Há professores que chegam até a ser mais do que professores. Tendo como preocupação a qualidade dos docentes, o Técnico passa a palavra aos alunos, e numa inversão do típico modelo de avaliação, os professores passam a ser avaliados através do Sistema de Garantia da Qualidade do Processo de Ensino e Aprendizagem (QUC). Fomos conhecer quatro dos nomes que pautam a lista de melhores professores, aqueles que conquistam diariamente a atenção e admiração dos alunos. São oito da manhã e ainda assim o anfiteatro QA.02.3 está quase cheio. A aula é de compiladores, uma das mais importantes do 1º ciclo de Engenharia Informática e de Computadores. À medida que o relógio avança, mais um e outro aluno vão chegando. Ainda antes de se sentarem já estão envolvidos na aula com uma pergunta. A resposta certa ou errada servirá para o professor David Matos formular uma nova questão, desta vez a outro protagonista, numa

“Acredito no que estou a fazer e acho que é por isso que as coisas correm bem” ~ “I believe in what I’m doing and I think that’s why things are going well”

EN "The mediocre teacher tells, the good teachers explains, the superior teacher demonstrates, the great teacher inspires", wrote William Arthur Ward, an American writer of the twentieth century. There are teachers who even become more than teachers. Being concerned with the quality of its professors, Técnico got the word out to students, and, in a reversal of the typical evaluation model, the students evaluate the professors through the Quality Assurance System of the Teaching and Learning Process (QUC). We were able to obtain four of the names of the best professors on the list; those who daily gain the students' attention and admiration. It's eight o'clock in the morning and room QA02.3 is almost full already. The class is about compilers, and is one of the most important classes in the first degree of computer science and engineering. As time passes, more and more students arrive. Even before they sit down they are already involved in class by a question. The answer, right or wrong, will help professor David Matos formulate a new question, this time for another protagonist, in a sort of maze


VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

P — 17

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO


P — 18

PT espécie de labirinto de perguntas. “Os alunos nunca podem estar passivos, têm que estar sempre envolvidos”, afirma o professor David que dá aulas no Técnico há vinte e quatro anos. Não sabe se é popular nem faz nada para o ser, simplesmente “acredito no que estou a fazer e acho que é por isso que as coisas correm bem”, explica. A professora Sandra Gama não imaginava que queria seguir a carreira de docente, até a oportunidade surgir. Foi no contexto da sala de aula que percebeu que era isto que queria fazer. “Foi aquele momento eureka em que pensei: é isto mesmo que eu quero”, diz. A verdade é que ao fim de apenas oito anos como docente, conta já com várias nomeações como professora de excelência. “Acho que quando fazemos aquilo que gostamos mesmo de fazer, conseguimos fazê-lo bem e os alunos apercebem-se disso”, frisa a docente de Engenharia Informática e de Computadores. E tem toda a razão. “Nota-se que a professora Sandra gosta daquilo que faz, e transmite-nos isso nas aulas. Está sempre bem-disposta, aconselha-nos e mostra-se inteiramente disponível para nos ajudar. Gosta disto e faz-nos gostar”, comenta Miguel Ribeiro, um dos seus alunos. Totalmente “apaixonada” por aquilo que faz, é na exclamação “ah afinal era só isto”, que encontra o maior sentimento de satisfação. “Quando eles têm exclamações deste género percebo que consegui de facto passar aquela barreira do antes do saber e do depois do saber” ressalva a professora. “A partilha do conhecimento é algo gratificante”, acrescenta. “Eu devo dizer que eu sou apenas um professor do Técnico. Não tenho receita nenhuma”, começa por dizer o professor Miguel Silva. O facto de ser nomeado de forma recorrente para a lista de docentes de excelência do Técnico, mostra que é mais do que isso. Ao fim de há vinte anos como professor continua a preparar todas as aulas que dá. Também ele se sente realizado quando consegue “cativar os alunos, despertar o interesse deles”. De giz na mão, as suas aulas passam quase sempre pela resolução passo a passo de exercícios, a componente das cadeiras assim o exige. Sabe que não é a maneira mais moderna de dar aulas, mas ainda assim acredita que a “minúcia” com que os acompanha na resolução dos problemas acaba por resultar. Nuno Pereira, aluno do professor Miguel, acha o mesmo: “Além de explicar muito bem, o professor é muito acessível. Concordo plenamente com a presença dele na lista de melhores professores do Técnico”, frisa o aluno.

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

Os alunos aproveitam os momentos antes e depois da aula para tirar dúvidas, ou agradecer à professora Ana Azevedo aquele e-mail ou aquele conselho. É esta “interação com os alunos” que mais a fascina na docência. A acompanhar os PowerPoints, vêm dezenas de exemplos práticos que teletransportam a bioengenharia para o quotidiano dos alunos. Muitas perguntas, muitos exercícios e “no próximo semestre vou até obrigá-los a usar telemóvel”, adianta a professora Ana Azevedo. “Através de uma aplicação coloco-lhes perguntas acerca da matéria dada e isso cativa-os”, explica a professora de Bioengenharia. Apesar da exigência da carreira, do tempo que muitas vezes se torna escasso, encontram na “passagem do conhecimento” a recompensa necessária. “Levo muita coisa desta experiência. Cresço com eles e a sensação que de alguma maneira posso influenciar alguma coisa na vida deles é muito gratificante”, diz a professora Ana Azevedo. Para além das aulas, há os elos de amizade que se vão criando e que muitas vezes se estendem por anos a fio. “Acredito que de alguma forma eles se sentem inspirados pelo nosso trabalho”, salienta a professora Sandra Gama. •

“Cresço com eles e a sensação que de alguma maneira posso influenciar alguma coisa na vida deles é muito gratificante” ~ “I grow with them, and the feeling that I, in some way, can influence something in their lives is very gratifying”


it", which gives her the greatest sense of satisfaction. "When they express exclamations of this kind, I realize that I have been able to pass that barrier of before knowing and after knowing", she says. "Sharing knowledge is rewarding", she adds. "I must say that I'm just a professor at Técnico. I have no recipe at all", says professor Miguel Silva. The fact that he is currently nominated for Técnico's list of professors of excellence, shows that he is more than that. After twenty years as a teacher, he continues to prepare all the classes he gives. He also feels fulfilled when he can "captivate students and arouse their interest". With a piece of chalk in hand, his classes almost always include step-by-step resolutions of exercises because the course components demand it to be that way. He knows it's not the most modern way to teach, but still believes that the "level of detail" that guides you in solving problems ends up working. Nuno Pereira, one of professor Miguel’s students, thinks the same: "Besides being able to explain things very well, the professor is also very accessible. I fully agree with him being listed as one of the best professors at Técnico", stresses the student.

The students make good use of any moments before and after the class to ask questions, or thank professor Ana Azevedo for her e-mail or advice. It is this "interaction with students" that most fascinates her in teaching. Together with the PowerPoints, come dozens of practical examples, which teleport bioengineering into the daily lives of students. Lots of questions, lots of exercises, and "next semester I will even tell them to use their mobile phones", said Professor Ana Azevedo. "Through an application, I ask them questions about a given matter and it captivates them", explains the bioengineering professor. Despite the demanding career, with time often being scarce, they find the necessary reward in the "passing on of knowledge". "I take a lot from this experience. I grow with them, and the feeling that I, in some way, can influence something in their lives is very gratifying", says professor Ana Azevedo. In addition to the lessons, there are the bonds of friendship that are created and that often last for years on end. "I think that in some way they feel inspired by our work", says professor Sandra Gama. •

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

P — 19

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO

EN of questions. "Students can never be passive, they always have to be involved", says professor David, who has been teaching at Técnico for twenty-four years. He does not know if he's popular nor does he do anything to be popular, he simply says: "I believe in what I'm doing and I think that's why things are going well", he explains. Professor Sandra Gama did not know she wanted to pursue a teaching career until the opportunity arose. It was in the context of the classroom that she realized that this was what she wanted to do. "It was that eureka moment when I thought: this is what I want." After only eight years as a teacher she has already been nominated several times as professor of excellence. "I think when we do what we really like, we are able to do it well and the students realize that", stresses the computer science and engineering professor. And she is so right. "You can see that professor Sandra likes what she does, and passes it on to us in class. She is always in a good mood, she advises us and is always available to help us. “She likes this and makes us like it", comments Miguel Ribeiro, one of her students. Totally "in love" with what she does, it's in the exclamation "ah, that's all there was to


PARCERIAS/PARTNERSHIPS

Uma rede de parceiros forte e em crescimento A strong and growing network of partners Conceituadas empresas de várias áreas têm vindo a estabelecer laços de cooperação multidimensional com o Técnico Reputable companies in various areas have been establishing multidimensional cooperative ties with Técnico

PT Reforçar os laços com a indústria, desenvolver alianças estratégicas e potenciar a capacidade de resposta aos desafios de ser uma das melhores escolas de engenharia da Europa foram as motivações basilares que orientaram a criação da rede de parceiros do Técnico. O objetivo deste programa é reunir empresas que valorizam os benefícios que advêm da aproximação ao talento e do envolvimento nas múltiplas oportunidades de colaboração entre a Escola e a Empresa e que vão desde o recrutamento, a formação, a inovação, a responsabilidade social e o alinhamento estratégico. O que distingue este quadro das demais parcerias que o Técnico foi cimentando ao longo dos anos é o nível de compromisso: financeiro, temporal e estratégico. O Técnico compromete-se com cada empresa da rede de parceiros a executar um plano anual de atividades e iniciativas que envolvem os diversos membros da comunidade do Técnico, desde alunos a professores e investigadores, por um período mínimo de três anos. O Santander Totta, a Caixa Geral de Depósitos, o BPI, a Thales e a Novabase são neste momento os membros gold desta modelo de cooperação, o nível mais elevado deste programa de parcerias. A qualidade do Técnico atrai inevitavelmente as empresas. E por isso mesmo é com “orgulho” que o Santander integra esta rede de parceiros, como vincula Marcos Ribeiro, coordenador do Santan-

der Universidades Portugal. “É uma das faculdades com maior prestígio do País, reconhecida internacionalmente pela qualidade do seu ensino e pela excelência dos profissionais e investigadores que tem formado ao longo dos anos”, realça o engenheiro Marcos Ribeiro. Da mesma ideia partilha o engenheiro João Araújo, presidente do Conselho de Administração da Thales, para quem esta ligação “se traduz em benefícios mútuos através da complementaridade entre as entidades”. Pelo papel que desempenha como formador de jovens talentos, mas essencialmente por se assumir como um ambiente favorável e um parceiro focado no desenvolvimento de novos conceitos e ideias, o Técnico tem-se destacado “como parceiro de eleição”, afirma o líder da Thales. Por outro lado, “a Thales é, para instituições de ensino exigentes como o Técnico, uma “fonte” de desafios e oportunidades de investigação e de material de trabalho académico”, acrescenta o engenheiro João Araújo. A parceria ainda recente não impede o engenheiro Luís Paulo Salvado, chairman da Novabase, de conseguir destacar as vantagens que lhe estão inerentes. “A aproximação aos alunos”, numa tentativa de “influenciar e melhorar os currículos” para que estes se possam aproximar mais das necessidades das industrias, é para si a mais significativa. É no peso que atribui aos recursos humanos e ao talento que

descortina um dos segredos da sua empresa: “A capacidade que encontramos no sistema universitário português, de formar pessoas muito capazes, nomeadamente no Técnico, é um dos fatores do nosso sucesso”, destaca Luís Paulo Salvado. Os resultados positivos destas parcerias são visíveis, refletindo-se nas atividades conjuntas que vão desde os programas de bolsas à aposta na inovação, o desenvolvimento de talento, e até no campo da responsabilidade social. Ainda assim, como Marcos Ribeiro assegura “a boa notícia é que sentimos que temos ainda um longo caminho a percorrer”. O líder da Thales, replica a mesma ideia: “é uma parceria para manter e reforçar”. •

EN Reinforcing ties with industry, developing strategic alliances and enhancing the capacity to respond to the challenges of being one of Europe’s best engineering schools, were the basic motivations that guided the creation of Técnico’s partner network. The objective of this program is to bring together companies that value the benefits that derive from approaching the talent and the involvement in multiple opportunities for collaboration between the School and the Company and ranging across recruitment, training, innovation, social responsibility and strategic alignment. What distinguishes


PRESSMASTER / SHUTTERSTOCK

this situation from the other partnerships that Técnico has been establishing over the years is the level of commitment: financial, temporal and strategic. Técnico commits with each company’s network of partners to implement an annual plan of activities and initiatives involving the various members of Técnico’s community, from students to teachers and researchers, for a minimum period of three years. Santander Totta, Caixa Geral de Depósitos, BPI, Thales and Novabase are currently the gold members of this cooperation model, the highest level of this partnership program. Técnico’s quality inevitably attracts businesses. Consequently, it is with “pride” that Santander has integrated this partner network, as Marcos Ribeiro, coordinator of Santander Universities Portugal, says. “It’s one of the country’s most prestigious universities, internationally recognized for the quality of its teaching and the excellence of professionals and researchers that it has formed over the years”, engineer Marcos Ribeiro, emphasizes. João Araújo shares the same idea. For the president of the Board of Directors of Thales, this link “translates into mutual benefits through the complementarity between the entities.” For its role as a trainer of young talents, but essentially for positioning itself as a favorable environment and a focused partner in the development of new concepts and ideas, Técnico stood out “as the partner of choice”, said the leader of Thales. On the other hand, “Thales is, for demanding educational institutions such as Técnico, a “source” of challenges and research opportunities as well as academic work material, “ explains João Araújo. The recentness of the partnership does not prevent engineer Luís Paulo Salvado, chairman of Novabase, from highlighting its intrinsic advantages. “The closeness to students” in an attempt to “influence and improve curricula” so that they can be more responsive to the needs of industries, is for him the most significant advantage. It is the importance he gives to human resources and talent that he reveals as one of his company’s secrets: “One of the factors of our success is the Portuguese university system’s ability to form very capable people, particularly at Técnico,” said Luís Paulo Salvado. The positive results of these partnerships are evident, and reflected in the joint activities ranging from scholarship programs to a focus on innovation, the development of talent, and even in the field of social responsibility. In addition, as Marcos Ribeiro ensures “the good news is that we feel we still have a long way to go.” The leader of Thales, echoes the same idea: “It is a partnership to maintain and strengthen.”. •


Serviços de Saúde Health Services

A unidade de serviços de saúde do Técnico foi inicialmente criada com o objetivo de promover melhores condições de vida e de trabalho a todos os colaboradores da escola, proporcionando-lhes um ambiente adequado ao processo de aprendizagem e às atividades de ensino e investigação.

Técnico’s health services unit was created to promote better living and working conditions for all employees of the school, providing an adequate environment for the learning process and teaching and researching activities.

Vasto leque de especialidades médicas

Análises clínicas, audiologia, electrocardiografias e espirometria

Marcação de consultas de clinica geral e medicina do trabalho

Prestação de cuidados de saúde à comunidade e ao exterior

Vast range of medical specialties

Clinical analysis, audiology, electrocardiography and spirometry

Appointments for general practice and occupational medicine and employee health

Healthcare provided to the school’s community and exterior

saude.tecnico.ulisboa.pt


STARTUPS

Ideias empreendedoras com carimbo de alumni do Técnico Entrepreneurial ideas with the stamp of Técnico alumni

P — 24

Três projetos em áreas e com características distintas, que já estão a dar que falar no mercado Three projects in distinct areas and with distinct characteristics that are already being talked about in the market

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT Sérgio Ribeiro nunca imaginou que o seu primeiro escritório tivesse vista privilegiada sobre o rio Tejo. A placa com o nome da Planetiers, numa das centenas de portas da Startup Lisboa, não deixa dúvidas de que é por ali que o sonho do antigo aluno do Técnico vem ganhando forma. Desde pequeno que sempre quis criar algo, o empreendedorismo saciou-lhe essa vontade. Quando fundou a Planetiers, com o seu sócio e amigo Carlos Carvalho, sabia que queria ter “impacto na sociedade” e “ajudar a salvar o planeta”. Há quatro anos que o projeto vem sendo aperfeiçoado à medida que o vão apresentando às empresas, sempre conscientes da exigência do mercado. Esta é uma plataforma online que liga consumidores a vendedores, na área das soluções ecológicas mais sustentáveis tendo a “sustentabilidade do planeta em mente”. “Tudo o que podes fazer pelo planeta num só sitio”, é o slogan da startup de Sérgio Ribeiro. A ideia dos dois amigos surge depois de terem a perceção de que “o consumidor tem uma

EN Sérgio Ribeiro never imagined his first office would have a privileged view over the Tagus river. The plaque reading Planetiers, located on one of the hundreds of doors at Startup Lisboa, leaves no doubt that the dream of the former Técnico student is taking shape. Ever since he was a little boy he wanted to create something, and being an entrepreneur has satisfied this desire. When he founded Planetiers with his partner and friend Carlos Carvalho, he knew he wanted to “impact society” and “help save the planet”. For the last four years, the project has been perfected to present it to companies, always in tune with market demand. Planetiers is an online online platform that connects consumers to vendors in the area of more sustainable green solutions with “planet sustainability in mind”. “All you can do for the planet in one place”, is the slogan of Sérgio Ribeiro’s startup. The duo’s idea occurred after they realized that “the consumer has a keen awareness of the importance of sustainability”, but is “lost when deciding what to do or what


VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

P — 25

DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO


P — 26 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT consciência elevada do que é a importância de ser sustentável” mas que depois se “perde no momento de decidir o que fazer ou que soluções adquirir”. O objetivo da Planetiers é criar uma solução útil que sacie o imediatismo dos tempos que correm, mostrando que o mercado da sustentabilidade está cada vez maior e mais acessível ao consumidor. A plataforma está ainda a ser construída, porém será lançada ainda este ano. Angariaram para já parceiros, embaixadores, estando cada passo delineado rumo à internacionalização. “Está a ser perfeito”, assegura Sérgio. “Coração bobo, coração bola, coração balão, coração São João”, foi esta a música brasileira, de Alceu Valença, que inspirou três amigas a criarem um conceito de fatos de banho que não deixa marcas. Conheceram-se no Técnico, no curso de Arquitetura, e durante cinco anos “consolidaram a amizade” que “funciona igualmente bem no plano de trabalho”, destaca Daniela Francisco, uma das sócias. Quando se aventuraram, cada uma tinha um emprego em Arquitetura, porém o “desejo de criar uma marca e lançar este projeto sobrepôs-se a isso”, frisa Daniela que hoje já se dedica por inteiro a este projeto. Além de não deixar marcas no corpo, para as criadoras o vestuário de praia destaca-se também pelo design do produto. “Tudo é pensado e concretizado de modo a contar uma história e gostamos que, em cada coleção, o consumidor se envolva”, afirma Daniela Francisco. Neste momento a marca Coração Bobo está em fase de expansão. A chegada ao mercado correu melhor do que esperavam, com muita adesão por parte do público feminino. Num futuro breve, as três jovens tencionam alargar a gama de produtos e chegar a outros segmentos de mercado. O facto de estarem a inovar e a apostar numa marca nacional enche-as de orgulho, “pretendemos ser um exemplo do bom que o nosso país tem”, afirma. Por falar em bons exemplos, quem já não ouviu falar da Unbabel? Foi a primeira empresa portuguesa a entrar no acelerador YCombinator e tem dado cartas na área da tradução automática. Em três anos, o projeto fundado por Vasco Pedro e João Graça, investigadores no Técnico, já angariou mais de 8 milhões de dólares. A startup portuguesa que alia a inteligência artificial com pós-edição humana na tradução online, surgiu no meio de tantas ideias, e por entre histórias acerca das dificuldades de comunicação em outras línguas”, partilha João Graça, alumnus do Técnico. A Unbabel está ao alcance de qualquer pessoa que pretenda fazer uma tradução de forma simples, correta, e sem grandes custos. Por sua vez qualquer pessoa pode fazer traduções para a startup, desde que demonstre conhecimento da língua que diz dominar. O barco está a crescer. Atualmente são 55 pessoas e João estima que daqui a dois anos sejam à volta

“Não voltaria atrás. Não escolheria uma carreira mais sólida numa empresa. Gosto mesmo de criar coisas novas” ~ “I would not go back. He would not choose a more solid career in a company. I really like to create new things”

de 200. “O mais importante para mim é ter uma boa equipa, ou seja, arranjar um conjunto de pessoas com quem se goste de trabalhar, porque senão não vai resultar”, conta João Graça, que se rodeou da melhor equipa para sobreviver a esta “montanha russa” que é criar uma startup. “A capacidade de esforço e a resiliência” que adquiriu no Técnico ajudam, hoje, Sérgio Ribeiro neste desafio. Para ser empreendedor é preciso ir aprendendo a “não ter medo de falhar” reitera o criador da Planetiers. A liberdade de criar é uma das coisas que mais o apaixona neste desafio de empreender. João Graça concorda: “Não voltaria atrás. Não escolheria uma carreira mais sólida numa empresa. Gosto mesmo de criar coisas novas”, afirma. “Se tiverem uma boa ideia lutem por ela. Se não resultar é desistir e começar outra vez”, aconselha aos futuros empreendedores do Técnico. •


this project transcended that”, emphasizes Daniela, who today, is entirely dedicated to this project. Besides not leaving tan lines on the body, for the creators, the beachwear brand stands out for its product design. “Everything is thought through and fulfilled to tell a story, and we’d like for the consumer to get involved in every collection”, says Daniela Francisco. At this moment, the brand Coração Bobo is in the expansion phase. The arrival on the market went better than expected, with much support from the female audience. In the near future, the three young people intend to broaden the range of products and reach other market segments. The fact that they are innovating and betting on a national brand fills them with pride. “We intend to be an example of the good that our country has”, she says. Speaking of good examples, who has not heard of Unbabel? It was the first Portuguese company to enter the YCombi-

P — 27

nator accelerator and has been all the talk in the field of machine translation. Within three years, the project founded by Vasco Pedro and João Graça, Técnico researchers, has raised more than 8 million dollars already. “The Portuguese startup that has joined artificial intelligence with human post-editing in online translation has appeared amidst so many ideas, and among stories about communication difficulties in other languages”, shared João Graça, alumnus of Técnico. Unbabel is available to anyone who wants to make a simple, correct and cheap translation. In turn, anybody can do translations for Unbabel, in so far as people demonstrate knowledge of the language they claim to master. The boat is growing bigger. They are currently a team of 55 people and João estimates they will increase to around 200 in two years. “The most important thing for me is to have a good team, that is, to get a group of people with whom you like to work, otherwise it will not work out”, says João Graça, who surrounded himself with the best team to survive this “roller coaster “ of creating a startup. “The effort and the resilience” acquired at Técnico help Sérgio Ribeiro today in this challenge. To be an entrepreneur, one must learn “not to fear failure”, reiterates the creator of Planetiers. The freedom to create is one of the things he loves the most in this endeavour. João Graça agrees: “I would not go back. He would not choose a more solid career in a company. I really like to create new things”, he says. “If you have a good idea fight for it. If it does not work out, give up on it and start over”, he advises future Técnico entrepreneurs. •

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

MARIA JOÃO VIEIRA

EN solutions to acquire”. The objective of Planetiers is to create a useful solution that will satisfy the immediacy of the times, showing that the sustainability market is growing and becoming more and more accessible to the consumer. The platform is still being built, but it will be launched this year. They have already gathered partners, ambassadors, each step being drawn towards internationalization. “It’s perfect”, Sérgio says. “Coração bobo, coração bola, coração balão, coração São João”, this was the Brazilian song by Alceu Valença, which inspired three friends to create a brand of bathing suits that leave no tan lines. They met at Técnico, in the Architecture masters degree, and for five years “consolidated their friendship” that “works equally well when working together”, highlights Daniela Francisco, one of the partners. When they ventured the brand, both were working in architecture, but the “desire to create a brand and launch

“Além não deixar marcas no corpo, para as criadoras a marca de vestuário de praia destaca-se também pelo design” ~ “Besides from not leaving tan lines on the body, for the creators, the beachwear brand stands out for its design”


EMPREGABILIDADE/EMPLOYMENT

Um emprego ao virar da esquina Job opportunities just around the corner Os diplomados do Técnico têm uma entrada acelerada e eficiente no mercado de trabalho, como os números comprovam The numbers demonstrate that Técnico’s graduates enter the labour market quickly and efficiently

P — 28 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT E se antes de acabar o curso, um aluno já tivesse um emprego à sua espera? Acontece a 45% dos alunos do Instituto Superior Técnico, dos quais faz parte Marta Lima. A aluna do Técnico ainda não tinha acabado o curso de Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, quando foi abordada no LinkedIn por uma empresa de recursos humanos que a incentivou a concorrer a uma vaga num projeto internacional- a Vodafone. A abordagem já se havia repetido mais vezes, por outras empresas, mas desta vez Marta vislumbrou a oportunidade certa para o início da sua carreira: “por um lado estar numa empresa grande permite aprender e crescer muito, e por outro lado a área em concreto, IoT (Internet das Coisas) está em grande crescimento”, conta. Foi a várias entrevistas e acabou por ficar. Não hesita em afirmar que não é caso único no Técnico: “quase todos os meus colegas tinham trabalho antes de terminar o curso ou, pelo menos, estavam em processos de recrutamento e com perspetiva de arranjar trabalho brevemente”. A engenharia está na moda e a inegável qualidade dos alunos do Técnico leva-os

“Quase todos os meus colegas tinham trabalho antes de terminar o curso ou pelo menos estavam em processos de recrutamento” ~ “Almost all my classmates were employed before they graduated, or were at least involved in recruitment processes”

EN What if, before graduation, a student had a job waiting for him? This happens to 45% of the students of Instituto Superior Técnico. Marta Lima is one of them. The Técnico student had not yet concluded her degree in electrical and computer engineering when she was approached by a human resources company on LinkedIn. This encouraged her to apply for a vacancy for an international project at Vodafone. She had been approached before by other companies, but this time Marta saw the right opportunity to jumpstart her career: “On the one hand, being in a large company means learning and growing a lot, and on the other hand, that area in particular – IoT (The Internet of Things) – is growing fast”, she says. She was interviewed several times and she decided to go for it. She doesn’t hesitate to say that she is not the only case like this at Técnico: “Almost all my classmates were employed before they graduated, or were at least involved in recruitment processes, and had good prospects of finding work soon”. Engineering is on the rise and the undeniable quality of Técnico’s students


DÉBORA RODRIGUES / TÉCNICO


P — 30 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT a uma rápida inserção no mercado de trabalho. “Nós recrutamos os melhores”, afirma Luís Paulo Salvado, chairman da Novabase, traçando a estratégia de recrutamento da empresa. E por entre os melhores estão, claro, os alunos do Técnico. “Em Portugal nós temos as melhores universidades mapeadas, o Técnico não é a única, mas é uma das que se distingue”, explica. Luís Paulo Salvado não consegue precisar números, mas adianta que a formação do Técnico ocupa um “grande peso” nos quadros da sua empresa. Segundo os dados que constam no mais recente relatório do Observatório de Empregabilidade do Técnico, caso a entrada no mercado de trabalho não seja imediata, mais de 86% dos alunos conseguem emprego nos 6 meses após a conclusão do curso. “A minha empresa contrata alunos do Técnico se conseguir, porque felizmente estes alunos são difíceis de contratar, porque eles voam muito rápido”, afirma Manuel Maria Correia, General Manager da DXC Technology. “Os alunos desta escola têm de facto um posicionamento no mercado que hoje em dia é muito difícil de encontrar”, acrescenta. Uma das particularidades mais apreciadas pelas empresas é a versatilidade. O facto de nos três primeiros anos, a formação da escola assentar essencialmente num tronco quase comum que se estende aos diferentes cursos e que passa em muito pela matemática, torna os futuros engenheiros muito mais interessantes aos olhos de quem contrata. A polivalência dos alunos do Técnico está também patente nas centenas de casos de antigos alunos que depois da engenharia enveredaram pelos caminhos da consultadoria ou da gestão. É o caso de Paula Glória, antiga aluna de Engenharia e Gestão Industrial, e que já desempenhou vários cargos de chefia, acabando por estar inclusive doze anos numa consultora. Hoje em dia, é na Hovione que se sente realizada, desempenhando o cargo de Director of Organizational Development. A alumna do Técnico adaptou-se facilmente às mudanças que foi fazendo e à diversidade de áreas em que se viu inserida. Afirma que, no processo de seleção, é também isso que as empresas procuram “pessoas que se adaptem facilmente à mudança e encontramos isso nestes alunos”. “Quando olhamos para um currículo e tem o nome do Técnico associado, sabemos que vamos encontrar candidatos com muita qualidade”, revela. •

“A minha empresa contrata alunos do Técnico se conseguir, porque felizmente estes alunos são difíceis de contratar” ~ “My company hires students from Técnico whenever it can, as Técnico’s students are, thankfully, difficult to hire”

EN affords them rapid integration into the job market. “We recruit the best”, says Luís Paulo Salvado, chairman of Novabase, describing the company’s recruiting strategy. And Técnico’s tech students are among the best. “In Portugal, we have the best universities mapped out. Técnico is not unique, but it stands out”, he explains. Luís Paulo Salvado cannot recall the exact numbers, but he says that Técnico’s training has “strong weight” in his company’s workforce. According to the data of the most recent report issued by IST’s Employability Observatory, in cases where entry into the labour market is not immediate, over 86% of students get a job in the first 6 months after graduating.


NOVABASE

Alunos empregados antes de concluir o curso Students employed before graduating

45,7%

Diplomados empregados até 6 meses após a conclusão do curso Graduates employed in the first 6 months after graduating

Diplomados a trabalhar na sua área de formação Graduates working in their field of study

P — 31

86,2%

73,2% nagement, has already held several leadership positions, and has even worked for a consulting company for twelve years. Today she works at Hovione as director of organizational development. The Técnico alumna easily adapted to the changes she made along her path and to the diversity of areas in which she ventured. She says that, during recruitment processes, this is also something that companies look for – “people who adapt to change easily, and we find that in these students”. When we look at a resume and Técnico is mentioned there, we know that we are looking at a high-quality applicant”, she says. •

Diplomados a trabalhar no estrangeiro Graduates working abroad

16,5%

Fonte/Source— Dados recolhidos em 2016 junto de diplomados que concluíram o curso em 2013/14 / Data collected in 2016 from students who graduated in 2013/14

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

“My company hires students from Técnico whenever it can, as Técnico’s students are, thankfully, difficult to hire because they fly off very quickly”, says Manuel Maria Correia, General Manager of DXC Technology. “The students of this school are, in fact, positioned in the market in a way that is currently very difficult to find”, he adds. One of the traits most appreciated by companies is versatility. The fact that, in the first three years, the school’s training is essentially based on an almost common core trunk that extends to all the different areas and focuses much on mathematics, makes these future engineers much more interesting in the eyes of employers. The versatility of Técnico’s students is evident in the hundreds of cases of former students who, after graduating in engineering, have embarked on the paths of consulting or management. This is the case of Paula Glória, who, despite graduating in industrial engineering and ma-


ALUNOS/STUDENTS

Um ano depois do primeiro dia One year after the first day O Técnico foi, e voltaria a ser, a primeira opção de acesso à faculdade destes quatro jovens Técnico was, and would be again, the first choice university of these four young people

P — 32 VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

PT Medo, ansiedade, curiosidade e toneladas de expectativas, eram estes os sentimentos que os acompanhavam no dia em que cruzaram pela primeira vez o portão do Técnico. Sabiam que vinham para estudar numa das melhores universidades do país, mas tudo o resto era uma incógnita. Pedro, Susana, Afonso e Rita contam-nos o primeiro dia e como tem sido o percurso na escola que escolheram como deles. Afonso Luz veio de Aveiro estudar Engenharia Aeroespacial, a sua primeira opção nas candidaturas de acesso à faculdade. Mal conhecia Lisboa e “quando estava a subir a Alameda, o impacto visual foi desde logo muito grande. O Técnico é enorme”, conta. Tinha receio de como seria o ambiente, e foi agradavelmente surpreendido: “fui muito bem-recebido, temos um programa de mentorado fantástico que torna o nosso primeiro dia muito mais fácil”. “A integração foi muito facilitada e isso ajudou-me imenso”, acrescenta. O mesmo nervosismo invadia Rita Nunes no primeiro dia. Sempre soube que queria esta escola: “foi uma escolha automática. Já conhecia a reputação e sempre achei a escola muito boa. Sempre quis o Técnico”, conta a aluna de Engenharia Química. Quase a acabar o ano letivo não se arrepende da escolha que fez: “é um ambiente diferente, as pessoas são diferentes, é um ritmo completamente distinto. Mas tenho-me adaptado muito bem e tem sido muito bom”.

Susana Afonso, aluna de Engenharia Biomédica, vinha com ótimas referências e expetativas muito altas. O seu irmão tinha já sido aluno da casa e por isso sabia ao que vinha. Porém, tem “superado as minhas expetativas”, afirma. O esforço e a capacidade de adaptação a um ritmo diferente têm pautado este primeiro ano, e tem constatado que a “exigência é grande”. Consegue ver um lado muito positivo na mesma: “o ótimo ritmo de trabalho e a capacidade de síntese e de organização que se adquire”. O “ritmo alucinante” que se vive na escola é também referido por Pedro Traila, aluno do primeiro ano de Engenharia Física Tecnológica. “Mas depois de nos habituarmos começa a ser mais fácil seguir tudo”, sublinha. Lembra-se do primeiro dia como se fosse hoje: “conheci logo alguns lugares onde o meu mentor me disse que ia passar muito tempo num futuro próximo e as previsões confirmaram-se”, partilha. Sentiu-se “acolhido” desde o primeiro dia, e isso “redobrou” desde logo a sua motivação. Afonso nota grandes diferenças em conversas com os amigos, principalmente, em relação aos projetos extra- curriculares: “Aqui há muita coisa a acontecer. E toda essa dinâmica é espetacular”, diz. No próximo ano, planeia ingressar num desses desafios, ainda não sabe qual “devido à imensa escolha que há”. Nenhum deles voltaria atrás na escolha do Técnico. “Não estou nada arrependida de ter vindo”, afirma Rita Nunes. “Desafio” é a palavra que mais vezes aliam à escola de que agora” felizmente” fazem parte. •

EN Fear, anxiety, curiosity and tons of expectations were the feelings that accompanied them on the day they first went through Técnico’s gate. They knew they were coming to study at one of the best universities in the country, but everything else was a mystery. Pedro, Susana, Afonso and Rita tell us about the first day and how they’ve made their way in the school they chose to be theirs. Afonso Luz came from Aveiro to study aerospace engineering, his first choice in the college application process. He barely knew Lisbon and “when I was climbing Alameda, the visual impact was striking. Técnico is huge“, he recalls. He was afraid of what the atmosphere would be like at Técnico and was pleasantly surprised: “I was very well received. We have a fantas-


and high expectations. Her brother had already been a student there, so she knew what to expect. But it has “exceeded my expectations”, she says. The effort and the ability needed to adapt to a different pace were a big part of this first year, and she has found that “it is very demanding”. She can see a very positive side to it all: “the great work rhythm and the capacity for synthesis and organization that I acquired”. The “mind-boggling rhythm” that is experienced at the school is also highlighted by Pedro Traila, a first-year student of engineering physics. “But it gets easier to keep up with everything after we get used to it”, he says. He remembers the first day as if it were today: “I got to know certain places right away. Places my

mentor told me I was going to spend a lot of time at in the near future, and the predictions were confirmed”, he shares. He felt “welcomed” from the very first day, and that “redoubled” his motivation right away. Afonso finds great differences in conversations with his friends, especially regarding extracurricular projects: “There is a lot going on here. The whole dynamic is spectacular”. Next year, he plans to enrol in one of these challenges, although he still doesn’t know which one “due to the many available alternatives”. They would all choose to study at Técnico again. “I’m not sorry I came”, says Rita Nunes. “Challenge” is the word most commonly associated with the school that they “fortunately” are now a part of. •

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017

P — 33

OLGA1818 / SHUTTERSTOCK

tic mentoring programme that makes the first day a lot easier.” “Integration was very easy and that helped me a lot”, he adds. The same nervousness affected Rita Nunes on the first day. I always knew that I wanted go to this school: “It was an automatic choice. I already knew about its reputation and always found it to be a very good school. I always wanted to go to Técnico”, says student of chemical engineering. Almost finishing her first year, she does not regret the choice she made: “It’s a different environment, people are different, it has a completely different pace. But I have adapted very well and it has been very good”. Susana Afonso, a biomedical engineering student, came with great references


FACTOS E NÚMEROS/FACTS AND NUMBERS

Rankings Mundiais rendemse à excelência do Técnico World rankings demonstrate Técnico’s excellence PT Vários rankings colocaram, em 2016, o Técnico na lista das melhores universidades de engenharia a nível europeu e mundial. A instituição tem conseguido alcançar lugares de excelência, sendo a escola portuguesa mais bem colocada. No ranking de Shangai, considerado um dos mais importantes do mundo, o Técnico aparece entre as melhores 17 instituições de ensino superior da Europa. EN In 2016, several rankings had Técnico on the list of the best engineering universities on a European and global level. The institution has managed to demonstrate its excellence by being the highest-ranking Portuguese school. In the Shanghai Ranking, considered one of the most important in the world, Técnico appears among the 17 best higher education institutions in Europe.

RANKINGS 2016 —

Academic Ranking of World Universities (Shanghai Ranking) 51-75º Global 10-17º Europa/Europe 1º Portugal

P — 34

Times Higher Education (THE) 351-400º Global 181-190º Europa/Europe 1º Portugal

U.S. News Best Global Universities (Engineering) 57º Global 12º Europa/Europe 1º Portugal

SCIMAGO Institutions Rankings 167º Global 60º Europa/Europe 1º Portugal

VALORES PRÓPRIOS 19 — 2017


VALORES PRÓPRIOS REVISTA DO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO INSTITUTO SUPERIOR TÉCNICO MAGAZINE MAIO/JUNHO MAY/JUNE 2017

TAMBÉM NESTA EDIÇÃO ALSO IN THIS EDITION

Rede de Parceiros Partner Network Primeiro Ano no Técnico The first year at Técnico Elevada Empregabilidade High employability

CAMPUS ALAMEDA

Av. Rovisco Pais, 1 1049-001 Lisboa Tel: +351 218 417 000 Fax: +351 218 499 242

CAMPUS TAGUSPARK

Av. Prof. Doutor Cavaco Silva 2744-016 Porto Salvo Tel: +351 214 233 200 Fax: +351 214 233 268

CAMPUS TECNOLÓGICO E NUCLEAR

Estrada Nacional 10 (ao Km 139,7) 2695-066 Bobadela LRS Tel: +351 219 946 000 Fax: +351 219 946 016

tecnico.ulisboa.pt mail@tecnico.ulisboa.pt

Profile for Técnico Lisboa

Valores Próprios 2017-019  

Revista do Instituto Superior Técnico. Edição de mai/jun de 2017.

Valores Próprios 2017-019  

Revista do Instituto Superior Técnico. Edição de mai/jun de 2017.

Advertisement