Page 1

Jornal de um novo tempo Brasília, Distrito Federal, 18 de abril de 2012 - Ano 20 nº 794 - www.dfnoticias.com.br - redacaodfnoticias@uol.com.br - Exemplar R$ 1,00

PIO Foto: Divulgação

PERISC

Protesto Comerciantes protestaram , ontem, na Praça do Relógio em Taguatinga, usando banda de música para chamar atenção. Pedem maior segurança para os comércios localizados no centro da cidade. Chegaram a fechar as portas de suas lojas num ato simbólico.

Adiado Somente na segunda-feira (23) será liberado o relatório final da CPI do Pró-DF. O motivo para o adiamento, segundo a deputada Eliana Pedrosa (PSD), foi a ausência do deputado Chico Vigilante (PT), membro da CPI que se encontra fora de Brasília, em razão do falecimento de sua mãe.

BRASÍLIA É DE TODOS NÓS Foto: A. Sabino

Segundo pesquisa da Companhia de Planejamento do

Distrito Federal (Codeplan), 48% da população é nascida em Brasília, e em Brazlândia a maioria nasceu aqui, portanto são brasilienses. Anna Cristina, neta de Juscelino Kubitschek, brasilienses e pioneiros afirmam que a população tem muito a comemorar nestes 52 anos de aniversário de Brasília. Conheça um pouco da história da cidade, os minutos iniciais da inauguração, as primeiras ações de JK, retirados do livro As

grandes Datas de Brasília e JK, de Adirson Vasconcelos. Página 3

Bienal do Livro e da Leitura de Brasília 2012

Nas mãos da CLDF

A 1ª Bienal do Livro e da Leitura que começou no dia 14 de abril e vai até o dia 23, na Esplanada dos Ministérios, apresenta uma intensa programação que inclui 200 lançamentos de livros, exibição de 14 filmes e 30 documentários sobre escritores brasileiros, 20 peças teatrais, 10 seminários e encontros, além de contação de histórias, exposições de artes visuais, homenagens a grandes escritores, recitais e palestras. Programa para todos os gostos.

Após diversas denúncias de citação do governador da cidade na participação em esquemas de Carlinhos Cachoeira, o Movimento Adote Um Distrital, representado por Diego Ramalho Freitas, protocolou na tarde do dia 16, na Câmara Legislativa pedido de impeachment contra o governador Agnelo Queiroz. Também participou do ato Toninho do PSOL, que desde o ano passado cobra investigação a respeito do suposto esquema de corrupção no programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte.

Governo Federal

Página 3 Foto: Rinaldo Morelli/CLDF

Atualidade

Página 4

Cidade

Pedestres se arriscam em rodovia

Foto: Antônio Cruz/ABr

Sem passarela, pedestre enfrenta dificuldade na hora de atravessar a DF-095, no trecho próximo a Polícia Militar Rodoviária e ao viaduto do Ayrton Senna. A maioria acaba passando pelas muretas, que têm aproximadamente um metro de altura e separam as duas pistas.

Lei de Acesso à Informação Ontem, a presidente Dilma Rousseff destacou que o Brasil deu um passo importante ao aprovar a Lei de Acesso à Informação. Dilma defendeu ainda a gestão qualificada dos gastos públicos e a transparência da informação como forma de reduzir a corrupção. Página 5

Mundo Melhor

“Eu amo minha morada, por isso cuido dela” A campanha pretende incentivar hábitos, atitudes e ações que possam manter a cidade limpa e mais sociável. A primeira cidade a receber o projeto é Ceilândia, que fez aniversário no dia 27 de março. Além de ideias de incentivo, também são divulgadas em redes sociais frases que estimulam a socialização. Página 6

Cultura

Show de Aniversário Brasília completa 52 anos e recebe grandes nomes da música como Caetano, Nando Reis, Oswaldo Montenegro e Capital Inicial em shows na Esplanada durante a Bienal Brasil do Livro e da Leitura. Página 7

Fotos: Divulgação

Entrevista

União de forças O governador do Distrito Federal em entrevista ao DF Notícias fala dos avanços implementados na cidade, em diversas áreas e manda uma mensagem para a população, lembrando que as várias mudanças que ocorrem na cidade vão enfrentar resistências de alguns. Página 5

Foto: Divulgação

Página 8


2 Brasília, 18 de abril de 2012

PERISC

DF NOTÍCIAS

PIO

37 dias de greve

Frase

“Já temos um problema concreto: a criança nasce viva, mas está juridicamente morta, segundo o STF. Ela vai ter certidão de nascimento ou de morte?” Lenise Garcia, do Movimento Brasil sem Aborto.

Sistêmica Fenomenológica

Os professores reunidos em mais uma assembleia decidiram, ontem, continuar por tempo indeterminado a greve iniciada em 12 de março. Semana passada, o governo acenou com a proposta de incorporação da Titularidade de Dedicação Exclusiva ao Magistério (Tidem), a partir de setembro de 2013, terminando em 2018, mas os professores não aceitaram. Nova assembleia está marcada para quinta-feira (19), na Praça do Buriti, às 9h.

No ambiente de trabalho ou no clima organizacional é comum encontrar pessoas que convivem com problemas de bloqueio e relacionamentos. O que muitos não sabem é que esses problemas podem estar diretamente ligados a outras questões do cotidiano, como na rotina familiar ou no ciclo de amizades. Na esfera acadêmica, esse comportamento recebe o nome de ‘Sistêmica Fenomenológica’ - tema de três cursos de pós-graduação oferecidos de forma pioneira no mundo aqui em Brasília.

Exclusivo

Outro projeto de lei aprovado na Comissão de Constituição e Justiça(CCJ), destina vagões exclusivos do metrô para mulheres e portadores de necessidades especiais, nos horários de pico: entre 6 e 9 horas da manhã e 17 e 20 horas, exceto nos fins de semana e feriados. Foto: Divulgação

Solidariedade

Alterar pontuação

O senador Clésio Andrade (PMDB-MG), que preside a Confederação Nacional do Transporte (CNT), propõe que o limite de pontos na CNH, do motorista profissional, passe para 50 pontos e não 20. O motorista profissional é o que possui CNH nas categorias C, D e E.“Motoristas profissionais de ônibus, caminhão, carreta e táxi estão muito expostos a punições, o que se potencializa com as péssimas condições das rodovias”.

Um morador de rua consegue alimento e divide com mais de trinta pombos, perto do Touring. As aves já o reconhecem e sabem que vão comer. Todos que passam ficam admirados com tamanha solidariedade de quem tem tão pouco. É a foto do dia, flagrada por A. Sabino, nosso fotógrafo.

Não à intimidação

Aquele cartaz presente em diversas unidades da administração pública do DF, advertindo sobre o crime de desacato a servidor público, pode estar com seus dias contados. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) reprovou sua exibição pública, pois entende que o aviso serve como instrumento de intimidação.

Bombando

Foto: Divulgação

Foto: Fábio Rivas/CLDF

A estande da Câmara Legislativa, na Bienal do Livro, está sendo bastante visitada. Muitos procuram inclusive deixar seus recados com ideias e sugestões para os parlamentares brasilienses. É grande também a procura por publicações da Casa.

Onde está?

Uma onça suçuarana, foi vista nas proximidades da L4 Sul, ontem. O animal se escondeu na mata que fica atrás do estacionamento do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Soldados da Polícia Ambiental vasculham o local.

Descatar medicamentos

Impeachment

Representantes dos movimentos sociais Ficha Limpa/ DF e Adote um Distrital protocolaram segunda-feira (16), na Câmara Legislativa, pedido de impeachment contra o governador do DF, Agnelo Queiroz, em virtude das supostas citações, gravadas pela Polícia Federal, envolvendo o chefe do Executivo e auxiliares diretos em esquema de distribuição de propinas beneficiando empresas ligadas a Carlinhos Cachoeira. Agora é só esperar se o pedido está nos conformes.

O PL 333/2011, foi aprovado, ontem, na CCJ, atribui às farmácias e drogarias do DF a obrigação de receberem medicamentos vencidos, a fim de providenciarem seu descarte. A proposta acolheu orientações da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Condenado

O TCDF condenou, ontem, Arnaldo Bernardino Alves, secretário de Saúde do DF entre 23 de novembro de 2003 e 20 de março de 2005, ao pagamento de multa de R$ 23.396, por utilizar a máquina pública para beneficiar o Hospital Santa Juliana e a Clínica de Especialidades Médicas Planaltina (Hospital CEMEP), dos quais era sóciooculto. Também decidiu inabilitá-lo por cinco anos.

Artigo

Uma escolha Severina Parece que a longa espera pelo julgamento da ação de anencefalia chegará ao fim no Supremo Tribunal Federal. Há oito anos tramita na suprema corte “a ação Severina”. Esse nome não é um apelo à história da miséria nordestina cantada pelos versos de João Cabral de Melo Neto, mas é o batismo encarnado em uma mulher agricultora e analfabeta, que divide sua vida entre as plantações de brócolis e o cuidado do filho, Walmir. Severina nunca havia pensado em visitar Brasília, mas está na capital do país para conhecer a corte que cruzou sua vida há oito anos em um hospital público de Recife. Fez sua primeira viagem de avião, acompanhada de Rosivaldo, seu marido. Severina e a corte se conheceram em 20 de outubro de 2004. Severina saiu de Chã Grande convencida de que passaria uma noite na maternidade em Recife. Estava grávida de 14 semanas de um feto com anencefalia, uma má-formação incompatível com a sobrevida fora do útero. A imagem transparente da ecografia não lhe deixou dúvidas: o feto não tinha cérebro. Rosivaldo exibia a ecografia como uma prova do que os olhos não viam. E, segundo os versos de Mocinha de Passira, repentista que cantou a história de Severina, não se vive “sem a peça genuína”. Sem cérebro, não há vida, só uma sobrevida de minutos, horas ou dias. Severina não foi atendida no hospital. A liminar que autorizava a interrupção da gravidez foi cancelada pela mesma corte que hoje conhecerá em Brasília. Nesses oito anos, Severina não entende bem as razões de tanta espera. Não está claro para os ministros do STF que o feto não irá sobreviver? Não basta conhecer sua dor pelo filme que leva o seu nome para entender que o sofrimento involuntário não dignifica as mulheres?

Diretoria Suéllen Vieira Barreto - Presidente

Redação Francisca Rocha - Editora franciscapautas@gmail.com

dfnoticias@uol.com.br redacaodfnoticias@uol.com.br

Vivianne Frota - Repórter annefrota@bol.com.br

www.dfnoticias.com.br

Cledson Soares - Design gráfico

Ela sabe que não falará aos ministros, só ouvirá as razões que já sentiu como uma sentença no passado. Severina deu à luz um feto natimorto que, sem nome e registro de nascimento, foi enterrado em uma cova que ainda hoje desconhece o repouso no cemitério. Mas parece que ainda há dúvidas, senão sobre o diagnóstico letal e irreversível da anencefalia, sobre as razões éticas que levariam as mulheres ao aborto em caso de anencefalia fetal. Severina se recusa a ser comparada aos nazistas. A escolha severina não é resultado da perversão de um Estado totalitário que oprime e ignora a autonomia das mulheres. Não há eugenia em um regime de liberdade de escolha. Eugenia é uma peça de uma engrenagem de opressão, segregação e discriminação. Nenhum médico forçou Severina a antecipar o parto. O padre de sua paróquia, em vão, tentou demovê-la da decisão, mas Severina estava convencida do que sua dor pedia. A verdade é que ela não tem as vantagens de quem pode prescindir da legalidade, por isso exibe as mãos com que trabalha a terra para demonstrar sua submissão à ordem democrática. Sem o direito ao aborto, sua vida se resumiu a uma longa espera. Severina não ignora que há outras severinas com pensamento diferente do seu. Há mulheres que desejam manter a gestação, dar à luz e esperar pela sobrevida do recém-nascido. Elas contam outro enredo sobre a gravidez de um feto com anencefalia e algumas exibem seus filhos em sobrevida para quem quiser conhecê-los. Severina sabe as histórias dessas mulheres e respeita suas escolhas. Ela, no entanto, não suportava viver a angústia da ausência do berço e da sombra do caixão pelo filho que não conheceria. A diferença entre ela e essas mulheres é que Severina não é missionária de

DF NOTÍCIAS Expediente O DF NOTÍCIAS é de propriedade da DF Notícias Editora Ltda SIG - Quadra 3 Bloco B Entrada 75 2º Andar CEP 70610-400 - Brasília-DF

uma causa, apenas a voz de uma experiência. Hoje, infelizmente, a voz de Severina não é ouvida pela lei penal, por isso seu lamento é solitário. Severina respeita a vida das pessoas com deficiência. O corpo com impedimentos é uma expressão da rica diversidade humana. Ela não precisa conhecer a primeira convenção do século 21 sobre os direitos das pessoas com deficiência para entender que deficiência não é inviabilidade fetal. Uma pessoa com deficiência reclama seu direito a estar no mundo, mas seu filho natimorto não tinha vida a ser vivida. Por isso, Severina rejeita quem a acusa de assassina ou genocida de deficientes. A ela, junta-se a voz de milhares de pessoas com deficiência no Brasil que se sentem ultrajadas com essa vulgar acusação. Anencefalia não é deficiência — é uma má-formação fetal que a medicina considera irreversível, letal e incurável. Não sei se há outras dúvidas sobre a ética das mulheres que desejam antecipar o parto em caso de anencefalia fetal. Se não é eugenia, não é homicídio, tampouco genocídio, a pergunta é: por que obrigar uma mulher a se manter grávida contra sua vontade? Minha hipótese é que não há resposta legítima, por isso a Suprema Corte terá a oportunidade de corrigir um erro histórico que ignora os direitos reprodutivos das mulheres. Não há como reparar a dor vivida por Severina, mas há como cuidar das severinas ainda por vir. A todas elas garantiremos que a dignidade das mulheres não se resume à maternidade compulsória. Débora Diniz é professora do Departamento de Serviço Social (SER) da Universidade de Brasília (UnB) e pesquisadora do Instituto de Bioética, Direitos Humanos e Gênero (Anis).

e-mail: redacaodfnoticias@uol.com.br Telefones: 3964-0777 e 3039-2631

Os artigos e matérias assinadas são de exclusiva responsabilidade dos seus autores. Impressão F. Câmara Gráfica e Editora Tiragem 5 mil / 10 mil exemplares


Brasília, 18 de abril de 2012 3

DF NOTÍCIAS

aniversário-

Brasília é resultado do encontro de todos os brasileiros e temos muito a comemorar, pois a luta não acaba com a inauguração da cidade”, Gervásio Almeida, brasiliense e advogado

Brasilienses são quase maioria

O que Brasília tem a comemorar neste aniversário? A cidade construída a partir da determinação do meu avô, Juscelino Kubitschek, e da ação de homens como Oscar Niemeyer, Affonso He-

liodoro, Lúcio Costa, Israel Pinheiro, Bernardo Sayão, entre outros, deve celebrar a imensa generosidade de seu povo. Brasília é um marco na história da humanidade, uma prova viva da possibilidade de integração, pois somou, em seu território, pessoas das cinco regiões do País e de todos os continentes do planeta. Nos seus 52 anos, a capital de todos os brasileiros também celebra seu futuro, sem esquecer da importância do seu passado. Anna Christina Kubitschek (Foto)

amizade e integração, e, que tínhamos o prazer de oferecer caronas aos que não tinham carro. Hoje tudo mudou e é diferente. A cidade está poluída sob todos os aspectos, está super-povoada, inclusive com muitos bolsões de pobreza/miséria representados por invasões, Cidades satélites que foram criadas sem critérios, e acima de tudo com a falta de segurança total. Hezir Espindola Gomes Moreira

Brasília, no princípio, era o nada. O deserto. Mas, de repente, tudo se transforma. É a mais palpitante e maravilhosa realidade. Brasília era imposição histórica. Assim, a história antecedeu à própria criação da cidade. É a antevisão do porvir, síntese de um grande projeto para o futuro e sinete de uma vitória sobre a descrença e o desânimo. Marca arrojada de uma nova concepção de vida e do renascimento do espírito empreendedor do povo brasileiro. A responsabilidade de todos nós é muito grande. Temos que cuidar, zelar, proteger e defender esse legado: BRASÍLIA PATRIMÔNIO CULTURAL DA HUMANIDADE. Affonso Heliodoro dos Santos

Para as pessoas de fé e que tenham consciência da missão civilizadora de Brasília, temos, sempre, o que comemorar – e muito – a cada momento de nossa cidade-Capital. Os deslizes de uns ou outros aos quais confiamos responsabilidades e que não corresponderam às nossas expectativas, isto, sim, individualmente, macula a trajetória histórica e entristece os homens e mulheres de bem. Mas, são pontuais e a mácula maior fica historicamente para o currículo de cada um deles. Brasilia, nestes 52 anos, já representa para o Brasil o marco maior da integração nacional. Fixou-se e consolidou-se, nas então regiões inertes e solitárias do interior central do país, do qual tem se revelado “cérebro das altas decisões nacionais”, na antevisão de JK, e, também, como polo i r ra d i a d o r de desenvolvimento sócio-econômico e cultural. Somente isto, seria motivo para celebração, sempre. O mais, é, continuarmos, todos, trabalhando com fé e esperança na grande missão de Brasília em prol da construção de um novo tempo, de uma nova civilização voltada para os ideais de desenvolvimento do nosso País e de evolução humana a fim de que edifiquemos, com zelo e otimismo, uma terra de homens e mulheres felizes. Adirson Vasconcelos

Quando aqui cheguei na década de 1960 - Brasília era uma cidade tranquila, silenciosa, humana, com uma qualidade de vida excelente sob todos os aspectos. Tinha muitas árvores e mais grama, portanto, o oxigênio que exalava era de ar 100% puro. A poluição, portanto, anda não existia devido as estes fatores, e, mesmo por ter ainda poucos carros, e, a população ainda estava em torno dos 500 mil habitantes. Podiámos andar nas ruas sem medo e perigo algum, o que não ocorre hoje. Havia inclusive, entre nós aqui residentes mais

Momentos históricos retirados do livro, As grandes Datas de Brasília e JK, de Adirson Vasconcelos: 21 de abril de 1960: “Logo aos primeiros raios do sol, trinam os clarins da Guarda Presidencial do Palácio do Planalto anunciando a alvorada da cidade nascente. E o Presidente Juscelino Kubitschek, cercado de diplomatas e autoridades e grande massa humana, hasteia a Bandeira Brasileira ao som do Hino Nacional. Dirigindo-se ao povo brasileiro, disse o Presidente Juscelino: - “Cabe-me a honra de içar, neste momento, a Bandeira Nacional. Faço o com emoção que dificilmente poderia exprimir. Sinto agora a mesma vibração, o mesmo gesto nos quatrocentos da Pátria. Meu pensamento volta se, neste instante, para as novas gerações que hão de recolher o fruto de nosso trabalho e encontrar e encontrar um Brasil diferente do que encontramos, um Brasil integrado ao seu verdadeiro destino. Diante da Bandeira Nacional, com as suas 22 estrelas, saúdo os pioneiros, os que lutaram para que chegássemos ao que somos, e saúdo os filhos dos nossos filhos para os quais, sem medir esforços e sacrifícios, erguemos as bases da nossa grandeza futura. A seguir, sobe a rampa do Planalto e recebe os cumprimentos dos embaixadores estrangeiros no Brasil. O presidente Juscelino Kubitschek, ao instalar no Palácio do Planalto, o Poder Executivo, fez algumas reflexões muito significativas sobre Brasília, destacando-se principalmente

Juscelino Kubitschek em solenidade de inauguração de Brasília

Fotos: Divu lgação

B

rasília foi inaugurada em 21 de abril , de 1960 e foi pensada para abrigar 500 mil habitantes. Porém, hoje já tem uma população em torno de mais de 2 milhões. A cidade Patrimônio da Humanidade já tem, segundo Pesquisa Distrital por Amostragem de Domicílio (PDAD), da Companhia de Planejamento do Distrito Federal (Codeplan), 48% da população nascida em Brasília. De todas as regiões administrativas pesquisadas, somente a população de Brazlândia, corresponde a 56,2% de pessoas nascidas no Distrito Federal. De acordo com a pesquisa, os motivos que fazem as pessoas se mudarem para Brasília são acompanhar parentes, procurar trabalho, transferência do local de trabalho e melhor acesso aos serviços de saúde. Para Maria das Graças Oliveira, aposentada, Brasília é a cidade que oferece a melhor qualidade de vida. “Nunca me arrependi de me mudar para Brasília, acompanhando meu esposo, nos anos 60. Apesar de tudo, temos uma excelente qualidade de vida. Dois filhos brasilienses se mudaram para outros estados, mas voltaram por entender que aqui é muito melhor, tudo é mais organizado. As condições de trabalho são melhores”, afirma Maria das Graças. A professora Denísia Guimarães, brasiliense, lembra que Brasília tem os problemas de qualquer metrópole. “A cidade padece de todos os males de uma cidade grande, principalmente porque cresceu sem planejamento. Não sou contra criar cidades, expandir as cidades, mas esqueceram de criar políticas públicas para a população no local onde reside, por isso tudo se concentra onde oferecem melhores políticas”, reconhece Denísia. “Neste aniversário de Brasília, esperamos o término do embate político que se instalou na cidade. Isso atrapalha a cidade”, adverte a brasiliense Josélia Pereira Rodrigues. “Nesta época, sempre analisamos todos os aspectos e momentos que vivemos nesta cidade que aprendemos a amar. Sem política era bem melhor, não havia essa briga eterna. Todos só pensam em si e não no povo. Falo para meus filhos e netos que precisamos votar melhor”, acrescenta Josélia.

as seguintes: “Quando aqui chegamos, havia na grande extensão apenas o silêncio e o mistério da natureza inviolada. Somente me abalancei a construí-la quando de mim se apoderou a convicção de sua exequibilidade pelo amadurecimento do nosso povo de ocupar e valorizar plenamente o território que a Providência Divina lhe reservara. Esta cidade, recém-nascida, já se enraizou na lama dos brasileiros. Daí, do centro da Pátria, levo o meu pensamento a vossos lares e vos dirijo a minha saudação. Explicai a vossos filhos o que está sendo feito agora. É sobretudo para eles que se ergue esta cidade síntese, prenúncio de uma revolução fecunda em prosperidade. Eles é que nos hão de julgar amanhã”. A Arquidiocese de Brasília é instalada às 10:15 horas do local da futura Catedral de Brasília. É então empossado solenemente o Arcebispo de Brasília, Dom José Newton de Almeida Batista. A inauguração de Brasília, a 21 de abril de 1960, pelo Presidente Juscelino Kubitschek, reúne mais de 100 mil pessoas na nova Capital brasileira construída em terras do Planalto de Goiás. À noite, realiza-se um grande espetáculo de fogos de artifícios, Na Plataforma do Eixo Monumental. Após festejos inaugurais de Brasília, o Presidente Juscelino Kubitschek encaminhou mensagens ao Congresso Nacional apresentando projeto para a criação da Fundação Universidade de Brasília. É o primeiro ato administrativo de JK após a inauguração da nova Capital brasileira no Planalto Central Goiano.”

Política

Movimento Adote Um Distrital protocola pedido de impeachment contra Agnelo Queiroz A suposta citação do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, e de pessoas do primeiro escalão do governo em gravações da Operação Monte Carlo, feita pela Polícia Federal, envolvendo o bicheiro Carlinhos Cachoeira, culminou na apresentação de pedido de impeachment contra o chefe do Executivo. O documento foi protocolado na Câmara Legislativa na tarde de hoje (16), por Diego Ramalho Freitas, diretor do Comitê Ficha Limpa/DF e do Movimento Adote Um Distrital. Ao receber o pedido, já protocolado, o presidente da Casa, deputado Patrício (PT), deverá encaminhá-lo para análise da Procuradoria, antes decidir pelo acatamento ou não. “A situação está insustentável, e a sociedade precisa de explicações por parte do governador Agnelo”, defen-

deu Ramalho. Segundo ele, pesquisa realizada pelo Movimento Adote Um Distrital revela a insatisfação da população diante de possível envolvimento de Agnelo no escândalo Cachoeira: “Mais de 90% das pessoas que participaram da enquete foram favoráveis ao impeachment do governador”. No documento estão transcritos trechos do relatório da Polícia Federal em que membros do primeiro escalão do GDF estariam negociando propina com representantes da empresa Delta, que domina os contratos de coleta de lixo no DF. “A empresa vem sendo beneficiada há anos e, somente entre 2011 e 2012, recebeu mais de R$ 100 milhões do governo”, denuncia Ramalho. Entre os participantes do ato de entrega do pedido de impeachment estava Toninho do PSOL, presiden-

te do partido no DF. Desde o ano passado, Toninho cobra a investigação do governador Agnelo Queiroz em suposto esquema de corrupção no programa Segundo Tempo, do Ministério do Esporte. Tramitação - Recebido pelo presidente da Câmara Legislativa, deputado Patrício (PT), o pedido de impeachment deve ser encaminhado para a análise da Procuradoria da Casa, cujo parecer vai subsidiar a decisão do presidente. Se considerado admissível, o pedido segue rito definido pela lei federal nº 1.079/50, que define os crimes de responsabilidade e regula o processo de julgamento de governador pelas assembléias legislativas e pela Câmara Legislativa do Distrito federal. Confira as fases de tramitação do processo: 1. Denúncia - juízo de

prelibação realizado pelo Presidente da CLDF (observação dos requisitos formais objetivos e subjetivos da Lei 1.079/50, arts. 75, 76 e 77). 2. Realizado o juízo de prelibação pelo Presidente da CLDF, a denúncia será lida no expediente da 1ª sessão seguinte (art.19). 3. Comissão de Constituição e Justiça – admissibilidade e análise dos aspectos formais (essa fase não consta da Lei 1.079/50). 4. Eleição de uma Comissão Especial, da qual participem representantes de todos os partidos, observada a proporcionalidade. Essa Comissão Especial deverá reunir-se dentro de 48 horas após a leitura do expediente no Plenário. Depois de eleger seu presidente e relator, emitirá parecer, dentro do prazo de dez dias, que deverá concluir se a denúncia deve ser

ou não objeto de deliberação pelo Plenário. Dentro desse prazo, a Comissão poderá realizar diligências que julgar necessárias ao esclarecimento da denúncia (art. 20). 5. 48 horas após sua publicação, o parecer da Comissão Especial será incluído, em primeiro lugar, na ordem do dia da CLDF. Cinco representantes de cada partido poderão falar, durante uma hora, sobre o parecer, ressalvado ao relator da Comissão Especial o direito de responder a cada um (art. 20, § 2º e art. 21). 6. Decisão do Plenário da CLDF sobre o parecer da Comissão Especial (art. 22). 7. Caso a decisão seja pela continuidade do procedimento, citação do denunciado para que, no prazo de vinte dias, ofereça contestação (art. 22). 8. Recebimento da contestação na Comissão Espe-

cial. Produção de provas e realização de diligências deferidas ou determinadas pela Comissão (art. 22). 9. Parecer da Comissão Especial sobre a procedência da acusação em dez dias. 10. Publicado e distribuído esse parecer na forma do § 1º do art. 20 da Lei 1.079/50, será incluído na ordem do dia da sessão imediata para ser submetido a duas discussões, com o interstício de 48 horas entre uma e outra (art. 22, § 3º). 11. Encerrada a discussão do parecer, ele será submetido à votação nominal, não sendo permitidas questões de ordem, nem encaminhamento de votação. A votação será nominal e ostensiva. O parecer deverá ser aprovado por 2/3 dos membros da CLDF. Em caso de aprovação, o governador é afastado por 120 dias. Fonte: CLDF


4 Brasília, 11 de abril de 2012

DF NOTÍCIAS

ATUALIDADE - Com uma estrutura de 14 mil metros quadrados na Esplanada dos Ministérios, a Bienal vai dedicar atenção especial à literatura contemporânea, com o tema sobre a africana

Brasília tem primeira Bienal do Livro

E

Foto: A. Sabino

m meio a debates, palestras, exposições, encontros entre grandes autores, homenagens, exibição de filmes, lançamento de livros, música, arte, cultura, poesia, conhecimento e muito mais, o brasiliense vai poder curtir a 1ª Bienal Brasil do Livro e da Leitura no Distrito Federal, realizada na Esplanada dos Ministérios. Durante dez dias, Brasília vai se transformar na capital do livro e da leitura. Com entrada gratuita. ‘Despertar o gosto pela leitura’. Este é o objetivo do evento e que deseja transformar Brasília num acontecimento cultural. A intenção é avançar nos programas de incentivo à leitura no Brasil e incrementar o mercado editorial, não importando a faixa etária. O coordenador Nilson Rodrigues disse que este é um evento muito importante para Brasília e que a cidade precisa de projetos culturais como este. “Aqui estarão reunidos grandes autores divulgando importantes projetos, livros. A programação está repleta de atrações para todos os segmentos. E é disso que a cidade precisa, de projetos culturais para o setor do turismo”, destaca. Nilson ressalta que assim como o Brasil, Brasília também precisa de investimentos culturais para alavancar o setor e o turismo. “É importante ter projetos culturais como esse, porque da mesma forma que existem investimentos em outros setores deveria haver contribuição para a área da cultura”, salienta. O evento pretende promover o lançamento de uma média de 50 livros por dia, exibir uma ampla programação de oficinas, seminários, conferências, exibição de filmes adaptados de textos literários, apresentar exposições, performances teatrais e musicais, incentivar a contação de histórias, a realização de recitais, homenagear escritores e atrair o público para palestras gratuitas – abordando temas oportunos como A Literatura Contemporânea da África Portuguesa. A estudante de Letras Fernanda Vasconcelos, 34 anos ficou encantada com o evento e disse que se nos próximos anos for dessa forma ela volta com certeza. “Um evento como esse é muito importante principalmente, porque incentiva a leitura, a cultura no geral. Adorei a programação, vou vir aqui quase todos os dias, pois quero participar de debates, conhecer autores im-

Brasília representa pela primeira vez a literatura brasileira com olhar na África

portantes e até ouvir música boa. Achei superinteressante, porque tem alguns estandes que fazem até apresentaç de teatro e poesia. Realmente sensacional”, relata.

Novidades da Bienal No primeiro dia, a África esteve muito bem representada pelo o escritor nigeriano Wole Soyinka, primeiro negro a ser premiado com um Nobel de Literatura, em 1986, e nunca antes traduzido no Brasil. Ele recebeu com muito carinho uma homenagem. Entre os autores brasileiros, as honras vão também para o cartunista Ziraldo e outros 50 autores, entre eles os argentinos Samanta Schweblin e Juan Gelman, o nicaraguense Sérgio Ramírez e o chileno Antonio Skármeta. Um dos destaques do cronograma de atividades é a Jornada Literária da América Hispânica que reunirá escritores como os argentinos Samanta Schweblin, inédita no

nal autores como o mexicano Juan Pablo Villalobos, a americana Alice Walker, o português Miguel Sousa Tavares e os brasileiros Marçal Aquino, Fernando Morais e Silviano Santiago. A programação está no site www.bienalbrasildolivro.com.br. Aqueles que ainda não visitaram, poderão também ter informações dos pontos que guardam algumas características da cidade, como a Torre de TV, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães (um dos maiores do País), a Universidade de Brasília, a Unidade Vizinhança (que preserva o plano original de Lucio Costa), o Setor de Embaixadas e outros. A Bienal começou no dia 14 e vai até 23 de abril no pavilhão da Esplanada. A expectativa é de que, aproximadamente, meio milhão de pessoas passem pelos 158 estandes, distribuídos em um espaço de 50 mil metros quadrados. Para incentivar ainda mais a leitura, a Secretaria de Educação também criou o Cartão Professor. Com ele, 20 mil professores poderão adquirir até R$ 160,00 em livros em qualquer estande.

País, e o poeta Juan Gelman, além do nicaraguense Sérgio Ramírez e do chileno Antonio Skármeta. Outro destaque é o seminário ‘A Literatura Africana Contemporânea’ que durante dois dias, algumas das principais autores da literatura da África debaterão a produção literária e o desenvolvimento da cultura do continente. Da primeira mesa participarão autores como Conceição Lima, de São Tomé e Príncipe; Germano Almeida, cabo-verdiano que utiliza o humor para fazer críticas sociais; e o nigeriano Wole Soyinka. Ainda estão confirmadas as presenças de Paulina Chiziane, a primeira romancista de Moçambique; Abdulai Sila, fundador de uma corrente ficcional original em seu país, Guiné Bissau; e o jovem angolano Ondjaki, atualmente radicado no Brasil. Até as crianças e jovens terão a oportunidade de conhecer alguns dos mais célebres escritores da literatura infantojuvenil. As atividades acontecem na “arena infantil”, entre as 10h e 18h. Foram confirmadas as presenças das escritoras Ana Maria Machado e Ruth Rocha. Até o dia 23 passarão pela Bie-

Em dois anos foram 964 greves no país Nos anos 2009 e 2010 ocorreram 964 greves no país, segundo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Foram 518 greves em 2009 e 446 em 2010. Os números são os maiores da última década, superando o total de greves ocorrido em 2008 (411 greves). Os dados foram divulgados na segunda-feira (16). O Dieese utilizou a base de dados do Sistema de Acompanhamento de Greves, desenvolvido e mantido pelo próprio departamento e que reúne informações das greves desde 1978. O sistema é abastecido com notícias sobre greves veiculadas em jornais impressos e eletrônicos e da imprensa sindical. Segundo o Dieese, o número de greves de trabalhadores em 2009 foi maior na esfera privada (266) do que na pública (251). Em 2010, o número de greve em empresas privadas (176) foi menor do que no funcionalismo público e nas estatais (269). Houve uma greve que envolveu os dois segmentos em ambos os anos. Em 2009, o total de horas paradas chegou a 34.730, a maior parte delas na esfera pública (25.316 horas). Já em 2010, o total de horas paradas alcançou 44.910 horas, dos quais 38.085 horas no setor público. O Dieese disse que essa discrepância entre os setores público e privado se deve à ausência de regulamentação da negociação coletiva de trabalho no setor público e também ao fato de que, na esfera pública, as negociações são geralmente mais complexas, já que envolvem vários órgãos e instâncias de poder. Em geral, a motivação para a paralisação foi por melhores salários com 266 greves em 2009 e 214 em 2010, seguida pela reivindicação de plano de cargos e salários e auxílio-alimentação. Para o Dieese, houve queda significativa no número de greves por causa de demissões, que passou de 41 paralisações em 2009 para oito, em 2010. Segundo o estudo, o número total de greves ocorrido em 2009 pode estar na crise econômica mundial, que afetou principalmente a indústria. “O ambiente econômico adverso e marcado por grande incerteza ensejou greves de caráter mais defensivo contra demissões em massa e tentativas de flexibilização – ou descumprimento - de direitos e condições de trabalho”, diz o estudo. Em 2010, a recuperação da economia repercutiu na redução do número de greves, principalmente na indústria.

Mercado de trabalho

Senac

Concursos

Curso: Técnicas de Telemarketing

Ministério da Integração Nacional (MI) - 53/2011 Região/Estados: Centro-Oeste | DF Escolaridade: Nível Superior Vagas: 52 Salário: Máx.: R$ 5.460,02 Min.: R$ 3.534,22 Cargos: Analista de Sistema, Analista Técnico Administrativo, Assistente Social, Engenheiro, Estatístico, Geólogo, Meteorologista e Químico. Inscrições: 02/04/2012 a 15/04/2012 Prova(s): 06/05/2012 Validade do concurso: De um ano, contado da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez e por igual período Organizadora:ESAF

Perfil Profissional de Conclusão Concluinte apto a atuar na negociação e venda de produtos e serviços por meio de telemarketing, em empresas e instituições públicas ou privadas. Deverá apresentar criatividade, bom relacionamento interpessoal, capacidade de trabalhar em equipe, cuidados com a preservação do meio ambiente, capacidade de comunicação, postura e comportamento ético. Requisitos de acesso Idade minima de 18 anos Estar cursando o Ensino Médio Ser profissional de vendas Carga Horária: 40 Investimento: R$ 120,00 Condições de Pagamento: À Vista

Informações pelo telefone 3313-8877.

Foto: A. Sabino

Engolir sapo

785

- www .dfno ticias

Jorn

Mais espe um ano ra uma se ente grev letivo come e. tage ndem . Hoje Governo ça e a 8 de m regressiva , segu e Sindi comu Gove março, com cato nidade para ndo o rno não estipulo assem a grev Sinpro, dos Profe escolar cump éo ssore já bleia e que u

para marc laridade, do ano pode transporte para dinamizar e melhorar nenh àsMaria, o Polo discu riude o da s não segurança, serJK Criado em 2004, nos arredores passAlgumas empresas se ressentem da dium 9h, na Praça carre tir as Santa coniniciaas área. daira, ado setor chereivin dos no dacondições se arrasta desde então. Os serviços essenciais afirma convmãoque dia de obra no Distrito Federal, pois dicaç prazo contratar ficuldade s quedo Buriti ocaç de inclu ões Comercial sesso Wash em a de Santa Maria não gam timidamente. O presidente da Associação ãoos “O ônibus acord ele que alegam ingto dos ria de os.trabalhadores o Gove conc refor adasa mesm e Industrial do Polo, reconhece a morosidade dos projetos mula buracos, com impr n Dour ruas ursad no setor. em abrilo Gest rnoReclamam ção do ensa também ado, das serem desenvolvidos para a área. Grandes indústrias estão circulam os, seco, vem pela a falta período da Secre e odiret chuva trazidos quad gara ão Dem or do o plan instaladas no local e outras estão chegando gerando muitos dos problemas ocrátiproporcio o de JK ro de O Polo e segurança. 040taria BR nand sindi de pedestres passarelantem Págin de Educ ascen cana cato. saúde”, empregos. Muito pode ser feito, como asfalto que falta em de que a 3 compasso de espera . o para são profi foi deslanchar sanc à classe ação afi Já a asmuitas ruas, a luz, drenagem, recolhimento de lixo com regu- está em ssion

Página 3

al.

ionada

rma ganh onte os, comoque m, curso Foto: A. Sabino a s que

A. Sabino

o

Foto:

Entrevis ta

Quali ficar é a me ta

Glauc Traba o Rojas, secre lho está afirma que tário do desen voltad volven sua pasta as do profis para a qualifiações sional atend cação não er que a os event só para cidad os espor e vai para tivos traba atender receber, o mas lho. o empr E tem mercado novida de Progr eendedor: de ama o Prosp para de Micro eracrédit Págin o. a5 Divulgaçã

Entrevista

A missão é regularizar O deputado distrital Wellington Luiz (PPL) assume a Secretaria de Regularização de Condomínios sabendo que não há fórmula mágica para resolver a regularização dos condomínios. Promete fazer um trabalho observando a complexidade que envolve cada um, sem deixar brechas para contestações dos órgãos fiscalizadores mais tarde.

Foto:

Página 5

Atualidade

Fiscalize o transporte escolar

A secretaria de Educação e o Detran/DF afirmaram que estão atentos as irregularidades. Por mais que haja fiscalização pais devem ficar atentos aos veículos que prestam serviços de transporte escolar. O objetivo é verificar a segurança Governo e documentação dos veículos, Fede em especial nas áreas rurais ral e, caso constatado alguma irregularidade, que sejam tomadas as providências estabelecidas pelo Código de Trânsito Brasileiro.

Mundo Melh

Foto: J. Vieira

Pró vid or a

Institu ição jovens valoriza Sama do Recan a educação mbaia to . A ideia das Emas de inclus é promo e projet ão social Educa os como por meio ver de ção Infant Educa ção reforç il, Esporte, Digital, o escola lazer e r. Págin

29

PetroPresidenta bras investafirma qu Cidade Cidade e em e pesqparcerias Ca Visita inspira cheiro Mau Cultura Mundo Melhor uisaparceriasva rn comerciais, Dilma destaca o interesse do Brasil em fortalecer i aval invade Inclusão com a Finlândia, durante visita do primeiro-ministro

a6

pedem passarela correm perigo ao atravessar a BR-040 todos os dias, por isso Falta de drenagem provoca buracos nas ruas e trabalhadores

Petr obra s foi mais a empr inves esa que tiu em zir temp tecnologi explo raçã a pres o do pré-so e cust a o na ident as pesq a Dilm al. Segu ndo a pela uisas dese Rousseff, educacionais e industriais empr nvolv

4 redu Páginapara

sadois ir

entre os esa tiver inves idas País. Na oportunidade ressaltou que as trocas comerciaispr ao time ées.um aindabilhõ essasàs nto de am um países e que ambos pretendem aumentar o fluxo de investimentos. Gove E reite R$ 9,5 ornopara desafi rou que vai técn o icas, criar 201 definovacientes entre esco s unive elas, las Página 3

quat e Página 47 6 rsida ro espe campi univedes feder cialm ais rsitá ente rios, no Cultura país, até 201interior do

Carnaval 4. Setebelos Págin

a3

E-mail:redaçãodfnoticias@uol.com.br

al

Todos podem ajudar

ANO L ETIV CONINFRAESTRUT FALTA TAGE O COMEÇURA A COM REPOLO GRESSJK E MUITO MAISMNO IVA

Escol as aguar de samb a qualq dam para de Brasí uer mom lia receb GDF er ento desfil para a realiz verba a es do “Está das escol ação dos tudo até o certo as de samb final e As agrem da sema esperamosa. por hora iações na a verba . prepa para estão a mil rativo termi melho nar os s. Ma

Sh

doinéDF ruasnoow dito Brasil

Todos os dias a população Cirqu DFeem alguma região do du Soleil mau cheiro, mas paracom convive voltase deve “Vare apres isso a Caesb ao Brasi segundo entar muita kai”. O espet novo da própria l ao comportamento ousad áculo show colori que ruas. prom númelixo nas população dos e ia,joga verda àros deete rede aéreo lixo é levado Esse surpr deiram s, Outro esgoto. e dentes. ente águas pluviaiseende fator é que os moradores fazem redes clandestinas de ligação, não obedecendo os padrões exigidos pela companhia.

Duarte/Di vulgação

Foto: Divulgação

20 nº

e

Reun de um idos .com na presi .br por novo - redac depu dênc mais de PERISC tem aodfn ia da três acord tados distr po oticia Câma hora s@uo s, ontem itais perm o para ra PIO l.com não Legislativa , marc anentes a nova comp chegSão constantes .br os problemas com placas de sinalização, ada - Exem aram , os osiçãsemáforos hoje da Casa consequência é o trânsito bastante plar . , às o das a um no Sudoeste. A Itapo R$ 1,00 14h3Uma nova pior grande comi de ã, congestionado regiã circulação. É ainda 0. mês. ssõe em horários reun o admi Não adianta botar desculpas. e dãoNão alguém quandoião está sreclama segu tem nistra rança alguém muito estar ligado tiva, nos É preciso culpa em outros órgãos. algun deixa fez o que come aniversário lutare s moradoresa dese problemas da cidade e resolver. mora jar, este mora m para fazer lembram diz a popu r, pois a r. Se da que todos lação . Mas colab cidade um é preci so orare m... lugar bomtodos de se

o

Tire suas dúvidas. Mande sua reclamação.

de um novo tempo - Ano

Pode

PERISCserPIO hoj

Diante de tamanha cara de pau do motorista que estacionou na calçada no SIG, Quadra 1, não restou ao policial multar. Muito bom! É por essa e outras que se instalou a maior baderna no setor. Estacionam de qualquer maneira tanto carros de passeios, como caminhões, motos e tudo mais.

Foto: Divulgação

Fale com o DF Notícias

Brasí lia, Distri Jornal to Fede ral, 8

fever - Exemplar R$ 1,00 eiro - www.dfnoticias.com.br - redacaodfnoticias@uol.com.br de 2012 Brasília, Distrito Federal, 15 fevereiro de 2012 - Ano 20 nº 786

Flagrante

Alessandro

14:00h às 18:00h

Foto:

2a à 6a 2a à 6a

o

19:00h às 22:00h

Divulgaçã

2a à 6a

Foto:

08:00h às 12:00h

Foto: José Cruz/ABr

Gama

07/05/2012 a 18/05/2012 11/06/2012 a 28/06/2012 11/06/2012 a 22/06/2012

lgação

Ceilândia

Horário Previsto Período Previsto

Divulgaçã

Ceilândia

Período

Foto:

Local

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) - 04/2012 Região/Estados: Centro-Oeste | DF Escolaridade: Nível Superior Vagas: 157 Salário: R$12.960,77 Cargo: Analista de comércio exterior Inscrições: 09/04/2012 a 22/04/2012 Prova(s): 27/05/2012 Validade do concurso: De um ano, contado da data da publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez e por igual período Organizadora:ESAF

www.dfnoticias.com.br Telefones: 3964-0777 e 3039-2631


5 Brasília, 18 de abril de 2012

DF NOTÍCIAS

ENTREVISTA-

Os 52 de Brasília é comemorado em grande estilo, avalia o governador. Alia-se à Bienal várias formas de expressão cultural, como teatro, exposições, música, literatura, dança

Brasília no caminho certo

E

m entrevista ao DF Notícias, o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, fala dos avanços que foram implementados na cidade.Segundo o governador, ele assumiu com a população do DF diversos compromissos que estão sendo cumpridos, inclusive acabar com o analfabetismo. Neste aniversário de Brasília o marco é a Bienal do Livro e da Leitura. A Bienal é a espinha dorsal das comemorações do aniversário de Brasília? É um evento pioneiro na cidade. Estamos plantando uma semente muito importante neste aniversário que vai render bons frutos. Vamos comemorar vários aniversários de Brasília associada à leitura. Vamos transformar Brasília na capital da leitura, com o melhor da literatura nacional e estrangeira. Mas a Bienal não é só livros, temos junto outras expressões, como teatro, música, dança. No fim da semana, de 20 a 22, nós vamos ter vários shows com nomes conhecidos da música e, no esporte temos o Circuito Mundial de Vôlei De Praia 2012. As melhores duplas de vôlei de praia do mundo estarão reunidas no Distrito Federal. A categoria feminina começou a disputa, no domingo (15) e tem sua final na sexta-feira (20). Na masculina, as disputas se iniciaram na terça-feira (17) e têm a final programada para domingo (22). No dia 21 de

Divulgação

vão ficar como legado para Brasília. Temos a Faixa Exclusiva que está sendo bastante elogiada por quem se desloca usando ônibus. Na agricultura estamos promovendo uma revolução. Estamos entregando a documentação de terras. E nas cidades estamos regularizando os lotes. Todas as secretaria estão imbuídas de metas a serem cumpridas a curto prazo e o compromisso de implementar políticas públicas. Vamos ter muito o que comemorar? Graças a Deus, é evidente que superamos a fase de arrumação, agora já é outra etapa. Já entreguei o Hospital da Criança. É uma das coisas mais lindas que a cidade poderia ter e é uma parceria com a AbraO governador afirma que a casa está arrumada em fase de entrega dos programas de governo ce. O hospital é especializado para tratar crianças com Cânabril, será realizada a 6ª Maro- sa ter um transporte público blico. Atrelado a isso, estamos cer, mas também com doentona Brasília de Revezamento, de qualidade, são obras das trabalhando para combater o ças graves. Foi inaugurado há vias onde há maior engarra- analfabetismo que garantirá quatro meses. Temos muito o na Esplanada dos Ministérios. Como o senhor vê hoje famento, maior densidade de um futuro melhor para essas que comemorar em várias árecarros. Mas é a presidenta pessoas que necessitam de se as e vamos ter muito mais. Brasília? A cidade saiu de uma con- Dilma que vai anunciar. Com- qualificar profissionalmente e Qual mensagem o sedição de grande dificuldade. binei com ela, por isso não alçar outros vôos no mercado nhor envia aos brasilienses de trabalho. Passamos um ano arruman- posso detalhar ainda. neste aniversário? Quais os principais avanOutra área importante é do a casa e agora estamos Minha mensagem é de muio funcionamentodos serviços ta confiança na nossa cidade, no numa fase de entrega, come- ços do seu governo? As metas para 2014 são públicos essenciais na saúde, nosso povo, na Capital do país. ço de entrega do programa de governo que assumi com muitas. Na área humana, há o educação, segurança. Ou- Lembro que a capital do Brasil se a população. Já estão acon- compromisso de diminuir a po- tra área que está em pleno prepara para receber váriaseventecendo em muitas áreas, breza através do DF Sem Misé- desempenho é de desenvol- tos, atividades, serão realizadas melhorias para a cidade e a ria. Já há uma transferência de vimento econômico. Temos perspectiva é extraordinária recursos para as famílias mais várias ações em andamento várias mudanças que beneficiapara 2014. Esperamos para pobres e não é só a transferên- para o desenvolvimento do Tu- rão o cotidiano dos brasilienses, 19 de abril o anúncio de pro- cia, estamos trabalhando tam- rismo, do Polo de Tecnologia e mas para alcançar esses objetivos gramas que vão ser casados bém a qualificação profissional as obras que estamos fazendo nós vamos enfrentar muitas resisa várias obras do PAC da Mo- dessas famílias, a inserção no para a Copa do Mundo que tências. Precisamos estar unidos bilidade. É o maior investi- mercado de trabalho e garan- vão melhorar muito a quali- para poder defender a nossa cidamento para que a gente pos- tindo o acesso aos serviços pú- dade de vida da cidade e que de, defender a Capital do país.

SINDUSCON – DF

Seminário de durabilidade e vida útil em Brasília De acordo com matéria publicada, no último dia 13 de abril, pelo site Piniweb, foi aprovada a Norma Brasileira 5674 (NBR 5674). Esta norma trata das Manutenções de Edificações, requisitos para o Sistema de Gestão da Manutenção. A segunda consulta pública da norma estava disponível desde fevereiro deste ano. A revisão do texto foi aprovada na reunião da Comissão de Manutenção de Edificação (CE-02:140.01) do Comitê Brasileiro da Construção Civil (ABNT/CB02), realizada na sede do Sinduscon-SP. Esta aprovação vem no

bojo da conclusão para revisão da Norma de Desempenho de Edifícios NBR 15575, a qual entra agora na nova consulta pública, para então entrar definitivamente em vigor. São duas ótimas notícias para o nosso setor e verdadeiras respostas para a sucessão de más notícias publicadas. Fato que não acontecia desde a queda dos três edifícios na cidade do Rio de Janeiro, no início deste ano. A nova Norma de Desempenho já era um marco antes da necessária revisão a qual precisou ser submetida. Hoje se tornou ainda mais representativa, pois durante o processo

de revisão, representantes da indústria de materiais, construtoras e academia fizeram dezenas de reuniões consecutivas para conseguir chegar a um denominador comum possível para a nossa realidade. Uma construtora que entregar um imóvel que atenda aos parâmetros mínimos exigidos pela nova Norma de Desempenho, certamente reduzirá o número de ocorrências de chamados por parte do comprador do imóvel relativa à manutenção corretiva. Cabe agora ao profissional da Construção Civil se inteirar o quanto antes do conteúdo das Normas em questão e

compreender os efeitos da mesma no dia a dia do seu trabalho. No próximo dia 10 de maio, das 8h as 12h, a Comissão de Materiais e Tecnologia (Comat) do Sinduscon-DF estará realizando, em Brasília, o Seminário de Durabilidade e Vida Útil, Responsabilidade e Impactos Sobre Projeto, Construção e Manutenção de Edifícios. O evento terá como tutora técnica a professora Maria Angélica Silva, mestre e doutora em engenharia e diretora da NGI Consultoria e Desenvolvimento, além de contar com o patrocínio do Sebrae, da Votorantim e do Grupo Knauf.

Trata-se de um evento eclético, como foi a discussão da norma, com professores, pesquisadores e representantes da indústria afeitos ao tema. A programação completa do evento está disponível no site www.sinduscondf.org.br. Aqui em Brasília temos organizado já há alguns anos eventos relativos a estas normas, e, agora que entram em vigor, procuraremos torná-los mais frequentes ainda. Todavia é bom não ficar esperando pelo próximo e ir tomando seu assento desde logo nesta discussão. _______________ Dionyzio A. M. Klavdianos

FECOMÉRCIO

Hillary Clinton se reúne com empresários no DF A secretária de Estado norte--americana, Hillary Clinton, se reuniu na segunda-feira (16) com empresários brasileiros e americanos para participar do seminário Visão para a Parceria Econômica no Século 21, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O encontro discutiu a importância das empresas brasileiras e norte-americanas na criação de projetos de inovação tecnológica. O presidente do Sistema Fecomércio-DF, Adelmir Santana, esteve presente no encontro. “É um processo de aproximação das duas economias. Esse encontro reafirma o interesse econômico dos Estados Unidos pelo nosso País”, ressaltou Santana.

Associação Comercial do Gama realizará protesto Contra a violência generalizada no comércio, a Associação Comercial, Empresarial e Industrial do Gama promoverá uma manifestação com o objetivo de alertar autoridades e o restante da sociedade para a situação. Em protesto, o comércio da cidade fechará suas portas no dia 2 de maio, das 14h às 16h. “Vamos distribuir para o empresário uma tarja preta para eles colocarem nas portas como forma de luto”, afirmou o presidente da associação, Osesa Rodrigues de Oliveira. No dia 29 de março, cinco lojas do Gama foram assaltadas. A Fecomércio repudia a violência no comércio do DF e apoia as manifestações contra a insegurança. A federação tem denunciado constantemente os casos.

Governo Federal

Brasil deu passo para aprovar Lei de Acesso à Informação Ontem, a presidente Dilma Rousseff disse que o Brasil deu um passo decisivo ao aprovar a Lei de Acesso à Informação que entra em vigor no dia 16 de maio. “Trata-se de uma das leis mais avançadas de transparência ativa e passiva adotando padrões de dados abertos para divulgação de informações. As informações devem ser abertas por Executivo, Legislativo e Judiciário e todos os níveis de governo. Todos os brasileiros poderão consultar documentos produzidos pela administração pública que deverão ser produzidos com linguagem simples”, disse a presidenta durante discurso na abertura da 1ª Conferência Anual de Alto Nível da Parceria para um Governo Aberto (cujo nome, em inglês, é Open Government Partnership). Dilma defendeu ainda a gestão qualificada dos gastos públicos e a transparên-

Foto: Roberto Stuckert FilhoPR

cia da informação como forma de reduzir a corrupção. “Queremos também aprimorar a qualidade do gasto público, reduzir gastos e racionalizar processos.” “O bom uso dos recursos públicos, a eficiência e combate à corrupção são duas faces da mesma moeda que devem

caminhar juntas”, completou. A presidente cobrou também a transparência e regulação do setor financeiro. “Quando não há monitoramento e regulação adequados os fluxos financeiros são passíveis de manipulação com prejuízos para toda a economia mundial e para as

conquistas sociais dos países”, disse. A parceria para o governo aberto reúne apenas governos e organizações da sociedade civil. Diante de representantes de mais de 50 países e da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, a presidenta Dilma Rousseff citou alguns dos mecanismos do governo brasileiro que permitem aos cidadãos o monitoramento, via internet, dos gastos públicos, como o Portal da Transparência. A 1ª Conferência Anual de Alto Nível da Parceria para um Governo Aberto tem o objetivo de alcançar avanços concretos nos compromissos assumidos pelos governos para garantir maior acesso às informações públicas, aumentar a participação cívica, combater a corrupção e aproveitar novas tecnologias para tornar os governos mais transparentes e eficazes.

Salário médio de admissão sobe para R$ 993 em 2012 O salário médio dos admitidos registrou crescimento de 4,47% no primeiro trimestre deste ano, na comparação com o mesmo período de 2011, passando de R$ 950,91 para R$ 993,44, segundo dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados nesta segunda (16) pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). Na análise entre os estados, São Paulo registra o maior salário médio ao contratar um profissional, de R$ 1.134. Em seguida, aparecem o Rio de Janeiro, com R$ 1.119,43, e o Distrito Federal, com R$ 1.032,80. Em contrapartida, os estados que apresentaram os menores valores foram Paraíba (R$ 768,24), Piauí (R$ 771,61) e Rio Grande do Norte (R$ 795,71). Por região, o destaque é o Sudeste, cujo valor chega a R$ 1.073,60. Em seguida, aparecem Sul (R$ 923,99), Centro-Oeste (R$ 901,78), Norte (R$ 899,78) e Nordeste (R$ 865,92). Foto: Divulgação


6 Brasília, 18 de abril de 2012

DF NOTÍCIAS

Movimento em prol da sua cidade Ceilândia recebe mais um projeto da Cufa. A cidade está crescendo e melhorando a cada dia. Cada uma das conquistas é resultado das atitudes dos moradores e comerciantes

V

segmentos e mostrar para o joocê já se perguntou qual a cidade vem a importância do cuidado ideal para morar? As cidades satécom a cidade em que se vive. Ele lites do Distrito Federal demandam também explica o porquê da Ceicuidados, que muitas vezes são esquecilândia. “Realizamos muitos prodos pelo governo, mas também a sociejetos na Ceilândia e mês passado dade tem papel importante na preservafoi o aniversário da cidade, então, ção do espaço. Por isso, a Central Única resolvemos lançar junto com a adda Favela do Distrito Federal (Cufa/DF) ministração uma campanha onde desenvolveu o projeto ‘Eu amo a minha pudéssemos incentivar a comumorada, por isso cuido dela’, que tem nidade, principalmente os jovens por objetivo incentivar a comunidade na das nossas redes e projetos, como preservação do ambiente. cuidar melhor da cidade onde viQualidade de vida, limpeza, organivem. Com isso, criamos frases e dização, ações culturais, serviços de utilivulgamos serviços públicos como, dade pública fazem parte do projeto. A o de cata entulho”, esclarece. ideia surgiu da Cufa, como uma forma de impulsionar os moradores a se relacionarem melhor com a sua cidade. Preservar o lugar onde mora. Não jogar lixo nas ruas. É preciso orientar, para que o morador tenha consciência de que Eu Amo a minha Morada. E jogo a limpeza urbana é também uma responlixo no lixo. sabilidade da gestão pública, mas manEu Amo a minha Morada, por ter a cidade limpa é missão de todos. isso participo das reuniões comuDe acordo com o responsável pela nitárias. Cufa/DF, Antônio de Pádua, a campanha Projeto usa redes sociais para a divulgação da campanha ‘Eu Amo Minha Morada, por isso cuido dela’ Eu Amo a minha Morada e depretende incentivar hábitos, atitudes todo o país. “Adorei saber da campanha e a minha morada, por isso não jogo lixo no nuncio o trabalho infantil para ao e ações que possam manter a cidade limpa e conselho tutelar mais próximo. faço questão de fazer parte e de replicar aos chão’ é tema de eventos, ofi cinas e outros mais sociável, bem como fazer com que os moEu Amo a minha Morada e denuncio o abuprojetos da insti tuição. Além disso, também amigos. E acho ainda, que isso deveria ser radores tenham orgulho de sua cidade. “A camexiste o lançamento da camiseta aonde vem divulgado em outros estados, porque tem so sexual contra crianças e adolescentes no Dispanha foi uma ideia nossa para causar um senescrito I LOVE CEI, que já está à venda na lugares em que as pessoas não respeitam o que 100. timento de pertencimento nas periferias do DF. Eu Amo a minha Morada, conservo o papágina oficial da Cufa/DF no facebook.com/ que têm. Não adianta o governo ou entidaAté mesmo como um incentivo à manutenção trimônio público e denuncio quem depedra cufadf, no valor de R$ 20,00. A arrecadação des reformarem um parque se as pessoas e conservação dos espaços públicos”, enfatiza. para o 190. A campanha está sendo lançada inicialmen- será revestida para outros projetos sociais não conseguem conservar o ambiente que Eu Amo a minha Morada e reverencio a culem vivem”, relata. te na periferia da Ceilândia, que fez aniversário da instituição, que estão em andamento na tura nordestina na Casa do Cantador. Outra novidade da campanha é que no site no dia 27 de março. Para dar ênfase e apoiar cidade de Ceilândia. Eu Amo a minha Morada e fiscalizo o que o será possível se informa de telefones de uti liA ação está mexendo com a galera. A aos moradores, a Administração Regional de poder público faz pela minha cidade. dade pública, horários de recolhimento do lixo, Ceilândia também está junto desta empreitada estudante e moradora da Ceilândia, Aline Eu Amo a minha Morada e assisto aos jogos coleta seleti va, contato do cata entulho, entre Oliveira, de 22 anos, disse que ações como apostando e orientando. do Ceilândia e do Ceilandense. outros serviços para a comunidade. A campanha também foi parar nas redes essas deveriam ser incentivadas em todos os Eu Amo a minha Morada e não jogo entulho Pádua ressalta ainda que a utilização das sociais. A tecnologia está abrindo debates estados. Segundo ela, a preservação de ese divulgando o trabalho. A frase ‘Eu amo paços e ambientes tem sido desastrosos em redes sociais é uma forma de atingir outros na rua, jogo no cata - entulho. Tel. 3471-9853.

Frases postadas nas redes sociais

SAÚDE

A dor ciática inicia-se na região lombar e corre por todo o membro inferior, inclusive abaixo do jeolho. A forma mais comum é a dor nas nádegas com irradiação para a parte de fora da perna, peito ou sola do pé

Sintomas

Pinçadas ou espasmos de dor na parte baixa da coluna e ao longo do nervo ciático, que percorre pela parte profunda da coxa e/ou superficial da perna indo até o pé. A dor geralmente é sentida como uma pontada ou uma queimação. Às vezes, começa gradualmente, piora durante a noite e é agravada pelos movimentos. A dor ciática também pode causar formigamento, parestesias (baixa sensibilidade) ou fraqueza nos músculos da perna afetada.

Tratamento

RMA da Coluna Vertebral É um programa fisioterapêutico que utiliza técnicas de Fisioterapia Manual, mesa de tração eletrônica, mesa de descompressão dinâmica. Estabilização Vertebral e Exercícios de Musculação. Ele visa melhorar o grau de mobilidade músculo-articular, diminuir a compressão no complexo disco vértebras e facetas, dando espaço para nervos e gânglios, fortalecer os músculos profundos e posturais da coluna vertebral através de exercícios terapêuticos específicos enfatizando o controle intersegmentar da coluna lombar, cervical, quadril e ombro. Foto: Divulgação

A dor ciática é uma dor persistente ao longo do nervo ciático, que se inicia na região lombar, passa pelas nádegas e vai até a parte mais baixa de uma ou duas pernas. Este é o nervo mais longo do corpo. A dor aparece quando este nervo está irritado através de uma inflamação, por uma compressão externa, pelo deslocamento do disco intervertebral, pela hérnia de disco na coluna lombar ou por uma contratura do músculo piramidal.

Causas

Podem ser traumatismo, hérnia, ruptura ou desvio dos discos que se encontram entre as vértebras lombares L4, L5 e S1, espasmo ou fadiga do músculo piramidal.

Diagnóstico e exame

O exame clínico é fundamental para o diagnóstico da dor ciática, pois existem testes físicos suficientes para comprovação da dor ciática.

Nervo ciatico

Nos dias de hoje, o papaia destaca-se pela riqueza em vitamina C, que ultrapassa em 10 vezes a quantidade presente na laranja. Além disso, outra característica importante é a presença de enzimas conhecidas como papaína e da carpaína. A Papaína é uma enzima digestiva reconhecida como superior a pepsina, que encontramos em nosso estômago, uma vez que tem ação não só em meio ácido, mas neutro ou alcalino também. É utilizada para prestar alívio nos casos de indigestão aguda e como antiinflamatório. Já a carpaína,é um alcalóide que, em conjunto com a papaína, atua sobre o líquido biliar, facilitando a digestão da carne e outros alimentos pesados, melhorando o processo de digestão. Ainda possui ácido cítrico, ácido hidrocianico, ácido málico, mucilagem, betacarotenos, resina, serotonina, rico em sais minerais como cálcio, fósforo, ferro, sódio e potássio; vitamina A. Alguns fitoterapeutas consideram o mamão papaia uma planta medicinal com efeito antioxidante, digestivo, nutritivo e muito utilizado nas dietas, devido ao seu baixo valor calórico e alto valor nutricional. Seu uso interno é através da culinária, xaropes, infusões, macerações, entre outros. Seu uso externo é através do uso da polpa do fruto e do sulco das folhas empregada diretamente na pele. As partes utilizadas do mamão papaia são as folhas, raízes, flores, seiva do fruto e folhas, frutos.

Efeitos do papaia

- Fruto: antiinflamatório, antioxidante, nutritivo, digestivo, diurético, emoliente,

Foto: Divulgação

Dor Ciática (Ciatalgia)

Mamão papaia e suas propriedades

-laxante, refrescante, oxidante, antiinflamatório. -Látex: anti-helmíntico, combate as falsas membranas da garganta, calos, verrugas, vermífugo, cicatrizante. - Flores do mamoeiro macho: expectorante e antiinflamatório - Sementes: vermífugo, efeitos anticancerígenos, se mastigadas favorecem excreção da bile, atuam contra enfermidades do fígado, e ‘limpam’ o estômago. - Raízes: hemorragias renais, anti-helmínticas. - Folhas: digestivo, vermífugo.

Contraindicações Algumas substâncias contidas no mamão podem suprimir os efeitos do hormônio progesterona na mulher. Pessoas com sensibilidade ao látex devem evitar consumir mamão e produtos produzidos com mamão.


Brasília, 18 de abril de 2012 7

DF NOTÍCIAS

BIENAL traz mais que literatura para os brasilienses nos 52 anos da cidade Foto: mrossi

U

m diálogo fértil entre as artes vai tomar de assalto dois palcos montados ao ar livre na região central de Brasília. Música e literatura serão tema de apresentações de alguns dos maiores nomes da música popular brasileira, em shows gratuitos, especialmente montados. A programação inclui os gaúchos Kleiton e Kledir (que assina seus livros como Kledir Ramil), o paulistano Nando Reis (escritor e cronista), o carioca-brasiliense Oswaldo Montenegro (que é também dramaturgo), a mineira Fernanda Takai (escritora e cronista), a banda brasiliense Capital Inicial (cujas letras contêm forte discurso político), o paraibano Chico César (poeta, autor de Cantáteis: Cantos Elegíacos de Amozade) e o baiano Caetano Veloso (autor de livros como Verdade Tropical e o recente O mundo não é chato). Os shows acontecem em dois grandes palcos – Palco da Praça do Museu e Palco da Esplanada – e começam sempre às

21h. Além destes, a I BIENAL BRASIL DO LIVRO E DA LEITURA promoverá vários outros shows, em palcos menores, dentro do Pavilhão. A programação completa pode ser vista no site www.bienalbrasildolivro.com.br A relação íntima entre compositores e escritores começa com Kledir Ramil, consagrado na música com a dupla Kleiton & Kledir. O gaúcho despontou na literatura com o livro de contos e crônicas Tipo assim, que rendeu prêmios e um convite para assinar uma coluna no jornal Zero Hora. A dupla divide o palco com Nando Reis, que além de compositor, já foi cronista esportivo do jornal Folha de São Paulo e é autor do livro infantil Meu pequeno São-Paulino, no qual confessa sua paixão pelo time do São Paulo Futebol Clube. Eles tocam no dia 19 de abril, a partir das 21h, no Palco da Praça do Museu. No dia seguinte, 20 de abril, é a vez do Palco da Praça do Museu ser tomada por Oswaldo Mon-

Foto: Daniel Behr

tenegro e Fernanda Takai. Oswaldo se divide entre a composição musical e a dramaturgia. Já escreveu, dirigiu e produziu 18 peças musicais, como Léo e Bia e A Dança dos Signos. Fernanda Takai é musicista, vocalista da banda mineira Pato Fu e também é cronista dos jornais Correio Braziliense e O Estado de Minas. Seus contos e crônicas publicados nos jornais já renderam dois livros: Nunca Subestime uma Mulherzinha, de 2007, e A Mulher Que Não Queria Acreditar, de 2011. No dia 21 de abril, aniversário de Brasília, a festa se transfere para o Palco da Esplanada, para o grande show da banda Capital Inicial. Antes, quem se apresenta é o rapper GOG, escritor e um dos pioneiros do movimento hip hop em Brasília. E a programação de shows só termina no domingo, 22 de abril, com show do paraibano Chico César e do baiano Caetano Veloso, no Palco da Esplanada. Mas o domingo inteiro

Foto: Divulgação

Peter Pan no Escola Parque

Néia e Nando têm em sua de temporada de abril, uma das mais belas superproduções da Cia, Peter Pan. A obra é um clássico da literatura infantil, criada pelo escritor e dramaturgo escocês J. M. Barrie (1860-1937). É a história de um pequeno rapaz que se recusava a crescer e tinha uma vida de aventuras mágicas, ao lado da fada Sininho. Peter Pan também travava batalhas com o Capitão Gancho, na Terra do Nunca. A Cia teatral brasiliense adaptou a obra sem economia. Para ambientar a aventura, e a gruta. Em função da riqueza de detalhes, a produção cenográfica levou mais de 2 meses para ser finalizada. Em cena, os 29 atores são fielmente caracterizados e simulam vôos, por meio de acrobacias. Como fazia J.M Barrie, Nando Villardo formou grande parte do elenco com crianças. No Peter Pan da cia, dez pimpolhos irão emocionar a platéia com atuações que não deixam a desejar para nenhum ator adulto.

Serviço: Quando: até 19 de abril Onde: Teatro da Escola Parque 307/308 Horário: Sábado e Domingos às 17h Ingressos: R$ 30,00 (inteira) Classificação: livre Infromações: (61) 8199-2120

Zélia Duncan participa da Filosofia do Rock Foto: Divulgação

Série de encontros em que Marcia Tiburi e convidados buscam um diálogo entre o rock e a filosofia, traçando afinidades entre obras de nomes importantes do rock e a poética encontrada em suas canções com as principais correntes filosóficas do século XX. Para o encontro inicial, a convidada é a cantora e compositora Zelia Duncan para uma homenagem a uma de suas figuras mais inesquecíveis do rock nacional: Cassia Eller, em uma conversa que remete à obra de Paul Zumthor, Aristóteles e Agamben. Serviço: Quando: 25 de abril Onde: Teatro I - CCBB DF Horário: Quarta, às 20h Ingressos: Entrada Franca, mediante retirada de senha a partir de uma hora antes do início do evento. Classificação: 14 anos

Grupo Takto lança CD Sinfonia da Alvorada O Grupo Takto lança seu segundo CD, Sinfonia da Alvorada, produzido pelo estúdio Beco da Coruja com recursos do FAC– Fundo de Apoio à Cultura da Secretaria de Cultura do DF. O álbum traz uma releitura da Sinfonia composta por Tom Jobim para a inauguração de Brasília, além de outras composições para a cidade. E o Takto faz o lançamento exatamente no dia do aniversário da capital, no Clube do Choro,

um dos espaços de referência musical na cidade. Em pouco mais de 50 anos, esta é a primeira releitura da Sinfonia da Alvorada. Composta sob encomenda de Juscelino Kubitschek para a inauguração da capital, foi apresentada poucas vezes em seu formato original, com orquestra sinfônica, e possui apenas três gravações. Não dá para definir se a releitura do Takto é popular ou erudita, assim como não

é possível enquadrar Jobim sob um dos dois conceitos. “Temos uma sinfonia com instrumentos inusitados e pleno respeito aos contrapontos e à sofisticada harmonia de seu autor, sem que falte sequer um compasso à obra”, comenta o maestro Flávio Fonseca, integrante do grupo. Para completar o repertório, o Takto apresentará algumas composições sobre Brasília e de autores brasilienses, que ficaram marcadas na

História da cidade. Por exemplo, a Suíte Brasília, de Renato Vasconcelos, Juriti, de Paulo Tovar e Aldo Justo, e uma interpretação diferente do Hino de Brasília, da professora Neusa França. Serviço: Quando: 21 de abril Onde: Clube do Choro Horário: 21 horas Ingressos: R$ 20,00 (inteira) Classificação: não informada

será regado a música: às 10h, no mesmo palco, será a vez de Bia Bedran, cantora, compositora e especialista em Musicoterapia, fazer seu show. E às 18h, no Auditório Nelson Rodrigues, o músico e cineasta André Luiz Oliveira, baiano radicado em Brasília, apresenta o espetáculo musical-poético “Mensagem”, inspirado no poeta português Fernando Pessoa. Programação Dia 19 – Kleiton & Kledir e Nando Reis Palco da Praça do Museu Dia 20 – Oswaldo Montenegro e Fernanda Takai – Palco da Praça do Museu Dia 21 – GOG e Capital Inicial Palco da Esplanada Dia 22 – Chico César e Caetano Veloso Palco da Esplanada

A volta aos Anos 80 Vem aí mais uma edição da festa A Volta aos Anos 80, dia 21 de abril - aniversário de Brasília! Como em todas as edições, na 33ª não vai faltar animação: a balada entra noite adentro ao som de muito rock e pop que marcaram a geração: Capital Inicial, New Order, Legião Urbana, Michael Jackson, Leo Jaime, Cazuza, Lobão, entre outros. Aproveite a chance de fazer uma viagem ao túnel do tempo e reviver os melhores anos de sua vida! Os anos passam e a gente continua se perguntando por onde andam Eduardo e Mônica? Ele já saiu há tempos das aulinhas de inglês. Ela ainda gosta de conhaque. Ele ainda joga futebol de botão. Ela, provavelmente, já não usa mais tinta no cabelo. Eduardo e Mônica estão por aí, em vários cantos da cidade. É só olhar ao redor… Os Eduardos e Mônicas, espalhados pela capital federal, têm encontro marcado logo mais na tradicional festa A Volta aos Anos 80 que acontece no dia 21 de abril, a partir das 21h, na Associação Atlética Banco do Brasil – AABB. “É a chance de reviver aquele tempo, de reencontrar os velhos amigos, de relembrar alguns dos motivos que levaram Brasília a ser conhecida como a “capital do rock””, explica Paulinho Madrugada, produtor da festa.

Foto: Divulgação

Foto: Vitor Salerno

Foto: Divulgação

Brasília completa 52 anos e recebe como presente grandes nomes da MPB e do Rock. Caetano Veloso, Nando Reis, Oswaldo Montenegro e Capital Inicial são alguns dos nomes que farão parte da festa

Serviço: Quando: 21 de Abril Onde: AABB - Setor de Clubes Sul Horário: 21h Ingressos: (Meia) Pista de dança: R$ 60,00. - Mesa: 4 lugares - R$ 360,00 - Mesa: 6 lugares - R$ 540,00 - Camarote: R$ 80,00 Classificação: 18 anos Infromações: http://festa80.com.br

Foto: Jane Pini


Brasília, 18 de abril de 2012 8

DF NOTÍCIAS

CIDADE

Morar Bem convoca 500 inscritos O governo do Distrito Federal (GDF) começou a receber, segunda-feira (16), documentos dos 500 primeiros inscritos no novo cadastro de habitação do Morar Bem. O programa tem por objetivo fornecer moradia com infraestrutura completa para famílias que têm renda mensal de até R$ 7.464,00. A análise dos comprovantes vai ser realizada pela Secretaria de Habitação, Regularização e Desenvolvimento Urbano (Sedhab) e pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional do DF (Codhab). Segundo a Sedhab, os candidatos habilitados a participar do programa habitacional poderão fazer opção por até três empreendimentos. “Os valores dos imóveis têm que estar em acordo com o perfil socioeconômico dos interessados”, explicaram os técnicos da secretaria. Os técnicos da Sedhab também enfatizaram que será permitido que os inscritos façam opção por outra área que não esteja dentro daquelas ofertadas. “Nesse caso, o inscrito permanece no cadastro até que seja habilitado para projeto habitacional de seu interesse”, acrescentaram. Política Habitacional - O novo cadastro da habitação, uma das ferramentas da política habitacional do DF, conta com 330.465 candidatos inscritos, sendo 301.625 na Relação de Inscrições Individuais (RII) e 28.840 na Relação de Inscrições por Entidade (RIE). Neste primeiro momento, somente aqueles inscritos na RIl serão convocados. Isso porque a seleção das entidades para a construção das unidades habitacionais ainda não foi concluída. A Sedhab e a Codhab esclareceram que foram lançados editais para construção de mais de 20 mil unidades habitacionais em Sobradinho, Gama, Samambaia, Santa Maria, Recanto das Emas e Riacho Fundo II. Local de Atendimento: Núcleo de Atendimento da Codhab, Setor Comercial Sul, Quadra 06 Bloco A. Horário: segunda a sexta-feira, das 9h às 16h Atendimento para pessoas com deficiência: Posto de Atendimento da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejus), Estação 114 Sul do Metrô. Horário: segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Mais informações: 32141817 ou pelo e-mail: faleconosco@codhab.df.gov.br

Pedestres se arriscam ao atravessar rodovia

Povo Fala É preocupante a falta de passarelas?

BR onde só circula veículos, pedestres acabam disputando espaço. De um jeito bem arriscado, algumas pessoas atravessam uma das rodovias mais movimentadas do Distrito Federal. Para outras, só com a ajuda de policias rodoviários

U

ma via longa, sem semáforos, cruzamentos ou quebra molas. Um convite à velocidade e um perigo para os pedestres que se arriscam ao atravessar. A DF095 ou via Estrutural, está entre as principais rodovias do DF de maior circulação, segundo o Departamento de Estradas e Rodagens (DER-DF). Quem precisa cruzar a pista não tem alternativa, pois não existem passarelas suficientes para a quantidade de pedestres que trabalham ou moram ao longo da BR. Em média, circulam na via cerca de 40 mil veículos, e nos horários de pico, o número chega a quatro mil por hora. Em 2010, até cinco pessoas foram vítimas fatais da travessia perigosa pelas pistas, devido à falta de passarelas. Trabalhadores e moradores que ficam às margens da estrada se arriscam diariamente em uma travessia arriscada entre caminhões, carros e ônibus. As pessoas, mesmo sabendo do perigo, precisam arriscar sua vida e atravessar entre os veículos que trafegam em alta velocidade na rodovia por falta de alternativa. Para perceber a preferência das pessoas não é necessário, ficar muito tempo próximo a Via Estrutural. Poucos minutos já retratam a realidade preocupante e assustadora. A reportagem do DF Notícias constatou imprudências e o perigo. A maioria acaba passando pelas muretas, que têm aproximadamente um metro de altura e separam as duas pistas. A cena é que homens, mulheres e crianças enfrentam cenas de perigo iminentes e muitas vezes carros freiam bruscamente ou tentam desviar. Eles afirmam prestar atenção, mas acham arriscada a travessia. As reivindicações para a construção de passarelas são antigas. “Tenho que chegar ao trabalho e cruzo a pista todos os dias. O grande problema daqui, é que não existem passarelas e aonde tem parada de ônibus não tem passarela. Como por

Foto: A. Sabino

“Sim. Aqui perto do posto policial passa muita gente. E por voltas das 5 da tarde o movimento aumenta e você só ouve a freada de carros, tentando desviar das pessoas. Está perigoso.” __________

Walter Oliveira, pintor

Fotos: A. Sabino

Pedestres atravessam a rodovia e, não se preocupam com a velocidade em que passam os veículos

exemplo, em frente ao posto policial”, comentou Fernando Lemos, 37 anos, que trabalha na Vicente Pires e precisa passar pela via. O diretor do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), Fauzi Nacfur Júnior, destaca dois pontos da rodovia que não possuem passarelas e que são bem preocupantes. “Um deles é próximo Central de Abastecimento (Ceasa), que reúne trabalhadores do Setor de Indústria e Abastecimento (SIA). O outro fica em frente ao 3º Batalhão da Polícia Militar Rodoviária”, destaca. Segundo Fauzi, a passarela que fica próxima a Ceasa já foi licitada. A outra não existe previsão. “A expansão do setor é muito grande e nós sabemos da importância de passarelas na rodovia. Por isso, a passarela que vai ficar próximo a Ceasa já foi licitada e só estamos esperando sair a ordem de serviço a qualquer momento. Mas a outra ainda não tem previsão”, disse. A Superintendência de Trânsito(Sutran) estuda a viabilidade da implantação de passarelas em áreas onde

há maior circulação de pessoas, que por vezes acontece onde têm paradas de ônibus.

Pedestres precisam de educação

O engenheiro Mario Braga Junior, 32, disse que a via é de responsabilidade do Departamento de Estradas e Rodagem (DER), mas que o GDF deveria intervir, pois existe uma quantidade de trabalhadores e moradores que atravessam a via e correm risco de vida “A falta de responsabilidade dos órgãos públicos já provocou vários atropelamentos com mortes na rodovia e o local continua sem passarela. Para se ter uma ideia até a Polícia Rodoviária para o trânsito para fazer a travessia de alguns pedestres, como mulheres grávidas, deficientes. Porém, o problema é que isso provoca engavetamentos, batidas. Até quando isso vai continuar? Será feito um estudo a instalação imediata de outras passarelas para assegurar simplesmente a vida do pedestre e do próprio motorista”. Para a aposentada Neide

O Governo do Distrito Federal vai prorrogar por 40 dias a abertura do processo licitatório que irá mudar todo o sistema de transporte público no DF. A prorrogação foi necessária para que o GDF pudesse adaptar a proposta, que recebeu 23 questionamentos de entidades distintas e uma recomendação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). A principal alteração é o considerável aumento na quantidade de ônibus novos que começarão a circular no início de 2013. No dia 2 de março, o GDF anunciou que, no primeiro momento, aproximadamente 15% da frota antiga seria substituída por novos veículos, enquanto os demais 85% seriam trocados gradativamente. “Agora, vamos estudar uma forma de substituir imediatamente entre 90% e 100% da frota, tomando o cuidado de garantir que não ocorra aumento no valor das passagens”, destacou o secretário de Transportes do DF, José Walter Vazquez, acrescentando que esse novo modelo ficará pronto nos próximos dias. Para Vazquez, ouvir as entidades de classe e órgãos públicos que se pronunciaram sobre a licitação foi fundamental para aumentar a sintonia do governo com as necessidades da população. “Seria pretencioso demais pensar que uma situação que se perpetua por 50 anos poderia ser resolvida sem ouvir esses agentes externos”, avaliou. A licitação, prevista inicialmente para começar na próxima quarta-feira (18), será lançada no dia 28 de maio. A previsão é de que os novos ônibus estejam em circulação em fevereiro de 2013. Adaptações – O principal aspecto levado em consideração foi a redução da quantidade de poluentes emitidos na atmosfera. Isso será resolvido com a retirada em massa de ônibus velhos das ruas e a adoção do padrão Euro 5,

Foto: Divulgação

Mais ônibus na rua

que prevê o uso de veículos movidos a energia elétrica, biodiesel ou outras formas de combustível limpo, de acordo com a tecnologia disponível quando ocorrer a licitação. Para garantir que não haja aumento no valor das tarifas, somente os ônibus articulados (os chamados BRTs, que vão circular pelos corredores exclusivos) deverão vir, obrigatoriamente, equipados com ar condicionado. Nos demais, o aparelho será opcional. Já o sistema de posicionamento por satélite (GPS), será instalado em todos os veículos e vai possibilitar que a frota seja controlada por um centro de controle operacional. Essa medida evitará atrasos e possibilitará que os passageiros consultem os horários dos coletivos, por meio de torpedos de celular, na internet e em painéis disponíveis em 80% das paradas de ônibus. Planaltina – Uma outra licitação, em caráter emergencial, irá contratar 80 novos ônibus para operar as linhas da cooperativa que foi à falência em Planaltina. “Eles vão começar a circular na segunda quinzena de maio e ficarão nas ruas até o fim do ano”, explicou o secretário de Transportes, José Walter Vazquez. Essa outra concorrência será aberta amanhã (17 de abril) e publicada na edição de quarta-feira (18) do Diário Oficial do DF.

Maria, moradora da Vicente Pires, não basta ter passarelas é preciso que se faça uma campanha ‘das obrigações dos pedestres’, porque na maioria das vezes existe a passarela, mas as pessoas preferem arriscar a vida passando pela rodovia. “Aqui realmente não tem passarela e isso dificulta a vida dos moradores e trabalhadores da região do SIA, Vila Estrutural e Vicente Pires. Mais em outros locais aonde têm, não são utilizados e as pessoas não ficam intimidades em cruzar a via. Por isso, acredito na importância de uma campanha para conscientizar o pedestre e evitar mais acidentes”, enfatiza. Segundo a assessoria da Secretaria de Transporte, ainda não existe uma campanha educativa sobre este assunto. Atualmente, o DER realiza campanhas educativas com propósitos especiais, como foi o caso da comemoração do 8º aniversário do respeito à faixa de pedestre no Distrito Federal ou a conscientização dos pedestres da importância da utilização das passagens subterrâneas na DF 002 (Eixão), por exemplo.

“Claro. Aqui não tem outra alternativa, porque é muito perigoso. As pessoas precisam atravessar para irem ao trabalho diariamente. Sem falar nas que moram na Vicente Pires e descem nas paradas”. _______________ Carlos Hegs Ferreira, vendedor

“Já presenciei diversos acidentes, tanto batida de carro, quanto atropelamento. As pessoas às vezes pedem ajuda para a Polícia Rodoviária para atravessar. Aqui precisa de verdade de mais passarelas. Urgente!” ______________

Nires Afonso, professora

Polícia

Duas pessoas morrem carbonizadas em acidente na BR-020, no DF Acidente envolvendo um carro e uma carreta na BR-020, na rodovia que liga Brasília a Formosa (GO), deixou dois mortos na manhã desta terça-feira (17). A Polícia Rodoviária Federal informou que o carro pegou fogo após colidir na traseira do caminhão. O acidente foi por volta das 7h20. O motorista da carreta chegou a chamar o socorro. Mas, segundo a

polícia, as duas pessoas que estavam no carro ficaram presas nas ferragens e não conseguiram sair do veículo. As vítimas morreram carbonizadas. O local do acidente foi interditado para o trabalho da perícia. A polícia informou que o trânsito não ficou comprometido com a colisão. Segundo a polícia, o motorista do caminhão será levado para a delegacia para prestar esclarecimentos.

Dois homens são sequestrados ao saírem do trabalho Mais uma vez, dois homens foram vítimas de sequestro-relâmpago na noite de segunda-feira (16) na Asa Norte, no Distrito Federal. A polícia informou que as vítimas foram abordadas por dois bandidos armados quando saíam do trabalho e seguiam em direção ao carro, em um estacionamento na 609 Norte. Uma das vítimas é estudante da Universidade de Brasília (UnB). Se-

gundo a polícia, os dois homens ficaram cerca de 1 hora com os criminosos. Eles foram abandonados, por volta das 21h30, no Setor de Chácaras do Paranoá. A polícia informou que os suspeitos fugiram levando o carro, computador, dinheiro e cartões. As vítimas não ficaram feridas. Os agentes da 2ª Delegacia de Polícia informaram que estão investigando o crime.

edição 794  

df noticias e um jornal semanal

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you