__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

página 08

Edineia Martins, uma mulher que aposta nas mudanças. página 16

Executivos com o olhar no amanhã.

Oscilações de mercado e oportunidades econômicas do país. página 22

Ano 01 / Edição 01 . Distribuição Gratuita

Confira as fotos do grande evento de entrega do Prêmio Equilibrista 2013.

Revista

Equilibrista


Expediente Projeto Editorial: Sorttie Soluções Criativas Jornalista responsável: Juliana Ceccatto Projeto Gráfico: ADCOMM Brasil Colaboradores: Adriana Pompemaier, Bruna Bonete, Cristina Pschera, Juliane Danielski, Julio Suzuki, Maria Amin, Michelly Gonçalves, Rubens Mazalli Imagens: Acervo IBEF-PR, Agência Senado, GKG Fotografias Tradução: ISAE Tiragem: 1500 exemplares Realização: IBEF-PR e ISAE IBEF-PR Rua José Loureiro, 464 cj: 84 I 80010-907 Centro I Curitiba - Paraná - Brasil Contato: (41) 3016-2499 ibefpr@ibefpr.com.br www.ibefpr.com.br

Conselho Diretor Clecio Luiz Chiamulera Presidente Claudio Enrique Lubascher 1º Vice-Presidente Evaristo Bicalho Vice-Presidente de Administração Luiz Fernando Garcia Melo Vice-Presidente de Finanças Marcos Perillo Vice-Presidente Técnico Moacir Gomes da Silva Vice-Presidente de Pl anejamento Paulo Ávila Vice-Presidente de Rel ações Institucionais e com Associados Conselho Consultivo Adriano Rudek de Moura Amassir José Pansolin Armando Machado Da Silva Bernt Entschev Henrique Gaede José Écio Pereira da Costa Junior Lauri Antonio Pick Luiz Afonso Cerqueira Luiz Antonio Giacomassi Cavet Ovaldir Nardin Conselho Fiscal Membros Efetivos Dirceu Correa Sobrinho Mauri Mendes Nilva Amalia Pasetto Membros Suplentes Juliana Brandalizze Mario Tannhauser Miralcy Voss Administração Adriana Marcela Pompermaier Diretora Executiva Bruna Caroline Bonete Administrativo e Financeiro

Financeiro equilibrista?

por Clecio Luiz Chiamulera - Presidente IBEF-PR Financial equilibrist? By Clecio Luiz Chiamulera (IBEF-PR President)

pg.03

Passado, presente e futuro

por Henrique Gaede - Presidente do Comitê Organizador “Troféu Equilibrista” Past, present and future By Henrique Gaede (President of the "EquilibristaTrophy" Organizing Committee)

pg.04

Educação executiva como proposta de valor por Norman de Paula Arruda Filho

Executive Education as a value proposal By Norman de Paula Arruda Filho (ISAE President)

pg.05

Economia Brasileira | Retrospectiva Brazilian Economy | Retrospective

pg.06

Edineia Martins, uma mulher que aposta nas mudanças Edineia Martins, a woman who bets on changes

pg.08

Joelson de Oliveira Lopes, uma vida na indústria metalúrgica Joelson de Oliveira Lopes, a life in the metallurgical industry

pg.11

Mauricio Nascimento, um executivo de finanças voltado para pessoas Mauricio Nascimento, a finance executive focused on people

pg.13

Grandes vencedores de 2014 Great winners of 2014

pg.16

Entrega do Prêmio Equilibrista 2013 Presentation of the 2013 Equilibrista Award

pg.22

Executivos em destaque Highlighted executives

pg.24

Eventos IBEF-PR IBEF-PR Events

pg.29

Crônica - Prêmio, pra que prêmio? por Eloi Zanetti

Chronicle - Award, what for? By Eloi Zanetti

Revista

Equilibrista

pg.30


Revista

Equilibrista

Financeiro

equilibrista? por Clecio Luiz Chiamulera - Presidente IBEF-PR Para entender o significado do Prêmio Equilibrista, uma

lizando operações de financiamento de investimentos. Tal

homenagem aos executivos financeiros do Paraná, é

atitude é que permitiu o crescimento das empresas,

preciso remontar a história do início da década de 1980.

buscando novos mercados, aumentando a competitivi-

Nesta época, a inflação era altíssima, beirava os 30% ao

dade local e, até mesmo, internacional.

mês, enquanto hoje estamos preocupados, e com razão, com uma inflação que está ultrapassando 6% ao ano.

Ao analisar os projetos de sucesso dos Equilibristas, percebemos que todos estão voltados às ações estratégi-

Não fica difícil imaginar que precisa ser um equilibrista

cas de crescimento, construção de fábricas, operações de

para manter ativa uma empresa. Se o dinheiro ficar

financiamento de baixo custo e longo prazo. Percebe-se

parado um só dia já perde 1% do valor. Como equilibrar o

que agora, o executivo continua equilibrando a empresa

cálculo do custo com o preço vendas? Isso está dando

de outra forma.

resultados? A velocidade das mudanças de preços e custos, são muito altas? Como fazer um orçamento de

O lançamento desta publicação é uma iniciativa do IBEF-

médio e longo prazo? Como calcular retorno sobre investi-

PR, que busca resgatar a história dos executivos financei-

mentos e recomendar, ou não, um investimento? Daí,

ros do Paraná. Nela é possível encontrar depoimentos de

surgiu a ideia de homenagear os executivos financeiros

vencedores do prêmio, empresários de sucesso e eventos

que se destacaram neste cenário.

promovidos pelo IBEF-PR e em parceria com outras instituições.

Agora, faz sentido manter o Prêmio Equilibrista para um cenário mais favorável de inflação?

Em 2015, o prêmio completará 30 anos com uma edição cases destes executivos que movimentam a economia do

ceiros deixaram de investir tanto tempo para se defender

Paraná.

da inflação e passaram a atuar na parte estratégica, viabi-

p.3

Faz muito sentido. Ao longo do tempo, os executivos finan-

Ed.1 Ano 14

completa que irá resgatar o maior número possível de


Revista

Equilibrista

Passado, Presente e

Futuro

por Henrique Gaede - Presidente do Comitê Organizador “Troféu Equilibrista” Fui presidente do IBEF-PR por quatro anos.

Desde então, anualmente, por escolha direta do seu quadro de

Antes disso, participei do Comitê de Eventos, por convite do meu

associados, o IBEF-PR concede o troféu “O EQUILIBRISTA” ao asso-

grande amigo José Écio Pereira, e do Comitê de Legislação Fiscal,

ciado que, por sua conduta pessoal e profissional, recebe o título

quando pude desenvolver projetos de forma mais próxima à

de “O EXECUTIVO FINANCEIRO DO ANO”.

minha área de atuação profissional. É o reconhecimento dos associados do IBEF e da comunidade Foi através da participação nos comitês que fui descobrindo,

paranaense ao executivo, pelo profissionalismo e talento que o

pouco a pouco, a importância do nosso Instituto na vida profis-

fizeram um modelo a ser seguido; costuma-se dizer que é uma

sional e pessoal dos associados. É que o IBEF é um ponto de

espécie de “Oscar” do segmento financeiro.

encontro de profissionais dos vários segmentos da atividade econômica de nosso Estado e, por estar em sintonia com as

A força do evento – agora em sua 29ª Edição - vem de sua

grandes questões empresariais, notadamente na área financeira,

tradição, de seu passado e de tudo o que a escolha representou

transforma essa convivência em um celeiro importante de infor-

na vida dos homenageados que tiverem o privilégio de receber a

mações para o processo de tomada de decisão e de aper-

escultura concebida em sua origem pelo artista plástico Osni

feiçoamento profissional.

Branco.

Essa troca de informações se dá através de cursos, palestras e

Na visão do artista, os braços estendidos da escultura símbolo,

outros eventos sociais que aproximam pessoas, não sendo inco-

com as mãos abertas, formam o ideograma chinês que significa

mum que essa aproximação seja a semente da construção de

“amigo”; com o pé esquerdo dando o primeiro passo, revela a

grandes relacionamentos que se transformam em amizades.

intuição do profissional em perceber com nitidez, que caminhos seguir; o equilíbrio sobre a roda significa que, embora conte com

No ano de 1985, esse processo de convivência ficou ainda mais

a colaboração de uma equipe, o executivo está sempre solitário

atraente.

na hora de tomar decisões, responsabilizando-se pelo sucesso ou

p.4

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista pelo fracasso de toda a estrutura da qual faz parte. A tradição do evento também traz efeitos em nosso momento presente. Receber tal homenagem é como receber um convite para fazer parte do seleto grupo de pessoas que, pelo seu trabalho e dedicação, foram responsáveis pela construção da história. O troféu “O EQUILIBRISTA” passa a ser, portanto,

Educação Executiva como

Proposta de Valor

uma fonte de encantamento e, porque não dizer, de desejo daquele profissional que tem compromisso com aquilo que estará por acontecer no amanhã. Assim, é preciso que nesses tempos, onde tudo parece ser descartável, preservemos valores e tradições que não podem ser esquecidos, e que reforcemos o respeito a tudo o que possa representar a construção de uma sociedade que está aí para ser transformada, sem que se abra mão da ética, da liberdade e do respeito às instituições que, em última análise, são pilares do regime democrático. Que os “Equilibristas” do futuro nos tragam

Realizado pelo IBEF-PR em parceria com o ISAE - Instituto Superior de Adminis-

esperança de mudanças e que regras de

tração e Economia, essa publicação que você tem em mãos traz relatos de criativi-

convergência

o

dade, inovação e equilíbrio na condução de processos e gestões financeiras. A com-

aspirações,

pilação de casos dos vencedores do Prêmio Equilibrista e Destaque Finanças de

descartando aquilo que possa nos aproximar de

2013 registra as experiências desses gestores e servem de benchmarking,

uma falência moral da sociedade em todas as

mostrando soluções para a criação de novos métodos e tangibilizando as melhores

suas instâncias.

práticas em finanças.

Que o dinheiro, o poder e o prestígio sejam

O ISAE, enquanto escola de negócios voltada à gestão, entende bem o papel dos

sempre a consequência, em vez de um objetivo,

profissionais de finanças. Somando forças, dividindo e compartilhando esforços,

do trabalho realizado com dedicação e porque

eles trazem consigo uma importante missão de equilibrar os indicadores financei-

não dizer, com amor. Eis uma importante dife-

ros trazendo valor e sustentabilidade às suas empresas.

respeito

ao

sejam

estabelecidas

indivíduo

e

suas

com

rença entre ambição e ganância, tão diferentes no conceito, mas tão confundidos na prática.

Acreditamos que a educação executiva é um fator determinante para novas propostas de gestão financeira nas empresas. Por meio dessa atuação inovadora,

Vale lembrar o conselho que nos é dado por

esses profissionais trazem consigo a fundamentação para o processo decisório em

Clarice Lispector:

ambientes de alto nível de complexidade.

“Mudemos, mas comecemos devagar, porque a direção é mais importante que a velocidade”.

Uma boa leitura a todos!

Por fim, faço meu pedido para aqueles que

por Norman de Paula Arruda Filho

sigam com ética, companheirismo e lealdade.

Presidente do ISAE, presidente do capítulo brasileiro do PRME (Principles for Responsible Management Education) das Nações Unidas (ONU) e diretor do Comitê Brasileiro do Pacto Global.

Ed.1 Ano 14

dentro do contexto profissional: tenham juízo e

p.5

postulam de alguma forma o reconhecimento


Revista

Equilibrista

Economia Brasileira

Retrospectiva Fonte: IBRE/FGV - Edição Rubens Mazalli

Novo congelamento de

1988

preços e salários. Sobem os juros. Tarifas de importação são reduzidas. Taxa

Nova Constituição Brasileira

Referencial de Juros (TR) no

Bresser é substituído por

Consumidor passa a vigorar.

Maílson da Nóbrega no

Fim da Guerra do Golfo.

Ministério da Fazenda que

PIB de 1,03% e inflação de

anuncia uma política

480,23%.

lugar da BTN. Dissolução da União Soviética. O Código de Defesa do

1991

econômica denominada “feijão com arroz”. Surge o Partido da Social Democracia

volta o cruzeiro (Cr$); bloqueio por 18 meses dos

alugueis por 90 dias, além de

Plano Verão cria o Cruzado

aumentar tributos, eliminar

Novo (NCz$); congela preços;

subsídios e suspende grandes

extingue a correção

obras. Lula é lançado

monetária; e propõe

candidato à presidência da

privatização de estatais e

República pelo PT.

cortes nos gastos públicos.

salários; e fim de subsídios e

Queda do Muro de Berlim,

incentivos fiscais. Guerra do

um dos símbolos da Guerra

Golfo. Lançado o Programa

Fria entre EUA e URSS, dá

Nacional de Desestatização.

início à reunificação da

PIB de –4,35% e inflação de

Alemanha.

1.476,71%.

depósitos em contas correntes e cadernetas de

Werner Egon Schrappe,

Impressora Paranaense

1994 |

Plano Verão

Armando Machado da Silva,

1989

Grupo TROMBINI S.A.

1.782,89%.

1992 |

PIB de 3,16% e inflação de

Refrigeração Paraná

Brasil.

Antônio Carlos Romanoski,

(PRN) é eleito presidente do

Ruy Ciruelos Kinder,

1993 |

Fernando Collor de Mello

APABA - Grupo Battistella

congelamento de preços e

Perfipar Manufaturados

cruzados novos; novo

de Aço

poupança superiores a 50 mil

Paulo da Silva Lima,

Plano Collor

1990

sai o cruzado novo (NCr$) e

1991 |

Renato Alcides Trombini,

1.037,56%.

1987 |

MVA Participações

congela preços, salários e

1988 |

1986 |

Luiz Francisco Novelli Viana,

Plano Cruzado

PIB de –0,06% e inflação de

Grupo TROMBINI S.A.

1987

1986

Constituição.

Constituinte. Plano Bresser

Ademar Krueger,

os “fiscais do Sarney”.

promulga a nova

Assembleia Nacional

Cia. de Cimento Itambé

cortando três zeros. Surgem

trabalhos da quinta

Plano Collor 2

1990 |

Plano Bresser

(Cr$) para cruzado (Cz$),

Assembleia Constituinte

Volvo do Brasil

trocar a moeda de cruzeiro

Brasileira (PSDB).

dívida externa. Começam os

in memorian

correção monetária, além de

Suspensos os pagamentos da

Laerte Rissato,

um ano e acaba com a

p.6

Ed.1 Ano 14

1989 |

Congela preços e salários por


Revista

Fernando Henrique assume o governo. Pedro Malan é o ministro da Fazenda. O

Governo Lula

Mercosul passa a funcionar. Começa a operar a Organização

2003

Mundial do Comércio (OMC). PIB de 4,42% e inflação de Em 11 de setembro, terroristas da Al-Qaeda projetam aviões com passageiros contra as torres gêmeas

invadem o Afeganistão por abrigar

Bamerindus. Privatização da

Bin Laden. No Brasil a Lei de

Companhia Vale do Rio Doce e

Responsabilidade Fiscal entra em

concessão da malha ferroviária.

vigor.

Crise Asiática e queda nas

PIB de 1,31% e inflação de 10,40%.

Lei de Responsabilidade Fiscal

com investimentos de R$ 503,9 bilhões. Tropas dos EUA invadem o Iraque. 7,67%.

Fernando Henrique se reelege presidente. Em razão das crises asiática (outubro de 1997) e russa (agosto de 1998), o governo negocia acordo com o FMI, para receber

da Standard&Poors. Concordata do Lehman

Dilma Roussef assume a Presidência sexta maior economia do mundo. A Crise Financeira avança nos EUA e Europa. Governo Brasileira estimula economia com aumento de crédito e redução de impostos.

IMCOPA

Luis Antonio Giacomassi Cavet,

Governo Dilma Rousseff

Ed.1 Ano 14

Electrolux

2011

p.7

Cocamar

da República e o Brasil é elevado a

Mauricio Marchesini Carvalho,

no ano seguinte.

2006 |

Kraft Foods Brasil

José Alberto Marinelli,

2003 |

O Boticário

Maria Carolina Zani,

2002 |

Karlis Jonatan Kruklis,

2001 |

GVT

2004 |

Electrolux do Brasil

Adriano Rudek de Moura,

2000 | Pluma Conforto e Turismo

José Octávio Vianello de Mello,

1999 |

Spaipa

Neuri A. Frigotto Pereira,

1998 |

Eletrofrio

Cláudio Francisco Tolentino,

1997 |

Cotrans

César Augusto Proença,

1996 |

InterAgro

Nilva Amália Pasetto,

1,70%.

Brothers dispara crise global

Gerson José Alberti,

PIB de 0,04% e inflação de

2005 |

Divanir Higino da Silva,

Estado.

Faurecia

quando as primeiras

recebe grau de investimento

2014 |

1.093,89%.

por ano.

grande otimismo e Brasil

Jtekt Automotiva do Brasil

desde a década de 70

Ednéia Martins,

PIB de 5,33% e inflação de

1,5 milhão de toneladas de celulose

2013 |

na economia do Paraná,

Arcelor Mittal / Gonvarri

turno.

terá capacidade de produção de

Economia vive fase de

Luiz César Teixeira,

início de um novo tempo

2011 |

presidente no primeiro

2016, irá gerar 1.400 novos empregos e

José Pio Martins,

Ayrton Senna marca o

Universidade Positivo

(PSDB-PFL) é eleito

Ortigueira, interior do Paraná. Em

2010 |

inauguração do Complexo

construindo uma nova fábrica em

Ciro Cesar Possobom,

Fernando Henrique Cardoso

R$5,8 bilhões de reais, a Klabin está

Renault do Brasil

US$ 18 bilhões. A

Com um investimento total de

2009 |

dos países emergentes.

fábricas se fixaram no

1995 |

Pedra Fundamental do Projeto Puma Klabin

PIB de 1,15% e inflação de

in memorian

tequila”, afeta a economia

2014

Aceleração do Crescimento)

Crise Global

cambial no México, o “efeito

PAC (Programa de

Helvio Quintão,

passa a ser o real (R$). Crise

Bolsa-Família e, mais tarde o

Banco CNH Capital S/A

o Plano Real. A nova moeda

Zero. Governo lança o

2008 |

(CR$ 2.750). Entra em vigor

Lançado o programa Fome

Grupo Battistella

7,48%.

1998

real e igual a um dólar

espetáculo do crescimento.

2008

da perda de valor do cruzeiro

acabar com a fome e promete

Marcos Andreetto Perillo,

PIB de 3,38% e inflação de

Polo Automotivo Paranaense

Valor (URV), novo indexador

com o compromisso de

2001

bolsas do mundo

Plano Real Criada a Unidade Real de

Lula assume a presidência

Sandro Westphal,

1994

York e ao Pentágono. Os EUA O Banco Central intervém no

Grupo Thá

1997

Bolsas em Queda

do World Trade Center, em Nova

2012 |

14,78%.

2007 |

1995

Governo Fernando Henrique

Equilibrista


Revista

Equilibrista

Uma mulher

que aposta nas mudanças Entrevista com Edineia Martins

Prêmio

JKTEK Automotiva Brasil

Equilibrista

2013

Em 2002, iniciou sua atividade na JTEKT

desafio de transformar coisas, de estar

Automotiva Brasil, multinacional japonesa

presente e ser atuante no mundo econômico.

do setor automotivo especializada na

É bacana quando percebe que pode mudar o

produção de sistemas de direção hidráu-

meio em que está, isso é minha maior moti-

lica e direção elétrica. Atualmente é Dire-

vação. Do ano passado para cá, sou a Edineia

tora Executiva e destacou-se na implantação da empresa no Paraná. O financiamento conquistado junto ao FINEP foi um item fundamental para a aprovação do investimento que a matriz japonesa fez no Brasil.

da JTEKT que ganhou o Prêmio Equilibrista. Isso te dá uma visibilidade impressionante, acaba tornando-se em referência. Tem que se preocupar com as responsabilidades que isso acaba trazendo. Tive muitas peças importantes nessa construção, pessoas que me a judaram muito. Sou muito discreta, mas a

notícia

chegou

na

minha

cidade

e

Sua base é contábil, mas atualmente

colocaram no jornal. Não fazem ideia do

desenvolve competências de gestão de

movimento e fiquei muito feliz, pois de

pessoas e liderança. Nascida em Ribeirão

alguma forma você acaba sendo fonte de

Claro, interior do Paraná, mudou-se para

inspiração de outras pessoas que você nem

Curitiba em 1991, iniciando sua carreira na

conhece.

Editel Listas Telefônicas. Como começou sua carreira?

Qual a importância de receber o Prêmio Equilibrista? “Só abraçar a árvore não adianta, precisa abraçar e dar frutos.”

Primeiramente você entra em um processo de reflexão. Não foi por ter feito um projeto específico, mas por uma bagagem. Quando você tem uma rede de apoio, ela acaba fazendo uma leitura e construindo o sucesso da tua carreira. Sou uma apaixonada pelo

Uma das minhas primeiras conquistas foi quando

passei

no

concurso

de

jovem

aprendiz do Banco do Brasil aos 14 anos. Passei pela transição de escrever no computador, visualizei a mudança operacional dos caixas, o sistema de compensação, etc. Desde de muito jovem tive a oportunidade de acompanhar algumas transições. Nesse momento, foi estabelecido um faro para ver que as coisas mudam, que podem ser diferentes, os parâmetros redefinidos, questionados. Desde de muito cedo acabei desenvolvendo a curiosidade. Questiono demais, sempre fui assim.

p.8

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista Como foi sua formação?

mulher. Então, abriu-se um processo, mas os

delos que têm lá. Só no dia a dia vai perceber

Vim para Curitiba fazer faculdade e tive a

outros gerentes assumiram que eu poderia

que as pessoas não reagem na mesma

oportunidade de trabalhar na Editel e, mais

ocupar essa posição, pois já era referência

maneira. Primeiro ele passa por essa percep-

uma vez, me deparei em uma empresa um

na empresa. Daí a importância de trabalhar

ção, depois descobre o que precisa fazer

processo de transição. Seu maior produto

com um time, de começar a construir sua

para que essas pessoas rea jam de maneira

era fazer catálogos telefônicos, onde vendia

rede de apoio dentro da empresa. Sozinha

apropriada. E, muitas vezes, quando o seu

espaço de publicidade, que com a internet

realmente você não faz nada. Essa rede é

presidente chegou nesse ciclo, já está na

esse produto tenderia a morrer. Novamente

fundamental e tem que estar sempre ativa,

hora de voltar. Nós temos que tornar esse

fui exposta a situações de mudança e aí o

quando precisar é só acionar. Foi quando fui

ciclo cada vez mais curto. Quando está em

fato de você trabalhar na área financeira faz

promovida a gerente. Aceitei mais estabeleci

posição de especialista, tem que demonstrar

uma

uma condição, gostaria que me desenvolves-

o conhecimento técnico e como gestor tem

sem para isso.

que saber fazer a leitura do seu ambiente.

baita

diferença.

Sempre

vemos

a

empresa através dos números, como um todo. Nesse momento, comecei a perceber

Temos que ter consciência do jap anese way,

que para crescer não podia ficar única e

que não é auditivo, é visual. Os materiais de

exclusivamente

ao

apresentação aqui, tem que contar histórias,

crédito, à conciliação, ao fechamento do

não adianta só saber os números, tem que

balanço, ao imposto, teria que avançar,

saber a disposição deles.

atrelada

a

técnica,

entender dos impactos no negócio e que não poderia jamais ficar esperando as coisas acontecerem. Muito jovem percebi o significado do conhecimento no mundo corporativo: O conhecimento em si não basta, é preciso saber, compartilhar, fazer e inovar. Com essas quatro ações em sinergia você irá criar o diferencial e gerar valor.

“É fundamental termos o bom todos os dias, isto é o Kaizen, a melhoria contínua.”

Você vem de uma área técnica e está lidando com pessoas. O que apontaria como suas principais conquistas na empresa? Antes ficávamos em Piraquara, onde tínhamos uma produção média de 400 mil veículos, hoje estamos quase em um milhão por ano. Participei ativamente desse processo fazendo com que a empresa crescesse. O

Como foi a mudança para a JTEKT?

segundo ponto, ter atuado como protago-

Quando vim para JTEKT em 2002, que na

nista mesmo na introdução da produção da

época se chamava Koyo, estava se consti-

direção elétrica, num momento importantíssimo. O grupo tomou a decisão de colocar a

tuindo o polo automotivo aqui no Paraná. Quis o destino que viesse parar numa

Como a cultura japonesa influenciou nessa

produção da direção elétrica aqui no Brasil

empresa japonesa onde, além de ter uma

nova etapa da sua carreira?

em 2008 e, com aquela crise financeira,

cultura, um país completamente diferente,

Na cultura japonesa, as pessoas estão o

acabaram

seu pensamento e modelo mental também

tempo focadas na sua parte, senão o todo

continuaram fazendo essa produção lá no

são diferentes. Fui surpreendia, pois nunca

não vai funcionar e ai todo mundo perde. Não

Japão. Aqui estávamos construindo essa

tinha sido exposta as diferenças culturais no

podemos ter aquela visão de que dormimos

planta e tínhamos ganhado market share. O

meio profissional. Comecei a trabalhar e

sem nada e acordamos com o ideal, isso não

grande boom foi uma captação de recursos

logo tive um feedback positivo, mas presi-

existe. É fundamental termos o bom todos os

fora, a um custo baixíssimo (menos da

dente da empresa não olhava pra mim. Não

dias, isto é o Kaizen, a melhoria contínua.

metade

recuando

da

os

inflação),

investimentos

e

também

e

uma

estrutura de financiamento priorizando o

conseguia entender. Até que um dia alguém falou que na cultura japonesa a mulher é

Como aplica esse conceito com sua equipe?

caixa. Fazendo vários pequenos investimen-

submissa.

Se não tem o relatório hoje, não tem pro-

tos ao longo do ano conseguimos melhorar

tecnicamente, tinha que aprender a ter

blema, vamos construir esse relatório. Vamos

custos e qualidade. Consegui alcançar uma

outros

Apesar

de

me

sentir

segura

testar, colocamos duas colunas, três linhas,

imagem lá fora de muita credibilidade, de

direito quais eram. Naquele momento come-

depois

Essa

muita competência. Escuto muito os nossos

cei a procurar outras leituras e entender um

construção no dia a dia não está inserida na

diretores lá de fora dizendo que somos muito

pouco o mundo corporativo. Entrei como

nossa cultura, não temos disciplina, organi-

sérios e comprometidos. Eles se impres-

analista de custo onde construímos o finan-

zação, persistência e paciência para isso.

sionam com o nível dos nossos talentos e

comportamentos

que

nem

sabia

amanhã

vira

dez

linhas.

apontam que precisamos melhorar nossa

ceiro praticamente do zero – todas as atividades, controles, sistemas que não existiam.

No que essas diferenças culturais influen-

força coletiva.

Qual o desafio?

Como vê o papel atual do profissional de

Em 2006, surgiu a oportunidade na cadeira

Isso é uma crise constante. Numa multina-

finanças?

de

a

cional a cada troca de presidente é um novo

Anteriormente atuávamos como retrovisores

contratar

ciclo. Ele vem para um ambiente que não

do trem, com o fenômeno da financeirização

sabe como é e a tendência é repetir os mo-

da economia mundial, o sistema nos cobra

gerente.

decisão

do

Num

primeiro

presidente

momento,

seria

alguém de fora pelo fato de eu ser jovem e

p.9

Como você se tornou gerente?

Ed.1 Ano 14

ciam no comportamento dos colaboradores?


Revista

Equilibrista uma atuação como farol, agora temos que

de trabalho, a falha e a ineficiência, está

tentar antecipar as coisas. Como as empre-

muito mais relacionada à atitude do que não

sas

saber

estão

sendo

apertadas

para

terem

mexer

no

computador

ou

num

preços competitivos, nossas estruturas de

software. A falta de diálogo entre os colegas,

custo estão sendo constantemente reava-

a doença dos e-mails no mundo. Esses

liadas. A tendência no nosso segmento é

tópicos que precisam ser abordados. Não

crescer em faturamento mantendo as estru-

podemos achar que só perdemos competivi-

turas. O jeito é atuar nos processos e fazer

dade

com que se encurte a execução das ativi-

perdemos também por essa ineficiência.

dades diante do negócio. A área financeira

Gostaria de desenvolver um trabalho neste

tem um papel fundamental.

sentido,

por

um

causa

da

carga

treinamento

no

tributária,

campo

de

batalha. Do ponto de vista estratégico, qual o olhar que o profissional de finanças deve ter sobre o negócio? O executivo de finanças é ainda aquele que diz não, que corta o orçamento. Isso é reflexo da maneira que atuamos no dia a dia, que é de tomar as decisões única e exclusivamente pelo número. Se você não tem background do negócio,

de

sistemática

como e

funciona,

dinâmica,

acaba

qual

sua

fazendo

cortes sem credibilidade nas suas decisões. Entender do negócio e participar dele como um agente que movimenta-o faz com que seus pares, seus gerentes se aproximem de você para dividir a decisão muito antes dela realmente acontecer. E agora, quais os próximos desafios? Sempre tive a oportunidade de usar essa empresa como laboratório. Pretendo trabalhar a judando na formação de profissionais. É um novo desafio que tenho aqui na JTEKT. Dividir

meu

tempo

participando

das

decisões e das diretrizes do dia a dia, mas começar desenvolver a base buscando uma visão

mais

corporativa

daquilo

que

fui

aprendendo através de percepções. Nós brasileiros precisamos urgentemente mudar nossas

atitudes

profissionais.

Estamos

trabalhando em um projeto que chamamos de 3P’s (People, Process and Performance) com o objetivo de criar políticas e estratégias de incentivo as seguintes ações: saber, compartilhar, fazer e inovar. Quais

questões

considera

relevante

na

formação destes profissionais? Principalmente as competências não técnicas, mas comportamentais. A maior dificuldade que todas as empresas têm é na gestão de pessoas. A geração y é complicadíssima de

gerir,

mas

precisamos

trabalhar

de

maneira mais proativa melhorando nossa eficiência. Quando eles chegam no ambiente

“Anteriormente atuávamos como retrovisores do trem, com o fenômeno da financeirização da economia mundial, o sistema nos cobra uma atuação como farol, agora temos que tentar antecipar as coisas.”

p.10

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

Uma vida na indústria metalúrgica

Entrevista com Joelson de Oliveira Lopes Brafer Construções Metálicas

Destaque em Finanças

Especialista em administração financeira

em frente à minha casa. Entrei como auxiliar

que assumir um setor importante numa

e custos industriais, trabalhou por 25 anos

de almoxarifado contando parafusos, eletro-

indústria

dos, suprindo a fábrica, mandando material

funcionários.

Mueller Irmãos S/A. Desde 1997, atua na Brafer Construções Metálicas S/A. Com um olhar minucioso e um planejamento que está sempre avante do tempo, trabalha com objetivos claros para manter um

na

época,

tinha

500

para as obras e controle físico-financeiro dos estoques de matéria-prima. Um ano depois

O sr. acredita que a formação acadêmica

me formei em técnico em contabilidade e me

contribuiu para a adequação de alguns

deram uma chefia do setor de custos. Foi o

processos de trabalho?

maior desafio da minha vida até hoje,

Na faculdade tive muita sorte de ter um

porque não conhecia nada de custos.

professor de custos muito bom. Fiz muitos

equilíbrio perfeito em seu fluxo de caixa.

cursos rápidos de fim de semana. Passei por

Em novembro de 2014, inicia operação na

Como foi o desafio de liderar pessoas sendo

tesouraria,

nova unidade em Juiz de Fora (MG), que

tão jovem?

cobrança e assumi a contabilidade. Criei um

teve parte dos recursos captados junto ao

Fiz uma escola técnica pública que não me

sistema, imagina integrar custos na contabi-

BNDES.

dava base para trabalhar com custos indus-

lidade sem computadores, no sistema RUF.

triais. Ai meu salário dobrou. Fiquei feliz. Fui

Foi um trabalho que implantei, onde saia

Já atua na Brafer Construções Metálicas

ao departamento de pessoal e perguntei

todo o resultado da contabilidade em um

desde 1997, conte um pouco como começou

porque me deram um aumento tão significa-

padrão de custos, obra por obra, com os

sua carreira?

tivo? Falaram que eu tinha sido promovido

gráficos, por exemplo, demonstrando o ponto

Sempre trabalhei no ramo metalúrgico. Vim

para encarregado de custos. Realmente não

de equilíbrio da empresa. Foi só questão de

do interior em 1972, sou do norte do Paraná,

esperava

que

iniciativa porque nós já tínhamos uma certa

de Congonhinhas. Recebi um convite do

sabiam muito mais do que eu e eram meus

bagagem. De lá para frente não tínhamos

coronel Leônidas Xavier de Lima para traba-

amigos. Tive que administrar isso, tive que

mais receios de enfrentar desafios, porque

lhar na Castelo Construções Metálicas. Não

aprender comandando as equipes. Recém-

havíamos adquirido uma base sólida. Passei

pensei duas vezes, pois também era quase

saído de um curso técnico, com 22 anos, tive

noites em claro para dar conta do recado.

fui

comandar

pessoas

Sistemas Implantados Orçamento financeiro anual com análise de resultados trimestrais comparativos Apropriação de custos industriais para formação do preço de vendas Aprovação e liberação de créditos para clientes

faturamento,

Porque as expectativas que as pessoas colocavam em nós eram grandes e tínhamos que mostrar resultado. O

que

o

senhor

apontaria

como

seus

melhores resultados frente à Brafer? Na minha área, o fundamental é a confiança, porque você está mexendo com recursos volumosos e tem toda liberdade para

p.11

e

financeiro,

Ed.1 Ano 14

na Castelo Construções Metálicas S/A e na

que,


Revista

Equilibrista movimentá-los. Tenho adotado por princípio

alguma a mão de obra. A matéria-prima, os

então era muito mais fácil administrar. Em

um sistema muito conservador e isso veio a

materiais auxiliares e secundários como

2008/2009 começou a operar a fábrica no

calhar com o perfil dos sócios e acionistas da

parafusos, tintas, eletrodos, são iguais para

Rio de Janeiro. É uma unidade completa,

Brafer. Houve um equilíbrio de pensamento e

todos os concorrentes, visto que os fornece-

uma fábrica com o mesmo porte da matriz e

a gente fica honrado com isso. A Brafer tem

dores na maioria dos casos são os mesmos.

você tem que necessariamente estar mais

hoje 1700 funcionários no Brasil. Isso para

presente.

mim é motivo de orgulho. Outra coisa impor-

Como estão as previsões econômicas para o

estrutura muito boa, com o pessoal vindo até

tante a frisar é o trabalho de longo prazo.

próximo ano?

a matriz fazer estágio para adquirir a cultura

Todo planejamento não pode ser imediatista.

As projeções de 2015 mostram uma curva

da empresa e entender os procedimentos.

Isso nos dá condições de avaliar a empresa

descendente. Lembro-me da crise de 2008.

Com isso, a Brafer do Rio de Janeiro

no futuro. Projetando todas as informações e

O ano de 2009 foi um ano muito bom, pois

consegue operar da mesma forma que a

a justando com o mercado.

quando surgiu a crise tínhamos muitos

matriz e o processo ocorre sem ter quebra

contratos

preços

de continuidade. No final do ano começa a

Dentre diversos sistemas de trabalho que o

contratados muito bons. O que fizemos?

operar a nova unidade de Minas Gerais e

sr. implantou na empresa qual deles desta-

Pisamos o freio nas despesas, com redução

desde já estamos preparados. O pessoal de

caria?

de custos. Chamava todos os diretores para

produção,

Fazemos o fluxo de caixa projetado para um

conversar com apoio da alta direção e

treinado.

ano, e temos previsão antecipada de seis

traçava a linha de trabalho para eles dizendo

meses para eventualmente corrigir algum

que tínhamos um orçamento para cumprir e

Como se sente sendo destaque no Prêmio

desequilíbrio.

no

que não poderiam fugir, mesmo para os

Equilibrista?

Fazemos

investimentos isso foi feito. O resultado foi

Orgulho extremo. Sempre tenho a consciên-

de

que quando todo mundo estava em crise,

cia tranquila, já passei noites em claro e não

custos, pois o objetivo é aumentar a margem

naqueles produtos de prateleira, que são

me arrependo disso. Sou uma pessoa muito

de contribuição e nem sempre é possível

rapidamente

rígida em relação ao cumprimento das

aumentar os preços de venda, o que nos dá

rentabilidade extraordinária. Aliás, foi uma

obrigações dentro da empresa. Sou de opi-

base para apoio aos investimentos que os

das maiores rentabilidades que tivemos até

nião que todos nós temos que cumprir com o

acionistas pretendem executar no período.

hoje. Você não ganha dinheiro só faturando e

contrato de trabalho que temos com a

aumentando o preço, e sim, reduzindo custos

empresa da melhor forma possível. Tem que

também.

haver disciplina, respeito e amizade, além do

papel

as

também

É

metas um

fundamental da

colocar

empresa.

trabalho

de

contenção

Como o sistema de apropriação de custos

de

longo

prazo

negociados,

com

tivemos

uma

volvimento da empresa? Custo é uma matéria de extrema importânControladoria é fundamental, porque sem conhecer teu custo você não consegue orçar. Você pode até orçar com base no mercado, mas não sabe se está ganhando ou perdendo dinheiro. É aí que mora o grande segredo. Tendo uma administração de custos correta, mesmo que seja macro dentro da empresa, você sabe o quanto precisa gerar de receita para cobrir aqueles custos. Chegamos a um detalhamento

minucioso

do

custo

de

produção e estatísticas de produtividade com dados reais, que nos permite fazer um orçamento

com

muita

segurança.

“De lá para frente não tínhamos mais receios de enfrentar desafios, porque havíamos adquirido uma base sólida.”

Na

redução de custos está realmente a maior margem de lucro da empresa. Quais são os próximos desafios que o senhor Pensando em uma curva ABC, qual seria a

imagina enfrentar?

equação mais complexa desse trabalho?

Administrivamente não temos dificuldade

Nossos produtos não tem um valor agregado

nenhuma. Temos um sistema ERP integrado.

muito grande, isso dificulta porque o custo

A TI está interligada desde os projetos de

de nossa mão de obra é extremamente

engenharia até a parte administrativo-

elevado.

financeira, RH e fábricas. Há uns cinco anos

O

maior

problema

hoje,

na

formação do preço de venda, é sem dúvidas

por

exemplo,

montar

está

uma

sendo

comprometimento e do trabalho em equipe.

industriais pode contribuir para o desen-

cia dentro de qualquer empresa. Custos e

Conseguimos

atrás só tínhamos a unidade de Araucária,

p.12

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

Um executivo de finanças

voltado para pessoas

Destaque em Finanças

Entrevista com Mauricio Nascimento Aker Solutions Desde agosto deste ano, Mauricio Nasci-

que muitas empresas estão optando em não

mento ocupa o cargo de CFO da divisão

ter mais o COO, optando pelo CFO para

Subsea - um dos principais negócios da

assumir uma posição de liderança opera-

nova Aker Solutions (Oslo-Noruega) e

cional e estratégica, além de cumprir com

antes disso atuou em diversos projetos

toda a agenda de finanças.

entre

eles

durante

o

Como é a cultura norueguesa presente na

período de estudos na Purdue University,

Aker Solutions?

onde concluiu seu MBA (Indiana-EUA),

É uma cultura de empreendedorismo. Nesta

Paris, Milão e Califórnia, onde passou doze

minha experiência de quatro anos percebo

anos na United Technologies Corporation

que

os

noruegueses

têm

um

espírito

durante sua carreira.

empreendedor, veem desafios com bons

Carreira

olhos,

querem

expandir

sua

atuação

e

escopo. E isso também faz parte da criação da Akas-

Nascimento passou pelo setor de auditoria da Price

tor?

Waterhouse Coopers e também foi financeiro da Construtora OAS (SP). Desde 2010 estava à frente das

Por que se considera um Equilibrista?

De certa forma sim. A criação da Akastor,

operações financeiras da Aker Solutions no Brasil,

Essa premiação é uma alusão à complexi-

como consequência da divisão da empresa

dade do trabalho do profissional de finanças

em duas, visa dar maior independência

no Brasil, que tem que administrar muitos

estratégica para os negócios que têm menor

pratos giratórios simultaneamente. No meu

sinergia entre si. Na Aker Solutions, teremos

caso foquei na melhoria de processos e de

a Divisão de Subsea, de equipamentos

fortalecimento da equipe gerencial que é

submarinos e um negócio de Engenharia e

essencial pela complexidade do nosso pró-

de Modificações e Manutenção bastante

prio negócio. Seja no financeiro, RH, enge-

integrado no conceito de plantas submarinas

nharia, gestão de projetos, ou suprimentos,

para

investimos em pessoas e equipes.

desenvolvendo com nossos clientes soluções

gerenciando riscos e, principalmente, estreitando a comunicação

com

executivos

e

stakeholders.

Em

agosto de 2014, assumiu a posição de CFO da companhia em consequência a cisão que dividirá a empresa entre a atual Aker Solutions e a nova Akastor.

“Versatilidade. Onde quer que você vá, a principal matéria-prima que você tem são as pessoas.”

a

produção

de

petróleo.

Estamos

completas para instalação de equipamentos Qual o papel atual do CFO?

submarinos que ali fiquem e que produzam

A Aker Solutions já tinha essa tendência a

petróleo para serem enviados a navios cole-

estimular o profissional de finanças a ter

tores ou para oleodutos em terra. Já na Akas-

uma visão muito próxima do business como

tor,

parceiro

barcos, instalação e sistema de processa-

de

negócios.

Acho

isso

muito

bacana. Recentemente li um artigo que dizia

teremos

negócios

como

perfuração,

mento. Esses negócios têm clientes dife-

p.13

onde aprimorou conhecimentos de gestão tributária,

Ed.1 Ano 14

internacionais,


Revista

Equilibrista rentes, pois têm nichos de mercado específi-

Seu trabalho esteve bastante focado em

cos, que podem se beneficiar com uma

pessoas. Como sua experiência contribui

Quais suas principais conquistas ou projetos

maior independência estratégica. A Akastor

para isso?

que conseguiu realizar ao longo destes qua-

vai funcionar como um conglomerado de

O que a minha experiência de ter trabalhado

tros anos?

empresas com maior autonomia e a Aker

nos Estados Unidos, na França, na Itália,

Foram três principais conquistas. A primeira

Solutions

negócio

Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro me

é formação da equipe, isso continua sendo

focado em soluções submarinas para a

ensinou, é que onde quer que você vá a

chave.

produção de petróleo.

principal matéria-prima que temos são as

sedimentação dos valores da empresa. Numa

pessoas. Com equipes motivadas e alinhadas

empresa que está em crescimento acelerado

Quais os seus novos desafios na Noruega?

ao mesmo objetivo, podemos fazer mágica,

é

Irei

do

mesmo em momentos de adversidade. Real-

funcionários compreendam e alinhem seus

segmento Subsea. Vou continuar com um

mente tenho grande apreço pelo aspecto

valores aos nossos valores. Nossos valores

link muito forte com Curitiba, pois estamos

humano da empresa e das equipes que a

são Pessoas e Equipes; Foco no Resultado;

construindo uma fábrica nova em São José

compõem.

Comportamento

dos Pinhais. O maior investimento que a Aker

formado pelas equipes de controladoria,

Direto; Gerenciamento Direto e Entrega de

Solutions está fazendo no momento é no

contábil, fiscal e de tesouraria o trabalho flui

Resultados com Qualidade. Esses valores são

Brasil, que está se tornando cada vez mais

mais facilmente quando nos aproximamos do

a

uma operação preponderante dentro do

negócio, o que assegura o alinhamento para

funcionários seguirem. Por último, comemoro

grupo. Vai ser um desafio interessante, pois o

despendermos os esforços nas frentes mais

a conquista dos processos com fundamentos

segmento Subsea é bastante representativo

importantes. Por isso reconheço em meu

bem enraizados. Outro aspecto dos nossos

na empresa por ter esse âmbito global do

papel a importância, de fazer essas pontes,

valores é a transparência. Quando falamos

negócio. Tenho outra tarefa que é dar maior

porque conheço as expectativas do negócio,

de auditoria, bancos, acionistas, clientes,

visibilidade aos talentos internacionais que a

as

regulatórias.

temos que pautar as nossas relações com

empresa tem. Ainda que a Aker Solutions

Aproximando as equipes a se conversarem

base na transparência e no diálogo aberto.

tenha praticamente metade dos seus negó-

conseguimos encontrar soluções.

Isso realmente conquista a confiança. Este

permanece

assumir

a

com

direção

seu

financeira

No nosso ambiente financeiro,

limitações

tributárias

e

Além

muito

disso,

contribuir

importante

bússola

HSE;

que

que

para

todos

Diálogo

temos muitos talentos espalhados no mundo

Como

de

Aberto

oferecemos

para

você

enxerga

o

desenvolvimento

econômico brasileiro?

auditores,

Brasil e Noruega são países muito diferentes.

clientes, fornecedores e acionistas.

mos

O trabalho também diz respeito ao grupo ter

aproveitar

a

podemos

visibilidade

extrair

que

eles

podem trazer.

e

os

fortaleceu a nossa relação com os stakeholders,

contribuições cada vez maiores se souber-

também

os

foi um trabalho que fizemos que também

cios na Noruega e no mar do norte, nós quem

a

bancos,

comunidade,

governo,

uma melhor compreensão das oportunidades

Qual a importância de receber o Prêmio

e dos riscos que o ambiente no Brasil oferece.

Equilibrista?

Portanto, este é um ciclo que se completa?

É um mercado extremante promissor, nós

É formidável para simbolizar o trabalho que

Fizemos um trabalho forte de estruturação

continuamos acreditando nisso, e precisa

a equipe construiu. É um reconhecimento

da empresa com a organização preparada e

haver um conhecimento de como operar

externo do trabalho que vínhamos fazendo.

com processos robustos para propiciar o

aqui. No nosso segmento de negócio nossas

Mais do que uma questão individual do ho-

crescimento. Desenvolvemos uma direção

perspectivas continuam positivas, a tendên-

menageado, vejo como um benefício para

estratégica que vai dar continuidade ao

cia é continuar crescendo.

agradecer às pessoas que contribuíram para construirmos algo que foi evidente até para

trabalho que começamos aqui. Então, sim, Por que escolheram o Paraná para construir

fora dos portões da companhia.

a fábrica nova?

formidável. Aqui no Paraná enxergo a qualifi-

Como o conhecimento contribui para o

Nós escolhemos ficar na Região Metropoli-

cação dos nossos profissionais de finanças

desenvolvimento da empresa?

tana de Curitiba não em função de impostos,

como muito boa, e a atuação do IBEF

Nossa empresa atua em ramos de manu-

mas pelas pessoas, para garantir a retenção

contribui para dar mais evidência, força e

fatura, serviços e venda de peças, em dois

dos nossos talentos. Nós desenvolvemos

respaldo a esses trabalhos incríveis que

estados e com uma cadeia de fornecedores e

aqui, uma capacidade de engenharia fantás-

profissionais de finanças vêm fazendo no

clientes internacionais. Essa complexidade

tica, temos engenheiros muito qualificados

estado. Francamente, vejo no Paraná e em

do negócio exige de nós maturidade para

assim como nas diversas áreas administrati-

Curitiba

lidar com aspectos importantes, tais como

vas. Curitiba e região têm essa capacidade

como uma localidade com tremenda vanta-

impostos. Precisamos desenvolver o conheci-

de atrair pessoas de fora, que buscam uma

gem competitiva.

mento tributário dentro de casa e subsidiar

qualidade de vida boa, com condições de

os nossos gerentes de projeto com infor-

educação, saúde, moradia.

aqui esse ciclo se fechou.

mações que os permitam tomar decisões, otimizando as questões de custos e impostos.

diferenciais

que

os

Isso é

posicionam

p.14

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

Grandes

vencedores 2014

Prêmio

Equilibrista

2014

Mauricio Marchesini Carvalho um jovem intra-empreendedor |Faurecia| que

o

Marinelli

chamava

de

intra-

grande desafio, trago a metodologia apren-

Formado em Administração (UP), tem 15

empreendedor.

era

dida na consultoria para alcançar o objetivo,

anos de experiência na área financeira.

rápida. Depois acabei indo estudar na Ingla-

mas 70% do trabalho é olhando para as

Atualmente

South

terra buscando sair um pouco daquela zona

pessoas.

America na Faurecia empresa onde atua há

de conforto para aprimorar a parte técnica

dois anos. Começou sua carreira como

e aprender coisas diferentes. Voltando para

Como lidar com as pessoas buscando essa

trainne na Kraft Foods e fez história no

o Brasil fui trabalhar numa consultoria onde

melhoria de performance?

Grupo

aprendi a metodologia que uso até hoje

Quando cheguei aqui tínhamos uma equipe

para implementar projetos.

que fazia a atividade mas não conseguia

é

Treasury

Boticário

Manager

vencendo

o

prêmio

Excelência Profissional 2011. Na Faurecia

Minha

adaptação

fazer esse vínculo com o negócio. Precisei

tem destacado trabalho na reestruturação da área financeira, tesouraria e seguros

Como foi sua experiência no Boticário?

criar um grande projeto de longo prazo

com a emissão da primeira debentures da

O Boticário foi a minha experiência mais

para inserir essas pessoas. Fomos olhando o

empresa, gestão de riscos e projetos de

importante. Cheguei num momento em que

perfil

eficiência de estrutura de capital.

a empresa estava crescendo e consegui ver

alocando-as nas posições corretas, sem

todas as mudanças. Passei por várias áreas

aumentar salários, nem contratar mais

e isso foi incrementando meu leque de

gente, simplesmente mexendo no time. O

conhecimento. Aprendi a olhar o financeiro

que eu fiz? Tentei a judá-las a encontrar um

tentando fazer um link com a área de negó-

sentido. Ai tem todo o contexto. Quando

cios. Fiz a Escola de Liderança por quase

começa a abrir esse case e ver que tem um

três anos e isso mudou a minha forma de

milhão de etapas, envolvendo uma série de

pensar a vida, não só do ponto de vista de

coisas, que não são de caráter técnico ou de

Como começou sua carreira em finanças?

pessoas, do trabalho, mas também família,

mercado, que não é a França, o financeiro, o

Comecei participando de uma equipe bem

amigos. A partir deste momento, comecei a

gestor imediato. Percebe que o problema às

sênior. Tive a oportunidade de trabalhar

pensar em como trabalhar as equipes para

vezes é o desenvolvimento das pessoas, o

com pessoas bastante experientes, com um

que sejam de alta performance. Em todos os

ambiente que elas trabalham, a oportuni-

conhecimento que faz você entrar em outro

lugares que vou procuro trazer o time para

dade que elas têm.

ritmo, analisar e ser mais crítico. Rodei toda

que a ideia, o contexto faça sentido. Meu

a área financeira, a tesouraria, crédito e

foco é sempre esse como fazer para desper-

Como criar um ambiente saudável para o

cobrança, planejamento. Muita vontade de

tar as pessoas que estão ali trabalhando

desenvolvimento

aprender fez com que tivesse um viés do

muito na questão da gestão. Tenho um

desse time?

“O profissional de finanças tem que ser um pouco mais inovador, tem que sair um pouco da caixa buscando um viés inovador do marketing, do comercial.”

comportamental

de

pessoal

e

cada

uma,

profissional

p.16

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

Parte do gestor que é o líder da ponta

trinta minutos para entender como está a

Como foi saber da conquista do Prêmio

começar a fazer essa comunicação com

vida delas dentro e fora do trabalho, saber

Equilibrista?

algumas áreas do negócio. Precisa mostrar

se precisa de desenvolvimento. E nunca é

Foi bastante inusitado. Quando recebi a

que o seu time do financeiro pode agregar

uma questão de dinheiro ou benefícios é o

indicação de que estava entre os seis, já

valor para elas. Daí faz um piloto trazendo

fato de entendê-la e colocá-la num lugar

achava que era um pouco diferente. Tenho

alguém do financeiro e colocando com o

que faça sentido para ela.

35 anos e bastante coisa para aprender.

cara da engenharia, com o cara do RH. Em

Quando era estagiário o Claudio Sousa já

algum momento você começa a ser a refe-

Qual a contribuição da área acadêmica

era gerente, já era uma pessoa que me

rência. Você começa a ter o financeiro

para o trabalho na empresa?

inspirava. Sendo sincero, acho que tem

participando de todas as áreas do negócio.

Sempre fui um péssimo aluno. Tinha dificul-

pessoas que são muito mais capacitadas do

O último ponto é ser um pouco mais flexível.

dade de aprender, de assimilar e me

que eu. Para mim ainda é um pouco fora da

É uma área bem importante que cuida do

concentrar nas aulas. Hoje, monto minhas

realidade, sair um pouco dessa sua rotina

dinheiro da empresa, do caixa, mas precisa

aulas no nível de detalhe, abro e explico,

normal de trabalho, estou muito feliz, é um

ter um pouco mais de flexibilidade para

tento trazer o que foi legal para mim

reconhecimento que eu não esperava. Tive

poder ter uma melhor comunicação e

buscando o que faz sentido para as

grandes líderes e a criticidade deles faz

conseguir alcançar os objetivos em comum.

pessoas. Um pouco de detalhe, de dinâmica,

com que você estude mais, se prepare

exemplos, funciona bem. Voltei a estudar e

melhor para uma reunião, tenha mais frieza

Na sua visão, qual é o perfil de um bom

ler muito quando fui dar aula na faculdade.

e acabe desenvolvendo habilidades e com-

profissional de finanças?

Quando construo meus modelos financeiros

petências. E muitas outras pessoas me

do

aqui sempre trago fundamento e emba-

a judaram nesse caminho e valorizo todas.

passado, do funcionário que executava as

samento acadêmico. A estrutura da casa é

atividades financeiras sem ter nenhuma

de muita discussão técnica, teórica e

Quais são seus próximos desafios?

comunicação com o negócio e sem ter

acadêmica.

Preciso trabalhar muito no próximo ano

nenhum vínculo ou viés de empreende-

discutindo

o

para ter uma pessoa sentada na minha

dorismo. Executava e reclamava pratica-

alicerce e a partir dos fundamentos parti-

cadeira. Não gostaria que a empresa fosse

mente de tudo e dizia que todo mundo

mos para a execução. A faculdade me

buscar uma pessoa fora. Queria que uma

estava errado. O profissional de finanças

a judou a trazer esse modelo acadêmico de

subisse e a outra empurrasse todo mundo

atual,

estudar e buscar referências, além de ficar

para cima. Meu próximo desafio é montar

me atualizando a todo momento.

os backups. Você consegue agregar valor

Um

profissional

diferente

necessariamente,

daquele

tem

que

estar

ligado com o negócio. Precisa entender o

Começamos muita

teoria,

um

projeto

montamos

que a empresa faz, saber como a judá-la a

para a empresa e para as pessoas que estão Como buscar esse fazer sentido para as

com ele em três anos. Depois entra na zona

projeções. Tem que participar de todas as

pessoas?

de conforto, os desafios já não são tão

decisões, ser ágil e um pouco intra-

Cada pessoa é diferente. A primeira coisa

grandes. Concordo com a minha esposa,

empreendedor que é o empreendedor

que fiz quando cheguei aqui foi fazer o

que é especialista em gestão de pessoas,

dentro da empresa, que olha sua própria

perfil

os

quando diz que ninguém em nenhum lugar

atividade como se fosse a empresa dele,

funcionários que trabalham comigo através

do mundo depois dos sete anos consegue

que busca fazer a diferença. Também tem

do Disc, que avalia que tipo de comporta-

agregar valor para a empresa. Nos três

que ser um pouco mais inovador, tem que

mento aquela pessoa se adapta melhor,

primeiros anos trabalha-se muito, faz muita

sair um pouco da caixa buscando um viés

observando um por um. Olhei suas ativi-

diferença. Dos três aos cinco anos é um

inovador do marketing, do comercial.

dades para ver se o perfil estava aderente.

período de estabilidade para colher o resul-

O terceiro ponto foi uma reunião individual

tado das coisas que colocou para funcionar.

Sua experiência como professor também

para entender qual era o sonho, o propósito

Depois do quinto ao sétimo ano, está total-

agrega valor nesse trabalho?

e o que fazia sentido na vida delas. Depois

mente na zona de conforto, agrega e

Faço o meu trabalho nas empresas, mas no

tinha um material bastante completo para

constrói pouco. É claro que estamos falando

final me considero mesmo um professor.

mexer no time, pois já sabia o que as

de uma forma generalizada, mas acredito

Tive uma experiência no início de carreira

pessoas queriam. Peguei algumas que eram

muito nisso. No terceiro ano acaba o ciclo

que para mim foi inesquecível. Sempre

críticas e tentei gerar oportunidades em

do que poderia agregar dentro dessa ativi-

gostei de ensinar. O professor é o exemplo

outras posições. Foi um trabalho individual,

dade. Portanto, preciso abrir espaço para

que pautou várias coisas na minha vida.

de quase um ano, demorado, de bastante

outras pessoas virem e agregarem o valor

Minhas maiores experiências foram na sala

paciência para que elas se adaptem ao

delas.

de aula. Vejo que faz a diferença conversar

novo modelo.

de

todos

p.17

com as pessoas, dar um bom dia, gastar

comportamental

Ed.1 Ano 14

fechar grandes negócios a fazer grandes


Revista

Equilibrista

Destaque em Finanças

Alfons Ferres de Haro

um estrangeiro no mercado brasileiro | Incepa Revestimentos Cerâmicos | Formado em Administração em Barcelona,

aqui. Minha segunda grande missão foi

mento,

entrou em 2002 no Grupo Roca e atuou nos

entender a complexidade do sistema fiscal

produto de valor. A Incepa se mostrou

Estados Unidos (2004) realizando controle

brasileiro que é muito complicado. Ainda

sempre muito focada para o cliente e a

de custos e gestão de pontos de venda além

mais porque estamos em um processo de

qualidade, isso é uma coisa que ela não tem

de ser responsável pela implantação do

ter cada vez mais vendas pulverizadas para

que perder. O futuro é seguir crescendo,

plano de negócios da empresa. Veio para o

outros Estados mais longes do Paraná. Isso

aportar valor, temos um plano grande de

Brasil (2009) como Diretor Administrativo e

faz com que tenha que compreender outros

crescer na exportação, não só nos Estados

Financeiro

Revestimentos

Estados que no final são quase como outros

Unidos onde temos uma importante fatia do

Cerâmicos atuando no controle de gestão

países em muitas ocasiões. Esse tipo de

negócio. Pelas estatísticas de cerâmica, o

da empresa, rentabilidades dos negócios,

dificuldade não existe nos Estados Unidos,

principal

canais de venda, produtos e clientes. Ali

na Europa. Também aqui no Brasil o

Unidos somos nós. Temos um plano de

realizou projetos de revisão e mudança da

processo de importação é complicado, há

crescimento

estrutura de capital, avaliação e implemen-

uma modificação muito constante de legis-

Caribe, América Central, África, Oceania

tação de oportunidades tributárias, elabo-

lação, novos pacotes, novos requerimentos.

que vai exigir de uma preparação de produ-

ração e implementação do plano estra-

Isso faz com que a parte fiscal seja tão

tos, análise de crédito de clientes, canais de

tégico da companhia.

importante. Na parte financeira também

venda. Esse é um desafio que temos. E, na

tive desafios porque vinha de uma cultura

Incepa do Brasil temos um processo de

com juros muito mais baixos. Isso fez com

crescer, de pulverizar a venda o máximo

que tivesse que prestar muito mais atenção.

possível. Queremos ir mais longe daqui

O Brasil tem muita linha de crédito subsidi-

porque as vendas estão muito concentradas

ada pelo governo e você tem que conhecer

na região sul e sudoeste do país, talvez

as particularidades delas. Por último, a

chegar um pouco mais longe. Lembrando

Quais os principais desafios de trabalhar no

oscilação cambial é bastante relevante

sempre

Brasil e fora daqui no que diz respeito a

quando

produto.

Gestão Financeira de uma empresa?

brasileira que tem exportação.

da

Incepa

“Quanto mais você conhece as outras áreas, agrega valor na informação que fornece, o output é muito mais é rico.”

trabalha

em

uma

empresa

sobretudo

apostando

exportador

em

para

para

países

agregar

em

os do

valor:

um

Estados Mercosul,

clientes

e

O que apontaria como algumas das suas

Sempre que você trabalha fora, tem uma série de desafios. Sempre que vai para

Como está o mercado cerâmico atual-

principais conquistas na empresa?

outro país tem uma adaptação para com-

mente?

Um dos grandes projetos de muito sucesso

preender tanto a cultura como as pessoas.

A empresa está crescendo muito, tanto que

foi um amplo plano estratégico a ser reali-

Nos Estados Unidos, por exemplo, você tem

2013 e 2014 tivemos crescimentos acima do

zado a partir da Espanha. Era uma necessi-

que aprender a respeitar todo mundo,

mercado. Entretanto, o mercado está em

dade da matriz para a empresa seguir em

somos todos iguais. Tem que compreender

retração, mas Incepa não. E objetivo da

um rumo de crescimento e rentabilidade. A

muito isso e essa foi minha primeira missão

empresa é seguir nessa cena de cresci-

implantação desse plano estratégico e

p.18

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

todas as ferramentas de controle de gestão,

de impostos muitas vezes você sempre que

mais você conhece as outras áreas, agrega

de segmento, reportings tiveram bons resul-

ir até o fundo, tal vez algumas vezes até

valor na informação que você fornece, o

tados superando as metas. Este foi um dos

demais. O profissional de finanças precisa

output é muito mais é rico. Você é capaz de

bons momentos que tive aqui na Incepa, por

ter muito claro e estabelecido quais são os

transformas

isso estou muito satisfeito. A segunda foi

principais alarmes, estabelecer um quadro

precisam de uma maneira que a empresa

conquista de um investimento grande em

de mando onde possa ver se existe algum

vai crescer, vai melhorar.

2014 que teve um estudo prévio muito

desvio. Se tem alguma coisa saindo do

extenso que resultou em sua aprovação e

padrão, que precisa ser analisada, se tem

em um empréstimo da FINEP inovação. A

uma oportunidade tributária, de custo, de

terceira conquista é a parte fiscal, uma

rentabilidade da empresa. É muito impor-

preocupação que ainda não tirei da minha

tante ter um quadro de controle onde tem

cabeça

um

uma série de indicadores onde você pode

planejamento fiscal levando em conta algu-

não só captar informações, mas alertas de

mas considerações, alertas, fluxograma, a

coisas que não estão indo bem. Isso, na

criação de um comitê fiscal. Veja que cada

minha função é o mais importante.

totalmente.

Desenvolvemos

as

informações

que

eles

país tem sua particularidade, no Brasil é uma necessidade. Além disso, peguei uma

Do ponto de vista estratégico, qual o olhar

época

que o profissional de finanças deve ter

muito

tumultuada,

com

muitas

mudanças Sped Fiscal e Contábil, Substi-

sobre o negócio?

tuição tributária, alteração de alíquota do

Sempre os nossos cargos foram focados na

ICMS nos importados, fichas de conteúdo

rentabilidade. Acho que isso não deve ser

da importação, etc.

perdido ainda mais sob uma visão estracompreender muito bem as outras áreas da

principais questões?

empresa porque na empresa o profissional

Qual a importância de ser destaque do

Já não tanto, ainda que considero essencial

de finanças não está sozinho. Tem a parte

Prêmio Equilibrista?

no Brasil. O importante é o time que você

comercial, industrial, de logística, você tem

Só o fato de meu nome surgir já foi um

tem. Para mim, as pessoas mais importantes

que conhecer as outras partes. Por exemplo,

autêntico sucesso. O IBEF-PR me abriu

são o fiscal, a controladoria custos, contábil

quando me formei na Espanha um diretor

muitos olhos e portas. Os executivos de

e depois o financeiro. Não queria ser um

industrial me falou “se quer saber o que

finanças têm pouco marketing pessoal, não

estrangeiro que vinha no Brasil a implantar

acontece, vai na fábrica.”. Esse é um grande

gostamos muito disso, talvez seja do nosso

os seus métodos sem entender bem a outra

conselho.

que

perfil. Por isso que o prêmio é uma ideia

parte. Acredito que é essencial formar e

conhecer o mercado, tem que conhecer as

muito boa. Estou muito contente de ser

confiar no time. Se você implanta uma

lojas

que

destaque do Prêmio. É uma grande honra,

metodologia

vai

conhecer a fábrica, tem que entender a

valorizo muito porque com certeza tem

funcionar tem que ter a dupla direção. No

parte logística. Claro que o foco é na renta-

muitos bons profissionais aqui no Brasil, no

meu caso, o time me a judou muito, porque

bilidade, nos controles, em fornecer infor-

Paraná. O fato de eu ser uma pessoa que

também sou um elemento estranho, porém

mações de qualidade, mas faço muita

vem de fora, me dá a sensação que estou

sempre quis entender a parte pessoal,

questão de ter os inputs muito claro das

indo no caminho certo. Este é um bom

cultura e o funcionamento do país. A parte

outras áreas. Sempre teve essa briga entre o

indicador. Meu time ficou muito contente,

fiscal como comentei ainda é uma preocu-

comercial e o financeiro que vai durar toda

quero valorizar o trabalho deles, recebi

pação mas tem tantas outras como finanças,

vida. Não estou dizendo que vou mais para

bastante ligações e fiquei muito feliz. E o

contabilidade, controle de gestão, a parte

um lado ou para outro, acho que quanto

IBEF-PR me dá mais um ponto de integração

jurídica são os desafios do dia a dia.

mais informação, conhecimento das outras

aqui no Brasil. É um elemento muito impor-

partes da empresa vai te beneficiar muito

tante para networking e tudo o que você

Como vê o papel atual do profissional de

quando você tem que tomar uma decisão

precisa para fazer seu trabalho no dia a dia

finanças?

de crédito, de rentabilidade, decisão estra-

para um estrangeiro conhecer ainda mais a

Eu sempre tive uma obsessão pelo micro-

tégica de crescer no mercado, quanto mais

realidade do país. É bom estar em uma

management de sempre tentar buscar a

inputs tem, mais compreende e pode

instituição como o IBEF-PR.

fundo qualquer assunto. Você tem um prob-

analisar melhor os pontos. É muito impor-

lema, uma provisão, tem um lançamento

tante conhecer a outra parte porque a nossa

que tá sendo feito errado, um lançamento

área fornece muita informação. Quanto

em

unidirecional

não

onde

Estrategicamente, temos

produtos,

tem tem

p.19

A preocupação fiscal ainda é uma das

Ed.1 Ano 14

tégica. Na minha opinião você tem que


Revista

Equilibrista Destaque em Finanças

Neuri Nunes de Lima

um contador especializado na implantação de grandes sistemas | Gestamp| Bacharel em Ciências Contábeis (FESP),

direto com o dono. Essa foi minha primeira

rodando. Isso fez com que tivesse todo uma

veio de Iretama-PR para se tornar Diretor

experiência de due diligence de preparação

expertise em implantação de sistemas.

Administrativo

da

para venda. Depois fui convidado para colo-

Gestamp. Nesta multinacional espanhola do

car a contabilidade dentro de uma outra

Como foi o movimento da fábrica em 2010?

segmento de autopeças atua há 11 anos

empresa que começou muito pequena e à

Nessa

fazendo a gestão de seis operações no

medida que foi crescendo, o escritório de

construir uma nova fábrica em Santa

Brasil com mais de três mil colaboradores.

contabilidade não tinha condições de suprir

Izabel-SP,

Especialista em due dilligence, conduziu o

o nível de informações que uma indústria

começamos a implantar o SAP, começamos

projeto de incorporação de quatro empre-

precisa. Na sequência, fui convidado para

a ampliação da fábrica em Gravataí e logo

sas do grupo, otimizou ganhos tributários e

trabalhar em Irati-PR, na Fósforos Paraná e

na sequência iniciamos a ampliação da

implantou um sistema de ERP SAP em todas

voltando para Curitiba apareceu o convite

fábrica em Taubaté. Em paralelo, retoma-

as unidades fabris do país.

da Gestamp e aqui estou até hoje.

mos o projeto de planejamento tributário e

Financeiro

Brasil

época,

a

Gestamp

comprou

um

começou

grupo

a

alemão,

consolidação das empresas do grupo aqui Como tem sido sua carreira na Gestamp?

no Brasil. Tínhamos várias empresas sepa-

Dentre esses 11 anos que estou na Gestamp

radas e a ideia era constituir uma matriz,

tivemos um projeto muito interessante que

com várias filiais buscando um ganho tribu-

foi a aquisição de uma empresa em Gra-

tário muito alto. Tínhamos empresa que

vataí. Nessa aquisição existiu um processo

gerava um prejuízo muito grande, que era a

de due diligence que culminou na aquisição

empresa principal, onde se encontravam

da empresa em que participei das nego-

registrados todos os empréstimos do grupo,

Você começou a trabalhar muito cedo,

ciações e conduzi todo o processo. Na

e outras empresas que geravam lucro e

como foi essa história?

sequência, fui convidado para implantar um

recolhiam imposto de renda. Na hora que

Foi com 13 anos de idade. Nunca fui rico,

sistema

que

junta-se tudo o prejuízo de uma, compensa

minha família vem de origem bastante

normalmente é muito focado no consultor

com o lucro da outra. A Espanha aceitou o

humilde, mas não que precisasse trabalhar

estar na empresa. Não gostamos dessa

projeto, mas faltavam três meses para o

nessa época, com essa idade, mas queria

metodologia, mudamos totalmente. Iríamos

final do ano. Foram meses que praticamente

trabalhar.

e

conduzir o projeto e eles somente iriam dar

não dormi. Mantinha um bloco de notas do

precisava da minha mãe para me a judar a

o suporte e o treinamento nas novas aplica-

lado da cabeceira da cama e acordava, não

fazer uma entrevista. E comecei a trabalhar

bilidades. Assim, o custo foi para quase 50%

raras vezes, pensando em uma solução para

justamente em um escritório de contabili-

a menos e com o detalhe de que em dois

algum tipo de problema. Dia 30 de dezem-

dade, aliás, nunca sai da área. Fui passando

meses estava operacional. Nessa mesma

bro registramos a operação na Junta Co-

por empresas menores, até que em 1989,

época, conduzimos outro processo de due

mercial. Certamente o que gastamos para

quando voltei do quartel, entrei no Grupo

diligence, mas o negócio não se concretizou

fazer a consolidação, se pagou várias,

Battistella, onde efetivamente tive uma

por

várias e várias vezes. Sem dúvida, uma

escola muito interessante. Foi quando co-

experiência ficou. Na sequência, a Gestamp

mecei a fazer faculdade. No meio do

adquiriu uma nova operação dentro da

caminho surgiu a Parnaplast, uma empresa

Volkswagen de Taubaté, novamente fomos

de origem familiar, onde tinha contato

implantar o Datasul e em dois meses estava

“Quando consolidadas as empresas, criouse uma empresa muito maior, desta forma possibilitando ganho de escala, agilidade e qualidade na informação.”

Sempre

fui

muito

tímido

de

informações,

questões

um

comerciais.

ERP

Mas

essa

grande conquista.

p.20

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

E a implantação do novo sistema como

única planta. E as pessoas têm certa

volvido é extremamente positivo. Primeiro

aconteceu?

resistência a novos sistemas, mas é um fator

quando reconhecem o seu trabalho. O pró-

Em 2011, começamos a implantar o SAP. A

cultural. Encaramos todos os problemas e

prio presidente da divisão Mercosul me

ideia era que isso ocorresse em quatro

não paramos montadora, não tivemos fila

falou pessoalmente que está muito feliz com

meses, como na Europa e Estados Unidos,

de caminhão, não tivemos multa nem

o trabalho que está sendo feito aqui no

mas conseguimos fechar em nove meses

atrasos. Então, o ganho de performance foi

Brasil, que realmente estamos conseguindo

com visitas de consultores e algumas

absurdamente grande.

ganhos de performance muito interessantes

remodelações de sistema. Mas para sair um

e que esse trabalho com o SAP foi muito

relatório de resultados no final do mês

O que apontaria como algumas das suas

bacana. Sabem exatamente os problemas

foram outros três meses. Bom, peguei as

principais conquistas na Gestamp?

que passamos e justamente como suplanta-

pessoas que se destacaram nessa primeira

A consolidação do Centro de Serviços, pois

mos todos eles.

operação e as coloquei simplesmente para

ganhei agilidade e centralizei as operações.

acompanhar as demais implantações. Os

Coloco todo meu financeiro em um lugar só,

Quais os próximos desafios?

consultores já sabiam como era o Brasil, as

toda minha contabilidade e apuração de

A Gestamp é uma indústria que está

parametrizações iniciais já estavam feitas e

impostos em um lugar só. É questão de

presente em trinta e poucos países, tem

já consegui reduzir os prazos para dois

governança. Utilizo contas bancárias de

aproximadamente 100 plantas industriais ao

meses.

forma mais otimizada, reduzi 80% o número

redor do mundo, com dezenove centros de

de

Quando

pesquisas. É normal dentro da empresa

consolidadas as empresas, criou-se uma

existir intercâmbio de profissionais. Vejo

empresa muito maior, desta forma possibil-

com muita expectativa uma possibilidade

itando ganho de escala, agilidade e quali-

de poder exportar essa expertise criada

dade na informação. O pessoal daqui é uma

aqui no Brasil para algum país que a

equipe mais robusta, que abrange todas as

Gestamp

filiais e no final do primeiro dia útil, já está

poder trocar essa experiência, pois tenho

tudo pronto.

um ganho de aprimoramento cultural e

contas

e

taxas

bancárias.

tenha

operação.

Gostaria

de

profissional bastante grande. Qual a importância de ser destaque do Prêmio Equilibrista? O reconhecimento pelo trabalho feito tem um reflexo pessoal muito bom, porque é o mercado que está me dizendo que estou no caminho correto e isso para mim é excelente, estou sendo visto. A Gestamp é uma grande empresa, não é à toa que estou aqui

Gestamp - São José dos Pinhais/PR

há tanto tempo. O Prêmio faz com que eu seja exposto em uma vitrine maravilhosa para profissionais de excelência do Paraná inteiro e fora daqui e isso me a juda muito. É

Gestamp - Gravataí

Por que razão foram necessárias tantas

um crescimento na carreira fenomenal. Faz

alterações de sistema?

parte do currículo estar mencionado no

Por necessidade de controle e maior segu-

Prêmio Equilibrista. E como a matriz tem visto todo esse

muito rígido e bastante inflexível, além

trabalho?

desse já ser o sistema utilizado na matriz.

O olhar é extremamente criterioso porque a

Tudo o que é feito ao redor do mundo em

partir de 2010, a Gestamp Brasil passou a

SAP, nossa matriz conseguem enxergar em

ser a maior do mundo. Nosso país passou a

tempo real. Em junho de 2013, conduzi a

ser a menina dos olhos e, hoje, certamente é

criação do Centro de Serviços com algumas

foco da casa matriz da Espanha. O feedback

áreas que seriam centralizadas em uma

que tenho a respeito do trabalho desen-

p.21

tiva tem que ter compliance e o SAP já é

Ed.1 Ano 14

rança. No mercado de governança corpora-


Revista

Equilibrista

Grande evento de

Entrega 01

02

03

2013 04 01 | Clecio Luiz e Alva Chiamulera 02 | Henrique e Dulce Gaede 03 | José Écio Pereira da Costa Jr e Eloisa 04 | Alzira e Amassi Pansolin

05

06

07

10

11

12

08

05 | Lelis e Ovaldir Nardin 06 | Agostinho Turbian e Adriana Sales 07 | Alison e Claudio Lubascher 08 | Luiz Andre Vieira, Eros Schier Da Cruz e esposa

09

09 | Luiz Fernando e Maria Ignez Garcia de Melo 10 | Maria Luiza e Lauri Pick 11 | Clecio Chiamulera, Adriana Marcela Pompermaier e Henrique Gaede 12 | Gustavo Galleazzo, Nivea Lima, Jorge Altair Barbosa e José Roberto Scheller Jr

13 | Christiano Oliveira, Gino Oyamada, Francisco Camargo, Nelson Luiz P. de Oliveira, Bernt Entschev e Anderson Pires 14 | Evaristo Bicalho 15 | Cezar Teixeira, José Antonio O. Mera, Luciana Kishino e Ricardo Becker 16 | Luziente e Paulo Francisco Silva

17

13

18

06 14

19

15

16

20

17 | Miralcy de Fatima Voss 18 | Simone e João Loures 19 | Lourenço Fregonese, Deyse Buba, Sanda Comodaro e Nelson Willians 20 | Sandra e Paulo Sergio Avila

21 21 | Moacir Silva e Gabriel L. da Silva 22 | Dirceu Correa, Nelson Luiz P. de Oliveira, Adriana Marcela Pompermaier, Roberto Pasinato e Norman de Paula Arruda 23 | Wilson Bessa 24 | Antonio Carlos e Iara Romanoski

22

23

24


Revista

Equilibrista

Executivos em destaque 1987

Por ter sido o segundo a receber o Prêmio Equilibrista considerei uma honra ter sido

1988

escolhido entre tantos empresários e execu-

Já dizia o filósofo grego, a 2000 anos atrás:

tivos paranaenses. O IBEF-PR deu início a um

"O Homem é um animal social!" Na ativi-

trabalho de valorização e reconhecimento

dade profissional não há nada mais impor-

das árduas e complexas funções do execu-

tante do que se relacionar com nossos

tivo financeiro. Por tal razão, foi criado, com

colegas. A troca de ideias, informações e

muita criatividade, o título de Equilibrista,

novidades é uma poderosa alavancadora de

Vencer o Equilibrista foi extremamente

que bem traduzia, o que fazíamos no dia a

nossas potencialidades. Ninguém pode ter

importante para minha vida profissional e

dia para manter nossas empresas equilibra-

sucesso no seu trabalho se isolando, se

para a comunidade administrativa finan-

das financeiramente. Parabéns pela inicia-

enclausurando com suas pretensas certezas.

ceira. À época, o Brasil atravessava uma

tiva.

Há que oferecer suas ideias e projetos ao

crise macroeconômica, com elementos

Renato Alcides Trombini, Grupo Trombini S.A

crivo da crítica dos que sabem tanto, ou

1986

hiper inflacionários, o Prêmio Equilibrista

mais, do que você mesmo. Só assim elas

direcionou-se às medidas tomadas por mim

poderão ser depuradas, aperfeiçoadas e, se

e meus colegas, para contrapor os efeitos

subsistirem, obter o merecido sucesso! Por

nocivos da turbulência econômica. Ademais,

isso é tão vanta josa a participação em

ao receber este prêmio tive o benefício de

entidades que agrupem profissionais de

crescer profissionalmente e como indivíduo.

uma mesma área. O IBEF-PR é um bom

Ser membro do IBEF-PR permite a sintonia

exemplo disso. Basta ver quantos profissio-

com as boas práticas da administração

nais de sucesso da área financeira fazem

financeira e os novos desenvolvimentos, que

parte dos seus quadros!

são absorvidos através da convivência com colegas altamente qualificados. É na verdade uma excelente oportunidade de

1989

Werner Egon Schrappe, Impressora Paranaense

“Laerte Rissato é competente, sério,

aprendizado e evolução.

honesto e rigoroso. Tão rigoroso que

Luiz Francisco Novelli Viana, MVA Partici-

me negou um crédito.” disse Karlos

pações

Rischbieter, ex-ministro e também Presidente do Conselho de Administração do Volvo. Lembro-me de quando Laerte recebeu a notícia de sua indicação para o prêmio reagiu com muita naturalidade e até com certa surpresa, por ser uma de suas características manter-se ponderado e sem

1991

alardear demais. Na época, a Volvo

A escolha do executivo em finanças do ano,

estava lutando pela conquista do

com a outorga do Prêmio Equilibrista tem

mercado com um cenário econômico

um significado muito especial para o

que passava por enormes turbulências.

homenageado. Primeiro, sobre o aspecto

Laerte tinha um estilo habilidoso ao

pessoal, segundo, pela valorização perante a

Este prêmio é muito importante, pois ele traz

tratar com os temas da economia, pois

sua equipe - subordinados e superiores. O

firmeza à vida do Executivo Financeiro abrindo

trazia experiência de bancos e outras

IBEF-PR consolidou a sua imagem com muita

para novos horizontes e uma nova maneira de

indústrias onde atuou. Em seu discurso,

credibilidade e a escolha segue criteriosos

ver a vida. O IBEF-PR nos proporciona conhecer

fez questão de agradecer muito à sua

critérios, o que agrega valor ao profissional

novos executivos, trocando ideias e informações

equipe de trabalho.

escolhido.

dentro do mundo financeiro e nos levando a ter

Laerte Rissato, Volvo do Brasil - in

Antônio Carlos Romanoski, Refrigeração

uma nova visão.

memorian (por Jorge Altair Barbosa,

Paraná

Ademar Krueger, Cia. de Cimento Itambé

Coritiba Foot Ball Club)

1990

p.24

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista 1993

O Prêmio Equilibrista foi o reconhecimento de um trabalho muito expressivo e exitoso que realizamos naquela época. A premiação publicizou nosso trabalho e nos proporcionou valiosas oportunidades profissionais. Como executivo financeiro e tendo participado do IBEF-PR integrante da sua diretoria, afirmo com toda sinceridade que foi um período de enriquecimento profissional, intelectual e de uma oportunidade ímpar,

1992

para relacionamento e troca de experiências com colegas de outras corporações.

O recebimento do Prêmio Equilibrista foi um

Paulo da Silva Lima, Perfipar Manufaturados

marco na minha carreira profissional.

de Aço

Lembro com alegria todos os momentos desde a minha escolha, até a entrega do troféu numa linda festa. Ser reconhecido pela própria classe profissional é motivo de extremo orgulho e a certeza estava no rumo certo e que todas as horas de dedicação e esforço valeram a pena. Sempre entendi a grandeza do IBEF-PR agregando e promo-

1994

O Prêmio Equilibrista é o reconhecimento das metas alcançadas, através de um trabalho em equipe, com técnica, ética e profissionalismo, por esta instituição tão conceituada. Para mim sempre foi muito importante, pois é onde podemos encontrar colegas da área financeira nos mais diversos segmentos e um meio de troca de conhecimentos, experiências e também de criar vínculos. Ruy Ciruelos Kinder, APABA - Grupo Battistella

vendo os executivos de finanças. Também vale destacar o ambiente sempre muito agradável das nossas reuniões e eventos que perduram até hoje. Espero que continue seu caminho iluminando seus executivos sendo agente motivador e agregador da classe. Armando Machado da Silva, Grupo Trombini S.A

1996

Ter sido escolhido “O Executivo de Finanças 1996” e receber o troféu “O Equilibrista” foi

receber o Prêmio Equilibrista foi uma imensa honra, alegria e gratidão. Foi a prova de que confiar na capacidade própria e ter coragem para enfrentar muitos desafios possibilitou a quebra do paradigma de premiar apenas executivos homens. Sendo a primeira mulher a receber o Equilibrista, minha responsabilidade perante a comunidade financeira e feminina ficou ainda maior e encora jou-me no enfrentamento de novos desafios. A formação profissional do executivo é incrementada significativamente, e de forma brilhante, pelo IBEF-PR. Participar estimula o intercâmbio das melhores práticas do mercado financeiro e ainda fortalece boas amizades, não só com os executivos associados, mas também com suas famílias. Nilva Amália Pasetto, InterAgro

e orgulho em minha vida. Para mim o equilíbrio está no coletivo. No auge de nossas realizações é que percebemos o quanto o coletivo influencia na nossa vida e esta interfere no coletivo. Sempre é tempo para crescer e se aprimorar, quando se tem vontade e amor no coração afinal, não nascemos fortes, mas nos tornamos fortes por atos repetidos e por vitórias e conquistadas. César Augusto Proença, Cotrans

Ed.1 Ano 14

Em 1995, momento em que poucas mulheres ocupavam altos cargos na gestão das empresas,

um fato marcante e que trouxe muita alegria

p.25

1995


Revista

Equilibrista 1999

Receber o Prêmio Equilibrista é uma grande honra, pois é um reconhecimento profissional e pessoal, além de uma motivação para o contínuo crescimento profissional. Participar do IBEF-PR significa estar sempre atualizado com o mercado empresarial do Paraná, como também do Brasil, através dos IBEFs de outros Estados.

1997

José Octávio Vianello de Mello, Pluma Conforto e Turismo

Ao lado da satisfação pessoal pelo reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo da carreira, receber este prêmio é motivo de orgulho de pertencer ao seleto grupo dos agraciados, os quais primam pela excelência do desempenho profissional. Participar do IBEF-PR traz a oportunidade de compartilhar e aprimorar conhecimentos e experiências no âmbito profissional e social, através da participação nos eventos e da convivência com os excelentes executivos que compõem seu quadro associativo. Cláudio Francisco Tolentino, Eletrofrio

1998

Receber o Prêmio Equilibrista é uma honra muito grande. Ter o trabalho reconhecido pelos colegas de profissão, que enfrentam todos os dias os desafios do mercado, é uma forma excepcional de recompensar os anos dedicados a essa carreira. O IBEF-PR é uma entidade que busca o desenvolvimento dos executivos de finanças. É uma oportunidade de trocar experiências com aqueles que exercem esta função em outras empresas do Estado e também uma forma de contribuir para difundir o aprendizado e experiência do dia a dia, o que só é possível dentro de uma entidade reconhecida na área. Neuri A. Frigotto Pereira, Spaipa

2001

Recebi o prêmio em 2001, quando ocupei pela primeira vez o cargo de diretor financeiro de uma empresa. Por ser naquele momento uma startup (GVT) o esforço e os

2000

desafios eram enormes. Neste contexto, receber o prêmio Equilibrista foi um reco-

O Prêmio Equilibrista é a maior homenagem prestada ao executivo financeiro no Brasil, com

nhecimento do mercado, e melhor ainda,

relevante reconhecimento da comunidade de negócios e da mídia. Ser agraciado com essa pre-

dos colegas financeiros, de que todo aquele

miação é uma honra e também uma grande satisfação pessoal e profissional. O IBEF-PR é uma

trabalho estava valendo a pena. Isto aumen-

entidade com relevante representatividade na comunidade financeira, contribuindo com oportuni-

tou minha motivação e me deu de forma

dades frequentes de aprendizado, através de um grande número de eventos de elevado padrão

vitalícia uma grande responsabilidade que é

técnico e qualidade intelectual. Oferece também a ampliação do relacionamento social e profis-

ser um Equilibrista, e portanto, por onde eu

sional, e vai além, valorizando a qualidade de vida e promovendo o bem-estar pessoal e familiar de

passar, deixar sempre uma marca de

seus associados.

conquistas e solidez financeira.

Adriano Rudek de Moura, Electrolux do Brasil

Karlis Jonatan Kruklis, GVT

p.26

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista 2003

Os ganhadores do Prêmio Equilibrista são todos muito afortunados, pois receber este tipo de reconhecimento através de uma votação dos membros do IBEF-PR é muito gratificante do ponto de vista pessoal e, gera muita visibilidade do ponto de vista profissional também. Foi realmente incrível. Participando do IBEF-PR tem a possibilidade de acessar a rede para fazer um “benchmarking”, para discutir ideias e até para

2002

2005

buscar uma recolocação no futuro.

A sensação de ter o seu desempenho

José Alberto Marinelli, Kraft Foods Brasil

profissional reconhecido pela comunidade

De todos os prêmios e reconhecimentos,

onde você atua é gratificante, estimulante e

este é um dos que tenho o maior orgulho,

desafiadora. Gratificante pelo fato de ver o

por sua independência do nome e da

seu esforço recompensado não apenas pela

envergadura da empresa que na época

instituição pela qual você atua, estimulante

representava. Entendo que os premiados

pois te encora ja ainda mais além de aplicar

recebem-no como um reconhecimento a

os seus conhecimentos técnicos, ser criativo,

uma gestão eficaz que se traduziu em

qualidade necessária para o sucesso de

resultado. A maior responsabilidade social

qualquer negócio e desafiadora já que o

de uma empresa é ter resultados crescentes

prêmio estabelece, mesmo que inconsci-

e contínuos, estes darão capacidade de

entemente, um novo patamar de perfor-

investimento e de crescimento, maiores e

mance e portanto o dia seguinte inicia a

melhores empregos, maiores tributos, enfim

2004

partir deste nível. Na verdade é como o

Há alguns anos fui honrado com a

IBEF-PR ressalta todos os anos por ocasião

sociedade. É importante participar de uma

lembrança de meu nome para o Prêmio

da solenidade de entrega do prêmio,

entidade como o IBEF-PR porque é séria,

Equilibrista e tal conquista, concedida por

trata-se do “Oscar” da comunidade finan-

ilibada e, independente, que referenda

uma entidade tão representativa, reforçou

ceira.

práticas competentes, promove o desen-

ainda mais meu objetivo de investir no

Gerson José Alberti, Electrolux

volvimento e o compartilhamento de

constante aprimoramento profissional. Com

experiências.

sua importância e história, o IBEF-PR desen-

Maria Carolina Zani, O Boticário

volve um trabalho que dignifica seus asso-

uma gestão financeira boa para toda a

ciados. Divanir Higino da Silva, Cocamar

2007

O Prêmio Equilibrista teve um significado muito grande em minha carreira profissional, afinal ser um executivo de finanças no Brasil é uma missão ainda mais complexa e requer uma capacidade criativa singular para enfrentar todos os episódios macroeconômicos e desafios associados. A premiação teve um simbolismo ainda mais especial, pois receber tal prêmio foi um

pares que representam a comunidade financeira tem o mesmo sabor de receber um abraço de pessoas que você ama. Momento que marca o presente e te encora ja para o futuro. Participar de uma entidade como o IBEF-PR, além de trazer aprendizado contínuo, promove o convívio com pessoas de alto conteúdo, que buscam a troca constante de apoio e amizade. Luis Antonio Giacomassi Cavet, IMCOPA

mance enquanto diretor financeiro, num setor tão combalido como o da construção civil - setor sabidamente fundamentado em capital intensivo e ciclo longo. O maior legado foi o convite para me tornar CEO da empresa no ano seguinte, para então enfrentar outro desafio de conduzir a empresa ao seu processo de M&A, em meio à maior crise financeira internacional. Sandro Westphal, Grupo Thá

Ed.1 Ano 14

O sentimento de receber o Prêmio Equilibrista dos

reconhecimento máximo da minha perfor-

p.27

2006


Revista

Equilibrista 2009

O Prêmio Equilibrista é muito mais que um bonito troféu, ele representa a coroação de um trabalho bem feito, projetando o nome da empresa e do profissional para o mercado. É um motivo de orgulho para todos. No meu caso em especial, foi um acelerador de carreira, muitas coisas boas apareceram em minha vida após este prêmio. O IBEF-PR é um ótimo grupo onde fortalecemos nosso networking profissional

2008

e também onde encontramos grandes amigos. Isto nos a juda em nossas empresas

É uma satisfação poder compartilhar esta

e a construir um país melhor. Recomendo

homenagem com os amigos. Para mim,

fortemente a todos que participem ativa-

economista por formação mas financista por

mente.

gosto, prazer e atuação, este é um reco-

Ciro Cesar Possobom, Renault do Brasil

nhecimento importante na cidade que nos

2010

O prêmio recebido é um indicativo da atuação profissional e da contribuição de quem o recebe para o aprimoramento das ideias sobre finanças e da ética no exercício de seu trabalho. A importância de participar de entidades como o IBEF-PR reside na possibilidade de compartilhar, com seus

acolheu. Parabéns ao IBEF-PR pela determi-

pares, as preocupações, os conhecimentos e

nação e organização. Nós, executivos de

as informações sobre os assuntos perti-

finanças, teremos um papel muito relevante,

nentes. E isso traduz-se em ganho profis-

seremos fortemente demandados em nossa

sional e crescimento pessoal.

profissão, aliás cada um de nós já está sendo

José Pio Martins, Universidade Positivo

um Equilibrista no momento atual, afinal de contas, como está sendo preparado o orçamento para 2009? E a revisão do planejamento estratégico de investimentos? No ano que vem, todos nós seremos premiados como Equilibristas. Helvio Quintão, Banco CNH Capital S/A (in memorian)

2011

Para o premiado é um marco do reconhecimento por êxito em desafios relevantes enfrentados. Para a comunidade de executivos é uma real inspiração para enga jar-se

2012

em projetos e produzir resultados supe-

Receber o Prêmio Equilibrista foi o reco-

riores. É importante participar de uma

nhecimento profissional de mais de 25 anos

comunidade que está atualizada com os

dedicados a administração financeira. Foi a

temas relevantes do mundo das finanças e

comprovação de que valeu a pena tanto

acessar experiências num ambiente de

esforço e dedicação para com uma carreira

colaboração.

que muitas vezes parece fria e áspera. Estar

Luiz César Teixeira, ArcelorMittal Gonvarri

no IBEF-PR é saber que estou acompanhado da nata do mundo das finanças. Além da amizade, é poder contar com pronta atualização sobre os principais temas financeiros. Marcos Andreetto Perillo, Grupo Battistella

p.28

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista

Eventos IBEF-PR

Quem faz parte do IBEF-PR pode participar de eventos e atividades realizadas ao longo do ano. A cada encontro uma oportunidade para formação técnica de alto nível com temas atuais. O networking ultrapassa a rígida rotina do executivo paranaense e propicia, através de um ambiente agradável, um contato instigante com profissionais de diferentes áreas de atuação.

Clecio Luiz Chiamulera e Clovis Tavares

Seminário: Finanças e Governança Corporativa Em abril de 2014, o IBEF-PR e

Gestão 2013/2015 A elegante cerimônia de posse da Gestão 2013/2015 foi marcada pela presença de alguns dos mais importantes executivos financeiros do Estado. O destaque ficou com a palestra descontraída de Clovis Tavares que abordou o tema renovação e excelência.

IBGC realizaram o Seminário: Finanças e Governança Corporativa em parceria com a FIEP-PR. O evento reuniu mais de 300 executivos que discutiram temas como criação de valor; gestão de

Seminário IBEF-PR e IBGC

riscos; desafios em empresas privadas e de economia mista; diferentes papéis da governança corporativa, dentre outros.

Dirceu Correa Sobrinho, Nicolau Kozievitcz e Joelson Lopes

Luiz Carlos Mendonça de Barros

foi Diretor do Banco Central do Brasil, presidente do BNDES (1995) e atualmente é sócio fundador, CEO e Estrategista da Quest Investimentos Ltda. Esteve no Palacete dos Leões para falar sobre as dinâmicas da economia traçando uma linha do tempo das diversas crises econômicas que o Brasil passou desde o Plano Cruzado.

Comitê de Governança e Compliance Renato Issatugo, responsável pelo relaciona-

Rotineiramente os associados do IBEF-PR se reúnem em jantares de confraternização que oportunizam um convívio com familiares e amigos que já passaram pela instituição. A comemoração dos aniversariantes do mês também contribui para descontração e companheirismo entre os participantes.

mento BM&FBOVESPA, esteve em Curitiba para ministrar palestra sobre o Bovespa Mais. Nela apresentou quais os requisitos de maior relevância para avaliação das empresas buscando desenvolvimento do mercado brasileiro de ações. Participaram também Clecio Luiz Chiamulera (IBEMA) e Fernando Machado (Banco Votorantim).

Eventos realizados por:

P EVENTOS

pompereventos.com.br

Ed.1 Ano 14

Ex-ministro das Telecomunicações, Barros também

Fernando Machado, Renato Issatugo, Clecio Luiz Chiamulera e Marcos Perillo

p.29

Palestra com Luiz Carlos Mendonça de Barros

Jantar de Confraternização


Revista

Equilibrista

Prêmio, pra que prêmio? O dinheiro, tal como o conhecemos hoje,

de lidar com dinheiro” sofreu centenas

empresas: um passo em falso, uma conta

foi inventado/aperfeiçoado no Ocidente

de inovações: surgiram as bancas de

errada na hora errada e tudo pode ser

pelo rei Creso da Lídia (Ásia Menor) há

crédito, as letras de câmbio, as promis-

perdido, inclusive o emprego de milhares

aproximadamente 600 anos a.C. A ideia

sórias, o mercado de ações e até o

de pessoas. Por outro lado, decisões

criativa de Creso foi dar a um pedaço de

famoso cheque pré-datado dos brasilei-

acertadas multiplicam riquezas, levan-

metal o poder de câmbio, isto é, de troca.

ros,

tam

Desse tempo até os nossos dias muito se

substituído

dos

maquinários, para a construção de edifí-

fez com o dinheiro: impérios foram

cartões de crédito. Esta, uma bela ideia

cios, fábricas, estradas e o estimulo às

construídos/destruídos,

foram

de um representante comercial, que um

áreas de plantios.

declaradas, novas regiões no planeta

dia convidou os amigos para um jantar e

descobertas e conquistadas, doenças

na hora de pagar a conta percebeu que

Apesar da importância do seu trabalho,

debeladas e o homem pisou na Lua.

havia deixado a carteira em casa. A

são mal compreendidos, tendo contra si

criatividade

a nossa cultura ibérica/religiosa a nos

guerras

hoje

de

saudosa

pela

memória,

proliferação

humana

é

mais

fértil

fundos

o

aquisição

momento:

quando o assunto é “grana”, principal-

dizer

mente em momentos de dificuldades e

pecado”. Lutam diariamente contra as

graças à possibilidade da invenção do

escassez. Aliás, a palavra dinheiro é uma

regras

dinheiro expandiu-se abrindo fronteiras,

das que contém o maior número de

sempre afoitos por mais impostos, circu-

aproximando

sinônimos em qualquer idioma.

lam por malhas burocráticas intrans-

draconianas

dos

“lucro

de

troca de mercês, isto é, de favores,

distribuindo

todo

a

O comércio - cuja palavra quer dizer

povos,

a

para

é

governantes

poníveis e ao mesmo tempo em que

riquezas e, quase sem querer, dando substancial apoio ao crescimento da

O IBEF que congrega esses modernos

vêem o resultado do seu trabalho ser

matemática; esta, nascida das cabeças

profissionais do “vil metal”, chamados

espoliado por juros estratosféricos.

dos

hoje de CFOs - Chief Financial Officers,

contadores

e

dos

coletores

de

impostos, com o belo nome de bija-

ou

ganita,

de

“o

homem

que

controla

o

Marqueteiros

são

sementes.

dinheiro”, vem realizando homenagens

premiados,

Naquele tempo, os soberanos precisa-

anuais aos trabalhos mais criativos e

própria,

vam saber o quanto seus silos continham

inovadores da área. Criou o prêmio O

levados a categoria de gênio sem mere-

de

trigo,

Equilibrista - justo nome para esses

cimento, pois foram bafejados, ou pelos

cevada e arroz para calcular se, com o

magos da modernidade que ficam guar-

próprios

estoque que tinham, poderiam enfrentar

dados em salas discretas em fabulações

aleatórios - sorte mesmo. Já os financei-

tempos de escassez. Povo com fome é

ainda mais discretas. Na vida real traba-

ros, guardados em seus afazeres, quase

povo perigoso. Das contas financeiras

lham como aqueles jogadores de futebol

nunca são reconhecidos publicamente.

dos comerciantes, a matemática passou

que são importantes para o time, mas

Quando prêmios, como os dos IBEF, são

para as mãos dos astrônomos, cientistas,

não aparecem para a torcida. Serão eles

oferecidos a alguém podemos dizer com

engenheiros e navegadores que sofisti-

tão criativos quanto os seus parceiros

certeza - fez por merecer, porque a

caram seus cálculos, pois haviam se

barulhentos das áreas comerciais, do

conta tem que fechar.

iniciado na lida da construção de pontes,

marketing

igrejas e castelos, além de calcular o

certeza o são e muitos em graus até

passo das estrelas e se aventurar por

mais elevados, pois seu desafio é da

mares nunca dantes navegados.

área da lógica, onde a conta dois mais

a

cereais,

arte

e

contar

especialmente

de

e

da

publicidade?

legislam

criando

financeiros

em

prêmios,

ou

por

causa muitos

fatores

Com

dois tem que ser igual a quatro. Dos seus Desde Creso até os nossos dias, o “oficio

pois

constantemente

cálculos e decisões - o destino das

por Eloi Zanetti Especialista em marketing, comunicação e

p.30

Ed.1 Ano 14

vendas, escritor, palestrante


Revista

Equilibrista

Equilibrista Magazine

Financial equilibrist?

arms with open hands form the Chinese ideogram that means

Brazilian Economy

"friend". The left foot stepping ahead reveals the intuition of To understand the significance of the EquilibristaTrophy, a

the professional to clearly see the paths to follow. The balance

TIMELINE 1986-2014

tribute to finance executives in Paraná state, it is necessary to

on the wheel means that, although counting on the collabora-

Source: IBRE/FGV. Issue Rubens Mazzali

review history in the early 1980s. Inflation was extremely high,

tion of a team, the executive is always alone when making

reaching 30% per month – while today we are concerned, and

decisions, thus responsible for the success or failure of the

1986

with good reason, that our inflation rate is more than 6% per

whole structure.

Cruzado I Plan freezes prices and wages for a year and ends

year.

The tradition of the event also has effects in our present time.

with the monetary restatement, besides exchanging the

It isn't difficult to imagine that a professional needs to be a

Being awarded is like to get an invitation to be part of a small

currency from cruzeiro (Cr$) to cruzado (Cz$), cutting three

equilibrist to keep a company active. If money isn't used for

group of people who, for their hard work and dedication, were

zeros. Arise "Sarney's inspectors."

just one day, it loses 1% of the value. How can we balance cost

responsible for the construction of history. This way, the

with sales price? Is it getting results? Do prices and costs

Equilibrista Trophy becomes a source of enchantment and

1987

change too fast? How to draw a medium and long-term

wish for the professional who is engaged to what will happen in

Suspended payments on foreign debt. Begin work of the fifth

budget? How to calculate return on investment and recom-

the future.

National Constituent Assembly. Bresser Plan freezes prices,

mend, or not, an investment? Hence the idea to pay tribute to

Therefore, it is necessary that – in these times when everything

wages and rents for 90 days, in addition increases taxes,

finance executives that stood out in this scenario.

seems to be disposable – we preserve values and traditions

eliminates subsidies and suspends large constructions. Lula is

But, does it make sense to maintain the EquilibristaTrophy in a

that cannot be forgotten, and also strengthen the respect to

launched candidate for the presidency by PT.

scenario of rising inflation?

everything that represents the construction of a society in

It makes a lot of sense. Finance executives have stopped

change, focusing on ethics, freedom and respect for

1988

investing so much time to escape inflation and started to focus

institutions, which, in the final analysis, are pillars of the

Bresser is replaced by Maílson da Nobrega at the Ministry of

in strategy, advancing operations for financing investments.

democratic regime.

Finance which announces an economic policy called "feijão

This allowed companies to grow, seek new markets, increase

Equilibrists of the future shall bring hope for change, and

com arroz". Arises the Party of Brazilian Social Democracy

local and international competitiveness.

convergence rules shall be established with respect to

(PSDB). Constituent Assembly promulgates the new constitu-

When analyzing the equilibrists' successful projects, we

individuals and their aspirations, discarding what could bring

tion.

realized that all of them are focused on the strategic actions of

a moral bankruptcy of society in all its instances.

PIB of –0,06% and inflation of 1.037,56%.

expansion, construction of factories, low cost and long-term

Money, power and prestige shall always be the result, and not

financing operations. It is clear that nowadays executives still

the objective, of the work carried out with dedication and love.

1989

balance the company, but in a new manner.

This is an important difference between ambition and greed –

Verão Plan creates Cruzado Novo (NCz$); freezes prices;

This publication is an initiative of IBEF-PR that seeks to rescue

which are different in concept, but so mistaken in practice.

extinguishes the monetary restatement; and proposes privati-

the history of finance executives in Parana. It brings testimoni-

It is worth reminding Clarice Lispector's advice:

zation of state companies and cuts in public spending. Fall of

als from award winners, successful entrepreneurs and events

"We shall change, but start slowly, for direction is more

the Berlin Wall, a symbol of the Cold War between the USA

promoted by IBEF-PR in partnership with other institutions.

important than speed."

and USSR, begins the reunification of Germany.

In 2015, the award will complete 30 years with a full edition to

Finally, I make my own request for those who, in any way, seek

Fernando Collor de Mello (PRN) is elected president.

select the largest number of cases from these executives who

for acknowledgement in the professional scenario: be fair and

PIB of 3,16% and inflation of 1.782,89%.

advance Paraná state's econo-mics.

go ahead with ethics, companionship and loyalty.

Clecio Luiz Chiamulera, President of IBEF-PR

Henrique Gaede, President of the "Equilibrista Trophy" Organ-

Collor Plan: exits the cruzado novo (NCr$) and returns the

izing Committee

cruzeiro (Cr$); blocking by 18 months of deposits in current

Past, present and future

IBEF-PR, 2014

accounts and savings passbooks higher than 50 thousand

I was president of IBEF-PR for four years.

Executive Education as a value proposal

1990

cruzados novos; new freeze of prices and wages; and end of subsidies and tax incentives. Gulf War. Launched the National Privatization Program.

Before that, I attended the Committee of Events, at the invitation of my good friend José Écio Pereira, and the

Developed by IBEF-PR in partnership with the Higher Institute

Committee of Tax Legislation, where I could develop projects

of Administration and Economics (ISAE), this publication

that were closer to my professional performance.

brings reports of creativity, innovation and balance in the

1991

Participating in the committees, little by little I noticed the

conduct of financial processes and management. The

Collor 2 Plan. New freeze of prices and wages. Interest rates

importance of our institute in the professional and personal

compilation of cases from Equilibrista Trophy and Finance

rise. Import tariffs are reduced. Interest Reference Rate (TR)

lives of its members. IBEF gathers professionals from several

Highlight winners records the experiences of these managers

in place of BTN. Dissolution of the Soviet Union.

segments of Paraná State's economic activity and, since it's

and serve as benchmarking, showing solutions for the creation

The Consumer Protection Code is effective. End of the Gulf

aligned with major business issues, especially in the financial

of new methods and promoting best practices in finance.

War.

PIB of -4,35% and inflation of 1.476,71%.

PIB of 1,03% and inflation of 480,23%.

area, it has become an important information center for the decision-making process and professional development.

ISAE, as a business school focused on management,

This exchange of information happens through courses,

understands the role of finance professionals. By combining

1994

seminars and other social events that bring people closer to

strengths, dividing and sharing efforts, they have an

Created the Real Value Unit (URV), new index of value loss for

each other, promoting great relationships that become

important mission to balance financial indicators, promoting

cruzeiro real and equal to one dollar (CR$ 2.750). Real Plan is

friendships.

value and sustainability in their companies.

effective. The new currency becomes Real (R $). Currency

In 1985, this process of fellowship has become even more

We believe that executive education is a determinant factor

crisis in Mexico, the "tequila effect" affects the economies of

attractive.

for new proposals of financial management in companies.

emerging countries.

Since then, every year, IBEF's associates grant the Equilibrista

Through this innovative performance, these professionals

Fernando Henrique Cardoso (PSDB-PFL) is elected president

Trophy to the associate who, for an outstanding personal and

bring the foundations for the decision-making process in

in the first round.

professional conduct, receives the title of Finance Executive of

environments of high complexity.

PIB of 5,33% and inflation of 1093,89%.

Have a good reading!

1995

the Year. IBEF's associates and the Paraná community acknowledge

Fernando Henrique establishes in the government. Pedro

executives for their professionalism and talent, which turn them into role models to be followed. It is often said that it is

Norman de Paula Arruda Filho

Malan is the Minister of Finance. Mercosur starts to work. World

a kind of Oscar in the financial segment.

President of ISAE, president of PRME Chapter Brazil (UN

Trade Organization (WTO) begins to operate.

The strength of the event – now in its 29th edition – comes

Principles for Responsible Management Education) and

PIB of 4,42% and inflation of 14,78%.

from its tradition, its history and everything that the award

Director of the Global Compact Bra-

represents in the life of honorees, who have the privilege of

zilian Committee

1997

receiving the sculpture designed by plastic artist Osni Branco.

Brazilian Central Bank intervenes in Bamerindus. Privatization

From the artist's point of view, the sculpture's outstretched

of Companhia Vale do Rio Doce and concession of the railway.

p.32

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista Magazine

Equilibrista

Asian crisis and fall of world's stock exchanges.

he starts an operation at the new unit in Juiz de Fora (Minas

which are absorbed by means of the coexistence with highly-

PIB of 3,38% and inflation of 7,48%.

Gerais), whose funds were partially obtained from BNDES.

qualified colleagues. It is indeed a great opportunity to learn

1998

Mauricio Nascimento, a finance executive focused on people

Fernando Henrique reelected as president. Due to the Asian

(Aker Solutions)

and grow. Luiz Francisco Novelli Viana, MVA Participações 1987

(October 1997) and Russian (August 1998) crisis, the government negotiates agreement with IMF, to receive US$ 18 billion.

Since August this year, Mauricio Nascimento has been the

For having been the second to receive the Equilibrista Award,

The inauguration of Ayrton Senna Complex marks the

CFO at the Subsea division – a main business of the new Aker

I felt honored for having been chosen among so many

beginning of a new era in the Paraná economy, since the 70s

Solutions (Oslo, Norway). Before, he worked in various interna-

entrepreneurs and executives from Paraná. IBEF-PR started a

when the first factories settled in the state.

tional projects: during his MBA studies at Purdue University

promotion and recognition process of the arduous and

PIB of 0,04% and inflation of 1,70%.

(Indiana, USA), Paris, Milan and California, where he spent 12

complex roles played by the financial executive. For this

years at United Technologies Corporation.

reason, with a lot of creativity, the Equilibrista title was created,

2001

which properly translates what we routinely do to keep our

On September 11, Al-Qaeda terrorists throw planes with

companies financially balanced. Congratulations for the initiative.

passenger into the twin towers of the World Trade Center in New York and the Pentagon. The United States invade Afghani-

GREAT WINNERS 2014

stan for harboring Bin Laden. In Brazil, the Fiscal Responsibility

Mauricio Marchesini Carvalho, a young intra-entrepreneur

Law enters into force.

(Faurecia)

Renato Alcides Trombini, Grupo Trombini S.A 1988 As the Greek philosopher used to say 2000 years ago: "The

PIB of 1,31% and inflation of 10,40%. Majored in Administration (Universidade Positivo), Mauricio

Human Being is a social animal!" In the professional activity

2003

has 15 years experience in the financial area. Currently, he is

there is nothing more important than relating with our

Lula takes up presidency with a commitment to end hunger

Treasury Manager South America in Faurecia, where he has

colleagues. The exchange of ideas, information and news is a

and promises to show growth. Launched the Zero Hunger

been working for two years. He began his career as a trainee

powerful tool to advance our potential. No one can be success-

program. Government launches Bolsa Familia and later the

at Kraft Foods, and at the Boticário Group he won the 2011

ful in his or her work by being isolated, trapped in his or her

PAC (Growth Acceleration Program) with investments of R$

Professional Excellence award. At Faurecia, he has developed

alleged certainties. All ideas and projects must be subject to

503.9 billion. American troops invade Iraq.

great work in restructuring the financial area, treasury and

the sieve of criticism of those who know as much as, or even

PIB of 1,15% and inflation of 7,67%.

insurance, issuing the first debenture of the company, risk

more than, you. This is the only way to debug, perfect and

management and efficiency projects of capital structure.

replace - if needed - them, and to achieve the deserved success! This is why the participation of entities is so advanta-

2008 Economy lives great optimism phase and Brazil receives

Alfons Ferres de Haro, a foreigner in the Brazilian market

geous, as they bring together professionals from the same

investment from Standard & Poors. Bankruptcy of Lehman

(Incepa Revestimentos Cerâmicos)

area of expertise. IBEF-PR is a good example of this. All you have to do is look at how many successful professionals from

Brothers triggers global crisis in the following year. Majored in Administration in Barcelona, in 2002 he joined the

the financial sector are in their ranks!

2011

Roca Group, and worked in the United States (2004) perform-

Werner Egon Schrappe, Impressora Paranaense

Dilma Roussef takes up Presidency and Brazil is elevated to the

ing cost control and managing points of sale, besides being

world's sixth largest economy. The Financial Crisis advances in

responsible for the implementation of the company's business

USA and Europe. Brazilian government stimulates economy

plan. He came to Brazil (2009) as Administrative and

"Laerte Rissato is competent, serious, honest and rigorous. So

with rising of credit and tax reduction.

Financial Director of Incepa Revestimentos Cerâmicos,

rigorous that he turned me down for credit”, said Karlos

1989

performing in management control, business profitability,

Rischbieter, former minister and also President of the Board of

2014

sales channels, products and customers. He has developed

Directors at Volvo. I remember when Laerte received the

With a total investment of R$ 5.8 billion reais, Klabin is building

projects to review and change the capital structure, assess

news of his indication for the award and reacted very

a new factory in Ortigueira, Paraná state. In 2016, will generate

and implement tax opportunities, elaborate and implement

naturally and somewhat surprised, as it is one of his charac-

1,400 new jobs and will have a production capacity of 1.5

the company's strategic plan.

teristics to remain in control and without boasting. At the time, Volvo was fighting to conquer the market with an economic

million tons of pulp per year.

Edineia Martins, a woman who invests on changes

Neuri Nunes de Lima, an accountant specializing in the

scenario that was going through enormous turbulence. Laerte

implementation of large systems

had a stylish way of handling themes relating to economy,

(Gestamp)

since he carried the experienced gained at the banks and

(JTEKT Automotiva Brasil)

companies in which he had previously worked. In his lecture, Bachelor's degree in Accounting (FESP), he came from

he made a point of thanking his work team.

In 2002, she started work at JTEKT Automotiva Brasil, a

Iretama (Paraná) to become Administrative and Financial

Laerte Rissato, Volvo do Brasil - in memorian

Japanese multinational in the automotive industry that

Director at Gestamp Brazil. He has worked for 11 years in this

(for Jorge Altair Barbosa, Coritiba Foot Ball Club)

specializes in the production of hydraulic and electric steering

Spanish multinational from the auto parts industry, managing

systems. She is the current Executive Director and has stood

six operations in Brazil with more than 3,000 employees.

1990

out in the implementation of the company in Paraná. Financ-

Specialized in due diligence, he led the project to incorporate

This award is very important, since it strengths the life of the

ing obtained with FINEP was an essential item to approve the

four companies of the group, optimized tax gains and

Financial Executive by offering new horizons and a new way

investment that the Japanese matrix made in Brazil.

implemented an ERP SAP system in all plants in Brazil.

to face life. IBEF-PR gives us the chance to get to know new executives, exchanging ideas and information within the financial world and leading us to a new vision.

Her base is accountability, but she is currently developing Highlighted executives

Ademar Krueger, Cia de Cimento Itambé

1986

1991

To win the Equilibrista was extremely important for my profes-

The choice of the year's financial executive, with the Equilibrista

Joelson de Oliveira Lopes, a life in the metallurgical industry

sional life and for the financial administration community. At

Award, has a very special meaning for the receiving this

(Brafer Construções Metálicas)

that time, Brazil was going through a macroeconomic crisis,

award. First, on the personal aspect; second, for the apprecia-

with hyper-inflationary elements, and the Equilibrista Award

tion before his or her team - subordinates and superiors.

Specialist in financial administration and industrial costs, he

was directed towards the measures taken by myself and my

IBEF-PR has consolidated its image with a lot of credibility and

worked for 25 years at Castelo Construções Metálicas S/A and

colleagues to counter the harmful effects of the economic

the choice follows extremely careful criteria, which adds value

at Mueller Irmãos S/A. Since 1997, he has worked at Brafer

turbulence. Furthermore, upon receiving this award, I had the

to the chosen professional.

Construções Metálicas S/A. Having a sharp vision and

benefit of growing both professionally and as an individual. To

Antônio Carlos Romanoski, Refrigeração Paraná

planning ahead of time, he works with clear objectives to

be a member of IBEF-PR allows harmony between the best

maintain a perfect balance in cash flow. In November 2014,

practices of financial administration and new developments,

skills for people management and leadership. She was born

p.33

Curitiba in 1991, starting her career at Editel Phone Lists.

Ed.1 Ano 14

in Ribeirão Claro, in the interior of Paraná State, and moved to


Revista

Equilibrista

Equilibrista Magazine

1992

awardees who strive towards excellence of professional

2003

To receive the Equilibrista Award was a milestone in my

performance. IBEF-PR provides the opportunity of sharing and

The awardees of the Equilibrista Award are extremely

professional career. I joyously remember all the moments

enhancing knowledge and experiences in the professional

fortunate for receiving this type of recognition through voting

from the time I was chosen to the time when I received the

and social areas, by means of participating in events and in

by part of IBEF-PR members, and it is extremely gratifying

award during a beautiful ceremony. To be recognized by my

rubbing shoulders with the excellent executives who compose

from a personal point of view, and generates a lot of visibility

own professional category is reason to be extremely proud

its associative framework.

from the professional point of view as well. It was really

and carries the certainty that I am headed in the right

Cláudio Francisco Tolentino, Eletrofrio

incredible. To participate in IBEF-PR carries the possibility of accessing the network to do a "benchmark", to discuss ideas

direction, as well as that all those hours of dedication and hard work were really worth it. I have always known the greatness

1998

and even to look for a future placement.

of IBEF-PR for adding and promoting the finance executive. It

To receive the Equilibrista Award is a great honor. The recogni-

José Alberto Marinelli, Kraft Foods Brasil

is also worth mentioning the always-pleasant environment at

tion of my work by profession colleagues, the same ones who

our meetings and events, one that remains the same even

face the challenges presented by the market on a daily basis,

2004

today. I hope it will continue on its journey illuminating its

is an exceptional way of rewarding all those years dedicated

A few years ago I was honored for having my name remem-

executives and being a motivating and unifying agent for the

to this career. IBEF-PR is an entity that seeks the development

bered for the Equilibrista Award and such achievement,

class.

of finance executives. It is an opportunity to exchange

granted by such a great entity, further strengthened my

Armando Machado da Silva, Grupo Trombini S.A

experiences with those who perform this role in other compa-

objective of investing in continuous professional improvement.

nies in the State, and also as a way of contributing towards

With its importance and history, IBEF-PR develops a work that

1993

spreading the learning and daily experiences, which is only

dignifies its associates.

The Equilibrista Award was the recognition of a very expressive

possible within an entity recognized in the field.

Divanir Higino da Silva, Cocamar

and successful job that we performed at that time. The award

Neuri A. Frigotto Pereira, Spaipa 2005

publicized our work and provided us with valuable professional opportunities. As a financial executive and having

1999

The feeling of having your professional performance

participated in IBEF-PR as part of its board, I state with all

To receive the Equilibrista Award is a great honor since it is a

recognized by the community in which you act is rewarding,

sincerity that it was a period of professional and intellectual

professional and personal recognition, in addition to being a

stimulating, and challenging. It is gratifying because you see

enrichment, and a unique opportunity for networking and

motivation towards continuous professional growth. Being

your efforts being rewarded not only by the institution in

exchanging experiences with colleagues from other corpora-

part of IBEF-PR means always being up to date with the

which you work; it is stimulating as it further encourages you to

tions.

corporate market from Paraná, as well as the one in Brazil,

apply your expertise and to be creative, which are necessary

Paulo da Silva Lima, Perfipar Manufaturados de Aço

through the IBEFs from other States.

qualities for success in any business; and challenging since the

José Octávio Vianello de Mello, Pluma Conforto e Turismo

prize establishes, even if unconsciously, a new level of performance and therefore the next day starts from this level.

1994 The Equilibrista Award is the recognition of those objectives

2000

The truth is, the way as IBEF-PR is highlighted every year on the

achieved through team work, with techniques, ethics and

The Equilibrista Award is the greatest tribute paid to a financial

occasion of the awards ceremony, it is considered as the

professionalism, by this well-regarded institution. It has

executive in Brazil, with relevant recognition from the business

"Oscar" of the financial community.

always been very important to me, since it is where we can

community and the media. To be honored with this award is

Gerson José Alberti, Electrolux

meet colleagues from the financial field from a wide range of

an honor as well as a great professional and personal satisfac-

segments, as well as a way of exchanging knowledge,

tion. IBEF-PR is an entity with relevant representation in the

2006

experiences, and networking.

financial community, contributing with frequent opportunities

The feeling of receiving the Equilibrista Award from the pairs

Ruy Ciruelos Kinder, APABA - Grupo Battistella

for learning through a great number of events and elevated

representing the financial community feel the same as receiv-

technical standards, and intellectual quality. It further offers the

ing an embrace from someone you love. It is a moment that

1995

extension of social and professional networking, and it goes

sets the present and encourages the future. To participate in

In 1995, a time when very few women occupied high-ranking

beyond by valuing the quality of life and promoting the

an entity such as IBEF-PR, in addition to bringing continuous

positions in companies, to receive the Equilibrista Award was

personal and family well-being of its associates.

learning, promotes the gathering of high-content people, who

an immense honor, joy and gratitude. It was proof that trusting

Adriano Rudek de Moura, Electrolux do Brasil

strive towards the continuous exchange of support and

someone's own capacity and having the courage to face a lot

2001

friendship.

of challenges enabled me to break the paradigm of only

I was awarded the 2001 award, a time when I occupied for the

Luis Antonio Giacomassi Cavet, IMCOPA

awarding male executives. As the first woman to receive the

first time the position of financial director in a company. For

Equilibrista Award, my responsibility before the financial and

being a startup (GVT) at that time, the efforts and challenges

2007

female community increased and encouraged me to face

were enormous. In this context, to receive the Equilibrista

The Equilibrista Award has a very important meaning in my

new challenges. The executive's professional training is

Award was recognition by the market, and better yet, by my

professional career, since - after all - being a financial

significantly, and brilliantly, done by IBEF-PR. Being a part of it

financial colleagues, that all that work was worth it. This

executive in Brazil is an even more complex mission and

stimulates the exchange of best practices from the financial

furthered my motivation and gave me a great responsibility

demands a unique creative ability in order to face all related

market and it further strengthens friendships, not only with

for life of being an Equilibrista, in other words, to leave a mark

macroeconomic and challenging episodes. The award had an

associated executives, but also with their families.

of achievements and financial soundness wherever I go.

extra special meaning, since receiving such an award is the

Nilva Amália Pasetto, InterAgro

Karlis Jonatan Kruklis, GVT

maximum recognition of my performance as financial

1996

2002

based on intensive capital and long cycles. The greatest

To be chosen as the "1996 Financial Executive" and to receive

Of all the awards and recognitions, this is one of for which I am

legacy was the invitation for me to become CEO of the

the Equilibrista Award was a milestone for me, and it brought

the most proud, for its independence from the name and the

company in the following year, to then face another challenge

a lot of joy and pride to my life. In my opinion, balance is in the

size of the company that I represented at the time. I

of leading the company throughout its M&A process, amidst

collective. At the height of our achievements is that we realize

understand that the awardees receive it as recognition for the

the international financial crisis.

how much the collective influences our lives and how they

effective management, which translates itself into results. The

Sandro Westphal, Grupo Thá

influence the collective. There is always time to grow and for

greater social responsibility of a company is to achieve

improvement, where there is desire and love in the heart, as,

continuous and growing results that will provide capacity for

2008

after all, we were not born strong, but we became strong due

investment and growth, bigger and better jobs, greater

It is a pleasure to be able to share this honor with my friends.

to repeated acts and for those victories achieved.

awards, and to conclude, sound financial management for the

For me, an economist by training but financier by choice,

César Augusto Proença, Cotrans

entire society. It is important to participate in an entity such as

pleasure and performance, this is an important recognition in

IBEF-PR since it is serious, irreproachable, and independent -

the city that welcomed us. Congratulations to IBEF-PR for the

1997

a reference for competent practices, promoting the develop-

determination and organization. We, finance executives, will

As well as the personal satisfaction that came with the recogni-

ment and sharing of experiences.

play a very important role, will be heavily demanded in our

tion of the work performed during the career, to receive this

Maria Carolina Zani, O Boticário

profession, which is presently making an Equilibrist out of

director, in such a weary field as construction, which is a field

award is reason to be proud for belonging to a select group of

every each one of us. By the way, how is the 2009 budget

p.34

Ed.1 Ano 14


Revista

Equilibrista Magazine

Equilibrista

How about the review of the strategic

brought together more than 300 executives who tackled

IBEF, which brings together these modern professionals of the

planning for investments? Next year, we will all be awarded as

topics such as creating value; risk management; challenges in

"vile metal", today called CFOs - Chief Financial Officers, or

Equilibrists.

private and mixed economy companies; different roles of

"the man who controls the money", has been conducting

Helvio Quintão, Banco CNH Capital S/A (in memorian)

corporate governance, among others.

annual tributes to the more creative and innovative works in

2009

Lecture with Luiz Carlos Mendonça de Barros

these wizards of modernity who remain locked away in

The Equilibrista Award is more than a pretty trophy; it

Former Telecommunications minister, Barros was also Director

discreet rooms under even more discreet tales. In real life,

represents the crowning of a job well done, projecting the

of the Brazilian Central Bank, President of BNDES (1995) and is

they work as those football players who are important for the

name of the company and of the professional into the market.

currently the founding partner, CEO and Strategist at Quest

team, but are not put in display for the crowd. Will they be as

It is a reason for all of us to be proud. In my case in particular,

Investimentos Ltda. He was present at the Palecete dos Leões

creative as their noisy partners from the commercial, market-

it was a career accelerator, since quite a few good things in

(Lions Mansion) to talk about the dynamics of the economy by

ing, and advertising departments? They will indeed and many

my life have come up after this award. IBEF-PR is a great group

drawing a time line of the various economic crisis faced by

degrees higher, since their challenge is in the field of logic,

where we strengthen our professional networking professional

Brazil since the Cruzado Plan.

where the sum of two plus two must always be equal to four.

coming along?

the field. The Equilibrista Award was created - a fair name for

From their calculations and decisions - the fate of companies:

as well as where we meet great friends. This helps us in our companies and to build a better country. I highly recommend

Compliance and Governance Committee

a false step, a miscalculation and it all can be lost, including

that everyone actively participate.

Renato Issatugo, responsible for BM&FBOVESPA relations,

the jobs of thousands of people. On the other hand, informed

Ciro Cesar Possobom, Renault do Brasil

was in Curitiba to lecture about Bovespa Mais. In this lecture,

decisions multiply riches, raise funds for the purchase of

he presented those requirements of greater relevance for the

machinery, the construction of buildings, factories, roads and

2010

evaluation of those companies seeking development in the

stimulate crop areas.

The award received is an indication of the professional

Brazilian stock market. Also taking part were Clecio Chiamul-

practice and of the contribution of those receiving it towards

era (IBEMA) and Fernando Machado (Banco Votorantim).

Despite the importance of their work, they are misunderstood, facing our Liberian/religious culture in frequently telling us:

the improvement of ideas on finances and ethics while

"profit is sin". On a daily basis, they fight against the draconian

performing their professional roles. The importance of participating in entities such as IBEF-PR lies in the ability of sharing,

Fellowship Dinner

rules of rulers, who are always enthusiastically seeking more

with your peers, the concerns, knowledge, and information on

Routinely, IBEF-PR associates gather in fellowship dinners that

taxes, moving themselves through insurmountable bureau-

relevant issues. And this translates into professional gains and

provide the opportunity to socialize with families and friends

cratic webs and, at the same time, seeing the results of their

personal growth.

who were once part of the institution. The commemorations of

labor being plundered by stratospheric interest rates.

José Pio Martins, Universidade Positivo

those who are celebra-ting birthdays in that month also

2011

contribute towards the relaxation and camaraderie among the

Marketeers are constantly rewarded, since they legislate on

participants.

their own behalf, creating awards, many being taken to the category of genius without merit, since they were embraced

For the awardee, it is recognition by success; a milestone for the relevant challenges faced. For the executive community, it

Award, what for?

by people from the financial department or by random factors - even by luck. Those working with finances, tied to their

is a true inspiration to engage in such projects and produce higher results. It is important to participate in a community

Money, as we know it today, was invented/perfected in the

chores, are almost never publicly recognized. When awards,

that is updated in regards to relevant themes in the world of

West by King Creso of Lydia (Asia Minor) in approximately

such as the ones from IBF, are offered to someone, we can

finance and to be able to access experiences in a collabora-

600 B.C. King Creso's creative idea was to give a piece of

surely say - he has earned it, since the calculation loop has to

tive environment.

metal the power of exchange. From that time to our days a lot

close.

Luiz César Teixeira, ArcelorMittal Gonvarri

has been done with currency: empires were built/destroyed, wars were declared, new regions on the planet were discov-

Eloi Zanetti - specialist in marketing, communication and

2012

ered and conquered, diseases were eradicated, and man

sales, writer, lecturer

To receive the Equilibrista Award was the professional recogni-

stepped on the Moon.

tion of more than 25 years dedicated to financial management. It was proof that all the effort and dedication towards a

Trade - word meaning exchange of rewards, in other words, of

career, which quite often seems to be cold and rough, was

favors, thanks to the invention of money, expanded by opening

worth it. To be in IBEF-PR is to know that I am rubbing

borders, bringing people together, distributing wealth and,

shoulders with the cream of the crop of the financial world.

almost by accident, providing substantial support to the

Besides the friendship, it enables me to be able to count with

growth of mathematics; this, born from the heads of tax

the prompt updating of main financial topics.

counters and collectors, with the fine name of bijaganita- the

Marcos Andreetto Perillo, Grupo Battistella

art of counting seeds. At that time, the sovereign needed to know how much cereal was in their silos, especially wheat,

IBEF-PR Events

barley and rice in order to calculate whether, with the stock on

Those who are part of IBEF-PR may take part in events and

hand, they could face times of scarcity. Hungry people are

activities throughout the year. At each meeting, there is an

dangerous people. From the financial accounts of traders,

opportunity for high-level technical training with current

mathematics was passed on to the hands of astronomers,

themes. The networking extends beyond the strict routine of

scientists, engineers, and navigators who up-scaled their

the Paraná executive and provides, by means of a pleasant

calculations, since they had started to build bridges, churches,

environment, an instigating contact with professionals from a

and castles, in addition to calculating the movement of stars

wide range of areas of expertise.

and venturing through uncharted waters.

2013/2015 Management

From Creso to our days, the "job of dealing with money" has

The elegant induction ceremony of the 2013/2015 Manage-

undergone hundreds of innovations: there has been the

ment was marked by the presence of some of the State's

emergence of credit boards, bills of exchange, promissory

most important financial executives. The highlight was the

notes, stock market and even the famous Brazilian post-dated

relaxed lecture by Clovis Tavares who spoke about the

check, living today in our memories, being replaced by the

renewal and excellence theme.

proliferation of credit cards. This, a beautiful idea by a commercial representative, who one day invited friends for a

Seminar: Finance and Corporate Governance

meal and realized he had left his walled at home when he

In April 2014, IBEF-PR and IBGC held the Seminar: Finance and

had to pay the bill. Human creativity is more fertile when the

Corporate Governance in partnership with FIEP-PR. The event

subject is "cash", mainly during those moments of hardship and shortages. In fact, the word money is one of those that

p.35

Ed.1 Ano 14

have the largest number of synonyms in any language.


Profile for Sorttie

Revista Equilibrista IBEF-PR  

Revista customizada sobre a história de grandes economistas paranaenses. Prêmio Equilibrista do IBEF-PR em parceria com o ISAE.

Revista Equilibrista IBEF-PR  

Revista customizada sobre a história de grandes economistas paranaenses. Prêmio Equilibrista do IBEF-PR em parceria com o ISAE.

Profile for sorttie
Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded