Page 1

Usina de biodiesel, Marialva no Paraná / Eletro Posto - Arquivo Petrobras, Braskem unidade de Triunfo - Arquivo Braskem e CONSISE - José Lins

INFORME INSTITUCIONAL


Fotos - Divulgação

INFORME INSTITUCIONAL

Energias

o


renováveis:

INFORME INSTITUCIONAL

futuro do planeta Energia é o que tudo move. É a energia que comanda as ações do homem, das atividades mais simples e cotidianas às mais complexas, desde os primórdios dos tempos. Na Antiguidade, a energia eólica, por exemplo, era aproveitada para mover os barcos impulsionados por velas, ou para fazer funcionar a engrenagem de moinhos de vento ao mover as pás, quando então era transformada em energia mecânica, utilizada na moagem de grãos ou para bombear água. Os séculos passaram, grandes descobertas e conquistas foram registradas por esse mesmo homem, que agora, frente à palpável degradação do planeta em função dos modelos de energias fóssil e nuclear usados à exaustão, se volta às raízes em busca de um sistema energético que englobe as energias renováveis visando a reduzir as emissões globais de gases de efeito estufa, que hoje tem papel fundamental em discussões de planejamento energético, no mundo e no País. Aliás, relatório do Programa da ONU para o Meio

Ambiente revela que o volume de investimentos em projetos de energia limpa aumentou muito nos últimos anos, superando pela primeira vez os feitos em energias fósseis, como é o caso do carvão mineral e do petróleo. Ainda de acordo com o relatório, o Brasil é o maior mercado mundial de energias renováveis, com cerca de 46% de toda a energia consumida, proveniente de fontes limpas. E mais: que o País é também o líder global no financiamento de energias limpas, com mais de 90% de novos investimentos registrados na América Latina. Esse quadro é real. Hoje, são muitas as empresas brasileiras que estão aí para comprovar, sejam elas de qualquer tamanho ou segmento, estatais ou privadas, mas todas baseadas em profunda consciência ecológica, aliada à preocupação com a mudança climática e contando com a aposta cada vez maior dos governos em novas fontes de energia, condições que garantem esse decisivo passo rumo ao compromisso com a sustentabilidade.


INFORME INSTITUCIONAL


INFORME INSTITUCIONAL

O plástico que vem do etanol Braskem é uma delas. Com a inauguração, no Polo Petroquímico de Triunfo - RS, da maior unidade do mundo a produzir a matéria-prima do polietileno verde, o eteno verde, a empresa passa a fornecer resina de origem renovável e avança em sua estratégia de tornar-se líder mundial em química sustentável. A construção e a montagem foram executadas pela Construtora Norberto Odebrecht. Já a Genpro, mesma empresa do projeto da unidade de polipropileno de Paulínia, atuou com a expertise em engenharia; a OPI com o suprimento internacional e a Braskem com a tecnologia. Segundo o presidente da empresa, Bernardo Gradin, além de ser um marco histórico para a Braskem, a realização desse projeto materializa um sonho partilhado com os clientes, que passam a contar com a opção de um produto ainda mais sustentável, isso porque o plástico verde apresenta um balanço ambiental muito favorável, ao retirar até 2,5 toneladas de carbono da atmosfera para cada tonelada produzida de polietileno, desde a origem da matéria-prima. Ainda no ano passado, a Braskem estabeleceu

Planta de Eteno Verde da Braskem, em Triunfo - RS diversas parcerias para fornecimento de polietileno verde a clientes nacionais e internacionais. Produtos destinados à higiene pessoal, brinquedos, embalagens de alimentos e utilidades domésticas estão entre as primeiras aplicações do plástico de origem renovável. Por outro lado, a Braskem criou seu Código de Conduta para Fornecedores de Etanol, com o objetivo de fortalecer o seu compromisso em apoiar o desenvolvimento sustentável da cadeia do etanol. Pelo Código, os fornecedores devem observar os requisitos socioam-

Destaque nacional em Engenharia de Projetos A Genpro Engenharia S.A. foi criada em 1995 por uma equipe de profissionais com experiência e vivência direta em empreendimentos industriais. Ocupando atualmente posição de destaque entre as maiores e bem conceituadas empresas de Engenharia de Projetos do mercado nacional, e operando na área petroquímica desde sua fundação, a Genpro é parceira da Braskem desde 2005, e para a qual atuou com a expertise em engenharia também no Pólo Petroquímico de Triunfo, no Rio Grande do Sul, inaugurado em setembro passado. Mas a Genpro vai além. Presente ainda em indústrias de Petróleo e Gás, Química, Mineração, Siderurgia, Alimentícia, Celulose e Papel, Nuclear, Indústrias de Manufatura, Farmacêutica e de Cosméticos, a empresa oferece aos clientes serviços de engenharia desde a fase inicial de concepção até a partida e operação inicial da instalação, e seus projetos são desenvol-

Arquivo Braskem

A

bientais na produção do etanol, assegurando a sustentabilidade do processo produtivo desde a origem da matériaprima até o produto final, observando medidas em relação a queimadas, biodiversidade, boas práticas ambientais, direitos humanos e trabalhistas e análise do ciclo de vida do produto. A companhia é a maior consumidora industrial de etanol do Brasil, utilizando cerca de 700 milhões de litros por ano destinados à produção de polietileno verde e do ETBE - bioaditivo para combustível.

vidos com Modelagem Digital em 3D, de forma totalmente integrada e com o uso dos mais modernos softwares de engenharia existentes. Hoje, a Genpro conduz suas operações em todo o Brasil através de escritórios instalados em São Paulo, Rio de Janeiro, Manaus e Salvador, Sérgio T. Miyamoto contando com uma força de trabalho de 900 profissionais altamente qualificados. Sua direção é realizada por meio de um Conselho Diretor formado por Nelson J. D. Fernandes; Sérgio T. Miyamoto e Carlos E. Pugliese.


INFORME INSTITUCIONAL


Crédito - Jose Lins

INFORME INSTITUCIONAL INFORME INSTITUCIONAL

CONSISE - Hidrelétrica de Furnas

Água e vento: tesouros do Brasil

F

undada em 1957 para fazer frente ao acelerado processo de industrialização e urbanização do País na década de 1950, a Eletrobras Furnas construiu e opera um complexo de 12 usinas hidrelétricas, duas termelétricas, aproximadamente 20 mil km de linhas de transmissão e 49 subestações, atuando, ainda, na área de comercialização de energia. Responsável pelo fornecimento de energia em uma região que concentra 51% dos domicílios brasileiros, além de transportar toda a energia gerada pela Usina Hidrelétrica de Itaipu através de cinco linhas de transmissão com cerca de 900 km de extensão, a Eletrobrás Furnas, que está presente no Distrito Federal, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Tocantins, Mato Grosso, Rondônia, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, é atualmente a empresa

de energia que mais executa obras inseridas no Programa de Aceleração do Crescimento - PAC, do governo federal. São sete novas usinas (Baguari, Batalha, Serra do Facão e Foz do Chapecó já se encontram em operação), 28 novas linhas de transmissão e treze subestações, todas com recursos próprios ou em parceria com a iniciativa privada, levando energia para mais 12 milhões de brasileiros. Ampliando agora sua atuação em matrizes de energia limpa e renovável, a empresa vai construir quatro parques de energia eólica no litoral do Rio Grande do Norte, que vão elevar a geração renovável de energia da Eletrobras Furnas para mais de 13.900 MW, demonstrando o compromisso da empresa com os critérios de sustentabilidade socioambiental e credenciando a estatal na venda de créditos de carbono.


Usina de Biodiesel - Marialva – PR

A Acopla Indústria foi criada há mais de 32 anos, para operar no ramo metalúrgico. Com matriz em Simões Filho - BA, e atuando no mercado em nível nacional com maquinário pesado, a empresa fabrica produtos industriais de acordo com as necessidades dos clientes, inclusive Petrobras, para a qual fornece tanques de armazenamento com diversas capacidades, além de colunas de equalização e colunas de estabilização, vasos de pressão, entre outros. A indústria foi a primeira do setor, no norte-nordeste, a ser certificada pelo ISO 9001/2008 e, segundo o sóciogerente Alberto Cánovas Ruiz, esse é seu grande diferencial. “A Acopla se destaca pelo cuidado com a qualidade das condições de trabalho e com o bem-estar social dos seus colaboradores, em harmonia com os cuidados voltados à preservação e sustentabilidade do meio-ambiente”, resume.

Arquivo Petrobras

Exemplo de eficiência, com sustentabilidade

T

Outras matrizes energéticas

ambém visando a melhorias ambientais e à preservação do planeta para futuras gerações, a Petrobras é outra empresa que nos últimos anos vem ampliando seu campo de atuação,

deixando de ser voltada unicamente à exploração de petróleo, alargando sua atuação em energia renovável. Hoje, a companhia investe em energia eólica, solar, biocombustíveis, biogás, entre


INFORME INSTITUCIONAL

outras, contribuindo para diversificar a matriz energética brasileira. Um desses investimentos aconteceu ano passado em Marialva – PR, cidade em que a Petrobras inaugurou sua primeira usina de biodiesel, na região Sul, e onde a matéria-prima principal são os óleos vegetais. Com esta unidade, a Petrobras Biocombustível passou a atuar no sul do

País, o que permitiu uma logística mais eficiente no atendimento aos mercados do Sul e de São Paulo. Além disso, ampliou sua capacidade de produção de biodiesel. Até o final do ano, a empresa atingirá capacidade instalada de 507 milhões de litros/ano – somando suas quatro usinas em operação: em CandeiasBA; Quixadá-CE; Montes Claros-MG e Guamaré - RN – considerando 50% da

Referência para estrangeiros e brasileiros Capacitar a comunicação em línguas estrangeiras e promover a interação sócio-cultural do aluno é parte da missão da Adelante Brasil, consultoria de idiomas que há 10 anos opera no Estado do Rio de Janeiro. A Adelante atende empresas de variados segmentos, dentre elas Petrobras, ensinando inglês/ espanhol e português para estrangeiros com aulas personalizadas, “in company”. “Porque cada cliente tem sua necessidade e desafio a vencer e o nosso trabalho é viabilizar as ferramentas adequadas para que o aluno se relacione bem em qualquer situação, não somente usando a gramática, mas principalmente compreendendo as diferenças culturais”, explica a sócia-diretora Evelyn Rodrigues Kosta. Os cursos desenvolvem a fala, audição, escrita e leitura e explicam os costumes sociais, tabus e etiquetas dos diversos contextos.

produção de Marialva. Situada a 20 quilômetros de Maringá, a Usina é administrada em conjunto com a empresa BSBIOS, do Rio Grande do Sul, que já tem uma unidade em Passo Fundo- RS. Para o fornecimento de matéria-prima para produção de biodiesel foram envolvidos cerca de sete mil agricultores familiares da região.

Excelência em operações portuárias A Triunfo Logística foi fundada com o objetivo de atender às necessidades das empresas que operam com Produtos Siderúrgicos, cargas de projeto e Terminal da Triunfo Logística cargas offshore, nas áreas no porto do Rio de Janeiro de importação, exportação e mercado interno. Segundo o diretor comercial, Alexandre Lima, a empresa, que acumula mais de 25 anos de experiência no setor, oferece estrutura de serviços e logística no seu Terminal Alfandegado e em seu Retroporto, com um total de 80 mil m²; berços de atracação com 9 metros de profundidade, comprimento de cais de 700 metros e equipamentos de diversas tonelagens para movimentação de cargas especiais. “Fazemos o acompanhamento diário de toda movimentação da carga, desde a chegada do navio ao Terminal até o carregamento em caminhões e/ou vagões, para serem transportadas ao destino final e, além disso, colocamos à disposição dos clientes serviços de transporte marítimo na cabotagem”, explica. Recentemente a empresa assinou contrato com a Petrobras, para fornecer sua estrutura portuária como base de apoio offshore da unidade subaquática.


Regran Também nos Postos a meta é preservar o meio ambiente

José Antonio Gonzalez Garcia

No Estado de São Paulo, além da acirrada fiscalização exercida por sindicatos e orgãos municipais, estaduais e federais visando à erradicação da adulteração dos combustíveis, há hoje outra grande preocupação em relação aos postos de combustíveis, esta voltada à preservação do meio ambiente. Neste sentido, o empresário José Antônio Gonzalez Garcia, presidente do Regran - Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do ABCDMRR, lembra que com vistas a facilitar a adequação das revendedoras à Resolução CONAMA 273/00 (que diz respeito à instalação e sistemas de armazenamento de derivados de petróleo e outros combustíveis, que se configuram como empreendimentos potencialmente ou parcialmente poluidores e geradores de acidentes

ambientais), o Regran junto com o Sincopetro - Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado de São Paulo, em parceria com as administradoras Conseg, Embracon e Disal, colocam à disposição dos revendedores associados o Consorpetro – Consórcio para Reforma de Postos de Combustíveis, um produto específico para atender à categoria. Segundo ele, o objetivo é que cada vez mais seja oferecido ao usuário não só combustíveis com total qualidade, mas ainda postos ecologicamente corretos, garantindo qualidade de vida ao cliente e também aos funcionários. “E essa é uma das prioridades do Sindicato em 2011”, diz ele, frisando que a meta é que os postos do Grande ABC já tenham essa ‘cara nova’, a partir do próximo ano.

Tecnologia de ponta em transporte vertical A HTS Elevadores surgiu em setembro de 2001, em São Bernardo do Campo – SP, fundada pelos empresários Itiro Hirano, ex-superintendente da Nakata S/A – tradicional indústria de autopeças do País e Manabu Ogata, especialista em projetos de elevadores, e apesar de ser uma empresa jovem já contabiliza inúmeros êxitos, frutos da capacidade de seus profissionais e da grande experiência na área de engenharia e construção civil. Segundo Manabu Ogata, a HTS atende a todas as expectativas, colocando à disposição do mercado produtos de alta qualidade, com tecnologia própria e 100% nacional, projetando e instalando elevadores Elevador panorâmico residenciais, comerciais, garagem, industriais, de carga e para aplicações especiais, além de prestar personalizado serviços de manutenção e conservação de elevadores em geral. “Fundamentada em tecnologia de ponta, desde a fabricação até a manutenção, visamos ao cliente final e prezamos nosso atendimento, produzindo conforto com qualidade e segurança, sempre em direção aos benefícios que um elevador realmente proporciona”, finaliza.


Arquivo Petrobras

INFORME INSTITUCIONAL

O primeiro eletroposto do País

C

om a marca da inovação, a Petrobras Distribuidora foi a primeira a inaugurar, no Rio de Janeiro, um posto de serviços que também oferece recarga de veículos elétricos a partir de energia solar. Resultado de um projeto pioneiro e desenvolvido com tecnologia 100% nacional, o Eletroposto atende a uma demanda de veículos elétricos que, segundo pesquisas, registra crescimento estimado em 50% ao ano. Atualmente, as motos e bicicletas elétricas já formam uma frota de 3500 unidades no País, das quais 300 no Rio de Janeiro, onde circulam duas dezenas de automóveis com a mesma característica ou híbridos. A energia solar no Eletroposto é captada por um conjunto de 28 módulos reunidos em painéis fotovoltaicos que gera 184 volts em corrente contínua, cuja potência é convertida por um Inversor em energia trifásica alternada de 220 volts. A energia resultante deste proces-

Arquivo Petrobras

Eletroposto

so é oferecida nos pontos de recarga de motos e carros, em tomadas de 110 ou 220 volts. Em caso de ausência de luz solar ou demanda de recarga maior do que a projetada, o inversor capta energia da rede externa. “Esta é mais uma iniciativa da Petrobras Distribuidora no sentido de buscar a eficiência energética e estimular o desenvolvimento de energias renováveis”, explica o gerente de Tecnologia e GNV da Rede de Postos, Paulo da Luz Costa. Segundo ele, o Eletroposto oferece possibilidade de recargas pontuais de 1h a 3h ou a troca de baterias descarregadas por carregadas. Em geral, uma recarga completa permite uma autonomia média de 40 km para a moto e 60 km para um carro elétrico, sendo que o consumo gira em torno dos 1,2 kWh.

Eletrovia Desde junho de 2010, também localizado no Rio de Janeiro, junto à Lagoa Rodrigo de Freitas, já está disponível um segundo posto da BR dotado de tomadas para recarga de veículos elétricos. Este posto marca a criação da primeira rota de uma eletrovia, pois a distância entre os dois postos dotados de ponto de recarga é inferior a 30 km. Desta forma, são atendidos os clientes em trânsito entre dois bairros, com scooters, bicicletas e carros que eventualmente necessitem de recarga para seu deslocamento.


INFORME INSTITUCIONAL

Energia na cadeia produtiva do petróleo  

A S&E Instrumentos foi indicada como fornecedora do setor e convidada a participar do caderno especial "ENERGIA NA CADEIA PRODUTIVA DO PETRÓ...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you