__MAIN_TEXT__

Page 1

Informativo

Ano 5 - Novembro / 2020

Paróquia Santuário Arquidiocesano de Santa Cruz dos Milagres Arquidiocese de Teresina-PI

“Sê santo, lutando pelo bem comum e renunciando aos teus interesses pessoais”. (Papa Francisco)


TODOS OS SANTOS: SANTIDADE E DEVOÇÃO “Todos somos chamados a ser santos, vivendo com amor e oferecendo o próprio testemunho nas ocupações de cada dia, onde cada um se encontra. És uma consagrada ou um consagrado? Sê santo, vivendo com alegria a tua doação. Estás casado? Sê santo, amando e cuidando do teu marido ou da tua esposa, como Cristo fez com a Igreja. És um trabalhador? Sê santo, cumprindo com honestidade e competência o teu trabalho ao serviço dos irmãos. És progenitor, avó ou avô? Sê santo, ensinando com paciência as crianças a seguirem Jesus. Estás investido em autoridade? Sê santo, lutando pelo bem comum e renunciando aos teus interesses pessoais” (Exortação Apostólica Gaudete et exultate, sobre o chamado à santidade no mundo atual). Com as palavras do Santo Padre, Papa Francisco, voltamos o nosso coração para a liturgia deste mês de novembro, a qual celebra a Solenidade de Todos os Santos. Mais que somente uma data litúrgica, precisamos nos motivar para a importância do chamado que Deus nos reforça: à santidade. O Senhor faz a cada um de nós um chamado pessoal: “Sede santos, porque Eu sou santo” (Lv 11, 45; cf. 1 Pd 1, 16). Por isso, o chamado à santidade é para todos, porque a Igreja sempre ensinou que é um chamado possível a qualquer um, como demonstrado pelos muitos testemunhos de santos. Somente os que praticam o amor, a caridade e tomam a decisão de fazer a vontade de Deus, que saem de si, do próprio comodismo, vão ao encontro do próximo, serão santos, entrarão no Céu. A nossa vida é, portanto, uma grande caminhada de conversão, de olhar voltado para o Céu, onde Deus nos convida a viver, a Vida Eterna. O Evangelho nos ensina que somente os violentos de coração entrarão no Reino de Deus. Que a nossa decisão pela santidade seja em nosso hoje, não adiemos esta resposta de amor!

Padre Raniery Alencar Moura

Reitor do Santuário Arquidiocesano de Santa Cruz dos Milagres

ADVENTO, TEMPO DE PREPARAÇÃO PARA O NATAL DO SENHOR O Ano Litúrgico começa com o Tempo do Advento, que é um tempo de preparação para a Festa do Natal de Jesus. Por isso, a palavra latina “Advento” significa aproximar-se, vir chegando aos poucos. Durante as quatro semanas do Advento, toda a Igreja e seus fiéis se preparam para a chegada do Menino Jesus. “Com efeito, de tal modo Deus amou o mundo, que lhe deu seu Filho único, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” (Jo 3, 16). O fato de estarmos esperando a vinda de Jesus nos enche de alegria e esperança. Por isso, o Advento nos convida a renovarmos nossa entrega de vida a Jesus, iniciando um novo tempo no seguimento de Cristo. Além disso, devemos nesse Advento expulsar do nosso coração toda

e qualquer tristeza. É tempo de alegria, de intensa alegria, pois o Senhor está chegando. Apesar das situações adversas, muitas vezes duras e tristes que nos cercam, somos chamados a esperar mesmo quando não há motivos para ter esperança. Por fim, estejamos ancorados no colo materno da Mãe, permaneçamos unido à Nossa Senhora para que Ela gere Jesus em nossos corações.

Padre Diego da Silva Santos Sousa Vigário Paroquial

Fique por dentro!

Rezar pelas almas do Purgatório A tradição da Igreja confirma com certeza a verdade do Purgatório, direcionando os fiéis a invocarem a Deus, pela oração e Santa Missa, a entrada no Céu aos seus defuntos. “Pelos vossos defuntos, para demonstrar-lhes vosso amor, não ofereçais apenas violetas, mas, sobretudo, orações; não cuideis apenas das pompas fúnebres, mas sufragai-os com esmolas, indulgências e obras de caridade; não vos preocupeis apenas com a construção de tumbas suntuosas, mas especialmente com a celebração do santo sacrifício da Missa. As manifestações externas são um alívio para vós, as obras espirituais são um sufrágio para eles, por eles esperado e desejado.” (São João Crisóstomo)


SANTOS INTERCESSORES DO CÉU A Igreja nos ensina que devemos suplicar a intercessão dos santos. Essa, e especialmente a de Nossa Senhora, que é a mais poderosa de todas as intercessoras, não substitui a mediação única de Cristo; ao contrário, a reforça. Por isso, este mês, trazemos um pouco da vida e testemunho de três santos da devoção dos romeiros da Santa Cruz. Confira!

SANTO ANTÔNIO Nascido em 1195, em Portugal, e batizado com o nome de Fernando Bulhões, Santo Antônio era um frade franciscano. Faleceu nas vizinhanças da cidade de Pádua, na Itália, em 1231, por isso é conhecido como Santo Antônio de Lisboa ou de Pádua. Disposto pelo ardor missionário, pediu para ir à Marrocos pregar o Evangelho, mas ficou muito doente durante a viagem e é obrigado a voltar. Santo Antônio conheceu pessoalmente São Francisco de Assis, que o colocou responsável pela formação dos frades franciscanos.

SÃO FRANCISCO Francisco era um jovem, de família rica, que sonhava com as glórias do mundo. Incentivado pelo pai, sonhava em ser herói cavaleiro de batalhas. Com o tempo, ele começou a sentir um profundo vazio, pois tudo aquilo que ele possuía era bom, mas não o preenchia. Enquanto rezava em meio às ruínas da igreja de São Damião, ele ouviu a voz de Jesus que lhe falou em um crucifixo: “Francisco, vai e reconstrói a minha igreja!”. Fez voto de pobreza e passou a ter uma vida de cuidado aos doentes e pobres, sendo fundador da Ordem dos Franciscanos. São Francisco recebeu as marcas da Paixão de Cristo em seu corpo. Foi canonizado pelo papa Gregório IX, dois anos depois de sua morte.

SANTA LUZIA Luzia nasceu por volta de 280 d.C, na cidade litorânea de Siracusa, Itália. O seu nome deriva do latim, que significa “a iluminada”. De família rica e cristã, seu pai Lúcio faleceu quando Luzia ainda era muito pequena dessa forma, conheceu os caminhos de Deus através de sua mãe. Chamada por Deus, decidiu entregar sua vida a Deus com voto de castidade, Luzia também pretendia entregar seu dote milionário aos pobres. Sua mãe concordou, porém o jovem que seria seu futuro noivo ficou extremamente irritado com a decisão da moça e resolveu denunciá-la ao Governador Pascásio, o qual tinha emitido um decreto autorizando punição exemplar para os cristãos. Vendo que nada a convencia de converter-se ao paganismo, com um golpe de espada, teve sua cabeça decapitada, no ano de 304 d.C.


TESTEMUNHO ORAÇÃO PELO FIM DA PANDEMIA COVID-19 Senhor Jesus, Médico dos médicos, que curastes com amor os enfermos, e nunca deixastes de acolher a todos, vinde em nosso socorro, neste momento em que o medo nos aprisiona. Libertainos do mal da pandemia, que avança sobre o nosso Brasil e todo o mundo. Acreditamos, Senhor, que tudo pode ser mudado pela força da oração. Olhai por todos aqueles que estão infectados com o coronavírus. Acolhei junto a Ti as almas de tantas vítimas desse vírus em todo o mundo, e libertai do medo os que se encontram catalogados como casos suspeitos. Concedei-nos a sabedoria para seguirmos as orientações necessárias neste momento em que caminhamos lado a lado com o medo do contágio. Amado Jesus, que não nos falte a fé nem o discernimento para nos prevenirmos contra o mal que, rapidamente, tende a crescer a cada dia. Auxiliai com Tua graça os profissionais da área da saúde, para que descubram a vacina contra o coronavírus. Dai-nos Tua mão e concedei-nos a paz diante desta tempestade que nos rouba a serenidade. Em Ti confiamos, e em Teu Sagrado Coração nos refugiamos neste momento em que o mundo clama por Tua infinita misericórdia. Assim seja! Fonte: cancaonova.com

“Há 18 anos, engravidei e, durante essa gravidez, tive um problema de saúde. Fiquei com minha boca torta e meu olho baixo. Minha mãe fez uma promessa para a Santa Cruz, e fui abençoada com a graça. Na hora do parto, o meu olho e minha boca voltaram ao normal. Sou grata sempre! Desde então, tudo que peço sou atendida. Faço viagem para Santa Cruz duas vezes ao ano em agradecimento. Que a Santa Cruz me proteja sempre!” Terezinha Bruna da Silva Lagoinha do Piauí -PI

PROGRAMAÇÃO - NOVEMBRO / 2020 SANTA CRUZ EM SUA CASA! Participe conosco da Santa Missa, todos os dias, às 9h: @santuariosantacruzdosmilagres Padre Raniery Alencar Santuário de Santa Cruz dos Milagres Oficial

Expediente: Informativo mensal da Paróquia Santuário Arquidiocesano de Santa Cruz dos Milagres Fundado em Janeiro 2017 Distribuição gratuita e dirigida Bispo: Dom Jacinto Furtado de Brito Sobrinho (Arcebispo Metropolitano de Teresina-PI) Reitor: Padre Raniery Alencar Moura Jornalista: Ingrid Monteiro (Amex) – DRT 3595/CE Diagramação: Daniel Ramos (Amex) Fotos: Mario Jorge e Liana Nunes. Foto de Capa: Gabriel Paulino Colaboradores: Padre Diego da Silva Santos Sousa, Lidiane Marques, Cosme Pereira da Silva. Impressão: Casa da Arte (Teresina-PI) Tiragem: 3.500 exemplares Assessoria: Amex - Comunicação, Marketing e Fundraising amexassessoria.com

Profile for Santuário de Santa Cruz dos Milagres

Novembro/2020  

Novembro/2020  

Advertisement