__MAIN_TEXT__

Page 1

Governador 2016-2017

Armando Zoccola Filho & Marlene

Carta Mensal

Setembro 2016

Setembro, mês da Educação Básica e Alfabetização Página 2

Por um Brasil melhor, sem corrupção Página 6

Visitas oficiais Páginas 4 e 5

Paranaguá uma historia de sucesso Página 7


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017 Carta Mensal

Página 2

John Gearm SETEMBRO 2016

N

o verão de 1917, alguns meses após os EUA terem entrado na Primeira Guerra Mundial, o Rotary realizou sua oitava convenção em Atlanta. Embora muitos rotarianos fossem da opinião de que a Convenção deveria se cancelada por causa desse grande conflito, o Conselho Diretor concordou com Paul Harris que tudo deveria continuar como planejado. Em meio a tanto medo e incertezas, Harris escreveu algumas das palavras mais citadas no Rotary: Esforços individuais, quando bem direcionados, podem realizar muito, mas o bem maior virá do esforço conjunto. Esforços individuais atendem necessidades individuais; esforços conjuntos servem à humanidade. O poder de esforços conjuntos é ilimitado.

Presidente, 2016-17 Rotary Club de Chattanooga (Eua)

Foi justamente nessa convenção que o então presidente do Rotary, Arch Klumph, propôs a criação de um fundo de dotação “para fazer o bem no mundo”, que deu origem à Fundação Rotária. Com isso, o poder de esforços conjuntos ganhou uma nova força: a de recursos conjuntos. Foi uma combinação que se revelou imbatível e tem estado por trás de muitos dos trabalhos do Rotary nos últimos 100 anos. Hoje, é difícil imaginar o Rotary sem a sua Fundação. Foi ela que deu o avanço no Rotary para que deixasse de ser uma organização de clubes locais para se transformar em uma potência internacional capaz de mudar o mundo. Neste ano, estamos marcando o centenário da nossa Fundação Rotária na cidade onde tudo começou: Atlanta. Nossa 108ª Conven-

José Ubiracy Silva – BIRA

E

Setembro 2016

ção promete ser uma das mais emocionantes, com palestras inspiradoras, muito entretenimento e uma grande variedade de debates. E, é claro, na ocasião celebraremos o centenário da Fundação em grande estilo. Quer você seja frequentador das Convenções, esteja afastado do evento já há alguns anos ou ainda não tenha participado, a convenção de 2017 será aquela que você não pode perder. Atlanta, por si só, já é um excelente destino, com ótima comida, pessoas acolhedoras e muitas atrações. Mas o principal motivo para ir à convenção é sempre a própria Convenção, as pessoas, ideias, inspiração e as amizades que fará por lá. Para saber mais e economizar na inscrição, visite a página www.riconvention.org/pt. Até Atlanta!

Diretor do RI – 2015/2017 Rotary International

Setembro, mês da Educação Básica e Alfabetização

stima-se que, mundialmente, cerca de 70 milhões de crianças não têm acesso à educação básica e mais de 800 milhões de pessoas acima de 15 anos são analfabetas. No Brasil, os números são preocupantes porque mais de 13 milhões de brasileiros não sabem ler nem escrever. Isso significa que o nosso país não vai cumprir um pacto internacional de reduzir pela metade o analfabetismo de adultos nos próximos anos. Diante desses números alarmantes, é importante saber que o Rotary patrocina, através dos Clubes, projetos que proporcionam tecnologia educacional, treinamento para professores, equipes de formação profissional, programas de merenda e livros didáticos para ajudar as comunidades a apoiar a educação básica, oferecer oportunidades educacionais iguais para ambos os sexos e aumentar a alfabetização entre os adultos. Reconheçamos que a educação é a forma mais prática, o caminho mais correto, a ação mais dinâmica para se chegar ao desenvolvi-

Expediente

Informativo Mensal do Distrito 4730 De Rotary International

mento de uma nação. Não podemos pensar em um país desenvolvido plenamente, com uma estabilidade econômica definida, com uma política social justa e humana, com homens públicos conscientes e responsáveis, sem primeiro pensarmos na educação e na formação cultural de seu povo. A educação é o princípio fundamental, a prioridade básica para a estruturação de uma sociedade que visa atingir o seu pleno desenvolvimento social, político, econômico, científico e cultural. Sem educação não se constrói um país do futuro. Por seu turno, a alfabetização é um direito do cidadão e a base para a aprendizagem permanente. O analfabetismo afeta todas as fases da vida de uma pessoa. Aqueles que não sabem ler ou escrever são muito mais propensos a continuar na pobreza, ter problemas de saúde e viver isolados em um mundo cada vez mais dependente da utilização dos computadores. É fato, também, que a falta de mão de obra especializada tem contribuído para o retrocesso econômico do país.

No entanto, o que mais nos preocupa é o impacto sobre as gerações futuras. Muitas crianças crescem em lares onde os pais são analfabetos. Se proporcionarmos os meios e recursos para a educação dessas gerações, com certeza obteremos melhores resultados no futuro. Portanto, devemos fazer uma força-tarefa contra o analfabetismo, mas em defesa de uma alfabetização consciente, de uma educação de qualidade para os jovens do futuro. Se estamos chegando próximo de erradicar a pólio da face da Terra, por que não seremos capazes de acabar com o analfabetismo e de compartilhar da construção de uma educação de qualidade, preservando a moral e a ética, com princípios de formação do homem no seu meio social? Está lançado mais um desafio para o gigantesco trabalho que a educação básica e a alfabetização esperam dos rotarianos do mundo. Para fazer comentários e sugestões sobre esta coluna, escreva para joseubiracy@ebge.com.br

Jornalista Responsável Diagramação e Tiragem: 2.000 exemplares Cleucimara Santiago - MTB 10606-PR projeto gráfico Impressão: Gráfica Koster Comissão Distrital de Imagem Pública Matusalem Vozivoda Circulação: Gratuita e dirigida


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017

Setembro 2016

Carta Mensal

Página 3

Armando Zoccola Filho

S

Caros Companheiros e Companheiras

etembro é o mês da Educação Básica e da Alfabetização. O nosso Distrito através de seus Clubes tem uma dedicação muito especial às Escolas e aos programas de alfabetização.Fortes parcerias com as escolas de necessidades especiais e APAES. Uma ajuda especial às instituições em contra turno. Todas recebem o apoio e ações dos clubes através de auxílio na arrecadação de fundos, “ações comunitárias” procurando sempre melhorar o estabelecimento educacional mais necessitado. Doações de materiais, equipamentos de fisioterapia, alimentação, criação de cursos para a comunidade como auxiliar de cabelereiro, auxiliar de marceneiro, informática e outros. Grande parte de nossos Subsídios Distritais são revertidos a estas instituições. Em 06 de agosto realizamos nas Instalações da Uninter Catedral em Curitiba nossos Múltiplos Seminários: Desenvolvimento do Quadro Associativo, Fundação Rotária, Presidentes, Imagem Pública, Administração de Clubes, Instrutor de Clube.A Comissão Distrital da Juventude participando com os temas PIJ, Rota-

ryKids, Interact e Rotaract. Grande número de Rotarianos se fez presente e aprovaram como produtivo o modelo de treinamentos. Estivemos presentes de 25 a 27de agosto em Recife no XXXIX Instituto Rotary do Brasil, que contou com a participação do Presidente de RI John Germ e Judy. Temas importantes como: Desenvolvimento do Quadro Associativo no Brasil, Fundação Rotária com seus programas educacionais e bolsas e “Rotary’sPolioPartners” concluindo com uma das muitas lições aprendidas “Thereis no limittotheamountofgoodyoucan do ifyoudon’tcarewhogetsthecredit”( “Não há limite para a quantidade de bem que você pode fazer se você não se importa quem recebe o crédito”). Mais de 2,5 bilhão de crianças imunizadas. Investimento geral de U$ 11 bilhões sendo 1,5 bilhão levantados por rotarianos.Apresentações envolvendo a área de saúde onde Rotary Clubs são parceiros como a Unidade de Transplante de Fígado de Recife sob a direção do Cirurgião Dr. Claudio Lacerda e sua equipe que realizam 150 transplantes por ano. Dr. Humberto Silva com o seu programa

Governador, 2016-17 Rotary Club de Rio Negro

Hepatite Zero que nesta primeira fase pretende testar 1 milhão de brasileiros com a ajuda dos Rotarianos. No Brasil existem 3 milhões de infectados pela hepatite C, a maior epidemia do século.Dr. Humberto foi diagnosticado com hepatite C através de um teste realizado em uma de suas viagens, a precocidade do diagnóstico permitiu a cura após um longo e doloroso tratamento. Hoje, a frente da ABPH (Associação Brasileira de Portadores de Hepatite )afirma que sua missão de vida é “Trabalhar até o fim de minhas forças,de graça, para ajudar os irmãos dehepatite” Até o final de agosto visitamos 24 clubes, onde presenciamos muita atividade rotaria, realizações principalmente na área da educação e da saúde. Com certeza a comunidade sentiria falta do seu Rotary Club caso o mesmo encerrasse suas atividades. Agradecemos ao trabalho da Família Rotaria junto as suas comunidades, agradecemos a recepção e o conhecer seus programas. Parabéns, estamos orgulhosos de pertencer a este grande Distrito o 4730.

A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO PARA REALIZAÇÕES DE SUCESSO Introdução Não é nossa pretensão argumentar aquisobre todas as razões que levam um indivíduo ou um grupo a alcançar realizações de sucesso utilizando-se do planejamento estratégico. O que nos propomos é apresentar algumas das nossas convicções, testadas e validadas ao logo dos nossos anos de estudos e experiências, para indicar o que entendemos ser um caminho para realizações de sucesso. Por princípios lógicos, pensamos ser possível considerarcomo verdades as duas afirmações que seguem: A primeira delas é que: é possível alcançar bons resultados sem que se precise elaborar um planejamento detalhado, desde que sejam coisas simples, sem grandes complicações ou complexidades. A segunda afirmação que reconhecemos como verdadeira é que: nada que implique em resultados de real sentido significativopoderá ser realizado sem um bom planejamento. A partir destas reflexões, pensamos ser correto assumir como verdade que um bom planejamento é uma etapa relevante para a realização de objetivos significativos e, portanto, para o sucesso. Também entendemos que ele deverá ser, sempre, precedido pela definição simultânea de duas questões fundamentais, que são: Objetivos ou resultados desejados bem especificados (a visão inspiradora do futuro), e os porquês do objetivo (os valores humanos a serem satisfeitos), para então “encontrar” as forças e pontos a melhorar (internas) e as oportunidades e

(a) Cleudo Lopes Rotary Club de Curitiba Oeste Presidente 2015_2016 - Classificação: Coaching ameaças (externas). Em seguida, é fundamental reconhecer o que deve ser feito efetivamente para ir de maneira objetiva em direção ao resultado desejado – a visão que nos inspirou deste a definição do objetivo e do alinhamento de valores humanos essenciais.A tarefa que se segue será a de indicar as ações preciosas e precisas, para então fazer-se duas excelentes perguntas:“Quem fará?” E, “Quem fará será o

melhor capacitado – o mais bem preparado, ou o mais comprometido?”. Aqui cabe refletir que não há como assegurar que pessoas mais comprometidas entreguem melhores e maiores resultados do que pessoas apenas melhor capacitadas, entretanto é comum relatos de experiências de que pessoas comprometidas se capacitaram e realizaram mais do que pessoas apenas capacitadas. A etapa subsequente é determinar “Quando será”, para priorizar e realizar mais, pois assim se age de maneira eficaz, para então partir para a Ação, pois ideias não mudam os resultados. Ação sim!Finalmente, há que haver uma mensuração de resultados, para os devidos reconhecimentos,aprendizados e replanejamento. Planejar! Porque o planejamento é a melhor forma de criar o futuro. É importante ter em mente que nossos mais elevados objetivos serão alcançáveis e superáveis se nos comprometermos em agir alinhados com nossos mais elevados valores humanos, como: autoestima, contribuição, conexão, crescimento,lealdade, respeito e amor ao próximo.Portanto, se eu pudesse lhe dar alguns conselhos, eu lhe aconselharia: Sonhe! Tenha uma visão do futuro que inclua muitas pessoas e que seja inspiradora! Construa tudo em torno dessa visão, com sinceridade de propósito, reconhecendo tudo o que você sabe e tudo o que você precisa aprender! Liste as ações que precisa ter e entre em ação. Em síntese, eu o aconselharia a fazer um bom planejamento.


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017

Página 4

Confira as visitas oficiais realizadas pelo Governador Armando Zoccola Filho e esposa Marlene, no final de julho e durante o mês Agosto

Carta Mensal

Rotary Club de Curitiba Mandirituba - 18 de julho de 2016

Rotary Club de Pontal do Paraná - 27 de julho de 2016

Rotary Club de Curitiba Sul - 28 de julho de 2016

Rotary Club de Inácio Martins - 02 de agosto de 2016

Rotary Club de Teixeira Soares - 04 de agosto de 2016

Rotary Club de Palmeira - 10 de agosto de 2016

Rotary Club de São Mateus do Sul - 11 de agosto de 2016

Rotary Club de São José dos Pinhais Colônia Murici - 18 de agosto de 2016

Rotary Club de Curitiba Cinquentenário - 22 de agosto de 2016

Setembro 2016

Rotary Club de Jaguariaíva - 21

Rotary Club de Curitiba Água Verde

Rotary Club deCuritiba Cidade Industria

Rotary Club de Curitiba Gralha Azul

Rotary Club de Curitiba Cajuru - 29


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017

Setembro 2016

aguariaíva - 21 de julho de 2016

ba Água Verde - 29 de julho de 2016

idade Industrial - 08 de agosto de 2016

ba Gralha Azul - 15 de agosto de 2016

tiba Cajuru - 29 de agosto de 2016

Carta Mensal

Página 5

Rotary Club de Curitiba Bacacheri - 25 de julho de 2016

Rotary Club de Bocaiuva - 26 de julho de 2016

Rotary Club de Prudentópolis - 30 de julho de 2016

Rotary Club de Curitiba Avenida das Torres - 01 de agosto de 2016

Rotary Club de Curitiba São Braz - 08 de agosto de 2016

Rotary Club de Ponta Grossa Uvaranas - 09 de agosto de 2016

Rotary Club de Quatro Barras Graciosa - 17 de agosto de 2016

Rotary Club de Fazenda Rio Grande - 18 de agosto de 2016

Rotary Club de Tibagi Guartelá - 30 de agosto de 2016

Rotary Club deCuritiba Cidade Ecológica - 31 de agosto de 2016


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017 Carta Mensal

Página 6

Setembro 2016

Por um Brasil melhor e sem corrupção

O

Reflexões atuais e o Rotary

Brasil vive um momento especial, de alta intensidade democrática e cidadania ativa. As pessoas estão indignadas com os escândalos de corrupção e desvios de recursos públicos, de diversas ordens e grandezas, relevadas por operações judiciais e mostrados constantemente pela imprensa nacional. Estamos cansados destas notícias repugnantes que afetam principalmente aqueles que mais precisam da atuação estatal, ou seja, os menos favorecidos. Ninguém suporta mais a corrupção sistêmica, espalhada, profunda, “profissional”. Chegamos ao ponto de um investigado da operação Lava Jato declarar que a corrupção é uma “regra do jogo”, ou seja, uma regra de mercado. Nos contratos públicos, houve a naturalização da propina em percentual fixo. As consequências são nefastas e extremamente gravosas e impedem avanços da sociedade brasileira. As pesquisas de opinião relevam pela primeira vez no Brasil, por exemplo, que 34 % dos entrevistados consideram a corrupção como o maior problema do país (Data Folha - novembro 2015) e 85% defendem a continuidade da operação Lava Jato (IPSOS – julho 2016). A corrupção apenas beneficia aqueles que participam destas infrações criminais, enquanto que toda a sociedade é vítima, ofendida e prejudicada. Em regra, os valores desviados com os delitos de corrupção e lavagem de dinheiro são destinados aos políticos, empresários e agentes públicos, além de financiar partidos políticos. Toda a sociedade é negativamente afetada. Mas não é só isto. A corrupção também está diretamente ligada a ineficiência da administração pública, a má administração, a gestão deficitária, ao desinteresse de licitantes, o desestímulo da concorrência. Em resumo, desper-

dícios de recursos públicos potencializados. Então, vem a pergunta: o que eu tenho a ver com isto? E o Rotary e os rotarianos? Temos a obrigação de refletir sobre tudo o que está acontecendo no nosso país, especialmente os bens e valores públicos, que pertencem e são de todos. É oportuna a pergunta. Posso agir e fazer a diferença ou deixar tudo como está? Antes de apontar algumas reflexões sobre nossas atitudes individuais e coletivas aponto avanços legislativos dos últimos anos que permitiram chegar ao momento atual, tais como, as Leis de Responsabilidade Fiscal, Transparência, Ficha Limpa, Anticorrupção, organizações criminosas, acordos de leniência e delação premiada. No âmbito judicial, o Supremo Tribunal Federal também contribuiu com decisões importantes como a fidelidade partidária, a proibição de financiamento eleitoral por empresas, o fim do nepotismo e a possibilidade da execução provisória da penal, com a prisão após a condenação em segunda instância. Ainda, há outros relevantes projetos de lei em debate no parlamento brasileiro como as alterações das regras de prescrição penal, além de todos os estudos de temas debatidos no âmbito do ENCCLA - Estratégia Nacional de Combate a Corrupção e a Lavagem de Dinheiro. Os resultados mais recentes no combate a corrupção também são frutos do fortalecimento das instituições desde a redemocratização do país. Nos últimos anos os agentes públicos foram capacitados e formados para enfrentar as organizações criminosas, com a utilização de novas tecnologias e de forma integrada (forças tarefas). As nulidades processuais e as experiências de operações anteriores serviram para corrigir os caminhos de atuação, além de melhorar a qualidade do trabalho.

A sociedade civil também tem colaborado com iniciativas relevantes de controle social, muitas delas em Antônio Cesar Bochenek sintonia e parceria com as instituições. Muitas empresas adotaram regramentos (complainces) com o objetivo evitar e punir os casos de corrupção no âmbito empresarial, conferir atuação de acordo com as normas e, sobretudo, revelar a sua integridade e reputação. Como cidadão e mais intensamente, como rotariano, também podemos ajudar a mudar este cenário de corrupção sistêmica, pois todos somos agentes de transformação da sociedade. A adoção de medidas simples com dimensões coletivas são potencializadas por atitudes individuais e de grupos, tais como: a) apoiar às iniciativas populares de projetos de lei como as apresentadas pelo Ministério Público Federal: “10 medidas contra a corrupção”; b) participar e apoiar as diversas entidades de controle social que desempenham, ao lado instituições estatais, relevantes trabalhos preventivos; c) cobrar os representante políticos para que votem os projetos de lei contra a corrupção e outros de interesse de sociedade; d) e especialmente com a mudança interna de mentalidade, pois a vida em sociedade necessita de bons costumes e integridade. Estas são algumas medidas que não excluem outras. As crises de diversas ordens que vivemos, em especial, a ética, são oportunidades para as transformações sociais profundas. Não é mais aceitável a corrupção. As ações de rotarianos, rotaractianos e interactianos, como em muitas outras vezes, certamente contribuíram para combater a corrupção e para um Brasil Melhor.

PALESTRA LAVA JATO “UM NOVO PAIS ESTÁ SURGINDO” O Rotary Club de Rio Negro realizou dia 16 de Setembro no Cine Teatro Antônio Cândido do Amaral no Seminário em Rio Negro-PR, , palestra com o procurador do Ministério Público Federal, Dr. Diogo Castor de Mattos. Diversos clubes de serviço da cidade, autoridades, empresas e acadêmicos do Curso de Direito e Administração da UnC Mafra participaram do evento que teve como entrada 1 Kilo de alimento não perecível. Os alimentos arrecadados foram doados ao Núcleo Terapêutico Nova Vida, entidade parceira do clube.


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017

Setembro 2016

Carta Mensal

Página 7

PARANAGUÁ-ROCIO, UM CASO DE SUCESSO

P

aranaguá viveu anos de intensa prosperidade durante o ciclo em que o Paraná foi o principal produtor de café do Brasil. Naquela época, o município tinha a segunda maior participação nas quotas do antigo Imposto de Vendas e Consignações, antecessor do ICMS, dentre os municípios do interior do estado. Tudo em função da exportação do café. A praça comportava mais de 20 agências bancárias e a agência do Banco do Brasil era a segunda em movimento financeiro, dentre todas assuas filiais. Foram anos dourados para a cidade e e s s e grande movimento comercial gerou a vinda de centenas de profissionais altamente capacitados e, também, muito bem remunerados. Dentro desse cenário, o companheiro Caetano Gomes Correa, associado do Rotary de Paranaguá, foi indicado e eleito governador do Distrito 463, para o ano1969/70. Um de seus anseios como governador era a fundação do segundo Rotary Club em Paranaguá. Para tanto, logo após assumir a Governadoria, designou o Rotary Club de Paranaguá como padrinho e o companheiro José Maria Faria de Freitas como seu representante pessoal para a criação do novo clube, trabalho coroado de êxito com a assinatura, no dia 5 de maio de 1970, da carta constitutiva acolhendo o Rotary Club de Paranaguá-Rocio como membro do Rotary International. O clube imediatamente passou a se envolver em trabalhos comunitários realizando campanhas em prol dos menos favorecidos, em especial, os assolados por desastres naturais como o que ocorreu na grande enchente do rio Nhundiaquara, na vizinha cidade de Morretes. Mas nem tudo foram flores no caminho do nosso clube. Os efeitos da geada negra de 1965 e a posterior geada de 1967, que dizimaram os cafezais do Paraná, mostraram seus efeitos no final dos anos 60 e no princípio da década de 70, justamente na época em que o clube engatinhava. O fim ciclo do café ocasionou um período recessivo em Paranaguá que perdurou até o surgimento do ciclo da soja. Nessa época, inúmeras empresas ligadas à exportação do café fecharam; agências bancárias encerraram suas atividades e os trabalhadores portuários perderam o poder de compra, trazendo sérios problemas ao comércio e aos prestadores de serviços. Essa situação teve reflexo imediato no clube, pois muitos dos seus associados transferiram residência para outras cidades e alguns, que aqui permaneceram, viveram dificuldades financeiras. A comunidade, grande parceira do clube, ficou empobrecida. Como consequência, o clube definhou e foi perdendo seus associados até chegar ao ponto de contar comapenas quatro rotarianos: Raul Leone, Noboro Sato, Nodier Francisco Mattanó e Nilson Cardoso de Miranda. Em um sábado de julho de 1975, na sala de repouso de uma sauna, conversando com uma pessoa que estava descansando ao meu lado e quese identificou como rotarianoadmitido no Rotary Club de Paranaguá Rocio para ser seu presidente -achei esquisito alguém ser admitido para ser presidente - disse-lhe que já havia presidido o Rotary Club de Paranavaí. O rotariano, que depois fiquei sabendo tratar-se do advogado Nilson Miranda, vice-prefeito de Paranaguá, convidou-me para a

de Café-Exportação. Sem conhepróxima reunião de seu clube. cer ninguém qualificado, pois eu No dia e horário marcados fui era novo na cidade, me lembrei ao restaurante indicado, mas não da concessionária Volkswagen e havia nenhuma reunião de Rotary; do Centro do Comércio do Café. isso também aconteceu nas duas Sem o menor pudor procurei seus semanas seguintes, sendo que na dirigentes, expliquei a situação e os última tentativa o garçom me disse convidei para a reunião extraordi“esse pessoal faz horas que não se nária que faríamos na terça-feira reúne”. Assim, dei por encerrada a seguinte. Foram eles, os compatentativa de voltar a participar de nheiros Herbert Barckmann e Lary um Rotary Club. Targa, meus primeiros afiliados no No final de agosto, recebi um clube. telefonema do Sr. Raul Leone, Como eu, todos cumpriram a Chefe do Gabinete do Prefeito missão, sendo que ao final de 3 seMunicipal, me convidando para manas atingimos o número de 25 uma reunião do clube às 11 horas associados. da manhã, alusiva à visita oficial do A joia cobrada dos novos rotaGovernador. Fernando Caldas rianos e a colaboração pessoal de Estavam na reunião, além dos Associado ao RC Paranaguá-Rocio cada um dos antigos associados quatro associados citados anteriorpossibilitou o pagamento das dívimente, o Governador Cássio Bittencourt de Macedo, o EGD Caetano Gomes Correa, das e ainda sobrou dinheiro. Na época, a Telepar estava substituindo os guias dois outros convidados e eu. O Governador Cassio, usando de extrema franque- telefônicos e o Clube fez uma campanha através da za, propôs encerrar as atividades do clube, afirmando imprensa para que os guias antigos fossem doados ao que na realidade ele já não existia, pois além de não re- Rotary. A adesão foi inacreditável e nós conseguimos alizar as reuniões regimentais, nada produzia e estava quase lotar um caminhão com guias telefônicos, guias devendo uma razoável importância ao Rotary Interna- de telex, impressos e outras publicações. Com a venda do produto arrecadado, conseguimos tional, ao Distrito e à revista Brasil Rotário. Depois de muita conversa e argumentos moderado- o dinheiro necessário para a compra de um aparelho de res do EGD Caetano, o companheiro Cassio perguntou ar condicionado de 90 mil BTUs, instalado na enfermaa cada um dos presentes a opinião sobre o futuro do ria do Hospital das Crianças, minimizando o sofrimento e facilitando a recuperação das crianças internadas. clube. Todos opinaram pela sua continuidade. Três dias antes do prazo, telefonamos ao GoverFui o último a responder e fui sincero dizendo que, embora ex-rotariano, não era associado do clube. O nador Cassio e dissemos que suas exigências estavam Governador perguntou, então, se eu tinha a coragem de cumpridas e estávamos aptos a recebê-lo para uma participar de um clube no estado em que se encontrava nova visita oficial. Em meados do mês de outubro a visita foi efetivada, o Rocio. Respondi que se todos se empenhassem efetivamente em trabalhar para reorganizar o Rotary Club, cumpridos todos os ditames requeridos. Em seu livro de memórias intitulado “Um Construeu aceitaria me associar. O Governador , então, um pouco a contragosto tor de Caminhos” (p. 65)o companheiro Cassio Bitenconcedeu um prazo de 30 dias para a reestruturaçãodo court Macedo escreveu o seguinte: “Em Paranaguá encontrei um dos dois clubes, o do clube, condicionada à efetivação de três pontos: 1º- Pagamento de todas as obrigações financeiras Rocio, em situação precária, com apenas cinco integrantes. Concedi um prazo de 30 dias, improrrogáveis, para pendentes; 2º- Admissão de novos associados para alcançar o a revitalização do clube sob pena de fecha-lo. Orientanúmero mínimo exigido pelo Rotary International, que dos pelo saudoso Governador Caetano Gomes Correa e com o apoio decisivo do companheiro Fernando Calera de vinte e cinco; 3º- Realização de um projeto de serviço significativo das, houve o soerguimento do clube em apenas 23 dias. O Rotary Club de Paranaguá-Rocio transformou-se em na comunidade. A reunião com o governador ocorreu na hora do um sucesso e, na sequência, elegeu dois governadores, almoço e marcamos uma reunião para aquela noite, na Algacyr Morgenstern e Fernando Caldas”. Os fatos que acabo de relatar, ocorridos há mais de casa do companheiro Nilson Miranda, Presidente do Clube, para estabelecermos um programa de trabalho 40 anos, são pouco conhecidos dos rotarianos de nosque possibilitasse cumprirmos o determinado dentro so Distrito. Ao registrá-los, a pedido do Governador Armando Zoccola Filho, o faço para demonstrar que, do exíguo prazo que foi concedido. Combinamos a realização de reuniões de trabalho mesmo em períodos de crise, querer é poder. Que o exemplo do Rotary Club de Paranaguá-Rocio todas as noites e estabelecemos uma estratégia para a conquista de novos associados, com base em uma lis- incentive os clubes que passam por problemas estrututa de classificações elaborada naquela mesma noite, às rais semelhantes a reagirem e retomaremas condições de prestar bons serviços às suas comunidades, pois, pressas. Cada um dos seis associados recebeu a incumbên- como argumentou o EGD Caetano Gomes Correa cia de levar dois convidados na próxima reunião nor- naquela distante reunião de 1975, o encerramento das atividades de um Rotary Club é a morte prematura de mal do clube. Fui encarregado de levar um candidato para pre- muitas ideias e projetos importantes em prol de mundo encher a classificação de Veículos Automotores e outro melhor.


Armando Zoccola Filho & Marlene

Governador 2016-2017 Carta Mensal

Estatística de sócios do Distrito 4730 1 de Outubro de 2016

Página 8 Clube: Sócios Rotary Club de Araucária 12 Rotary Club de Bocaiúva do Sul 11 Rotary Club de Campo Largo Centro 12 Rotary Club de Carambeí 22 Rotary Club de Castro 19 Rotary Club de Colombo Atitude 0 Rotary Club de Contenda 16 Rotary Club de Curitiba 63 Rotary Club de Curitiba Água Verde 13 Rotary Club de Curitiba Alto da Glória 21 Rotary Club de Curitiba Avenida das Torres 12 Rotary Club de Curitiba Bacacheri 5 Rotary Club de Curitiba Batel 23 Rotary Club de Curitiba Bom Retiro 27 Rotary Club de Curitiba Brilhante 10 Rotary Club de Curitiba Cajuru 13 Rotary Club de Curitiba Centro 31 Rotary Club de Curitiba Champagnat 17 Rotary Club de Curitiba Cidadania 0 Rotary Club de Curitiba Cidade Ecológica 21 Rotary Club de Curitiba Cidade Industrial 26 Rotary Club de Curitiba Cinquentenário 13 Rotary Club de Curitiba Cristo Rei 27 Rotary Club de Curitiba Cruzeiro do Sul 21 Rotary Club de Curitiba Fraterna 27 Rotary Club de Curitiba Gralha Azul 8 Rotary Club de Curitiba Guabirotuba 16 Rotary Club de Curitiba III Milênio 18 Rotary Club de Curitiba Imigrantes 18 Rotary Club de Curitiba Leste 35 Rotary Club de Curitiba Marumby 20 Rotary Club de Curitiba Mercês 19 Rotary Club de Curitiba Norte 41 Rotary Club de Curitiba Oeste 49 Rotary Club de Curitiba Ópera de Arame 10 Rotary Club de Curitiba Parque Barigui 26 Rotary Club de Curitiba Portão 18 Rotary Club de Curitiba Rebouças 29 Rotary Club de Curitiba Santa Felicidade 18 Rotary Club de Curitiba São Braz 13 Rotary Club de Curitiba Sítio Cercado 15 Rotary Club de Curitiba Sul 9 Rotary Club de Fazenda Rio Grande 19 Rotary Club de Guaratuba 18 Rotary Club de Inácio Martins 14 Rotary Club de Irati 25 Rotary Club de Jaguariaíva 14 Rotary Club de Mandirituba 12 Rotary Club de Matinhos 18 Rotary Club de Morretes 15 Rotary Club de Palmeira 17 Rotary Club de Paranaguá 17 Rotary Club de Paranaguá Rocio 20 Rotary Club de Paranaguá Taguaré 14 Rotary Club de Pinhais 23 Rotary Club de Piraí do Sul 17 Rotary Club de Piraquara 14 Rotary Club de Ponta Grossa 30 Rotary Club de Ponta Grossa Alagados 22 Rotary Club de Ponta Grossa Campos Gerais 17 Rotary Club de Ponta Grossa Centenário 11 Rotary Club de Ponta Grossa Jardim América 14 Rotary Club de Ponta Grossa Lagoa Dourada 15 Rotary Club de Ponta Grossa Oeste 22 Rotary Club de Ponta Grossa Sabará 35 Rotary Club de Ponta Grossa Sul 20 Rotary Club de Ponta Grossa Uvaranas 13 Rotary Club de Ponta Grossa Vila Velha 21 Rotary Club de Pontal do Paraná 13 Rotary Club de Prudentópolis Cachoeiras 0 Rotary Club de Quatro Barras Graciosa 17 Rotary Club de Reserva 19 Rotary Club de Rio Negro 35 Rotary Club de São José dos Pinhais 44 Rotary Club de São José dos Pinhais Afonso Pena 19 Rotary Club de São José dos Pinhais Colônia Murici 9 Rotary Club de São José dos Pinhais Iguaçu 31 Rotary Club de São Mateus do Sul 22 Rotary Club de São Mateus do Sul - Xisto do Iguaçu 20 Rotary Club de Teixeira Soares 10 Rotary Club de Telêmaco Borba 12 Rotary Club de Tibagi Guartelá 11 Rotary Clube e-Club do Distrito 4730 11

Total de sócios do Distrito Percentual Número de Clubes no Distrito Média de Sócios por Clube

H 8 2 6 20 14 11 52 10 21 12 3 23 20 4 6 25 8 14 24 13 22 11 18 2 16 6 13 31 16 15 37 34 1 15 12 17 12 8 8 5 13 10 8 23 10 6 13 9 14 17 17 1 11 11 12 30 14 7 8 14 15 20 35 19 8 9 7 6 16 27 44 11 7 31 17 4 10 6 6 7

M 4 9 6 2 5 5 11 3 0 0 2 0 7 6 7 6 9 7 2 0 5 10 9 6 0 12 5 4 4 4 4 15 9 11 6 12 6 5 7 4 6 8 6 2 4 6 5 6 3 0 3 13 12 6 2 0 8 10 3 0 0 2 0 1 5 12 6 11 3 8 0 8 2 0 5 16 0 6 5 4

Em 30 de junho Sócios: H M 1574 1148 426 72.46 27.48 83 19.77 14.33

Sócios 17 11 12 21 18 15 14 62 14 19 13 5 23 26 10 11 29 18 14 23 26 13 30 23 28 11 16 19 18 35 20 21 41 49 7 23 19 30 18 13 15 8 13 18 13 23 18 13 19 16 19 17 20 13 23 17 15 29 25 17 12 14 15 23 38 18 15 22 17 22 17 19 38 46 19 8 31 21 18 10 12 8 12 Sócios 1641 0.06 5.43

Setembro 2016

H 10 2 6 19 12 11 10 51 11 19 13 3 23 19 5 5 23 9 7 15 24 13 25 12 18 3 16 6 13 32 16 16 37 34 0 14 12 19 12 8 8 4 12 10 8 21 10 7 14 9 16 17 17 1 11 11 12 29 16 7 9 14 15 21 38 18 10 10 11 9 5 16 30 45 11 6 31 16 4 10 6 5 6

Ñ inf 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0

Var 5 0 0 -1 -1 15 -2 -1 1 -2 1 0 0 -1 0 -2 -2 1 14 2 0 0 3 2 1 3 0 1 0 0 0 2 0 0 -3 -3 1 1 0 0 0 -1 -6 0 -1 -2 4 1 1 1 2 0 0 -1 0 0 1 -1 3 0 1 0 0 1 3 -2 2 1 4 22 0 0 3 2 0 -1 0 -1 -2 0 0 -3 1

1 de Outubro de 2016 H M Ñ inf 1189 451 1

Var 67

0.01

M 7 9 6 2 6 4 4 11 3 0 0 2 0 7 5 6 6 9 7 8 2 0 5 11 10 8 0 13 5 3 4 5 4 15 7 9 7 11 6 5 7 4 1 8 5 2 8 6 5 7 3 0 3 12 12 6 3 0 9 10 3 0 0 2 0 0 5 12 6 13 12 3 8 0 8 2 0 5 14 0 6 3 6

Profile for Rotary Distrito 4730

Rotary 4730 - Carta Mensal 03 Setembro  

Rotary 4730 - Carta Mensal 03 Setembro  

Advertisement