Page 1

Ano XI nº 94 / Novembro / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

A hora do

sim

Como se organizar para ter o casamento dos sonhos

PASSARELA O floral é tendência nas roupas de Verão BEM VIVER O que é verdade ou não na alimentação saudável

Dollarphotoclub

ENTREVISTA Neide Mantovani, presidente da Creche Joana D’Arc


Rua Josephina Mandotti, 158 - Jardim Maia - Guarulhos/SP www.materamabilis.com.br • fone: 3809-2000


Márcio Monteiro

10 entrevista

O que é necessário para organizar o casamento perfeito, desde o vestido e local até os detalhes da festa

66 meu canto

Como aplicar gesso e drywall à decoração

74 passarela

A reinvenção do floral e o seu lugar no look

88 mesa

O doce sabor e o clima mexicano da Paleteria Las Chicas

56 recreação

82 culturada

62 livros

90 por aqui

70 bem viver

94 acelera

78 pet

98 lista 5

Pisos emborrachados em playgrounds Leitura musical

Mitos sobre a alimentação saudável Mantenha a vacinação em dia 4

Márcio Monteiro

Márcio Monteiro

Divulgação

Divulgação

Neide do Carmo Mantovani, presidente da Creche Joana D’Arc

58 perfil

Lívia Inhudes, atriz e intérprete de Vivi em “Chiquititas”

Novidades do mundo do entretenimento O que acontece na cidade Versão Turbo do Hyundai Veloster Os banheiros mais impressionantes do mundo

Divulgação

índice

16 capa


expediente Diretor Responsável: Valdir Carleto (MTb 16.674) valdir@revistaguarulhos.com.br Diretor Executivo: Fábio Carleto fabio@revistaweekend.com.br

editorial

Sejam felizes

Editora Executiva: Vivian Barbosa (MTb 56.794) redacao@carletoeditorial.com.br

Por Valdir Carleto

Assistente de Edição Amauri Eugênio Jr.

Não faltam dicas de como organizar um casamento que seja inesquecível, não só para os noivos, mas também para os convidados. Esta edição da RG está recheada de conselhos de especialidades em cerimônias, festas, roupas, preparativos e tudo mais. Se for com a pessoa certa, o casamento há de ser mesmo inesquecível e digno de ser lembrado a cada dia. Mas, afinal, quem será a pessoa certa? A escolha precisa ser criteriosa. Não resolve escolher pela beleza física, pois é efêmera. Nem pela posição social, porque isso é relativo. Tampouco apenas pelas afinidades: elas são muito importantes, mas é preciso também que um cônjuge seja complemento do outro. E, ainda que a escolha seja feita com todo cuidado, com muito critério, a vida a dois é um exercício diário de paciência, de renúncia, já que muitos fatores irão se somando ao relacionamento do casal. Pode ser a mãe dele que não se conforma que seu queridinho possa não estar sendo tão bem tratado como se ainda estivesse sob as suas asas. Pode ser a mãe ou pai dela que vive interferindo na vida dos dois. Podem ser os filhos, que requerem carinho e atenção o tempo todo, não deixando que o marido curta a esposa e nem ela a ele. Ou ainda as dificuldades financeiras pelas quais todo casal costuma passar, que podem influenciar na convivência em família. Não existe casamento perfeito, mas há de conseguir o máximo de harmonia, se ambos estiverem empenhados em fazer o outro feliz, mais até do que em se sentir feliz. Não quero dizer com isso que ele ou ela deva anular-se, deixar de lado seus sonhos, fantasias e desejos. Mas, sim, aprender a se colocar no lugar do outro e analisar, a cada situação, como se sentiria se invertessem os papéis. Enfim, casamento é para somar e multiplicar, não para dividir ou diminuir. Escolha com calma, decida com planejamento e promova a união com humildade e carinho. E, juntos, acima de todos os fatores e circunstâncias, persigam como objetivo a felicidade dos dois. 

Redação: Bárbara Cunha, Elís Lucas, Michele Barbosa e Talita Ramos Revisão: Gabrielle Carleto de Paulo Fotografia: Márcio Monteiro e Rafael Almeida Direção de arte: Cintia Brumatti Design Gráfico: Aline Fonseca, Katia Alves e Douglas Caetano Comercial: Laila Inhudes, Maria José Gonzaga, Maura Parra Peres, Patrícia Matos, Thais Cristine e Thaís Tucci comercial@revistaweekend.com.br Administrativo: Viviane Sanson e Saiummy Takei Distribuição Luiz Aparecido Monteiro Impressão e acabamento: Grass Indústria Gráfica Tel: (19) 3646-7070 Tiragem: 8.400 exemplares A RG - Revista Guarulhos é uma publicação da Carleto Editorial Ltda. opiniao@revistaguarulhos.com.br www.revistaguarulhos.com.br

33 anos de Jornalismo com Responsabilidade Social Av. João Bernardo Medeiros, 74, Bom Clima, Guarulhos. CNPJ: 10.741.369/0001-09 Tel.: (11) 2461-9310

cartas Parabenizamos a Carleto Editorial pelo excelente trabalho no Especial Educação da RG. A edição traz a informação mais completa sobre as escolas da cidade, orienta com responsabilidade e isenção. E vai além, trazendo uma pesquisa interessante sobre as principais metodologias educacionais e dicas importantes aos pais sobre escolhas educacionais para seus filhos. Maurício Berbel, Colégio Novo Rumo

6

Excelente reportagem sobre o parto humanizado da RG. São inúmeras páginas para mergulhar no assunto. Vivian Scaggiante, Além D´Olhar fotografia Parabéns pela iniciativa da revista com o tema ‘Parto Humanizado’. Excelentes matérias, excelentes profissionais e uma grande ajuda na desmistificação do tema no Brasil. Gratidão! Aline Dávila Bucci

Foi um prazer dar essa entrevista à RG, que, com todo cuidado, conhecimento de causa e carinho, escreveu nossa história. Parabéns à Vivian Barbosa, que fez um texto limpo e profundo de informações. A matéria ficou incrível! Luana Barreto Vieira A matéria sobre parto humanizado ficou fantástica! Parabéns pelo trabalho! Ligia Trevisan Martins Orlandini

Reportagem MARAVILHOSA sobre o parto humanizado. É tudo o que uma gestante precisa para chegar lá! Thais Rodrigues Bernardo Que maravilha que ficou essa matéria! A repórter Vivian Barbosa conseguiu juntar todas as informações com exemplos claros na matéria “A estrela do parto”. Espero que a revista chegue a muitas grávidas para que elas possam fazer a melhor escolha. Paula Lopez

Mensagens para a RG: enviar email para redacao@revistaguarulhos.com.br


um resort com tudo incluso: sua casa, família, lazer e qualidade de vida. lançamento

condições

imperdíveis

23 e

dorms

complexo aquático com lazer para todas as idades

todos com suíte, terraço com churrasqueira e vagas cobertas

visite decorados

rua otávio braga de mesquita, 1450 • Financiamento 100% aprovado no ato • sem burocracia • sem comprovação de renda

espaço fitness de 175 m2 com academia, ioga e spa

(11) 2492-2004 vegus.com.br/forever

incorporação registrada sob o número 70.683 do 2º cartório de registro de imóveis de guarulhos.


anos

5


ENTREVISTA Por Valdir Carleto

Nem parece que Neide do Carmo Mantovani, presidente do Núcleo Beneficente Joana D’Arc, completou 80 anos de idade. São exemplares a disposição e a alegria que ela demonstra para dirigir a creche, cuja organização e limpeza são impecáveis. Fotos: Márcio Monteiro

Uma vida dedicada

ao trabalho social

Revista Guarulhos: Onde nasceu, quando e por que veio para Guarulhos? Nasci em São Paulo e vim para Guarulhos, esta cidade que eu amo, quando era uma garota, porque meu pai se estabeleceu aqui, onde conheci gente maravilhosa, amigos generosos e onde foram criados meus filhos. Quantos filhos? Quatro: Carlos, psicólogo clínico;

10

Leila, professora universitária; Fátima, advogada e Iara, que também é professora. Como, quando e por que surgiu a Creche Joana D’Arc? Muito antes de ela existir fisicamente aqui, trabalhei profissionalmente como cabeleireira e, nessa função, já fazia um trabalho social, atendendo às segundas-feiras gratuitamente mulheres carentes e suas crianças. Quis o destino, e credito isso às

mãos de Deus, que eu viesse a reencontrar aqui no Jardim São Paulo mães que eu atendia nesse trabalho anterior, que incluía fornecimento de refeições, roupas e calçados em atendimentos que eram feitos aos sábados. Parece que havia um ímã a atrair uns aos outros. Até que ponto a doutrina espírita que a senhora professa está ligada a esse trabalho assistencial? Para mim, como pessoa, tem mui-


to a ver, porque muito antes desta obra, pelos princípios da doutrina, eu sempre desenvolvi um trabalho assistencial. Para criar a instituição, eu recebi orientação mediúnica psicografada da necessidade de fundação de uma obra. Quando o Núcleo Beneficente Joana D’Arc foi fundado? Embora a atuação social já existisse antes, a instituição foi fundada em 1982. Portanto, há 32 anos. Por que o nome Joana D’Arc? O nome fez parte da orientação psicografada que recebi de que ela, que teve atuação marcante na história da França, seria quem iria zelar pela obra social que eu deveria criar. A quem pertence este local? Esta obra abençoada foi construída com recursos do Projeto Cura, na primeira gestão do prefeito Néfi Tales, e concedidos legalmente à instituição. A esposa dele, Laura, era minha cliente no salão e conhecia a ação social que desenvolvíamos pelos mais necessitados. Quais serviços a instituição presta à comunidade? Através de convênio com a Secretaria de Educação do município, mantemos a creche para 163 crianças de 0 a 3 anos em período integral. Quando completam 3 anos, elas têm de ir para a escola. Atendemos no total 210, porque no dispensarial temos crianças maiores, de até

10 anos, que recebem reforço escolar, alimentação e outras atividades, incluindo uso de computadores, evitando que fiquem nas ruas aprendendo o que não é bom e assim as mães podem trabalhar tranquilas. Para isso, contamos com ajuda de muitos voluntários. Outro trabalho é uma orientação jurídica que damos a famílias de bolivianos que vêm residir aqui perto e que não têm documentação para matricular as crianças. Minha filha Fátima é voluntária na obra e ajuda nesse sentido. E temos o Programa Mãe Aconchego, com foco em gestantes, muitas das quais adolescentes. Para participar, é obrigatório fazerem acompanhamento médico; no sétimo mês, elas recebem o enxoval para o bebê, com peças que recebemos em doação. Muitas dessas crianças, que amparamos desde a gestação, depois vêm ficar na creche.

“O atendimento espiritual que fazemos não se confunde com a obra social, embora tenha sido a origem de tudo. A obra não pode se desvirtuar dos princípios que nos levaram a iniciá-la há tantos anos.”

Quantas mulheres são atendidas? Em média, umas 70 ou 80 por ano. Todos os meses há entrega de enxovais. O convênio é suficiente para manter a casa? De jeito nenhum! Essa verba vem para complementar, ajuda muito, mas não é suficiente, nem de longe, para nossas necessidades. Dá para pagar os salários dos funcionários que atuam na creche, mas mesmo para férias, 13º, INSS, encargos e muitas outras despesas, precisamos do apoio da comunidade.

11


ENTREVISTA

Como se dá esse apoio? Temos de fazer de tudo para manter a obra. Promovemos um jantar em maio e outro em novembro. Quem prepara os pratos é a Cantina D’Elia, especializada em massas e que nos ajuda desde os primórdios, quando ainda era o senhor D’Elia, pai do Ettore, que fazia as refeições para as crianças. Temos o bazar, que funciona o ano todo, com roupas em bom estado doadas, que vendemos a preço simbólico, mas isso ajuda a pagar as contas. E há doações que as pessoas fazem e que são fundamentais. Há projetos da casa beneficiados pelo Fumcad (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente)? Como estamos muito ligados à Educação, ainda não tivemos condições de buscar nos inteirar sobre o que seria necessário para ter algum amparo na área da assistência social. Tem planos de expansão do trabalho desenvolvido? Desejamos ampliar o atendimento aos jovens, para que possam ter atividade aqui até uns 14 ou 15 anos, quando já teriam orientação profissional e mais condições de enfrentar o mundo. São crianças muito queridas, que acompanhamos desde pequenas e queremos poder atendê-las por mais tempo. Como as pessoas podem contribuir? São diversas formas. Precisamos de todo tipo de ajuda. Podem ligar para 2404-3052 e vir nos visitar para conhecer de perto nosso trabalho: rua Taguaí, 33B, Jardim São Paulo. O Núcleo tem contribuintes mensalistas? Não. Preferimos não criar esse

12

tipo de contribuição para que ninguém confunda o atendimento espiritual que nosso Centro dá a centenas de pessoas todas as semanas. Uma coisa não tem a ver com a outra. Nossa obra não pode se desvirtuar dos ideais que vislumbramos ao iniciá-la. A cada momento, a cada necessidade, conseguimos os recursos para levar nosso trabalho adiante. Isso é o que realmente importa. Pode citar um fato muito marcante pelo aspecto positivo e outro que tenha sido negativo? Positivo, eu tenho. Eu não me deixo levar pelo lado negativo. Creio que aquilo que Deus está nos dando oportunidade de vivenciar, cabe a nós buscar solução. Com satisfação, tenho muitos fatos positivos a citar. Por exemplo, uma criança que entrou aqui no berçário e saiu daqui em idade escolar e depois eu a encontro nos seus 16 ou 17 anos em um emprego maravilhoso, onde ele é estimado e respeitado, por todas as qualidades que ele adquiriu durante o tempo em que esteve conosco, pela educação, respeito aos valores morais e humanos. Esse é um dos melhores presentes que eu poderia receber. Posso mencionar o David, que quando chegou aqui não falava, pois os avós que o criavam eram surdos-mudos. Já adulto, ele veio nos visitar, procurando a Tia Neide. Aos 32 anos, é engenheiro na Volkswagen e todos os anos vem trazer presentes para as crianças. Quando ele estava conosco, o Jardim São Paulo não

tinha nada; a creche ajudou muito o bairro a obter pavimentação, iluminação, linhas de ônibus. Tem também o Alexandre, que atua em publicidade e marketing, graças à formação pessoal que recebeu da nossa obra social. O que quer deixar como mensagem? Apenas agradecer a Deus, que é tão bom, por tudo que nos proporciona; aos voluntários e a todos que contribuem de um jeito ou de outro para manter nossa instituição. E que nunca nos abandonem, prestigiem os jantares beneficentes, pois a ajuda de todos é fundamental. 


Sofisticação, natureza e elegância em todos os detalhes para que você possa ter

Informações e reservas: 11

| 2441-3231


Conheça também nossas opções para: Eventos sociais Eventos corporativos Treinamentos Happy Hour Buffet Empresarial

R. Lázaro Bueno de Oliveira, 92 (Travessa da Av. Paulo Faccini) Acesso pela saída 222 Via Dutra | Guarulhos

www.capannone.com.br


CAPA

Pelo sim perfeito Por Vivian Barbosa

Banco de imagens

Por Vivian Barbosa

Quem é que não tem o sonho de se casar, construir uma família digna de comercial de margarina e ser feliz por toda a vida? Acho que todos, ou pelo menos a maioria. O casamento é um evento que mexe com a vida de qualquer pessoa. Afinal, quando um casal resolve se unir, é preciso comemorar o momento. E é para quem pretende organizar um casamento perfeito que a RG deste mês reuniu profissionais das mais diversas áreas capazes de explicar e sugerir o que há de novidades para os casamentos, e também para falar do clássico, que nunca sai de moda. A noiva é sim a protagonista, isso não há como negar. O vestido, cabelo, maquiagem, acessórios, sapatos, buquê... Tudo que diz respei16

to à ela neste dia merece ainda mais atenção. E é por isso que reservamos a maior reportagem à elas. O noivo, que também é muito importante, afinal, sem ele não haveria casamento, também precisa de conselhos e dicas para acertar no visual e deixar o evento ainda mais bonito. Depois de pensar nos personagens principais, hora de escolher o tipo de festa que se pretende organizar. O mercado de eventos oferece muitas opções, mas traçamos as que são mais procuradas por quem está prestes a dizer o sonhado sim. Quem quer se casar na praia, por exemplo, deve saber que a decoração principal é a que a natureza oferece. E para desfrutar disso, a dica é verificar as condições do tempo para a época do ano escolhida.

Cada vez mais comuns, as festas de casamentos realizadas em sítios conferem o visual natural, mas pode ser somado à uma decoração bastante elegante e sofisticada. O que é perfeito para muitos noivos, que gostam do contato com a natureza, mas que não querem esquecer o lado clássico do evento. Aos mais tradicionais, a dupla igreja + buffet é a melhor pedida. Principalmente para os que preferem que o evento aconteça à noite. Para todas as situações há dicas de como organizar a festa, qual a melhor opção de comes e bebes, convites, lembrancinhas e o que pode ou não acontecer em cada estilo de festa. Tomou nota? Então agora é se programar e produzir o momento para ter o sim perfeito. 


CAPA

Na capela e no salão

Fotos: Banco de imagens

Por Amauri Eugênio Jr.

Se há algo tradicional quando o assunto é casamento, é haver cerimônias na igreja e em buffets. Sejamos francos: todo aquele ar tradicional da cerimônia, desde o tapete vermelho estendido na igreja, passando pelos arranjos de flores colocados nos extremos dos bancos, o emocionante momento do “Sim!”, a saída da igreja e a festa no salão estão no imaginário das brasileiras e, por que não haveria de ser, de muitos rapazes também. Contudo, alguns detalhes devem ser levados em consideração para a cerimônia ser perfeita e sair como foi imaginada, dentro do orçamento estipulado para o grande evento.

18

Lugar certo, na hora certa

Sem considerar o atraso da noiva, que é um fato social no que diz respeito a todo e qualquer casamento, a maioria das cerimônias acontece à noite, mas não há regras sobre em qual momento do dia marcar o casamento. “No caso do horário noturno, pode-se abusar um pouco mais da sofisticação, o dia da noiva pode ser feito mais tranquilamente, a temperatura é mais amena; a festa tende a ser mais animada por causa iluminação e a decoração fica mais evidente. Enfim, varia muito com o perfil dos noivos, ou seja, de acordo com o que sonham para o seu casamento”, explica a assessora de casamentos Andreia Klein, da Sax Santana Eventos Musicais. Uma dúvida recorrente sobre o buffet é a distância. Nesse caso, o recomendado é o local não ser distante da igreja, para o trajeto de um lugar ao outro não demorar e, assim, não prejudicar o início da festa. Para quem não abre mão de praticidade, pode-se fazer a cerimônia e a comemoração no mesmo espaço.

Junto e misturado

Cerimônias católicas e evangélicas não têm muitas diferenças entre si. O que muda de uma para a outra são aspectos como a sequência de entradas, músicas escolhidas e a liturgia religiosa. Por exemplo, enquanto a bênção das alianças em cerimônias católicas é feita com versão musical de “Ave Maria”, há uma oração em casamentos evangélicos. 


PARA UM MOMENTO ÚNICO E INESQUECÍVEL Um espaço versátil com requinte e conforto Com sistema de ar condicionado, com oito tipos de iluminações, escada iluminada, lustre de cristal, sala para noivos e ótimo estacionamento acoplado.

CONSULTE A AGENDA DE 2015 E NOSSOS VALORES PROMOCIONAIS Tudo o que você precisa em um único lugar! www.salaonobre-ecvg.com.br salaonobre@twobeventos.com.br 11 2451-7577 | 11 7863 2920 | 11 7770 2392 Av. Júlio Prestes, 99 | Torres Tibagy      

 


Decoração, a alma do negócio

O gosto dos noivos conta, sim, quando o assunto é decoração. Afinal, o futuro casal quer dar um toque particular à cerimônia, o que é legítimo. Ainda assim, apesar de aspectos como local, horário e recursos disponíveis também serem levados em conta, há detalhes que são comuns, como o uso de arranjos de flores naturais, velas e iluminação artificial no ambiente. “A iluminação recomendada em buffets é com refletores set-lights; ribaltas; pares de lâmpadas LED; velas, geralmente usadas com efeito decorativo; e há a iluminação do DJ, que também ajuda a compor a decoração. Já as igrejas têm iluminação própria. Costuma-se usar velas na decoração do corredor ate o altar”, pontua Andreia. Flores e mobília de plástico e tecidos pesados devem ser evitados, pois comprometem a estética do espaço.

Comes e bebes à mesa

Motivos de comentários positivos ou até mesmo maldosos por parte dos convidados, os alimentos, sejam pratos ou finger foods – ou petiscos –, merecem atenção à parte. Sendo assim, vale a pena fazer degustação para teste de sabores, opções de pratos quentes e frios, coquetéis e demais variáveis, para tudo sair dentro dos conformes. Claro, a condição climática e o horário devem ser levados em conta para não haver gafes, inclusive no que diz respeito à bebida. O bolo, atração indiscutível da festa, também requer cuidados especiais. Recorrer aos bolos fake, ou seja, apenas figurativos para decoração e corte simbólico, é uma boa. “As maquetes podem ser usadas para o bolo não ficar exposto. E se o bolo tiver cobertura, deve estar sempre na geladeira”, pontua Bruna Kitt, do Golden Fest Buffet. Os naked cakes – sem cobertura – vêm ganhando mais adeptos faz algum tempo. Por outro lado, deve-se evitar bolos extremamente enfeitados e confeitados.

Sweet dreams

Docinhos tradicionais como brigadeiro, beijinhos, camafeus, trufas são bem-vindos e ainda ajudam a compor a decoração da mesa.

Bem na foto

Há situações em que a igreja ou o buffet cedem o espaço para a realização da cerimônia, mas condicionam a contratação de fotógrafo com o qual têm vínculo. Há situações em que é cobrada multa para o casal contratar outro profissional e, por isso, cabe a eles decidirem se topam ou não pagá-la. É necessário ter em mente que esse trâmite, nada mais, nada menos do que venda casada, é tipificada como crime segundo o artigo 5º da Lei nº 8.137/1990, além de proibida pelo Código de Defesa do Consumidor.

Hora de convidar

O convite do casamento deve ter a cara dos noivos e, por isso, ambos devem decidir juntos qual layout será usado. Mas é inegável que esse é apenas um detalhe. “Aconselho a não dispor de muito dinheiro para isso, uma vez que, geralmente, eles acabam em uma gaveta. Deixe para gastar com outras coisas do casamento”, completa Andreia Klein.  20

Sax Santana Golden Fest Buffet Tel.: 3435-7780 Tel.: 2455-7141 www.saxsantana.com www.goldenfestbuffet.com.br


CAPA

Casamento no sítio:

tudo que você precisa saber

Sítios e chácaras são o cenário perfeito para quem busca realizar uma cerimônia de casamento com tema romântico ou retrô e também para quem deseja algo mais tradicional, mas com o ar bucólico do campo. A partir do momento em que um casal opta por um casamento no sítio, a primeira coisa a ser questionada e analisada é qual será o local, a distância em relação à maioria dos convidados e se o espaço é apto para acomodar a todos. “Normalmente os noivos escolhem sítios nas proximidades das grandes cidades, para garantir que todos tenham acesso fácil. Hoje os mais procurados são nas cidades de Arujá, Santa Isabel, Nazaré Paulista e redondezas, pois oferecem lugares belíssimos, com infraestrutura adequada para eventos,” explica a assessora de eventos Jeane Juliari.

Tempo

Escolhido o local em que a cerimônia será realizada, é importante também observar como está a previsão do tempo para a data determinada, evitando imprevistos desagradáveis como chuvas e temporais, caso seja um espaço aberto, além de propor um horário que seja acessível para todos os convidados. “Ao visitar o local, deve-se observar se há opção para cerimônia em local fechado, trazendo assim tranquilidade para qualquer eventualidade,” explica a assessora. Segundo Jeane, quando o casamento é feito em um sítio, os noivos preferem que a cerimônia aconteça durante o dia ou no máximo no pôr do Sol, para que os convidados possam apreciar bem a vista; mas um casamento à noite, bem iluminado, também é muito charmoso.  24

Fotos Banco de imagens

Por Talita Ramos


Convidados, convites e lembrancinhas

Casamento é algo muito pessoal, portanto a dica da assessora é prezar pela presença de parentes próximos e amigos íntimos na hora de montar a lista de convidados. Em relação ao convite, é importante personalizar de acordo com o gosto do casal. A lembrancinha, não menos importante que os demais itens do casamento, é algo que irá marcar como foi o evento. “O convite é a apresentação de como será sua festa. Por isso, escolha muito bem um que tenha a personalidade dos noivos. Já em relação às lembrancinhas, pense em algo bem sugestivo e elaborado, algo significativo e que não será ignorado, como, por exemplo, um porta-retrato; uma caixinha de mdf; um porta-treco; algo útil,” completa Jeane.

Uma das maiores preocupações dos noivos é em relação à decoração, tanto da cerimônia quanto da festa. “Mesmo sendo em um sítio, a decoração deve ter as características do casal, como cor e estilo, sendo rica em detalhes. Acho essencial uma bela mesa de doces, pois ali será um lugar marcante, além de ponto estratégico tanto para os noivos como convidados, na hora da sessão de fotos. Em relação à decoração das mesas em geral, vale apostar em arranjos altos e baixos, ou todos baixos com o mesmo tema de toda a festa, bandejas alternadas para os doces e, caso o evento seja à noite, iluminação cênica e velas fazem toda a diferença”, conta a assessora.

Pratos

Bons modos

Em casamentos realizados em sítios, os pratos servidos costumam ser: saladas como entrada; um ou dois tipos de massa; arroz; carne vermelha; carne branca e bebidas à vontade, de acordo com o requisito dos noivos. Em relação aos doces e ao bolo, seguindo a moda do casamento romântico ou rústico, o grande sucesso é naked cake, acompanhado de doces tradicionais, combinados com o tema da cerimônia. 26

Decoração

Para evitar situações desagradáveis, Jeane explica o que pode e o que não pode na ocasião. “Para não serem deselegantes, os convidados devem evitar juntar mesas, ir de bermuda; camiseta regata; short; chinelos (ressalvando: somente se os noivos o permitirem) e mexer na mesa que contenha alimentos ou lembrancinhas antes da liberação. Já os noivos devem evitar atrasar por mais de uma hora o início da cerimônia”, afirma a consultora.

Gastos

É normal que uma cerimônia de casamento bem feita tenha um custo muito alto. A assessora explica que a melhor alternativa para casar sem sentir tanto peso no bolso é se planejar com no mínimo um ano de antecedência. “Os noivos devem no mínimo ter três e no máximo cinco orçamentos de cada profissional necessário para a realização da cerimônia, analisando bem as propostas de trabalho e os valores,” finaliza Jeane.  Jeane Juliari Tel.: 96376-1985/ 96829-3385


CAPA

Fotos Banco de imagens

Casamento Por Talita Ramos

Para quem busca realizar uma cerimônia de casamento descontraída e ao ar livre, aproveitando a própria natureza como cenário principal, a praia pode ser o lugar ideal. Mas casar na praia, assim como em qualquer outro lugar, exige planejamento e atenção de quem está organizado o evento. Além do gasto, uma das primeiras preocupações que surgem para quem quer se casar na orla marítima, mas não mora nesse ambiente, é em relação à distância do trajeto para todos os convidados, além de muitas outras. “As principais preocupações de quem vai se casar na praia são relacionadas ao orçamento do evento; quantidade de convidados; distância; clima e acomodação,” explica o assessor de eventos Marcos Sanches. Segundo ele, as praias mais procuradas, no Estado de São Paulo, para quem vai se casar são: Cambury, Caraguatatuba, Guarujá, Maresias, Toque-Toque, Juquehy e Ilhabela, pois além de serem belas, oferecem estruturas prontas para esse tipo de ocasião. 28

tropical Tempo

Além de ser um lugar aberto, o ambiente marítimo sofre variação das marés. Então, é preciso escolher muito bem a data e o horário do casamento, para evitar problemas e ter um plano B pronto para entrar em ação, caso mudanças climáticas repentinas possam acontecer. “Vale tomar cuidado com a maré e saber até onde ela sobe”, conta a também assessora de eventos Ana Carolina Silveira Prado, da empresa Ewento.

Segurança

Como a praia é um lugar público, vale ainda ficar atento em relação à segurança. Para realizar esse tipo de cerimônia, é preciso pedir permissão à prefeitura local, algo que pode ser feito com facilidade, principalmente fora de temporada, quando as praias costumam estar mais vazias, o que permite delimitar um espaço e evitar a entrada de intrusos. 


CAPA

Convidados, convites e lembrancinhas

Em relação aos convidados, para que ninguém especial fique de fora, o ideal é que tanto a noiva quanto o noivo tenham sua própria lista e que sejam confirmadas as presenças. Por ser em um ambiente leve, um casamento na praia vai bem com convites temáticos, com motivos de conchas; peixes e barcos; em um papel reciclável, com um ar natural ou rústico. As lembrancinhas também podem abusar do tema ‘navy’. Segundo Marcos, algumas opções são: águas aromatizadas; caixinhas com chocolates em formatos de conchas e pérolas; garrafas decoradas com areia colorida; entre outros.

Decoração, doces e pratos

A decoração de um casamento na praia pode ser tanto clássica, quanto temática, dependendo do gosto dos noivos. “Para a festa, é legal montar uma decoração com vasinhos em vários tamanhos e cores; toalhas coloridas; sousplat de ratan; copos bico de jaca; vegetação em vasos de barros; cestões; cadeiras tyfani de madeira; mesas comunitárias de demolição, que dão um ar rústico; prateleiras; potes de porcelanas; e acervos de família, itens que compõem muito bem o estilo. Para a cerimônia, vale investir em tapetes de sisal; cestões com vegetação e cadeiras coloridas ou brancas, de acordo com a personalidade da noiva”, explica o assessor. “A mesa de doces tem de ter docinhos leves com base de frutas e chocolates o suficiente para os convidados comerem à vontade. Vale dizer que está voltando a moda dos doces da vovó, como balas de coco frescas; macarons coloridos; alfajores; brigadeiros de colher; potinhos com doces da fazenda; entre outros. O bolo é a cara do casamento, ou seja, a personalidade dos noivos. Eu, como assessor, indico o naked cake ou até pilhas de muffins de sabores variados, para esse tipo de festa”, completa Marcos. Como o ambiente de praia costuma ser quente e úmido, é aconselhado pelos assessores servir pratos leves e frescos, como saladas, grelhados, risotos e ‘finger food’, que também estão em alta e costumam ser bem aceitos pelos convidados.

Bons modos

Para evitar situações constrangedoras referentes ao traje e a comportamentos aceitos pelos noivos, a dica é deixar bem claro no convite que tipo de roupas podem ser usadas durante a cerimônia. “A etiqueta e a educação devem ser as mesmas em casa ou fora e isso serve para festas também”, afirma Ana Carolina.

Gastos

Segundo Marcos, um casamento bem feito na praia custa em média de 80 a 100 mil reais. Para evitar que a cerimônia torne-se um verdadeiro peso no bolso é preciso ficar atento às datas e planejar o evento com no mínimo um ano de antecedência. O auxílio de um assessor é essencial para realizar a cerimônia com tranquilidade e também economia, pois esse profissional irá pesquisar o melhor custo/benefício para os noivos. 

Ana Carolina Prado/Ewento Tel.: 011 - 98629-9499. Marcos Sanches Tel.: 011 99228-9968 7799-0653.

30


CAPA

Casamentos alternativos

Fotos: Banco de imagens

Por Bárbara Cunha

O tradicional vestido longo e branco, acompanhado de um buquê de rosas vermelhas está sendo cada vez mais substituído por uma festa temática, fantasias e lugares inusitados. Acontece que nem toda mulher sonha com a tradicional cerimônia de casamento e optar por algo marcante e inovador é o que incentiva os noivos na hora de planejar esse momento tão especial de suas vidas. Do estilo rústico ao mais despojado, cada casal tem a oportunidade de escolher o que mais tem a ver com o seu estilo. Restaurantes, hotéis, mansões, Las Vegas, tanto faz. Ana Cristina Bernardo de Laet, diretora executiva do restaurante Forneria Capannone, conta que o estabelecimento realiza em média um casamento por semana. “A grande maioria dos casais que celebra conosco estão em busca de uma comemoração mais intimista. Um casamento com proporções menores no número de convidados, mas maiores nos detalhes, com muito charme e elegância”. Casar pulando de bungee jump para os mais aventureiros, fantasiados de super-heróis para os geeks ou até mesmo em formato de circo para os mais ousados. O assessor cerimonial Marcos Sanches conta que diferenciar no tema de casamento gera muita emoção aos noivos e uma produção única, exatamente com um perfil que represente muito bem o casal. Além de escolher um tema que os represente, é importante atentar para detalhes da cerimônia, recepção, comida, local, entre tantos outros. A lista parece não ter fim. 32

Local

Antes de qualquer coisa, tenha certeza de que o (a) companheiro (a) é a pessoa certa, com quem você realmente pretende desfrutar os próximos anos da sua vida. Depois disso, é só planejar tudo com bastante calma. De acordo com Marcos, um ano de antecedência é o tempo ideal para organizar tudo. O local deve ter relação com o tema escolhido para o evento. Uma festa com um tema de circo não combina com um restaurante mais sofisticado, por exemplo. “É importante pensar na distância, no trajeto dos convidados e dar preferência a lugares de fácil acesso. A estrutura do lugar vai de acordo com a proporção do evento. Levar em consideração se é uma festa grande ou um evento simples”, explica Marcos. 


Manhã x noite

Para os casamentos realizados antes do meio-dia, a cerimônia é caracterizada pelo ambiente mais descontraído e aconchegante. Essa leveza não dispensa a elegância. Aos eventos que ocorrem depois do pôr do Sol, o local é marcado por luzes e tecidos mais pesados, tornando-se um pouco mais tradicional. “Nesse caso, você pode tudo. Mas é primordial manter o bom senso e contar com a ajuda de profissionais”, explica Marcos.

Traje da noiva

O tema da festa é quem a direciona. O modelo escolhido precisa representar tanto a personalidade da noiva, quanto o seu manequim. “Ele pode ser rendado, justo, curto... em casamentos desse formato, há mil jeitos diferentes da noiva se vestir. Todo cuidado é pouco, pois a noiva será o centro das atenções”, aconselha Marcos.

Decoração

É preciso pensar nos preparativos em conjunto e sempre de acordo com o tema. Flores suspensas, lustres ou teto de tecido. Para um evento que envolva fantasia ou um tema específico, vale investir em uma decoração que abranja a essência do tema. Uma festa de circo, por exemplo, pode ter palhaços, uma tenda vermelha e branca e pedaços de pano espalhados pelo ambiente. Tudo vai depender da imaginação dos noivos.

Comes e bebes

Na hora de escolher as opções para comes e bebes, opte por opções que agradem os convidados de uma maneira geral. “Comida, bebidas, doces e tudo o que está diretamente relacionado à alimentação da festa deve ser pensado de acordo com o público que pretende convidar. Não monte um cardápio apenas com peixe, ou apenas com carne. Ou um cardápio exclusivamente vegetariano. É fundamental pensar sempre nos familiares e amigos”, afirma Marcos.

Informações extras

- A ajuda de um assessor de cerimônia é importantíssima para direcionar os gostos dos noivos e suas preferências, sem que haja exageros ou escolhas ruins. - Outro ponto que se deve levar bastante em consideração é em relação ao dinheiro que se está disposto a gastar. Isso vai definir muita coisa da cerimônia. - A lembrancinha é a última coisa a ser definida. Ela precisa representar o casamento, então só pode ser produzida quando todos os detalhes já estiverem encaminhados. - E por último, porém o mais importante: Tornar um momento especial em algo que realmente represente os noivos. Enfim, tornar aquela celebração única e marcante para todos.

Convites

Essa personalização também está em alta nos convites. “Para uma festa tradicional e sofisticada, procure o mesmo tipo de convite. Para festas informais e descontraídas, procure um modelo informal e descontraído. O importante é fornecer aos convidados uma ideia do que eles devem esperar”, explica Luciana Okabayashi, da Stylo Convites. As informações básicas, mas necessárias, são: Nome dos noivos, nome dos pais, data do casamento, horário (com 15 ou 30 minutos antes do horário correto), local da cerimônia e local da recepção. Apesar de ser opcional, informações sobre o traje e tema da festa são importantes para direcionar os convidados.  34

Assessor cerimonial Marcos Sanches (11) 99228-9968 atendimento@marcossanches.com.br Stylo Convites Luciana Okabayashi (11) 95075-4908 Forneria Capannone Rua Lázaro Bueno de Oliveira, 92, Centro (11) 2441-3231


CAPA

Com que roupa eu vou

casar?

Saiba como escolher o vestido e os acessórios para arrasar no grande dia

Fotos Arquivo pessoal e banco de imagens

Por Michele Barbosa

O momento é especial: ele pede a mão dela em casamento e a resposta é “sim, eu aceito”. Depois desse momento mágico, é a hora de correr com os preparativos e o vestido de noiva é um dos que gera mais preocupação. A maioria das noivas tem ideia de como quer estar vestida no grande dia, porém as dúvidas sempre surgem, pois as lojas oferecem uma imensa gama de opções de cortes e modelos. Renda, tule ou seda? Cada pessoa tem um gosto diferente, mas o objetivo unânime é de que o vestido seja perfeito. 36

Para evitar frustrações, é preciso começar a saga o mais cedo possível. “Recomenda-se que a noiva escolha seu vestido entre um ano a três meses antes da data do casamento, pois somente com o vestido definido é possível escolher o penteado e os acessórios”, explica Marjorie Eiji de Oliveira, sócia-proprietária da La Jolie Trajes a Rigor. A noiva deve pensar no ambiente que quer criar no casamento, e escolher o estilo de vestido que melhor combine. Ela pode se identificar mais com o estilo contemporâneo do que clássico ou vice-versa.

Alugar ou comprar?

Segundo Marjorie, alugar é sempre uma boa escolha. “O grande diferencial do aluguel de vestido de noiva é o preço, que chega a ser muitas vezes menor do que o valor de compra”, pontua. A empresária afirma que ao alugar o vestido é possível contar com costureiras para ajustá-lo ao corpo sempre que necessário, diferentemente da compra. “Sem contar que alguns acessórios entram como cortesia, como coroa, tiaras, luvas e véu. Além disso, por que comprar um vestido que nunca mais será usado?”. 


CAPA

Tipo de corpo

Cada mulher tem um tipo de silhueta e valorizá-la é ótimo para a autoestima. “Para as mulheres que têm pernas mais longas e o tronco mais curto, a aposta é em vestidos com a cintura baixa, estilo sereia ou os tubinhos, para equilibrar a silhueta”, orienta Danyla Borobia, consultora de estilo. Os modelos princesa funcionam para quase todo tipo de silhueta. Somente para mulheres de busto muito fartos ou braços muito grossos não são muito aconselháveis, mas para equilibrar o corpo é possível usar mangas longas, médias ou até mesmo um casaquinho de renda. Já para as mulheres de perna curta e baixinhas, os vestidos no estilo império, com a cintura marcada bem alta dão um bom equilíbrio à silhueta. “Para quem tem muito busto, o melhor é optar por decotes em V, já que esse tipo de decote ajuda a disfarçar o tamanho do busto”. Os babados, rendas e os bordados tendem a deixar a silhueta mais farta do que já é; por isso, o melhor é usar os detalhes em locais mais magros do corpo para ficar mais harmonioso. É importante fazer as provas do vestido regularmente, e principalmente a última, pois em meio a tanta correria dos preparativos do casamento, é possível que, por motivos emocionais, a noiva ganhe ou perca alguns quilos.

Local x vestido

Acessórios

A moda atual é o culto ao simples, minimalista e ao conforto. Nada de ser uma noiva “montada” e seguindo modismos e tendências. “Porém, isso não precisa ser levado a ferro e fogo: o que vale é o sonho de cada mulher; se ela sempre sonhou em usar luvas no casamento ou chapéu, nada a impede. O que aconselhamos é que ela pode procurar acessórios mais modernos e que se adaptem ao tipo de casamento, horário, local e ao seu próprio estilo”, orienta Danyla. Para as mulheres que optam por seguir tendências, os acessórios mais usados são coroas de flores, flores, detalhes mais ricos em tiaras ou enfeites nos penteados, passando longe de chapéus, luvas, pulseiras, coroas de brilhantes e cabelos muito presos. Tudo mais simples é delicado e elegante.

Hoje em dia não existem restrições quanto ao que se deve ou não usar em determinados locais, mas mesmo assim é importante ter cuidado; afinal, ninguém se casa na praia em cima de um salto alto com um vestido cheio de brilho e que arraste no chão. O mesmo serve para quem se casa em sítios. “A noiva deve avaliar seu estilo, o tipo de cerimônia e sua silhueta. Geralmente quem opta por casamentos durante o dia, tanto em sítios, fazendas ou praias, deve atentar para o clima e suas mudanças, locomoção, se é em local aberto, entre outros. Nos casamentos diurnos, os vestidos não costumam ser com tecidos muito pesados, por causa da temperatura. Mas, que fique claro que nada impede a mulher de usar o vestido dos sonhos, e que usar brilhos e bordados durante o dia está liberado. A dica aqui é fugir dos exageros, é claro”, orienta Danyla Borobia. Já em buffets e cerimônias noturnas, o glamour é à vontade. Sem restrições de brilhos e tecidos. A foto da esquerda mostra um estilo que pode ser usado em qualquer ocasião, porque a renda é sempre bem-vinda. Já a da direita traz um vestido leve e com brilhos que pode ser usado durante o dia e à noite, campo ou buffet.  38


Um momento especial sempre exige sofisticação e elegância, por isso o Slaviero Executive Guarulhos oferece o melhor centro de convenções da cidade. Com requinte e bom gosto, você tem a opção de realizar desde a cerimônia, buffet e recepção até a noite de núpcias. Tudo preparado com atenção e cuidado para você viver uma noite inesquecível.

-Sete salas com capacidade total para até 700 pessoas -Ambientes totalmente moduláveis -Acesso independente do hotel -Equipamento audiovisual de alta tecnologia -Completa infraestrutura e atendimento personalizado

- Hospedagem para o casal - Café da manhã servido no apartamento - 01 garrafa de espumante - Frutas da estação - Chocolates - Necessaire com amenities especiais - Ramalhete de flores - Decoração especial - Early check in às 10h (conforme disponibilidade) - Late check out às 16h (conforme disponibilidade) - Estacionamento cortesia

Slaviero Executive Guarulhos Rua Rafael Balzani | 32 Centro | 07020-091 | Guarulhos | SP

RESERVAS:

11

2475.7500

MAIS INFORMAÇÕES:

www.slavierohoteis.com.br


CAPA

Sapato ideal

Segundo Danyla, o conforto deve estar sempre em primeiro lugar. Os estilos mais recomendados e que são tendências no momento são os scarpins tradicionais ou com amarrações no tornozelo, em cores tradicionais, cores fortes ou estampados; sapatilhas; o estilo pump shoes, que são os scarpins com uma base dianteira (quase uma meia pata), podem ser também os modelos em peep toe; e sandálias. Para escolher o sapato, a noiva precisa pensar no visual como um todo. A dica é que o item acompanhe o estilo do vestido, penteado e maquiagem. Vale lembrar que os modelos mais delicados e em cores claras não chamam muito a atenção e alongam a silhueta. Para quem pensa em escolher sapatos coloridos, a dica é que eles sejam combinados com a cor da decoração, os sapatos da madrinha ou damas de honra, o buquê, ou com a flor da lapela do noivo. Já as noivas mais descoladas e que curtem tênis, podem muito bem usá-los no grande dia. “Os tênis são mais usados por mulheres mais ousadas e confiantes; portanto, a noiva deve usar somente se estiver à vontade e não por causa de moda e tendências”.

A escolha do

buquê perfeito Assim como os demais acessórios, o buquê precisa ser escolhido adequadamente para não derrubar o visual. Para saber o que levar em consideração na hora de escolher, a proprietária da Magali Flores e Decorações, Magali Lavrador, dá algumas dicas importantes. “Opte por flores da época, pois são encontradas com facilidade e são mais em conta”. O modelo de buquê também deve estar de acordo com a personalidade da noiva e o vestido. As mais conservadoras devem escolher os delicados, em forma de cascata ou braçada, com amarrações em fitas e flores com cores claras. Para as descoladas, buquês com cores chamativas são os indicados. As noivas mais baixas devem optar por buquês com flores menores, redondos, em formas estilizadas. Já as altas devem escolher as flores maiores, em ramos grandes, longos, e em modelo cascata. O horário da cerimônia também deve ser levado  em conta. De ma40

nhã ou de tarde, os buquês devem ser menores e arredondados, ou em cascata com flores sofisticadas, em tons claros. De noite, flores grandes e nobres dão um charme. “Dá para acrescentar pontos de luz, broches e pedrarias em geral”, sugere Magali. Não é indicado usar as mesmas flores da decoração no buquê, pois pode passar a impressão de que o buquê tenha sido feito com sobras ou que a noiva está carregando um arranjo do casamento.  Para quem acredita na simbologia, as orquídeas podem transmitir beleza e perfeição, enquanto os cravos representam a inocência e a lealdade; as rosas representam o amor; os lírios simbolizam o próprio casamento; e as tulipas, além do significado de beleza, significam prosperidade e independência. “Jamais use girassóis, eles são muito espalhafatosos e chamam mais atenção do que a noiva”. 


CAPA

Cabelo de diva

Agora que o vestido foi definido, é bom já pensar no tipo de penteado que deseja. É muito importante pedir ajuda a um profissional especializado para que ele analise o tipo de cabelo, local, período e assim falar o que dá ou não para fazer. “Para cabelos ralos, o recomendável são os coques bagunçados ou adição de apliques para obter volume extra e fazer um penteado no estilo despenteado”, orienta Ryckk Gonçalves, hair make-up e especialista em noivas da Dolce Vitta Estética e SPA Urbano. De acordo com Ryckk, os penteados “queridinhos” das noivas são a trança romana, coque grego – seja ele na lateral ou central, coque bola ou o moicano estilizado com tranças laterais e as bagunçadas também. “As que têm cabelos armados podem apostar no natural, manter a personalidade, destacando os cachos naturais”. O especialista explica que a noiva pode usar o arranjo que tem vontade, sem exageros e desde que tenha a ver com sua personalidade e que combine com o vestido. “Os mais pedidos são as flores com pedraria, tiaras com pérolas e fitas, fitas com flor ou o famoso headband para as mais ousadas”.

Vejo cores em você

E agora é o momento de dar cor ao look. A noiva é como se fosse uma tela e o make tem o papel de colori-la, mas se a escolha for ruim pode derrubar o visual. Segundo Claudia Constante da Silva, maquiadora do salão A Bella, o estilo de maquiagem não segue regras de combinação e dá para ousar nas cores mais vibrantes e combiná-las com sapatos e buquês. “Apesar disso, é preciso ter bom senso: nada de blush muito carregado ou cílios exagerados. Tudo precisa de ponderação”, afirma Claudia. Para evitar erros, o ideal é optar pelo clássico: olho esfumado em preto e lábios com rosa claro.  Dolce Vitta Estética e SPA Urbano: facebook.com/dolcevittaestetica Danyla Borobia: www.divadoestilo.com.br La Jolie Trajes a Rigor: 2441-1116 contato@lajolie.com.br Magali Flores e Decorações: magaliflores.com.br Salão A Bella: 2409-5432

42


43


CAPA

Traje a rigor Por Amauri Eugênio Jr.

O vestido de noiva é mais do que um elemento do casamento, não dá para negar. Contudo, isso não quer dizer que o noivo possa subir ao altar vestido com qualquer peça de roupa. Por exemplo, aquela camisa surrada e inseparável do clube de coração está expressamente proibida no dia do casamento. OK, não é necessário seguir um código de normas rígidas, mas algumas dicas são fundamentais para fazer – e ficar – bonito no altar e à altura da noiva. Afinal, o noivo também é protagonista da cerimônia: o momento é tão importante para um, quanto para o outro.

Eles usam black tie

Se há um consenso quando o assunto é o traje do noivo, esse é sobre ternos pretos serem bem-vindos em qualquer ocasião. “Em um evento diurno, é possível escolher um tom mais claro de camisa e gravata, para dar leveza ao look masculino”, explica Rubia Rocha, editora do site “Blog do Casamento” (www. blogdocasamento.com.br), voltado a quem está prestes a subir ao altar e tem dúvidas sobre como organizar a festa e demais aspectos. Nem todos os noivos levam o tipo físico em conta na hora de escolher o terno, mas o formato do corpo pode influenciar no caimento. Pessoas mais magras podem usar trajes slim fit – com corte mais fino –, enquanto os que têm medidas plus size podem recorrer a ternos sob medida, para que se adaptem bem ao corpo. 

Às claras

Apesar de tons escuros, em especial o preto, serem indicados em qualquer contexto, há momentos em que trajes claros combinam melhor, em especial durante eventos diurnos na praia ou no campo – tons como cinza claro ou nude são indicados. Contudo, ternos claros são contraindicados à noite e em eventos muito formais.

44

Foto: Bauer / Modelo: Brunno Camargo / Maximu’s Rigor

De corpo e alma


45


Para cada ocasião, o traje perfeito

Diz um ditado que se deve dançar conforme a música que tocar. No que diz respeito ao tipo de cerimônia ou de formalidade, cada traje cai bem em uma ocasião específica. Se o casamento for informal, o futuro marido pode usar blazer ou costume – terno sem colete –, enquanto o colete deve entrar na história se o casamento for mais formal. “A casaca e o fraque são trajes tradicionais e recomendados para casamentos de alta formalidade e mais indicado para a noite. Os preferidos são os casacos e fraquetes slim fit estilizados, em cortes modernos, acinturados e mais curtos, com detalhes diferenciados e em tecido brilhoso”, explica Oswaldo Müller, consultor de noivos e trajes de casamento da loja Maximu’s Rigor.

Pequenos grandes detalhes

Apesar de ser tratado como coadjuvante, a flor de lapela do traje do noivo merece atenção. É verdade que valoriza o traje, mas as flores são sensíveis e podem causar alguns inconvenientes, como queda de pétalas ou murchar. Sendo assim, há quem recorra aos lenços no bolso e, por isso, a regra é clara: ou uma coisa, ou outra, pois haverá muitos elementos no traje. No que diz respeito à gravata, recomenda-se que seja texturizada, em discreto tom sobre tom, mas poderá ser lisa se a cerimônia acontecer durante o dia. “Quanto ao nó, essa é uma questão de gosto pessoal. Recomendo sempre o nó duplo, que é mais encorpado e deixa a gravata bem ajustadinha ao colarinho”, pontua Müller. Já para o sapato, a dica básica é recorrer aos sociais com solado de couro, de preferência preto. Além disso, os de couro envernizado ajudam a valorizar o traje a rigor e, por consequência, o visual no altar.

Na informalidade

Para a turma informal, um aviso: ouse com moderação. De uns tempos para cá, alguns noivos têm recorrido ao bom e velho Converse All Star, que por si só já traz aquela aura de descontração e informalidade. Para poder usá-lo sem comprometer o visual, o ideal é recorrer ao terno slim, que tem estilo contemporâneo.

Pré-jogo

Para não ter dores de cabeça por causa do traje, por que não procurar pelo modelo ideal bem antes da data? O traje pode ser reservado com três meses de antecedência em média.

A beleza é fundamental

Seja ou não metrossexual, o noivo deve cuidar da aparência para estar impecável no grande dia. Por exemplo, o cabelo deve ser cortado de cinco a sete dias antes da cerimônia, para o corte estar modelado até a data especial e, caso não agrade, ainda ser possível adaptá-lo. “Se o noivo for desencanado, vale a pena fazer limpeza de pele alguns dias antes para eliminar cravos e deixar a textura da pele bonita e saudável. Algumas empresas até fazem o dia do noivo, que inclui relaxamento, massagem, corte de cabelo, barba e tratamento de pele”, completa Rubia Rocha.  Oswaldo Müller facebook.com/oswaldomuller manualdonoivo.com.br

Blog do Casamento www.blogdocasamento.com.br

Sim e não O que pode: • A camisa deverá ser sempre mais clara do que o terno, enquanto a gravata deve ser mais escura do que a camisa; • O punho da camisa deve ser dois dedos mais comprido do que a manga do paletó; • O cinto deve ser da cor do traje, enquanto o par de meias tem de ser da mesma cor da calça; • A barra da calça deve cobrir o peito do pé, mas sem sobrar demais atrás

O que não pode: • Gravatas berrantes e largas, e que ultrapassem a fivela do cinto; • Relógio esportivo; • Meias brancas e curtas; • Sapatos com solado de borracha.


47


CAPA

Convidados de honra

Fotos: Banco de imagens

Os padrinhos têm papel fundamental na vida dos noivos. É deles a missão de auxiliar o casal desde os preparativos do casamento até o grande dia. As daminhas e os pajens anunciam a chegada da noiva e levam as alianças. Cada qual com sua função, mas todos precisam saber o que vestir no evento; afinal, são figuras importantes, com destaque no altar e a ocasião pede capricho no visual.

Por Michele Barbosa

O que elas podem usar Apesar de as madrinhas tradicionalmente não usarem branco ou preto, quem define isso é a noiva. “Já fiz um casamento em que as 15 madrinhas usavam vestidos pretos e ficou incrível. O que fica deselegante é não respeitar o comprimento dos vestidos: se todas estiverem de longo e apenas uma de curto ou vice-versa”, explica a estilista Camila Macedo. Algumas noivas preferem que suas madrinhas vistam peças da mesma cor, para adentrarem todas iguais à cerimônia, estilo muito usado nos Estados Unidos. A estilista conta que os modelos mais procurados são os de renda, com transparência, e que marquem a silhueta. “Para quem tem o corpo ‘slim’ fica bem com a cintura marcada e decote nas costas”, pontua. Segundo Camila, para não errar no look, cada madrinha precisa avaliar as seguintes questões: 48

O vestido longuete não é indicado para mulheres baixas, pois as diminui visualmente. “Nesse caso, elas devem escolher vestidos longos ou curtos. Ao optar pelo longo, indica-se um modelo de cor única, para alongá-las”, orienta Camila. Não use tecidos pesados na praia ou campo, principalmente se estiver calor; Durante o dia, o uso de brilho é permitido e a noite está completamente liberado; O período da tarde combina com tons pastéis, cores mais claras ou estampas florais leves; Se o casamento for em temporada de Inverno ou se a igreja não permite uso de vestido decotado, opte por modelos que aqueçam e os que sigam as regras determinadas. “O uso de echarpes pode esconder o modelo e derrubar o visual; melhor respeitar os padrões exigidos pela ocasião e esconder uma linda vestimenta”. 


49


Acessórios

No caso de uma chácara, o chapéu pode ser uma boa composição. Mulheres baixas devem evitar chapéus com copas ou abas grandes. Esse acessório deve ser proporcional ao tamanho da pessoa; O calçado pode ter um salto médio e, em cerimônias ao ar livre, ter o salto mais grosso é indicado, já que os saltos finos enterram e podem ser desconfortáveis; Bolsas pequenas, pois a situação pede formalidade. O modelo carteira é sempre um curinga, mas deve ser mais discreto nesse horário, com brilho apenas nos detalhes.

Make

De acordo com a maquiadora Claudia Constante da Silva, existem maquiagens que remetem à imagem da noiva, geralmente as mais delicadas com tons claros que em degradé chegam a um tom mais escuro. “Indico que noiva e madrinhas se arrumem no mesmo lugar. Assim, a maquiadora não corre o risco de repetir a cor do make”.

Penteados

Os penteados não podem contar com exageros como acessórios com pontos de luz, tiaras e ornamentos chamativos. “Os cabelos podem ser bem elaborados, mas nunca parecidos com os da noiva, explica Ryckk Gonçalves, hair make-up e especialista em noivas da Dolce Vitta Estética e SPA Urbano.

Agora é que são eles

Pequenos anjos

Por alguns instantes eles roubam a cena: as daminhas e os pajens (ou noivinhos). “É importante que não se perca o ar infantil deles”, explica Camila Macedo, estilista de moda. As roupas das daminhas não precisam ser iguais umas das outras e tampouco combinar com a decoração. “Desde que haja harmonia entre as cores e que esteja dentro do que a noiva quer, está liberado”. Quanto à maquiagem, nada pesado; a criança tem sua beleza natural. Um brilho, ou algo bem sutil são válidos. Já para os meninos, o ideal é que sigam o padrão de cor da roupa do noivo; ficam bem charmosos. A não ser que os noivos não queiram; afinal, eles é que mandam nesse dia especial.

Alguns noivos escolhem o estilo e cores dos ternos e gravatas dos padrinhos. Afora isso, é importante que cada padrinho verifique alguns fatores importantes como se ao levantar os braços as mangas não estão curtas; O comprimento da calça deve ser levemente enviesado (um pouco mais curto na frente do que atrás). Atrás, deve terminar entre o final do salto e começo do sapato, no caso dos ternos clássicos. Na frente, deve ter uma sobra leve, que não deixe embolar no cadarço do sapato social. “A altura deve ser na linha próxima do umbigo”, explica Raquel Esther, consultora de moda. Já a gravata, Raquel indica que, independente da estatura do homem, deve terminar no início da fivela do cinto (de cima para baixo). Quanto ao uso de cravos e lenços na lapela, atenção, pois os lenços precisam combinar com a gravata e o cravo só pode ser usado se os noivos pedirem.  Camila Macedo: www.ateliercamilamacedo.com.br Dolce Vitta Estética e SPA Urbano: facebook.com/dolcevittaestetica Salão A Bella: 2409-5432

50


´ SUPER FERIAS CVC NOVEMBRO - DEZEMBRO - JANEIRO

MUITO BARATO

oFErTAS PArA NATAL, rÉVEILLoN E FÉrIAS EM ATÉ 10x SEM juroS

Porto Seguro

Fortaleza

Natal

Maceió

8 dias – Saídas diárias

8 dias – Saídas diárias

8 dias – Saídas diárias

8 dias – Saídas diárias

NoVA YorK

Natal SEM JUROS

180,

5 dias – Saídas diárias

10X

REAIS

À vista R$ 1.800. Base US$ 798. Pacote parte terrestre. Inclui transporte aeroporto/hotel/aeroporto e hospedagem no Sheraton New York Times Square. Preço para saída 22/ dezembro.

A PARTIR DE

A PARTIR DE

10X

SEM JUROS

REAIS

Las Vegas

Férias

6 dias – Saída especial

109,

SEM JUROS À vista R$ 1.090. Inclui passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/ aeroporto, hospedagem no Hotel Natal Praia com café da manhã, passeio pela cidade e Praia de Pirangi. Preço para saída 29/novembro.

344,

REAIS

À vista R$ 3.440. Base US$ 1.530. Inclui passagem aérea e hospedagem no Hotel St. giles The Court.Preço para saída 20/janeiro/2015.

SEM JUROS

292,

99,

SEM JUROS À vista R$ 990. Inclui passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/ aeroporto, hospedagem no Hotel Lagoa Mar com café da manhã, passeio pela cidade e litoral sul. Preço para saída 15/novembro.

REAIS

orlando

5 dias – Saídas diárias

10X

10X

A PARTIR DE

REAIS

10X

5 dias – Saídas diárias

REAIS

À vista R$ 2.920. Base US$ 1.297. Inclui passagem aérea e hospedagem no Hotel Flamingo Las Vegas. Preço para saída 23/novembro.

A PARTIR DE

99,

SEM JUROS À vista R$ 990. Inclui passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/ aeroporto, hospedagem no Hotel Alpha Praia com café da manhã, passeio pela cidade e Praia de Cumbuco. Preço para saída 6/dezembro.

A PARTIR DE

REAIS

10X

A PARTIR DE

59,

SEM JUROS À vista R$ 590. Inclui passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/ aeroporto, hospedagem no Hotel Casablanca Porto Seguro com café da manhã, centro de lazer Tôa-Tôa e festa noturna. Preço para saída 22/novembro.

A PARTIR DE

A PARTIR DE

10X

10X

SEM JUROS

249,

REAIS

À vista R$ 2.490. Base US$ 1.106. Inclui passagem aérea e hospedagem no Hotel Maingate Lakeside Resort. Preço para saída 2/dezembro.

Vá até a CVC mais próxima ou fale com seu agente de viagens. CVC SHOPPINg INTERNACIONAL gUARULHOS ............. 2086-9720 CVC SHOPPINg PáTIO gUARULHOS.................................. 2456-5777 CVC POLI SHOPPINg ............................................................ 2475-0321

CVC BONSUCESSO SHOPPINg........................................... 2489-6022 CVC LOPES MACEDO............................................................ 2408-7090 CVC LOPES TABOãO – gUARULHOS..................................2088-4828

Prezado cliente: os preços são por pessoa em apartamento duplo, exceto Orlando em apartamento quádruplo, com saídas de São Paulo. Preços, datas de saída e condições de pagamento sujeitos a reajuste e disponibilidade. Condições de pagamento com parcelamento 0+10 vezes sem juros no cartão de crédito ou 1+9 no boleto bancário. Sujeito a aprovação de crédito. Ofertas válidas até um dia após a publicação deste anúncio. Taxas de embarque cobradas pelos aeroportos não estão incluídas nos preços e deverão ser pagas por todos os passageiros. Câmbio reduzido CVC 4/11/2014 US$ 1,00 = R$ 2,25 válido por tempo limitado. *Todos os valores dos pacotes CVC são publicados já incluindo taxa de serviço, ISS e todos os outros impostos governamentais. Não estão incluídos impostos sobre serviços extras adquiridos no destino, taxas de turismo cobradas por algumas cidades e taxas de embarque cobradas pelos aeroportos.

cvc.com.br


CAPA

O ritmo da festa

Fotos Banco de imagens

Por Bárbara Cunha

O que seria uma festa sem música e sem uma iluminação própria? E um casamento sem um fotógrafo para registrar os momentos mais marcantes do dia? Banda, DJ, orquestra ou escola de samba. As opções são infinitas e devem seguir de acordo com o gosto do casal. Mas por onde começar? O maestro Isaias Santana, dono da empresa Sax Santana, conta que normalmente os noivos não sabem quais músicas serão tocadas na cerimônia. “A primeira coisa a ser feita é descobrir de qual estilo de música eles gostam. Música clássica, pop, rock, entre outros. É preciso saber também o que é permitido pela igreja”. Conversar com a empresa contratada e esclarecer as músicas que 52

o casal gostaria que fossem tocadas é fundamental. “O profissional precisa ter uma visão abrangente em relação aos estilos musicais, para auxiliar os noivos. É preciso combinar o que não se pode tocar de maneira alguma e o resto vai do bom senso da empresa para animar a festa”, explica Isaias. Tudo depende bastante do que os noivos estão procurando para realizar em seu casamento. O maestro conta que já trabalhou em uma festa onde só tocou bossa nova; outra cerimônia cujo tema era festa junina; portanto, músicas típicas marcaram presença; e, por fim, um outro casamento no qual os noivos eram fãs de rock, em especial fanáticos pela banda Kiss. “O problema

desse tipo de cerimônia é que os convidados podem não entender, não gostar do estilo ou não se identificar com essa trilha sonora”.

Dia x noite

Na hora de optar entre a festa de casamento durante o dia ou à noite, saiba que isso também interfere no estilo de música que será tocado e na iluminação do local. Nos casamentos diurnos, os noivos optam por músicas mais alegres, pelo que o próprio ambiente representa. Os que preferem o período da noite escolhem músicas mais tranquilas e trabalham mais na parte da iluminação, para tornar o ambiente mais romântico. 


Iluminação

Cada local exige uma iluminação diferente, que se torna o grande responsável por transformar o ambiente mágico e contagiante. Dê preferência ao material de led, pois ele não causa muito calor ao ambiente. “Se o local é pequeno, é preciso adequar as luzes para não poluir a visão dos convidados. Uma iluminação adequada ao ambiente é um grande diferencial para quem quer requinte e para quem quer fazer da sua festa um show”, finaliza Isaias.

Etapas da música

 Recepção dos convidados: música tranquila e de diversos gêneros como pop, jazz e bossa nova.  Entrada triunfal do casal no salão: anúncio e música de impacto.  Jantar: pode ser feito com o walker sax ou walker violino. O instrumentista toca entre as mesas.  Dança de casal: é o que abre a pista de dança. Isaias explica que tudo tem que ser bastante planejado com antecedência, mas é primordial que a empresa contratada, independente do tipo de serviço disponibilizado, verifique sempre a interação dos convidados. “Caso toque algo que ninguém demonstrou gostar, é preciso trocar o estilo musical imediatamente. Para isso, é necessário ter um vasto repertório e músicos experientes.”

O registro fotográfico A ideia de guardar os melhores momentos em fotografias não pode ser esquecida. Ver a realização de um sonho em conjunto dar certo e, depois de todo o trabalho, preparação e detalhes, nada mais justo do que guardar para sempre aquela imagem tão inesquecível. Contratar um fotógrafo profissional é um grande passo e uma grande responsabilidade também. Uma contratação errada pode resultar em fotos não tão boas quanto se espera. Procure trabalhos anteriores do profissional para saber se a linha fotográfica que ele segue está de acordo com o gosto pessoal do casal. O fotógrafo João Machado explica que fotografar um casamento é 54

como contar uma história que será marcada para o resto da vida; por isso, a necessidade de uma bagagem profissional muito qualificada. “Procuro transmitir sentimento e captar o que normalmente passa despercebido. É preciso muita sensibilidade para saber o momento certo de buscar cada clique”. É normal um casal já saber o que deseja na hora de ser fotografado e muitas vezes adere a alguns estilos e costumes pessoais. No entanto, um fotógrafo que tenha um estilo próprio na hora de realizar o seu trabalho tentará intercalar as duas formas de fotografia. É importante que o profissional também esteja aberto para o estilo

do casal, saber respeitar e conhecer um pouco sobre a cultura e principalmente a religião. Isso auxiliará na hora de transmitir um pouco dos noivos nas imagens. “Essas novas tendências do mercado, como por exemplo os casamentos realizados em sítios, nos deixam mais livre para criar. Mas é preciso muito cuidado durante o dia, pois as luzes variam muito de acordo com as roupas de tonalidades claras”, explica João Machado. Um casamento rende uma média de três mil fotos, e as melhores serão selecionadas posteriomente. O fotógrafo acompanha os noivos desde o making-off, cerimônia, durante a saída da igreja, a festa e o ensaio. 

João Machado/Fotografia: facebook/joaomachadofotografia // Tel.: 11 99849-5091 Sax Santana: Música na cerimônia e festa // Isaias Santana Tel.: 11 3435-7780


RECREAÇÃO

Lazer sem sustos

Por Amauri Eugênio Jr.

Toda criança tem direito de brincar. Tanto que, se não fosse verdade e importante para a formação infantil, a diversão não seria incluída no artigo 16 no ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente): um dos direitos da criançada é “brincar, praticar esportes e divertir-se”. Mas, para não haver sustos ou lesões, é fundamental tudo acontecer com condições seguras. Por isso, que tal pensar na segurança durante os momentos de diversão e colocar piso de borracha no playground? Pode não parecer, mas esse item é fundamental para evitar que a criançada se machuque, evitando fatalidades em quedas, principalmente de alturas significativas – após cair do escorregador, por exemplo. Por mais óbvio que possa parecer, o preço não é o primeiro aspecto a ser levado em conta, “O que determina a qualidade dos pisos são os laudos feitos em laboratórios credenciados, de acordo com as normas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), principalmente da norma NBR16071, referente à segurança em áreas de recreação. Os pisos de borracha são os mais indicados, pois garantem a proteção para determinadas alturas de queda e garantem que não haja qualquer lesão”, explica Fausto Miranda, diretor da BMPlay, empresa especializada em pisos esportivos e para playgrounds. 56

Proteção à altura

O tipo mais procurado no Brasil tem 40 mm de espessura e garante proteção de lesões em quedas de até 1,2 metro de altura. Além da proteção, deve-se fazer menção à preocupação socioambiental. “Os pneus são de tratores e caminhões. A composição desses produtos contém mais borracha natural do que de outros tipos de pneus, e isso aumenta a durabilidade e qualidade em diferentes aspectos”, diz Marina Abdala, membro do comitê da ABNT e representante da Barcelona Superfícies, fabricante do piso.

Passo a passo

O piso pode ser colado no espaço a ser aplicado, e o material pode ser intertravado com pinos que fazem a fixação entre uma placa e outra. Por isso, os intertravados não precisam obrigatoriamente de contrapiso e podem ser instalados sobre camada de brita e pó de pedra compactada e regularizada, com mureta de contenção ao redor da área para travá-lo. Além disso, a resistência do material possibilita segurança para as idades permitidas na área de recreação, que são crianças de 1 a 12 anos. A durabilidade estimada é superior a 10 anos. A manutenção e a limpeza são imprescindíveis para não haver acúmulo de resíduos, o que endurece o material e reduz a proteção e vida útil do produto. 

Fotos Banco de imagens e divulgação

BMPlay Rua Antônio Iervolino, 318 (sala 8), vila Augusta. Tel.: 2937-9780 e 4372-2199 / www.bmplay.com.br


PERFIL Por Amauri Eugênio Jr. Fotos: Márcio Monteiro

A hora da estrela

Apesar da pouca idade, a atriz Lívia Inhudes, 13, é bem mais madura do que a idade parece supor. Isso fica evidente a cada fala sobre seu cotidiano e a rotina de gravações da novela infanto-juvenil “Chiquititas”, do SBT, na qual ela dá vida à personagem Vivi. Para quem pensa que a fama precoce possa ter subido à cabeça, esse conceito é desfeito em questão de minutos, graças à sua serenidade ao falar sobre como lida com a superexposição que vive e sobre seu estilo “estou como celebridade, mas não sou uma.”

A entrevista com Lívia levou pouco mais de um mês para ser feita, entre um contato e outro com Fernando, seu pai e anjo da guarda, por causa da rotina de gravações no CDT (Complexo Anhanguera), do SBT. Tanto que a conversa aconteceu na janela de seu dia de folga, quando ela e Fernando vieram à redação da RG. Folga, mas com ressalvas: no mesmo dia, ela participou de evento com outros alunos da escola onde estuda e ainda tinha outros compromissos pessoais. O mais impressionante foi ver a naturalidade com a qual ela lida com a agenda das mais cheias e a simplicidade com que ela trata com 58

a fama. “Pretendo continuar a fazer novelas, mas isso depende do futuro. Muita coisa pode acontecer com o passar do tempo”, relata, ao falar sobre os próximos passos de sua carreira.

Primeiros cliques

Sabe aquela velha história de que há pessoas que nasceram para fazer determinada atividade? Uns nascem com habilidade para escrever, outros para fazer cálculos complexos. No caso de Lívia, ela parece ter nascido para estar à frente das câmeras, não importando se para fotografia ou gravações. E isso ficou

visível durante a sessão de fotos desta matéria, feita no Parque JB Maciel, no Bom Clima. “Desde pequena, ela já fazia poses para fotos e gostava de ser fotografada. E [eu e a mãe dela] vimos algo a mais nela. Era como se ela tivesse nascido para aquilo”, conta Fernando, sem conseguir esconder o orgulho que sente pela filha. Na sequência, ela começou a participar de campanhas publicitárias, como do Bradesco e da loja de vestuário C&A, e de desfiles de moda. Mas se engana quem pensar que foi fácil. Quando os pais não podiam levá-la aos ensaios, os


PERFIL avós entravam na história. Isso sem contar quando ela tinha de tomar ônibus e metrô para atravessar a cidade.

De Lívia a Vivi

Para a criançada que acompanha o folhetim infantil, não é segredo que Vivi é antenada no mundo da moda e sonha ser modelo, o que a faz ser por vezes “metida”. Mas essa é uma espécie de muro para disfarçar a vergonha que sente por ser órfã e para lhe dar forças ao defender a irmã mais nova, Tati (Gabriella Saraivah). Pois bem, o estilo da personagem é bem o oposto de Lívia, em especial quanto à relação com outras pessoas. “Não há muitas coisas em comum entre mim e ela. A Vivi é metida e pensa muito nela, apesar de se preocupar com a irmã. O que há em comum entre nós é que ela é muito guerreira”, relata a atriz. Se você pensar que os testes de “Chiquititas” foram desde o início para dar vida à Vivi, um aviso: não havia personagens definidos. “A minha personagem era uma menina de 7 anos e que não tinha nome. O primeiro teste foi de canto, dança e texto, enquanto o segundo foi de interpretação”, narra, ao contar sobre o encontro com Renata del Bianco, que interpretou Vivi na primeira versão da novela, que foi ao ar entre 1997 e 2001. “Encontrei a Renada del Bianco na primeira coletiva de ‘Chiquititas’. Fiquei muito feliz, mas conversei pouco com ela. Gostaria de conversar mais, mas não deu por causa de nossas agendas”, confidencia. Pode-se dizer, sem exagero, que Lívia e a personagem cresceram de modo significativo com o passar do tempo. “No começo, ela não tinha muita fala”, endossa. Ao falar sobre

os colegas de elenco – “são a minha segunda família” – e sobre como procura evoluir com frequência, como ao assistir aos capítulos para analisar o que melhorar quanto à atuação. Mas isso não significa que sua vida seja séria o tempo todo. “Sou muito brincalhona. Tinha ataques de riso no início, mas hoje consigo controlar. E entro de verdade na personagem, como ao me emocionar ao ler os capítulos”.

Ah, a vida real...

Se Vivi é uma fashionista em crescimento, Lívia tem gostos mais próximos à realidade. Por exemplo, algumas das atividades que curte fazer são andar de bicicleta, jogar futebol – “hoje não jogo, pois não posso me machucar por causa das gravações” –, e passear com amigos e a família. Já a vida escolar é corrida, mas não é deixada em segundo plano por causa da carreira. “Não gosto de matemática, mas gosto de biologia, história e educação física. E o pessoal do SBT exige que os atores tenham boas notas”, ressalta, ao dizer que não gostava tanto assim de leitura, mas hoje já tem afinidade com o mundo das letras. “Li ‘O diário de Anne Frank’ em três dias”, conta, ao conversar sobre a trajetória da garota judia que se escondeu por anos do exército nazista na Holanda. Além disso, Lívia não esconde o carinho que sente pelos fãs. “É gratificante ver o meu trabalho ser reconhecido. Os fãs

da várias regiões do Brasil gostam da novela e da personagem. Sem eles, os fãs, nada acontece”. E sabe que há algo curioso nessa história? Quando ela passeia em Guarulhos, seja em família ou com as amigas, os fãs de “Chiquititas” custam a acreditar que Lívia é Vivi e que ela é de Guarulhos. Isso ficou evidente quando, após o ensaio para esta reportagem, um grupo com crianças a viu, mas custou a acreditar que estavam diante de uma estrela mirim. Claro, Lívia foi muito solícita com a criançada, assim como é com sua vida e com sua família.

Saiba mais

Para quem quiser acompanhá-la nas redes sociais, o perfil de Lívia Inhudes no Instagram é @liviainhudes.  60


LIVROS

Livro e Música Por Bárbara Cunha

Na hora da leitura, silêncio é primordial. Mas isso não significa que livros e música não possam estar interligados. Alguns livros contam com referências a diversas músicas, remetendo a trilhas sonoras encantadoras. É como assistir a uma cena completa de filme ao ler o livro. The Smiths, Pixies e The Strokes fazem parte dessa lista, presentes de várias formas nos livros selecionados a seguir.

GO Nick Farewell, Via Lettera Esse livro retrata a busca pelo sentido da nossa existência. Um homem que está escrevendo um livro procura uma grande motivação para terminar e preencher o vazio de um amor mal resolvido. O nome do livro (Vá, em inglês) não é à toa: uma palavra que estimula a não desistir nunca. No decorrer do livro, o personagem investiga o significado da vida com uma playlist marcante tanto para a história quanto para quem lê.

A Playlist Da Minha Vida Leila Sales, Editora Globo Nessa história em que Elise, a personagem principal torna-se uma aprendiz de DJ, é impossível ignorar a presença forte que a música tem no enredo. A trama não foge muito do sonho de se tornar uma garota popular na escola ser impedido pelo bullying sofrido diariamente. Cada música representa um capítulo de sua vida, com momentos bons ou ruins.

1001 discos para ouvir antes de morrer (edição atualizada) Robert Dimery e Michael Lydon, Editora Sextante Para agradar todos os gostos, esse livro aborda as melhores músicas dos últimos 60 anos. Rock, pop, jazz, bossa nova, r&b, heavy metal, soul e outros estilos fazem parte dessa coletânea. Escrita por especialistas da área musical, também são apresentadas resenhas que explicam as origens e porque cada faixa foi selecionada. Um guia indispensável para os apaixonados por música. 

62

Fotos: divulgação

Eleanor & Park Rainbow Rowell, Editora Novo Século O livro apresenta um típico romance adolescente com sentimentos intensos que prendem o leitor do início ao fim. Eleanor é uma garota que foge do padrão de jovens da idade dela e Park um garoto com descendência coreana que é apaixonado por música e quadrinhos. Com bastante referência ao mundo geek, o livro também apresenta uma trilha sonora inspiradora. Diversas músicas fazem parte de cada página e da história que os dois jovens ainda têm pela frente.


SAC (11) 2414-5000


Informe publicitário

Livre-se das dívidas pagando menos A GTC Consultoria Financeira é especializada em renegociação de dívidas. Faz parte do Grupo GTC, dirigido por Nelson Antonio Júnior, que atua em Guarulhos há 18 anos, com a Guatecman Ar Condicionado e Guatecman Engenharia. Segundo ele, muitas pessoas não conseguem livrar-se das dívidas porque bancos e financeiras cobram valores exorbitantes, juros sobre juros. Por isso, o primeiro passo ao atender alguém nessa situação é fazer um laudo, para verificar o quanto é possível abater da dívida legalmente. Nelson frisa para que não se confunda a GTC, que é uma empresa bem estruturada, com pequenos escritórios que não cumprem o que prometem, porque cobram valores irrisórios que não permitem prestar serviços de qualidade. Segundo ele, a GTC cobra uma taxa de R$ 1.500 para elaboração do laudo, parecer jurídico e fazer todo o acompanhamento. Aponta que em um ano de atividade, a GTC Consultoria já tem 120 casos resolvidos, sendo 80% extrajudicialmente. “Sempre se tenta acordo extrajudicial e se consegue em boa parte dos casos, porque a argumentação é bem embasada. Não somos um escritório de advocacia; temos convênio com peritos e advogados que são contratados pelos clientes, quando é necessário entrar com ação judicial”, explica. Além da taxa inicial, o cliente paga 15% do êxito obtido. Nelson relata que mesmo após entrar com a ação judicial, muitos casos resultam em acordo: “O credor analisa que irá perder e então prefere fazer acordo. Em alguns casos, foi possível quitar a dívida por apenas 20% do valor que era cobrado”, afirma. Outra área na qual a GTC atua é nas restrições cadastrais que muitas pessoas sofrem indevidamente. “Financeiras repassam para escritórios de cobrança; o devedor quita a dívida e eles não retiram as restrições. Nós fazemos a mediação e se não houver solução, parte-se para a demanda judicial, havendo casos em que há até indenização por dano moral ao devedor”, comenta. Ele cita que a GTC atua também para empresas que tomaram empréstimo para capital de giro e por mais que paguem continuam devendo. Conclui informando que, na área tributária, tem havido bons resultados na importação de equipamentos que não têm similar nacional. 64

GTC Consultoria Av Pres. Humberto de Alencar Castelo Branco, 3863, Gopoúva Tel.: 2422-5366 e 2600-5236 Atendimento de segunda a sexta, das 8h às 18h; sábados, das 8h às 16 h. www.gtcconsult.com.br


MEU CANTO

Fotos: banco de imagens

Gesso e drywall: como aplicá-los na decoração Por Michele Barbosa

O gesso na decoração tem se tornado comum na maioria dos lares e ele vem em vários estilos, seja em sancas, molduras, gesseiros, bloquetes de gesso, gesso liso, apliques, nichos e vitrais. A criatividade é o que conta, pois o material não tem limites. “Existem várias formas de usar o gesso para decorar: prateleiras com iluminação, molduras variadas, rodapés, estantes, painel acartonado ou em peças”, explica Rebeca Souza, arquiteta.  66


MEU CANTO

No quarto

Fazer um painel atrás da cama dá um ar de sofisticação. Outra dica é fazer prateleiras com luzes embutidas, cortineiro ou teto rebaixado. Para quem não gosta de abusar, a ideia é fazer uma coluna de gesso e colocar pendentes no lugar de abajures, detalhe que faz toda a diferença.

Cozinha

Nesse ambiente, poucas pessoas preocupam-se com decoração sofisticada de gesso e preferem optar por filetes ou teto rebaixado, que dão um charme especial ao local.

Sala

Por ser o “coração” de toda casa, a sala precisa de atenção e é importante definir o estilo que se quer. A iluminação é uma aliada na hora de decorar e pode ser usada para destacar pontos fortes, como um objeto decorativo; o gesso faz o trabalho de suporte para as luzes. “Sanca aberta e modelo negativo também são muito usados nas obras. Os cortineiros não ficam de fora: parede de drywall é sempre muito usada e adicionar a claraboia (recorte no gesso com acabamento de vidro jateado e iluminação interna) permite a entrada da luz e uma boa ventilação. E uma novidade: dá até para usar no rodapé”.

Bem mais leve

O sistema de vedações em drywall aplica-se normalmente no lado interno da obra, mas existe o drywall externo também, variando somente no tipo de estrutura, chapa e acabamento. Bem mais prático, leve e eficiente do que as placas de gesso comuns, o drywall, que significa parede seca, dispensa métodos convencionais de alvenaria na construção e não faz muita sujeira para ser montado, sendo bastante utilizado em grandes construções por sua praticidade. “A parede fica mais leve do que as de alvenaria e sua espessura é menor”, pontua Rebeca. As placas são resistentes e aguentam objetos pesados, mas antes de sair martelando tudo por aí, é preciso aprender a usar buchas e parafusos próprios para elas (assim como há buchas específicas para concreto e também para paredes de tijolos), sem contar que antes de pendurar objetos pesados é necessário planejar. Obras maiores pedem o auxílio de arquiteto; já uma parede pode ser planejada por consultores técnicos indicados pelas revendedoras. Apesar de ser cerca de 15% a 20% mais caro que o método convencional, o drywall tem muitos benefícios. “A rapidez de montagem, o custo da obra e a sujeira é bem menor que a montagem de uma parede de alvenaria. Há facilidade de reparos na parte elétrica e hidráulica e menor quantidade de entulhos gerada na obra”.  68


D O B E R Ç Á R I O A O E N S I N O M É D I O. Onde PRAZER e CONHECIMENTO caminham juntos. No cenário atual, muito mais do que preocuparmos em classificar um aluno por uma nota ou alguns números, assumimos o papel de espaço gerador e formador da consciência. Com esta visão humanista, construímos junto aos nossos alunos um aprender diferente, onde há incentivos a leitura e a escrita, estímulos de potenciais motores, ações solidárias, consciência crítica, a visão global de mundo e da necessidade da ação e atitude de cada um. A soma de tudo isso proporciona ao aluno um aprendizado rico em experiências e valores.

www.colegioaugustoruschi.com.br

Unidade

de

Berçário

e

Educação

Infantil

(11) 2440-9755 | Alameda Yayá, 389 | Guarulhos

Unidade de Ensino Fundamental e Ensino Médio (11) 2453-3535 | Alameda Yayá, 976 | Guarulhos


BEM VIVER

Mitos

da alimentação saudável

Fotos: banco de imagens

Por Bárbara Cunha

Com o propósito de perder peso ou manter uma alimentação saudável, muitas pessoas fazem algumas substituições no cardápio sem necessariamente saber se essa mudança realmente surte o efeito desejado. Sempre tem uma amiga que viu em algum lugar que um determinado ingrediente é mais benéfico que outro, ou então aquela tia que sempre comenta nas reuniões em família sobre alguma dica saudável que viu por aí. Acontece que esse diz que diz nem sempre contém as informações completas. E enquanto algumas realmente colaboram, outras só enganam. Na maioria das vezes, quem está 70

em busca de uma vida mais saudável decide não consumir mais refrigerante, e um dos principais motivos é a grande quantidade de açúcar que fornece para o corpo. Até aí, não tem problema algum. O grande erro ocorre quando ele é substituído pelos néctares de frutas. Flavia Morais é coordenadora de nutrição do Mundo Verde e explica que essas bebidas são açucaradas e funcionam no organismo de uma maneira tão ruim quanto o refrigerante. “Esse tipo de bebida é extremamente calórico e pobre em nutrientes. Os sucos naturais continuam sendo a opção mais saudável”. Até mesmo os alimentos que

sugerem uma opção “light” devem ser consumidos com moderação. “Uma torta light normalmente contém 25% menos calorias do que as tortas comuns. Isso faz com que as pessoas se sintam confortáveis para comerem mais de um pedaço, e acabam ingerindo mais calorias do que se fosse um pedaço de torta normal” exemplifica Flávia. As pessoas cometem alguns equívocos por terem a sensação de que um produto saudável contém menos caloria, o que nem sempre é verdade. É preciso atentar na composição dos alimentos e na quantidade ingerida, para saber exatamente o que está consumindo.


BEM VIVER Óleo ou azeite?

Pão integral ou pão branco?

Açúcar ou adoçante?

O azeite é rico em antioxidantes, minerais, vitaminas e em ácidos graxos (ômega 3, 6 e 9) e é justamente por ser considerado saudável, quando comparado a outros tipos de óleo, que as pessoas optam por fritar os alimentos com azeite. Mas afinal, qual deles é o mais saudável para frituras? A resposta é bem simples: não existe nenhuma diferença entre os dois, pois o valor calórico é o mesmo. Por apresentar um ponto de desintegração mais baixo que os outros óleos, o azeite decompõe os seus nutrientes e perde todas as suas propriedades ao ser aquecido em temperaturas mais altas. Dessa forma, o azeite considerado saudável se transforma em uma gordura ruim. “Para preservar seus benefícios, o azeite precisa ser consumido a frio. O ideal é trocar as frituras por preparações cozidas, assadas ou grelhadas, por serem mais saudáveis e menos calóricas”, afirma a coordenadora Flávia Morais.

Outra prática comum é trocar o pão branco pelo pão integral. Não que essa substituição seja um erro, mas acreditar que o pão branco tem mais calorias do que o outro tipo está errado. Ambos possuem a mesma quantidade calórica. A troca vale pela maior quantidade de nutrientes que o integral oferece. As fibras servidas ajudam a manter a sensação de saciedade por muito mais tempo. Com a mesma quantidade de calorias, para comer sem culpa, é importante escolher bem os acompanhamentos. Dar preferência às opções mais leves, como geleia de frutas naturais ou queijos. Esse mesmo exemplo pode ser utilizado no caso de arroz integral e arroz branco. As fibras oferecidas é o que fazem a diferença, pois a quantidade de calorias, novamente, é a mesma.

Na hora de adoçar o café, não basta optar pelo adoçante e acreditar que está tudo resolvido, porque na verdade não está. Há dois tipos de adoçantes disponíveis no mercado: artificiais e naturais. O uso excessivo dos adoçantes artificiais não contribui em nada para o corpo, podendo agravar algumas doenças e fazer com que as suas substâncias acumulem-se nas células. Portanto, opte pelas versões naturais. Já entre o açúcar mascavo e o branco, ambos têm o mesmo valor calórico. Entretanto, o açucar mascavo possui mais nutrientes. A melhor solução é não exagerar no doce. Opte pelo sabor natural do alimento, ou pelas opções mais nutrientes, moderando sempre na quantidade. Adoçar bebidas e alimentos com mel também pode ser uma boa opção.

Margarina x manteiga Apesar dos nomes semelhantes e grande parte das pessoas ainda confundirem um com o outro, o grande vilão do momento é a manteiga, o que não torna a margarina saudável. O consumo desses produtos precisa ser moderado, ou preferencialmente, retirado do cardápio. A diferença entre as duas está na quantidade calórica que elas oferecem e suas composições. A margarina, feita da gordura vegetal, apresenta menos calorias. Por sua vez, a manteiga é de origem animal, composta por 100% de gordura saturada e colesterol. A versão com sal também é um perigo, principalmente para quem é hipertenso. Nessa situação, a melhor opção é a versão light. 72

Presunto x peito de peru Quem opta pela segunda opção está no caminho certo. Apesar de o presunto ser mais comum, é justamente ele que oferece um combo de malefícios para o corpo. O presunto contém praticamente o dobro de calorias, além de ganhar na disputa de colesterol e sódio. O ideal é não abusar nem do peito de peru e nem do presunto. Opte por uma terceira opção: geleia natural, ricota e até mesmo uma pequena quantidade de requeijão light pode resolver o caso. 


COMPRE MAIS intensiva.com.br

PAGANDO MENOS

24 horas

na internet

10

Economize Comprando

tphone lo seu Smar também pe nosso site o nd sa aces

Unidades

R$

399

,90

Q 2612 A CB 435 / 436 / 285 A

* Preço válido para todos estes modelos.

*IMAGENS MERAMENTE ILUSTRATIVAS

r atender, Para melho s sábados o a s o abrirem /12/14. 0 2 ia d o até

Cartuchos EPSON 1351 / 1332 1333 / 1334

R$

10,

90

cada

Celular 4 chips R$

140,00 cada

Cooler Slim para notebook HP 21 R$

29,

90

HP 22 R$

cada

45,

00

R$

cada

cada

O SERVIÇ ÃO E S E R S DE IMP OLORIDAS C S CÓPIA NOR PREÇO E M COM RCADO DO ME trabalhos s, apostila etc. e

30,00

Multifuncional Sharp AL 2040 R$

500,00 cada

* Seminova - 06 meses de garantia

Cartucho de toner novo mais barato que recarga!

COMPRE ONLINE

www.rpprime.com.br

VENDAS

(11) 4964-0099

/ 4965-7751

Rua Hélio Manzoni, 263 Gopoúva-Guarulhos/SP


PASSARELA

Floral

reinventado Por Talita Ramos

Fotos: divulgação

A estampa floral é algo que nunca sai de moda. Mesmo com a Primavera sendo o auge desse tipo de ‘padronagem’, ela faz sucesso tanto no Verão quanto no Inverno, sendo que neste último apareceu em diversas peças, contrastando com tecidos de fundo escuro. Para a atual temporada, a estampa vem um tanto renovada, podendo assim fugir do clichê. “A estampa floral surge bem colorida e com fundo claro. Aparece em diversas cores, que variam do candy color, passando por tons de branco, até chegar aos escuros. Os tamanhos das flores são variados, mas a média e a grande são as que mais aparecem. A grande novidade fica por conta da mistura de tamanhos em uma mesma estampa (pequenas ou médias misturadas com grandes)”, explica a consultora de moda Eliane De Rezende Brechtbuhl. As estampas florais são bem democráticas, combinando com todos os estilos, idades e biotipos e podem ser usadas em qualquer ocasião, tanto para o dia a dia quanto em eventos especiais: basta variar no tipo de tecido e na modelagem das peças. Na última estação ela foi vista principalmente em jaquetas do estilo bomber e em calças. Para o Verão, a aposta da vez são as peças inteiras. “Em sua maioria, as flores do Verão aparecem enfeitando looks inteiros como vestidos, conjuntos de calça e blazer, saias e blusas, entre outros”, conta a consultora.

74


PASSARELA

Mix de estampas

Uma tarefa difícil e que está na moda, mas gera dúvida para muitas pessoas, é como misturar as estampas. “Atualmente o desafio é combinar peças estampadas no mesmo look. Agora, esta proposta para ser usada deve estar de acordo com o estilo de cada pessoa. Não adianta tentar usar só porque está na moda. Se a pessoa se olhar no espelho e não se sentir segura, é melhor combinar uma peça chamativa com outra lisa ou em um tom neutro. Já para combinar estampas florais entre si, procure as cores de um mesmo tom ou tom sobre tom. As duas peças precisam “conversar entre si”. Tem que ter cores em comum para ter harmonia no look”, explica Eliane.

76

Sem exageros

Sabendo combinar, é possível montar um look com inspiração floral, fugindo do óbvio e sem cometer excessos. “A combinação do floral com outras estampas ou um look todo estampado já foge muito do óbvio e não fica exagerado e sim descolado, desde que quem o use se atenha a algumas regrinhas de como fazer combinação entre estampas para que elas tenham harmonia entre si. Para garantir elegância e sofisticação, sem ser muito descolada, é possível apostar em uma floral grande na peça de cima e usar um tom neutro, que tenha na estampa, na parte de baixo”, finaliza a consultora. 


PET

Vacinação

em dia

Por Talita Ramos

78

Vacinar os animais de estimação em dia tem importância vital, protegendo-os de doenças graves e muitas vezes fatais. “A vacina provoca no organismo a criação de anticorpos, ou seja, o sistema imunológico irá produzir proteção contra a doença para a qual o animal foi vacinado. Cada vacina gera anticorpos com um determinado tempo de duração. Como se desenvolveu vacinas múltiplas contra várias doenças, foi estabelecido que no caso das vacinas conhecidas como V-8 e V-10, a garantia média da proteção conferida dure cerca de um ano, o mesmo acontece com a vacina contra a traqueobronquite infecciosa canina (conhecida como gripe canina), a vacina contra a giárdia e contra a raiva. Vale lembrar que a proteção contra a leptospirose (doença transmitida através da urina do rato) presente na V-8 e na V-10 não dura um ano; assim sendo, recomenda-se reforçar essa vacina seis meses após a primeira aplicação. Atrasar a vacinação implica deixar os animais desprotegidos contra essas doenças”, conta Amilcar.

Fotos: banco de imagens

Quem tem bichinho de estimação em casa sabe que para a segurança e saúde, tanto do animal quanto da família, é importante manter a carteira de vacinação em dia. Mas ainda há pessoas que não se preocupam com essa necessidade. “Muita gente não se importa com a vacinação por pura desinformação e por pensar que o perigo para si próprio e para a sua família é somente a raiva. Outras não têm conhecimento de todas as vacinas disponíveis e qual a sua importância para a saúde e bem-estar animal. Ainda há a ocorrência de boatos de que a vacinação, ao contrário de proteger, faz o animal ficar doente. Talvez nós, médicos veterinários, também estejamos falhando em informar adequadamente o cliente que nos procura”, explica o médico veterinário, Amilcar Silva Júnior, da clínica Guaruvet, em Guarulhos.

Importância


FÁCIL HAIR, A SOLUÇÃO EM GERENCIAMENTO PARA SALÕES

DE BELEZA E ESTÉTICA

• Sistema touch screen: Você controla tudo por meio da tela touch, o que agiliza o seu atendimento. • Envio de SMS para seu cliente: Com esse exclusivo sistema, você envia sms para seus clientes para diversas situações: confirmação de agendamento, lembrete de agendamento do dia, clientes sem frequência no salão, promoções e fechamento do caixa diário.

ico Histór e nt e i l do c a do Agend nal sio profis

Vamos AR MATIZ INFOR /estética lão seu sa

le de Contro ão s comis

ade: Novid SMS Envie eus para s s cliente

• Acabe com as comandas de papel • Ganhe agilidade no atendimento e no fechamento das comissões

Flávio Yoshimoto hair@equipe.com.br (11) 2137-5824 (11) 99252-8849

• Conheça seu cliente por meio do histórico de visitas • Treinamentos operacionais e treinamentos gerenciais • Tenha todo o suporte necessário para usufruir por completo do seu sistema

Contamos com uma equipe de consultores preparados para atendê-lo e tirar todas as suas dúvidas e curiosidades.

www.facil-hair.com.br www.equipe.com.br


PET

Quem precisa

Não há no mercado vacinas para todos os animais, sejam domésticos ou exóticos. Então, é preciso tomar alguns cuidados. “Em relação aos animais de estimação que vivem domiciliados, as vacinas estão disponíveis apenas para os cães e os gatos. Outros animais, ditos exóticos, como os roedores, os répteis e anfíbios, também podem adoecer, inclusive com algumas enfermidades (de pele, oculares, respiratórias, etc) que podem acometer também os seres humanos, mas não há vacinas disponíveis para esses animais, exceto para os furões, que são vacinados contra a raiva e contra a cinomose, e os macacos, que podem receber a vacina antirrábica. Por essa razão, recomendamos que a preferência seja adotar cães e gatos como animais de estimação”, explica o médico.

Contaminação

Principais vacinas

As principais vacinas para os cães são: V-8 e V-10, que protegem contra cinomose, hepatite infecciosa canina, adenovirose tipo dois, parainfluenza, parvovirose, coronavirose e leptospirose; a vacina contra a traqueobronquite infecciosa canina (gripe); vacina contra a raiva e contra a giárdia. “Em áreas onde ocorrem casos de leptospirose com frequência, é fundamental a vacinação contra a leishmaniose. Cães com maior suscetibilidade a fungos podem ser também vacinados contra a dermatofitose,” afirma o veterinário. Já para os gatos, as principais vacinas são: a quádrupla felina, que protege contra rinotraqueíte, calicivirose, panleucopenia e clamidiose; e a vacina contra a raiva. “Criadores e responsáveis por gatos que ficam na rua podem substituir a quádrupla pela quíntupla felina, que protege também contra a leucemia felina,” completa o veterinário.

80

Segundo Amilcar, um animal que esteja com as suas vacinas em dia e que tiver contato com um animal portador de doença infecto-contagiosa e sem vacina estará protegido. “O animal só corre risco caso tenha sido vacinado com vacinas de má qualidade, mal conservadas, manuseadas inadequadamente ou se o seu próprio sistema imunológico não tenha respondido com eficácia aos estímulos das vacinas e não tenha produzido anticorpos em nível protetor. Essas são as chamadas falhas vacinais. Por isso, é de fundamental importância que a vacinação seja feita por um médico veterinário. Doenças como a raiva, a leptospirose e a giardíase são zoonoses, ou seja, doenças que podem passar do animal para o ser humano. Assim, vacinar regularmente é uma proteção também para a família que acolhe o animal de estimação”, completa. 

Clínica Veterinária Guaruvet Rua Cabo Antonio Pereira da Silva, 539, Jardim Tranquilidade. Tel.: 2440-9787/ 97602-6902 guaruvet@gmail.com www.veterinarioguarulhossp.com.br


81


CULTURADA

Por Amauri Eugênio Jr. Fotos: divulgação

Música Vanguart, 6 e 7 de dezembro A banda de Cuiabá (MT), destaque da cena musical independente por causa de músicas como “Semáforo” e “Hey yo silver”, faz apresentação de seu novo trabalho, “Muito mais que o amor” (2013). O público pode esperar por alternância entre momentos intimistas e agitação, além de clima para lá de descolado e cool. Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, vila Mariana, São Paulo. Informações: goo.gl/V76fmG e 5080-3000. Ingressos: R$ 25 (inteira), R$ 12, 50 (meia-entrada) e R$ 7,50 (credencial plena, para trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc, e dependentes), com venda a partir de 25 (online, a partir das 16h) e 26 de novembro (nas bilheterias, a partir das 17h30). Sábado (6), às 21h; domingo (7), às 18h.

CD “Convoque seu Buda”, Criolo O álbum, sucessor de “Nó na orelha” (2011), sucesso de público e crítica, que alçou Criolo ao primeiro escalão da música brasileira com músicas como “Não existe amor em SP”, “Bogotá” e “Subirusdoistiozin”, promete entrar para a lista de principais projetos de 2014. O som, que mistura hip hop com ritmos tipicamente brasileiros e rimas com relatos sociais, tem como destaques as faixas “Cartão de visita”, com participação da cantora Tulipa Ruiz; “Pegue pra ela”; “Fermento pra massa”, que remete ao samba old school; e a faixa que dá nome ao álbum. Ao parafrasear uma entrevista de Criolo ao programa “Espelho”, do Canal Brasil, que virou até trecho de “Cartão de visita”, o trabalho ficou bom ao ponto de não precisar de ajuda de Lázaro Ramos para entendê-lo. Universal - R$ 16,90 82


83


CULTURADA

DVD “Ela”, dir.: Spike Jonze O filme retrata a história de Theodore (Joaquin Phoenix), escritor que passa por uma crise após se divorciar e compra para seu computador um novo sistema operacional que tem vontade própria, chamado Samantha (Scarlett Johansson), com o qual ele se comunica pela fala. O que era para ser uma simples relação homem x máquina evolui para, acredite, uma história de amor incomum. Alguns destaques do longa-metragem são a fotografia, com tons claros e quentes, em contraste com o tema, que pende para a crise existencial e os limites da relação do ser humano com recursos tecnológicos. Sony Pictures R$ 39,90

Exposição “Leonardo da Vinci, a natureza da invenção” O ícone do renascimento Leonardo da Vinci (1452-1519) foi eternizado por obras da grandiosidade de “Monalisa”. Apesar disso, o seu lado inventor, tão relevante quanto sua faceta de pintor, fica em segundo plano. Ou melhor: ficava. A exposição “Leonardo da Vinci, a natureza da invenção”, em cartaz desde 11 de novembro, transita pelos trabalhos inventivos do artista, com acervo de 40 peças e 10 instalações interativas. Um dos destaques, como não poderia deixar de ser, é o seu esboço de veículo aéreo que foi transformado, séculos depois, no que conhecemos como helicóptero. Galeria de arte do Sesi-SP. Avenida Paulista, 1.313, Bela Vista, São Paulo (estação Trianon-Masp da Linha 2 – Verde do Metrô). Terça a domingo, das 10h às 20h. Até 10 de maio de 2015. 

84


85


MENU

Fotos Divulgação

Chopp Time Na RG nº 92, de setembro de 2014, no guia “República Gastronômica de Guarulhos”, algumas informações incorretas foram publicadas em nota do estabelecimento Chopp Time. É correto dizer que o local oferece a porção de batatas assadas e em forma de smile, e, como carro-chefe, o estabelecimento oferece os tradicionais escondidinhos com recheios de carne-seca, filé mignon, calabresa e frango desfiado. Vale citar também o Filé à Chopp Time (foto), composto por tiras de filé mignon, banhadas no molho madeira com champignon. O local abre às 10h e funciona até o último cliente. Internacional Shopping. Rodovia Presidente Dutra, saída 225 (LJ Z-10), Itapegica. Informações: 2425-0097.

Pizzaria Leve Foi publicado na edição nº 92 da RG que, entre as diversas opções de sabores oferecidos pela Pizzaria Leve, um dos destaques era a pizza de picanha. O sabor correto é de carne-seca. Rua Cachoeira, 1.022, vila Galvão. Tel.: 2451-6276.

86


87


MESA

Márcio Monteiro

Las Chicas Por Bárbara Cunha

Caveiras mexicanas, sombreiros e personagens do Chaves dão um toque especial na decoração da paleteria Las Chicas, criada pelas irmãs Walderez Cardoso Costa e Waldelucia Cardoso Costa, que, já na sua inauguração, há dois meses, conquistou os guarulhenses e está fazendo o maior sucesso com suas paletas mexicanas. A casa está sempre muito movimentada e não é à toa. São mais de 15 sabores diferentes entre os recheados, frutados, cremosos e premium. Alguns destaques são

o de morango com leite condensado, brigadeiro, ninho trufado, chocolate belga, limão com leite condensado, iogurte com frutas vermelhas, abacaxi com hortelã, banana com Nutella, entre outras maravilhas. Dá vontade de levar todos para casa. Segundo as proprietárias, as paletas são feitas no próprio estabelecimento, com frutas naturais e ingredientes da melhor qualidade. São 24 horas de produção em uma cozinha completamente equipada e especializada para sor-

vetes artesanais. Em breve, a casa contará com dois novos sabores: merengue e torta de limão. Além disso, as versões light também farão parte do extenso cardápio. A proposta também é trabalhar com delivery, podendo assim atender seus clientes no conforto de suas residências. Com um local descontraído, música ambiente e um espaço para aproveitar o momento com os amigos e familiares, não tem quem não queira se refrescar nos dias quentes com essas paletas.  Rua Josephina Mandotti, 257 - Jardim Maia (Próximo ao Bosque Maia) Tel. 2600-3943

88


89


O debut de Giulianna Medeiros Josy e Joelson Medeiros não pouparam esforços para tornar inesquecível a comemoração dos 15 anos da filha Giulianna, na noite de 8/11, no Esporte Clube Vila Galvão. Os convidados foram recepcionados por uma comitiva real. A decoração ficou por conta da Keops e grandes painéis com fotos da aniversariante ornamentaram o salão. O serviço foi do Buffet Paris, da Teresinha Dotto; a Love Cake Doçaria elaborou os doces e a banda Kremlim animou a festa. 

Focus Foto e Vídeo

POR AQUI

Por Amauri Eugênio Jr. e Valdir Carleto

Giulianna com as amigas

Banda Kremlim

Os pais da debutante e os irmãos, Guilherme e Giovanna

90


Divulgação

Flaumar, 50

Em 5 de novembro, a Flaumar Contabilidade e Consultoria organizou evento na Associação dos Rotarianos de Guarulhos para comemorar os 50 anos de fundação. A celebração contou com lançamento de painel de valores corporativos, assinado pelos membros da equipe; planejamento estratégico para os próximos cinco anos; apresentação do resultado de trabalho de consultoria de RG, com foco em mudança organizacional; e homenagem aos colaboradores antigos, como o fundador Francisco Lau Netto, e os sócios Pedro Ernesto Fabri e Euclyces Furtado Reis. 

Divulgação

Casa de David inaugura unidade em Atibaia

Foi inaugurada em 7 de novembro a segunda unidade da Casa de David, denominada “Centro de Estudo e Atendimento à pessoa com Autismo”. O espaço tem área 42 mil m² e 19 residências terapêuticas, salas para oficinas terapêuticas, refeitórios, lavanderia, quadra poliesportiva, piscina aquecida e praça da família, o que possibilita o atendimento gratuito de 108 pessoas com autismo de grau elevado. O evento contou com presenças do presidente da entidade, Labibi João Athié; do vice-prefeito, Mário Inui; do chefe de gabinete da secretaria de Saúde de São Paulo, Nilson F. Paschoa; das deputadas federais Mara Gabrili, Keiko Ota e Ana Perugini; deputados estaduais Beto Trícoli e Gileno, e do vereador guarulhense Toninho Magalhães. A unidade está localizada na estrada municipal Juca Sanches, 1.000, Bairro Boa Vista (próximo à rodovia Dom Pedro I). 

91


POR AQUI

Patrícia Fraga

XXIV Jornada de Turismo

A 23ª edição da Jornada de Turismo, organizada por alunos do quarto semestre do curso de turismo da UnG (Universidade Guarulhos), foi realizada entre os dias 3 e 7 de novembro no campus Guarulhos-Centro da instituição. O evento, realizado sob a orientação de Lis Lakeis, professora da universidade, contou com debates sobre desenvolvimento turístico associado ao desenvolvimento econômico, inclusão social e sustentabilidade ambiental; oficinas; festival da imigração; e exposição “Bus Party” – festa em ônibus –, entre outras atividades.

Ivanildo Porto

6ª Corrida de Rua do Internacional Shopping

A sexta edição da Corrida de Rua do Internacional Shopping, realizada em 9 de novembro, reuniu cerca de 1,3 mil pessoas, que puderam optar pelos percursos de 5 km (corrida) e 2,5 km (caminhada). A competição, que teve início às 8h, teve como vencedores Benedito Donizetti, no masculino, com a marca de 15 min. 42 seg.; e Maria Margarida Gomes, no feminino, que fez o percurso em 19 min. 47 seg. 

Em 30 de outubro, o Sinafresp (Sindicato dos Agentes Fiscais de Rendas do Estado de São Paulo) e a 57ª subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) Guarulhos promoveram a palestra “Alteração do Código de Processo Civil” na FIG-Unimesp. A atividade, da qual participou o deputado federal Paulo Teixeira, relator do Projeto de Lei que altera o Código na Câmara dos Deputados, contou com presenças de Fábio de Souza Santos, presidente da 57ª subseção da OAB de Guarulhos; Ossanna Chememiam Tolmajian, coordenadora do curso de direito da FIG-Unimesp; e Marco Aurélio Ferreira Pinto dos Santos, presidente da Comissão de Direito Tributário da Subseção da OAB/Guarulhos.  92

Divulgação

Palestra da Sinafresp e da OAB sobre proposta de novo Código de Processo Civil


Gustavo Duran

Inaugurado o Núcleo A+D Inaugurado no dia 4/11, o Núcleo A+D é uma iniciativa pioneira, reunindo nomes conceituados da região no ramo de arquitetura e decoração. São 17 profissionais e cerca de 30 empresas fornecedoras, que terão ali um show-room de seus produtos. O espaço, com 1.000 m² e vários ambientes, foi idealizado pela designer Crislaine Feitosa, proprietária, ao lado do marido, Carlos Tukamoto. O evento contou com cobertura de Amaury Jr. e a presença de diversas personalidades, como a artista plástica Bia Dória, que tem escultoras expostas no local. Além de representar os escritórios de arquitetura e decoração participantes, o Núcleo A+D irá administrar uma agenda movimentada de reuniões com clientes, cursos e eventos sociais. Inclui espaço gourmet, piano bar, brigaderia, brinquedoteca, entre outras surpresas. “Nossa preocupação quanto à qualidade e credibilidade levou-nos a fechar a parceria apenas com escritórios com mais de dez anos no mercado. Isso tudo aumenta a segurança do cliente, que ainda terá num único lugar vários estilos para escolher”, relata Crislaine. 

Crislaine Feitosa e Carlos Tukamoto

Sonia Lago, ladeada por Angela, Leila Rocha, Juliana Almeida e Dona Almeida.

Amaury Jr., com Milene Figueredo e Juliana

Tayna Araujo Branco, Cristiane Araujo Branco, Crislene Feitosa, Sayuri Tukamoto

Ana Cristina Feitosa

Núcleo A+D Avenida Dr. Timóteo Penteado, 2.991, vila Galvão

93


ACELERA

De fora para dentro

Versão Turbo do Veloster, que chega em 2015 ao Brasil, dá mais fôlego ao cupê de três portas da Hyundai Por José Macário, do Absolute-Motors.com/Portugal, com Márcio Maio, da Auto Press Fotos: divulgação

O Hyundai Veloster é um autêntico carro de imagem. Em todos os sentidos. O modelo causou surpresa com sua carroceria de três portas e visual esportivo. Porém, essa agressividade não ultrapassava a casca. Sob o capô, havia apenas o mesmo motor 1.6 que equipa as versões de topo do brasileiro HB20, com 128 cv. Essa potência impressiona no hatch, mas deixava demais a desejar no cupê. Agora, a marca confirmou a retomada das importações do Veloster – interrompidas no início do ano – no segundo semestre de 2015. Dessa vez, virá a configuração Turbo vendida nos Estados Unidos, capaz de atingir 204 cv. Na Europa, o modelo contempla versões menos “apimentadas”. Caso da T-GDi Style com o mesmo motor 1.6, mas que rende apenas 186 cv a 94

5.500 rpm e 27 kgfm aos 1.500 giros. Com esta regulagem, o Veloster é capaz de sair do zero e chegar aos 100 km/h em 8,6 segundos. E atingir uma velocidade máxima de 214 km/h. A diferença nos dados técnicos das configurações europeia e americana se dá em função de uma característica do povo do Velho Continente. Isso porque lá eles preferem saídas mais rápidas, o que fez com que a fabricante coreana ajustasse o propulsor para entregar o torque – sempre de 27 kgfm, em ambos os continentes – mais rapidamente. No modelo vendido nos Estados Unidos, ele aparece em 1750 rpm, ou seja, 250 giros a mais. Além das mudanças no desempenho, o Veloster Turbo também ganha um ligeiro “tapa” no visual. O cupê segue exalando esportividade, mas com

linhas ainda mais agressivas do que na variante normal. A grade dianteira está maior e adota um formato hexagonal, o que obrigou à reestilização do para-choques, que agora acomoda faróis de neblina redondos. Por baixo ainda existe um spoiler, que garante maior suporte aerodinâmico. De perfil, destacam-se as saias laterais mais esculpidas e as rodas de liga leve de cinco raios e aro de 18 polegadas. Já a traseira leva um defletor na parte de cima e também para-choques redesenhado. O escapamento duplo avantajado completa a imagem de esportividade. Por dentro, as alterações são menos perceptíveis. Os pedais são em metal e uma tela touchscreen de 7 polegadas facilita a operação do sistema de navegação. De resto, tudo no habitáculo permanece como antes.


95


ACELERA

Por José Macário, do Absolute-Motors.com/ Portugal (exclusivo no Brasil para Auto Press)

Vigor latente Lisboa/Portugal – A habitabilidade é boa, especialmente para quem senta na posição de condução. Atrás, há pouco espaço para a cabeça dos dois ocupantes permitidos, principalmente se eles forem mais altos que 1,8 metro. Mas pior que isso é a usabilidade do porta-malas – de 320 litros de capacidade – para cargas mais pesadas, já que a tampa foi projetada de forma elevada, o que obriga a um esforço extra para carregar a bagagem. A regulagem do banco é elétrica e a coluna de direção tem ajustes de altura e profundidade. A interatividade é muito boa, visto que todos os comandos são facilmente alcançados. Em movimento, o motor do Veloster Turbo não se intimida ao pedido transmitido pelo pé direito. O bom torque de 27 kgfm já disponível aos 1.500 giros deixa o carro sempre pronto para saídas de sinal, ultrapassagens e retomadas de velocidade. A transmissão manual de seis velocidades tem funcionamento preciso e o cupê se mantém colado à estrada e sempre alinhado à vontade do condutor. Os controles de tração e estabilidade servem como rédea para segurar algum ímpeto extra induzido pelo saboroso roncar do 1.6 turbinado.

Ficha técnica Motor: A gasolina, dianteiro, transversal, 1.591 cm³, com quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, turbocompressor e duplo comando de válvulas no cabeçote. Injeção direta de combustível. Transmissão: Câmbio manual com seis marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Potência máxima: 186 cv a 5.500 rpm. Aceleração de 0 a 100 km/h: 8,6 segundos. Velocidade máxima: 214 km/h. Torque máximo: 27 kgfm entre 96

1.500 e 4.500 rpm. Diâmetro e curso: 77,0 mm X 85,4 mm. Taxa de compressão: 9,5:1. Suspensão: Dianteira independente do tipo McPherson, com molas helicoidais e amortecedores a gás de dupla ação. Traseira semi-independente, do tipo eixo de torção com molas helicoidais e amortecedores a gás de dupla ação. Pneus: 215 / 40 R18. Freios: Dianteiros a disco ventilados e traseiros a discos maciços. Oferece ABS de série.

Carroceria: Cupê em monobloco com três portas e quatro lugares. Com 4,25 m de comprimento, 1,81 m de largura, 1,40 m de altura e 2,65 m de entre-eixos. Oferece airbags frontais, laterais e do tipo cortina. Peso: 1.330 kg. Capacidade do porta-malas: 320 litros. Tanque de combustível: 50 litros. Produção: Ulsan, Coreia do Sul. Lançamento: 2012. Preço na Europa: 31.560 euros, o equivalente a R$ 99 mil. 


97


LISTA 5

Banheiros

irreverentes Recentemente, o site ‘Nomâdes Digitais’ listou os 21 banheiros mais incríveis ao redor do mundo, dos quais escolhemos os cinco mais extravagantes e arrojados, que além de terem a função de uma toalete, são verdadeiras obras de arte interativas e que dispensam qualquer legenda. Confira a seleção e escolha o seu preferido.

1. Ladeira de SKI

2. Banheiro de gelo Por Talita Ramos Fotos: divulgação

3. Banheiro ao estilo Steampunk 98

4. Trono de ouro maciço

5. Banheiro temático Yellow Submarine 


Revista Guarulhos - Edição 94  

A hora do sim - Como se organizar para ter o casamento dos sonhos

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you