Page 1

Guarulhos, 18/05/2018 Ano 9 n.º 398

clickguarulhos.com.br

$

$

Criptomoedas Os prós e contras do novo dinheiro virtual Bem-estar Meditação no trabalho ajuda a melhorar concentração

Finanças do casal Como equilibrar a vida amorosa e financeira para evitar brigas

Beleza Cabelo no estilo “arco-íris” é nova aposta de fashionistas


[ FRASES ]

[ CLICK GUARULHOS ] Homem é preso após tentativa de estupro

Divulgação

“O Brasil é um dos favoritos, sim. Pelo futebol que tem apresentado e pela consistência da equipe”. Tite, em resposta a questionamento da imprensa sobre a seleção brasileira ser uma das favoritas.

Divulgação

“Minha preocupação foi que minha intervenção fosse mais próxima a ele. Cessar a agressão dele de forma que não machucasse ninguém”.

Um homem foi preso em flagrante por tentativa de estupro na terçafeira, 15, nos fundos do Ginásio Poliesportivo Paschoal Thomeo, conhecido popularmente como Thomeozão, localizado no final da avenida João Bernardo Medeiros, no Bom Clima. A vítima, uma mulher de 32 anos, conseguiu desvencilhar-se do criminoso e correu para dentro do ginásio de esportes pedindo ajuda. A Guarda Civil Municipal prendeu o suspeito após ele ser espancado por populares. Foto: Divulgação

Policial Kátia da Silva Sastre, que reagiu a uma tentativa de assalto em frente à escola onde a filha estuda, em Suzano; ela atirou no rapaz e ele morreu.

Divulgação

“Ao levarmos a administração para dentro dos hospitais municipais, podemos avaliar in loco a real situação desses estabelecimentos e agilizar as soluções”. Prefeito Guti, sobre transferência do gabinete do secretário da Saúde, Sérgio Iglesias, para o Hospital Municipal da Criança e do Adolescente por sete dias.

“O Brasil voltou, 20 anos em 2”. Divulgação

Slogan do Governo Federal escolhido em comemoração aos dois anos de gestão do presidente Michel Temer. Internautas e oposição não perderam tempo: fizeram piadas, retirando a vírgula (“O Brasil voltou 20 anos em 2”). O Planalto recuou e divulgou uma nova versão do slogan.

Conquiste novos clientes anunciando na

2461-9310 [4

] clickguarulhos.com.br

Acesso do trevo será liberado até o fim de junho O novo acesso do trevo de Bonsucesso que permitirá o retorno direto para São Paulo, por meio de alça e viaduto na pista marginal da Dutra, tem sua inauguração prevista para até o fim de junho, segundo informou a Prefeitura de Guarulhos na terça-feira, 15. A expectativa é de que as obras que compreendem o miolo do trevo sejam concluídas até o fim deste ano. Veja mais no portal Click Guarulhos

Você repórter Sugira pautas,

envie fotos e vídeos no WhatsApp da Redação

98849-7425

e veja o resultado no portal www.clickguarulhos.com.br


[ COLUNA DO CARLETO ]

SUGESTÃO À STT A faixa zebrada, na lateral da via Dutra, sob o viaduto Fioravante Iervolino, fazia sentido antes, mas havendo uma saída à esquerda e outra à direita, ela provoca lentidão. Agora que o adjunto da STT é o inspetor Márcio Pontes, ex-Polícia Rodoviária Federal, quem sabe a área municipal se entende com a NovaDutra.

URSO DE ESTIMAÇÃO Uma família chinesa adotou um filhote de cachorro, mas com o tempo estranhou que ele não latia, comia cada vez mais e tinha facilidade para ficar em pé, equilibrando-se sobre as patas traseiras. Aí descobriram que não era um cão, mas um urso, que chegou a 200 quilos. As crianças já haviam se afeiçoado ao animal, mas não houve alternativa a não ser entregá-lo a um centro de proteção de animais silvestres.

OUTROS URSOS Em uma cidade imaginária, a administração adotou mascotes, que aos poucos foram se revelando ursos: dão palpites em todos os assuntos, provocam situações desconfortáveis e valem-se da afeição das crianças para equilibrar-se. Como não são animais silvestres, não existe um órgão que possa cuidar para que não provoquem danos.

FRANÇA OPORTUNISTA O governador Márcio França, pré-candidato a disputar o cargo pelo PSB, não perdeu tempo para aproveitar-se da popularidade da policial militar que alvejou um assaltante em Suzano: prestou homenagem a ela, pelo Dia das Mães, fez discurso, posou para fotos e filmagens. Por mais elogiável que possa ser a atitude da PM, que teve raciocínio rápido e agiu com destreza, ganhando a simpatia da grande maioria da população, a atitude de França pegou mal, pelo oportunismo.

FOTOS INFELIZES O juiz Sérgio Moro, a quem o País muito deve por sua firme atuação na Operação Lava-Jato, perdeu mais uma oportunidade de evitar gafes. Já não bastasse a infeliz foto na qual posou ao lado do tucano Aécio Neves, agora apareceu em imagens ao lado do ex-prefeito João Dória, pré-candidato a governador de São Paulo.

ATERRO POLÊMICO A empresa CDR, que mantém um aterro sanitário na região do Cabuçu, no qual recebe resíduos de diversas cidades, pleiteia a ampliação da área, o que tem causado muitos protestos. Entidades e a população da região apontam a presença de mananciais. Também sou totalmente contra a pretensão da empresa; entendo que cada município deve arcar com o ônus de tratar do próprio lixo. Soa estranha a docilidade com a qual a gestão municipal trata a questão. Detalhe: a CDR é do grupo francês Veolia, o mesmo ao qual pertence a Proactiva, empresa contratada em caráter emergencial pela Prefeitura de Guarulhos em novembro de 2017, para a gestão do aterro sanitário que recebe o lixo residencial da cidade.

SELIC MANTIDA Contrariando a expectativa do mercado financeiro, o Copom manteve a taxa básica de juros

em 6,5% ao ano. O Brasil será um país viável quando a taxa real de juros, que os cidadãos e as empresas pagam, estiver próxima dessa tal Selic. Os bancos, mesmo os oficiais, cobram juros estratosféricos.

EMPRESAS PARCEIRAS As inscrições para o Selo de Empresa Parceira da Formação Profissional vão até 31 de maio. As interessadas devem acessar o site www.guarulhos.sp.gov.br/ secretarias/trabalho.

AJUDEM A KARINA! A profa. Karina Alves de Melo foi aceita para representar Brasil em evento sobre Astrofísica, na Espanha, de 3 a 9 de junho, e precisa de ajuda para custear a viagem. Doações no Banco do Brasil, agência 0636-X, conta 72.675-3. Atualmente sem renda, ela é voluntária na EE Vereador Antonio de Ré, preparando alunos para a Olimpíada de Astronomia.

NOVA VEGETAÇÃO A Secretaria do Meio Ambiente está colocando novas plantas no canteiro central da avenida Tiradentes, dando um belo colorido ao local e ajudando a disciplinar a travessia de pedestres em trechos mais adequados e seguros. Tomara que a iniciativa se espalhe por toda a cidade.

Novas notas da Coluna do Carleto durante a semana em www.clickguarulhos.com.br.

Diretor Responsável: Valdir Carleto (MTb 16.674) valdir@revistaguarulhos.com.br Editora: Tamiris Monteiro (MTb 65.493) Redação: Jônatas Ferreira Revisão: Valdir Carleto Fotografia: Rafael Almeida Design Gráfico: Williane Rebouças // Rogério Hanssen Comercial: Maria José Gonzaga // Patrícia Matos // Meire Falabella comercial@revistaguarulhos.com.br Administrativo: Viviane Sanson // Sérgio Scatolin Distribuição Luiz Aparecido Monteiro Impressão e acabamento: Gráfica Mar-Mar Ltda. Tel: (11) 3652-5244

[6

] clickguarulhos.com.br

Tiragem: 13 mil exemplares Venha conferir nas manhãs das sextas-feiras Distribuição gratuita em quase 150 condomínios, displays em pontos comerciais de grande fluxo, e em locais com salas de espera 36 anos de Jornalismo com Responsabilidade Social Carleto Editorial Eireli ME - CNPL 10.741.369/0001-09 Av. João Bernardo Medeiros, 74, Bom Clima, Guarulhos.

Tel.: (11) 2461-9310


[ CAPA ] Por Jônatas Ferreira

Fotos: Banco de imagens / Divulgação

$

$

Entendendo as criptomoedas O

comércio de criptomoedas, ou moedas virtuais, tem crescido de forma assustadora. Adeptos dessa nova tecnologia acompanham o mercado diariamente em busca de boas oportunidades para compra e venda desses ativos digitais que prometem modernizar de vez a forma como pensamos em dinheiro. A bitcoin é atualmente a mais conhecida e utilizada criptomoeda, mas não a única. Ela protagoniza o setor, sendo a que tem maior valor e, por isso, serve bem para demonstrar a dinâmica e a volatilidade do mercado de criptomoedas, comparável a uma montanha russa, com altos e baixos abruptos e repentinos, o que o caracteriza como um investimento de alto risco. Por outro lado, existem estabelecimentos em todo o mundo que já aceitam as tais criptomoedas, como as famosas bitcoins, como forma de pagamento por seus produtos ou serviços, inclusive no Brasil. Esse cenário mostra que as moedas virtuais serão tendência no mercado e não sairão dos focos de discussões econômicas tão cedo, mesmo que ainda existam muitas incertezas por conta da sua instabilidade, com especialistas apontando para uma bolha especulativa. Embora ainda uma baixíssima parcela da população mundial

[8

] clickguarulhos.com.br

tenha acesso ou interesse nessa nova modalidade de investimento, a procura tem aumentado bastante e já chegou aos grandes investidores, o que faz com que os olhos de governos e de instituições financeiras estejam alertas a movimentações que possam afetar diretamente o mercado e as relações entre seus participantes, além dos possíveis impactos na economia em geral. Uma das grandes diferenças das criptomoedas e das moedas soberanas dos países – como dólar, libra e o próprio real – é que não há bancos centrais ou governos para regulá-las ou fornecer garantias nas transações; ou seja, são totalmente descentralizadas. O único meio possível para que as movimentações sejam efetivadas é a internet, exclusivamente de pessoa para pessoa, sem a necessidade de intermediários, como bancos. Talvez resida nesse fator a razão para volatilidade das criptomoedas. A partir do momento em que houver regulamentações e os governos encontrarem meios para manter sob controle as transações com criptomoedas, a procura poderá ser afetada, o que fará o valor das cotações diminuir. Essa possibilidade pode se concretizar, mesmo que com muita dificuldade, assim que os estados perceberem que suas economias estão sendo ameaçadas.


[ CAPA ]

Correntes de bloco Falar sobre moedas virtuais talvez ainda deixe muitas pessoas confusas, principalmente aquelas que não têm tanta receptividade com as tecnologias 100% digitais. Para compreendê-las, é preciso entender o blockchain, ou corrente de blocos, em tradução literal, sistema por detrás de todo o funcionamento e certificação de segurança das transações desses ativos digitais. O blockchain é um banco de dados público que registra de forma cronológica e linear todas as ações praticadas dentro da plataforma de uma moeda virtual, como a bitcoin, por exemplo. Esse sistema funciona em blocos entrelaçados, que podem ser acessados e consultados a qualquer momento, mas que, em hipótese alguma, podem ser apagados ou alterados. Caso mudanças

precisem ser feitas, como novas transações, um novo bloco ligado ao anterior será gerado. Essas novas ações dentro do blockchain são compartilhadas, processadas e validadas por uma série de computadores que fazem parte desta rede. Para que uma alteração seja concretizada, um cálculo matemático de alta complexidade deve ser resolvido por essas máquinas. Só a partir da solução dessa equação é que poderá ser verificada a veracidade das informações contidas naquele bloco. O blockhain impede gastos duplicados e falsificações, visto que todos os participantes recebem imediata e simultaneamente uma cópia dos dados, com o histórico das operações, desde sua origem. Mas o que (e como) se ganha participando dessa rede?

Segurança Garimpando A validação das transações de criptomoedas é feita pelos chamados “mineradores”, por meio de supercomputadores ligados a essa rede de blockchain, que incansavelmente tentam resolver os complexos cálculos. Quando resolvidos, o profissional que chegou ao resultado ganha em dinheiro virtual a recompensa pelo esforço. É justamente esse trabalho que dá origem a novas moedas. Qualquer pessoa pode minerar as criptomoedas, mas, diferente do que se pensa, o trabalho não é tão simples e muito menos é barato. São necessárias máquinas potentes, que exigem um consumo extremamente alto de energia. Quanto mais computadores um minerador mantém trabalhando, maiores serão as chances de chegar ao resultado de uma das múltiplas operações em processamento. Afinal, milhares de máquinas competem para solucionar uma equação com um limite de tempo de dez minutos, que é o intervalo de espera entre um bloco e outro. Detalhe: a dificuldade aumenta conforme o número de moedas for sendo minerado. Assim que o cálculo é decifrado, o vencedor registra os dados contidos naquele bloco. Automaticamente, toda a rede recebe as informações e em consenso conferem se o que foi recebido condiz ou não com os dados já existentes, ou seja, com os blocos anteriores. É importante ressaltar que para fraudar um dado em uma rede distribuída significa ter que modificar os registros em cada computador que participa desse sistema, além de ter de quebrar a criptografia diferente que protege cada bloco. Por isso, o sistema é tido como de segurança inviolável, porque, em tese, seria impossível.

As transações são feitas somente após comprovações da existência dos fundos serem concretizadas por meio de uma chave única que cada usuário tem. Tudo acontece sem nenhuma das partes saber com quem está tratando, pois são ocultas informações como nomes, endereços reais e documentos, o que impede que esses dados sejam usados de forma ilícita. A única maneira de se localizar os participantes das transações é justamente pelo número de identificação, que é usado para assinar as operações. É a chamada carteira virtual, que contém chaves públicas e uma privada. A chave pública pode ser compartilhada, pois é usada para receber fundos. A chave privada, no entanto, deve ser mantida sob total sigilo e será usada somente na hora de autorizar uma transação de transferência. É por esta chave privada que alguém controla todos os seus ativos digitais. O blockchain é um modelo que tem sido explorado até mesmo por instituições financeiras para proteção de seus dados e, apesar de sua origem estar ligada ao bitcoin, seu uso pode ir muito além no assunto de segurança e compartilhamento de dados.


[ CAPA ]

É lucrativo? Ricardo Fuertes, consultor financeiro da RFinance, acredita firmemente na moeda digital e sua forte representação no cenário econômico mundial em um futuro não tão distante. Não à toa, está às vésperas de lançar a SimpleCoin, uma plataforma exchange, ou seja, um meio de compra e venda de dinheiro virtual que auxiliará os interessados a efetuarem as transações de maneira rápida, segura e simples. Simplificando: uma espécie de casa de câmbio virtual. Há cerca de 1600 moedas digitais em circulação hoje, porém, nem todas têm valor de mercado. Por isso, Fuertes explica que casas de câmbio sérias trabalham apenas com as principais e mais confiáveis, como bitcoin, ethereum e monero. Sobre ser uma boa alternativa de investimento, Fuertes deixa claro que tudo deve ser avaliado conforme o pensamento de cada um. Se for em curto prazo, deve-se acompanhar dia a dia o mercado porque, devido à escassez, a moeda acaba por não ter um preço estável. “Tem gente que ganha muito dinheiro com isso, são os chamados traders. Mas é preciso acompanhar e entender o mercado. Saber o ponto de baixa e o ponto de alta, pois o lucro virá na porcentagem da variação diária”, diz Fuertes. No entanto, para o consultor, a médio e longo prazo, o dinheiro virtual tende a ser valorizado consideravelmente. “É tudo por conta da procura: quando há demanda, a oferta encarece. E vemos isso nos últimos meses. Hoje um bitcoin, por exemplo, vale cerca de U$ 10 mil e há expectativa de que esse valor mais que dobre até o fim do ano. Então, é alto o risco se você pensar em curto prazo, mas em médio e longo prazo esse risco acaba pulverizado por conta das oscilações. A tendência é que nos próximos anos a valorização do bitcoin e de outras moedas seja ainda maior”, esclarece.

Compras ilícitas

Pirâmide? “Definitivamente, não. Existem, sim, casos em que se usa criptomoedas para construir a famosa pirâmide. Para evitar cair em golpes, interessados no mercado virtual precisam estar atentos e saber diferenciar”, explica Fuertes. Em um esquema fraudulento prometem-se retornos imensuráveis em troca de um único investimento baixíssimo, se comparado ao que você pode receber. O dinheiro aplicado é usado para pagar antigos investidores, transformando-se em um ciclo dependente do recrutamento de novas pessoas. A base sempre sustentará o topo, por isso o termo “pirâmide”. O problema é que com o passar do tempo, o esquema tende a se desfazer, por não haver mais condições de financiar a todos que entraram no negócio. Não existem produtos, nem serviços prestados em troca do dinheiro aplicado. “Os novos usuários que começam a comprar bitcoin ou qualquer outra moeda virtual legal, não estarão financiando ninguém, nem nada. Nem receberam nenhum favor em troca da compra das criptomoedas. As pessoas compram essas moedas porque acreditam em seu modelo. O valor do ‘dinheiro digital’ acontece pela oscilação do mercado, pela escassez e pelo número limitado de moedas”, finaliza o consultor.

[ 12

] clickguarulhos.com.br

A mídia focaliza muito a imagem das criptomoedas como uma forma para pessoas que queiram usar o dinheiro para práticas ilícitas – como lavagem de dinheiro, financiamento de crimes ou terrorismo, por exemplo – uma vez que os dados dos envolvidos são anônimos. Sobre isso Fuertes esclarece que não é por ser virtual que o dinheiro vai ser usado de forma errada. Isso pode acontecer com o euro, dólar, real ou qualquer outro meio de pagamento. “É válido lembrar que em seu início, a internet era muito usada para compras de drogas e outros artifícios ilegais, mas, agora, andamos com ela em nossos bolsos”, pontua o consultor. Portanto, não é porque a identidade dos usuários é mantida em sigilo que ele estará fora da fiscalização. As transações digitais são altamente rastreáveis, afinal, os dados são ocultos, mas as operações dentro da blockchain são formadas por entradas e saídas, que são registradas a partir de códigos endereçados a uma pessoa. Sendo assim é possível descobrir a origem dessas operações a partir das chaves públicas que estão presentes em todas as movimentações e que levam à sua origem: a chave privada.


[ CAPA ]

Eles acreditaram Renan Rios, de 24 anos, é um desses aventureiros que arriscaram investir nesse novo mercado. Ele começou a acreditar nas moedas depois de ver reportagem em que o então governador de São Paulo Geraldo Alckmin cogitava estudar o uso de criptomoedas para financiamento de projetos no Estado. O funcionário público de Guarulhos contou à Reportagem que não faz muitas transações, mas investiu a principio R$ 2 mil e em menos de um ano teve um lucro de aproximadamente R$ 3 mil. “É um mercado bem variável e não tão seguro por sua falta de clareza na regulamentação, mas quero apostar, pois sei que em breve será tendência”. Marcelo Aparecido da Silva, proprietário da escola de idiomas Uptime, no Centro de Guarulhos, investiu em bitcoins no ano passado quando a moeda estava cotada em aproximadamente US$ 1 mil . Neste ano, vendeu boa parte do que adquiriu por um valor 10 vezes maior do que o valor pago no início de 2017. “Como não tinha muito conhecimento do mercado, fiz um investimento modesto, mas que ajudou muito financeiramente. Hoje trato o bitcoin como se fosse outra moeda, assim como o dólar e o euro; inclusive, aceitamos como forma de pagamento aqui na Uptime”.

Saiba mais • O fim do dinheiro como conhecemos (https:// bit.ly/2KcGwDJ). Dir. Torsten Hoffmann, 2015. A transformação na forma de usar o dinheiro e os impactos econômicos. • O surgimento e a ascensão do Bitcoin (https:// bit.ly/2KgJGXp). Dir. Nicholas Mross, 2014. As ‘moedas digitais de código aberto’ transformarão o mundo para sempre? • The blockchain and us (https://bit.ly/2p3JtMB). Dir. Manuel Stagars, 2017. As “engrenagens” e processos que possibilitam registrar e certificar as transações livres com as criptomoedas. • Banking on Bitcoin (https://bit.ly/2G53Kta). Dir. Chris Cannuncciari, 2017. A criação e tendências das moedas virtuais que podem eliminar os sistemas monetários pelo mundo. • Em 1999, economista previu moedas virtuais (https://bit.ly/2KV93z9). Milton Friedman, Nobel de Economia, previu o surgimento das moedas virtuais, dez anos antes de serem criadas.

A posição do Banco Central do Brasil Para a instituição que regula as instituições financeiras no Brasil, “a compra e a guarda desses ativos digitais estão sujeitas aos riscos de perda de todo o capital investido, além da variação de seu preço. O cidadão que investir em moedas virtuais deve também estar ciente dos riscos de fraudes”. No entanto, o Banco Central esclarece que não regula operações com criptomoedas, nem tem intenção de regulá-las no curto prazo, uma vez que “no Brasil, por enquanto, não se observam riscos relevantes para o Sistema Financeiro Nacional”. Já o presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, em entrevista à empresa, em dezembro de 2017, alertou para o risco de bolha no mercado de moedas virtuais. Ele destacou que as criptmoedas têm atualmente duas funcionalidades. Uma delas é comprar para vender na frente com a alta. “É uma bolha, uma pirâmide”, disse. A outra “funcionalidade” é usar como instrumento de atividade ilícita. “Usar as moedas virtuais não isenta da pena, da punição”, alertou. Vale lembrar que a aquisição de moedas digitais deve ser declarada no Imposto de Renda, como bens e direitos, com o valor de compra somente. Já o lucro obtido com a venda de uma moeda deve ser tributado de acordo com a tabela vigente.

Serviço: RFinance contato@rfinance.com.br


HOSPITAL NIPO-BRASILEIRO

CERTIFICADO nยบ 088/007/0558 VALIDADE: 07/07/2019


[ SAÚDE ] Por Tamiris Monteiro Fotos: Banco de imagens e divulgação

Meditar no trabalho aumenta concentração e produtividade

A

meditação tem sido cada vez mais difundida na cultura ocidental, mas tem muita gente que ainda sente dificuldade em encontrar um tempinho para praticá-la no dia a dia. A solução pode ser meditar no trabalho. É isso mesmo! Tirar alguns minutinhos no meio do expediente pode ajudar o funcionário a ser mais produtivo. Os benefícios de incorporar a prática à rotina vão desde maior poder de concentração até aumento da criatividade. De acordo com Beatriz Azevedo, neuropsicóloga, especialista em psicossomática e técnicas de relaxamento do Espaço Ki, meditar desenvolve a atenção e o foco; além disso, proporciona mais uma série de benefícios, como a diminuição da ansiedade, estresse, depressão e transtornos de pânico. Promove o equilíbrio emocional por meio de maior consciência e equilíbrio das próprias emoções e sentimentos. Traz mudanças estruturais no cérebro, responsáveis pela maior percepção das sensações físicas internas e externas; e pela tomada de decisões, processamento cognitivo, memória e

[ 16

] clickguarulhos.com.br

aprendizagem. Causa efeito relaxante proveniente do fato de que, ao vivenciar cada momento, conseguimos diminuir o ritmo acelerado em que vivemos na atualidade. Desenvolve empatia, autocompaixão e compaixão. Aumenta o autoconhecimento e a autopercepção. E melhora o funcionamento do sistema imunológico. Para começar a prática, Beatriz dá algumas dicas: “Sente ou deite em um lugar calmo e preste atenção na sua respiração. Não exija muito de si mesmo: muitas pessoas não meditam porque acham que está ligado a ficar muito tempo parado em posição de lótus e isso não é verdadeiro. Outro ponto é que as pessoas imaginam que na meditação a mente precisa entrar num estado de quietude absoluta, mas isso também não é verdade. Aprendemos a lidar com a mente inquieta, porque é natural e humano pensarmos muito. E, com a prática, aprendemos a nos relacionar melhor com esses pensamentos e a mente fica como o mar: muitos pensamentos formam ondas grandes e à medida que meditamos, o mar se acalma naturalmente”, explica.


O Click Guarulhos apóia a gestão Guti?

NÃO! O Click Guarulhos faz oposição à gestão Guti?

NÃO! O Click Guarulhos está sempre ao lado da população. Use o #vcrepórter para enviar queixas e sugestões, com foto ou vídeo!

 11

98849-7425

AGORA VOCÊ TEM VOZ!

1quarto.indd 1

16/05/2018 21:29:28

Anuncio Rev Weekend terça-feira, 15 de maio de 2018 18:54:51


[ SAÚDE ]

4 MOTIVOS PARA MEDITAR NO TRABALHO AUMENTA O GRAU DE CONCENTRAÇÃO Relatório para terminar, reunião para acompanhar, projeto para desenvolver e concentração nula. A prática da meditação ajuda a se concentrar em um objetivo específico, criando um fluxo de atenção e aqueles que meditam podem manter a sua atenção durante períodos relativamente longos. MELHOR O RELACIONAMENTO INTERPESSOAL Sabe aquela pessoa estourada, o famoso pavio curto? Os adeptos da prática budista desconhecem essas atitudes; isso porque eles desenvolvem o autoconhecimento e a meditação aumenta a sensibilidade em relação ao outro. Ainda de acordo com o estudo feito pelo Instituto Max-Planck (Alemanha), dirigido por Wolf Singer, os “burn-outs” são um resultado do desgaste emocional causado pela “fadiga da empatia”. AUMENTA A CRIATIVIDADE E PRODUTIVIDADE Checar o e-mail e WhatsApp a cada cinco minutos consome seu tempo, não?! A concentração ganha durante a meditação vai aumentar não apenas a sua produtividade no escritório como também a criatividade, já que você não interromperá o processo criativo com facilidade. Ou seja, tudo terá sua hora certa para fazer. REDUZ A ANSIEDADE A preocupação com o futuro e o próximo passo pode tornar a rotina no mínimo estressante. Por isso, a prática ajuda o indivíduo a se concentrar no hoje. Para Mathieu Ricard, monge budista, “passamos um tempo considerável sendo vítimas de pensamentos insuportáveis, da ansiedade e da raiva (...); achamos mais fácil considerar que esse caos é “normal”, que a “natureza humana é assim”.

#FICADICA Para quem deseja entender os efeitos da meditação para o cérebro, uma sugestão é o livro “Cérebro e meditação”, obra que retrata os diálogos entre o monge francês Matthieu Ricard – considerado o homem mais feliz do mundo, segundo pesquisadores da Universidade de Wisconsin - e o neurocientista Wolf Singer, diretor do Instituto Max Planck de Pesquisa do Cérebro (Alemanha). Singer é considerado um dos maiores especialistas mundiais em cérebro e autor de mais de 400 artigos científicos sobre neurociência. [ 18

] clickguarulhos.com.br


[ COMPORTAMENTO ] Por Tamiris Monteiro Fotos: Banco de imagens e divulgação

Casamento e as finanças Como manter dinheiro e amor em equilíbrio?

O

que é mais importante: ser ou ter? Bem, se a ideia é ser feliz no casamento, é melhor ficar com o “ser”. Isso porque um estudo publicado recentemente, no Journal of Family and Economic Issues, mostrou que o materialismo em excesso leva à desvalorização e à infelicidade no casamento. A pesquisa foi feita com 1.310 pessoas casadas, que responderam a um questionário para medir o materialismo, a percepção da importância do casamento e a satisfação conjugal. O que se descobriu foi que níveis mais elevados de materialismo estão ligados a uma percepção mais pobre sobre a importância do casamento e a uma menor satisfação conjugal. De acordo a psicóloga Marina Simas de Lima (foto), terapeuta de casal, família e cofundadora do Instituto do Casal, uma das

explicações é que o materialismo está ligado a dar prioridade para o trabalho em detrimento do relacionamento. “E isso está diretamente ligado à falta de tempo para a vida a dois, como também pode piorar a comunicação, a negociação de conflitos e a intimidade. Afinal, o casamento também precisa de dedicação para dar certo”, avalia. A pesquisa deixou claro também que as pessoas com alto nível de materialismo tendem a fazer mais dívidas. “E sabemos que problemas financeiros são uma das principais causas de brigas entre os casais”, afirma. O estudo ainda aponta que, além das contas no vermelho, quem associa a felicidade ao dinheiro dificilmente irá associá-la aos relacionamentos. “Quem é mais materialista acaba dedicando mais tempo para ganhar dinheiro e pode acabar investindo menos tempo e energia para melhorar a relação”, pontua.


[ COMPORTAMENTO ]

OITO CONSELHOS: Reinaldo Domingos dá algumas dicas:

ORIENTAÇÕES PARA EVITAR BRIGA DE CASAL POR CAUSA DE DINHEIRO Quando falamos de finanças para casais, é importante cuidado para evitar brigas, que são muito comuns. Grande parte dos brasileiros desconhecem o valor do salário do companheiro. Essa informação é bastante preocupante, já que demonstra uma grande possibilidade de problemas relacionados ao dinheiro no futuro. Isso porque a primeira dica em relação ao tratamento do dinheiro do casal é sempre muito diálogo. Mas, como começar esse debate? O mais adequado é construir um orçamento familiar baseados nos sonhos e objetivos da família. Também é muito importante que ocorra o quanto antes a definição de regras financeiras a serem seguidas, como quem paga o quê. “Algumas questões mostram-se fundamentais, como, por exemplo, a divisão das contas. É possível ter uma conta conjunta para que esses compromissos sejam pagos. Porém, acredito que seja interessante avaliar a possibilidade de cada um ter sua conta corrente, definindo os limites, pois cada um pode ter seus próprios gastos”, explica o educador financeiro Reinaldo Domingos (foto). Ainda segundo o profissional, deve-se colocar tudo na mesa, nunca esquecendo que o assunto mais importante a ser conversado não são as despesas, e sim os sonhos e desejos individuais e coletivos. “É muito comum os sonhos serem deixados de lado, mas, acredite, esse é um erro capital de milhões de casais. É importante estarem atentos, colocando sempre, no mínimo, três sonhos – curto (até um ano), médio (de um a dez) e longo prazo (acima de dez anos) –, todos acompanhados de informações básicas, como quanto custa e quanto será guardado mensalmente. Caso contrário, não serão sonhos, e sim verdadeiros pesadelos”, ressalta. É preciso reforçar que, mesmo tendo contas separadas, quando se opta pelo casamento, é preciso não discriminar quem ganha mais ou menos. Trata-se de uma família e, neste caso, a receita deve ser pensada e somada para todos que dela participam.

[ 22

]

1. Recomendo reuniões frequentes entre o casal para debater as finanças; porém, diferente do que ocorre frequentemente, esse não deve ser um momento de tensão, mas sim de projeção; 2. Estabeleçam sempre sonhos de curto, médio e longo prazos, lembrando que se deve ter objetivos coletivos e individuais; 3. Um ponto que geralmente é foco de divergências é o padrão de vida que o casal leva; assim, faça um diagnóstico financeiro e, com os números reais da vida financeira, ajuste o padrão dentro dessa lógica; 4. Outro motivo de briga é o fato de um dos parceiros ser mais acomodado. É importante entender que cada um tem um estilo; recomendo a busca de um meio termo, com regras bem estabelecidas e não ficar batendo sempre na mesma tecla; 5. O ponto fundamental é que, quando só um dos parceiros trabalha externo, também deve-se ter a preocupação com a vida financeira em longo prazo, no caso a aposentadoria; 6. Caso tenham filhos, é preciso incluilos na conversa sobre dinheiro e, mais do que isso, também devem chegar a um acordo sobre como será a educação deles em relação às finanças; 7. Se um dos parceiros fez alguma ação errada em relação ao dinheiro, lógico que haverá um nervosismo inicial; por isso, tente deixar o debate para um momento no qual já se conseguiu se acalmar um PARA CURTIR pouco e refletir sobre o ocorrido. Contudo, Algumas ideias podem ser não finja que nadamais ocorreu: pode simplesguardar e baratas, causar “estouros” futuros; como as que você faz na parede, 8. Lembrem-se:diretamente é nas dificuldades que semrealmente precisar comprar outro vemos com quem podemos móvel. Adesivos, texturas, contar. Em caso de crise financeira, em vez revestimentos só na parte da do distanciamento, o ideal é buscar estar cama e objetos decorativos mais perto de quem gostamos. são bons exemplos.


[ CASA ]

Bonsai exige

Por Tamiris Monteiro Fotos: Banco de imagens

cuidados especiais

CURIOSIDADE

P

ara quem não tem muito espaço, mas não abre mão de ter um pouco de verde dentro de casa, o bonsai, uma pequena árvore cultivada em vaso, é uma boa opção, já que não requer um ambiente amplo para se desenvolver. No entanto, o que pouca gente sabe é que são necessários cuidados especiais para manter um bonsai bonito e saudável. Marcelo Muller, biólogo da floricultura Esalflores, explica que qualquer árvore pode virar um bonsai. “O tamanho do bonsai depende do vaso, que é essencial para fazer essa tradicional planta”, explica. A troca do vaso também deve ser efetuada frequentemente (de dois em dois anos), de preferência por profissionais especializados. Para o bonsai crescer e ser saudável, o Sol, a água e os adubos são indispensáveis. De acordo com Muller, a árvore deve ficar próxima da janela para ter incidência solar direta por, no mínimo, três horas diárias. Ela

[ 24

] clickguarulhos.com.br

também pode ficar nos ambientes externos, mas deve-se evitar que a planta sofra com as mudanças climáticas, como incidência de Sol demais ou, até mesmo, geadas. A quantidade de água é um dos cuidados mais importantes. Bonsais devem ser regados somente quando a terra do vaso estiver quase seca. É importante, no entanto, colocar água em todo o vaso, para garantir que as raízes sejam beneficiadas. Essa medida depende da temperatura. “A terra deve estar sempre úmida, nunca encharcada, e a planta não deve ter um pratinho embaixo. A checagem visual deve ser feita com frequência para perceber se o bonsai está precisando de água”, destaca o especialista. O fertilizante deve ser usado no mínimo a cada 20 dias, sempre seguindo as indicações do fabricante. Em excesso, pode até mesmo matar o bonsai. “O tipo do produto pode ser tanto os genéricos, quanto os específicos para árvores com flores e frutas”, completa Marcelo Muller.

Bonsai não é apenas uma árvore pequena e, sim, a técnica de transformar árvores convencionais em miniaturas. Na prática, qualquer muda pode ser submetida à técnica, que corta dois terços da raiz para conter o crescimento e ainda precisa ser podada para manter uma forma especial. A planta deve ser uma réplica de uma árvore da natureza, em menor escala. Deve simular os padrões de crescimento e os efeitos da gravidade sobre os galhos, além das marcas do tempo e estrutura geral dos galhos. Essencialmente, é uma obra de arte produzida pelo homem através de cuidados especializados.


100 95 75

25 5 0

intensiva.com.br

Mães

* imagens meramente ilustrativas

mês das

Vocês gaurdam o amor mais bonito que existe... Parabéns a todas as Mães!

contato@rpprime.com.br

www.rpprime.com.br

(11) 4967-8400


[ GASTRONOMIA ] Por: Tamiris Monteiro

FILÉ DO IMPERADOR GRATINADO Filé de carne bovina grelhada com molho Borgonha e coberto com muçarela gratinada. Acompanha arroz branco e purê de batata com queijo. Custa R$ 46.

Rafael Almeida

Marcelo Santos

Restaurante Aranttini Rua Abraham Lincoln, 304, Centro 2441-4285

MECCA V60

BOLO DE MERENGUE DE MORANGO

O café passa por coador e é servido fresquinho. Como acompanhamento, os pães de queijo nos sabores de chocolate belga, multigrãos e queijo da Serra da Canastra. Há várias outras opções de cafés e de acompanhamentos.

É montado com duas placas de suspiro com chantilly e pedaços de morango entre elas, coberto com mais chantilly e morangos inteiros. O bolo custa R$ 11,80 cada 100 g ou inteiro a R$ 108 o quilo. Rafael Almeida

Mecca Café Av. Papa João XXIII, 75, Maia 2229-0182

Amor aos Pedaços Internacional Shopping Guarulhos (piso superior) 2086-3843

RODÍZIO JAPONÊS É composto por pratos frios e quentes, como sushi, sashimi, temaki, carpaccio, yakissoba , teppan, shimeji, camarão, tempura, guioza, harumaki, missoshiru. A sobremesa, hot holl de banana com sorvete, também faz parte do rodízio. De 2ª a 6ª feira no horário do almoço custa R$ 59,90; no jantar, R$ 69,90; sextas, fins de semana e feriados, R$ 79,90.

Divulgação

Jun Japanese Unidade I - Av. Paulo Faccini, 1.909, Jardim Maia - 2229-6514 Unidade III – Parque Shopping Maia, Jardim Flor da Montanha 2485-1218

CHULETA COMPLETA A chuleta vem acompanhada de entrada da casa: arroz, feijão batata frita ou rústica, purê de mandioca e salada completa. O preço do prato é de R$ 72.

Rafael Almeida

O Rei da Chuleta Rua Dona Olinda de Albuquerque, 181, Centro 3428-3457

[ 26

] clickguarulhos.com.br


[ AGENDA ] Por Jônatas Ferreira | Fotos: divulgação

EX-JOGADOR PAULO JAMELLI NO SHOPPING BONSUCESSO 18 de maio Bate-papo sobre a Copa do Mundo, com Paulo Jamelli, ex-jogador de futebol com passagens por clubes como São Paulo e Santos, e Hermano Henning, ex-âncora do jornalismo do SBT e que cobriu cinco Copas do Mundo. Os jornalistas e apresentadores do programa Esporte na Rede, da TV Destaque, Leandro Martins, Flávio Santos, Luiz Ademar e Michelly Nogueira, também marcam presença do dia. Na praça de alimentação do Shopping Bonsucesso. Sexta, das 20h às 21h30. Entrada gratuita. PIT STOP SOLIDÁRIO 19 e 20 de maio Promovido pela ACE e Associação de Rotarianos de Guarulhos, doze fábricas de autopeças farão diagnósticos gratuitos em veículos. O evento contará com palestras sobre direção defensiva, mecânica para mulheres e manutenção preventiva. Brinquedos infláveis e food trucks estarão disponíveis aos visitantes. Rua Soldado Anélio da Luz, 35, Centro. Sábado e domingo, das 9h às 17h. Entrada: 1 kg de alimento não perecível. “VOCÊ NÃO É TODO MUNDO” 19 e 26 de maio

A jornalista e youtuber Michele Barbosa apresenta um stand-up sobre suas gafes, perrengues e situações do dia a dia. Teatro Bibi Ferreira, avenida Brigadeiro Luiz Antônio, 931. Sábados, 18h45. A partir de R$ 30. CARROS ANTIGOS NO CECAP 20 de maio O tradicional Encontro de Carros Antigos, do grupo Trancas Old Cars Club, ocorre no Varejão Cecap, localizado na avenida Presidente Tancredo de Almeida Neves, 2236. Domingo, das 8h às 14h. A entrada é gratuita, mas pede-se doação de 2 kg de alimentos não perecível para serem revertidos a uma instituição de caridade.

MATHEUS CEARÁ NO ADAMASTOR 20 de maio Descaracterizado de seu emblemático personagem, Matheus Ceará faz seu primeiro show de stand-up comedy, com temas do cotidiano, sempre com um ponto de vista particular. O humorista aborda sua infância no Nordeste, a mudança para São Paulo e como é trabalhar na televisão. Também contará sobre a cirurgia bariátrica e as diferenças entre ser gordo e magro. Adamastor Centro. Domingo, 19h. Ingressos a partir de R$ 30 no bilheteriaexpress.com.br. “ESCALANDO O MONTY PYTHON” 20 e 26 de maio O anfiteatro Pedro Dias Gonçalves, da Biblioteca Monteiro Lobato, no Centro, recebe o espetáculo de esquetes teatrais “Escalando o Monty Python”. Produzido pela Cia. Teatral Pedro e a Loba, foi baseado na obra do grupo britânico de humor Monty Python, que tem três longas metragens – O Sentido da Vida, A Vida de Brian e O Cálice Sagrado, além de 80 quadros produzidos para a BBC de Londres. Informações: 98912-6064. Domingo, às 17h. Sábado, às 19h30. Rua João Gonçalves, 439, Centro. R$15. INSCRIÇÕES FATEC GUARULHOS Até o dia 8 de junho A Fatec Guarulhos recebe inscrições dos interessados no processo seletivo para o segundo semestre de 2018. Inscrições no site vestibularfatec.com.br. Cursos matutinos: Logística Aeroportuária e Comércio Exterior. Noturno: Logística e Gestão da Produção Industrial. Rua Cristóbal Cláudio Elilo, s/nº, Parque Cecap. R$ 64,80. CARLOS WIZARD EM GUARULHOS 23 de maio O empresário Carlos Wizard Martins ministrará a palestra “Quem quer ser um milionário?”, pela primeira vez em Guarulhos. Conta sua trajetória e dá insights para quem deseja tornar-se empreendedor de sucesso. Vagas limitadas. Convites a partir de R$ 75. Compras somente no sympla. com.br. Não haverá vendas no dia. Informações: WhatsApp (11) 96402-4226. FIG-Unimesp: avenida São Luíz, 315, Vila Rosalia. Quarta-feira, 19h.

IV MOSTRA GUARULHENSE DE CINEMA 25, 26 e 27 de maio Evento promovido anualmente pelo Cineclube Incinerante desde 2015. A edição deste ano apresenta 25 filmes guarulhenses de curta e média metragens ao longo dos três dias de evento. Após as sessões haverá debate com os diretores dos filmes. A programação pode ser conferida no portal Click Guarulhos. Sindicato dos Bancários de Guarulhos, rua Paulo Lenk, 128, Centro. Sexta a domingo, 19h. Entrada gratuita. PODER EMPREENDEDOR BENEFICENTE 28 de maio A empresária Loredana Piovesan Glasser e a coach Miriam Tsugawa são as palestrantes da 15ª edição do evento Poder Empreendedor, desta vez com viés beneficente: toda a bilheteria arrecadada será doada para a Maternidade Jesus, José e Maria. Inscrições no site poderempreendedor.com.br. Colégio Carbonell, avenida Presidente Humberto de Alencar Castelo Branco, 2687, Vila Augusta. Segunda-feira, a partir das 18h30. R$ 25 até o dia 22 de maio; após, R$ 50.

SUGESTÃO DE CINEMA DEADPOOL 2 Quando o super soldado Cable (Josh Bro-

lin) chega em uma missão assassina, Deadpool precisa aprender o que é ser herói de verdade, recrutando pessoas poderosas, ou não, para ajudá-lo. Classificação: 18 anos.


EVENTOS NO ESPAÇO NOVO MUNDO SARAU DE MÚSICA E POESIA 18 de maio Com o poeta e escritor César Magalhães Borges como mestre de cerimônia e a participação da cantora Nilza Maza, o sarau será aberto a quem quiser participar. R$ 10. Sexta, 19h. LANÇAMENTO DE LIVRO 19 de maio Bate-papo e lançamento do livro “Amigos de todos os mundos”, com a autora Thelma Cibele de Canhete. Sábado, 16h.

história Lúcia Sasaki lendo “Meu nome é vermelho”, de Orhan Pamuk. Inscrições: marketing@ espaconovomundo.com.br. Terça, 19h. PALESTRA 22 de maio O coach Jefferson Nascimento ministra a palestra “Os 4 fatores”. Participação de Lucas Bricker com o Marketing Pessoal e Marketing Digital. Terça, 19h30. PALESTRA 24 de maio “Como melhorar a qualidade do diálogo com o seu filho adolescente”, com as psicólogas Maria Helena de Oliveira e

Daniele Barbosa Castelani. R$ 20. Informações: 98526-5766. Quinta, 19h30. HAPPY HOUR LITERÁRIO 25 de maio “Vanguardas e Retaguardas” é o tema do Happy Hour Literário: Tragos & Papos em Verso & Prosa, com os autores Janethe Fontes, César Magalhães Borges, Fabiano Fernandes Garcez e Érico Marin e a artista visual Aline Araújo. Aberto a todos. Sexta, 19h.

bateria. Aberto a todos. Das 21h às 22h. TARDE DE AUTÓGRAFOS 26 de maio Bate-papo e tarde de autógrafos do livro “Ao Anoitecer”, com o autor Renato Sales. Sábado, 16h. Entrada para os eventos abertos: 1 quilo de alimento não perecível, que será entregue à Casa de Convivência N. Sra. Rainha da Paz. Espaço Novo Mundo (Livraria Nobel)

SHOW DE JAZZ 25 de maio Quarteto SP Jazz apresenta show de música instrumental, com saxofone, piano, contrabaixo e

, Avenida Salgado Filho, 1.453, Jardim

[ aquecedores ]

[ aulas ]

[ imóveis ]

[ informática ]

[ limpreza ]

RODA DE LEITURA 22 de maio A bibliotecária e contadora de

[ transporte ]

Maia N 11 4963-1133 / 2408-9762 / 98539-0139 G espaco.novomundo m marketing@espaconovomundo.com.br

Estacionamento conveniado com o Hipermercado Extra do Maia

[ tintas ]


[ MODA ] Por Tamiris Monteiro

Arco-íris na cabeça

Foto: divulgação

Acessórios para os cabelos estão de volta Tiaras, presilhas, piranhas e até faixas grossas: os acessórios que foram hit nos anos 1990 estão com tudo de novo! Os itens foram relançados como tendência nas passarelas dos mais renomados estilistas da New York Fashion Week. As tiaras de dentinhos, aquelas que puxam bem os fios desde a raiz, por exemplo, foram escolhidas para arrematar coques e penteados messy e foi dar um ar cool às peças de alfaiataria e tricô de Prabal Gurung. Os prendedores enfeitados com pedrarias também surgiram para dar um up nas composições mais básicas. Foi o caso do desfile de Zadig et Voltaire, que trouxe, entre outras produções, modelos usando os fios soltos e divididos ao meio, com as mechas presas com fivelas requintadas. Preto, castanho, loiro ou grisalho? Nenhuma das opções anteriores, porque a nova tendência permite muito mais de uma ou duas cores nas madeixas. O cabelo com efeito arco-íris é uma tendência que tem dado o que falar no meio das fashionistas mais ousadas. Dá para fazer no cabelo todo ou em apenas algumas mechas. Quem gosta de algo mais discreto, a dica é fazer a coloração na parte de baixo da cabeleira; assim os fios do topo da cabeça cobrem o colorido. Da mesma forma que as californianas são feitas, mesclando os fios do cabelo natural com um tonalidade mais clara, o truque é alterar as cores do arco-íris para dar vida ao tom do seu cabelo.

[ moda ]

[ restaurante ]

[ refrigeração ]

Anuncie aqui a partir de R$ 100,00

 2461-9310


www.th2comunicacao.com.br

No Lebon beleza e Estética oferecemos duas salas diferentemente decoradas e com estilo de um quarto de hotel, apresentando desde uma iluminação aconchegante até o mobiliario refinado. As salas estão preparadas para atender uma ou duas pessoas, com um atendimento diferenciado. Cada spa possui uma decoração minimalista, contemporânea e única. Contamos com uma equipe de profissionais especializados no segmento para tornar esse dia inesquecível. seg

Rua Condessa Amália 124 - Guarulhos - SP

(11) 2600-1779 (11) 95770-3011

www.lebonbeleza.com.br

lebonbeleza lebonbeleza

Revista Weekend - Edição 398  

Criptomoedas Os prós e contras do novo dinheiro virtual

Revista Weekend - Edição 398  

Criptomoedas Os prós e contras do novo dinheiro virtual