Page 1

Mídia Kit Marcio Monteiro

1º trimestre - 2015

A CIDADE

Guarulhos, uma gigante que não para de crescer!

CONTEÚDO

RG: a revista mensal de Guarulhos

PERFIL

O público mais seleto lê a RG


Apresentação Guarulhos vem se descobrindo e reinventando nos últimos anos. Pelo fato de ter crescido à razão de 200 mil habitantes por década, teve dificuldade de estabelecer sua identidade e de fazer nutrir em seus habitantes a noção de pertencimento, de apego e valorização da cidade. A Revista Guarulhos surgiu, há 11 anos, com o claro intuito de elevar a autoestima do guarulhense, levando ao seu conhecimento as muitas coisas boas que a cidade tem, como seus parques, opções de lazer e gastronomia, empresas de destaque no cenário nacional e internacional, pessoas que despontam em

suas profissões, nos esportes, no meio artístico, etc. Com circulação mensal e linha editorial bastante diversificada, fortemente calcada no jornalismo regional e de interesse de toda a família, conquistou a aprovação do público leitor e é reconhecida pela imensa maioria como a melhor, mais completa e bem apresentada revista de Guarulhos. A assinatura da Carleto Editorial, com 32 anos de tradição no Jornalismo guarulhense, reforça a credibilidade do produto. Os dados que seguem permitem entender porque a RG agrega tanto valor e oferece ótimos resultados para seus anunciantes.

A Cidade Quem conhece Guarulhos sabe de sua força e potencial. Quem chega hoje à cidade pela primeira vez, se surpreende. Com seus 1,3 milhão de habitantes, a cidade experimenta seu melhor momento. Dona de um impressionante parque industrial, tem dentro de seus limites arranjos produtivos completos em diversos segmentos. São, ao todo, 2.500 indústrias. A Prestação de Serviços, que tem alimentado o fenômeno do crescimento da classe média, já alcançou 45.000 estabelecimentos. O Comércio conta com aproximadamente 13.000 empresas. Só para ilustração, temos mais de 100 agências bancárias.

Sobre a economia local, os índices dão conta de que vai tudo muito bem, obrigado. Crescendo a índices asiáticos, a cidade alcançou em 2008 a significativa cifra de R$ 27 bilhões de PIB, o que a coloca na segunda posição no estado, atrás apenas da capital, e na oitava colocação no país, perdendo apenas para capitais e estando à frente de 20 capitais. Os dados sobre poder de consumo também impressionam: Guarulhos é a terceira no estado e 12ª no país. É, sem qualquer sombra de dúvida, uma cidade notável. O cenário perfeito para bons investimentos.

Conteúdo É voz corrente: a RG é a revista preferida dos guarulhenses. A diagramação moderna e atraente e textos ricos sobre os assuntos de interesse da família fazem parte dessa receita de sucesso. Saber ouvir o leitor também. Tanto que, durante estes 11 anos, a Revista Guarulhos aprimorou-se continuamente, buscando atender às exigentes expectativas de nosso público.


Dados Técnicos Tiragem: 8.000 exemplares Papel: couchê, o mesmo das publicações mais nobres do país. Média de páginas: de 100 a mais de 200 Formato: 20,5 x 27 cm Impressão: cor total Acabamento: verniz UV total na capa e lombada quadrada (hot melt)

Perfil Com toda a tiragem direcionada a locais que concentram as pessoas de melhor poder aquisitivo e nível cultural da cidade, é natural que nossos leitores sejam justamente o públi-

co mais desejado pelos anunciantes: formadores de opinião e os melhores prospects. Adiante, confira em gráficos alguns dados do município e dos leitores da RG.

Perfil dos leitores Classe Social

Faixa etária

Sexo

Escolaridade


ENTREVISTA

Rosmari Ghellery,

Por Valdir Carleto

Com quem é casada? Com o engenheiro civil Paulo Pinto, cujo escritório era no mesmo prédio onde eu tinha consultório de psicologia. Ele é muito atuante na cidade, muitas obras foram projetadas por ele.

a Industrial do Ano

Sendo psicóloga, qual a razão para atuar na indústria e desde quando está no ramo? Tive consultório por dez anos, gostava muito do que fazia, mas por uma sucessão de planos econômicos, comecei a cogitar mudar de área, pois muitas famílias, para economizar, deixavam de buscar terapia. Foi quando meus irmãos, que sonhavam ter uma fábrica de carrocerias, estavam iniciando nesta atividade. Como as especialidades deles não incluíam administração e eu havia atuado na área financeira da Melitta do Brasil, tendo então uma bagagem sobre administração e finanças, eles me convidaram. Eles tinham a expertise da produção, da inovação, porque todo industrial é um inventor, cria coisas continuamente. Eu também tinha um irmão que era muito bom na área comercial. Ele lamentavelmente faleceu em 1994.

Questionadora e participante ativa nas entidades empresariais, a presidente da Fibrasil Carrocerias diz o que pensa e defende com garra os seus princípios

Fotos: Márcio Monteiro

Revista Guarulhos: Qual a origem de seu nome? Rosmari Ghellery: Da família de meu pai, austríaco, cuja família migrou para a Itália, onde conheceu minha mãe. Depois que eles se casaram, vieram para o Brasil.

Onde nasceu, quando e por que veio para Guarulhos? Nasci no Paraná, em Londrina. Mas vim para São Paulo aos 3 anos de idade. Então me sinto paulista de criação, formação e carinho. Estou em Guarulhos há uns 40 anos. Trabalhei

Em que ano a Fibrasil foi fundada? Em 1985. Eu vim para cá em 1987, de início para dar uma contribuição temporária. Mas acabei me apaixonando pela empresa, pelos desafios, e fui ficando, ficando. Entendo que toda empresa precisa de uma proteção, um cuidado especial com a área

na antiga Microlite. Depois, entrei na Psicologia das Faculdades Integradas da rua Barão de Mauá, onde me formei. Aí me mudei para cá, acabei casando em Guarulhos, e amo esta cidade, tenho paixão por Guarulhos. Sou guarulhense, mesmo!

financeira. Você pode ter um ótimo produto, vender bem, mas se não tiver uma eficiente gestão financeira, ganha de um lado e perde do outro, resultando em uma situação complicada. Na Fibrasil, conheci um segmento muito interessante, um perfil de cliente em geral de pessoas físicas, que lutam com dificuldade para ter seu caminhão; gente muito simples, que chegava de bermuda e camiseta, de chinelos... E eu me perguntava como poderiam comprar um bem que é relativamente caro. Vim a descobrir que eram pessoas que trabalham, que preservam seus valores, honestas, que honram o que assumem, por ter um caráter inquebrantável. Isso fez com que eu me apaixonasse por esta atividade. Por um tempo, ainda mantive o consultório, mas quando veio o plano Collor, tive de me decidir e cá estou. Que tipo de carrocerias a Fribrasil fabrica? Carrocerias frigoríficas, com especialidade em carrocerias para transporte em baixíssimas temperaturas. Em 1987, eram umas quatro ou cinco empresas do ramo, hoje são mais de cem, mas muito poucas com essa especificidade ou com a tecnologia que aportamos ao produto. Como desenvolveram essa tecnologia para baixíssimas temperaturas? No ano 2000, entrou para nossa sociedade a empresa italiana Cold Car, que é líder europeia em carrocerias para distribuição de produtos que

exigem essa característica. Produzimos sob licença dela o aparelho de placas eutéticas, somando essa tecnologia específica à nacional que nós havíamos desenvolvido. Como é esse mercado? Nós produzimos carrocerias sob encomenda, ouvindo a necessidade do cliente, cada qual com sua característica. É muito motivador encontrar as soluções. Para sorvetes, por exemplo, fazemos carroceria com várias portinhas. O que a levou a participar de entidades? Alguns anos atrás eu tive a certeza de que, para proteger a empresa, eu tinha de conhecer pessoas, trocar experiências e fazer amizades. Nossa legislação tributária é um emaranhado e às vezes não se sabe direito como interpretar determinada lei, mesmo apoiados por advogados e tributaristas. Então, é preciso buscar outras experiências para entender como ser bem-sucedido na interpretação dessas leis. Procurei a Asec, na época em que o Luis Carlos Teodoro era presidente. Gostei da força que ele dava às questões das empresas da região de Cumbica, fui muito bem acolhida e me senti bem em estar com eles. Quando ele assumiu como diretor do Ciesp Guarulhos, me convidou a fazer parte. Estou no Conselho do Sesi-Senai do Ciesp estadual e fundei o Núcleo da Mulher Industrial na Regional Guarulhos, há quase dois anos.

10

11

20/06/2014 13:45:03

rg-89.indd 11

20/06/2014 13:45:17

CAPA

rg-89.indd 10

Dance na chuva

O que é o que é?

“A felicidade é um estado de humor caracterizado por uma sensação de plenitude e bem-estar”, diz a psicóloga clínica Vanessa Guarino, que completa dizendo que se trata de um fenômeno subjetivo, pois estar feliz depende de fatores psicológicos e socioculturais. Ou seja, a postura de cada um diante da vida pode influenciar o estado de felicidade. E a busca por ser feliz é uma mola propulsora para realização de desejos e sonhos. E se a postura que as pessoas têm perante a vida influencia a felicidade, significa que o modo como agimos e pensamos pode boicotar o bem-estar e a plenitude de estar feliz. Então, os otimistas são mais felizes? Vanessa diz que não necessariamente. “O otimista tende a ter uma grande possibilidade de obter maiores sentimentos de felicidade do que uma pessoa mais pessimista, pois além de confi ar 20/06/2014 em si próprio, conhece suas dificuldades. Mas isso não é garantia de uma felicidade constante.” Para colocar em palavras mais simples, a felicidade é a valorização das coisas e momentos bons do dia a dia. Mesmo quando o dia estiver ruim, como descrito no início, escutar uma música que o faça lembrar de bons momentos, comer algo de que goste muito e até dançar na chuva ao invés de se deprimir porque o dia está chuvoso podem transformar o mau humor em felicidade.

Por Vivian Barbosa

Às vezes, você pode acordar num dia ruim, meio cinzento, com o humor ranzinza e com vontade de sumir. Geralmente, neste dia, você achará que sua vida é ruim, que sua rotina é triste e que felicidade é algo muito, muito distante. Mas, aí, eu pergunto: você sabe o que é felicidade? Por ser algo tão abstrato, que pode ser um sentimento, uma sensação ou simplesmente um estado de espírito, é que a felicidade é difícil de ser definida e reconhecida. E é para ajudá-lo a reconhecer a felicidade com mais clareza que procuramos ajuda de uma psicóloga para descobrirmos por que ser feliz é bom e interessa a tanta gente. 16

rg-89.indd 16

CAPA

Fotos: reprodução e banco de imagens

Os gestos mais simples podem ajudar a descobrir o que é realmente a felicidade

O que é o que é? “A felicidade é um estado de humor caracterizado por uma sensação de plenitude e bem-estar”, diz a psicóloga clínica Vanessa Guarino, que completa dizendo que se trata de um fenômeno subjetivo, pois estar feliz depende de fatores psicológicos e socioculturais. Ou Como o corpo reage à felicidade? seja, a postura de cada um diante da vida pode influenciar o estado Vanessa explica que a emoção é capaz de provocar reações físide felicidade. E a busca por ser feliz cas. “Cientistas da Finlândia traçaram um mapa corporal das emoé uma mola propulsora para realições com 701 pessoas de diferentes nacionalidades e descobriram zação de desejos e sonhos. que a felicidade é a única emoção que ativa o corpo inteiro. A aleE se a postura que as pessoas gria dilata e aquece o organismo; emoções positivas promovem a têm perante a vida influencia a felisaúde. O sistema límbico é responsável por avaliar situações, fatos cidade, significa que o modo como e eventos de vida, levando em consideração vários elementos, tais agimos e pensamos pode boicotar como a personalidade, experiências vividas, as circunstâncias atuo bem-estar e a plenitude de estar ais e normas culturais. Há também o aumento da serotonina, que feliz. Então, os otimistas são mais está associada à sensação de bem-estar e desempenha um papel felizes? Vanessa diz que não neimportante no sistema nervoso”, detalha a psicóloga. cessariamente. “O otimista tende a ter uma grande possibilidade de Como o mundo vê a felicidade obter maiores sentimentos de felicidade do que uma pessoa mais Frustração e tristeza É natural que coisas materiais sejam as campeãs pessimista, pois além de confiar na hora de arrancar um sorriso feliz do rosto de alem si próprio, conhece suas difiMuitos pensam que ou guém. se é feliz triste, E a ou mídia temmas grande influência nisso. Em deculdades. Mas isso não é garantia a felicidade é uma condiçãoterminados que independe de mo-ela nos leva a crer que ter um momentos, de uma felicidade constante.” mentos difíceis ou tristes. Vanessa afirmauma que casa estarenorme e trabalhar em uma carro bacana, Para colocar em palavras mais feliz é manter a integridade empresa física, psíquica e social e milionários seja o modeque paga salários simples, a felicidade é a valorizasentir-se seguro e amado. “Quando se está satisfeito lo de felicidade eterna. Em outros, em contrapartida, ção das coisas e momentos bons com as necessidades básicas,mostra fica mais criar emfácil cenas de senpropaganda de margarina, que a do dia a dia. Mesmo quando o dia timento de felicidade.”  família reunida na mesa do café da manhã é o maior estiver ruim, como descrito no inímotivo de ser feliz. E, no fim, tudo isso é real. Essas cio, escutar uma música que o faça são coisas e situações realmente capazes de provocar lembrar de bons momentos, comer a felicidade. “Casar, ter dinheiro, ser bonito, tudo está algo de que goste e até danComo o corpo reage à muito felicidade? ligado à felicidade imposta pela sociedade, que vive çar na chuva ao invés de se depriuma época em que ser feliz é obrigação. Mas, antes mir aporque estáde chuvoso po-reações físiVanessa explica que emoçãoo édia capaz provocar de qualquer coisa, devemos estar atentos aos nossos dem transformar mau humor em das emocas. “Cientistas da Finlândia traçaram oum mapa corporal desejos individuais, pois é a realização deles que nos felicidade. ções com 701 pessoas de diferentes nacionalidades e descobriram deixa feliz”, finaliza a psicóloga. que a felicidade é a única emoção que ativa o corpo inteiro. A alegria dilata e aquece o organismo; emoções positivas promovem a saúde. O sistema límbico é responsável por avaliar situações, fatos e eventos de vida, levando em consideração vários elementos, tais como a personalidade, experiências vividas, as circunstâncias atuais e normas culturais. Há também o aumento da serotonina, que está associada à sensação de bem-estar e desempenha um papel importante no sistema nervoso”, detalha a psicóloga.

O que faz você feliz? Superar traumas, aprender com erros, acordar de mau humor... Tudo isso faz parte da natureza humana. E isso não significa estar triste, mas evoluir psicologicamente. Porém, para ter certeza de que a felicidade mora dentro de você, quando se sentir mal, frustrado ou meio “down”, coloque uma música de sua preferência e aproveite para dançar, mesmo sozinho, trancado no quarto. Se estiver mesmo um dia cinzento e chuvoso, dance na chuva, pois o contato com a natureza ajuda a resgatar o estado de espírito feliz. Se ainda assim não se sentir bem, ligue para uma pessoa querida ou abrace alguém próximo, ou mesmo um animalzinho, por exemplo. Toda e qualquer forma de carinho ajuda a esquentar seu coração. E se há algum sinônimo para felicidade, só pode ser amor. 

Frustração e tristeza 13:48:23

Muitos pensam que ou se é feliz ou triste, mas a felicidade é uma condição que independe de momentos difíceis ou tristes. Vanessa afirma que estar feliz é manter a integridade física, psíquica e social e sentir-se seguro e amado. “Quando se está satisfeito com as necessidades básicas, fica mais fácil criar sentimento de felicidade.” 

Vanessa Guarino psicologiaguarino@gmail.com

17

rg-89.indd 17

20/06/2014 13:49:26

18

rg-89.indd 18

20/06/2014 13:48:33


PASSARELA

use sem erro

PASSARELA

Além de ser um item básico, o couro traz muito estilo para qualquer look. Já foi um clássico exclusivo do Inverno, e, atualmente, está presente em todas as estações, podendo ser usado em peças inteiras, em detalhes e até em tricôs.

Por Michele Barbosa

Graças à tecnologia, o couro aparece em acabamentos que o tornam fino, em texturas variáveis com muito mais conforto para as peças. “O look total couro deixou de ser usado só nas passarelas e foi para as ruas também. Dá para coordenar o mesmo material, com texturas diferentes, como o chamois, uma variante do couro”, conta Eliane de Rezende Brechtbuhl, consultora de moda e diretora da e.pia Consultoria de Estilo.

Xeque-mate

Use com moderação Segundo Eliane, o couro não é indicado para ser usado no trabalho, em ocasiões muito formais ou festas. “Ele está associado à sensualidade, então é preciso tomar cuidado. Para ambientes corporativos, é preferível usar peças que não sejam justas.”

Fotos: divulgação

54 Fotos: divulgação

Curiosidade:

Xadrez: tendência usada por Brigitte Bardot volta com tudo nesse Inverno rg-89.indd 54

Por Michele Barbosa

O xadrez é dividido em diferentes tipos de padronagem:

20/06/2014 14:02:58

A cartela de cores da próxima estação está recheada de opções para usar e abusar. O xadrez, que reaparece nas peças com as cores clichês, preto, vermelho e branco, divide espaço com estampas floridas na mesma peça. “A maneira mais fácil de combinar as estampas é repetir a cor predominante de uma na outra, assim o look fica com ar de unidade e não destoa tanto na multidão, explica Stephanie Lee, consultora de moda da Orbis Moda. Em uma pegada grunge com estilo escossês, a combinação vermelho e preto é o estilo que mais se destaca entre os demais.

Use sem erro Comum em casacos, camisas e agasalhos, o xadrez também pode ser encontrado em saias, calças, vestidos e blusas. A melhor forma de não parecer que está na década de 1990 é compor o tartan com peças mais formais, com cortes mais retos, secos, como alfaiataria e saltos finos, deixando o look mais autêntico. Para usar a estampa em favor próprio, é importante ressaltar que seguindo o sentido diagonal disfarça áreas delicadas, como barriga e culotes. Já na horizontal pode ajudar a aumentar o busto, pois passa a sensação visual de alargamento. No sentido vertical, alonga a silhue-

ta e fica ótimo em calças, saias e vestidos.

Combinação perfeita Para combinar essa tendência com as outras peças do guarda-roupas é preciso lembrar que as estampas chamam mais atenção e devem ser utilizadas em partes do corpo que se deseja destacar. O restante do visual deve ser equilibrado de acordo com a primeira escolha. “Recomenda-se combinar com peças lisas, de preferência em um dos tons do próprio xadrez ou neutros.” Agora, se o desejado for um visual sóbrio, o ideal é intercalar com tons neutros.

Madras: feito em puro algodão, originário da Índia;

Príncipe de gales: feito com fios de lã, tornou-se moda graças à elegância de Eduardo VII quando era príncipe de Gales;

Pied de poule: mais conhecido como “pé de galinha”por causa da semelhança com as pegadas da ave, é feito pelo entrelaçamento dos fios (lã) da trama com os do urdume; o pied-de-coq (“pé de galo”) caracterizase pelo desenho maior;

Vichy: é o famoso xadrez piquenique, que ficou conhecido quando a atriz francesa Brigitte Bardot usou em seu casamento com Jacques Charrier. A musa abusava da estampa, e sempre aparecia com um look que remetia à tendência.

60

61

21/03/2014 16:51:10

rg-86.indd 61

21/03/2014 16:51:27

PET

rg-86.indd 60

O mito do gato Muita gente acredita que gatos não precisam tomar banho, mas isso não é verdade. “Gatos precisam de banho, sim; o importante é secá-los de forma correta, para não gerar problemas de pele. Para felinos que não estão acostumados com banhos desde filhotes, o ideal é fazê-lo em casa com produtos específicos, conhecidos como banho a seco”, afirma a esteticista.

O banho em casa

Por que levar ao pet shop?

Fotos: Fotos: banco banco de de imagens imagens

Dar banho em casa pode ser algo econômico e prático para donos que estão acostumados, mas para os animais o banho feito em pet shop faz toda a diferença. “O grande diferencial do banho feito em centro estético é a secagem dos pelos, pois uma secagem malfeita pode causar problemas de pele e ouvido. Um banho com qualidade requer tempo e paciência do proprietário e não há nada mais prático do que levar seu bichinho a um centro estético especializado”, conta Claudia.

A hora

do banho Por PorTalita TalitaRamos Ramos

Para Para muitos muitos bichos bichos de de estimação, estimação, aa hora hora do do banho banho éé um um momento momento divertido divertido ee especial, especial, pois pois após após todo todo esse esse processo, processo, muitos muitos deles deles fifi-cam cam relaxados relaxados ee tranquilos. tranquilos. Porém, Porém, éé preciso preciso ter ter cuidados cuidados específi específicos cos para para lidar lidar com com cada cada animal animal de de modo modo devido. devido. No No caso caso de de cães, cães, oo que que determina determina de de quanquanto to em em quanto quanto tempo tempo éé preciso preciso tomar tomar banho banho éé aa pelagem pelagem do do animal animal ee oo ambiente ambiente em em que que ele ele vive. vive. “Para “Para animais animais que que estão estão em em tratamento tratamento dermatológico dermatológicodeve-se deve-sefazer fazeros osbanhos banhosde deacoracor-

do docom comaaprescrição prescriçãodo domédico médicoveterinário. veterinário.AniAnimais maiscom compelagem pelagemmédia médiaeelonga longanecessitam necessitamde de escovação escovação diária diária para para que que não não fifique que com com nó. nó. Se Se ooproprietário proprietárionão nãoconsegue consegueescovar escovarseu seucão cãoem em casa, casa, oo ideal ideal éé levar levar para para oo banho banho semanal semanal no no pet pet shop”, shop”, explica explica aa esteticista esteticista pet pet Claudia Claudia ReRegina gina de de Paula, Paula, da da Planet Planet Pet Pet Center, Center, em em GuaruGuarulhos. lhos. Se Se oo animal animal tem tem pelagem pelagem curta, curta, também também deve deve ser ser escovado escovado diariamente, diariamente, para para evitar evitar que que os os pelos pelos caiam caiam pelo pelo ambiente, ambiente, mas mas neles neles oo babanho nhopode podeser serfeito feitoquinzenalmente. quinzenalmente.

62

rg-89.indd 62

Perigo Todo procedimento estético em animais oferece alguns riscos. Por isso, procure levar seu bichinho a um pet shop de confiança, pois, infelizmente, existem casos de maus-tratos e até graves acidentes, por conta de profissionais irresponsáveis. “No momento em que for deixar o pet para tomar banho, procure avisar o profissional que for realizar o serviço sobre qualquer tipo de problema que o animal possa ter, seja ele a respeito da saúde ou comportamento. Vale lembrar que o proprietário deve conhecer bem o local e o profissional a quem vai confiar o seu animal,” explica a esteticista.

Para quem prefere dar banho em casa, o ideal é atentar-se aos produtos próprios para cães ou gatos e ter segurança do que está fazendo, para não provocar traumas no animal, como por exemplo causar medo de água, secador, escovação, entre outros. Vale lembrar que é necessário proteger os ouvidos do animal com algodão, tomar cuidado com os olhos e nariz, enxaguar bastante para não ficar com resíduo de xampu no corpo e finalizar com uma boa secagem.

Mantenha a higiene “Em uma casa que tenha somente um animal, este vai ficar limpo e cheiroso por mais tempo do que aquele que divide espaço com outros. Assim como aquele que fica no quintal vai ficar sujo mais rapidamente do que o que fica dentro de casa”, completa a esteticista pet. Sendo assim, procure manter a higiene do pet com simples atos, como limpar as patas após um passeio, ou conservar a limpeza com banho a seco, sem esquecer da escovação diária para retirar pelos velhos e evitar nós.  63

20/06/2014 14:09:48

rg-89.indd 63

20/06/2014 14:09:59


Distribuição Os resultados dos anunciantes não deixam dúvidas: a estratégia logística da RG é excepcional. A distribuiçao baseia-se em três eixos. Concentração em condomínios, capilaridade em locais com salas de espera e presença marcante em pontos de circulação qualificada. São 120 condomínios de excelente padrão, onde a revista chega aos moradores de mais de 5.000 casas e apartamentos. Em 700 outros pontos, como escritórios de profissionais liberais (advogados, médicos, dentistas, engenheiros, etc.), clínicas de estética, laboratórios de análises, hospitais, cursos e outros, são entregues entre 1 e 5 exemplares, lidos por um número incontável de pessoas. Além disso, a RG é distribuída em mais de

300 pontos frequentados pela elite financeira e pensante de Guarulhos (Ex.: Wow Burger, Kame Sushi, Forneria Capannone, Ponto KA, Giovanni, Favos de Mel, etc.). A média de exemplares por ponto é de 50 exemplares, mas só na tradicional Maria Cereja, por exemplo, são 300 exemplares, rapidamente esgotados. A tiragem de 8.000 exemplares da RG é indiscutivelmente a maior de Guarulhos. A única exceção é a Revista Weekend, também da Carleto Editorial, que circula semanalmente com 13.000 exemplares. Outro diferencial é a transparência: anunciantes estão permanentemente convidados a conferir, em qualquer edição, a nota fiscal da gráfica e a tiragem, pacote por pacote.

Informações

dollarphotoclub.com

Ano XI nº 90 / Julho / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

Revista Mensal Festa Conteúdo Editorial: Entrevistas, Gente, Consumo, completa Qualidade de Vida, Imóveis, Decoração, Moda, Veículos, Turismo, Humor, Saúde, Arte e Cultura, Roteiro Gastronômico, Memória, Cidade, etc. Impressão: Rotativa, em quadricromia sobre papel couchê brilhante 90g, com aplicação de silicone. Acabamento fresado (lombada quadrada) e verniz UV na capa. Média de 100 páginas. Formato: 20,5 x 27 cm Tiragem: 8 mil exemplares (aberta à conferência pelo anunciante) Circulação paga: Assinantes Circulação gratuita: 4 mil exemplares para mais de 120 condomínios residenciais; restante entregue em consultórios médicos e odontológicos, clínicas, principais corredores comerciais, restaurantes, hotéis, salões de estética, escolas, faculdades, órgãos públicos, entidades empresariais e Ong´s. Bairros: Centro, Gopoúva, Jardim Maia, Macedo, Picanço, Renato Maia, Taboão, Vila Augusta, Vila Galvão, Vila Rosália, Ponte Grande, Cumbica e outros. CURRÍCULO Saiba mais sobre o programa Au Pair

Dicas e locais para organizar o aniversário de crianças, adolescentes e adultos

rg-90.indd 1

MESA O tradicionalismo do Tsurukame

GENTE Maestro Celso Franchini e Deise Vinha

14/07/2014 20:10:29


Anúncios

página inteira 20,5 x 27cm +0,5cm de sangria para cada lado

página dupla 41 x 27cm +0,5cm de sangria para cada lado

1/4 1/4 8,5 x 11,75cm 8,5 x 11,75cm

1/3: 5,5 x 24cm 1/6: 5,5 x 11,75cm

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

MÓDULO VITRINE 5,5 x 4,4cm

1/3

Meia página 17,5 x 11,75cm

vitr.

1/6

1/6

1/6

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

vitr.

Envio dos arquivos •Arquivos em jpg ou PDF, em CMYK com 300 dpis (resolução). •Somente os arquivos de página inteira e dupla têm sangria de 0,5 cm para cada lado e margem de segurança de 0,5cm. Enviar arquivo para o email atendimento@revistaguarulhos.com.br até às 14h da quarta.


Site

Todas as edições da RG estão disponíveis em revistaguarulhos.com.br Você pode acompanhar a revista também na rede social: /revistarg

Ano XI nº 86 // Março / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

Ano XI nº 87 // Abril / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

Ano XI nº 89 / Junho / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

Ano XI nº 88 // Maio / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

Ano XI nº 90 / Julho / 2014 Diretor Responsável: Valdir Carleto

EU QUERO Mimos para decorar os ambientes de casa PET Quando é melhor adotar ou comprar

O Brasil e a Copa

Arregaçando

as mangas

Cuide-se

Um momento de crise pode ser útil para transformar ideias e sonhos em realidade

BEM VIVER Dicas para relaxar sem sair de casa

rg-87.indd 1

PASSARELA Dicas de moda para os homens no Inverno

Essa tal

felicidade

EU QUERO Artigos e peças para usar na torcida da Copa Não existem fórmulas para

ser feliz, mas pequenas atitudes

Entenda porque praticar exercícios físicos e cuidar de si é tão importante para a autoestima

rg-86.indd 1

PASSARELA Descontração e estilo com as t-shirts

Saiba como a Copa começou, desempenho do Brasil em mundiais, como funcionam as elimininatórias e por que as manifestações contra a Copa ganharam força

dollarphotoclub.com

dollarphotoclub.com

Adidas / divulgação

BEM VIVER Cruzeiros para quem só quer relaxar

LOADING Cuidado com a exposição na internet

21/03/2014 17:24:29

rg-88.indd 1

16/04/2014 19:47:56

podem fazer a diferença para PET a vida ser mais alegre Animais reconhecem a emoção dos donos?

rg-89.indd 1

20/05/2014 20:22:38

Festa

PET Como dar banho no animal de estimação

completa

CURRÍCULO Saiba mais sobre o programa Au Pair

CURRÍCULO Até que ponto deve ir a amizade no trabalho?

MESA O tradicionalismo do Tsurukame

plataformas digitais

GENTE Maestro Celso Franchini e Deise Vinha

Dicas e locais para organizar o aniversário de crianças, LOADING adolescentes adultos Leituraeem

rg-90.indd 1

20/06/2014 13:39:53

A RG - Revista Guarulhos é uma publicação da Carleto Editorial Ltda. - M.E. Diretor Responsável: Valdir Carleto (MTB 16.674) Redação e Comercial: Av. João Bernardo Medeiros, 74 - Bom Clima - Guarulhos/SP - CEP 07197-010

(11) 2461-9310

revistaguarulhos.com.br

14/07/2014 20:10:29

Kit midia Revista Guarulhos 2015