Page 1




Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol.

Pablo Picasso

8

BEM-ESTAR

Receitas de três personalidades para viver mais e melhor

12

SAÚDE

Depressão: a doença é mais física do que você imagina

20

CAPA

A alegria e o exemplo de superação de Ana Maria Braga

18 TURISMO

Circuito de Festas de Santa Catarina resgata tradições e anima o mês de outubro

SEMPRE AQUI 4 6 10 14 23 24 26

Carta a você Inspiração Mulher Especial Almanaque Humor | Jaime Reiss Eterno Aprendiz


carta a você

SEM LIMITES Você que sempre acompanha a VIVER sabe que não sou um jornalista especializado em política. Desde a faculdade, quando muita gente já se direcionava para esse lado, eu preferia me ausentar dos debates mais acalorados. Gostava mesmo é de gente. Preferi lançar a VIVER e escrever sobre as novas formas de prevenção às doenças, mostrar a todos a importância dos exercícios físicos para uma vida melhor ou até mesmo como uma palavra do bem pode fazer a diferença na vida das pessoas. Esse meu jeito de fazer jornalismo foi inspirado na minha mãe, que sempre esteve ao lado das pessoas, oferecendo um ombro amigo e sempre disposta a ajudar. Desde criança a vejo pronta para tudo, enfrentando os desafios da vida como quem faz o almoço de domingo. Sempre com um sorriso nos lábios. De política mesmo, dessa que a gente vê por aí, eu nunca gostei. Mas eis que mais uma vez minha mãe me ensina uma nova lição. Se política é estar com as pessoas, ouvir suas necessidades, e representá-las da melhor forma, Dona Daura sempre fez isso. E isso é muito bom. Aos 70 anos, ela se candidata a vereadora na cidade de Curitiba. Não é pouca coisa e você sabe do que estou falando. Afinal, a “velhinha” concorre com mais de 800 candidatos, muitos deles velhos conhecidos da população. Na disputa ela usa o número 13070, fazendo uma referência aos seus 70 anos. Com toda a energia, tem enfrentado uma maratona de visitas aos principais grupos da melhor idade, às associações, aos comerciantes, revendo amigos e fazendo novos. Essa empreitada já é vitoriosa. Afinal, com sua correria rumo a mais este objetivo, Dona Daura vai cumprindo a missão de nos mostrar que a vida não tem limites. Ela, que já foi professora, hoje tem novos alunos. Tenho certeza de que muita gente que a vê caminhar pelas ruas de Curitiba pedindo votos e distribuindo sorrisos pára para pensar na vida. Pára para pensar no que está deixando de fazer. Pára para pensar no tempo, na importância de se ter coragem e de nunca se intimidar diante de novos desafios.

A Revista VIVER Maturidade é uma publicação mensal da Editora Ruah*

Editor Luís Carneiro Textos Renata Martins Fotos Ellen Nogueira Projeto Gráfico Erika Miike Finalização Paulo Schiavon Relações Públicas Daura Carneiro

Capa Ana Maria Braga

Parabéns, Dona Daura.

Foto Divulgação

Luís Carneiro, Editor luis@vivermaturidade.com.br

Tem sempre presente que a pele se enruga, que o cabelo se torna branco, que os dias se convertem em anos, mas o mais importante mão muda: tua força interior.

Madre Tereza de Calcutá

R. Casemiro José Marques de Abreu, 706 82.200-130 - Ahú Curitiba/PR - 41 3018-8805 leitor@vivermaturidade.com.br www.vivermaturidade.com.br

PARA ANUNCIAR (41) 3018-8805





inspiração

movida a desafios Aos 70 anos, Dona Daura se candidata a vereadora e tem muitos planos pela frente Quem a vê pela primeira vez é tentado a pensar que é uma frágil e bonitinha senhora em busca de descanso. Mas os cabelos brancos enganam, escondem um dinamismo contagiante. Daura Carneiro, ou Dona Daura, está prestes a completar 70 anos (mas vive como se tivesse muito menos) e não quer deixar de fazer história tão cedo. Seu objetivo agora é se tornar vereadora de Curitiba. “Decidi dar este passo por que percebi que muita gente quer ver na Câmara Municipal pessoas normais, que passam pelos mesmos problemas e que possam representá-los de maneira verdadeira e comprometida”, destaca. Ela não está sozinha. Conta com o apoio de muitos amigos que coleciona há 10 anos, desde que lançou a Revista VIVER. A revista é referência no Brasil quando se fala em maturidade e Dona Daura sempre é convidada para congressos e debates sobre a situação dos idosos em Curitiba e no Paraná. “Quando a gente valoriza os idosos, investe no nosso futuro. Afinal, todo mundo um dia vai chegar lá e é preciso chegar bem”, ensina Dona Daura. Mas por que entrar para a política nesta altura? “Nunca me imaginei envolvida com a política, mas percebi que posso fazer mais do que só reclamar. Não quero chegar aos 90 anos e me arrepender por



Se tem uma coisa que a idade traz é a certeza de que o tempo passa bem mais rápido que a gente imagina. Muitos jovens estão me apoiando nessa campanha e tenho certeza de que pra eles sou mais que uma candidata. Sou uma personagem diferente nesse mar de candidatos. Sou a vovó corajosa. Talvez a vovó que eles queriam ter ou ser, no futuro.

não ter tentado”. Movida a desafios, Dona Daura tem uma receita preciosa para tanta energia e inspiração: amor. “Amar a Deus e a si mesmo é o mais importante de tudo. Isso nos dá forças e nos ajuda a vencer nossos medos e limitações”.


Alma de guerreira Comitê da Mulher promove capacitação e quer FAZER A DIFERENÇA Você sabia que hoje, somente cinco das 38 cadeiras da Câmara Municipal de Curitiba são ocupadas por mulheres? A legislação eleitoral brasileira obriga que os partidos reservem 30% das vagas de sua chapa de vereadores para as candidaturas femininas. Porém, isso não assegura a eleição de nenhuma delas. Já na Argentina, por exemplo, existe uma lei de cotas que prevê que ao menos 30% das vagas de deputados e senadores devem ser preenchidas por mulheres. Para o cientista político Ricardo Oliveira, tanto no Brasil, como no Paraná e em Curitiba, a participação da mulher na política ainda é pequena. “Isso traz problemas, porque questões ligadas à agenda feminina, família, saúde e educação são assuntos que a mulher poderia oferecer outra

perspectiva, um olhar diferente”, analisa. Segundo ele, para aumentar a quantidade de mulheres eleitas, o país deve investir no nível educacional e na conquista da consciência da própria mulher, afinal “elas são a maioria do eleitorado”. Iniciativa Uma das iniciativas realizadas nestas eleições em Curitiba vem do PT, não por acaso o partido que tem na candidatura a prefeita uma mulher, Gleisi Hoffmann. Dentro da programação de incentivo e profissionalização das mulheres para atuação na política, a coligação Curitiba Para Todos, através do comitê da Mulher Supra Partidário, já realizou o Seminário “Mulheres Que Fazem a Diferença”. Em agosto aconteceram palestras, treinamentos e atividades

nas ruas abordando temas como comunicação, participação na política, programa de governo, dentre outros. “Criamos uma rede de incentivo às mulheres candidatas para mostrar nossa força. O Partido dos Trabalhadores sempre valorizou a participação feminina na política. Não é à toa que metade das mulheres que estão na Câmara Municipal hoje, são do nosso partido”, afirma Regina Zanchi, uma das coordenadoras do Comitê da Mulher. Gleisi Hoffmann afirma que o Seminário promovido pelo Comitê Feminino é importante para fazer valer a legislação brasileira. “Queremos ver mais mulheres na Câmara Municipal de Curitiba. A participação feminina é essencial para qualificar o processo político”, opina.




bem-estar

PARA VIVER

MAIS E

Qual é a sua receita para viver mais e melhor? A essência da Revista VIVER é falar sobre qualidade de vida e apresentar inspirações para que você viva mais e melhor. A partir de agora, a cada edição, alguns convidados vão contar o que fazem e o que indicam para quem quer viver a vida de uma maneira muito especial.

MELHOR 


SEMPRE BUSQUE

ALGO a MAIS “Bom humor, caminhada, faça o que gosta e não fique vendo a vida passar, vá em frente! Cultura e trabalho também são importantes, não viveria sem essas coisas porque a arte enriquece o espírito do ser humano. Nunca se sinta plenamente realizado, sempre busque algo a mais. Esse é o segredo da juventude.” Regina Vogue, artista e empresária

invista em

você!

LIVRE-SE DAS

CULPAS

“As pessoas sofrem muito por algo que nos caracteriza como humanos: o sentimento de culpa. Sentimos culpa por ter que trabalhar e deixar o filho na escolinha, culpa por não ter tempo para as pessoas que a gente ama, culpa por coisas que fazemos de errado... culpas e culpas. Por causa disso a gente sofre muito. Então, a melhor dica que posso dar é: livre-se das culpas. De que forma? Duas maneiras: 1 - reconhecendo e perdoando. Perdoe as outras pessoas e perdoe-se. E a principal dica: 2 - Ria dos seus erros. Quando a gente ri dos próprios erros a vida fica mais leve.” Marcos Méier, educador e psicólogo

“Para envelhecer bem várias “receitas” são veiculadas todos os dias, mas comprovadamente pessoas de idade avançada tem algumas características em comum: praticam atividade física regular e constante, no mínimo meia hora e três vezes na semana; têm uma alimentação equilibrada entre frutas, verduras e legumes, mais proteínas e menos sal e açúcar; cuidam da qualidade do sono, pois é essencial para a saúde; desenvolvem uma rede social segura e confiável que dará oportunidades únicas de relacionamento humano e de trocas interpessoais; cultivam hobbies, exercem a generosidade, o perdão e desenvolvem o lado espiritual. Essas são medidas tão importantes quanto cuidar da saúde física, pois é impossível dissociar o binômio psíquico-físico para vivermos bem.” Dra. Ivete Berkenbrock, especialista em Geriatria e Gerontologia




mulher

mexa-se!

quatro coisas que toda mulher deve saber sobre exercícios Você, certamente, está bem familiarizada com as grandes questões quando o assunto é cuidar da saúde: exercitar-se regularmente, comer direito, não

1 2

10

fumar... esses tipos de coisas. Contudo, existem pequenas coisas que você pode fazer para obter grandes benefícios na sua saúde. Aqui seguem 4 verdades

(reconhecidamente pequenas, mas muito importantes) que todas as mulheres precisam saber – sobre viver bem e permanecer assim.

Atividade física pode moderar sua loucura por doces

Se os doces são sua fraqueza, saiba que os exercícios podem ser seus grandes aliados. Pesquisadores da Universidade de Osaka no Japão já tinham conhecimento de que muitos atletas achavam suas bebidas preferidas para a prática de esportes doces demais quando consumidas depois de suas atividades. “Faço exercícios na Curves há 9 meses e não tenho mais vontade de comer doces. Como de maneira bem tranqüila e controlada. Me sinto melhor, mais feliz por ter me adaptado a uma rotina diária de exercícios” – Maria da Glória Calderari Távora, 58 anos. O que isso quer dizer para você: ao se exercitar pela manhã, você irá preferir uma salada de frutas ao invés de bolo? Possivelmente. Não é uma boa razão para você começar a se exercitar e testar por você mesma?

A gordura abdominal pode ser mais prejudicial do que você imagina

Certamente, nenhuma mulher que deseje se sentir bela e confortável num jeans gostaria de ter uma cintura “cheinha”. Mas existe uma outra razão mais importante para você ficar atenta à gordura abdominal: ela libera mais de 30 substâncias na sua corrente sanguínea que aumentam o colesterol, a pressão sanguínea e os níveis de insulina, gerando risco para a diabetes e doenças cardiovasculares. “Em 6 meses freqüentando o circuito da Curves reduzi muito a gordura abdominal e perdi 9 kg no primeiro mês de aulas na Curves. O método é rápido e dá resultado. A principal mudança que aconteceu é que agora tenho disposição para fazer tudo” – Flávia Scottini. O que isso quer dizer para você: malhar na Curves é fundamental. Exercícios aeróbicos são uma das melhores maneiras para eliminar gordura abdominal. Estudos comprovaram que mulheres que exercitaram-se por 45 minutos, 5 dias na semana, reduziram entre 3 e 7% a gordura intra-abdominal (a mais profunda e perigosa camada de gordura abdominal).


3 O stress pode, além de lhe deixar fora de si, prejudicar sua memória

Quando um nome não vem à sua mente ou você esquece rapidamente algo que alguém acabou de lhe contar, a culpa não está, necessariamente, na idade, mas pode ser stress. As partes do cérebro que formam a memória também servem para mediar o stress. Tentar memorizar alguma coisa quando está estressado é como se pedisse ao cérebro para fazer duas coisas ao mesmo tempo. A Professora da Curves, Luciana Bergamaschi, explica que a pratica constante de atividade física contribui para reduzir o nível de stress e com isso aumentar a capacidade de concentração e memorização. O que isso quer dizer para você: reduzir o seu nível de stress é muito importante – mas nem sempre é fácil. Para aguçar sua memória estimule sua mente por meio da leitura, solucione enigmas e charadas ou jogue xadrez; tudo isso ajuda a “alongar” o cérebro. 

4 Além de fortalecer, exercícios trazem benefícios para sua saúde mental

A cada novo estudo, especialistas estão obtendo um melhor entendimento da íntima conexão entre a saúde do corpo e a da mente. Sim, exercícios ajudam a combater dependências, depressão, stress e até Mal de Alzheimer. Exercícios melhoram o raciocínio e funções mentais, além de combater dependências. “Quando se separa um tempo para fazer exercício, aquele momento é só seu. É o momento de cuidar de si mesmo e esquecer dos problemas. Além disso, você acaba se socializando com pessoas diferentes, e tudo isso só faz bem à mente” – Fabiana Morigi, formada em educação física, professora Curves. O que isso quer dizer para você: Praticar, com regularidade, uma atividade física, é o fim de todos os seus problemas? Não. Entretanto, exercícios podem ajudar mais do que lhe dar apenas força física. Uma mente sã ajudará em muitos outros aspectos, pessoais e profissionais – podendo até lhe mostrar a vida de uma outra forma.

Curves

solução para sua saúde A Curves é uma academia diferente, só para mulheres, onde apenas 30 minutos, 3 vezes por semana, são o bastante para garantir resultados como perda de peso, fortalecimento muscular, aumento da massa corporal e condicionamento físico. Não é à toa que já são mais de quatro milhões de praticantes em todo o mundo. Basta conversar com qualquer aluna da academia para descobrir a razão de tanto sucesso. Algumas tinham vergonha de sair de casa, outras jamais entrariam em uma academia por acharem que não conseguiriam seguir um programa de exercícios. Para espanto de todas, o programa não só deu um belo de um resultado no físico, como trouxe benefícios para a saúde e autoestima. Como funciona? A série de exercícios da Curves é na forma de um circuito. Todos passam pelas mesmas atividades, a diferença está na intensidade e na velocidade com que realizam os exercícios. O treinamento da Curves utiliza resistência hidráulica, ou seja, a carga varia em função da velocidade, quanto mais rápido o movimento, maior a resistência.

onde você encontra a curves

Largo (41) 3392-1234 •Campo (41) 3022 8080 •Curitiba/Bacacheri Curitiba/Batel (41) 3018-2020 •Curitiba/Bigorrilho (41) 3029-8282 •Curitiba/Cabral (41) 3076-2020 •Curitiba/Cajuru (Botânico) (41) 3027-8080 •Curitiba/Centro (41) 3077-5888 •Curitiba/Hauer-Boqueirão (41) 3016-8858 •Curitiba/Portão (41) 3023-1010 •Curitiba/Santa Felicidade (41) 3076-9040 •Londrina/Centro (43) 3029-6565 •S. J. dos Pinhais/Centro (41) 3035-4660 •

11


saúde

tristeza que vem da alma Depressão é, sim, uma doença grave e precisa de acompanhamento médico Em uma reportagem sobre depressão nada mais lógico do que alguém falar sobre como enfrentou, e enfrenta, a doença. Nosso entrevistado passou por situações de stress extremo, diagnosticou corretamente a doença e faz uso contínuo de antidepressivos, há vários anos. O que você não imagina é que estamos falando do Dr. Ismael Lago, médico e diretor do SPA e Clínica Estância do Lago. Diariamente ele atende pessoas com o mesmo problema. “Tomo antidepressivos continuamente, pois preciso deles. Assim me sinto bem fisicamente, sou feliz comigo mesmo e consigo trabalhar e viver normalmente”, explica. Apesar de ser o mal do século, a depressão ainda é encarada como um tabu, um problema espiritual e passageiro ou simplesmente uma má vontade da pessoa em melhorar. “Acho importante expor o meu exemplo para mostrar que a doença é mais física e química do que psicológica e, portanto, deve ser adequadamente tratada”, explica o médico. Ele alerta que um dos principais agravantes é quando a família não reconhece o problema e dá conselhos ao depressivo. “Ao dizer que é preciso reagir ou que a depressão é sinal de fraqueza a família pode atrapalhar, porque isso desencoraja o paciente a procurar ajuda adequada. Ele pode, inclusive, achar que a doença é incurável. Essas situações contribuem muito para que 50% dos diagnósticos não sejam corretos”.

12

Tomo antidepressivos continuamente, pois preciso deles. Assim me sinto bem fisicamente, sou feliz comigo mesmo e consigo trabalhar e viver normalmente.

Dr. Ismael Lago

Uma tristeza profunda Confundida com tristeza, falta de boa-vontade ou melodrama, a depressão é mais real do que se pensa. É uma doença (e não um estado de espírito), comprovada cientificamente e que atinge cada vez mais pessoas, de todas as faixas etárias.

A tristeza é um sentimento pontual, temporário, geralmente relacionado a algum evento de stress. A tristeza da depressão é contínua, com duração maior que duas semanas e aumenta progressivamente. Os sintomas são percebidos, de imediato, no semblante da pessoa. “A tristeza vem da alma e pode ser notada no olhar. A pessoa perde a alegria para tudo e tem dificuldades para fazer atividades rotineiras, que antes eram feitas com prazer. Os depressivos podem sentir dores, indisposição e outros sintomas físicos, mas o principal é a queda total da energia da pessoa”. Mulheres, cuidado redobrado As mulheres devem ter um cuidado especial com a depressão. Nelas, a doença é duas vezes mais comum. A principal vantagem, nesse caso, é que elas são mais sensíveis e transparentes e conseguem se abrir com mais facilidade, contam seus problemas, choram com mais freqüência. “Portanto, homens, ofereçam o ombro às suas mulheres, filhas, mães! Preocupem-se com elas!”. Tratamentos A boa notícia é que as pesquisam avançam significativamente e que há tratamentos eficazes para esse mal. Psicoterapia combinada a antidepressivos liberam no cérebro as substâncias que estavam faltando: serotonina, dopamina e noradrenalina. O acompanhamento


No mundo há mais de

milhões de depressivos.

No Brasil são 3 milhões de pessoas, 5% delas são crianças. A depressão é o 5° maior problema de saúde e em 2020 será o 2° da lista.

dos familiares e de um especialista é fundamental nesse processo. Também é importante lembrar que os antidepressivos demoram de 15 a 20 dias para começar a fazer efeito, portanto, é perigoso suspender a medicação por conta própria. Dr. Ismael salienta que complicações repetidas de depressões podem causar danos irreversíveis ao cérebro. “Pesquisas mais recentes comprovam que se não é adequadamente tratada a depressão tende a retornar e altera gradativamente o volume cerebral do hipocampo, o

que agrava a depressão. O cérebro aprende a reproduzir os sintomas”. Como deu para perceber, milagres não existem. É preciso se cuidar, buscar harmonia em tudo, priorizar a qualidade de vida, se alimentar bem e praticar atividades físicas regularmente. Conselhos de alguém que convive com o problema de perto, o médico finaliza: “respeite seus limites, trabalhe com prazer. Somente em última necessidade faça o que não gosta e, nesse caso, pare assim que puder!”.

SINTOMAS Os sintomas vão desde alterações na pele, cabelo e unhas, alterações do sono (insônia ou excesso de sono), do metabolismo e da libido, até a pensamentos pessimistas, obsessivos, repetitivos e sem sentido. É comum haver perda de interesse pelas pessoas e coisas que ama, vontade de dormir e não acordar mais, constantes sentimentos de culpa e lembranças do passado com remorso. Esses tipos de sintomas são sutis e variam de pessoa para pessoa, mas, somatizados, podem desenvolver outras doenças como infecções, infarto, derrame, doenças do coração, câncer, ataque de pânico, dores de cabeça, peso nas costas e doenças da tireóide. “Por isso, o ideal é observar com cautela qualquer alteração de comportamento e procurar tratamento adequado”, destaca o médico.

PARA AFASTAR O FANTASMA •Em dias nublados e frios a sensação de tristeza pode ser maior. A chamada Depressão Sazonal é comum e atinge pessoas que moram em lugares de clima frio (como o Canadá, por exemplo, onde as pessoas mantêm a luz interna dos carros sempre acesa). Manter os ambientes claros, aquecidos e iluminados proporciona uma sensação maior de prazer. •Os mesmos neuro-transmissores que amenizam ou retiram a dor do organismo são os responsáveis pela depressão. Portanto, após orientação médica, qualquer atividade física ajudará como tratamento complementar da depressão. As atividades recomendadas são: caminhadas, andar de bicicleta, fitness, exercícios localizados e alongamento. •Religiosidade, suporte familiar, atividade física e alimentação balanceada ajudam a minimizar os sintomas da depressão. Mas como é uma doença que provoca alterações químicas no cérebro é fundamental a avaliação de um profissional da área de saúde mental (psicólogo, psicanalista, psiquiatra).

13


especial

Gente precisa de gente Grupo de convivência ajuda a desenvolver relacionamentos Num mundo cada vez mais eletrônico e individualizado, a máxima de que pessoas precisam de pessoas é cada vez mais evidente e mais difícil de concretizar. Estar inserido em algum grupo ou comunidade é importante em todas as fases da vida, principalmente para a saúde da mente. Na maturidade é imprescindível. Ocupar a mente, exercitar o corpo, estimular a memória, desenvolver e cultivar bons relacionamentos… essas são algumas dicas médicas comuns para quem já passou dos 60. Essas são, também, algumas das propostas dos grupos de convivência, como o Grupo da Maturidade da PIB – Primeira Igreja Batista de Curitiba. Aproximadamente 550 pessoas nesta faixa etária freqüentam a igreja e desde abril, 80 pessoas, em média, participam das reuniões que acontecem às quartas-feiras. O objetivo é facilitar a comunhão, incentivar o constante aprendizado, fazer reflexões bíblicas, dar dicas de cuidado com a saúde e proporcionar atividades físicas e culturais. “Sonhar pessoas é a essência do que estamos realizando, porque pessoas precisam de Deus e pessoas precisam de pessoas”, conta Érika Checan, líder do grupo. Todas as atividades são desenvolvidas com o trabalho voluntário de médicos, advogados, professores e pastores e são abertas à co-

14

O privilégio de escrever histórias de vidas com Deus tem nos inspirado a sonhar cada vez mais, em todas as idades e etapas do ciclo da vida. Érika Checan, líder do grupo

munidade. “Trabalhar e participar das atividades do grupo é exercer o dom que Deus me deu. Me sinto muito feliz por ter encontrado um lugar onde posso ser voluntária e crescer também. Olhar com mais atenção para a maturidade foi a melhor coisa que a PIB fez nos últimos anos. Esse grupo é uma grande família, de onde sempre saio feliz. Além das dicas e instruções sobre questões de saúde, participo da ginástica e realizei o sonho de cantar em um coro. Isso tudo é muito bom”, conta Marilea Santos, 59 anos. Toda quarta-feira é o Dia da Maturidade. A programação começa com ginástica às 11h. O almoço (com preço especial de R$ 5,00

para os participantes) é servido às 12h. A partir das 13h30 são abertas oficinas de coro, artes e jogos e às 14h30 os grupos se dividem para fazer suas orações, compartilhar experiências, estudar a Bíblia e, claro, fazer um lanche. Aos 72 anos, Darci Costa Barbosa, diz que onde tem atividades, lá está ele. “Participo das palestras, do coro, ajudo com o almoço e faço ginástica. Sinto minha mente e corpo revitalizados, tenho mais ânimo e energia”. Além de todas essas atividades o grupo tira tempo para passear. Todo o terceiro sábado do mês é reservado para isso. O grupo também faz “experiências intergeracionais” como as apresentações do coral para crianças, trabalhos voluntários e visitas a casas de recuperação de viciados. Em menos de um ano os participantes já colecionam boas histórias. Iracema Mira Belletti, 61 anos, conta que sua vida mudou depois que passou a participar ativamente das atividades com o marido. “Sempre fui muito tímida mas lá me sinto acolhida, e fiz muitos amigos. A equipe é muito comprometida e carinhosa e por isso sempre convido outras pessoas. Participo de tudo um pouco porque estar lá sempre preenche alguma necessidade minha. Saio alimentada espiritualmente e não vejo a hora de voltar!”


Fotos: Adoniran Melo

Apresentação do coro no Natal de 2007.

O Dia da Maturidade começa com ginástica.

15


especial

Em comemoração ao Dia Nacional do Idoso, em 1º de outubro, a Revista VIVER apresenta imagens de alguns grupos e personagens da maturidade no Paraná. Passeio do Grupo Viver a Vida e convidados para Araucária

Dr. João Batista Lima Filho Palestrante do 4º Congresso CEDI

Visita ao Restaurante Madalosso

16

Grupo Amigas Para Sempre

Pe. José Aparecido Pinto e Nelson Garcia, no 4º Congresso CEDI


Partidária Caminhada do Comitê da Mulher

No Kafe Fest, Anelise Rotermel do no Solar do Rosário

Grupo Il Mondo, de Santa Felicidade

s Atelier de Emoçõe Reunião do Grupo

Lidu e Carlos no Grupo Viver a Vida Grupo GEAP

17


turismo Foto: Divulgação SANTUR

Desfile Oktoberfest Blumenau

18


ein prosit! OUTUBRO É SÓ FESTA NA SANTA E BELA CATARINA

No mês de outubro, Santa Catarina transforma-se no melhor e mais animado destino turístico do país. Em diferentes cidades do Estado acontecem dezenas de festas típicas, de grande e médio porte, que chegam a reunir mais de dois milhões de pessoas. São as chamadas “Oktoberfestas”, onde a dança, a música, a comida típica e o chope, resgatam as tradições herdadas dos imigrantes alemães, italianos, portugueses, açorianos, austríacos, entre outras etnias, que formaram a base do povo catarinense. Tudo começou com a Oktoberfest de Blumenau, cidade fundada em 1850 no Vale do Rio Itajaí-Açu, com o propósito de levantar o ânimo de seus moradores abalados por duas grandes enchentes em 1983 e 1984. Depois de três edições, a  festa estava consolidada e a partir de 1987 ganhou a simpatia nacional, passando a receber, em média, 750 mil visitantes a cada edição. Seu sucesso foi o ponto de partida para a criação de outros eventos do gênero em cidades próximas, que pela sua organização

e interesse despertado na população local e nos turistas, permitiram consolidar um verdadeiro “Circuito de Festas” na Santa e Bela Catarina. Não é difícil fazer todo o circuito. Em uma semana é possível visitar boa parte das festas, principalmente porque as distâncias entre as cidades sedes são pequenas, oscilando entre no máximo 170km e no mínimo 35km de via rodoviária, entre as que se situam próximas do litoral. É o caso de Blumenau, sede da Oktoberfest; de Brusque, com a Fenarreco; de Itajaí, com a Marejada; de Jaraguá do Sul, com a Schützenfest; de Joinville, com a Festa das Tradições; de Rio do Sul, com a Kegelfest, a Musikfest, de São Bento do Sul, a Bananenfest de Corupá e a Festa do Imigrante de Timbó. Mais para o interior acontece a Tirolerfest, em Treze Tílias, no norte do Estado, a Oberlandfest em Rio Negrinho e a Oktoberfest, em Itapiranga, próximo da divisa com a Argentina. Já na Capital, Florianópolis, ocorre a Fenaostra e próximo, em São Pedro de Alcântara, temos a Oktobertanz.

FESTA

Oktoberfest, Fenarreco, Marejada, Shützenfest, Kegelfest, Musikfest, Oberlandfest, Fenaostra, Tirolerfest, Festa do Imigrante, Bananenfest, Festa das Tradições, Oktoberfest de Itapiranga e Oktobertanz. Festas e mais festas. Tantas que Governo e organizadores resolveram unir-se e criar o “Circuito das Festas de Outubro de Santa Catarina”. São 14 ao todo. Em comum, a mesma alegria, beleza e tradição vindas dos imigrantes alemães, italianos, poloneses, austríacos, portugueses, açorianos... Não existe idade para freqüentá-las. Agradam a todos, jovens, idosos, famílias, e crianças. Também não importa o seu tamanho. Da gigantesca Oktoberfest de Blumenau à tradicional Oktoberfest de Itapiranga, todas exaltam a música, o folclore, a gastronomia e o prazer de beber cerveja e chope entre amigos. E o que é mais importante. Todos os visitantes são bemvindos e recebidos com um largo sorriso e um brinde à moda alemã: Ein Prosit!

DATA

INFORMAÇÕES

29ª OKTOBERFEST (Itapiranga)

(Comunidade Linha Becker) 06, 21 e 27/10 (Itapiranga) 11, 12 e 13/10

24ª OKTOBERFEST (Blumenau)

04 a 21/10

imprensa@parquevilagermanica.com.br

22ª FENARRECO (Brusque)

04 a 14/10

turismo@pmbrusque.com.br

21ª MAREJADA (Itajaí)

04 a 14/10

fitur@terra.com.br

19ª SCHÜTZENFEST (Jaraguá do Sul)

04 a 14/10

schutzenfest@jaraguadosul.com.br; acstvi@neturno.com.br

18ª KEGELFEST (Rio do Sul)

05 a 09/09

turismo@riodosul.sc.gov.br

17ª FESTA DO IMIGRANTE (Timbó)

10 a 14/10

timbo.fct@tpa.com.br

17ª OBERLANDFEST (Rio Negrinho)

05 a 07/10

oberland@oberlandfest.com.br

17ª TIROLERFEST (Treze Tílias)  

11 a 14/10

turismo@trezetilias.sc.gov.br

10ª MUSIKFEST (São Bento do Sul)

05 a 07/10

turismo@saobentodosul.sc.gov.br

9ª FENAOSTRA (Florianópolis)

25 a 03/11

igeof@pmf.sc.gov.br

7ª OKTOBERTANZ (São Pedro de Alcântara)

29 e 30/09

www.deutschewelt.com.br

6ª BANANENFEST (Corupá)

11 a 14/10

bananenfest@bananenfest.com.br

3ª FESTA DAS TRADIÇÕES JOINVILLE (Joinville)

05 a 14/10

promotur@promotur.com.br

imprensa@itapiranga.sc.gov.br

19


capa

As 15 horas de trabalho por dia são de muito prazer e satisfação, e isso faz toda a diferença. Ana Maria Braga

20


doses diárias de vida Por Renata Martins

Ana Maria Braga esbanja vida, alegria e superação Com uma disposição de dar inveja, ela é uma mulher que sabe viver. Aos 59 anos e com uma rotina de 15 horas de trabalho por dia, Ana Maria Braga não deixa a saúde e o lazer de lado. A vitória sobre um câncer é um capítulo à parte. Sua história é mesmo regada pelo carinho da família e dos amigos, otimismo e fé. Apresentadora do Programa Mais Você, da Rede Globo, Ana Maria Braga é jornalista, empresária e adora o que faz. Para ela esse é um detalhe que faz toda a diferença em sua vida: trabalhar com prazer. Ana Maria não só apresenta o programa, mas se envolve em todos os processos e faz questão de conferir pessoalmente se vai dar tudo certo antes de divulgar a próxima receita. “Eu não consigo deixar de verificar a receita no dia em que ela será apresentada, para ver se está super certo”. E quem pensa que ela só trabalha enquanto a vemos na TV, engana-se. Acompanhe a maratona... Ana Maria acorda às 5h15 e às 5h50 já está no Projac. Vai direto para a cozinha industrial onde verifica como está a preparação do prato do dia. Reúne-se com a equipe de produção do programa e, após as últimas definições, faz maquiagem, cabelo e troca de roupa. Às 8h en-

tra no ar ao vivo, com toda a disposição que você já conhece e só sai do estúdio por volta das 10h. Ufa! Será que ela descansa um pouco durante a tarde? Nada disso! Na agenda dela ainda há algumas reuniões, compromissos comerciais e publicitários, entrevistas, fotos e mais algumas reuniões! Ela só chega em casa por volta das 19h30. Lê e-mails, fica com a família, e às 21h30, no máximo, está se preparando para dormir e

começar tudo de novo. Então você deve estar se perguntando: como ela se organiza para cuidar da saúde e do lazer? “O lazer acaba ficando para os finais de semana, mas sempre que surge uma brecha na agenda, aproveito para ir à praia, caminhar pela orla e andar de bicicleta. Trabalho cerca de 15 horas por dia, mas são 15 horas de muito prazer e satisfação e isso faz toda a diferença no meu dia”. Saúde A saúde tem lugar de destaque na vida de Ana Maria Braga. Por ter vencido um câncer muito agressivo, ela precisa fazer exames com freqüência. A superação dessa fase difícil ela atribui aos médicos, a Deus, à família e aos amigos. “Sofri muito, tive muitas dores e foi um tratamento muito pesado, mas várias pessoas estiveram ao meu lado, me apoiaram e me ajudaram a vencer”. Hoje, ela cuida da alimentação, toma muita água, come muitas frutas e evita gordura. O equilíbrio entre a realização profissional e a qualidade de vida não é tão simples como gostaria, mas ela se considera uma pessoa feliz. “Acredito que ainda tenha muito a fazer nesta vida, mas o que já consegui realizar me traz muita alegria e felicidade”.

21


capa

para você Uma mensagem que Ana Maria Braga escolheu especialmente para os leitores VIVER As doses diárias de alegria e felicidade ela reparte com seus telespectadores por meio de mensagens

e pensamentos. E como não poderia deixar de ser, ela escolheu uma mensagem para os leitores da VIVER. “Se-

ria incapaz de escolher apenas uma mensagem. Todas são lindas. Mas essa é uma das mais pedidas...”

Não estás deprimido, estás distraído… …Distraído em relação à vida que te preenche, distraído em relação à vida que te rodeia, golfinhos, bosques, mares, montanhas, rios. Não caias como caiu teu irmão que sofre por um único ser humano, quando existem cinco mil e seiscentos milhões no mundo. Além de tudo, não é assim tão ruim viver só. Eu fico bem, decidindo a cada instante o que desejo fazer, e graças à solidão conheço-me… o que é fundamental para viver. Não faças o que fez teu pai, que se sente velho porque tem setenta anos, e esquece que Moisés comandou o Êxodo aos oitenta e Rubinstein interpretava Chopin com

22

uma maresia sem igual aos noventa, para citar apenas dois casos conhecidos. Não estás deprimido, estás distraído. Por isso acreditas que perdeste algo, o que é impossível, porque tudo te foi dado. Não fizeste um só cabelo de tua cabeça, portanto não és dono de coisa alguma. Além disso, a vida não te tira coisas: liberta-te de coisas, alivia-te para que possas voar mais alto, para que alcances a plenitude. Do útero ao túmulo, vivemos numa escola; por isso, o que chamas de problemas são apenas lições. (...) Faz apenas o que amas e serás feliz. Aquele que faz o que ama, está benditamente condenado ao sucesso, que chegará quando for a hora, porque o que deve ser será, e chegará de forma natural. Não faças coisa alguma por obrigação ou por compromisso, apenas por amor. Então terás plenitude, e nessa plenitude tudo é possível sem esforço, porque és movido pela força natural da vida, a mesma que me ergueu quando caiu o avião que levava minha mulher e minha filha; a mesma que me manteve vivo quando os médicos me deram três ou quatro meses de vida. Deus te tornou responsável por um ser humano, que és tu. Deves trazer felicidade e liberdade para ti mesmo. E só então poderás compartilhar a vida verdadeira com todos os outros.

(...) Aliás, a felicidade não é um direito, mas um dever; porque se não fores feliz, estarás levando amargura para todos os teus vizinhos. Existem tantas coisas para experimentar, e a nossa passagem pela terra é tão curta, que sofrer é uma perda de tempo. Podemos experimentar a neve no inverno e as flores na primavera, o chocolate de Perusa, a banguete francesa, os tacos mexicanos, o vinho chileno, os mares e os rios, o futebol dos brasileiros, As Mil e Uma Noites, a Divina Comédia, Quixote, Pedro Páramo, os boleros de Manzanero e as poesias de Whitman; a música de Mahler, Mozart, Chopin, Beethoven; as pinturas de Caravaggio, Rembrandt, Velázquez, Picasso e Tamayo, entre tantas maravilhas. Não estás deprimido, estás desocupado. Ajuda a criança que precisa de ti, essa criança que será sócia do teu filho. Aliás, o serviço prestado é uma forma segura de ser feliz, como é gostar da natureza e cuidar dela para aqueles que virão. Dá sem medida, e receberás sem medida. O bem é maioria, mas não se percebe porque é silencioso. Uma bomba faz mais barulho que uma carícia porém, para cada bomba que destrói, há milhões de carícias que alimentam a vida. Vale a pena, não é mesmo? Facundo Cabral


Rio itora Senac de Valor / Ed

Milagre, música e economia

do * Imagens

s livro Marca

A classe média foi a grande beneficiária do chamado “milagre brasileiro” nos anos 60. O poder de consumo de milhões de famílias impulsionou novas indústrias, estimulou a abertura de grandes lojas de varejo e dos supermercados. Em tempos de ditadura, um dos grandes destaques foi a música. Desde as músicas de protesto, passando pela Jovem Guarda e o Tropicalismo, os brasileiros expressaram com música brasileira genuína a vontade de viver em meio às transformações sociais opressivas. Nesta época surge o Gordini, valente carrinho de origem francesa, um ícone da economia de combustível num tempo em que a escassez de recursos naturais não era tão badalada.

Meu baú Nunca tive medo de me mostrar. Você pode ficar escondido em casa, protegido pelas paredes. Mas você está vivo e essa vida é pra se mostrar. Esse é o meu espetáculo. Só quem se mostra se encontra. Por mais que se perca no caminho.” Cazuza

Amigo da onça Sempre fui apaixonado pelas charges do Amigo da Onça, publicadas na revista O Cruzeiro. Muita gente só comprava a revista para ler as charges do Amigo da Onça. Nós morávamos em Itu, interior de São Paulo, e recebíamos O Cruzeiro pelo carteiro. Adivinhe qual era a primeira página que todo mundo corria para olhar? Nicolau T. Almeida

A primeira história do Amigo da Onça saiu em 23 de outubro de 1943.

23


faça você mesmo

BOLSA COM ROSETAS Material

Fio Vitória PP na cor cinza Sobras de fios coloridos Agulha para crochê 1,75mm

Pontos empregados Corr, pbx, pb, pa

Execução da bolsa

Fazer 34 quadrados conforme instruções do gráfico 1, sempre com a primeira carreira com o fio amarelo, a segunda carreira colorida (cores diferentes) e as seguintes com o fio cinza. Unir os quadros com pb visível com o fio cinza formando a frente, as costas, laterais e fundo. Fazer uma carreira de pa na borda com o fio cinza.

Execução da alça

Fazer 12 rosetas conforme o gráfico 2, sempre com a primeira carreira com o fio amarelo, a segunda colorida e a terceira cinza, unindo-as entre si e ao centro da bolsa. Na última carreira, por pb conforme indicado.

corr - corrente pbx - ponto baixíssimo + pb - ponto baixo | pa - ponto alto | 3pas fechados juntos

Jaime Reiss |

Memória

Um policial fazendo a ronda na cidade, vê um bêbado em cima do poste cantando. - Desce daí malandro, O bêbado desceu e o policial pergunta: - Quem é você? - Que é isso... você não lembra de mim? Eu sou o cara que estava lá em cima.

Porta mágica

24

Agilidade

Um louco liga para o corpo de bombeiros dizendo que está pegando fogo no hospício. Logo os bombeiros chegam e perguntam: - Onde está o fogo? E o louco responde: - Ainda não tem. Vocês vieram tão depressa que não deu nem tempo de acender!

O caipira vai com a família passar uns dias na cidade. Ao chegar no hotel, parou em frente ao elevador tentando entender para quê servia aquela porta. De repente, uma velhinha entra no elevador, a porta se fecha e ela desaparece. Pouco tempo depois a porta se abre novamente e sai uma jovem lindíssima. Entusiasmado, o caipira grita para o filho: - Josias, vai correndo buscar sua mãe!

Respeito

Um carro lotado de velhinhas está andando a 15 km por hora em uma rodovia. O guarda pede para encostar e diz: - A senhora está a 15 km por hora. E a velhinha responde: - Estou no limite de velocidade. Veja lá a placa. - Senhora,15 é o número da rodovia e não o limite de velocidade. E, aliás, por que suas amigas estão tão pálidas? E a velhinha responde: - Acho que é porque acabamos de sair da BR 476.


25


eterno aprendiz

Jesus Cristo investiu sua inteligência em pessoas complicadíssimas para mostrar que todo ser humano tem esperança. As pessoas mais difíceis com quem você convive têm esperança. A história de Jesus é um exemplo magnífico. Demonstra que as pessoas que mais nos dão dor de cabeça hoje, poderão ser as que mais nos darão alegria no futuro. O que fazer? Invista nelas! Não seja um manual de regras e críticas! Surpreenda-as! Cative-as! Ensine-as a pensar! Compreenda-as! Plante sementes!

Augusto Cury, psiquiatra e escritor

26


27


28

Viver_91  

A revista especialista em qualidade de vida

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you