Page 1

Capa Revista Vitti e Pão de Açúcar juntos no evento de confraternização www.revistavitti.com.br Edição 109 - Ano 10 Janeiro, 2015 Foto capa: Luizinho

Virada 2015 Confira as fotos das festas do Réveillon

Entrevista

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA VENDA PROIBIDA Vale do Paraíba, Litoral Norte e Sul de Minas Janeiro, 2015

Karina Lacorte

Diretora do Departamento de Patrimônio Histórico de Pindamonhangaba fala do trabalho de restauro do Palacete 10 de Julho revistavitti.com.br | Vitti | 1


2 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 3


Índice

Índice

Janeiro 2015 | Edição 109 | Ano 10

Negócios

O Brasil precisa internacionalizar a educação.................30 MAQUIAGEM Todos a Bordo...............................................................40

Ponto de Vista

O Brasil do faz de conta ................................................44

RONALDO CASARIN

REFLEXÃO

eNTREVISTA

Karina Lacorte......................................................... 08

Despertando o coração em contato com a energia do “eu divino”...................................................................60

SAÚDE

As doenças do Verão...................................................62

MEIO AMBIENTE Esporte

Olho no Lance..............................................................68

Papo Rápido LIVROS

Som & Vídeo – Lançamentos..............................77

4 | Vitti | revistavitti.com.br

Impresso no parque gráfico da Resolução Gráfica Ltda. Atendimento ao Cliente: (12) 3632-3060 / 7812-4525 / 90*1462 - Rua dos Operários, 118 - Taubaté - SP Os artigos, matérias, opiniões e anúncios aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, e não refletem necessariamente a opinião da Revista Vitti. É proibida a reprodução total ou parcial da revista sem autorização da Revista Vitti.

Cartas

Que Venha 2015

P

Distribuição: Rodrigo Melo Gratuita e dirigida às cidades de Taubaté, Quiririm, São José dos Campos, Caçapava, Pindamonhangaba, Guaratinguetá, Lorena, Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, Tremembé, Cruzeiro, Ubatuba e Sul de Minas

Dicas de leitura do mês.................................................75

Editorial

rimeira edição do ano, primeiras histórias contadas, primeiros eventos registrados, primeiros desafios a serem encarados. Depois de um 2014 mais do que agitado, recomeçamos a vida com baterias renovadas, esperando um 2015 cheio de trabalho e de muito sucesso. Nesta edição que abre o novo ano, trazemos como destaque uma entrevista com Karina Lacorte, que conta um pouco sobre o amplo trabalho de restauro de um dos pontos históricos mais importantes de Pindamonhangaba, o Palacete 10 de Julho. O prédio, que agora é um centro de memória, passou por uma recuperação completa e está novamente aberto à visitação. Nesta edição 109 da Revista Vitti também trazemos ótimos artigos sobre cinema, música, saúde, bem estar, beleza, educação, arquitetura, além de destaques do esporte e cultura. Nas colunas sociais trazemos os melhores registros da celebração do Réveillon nas mais badaladas e animadas festas espalhadas por toda a região e em diversos cantos do país.

Diretora Comercial: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812 4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br TAUBATÉ / CAÇAPAVA / PINDA: Parê Guerson (12) 3624-5610 / 7812-4526 / 90*1461 / 98106-3500 - pareguerson@gmail.com SÃO JOSÉ DOS CAMPOS / Ubatuba: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812-4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br GUARATINGUETÁ / APARECIDA / LORENA: Benê Carvalho (12) 98133-2984 - carvalho.bene@ig.com.br SUL DE MINAS: Luigi Scianni (12) 9781-5623 - luigiscianni@gmail.com

Reutilização e Reciclagem de Resíduos Sólidos..........64

Falando de basquete, com Cadum................................70

Diretora do Departamento de Patrimônio Histórico de Pindamonhangaba fala do trabalho de restauro do Palacete 10 de Julho, patrimônio arquitetônico da cidade que agora abriga o Centro de Memória Barão Homem de Mello.

Diretora: Marcela Vitti Assistente: Isaura Silva Diagramação: Bruno Moura Editor de Arte: Victor Pereira Jornalista Responsável: Ronaldo Casarin - MTB 52246 Revisão: Ronaldo Casarin foto da Capa: Angela Racanelli, Vera Damy, Marcela Vitti, Felipe Morais, Priscila Morais, Parê Guerson, Patrícia Machado, Mara Deloni e Adriano Martins (Foto: Luizinho) Repórter Fotográfico: Will Anraku ColunistaS: São José dos Campos e Jacareí: Gilberto Freitas, Marilda Serrano e Edu Rosa - Caçapava: Anna Dennz Taubaté: Socorro Pinto e José Luiz - Lorena e Aparecida: Peter iote Ligia Ballot Sul de Minas: Carlos Moura. COLABORADORES: Peter Iote, Fabiana Ferreira, Carlos Marcondes, Arcione Viagi, Érico Pampado Di Santis, Mariane Barros, Juliana Bueno, Juliana Peloggia, Murilo Baracho, Lani Goeldi, Adilson Peloggia e Maneco Siqueira.

“Parabéns à Revista Vitti, fechou o ano de 2015 com muito sucesso, como sempre.” Arlete Diaz, via Facebook

Que este ano seja produtivo para todos nós, e que possamos chegar até você, caro leitor, levando sempre informação e entretenimento em nossas páginas. Boa leitura e Feliz 2015. Abraços. Marcela Vitti

“Fiquei feliz de ver que a Vitti deu espaço para uma entrevista com o senhor Ocílio Ferraz. Já conhecia um pouco do trabalho dele e gostei muito do que ele disse na entrevista. Figuras como ele merecem sempre destaque. Continuem assim.” Camila Castilho via e-mail

“Lindas fotos e muita gente bonita nas colunas da Revista Vitti de dezembro. Já garanti a minha.” Raquele Moura, via Facebook

Capa

Dezembro 2014

“Muito legal a coluna da Fabiana Ferreira trazendo os atletas Marcos Campos e Luciana Silva. Grandes vencedores!” Douglas Spence, via Facebook

Marcela Vitti Diretora

Correio Vitti

“Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e salvarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.” SALMO9:1-2 Janeiro, 2015

Fale conosco: opine, critique e dê sugestões. Escreva para: redacao@revistavitti.com.br Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 5


Nossa equipe

Parê Guerson

isaura silva

Vendas

assistente

Benê carvalho

Ronaldo Casarin

Vendas

editor

Victor Pereira

BRUNO MOURA

Editor de arte

DIAGRAMADOR

WILL ANRAKU

Rodrigo Melo

FotógrafO

EduARDO rosa

Colunista Jacareí

José LUIZ

Colunista Taubaté

Gilberto Freitas

MARILDA SERRANO

Colunista São José dos Campos

Colunista São José dos Campos

Peter Iote

CAROLINA KFOURI

Colunista lorena

GUILHERME MARTINI Colunista

CAMPOS DO JORDÃO

6 | Vitti | revistavitti.com.br

Distribuidor

Anna Dennz

Colunista Taubaté

Ligia ballot

Carlos Moura

Colunista

Colunista Aparecida

mariana junqueira

Fabiana FERREIRA

GUARATINGUETÁ

Colunista São José dos Campos

Socorro Pinto

Colunista Caçapava

Colunista sul de minas

Colunista

DE ESPORTE

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 7


Entrevista

A principal função do Palacete hoje é resgatar e salvaguardar a história da cidade e da região.

” Karina Lacorte Vista interna de um dos salões

Por Ronaldo Casarin

B

atemos um papo com a Karina Lacorte, Diretora do Departamento de Patrimônio Histórico de Pindamonhangaba, que falou do extenso trabalho de restauro do Palacete 10 de Julho, um dos patrimônios arquitetônicos da cidade. O espaço passou a abrigar a partir de 2014 o Centro de Memória Barão Homem de Mello e ganha status de importante espaço cultural do município. Vitti - O Palacete 10 de Julho é um dos pontos históricos mais conhecidos de Pindamonhangaba. Qual o ano de construção do prédio? Karina Lacorte - Não há registro exato do ano de construção, e isso sempre gera um debate histórico. A indicação do Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico é de que o Palacete data da segunda metade do século 19. Vitti - Quem construiu o Palacete? K.L. - Ele foi construído com mão de 8 | Vitti | revistavitti.com.br

obra escrava para ser residência do Barão de Itapeva, e na época o local era conhecido como Solar do Barão. Depois que a família do Barão não habitava mais o local, o prédio foi sede do poder legislativo da cidade, e também do executivo. Até que ele foi desocupado em 2007 e ficou por 7 anos fechado. Agora ele passa a ser chamado de Centro de Memória Barão Homem de Mello. Vitti - Quem foi o Barão Homem de Mello, que dá nome ao centro de memória? K.L. - Temos quatro patronos nesse prédio. O Barão de Itapeva é o patrono do prédio. O Barão Homem de Mello é patrono do Centro de Memória. Ataíde Marcondes e Valdomiro Benedito de Abreu são patronos do arquivo histórico. Barão Homem de Mello é o filho ilustre de Pindamnonhangaba, com o maior número de títulos. Ele foi presidente de quatro províncias no período Imperial do Brasil, algo atípico. Ele presidiu as províncias de São Paulo, Bahia, Minas Gerais e Ceará. Ele também foi das lideranças do Banco do Brasil, atuou nos três Poderes e foi professor. E tinha uma ligação muito forte com o Império, ele lutou contra a abolição da escravatura, contra a república, porque ele era um representante da monarquia.

Em sua época ele pertenceu ao Instituto Histórico e Geográfico, e pode ser considerado a primeira pessoas que registrou a história de Pindamonhangaba. Vitti - O Palacete 10 de Julho foi reinaugurado em dezembro depois de uma grande restauração, onde segundo o que foi divulgado, foram gastos cerca de R$ 6 milhões. Quem financiou esta obra de restauro? K.L. - A obra toda foi financiada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, mais conhecida como a Lei Rouanet. Quando o município decidiu restaurar o prédio, uma empresa entrou como parceira, a Pauliceia Arquitetura e Restauro. Eles elaboraram o projeto, que primeiro foi aprovado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, depois foi levado ao Ministério da Cultura, por meio da Lei do mecenato, onde ele teve 100% de apoio. Foram aproximadamente 6 milhões que vieram das empresas apoiadoras: Tenaris, Novelis, SABESP e CESP. Vitti - Neste longo processo de restauro geral do Palacete, quais foram os principais desafios encontrados? K.L. - O trabalho todo foi muito apurado tecnicamente. Primeiro eles desmancharam o prédio para depois montá-lo noJaneiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 9


Fotos: Comunicação Prefeitura de Pindamonhangaba

Vitti - Hoje, o que o visitante já encontra disponível no local? K.L. - A principal função do Palacete hoje é resgatar e salvaguardar a história da cidade e da região. Hoje o prédio tem gestão compartilhada, entre a prefeitura de Pindamonhangaba e a Janela Contemporânea, uma associação do terceiro setor, e com financiamento da iniciativa privada. Ele está aberto para atividades culturais em geral. Em duas semanas após reaberto, mais de 1000 pessoas passaram por aqui. Em paralelo a isso há a área técnica do centro de memória, que fica no porão. Lá ficarão guardados cerca de 20 mil documentos históricos. Alunos da rede pública vão trabalhar com profissionais técnicos, aprendendo a manusear, limpar, digitalizar, enfim, todo o trabalho para resgate e manutenção desse material histórico. Vitti - Qual a razão da escolha deste local para centralizar este acervo? K.L. - Os documentos estavam espalhados por vários prédios públicos da cidade. Agora eles passarão por uma higienização, inventário, digitalização e acondicionamento dentro de normas internacionais. Em sua maioria são documentos de cartórios. Quando falamos da época da nobreza rural cafeeira, não existiam os conceito de legislativo e executivo. O que existia na época era o Juiza-

do de Órfãos, que cuidava de todas essas petições de guarda, testamentos, etc. As documentações do arquivo histórico de Pindamonhangaba começam a datar de 1701 e vão até mais ou menos 1940, então são diferentes ciclos. Vitti - Foram tomados cuidados legais para que esse todo esse trabalho de restauro e reativação do prédio como espaço de cultura e memória não se perca, por exemplo, com a troca da administração municipal? K.L. - O prédio tem alguns dispositivos para protegê-lo. O Centro de Memória Barão Homem de Mello foi criado por meio de uma lei ordinária, e vincula esse funcionamento técnico dentro do palacete. Ou seja, ninguém pode chegar a decidir mudar os fins do prédio, tirando o acervo daqui. Por outro lado, quando foi decidido que o prédio seria de gestão compartilhada, tomou-se o cuidado, também por projeto de lei, para que esse sistema funcionasse por um período extenso, assim as próximas gestões podem avaliar e decidir se mantêm a gestão compartilhada. SARIN

Vitti - Um minucioso trabalho de recuperação da pintura original de todos os ambientes do palacete foi feito. Qual a importância histórica de recuperar essa característica? K.L. - Pelas leis de restauro, você tem de fazer o que é chamado de prospecção pictórica, ou seja, descobrir quantas camadas de tinta existe nas paredes. Esse estudo foi feito em cada um dos ambientes, que tem no total dois mil metros quadrados. Foram encontradas mais de 300 cores diferentes. Em alguns cômodos havia até 9 camadas de tinta. Também foi

feito este estudo nos forros. Esse trabalho continua, pois é demorado.

RONALDO CA

vamente. Foi feita uma revisão completa no local, e o fator importante é que este é um prédio original. Diferente de uma reforma ou revitalização, o que houve aqui foi um restauro, ou seja, a meta foi deixá-lo da forma como ele era originalmente. Quem visitar o prédio hoje, verá características originais. Mesmo quando ele foi usado para outros fins, tomou-se o cuidado de manter as características arquitetônicas originais. Ele tinha infiltrações, cupins, enfim, por isso o restauro foi bem demorado. Houve sim dois grandes desafios. Um foi livrar o prédio de todos os pequenos animais que aqui viviam. Tínhamos cupim, traças, broca, enfim essas pequenas pragas. O segundo foi que clarabóia que fica no piso superior, e a parte sudoeste do prédio, cederam em alguns centímetros. Então, durante um ano, usando um macaco hidráulico, eles foram levantando centímetro a centímetro essas estruturas.

e Karina Lacort

PERFIL Karina Lacorte Cesar é de Pindamonhanga. Ocupa o cargo de Diretora do Departamento de Patrimônio Histórico de Pindamonhangaba desde abril de 2014. O Centro de Memória Barão Homem de Mello fica na Rua Deputado Claro Cesar, 33. Funciona de segunda a sextafeira, das 8h às 17h. A visitação de escolas deve ser agendada e tem acompanhamento de guias.

10 | Vitti | revistavitti.com.br

Fachada do Palacete 10 de Julho

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 11


12 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 13


Vitti Acontece

Amigas em confraternização no Spazio Pubblico

Luiz Gabriel Sacilotto e Maria De Lourdes Sacilotto Scuro ... Dia 20 de novembro de 2014 inaugurou a Danny Cosméticos em São José dos Campos.

Patrícia Kühne, Lúcia Pacheco e Cláudia Kühne

Lizete, Isa, Heloísa Helena, Andrea, Cristina e Cristiane

14 | Vitti | revistavitti.com.br

Marília Badaró, Lucia, Rita Querido e Rute Guarnieri

Aline Ribeiro e Dra. Elina Ribeiro

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 15


Vitti Acontece Natal e Réveillon

A SOFISTICAÇAO E O BOM GOSTO CHEGARAM AO TAUBATÉ SHOPPING...

Christian Oliveira, Alessandra Garuffi, André Silva, Gabriela Rodrigues, Sydney, Paula, Daniel Souza, Isabel Cristina, Guilherme Pereira, Laura França e Tânia

Rosana Braga e Francisco Braga

Carlos Eduardo Paes Leme, Beatriz e sua esposa Melissa Paes leme, Ildo Vargas e Asteria Vargas

Dr. Alexandre e esposa

Walter Toscano e seu neto Luca Toscano

Bruno Santos e Mariana Cagnacci

Ana Paula Righi

Licinia Querido Severo, Geraldinho Severo, Lucca, Marriah, Alec e Kyle

www.sof isticattomoveis.com.br Loja Vila Ema: R. Madre Paula, 508 | 12 3941.7197 | loja1@sof isticattomoveis.com.br Loja Jardim Satélite: Av. Andrômeda, 1382 | 12 3302.4920 | loja3@sof isticattomoveis.com.br

Loja Vale Sul Shopping: piso Vale do Paraíba | 12 3341.1825 | loja5@sof isticattomoveis.com.br Loja Taubaté Shopping | loja7@sof isticattomoveis.com.br | NOVA!

Projeto de ambientes planejados para residência de até 50 m - Valor a vista R$11,528.00 - Valor total a prazo R$ 17.964,00, 36 fixas de R$ 499,00 - Taxa 2,6% a.m – de acordo as seguintes características. Dormitório casal: Armário 4 portas de giro/ 1,385 larg.x55 prof.2,35 alt./3 gavetas/5 *prateleiras/2 cabideiros/acompanha fechamento lateral e superior/painel cama 2.40 largx37.5 altura/2 nichos 75 largx35 prof x35 alt/projeto caixas brancas 15 mm MDF/painéis e portas 15mm colorido MDF/puxador alumínio/corrediça telescópica. Dormitório solteiro: Armário 4 portas de 2

Karine, Taciana e Thalyta Carvalho 16 | Vitti | revistavitti.com.br

Kika, Cristina Melo e Edissa Bonafe

Renato Pinese e Paula Ponce Janeiro, 2015

giro/ 1,385 larg.x55 prof.2,35 alt./3 gavetas/5 prateleiras/2 cabideiros/acompanha fechamento lateral e superior/ painel cama 1,60 largx37.5 altura/1 nicho 75 largx35 prof x35 alt/projeto caixas brancas 15 mm MDF/painéis e portas 15mm colorido MDF/puxador alumínio/corrediça telescópica. Lavandeira:1 armário de 2 portas de giro 60 largx66 alturax324 prof/caixa branca 15 mm MDF/portas colorida MDF/puxador alumínio. Banheiro:1 armário de 2 portas de giro 60 largx66 alturax494 prof/ caixa branca 15 mm MDF/portas colorida MDF/puxador alumínio. Cozinha:3 armários superiores com 2 portas de giro cada 80 largx66 altx324 prof/ /armário inferior 1 armário 2 portas de giro 80 largx66 altx55 prof/1 gaveteiro 4 gavetas/corrediça telescópica/ giro 40 largx66 altx55 prof/1 porta talheres/ caixa branca 15 mm MDF/portas coloridas MDF/puxador alumínio/acompanha fechamentos superior e lateral. Home Theater: 1,20largx2,05 alturax40 profundidade/1 gaveta/1 nicho/1 prateleira/ caixa branca 15 mm MDF/portas e painéis coloridos MDF/puxador alumínio/acompanha fechamentos superior e lateral.

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 17


Social Taubaté

Revista Vitti e Pão de Açúcar de Taubaté e Pinda ofereceram aos clientes e amigos uma noite muito agradável, que contou com a presença do enólogo Carlos Cabral falando sobre espumantes e apresentação e degustação da ceia de Natal embalada pela banda Dona Xepa. Agradecemos a todos pela doação das cestas de Natal, à Construtora Taubaté e à D'Casa pelo apoio!

Marcele e Dra. Bianca

Wanderson, representante da Salton, e Carlos Cabral

Fotos: will anraku / LUIZINHO

Socorro

Manoel Vasconcelos, Parê Guerson, Julio Sumere, Marcela Vitti e Adriano

Paulo e Felipe

Equipe Pão de Açúcar

Angela e Dr. Paulo

Tina e Cristiane Giordani

Bárbara

Adriano, Marcos Tadeu, Marina Ayello e Marcela Vitti

Junior e Elizabete 18 | Vitti | revistavitti.com.br

Cristiano Paladino, Neto Araújo, Marcela Vitti, Junior e Rodolfo

Reinaldo, Domingos, João Marcos, Ana Lucia, Sandra Giane e Cleide Janeiro, 2015

Banda Dona Xepa

Ricardo José Demetrio e Ludmila Demetrio

Daves e Jarbinhas

Renata, Parê, Judith, Maria do Carmo, Lucy, Marcela e Socorro Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 19


Social Taubaté

Victor, Adriana, Wilber, Robério e Luciana

Natalina, Vincenzo, Bárbara, Maria Isabel, Carlos, Carmine, Irani e Marcela

Lygia Mara Prado, Maria de Fátima Braga, Sonia Antico, Alice, Sérgio Lousada, Cristina Lousada, Bia Godoy e Jarvis Godoy

Jonatas, André Guedes, Flávia, Paulo, Patrícia, Daves, Nadeje, Luizinho e Alice

Natalina, Laura e Marina

Isabella, Adriano, Ingrid e Junior

André e Karina Correia

Cássia, Rogério e Priscilla

Paulo Abud e Luciana

ELEITA A MELHOR FRANQUIA DO BRASIL NO SEGMENTO VESTUÁRIO, CALÇADOS E ACESSÓRIOS PELA PEQUENAS EMPRESAS & GRANDES NEGÓCIOS.

Wanderson, Carlos e Alessandra

José Vicente, Fúlvia Paladino, Cristiano Paladino e Neto Araújo

300 LOJAS - 18 PAÍSES BUENOS AIRES CANNES HOLLYWOOD MADRID ORLANDO PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO VIA VALE GARDEN SHOPPING | TAUBATÉ - SP

20 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

Carmen Steffens revistavitti.com.br | Vitti | 21


Social Taubaté

Casa Irmãos de Francisco

Fotos: will anraku / Luizinho

No mês de dezembro aconteceu o lançamento do projeto social Casa de Apoio Irmãos de Francisco. O evento aconteceu no Restaurante Santa Figueira, em Tremembé. O projeto vai oferecer apoio aos familiares que estejam acompanhando crianças em tratamento no Complexo Hospitalar do Vale do Paraíba.

A

Casa de Apoio Irmãos de Francisco é um projeto social que vai dar suporte para as famílias que estão acompanhando seus filhos internados no Complexo Hospitalar do Vale do Paraíba, possibilitando que eles tenham um local para lavar roupa, tomar banho, descansar, se alimentar e ter apoio psicológico. Na alta das crianças, a Casa de Apoio continuará prestando assistência na alta emergencial, no serviço ambulatorial e, em alguns casos, acompanhamentos que se fizerem necessários, como medicação, leite especial, alimentação especial e exames emergenciais. O projeto será mantido pela fundadora Karina Corrêa, por meio de doações e trabalhos voluntários, sem nenhum tipo de recurso de nenhuma esfera do poder público.

Principal Missão Por meio do encaminhamento do Serviço Social do Hospital Regional e Universitário, ambos de Taubaté, proporcionar o bem estar das crianças e seus familiares durante a internação, na alta emergencial e no serviço ambulatorial. Responsabilidades da Assistente Social da Casa de Apoio - Auxiliar os familiares na tramitação de processo cirúrgico, exames, internações, benefícios do governo (leite, medicamento) - Ajudar emergencialmente ou até que a rede pública disponibilize medicamentos, alimento, leite, fralda e materiais necessários para continuidade do tratamento em casa. - Visitar periodicamente a casa das famílias que estão sendo assistidas, para acompanhamento e orientação do tratamento domiciliar.

Público que será atendido Crianças que receberam alta; Mães, pais e irmãos dos pacientes; Responsável pela criança durante a internação. A Casa de Apoio Irmãos de Francisco irá proporcionar: - Alimentação para quem tiver hospedado (café da manhã, almoço, café da tarde, jantar e ceia) - Banho - Lavanderia - Dormitórios para mães, familiares e responsáveis - Produtos de higiene pessoal - Roupa - Calçados - Brinquedoteca pedagógica - Transporte - Acompanhamento psicossocial - Refeição para atender os mutirões do Hospital Regional (grupo de crianças que vem de municípios distantes, fazem cirurgia e retornam no mesmo dia para casa) - Espaço Mulher

André Pinto, Otávio Corrêa, Karina Eduarda, Karina Corrêa, Rose Mello Corrêa, Sabrina Mello Alves Corrêa e Marina Mello

Apollo de Carvalho e Fernanda Ornellas

Camila, Giovana, Fernanda, Daniela, Fabiana, Sylvia, Daniela e Janaina

Marcela Vitti, Francine Maia, Karina Correia, Parê Guerson e Nara Nasser Karina Correia

Gisele Mello, Marina Melo, Parê Guerson, Rose Mello Corrêa, Nara Nasser, Carla e Sabrina Mello Alves Corrêa

Vinicius Valverde

22 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

Senhoras voluntárias da Casa de Apoio Irmãos de Francisco

Vinicius Valverde e Karina Correia

revistavitti.com.br | Vitti | 23


Social Taubaté

A PARTIR DE 11 DE janeiro

Inauguração Residencial Splendor Jaboticabeiras

CAPITAO, KOWALSKI, RICO E RECRUTA TEM UMA MISSaO ESPECIAL NO

Ademir Frésca Construtora e Incorporadora Ltda, entregou no dia 2 de dezembro mais um empreendimento com qualidade e credibilidade. Fotos: will anraku / arquivo pessoal

Daniela e Ademir Frésca

Flávio, Ademir, Angelo e Selma, Lourdes e familia

Angelica, Ademir, esposa e Victória

Penguins of Madagascar © 2015 DreamWorks Animation L.L.C.

TAUBATE´ SHOPPING

Ademir Frésca, Dê, Dr. Wellington e esposa

Rosa e irmão, Regina e Dr. Fernando Romeiro e Ademir Eduardo e esposa, Georgina e Pedro, Ademir Frésca e Mário

Camila e Ronaldo, Pedro Luba e Andréia e Ademir Frésca

Roberta, Paulo, Dalton, Ademir e Daniela

Thiago, Angelica, Ailton, Aldenir, Luiz, Maria Alice, Ademir, Daniela, Victória e Luiz Gustavo 24 | Vitti | revistavitti.com.br

Assembléia Geral Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 25 15 DE JANEIRO NOS CINEMAS


Viagens

Pacotes econômicos de intercâmbio para o início de 2015

Ainda é possível fechar intercâmbios com preços que variam de 1635 dólares a 2110 euros

26 | Vitti | revistavitti.com.br

O

Por Fernando Santiago

ano de 2015 já começou e nada melhor do que turbinar a carreira com um intercâmbio que una um curso no exterior e vivência internacional que agregue no currículo. "É importante escolher um lugar que além de oferecer um curso que vá agregar, permita que o intercambista tenha boas experiências turísticas", afirma Marcelo Albuquerque, diretor executivo da agência IE Intercâmbio. Fazer um intercâmbio nas férias de início do ano é perfeito, pois é possível passear e dar aquele upgrade na carreira com dinheiro extra recebido no décimo terceiro salário. "Há pacotes de intercâmbio econômicos para diversos lugares, que variam de 1635 dólares a 2110 euros, de forma que podemos atender pessoas com gostos variados”, complementa Mariana Santiago, da IE Taubaté.

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 27


Social Taubaté

Priorité Christmas Party

Fotos: will anraku

Thais Vargas e sua equipe receberam, no dia 11 de dezembro, clientes e amigas para a Priorité Christmas Party com peças lindas da coleção alto verão da Blessed e todo o charme característico da loja.

Solange Menezes, Darclée e Thaís Vargas

Bárbara, Beatriz Quintão, Thais Vargas e Julia Quintão

Camila Flores e Thaís Vargas

Daniela Biondi e Thaís Vargas

Bárbara

Natália e Thaís Vargas 28 | Vitti | revistavitti.com.br

Michele e Adriana

Michele, Patricia Berbare e Thaís Vargas Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 29


Negócios

O Brasil precisa internacionalizar a educação

A

Por Arcione Viagi

credito que a necessidade de internacionalizar a educação já é tema aceito por todos, dado o reconhecimento de que o mundo competitivo ultrapassou as fronteiras nacionais e passaram a ocorrer entre redes produtivas compostas por empresas de diversas nacionalidades. A necessidade de obter a maior produtividade para manter a competitividade fez com que as empresas deixassem de olhar para o mercado somente com os olhos da concorrência, e passassem a reconhecer que em muitos casos um concorrente se torna complementar, ou seja, o valor da empresa ou de seus

30 | Vitti | revistavitti.com.br

produtos aumenta quando existe outro produto na mesma cadeia produtiva que o complemente. Como exemplo, o que seria de um aparelho de DVD sem a produção de filmes em DVD? Entre outras razões, as empresas estão buscando seus espaços em todas as partes do planeta e por isso se intensifica a necessidade de profissionais que tenham além do conhecimento e habilidades técnicas, também conhecimento de línguas e culturas diversas e vivência internacional para representarem suas empresas nas mais variadas negociações e parcerias. Nossa geração viveu pouco essa realidade, poucos viam seus esforços para conhecer outras línguas se transformarem em diferencial. A maioria estudava, conforme preconizava os orientadores profissionais, mas nunca utilizavam seus conhecimentos e até questionavam porque exigiam tanto se nenhum dos gerentes e diretores dominavam outra língua além do português, e a empresa nunca tinha relação alguma com empresas internacionais. Hoje a realidade é outra, e por isso fui pesquisar porque nossos cursos de línguas têm tão baixo aproveitamento. Porque as aulas de inglês ou espanhol do ensino fundamental e médio são tão ruins e sem resultado? Inicialmente, fazendo uma retrospectiva de minha própria

formação, cheguei à conclusão que a motivação era pequena porque aprendíamos algo e nunca havia prática. Não havia necessidade de usar e por isso o pouco que era ensinado era logo esquecido e todo ano se voltava a estaca zero para aprender o verbo “to be”. Mas parecia pouco para justificar o nosso baixo nível de conhecimento, e aprofundando a pesquisa descobri que o perfil do profissional e o sistema de ensino são diferentes nos aspectos básicos, ou seja, na Alemanha, por exemplo, um professor de línguas, mesmo do ensino primário, tem que ter formação e experiência comprovada da língua, ou seja, precisa ter vivido pelo menos um ano no país (ou países) da língua que deseja ensinar. Outra característica é que durante a aula é permitido utilizar somente a língua que se está aprendendo. O professor não fala ou aceita outra língua. Na Itália e Alemanha existem universidades em que os cursos são ministrados em mais de uma língua. O aluno escolhe disciplinas sabendo qual a língua na qual a mesma será oferecida. Também existem convênios de universidades internacionais com escola de línguas locais para oferecer cursos específicos para a elevação do nível do conhecimento na língua dos estudantes estrangeiros que porventura desejam fazer seus cursos nas mesmas. Esses cursos são pré-requisito para que o aceite nas universidades. Para os pais, revejam os critérios de escolha da escola que irá formar seu filho. Veja se ele está preparado para enfrentar os desafios de um mercado global. E não adianta achar que quando precisar ele irá aprender. Quanto mais jovem, mais fácil desenvolver as vias mentais que facilitaram o aprendizado de línguas. Arcione Ferreira Viagi é consultor empresarial. Contato: vitalconsultoria@gmail.com Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 31


Social Pindamonhangaba

No mundo dos negócios, o amanhã começa hoje.

DHF Quality - Smart Office

Fotos: will anraku

No dia 16 de dezembro a Construtora e Incorporadora DHF Quality entregou o primeiro prédio de alto padrão de Pindamonhangaba "Smart Office" - com 53 metros de altura, 143 salas comerciais flexíveis - de 39 a 650 m², é o segundo edifício do Brasil construído com estrutura metálica tubular. "Smart Office" foi projetado para ser um marco na arquitetura da cidade.

SALAS PRONTAS DE

Rodrigo Hunnicutt, Mariano Braga e Elias Almeida

38m² a 58m²

Alan Gummo, Silvânia Dias, Ivone Cortezi e Giovanni Romão

Cris Neves, Raquel Rodrigues e Nayandra Albessu

Fabrício Vitalli e Rogerio Vitalli

Sonia Sumihiro e Daniel Sumihiro

dlgf

ESTRATÉGIA COMUNICAÇÃO MARKETING

| www.dlgf.com.br

Naty Albessu e Fábio Freire

Rodrigo Hunnicutt, Henrique Silva

www.dhfquality.com.br

Karen Torres Louza e Fábio Freire

32 | Vitti | revistavitti.com.br

Márcia Ataíde e Gerson Ataíde

Flávio Costa e Silva eRodrigo Hunnicutt

Janeiro, 2015

CONHEÇA O EMPREENDIMENTO EXCLUSIVO PARA OS PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE BUSCAM CONFORTO, SEGURANÇA, PRATICIDADE E SOFISTICAÇÃO. Janeiro, 2015

Acesse pelo celular:

R. Equador, 254 Jd. das Nações Taubaté/SP | (12) 3622-5077 revistavitti.com.br | Vitti | 33


Opinião

Reação sintomática à regulação da mídia

M

Por Paulo Moreira Leite

enos de 72 horas depois da posse de Ricardo Berzoini no Ministério das Comunicações, o esforço do governo Dilma para colocar o debate sobre a democratização da mídia na ordem do dia começa a dar os primeiros frutos. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), candidato a vice-presidente na chapa derrotada de Aécio Neves, foi obrigado a entrar na briga. O eleitor aplaude e o país agradece. Poderá comparar opiniões e projetos diferentes e até opostos. Verdade que, sem sacrificar o espírito combativo que é sua marca, o senador poderia ser mais preciso em suas palavras. Aloysio Nunes chama o debate sobre a democratização da mídia de “tentativa criminosa” de controlar o trabalho dos jornalistas. Diz que é uma ameaça a “liberdade de expressão,” cuja defesa define com a “prioridade das prioridades.”. A verdade é que todo mundo tem o direito de pensar como quiser, mas é difícil entender o que pode haver de criminoso no esforço de cumprir, por exemplo, o artigo 220 da Constituição federal. Ali se diz, em seu parágrafo segundo, que é “vedada toda censura política, artística ou religiosa.”. No mesmo artigo, apenas dois parágrafos adiante, se afirma que os meios de comunicação “não podem ser objeto de monopólio ou de oligopólio”. O que pode haver de criminoso nesse debate? Com estes artigos, os constituintes de 1988 apenas definiram uma verdade fundamental para o destino do país: sem pluralidade, sem expressar o debate de ideias das várias camadas da sociedade, não se consegue cumprir o parágrafo que 34 | Vitti | revistavitti.com.br

proíbe a censura. Esta é o ponto - e daí vem a importância de uma discussão que não começou ontem. Há menos de um mês o jornalista João Paulo Cunha foi forçado a pedir demissão do jornal Estado de Minas. Seu crime? Escrever um artigo crítico sobre a postura de Aécio Neves após a derrota na eleição presidencial. O caso é lamentável, mas está

longe de constituir uma novidade. Em 1982, o genial Millor Fernandes deixou a revista Veja porque não abria mão de fazer imagens favoráveis a Leonel Brizola, um velho inimigo da casa. Pouco depois, o mesmo aconteceu com outro gênio, Henfil, esvaziado na IstoÉ depois que passou a defender o boicote ao Colégio Eleitoral que iria escolher - por via indireta - o governador Tancredo Neves para presidente da República. A lista de censurados e excluídos é longa - basta consultar os arquivos. E olhe que estamos falando de casos simbólicos, que ajudam a ter uma ideia de um fenômeno geral. O foco no debate sobre a democratização da mídia nem envolve jornais nem revistas - mas emissoras de rádio, TV e demais concessões públicas, onde o controle de opinião e da informação é ainda mais rigoroso, o acesso mais exclusivo e fechado. Ninguém quer retirar a liberdade de expressão de quem já tem. O que se quer é que os excluídos tenham um lugar para se expressar. Isso porque a liberdade não é um discurso - mas uma prioridade, mesmo. Na dúvida, cabe perguntar se é inaceitável viver num país onde, conforme o levantamento do Manchetômetro, a candidata Dilma Rousseff recebeu, na campanha de 2014, 25 notícias negativas para 1 positiva. Isso é liberdade? Democracia? O debate envolve ampliar a liberdade - ou manter um regime para os privilegiados e seus amigos de sempre. Paulo Moreira Leite é jornalista. Artigo originalmente publicado no blog www. paulomoreiraleite.com Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 35


Social Taubaté

Night Fever

Fotos: ANDRÉ GUISARD / LUIZINHO

Mais uma noite de sucesso embalada pelos sucessos das décadas de 70, 80 e 90 no Taubaté Country Club.

36 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 37


Social Taubaté

Noite de Natal Danelli

Fotos: will anraku

Aconteceu na noite de 17 de dezembro a segunda edição da Noite de Natal Danelli, em Taubaté. O evento contou com a brilhante apresentação do coral de crianças e adolescentes da SOAPRO, apresentando lindas canções natalinas.

Sr. Hodges Danelli Filho

Sr. Hodges Danelli Filho, Sr. Arthur de Biasi e Sra. Terezinha

Coral SOAPRO

38 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 39


Foto: Moniccue Alves

Colar: Priorité | Look: Proposital Dia

Maquiagem

Todos a Bordo Férias, como é interessante o tempo sem as suas horas

40 | Vitti | revistavitti.com.br

E

Por Juliana Peloggia

está aberta a temporada das nossas tão esperadas e sonhadas férias. Costumo dizer que às vezes planejamos nossas férias com mais cuidado com que planejamos nossa vida, pois, às vezes fugir é o melhor caminho. Fugir dos problemas, da correria do dia a dia, do trabalho, das pessoas e de nós mesmos. Quando viajamos, podemos ser quem quisermos, pois viajar é estar aberto ao novo, aos outros e a ver a vida com outros olhos. Portanto, independente do lugar escolhido esteja preparada para o seu novo, e isso implica se preparar, se arrumar, se embelezar, não no intuito de ser outra pessoa, mas sim uma mesma pessoa só que melhor, mais bonita, de acordo com seu lugar favorito no mundo. E como se preparar para estar gata, “estilosa” e “bacanuda” em suas férias? Minha dica é que você seja prática na escolha da maquiagem e acessórios, pois estes sim fazem uma grande diferença, principalmente na hora das fotos. Opte sempre por uma base já com filtro solar (muito importante) e de textura Matte, esta vai ficar sequinha e durar o dia todo. Lápis de olho cremoso e à prova d’água servem para delinear e esfumar simultaneamente, o que vai deixar seu olhar marcante, sem borrados e sem ficar com aquela cara suada e acabada depois de um dia de compras ou passeio. Os cabelos são sempre um problema, então lance mão de chapéus estilizados, de várias cores e formatos, você pode utilizá-los com rabo de cavalo, coques e tranças laterais e até mesmo soltos sem escova à lá hippie chic, que está super na moda. O importante é ter com você o mesmo cuidado que teve ao programar suas férias, estando linda e combinando perfeitamente com o cenário seja praia, campo, metrópole ou montanha. É você linda na foto em qualquer ocasião. Boas férias! Janeiro, 2015

LUZDALUA.COM.BR

Janeiro, 2015

AV. BARÃO DO RIO BRANCO, 1068 - SÃO JOSÉ DOS CAMPOS | F: 3209.8418 AV. CAPITÃO MANOEL RUDGE, 787 - MOGI DAS CRUZES | F: 11 4312.1787 TRAVESSA MARQUES DE HERVAL, 10 - PINDA | F: 3527.0710 revistavitti.com.br | Vitti | 41


Social Taubaté

Socorro in Foco Amaro Correia

Por Socorro Pinto helpkoka@hotmail.com

Raimundo Nonato, Gisele Melo e Daniel Santos Muito glamour marcou mais um “Prêmio Destaque Brasil”, evento realizado pelo colunista social Raimundo Nonato. A edição 2014 da premiação foi um enorme sucesso com destaque para os musicos Gisele e Daniel que encantaram e emocionaram a todos com suas belissimas vozes.

Samantha Vieira, Marcela Barbosa, Danielle Martins, Roberta Caroline Almeida e Daniela Rodrigues No dia 13 de dezembro a bela Roberta comemorou seu aniversário numa animada noite na balada ao lado de suas amigas. Parabéns e muitas felicidades!

Luizinho

Rubia e Apolo conferiram de perto o delicioso jantar oferecido pelo grupo Pão de Açucar e Revista Vitti. Bons vinhos e boa música foram o principal tempero deste evento que de quebra ofereceu uma maravilhosa palestra sobre espumantes pelo enólogo Carlos Cabral.

Apolo de Carvalho e Rubia Rangel No dia 30 de novembro foi oferecido um brunch de ação de graças ao som do grupo 8 Notas. Parte da renda foi revertida à fundação Dom Couto - fundação filantrópica responsável por muitas obras de caridade realizadas em Taubaté.

Dom Carmo, Lilian Mansur e José Rui Camargo

42 | Vitti | revistavitti.com.br

C o l e ç õ e s C o m at é

50%

OFF para voCê

arrasar no verão.

Adriana França M. Carvalho e Roni A. Carvalho O casal Roni e Adriana curtiu uma romântica noite em Campos do Jordão e saborearam um delicioso jantar na companhia de amigos com muita alegria, descontração e bons vinhos.

1 OU 2 PEÇAS

3

à viStA OU 25% A PrAzO

à viStA OU 35% A PrAzO

30%

P E Ç A S

40%

4 PEÇAS OU MAiS

50%

à viStA OU 45% A PrAzO

BoBstore / Le Lis BLanc / caLvin KLein / sergio K / Bo.Bô / DasLu eLLus / John John / tigresse / rosa chÁ / 284 / caos

Renan Indiani Vieira, Cidinha Barbosa e Eliani Indiani No dia 4 de dezembro foi realizado o Show do padre Fábio de Melo. Muita Fé e emoção marcaram esse dia que reuniu amigos, fãs e devotos, dentre eles a querida Eliani e sua familia. Janeiro, 2015

*

(12) 3682-1277 Av. ItálIA, 219 - tAubAté /vItAllIlojA Janeiro, 2015

*Em até 4x com parcela mínima de R$100,00

revistavitti.com.br | Vitti | 43


Eventos e Confraternizações

Ponto de Vista

O Brasil do faz de conta

A

Por Carlos Marcondes

polêmica, envolvendo a suspensão do patrocínio do Banco do Brasil à Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), ilustra bem o estilo de governo, calcado em factóides, que temos atualmente. A pouco mais de 500 dias do início dos Jogos Olímpicos do Rio, o vôlei é considerado chave para o Brasil chegar à meta de ao menos 27 medalhas e um lugar no “Top 10” geral. Na História, vôlei de quadra e praia têm 20 pódios olímpicos. O Banco suspendeu o patrocínio, cujo prazo teria duração até 30 de abril de 2017, após relatório da Controladoria Geral da União (CGU) comprovar irregularidades na gestão de dinheiro público na Confederação Brasileira de Voleibol (CBV). Ocorre, entretanto, que o patrocínio em questão iniciou em 1991, há 23 anos; desde então, a história de vitórias do vôlei

brasileiro deixa clara a situação de antes e depois do patrocínio do Banco do Brasil. Em março de 2014, a CGU determinou abertura de investigação sobre contratos firmados entre a CBV e o Banco, de 2010 a 2013, na gestão do ex-presidente Ary Graça Filho, hoje mandatário da Federação Internacional do Vôlei (FIVB). O relatório preliminar da CGU apontou “gerenciamento impróprio” em que houve “aumento desproporcional de despesas administrativas e operacionais em comparação com a diminuição das despesas com atletas e comissão técnica, inclusive com o bônus de performance” pago pelo Banco do Brasil. Isto significa que parte do dinheiro ganho pela CBV não chegou aos jogadores e técnicos, além de denúncias de fraudes e favorecimento - a parentes ou pessoas estritamente ligadas à CBV - em contratos. Realmente não se pode tapar o sol com a peneira; que se punam os responsáveis.

Aniversários

Palestras

Casamentos

Noivados

Batizados

Porém, retirar um patrocínio, do qual a Seleção Nacional de Vôlei depende, é algo que chega a ser insano neste momento em que antecede o maior evento esportivo do planeta e que será realizado na nossa casa. Tal atitude, que mais se parece com um factóide criado para desviar a atenção de roubalheiras generalizadas em todas as esferas do Governo Federal, remete-nos àquela piada em que o marido, ao ter descoberto que a esposa o traía no sofá da sala de casa, tomou uma providência drástica: VENDEU O SOFÁ, retirando-o, portanto, da sala. Este, infelizmente, é o estilo de governo que temos...

Santa Figueira RESTAUR ANTE

Ambiente informal para a sua confraternização! Com serviços que se moldam a sua necessidade. Cardápios personalizados, de Pizzas, Petiscos do Bar e À La Carte. Com equipe especializada e estacionamento. Agora também servimos em sua casa. Faça uma visita e conheça melhor nossos serviços. Horários Flexíveis e preços especiais para grupos.

Pç. Pe. Luiz Balmes, 120 | Centro Tremembé 44 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

(12)

3674-1400

Janeiro, 2015

santafigueira

@santafigueira

revistavitti.com.br | Vitti | 45


Social Taubaté

RENOVE ESPERANÇAS, CRIE MOMENTOS E ESCREVA LEMBRANÇAS.

Flash

Por José Luiz de Almeida luizinho-cafe@hotmail.com facebook.com/luizinholanches

FAÇA O ROTEIRO DA SUA VIDA. A PERSIANA & CIA TEM O CENÁRIO PERFEITO.

FELIZ 2015. A bela Marcia Toledo, defensora dos direitos animais contra maus tratos e abandono, conferindo a foto da campanha Chic é Adotar, com a sua sobrinha Maria Luiza, no Taubaté Shopping.

A família de argentinos Gaston, Celso, Mercedes e Augustin Campana inauguraram na Av. Italia a mais nova sorveteria da cidade a Amici Gelato. Parabéns aos donos. Vida longa.

As gatíssimas Flávia, Aline e Martinha Chic é Adotar. Organizadora da campanha Chic é Adotar. Organizadora da campanha só no charme do L de Luizinho no Spazio Amelia Mussi feliz com a exposição em Amelia Mussi feliz com a exposição em Pubblico! prol dos animais no Taubaté Shopping. prol dos animais no Taubaté Shopping.

TAUBATÉ - Rua do Sacramento, 266 Centro - (12) 3621.8633 GUARATINGUETÁ - Av. Min. Urbano Marcondes, 48 Vila Paraíba - (12) 3126.3376 Em noite de comemoração Telma Fortunato brindou o aniversário da amiga Ju Campello que rolou até altas horas com muita zumba. Parabéns querida, mil felicidades! 46 | Vitti | revistavitti.com.br

Natal com as minhas filhas amadas Vallentina, Vitória e o presépio que montamos em minha casa desde 1962. Desejamos um ano cheio de bençãos e luz. Feliz 2015!

Os festeiros Nara Nasser e Andre Fleming que fecharam o ano com chave de ouro. Parabéns aos sócios.

Janeiro, 2015

/PersianaCia - www.persianaciavale.com.br

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 47


Comportamento

Quem Quer Dinheiro?

Entenda a importância da conversa entre pais e filhos sobre a utilidade do dinheiro em nossas vidas

S

Por Andreza Manfredini

e educar os filhos para a vida é o sonho que acalentam muitas famílias, educar financeiramente, sem dúvida alguma, faz parte dessa missão. No entanto, ainda se percebe que é algo relegado a segundo plano, característico, talvez, de países emergentes. Considero de suma importância os pais conversarem com os filhos sobre a utilidade do dinheiro na vida das pessoas. Educar financeiramente é um dever da família com os filhos e com a sociedade. A conversa é um meio facilitador de expor pensamentos, ideias e sentimentos para o outro, sendo possível chegar a um novo entendimento, tendo a possibilidade de fazermos o mundo de outra forma. Ao se tratar de educação de filhos, os pais e, ao longo do desenvolvimento infantil, a escola, fazem muita diferença na vida das crianças quando explicam e ensinam a forma de como tem que atuar no mundo. O dinheiro é algo inerente em nossas relações desde quando nascemos até a morte e precisamos criar condições de lidar com ele de uma maneira mais ética e responsável e, este ensinamento começa desde a tenra idade. Dependendo da idade da criança, os pais devem buscar recursos de imagens ou de linguagem que os auxiliem a facilitar o entendimento daquilo que pretendem conversar com os filhos. Para crian-

48 | Vitti | revistavitti.com.br

ças pequenas, uma boa estratégia seria comparar o dinheiro a qualquer objeto cuja utilidade esteja associada a outro. Uma ponte ou uma ferramenta são boas imagens para explicar à criança o que é dinheiro, pois as duas são ferramentas que auxiliam as pessoas a chegar ou a conquistar o que tem em mente. Tal qual uma pequena pá, que ajuda a criança a construir seus castelinhos na areia, assim também acontece com o dinheiro, que ajuda as pessoas adultas a obterem aquilo que desejam. Outro conceito que deve ser conversado com as crianças seria o de que o dinheiro, entre outras funções, serve para melhorar cada vez mais nossa qualidade de vida. É extremamente salutar que o pais auxiliem a família na desconstrução da ideia de que a busca de dinheiro seja ruim, o que deve ser trabalhado é a forma de obtê-lo. Por outro lado, também é educativo e de bom senso conversar com a criança que existem sonhos que não precisam exatamente de dinheiro para ser realizados, mas que podem ser perseguidos, como encontrar a pessoa cer-

ta para se casar, construir uma família, ter um hobby, cultivar amizades, criar o hábito de desempenhar um trabalho voluntário ou, ainda, investir numa busca de crescimento espiritual, entre outros sonhos mais próximos da criança e/ou de sua família. Erroneamente algumas pessoas acreditam que aqueles que possuem maior quantidade de dinheiro, teoricamente, tem maiores chances de obter o que desejam. Caso isso fosse verdade, a demanda para o atendimento psicológico nas camadas economicamente mais favorecidas não seria tão intensa. Tal equívoco só pode ser compreendido se felicidade for considerada somente como a realização de sonhos que possam ser adquiridos financeiramente. Nesse sentido é fácil compreender porque não está associada a dinheiro nos ditados populares. Entretanto, é possível que essa crítica que popularmente se faz ao dinheiro seja uma maneira de elaborar a questão do acesso ao dinheiro pelas camadas sociais historicamente desfavorecidas. Nesse sentido, dimensionar corretamente para a criança o conceito e a finalidade do dinheiro é o primeiro passo para ensiná-la a como lidar com ele, independentemente de seu nível socioeconômico. Andreza Maria Neves Manfredini é Psicóloga. CRP: 06/74.380. Contato: andreza.m@uol.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 49


Social Caçapava

Caleidoscópio DIEGO FRIGO

Por Anna Dennz annadennz@hotmail.com

Gui Dall e Mariana Grandi

Daniel e Karina Rotband passaram a virada de ano na Bahia no Resort Reserva Imbassai, onde também brindaram as bodas de estanho.

Brunette e Glauber Em férias no Brasil, o fotógrafo Glauber Bassi reencontrou a amiga e cliente Brunette Fraccaroli, durante casamento da filha do arquiteto Léo Shehtman no Clube Hebraica. O jornalista Gustavo Siqueira em comemoração tripa celebrou e recebeu com tapete vermelho convidados de vários lugares do pais, os seus 20 anos de mídia impressa, quinze de televisão e 32 de idade.

JEFFERSON SEVERINO

O casal Marina Grandi e Gui Dall Onder escolheu o chiquérrimo Hotel & SPA do Vinho para selar a união e receber com alto estilo os convidados para o especial e sonhado dia do sim.

Daniel e Karina

Gustavo Siqueira

Recém-chegados e casados com muitas festas em Las Vegas, Meire e Valério Junqueira Vieira passaram a virada no elegante JAPY Golf Club em Cabreúva.

50 | Vitti | revistavitti.com.br

JEFFERSON SEVERINO

Valério e Meire

Esta colunista em registro com os convidados Vips da festa #GustavoSiqueiraCelebrity# o ator Sebah Vieira, a artista plástica Suzy Fukushima e o badalado designer de sapatos Fernando Pires.

Sebah, Suzy, Anna Dennz e Fernando Pires

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 51


Opinião

Socorro, onde vamos parar?

U

Por Murilo Baracho

ltimamente, parte dos vídeos cômicos - costumeiros das redes sociais - trazem as mães e avós que não embarcaram na “geração android”, se desesperando pela falta de atenção dos filhos que não desgrudam do celular. Como compuseram Alceu Valença e Zé Ramalho: “O povo foge da ignorância / Apesar de viver tão perto dela / E sonham com melhores tempos idos / Contemplam esta vida numa cela” (trecho de “Admirável Gado Novo”). Realmente estamos presos ao uso das novas tecnologias. Ter perfis em redes sociais e determinados aplicativos já é um item crítico e básico para a vida, por mais absurdo que possa parecer. De acordo com uma pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada na segunda quinzena de dezembro do ano passado, 64% dos domicílios brasileiros em situação de insegurança alimentar grave (privação de alimentos para adultos e crianças) têm celular, segundo dados da Pnad 2013 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios). Como comunicólogo, posso afirmar que chega a ser maravilhosa a capacidade de expansão dos meios de comunicação na vida das pessoas, mas como indivíduo, é assustador ver a forma como as pessoas priorizam os elementos da vida. Comunicação, quando efetiva, é sim a principal fonte para a informação e complemento direto para a educação e, consequentemente, para o progresso de uma sociedade, mas, antes de tudo é preciso suprir o que tradicionalmente é tido como o básico para uma vida tranquila. É claro que não estou alheio a essa situação, também passo o dia todo atento ao celular, sempre on-line, mas com consciência do que devemos valorizar. As pessoas têm se tornado mais intoleráveis. Ninguém mais conversa pessoalmente, e os papos assim, como quem não

52 | Vitti | revistavitti.com.br

quer nada no ponto de ônibus, por exemplo, ficam por conta do pessoal que não liga para celular. Mas e quando formos parte de uma geração complemente dominada pelas novas tecnologias? Onde vamos parar? Tem sido muito comum a diminuição do uso de telefones fixos no Brasil. Mais de 30 milhões de brasileiros já são adeptos apenas dos aparelhos móveis, segundo o IBGE. Junto com essa movimentação, caem também o número de ligações (ato de telefonar) entre as pessoas. Pare para pensar. A geração da TV em preto e branco reclama da falta de atenção dos jovens de hoje; as pessoas estão perdendo o hábito de se falarem por telefone; as relações sociais tem se tornado alvo da impaciência. Diante disso, aonde realmente vamos parar?

Podemos sim, e devemos incentivar o progresso da comunicação no Brasil e no mundo, mas acima de tudo precisamos zelar pelo “corpo a corpo”, pelo bate-papo, as conversas do cotidiano e até os assuntos sem compromisso que surgem com os estranhos por aí. Enquanto mergulhamos nas novidades e nos contatos através do mundo virtual, devemos ter a mente aberta e uma corda amarrada nos pés, fazendo com que não nos esqueçamos da real importância do diálogo com palavras, gestos, expressões artísticas e todas as outras formas que mantém viva a consciência coletiva do mundo como mistura de culturas, valores e tradições que não podem se extinguir. Murilo Baracho é jornalista. Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 53


Social Guará

On Air

Por Carol Kfouri carolinak.jor@gmail.com www.facebook.com/carol.kfouri

Marilia Lafratta e Kristina

Davide Cappellini e Carlos Eduardo Alves durante jantar semi-festivo na sede do Rotary Club “Terra das Garças” em Guaratinguetá.

Renata Lobo com a filha Ana Luisa curtindo o Natal em família! 54 | Vitti | revistavitti.com.br

Michel Kfouri levou para casa o troféu de campeão na categoria master da Copa Litoral de Musculação e fechou o ano com chave de ouro. Parabéns!

O casal Kristina e Felipe Lafratta aguardam a chegada da primeira filha, Zara. Na foto, a futura avó, Marilia Lafratta, curte essa nova etapa com a nora. Marcus Soliva começou o ano ao lado da família! Com a princesa Laís no colo e sua esposa Andrea, deu boas vindas a 2015!

A todos os leitores, amigos e equipe, desejo a vocês um ano novo repleto de conquistas, muita força para seguir em frente, persistência para lutar pelos objetivos almejados e muito amor. Salute! Carol Kfouri. (Itália, 2015). Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 55


Arte

O Legado de Emilio Goeldi

E

Por Lani Goeldi

mílio Augusto Goeldi nasceu na Suíça em 28 de agosto de 1859. Zoólogo e naturalista, chegou ao Brasil aos 25 anos à convite de D. Pedro II para desempenhar suas funções no Museu de História Natural do Rio de Janeiro. Apaixonou-se pelo Brasil e acabou se casando com uma carioca, Adelina Meyer, com quem teve sete filhos, quatro homens e três mulheres, sendo seis nascidos no Brasil com exceção do mais novo, Edgar Goeldi, único inclusive que também seguiu a carreira de seu pai. Devido ao brilhante trabalho realizado no Rio de Janeiro, foi convidado a dirigir o Museu Paraense, que estava em plena decadência. Este trabalho lhe rendeu os louros de uma história cuja glória e o fantástico acervo vivo é conservado nas dependências do Museu paraense Emilio Goeldi. Quando Emilio chegou a Belém (PA), percebeu que a vasta fauna e flora amazônica eram partes imprescindíveis do Museu e por isso determinou que todas as aves empalhadas e mal conservadas do antigo Museu Paraense fossem enviadas para a Suíça. Esta atitude desagradou a muitos, mas fez com que o acervo fosse preservado para as futuras gerações fazendo hoje parte do acervo do Museu de História Natural de Berna – Suíça. Tantas descobertas, aventuras, dias e dias em plena floresta fizeram com que Emilio Goeldi adquirisse febre amarela e mais tarde viria a falecer, em 5 de julho de 1917, vítima de um ataque cardíaco. Sua esposa e filhos voltaram ao Brasil, com suas cinzas. Retomaram suas vidas e buscaram caminhos diversos. Hoje todos já se foram, mas os valores, as escolhas e ensinamentos do grande mestre Emilio Goeldi permanecem guardados nas dependências do Museu Paraense Emilio Goeldi, no Museu de História Natural de Berna e parte de sua história é preservada pelo Projeto Goeldi, situado na cidade de Taubaté. 56 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 57


Social Campos do Jordão

Por Guilherme Martini gdmartinineto@gmail.com

FOTOs: Graciele

Campos Acontece

Daniel Baldacci e Luiz Padovan Paulo de Tarso, Silvio Camargo, Graciele Keri Bellini e Ayrton Camargo

Roselaine Dantas do Nascimento e Sergio Junqueira Antunes Campos do Jordão conquistou 3 importantes prêmios na celebração que ocorreu em São Paulo. Foram 2 Jacarés de Ouro na categoria de Espaço para Eventos de Pequeno e Médio Porte - Nacional e Região Sudeste (Campos do Jordão Convention Center) e um Jacaré de Prata como Melhor Destino para Eventos de Pequeno e Médio Porte Região Sudeste.

Ayrton Camargo, Graciele Keri Bellini e Silvio Camargo Aconteceu no dia 6 de dezembro a comemoração do Centenário da EFCJ-Estrada de Ferro de Campos do Jordão. A Vila de Natal de Campos do Jordão aconteceu de 29 de novembro a 4 de janeiro de 2015 e trouxe muitas alegrias aos munícipes e turistas.

Responsáveis: Gloria Alvarez Bravin e Renata Carneiro

58 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 59


Reflexão

Saúde

Despertando o coração em contato com a energia do “eu divino”

C

Por Juliana Bueno

omo já sabemos, os sentimentos são importantes, somos dominados (para o bem ou para o mal) pelas nossas emoções e passamos uma boa parte do nosso tempo tentando entendê-las, se possível controlá-las e, se necessário, curá-las. Talvez por isso mesmo fugimos delas sempre que possível, e o que é pior, as camuflamos com todo o tipo de racionalidade. No quatro dias em que estive fazendo um curso em São Paulo, este tipo de processo ficou claro, assim como alguns caminhos fantásticos e eficientes para abandonar esta defesa, esta “blindagem”, enfrentando com amor, coragem e humildade os sentimentos em todos os níveis, principalmente os mais profundos, onde então a alma se impõe e a sua verdade finalmente chega até nós. No curso “O Despertar do Coração Iluminado”, os exercícios (meditação, visualização, vivências terapêuticas) são muitos. Parece ser necessário treinar técnicas especiais para que aconteça o reencontro com nossos sentimentos, despertando a capacidade de amar, o desejo de união, a consciência de que aqui na Terra somos filhos do mesmo Pai e realmente somos todos irmãos. Em alguns momentos, com todo o efeito dos exercícios com as músicas maravilhosas que ouvíamos, os sentimentos 60 | Vitti | revistavitti.com.br

se tornavam tão fortes que poder-se-ia pensar, “é melhor ir embora, não vou aguentar!”. Este pode ser o “despertar dolorido”, repleto de medos, culpas e frustrações que não queremos enfrentar, não desta forma, talvez apoiados na racionalidade e na intelectualidade, ainda que saibamos o quanto este tipo de enfrentamento é frágil e mentiroso. Este “despertar” é o grande objetivo do curso, lembrando aqui o mais importante: ele vai acontecer no coração iluminado, neste coração que queremos finalmente acreditar. Quando esta confiança acontece, a vontade de continuar se torna forte, por mais doloridas que possam ser as emoções e lembranças que incomodam, ou os conflitos mal resolvidos. Tudo isso será sentido e compreendido de uma outra maneira. E foi esta nova maneira de sentir e compreender as dores e tristezas do coração que nos levou ao segredo maior: “o pequeno espaço do coração”, uma paisagem linda e perfeita que todos nós possuímos e nela precisamos aprender a entrar e a permanecer, principalmente nos momentos mais difíceis de nossa existência na Terra. No curso, a união entre todos nós finalmente aconteceu. Afinal, somos tão iguais e sofremos por motivos tão parecidos. A despedida é triste. Conseguimos descobrir o quanto somos capazes de amar, descobrimos a bondade, o amor e a

paz em cada um daqueles que estiveram conosco durante os quatro dias. Para entender melhor este curso e se possível fazê-lo um dia, aconselho a leitura do livro do escritor, cientista e místico Drunvaldo Melquisedeck - “Vivendo no coração” (editora Pensamento). Depois de ler este livro, você poderá ter um autentico interesse pelo curso. Para saber mais sobre o assunto, acesse os site www.flordavida.com.br. Se você lê em inglês, acesse também o site do próprio autor: www.drunvaldo.net. Em algum momento na sua vida este livro ou este curso chegará até você. Tentei passar aqui aquilo que me pareceu o mais importante, existe muito mais. Mas você sentirá a importância desta matéria e se isso acontecer seu coração falará mais alto. Siga a sua orientação. E procure encontrar de todas as formas possíveis, o “pequeno espaço sagrado” onde as verdades do coração se encontram com a Luz da alma, e tudo passa a ser compreendido e sentido de outra maneira. Você perceberá então, assim como eu, a importância desta descoberta, ela o ajudará a despertar, acompanhando os movimentos, a Luz, a energia desse seu novo coração.

Criolipólise

A técnica de congelamento para reduzir a gordura localizada

E

Por Fernanda Almeida

ste tratamento é uma ótima opção para quem quer eliminar a gordura localizada em uma única sessão e se preparar para o verão. A Criolipólise surgiu de pesquisas realizadas em Harvard pela equipe do Dr. Rox Anderson, em 2009, baseados em estudos publicados.

O tratamento combate de 25 a 30% da gordura localizada por meio do congelamento das células lipídicas. Esse foi o primeiro tratamento de redução de gordura sem cirurgia não invasivo aprovado pelo FDA (Food and Drug ADMINISTRATION). O equipamento realiza um resfriamento controlado de regiões especificas, com gordura localizada. Essa tecnologia também tem registro na ANVISA.

Não é milagre, é ciência! A Criolipólise é um tratamento de altíssima qualidade, embasado na ciência, um trabalho de alto nível e com resultado indiscutível, uma aplicação bem feita, com conhecimento, é o que nos proporciona resultados reais. O pós-Criolipólise também é de extrema importância, pois assim potencializamos ainda mais os resultados.

Juliana Bueno é jornalista e escritora. Seu mais recente livro “Passageiros da Nave Terra” (Besouro Box) pode ser encontrado nas livrarias de sua cidade, ou pelo site: www.besourobox.com.br Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 61


Sáude

As doenças do Verão Por Dr. Érico Pampado Di Santis

C

hegamos ao esperado verão. Férias, descanso, viagens, praia, piscina e sol, muito sol. E será ele realmente o vilão das nossas férias? Não é bem assim. Pelo contrário, o sol é nossa vida, nossa alegria, nossa real fonte de energia e quando ele não aparece, muitos se entristecem. Então qual a equação para aproveitar do sol sem prejudicar a saúde? Vamos iniciar com o horário. Das 10 até às 16 horas (sem considerar o horário de verão) é o período que há a maior quantidade da radiação ultravioleta B (UvB), a qual é emitida pelo sol. O UvB é a radiação que está muito envolvida com o câncer de pele. Antes das 10 horas e após as 16 horas o índice de UvB está mais baixo, permitindo assim uma exposição mais segura. Esta exposição mais segura se completa com cuidados simples: uso de loções com fator de proteção solar no mínimo 30 para UvB e pelo menos 1/3 contra UvA, uso de chapéus, óculos escuros, e até mesmo roupas com fator de proteção solar.

62 | Vitti | revistavitti.com.br

O descuido pode levar agudamente a queimaduras até com formação de bolhas e a nova exposição ao sol pode manchar a pele ou desenvolver o temido câncer da pele. E fora o sol, quais os outros riscos? Bicho geográfico, ou larva migrans, é um parasita que entra na epiderme e caminha fazendo túneis e “botando” seus ovos. Comum nos pés, nas mãos ou no “bumbum” das crianças que se sentam na areia sem proteção. Cuidado com as praias ou caixas de areia por onde passam cães ou gatos. Micose: outra doença infecciosa. Esta causada por fungos. Shorts molhados, umidade excessiva, são fatores que favorecem o crescimento desses agentes em nossa pele. As micoses nas virilhas são mais comuns nos homens. Há também as frieiras, que podem ser adquiridas em praias ou piscinas. Por último, cuidado com as crianças alérgicas, e também atenção às dermatites de contato após a tatuagem de hena. Desejo a todos os fiéis leitores um 2015 repleto de saúde e de paz. Agradeço pelo

ano de 2014, os e-mails carinhosos, o interesse por esta coluna e a credibilidade depositada no meu trabalho.

Bolhas causadas por exposição indevida ao sol

Manchas na pele

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 63


Ambiente Construído

Reutilização e Reciclagem de Resíduos Sólidos da Construção Civil

A

Por Adilson Peloggia e Luiz Gustavo Fagundes

geração de uma grande quantidade de resíduos sólidos por parte das empresas de construção civil e engenharia podem e devem ser reaproveitados, reciclados e/ou reutilizados. As atividades da construção civil e afins devem contemplar o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, visando a geração desses resíduos, bem como promover a redução de gastos com seus tratamentos e disposição final, com isto, estará economizando e tendo como fator logístico a melhoria na sua produção. Nas obras referentes às construções civis realizadas nas cidades e municípios brasileiros verifica-se a geração de uma grande quantidade de entulho. A destinação inadequada por desconhecimento técnico e científico fica patente um desperdício irracional de material: desde a sua extração, passando pelo seu transporte e chegando à sua utilização na obra. Por outro lado, existe um ponto preocupante nessa questão que é a não realização da segregação desses materiais que vão para descarte, gerando uma contaminação localizada desses materiais que poderiam ser reciclados e novamente

64 | Vitti | revistavitti.com.br

empregados nas obras de engenharia. A não observação das Normas e Leis pertinentes e vigentes acarreta uma ação irracional e é distribuído por toda a sociedade, não só pelo aumento do custo final das construções como também pelos custos de remoção e tratamento do entulho. Na sua maioria, esse resíduo é retirado da obra e disposto clandestinamente em locais como terrenos baldios, margens ciliares de rios, córregos, riachos, etc. Ou ainda ao longo das ruas das periferias, gerando problemas sócio-ambientais e jurídicos, como por exemplo a contaminação do solo e dos mananciais por gesso, tintas e solventes, cimento e argamassas. Analogamente às reações desses setores notamos que existe uma dificuldade muito grande por parte das empresas e governos municipais em criar e gerir mecanismos para processamentos eficazes, capazes de: 1) nortear e conduzir o uso mais inteligente dos materiais procedentes das frentes de trabalho, visando com isso uma redução no volume de material a ser descartado; 2) contribuir com a segregação dos resíduos in loco, de modo a facilitar o seu reuso posterior e 3) realizar e controlar com a utilização de planilhas e gráficos a disposição do que não pode ser submetido a processos de reciclagem

ou reuso direto em locais apropriados, diminuindo com isso o surgimento de áreas clandestinas de bota-fora, que ocorrem em muitas vezes em APP (áreas de preservação ambiental). De acordo com o Prof. Luiz Gustavo, especialista em Gerência de Produção e Tecnologia, o gerenciamento dos procedimentos referentes a estas ações que podem interferir no Meio Ambiente, faz com que um exame de consciência seja feito obrigatoriamente sobre nossa conduta humana, de “reciclar” antigos hábitos domiciliares (jogar fora) e adaptá-los ao nosso conceito de sociedade saudável, trabalhando com o poluidor pagador e a nossa sociedade, inserindo a cultura da Responsabilidade Compartilhada em preservar as condições no que diz respeito à qualidade de vida de nossa população, sendo que deve ser tratada como uma atividade patriótica, de civismo, de ordem e progresso. Prof. Dr Adilson Peloggia é Especialista Ambiental Contato: adilson.peloggia@etep.edu.br Prof. Esp. Luiz Gustavo é Especialista em Gerência de Produção e Tecnologia Contato: luiz.gustavo@etep.edu.br Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 65


Arquitetura e urbanismo

A Lógica Estrutural da Fabulosa Experiência Sustentável

A

Por Peter Iote

sustentabilidade, principalmente nos dias de hoje, deve ser encarada por todos como uma lógica com plena produção de sentidos para mudarmos o rumo da nossa própria história e para o avanço da nossa civilização. Tudo o que observamos acontecer com o nosso planeta é uma experiência colateral dos nossos próprios erros, graças às escolhas que já foram feitas e que compactuamos de olhos fechados até agora. A tão sonhada modernidade enraizada na essência do consumo desenfreado nos aprisionou na redoma de significados que ofuscou a nossa própria esfera, nos impedindo de perceber qualquer narrativa, mesmo que cognitiva e que estivesse embasada no pensamento sustentável. Como podemos sintetizar o conceito de sustentabilidade de uma vez por todas para entendermos de fato a importância de uma consciência baseada na sustentabilidade, para depois projetarmos este conceito no ambiente em que vivemos? Esta resposta, embora única em sua significância, é fragmentada por si só em sua própria síntese: o espaço e o tempo. O espaço é o ambiente em que vivemos;

66 | Vitti | revistavitti.com.br

o meio ambiente em si. O tempo, porém, é finito para nós, mas infinito ao espaço. A nossa consciência produz o entendimento necessário para essa questão, mas o ecossistema tem o seu padrão natural, estamos interferindo nele, e o tempo para resgatá-lo está se exaurindo. Para termos um mundo sustentável, precisamos transmitir, compartilhar e fundamentar os processos lógicos da sustentabilidade que nos permitirá enxergar o sentido relacional comunitário desta questão. A mágica da consciência é poder construir um mundo novo para todos, pois temos a capacidade de imaginação necessária para isso. Por isso podemos todos juntos produzir novas hipóteses criativas de sobrevivência que possam ir direto à essência da plena sustentabilidade do mundo que compartilhamos. A construção individual e segregada do mundo está impregnada nas esferas dos significados que cada um articula de acordo com os seus interesses. Esta é a questão! O pleno conceito de sustentabilidade que deve reger o nosso mundo não deve estar focado no particular e no qualitativo, pois não existe fluidez nem mesmo inteligência e tão pouco universalidade no que é individual. Somente se detectarmos em conjunto a emergência da percepção

da sustentabilidade é que teremos base para mudarmos os nossos conceitos. Porém, essa emergência é social, envolve toda a comunidade de interpretantes da realidade, com ideias e ideais, energia e interesse real em tudo o que já foi feito de maléfico ao ecossistema. No entanto, a identidade sustentável que cada um deve incorporar tem de ser além do contextual e sem ser contraditória, pois o discurso ecológico só vale se for incorporado no dia-dia de cada um. Precisamos estar unidos e conectados na percepção da realidade que vivemos, basta apenas um olhar à nossa volta, e seremos agraciados com o dever de convergência e do sentimento comum para angariarmos o espírito de sustentabilidade, que nos devolverá o admirável mundo novo. A representação final da nossa passagem por aqui poderá ser possivelmente evitada somente com o conjunto de processos ecológicos sustentáveis. Esta é a condicional que nos sustentará aqui. Este é o vislumbre que podemos ter do resultado final das nossas próprias escolhas, pois a sustentabilidade é a única condicional futura que permitirá permanecermos aqui. Peter Iote é graduando em Arquitetura e Urbanismo pela Fatea.

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 67


Esporte

Esporte

F

Por Ronaldo Casarin

altando menos de dois anos para o início dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, continuamos a destacar, mês a mês, as realizações, os preparativos e os destaques esportivos da maior festa do esporte mundial.

Corridas - Programe-se

Divulgação

Fabiana Cristine faturou o título de melhor corredora de rua do Brasil em 2014

Fabiana Cristine conquista o título do Circuito Caixa de Corridas de Rua

A

atleta Fabiana Cristine, que defende a equipe da Luasa Sports, de Taubaté, conquistou o título geral do Ranking Caixa CBAt de Corredores de Rua 2014. A conquista veio com os 47 pontos que abriu de vantagem na classificação parcial após a disputa da Volta da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). “Esta foi a primeira vez que participei do circuito com o objetivo de vencer e consegui o título. Estou extremamente feliz. Aos 36 anos, não é fácil enfrentar atletas bem mais jovens, ainda mais numa temporada com muitas provas”, comentou Fabiana, que também disputa provas de pista defendendo a equipe taubateana. Para o ano que vem, Fabiana, pretende investir nas maratonas. "Vou descansar um pouco depois da São Silvestre e começar os treinos para corridas mais longas. O objetivo é tentar os índices e a qualificação para os Jogos Pan-Americanos de Toronto ou para o Campeonato Mundial de Pequim", afirmou.

Flávio e sua esposa Thais, na entrega do Prêmio Brasil Olímpico, no Rio de Janeiro em dezembro passado

Flávio Cipriano é eleito melhor ciclista de pista de 2014 pelo COB

O

ciclista taubateano Flávio Cipriano foi premiado em dezembro passado com o troféu do Prêmio Brasil Olímpico, honraria dada pelo Comitê Olímpico Brasileiro aos melhores atletas de cada modalidade olímpica. Flávio, que integra a seleção brasileira de ciclismo de pista desde 2010, foi escolhido como o destaque do ano. Para 2015, além das provas do circuito internacional de pista, Flávio vai integrar o time brasileiro nos Jogos Pan Americanos de Toronto, no Canadá, que fazem parte do planejamento visando a disputa dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016.

Informações: www.minhasinscricoes.com.br Calendário de Provas janeiro/FEVEREIRO 2015

Corrida No Limite Indoor Quando: 8 de fevereiro Onde: Mogi das Cruzes Distância: 4, 8 e 12 Km (estrada de terra) 68 | Vitti | revistavitti.com.br

Natação brasileira quer bater recorde de medalhas em 2016

2ª Conexão Run Quando: 28 de fevereiro Onde: São José dos Campos Distância: 5 e 10 Km

Circuito OAB Corre – 1ª Etapa Quando: 1º de março Onde: Taubaté Distância: 5 e 7 Km Janeiro, 2015

E

sporte que já rendeu 12 medalhas Olímpicas ao país, a natação entrará 2015 cada vez mais perto de seu principal objetivo: obter, nos Jogos Rio 2016, o maior número de medalhas Olímpicas da história do esporte. Em 2014, o ponto alto da temporada aconteceu no Mundial de Piscina Curta, no Qatar. Com sete ouros, uma prata e dois bronzes, além de dois recordes mundiais batidos, o Brasil terminou, pela primeira vez na história, um mundial na liderança do quadro de medalhas. “O ano foi ótimo. Conquistamos um

Joaquim Cruz estará do lado norte-americano nos Jogos Rio 2016

C

ampeão Olímpico na prova de 800m do atletismo em Los Angeles 1984, o brasileiro Joaquim Cruz é a arma secreta dos Estados Unidos para os Jogos Rio 2016. Mas, apesar de viver a situação de ser técnico da equipe norte-americana na primeira edição dos Jogos Olímpicos em seu país, ele não está incomodado. Pelo contrário. Na verdade, ele diz que não poderá perder: “Foi um choque para mim nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007. Foi muito estranho”, diz o ex-atleta, de 51 anos, sobre o fato de trabalhar para os Estados Unidos em solo brasileiro. “Fui convidado para acender a pira e logo depois eu já estava representando os Estados Unidos na competição. Foi estranho, mas agora já estou mais confortável com a ideia. Sou técnico e meus atletas são como filhos para mim. Sou extremamente competitivo e não sofro mais com esse tipo de coisa. Mas vou torcer para o Brasil também e, se o Brasil for para a final junto com os Estados Unidos, já sei que vou ganhar ouro ou prata, ou ambos”, comenta em tom de bom humor. Janeiro, 2015

Alexandre Loureiro

I

nvicto, o TCC/Unitau/Fecomerciários/Raizán/Taubaté mostrou supremacia e conquistou o bicampeonato da Liga Nacional Masculina de Handebol no mês de dezembro. Diante do pentacampeão Esporte Clube Pinheiros (SP), a equipe do Vale do Paraíba venceu a final por 29 a 16 e confirmou seu segundo título nacional. Para o técnico Marcus ‘Tatá’, o trabalho de todo o ano não poderia ter sido encerrado de melhor forma. “Os meninos trabalharam muito. Tivemos dificuldades com algumas lesões durante a Liga, mas conseguimos superar. Estivemos em cinco finais de cinco competições”, afirmou. André Ribeiro, o Toko, o mais experiente do elenco, afirmou que a defesa fez a diferença nas finais. “Foi um jogo difícil. Entramos com o propósito de impor uma defesa forte e contra-atacar, então tivemos resultados. Foi assim que conseguimos abrir o placar”, resumiu. Em 2014, Taubaté conquistou além da Liga Nacional o bicampeonato Pan-Americano de Clubes, e o ouro nos Jogos Regionais e Jogos Abertos do Interior. A equipe foi também vice-campeã no Campeonato Paulista.

Satiro Sodre/SSPress

Arquivo pessoal

Cinara Piccolo/Photo&Grafia

Fernanda Paradizo

Por Ronaldo Casarin esporte@revistavitti.com.br

Pivô Toko comemorando mais um título

Taubaté conquista bicampeonato da Liga Nacional de Handebol

Rio2016

Caminho Olímpico

Olho no Lance

Pentacampeão mundial Josh George quer “voar” na pista dos Jogos Paralímpicos

U

m dos principais atletas em cadeira de rodas do mundo, Josh George já alcançou importantes feitos em sua carreira e testou suas habilidades em diferentes modalidades. Ele coleciona cinco títulos mundiais e cinco medalhas em Jogos Paralímpicos

resultado histórico no mundial de piscina curta e vamos para o mundial de esportes aquáticos com o objetivo de ter o melhor desempenho do Brasil também”, diz o velocista Cesar Cielo, campeão Olímpico do Brasil, tendo conquistado o ouro nos 50m livre em Pequim 2008. O nadador acredita que seus companheiros de equipe têm grande chance de exceder sua marca nas piscinas do Rio 2016. “Temos uma equipe muito promissora e vamos seguir trabalhando para manter os bons resultados. Espero que em 2016 possamos realizar a melhor campanha da história da natação nos Jogos Olímpicos”, declarou. no atletismo. O norte-americano é também campeão Parapan-americano e dono de uma medalha de prata no mundial de basquetebol em cadeira de rodas. Com sede de vitória, o atleta de 30 anos garante que ainda não está satisfeito e sonha adicionar mais um ouro à sua coleção de medalhas no Rio 2016. “Eu amo a energia dessa cidade e, se tudo der certo, em 2016 vou subir no topo do pódio e conquistar uma medalha de ouro”, diz o velocista, que vai tentar disputar as provas de 400m, 800m, 1.500m e 5.000m da categoria T53 nos Jogos Paralímpicos. “Continuo correndo porque ainda quero ver o quão longe posso ir e o quão rápido posso correr. Todo dia busco atingir o meu potencial máximo e percebo que estou ficando melhor, mas ainda não estou lá. É um sentimento viciante”, completa. revistavitti.com.br | Vitti | 69


Esporte

Esporte

Luz, Câmera, Esporte e Ação

Papo Rápido

Por Fabiana Ferreira fabycanoagem@hotmail.com www.luzcameraesporteacao.blogspot.com

Cadum: paixão pelo basquete em primeiro lugar

S

Por Ronaldo Casarin

ábado, 13 de dezembro. Tarde de chuva fraca em Taubaté. Os jogadores começam a chegar no SESC para um evento que mostra que a paixão por jogar basquete ultrapassa as barreiras do tempo. O jogo é entre a equipe de veteranos da CHUABA Taubaté e o Tênis Clube de São José dos Campos. A equipe da CHUABA é formada por um grupo de amigos que fundou o time para que os veteranos da bola laranja, especialmente os atletas com mais de 40 anos, pudessem continuar a praticar seu esporte favorito, em treinos monitorados, jogos amistosos e participação em torneios de masters. Do lado adversário, os veteranos do Tênis Clube de São José. Entre eles, um ilustre: Ricardo Cardoso Guimarães, mais conhecido no mundo do basquete como Cadum. De uma longa carreira como atleta profissional, com diversos títulos, Cadum carrega o orgulho de ter feito parte da lendária seleção brasileira campeã dos Jogos Pan-Americanos de Indianápolis (EUA), em 1987. Na ocasião, o Brasil venceu os EUA de virada, por 120 a 115. O jogo é histórico, pois foi a primeira vez que a seleção norte-americana masculina de basquete perdeu um jogo em casa, a primeira vez que foi derrotada em finais, e a primeira vez que tomou mais de cem pontos diante de seus torcedores. Batemos um papo rápido com Cadum, que aos 55 anos esbanja vitalidade e disposição para comandar seu time com passes e cestas certeiras. 70 | Vitti | revistavitti.com.br

Com que frequência você participa de jogos festivos e torneios de masters como este promovido pela CHUABA? Cadum - Sempre que me convidam para qualquer evento faço questão de estar presente. Jogo basquete regularmente desde meus 11 anos de idade, meus pais jogavam basquete, eu tenho fotos engatinhando numa quadra de basquete. Quando parei de jogar profissionalmente fiquei dois anos sem fazer absolutamente nada, pelo esgotamento físico que a carreira propiciou. Mas depois senti falta de jogar. Comprei uma bola, arrumei uma quadra e comecei a jogar de novo, e aí não tem mais como parar.

petição também. Nos torneios master ou amistosos há a competição. Disputo o campeonato paulista de masters pelo Pinheiros, e o bicho pega, não tem moleza. Sinto falta dos amigos, fiz muitos nos times em que joguei.

Você hoje mora em São José dos Campos. Por que se mudou para o Vale do Paraíba? Cadun - Moro em São José há mais de um ano, e tenho uma agência de turismo na cidade. Tenho um irmão que morou lá, gosto bastante da cidade e da região. E me associei ao Tênis Clube, onde tenho esses amigos com quem jogo basquete.

Estamos em contagem regressiva para as Olimpíadas do Rio. Qual a avaliação que você faz das chances do time masculino do Brasil? Cadum - Acho há condições de subir ao pódio. A geração é boa, o Magnano (técnico do Brasil) conseguiu unir um grupo bom que aceitou as idéias dele. O time teve sucesso na Copa do Mundo de 2014 na Espanha, e por detalhes não chegou à medalha. Nas Olimpíadas tem o fator de jogar com apoio da torcida, então acho que pode chegar. Mas é um torneio muito difícil, são várias equipes boas. O momento é importante, é preciso estar preparado para vencer.

Estando fora do basquete profissional, o que você mais sente falta da época em que era jogador? Cadum - Sinto falta da competição. Mas guardadas as devidas proporções, no veterano eu tenho com-

Para o pessoal que já passou dos 40 e abandonou o basquete, mas sente aquela vontade de retornar às quadras, qual a sua mensagem? Cadum - Que coloque o amor pelo basquete na frente de tudo. Se você tem essa paixão, essa vontade de jogar e estar com o amigos, isso supera qualquer dificuldade de condição física ou horário. Sempre há um espaço para jogar.

Janeiro, 2015

Caipira Night Run em Jambeiro

E

xistem desafios e desafios. Fato. Agora, no fundo, bem lá dentro mesmo, todos os tipos de provações nos tornam pessoas diferentes depois delas. Seja pela vitória, seja pela derrota, seja pelo desconhecido, seja pelo novo. Desafio motiva e ponto final. Uns motivam mais. Outros são essenciais. E de verdade mesmo, bem, acho que a vida de todos devia ser recheada de desafios significativos. Alguns que fossem super tranquilos de se passar. Outros que dessem a dimensão do quão forte somos diante de algo que sequer sabemos interpretar à primeira vista. Os dias sem desafios seriam muito monótonos. Evolução seria, então, coisa de dicionário. E seríamos pessoas estáticas. Mas meu caro, a vida é mudança. Estamos em fase de construção. Juntando nossas pedrinhas pelo caminho. Então quando suas pernas não aguentarem mais, corra com o coração! Mas corra, pedale, reme, nade e seja feliz praticando esporte todos os dias. Para inspirar, trago nesta coluna algumas imagens das provas do mês de dezembro, você não pode ficar de fora em 2015! Divirta-se. Um 2015 cheio de aventuras a todos! Janeiro, 2015

Volta dos Biris, em Biritiba Mirim

revistavitti.com.br Vitti | 71 Adventure Camp etapa| Ubatuba


Social São José dos Campos

Atitude News

Por Gilberto Freitas gilfreitasff@hotmail.com

Gustavo Carvalho e Carolina Nakagawa no show da Turma do Pagode, em São José dos Campos.

Mais uma festa Zazueira, no Santonofre, em São José dos Campos.

Maria Paula Pelegrini, Deborah Scotton e Izabel Andrade na festa "Adeus ano velho" no Pátio Eventos.

O Guten Bier recebeu o show tributo a Tim Maia, em São José dos Campos.

Roberta Bueno e Gustavo Souza com Karina Abud na confraternização da Ekiness-Pilates.

Shirley Souza com Marcos e Belutti na Estância Nativa Sertaneja, em Caçapava.

72 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 73


Social São José dos Campos

Livros

Circulando

Alguns dos jurados do Concurso Casal Beleza Negra Do Vale 2014 que aconteceu no Santa Mix.

Dicas de Leitura

Por Ronaldo Casarin

Por Marilda Serrano marildavlserrano@uol.com.br

Bodas de Pérola do casal Celso Ribeiro & Silvia Máximo no luxuoso Le Palmier, reuniu família e amigos do coração como testemunhas da renovação dos votos de amor e fidelidade.

Tudo ou Nada – Eike Batista e a Verdadeira História do Grupo X

Passageiros da Nave Terra Juliana Bueno Ed. Besouro Box/Outras linhas

J Camen Inás Machado passou a virada com a família em seu apê, recuperando de uma cirurgia no joelho.

Claudia Métene passou a virada entre amigos em Copacabana, de frente para o show de fogos da cidade maravilhosa

Farancisca e Virgilio Gil passaram a virada no seu apartamento de frente para a Martins de Sá.

Willian Roggles com a atriz Luna e a cantora Luma no litoral norte 74 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

ornalista e escritora, Juliana Bueno escreve com a alma e o coração. Seus livros trazem ensinamentos e orientações para uma vida melhor em todos os sentidos, com conteúdo realista e repleto de emoções. Personagens, fatos, desde os mais cotidianos até os mais dramáticos, filosóficos e místicos são extraídos da vida real, refletindo as emoções e os sentimentos de uma maneira muito especial, num estilo original, acima de tudo envolvente. Em mais este livro, Juliana faz um retrato vivo e contagiante da vida interior e exterior de pessoas mais frágeis, sempre às voltas com seus problemas, fragilidades, carmas e conflitos. São estes os “Passageiros da Nave Terra”. Mas existem também outros personagens, alguns pertencem a dimensões espirituais mais elevadas. São eles que nos trazem as mais importantes e urgentes mensagens, na tentativa de nos auxiliar, impulsionando a humanidade, e cada um de nós em particular para uma transformação interior, que nos ajude a ser realmente feliz, recuperando a harmonia e a sabedoria que um dia certamente possuímos. Janeiro, 2015

O Magnífico Cafajeste

Valter Petenel Ed. Pandorga 230 páginas

V

alter Petenel lança seu terceiro romance, desta vez com um título provocativo: “O Magnífico Cafajeste – Relações de família”. O teor da obra é destinado a adultos, e explora como o voyerismo praticado por uma criança, o pequeno Roberto, ao assistir sua mãe trair seu pai com um compadre, faz com que ele se torne um adulto de índole desregrada, falsa e manhosa. A história se passa numa cidade do interior, onde Dagoberto, um desempregado, descobre que sua bela e fogosa esposa o trai com seu amigo Cesar. O marido se descontrola e acaba assassinando o amante da esposa, e foge para longe. Olinda, a esposa abandonada, acaba acolhendo Sueli, a viúva do falecido amante, em sua casa. O menino Roberto cresce e se envolve com Sueli, que busca se vingar de Olinda pela traição do passado. Uma trama envolvente e que vai agradar ao público fã de literatura picante, mas que segue uma narrativa em alto nível, sem se perder em apelações.

Malu Gaspar Ed. Record 546 páginas

T

udo ou nada é o resultado de uma pesquisa espantosa sobre Eike Batista e sua trajetória fulgurante de ascensão desde o início dos anos 1980 até a queda brutal em 2012/13. A jornalista Malu Gaspar, especialista no setor energético, pesquisou fontes inéditas, levantou documentos jamais vistos e ouviu pessoas fundamentais que nunca antes haviam falado a respeito e que revelam tramas que montam novo, amplo e complexo quebra-cabeça para se compreender não só o caminho de uma empresa como também a cabeça de um homem singular que se tornou símbolo do Brasil-ostentação. Eike surfou na ótima imagem do país na época da capa da “Economist”, da escolha do Brasil como sede de Copa e Olimpíadas e em Obama chamando Lula de “o cara”, e encarnou a imagem do brasileiro arrojado e vitorioso. Em nenhuma das 545 páginas do livro se vê Eike fazendo uma coisa sequer que não tenha sido motivada pela obsessão em tornar-se o homem mais rico do mundo. Sua missão falhou, e atualmente ele está sendo julgado por manipulação de mercado e uso indevido de informação privilegiada. revistavitti.com.br | Vitti | 75


Social São José dos Campos

Lançamentos

&

Som

Luxo

Por Mariana Junqueira macjpm@hotmail.com

Vídeo

Por Ronaldo Casarin

Eu Sou Ali – A História de Muhammad Ali DVD/Blu-ray - Universal

H

erói, traidor, fanático, filósofo, agitador de multidões, profeta. Muhammad Ali representou tudo isso a muita gente, mas acima de tudo foi a mais notável e carismática figura do esporte mundial no século XX. Para a maioria os sonhos logo dissolveram-se na acidez da vida; para o jovem Cassius Clay, eles representaram sua essência e poucas vezes um jovem conseguiu ter um profundo senso do destino em sua vida. O docu-

Juliana e Silvia Máximo, lindas e queridas, no Prêmio Magno de Excelência de 2014.

Renata Valias, Lissandra Cury e Flávia Neves, belíssimas, na Festa do Branco no Pátio Eventos.

mentário “Eu Sou Ali” é mostrado através do acesso exclusivo e sem precedentes ao arquivo pessoal de Ali, combinado com comoventes entrevistas e testemunhos de seu círculo de amigos e família, incluindo suas filhas, filho, ex-mulher e irmão, além das lendas da comunidade do boxe como Mike Tyson, George Foreman e Gene Kilroy. Viva a extraordinária história de Ali, como lutador, amante, pai – contado pela primeira vez por aqueles que a viveram.

Planeta dos Macacos – Evolution Collection DVD/Blu-ray – Fox

P

Os sócios Paulo e Herica Pizigatti na Delight da Vila das Cores.

ara os fãs da série de filmes Planeta dos Macacos, um presente mais do que bem vindo. A Fox lançou uma caixa contendo os sete filmes da série de ficção científica iniciada em 1968 com Chalton Heston no papel principal. “Planeta dos Macacos” (1968) é o marco inicial desta coleção que passeia por todas as produções que vieram na sequência. A caixa contém ainda “De Volta ao Planeta dos Macacos” (1970), “Fuga do Planeta dos Macacos” (1971), “A Conquista do Planeta dos Macacos” (1972) e “A Batalha do Planeta dos Macacos” (1973). Depois saltamos até 2001, quando Mark Wahlberg protagoniza a refilmagem do original, sob direção de Tim Burtom. A caixa encerra com “Planeta dos Macacos: A Origem” (2011). A continuação da saga Planeta dos Macacos, com o filme “Planeta dos Macacos: O Confronto” (2014) foi um dos maiores sucessos de bilheteria nos cinemas. Prova de que a história em que os macacos passam a dominar os seres humanos ainda consegue fazer a cabeça de muita gente por aí.

Valéria Costa, esbanjando simpatia, no Delight da Vila das Cores.

Foo Fighters - Sonic Highways LP/CD – Sony

U Talita Luperni, Fabiano Ribeiro e Luis Gustavo Martins, no badalado Delight Vila das Cores. 76 | Vitti | revistavitti.com.br

Fabiolla Canedo e sua princesa Sofia, na inauguração de sua loja Macherie no Boulevard Vila Ema. Sucesso! Janeiro, 2015

ma das artimanhas de Dave Grohl a cada álbum lançado pelo Foo Fighters é descobrir novas maneiras de manter a banda progredindo, seja caindo para o rock de arena, seja apostando em momentos acústicos, ou retornando à sonoridade garageira. Sonic Highways surgiu como consequência do documentário da HBO "Foo Fighters Sonic Highways", que mostra a banda viajando pelos Estados Unidos e registrando as faixas do disco em diferentes atmosferas. “The Feast and the Famine”, um rock fulminante, reflete sobre os tumultos em Washington, D.C. depois da morte de Martin Luther King Jr., enquanto a discreta “Something from Nothing”, que abre o álbum, discursa sobre Buddy Guy, o grande bluesman de Chicago. Apesar do conceito ambicioso, Sonic Highways não é exatamente uma grande revolução musical moderna. O disco tem as mesmas guitarras esmagadoras do grupo, não diferenciando de seus melhores discos. Pensava-se que o disco poderia ser algo experimental, mas parece que o caminhar das composições e gravações o levaram simplesmente a ser mais um bom disco de rock’n’roll. Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 77


Social Jacareí

Cinema

Jacareí não pára

Super família hospedeira do querido Marcio Muth.

Por Edu Rosa edu@educationabroad.com.br

Feliz 2015 para todos com a Família Nota 1000 de Elenira e Luiz Carvalho! Feliz Natal a todos com meus filhos João Viktor e Sofia.

Grupo de intercambistas no Brasil. Carla e seu filhinho Diego Campaganoli diretamente do Espirito Santo para Jacareí!

U

m clássico do cinema finalmente ganhou sequência! Após 20 anos do lançamento de “Debi & Loide – Dois idiotas em apuro”, que fez grande sucesso em 1994, Lloyd Christmas (Jim Carrey) e Harry Dunne (Jeff Daniels) ganham uma nova aventura. O filme segue a mesma linha do antecessor, com momentos que surgem até mesmo para relembrar o primeiro, como é o caso do cego com os pássaros e até mesmo o inesquecível carro da duplva, que tem uma participação especial no filme. Com piadas bem objetivas e “idiotas” (assim como os protagonistas, que mesmo idiotas, conquistaram nossos corações), o filme rende boas risadas e segue um roteiro bem previsível. O longa conquistou grandes fãs, que devem assistir a sequência e conferir o que “Dumb and Dumber” irão aprontar com 20 anos a mais de experiência.

Vem aí: Muitos lançamentos estão previstos para o ano de 2015, e em janeiro já podemos conferir alguns deles. Em entrevista, o Diretor de Operações e Marketing da Moviecom, Gustavo Ballarin, adianta algumas estreias para o mês de janeiro: A sequência “Uma noite no Museu 3”, teve estreia no dia 1º de janeiro, já no dia 15 estreia “Os pinguins de Madagascar”, e no dia 29 dois filmes tem lançamento previsto: “Busca Implacável 3” e “A Entrevista”.

Netos de Nadir e Fauzi, na bodas de ouro dos avós com muita comemoração em missa emocionante e festa deliciosa. 78 | Vitti | revistavitti.com.br

Debi & Lóide 2

Mariane Barros – Jornalista Contato: marianebarros@quiririmnews.com.br Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

Novidades e

Lançamentos 2015 Outra comédia que ganhou sequência no final de 2014 é “Quero matar meu chefe”. Em “Quero matar meu chefe 2”, Nick (Jason Bateman), Dale (Charlie Day) e Kurt (Jason Sudeikis) resolvem abrir o seu próprio negócio e acabam sofrendo um golpe. O trio entra, se é que é possível, em uma confusão ainda maior. Com um roteiro engraçado e envolvente, “Quero matar meu chefe 2” acaba sendo melhor que o primeiro. Raramente acontece de a sequência superar o original, mas neste filme a história é mais engraçada e o desfecho vai se tornando surpreendente. Vale a pena conferir. revistavitti.com.br | Vitti | 79


Música

Na Vitrola ola

Por Maneco Siqueira

D

urante mais de 20 anos, Xande de Pilares foi o vocalista e líder do Grupo Revelação, que vendeu dois milhões de CDs. Uma marca e tanto. Agora, o compositor de mão cheia e cantor dos bons lança seu primeiro trabalho solo, “Perseverança”, um disco muito inspirado, com 14 canções, sendo que nove são de sua autoria, com parceiros de muitos anos, entre eles Arlindo Cruz, que também faz parte da trupe dominical do programa Esquenta, de Regina Casé. Compositor e um dos interpretes dos samba enredos do Salgueiro, Xande tem composições gravadas por Beth Carvalho (Samba do Arerê), Diogo Nogueira, Leci Brandão entre outros. O disco é de samba. Alguém pode dizer que é pagode. No fundo tudo é a mesma coisa. E viva o samba! “Perseverança” tem produção de Leandro Sapucahy, com arranjos de Wilson Prateado, Ivan Paulo, Boris e Valério Blair. O disco abre com a faixa título “Perseverança”, de Zé Roberto, verdadeiro testamento ao caminho percorrido por Xande. É uma canção “pra cima”, alto astral, com bela letra e música bonita. Aliás, essa é a marca do CD. Letras bacanas, algumas muito bem humoradas, refrões contagiantes e a interpretação certeira de Xande de Pilares. Um disco de estreia nota 10.

80 | Vitti | revistavitti.com.br

Xande de Pilares “Perseverança” - CD – Universal (2014) “Clareou”, que vem em seguida é belíssima. Uma canção dedicada a Deus. Letra simples, direta, que toca no coração. E parte para “Fui pra Balada”, em que o sujeito, numa noite sem álcool, se embebeda de amor com beijos. Piegas? Pode ser, e porque não. Na mesma toada, também com graça, ouvimos “O Famoso Quem”, sobre um personagem comum por aí. Aquele que “anda dizendo que é milionário, tremendo otário, não tem pra gastar”. Sincera também é “Logo Você”. Anote: “Quem se pinta de amigo, a tinta do tempo vai se desbotar, com certeza vai dar mole, alguém vai desmascarar, uma

grande amizade é um pacto feito”. Não é legal? Essa tem a assinatura de Xande. E o CD termina de forma majestosa com “Orgulho Negro”, que confesso ter ouvido umas tantas vezes. De Xande, Arlindo Cruz e Pretinho as Serrinha, é uma beleza. Cita mestres como Jorge Amado, o francês baiano Pierre "Fatumbi" Verger, a luta dos negros e suas lindas negritudes, o lundu, o maculelê, xinxim e acarajé, o fim da chibata e a liberdade de um povo que nos enche de orgulho, com cultura tão afro e tão brasileira. Não poderia terminar melhor esse trabalho solo de Xande de Pilares. Axé.

Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 81


Litoral

Projeto Tamar Comemora Aniversário em Grande Estilo Por Maneco Siqueira / Foto Divulgação

O

verão, que oficialmente lança seus primeiros raios de Sol em Ubatuba, começou mais cedo na cidade. No final de novembro, no último domingo do mês, o Projeto Tamar comemorou seu aniversário em grande estilo, num dia repleto de atrações inesquecíveis. O IV Amigo Pescador começou às 10 da manhã com a tradicional soltura de tartaruguinhas, seguida da Corrida de Canoas, esporte muito praticado em todo Litoral Norte. Depois do almoço a festa continuou com a premiação dos canoeiros vencedores da corrida, uma gostosa dança de fitas e a apresentação do grupo Os Cascudos, com a presença de músicos da cidade prá lá de talentosos. André Ramos na guitarra, Rafael Furtado no baixo, Wanderley Alves na bateria e a voz suave e afinada

82 | Vitti | revistavitti.com.br

de Ieda Terra. Uma belezura. De Os Cascudos partimos para o fantástico show dos internacionais Barbatuques, grupo que deixa a plateia em estado de graça, cantando junto, rindo muito, sendo orquestrado de forma divertida com a forma teatral (digamos também circense) do conjunto formado por quatro garotas e quatro rapazes. Juntos eles são soberbos. Para quem não conhece, o Barbatuques faz música corporal, produzindo ritmos e melodias a partir de efeitos de voz, palmas, estalos, batidas de mãos e pés “ em sintonia. Um grande barato. E teve mais. Velho conhecido da plateia de Ubatuba, entra no palco o caiçara Luiz Perequê, de Paraty, e seu grupo com excelente músicos. Uma série de canções bonitas, agradáveis, com o pé na terra e a alma no mar, nas praias, nas coisas do homem caiçara. Entre elas “Joaninha”, “Manacá da Serra” e “O Santo”, perolas genuínas da MPB.

E por fim, a grande atração da noite, o pernambucano carioca Lenine. Sozinho com seu violão, Lenine hipnotizou a plateia. Que domínio de palco, quanto suingue e alegria, quantos versos bacanas com canções mais bacanas ainda! Lenine é um mestre, e como todo artista de muita luz, não precisa de uma banda, orquestra ou coro para ganhar e dominar a plateia. Foi o que aconteceu. E como ele disse. Foi um espetáculo com apenas seus filhos (seus sucessos) “E dos filhos todos sentem orgulho”, completou. Entre eles, clássicos como “Paciência”, “Hoje eu quero Sair Só”, “Leão do Norte”, “Jack Soul Brasileiro”, “Dois Olhos Negros”, “Martelo Bigorna” e tantos outros. Difícil explicar seu show. Em poucas palavras, foi uma explosão de alegria com a plateia cantando junto. Em completa harmonia. Resumo da ópera. Um dia que já entrou para a história. Que venham outros. Muitos outros. Janeiro, 2015

Janeiro, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 83


84 | Vitti | revistavitti.com.br

Janeiro, 2015

Revista Vitti, janeiro 2015 Edição n109  

Entrevista com Karina Lacorte. Diretora do Departamento de Patrimônio Histórico de Pindamonhangaba fala do trabalho de restauro do Palacete...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you