Page 1

Capa Aline Motta Fernandez, Sônia Motta Fernandez, Nicoli Motta Fernandez e Paulo Faria Fernandez

Especial Aparecida O passado e o futuro da Capital da Fé www.revistavitti.com.br Edição 115 - Ano 10 Julho, 2015 Foto capa: Taciana Brito

Entrevista

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA VENDA PROIBIDA Vale do Paraíba, Litoral Norte e Sul de Minas Julho, 2015

Paulo Faria Fernandez Capa desta edição, empresário fala de sua trajetória e do trabalho em família na Biofactor

revistavitti.com.br | Vitti | 1


2 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 3


Índice

Índice

Julho 2015 | Edição 115 | Ano 10

ECONOMIA

Devo sair da poupança?................................................18

ARQUITETURA

Paisagismo...................................................................30

saúde

Vitamina D: A Polêmica................................................32

Negócios

Quando você fez algo pela primeira vez?..........................38

VIAGENS

Turismo de Luxo Cresce no Brasil...............................42

Ponto de Vista Taciana Brito

O Brasil do Vale Tudo......................................................56

eNTREVISTA

Paulo Faria Fernandez............................................ 08

Fundador da empresa Biofactor, de Taubaté, Paulo hoje é um bem sucedido empresário do setor de cosméticos e produtos profissionais para cabelo. Em entrevista, ele fala de sua história e das novidades da área.

COMPORTAMENTO

Xadrez para Crianças...................................................58 SOCIEDADE Lar Escola Santa Verônica completa 96 anos.............60

Especial APARECIDA

Fé, devoção e o futuro da cidade.................................63 Papo Rápido com Danilo Melo.....................................80

4 | Vitti | revistavitti.com.br

Impresso no parque gráfico da Resolução Gráfica Ltda. Atendimento ao Cliente: (12) 3632-3060 / 7812-4525 / 90*1462 - Rua dos Operários, 118 - Taubaté - SP Os artigos, matérias, opiniões e anúncios aqui publicados são de inteira responsabilidade de seus idealizadores, e não refletem necessariamente a opinião da Revista Vitti. É proibida a reprodução total ou parcial da revista sem autorização da Revista Vitti.

Cartas

Novidades em Julho

B

Distribuição: Rodrigo Melo Gratuita e dirigida às cidades de Taubaté, Quiririm, São José dos Campos, Caçapava, Pindamonhangaba, Guaratinguetá, Lorena, Campos do Jordão, Santo Antônio do Pinhal, Tremembé, Cruzeiro, Ubatuba e Sul de Minas

ESPORTE

Editorial

oas histórias merecem ser contadas. Uma das máximas do jornalismo é também um dos norteadores de nosso trabalho na Revista Vitti. Este mês trazemos na entrevista de destaque uma dessas boas histórias, contadas em forma de bate papo com o empresário taubateano Paulo Faria Fernandez. De fabricante de tintas a empresário bem sucedido do ramo da beleza, você vai se surpreender com a trajetória dele. Um personagem e tanto para abrir esta edição de julho. Em tempos onde a crise econômica ganha espaço no noticiário, trazemos na seção de economia um artigo assinado por Felipe Guarnieri, onde ele dá dicas de como não perder dinheiro com a baixa rentabilidade da poupança, apontando caminhos alternativos para aplicações.Em nossas colunas sociais, mais uma vez trazemos a cobertura mais completa de lançamentos, inaugurações, festas e eventos de toda a região, registradas pelas lentes dos nossos sempre bem informados colunistas. Não deixe de conferir. Preparamos também um material especial sobre a cidade de Aparecida, capital nacional da fé e casa da Basílica de Nossa

Diretora: Marcela Vitti Assistente: Isaura Silva Diagramação e criação: Bruno Moura Jornalista Responsável: Ronaldo Casarin - MTB 52246 Revisão: Ronaldo Casarin foto da Capa: Aline Motta Fernandez, Sônia Motta Fernandez, Nicoli Motta Fernandez e Paulo Faria Fernandez (Foto: Taciana Brito) Repórter Fotográfico: Taciana Brito ColunistaS: São José dos Campos: Gilberto Freitas e Marilda Serrano - Caçapava: Anna Dennz Taubaté: Socorro Pinto e José Luiz (Luizinho) - Lorena: Caroline Paes - Aparecida: Ligia Ballot - Guaratinguetá: Benê Carvalho. COLABORADORES: Juliana Bueno, Fabiana Ferreira, Lani Goeldi, Antonio Barbosa Filho, Peter Iote, Mariane Barros, Felipe Guarnieri, Carlos Marcondes, Arcione Viagi, Érico Pampado Di Santis e Adilson Peloggia. Diretora Comercial: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812 4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br TAUBATÉ / CAÇAPAVA / PINDA: Parê Guerson (12) 3624-5610 / 7812-4526 / 90*1461 / 98106-3500 - pareguerson@gmail.com SÃO JOSÉ DOS CAMPOS / Ubatuba: Marcela Vitti (12) 98122-3000 / 7812-4527 / 90*1463 - marcela@revistavitti.com.br GUARATINGUETÁ / APARECIDA / LORENA: Benê Carvalho (12) 98133-2984 - benecarvalho@revistavitti.com.br SUL DE MINAS: Luigi Scianni (12) 9781-5623 - luigiscianni@gmail.com

Senhora Aparecida. A história, a ligação com a Santa Padroeira do Brasil e os caminhos que a sociedade local tomará daqui em diante é o que mostramos neste conteúdo direcionado. Iniciamos assim uma série de especiais sobre as cidades do Vale do Paraíba, contando sua história, traçando seu perfil, mostrando suas peculiaridades e mostrando o caminho que o futuro reserva para os principais municípios de nossa região. Boa leitura.

Marcela Vitti Diretora

“Gostei muito dessa entrevista com o professor Mauro Castilho. Não o conhecia, mas pela entrevista foi possível ver que é uma cabeça pensante importante para a causa da educação. Quem dera nossos governantes dessem voz e poder de ação para pessoas como ele.” Eduardo Marcolino, via e-mail

Capa

Junho 2015

errata Junho 2015

“Sou devota de Nossa Senhora Aparecida e fiquei muito feliz de ler a ótima reportagem sobre a Padroeira do Brasil em Portugal. Além de representar a fé de tantos milhões de brasileiros, este fato é muito positivo para a imagem do Brasil. Parabéns pela reportagem e continuem mostrando coisas boas para nós.” Érica Andrade, por e-mail

No anúncio sobre o feirão de automóveis da Lobo Veículos, publicado na edição de junho, na página 79, as datas corretas do evento são 18 e 19 de julho.

Correio Vitti

“Eu te louvarei, Senhor, de todo o meu coração; contarei todas as tuas maravilhas. Em ti me alegrarei e salvarei de prazer; cantarei louvores ao teu nome, ó Altíssimo.” SALMO9:1-2 Julho, 2015

“Linda a edição de junho da Vitti. Muitas fotos e eventos belíssimos. Já garanti o meu exemplar, sou leitora fiel. Abraços a todos.” Estefany Deonise, via Facebook

Fale conosco: opine, critique e dê sugestões. Escreva para: redacao@revistavitti.com.br Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 5


Nossa equipe

TANGAROA HALL Parê Guerson

isaura silva

Vendas

assistente

Benê carvalho

o maior ESPAÇO PARA eventos do Vale do Paraíba. DISPONÍVEL A PARTIR DE AGOSTO DE 2015!

Ronaldo Casarin

Vendas Colunista Guará

editor

BRUNO MOURA

DIAGRAMAção e Criação

taciana brito

Rodrigo Melo

Fotógrafa

Distribuidor

Avenida Dom Pedro I, 7727 | Taubaté / SP | Marginal da Dutra | 500 m do Via Vale Garden Shopping

01 DE AGOSTO DE 2015

21H30 / 02H30

Gilberto Freitas

Colunista São José dos Campos

MARILDA SERRANO

Colunista São José dos Campos

Anna Dennz

Colunista Caçapava

The First

TANGAROA HALL

Socorro Pinto

Colunista Taubaté

CONVITES LIMITADOS COMPRE SEU CONVITE NA LOJA MH MÓVEIS

apresenta

BANDA SERIAL FUNKERS & DJ MÁRCIO ROGÉRIO ALL INCLUSIVE MESA DE ANTEPASTOS E FRIOS | FINGER FOODS | BEBIDAS E BAR MAN

José LUIZ

Colunista Taubaté

caroline paes

Colunista lorena

Colunista Aparecida

mariana junqueira

Fabiana FERREIRA

Colunista São José dos Campos

6 | Vitti | revistavitti.com.br

Ligia ballot

PONTO DE VENDAS LOJA MH MÓVEIS: (12) 3622.7262 OU 3621.6418

SÍTIO TANGAROA

GUILHERME MARTINI Colunista

CAMPOS DO JORDÃO

Colunista

DE ESPORTE

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 7


Foto: Taciana Brito

Entrevista

Paulo Faria Fernandez Por Ronaldo Casarin

N

ascido em Belo Horizonte, mas vivendo no Estado de São Paulo há 30 anos, Paulo Faria Fernandez é um empresário que confirma a máxima de que o destino nos leva para caminhos que podem parecer impensáveis em dado momento da vida, mas que posteriormente resultam em sucesso. Paulo estudou Química no Instituto Batista Mineiro, em Belo Horizonte, e atuou em diversas grandes empresas em áreas como mineração, combustíveis e tintas. Mas sua vida mudou quando resolveu apostar na fabricação de cosméticos. Hoje ele é bem sucedido trabalhando com produtos para cabelo. Batemos um papo com Paulo Faria Fernandez, que contou sua história de sucesso e de muito trabalho.

Vitti - Como você começou na área da fabricação de cosméticos? P.F. - Entrei no ramo de cosméticos há 20 anos. Eu atuava na área de tintas especiais, tinha uma fábrica própria, mas o setor estava ruim e não me sentia satisfeito. Um dia estava deitado com minha esposa Sônia e ela estava pintando as unhas com um esmalte. Peguei o frasco, li a fórmula, e vi que era uma tinta, fórmula bem parecida com as que eu trabalhava. Quando ela disse o preço que pagava naquele frasquinho, quase caí de costas. Fiz uma conta rápida e constatei que se enchesse um porta-malas desse esmalte, eu teria mais lucro do que com um caminhão de tinta da minha fábrica. Aquilo me abriu os olhos para este mercado.

P.F. - Fechei a fábrica de tintas em Diadema (SP), como já estava planejando há algum tempo, e comecei a trabalhar com as formulações de cosméticos. Eu tinha contato com o diretor de licenciamentos da dupla Sandy & Junior. Disse a ele que estava começando a trabalhar com fabricação esmaltes e ele me ofereceu fazer a linha de esmaltes da Sandy. Procurei um conhecido para terceirizar algumas coisas desse trabalho e ele entrou em sociedade comigo. Tocamos em frente e um mês depois de assinarmos o contrato, Sandy & Junior fecharam com a TV Globo para fazer um programa dominical. Foi o nosso momento. Estouramos no mercado com a linha de cosméticos da Sandy, fez muito sucesso.

Vitti - Quando efetivamente você passou a fabricar seus produtos cosméticos?

Vitti - E como começou sua relação com a fabricação de produtos profissionais para cabelo, que hoje é carro-chefe

8 | Vitti | revistavitti.com.br

do seu trabalho na Biofactor? P.F. - Depois de algum tempo saí da sociedade dos esmaltes da Sandy. Por 6 meses fiquei pensando que rumo tomar. Um dia, minha filha mais velha, Aline, foi a um salão de cabeleireiro fazer um tratamento e fizeram um corte químico nela. O resultado ficou bem ruim então comecei a procurar produtos para ela fazer um tratamento. Nessa pesquisa, constatei que tudo o que existia no mercado de produtos para cabelo era puro marketing, não havia produtos realmente eficazes. Juntei ingredientes e fiz um produto para ela usar. O cabelo dela foi mudando, deu resultado. Um dia dei um produto para a minha esposa, e ficou bom. Comecei a dar estes produtos feitos por mim para amigas, familiares, etc. Fabricava na cozinha da minha casa. E deu resultado bom para todo mundo. Tomei a decisão então de entrar no mercado de produtos Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 9


para tratamento de cabelos. Muito refleti e senti que era hora de apostar nesse novo caminho. Vitti - Quando foi lançada a linha de produtos profissionais para cabelo Doctor Hair? P.F. - Na minha casa, montei um laboratório e chamei alguns profissionais para trabalhar. Desenvolvi uma linha inteira de produtos, com perfeccionismo, tudo de alta qualidade e performance. Consegui um capital por meio de uma ação judicial que ganhei, e decidi lançar a linha de produtos Doctor Hair. Num primeiro momento terceirizei a fabricação, e consegui sucesso de vendas com distribuidores em várias regiões do país. Mas a vida em São Paulo estava ruim, e como eu já conhecia o Vale do Paraíba, pois tinha trabalhado no ITA, em São José dos Campos, decidi que nos mudaríamos para cá. Construí nossa casa em Taubaté, e estamos aqui desde 2002. Em relação à linha de produtos, com o passar do tempo a terceirização não estava sendo rentável, decidi então abrir a minha própria fábrica. Vitti - Como foi o começo do trabalho na fábrica em Taubaté? P.F. - Montei a estrutura toda em Taubaté, mas a mão de obra era praticamente nula, não havia profissionais com experiência em cosméticos. Contratei uma bacharel em Química e um técnico, e fui ensinando o processo para eles. A família colaborou muito, até minhas filhas ajudavam colando rótulos nos frascos. O negócio seguiu bem, foi crescendo e logo a equipe foi aumentando. Eu tenho quatro filhos, e um deles, a Aline, tem atuação muito importante na empresa. Minha esposa Sônia também trabalha na Biofactor, e apesar de sermos uma empresa familiar em sua fundação e funcionamento, não deixamos as emoções de família afetarem o trabalho. Levamos tudo com o maior profissionalismo possível. Vitti - A Biofactor está em atividade desde 2005. Você conseguiria definir qual a filosofia de trabalho que você implantou na empresa? P.F. - Nós temos comprometimento com o cliente. Não conseguimos imaginar o cliente dizendo “olha que porcaria que comprei”. Isso não aceitamos, portanto fazemos tudo bem feito. Segui10 | Vitti | revistavitti.com.br

mos as normas da ANVISA, tudo correto, porque queremos excelência. Temos amor pelo que nós fazemos. Hoje temos 55 funcionários. Nosso prédio abriga um centro técnico, com auditório para cursos e trabalhamos focando na formação de profissionais que farão a assistência técnica dos nossos produtos junto aos distribuidores por todo o Brasil.

Nós temos comprometimento com o cliente. Seguimos as normas da ANVISA, tudo correto, porque queremos excelência. Temos amor pelo que nós fazemos.

Vitti - Com sua experiência no mercado de cosméticos e produtos para cabelo, qual a avaliação do atual mercado nacional? P.F. - Ao longo dos anos tivemos muitas mudanças. O aquecimento do mercado de cosméticos criou uma espécie de “corrida do ouro”, onde muita gente se aventurou nessa área. Surgiram fabricantes por todos os cantos, muitos terceirizando sua produção. Isso fez surgir produtos ruins. São baratos, é verdade, e por isso num primeiro momento acabam tendo mercado. Mas logo o consumidor, ou seja, os cabeleireiros, se dão conta que esses produtos não são o que eles precisam. Então, de qualquer forma essas empresas têm um período de passagem pelo setor, até se extinguirem por não oferecerem algo bom. Mas isso gera uma devastação do mercado, atrapalhando os fabricantes de produtos de alta qualidade. Até que o consumidor final se dê conta de que o meu produto é o que dá o melhor resultado, ele se aventura por duas ou três marcas de qualidade duvidosa. Vitti - É possível tirar algo de proveitoso dessa relativa saturação do mercado? P.F. - Esse momento de crise econômica no Brasil tem o lado bom, pois alija todo esse pacote ruim, e melhora o espaço para quem faz a coisa bem feita.

Com isso tomei a decisão de colocar a Biofactor no mercado internacional. Vamos ampliar nossos clientes para outros países. Fiz pesquisas pelos EUA e Europa, e vi que a minha marca tem potencial para vender bem em outros países. O Brasil é reconhecido como um campo de fabricantes de produtos para cabelo de alta capacidade, muito pela variedade de raças e tipos diferentes de cabelos. Vitti - Em quais países você pretende iniciar este trabalho de expansão internacional? P.F. - Nossa atuação internacional ainda é tímida, mas vamos ampliar. Contratamos uma agência especializada para fazer o “rebranding” da marca, produtos e embalagens, e vamos relançar a marca internacionalmente. Inicialmente vamos focar nos mercados da América Latina, América Central e norte da África, em países como Angola, por exemplo. Essas regiões têm um potencial de mercado de cosméticos enorme, afinal, a busca pela beleza é algo mundial. Vitti - Quais são hoje as linhas de produtos que a Biofactor produz? P.F. - Todos os produtos para cabelo: coloração, pós-descolorante, relaxamentos, condicionadores, shampoos, tratamentos, fixadores, finalizadores. Temos conhecimento técnico e tecnologia para produzir uma gama enorme de produtos. Nossa empresa tem tendência de tecnologia alemã, pois importo 85% dos ingredientes da Alemanha, mas também trazemos alguma matéria prima dos EUA. Estamos ampliando a fábrica e teremos um total de 7.000 m² de área produtiva em nossa planta. Vitti - Quais são as mais recentes novidades que a Biofactor tem para a fabricação de produtos para o cabelo? P.F. - Nós somos a primeira empresa brasileira a trazer a tecnologia de fabricação de shampoos “sulfate free” (sem sulfato) e “amide free” (sem amida). Quando essas fórmulas sem esses ingredientes foram lançadas, nós as trouxemos para o Brasil. Agora, depois de 8 anos, é que algumas empresas daqui estão pensando em trabalhar com elas, mas nós já trabalhamos. Nós vamos ser a primeira empresa do Brasil a lançar a coloração “PPD Free”, livre de um corante que pode causar alergias. Seguimos essa linha vanguardista. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 11


12 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 13


Vitti Acontece O taubateano Rafinha já teve suas composições regravadas por Cheiro de Amor, Aline Rosa, Hellen Caroline, e os cantores de Banda Eva e Jammil. Hoje soma mais de 1,5 milhões de acessos em seus videos no youtube, e lançará seu novo CD gravado no DPX Studio, com composições inéditas. O show será dia 08 de agosto no Teatro Metrópole em Taubaté, às 17 horas. O Show contará com participações especias e promete muita emoção!

Dias 17 e 18 de junho a culinarista Fit Thaís Massafera esteve no restaurante Santo Alimento ministrando os cursos Low Carb e Funcional Fit onde ensina receitas incríveis de comidas saudáveis. O pessoal que participou adorou e nós ficamos muito felizes em saber que nossa cidade está cada vez mais saudável.

Noite da entrega de prêmios da Abdollut! Hinaldo Nascimento, Gino Prado, Antonella Jacon e Flávio Garcia.

Dia 25 de junho Katia Caiado comemorou seu Aniversário no Villa Santa, em Taubate com amigos e familiares.

Denise Murad e seu filho Rayan visitando o projeto Jiboia, em Bonito-MS.

Katia Caiado, Valesca Freitas, Olga, Tininha Frade e Celina Nunes

A Famuta, Fanfarra Municipal de Taubaté, conquistou o Open Europe, na Alemanha, no último fim de semana de junho. A fanfarra taubateana ficou com o primeiro lugar na categoria Banda Show, o segundo lugar com a Banda Sinfônica e o terceiro lugar na Parada Competitiva. Na pontuação geral, Taubaté ficou em primeiro lugar, conquistando o título do Open Europe. Depois a Famuta seguiu para a Dinamarca, onde participou do Mundial de Fanfarras.

COUTO COFFEE Café Espresso Venda - Locação - Assistência Técnica Fornecimento de Café Espresso

12 7814 - 7629 /99196-2248/ 97408-7600 E-mail: contato@coutocoffee.com.br

14 | Vitti | revistavitti.com.br

Breve showroon de máquinas! Rua Costa Cabral n°525 - Centro - Tremembé/SP Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 15


Social Taubaté

No mundo dos negócios, o amanhã começa hoje.

Centro de Cultura de Idiomas

Fotos: Taciana brito / bruno dias

No dia 19 de junho o Centro de Cultura de Idiomas comemorou seus 40 anos de história no ensino de linguas em Taubaté. Foi uma linda festa no Quarto do Santo que reuniu amigos, alunos e colaboradores que fizeram e fazem parte da escola. O CCI homenageou funcionários e alunos e aproveitou para lançar sua nova logomarca.

Professores e funcionários CCI

SALAS PRONTAS DE

38m² a 58m²

Maria Fernanda, Cleide, Ana Eulalia e Gabriela

Giovana de Siqueira, ganhadora da bolsa de estudos para o Canadá entregue pelo Sr Allan, diretor da Just Intercambios

Staff CCI

Andre, Cleide, Ana Luiza (socia fundadora), Elizabeth e Liete

Homenageada: Vanessa Benedetti

Rosana, Paula, Marcela, Ana e Daniela

Talita, Ana, Miriam e Cecília

Staff CCi

Aluno destaque: Antonio Di Silvestre

dlgf

ESTRATÉGIA COMUNICAÇÃO MARKETING

| www.dlgf.com.br

Cleide, Tania (da ICI de Maringá) e Ana Eulalia

www.dhfquality.com.br

Colaboradores CCi homenageados 16 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

CONHEÇA O EMPREENDIMENTO EXCLUSIVO PARA OS PROFISSIONAIS DA SAÚDE QUE BUSCAM CONFORTO, SEGURANÇA, PRATICIDADE E SOFISTICAÇÃO. Julho, 2015

Acesse pelo celular:

R. Equador, 254 Jd. das Nações Taubaté/SP | (12) 3622-5077 revistavitti.com.br | Vitti | 17


Economia

Devo sair da

poupança? Uma olhada rápida nos números do SGS do Banco Central mostra que a captação líquida de 1º de janeiro deste ano até o dia 15 de junho é negativa. As pessoas tiraram R$ 33 bilhões da poupança. Por qualquer critério é muito dinheiro; parte pode ser relacionada ao desemprego, mas creio que a maior parte está saindo de lá para buscar outro porto seguro que renda mais. Comparando com o mesmo período do ano passado, a informação é ainda mais contundente: de 1º de janeiro a 15 de junho de 2014, as pessoas colocaram R$ 7,7 bilhões na poupança.

S

Por Felipe Guarnieri

im, deve. Esta é a resposta curta, e objetiva. A segunda parte da questão é saber também o que fazer com o dinheiro depois de tê-lo sacado da poupança. Em qualquer cenário onde haja uma equivalência de riscos, um investidor racional sempre vai preferir a opção de maior rentabilidade. Isto vale não só para investimentos, mas imagine o seu chefe falando “vou dobrar o seu salário e você não precisa trabalhar mais para isso...”. Quem recusaria? Deixar o dinheiro na centenária poupança hoje é a mesma coisa que não aceitar aquele aumento do chefe, ou seja, há outras opções de investimentos, com risco equivalente, que pagam até mais do que o dobro do que a poupança atualmente. Por que ganhar metade se você pode ganhar o dobro? 18 | Vitti | revistavitti.com.br

Onde investir e quais as alternativas? A primeira opção está relacionada à inflação, que neste ano será maior do que o rendimento da poupança, ou seja, no final do ano você comprará menos coisas com o dinheiro do que compraria no começo do ano, na prática está pagando para alguém guardar o seu dinheiro. A alternativa de risco equivalente é sacar da poupança e procurar as NTN-Bs no Tesouro Direto; que além da reposição da inflação estão pagando rendimentos de até 6,57% ao ano (acima da inflação). O segundo é que existem opções mais rentáveis, como CDBs de alguns bancos e fundos DI que estão disponíveis na maior parte dos bancos. Por último, há ainda alternativas mais sofisticadas, como LCIs, LCAs, letras hipotecárias, letras imobiliárias etc; que também permitem uma segurança de até R$ 250.000 e que estão rendendo mais do que a poupança. Agora, como toda boa regra tem sua exceção, você pode não saber, mas não foi apenas Collor que mexeu com a poupança (quando em 1991 bloqueou os saques),

mas a Dilma também, em 2012. Naquela época, como o governo forçou a redução artificial dos juros da economia, ele criou um problema para si. A poupança, que historicamente pagava 6,17% de juros ao ano ficou bem mais interessante do que títulos públicos que financiam a gastança do governo, e assim o risco era enorme dos investidores migrarem para a poupança (o inverso de hoje). Com o sério risco de não conseguir financiar o seu gasto maior do que a arrecadação, ao invés de cortar gastos, foi criada uma nova poupança válida para todo dinheiro que foi depositado a partir de 4 de maio de 2012. Esta poupança rende menos que a outra, todas as vezes que a taxa de juros da economia baixar de 8,5% ao ano (hoje é de 13,75%, àquela época era de 8,50% e chegou a descer para 7,25%). O governo foi ao menos sensato ao proteger os depósitos antigos que não estão sujeitos receber apenas 70% da SELIC, evitando assim gritaria da oposição. A questão é que num cenário de longuíssimo prazo, onde o Brasil se igualaria a países que pagam 0,25% ao ano de rendimentos - como nos EUA -, vai ser improvável achar um investimento que pague 6,17% ao ano quase sem risco (apenas a poupança não mexida de quem investiu até 3 de maio de 2012). Até lá obviamente o preço dos imóveis já voltaram a subir, as ações também, e quem sabe o governo gastará menos do que arrecada. Felipe Guarnieri é administrador de empresas, executivo financeiro e especialista em finanças. Contato: fguarnieri@outlook.com Este texto não é uma recomendação de investimentos. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 19


Social Taubaté

Academia Cunzolo e Honey doces Fotos: TACIANA BRITO

No dia 29 de maio a Academia Cunzolo e a Honey Doces comemoraram 10 anos de história ao lado de alunos, clientes, colaboradores e amigos no Quintal do Peperone, em Taubaté. Os convidados curtiram uma noite de muita diversão ao som de Luana Camarah, com o Projeto Sarapatel.

Edson Monteiro, Thais Cunzolo, Luiza Giacomini e Lucas Giacomini

Vanessa Moreira, Elisandra Corrêa, Kevin, Marília Barbosa, Mara Beloni, Thais Cunzolo, Elisa Moriki e Willi Moriki

C

M

Y

Rita, Yasmim, Maria Tereza, Ana Isabel, Eliane

CM

MY

CY

CMY

Thais, Tatiana, Ivo, Ingrid, Cleo, Francine, Daniela, Felipe, Sergio e Ana Isabel

Edson, Ana Isabel, Mario, Fernando, Daniela Zanini, Silvio, Carmen, Ana Helena e Daniela Sena

Rafael Fonseca, Karoline Ascenção, Débora Ferreira, Daniel Ferreira, Thais Rebelo, Camila Galvão e Camila Sodré

20 | Vitti | revistavitti.com.br

K

Elaine, Aurea, Jeferson, Kerolyn, Michele e Rose

Kevin, Eduardo Corrêa, Elisandra Corrêa e Nicolle

Soraia Mariano e Francisco Abreu

Luana Camarah

Nelson Campello e Thamires Begotti

Eduardo Corrêa, Marilía Barbosa, Fernando Ferreira, Daniela Sena, Mario Alexandre, Ana Isabel e Daniela Zanini

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 21


Cultura & Entretenimento Junior Kassabian (ZAC Decor), Toniolo Neto (UniversusT) e Alex Cunha (Sofistique), parceiros na elaboração da Sofistique

Esquisito? Sim! A nova edição da festa Sofistique vem com a proposta de colocar pessoas, arte e design em contato, com temática fazendo referência ao Surrealismo de Salvador Dali. Da Redação

A

superexposição de pessoas tema da última edição "Exposure" da Sofistique, realizada em Maio do ano passado chega ao nível máximo, ultrapassando os limites da realidade e do convencional. Este é o tema da nova edição da festa que promete oferecer o inusitado e o inesperado em um ambiente de entretenimento com muitas surpresas. Um verdadeiro convite para uma noite fora do convencional. Tal formato, já aplicado em edições anteriores e que ganhou diversos elogios, procura trazer um algo a mais dentro de uma festa onde a intenção é sofisticar pessoas, sofisticar situações – explica o publicitário Alex Cunha, idealizador da marca. “A cada edição procuro desenvolver um conceito. Não se trata de festa tão somente, trata-se de uma experiência onde procuro interagir o público, com a música e o ambiente - e por que não criar uma atmosfera, um motivo? Dessa forma desenvolvo o conceito, e sempre com referência a um conteúdo, seja ele a arte, seja ele um es-

tilo. Nesta edição, lançamos mão da arte através do surrealismo com referência às obras de Salvador Dali, de artistas locais expressivos como o artista neo-pop Toniolo Neto e de peças decorativas de design - o que de fato abrilhantarão o evento, com conteúdo”, explica Alex. O publicitário ainda completa: “Sempre gostei de ir a uma exposição de artes e de design que nos impactam, ou mesmo de observar algo inusitado, seja numa revista, ou até mesmo na internet. Colocar esses elementos em contato com o público, dentro de uma festa, é mixar artes. As pessoas buscam hoje experiências, e eu acredito que as que causam "estranheza" são as que mais surtem efeito. Quando falamos de experiência, falamos também de intercâmbio de ideias, de pessoas, de

A estranheza do surrealismo em uma noite

novos contatos. E é esta a ideia inicial da Sofistique - reunir pessoas bacanas e antenadas que compartilham experiência e fazem contato. Indo mais além, a experiência de pessoas “sofisticadas” - muitas delas, representantes de grandes marcas do mercado, em uma noite informal e descontraída cria, desta forma, a sofisticação de marcas, além de pessoas” – finaliza. Este formato, extremamente inovador é tendência nos grandes centros urbanos. As pessoas não estão mais absorvendo a publicidade como antigamente a faziam nos canais convencionais, e estão procurando cada vez mais a experiência com marca, em um evento por exemplo. “Poder participar com o pessoa nos melhores momentos da vida dela é a grande chance da vez, para a publicidade”, explica Alex Cunha. Desta forma, interagir marca, conteúdo, conceito e público é a maneira mais inovadora da publicidade no mercado. A Sofistique Exquisite está marcada para Agosto. Acompanhe toda a construção da festa e mais informações na FanPage do evento: www.facebook.com/sofistique.taubate

fora do convencional

Apoio: 22 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 23


Social Taubaté

Night Fever

Fotos: luizinho

A Night Fever deste mês foi um sucesso. Contou com a presença da banda queridinha do momento, Confraria Musical. A próxima será dia 25 de julho com Janies Live. Venha você também participar da melhor festa de flasback. Confira os clicks.

24 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 25


N

Teixeira Pinto

aposta em apresentação inovadora de novo empreendimento

26 | Vitti | revistavitti.com.br

Plantão de vendas do empreendimento

o mês de julho a Teixeira Pinto apresentou o seu mais novo lançamento, o Lofts Art Design. Apostando no vanguardismo e numa abordagem moderna e diferenciada, os clientes são recepcionados numa mega tenda na Praça 8 de Maio, no Centro de Taubaté, onde o visitante encontrará um ambiente diferenciado, aconchegante e interativo. Os Lofts de 44m² com suas 8 sugestões de decoração, são demonstrados aos clientes num ambiente que foge dos padrões tradicionais dos plantões de denominado por eles de Lounge TP. Além dos materiais de divulgação impressos, o grande destaque é o tour virtual pelos Lofts usando óculos de realidade virtual 3D sem fio, é como se a pessoa pudesse interagir com os apartamentos e áreas comuns em escala real e 360º. Neste tour virtual, inédito no mercado imobiliário com esta tecnologia a nível nacional, temos a interatividade plena com a fachada, 2 apartamentos e diversas áreas de lazer do Lofts Art Design, uma experiência que vale a pena ser conhecida. O Lounge TP promete movimentar o mercado não só em Taubaté, mas refletindo também em toda a região do Vale do Paraíba. “O Lofts é um projeto em que nós estamos trabalhando há mais de um ano e vai ser, com certeza, um ícone para a cidade de Taubaté. É um terreno único, não há nada parecido na região central. O projeto foi pensado para pessoas que valorizam a qualidade de vida, já que estará perto dos melhores bares e restaurantes, dos bancos, do Mercado Municipal, e entre as duas principais praças da cidade, a Santa Terezinha e a Praça da Catedral. Foi pensado para que as pessoas tenham conforto, lazer, sofisticação e alta valorização”, afirma Sérgio Teixeira Pinto, sócio-proprietário da construtora Teixeira Pinto. Abordagem diferenciada, ambiente moderno e aconchegante, equipe de vendas treinadas para levar aos compradores algo diferente no ato de fazer um investimento imobiliário de alta qualidade. Com esses requisitos, e tendo três imobiliárias de renome trabalhando em parceria com a construtora, tudo indica que o Lofts Art Design será um marco todo o mercado imobiliário regional. Julho, 2015

b_danelli

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 27


Social Taubaté

Casa Cor 2015

A

conteceu entre 26 de maio e 12 de julho a edição 2015 da Casa Cor, principal mostra de decoração do Brasil. O arquiteto Roberto Migotto foi um dos profissionais de destaque abrilhantaram o evento, realizado no Jockey Club de São Paulo.

C

M

Y

CM

MY

Social Taubaté

CY

Coquetel Restaurante Vistah

CMY

K

Fotos: taciana brito

Coquetel de lançamento da programação do 2º semestre do Via Vale Garden Shopping junto a investidores, acionistas, lojistas e imprensa.

Rodrigo, Sofia, Bruna, Daniela, Mariah, Lina, Domingos e Patrícia

????

Equipe Via Vale Garden Shopping

Vincenzo Gaudioso, Paulo Pinese, Adriano Capobianco e Marcelo Beringhs

Gleisson Fernandes, Ariadne, Glauco e Adriano - Equipe Via Vale Garden Shopping

Tatiana Sávio, Rodrigo gerente da Lojas Renner e Marcela Vitti

28 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 29


Arquitetura

Paisagismo:

Encanto pela Arquitetura da Natureza

U

Por Peter Iote

m olhar além do jardim. O paisagismo é uma obra de arte. Porém, uma obra viva e por isso diferentemente das outras jamais estará terminada. Em um espaço verde delicadamente projetado, dias depois de ser concluído se apresenta aos olhos de quem o contempla peculiarmente diferente. Folhas caem, flores abrem, frutos amadurecem, galhos mudam o traçado ao simples toque do vento. Paisagismo é a arte mutável que se embeleza mediante o tempo e que nos oferece uma chuva de sensações, seja pela beleza do verde ou de todas as cores que possam ter as flores ou até mesmo pelo perfume das rosas. Paisagismo é poesia para os olhos e melodia para a alma, pois para alguns basta apenas olhar para a delicadeza de uma flor que o coração começa a sorrir e se acalma. Alguns só precisam abrir as janelas da sala ou do quarto para contemplar o seu jardim, mas a beleza só pode ser vista se as janelas do coração estiverem abertas. Se por um lado a beleza é fundamental, o paisagismo verdadeiramente deve

30 | Vitti | revistavitti.com.br

ser compreendido nas cores, nas formas, nos tamanhos e texturas, tipo de solo, circulação de ar, época de florescimento, clima adequado para cada planta, quantidade de água e de sol que cada uma suporta, vegetação do entorno, etc. Uma análise apurada é importante para que o paisagismo de uma casa ou de uma cidade reflita vida em abundância. Além disso, o efeito jardim em uma residência fomenta os preços no mercado imobiliário, pois segundo uma pesquisa realizada em 2011, englobando nove países, o valor de venda de um imóvel aumenta em 16%. Paisagismo Urbano Uma cidade arborizada oferta aos moradores qualidade de vida, beleza, atrai negócios e promove felicidade e boa saúde não somente aos moradores, mas também à própria cidade. Áreas verdes nas cidades precisam ser cuidadas com esmero desde a fase inicial do projeto, pois não existe planta ruim, o que existe é planta inadequada para um determinado local devido a concretização das cidades, que espalharam o cinza sombrio onde antes era verde. Um bom paisagista leva em consideração indagações importantes antes de

projetar: Qual é a arquitetura da arvore a ser escolhida? Que tamanho a árvore alcançará? O tronco permitirá a passagem dos pedestres? As raízes trarão algum prejuízo às calçadas ou tubulação de água? Frutos e flores ao caírem ao chão causarão acidentes, seja pelo peso do fruto ou pelas flores que por ventura deixam as calçadas escorregadias? É a escolha certa para cada ambiente da cidade que preconiza o sucesso ou não da arborização urbana, pois muitas vezes uma árvore que não é indicada para uma calçada, é plenamente indicada para uma praça ou parque. A plenitude da arborização urbana somente pode ser alcançada se não comprometer as estruturas urbanas e com o mínimo de gastos possíveis, também com o reaproveitamento de materiais e o respeito pleno a natureza com base na sustentabilidade. Um belo jardim tem o poder de fazer florescer em nós a vontade de ficar nele, e quem não resistir ao convite dos olhos, poderá sentir, ouvir e quem sabe até aprender com a natureza. Peter Iote é Graduando em Arquitetura e Urbanismo pela Fatea. Contato: anderson_piter@terra.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 31


Saúde

Vitamina D: A Polêmica Por Dr. Érico Pampado Di Santis

P

arece que tudo vira discussão quando o assunto é vitamina D. Até o nome: VITAMINA. O conceito de vitamina é o que segue: “Compostos orgânicos que não são produzidos pelo organismo e que devem ser obtidas pela alimentação”. No caso da vitamina D, 80 a 90% são produzidos por nosso corpo e somente 10 a 20% vêm da nossa alimentação. A média de ingesta diária dos brasileiros é de 80 unidades e a recomendação é que seja uma ingesta diária de 400 a 2000 unidades. Não encaixa no conceito formal de vitamina. Esses 80 a 90% de produção endógena vêm principalmente da pele. Através da radiação Ultravioleta B (UvB) a qual estimula uma conversão de uma precursora da vitamina em vitamina D ativa. É assim uma substância de produção endógena, ou seja, produzida pelo nosso corpo em uma complexa relação entre pele, fígado e rim. Conseguir suprir a nossa demanda com alimentos é bem difícil. O alimento mais rico em vitamina D é o óleo de fígado de bacalhau, o qual tem em 15 ml 1000 unidades. 100g de salmão selvagem 600 unidades, sardinha e atum em conserva em torno de 250 a cada 100g.

32 | Vitti | revistavitti.com.br

E qual a importância desse hormônio produzido pelo nosso organismo para funções em nossa vida? A vitamina D ou calcitriol promove no intestino e nos rins a absorção e reabsorção do cálcio e do fósforo, elementos essenciais para o funcionamento ósseo, muscular, cardíaco, imunológico, entre outros, ou seja, é a vitamina D que permite que o cálcio ingerido seja absorvido e utilizado pelo nosso corpo. Para formar a vitamina D em sua forma ativa, um precursor chamado 7 DHC que fica armazenado em nossa epiderme é ativado pelos raios solares UvB. Quando tomamos sol, há ativação do 7 DHC para colecalciferol ou vitamina D3 que depois passa pelo fígado e depois pelos rins e vira calcitriol ou vitamina D em sua forma ativa e funcional. Então tudo resolvido, tomamos sol e teremos produção de vitamina D nosso sistema ósseo e muscular e tantos outros funcionarão de maneira saudável. E o câncer de pele? Não tem relação com o sol? Sim. Polêmica de novo. Os endocrinologistas mandam os pacientes para o sol e os dermatologistas os tiram do sol. O que fazer? Sem dúvida, o sol está relacionado com o câncer da pele. A exposição ao sol deve ser feita somente com o uso de protetor solar e devemos evitar os períodos

ricos em radiação UvB que tem sua maior incidência entre as 11 e 15 horas, com pico entre 12 e 14 horas. Sim, o UvB que converte a forma proativa em vitamina D ativa. Os estudos mostram que a exposição não intencional já é suficiente para ativação da vitamina D. O tempo a ser tomado de sol deve ser pequeno. Outros estudos indicam que a quantidade varia conforme o tipo da pele. O ideal seria apanhar sol até um momento antes de a pele ficar vermelha, o que é conhecido como Dose Eritematosa Mínima. Na prática, o sol necessário para produção da vitamina D é tomado não intencionalmente no nosso dia a dia. Pessoas de pele mais escuras, idosos que tem um afinamento da pele e diminuição do 7 DHC, qualquer tipo de diminuição de absorção intestinal (incluindo cirurgia bariátrica) e obesos, pois há um sequestro da vitamina na gordura diminuindo a disponibilidade para o organismo, podem receber o colecalciferol em forma de suplementação, seria o “sol em cápsulas”.

Érico Pampado Di Santis é Médico Dermatologista - CRM 96.546 SP RQE (Registro de Qualificação de Especialista) 21.582Diretor Técnico da Clínica Absoluta Dermatologia Endocrinologia Taubaté SP. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 33


Saúde

O inverno chegou

E

Por Fernanda Almeida

que tal utilizar o poder do frio para ajudar na perda de medidas? Quer dar uma "enxugada"? A Criolipólise é um tratamento estético não invasivo que elimina

34 | Vitti | revistavitti.com.br

a gordura localizada corporal através do processo de resfriamento. Nesse método, se usa um aparelho que aplicado na pele, resfria o tecido adiposo. O congelamento causa a morte das células gordurosas e o próprio organismo as absorve, através da queima de energia, e o

melhor, é apenas uma sessão, podendo repetir apenas após 90 dias na mesma região. O procedimento é realmente simples e eficaz. Não requer cirurgias, anestesias ou qualquer tipo de aplicação com agulhas. E o resultado é incrível. Venha conferir!

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 35


Social Taubaté

Socorro in Foco

Por Socorro Pinto helpkoka@hotmail.com No dia 3 de junho aconteceu, em Campos do Jordão, a abertura do Festival de Inverno. Não faltou gente bonita e bem vestida, dentre elas Arlete Bardan que foi prestigiar sua amiga Mariah e juntas brindaram o sucesso do novo Te Puia.

Bel Faisal e Amigos

Mariah Ortiz e Arlete Bardan

Animação foi o que não faltou para o grupo de amigos da Bel. Acabaram de chegar de um maravilhoso passeio pela Costa Leste Canadense e já estão preparando o próximo roteiro turístico. Próxima chamada: Costa Oeste. Divirtam-se e Bon Voyage!

Lilian Mansur, Pe. Marquinho, Dom Carmo, Mirian Bottura e Judith Fernandes Padre Marquinho recebeu amigos, familiares e pessoas ilustres para comemorar o momento mais bonito e importante na vida de um padre, o aniversário de sua ordenação. Foi uma festa animada e cheia de significado. Que venham outras comemorações!

Apollo de Carvalho e Roseli Leite O queridíssimo apresentador Apollo, sempre agitando as mais badaladas festas com sua alegria e simpatia. Dessa vez veio acompanhada da sua bela musa Roseli.

O

Rinoplastia

tamanho e o formato do nariz são as características com maior impacto na nossa face. Por isso, mesmo pequenas alterações no formato do nariz podem ter um impacto muito importante na nossa aparência e auto-estima. Além desta importancia estética, a respiração adequada pelo nariz é fundamental para a qualidade de vida, sendo que a obstrução nasal crônica pode afetar diversas atividades do cotidiano, como a prática de atividades físicas, a qualidade do sono, entre outras. A rinoplastia estética e funcional é a cirurgia que envolve a plástica dos ossos e cartilagens internas a externas do nariz com o objetivo de melhorar a aparência externa e a função respiratória nasal. Esta necessidade de combinar o balanço entre função e aparência tornam a rinoplastia uma das cirurgias mais complexas da face, especialmente em casos já operados, onde tornam-se necessários o uso de diferentes enxertos para atingir este equilíbrio. A seguir, respondemos algumas das dúvidas mais frequentes dos pacientes que procuram tratamento estético e/ou funcional: Quais são os fatores mais importantes para serem discutidos na avaliação pré-operatória? É fundamental a avaliação individualizada de cada paciente. Diversos fatores

têm influência nas técnicas e nas limitações em relação aos resultados desejados. Entre eles, podemos citar a idade e sexo do paciente, a origem étnica da família, o tipo de pele, a história de cirurgias prévias ou trauma, assim como a queixa de obstrução nasal e outros problemas respiratórios associados, como sinusites crônicas e problemas alérgicos. A partir de que idade pode ser realizada a rinoplastia? O ideal é aguardar o período de maior crescimento e desenvolvimento ósseo da face e do nariz, usualmente ao redor dos 15 ou 16 anos de idade. No entanto, nos casos onde existe um impacto mais importante na respiração devido à obstrução importante, a cirurgia pode ser realizada em idades menores. Onde deve ser realizada a cirurgia e qual o tipo de anestesia? A cirurgia deve ser realizada em ambiente hospitalar adequado. Em relação ao tipo de anestesia, pode-se optar pela anestesia local com sedação ou anestesia geral, dependendo do planejamento pré-operatório e fatores relacionados a cada paciente. Em geral, o paciente pode receber alta ao final do dia da cirurgia ou no dia seguinte. Como fica o nariz depois da cirurgia? Habitualmente colocamos um curativo

externo para estabilização que é retirado por volta do quinto dia. A maior parte dos pontos são internos e com fios absorvíveis, sem a necessidade de remoção. Em alguns casos, pode ser necessária a remoção de alguns pontos externos juntamente com o curativo externo. Quando há necessidade de colocação do splint nasal, internamente no nariz, removemos a partir do quinto dia. Nós não utilizamos tamponamento nasal, mesmo nos casos de correção funcional e/ ou cirurgia endoscópica dos seios da face. Quando posso retomar as atividades de trabalho? Usualmente a partir do sétimo dia, dependendo da recuperação de cada paciente e extensão da cirurgia. A prática de atividades físicas leves pode ser retomada a partir de 15 dias e deve-se evitar atividades com risco de trauma nos primeiros dois meses. Evitar o uso de óculos, exposição solar e o uso de protetor solar são importantes até a cicatrização completa. Além disso, o controle pós-operatório no consultório é importante em todos os pacientes.

A linda família Peroni esteve presente no VII Encontro dos Petroduteiros em Vila Galé, um maravilhoso Resort em Cabo de Santo Agostinho - PE.

José Peroni, Caroline Peroni, Vera Pomares Peroni e Alexey Peroni 36 | Vitti | revistavitti.com.br

Em momento de muito amor, alegria e descontração a bela Karoline comemorou mais um aniversário em grande estilo, ao lado do seu querido namorado.

Karoline Fichinetti e Fernando Miné Julho, 2015

Julho, 2015 Junho, 2015

(12) 3922.4422 / (12) 3923.5133 www.clinicafortes.com.br

revistavitti.com.br Vitti || 99 37 revistavitti.com.br || Vitti Rua Eng. Prudente Meireles de Morais, 847, Vila Adyana, São José dos Campos - SP


Negócios

Quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

Q

Por Arcione Viagi

uando ouvi pela primeira vez essa pergunta, na década de 1990, eu era executivo em uma grande empresa brasileira e participava de um treinamento para implantação de um novo sistema de gestão. Inicialmente, a mudança era inimaginável em nossas cabeças. A empresa desejava, em cerca de dez anos, estar entre as cinco melhores empresas do mundo no seu segmento e o desafio era quebrar o paradigma do “é impossível fazer mais do que fazemos” e mostrar que nossa produtividade e o comportamento de cada um eram insustentáveis em um mundo aberto para a concorrência e em disputa constante pelo espaço no mercado. Recordo-me agora nessa nova fase de mudanças que depois da primeira reunião em que o desafio foi lançado, alguns de nós nos reunimos e desconfiados, revoltados, incrédulos ou céticos conversamos sobre como aquilo era possível se todos já davam tudo de si para a empresa e não era possível “tirar água de pedra”. Mais assustados ainda porque o presidente da empresa havia dito que todos ali estavam sendo convidados para mudança, mas outros poderiam vir ocupar o lugar daqueles que não acreditassem

38 | Vitti | revistavitti.com.br

ser possível. A mudança era inevitável e cada um ia ter oportunidade de descobrir como fazer para promovê-la. Mas a desistência não seria aceito e o passado não garantiria para ninguém o salvo conduto. O objetivo daquele consultor era reforçar para cada um a visão de que a mudança era irreversível e que se não estávamos acostumados com ela deveríamos parar e pensar em como deveríamos reagir. O novo sempre assusta e se para os jovens a inconsequência é uma vantagem, para os mais velhos o medo da perda do que já foi conquistado é uma barreira, enfim não tem idade que mude a realidade de que “a vida começa quando termina a nossa zona de conforto e conseguimos viver com isso”. Hoje estou vivendo mais um momento de novas experiências. Pela primeira vez viverei por algum tempo fora do Brasil, fora de casa, longe de todos que estiveram sempre por perto nos bons e maus momentos da vida, ouvindo línguas diversas e a todo tempo tendo que estar atento para respeitar o espaço de cada um. Um mundo distante até hoje para mim e distante para sempre para a maioria das pessoas, principalmente de nosso país que separa para poucos as oportunidades de experimentar a liberdade de escolha de seus próprios caminhos. Devido a vários fatores, nós brasileiros

temos muita dificuldade de obter o direito de ter uma experiência como essa. Pensemos juntos. Quantos obtêm recursos para o financiamento dessa empreitada? Quantos tiveram a chance de efetivamente aprender um idioma que lhe permita ter os requisitos mínimos para dar os primeiros passos? Quantos têm a coragem e motivação para viver esse desafio? Ou quantas pessoas valorizam essa experiência profissional ou até mesmo pessoal. Enquanto nos Estados Unidos a riqueza melhor distribuída e a visão de que a competição faz parte da vida de cada pessoa impele os jovens a buscar novas experiências pelo mundo afora, e na Europa a proximidade deixa tudo mais fácil porque é possível viver novas realidades “logo ali na esquina”. Por isso sou um privilegiado e quero destacar que a experiência amedronta pelas dificuldades que com certeza se apresentaram a cada dia. Causa angustia porque a solidão é presente mesmo estando rodeado de pessoas o tempo todo. Remete a reflexão de que será que já não passou meu tempo. Será que as pessoas próximas vão entender minhas razões para estar vivendo essa “loucura”. Enfim isso é outra história. Arcione Viagi é consultor empresarial. Contato: vitalconsultoria@gmail.com

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 39


Social Caçapava

Caleidoscópio

Por Anna Dennz annadennz@hotmail.com

Gilberto Freitas

Com propósito de estudar a história da arte e seus principais personagens, entre amigos e bons vinhos, o grupo CineArt & Wine, coordenado pelo arquiteto Fábio Rocha, assistiu na Dominus Automação Residencial o filme Frida Kahlo, pintora mexicana símbolo da força e independência da mulher do século XX.

A Black Tie da Polo Vale Decor foi a festa Hollywoodiana que aconteceu dia 29 de maio no Espaço Urbanova, com mega produção da antenada Carla Domiciano para o lançamento da temporada 2015/2016 juntamente com a premiação dos profissionais de destaque na área de arquitetura e decoração da região. No registro, a anfitriã ao lado do esposo Fabiano Domiciano.

Dando o que falar tamanho o sucesso de Thais Veiga e Rodolfo Feijão com o programa "Hora do Feijão", apresentado aos sábados na Radio Capital do Vale, onde os valorosos jovens complementam as boas e exemplares ações através do Rotaract. Muito show!

40 | Vitti | revistavitti.com.br

Durante festival na Academia Caçapavense de Letras abrilhantando a tarde cultural, a artista plástica Cléo Santos, o escritor e jornalista Carlos Abranches e a fundadora da ACL, professora Lourdes Mesquita de Siqueira.

Sob direção do artista plástico Joarez Filho, doze obras foram pintadas ao ar livre no Parque da Cidade, em São José dos Campos, por ocasião da primeira edição do "Expressões da Arte", as quais serão leiloadas em prol a ANVICA - Associação Nova Visão de Caçapava. Unidos pela arte e solidariedade, amizade e alegria: Simone Camilo, Fábio Rocha, Anna Dennz, Marcelo Cerqueira, Edilena Lara, Célia Tavares, Ana Paula Dias, Lucianny Bernardes, Maria Ap.Oliveira, Karin Tavares. Organização de Silvia Rocha. Julho, 2015

CALÇADOS ROUPAS E ACESSÓRIOS SHOPPING VIA VALE GARDEN | TAUBATÉ - SP AIX-EN-PROVENCE BUENOS AIRES CANNES JOHANNESBURGO HOLLYWOOD LAS VEGAS NICE ORLANDO PUNTA DEL ESTE RIO DE JANEIRO SÃO PAULO

505 LOJAS - 18 PAÍSES

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 41


Viagens

Turismo de luxo cresce 10% no Brasil

Relatório mostra que reservas on-line ganharam mercado e alavancaram o setor

Ponta dos Ganchos Resort, em Santa Catarina-SC

42 | Vitti | revistavitti.com.br

2012/2013 há um indicador que começa a despontar no aspecto de Origem da Reserva: o uso das agências de viagem on-line - por exemplo a Booking e a Trip Advisor utilizadas como canal de venda. Para o professor Ubiratam Costa Pereira, também pesquisador do Senac, outro aspecto relevante são as Práticas de Sustentabilidade adotadas pelos empreendimentos associados, destacando a contratação e capacitação da mão de obra local, a valorização da cultura e do produtor da região, a destinação correta dos resíduos sólidos e a preocupação com o consumo consciente de água e de energia.

Divulgação

Brazilian Luxury Travel Association (BLTA) divulgou, em parceria com o Centro Universitário SENAC de Campos do Jordão, o Anuário Turismo de Luxo 2012/2013, único documento que apresenta dados do setor. De acordo com a pesquisa, realizada com os empreendimentos associados (hotéis e operadoras de viagem Inbond), o setor de viagens de luxo no Brasil demonstrou um crescimento de 10% no faturamento de hotéis e 5% das operadoras entre os anos de 2012 e 2013. A tendência de crescimento deve se repetir para o ano de 2014 e estes dados serão lançados no segundo semestre deste ano. O relatório demonstrou que entre os hóspedes desse mercado 50% são do Brasil, o principal mercado internacional é a América do Norte (22%), seguido de

Europa (14%), América Latina (6%) e Ásia (3%). Para promover o turismo de luxo e atrair mais estrangeiros para esta área no Brasil, a BLTA, em parceria com a Embratur, promoverá em junho um roadshow em São Francisco, Los Angeles e Nova Iorque para divulgar os produtos exclusivos do Brasil. “Temos condições de proporcionar experiências incríveis que unem as riquezas naturais e culturais do Brasil com hospedagem de alta qualidade. Nossa característica é deixar que os turistas vivenciem produtos exclusivos, elegantes, sustentáveis com simplicidade e muito conforto”, explica Simone Scorsato, diretora executiva da BLTA, que adianta ainda que o roadshow seguirá também para a Europa. Segundo a professora Lygia Amadi da Silva Pinto, do Centro Universitário SENAC de Campos do Jordão, no anuário

Divulgação

A

Da Redação

Divulgação

Hotel Nau Royal, localizado em São Sebastião-SP

Hotel Nau Royal

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 43


Social São José dos Campos

Atitude News

Por Gilberto Freitas gilfreitasff@hotmail.com

A pequena Helena comemorou seus 2 anos ao lado dos pais Karen Piccinin e Eduardo Aoki, em clima de Frozen. Cris Goes recebe Solange Moraes em noite de sua vernissage. Demetrio Silva e Bruna Pires no Dia dos Namorados da Estância Nativa Sertaneja.

Ana Paula faria e Juliana Santos no lançamento do Clube da Caneca, no Calçada Brasileira - Bar e Churrascaria.

Walter e Cristina Cunha em noite dos namorados do Guten Bier, em São José dos Campos. 44 | Vitti | revistavitti.com.br

Raphael Pinotti com Junior Diego Becker no lançamento da marca NG De France. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 45


Social São José dos Campos

Circulando

NÓS PREPARAMOS EMPRESÁRIOS QUE FAZEM A DIFERENÇA NO MUNDO!

Por Marilda Serrano marildavlserrano@uol.com.br

Fernanda Kalvala, Regina Davila e Vera Buffulin Fotos: Gilberto Freitas

Fotos: Gilberto Freitas

Marcelo Milone Silva , Rosemary Sanz e Carlos Abranches

Adriana Birolli O GACC, Grupo de Assistência de Criança com Câncer, que tem como presidente Rosemary Sanz, lançou sua nova Campanha "Parceiros para a Vida". A madrinha da campanha é atriz Adriana Birolli, apoiadores e convidados participaram do lançamento que aconteceu em SJC.

Silvia Maximo, Ika Coelho, Francisca Gil e Lucia Gomez Vera Buffulin, presidente da Apae de São José dos Campos, recebeu convidados na Fazenda Limoeiro. A noite beneficente teve desfiles, danças do ventre, sorteios e muita animação. O tema foi 1001 Noites, os convidados capricharam nas vestimentas deixando a noite mais glamourosas.

São José dos Campos Mogi das Cruzes Curitiba Ribeirão Preto São Paulo

Janaina Dias e o Cheff Gustavo Crocio A presidente do Conselho da Mulher Empreendedora e do S.O.S. Mulher, conseguiu reunir cerca de 150 pessoas no Restaurante Jardim, em plena terça-feira para celebrar seu aniversário. Em suas palavras Janaína destacou a ação social do evento, já que 10% da renda do restaurante neste dia será revertida para a ONG Guri na Roça. 46 | Vitti | revistavitti.com.br

0 0 5 2.

INFORMAÇÕES PARA NOVOS GRUPOS www.mbmeduc.com.br 12 3018.5099 | 12 9.9161.9950 | Nextel ID: 84*69017 Av. Alfredo Ignácio Nogueira Penido, 335 - sala 1402 - Jd . Aquariús - São José dos Campos - SP

Melissa Pezzi e Janaina Dias

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 47


Social São José dos Campos

Luxo

Por Mariana Junqueira macjpm@hotmail.com

As empresárias Andrea e Caru Maia e a aniversariante querida, Andrea Guimarães em sua festa de aniversário com tema Egípcio.

Fernanda Valadares apresenta sua nova clínica de estética. Sucesso!

Paulo Vieira, Assessor de Imprensa, esbanjou elegância em festa egípcia.

Coach Vivian Sant'Anna prestigia inauguração da nova clínica Fernanda Valadares.

Publicitário Samuel Peluso confere a Peça 'Chuva Constante' em São José dos Campos.

Fotógrafo renomado, Anderson Ferreira e o belo designer de jóias (adoro!) Guilherme Cenedezi, no aniversário de Andrea Guimarães. 48 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 49


Social Guará

Social Guaratinguetá

No dia 10 de junho a loja da Art Frame inaugurou em Guaratinguetá o espaço café, assinado pela Quitutinhos. Veja abaixo alguns Clicks do dia da festa! Por Benê Carvalho benecarvalho@revistavitti.com.br

Fotos: DIVULGAÇÃO

Helenice Moreira Cezar

Guará em Pauta

Art Frame

A Sra. Marli Miléo, famosa em Guará pela sua animação e sempre à frente de campanhas de auxilio ao próximo e a entidades assistencias, comemorou seus 80 anos numa animada Festa Junina no Recanto do Bosque, rodeada de amigos, familiares e do esposo Toninho Faria. Como presente de aniversário ela pediu uma cesta básica para ser revertida aos necessitados.

Priscila Rodrigues, Sileke, Benê, Rose e Anne

Natália Quirino, Patrícia Picollo e Karen Quirino

Priscila Rodrigues e Saulo Quirino

Saulo Quirino, Priscila Rodrigues, Patrícia Picollo e Beto Issa

Patrícia Helena, Daniele Picollo, Priscila Rodrigues, Patrícia Picollo e Audrey Banzi

João Pedro Mollica

O lindo casal Fernanda e Luiz Fernando, disseram o tão aguardado “SIM” no último dia 30/05 numa emocionante cerimônia na Capela do Orfanato em Guará.

Janaina Kalil e Raquel Zanella

A equipe do Centro de Beleza Fabio Lima mudou de endereço e renovou as energias para continuar o excelente trabalho e simpatia às inúmeras clientes fiéis e amigas do clã. Na foto: Fabio Lima, Euclydes Martins, Flavio Lima, Denise Nunes, Albino Ouros, Klyfor Peixoto, Matheus Passareli, Renan Claudino, Nando Rodrigues, André Custódio, Tom Mendes, Jean Ferreira, Alice Morais e Silvia Vaneti Paulo Eduardo Credídio, à frente da Chemarauto, concessionária da Chevolet em Guará, representou a empresa num importante Prêmio de Crescimento no Pós Vendas, em Berlin, Alemanha no inicio de junho. Apenas 45 concessionárias do Brasil foram selecionadas.

Foi na festa do Divino de Paraty, dia 23 de maio, que o querido casal Thereza e Tom Maia lançaram a nova edição do livro “Paraty - Religião & Folclore, Ontem & Hoje”, atualizada, quarenta anos depois da primeira publicação. O livro é obra premiada pelo Ministério da Cultura. O autógrafo do livro, na Casa da Cultura de Paraty, teve como cenário uma bela cortina bordada, representando a festa do Divino da história da cidade. 50 | Vitti | revistavitti.com.br

André Maximo, está comemorando com sorrisos o sucesso da sua “Barber Máximo” em seu espço exclusivo, na Vila Paraíba. O atendimento e a simpatia continuam sendo o “máximo”.

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 51


Social Lorena

Império Lorena

Por Caroline Paes carolpaesrois@gmail.com Agenda Cultural: Espetáculo em Lorena, Teatro Teresa D’Ávila dias 25 e 26 de julho estará em cartaz a peça O Outro Van Gogh com Fernando Eiras. Imperdível.

Amo Casório. Ana Laura e Fábio Parecia um “de já vu” da TV Colosso, mas era Ito disseram sim no última dia 13, uma Feirinha de Adoção da UPA - Lorena. Animais muitas felicidades ao casal. recolhidos das ruas e tratados por voluntários como a querida Paola Giordani. Esse trabalho lindo é mantido por doações. Além do incentivo a adoção dos animais, estavam a venda mimos como canecas, Essa menina linda e sapequinha é a imãs e fotos do animais para arrecadar fundos. Valentina, filha dos amigos Renata Coura e Cristiano Azevedo, e agora está ansiosa pela chegada de uma irmãzinha. Muito fofa.

Quem conhece essa turminha sabe da amizade. Amo muito. Bianca, João e Dudu com a Tia Miriangela. Festinha Junina da Arca de Noé. 52 | Vitti | revistavitti.com.br

Vamos de Vinhos! Degustação de vinhos Chilenos Wine Consulting no Restaurante La Fonte, entre os presentes estão Cristiano Bussi e Fernanda Melo e os irmãos Roma Flávia e André. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 53


Social Campos do Jordão

Campos Acontece

Por Guilherme Martini gdmartinineto@gmail.com Bazar de variedades realizado no Espaço Vivo do Capivari para ajudar a APAE, com apoio do Fundo Social da Prefeitura de Campos do Jordão no Feriado de Corpus Christi.

Tadeu Sales

André Fischer e Karl Jorgensen na inauguração dos Trailer LOS MEDONZITOS no Shopping Cadij em Campos do Jordão no Feriado de Corpus Christi. III Raid Solidário em Campos do Jordão. Membros da Alfa Romeu Clube pós entrega de donativos na Divina Providência seguindo para o Centro Hípico Polana. Equipe Organizadora e Voluntárias do 1º WOOLFEST realizado no Mês de Maio na Praça São Benedito em Campos do Jordão. Federico Alvarez Diretor da BMW Motorroad Days 2015 no Evento realizado no Tarundú em Campos do Jordão, realizado de 15 a 16 de Maio.

Cozinha de Bistro realizada no Patio Paris pela Asstur. 54 | Vitti | revistavitti.com.br

Marilda, Paulo César, Maria José, Cecília Maria, Cyro e Luiz Pedro Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 55


Ponto de vista

Por Carlos Marcondes

or estes dias, um articulista da Folha de S. Paulo lembrava que a Presidente Dilma tem uma queda esquisita por trens; não por um “trem bão”, como dizem alguns de seus conterrâneos. Mas pelo “trem da alegria”, de quem gosta de torrar dinheiro em “viagens”. Antes, viajava na idéia doidivanas do trem-bala – aquele que estaria pronto para ligar São Paulo e Rio de Janeiro já na Copa de 2014. O negócio era um disparate tão grande que, nem com dinheiro quase dado, essas empreiteiras lava-jato quiseram embarcar, segundo Vinícius Torres Freire. Agora, a presidente veio com a história do trem do Peru, que ligaria o centro do Brasil ao Pacífico, passando em parte pela Amazônia e pelos Andes, “corredor, de exportação, agropecuário”, por onde nem os agropecuaristas querem correr.

O Brasil não consegue terminar a obra de quase 30 anos da Ferrovia Norte-Sul. Não consegue nem começar direito as obras essenciais de ferrovias que ligariam a Norte-Sul a Goiás e ao litoral da Bahia. O governo não consegue ligar à rede elétrica usinas de eletricidade, prontas, a fios. Não consegue colocar trilhos nem no sertão desértico da Bahia, por incompetência básica, rolos ambientais e outras burocracias. Mas quer fazer o trem da floresta do Peru. Um negócio da China. De onde teria vindo essa mania de trens? De uma infância feliz, passeando em marias-fumaça mineiras? Não se sabe. Porém, cada sonho mirabolante dos viajantes encastelados no poder tem-nos custado demasiadamente caro. Enfim, no Brasil do vale tudo, o Príncipe Dom Bertrand de Orléans e Bragança diz ser “difícil saber quem manda” no país, que vive “um período caótico”. O trineto de Dom Pedro II fez uma palestra

Fotos: Kadu Nascimento

P

O Brasil do Vale Tudo...

durante o 25º Encontro Monárquico no Rio e, entre outras “pérolas”, afirmou o seguinte: “O governo propôs conselhos populares, passa por cima do Congresso. Vamos cair no caos soviético.”; “Mostro que hoje não se encontra um brasileiro que diga, de boca cheia, que a República deu certo. Todos se perguntam qual é a solução. O Brasil só foi feliz no Reinado de Dom Pedro II. Foi um período áureo.”; “Já são cento e poucos anos, e o que deu? Golpe de Estado, revoluções, estado de sítio... o Brasil precisa se convencer de que a Monarquia é o Regime mais natural.”. Fazer eleições a cada quatro anos muda tudo de cima para baixo. Assim, quem sabe, o Brasil do vale tudo elege Lula da Silva para Rei e, ao mesmo tempo, Sua Majestade Dilma Roussef, Imperadora Perpétua, viajando em sua bike, sonhando com trens e colocando-nos num grande vagão de problemas insolúveis...

Projeto executado em parceria com as arquitetas: Selma Werneck Penna, Giovanna Salvia e Luciana Camargo

Rua Francisco Eugênio de Toledo, 177 - loja 8 12 99727.4906 / 12 3426.9450 lojanewtaubate@uol.com.br

56 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 57


Comportamento TAUBATÉ SHOPPING

PAI, VOCÊ SABE QUE SEU PRESENTE SOU EU, MAS VOCÊ MERECE O PRESENTE DO PRESENTE!

5

12 3413.4988

motivos

porque as crianças devem aprender a jogar xadrez

S

Da Redação

aber como jogar xadrez é extremamente benéfico para as crianças. Muitas pessoas não entendem os benefícios do jogo de xadrez, certamente porque nunca aprenderam a jogar, de fato. Outros, não têm paciência e acreditam que o jogo é muito demorado. O que lhes faltam compreender é que o xadrez exige um nível alto de inteligência, planejamento e paciência, até para os mais simples processos necessários para vencer. Saber como jogar xadrez ajuda você em várias áreas da vida. E quando os pais percebem isso, é próprio que queiram que seus filhos aprendam também. Existem alguns grandes benefícios para a introdução do jogo para todas as crianças, e aqui estão eles: Pensamento crítico As mães, às vezes, podem querer proteger seus filhos demasiadamente. E se você é uma mãe que, por exemplo, acha mais fácil responder a uma pergunta para os seus filhos ao invés de estimular que eles pensem nisso por eles mesmos, você vai querer que seu filho jogue xadrez. Xadrez requer habilidades de pensamento

58 | Vitti | revistavitti.com.br

crítico e essa é uma oportunidade perfeita para seu filho desenvolvê-las. O xadrez é metódico. Às vezes, como pais, nós mimamos nossos filhos e pensamos muito por eles. Estamos sempre apressados para fazer as coisas para eles em vez de permitir que eles usem seus próprios cérebros para evocar uma solução. Capacidade mental Sem querer se aprofundar nas teorias científicas, mas há algo chamado dendritos no cérebro que crescem exponencialmente quando as crianças estão envolvidas em um jogo como o xadrez. O que isto significa é que seu filho tem um aumento do potencial poder do cérebro e de sua capacidade. E hoje isso é muito importante, já que não existem tantos outros jogos que desenvolvem a capacidade mental, do mesmo modo que o xadrez o faz. Aprendizados para a vida real Já ouviu aquele ditado, “o senso comum não é tão comum assim”? Bem, pelo menos com o xadrez seus filhos desenvolvem habilidades analíticas e habilidades de tomada de decisão, que eles certamente irão transferir o aprendizado para a vida real. Nós todos sabemos que essas habilidades são essenciais para a vida real.

Pensamento de ordem superior Xadrez necessita de habilidades de pensamento mais complexos e isso os ajuda a analisar as ações e consequências e visualizar possibilidades futuras. E quais são as habilidades de pensamento de ordem superior? Com crianças, você quer que eles sejam capazes de analisar informações de forma mais elaborada, mais complexa. Os alunos devem dominar as habilidades de nível mais baixo antes que eles possam se engajar no pensamento de ordem superior. E jogando xadrez os fazem alcançar isso. Planejamento O xadrez ensina as crianças a prever e planejar com antecedência. Essa é uma habilidade extremamente útil que eles podem aplicar em diversas áreas, como por exemplo planejar a compra de um brinquedo que eles desejam muito. Uma coisa bacana é que o bom planejamento é recompensado no xadrez. Se você não planejar bem, você sofre com as consequências e é punido. Isso se aplica na vida real da mesma forma.

Fonte: www.guiadebrincadeiras.com.br Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 59


Sociedade

Lar Escola Santa Verônica

completa 96 anos

Entidade mantêm diversos serviços na área da educação e assistência social e prepara celebrações de seu centenário

F

Por Ronaldo Casarin

undado por D. Epaminondas Silva, primeiro Bispo da Diocese de Taubaté, o orfanato Santa Verônica foi inaugurado em 02 de março de 1919. Sempre esteve no mesmo endereço, na Av. Marechal Deodoro, em terreno de propriedade da Venerável Ordem Terceira da Penitência de São Francisco de Assis. Seus fundadores foram os frades Capuchinhos do Convento Santa Clara, que confiaram a direção às Irmãs da Congregação Franciscana do Coração de Maria. Após seis anos da fundação, e após muito trabalho angariando donativos, as Irmãs puderam inaugurar o novo prédio, em 1925, ampliando a capacidade de atendimento. Nesta época, o número de pequenas órfãs assistidas era de 24, que foram melhor acomodadas nas novas instalações. Com o passar dos anos, o Santa Verônica foi crescendo, ampliando seus pavilhões e atendendo sempre um número maior de órfãs. Em 1914, atendendo à necessidade de novas ampliações, foi construído um novo pavilhão, a mando da Sra. Eponina Cardoso, destinado a abrigar as internas já diplomadas pelo curso primário. Nesse novo espaço, as jovens aprendiam trabalhos domésticos e podiam permanecer na instituição até a idade de 21 anos. Em 1945, o orfanato já apresentava as dimensões atuais, e já havia abrigado ao todo 429 meninas. Desde sua criação, o orfanato Santa Verônica sempre recebeu apoio por meio de donativos de vários cidadãos taubateanos. Entre os diversos personagens ben-

60 | Vitti | revistavitti.com.br

feitores destacam-se o casal Félix e Jeanne Guisard, Dr. Pedro Luiz de Oliveira Costa, Sr. Alexandre Monteiro César Mine e as senhoras Chiquinha de Mattos e Angélica Marcondes Castilho. O Lar Escola Santa Verônica Ao longo do tempo, o Lar Escola Santa Verônica foi ampliando seu universo de ação em prol da população em situação de vulnerabilidade social. Hoje, com 96 anos funcionamento, o Santa Verônica atende crianças e adolescentes em diversas frentes. Na área da educação infantil, o Lar oferece a creche, atendendo em período integral 160 crianças de 18 meses a 5 anos. Na assistência social, é oferecido o programa de Proteção Social Básica, atendendo 120 crianças e adolescentes de 6 a 15 anos, com atividades socioeducativas, culturais e de lazer. Há também o programa de Proteção Social Especial de Média Complexidade, atendendo adolescentes de 12 a 18 anos, ou jovens de 18 a 21 anos. Hoje são 136 adolescentes atendidos, que prestam serviços à comunidade em liberdade assistida. Em todos estes serviços, o Santa Verônica desenvolve trabalho de orientação e apoio junto às famílias. “O Lar Escola Santa Verônica quer ser reconhecido pela sociedade como uma instituição que, por sua presença evangelizadora e pela excelência dos serviços prestados, contribui para que a vida seja promovida, resgatada, respeitada e preservada”, afirma Irmã Elza Maria Pianta, diretora da instituição. Manutenção Para que a instituição siga funcionando

e cumprindo sua missão, o Santa Verônica conta com recursos vindos de convênios com a prefeitura de Taubaté, convênios com organizações privadas, trabalho de voluntários, recursos de um bazar permanente, grupos de senhoras voluntárias que executam trabalhos manuais que são vendidos em feiras de artesanato, festas e eventos beneficentes, e contribuições em dinheiro de doadores anônimos. “Apesar dos muitos momentos de dificuldade, nunca o Lar Santa Verônica deixou de atender suas finalidades”, comenta Irmã Elza. Nos últimos anos, a entidade tem enfrentado o desafio da manutenção do prédio. “Reforma geral da cozinha, da capela e de banheiros, e a construção de uma cozinha para o salão de festas, que pode ser alugado e gerar renda são obras necessárias. Mas o mais urgente é a aplicação do Projeto de Prevenção de Incêndios. O projeto e os custos de execução estão prontos. Quem tiver interesse em ajudar, essas informações estão disponíveis no site pinnesistemas.com, que é a empresa parceira nesse projeto.”, afirma Irmã Elza, que completa: “O Lar mantém a confiança de que Deus não deixará de suscitar corações generosos que não medirão esforços para colaborar para a continuidade de sua missão de semear vida e esperança”. O Lar Santa Verônica conta atualmente com uma Comissão do Centenário, que já trabalha coletando dados e material histórico visando as celebrações dos 100 anos da entidade. Para colaborar, escreva para: fcac.1936@gmail.com Julho, 2015

2015-06-29_ANÚNCIO UPH.pdf

1

29/06/2015

12:59:20

Férias de Julho no Ubatuba Palace Hotel é diversão garantida. ra Pacotes pa veillon Natal e Re eis. já disponív os! Consulte-n

Recreação a partir da 2ª Quinzena de Julho | Jantar com Música Ao Vivo nos finais de semana | 3º Festival Gastronômico de Inverno aos Sábados no Jantar Desconto progressivo para 02 pessoas, válido para todas as categorias de Aptos no Mês de Julho. Mínimo de 03 Diárias: 5% de desconto Mínimo de 04 Diárias: 10% de desconto. Mínimo de 05 Diárias ou mais: 15% de desconto.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

Rua Cel. Domiciano, 500 Centro - Ubatuba SP Diárias com Café da Manhã e Jantar - Sauna à Vapor - Salão de Jogos - Massagem (opcional) - Salão para Reuniões e Eventos Piscinas Aquecidas - Bicicleta para Passeio - Estacionamento Fechado - Wi-Fi - Brinquedoteca Julho, 2015

12 3832 4500 reservas@ubatubapalace.com.br www.ubatubapalace.com.br facebook.com/ubatubapalace revistavitti.com.br | Vitti | 61


Social Aparecida

Especial Aparecida

Aparecida

Aparecida: Capital Mariana do Brasil Fé e devoção se misturam com a história da cidade que abriga o maior templo católico do Brasil

Ivonete Angelico arrasando no vocal da Banda Madame Café.

Lidiane e Miguel preparando as malas em Abu Dhabi para fazer uma visitinha ao Brasil para matar a saudade! Livia Piza e Rhamon Oliveira sempre juntinhos e lindos.

Rede Feminina de Combate ao Câncer reunida em uma linda festa realizada no Umuarama Clube de Aparecida para comemorar o Dia dos Namorados.

Mauro e Vera Minaier foram para Baltimore matar saudade da linda Gabriela. 62 | Vitti | revistavitti.com.br

Glaucia curtindo o arraiá do Santuário Nacional com os netos, Beatriz e Theo. Julho, 2015

C

Por Ronaldo Casarin

orria o ano de 1717 quando os pescadores Domingos Garcia, Felipe Pedroso e João Alves navegavam o rio Paraíba do Sul em busca de seu sustento. Consta na história que os três ribeirinhos estavam em busca de peixes para que fosse servido um banquete ao governador da capitania de São Paulo, Dom Pedro Miguel de Almeida, que passava pela Vila de Guaratinguetá. Era época difícil, de poucos peixes, e em uma das tentativas de lançar suas redes ao rio, os pescadores encontraram a imagem de uma Santa Negra. Primeiro, pescaram um corpo de imagem, sem cabeça, depois, ao jogarem novamente a rede, tiraram do rio a cabeça da imagem, que se encaixava perfeitamente ao corpo. Começava ali uma história que colocaria a futura cidade de Aparecida na história definitiva do país, e eternizaria aquela santa como Nossa Senhora Aparecida, a Padroeira do Brasil. A região onde hoje se encontra o município fazia parte da cidade de Guara-

Julho, 2015

tinguetá, e somente em 17 de dezembro de 1928 que Aparecida emancipou-se. A imagem da Padroeira A história da cidade de Aparecida por vezes se confunde com os relatos e registros do encontro da escultura que posteriormente ganhou o status de imagem sagrada de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. A imagem é de terracota - um tipo de argila que depois de modelada é cozida em forno apropriado - e mede cerca de 40 centímetros de altura. A cor acanelada, com que hoje é conhecida, deve-se ao fato de ter sido exposta, durante anos, ao picumã das chamas das velas e dos candeeiros. Segundo especialistas, a imagem de Nossa Senhora Aparecida é de estilo seiscentista e muitos estudiosos da Igreja Católica dedicaram anos de análises a respeito da escultura, como Dr. Pedro de Oliveira Ribeiro, os Monges Beneditinos do Mosteiro de São Salvador (na Bahia), Dom Clemente de Silva Nigra e Dom Paulo Lanchenmayer. Uma das conclusões é de que a imagem é do século XVII. Já a autoria da obra foi por muito tempo motivo de dúvida. Após longos estudos, resolveu-se atribuir a autoria ao monge

beneditino Frei Agostinho de Jesus. Depois de ser pescada em 1717, a imagem ficou em poder da família do pescador Felipe Pedrosos durante 15 anos. Era na própria casa dele que pessoas da vizinhança se reuniam para rezar. A devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida foi crescendo em meio ao povo local e muitas graças foram alcançadas por aqueles que rezavam diante da imagem. Décadas depois, já consagrada como Padroeira do Brasil, a imagem sofre um atentado em 1978. O estudante Rogério Marcos de Oliveira, então com 19 anos, subiu no altar da Basílica Velha e jogou a imagem no chão, quebrando-a em exatos 165 fragmentos. O homem foi preso e depois internado em uma clínica de tratamento psiquiátrico. Os pedaços da imagem foram encaminhados ao professor Pietro Maria Bardi, na época diretor do Museu de Arte de São Paulo, que a examinou juntamente com Dr. João Marinho, colecionador de imagens brasileiras. A imagem de Nossa Senhora Aparecida foi totalmente reconstituída pela artista plástica Maria Helena Chartuni, que na época era restauradora do Museu. revistavitti.com.br | Vitti | 63

Divulgação

Erasmo Ballot

Por Ligia Ballot liballot@hotmail.com


Especial Aparecida

Arquivo Paula Costa

A Construção da Primeira Basílica

U

Por Ronaldo Casarin

m dos primeiros marcos arquitetônicos e turísticos da cidade de Aparecida foi a Matriz Basílica de Nossa Senhora Aparecida, mais conhecida como Basílica Velha. Com obras iniciadas em 1845 e concluídas em 1888, a igreja recebeu do Vaticano, em 1908, o título de Basílica de Aparecida. Em 1982, foi tombada pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arqueológico e Turístico do Estado de São Paulo),

64 | Vitti | revistavitti.com.br

como monumento de interesse histórico, religioso e arquitetônico. Os anos de visitação e a própria ação do tempo fez com que a igreja sofresse com o desgaste de suas estruturas e acabamento, e um grande trabalho de restauração do prédio foi iniciado em 2004 por iniciativa do Santuário Nacional. Ao todo, foram reparados detalhes internos e internos da matriz, que recuperou a arquitetura barroca de quando foi construída em 1888. Onze anos depois, em fevereiro de 2015, a Matriz foi reinaugurada. Da es-

trutura completa da igreja, foram recuperadas janelas e peças de mármore do presbitério e altar. Piso, telhado e paredes também receberam reparos pelos restauradores durante o processo. Segundo o Santuário, nas paredes foram encontradas sete camadas de tintas em pinturas anteriores. Também foram recuperadas pinturas clássicas da Matriz, do início do século XX. Um órgão de tubos, originário da Alemanha, foi totalmente reconstruído, e poderá ser utilizado em missas no local. Atualmente a Basílica Velha encontra-se novamente aberta à visitação turística. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 65


66 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 67


Fotos: Acervo Lucio Mauro Dias

Especial Aparecida

Uma Nova Basílica, uma Nova Cidade

A

Da Redação

obra da construção da nova Basílica de Aparecida começou em 1955, e a principal motivação foi de que a cidade já era um dos principais destinos de peregrinos católicos do país, e a pequena Basílica antiga já não comportava tantos romeiros. A nova basílica do santuário de Nossa Senhora Aparecida é hoje o maior templo católico do país. Assinado por Benedito Calixto de Jesus Neto, o projeto arquitetônico teve inspiração no estilo românico que predominou na Europa entre os séculos 10 e 13. Uma mistura de formas geométricas, muitos arcos, ausência de traços bruscos. Já o projeto artístico, composto por painéis, vitrais, azulejos e revestimentos, é assinado pelo artista plástico Cláudio Pastro. Um dos primeiros momentos marcantes da Basílica aconteceu em 1980, quando o Papa João Paulo II, então em visita ao Brasil, deu a benção ao altar do templo. A grande passarela que liga o centro antigo de Aparecida ao Santuário foi 68 | Vitti | revistavitti.com.br

inaugurada em 1972, e por ela os romeiros andam quase 400 metros para chegar a uma altura de 35 metros, de onde é possível ter uma visão privilegiada de todo o complexo e da cidade. Uma visita durante um fim de semana na Basílica é a oportunidade perfeita para encontrar gente dos quatro cantos do Brasil, e até mesmo peregrinos de outros países que visitam o Santuário. Os números grandiosos não ficam apenas na contagem da multidão que circula pelas dependências do complexo onde a Basílica está localizada. São realizadas 37 missas por semana, sendo sete aos domingos. Mais de 50 mil hóstias são distribuídas aos fiéis durante as comunhões dominicais. “No ano passado, 350 mil pessoas foram atendidas, tanto para a confissão como as pessoas que buscam uma orientação para a sua vida”, diz o padre Vicen-

te André de Oliveira. Um dos pontos mais famosos da Basílica é a Sala dos Milagres, localizada no subterrâneo da basílica. Lá, o visitante se depara com quase 100 mil fotos de fiéis que atribuem a Nossa Senhora graças recebidas. Objetos dos mais variados tipos também são expostos neste espaço, como forma de agradecimento de diversas graças alcançadas. A capela das velas também é ponto muito procurado pelos romeiros que visitam a Basílica nacional. Pedidos de graças, orações ou agradecimentos são feitos enquanto o fogo das velas ilumina o local. O próprio Santuário tem uma equipe de funcionários que trabalha o dia todo para separar a cera derretida e reaproveitá-la na fabricação de novas velas. “Mesmo num dia de movimento fraco sai uma média de cinco, seis mil quilos de cera. Com movimento forte, sai nove, dez mil quilos”, diz Sebastião Duarte, um dos funcionários que trabalha no setor. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 69


Foto: Helio Dias

Especial Aparecida

A Nova Hotelaria de Aparecida Em entrevista, Ernesto Elache, presidente do Sindicado de Hotéis, Bares e Restaurantes de Aparecida e Vale Histórico, fala do processo de modernização que está sendo aplicado na rede hoteleira do principal destino religioso do Brasil

uais as principais ações que o SINHORES de Aparecida tem implantado para a melhoria do sistema hoteleiro da cidade? Ernesto Elache - As ações começaram em 2006, com a V Conferência Episcopal da América Latina e Caribe. Na ocasião, o SINHORES apresentou um projeto para a Visanet que o aceitou imediatamente e foi criada a primeira Escola Técnica de Hotelaria e Gastronomia do Vale do Paraíba. De 2007 a 2010, foram formados 1.380 alunos que ingressaram no mercado, e além disso o SINHORES inicou a montagem de uma biblioteca de hospedagem e alimentação. A entidade oferece em seu trabalho 10 itens de prestação de serviços e consultoria para os setores abrangidos. Quais foram os principais “pontos fracos” diagnosticados e que mereceram atenção maior no processo de melhoria do sistema hoteleiro de Aparecida? E.E. - Nossa visão sobre os pontos fracos se baseia na necessidade de uma qualificação profissional mais ampla. Assim como em praticamente todas as cidades turísticas interioranas, os pontos principais são a qualidade da mão de obra, conhecimento administrativo e o perfil de todo o serviço que envolve a hotelaria. Por exemplo, até o ano passado, um serviço que era 70 | Vitti | revistavitti.com.br

tido como diferencial era a oferta de canais de TV e internet WiFi. Hoje a preocupação já foca no cardápio de travesseiros, então a hotelaria é uma empresa de venda de serviços onde sua imaginação e capacidade de surpreender faz toda diferença. É possível afirmar que o SINHORES trabalha para implantar um padrão internacional de qualidade na rede hoteleira de Aparecida? E.E. - Aparecida oferece hotéis para turismo, ou seja, que oferecem hospedagem e alimentação sem nenhum espaço para o lazer. São hotéis em sua maioria de administração familiar. Hotéis internacionais precisam ter uma linguagem internacional. Quando se criou o termo globalização, o mesmo foi criado pela rede Hilton que descobriu que seu hospede do Hilton de Tókio iria gostar de ter no Hilton de Nova York o mesmo tratamento e serviço. Aparecida procura se estabelecer nos padrões de mercado hoteleiro buscando satisfação de seus hóspedes. Talvez num futuro próximo Aparecida se torne um ponto mundial para o turismo religioso e a hotelaria local caminhe para este mesmo sentido.

surgiram a partir desta data, vem com novos conceitos de estrutura, mobília e serviço. Esse plano de modernização do sistema hoteleiro afetará de que forma o treinamento e preparação dos trabalhadores do setor? É esperado um aumento do número de vagas para trabalhadores da hotelaria? E.E. - Sem dúvidas um hotel é composto de corpo e alma. O corpo é construído por um arquiteto e ou engenheiro. A alma é a qualidade da mão de obra do hotel. Desde a possibilidade bilíngue de seus funcionários até o conhecimento internacional de serviços, são objetivos que devem ser alcançados pelos hotéis da cidade, e 60% já mudou e se enquadrou dentro desse padrão. Quanto à geração de empregos, com certeza será uma consequência dessa melhora de qualidade. Aparecida conta hoje com aproximadamente 35.000 mil leitos e por volta de 190 meios de hospedagem, legalmente constituídos.

Quantos hotéis locais hoje já atendem um padrão de alta qualidade? E.E. - Por volta de 60% da hotelaria em Aparecida, que se modificou com um novo perfil a partir de 2006 e os novos hotéis que

Ernesto Elache, presidente do Sindicado de Hotéis

Divulgação

Q

Por Ronaldo Casarin

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 71


Especial Aparecida

Dom Raymundo Damasceno

N

Da Redação

Internacional; lançamento de um selo e de uma medalha comemorativa do Jubileu; inauguração de um monumento em homenagem a Nossa Senhora Aparecida nos jardins do Vaticano, entre outros.

Em 2017 completam 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora. Qual a importância desse fato histórico para os católicos do Brasil? Dom Damasceno - No âmbito religioso, tanto em Aparecida, como em todo Brasil, acredito que será um momento de fortalecimento da fé e da devoção a Nossa Senhora Aparecida, Rainha e Padroeira do Brasil. Um tempo forte de conversão e de evangelização. Para Aparecida, em particular, significa uma projeção maior da cidade e um aumento considerável de romeiros. Será uma boa oportunidade para que as autoridades municipais, em parceria com o Governo Estadual e Federal, preparem a cidade para acolher os peregrinos e os eventos que aqui acontecerão no ano do tricentenário. Para isso, é imprescindível investimentos na área da segurança pública, transporte, saúde e lazer, assim como, investir na capacitação dos profissionais do setor hoteleiro e comercial, principal ramo de atividade do município de Aparecida. Não devemos esquecer que os peregrinos e os turistas levam consigo na lembrança a boa e respeitosa acolhida, recebida pelos moradores da cidade por eles visitada. Quais serão as principais celebrações planejadas para esta data que promete ser histórica? 72 | Vitti | revistavitti.com.br

Divulgação Santuário Nacional

omeado Arcebispo de Aparecida em 28 de janeiro de 2004, pelo Papa João Paulo II, Dom Raymundo Damasceno também ocupa atualmente o posto de presidente da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Ele concedeu uma entrevista exclusiva à Revista Vitti, onde falou das celebrações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, e da relação do Santuário Nacional com a cidade e a região.

“É emocionante sentir e ver no rosto de cada romeiro a fé sincera e a devoção filial à Mãe Aparecida.” Dom Damasceno - Para a celebração do tricentenário do encontro da imagem de Nossa Senhora, o Santuário Nacional preparou uma vasta programação. A título de exemplo: peregrinações da imagem de Nossa Senhora Aparecida pelas Dioceses do Brasil; um tríduo em preparação do tricentenário (2014, 2015, 2016); entronização da imagem de Nossa Senhora de Fátima no Santuário Nacional da Padroeira do Brasil (já realizada em maio de 2014); entronização da imagem de Nossa Senhora Aparecida em Fátima (realizada em maio deste ano); terço rezado em conjunto, entre Brasil e Portugal, transmitido via satélite; construção do campanário, com projeto de Oscar Niemeyer , entre a Capela das Velas e a Passarela; publicação da história da Imagem de Nossa Senhora Aparecida e sobre a contribuição da devoção a Nossa Senhora Aparecida no catolicismo brasileiro; Simpósio Mariológico

Sobre a Basílica e a relação dela com o município de Aparecida, o que podemos esperar para o futuro próximo? Dom Damasceno - O Santuário Nacional é o maior santuário mariano do mundo. Anualmente, recebe cerca de 12 milhões de peregrinos. Esta população flutuante movimenta toda a cidade, gerando centenas de empregos diretos e indiretos, principalmente no setor do comércio e da hotelaria. Somente o Santuário emprega cerca de 2 mil servidores. O Santuário mantém oito obras sociais filiais, dentre elas o Lar Nossa Senhora Aparecida e a Casa do Pequeno, onde também está inserido o Pemsa (Projeto de Educação Musical do Santuário de Aparecida), e mais sete projetos sociais, como: “Colinho de Mãe”, “Acolher bem”, “Olhar Aparecida”, “Mãos na Massa”, “Caminho da Fé”, “Esteio de Luz” e “Trilhas do Viver”. Podemos destacar também o “Arraiá de São João”, criado há 10 anos por uma comissão de colaboradores e voluntários do Santuário, que tem por objetivo arrecadar fundos para oito entidades sociais beneficentes de Aparecida. Além disso, o Santuário mantém um repasse financeiro mensal à Santa Casa local e diversas outras instituições filantrópicas. No campo religioso, é redundante falar da importância do Santuário Nacional na vida do povo brasileiro. Todos os meses, recebemos peregrinos de toda parte do país e até do exterior. A grande maioria é formada por pessoas humildes. Muitos viajam horas e até dias para chegar aqui e deixar aos pés de Nossa Senhora Aparecida suas angústias, seus pedidos, seus agradecimentos. É emocionante sentir e ver no rosto de cada romeiro a fé sincera e a devoção filial à Mãe Aparecida. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 73


Especial Aparecida

A

Por Ronaldo Casarin

os 32 anos, o Chef Toni Lisanti está no comando dos restaurantes do Hotel Rainha do Brasil, uma das principais referências em hospedagem na cidade de Aparecida. Em entrevista à Revista Vitti, ele fala do trabalho com gastronomia e dos atrativos que os hóspedes encontram nos dois restaurantes que funcionam dentro do Rainha do Brasil - Restaurante Gaudium e Restaurante D’Ágape – ambos com os mesmos cardápios e serviços.

Como foi a sua formação profissional no meio gastronômico? Toni Lisanti - Me formei em Hotelaria e Gastronomia pela Universidade Estadual da cidade de Maratea, na Itália. Comecei a trabalhar com gastronomia em 2002, em hotéis padrão cinco estrelas no Sul da Itália. Minha carreira como chef de cozinha decolou a partir do momento que passei a trabalhar nos transatlânticos da Costa Cruzeiros, onde atuei de 2005 a 2013. Nesse período, obtive ampla experiência em cozinha italiana, mediterrânea e internacional. 74 | Vitti | revistavitti.com.br

Toni Lisanti

Chef do Restaurante do Hotel Rainha do Brasil, de Aparecida Desde quando está à frente da cozinha do Restaurante do Hotel Rainha do Brasil? T.L. - Assumi o posto de chef de cozinha do Rainha do Brasil em fevereiro de 2014. Para quem ainda não conhece o restaurante do Hotel Rainha do Brasil, qual o tipo de gastronomia que norteia o menu da casa? T.L. - Oferecemos um menu bem variado, unindo o melhor da cozinha internacional com as delícias da gastronomia regional. Também servimos a opção da sugestão do chefe. Além de pratos típicos da cozinha brasileira, como a tradicional feijoada aos sábados, servimos aos domingos o “almoço da Nona”. Com variedades de massas, antepastos, queijos e sobremesas típicas da região como doces e compotas, mas com um toque de requinte, como Tiramisu e outras sobremesas da cozinha internacional. O Rainha do Brasil tem uma programação especial para as férias do meio do ano. Fale um pouco sobre as atrações.

T.L. - Até o dia 31 de Julho acontece pelo segundo ano consecutivo o Festival Gastronômico Férias & Gastronomia. Neste período, servimos além do buffet tradicional, uma deliciosa seleção de caldos, cremes, massas e risotos para aquecer as férias.

Os restaurantes Gaudium e D’Ágape, ambos dentro do Hotel Rainha do Brasil, comportam 330 pessoas cada um e atendem além dos hóspedes, o público em geral. No entanto, para quem não está hospedado, é recomendado que ligue com antecedência para consultar a disponibilidade de mesas. O telefone é (12) 3104-1010. Horários de funcionamento: Café da manhã: 06h30 às 09h30 Almoço: 11h30 às 14h30 Jantar: 19h30 às 22h00

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 75


Especial Aparecida

Um mercado Iluminado Fabricação de velas e artigos religiosos movimenta economia local e gera empregos

O

Da Redação

catolicismo tem muita força em seus símbolos, como velas, imagens de santos, terços e lembranças. Isso faz com que boa parte da economia da cidade de Aparecida seja movimentada pela fabricação e comércio desses artigos. O movimento de romeiros que visitam a cidade é constante em praticamente todos os meses do ano, mas é em outubro, durante os festejos em comemoração ao Dia de

Nossa Senhora Aparecida é que este setor mais fatura. Em 2014, por exemplo, cerca de 700 mil devotos de Nossa Senhora passaram por Aparecida durante o mês de outubro. Para este ano, a expectativa é de que o movimento seja igual ou até maior, e já prevendo uma demanda grande pelas velas, imagens e demais artigos relativos a Nossa Senhora, os fabricantes locais já estão trabalhando a todo vapor. Em média, cerca de 12 mil empregos temporários devem ser gerados em Apa-

recida por conta do aumento na produção dos artigos religiosos e demais preparativos para as celebrações de 12 de outubro. Segundo dados da prefeitura, a maior demanda de contratações deve atender, além dos fabricantes de velas, imagens e artigos religiosos, o comércio e restaurantes. Na fábrica de velas Santuário, a produção deve ser intensificada a partir do mês de maio, e o volume de produção cresceu 40%, e até outubro devem ser produzidas um total de três milhões de velas.

Aparecida ou Aparecida do Norte?

M

uitos visitantes ainda chamam a cidade de “Aparecida do Norte” e não apenas “Aparecida”, como é seu correto e verdadeiro nome. É comum ainda, até mesmo em algumas publicações, referências à cidade com a expressão “do Norte”. Segundo a escritora Zilda Ribeiro, em seu livro “História de Nossa Senhora da Conceição Aparecida e de seus escolhidos”, de 1998, durante muito tempo o povo nomeou a terra da Padroeira como Aparecida, seu verdadeiro nome. Mais tarde passaram a 76 | Vitti | revistavitti.com.br

chamá-la de “Capela de Aparecida”. Com a inauguração da estrada de ferro, os devotos passaram a viajar de trem. E embarcavam na Estação Norte, em São Paulo. E diziam que seu destino era Aparecida da Estação Norte. Com o passar dos anos, por um processo linguístico coletivo, chamado braquilogia, eliminaram a palavra ‘Estação’ restando Aparecida do Norte. Ainda hoje é comum ouvir algumas pessoas se referindo à cidade como Aparecida do Norte. Mas o correto é apenas Aparecida. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 77


Especial Aparecida

Aparecida na Rota do Turismo Internacional Com apoio da EMBRATUR, cidade quer incrementar o turismo e projetar o Santuário Nacional como ponto de visitação mundial

A

Da Redação

EMBRATUR – Instituto Brasileiro de Turismo – tem planos grandiosos para a cidade de Aparecida. O objetivo do órgão é tornar a cidade e o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida rota mundial de peregrinação. No último mês de abril, técnicos da EMBRATUR estiveram na cidade para o início da elaboração de um plano de trabalho sobre o assunto, durante o Encontro Empresarial de Turismo Religioso, 78 | Vitti | revistavitti.com.br

evento apoiado pelo Sinhores (Sindicato de Hotéis e Restaurantes de Aparecida e do Vale Histórico). A estratégia do governo e dos empresários do setor de turismo é projetar a Basílica a um patamar semelhante ao alcançado por santuários como o de Fátima, em Portugal, Lourdes, na França, e Guadalupe, no México. O planejamento prevê entre os pontos centrais de trabalho o aumento do fluxo de turistas latinoamericanos, já que o continente tem forte presença da religião católica, e alavancar as visitas entre segunda-feira e quinta-feira, quando a cidade fica mais vazia. “Na visita dos técnicos foram definidos catálogos, com hotéis de vários níveis e preços. A Embratur ficará responsável pela divulgação deste projeto que vai ser muito bom para Aparecida”, comentou Ernesto Elache,

presidente do Sinhores. Outro ponto que a cidade de Aparecida já trabalha para atender as necessidades e galgar degraus no turismo internacional está relacionado ao sistema hoteleiro. Para alcançar o patamar de santuários como o de Fátima, Lourdes e Guadalupe, no entanto, o município precisará investir nesse setor. As rotas religiosas na Europa e no México possuem hotéis com padrão internacional, o que não acontece com boa parte dos estabelecimentos de Aparecida. Neste edição da Revista Vitti, você confere uma entrevista com Ernesto Elache, presidente do Sinhores, em que ele comenta o grande plano de melhorias e modernização do setor hoteleiro de Aparecida, justamente como parte deste plano de alavancar o turismo internacional na cidade. Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 79


Esporte

Papo Rápido com

Danilo Melo esporte sempre foi parte de sua vida. Quando pequeno, praticou taekwondo e depois futebol. Agora, aos 24 anos, este paranaense natural de Cianorte se dedica de corpo e alma ao triátlon. Danilo Melo vive em Taubaté há 8 anos, e mesmo com pouco tempo na modalidade, mostra que está no caminho para conquistar mais títulos. Batemos um papo rápido com Danilo, que está se preparando para disputar suas primeiras provas internacionais ainda este ano.

Como um ex-jogador de futebol migrou para o triátlon? Danilo Melo - Desde pequeno pratico esportes, primeiro taekwondo depois passei pro futebol. Cheguei a jogar pelas categorias de base do Esporte Clube Taubaté, e foi justamente por isso que saí do Paraná e vim pra cá. Passei por outros clubes, mas o futebol não deu certo. Decidi iniciar a faculdade de Direito em Taubaté, e nessa época comecei a praticar corrida de rua. Conheci então o Giovanni Azzolini, que me convidou e incentivou a migrar para o triátlon, e hoje ele é meu treinador. Comecei e há um ano e meio com os treinos e competições. Quais foram as maiores dificuldades para se adaptar ao triátlon? D.M. - Todo mundo pensa que o triátlon são três modalidades, natação, ciclismo e corrida separadas. Mas na verdade é uma coisa só, é uma sequência, e a transição de um esporte para o outro tem que ser trabalhada para que na hora da prova tudo dê certo. Essa é a maior dificuldade.

80 | Vitti | revistavitti.com.br

Quais foram os seus principais títulos até agora? D.M. - Em 2014 ganhei o Meio-Iron Man de Foz do Iguaçu, o que me deu o direito de disputar o Mundial de Meio-Iron Man, que acontece em agosto próximo na Áustria. Esse ano fui vice-campeão geral do Meio-Iron Man de Brasília, e fui Campeão Brasileiro na minha categoria, que me deu vaga para o Mundial de Triátlon na Distância Olímpica, que será em Chicago, nos EUA.

aqui, que me deram a classificação, se eu conseguir repetir dias bons de prova, dá para brigar pelo top 3. Sigo treinando forte para isso.

Quais são as distâncias das provas de triátlon que você disputa? D.M. - A Distância Olímpica engloba uma prova com 1,5 Km de natação, 40 Km de ciclismo e 10 Km de corrida. Já a distância do Meio-Iron Man corresponde a 1,9 Km de natação, 90 Km de ciclismo e 21 Km de corrida.

Quais serão as suas próximas competições aqui no Brasil? D.M. - Dia 12 de julho, como preparação do Mundial, estarei no Meio-Iron Man de Porto Seguro (BA), onde vou competir para pegar ritmo de competição. E dia 4 de outubro tem o Meio-Iron Man do Rio de Janeiro.

Para essas provas no exterior, como estão os preparativos para as viagens? D.M. - Estou correndo atrás de patrocínio e lutando para levantar o dinheiro necessário para passagens, hospedagem e inscrição, pois tudo é muito caro. Tenho algumas empresas que me apóiam, como a Six One Jeans, a Prefeitura de Taubaté e a Yakult de Taubaté. A academia Cunzolo também me apóia com a estrutura deles.

Qual é a sua rotina de treinos atualmente? D.M. - Durante a semana são 24 Km de natação, 350 Km de bike, e 80 a 100 Km de corrida. Faço também musculação para prevenção de lesões e trabalhos de fisioterapia.

Divulgação

O

Por Ronaldo Casarin

Qual a sua expectativa de resultados para essas provas internacionais? D. M . - Pe lo s tempos que consegui nas provas

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 81


Esporte

Por Fabiana Ferreira fabycanoagem@hotmail.com www.luzcameraesporteacao.blogspot.com

conquista título na Copa do Mundo de Canoagem e quer ouro no Rio 2016

"E

m maio, na cidade de Duisburg, na Alemanha conquistei minha medalha de ouro na Copa do Mundo de Paracanoagem. Depois de uma derrota amarga no último mundial onde perdi a hegemonia de 5 anos, vieram as incertezas, medos, dúvidas e passei esses últimos meses lutando contra minha própria mente, mas finalmente acabei saindo

PM de Ubatuba promove 18ª Prova Pedestre Soldado Paulino Fotos: Divulgação

E

m junho ocorreu a 18ª edição da Prova Pedestre Soldado Paulino, corrida criada para comemorar o aniversário da 3ª Cia. da Polícia Militar em Ubatuba. A denominação da prova presta homenagem ao soldado PM Francisco Paulino da Silva Filho, atleta que sempre representou a Polícia Militar e a cidade de Ubatuba em provas pedestres por todo o Brasil. Foram 5 e 10 quilômetros pelo centro e orla da cidade valorizando seus pontos turísticos e reuniu cerca de mil atletas num belo dia de sol e céu azul. Atletas profissionais e amadores de várias cidades do Vale do Paraíba e Litoral Norte disputavam na categoria principal de 10km a premiação em dinheiro. Uma arena foi montada no local com diversão para a criançada e estandes das marcas apoiadoras do evento. Parabéns a todos os atletas e até 2016! 82 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

vencedor dessa luta interna e pude provar a mim mesmo que nem só de vitórias se vive a vida, tem que saber cair e saber levantar”, disse o atleta. Agora, Fernando tem um longo caminho pela frente para buscar uma vaga nas Paralimpíadas do Rio de Janeiro em 2016. Um dos primeiros passos do tetra-campeão mundial de paracanoagem será o Mundial de Milão, na Itália, em agosto.

Leonardo Bosco

Luz, Câmera, Esporte e Ação

Fernando Fernandes

Taubateanos disputam Endurance

A

Challenge Ultra Trail Agulhas Negras

busca por desafios maiores e cada vez mais longos leva atletas de corrida de Taubaté a encarar um dos maiores trail run do Brasil: Endurance Challenge Ultra Trail Agulhas Negras, que contou com distâncias de 11, 21, 50 e 80 Km com percursos de alta qualidade técnica e beleza. “Ultra Trail. Simplesmente sensacional! Para alguns loucura, para nós é colher os frutos de meses de treinos. Ao avistar a linha de chegada, não apenas uma medalha nos espera, mas nossos familiares e amigos, que acreditam em nosso potencial e são combustível para novos desafios”, comenta Fábio Silva. “Ultra é quase um casamento. Cinco meses de preparativos por um dia. Poucos entendem o porquê de tudo isso. Parece um vicio, queremos sempre mais. Cada corrida de montanha tem sua particularidade e o Endurance Challange Agulhas, por mais que não fosse minha primeira Ultra, quase me fez não superá-la. Mas chegar é uma vitória e ver a cara mas minhas filhas e do meu marido quando cheguei não tem preço”, descreve Tatiana Nascimento. “Foi minha estréia em ultramaratonas. Desde a inscrição 6 meses antes eu sabia que o desafio era grande. Durante a preparação uma lesão apareceu, parei de treinar um tempo e quase desisti da prova. Mas corri os 54 km bem, sem dores e muito feliz. Foram as 10 horas mais emocionantes que já passei. Chorei e sorri ao mesmo tempo. E quando lembro desse dia só penso em fazer tudo de novo.”, relembra emocionada Alexandra Patto. Julho, 2015

Fotos: Divulgação

revistavitti.com.br | Vitti | 83


84 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 85


86 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Julho, 2015

revistavitti.com.br | Vitti | 87


NÃO DÁ PARA PREVER O FUTURO MAS DÁ PARA SABER COMO SERÁ MORAR NELE. LANÇAMENTO

VÁRIAS SUGESTÕES PARA VOCÊ ESCOLHER

Perspectiva artística da Fachada

VISITE O LOUNGE TP CONHEÇA UMA INÉDITA EXPERIÊNCIA INTERATIVA

3D

Praça 8 de Maio, 4 - Centro - Taubaté (12) 3621.2925 - loftsartdesign.com.br

Incorporação e Coordenação de Vendas

Foto Ilustrativa

Memorial de Incorporação registrado sob R08, na matrícula nº 45.788 em 15 de Outubro de 2014. Mundo Imobiliário - CRECI - 021127-J. Imobiliária Danelli - CRECI - 37-J. Espaço Imóveis - Creci 019193-J.

88 | Vitti | revistavitti.com.br

Julho, 2015

Revista Vitti, julho 2015 Edição n115  

Nesta edição, entrevistamos o empresário Paulo Faria Fernandez, que fala de sua trajetória e do trabalho em família na Biofactor. Confira ta...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you