__MAIN_TEXT__

Page 20

Artrose Também chamada de Osteoartrose ou osteoartrite, caracteriza-se por lesão da cartilagem nas articulações. Pode ser primária (sem causa aparente) ou secundária a traumas, infecções ou doenças inflamatórias. A artrose primária é a mais comum e seu desenvolvimento é multifatorial, pois envolve a perda do colágeno pela idade, predisposição genética, metabolismo do paciente, obesidade, dentre outros fatores.

A artrose poderá ocorrer em qualquer articulação do corpo, como mãos, ombros, joelhos, coluna ou quadris e uma artrose não predispõe a outra. Ela passa a ser um problema de saúde quando causa dor, que se caracteriza por ser dependente de movimento e melhorar com o repouso. A artrose não é causada por alterações de temperatura como quente e frio, mas as alterações de clima poderão levar à piora da dor na articulação afetada. O seu tratamento começa pela educação do paciente. Atitudes como não fumar, controlar a pressão alta e o diabetes trazem benefício por reduzir subprodutos de inflamação no sangue (os chamados radicais livres). Fazer atividade física leve, fortale-

cimento muscular e manter o peso saudável são recomendáveis, mesmo para as articulações gravemente acometidas. Em geral, exercícios na água, como hidroginástica são melhor tolerados. Reabilitação com fisioterapia melhora a região ao redor da articulação aumentando força e elasticidade de tendões e ligamentos, auxiliando no tratamento da dor, melhorando o equilíbrio e reduzindo a incapacidade naqueles que não têm condições de fazer atividades físicas pela dor. O tratamento medicamentoso, como analgésico/anti-inflamatórios poderá ser usado, mas com cuidado, pois trata-se de condição crônica e o abuso dessas drogas poderá trazer perigos para o usuário. Os condroprotetores (como a glicosamina) são suplementos reconhecidos por reduzirem a dor e melhorarem mobilidade de alguns pacientes. Outras linhas de tratamento estão

ganhando força, como colágeno e fitoterápicos que poderão beneficiar alguns casos, mas sua eficácia carece de dados científicos. As infiltrações podem aliviar os sintomas podendo-se utilizar o corticoide ou o ácido hialurônico intra-articular. O melhor momento para sua realização será definido em consulta médica, levando-se em conta o local do acometimento, dor, limitação e grau de inflamação. Quando não existem alternativas medicamentosas ou a incapacidade articular é inaceitável, o tratamento cirúrgico com correção de desalinhamentos, “limpeza” articular ou até mesmo a substituição articular através da colocação de próteses poderá ser considerado.

DRA. GRACE ARRIELLO DE CASTRO PIARDI - CRM/PR 23736 REUMATOLOGIA - RQE 1431

20

MAIS INFORMAÇÕES CONSULTE NOSSO GUIA NAS PÁGINAS 4, 5 E 6

Profile for Revista Saúde

Revista Saúde Ponta Grossa/PR - Edição 18 - 11/2016  

Revista Saúde Ponta Grossa/PR - Edição 18 - 11/2016  

Advertisement