Page 1

Nº 508

ANO■ 42

JUL./AGO./2017

Indústria

Tecnologia

INTERNET DAS COISAS INDÚSTRIA & TECNOLOGIA Cryocrete, da Air Liquide, para resfriamento de concreto

Fotos: http://continuumgrc.com

Smart Sensor, da ABB, solução digital para motores industriais

14 16

.com.br

O MAIOR BUSCADOR INDUSTRIAL DO BRASIL


BIOPLÁSTICO PARA EMBALAGENS

O Ecovio® é um tipo de plástico, fabricado pela Basf, formado por polímeros biodegradáveis e compostáveis. É um bioplástico que pode ser aplicado tanto em embalagens quanto na agricultura. Ele oferece desempenho bastante elevado. Na formulação, há conteúdo de fontes renováveis. Permite ser processado em equipamentos convencionais de moldagem de polietileno, além de possibilitar a impressão nele e ainda utilizar o processo de soldagem. Os termoplásticos amorfos da linha Ultrason® são indicados para diversas aplicações. Eles são transparentes e têm resistência térmica elevada e isolamento elétrico, possuem alta resistência mecânica e excelentes comportamentos ao fogo, entre tantas outras propriedades. BASF S.A. Tel.: (11) 2039-2273. Site: www.basf.com

AGENTES DE PURGA

Reduzir o tempo parado de equipamentos e da mão de obra ao fazer uma troca de cor ou de material, é o objetivo primordial dos agentes de purga. Com o uso constante, eles diminuem o refugo decorrente das trocas, seja de cor, seja de material, de maneira que possibilitam gerar economia de custos. O equipamento de moldagem por injeção pode ser limpo com materiais in-house ou virgens, mas são necessários muito material e bastante tempo para efetuar a transição com eficácia. Os agentes de purga da Chem-Trend, contudo, são até 20 vezes mais eficientes do que outras soluções existentes quando for necessário realizar a troca de cor ou de material. Portanto, é um resultado obtido pela eficiência operacional com custos baixos para os processadores de termoplásticos. CHEM-TREND Brasil Tel.: (19) 3881-8211. Site: www.chemtrend.com

EDITORIAL

Brisa suave

A

inda não se pode dizer que os ventos estão a todo vapor, mas há sinais que as atividades industriais estão se movimentando. A Confederação Nacional das Indústrias (CNI) divulgou uma pesquisa nos últimos dias de agosto em que revela estabilidade e vestígios de melhoria nos níveis de emprego. A entidade foi além, informou que os empresários estão otimistas com o aumento da demanda e das exportações e mais dispostos a investir. Entretanto, ainda existem poréns, os estoques estão acima do planejado e ociosidade continua alta, afirmaram os pesquisadores da CNI. O índice de evolução da produção subiu para 50,5 pontos em julho e ficou acima da linha divisória dos 50 pontos. Isso indica estabilidade na produção da indústria. O índice de evolução do número de empregados alcançou 48,2 pontos. Embora ainda indique retração no emprego, o índice é o maior desde março de 2014, informa a Sondagem Industrial, da CNI. Um destaque importante é que os empresários mantêm as perspectivas favoráveis para os próximos seis meses e esperam o aumento da demanda, da compra de matérias-primas e das exportações. Com a melhora das expectativas, eles estão mais propensos a investir. E estes dados referem-se às empresas de todos os portes, com a maior parte das pe-

quenas indústrias. Paulo Skaf, presidente da Fiesp e do SebraeSP também conta que tem ouvido respostas animadoras, entre os pequenos empresários. Ele afirma que já não há mais disposição em demitir, pelo contrário: as empresas estão mantendo seus funcionários e algumas já pensam em ampliar o quadro de pessoal. O faturamento, que já havia parado de cair, agora começa a crescer. Também recebe boas notícias de muitos empreendedores que estavam atolados em dívidas, e voltaram a enxergar uma luz no fim do túnel. Skaf declara que há também outro fator positivo para os empresários: a aprovação da reforma trabalhista deve trazer uma nova realidade para as micro e pequenas empresas, responsáveis pelo maior volume de empregos criados nos últimos meses. E o presidente da Abimaq, Marchesan completa: independentemente de qualquer situação política e/ou econômica, a associação vai continuar batendo nas teclas das reformas e dos investimentos na indústria. “Esse é um momento delicado, mas com a união de todos, será superado.” Nós, de nossa parte, lembramos que não adianta sermos positivos, otimistas. Precisamos que todos acreditem também e principalmente que nos apoiem. A é sua revista técnica, que se preocupa em publicar as atualidades dos setores envolvidos e também muitos produtos técnicos por edição. Sugestões, críticas, fiquem à vontade: a Revista é sua. Boa leitura.

... a reforma trabalhista deve trazer uma nova realidade para as micro e pequenas empresas, responsáveis pelo maior volume de empregos criados nos últimos meses.

Cecilia Borges | EDITORA-CHEFE

Indústria & Tecnologia

3


?

Indústria Tecnologia

SUMÁRIO

12

INDÚSTRIA & TECNOLOGIA

14

RESfRIAMENTO DE CONCRETO COM NITROGÊNIO, CRyOCRETE, DA AIR LIQUIDE

A Air Liquide, indústria mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, apresenta uma solução exclusiva para o resfriamento de concreto: a tecnologia Cryocrete

15

10

fRONIUS APRESENTA TPS/I O sistema faz com que o número de respingos seja visivelmente menor durante a solda, com arco voltaico e penetrações estáveis, proporcionando maior eficiência e facilidade ao usuário

ACONTECE NA INDÚSTRIA

T2 SOfTwARE LANÇA PLATAfORMA DE INTERNET INDUSTRIAL NEOSENSOR

Neosensor chega ao mercado como a primeira plataforma completa de Internet Industrial

11

16

SMART SENSOR, DA ABB, SOLUÇãO PARA MOTORES INDUSTRIAIS Mais um produto do ABB Ability, já está disponível para o mercado brasileiro

17

SCHIOPPA, APLICAÇÕES DE RODízIOS NOS MAIS DIvERSOS SEGMENTOS A Schioppa desenvolve produtos de acordo com a necessidade do cliente, aliando tecnologia, design e excelente custo benefício

ESTAÇãO DE TRATAMENTO DE ÁGUA DO PROJETO DE ExPANSãO DA fIBRIA é CONCLUíDA EM TRÊS LAGOAS (MS) O projeto, desenvolvido pela Veolia Water Technologies, envolve também as estações de tratamento de efluentes e de água para caldeira, que já estão em operação parcial

NORTON wINTER, MARCA ÚNICA DE SUPERABRASIvOS

INTERNET DAS COISAS INDUSTRIAL MUDA MERCADO DE DATA CENTERS

Este artigo foi enviado por Rudinei Santos Carapinheiro, diretor de Novos Negócios da Skylane Optics. Nele, analisa como provedores de data centers em nuvem como o Facebook, Amazon, Google e a Apple, o chamado GAFA, mudaram radicalmente a dinâmica das indústrias nos últimos anos

4 ? Indústria & Tecnologia

A N O 42 JULHO/AGOSTO/2017

ESPECIAL

COMANDO GLOBAL

O executivo brasileiro Laury Johnson, no final de agosto, passou de VP da América do Sul para VP Sênior Global, na área de Supply Chain. A promoção mostra a dimensão dos resultados do seu trabalho, que agora passa a abranger globalmente toda a empresa

SEÇÕES

6 AGENDA 8

DESTAQUES DO MÊS

8

HOME PAGES

A Saint-Gobain Abrasivos, companhia que pertence ao do Grupo Saint-Gobain, comunica que criou uma marca única para os superabrasivos fabricados pela Winter e pela Norton: a Norton Winter

ANÁLISE SETORIAL

Nº 508

9 CATÁLOGOS


?

AGENDA

FEIRAS E CONGRESSOS NO BRASIL 2017 EVENTO

DATA

LOCAL

ORGANIZAĂ‡ĂƒO

3Âş Congresso Brasileiro de MĂĄquinas e Equipamentos

18/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

http://congresso2017.abimaq.org.br

10° Seminårio e Expo ISA

19/09/2017

Campinas - SP

http://www.isaexpocampinas.org.br

Nano Tradeshow 2017

26 a 28/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

http://www.nanotradeshow.com.br

17ª Feira Latino Americana de Fundição

26 a 29/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

http://www.abifa.org.br

LOCAL

ORGANIZAĂ‡ĂƒO

FEIRAS E CONGRESSOS NO EXTERIOR EVENTO

DATA

Automation - Feira Internacional da Indústria de Automação

06 a 09/09/2017

Taipei - Taiwan China

http://www.autotaiwan.com.tw

PharmaTech Africa

10 a 12/09/2017

Sawbridgeworth Gana

http://www.pharmaafrica.com

BEX à sia - Exposição de Construção Pró-Ambiental Futura

13 a 15/09/2017

Singapore Cingapura

http://www.bex-asia.com

EMO Hannover

18 a 23/09/2017

Hannover Alemanha

http://www.messe.de

LOCAL

ORGANIZAĂ‡ĂƒO E INFORMAÇÕES

CURSOS PROFISSIONALIZANTES SETEMBRO/OUTUBRO DE 2017

DATA

Reflexos do Acidente do Trabalho para as Empresas

11/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

Abimaq: (11) 5582-6321/6313

Comunicação Assertiva

20/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

Minder: (11) 5111-8220

NR 12- Leitura e interpretação â€œĂŠnfase em Documentaçãoâ€?

25/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

Abimaq: (11) 5582-6321/6313

GestĂŁo de conflitos

26/09/2017

SĂŁo Paulo - SP

Minder: (11) 5111-8220

Para divulgar cursos, seminĂĄrios e palestras, mande um email com data, local e dados do promotor do evento para cecilia@vitrinesdececilia.com.br e publicidade@banas.com.br

EXPEDIENTE

FALE COM A REDAĂ‡ĂƒO Se vocĂŞ tiver sugestĂľes de pauta, dĂşvidas ou necessitar de esclarecimentos, mande um e-mail para a seção FALE COM A REDAĂ‡ĂƒO e encontre as soluçþes sobre os mais variados temas que sĂŁo abordados na revista ?. As perguntas devem ser encaminhadas para cecilia@vitrinesdececilia.com.br e publicidade@banas.com.br 6 ? IndĂşstria & Tecnologia

IndĂşstria Tecnologia Geraldo Banas (1913-1999) Elizabetha Banas (1923-2007) Cristina Banas - Publisher Cecilia Borges - Editora-chefe Tatiana Gomes - Redatora WEB Waldemar TerĂ´ Sato - Redator tĂŠcnico e gerente de Editoração EletrĂ´nica NazarĂŠ Baracho - RevisĂŁo Carine Melhor - Financeiro Patricia BrandĂŁo - CRM - Circulação Luciano Tavares de Lima - Produção ? IndĂşstria & Tecnologia circula junto aos profissionais e executivos envolvidos nos processos de aquisiçþes e especificaçþes de equipamentos, produtos e serviços industriais que atuam em empresas, organizaçþes e entidades que façam parte do mercado industrial. Assinatura anual: R$ 198,00 NĂşmero avulso: R$ 18,00 Assinatura anual no exterior: US$ 250,00 ? INDĂšSTRIA & TECNOLOGIA (ISSN 0103-7481) ĂŠ uma publicação da Editora Banas Ltda. CNPJ 60.432.796/0001-83 I.E. 104.259.747.116, C.C.M. 1.249.632-4 – Protocolada e matriculada sob o nÂş 1.487 do livro “Aâ€? do Registro Civil de Pessoas JurĂ­dicas.

CIRCULAĂ‡ĂƒO NACIONAL PERIODICIDADE MENSAL TIRAGEM: 40.000 É permitida a divulgação das informaçþes contidas na revista desde que citada a fonte. CANAIS DE COMUNICAĂ‡ĂƒO: Rua Edward Joseph, 122 - 11Âş andar/EdifĂ­cio Passarelli. CEP 05709-020 – SĂŁo Paulo – SP TEL. PABX: (55 11) 3722-0956 Fax: (55 11) 3722-0956 s WWWPSCOMBR s WWWBLOGINDUSTRIALCOMBR s FACEBOOKCOMEDITORABANAS s 4WITTER %DITORA"ANAS s % MAILCECILIA VITRINESDECECILIACOMBR CIRCULAĂ‡ĂƒO 4EL (55 11) 3722-09562AMAIS ASSINATURAS BANASCOMBR COBRANÇA 4EL (55 11) 3722-09562AMAL COBRANCA BANASCOMBR FINANCEIRO 4EL (55 11) 3722-09562AMAL lNANCEIRO BANASCOMBR PRODUĂ‡ĂƒO 4EL   PRODUCAO BANASCOMBR PUBLICIDADE 4EL(55 11) 3722-09562AMAL PUBLICIDADE BANASCOMBR REDAĂ‡ĂƒO 4EL (55 11) 3722-09562AMAIS CECILIA VITRINESDECECILIACOMBR Filiada Ă


NOTAS TÉCNICAS DESTAQUES DO MÊS

ROBÔS INDUSTRIAIS

A linha Melfa da Mitsubishi Electric tem capacidade para promover o aumento da produtividade e efetuar a redução nos custos das empresas. Capaz de operar em mais de 20 aplicações diferentes e em diversos ramos de atividade produtiva, a linha é projetada com tecnologia avançada, tornando-a moderna, precisa, segura e resistente. A empresa fabrica robôs industriais destinados a atuarem em diversos segmentos por meio de variadas aplicações, como etiquetadoras, processos de aplicação de graxa em autopeças, montagem de equipamentos, operações de soldagem etc. Enfim, ela oferece soluções que proporcionam auxílios às indústrias de maneira que não precisam resolver as necessidades com diversos equipamentos de fabricantes diferentes. Além da indústria automotiva, esses equipamentos são também utilizados pela alimentícia, farmacêutica e química.

HOME PAGES

MITSUBISHI ELECTRIC do Brasil. Tel.: (11) 2449-4917 Site: www.mitsubishielectric.com.br

PRODUTOS EM LONAS DE PVC

O LR-10 é um localizador de ruído automotivo que detecta rapidamente a fonte ou localização de ruídos emitidos por rolamentos, engrenagens, válvulas, corpo de válvulas, virabrequim, cilindros, caixa de velocidades etc. A fonte de alimentação digital FA-2030 é outro equipamento fornecido pela Instrutherm, utilizado para análises técnicas de ensaios em sistemas de injeção eletrônica. Ela possui tensão até 32 VDC e corrente até 20 ADC, que podem ser regulados continuamente dentro do valor nominal. Possui circuito de proteção contra sobrecarga, curto-circuito e inversão de polaridade. Outro destaque é o refratômetro portátil RTB-300 que realiza medições com correção automática de temperatura, medições precisas da consistência dos fluidos de bateria, fluido de limpeza de vidros, aditivo para radiador e medição do índice de refração de luz que passa pela mistura. O aparelho tem prisma de alta qualidade e lente com ajuste de foco para melhor visualização. Ele proporciona ainda checagem de calibração simples, utilizando água destilada. INSTRUTHERM Instrumentos de Medição Ltda. Tel.: (11) 2144-2800. www.instrutherm.com.br

BOMBAS

A Tetralon, como trabalha com diversas tecnologias, tem capacidade para analisar e oferecer soluções aos problemas relacionados com bombeamento. Dotada de uma estrutura completa para atendimento e de filiais distribuídas nos principais polos industriais, a Tetralon dispõe de um amplo estoque de bombas, peças originais, salas de testes, cabine de pintura, jateamento e limpeza. Ela disponibiliza bombas em geral, assim como bombas pneumáticas, sanitárias, herméticas, dosadoras, autoescorvantes, especiais, magnéticas, peristálticas, centrífugas, positivas, de alta pressão, de engrenagens, de lóbulos, de tambor etc. TETRALON Indústria e Comércio de Equipamentos Industriais Ltda. Tel.: (11) 4081-7000

Indústria & Tecnologia

PIGMENTOS PARA APLICAÇÕES SENSÍVEIS

A Paliotol® Yellow K 1750, além de seguir os requisitos técnicos e regulatórios para aplicações sensíveis, isto é, que possuem contato com alimentos, medicamentos ou brinquedos, são livres de halogênio, têm a propriedade de coloração e estabilidade térmica. Outro pigmento da Basf, o Colors & Effects, oferece também soluções para aplicações sensíveis em toda a cadeia produtiva até o usuário final. As preparações pigmentárias, além de permitirem processos produtivos mais limpos, oferecem diversos outros benefícios, como soluções tailor made, melhor dispersibilidade e baixa torção. Os pigmentos de efeito possibilitam performances com excelentes resistências e promovem efeito de branco mais branco, furta-cor, cores metálicas sem metal, perolados, entre outras possibilidades. A empresa oferece ainda pigmentos funcionais pretos, como o Lumogen® Black e Sicopal® Black. BASF S.A. Tel.: (11) 2039-2273. Site: www.basf.com

INSUMOS PARA FUNDIÇÃO

A Tecbraf produz, distribui e comercializa produtos para suprir as necessidades da indústria de fundição, empregando a tecnologia na produção de desmoldantes, tintas, removedores, colapsibilizantes e colas. Dessa maneira, ela emprega os desmoldantes para manter os modelos limpos, formando uma camada na interface metal-areia para que não haja aderência da areia de moldagem ao modelo. Ela possui desmoldantes para cura a frio, cold box, hot box, shell molding, cura a quente, areia a verde. A Tecbraf desenvolve colas para reparos de machos e moldes e também removedores para remover os resíduos de aglomerante e areia, além de outros insumos para a indústria de fundição. TECBRAF Tecnologia de Produtos Para Fundição Ltda. Tel.: (11) 4035-8888

Mineração, automobilístico, químico, logístico são alguns dos segmentos em que a Viniflex atua, com produtos como dutos flexíveis para ventilação em minas e túneis, contentor flexível para transporte e armazenamento de pós e granéis, encerados para proteção de cargas, cintas especiais para vedação de dutos, balões infláveis para vedação de galerias, formas infláveis para concretagem de postes e estacas, balão de carga, capas de algodão, encerados e cortinas, laminados reforçados, tanques em geral, tendas e pirâmides, vinibag etc. Além dos produtos, a empresa também projeta e executa serviços de estrutura metálica para os diversos tipos de trabalhos em geral, principalmente os relacionados com galpões industriais, coberturas e tendas, instalação de geomembrana de PCV etc. VINIFLEX Indústria, Comércio e Serviços Ltda. Tel.: (11) 4787-2185

www.viniflex.com.br

8

SOLUÇÕES EM MEDIDORES

www.tetralon.com.br

www.tecbraf.com.br


CATÁLOGOS FERRAMENTAS E MÁQUINAS INDUSTRIAIS

A Carlsons trabalha com diversas marcas mundialmente conhecidas, dentre elas a Ridgid, uma fabricante de ferramentas e máquinas de qualidade, que produz chaves de tubo com cabos de ferro fundido, numa grande variedade de tamanhos e configurações, com o objetivo de atender às diversas finalidades. A Carlsons dispõe também chaves de tubo com cabos de alumínio que reduz o peso em 40%. Ela possui ainda chave rapidgrip® de ferro fundido que pode ser facilmente operada com uma mão só; chave composta que multiplica o torque aplicado no tubo; chave reta com cabo de alumínio; chave rapidgrip® com cabo de alumínio; chave de corrente para tubos; chave de correia; chave de corrente (jacaré) para tubos de grande diâmetro; chave hexagonal que permite um agarre seguro de múltiplos lados; chave ajustável; chave para porca de lavatório etc. Além desses produtos, fornece tornos e suportes para tubos; arco de serra; serra para PVC/ABS; corta-tubos para cerâmica e ferro fundido; escariadores de tubos; rosqueadeiras; ferramentas manuais diversas etc. CARLSONS Produtos Industriais Tel.: (11) 3351-5000 www.carlsons.com.br

PERFIS

A Gerdau produz perfis I e U com formato de abas inclinadas e são indicados para aplicações que necessitem de mais resistência e robustez, como, por exemplo, em componentes de base de máquinas. Eles são produzidos normalmente em aço ASTM A36, porém podem também ser fabricados em ASTM A572 ou ASTM A588. Os perfis da Gerdau têm utilização em monovias, vigamentos, escoramentos, estruturas de sustentação, guias, equipamentos de transporte, chassis de ônibus ou caminhões, máquinas e implementos agrícolas etc. Os perfis I podem ser produzidos em 3” a 6” e com peso nominal de 8,48 kg/m a 22 kgm/m. Já os perfis U podem ser fabricados em 3” a 12” e com peso de nominal de 6,10 kg/m a 37 kg/m. Metalúrgica GERDAU S.A. Tel.: (51) 3323-2000. Site: www.gerdau.com.br

BOMBA NEMO

A Netzsch disponibiliza a nova bomba Nemo Sludge-Plus que possui cavidades progressivas desenvolvida especialmente para saneamento. É um modelo projetado para bombeamento de grandes volumes. A bomba Nemo oferece alto rendimento, porém baixo investimento. Ela possui características marcantes que favorecem à aplicações em plantas de tratamento de efluentes, além de promover economia de energia, conservação do meio ambiente, vida útil do equipamento e sobretudo facilidade na manutenção. É uma bomba autoescorvante que tem a capacidade para até sete metros de altura. Ela também pode trabalhar com sólidos em suspensão com alta resistência ao desgaste, produz fluxo constante sem agitar o meio bombeado, possibilita operar como bomba de dosagem por meio de adaptação de um inversor de frequência, pode operar com pressão de até 4 bar, permite a instalação fora do tanque etc. NETZSCH do Brasil. Tel.: (11) 2134-0300. Site: www.netzsch.com.br

METAL E MANUTENÇÃO

Um catálogo digital composto de produtos relacionados com metal e manutenção é disponibilizado no próprio site pela Wurth. Ele está organizado por nome de produtos e traz fotos, detalhes de pontos relevantes, desenhos e dados técnicos, descrição, características, aplicações, restrições de uso, tabelas técnicas etc. Podem ser encontradas informações sobre brocas autocentrantes, porcas sextavadas, abraçadeiras, manilhas e sapatilhos para cabo de aço, mosquetão com rosca, fixas-fio, cinta para amarração de carga, conectores em barras, jogos de chave, alicates, martelos, estiletes, jogos de escovas de aço, chaves de impacto, pistolas jato de espuma, graxas, fluidos, descarbonizantes, sprays para diversas finalidades, tintas-spray, antirrespingos, adesivos, produtos para construção civil etc. WURTH do Brasil. Tel.: (11) 4613-1900. Site: www.surthdobrasil.com.br

Indústria & Tecnologia ? 9


?

ACONTECE NA INDÚSTRIA

T2 SOfTwARE lANçA plATAfORmA DE INTERNET INDuSTRIAl NEOSENSOR Neosensor chega ao mercado como a primeira plataforma completa de Internet Industrial

A

T2 Software anuncia o lançamento de sua plataforma de Internet industrial chamada Neosensor. A novidade traz uma nova realidade ao setor industrial e acelera a adoção de novas tecnologias como Big Data e Inteligência Artificial com foco no aumento de produtividade. O principal atrativo é que a T2 Software oferece todo o processo em forma de serviço, desde o hardware até o software, diminuindo o investimento e agilizando a implementação. Para o diretor da T2 Software, Rodrigo Klein, o Neosensor está totalmente alinhado no conceito da Indústria 4.0, que sugere fábricas cada vez mais inteligentes e que geram informações em tempo real para os tomadores de decisão. “Com a aplicação do

IoT (Internet das Coisas) na concepção do Neosensor, temos uma nova dimensão na relação entre o que acontece no chão de fábrica e quem precisa tomar decisões. Com o Neosensor é possível ter informações em tempo real, agilizando a tomada de decisão e melhorando os processos. É literalmente a “fábrica falando” com os gestores sobre o estado dos seus processos e equipamento s”, explica o executivo. Quando Klein usa a expressão “fábrica falando”, ele leva em consideração a velocidade com que os dados são processados e informados aos gestores. Se o sistema perceber uma mudança de comportamento em determinado conjunto de dados recebidos, como por exemplo uma sequência de paradas na linha de produção ou aumento de temperatura de um equipamento ou de uma área, o gestor passa a receber alertas informando os problemas e de que

é preciso fazer ajustes, manutenções ou até mesmo troca de equipamentos. “E todo esse monitoramento é feito minuto a minuto, dando um panorama “realtime” da produção”, reforça Klein.

ESTAçãO DE TRATAmENTO DE águA DO pROjETO DE ExpANSãO DA fIbRIA é CONCluíDA Em TRêS lAgOAS (mS) O projeto, desenvolvido pela Veolia Water Technologies, envolve também as estações de tratamento de efluentes e de água para caldeira, que já estão em operação parcial

A

construção da Estação de Tratamento de Água da segunda linha de produção da Fibria, líder global na produção de celulose, em Três Lagoas (MS), chamado de Projeto Horizonte 2, já foi concluída. O projeto desenvolvido teve início em agosto de 2015, resultado de um contrato entre a companhia e a Veolia Water Technologies. Além da ETA, a nova linha de produção prevê o funcionamento de uma Estação de Tratamento de Efluentes e de uma Estação de Tratamento de Água para Caldeira, que aguardam o

início da operação da fábrica em setembro para entrarem em funcionamento com toda a capacidade. A ETA está em operação parcial desde fevereiro, quando as atividades de construção, montagem e comissionamento para operação parcial foram concluídas. A estação utiliza o processo Actiflo, que recebe a dosagem de micro-areia para acelerar o processo de floculação e decantação. Já a Estação de Tratamento de Efluentes está apta apenas para a fase de início da inoculação da micro-biologia. O sistema MBBR, utilizado na ETE, proporciona melhor resistência aos choques por efluentes contaminados e recuperação mais rápida quando comparado com plantas de lodo ativado convencional. “O objetivo junto ao setor de celulose é

consolidar a empresa como principal fornecedor de soluções para tratamento de águas e efluentes. O projeto desenvolvido para a Fibria já é uma referência para outros contratos dentro do cenário global e é mais um passo para que isso se concretize”, afirma Edson Rodes, engenheiro de projetos da Veolia Water Technologies.

NORTON wINTER, mARCA ÚNICA DE SupERAbRASIvOS A Saint-Gobain Abrasivos, companhia que pertence ao do Grupo Saint-Gobain, comunica que criou uma marca única para os superabrasivos fabricados pela Winter e pela Norton: a Norton Winter

A

partir de agora, a marca será identificada por uma nova logomarca. Com a união das duas marcas, os usuários dos superabrasivos Norton e Winter passam a ter acesso ao que há de mais avançado em ciência, engenharia e soluções para o segmento industrial. Norton e Winter compartilham dos mesmos valores fundamentais, presentes em uma oferta ampla de soluções para corte, desbaste e acabamento de materiais para qualquer aplicação. Além disso, oferecem soluções personalizadas com ênfase no máximo desempenho, produtividade e otimização de custos, assim como segurança e conforto aos usuá-

10 ? Indústria & Tecnologia

rios de seus produtos. As estruturas operacional e comercial das empresas permanecerão as mesmas. No Brasil, os superabrasivos fabricados pela Norton Winter são produzidos na unidade industrial de Jundiaí (SP). A Winter, fundada em 1847, fabrica ferramentas de Diamante e de CBN (Nitreto de Boro Cúbico). Seus rebolos e dressadores são sinônimo de alta performance e precisão. Em 1996 a Winter passou a fazer parte globalmente do Grupo Saint-Gobain reforçando, assim, a liderança mundial em tecno-

logia e oferta de soluções para transformação e acabamento superficial. E a Norton, no Brasil, chegou em meados do século XX e em 1957 incorporou a empresa Abrasivos Irmãos Meyer & Cia, uma pequena indústria de lixas, com sede Guarulhos-SP. Em 1990, a Saint- Gobain adquiriu a Norton Campany e assumiu o controle mundial da marca. Tem em seu portfólio lixas, rebolos, discos de corte e desbaste, superabrasivos, máquinas e uma linha de produtos para reparação automotiva e acessórios.


ANÁLISE SETORIAL

Internet das coisas industrial muda mercado de Data Centers Este artigo foi enviado por Rudinei Santos Carapinheiro, diretor de Novos Negócios da Skylane Optics. Nele, analisa como provedores de data centers em nuvem como o Facebook, Amazon, Google e a Apple, o chamado GAFA, mudaram radicalmente a dinâmica das indústrias nos últimos anos

E

m tempos de internet das coisas industriais (IoT), quando aumenta a proliferação de sensores IoT e outros dispositivos que exigem acesso mais rápido à informação, passa a ser essencial assegurar que os data centers estejam adequados para atender à crescente criticidade dessas operações. São estas operações que irão se beneficiar de seus próprios processos de evolução tecnológica, ganhando mais rapidez, flexibilidade e confiabilidade. Neste contexto, equipamentos industriais terão um endereço de IP e poderão estar conectados a internet para coleta e transmissão de dados, para que aconteça o controle da

Os provedores de data centers em nuvem como o Facebook, Amazon, Google e a Apple, o chamado GAFA, mudaram radicalmente a dinâmica das indústrias nos últimos anos, exatamente para acompanhar a demanda do mercado. produção – desta forma, os gestores têm uma visão macro da indústria para padronizar processos e otimizar recursos financeiros, humanos e materiais. Os provedores de data centers em nuvem como o Facebook, Amazon, Google e a Apple, o chamado GAFA, mudaram radicalmente a dinâmica das indústrias nos últimos anos, exatamente para acompanhar a demanda do mercado. Eles se destacam como uma categoria própria, os chamados data centers hiperescala, que tenderão, no futuro, a concentrar toda a capacidade de computação disponível na face do planeta. Além de se diferenciar pelo tamanho, a arquitetura de rede, hardware e automação via software, possuem características que

levam a custos mais baixos e eficiência energética, demandas constantes da indústria. Este é um desafio para os fornecedores dos data centers hiperescala. Mais eficiência Estes provedores compram uma classe de equipamentos completamente diferente dos clientes de data centers tradicionais, fazendo com que os fabricantes de equipamentos de data centers continuem a desenvolver versões cada vez mais eficientes dos seus produtos. Apesar de ainda serem uma minoria, são o segmento de data center que mais cresce, devido a grande procura por parte dos cloud providers. De acordo com estudos do Gartner, trata-se de um mercado de 5 bilhões de dólares, e representará 24% do mercado em 2019. Atualmente, o faturamento dos provedores de cloud computing, que tinha recuado 9,6% em 2015, cresceu 5,6% em 2016 e deve crescer 19,6% neste ano, conforme estimativas do Gartner. A explicação é que as empresas estão evitando gastar com a compra de servidores, manutenção e atualizações de equipamentos de infraestrutura. Desta forma, colocar os dados na nuvem é uma alternativa para reduzir custos rapidamente. Esse efeito GAFA está sendo ampliado pela tendência chamada Cloud 3.0, onde tudo é entregue “como um serviço”. Os centros de dados em nuvem estão se movendo para um ambiente onde os clientes não veem mais os servidores; seus aplicativos são executados pelo mecanismo de controle e podem mudar de zonas ou regiões sem que o cliente perceba qualquer coisa. Próxima geração de data centers Pense em 2010 quando o Google disse que precisava implantar 100G dentro de seus

Os centros de dados em nuvem estão se movendo para um ambiente onde os clientes não veem mais os servidores data centers rapidamente. Ele patrocinou o acordo multissetorial 10x10 Multisource Agreement (MSA) para links de 2km como uma alternativa ao IEEE’s 100 Gigabit Ethernet 100G-Base-LR4, que foi baseado em tecnologias que estavam mais longe de prontidão comercial. O 10x10 foi uma abordagem transitória; foi um dos numerosos módulos ópticos MSAs desenvolvidos para 100G de alcance óptico dentro do data center. Hoje, várias opções já estão sendo desenvolvidas em torno de taxas de dados de próxima geração dentro de data centers. Google e Microsoft estão considerando uma mudança para o 200G dentro de seus data centers. Usando tecnologia que está prestes a ser lançada comercialmente - quatro canais a 50Gb/s com modulação PAM-4 - as empresas de cloud poderiam economizar uma energia considerável por bit. A dissipação de energia do módulo 200G é de apenas 4,5W, em comparação com 3,5W da parte 100G. O Facebook, por outro lado, não vê nenhuma necessidade de dar um passo intermediário, e está planejando migrar para 400G quando a tecnologia estiver pronta, saltando do 100G direto para redes com capacidade quatro vezes maiores. A fragmentação do mercado é um problema para os fornecedores de componentes ópticos. Uma vez que os componentes que estão sendo desenvolvidos são muitas vezes “nuvem específica”, eles não têm uma aplicação fora desse espaço. Para alcançar margens de lucro confortáveis, os fornecedores de fibra óptica precisam desenvolver produtos para um segmento de aplicação mais amplo do que apenas um cliente, mesmo que seja para um hiperescala. Indústria & Tecnologia

11


INDÚSTRIA ESPECIAL & TECNOLOGIA

Por Cecilia Borges

Comando global O executivo brasileiro Laury Johnson, no final de agosto, passou de VP da América do Sul para VP Sênior Global, na área de Supply Chain. A promoção mostra a dimensão dos resultados do seu trabalho, que agora passa a abranger globalmente toda a empresa

E

ntre as últimas providências para a mudança na empresa e um ‘bota-fora’ dos colegas, celebrando a promoção global, Laury Johnson encontrou um espaço em sua agenda para receber a Revista . Ele estava de mudança para Paris, sede da Schneider Electric, ao mesmo tempo que os funcionários de São Paulo estreavam o novo espaço. “Está sentindo o cheiro de tinta?”, perguntou Laury. “É tudo novo. E observe o salão principal: não há salas, só bancadas, onde as pessoas trabalham vendo umas às outras”. A mudança de endereço faz parte de uma mudança maior, e um investimento da empresa em um dos pilares do desenvolvimento das pessoas que trabalham na Schneider. “Trata-se do bem-estar, como podemos trabalhar melhor juntos? Aspectos como segurança, e o cuidado com o espaço de trabalho, que estimule a melhoria de condições de trabalho de todos”. Esta é apenas uma parte da filosofia do trabalho da companhia, que embora o nome sugira origem alemã, é francesa. Laury é administrador de empresas de graduação inicial, com pós em comércio internacional e mestrado em logística e supply chain na Georgia Tech, uma das melhores universidades norte -americanas, com foco em tecnologia. A especialização veio somente consolidar a paixão profissional por supply chain. Com passagens por grandes empresas como HP, Spinger Carrier, DHL e Dell, Laury Johnson confessa-se fascinado por supply chain. “Está em constante evolução”, destaca. Fábricas e CDs Nestes cinco anos de Schneider, o profissional teve como sua responsabilidade todas as fábricas e os centros de distribuição da América do Sul: são 12 fábricas e cinco CDs. No Brasil são sete fábricas e um CD, mas a abrangência do seu trabalho, alcançava Chile, Argentina, Colômbia e Peru, com o objetivo de implementar a estrutura de supply chain na Schneider América do Sul. A organização da companhia existia de forma híbrida, reportando-se à outra região. Era como se fosse um apêndice da Europa, conta. Na época da sua chegada, a Schneider estava investindo em novas aquisições e cresceu muito em função desta expansão. “Foi aí que decidimos nos estruturarmos”. A convite

12

Indústria & Tecnologia

da Chief Supply Chain Officer (CSCO), Anette Clayton, com quem já havia trabalhado em um projeto inovador na Dell, Johnson foi para a Schneider, montando equipes, trabalhando nas fábricas e CDs em diversas frentes para implantar as melhorias em atendimento ao cliente, produtividade, inventário, tudo aquilo que o supply chain traz em seu conceito. “Estamos falando do modelo end-to-end, desde o cliente, vindo para dentro da empresa, para o centro de distribuição, para as fábricas, alcançando os fornecedores.”. Este modelo apresenta uma visão totalmente integrada, do início ao fim. A Schneider é uma empresa de grande porte, especialista mundial em gestão de energia e automação, com receita de 25 bilhões de euros (2016) e mais de 160 mil funcionários no mundo todo. Uma empresa muito bem balanceada. Em termos de faturamento, 28% vem da América do Norte, 27% da Europa, 27% da Ásia-Pacífico e 18% do resto do mundo, onde entra o Brasil e muitos países que não estão vinculados nem à Europa, nem aos Estados Unidos, por exemplo. Equilíbrio Não só em termos de faturamento, a Schneider é uma companhia equilibrada, como também em distribuição geográfica. E vale o mesmo para as unidades de negócios, as BU (Business Unities): 43% de buildings, automação predial, tanto em residências como em edifícios; 15% de TI, que se fortaleceu com a aquisição da APC, de automação industrial; 22%, infraestrutura e energia; e 20% em produtos de média e baixa voltagens. “Quando falo em supply chain, é exatamente este o escopo: desde o pedido dos clientes, voltando para dentro da empresa. E isso foi uma coisa que mudou com a entrada da Anette: a grande maioria das empresas tem uma visão de dentro pra fora.” E o que a Schneider fez foi, em aspectos de supply chain, entender a voz do cliente e traduzir isso pra dentro da organização de supply chain. Não foi tarefa fácil, são mais de 130 mil linhas de pedidos, mais de 500 mil de sku, quase 100 CDs no mundo inteiro, e a parte de distribuição e logística e manufatura são mais de 200 fábricas, presentes em 44 países; na parte de compras, são 40 mil fornecedores, de 11 bilhões de euros em movimento de compras, e 160 mil funcionários, mais da metade funcionários de supply chain. O desenvolvimento do processo foi batizado de taylor supply chain 2.0, abrindo para um 3.0. Ainda está se desenhando este processo, mas começou identificando todos os segmentos de clientes, desde os distribuidores elétricos, distribuidopres de IT, os consumidores que compram diretamente, os montadores de painel, os OEMs, e por aí afora. Laury observou que cada cliente tinha um comportamento de compra diferente e identificou cinco dife-

Trata-se do bem-estar, como podemos trabalhar melhor juntos? Aspectos como segurança, e o cuidado com o espaço de trabalho, que estimule a melhoria de condições de trabalho de todos rentes: o colaborativo, aquele cliente que passa informações do que precisa, o coplanning, ou seja, trabalha junto, planeja juntos a sua demanda, a sua necessidade e com a troca constante de informações; depois, são aqueles clientes que têm a necessidade de um processo que o custo é muito importante, e quer um processo eficiente e de baixo custo; em seguida, há o ágil, aquela empresa que quer velocidade, precisa de uma resposta rápida, não pode esperar muito tempo; há também aqueles clientes que trabalham com grandes projetos, da área de oil&gas, em que precisam dos produtos em determinadas fases, e necessitam de precisão de entregas; e, for fim, os que têm necessidade de ser totalmente flexível, a hora que ele precisa, precisa ser atendido, não interessa se vai custar mais, se vai custar menos, ele precisa na hora que precisa. Estas cinco categorias foram levadas para dentro da Schneider e serviram como base para cinco supply chain models. “É isso que a gente vem trabalhando com cada unidade de negócios, com cada região, com cada fábrica, identificando e ajustando essas necessidades desses clientes a estes supply chain models. Por isso chamamos de taylor supply chain”, explica, destacando que há muito mais para mostrar, mas ficará para uma próxima oportunidade.


INDĂšSTRIA & TECNOLOGIA

AIR LIQUIDE BRASIL

RODĂ?ZIO PARA 500 KG

Resfriamento de concreto com nitrogênio, Cryocrete, da Air Liquide A Air Liquide, indústria mundial em gases, tecnologias e serviços para a indústria e saúde, apresenta uma solução exclusiva para o resfriamento de concreto: a tecnologia Cryocrete

Cryocrete Ê uma aplicação feita com Nitrogênio e que acelera o processo de redução da temperatura do concreto atÊ o nível considerado adequado para evitar futuras rachaduras e outros tipos de fissura em obra. AlÊm disso Ê mais eficiente e sustentåvel do que o uso da ågua. A Cryocrete foi desenvolvido para proporcionar ganhos em eficiência operacional no processo de resfriamento do concreto, como redução no consumo de ågua e energia. Fatores como a temperatura dos componentes utilizados no

Ă do ambiente. Essa diferença pode comprometer o resultado da aplicação e fazer com que surjam rachaduras na construção, jĂĄ que o cimento nĂŁo foi “curadoâ€?, ou seja, hidratado e resfriado de forma adequada. A aplicação do Cryocrete acelera esse processo porque o nitrogĂŞnio ĂŠ um gĂĄs que, naturalmente, jĂĄ se encontra sob baixĂ­ssimas temperaturas, de atĂŠ -196ÂşC. O resultado ĂŠ o resfriamento mais rĂĄpido da mistura de concreto, que leva em mĂŠdia de 6 a 7 minutos para atingir a temperatura ambiente com o uso da solução da Air

APLICAĂ‡ĂƒO NA INDĂšSTRIA s #ONSTRU ÎOCIVIL s )NDĂžSTRIADEPRODUTOSPARA SAĂžDEHOSPITALAR

preparo do concreto fazem com que a temperatura final da mistura seja maior em relação

CARACTER�STICAS PRINCIPAIS s2ESFRIAMENTOMAISRÉPIDODAMISTURADECONCRETO s2EDU ÎODETEMPOPARAATEMPERATURAAMBIENTE s%CONOMIANOCONSUMODEÉGUAEENERGIA

14

IndĂşstria & Tecnologia

NOTAS TÉCNICAS

Liquide. JĂĄ o resfriamento com gelo, alternativa normalmente utilizada nesse processo, leva cerca de 15 a 20 minutos. www.airliquide.com/pt-br/brasil

A sÊrie GMW 316 da Schioppa representa rodízios com capacidade de carga de 500 kg para cada rodízio e altura TOTALDEMM%LEPOSSUIESTRUTURAREFOR A da, Ê produzida com chapa de 3/16�, oferece acabamento zincado, tem rolamentos de esferas na roda, Ê compatível com especificaçþes internacionais com relação às características tÊcnicas e dimensionais. É um produto que garante resistência e durabilidade. Possibilita a utilização nos mais variados tipos de equipamentos que necessitem de rodízios robustos. A sÊrie GMW 316 pode ser utilizado em cofres, caixas eletrônicos, gabinetes, racks para servidores, equipamentos mÊdicos, móveis, displays para lojas, equipamentos eletrônicos etc. A linha Ê composta de versþes giratória, fixa, fixa e giratória com freio lateral e, disponível com rodas em poliuretano, nåilon e polipropileno. Metalúrgica SCHIOPPA Ltda.

Tel.: (11) 2065-5200. Site: www.schioppa.com.br

ROBĂ” DE SOLDAGEM

A TPS/i Robotics oferece eficiência no setup do programa, na velocidade de corte e na manutenção. São características que possibilitam maior competitividade e rentabilidade nas produçþes modernas em sÊrie. Constituído de uma estrutura modular do sistema, possibilita atualização do software e o desenvolvimento contínuo do processo de soldagem, funçþes e curvas características. Para obtenção de maior velocidade de soldagem, o estabilizador do comprimento do arco voltaico Ê mantido um comprimento constante. O PMC, pulse multi control, realiza soldagem råpida e eståvel com uma penetração constante de solda. O interface designer permite adaptação individual da comunicação entre a fonte de solda e o robô. FRONIUS do Brasil Com. Ind. e Serviços Ltda. Tel.: (11) 3563-3800. Site: www.fronius.com


INDÚSTRIA & TECNOLOGIA

NOTAS TÉCNICAS

FLAP DE LIXA PARA INOX

Com durabilidade até dez vezes maior do que qualquer disco rígido de desbaste, o flap de lixa da Stamaco é produzido em zircônio, com granulatura 40 e suporta até 13.300 rpm. Ele pode ser utilizado com lixadeira, esmerilhadeira ou furadeira, nesse é necessário utilizar o adaptador M22. Ele possui 115 mm de diâmetro e com um furo central de 22 mm. A linha abrasivos flap para desbaste tem aplicações em diversos tipos de materiais, como, por exemplo, aço inoxidável, ferro, pedras, concreto, alvenaria, porcelanato e vidro. STAMACO Comercial Importadora Ltda. Tel.: (11) 3661-4000. Site: www.stamaco.com.br

ROBÔ

Um produto que não só atende à demanda de robotização e automação dos tradicionais campos de atuação, o automobilístico e o de máquinas industriais, como também diversos outros, como o eletrodoméstico, eletrônico, alimentício, químico etc. é o robô MZ07 da Machi. Ele consegue suprir as necessidades de um processo de produção que precisa utilizar robôs compactos para execução de tarefas de usinagem, transporte de pequenos objetos, montagem, embalagem e encaixotamento. É um equipamento que oferece aumento de produtividade devido ao desempenho, uma vez que possui um corpo leve e rígido, capaz de oferecer velocidade de operação, com um aumento de 37% em comparação com os modelos anteriores. Além disso, ocupa área de instalação compacta, mas pode suportar carga de até 7 kg. O corpo oco simplifica a colocação de fios e cabos, reduzindo significativamente o risco de ocorrer interferência com equipamento periférico. NACHI Brasil Ltda. Tel.: (11) 3284-9844. Site: www.nachi.com.br

FRONIUS BRASIL

Fronius apresenta TPS/i O sistema faz com que o número de respingos seja visivelmente menor durante a solda, com arco voltaico e penetrações estáveis, proporcionando maior eficiência e facilidade ao usuário

A

Fronius, empresa de tecnologia de soldagem, apresenta as novas funções centrais TPS/i. O modelo foi completamente reestruturado e o desempenho do processador se tornou muito mais rápido, possibilitanAPLICAÇÃO NA do que novos faINDÚSTRIA tores de controles s )NDÞSTRIAAUTOMOBILÓSTICA possam ser medi- s 3ETORESDEØLEOEGÉS dos. Como resul- s 2ECUPERA ÎODE tado, melhorou peças, equipamentos e decisivamente as estruturas propriedades de solda, aperfeiçoou o manuseio e otimizou a comunicação entre o homem e a máquina. Além disto, o seu design modular facilita a adaptação e as necessidades individuais de soldagem dos utilizadores. O TPSi se destaca também pela alta inteligência e funções extensas de comunicação. Este sistema faz com que o número de respingos seja visivelmente menor durante a solda, com arco voltaico e penetrações estáveis, proporcionando maior eficiência e facilidade ao usuário. As empresas podem realizar tarefas de soldagens complexas e em constante mudança, de forma ágil, eficaz e com qualidade.Um dos diferenciais da máquina é a faixa de corrente 03A – 600 Amp. (TPSi 600), uma fonte de 600 Amperes que solda 500 Amperes a 100% do ciclo de trabalho, que permite criar 1000 jobs diretamente no painel da fonte. A Fronius ressalta que o usuário da plataforma TPS/i pode combinar hardware e software para

necessidades especiais. O mais incrível é que as máquinas Fronius “conversam” com qualquer robô já existente no mercado. A empresa fez com que a soldagem se tornasse algo simples e com exímia qualidade.

CARACTERÍSTICAS PRINCIPAIS s-ELHORIANASPROPRIEDADESDESOLDA s!PERFEI OAMENTONOMANUSEIO

s/TIMIZA ÎONACOMUNICA ÎOENTREOHOMEME a máquina, s$ESIGNMODULAR QUEFACILITAAADAPTA ÎOEAS necessidades individuais de soldagem dos utilizadores.

www3.fronius.com

Indústria & Tecnologia

15


INDĂšSTRIA & TECNOLOGIA

GRUPO ABB

NOTAS TÉCNICAS

NOBREAKS ON-LINE

Smart Sensor, da ABB, solução digital para motores industriais Mais uma solução do ABB Ability, portfólio de soluçþes digitais da ABB, o Smart Sensor, jå estå disponível para o mercado brasileiro

C

apaz de transformar simples motores em mĂĄquinas inteligentes, o produto pode ser utilizado em motores de qualquer fabricante, antigos ou novos. FĂĄcil de ser instalado e manuseado, o Smart Sensor possibilita a entrada das indĂşstrias na era da IndĂşstria 4.0. A solução inteligente de monitoramento da ABB pode reduzir tempos de parada de motores de baixa tensĂŁo em atĂŠ 70% e aumentar em atĂŠ 30% a vida Ăştil do ativo. Em resumo, o Smart Sensor possibilita a otimização de processos e um salto de produtividade, permitindo aos clientes aproveitar as vantagens e oportunidades trazidas pela digitalização, inclusive para pequenas e mĂŠdias empresas. “TendĂŞnAPLICAĂ‡ĂƒO cia global e que jĂĄ começou a se tornar NA INDĂšSTRIA realidade no Brasil, a s )NDĂžSTRIAAUTOMOBILĂ“STICA digitalização das in- s )NDĂžSTRIAFARMACĂ?UTICA dĂşstrias se apresenta s )NDĂžSTRIAALIMENTĂ“CIA como um importante diferencial para as empresas manterem-se competitivas no cenĂĄrio atualâ€?, afirma Marcio Gennari, gerente de Aplicação de Motores e Geradores da ABB Brasil. “Dentro desta proposta de digitalização, a ABB desenvolveu o Smart Sensor, solução exclusiva para o mercado para monitoramento remoto e manutenção preditiva de motoresâ€?., completa Gennari. O produto monitora e informa via wirelles os parâmetros operacionais, tais como vibração, temperatura, sobrecarga, frequĂŞncia e rotação, convertendo esse pacote de dados em parâmetros de saĂşde dos componentes do motor,

16

IndĂşstria & Tecnologia

como comportamento vibracional, condição de sobrecarga, problemas nos rolamentos, saúde do rotor, e atÊ calcula o consumo de energia.

Controlados por DSP, processador digital de sinais, os Nobreaks da NHS utilizam tecnologia on-line de dupla conversão. Possuem configuração trifåsica de quatro fios e correção de fator de potência ativo e unitårio independente da carga de saída. Fornecem onda senoidal pura e com conTROLE DIGITAL 2EALIZAM AUTO teste para verificação das condiçþes iniciais do equipamento. Possuem DC Start que pode ser ligado mesmo na ausência da rede elÊtrica com bateria carregada. Dispþem de bypass automåtico e manual para execução de operação de manutenção. Possibilitam conexþes DEENTRADAESAÓDAPORMEIODEBORNEIRAS2EA lizam balanceamento de carga de modo que o consumo seja distribuído entre as três fases de entrada. Utilizam baterias seladas, à prova de vazamento e com possibilidade de expansão. NHS Sistemas Eletrônicos Ltda. Tel.: (41) 2141-9200. Site: www.nhs.com.br

CHAVE DE PARTIDA

CARACTER�STICAS PRINCIPAIS s&ÉCILDESERINSTALADOEMANUSEADO s0OSSIBILITAAENTRADADASINDÞSTRIASNAERADA )NDÞSTRIA

s2EDUZTEMPOSDEPARADADEMOTORESDEBAI xa tensĂŁo em atĂŠ 70%, s!UMENTAEMATĂ?AVIDAĂžTILDOATIVO

s0OSSIBILITA A OTIMIZAÂ ĂŽO DE PROCESSOS COM um salto de produtividade

http://new.abb.com/br

Composta de contator, relĂŠ tĂŠrmico e botĂŁo liga-desliga, a chave de partida CPS-9 ĂŠ destinada para utilização de manobra e proteção tĂŠrmica de motores monofĂĄsicos e trifĂĄsicos. Ela oferece potĂŞncia de 1 a 2 cv em 220 Vca e de 2 a 5 cv em 380 Vca; corrente nominal de 4 A a 9 A e faixa de ajuste com relĂŠ de sobrecarga de 2,5 Ëœ 4 a 6 Ëœ 9. É um equipamento de fĂĄcil instalação que possui grau de proteção IP 55 e com possibilidade de realizar rearme do relĂŠ tĂŠrmico com o auxĂ­lio do botĂŁo OFF. É instalada dentro de uma caixa em ABS de alta resistĂŞncia contra impactos.

SOPRANO EletrometalĂşrgica e HidrĂĄulica Ltda. Tel.: (54) 2109-6000. Site: www.soprano.com.br


INDĂšSTRIA & TECNOLOGIA

NOTAS TÉCNICAS

CONTATOR COM BOBINA ELETRÔNICA

O contator TeSys D Green da Schneider Electric Ê equipado com uma inovadora bobina eletrônica. Ele gera 50% menos calor do que os contatores eletromecânicos, de maneira que melhora a eficiência operacional e garante o aumento da confiabilidade. AlÊm disso, promove a redução de 80% no consumo de energia nas bobinas. Ele Ê projetado para ocupar menos espaço em måquinas e painÊis elÊtricos. O produto oferece maior resistência a surtos de tensão e interrupçþes de rede. Possibilita tambÊm o monitoramento constante da bobina, redução da vibração de contato, integração de soluçþes com as arquiteturas de automação etc. O contatores TeSys D Green Ê indicado para todos os tipos de måquinas e processos industriais e integra-se perfeitamente com as linhas TeSys D e TeSys GV e LR.

SCHIOPPA RODAS E RODĂ?ZIOS DO BRASIL

Schioppa, aplicaçþes de rodízios nos mais diversos segmentos Fabricante de rodas e rodízios, a Schioppa busca desenvolver produtos de alta qualidade de acordo com a necessidade do cliente, aliando tecnologia, design e excelente custo benefício

SCHNEIDER ELECTRIC Brasil. Tel.: (11) 4501-3434 Site: www.schneider-electric.com.br

REGISTRADOR DE ENERGIA

Uma ferramenta projetada para identificar as fontes de desperdício de energia elÊtrica Ê o registrador de energia elÊtrica, modelo Fluke 1732. Ele captura as mediçþes de tensão, corrente, potência, fator de potência, temperatura etc. Os dados obtidos podem ser visualizados de qualquer lugar por meio do aplicativo móvel da Fluke. Dessa forma, Ê possível reduzir a quantidade de vezes que um tÊcnico precisa abrir um painel enquanto utiliza o equipamento de proteção. Com o registrador Ê possível tambÊm realizar estudos de energia sobre uma variedade de parâmetros de energia e energia elÊtrica, estudos simples de corrente de carga etc. FLUKE do Brasil Ltda. Tel.: (11) 3759-7600. Site: www.fl uke.com.br

S

APLICAĂ‡ĂƒO N INDĂšSTRIA A

s )NDICADO

PARA

aeroporto ĂŁo mais de 40 mil tipossui uma ĂĄrea fabril com mais de 10 s, pos de produtos de s (OSPITAIS mil m², dotada de maquinĂĄrios modiversas montagens, s -ONTADORASDEVEĂ“ dernos e precisos para a produção em CU atendendo assim s $ISPLAYSEMLOJAS LOS larga escala dos mais variados tipos de s 3UPERM ERCADOS os mais diversos ramos de s rodas e rodĂ­zios, e com um padrĂŁo de Ă˜VEIS HOT Ă?I atividade. Dentre os segqualidade que supera as expectativas. É INDĂžSTRIAS SE EMGERAL mentos atendidos pela considerada a maior fabricante de rodas Schioppa, a ĂĄrea hospitalar e rodĂ­zios da AmĂŠrica Latina. representa 30% do total de vendas. SĂŁo diversos modelos de rodĂ­zios para camas, maCARACTERĂ?STICAS PRINCIPAIS cas, berços e mĂłveis hospitalares. A empresa s0RODUTOSANTIMICROBIANO destaca a linha antimicrobiana, que ĂŠ perfeita s&ACILITAALIMPEZA para ambientes em que higiene e limpeza sĂŁo s0ERMITELONGAVIDAĂžTIL fundamentais. As rodas antimicrobianas possuem vida Ăştil alĂŠm da mĂŠdia, uma vez que nĂŁo permitem a ação de fungos e bactĂŠrias http://schioppa.com.br/ em seu corpo. Fundada em 1950, a Schioppa

IndĂşstria & Tecnologia

17


?

ÍNDICE

Indústria Tecnologia s Anunciantes s Notas técnicas

ÍNDICE DE EMPRESAS Empresa

Pág.

Empresa

Pág.

Empresa

Pág.

Empresa

Pág.

Empresa

Pág.

A

F

K

O

T

AIRWAY ............................................... 16 AMATOOLS ........................................ 15

FLUKE................................................. 17

KTR ..................................................... 16

ÔMEGA .......................................2a capa

TECBRAF ............................................. 8 TETRALON ........................................... 8 THAMES SIDE ...................................... 4 THEODOSIO RANDON ........................ 3 THERMOVAL ........................................ 6

FRONIUS ............................................ 14

G

B BASF .................................................. 3/8

GERDAU ............................................... 9

H HDS ..................................................... 15

C CARLSONS .......................................... 9 CHEM-TREND ...................................... 3 CISER.................................................... 5 COGNEX ............................................. 13

HYPERTHERM ...........................3a capa

I INSTRUTHERM .................................... 8

M

P

MITSUBISHI ELECTRIC ....................... 8 MITSUBISHI ELECTRIC/PERFOR ....... 7

PEDRO NEUENHAUS .......................... 5 PERFOR................................................ 9 PERFOR/MITSUBISHI ELECTRIC ....... 7

N NACHI ................................................. 15 NATIONAL INSTRUMENTS .......4a capa NETZSCH......................................... 9/17 NHS ..................................................... 16 NIEHOFF ............................................... 6 NILKO ................................................... 3

VINIFLEX .............................................. 8

SCHIOPPA .......................................... 14 SCHNEIDER ELECTRIC ............... 14/17 SOPRANO .......................................... 16 STAMACO ........................................... 15

A

D

I

R

Acoplamentos ................................... 16 Agentes de purga ................................ 3 Alargadores....................................... 15 Armários de aço para vestiários ....... 3 Atenuadores de ruído......................... 5 Autoescurecimento solar ................. 15

Detector de metais .............................. 9 Dosadoras............................................ 9

Insertos de metal duro ..................... 15 Insumos para fundição ...................... 8

Raios X ................................................ 9 Registrador de energia..................... 17 Revestimentos nanocerâmicos .......... 5 Robôs ................................................. 15 ....de soldagem .................................. 14 ....industriais ....................................... 8 Rodízio para 500 kg ......................... 14 Rotores p/ventiladores ....................... 5

B Balanças de fluxo ................................ 9 Balanceamentos .................................. 5 ....dinâmicos ........................................ 5 Bioplástico para embalagens............. 3 Bombas ................................................ 8 ....de fusos ......................................... 17 ....de lóbulos tornado ....................... 17 ....Nemo .......................................... 9/17 Brocas com cobalto .......................... 15

C Cabines de pintura ............................. 5 Chave de partida .............................. 16 Ciclones ............................................... 5 Contator com bobina eletrônica ..... 17 Controles ambientais ......................... 5

E

L Leitores de código de barras ........... 13 Limas rotativas de alumínio ............ 15

M Máscaras de solda ............................ 15 Metal e manutenção ........................... 9 Minibombas dosadoras.................... 17

F Ferramentas e máquinas industriais ....................................... 9 Filtros .................................................. 5 ....de cartuchos ................................... 5 ....de mangas ....................................... 5 ....de mangas e cartuchos................... 5 Fixadores ............................................. 5 Flap de lixa para inox ...................... 15 Fresas com cobalto ........................... 15 Funilaria industrial ............................ 5

N Nobreaks on-line .............................. 16

P Pastilhas de solda ............................. 15 Perfis .................................................... 9 Pesagem precisa c/checkweigher ...... 9 Pigmentos p/aplicações sensíveis ...... 8 Produtos em lonas de PVC ................ 8 Proteção de energia elétrica ............ 14

DEPARTAMENTO COMERCIAL Indústria Tecnologia

S Serra ....circular em HSS ........................... 15 ....copo diamantada.......................... 15 Serviços Balanceamentos dinâmicos de ventiladores ............................... 5 ....Funilarias........................................ 5 ....Reformas de ventiladores.............. 5 .... Sistemas completos de ventilação e exaustão ....................................... 5 Sistemas ....a plasma para cortar, goivar e marcar ................................ 3a capa ....de ar condicionado ......................... 7 ....de energia ininterrupta ............... 15

T Tanques de armazenagens ................. 3 Termopares ............................... 2a capa

V Válvulas industriais ........................... 6 Ventiladores ...................................... 16 Ventiladores axiais ............................. 5 Ventiladores centrífugos .................... 5

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli Vila Suzana – CEP 05709-020 – São Paulo – SP

REPRESENTANTES INTERNACIONAIS

Tel.: (11) 3722-0956 – Fax: (11) 3722-0956

EUROPA

REPRESENTANTES NACIONAIS

18 ? Indústria & Tecnologia

....de exaustão ..................................... 5 ....de transporte .................................. 7 ....de ventilação ................................... 5 Softwares ....de gerenciamento ........................... 9 ....de projeto gráfico de sistemas ............................ 4a capa Soluções ....de automação industrial ................ 7 ....em armazenagem ........................... 3 ....em medidores ................................. 8 ....em sistemas de pesagem ................ 4 ....para cervejaria ............................... 3 ....para medição e controle de temperatura..................... 2a capa

VISITE NOSSO SITE: www.ps.com.br

AMÉRICA DO SUL

Diretor Comercial: Cristina Banas cristina.banas@banas.com.br Apoio e Comunicação: apoio@banas.com.br EXECUTIVOS DE NEGÓCIOS – GRANDE SÃO PAULO: JOÃO PEDRO DE FREITAS AVERSI Tel.: (11) 3722-0956/98150-0998 NILTON ALVES FEITOSA Tels.: (11) 3722-0956/99554-0155 Vivo 98846-1250 Claro/98790-2566 Tim nilton.feitosa@nvcon.com.br RAJAH CHAHINE Tels.: (11) 3722-0956/98137-5385 ROSÃ GESTÃO DE NEGÓCIOS S/C LTDA. Contato: Wilson Ferreira de Araújo Tel.: (11) 9570-2768 wilsonfa@uol.com.br

W WURTH ................................................. 9

s Anunciantes s Notas técnicas

ÍNDICE DE PRODUTOS

Elevadores e escadas rolantes ........... 7 Endireitadores de fios de aço............. 6 Ensacadeiras ....................................... 9 Equipamentos ....automotivos .................................... 7 ....p/empacotamentos e inspeção....... 7 Exaustores ......................................... 16 ....axiais e centrífugos ........................ 5

V

S

REPRESENTANTE – BRASÍLIA CIN – CENTRO DE IDÉIAS E NEGÓCIOS End.: SRTV/Sul, quadra 701, bloco O, nº. 110, Edifício Multiempresarial, sl. 429, CEP 70340-000 Asa Sul - Brasília - DF Contato: Paulo Tamanaha - Tels.: (61) 3034-3704/3038 REPRESENTANTE – PARANÁ/SANTA CATARINA DOUGLAS GARCIA DA SILVA DGS REPRESENTAÇÃO COMERCIAL Tel.: (41) 3082 - 4070 Cel.: (41) 8898 - 8686 dgsrepresentacoes@gmail.com (novo) REPRESENTANTE – RIO DE JANEIRO FRANCISCO NEVES R. Des. João Claudino Oliveira e Cruz, 50 cj.607 CEP 22793-071 – Rio de Janeiro – RJ Contato: Francisco Neves – banasrj@uol.com.br Tels.: (21) 2269-7760/Cel.: (21) 99943-5530

Grupo Editor/ Publishing Group

ARGENTINA: 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO Capital Federal – Republica Argentina

Tel.: (54-11) 4943-8500 - Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 - www.edigarnet.com

AMÉRICA DO NORTE Huson International Media 1999 South Bascom Avenue Suite 450 Campbell, CA 95008 Tel (408) 879-6666 Fax (408) 879-6669

New York, NY: Huson International Media 350 Fifth Avenue Suite 4610 New York, NY 10118 Tel: (212) 268-3344 Fax: (212) 268-3355

ENGLAND: London Huson European Media Cambridge House Gogmore Lane, Chertsey Surrey, KT16 9AP England Tel: +44 (0) 1932 564999 Fax: +44 (0) 1932 564998

GERMANY: Munich Huson European Media Agilolfingerstr. 2a D-85609 Aschheim bei München Germany Tel: +49 (0) 89 95002778 Fax: +49 (0) 89 95002779 Campbell, CA


Revista Indústria & Tecnologia/ P&S 508 - Julho/Agosto  

Revista Indústria & Tecnologia P&S. Novidades e lançamentos do setor industrial. Leia nessa edição as novidades no setor de Internet.