__MAIN_TEXT__

Page 1


PORTAL SAÚDE

|

|

ÍNDICE

12

Cuidar da sua saúde deve ser um exercício diário 12

|

Editorial A arte de ressignificar a comunicação

14

|

Odontologia O sorriso dos bons momentos • Dr. Achilles Parma

18

|

26

Endocrinologia Existe relação entre estresse x cansaço crônico • Dr. Emmanuel Pereira das Neves Neto

20

|

Angiologia Varizes: Atualizações e modernidades no tratamento • Dr. Edgard Nasser

24

|

Ginecologia e Obstetrícia Outubro Rosa mês de prevenção do câncer de mama • Dra. Hanimme Nogueira

26

|

Personalidade Muricy Ramalho – ‘’ Aqui é trabalho meu filho’’

30

|

Odontologia Implantes dentários, Sem corte, sem dor

34

• Dr. Ailton Cesar Moreno

32

|

Educação Educação infantil do Harmonia: Ambiente acolhedor, seguro e de muita aprendizagem • Colégio Harmonia

34

|

Gastronomia Alimentação e Estilo de vida

36

|

Informe Publicitário Agradecimento por um ano especial • Dr. Roberto Antoniolli


Informação que faz bem para a sua saúde 37

|

Medicina regenerativa ação Ser médico conhece sua idade biológica celular? • Dra. Andreia Antoniolli

40

|

Odontologia Dentes fixos para usuários de dentaduras e próteses móveis em 1 a 3 dias • Dr. Gustavo A. P. Terra

42

|

Cirurgia Geral Colelitíase

44

• Dr. Henrique Costa Gasparini

44

|

Especial Capa

62

Compromisso com a vida, excelência e humanização marcam trajetória de Meio século do SERVAN Anestesiologia • Dra. Adriana Marques da Costa Rodrigues • Dr. Alex Robert Spengler • Dr. João Maximiano Pierin De Barros • Dr. Paulo André Costa Novaes

54

|

Cirurgia Plástica Prótese Mamária: A naturalidade faz a diferença! • Dr. Sandro Raphael M. Startari

60

|

Otorrinolaringologia Rinoplastia estruturada • Dr. Hélio Muniz • Dr. Henrique Alvarenga

62

|

Turismo San Andrés – o Caribe Colombiano

66

|

Odontologia Por onde devemos iniciar a Harmonização Facial? • Dr. Alessandro Manvailler • Dra. Luciana Comparin

68

|

Humor Fenômeno na internet, Zé Mineiro projeta novos caminhos em sua carreira

68


10

|

PORTAL SAÚDE

|

|

EXPEDIENTE

Revista Portal Saúde Campo Grande - MS

REVISTA PORTAL SAÚDE

Revista Trimestral: Outubro/2020 | Ano 5 | Edição 17

Junior Favoreto | 67 99207.0330

MATÉRIAS E ANÚNCIOS: 67 3222.9021 campogrande@revistaportalsaude.com.br revistaportalsaude.com.br DIRETOR DE SOCIAL MEDIA

Rafael França

Sede: SÃO PAULO - SP E-Tower - Rua Funchal, 418 - 35º andar

DIRETOR DE ARTE

Vila Olímpia - CEP: 04551-060 Tel: 11 3521.7318

Fernando Cabral Franquias: CAMPO GRANDE - MS DESIGN GRÁFICO

Pedro dos Santos

comercial@revistaportalsaude.com.br DOURADOS - MS Diretor Comercial Willian Rorato

ASSISTENTE DE CRIAÇÃO

André Nicolau

dourados@revistaportalsaude.com.br CUIABÁ - MT Franqueado Fernando Barreiros Prinle

GESTORA DE CONTEÚDO

Beatriz Romeiro

cuiabamt@revistaportalsaude.com.br SINOP - MT Franqueados

CAPA:

SERVAN ANESTESIOLOGIA Há meio século atuando com ética, profissionalismo e excelência.

GESTORA DE CONTEÚDO

Achilles Parma e Fernando Parma Timidati nortemt@revistaportalsaude.com.br

Larissa Brum SORRISO E LUCAS DO RIO VERDE - MT Franqueados

FOTO DA CAPA:

Marcos Vollkopf PRODUÇÃO DA CAPA:

GESTORA DE CONTEÚDO

nortemt@revistaportalsaude.com.br

Raira Rembi CASCAVEL - PR

Luiz Gugliatto LOOK CAPA:

Dr. João Maximiano e Dr. Alex Robert Spengler vestem look Vis a Vis homem Dra. Adriana Marques e Dr. Paulo André vestem look total Acervo pessoal

Achilles Parma e Fernando Parma Timidati

Franqueados SUPORTE DE FRANQUIAS

Karla Arguelho

Bryan Carvalho e Joilson Lobato cascavel@revistaportalsaude.com.br UMUARAMA - PR Franqueado

REVISOR

Joilson Lobato

Ricardo Joerke

umuarama@revistaportalsaude.com.br LONDRINA - PR

DEPARTAMENTO JURÍDICO

Nilton Giuliano Turetta

londrina@revistaportalsaude.com.br MARINGÁ - PR maringa@revistaportalsaude.com.br

ATENDIMENTO AO LEITOR: PARTICIPE DA REVISTA:

O que você gostaria de ler na próxima edição? contato@revistaportalsaude.com.br

FOTÓGRAFOS:

PONTA GROSSA - PR pontagrossa@revistaportalsaude.com.br

Guilherme Molento Studio Vollkopf

TOLEDO - PR Franqueados Bryan Carvalho e Joilson Lobato

TELEFONE DE CONTATO:

67 3222.9021 FACEBOOK:

JORNALISTA RESPONSÁVEL:

Eduardo Miranda – DRT 166

INSTAGRAM:

CIRCULAÇÃO:

Campo Grande e Região do MS

SITE:

Portal Saúde App Store e Google Play

MOGI DAS CRUZES - SP Franqueados Samuel Lóia, Leandro Lóia e Joilson Lobato mogidascruzes@revistaportalsaude.com.br

revistaportalsaude.com.br BAIXE NOSSO APLICATIVO:

FLORIANÓPOLIS - SC floripa@revistaportalsaude.com.br

portalsaudecampogrande portalsaudecampogrande

toledo@revistaportalsaude.com.br

COLABORARAM COM ESTA EDIÇÃO:

Muricy Ramalho Zé Mineiro

BANCO DE IMAGENS:

UMA NOVA EDIÇÃO, CRIADA ESPECIALMENTE PARA VOCÊ.

Shutterstock, Inc. Depositphotos Inc. iStockphoto LP.

AS MATÉRIAS E IMAGENS VEICULADAS SÃO DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. ARTIGOS ASSINADOS NÃO REPRESENTAM, NECESSARIAMENTE, A OPINIÃO DA REVISTA PORTAL SAÚDE.


12

|

PORTAL SAÚDE

|

|

EDITORIAL

A arte de ressignificar a comunicação Acostumados a correr em um ritmo acelerado todos os dias, fomos forçados a parar, refletir e nos reinventar. E o que seria o ser humano, se não um ser em constante reinvenção, mudança e descoberta sobre si mesmo? Em meio a esse desaceleramento encaramos de frente nossas fragilidades, mas também descobrimos um senso enorme de empatia, coletividade e colaboração dentro de nós. A quarentena nos fez ressignificar tudo, desde abraços a sorrisos e até a nossa vontade de nos reinventarmos e buscarmos o equilíbrio, com o nosso interior, com os outros e com a natureza. E falando em reinvenção, coletividade e equilíbrio, ao longo dessas páginas contamos um pouco da vida do ex-técnico Muricy Ramalho, um dos jogadores mais marcantes do São Paulo e um dos técnicos de futebol mais vitoriosos do país, que compartilha, por meio dessa entrevista, um pouco sobre o novo projeto com seu amigo Denilson, o talk show “Aqui é trabalho e muita resenha.” Além disso, trazemos diversos conteúdos informativos, com intuito de conscientizar e ao mesmo tempo proporcionar um bom momento de calmaria, para que você possa extrair ao máximo e pensar em como se reinventar junto com a gente. Muito mais do que um simples meio de comunicação, a Revista Portal Saúde enxerga cada página como uma oportunidade para enriquecer nossos leitores com informações de qualidade, leves e descontraídas. Afinal, precisamos de muita garra, perseverança e harmonia para enfrentar grandes momentos como estes. Que estejamos sempre prontos para reinvenções!


14

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ODONTOLOGIA

O sorriso dos bons momentos

A primeira impressão que causamos nas pessoas traz uma bela diferença na lembrança que iremos deixar, não é mesmo? Nosso sorriso faz parte dessa primeira imagem que as pessoas fazem da gente. Você já parou para se olhar no espelho e se perguntar se gosta do sorriso que vê? O que você mudaria nele? Como você se sentiria com um novo sorriso alinhado e branquinho? Se você quer parecer mais jovem, amigável ou atraente, é hora de ter controle da sua imagem. Uma das maneiras mais efetivas e menos invasivas de transformar seu sorriso é através da estética restauradora. Veja alguns procedimentos: Lentes de contato Lentes de contato dentais são laminados de porcelana superfinos, moldados por uma impressora 3D e colados sobre os dentes da pessoa, uma a uma. Um procedimento minimamente invasivo, ou seja, com o mínimo de desgaste no dente. Você entra no consultório com seu sorriso amarelo e desalinhado e sai de lá pronto para estrelar um comercial de pasta de dentes. Não precisa nem tomar anestesia! Rápido e prático. E em pouco tempo você deixou para trás o sorriso amarelo e desalinhado e saiu do consultório com um sorriso de celebridade. Implante sem corte Os implantes dentais sem cortes ou cirurgia guiada são a mais recente técnica para trazer conforto e rapidez. Além de ser menos invasiva, a cirurgia guiada possibilita a fixação do implante e a colocação do novo dente (prótese) no mesmo dia. “O planejamento prévio diminui as chances de erro e evita que o cirurgião corte toda a extensão da gengiva do paciente para examinar o osso e escolher os locais para a perfuração e a colocação do implante”, diz o cirurgião-dentista Achilles Parma. O fato de a cirurgia não envolver cortes também deixa o paciente menos exposto a infecções e não há necessidade do uso de antibióticos - indicados nas cirurgias convencionais. Outra vantagem do procedimento, segundo o cirurgião-dentista Achilles Parma, especialista em implantologia, é que, sabendo previamente onde estarão os implantes, a prótese pode ser confeccionada antes e instalada no mesmo dia. CAD/CAM A tecnologia CAD/CAM está cada vez mais presente em laboratórios e clínicas, ela torna o método de produção da prótese odontológica mais preciso, rápido e eficiente. A revolução promovida pelo CAD/CAM está modificando profundamente o método de produção e os parâmetros de qualidade da prótese odontológica. A tecnologia está mudando nossas vidas todos os dias. Buscamos soluções modernas para tratar todas as indicações de forma simples, rápida e de alta qualidade. Dr. Achilles Parma CRO/MS 2127 Especialista em Periodontia ABO/MS Pós-Graduação em Implantes pela Universidade de Paris Doutor em Ciências da Saúde pela UFMS Especialista em Prótese Dentária.


18

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ENDOCRINOLOGIA

Existe relação entre

ESTRESSE x CANSAÇO CRÔNICO? Muito se questiona sobre a ligação temporo-causal entre o sintoma de cansaço crônico e os altos níveis de estresse. Será que o estresse pode estar tão descontrolado a ponto de contribuir para o esgotamento energético corporal? Ou será que a falta de energia figura como um dos principais contribuidores para o estresse? Mais importante do que responder à pergunta sobre quem veio antes é identificar duas das entidades mórbidas mais prevalentes e mais subtratadas dentre as alterações funcionais (não detectáveis em exame de sangue ou de imagem). Sim, tanto o cansaço quanto o estresse são causas de grande sofrimento e grande prevalência na população dos tempos de hoje. Infelizmente a síndrome da fadiga crônica, hoje reconhecida por órgãos internacionais, teve seu diagnóstico bastante simplificado, ainda é taxada por muitos como fraqueza de caráter (preguiça) ou confundida com depressão. Por isso é muitas vezes chamada de “diagnóstico do sétimo médico”. Hoje pode ser enquadrada na síndrome da fadiga crônica qualquer pessoa que sofra de cansaço incapacitante para atividades diárias de duração maior que 6 meses, que não melhora com o repouso e que curse com dores musculares e/ou alterações imunológicas. Já o estresse crônico cursa com uma hiperativação do mecanismo de sinalização neural de sobrevivência primitiva do cérebro, e a pessoa parece estar sempre em estado de “alerta”, sem conseguir relaxar. Este estado contribui para insônia e esgotamento das reservas de vitaminas e minerais, levando a desequilíbrios hormonais múltiplos, agravando, por conseguinte, o cansaço crônico. Desencadeia-se então um processo inflamatório crônico sistêmico que espalha sintomas como intolerâncias e alergias alimentares, podendo inclusive ini-

ciar e perpetuar processos autoimunes no organismo. A pessoa em sofrimento entra em um círculo vicioso em que não sabe como sair e acaba por tentar se aventurar em exercícios físicos de média ou alta intensidade, o que agrava ainda mais o quadro. O tratamento do estresse envolve reduzir a suscetibilidade individual através de diversas técnicas reconhecidas e identificar e tratar registros traumáticos que fazem nosso cérebro “reviver” e assim desencadear alterações psico-neuro-endócrino-imunológicas. Já o tratamento do cansaço crônico envolve muitas vezes suplementação vitamínica, mineral ou hormonal com identificação e exclusão de possíveis causas orgânicas (câncer, apneia do sono, anemia, infecções, etc.). A abordagem multifatorial e multiprofissional é essencial no processo diagnóstico e terapêutico de ambas as entidades. Nessa situação é necessário que todos os sintomas sejam valorizados a fim de que a correta investigação seja oferecida ao paciente.

Dr. Emmanuel Pereira das Neves Neto CRM/MS 5405 I RQE 3539 Endocrinologista Foto: Studio Vollkopf


20

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ANGIOLOGIA

VARIZES:

ATUALIZAÇÕES E MODERNIDADES NO TRATAMENTO

Além de as varizes serem alterações genéticas, fatores secundários também predispõem ao seu desenvolvimento, como as alterações hormonais durante a gestação, obesidade, uso de hormônios e atividades que exijam que as pessoas fiquem muito tempo em pé ou sentadas. O tratamento atual e moderno das varizes utiliza técnicas minimamente invasivas, com alta tecnologia e embasamento científico de centros vasculares renomados internacionalmente, garantindo um resultado mais satisfatório em um curto espaço de tempo, tanto funcional quanto estético. Os procedimentos de doenças venosas que antes eram realizados somente em ambientes hospitalares podem agora ser executados no próprio consultório médico especializado, respeitando as normativas do CFM e da Vigilância Sanitária. Isso se torna possível justamente porque o paciente é submetido a uma avaliação criteriosa de planejamento diagnóstico e terapêutico individualizado. Técnicas Híbridas e Combinadas são o que há de mais moderno no tratamento das varizes em questão. Para cada tipo de vaso existe um tipo diferente e mais seletivo de tratamento a ser indicado. Procedimentos inovadores com alta tecnologia, como a termoablação, seja com laser endovenoso ou radiofrequência para o tratamento de safenas insuficientes e veias perfurantes; laser transdérmico diodo 980 ou ND YAG 1064 nm para veias reticulares e telangiectasia, tratamento de espuma ecoguiada, crioescleroterapia com glicose 75% congelada são técnicas cientificamente comprovadas com níveis de evidência bem estabelecidos na literatura e que fazem dessas novas técnicas procedimentos menos invasivos e altamente resolutivos, comparados com as técnicas convencionais. Muitos Angiologistas e Cirurgiões Vasculares se deparam com um arsenal terapêutico abundante no mercado e acabam em dúvida para saber qual a melhor técnica a ser indicada para cada tipo de vaso; por isso a importância do conhecimento e do domínio de cada técnica e da realização de um planejamento diagnóstico e terapêutico individualizado. Por isso o médico, além de bom senso, deve apresentar muita experiência e competência, adotando a melhor estratégia para alcançar o melhor resultado. Iniciando por um mapeamento ultrassonográfico de excelência, seguindo uma rigorosa documentação fotográfica e, por conseguinte, utilizando aparelhos com alta tecnologia, como a realidade aumentada para marcação daqueles vasos de difícil visualização e que fazem toda a diferença no resultado do tratamento, além de uma valiosa avaliação pré-procedimento e um carinho especial com o paciente desde a admissão até a sua alta.

Dr. Edgard Nasser CRM/MS 4806 - Cirurgia Vascular - RQE 3407 Cirurgia Vascular e Cirurgia Endovascular - RQE 5520 Foto: Marcos Vollkopf


24

|

PORTAL SAÚDE

|

|

GINECOLOGIA E OBSTETRÍCIA

OUTUBRO ROSA Mês de Prevenção do Câncer de Mama.

Outubro Rosa é o mês que representa a campanha de Prevenção ao Câncer de Mama e teve início nos Estados Unidos no ano de 1.999 em um evento chamado “Corrida pela cura” e à medida que esse movimento cresceu, outubro foi instituído como o mês de conscientização nacional nos Estados Unidos, até se espalhar para o resto do mundo, chegando ao Brasil, pela primeira vez, no ano de 2.002 no Parque Ibirapuera, em São Paulo. Essa campanha é considerada extremamente importante, pois visa à prevenção do câncer de mama, chamando a atenção das mulheres para a realização de consultas e exames periódicos e de maneira preventiva. O câncer de mama é o tipo mais frequente de neoplasia entre as mulheres no Brasil, perdendo apenas para o câncer de pele não melanoma. Segundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), devem surgir no país 66.280 novos casos de câncer de mama para cada ano entre 2020 e 2022. O câncer de mama ocorre devido a uma proliferação de células mamárias consideradas anormais – geneticamente modificadas – que perdem o autocontrole, dividem-se e se multiplicam rapidamente. Com relação à incidência, é relativamente incomum antes dos 35 anos, atingindo principalmente mulheres entre 50 e 60 anos. Alguns fatores de risco para o surgimento da doença podem ser observados, como menarca precoce (primeira menstruação antes dos 11 anos), nuliparidade, obesidade e hábitos de vida como tabagismo e falta de atividade física. Entretanto, os três principais fatores de risco são idade avançada, histórico de lesões precursoras e história familiar. Os principais sinais e sintomas que a paciente deve perceber são o surgimento de lesões palpáveis (os nódulos), vermelhidão na pele, prurido (coceira) na região dos mamilos e presença de derrame papilar (saída de secreção pelo mamilo) de forma espontânea e nas colorações avermelhada ou transparente. Por isso a importância da realização do autoexame das mamas, pois a identificação precoce é muito importante.

A detecção precoce é uma estratégia fundamental na luta contra o câncer de mama e a mamografia ainda é o método de escolha para o diagnóstico. A mamografia deve ser feita de rotina, ou seja, em mulheres sem sintomas, uma vez ao ano e a partir dos 40 anos, de acordo com as sociedades brasileiras de ginecologia, mastologia e oncologia e essa periodicidade na realização do exame reduz em até 30% a mortalidade por câncer de mama. Lembrando que a radiação utilizada na mamografia é segura e não tem correlação com o aumento da incidência do câncer de mama nem com o câncer de tireoide. Com relação ao tratamento, há algumas modalidades que podem ser utilizadas isoladas ou em conjunto, como cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e terapia-alvo. A escolha do tratamento depende de alguns fatores, como o tipo de tumor, o perfil imuno-histoquímico, o estadiamento da lesão, o tamanho do tumor, a idade da paciente, dentre outros. Considerando que a prevenção será sempre a melhor escolha, não deixe de frequentar o médico regularmente, realizar seus exames de rotina e, em caso de dúvida ou presença de lesões ou algum sinal de anormalidade, procurar atendimento médico.

Dra. Hanimme Nogueira Ginecologia e Obstetrícia CRM/MS | TEGO 0133/2014 | RQE4370 Foto: Guilherme Molento


|

PORTAL SAÚDE

|

|

PERSONALIDADE

Foto: Assessoria

26


PORTAL SAÚDE

, o h l a b a r t é i u q “A u filho!” me O paulistano Muricy Ramalho é um dos jogadores mais marcantes do São Paulo e um dos técnicos de futebol mais vitoriosos do país. A vocação veio de casa: o pai de Muricy foi um famoso jogador da várzea paulistana. Em 1971, Muricy iniciou no time profissional do São Paulo. Aos 16, jogou ao lado de ídolos como Paulo Borges e Benê, no Pontagrossense. Ao retornar para o São Paulo, o irreverente e cabeludo jogador encantou pela habilidade com a bola e foi um dos principais responsáveis pelo título paulista de 1975. Em 1979, migrou para o Puebla, do México, no qual foi campeão mexicano em 1983 e, no ano seguinte, defendeu o América-RJ. Após uma série de contusões, Muricy encerrou a carreira como jogador e iniciou a carreira como treinador, tendo passagens históricas no São Paulo, Palmeiras, Fluminense, Internacional, Náutico, Figueirense, entre outros. Acumulando títulos e prêmios, Muricy foi campeão brasileiro em 2006, 2007 e 2008 pelo São Paulo. Atualmente, é comentarista do canal SportTV, é palestrante e roda o Brasil ao lado do pentacampeão e amigo Denilson com o talk show “Aqui é trabalho e muita resenha”. Conversamos com ele e o resultado você confere aqui.

| 27


28

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PERSONALIDADE

Você já conhecia Campo Grande? A primeira vez que eu vim foi com o Telê Santana, quando era auxiliar dele lá em 1995 mais ou menos. Depois disso também cheguei a passar pela cidade morena como técnico do Inter e do São Paulo. O lugar é maravilhoso, encontrei vários amigos aqui, cheguei na hora do almoço, comi uma picanha (rs). O que o levou a desenvolver esse formato de palestra e dividir essas experiências com as pessoas? Eu já faço palestras, a gente pertence a uma empresa de conteúdo, eu digo a gente porque somos eu e o Denilson, e o dono dessa empresa decidiu juntar nós dois, porque eu fui técnico do Denilson quando era garoto, e então ele propôs que a gente contasse histórias nossas, que aconteceram, não é nada que a gente inventou nem nada, é tudo coisa que aconteceu de vestiário que a gente não podia contar, então a gente fez um primeiro teste e foi um sucesso enorme, daí, claro, fomos andar pelo Brasil aí e a gente se diverte bastante, são histórias engraçadas mas também tem histórias que emocionam, principalmente o Denilson. O Denilson é o cara que mais se emociona. O que podemos esperar do encontro de vocês? Reencontrar com o Denilson depois de muitos anos é muito especial e a certeza de muitas risadas, histórias divertidas, mas também muita coisa séria, como os desafios que passamos juntos. Como o senhor lida com a pressão que existe por resultados, em campeonatos ou na vida mesmo? Eu costumo dizer que a pressão faz parte da gente e a pressão faz com que você melhore. Toda vez que você é pressionado você tem que dar respostas. Então eu não tomo a pressão como uma coisa ruim, não. Se eu não quiser pressão, eu vou pra fazenda comer carne, mas no trabalho, onde se exige resultado, a pressão faz parte do negócio. Falando de futebol, como você avalia atual a situação do Tricolor Paulista? Nosso Tricolor tem um problema sério, que é a administração e gestão. Estamos há quase 10 anos sem ganhar nada. O São Paulo sempre foi organizado e hoje é um time rachado politicamente. Temos time pra chegarmos na Libertadores, bons jogadores e um técnico novo muito bom. Eu associo o desempenho regular do time com a disputa política que acontece internamente na diretoria do clube. Quando se envolve política no futebol é complicado, essa é a dificuldade que o São Paulo tem. Brigas de grupos, o clube nunca foi assim. O elenco do time é bom, muito dinheiro foi desperdiçado.

Como você avalia a atuação do ex-goleiro do São Paulo, Rogério Ceni, como treinador? Ceni começou como vários técnicos brasileiros estão começando, de cima para baixo, e quando você começa de cima, acaba não tendo experiência para isso, você tem estudo. Falta muito porque não é assim que se começa, não só como técnico, mas em qualquer profissão. O Rogério é um cara muito inteligente, criterioso demais, só não tem uma coisa que é superimportante a um treinador, a prática, a experiência. Mesmo assim, ele tem todo o perfil para ser um dos grandes treinadores do país. O que você acha do troca-troca de times que aconteceu, quando Ceni deixou o Fortaleza, foi para o Cruzeiro e depois retornou para o time cearense? Ainda somos do tempo em que o profissional tem que ficar no clube e cumprir com seu contrato. Mesmo porque, cumprindo o contrato, ele sinaliza para o mercado que é uma pessoa confiável. Mas a escolha de Ceni não foi boa, entrou em um time que não estava bem politicamente, com problemas financeiros, de gestão, e, quando é assim, com certeza não daria certo. O que você acha desse “rodízio de técnicos” que acontece em vários times do Brasil? Eu acho que é questão de valores. Eu tive meu pai que defendia muito isso, que você tem que ser correto nas coisas, e depois tive Telê Santana, que é um dos caras que mais tinham valores pra mim no mundo. Eu acho que todos nós temos sonhos, é claro que o sonho de um jogador de futebol é chegar na seleção brasileira. Eu tive chance, mas tive uma contusão. Depois tive o sonho de chegar como técnico na seleção brasileira, fui convidado, só que eu acho assim, você não pode passar por cima de ninguém pra chegar no seu sonho. Se fosse assim eu teria que retirar a palavra que tinha dado pro Fluminense, por exemplo, que há 26 anos não era campeão, e eu tinha dado a minha palavra que ia ficar dois anos lá. Então você não pode chegar simplesmente e falar “Tchau, não quero mais”. Tem que cumprir com a sua palavra. O senhor concorda com a colocação do Renato Gaúcho quando afirmou que 90% dos times no país jogam “feio” e apenas para se defender? Acabou o ataque do futebol brasileiro? Eu acho que não. Acho que tem estilos de jogo, de treinador, o Renato tem que respeitar isso também, se ele joga por resultados é porque tem jogadores pra isso. E o Rogério tem outro pensamento do futebol, mais marcado, de ir mais atrás da bola, então acho que não, o Renato tem o seu estilo, e tem que respeitar o dos outros também.


Foto: Assessoria

PORTAL SAĂšDE

| 29


30

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PRÓTESE E IMPLANTE

Implantes dentários sem corte, sem dor O primeiro dentista a trazer a técnica para Campo Grande - MS

Trata-se de uma técnica não traumática que proporciona um pós-operatório muito tranquilo e que não causa desconforto algum ao paciente. A cirurgia é feita sem corte, sem descolamento da gengiva, sem sutura, realizada em tempo muito menor que o convencional. Com isso, o perigo de contaminação é muito pequeno, pode-se dizer que ‘’quase não existe’’. Outra vantagem dessa técnica é que se torna muito rara a necessidade do “enxerto ósseo’’. Dessa forma, mesmo os pacientes que apresentem pouco osso nos maxilares poderão fazer a cirurgia com toda a segurança. Essa “nova técnica’’ está sendo noticiada nos mais renomados lugares. O interessante é fazer saber que essa técnica ‘’moderna’’ já é utilizada há mais de 20 anos nos pacientes do Dr. Ailton Cesar Sanches Moreno, e, em todos esses anos, nenhum deles apresentou inchaço ou hematomas causados pela cirurgia de implante. Estamos realmente diante da melhor técnica para nos dar a tão sonhada 3ª dentição.

pós-cirúrgico seja mais tranquilo e menos doloroso do que na cirurgia convencional. Qual a principal diferença entre essa técnica e a técnica convencional? É o trauma! A maior diferença é que nessa técnica não há corte e, com isso, diminui a chance de contaminação e o risco de infecção é muito pequeno, sem contar que o pós-operatório é muito menos traumático. O custo desta cirurgia é muito superior ao da cirurgia convencional? Não! Trabalhamos com os melhores preços. Vale ressaltar que trabalhamos com essa técnica há mais de 20 anos!

É possível uma cirurgia sem corte? Sim, tanto é que há mais de 20 anos já utilizo em meus pacientes essa técnica de cirurgia que não usa o corte nem o descolamento da gengiva. Quais os cuidados depois da cirurgia? São os cuidados normais de um pós-cirúrgico, sendo que, por nessa técnica não haver a existência de incisão e o descolamento da gengiva, o pós-operatório se torna menos traumático e a área de contaminação fica muito menor, fazendo com que o

Dr. Ailton Cesar Moreno Prótese e Implante CRO/MS 1405 Foto: Marcos Vollkopf


32

|

PORTAL SAÚDE

|

|

EDUCAÇÃO

Educação Infantil do Harmonia: ambiente acolhedor, seguro e de muita aprendizagem Em 2015, a Escola Harmonia começou a aplicar a abordagem da pediatra Emmi Pikler: ”logo percebemos como os bebês evoluíram na autonomia motora e na comunicação com os educadores”, conta Talita Martins, diretora da Educação Infantil da Escola Harmonia. Para aprimorar a implantação, aprender mais sobre a abordagem e comprovar a eficácia dos resultados com os pequenos, já em 2017, um grupo de educadores da Escola Harmonia visitou, no Peru, na Itália e na Argentina, outras escolas de referência não só em Emmi Pikler, como também na abordagem Reggio Emilia. Para os bebês e crianças de até 2 anos e meio de idade, a Escola Harmonia se inspira no uso da abordagem Emmi Pikler. “Preparamos um ambiente tranquilo, que transmite confiança e afetividade, além de aprendizagens que têm significado. Todos exploram o espaço que ocupam, por meio das experiências com diversos objetos, brinquedos e materiais texturizados; vivenciam as formas de comunicação por meio de músicas, gestos e sinais; aprimoram as habilidades motoras e conhecem os próprios corpos, brincando e participando dos momentos de massagem. Além disso, vivenciam o mundo do faz de conta com jogos simbólicos e livros de histórias”, explica a diretora.

A partir do K2 até o K5, o modelo de ensino trabalha com projetos e sequências didáticas que visam à apropriação do conhecimento nas diversas áreas curriculares, como Práticas de Linguagens, Matemática, Arte, Movimentos e Brincadeiras, Ciências Sociais e Naturais. Nele, também são desenvolvidas experiências relacionadas à construção da identidade pessoal e da autonomia. A Escola se inspira, para esta fase que vai dos três aos seis anos, na abordagem italiana de Reggio Emilia, referência mundial em Educação Infantil. A Escola Bilíngue Harmonia oferece diariamente estimulação em inglês aos bebês – até cerca de 1 ano de idade. A partir do K2, na Educação Infantil, os períodos são divididos em currículo americano e currículo brasileiro. Caso os pais optem pela Escola em período integral, o período vespertino é igual ao citado acima e o período matutino é totalmente apresentando em inglês, com um currículo lúdico. O Harmonia tem ainda musicalização, atendimento com enfermeiras-padrão, aulas de arte com professora especialista e atividades físicas como balé e judô.


34

|

PORTAL SAÚDE

|

|

GASTRONOMIA

ALIMENTAÇÃO E ESTILO DE VIDA. Durante a compra do mês ou aquela ida rápida ao mercado, você já se deparou com algum produto com selo Veggie, Vegan ou Cruelty Free? Então, eles estão a cada dia tomando mais espaço nas prateleiras. Isso é um sinal de que a população vem aderindo às dietas sem carne ou produto de origem animal, seja por opção nutricional ou por adoção ao estilo de vida. A ascensão desse consumo têm levado o mercado a se adaptar a essa nova realidade. Neste tipo de dieta, encontramos diversas subdivisões, entre as mais conhecidas estão o veganismo e vegetarianismo. A principal diferença entre essas formas é que, no vegetarianismo, há quem se denomina ovolactovegetariano, quem apenas não come carnes, seja vermelha, de frango ou de peixes e frutos do mar, e os vegetarianos estritos, que também excluem da dieta os ovos, leite, mel e qualquer outro ingrediente de origem animal. Já o veganismo se baseia na Declaração Universal dos Direitos dos Animais, feita pela Unesco. Então, vegano é quem, além de seguir uma dieta vegetariana estrita, exclui todas as formas de exploração e crueldade contra os animais - seja na alimentação, no vestuário ou em outras esferas do consumo. COMO A CARNE É SUBSTITUÍDA? A proteína é um nutriente muito importante para a dieta humana e que deve estar presente, diariamente, em todas as refeições. Confira algumas opções que podem exercer esse papel: tofu, tempeh, proteína texturizada de soja, seitan, feijão e outras leguminosas como grão-de-bico, lentilha, soja, cogumelos, jaca verde. SUSTENTABILIDADE Muito se fala em economizar água em nosso dia a dia, em banhos, lavagem de carro e roupas, por exemplo. Porém, de acordo com dados da Water Footprint, cada quilo de carne produzido equivale ao consumo de 14 mil litros de água. Se exemplificarmos com um banho de cinco minutos, nele são gastos 47,5 litros, o que equivale a cerca de 17 mil litros em um ano. Ou seja, um quilo de carne equivale a cerca de 300 banhos.

UM ESTUDO DA UNIVERSIDADE DE FLORENÇA, NA ITÁLIA, DESCOBRIU QUE, ENTRE OS VEGANOS, O RISCO DE TER CÂNCER É 15% MENOR EM COMPARAÇÃO COM QUEM CONSOME CARNE E DERIVADOS. SAÚDE A redução do consumo de carne e produtos de origem animal podem auxiliar no controle do peso e do colesterol, junto a uma diminuição do risco de diabetes e doenças cardiovasculares de forma significativa. Isso porque nessas dietas aumentamos o consumo de alimentos naturais, grãos integrais e fibras em geral. Ou seja, este tipo de alimentação pode ajudar a obter muitos nutrientes, pois a carne tende a ser a maior parte de uma receita. Com um estilo de vida vegano ou vegetariano, as pessoas consomem mais oleaginosas, vegetais, frutas e legumes, que são essenciais para promover uma vida saudável.

VOCÊ SABIA? O SETOR DA PECUÁRIA É UM FATOR-CHAVE NO AUMENTO DA UTILIZAÇÃO DE ÁGUA, REPRESENTANDO MAIS DE 8% DA UTILIZAÇÃO GLOBAL.

COMECE AO POUCOS Seja qual for a motivação para reduzir o consumo de carne ou adotar dietas vegetarianas ou veganas, mudar os hábitos nesse sentido sempre trará benefícios em diversos outros campos. Mas vá com calma, é necessário se atentar aos níveis de vitamina B12, muita gente tem optado por este tipo de alimentação, por uma atitude consciente, mas migra sem nenhum tipo de acompanhamento profissional. Não existe regra! Equilibrar a dieta e reduzir o consumo já um grande passo e, ao mesmo tempo, colabora para um mundo melhor. Escolha um dia da semana para praticar a alimentação com base vegetal e não se esqueça de buscar auxílio de um nutricionista e se informar sobre o assunto. Para ajudar você neste caminho, deixamos uma receita deliciosa para inspirá-lo:


PORTAL SAÚDE

Receitas Arroz negro com manga verde Ingredientes: – 250 g de arroz negro (cru) – 1 manga verde grande – 2 tomates verdes – 1 pimentão vermelho – 1 talo de alho-poró – 30 ml de melado de cana – 30 g de castanha de caju – 1 folha de limão rosa picada (ela é bem aromática e saborosa) – 1 limão rosa – Sal a gosto – 50 ml de azeite de oliva – Pimenta vermelha a gosto

| 35

Preparo: Em uma panela, cozinhe o arroz em água abundante para que ele fique soltinho. Quando estiver cozido, mas firme, escorra a água e enxague em água fria. Reserve e deixe esfriar. Corte a manga verde, o tomate sem sementes, o pimentão e o alho-poró em cubinhos bem pequenos. Misture tudo em um bowl e acrescente o arroz. Tempere com o suco do limão, o sal, o azeite e a pimenta. O preparo pode ser servido em temperatura ambiente, morno ou frio.


36

|

PORTAL SAÚDE

|

|

INFORME PUBLICITÁRIO

Agradecimento por um ano especial

2020, que ano atípico! Uma pandemia mundial nos assolou, isolou-nos, provocou perdas, mudanças na rotina, novos hábitos, uso de máscaras, álcool gel. As urgências e prioridades mudaram de perspectiva. Enfim, 2020 está se findando com muitas reflexões a respeito de tantos acontecimentos. A grande conclusão é de que o mais importante em nossas vidas é a família! Em seguida, a sensação de dever cumprido na arte que escolhemos praticar, a medicina. Percebemos que a medicina preventiva e integrativa ganhou destaque, onde a imunidade inata, alimentação saudável, atividade física e controle do estresse fizeram a diferença entre quem conseguiria se proteger da doença e quem desenvolveria a forma grave. A família Antoniolli só tem a agradecer por esse ano tão especial, em que aprendemos tanto, praticamos nosso ofício com amor e dedicação e fechamos com chave de ouro com a chegada do mais novo médico da família, Dr. Ian Antoniolli, que acaba de se formar e brevemente estará compondo o nosso corpo clínico, com o mesmo amor e dedicação que seus pais. Cheios de orgulho e com a certeza de que sua chegada agregará grande valor aos nossos serviços, haja vista sua personalidade inquieta, sempre em busca de aprimoramentos que levem à excelência de bons resultados. Espírito curioso, que certamente o levará a trilhar o mesmo caminho da pesquisa que sempre encantou seus pais.

Acreditamos que a somatória da vida acadêmica com a prática clínica nos permite proporcionar sempre o que há de melhor aos nossos pacientes e alunos. Agradecemos a Deus, por tantas bênçãos em nossas vidas, aos nossos clientes, por nos confiarem seu bem mais precioso, sua saúde, e aos nossos alunos por carregarem um pedacinho nosso em suas bagagens. Que em 2021 prossigamos juntos, sempre na vanguarda, trazendo o melhor para a saúde em nossa cidade. Com esse espírito de esperança por um mundo melhor desejamos a todos Feliz Natal e que 2021 seja coroado com muito amor em família, vida longa e saudável a todos.

Dr. Roberto Antoniolli CRM/MS 2709 Ortopedia e Traumatologia - RQE 2070


MEDICINA REGENERATIVA |

Seu médico conhece sua idade biológica celular?

|

PORTAL SAÚDE

| 37

Você já se perguntou por que as pessoas envelhecem em ritmos distintos? Ou o porquê das doenças relacionadas ao envelhecimento? Cabelos brancos, pele enrugada. Sabemos hoje que complexas interações entre os genes, estilo de vida e meio ambiente podem ativá-los ou desligá-los, ou seja, não somos reféns da nossa genética! O coração genético das células está nos cromossomos e lá estão os TELÔMEROS. Eles protegem as pontas dos cromossomos, mas encurtam a cada divisão celular e isso determina o desgaste, envelhecimento e morte celular. É por isso que envelhecer é um processo dinâmico e pode ser acelerado, abrandado ou até mesmo revertido. Um recém-nascido tem cerca de 10.000 pares de bases de telômeros e isso vai diminuindo com o passar dos anos, chegando a cerca de 4500 pares por volta dos 65 anos, época em que normalmente começam a aparecer as doenças. Sem a proteção, ou seja, com o encurtamento dos telômeros, as células se tornam senescentes. Ou seja, estão vivas, mas não se dividem mais, ocupam o lugar de células novas e ainda liberam substâncias pró-inflamatórias que são responsáveis pela maioria das doenças crônicas do envelhecimento. Se conseguimos manter nossas células com telômeros mais longos, elas mantêm a função de reparo e restauro celular e a homeostase, evitando que doenças se instalem. Dessa forma, conhecer o comprimento de seus telômeros é a maneira mais precisa de estimar idade biológica das células. Mais importante ainda é aprender como cuidar e preservar seus telômeros, para que eles protejam suas células. É possível envelhecer mantendo-se no espectro de saúde, e não das doenças. Quando seu médico conhece sua idade biológica e constata que seu envelhecimento celular está acelerado, ele consegue identificar quais as causas dessa ocorrência e tomar medidas para que essa situação seja revertida. A inflamação crônica subclínica, disglicemias e estresse oxidativo, assim como o estresse e a depressão são os principais inimigos dos telômeros. A boa notícia é que já existem ferramentas para reverter esse processo. Adotar bons hábitos de vida como atividades físicas regulares, evitar consumo de açúcares e alimentos processados, bem como manter níveis hormonais ótimos são atitudes que vão proteger seus telômeros. Conheça sua idade biológica celular e comece a viver mais e melhor.

Dra. Andreia Antoniolli CRM/MS 2668 Cirurgia Geral - RQE 585


40

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ODONTOLOGIA

DENTES FIXOS PARA USUÁRIOS DE DENTADURAS E PRÓTESES MÓVEIS EM 1 A 3 DIAS O TRATAMENTO ALL-ON-4 é uma solução de implantes dentários desenvolvida especialmente para usuários de dentaduras e próteses móveis, independente do grau de atrofia óssea. Se você está descontente com a condição dos seus dentes ou não quer viver sem dentes, essa é a solução para o seu caso. Com apenas quatro implantes utilizados como base de fixação, o tratamento All-on-4 pode recuperar a falta de dentes. Principais benefícios • Menor custo. O tratamento All-on-4 apresenta custo menor em comparação aos tratamentos de implantes convencionais. • Menos invasivo. O tratamento All-on-4 é menos invasivo, e requer apenas uma cirurgia, com menor trauma para o paciente, ao contrário das técnicas convencionais, muitas das quais exigem cirurgia de enxertos ósseos. • Menor tempo de tratamento. O menor número de implantes necessários (apenas 4) reduz consideravelmente o tempo do tratamento. Dentes fixos logo após a cirurgia. Dependendo do caso, o dentista pode fixar uma prótese temporária no mesmo dia da cirurgia. Ou seja, você pode sair da clínica com dentes fixos (próteses temporárias), levando uma vida normal. Após um curto período, essa prótese é trocada por uma permanente. Temos como recomendação enfatizar que, para prevenir e aumentar a longevidade das reabilitações, é condição primordial que o paciente consulte seu cirurgião-dentista a cada 4 ou 6 meses, desta forma atuando no controle e prevenção de eventuais alterações.

Características dos implantes dentários de última geração: - Menor tempo de tratamento (21 dias), comparado aos 6 meses dos implantes convencionais. - Maior segurança (melhor adesão óssea, resolução em torno de 98%). - Melhor estética. - Menor trauma cirúrgico (em muitos casos, evitam-se inclusive enxertos ósseos, e procedimentos bem menos invasivos). - Menor custo (através da eliminação de procedimentos antes necessários). - Rastreabilidade (garante a segurança necessária do fabricante). Diante de todas as indicações, é necessário reforçar à população que, na procura por um tratamento adequado com implantes dentários, saiba a procedência e indicação do melhor tipo de implante a ser utilizado a fim de obter o melhor resultado para a sua função e estética.

Dr. Gustavo A. P. Terra Cirurgião-Dentista - CRO/MS 2846 Especialista em CTBMF Especialista em Implantodontia Mestre e Doutor em Ciências da Saúde Foto: Studio Vollkopf


42

|

PORTAL SAÚDE

|

|

CIRURGIA GERAL

COLELITÍASE Os cálculos da vesícula biliar (pedra na vesícula) constituem uma das doenças mais frequentes em adultos com mais de 20 anos. Sua prevalência é estimada em 10-15% da população em geral. Em estudos norte-americanos, a prevalência chega a 26,7% nas mulheres; no Brasil, varia de 7,5% a 13,6%. Existem basicamente três tipos de cálculos: os de colesterol (80%), os pigmentares (mais comuns na Ásia) e os mistos. A colelitíase está implicada nos casos de colecistite (processo de inflamação da vesícula biliar) e também como causa de pancreatite aguda, quando há inflamação do pâncreas. Fatores de risco Os fatores de risco mais conhecidos são: • idade acima de 20 anos; • sexo feminino; • obesidade; • pluriparidade (três ou mais filhos); • história familiar; • diabetes mellitus, hipertrigliceridemia (aumento do triglicérides), doenças hematológicas, hepáticas, cirurgia bariátrica, dentre outros. Quadro clínico Sintoma mais frequente é a dor abdominal tipo cólica ou aperto no hipocôndrio direito (abaixo da costela do lado direito) ou no epigástrio (região central superior do abdome), podendo haver irradiação para o dorso, normalmente após ingesta de alimento gorduroso. A dor pode ser acompanhada de náuseas e vômitos, além de sensação de plenitude gástrica (estômago cheio e pesado). Quando a dor se prolonga e não cede com medicação, pode ser que haja complicações como: colecistite aguda (inflamação da vesícula biliar), coledocolitíase (quando o cálculo da vesícula biliar migra para o canal do fígado) e pancreatite aguda biliar (inflamação do pâncreas).

Diagnóstico Além da história clínica e exame físico, exames laboratoriais para saber se há alguma complicação associada e inicialmente ultrassonografia do abdome, podendo ser necessário, em alguns casos, o uso da ressonância magnética do abdome e a ultrassonografia endoscópica, principalmente para pacientes obesos e com suspeita de microcálculos. Tratamento A videocolecistectomia (retirada da vesícula biliar por laparoscopia ou videocirurgia) é o tratamento de escolha para todos os pacientes que apresentem sintomas. A cirurgia de retirada da vesícula biliar (videocolecistectomia) por laparoscopia ou também chamada de videocirurgia é uma cirurgia altamente segura quando realizada por um profissional especializado e capacitado, com baixos índices de complicações, menor dor pós-operatória, retorno rápido às atividades laborais, melhor resultado estético; necessitando de uma internação hospitalar breve, geralmente com alta precoce em menos de 24h após ter sido realizado o procedimento.

Dr. Henrique Costa Gasparini CRM/MS 4944 Cirurgia Geral - RQE 3466


44

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

Compromisso com a vida, excelência e humanização marcam trajetória de meio século do SERVAN Anestesiologia. Com mais de 10 mil atendimentos por mês, empresa oferece atendimento 24 horas por dia, 07 dias por semana em toda a capital. Segurança, inovação, ética e profissionalismo. Esses são alguns dos adjetivos que definem a extensa trajetória de quase meio século do SERVAN Anestesiologia na Capital sul-mato-grossense. Com princípios consolidados e ações assertivas, desde o início de sua história, em 10 de fevereiro de 1971, o principal objetivo do grupo sempre foi oferecer um serviço de qualidade aos pacientes e estabilidade aos profissionais, perpetuando até hoje. Sua linha do tempo é constituída por importantes personalidades da medicina e marcos históricos para a sociedade. Em 7 de outubro de 1970, iniciaram-se as primeiras conversas e movimentações para o desenvolvimento de um grupo de anestesiologia em Campo Grande. As tratativas foram conduzidas inicialmente por João Pereira da Rosa, Walter Duailibi e Edson Tognini. “Eu percebi que o que fazia os grupos crescerem era um interesse coletivo, com foco em atender bem, cuidar do paciente, ter compaixão e ser amigo dos outros anestesiologistas. Nós queríamos difundir conhecimento e conseguir oferecer o melhor de cada um”, explica Dr. Walter. Em seguida, também integraram o grupo os doutores Silvio Torrencilha, Mauro Correa Lima, Roberto Yamashiro e Paulo Oshiro. Nesta época, residiam poucos anestesistas na cidade e, com a integração de alguns deles, a população ficou mais amparada, conforme afirma Dr. Walter, um dos pioneiros na cidade. “O SERVAN trouxe importância, força e suporte para os anestesiologistas. Agora é um serviço com continuidade e sem exaustão, porque o profissional acaba seu plantão ciente de que outro irá substituí-lo, não deixando o paciente desatendido”.

Dr. João Maximiano Pierin de Barros CRM/MS 3062 Anestesiologista - RQE 997


PORTAL SAÚDE

As reuniões iniciais entre os sócios eram realizadas dentro da Associação Médica e posteriormente em uma sala alugada dentro das dependências da Santa Casa, um dos principais locais de atendimento. Com a ascensão do grupo e atendimentos na cidade, estabeleceram-se algumas normativas para um bom funcionamento, assim como o estatuto do SERVAN e diretrizes para os funcionários e sócios, como relembra Dr. João Maximiano Pierin de Barros, convidado para integrar a sociedade em 1996 e atual Diretor-Presidente. “Todas as decisões da empresa eram definidas a partir de assembleias, com o consentimento e participação de todos os sócios e terminavam sempre com uma confraternização”. A gestão era realizada pelos próprios anestesistas e, com o crescimento da sociedade, houve a necessidade de profissionalizar ainda mais a administração, conforme relata Nelson Antônio Nantes Prestes, responsável pelo setor administrativo do SERVAN há sete anos. “O negócio é o mesmo desde 1971, a única diferença é que ele foi sendo lapidado e aperfeiçoado, mas a essência é a mesma. Ele evoluiu muito, tanto pela mentalidade dos sócios, diretores e até mesmo da sociedade. E hoje estamos em um patamar muito diferente do passado”. Juntamente com o Dr. João Maximiano, quem está na linha de frente da diretoria do SERVAN são os doutores Alex Robert Spengler, como Diretor Financeiro; Dr. Paulo André Costa Novaes, como Diretor Administrativo, e a Dra. Adriana Marques da Costa Rodrigues, como Diretora Executiva. Além de prezar pela união, qualidade e inovação dos profissionais, a prioridade também é manter suas raízes com transparência e honestidade. “Os princípios do nosso trabalho continuam iguais com ética de trabalho, compreensão, dedicação, pontualidade, cuidado com as salas cirúrgicas, atenção com os pacientes e confiança. E quem mais ganha com isso é a população”, ressalta Dr. Walter, que acompanhou de perto todas as transformações da empresa. Com 103 sócios e mais de 50 funcionários, o SERVAN hoje é referência nacional quando se trata de qualidade nos atendimentos e amparo. Através de uma alta organização com um setor específico de

| 45

regulação dos profissionais, oferece disponibilidade de 24 horas para emergências e cirurgias eletivas em Campo Grande, contabilizando mais de 10 mil pacientes por ano. “É uma empresa muito bem organizada. Nós ficamos sabendo com antecedência o horário em que vamos trabalhar, e como somos uma equipe muito grande de anestesiologistas, um acaba ajudando o outro. E, em geral, somos muito valorizados e respeitados por todos”, enfatiza Dra. Helena Berriel, que ingressou na sociedade este ano e comenta como essas características a motivaram. Para os sócios que estão há mais tempo, como o Dr. Luiz Gustavo Orlandi de Souza, há 16 anos, fazer parte do SERVAN é motivo de orgulho, visto que é referência nacional e está sempre em busca de modernidade e atualização. “Já tive oportunidade de trabalhar em outros grupos e nós não estamos atrás de empresas dos grandes centros no eixo leste, principalmente no modo de operação com que a gente trabalha”. O trabalho do SERVAN veio para fortalecer o protagonismo do médico anestesiologista dentro dos centros cirúrgicos e atribuir mais humanização e credibilidade perante a sociedade. E essa é uma das maiores contribuições dentro da sua história: o respeito com todos os envolvidos no segmento e a atualização dos profissionais e funcionários. O futuro fica reservado para voos mais longos, principalmente com a atuação dos anestesiologistas mais novos que contribuem para sua reinvenção, como explica o Diretor Presidente Dr. João Maximiano. “O SERVAN hoje é protagonizado pela nova geração, são eles que nos fortalecem. São eles que fazem uma anestesia de vanguarda e moderna. E queremos manter nossos sócios e colaboradores sempre atualizados.” Para os pioneiros desta história de quase meio século, o sentimento é de gratidão e orgulho, como afirma Dr. Werner Alfred Gemperli, um dos primeiros sócios e diretores do SERVAN. “Espero que ele continue nessa trajetória, com ética, trabalho, ensino, melhoria, competência. Temos que ensinar e aprender também. E atender bem as pessoas. Nosso foco sempre será o paciente. O resto é consequência”.


46

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

Há 35 anos formando novos profissionais Compartilhar conhecimento em prol do bom atendimento ao paciente sempre foi um dos princípios do SERVAN desde a sua fundação. Com o intuito de estreitar a relação teoria e prática e manter a qualidade de ensino de seus futuros colegas e sócios de profissão, Dr. Luiz Cesar Anzoategui tomou a iniciativa de abrir, em 1985, a primeira Residência Médica em Anestesiologia de Mato Grosso do Sul. “Queríamos apenas contribuir na formação de novos médicos anestesiologistas e auxiliar nos atendimentos. A ideia era formar pessoas sob nossa supervisão e assim captarem o espírito do nosso serviço. Seria mais interessante formar pessoas aqui do que ir buscar lá fora”, comenta Dr. Luiz. A princípio com dois residentes, Nildo Masatomi Miyahira e Alexandre Morikatsu Hirokawa, e dois anos de duração, as aulas eram realizadas na Santa Casa de Campo Grande. “Lá nós temos todas as especialidades em um lugar só, assim possibilitamos que nossos residentes tenham contato com elas, expandindo o campo do conhecimento”, afirma Dr. Luiz. Atualmente o SERVAN presta apoio a dois serviços de Residência Médica em Anestesiologia, um na Santa Casa e outro no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, ambos filiados à Sociedade Brasileira de Anestesiologia e ao MEC, formando oito novos profissionais por ano. Assim, garantem médicos especializados para atender aos vários serviços de anestesia na capital e no interior e também em outros estados brasileiros. “O diferencial da residência é que ela te coloca em contato com muitas situações, você nunca fica parado e todo dia é um novo aprendizado. E desde a minha época sempre foi assim”, ressalta Dr. Alexandre Hirokawa. “E o principal: nós nunca paramos de nos modernizar. Sempre fomos incentivados a buscar novas técnicas e medicações em congressos e outros eventos da área,” complementa. Essa atualização profissional é uma vertente importante para o desenvolvimento do próprio SERVAN, como relata Dr. Luiz. “A Residência Médica foi fundamental para o crescimento do grupo. Como nós trabalhamos com os alunos, fomos obrigados a estudar, nos aprimorar e ter contato com as novas tecnologias”. Outro fator importante que sempre esteve presente na história do grupo é a preocupação em participar de cursos e treinamentos de qualidade para que todos os médicos estejam sempre preparados e atualizados. Exemplo disto foi o curso de Bloqueio Guiado por Ultrassom, e Ecotransesofágico aplicado à Anestesia, realizados em Portugal e na África do Sul, respectivamente, com participação de diversos sócios do SERVAN. Dr. Alex Robert Spengler CRM/MS 2746 Anestesiologista - RQE 716


PORTAL SAÚDE

24 Horas disponíveis para cuidar de você Ao longo desse meio século de histórias, um rastro sempre perseguiu o SERVAN, ética, excelência, disponibilidade, segurança, inovação e cuidado sempre foram destaques nos atendimentos tanto com os pacientes quanto com os funcionários e sócios. Mas o que parecia um diferencial na verdade sempre foi visto como uma obrigação para o aperfeiçoamento pelos médicos anestesiologistas, continuando até hoje. Além disso, o grupo SERVAN conta com um setor aprimorado de regulação para atender todos os pacientes, o que mantém em média 90 médicos anestesistas atuando por dia. Esta preocupação em organização para atender a todos com excelência é inerente ao SERVAN desde sua fundação, por isso o grupo sempre esteve em busca de novas tecnologias para facilitar todos os processos. Prova disso foi a criação de um dos primeiros softwares para anestesistas, utilizado como uma agenda eletrônica, para organizar horários e atendimentos. Dessa maneira, pode-se dizer que o SERVAN está disponível para atender Campo Grande 24 horas por dia, de acordo com o médico anestesiologista e Diretor Administrativo Paulo André Costa Novaes. “O SERVAN traz continuidade de atendimento aos pacientes, estando sempre em prontidão para atender. Não deixamos o paciente nem um segundo desprotegido, se precisar de um anestesiologista nós atendemos, se precisar de dez nós atendemos também”.

Dra. Adriana Marques da Costa Rodrigues CRM/MS 3620 Anestesiologista – RQE 2165

| 47


48

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

Valorização profissional Além dos 103 sócios, o SERVAN conta com uma equipe altamente qualificada com mais de 50 funcionários, atuantes nas mais diversas áreas da administração da empresa. Uma das vertentes dentro de sua política interna é sempre oferecer um trabalho digno e justo para seus funcionários, assim como promover a qualificação e reconhecimento dos mesmos. Além de marcar a vida de todos da população, o SERVAN é característico por cultivar relações familiares e longevas com seus funcionários. Há 16 anos integrando a equipe, Ellen Fernando Peichoto Xavier iniciou sua carreira profissional dentro da empresa como secretária e atualmente, após ter se formado em direito, é responsável pelos contratos e controle interno da mesma. “O SERVAN participou de toda a minha vida, ele é basicamente a extensão da minha casa. Eu cresci aqui e pude moldar o meu caráter também. Não consigo desvincular minha história”, relembra. Ariadna Aparecida de Barros também consolidou sua trajetória profissional dentro do grupo. Formada em comunicação social e fisioterapia, é gerente do setor de regulação do SERVAN. Ingressou em 2005 e ocupou três cargos, inicialmente como assistente administrativa e hoje como coordenadora. “O conhecimento que eu adquiri aqui e principalmente a forma com que cresci como pessoa, foi através dessa oportunidade de lidar com pessoas e diversas personalidades. Sou muito grata por isso e levarei para o resto da vida”. A concepção unânime entre todos que compõem a história do SERVAN é apenas uma: ao longo desses 49 anos foi uma empresa que passou por diversas transformações tecnológicas e organizacionais, mas nunca perdeu sua essência e unicidade na forma de se relacionar com pessoas. Respeito, união, ética e profissionalismo foram os norteadores para que a história atual seja contada de forma próspera e orgulhosa.

No mês de outubro celebramos o Dia do Anestesiologista, em alusão ao primeiro ato anestésico realizado para uma cirurgia em Boston, em 16 de outubro de 1846. E hoje, após 174 anos de uma história da medicina mais humana e eficaz, exaltamos o protagonismo do SERVAN neste trabalho em Campo Grande e parabenizamos todos os sócios pela profissão digna e essencial para salvar vidas.

Dr. Paulo André Costa Novaes CRM/MS 2496 Anestesiologista - RQE 637


PORTAL SAÚDE

Diretor Técnico Médico Dr. João Maximiano Pierin de rros Ba CRM/MS 306 | RQE 997

O estigma do ato anestésico O medo é um estado emocional fundamental para o ser humano, a sensação de insegurança e ansiedade ativam a atenção e adaptação do organismo ao meio ambiente, que é um sentimento de extrema importância para a manutenção das espécies. Ele pode ser desencadeado por estímulos, a partir de ideias em relação a algo desagradável, ou até mesmo por razões como crenças populares e lendas. Mas e o medo da anestesia, de onde surgiu? Essa é uma barreira que muitos médicos anestesistas buscam quebrar, o medo que vem de histórias e relatos do passado causa um estigma na área até hoje. As temidas agulhas utilizadas no passado e o medo de não acordar após o ato cirúrgico certamente colaboram para esse preconceito, mas a anestesia moderna mudou isso. Com a tecnologia empregada nos equipamentos e fármacos utilizados, o paciente pode ter a segurança do monitoramento completo de suas funções vitais e o cuidado de profissionais capacitados. Além de conseguir proporcionar maior segurança e efetividade através da consulta pré-anestésica. Neste momento, o profissional consegue avaliar o caso clínico em questão e estar preparado para possíveis eventualidades.

| 49


50

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

103 vidas por você!

Diretor Técnico Médico Dr. João Maximiano Pierin de rros Ba CRM/MS 306 | RQE 997


PORTAL SAĂšDE

67 3041.9700 Av. Mato Grosso, 4298 - Centro - Campo Grande - MS www.servan.com.br @servan.anestesiologia

| 51


52

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ESPECIAL CAPA

103 vidas por você!

Diretor Técnico Médico Dr. João Maximiano Pierin de rros Ba CRM/MS 306 | RQE 997


PORTAL SAĂšDE

| 53

67 3041.9700 Av. Mato Grosso, 4298 - Centro - Campo Grande - MS www.servan.com.br @servan.anestesiologia


54

|

PORTAL SAÚDE

|

|

CIRURGIA PLÁSTICA

PRÓTESE MAMÁRIA: A NATURALIDADE FAZ A DIFERENÇA!

A mamoplastia de aumento, mais conhecida como cirurgia da prótese de mama, foi popularizada por inúmeras modelos e atrizes, tornando-se a cirurgia da moda atualmente. Desde 2009 ultrapassou a lipoaspiração como cirurgia plástica estética mais realizada no Brasil. Sair desfilando por aí esbanjando um seio sensual e marcante com certeza é o desejo de toda mulher. Hoje, seis em cada dez mulheres que procuram um cirurgião plástico querendo mexer nos seios desejam mamas maiores. Poder, então, colocar uma roupa que valorize os seios e passear tranquila sabendo que está arrasando é um sonho feminino. O motivo que leva as mulheres a recorrer a uma cirurgia de aumento das mamas geralmente é a hipomastia, ou seja, mulheres que apresentam seios pequenos ou que diminuíram após amamentação ou perda severa de peso. A prótese também pode ser usada com sucesso para corrigir pequenas quedas ou flacidez mamárias. Na cirurgia, o tecido mamário é deslocado e é criado um espaço abaixo ou acima do músculo peitoral, onde é colocada a prótese de silicone. A cirurgia para colocação de prótese de silicone atrás do músculo deve ser o procedimento de escolha para a maioria das pacientes com mamas pequenas, pois produz resultados mais naturais, duradouros e graciosos, com menos alterações do tecido mamário, menor incidência de contratura capsular e facilidade de diagnóstico de câncer de mama. Existem três técnicas cirúrgicas para a inclusão mamária: Via Periareolar: a cicatriz fica em torno da metade inferior da aréola, mas há limitações para inclusão da prótese de acordo com o tamanho da aréola da paciente. Via Axilar: a cicatriz é quase invisível, sendo feita nos sulcos axilares e a prótese é colocada, via de regra, debaixo do músculo peitoral. Via Inframamária: é aplicável em todos os casos e a cicatriz fica “escondida” no sulco da mama. Há vários tipos de implantes utilizados, mas o mais comum é a prótese de silicone microtexturizada, contendo em seu interior silicone em gel altamente coesivo. Quanto à forma, tipo e tamanho do implante de silicone, existem diversos, e você discutirá com seu cirurgião plástico o que se adequa melhor ao seu corpo e aos seus desejos. O resultado é de uma impressionante naturalidade. Do dia para a noite - literalmente - as pacientes ganham novos seios, como se já tivessem nascido com eles.

Dr. Sandro Raphael M. Startari Cirurgião Plástico CRM/SP 106149 I CRM/MS 4313 I RQE 3167 Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica Foto: Guilherme Molento


60

|

PORTAL SAÚDE

|

|

OTORRINOLARINGOLOGIA

Rinoplastia estruturada Foi a partir de 1970, no Brasil, que, através do Dr. Roberto Neves Pinto, foi aberto o caminho para que os médicos otorrinolaringologistas fossem reintroduzidos na cirurgia nasal funcional e estética através da realização de cursos de Rinosseptoplastia. No decorrer dos anos, após vários congressos e como introdução nos programas de residência médica em otorrinolaringologia e cirurgia estética facial (exigência do MEC), a adesão dos profissionais teve um crescimento vertiginoso, tanto que a Sociedade Brasileira de Rinologia alterou sua nomenclatura em 1991, durante o IV Congresso Brasileiro de Rinologia em Belo Horizonte, para Sociedade Brasileira de Rinoplastia e Cirurgia Plástica Facial, fortalecendo e estimulando ainda mais os otorrinolaringologistas a realizarem cirurgias faciais com fator estético funcional. De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, a rinoplastia está entre os principais procedimentos mais procurados no Brasil, atrás apenas da mamoplastia e da lipoaspiração. Uma cirurgia para homens e mulheres que buscam harmonização facial e qualidade de vida. O nariz é uma marca para todos nós, pode ser positiva ou negativa, tudo depende da harmonização, em muitos casos gera insegurança e até mesmo bullying. Existem alterações que nascem conosco, fator genético e alterações que adquirimos ao longo da vida, como traumatismos. O nariz é tão expressivo que demonstra a cultura na qual somos inseridos. Se você tem o nariz grande, fino, pequeno, arrebitado e não está satisfeito com sua aparência, ou não dorme direito com dificuldade para respirar, dores de cabeça e outros problemas, a rinoplastia é uma técnica cirúrgica que pode ajudar você a recuperar a autoestima. Muitos acreditam que a rinoplastia é apenas pela harmonização facial, mas vai muito além. Entrevistamos o Dr. Hélio Muniz e o Dr. Henrique Alvarenga para explicar as principais diferenças da rinoplastia. Rinoplastia “Redutiva” Considerada uma cirurgia mais simples para reduzir o nariz através da remoção de tecidos (osso e cartilagem). No entanto, esta abordagem considerada “simples” enfraquecia o suporte das estruturas do nariz, levando a deformidades aparentes e até mesmo colapso de partes do nariz, repercutindo na função respiratória. No que diz respeito a forma e função, estas são inseparáveis. Mudanças na aparência estética nasal, mesmo que sutis, podem afetar o fluxo respiratório. A maioria das manobras realizadas durante o procedimento, seja para reduzir o dorso, ou para afinar a ponta, trazem repercussões funcionais, pontua Dr. Henrique.


PORTAL SAÚDE

| 61

Rinoplastia estruturada Uma abordagem atual difundida nos Estados Unidos na década de 1990 pelo otorrinolaringologista Dr. Dean Toriumi, chamada no Brasil de Rinoplastia Estruturada, preserva a integridade e o suporte do nariz, utilizando enxertos de cartilagem do próprio paciente para manter a sustentação e reforçar as áreas de fraqueza do nariz. Este tipo de abordagem garante um resultado mais natural e duradouro, reduzindo os riscos de complicações, principalmente as respiratórias. É importante lembrar aos que têm obstrução nasal por desvio de septo e desejam realizar uma rinoplastia: é indicado que façam os dois procedimentos no mesmo ato cirúrgico, pois, se é realizada a correção do desvio de septo, são “perdidas” cartilagens do septo que seriam fundamentais para a realização da rinoplastia estruturada. Com o avanço das técnicas cirúrgicas empregadas nas correções das alterações funcionais e estéticas do nariz, só podemos considerar como sucesso cirúrgico se a boa aparência externa estiver de acordo com um bom resultado funcional. Não adianta ter um nariz bonito que não exerça suas funções respiratórias, comenta Dr. Hélio. Se você pretende fazer uma rinoplastia, seja redutiva ou estruturada, saiba que é fundamental a opinião de um profissional especializado e com experiência. Ouça seu médico, nem sempre o que você deseja é o que vai harmonizar-se com o seu rosto. Seu bem-estar em primeiro lugar, finaliza. Cirurgias plásticas muitas vezes são vistas apenas como excesso de vaidade, muitos esquecem que, além da estética, essas cirurgias podem ser funcionais e buscam melhor qualidade de vida aos pacientes.

Dr. Hélio Muniz CRM/MS 4727 Otorrinolaringologia - RQE 2724

Dr. Henrique Alvarenga CRM/MS 3315 Otorrinolaringologia - RQE 2435 Fotos: Marcos Vollkopf


62

|

PORTAL SAÚDE

|

|

TURISMO

e b i r a C O ombiano l o C


PORTAL SAÚDE

Conhecida como o mar de sete cores, San Andrés faz parte do arquipélago que abrange as ilhas de Providência e Santa Catalina, com temperaturas quentes o ano inteiro (28 a 30°), tornando-se um dos destinos preferidos dos brasileiros. Uma viagem para toda a família. Muito conhecida por seus recifes, corais e palmeiras, a ilha tem um formato de cavalo marinho e o ano inteiro é primavera, por estar bem próxima à linha do Equador. A ilha é relativamente grande, com 26 km² de área e cada canto da ilha merece ser visitado por suas belezas naturais. Uma superdica é conversar com os nativos, você poderá usar o seu inglês ou o espanhol. Mas irá se divertir com a língua nativa, uma mistura do inglês com castelhano. Eles lhe darão dicas para conhecer lugares que estão fora do roteiro turístico, vale a pena viver essa experiência. Procure se hospedar de acordo com seu estilo de viagem, a ilha oferece hostels com valores menores e hotéis mais luxuosos. A ilha pode ser dividida em três situações: amantes de agito e com tudo perto podem procurar North End, já aqueles que querem relaxar vão para Piscinita e quem procura mais privacidade dirija-se a West View.

| 63


64

|

PORTAL SAÚDE

|

|

TURISMO

Conheça os principais pontos turísticos para que sua viagem seja incrível e você desfrute de momentos inesquecíveis. • Praia Peatonal A principal e uma das mais bonitas de San Andrés, com sua orla cheia de hotéis onde você e sua família vão poder desfrutar do comércio local e passar o dia. As bebidas mais vendidas são “cocoloco” e a “pina colada”. • Mergulho e Scuba Dive Como San Andrés é mundialmente conhecida por suas águas cristalinas, peixes e corais, a prática do mergulho atrai muitos turistas praticantes do esporte. O centro de mergulho fica no Hotel Boutique Playa Tranquilo. • Johnny Cay Uma ilha bem pequena que é vista da Praia Peatonal ou Spratt Bight, as principais praias de San Andrés. Com areia branca, seu mar fica muito mais azul e transparente, encantando os turistas. De um lado, a ilha tem a praia, por onde chegam os barcos e os turistas podem nadar, e do outro lado as piscinas naturais que mais parecem obras de arte. Atenção, é preciso pagar uma taxa extra para este passeio no desembarque.


PORTAL SAÚDE

• Haynes Cay Um paraíso à parte na ilha, com águas rasas onde é possível caminhar e nadar em seus 200 metros de extensão. Ideal para a prática de Snorkel e também alugar um pedalinho. • El Acuario Você vai ficar na dúvida sobre se está entrando no mar ou em uma piscina de tão límpido e transparente é o mar, com seus peixes variados dando um espetáculo à parte aos turistas. Esse é um dos passeios que todos os turistas da ilha frequentam, evite aglomerações para poder aproveitar melhor o passeio. • West View Parque ecológico localizado na área mais tranquila da ilha, com atrações como tobogã, trampolim e uma piscina natural com os mais belos peixes e corais. Excelente roteiro para a prática de Snorkel. • Dicas importantes Assim como nos países do Mercosul, os brasileiros não precisam de passaporte, mas a cédula de identidade precisa estar em boas condições, sem rasgos, e a foto, nítida. Verifique os horários de conexão, se há troca de aeroportos, para evitar problemas caso não tenha o passaporte e aconteça um imprevisto. A moeda local é o peso colombiano, mas o dólar também é aceito, verifique as cotações e veja qual se encaixa melhor na sua viagem. Seguro-viagem é sempre recomendado. Chuvas fortes são esperadas nos meses de outubro e novembro.

| 65


66

|

PORTAL SAÚDE

|

|

ODONTOLOGIA

Por onde devemos iniciar a Harmonização Facial? Como diz o ditado popular: “O SORRISO é seu cartão de visitas” A Harmonia Facial é particular a cada pessoa, por isso deve ser estudada e planejada por um profissional capacitado, buscando corrigir sombras, defeitos e contornos, deixando mais agradável o desenho do rosto. E, para se obter uma harmonia completa, todo esse trabalho deve ser abraçado por um belo sorriso, deixando tudo mais proporcional e bonito. É por isso que o ponto de partida para o nosso planejamento em Harmonização Orofacial sempre começa pelo SORRISO, e a arte de construí-lo depende de um trabalho multidisciplinar cuidadoso que atenda ao conceito de beleza individual de cada paciente para alcançar o sucesso. A Harmonização Orofacial envolve todos esses conceitos, pois trabalhamos integrando as diversas áreas da odontologia com o objetivo de melhorar a saúde e a estética bucal, ao mesmo tempo proporcionando uma transformação no sorriso.

A odontologia tem avançado a passos largos quando o assunto é estética e atualmente podemos oferecer diversos tratamentos para conseguir os melhores resultados nessa área, como: clareamento dental, restaurações estéticas em resina, laminados cerâmicos, “lentes de contato dentais”, próteses em porcelana, entre outros. Muitas vezes, o paciente procura por preenchimentos faciais, achando que esse é o problema do seu lábio estar “murcho”, porém, ao realizar um exame mais minucioso, fica claro que a parte dental está precisando de correções funcionais que agem diretamente na melhora estética. A indicação de cada procedimento depende da necessidade do paciente e da avaliação do profissional para que o tratamento proposto possa auxiliar na correção da proporcionalidade do sorriso, melhorando cor, textura e curvas. Venha sorrir melhor aqui na Clínica HARMONITTÁ Estética Orofacial. Agende sua avaliação.

Dr. Alessandro Manvailer CRO/MS 3493

Dra. Luciana Comparin CRO/MS 3471

Fotos: Studio Vollkopf

Fotos: Studio Vollkopf


68

|

PORTAL SAÚDE

|

|

HUMOR

Fenômeno na internet,

Zé Mineiro projeta novos caminhos em sua carreira.

Uma pessoa vinda de uma família simples, nascido no interior de Mato Grosso do Sul, em Taquarussu, Jefferson Luís foi o pioneiro no Instagram trazendo comédia e memes voltados para o público sertanejo. Atualmente, sua página tem mais de 1 milhão de seguidores e o engajamento chega a 105 milhões por semana. Tímido, mas muito simpático, ele revela como superou a vergonha e, hoje em dia, tornou-se amigo de vários famosos e influentes de todo o Brasil. Suas lives contaram com ilustres presenças, como Gusttavo Lima e Andressa Suíta, e o seu querido amigo, Eduardo Costa. Com um novo projeto de canal no Youtube, Zé relembra toda a sua trajetória e dá mais detalhes deste recente trabalho. Como você teve a ideia de começar a página? Eu saí de Taquarussu para estudar agronomia em Dourados, sempre trabalhei na roça por ser do interior. Gosto muito desse meio, cresci assim. Então, quando resolvi parar a faculdade, resolvi continuar com o Instagram que tinha criado por conta do curso. Foi bem na brincadeira, mas deu muito certo (risos).


PORTAL SAÚDE

De onde surgiu esse apelido “Zé Mineiro”? Me apelidaram de Zé Mineiro quando eu tinha 6 anos. Quando estava trocando os dentes ainda. E na minha cidade tinha um senhor mais velho, que se chamava Zé Mineiro e não tinha os dentes. Como diziam que eu parecia com ele, me apelidaram com seu nome. Eu não gostei, é claro (risos). Acho que foi por isso que pegou tanto. Sua profissão é nova, como você lida com isso? Muita gente lhe pergunta sobre? Muita, muita mesmo. Hoje eu já estou “veiaco”. Aprendi muita coisa. Uma vez, a plataforma derrubou meu perfil, por ter ferido alguma diretriz. Eles não especificam muito o motivo. Talvez tenham sido direitos autorais. Isso me deu uma certa experiência. Você não aparecia no seu perfil até pouco tempo atrás. Tem algum motivo específico? Eu tinha muita vergonha. Muita mesmo. Tive que aprender a controlar, fui forçado (risos). A primeira live que eu fiz, tomando tereré e ouvindo música sertaneja, aparece o Gusttavo Lima pra interagir. Já fiquei meio retraído, mas deu tudo certo. Hoje em dia eu converso muito com o Luciano Limma, no Natal de 2019, ele colocou o Gusttavo e a Andressa para assistirem à minha live. Foi bem bacana. Mas agora vou começar a aparecer bastante por conta do programa.

| 69

Você se lembra da sua primeira parceria? A primeira vez que faturou com seu Instagram? As primeiras vezes foram aqueles “recebidos” (risos). Ganhei kits de alguns artistas, um chapéu, um boné. Coisas do tipo. Já cheguei a ganhar coisas que nunca imaginei. Você se inspirou em alguma página para começar a sua? Páginas de comédia existem várias, mas de humor sertanejo, mais da roça assim, a Zé Mineiro foi a pioneira. Eu procurei ser bem exclusivo. O que você tem para aconselhar quem está começando agora e quer seguir nessa carreira? Alguma dica? Não pode desistir. Tem que persistir, ir atrás. Muita gente falava que eu não teria futuro, que não daria em nada. Se eu tivesse escutado essas pessoas, não teria chegado a esses números. Podemos conhecer um pouco mais da história de Zé Mineiro, esse fenômeno de sucesso que cresce a cada dia. Você ainda irá ouvir muito esse nome!

Fale um pouco sobre o novo trabalho no seu canal do Youtube, você está ansioso? Ah, eu fico bem ansioso. São muitas pessoas, o engajamento é muito grande. Já chegou a 105 milhões semanais. Nós atingimos todo tipo de público, desde moradores mais simples, até o jogador brasileiro do time de futebol profissional do Reino Unido, Liverpool. O programa vai seguir uma linha mais informal, queremos gravar conteúdos diversos, em vários lugares, o bate-papo acontecerá dentro de um carro em movimento, uma Variant 1976, toda repaginada. Estou bem animado. Você imaginou que chegaria tão longe? Não, jamais. Hoje sou amigo de várias influências. O pessoal descobre meu número, tem umas pessoas que, mesmo eu não aparecendo, me reconhecem. Acho isso muito bacana.

@zemineiro


72

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PORTAL MÉDICO

Dra. Adriana Marques da Costa Rodrigues

Dr. Emmanuel Pereira das Neves Neto

CRM/MS 3620 Anestesiologista – RQE 2165

CRM/MS 5405 Endocrinologia e Metabologia RQE 3539

Servan Anestesiologia: Av. Mato Grosso, 4298 - Centro Campo Grande - MS

Clínica Arkhos: Rua Boca de Leão, 26 - Chácara Cachoeira (esquina com Rua Raul Pires Barbosa) Santa Fé - Campo Grande - MS 67 3043.3388 I 98126.7922

67 3041.9700 pág. 44

pág. 18

Dr. Alex Robert Spengler

Dra. Hanimme Nogueira

CRM/MS 2746 Anestesiologista - RQE 716

CRM/MS 6520 - TEGO 0133/2014 Ginecologia e Obstetrícia RQE 4370

Servan Anestesiologia: Av. Mato Grosso, 4298 - Centro Campo Grande - MS 67 3041.9700

Rua Dr. Antônio Alves Arantes, 201 Chácara Cachoeira Campo Grande - MS 67 3042.7590 | 98121.0023 98404.1797

pág. 44

pág. 24

Dra. Andreia Antoniolli

Dr. Henrique Alvarenga

CRM/MS 2668 Cirurgia Geral - RQE 585

CRM/MS 3315 Otorrinolaringologia - RQE 2435

Rua Professor Luís Alexandre de Oliveira, 667 - Royal Park Campo Grande - MS

Otorrinoface: Av. Mato Grosso, 2400 (esquina com a Rua Goiás) Campo Grande - MS 67 3327.0232

67 3028.6562 | 3044.7772

pág. 36

Dr. Celso Baptista Ogatha Tabosa CRM/MS 2062 Alergia e Imunologia - RQE 1036 Acupuntura - RQE 1811 Rua Sete de Setembro, 1162 Centro - Campo Grande - MS 67 3383.3040 | 67 3056.9898

pág. 60

Dr. Henrique Costa Gasparini CRM/MS 4944 Cirurgia Geral RQE 3466 Gastroclin: Av. Mato Grosso, 745 - Centro Campo Grande - MS 67 3027.7068 | 99857.4083

pág. 42

Dr. Edgard Nasser

Dr. Hélio Muniz

CRM/MS 4806 Cirurgia Vascular - RQE 3407 Ecografia Vascular com Doppler - RQE 4941

CRM/MS 4727 Otorrinolaringologia - RQE 2724 Otorrinoface: Av. Mato Grosso, 2400 (esquina com a Rua Goiás) Campo Grande - MS 67 3327.0232

Rua 25 de Dezembro, 1460 Campo Grande - MS 67 3321.4444 I 3324.4444 98151.8385 pág. 56

pág. 60


74

|

PORTAL SAÚDE

|

|

PORTAL MÉDICO / PROFISSIONAIS

Dr. João Maximiano Pierin De Barros

CLÍNICA DE VACINAÇÃO Vaccini Rua Dr. Eduardo Machado Metelo, 445 Chácara Cachoeira - Campo Grande - MS

CRM/MS 3062 Anestesiologista - RQE 997 Servan Anestesiologia: Av. Mato Grosso, 4298 - Centro Campo Grande - MS

67 3043.1327 67 3211.4234 67 3211.4778

HOSPITAL

67 3041.9700 pág. 44

Hospital Unimed Campo Grande Av. Mato Grosso, 4566 - Carandá Bosque Campo Grande - MS

67 3318.6666

ODONTOLOGIA

Dr. Mauricio de B. Jafar CRM/MS 2073 Cirurgia Vascular - RQE 1573 Ecografia Vascular com Doppler - RQE 2825 Angiocentro: Rua Antônio Maria Coelho, 2728 Jardim dos Estados Campo Grande - MS 67 3027.1900

Dr. Achilles Parma Neto Oral Design: Rua Dr. Michel Scaff, 378 Chácara Cachoeira - Campo Grande - MS

67 3326.2300

Dr. Ailton Cesar Sanches Moreno Rua Elvira Coelho Machado, 532 Chácara Cachoeira - Campo Grande - MS

67 3026.8977

Dr. Alessandro Manvailer Clínica Harmonittá: Rua Paraíba, 509 Jardim dos Estados - Campo Grande - MS

67 3201.8616 67 99246.6258

pág. 38

Dr. Gustavo Adolfo Pereira Terra Terra Odonto: Rua dos Vendas, 527 Jardim Bela Vista - Campo Grande - MS

Dra. Maristela Harume Ogatha Tabosa CRM/MS 3057 Cardiologia - RQE 1609 Ecocardiografia - RQE 3089 Rua 15 de Novembro, 1174 Centro - Campo Grande - MS 67 3047.5252 | 99874.9505

Dr. Paulo Andre Costa Novaes CRM/MS 2496 Anestesiologista - RQE 637 Servan Anestesiologia: Av. Mato Grosso, 4298 - Centro Campo Grande - MS 67 3041.9700 pág. 44

Dr. Sandro Raphael M. Startari CRM/MS 4313 Cirurgia Plástica - RQE 3167 Rua Euclides da Cunha, 1912 (próximo à Rua Paulo Machado, antiga Furnas) Campo Grande - MS 67 4141.0707 I 98154.7788 99198.4556 pág. 54

67 3341.5679 67 3341.2425

Dra. Luciana Comparin Clínica Harmonittá: Rua Paraíba, 509 Jardim dos Estados - Campo Grande - MS

67 3201.8616 67 99246.6258

Dra. Tauane Comparin Clínica Harmonittá: Rua Paraíba, 509 Jardim dos Estados - Campo Grande - MS

67 3201.8616 67 99246.6258


Profile for Revista Portal Saúde

Revista Portal Saúde 17ª Edição Campo Grande  

Revista

Revista Portal Saúde 17ª Edição Campo Grande  

Revista

Advertisement