__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.pack.com.br

153

ANO•12 M

I

O

R$ 15,00

EMBALAGEM

TECNOLOGIA

ENTREVISTA Bruna Tedesco, do Grupo Bimbo Brasil, diz que o Rio de Janeiro é o maior mercado para pães light

ESPECIAL BELEZA Tecnologia e sofisticação em maquiagens e embalagens do mercado norte-americano

153_Capa.indd 1

A

2 0 1 0

DESIGN

INOVAÇÃO

ESTILO DE VIDA

Diferentes estilos, diversos perfis de consumo. Saiba como isso influencia no desenvolvimento de novas embalagens

3/5/2010 14:31:45


153_2_Capa_Colacril.indd 2

3/5/2010 14:32:54


carta ao leitor CARTA AO LEITOR

NOVAS EMBALAGENS PARA

NOVOS ESTILOS DE VIDA

Q

ual é o seu estilo de vida? Há muitos estilos e diversos perfis de consumo. Hoje a indústria de produtos de consumo está olhando para o seu estilo de vida para desenvolver produtos e embalagens que atendam os interesses e os gostos dos consumidores. Viver só é um novo estilo de vida do mundo moderno. Cada vez mais aumenta a população de pessoas que adotaram essa forma de viver. Para atender os sozinhos que não têm tempo de cozinhar, não sabem cozinhar ou têm preguiça de encarar o forno e fogão, a indústria de alimentos coloca no mercado porções sob medida de pratos pré-prontos, como lasanha, nhoque, além de lanches prontos, e pizzas. Tudo pronto em minutos. Basta levar ao micro-ondas. A loucura do dia a dia – casa, estudo, trabalho, cursos - e o trânsito caótico diminuem a mobilidade das pessoas, o que, muitas vezes, acaba impedindo-as de fazer uma “paradinha” para uma refeição ou um lanche, mesmo que seja rápido. Para esses consumidores, a indústria está desenvolvendo produtos para

consumo imediato e que sejam portáteis, ou seja, que podem ser consumidos a qualquer hora. Hoje já existem refrigerantes em garrafinhas de bolso. Que praticidade. Esse é o assunto da matéria de capa deste mês da revista Pack. O estilo de vida também é o tema da entrevista do mês. O estilo de vida saudável está fazendo a cabeça e o coração de muitos consumidores brasileiros preocupados com a saúde e o corpo. Na categoria de pães industrializados, os light e especiais, enriquecidos com grãos, são cada vez mais, o pão nosso de cada dia. É o que conta Bruna Tedesco, gerente de categoria do Grupo Bimbo Brasil. Mais um artigo sobre o mundo da beleza. Nessa edição, Assunta Napolitano Camilo desvenda as tendências em embalagens de maquiagens. Isso é resultado de sua incursão pelo mercado norteamericano, realizada em janeiro deste ano, para a sua pesquisa The American Way of Packaging. Saiba como a indústria de embalagem americana explora os materiais e as tecnologias para seduzir as mulheres no ponto de venda. Até a próxima edição.

MARGARET HAYASAKI

EDITORA-CHEFE

153_Carta ao Leitor.indd 3

| margaret.hayasaki@banas.com.br

3/5/2010 14:34:00


153

sumário

16

ENTREVISTA “Os pães light têm no Rio de Janeiro o seu maior mercado”

A N O • 1 2

MATÉRIAS

M

A

I

O

2010

16 ENTREVISTA Bruna Tedesco, gerente de categoria do Grupo Bimbo Brasil, conta como a empresa está crescendo no mercado de pães light e especiais

Foto: iStockphoto

Foto: Luiz Machado

As demandas para as embalagens são estilo (beleza, indulgência) conveniência (praticidade) e segurança. Aspectos relacionados à sustentabilidade também são bem-vistos

30 CAPA

30 CAPA

Mudanças na forma como os consumidores vivenciam o mundo são o principal motor das novas soluções de embalagens

EMBALAGEM TECNOLOGIA DESIGN INOVAÇÃO

24 ESPECIAL BELEZA

36 ESPECIAL Apesar da crise econômica mundial, a renda dos profissionais de embalagem aumentou, segundo pesquisa do IoPP/Packaging World

Embalagens feitas para o seu estilo de vida

Foto: iStockphoto

SEÇÕES 6

AGENDA

7

PACK ONLINE

8

ATUALIDADES

14 POR DENTRO DAS LEIS

22 LANÇAMENTOS INTERNACIONAIS 42 GUIA DE MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS

Fotos: Divulgação

20 VANGUARDA

43 NOTAS TÉCNICAS

Foto: iStockphoto

24

48 ARTIGO

ESPECIAL BELEZA Muito além da beleza, todas as demandas atendidas em um só produto

4

EDITORA BANAS

153_Índice de matérias.indd 4

4/5/2010 15:15:02


153_5_Instituto.indd 5

3/5/2010 14:36:57


agenda

60 anos

EM DESTAQUE

Os últimos lançamentos tecnológicos nos setores de matérias-primas, embalagens, máquinas, equipamentos e prestações de serviços são apresentados durante a FCE Pharma (Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Farmacêutica). Em 2009, mais de 600 expositores tiveram a oportunidade de fazer networking com mais de 25 mil visitantes.

EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO

Foto: Divulgação

FEIRAS NO BRASIL DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

De 18 a 20 de maio de 2010

ExpoAlumínio – Exposição Internacional do Alumínio

Centro de Convenções Imigrantes, São Paulo, SP

Reed Exhbitions Alcantara Machado Tel.: (11) 3060-5000 www.brasilpack.com.br

De 25 a 27 de maio de 2010

FCE Pharma – Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria Farmacêutica

Transamérica Expo Center, São Paulo, SP

Nürnberg Messe Tel.: (11) 4613-2017 www.fcepharma.com.br

De 25 a 27 de maio de 2010

FCE Cosmetique – Exposição Internacional de Tecnologia para a Indústria de Cosméticos

Transamérica Expo Center, São Paulo, SP

Nürnberg Messe Tel.: (11) 4613-2017 www.fcecosmetique.com.br

Fispal Tecnologia – Feira Internacional de Embalagens, Processos e Logística

Pavilhão de Exposições do Anhembi, São Paulo, SP

De 8 a 11 de junho de 2010

Fundador: Geraldo Banas (1913 – 1999) Publisher: Cristina Banas Editora: Elizabetha Banas (1923 – 2007) Editora-chefe: Margaret Hayasaki – margaret.hayasaki@banas.com.br Jornalista web: Kleber Pinto – kleber.pinto@banas.com.br Assessora Técnica: Assunta Camilo (FuturePack) – assunta.camilo@banas.com.br Revisão: Nazaré Baracho Consultoria Técnica: Guilherme Sergio Maradine Secretária: Bruna Pires – redacao@banas.com.br Administrativo e Financeiro: Zenaide Crepaldi – zenaide.crepaldi@banas.com.br Projeto gráfico: Editora Banas Produção: Luciano Tavares de Lima (gerente) – producao@banas.com.br Editora de Arte: Tami Arita – tami.arita@banas.com.br Designer: Ana Claudia Martins – ana.martins@banas.com.br Capa: Tami Arita – tami.arita@banas.com.br

CONSELHO EDITORIAL André Vilhena – Diretor CEMPRE – Compromisso Empresarial para Reciclagem; Assis Garcia – Diretor do Centro de Tecnologia de Embalagem – CETEA; Claudio Irie – Diretor de marcas controladas do Carrefour; Eduardo Yugue – Gerente de embalagens da Nestlé; Geraldo Cardoso Guitti – Presidente da Refrigerantes Convenção; Lincoln Seragini – Diretor–presidente da Seragini Farné; Luiz Belloli Neto – Presidente da Câmara setorial de máquinas para a indústria alimentícia, farmacêutica e refrigeração industrial da Abimaq – Luis Madi – Diretor - geral do ITAL - Instituto de tecnologia de Alimentos

DEPARTAMENTO DE VENDAS Diretor Comercial: Paulo Galante – paulo.galante@banas.com.br

Brazil Trade Shows Tel.: (11) 3598-7800 www.fispal.com.br

Executivos de Negócios – São Paulo Cláudio Alves Freire | João Domingues Tel.: (11) 3500-1900 – publicidade@banas.com.br

Belo Horizonte M Lage Vendas e Representações. Contato: Marcio Lage Av. Raja Gabaglia, 4000 – sl. 207 – CEP 30494-310 – Belo Horizonte-MG Tel.: (31) 2127-3854 - (31) 9612-8028 – publimg@banas.com.br

FEIRAS NO EXTERIOR DATA

FEIRA

LOCAL

ORGANIZAÇÃO

Dias 2 e 3 de junho de 2010

Pack & Gift – Feira de presentes e embalagens promocionais

Porte de Versailles, Paris, França

IDICE SAS Tel. : +33 (0)4 74 73 42 33 www.packandgift.com

De 22 a 25 de junho de 2010

Expo Pack México – Feira de Embalagem e Processos Industriais

Mexico City, Centro Banamex, México

PMMI Tel.: (703) 243-8555 www.expopack.mx

De 30 de junho a 2 de julho de 2010

Pharma Pack Japan – Exposição Internacional de Embalagens de Farmacêuticos, Maquinário e Materiais

Tokyo Big Sight, Japão

Reed Exhibitions Japan Ltd. Tel.: +81-3-3349-8509 www.reedexpo.com

Rio de Janeiro Art Comunicação S/C Ltda. Contato: Francisco Neves Rua Almeida Bastos, 90 – 101 – CEP 20755-270 – Rio de Janeiro-RJ Tels.: (21) 2269-7760 – (11) 9943-5530 – Fax: (21) 3899-1274 – banasrj@uol.com.br

Rio Grande do Sul Interface Comunicação e Propaganda Ltda. Contato: Vera M. Silva Av. Taquara, 193 – Cj. 406 – CEP 90460-210 – Porto Alegre-RS Tel./Fax: (51) 3330–2878 – banassul@terra.com.br

Paraná e Santa Catarina Print Technology Representações Comerciais Ltda. Contato: Gilberto Kugnharski/Marilisa da Rocha Av. Luiz Xavier, 68 – 11ªand. – cj. 1118 – CEP 80020-020 – Curitiba-PR Tel. (41) 9942-2569 – gilberto@banas.com.br / marilisa@banas.com.br

São Paulo – Interior Aqueropita Intermediações de Negócios Ltda. Contato: Aparecida A. Stefani Tel.: (11) 3748-1900 – Fax: (11) 3748-1800 – aparecida.stefani@banas.com.br

REPRESENTANTE INTERNACIONAL Argentina 15 de Noviembre 2547 – C1261 AAO – Capital Federal – Republica Argentina Tel.: (54-11) 4943-8500 – Fax y Mensajes: (54-11) 4943-8540 www.edigarnet.com

Cartas&E-mails ENTREVISTA

ACORDO DE COOPERAÇÃO Phone: +1 312/2221010 – www.packworld.com

Que delícia receber a edição da revista Pack. Parabéns. Todos adoraram. Muito obrigado! Aproveito para te contar que fui convidado a assumir a gerência de marketing da Kopenhagen. Em breve, teremos muitas novidades. No que pudermos contribuir, estamos à disposição.

Rua Edward Josefh, 122 – 13º andar – Edifício Passarelli Jardim Suzana – São Paulo-SP – CEP 05709-020 CNPJ 60.432.796/0001-83 – I.E. 104.259.747.116, C.C.M. 1.249.632-4 NOVO TELEFONE (11) 3500-1900 Impressão: Gráfica Mundo Capa: Papelcartão Vitasolid 250/m2 Papirus Circulação nacional: Tiragem – 10 000 exemplares Periodicidade: mensal Assinatura: Anual (Brasil) = R$ 97,00 • Nº Avulso = R$ 15,00

Orlando Glingani Gerente de inovações e marketing da Kopenhagen – São Paulo – SP

BLOG DA PACK O blog é perfeito. Encontrei vocês fazendo uma pesquisa. Tudo é muito útil e objetivo. Parabéns e valeu pela ajuda!

MAIO 2010 PACK – EMBALAGEM | TECNOLOGIA | DESIGN | INOVAÇÃO é uma publicação mensal da Editora Banas Ltda. A PACK é dirigida aos profissionais que ocupam cargos técnicos, de direção, gerência e supervisão em empresas fornecedoras, convertedoras e usuárias de embalagens, bem como prestadores de serviços relacionados à logística, design e todos os processos relacionados a indústrias de embalagem.

E

IO

B

2008

IV P R Ê M

DA

END.

Rua Edward Joseph, 122 – 11º andar – Edifício Passarelli São Paulo-SP – CEP 05709-020

B2

A

D

IA

T

A

R

O

6

11 3500-1925 | FAX 11 3500-1900

D E M ÍD IA S E G M

TA

EG

TELEFONE

EC

C AT

PARA SE CORRESPONDER COM A REDAÇÃO E-MAIL redacao@banas.com.br

AT

N

Filiada à

AN

lucas@wolkedesign.com.br

RE

V I S TA S E G M

EN

É permitida a divulgação das informações contidas na revista desde que citada a fonte. PACK reserva-se o direito de publicar somente informações que considerar relevantes e do interesse dos leitores da revista

EDITORA BANAS

153_Agenda_Cartas_Expediente.indd 6

3/5/2010 14:37:40


www.pack.com.br

nline

POR KLEBER PINTO kleber.pinto@banas.com.br

O SITE DA PACK TRAZ NOTICIÁRIO ATUALIZADO DIARIAMENTE, ARTIGOS EXCLUSIVOS E TUDO SOBRE O MERCADO DE EMBALAGEM. MAIS: VÍDEOS, FOTOS E A VERSÃO DIGITAL NA ÍNTEGRA DA EDIÇÃO DO MÊS, ALÉM DAS ANTERIORES!

Apenas 6 anos após a inauguração de seu parque industrial, a Antilhas Embalagens anunciou uma expansão de 27% em sua planta fabril. A notícia foi a mais acessada no mês de abril no site. Confira as mais acessadas do período*.

1 2 3 4 5

+

Antilhas anuncia ampliação de seu parque industrial

Com mais 6 mil m² empresa aumenta produtividade e oferece mais agilidade no atendimento aos clientes

Novos fornos industriais chegam ao mercado nacional

Alta tecnologia e menor custo operacional é resultado de parceria entre a Jung e a Hormesa

Papéis e tintas de fontes renováveis conquistam cada vez mais espaço Sete em cada 10 clientes exigem certificação verde, aponta gráfica Mattavelli

Godam escolhe embalagens SIG Combibloc para entrar no mercado de leites UHT

O principal alvo da empresa é o mercado do Rio de Janeiro que cresceu 1% em volume e 22% em valor em 2009

[SAIBA MAIS]

[CONEXÃO WEB ] as mais lidas no pack.com.br

VÍDEO

Já chega a um milhão o número de brasileiros que vivem do que é considerado lixo. É a arte de transformar em dinheiro o que já parece não ter nenhum valor. Onde achar? http://www.pack.com.br/internaartigos.aspx?idart=238

[ENQUETE ]

RESULTADO ABRIL/2010

Há muitas tendências para o consumo em 2010. Qual é sua aposta? Embalagens mais sustentáveis Porções individuais Design arrojado

96,00% 4,0

0%

NESTE MÊS Interaja! Confira a enquete do mês e vote na home do site! Onde achar? http://www.pack.com.br

Rayflex quer crescer na indústria de embalagens

Indústria vem substituindo com sucesso pesadas portas de ferro importadas pelas nacionais

Confira a lista das dez notícias mais acessadas no site e as leia na íntegra! Fonte: Google Analytics* Período de 27/3/10 a 30/4/10 Onde achar? http://www.pack.com.br/maisartigos.aspx

[DESTAQUES] Os anúncios desta edição acompanhados dos ícones  têm informações extras no www.radarindustrial.com.br. Lá você encontra mais detalhes dos produtos, especificações técnicas e informações da empresa anunciante. Acesse! www.radarindustrial.com.br

Dúvidas sobre o mercado?

Nossos consultores esclarecem os mais diversos temas do setor. Envie sua pergunta e leia as respostas para nossos internautas no Blog da Pack. E-mail guru@pack.com.br PERGUNTE, ELE RESPONDE!

O NEWSLETTER SEMANAL DA INDÚSTRIA

Toda semana, a newsletter entrega no seu e-mail as notícias mais importantes da indústria de embalagens. Cadastre-se no site! Acesse! www.banas.com.br/banasinforma

Eco Coke O chinês Andrew Seunghyun Kim criou embalagens inovadoras para a Coca-Cola. Trata-se de uma caixinha estilo Longa Vida, porém 100% confeccionada com fibra de cana de açúcar. O projeto foi batizado de Eco Coke. Caso a empresa aceitasse a sugestão de Kim, cerca de 200 milhões de garrafas plásticas seriam descartadas a cada 5 minutos, somente nos Estados Unidos.

Para frutas e verduras congeladas A Stahlbush Island Farms lançou em abril a primeira embalagem biodegradável para linha de vegetais e frutas congeladas. A BioBag é resultado de dois anos de pesquisas em parceria com a Cadillac Products Company of Troy. Onde achar? http://www.pack.com.br/blog

EDITORA BANAS

153_pack_online.indd 7

7

3/5/2010 14:38:21


Foto: Divulgação

atualidades

Especial para a Copa do Mundo

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

A Cintra, marca de cerveja do Grupo Schincariol, Rótulos Mais Coloridos acaba de lançar a lata de alumínio temática especial para a Copa do Mundo. A embalagem comePara incrementar ainda mais seus morativa traz o slogan Torcida sem Frescura, com pratos, a Tambaú Alimentos uniu dois o fundo em verde e amarelo, que representam as Identidade Visual Renovadacondimentos que não podem faltar cores da bandeira. As cinco estrelas e os torceHá mais de 50 anos no mercado e na Topmesa of dos brasileiros: o alho e a dores que ilustram o rótulo fazem uma alusão pimenta. Mind no segmento de antialérgicos, a marca O resultado foi a combinação aos títulos conquistados pela seleção brasileira perfeita de temperos em um molho Polaramine, direcionada  tanto para alergias de futebol. A edição limitada estará disponível a sabor apurado e irresistível.   O de pele como respiratórias, renova suacom identipartir deste mês, nos principais pontos de venda molho dade visual. “As novas embalagens enfatizam condimentado de alho com pimenta dos estados do Rio de Janeiro e Espírito a ampla ação Santo. do medicamento, incluindo  a é comercializado em embalagem Cintra, tel.: 0800-7710123. informação de dupla indicação: alergias de de vidro de 150ml fornecida pela Companhia Indústria de Vidros pele e rinite, a fim de  consolidar perante os (CIV). A tampa flip-top - que pode consumidores a posição de marc a ser aberta sendo pressionada ou especialista em alergias”, pontua puxada, com lacre e bico dosador, Luis Bartolomei, diretor de criação é fornecida pela Revpack.  O rótulo da B+G designers. Além de votambém está de cara nova, com lumes, sombras e um grafismo layout desenvolvido pela agência mais dinâmico, a agência trabade design Packing e impresso pela lhou com  cores e splashes gráfica JB. “Devido à importânPara Aguçar o Paladar que ressaltam as diferentes incia de se destacar no ponto de dicações e benefícios  do mevenda, optamos por produzir noA Hikari está ingressando no mercado de dicamento, proporcionando vos rótulos mais coloridos e aletemperos em pó com o lançamento darápida linha e clara leitura,  facigres que possam interagir com Tem Sabor, que é composta de seis sabores: litando o entendimento do o consumidor que é a razão do carne, peixe, aves, legumes, arroz e feijão. É consumidor. Também ganosso trabalho!”, explica André apresentada em pacotes com 12 sachês de nhou destaque a apresentação Luna, coordenador de marketing de cada produto: gotas, dráge5 g. Cada sachê pode ser usado para pratos da Tambaú Alimentos. as,das entre outros. Além disso, a que rendem até quatro porções. O visual Tambaú Alimentos, tel.: (87) 3848-1225. embalagens foi desenvolvido para aguçar o paladar do consumidor e destacar o produto nos pontos de venda. Cada sabor apresenta uma cor diferente e imagens de apetitosos pratos prontos. O layout foi elaborado pela própria área de marketing da Hikari, sob a coordenação da designer Fabiana Yumi Ishikawa. As embalagens secundárias são produzidas em PET + alumínio + PEBD (polietileno de baixa densidade) pela Mazda. Já os sachês são fabricados em BOPP + polipropileno (PP) pela Majicplast. As duas embalagens recebe  ram impressão em rotogravura. Hikari, tel.: (11) 4674-6001. Latas Colecionáveis Celebrando os 50 anos dos cereais matinais Mucilon, a Nestlé desenvolveu latas decorativas e colecionáveis com uma roupagem especial. Decoradas sob uma temática infantil que valoriza cores, como verde-claro, azul, amarelo e lilás, as embalagens comemorativas tornam-se mais atrativas para a armazenagem de outros produtos após o consumo da marca. As artes que estampam os produtos permitem, inclusive, que as latas integrem a decoração dos quartos dos bebês. Mucilon, tel.: 0800-7702459.

8

153_Atualidades.indd 8

Editora Banas

3/5/2010 14:39:52


A linha de produtos naturais com soja sinhá Vitae, da Caramuru Alimentos, ganhou nova identidade visual assinada pela Target. A embalagem foi desenvolvida pensando no conceito de saúde proporcionado pelo produto funcional (aquele que, além de nutrir, é capaz de afetar beneficamente uma ou mais funções no corpo, melhorando a saúde e o bem-estar e/ou reduzindo o risco de doenças). A forma de coração que une o logotipo à marca principal (sinhá) endossa a ideia de produto feito com carinho e qualidade, especialmente, para o consumidor. seguiu-se uma linha mais clean, acompanhando a tendência mundial de embalagens que valorizam o branco, tornando as informações mais legíveis ao consumidor e dando um destaque premium à embalagem na gôndola. As fotos valorizam o produto, de maneira que o “appettite appeal” seja instantâneo no consumidor.

VIsual geoMÉtRICo

Os biscoitos salgados recheados Club Social, da Kraft Foods Brasil, ganham o sabor de provolone. O produto já é oferecido nos sabores de queijo com cebola e queijo com tomate & manjericão. “Fizemos uma grande pesquisa junto aos consumidores da marca para escolher o novo sabor para o lançamento, e o provolone foi o preferido entre eles, chegando a superar inclusive os outros sabores da linha já existentes no mercado”, explica Ana Ferrell, gerente de marketing de biscoitos da Kraft Foods Brasil. Nas grandes redes supermercadistas, ocorrerão ações promocionais de compre e ganhe com as novas latinhas de aço porta-Club Social. No ano passado, foram distribuídas mais de 750 mil latinhas em promoções desse tipo nos pontos de venda. A embalagem do biscoito salgado de provolone Club Social é produzida em BOPP metalizado/ PET(single pack) e BOPP metalizado (multipack), com impressão em rotogravura, pela Santa Rosa e Itap. O design da embalagem foi desenvolvido pela Team Creatif.

A embalagem dos novos sabonetes da linha natura Ekos – murumuru, cupuaçu, maracujá e cacau – é assinada pela Chelles & Hayashi. o conceito do design é focado na simplicidade, expressando a coerência com o ideal sustentável da marca. “Trouxemos soluções para viabilizar as várias versões do produto de uma maneira simples, interligada com a estética da linha natura Ekos, usando a quantidade correta de matéria-prima e oferecendo muito conforto no uso”, afirma Gustavo Chelles, sócio da Chelles & Hayashi. “Ao invés de seguirmos caminhos orgânicos, optamos pelo visual mais geométrico que tem relação com a sofisticação da marca”. A embalagem do sabonete de murumuru em lascas e de maracujá em pasta foi inspirada em cuias amazônicas, transpostas para uma linguagem simples e mais industrial. Ela é reutilizável e refilável, com apelo decorativo. o sabonete de cupuaçu para fatiar apresenta uma embalagem desmontável para descarte e reciclagem. Para acondicionar e transportar corretamente a linha de sabonetes natura Ekos foram desenvolvidas embalagens de papelão micro-ondulado com a textura voltada para fora. o desenho curvo dos cartuchos foca o não-desperdício de matéria-prima e aproveitamento das folhas.

Kraft Foods Brasil, tel.: 0800-7041940.

Chelles & Hayashi,

Target, tel.: (11) 4688-1564.

saBoR de noVIdade

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

ConCeIto de saÚde

tel.: (11) 5573-3470.

EdiTorA BAnAs

153_Atualidades.indd 9

9

3/5/2010 14:39:58


notícias

Demanda americana de caixas de papelão ondulado vai atingir US$ 36,4 bilhões em 2014

A

demanda de cartuchos de papel cartão e caixas de papelão ondulado deve crescer 2,4% ao ano até 2014, atingindo Us$ 36,4 bilhões, nos Estados Unidos. Esse crescimento será conduzido pela expansão da capacidade de produção das plantas fabris. Essas e outras tendências são apresentadas no estudo realizado pela Freedonia. As vendas de caixas de papel cartão e caixas de fibras sólidas responderam por mais de 70% da demanda em 2009. A condição de embalagens de transporte em quase todos os setores também vai ajudar no crescimento do setor. A demanda será beneficiada também pelo perfil ambiental favorável das caixas de papelão ondulado, que terão maior importância para os fabricantes que continuam buscando soluções para adotar práticas de embalagem sustentáveis. Além disso, o crescimento em valores será apoiado pela maior demanda de grades de linerboard mais caros que podem

10

153_Atualidades.indd 10

SUZANO PAPEL E CELULOSE ANUNCIA NOVO DIRETOR DE AUDITORIA A suzano Papel e Celulose, empresa de base florestal e uma das maiores produtoras verticalmente integradas de papel e celulose de eucalipto da América Latina, comunica que a diretoria de auditoria da empresa passa a ser comandada por Mariano Zavattiero. Essa é a segunda passagem do executivo pelo Grupo suzano, já que ele atuou na auditoria da suzano Petroquímica entre os anos de 2006 e 2007. no novo cargo, Zavattiero se reportará diretamente a Antonio Maciel neto, diretor Presidente da suzano.

Foto: Ricardo Maizza

461

450

Fonte: Freedonia Group, Inc.

CRESCIMENTO ANUAL

0

440

5.000

SITIVESP ELEGE NOVO CORPO DIRETIVO A nova diretoria do sindicado da indústria de Tintas e Vernizes do Estado de são Paulo (sitivesp) para o triênio 2010-2013 é formada por representantes de indústrias dos diversos segmentos do setor. o novo presidente é ricardo stiepcich, que participa da diretoria da entidade há 21 anos e atua no setor de tintas há 25 anos, hoje no comando da Futura Tintas. stiepcich substitui roberto Ferraiuolo, que presidiu o sitivesp desde 1971 e, em dezembro último, foi eleito presidente emérito da entidade.

9.350

10.000

8.560

15.000

8.451

20.000

RILDO LIMA E LEANDRO PIGNATARO TÊM NOVAS FUNÇÕES NA OWENS-ILLINOIS rildo Lima deixa o cargo de diretor de vendas e marketing Brasil para assumir a vice-presidência de vendas e marketing América Latina da owensillinois. no seu antigo cargo, assume Leandro Pignataro, gerente de negócios da área de cervejas e refrigerantes.

21.593 23.300 26.600

25.000

A demanda de caixas de papel cartão vai aumentar 1,8% ao ano até 2014, um ritmo mais devagar em relação às caixas de papelão ondulado devido à acirrada competição de embalagens alternativas, como pouches, blisters e clamshells, em muitos mercados. Entretanto, os ganhos serão suportados pelos avanços das capacidades de impressão e recursos gráficos. A demanda de caixas pré-montadas vai crescer pelo seu amplo uso em aplicações, como joias, utensílios de prata, confeitos e doces.

36.400

30.000

32.300

35.000

NELSON FALAVINA ASSUME VICEPRESIDÊNCIA DE VENDAS DA TETRA PAK nelson Falavina, acaba de assumir a posição de vice-presidente de vendas de soluções em embalagens cartonadas da Tetra Pak. o executivo tem a responsabilidade de acelerar o desenvolvimento da empresa no mercado brasileiro. Falavina, que até então atuava como diretor-executivo de vendas para área norte, retornou ao Brasil em 2008, após dez anos atuando nas operações da Tetra Pak, nos Estados Unidos, Colômbia, Equador, Venezuela e Leste Europeu (região dos Balcãs). nestas duas últimas experiências, o executivo atuou como presidente, sendo responsável também pelas fábricas da companhia em ambas as localidades.

receber impressão de alta qualidade e recursos gráficos.

o segmento de alimentos e bebidas continua sendo o maior mercado para as caixas de papelão ondulado, respondendo por 45% da demanda em 2014. Boas perspectivas também são esperadas nos mercados de alimentos congelados, produtos laticínios, carne, aves e frutos do mar. outros mercados de produtos não-duráveis oferecem boas oportunidades, como cosméticos e higiene pessoal, produtos plásticos e DEMANDA DE CAIXAS DE PAPELÃO de borracha. no setor ONDULADO E DE PAPEL de produtos duráveis, CARTÃO NOS EUA a demanda de caixas (EM US$ MILHÕES) vai crescer mais nos 2009 2014 2004 segmentos de máquinas e equipamentos, peças de automóveis, e instrumentos, bem como maquinário industrial. Em mercados de produtos nãomanufaturados, como DEMANDA CAIXAS DE CAIXAS DE CAIXAS DE varejo e foodservice, DE CAIXAS PAPELÃO PAPEL CARTÃO PAPEL CARTÃO DE PAPELÃO ONDULADO E PRÉ-MONTADAS ONDULADO E DE DE FIBRAS a demanda de caixas PAPEL CARTÃO SÓLIDAS vai crescer pela prefe2,4% 2,7% 1,8% rência do consumidor 1,5% 1,2% pelas compras on-line 0,5% 0,3% e alimentos prepara2004-2009 2009-2014 -0,9% dos ou consumo em movimento. 30.505

40.000

Vaivém do mercado

JOSÉ RICARDO RORIZ COELHO É ELEITO PRESIDENTE DA ABIPLAST o empresário José ricardo roriz Coelho, da Vitopel, uma fabricante de filmes plásticos, assume a presidência da Associação Brasileira da indústria do Plástico (Abiplat) para a gestão 2010-2014. Ele substitui Merheg Cachum.

EdiTorA BAnAs

3/5/2010 14:40:00


notícias

Maurício Groke

é nomeado presidente da Abre Da redação Foto: Divulgação

Maurício Groke, diretor-comercial da Antilhas, é o novo presidente da Associação Brasileira de Embalagem (Abre) para o próximo biênio 2010/2012. Groke, que há oito anos é conselheiro da entidade, substitui Paulo Peres, que esteve no comando por duas gestões. Durante a cerimônia de posse, em abril último, o novo presidente conversou com a revista Pack sobre os seus principais desafios. Ampliar a atuação nacional Nós queremos aumentar a representatividade da Abre em todo o Brasil. Isso será feito por meio das várias associações do setor de embalagem, que integram o corpo do Conselho da entidade. E essas associações, algumas, estão ligadas aos sindicatos, o que facilita a nossa participação nacional por meio delas, que têm ações em todo o País. Outro caminho para isso é a atuação estratégica junto aos órgãos governamentais. O que a gente quer é realmente ser reconhecido como entidade que congrega todos os elos da cadeia de embalagem, com uma posição extremamente isenta da condução das políticas e ações para que se alcance a valorização da embalagem. Interface com o poder público Aumentar o inter-relacionamento com o poder público é a grande missão que eu estou abraçando fortemente. Queremos esclarecer os enganos de interpretação. Cada um legisla de acordo com o seu posicionamento. Por isso, queremos ser ouvidos como entidade isenta que leva a mensagem correta para o fórum correto. Essas discussões não têm que ser interligadas a uma associação ou outra, mas ligadas a uma associação que pode congregar todas as entidades do setor. O setor de embalagem tem que se fortalecer, e o elo dessas associações é a Abre pela isenção dela em poder sentar numa mesma mesa, com posições, às vezes, em alguns temas, divergentes, mas que convergem para a valorização da embalagem porque ninguém quer que a sua embalagem deixe de ser usada. A discussão

potencial não é se a minha embalagem é melhor que a sua. Se a minha embalagem protege mais. Se a minha embalagem é mais barata ou se a minha embalagem é ecologicamente mais correta. O centro da nossa discussão é que precisamos de embalagens. Temos que conviver com elas, por isso temos que valorizar, pois elas cumprem um papel importantíssimo no desenvolvimento do país. Política nacional de resíduos sólidos A política nacional de resíduos sólidos foi aprovada na Câmara Federal e agora deverá ser aprovada no Senado Federal. O que nós queremos é a aprovação dessa legislação em âmbito federal rapidamente. Estamos estudando como podemos contribuir para que a política nacional de resíduos sólidos seja instituída e que de alguma forma ela norteie todas as leis estaduais e municipais que estão aparecendo que, de certo modo, privilegiam uma embalagem e atacam outras. Às vezes, essas leis atacam todo o setor de embalagem. Não somos contra a regulamentação. Somos contra a regulamentação em nível estadual ou municipal até porque existem várias leis conflitantes. Ou seja, há leis que valem no Rio de Janeiro e não valem em São Paulo, por exemplo. Como uma indústria de embalagem transnacional pode trabalhar localizadamente. Com a política de resíduos sólidos, vai existir uma regra clara para que todos atuem na mesma linha. Por isso, a Abre tem que atuar em nível nacional para garantir que todos sejam amparados por uma lei coerente.

Ser sustentável e competitivo Tem que ficar claro para todos os níveis de governo e para população qual é o real papel da embalagem dentro do contexto da sociedade. O que a embalagem faz? Vamos dividir o que ela tem de bom ou de ruim? O que a embalagem A tem de melhor do que a embalagem B? Para cada produto, existem a embalagem e a tecnologia adequadas. Para cada resíduo, há o tratamento certo. O que precisa é tirar um pouco da emoção dessa discussão. O que precisamos é retratar num filme o mundo e as pessoas sem embalagem. Daí todo mundo ia entender o impacto de não ter uma embalagem para, por exemplo, acondicionar e proteger o alimento que chega à mesa. Sustentabilidade Uma pesquisa feita pela GFK revelou que poucos sabem o que é sustentabilidade. A maioria relaciona o assunto a temas pontuais, como a reciclagem. É preciso trabalhar na formação desse pessoal. Aí entra o papel do Comitê de Meio Ambiente e Sustentabilidade da Abre de difundir o que é sustentabilidade no seu sentido amplo. Essa pesquisa também revelou que o percentual de profissionais que ocupa cargo de direção envolvido diretamente com o assunto é pequeno. Existe uma pessoa fazendo ações sustentáveis e o que a gente quer é uma empresa sustentável. A sustentabilidade só funciona quando se tem conhecimento do alcance do que é ser sustentável como empresa e quando a alta diretoria tem isso no DNA. Esses dois pontos mostram que nós ainda estamos longe de termos empresas realmente sustentáveis. Temos que mudar essa realidade nacional. Esse é o principal desafio. Essas bandeiras têm que ser levadas num nível que as pessoas comecem a abrir o olho e a compreender que é possível fazer. Isso eu quero estar mais à frente. Quero unir esse pessoal. Quero todo mundo ouvido e atendido num objetivo comum. Pôr um fim ao sectarismo É preciso deixar de lado o sectarismo. Em termos de embalagens, todas têm os seus benefícios. Todas têm a sua aplicabilidade e cumprem com o seu papel. Só temos que aplicar corretamente. Para aplicar corretamente, a gente tem que ter conhecimento. E a Abre quer conduzir essa discussão. Todos os elos da cadeia de embalagem estão reunidos na associação, por isso vamos desenvolver os trabalhos conjuntamente. A inteligência que está dentro da Abre não nos pertence. Pertence a todos. Essa inteligência tem que ser difundida. Editora Banas

153_Atualidades.indd 11

11

3/5/2010 14:40:01


entrevista

Luiz Geraldo B. Martins,

gerente geral da Sonoco For-Plas

O que levou a Sonoco For-Plas a investir nesse negócio no Brasil? Trata-se de um novo mercado para os negócios da empresa que tem muito potencial de crescimento. nós já estamos em negociação com diversos potenciais clientes para o safe Top. Quando o Safe Top começa a ser produzido no País? investimos Us$ 1 milhão na nova linha de produção do safe Top, que será conectada à linha de produção de latas multifolhadas, na planta fabril

12

153_Atualidades.indd 12

de Araras (sP). o novo produto começa a ser produzido no Brasil, entre dezembro de 2010 e início de 2011, com capacidade inicial de 50 milhões de unidades/ano, para abastecimento do mercado doméstico. Mas, essa linha de produção pode ser facilmente duplicada, dependendo da resposta do mercado. O Safe Top já é produzido em outros países da América Latina? não. nós temos plantas fabris na Venezuela, Chile e Colômbia, mas inicialmente o safe Top será produzido somente no Brasil. Há mais novidades a caminho? na Fispal Tecnologia, que acontece de 8 a 11 de junho, em são Paulo, a empresa vai mostrar diferenciais tecnológicos e algumas novidades desenvolvidas para aumentar a conveniência do consumidor. Por meio de clientes como nestlé, Unilever, Mead Jonhson, reckitt, Cacique, nissin e iguaçu, a sonoco For-Plas apresentará soluções inovadoras e personalizadas. Uma delas é a tecnologia EZo (easy open) aplicada nas extremidades de embalagens metálicas ou plásticas, contendo

Foto: Divulgação

A Sonoco Fo-Plas está trazendo para o Brasil o sistema de fechamento Safe Top. Fale sobre o novo produto. o safe Top é uma alternativa à membrana metálica sealed safe para aplicação em latas multifolhadas. Com composição padrão de papel, polietileno (PE) e alumínio, essa solução é indicada para alimentos de consumo rápido, como grãos, cereais, achocolatados e snacks. Essa composição do safe Top pode ser alterada, dependendo do liner. o fechamento será produzido, inicialmente, no formato cilíndrico, nos diâmetros de 73 mm e 99 mm, mas poderá ser fornecido em diferentes shapes.

diferentes tipos de bebidas. dentre as facilidades, destacam-se a pouca força para abrir a embalagem, o design superior que impede o anel de virar e beliscar os dedos e a maior resistência a danos. Também estará em exposição o sistema sealed safe, com diferentes modelos de anéis e válvulas, para aplicações, por exemplo, em embalagens de café. Qual foi o faturamento da Sonoco ForPlas em 2009? A empresa faturou Us$ 60 milhões no Brasil. A divisão de negócios de latas multifolhadas e tampas metálicas responde por 40% desse volume.

EdiTorA BAnAs

3/5/2010 14:40:04


153_13_IMAN.indd 13

3/5/2010 14:40:36


selo de qualidade de origem animal a Comissão de Meio ambiente e desenvolvimento sustentável da Câmara dos deputados acaba de aprovar proposta de criação de um selo de qualidade ambiental para produtos de origem animal. Conforme a proposta, o selo funcionará como um atestado de que o animal usado na produção foi criado em condições adequadas do ponto de vista ambiental. o texto foi aprovado na forma do substitutivo do deputado Leonardo Monteiro (Pt-MG) ao projeto de lei 5973/09 do deputado antônio roberto (PV-MG). o substitutivo adapta a redação à legislação atual que remete ao sistema nacional de Metrologia, normalização e Qualidade industrial (sinmetro) a competência para emitir o selo.

Fim das saColas plástiCas agora É lei Até o final do ano, as sacolas plásticas, distribuídas em supermercados e no comércio em geral, deverão desaparecer em Santos, litoral de São Paulo, cedendo lugar a embalagens biodegradáveis ou reutilizáveis. A determinação, que tem origem em um projeto de lei do vereador Manoel Constantino (PMDB), foi oficializada pelo prefeito João Paulo Tavares Papa, que sancionou a lei nº 2.684. O Rio de Janeiro também vai banir as sacolas plásticas. Em 15 de julho, entra em vigor a lei 5.502/09, de autoria do Governo do Estado e aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio. Os estabelecimentos comerciais terão tempos diferenciados para o recolhimento e a troca das sacolas por bolsas reutilizáveis. As microempresas terão três anos para a substituição das sacolas. Os empresários de pequeno porte terão dois anos para efetuar a troca. Já os demais estabelecimentos comerciais terão somente um ano para se adequarem à nova lei. A multa para quem deixar de cumprir as obrigações previstas na lei 5.502/09 acarretará em 100 a 10 mil Ufirs-RJ.

Foto: Sxc.hu

a definição das regras para sua concessão também será feita pelo sinmetro em conjunto com os órgãos de meio ambiente e agricultura. “os ajustes vão balizar melhor a eficácia pretendida pelo projeto”, acredita Monteiro. o substitutivo aprovado reiterou o caráter voluntário de adesão ao sistema de certificação, presente no projeto original, e o prazo de 180 dias para a regulamentação da lei.

aprovado programa de reCiClagem de garraFas plástiCas em goiÂnia (go)

Foto: Sxc.hu

ambiental para produtos

Foto: Sxc.hu

por dentro das leis

aprovado o projeto do vereador Paulo Borges(PMdB), da Câmara Municipal de Goiânia, que institui programa de reciclagem, reutilização ou reaproveitamento de garrafas plásticas e de tereftalado de polietileno, conhecidas como PEt. as empresas que produzem, envasam ou distribuem produtos nesse tipo de garrafa deverão criar e manter esses programas, evitando o descarte inadequado e a contaminação do meio ambiente.

CameX altera alíquota de importaÇão de etanol atÉ dezembro de 2011 o Conselho de Ministros da Câmara de Comércio Exterior (MdiC) decidiu alterar temporariamente a alíquota de imposto de importação de álcool etílico (etanol), com redução de 20% para 0%, por meio da inclusão de dois códigos da nomenclatura Comum do Mercosul (nCM) na Lista Brasileira de Exceções à tarifa Externa Comum (tEC). a medida tem vigência até 31 de dezembro de 2011. ressalta-se que a referida alteração é coerente com as reivindicações brasileiras diante dos diversos mercados internacionais no sentido de eliminar as barreiras tarifárias e nãotarifárias impostas ao produto.

14

Editora Banas

153_Por dentro das Leis.indd 14

3/5/2010 14:41:23


Foto: Stockxpert

Coleta seletiva nas escolas municipais de Marília (SP) Aprovado em abril último, o projeto de lei nº 219/2009, de autoria do vereador Herval Rosa Seabra, que dispõe sobre a coleta seletiva nas escolas municipais de Marília (SP) e institui programa contínuo para recolhimento de reciclados. O projeto define a coleta seletiva como o procedimento de separação do lixo a ser coletado, quanto a sua origem, em orgânico e inorgânico, e dispõe sobre as suas finalidades: tornar o reaproveitamento dos materiais uma prática constante entre os administradores públicos e os estudantes; tornar-se parte integrante de um programa de educação ambiental a ser instituído pelas escolas públicas municipais, visando à formação e difusão de uma consciência ecológica na sociedade local e auferir benefícios sociais na prática de reciclagem, tanto no sentido da economia de energias e insumos, quanto na preservação do ecossistema. Para o recolhimento do lixo inorgânico serão instalados nas escolas municipais quatro recipientes para a coleta seletiva de plástico (recipiente na cor vermelha); vidro (cor verde); papel (cor azul) e metal (cor amarela). “Temos certeza de que o programa será um sucesso e com isso teremos a possibilidade de que seja estendido a todas as instituições municipais, como: órgãos públicos em geral, demais escolas, postos de saúde, dentre outros”, diz o vereador. 

Produtos que provocam cáries terão que trazer alerta na embalagem Os produtos cariogênicos, ou seja, que contêm açúcar em sua composição, terão que trazer a seguinte informação nos rótulos ou nas embalagens: “Este produto contém substâncias que provocam cáries”. O projeto de lei nº. 035/2010, de autoria da deputada Cida Borghetti (PP), da Assembleia Legislativa do Paraná, que determina a divulgação da informação nos produtos, foi aprovado em abril último pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A informação deve ser impressa em local visível e ocupar no mínimo 5% da dimensão do rótulo ou da parte impressa da embalagem do produto, sendo admissível a afixação de etiqueta adesiva. Os estabelecimentos que descumprirem poderão ser multados. Inicialmente, os estabelecimentos serão notificados que terão prazo de 20 dias para regularizem os produtos. “É direito dos cidadãos ter a informação que determinado produto contém substância que provoca cárie, dando-lhes condições de controlar os produtos que seus filhos irão consumir”, justificou a deputada. Segundo o Relatório da Saúde Bucal do Brasileiro, a cárie atinge quase 60% das crianças de cinco anos de idade. O índice sobe para 70% entre crianças de 12 anos e para 90% entre adolescentes de 15 a 19 anos. Em média, uma criança brasileira de três anos ou menos já tem, pelo menos, um dente com cárie e aos cinco anos essa média pula para quase três dentes cariados.

Editora Banas

153_Por dentro das Leis.indd 15

15

3/5/2010 14:41:26


Fotos: Luiz Machado

entrevista

16

Editora Banas

153_Entrevista - Bruna Tedesco - Bimbo.indd 16

3/5/2010 17:10:06


O maior portfolio de pães light, na América Latina, é do Brasil O consumidor brasileiro incutiu na sua cultura a preocupação com a saúde e o corpo. Isso demanda do Grupo Bimbo Brasil um esforço ainda maior para desenvolver a categoria

MARGARET HAYASAKI

o

sabor de uma vida saudável está fazendo a indústria de panificação desenvolver novos produtos, cada vez mais, com mais benefícios, para os exigentes consumidores. o pão nosso de cada dia se diversificou. Hoje, as gôndolas estão repletas de variedades para atender o aumento da preocupação da população com a saúde e o corpo. a tendência do uso de menos ingredientes se faz valer com pães feitos com menos calorias, menos sódio, menos gordura, sem açúcar, e mais benefícios funcionais, ou seja, enriquecidos com fibras. Com tanta diversidade, o desafio do setor é conquistar e fidelizar os consumidores. Bruna tedesco, gerente de categoria do Grupo Bimbo Brasil, dono das marcas Pullman, PlusVita e nutrella, sabe bem disso. “Para manter os consumidores interessados em comprar os nossos produtos, é preciso que cada uma de nossas marcas tenha a sua personalidade, o seu papel, e o seu portfolio sempre vivo, ou seja, com inovações. o consumidor gosta de experimentar. Eu quero que ele experimente os nossos pães”, afirma. “o grande desafio é antecipar as necessidades dos consumidores. Que pequenos carinhos nós podemos fazer para eles, demonstrando o cuidado que a gente tem no desenvolvimento dos produtos”. Em entrevista à revista Pack, Bruna tedesco, revela quais são esses pequenos carinhos. PACK: Os hábitos alimentares mais saudáveis já fazem parte do cotidiano dos consumidores. Dentro desse contexto, fale sobre o processo de inovação do Grupo Bimbo Brasil no desenvolvimento de pães para atender essa demanda. BRUNA: a empresa se apóia em três pilares principais no desenvolvimento de pães. Um deles é o instituto de inovação que é base para toda américa Latina. o segundo pilar é a área de novos produtos. a diferença do instituto para essa área de novos produtos é que a gente já conta com tecnologias que já são de domínio dentro da nossa indústria e que vão ser aplicadas em novos produtos. o terceiro pilar é a realização de pesquisa com consumidor. PACK: O mercado de pães demanda muitas inovações? BRUNA: Esse mercado é bem dinâmico e demanda muitas inovações, com uma frequência bastante alta, de novos sabores, variações, tamanhos e formas. Então, nós precisamos sempre trazer novidades. temos marcas líderes – Pullman, PlusVita e nutrella – por isso queremos estar sempre um passo à frente. Estar sempre um passo adiante do que o consumidor espera. no ano passado, a empresa lançou a linha de pães Vitta natural nutrella, a primeira do mer-

Editora Banas

153_Entrevista - Bruna Tedesco - Bimbo.indd 17

17

3/5/2010 17:10:08


Fotos: Luiz Machado

entrevista

cado, sem conservantes artificiais e com açúcar demerara. O conceito foi tão bem-aceito que estamos expandindo para outros produtos do portfolio. Na linha de pães saudáveis há novos ingredientes (mas ela não revela quais são) que serão utilizados no desenvolvimento de produtos, mas que são Em 2008, a inéditos no mercado. Salton fechou Também há muita inovação na cateo ano 40% como o recémgoria de com pães brancos, de participação lançado pão branco multigrãos light, que combina o sabor do pão branquinho com o benefício dos grãos em uma seleção de ingredientes, como centeio, linhaça, milho, arroz, soja, granola e quinoa. É uma inovação que saiu do forno, em fevereiro último, e já é um sucesso de vendas.

ter uma ideia da importância dos pães light, o maior portfolio do produto, na América Latina, é do Brasil. O consumidor brasileiro incutiu na sua cultura a preocupação com a saúde e o corpo. Isso demanda de nós um esforço ainda maior para desenvolver a categoria. PACK: Os consumidores estão mais preocupados com a saúde. Dentro desse contexto, o Grupo Bimbo Brasil já estuda desenvolver pães sem glúten? BRUNA: A indústria está trabalhando muito fortemente nessa direção de abraçar o maior número possível de consumidores. Para nós, é péssimo saber que tem um grupo de consumidores que não pode consumir o nosso produto. Por isso, investimos continuamente em pesquisa para desenvolver

O maior mercado de pães especiais é São Paulo e a região Sul. Já para os pães light é o Rio de Janeiro PACK: Qual é o tempo médio de desenvolvimento de um novo produto? BRUNA: Se for um produto mais simples, podemos lançar em um mês e meio a dois meses. Se for uma coisa mais experimental, mais complexa, com uma tecnologia diferente, pode levar mais tempo, de 6 a 8 meses, dependendo do produto. Como companhia, esse ano, a meta de lançamentos é bastante agressiva. Estamos falando aí de mais de 100 em 2010. Hoje, o Grupo Bimbo já é consolidado como uma empresa de panificados no Brasil e está agora caminhando para ser uma empresa de alimentos. PACK: A categoria de pães responde por 75% do consumo de produtos diet e light. Quais são os desafios para desenvolver pães light e saborosos? BRUNA: Quando o Brasil começou a produzir pães light, realmente, o consumidor sentiu bastante a perda de sabor. Isso aconteceu com outros produtos também. Mas o setor de alimentos light evoluiu muito, com o avanço da indústria de aromas, que nos permitiu ter substitutos, que o consumidor sentisse menos a redução de ingredientes. Essa é uma preocupação sempre grande porque a gente não quer que o consumidor sinta que ele está perdendo sabor e qualidade. Nós queremos que ele sinta prazer ao comer um produto light e o consumidor é super exigente. Para se 18

produtos para esses consumidores que têm algum tipo de restrição de ingredientes, às vezes, por restrição médica ou algum tipo de alergia. Vai vir um lançamento nessa linha sem glúten, mas ainda não posso adiantar nada. Essa é uma próxima etapa da indústria de alimentos: cada vez mais olhar para nichos e necessidades específicas para atender esses consumidores. PACK: Ainda falando sobre saudáveis, a redução de sódio também é uma preocupação no desenvolvimento dos pães? BRUNA: Essa é mais uma oportunidade de mercado e nós estamos trabalhando conceitos. Não há uma legislação específica oficial sobre o tema. Para o público em geral, a empresa possui um projeto de redução de ingredientes no que anualmente nos comprometemos a reduzir teores de gordura, gordura saturada, gordura trans, açúcar e sódio nos produtos que estão no mercado. Temos internamente um índice de saudabilidade em que avaliamos todos os produtos do portfolio e estabelecemos metas de melhorias ano a ano. PACK: Da pesquisa feita com os consumidores surgem novas tendências para o desenvolvimento de produtos? BRUNA: A tendência caminha para o consumo de pães saudáveis e funcionais. Inovação é sempre um grande liquidificador de coisas, que contempla

pesquisa; a sacada de um produto que a gente já está desenvolvendo; a informação de um fornecedor de aroma; e a tendência de alimentos. Esse mix é necessário para trazer um produto diferente. É uma soma de referências, às vezes, até de outros mercados, que muitas vezes, a gente viu que deu certo e introduz aqui no Brasil. PACK: Quem é o consumidor de pães saudáveis? BRUNA: Há dois grupos grandes de consumidores das classes A, B e C1. Um é formado por pessoas de mais idade, de 50 anos para mais, que têm um consumo, muitas vezes, feito por recomendações médicas. Elas consomem pão por uma necessidade específica de saúde. O outro é formado pelo público jovem adulto, na faixa dos 35 anos para cima, que está preocupado com a saúde e com a boa forma. Eles querem começar a cuidar da saúde hoje para no futuro continuar bem. São consumidores bem conscientes. Há outros aspectos interessantes sobre o consumo de pães. Muitas vezes, os lares consomem mais de um tipo de pão. Geralmente, a compra é feita pela mulher. Ela compra um tipo de pão, pensando nos filhos, normalmente o pão branco, que tem menor rejeição nem é amargo. Mas ela tem o pão dela para fazer a sua dieta, por exemplo. PACK: E como é o consumo desses pães regionalmente? BRUNA: O maior mercado de pães especiais é São Paulo e a região Sul. Já os pães

Editora Banas

153_Entrevista - Bruna Tedesco - Bimbo.indd 18

3/5/2010 17:10:13


light têm no Rio de Janeiro o seu maior mercado. A explicação para isso se deve ao fato de que as mulheres cariocas são loucas por dieta. No Sul, os pães mais apreciados pelos consumidores são mais gordos, enriquecidos com castanhas e grãos. Já a consumidora carioca vai olhar na embalagem qual é o índice de calorias/fatia, já que ela é superpreocupada com o corpo. Já a consumidora de São Paulo, consome igualmente os pães light e especiais. No Nordeste, o consumo de pães especiais ainda experimenta uma fase bem incipiente. Lá, a grande fatia de consumo pertence aos pães brancos e pães de lanche (hambúrguer e hot dog). O consumidor nordestino quer pão que dê sustância para começar bem o dia. Para se ter uma ideia do tamanho desse mercado, quase 50% do consumo de pães de lanches está no Nordeste. Ele ainda está começando a consumir pão de forma industrializado, por isso há bastante mercado para desenvolver. A empresa tem uma planta industrial, em Salvador, na Bahia, que vai ajudar nesse crescimento. PACK: O formato da embalagem da categoria de pães é um só. De que forma o Grupo Bimbo trabalha o design de embalagem como uma ferramenta estratégica para se diferenciar no ponto de venda e os comunicar os benefícios saudáveis? BRUNA: Esse ponto é supercrítico. O pão tem um compra semanal e a decisão é feita no ponto de venda. A indústria investe pouco em mídia, ou

seja, não tem uma comunicação pesada com o consumidor. A maior parte do investimento é no ponto de venda. A embalagem é o nosso veículo de comunicação, por isso é preciso destacar as informações mais importantes, o que a gente chama de claims, os principais benefícios para o consumidor. Estamos realizando uma mudança de visual de embalagem para as marcas Pullman e PlusVita visando a modernizar e deixar mais claro, permitindo que o consumidor encontre a informação que ele precisa mais facilmente. Por exemplo, se é um produto light, o consumidor precisa enxergar mais rápido que esse produto é light. Isso evita que ele compre por engano um produto que é especial. A briga no ponto de venda é muito intensa. Não existe um código de cores para as embalagens de pães light e especiais. Uma característica da categoria é que a embalagem dos produtos é bem colorida. Cada sabor tem uma cor. Há algumas coisas que acabaram sendo naturais, por exemplo, os pães de grãos ganharam a cor lilás e os pães integrais, o vermelho, mas não é uma regra. O consumidor se acostumou e a gente foi adotando. PACK: O Grupo Bimbo desenvolve pães saudáveis. Como a empresa alinha esse posicionamento dos produtos à sustentabilidade das embalagens? BRUNA: O veículo do nosso produto é o plástico. Então o Grupo Bimbo tem uma preocupação bastante forte com a sustentabilidade até pelo volume de embalagens que coloca no mercado. No ano passado, adotamos a embalagem oxidegradável no lançamento da linha Vitta Natural e a ideia é que até junho desse ano, 100% das embalagens plásticas dos nossos produtos sejam substituídas. A degradação com aditivos próoxidantes ocorre em dois estágios. No primeiro, há o processo de oxidação que, sob

a ação de calor ou luz, reduz o peso molecular do polímero a um nível que, as bactérias e fungos, presentes no solo ou ambiente de descarte, podem reluzir ainda mais. No segundo, essas moléculas oxidadas são biodegradadas, convertidas em água, dióxido de carbono e biomassa. A tecnologia dos aditivos oxibiodegradáveis segue a norma padrão ASTM 6954-04. Além disso, as tintas utilizadas na impressão dessas embalagens são aprovadas pela Anvisa para uso em contato com alimentos e sem presença de metais pesados. Essas embalagens oxibiodegradáveis foram adotadas primeiro, no México, e depois começou esse desdobramento para os demais países da América Latina. PACK: Existe uma polêmica em torno das embalagens oxidegráveis sobre a sua degradação que não acontece 100%. Como a empresa se posiciona sobre esse assunto? BRUNA: As embalagens oxidegradáveis utilizadas pelo Grupo Bimbo Brasil são completamente seguras para o meio ambiente e para as pessoas. Elas respeitam as normas e os padrões internacionais ASTM 6954-04 e CENTC 249/WG 9 e locais (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e Anvisa), conforme estudos realizados pelo fornecedor do aditivo e pela sede do Grupo Bimbo, no México, sobre eco-toxicidade, cito-toxidade, metais pesados e estudos de simulação de acidentes em aterros sanitários controlados.

Editora Banas

153_Entrevista - Bruna Tedesco - Bimbo.indd 19

19

3/5/2010 17:10:17


vanguarda

O copo de papel dá lugar ao reutilizável

Foto: Divulgação

A Starbucks convida os consumidores de todo o mundo a utilizar copos reutilizáveis para ajudar a reduzir o impacto ambiental

20

153_vanguarda.indd 20

a DA REDAÇÃO

starbucks Coffee Company está dando aos seus consumidores de todo o mundo um ousado incentivo para trocar o copo de papel por uma opção mais amigável. Em abril último, a empresa recompensou os clientes que trouxeram um copo reutilizável em suas lojas, oferecendo um café gratuitamente. Esse esforço é apenas uma das soluções que a starbucks está compartilhando com seus consumidores para reduzir o impacto ambiental. a companhia tem oferecido um desconto para o uso de copos desde 1985. Como parte do compromisso ambiental starbucks™ shared Planet™, o objetivo da empresa é garantir que 100% dos copos sejam reutilizáveis ou recicláveis até 2015. no último relatório global de responsabilidade, a companhia revelou que no ano fiscal de 2009, mais de 26 milhões de bebidas foram servidas em copos reutilizáveis em suas lojas nos Estados Unidos, Canadá e reino Unido. Essa simples mudança de atitude evita que cerca de 544 toneladas de papel sejam descartadas em aterros sanitários.

Editora Banas

3/5/2010 14:43:53


como solução e eles pensaram em sacolas reutilizáveis para as lojas.”

As pessoas podem fazer escolhas positivas sem fazer sacrifícios. Elas podem continuar apreciando o ritual de tomar café

Os consumidores podem visitar www.starbucks.com/ thebigpicture e utilizar a calculadora de impacto fornecida pelo Fundo de Defesa Ambiental para ver como muitas árvores podem ser salvas por meio de copo reutilizável. Eles podem também firmar um compromisso de usar copos reutilizáveis todos os dias e encorajar outros para fazer algo por meio de ferramentas sociais, como o Facebook. “Estamos muito satisfeitos que a Starbucks tenha conseguido se unir aos seus consumidores para reduzir o desperdício de copos em vias públicas. É por meio desse tipo de ação coletiva que conseguimos atender às pressões para os desafios ambientais de nosso tempo”, afirma Julie Blackwell, diretor de conservação internacional da Team Earth. “As pessoas podem fazer escolhas positivas sem fazer sacrifícios. Elas podem continuar apreciando o ritual de tomar café, mas utilizando um copo reutilizável. Elas estão reduzindo o consumo de energia, água e emissão de CO2 do processo de produção de copo, bem como preservar o desperdício de enviar para os aterros sanitários.” “Enquanto nossos copos têm sido parte integral da experiência de consumo nas cafeterias, agora também é um compromisso ambiental”, diz Bem Packard, vice-presidente de responsabilidade global da Starbucks. “Como resultado, nós estabelecemos agressivas metas para minimizar o desperdício de copos por meio de opções recicláveis e reutilizáveis, além de colaborar com uma ampla gama de stakeholders para conduzir uma significativa mudança. Além disso, trabalhando com os fabricantes de copos e recicladores para tornar nossos copos de maneira geral mais recicláveis, nós encorajamos os consumidores a pensar sobre os copos reutilizáveis

veis, a Starbucks está trabalhando para desenvolver uma compreensiva solução de copo reciclável. A companhia está colaborando com órgãos municipais locais, fornecedores de matéria-prima, fabricantes de copos, parceiros de varejo e de bebidas, recicladores, ONGs e experts acadêmicos para melhorar a infraestrutura de reciclagem. Para saber mais sobre os compromissos ambientais da Starbucks, acesse o site starbucks.com/responsibility. INFORMAÇÕES STARBUCKS www.starbucks.com

Para ilustrar a importância do desafio aos consumidores, a Starbucks convida milhares de pessoas a trocar copos descartáveis por copos reutilizáveis, enquanto a empresa criou o mural simbólico Sequoia, em março, em Nova Iorque, nos Estados Unidos. O mural simbolizou o que pode fazer o coletivo impacto individual e, durante o evento, 5 mil promessas individuais para continuar usando o copo reutilizável. Os clientes podem visitar o site www.starbucks.com/thepicture para se divertir com as cenas de vídeo do making of do mural e aprender mais sobre ações que eles podem fazer. Além disso, para encorajar os consumidores a optar pelos copos reutilizá-

Editora Banas

153_vanguarda.indd 21

21

3/5/2010 14:44:02


lançamentos internacionais

Foto: Divulgação

Embalagem Amiga do Meio Ambiente

A Cada Garrafa Vendida, uma Árvore Plantada Em parceria com a American Forests, uma organização sem fins lucrativos, o uísque Jack Daniel´s lançou uma garrafa colecionável para homenagear o mês da Terra, comemorado em abril. A cada compra de uma garrafa da bebida, uma árvore será plantada. De acordo com a American Forests, cerca de 100 mil árvores serão plantadas, ou seja, isso representa retirar das ruas 6 mil carros/ano ou preservar 3,3 milhões de galões de gasolina.

A Puma dá o pontapé inicial para a próxima fase do Programa de Sustentabilidade 360 para implementação do sistema de embalagem amiga do meio ambiente. Introduzindo o desenvolvimento de embalagem sustentável e o sistema de distribuição realizado pelo renomado designer industrial Yves Béhar, a empresa vai lançar novos padrões na indústria de varejo esportivo. A nova solução inovadora vai reduzir em até 25% a quantidade de resíduos e emissão de CO2 gerada pelas tradicionais embalagens, como caixas de calçados e sacolas de polietileno (PE) de roupas, além de ajudar a desenvolver 50% da coleção internacional de produtos, como calçados, roupas e acessórios de acordo com as melhores práticas de sustentabilidade até 2015.

“Jack Daniel´s é um produto do meio ambiente, por isso é vital que nós façamos o melhor para preservar os recursos naturais”, afirma Jeff Arnett, destilador master da Jack Daniel´s. “A saúde e a sustentabilidade das florestas das Américas são essenciais para manter a qualidade de nosso uísque, que desenha cores e sabores dos barris de madeira utilizados para o envelhecimento da bebida. Jack Daniel´s não poderia ser o mesmo produto sem esses especiais barris de madeira.” A destilaria iniciou os esforços ambientais há mais de 30 anos. E, essa prática, continua se expandindo. Menos de 1% dos resíduos gerados são enviados para aterros sanitários e a maioria dos produtos é reutilizada em outros negócios. Por exemplo, os barris de carvalho branco usados para maturar o uísque são reutilizados pelas destilarias de tequila e scotch, bem como pelos fabricantes de móveis e fazendeiros.

N a á re a d e embalagem, a missão da empresa é reduzir o uso de papel cartão de caixas de calçados em até 65%. O designer Yves Béhar repensou a embalagem de calçados que ganhou o nome de Clever Little Bag. Trata-se de uma sacola reutilizável que permite utilizar menos material, reduzir o peso durante o transporte e eliminar a necessidade de sacolas secundárias. A redução de 65% de consumo de papel com o conceito da Clever Little Bag vai diminuir o consumo de água, energia e diesel em mais de 60% ao ano.

Puma, tel.: +499132810.

22

Diferenciação na Gôndola

Foto: Divulgação

A coleção de roupas será embalada em sacolas de material sustentável em substituição às tradicionais sacolas de polietileno. Isso significa que 720 toneladas de sacolas de polietileno deixaram de ser utilizadas por ano, o equivalente a uma economia de 29 milhões de sacolas plásticas, volume suficiente para cobrir uma área do tamanho de 1000 campos de futebol. Além disso, as camisetas serão dobradas mais uma vez para reduzir o tamanho da embalagem e assim reduzir a emissão de CO2 e custos de transporte.

Jack Daniel´s, tel.: 615-780-3397.

A Anthem Worldwide, uma companhia de design estratégico da Schawk, assina a nova identidade visual das embalagens dos sorvetes naturais Real Dairy, da Nestle Canadá. Erin Lazer, gerente de marketing e embalagem de sorvetes da Nestlé Canadá, disse que o relançamento de Real Dairy foi centrado em torno das necessidades dos consumidores, ou seja, produtos feitos com ingredientes “reais”. “Depois do desenvolvimento de mais uma receita natural, nós contatamos a Anthem Worldwide para traduzir esse novo conceito de vida na prateleira, bem como ajudar a marca a se diferenciar”, afirma. O conceito explora a fácil identificação dos sabores, além dos valores nutricionais da marca para os consumidores e aumenta a presença de prateleira, criando um ponto de diferenciação dos concorrentes. Lazer diz ainda que a paleta de cores claras e a arquitetura simples do design comunicam uma experiência de marca consistente que permite adicionar uma extensão de linha e futuras inovações. O sucesso do design se reflete na expansão da distribuição da linha de sorvetes e frozen iogurtes Real Dairy em aproximadamente 15% e 50%, respectivamente. Anthem Canadá, tel.: (905) 219-1600.

Editora Banas

153_Lançamentos Internacionais.indd 22

3/5/2010 14:44:44


A Sensa® Weight Loss System acaba de lançar embalagens on-the-go de sal e açúcar para consumo enquanto o consumidor faz refeição fora de casa, viaja ou está em busca de perda de peso. “A maior demanda de nossos consumidores era por embalagens de dose única para usar quando comem fora ou estão viajando”, diz Kristin Chadwick, VP de desenvolvimento de marca para Sensa. A embalagem do Sensa Slims On-The-Go contém a mesma fórmula do Sensa Shakers e cada uma contém a dose exata de consumo para uma refeição padrão. O produto está disponível em embalagem Mês 1 até 6 e cada mês contém 20 pacotes de sal e 10 de açúcar. Sensa® Weight Loss System. Tel.: +1-310- 683-0940.

A rede internacional de café Pret A Manger acaba de lançar um visual rejuvenescido para a linha de sucos frescos Pure Pret em lata de alumínio, utilizando a tecnologia de impressão Pictoris™ de alta qualidade, da Crown Bevcan Europe & Middle East, uma unidade de negócios da Crown Holdings, Inc, que reflete a imagem e os valores da marca. O detalhe gráfico imita realisticamente a textura das frutas usadas nos sucos para comunicar os sabores, como laranja, maçã, uva e gengibre. Para produzir esses detalhes, a tecnologia Pictoris™ utiliza uma técnica de separação de propriedades e chapa especial de impressão de alta resolução, permitindo melhorar o espaço dos pontos e a reprodução de imagens complexas diretamente em uma superfície de metal. As características das latas do suco Purê Pret são apresentadas em um fundo branco limpo, que mantém a sinergia do visual com a força da identidade da marca, enquanto o design sugere os ingredientes naturais da bebida. As latas metálicas recicláveis são ideais para a nova linha de sucos Pure Pret, pois elas estão em linha com o posicionamento de sustentabilidade e reciclagem da Pret A Manger. “Os benefícios de sustentabilidade junto com a grande superfície de impressão da lata nos permitiu criar uma embalagem que promove claramente a mensagem da empresa e fortalece a identidade da marca”, diz Caroline Archer-Reed, diretora de marketing da Crown Bevcan Europa & Oriente Médio.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Sabor On-The-Go

Parecem Frutas de Verdade

Crown Bevcan, tel.: 215-698-5100.

Editora Banas

153_Lançamentos Internacionais.indd 23

23

3/5/2010 14:44:48


especial beleza

Beleza em Foto: iStockphoto

todas as frentes

24

A indústria americana de cosméticos investe em tecnologia e sofisticação nos produtos para oferecer beleza não-somente de dentro para fora, mas também de fora para dentro

Editora Banas

153_Especial Maquiagem.indd 24

3/5/2010 14:45:53


O ato de se maquiar em si para muitas mulheres já é prazeroso. As demandas para as embalagens são estilo, conveniência e segurança

á algum tempo, as grandes empresas ou casas de produtos de beleza vêm apostando em novas propostas de produtos, como cápsulas, por exemplo, as cápsulas innÉoV®, da nestlé® & L’óreal® , ou bebidas como as da shiseido®,do Japão.

Foto: Divulgação

H

ASSUNTA NAPOLITANO CAMILO*

o destaque e o glamour dados para as embalagens dos produtos de beleza tradicionais contradizem ou confirmam esse novo caminho. Estariam investindo nas embalagens de produtos para beleza de fora pra dentro, pois temem esse novo caminho ou para contradizê-lo? algumas mulheres e homens vêm abrindo mão de cremes para usarem cápsulas, como da sanas®, que tem uma linha de complementos, como colágeno e outros para minimizar rugas e a flacidez da pele. a nova linha tem embalagens de PEt colorido, na cor lilás, para produtos relacionados à beleza e laranja para os relacionados com vitaminas. E assim por diante.

Foto: Paulo Bau

dentre as várias categorias do setor de produtos pessoais, a maquiagem tem destaque em função do valor que gera. a categoria é sustentada pela vaidade, ainda predominantemente feminina e pela necessidade de se sentir e parecer bem. apresentaremos algumas novidades encontradas na pesquisa the american Way of Packaging, realizada, nos Estados Unidos, em janeiro de 2010. as mulheres americanas sempre usaram muita maquiagem. Elas são consideradas heavy users desses produtos. Já pela manhã, muito cedo, as encontramos completamente maquiadas ou se maquiando nos seus carros

Editora Banas

153_Especial Maquiagem.indd 25

25

3/5/2010 14:47:11


26

Editora Banas

153_Especial Maquiagem.indd 26

3/5/2010 14:47:26


Editora Banas

153_Especial Maquiagem.indd 27

27

3/5/2010 14:47:38


Uma bisnaga dentro da outra para dosar o equilíbrio de cor e brilho

Possibilidade de mixar duas cores, pressionando os reservatórios

Cores contrastantes na embalagem e no próprio pincel do rímel

Pincel agregado ao conjunto base e blush

Corretivo já traz o pincel no próprio tubo

Pré-maquiagem em cartuchos/ tubos plásticos transparentes ou com janelas e travas

28

ou mesmo no transporte público com seus necessaires cheios de cores. as grandes empresas do setor investem continuamente em muita pesquisa para desenvolver produtos. a nanotecnologia, por exemplo, já é largamente utilizada, há algum tempo, bem como avançados testes dermatológicos, entre outros. tudo para proporcionar beleza e bemestar.

inserto do fechamento da bisnaga e a tampa dourada finalizam o charme da embalagem. o new Hip® da L’oreal® é quase uma dupla bisnaga com a possibilidade de mixar duas cores, pressionando os reservatórios, criando uma cor diferente a cada momento ou situação.

Fotos: Divulgação

especial beleza

a Physicians Formula® apela para a questão do meio ambiente.

a n.Y.C® aposta em proEm uma pesquisa A nanotecnologia duto direto e simples, realizada pela sucomo a própria cidade já é largamente perdrug, uma das de nova iorque. maiores redes de vautilizada, Em relação às bases e aos rejo da inglaterra, bem como blushs, há vários modecomprovou-se que avançados testes los, todos com o benefíuma mulher gasta cio do pincel agregado cerca de r$ 13 mil dermatológicos ao conjunto, porém em em maquiagem em depósito separado, gatoda a vida. os dados rantia de segurança e higiene, além surpreendentes não param por aí. da praticidade de ter sempre o pinConstatou-se também que são usacel adequado e específico à mão. o dos 20 minutos por dia se maquiancorretivo da Physicians Formula® já do, ou seja, uma média de 330 dias traz o pincel no próprio tubo que tem se maquiando durante toda a vida. também um botão que, acionado, Esses altos números têm uma boa solta o pó já dentro do pincel. Já nojustificativa. as mulheres, quando tamos a presença desse mecanismo maquiadas, se sentem mais bonitas, em algumas marcas nacionais, como atraentes e seguras. Cerca de 70% nos lançamentos da linha secrets de das entrevistadas declararam se o Boticário®. sentir mais confiantes quando estão totalmente maquiadas, o que ajuda a Physicians Formula® apresentou a mulher a desempenhar melhor seus também o organic Wear® uma provários compromissos diários. posta de batom orgânico feito de frutas cultivadas sem aditivos, o ato de se maquiar em si para e com o selo da Ecocert, mas muitas mulheres já é prazeroso. a embalagem traz como apelo as demandas para as embalagens orgânico apenas as cores. apenas são estilo (beleza, indulgência) parece ser. não é nem de longe conveniência (praticidade) e uma embalagem amiga do meio segurança. aspectos relacionados ambiente! à sustentabilidade também são bem-vistos. o batom está cada vez mais fashion. item “número UM” das bolsas femininas, é encontrado em várias apresentações. o produto da marca sally Hansen® traz uma bisnaga dentro da outra, assim, pode-se dosar o equilíbrio de cor e brilho, pressionando mais a bisnaga interna ou a externa. o

as embalagens de rímel também estão utilizando muita tecnologia, porém o que mais chamou a atenção foi a proposta teen da Maybelline®, com cores contrastantes na embalagem e no próprio pincel do rímel! Batom orgânico feito de frutas cultivadas sem aditivos

Grande parte das embalagens para os itens de

Editora Banas

153_Especial Maquiagem.indd 28

3/5/2010 14:47:43


maquiagem é apresentada em cartuchos, ora metalizados ou com holografia. Ora transparentes, mas nunca passam despercebidos. É mais um recurso para conferir um toque de sofisticação e, ao mesmo tempo, chamar a atenção na gôndola. A Procter&Gamble® traz uma linha de produtos de pré-maquiagem acondicionada em cartuchos/tubos plásticos transparentes ou com janelas e travas. Proposta que ao mesmo tempo contempla os supermercados, diminuindo os índices de violação dos produtos e promove o produto. O tubo plástico ainda tem detalhes holográficos. Um luxo. Um bom exemplo disso é a linha Olay Definity. Para entender a dimensão e a importância do mundo da beleza, nos Estados Unidos, basta dar uma olhada nos números desse mercado.

Em 2009, segundo dados do Euromonitor, o País segue na liderança mundial do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, alcançando 58,9 bilhões USD (preço ao consumidor), mesmo após ter sofrido uma queda de 1,3% em relação ao ano anterior. O market share é de 16,8% de todo o mercado mundial. Os números incluem o segmento de maquiagem. Vários fatores têm contribuído para esse excelente crescimento do setor, merecendo destaque:

> Aumento da expectativa de vida, contribuindo para necessidade de conservar uma impressão de juventude. Concluímos que os produtos relacionados à beleza, seja de dentro para fora ou não, estão cada vez mais sofisticados, belos e acessíveis. Deixando de ser um luxo ou um capricho para ser item quase obrigatório. Assunta Napolitano Camilo é diretora do Instituto de Embalagens e da consultoria FuturePack

> Participação crescente da mulher brasileira no mercado de trabalho; > A utilização de tecnologia de ponta e o consequente aumento da produtividade e a queda dos preços; > Lançamentos constantes de novos produtos atendendo cada vez mais às necessidades do mercado;

Editora Banas

153_Especial Maquiagem.indd 29

29

3/5/2010 14:47:46


matéria de capa

Perfeitas para o seu estilo de vida Mudanças na forma como os consumidores vivenciam o mundo são o principal motor das novas soluções de embalagens

11,4% 13,2%

Fotos: iStockphotos

1,9%

30

19,5%

15,2% 17,0%

18,2% 16,5%

17,5%

40,8%

brasil

27,6%

NORTE

40,7%

NORDESTE

1,5%

11,8% 14,3% 15,3%

0,7%

9,8% 12,3% 15,1%

18,9%

43,2%

SUDESTE

1,3%

11,6% 11,5% 14,1%

18,4%

43,2%

SUL

Até 19 anos

20 a 29 anos

30 a 39 anos

16,4%

40 a 49 anos

50 a 59 anos

60 anos ou +

Fonte: IBGE

1,1%

Foto: iStockphoto

distribuição PerCentual dos arranJos Familiares uniPessoais Por gruPo de idade – 2008

Editora Banas

153_matéria de capa ok.indd 30

3/5/2010 17:50:55


o

Foto: iStockphoto

mundo moderno mudou a forma como as pessoas vivenciam o consumo. Mudou o comportamento dos consumidores e como eles fazem suas escolhas. Esse novo estilo de vida da população passeia pelo crescente aumento de solteiros, casais sem filhos, o tempo gasto no trânsito e a dupla jornada das mulheres que têm que conciliar o trabalho às tarefas do lar e o seu papel de mãe. toda essa transformação da sociedade criou excelentes oportunidades de negócio para a indústria brasileira de embalagem que se viu diante do desafio de desenvolver soluções de embalagem que atendessem às diferentes experiências de consumo: praticidade, consumo on-the-go, consumo individual e hands-free. É bem verdade que ainda há poucos exemplos. Mas a indústria de produtos de consumo está se movimentando de olho nesse potencial negócio. É o caso da multinacional Perfetti Van Melle Brasil, fabricante de confeitos e gomas de mascar, que tem, no Brasil, um dos mercados mais importantes. segundo diego Campos, gerente de produto da Perfetti Van Melle Brasil, o país é um dos primeiros a lançar os novos produtos mundiais da empresa, frequentemente, rompendo regras consolidadas de um mercado, que até pouco tempo, poderia ser considerado maduro. “o lançamento, em 2007, da embalagem portátil tipo garrafa, da goma de mascar Mentos Pure Fresh, sem açúcar, com recheio líquido, refrescância e casquinha crocante revolucionou um mercado que até então era muito concentrado e pouco orientado para a renovação.” “a empresa procurou de maneira inovadora trazer um novo conceito no consumo de goma de mascar e o consumidor de Mentos Pure Fresh aprovou a embalagem portátil que lhe proporciona um estoque de produtos para ocasiões de consumo diferentes, como no carro, em casa ou no trabalho”, acentua.

Goma de mascar

para diferentes o sucesso da embalagem portátil se reflete nas vendas de ocasiões de consumo gomas de mascar da Perfetti Van Melle Brasil. segundo Campos, hoje Mentos gomas de mascar detêm cerca de 15% de share valor no canal supermercado, o que representa um crescimento de 33% no comparativo entre o mês de fevereiro de 2009 e fevereiro de 2010, de acordo com a scantrack nielsen. Lá fora, revela Campos, a empresa também possui em seu portfolio vários formatos de embalagens on-the-go, principalmente, nos países

Editora Banas

153_matéria de capa ok.indd 31

Foto: Divulgação

MARGARET HAYASAKI

31

3/5/2010 17:51:00


Fotos: Divulgação

matéria de capa

onde ela tem um trabalho consolidado e o consumidor está mais acostumado às movimentações de inovação. Para o gerente de produto, hoje o Brasil é um País em crescimento, onde não só a população de grandes metrópoles, mas também a de cidades menores está buscando, cada vez mais, se enquadrar no mundo consumista. “Temos consciência de que nosso consumidor do interior do Brasil também está em busca de inovações, por isso estamos sempre atrás de produtos que forneçam diferentes experiências de consumo, tanto na inovação de embalagem, como também em conceitos”, diz. “Procuramos sempre atender todos os níveis sociais, com produtos vendidos desde R$ 0,10 a R$ 6,90 (garrafa Pure Fresh)”. Mentos gomas de mascar alarga e eleva o target de Mentos balas (13 a 18 anos), pois oferece uma goma de mascar mais tecnológica, com alta qualidade, sem açúcar e sabores refrescantes. Seu público-alvo é de homens e mulheres de 24 a 35 anos, segundo uma pesquisa feita pela Research International, na ocasião do lançamento do produto”, conclui Campos. No setor de refrigerantes, a multinacional norte-americana Pepsico, detentora da marca Pepsi, lançou a garrafinha de bolso de 237 ml para consumo imediato, num lanche rápido, sem desperdício, e com baixo desembolso. Essa nova embalagem está presente em todo o Brasil e em todos os canais de distribuição, desde grandes redes até as lojas de conveniência. Nora Mirazon, diretora de marketing da divisão de bebidas da Pepsico Brasil, afirma

que o Brasil é pioneiro no lançamento da garrafinha de 237 ml. “O novo formato de embalagem vai atrair novos consumidores para a marca. Conhecemos, analisamos e acompanhamos o comGarrafinha de bolso para consumo imediato

32

Diego Campos, gerente de produto da Perfetti Van Melle do Brasil

portamento do consumidor-alvo e, por isso, ampliamos constantemente nosso portfolio para atender as mais variadas ocasiões de consumo”, afirma. “No entanto, a empresa não abre a expectativa de crescimento nem volume de produção”, esquiva-se. Mini Bis

em copo:

No segmento de choco- consumo lates, a Dixie Toga, em on-the-go parceria com a Kraft Foods, desenvolveu uma embalagem de polipropileno (PP) para o Mini Bis 150 gramas, no ano passado, que inovou a categoria, além de oferecer portabilidade para os consumidores. Natalie Adler, especialista de mercado, marketing & planejamento estratégico corporativo da Dixie Toga, explica que a escolha do formato de copo, mais ergonômico e prático, considerando as barreiras necessárias para manter o frescor e a crocância do chocolate, foi o principal desafio de desenvolvimento. “O desenvolvimento do trabalho e dos estudos, que determinaram o formato final do Mini Bis foi feito pela agência Narita Design”, revela. “A base para a escolha da nova embalagem foi um formato sinuoso, diferente do que já havia no mercado brasileiro. Foram desenvolvidos alguns shapes diferentes até

Gláucia Gouveia Gomes, gerente executiva de marketing Perdigão

chegar ao formato atual.” A escolha do PP, segundo Natalie, se deve ao fato de o material ser bastante versátil e muito apropriado para as tecnologias de injeção e termoformagem, além de atender todas as legislações necessárias para embalagens alimentícias. “Essa solução de embalagem tem aplicação de alta barreira o que abre possibilidades de utilização em outros mercados, como doces, biscoitos, snacks etc. Além da categoria de chocolates, temos outros projetos em desenvolvimento”, revela. Há mais de cinco anos, a Dixie Toga tem trabalhado o conceito do consumo on-the-go, buscando novas soluções em tecnologias e formatos para diferentes aplicações – rígidos, flexíveis, cartuchos, rótulos, tubos laminados. “Entendemos que, além do produto, a embalagem é o principal meio para entregar esse conceito de forma conveniente para o consumidor.”

PRATO PRONTO PARA QUEM MORA SÓ A indústria de alimentos está aumentando a oferta de produtos em porções, de olho nos consumidores solteiros.

Editora Banas

153_matéria de capa ok.indd 32

3/5/2010 17:51:05


Em 2008, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 12% dos brasileiros moravam sozinhos. É o que fez a BRF Brasil Foods, atual denominação social da Perdigão, ao lançar a linha Meu Menu Perdigão – composta por massas de grano duro, sendo duas massas longas e duas curtas, regadas a molho branco ou vermelho, em porções de 350 gramas para atender o mercado single. O início do projeto foi em 2008, com base em um estudo etnográfico, realizado em São Paulo, com consumidores singles e couples, sem filhos. Segundo Gláucia Gouveia Gomes, gerente executiva de marketing Perdigão, o estudo revelou que esses consumidores não têm tempo para cozinhar, entretanto, querem comer bem. Mas, também sentem falta de comida de mãe e as massas estão entre as principais opções na hora da refeição. “Estamos estudando a ampliação da linha Meu Menu Perdigão, uma vez que ela nem bem chegou ao mercado e já é um sucesso de aceitação pelo público. Pretendemos dar continuidade e sustentação ao conceito para sempre oferecer aos consumidores comida de verdade em porções individuais”, diz. “E, acreditamos que com a linha, a marca ajudará no crescimento do mercado de pratos prontos congelados devido ao seu potencial de volume.”

Para traduzir o conceito de comida caseira na embalagem, a Perdigão usou um apelo muito forte de arquitetura. “Ela foi desenvolvida para transmitir, por meio das imagens, o frescor, a qualidade e o sabor dos ingredientes”, revela a gerente executiva de marketing.

Estamos estudando a ampliação da linha Meu Menu Perdigão, uma vez que ela já é um sucesso

Do outro lado, a Rigesa, fabricante de embalagens de papel cartão, que atua há 26 anos no mercado de alimentos congelados, conta como a empresa evoluiu para atender as demandas desse mercado. Célia Santos, gerente de desenvolvimento de produto da Rigesa, que fornece para Perdigão, Sadia e Bertin, diz que a evolução é constante no aspecto técnico e nas instalações para produção de embalagens de papel cartão que ficam em contato com alimentos. “É um segmento atrativo e que permite à empresa desenvolver bons negócios.”

Nos últimos dez anos, conta Célia, a empresa venceu o desafio de sair de uma embalagem totalmente indestrutível ao longo da cadeia (plástico interno e externo) para uma embalagem mais amigável ao meio ambiente (barreira à base d´água) e que ao mesmo tempo sinalizasse ao consumidor a qualidade do produto que ele está comprando. “Não há mais como o consumidor levar uma embalagem inteira para casa e lá dentro encontrar um produto quebrado ou estragado devido a uma má conservação. Hoje a embalagem denuncia este abuso.” A evolução do papel cartão também foi imprescindível para atender as necessidades do segmento de alimentos congelados. Célia cita dois atributos: “A redução de gramatura, mantendo a rigidez do cartão em busca de redução

A escolha da embalagem de papel cartão para acondicionar a linha Meu Menu Perdigão se deve ao fato de ela ser um código da categoria de pratos prontos congelados. “Além do mais, havia um facilitador fabril para a companhia”, explica Gláucia. “Pensamos em lançar a linha em outro tipo de embalagem. Primeiramente avaliamos inúmeras opções que se mostraram bastante interessantes. Entretanto, optamos por essa embalagem por ser mais adequada às nossas necessidades.” Linha Meu Menu Perdigão: porções individuais

Editora Banas

153_matéria de capa ok.indd 33

33

3/5/2010 17:51:09


matéria de capa

dados globais População

(milhares de habitantes) 19.535 16.792 10.276 10.276

7.097 1967

1977

1987

1997

2007

Total de viagens e viagens motorizadas (milhares/dia)

38.094

31.432

29.400 21.304

20.458

18.642 15.263 7.187 0

1967

1977

1987

total de viagens

1997

2007

viagens motorizadas

FROTA DE AUTOS (milhares)

3.601

3.092

2.014 1.392 493 1967

1977

1987

1997

2007

ÍNDICE DE MOBILIDADE TOTAL* E MOTORIZADA** 2,06

2,07

1,87

1,95

1,49 1,22

1987

1997

Fonte: Pesquisa Origem e Destino 2007

1,01

34

0

1967

1977

1,29

1,3

mobilidade motorizada

mobilidade total

* número de viagens totais por habitante ** número de viagens motorizadas por habitante

2007

de custos e maior competitividade em relação a outros materiais de embalagem. E o aumento da resistência do cartão à cadeia do frio, num ambiente de baixas temperaturas e alta umidade e maior resistência à absorção lateral de umidade e aplicação de barreiras à penetração de água.” Ainda existem desafios a serem superados no desenvolvimento de embalagens de papel cartão. Célia conta quais são eles. “Um cartão com maior resistência à umidade sem precisar de aplicação de barreiras; disponibilidade de barreiras com menor dificuldade de colagem; maior facilidade Telma Datti, gerente de produtos da Marilan ou novos designs para apresentação do alimento congelado no ponto de venda – multipack/display”. Além disso, conporque possui zero de O mercado de clui a executiva, cada gordura trans, além consumo individual de ter a versão light, tipo de alimento demanda uma legislação com apenas 104 calode biscoitos é específica e diferentes superior à versão rias por unidade de 24 porções requerem digramas.” tradicional das ferentes aplicações de O consumo individual barreiras. embalagens é mais forte nas grandes metrópoles, mas LANCHE RÁPIDO segundo Telma, a demanda por proPARA PESSOAS DINÂMICAS dutos em doses menores vem crescenNos últimos anos, a Marilan vem do muito também fora das grandes investindo na categoria de biscoitos cidades. “É uma tendência mundial para consumo individual em função de consumo voltado à praticidade e da tendência de mercado voltada a ao dinamismo que se requer no dia a produtos mais práticos e para ocadia”. Já a praticidade nas embalagens sião de consumo rápido. Em 2001, a desses produtos se reflete no uso de empresa lançou a linha de torradas fitilhos de abertura. Magic Toast com porções individuais “O mercado de consumo individual de e, na sequência, a linha Pit Stop, um biscoitos é superior à versão tradiciobiscoito salgado, perfeito para ser connal das embalagens, pois os produtos sumido a qualquer hora do dia. Telma acondicionados em doses menores Datti, gerente de produtos da Marilan, e até mesmo individuais tendem a diz que o Pit Stop tem manter-se fresquinhos e saborosos como objetivo ser uma por mais tempo, além de permitirem opção rápida, prática ao consumidor a opção de compra de e saborosa, especialdiversos tipos de versões e sabores, já mente, para os lanches que o desembolso unitário é menor”, rápidos que fazemos ao explica Telma. Segundo ela, na Marilongo do dia. “Esse produlan, os produtos em doses individuais to é consumido por pessoas já representam cerca de 20% do fadinâmicas e preocupadas turamento, que vem crescendo nos em fazer um Linha de últimos anos. lanche rápido biscoito salgado Telma conta que há possibilidade de que alie sabor Pit Stop: lanche rápido a qualquer outros biscoitos também ganharem e saúde. Isso hora do dia

Fotos: Divulgação

Região metropolitana de São Paulo

Editora Banas

153_matéria de capa ok.indd 34

3/5/2010 17:51:12


uma versão para consumo individual, especialmente, no caso dos produtos mais clássicos, aproveitando o seu atual sucesso associado a esta grande tendência de consumo. “O consumo individual de biscoitos está presente nas versões salgadas e doces, com leve tendência para os salgados, que no geral, foram pioneiros neste mercado”, acentua.

Região metropolitana de São Paulo

Evolução das viagens diárias por modo principal 25000 20000 15000 10000

Foto: Divulgação

No mercado de bebidas, a introdução da tampa push pull veio atender esportistas que buscam facilidade e conveniência no refechamento da embalagem, mas também o segmento infantil. Desde a sua introdução, ela passou por evoluções para atender a demanda dos consumidores. Quem conta é Aurel Forgaci, diretor-geral da Bericap. “Fluxos maiores da bebida, ou seja, o consumidor não precisa sugar tanto ao consumir, e um manuseio mais prático, por exemplo, a ausência de selo de alumínio para bebidas assépticas e/ou envasadas a quente são características desenvolvidas, nos últimos anos”, diz.

Fonte: Pesquisa Origem e Destino 2007

5000 0

PARA ESPORTISTAS

coletivo individual motorizado bicicleta a pé

1967

1977

1987

um empecilho para uma utilização mais ampla. Com o aumento do poder aquisitivo de uma grande parcela da população, essa tendência pode ser acelerada.” No exterior, especificamente na América do Norte e em algumas regiões da Europa, a utilização de tampas esportivas é muito maior que no Brasil. O conceito e a tampa estão desenvolvidos, mas falta o consumidor ser estimulado pelos envasadores.

1997

2007

INFORMAÇÕES BRF BRASIL FOODS Tel.: 0800-7017782 | www.perdigao.com.br BERICAP Tel.: (15) 3235-4500 | www.bericap.com DIXIE TOGA Tel.: (11) 2928-2000 | www.dixietoga.com.br MARILAN Tel.: 0800-116933 | www.marilan.com PEPSICO Tel.: 0800-7250004 | www.pepsico.com.br PERFETTI VAN MELLE BRASIL Tel.: (19) 3876-7800 www.perfettivanmelle.com.br RIGESA Tel.: (19) 3707-4000 | www.rigesa.com.br

Para atender esse mercado, a empresa desenvolveu a nova geração de tampas esportivas Thumb´up que é feita somente de duas peças, sendo que a sobretampa não se destaca do corpo e, portanto, permite abrir a embalagem com o uso de apenas um dedo. “As tampas são importadas e, por enquanto, utilizadas somente no mercado de água mineral e cachaça saborizada. O negócio tem, no Brasil, pouca representatividade”, afirma Forgaci. Ele explica: “O consumidor brasileiro é pouco exigente comparado com outros mercados mais maduros. Geralmente, o custo mais alto da tampa esportiva em A tampa relação à tampa de permite abrir a embalagem com rosca é visto pelos o uso de apenas envasadores como um dedo Editora Banas

153_matéria de capa ok.indd 35

35

3/5/2010 17:51:14


especial

Apesar da estagnação econômica, os salários

aumentaram Sim, aconteceram demissões e receios quanto à estabilidade no emprego e bônus menores, mas a pesquisa do IoPP/Packaging World sobre salários revela que a renda do setor de embalagens aumentou SATISFAÇÃO DOS PROFISSIONAIS COM RELAÇÃO À SEGURANÇA NO EMPREGO

C

hame-a de grande recessão. Chame-a de a pior recessão desde a Grande depressão. Chame 2009 de um pesadelo econômico e financeiro, certo? não necessariamente, segundo muitos executivos do setor de embalagens que responderam à pesquisa de salários 2009 realizada pelo institute of Packaging Professionals e pela revista Packaging World, em cooperação com a Gros Executive recruiters.

Um total de 2.634 respostas foi recebido de associados e não associados do ioPP entre 12 de janeiro e 12 de fevereiro de 2010. Esse número representa um aumento considerável em comparação com as 1.637 respostas relativas à pesquisa realizada no ano anterior. a pesquisa de mercado para as duas pesquisas foi realizada pela Kane Consulting.

Foto: iStockphoto

Cinquenta e nove por cento dos respondentes revelaram que as empresas tiveram de se adaptar à retração econômica de 2009. 42% relataram demissões; 20%, redução de benefícios; 19%, redução da jornada de trabalho e 15%, redução de salários. apesar dessas adversidades, 63% dos respondentes afirmaram que se sentiram seguros (39%) ou bastante seguros (24%) em relação ao seu emprego. Entre os profissionais mais preocupados, estão os que atuam no setor de design estrutural (36%) e como consultores (35%).

36

Em 2009, as promoções decresceram 16% em relação a 2008. dos 13% de associados e não associados participantes e que foram promovidos em 2009 são aqueles que têm de três a cinco anos de experiência. a grande maioria (85%) informou que não teve nenhuma mudança em relação ao emprego no ano passado. 6% afirmaram que mudaram voluntariamente de

39% >

SENTIAM SEGUROS

24%

9% 13%

15%

seNtiaM seGUros bastaNte seGUros poUCo preoCUpaDos NeUtros MUito preoCUpaDos

DESAFIOS ECONÔMICOS EM 2009 42% >

DEMISSÃO

20%

15% 19%

DeMissÃo reDUÇÃo De beNeFÍCios reDUÇÃo Das horas De trabalho reDUÇÃo De paGaMeNto

Fonte: IoPP

JIM BUTSCHLI, EDITOR

Editora Banas

153_Especial Tradução Packaging World.indd 36

3/5/2010 17:40:26


também apresentaram queda de 59%, em 2008, para 54%, em 2009. O bônus médio representou 10,3% da renda, em 2009; um pouco melhor ante os 10,2% de 2008. E 14% dos que receberam bônus informaram que o valor representou 20% ou mais de sua renda.

Mesmo com a crise econômica de 2009, a renda total média, incluindo salário, bônus, incentivos e comissão, foi de US$ 101.470

Mais de um terço (36%) dos respondentes trabalham na região centro-norte, enquanto 19%, na nordeste. As respostas dos estados de Nova Jersey, Nova Iorque e Pensilvânia, nos Estados Unidos, relataram a maior renda média total (incluindo salário, bônus, incentivos e comissão), de US$ 116.620. Na extremidade inferior geográfica em relação à renda ficaram as respostas das regiões do centro-norte-oeste do País (Iowa, Kansas, Minnestosa, Missouri, Dakota do Norte, Nova Inglaterra e Dakota do Sul), com média de US$ 96.980.

O IoPP observou que as respostas da região centro-norteleste (Illinois, Indiana, Michigan, Ohio, Wisconsin) “foram mais propensas a apresentar uma redução de renda em 2009, enquanto as da região centro-norte-oeste foram

emprego, enquanto 4% disseram que conseguiram novo emprego após a rescisão. Outros 4% ficaram desempregados após a rescisão involuntária. Quando perguntados se estavam procurando emprego, 33% afirmaram que era improvável; 20%, que provavelmente procurariam; 17%, que provavelmente não; 15%, que não tinham uma percepção clara; 9%, que estavam abertos a um novo emprego; e 6%, que sim, que estavam procurando um novo emprego.

Detalhes sobre o piso salarial Mesmo com todos os problemas econômicos de 2009, a renda total média, incluindo salário, bônus, incentivos e comissão, foi de US$ 101.470, um pouco menor do que a média do ano anterior, de US$ 101.879. O IoPP relata que 43% dos participantes tiveram um aumento de renda, em 2009, o que representa uma queda considerável em relação aos 65% de 2008. Os bônus Editora Banas

153_Especial Tradução Packaging World.indd 37

37

3/5/2010 17:40:28


especial

os homens representam 80% das respondentes, com renda média de Us$ 105.180, cerca de Us$ 20 mil a mais que os Us$ 85.570 recebidos pelas mulheres. os homens eram quase cinco anos mais velhos (45,5 anos) que as mulheres (40,9 anos). a idade tem um impacto direto na renda. independentemente do sexo, os salários médios variaram entre Us$ 51.670 para pessoas de 18 a 24 anos, e Us$ 139.080 para profissionais com 65 anos ou mais. a idade média dos respondentes foi de 44,59 anos. Previsivelmente, a melhor educação e a maior experiência no setor de embalagens também se converteram em maior renda. Em média, o entrevistado tinha 14,4 anos de

certificados em embalagem (Certified Packaging Professionals (CPP), em comparação com os 21% do ano anterior. os CPPs tiveram uma renda média de Us$ 98.510, menor do que os Us$ 102.100 dos não CPPs.

DeMoGraFia Da eMpresa/ partiCipaNte Da pesQUisa os usuários finais de máquinas, materiais e/ou serviços do setor de embalagens representaram 46%, enquanto os fornecedores 37%; os usuários/ fornecedores, 9%, e outros, 8%. a renda média dos representantes dos fornecedores foi de Us$ 108.543 em comparação com os Us$ 97.797 dos profissionais dos usuários finais. ou seja, os representantes das empresas de usuários finais estavam mais propensos a receber um aumento salarial.

Os participantes expressaram mais satisfação com os benefícios do que com os salários experiência no setor de embalagens (homens, com média de 15 anos e mulheres com 11,6 anos). os profissionais com menos de 20 anos de experiência apresentaram uma renda média de Us$ 122.800, quase o dobro dos Us$ 62.310 daqueles com um ou dois anos de experiência. os participantes com formação no ensino médio relataram uma renda média de Us$ 79.460, enquanto os respondentes com pós-graduação ou doutorado ganharam Us$ 109.770 em média. o nível educacional mais frequentemente mencionado pelos participantes foi o grau acadêmico superior, com 43%. Perguntados sobre a afiliação ao ioPP, 39% dos participantes informaram que eram associados. a renda média de um membro foi de Us$ 104.770 em comparação aos Us$ 99.570 do não-membro. Uma mudança substancial em relação à pesquisa 2008, notada pelo ioPP, foi que somente 14% dos participantes de 2009 são 38

os fornecedores de materiais de embalagem representaram o maior grupo de participantes, com 28%; seguidos pelos fornecedores de alimentos, com 21%; de maquinários para embalagens, com 14%; de bebidas, com 12%; de produtos farmacêuticos, com 11%; de cosméticos/cuidados pessoais; de embalagens para serviços terceirizados, com 11%; de serviços, com 9%; de produtos eletrônicos, com 8%; e de serviços de consultoria, com 5%. o total supera os 100%, pois os respondentes podiam selecionar entre as categorias de fornecedor e usuário final, além de setores diferentes. Entre os resultados, destacam-se: • 29% dos respondentes são engenheiros, seguidos por profissionais de marketing/vendas, com 19%; pessoal de pesquisa e desenvolvimento, com 15%; e funcionários da alta administração, com 12%.

a renda por atividade (ver Figura 5) revelou que a renda média dos funcionários da alta administração foi a maior, alcançando Us$ 149.891. Em seguida, os profissionais de marketing/vendas, com Us$ 112.989, consultores, Us$ 110.921, pessoal de pesquisa e desenvolvimento, Us$ 96.563, engenheiros, Us$ 89.776, funcionários de compras, Us$ 86.537, funcionários da produção, Us$ 84.024 e funcionários de design estrutural, Us$ 73.082. • O respondente médio atua em uma empresa com 13.138 funcionários. os participantes pertencentes a empresas com menos de 50 mil funcionários apresentaram rendas maiores, com média de Us$ 109.310. no entanto, os níveis de renda não necessariamente correspondem ao tamanho da empresa. Por exemplo, profissionais das menores empresas, com 1 a 9 funcionários, receberam Us$ 101.070 por ano, enquanto a menor renda média, de Us$ 94.830, foi relatada

SATISFAÇÃO DOS PROFISSIONAIS COM RELAÇÃO AO SALÁRIO

50% 22% 8%

Fonte: IoPP

menos propensas a apresentar essa ocorrência.”

por participantes que trabalham em empresas de 500 a 999 funcionários. de modo contrário, a autoridade supervisora teve impacto direto na renda média, com membros de equipe recebendo Us$ 86.340 por anos e executivos ganhando Us$ 158.080.

satisFaÇÃo proFissioNal Metade dos participantes indicou que estava satisfeito (33%) ou muito satisfeito (17%) com seus salários,

Editora Banas

153_Especial Tradução Packaging World.indd 38

3/5/2010 17:40:32


enquanto 30% se sentiam insatisfeitos (22%) ou muito insatisfeitos (8%). O IoPP divulgou que os respondentes de empresas de usuários finais tendiam a se sentir mais satisfeitos do que aqueles que trabalham em empresas de fornecimento. Os participantes expressaram mais satisfação com os benefícios do que com os salários, já que 66% informaram estarem satisfeitos (37%) ou muito satisfeitos (29%) com os benefícios do empregador, embora houvesse uma ligeira queda em relação aos 71% alcançados na pesquisa de 2008. Os funcionários de empresas com até dez funcionários eram os menos satisfeitos com seus benefícios. A pesquisa listou 13 benefícios em seus questionários, com o participante médio recebendo 8,26 deles. Feriados pagos, férias pagas, seguro médico, seguro odontológico e plano de aposentadoria 401(k)/403(b)

foram os cinco benefícios mais frequentemente citados pelos funcionários. Quando perguntados sobre as obrigações, 45% dos participantes responderam que se sentiam sobrecarregados (35%) ou extremamente sobrecarregados (10%). Os respondentes que trabalham para empresas de usuários finais estavam mais propensos a dizer que estavam sobrecarregados do que aqueles que trabalham em empresas de fornecedores. Antecipando esse ano, mais da metade dos respondentes (53%) esperava ganhar mais em 2010 do que em 2009, enquanto 10% achavam que ganhariam menos. Em geral, as expectativas

em relação a uma renda maior em 2010 foram maiores nas faixas etárias mais jovens, onde 69% dos participantes de 18 a 24 anos previram renda maior, enquanto somente 36% daqueles com mais de 65 anos demonstraram essa expectativa. Texto traduzido da revista Packaging World

Editora Banas

153_Especial Tradução Packaging World.indd 39

39

3/5/2010 17:40:36


qualifique seu

fornecedor

a pesquisa pack destaque de preferência >

5

> 3 qualifique

para o fortalecimento do mercado de embalagem

> 2 faça o cadastro

e escolha as categorias que fazem parte de seu processo produtivo

>1 acesse o site da pesquisa www.pack.com.br/ packdestaque

153_40_41_Anúncio Pack Destaque.indd 40

3/5/2010 14:51:50


ento

A Pesquisa Pack Destaque de Preferência é a única que qualifica os melhores fornecedores de toda a cadeia produtiva de embalagem, com a credibilidade da Editora Banas, que busca sempre soluções inovadoras dentro do mercado que atua. Qualifique os fornecedores e contribua para a evolução do mercado.

Participe! Concorra a bolsas de Estudos Integrais para cursos do Instituto de Embalagens. Sorteio: 31/07/2010

www.pack.com.br/packdestaque MAIS INFORMAÇÕES

packdestaque@banas.com.br

153_40_41_Anúncio Pack Destaque.indd 41

3/5/2010 14:51:56


guia de máquinas e equipamentos

MÁQUINAS ENVASADORAS > ENVASADORA DE REFRIGERANTES Operando com capacidade de até 72 mil garrafas/h, a envasadora Modulfill VODM, da Krones, é ideal para o envase de refrigerantes em garrafa PET. Possui sistema de envase volumétrico com medidor de volume por passagem, que evita a variação do volume da garrafa pelo processo de contrapressão em que a embalagem PET sobre deformação. O modelo construtivo Modulfill acrescentou maior flexibilidade ao sistema, pois as válvulas apresentam um sistema mecatrônico autônomo, o que evita longos trechos de troca de sinal, aumentando assim a precisão na leitura e respostas da válvula. Isso diminui a variação de volume dos envases.

ENVASADORA DE POUCHES PRÉ-FORMADOS Com construção em aço inoxidável e acionamento pneumático e mecânico, a envasadora de pouches pré-formados, da Toyo Jidoki, representada no Brasil pela Adpack Soluções Técnicas, é indicada para o envase de alimentos esterilizados sólidos, líquidos, pastosos, detergentes, pet food etc. Possui posto de dosagem para produtos sólidos e líquidos e posto de selagem com ajuste de temperatura entre 50 e 250ºC. Estão disponíveis também postos para impressão e para injeção de gás ou vapor, além de multiformato com set up de 10 minutos. Trabalha com capacidade de 10 a 250 pouches/min. ADPACK Soluções Técnicas. Tel.: (51) 3649-3574, www.adpack.com.br

KRONES do Brasil Ltda. Tel.: (11) 4075-9500, marketing@krones.com.br

ENVASADORA VOLUMÉTRICA PNEUMÁTICA A PISTÃO Desenvolvida pela Polienva, a envasadora volumétrica pneumática a pistão para líquidos e cremes oferece excelente precisão. Devido ao acionamento por pistão pneumático, a máquina proporciona fácil ajuste do volume e menor índice de manutenção. Pode ter múltiplos bicos, além de ser facilmente adaptada em esteiras manuais ou automáticas. Está disponível com pistões para 20, 50, 100, 250, 500 e 1000 ml para linhas alimentícias, cosméticas, químicas e farmacêuticas. POLIENVA Equipamentos de Envase Ltda. Tel.: (11) 5031-3025, polienva@polienva.com.br

MÁQUINA DE ENVASE ASSÉPTICO Indicada para lácteos, bebidas não-carbonatadas, alimentos líquidos e vinhos, a máquina de envase asséptico de alta velocidade, da Sig Combibloc, oferece excelente nível de produtividade e maximiza o investimento por embalagem produzida. Está disponível nos modelos CFA 512 e CFA 812 para embalagens de tamanho médio (500 ml a 1100 ml) com capacidade de produção de 12 mil unidades/h. Já os modelos CFA 724 e CFA 124 para formatos pequenos (125 ml a 350 ml) operam com capacidade de 24 mil unidades/h. O software ECS que utiliza o monitor touch screen e interface Windows controla e otimiza toda a operação do sistema de envase por meio do monitoramento contínuo do processo. SIG COMBIBLOC do Brasil Ltda. Tel.: (11) 3028-6744, www.sig.biz/brasil

ENVASADORA AUTOMÁTICA MONOBLOCO Desenvolvida pela Campak, a máquina envasadora automática monobloco opera com movimentos alternados ou contínuos para a dosagem de líquidos (entre 10 e 300 ml) em frascos de vidro ou plásticos. Oferece possibilidade de instalar estações/grupos para batoques, tampas, copinhos dosadores, fechamento com tampa de rosca ou a pressão, aplicação de lacre metálico etc. Além de predisposição para CIP (cleaning-in-place). Opera com velocidade de produção de 20 até 400 frascos/min. CAMPAK Brasil Ltda. Tel.: (11) 2062-2263, www.campak.com.br

42

EDITORA BANAS

153_Guia Envasadoras.indd 42

3/5/2010 14:52:29


notas técnicas

SOPRADORA Projetada de forma dinâmica e modular, a sopradora Romi Jac Série Compacta apresenta simples e dupla estação para produção de embalagens de até 10 litros. A extrusora e o sistema hidráulico estão unificados, tornando-a simples para adaptar-se de acordo com as necessidades dos clientes. Possui portas de segurança que circundam completamente a área de moldagem para maior segurança do operador, bem como possibilita a limpeza do ambiente de circulação. O controle de espessura é feito por meio de programador de Parison Moog digital de 64 pontos (simples estação) e 128 pontos (dupla estação). O painel de comando é dotado de microprocessador que garante regulagens precisas, sem nenhuma variação nos tempos e ciclos. Indústrias ROMI S.A. Tel.: (11) 3670-0110, www.romi.com.br

DATADOR PNEUMÁTICO DE BANCADA O datador pneumático de bancada DB-DI, da Dois Irmãos, é destinado para marcação de frascos cilíndricos ou retangulares, cartuchos (fechados ou abertos) ou bobinas mediante execução de dispositivo apropriado. Com alimentação manual, o equipamento é acionado por pedal pneumático ou sensores automáticos. Opera com área de impressão de 35 mm x 35 mm e regulagem de altura variável, de acordo com a necessidade do cliente. DOIS IRMÃOS Com. de Máq. Ltda. Tel.: (11) 5565-9109, www.m2irmaos.com.br

43

Editora Banas

153_43_44_notas tecnicas.indd 43

3/5/2010 17:29:51


notas técnicas

ENVERNIZADORA Fornecedora de equipamentos e sistemas para pós-impressão, a Radial Tecnograf está ampliando sua linha de envernizadoras com o lançamento da Vernipaper Sister 760. Com foco nos médios formatos, a máquina aceita papel e papel cartão de até 760 cm x 1000 cm, com velocidade máxima de 50 m/min. A máquina faz aplicação de verniz UV total, brilhante e fosco. Além disso, é equipada com sistema de aquecimento do verniz, possibilitando à gráfica trabalhar com viscosidade adequada mesmo em regiões mais frias. Permite a regulagem da camada do verniz, conferindo alta qualidade ao equipamento. RADIAL TECNOGRAF Máquinas. Tel.: (11) 2301-0511, www.radial.com.br

IMPRESSORA HÍBRIDA DE JATO DE TINTA Com tecnologia de cura UV, a impressora híbrida de jato de tinta UJV-160, da Mimaki, pode imprimir em uma variedade de superfícies, como PET, papel sintético, PVC, papelão ondulado, acrílico, alumínio, entre outros. A tecnologia de cura UV não emite raios infravermelhos, o que permite imprimir em materiais sensíveis ao calor. A cura UV, com tinta UV, significa secagem instantânea, o que elimina o tempo secagem pós-impressão. O cabeçote de impressão pode ser ajustado de 1,5 a 12,5 mm, de acordo com a espessura do material. Isso permite maior precisão e alta qualidade de impressão em várias espessuras. Propicia impressão com resolução de 1200x1200 DPI e tecnologia de pontos variável (4 cores/3 tamanhos de pontos). MIMAKI Brasil Representações. Tel.: (11) 3207-0022, danilo@mimakibrasil.com.br

MÁQUINA DE CORTE E SOLDA A máquina de corte e solda Série CS500 Digital, da Máquinas Santoro, apresenta cabeçote de solda lateral para polietileno (PE) e polipropileno (PP), conjunto fotoelétrico/material impresso, comando por CLP digital, controlador de temperatura PID e IHM touchscreen. Opera com largura útil de corte de 500 mm, comprimento mínimo (35 mm) e máximo (150 mm) do saco com mesa empilhadei- ra. Trabalha com velocidade máxima de 500 gpm e espessura mínima de solda lateral de 0,018 mm. Indústria de Máquinas SANTORO Ltda. Tel.: (11) 3208-9410, www.maquinassantoro.com.br

44

Editora Banas

153_43_44_notas tecnicas.indd 44

3/5/2010 17:29:54


SISTEMA DE DESENVASE DE BAG-IN-BOX Com o objetivo de atender à crescente demanda por embalagens que garantam total segurança contra contaminações, especialmente em alimentos e produtos químicos, a Embaquim desenvolveu o sistema de desenvase de bag-in-box com rompedor descartável. O dispositivo injetado em polipropileno (PP) possui serrilhas que rompem a membrana do saco plástico sem dificuldade, evitando a contaminação. O novo sistema está sendo adotado, principalmente, nas embalagens de 200 litros e nas octogonais para grandes volumes (até 1000 litros). O sistema também se diferencia por ser facilmente descartável como resíduo sólido, ser passível de reciclagem e dispensar a lavagem pós-uso. EMBAQUIM Indústria e Comércio Ltda. Tel.: (11) 2066-2333, www.embaquim.com.br

BISNAGA PLÁSTICA Para aplicação no segmento de cosméticos, a bisnaga plástica fornecida pela C-Pack oferece duas possibilidades de extrusão: em monocamada de polietileno (PE) para produtos menos complexos ou multicamada composto por até cinco camadas, sendo uma em EVOH, proporcionando mais segurança para formulações frágeis. O comprimento mínimo é de 50 mm e máximo de 105 mm, com recursos para embalagens translúcidas ou pigmentadas. Pode ser decorada em até cinco cores, com aplicação de verniz fosco ou brilhante e hotstamping. Está disponível no diâmetro de 19 mm. C-PACK Creative Packaging S/A. Tel.: (11) 5564-1299, comercial@c-pack.com.br

Editora Banas

153_45_Notas Tecnicas.indd 43

43

4/5/2010 15:27:26


notas técnicas

FITA DE ARQUEAÇÃO MÁQUINA DE MOLDAGEM A VÁCUO A máquina automática de moldagem a vácuo Série KMV, da Kiefel, oferece alto desempenho, flexibilidade, operação simples e máxima eficiência. Unidades de estampagem de fita de aço e de empilhamento são integradas ao equipamento. É equipada com uma estação de moldagem para pressões de moldagem de até 2,5 bar. Usa moldes e ferramentas de projeto simples, tornando-a ideal para a manufatura de tiragens pequenas e componentes de amostra. É utilizada na manufatura de componentes feitos de PS, EPS, PP, PE, PVC e APET (com ou sem apoio de ar comprimido). Admite área de moldagem máxima de 500x350mm e 750x540 mm. KIEFEL do Brasil Equipamentos Ltda. Tel.: (11) 3033-5910, patrick.claassens@kiefel.com.br

Indicada para cintar caixas, paletes e outros volumes, a fita de poliéster Petstrap, da Cyklop, oferece resistência e elasticidade, o que permite suportar mais energia dinâmica de impacto. Produzida em resina termofixa, a fita se mantém tensionada, além de resistir à corrosão e a raios ultravioleta. Evita acidentes de trabalho e facilita a abertura dos volumes no destino, bem como a remoção das fitas usadas. Propicia resistência de 2000 N a 8600 N. Está disponível nas larguras de 10, 13, 16 e 19 mm. CYKLOP DO BRASIL EMBALAGENS. Tel.: (11) 4173-5000, www.cyklop.com.br

RESISTÊNCIA COLEIRA Aplicada em máquinas de injeção ou extrusão, moldes de couro, baquelite, a resistência coleira, da Attrak, é constituída de fita de alta durabilidade e coeficiente de dilatação inferior aos dos fios comumente empregados. É construída em chapa de ferro, aço inoxidável e latão. Está disponível para corrente monofásica de 115 ou 230 volts, podendo suportar variação de 10% a mais sem danificação. ATTRAK Equipamentos Industriais Ltda. Tel.: (11) 3340-4635,

RACK METÁLICO Fabricado em uma única peça não desmontável, o rack LongTainer, da Longa, apresenta uma estrutura de alta resistência e ótima estabilidade. Foi projetado para encaixarem-se um dentro do outro quando vazios. Seu design permite, além de uma boa utilização cúbica, proteção máxima a produtos frágeis. Permite altura máxima de empilhamento de 8,8 metros e capacidade máxima de 1200 kg por rack. LONGA Industrial Ltda. Tel.: (15) 3262-8100, www.longa.com.br

BOBINADOR DE TENSÃO O bobinador de tensão constante Bobtec, da Acmack, controla a tensão sem a intervenção do operador durante o processo, permitindo que ela seja exatamente a mesma do início ao fim da bobina. Possui sistema Tapper Winder que determina um perfil variável da tensão de bobinamento em função do aumento do diâmetro utilizado para materiais de características especiais. É equipado com sistema reverso que possibilita escolher o sentido do bobinamento. ACMACK Ind. Com. Máquinas Ltda. Tel.: (11) 4591-1245, www.ciola.com.br

46

Editora Banas

153_46_47_notas tecnicas.indd 46

3/5/2010 18:28:15


FILME DE BOPP METALIZADO Desenvolvido pela Polo Films, o Polo TMT, filme de polipropileno biorientado (BOPP) metalizado apresenta a face tratada e metalizada para impressão ou laminação, além disso, o material pode ser mono ou bitratado. A face oposta é termosselável. Pode ser aplicado em estruturas monocamada ou laminada para aplicações em rótulos tipo roll label para garrafas, impressão externa sobre metalização, laminação com papel ou cartão e aplicações gráficas em geral. Está disponível em espessura nominal de 20 e 30 micra e gramatura nominal de 18,1 e 27,2 g/m2. POLO Indústria e Comércio Ltda. Tel.: (11) 3478-5972, www.polofilms.com.br

CODIFICADOR TÉRMICO A Wef desenvolveu um codificador térmico para ser acoplado em máquinas embaladoras contínuas e intermitentes, imprimindo até três linhas. Funcionam por transferência por meio de tipos metálicos e rolinhos de tinta térmica. Essa junção possibilita codificar todo o tipo de material laminado, BOPP, entre outros. Não quebra o filme ou laminado e as trocas de roletes e tipos metálicos são de fácil manuseio. Possui ainda trilhos de fixação universais para adaptação em qualquer tipo de máquina, rolo compressor que apóia a embalagem durante o processo de impressão e cilindro de passagem do material e cabeçote do datador. WEF Máquinas Comércio e Representações de Máquinas e Embalagens Ltda. Tel.: (14) 3406-2976, www.wef.com.br

Editora Banas

153_46_47_notas tecnicas.indd 47

47

3/5/2010 18:28:18


informe publicitário

EMBALAGEM E

SUSTENTABILIDADE DEVEM CAMINHAR JUNTAS PAULO CARRAMENHA*

O diagnóstico foi realizado por meio de uma pesquisa idealizada pelos professores do Núcleo da ESPM e conduzida pela GfK Brasil com as 153 empresas fabricantes de produtos de consumo. O principal objetivo era avaliar o nível de conhecimento sobre os conceitos de sustentabilidade aplicados à embalagem entre os profissionais responsáveis pela gestão da sustentabilidade e meio ambiente nas empresas brasileiras. Dos resultados obtidos foi possível constatar que o tema sustentabilidade já é reconhecido nas corporações que, na sua maioria, têm procurado desenvolver diversas ações visando a contribuir com o meio ambiente: • 91% das empresas consideram sustentabilidade um assunto muito importante no seu dia a dia; • 87% delas já designaram profissionais responsáveis pelo assunto; • 88% consideram que a embalagem está inserida no tema sustentabilidade; • 78% tomam ações concretas em relação à sustentabilidade, e • 60% costumam informar os seus consumidores sobre as ações tomadas. Além disso, os profissionais entrevistados demonstraram sensibilidade e comportamento socialmente responsável ao reconhecerem a sustentabilidade como uma atitude de sobrevivência para a humanidade; uma questão de consciência e educação e uma obrigação das empresas, instituições públicas e dos cidadãos em geral. 48

Esses profissionais consideram ter um bom nível de conhecimento dos temas relacionados ao assunto, assim como dos papéis que esperam do poder público, das empresas e dos consumidores no que diz respeito à sustentabilidade relacionada à embalagem. Eles reconhecem que o Governo tem o papel de implantar e operar a coleta seletiva de embalagens, criando mecanismos para minimizar o seu impacto no meio ambiente, assim como na criação de leis que protejam a natureza de uma maneira ampla. Já as empresas, na opinião dos entrevistados, devem se responsabilizar pela comunicação e desenvolvimento de ações de reciclagem e formas para aumentar a sustentabilidade dos materiais que produzem, enquanto os consumidores devem ser os responsáveis por destinar corretamente as embalagens utilizadas para reciclagem. Entretanto, o diagnóstico deixou claro que o discurso observado nas declarações dos profissionais entrevistados ainda está distante da sua prática diária nas empresas. A sustentabilidade ainda não é um assunto que tem o envolvimento direto da alta direção da maioria das organizações brasileiras, uma vez que em apenas 5% delas a responsabilidade pelas ações e práticas ligadas ao tema estão sob coordenação direta da alta direção. Ao contrário, a gestão da sustentabilidade, na maioria dos casos, está nos níveis intermediários de subordinação, além de dispersas em diferentes áreas e departamentos, nem sempre especializados em questões relacionadas ao meio ambiente. Outro resultado que mostra a distância entre o discurso e a prática das empresas é o tempo dedicado pelos gestores ao assunto em questão. A grande maioria divide seu tempo com outras responsabilidades, dos quais quase 80% dedicam menos de 50% de tempo ao assunto. É necessário reconhecer que, nesse momento, a sustentabilidade em embalagem ainda não é gerenciada nas empresas na mesma

intensidade da sua importância. Com esse primeiro diagnóstico foi possível constatar também que não há um consenso sobre o que exatamente representa reciclagem em embalagem, apesar da unanimidade de que essa prática deveria ser mais difundida nas empresas.

Foto: Divulgação

E

mbalagem e Sustentabilidade”. Esse foi o tema do 3º Fórum Nacional de Gestão Estratégica da Embalagem promovido pelo Núcleo de Estudos da Embalagem, da ESPM, no último dia 14 de abril, em São Paulo. Nesse importante evento dirigido aos profissionais ligados às áreas de comunicação, embalagem e sustentabilidade foi apresentado e discutido o “Primeiro Diagnóstico de Sustentabilidade de Embalagens nas Empresas Brasileiras”.

Mas, a constatação que nos pareceu mais grave foi que a maioria absoluta dos gestores de meio ambiente das empresas brasileiras ainda não tem conhecimento sobre o conceito de ciclo de vida dos produtos. Esse conceito que surge como principal alternativa para uma gestão sustentável da produção ainda é praticamente desconhecido nas empresas e precisa ser mais difundido. Nesse sentido, independentemente dos interesses específicos de determinados setores que compõem a cadeia produtiva da embalagem, é de fundamental importância intensificar os esforços de comunicação e esclarecimento sobre sustentabilidade da embalagem como forma de reverter a percepção, muitas vezes, distorcida sobre esse importante elemento que, além de ser parte primordial do mix de produto, representa parcela expressiva da economia nacional. *Paulo Carramenha é diretor-geral da GfK Brasil e professor do Núcleo de Estudos da Embalagem da ESPM

EDITORA BANAS

153_ESPM_Informe Publicitário.indd 48

3/5/2010 14:57:32


painel de negócios

embalagens, máquinas, equipamentos e acessórios

workshops Experts em Economia e Sustentabilidade mostram no RODADA10 o perfil do novo mercado de consumo e o valor central da sustentabilidade na construção do futuro

Economia

Sustentabilidade

15/07/2010 - 9h00 às 12h00 Tendências do mercado brasileiro de consumo e o impacto de novas regras tributárias

15/07/2010 - 14h00 às 17h00 Sustentabilidade - Instituto EcoSocial

Como é o perfil do novo mercado de consumo e seu impacto na Nota Fiscal Eletrônica. O que é Substituição Tributária de ICMS, qual seu impacto em operações mercantis e a tendência do e-fisco.

Nelson Bruxelas Beltrame

Dir. Associado da Felisoni Consultores Associados e Instrutor em cursos de MBA, da pós-graduação da FIA (Fundação Instituto de Administração) e da FIPECAFI.

Entidades Apoiadoras:

Realização:

A Sustentabilidade e a responsabilidade corporativa e seus diferentes estágios e valor central na construção do futuro. Barreiras e oportunidades e as diferentes formas de lidar com a realidade. José Luís F. Ferreira

Consultor de Desenvolvimento Organizacional e Coach. Membro do Instituto EcoSocial.

Inscrições on-line

www.banas.com.br/rodada10

153_Painel de Negócios.indd 49

Fátima Helou

Mestre em planejamento urbano, pedagogia waldorf, biografia humana e counselling.

Mais informações: rodada10@banas.com.br Fone: (11) 3500-1910 / (11) 3500-1911

3/5/2010 15:02:28


índice de anunciantes página

empresa

site

3ª Capa......................................... ABRE........................................................................................................................................................................................... www.abre.org.br 47.................................................... ART-TEC.............................................................................................................................................................www.arttecmaquinas.com.br 11.................................................... ARV..............................................................................................................................................................................................www.arv.com.br 23.................................................... BAUCH CAMPOS...............................................................................................................................................www.bauchcampos.com.br 47.................................................... BP FILMES.................................................................................................................................................................. www.filme-plastico.com 49.................................................... CODMARC......................................................................................................................................................................www.codmarc.com.br 2ª Capa......................................... COLACRIL...........................................................................................................................................................................www.colacril.com.br 49.................................................... EMBACLASS............................................................................................................................................................... www.embaclass.com.br 49.................................................... FLUIR PNEUMÁTICA.......................................................................................................................................www.fluirautomacao.com.br 29.................................................... GRUPO ENGRA ..................................................................................................................................................... www.grupoengra.com.br 26 e 27.......................................... IBEMA................................................................................................................................................................................... www.ibema.com.br 13.................................................... IMAM......................................................................................................................................................................................www.imam.com.br 21.................................................... INNOVIA FILMS...........................................................................................................................................................www.innoviafilms.com 05 e 50.......................................... INSTITUTO DE EMBALAGENS.................................................................................................... www.institutodeembalagens.com.br 49.................................................... INTERTEC..............................................................................................................................................................www.intertecequip.com.br 35.................................................... LAMIPACK......................................................................................................................................................................www.lamipack.com.br 33.................................................... LEPRINT................................................................................................................................................................................. www.leprint.ind.br 43.................................................... MACK-ROSS................................................................................................................................................................. www.mackross.com.br 49.................................................... MAINARD.............................................................................................................................................................www.mainard.com.br/shop 43.................................................... METROLABEL........................................................................................................................................................... www.metrolabel.com.br 44.................................................... MN DESIGN.................................................................................................................................................................www.mndesign.com.br 49.................................................... MOLTEC.............................................................................................................................................................................. www.moltec.com.br 49.................................................... MULTIPELL..................................................................................................................................................................... www.multipell.com.br 46.................................................... NIELSEN......................................................................................................................................................................... www.nm-brasil.com.br 15.................................................... NOVELPRINT.............................................................................................................................................................. www.novelprint.com.br 49.................................................... PLASVIPACK...............................................................................................................................................................www.plasvipack.com.br 12.................................................... QUALIJET..........................................................................................................................................................................www.qualijet.com.br 4ª Capa......................................... RIGESA..................................................................................................................................................................................www.rigesa.com.br 45.................................................... SELOVAC........................................................................................................................................................................... www.selovac.com.br 29.................................................... TECHNOPACK......................................................................................................................................................... www.technopack.com.br 19.................................................... TRANS ERG..................................................................................................................................................................... www.transerg.com.br 39.................................................... ULMA...................................................................................................................................................................... www.ulmapackaging.com 37.................................................... VIDROPORTO............................................................................................................................................................www.vidroporto.com.br

50

Editora Banas

153_Índice de Anunciantes.indd 50

3/5/2010 18:36:26


153_3Capa_Abre.indd 51

3/5/2010 14:59:35


153_4Capa_Rigesa.indd 52

3/5/2010 18:40:00

Profile for Revista Pack

Revista PACK 153 - Maio 2010  

Estilo de vida

Revista PACK 153 - Maio 2010  

Estilo de vida

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded