Page 1

ano 3 #04 | 2014 | R$15,00

fernanda lima fora das telas, ela tambĂŠm dĂĄ um show!

04

// LIFE STYLE //business // motor // destinos // moda // gastronomia // bem-estar Cidadelle 1


2 Cidadelle


Cidadelle 3


// editorial #04

muito além do luxo Buscamos sempre nos superar e trazer para os nossos leitores um conteúdo editorial riquíssimo, ANO 3 #04 | 2014 | R$15,00

Diretor Comercial Diretor de Engenharia Diretora Administrativa Coordenadora de Marketing

Denis Guimarães Andre Luís Guimarães Eliana Guimarães Martina de Sá Teixeira martina.teixeira@cidadelle.com.br

abordando assuntos voltados para alta gastrono-

Assistente de Marketing

Jamilly Nunes jamilly.nunes@cidadelle.com.br

mia, motor, últimas tecnologias em saúde, negó-

Estagiária de Marketing

Paloma Leão paloma.leao@cidadelle.com.br

cios, e dicas de beleza, moda, estilo e destinos lu-

Estagiária de Marketing

Carla Maciel carla.maciel@cidadelle.com.br

xuosos ao redor do mundo. Nesta 4ª edição não

Colaborador

Ramiro Aquino

foi diferente. E nada mais nada menos do que a

FERNANDA LIMA FORA DAS TELAS, ELA TAMBÉM DÁ UM SHOW!

apresentadora Fernanda Lima para representar

04

a elegância, o luxo e a irreverência da Revista Cidadelle. Ela, uma das artistas mais completas

1 Cidadelle // LIFE STYLE //BUSINESS // MOTOR // DESTINOS // MODA // GASTRONOMIA // BEM-ESTAR

da geração - que representa a mulher moderna - abrilhanta ainda mais esta edição estampando a nossa capa. Na matéria do jornalista

Presidente Diretor-Executivo

Rubem Passos Segundo rubem.passos@grupobmais.com.br Renato Simões Filho renatosimoesfilho@grupobmais.com.br

Tede Sampaio você vai poder conhecer a belíssima trajetória profissional da musa, con-

Diretor de Publicações

Claudio Vinagre claudio.vinagre@grupobmais.com.br

ferir o seu bom gosto e não vai ter dúvidas porque ela se destaca por onde passa.

Diretora de Marketing

Bianca Passos bianca.passos@grupobmais.com.br

Diretora Comercial

Adriana Mira adriana.mira@grupobmais.com.br

O nosso querido leitor será presenteado, também, com a originalidade do maior evento da arquitetura e decoração: a Casa Cor Ilhéus/Itabuna que, este ano, estreia na região em um dos empreendimentos da Cidadelle. Vai poder se inspirar com os belos ambientes decorados por ilustres profissionais. Mas, se o seu assunto preferido é gastronomia, poderá se deleitar com as dicas gastronômicas de chefs renomados que prepararam um menu exclusivo com pratos que valorizam os ingredientes da região. Para quem tem bom gosto, o que não falta é assunto bacana! Se prepare para fazer uma viagem encantadora na Indonésia, registrada com lindas imagens do fotógrafo

Gerente de Planejamento

Rafael Abreu rafael.abreu@grupobmais.com.br

Gerente Comercial

Ana Carolina Pondé carol.ponde@grupobmais.com.br

REDAÇão Editora-Chefe Diretor de Arte

Patrícia Magalhães patricia.magalhaes@grupobmais.com.br Leandro Maia leandro.maia@grupobmais.com.br

Bruno Veiga, ou por Ibirataia, um município encantador no sul da Bahia, ótimo para

Editora Assistente

Luciana Silva DRT/BA - 3299 luciana.silva@grupobmais.com.br

quem quer descansar no paraíso. Para os amantes de carros, trouxemos verdadeiros

Colaboração Edição/jornalismo

Emanuele Pereira DRT/BA - 3268 emanuele.pereira@grupobmais.com.br

tesouros de colecionadores de antiguidades automobilísticas. E as novidades não param por aí. Já ouviu falar de tratamento feito com pedras preciosas? É um luxo mesmo! Descubra qual é o mais indicado para o seu tipo de pele. Além disso, nesta edição, você vai poder acompanhar os projetos do Cidadelle House e Cidadelle Praia do Sul, conhecer a moda praia da estilista Carolina Brasil, as fotografias produzidas por grandes artistas para a II Mostra Fotográfica Cidadelle e muito mais. Com imenso prazer, convidamos você a mergulhar e desfrutar de conteúdos incríveis preparados com muito zelo por nossa equipe. Tudo para repaginar o seu estilo de vida com novas experiências. Então, não deixe de conferir nossa novíssima edição e

Coordenadora de arte

Rafaela Palma rafaela.palma@grupobmais.com.br

Designer

Gabriel Cayres gabriel.cayres@grupobmais.com.br

Revisão Foto capa

Ivete Zinn Ale de Souza

Realização Editora Sopa de Letras Ltda. Av. ACM, 2671, Ed. Bahia Center, sala 1101, Loteamento Cidadela, Brotas CEP: 40.280-000 - Salvador - Bahia Tel.: 71 3012-7477 CNPJ 13.805.573/0001-34

aproveite a leitura! Tiragem Auditada 12.000 exemplares

para anunciar (71) 3012-7477 – publicidade@grupobmais.com.br

Denis Guimarães Diretor comercial

Acompanhe-nos nas redes sociais:


Cidadelle 5


// contents

Cidadelle magazine ano III • nº 04 • cidadelle.com.br

08.

CAPA

Conhecendo a história da bela e competente artista Fernanda Lima

14.

INDONÉSIA COM ESTILO

Um pedacinho do paraíso neste lugar encantador

20.

CASA COR ILHÉUS/ITABUNA

Confira os ambientes do maior evento de decoração do interior da Bahia

28.

FESTIVAL GASTRONôMICO

Sabores regionais e alta gastronomia no sul da Bahia

38.

AMÊNDOA DE QUALIDADE O melhor cacau do mundo é nosso!

42.

VISTA PARA O MAR

Bairro planejado de Ilhéus recebe o Cidadelle Praia do Sul

44.

fotografia

Deixe-se levar pela poesia e sensibilidade dessa arte

52.

A EVOLUÇÃO DOS HOSPITAIS

Mais agilidade nos procedimentos de pequena e média complexidades

56.

cidadelle office

Empreendimento de ponta inova trazendo um Day Hospital para a região sul da Bahia

58.

MODA

As cores vibrantes e estampas florais da estilista Caroline Brasil

64.

TRATAMENTOS DE LUXO

Sua pele linda com produtos exclusivos que contêm pedras preciosas

68.

BEM-ESTAR

Técnica milenar que ajuda a deixar a coluna no “eixo”


+

trends

36. Vinhos 62. Joias 88. Canetas

coluna

70. Os segredos do sono por Kenya Felicissimo 98. Encontro gastronômico por Rubem Passos

72.

ESPORTE

O squash promove alta perda calórica e ganha cada vez mais adeptos

76.

CIDADELLE HOUSE

Os últimos detalhes do bairro planejado

78.

MOTOr

O empresáio Jorge Cirne mostra as incríveis máquinas que fazem parte da sua coleção

84.

ACESSÓRIO DE LUXO

Relógios que exibem estilo e sofisticação

90.

GESTÃO E INOVAÇÃO

Diretor geral do Senai, Rafael Lucchesi fala sobre competência empresarial

94.

HELITOWER

Um dos maiores e mais modernos prédios comerciais do Brasil fica em Lauro de Freitas


// capa

8 Cidadelle


fernanda {linda } lima Ela é vista como uma das artistas mais completas da atualidade. Curiosa, sensível e criativa, gosta de desafios e não mede esforços para fazer tudo muito bem-feito. Essa é Fernanda Cama Pereira Lima, ou simplesmente Fernanda Lima por tede sampaio fotos ale de souza / divulgação

T

odo artista, desde os pintores clássicos

modelo, atriz, apresentadora de TV e ro-

aos mais despojados malabaristas de

teirista, além de ser jornalista de forma-

rua, tem algo em comum: a sensibilida-

ção. Todo este arsenal de talentos fez da

de. A arte, hoje em dia, vai muito além

Fernanda uma das artistas mais queridas

das barreiras físicas das galerias e mu-

pelo público que acompanha o seu traba-

seus. Ela está espalhada por todos os can-

lho desde a sua adolescência.

tos e está presente em nossas vidas com todos os seus encantos. Uma fotografia,

INFÂNCIA EM PORTO ALEGRE

uma música, um programa de televisão.

Desde muito nova, quando brincava com

Todas essas manifestações são geradas a

os irmãos Rodrigo e Rafael pelas ruas de

partir de um processo criativo, sensitivo e,

Porto Alegre, Fernanda Lima já desenvol-

sobretudo, comunicativo. Assim, a arte é,

via sinais de uma criança hiperativa. Esta

por si só, comunicação.

característica foi acompanhada na época

Ao se falar em comunicação e arte na

pelos pais e professores, que logo a incen-

televisão brasileira tem-se como um dos

tivariam a praticar esportes como ginásti-

nomes mais conhecidos o de Fernanda

ca rítmica e olímpica, patinação, natação

Lima. A gaúcha de 37 anos coleciona em

e ballet. A garota também era titular nos

sua trajetória profissional trabalhos como

times de vôlei e handball da escola.

Cidadelle 9


// capa Fernanda cresceu cercada por uma

UMA ARTISTA COMPLETA

Para praticar o

família grande, afetuosa e festeira.

Quando retornou ao Brasil, Fernanda foi convidada a apresentaréo preciso: “Mochilão MTV” junto squash,

Como todo bom gaúcho, adorava os

com outras duas modelos. Essa experiência despertou na artista a vontade de cursar jor-

churrascos em família e se divertia com

nalismo. Depois de viagens para Miami e Havaí com o programa, retornou ao Brasil para

as músicas e com o violão que anima-

estudar, e, ainda durante a faculdade, estreou à frente do “Interligado”, na Rede TV!. De-

vam esses encontros. As férias de verão

pois de um ano na casa, optou por não renovar o contrato e retornar à MTV, onde, além do

costumavam ser no litoral. Fernanda

“Mochilão”, comandou o “Fica comigo”, sucesso do canal por quase quatro anos. Também

conta que foi na praia que desenvol-

apresentou ao vivo duas edições do “Vídeo Music Brasil”, premiação musical da emissora.

veu uma certa mania de “produção de

Em 2005, já na Rede Globo, depois de ter substituído pela primeira vez a apresentadora

show”. Passava horas bolando coreogra-

Angélica em sua licença maternidade no “Vídeo Game” - a segunda foi em 2007 -, não

fias e performances que depois eram

pensou duas vezes antes de aceitar o convite do diretor Ricardo Waddington para viver a

apresentadas à família. Também nessa

destemida Diana Bullock em “Bang Bang”, novela da emissora assinada por Mário Prata.

época, brincava de ser jornalista com os

No ano seguinte, mais um desafio como atriz, dessa vez como uma das protagonistas de

primos. Juntos, saiam pelas ruas entre-

“Pé na Jaca”, escrita por Carlos Lombardi.

vistando pessoas, realizando pesquisas

Fernanda Lima ainda esteve no comando do programa “Por Toda Minha Vida”, apre-

de voto e escrevendo matérias que de-

sentando as histórias de personalidades da música brasileira. Nessa mesma época, apre-

Além de todo o tempo dedicado à vida profissional e à família, Fernanda ainda encontra espaço na agenda para dar aulas de ioga num projeto social do qual participa na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. pois seriam apresentadas num “estú-

sentou alguns quadros no “Fantástico” e ganhou, merecidamente, o comando do progra-

dio” criado na própria casa.

ma “Amor e sexo”, levando para a televisão aberta discussões sobre temas normalmente

A carreira profissional de Fernan-

tratados como tabu, sempre de forma elegante e descontraída.

da começou ainda na adolescência,

Para muitas pessoas é complicado falar sobre sexo e ainda mais complicado falar em

quando foi vista por um fotógrafo

público sobre este assunto. Desde a primeira temporada do programa, a apresentadora

e convidada a fazer um book. O im-

vem demonstrando muita naturalidade ao abordar o tema. Originalmente tímida, ela diz

pulso por novos desafios e a vontade

que se sente muito tranquila durante as gravações. “Depois da novela, gostaria muito de

de conhecer o mundo fez com que a

fazer um programa de televisão, apesar de não ser acostumada a falar de sexo, resolvi

gauchinha de 14 anos aceitasse aque-

encarar o desafio”, conta Fernanda.

le trabalho e ganhasse a sua primeira

“Amor e Sexo”, originalmente pensado para oito temporadas e com fim previsto para

capa de revista. Depois disso, a carrei-

2013 por causa da limitação de temas abordados, voltou com uma nona temporada aten-

ra deslanchou e Fernanda ganhou as

dendo aos pedidos do público. Fernanda atribui esse sucesso ao fato de não ser uma sexó-

passarelas internacionais, morando

loga e, assim, conversar sobre esse tema de igual para igual com os telespectadores.

em países como Itália e Japão.

10 Cidadelle

Desde a sétima temporada, a apresentadora passou a cantar e performar uma música


Cidadelle 11


// capa sobre o tema da semana na abertura do programa e fez isso muito bem, de forma a receber diversos elogios nas redes sociais a cada apresentação. Apesar do sucesso, ela não se considera uma cantora, mas confessa que gosta de brincar de cantar. Entre outros trabalhos, como participações em filmes e campanhas publicitárias, Fernanda ainda apresentou o SuperStar na Rede Globo e o sorteio final dos grupos da Copa do Mundo, na Bahia, em 2013, além da importante premiação Bola de Ouro (Fifa’s Ballon d’Or), na Suíça, em janeiro de 2014.

A MÃE DE FAMÍLIA Fernanda é casada com o ator, modelo e agora apresentador Rodrigo Hilbert, com quem tem dois filhos, o Francisco e o João. Mesmo sendo uma mulher moderna, sempre cheia de compromissos profissionais, ela faz questão de participar ativamente da vida dos filhos. Para isso, almoça todos os dias em casa e acompanha de perto o desenvolvimento das crianças, como uma autêntica mãe coruja. Por conta dessa proximidade, o diálogo é aberto com os filhos, inclusive com relação a temas que despertam dúvidas, como sexualidade. Fernanda afirma que prefere criá-los assim, ensinando-os a respeitar as diferenças com muita naturalidade, para que cresçam com a mente aberta e sem preconceitos. Além de todo o tempo dedicado à vida profissional e à família, Fernanda ainda encontra espaço na agenda para dar aulas de ioga num projeto social do qual participa na Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. A ioga está presente na vida da artista desde a sua infância e foi uma alternativa que os pais encontraram para o seu Acompanhe a carreira da artista e saiba todas as novidades no site www.fernandalima.com.br

12 Cidadelle

“problema” de hiperatividade. Desde então, Fernanda adotou a prática que, segundo ela, lhe ensinou a ter mais controle emocional.


Cidadelle 13


// viagem

MENTAWAI, A VIDA QUE EU SEMPRE QUIS Reduto do surf para alguns e cenário paradisíaco para outros. Assim são as Ilhas Mentawai, um dos principais pontos turísticos da Indonésia por tede sampaio

14 Cidadelle

fotos bruno veiga


S

ão mais de 300km de costa entre as mais paradisíacas e desejadas praias do mundo. A água do mar é cristalina e o sol brilha durante a maior parte do ano. Em terra firme, a paisagem contrasta entre florestas tropicais e montanhas. O povo, em sua grande maioria de descendência indígena, acolhe os imigrantes como velhos conhecidos. Assim é Mentawai, um conjunto de ilhas localizado na costa oeste da Indonésia. Milhares de visitantes apaixonados pelo surf são atraídos pelas águas de Mentawai. Isso se justifica por ser umas das regiões mais consistentes para a prática do esporte no mundo. A maneira como as ilhas são posicionadas e a diversidade de picos favorecem a produção de ondas perfeitas o ano inteiro. Este foi o lugar escolhido por Bruno Veiga para viver. Natural de Salvador, ele é formado em Educação Física e se entusiasmou pelo surf no momento em que ganhou de um amigo a sua primeira prancha, uma “quebra coco” partida ao meio e posteriormente remendada.

EM BUSCA DA ONDA PERFEITA Cansado da rotina de professor nas academias de Salvador, Bruno resolveu jogar tudo para o alto e seguir em busca de seu grande sonho: surfar ondas perfeitas. O local escolhido, Padang, na Indonésia. Com quase nenhum dinheiro no bolso, uma câmera fotográfica na mão e uma aspiração a ser realizada, Bruno seguiu em direção àquele exótico país que hoje pode chamar de casa. Ao chegar à Indonésia, Bruno percebeu que não poderia viver apenas do surf e resolveu investir na carreira fotográfica. Hoje, é fotógrafo profissional especializado em imagens aquáticas de surf e trabalha para a Mentawai Surf Charters. A empresa opera dois boat trips nas Ilhas Mentawai e é responsável por levar os passageiros para surfar as ondas dos sonhos. O registro imagético desses momentos fica a cargo de Bruno. “Como não sou um grande surfista, vi na fotografia um meio de ganhar dinheiro e poder me manter pegando ondas perfeitas. Aqui na Indonésia estou realizado. As paisagens naturais servem como estúdio para as fotografias, e nas horas de folga é um verdadeiro playground, onde posso aproveitar cada momento de folga da melhor forma”, revela Bruno sorrindo. O fotógrafo, no entretanto, só fica na Indonésia durante a temporada de ondas, que vai de março a novembro. No resto do ano, aproveita para conhecer outros países e visitar a família e amigos no Brasil. Ele revela que, apesar de a Indonésia ser um lugar espetacular, sente muita falta do acarajé da Bahia, e sempre que pode volta a Salvador para desfrutar da iguaria.

Cidadelle 15


GASTRONOMIA Por falar em delícias gastronômicas, a Indonésia é repleta delas. Em Padang, no oeste da Ilha de Sumatra, de onde partem os barcos em direção a Mentawai, está a comida mais tradicional da Indonésia, a famosa Padang Food. Bruno conta que a forma através da qual estes restaurantes servem este tipo de refeição é no mínimo intrigante. “Você senta à mesa e eles te servem uma infinidade de pratos em pequenas porções e você pode comer o que lhe apetecer. Depois, o garçom olha para mesa, vê o que você comeu e te entrega a conta, é bem engraçado”, explica. Bruno chama a atenção, entretanto, para o excesso de condimentos utilizados na cozinha da Indonésia, que fazem da gastronomia local uma verdadeira experiência de aromas e sabores. Aos turistas que visitam os restaurantes de Padang Food, Bruno recomenda o “Rendan”, um molho à base de coco, e preparado em diferentes versões; com carne, peixe, frango e tofu para os vegetarianos.

16 Cidadelle

A Indonésia utiliza o arroz como um dos ingredientes principais de sua culinária. O cereal que é cultivado na região pode ser servido cozido ou frito, compondo pratos.


ONDE FICAR Apesar de ser um lugar simples, o arquipélago de Mentawai é

cos que passam dias em busca dos pontos onde são encontradas

repleto de pousadas que abrigam os milhares de turistas que

as ondas perfeitas que quebram ao longo das Ilhas Mentawai.

visitam o local todos os anos. Independente da pousada, uma

Bruno trabalha pra dois desses barcos, o Star Koat e o Moon Pa-

coisa é certa, todas elas são localizadas de frente para o mar,

likir. Além das ondas perfeitas, estes barcos oferecem aos seus

oferecendo vistas deslumbrantes aos seus hóspedes.

hóspedes total conforto e segurança. Para desfrutar de toda essa

O grande sonho dos surfistas, entretanto, são os boat trips. Nesse tipo de hospedagem, os visitantes são alocados em bar-

comodidade, o visitante desembolsa cerca de US$ 3 mil por 12 noites a bordo do barco durante a alta estação.

Cidadelle 17


// viagem ROTEIROS TRADICIONAIS Em seu tempo livre, Bruno conta que viaja para conhecer outros

É em Bali que está localizada a cidade de Ubud, considerado

lugares da Indonésia, entre eles, Bali, principal roteiro turístico do

centro cultural da Indonésia, onde o turista encontrará artesana-

país. A Ilha já foi cenário do filme mundialmente famoso “Comer

tos, museus e galerias, além das belíssimas paisagens formadas

Rezar Amar”, estrelado por Julia Roberts e se destaca pelo clima

pelas plantações de arroz. Sem sombra de dúvidas o que mais

acolhedor e pelos luxuosos hotéis e resorts. Bali é também a úni-

chama a atenção lá é a arquitetura e a infinidade de templos

ca ilha hindu da Indonésia. Bruno explica que lá tudo é mágico.

espalhados por toda a cidade. O Monkey Forest é o mais famoso

“As oferendas, cerimônias e incensos oferecidos para os deuses

deles. Neste local, quatro espécies de macacos caminham e se

hindus fazem de Bali a ilha mais mística da Indonésia”, conta.

divertem entre as árvores e as construções.

18 Cidadelle


O fotógrafo foi privilegiado ao registrar Kelly Slater, maior surfista de todos os tempos, 11 vezes campeão, ídolo de muitos quando o assunto é surf

Os visitantes têm que tomar cuidado ao passear pelo parque. Apesar de praticamente não existirem assaltos na Indonésia, os macacos não perdem uma oportunidade para roubar pequenos objetos, como colares, brincos e câmeras fotográficas. Mas o grande destaque fica por conta do passeio de elefante. O tour é oferecido por companhias especializadas e percorre os principais lugares do templo. Por ser uma construção religiosa, o visitante é obrigado a vestir sarongues, que podem ser emprestados ou alugados no próprio templo. Em Kuta, tida como a parte mais “busy” da ilha, o visitante poderá assistir às apresentações de danças típicas e desfrutar da badalada vida noturna. Um dos lugares mais conhecidos da noite é o Sky Garden, onde indonésios e turistas se encontram. Esse local tem um esquema de casa noturna e buffet. Se paga o equivalente a quatro dólares americanos e se come “all you can”. A bebida também é free até determinado horário. Já em Gili Trawangan, a dica é assistir ao extraordinário pôr do sol, que deixa qualquer

O fotógrafo Bruno Veiga, em um dia de trabalho árduo

visitante boquiaberto, tamanha a beleza do espetáculo.

Cidadelle 19


// Casa Cor

Decoração

em altO

estilo O sul da Bahia foi contemplado por mostra que inspira os amantes da arquitetura e decoração: Casa Cor 2014. O evento apresenta as tendências, soluções e criação de ambientes elaborados por grandes profissionais.

por maíra azevedo e emanuele pereira fotos marcelo negromonte

a

arte de projetar e organizar espaços internos e externos, de

de trazer para a população de Ilhéus e Itabuna o que há de

acordo com critérios de estética, conforto e funcionalidade é o

mais moderno e sofisticado no mundo da decoração, a maior

conceito da arquitetura. Mas, para quem gosta de decoração, é

e mais completa mostra de arquitetura, decoração, design e

muito mais que isso. É a possibilidade de transpor a personali-

paisagismo, a Casa Cor, aportou no Clube Cidadelle House. Os

dade de uma pessoa, seus sonhos e desejos em um ambiente.

trabalhos apresentados no evento servem de inspiração em

Cada detalhe é escolhido levando em conta quem vai morar

todo o mundo para quem está pensando em construir, refor-

ou trabalhar naquele espaço. E, para conseguir captar essas

mar ou decorar a casa dos sonhos. Confira os ambientes dos

nuances, é preciso ter sensibilidade e talento. Com o objetivo

profissionais envolvidos!

20 Cidadelle


Galeria do Colecionador de Artes A arquiteta Lolô Mendonça, responsável por este ambiente, desenvolveu um espaço neutro, com muita luminosidade e elegância. Para a obra de arte se sobressair, a cor branca foi escolhida como pano de fundo. O piso da mesma cor também cria uma atmosfera ideal para a apresentação e contemplação de pinturas, esculturas, fotografias e trabalhos em madeira. Formada em arquitetura e em design, Lolô Mendonça atua há mais de 30 anos no mercado e já participou com a criação de ambientes em diversas mostras.

Sala de Jantar A ideia principal desse projeto dos arquitetos Tamar Ethel, Denise Goulart e do decorador e artista plástico Osmundo Teixeira foi concebida na utilização de volumetria, por meio do uso de colunas e cores, fazendo um jogo entre as paredes e o teto, além de texturas no uso de espelhos e tecidos. A cor branca predomina nos móveis, na mesa, nas cadeiras e nos aparadores, com alguns elementos contrastantes como: nas cadeiras de estilo das extremidades no tom dourado, no banco da madeira de demolição e na moldura de espelho no tom dourado. A iluminação sofisticada recebe um toque humanista com as obras de arte e o paisagismo.

Cidadelle 21


// Casa Cor Varanda Gourmet Esse é um dos ambientes mais solicitados nos projetos residenciais atualmente, principalmente pelos homens, visto que eles estão se tornando verdadeiros “chefs gourmets”, que curtem elaborar e servir os pratos. E nada mais agradável do que um ambiente descontraído ao ar livre, colorido e alegre, com o verde em volta, para se degustar um bom prato. É uma grande tendência atualmente. O espaço foi projetado pela arquiteta Ana Barreto, com todos os equipamentos modernos de uma cozinha mais compacta, com igual eficiência, tornando-se a coqueluche do momento! Atualmente, alguns clientes estão preferindo equipar e arrumar mais a varanda do que o living, pois é o espaço favorito para reunir os amigos.

Restaurante O arquiteto Bruno Santa Fé se inspirou no conceito casual dining, onde bons pratos são apreciados em locais mais descolados, descontraídos para criar o ambiente funcional da Casa Cor. O local funcionou normalmente e todos os eventos com degustação aconteceram no restaurante que tinha linguagem bem contemporânea, onde elementos diferentes se combinam para criar uma atmosfera tranquila e elegante. O arquiteto Bruno Santa Fé acredita que cada projeto deve ser a síntese das necessidades do cliente, aliado aos costumes e valores culturais de cada região. Atento às novas tecnologias, valoriza os aspectos naturais e preza pelo resultado do conjunto entre criatividade, funcionalidade e conforto.

22 Cidadelle


Adega Para projetar o ambiente da adega, o arquiteto Matheus Esquivel puxou pela memória inspiradora caixa do vinho vinculada ao espaço mais importante para se transportar à bebida, que com o passar do tempo só se aprimora. Com isso, a sua concepção artesanal em madeira e a sua simplicidade foram pontos que nortearam sua criação do espaço, adotando assim madeira como o principal elemento para os revestimentos e mobília, com intuito de aconchegar e tornar a Adega convidativa para o público da Casa Cor Bahia. Nascido em Itabuna, formou-se em arquitetura e atualmente se dedica à área de projetos arquitetônicos de construção, reformas e designer de interiores, adotando sempre um estilo contemporâneo.

Café / Bistrô Formada em arquitetura e Urbanismo, Thamires Tavares Sodré foi responsável pelo projeto do Café/Bistrô do Morro dos Navegantes. Para a profissional, a fusão entre a arte de rua urbana e o clima tropical litorâneo é a característica mais marcante dos seus projetos, com a mistura de cores, texturas e revestimentos. Atender os anseios dos seus clientes, procurando oferecer opções na linha de custo, raciocínio e no prazo estipulado, não esquecendo do comprometimento com a estética, é a peça chave da sua relação com quem contrata seus serviços.

Cidadelle 23


// Casa Cor Consultório do Cirurgião Plástico Mariana Chalhoub, formada e especialista em arquitetura hospitalar, e Alessandra Holtz realizaram juntas este projeto. O consultório do cirurgião plástico possui acesso através de rampa, mostrando a acessibilidade como ponto primordial nos estabelecimentos assistenciais de saúde. Foi construído com uma pequena elevação no piso, onde um espelho d’água percorre a área externa e o piso interno em um formato orgânico, envolvendo a área da recepção e a sala de atendimento médico. O piso em vidro mostra o espelho d’água, com carpas em diversas cores, e o paisagismo que envolve a entrada do consultório demonstram que a humanização dos espaços hospitalares e de clínicas é um fator importante na recuperação dos pacientes. O balcão da recepção acompanha o formato orgânico do piso e possui uma área baixa, para atendimento ao cadeirante e outra área na altura convencional. No consultório, uma bancada única, também em formato orgânico, envolve os dois ambientes, formando a maca, a bancada com pia de apoio na sala para pequenos procedimentos e a mesa do consultório.

Living Responsável pelo ambiente do living, a arquiteta Simone Flores conta que procurou “um conceito de espaço integrado com multifunções, onde o conforto é a grande busca, associado ao momento de relaxar e recuperar as energias de uma rotina universalmente dinâmica”. Simone diz ainda que neste espaço “estamos buscando ativar os cinco sentidos e atrair o cliente com o cênico possível do estilo rústico chique, tão próprio para as condições de nossa região: uma atmosfera praiana”. Para desenvolver o projeto, a arquiteta contou com a participação do engenheiro civil Alex Rebouças, da empresa Prime Home.

24 Cidadelle


Acervo fotográfico Fabíola Secchin, arquiteta e urbanista, atua na região do sul da Bahia há 3 anos, tendo como especialidade arquitetura de residências de alto padrão e paisagística e coordenação de projetos. O espaço criado pela arquiteta tem como proposta remeter ao público o acesso as mais modernas galerias de arte. Sob a curadoria de Dida Moreno, com o tema “Surpreender”, a profissional propõem aos visitantes uma fuga da rotina, com contato direto com alguns fotógrafos em bate-papos e mini palestras oferecidas no evento da Casa Cor Bahia Ilhéus/ Itabuna elaborado para exibir II Mostra de arte Cidadelle na versão fotografia. Foram convidados 12 fotógrafos artísticos: Ricardo Sena, Gabriel Passos, Akira Cravo, Kiolo, Kiko Silva, Ricardo Franco, Armando Corrêa Ribeiro, Sinizia Coni Ribeiro, Chico Passos, Ben Lievens, Mary Berbert, Maria Rosa Oliveira.

Lavabo O trio de profissionais – a arquiteta Wânia Teixeira e as designers

Foi proposto um espaço onde, além de servir para um make up,

de interiores Alana Maron e Adriana Ribeiro – prepara o ambien-

é propício para relaxar e apreciar obras de arte. A fachada é com-

te de forma criativa e bom gosto.

posta por um jardim vertical e o ambiente interno é composto por

O lavabo, que compreende uma área de oito metros quadra-

lavatório e vaso sanitário, cuja divisória é confeccionada em acríli-

dos, localizada entre a adega e o acervo do fotógrafo, promove

co de efeito high tech e bolhas de ar. O ambiente é integrado por

aos usuários um local funcional e de relaxamento. A concepção

dois puffs e banquetas de Marcelo Kruschewsky (Zengaragem) e

dada pelas profissionais foi apostando na harmonia da natureza

um lustre de cristal de murano, associado a uma parede forrada

e da arte com glamour, interagindo os estilos clássico e moderno.

de espelho, criando um clima sofisticado com quadros de Zebay.

Cidadelle 25


// Casa Cor Loft da artista plástica O arquiteto Moisés Lins levou em consideração na construção do ambiente a utilização dos espaços de forma proveitosa. Além disso, a parede viva e a arte (presente em todo o ambiente) são fatores marcantes na relação entre o indivíduo (a artista plástica) e o espaço construído. Para ele, atender as necessidades do cliente é fundamental, mas muitas vezes é necessária a interferência do profissional, fazendo com que o projeto tenha “a cara” do cliente, mas que seja econômico, criativo, funcional e sustentável. A arquitetura planeja, pesquisa e concretiza projetos de construção e reestruturação do espaço.  Permite vê-lo de maneira articulada e trabalha seus elementos para criar sensações, agindo diretamente no íntimo de seu cliente e garantindo a qualidade de vida.

26 Cidadelle


Cidadelle 27


// alta gastronomia

Comer,

o mais saboroso dos pecados

c

A alta gastronomia do sul da Bahia apresentada por grandes chefs de cozinha por tede sampaio

omer bem é um dos prazeres mais cobiçados pela sociedade moderna. Já foi o tempo em que as refeições eram consideradas parte do processo fisiológico da espécie humana, sinônimo de sobrevivência. Hoje, o “comer” engloba um conjunto de gestos, sabores e estímulos que fazem das refeições um dos atos sociais mais importantes. Nada mais natural do que marcar um almoço de negócios, um jantar a dois, ou, quem sabe, a esperada ceia de Natal. Todos esses exemplos mostram como a culinária está próxima do nosso dia a dia mais do que imaginamos. No II Festival Gourmet Cidadelle, que acontece em Ilhéus e Itabuna, no mesmo período da Casa Cor, os apreciadores da alta gastronomia terão o prazer de saborear pratos diferenciados. O Cidadelle recebe a mais saborosa culinária apresentada por grandes chefs de cozinha, da região sul. O evento, que ocorre em seis restaurantes parceiros do empreendimento, terá um menu exclusivo a preços diferenciados para os apreciadores da alta gastronomia. Em sua segunda edição, o festival promoverá uma seleção de pratos que representam os costumes gastronômicos locais com variedades de temperos e técnicas. A Revista Cidadelle apresenta, a seguir, as opções de entrada, prato principal e sobremesa que poderão ser degustados exclusivamente durante o II Festival Gourmet Cidadelle.

28 Cidadelle


TARIK GOURMET Localizado em Itabuna, este restaurante, destinado tanto à comida local quanto a pratos internacionais, faz parte do complexo hoteleiro Tarik Fontes Plaza Hotel. O restaurante não poupou criatividade e apostou na variedade. Como entrada, optou por apresentar duas opções de saladas: “Caprese ou tradicional com torradas amanteigadas”. Como

fotos thiago pereira

prato principal para o almoço, as opções são: “Steak au poivre” e Spaguetti/Talharim à Napolitano. Já para o jantar: “Moquequinha de catado de siri à Benedicta” e “Camarão à Josephine”. Para a sobremesa, o Tarik Gourmet oferece a tradicional torta de coco com chocolate ou a torta holandesa.

Cidadelle 29


// alta gastronomia

MARIA MACHADÃO O nome da personagem de Jorge Amado cai bem para este restaurante que apresenta em seu cardápio verdadeiras obras de arte. Localizado em Ilhéus, o famoso estabelecimento tem como chef Marcos Henrique Alves, responsável pela elaboração dos pratos. Marcos Henrique carrega em sua bagagem uma vasta experiência como chef, incluindo trabalhos internacionais, como os franceses Le Doux Moulin e Café Consta. Esse conhecimento serviu para o profissional mostrar que o simples também é o mais desejado. “Minha grande motivação são os pratos simples, os que remetem aos bons momentos e conseguem transmitir o verdadeiro sabor da comida”, afirma. Marcos Henrique trouxe um pouco da cozinha oriental junto a sabores bem regionais. Para a entrada, uma “Cesta de kani” seguida pelo “Salmão Verão” como prato principal. Fechando com chave de ouro, a sobremesa escolhida foi “Harumaki de banana”.

30 Cidadelle

fotos clodoaldo ribeiro


fotos thiago pereira

EMPÓRIO BAHIA O restaurante é conhecido por apresentar não apenas pratos da alta gastronomia, mas por indicar o melhor vinho para cada tipo de prato. Assim, o Empório Bahia entrou para o circuito gastronômico de Itabuna, onde ocupa lugar de destaque. O chef Aurelien Roche investiu em um prato simples, que traz um pouco da cultura local e consegue se destacar pelo sabor. A entrada é composta por um carpaccio de salmão à moda da casa, ervas e torrada. Já para o prato principal, o chef reservou filé mignon, molho “poivre” (pimenta verde), batata “confit” e creme de queijo, seguido por torta de laranja como sobremesa. Roche conta que o segredo para desenvolver um bom prato é amar a profissão e não encará-la como um serviço. “Eu diria que minha motivação é fazer de uma cozinha a mais honesta possível e sempre tentar fazer o melhor para a satisfação dos clientes”, explica.

Cidadelle 31


// alta gastronomia

PALACE BISTRÔ Para fechar a lista dos restaurantes que compõem a rota da alta gastronomia da região, apresentamos o Palace Bistrô, localizado em Itabuna. O chef Raphael Sepulveda foi convidado para compor o cardápio e representar o restaurante. Sepulveda é especialista em montar cardápios e treinar as equipes de restaurantes e cozinhas. No cardápio selecionado, eles apresentam como entrada o “Mil folhas de prato principal. O visitante pode escolher entre um filé de peixe e uma salada Caprese. Como sobremesa, o restaurante oferece a “Melba de morango”.

32 Cidadelle

fotos thiago pereira

bacalhau”, seguido por duas opções de


MARÓSTICA Localizado na cidade de Ilhéus, tem como carro chefe de seu cardápio a comida italiana. O comando da cozinha fica por conta da chef Alessandra Marino, que ocupa o cargo há 15 anos. Para ela, o segredo para um cliente satisfeito é o amor e a dedicação que se aplica ao prato. Ela também diz que sempre tenta inovar, desde os pratos simples aos mais sofisticados. “Os dois têm igual importância. Uma comida sofisticada começa com uma base simples. O que mais me motiva é a satisfação do cliente, seu prazer realizado e o seu retorno”, explica. A chef traz uma combinação de massas e vegetais que promete agradar os paladares mais exigentes. Como entrada é servida uma bruschetta de tomate fresco com mussarela de búfala e azeite de manjericão. Para o prato principal, reservou um fettuccine ao molho branco, presunto de Parma, tomate seco e rúcula, seguido pela sobremesa formada por panqueca de capim santo com recheio de doce de leite, sorvete de creme e calda cítrica.

fotos chico passos

Cidadelle 33


// alta gastronomia

CANCHA DO GAÚCHO Esse restaurante itabunense tem como foco a qualidade dos ingredientes utilizados e a boa origem desses produtos, além, claro, do sabor inconfundível de seus pratos. O Cancha do Gaúcho é administrado pelo casal Samuel de Rubim e Elaine Kierepka. Juntos, eles também comandam a cozinha e têm como meta sempre a satisfação do cliente. O casal traz duas opções de entrada, são elas: queijo coalho gratinado com geleia picante e o antepasto de berinjela com torrada. A dobradinha também se repete para o prato principal, que pode ser um filé mignon com molho de cacau, purê de batata e escabeche de cogumelos ou uma costela de tambaqui com purê de banana da terra e massa ao pesto de rúcula. Já para a sobremesa, o casal foi unanimidade ao oferecer goiabada gratinada com catupiry.

34 Cidadelle


Cidadelle Cidadelle357


// desejo wine

BEBIDA dos deuses o vinho pode se tornar seu maior aliado, seja em um momento a dois, ou em um happy hour com amigos. a Somellier Mônica Carneiro, da Carballo Faro, selecionou as melhores opções. Aproveite as dicas! por luciana silva

Cava Heredad ReservA Produtor: Segura Viudas Região: Catalunha Uvas: Macabeo e Parellada Preço sugerido: R$ 143,90 Na elaboração dessa Cava foram selecionados apenas os melhores vinhos de cada safra. É uma cava de sabor elegante e marcante. Uma combinação perfeita entre doçura e acidez. Longa e agradável sensação retro nasal.

Bodegas Del Fin del Mundo Blend (2600) Produtor: Bodegas Del Fin Del Mundo | Região: Patagônia Uvas: Cabernet Sauvignon, Malbec e Merlot Preço sugerido: R$ 260,00 Estes cortes foram produzidos sob os mais rigorosos padrões de qualidade. O seu envelhecimento em barricas novas de carvalho francês por 15 meses dá a este vinho grande complexidade aromática, corpo, estrutura, taninos aveludados e elegantes.

36 Cidadelle

Perez Cruz Quelen Produtor: Vinícola Perez Cruz Região: Maipo Uvas: Petit Verdot, Carmenère e Cot Preço sugerido: R$ 311,97 Este vinho possui aromas elegantes e complexos, que combinam estilos tradicionais e modernos. Passou 14 meses em carvalho francês. Na boca, é um vinho concentrado com um agradável equilíbrio, taninos macios e um final prolongado e persistente.

Payen (3991) Produtor: Vinícola Tabali Região: Limari Uvas: Syrah Preço sugerido: R$ 385,80 Aroma de frutas vermelhas, acompanhado com violetas, pimenta negra e toque defumado. É encorpado, equilibrado, com taninos aveludados. Envelhecido 18 meses em carvalho francês é perfeitamente integrado com a fruta que dá ao vinho uma grande complexidade.

Vinho do Porto Quinta de Vargellas Vintage Produtor: Taylor’s | Região: Douro | Preço sugerido: R$ 359,90 Os vinhos do Porto Quinta de Vargellas são produzidos em pequenas quantidades, a partir das videiras mais antigas na propriedade. Destacam-se pela sua fruta complexa, inconfundível dimensão perfumada e pelos taninos firmes e bem integrados.


Cidadelle 37


// excellence

Cacau para ninguém botar defeito

Saiba como é feita a avaliação que premiou o cacau do Sul da Bahia por duas vezes consecutivas como melhor do mundo por tede sampaio Extra amargo, amargo, meio amargo, ao leite, branco, light, diet... Vários são os tipos desse alimento que é idolatrado por milhões de pessoas ao redor do mundo: o chocolate. É difícil encontrar quem não goste dessa iguaria, e ainda mais complicado achar quem consiga resistir a seu sabor inigualável. Presente no dia a dia das pessoas, amigo nos momentos de tensão e peça indispensável em qualquer comemoração, o chocolate é uma das preferências alimentares do brasileiro. O que pouca gente sabe, entretanto, é que o segredo para obter um chocolate de alta qualidade é investir pesado na produção da amêndoa de cacau, principal matéria-prima na produção dessa iguaria.

38 Cidadelle


fotos divulgação

É impossível falar em qualidade do cacau sem falar em João Tavares. O produtor baiano de 49 anos é referência no cenário cacaueiro no sul da Bahia, importante polo produtor e exportador de amêndoas de cacau do país. O Reconhecimento não é à toa, Tavares conquistou por duas vezes o prêmio “Cocoa of Excellence” no Salão do Chocolate de Paris. Em 2010, o produtor foi premiado na categoria “Cacau/Chocolate” como a melhor amêndoa da América do Sul. Já em 2011, a premiação foi na categoria “Frutas Secas”. Tavares é o único produtor brasileiro a ser premiado nessa competição e o único no mundo a ser premiado duas vezes.

SEGREDO PARA UMA AMÊNDOA DE QUALIDADE O cultivo do cacau que rendeu títulos a João Tavares se dá através do sistema agroflorestal “cacau-cabruca”, nele o fruto é cultivado sob a copa das árvores nativas da Mata Atlântica, de forma harmoniosa com a natureza e sem causar desmatamento. Tavares explica que os fatores naturais da região cacaueira na Bahia favorecem a obtenção de bons frutos, mas diz

“O segredo para obter uma amêndoa de qualidade é a dedicação. Sou apaixonado pelo que faço e realizo isso com muita dedicação e rigor”

que a dedicação do produtor é indispensável para o sucesso de uma boa safra. “O segredo para obter uma amêndoa de qualidade é a dedicação. Sou apaixonado pelo que faço e realizo isso com muita dedicação e rigor”, explica. O rigor citado por Tavares é necessário na seleção dos frutos, onde são avaliadas a sanidade, a maturação e o tipo do fruto. Uma vez abertas, as amêndoas são cuidadosamente destacadas e rapi-

Cidadelle 39


// excellence

fotos divulgação

O cacau passa por um rigoroso processo de avaliação: suas amêndoas, após a torra, são selecionadas e classificadas de acordo com a qualidade

damente transportadas para a casa de fermentação. Depois de fermentadas e secas ao

Sendo que a nota dada pode variar de 0

sol, elas passam por um novo processo de seleção onde são classificadas quanto ao grau

a 10”, explica Tavares.

de fermentação e qualidade organoléptica. Neste processo, somente as amêndoas consi-

As amostras selecionadas nessa pri-

deradas de boa qualidade são encaminhadas para o armazenamento em sacos especiais,

meira etapa são utilizadas para a pro-

que preservam a qualidade do produto e evitam o desenvolvimento de mofos e pragas.

dução do chocolate que passa por uma nova avaliação. Nessa última fase, são

COMO O FRUTO É AVALIADO

levados em consideração pontos previa-

Todos esses cuidados tomados pelo produtor são levados em consideração quando é

mente definidos pelo Cocoa of Excellence

feita a avaliação para atribuir uma nota de qualidade às amêndoas do cacau. A nota

Sensorial Technical Committe. Um corpo

geralmente é atribuída por uma comissão técnica que avalia a qualidade das amêndoas

de jurados é composto por especialistas e

ao considerar o seu grau de fermentação, danos causados por insetos ou bolores e uma

representantes de empresas fabricantes

prova de degustação.

de chocolate, que têm por função avaliar

No Salão do Chocolate de Paris, evento que premiou a produção de Tavares, o proces-

o sabor do chocolate e decretar o vence-

so de avaliação é um pouco mais rigoroso. Lá, é produzido um licor de cacau através das

dor em cada categoria. Apenas os me-

amostras fornecidas pelos produtores. Esse licor é degustado por três ou quatro peritos

lhores e mais saborosos são oficialmente

internacionais que avaliarão as características do sabor. “Nessa etapa, são levados em

declarados vencedores do título de Me-

conta pelos jurados aspectos como a acidez, o amargor e a adstringência desse licor.

lhor Amêndoa de Cacau do Mundo.

40 Cidadelle


Cidadelle 41


futuro à vista

// cidadelle praia do sul

Futuro à vista A natureza pertinho de você

O terreno foi planejado para permitir que o clube e os outros equipamentos de lazer tenham visão privilegiada da praia do sul, e o magnífico mar, fazendo jus ao slogan: “Cidadelle Praia do Sul: o futuro com vista para o mar”.

Um pedaço da Mata Atlântica no quintal de casa. Na janela, o ce-

ESPAÇO KIDS

nário é o deslumbrante Oceano Atlântico! O futuro com vista para

A criançada tem lugar garantido no Cidadelle Praia do Sul. Além

o mar está próximo: dos 440 lotes disponíveis no Cidadelle Praia

da piscina infantil, o clube tem quadra com quiosque de apoio e

do Sul, mais de 80% foram vendidos. As áreas variam entre 450 e

parque coberto, todos planejados para a garotada escolher o que

1.200m², ao redor dos 1.370.000m² de reserva nativa, definitiva-

fazer na hora de brincar.

mente preservada, no bairro planejado mais nobre de Ilhéus, na praia dos milionários. Os lotes são protegidos e equipados contra o ruído externo, mantendo a tranquilidade dentro do ambiente. O gestor ambiental Waldemar Policarpo destaca os aspectos que o levaram a optar por uma aquisição no empreendimento. “O porte do projeto, a credibilidade, a infraestrutura, a segurança e o respeito ao meio ambiente foram fatores determinantes para a nossa decisão de comprar”, pontua.

42 Cidadelle

O projeto assinado pelo arquiteto Carlos Campelo, inclui: • • • • •

Equipamentos de ginástica ao ar livre; Estrutura de segurança; Viveiros de plantas e orquidários; Bicicletário, piscinas e quadras de esporte; Além de vários outros espaços de lazer e entretenimento.


Cidadelle 43


gABRIEL PASSOS Iníciou a carreira em 2004, como autodidata, e, dois anos depois, começou a participar de cursos ligados à área artística. Um dos seus trabalhos é políptico com seis obras e mais uma em formato quadrado, trata-se de uma extensa documentação dos frequentadores da Praia do Porto da Barra, em Salvador/BA, em uma abordagem, humana, onde a proximidade das tomadas coloca o observador no ambiente, ao lado do fotógrafo.

Janela da alma

Você sabia que pode estar fazendo historia? A secular arte de fotografar no Brasil é uma das pioneiras no mundo. “Neste ano de 1832, no dia 15 de agosto, estando a passear na minha varanda, vem-me a ideia que talvez se possa fixar as imagens da câmera escura, por meio de um corpo que mude de cor pela acção da luz.” Esta citação do francês Hercule Florence registra o marco para o nascimento da fotografia brasileira, e foi divulgada somente após a invenção de Louis Daguerre, na França em 1839. A retratação de uma paisagem, de um local ou de pessoas, evidencia o olhar e a sensibilidade de quem a fotografou, transmitindo sentimentos e sensações. O registro artístico nada mais é que a visão de mundo de um artista influenciada pelas suas experiências juntamente com uso de técnicas.

Veja e sinta os segredos revelados pelas lentes de fotógrafos renomados por emanuele pereira e maíra azevedo

44 Cidadelle

Viaje nas belas imagens que nós selecionamos especialmente para você e conheca um mundo com outro olhar.


RICARDO SENA Nascido em Salvador, sobre a influência do signo de aquário, Ricardo Sena se considera um fotógrafo democrático, já que defende a diversidade de olhares. Busca o lado mais íntimo das pessoas fotografadas, resultando em um trabalho mais honesto e digno possível. Não lhe interessa o simples documental, mas o desafio de colocar em imagens a poética e a estética em diálogo constante. Ricardo considera que a máquina fotográfica tem o poder de repelir ou aproximar as pessoas, dependendo muito de como o fotógrafo atua – é um ato de conquista e de grande observação. Dentro dessa linha, destacamse as séries “Eles não têm Facebook”, “Capitães de Seu Jorge” e “Filhos de Areia”, esta última lhe rendeu uma exposição e, em breve, o seu primeiro livro.

Cidadelle 45


// photography

Akira Cravo Fotógrafo e artista plástico, Akira Cravo parece ter herdado seu dom com as imagens do seu pai, Mario Cravo Neto, e da sua mãe, a artista plástica Angela Cunha. O interesse pela fotografia começou bem cedo, aos 16 anos, e não mais parou. As fotos apresentadas são nada mais, nada menos, que uma passagem entre variados universos, não apenas da fotografia, mas da pintura e da escultura. “Entre a profundidade de campo, a luz e a sombra; consigo transcender minha visão para um mundo enigmático diante daquilo que um dia não existirá mais”, diz o artista.

46 Cidadelle


KIOLO Suas fotos são marcadas pela expressão e sentimento, como também pela estética, textura e combinação de cores. Mesmo adotando o estilo street photo, Kiolo diz apreciar todos os tipos de foto, e acha que cada tipo tem o seu determinado espaço. “Gosto de sair com a câmera na mão registrando tudo: pessoas, grafismos abstratos, combinações cromáticas, grafismos concretos, reflexos, fachadas, elementos, paisagens, natureza ou o que ocorrer”, enfatiza o fotógrafo. Designer gráfico por formação, Kiolo gosta muito de explorar cores e usar contrastes e combinações diversas. Daí dar preferência à foto colorida, mas sem desprezar o preto e branco. “Cada um no seu cada qual! Tem foto que é melhor PB e outras, coloridas. Aprecio muito a fotografia PB, mas se for pra escolher entre uma e outra, voto nas coloridas. E de preferência, gritando! Cor é vida...”, destaca.

Cidadelle 47


sinísia coni Formada em Ciência Humanas pela Ufba e em Design de Interiores pela Escola Panamericana de Artes de São Paulo, criou a Galeria do Olhar em Salvador, com o objetivo principal de facilitar a intermediação entre os artistas fotógrafos de várias partes do mundo com o público que ali frequentava. Seus ensaios tendem a revelar a beleza do cotidiano e já foram apresentados em várias partes do mundo. As festas populares da Bahia, como a Festa de Santa Bárbara e de Nossa Senhora da Conceição foram a inspiração para a criação das imagens pela artista.

48 Cidadelle


CHICO PASSOS Foi folheando e rabiscando as enciclopédias da professora Dolores, sua mãe, que Chico Passos descobriu o interesse pelo design e pela fotografia. E, assim, se tornou um profissional de sucesso nas duas áreas, tendo a versatilidade como característica de destaque. Tanto que, na hora de fotografar, não tem preferência entre o estúdio, as ruas, o cotidiano das pessoas, ou a natureza. “Adoro o novo, o inusitado. A fotografia que me dá mais prazer é aquela que ainda não fiz”.

Cidadelle 49


// photography ARMANDO CORREA O fotógrafo, que se declara ser de rua, adora registrar pessoas, sobretudo o seu povo. Para ele, a Bahia tem um cenário riquíssimo, povoado por gente bonita, espontânea, pura e verdadeira. Desenvolve também alguns ensaios específicos usando outros cenários fora do Brasil. “Tecnicamente, atuo como street photographer e como portrait photographer”.

AOS OLHOS DO SUL DA BAHIA • O evento Casa Cor Bahia Edição Ilhéus/Itabuna traz a II Mostra Fotográfica do Cidadelle, que ocorre em novembro, no Cidadelle House. Além de Akira Cravo, Chico Passos, Kiolo, Gabriel Passos, Ricardo Sena e Sinizia Coni e Armando Corrêa Ribeiro participam também da exposição: Kiko Silva, Maria Rosa, Mary Bebert, e Ben Lievens. A curadora da mostra é Dida Moreno

50 Cidadelle


Cidadelle 51


// saúde

DAY hospital este é o novo conceito em serviços hospitalares que é tendência mundial. É tudo muito ágil. O paciente chega, o procedimento cirúrgico é realizado e, no máximo, em 12 horas, ele está liberado para casa por tede sampaio

Procedimentos de pequeno e médio portes são realizados no Day Hospital e diminuem o tempo de espera dos pacientes

52 Cidadelle


P

ara a mais nova geração Z (que nunca concebeu o planeta sem computador, chats, celular e zapean, daí o Z, em frações de segundos, por diversos canais, da internet para o celular) tudo é ao mesmo tempo e para ontem, inclusive o restabelecimento da saúde. Mesmo não tendo sido criado com o objetivo de atender esse público, os Day Hospitals – ou hospitais dia – seguem essa linha, unindo tecnologia e atendimento ágil. A ideia, que se mostra muito simples, também se revela bastante eficaz: pacientes que necessitam de procedimentos cirúrgicos de pequena e média complexidade, que requerem no máximo 12 horas de internação, utilizam os serviços prestados pelos Day Hospitals. “Além de diminuir o tempo de espera pela realização de procedimentos de pequeno e médio portes, também reduz o tempo de estadia no hospital, minimizando as chances de o paciente desenvolver alguma infecção hospitalar”, pontua o ginecologista e obstetra Dr. Ronald Paes Landim, 32 anos. Dr. Landim explica que os Day Hospitals surgiram como alternativa para desafogar os hospitais de grande porte e, na Bahia, preenchem uma lacuna presente na saúde. Ao contrário dos demais hospitais, não possuem serviço de urgência e emergência, nem realizam procedimentos cirúrgicos considerados de alta complexidade. Dessa forma, essas instituições podem prestar serviços

foto divulgação

hospitalares sem filas de espera, com pouca burocracia para a realização de exames e cirurgias, além da maior segurança oferecida ao paciente.

Cidadelle 53


// saúde TECNOLOGIA A FAVOR DA SAÚDE São imensuráveis as mudanças que a tecnologia trouxe para a área médica. São robôs instrumentadores, máquinas de alta precisão que permitem visualizar o interior do corpo humano com nitidez e segurança, contribuindo para o diagnóstico precoce e tratamento de inúmeras doenças e procedimentos cirúrgicos. É esse aparato tecnológico que garante aos Day Hospitals a agilidade e qualidade dos serviços prestados. De acordo com o Dr. Tiago Lemos, 25, o binômio “agilidade/eficácia”, nesse tipo de hospital, se deve aos investimentos em tecnologia. “Vários são os exames que necessitam da ajuda da tecnologia para serem realizados, como colonoscopia e ví-

fotos divulgação

deo-histeroscopia dentre tantos outros, e os Day Hospitals souberam investir nessa área

também”. Dr. Tiago ainda completa que as

causada por esforços repetitivos. Apesar

vantagens para os hospitais que investem

de simples, no caso de Iara, se desenvol-

em tecnologia vão além da produtividade.

veu uma infecção no local que levou à

“Eles também ganham em distribuição do

necessidade de um procedimento cirúrgi-

conhecimento e minimização dos erros”.

co de pequeno porte. “Foi rápido, já tinha conversado bastante com meu médico

54 Cidadelle

ATENDIMENTO HUMANIZADO

que tirou todas as minhas dúvidas sobre a

A máquina não substitui o homem, por

cirurgia e me tranquilizou. No mesmo dia

isso, outro diferencial dos Day Hospitals

que fiz a operação, fui liberada para casa”,

é a busca por um atendimento humani-

conta em tom de alívio.

zado. Isso quer dizer que o paciente tem

Além do maior contato entre médico

a possibilidade de ter maior contato com

e paciente, os serviços prestados por um

os profissionais que realizam o seu aten-

Day Hospital ainda prezam pela interativi-

dimento, alcançando maiores chances de

dade entre a equipe médica e a família do

resolutividade em um menor espaço de

paciente. “Toda cirurgia deixa a gente com

tempo. A produtora cultural Iara Andrade,

um pouco de medo, por mais simples que

28 anos, conta que utilizou os serviços de

pareça ser. Mas, já tínhamos conversado

um Day Hospital em Salvador, recente-

com o médico que vinha acompanhando

mente, após ser diagnosticada com tenos-

ela, então foi tudo tranquilo. Só restou

sinovite (inflamação da bainha protetora

mesmo a apreensão para voltar logo para

que envolve o tendão, responsável por

casa”, completa sorrindo a advogada Célia

unir o músculo ao osso) na mão esquerda

Andrade, irmã de Iara.


Cidadelle 55


// cidadelle office

O que há de melhor O Cidadelle Office oferece o que há de mais moderno em saúde no sul da Bahia o Cidadelle Memorial, empreendimento vai renovar a forma de pensar a saúde na região por tede sampaio

S

eguindo a tendência mundial que vem conquistando a área da saúde, o Cidadelle Office

fia geral e vascular, ecocardiograma com

traz para o sul da Bahia o Cidadelle Memorial – Centro Diagnóstico e Day Hospital. De

doppler, eco transesofágico, mamogra-

acordo com o Dr. Eric Ettinger Jr, 35 anos, médico cirurgião do aparelho digestivo e sócio

fia digital, unidade de saúde da mulher,

fundador do Cidadelle Memorial, o objetivo do empreendimento é oferecer tudo que

unidade de saúde do homem, endosco-

há de mais moderno na área médica, exames diagnósticos e procedimentos cirúrgicos,

pia e colonoscopia.

sendo sinônimo de segurança, agilidade e eficácia na realização de exames médicos e procedimentos de baixa e média complexidade. Ao todo, são oito salas com capacidade

TECNOLOGIA QUE FAZ BEM

para 1.200 procedimentos/mês. O Day Hospital conta com um centro diagnóstico com

O Cidadelle Memorial tem como propó-

tomografia computadorizada de alta definição, ressonância magnética, ultrassonogra-

sito unir um corpo clínico formado por

56 Cidadelle


Voltando para casa no mesmo dia, diminuem-se os riscos de infecção hospitalar” profissionais de excelência a tudo que há

Além da eficácia nos diagnósticos e

um procedimento, “isso torna o dia a dia

de mais moderno em aparelhagem hos-

procedimentos, outro ponto destacado

dos usuários do serviço e do corpo clínico

pitalar. Essa junção garante aos usuários

por Dr. Almir é a agilidade no atendimento

mais produtivo”, finaliza o médico.

maior conforto e segurança na realização

e a segurança no pós-operatório. Os Day

Dr. Landim explica que os Day Hospi-

dos procedimentos. É o que garante Dr.

Hospitals ganharam este nome porque os

tals surgiram como alternativa para desa-

Almir Gonçalves Filho, 34 anos, médico

usuários do serviço ficam internados por

fogar os hospitais de grande porte e, na

cardiologista e sócio fundador do Ci-

um tempo máximo de 12 horas após a

Bahia, preenchem uma lacuna presente

dadelle Memorial. Segundo ele, como

realização dos procedimentos. “Voltando

na saúde. Ao contrário dos demais hos-

resultado dessa união tem-se um res-

para casa no mesmo dia, diminuem-se os

pitais, não possuem serviço de urgência e

tabelecimento mais rápido do paciente

riscos de infecção hospitalar”, garante.

emergência, nem realizam procedimentos

que logo se encontrará apto a retornar

Dr. Eric compartilha a opinião de Dr. Al-

cirúrgicos considerados de alta complexi-

às suas atividades habituais. “A tecnolo-

mir e diz que para os profissionais da área

dade. Dessa forma, essas instituições po-

gia e o avanço nas técnicas anestésicas e

médica que atuam em cirurgia, o Day Hos-

dem prestar serviços hospitalares sem filas

operatórias possibilitam a realização de

pital oferece uma estrutura mais eficaz,

de espera, com pouca burocracia para a

inúmeros procedimentos em regime de

com menor tempo de espera e o mínimo

realização de exames e cirurgias, além da

Day Hospital”.

de burocracias para o agendamento de

maior segurança oferecida ao paciente.

Cidadelle 57


// Moda

58 Cidadelle


talento tipo exportação Da ponta dos pés às pontas das mãos, a bailarina Carolina Câmara trocou as sapatilhas pela linha e agulha e viu sua marca de moda praia ganhar o mundo por maíra azevedo fotos givas santiago

A bailarina clássica Carolina Câmara nunca imaginou que seria o seu talento com o bordado que iria trazer o reconhecimento internacional. Criada em Ilhéus, no sul da Bahia, sempre teve tendência para as artes. Nas suas apresentações de ballet, sempre dava um toque diferente nas suas fantasias. “Minhas amigas diziam que eu gostava de lançar moda, talvez já fosse minha vocação se apresentando. Eu sempre tinha uma peça diferenciada, um acessório personalizado”, conta Carolina. No ano 2000, Carol foi morar nos Estados Unidos, em Miami, e o clima praiano pedia sempre biquínis. O fato de sempre usar peças “novas” ou customizadas de maneira inovadora fez com que a brasileira fosse constantemente assediada para saber onde ela encontrava aquelas peças tão exóticas. “Percebi que esse poderia ser um filão a ser trabalhado e criei a minha linha de moda praia a Carolina Brasil Swimwear”. Ainda sem experiência na área de design, Carolina Câmara desenhou algumas peças para sua marca e, em quatro meses, os biquínis da Carol Brasil estavam espalhados, viraram hit nas lojas de Miami Beach. A idealizadora da marca, então, passou a ser convidada para apresentar pocket’s fashion show nas casas mais badaladas da Flórida, como a Mansion, Mynt, Vita e até na casa do Versace, um clube privativo para celebridades e alta sociedade dos Estados Unidos. Para aperfeiçoar seu trabalho, Carol ingressou na Miami International University of Art and Design e se formou em Fashion Design.

Cidadelle 59


// Moda

A minha moda tem que ter conteúdo. É algo de dentro pra fora, se não se torna superficial” foto roberto cunha

Já com seu nome consolidado, a estilista conta que o divisor de águas para sua carreira aconteceu em 2005, com a sua participação no Miami Fashion Week com a coleção “Fantasma da Ópera”. Todas as atenções estavam voltadas para sua marca, sendo considerada diferente e assim como a estilista transbordava sensibilidade. “Tudo mudou depois daquela coleção. Eu dava entrevista toda semana nos canais latino-americanos e era convidada para red carpet dos eventos em Miami. De fato, mudou minha carreira”, lembra Carol.

SEM MEDO DOS DESAFIOS Já considerada queridinha dos fashionistas, a estilista teve pela frente um novo desafio: participar do Nolcha New York Fashion Week e desfilar sob o olhar dos maiores críticos de moda internacionais. A estilista confessa que não foi fácil, apesar de ter conquistado a simpatia do público da Flórida. Em seguida, Carol apostou nas mulheres guerreiras, que precisam

60 Cidadelle

Carol Brasil no final do desfile da Semana de Moda da Bahia - BMD (Bahia Moda Design)


desempenhar vários papéis para serem consideradas boas e criou a coleção Gladiadores. “É uma inspiração nas mu-

A coleção de moda praia, inspirada em Frida Kahlo, traz cores vibrantes e estampas florais

lheres que precisam fazer várias coisas ao mesmo tempo para conquistar o seu lugar”, explica a estilista. A rainha do Egito, Cleópatra, foi que deu forma a essa coleção apresentada e aplaudida em New York City. Para o verão 2014/2015, Carol Brasil mergulhou no universo da artista mexicana Frida Kahlo. Sentiu suas dores, seus amores, suas sensações e transformou em peças exclusivas. “Uma das coisas que me fascinam é que Frida conseguia ver beleza até no que era feio. A minha moda tem que ter conteúdo. É algo de dentro pra fora, se não se torna superficial”, explica.

NOVO MOMENTO Vendida em diversos países, como Estados Unidos, Venezuela, República Dominicana e Japão, a marca Carol Brasil passa por transição e expande seus negócios para outros segmentos, além da moda praia. Outra novidade é que esse ano a grife passou a ter uma sócia, a empresária Zara Cedraz, responsável pela parte comercial. A estilista também vive uma nova fase. Há um ano e meio, Carol se divide entre o design e a interpretação. Estreou como atriz na minissérie “ Ultimate Master”, filmada em Los Angeles, com a participação do ator Hector Echavarria. E, aqui no Brasil, fez parte do elenco do seriado da Globo, O Canto da Sereia. Em julho, participou do filme Travessia, onde contracena com o ator Chico Diaz. Haja fôlego!

Cidadelle 61


// desejo jewelery

colar Amazing Esta bela joia irá levar o frescor e sofisticação dos cristais Swarovski para qualquer look. É um colar banhado em paládio com gradação em tons de azuis. Esse acessório faz parte da coleção SS14 azul monocromático da grife com peças únicas e especiais. $ 410,00

anel Paradise A habilidade que os mestres artesãos italianos possuem para o belo é única e reconhecida em todo o mundo. Com esse design peculiar, o anel Paradise da Damiani traz o luxo da grife numa peça exclusiva. Os diamantes e safiras são colocados de forma delicada em cima do lustroso anel de ouro branco 18k U$ 8.840,00

PULSEIRA PANDORA Já imaginou ter os momentos mais marcantes da sua vida em uma joia única? A Pandora tornou isso possível com a pulseira de berloque. As possibilidades são infinitas! Os berloques são ricos em detalhes com um acabamento perfeito. Na foto, um modelo com muitos charms azuis em vidro Murano Berloques a partir de R$ 90 e pulseira R$ 250

PULSEIRA COURO

Estas pulseiras são simplesmente deslumbrantes! São vários modelos incríveis com cores diferentes e cristais variados. Para quem gosta de muito glamour e elegância, a combinação dos braceletes azul escuro, turquesa e azul claro, com Cristal Aurore Boreale, fácil de combinar com diferentes looks, do casual ao elegante. Qual combina mais com você? U$ 70 cada

blue shine Você vai ficar hipnotizada com as joias que selecionamos e descobrir porque elas são tão poderosas

62 Cidadelle


Cidadelle 63


// beauty

iluminada Pele sempre

Os tratamentos mais luxuosos do mundo podem deixar a pele mais exuberante, macia, brilhante e com toque de seda. Escolha o seu! por maíra azevedo

p

érola, safira, rubi, diamante e ouro. Se você imaginou que se trata da descrição de alguma joia está redondamente enganado. Fonte de fascínio, poder e elegância para as mulheres, esses tão desejados minerais saem das joalherias e garantem seu espaço nas clínicas de estética. Além de enfeitar o corpo e representar o luxo, as pedras preciosas são componentes de diversos tratamentos de beleza. De acordo com a fisioterapeuta dermato funcional Mariana Ammon, da clínica Derma Life, o uso de pedras e metais preciosos em tratamentos de beleza vem desde civilizações muito antigas. No Egito e na China, já se aplicavam máscaras com o objetivo de garantir o rejuvenescimento da pele. A imperatriz Cleópatra fazia uso do ouro para assegurar sua jovialidade, fato que a tornou um ícone da beleza de todos os tempos.

64 Cidadelle


fotos divulgação

Indicados para combater o aparecimento das indesejadas rugas, flacidez, celulite e até estrias, os tratamentos de beleza com pedras preciosas são realizados em etapas, e cada cristal é indicado para um problema. “Os benefícios são inúmeros: Iluminador, nutritivo, hidratante, minimizador de rugas, linhas de expressão e flacidez de pele. Cada tratamento possui sua própria característica”, enumera Mariana.

Máscara de ouro Melhora a oxigenação tecidual, e, por possuir efeito “preenchedor”, ação anti-idade, reduz as terríveis rugas. É ideal para quem

Máscara de Safira

busca hidratar profundamente a pele estressada para deixá-la

Promove uma hidratação imediata, além

mais clara, sedosa e com menos rugas e linhas de expressão.

de iluminar a pele.

Cidadelle 65


// beauty

Pó de pérola

Peeling de cristal

Também é um tratamento eficaz. Rico em minerais, ele ajuda a limpar e uniformizar a

Remove as células mortas do rosto, pro-

cor da pele sem desidratar, devido à sua propriedade natural. A aplicação dá à pele um

porcionando brilho, viço, clareamento de

efeito renovado, já que remove todas as impurezas. É ideal para hidratar peles ressecadas

manchas e rejuvenescimento. É um dos

e melhorar a elasticidade, firmeza e oxigenação dos tecidos nas áreas tratadas.

tratamentos mais conhecidos!

Máscara de rubi Recomendada para mulheres a partir dos 30 anos que desejam recu-

Tratamento à base de diamante

perar a hidratação facial. Esse tratamento regula o equilíbrio hídrico do

Suaviza as rugas e hidrata a pele de for-

tecido cutâneo, combatendo o ressecamento e devolvendo a firmeza

ma mais profunda. É o mais indicado

das peles normal e seca.

para peles negras.

Recomendações Como tem pouquíssimas contra-indicações, a não ser alergia a algum componente do tratamento, a procura pelos procedimentos à base de pedras preciosas tem adeptos de vários estilos. “São pacientes de todas as idades, gêneros e estilos, por isso se faz necessária uma boa avaliação para identificar qual produto é indicado para cada tipo de pele e faixa etária. O público em geral é mais feminino, (acima dos 30 a 40 anos), apesar de o público masculino aderir cada vez mais aos cuidados com o corpo e a pele”, diz a fisioterapeuta.

66 Cidadelle


Avatim, em todo tempo,

2 Cidadelle

Cidadelle 67


// bem-estar

Fuja da dor

Dores de coluna e nas articulações estão com os dias contados por emanuele pereira

aquela dor intensa na lombar e articulações que atrapalham a sua rotina? Normalmente, é adepto da indústria farmacêutica? Saiba agora sobre um método pouco conhecido, porém que poderá amenizar as desordens da coluna vertebral e doenças do sistema neuromusculoesquelético. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 85% da população padece ou um dia será atormentada com dores nas costas. Este mal é um dos principais problemas de saúde que gera licenças trabalhistas com duração superior a 15 dias. Para ajudar a diminuir a incidência de doenças que acometem a estrutura óssea e muscular foi desenvolvida a profissão da quiropraxia, considerada como a medicina do terceiro milênio. O relatório do Dr. Tom Meade, diretor do Departamento de Epidemologia do Medical Research Council, publicado em 1995, afirma que o tratamento quiroprático é efetivamente superior ao médico. A terapia inclui as manipulações vertebrais, em especial, as lombalgias severas e crônicas e tem como objetivo a prevenção, o diagnóstico e tratamento de doenças do sistema neuromusculoesquelético. Havendo assim, uma diminuição do número de colaboradores ausentes no trabalho.

68 Cidadelle

fotos divulgação

v

ocê já ouviu falar na quiropraxia? Se não, o que faz quando surge


Os efeitos com o uso da técnica Para Wilson Portela Filho, especialista em quiropraxia e reabilitação pré e pós-operatório de joelho, ombro e coluna, a terapia é utilizada na manipulação articular da coluna vertebral, assim como nas demais articulações e age diretamente no desempenho da execução de atividades diárias. “Quando é utilizada para retardamento e prevenção, verificamos uma melhora na imunidade e na prevenção de doenças, uma vez que o alinhamento da coluna vertebral é indispensável para o bom fluxo de informações entre o cérebro e as funções vitais do corpo”, declara o quiropraxista. Diversas doenças podem ser tratadas com a técnica da quiropraxia: entorses, hérnia de disco, distensões, tendinites, enxaquecas e lombalgias. A técnica realizada com as mãos não utiliza medicamentos e técnicas invasivas, possibilitando aos pacientes uma maior segurança e tranquilidade para manter o tratamento. A advogada Ana Luíza Menezes utiliza a técnica há mais de dois anos, como medida preventiva, e afirma que logo na primeira sessão sentiu uma melhora do seu quadro crônico. “Consegui sanar as minhas dores na região lombar de forma eficaz e rápida. Tenho uma vértebra fraturada e este método me proporcionou realizar todas as minhas atividades, principalmente as físicas, quando tenho que utilizar muito a coluna. Tenho uma vida normal e não preciso utilizar medicação ou métodos invasivos”, declarou satisfeita. A paciente, que sempre buscou terapias alternativas e tratamentos naturais, diz que esta escolha foi a melhor que já fez. “Eu estou me sentindo tão bem,

Estalos bem-vindos

pois faço minhas atividades sem dificuldades, e quando vejo

Se alguém pensa que aqueles conhecidos e velhos “estalos”, sem

que começa a fisgar a coluna, já vou ao consultório de Wilson

dor, são sinais que as coisas não andam bem com nosso corpo,

fazer uma sessão, como medida preventiva, e logo a dor vai

está enganado. Uma das técnicas manipulativas da quiropraxia é

embora”, relata a advogada.

exatamente estimular as articulações com ajustes biomecânicos

A atividade da quiropraxia conserva a região neuromus-

para regularizar o funcionamento do organismo. E, neste caso, o

culoesquelético sem o uso de fármacos e procedimentos ci-

que poderá ser ouvido no consultório são os sons dos estalos que

rúrgicos. O paciente que possui alguma desordem no sistema

nos perseguem diariamente.

é submetido a técnicas manuais, que manipulam e ajustam

As manobras chamadas de toggle recoil, que se baseiam na

sua articulação. É indicado para pessoas de todas as idades

3ª Lei de Newton, são utilizadas para movimentar as vértebras

que são tratadas de forma específica. Com o tratamento, que

que estão desalinhadas, para uma melhor posição. O próprio

pode durar de um a três meses, há uma diminuição da dor,

corpo do paciente se ajusta e reposiciona suas vértebras a partir

relaxamento muscular, aumento da mobilidade e restauração

da aplicação de força das mãos do especialista sob a área a ser

da função da articulação.

manipulada, oferecendo um alívio da dor e a melhora funcional.

Cidadelle 69


// artigo kenya felicíssimo

Ronco e apneia: como eles interferem no seu dia a dia?

Kenya Felicíssimo é a única cirurgiã-dentista na Bahia titulada em odontologia do sono, doutoranda em biotecnologia, ortodontista e radiologista

O ronco é algo extremamente inconveniente, mas muito comum.

vias aéreas, a síndrome é caracterizada por paradas respiratórias

Quem nunca teve a infelicidade de se acomodar no avião e logo

que ocorrem durante o sono e duram, no mínimo, 10 segundos.

perceber que, mesmo antes de começar a viagem, algum ronca-

Se já não é confortável prender a respiração durante estes se-

dor já começou a demarcar terreno. Viajar tranquilo se tornará

gundos enquanto estamos acordados, imagine dormindo? Pois

um grande desafio. E quando é você quem causa todo o barulho

saiba que, se você ronca, é provável que tenha apneia. É necessá-

no voo? Ou em casa? E não são somente os homens que causam

rio investigar. E, assim como o ronco, a apneia também pode ser

estes desconfortos. O ronco não escolhe sexo e nem idade: até

tratada através do aparelho intraoral individualizado.

crianças e adolescentes roncam.

O ronco e a apneia causam muitos malefícios à saúde. Além

O número de separações em virtude do barulho do ronco

do massacre que vira a noite de um roncador e, principalmente,

tem crescido e muitos casais me procuram no consultório para

a de seu acompanhante, o pior ainda vem durante o dia: as con-

que eu possa lhes proporcionar uma noite de sono restauradora,

sequências destes distúrbios são assustadoras, como aumento

sem distúrbios. Pesquisas mostram que uma em cada três pesso-

de peso, hipertensão, infarto, acidentes no trânsito e no trabalho

as perde, em média, 23 dias de sono por ano, por conta do ronco

(devido a noites mal dormidas); as crianças e os adolescentes

do companheiro; 50% dos que roncam não dormem mais com

têm crescimento comprometido, dificuldade de concentração e

seus cônjuges. Pois saiba que não é mais necessário passar por

baixo rendimento escolar.

isso: o ronco tem tratamento! Existe um aparelho intraoral indi-

Para atingir diversos públicos e acabar de vez com esse baru-

vidualizado, pequeno e discreto, usado dentro da boca apenas

lho que tira o nosso sono, estou alocada no Parque Tecnológico

para dormir, que promove a desobstrução das vias respiratórias

da Bahia desenvolvendo um dispositivo para tratamento do ronco

e elimina o problema.

que seja produzido em escala industrial, que já tem patente no Bra-

Além disso, o ronco não é mais um problema social, e sim

sil e nos Estados Unidos. Meu objetivo é que o Brasil revolucione

de saúde, 90% dos roncadores são portadores da Síndrome da

neste tipo de tratamento, já que dormir bem é essencial à saúde,

Apneia Obstrutiva do Sono, distúrbio extremamente prejudicial à

produtividade, humor e capacidade de memorização das pessoas.

saúde. Enquanto o problema do ronco é o barulho que ele emite

O sono é de fundamental importância para o equilíbrio da saúde

em virtude da dificuldade que o ar encontra para passar pelas

física e mental. Cuidar do sono é ganhar qualidade de vida.

70 Cidadelle


Cidadelle 71


// Esporte

no ritmo do squash Considerado o esporte mais saudรกvel e completo do mundo, o squash conquista novos adeptos a cada dia por tede sampaio

72 Cidadelle


fotos divulgação

O Squash permite um condicionamento físico de dar inveja. Força e resistência muscular são alguns dos benefícios.

Cidadelle 73


// Esporte

O

Squash está em alta e é grande o nú-

possui um ritmo frenético e constante.

mero de novos praticantes que aderem

Apelidado de “esporte conveniente”, seus

à modalidade. Com uma forma de jogar

praticantes desenvolvem força e resistên-

que lembra o tênis, as partidas de squash

cia muscular, além de não se exporem a

devem ser disputadas numa sala fechada

quase nenhum risco de lesão. Todo esse

entre dois jogadores ou duas duplas que

conjunto de características levou a revista

tentam acertar a squashable na parede

Forbes a declarar o squash como o espor-

frontal. Engana-se, porém, quem acha

te mais saudável do mundo.

que esse esporte é resumido a bater com

Os benefícios proporcionados pelo

a raquete na bolinha. O grande frisson

squash fizeram com que o músico baiano

em torno do squash se dá pela altíssima

Pedro Robatto, 47 anos, se apaixonasse

perda de calorias, cerca de 1.200 a cada

pelo esporte. Ele foi apresentado ao squash

hora de exercício.

em São Paulo ainda em sua adolescência, mas só começou a jogar em 1998 quando

o único atrativo do squash. Essa moda-

morava no Canadá. Lá, é bastante pratica-

lidade proporciona a seus adeptos um

do por ser um esporte indoor, apropriado

excelente condicionamento físico, já que

para o clima frio daquele país. De volta ao

> Uma quadra com quatro paredes, sendo a traseira de vidro; > Vestuário adequado (Short e camiseta com tecidos leves, meia e tênis) > Uma raquete para cada jogador; > Uma squashable (como é chamada a pequena bola oca e preta, cujo barulho provocado pelo contato com a raquete deu nome ao esporte); e > Óculos de proteção (recomendados pela Federação Mundial de Squash, pois previnem possíveis lesões nos olhos).

fotos divulgação

O gasto calórico, entretanto, não é

Para praticar o squash, é preciso:

Locais apropriados, vestimentas e o aquecimento devem ser considerados antes da prática do exercício

74 Cidadelle


Parede lateral ENTENDA o jogo Para começar a praticar o esporte é importante conhecer cada espaço da quadra de squash

Linha de limite exterior

Parede frontal

Linha de Saque Área esquerda de serviço

Lata

Parede traseira Área direita de serviço

Brasil, não abandonou mais as quadras e

principalmente nas pernas e braços. Mi-

de. Também diminui a ansiedade e o risco

chega a jogar no mínimo duas vezes duran-

nha pressão sanguínea também baixou

de depressão.

te a semana. “Sou viciado! Não consigo fi-

com a intensa atividade, além de me sen-

No sul do estado, Ilhéus conta com a

car uma semana sem jogar. Não faço mus-

tir disposto a semana toda. O squash me

maioria dos jogadores de squash da re-

culação, pois considero o squash suficiente

faz relaxar das tensões do dia a dia, e é

gião, que também sofre com a precarieda-

para meu bem-estar”, conta.

bem divertido!”, completa.

de de espaços para a prática da atividade.

O músico perde quase 2 mil calorias a

Além de proporcionar sensação de

Os poucos disponíveis estão em condomí-

cada hora de exercício praticado e garante

bem-estar, a prática do squash traz inúme-

nios de luxo. Para tanto, duas novas qua-

que os benefícios podem ser notados no

ros benefícios ao sistema cardiorrespirató-

dras localizadas no Cidadelle House farão

dia a dia. “Minha capacidade cardiovascu-

rio, reduzindo o risco de ataques cardíacos

parte de um seleto grupo de locais dispo-

lar melhorou consideravelmente, além de

e outras doenças vasculares, como hiper-

níveis para a prática desse esporte que

aumento de força e resistência muscular,

tensão, diabetes e disfunções de imunida-

conquista novos praticantes a cada dia.

ONDE JOGAR Apesar do crescente número de adeptos do esporte, ainda é complicado encontrar locais para a sua prática. Em Salvador, apenas duas academias possuem quadras de squash disponíveis para aluguel. É no Litoral Norte onde está concentrada a maior parte das quadras, espalhadas em condomínios e hotéis em Praia do Forte, Costa do Sauipe e Busca Vida.

Cidadelle 75


// Em breve morar bem

o sonho

O sonho cada vez mais perto de ser realizado

foto thiago pereira

10, 9, 8... Na contagem regressiva! Falta pouco tempo para o projeto sair do papel e entrar em ação. Muito em breve, os sonhos começarão a ser construídos nas terras e na vida dos futuros moradores do Cidadelle House, em Ilhéus, sul da Bahia. A ideia de morar bem e com qualidade de vida está cada vez mais perto de ser concretizada, como pode ser visto acima, o prédio do Clube Cidadelle está em fase de finalização. O advogado e delegado de polícia civil, Marlos Macedo garantiu seu espaço no empreendimento e está contando os minutos para levantar seu novo lar: “Estou ansioso para construir minha casa”, afirmou entusiasmado.

Trabalhar perto de casa Já o médico-pediatra Bernardino Del Rey está duplamente ansioso. Isso por que além de morar no Cidadelle House, ele vai trabalhar no Cidadelle Office, empreendimento empresarial que fica ao lado do House. O entusiasmo de Bernardino tem justificativa. Afinal, quem não quer morar e trabalhar numa mesma área, com todos os requisitos de lazer, meio ambiente e segurança?

76 Cidadelle

O projeto do arquiteto Flávio Régis conta com a seguinte estrutura: • Quadras; • Piscinas; • Anfiteatro; • Pistas de skate, patins e de cooper; E outras áreas prontas para serem exploradas ao máximo. São 510 lotes, a partir de 405 m2. Menos de 10% dos lotes estão disponíveis para venda. O Cidadelle House vai apresentar a última etapa de obras, numa cerimônia que acontece dia 13 de dezembro. Na ocasião, serão distribuídos os convites para a festa de entrega dos lotes, que ocorrerá no dia 24/04/2015. Mais informações no site: www.cidadelle.com.br (73) 3041-6005


Cidadelle 77


// Motor

paixão d a s

a n t i g a s

Assim pode ser definida a relação do empresário Jorge Cirne com sua coleção de carros antigos. Uma história rica em detalhes para aquecer qualquer motor! por tede sampaio fotos gabriel cayres

78 Cidadelle


fotos divulgação

O Mini Cooper ficou famoso quando derrotou, no Rallye em 1963, vários carros potentes

O empresário Jorge Cirne exibe sua coleção de carros antigos

A

cena remete aos filmes americanos: enormes portões de um galpão se abrem, revelando dezenas de carros antigos em ótimo estado de conservação. Parece que todas aquelas peças passaram ilesas às décadas que lhes acompanham desde suas fabricações. Uma cena rara e especial que faz o brilho dos olhos se ofuscarem diante da grandiosidade daquela coleção de carros antigos. Esse episódio poderia ser mera ilustração, mas é a sensação real ao adentrar à garagem onde o empresário e colecionador Jorge Cirne, de 53 anos, mantém sua coleção de carros antigos. Ao todo são 82

Cidadelle 79


// Motor modelos com pelo menos 30 anos de fa-

motorista conhecimento e habilidade na

pela restauração de cada um dos mode-

bricação, todos em perfeito estado de con-

direção”, explica.

los que possui. Para isso, conta com uma

servação e pleno funcionamento.

equipe formada por mecânicos, eletricistas e pintores para auxiliá-lo no trabalho

antigos, o empresário resume e diz o se-

MAIS QUE BRINCADEIRA DE CRIANÇA

guinte: “Não gosto de dirigir carros, gosto

Desde a infância, a paixão pelos carros

guns dos carros que tenho hoje chega-

de dirigir carros antigos”. Segundo ele,

acompanha Jorginho, como é conhecido

ram até mim em péssimo estado de con-

a modernidade automobilística trouxe

pelos amigos. Naquela época, ele gosta-

servação e eu os restaurei aqui mesmo. É

consigo muitas facilidades como câmbio

va de montar e desmontar os carros ou

um trabalho muito detalhista, já cheguei

automático, direção hidráulica e GPS, que

qualquer outro brinquedo que “tivesse

a passar um ano e meio restaurando um

retiram do motorista o prazer em dirigir.

motor”. O tempo passou e o que parecia

único carro”, detalha. Outro fator que

“Eu sou das antigas, gosto de sentir o car-

brincadeira virou um hobby.

prolonga o tempo de restauração dos

Para explicar sua paixão pelos carros

que chega a durar mais de um ano. “Al-

ro, de passar a marcha. O carro antigo me

Hoje, além de ser um antigomobilis-

carros é a falta de peças no mercado. A

atrai exatamente por isso, ele exige do

ta, ele também é um dos responsáveis

depender do modelo, é muito complica-

Karmann Ghia (1966) era o carro esportvo de desejo fabricado pela Volkswagen

80 Cidadelle


O fusca mais antigo do Brasil (1949) faz parte da coleção de Jorginho

do encontrar determinadas peças. “Temos que ‘garimpar na internet’, procurar em todo o Brasil e, às vezes, trazer de fora do país”. As restaurações são feitas numa oficina montada pelo empresário unicamente para essa função.

UMA RARIDADE E VÁRIOS XODÓS

“Não gosto de dirigir carros, gosto de dirigir carros antigos”

Entre tantos carros, um em especial merece todo o destaque dessa reportagem, é o que afirma Jorginho. Ele se refere ao fusca 1949, peça rara mesmo entre colecionadores. Para ter ideia do que esse carro representa, ele explica que apenas três exemplares deste modelo são encontrados hoje no Brasil. Mais que isso, dos três exemplares em território nacional, apenas este se encontra totalmente restaurado e em pleno funcionamento. Além do Fusca 1949, Jorginho ainda exibe em sua coleção modelos como Mercedes 280SL, Dodge Charger, RollsRoyce, Mini Cooper, Karmann Ghia e o famoso Cadillac, dentre inúmeros outros. É importante ressaltar que a todos estes modelos foram concebidas placas pretas. Este tipo de placa representa um certificado de autenticidade no mundo do antigomobilismo e é concebida apenas aos veículos com mais de 30 anos de fabricação que mantêm um mínimo de 80% de originalidade em suas peças e 70% no nível de conservação.

Porsche 356 Spyder, considerado o primeiro modelo de Porche produzido no mundo

Apesar de ter em mãos tamanhas raridades, Jorginho afirma que não possui um único xodó, e que sente paixão por cada um de seus carros. “A minha coleção

Cidadelle 81


// Motor é mais que um hobby, é uma paixão e não consigo gostar de um mais que do outro”. Ele explica que cada carro tem uma espécie de identidade e sua preferência por cada um varia diariamente, como uma peça de roupa. “Um dia, eu quero usar um terno, outro dia, um jeans, e, no outro, uma sandália de dedo. Meu xodó é o carro que eu quero usar naquele dia. Eu posso acordar e pensar: hoje, quero andar de Mini Cooper. Outro dia, vou preferir a F100, ou o Rolls Royce, ou um Cadillac. Então, cada carro tem

Rolls Royce - Silver Shadow (1967). Esse é um carro de altíssimo luxo!

seu dia de xodó”, completa. Atualmente, Jorginho viaja pelo Brasil exibindo seus carros em galerias e encon-

Fiat 126, apresentado como sucessor do famoso Fiat 500. É o único no Brasil!

tros antigomobilísticos. Além de colecionador, ele também é sócio-fundador da VeteranCar Clube da Bahia. A associação é composta hoje por 96 antigomobilistas espalhados pelo estado e está filiada à Federação Brasileira de Veículos Antigos – FBVA, da qual Jorginho também ocupa um cargo de direção. Em suas viagens acabou por fazer diversas amizades que compartilham o mesmo hobby que ele, a paixão por carros antigos.

além dos carros Jorginho também nutre uma paixão parecida por bicicletas antigas, para as quais reservou parte de sua garagem. Entre tantos modelos, ele destaca a Monark 10 Vougue, definida pelo empresário como “simplesmente maravilhosa”. E não é para menos, essa bicicleta foi lançada em 1979 em comemoração aos 25 anos da Monark no Brasil com Parte da colecao os apenas mil exemplares fabricados. A peça se destaca objetos de decoracao ainda por apresentar quase 100% de originalidade, fornecem além um charme ao ambiente de possuir partes folheadas a ouro 18k.

82 Cidadelle


VIAGENS, CULTURA, ENTRETENIMENTO, GASTRONOMIA E MODA. TUDO ISSO EM UM ÚNICO ENDEREÇO. WWW.JUSTSTYLEMAG.COM.BR

JUSTSTYLE ag

M

Cidadelle 83


// luxo

Novo conceito

de tempo

Os relógios ganham atenção especial! Eles deixaram de ser apenas um acessório funcional e passaram a ser um artigo de luxo por tede sampaio

a

história dos relógios acompanha a própria evolução do homem

COBIÇADA RELOJOARIA

e a sua necessidade de marcar o tempo. Data-se que os pri-

Sinônimo de qualidade e poder, a relojoaria suíça detém hoje as

meiros ‘medidores’ foram construídos há cerca de 5mil anos e

marcas mais desejadas do mercado. Peças que são consideradas

baseavam-se na observação do sol. A industrialização desse ob-

verdadeiras obras de arte atraem consumidores dispostos a de-

jeto nos modelos que temos hoje, entretanto, é relativamente

sembolsar até R$ 500 mil em nome da qualidade e do conceito

recente, pouco mais de um século. Comenta-se que a invenção

de cada produto. No Brasil, o valor médio para esses relógios está

dos relógios de pulso deu-se pela amizade do brasileiro Alberto

em torno de R$ 20 mil e R$ 30 mil.

Santos Dumont com Louis Cartier. Alberto teria lhe dito que não conseguia ler o tempo em pleno voo utilizando o seu relógio de bolso. Com o auxílio do mestre relojoeiro Edmond Jaeger, Cartier presenteou o seu amigo com um protótipo do relógio de pulso, permitindo que Dumont visse as horas sem retirar as mãos dos comandos da aeronave. O tempo passou... E muito mais do que marcar as horas, os relógios se tornaram acessórios imprescindíveis na indumentária moderna. Apesar do domínio masculino neste campo, não é incomum encontrar mulheres que escolhem

fotos divulgação

o relógio de acordo com a roupa que vão usar.

84 Cidadelle


OYSTER PERPETUAL SUBMARINER DATE CAIXA: Oyster 44mm, aço. Carrura monobloco com fundo e coroa rosqueados. Sistema de tripla impermeabilidade Triplock. Vidro de safira à prova de arranhões. PULSEIRA: Três fileiras de elos planos em aço 904L, fecho desdobrável com dispositivo de segurança. MECANISMO: Movimento perpetual, mecânico de corda automática com Certificação Oficial de Cronômetro Suíço (COSC), calibre 3135, manufatura Rolex.

RELÓGIO BALLON BLUE DE CARTIER TURBILHÃO VOADOR 2º FUSO CAIXA: Ouro rosa 18 quilates, coroa canelada em ouro rosa 18 quilates ornada por um cabochão de safira. Vidro de safira PULSEIRA: Couro de jacaré marrom, fecho duplo ajustável em ouro rosa 18 quilates. MECANISMO: Movimento mecânico de manufatura com corda manual certificado com o “Poisson de Genève”, calibre 9456 MC, constituído por 304 peças, incluindo 44 rubis.

PIAGET ROSE PASSION CAIXA: Ouro branco 18 quilates. Ainda conta com 155 diamantes espalhados ao redor do relógio. MOSTRADOR: O mostrador do relógio é composto por 76 diamantes. PULSEIRA: Dez safiras rosa com lapidação marquise compõem a sua pulseira que ainda conta com 44 diamantes em seu fecho.

OMEGA SEAMASTER AUTOMATIC CAIXA: Aço inoxidável, 40mm de diâmetro. Vidro de safira. Resistência à água até 600m. MECANISMO: Movimento com corda automática com escape coaxial para maior precisão, estabilidade e durabilidade.

Cidadelle 85


// luxo RELÓGIOS MAIS VALIOSOS DO MUNDO A Rolex está avaliada em 5,57 bilhões de dólares. As coleções da marca são destinadas preferencialmente ao público masculino. Com valores chegando a quase R$ 500 mil, a Rolex mantém um público cativo, que encontra em seus produtos um modelo de qualidade e tradição.

“CONHECIDA POR MUITOS, DE PROPRIEDADE DE POUCOS, E SONHO PARA TODOS” Esse é o conceito utilizado pela Cartier. A empresa vale hoje cerca de 3,2 bilhões de dólares e possui o segundo maior valor de marca na relojoaria mundial. Seus produtos variam de R$ 17 mil a quase R$ 437 mil.

GIGANTE DA RELOJOARIA MUNDIAL A marca Omega está orçada em 3,19 Bilhões de dólares, e teve um de seus exemplares junto à tripulação da Apollo 11 em expedição à Lua em 1969. O design e a perfeição das peças são o diferencial da marca.

DESIGN DELICADO A relojoaria Piaget é conhecida por destinar grande parte de seus produtos ao público feminino. A marca aposta em detalhes com pedras preciosas, cristais e ouro. Os modelos podem ser encontrados com preços entre R$ 20 mil e R$ 50 mil.

86 Cidadelle


Vestidos de noivas, festas e daminhas. Acess贸rios: bolsas, sapato, tiaras, grinaldas e brincos

Av. Paulo VI, 1794 - Pituba - cymbelinesalvador@globo.com - (71) 3019-8828 facebook.com/cymbelinesalvador | www.unreve.com.br

Cidadelle 87


// desejo fine pens Cartier Falcão Em edição limitada, o acessório é confeccionado em prata de lei com acabamento em paládio e ponta em ouro sólido 18 quilates rodinado R$ 131 mil

Caran d‘Ache 1010 Diamonds Limited Edition De escrita fina, a joia em ouro branco possui 850 diamantes e é confeccionada por joalheiros experientes U$ 1 milhão

Montblanc Monte Celio Única peça fabricada com um diamante de 11,88 quilates puro que contém em seu corpo 1.500 diamantes e safiras cor de rosa e levou oitos anos para ser produzida € 2.4 milhões

traços preciosos

Além de um instrumento de escrita, elas podem ser consideradas uma obra de arte. Produzidas com pedras preciosas, ouro, prata, e outros materiais nobres, as canetas deixam de ser apenas um objeto funcional para se tornar um acessório de luxo

Montblanc Starwalker Extreme Screenwriter Inovadora e arrojada, a caneta Screenwritter tem a função de gravação, permite desenhar e escrever em tela sensível ao toque com precisão de caneta convencional. Corpo em resina negra com aspecto sofisticado U$ 600

por emanuele pereira

Montblanc Princesse Grace of Monaco L.E. O acessório possui o design requintado e cheio de detalhes. A pétala de rosa define o ar romântico da peça. De ouro maciço, a joia é realçada com diamantes de 2,69 quilates e rubis de 0,26. A tampa superior possui um V, inspirado no decote feminino US$ 198 mil

88 Cidadelle

Montegrappa Ayrton Senna Para homenagear Ayrton Senna e o 20º aniversário do seu legado, foram confeccionadas as canetas Ayrton Senna Editon. O acessório possui duas versões: uma de ouro maciço exclusivo e a outra de prata esterlina U$ 51 Mil


anúncio ????

Para o seu evento, para você.

LuxorFeetLounge

LuxorFeetLounge

uelington@luxorlounge.com.br . annaluiza@luxorlounge.com.br

www.luxorlounge.com.br (71) 8828.2620 e 9243.2012

Cidadelle 89


// business

NO IMPULSO DA

INOVAÇÃO Inovações transformam o mundo e tornam-se principais fontes de vantagem competitiva para as empresas. Especialista analisa o cenário mercadológico e esclarece como as empresas podem ser vistas de forma diferenciada pelo consumidor por maíra azevedo

Inovar nos processos e produtos com a utilização de novas tecnologias permite ao empresariado agregar valor a sua organização e, com isto, ir além das expectativas dos clientes. Na busca por novos modelos de negócios, pela criação de novos mercados e para corresponder às expectativas dos clientes, a inovação torna-se palavra-chave para as instituições, seja de pequeno, médio ou grande porte. Em entrevista à revista Cidadelle, o economista e diretor geral do Senai, Rafael Lucchesi, fala como as empresas brasileiras podem e devem utilizar o processo de inovação para atender as constantes mudanças do mercado. Confira! O que é inovação no mercado das indústrias? Uma forma de você agregar valor aos produtos. A inovação pode ser de produtos, quando você altera as suas características, ou de processo quando você deixa algo mais rápido, produtivo e barato, com uma pegada ecológica. Pode ser também inovação nos processos gerenciais, no sistema de qualidade total, de gestão da produção e no modelo do negócio. São várias formas! Hoje, quando você chega a um

90 Cidadelle


supermercado, percebe que os produtos

Quem melhor trabalhar com inovação,

estão sempre avançando, em relação há

estará mais bem posicionado no futuro.

10 anos. Provavelmente no seu entorno tem produtos novos, metade das coisas

O que motiva o processo de inovação?

que estão ao nosso redor não existia há

A sede em vencer. As empresas que ino-

10 anos. E, daqui a 10 anos, as formas de

vam garantem seu espaço no futuro. Se

trabalho já serão outras. Inovação não é

tecnologia é arte de utilizar o conheci-

apenas para a Nasa, para a Petrobras, é

mento para fazer bens e serviços, inova-

para o cotidiano das pequenas, médias e

ção é você ganhar dinheiro com tecno-

grandes empresas. É o principal fator de

logia. Inovação é diferente de invenção.

competitividade! Quem, hoje, está bem

E no mercado você compete para ter

no mercado, foi quem, no passado, me-

mais mercado e mais margem de lucro.

lhor apostou em estratégias inovadoras.

A inovação é o principal fator de dife

Inovação (...) É o principal fator de competitividade! Quem, hoje, está bem no mercado, foi quem, no passado, melhor apostou em estratégias inovadoras. Quem melhor trabalhar com inovação, estará melhor posicionado no futuro” foto divulgação

Cidadelle 91


// business A inovação é algo que movimenta a sociedade, é um conceito de empoderamento, onde você pode impulsionar a carreira das pessoas, é a capacidade de transformação na sociedade”

renciação. Por exemplo, algumas em-

sidade inovadora nas firmas. As empresas não inovam tanto e nós precisamos avançar

presas pensaram em criar cosméticos

com isso. Nossas empresas têm baixa intensidade de inovação e os instrumentos de po-

para a população negra, isso revolucio-

líticas públicas de apoio à inovação ainda são muito tímidos, quando comparados com

nou o mercado. Porque você criou toda

os países tidos como desenvolvidos. Houve avanços significativos no Brasil, mas, hoje, a

uma linha especializada em atender a

situação é intermediária, estamos na frente dos países em desenvolvimento, mas dos

uma diversidade racial e até pouco tem-

países desenvolvidos ainda estamos atrasados.

po existia apenas um padrão. A inovação resulta no aumento do bem-estar

Como é a agenda da inovação no Brasil?

do consumidor.

Tem avançado de forma mais rápida. É uma agenda importante e decisiva para nossa sociedade. Temos um problema de intensidade na estrutura industrial, o nível de inves-

A inovação é uma necessidade. Como

timento de inovação em outros países é muito mais forte. Se a inovação é decisiva para

os profissionais podem contribuir com

estar presente no futuro, então, se as empresas inovam pouco, a tendência é abdicar do

esse processo nas empresas?

futuro. Apostar em inovação é gerar sistemas competitivos, gerar mais empregos, mais

Todos os atores econômicos são impacta-

arrecadação tributária, mais escolas e com isso um círculo virtuoso de desenvolvimento.

dos pela inovação. Se as empresas se di-

Portanto, precisamos fomentar isso no Brasil. A nossa tarefa não é simples.

ferenciam por sua capacidade de inovar, as pessoas também. Por exemplo, quem

Em 2002, foi criado o Centro Integrado de Manufatura e Tecnologia - Cimatec. Como o

pensou primeiro nas redes sociais. A ino-

surgimento desse centro contribuiu para o mercado?

vação é algo que movimenta a socieda-

O Cimatec é um grande exemplo de capacidade de inovação no Brasil. Esse instituto tem

de, é um conceito de empoderamento,

sido decisivo para apoiar a capacidade de inovação das empresas na Bahia e no Brasil.

onde você pode impulsionar a carreira

Ele foi considerado modelo pelo departamento nacional do Senai. Por isso, serão criados

das pessoas, é a capacidade de trans-

26 institutos de inovação e 60 de tecnologia. Assim, o Senai, que é hoje a maior institui-

formação na sociedade. Você observa as

ção de treinamento e capacitação de mão de obra brasileira, irá consolidar também a

novas cidades que estão utilizando novas

condição de maior apoiador da indústria brasileira para atividade de inovação.

tecnologias, isso é inovação. Quais as suas expectativas para o futuro do setor das indústrias no Brasil? E o que seria preciso para um funcio-

As indústrias brasileiras têm mudado muito a sua capacidade de inovar e com isso alte-

nário ser considerado inovador? Ter o

rado a sua inserção competitiva e buscando maior capacidade inovadora. A MEI (micro-

poder de levar inovação para a organi-

empreendedor individual) é um elemento de melhoria de expectativa nossa. O governo

zação em que ele atua?

tem colaborado para que as empresas apostem na inovação, envolvendo atores públicos

No Brasil, existe ainda uma baixa inten-

e privados pela melhoria da inovação.

92 Cidadelle


Cidadelle 93


// helitower

Modernidade

e inovação Em breve, mais precisamente em janeiro de 2015, a cidade de Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador, passa a contar com um dos maiores prédios comerciais do Brasil. por maíra azevedo

s

ofisticação, conforto e comodidade. Foi com base nesse tripé que a construtora André Guimarães desenvolveu o seu mais novo empreendimento comercial. Localizado na Estrada do Coco, Lauro de Freitas, o prédio será o primeiro de todo o Litoral Norte da Bahia a contar com um heliponto. O equipamento já está homologado pela Anac e terá sala vip de espera. Além disso, terá a maior laje corporativa de Salvador e Região Metropolitana. De acordo com Sérgio Mota, engenheiro responsável pelo Helitower, o prédio é dividido em nove andares e possui salas de tamanhos diferenciados, variando entre 48m2 a 1.400m2. A definição do espaço fica por conta do segmento empresarial contratante. O projeto tem como expertise a instalação de escritórios. Além deste formato, o prédio terá um andar reservado para a instalação de lojas e o funcionamento de uma academia de grande porte. “Na cobertura, funcionará um espaço Bussiness, onde o empresário terá a sua disposição um escritório virtual, com todos os elementos de um ambiente de trabalho: computadores, impressoras, telefone e até mesmo uma secretária para otimizar as tarefas”, afirma engenheiro. Uma sala de reunião, próxima do heliponto, estará à disposição de todos os locatários, possibilitando que o empresário desembarque diretamente para o seu compromisso profissional e retorne em seguida, sem passar por nenhum tipo de transtorno. Com um projeto moderno e arrojado, a estrutura do prédio foi toda pensada de forma inovadora. Para garantir segurança dos usuários, mas prezando pelo bem-estar e beleza. Oito elevadores de última geração, com chamadas inteligentes, estarão à disposição dos clientes. Tudo foi planejado de forma minuciosa. A altura dos elevadores é diferenciada: tem 2,40m, enquanto os comuns têm 2,10m, o que facilita o transporte de mercadorias e equipamentos e não atrapalha o uso por funcionários e clientes. As obras ficam prontas em janeiro de 2015. E o empreendimento já está sendo considerado um dos maiores projetos comerciais do estado.

94 Cidadelle


Na cobertura funcionará um espaço Bussiness, onde o empresário terá a sua disposição um escritório virtual, com todos os elementos de um ambiente de trabalho” Cidadelle 95


// construction

a magia do

O produto que, a cada ano, conquista mais adeptos no Brasil, é uma solução prática e que permite obras mais rápidas e econômicas

Drywall O drywall é a solução, para construção a seco de paredes, forros e revestimentos em ambientes internos, mais utilizada na Europa e nos Estados Unidos. O sistema é composto de placas de gesso acartonado fixadas em estrutura de aço. O espaço fica um luxo!

foto divulgaçã

Por que apostar no drywall? 1 Seis vezes mais leve; menor peso das paredes e redução das estruturas; 2 Volume reduzido, racionalização do transporte; 3 Ganho de até 4% em função da espessura das paredes, sem perda de desempenho; 4 Reduz o volume do entulho e desperdício: perda de, no máximo, 5% do material;

96 Cidadelle

5 6 7 8 9 10

Alta produtividade; Excelente desempenho termoacústico; Redução de tempo, obra limpa e manutenção rápida e fácil; Aceita qualquer acabamento, superfície uniforme; Paredes podem ser removidas sem afetar a estrutura do edifício; Os componentes são recicláveis e a matéria-prima do gesso não gera resíduo tóxico.


達o

Cidadelle 97


// artigo rubem passos

Confraria

do sabor v

isitando as obras do Clube, após participar de um evento no Espaço Cidadelle e ter visto a

ou namoradas contam o tempo que

maquete e o projeto deste novo e espetacular bairro, não tive como evitar. Viajando um

falta para o próximo evento, e cobram!

pouco no tempo, volto ao ano 2002, quando fui convidado para organizar a Confraria

Afinal, comer bem e no melhor ambien-

Gastronômica Prestige, em Salvador, junto a um grupo de amigos. Pensei... Uma confra-

te possível, é na Confraria! Adotamos

ria gastronômica funcionando neste clube? Será o casamento perfeito! Minhas maiores

como lema: “comer bem é nossa maior

especialidades eram: esquentar pizza e fazer ovo frito. Até ser convidado por Isaac Edin-

vingança”, inspirado no slogan de uma

gton para um jantar com o expert no assunto, Fernando Martos, recém-chegado de São

revista de gastronomia, a Gula, se não

Paulo. Argumentei que não era a pessoa indicada, mas, voto vencido, e prontamente,

me engano. Curtíamos mais quando o

fui eleito presidente, com a missão de identificar os futuros participantes, criar um mini

confrade errava a receita, do que quando

regulamento, calendário e, enfim, fazê-la funcionar.

acertava, eu acho! Aos trancos e barran-

O regulamento ficou mais ou menos assim:

cos consegui cozinhar bons pratos – ganhei umas vezes! Alguns amigos viraram

• A Confraria Gastronômica Prestige é composta por um grupo de amigos que se reunirá duas vezes por mês (segunda sim, segunda não) no Restaurante Prestige, onde serão realizados os jantares; • Cada jantar será dividido em: entrada, prato principal e sobremesa; • Todo confrade deverá participar de três jantares por ano; • Todo confrade pagará uma mensalidade em valor a ser determinado, suficiente para custear os jantares; • Ao fim de cada semestre, será realizada uma eleição dos melhores pratos, e os vencedores serão repetidos em jantar oferecido às confreiras, no dia dos namorados e no Natal!

verdadeiros chefs. Hoje em dia, ser convidado para jantar na nossa confraria é uma excelente experiência para qualquer um. Os pratos e suas harmonizações com bons vinhos são dignos de longos e sinceros aplausos! Sempre tivemos o cuidado em limitar o número de chefs profissionais confrades e chegamos, no máximo, a ter dois entre nós. Hoje, só um! Aliás, O CHEF: Edinho Engel. Enfim, amigos, ouçam um bom conselho que lhes dou de graça: se pude-

Durante os anos seguintes, alguns itens foram acrescentados. Juntamos um grupo

rem, criem suas confrarias! É uma deli-

sensacional de amigos, que eventualmente se alterava, com a transferência de alguns

ciosa forma de fazer e manter amigos,

para outro estado, mas, sempre havia uma fila de candidatos! São engenheiros, publici-

comer e beber bem, temperar a vida!

tários, médicos, comerciantes, empresários, etc. Gente que deseja relaxar, fazer amigos, contar histórias, mentiras e vantagens. É o nosso grande recreio! As nossas mulheres

98 Cidadelle

Rubem Passos Segundo


Cidadelle 99


100 Cidadelle

Revista Cidadelle - Ed.04  

Buscamos sempre nos superar e trazer para os nossos leitores um conteúdo editorial riquíssimo, abordando assuntos voltados para alta gastron...

Advertisement