Page 1

interbuss

RELEMBREM AS FOTOS DA GALERIA DO INTERBUSS

PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 365 | 15 DE OUTUBRO DE 2017

NOVAS ESTAÇÕES: AGORA DIZEM 2021

Governo do Estado promete novas estações às vésperas da eleição, mas datas sempre mudam VIAÇÃO GARCIA URBANA RENOVA COM TORINO


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR

ANUNCIE NA

INTERBUSS

CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS 170,00 TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR

CLIENTES

ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

R$

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de CONTACTE-NOS E FAÇA BOM NEGÓCIO peças de UM reposição Busscar. revista@portalinterbuss.com.br Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

interbuss

37,23

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO DEU NA IMPRENSA

SP diz que metrô terá 28 estaçõ

Novas estações deverão entrar em operação em até 4 anos: enrolaçã SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

O avanço da Sancetur no interior de São Paulo

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Avianca recebe primeiro A321neo da América Latina

10 ADAMO BAZANI

Estação da Luz terá borrachões contra acidentes

Mascarello Gran Via, por A

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 365 | DOMINGO, 15 DE OUTUBRO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 18h38 (6ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

ões até 21

ão sempre igual

Adriano Minervino

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

14

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

A GRANDE MATÉRIA

Viação Garcia renova frota de Londrina com ônibus Torino

Veículos da Marcopolo vão fazer municipais e metropolitanos

09

DEU NA IMPRENSA

Ônibus devem ganhar mais lugares para deficientes no MT

Nova norma para ônibus da região já foi publicada e já vale

15

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

O avanço agressivo da Sancetur no interior paulista A cidade de Valinhos, localizada na região metropolitana de Campinas, está a um passo de dar um salto enorme na qualidade do transporte coletivo urbano. A empresa Santa Cecília (Sancetur), que opera na cidade com o nome de Sou Valinhos, venceu a licitação realizada no final do ano passado e fez uma inédita renovação da frota, com cerca de metade dos veículos zero quilômetro e a outra metade usada com menos de 5 anos de uso. Os novos veículos foram espalhados por diversas linhas, com o objetivo de atender cada vez melhor a população. Nos próximos dias o transporte em Valinhos deverá ter mais um grande salto na qualidade, com mais uma renovação de frota. De acordo com informações recebidas pela nossa redação, a cidade vai receber 45 ônibus zero quilômetros equipados com ar condicionado. É a primeira vez que Valinhos terá ônibus com ar condicionado em seu sistema de transporte urbano. Os veículos já estão em fase final de produção na Caio Induscar, fábrica localizada em Botucatu, e deverão ser entregues em breve. Outras informações extraoficiais dão conta que um lote igual ao de Valinhos está sendo preparado para circular em Indaiatuba dentro do contrato emergencial que a prefeitura local deverá fazer nos próximos dias, já que a atual operadora Rápido Sumaré teve seu contrato caducado. A ideia seria colocar 100% de ônibus zero quilômetro também em Indaiatuba, e todos com ar condicionado. A situação é curiosa e passível de questionamento pois o número de ônibus que circulam em Indaiatuba é maior que o de Valinhos e exigiria um investimento muito grande para um contrato temporário, já que a licitação seria feita depois disso. Os ônibus de Valinhos teriam sido comprados através do programa Refrota, que empresta dinheiro para as empresas renovarem suas frotas. Há ainda uma outra informação que diz respeito à atual frota de Valinhos, que poderiam ir para cobrir o novo contrato em Indaiatuba temporariamente até a compra de uma frota totalmente zerada ou ainda cobrir parte dos ônibus que estão em circulação em Atibaia, já que por lá o número de ônibus usados é maior que os zero quilômetro. Nos últimos tempos a Sancetur está investindo pesadamente no transporte nas cidades do interior paulista e por intermédio de uma subsidiária, a Transnetti, tem arrebatado vários contratos de fretamento, muitos deles antigos como o da farmacêutica EMS. Outra empresa que está ganhando linhas de fretamento na região de Campinas é a Breda, por intermédio da Viação Princesa Tecelã. A empresa de Americana foi unificada com a Breda após sua venda para o grupo e está indo pra cima da concorrência, como recentemente na conquista do contrato da Pirelli de Campinas. Esse contrato era antiguíssimo e pertencia à Transportes Capellini desde a época que a empresa pertencia aos familiares da Caprioli Turismo. A empresa foi vendida e o contrato continuou com a nova administração mas nas últimas semanas já foram vistos ônibus da Breda em operação. Tentamos contatos com a Capellini porém não obtivemos resposta. Todas essas mudanças estão chamando muito a atenção pois até há pouco tempo atrás era praticamente impossível imaginar que algumas tradicionais empresas começassem a perder linhas para novas empresas. Em breve, mais novidades deverão surgir.


A IMAGEM MARCANTE

São Carlos, SP

Terça-Feira, 10 de Outubro de 2017

Um ônibus da empresa KM turismo pegou fogo na Rodovia Washington Luís. Ninguém ficou ferido. O incidente aconteceu próximo ao km 226+900. O ônibus, que saiu de Mato Grosso do Sul com destino a Aparecida (SP), teve uma pane elétrica. Ao perceber a fumaça, o motorista parou no acostamento, os passageiros desceram rapidamente e salvaram a maioria das bagagens. O Corpo de Bombeiros de São Carlos foi acionado e apagou o fogo depois de aproximadamente 30 minutos. As informações e a foto são da EPTV Central.


A GRANDE MATÉRIA

Aéreo

Avianca recebe primeiro A321neo da Am. Latina Da Airbus | assessoria

Avianca, a companhia aérea modelo da Colômbia e uma das mais proeminentes operadoras da Airbus na América Latina, acaba de receber seu primeiro A321neo. Ela é a primeira companhia aérea latinoamericana a operar esse tipo de aeronave. A empresa se tornou a maior cliente da Família A320neo em 2015, quando fez o pedido de 100 aviões da Família A320neo, o maior número de aeronaves em um único pedido da história da aviação da região. O A321neo da Avianca se junta à frota de 130 aeronaves Airbus da Avianca. Ele traz confortáveis assentos de 46 cm em um layout de duas classes para 195 passageiros. Potencializado pelos motores CFM LEAP-1A, o A321neo da Avianca vai operar voos domésticos e internacionais. Rafael Alonso, presidente da Airbus para a América Latina e Caribe, disse: “Estamos muito felizes em ver o primeiro modelo A321neo da região ser operado por esse nosso cliente de longa data. A Família A320neo é a mais indicada para atender às iniciativas ambiciosas de expansão e modernização da Avianca. O A321neo vai permitir à companhia aérea transportar mais passageiros a distâncias mais longas, com altos níveis de eficiência”. Hernán Rincon, CEO e presidente executivo da Avianca, comentou: “A incorporação desta aeronave à nossa frota constitui um marco importante na modernização proposta pela empresa. Ao sermos os primeiros da região a operar o A321neo, ratificamos nossa liderança na oferta das mais recentes tecnologias, eficiência e serviço de qualidade a nossos passageiros. Estamos orgulhosos em sermos os primeiros a trazer o conforto inigualável do A321neo aos viajantes da América Latina”. Usando o voo de entrega proveniente de Hamburgo, a ONG alemã humedica, a Cruz Vermelha colombiana e a Airbus Foundation coordenaram um voo humanitário com destino a Bogotá, Colômbia. O voo marca a primeira cooperação entre os parceiros envolvidos. A aeronave trouxe a bordo uma tonelada de roupas, sapatos e materiais escolares. Os produtos serão entregues à Cruz Vermelha colombiana, que os distribuirá a

08 interbuss | 15.10.2017

crianças carentes vítimas das chuvas e dos deslizamentos de terra que assolaram o país recentemente. A Avianca usou aeronaves Airbus como base para a modernização e expansão de sua frota de aviões de corredor único. Até o momento, a empresa encomendou 276 modelos da Família A320 (incluindo 133 A320neo) e 15 da Família A330. Fundada na Colômbia em 1919, a Avianca foi a primeira companhia aérea das Américas e a segunda do mundo. O A321neo é o maior modelo da Família A320neo. Ele abrange todo o mercado, como rotas de alta densidade e de longa

distância. Há 1.400 pedidos de aeronaves no momento, o que representa 80 por cento do mercado. Há 394 pedidos por A320neos, além de 68 compromissos de compra de nove clientes na América Latina (Avianca, Avianca Brasil, Azul, Interjet, LATAM, Sky Airline, Synergy Group, VivaAerobus e Volaris). Com mais de mil aeronaves vendidas e um backlog de cerca de 450, quase 650 aeronaves Airbus estão em operação em toda a América Latina e Caribe. Nos últimos 10 anos, a Airbus triplicou sua frota em operação e, desde 1990, já concluiu mais de 60 por cento de pedidos líquidos na região.


Mercado

Viação Garcia entrega novos ônibus a Londrina Veículos urbanos e metropolitanos são de carroceria Marcopolo

Da Marcopolo | notícias O transporte urbano da região metropolitana de Londrina está sendo reconhecido, cada vez mais, pelo conforto, segurança e eficiência oferecidos aos passageiros. Os ônibus Marcopolo dos modelos Viale BRT e Torino recentemente incorporados às frotas das empresas Londrisul e Viação Garcia colaboram para a elevação cada vez maior do padrão de qualidade do serviço. “Recentemente, entregamos mais três veículos Viale BRT que foram incorporados à frota do sistema “Superbus”, de Londrina, para o Grupo GBS, um dos principais operadores de transporte do Paraná e também fornecemos 30 unidades do urbano Torino”, destaca Paulo Corso, diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo. Segundo o executivo, com a Londrisul, o Grupo GBS atende, com qualidade e frota com baixa idade média, as linhas urbanas da cidade. Já com a Viação Garcia/ Brasil Sul, opera no transporte intermunicipal e interestadual, ligando o Paraná a

vários outros estados do sudeste e sul do Brasil, também com frota nova. “Parceiros comerciais de muitos anos esmeram-se no contínuo processo de renovação, buscando sempre incorporar novas tecnologias para proporcionar transporte urbano, intermunicipal e interestadual de ótima qualidade para os passageiros”, explica. O ônibus Marcopolo Viale BRT é equipado com chassi Mercedes-Benz 0500 M e conta com sistemas de monitoramento de frota e de segurança dos passageiros, preparação para monitor, reprodutor de vídeo, rádio, gravador de imagem e internet. Pode transportar 29 passageiros sentados e 52 em pé. Internamente, oferece mais conforto, ergonomia e segurança. A maior largura interna, associada à configuração das poltronas, proporciona maior área livre e facilita a circulação dos passageiros, tornando a viagem mais cômoda e confortável. A concepção do Viale BRT é de veículo robusto e de excelente relação custo/ benefício, atributo reconhecido pelos empresários do setor de transporte urbano de passageiros. Outras características importantes são a sustentabilidade do produto,

praticidade e tecnologia embarcada. As 30 unidades do modelo Torino fornecidas para a Viação Garcia contam com chassi Mercedes-Benz OF1721 e preparações para internet sem fio 4G (Wi-Fi) e rádio CD player. Com visual moderno, possuem conjuntos ópticos traseiro e frontal que incluem luz diurna, que proporciona mais segurança no trânsito urbano, e painel de instrumentos com tela colorida de LCD de 3,5 polegadas. Internamente, oferece maior largura interna, garantindo amplo espaço para circulação dos passageiros,e conta com iluminação em LED e poltronas do tipo City estofada, mais ergonômicas, que facilitam a movimentação dos passageiros. O Grupo GBS conta com as empresas Viação Garcia, Brasil Sul, Princesa do Ivaí e Londrisul, que atendem tanto os serviços de transportes urbano e metropolitano, quanto o rodoviário. A Londrisul presta o serviço de transporte urbano de Londrina com uma frota de 100 veículos, ligando o centro à zona sul da cidade e os distritos de Lerroville, Guaravera, Paiquerê, Irerê, Guairaca, Taquaruna, Maravilha, Usina Três Bocas e Patrimônio Selva. 15.10.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

CPTM instalará borrachões nas plataformas para reduzir acidentes na estação da Luz

No valor de R$ 539 mil, contrato possibilitará a instalação de borrachões na plataforma, solução comum em estações do metrô

A agência Mural, em agosto deste ano, realizou um levantamento por meio da Lei de Acesso à Informação em que revelou que 989 pessoas se machucaram em 2016 no embarque e desembarque dos trens da CPTM – Companhia Paulista de Trens Metropolitanos. Isso significa quase 3 acidentes por dia. O motivo: o vão entre os trens e as plataformas nas estações é, em média, de 18 cm, bem superior ao recomendado pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas, de dez centímetros. Como exemplo máximo tem-se a estação Aracaré, da linha 12 (Brás – Calmon Vianna), que possui o maior vão dentre todas as estações da Companhia: 46 centímetros. A CPTM anuncia agora que começará a resolver o problema, e para tanto já assinou um contrato de R$ 539 mil para a instalação de borrachões nas plataformas da estação da Luz. O prazo máximo para a execução do serviço, já comum em estações

Mogi das Cruzes, onde a empresa adaptou um degrau de madeira para facilitar o acesso aos trens. Apesar das críticas dos usuários, que alegam que o degrau dificulta o acesso de cadeirantes e idosos, a CPTM explicou à agência Mural “que os degraus de madeira são uma estrutura provisória, feita para que a estação toda não precisasse ser interditada durante as obras para elevar o piso e resolver o desnível de vez”. As obras estação Brás Cubas têm previsão de conclusão para dezembro deste ano, segundo a estatal. O problema principal da diferença na largura dos vãos se deve aos trens de carga, que circulam na mesma rede dos trens de passageiros da CPTM. A única forma de tirá-los do sistema seria o governo federal tirar do papel o Ferroanel Metropolitano, uma nova rede ferroviária contornando a cidade que vem sendo planejada há pelo menos 50 anos.

10 interbuss | 15.10.2017

do metrô, é até o fim deste ano. Apesar de Clodoaldo Pelissioni, secretário estadual de Transportes Metropolitanos, ter prometido em agosto deste ano uma solução em 30 dias, a CPTM explica que a demora na solução se deve a “questões administrativas e em atendimento à lei, que rege as contratações feitas por empresas públicas, o cronograma está sendo readequado”. O secretário afirmou à época que a Estação da Luz seria o foco de uma ação emergencial “porque verificamos que pouco mais da metade dos acidentes ocorre na Luz, que tem um grande movimento”. Para definir o prazo de realização das obras, a estatal paulista promete um plano de trabalho e de interdições para a implantação dos borrachões. Enquanto isso, segundo aponta a agência Mural, algumas soluções paliativas estão sendo adotadas para o caso de outras estações da CPTM, como é o caso da estação Braz Cubas (Linha 11-Coral), em


Representantes da nova Busscar se reúnem com Governo do Estado de Santa Catarina para acertarem reativação total da fábrica em Joinville Conforme antecipou o Diário do Transporte, já existem funcionários trabalhando para preparar a produção, que deve começar no primeiro semestre de 2018

Representantes da Nova Busscar se reuniram com governo do Estado de Santa Catarina para acertar os detalhes da reabertura definitiva da fábrica de carrocerias, que estava sem produção desde 2013, por causa de falência decretada pela Justiça, ainda na gestão empresarial da família fundadora, Nielson. Investidores e advogados da Carbuss, empresa criada para a compra e uso da marca Busscar, discutiram o início da produção com o secretário-ajunto da Secretaria da Fazenda de Santa Cataria, Rodrigo Prisco Paraíso, e com o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável do Estado de Santa Catarina, Carlos Chiodini. O encontro, que ocorreu na última quarta-feira, 04, foi confirmado pelo Governo do Estado de Santa Catarina.

No dia 21 de março de 2017, o juiz da 5ª Vara cível de Joinville, Valter Santin Júnior, aprovou em sentença definitiva a compra da Busscar por um grupo de investidores por R$ 67,15 milhões, após três tentativas de leilão que não terminaram vazias. Entre estes investidores estão sócios da Caio Induscar, empresa que tem a liderança no segmento de ônibus urbanos, mas pouca expressividade no mercado de rodoviários. A previsão de início da produção da Nova Busscar está mantida para o primeiro semestre de 2018. As contratações na nova Busscar continuam. Já são cerca de 80 profissionais atuando na manutenção predial e de equipamentos e também nos setores de engenharia e desenvolvimento de produtos. As vagas para a linha de produção ainda serão

abertas. Também esteve na reunião um dos donos da Exit Comunicação, agência responsável pela análise de mercado e projeto de atuação da nova Busscar, Paulino Duarte. Em entrevista ao Diário do Transporte em outubro, durante a feira de mobilidade Transpúblico, que ocorreu na Capital Paulista, o diretor-industrial da Busscar, Maurício Lourenço da Cunha, disse que a empresa terá novos modelos de ônibus rodoviários, sem, no entanto, romper com as principais características de design da marca. Na ocasião, eram 55 empregados trabalhando na planta de Joinville. Já foram mais de 10 mil currículos cadastrados. A preferência na contratação será para ex-funcionários da Busscar. 15.10.2017 |

interbuss 11


interbuss

ADRIANO MINERVINO

Mascarello Gran Via Auto Viação Bangu, em Rio de Janeiro/RJ


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

SP promete entregar 28 estações do Metrô até 2021

Do site | notícias

Após inaugurar três novas estações no início de setembro –Alto da Boa Vista, Borba Gato e Brooklin–, que juntas acrescentam mais 2,8 km de trilhos à Linha 5-Lilás, na zona sul da capital paulista, o Metrô de São Paulo planeja realizar a abertura de outras 28 estações até 2021. Com as obras já em andamento, os empreendimentos somam, juntos, mais de R$ 35 bilhões de aportes até aqui. O objetivo é ampliar ainda mais a malha metroviária da cidade, que já é a maior do país, com mais de 80 km de extensão. Com a inauguração do novo trecho da Linha 5-Lilás, o total de estações chega a 71. A meta é concluir as obras de outras 28 até 2021 e chegar a 99 estações ao total, com mais de 110 km de trilhos construídos. Novas paradas em 2017 – O segundo trecho da ampliação da Linha 5-Lilás deve ser instaurado ainda em 2017. A previsão é que seis novas estações fiquem prontas até dezembro deste ano. São elas: Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz (ponto em que se interligará com a Linha 1-Azul) e Chácara Klabin (onde se conectará com a Linha 2-Verde). Outro trajeto que está previsto para ser expandido ainda neste ano é o da Linha 4-Amarela, mantido em parceria com a ViaQuatro, por meio de uma Parceria Público-Privada (PPP). A estimativa é que mais duas estações deste trecho sejam lançadas nos próximos meses: Higienópolis-Mackenzie e Oscar Freire. 2018 – No próximo ano, o planejamento prevê que a Linha 15-Prata, o Monotrilho, seja entregue praticamente em sua totalidade. Oito estações que contemplarão a zona leste de São Paulo serão concluídas até março de 2018: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tosltói, Vila União, Jardim Planalto, Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus. Outra estação que também é esperada para o primeiro semestre do ano é a São Paulo-Morumbi, na zona sul da cidade, no trecho que compete a Linha 4-Amarela. “A única forma de promovermos a mobilidade urbana é por meio do sistema metroferroviário e atualmente existem muitas

14 interbuss | 15.10.2017

oportunidades de crescimento neste setor. Nossa perspectiva é muito promissora”, salientou o presidente da ViaQuatro e diretor institucional e de sustentabilidade da ANPTrilhos, Harald Zwetkoff. Já a Linha 5-Lilás deve ser finalizada, quando receberá sua última parada, Campo Belo, estimada para ser entregue no segundo semestre do ano. Com o término dessa amplificação do trajeto, que custará cerca de R$ 10 bilhões ao total, a linha, que atualmente transporta cerca de 270 mil pessoas por dia entre Capão Redondo e Adolfo Pinheiro, passará a atender 780 mil (de Capão Redondo à Chácara Klabin). Nova Linha – Em 2019, o objetivo do Metrô e do Governo do Estado é finalizar as obras e iniciar as operações, até julho, da Linha 17-Ouro. O trajeto contará com oito estações: Morumbi (onde se conectará com a Linha 9-Esmeralda da CPTM), Chucri Zaidan, Vila Cordeiro, Campo Belo (que fará a interligação com a Linha 5-Lilás), Vereador José Diniz, Brooklin Paulista, Congonhas (fazendo conexão com o Aeroporto de Congonhas) e Jardim Aeroporto. A expectativa

é que este trecho transporte, em média, 185 mil passageiros por dia e facilite o acesso a um dos aeroportos mais movimentados do país. Ao todo, a linha deve exigir investimentos no valor de, aproximadamente, R$ 3,47 bilhões. Em 2020, a Linha 4-Amarela também deve ser concluída, ao receber sua última estação, Vila Sônia, no segundo semestre do ano. Com o trajeto completo (entre Luz e Vila Sônia), a expectativa é que este trecho atenda mais de 980 mil passageiros por dia, superando os cerca de 670 mil transportados atualmente. Para isso, os aportes nesta linha podem chegar a R$ 1,89 bilhões. Em 2021, o planejamento deve chegar ao fim, com todas as 28 novas estações prometidas já em funcionamento. Em março, por exemplo, está prevista a inauguração da última parada da Linha 15-Prata, a Estação Iguatemi. Com o trecho completo (de Vila Prudente a Iguatemi), que pode custar em torno de R$ 4,71 bilhões, o trajeto comportará mais de 300 mil passageiros por dia.


Transpo Online

Ônibus vão ganhar mais lugares para deficientes

Do site | notícias Pessoas com deficiência e comprovadamente carentes têm direito a, pelo menos, duas vagas nos ônibus interestaduais, distintos dos lugares reservados aos idosos. Mas em Vilhena (RO), o Ministério Público Federal (MPF) tem recebido reclamações de que frequentemente as empresas informam que os assentos reservados nos ônibus já estão ocupados. Por essa razão, o MPF emitiu uma recomendação às empresas. Pela recomendação, as concessionárias de transporte interestadual de passageiros não podem estabelecer limite de

assentos para os beneficiários do Programa Passe Livre Interestadual enquanto houver disponibilidade de vagas nos ônibus, pois estariam violando direitos dos usuários carentes e deficientes. As empresas de ônibus também devem ter atenção para o fato de que assentos especificamente reservados às pessoas com deficiência e titulares do passe livre são diferentes dos assentos destinados às pessoas idosas beneficiárias de transporte gratuito. O MPF também alertou que é necessária adequação no sistema operacional utilizado para venda de passagens, de

modo que as gratuidades endereçadas a idosos e pessoas com deficiências sejam diferentemente registradas, evitando-se, assim, que um ocupe o lugar do outro. Segundo o procurador da República José Mario do Carmo Pinto, a lei nº 8.899/94 não estipula limite de número de assentos por veículo para as pessoas carentes com deficiência. Além disso, a gratuidade dessa lei não se confunde com a que é prevista para idosos. “Essa legislação integra as políticas públicas que visam assegurar igualdade de oportunidades e humanização como meio de alcance efetivo da dignidade”, argumenta. 15.10.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Tôni Cristian | Mascarello Gran Via

Thiago Martins de Souza | Marcopolo Paradiso G6 1200

Rodrigo Gomes | Marcopolo Torino

Tôni Cristian | Neobus Mega

Adriano Minervino | Marcopolo Torino

João Silva | Mascarello Gran Via

16 interbuss | 15.10.2017


Mauro Ferraz | Neobus N10 New Road

Rayllander Almeida | Marcopolo Paradiso G7 1800DD

JosĂŠ Franca Neto | Marcopolo Torino

AndrĂŠ Luiz | Comil Campione

Adriano Minervino | Caio Apache Vip

Fernando Martins | Caio Apache Vip

15.10.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Bruno Roberto Caio Solar Volksbus 17 230 EOT | Metropolitana

Sérgio Carvalho Thamco Dinamus Volksbus 16 210 CO | Rápido Campinas

Cicero Junior Marcopolo Paradiso G7 1200 Scania K340 | Cristália

Giovani Alencar Caio Millennium MBB O-400UPA | Viação Cidade Dutra

Marcos Martins Marcopolo Torino MBB OF-1318 | Citral

Allan Nunes Marcopolo Viale MBB OF-1722M | Expresso Campibus

18 interbuss | 15.10.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Anderson Ribeiro de Paula Caio Alpha MBB OF-1620 | VB Transportes

Nicolas Sousa Marcopolo Paradiso G7 1800DD Scania K380 | Viação Garcia

Igor Drumond Soares Marcopolo Paradiso GV 1150 Scania K113TL | Riodoce

André Luiz Jorge Rodrigues Aguiar Marcopolo Senior MBB LO 915 | Aguatur

Flavio Eduardo Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RS | Horizonte

Nicolas Sousa Marcopolo Paradiso G6 1800 DD MBBO-500RSD | Viação Cometa 15.10.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Tiago de Grande Marcopolo Torino MBB OF-1418 | Expresso Maringá

Nicolas Sousa Irizar PB Volksbus 18 330 | R & M Tur

Graciliano Passos Marcopolo Viaggio G6 1050 MBB O-500R | Pássaro Verde

Sergio Alves Marcopolo Paradiso G7 1200 MBB O-500RSD | Saritur

Fabio Lima Caio Apache Vip MBB OF-1418 | Vila Galvão

Tiago de Grande Busscar Urbanuss Pluss Volksbus 17 210 | Viação Barbarense

20 interbuss | 15.10.2017


Tiago de Grande Marcopolo Torino Volksbus 17 210 | SBC Trans

Jorge Neto Marcopolo Paradiso GV 1800DD Scania K113TL | Itamarati

Graciliano Passos Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K420 | Gontijo

Tiago de Grande Marcopolo Viale Volksbus 17 230 | Miracatiba

Lucas Filipe da Silva de Paula Marcopolo Paradiso G7 1800DD MBB O-500RSD | Itamarati

Pedro Linhares Caio Apache Vip MBB OF-1417 | SambaĂ­ba 15.10.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

NOVA INTERBUSS.

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Relembrando a frota da Mafersa na Grande São Paulo Durante o final dos anos 80 e começo dos anos 90, havia uma nova opção de ônibus Padron para diferenciar dos monoblocos urbanos da Mercedes-Benz. A Mafersa, antes localizada no bairro da Lapa em São Paulo com seu knowhow ferroviário, decidiu produzir chassis e carrocerias para ônibus, também com conceito de monoblocos. Eu vi o ônibus dessa empresa pela primeira vez no começo de 1987 como trólebus, operado pela CMTC na linha 6500. Eram os prefixos 7291 a 7368. Em 1989, a CMTC adquiriu 10 ônibus Padron da Mafersa, prefixos 5600 a 5609 e no decorrer dos dois anos adquiriu outros 134 veículos que deveriam ser entregues para empresas de Grande Curitiba e Grande Vitória, misturados entre cores amarelo, verde e vermelho, com prefixos 5610 a 5743. A antecessora da Metra (Consórcio Intertrês) adquiriu em 1989 cerca de 29 veículos para operar no corredor ABD, na época entre Piraporinha (Diadema) e São Mateus. Seus prefixos eram 7500 a 7509, 7600 a 7609, e 7700 a 7708. A Transleste II (sucessor da Viação Urbana Zona Sul) teve 12 veículos, sendo 11 ano 1991 e 1 ano 1988. Todos operando na linha 5178 (Jardim Miriam – São Francisco) e operou por pouco tempo, de 1991 a 1994. Em seguida, parte deles foi para o consórcio Intertrês, operando de 7715 a 7724 aproximadamente até o final dos anos 90. Não foi somente a CMTC e a Transleste II que operou veículos Mafersa dentre as empresas municipais de São Paulo. As empresas São Camilo, São Bento e Campo Limpo, do grupo Baltazar, operaram por pouquíssimo tempo entre 1992 e 1993 seus ônibus da Mafersa nas linhas municipais de São Paulo, e também nas linhas intermunicipais da Viação São Camilo e na Barão de Mauá. Em Diadema, a antiga estatal ETCD teve 40 ônibus Mafersa, e operou entre 1993 até o início dos anos 2000, sendo que por volta de 2008 um veículo foi totalmente reformado, operando até 2011. Em São Bernardo do Campo, a antiga estatal ETC também teve 50 ônibus Mafersa, operando entre 1994 e meados da década de 2000. Pela pintura verde diferenciada, eram mais conhecidos pela população como “Dorianas”, lembrando decoração daquele pote de margarina. A partir de 1995 não me lembro

NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss

22 interbuss | 08.10.2017

ter visto ônibus novos da montadora em nenhuma das empresas pois a empresa entrou em dificuldades financeiras, parando totalmente suas produções pois na época não recebeu nenhuma encomenda para produzir novos trens. E com o passar do tempo, frotistas que possuíam esses modelos da Mafersa eram obrigados a vender seus veículos antes do tempo ou contin-

uar a rodar em estado precário por falta de peças. Uma pena que o modelo mais vendido, o M210, além de outros modelos da linha M240 e M290 não houve continuidade do design dos ônibus para aquecer novamente as vendas. Em 1997 todo o prédio da Mafersa foi vendido, e assim a história da empresa se apaga definitivamente.

PORQUE TRANSPORTE É VIDA


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 365 | 15.10.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na sexta (13) | Confira nesta edição matéria sobre o mais recente anúncio do governo de São Paulo sobre pr...

Advertisement