Page 1

PRODUÇÃO DE CHASSIS CRESCE 7,9%

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 8 | N° 351 | 9 DE JULHO DE 2017

MAIS VOLVOS PARA A GUATEMALA

Foram vendidos 30 chassis para a capital local, entre eles 10 biarticulados, os primeiros da região SCANIA COMPLETA 60 ANOS NO BRASIL


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

37,23

R$

170,00

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de peças de reposição Busscar. Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO A GRANDE MATÉRIA

Mais 30 ônibus Volvo na Gu

São 20 articulados e 10 biarticulados, os primeiros da Cidade da SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

A queda na qualidade em Blumenau

A foto que marcou a semana no setor de transportes

Guatemala recebe 30 novos ônibus Volvo

10 ADAMO BAZANI

Justiça determina bloqueio de R$ 18 bi no Rio de Janeiro

Caio Top Bus PB, por Ailto

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publica


ANO 8 | Nº 351 | DOMINGO, 9 DE JULHO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 19h02 (6ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

uatemala

a Guatemala

on Florêncio

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS

adas no Portal InterBuss

08

O MELHOR DA INTERBUSS

Confiram seleção de fotos que já foram publicadas na Galeria

Melhores fotos da Galeria do InterBuss estão de volta

18

A GRANDE MATÉRIA

Scania completa 60 anos de operações aqui no Brasil

Tudo começou no dia 2 de julho do ano de 1957

09

DEU NA IMPRENSA

ANP especifica qualidade do metano em aterros sanitários

Regras visam a qualidade do gás que é extraído em aterros

14

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

20


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

A queda na qualidade do transporte em Blumenau A cidade de Blumenau já está com uma nova empresa de ônibus operando suas linhas urbanas. A BluMob, novo nome da Viação Piracicabana, empresa que já operava as linhas em caráter emergencial, “iniciou” suas operações no sábado dia 1 de julho. Na verdade não houve grande mudança, apenas entraram em circulação ônibus zero quilômetro em substituição à frota velha que estava em circulação em caráter emergencial após a cassação do Consórcio Siga, composto pelas empresas Verde Vale, Glória e Rodovel. A crise no consórcio começou após as dificuldades financeiras da empresa Glória, que chegou a ser vendida para o empresário José Eustáquio Urzedo, de Minas Gerais, porém os problemas apenas se agravaram e a prefeitura acabou cassando a sua concessão, mas tudo isso em meio a dúvidas sobre a legalidade da medida e de um suposto pré-acordo com a atual operadora. Há quem diga que a prefeitura de Blumenau já havia conversado com o grupo do empresário Nenê Constantino, dono da BluMob e da Viação Piracicabana, antes da cassação do Consórcio Siga, até porque os ônibus que desceram para operar na cidade no sistema emergencial já estavam prontos pra circular algum tempo antes do contrato ser fechado. Oras, como que uma empresa já fica com uma frota inteirinha pronta para circular mesmo sem saber se conseguiria as linhas? Nenhuma empresa, mesmo que tenha frota suficiente, faria algo do tipo se não tivesse a plena certeza de que iria operar. Mas enfim, tanto a empresa quanto a prefeitura local negaram qualquer irregularidade e o assunto acabou caindo no esquecimento. A frota é inferior à que era operada pelo Consórcio Siga. Além de veículos com ar condicionado, piso baixo e articulados, a conservação da frota por conta do consórcio era impecável. Agora, com a chegada da BluMob, os veículos são apenas comuns. Chegaram alguns veículos de quinze metros para circular pelas linhas onde haviam articulados de 18, até 19 metros, e não há veículos com piso baixo ou ar condicionado. Apesar de ser uma frota parcialmente nova, já que parte dela ainda poderá ser trocada dentro de até três anos, a qualidade do serviço prestado caiu. Os passageiros, definitivamente, terão que enfrentar um transporte público mais “apertado”. Paralelamente a tudo isso, na semana passada foi deflagrada uma operação da Polícia Federal no Rio de Janeiro onde foi detido o empresário Jacob Barata Filho, que comanda a maioria das empresas de ônibus que circulam pela capital carioca e e mais sete estados. Várias irregularidades entre os orgãos gestores e os empresários do setor foram descobertas e isso poderá acabar respingando muito em breve em outros empresários de outros estados, assim como em vários orgãos gestores que insistem em fazer coisas erradas que vão de encontro aos interesses da população e por isso muita sujeira ainda vai aparecer, e nós estamos acompanhando e publicando tudo aqui na revista ou em nosso site. Muita coisa o pessoal que já é do setor de transportes sabe que acontece, mas não há como provar e por isso acaba não vindo à tona, mas com a Polícia Federal já a par de muita coisa, com certeza logo a sujeira começa a aparecer também em outros estados.


A IMAGEM MARCANTE

Jaboatão dos Guararapes Sexta-feira, 7 de Julho de 2017

Uma pessoa ficou ferida após um acidente envolvendo um ônibus de turismo, no Km. 83 da BR-101, durante a manhã de sexta-feira. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o veículo tombou na via em Prazeres, Jaboatão dos Guararapes. Ainda segundo a PRF, não há informações sobre o estado de saúde da vítima.


A GRANDE MATÉRIA

Renovação de Frota

Guatemala recebe 30 novos ônibus Volvo

Veículos articulados e biarticulados vão operar no sistema BRT da Cidade da Guatemala, capital do país da América Central

Da Volvo | assessoria A Volvo Bus Latin América vendeu 30 ônibus para o Transmetro, sistema de BRT (Bus Rapid Transit) da Cidade da Guatemala, capital da Guatemala. Do total, 20 veículos são articulados e 10 biarticulados. Os novos ônibus foram adquiridos pela Administração Municipal por meio de licitação, para renovação da frota do sistema de transporte da cidade. A Guatemala é a primeira cidade da América Central a adquirir ônibus biarticulados. “Estamos consolidando ainda mais nossa posição de liderança em sistemas BRT na América Central”, diz Fabiano Todeschini, presidente da Volvo bus Latin America. Os veículos foram adquiridos para renovação da frota e fazem parte de uma plano de investimentos na melhoria do sistema de transporte da Cidade da Guatemala, que prevê a substituição e ampliação

08 interbuss | 09.07.2017

da frota de forma gradual. “Esta renovação mostra a satisfação do operador com a qualidade e a performance dos nossos veículos. E aumenta ainda mais nossa responsabilidade de melhoria contínua de nossos produtos e do nosso pós-venda”, afirma Euclides Castro, diretor de negócios e projetos estratégicos da Volvo Bus Latin America. 2 milhões de quilômetros A Volvo é líder no segmento de ônibus urbanos pesados da Cidade d Guatemala, primeira cidade da América Central a adotar ônibus biarticulados no sistema de transporte urbano. “Nossos veículos de alta capacidade de transporte estão cada vez mais conquistando espaço nos sistemas de transporte de transporte urbano das cidades de médio e de grande porte da América Cen-

tral”, explica Silvia Gerber, presidente da Volvo Colômbia e responsável pelos negócios de ônibus da marca na Améria Central. A opção pelos veículos da Volvo deve-se a robustez e disponiblidade dos veículos. Alguns dos veículos rodaram mais de 2 milhões de quilômetros sem a necessidade de intervenção no motor. “Os operadores de transporte da Guatemala estão renovando a frota porque o desempenho dos chassis Volvo, alta disponibilidade, qualidade do atendimento de pós-vendas e menor custo por passageiro transportado”, destaca Silvia Gerber. A venda dos veículos inclui programa de manutenção preventiva e corretiva oferecida pela Tecum, representante da marca Volvo na Guatemala. O atendimento ao cliente é personalizado, com atenção 24 horas por dia, para garantir a máxima disponibilidade dos ônibus.


Celebração

Scania completa 60 anos operando no país História da montadora sueca no Brasil começou em 02/07/1957 Da Scania | assessoria Domingo passado (2 de julho), a Scania, referência mundial em soluções de transporte sustentável, completou 60 anos de Brasil. Quando chegou em 1957, desbravando os primeiros passos da indústria automotiva nacional, a fabricante iniciou um caminho que não pode ser escrito sem duas palavras: inovação e pioneirismo. A Scania comemora a data já trabalhando nas soluções de transporte ainda mais eficientes, sustentáveis, conectadas e rentáveis, que vai oferecer nos próximos 60 anos. Em abril, foi anunciando um aporte de R$ 2,6 bilhões em suas operações no mercado brasileiro. O programa de investimento teve início no ano passado e vai até 2020, com recursos que serão destinados ao desenvolvimento de novos produtos, atualização e modernização do parque industrial de São Bernardo do Campo, bem como à rede de concessionárias. Desde o desembarque no País, da constituição do primeiro nome Scania-Vabis do Brasil S/A – Motores Diesel, do escritório na Líbero Badaró, a mudança para São Bernardo até hoje, a empresa marcou sua trajetória por uma engenharia de ponta, pela qualidade dos produtos, força da rede de concessionárias e pelo foco na necessidade do cliente. A linha do tempo da Scania no Brasil é marcada por diversos pioneirismos, destaques e lançamentos. A revolução do L 75, em 1958, que mudou o conceito do que era oferecido de caminhão no país; a introdução da direção hidráulica, em 1963, no ônibus B76; suspensão pneumática no eixo traseiro dos ônibus, em 1968; a nova revolução com a chegada dos “Jacarés”; o primeiro ônibus com motor traseiro (BR115) no ano de 1972; em 1974 com a inauguração da cabina “cara-chata” com o LK 140; primeiro articulado do país (B111 RS), em 1977; lançamento do intercooler, em 1983; a transformação do que era um caminhão com a chegada da Série 3, em 1991, até hoje uma das mais lembradas; apresentação do chassi 8x2 (1995); O ano de 1998 marca outras duas novidades no mercado: o freio

auxiliar Retarder e a injeção de combustível totalmente eletrônica; L94 UB: primeiro ônibus urbano de piso baixo (1999); em 2001 dois pioneirismos: a caixa automatizada Opticruise e o ônibus de 15 metros; no mesmo período, um novo jeito de pensar e fazer Serviços é implantado, sem precedentes na indústria; a nova elevação do patamar de um caminhão, em 2007, com a chegada da família P, G e R, e de ônibus com a Série K, no ano seguinte; apresentação do Driver Support 2010). Em 2011, importantes contribuições ao meio ambiente: pioneira marca a comercializar os motores Euro 5, e venda dos primeiros ônibus e lançamento do caminhão, ambos a etanol e inaugurais na América Latina; ainda em 2011, elevação ao patamar premium nos semipesados com o P 310 euro 5, inovador ao trazer tração 8x2, caixa automatizada Opticruise opcional, cabine leito e suspensão pneumática; em 2013, chega ao mercado o Streamline, que oferece um caminhão 4% mais econômico

que o Euro 5 tradicional; em janeiro de 2014, foi a vez de inovar e tornar o câmbio Opticruise de série nos semipesados; em 2015 lançamentos do caminhão rodoviário 8x2 com quarto eixo original e do biarticulado, o primeiro com motor dianteiro; o ano de 2016 marcou a chegada do primeiro ônibus nacional movido a GNV/biometano. Por fim, em janeiro de 2017 a apresentação dos Serviços Conectados Scania, e em março, o lançamento da Edição Especial comemorativa de 60 anos, que homenageia o lendário T113 com os modelos R 440 e R 480. “Nossa história é baseada em confiança e relacionamento com o cliente para entregar rentabilidade. Nós investimos ao longo das últimas décadas para ajudar a transformar o transporte nacional. E, vamos continuar aportando recursos nessas próximas. Agora, assumimos uma jornada com os clientes em direção a sermos parceiros para a transição para um sistema de transporte sustentável”, afirma Roberto Barral, diretor-geral da Scania no Brasil. 09.07.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Operação Ponto Final: Banco Central encontra R$ 349 milhões, mas Justiça determina bloqueios Operação continuou nesta quarta-feira com conque somam R$ 18 bilhões dução coercitiva e mandados de busca e apreensão O Banco Central encontrou até o momento R$ 349, 7 milhões em contas de pessoas e empresas investigadas na Operação Ponto Final, um desdobramento da Operação Lava-Jato, que apura crimes financeiros e de corrupção envolvendo agentes públicos, políticos e empresas de ônibus do Rio de Janeiro. Os recursos foram bloqueados nesta quarta-feira. O total corresponde a apenas 1,9% dos R$ 18 bilhões, que o juiz federal Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal do Rio, responsável pela Lava Jato no Estado, determinou para serem bloqueados. O magistrado estipulou bloqueios de recursos de 44 investigados nesta operação, sendo 30 de empresas ou entidades, como a Fetranspor, federação das empresas de ônibus do Estado, e de 14 pessoas físicas, como do empresário de ônibus Jacob Barata Filho, um dos maiores do país, e que foi preso no último domingo, 2, no aeroporto internacional Tom Jobim, do Rio, embarcando para Lisboa. Os maiores valores até o momento foram encontrados na conta da Fetranspor – Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro, com R$ 86,7 milhões. Nesta terça-feira, somente da Fetranspor, a justiça determinou o bloqueio de R$ 240 milhões. O presidente da entidade, Lélis Teixeira, foi preso em casa nesta segundafeira. Estavam na conta da Guanabara Diesel Comércio e Representações, de Jacob Barata, R$ 53 milhões. Enéas da Silva Bueno, um dos investigados na Operação, teve bloqueio de R$ 10,7 milhões em sua conta física. A polícia não encontrou nenhum valor nas contas do ex-governador Sérgio Cabral, considerado o maior beneficiário do esquema de corrupção, de Dayse Alexandra Neves e de sete empresas, incluindo companhias de ônibus, o que pode indicar, segundo a Polícia Federal, que os recursos foram propositadamente esvaziados e pulverizados, dados os valores que os ônibus movimentam, tanto em créditos de bilhetagem eletrônica, como em dinheiro vivo, além do alto padrão de vida dos acusados. Nesta quarta-feira, a operação que

12 interbuss | 09.07.2017

teve início no domingo com a previsão de Jacob Barata Filho, continuou. Foi cumprido um mandado de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento à polícia, do sócio de uma empresa de consultoria de investimentos, Alexander Luiz de Queiroz Silva, além de mandados de busca e apreensão. A Operação Ponto Final investiga um esquema de propina que teria movimentado entre 2010 e 2016, R$ 266 milhões. Entretanto, os valores movimentados ilicitamente podem chegar até R$ 500 milhões. É que essa a diferença de aproximadamente R$ 240 milhões ainda não pode ser investigada por envolver, segundo a Polícia Federal, políticos com foro privilegiado, dependendo assim de uma autorização do

STF – Supremo Tribunal Federal. De acordo com as investigações, as propinas eram pagas para as empresas de ônibus atuarem com fiscalização menos rígida, e também conseguirem benefícios fiscais, como isenções tributárias, e além de contarem com reajustes das tarifas de acordo com o percentual que queriam na realidade. O Ministério Público Federal sustenta que a cada reajuste, o grupo do exgovernador Sérgio Cabral recebia uma espécie de prêmio em dinheiro. Ainda segundo a força-tarefa da Operação Ponto Final, somente Sérgio Cabral, teria recebido R$ 122,8 milhões do esquema de corrupção. Os acusados negam.


Produção de chassi de ônibus cresce 7,9%, mas licenciamentos registram queda de 13,6% no primeiro semestre

Diferença ocorre por causa do tempo entre a produção do chassi, encarroçamento e finalmente o emplacamento. Além disso, há as exportações, que estão em alta

A produção de ônibus no Brasil acumula no primeiro semestre deste ano, alta de 7,9%, em comparação com os primeiros seis meses do ano passado. De acordo com dados da Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, divulgados nesta quinta-feira, 06 de julho de 2017, entre janeiro e junho deste ano, foram produzidos 9.973 chassis de ônibus, ante 9.239 em semelhante período de 2016. Ainda de acordo com o levantamento, o destaque foi para o nível de produção no segmento de chassis de ônibus urbanos, com alta de 10% no semestre. Foram produzidos entre janeiro e junho de 2017, 7.269 unidades de chassis urbanos e, em semelhante período de 2016, 6.611. Já em relação aos ônibus rodoviários, a produção somou 2.704 chassis em 2017 até junho e no primeiro semestre de 2016, 2.628 unidades, o que representa alta de 2,9% neste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado. LICENCIAMENTOS AINDA EM QUEDA Já em relação aos licenciamentos, os números são opostos.

De acordo com a Anfavea, a queda nos emplacamentos de ônibus no primeiro semestre deste ano é de 13,8%. Entre janeiro e junho de 2016, foram licenciados 5.681 ônibus e, no mesmo período deste ano, 4896 veículos de transporte coletivo. A diferença ocorre por causa do tempo necessário entre a produção do chassi do ônibus, o encarroçamento e o emplacamento, o que demora entre a primeira e última fase, em torno de quatro meses. Entretanto, o número maior de produção em relação às vendas, significa que nos próximos meses deverá haver um crescimento do total de emplacamentos, pelo fato de, diferentemente do que ocorre com os carros que são produzidos sem necessariamente serem encomendados pelos compradores, os ônibus primeiros são escolhidos pelo frotista, encomendados, para depois serem produzidos. As perspectivas são positivas, mas não totalmente animadoras. A Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores divulgou nesta terça-feira, 4 de julho, que o total de ônibus licenciados neste ano deve ter uma retração de 10,2% até dezembro

em relação a 2016. No início do ano, a estimativa era de 3,15% de alta até o final de 2017. Também ajudam a explicar esta diferença as exportações de ônibus, que somam no semestre alta de 6,8% com Em relação às marcas, o quadro de licenciamentos da Anfavea mostra as seguintes posições: 1º) Mercedes-Benz: 2.268 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 27 % em relação a janeiro – junho do ano passado. 2º) MAN (Volkswagen Caminhões e Ônibus): 896 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 2,87 % em relação a janeiro – junho do ano passado. 3º) Iveco: 677 ônibus licenciados no primeiro semestre, alta de 163,4% em relação a janeiro – junho do ano passado. 4º) Agrale (contanto minionibus Volare, vendidos já montados): 557 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 39,3% em relação a janeiro – junho do ano passado. 5º) Scania: 249 ônibus licenciados no primeiro semestre, alta de 84,4% em relação a janeiro – junho do ano passado. 6º) Volvo: 166 ônibus licenciados no primeiro semestre, queda de 50% em relação a janeiro – junho do ano passado. 09.07.2017 |

interbuss 13


interbuss

AILTON FLORÊNCIO Caio Top Bus PB VIP M’Boi Mirim, em São Paulo/SP


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

ANP especifica qualidade do metano em aterros

Do site | notícias A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aprovou resolução que estabelece regras voltadas para o controle de qualidade e a especificação de biometano oriundo de aterros sanitários e de estações de tratamento de esgoto (ETEs) destinado ao uso veicular e às instalações residenciais, industriais e comerciais a ser comercializado em todo o território nacional. A regulamentação do produto marca uma nova fase para o setor no Brasil e permite a comercialização e a utilização como equivalente ao gás natural. O presidente da Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás), Alessandro Gardemann, avalia como positiva a resolução, pois além de desenvolver nova atividade econômica e introduzir agentes ao mercado, a resolução será um marco importante do ponto de vista ambi-

16 interbuss | 09.07.2017

ental. “Esse é mais um passo que o Brasil dá para alcançar as metas estabelecidas no Acordo de Paris e se tornar de vez uma economia de baixo carbono”, avalia. O executivo lembra ainda que o biometano como combustível tem a capacidade de proporcionar um novo modelo de desenvolvimento social e econômico para o Brasil pelo enorme potencial disponível no País. “O Brasil tem total condição de até 2030 chegar a produção de 30 milhões de metros cúbicos por dia de biometano, ou seja, um adicional de 40% ao consumo atual de GN no Brasil”. Para chegar a está decisão, a ANP desenvolveu pesquisas que comprovaram ser asseguradas a possibilidade de substituição do gás natural, a proteção ao meio ambiente, a integridade dos equipamentos e a proteção à saúde humana. Para Gabriel Kropsch, vice-presidente da Associação, esses estudos evi-

denciam as externalidades positivas do energético. “O biometano é a única fonte de energia primária com pegada negativa de carbono, pois até a geração de eletricidade tem impactos decorrentes da disposição de resíduos. Além disso, é um combustível renovável com oferta em bases firmes e estrutura de preço estável, pois não sofre com oscilações cambiais e variação do preço internacional. Assim, o biometano tem muita competitividade frente aos combustíveis fósseis tradicionais como o diesel, no transporte pesado, ou GLP, no uso industrial”. Nesses estudos sobre os padrões de referência, a ANP realizou visitas técnicas nacionais e internacionais, participou de grupos técnicos no âmbito da ABNT e manteve amplo debate com os setores envolvidos pela regulação. Com a publicação da Resolução, a ABiogás espera que se que possa ser injetar, no curto prazo, biometano na rede de distribuição de gás natural.


Transpo Online

Nissan apresenta sede das picapes na Argentina

Do site | notícias As obras de construção do polo industrial da Nissan na Província de Córdoba, na Argentina, onde será fabricada a picape Frontier a partir de 2018, estão avançando. A Nissan apresenta o design dos novos escritórios de onde a operação da nova fábrica será administrada. Com um projeto inovador e moderno, em linha com os padrões globais da marca, os novos escritórios estarão prontos nas próximas semanas. A sede administrativa terá capacidade para uma equipe de aproximadamente 150 pessoas, que será responsável pelo pro-

jeto industrial da marca no país. O projeto é constituído de um espaço aberto rodeado por uma “dupla pele” que age como proteção climática e acústica, gerando assim uma maior eficiência no consumo dos recursos. O interior é aberto e conta com um pátio ligado à recepção e à entrada que divide o ambiente, produzindo um intercâmbio visual entre o interior e o exterior. Em abril de 2015, a Nissan anunciou sua intenção de produzir picapes na Argentina com um investimento de 600 milhões de dólares e capacidade para 70.000 veículos por ano. O polo industrial de Córdoba pas-

sará a ser parte de uma rede de produção global de picapes e, na América Latina, complementará a fábrica de Resende, no Brasil, onde são produzidos o Nissan Kicks e os compactos March e Versa. O início da produção das picapes está previsto para o segundo semestre do próximo ano. Atualmente, participam do projeto, juntamente com a equipe argentina, profissionais do Japão, do Brasil, do México, da Espanha, da Venezuela e da Holanda, que contribuem com a sua experiência e conhecimento, garantindo que o polo industrial de Córdoba siga os estritos padrões globais de qualidade da Nissan. 09.07.2017 |

interbuss 17


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

José Franca Neto | Caio Alpha

Weiller Alves | Marcopolo Viaggio G6 1050

Luiz Eduardo | Marcopolo Torino

Diego Almeida Araujo | Marcopolo Paradiso G7 1600LD

João Silva | Nielson Diplomata

Danilo Vitorino | Marcopolo Torino

20 interbuss | 09.07.2017


José Franca Neto | Marcopolo Paradiso G6 1200

Douglas Lopes | Neobus New Road N10

Silvano Prado Janjão | Marcopolo Viaggio G6 1050

Diego Almeida Araujo | Marcopolo Paradiso G6 1550LD

Silvano Prado Janjão | Comil Campione

Douglas Lopes | Comil Campione Invictus HD 09.07.2017 |

interbuss 21


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Luciano Roncolato Busscar Urbanus MBB OF-1620 | Auto Viação Ouro Verde

Graciliano Passos Comil Campione MBB OF-1722M | Suassui

Mateus Barbosa Marcopolo Paradiso G7 1200 Scania K310 | Sol Turismo

Luciano Roncolato Caio Alpha MBB OF-1620 | Auto Viação Ouro Verde

Luiz Antonio Paro Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-400RSD | Exp. Adamantina

Diego Almeida Araujo Marcopolo Viaggio G7 1050 MBB O-500R | Sulserra

22 interbuss | 09.07.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Tiago de Grande Caio Apache Vip Volksbus 17 230 EOD | SBC Trans

Igor Drumond Soares Busscar Urbanus MBB OF-1318 | Riodoce

Anderson Ribeiro de Paula Monobloco MBB O-400R | Auto Viação Ouro Verde

Tiago de Grande Caio Apache Vip Volksbus 15 180 | Auto Ônibus Soamin

Anderson Ribeiro de Paula Marcopolo Paradiso G6 1200 Scania K310 | Manoel Rodrigues

Graciliano Passos Marcopolo Viaggio G7 1050 MBB OF-1722M | Lopes 09.07.2017 |

interbuss 23


O MELHOR DA INTERBUSS

Mateus Barbosa Comil Svelto MBB OF-1722M | Colitur

Anderson Ribeiro de Paula Marcopolo Paradiso GV 1150 MBB O-400RSD | Exp. Adamantina

Mateus Barbosa Comil Campione HD Scania K380 | Conectur Turismo

Luciano Roncolato Busscar Urbanus Scania L113 | Leblon Transporte

Diego Almeida Araujo Comil Galleggiante | Viação São Pedro

Jorge Ciqueira Marcopolo Torino MBB OF-1417 | Fabio’s

24 interbuss | 09.07.2017


Aislan Nascimento Mascarello Gran Via Volksbus 17 230 EOD | Pevê-Tur

Tiago de Grande Busscar Urbanuss MBB OF-1721 | Viação Cidade Verde

Rodrigo Correia Mafersa M-210 Turbo | ETCD Diadema

Diego Almeida Araújo Marcopolo Viaggio GV 1150 | Tracisa

Rodrigo Correia Comil Svelto MBB OF-1721 | Mercedes-Benz do Brasil

Igor Drumond Soares Marcopolo Paradiso GV 1150 Scania K113 | São Cristovão 09.07.2017 |

interbuss 25


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

NOVA INTERBUSS.

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Os pontos finais de ônibus de SP localizados em cidades vizinhas A cidade de São Paulo tem milhares de pontos finais de ônibus espalhados pela cidade. Alguns no meio entre duas cidades, como o Terminal Vila Yara, na divisa de Osasco, e o Jardim Luso, na zona sul de São Paulo. E raramente encontramos pontos finais dentro de cidades vizinhas, como exemplos abaixo: Em Diadema, no Jardim Campanário, a cerca de 1km da divisa com São Paulo, está localizado um ponto final de uma linha de ônibus, a 5108/10 Jardim Celeste - Terminal Pq. D. Pedro II. Lá, comporta ônibus articulados e superarticulados, os famosos UDAs. Na verdade esse ponto final da Via Sul existe desde a década de 80, quando a antiga Bristol operava as linhas 4506 e 4508 até o Parque Dom Pedro II. Em Itapecerica da Serra, no bairro Jardim Jacira, a cerca de 1500 metros da divisa com São Paulo, está localizado um terminal rodoviário do bairro, onde partem três linhas de ônibus da cidade de São Paulo, além de uma noturna, e de passagem, as linhas municipais da cidade. Eu conheci a região do Jacira no início de 2015. O terminal melhorou em diversos aspectos, pois até 2011 o asfalto praticamente era pouco ou inexistente, e era inseguro o passageiro trafegar por lá. Quando visitei, aparentemente estava tranquilo para caminhar por lá. Desconheço a história de como o bairro começou a receber ônibus vindo de São Paulo. A primeira vez que conheci foi no final de 1983, e era tudo estrada de barro para trafegar por lá, além de inúmeros Gabriela II e Amélia da Viação Jurema parados por ali. E de lá pra cá, o bairro cresceu, e a demanda dos ônibus também.

NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss

26 interbuss | 09.07.2017

PORQUE TRANSPORTE É VIDA


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 351 | 09.07.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na sexta, 07/07 | Confira nesta edição matéria sobre a venda de 30 ônibus Volvo para a Cidade da Guatemala...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you