Page 1

AS MELHORES FOTOS DO PORTAL INTERBUSS, CONFIRA

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA | ANO 7 | N° 335 | 13 DE MARÇO DE 2017

ABRATI: PASSAGEM GRÁTIS À JOVENS É INCONSTITUCIONAL

Ação de inconstitucionalidade foi enviada ao STF; Para empresários, gratuidades causam prejuízos FIA AUXILIARÁ MOBILIDADE NAS GRANDES CIDADES


UMA REVISTA

PARA QUEM QUER

SABER TUDO SOBRE TRANSPORTE

NO BRASIL

E NO MUNDO. TODO DOMINGO,

UMA NOVA EDIÇÃO.

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

CONTEÚDO DE QUALIDADE COM RESPONSABILIDADE


PEÇAS PARA

BUSSCAR CONFIRA NOSSAS PROMOÇÕES!

TORNEIRA SANITARIO BUSSCAR ESPELHO RETROVISOR EXTERNO LE BUSSCAR MARTE MANUAL R$

1309,73

LANTERNA PISCA AMARELA BUSSCAR >01 R$

37,23

R$

170,00

PORTA DIANTEIRA PANTOGRAFICA LD BUSSCAR JUMBUSS 360 R$

7419,00

Linha completa de peças de reposição Busscar. Confiram em nossa loja virtual. Compre pela internet! www.apolloonibus.com.br

RUA MÁRIO JUNQUEIRA DA SILVA, 1580 JARDIM EULINA - CAMPINAS/SP

FONE: (19) 3395-1668 NEXTEL: 55*113*14504


NESTA EDIÇÃO ADAMO BAZANI

Gratuidade para jovens em

Empresários reclamam que gratuidades causam desequilíbrio financ SUMÁRIO

6 NOSSA OPINIÃO

12 PÔSTER

7 A IMAGEM MARCANTE

14 DEU NA IMP

8 A GRANDE MATÉRIA

16 REDE SOCIA

As gratuidades em xeque nas interestaduais

A foto que marcou a semana no setor de transportes

FIA ajudará mobilidade nas grandes cidades

10 ADAMO BAZANI

Mascarello apresenta nova versão de seu micro-ônibus

Marcopolo Paradiso G7, p

As notas da imprensa espe

O seu espaço na InterBuss

18 O MELHOR D

As melhores fotos publicad


ANO 7 | Nº 335 | DOMINGO, 13 DE MARÇO DE 2017 | 1ª EDIÇÃO | CONCLUÍDA ÀS 19h49 (5ª) EDIÇÃO COM 24 PÁGINAS

m xeque

ceiro às viações

por Villela Design

PRENSA ecializada

AL s

DA INTERBUSS das no Portal InterBuss

11

O MELHOR DA INTERBUSS

Confira o que já saiu de melhor nas galerias do Portal InterBuss

As melhores fotos já publicadas no antigo Portal InterBuss

18

ADAMO BAZANI

Mascarello apresenta a nova versão do seu Gran Micro, o S4

Carroceria foi apresentada na semana passada ao público

10

DEU NA IMPRENSA

Mercado de implementos rodoviários segue em queda

Ano começou porém continua muito ruim para o setor

14

REDE SOCIAL

Confira as melhores fotos que foram publicadas no Facebook

As melhores fotos da semana saem aqui na Interbuss!

16


EXPEDIENTE

Uma publicação da InterBuss Comunicação Ltda. DIRETOR-PRESIDENTE / EDITOR-CHEFE Luciano de Angelo Roncolato JORNALISTA RESPONSÁVEL Luciano de Angelo Roncolato REVISÃO Luciano de Angelo Roncolato ARTE E DIAGRAMAÇÃO Luciano de Angelo Roncolato AGRADECIMENTOS DESTA EDIÇÃO Agradecemos à todos os colaboradores de todo o país pelas fotos enviadas esta semana para capa, matérias e pôster. SOBRE A REVISTA INTERBUSS A Revista InterBuss é uma publicação semanal do site Portal InterBuss com distribuição on-line livre para todo o mundo. Seu público-alvo são frotistas, empresários do setor de transportes, gerenciadores de trânsito e sistemas de transporte, poder público em geral e admiradores e entusiastas de ônibus de todo o Brasil e outros países. Todo o conteúdo da Revista InterBuss provenientes de fontes terceiras tem seu crédito dado sempre ao final de cada material. O material produzido pela nossa equipe é protegido pela lei de direitos autorais e sua reprodução é autorizada após um pedido feito por escrito, e enviado para o e-mail revista@ portalinterbuss.com.br. As fotos que ilustram todo o material da revista são de autoria própria e a reprodução também é autorizada apenas após um pedido formal via e-mail. As imagens de autoria terceira têm seu crédito disponibilizado na lateral da mesma e sua autorização de reprodução deve ser solicitada diretamente ao autor da foto, sem interferência da Revista InterBuss. A impressão da revista para fins particulares é previamente autorizada, sem necessidade de pedido. PARA ANUNCIAR Envie um e-mail para contato@portalinterbuss.com. br ou ligue para (19) 99483-2186 e converse com nosso setor de publicidade. Você poderá anunciar na Revista InterBuss, ou em qualquer um dos sites parceiros do grupo InterBuss, ou até em nosso site principal. Temos diversos planos e com certeza um deles se encaixa em seu orçamento. Consulte-nos! PARA ASSINAR Por enquanto, a Revista InterBuss está sendo disponibilizada livremente apenas pela internet, através do site www.revistainterbuss.com.br. Por esse motivo, não é possível fazer uma assinatura da mesma. Porém, você pode se inscrever para receber um alerta assim que a próxima edição sair. Basta enviar uma mensagem para revista@portalinterbuss.com.br e faremos o cadastro de seu e-mail ou telefone e você será avisado. CONTATO A Revista InterBuss é um espaço democrático onde todos têm voz ativa. Você pode enviar sua sugestão de pauta, ou até uma matéria completa, pode enviar também sua crítica, elogio, ou simplesmente conversar com qualquer pessoa de nossa equipe de colunistas ou de repórteres. Envie seu e-mail para revista@ portalinterbuss.com.br ou contato@portalinterbuss. com.br. Procuramos atender a todos o mais rápido possível. A EQUIPE INTERBUSS A equipe do Portal InterBuss existe desde 2000, desde quando o primeiro site foi ao ar. De lá pra cá, tivemos grandes conquistas e conseguimos contatos com os mais importantes setores do transporte nacional, sempre para trazer tudo para você em primeira mão com responsabilidade e qualidade. Por conta disso, algumas pessoas usam de má fé, tentando ter acesso a pessoas e lugares utilizando o nome do Portal InterBuss, falando que é de nossa equipe. Por conta disso, instruímos a todos que os integrantes oficiais do Portal e Revista InterBuss são devidamente identificados com um crachá oficial, que informa o nome completo do integrante, mais o seu cargo dentro do site e da revista. Qualquer pessoa que disser ser da nossa equipe e não estiver devidamente identificada, não tem autorização para falar em nosso nome, e não nos responsabilizamos por informações passadas ou autorização de entradas dadas a essas pessoas. Qualquer dúvida, por favor entre em contato pelo e-mail contato@portalinterbuss.com.br ou pelo telefone (19) 99483.2186, sete dias por semana, vinte e quatro horas por dia.

NOSSA OPINIÃO

Editorial

As gratuidades para jovens carentes em xeque Um assunto extremamente polêmico tomou conta do noticiário sobre transportes na semana passada. A ABRATI, associação patronal que reúne as maiores empresas de ônibus do país, entrou com um pedido de liminar no Supremo Tribunal Federal com o objetivo de revisar as gratudades que estão sendo concedidas para jovens nas linhas interestaduais. De acordo com a Ação Direta de Inconstitucionalidade de número 5657, a ABRATI constesta a forma como as gratuidades estão sendo concedidas para jovens de baixa renda nos transportes interestaduais e internacionais que são gerenciadas pela ANTT dentro do Estatuto da Juventude. Para os empresários, a lei iola a garantia constitucional do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, já que essas gratuidades são bancadas unicamente pelas empresas, sem nenhum respaldo do poder público. Pode parecer pouco, mas em uma viagem longa, por exemplo, a empresa pode ter um prejuízo de até R$ 1000,00 por viagem, o que em tempos de crise pode fazer muito a diferença na hora de fechar as contas. Num trajeto entre São Paulo e Belém, cuja passagem pode chegar a R$ 500,00, duas gratuidades já causam um grande desequilíbrio, isso sem contar que as empresas são obrigadas a conceder outras duas para idosos, ampliando ainda mais o prejuízo. As empresas de ônibus não estão erradas já que não são instituições de caridade para conceder gratuidades para quem quer que seja. Isso também deveria valer para o transporte coletivo urbano, onde o grande número de pessoas que não pagam passagem causam prejuízos às empresas. Se há um respaldo público, com o pagamento de subsídios às empresas, as gratuidades poderiam ser concedidas sem o menor problema já que alguém está pagando as passagens pelos não pagantes, mas se ninguém paga por isso, ninguém mais pode ser onerado. Algumas cidades fazem o absurdo de dividir o valor das gratuidades entre os pagantes, ou seja, todos que pagam tarifa de ônibus acabam pagando um pouquinho a mais para que outros andem gratuitamente. É justo isso? Em outros países não há gratuidades no transporte. Todos pagam passagem e o valor da tarifa consegue ser bastante reduzido. Nem idosos estão isentos do pagamento de tarifa. O problema é que no Brasil, quando um benefício é concedido, ninguém quer retirá-lo justamente por ter um custo político muito grande, além do que os políticos mesmo não usam transporte público e nem tem empresas de ônibus, por isso não estão nem aí pra nada. Essa lei que concede gratuidades para jovens carentes é um grande erro e deveria ser revista com urgência pois além de causar prejuízo às empresas também atrapalha os pagantes que querem viajar de ônibus. Em períodos de alta temporada qualquer lugar dentro dos ônibus, independente do destino, faz muita diferença. Mesmo com os ônibus extras que são colocados, esses dois lugares poderiam ser ocupados por pagantes que muitas vezes têm urgência para viajar ou que acabam tendo que ficar esperando outra data já que o ônibus está lotado. Esperamos que o STF veja com muito carinho essa questão levantada pela ABRATI para que a decisão seja justa para todos.


A IMAGEM MARCANTE

Indaiatuba, SP

Sexta-feira, 3 de Março de 2017

Durante uma fiscalização após um acidente com moto, cinco ônibus da Viação Indaiatubana foram tirados de circulação. Todos eles estavam com pneus carecas, o que prejudica bastante o desempenho do veículo em uma freada. Além disso, um desses coletivos estava com a documentação irregular. A foto e as informações são da TV Sol Comunidade.


A GRANDE MATÉRIA

Mobilidade Urbana

FIA lança iniciativa para cidades a planejar mob

Fia Smart Cities foi lançado na semana passada, durante o Salão Au

Da FIA | assessoria Em uma época de rápida urbanização global, é cada vez mais urgente redefinir um novo modelo de mobilidade urbana sustentável. Semana passada, no Salão do Automóvel de Genebra, a Federação Internacional do Automóvel (International Automobile Federation - FIA) lançou uma nova iniciativa - a FIA Smart Cities - com o objetivo de ajudar as cidades a definirem soluções mais adequadas para enfrentar os novos cenários em que a mobilidade tem um papel central. A plataforma de lançamento desta iniciativa é o Campeonato FIA de Fórmula E, a primeira série de corridas para veículos monopostos totalmente movidos à eletricidade, com eventos realizados no coração de algumas das cidades mais importantes do mundo, desde 2014. “A FIA Smart Cities é algo inteiramente novo para a nossa Federação”,disse o presidente da FIA, Jean Todt. “Queríamos apresentar uma iniciativa que pudesse reunir os melhores aspectos da mobilidade sustentável, para marcar as cidades que acolhem as rodadas do Campeonato FIA de Fórmula E, uma série que apresenta as melhores oportunidades de sinergia entre os dois pilares em que a FIA se baseia: esporte e mobilidade. Temos o apoio dos conselhos municipais, dos nossos clubes e também de importantes atores da indústria e das finanças, que optaram por nos apoiar nesta iniciativa. Resolver o desafio da mobilidade exigirá ações audaciosas e coordenadas dos setores público e privado: espero que a iniciativa FIA Smart Cities possa contribuir para projetar cidades melhores para quem vive nelas agora e para as gerações futuras “. A primeira parte da FIA Smart Cities será apresentada em conjunto com quatro rodadas da terceira temporada da Fórmula E, realizadas na Cidade do México, Berlim e Montreal, bem como em um evento especial em Paris. Em cada sexta-feira antes do dia da corrida, haverá um Fórum que reunirá palestrantes de autoridades nacionais e locais, institutos de pesquisa, importantes atores da indústria e membros da FIA para refletir

08 interbuss | 13.03.2017

sobre como as inovações abriram caminho para uma mobilidade mais segura, mais conectada e mais sustentável em várias cidades do mundo. Alejandro Agag, fundador e CEO da Fórmula E, disse: “Estou muito satisfeito por a FIA ter escolhido a Fórmula E para ser associada à iniciativa FIA Smart Cities. É uma tarefa ambiciosa abordar a questão de que os centros urbanos enfrentam tanto a poluição atmosférica como a mobilidade eletrônica, e estou orgulhoso de que, em conjunto com o órgão de governo e os nossos parceiros, possamos celebrar aqueles que estão criando novas tecnologias na luta contra as alterações climáticas. À medida que a indústria automobilística se move em direção à eletrificação, a Fórmula E é uma plataforma que pode acelerar e promover a mudança para a mobilidade sustentável”. Paralelamente a estes fóruns, haverá duas outras atividades na iniciativa: o prêmio FIA Smart Cities Awards e o FIA Smart Cities Startup. O primeiro envolve as cidades que hospedam rodadas da atual temporada de Fórmula E, que serão sendo convidadas a apresentar um projeto de mobilidade sustentável. Um painel de juízes de alto nível escolherá os dois projetos mais inovadores em serviços e soluções de mobilidade, que serão reconhecidos em um evento de gala em Montreal, a cidade que abriga a rodada final do campeonato. A FIA Smart Cities Startup é uma competição criada em conjunto com a empresa de fundos de investimento Digital Leaders Ventures, que visa identificar, apoiar e investir nas empresas de tecnologia mais inovadoras e impactantes do mundo no ecossistema de cidades inteligentes. Os projetos apresentados ao painel para análise vão focar em tecnologias que promovam soluções de mobilidade seguras e sustentáveis nas cidades. “Nossa sociedade é mais móvel do que nunca, o que leva a desafios completamente novos para as cidades e infraestrutura de transporte”, disse Monty C. M. Metzger, sócio da Digital Leaders Ventures. “As startups fornecerão soluções rápidas para esses desafios enquanto criarão novas oportuni-

dades de negócio. A Digital Leaders Ventures está empolgada em lançar o concurso Global Startup Contest em parceria com a FIA e em premiar as primeiras FIA Smart Cities Startups”. Os parceiros fundadores da FIA Smart Cities são ENEL, Julius Baer e Michelin. “Estamos satisfeitos em fazer parte da iniciativa FIA Smart Cities, uma oportunidade única para criar uma plataforma intersetorial de compartilhamento de melhores práticas em energia, inovação, conectividade e serviços Smart Urban”, disse Robert Denda, chefe de Tecnologia de Rede na divisão de Global Infrastructure and Networks da multinacional ENEL, parceira oficial de energia da Fórmula E. “Vamos contribuir com nossa tecnologia e liderança no desenvolvimento de Smart Grids, alavancando nossa parceria com a Fórmula E, para ajudar a formar uma comunidade inteligente global que promova a eficiência, sustentabilidade e mobilidade inteligente com o objetivo de tornar nossas cidades melhores lugares para viver”. “A nossa parceria global com o Campeonato de Fórmula E da FIA apoia a sensibilização para tecnologias inovadoras para meios de transporte mais sustentáveis. Sendo um dos parceiros fundadores, a iniciativa FIA Smart Cities é um passo lógico, uma vez que nos permitirá contribuir para a discussão do futuro da mobilidade. Nossa filosofia da próxima geração gira em torno


Mercado

a ajudar Transportes Mageli renova bilidade

utomóvel de Genebra

frota com Audace

Foram adquiridas cinco unidades do ônibus

de uma exploração das megatendências globais destinadas a afetar nossas vidas nos próximos anos e busca oportunidades de crescimento sustentável com base nessas megatendências, entre as quais definitivamente estão a transição energética e a sua mobilidade tópica interligada”, comentou Marco Parroni , chefe do Global Sponsoring Bank Julius Baer. “Como a Michelin está comprometida com todas as iniciativas que melhorem a segurança rodoviária e construam a mobilidade do futuro, é natural que a empresa esteja ao lado da FIA e apoie a iniciativa Smart Cities”, disse Claire Dorland-Clauzel, membro do Comitê Executivo da Michelin. “De acordo com a sua política de desenvolvimento sustentável, a Michelin está empenhada em facilitar o desenvolvimento da mobilidade sustentável em todas as suas atividades. Portanto, estamos muito satisfeitos por a FIA desejar reconhecer as cidades que implementam ações e estruturas que permitem uma mobilidade mais ecológica, inteligente e eficiente em termos de energia “. Calendário da primeira edição da FIA Smart Cities em 2017: 30 e 31 de março Cidade do México 19 de abril Paris* 8 e 9 de junho Berlim 28 e 29 de julho Montreal *Evento especial

Da Marcopolo | assessoria A Marcopolo forneceu mais cinco ônibus Audace para o programa de renovação de frota da Transporte Mageli, do Rio de Janeiro. Desenvolvido para atender linhas rodoviárias e intermunicipais, o modelo será utilizado no deslocamento de passageiros no estado fluminense. Segundo Paulo Corso, diretor de operações comerciais e marketing da Marcopolo, a renovação de frota tem como objetivo oferecer veículos diferenciados e que se destacam pelo conforto e versatilidade. “A Mageli optou pelo modelo Audace porque oferece elevado padrão de qualidade, conforto e segurança para os passageiros. Pode ser utilizado tanto no turismo pelo litoral do estado, fretamento e no transporte urbano”, destaca o executivo. Com capacidade para transportar 47 pessoas em poltronas do tipo Executiva com 1.030 mm de largura, o Audace foi projetado para atender de forma versátil e diferenciada os segmentos de fretamento contínuo, fretamento receptivo, bem como

linhas regulares de média e curta distâncias. O modelo conta com sistema de ar-condicionado, com saídas individuais, e rádio AM/FM. O Audace possui para-brisas e vidros laterais colados, que ampliam a visibilidade para os passageiros e para o motorista, conjunto óptico, com LEDs nas luzes de direção e de posição. Na traseira, tem lanternas integrais e delimitadores exclusivos, também em LEDs, o que amplia a segurança. Internamente, é equipado com porta que se desloca para a parte interna e oferece maior segurança e funcionalidade na operação, além da escada com degraus que tornam as operações de entrada e saída mais confortáveis. A segurança também é garantida pelos corrimãos posicionados de forma mais acessível e iluminação em LEDs. O Audace conta ainda com parede de separação do salão de passageiros e da cabine do motorista com desenho funcional e que permite melhor aproveitamento do espaço interno e iluminação interna em LEDs, com luzes indiretas para maior comodidade e sofisticação. 13.03.2017 |

interbuss 09


COLUNAS

NOSSO TRANSPORTE ADAMO BAZANI | adamobus@gmail.com

Com novo micro, Mascarello quer ampliar participação nos segmentos de fretamento Modelo GranMicro S4 é o mais recente lançamento da produtora paranaense e turismo

A encarroçadora de ônibus Mascarello, com sede em Cascavel, no Paraná, aposta num novo modelo de micro-ônibus para ampliar a participação nos seguimentos rodoviário e de fretamento. Trata-se do GranMicro S4. A expectativa para modelo já vinha desde o ano passado, mas lançamento oficial ocorreu nesta semana na sede da empresa. O micro-ônibus, de acordo com a fabricante, alia praticidade na manutenção e robustez com o conforto exigido pelos passageiros nesse tipo de serviço. O modelo conta com um design mais moderno e com soluções como novo mecanismo de acionamento da porta e espelho retrovisor mais amplo. Porta foco com carregador USB

10 interbuss | 13.03.2017

e ar-condicionado também são itens encontrados no modelo. O monitor do salão para entretenimento é posicionado no portapacotes, melhorando assim a circulação interna dos passageiros. A Mascarello também diz que o ônibus atende já os padrões ECE R66, norma europeia que contém uma série de soluções para evitar tombamentos ou deixar os acidentes deste tipo menos graves. A encarroaçadora relaciona alguns destaques do GranMicro S4: • Novo Design Frontal com novos faróis, mais altos e eficiente, DRL em Led de série. • Novo acesso de entrada mais amplo com novo mecanismo de porta. • Acabamentos externo cromados.

• Nova tampa traseira em alumínio com maior acesso às bagagens. • Novo Espelho retrovisor mais amplo. • Novo Porta Pacotes com luz indireta e luz de cortesia na cor azul. • Novo Porta Foco com carregador USB. • Nova Parede de seapração Slim, permite o maior aproveitamento de salão da categoria. • Monitor de salão posicioando no portapacotes. • Novo Painel de motorista com ar condicionado total independente quente e frio. • Maior acesso a central eletrica. • Novos materiais de revestimentos e novas cores internas. • Estrutura mais leve, atende a diretiva ECE R66.


STF vai analisar gratuidades para jovens em ônibus interestaduais

O STF – Supremo Tribunal Federal vai analisar Ação Direta de Inconstitucionalidade – ADI número 5657 que contesta a forma como estão sendo concedidas as gratuidades para jovens de baixa renda nos transportes interestaduais e internacionais gerenciadas pela ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres dentro do chamado Estatuto da Juventude – Lei Federal 12.852/2013. A ação foi movida pela Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros – Abrati. Os donos de empresa de ônibus alegam que a lei “viola a garantia constitucional de equilíbrio econômico-financeiro dos contratos (artigo 37, inciso XXI, da Constituição Federal) combinado com os artigos 5º, inciso XXII, e 170, que retratam o direito de propriedade inerente à iniciativa privada. Também aponta violação ao direito social ao transporte, consagrado pelo artigo 6º, da Constituição Federal, ao se exigir o cumprimento do benefício de gratuidade, sem a instituição de financiamento direto pelo Poder Público.” As empresas de ônibus pedem que as gratuidades só venham ser estabelecidas depois da definição do financiamento público destas passagens. Por isso, as viações

querem que não seja usada a interpretação do artigo 32 da Lei 12.852/2013 que conduz à exigência de gratuidade desacompanhada da instituição de financiamento direto pela União. “Não se questiona a plena vigência e eficácia de leis que repercutem sobre serviços públicos delegados, imediatamente aplicáveis ao ente estatal titular e responsável pelo serviço. No entanto, em relação aos concessionários, permissionários e autorizatários, em razão da natureza contratual do vínculo decorrente de um ato jurídico perfeito, que deve ser respeitado por qualquer lei, o âmbito de incidência da norma é condicionado à instituição de um correspondente regime de ressarcimento”, argumenta. O ministro relator do caso, Luiz Fux, adotou, segundo a assessoria de comunicação do STF, o chamado rito abreviado previsto no artigo 12 da Lei 9.868/1999 (Lei das ADIs). A medida permite que o STF analise a questão de forma definitiva, sem prévia análise do pedido de liminar, tendo em vista a relevância da matéria e sua importância para a ordem social e segurança jurídica. O ministro determinou a notificação dos presidentes da República e do Congresso Nacional para que prestem informações processuais e, em seguida, a vista dos autos

Relator ministro Luiz Fux adotou rito que dispensa análise do pedido de liminar

à Advocacia-Geral da União (AGU) e à Procuradoria Geral da República (PGR). Pela lei, são destinadas duas vagas com 100% de gratuidade. Se as poltronas com jovens beneficiados já tiverem sido ocupadas, quem tem a ID Jovem pode ter 50% de desconto. O beneficiário não poderá fazer reserva em mais de um horário para o mesmo dia, para o mesmo destino ou para horários e para dias cuja realização da viagem se demonstre impraticável e caracterize domínio de reserva de lugares, em detrimento de outros passageiro com o mesmo direito. A passagem gratuita ou desconto só valem em ônibus ou vagões convencionais, excluindo os modelos leito, executivo ou semileito. A ID Jovem é destinada para pessoas com idades entre 15 e 29 anos e que tenham uma renda familiar de até dois salários-mínimos (R$ 1.874), independentemente de serem estudantes ou não. O jovem também precisa estar inscrito no CadÚnico (Cadastro Único para programas sociais do Governo Federal), e ter o número do NIS (Número de Identificação Social), que está no Cartão Cidadão, no extrato do FGTS ou na Carteira de Trabalho. 13.03.2017 |

interbuss 11


interbuss

VILLELA DESIGN

Marcopolo Paradiso G7 1200 Empresa Gontijo, em Belo Horizonte/MG


DEU NA IMPRENSA

Transpo Online

RESUMO DAS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DA IMPRENSA ESPECIALIZADA

Venda de implementos seguem em queda em 2017

Do site | notícias O primeiro bimestre do ano manteve a tendência negativa apresentada nos demais balanços de desempenho da indústria produtora de implementos rodoviários, em queda desde 2015. Nos dois primeiros meses de 2017 foram emplacados 6.619 implementos rodoviários ante 9.513 do mesmo período do ano passado. A retração no período foi de 30,42%. No entanto, a ANFIR acredita que os primeiros sinais de recuperação poderão surgir logo após abril. “O transporte da safra brasileira de grãos deverá trazer algum alento à indústria”, acredita Alcides Braga,

14 interbuss | 13.03.2017

presidente da ANFIR. Nesse caso, segundo Braga, os efeitos positivos seriam sentidos, mesmo que timidamente, no segmento de Reboques e Semirreboques. “O setor de Carroceria sobre Chassis poderá se beneficiar a partir de julho se houver a esperada retomada da atividade econômica também nos centros urbanos”, avalia. A ANFIR estima que o setor fabricante de implementos rodoviários poderá fechar o ano com desempenho positivo de aproximadamente 10%. “Há uma longa lista de investimentos públicos e privados que tem sido divulgada desde janeiro e que poderá também trazer efeitos positivos para o setor”, informa Mario Rinaldi, diretor

Executivo da ANFIR. “A soma de todos os empreendimentos poderá resultar em um efeito favorável, mesmo que lento”, diz Rinaldi. Segmentos em queda – O segmento de Pesados (Reboques e Semirreboques) recuou 22,49% no primeiro bimestre de 2017 com relação ao mesmo período do ano passado. Em números foram emplacados 2.753 unidades contra 3.552 produtos no mesmo exercício de 2016. Já no setor de Leves (Carroceria sobre chassis) foram entregues ao mercado 3.866 produtos no primeiro bimestre do ano ante 5.961 no mesmo período de 2016, o que representa queda de 35,15%.


Transpo Online

New Holland inaugura safra de arroz no Paraguai

Do site | notícias As colhetadeiras da New Holland Agriculture, uma marca da CNH Industrial, foram protagonistas na inauguração da safra de arroz no Paraguai. A abertura oficial da temporada foi marcada por uma cerimônia realizada na Villa Oliva Rice, um dos produtores de arroz mais importantes do país. O evento contou com cerca de 500 convidados, entre eles o presidente do Paraguai, Horacio Cartes, executivos da New Holland na América Latina e representantes da Ciabay, concessionária da

marca no Paraguai. Todos os presentes puderam acompanhar de perto as colheitadeiras da New Holland em ação. O presidente Cartes sentou-se na cabine de uma CR9.80 da marca para conhecer com mais detalhes a sua fácil operação e ter uma noção de como ela funciona durante a colheita de arroz no país. Além da demonstração, os participantes fizeram um tour pela unidade da Villa Oliva Rice, onde tiveram a oportunidade de observar o processo completo de produção do arroz: desde a colheita

até a embalagem. Um almoço composto de pratos à base de arroz foi servido para demonstrar a qualidade do produto final. Com uma produção média de 80.000 toneladas de arroz por ano, a Villa Oliva Rice está localizada 120 quilômetros ao sul da capital Assunção. Sua localização geográfica é estratégica, pois, além das condições climáticas ideais para a produção de arroz de alta qualidade, o local também é privilegiado em termos de transporte e logística com 18.000 hectares de terra situada ao longo do rio Paraguai. 13.03.2017 |

interbuss 15


REDE SOCIAL

AS MELHORES FOTOS DA SEMANA NO FACEBOOK

Flavio Oliveira | Marcopolo Paradiso G7

Caio César | Caio Foz

Vinicius Christófori | Marcopolo Torino

16 interbuss | 13.03.2017

Lucas Lima | Irizar New Century

José Franca Neto | Caio Apache Vip

Alex de Souza | Ciferal Padron Cidade


Fábio D’Moura | Caio Apache Vip Adriano Minervino | Marcopolo Paradiso G7

José Franca Neto | Marcopolo Paradiso G7 Gilberto Costa Junior | Marcopolo Viale

Tiago Aredes | Caio Foz Super

Rodrigo Gomes | Marcopolo Torino GV

13.03.2017 |

interbuss 17


O MELHOR DA INTERBUSS

UMA SELEÇÃO DAS MELHORES FOTOS PUBLICADAS NAS GALERIAS DO PORTA

Weiller Junior Comil Campione Volksbus 17 240 OT | Gray Line

Weiller Junior Marcopolo Torino Vokksbus 17 230 EOD | Praia Grande

Victor Hugo Guedes Pereira Marcopolo Torino GV MBB OF-1620 | Cidade Verde

Victor Hugo Guedes Pereira CMA Flecha Azul Scania K113 | Viação Real

Valdeson - Goiânia Caio Millennium MBB O-400UPA | Metrobus Goiânia

Valdeson - Goiânia Caio Millennium MBB O-400UPA | Metrobus Goiânia

18 interbuss | 13.03.2017


S JÁ TAL INTERBUSS

Welder dos Santos Dias Caio Apache Vip Agrale MA 15.0 | Viação Vitória

Welder dos Santos Dias Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500RSD | Viação Itapemirim

WCézar Comil Versátile MBB OF-1318 | Transtur Voyager

Weiller Junior Marcopolo Paradiso G6 1200 MBB O-500RS | Guanabara

Vitor Fernando Mello Marcopolo Torino MBB OF-1418 | Transtol

Wainey Teixeira Busscar Jum Buss 400 Scania K124IB | Medianeira 13.03.2017 |

interbuss 19


O MELHOR DA INTERBUSS

Vagner Valani Busscar El Buss 340 MBB OF-1722M | Buses Amistad

Vagner Valani Marcopolo Torino GV Volvo B10M | Irmãos Rafagnin

Tio Wilson Neobus Mega MBB OF-1418 | Miramar

Tio Wilson Caio Millennium Scania K270 | Metra

Tiago de Grande Caio Apache Vip MBB OH-1628 | Viação Atibaia São Paulo

Tiago de Grande Caio Foz Volksbus 8 150 | AD Tur

20 interbuss | 13.03.2017


Vagner Valani Nielson Diplomata MBB O-364 | Santa Rita Del Monday

Vagner Valani Marcopolo Viaggio Scania S112 | Rápido Caaguazú

Vagner Valani Marcopolo Paradiso GV 1450LD MBB O-400RSD | Caprioli

Vagner Valani Busscar Vissta Buss HI MBB O-400RSD | Viação Garcia

Tiago de Grande Caio Apache Vip MBB OF-1722 | N. S. Fátima Auto Ônibus

Tiago de Grande Ciferal GLS Bus Scania F113 | Viação São Benedito 13.03.2017 |

interbuss 21


COLUNAS

VIAGENS & MEMÓRIA

NOVA INTERBUSS.

MARISA VANESSA N. CRUZ | ideiaselembrancas@gmail.com

Os 10 anos do Expresso Tiradentes – parte II Quando o então candidato a prefeito de São Paulo, Celso Pitta, disse em 1996 que no seu mandato, iria construir o “Fura-Fila” – na época era uma espécie de ônibus elétrico, biarticulado, que circularia sobre trilhos... um VLP, veículo leve sobre pneus. Até a Marcopolo fez o carro protótipo, e divulgou para o mundo inteiro na Fórmula 1, no GP do Brasil de 1998, na pista de testes ao lado do Autódromo de Interlagos. Meses depois, ainda em 1998... as obras pararam. Nem sua sucessora continuou as obras. Em 2005, com o prefeito José Serra, ele mesmo pensou em demolir toda a estrutura construída, já que as obras não serviram para mais nada. Então, ele remodelou todo o sistema para um simples... corredor exclusivo de ônibus! Um projeto bem mais barato e de baixo custo de manutenção que uma simples ferrovia. E renomeado para “Expresso Tiradentes”. Ano seguinte, aproveitando a construção do corredor, a Caio lançou o novo modelo articulado, o Mondego HA. Seu protótipo, pintado em demonstração para a Viação Campo Belo, foi parar comercialmente na Via Sul, com o prefixo 5 2500, rodando até os dias atuais. E foi o modelo padrão nos primeiros anos daquele Expresso. Eu lembro nos primeiros meses após a inauguração, em 2007. Rodavam os articulados Mondego e os híbridos da frota pública, que eram os 14 Gran Viale encarroçados sobre os chassis Tutto UPB C2 EX DRG, os mesmos que rodaram na Gatusa entre 2003 e 2006. Os únicos diferenciais encontrados nos ônibus adaptados para o Expresso Tiradentes, exclusivos para a linha 5105 (Terminal Mercado – Terminal Sacomã) são até hoje: ausência do banco do cobrador e a ausência da campainha para o desembarque, já que o sistema obriga a parada de todos os pontos de embarque e desembarque. São ajustes internos, e não são ônibus pré-fabricados exclusivamente para esse sistema. Quando há remanejamento de ônibus articulados do Expresso Tiradentes para o sistema comum, a catraca e o banco do cobrador são posicionados novamente e a campainha ajustada para funcionar. Outro fator favorável para o Expresso Tiradentes foi o tempo de embarque do Terminal Mercado para o Terminal Sacomã: menos de 15 minutos. Antes da inauguração, o trajeto em uma antiga linha radial de

NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss um ponto a outro demorava, em horários de pico, cerca de 50 minutos. É claro que os ônibus do corredor não falam “Portas fechando” como no sistema de ônibus de Curitiba, mas seria interessante como sugestão para os próximos ônibus a serem produzidos. De lá pra cá, a frota mudou. Em 2010, vieram os 10 ônibus biarticulados, e com o passar dos anos, a frota foi renovada em novos articulados Mondego, e também os primeiros ônibus superarticulados, de 23 metros.

Em novembro de 2014, a convite da Associação Paulista de Busólogos (APBus), visitei o Centro de Controle Operacional do sistema, localizado no Terminal Mercado, com direito a palestra e explicações sobre o Expresso Tiradentes. O Expresso Tiradentes ajudou a facilitar a vida de muitos usuários do transporte público, reduzindo o tempo de deslocamento de um ponto a outro. Uma pena que só existe na região do Sacomã e Vila Prudente ao centro, mas foi uma experiência de projeto e tanto.

PORQUE TRANSPORTE É VIDA

22 interbuss | 05.03.2017


ANUNCIE NA

INTERBUSS E FIQUE PERTO DO SEU PÚBLICO E DOS SEUS POTENCIAIS

CLIENTES CONTACTE-NOS E FAÇA UM BOM NEGÓCIO

revista@portalinterbuss.com.br

interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA


NOVA INTERBUSS. NOVO CONTEÚDO

NOVA VISÃO TUDO NOVO TUDO POR VOCÊ interbuss PORQUE TRANSPORTE É VIDA

Revista InterBuss | Edição 335 | 12.03.2017  

Edição com 24 páginas | Concluída na quinta, 09/03 | Confira as melhores fotos de ônibus da semana e também mais um lote de fotos já publica...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you