Page 1

Edição 28 | Ago/Set 2018 | R$ 11,90

AstROlOgIA

sua Vênus revela como você seduz HORA DA VIRADA

Mude já para melhor e ‘treine’ sua cara metade especIAl lIfestyle

hits &

Clássicos

Moda luxo coM a influencer valentina torres prepare os tradicionais nhoque e panqueca coMo usar o trend hair de giovana antonelli o hotel feito para conquistar brigitte bardot

nOssA cApA

daniela ungaretti

A sensibilidAde e As pAixões dA ApresentAdorA de tv

v integre ambientes v estilo industrial HOme & wORk DecOR

empReenDeDORIsmO

Sucesso: porque é importante ter relações de confiança


RIO GRANDE DO SUL

A CASA VIVA DE 22/07 A 16/09

O maior evento de décor, arquitetura e paisagismo das Américas preparou para você uma experiência única e

R. CARLOS HUBER, 222

inesquecível. Venha ver, tocar, experimentar e se emocionar

PORTO ALEGRE

com ambientes que revelam a casa como um organismo vivo e afetivo. Não perca!

TV CASACOR

PATROCÍNIO NACIONAL

CARRO OFICIAL

PARCEIRO NACIONAL DE SUSTENTABILIDADE

casacorrs

PATROCÍNIO LOCAL

@casacorrs

GÁS OFICIAL

casacor.com

FORNECEDOR OFICIAL

casacorrs

PARCEIRO LOCAL DE SUSTENTABILIDADE

HOTEL OFICIAL

SEGURADORA OFICIAL


editorial

A

Revista BENDITA e eu te convidamos para mais momentos de leitura e trocas. Trocas sim, porque acreditamos na ideia de interação, que o que lemos pode transformar nossos dias, fazer crescer como pessoas e nos inspirar em histórias que poderiam ser as nossas. Nessa edição, nossa Bendita da Capa é uma dessas mulheres inspiradoras e reais. Dona de um carisma e uma personalidade, que nos deixa à vontade, a Daniela Ungaretti representa muito a mulher que faz e se descobre a cada momento. Além da super entrevista com a apresentadora do programa Bom Dia Rio Grande, iremos conhecer mais histórias inspiradoras de mulheres que descobriram no empreendedorismo uma forma de conciliar maternidade com a carreira. Também trouxemos editoriais luxuosos de moda e beleza, a volta de nossas sugestões de gastronomia e turismo - a pedidos, essas seções voltaram e estão internacionais! Aliás, a reportagem de turismo vem da França, nossa homenagem ao país campeão da Copa do Mundo deste ano. Em época de Casa Cor Rio Grande do Sul, deleite-se com nossas colunas de arquitetura e design - além da entrevista com a arquiteta Milena Decker e a seção Materna com um quarto infantil adaptado para a chegada do bebê. Como vocês sabem, a BENDITA não para e traz uma novidade, a Revenda Bendita - uma forma que vimos de incrementar nosso apoio ao Empreendedorismo Feminino, bandeira que defendemos desde o início. Na Revenda Bendita, as consultoras poderão ter uma renda extra, fazendo o seu horário, ou mesmo iniciar seu próprio negócio, tendo independência financeira. Além de poder contar com as orientações da equipe BENDITA para crescer e ter sucesso com o mix de produtos e serviços da revista BENDITA. E fiquem ligadas nas nossas redes sociais, onde divulgamos nossos eventos, promoções e mais um monte de benefícios pelo Clube Bendita. Beijos com amor!

Patrícia Leão Ferrás Diretora


38 O Mais Pedido nos salões

índice 18

10 12

Toque de Empresária Novas diretrizes e vocabulário no meio corporativo

13

Materna Transforme o quarto infantil para receber o irmãozinho

14

Home Decor Projeto ensina a integrar três ambientes

15

Bem Atender Avalie o nível de confiança entre clientes e empresa

Psicologia Analise seu passado e descubra fatores para sua mudança

Work Decor Loja masculina aposta no estilo industrial

O segredo do corte de cabelo de Giovanna Antonelli

19

Carreira Empresária lança escritório de Arquitetura

24 Bendita da Capa A jornalista Daniela Ungaretti fala de dia a dia, carreira e família

30 Tarô Reconheça sua criança interna e saiba como perdoar seus pais

34 Trends Multiplique as peças do closet em novas versões

36 Relacionamento Saiba como treinar seu namorado ou marido

40 Moda Luxo Blogger Valentina Torres mostra seus hits da estação

46 França O hotel feito para conquistar o coração de Brigitte Bardot

50 Gastronomia Clássicos: prepare deliciosos nhoque e panqueca

52 Astrologia Onde está Vênus no Mapa Astral mostra sua sedução


No salão, visitantes puderam conhecer o melhor que a indústria moveleira oferece, com peças de design único, passeando por estilos clássicos e modernos, além de antecipar o que será tendência neste ano. Paralelamente, Milão recebeu o Fuorisalone, uma agenda de eventos

distribuídos por toda a cidade. Expandindo seus horizontes, ele se relaciona com setores como o automobilístico, tecnológico e artístico. Um dos destaques da Fuorisalone foi a mostra Be Brasil, que ocupou o SpazioEdit e reuniu obras de 65 empresas e designers brasileiros. Jader Almeida também teve destaque, com peças assinadas por ele integrando a mostra Good News FromBrazil, pela primeira vez no PalazzoLitta. As peças em questão passam a integrar o portfólio internacional da marca Sollos.

Salão Satélite

A

57ª edição do Salão Internacional do Móvel de Milão , na Itália, exibiu o que há de mais novo no mercado mobiliário internacional. O evento contou com cerca de dois mil expositores (sendo 30% estrangeiros) em uma área de exposição de mais de 200 mil metros quadrados.

Foto: Satsuma Washi Studio

Imagem: Divulgação Sollos

Novidades direto de Milão

mundo design Para profissionais de até 35 anos, o Salão Satélite aconteceu na programação do Salão de Milão. É uma vitrine de novos talentos, como a designer Keiko Haraguchi (Satsuma Washi Studio), que levou luminárias com técnica milenar japonesa.

Mariella Stock A empresária e proprietária da loja Maiora Design Furniture adora viajar e estar entre amigas e amigos redacao@revistabendita.com.br


expediente www.revistabendita.com.br www.facebook.com/revistabendita (51) 98910.9496

colaboradores

ago/set

diretora e jornalista responsável Patrícia Leão Ferrás bendita@revistabendita.com.br

quem faz Design / Diagramação Rafael Cardoso Furtado Assessoria Jurídica Ludwig Advogados Associados

camila e lisiane

cheila garcia

cris costa

cristina porto

kerlen costa

isabel mitchel

laura e thaís

luciana alano

luciana santos

marcelo paixão

márcia nascente

mariella stock

Arquitetas

Arquiteta Urbanista

Terapeuta Holística

Impressão Gráfica Odisséia Circulação Porto Alegre, Região Metropolitana e Serra

contatos Assinaturas – (51) 3024.4554 assinaturas@revistabendita.com.br

Consultora em Gestão

Advogada

Diretora de Arte e Marketing

Comercial – (51) 98910.9496 comercial@revistabendita.com.br Redação – (51) 3086.4551 redacao@revistabendita.com.br Endereço Rua Padre Réus, 1959/112, bairro Tristeza Porto Alegre/RS, Cep 91920-000

Advogadas

A Bendita Magazine é uma publicação da

Empresária

Maquiadora

Artigos e opiniões emitidas são de inteira responsabilidade de seus autores, assim como o conteúdo dos anúncios. Proibida reprodução do conteúdo da revista sem autorização prévia.

Coach e psicólogo CAPA Foto: Betania Lusa Cabelo: Shirley Luz (Oikos Hair - Zona Sul) Maquiagem: Raquel Cristiane Gonçalves (Oikos Hair – Zona Sul) Produção e estilo: Revista Bendita Daniela usa blusa Ton Âge e Joias D’Vie Joalheria

renata maria

Personal Stylist

Consultora de Imagem

Empresária


bendita casamento

Detalhes do enlace da digital influencer

Helena Lunardelli (blog Do Jeito H) revela escolhas sofisticadas para casamento em clima bucólico Fotos: Cissa Sanomya

H

elena Lunardelli, digital influencer e referência nacional quando o assunto é beleza, se casou. Ela e o noivo, Eduardo Azevedo, realizaram o casamento dos sonhos em São Miguel dos Milagres, Alagoas. A Revista BENDITA traz algumas curiosidades sobre o enlace dela. O LUGAR – Apaixonada por praia e natureza, Helena escolheu um local reservado que pudesse trazer o clima bucólico. São Miguel dos Milagres é uma cidade famosa pelas praias de mar cristalino da Costa dos Corais e muito sossego. Já a Capela dos Milagres é perfeita para um casamento pé na areia! O VESTIDO – Helena contou com a expertise da estilista Elisa Lima, que produziu um vestido todo em renda francesa. Foram usadas duas texturas para montar um padrão único. Com uma renda vertical usada de base e

uma renda floral sobreposta em toda barra e corpo. Para finalizar, foram aplicadas inúmeras flores 3D de tamanhos diferentes, nos tons de rosa blush, nude e pérola, com sapatos Paula Torres. A leveza da camada de tule e das mangas arrematou o look e deu muita bossa para o altar à beira mar. O CASAMENTO – Em clima de petit comité, familiares e amigos fizeram parte da cerimônia. Entre as amigas, a também F*hits influenciadora Lala Noleto, madrinha da noiva. Duas festas seguiram o clima intimista e pé na areia.

A primeira, um pre-wedding na sexta, deu as boas vindas aos convidados; e a segunda, no sábado, após a cerimônia, contou com show da cantora Preta Gil.

A regra é: não usa há mais de um ano, é hora de desapegar. Compramos lotes de roupas, acessórios e sapatos femininos. Os lotes devem ter no mínimo 15 peças limpas em ó mo estado. Dá para levar um bom dinheiro para casa, A visita para avaliação deve ser agendada. Desapega que eu Pego é referência quando se fala em brechó. Oferta é o que não falta, Rua Papa João XXIII, 141 Av. Wenceslau Escobar, 3015 cada visita você sempre encontra novidades Porto Alegre-RS 51 99828 1328

Cachoeirinha-RS 51 99821 5906


capa da edição 27 | mar/abr 2018

Mande sua opinião e sugestões redacao@revistabendita.com.br Por questão de espaço, o texto poderá ser resumido a critério da redação.

“Amo a revista Bendita. Sou de Porto Alegre e moro na Irlanda. Estou trabalhando como decoradora de festas aqui e abrindo esse mercado. Estou há quase um ano e com a agenda bem cheia. Aprendi a customizar e investir em acervo, pois não há lojas de aluguel de peças como no Brasil. Minha clientela é, na maioria, brasileira. Aos poucos estou conquistando os irlandeses com nosso jeito brasileiro de decorar!” Bianca Garibaldi “Evento perfeito para nós mulheres! Obrigada, adorei participar, estava maravilhoso com grandes palestrantes! Parabéns à Revista Bendita!” Taís Santos Neto

Imagem: Reprodução

“A revista da mulher! Super indico. Matérias que nos orientam a ter mais qualidade nas relações com trabalho, família e lazer” Rosa Mary Witt

CORREÇÃO 1: Cristina Leke (@titaleke) é o nome correto da fotógrafa da coluna Work Decor na edição 27 da Revista Bendita, diferente do que foi publicado. Foto: Luciane Valente

leitores

CORREÇÃO 2: Na seção Bendita Eventos, na edição 27 da Revista Bendita, foi suprimida a legenda. Na foto, estão Susan Dietz, Irene Dietz, Karin Dietz e Helen Dietz (@HDMakeHair).


Fotos: Cristina Leke

work decor

o l l i t ria s E st u ra d In pa s le e 10

revistabendita.com.br

A

Fotos: Cristina leke

s características do estilo industrial tendem a transmitir conceitos mais rígidos e aparentemente menos aconchegantes. Por isso, muitas vezes pode ser difícil encontrar o equilíbrio entre a estética industrial e a elegância. Porém, vale a pena apostar na tendência para alcançar o visual industrial chique e construir espaços charmosos e contemporâneos. A Duora Homem é uma loja de vestuário e acessórios multimarcas exclusivamente voltada para o público masculino. Com a arquitetura despojada e livre, os materiais brutos e rústicos como concreto, madeira de pinus, caixas plásticas de armazém na cor verde e telhas de fibrocimento, assim como as cores escuras dos ma-


Arquitetura + empreendimento teriais, deixam o espaço aconchegante e com ares industriais. Uma das maiores características deste conceito é a adaptação de espaços com baixo custo. Para isso, unir a simplicidade à funcionalidade é a melhor escolha. A decoração fica por conta de promover o ar vintage com móveis em madeira e metal, além de elementos utilizados nas fábricas, como luminárias pendentes com fiação aparente, ganchos de ferro e caixotes. A bancada do caixa tem tampo em melamina na cor preta. Seu revestimento em telha de fibrocimento retroiluminada deu um destaque a este material tão comum. Atrás do balcão caixa, um móvel com papel de parede chevron foi desenhado para servir como estoque com as roupas aparentes, mas também abriga um frigobar retrô na cor vermelha. Canos em ferro fazem as vezes de araras, criando um desenho nas paredes que se estende pelo teto, onde são fixados. Eles servem também de suportes para prateleiras em pinus bem como para a iluminação de destaque. Falando em iluminação, ela segue o mesmo conceito e é distribuída de acordo com os pontos de exposição dos produtos. Lâmpadas Par 20 de led embutidas no forro preto iluminam de forma geral, enquanto lâmpadas de filamento iluminam de forma pontual e decorativa. Encontrar a alma do empreendimento e traduzir isto para a arquitetura é o nosso negócio. Estratégias bem elaboradas resultam em vendas. Nós acreditamos no poder da arquitetura! Fotos: Cristina Leke - (51) 99348.9431

Camila Pivetta e Lisiane Benvenutti Atuando há 20 anos, somos pós graduadas em Arquitetura de interiores e light design. Especialistas em projetos comerciais e residenciais de estilo | arqcamilapivetta@ gmail.com | arq.lisiane@hotmail.com face: benvenuttipivettaarquitetura


R

Recursos Humanos e o politicamente incorreto

ecentemente, ouvi que falar “Recursos Humanos” é antipático, não cabe numa gestão moderna e é conceito mesquinho e ultrapassado. Pois bem, me pergunto se a frase “precisamos valorizar os recursos naturais” também se enquadra aí. Teoricamente, há uma hierarquia ou percepção que “recursos naturais” não pensam, nem tem identidade, então não os desrespeitamos com a nomenclatura. Já “recursos humanos” pode ofender quem não quer ser tratado como “tijolo de obra”. Mas se somos humanos, como nomear os recursos pessoais que possuímos? A capacidade de liderança, comunicação, design, nossa criatividade intrínseca sempre a inventar algo novo e incrível, a força persistente a realizar projetos e materializar sonhos? Na esteira do politicamente correto, seguimos “misturando o popular com o humano” como disse Fernando Pessoa, dando voz ao desejo de algo verdadeiramente novo – porque a confusão humana segue. Há muitas tendências na comunicação, educação formal e cultura corporativa: cada vez mais falamos inglês sem traduzir para nossa realidade. Conceitos que funcionam nos EUA. Adicionamos condutas desta ou daquela ideologia. É febre: deixamos de ser meros humanos para sermos objetos encaixáveis em rótulos

sócio-político-econômico-sexual-religioso. E ai de quem chame João de José – nem adianta se desculpar, que já virou facínora. Estamos muito retóricos, muito literais e reativos. Gente assim, se preocupa mais com direitos, que com deveres - já dizia minha avó. Uma amiga relatou que o irmão, portador de deficiência, ficou ofendido ao lhe oferecerem vaga neste perfil no programa de cotas de uma empresa. Não apoio posturas ofensivas, em nenhuma situação, mas sim o acolhimento da diversidade, sem radicalismos, sem tomar tudo como insulto. Com medo de errar, erramos feio na capacidade de dialogar – atributo evolutivo e exclusivo do Homo Sapiens. O crescente apego às palavras (e egos) no trabalho segue o movimento das mídias, muitas oposições e poucas soluções. Com tantos conceitos sobre trabalho, falta profissionalismo, a boa maturidade pessoal. Saímos da revolução industrial, onde o trabalho não era humanizado, mas se não refletirmos, poderemos nos tornar “avatares virtualmente irretocáveis” e pessoas reais sem recursos. Não à toa há carência de lideranças e demanda de gente comprometida, que enxerga a pessoa além do chefe e não pula do barco no primeiro mau humor ou discussão com colega. É o politicamente correto corroendo tolerância, resiliência necessária

para levar a termo projetos em grupo. Carecemos de humanidade: dos mais valiosos recursos de ouvir, compreender, simplificar e transcender às diferentes visões de mundo. O conflito, quando ouvido e desacoplado do caráter partidário e ideológico, pode evoluir para algo melhor e mais equânime. Quem sabe no futuro, possamos ter empresas como plataformas culturais positivas, promovendo efetividade com afeto, abandonando discursos e respeitando de fato natureza e humanos com prosperidade e crescimento. Somos parte do clima empresarial, do mundo e torço para que saber ouvir e AGIR positivamente, e assim promover a mudança que queremos ver se torne algo mais que um recurso: seja um VALOR humano.

Luciana Alano Empresária, com Pós-Graduação em Psicologia, professora de Yoga e timing de multiprocessador luciana@deltainf.com.br

Imagens: Katemangostar/Freepik

toque de empresária


materna

Quarto adaptado para a P chegada do irmãozinho

Imagens: Projetado por Freepik

lanejar o quarto dos filhos pode trazer muitas dúvidas para a mamãe, em tempos de espaços cada vez menores o jeito é planejar bem cada cantinho. A mãe Talita Ramos sabia que precisava de um espaço aconchegante, funcional e seguro para o Bernardo e o Bento que está a caminho. O Bernardo queria a decoração com dinossauros. Mas como criar um projeto com todas essas características em um quarto de apenas 7,40 m²? A Doce Anjo Boutique Bebê apresentou um mobiliário resistente, durável e seguro, além de multifuncional para acompanhar o crescimento dos meninos. O berço escolhido foi o Canção de Ninar, da Divicar, que conta com sistema antirrefluxo e se transforma em minicama, podendo ser usado até seis anos. Tali ficou com o berço para o Bento e a transformação da minicama para o Bernardo. Todo em MDF com acabamento em branco e detalhes em madeira. O pé palito traz um ar retro a peça.

Com espelho e duas portas de correr, o roupeiro foi planejado pela Divicar para dar amplitude ao ambiente. A cômoda com trocador conta com sistema antitombamento e presilhas nas gavetas, caso os pequenos resolvam entrar, o fundo não cairá.

Toda criação e desenvolvimento do projeto foi conduzido pela Doce Anjo Boutique Bebê, que explorou nichos, decoração clean e apostou nas cores branca, cinza e verde para os acessórios, enxovais do berço e da cama.

revistabendita.com.br

13


Projeto Arquitetônico: Cheila Garcia

home decor

Ambientes integrados

Cozinha Gourmet + Sala de Jantar + Estar

N

esta edição, trouxemos um projeto que integra a cozinha aos ambientes de uso comum da residência, permitindo convívio/socialização entre os usuários. Por muitos anos, a cozinha foi tratada como um ambiente secundário nas residências. Historicamente, podemos considerar este ambiente uma das formas de demonstrar a evolução humana, tendo início na pré-história, representado pela fogueira onde eram preparadas as caças que serviam de alimento.

14

revistabendita.com.br

Saltando para o século XVIII, esta era afastada das demais dependências da “casa principal”, ficando mais próxima às dependências dos criados. Caracterizando assim um ambiente de pouca importância. Somente a partir dos séculos XIX e XX, a cozinha passou a ser pensada com otimização do seu espaço e uso.E nos dias atuais, ela tem sido destaque nas residências. Desta forma, integrá-la à sala de jantar e estar, permite que os usuários permaneçam juntos no momento do preparo das refeições e

momentos de lazer, tornando um prazer esta atividade. Para compor este espaço utilizamos materiais que, ao mesmo tempo que se “relacionem”, tenham destaques entre si. Optamos por um piso em porcelanato, que fosse contínuo e não delimitasse cada ambiente. O papel deste, é tornar o ambiente visivelmente permeável e amplo. As cores neutras, em tons de bege, foram escolhidas para que possibilitasse o uso de objetos em cores mais vivas para haver destaque.


Na cozinha, chamamos atenção para o revestimento cerâmico 3D da parede em tom de azul, que combina com o tom dos armários, também em azul, mas em um tom mais escuro, contrastando com o vermelho dos eletrodomésticos e o bege do silestone das bancadas. Desta forma, temos um ambiente contemporâneo e charmoso devido ao uso dos eletros retrôs. A bancada de cozimento, voltada para as salas de estar e jantar, permite que o “chef ” do dia possa estar socializando com os demais enquan-


to prepara a refeição. No espaço destinado à sala de jantar propusemos uma adega embutida na parede, formando um nicho que também foi aproveitado para instalar prateleiras que servirão de cristaleira. Concentrando em um único espaço o “bar”. O espelho, em tom bronze, faz com que o ambiente pareça mais amplo. Já a mistura de madeira, vidro e cadeiras estofadas tornam o ambiente confortável e leve. Para a sala de estar foi projetado um ambiente acolhedor, onde o usuário poderá desfrutar do calor da lareira ecológica enquanto assiste televisão ou simplesmente relaxa. Uma dica ótima para quando se tem ambientes reduzidos é conversar com um profissional sobre a possibilidade de eliminar paredes entre eles e integrá-los. Desta maneira, transformamos os ambientes isolados em um único, tornando-o mais amplo e aconchegante.

Cheila Garcia

Arquiteta apaixonada por idealizar espaços que proporcionem felicidade e bem estar aos clientes. Amante de viagens e animais, adora fazer novas amizades. cheila.garcia@gmail.com


bem atender

Foto: Javi Indy/Freepik

Relações de Confiança: Você faria negócios consigo? Questionamento bastante pertinente e atual é “você confia no outro lado com o qual se relaciona?”

V

eja bem, essa não é uma coluna sobre relacionamentos amorosos. É uma coluna sobre relacionamento sim, mas entre fornecedores e clientes. Algumas vezes já escutei de colegas da área comercial que eu deveria experimentar mais produtos diferentes e essa é uma das coisas da qual tenho bastante dificuldade: trocar de fornecedor, trocar de marca, de produto ou prestador de serviço.

Tive a mesma cabeleireira por 18 anos! O mesmo laboratório de exames, o mesmo supermercado, a mesma marca de macarrão, leite condensado ou óleo de soja. Da commodity ao produto ou serviço mais diferenciado e exclusivo, se minha confiança é conquistada, é gol! Por outro lado, se aquele serviço ou atendimento deixou a desejar, vai ser bem simples sair e não voltar mais, procurar outro fornecedor que mostre valor para meu tempo e dinheiro. A lógica é básica: quando você é confiável e o cliente percebe, o mesmo passa a ter cada vez mais dificuldade de trocar para seu concorrente em função do risco envolvido e, ainda, passa a indicar você para outros

clientes, já que está vivendo uma experiência positiva. o que significa ser confiável? sobre o atendimento ao cliente, autores dizem que você será confiável se tiver as seguintes características: Competência: faça aquilo a que se propõe com precisão e assertividade. Esse é o “o que faço”.

Benevolência: faça o que tem que fazer e entregue algo mais para seu cliente. Mostre que se importa com ele e que investe para que sua experiência não seja apenas satisfatória. Esse é “como faço o que faço”. Orientação para a solução de problemas: você vai errar. Todos vamos. Então, conserte. O modo como você recupera seu erro influencia sobremaneira a confiança no seu cliente. Mostre que você se preocupa, que está empenhado em solucionar.

E lembre-se, quanto mais “risco percebido” tem o seu produto ou serviço, mais você terá que transmi-

tir confiabilidade. Você compraria um carro, apartamento, escolheria o médico do seu filho ou uma casa de repouso para seus pais se não confiasse nos seus serviços? Nem vou perguntar sobre seu terapeuta, coach ou advogado... Confiança é a base de uma relação de sucesso e duradoura – vale para os casais, vale para você e seu cliente. Se você prometeu, cumpra. Se disse que faria, faça. E, ao fim de cada dia, se pergunte: você faria negócios consigo mesmo?

Cristina Porto Consultora em Gestão do Serviço e Atendimento ao Cliente Facebook: @consultoria.crisporto Instagram: crisportoconsultoria crisalmeidaporto@gmail.com


Foto: Freepik

descobertas

Você é como é! Mas quer mudar? Saiba agora como você pode definir o que se torna a cada dia

E

m Psicologia, utilizamos algumas estratégias para compreender melhor as pessoas e uma delas é a observação do passado, no qual geralmente traz um precedente comportamental dos atuais comportamentos. É por este motivo que existe uma busca em conhecer sobre a infância de uma pessoa, o modo como foi criada e como isso reflete em seu cotidiano. Muitos pesquisadores da psique humana buscam parear os fatos desta infância com o modo como uma pessoa adulta age diante das situações e relacionamentos. É aqui que convido você a fazer uma reflexão sobre seu jeito, suas ações e decisões. Mas antes disso, é importante dizer que o que vamos falar e fazer nesta coluna é ajudar você a conhecer mais de você. E se você se permitir, mudar padrões de comportamentos indesejados. Este é um questionário que orientará em sua autodescoberta. Inclusive, auxiliará você a mudar o que considerar negativo, assim como potencializar o que achar positivo em seu modo de agir, sentir ou pensar. A ideia não é fazer um paralelo ao passado sem motivos algum, mas sim fazer entender que pode estar agindo de uma forma que se iniciou no passado e, no atual momento, você quer abandonar ou modificar.

Também sugiro reservar um tempo a você. Sentar em um lugar agradável, reservado e que possa explorar cada pergunta a ser respondida sem interrupções (inclusive pelo celular, lendo pelo aplicativo www. issuu/revistabendita). 1 Pense nas pessoas que participaram de sua infância e tiveram um papel importante. Faça uma lista delas, todas que lembrar, pai e/ou mãe, tios, avós, amigos, professores, etc. 2 Pergunte-se: o que eu tenho de igual em meu jeito de agir, com cada uma destas pessoas? 3 Classifique: isso que eu tenho em comum, é algo produtivo (bom, positivo) ou contra produtivo (ruim, negativo)?

Para a resposta da questão 10, uma dica: escolha um símbolo para sua mudança. Isso pode ser uma pulseira, anel, relógio ou qualquer coisa que possa levar com você. Precisa ser uma coisa nova que irá comprar e usar todos os dias, e que terá a finalidade de lembrá-la que está na busca de ser uma nova pessoa. Use seu amuleto para pensar todos os dias na nova pessoa que está se transformando e nos grandes resultados que isso pode trazer a sua vida. Pessoas são o que são? Sim! E é você quem pode definir isso!

4 Como me sinto com isto que tenho em comum? 5 Como isso contribui ou atrapalha em minha vida? 6 O que quero fazer em relação a isso, continuar tendo ou abandonar? 7 Para o que deseja abandonar, o que acontecerá se o fizer? 8 Para o que desejo manter, o que acontecerá se o fizer? 9 Como será minha vida se eu mu-

dar as coisas que identifiquei?

10 Como poderei todos os dias lembrar que quero promover esta mudança em minha vida?

Marcelo Paixão Psicólogo, Master Coach, Trainer em PNL, Hipnose, Palestrante e Diretor da Palaestra marcelo@palaestra.com.br


carreira & negócios

A arte de planejar ambientes

E

la acaba de inaugurar seu mais novo escritório de Arquitetura. Milena Decker desenvolve projetos de arquitetura de interiores residenciais e comerciais. E diz: “quebrar o estigma de que obra é sinônimo de dor de cabeça é o desafio que proponho para cada novo cliente! É gratificante saber que tenho provado isso a cada obra finalizada!”. À BENDITA, a arquiteta fala sobre suas escolhas e a importância de espaços para o bem-estar. BENDITA - O que motivou sua escolha pela Arquitetura? MILENA - Sou filha de arquiteta

e de engenheiro - cresci em meio a plantas baixas, cortes e fachadas. Aos fins de semana, passava o dia a brincar em volta das mesas de desenho. A escolha por cursar Arquitetura e Urbanismo foi muito natural, como se seguisse o rumo da infância. Sou formada há 12 anos e nos primeiros 10 anos de formação trabalhei em sociedade com minha mãe. A carreira solo veio após o nascimento do meu filho.

BENDITA - Como é empreender na área da Arquitetura? MILENA - O empreendedorismo

Fotos: André Nery

na Arquitetura veio acompanhado da maternidade. Uma forma de conciliar minha atividade profissional, que exige um olhar atento para cada projeto e, poder participar ativamente do dia a dia do meu filho, me fizerem buscar um novo modelo

de trabalho. Costumo dizer que tive dois filhos, o biológico e o profissional - um novo escritório com um novo formato exige muita dedicação e constante atualização.

Foto: Mauro Schaefer

Arquiteta Milena Decker lança seu novo escritório e destaca a confiança e a qualidade como essenciais

BENDITA - E o que seu novo escritório oferece? MILENA - Nele desenvolvo pro-

jetos de arquitetura da reforma de um cômodo da casa até a montagem de um apartamento inteiro; desenvolvo os projetos de forma personalizada, muito focada nas necessidades do cliente e no seu estilo de vida. Além de acompanhar a execução de toda a obra, sempre com equipes qualificadas e da minha total confiança. BENDITA - O que te inspira? MILENA - Sou apaixonada pela

capacidade de transformação dos espaços. Não há casa ou apartamento que não tenha um bom potencial de se transformar em um ambiente agradável, prático e funcional. Morar com qualidade é viver em bem estar.

BENDITA - O que destaca como diferenciais do seu trabalho? MILENA - Aliar projetos de qua-

lidade com um planejamento orçamentário detalhado. O cliente precisa saber o quanto vai gastar antes da obra começar! Um projeto completo permite quantificar e calcular todos materiais para obra, de forma que durante a execução os valores investidos já sejam do conhecimento do cliente.

Milena Decker BENDITA - Qual é a sua marca? MILENA - Ouvir o cliente com

muita atenção e carinho, estar atenta aos seus desejos. Não economizo horas para isso. Reformar uma casa ou o local de trabalho é um sonho que sempre vem acompanhado de grandes expectativas e de investimentos financeiros que devem receber muito cuidado. Ser uma ferramenta para a realização desses sonhos, através de projetos e obras que transmitam transparência e tranquilidade ao meu cliente, é minha grande realização. Contatos pelo (51) 99824-0431 e www.milenadecker.com.br.


Top 10 Coaching 1ª Noite Para comemorar os seis anos da Revista BENDITA, organizamos dois dias de evento repleto de conteúdo: o Top 10 Coaching Feminino. Que levou o “ao vivo” da matéria que saiu com super coaches na edição de aniversário. Cada noite, no Salão Nobre da Associação Comercial de Porto Alegre, reuniu cinco coaches com palestras pocket sobre diversos temas. Confira ao lado, as palestrantes e os assuntos da primeira noite. O coffee break ficou por conta da Amor Doce Confeitaria, com salgados e bebidas saborosos. Doces foram da Kátia’s Cakes e integrais da Boteco Saudável. O Dj Fábio Lima embalou os eventos, fotografados por Luciane Valente. O público ganhou em sorteios mimos das coaches, Maria Vittoria Acessórios, Mirame, Delivery Nails e vouchers da One Spa.

Fotos: Luciane Valente

bendita 6 anos

Mente Rica

Mariele Inghes abordou: “Você sabe como funciona a mente dos ricos? Construindo uma mente rica”.

Segredos de CEO Na palestra, Ana Slaviero (que já foi freira) revelou “Os sete segredos da alta performance empreendedora”.

Comunicando Foco nos estudos Lidere-se já Fernanda Bastos destacou a “Comunicação Eficaz: obtenha mais êxito nos Relacionamentos”.

Com a sócia Sumaia Fuchs Curço, Liana Dias ensina: “Conquiste sua vaga em concursos e vestibulares”.

Já Ester Garcia trouxe a palestra sobre a temática “Autoliderança, o voo da Águia Rosa”.


Fotos: Luciane Valente

Mais novidades! Sempre trazendo novidades, talentos e apoiando o crescimento pessoal e profissional do público feminino, a BENDITA contou com a participação de grande público nos dois dias de Top 10. As participantes vieram de diversas cidades gaúchas - inclusive, tivemos pedidos para levar o evento da BENDITA (Bendita Hora) para suas cidades. Aguardem!

PÚBLICO. Top 10 Coaching Feminino trouxe motivação para fazer diferente APRESENTAÇÃO. Diretora da Revista Bendita, Patrícia Leão Ferrás, e a decor de Minha Festa

01

02

03

01.Lourdes Sprenger e Lu Bortolini (Embaixadora do BH) | 02.Marilice Carrer e Edí Henriques | 03.Cristhine Krzyzaniak, Karine Sellmer e Carolina Sellmer Scortegagna

04

05

06

04. Fabiane Gabardo | 05. Alana Balverdú e Larissa Bordignon | 06. Suerez Neme da Costa e Mauren Bastos Apoiadores e parceiros:

(51) 3214-0200

(51) 99922-7797

(51) 98142-5871

(51) 99189-2276

(11) 97597-6120

(51) 99291-1796

(51) 99851-8018


Top 10 Coaching 2ª Noite

Fotos: Luciane Valente

bendita 6 anos

Se a primeira noite do ciclo de palestras BENDITA foi sucesso, o público tinha mais cinco apresentações das coaches participantes do Top 10 Coaching Feminino - leia reportagem na edição n. 27. O palco do Salão Nobre da Associação Comercial de Porto Alegre foi decorado, nas duas noites, com itens da loja Minha Festa, destacando o nome da BENDITA no muro inglês e objetos dourados. Nessa noite, o coffee break seguiu com as delícias em salgados e bebidas da Amor Doce Confeitaria. E os doces foram assinados por Kaka Salgados e Doces. Destaque à presença de colunistas da BENDITA: Cheila Garcia, Cris Costa e Marcelo Paixão. Agradecimentos à equipe LDL Penteado, responsável pela beauty da diretora da BENDITA, que usou Maria Vittoria e Desapega que eu Pego.

Jessica Grossmann, Dalina Sanchez e Sandra Rodrigues apresentaram a “Trilogia do Sucesso”.

Bem resolvida

Carreira em alta Seja o seu amor

Rosangela Matos abordou: “Conheça os pilares da Super Mulher e do Relacionamento bem-sucedido”.

+ Sucesso

Já Fernanda Calsing mostrou na palestra: “Tire proveito dos seus pontos fortes e impulsione sua carreira”.

Up nas vendas

Cristiana Bonzanini chamou a pensar: “Quer vender mais? Ninguém vende, nós somos comprados”.

Na palestra, Janda Barros destacou: “Relacione-se lindamente com sua essência, autoestima e amor próprio”.


Fotos: Luciane Valente

Vem com a Bendita! No sexto ano da Revista BENDITA, vamos trazer cada vez mais interação contigo. Eventos temáticos - que agregam, divertem e contribuem -, versão online da revista com acesso total, Clube Bendita (associadas podem garantir ingressos antecipados, com desconto e promoções) e as redes sociais com extras da revista e super indicações. Vem conosco!

MOVIMENTAÇÃO. Palestrantes interagiram com o público o tempo todo SUCESSO. Diretora da Bendita, Patrícia Leão, vestiu Desapega que eu Pego e joias Maria Vittoria

01 01. Adriana Oliveira e Fabiana Pedroso

|

02. Tiana Moraes

02 |

03

03. Aline do Erre, Rosa Mary Witt e Alessandra Lemke

04

05

06

04. Viviane Lima de Almeida | 05. Ester Simone Virginio, Juliana Virginio e Eliane Araújo de Lima | 06. Maribel Zanotto e Tania Zanotto Apoiadores e parceiros:

(51) 99644-7874

(51) 99828-1328

(51) 99615-6439

(51) 98213-7599

(51) 99822-4455

(51) 98480-8793

(51) 98123-6923


bendita da capa

BLUSA Ton Âge BRINCOS E ANÉIS D´Vie Joalheria


Daniela, sensível e persistente Por Patrícia Leão Ferrás Fotos Betania Lusa

S

eu “bom dia” é famoso e o público já espera as notícias e o bom humor da jornalista, que passa a transparência da vida real, inclusive a sua. Daniela Ungaretti é aquela pessoa que lembra tua melhor amiga. Ela revela que é determinada e movida pelo coração. Em uma entrevista incrível, a apresentadora do Bom Dia Rio Grande fala sobre profissão, maternidade, primeiro amor, família, saudades e vitórias.


Muitos acordam, ligam a televisão e a jornalista Daniela Ungaretti já está lá apresentando as primeiras notícias do dia. Para ela, um grande prazer e a possibilidade de participar da vida das pessoas. Sua relação com o público é das melhores. Com o crescimento das redes sociais, a apresentadora do Bom Dia Rio Grande, na RBS TV, aproximou mais ainda o público de seu dia a dia. Que começa ao levantar às 3h para chegar na TV às 4h, onde se atualiza com as notícias, faz a edição da manhã, arruma make e cabelo em 20 minutos, e entra no ar às 6h. Segue até meio-dia no trabalho. À tarde, dá atenção especial à família. Ela é mãe de dois guris: João Pedro e Miguel. - Tem muita gente que se surpreende quando digo que tenho um filho de 18 anos. O Miguel, de seis anos, aparece mais comigo nas redes sociais, pois está na idade que me permite. O João precisa autorizar para postar a foto dele - diz sorrindo. Aliás, uma das marcas de Daniela é transmitir bem-estar e se mostrar uma mulher real pela opinião, sentimentos e história de vida. Em conversa com a Revista BENDITA, Dani fala sobre paixões e desafios.

SONHOS DE BAILARINA

Nascida em Porto Alegre, Daniela conta que desde pequena era muito tímida. Diferente da irmã gêmea Juliana. - Eu era a quietinha. Continuo tendo a timidez como companheira, mas hoje consigo lidar melhor. A comunicação ajudou, aliás revolucionou minha vida. Gostava muito de ler, sempre fui extremamente estudiosa e sonhadora. Ela dançava balé. Seguiu na dança até entrar na faculdade. Daniela lembra que dançava até pelos corredores do supermercado e pelas ruas. - Sempre nesse mundo, sonhando. Isso marcou minha infância, que foi muito bacana, com base familiar. Ela tem mais um irmão, o caçula Jarbas, e é muito ligada à família.

A TRANSFORMAÇÃO

Na adolescência, a opção por cursar Jornalismo foi um choque na família. Médico, o pai acreditava que ela se tornaria juíza, considerando seu jeito mais reservado e por ser muito protegida. - Sou a primeira e única jornalista da família. Comecei a enxergar e conhecer o mundo de outra forma, isso me modificou. O fato de ter escolhido o Jornalismo já foi essa vontade de liberdade para construir minha vida. Entrar para a Univerdade Federal do RS foi um momento de transformação. Como ela diz: “um marco na vida”. O Jornalismo foi a primeira opção. Mas Daniela revela que tinha o desejo de ser atriz. Como boa virginiana, segundo ela, com os “pés no chão”, pensou que era demais e que teria mais sucesso no Jornalismo, porque gostava muito de ler e escrever. Estava certa!

COMEÇO NO JORNALISMO

A ideia era trabalhar em redação de jornal. No entanto, quando conheceu o rádio, logo se identificou. - Por aquelas coisas de destino, a RBS abriu o concurso Caras Novas, onde eles selecionavam estudantes de Jornalismo no último semestre ou recém formados. E me inscrevi no último dia, porque a TV ainda não me passava pela cabeça. Ela foi aprovada nas seleções do disputado concurso: “entrei em 1997 e nunca mais saí!”. Dani comemora neste ano 20 anos como jornalista e 21 anos na TV. Dessa época, lembra que foram seis meses de treinamento em todas as área da televisão. Em seguida, Daniela foi contratada para a TVCom. Lá, ficou por sete anos trabalhando em produção, edição e reportagem até chegar na apresentação.

NOS TELEJORNAIS

Em 2005, foi chamada para apresentar o Bom Dia Rio Grande, inicialmente de forma temporária e após como apresentadora oficial. - Depois dessa primeira pas-

sagem pelo Bom Dia Rio Grande, passei pelo RBS Notícias com Elói Zorzetto e pelo Teledomingo. Nele, fiquei dois anos, mas muitos ainda se lembram. Também fiquei um tempo dividindo o Jornal do Almoço com a Cristina Ranzolin. Eu fazia um jornal especial aos sábados. Em 2015, Daniela volta ao matutino Bom Dia Rio Grande. Junto com Simone Lazzari, a dupla esbanja sintonia e bom humor. - Procuro ser o mais real possível. A transparência é algo que sempre procurei dentro do espaço que tenho e que aproxima o público. A TV transmite um glamour, mas nossa vida é como a de todo mundo!

RELAÇÃO COM PÚBLICO

Segundo Daniela, a TV mudou muito, dando espaço para que apresentadores possam mostrar mais o que pensam, “mais do sentimento naquilo que a gente faz”. - Acho isso o máximo! E o Bom Dia é muito bom para essa proposta. É um jornal de uma hora e meia, no início da manhã, e as pessoas estão a fim de receber essa boa energia. Elas gostam que a gente sorria, então me preocupo em transmitir essa alegria. Com sua disposição e para prender a atenção do telespectador, Dani chama para as notícias: - Falo alguma coisa que diz: ‘para um pouquinho, olha pra mim’. Nas redes sociais, ela mostra os bastidores da notícia e seu dia a dia. - Consigo ter um retorno grande pelas redes sociais e é como se as pessoas se sentissem agradecidas pelo fato de estar tão cedo para apresentar o jornal para elas. Elas procuram me dar força, me valorizar. É bonita e carinhosa a relação que criei com os telespectadores da manhã.

MARCO NA CARREIRA

Questionada sobre qual reportagem mais a marcou, Daniela aponta a cobertura da tragédia na boate Kiss. - Fui uma das primeiras a chegar em Santa Maria. Tudo começou no domingo de madrugada, com um


Todas as escolhas que eu faço na vida são por sentimento

VESTIDO Ton Âge | BRINCOS E ANÉIS D´Vie Joalheria

revistabendita.com.br

27


Desistir é uma palavra que não existe para mim

VESTIDO Ton Âge | BRINCOS E ANÉIS D´Vie Joalheria

CABELOS Shirley Luz (Oikos Hair - Zona Sul) Maquiagem Raquel Gonçalves (Oikos Hair - Zona Sul) PRODUÇÃO revista bendita ESTÚDIO BETANIA LUSA FOTOGRAFIA


turbilhão de informações na redação. Aí me disseram: ‘Dani tu precisas ir para fazer o Teledomingo’. Eu ainda fazia o RBS Notícias e depois me levaram para o Teledomingo. Daniela relata que foi uma das coberturas mais difíceis que já fez. Não só no sentido de que era muito triste ver tanto sofrimento de pais velando os corpos dos filhos, mas a forma como passaria as informações. - Encontrar o tom certo para fazer uma transmissão dessas na televisão ao vivo, nossa, é um desafio enorme. Viver tudo aquilo, ter essa experiência me marcou muito. Fiquei quatro dias em Santa Maria. Fiz o RBS Notícias ancorada de lá. Como apresentadora há anos amando o que faz! -, não deixa de realizar algumas reportagens especiais, pela importância do contato com a rua. Também é mestre de cerimônias.

PRIMEIRO AMOR

Quando a pergunta recai sobre o marido Daniel e como conheceu, os olhos da jornalista brilham. - Tenho uma história de amor, que é rara hoje em dia. Eu tinha 12 anos e ele, 14, quando nos conhecemos. Ele é uruguaio e a família dele morava na fronteira com Jaguarão. Eu passava as férias na casa de um tio que morava naquela cidade e acabei conhecendo o Daniel. Primeiro aquela coisa de gostar, de paquerinha. Mas começamos a namorar quando eu tinha 15 anos. Com temperamentos diferentes, ele é mais romântico e ela mais prática, por exemplo, Dani diz que aprenderam muito um com o outro. - Crescemos juntos, passamos por diversas fases da vida e resistimos a isso. O que é muito difícil! Imagina, a gente passou pela adolescência, aquelas transformações. Entramos na faculdade, quando tudo começa, se conhece pessoas diferentes de mundos diferentes. Acredito que tem um motivo para a gente estar junto nessa vida. A gente se completa e se melhora a cada dia. Daniel é engenheiro ambiental.

MÃE NO MOMENTO CERTO A gravidez de João Pedro - nome escolhido por sua mãe, Silvia, no início da gestação - salvou Daniela. - Ela foi comigo em minha primeira ecografia. Ainda não dava para saber o sexo, mas minha mãe viu o que era só um ‘feijãozinho’ e disse: ‘olha lá o João Pedro’. Enquanto esperava o primeiro filho, sua mãe estava muito doente. - Ela acabou falecendo. E veio, realmente, o João Pedro. Foi um momento de sofrimento gigantesco, mas ter o bebê foi o que me fez continuar, levantar a cabeça e seguir em frente. Conciliou a profissão e a maternidade, claro, com seus desafios diários. Com o segundo filho, muito aguardado pelo irmão, Daniela diz que se renovou mais uma vez. - A relação deles é a coisa mais linda! Eles têm 11 anos de diferença e é lindo de ver. Hoje em dia, o João ajuda a cuidar do Miguel, tão bem quanto nós. Ele ensina, dá comida e veste o irmão. São muito amigos. Como mãe, ela assume que age com o coração e o Daniel fica responsável por “cobrar” os guris. - Conversar com os meus filhos é a melhor forma de resolver qualquer problema. Eu não concordo com violência e castigo. Na verdade, todas as escolhas que eu faço na vida são por sentimento. Então, com os meus filhos é assim também.

NOS BRAÇOS DA FAMÍLIA

Nas horas vagas, Dani gosta de viajar e estar em contato com a natureza. Para ela, é o momento que lhe traz muita paz. A exemplo de trilhas, que faz com o marido e os meninos. Também visita frequentemente, em Pelotas, seus avós Maria Edith e Jarbas, ambos com 86 anos. O que lhe revigora muito, até mesmo pelas saudades da mãe e do pai - que faleceu seis anos após a esposa. - Meus avós sempre foram minha fortaleza. Eu cresci muito próxima a eles. Estiveram comigo em todos os momentos da minha vida e sempre me apoiaram. Hoje, quando

preciso de ‘colo’, vou para Pelotas.

DANIELA POR DANIELA

Além de ser uma pessoa movida a sentimentos, ela destaca: - Tenho uma qualidade a qual me orgulho: a persistência. Tudo na minha vida é graças a ela que eu consigo. Desistir é uma palavra que não existe para mim. Quando eu entro em alguma coisa, vou até o fim. Quando decido que eu quero algo, vou atrás, mesmo que pareça impossível. E olha que muitas coisas já pareceram impossíveis e eu consegui. Outra característica da jornalista é ser crítica e exigente. - Não sou com os outros, mas comigo. Tenho opinião sobre qualquer coisa. E pelo fato de ser exigente, tudo tem que ser melhor e perfeito. E as coisas não são assim. Essa cobrança me sobrecarrega, mas sempre tento trabalhar isso. Daniela vê o feminino como liberdade para fazer e usar o que quer: “é um direito meu e seu de ser do jeito que quisermos”. - Temos que encarar as coisas com mais naturalidade e não brigar tanto por coisas que não é preciso. Claro, a gente tem que ser determinada, mostrar que é capaz no ambiente de trabalho e em casa. Mas vamos ser mais leves, isso faz bem pra gente.

TRUQUES DE BELEZA

Ela reserva uma tarde inteira para dormir como se fosse noite, pelo menos uma vez por semana. Como forma de se revitalizar para recomeçar com pique total. Dani conta também que já teve diversos cortes e tons de cabelo. Ela adora mudar, mas tem a preferência pela cor atual. Já a pele, os cuidados vêm de família. A avó a ensinou a cuidar da pele do rosto desde cedo. - Posso estar cansada, caindo, que vou lá e tiro a maquiagem. É regra! E passo cremes e mais cremes. No cabelo, faz hidratação a cada 20 dias. Ela já fez yoga, mas atualmente cuida da forma com a musculação, para fortalecer o corpo.


Reconheça seu Pai e sua Mãe internos

U

m assunto que tem sido muito recorrente em minhas consultas de Tarô Terapêutico é sobre o acolhimento. Aprender a identificar nossos pai e mãe internos; aprender a perdoar, respeitar e entender as limitações dos nossos pai e mãe externos (os reais/físicos), independentemente de serem ainda vivos ou não.

Reproduções: Tarô Mitológico

Muitos dos traumas dos meus clientes têm suas raízes localizadas na infância. E isso simboliza algumas dificuldades e, portanto, aprendizados a serem realizados na vida adulta. Um deles é acolher a criança interna que todos nós temos. É olhar para ela e identificar suas tristezas, mágoas, ressentimentos, sentimentos de abandono. Uma adulta insegura pode estar relacionada a ter sido criada em um meio muito crítico e cheio de regras. Na infância, pode ter sido impedida de dizer o que pensava, castigada por tomar iniciativas e de ser criativa. Com a repressão, aprendeu a se calar diante das exigências para não atrapalhar os adultos ou encolhendo-se ao ser recriminada, por fazer algo er-

rado. Dessa forma, não desenvolveu confiança em si, por temer ser desqualificada ou ridicularizada. O importante é aprender a olhar para esses sentimentos, para essa criança que se sentiu rejeitada e acolhê-la sem medo ou vergonha. O exercício de ouvir e cuidar da nossa criança interior é a chave para a libertação e a cura. Assim conseguirá perceber as limitações que os adultos a sua volta tiveram; talvez também foram criados em um meio podador e restritivo. De forma a apenas reproduzir com seus filhos o que teriam vivenciado em sua infância. O perdão é o principal aprendizado. É preciso aprender a conversar com seus pai e mãe internos. Enfrentá-los, dizer como se sentem, o que lhe magoou, as expectativas que não foram alcançadas ou os sonhos que foram tolhidos. Trazer à tona todo o sentimento envolvido: seja raiva, tristeza, culpa, ressentimento, abandono, etc. Nas Cartas do Tarô, O Imperador e A Imperatriz representam essas figuras paterna e materna. O Imperador simboliza o pai, o princípio masculino, a autoridade, o trabalho, o líder, a razão, a forma como lidamos com o dinheiro. Já a Imperatriz é a mãe, o princípio feminino, o prazer sensual, a criatividade, o nutrir, o afeto, a forma como lidamos com os relacionamentos. O aspecto negativo do Imperador representa um adulto inseguro, que não confia em si, podendo ter dificuldades econômicas, em lidar com a razão ou ser também uma pessoa muito autocentrada, contro-

Foto: Matheus Bertelli/Pexels

mix

ladora, ansiosa e sempre tensa. Assim o aprendizado com o seu pai interno, que esta carta vem nos trazer, é o de desenvolver sua autoconfiança, saber ser líder, sem ser autoritária e controladora. Já o negativo da carta da Imperatriz significa também um adulto inseguro, mas por não se amar e/ou se aceitar, pode ter dificuldades com sua sexualidade e relacionamentos ou dificuldade de extravasar sua energia criativa, de se permitir divertir. O aprendizado com sua mãe interna é o de resgatar o amor por si e pelo outro. Aprender a expor seus pontos de vista de forma clara e objetiva, priorizando a alegria e o prazer. Dessa forma, conseguiremos acolher esse aspecto que se sente abandonado, nutrir e trabalhar com ele de forma positiva e construtiva. Aprendendo a respeitar nossa história e a perdoar a quem nos feriu, sejam os outros ou nós mesmas.

Isabel Mitchell

Diretora de Arte e Marketing, Taróloga, com formação em Design Gráfico, Desenvolvimentos de Site, Marketing Digital. Sócia-proprietária da Anuki Agência de Criação, Marketing e Tarô. isabel@anukiagencia.com.br


A Detalhes Contabilidade disponibiliza, desde 2008, soluções Contábeis e Empresariais com agilidade, segurança e atualização contínua, contribuindo com o desenvolvimento e a solidez dos seus clientes. Idealizada pela empreendedora, contabilista e mãe Aline Medina que encontrou na sua profissão a maneira de ajudar seus clientes em seu crescimento profissional, tratando cada empresa como única! Fone: (51) 3013.3337 WhatsApp: (51) 99793.7178

Foto: Arquivo Pessoal

Cida Lemos é apaixonada por moda e estilo. Com a experiência na área de vendas, sua loja Cida Lemos Tendências é sucesso! A marca de moda feminina oferece roupas e acessórios que complementam o look. “Minhas clientes contam com a exclusividade de peças únicas, lindas e de qualidade na loja”, destaca Cida. Já a motivação no dia a dia, ela afirma: “minha mãe passou isto pra mim: ser Facebook: Cida Lemos Tendências guerreira e gostar de vender. Devo Instagram : Cida Lemos Tendências isto a ela, minha inspiração!”. Fone/WhatsApp: (51) 998.386.434

Foto: Arquivo Pessoal

www.detalhescontabilidade.com.br

Uma experiência gastronômica surpreendente, fazendo com que cada cliente sinta-se único! Assim, a Personal Chef Melissa Wayerbacher criou sua empresa a partir da necessidade de pessoas sem tempo de fazer uma boa alimentação. “Em um dia, vou até a residência para cozinhar a comida da semana ou em ocasiões especiais. Se preferir, preparo no meu espaço e entrego pronta”, diz. O serviço garante receitas deliFacebook: Chef Melissa Wayerbacher ciosas e cardápio personalizado. OfeInstagram : @melwayerbacher rece também comidas congeladas. Fone/WhatsApp: (51) 99132-7276 Com formação em Magistério e Técnico em Transações Imobiliárias, Fabiana Gibeke Wolkmer iniciou o curso de Pedagogia, mas viu que o empreendedorismo é seu forte. Determinada e dedicada, ela é proprietária da Eficientte Serviços de Limpeza e Jardinagem. Os serviços prestados são realizados em horário comercial ou inverso, conforme pedido de seus clientes. Ela supervisiona pessoalmente. “Quero chegar lá na frente, olhar pra trás e E-mail: eficientte.servicos@gmail.com exclamar: ‘Eu venci!’”. (51) 99798-5558 e (51) 99180-2844

Foto: Arquivo pessoal

Foto: Arquivo Pessoal

Grupo feminino de empreendedoras confrariadosaltoaltopoa@gmail.com Facebook: Confraria do Salto Alto


bendita eventos

02

01

Bendita Hora 20 O BH 20 foi diferente! Realizamos o primeiro “Café da Manhã com a Bendita - O que te move?”, com as coaches Cinara Dupont (integrante do especial Top 10 Coaching Feminino) e Luciana Alano (nossa querida colunista no Toque de Empresária). O evento contou com a participação especial da atriz gaúcha Angela Dippe, que veio especialmente de São Paulo para o evento. Ela foi capa da 27ª edição da Revista BENDITA. O encontro aconteceu no instituto Palaestra, do psicólogo, coach e colunista da Bendita, Marcelo Paixão. O café e salgados foi organizado pela Amor Doce Confeitaria, doces pela Kátia’s Cakes. Com mesas postas pela Meseiras Porto Alegre & RS e itens decorativos e para o café de Minha Festa. Fotos de Luciane Valente. Agradecimentos à Desapega que eu Pego e Maria Vittoria Acessórios que vestiram a diretora da BENDITA, Patrícia Leão Ferrás.

03

04

05

08

06 07


10

09

13

12

11

01. lu bortolini, patrícia Leão ferrás e angela dippe 02. cinara dupont 03. angélica noguez 04. cheila garcia e janda barros 05. cris costa 06. marcelo paixão e angela dippe 07. cristina leke e camila pivetta 08. Márcia nascente 09. público presente 10. luciana alano 11. ana slaviero e angela dippe 12. patrícia leão ferrás, luciana alano e cinara 13. suellen de sá 14. público presente 15. renata maria 16. Marineia Roldão da Rocha

15

Fotos: Luciane Valente Veja mais fotos em www.facebook.com/revistabenditasite

14

Apoiadores e parceiros:

(51) 99644-7874

(51) 99924-3614

(51) 98123-6923

(51) 99189-2276

16 (51) 98115-1450

(11) 97597-6120

(51) 99822-4455

(51) 99828-1328


A importância do Direito Autoral nos negócios

J

á tratamos aqui diversas questões envolvendo propriedade intelectual e direito de imagem no empreendedorismo e, nesta coluna, abordaremos a importância do direito autoral na formação de novos negócios. Embora ganhe pouco destaque entre os requisitos mais divulgados para a formatação de novos negócios, o direito autoral é aspecto de fundamental observância em inúmeros empreendimentos, sendo crucial uma previsão precisa sobre estes direitos sob pena de sérios transtornos futuros. Isso porque o direito autoral está presente em diversos momentos da formação de um negócio: no projeto do arquiteto, seja para construção, reforma ou decoração; na interface e layout de um website; no desenho da marca encomendada ao designer; nas fotos e imagens utilizadas na formatação de um e-commerce. Entre tantas outras situações em que profissionais são contratados para agregar ao negócio uma criação, legalmente protegida como direito de autor e necessariamente dependente de autorização para seu uso, mesmo que feita sob encomenda. Há situações em que a ausência de cuidado com relação aos direitos autorais de terceiros utilizados na formação de um negócio pode trazer sérios entraves futuros. Por exemplo, na implementação de um

negócio virtual, seja para produtos ou serviços, sempre vai haver a contratação de profissional que crie a identidade visual do negócio, o layout, a interface da website, as características de cores e imagens. Tudo isso é criação protegida, e se não houver um cuidado com o contrato firmado com o profissional responsável no sentido da expressa previsão de cessão ou licenciamento de direitos autorais, que é específico a cada caso, você corre o risco de não ter exclusividade sobre aquela criação (e ver outros negócios com uma mesma identidade). Ou não poder vender futuramente a identidade visual criada para o seu negócio ou mesmo não poder explorar aquela criação nas diversas formas que a dinâmica do mercado e da tecnologia exige. Já houve caso em que, feita toda uma criação visual para um website, na hora de adaptar essa criação para uma publicação, por não haver previsão contratual expressa sobre as formas de utilização autorizada para aquela criação, o negócio precisou ser paralisado até a regularização dessas novas autorizações junto ao autor; impondo mais um custo com o pagamento da liberação de direitos. O que teria sido evitado se houvesse atenção com a questão dos direitos de autor do profissional no momento da contratação. Isso porque, mesmo que você contrate o profissional para criar para

você determinado projeto, essa contratação não presume a cessão de direitos, pois a legislação exige previsão expressa acerca da cessão e quais as formas de utilização são autorizadas por meio dela. Não havendo previsão expressa, se autoriza unicamente o uso para o fim em que foi contratado. No caso que citamos aqui, por não haver outra escrita no contrato, a utilização autorizada era somente para o website. Por isso, destacamos a importância de submeter os contratos que iniciam um negócio a advogados especializados, já que a prevenção evita que no futuro você seja surpreendido com restrições ao uso das criações e projetos encomendados, assim como custos não esperados.

Laura Maisonnave e Thaís Werutsky Advogadas e sócias especializadas em Direito do Entretenimento e Propriedade Intelectual. contato@wemadv.com

Imagem: Dooder/Freepik

na lei


Fotos: Jazzner Messa

trends

Multiplique o guarda-roupa com criatividade!

Q

uantas vezes você foi a uma loja e comprou alguma peça sem nem ao menos pensar se ela seria bem aproveitada com o que já tem? Quantas vezes levou o look completo que viu no manequim e sempre o usou e-xa-ta-men-te da mesma forma? Quantas das suas calças já possuem seus pares definidos e você não consegue imaginar outras combinações para elas? E aquela peça que você ama, mas nunca usou porque (pensa) não tem com o que coordenar? Já pensou sobre o porquê disso acontecer? Uma coisa posso garantir: não é por não ter o dom da criatividade ou porque “Nossa Senhora do Look Fashion” não a abençoa. É simplesmente pela falta de prática. Vamos então às dicas para multiplicar seu guarda-roupa! RELAXE! Primeiro escolha a tri-

lha sonora. Selecione na playlist músicas que te deixam animada e que te ajudarão a relaxar. Faça um acordo consigo, estabeleça a regra: sem preconceitos! Tudo o que vier à mente será testado, mesmo que pareça que não dá certo.

INSPIRE-SE! Observe a natureza. No corre-corre diário acabamos não dando atenção às cores, formas e texturas que a vida nos mostra. Se sua dificuldade é na mistura de cores, observe os pássaros, jardins, céu... Não há nada mais perfeito do que a natureza para “casar” as cores. Use blogs, revistas, filmes e tudo que estiver ao seu alcance como inspiração, mas não copie. Permita-se criar versões

de looks que vê por aí, dando sempre o seu toque pessoal. Deixe sempre por perto um caderno/agenda para registrar suas “sacadas”. Anote palavras e frases que te despertem bons sentimentos e que te fazem ter ideias. Desenhe. Use esse “Caderno de Inspirações” para colar imagens que te inspiram.

BRINQUE! É o momento de “inven-

tar moda”. Comece com poucas peças para não criar uma montanha de roupas em cima da cama, que irá cansar-te antes da metade. Selecione uma peça inferior (calça, saia, bermuda...), escolha pelo menos três peças superiores (blusas, tops, camisas, camisetas, não vale casacos e coletes). IMPORTANTE: a ideia é dar asas à criatividade, então não selecione peças que já sabe que combinam. Ouse! Experimente as que geralmente não são escolhidas. Agora brinque com essas peças. Faça, no mínimo, três coordenações para cada peça inferior. A equação inicial será 1 x 3, mas você pode multiplicar as possibilidades. Após coordenar a peça de baixo com as superiores, chega a hora de introduzir a terceira peça (aí sim valem casacos, blazers, coletes). Para cada peça de baixo, você já possui três looks diferentes, então vamos expandir e escolher no mínimo três terceiras peças. Nesse momento, já pode pensar também nos acessórios. Chegou a vez das bolsas, bijus, sapatos, lenços, echarpes... Ufa!

binações que antes não havia pensado. Então, será normal se acontecer de, na primeira olhada, a imagem parecer estranha e não agradar de imediato. Se isso ocorrer, sem problemas! Mas como (quase) tudo merece uma segunda chance, seus looks também, pois provavelmente essa estranheza acontece por ser algo novo. E como se resolve isso? Fotografe sua produção! Depois de um tempo, a observe. As chances de você gostar ou conseguir perceber com clareza o que pode ser mudado aumentará. Se mesmo assim não agradar, tente outro. O importante é manter a criatividade oxigenada!

Agora é contigo! Não se esqueça de me enviar uma mensagem contando como foi tua experiência. Abraço e muita luz!

TESTE! Lembra do acordo “Tudo o

que vier à mente será no mínimo testado, mesmo que pareça que não dá certo”? Chegou a hora! Experimente todas as coordenações. Vista os looks, olhe no espelho de todos os ângulos, desfile, dance com suas roupas. Entregue-se a esse momento! Admire-se!

FOTOGRAFE-SE! Estou levando fé que você irá entender o espírito da coisa e tentará inovar buscando com-

Renata Maria Personal Stylist, coach e consultora de Imagem e Estilo. Faz palestras e cursos de imagens pessoal e profissional relookimagem@gmail.com


a dois

Como treinar seu marido Por Rosangela Matos da Descomplicando Relações (Especial)

E

Foto: Divulgação MM7 Produções

stá complicado fazer o seu marido lembrar das datas comemorativas, colocar as roupas no cesto ou te elogiar mais? Você já brigou, deixou de castigo e nada adiantou?

Já pensou em treinar o seu marido? Sim, isso é completamente possível, acredite! Você só precisa usar técnicas de “adestramento”, digamos, como as usadas em cachorros e golfinhos. E já adianto que é bom começar logo no início do relacionamento, porque quanto mais longa é a relação, mais trabalho você vai ter para mudar velhos hábitos. Vou compartilhar algumas dicas, mas antes saibam que é fundamental ter muita paciência! Afinal, o maridão vem agindo assim por anos, não será em alguns dias que vai mudar. Nesse processo, você precisa tomar muito cuidado para não dar comandos contraditórios. Por exemplo: você pede que ele coloque suas roupas sujas no cesto, ele não cumpre. Indignada, você vai lá e faz! Nesse momento, você está

36

revistabendita.com.br

mandando uma mensagem para o inconsciente dele que aquela tarefa é opcional. Seja firme e aguarde até que a tarefa seja feita. Abaixo as dicas que, aplicadas da forma correta, irão garantir o bom comportamento do seu marido. Seja clara: não adianta contar uma história para pedir o que você deseja, quanto mais específica for, mais ele vai entender. Troque o “eu quero” por “eu preciso”. Ignore o que você não gosta: você deve estar pensando, como assim? Se eu disser isso, ele não vai mudar nunca. Calma! Até agora adiantou reclamar da tampa do vaso levantada? Da toalha molhada em cima da cama? Da louça na pia? Os homens são motivados por elogios, foque no que ele faz de bom. Isso vai fazer ele se sentir reconhecido e automaticamente, ele vai querer mais elogios. Não banque a mãe dele: deixe que ele encontre as chaves, o controle da garagem ou passe a camisa. Deixe que ele aprenda a marcar o médico e tome seus remédios sozinho. Enquanto você fizer tudo, ele não vai precisar fazer esforço algum. Aprenda a fazer a “egípcia”. Identifique de qual “raça” é o seu companheiro: não, ele não vai mudar completamente e você precisa aceitar isso. Porém, ele pode melhorar muito. Perceba o que ele gosta, o que o deixa irritado, entenda como ele funciona. Isso é importante para conseguir adestramento. Se ele precisa se alimentar depois de um dia difícil, de um tempo na “caixinha do nada” ou fazer uma atividade física, não atrapalhe sua rotina. Ah! E jamais tente competir com o time favorito dele.

Chega de gritos e reclamações: a maioria dos adestradores finge que não viu o comportamento negativo. Foque no adestramento positivo, elogie mais e reclame menos - pratique muito essa técnica, pois ela desarma os homens e faz com que eles fiquem mais abertos e receptivos. Ofereça petiscos: homens, assim como cães, adoram recompensas. Aprenda a fazer trocas inteligentes, chega de “empurrar goela abaixo” a faxina do fim de semana ou horas no shopping ou levá-lo às compras. Combine com o companheiro para ir comer em um lugar que ele gosta, tomar cerveja com ele e ver o futebol ou ainda fazer uma massagem. Evite ameaças e não seja agressiva: se você vive prometendo que “uma hora eu canso” ou “quando eu for embora, não reclame”. Se o deixa de castigo por semanas ou faz beicinho quando as coisas não saem como planejou, entenda que isso fará ele perder o respeito por você e o resultado será um comportamento pior. Aprenda a controlar a raiva, pois estudos mostram que o medo e a tensão inibem o aprendizado. Evite comandos incompatíveis: “senta e deita”. Isso vai deixá-lo confuso, sem entender o que precisa fazer. Por exemplo, você reclama que ele nunca te dá flores no dia dos namorados, até que ele resolve te presentear. Mas ao invés de ficar satisfeita, você briga porque ele não teve criatividade ou apenas te deu flores porque você pediu. Siga corretamente as dicas e garanta uma relação feliz, mas atenção: nunca deixe que ele descubra o que está tentando fazer, pois ele pode usar as mesmas dicas para treinar você. Boa sorte!


beleza | makeup

Maquiagem inspiração:

Q

e c n a Rom

ue tal uma maquiagem para sair com o seu amor?

Essa é a minha dica nesta edição. Uma maquiagem romântica, angelical, fácil de fazer e que realça qualquer beleza.

Abaixo dos olhos, leveza usando tons de marrom claro.

Contorno leve e pouco iluminador deixarão seu amor ainda mais apaixonado.

Contorno leve, cintilância nos olhos, cores suaves e deixamos todo o glamour aos cílios.

luciana santos

Maquiadora profissional, é ligada em todas as tendências, ministra cursos e workshops, assina linha de maquiagens lucianamakeup5@gmail.com Modelo Gabriele Silva da Costa fotos LUCIANA SANTOS


Foto: Divulgação Globo

beleza | cabelos

Por trás do corte de Giovanna Antonelli: todo o charme do Blunt Cut

O

corte da atriz é um dos mais pedidos nos salões e o estilo blunt cut está entre as grandes tendências dos fios médios. A característica marcante é o cabelo na altura, no máximo, nos ombros e base reta. Mas a versão clássica é na altura da clavícula. Versátil, o look clássico sem assimetria com toque moderno combina com todas as texturas, do liso ao cacheado, realçando todas as belezas naturais. E conforme o hairstylist Rodrigo Cintra, do Studio W e coapresentador do programa Esquadrão da Moda (SBT), dá para inovar quando a ideia for sair do casual. Ele comenta o corte da atriz Giovanna Antonelli, a Luzia, da novela Segundo Sol (TV Globo).

1. Ar ‘bagunçado’ Uma das dicas, principalmente para quem tem fios lisos e deseja mudar, é construir um visual mais messy. Para isso, pode usar xampu a seco na raiz para dar uma levantada e volume extra, fazer babyliss ou escova modelada para dar aquele ar “bagunçado” fashion. Mas, mantenha as pontas retas. Finalize com

38

revistabendita.com.br

Fotos: Reprodução Instagram

O hairstylist Rodrigo Cintra, do Esquadrão da Moda, dá quatro versões para o trend hair spray de brilho.

2. Movimento com mechas Outra alternativa é criar um contraste no look monocromático com mechas para dar movimento. A ideia é algo suave e que tenha a ver com a cor original do fundo, cuidado apenas para não criar mechas marcadas em um cabelo muito curto.

3. Liso e Molhado O sleek hair também é uma outra forma de usar o blunt. O liso escorrido pode ser potencializado com a prancha, sem esquecer do protetor térmico, ou com efeito molhado, o que traz sofisticação à produção. Basta usar um pente fino e distribuir gel nos fios. Puxe o cabelo para trás.

Liso ou mantenh ondulado, a as pon tas retas

4. Repartidos A risca marcada tanto no centro do cabelo como na lateral mantém um ar fashionista e ajuda a mudar a imagem do dia a dia. A dica final é criar opções como a personagem e a própria Giovanna. (com Bella Comunica)

ar s para d e v a u s s te Mecha to ao cor n e m i v o m


sua imagem

Loucas por sapatos

“É

talvez eu seja simplesmente como um sapato velho. Basta você me calçar, que eu aqueço o frio dos seus pés...” (Roupa Nova) Os calçados são peças fundamentais no vestuário. Apesar de não se tratar de um acessório, o sapato

tem o mesmo poder, pois carrega muitas informações. Podemos enviar mensagens poderosas relacionadas ao nosso estilo de vestir através dele. É curioso o poder de sedução que o sapato exerce sobre as mulheres, poucas são as que resistem a tentação de comprar um par de cada vez. Já acon-

teceu com você de sair para adquirir um e comprar muitos? Bem-vinda ao time das loucas por sapatos. O mercado oferece infinitas possibilidades que fascinam. Portanto, sugiro que antes de adquiri-los analise alguns aspectos e descubra seu sapato ideal (te conheça também!)

*Tipos de ponteiras (bicos) Quadrados transmitem - modernidade (Constance) Finos e ponte agudos – sofisticação (Schutz) Arredondados – romântico (Luiza Barcelos) Estilo clássico scarpan - elegância (Santa Lolla)

Como a moda é democrática e o estilo é pessoal, divirta-se com as informações e crie looks únicos.O importante é cuidar de seus pés que são a base de seu corpo e merecem conforto. Fica a #DicadeMarcia

Imagens Setas: Projetado por Freepik

*Tipos de saltos Quadrados – modernos (Bottero) Finos e altos – sofisticação (Carmen Steffens) Baixos e arredondados – romântico (Carmin) Rasteiros e anabelas - romântico (Bebece e Arezzo)

Márcia Nascente Consultora de estilo que atua no desenvolvimento de pessoas, etiqueta empresarial e maquiagem atendimento@marcianascente.com.br


Bota Steve Maden | Camisa Ton Âge | Vestido Eduarda Galvani | Cinto Acervo Pessoal | Batom YSL

bendita girl

! s t i H

fotos jean pierre kruze ENTREVISTA À PATRÍCIA lEÃO fERRÁS

Na estreia do Bendita Girl, nossa garota é a digital influencer Valentina Torres. A estudante de moda traz neste editorial todo o glamour, revisitando clássicos. Suas escolhas são hits da temporada.


Jaqueta camel, Gola de pele e Saia em couro Juliana SanMartin

INSPIRAÇÃO “Minha principal fonte de inspiração, com certeza, é a minha mãe e minha avó. Porém, um truque que uso para montar looks inusitados é sempre estar buscando tendências e novidades em revistas e sites.”


Bota cano curto Steven Meisel | Blusa em veludo Ton Âge | Saia corino Daslu | Boina e Casaco Acervo Pessoal

NA TEMPORADA “O que mais estou amando usar nessa temporada de inverno são chapéus. Outra peça é um casaco de fake fur colorido, que deixa qualquer look fashionista e é super quentinho.”

42

revistabendita.com.br


Sapato Schutz | Casaco Zara | Brincos Debora Ioschipe | Blusa T-shirt Lemon Basics | Chocker Acervo Pessoal

SEGREDO DE BELEZA “Tenho o hábito de cuidar da minha pele, então sou apaixonada por produtos faciais. A rotina de cuidados, principalmente do rosto, valorizam muito a beleza, pois a make ficará ainda mais linda se a pele estiver tratada.”


Sapato Fendi | Bolsa Debora Ioschipe | Blusa Renata Campos | Blazer Michael Kors

44

revistabendita.com.br

NO CLOSET “Não pode faltar calça jeans, blazer preto, t-shirt engraçadinha e scarpin nude... Quanto mais alto melhor! Adoro fazer um mix de estilos. Por exemplo: usar uma peça mais formal, como o blazer com uma mais informal, como t-shirt, jeans...”


Blazer dresses Ton Âge | Cinto Acervo Pessoal | Braceletes em pelo Debora Ioschipe | Bota Over the Knee Cavage

NAS REDES “A plataforma digital Instagram, com IGTV, é a que mais utilizo para compartilhar meu dia a dia e minhas experiências com moda, beleza e viagens. Acredito que é um canal para trocarmos informações sobre esses assuntos que tanto amo, pois aprendo muito com as pessoas que me acompanham também”.

Conceito: Eduardo Santos Styling / Produção de Moda: Complè por Kamila Hugentobler Locação: Casa Valentina Torres Complè: (51) 3035.1324 comple.com.br | @complemoda Julio de Castilhos, 405 Sl 806 - NH MARCAS E AGRADECIMENTOS Ton Âge | Juliana Sanmartin Eduarda Galvani | Debora Ioschipe


O francês Byblos D

esde sua abertura, em 1967, o Byblos sintetiza a elegância e a excelência do bem receber à francesa ao estilo de Saint-Tropez. A propriedade icô-

nica é uma verdadeira lenda e, em seus domínios, tem-se a impressão de que o tempo tem um ritmo peculiar. Ele está inserido no seleto grupo dos hotéis mais belos do mundo. E sua história tem a ver com uma grande estrela do cinema mundial: Brigitte Bardot. Na piscina ou em um dos 91 quartos e suítes, nos dois restaurantes (um deles, o Le Rivea, é orquestrado por Alain Ducasse) ou nas adegas Les Caves du Roy, a experiência de hospedar-se ou usufruir seus serviços é memorável. Para onde quer que se olhe, a harmonia entre charme e história encontram ponto certo. E para maior conforto de seus hóspedes, o hotel ainda dispõe de um espaçoso Spa que leva a assinatura da famosa marca Sisley. A quem diga que Saint-Tropez não seria Saint-Tropez sem o Byblos.

Especulações do mundo das celebridades da época apontam que um dos motivos do hoteleiro bilionário Jean-Prosper Gay-Para em construir um palacete em Saint-Tropez tinha uma clara intenção: seduzir a atriz e sex symbol Brigitte Bardot no auge de seu sucesso.

46

revistabendita.com.br

Foto: Reprodução

Seduzir Brigitte

Foto: Divulgação Baobá

turismo


Fotos: Divulgação Baobá

Restaurante Estilo e aconchego


Vila Privada Fotos: Divulgação Baobá


Fotos: Divulgação Baobá

Uma história que inicia nos anos 1960, época em que a liberdade prevalecia sobre os tabus e a aura da cidade se expandia mundo afora como sinônimo de excentricidade. Mas principalmente pelo estilo nada convencional de seus hóspedes, como estrelas do cinema, pintores, escritores, cantores e músicos. Antes disso, o filme de Roger Vadim “E Deus Criou a Mulher”, gravado em suas vielas, em 1956, imortalizou a ex-aldeia de pescadores e consagrou a parisiense Brigitte Bardot. Do outro lado do Mediterrâneo, em Beirute, capital libanesa, em seu hotel L’Excelsior, o empresário Jean-Prosper Gay-Para sonhava em construir na colina mais alta da aldeia francesa um palácio

ao estilo Mil e Uma Noites, que lembrasse as características do pequeno porto de Byblos, uma das cidades mais antigas do Líbano. Após grandiosas obras, em 29 de maio de 1967, o hotel ganhava forma em 5,5 mil m² de construção em uma área de 17 mil m². Imaginado como aldeia provençal de pequenas construções cobertas com telhas romanas e genovesas, a propriedade abrigava várias boutiques, dois restaurantes e um night-club. Hoje e após ampliações, Antoine Chevanne, bisneto do fundador visionário do Grupo Floirat, mantém a alma viva do mítico endereço de Saint-Tropez em atmosfera sempre festiva, luxuosa e aconchegante.

Bardot rejeita bilionário

O alto investimento não impressiona Brigitte, em lua de mel com Gunter Sachs. Rejeitado pela atriz e atormentado pela Guerra dos Seis Dias, Gay-Para volta a seu país, querendo vender o hotel. Em viagem à Beirute, o empresário francês Sylvain Floirat encontra ele e faz um lance mínimo pelo Byblos e o hoteleiro aceita. Foto: Reprodução

Hóspedes nada convencionais


gastronomia

Com a mão na massa Prepare o queridíssimo nhoque e a famosa panqueca com toque diferente e sabor de feito em casa!

Receitas nhoque à bolonhesa Ingredientes (Massa) 500gr farinha de trigo; 400ml água fria filtrada; 250ml leite integral; 500gr batatas cozidas e espremidas quentes; 100gr manteiga sem sal; 1 caldo de legumes; 10gr sal; 1 ovo ligeiramente batido; 10gr manteiga sem sal; 20gr salsinha fresca. Modo de fazer Em panela grande, coloque os ingredientes, exceto a farinha, e leve ao fogo até ferver, compondo os temperos. Junte a farinha de uma só vez e mexa até obter massa lisa, macia e que solte da panela. Agregue ovo e manteiga e envolva até ficar homogêneo. Junte a salsa fresca e sove. Deixe a massa amornar, abra-a em cordões e corte-a no formato de nhoque. Coloque em refratários e regue ao azeite. Ingredientes (Molho Bolonhesa Clássico) 3 dentes de alho socados; 1 cebola grande picada; 1 talo de salsão picado; 1 cenoura média bem picada; ¼ xícara de chá de azeite; 100gr de bacon em cubos, aferventado; 2col. de sopa de pimentão verde/vermelho picados; 400gr patinho moído duas vezes; 150ml vinho branco ou tinto seco; 2 caldos de carne; 3kg tomates maduros liquidificados com 300ml água; 3col. de sopa de extrato de tomate; 1col. de sopa de açúcar; sal, molho de pimenta e orégano; ½ xícara de chá de azeitonas verdes bem picadas. Modo de fazer Refogue o alho, a cebola, o salsão e a cenoura no azeite. Junte o bacon aferventado, os pimentões picados e a carne moída e refogue até que a carne esteja cozida e bem solta. Junte os demais ingredientes e mantenha em fogo médio até obter o ponto correto. Por último, coloque os temperos, dê o choque térmico e empregue o molho na montagem dos pratos. (receita elaborada pela banqueteira Gil Gondim)


Fotos: Divulgação

Panqueca Americana Sem Lactose Ingredientes (Geléia de Morango) • 1 caixa de morangos frescos • ¼ de xícara (chá) de açúcar • 2 colheres (sopa) de suco de limão Modo de fazer (Geléia de Morango) • Lave bem os morangos, retirando as folhas, e corte-os ao meio • Coloque-os na panela, junte açúcar, suco de limão e leve ao fogo baixo por 30min ou até que forme calda grossa e os morangos estejam bem macios • Deixe esfriar. Ingredientes (Panqueca) • 1 xícara (chá) de farinha de arroz • 2 colheres (sopa) de SupraSoy Sem Lactose • 1 colher (sopa) de fermento químico em pó • ½ colher (sopa) de açúcar • 1 colher (chá) de sal • 1 ovo

Modo de fazer (Panqueca) • Em uma tigela, misture todos os ingredientes secos, adicione 1 xícara (chá) de água fria (200 ml) e mexa bem • Acrescente o ovo e bata com um garfo ou batedor de arame até ficar homogêneo. • Aqueça uma frigideira antiaderente em fogo alto e unte com um pouco de óleo • Despeje, com uma concha, uma porção de massa por vez e deixe fritar até desgrudar da panela e dourar. • Com a ajuda de uma espátula, vire a panqueca e deixe dourar o outro lado dela • Sirva em seguida, ainda quente e com uma boa colherada da geléia de morangos por cima • Se quiser, polvilhe um pouco de açúcar de confeiteiro e sirva, também, com frutas frescas ao lado

Variações: • Acrescente 1 banana prata madura, amassada, à massa ou mesmo uvas passa. Experimente condimentar a massa com 1 colher (chá) de canela em pó. Dica • Esta panqueca pode ser acompanhada por geléia de outras frutas, mel ou melaço. Rendimento • 12 panquecas Tempo de preparo • 20 minutos (receita elaborada pela equipe SupraSoy)

revistabendita.com.br

51


Foto: Divulgação Alexandre de Paris

astral

Onde brilha sua V

Vênus

ênus é o terceiro astro mais luminoso do céu. Como estrela matutina, pelos gregos foi chamada Lúcifer; como estrela vespertina foi chamada Vésper. Regente de Touro e Libra, sua luz é branca prateada. Para os caldeus era a deusa Ishtar, senhora dos céus e da fertilidade. Para os gregos era Vênus, filha de Urano, deusa do amor, da fecundidade, dos animais, das plantas, dos seres humanos e por onde passava tudo brotava. Sempre acompanhada de Eros - deus criança do amor e das flechas que fazem os casais se apaixonarem. Na Índia, Vênus é hermafrodita. É unificadora, pois representa a necessidade de unir opostos.

tra onde você manifesta seu prazer e bom gosto; seus desejos de relacionamentos; Onde encontrará pessoas importantes e pode encontrar o parceiro para o resto de sua vida. É o espaço onde você encanta, seduz, precisa de paz, harmonia e emana sensualidade. O signo em que se encontra mostra como ela age e quais são suas preferências.

E popularmente, Vênus é reconhecido como o planeta do amor, dos relacionamentos pessoais, da beleza, da paz, da harmonia, também da justiça e da cultura. A casa onde ela se encontra mos-

Vênus nos signos:

52

Áries

Touro

Gêmeos

Impaciente, quer na hora senão perde o interesse. Compulsão por conquistar e, quando conquista, o interesse já se esvai. Ama a conquista mais do que o parceiro, mas é idealista e apaixonada. Alegre sem muitas “melosidades”. Erótica.

Atrai bens materiais. Une o útil ao agradável. Gosta de conforto e de artes manuais, animais, boa comida, enfim “prazeres da carne”. Sensual, nem sempre refinada por ser instintiva. Sofre, pois se apega muito. É possessiva e ciumenta. Não suporta abstinências.

Amor intelectual. Aprecia parceiro que dialogue. Poesias, músicas, viagens e boa conversa. Mas pode ter dois amores ao mesmo tempo, quando não se sente completa com o parceiro. Teimosa quando quer alguém. Internamente tem medo de compromissos. Jovialidade.

revistabendita.com.br


Câncer

Libra

Capricórnio

Ama a família. Carente, possessiva, manipuladora emocional. Espera que a pessoa chegue. Gosta da casa e da cozinha. Depende muito do parceiro. Devoção ao parceiro. Imaginação e nostalgia. Lembranças são importantes. Sentimental, chora fácil.

Educação, tato e diplomacia. Acredita em igualdade, admira beleza e arte. Encanta-se com a beleza e admira a capacidade intelectual do parceiro. Sonha com o parceiro ideal, mas não consegue ficar só. Sedução e magnetismo, que usa habilmente na conquista. Detesta escândalos; se perder o controle prefere sair de fininho, porém se for segurada... Azar o seu. Fidelidade relativa. Prazeres intelectuais harmonizam o corpo e o espírito.

Ligações úteis. Timidez. Geralmente ama de verdade uma só vez. Pode ser leal, confiável, firme. Dedicada ao trabalho, pode ter sucesso. Tem medos e precisa da segurança material. Aprecia pessoas mais firmes, maduras e bem sucedidas. Busca um amor que seja seguro e para sempre.

Leão Adora brilhar e ser obedecida. Quer atenção e paparicos do parceiro. É sexualmente forte e extrovertida. Organizadora. Dramática e cheia de expectativas sempre exageradas, daí as decepções. É leal e amorosa. Irradia força e amor. Alma alegre e criativa.

Virgem Discriminadora e reprimida. Critica quem ama, vendo defeitos e detalhes. Preocupa-se com limpeza e organização. É prática e dá o melhor de si na hora de auxiliar as pessoas e melhorar a situação do parceiro. Pode ser “maniática” e precisar de auxílio no seu psicológico, mas tem capacidade de renúncia e encontra sua missão no auxílio ao próximo. Prefere manter relação com quem já esteja habituada.

Escorpião Passional, sacrifica-se por amor. Ligações clandestinas e tempestuosas. Ciúme, crueldade e possessividade geram manipulação ardilosa. Pode fazer a pessoa sofrer ou matar por amor. Desconfiada e persistente nos objetivos. Algumas voltam-se à religião para dominar instintos. Gosta de jogos na relação.

Sagitário Quando quer alguém, “chega junto”. Direta e franca. Gosta de pessoas diferentes do seu meio. Idealista, faz mais promessas do que cumpre. Amor é magia. Embriaga-se no amor. Interesse por outras etnias e culturas. Entedia-se com rotina. Sempre amplia seus horizontes. Mais de um amor ou um amor “total”. Prefere a liberdade ao amor medíocre.

Aquário Detesta rotina e tem estímulo mais mental do que físico. Gosta de variedade e ação. Não costuma ser fiel, porque acredita na liberdade e na necessidade de “respirar” novos ares de vez em quando. Pessoas exóticas a atraem. Torna-se amiga do amado. Tem prazer em grupos e afazeres humanitários. Generosa e altruísta. Progressista.

Peixes Intuitiva, romântica, misteriosa e altruísta. Capaz de sacrifícios pelos outros. É espiritual nas relações ou se envolve com problemáticos. Transforma as mágoas em compaixão. Alma artística. Cria situações estranhas e dramáticas ao querer controlar amado. Ciúme devorador, nem sempre revelado. Veio para amar as pessoas a sua volta. Confusões em relações que podem ser clandestinas.

“Oi Cris, lendo a edição passada da tua coluna sobre os ascendentes, podem as características dos ascendentes serem mais dominantes do que o signo da data de nascimento?” (Lia Nunes, Gravataí/RS) Cris Costa responde: “Podes estar sentindo alguma diferença em função de mapa progredido ou revolução solar ou algum trânsito importante no signo do ascendente. Mas cada pessoa é uma caixinha de pandora, tem que avaliar o mapa atualizado. Os aspectos que o ascendente faz com outros planetas e casas pode ou não torná-lo mais forte, mas o signo solar representa o seu ego. Já o ascendente é a sua personalidade, como encara o mundo, seu exterior”. Envie sua pergunta pelo redacao@revistabendita.com.br

Cris Costa

Professora em Terapias Complementares. Formação em Artes Visuais e Cênicas. Especialista em Astrologia, Florais, Reiki, Fitoterapia, Cromoterapia, entre outros diravennacris@hotmail.com


jurídica

Licença Maternidade E

sse é o primeiro artigo da série que vai tratar sobre a licença maternidade e paternidade no nosso país. O objetivo é fazermos um compilado dos benefícios e trabalhar a conscientização geral sobre esse período importante que é o nascimento de uma criança. Começamos pela licença maternidade, um direito previsto a todas as mulheres que contribuem ou contribuíram para o INSS dentro do período de carência. Por lei, toda gestante ou mãe adotante tem direito à licença maternidade de 120 dias nas organizações privadas e 180 dias no serviço público federal - e em alguns Municípios e Estados do país. No caso de gestantes com carteira assinada, o benefício pode ser solicitado à própria empresa, que é a responsável por realizar o pagamento do salário e que, posteriormente, será ressarcida pela Previdência Social. Já para as adotantes, empregadas domésticas e autônomas a licença é de responsabilidade do INSS. Na adoção, o benefício é concedido por 120 dias para crianças com até um ano, por 60 dias para crianças com até quatro anos e por 30 dias para crianças de até 8 anos. Em se tratando de adoção de mais de uma criança, será devido apenas um salário maternidade, observando a idade da mais nova. As mulheres desempregadas também têm direito à licença, desde que sua última contribuição ao INSS tenha acontecido até 12 meses antes do nascimento ou finalização do processo de adoção. Quanto às mães empresárias é importante que definam o valor de seu pró-labore e, através dele, contribuam para o INSS. No caso da MEI o pagamento da guia mensal

54

revistabendita.com.br

já contempla o benefício. Durante a concessão do auxílio maternidade a empresária não pode ter vínculo de trabalho. Ou seja, sua retirada de pró-labore deve ser suspensa. Assim, se você é empresária, não esqueça de avisar seu contador sobre isso. Aliás, a mãe que solicita afastamento não pode exercer nenhuma atividade remunerada durante esse período de licença, tampouco deixar seu bebê aos cuidados de terceiros. Isso porque esse período deve ser utilizado para que a mãe se recupere e cuide da criança. Se isso não estiver ocorrendo, ela perde o benefício. Um ponto interessante: se a mulher morre após dar à luz, o direito à licença maternidade deve ser repassado a seu cônjuge. A Lei é válida para casais heterossexuais ou homoafetivos e o companheiro(a) poderá usufruir do mesmo período de afastamento e do mesmo salário que a mãe receberia se estivesse presente. Outro detalhe é que em 2008 entrou em vigor o Programa Empresa Cidadã, que permite que empresas que tributam com base no lucro real possam oferecer a prorrogação do auxílio por mais 60 dias. O governo, em troca, desconta o valor pago pelas empresas às empregadas diretamente do Imposto de Renda devido. (quer saber mais sobre o Programa? Manda um e-mail pra gente!) É importante termos claro que a escolha por ser mãe é pessoal e não pode ser um impeditivo para a conquista da autonomia econômica das mulheres. A existência de uma licença maternidade adequada é importante para garantir que as trabalhadoras que optem por ser mães tenham tempo para recuperar-se fisicamente e ficar com seus filhos. Embora o benefício se aplique a

Foto: Freepik

detalhes sobre o benefício que contempla mães empregadas, desempregadas, autônomas e empresárias

todas, ele ainda enfrenta uma grande resistência social de aceitação do direito das mulheres ao emprego, sem que haja a responsabilização paritária dos homens pelos cuidados domésticos. O reconhecimento da maternidade enquanto função social e não uma atribuição de responsabilidade exclusivamente feminina, com políticas efetivas de ampliação da licença paternidade, com a garantia de creches públicas e educação infantil em tempo integral seriam fundamentais para a conquista da autonomia econômica das mulheres. E estruturação do mundo, a partir de uma outra lógica, alterando esse “padrão” doméstico de cuidados com o qual nos deparamos ao longo dos tempos.

Kerlen Costa

Empresária e Advogada Trabalhista Empresarial, especialista em direito do trabalho, processo do trabalho e direito previdenciário.kerlen@scaadvocacia.com.br


Bendita 28  

Revista Bendita Edição Agosto/Setembro 2018 Especial Lifestyle

Bendita 28  

Revista Bendita Edição Agosto/Setembro 2018 Especial Lifestyle

Advertisement