Page 1

Caro colega, No âmbito das comemorações da Semana da Leitura 2011, a Equipa da Biblioteca vem solicitar-lhe que, caso não prejudique as actividades que tem programadas, leia aos alunos o texto que se segue. Após a leitura, agradecemos que assine o documento para evitar duplicações. Grata, A equipa da Biblioteca


ANO: _______________ TURMA: _________________

Uma mesa é uma mesa. Será?

PROFESSOR-LEITOR: ____________________________

O avô estava sentado à mesa, a pensar…. - Esta mesa é, para mim, um álbum de recordações. - Um álbum de recordações, avô? A Rosa achou estranho que uma mesa pudesse ser mais do que uma mesa. Por isso disse: - Para mim, uma mesa é uma mesa. E mais nada! - Será? O avô deixou a pergunta no ar… Então a Rosa ficou muito curiosa. E saiu porta fora, decidida a investigar. Primeiro a Rosa foi falar com o carpinteiro. Uma mesa são: 3 pranchas de faia, 10 parafusos, 16 pregos, cola de madeira, verniz transparente mate. A Rosa ficou admirada. Depois a Rosa bateu à porta do poeta. “Sobre a mesa / pousam braços / como borboletas” Disse o poeta. Braços, abraços, compassos, passos. (…) E a Rosa ficou ainda mais espantada. A seguir, foi espreitar a loja do coleccionador. Trata-se de uma peça do século XX, de fabrico italiano. Interessante, muito interessante… Depois, encontrou-se com a D. Olga do café para quem a mesa era um verdadeiro problema… Os copos em cima da mesa, é o que dá… Para o professor de Língua Portuguesa, a mesa só podia ser assim. Ora oiçam: Mesa: substantivo, comum, feminino, singular e concreto. Para os biólogos, a mesa era uma espécie de árvore em sérios apuros. Parece ser um tronco de Fagus silvatica, família das fagáceas. Infelizmente foi cortado muito jovem… Enquanto que, para os cientistas, se tratava de um interessantíssimo objecto de estudo. O material é resistente aos impactos, não lhe parece colega? E se fizéssemos umas experiências? Alto teor de carbono, oxigénio e hidrogénio combinados, algum azoto… Eu alinho nas experiências, colega. Na mesa do cirurgião aconteciam coisas estranhas. Às vezes, verdadeiros milagres. A mesa, para o empregado de mesa, era a sua princesa. Às suas ordens, minha cara. A mesa dos desportistas era incansável. Toc. Toc.Toc. A mesa do moderador era uma das mais animadas. Bem-vindos a mais uma mesa-redonda… O que é o centro? É o centro comercial, sem dúvida. É o centro histórico. É o ponto do plano de uma circunferência que é equidistante de todos os lados dessa circunferência. Para o democrata, a mesa só podia ter um nome. Mesa de voto. Pois claro… Nunca falho. A mesa do apaixonado estava pronta, à espera. A Rosa aproximou-se e ouviu o bater do seu coração Tum, tum… Tum, tum… Queres jantar comigo? Quando viu a mesa do Simão, a Rosa perguntou: - Não é uma mesa pois não? Mas claro que não! Para o dono da sapataria a mesa valia pelos seus pés. Esta pequena calça o 37 e meio. Não tenho dúvida. A mesa do halterofilista já não tinha os pés no chão. Nunca me peçam para levantar a mesa, ok? A mesa do astrónomo era a única feita de estrelas. No hemisfério Sul, atravessando a grande nuvem de Magalhães, podemos ver a constelação MESA! Para o viajante, a mesa só podia ser o nome de um lugar distante. Mesa? Já lá estive, já… Em 83, nos Estados Unidos. Quando a Rosa voltou para casa, já era quase hora do jantar.

Tinha sido um dia de grandes e espantosas descobertas.

Profile for Regina Campos

dia 25 março  

5 dias ALer+

dia 25 março  

5 dias ALer+

Advertisement