Page 1

Universidade Cruzeiro do Sul

CRIAR

2017


Universidade Cruzeiro do Sul

CRIAR

Trabalho apresentado como avaliação parcial

do

Projeto

CRIAR,

interdisciplinar do 3°/4° semestre do curso de publicidade e propaganda da Universidade Cruzeiro do Sul.

Alchemia Comunicação

Gabrielli de Oliveira ...................................... 18230270 Jaqueline Rodrigues Cabral............................16529057 Lucas Weller Nogueira Calado ...................... 16303113 Stefany Alexandre ......................................... 18207928 Victor Hugo A. Nogueira de Sousa ................ 16470982 Victoria Ferreira ............................................ 16776500 Pamela Rodrigues ......................................... 16789181

2017


Sumário

Introdução .......................................................................................................3

1. Produto .......................................................................................................4

2. Fundamentação de pesquisa ......................................................................6

3. Planejamento de Marketing .....................................................................15

4. Criação ......................................................................................................20

5. Referências bibliográficas .........................................................................29

6. Anexos .......................................................................................................30


Introdução O mundo pet está em constante crescimento e a anos podemos observar a chegada de novos produtos para animais de estimação no mercado. Enquanto os donos querem cada vez mais conforto e mimos para seus pet's, o mundo da propaganda se atualiza para atrair esse público que tem cada vez mais opções de compra. Esse mercado em ascensão abre espaço para novas ações criativas no ambiente da comunicação, uma vez que a partir dele surgem novas plataformas e maneiras de persuadir e atrair o consumidor em potencial, de forma que, compreender o consumidor e seus hábitos torna-se essencial para se construir uma estratégia de marketing para o segmento abordado. O grande desafio para desenvolver a presente campanha, foi criar: Uma idéia que agradasse tanto o pet quanto o petlover e um produto que pudesse atingir as classes a, b e c da sociedade. A partir disso, pode-se construir uma imagem firme do produto no mercado e torná-lo a principal escolha entre os compradores potenciais para os produtos deste segmento. Em suma, a campanha foi desenvolvida com base em uma pesquisa exploratória e delimitou- um público que irá se identificar com as “soluções” que o produto oferece, desta forma, foram seguidos critérios para tornar as ações da campanha mais efetivas e com menos ruído, para que os resultados “publicitários” possam exceder os objetivos da presente campanha.

3


1. Produto •

Cliente: Kong Company e estrela

Produto: Brinquedo para cães ‘Pet Fun’

Responsável:

Atendimento: Alchemia comunicação

Data: 06/11/2017

1.1. Categoria: Brinquedo para cães (Petcare).

1.2. Segmento: O produto foi desenvolvido para atender o segmento Pet lover adulto (idade entre 18 e 45 anos) do mercado.

1.3. Preço: O produto estará disponível nas lojas com o preço variando entre R$ 60,00 e 80,00.

1.4. Embalagem: As embalagens foram pensadas de forma a acomodar o brinquedo e o carregador dentro de uma caixa para ser facilmente apresentado para o consumidor e ainda uma caixa que não precise ser descartada e possa ser usada como local para guardar o produto posteriormente.

4


1.5. Descrição do produto. Analisando as necessidades do mercado pet, chegamos à conclusão de que nosso produto deveria ser capaz de solucionar ou amenizar algum problema na rotina dos animais. Ao pesquisar, a agência encontrou um hábito que necessitava adaptação para uma melhor qualidade de vida do pet e do seu dono. Como muitas pessoas que possuem animais de estimação trabalham e tem a necessidade de passar algum tempo fora de casa, os cães acabam ficando sozinho, o que causa grande solidão e tédio no animal, esses sentimentos tem um grande reflexo no comportamento do pet, e por isso também, devem ser evitados. A nossa solução para esse problema é o Pet Fun, um brinquedo interativo em formato de osso que proporciona diversão, lembrança sonora do dono e ainda rende ao cachorro alguns petiscos para encoraja-lo a continuar a brincadeira.

5


Como funciona? O brinquedo tem a capacidade de armazenar áudio, e um reprodutor sonoro que funciona com um sensor de impacto, assim quando o cachorro estiver brincando com o osso e acionar o sensor e o áudio gravado pelo dono será reproduzido, dando ao pet a impressão de que o dono está presente. O produto também possui um slot e uma saída para petiscos, quando o contador de impactos atingir o número pré-configurado pelo dono, poderemos observar no brinquedo a liberação do petisco para o cão. Diferenciais O Pet Fun é até agora o brinquedo mais completo para cães, no mercado podemos encontrar grande variedade de produtos, mas o Pet Fun é uma experiência única por apresentar um mix harmonioso de funcionalidades que levam o pet a ter todas as suas necessidades supridas por um osso. Marca O produto foi desenvolvido em uma parceria entre as empresas Estrela e Kong company que são respectivamente a maior empresa de brinquedos do Brasil e a maior empresa de produtos para o mercado pet do mundo.

2. Fundamentação de pesquisa

2.1. Metodologia aplicada Para uma abordagem introdutória (visão geral) e levantamento de alguns fatores que permeiam o mercado pet, foi realizada uma pesquisa exploratória inicialmente. Este tipo de pesquisa se torna essencial, pois a partir dela pode-se formular problemas e oportunidades no mercado em questão e também se desenvolver hipóteses

6


preliminares, para um estudo posterior mais aprofundado sobre a temática envolvida.

2.2. Fase 1 - Pesquisa Exploratória por Levantamento de Dados Secundários Os dados secundário são de extrema importância para um conhecimento preliminar do cenário que envolverá a pesquisa, a partir dele, dados pré-existentes são obtidos para uma visão geral sobre problemas/oportunidades do mercado para uma posterior tomada de decisões.

2.2.1. Objetivo da fase 1- Levantamento de Dados Secundários Pretende-se obter no levantamento de dados secundários informações sobre o mercado pet em geral, assim como, suas projeções de faturamento do mercado pet brasileiro, parcela de faturamento no segmento do mercado em questão, os principais produtos concorrentes no mercado brasileiro e projeções de mercado futuras para traçar tendências para o plano de marketing.

2.2.2 Amostra/Fontes consultadas Os dados secundários serão consultados a partir de fontes como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE) para dados relativos ao públicoalvo e números estatísticos sobre o mercado e para dados gerais sobre o mercado pet usou-se principalmente dados da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), assim como alguns dados de produtos concorrentes foram obtidos pelos sites das respectivas empresas fabricantes.

7


2.2.3. Dados Colhidos De acordo com dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica – Dados de 2013), há aproximadamente 132 milhões de animais de estimação no Brasil, havendo 52 milhões de cachorros e 22 milhões de gatos entre estes, de forma que fica evidente, um possível aumento na renda do mercado pet brasileiro. O mercado Pet, é um dos setores que mais cresce no Brasil. Segundo estimativas da Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), houve um aumento de 8,3% entre 2012 e 2013 e faturamento estimado disposto

2012

2013

2014

18

16,7

15,2

14,2

FATURAMENTO EM BILHÕES (R$)

18,9

PROJEÇÕES DE FATURAMENTO

2015

2016

Fonte / Elaboração: Abinpet (2016)

O segmento do qual faz parte o brinquedo PET FUN é conhecido como PetCare, que contempla produtos como: Equipamentos, acessórios, produtos de higiene e beleza animal. Este segmento, de acordo com a ABINPET, tem 8,1% do faturamento total do mercado pet e ainda conta com um

8


crescimento de 5,5% entre 2015 e 2016, sendo o segundo com maior crescimento. A partir do levantamento de dados secundários, pode se estabelecer 3 produtos como concorrentes consideráveis no mercado pet brasileiro: O produto Pet Ball da empresa Pet Games, o produto Buddy Bolt da Buddy Toys e o produto Pet Jog S da empresa Pet Jog, de forma que, dentre eles, o produto Pet Jog S pode ser considerado como o principal produto concorrente por ter uma finalidade similar ao produto PETFUN, porém, a mudança de sua estrutura anatômica em decorrência do tempo de uso e o preço menos acessível, podem ser considerados problemas deste produto com relação ao produto PETFUN.

2.2.4. Considerações sobre a etapa exploratória inicial Fica evidente a tendência de crescimento do mercado pet tanto para 2017 quanto para 2018 (ano de veiculação da campanha), e torna-se viável um investimento no setor Petcare, já que foi o segundo com maior crescimento no mercado pet entre os anos levantados anteriormente. Da mesma forma, a partir do levantamento dos principais concorrentes, pode se traçar carências nos produtos concorrentes, de forma que, a área de qualidade recebe críticas do consumidor (duas críticas obtidas pelo site: https://www.reclameaqui.com.br/empresa/petjog-produtos-para-animais/) e também o preço dos produtos acima do considerável pelos consumidores. Desta forma, estas duas áreas serão consideradas no produto PETFUN, pois são exibidas como oportunidades para o seguimento em questão.

9


2.3. Fase 2 – Pesquisa Qualitativa Para haver uma melhor compreensão sobre quem é o cliente ideal do produto PETFUN e o que ele necessita no segmento de brinquedos para pets, foi desenvolvida uma pesquisa qualitativa que possibilitou-nos saber: Quais os perfis, percepções e hábitos dos consumidores do segmento de brinquedos para pets? A partir destes dados serão desenvolvidas buyer personas, de forma a direcionar os esforços e estratégias para uma lista promissora de possíveis consumidores para um marketing efetivo.

2.3.1. Público-alvo Os critérios que foram utilizados para a entrevista pessoal com o público alvo foram:

Petlovers; Idade entre 18 e 45 anos; Classes A, B e C; Moradores da cidade de São Paulo.

2.3.2. Objetivos da fase 2- Pesquisa Qualitativa Objetivo Geral

Identificar os perfis, percepções e hábitos dos consumidores potenciais para o produto PETFUN.

10


Objetivos Específicos

Identificar o perfil dos consumidores quanto a:

Dados comportamentais referentes ao relacionamento com o pet;

Dados socioeconômicos dos potenciais consumidores;

Dados comportamentais relacionados ao(s) problema(s) ou oportunidade(s) que

tem ligação com o produto em questão;

Dados comportamentais relacionados a frequência de compra dos prováveis consumidores do produto; Dados relativos a atividades e percepção do consumidor sobre o pet.

2.3.3. Amostra Amostragem por julgamento

Do público alvo apresentado foram identificados e selecionados 15 indivíduos decisores de compra, entre 18 e 45 anos, moradores da cidade de São Paulo das classes A, B e C, que tem pets e que os perfis adequam-se melhor ao estudo em questão. Amostragem por cotas

09 indivíduos resultantes da amostragem por julgamento demonstraram perfis “padronizados”, onde pode se observar tais padrões e traçar as buyer personas que serão tratadas posteriormente. Estes padrões estão relacionados ao sexo, classe social, distância entre dono e pet no cotidiano, percepção do pet na vida e os hábitos de compra para o pet. 11


2.3.4. Instrumento de Pesquisa (coleta de dados)

Roteiro de pesquisa pessoal

Bloco 1 – Identificação de dados demográficos. Fale sobre você (nome, sexo, onde mora, que tipo de moradia, idade, estado civil, profissão, etc.) Bloco 2 – Hábitos do dono. Fale sobre seu perfil e hábitos (atividades diárias, cotidiano e final de semana, valores e objetivos, hábitos de consumo de informação, etc.)

Bloco 3 – Relação entre dono e pet Fala sobre sua relação com o pet (atividades que desenvolve, o que o pet representa na sua vida, etc.)

Bloco 4 - atitudes com relação aos problemas com o pet. Fale sobre o passa tempo do pet longe do dono (o que faz para o passatempo do pet, os problemas que isso causa, as prováveis soluções pro problema, etc.)

2.4. Relatório Final A partir do roteiro de entrevista pode se traçar muitos parâmetros para uma definição mais detalhada do consumidor potencial, porém, pelo caráter subjetivo da pesquisa qualitativa e por falta de aprofundamento do próprio entrevistado (alguns

12


limitaram o aprofundamento do roteiro) não pode se traçar alguns parâmetros que poderiam agregar mais na pesquisa. Porém, os dados levantados foram de extrema importância e possibilitaram a definição de personas essenciais para a definição de estratégias de comunicação do produto PETFUN.

2.4.1. Apresentação das buyer personas

Persona 1 – Mulher Jovem Decisora Maria tem 28 anos, é solteira e mora com a mãe em um apartamento no bairro de Tatuapé em São Paulo. Ela trabalha no setor administrativo em uma empresa no Morumbi também em São Paulo e é estudante do curso de administração na faculdade. Tem acesso constante as redes sociais e seus perfis estão praticamente sempre ativos, esse é um hábito que ela não abre mão por sempre trazer soluções para seus problemas. Apesar de gostar de sair é uma pessoa caseira e nas horas de descanso prefere ficar em casa, pois, como passa muito tempo longe de seu pet gosta de passar o tempo livre com o animal que ela considera como um filho. Ela tem uma preocupação constante com o tempo que passa longe do seu bichinho, sempre utilizando a internet para procurar soluções para ele não ficar sozinho. Tanto que pode se dizer que os hábitos de compra para seu pet são mais constantes do que compras para ela mesma, sempre comprando ração e brinquedos para alegrar o tempo de seu pet quando está distante, sem se importar muito com o preço.

13


Persona 2 – Mãe responsável pela família Beatriz tem 33 anos, é casada e mora com seu marido e seu filho pequeno em um apartamento em Itaquera – SP. Ela trabalha na contabilidade de uma empresa no centro de São Paulo e passa a maioria de seu tempo na semana entre trabalho e cuidado com os filhos. Filhos porque ela considera Rex seu cãozinho como um filho, tem todo o cuidado com a saúde e se preocupa muito com a diversão de seus deles. Porém, enquanto seu filho Gustavo passa o dia entre escola e futebol seu cachorrinho passa a maior parte do tempo dentro do apartamento e só sai no final de semana com sua dona para passear. A principal preocupação de Beatriz com relação ao seu pet é o pouco tempo que passa junto dele, de forma que, sempre que pode, procura formas alternativas para aumentar a proximidade com seu bichinho. Ela não se considera uma usuária muito ativa das redes sociais, apesar de usa-las sempre que pode para ficar por dentro dos assuntos e conversar com seus amigos, porém, quando se trata de websites ela se diz uma usuária constante, sempre procurando soluções que facilitem sua vida pela internet. Apesar da preocupação com seu pet, Beatriz sempre que sai para comprar acessórios se preocupa com sua liberdade financeira, assim sendo, tenta achar produtos bons porém baratos para seu pet.

Persona 2 – jovem estudante solteiro Pedro tem 25 anos, é solteiro e mora sozinho em um loft no bairro Vila Olimpia em São Paulo. Ele trabalha como designer em uma empresa perto da sua casa, porém, como quer crescer na carreira passa muito tempo no trabalho. O tempo que resta durante a noite, ele vai para faculdade onde faz uma pós-graduação para se especializar na sua carreira, mas, tudo isso faz com que passe muito tempo longe de cãozinho Nike, a quem trata como um irmão. 14


A noite, nos finais de semana, gosta de sair para se divertir com os amigos, porém fica muito preocupado pensando no seu pet que fica sozinho em casa, e procura sempre maneiras de deixa-lo menos sozinho. Quando está com seu pet gosta de atividades caseiras e sai raramente para passear com seu amiguinho, mas tenta dar o máximo de carinho pro pet quando está com ele. É um usuário constante das redes sociais e está sempre conectado. A maioria dos problemas de sua vida são resolvidos a partir da internet e todas as compras que faz tanto pra ele quanto para seu pet são realizadas pela internet e costuma ainda não ver limites financeiros quando a questão é a felicidade se seu amigo.

3. Planejamento de marketing O público alvo será constituído por pet lovers de idade entre 18 e 45 anos, e a partir da pesquisa exploratória ralizada, pode se traçar ainda alguns critérios pessoais do público alvo para que as ações de marketing consigam ser mais objetivas. A pesquisa exploratória mostrou alguns hábitos e comportamentos em comum entre os pet lovers, como a busca por soluções para seus pets pela internet e ainda uma “vida” online constante, fazendo da internet e redes sociais o ambiente ideal para lançamento de uma campanha de marketing e fazendo a mesma expandir sua “área de contato” para além do público alvo. O marketing do produto irá basear-se na internet/redes sociais onde a disseminação (compartilhamento) de informações ocorre de forma exponencial, isto, aliado a grande popularidade das redes sociais e ao aumento do uso de tecnologias da informação que passou de 400 milhões de pessoas no ano 2000 para 3,12 bilhões em 2015 (dados da União Internacional de Telecomunicações das Nações Unidas).

3.1. Primeira fase Como a campanha terá duração de dois meses (janeiro e fevereiro de 2018), a primeira etapa será realizada nos primeiros dez dias de janeiro. Esta primeira etapa 15


terá como base um levantamento dos problemas que a distância entre dono e pet no dia-a-dia causam pro animal, tudo isso com foco nas redes sociais para aumentar o poder de disseminação desta informação entre o público alvo, porém, apesar de ser realizada basicamente pela internet, esta primeira fase será apoiada também por alguns informativos impressos e propagandas televisivas e radiofônicas que abordarão estes problemas com mais ênfase. Obs.: tratando inicialmente destes problemas, esta primeira fase da campanha conseguirá atingir também um público além do público-alvo.

3.2. Segunda fase Entre o 10º dia e o ultimo dia do primeiro mês a campanha será realizada com a apresentação do produto como solução para os problemas anteriormente levantados, com um teor comercial reduzido para transformar o produto num símbolo do combate a estes problemas e desenvolver uma imagem no imaginário do público alvo de uma marca que tem compromisso com as soluções relativas a estes problemas sempre pensando no bem-estar dos animais. Nesta fase, ferramentas como o FACEBOOK ADS, o GOOGLE ADWORDS, assim como os rádios serão essenciais para tratar o tema de forma menos comercial, pois anúncios estimularão o público alvo a observar o problema em sua vida pessoal e procurar a solução para os problemas, de forma que, a solução que eles acharão será o produto PET FUN.

3.3. Terceira fase A terceira fase será realizada no segundo mês e terá objetivo comercial logo depois de “fixar” o produto no imaginário do público (na fase 1 e 2) e serão usados principalmente comerciais de televisão e impressos (revistas, jornais, etc.) para

16


chamar os consumidores à compra, mostrar o diferencial do produto e estabelecer o produto PET FUN como a melhor opção entre os concorrentes.

3.4. Ação de marketing

3.4.1. Ação pista de agility Período: 3ª fase Agility é um exercício praticado por dono e pet, onde o dono deve conduzir seu cão por uma pista com alguns obstáculos. O objetivo desta ação dentro da campanha de marketing proporcionar a união entre dono e pet em um dia repleto de diversão. A partir das pesquisas, notou-se que dono e pet costumam sair para passear apenas nos finais de semana e em parques onde eles apenas caminham e não realizam uma atividade mais “divertida”. Onde e como será realizado? Em parques onde os donos costumam caminhar com seus animais (Parque Villa Lobos por exemplo) serão colocados obstáculos para realizar-se atividades e competições internas entre donos e pets, assim como, serão criados eventos em redes sociais para que os donos sejam motivados a participar do evento junto com seus pets. Tudo isto levando a identidade visual e marca do produto.

17


3.4.2. Ação caminhada coletiva com o pet Período: 3ª fase Como citado anteriormente, caminhadas são as atividades mais realizadas entre dono e pet, assim, realizar caminhadas é uma atividade costumeira entre eles. O objetivo desta ação é unir muitos pet lovers e pet em um lugar público para uma caminhada coletiva para ressaltar um dos pilares do produto PET FUN que é denotado na frase: “Não deixe seu pet sozinho” Onde e como será realizado? Da mesma forma que a primeira ação, os eventos serão realizados em parques públicos onde os donos costumam andar com seus cães. Será realizado um trajeto onde dono e pet permanecerão lado a lado até o final e terão contato com outros donos, assim poderão trocar experiências e se divertir coletivamente.

18


O anúncio chamando o público para o evento será aberto da mesma forma em redes sociais, com o objetivo de maior aderência de público (pois todos terão contato com a marca do começo ao final do evento), e maior disseminação da idéia da marca para os prováveis consumidores.

3.4.3.

Personalização de PDV

Período: 3ª fase Como pet shops são lugares repletos de pet lovers haverá a personalização de pontos de venda, onde painéis, estandes e outros instrumentos serão personalizados com a identidade visual e marca do produto, isto, com o objetivo de converter frequentadores do local, assim como chamar a atenção dos mesmos.

19


4. Criação Como base para a campanha, foram desenvolvidas as peças a seguir, de forma que, estas foram desenvolvidas para que pudessem ser lançadas em plataformas diferentes sem perder seu valor estético, além de que, os valores e idéias do marca transparecem em todas, de maneira que, a identidade visual da campanha e do produto não se perdem entre as divulgações das peças.

4.1. Google Adwords Foram produzidos dois anúncios no formato 336x280 (retângulo grande), de forma que os dois se complementam. A ideia é que serão feitos mais anúncios com a estrutura similar, porém, com textos diferentes. Na primeira parte do texto será “levantado” o problema que o produto em questão (pet fun) resolve, na segunda parte do texto o produto em questão será apresentado como a solução para o “problema levantado”, além de haver no anúncio um complemento (saiba mais) para que haja uma sugestão para que o consumidor potencial clique e seja direcionado para a página do produto, com informações mais aprofundada sobre o mesmo. 20


21


4.2. Facebook ADS Como será realizada uma campanha de lançamento e a marca do produto é desconhecida o objetivo e tipo de anúncio escolhidos foi de reconhecimento da marca. A imagem e estrutura seguida foi a “foto do facebook”, e para a construção do anúncio foram seguidas as orientações da própria rede social. O anúncio conta ainda com o site do produto (fictício) e uma chamada para ação (saiba mais), para levar o provável consumidor a procurar mais informações sobre o brinquedo. O objetivo geral do anúncio é chamar a atenção do provável consumidor ao problema de ansiedade apresentado por grande parte dos pets para que ele busque a solução para esse problema, que é apresentada posteriormente na forma do produto PET FUN.

22


Obs.: As call to action nas peças levarão os usuários a outra página que terá a peça a seguir com a descrição do produto, suas funções e atributos.

Algumas pôsteres e banners foram produzidos de forma a manter a identidade visual dos anúncios anteriores e ainda manter a proposta de linguagem e texto que estarão presentes em todos as campanhas. O objetivo é usar um estilo de linguagem e identidade visual para que o sentido da campanha para a marca não se perda com o tempo.

23


24


25


4.3. Peças radiofônicas Para atender aos critérios adotados nas fases da campanha, foram desenvolvidas algumas peças radiofônicas para expor a ideia da marca por meio do rádio. Essas se tornam importantes pois será usado sons na frequência entre 15 Hz e 20 kHz para além de chamar a atenção do dono com as propostas da propaganda ainda chamará a atenção do pet. O objetivo é fazer o dono do cãozinho notar a curiosidade do pet ao ouvir a peça radiofônica, com isso é provável que o dono preste também mais atenção na peça e se torne um consumidor potencial do produto.

26


Agência: Alchemia Comunicação Cliente: Kong company e Estrela

Titulo: Ele sente sua falta.

Produto: Pet Fun

Duração: 30’’

Formato: Spot

Data: 06/11/2017

TEC

Sobe BG com duração de 30’’

LOC 1

Era todo dia a mesma coisa Quando ela saía Eu ficava sem ninguém pra brincar Passava o dia na porta, Triste, sozinho, de cabeça baixa Esperando ela chegar pra me dar atenção. Mas ai... Eu ganhei um PET FUUUN! O PET FUN brinca comigo E também da comidinha hmm eu amo a comidinha E minha dona o usa pra falar comigo O DIAA TOOODO.

LOC 2

Se você ama seu pet, não o deixe sozinho. Dê a ele um PET FUN. PET FUN A companhia ideal pro seu pet.

TEC

Desce/corta BG e encerra

27


Agência: Alchemia Comunicação Cliente: Kong company e Estrela

Titulo: Não o deixe sozinho

Produto: Pet Fun

Duração: 1’

Formato: Spot

Data: 06/11/2017

TEC

Sobe BG duração 1’

LOC 1

Vem cá, vem cá Max, vem cá garoto.

TEC

Efeito de latido de cachorro com duração de 1’’

LOC 1

Vou ficar com saudade Max, mas jaja eu to de volta ta! Pega!

TEC

Efeito de latido de cachorro com duração de 1’’

LOC 1

Ahh é tão bom sair de casa sabendo que ele vai ficar bem. Eu sei que ele vai sentir saudade, Mas sei que não vai ficar triste. Pelo contrario, vai brincar o dia inteiro. Né garotão. Quer saber como eu sei? Então vou te contar meu segredo. Eu dei pro Max um PETFUN. Agora, mesmo quando eu saio de casa, ele se diverti. E ainda ouvi minha voz.

TEC

Inserir áudio gravado no brinquedo com duração de 2’’

TEC

Inserir efeito de latido de cachorro com duração de 1’’

LOC 1

Assim o Max não se sente mais sozinho Bom, o meu amiguinho já tem o dele. E ta amando. De um pro seu pet também. Saiba mais em petfun.com. Se você também ama seu pet, não o deixe sozinho.

LOC 2

Dê a ele um PETFUN.

TEC

Desce / Corta BG e encerra.

28


Para exibição nas rádios, atender aos critérios de peças mais rápidas na tv e no rádio também foi desenvolvido o seguinte texto foguete: Não deixe seu amiguinho sozinho, de a ele um PET FUN. PET FUN a companhia ideal pro seu pet.

5. Referências Bibliográficas

G1. Cresce o mercado de produtos para animais de estimação. Disponível em: < http://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/mundo-pet/2014/noticia/2014/12/mundo-pet-cresce-omercado-de-produtos-para-animais-de-estimacao.html> Acesso em 28/09/2017.

ABINPET. Dados de Mercado. Disponível em: < http://abinpet.org.br/site/mercado/> Acesso em 28/09/2017.

Pet Brasil. O mercado brasileiro. Disponível em: < http://www.petbrasil.org.br/mercadobrasileiro> Acesso em 29/09/2017.

G1. Brasileiros têm 52 milhões de cães e 22 milhões de gatos, aponta IBGE. Disponivel em: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2015/06/brasileiros-tem-52-milhoes-de-caes-e-22milhoes-de-gatos-aponta-ibge.html> Acesso em 29/09/2017.

<

Mauricio Choinski. Como identificar se o cão sofre com a síndrome da ansiedade de separação. Disponível em: < http://canaldopet.ig.com.br/adestramento/psicologia/2016-09-02/ansiedadeseparacao.html > Acesso em 30/09/2017.

29


6. Anexos Legislação Toda a campanha exposta neste presente projeto, é regida e orientada pelas leis e diretrizes presente no CONAR, CDC e AMPRO, com ênfase nos seguintes artigos:

CONAR CAPÍTULO II - PRINCÍPIOS GERAIS SEÇÃO 1 - Respeitabilidade Artigo 19 Toda atividade publicitária deve caracterizar-se pelo respeito à dignidade da pessoa humana, à intimidade, ao interesse social, às instituições e símbolos nacionais, às autoridades constituídas e ao núcleo familiar.

Artigo 20 Nenhum anúncio deve favorecer ou estimular qualquer espécie de ofensa ou discriminação racial, social, política, religiosa ou de nacionalidade.

Artigo 21 Os anúncios não devem conter nada que possa induzir a atividades criminosas ou ilegais - ou que pareça favorecer, enaltecer ou estimular tais atividades.

SEÇÃO 2 - Decência Artigo 22 Os anúncios não devem conter afirmações ou apresentações visuais ou auditivas que ofendam os padrões de decência que prevaleçam entre aqueles que a publicidade poderá atingir.

Código de defesa do consumidor Art. 30 - Toda informação ou publicidade, suficientemente precisa, veiculada por qualquer forma ou meio de comunicação com relação a produtos e serviç 30


os oferecidos ou apresentados, obriga o fornecedor que a fizer veicular ou dela se utilizar e integra o contrato que vier a ser celebrado.

Art. 35 - Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha:

I - exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade;

II - aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente;

III - rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos.

Art. 36 - A publicidade deve ser veiculada de tal forma que o consumidor, fácil e imediatamente, a identifique como tal. Parágrafo único - O fornecedor, na publicidade de seus produtos ou serviços, manterá, em seu poder, para informação dos legítimos interessados, os dados fáticos, técnicos e científicos que dão sustentação à mensagem.

Art. 37 - É proibida toda publicidade enganosa ou abusiva.

§ 1º - É enganosa qualquer modalidade de informação ou comunicação de caráter publicitário, inteira ou parcialmente falsa, ou, por qualquer outro modo, mesmo por omissão, capaz de induzir em erro o consumidor a respeito da natureza , características, qualidade, quantidade, propriedades, origem, preço e quaisquer outros dado s sobre produtos e serviços. 31


§ 2º - É abusiva, dentre outras a publicidade discriminatória de qualquer natureza, a que incite à violência, explore o medo ou a superstição, se ap roveite da deficiência de julgamento e experiência da criança, desrespeita valores ambientais, ou que seja capaz de induzir o consumidor a se comportar de forma prejudicial ou perigosa à sua saúde ou segurança.

§ 3º - Para os efeitos deste Código, a publicidade é enganosa por omissão quando deixar de informar sobre dado essencial do produto ou serviço.

Art. 38 - O ônus da prova da veracidade e correção da info rmação ou comunicação publicitária cabe a quem as patrocina.

32

Profile for Rede Código

Agência Alchemia  

Agência Alchemia  

Advertisement