Page 1

AQUI SUA MARCA REINA


Bianca Risso - 18111831 Bruna Risso - 18111505 Kaue Victor - 17502098 Leonardo Luis - 17502098

PRIMEIRO CLIENTE: Coletivo Meninas Mahin Kingdom Comunicação Projeto interdisciplinar semestral para a conclusão de semestre sob a orientação dos professores para provarmos da experiência de se trabalhar com o primeiro cliente da agência

São Paulo - SP Outubro / 2019


Bianca Risso 18111831

Bruna Risso 18111505

Kaue Victor 17502098

Leonardo Luis 17345294


1. Introdução...................................................................................................6 2. Tide Setubal Galpão ZL...........................................................................7 3. Coletivo Meninas Mahin........................................................................8 3.1. Problema de Marketing.................................................................8 4. Conceito de Campanha..........................................................................9 4.1. Tema......................................................................................................9 4.2. Conceito...............................................................................................9 4.3. Peça Conceito....................................................................................9 5. Pesquisa.....................................................................................................10 5.1. Metodologia.....................................................................................10 5.2. Dados..................................................................................................10 6. Segmentação e Público Alvo.............................................................14 6.1. Público Alvo......................................................................................14 6.2. Demográfico.....................................................................................14 6.3. Geogáfico..........................................................................................14 6.4. Econômico........................................................................................14 6.5. Sociocultural ...................................................................................14 7. Microambiente........................................................................................17 8. Microambiente........................................................................................17 9. Análise Swot.............................................................................................19 10. Planejamento de Campanha...........................................................19 10.1. Título.................................................................................................19 10.2. Slogan...............................................................................................19 10.3 Objetivo de Marketing.................................................................19 10.4 Objetivo de Comunicação..........................................................20 10.5 Objetivo de Campanha...............................................................20 10.6 Estratégias........................................................................................20 10.7 Táticas................................................................................................21 10.8 Ações..................................................................................................21


11. Mídia e Custos.......................................................................................22 11.1. Objetivos de Mídia.......................................................................22 11.2. Meios Selecionados.....................................................................22 11.3. Críterios Para Escolha dos Meios............................................23 11.4. Táticas de Mídia............................................................................23 12. Criação e Produção Gráfica..............................................................25 12.1. Identidade Visual..........................................................................25 12.2. Peças Gráficas e Digitais.............................................................29 13. Criação e Audiovisual.........................................................................32 14. Refêrencias..............................................................................................32 14. Apêndice.................................................................................................33


2. Tide Setubal - Galpão ZL A fundação Tide Setubal, organização não governamental fundada em 2006, possui origem familiar, o nome Tide Setubal foi escolhido em homenagem a ex primeira-dama de São Paulo, que é lembrada até o momento por seu trabalho social voluntário, a fundação que carrega seu nome, é uma maneira de manter viva sua luta e trabalho. O principal objetivo da fundação é desenvolver iniciativas que colaborem para a justiça social e desenvolvimento sustentável das periferias urbanas, contribuindo para combater as desigualdades socioespaciais das grandes cidades. Em parceria com com a Sociedade Amigos Jardim Lapenna, a Tide Setubal criou a iniciativa Galpão ZL que tem como missão ser um espaço com formações e ações que fomentem uma rede de inovação, transformação e empreendedorismo trazendo oportunidades para os cidadãos que vivem no entorno e potencializar a transformação da realidade do território. O espaço também conta com cursos de gastronomia por meio da Oficina Escola, ponto de leitura com acervo para os mais variados públicos e atividades esportivas como futebol e judô. .

7


Neste projeto teremos a experiência de trabalhar com o primeiro cliente da agência experimental. A marca é o Coletivo de Meninas Mahin assessoradas pela Fundação Tide Setúbal, uma organização não governamental que se localiza na Zona Leste de São Paulo. Iremos aplicar os conhecimentos obtidos até o presente momento para planejar, desenvolver e aplicar estratégias de comunicação que resolva os problemas de comunicação da marca que encontraremos através de pesquisas e análises. Nosso principal objetivo é a partir do público-alvo encontrar maneiras de melhorar a identidade visual e posicionamento da marca trazendo assim mais visibilidade e possibilidades de captar novos clientes e novas micro-empreendedoras do ramo para fazer parte da feira. A campanha será voltada para mulheres negras de 18 a 40 anos, classe C e D que residem na região da Zona Leste de São Paulo, para abordar esse público iremos focar na divulgação em mídias sociais, com peças que representam a essência da cultura afro-brasileira e africana.

6


3. Coletivo Meninas Mahin Em agosto de 2016 aconteceu a primeira edição da feira, porém só em dezembro do mesmo ano a equipe notou o impacto social que a feira possui e transformaram-a em um verdadeiro negócio, criando assim em Coletivo Meninas Mahin. O nome Coletivo Meninas Mahin, vem de inspiração a Luiza Mahin, figura histórica que lutou contra a escravidão, se tornando símbolo heróico no combate a sociedade escravista “O personagem Luiza Mahin, então, resulta de um misto de realidade possível.” (REIS, 2003). Tendo como missão impulsionar o empreendedorismo da mulher preta periférica, contribuindo no combate a desigualdade racial, o Coletivo Meninas Mahin auxilia dando suporte e estrutura para que as mesmas se enxerguem como empreendedoras, possibilitando as mesmas de ter a sua própria renda sem ter que se deslocar da zona leste de São Paulo. O Coletivo ainda contribui ajudando as por meio de atividades promovidas nas feiras a integração com atividades artesanais, artísticas, esportivas, musicais, literária, oficinas, ações de cidadania. Hoje o Coletivos Meninas Mahin tem cerca de 90 mulheres pretas empreendedoras cadastradas que são intercaladas de acordo com a disponibilidade das mesma, para as feiras que acontecem na zona leste de São Paulo.

3.1. Problema de Marketing Dentro dos problemas observado o principal é a falta de divulgação nos veículos comunicacionais, falta de estrutura para criar um share of mind entre o público alvo.

8


4. Conceito de Campanha 4.1. Tema Herdeiras da cultura afro

4.2. Conceito A beleza e riqueza da cultura afro

4.3. Peรงa Conceito

9


5. Pesquisa 5.1 Metodologia Aplicamos a metodologia de pesquisa exploratória para identificarmos o público-alvo e compreender a abordagem necessária na campanha. No dia 06/09/2019 foi realizado uma pesquisa de campo no pdv de Itaquera, onde aplicamos um breve questionário de maneira quantitativa no público que estava próximo ao local com fins de traçar o perfil do público-alvo.

5.2 Dados Pessoas entrevistadas: 14 pessoas Idade:

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

10


Gênero:

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

Bairro Onde Morra:

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

11


Renda:

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

Escolaridade: Ensino Superior Completo 7.1%

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

12


Conhece a marca?

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

Redes sociais

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

13


Esta por dentro das tentencias afro.

Fonte: Questionário, Kingdom Com. - 06/09 - Itaquera São Paulo http://bit.ly/2MdWCAR

6. Segmentação e Público Alvo 6.1. Público Alvo Foi definido que trabalharemos para dois públicos-alvos as futuras micro-empreendedoras (TIPO 1) e as consumidoras em potencial (TIPO2) Tipo 1: Mulheres pretas, residentes da zona leste de São Paulo, com faixa etária de 18 a 40 anos, classe C e D, que tenham filhos ou não, se interesse e/ou tenha habilidades em artesanatos, que conheça e apreço pela cultura afro-brasileira e africana e queira expor sua arte;

14


Tipo 2: Mulheres pretas, residentes da zona leste de São Paulo, com faixa etária de 18 a 35 anos, de classe C e D, que admiram a cultura afro-brasileira e africana, utilize no seu dia-dia acessórios de artesanato, aprecie a culinária, vestimentas e arte.

6.2. Demográfico - Residentes na Zona leste de São Paulo; - Idade entre 18 e 40 anos; - Amostras de pesquisa mostrou que 50% do público-alvo não concluiu o ensino médio; - Mulheres com e sem filhos; - Renda de até 3 salários mínimos; - Interesse por artes e cultura afro-brasileira e africana.

6.3 Geográfico Tipo 1: Mulheres que residem na Zona Leste de São Paulo, que tenham ou fabrique produtos para expor na feira. Mantendo assim a principal missão da empresa de ajudar na renda de mulheres pretas sem que elas precisem ir para locais longe de onde vivem. Tipo 2: Não existe qualquer tipo de restrição a quem more em outras localidades mas a feira se locomove apenas pela Zona Leste de São Paulo. Dando fácil acesso a moradoras da região.

6.4. Econômico Tipo 1: A classe C e D é a que melhor representa as micro-empreendedoras. Tipo 2: A renda das consumidoras segundo pesquisas é de no máximo 4 salários mínimos, classificando-as de classe C e D.

6.5. Sociocultural Mulheres se libertando de tabus enraizados na sociedade sobre a cor de sua pele, que lutam diariamente contra o preconceito e padrões de beleza estipulado a anos atrás pela indústria da moda, de mídia e a própria cultura brasileira.

15


6.6. Perfil Segmentado Tipo 1: - Maria 38 anos, preta, mora na Zona Leste de São Paulo, tem três filhos. Não tem o ensino médio completo, tem dificuldade para arrumar emprego CLT pois não tem com quem deixar os filhos após o horário de aula deles, possui habilidades em fazer brincos e colares de mdf e vive da renda do que vende ao longo do mês; - Tatiane 24 anos, preta, mora na Zona Leste de São Paulo, não tem filhos, tem o ensino médio completo, considera a cultura afro-brasileira e africana como sua principal cultura, revende turbantes e camisetas que remetem a cultura africana, tem um emprego fixo como vendedora em uma loja de calçados. Tipo 2: Rebeca 18 anos, preta, mora com os pais na Zona Leste de São Paulo, ensino médio completo, não tem filhos, trabalha meio período, gosta da cultura afro, é antenada nas redes sociais e na nova onda do empoderamento da mulher preta, adora brincos, pulseiras, colares, frequenta debates e saraus; Jessica 35 anos, preta, mora com os dois filhos na Zona Leste de São Paulo, não concluiu o ensino médio, apaixonada por artesanatos e arte afro-brasileira e africana, usa muito o facebook e instagram e trabalha como caixa em uma loja de shopping.

16


7. Microambiente Empresa: O Coletivo Meninas Mahin é assessorado pela

fundação Tide Setubal e está no mercado desde dezembro de 2016, é uma das feiras mais lembradas pelo consumidor na sua categoria. Melhorar a vida de mulheres pretas periféricas e dar oportunidade de trabalho próximo a residência das mesmas é um das principais missões do coletivo, assim também como levar a riqueza e beleza da cultura africana para toda a Zona Leste de São Paulo.

Clientes: Produto para é consumidor final, com renda mensal de até 3 salários mínimos, classe C e D, residentes da Zona Leste de São Paulo, que gostam de moda, que apreciem arte, cultura e culinária afro-brasileira e africana. Concorrentes: Os principais concorrentes da marca é AfroINOVA, Feira Afro e Fortalece Preto.

8. Macroambiente Demográfico: O público-alvo dessa campanha são mulheres

pretas de 18 a 40 anos, classe C e D, que residem na região Leste de São Paulo, com e sem filhos, conhecem e apreciam a cultura afro-brasileira e africana, utilizam muito às redes sociais principalmente facebook e instagram. Econômico: Nosso produto é consumido principalmente pelo

público de classe C e D, nossos bens de consumo são de preços acessíveis para o público que pretendemos atingir, os produtos variam de 3 a 50 reais, não existindo dificuldades para os mesmos os consumirem. Para as micro-empreendedoras é cobrado uma taxa de baixo custo benefício, no valor fixo de R$ 40,00 por feira, não

17


cobrando taxas sobre valores da venda do dia, mantendo assim um dos principais valores da empresa de permitir que mulheres periféricas consiga expor sua arte sem burocracia e de maneira que não lhe custe caro. Sociocultural: - Na sociedade ainda se encontra uma grande taxa de preconceito no que se refere a cultura afro-brasileira e africana. - Inúmeros tabus criados quando se refere a costumes, vestimentas, características físicas do preto. Padrões de beleza enraizado por anos na mente da população mundial onde se intitula que belo é apenas a cultura e características físicas europeias, refletindo assim no comportamento da sociedade perante a cultura africana. - Estas mulheres ainda encontram dificuldades para conseguir emprego e por muitas vezes quando conseguem conseguem não é de fácil acesso, por morarem longe do centro de São Paulo, a feira oferece a possibilidade dessa mesma trabalharem mais próximo do local onde residem. Natural: A empresa não consegue expor seus produtos em

dias chuvosos, precisando assim estar atentos ao clima e mesmo assim ocorrer de cancelar um dia na agenda devido a chuvas inesperadas.

18


9. Análise Swot Forças:

Fraquezas:

- Locais de exposição de fácil acesso; - Preços acessíveis ao público-alvo. - Váriedade de produtos.

- Baixo share of mind; - Baixo engajamento nas mídias sociais; - Pouca divulgação física.

Oportunidades:

Ameaças:

- Grande movimento nos locais escolhidos para exposição; - Criar um live marketing para chamar atenção da pessoas que passam pela feira.

- Temperaturas chuvosas; - Concorrentes com maiores engajamentos nas mídias sociais.

Análise: Apesar de pouco divulgada e com share of mind

baixo dentro dos consumidores, a marca tem preços acessíveis e atua em locais com grande movimentação de público, nos dando a oportunidade de agir com ações de live marketing para melhorar em 20% o share of mind e criar um vínculo com a vizinhanças locais

10. Planejamento de Campanha: 10.1. Titulo A herança da cultura preta

10.2. Slogan #OPoderDaMulherPreta

10.3. Objetivos de Marketing

A marca tem atualmente em torno de 90 microempreendedoras que investem no espaço da feira,

19


nosso objetivo de marketing melhorar a estrutura visual do pdv deixando mais atrativa e conseguir aumentar em 20% o número de micro-empreendedoras.

10.4. Objetivo de Comunicação Das pessoas entrevistadas na pesquisa quantitativa 42,9% conheciam a feira pelo nome, nosso objetivo de comunicação é melhorar a visibilidade da feira no pdv e online utilizando as redes sociais e pequenas ações de live marketing como ferramenta para atrair potenciais clientes para o pdv, aumentando o share of mind em 15% comparado ao atua

10.5. Objetivo de Campanha Atrair novas potenciais compradoras e micro-empreendedoras com pequenas ações de live marketing onde mulheres pretas farão um pequeno flash mob nas estações próximas ao pdv durante a entrega de folders sobre a feira. Pretendemos também criar um ambiente mais atrativo no pdv com música e imagens da marca em pontos estratégicos para gerar um share of mind para com os consumidores, Como divulgação a intenção é espalhar grafites com artes da cultura afro nas ruas.

10.6. Estratégias Publicidade: Potencializar nas peças online, gráficas e de

audiovisual e a beleza da cultura afro e o poder da mulher preta. Marketing Direto: Criar pequenas ações de live marketing nas

estações e ruas próximas e no pdv.

Relações Públicas: Quebrar tabus sobre mulheres pretas e

fazer da arte uma oportunidade de renda para mulheres da zona leste.

20


10.7. Táticas - Potencializar redes sociais;

- Melhoria visual no pdv e experiência com música dando ênfase a marca e criando um elo de alegria e parceria com o público alvo; - Flash mob nas estações próximas ao entrega de folders; - Grafites com artes afro para gerar curiosidade entre os moradores dos locais próximos onde acontece os eventos.

10.8. Ações Para promover o Coletivo Meninas Mahin levando o conceito sobre a beleza e riqueza da cultura afro será realizado peças audiovisuais, gráficas e digitais enfatizando a riqueza da cultura afro e a beleza e poder da mulher preta. Iremos aumentar o engajamento nas mídias sociais e teremos a divulgação da feira com um spot em rádios locais. Como ação de live marketing será realizado entrega de folders, seguido de um pequeno flash mob abordando a temática sobre a cultura africana nas estações próxima onde estará o evento. Para divulgar, após autorização será realizado grafites com artes da cultura afro nas ruas próximas aos eventos para gerar curiosidade do consumidor potencial. No pdv será realizado uma incrível experiência com música e com a estrutura visual voltada a arte marca para criarmos uma relação de emoção e afinidade com consumidor ajudando na lembrança da marca.

21


11. Mídia e Custos Périodo de campanha: Três meses Verba: Permuta

11.1. Objetivos de Mídia Frequência: - TV Minuto: 120 Inserções por dia - Rádios Comunitárias: 5 vezes por dia Continuidade: - Jornais de Bairros da Zona Leste: 1 Vez por Semana - Redes Sociais: 4 interações por dia Cobertura:

Zona Leste da cidade de São Paulo capital.

11.2. Meios Selecionados Meios Principais:

- TV Minuto - Rádios: RC Itaquera 87,5; Rádio Integração FM 105,1; Radio Soul Vida; Caminho para Vida FM; Rádio Águia Dourada. Meios de Apoio:

- Redes Sociais - Facebook - Instagram - Jornais da Zona Leste: Paulistão Avenidas Fato Paulista Zona Leste News

22


Polo Paulistano; Momento News; Gazeta da Zona Leste; Jornal Comunitário; Jornal Leste.

11.3. Critérios Para Escolha dos Meios:

11.4. Táticas de Mídia Tv Minuto

Rádio

23


Jornal

Cast Flow

24


12. Criação e Produção Gráfica 12.1. Identidade Visual Versão Colorida da marca:

Horizontal Vertical

Para ser utilizada em mídias digitais e impressas, impressão em policromia com boa qualidade, materias de consumo corporativo. Versão monocromatica:

Para afins de redução de custo ou limitação técnica. Versão Negativa:

Para uso em fundos escuros ou em vermelho.

25


Assinatura com slogan:

#OPoderDaMulherPreta Aplicações Incorretas

- Utilização da marca em textos ou títulos: O

é um coletivo de feiras...

- Box:

- Cores de fundo não permitidas: Cores com contraste forte

26


Regras de aplicação Prezar pela manutenção de caracteríscas originais marca e sua boa legibilidade. É necessário verificar: - Contraste com o fundo; - A resolução adquada do arquivo; - A Aplicação do tipo de arquivo apropriado a mídia; - Proporcionalidade do tamanho da marca em relação aos demais elementos graficos que compõem o layout. Fundos Claros de baixo contraste

Área de segurança: O espaço mínimo é de X/2 que deve ser resguardado ao redor da marca em relação aos outros elementos do layout. A medida “X” é igual á altura da letra “X” da marca.

27


x/2

x/2

x/2 x/2

Padrões Tipográficos: Myriad Pro - Regular ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTUVWXYZ1234567890 abcdefghijklmnopqrstuvwxyz1234567890

                          ­ € ‚ ƒ „ … † ‡ ˆ  ‰   Š ‹Œ Ž ‘’ “ ”  • – —˜ ™ š › œ   ­ € ‚ ƒ „ … † ‡ ˆ                                       ­ € ‚ ƒ „ …  † ‡  ˆ ‰ Š ‹ ŒŽ ‘ ’  “ ”  • – — ˜ ™ š  ›     ­ € ‚ ƒ „ … œ

Escala de Referências

        ­ ƒ        „ ž œ ž         %, M 93%, Y 93%, K -2% ˆ š   ˆ ‡  ‘     œ œ œ †

        €  ƒ       œ œ ž œ ž  œ      ƒ %, M 95%, Y 84%, K 5% ˆ š   ˆ ‡  ‘  ‡ „ œ œ  ­

        €  ƒ       œ œ ž œ ž  œ      ƒ %, M 95%, Y 84%, K 5% ˆ š   ˆ ‡  ‘   œ œ œ œ œ œ

28


Aplicação

12.2. Peças Gráficas e Digitais Peças Gráficas

Foto: https://i.pinimg.com/originals/30/6c/d7/306cd73636dafd5df087c22d3645ba66.jpg

29


30


Peรงas Digitais:

Foto autoral

31

Foto autoral


13. Criação e Audiovisual https://drive.google.com/drive/folders/1f10CQjIEHqFj_7d_

14. Referências HÉROIS DE TODO MUNDO. Luiza Mahin. Disponível em: <http://antigo.acordacultura.org.br/herois/heroi/luizamahin> Acesso em 24/09. G1. MERCADO DE ARTESANATO. Disponível em: <http://g1.globo.com/economia/pme/pequenas-empresas-grand es-negocios/noticia/2018/03/mercado-de-artesanato-movimenta -r-50-bilhoes-por-ano-no-brasil.html> Acesso em 24/09. QUESTIONARIO. Pesquisa de Campo. Disponível em: <https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSeGvxIvmFnE7lL7w BPAmnCuAmakmnH1uBkMPwqK_VkinogUwA/viewform> Criado em 06/09. SAMBA ESTRETÉGIA. KIT. Painel Digital Interno Trem. Disponível em: <http://sambaestrategia.com.br/storage/app/media/veiculosrepresent ados/eletromedia/eletromidia-midia-kit-metro-sp-painel-digital-intern o.pdf> Acesso em 30/09 GM. Mídas Dados. Disponível em: <https://www.gm.org.br/midia-dados-2019> Acesso em 1/10

32


15. Apêndice Site Ficticio: Layout do dominio usado nas campanhas Link: https://brunarisso.wixsite.com/coletivomeninasmahin Roteiros:

33

6HTXHQFLD&HQD

'XUDomR

,PDJHP

6RP

&HQD 



&kPHUDIL[DHPSODQRPpGLRGDQGR GHVWDTXHDDWUL]TXHHVWiGH FDEHoDEDL[D &kPHUDIL[DHPSODQRPpGLRGDQGR GHVWDTXHDDWUL]TXHFRPHoD OHYDQWDUDFDEHoD &kPHUDIL[DHPSODQRPpGLRGDQGR GHVWDTXHDDWUL]TXHROKD IL[DPHQWHSDUDDFkPHUD

92=2))1RVVRV DQFHVWUDLVIRUDP HVFUDYL]DGRV 92=2))1RVVD FXOWXUD ULGLFXODUL]DGD













&kPHUDHPSODQRDEHUWRHP PRYLPHQWRQDVWUrVDWUL]HV DJRUDMXQWDVHVHULDV





9LGHRSUHWR





&kPHUDIL[DHPSODQRGHGHWDOKHQD DWUL]FRORFDQGRRFRODU





&kPHUDIL[DHPSODQRGHGHWDOKHQD DWUL]FRORFDQGRRWXUEDQWH





&kPHUDIL[DHPSODQRGHGHWDOKHQD DWUL]FRORFDQGRREULQFR





&kPDUDIL[DHPSODQRDEHUWRDVWUrV DUL]HVDQGDHPGLUHomRDFkPHUDGH PmRVGDGDV

6LOrQFLR 92=2)))RPRVWRUWXUDGRV DUUDQFDGRVGHQRVVDV UDt]HVPRUWRVH HVTXHFLGRV 6LOrQFLR 92=2))0DVQXQFDGHVLVWLPRV QRVVDFRUpVLQ{QLPR GHEHOH]DHQmRGH GRU 9R]2))1RVVD DUWHpKHUDQoDGD UHDOH]D 92=2))1RVVD SHOHH[FODPD KLVWyULD 92=2))9HQKDFRQKHFHUR &ROHWLYRGHIHLUDV0(1,1$6 0$+,1


Publicidade Roteiro de Rádio e Propaganda  

 

                             

Profile for Rede Código

Agência Kingdom  

Agência Kingdom  

Advertisement