Page 1

inovar ideias compartilhar

Um Conceito


O tratamento para o doente polisensibilizado

RAS

Concentração

Volume

MISTU

Outros Tratamentos

Concentração

Volume

Evita a Diluição Em Misturas Outros Tratamentos

Permite misturar qualquer extrato alergénico

POLIMERIZADO que não apresente REATIVIDADE CRUZADA permite misturar ácaros e pólens Porque: O polimerizado de ácaros apresenta a atividade enzimática significativamente reduzida Não há reatividade cruzada entre os alergéneos Os dois alergéneos são tratados de forma coestacional

nar Selecios um apena

?

Concentração máxima de cada extrato numa única administração

r pt / Dfa TURA D IS M 9 U IN S MM0 ONYSS R E T P . D OR M601 TRUCT ID. DES E P E L CENTIA M603 UTRES P . P O R TY ALIS M604 TROPIC IA M O L B * M608 MÍNEAS . 6 GRA T IS M RIS MG01 VULGA EMISIA T R A AICA W302 RIA JUD A T IE R PA W306 A KALI ALSOL S OLATA 1 1 W3 LANCE O G A T PLAN OSA W314 ERRUC V A L U BET T502 OPEA EA EUR L O NICA 7 T51 S ARIZO U S S E CUPR ICA T523 HISPAN S U N A T PLA T535 GATO E801

Ampla gama alergénica Mistura de até 3 alergéneos à máxima concentração


>>

MISTURAS DE GRAMÍNEAS E ÁCAROS

COMO A ACTIVIDADE PROTEOLÍTICA DOS EXTRATOS DE D. PTERONYSSINUS AFETAM OS ALEGÉNEOS PHLEUM PRATENSE?


A MISTURA DE EXTRATOS DE ÁCAROS E PÓLENES NATIVOS, RESULTA NUMA REDUÇÃO TOTAL DOS ALERGÉNEOS DOS PÓLENES EM APENAS UM MÊS

DE ÁCAROS E PÓLENES MANTÉM 100% DOS ALERGÉNEOS DE PÓLENES


INOVAMOS E COMPARTILHAMOS IDEIAS DESDE 1992

Derrubando Barreiras

NA LIDERANÇA DA INOVAÇÃO EM IT

Diptico Max