Issuu on Google+

INFOMAIL

EDUCAÇÃO

carlatavares.amadora2013

C U M P R I M O S

AÇÃO SOCIAL

ACESSIBILIDADES

AMADORA’13


AMADORA´13

2

“ACREDITAMOS ACREDIT REDIT TAMOS AM

NO FUTURO FUTURO”

Ca Caras ras e Ca Caros ros A Amadorenses, madorenses, Nos N os ú últimos ltimos doze doze anos anos fiz parte, parte, com com muito muito orgulho, orgulho, d de eu uma ma equ equipa ipa venced vencedora. ora. De uma uma equipa equipa liderada liderada porr J po Joaquim Joaqu oaquim Raposo Raposo qu que, e, ta tanto nto na Câmara Câmara M Municiunicipal, como mo na A Assembleia ssembleia M Municipal unicipal e nas J Ju Juntas untas de de Freguesia sia trabalhou, trabalhou, todos todos os dias, dias, para para construir construir uma Amadora madora cada vez mel melhor, hor, mais mais moderna, moderna, mais mais competitiva, titiva mais mais justa, justa a ma mais is coesa e mais mais sol solidária. idária Creio que devemos estar orgulhosos do trabalho desenvolvido, embora cientes e empenhados em realizar sempre mais e melhor, pela Amadora e por todos os que a escolheram como sua Cidade. A Amadora é uma cidade que nos desafia constantemente e a nossa ambição e desejo é continuar a trabalhar para não defraudar as legítimas expectativas de quem, nos últimos anos, tem sistematicamente e de forma clara apostado no projeto político idealizado pelo Partido Socialista para a Cidade. Temos uma Ideia de Cidade. Porque Acreditamos nas Pessoas e no Futuro, conscientes da enorme responsabilidade e do grande desafio com que nos deparamos, estamos confiantes e motivados para dar continuidade ao trabalho desenvolvido e, principalmente, para continuar a transformar a Cidade da Amadora. Carla Tavares, Candidata a Presidente da Câmara Municipal da Amadora Joaquim Raposo, Candidato a Presidente da Assembleia Municipal da Amadora


No topo po das prioridades esteve sempre pre o bem-estar dos d Amadorenses, porque “O são as Pessoas”.”. F Foram melhorr da Amadora A ram im implementados diversos Programas u de Solidariedade Municipais, apoiámos várias Institui Sociais M tuições Particulares ção de mais e melho melhores equipamentos sociais e as construção Social all (IPSS) na co cadas nas respostas sociais prestadas no mesmas fforam qualificadas alifi e certificadas i Serviço ço de Apoio A Domiciliário. que anualmente tem milhares de gurámos a no nova Biblioteca Municipal, qu Inaugurámos o Casa Casal da Falagueira. Apostámos utilizadores e o Núcleo Museográfico useográfi do lagu postámos no empreended ”, atraímos mais preendedorismo, com o programa “Amad madora Empreende”, investimen o, criand criando, deste modo, mais emprego. estimento privado para o Município, Continuámos desen ternacional de Banda Desenhada da uámos a desenvolver o Festival Internaci Amadora a assim como a São Silvestre da Am madora enquanto marcas impor

AMADORA´13

AMADORA´13

Em 1997, surgi u “U ma no va ideia de cidade” e sob este desí gnio, fforam, oram, surgiu “Uma nova desígnio, en tão, def endidos e im plementados pr ojetos qu e eram vi tais para a nossa então, defendidos implementados projetos que vitais Cidade: uma moderna rede viária e de transpo rtes, a melho ria d o parqu e transportes, melhoria do parque escolar m unicipal, a requa lificação d o espaço pú blico, a segurança da municipal, requalificação do público, co munidade e, acima de de tud tud o, o bem-estar d os A madorenses. comunidade tudo, dos Amadorenses. N os ú ltimos anos, a Cidade m udou. Co m a chegada d o metr opolitano, primeir o Nos últimos mudou. Com do metropolitano, primeiro a Alf Alfornelos e depo is à F alagueira, a A madora to rnou-se um im portante in terfaAlfornelos depois Falagueira, Amadora tornou-se importante interface de transpo rtes. N a rede viária hou ve uma a utêntica “rev olução”, em grande transportes. Na houve autêntica “revolução”, parte devido devido ao alargamen a largam largamento do do IC19, IC19, à requa alifi lificação da N alargamento requalificação Nacional acional 117, aos no novos vos acessos à zo zona na no norte rte da cidade, Nós Nós da Fonte Fonte Santa Santa e de San Santo to El Eloy oy e à co conclusão nclusão da CR CRIL, IL, permi permitindo tindo uma maior maior fluidez fluidez do do tráfego. tráfego. U ma das princi pais pri ioridades do do investimento investimento municipal munici c pal tem sid o na Uma principais prioridades sido Educação. A Amadora é reconhecida, em diferentes rankings, como um dos melhores Municípios para estudar e ensinar. “Amadora Educa a tempo inteiro”, não tem sido um slogan vazio de conteúdo, mas sim uma prioridade, que nos deve deixar orgulhosos! Operou-se uma transformação no espaço público. Foram construídos e requalificados parques e jardins, foram extintos 24 bairros degradados, cujos espaços foram devolvidos à Cidade, como é o exemplo do Parque Aventura. O Programa Especial de Realojamento tem uma taxa de concretização de 82,90 % e as famílias recenseadas foram realojadas em habitações condignas. Foram construídos parques infantis, zonas verdes e de lazer, criados milhares de lugares de estacionamento, criadas pistas de caminhada, apetrechadas com modernos equipamentos de ginástica, incentivando a prática informal do desporto. No âmbito do PROQUAL, mudámos a Freguesia da Brandoa, onde foi instalado o Centro da Juventude da Amadora, o Fórum Luís de Camões, o Jardim Luís de Camões e o novo Mercado Municipal. Trouxemos a Reabilitação Urbana para a ordem do dia. Foram criados programas municipais de apoio à realização de obras particulares, a Avenida Santos Mattos, a entrada da Cidade junto às Portas de Benfica e a Estrada da Correia foram intervencionadas, o programa esplanadas premium implementado. No âmbito do Programa “Zambujal Melhora”, requalificámos o Bairro do Zambujal, dotando-o de zonas de lazer de qualidade. A Segurança de todos é uma prioridade. Por isso foram construídas e reabilitadas diversas esquadras da Polícia de Segurança Pública. Para aumentar a segurança das nossas crianças foi implementado o projeto dos patrulheiros das escolas e dos parques.

3


AMADORA´13

Carla Tavares

Gabriel Oliveira

Rita Madeira

Eduardo Rosa

Cristina Ferreira

António Moreira

Agostinho Marques

Maria Gracieta

Carlos Perry

Margarida Matos

4

Candidata do PS à presidência da Câmara Municipal da Amadora

VOTE

José Lagoas


Lutegarda Justo

António Abreu Pereira

Joaquim Raposo

AMADORA´13

Tomás dos Santos

5

Elisabete Costa

Manuel Barbosa

Cláudia Silva

Vítor Lages

Candidato do PS à Presidência da Assembleia Municipal da Amadora

Pedro Oliveira

Eugénia de Jesus

António Simões

Fernanda Páscoa

AMADORA´13


AMADORA´13

6

VOTE

CUMPRIM CU

BOA GOVERNANÇA

1ICº ÍPIO

MUN

R MELHO IA C N IÊ EFIC IRA E C N A FIN DO PAÍS


AMADORA´13

EDUCAÇÃO

7

Na Amadora procuramos que o investimento público na pessoa coletiva tenha a capacidade de respeitar e promover o melhor de cada individualidade. Fazemos da escola um lugar de coesão social e acreditamos que é nessa mesma escola que devemos dar espaço a ideias daqueles que sabem e podem sonhar mais alto. A Educação sempre ocupou o primeiro lugar nas prioridades das políticas municipais porque acreditamos que a cidade será tão mais valorizada quanto mais qualificados forem os seus cidadãos.

AMADORA´13


AMADORA´13

. .

N o âmbi No âmbito to da A Ação ção Socia Social all Escolar, são ainda ffornecidos ornecidos li vros e ma teria al escolar. livros material A in integração, tegração, t co como mo pi pilar ilar lar da coesão socia social, al, l, é uma premissa da escola d os nossos dias. O co mbate ao dos combate insu cesso escolar a través de pr ojetos de inser insucesso através projetos inserção, ção, tal como Projeto 12-15 desenvolvido através ta al co mo o Pr oje jeto 1215 desen nvolvido a través da o Despo Escola IIntercultural nttercultura ura al das Pr ofissões e d rto, Profissões do Desporto, gnifica ativa e di versificada de bem co mo a o ferta si como oferta significativa diversificada cursos pr ofissionais nas escolas de 2.º e 3.º ci clo, profissionais ciclo, cesso. têm sido sido uma aposta apo posta ed ucatiiva de su educativa sucesso.

8

e e esses desafios com vista a elevar a excelência na escola. Hoje existem pro ojetos que qu não podem ser, alguma, dissociados dissociad da Amadora. de forma alguma, estra Geração foi criada em 2007 A primeira Orquestra ra, mais concretamente t na Escola na Amadora, ciativa conjun njunta nta da Câmara Miguel Torga, por inicia Municipal al da A Amadora, ra, da Escola de Música M do all e da Fundação Calouste al Conservatório Nacional Gulbenkian, ul com o apo UAL. poio do programa EQUAL. Presen ntemen temen nte te integram int m o projeto ojeto 3 agrupamentos t

.

VOTE

A EXP PANS ANSÃO EER EQ PAR ARQUE R UALIFICAÇÃO DO P EXPANSÃO REQUALIFICAÇÃO PARQUE ESCO LAR ESCOLAR A reno vação e a expansão d o parqu e escolar renovação do parque assumi u um d os pa péis princi pais na transf orassumiu dos papéis principais transformação d o sistema ed ucativo d o co ncelho. Criar do educativo do concelho. mais e melho res co ndições a toda a co mu unidade melhores condições comunidade ed ucatiiva, fazend educativa, fazendo conforto o das escolas llocais ocais de co nforto e continuou de a aprendizagem, prendizagem, co nttinu uou a ser uma premissa deste úl ú ltimo manda to. último mandato.

. .

ciên ncia (EB1/JI José Garcês, EB1/JI Águas Livres e EB2.3 Pedro P D’Orey da Cunha).

Co Continuámos ntinu uámos o Pr Programa ograma de requa requalificação alifi lificação e arque Escolar. oP expansão d do Parque

o funci funcionam odas as nossas escolas de 1.º ci ciclo Todas co – o qu que permitiu em regime normal al – turno único vidades de Enriqu Enriquecia im mpl p ementação t das Atividades o gra gratuitamente men nto t Curricular oferecendo t vidades co como o ensino do Ing atividades ati nglês, música, ú vidade físi física e desportiva e outras atividade ati tras expressões artíssticas e plásticas

Co Construímos nstruímos o J Jardim ardim de IInfância nfância da Ven V Venteira, en nteira, a EB1/JI/Creche A Aprí p ígio Go prí mes e a EB1/JI da Mina. Aprígio Gomes

.


turas de co municações IInstalámos nsta alámos infraestru infraestruturas comunicações turada nas 30 escolas bási cas fios e rede estru sem fios estruturada básicas do 1.º ciclo ciclo do do concelho. concelho. do

FForam oram instalados insta alad lad la os 92 quadr quadros os interativos intera t tivos e as escolas fforam oram d otadas de co mputadores para a dotadas computadores ula para ligação ligação aos tota alidade das sa alas las de a totalidade salas aula mesmos quadr os. quadros.

.

P or fforma orma a a proximar em rede os pais e as Por aproximar famílias à comunidade comu unidade un escolar ffoi oi criad ooP orta al famílias criado Portal AmadoraEduca uca.cm-amadora.pt/) (http://ed t AmadoraEduca (http://educa.cm-amadora.pt/) com gestão atualizada atua allizada d os co nteúdos. Neste Neste portal, porta al, com dos conteúdos. notícias e de informações para al a lém de notícias informações di versas além diversas ucação, os encarregad os de projetos de ed sobre os projetos educação, encarregados emp plo, consultar consu ultar as emen educação podem, po educação porr ex exemplo, emen-tas semanais das escolas d os seus ed ucandos. dos educandos.

.

o R Requalificámos equa alificámos as 31 escolas da Cidade de mod modo cas d os llocais ocais de a melhorar físicas dos melhorar as condições condições físi as cen ntenas tenas de crianças. A aprendizagem centenas aprendizagem de largas EB1/JI Moinhos Águas Moinhos da Funcheira Funcheira e a EB1/JI Á guas Li ivres são a al lguns d os mais recen ttes ex emp plos de Livres alguns dos recentes exemplos int tervenção. intervenção.

.

Existem atua almen lmen nte te 8 creches munici mu cipais, 3 salas alas com o as restantes m gestão direta da autarquia sendo restant com m gestão de IPSS.

Estamos a co nstruir o P construir Pavilhão aviilhão Despo Desportivo rtivo da EB 2+ 3 Card oso Lo pes qu 2+3 Cardoso Lopes que, dos e, à semelhança d os já existentes, população existent tes, servirá a po pu ulação escolar e a população residente. po pu ulação residen tte. Com Com a finalização fina alização lização desta obra fi ca a penas a fa alltar a co nstrução d o pa viilhão da fica apenas faltar construção do pavilhão EB2+3 que EB2+ 3A Almeida lmeida Garrett p para qu e toda a rede escolar d o 2.º e 3-º ci clo fi ca tota do ciclo fica totalmente almen lmentte coberta de resposta nesta nestaárea. área.

APOIO ÀS ESCOLAS APO iando projetos Somos mos um par parceiro da escola, apo apoiand ojetos edu ati tivos iv e dotando o as escolas de co condições que uca permi lhes permitam disseminar boas práticas: cas:

Atualmente, A tua almen nte, e a após pós a expansão da rede escolar pública por parte da autarquia, o concelho da Amadora está dotado de 50 escolas com os vários níveis de ensino (5 Jardins-de-infância independentes, 6 Escolas Básicas do 1.º ciclo, 24 Escolas Básicas do 1.º ciclo com JI, 9 Escolas Básicas do 2º e 3º Ciclos, 3 Escolas Básicas do 2.º e 3.º e Secundário e 3 Escolas Secundárias).

Continuamos Contin nuamos a a apoiar os Agrup pamentos t de

.

. .

ENVOLVIMENTO VIMENT D A CO MUNID DADE ESCO LAR O ENVOLVIMENTO DA COMUNIDADE ESCOLAR amen nto en ntre tre toda a co mu unidade O bo m relaci onamen bom relacionamento entre comunidade ed uca ativa, en nvolvendo os di iv versos agen ntes de educativa, envolvendo diversos agentes ntto essencia all no desen nv volvimen nto ed ucação, é um po educação, ponto essencial desenvolvimento atégia tégia municipal. muni u ciipa al. Desde sem mpre, pre, pr ofícuo de uma estra profícuo estratégia sempre, pr ocurámos abrir a escola à co munidade a atra tra avés de procurámos comunidade através ini cia ativas e ati a tividades: iniciativas atividades:

Ap mos o desenvol Apoiá v vimento t ojetos to de Projetos edagógicos das escolas através av de candida candidatura a Pedag financiamen anciamento t Municipal. al.

.

Com a expansão e a requalificação do parque escolar alcançámos uma taxa de cobertura de 90 % no ensino pré-escolar e 33% em creche, esta última correspondendo à meta fixada pela União Europeia para os seus países membros.

AMADORA´13

AMADORA´13

. .

9


AMADORA´13

.

A madoraEduca: para a lém de di versas AmadoraEduca: além diversas exposi teliêrs e animações di versas, o ções, a exposições, ateliêrs diversas, o o pa lco da mostra d os AmadoraEduca tem sid AmadoraEduca sido palco dos ento pr ojetos pedagógicos pedagógicos das escolas. Este ev projetos evento ca de 8 mi conta com com a presença de cer conta cerca mill visi visitantantes po porr ano.

10

.

EB1/JI/CRECHE APRÍGIO GOMES

Municipal Jovem: Jovem: tem como como Assembleia A ssembleia Municipal pa l permitir permi tir aos jovens jo v ens objetivo principal objeti v o princi uni cí pi o uma abordagem abo rdagem estudantes do Município estudan tes d o M oca l e da educação ed u cação para a acerca do acer ca d o poder llocal o rma interativa, in tera ti va, impulim pu l cidadania de uma fforma te entre en tre a dinâdinâ sionando existente si o nand o a relação existen ti vidade das autarquias. a u tarquias . mica atividade mi ca escolar e a a

.

Arte uma mostra mostra col coletiva A rte na Escola: uma etiva de artes plásticas, abrangendo como gravura, plásti cas, abrangend o áreas co mo gra vura, design, azulejaria, carpintad esign, pintura, pintura, t azu lejaria, ffotografia otografia e carpin taria, en tre ou entre outras. iniciativa envolve tras. Esta ini ciativa en volve as 6 do concelho. escolas secundárias d o co ncelho.

.

PAVILHÃO CARDOSO LOPES - VILA CHÃ

M ostra de T eatro: permi te promover promover o tea tro, Mostra Teatro: permite teatro, a través da di vulgação d o traba lho desenvolvido desenvolvido através divulgação do trabalho nas escolas d om unicípio. Destinad o às escolas do município. Destinado d os 1.º, 2.º e 3.º Ci clos do do Ensino Básico Básico e do do dos Ciclos Ensino Secundári o qu e pretendam parti cipar. Secundário que participar. N as ú ltimas 4 edi ções registou-se uma presen Nas últimas edições presen-ça de 24 a 27 gru pos de tea tro co m a parti cipagrupos teatro com participação de cer ca de 860 a lunos. cerca alunos.

.

Festa dos Finalistas: iniciativa que pretende felicitar os alunos pertencentes aos 12 agrupamentos de escolas e salientar o seu sucesso escolar, promovendo uma maior participação dos pais e encarregados de educação no processo de aprendizagem. Os finalistas do 4.º ano das 30 escolas do ensino básico recebem o Diploma de Finalista e o Livro de Finalistas.

VOTE


.

CRECHE DE VILA CHÃ

AMADORA EDUCA

Jogos Juvenis Juvenis Escolares: celebraram celebraram 25 anos Jogos send o uma iniciativa ini cia ti va organizao rganiza de existência, sendo colabo ração com co m as escolas do d o conceco nce da em colaboração qu e visam promover pr o mo v er o intercâmbio in ter câmbi o lho, e que despo rti v o e a promoção pr o moção de hábitos hábi tos de vida desportivo a ti va e estilos esti l os de vida saudáveis, sa udáv eis, através a trav és do do ativa despo rti va, num n um contexto co n texto incentivo incen ti v o à prática prá ti ca desportiva, fa i r-play e com co m a abrangência do d o desporto despo rto de fair-play tod os. Milhares Mi lhares de alunos a l unos das escolas dos d os para todos. Ci cl os, ensino secundário, secundári o, ensino 2.º e 3.º Ciclos, parti cu lar e ensino profissional pr o fissi o na l participam parti ci pam na particular pr o va de corta co rta mato, ma to, torneios to rnei os de modalidades moda lidades prova col eti vas (andebol, basquetebol, basqu etebol, futebol fu tebol e coletivas v ol ei bol), moda lidades indi vid uais voleibol), de modalidades individuais (a tl etismo, ténis de mesa e xadrez) e exibições exi bi ções (atletismo, a ti vidades rítmicas rí tmi cas e expressivas expressi vas no de atividades âmbi to do d o AmadoraEduca. A mad o raEd u ca. âmbito

AMADORA´13

AMADORA´13

.

Colóquio Colóquio Políticas Políticas Educativas Educativas Locais: realizárealizáfinall de 2012 o 1.º Col Colóquio mos no fina óquio sobre PolítiPolítiEducativas onde cas Ed ucativas Locais, o nde se pretendeu criar debate um espaço de deba te em torno torno de interrogações interrogações políticas sobre as polí educativas em contexto contexto ticas educativas Aula Magna do do InstituInstitumunicipal. Realizado m unicipal. R ealizado na Aula ências Sociais e Políticas, Políticas, o Superior Ciências to S uperior de Ci m a presença de 11 oradores oradores colóquio contou com col óquio co ntou co cipantes. cerca participantes. e cer ca de 270 parti

11


AMADORA´13

12

VOTE

AÇÃO SOCIAL


AMADORA´13

.

CAR CARTÃO TÃO 65+ 65+ portadoras de Possibilita P ossiibiiliita aos idosos idosos e pessoas portadoras defic ciência desco ntos na aquisi ção/acesso a bens e deficiência descontos aquisição/acesso servi ços de IInstituições nstiituiçõess e Em mpresas presas sediadas no serviços Empresas M unicíípio, bem co mo acesso cesso à Linha Muni M uniciipa al de Município, como Municipal o Sa aúde. Criad o em par ceria co m insti itui tuições d Saúde. Criado parceria com instituições do co ncelho, permi ite te o acesso aces a cuidad os de sa aúde úde ao concelho, permite cuidados saúde domicííli lio en ntre tre as as20h 20h e ase6h. as 6h. domicílio entre

OFICINA MULTISERVIÇOS

13

.

OFICINA MULTISERVIÇOS MULTISERVIÇOS OFICINA e Consolidámos Co nsolidámos a intervenção inter ttervenção deste projeto, projeto, qu que enas obras e reparação em visa a rea alização lização de pequ realização pequenas tuação de idosos situação casa de id osos e/ou pessoas em si oram efetuadas efetuadas mais de dependência. Desde 2007 fforam 12 mil mi ill in nterv intervenções. intervenções.

.

AMASÉNI OR AMASÉNIOR Destinad os aos id osos abrangid os por por respostas Destinados idosos abrangidos sociais 5 dias/semana, este pr ograma permite permiite te o apo a poio programa apoio a limen ntar aos aosfins fins de sem e feriados. feriados. alimentar de semanas

AMASÉNIOR

.

PR OJETO ACESSIBILIDADE A PROJETO CESSIBILIDADE PARA P ARA TODOS TO DOS dependentes e/ou com com Destinado Destinado a pessoas dependentes uzida, permi te a eliminação de mobi ilidade red mobilidade reduzida, permite ção de equi pamenbarreiras arqui itetó tetónicas e aquisi arquitetónicas aquisição equipamentos. Este pr ojeto é rea alizad liz o em par lizad ceria co m uma projeto realizado parceria com insti tuição do do Concelho. Concelho. instituição

PROJETO “RECRIAR A VIDA”

E ASSISTÊN NCIA CIA PERMA SISTEMA TELEFÓ NICO D TELEFÓNICO DE ASSISTÊNCIA PERMA-NENTE Co Com m vista a colma colmatar tar si situações tuações de isolamen isolamento to t socia al, ffoi oi im pl p ementtado um pr ojeto de assistência social, implementado projeto telefónica 24H, mediante parceria com uma instituição do Concelho.

. . .

CONTRATO LOCAL DE DESENVOLVIMENTO SOCIAL Foram celebrados dois contratos locais para os territórios da Freguesia da Mina e Brandoa. RECRIAR A VIDA Com o objetivo de facultar uma ocupação ativa da população sénior, este projeto permite a aquisição de novos conhecimentos e competências em diferentes áreas, proporcionando também a prática de atividade física.

AMADORA´13


AMADORA´13

.

FÉRIAS FÉRIAS SÉNIORES SÉNIORES Programa com baixos baixos Pr ograma que que permite permite aos idosos idosos com recursos usufruir de um período férias, período de férias, realizam-se porr ano 14 colónias colónias para 10 destinos rea alizam-se po diferentes. diferentes.

14

SISTEMA DE D E ACOMPANHAMENTO A CO MPANHAMENTO E ATENDIMENTO ATEND IMENTO INTEGRADO (SAAI) (S AAI) A Alargamento largamento d do o sistema a mais 3 te territórios rrittórios Mina, V Ven entteira e Alf A lfornelos co m o objeti iv vo de Venteira Alfornelos com objetivo prestar a essa po pu ulação servi ços de população serviços orma acompanhamento atendimento aco mp panhamen nto e a atendimen ten ndimen nto social socia all de fforma expedi ta, otimizand o os recursos dispo nííveis na expedita, otimizando disponíveis co mu unidade. comunidade.

. .

BANCO MUNICIPAL MUNICIPAL DE DE AJUDAS AJUDAS TÉCNICAS TÉCNICAS BANCO Permite Pe ermiite disponibilizar disponiibiilizar à população po opu pu ulação equipamentos equiipamen pamen ntos destinados à autonomia au autonomia para fazer face a situações siituações tuações destinados inca apacidade. pacidade. de incapacidade. BANCO MUNICIPAL DE AJUDAS TÉCNICAS

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA - UNIDADE DE CUIDADOS CONTINUADOS

.

RECENSEAMENTO ECENSEAMENTO DOS IDOSOS Realizámos lizámos em co Rea alizámos conjun njunto j nto t com co os parceir ceiros locais o enseamento nto dos d Idosos do Concelho o em situação siituação recenseamen de isolamento isolamen nto e excl ex usão social. al.

. .

EDE SOCIAL RED uma ótica de ren Numa N ntabi tabilização ilização lização d dos recursos existen stentes ntes no M Município ípi consolidou-se al ou-se a Rede Social Muni uniciipa pal. al. Elabo Elaborámos o Plano Municipal al co contra ntra tra a Violência V e o Plano Gerontol Ger ntológico da Amadora.

VOTE

CRECHE CEBESA


AMADORA´13

FUNDAÇÃO AFID

15

AMORAMA - LAR / SAD / CAO

.

Iniciámos construção Unidade Iniciámos a construção da Unidade Residencial dos dos Moinhos Moinhos da da uncheira. F Residencial Funcheira.

UNIDADE RESIDENCIAL MOINHOS DA FUNCHEIRA

AMADORA´13


AMADORA´13

16

TÚNEL DA CRIL

VOTE

ACESSIBILIDADES


NÓ DE SANTO ELOY

AMADORA´13

ACESSOS ZONA NORTE DA A CID CIDADE ADE ACESSOS À ZO NA N ORTE D A conclusão Santo Eloy Fonte Santa conclusão dos dos Nós Nós de San nto to El oy e da F onte San nta ta e as ligações permitiram norte ligações ao IC16 IC16 permi tiram o acesso ao no rte do do concelho concelho através atra avés da CRIL CRIL e da CREL. CREL.

17

CRIL - VENDA NOVA

CRIL - DAMAIA

AMADORA´13


AMADORA´13

ALARGAMENTO ALAR GAMENTO DA D A EN EN117117 Na Na zona zona Sul Sul do do concelho, concelho, é de referir referir a importância do reperfilamento im mportância d o reperfi filamen lamen nto da EN 117 e das ligações entre li gações viárias en ttre Alfragide Alfragide e a Buraca, retirando tráfego retirand o tráf ego rrodoviário odoviário do d o seu seuinterior. teri tin or.

18

EN 117

METRO ALFORNELOS

METRO DA REBOLEIRA

METROPOLITANO METR OPOLITANO Metropolitano chegou Amadora ou à A madora e O M etropolitano cheg Alfornelos A lfornelos e surgiram as Estações de Alf Amadora estando construção A madora Este, estand o em co nstrução a ligação Reboleira, onde li gação à R eboleira, o nde nascerá um ligará o importante multimodal, imp portantte interface in i terface t mu multimoda al, que que ligará metr opolitano à rede fferroviária erroviária da linha de metropolitano S inttra e ao transpo rte col etivo rrodoviário. odoviário. Sintra transporte coletivo

METRO AMADORA ESTE

VOTE


AMADORA´13

SEGURANÇA

19

A Segurança dos amadorenses é uma preocupação sempre presente, para tal, nos últimos anos, foram criadas condições para serem construídas novas esquadras da Polícia de Segurança Pública. Sempre defendemos a instalação de um sistema de videovigilância urbana, que permita que os cidadãos se sintam livres na sua Cidade e que possam desfrutá-la de forma plena. O seu processo de aprovação foi longo e complexo, mas em breve será uma realidade.

AMADORA´13


AMADORA´13

20

.

.

ARDINS E ESCOLAS ESCOLAS PATRULHEIROS JARDINS P ATRULHEIROS J Patrulheiros das Escolas – trabalham trabalham junto junto às Patrulheiros do 1.º e 2.º ciclos ciclos do do concelho concelho ajudando ajudando escolas do atravessar a estrada em segurança. as crianças a atravessar Município da Amadora Amadora reduziu reduziu para zero zero os O Município acidentes rodoviários rodoviários envolvendo envolvendo casos de acidentes junto a escolas, devido devido à presença crianças junto locais de id nestes locais idosos ‘patrulheiros’. osos ‘pa trulheiros’.

PR PROJETO OJETO D DE E VID VIDEOVIGILÂNCIA EOVIGILÂNCIA Na N a sequ sequência ência da apresentação apresen apre esen ntação ao Ministéri Ministério o da Administração in nterna terna d ro ojeto de video ovi viigiilância, Administração interna do projeto videovigilância, o 3.º pr autorizada ffoi oi a au utorizada a instalação insta alação lação de um sistema composto comp posto por por que que verifica 103 câmaras qu e abrangerão as áreas em qu e se v erific ca maiior n númer úmerro de oco maior número ocorrências. rrências. Foi com Ministério m o Ministéri o Foi celebrado celebrado contrato contra ato de comodato comoda ato co com vista à da Administração com Administração Interna Interna tern e co m a PSP com Políc cia de criação de mais uma esquadra da Polícia pú úbli blica na Freguesia Segurança pública Freguesia da Damaia.

.

.

SEGURANÇA SEGURANÇA RODOVIÁRIA RODOVIÁRIA Co m o objetivo objetivo de elabo Com elaborar rar o Plano M Municipal unicipa al de Segurança R odoviária e, posteri Rodoviária posteriormente, ormen nte, a sua mo nitorização, ffoi oi criad monitorização, criado Observatório Municipal o o Observa ttório M unicipa al de Segurança R odoviária qu Rodoviária que trabalhar e vai traba alhar lhar em arti cu ulação co nselho Co nsu ultivo articulação com Conselho Consultivo m um Co constituído instituições constituído por por várias váriasinsti insti tuições do do concelho. concelho. No Prevenção No âmbito âmbito da Semana da Prev enção Rodoviária Rodoviária promovida Nações Unidas, pr omovida pela Organização das N ações U nidas, fforam oram cel ebradas di versas ini celebradas diversas iniciativas carater ciativas de cara ter tica da teórico educativo, referentes temática teó rico e ed ucativ vo, ref erenttes à temá rrodoviária. odoviária. P ara este prevenção sinistralidade Para prev enção da sinistra alidade li objeti vo tem, iigualmente, gua almen nte, t co ntriibuído a Escola F objetivo contribuído Fixa ixa Trânsito, situada Parque Aventura, que de T rânsito, si tuada no P e tem arque Av A venttura, qu recebido sensibilizado centenas recebid o e sensi ibi biilizado cent tenas de criança e jovens promoção jo vens para a pr omoção da segurança de peões e automobilistas. pequenino a utomobiilistas. Desde pequ enino a preparar o futuro, fu turo, em segurança. PATRULHEIROS ESCOLAS

VOTE

PATRULHEIROS JARDINS

PATRULHEIROS DOS J PATRULHEIROS JARDINS ARDINS Trabalham em di Trabalham diversos verdes, como versos espaços v erdes, co mo Parque Aventura, Aventura, a Ilha Mági o Parque Mágica do Lido, ca d o Lid o, o Parque Luís Luís de Camões, o P Parque Parque Central arque Cen tral e no Jardim Delfim Guimarães. Os pa Jardim patrulheiros trulheiros evitam atos atos de vanda evitam vandalismo parques, lismo nos parqu es, contribuem para a segurança d contribuem dos utentes, os u tentes, ao tempo qu mesmo tempo que correta e asseguram a co rreta utilização dos dos equi utilização equipamentos. pamentos.

.

PROTEÇÃO CIVIL CIVIL PROTEÇÃO A proteção municipal encontra-se encontra-se proteção civil civil municipal apetrechada apetrechada com com equipamentos equipamentos modernos e, para além além das suas competências competências funcionais, funcionais, tem desempenhado desempenhado importantes importantes funções de sensibilização sensibilização da comunidade. comunidade. D e d e s t a ca r a campanha cam “Sem pre em c am panha “Sempre movimento, Amadora Resiliente”, m ad o ra é R esi li en te”, este m o vim en to, A programa ograma da Organização das Nações Nações progra Unidas escolheu a Unidas Amadora Amadora como como uma nível das 10 cidades, a ní vel mundial mu undia al que que melhor melhor está preparada para resistir, adaptar e recuperar de um desastre natural.

.

SEGURANÇA RODOVIÁRIA


AMADORA´13

AMBIENTE

21

Trabalhámos diariamente para ter uma Cidade mais limpa, mais cuidada e ambientalmente sustentada. O Programa de Educação Ambiental nas escolas preconiza uma mudança de comportamentos e atitudes visando a melhoria do meio ambiente.

AMADORA´13


AMADORA´13

ECOESPAÇO - PARQUE CENTRAL

22

ARA A RECORECOFECH FECHO OD DA A MALHA D DE EM MOLOKS OLOKS PARA PA D “LIXO” E DE DE ECOPONTOS ECOPONTOS LHA DE DE “LIXO” Com malha dos moloks, muníuníCo m o ffecho echo da ma lha d os mol oks, cada m cipe equipamento depositar tar o seu cipe tem este equi pamento para deposi “lixo” metros “lixo” a menos de 100 metr os da sua residência, sendo que ultrapassadas previs-send o qu e já fforam oram u ltrapassadas as metas previs diretivas União Europeia. tas nas direti vas da U nião E uropeia.

.

foto carrinha recolha animais

FECHO D A MALHA DE DE R ECOLHA D E Ó LEOS FECHO DA RECOLHA DE ÓLEOS ALIMENTARES USADOS DE ALIMENT ARES US ADOS E D E ECOPONTOS. ECOPONTOS. malha óleos alimentaalimen limentaO ffecho echo da ma lha de recolha de ól eos a res usad usados dos ecopontos foi fulcral fulcral para os e d os eco ponttos foi atingirmos uma melhor atingirmos melhor qualidade qua alidade lidad ambiental. lidade ambiental. Ultrapassámos os objeti Ultrapassámos objetivos nacionais vos naci onais de recolha usados e material materia de ól óleos eos alimentares alimen a limentares usados al para a reciclagem. reciclagem.

. VARREDORAS EM TODAS AS FREGUESIAS

EDUCAÇÃO REALIZAÇÃO DE DE ATIVIDADES ATIVIDADES DE DE EDUCAÇÃO REALIZAÇÃO LAS DO MUNI AMBIENTAL EM TODAS TODAS AS ESCO AMBIENTAL ESCOLAS MUNI-CÍPIO CÍP PIO Hoje, são mais de 11 000 os alunos que frequentam atividades de Educação Ambiental em prol da defesa do ambiente e do Desenvolvimento Sustentável.

. GALARDÃO ECOXXI

VOTE

MODERNIZAÇÃO DA RECOLHA DO “LIXO” E DA LIMPEZA PÚBLICA O município da Amadora tem as mais modernas viaturas para a recolha de “lixo” e para a limpeza pública.

.

VIATURA DE RECOLHA DE ANIMAIS CROAMA

RECONHECIMENTO DO GALARDÃO GALARDÃO ECO XXI, RECONHECIMENTO PRÉMIO AMBIENTAL AMBIENT TRIBUÍDO PELA FUND ANT TAL AL A PRÉMIO ATRIBUÍDO FUNDARTUÇÃO PARA PARA ED TAL AL EM PO UCAÇÃO AMBIENT ÇÃO EDUCAÇÃO AMBIENTAL PORTUANDEIRA AZUL D A EUR OPA GAL – ASSOCIAÇÃO ASSOCIAÇÃO B GAL BANDEIRA DA EUROPA AE). (FEEEPORTUGAL – AB (FEEEPORTUGAL ABAE). O ga galardão alardão lardão ECO ECOXXI XXI tem premiad premiado o o Município Municíp pio da Amadora, desde 2007, como como o concelho concelho que que valoriva alloriAmadora, todos os aspetos considerados considerados fundamentais fundamen ntais za todos para a construção construção o do do Desenvolvimento Desen nv volvimentto Sustentável. Sustenttável

.

CROAMA (CENTRO DE RECOLHA ANIMAL DA AMADORA) O Centro de Recolha Animal da Amadora, o primeiro canil licenciado no distrito de Lisboa, continua a sua atividade em prol do bem-estar animal, promovendo variadas ações de sensibilização, em especial junto das escolas.

.


Mantemos as tradições e assumimos os desafios da modernidade, correspondendo ao mosaico de culturas que constitui a cidade. Na Amadora cabem o folclore e a dança contemporânea, o teatro amador e o de vanguarda, a música popular e a música erudita, o canto alentejano e o canto lírico, o artesanato e as artes plásticas, correspondendo às necessidades e anseios de todos os públicos. Apostámos em equipamentos de excelência, como a Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos ou o Museu de Arqueologia, mas também privilegiámos o espaço público com as Feiras do Livro e de Arte Contemporânea, concertos e outros espectáculos, que dão mais qualidade de vida ao nosso quotidiano. O Desporto assume um papel de relevo numa cidade que se quer jovem e dinâmica onde o apelo à prática desportiva, organizada como informal, tem sido incentivada e concretizada através de diversas iniciativas realizadas com a colaboração do Movimento Associativo Municipal.

AMADORA´13

AMADORA´13

CULTURA E DESPORTO

23


AMADORA´13

24

.

B ANDA D ESENHADA BANDA DESENHADA O F Festival estiva al IInternacional nternacional de Banda Desenhada Amadora continua da A madora co ntinua a ser uma das imagens da assistido o a um Cidade que que continuamente conttinu uam mentte tem assistid a umento co nsiderável d tantes, aumento considerável do número visitantes, on ú úmero de visi man tendo-se uma ref mantendo-se referência nacional erência naci onal e 9.ªA Arte diz respei internacional que Arte respeito. to. in ternaciona al no no qu que àà 9.ª

.

TEATRO/DANÇA TEATRO/DANÇA cerias co m os Continuamos Continu uamos a reforçar reforçar as par parcerias com eatro P assagem agent tes cu agentes culturais Teatro Passagem lturais da cidade. O T loés e o Qu orum Ba llet Nível, Teatro dos Aloés Quorum Ballet de N ível, o T eatro d os A cação às artes tend o exemplos dedicação tendo são ex emp plos de dedi pr omovido di versos espetácu los de reco nhecida promovido diversos espetáculos reconhecida qua alidade e repu tação. qualidade reputação. “CHOVE EM BARCELONA”

FESTAS DA CIDADE

FESTIVAL INTERNACIONAL DE BANDA DESENHADA (FIBDA) 2012

VOTE


AMADORA´13

.

MÚSI MÚSICA CA Iniciámos Jazz da Amadora Amadora que que Iniciámos o ciclo ciclo de Jazz conta Edições. ções. contta já com com 3 Edi

25

.

BIBLIOTECA MUNICIPAL CIP PAL PITEIRA SANTOS SANTOS BIBLI OTECA MUNI Junho unho de 2009, em conjuconjuIInaugurada naugurada em J com Pólo gação co m o P ólo da Boba, receberam nos últimos cerca ú ltimos 3 anos cer ca de 500.000 utilizadores, utilizadores, exposições bem como como diversas diversas exposi ções das mais variadas apresentações ar artes, a presentações de livros livros e iniciativas iniciativas municipais. Biblioteca Fernando Piteira Piteira Santos Santos m unicipais. A B iblioteca Fernando hoje equipamentos é ho je um dos dos equi pamentos de referência referência do do Município. M unicípio.

BIBLIOTECA MUNICIPAL PITEIRA SANTOS

AMADORA´13


AMADORA´13

26

.

ARTES ARTES PLÁSTICAS PLÁSTICAS A Cidade da Amadora ho oje je dotada dotada de Amadora está hoje diversos diversos espaços expositivos expositivos dedicados dedicados às Artes Artes Plásticas. Plásticas. A Casa Roque Roque Gameiro, Gameiro, os Recreios Recreios da Amadora Galeria Bual, Amadora e a Ga alleria Municipal Municipa al Artur Artur Bua l, acolheram centenas iniciativas reconhede ciativas de reco nhecentenas t d ini cida relevância. equipamentos relevância. Estes equi pamenttos têm permitido desen-excelente trabalho traba alho lho desen permitido destacar o excelente volvido volvido pelos pelos artistas da nossa Cidade, sem esquecer esquecer os grandes mestres nacionais nacionais e internacionais. internacionais.

.

ARTE ARTE PÚBLICA PÚBLICA A realização realização da F eira D’Arte D’Arte Contemporânea Feira Contemporânea da A madora bem co mo as exposi Amadora como exposições ções de Escultura Escultura lificação d o de A vre tem permi tido a Arr Li Livre permitido requalificação do aliar liar a requa oporcionando aos nossos espaço pú blico à arte, pr público proporcionando tiviormais co m a cria M unícipes enco nttros inf Munícipes encontros informais com criativitalento. dade e o ta lentto.

.

o Desfi le da Em 2013 assina assinalou-se lou-se a recriação d do Desfile F esta da Á rvore, rea Festa Árvore, realizado Municílizado há 100 anos no M unicípi o. Esta iniciativa iniciativa contou contou com pio. com a participação participação do do M ovimento A ssociativo e da Co Movimento Associativo Comunidade Educamunidade Ed ucati va da Cidade. tiva DESFILE - FESTA DA ÁRVORE

VOTE

FEIRA DE ARTE CONTEMPORÂNEA


AMADORA´13

27

CORRIDA S. SILVESTRE DA AMADORA

- Clinica ica IInternaci nternacio io ona ona all de T Treinad reinadores do de Basquetebol; - Campeo mpeonato ato Naci Nacional al de H Hip-Hop; - 3º Gym for Life; - Campeo to N Nacional mpeonato ato al de Florete e Sabre em masculinos ulinos eefemininos. f ESCOLA INTERCULTURAL DAS PROFISSÕES E DO DESPORTO

DAS PROFISSÕES PROFISSÕES E ESCOLA ESCO LA INTERCULTURAL INTERCULTURAL DAS DO DESPORTO DESPORTO (EIPDA) (EIPDA) A Escola Intercultural Intercultural das Profissões Profissões e do do Despo rto, uma referência referência no ensino profissional profissional Desporto, nacional, cresceu, amadureceu amadureceu e reforçou reforçou a sua nacional, posição, tendo tendo recebido, recebido, em 2012, da Associação Associação posição, Portuguesa para a Qualidade, Qualidade, o certificado certificado de Portuguesa reconhecimento do do 1º ní vel de Excelência Excelência da reconhecimento nível European European Foundation Foundation for for Quality Quality Management, Management Commited to Excelence.

.

A EIPDA assume como desígnio estratégico a qualificação dos cidadãos, em primeiro lugar, valorizando o seu potencial e conhecimento desde a sua idade mais jovem, passando pela idade adulta e sénior e, em segundo lugar, promovendo uma real oportunidade para a aquisição de melhores níveis de desenvolvimento económico e social, num quadro de valorização de igualdade de oportunidades.

.

AMADO AMADORA EMPREENDE O programa Amadora Empreende, pr preende, pi pioneiro a vel nacional, nív al, tem co como objetivo primordial al iden entificar t ideias com potencial all de neg negócio e criar as co condições ções necessárias para a sua im impleentação, t mediante a constituição de empresas, emp men cooperativas ou projetos âmbi coo jetos no âmbito do movimento t associativo. Este programa de apoio ao empree endedorismo

. . .

Promovemos diversas div iniciativas v na área do Cicloturismo oturismo e BTT com co a organização de vários passeios e provas Promo omoveu-se ov a prática prá áti do Atletismo, Atl com a realização alização Torneio o Cidade da Amadora; A do To Realização Rea alização do Torneio io de Fu Futebol utebol Infan nti til, il, envol nv volvendo v todos os clubes ubes d cidade e em homenagem a José o bes da Torres; orres;

AMADORA´13


AMADORA´13

28

. . .

Criámos co condições funcionamento onamen nto d dos ndições para o funci os Clubes através do Programa Apoio Movimento o Pr Clubes a atra tra avés d ograma de A poio ao M ovimen nto Associativo; Associa atiivo;

COMPLEXO MUNICIPAL DESPORTIVO MONTE DA GALEGA

POLIDESPORTIVO MANUEL GUERRA

Realizaram-se R ea alizaram-se várias ações de fformação ormação para dirigentes técnicos do Movimento Associativo; dirigen ntes e técni cos d oM M ovimen nto A A ssocia atiivo;

Apoiámos A poiámos as di diversas iv versass moda modalidades alidades lidades despo desportivas rtiv vas median nte co mp particiipação pa ação no pagamen nto to da mediante comparticipação pagamento inscrição dos atletas, seguros avaliação inscri ção d os a tletas, segur os e exames de a va aliação médico-desportiva; médi co-desportiiva;

.

Co nstruímos e requa Construímos requalificámos ua alifi lificámos desportiivos: desportivos: Parque do Zambujal; o Zambu -P arque Urbano Urbano d bu uja ja al; Polidesportivo Manuel Guerra; -P olidesportiivo Man nu uel Gu erra; -P olidesportiivo Co Polidesportivo Cova Moura; va da M oura; Polidesportivo Orlando Gonçalves -P olidesportiivo Orland o Go nça alves

equi equipamentos ipamen pamen ntos

.

Dotámos os espaços pú públicos úbli blicos de modernos equi equipapamentos destinados prática informal. menttos destinad os àà prá prá áti ti t ca desportiva despo despo rtiiva inf inf orma al.

JARDIM DA MINA CIRCUITO DE MANUTENÇÃO DA BOBA

VOTE


AMADORA´13

AMADORA´13

REQUALIFICAÇÃO AMBIENTE DO ESPAÇO PÚBLICO

29


AMADORA´13

30

PARQUE AVENTURA - RIBEIRA DA FALAGUEIRA

PARQUE DA FANTASIA

FORUM BRANDOA - JARDIM LUIS DE CAMÕES

VOTE


AMADORA´13

OBRAS DO PARQUE BD - FALAGUEIRA

31

.

ILHA MÁGICA DO LIDO

PARQUE URBANO RIO DO COSTA

CIR CIRCUITOS RCUITOS PEDO PEDONAIS NAIS A prá prática tica d do o despo desporto rto inf informal orma al tem crescid crescido o na Cidade, para ta all infl tal influenciou circuitos uenciou a rede de cir cuitos ped onais qu e, neste mo pedonais que, momento mento já perfazem 15 kms, um n úmero co número considerável num nsiderável n u um território território de 23 km2. A mai oria das pistas de caminhada maioria enco nttra-se preparada co encontra-se com circuitos m modernos cir cuitos lizamanutenção com equipamentos realizade man utenção co m equi pamenttos para a rea ca ao ar li vre. ção de ginásti ginástica livre. AV. CONDE CASTRO GUIMARÃES

AMADORA´13


AMADORA´13

PISTA DE ALFORNELOS

32

PISTA DO BAIRRO DE JANEIRO

PISTA DE VILA CHÃ

FITNESS PARK DO ZAMBUJAL

VOTE


AMADORA´13

INTERVENÇÃO INTER RVENÇÃ ÃO N NO O ESPAÇO ESP PA AÇO PÚBLI PÚBLICO CO

.

SÃO S ÃO BRÁS Estamos a requa requalificar alifi lificar o cen centro ntr tro de São B Brás, rás, Estrada Rua Oli iv veira ra Martins, Praceta Notí N otíícias da Serra da Mira, Rua Oliveira Notícias Amadora, criando zonas estacionamento A madora, criand o mais zo nas verdes, verdes, estaci onamen nto e espaços de lazer.

33

.

MOINHO M OINHO DO GUIZO Requalificámos R equa alificámos a Estrada trada de San Santo nto to El Eloy oy e os respetivos do Moinho do d oM oinho d o Guizo, respetiivos acessos à Urbanização Urbanização rban permitindo públicos permittindo o acesso dos dos transportes transportes pú úbli blicos coletivos coletiivos ao interior nteri in terior do d o empreendimento. mpreendimen em preendimen nto.

.

A-DA-BEJA A-DA-BEJA Requalificámos R equa alificámos o cen centro n ntr tro de A A-da-Beja, com -da-Beja, co m a construção passeios, reorganização do tráfego co nstrução de passei os, reo rganização d o tráf ego com estabelecimento sentidos únicos, rrodoviário, odoviário, co m o estabel ecimen nto de sen ntid tidos úni cos, construímos José Augusto co nstruímos uma rrotunda otunda da na R Rua ua J o osé A Au ugusto Costa. Na U Urbanização rbanização A os Cu cos fforam oram ini ciadas as Na Arneiro dos Cucos iniciadas rneiro d obras de urbanização em substituição do titular do m su ubsti bstiituição d o ti itu tu ular d o alvará alvará de deloteamento. loteamen l nto.

. .

PARQUE INFANTIL VILA CHÃ

S. BRÁS BRÁS Requalificámos o parqu Requalificámos parque e infantil infantil na Rua Rua F rancisco Bu ga alho. Francisco Bugalho. MINA MIN NA cas da Concluíram-se Co nclu uíram-se as infraestruturas infraestru raestru uturas turas urbanísti urbanísticas Urbanização de V ila Chã Chã, criand o espaços v erdes e Urbanização Vila criando verdes áreas de lazer.

RUA OLIVEIRA MARTINS

CASAS DO LAGO

.

CASAS DO LAGO Iniciaram-se as obras, em substituição do Urbanizador, com vista à conclusão das infraestruturas da urbanização.

ROTUNDA ESTRADA DE STO. ELOY (A-DA-BEJA)

PARQUE INFANTIL S. BRÁS

AMADORA´13


AMADORA´13

34

. .

MIN MINA NA Requalificámos R equa alificámos a Praceta ta Cidade de Ma Maputo. apu puto. MINA MIN NA Construímos Co nstruímos uma rrotunda otun nda na in interseção nterseção terseção en entre ntre tre a A venida H Humberto umberto Del gado e a Av A venida P edro Avenida Delgado Avenida Pedro Álvares Cabral. Á lvares Cabra al.l.

.

MIN NA MINA Requalificação R equa alificação d do centro Carenque o cen tro de Carenqu e e co nstrução de passei construção passeio pedonal o ped onal para acesso ao centro Amadora através estrutura madora a cent tro da A través de uma estru tura metálica. metá lica.

CARENQUE

ROTUNDA NA INTERSEÇÃO ENTRE A AVENIDA HUMBERTO DELGADO E A AVENIDA PEDRO ÁLVARES CABRAL.

VOTE

JARDIM DA MINA

ROTUNDA DE VILA CHÃ


AMADORA´13

.

BRANDO BRANDOA A Requalificámos R equa alifi ficámos cámos as R Ruas uas da a Li Liberdade iberdade berdade e L Luís uís de Camões, aumen ntando a fluidez, fluidez, criand o estaci onamen nto e aumentando criando estacionamento substituindo pavimentos. su ubstiituindo os pa avimen vimen ntos. to Criámos ainda um jardim vertical. vertica al.

BRANDOA

.

35

BRANDOA BRANDO A passeios envolventes nv volven ntes à zona zona Criámos passei os nass ruas en Rua Luís Luís Gomes Gomes Brandoa prolongámos escolar da B randoa e pr olongámos a Rua ligando-a Padre Sidónio Sidónio Peixe, Peixe, criando criando li gando-a à Avenida Av Avenida Padre uma circular circu ular alternativa al alternatiiva e aumentando aumen ntando os espaços verdes de estacionamento. verdes e eas áreas as áreas de onament estaci to.

. . .

BRANDOA BRANDO A Requalificámos R equa alificámos o parque parque infantil infanti til da Rua Rua da Boto. Liiberdade, Rua Rua João João Villaret Villaret lare et e Rua R Rua António António Boto. Liberdade, BRANDOA BRANDO A Construímos Co nstruímos os parques parqu es de estaci estacionamento ionamen nto da Rua Soeiro Soeirro o Pereira Pereira Go omes mes e da e R da uaR San San nta ta Isabel Isabel I Rua Gomes Rua Santa ..

LG. ANA CASTRO OSÓRIO

BRANDOA BRANDO A Reorganizámos automó óvel, por por forma forma a Reorganizámos o tráfego tráfego automóvel, acabar com com os impasses im mpasses passess da Rua Rua da Liberdade, Liiberdade, berdade, Rua Rua José José Leite Leiite te de Vasconcelos, Vasco Vasconcelos, Rua Rua Tomás Tomás Kim e Rua Rua Soeiro Soeir o Pereira Pereira Gomes. Gomes.

. .

ALFORNELOS ALFO RNELOS Requalificámos R equa alificámos o Largo Ana Castro Castro Osório, Osório, criando criando Largo Ana mais lugares ul gares de deestacionamento estaci onamen amen nto eeespaços espaçosverdes. verdes. v ALFORNELOS ALFORNELOS Foram criados mais lugares de estacionamento.

PARQUE DE ESTACIONAMENTO DE ALFORNELOS

PARQUE DE ESTACIONAMENTO DA BRANDOA

AMADORA´13


AMADORA´13

TRASEIRAS CENTRO DE SAÚDE DE ALFORNELOS

.

VENTEIRA Foi inaugurado Foi ina augurado jun junto nto à Avenida Avenida R Regimento men nto de egimen Comandos um no Comandos novo Queluz, retirando vo acesso a Qu eluz, retirand o tráfego de passagem d Amadora. tráfego do Centro o Cen tr t o da Amadora.

.

VENTEIRA Estamos tamos a rea realizar alizar lizar as obras de requa requalificação alifi lificação d do o Larg o da IIgreja greja e do do Largo Largo Roque Roqu Roque Gameiro, Largo Gameiro, melhorando existentes. melhorando os espaços verdes verdes existen ntes. te tes.

36

. .

VENTEIRA Repavimentámos R ep epa pa avimen ntámos a R Rua Dezembro, ua 1.º de Dezembr o, os antiderrapantes. an ntiderra tiderrapan ntes. construindo passeios construindo passei VENTEIRA Requalificámos R eq equa qua alificámos a R Rua ua A António ntónio F Feijó eiijó e a Praceta Ivo, com com novos novos passeios passeios an ttiderrra apan ntes, Pedro Ivo, Pedro antiderrapantes, estaci onamen nto e plan ntação tação de árv ores. estacionamento plantação árvores.

.

VENTEIRA Requalificamos R eq equa qua alificamos o nó d do o Alto A Allto Maduro Mad dur uro (junto (jun nto to à rando a fl uidez, acessi Academia demia Militar), Miili liitar), melho Academia melhorando fluidez, acessi-biilidade lida e novos novos espaços verdes. verdes. bilidade LIGAÇÃO AMADORA-QUELUZ

VOTE

. .

R EBOLEIRA REBOLEIRA Construímos Infan ntiil da Avenida Av Avenida Construímos o Parque Parque Infantil Conde Conde Castro Castro Guimarães. REBOLEIRA R EBOLEIRA Correia Teles Teles ligando-a ligando-a à Requalificámos R equa alificámos a Rua Rua Correia Negro, criando Rua Pedro Pedro del Negro, criando mais lugares lugares de Rua estacionamen nto. to estacionamento.

.

R EBOLEIRA REBOLEIRA Construímos o circuito circui D. José José I, Construímos uiito pedonal pedona al da Av. A Av v. D. semaf o rizámos diversos di v ersos cruzamentos cruzamen tos e semaforizámos melhorámos a fluidez fluide ez de detrânsito. trânsi trânsi to. t melhorámos

. .

R EBOLEIRA REBOLEIRA H Requalificámos R equa alificámos o jardim rdim Her Herculano Hercu ulano de Carva Carvalho. alho. lho. R EBOLEIRA REBOLEIRA Remodelámos R Rebol eboleira. Remodelámos o Mercado Mercado da Reboleira.


AMADORAツエ13

37

LARGO ROQUE GAMEIRO

AV. D. JOテグ V

OBRAS DO LARGO DA IGREJA

AV. CONDE CASTRO GUIMARテウS

AMADORAツエ13


AMADORA´13

PRACETA GONÇALVES LOBATO

38

JARDIM LG. DA IGREJA - DAMAIA

PQ. INFANTIL 25 DE ABRIL - DAMAIA

.

D DAMAIA AMAIA Requa lifi cámos as Avenidas Av enidas D. D. Pedro P edr o V e D. Requalificámos com a construção construção de um separad João V com João separador or verde. verde.

.

D AMAIA DAMAIA Recu Recuperámos uperámos toda a zona zona envolvente en nv volventte ao Aqueduto Aquedu uto zonas verdes, verdes, no Águas Livres, Livres, v criando zonas des, um novo ov vo das Águas criando infan nti tiil no Jardim Ja ardim 25 de Abril A Abri briil e recuperámos recuperámos parque infantil parque as mães mãesde deágua. água. todas as

. . .

D AMAIA DAMAIA Criámos riámos um umjardim jardimno noPa Palácio P Palácio Co Condes ndes da Lousã. CIRCUITO PEDONAL DA AV. D. JOSÉ I

DAMAIA Reformulação do Largo do Mercado da Damaia. DAMAIA Requalificámos a Rua São João de Brito, colocando lajetas antiderrapantes, organizámos o estacionamento e substituímos a rede de esgotos.

VOTE

.

DAMAIA Recuperámos o Largo da Igreja com novos espaços verdes, parque infantil e estacionamento.

ESPAÇOS VERDES - AQUEDUTO DAS ÁGUAS LIVRES

.

FALAGUEIRA Requalificámos o aqueduto das Águas Livres, na Rua das Indústrias criando um enquadramento verde.

. .

FALAGUEIRA Criámos um parque infantil na urbanização da Cometna. FALAGUEIRA Requalificámos a Quinta da Conceição.


da Amadora Amadora e tev o teve e po porr objeti objetivo vo requa requalificar alifi lificar o bairr bairro d o Zambu uja ja al, dev olvendo-o à co mu unidade, em do Zambujal, devolvendo-o comunidade, tiilizado po condições utilizado porr tod todos, incremen-co ndições de ser u os, incremen tando qualidade ambiental mediante reordetand o a qua alidade lidade ambi entta al median nte te a reo rdenação d o espaço ço pú úbli blico e melho ramento das do público melhoramento acessi ibiilidades e mobi ilidade. lidade. acessibilidades mobilidade.

AMADORA´13

PORTAS DE BENFICA

39

RUA DAS MÃES D´AGUA

.

VEND VENDA A NOVA NOVA madora e Lisboa foi A fronteira frontteira en entre ntre tre A Amadora foi requalificada requa alifi lificada com espaços verdes verdes e vias de el evada qua alidade. lidade. A com elevada qualidade. Ass allçadas enquanto enquan nto to espaço Portas de Benfica Benfica foram foram rea Portas realçadas icónico da daCidade. Cidade. icónico

TENSADA DO POLIDESPORTIVO DA COVA DA MOURA

.

VEND A NOVA NOVA VENDA Requalificámos R equa alificámos a R Rua ua Elias El Gar Garcia cia desde as P Portas ortas de Benfica até até à A venida Eduardo duard uardo Jorge, Benfica Avenida criando Ed Jorge, criand o um separador central ajardinado, transformados separad or cen ntra tra al a ajardinad jardinad jardin o, fforam oram transf ormados ttodos d os entroncamentos t t em rotundas t d para melhorar lh a fluidez e segurança do tráfego rodoviário.

RUA ELIAS GARCIA

.

VENDA NOVA Estamos a construir a Matinha da Venda Nova, que terá uma zona de encontro e jogo, bem como uma zona de recreio infantil, complementada com um circuito de manutenção.

.

VENDA NOVA Criámos novas ligações da Venda Nova antiga à rede viária envolvente, assim, a Rua Gil de Santarém passou a estar ligada à Estrada dos Salgados e à CRIL.

AMADORA´13


AMADORA´13

40

.

BURA BURACA ACA lizadas esia da Buraca Ass in A intervenções ttervenções rea realizadas alizadas liza na fregu freguesia fforam oram vastas e incl uem a criação de zo nas v erdes, incluem zonas verdes, su ubstituição de pa ntos e ref orço da iil luminasubstituição pavimentos reforço iluminavimen pública. ção pú blica.

. .

BURA ACA BURACA Foram Foram construidas construidas zonas zonas de de lazer lazereecriadas criadas criadaspistas pistas pistasde de de caminhada. ALFRAGIDE ALFRA AGIDE Construímos uma rotunda rotunda in Construímos nda na interseção nterseção terseção da Av A Av. v. D. D. e melho rou Luís I com com a Estrada do do Zambujal, Zambu uja ja al, qu Luís que melhorou su ubstancia almen nte a segurança segu rrodoviária odoviária e ped ona al substancialmente pedonal do da zona, zona, bem bemcomo co mo aafluidez ui fl d uidez o trânsito. trânsito.

.

ALFRA AGIDE ALFRAGIDE Construímos Construímos 200 lugares lugares de estacionamento estacionamen nto na Quin nta Grande, um parqu pa e infan nti tiil e uma pista Quinta parque infantil ped ona al e ligámos ligámos a Praceta do do Comércio Comércio e das Flores, Flores, pedonal garantindo fluidez quem garan ntindo mais segurança nça e fl uidez a qu em reside nestes espaços. espaços.

ESTRADA DOS SALGADOS

FITNESS PARK DO ZAMBUJAL

VOTE

REQUALIFICAÇÃO DA ESTRADA DO ZAMBUJAL

.

ALFRA ALFRAGIDE GIDE N a Estrada d o Seminári Na do Seminário o e Largo Largo Padre Padre Pedrali Pedra ali rebaixámos os passei os, reformulámos reform mulámos a rrotunda otunda passeios, junt to ao Cen ntr tro Socia all e P aroquia al de Alfragide, Alfragide, junto Centro Social Paroquial melhorámos inserção do tráfego automóvel melho rámos a inser ção d o tráf ego a au utomó óvel na A venida de Alfragide Alfragide lfra e a umen ntámos o estaci onaAvenida aumentámos estacionamen nto na zo na. mento zona.

ESTACIONAMENTO NA QUINTA GRANDE,


AMADORA´13

REABILITAÇÃO URBANA

41

AMADORA´13


AMADORA´13

42

AV. GENERAL HUMBERTO DELGADO - MINA

AV. COMBATENTES DA GRANDE GUERRA

recenseadas no Plano lano Especia Especial al de Realojamen Rea alojamento t e a viver viiv em bairros degradados. Hoje, oje, 82,90 % das famílias ílias lias inicia almen lmente nte recenseadas têm a tuação habitacio sua situação habi nal al resolvida. resol

. .

ram, desde 1997, erradicados 24 bairros degraForam, pio. p dados no Municíp

tre 2008 e 2012 foram demolidas 563 construEntre ntre f ções degradadas.

ESTRADA DA CORREIA - ALFORNELOS

RUA AFONSO DE ALBUQUERQUE - VENTEIRA

VOTE


AMADORA´13

PORTAS DE BENFICA

43

PR OGRAMA PH PH++ PROGRAMA O Programa Programa PH+ permite permite recuperar recuperar o edificado edificado e co nta com com comparticipação comp particiipação p M unicip pa al de 20 %. conta Municipal S ubstituindo-se à Administração ttra al qu e Administração Cen Substituindo-se Central que ogramas R ECRIA, deixou de comparticipar comp participar nos pr deixou programas RECRIA, nttin nuar a a poiar RECRIPH e SOLARH, SOLARH, assumimos co RECRIPH continuar apoiar enttar de 10 para 20 % a sua iniciativas e aumentar aumen estas iniciativas co mp particip pação. comparticipação.

. .

ESTRATÉGIA ESTRATÉGIA DE DE REABILITAÇÃO REABILIT TAÇÃO rámos o Plano Estratégico Estra tégi co de ReabilitaReabi li ta Elabo Elaborámos U ção Urbana. Urbana . Elaborámos Elabo rámos o Plano de Arborização Arborização Municipal. Municip pa al.

.

Aprovámos os a Aprovámos alvarás lvarás de lloteamento oteamentto das áreas se iil lega al (a ugi) Alto Allto dos A urbanas de génese ilegal (augi) dos Moinhos Moinhos e Terra dos dos Canos, o qu da Terra que permitirá regularização e permi tirá a regu larização urbanística de mais de 400 llotes. urbanística Encontra-se otes. Enco nttra-se em aprovação do do loteamento loteamen nto m uni u cipa al da curso a aprovação municipal A venida Dr. Teófilo Teófi fillo Carvalho Carva alho lho dos dos San ntos, tos, visand Avenida Santos, visando oa regularização construções regu ularização das co nstruções aí existentes. existentes. t

INSTR UMENTOS D E APO APOIO ÀÀREABILITAÇÃO R EABILIT TAÇÃO INSTRUMENTOS DE APOIO Criámos instrumentos de C iá i t t d apoio i à reabilitação biili lit ã e recuperação do parque habitacional privado Municipal: Marquise ok, Janelas eficientes e Esplanadas Premium.

. .

INCENTIVOS FISCAIS Isentamos o IMI quando os proprietários recuperam os seus imóveis. Definimos áreas de reabilitação urbana , para que os proprietários dos prédio aí localizados possam beneficiar de IVA à taxa reduzida de 6 % Benefícios fiscais para os prédios intervencionados em áreas de reabilitação urbana.

AMADORA´13


INFOMAIL

“ACREDITAMOS

NO FUTURO”

www. carla-tavares .pt

carlatavares.amadora2013

VOTE

"Em 1997, os Amadorenses apostaram no PS para mudar a face do Concelho. Apostaram numa NOVA IDEIA DE CIDADE e hoje, 15 anos volvidos, essa ideia é uma realidade, uma aposta ganha! Ao longo destes anos, tivemos em mente o que para nós foi, é, e continuará a ser O MELHOR DA AMADORA: AS PESSOAS. O projeto a que nos propusemos não terminou, a obra não está acabada. Muito foi feito, mas há ainda muito por fazer. A responsabilidade é grande, mas é também um orgulho poder continuar a obra iniciada por Joaquim Raposo, que ficará indelevelmente associado à nossa Cidade. A Amadora que eu quero, é uma Amadora das Pessoas e para as Pessoas! Uma cidade com futuro sustentado e sustentável assente em princípios éticos e sociais, continuando a aposta na melhoria da qualidade de vida de todos, com especial enfoque nos nossos seniores e no futuro - as nossas crianças. Assim será a minha cidade; estou certa de que será também a sua, porque CONTINUAMOS A ACREDITAR NAS PESSOAS! É este o meu desafio, o meu compromisso,

Carla Tavares, candidata a Presidente da Câmara Municipal da Amadora


CARLA TAVARES - AMADORA 2013