Page 1

1


2


3

Sumário APRESENTAÇÃO .............................................................................................................. 5 PARTE 1: ASPECTOS GERAIS ........................................................................................ 6 COMPOSIÇÃO DO CIRCUITO ........................................................................................ 7 PARTE 2: GEOGRAFIA .................................................................................................. 19 Festivais/Mostras por região................................................................................................. 20 Festivais/Mostras por estado ................................................................................................ 27 Distrito Federal .................................................................................................................... 28 Goiás ................................................................................................................................... 30 Mato Grosso ........................................................................................................................ 34 Mato Grosso do Sul ............................................................................................................. 36 Sobre a Região Centro-Oeste ............................................................................................... 38 Alagoas ................................................................................................................................ 39 Bahia ................................................................................................................................... 41 Ceará ................................................................................................................................... 46 Maranhão ............................................................................................................................. 50 Paraíba ................................................................................................................................. 52 Pernambuco ......................................................................................................................... 55 Piauí .................................................................................................................................... 60 Rio Grande do Norte ............................................................................................................ 62 Sergipe................................................................................................................................. 65 Sobre a Região Nordeste ...................................................................................................... 67 Acre ..................................................................................................................................... 68 Amapá ................................................................................................................................. 70 Amazonas ............................................................................................................................ 72 Pará ..................................................................................................................................... 74 Rondônia ............................................................................................................................. 77 Roraima ............................................................................................................................... 79 Tocantins ............................................................................................................................. 80 Sobre a Região Norte ........................................................................................................... 82 Espírito Santo ...................................................................................................................... 83 Minas Gerais ........................................................................................................................ 86 Rio de Janeiro ...................................................................................................................... 91 São Paulo ............................................................................................................................. 97 Sobre a Região Sudeste ...................................................................................................... 106


4

Paraná ................................................................................................................................ 108 Santa Catarina .................................................................................................................... 112 Rio Grande do Sul.............................................................................................................. 115 Sobre a Região Sul............................................................................................................. 120 Festivais/Mostras Interestaduais ......................................................................................... 121 Festivais/Mostras Online .................................................................................................... 123 PARTE 3: VIRTUALIZAÇÃO DAS INSCRIÇÕES ..................................................... 126 AS INSCRIÇÕES NO CIRCUITO AUDIOVISUAL BRASILEIRO EM 2018 ............ 127 CONSIDERAÇÕES FINAIS ........................................................................................... 144 REFERÊNCIAS ............................................................................................................... 147 CAIXA DE ATUALIZAÇÕES ........................................................................................ 149 SOBRE O AUTOR .......................................................................................................... 150


5

APRESENTAÇÃO Tentar estudar o circuito audiovisual brasileiro não é uma tarefa fácil. Trata-se de uma proporção imensa de eventos dos mais variados gêneros e formatos nas mais diversas localidades. Se o resultado é consequência, a tentativa é a determinação em compreender o circuito de obras audiovisuais no Brasil. Este estudo tem como objetivo tentar traçar um perfil dos festivais/mostras audiovisuais brasileiros, e como suas características se imprimem nos processos de inscrições de obras ao longo de 2018. Já se atestava uma preferência na comunicação entre os festivais/mostras e os autores audiovisuais pelas possibilidades de se inscrever um vídeo utilizando exclusivamente as ferramentas online (formulários, plataformas virtuais, e-mail, entre outras). Soma-se a isso a descontinuidade da inscrição física, que não está extinta, mas com processos simbólicos de utilização. Essa edição conta com algumas novidades: quais metragens são aceitas nas inscrições pelos festivais/mostras (curta, média e longa-metragem); se o evento é internacional (aceita obras estrangeiras) ou nacional (apenas de realizadores brasileiros). Importante reforçar que este texto não tem a pretensão de ser definitivo, mas sim de oferecer um norte a respeito dos festivais/mostras do Brasil que abrem inscrições para obras, e como o circuito brasileiro analisa a si mesmo diante dos dados que recebe. A alteração do título para “Festivais/Mostras” se dá em virtude da abrangência do circuito nesse processo, englobando terminologicamente mais eventos. Para facilitar a compreensão, tudo está dividido em três partes: ASPECTOS GERAIS, com informações a respeito da longevidade, temática e os já citados perfis de aceitação de obras (nacional/internacional) e duração (curta, média, longa-metragem); GEOGRAFIA, sobre os eventos realizados em cada estado, quantidade e percentual dos municípios que sediam festivais/mostras em cada unidade federativa; VIRTUALIZAÇÃO DAS INSCRIÇÕES, em que se analisa a quantidade de submissões recebidas no circuito e o desempenho de cada forma de inscrição ofertada com base nos números reunidos. Na introdução da edição de 2017, o texto encerrava-se com o objetivo de “seguir na luta por um audiovisual forte e realizado". Mantêm-se as palavras, com o adendo de sobreviver diante do cenário de incertezas a qual o país enfrenta em suas instâncias político-administrativas nos últimos anos. Boa leitura e seguimos.

Paulo Corrêa


6

PARTE 1: ASPECTOS GERAIS


7

COMPOSIÇÃO DO CIRCUITO Para a composição deste estudo foi reunido ao longo de 2018 uma relação dos festivais/ mostras audiovisuais brasileiros que abriram inscrição de obras e que aconteceram por completo no circuito; festivais/mostras com a sua realização neste ano, mas com etapas de desenvolvimento no ano anterior (exemplo: a 21ª Mostra de Cinema de Tiradentes, que acontece em janeiro) também foram incluídos nessa amostragem, bem como os eventos originalmente previstos em 2017, mas adiados para o ano seguinte. Da mesma forma, os cancelados/adiados em 2018 não foram listados. Em uma perspectiva geral, inscrição é o processo de envio de informações de uma obra, realizada pelos seus responsáveis com a finalidade de avaliação por um determinado evento, cabendo a este a inclusão ou não do material na sua programação. Teve-se o registro de mais de 350 eventos entre festivais/mostras audiovisuais realizados no Brasil em 2018, indicando um leve crescimento do circuito comparado ao ano anterior1. Desse montante, 80% dos eventos já passaram da primeira edição. Com relação aos eventos estreantes, nota-se uma pequena retração comparado aos últimos anos, de 22% no último biênio para 20%. Foram 70 festivais com presença nas 5 regiões do país e em 16 estados. São Paulo foi a unidade federativa com mais eventos nesse perfil (10), seguido da Bahia (9), Minas Gerais e Pernambuco (6 cada) e Rio Grande do Norte e Rio Grande do Sul (ambos com 5).

1

Os estudos dos anos anteriores estão disponíveis online:

CORRÊA, Paulo Vitor Luz. Os Festivais Audiovisuais em 2017: Geografia e Virtualização. Associação Cultural Kinoforum, Guia Kinoforum de Festivais Audiovisuais. Santos, 2017. Disponível em: < http://www.kinoforum.org.br/guia/panorama-do-audio-visual-apresentacao>. Acesso em: 21 jan. 2019. ________________________. Festivais de Cinema e a Internet: uma breve análise por meio dos formatos de submissão de filmes. Associação Cultural Kinoforum, Guia Kinoforum de Festivais Audiovisuais. Santos, 2017. Disponível em: < http://www.kinoforum.org.br/guia/panorama-do-audio-visual-apresentacao>. Acesso em: 21 jan. 2019.


8

Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

289

70

A partir da 2° Edição

Estreantes (Primeira Edição)

Festivais/Mostras Estreantes por UF - 2018 (Total:70)

13 9

6

6

5

5 3

3

3

3

3

3

2

2

2

1

1


9

Com relação a tematização, eventos generalistas mantiveram a maior quantidade do circuito, sendo mais de 130 festivais/mostras com ampla aceitação das obras, registrando aumento de 5% com relação ao ano anterior. Eventos universitários continuam como a maior quantidade de segmentação, com quase 40 eventos. As demais segmentações flutuaram com o passar dos anos: enquanto que no ano passado a terceira temática mais ofertada foi destinada ao universo LGBTQ e ao ambiente estudantil (17 eventos cada), em 2018 foram os voltados para inscrição de obras regionais (19 eventos). A categoria estudantil – destinada a alunos de ensino fundamental, médio e técnico - terminou 2018 com 16 festivais/mostras destinadas, e os LGBTQ com 12. A segmentação para obras do cinema fantástico dobrou sua quantidade, de 6 para 12 eventos. As temáticas com maior proporção abrangem 38% (generalistas), 11% (universitários), 5% (regionais), 4% (estudantis), 3,3% (cinema fantástico e LGBTQ, para cada), 3% (filmes dirigidos por realizadoras mulheres) e 2,8% (animação). Eventos voltados para inscrição de obras dirigidas por realizadoras mulheres mantiveram estabilização em quantidade – 11 eventos, enquanto que os voltados para realizadores negros apresentaram crescimento de 5 para 7 eventos, mesma situação para os festivais/mostras destinados ao público infantojuvenil. As temáticas intermediárias (com no mínimo 2 e máximo de 5 ofertas) foram consideravelmente estáveis em manter-se em quantidade (videodança, metragem, videoarte, vídeo mapping, roteiro, filmes etnográficos), ou com um pequeno acréscimo ao ano anterior (direitos humanos, de 3 para 4; temáticas periféricas, de 1 para 3; produções seriadas, de 2 para 3). Os temas unitários trabalhados no biênio 2017-2018 foram pautados por obras voltadas a conteúdos matemáticos (Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática – SP), desigualdade social (Mostra Audiovisual: “Posso falar? A hora e a vez dos meninos e meninas em situação de rua”- RJ), diretores em momentos específicos de suas carreiras (Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades - MG); voltados para diretores estreantes em curtas-metragens (MAP - Mostra Audiovisual de Petrópolis - RJ, para diretores com até 29 anos), esportes (CinEsporte - Festival de Filmes de Esporte - RJ e o Cinefoot, interestadual), filosofia (Festival de Curtas Cine SOFiA -Semana de Orientação Filosófica e Acadêmica – SP), história militar (MILITUM - Festival de Cinema de História Militar – RJ), linguagem eletrônica (FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica - SP), mobilidade (MOBIFILM – Festival Brasileiro de Filmes sobre Mobilidade e Segurança de Trânsito - SP), música (Festival MIMO de Cinema, interestadual), stop motion (Festival Internacional Brasil Stop Motion realizado em Pernambuco), surfe (Festival de curtas metragens LSA - SC), hip hop (Mostra


10

Hip-Hop na Tela do Cinema - ES), temáticas nuclear e indígena (International Uranium Film Festival - RJ e Mostra de Cinema Tela Indígena - RS, respectivamente), além de questões com foco na transcendência (Festival Internacional Cinema & Transcendência - DF) e trabalho (Mostra CineTrabalho - Brazilian International Labour Film Festival - BILFF - SP).

Temática - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

135

Geral

39

Universitário

Regional

Estudantil

19 16

Cinema Fantástico

12

LGBTQ

12


11

Temática - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

11

Filmes Realizadoras Mulheres

10

Animação

9

Ambiental

Filmes Realizadores Negros

7

Infantojuvenil

7

Temática - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359) Documentário Mobile Videodança Metragem Direitos Humanos Periferias Produções Seriadas Videoarte Videoperformance Educação Filmes Etnográficos Poesia Roteiro Super 8 Vídeo Experimental Video Mapping

5 5

6 5 4 3 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2


12 Temática - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

Anarquismo Arquitetura Convergência com Jornalismo/Comunicação Conteúdos Matemáticos Desigualdade Social Diretores de até 29 Anos

Diretores Estreantes em Curta-Metragem Doutrina Espírita Esportes Filosofia Filmes de Arquivo Futebol História Militar Imagens Captadas por Drone Linguagem Eletrônica Mobilidade Urbana

Temática - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359) Música O Movimento em Nós Aventura/Outdoor

Patrimônio Cultural/Imaterial Produções Interativas Stop Motion Surfe Hip Hop Videoclipe Temática Indígena Temática Nuclear Trabalho Transcendência Trem

Turismo

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1


13

Foram coletadas segmentações inéditas em comparação ao ano anterior, como arquitetura (ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura, interestadual), convergência com jornalismo/comunicação (Em Transe - Mostra de Cinema e Jornalismo - PR), doutrina espírita (Festival Brasileiro de Cinema Espírita e Espiritualista - PB), imagens captadas por drones (NO AR International Drone Film Fest Brazil - MG), produções interativas (Festival comKids interativo - SP) e com o sistema de transporte ferroviário como temática (Mostra Pare, Olhe, Escute - ES). As tematizações dos festivais/mostras brasileiros indicam uma posição que ultrapassa os limites da cinematografia e atinge polos diversificados da imagem em movimento, com desambiguações audiovisuais propriamente ditas. O “filme”, dentro do conceito do circuito, passa a não significar mais uma consequência do meio cinema, mas sim, da linguagem cinemática presente na contemporaneidade midiática. Ao abraçar essas causas, o circuito altera sua nomenclatura e abrangência, saindo do “circuito de festivais de cinema” para o “circuito de festivais (e mostras) audiovisuais”, onde o cinema ainda possui seu espaço, mas presente (e junto de) outras associações imagéticas/sonoras. A relação de festivais/mostras e as temáticas catalogadas estão disponíveis para consulta publicamente por meio de um link de acesso2.

Temáticas inéditas em 2018 (Total: 07)

1

1

1

Arquitetura

Convergência com Jornalismo

Doutrina Espírita

2

1

1

Imagens O Movimento Captadas por em Nós Drone

1

1

Produções Interativas

Trem

O link para acesso à lista de festivais/mostras catalogados é: http://bit.ly/festivaismostras2018. Optou-se por esse ano disponibilizar a lista dos eventos em formato de planilha online pela praticidade da consulta e de futuras atualizações.


14

Temáticas unitárias no biênio 2017-2018 (Total: 18)

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

Mais da metade dos eventos (59%) são voltados para a inscrição de obras estritamente realizadas por brasileiros, enquanto que pouco mais de 40% possuem caráter internacional de exibição, isto é, que aceitam inscrições de obras realizadas por estrangeiros. A duração das obras aceitas pelos eventos também foi quantificada. A fim de tornar a explicação mais fácil ao leitor, classificou-se os festivais/mostras em quatro tipificações diferentes: eventos que aceitam inscrição apenas de curtas-metragens; apenas de curtas e longas-metragens; apenas de longas-metragens; e, por fim, os que não exigem especificidade na duração da obra, aceitando assim, inscrição de curtas, médias e longas-metragens. Para esse processo, foi-se utilizado os regulamentos de cada evento como fonte. Diante da diversidade a respeito da definição da duração de obras, resolveu-se utilizar como denominador a aceitação descrita de metragem e a nomenclatura descrita nos respectivos regulamentos. Como exemplo, citamos as bases do 11° Curta Taquary - Festival Nacional de Curta-Metragem: “1 – MOSTRA DE CURTA METRAGEM: Estão aptos a participar filmes em ficção, animação, documentário ou experimental de até 30 minutos de duração incluídos os créditos, feitos por realizadores e/ou produtores nacionais ou radicados no país há mais de 02


15

(dois) anos e que tenham sido concluídos a partir de janeiro de 2017” 3. O Curta Taquary, dessa forma, aceita inscrição de curtas-metragens de até 30 minutos, considerando como “curtametragem” obras com até essa duração descrita no seu regulamento. Para a Agência Nacional do Cinema – ANCINE, uma obra de 30 minutos configura-se como um média-metragem, e não curta4. Na relação de dados, incluiu-se que o Curta Taquary aceita inscrições de obras de curtasmetragens. Eventos que explicitamente aceitam todas as metragens, conforme apontadas, foram inseridos com aceitação para “curta, média e longa-metragem”, à exemplo as bases do Cineminha na Biblioteca – Festival de Cinema Infantil: “os filmes podem ser curtas, medias e longas-metragens. Para as faixas etárias de 0 a 17 anos. O Festival será realizado de 24 a 30 de março na cidade de Salvador, Bahia, Brasil” 5; outro exemplo, a Mostra do Filme Livre: “Podem participar da MFL filmes realizados em qualquer época, de todas as durações, formatos e gêneros”6. De acordo com os resultados coletados, o circuito é composto por 70% dos festivais/mostras voltados exclusivamente para o curta-metragem; aqueles que aceitam curtas e longas-metragens simultaneamente estão em 19% dos eventos; 10% para os que aceitam inscrições não descriminadas – curtas, médias e longas; e 1% para festivais/mostras que aceitam apenas a submissão de longas-metragens. A hegemonia do curta-metragem vem de um reflexo histórico de busca pela inserção do formato em um sistema de exibição no cenário brasileiro, e sua utilização não é uma coincidência: trata-se de mais filmes e histórias exibidos em um espaço de tempo, oferecendo a possibilidade de mais oportunidades, janelas e diversidade audiovisual, liberdade criativa e estética ao realizador, longe das amarras do circuito comercial.

REGULAMENTO – Curta Taquary – Festival Nacional do Curta-Metragem. Taquaritinga do Norte: Curta Taquary, 2018. Regulamento do Festival Curta Taquary. Disponível em: < https://festivalcurtataquary.wordpress.com/inscricoes/regulamento/>. Acesso em: 23 nov. 2018. 3

Segundo o Glossário de Termos Técnicos do Cinema e do Audiovisual” utilizado pela Agência Nacional do Cinema – ANCINE, o curta-metragem possui duração até 15’; média-metragem entre 15’ e 70’, e longa-metragem as obras superiores a 70’ (AGÊNCIA NACIONAL DO CINEMA, 2005, p.34). A conferir em: Glossário de Termos Técnicos do Cinema e do Audiovisual. Brasília: Agência Nacional do Cinema, 2005, 36p. Disponível em: <https://www.ancine.gov.br/media/GLOSSARIO_ANCINE_2005_1.0.pdf>. Acesso em: 23 nov. 2018. 4

5

REGULAMENTO - Cineminha na Biblioteca. Salvador: Filmfreeway, 2018. Regulamento do Festival Cineminha na Biblioteca. Disponível em: <https://filmfreeway.com/CineminhanaBiblioteca>. Acesso em: 10 jan. 2019. 6

REGULAMENTO - Mostra do Filme Livre. Rio de Janeiro, Mostra Do Filme Livre, 2018. Regulamento da Mostra do Filme Livre 2018. Disponível em: <http://mostradofilmelivre.com/18/inscricao/>. Acesso em: 10 jan. 2019


16

O formato média-metragem no circuito é um limbo. É visto com mais frequência em eventos que não oferecem distinção de metragem, mas não há, pelo menos até o presente momento, um festival/mostra dedicado ao formato. O longa-metragem possui possibilidade de inscrição em pouco mais de 30% do circuito (105 eventos), somando todas as tipificações. Dos quatro eventos que aceitam apenas a inscrição do formato longo, a 42ª Mostra Internacional de Cinema e o Festival Internacional de Cinema de Brasília – BIFF são os mais experientes no circuito, e os dois restantes em sua primeira edição: o FEMUCINE – Festival Multicultural de Cinema de Sobradinho, no Distrito Federal, e o Festival Internacional de Mulheres no Cinema – FIM CINE, realizado no estado de São Paulo.


17

Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

212

147

Nacionais

Internacionais

Tipificações de Metragens dos Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 (Total: 359)

253

67 35 4 Curta-Metragem

Curta e LongaMetragem

Curta, Média e Longametragem

Longa-Metragem


18


19

PARTE 2: GEO GRAFIA


20

Festivais/Mostras por região Dos mais de 350 eventos audiovisuais que abriram inscrições no Brasil ao longo do ano, a proporcionalidade geográfica indica um crescimento tímido nas regiões brasileiras comparado a 2017. A Região Sudeste encerrou o calendário com pouco mais de 140 festivais/mostras, 41% da amostragem nacional. Foram quase 30 eventos a menos que no ano anterior devido à queda de eventos no Rio de Janeiro. São Paulo é a UF com maior quantidade (70), 48% do total, seguido do Rio de Janeiro (26%), Minas Gerais (19%) e Espírito Santo (7%). A Nordeste fechou o ano próximo a 90 festivais/mostras, 15 eventos a mais do que em 2017, representando 26% do montante nacional, com a Bahia e o Rio Grande do Norte aumentando a proporcionalidade de realizações. Pernambuco continua sendo o estado com mais eventos (26%), seguido da Bahia (23%), Ceará (15%), Paraíba (11%), Rio Grande do Norte (10%), Alagoas e Maranhão (5% cada), Sergipe (3%) e Piauí (2%). A Região Sul teve um acréscimo de 6 eventos, 14% do total. Rio Grande do Sul ainda é o estado com mais festivais/mostras, 48% de toda a região, seguido do Paraná com 31% e Santa Catarina, com 21%. A Região Centro-Oeste passou por uma pequena retração para 36 eventos ofertados, 10% do cenário brasileiro, com uma leve perda de demanda em Goiás, que mesmo assim, continua como a UF com mais eventos (47%), seguido de Distrito Federal (42%), Mato Grosso (8%) e Mato Grosso do Sul (3%). A Região Norte teve um tímido acréscimo de 2 festivais a mais comparado ao ano anterior, representando 5% das regiões brasileiras. O Pará centralizou realizações com 43% do cenário local, seguido do Amazonas com 21%, Tocantins com 14%, Acre, Amapá e Rondônia com 7% cada. Excetuando-se os festivais/mostras de caráter interestadual (que acontecem em mais de um estado simultaneamente), Roraima, assim como em 2016-2017, continua como o único estado sem a presença de um festival/mostra audiovisual que tenha aberto inscrições para obras. Os eventos interestaduais fecharam sua quantidade em 14 eventos (3%) um a menos com relação a 2017, enquanto que os de procedência online foram para 8 eventos, 3 a mais, representando 1% na amostragem total.


21

Festivais/Mostras Audiovisuais por RegiĂŁo - 2018 (Total: 359)

144

88 54 36 15

14

8

Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 - RegiĂŁo Sudeste (Total: 144)

69

38 27 10

SP

RJ

MG

ES


22

Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 - Região Nordeste (Total: 88)

22 20 14

10

9 4

PE

BA

CE

PB

RN

AL

4

MA

3

SE

Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 - Região Sul (Total: 54)

25 18 11

RS

PR

SC

2 PI


23

Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 - Região Centro-Oeste (Total: 36)

17 15

3 1 GO

DF

MT

MS

Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 - Região Norte (Total: 15)

7

3 2 1

1

1 0

PA

AM

TO

AC

AP

RO

RR


24

Alguns festivais/mostras voltaram a ser realizados após um breve hiato. No Mato Grosso, o Festival de Cinema Feminino de Chapada dos Guimarães Tudo Sobre as Mulheres (após sete anos); No Rio Grande do Norte, o CURTA GOIAMUM - Mostra Competitiva Nacional de Curtas Metragens (após seis anos); No Rio Grande do Sul, o Santa Maria Vídeo e Cinema SMVC, no Rio Grande do Sul (após cinco anos); Em São Paulo, a Mostra Livre de Cinema, em 20 cidades do estado (após quatro anos); o Festival de Cinema de Mogi Mirim (após três anos); Em Tocantins, o Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins (após cinco anos). Alguns fatos dessa temporada de circuito: o Lobo Fest - Festival Internacional de Filmes alterou seu nome e passou a aceitar oficialmente curtas-metragens nacionais e internacionais 7; A Mostra Internacional de Cinema Fantástico também alterou sua nomenclatura de "TRASH" para "CRASH"8; O Dança em Foco - Festival Internacional de Vídeo & Dança, realizado tradicionalmente no Rio de Janeiro, esse ano foi realizado de forma online 9; O Festival do Minuto chegou a interromper sua agenda no primeiro semestre em virtude das contrapartidas oferecidas por seus possíveis patrocinadores 10. 7

"Há dez anos no circuito de cinema da capital e do Brasil, o festival adotou, em 2017, o nome que presta homenagem ao animal que é um símbolo da capital: o lobo guará. De lá pra cá, o evento também passou a exibir longas-metragens na programação". A conferir em: GARONCE, Luiza. Lobo Fest exibe 200 filmes de 53 países e oferece oficinas de graça em Brasília. Brasília, G1.com. Clipping da programação do Lobo Fest 2018. Disponível em: <https://g1.globo.com/df/distrito-federal/o-que-fazer-no-distrito-federal/noticia/2018/11/27/lobofest-exibe-200-filmes-de-53-paises-e-oferece-oficinas-de-graca-em-brasilia.ghtml>. Acesso em: 18 dez. 2018. “É importante notar que CRASH é o novo nome do tradicional TRASH. Primeiro festival de cinema de Goiás, o evento está em constante atualização ao longo de sua trajetória. Agora entendemos que é hora de mudar o próprio nome do evento. O termo "trash" nos últimos anos perdeu a aura cult que existiu nos anos 90 e nos primeiros anos do século XXI. "Trash" deixou de significar resistência e ousadia contra quaisquer limites financeiros ou artísticos, estando ligado apenas à ideia de algo precário e de má qualidade. Ou seja, o termo "trash" de forma alguma traduz a mais alta qualidade do festival, com filmes invariavelmente bem produzidos de vários países. É por isso que agora usamos o nome CRASH, uma onomatopéia que indica ruptura, movimento e força, e ainda remete ao universo da cultura pop". A conferir em: REGULAMENTO - CRASH – 10º Mostra Internacional de Cinema Fantástico. Goiânia: Filmfreeway. Regulamento do Festival Crash. Disponível em: <https://filmfreeway.com/CRASHINTERNATIONALFANTASTICFILMFESTIVAL>. Acesso em: 18 dez. 2018. 8

9

" DANÇA EM FOCO 2018. O dança em foco lança sua nova convocatória. A NOVIDADE DESTE ANO É QUE O FESTIVAL ACONTECERÁ EM FORMATO ONLINE COM LANÇAMENTO EM DEZEMBRO. A convocatória ficará aberta até setembro de 2018". A conferir em: DANÇA EM FOCO 2018. Rio de Janeiro: Dança em Foco. Anúncio das bases para submissão do Festival Dança em Foco. Disponível em: <https://www.facebook.com/dancaemfocofestival/posts/1864882943568162>. Acesso em: 18 dez. 2018. 10

"O cineasta Marcelo Masagão, criador do Festival do Minuto, anunciou a interrupção da tradicional mostra, que reúne filmes de profissionais e amadores com até 60 segundos de duração. Segundo o curador, a falta de recursos impossibilitou a continuidade do projeto. Masagão anunciou o cancelamento na página oficial do evento no Facebook. No texto, ele fala em "exigências malucas" dos patrocinadores". A conferir em: LEITÃO, Gustavo. Sem recursos, Festival do Minuto anuncia interrupção. Rio de Janeiro: Jornal o Globo. Anúncio da paralização por parte do Marcelo Masagão, idealizador do Festival do Minuto, das atividades do festival. Disponível em:<https://oglobo.globo.com/cultura/sem-recursos-festival-do-minuto-anuncia-interrupcao22553399>. Acesso em: 18 dez. 2018


25

Destacam-se alguns eventos tradicionais impossibilitados de serem realizados em 2018: o CineSerra – Festival do Audiovisual da Serra Gaúcha (RS) 11; FestCine Maracanaú – Festival de Cinema Digital e Novas Mídias (CE)12; Mostra Curta Audiovisual (SP)13, adiados para o ano seguinte; Cinecipó - Festival do Filme Insurgente (MG)14 e Festival Latino Americano de Cinema de Canoa Quebrada - Curta Canoa (CE)15, cancelados em virtude de questões externas e dificuldade de captação de recursos. O Rio de Janeiro foi o estado com a maior queda de realizações de festivais/mostras em 2018. Eventos importantes para o cenário audiovisual brasileiro deixaram de acontecer

16

,

como o REcine- Festival Internacional de Cinema de Arquivo; Mostra Internacional de Filmes de Montanha; Festival de Cinema Curta Cabo Frio; Mostra Competitiva de Curtas Escolares

"A sexta edição do CineSerra – Festival do Audiovisual da Serra Gaúcha, que aconteceria em novembro de 2018, foi transferida para o próximo ano. A previsão de realização do evento é para abril de 2019, com abertura das inscrições dos filmes concorrentes no mês de janeiro. O adiamento ocorre devido à dificuldade na captação integral dos recursos por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Caxias do Sul. Todavia, o projeto permanece com sua proposta cultural. “Seguimos firmes e comprometidos com a produção audiovisual independente no Rio Grande do Sul. Também mantemos a nossa crença na sua constante evolução, apesar de todos os percalços vividos atualmente”, afirma o diretor artístico do CineSerra, Leandro Daros. Ressalta-se que parte dos recursos para a realização do evento já foram captados por meio da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) de Caxias do Sul. Os parceiros confirmados são Bitcom e Guinchos Vanin". A conferir em: ANÚNCIO DO ADIAMENTO DO CINESERRA PARA 2019 - Caxias do Sul, Festival Cine Serra. Anúncio do adiamento do Cineserra para 2019. Disponível em: <http://bit.ly/2B5mzNc>. Acesso em: 20 dez. 2018. 11

12

Após a abertura das inscrições, o FestCine Maracanaú, previsto para acontecer em dezembro, teve a divulgação dos filmes selecionados marcados para janeiro de 2019. A conferir em: DIVULGAÇÃO DOS FILMES SELECIONADOS DO FESTCINE MARACANAÚ EM 2019. Maracanaú, FestCine Maracanaú. Divulgação dos filmes selecionados no festival em janeiro de 2019. Disponível em:<http://bit.ly/2ThuEW4>. Acesso em: 20 dez. 2018. 13

"Se você está se perguntando sobre a próxima edição da Mostra, não se preocupe, estamos produzindo um evento cheio de novidades para 2019! Depois de 11 Mostras consecutivas, optar por um ano de intervalo não foi fácil, mas entendemos que, às vezes, é necessário parar a caminhada para tomar fôlego e repensar estratégias". A conferir em: ANÚNCIO DA REALIZAÇÃO DA MOSTRA CURTA AUDIOVISUAL PARA 2019. Campinas, página da Mostra Curta Audiovisual no Facebook. Anúncio do adiamento da Mostra Curta Audiovisual para 2019. Disponível em: <http://bit.ly/2FOhAnZ>. Acesso em: 20 dez. 2018. 14

O Cine Cipó, em virtude de a coordenação do evento estar em licença maternidade e paternidade, decidiriam não o realizar este ano (desejamos felicidades!). A conferir em: ANÚNCIO DO ADIAMENTO DO CINE CIPÓ PARA 2019 - Belo Horizonte, página do Cine Cipó no Facebook. Anúncio do adiamento do Cine Cipó para 2019. Disponível em: <http://bit.ly/2HyjFpI>. Acesso em: 20 dez. 2018. 15

O Curta Canoa manifestou-se pela sua não realização em virtude do momento político que o país atravessa, e especialmente, pelo descaso com as leis de incentivo: "Há pelo menos dois anos, as leis de incentivo à cultura vêm sendo difamadas e vilipendiadas, e têm sofrido cortes sistemáticos. Apesar dos esforços individuais e de grupos da sociedade civil, manter ações culturais sem apoio do poder público e da iniciativa privada, por meio das leis de incentivo, se torna inviável". A conferir em: ANÚNCIO DO CANCELAMENTO DO CURTA CANOA EM 2018. Aracati, página do Curta Canoa no Facebook. Anúncio do cancelamento do Curta Canoa em 2018. Disponível em: <http://bit.ly/2CPdkAW>. Acesso em: 20 dez. 2018. 16

Atualizaremos esse estudo e informaremos no arquivo caso algum dos festivais listados realmente tenha acontecido em 2018.


26

MacacuCine; Festival Internacional Pequeno Cineasta; Iguacine – Festival de Cinema da Cidade de Nova Iguaçu; Cine Curtas Lapa Festival; 72HORAS RIO Festival de Filmes; Festival Mate Com Angu de Cinema Popular; Festival Zona de Cinema; Mostra Audiovisual do Festival Deu Na Telha; Mostra Crime Dvergente; Mostra Curta Retiro; O Festival Internacional Estudantil de Cinema de Barra do Piraí - Festcine Estudantil foi suspenso nesse ano 17; O Festival Internacional Colaborativo Audiovisual - FICA.VC18 e o Filmambiente – International Environmental Film Festival19 adiados para 2019.

17

Conforme informado no site, a conferir em: SUSPENSÃO DO VII FESTCINE EM 2018 - Barra do Piraí, Fest Cine Estudantil. Anúncio da suspensão da edição 2018 do evento. Disponível em: <http://festcineestudantil.blogspot.com/2018/02/o-viii-festcine-esta-temporariamente.html>. Acesso em: 21 dez. 2018. 18

Conforme explicitado no regulamento disponível no site do Festival. A conferir em: ADIAMENTO DO FICA.VC para 2019. Rio de Janeiro, Fica.VC. Anúncio do adiamento do festival para o ano de 2019. Disponível em: <https://docs.google.com/document/d/10mmu6BezU2XBpFkw-27HqiDcx_-lev0_7HQ9bPIkK4I/edit>. Acesso em: 21 dez. 2018. 19

Informado em contato direto com o realizador deste estudo.


27

Festivais/Mostras por estado A fim de extrair um perfil mais detalhado a respeito da geografia dos festivais/mostras Brasil adentro, resolveu-se adotar o mesmo sistema utilizado na edição 2017 do estudo. A apresentação está em ordem alfabética por região (Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul), assim como cada estado exibido. Cada uma das 26 UFs + Distrito Federal possui um texto seguido de tabelas que listam onde os eventos ocorreram, criando uma segunda tabela para cada forma de realização (eventos municipais, intermunicipais e interestaduais que aconteceram no estado). Além da configuração acima exposta, uma tabela adicional também está inclusa, com informações relativas ao estado20: - "Total de municípios" é a quantidade de municípios presentes no estado21; - “Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais” é a quantidade de eventos que aconteceram apenas nos municípios do estado; (somam-se os municipais com os intermunicipais); - “Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais” é a soma dos eventos municipais e intermunicipais com os eventos interestaduais sediados no estado; - “Municípios que tiveram festivais/mostras” é a quantidade de municípios que sediaram eventos audiovisuais em 2018, somadas as instâncias municipais, intermunicipais e interestaduais;

- "Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras" é a relação de municípios que possuem festivais em comparação à quantidade de municípios em cada estado.

20

Distrito Federal, por ser dividido em regiões administrativas, teve as nomenclaturas alteradas, optando-se pela relação dos dados iguais as unidades federativas. 21

Com base nos dados Instuto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, disponível para acesso no site: https://www.ibge.gov.br/


28

Distrito Federal

Festivais/Mostras realizados em apenas uma região administrativa Local

Quantidade

Brasília

11

Paranoá

1

Taguatinga

1

Sobradinho

1

Total

14

Festivais/Mostras realizados em mais de uma região administrativa Nome

Local

Festival Internacional de Cinema de Brasília BIFF

Brasília Taguatinga

Total

1

Regiões administrativas com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado

Mostra do Filme Livre - MFL

Brasília

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Brasília

Mostra Circuito Tela Verde

Brasília

ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura

Brasília

Mostra SESC de Cinema

Brasília Brasília Brasilândia

Dia Internacional da Animação - DIA

Ceilândia Recanto das Emas

Total

6


29

DISTRITO FEDERAL Total de regiões administrativas

31

Total de festivais/mostras realizados apenas em regiões administrativas Regiões administrativas com festivais/mostras

15 21 7

Percentual das regiões administrativas que sediaram festivais/mostras

23%

Total de festivais/mostras realizados nas regiões administrativas + interestaduais

O Distrito Federal contou com 15 festivais/mostras realizados que abriram inscrição de obras. A capital Brasília teve mais de 10 eventos, de proporções diferenciadas entre si (Festival de Brasília do Cinema Brasileiro; Lobo Fest - Festival Internacional de Filmes; Festival de Curta-Metragem do IFB; Filmaê – Festival de Cinema Móvel de Brasília). A centralidade da capital federal é ainda maior ao contabilizar os eventos que acontecem em mais de uma região administrativa - caso do Festival Internacional de Cinema de Brasília BIFF, que acontece também em Taguatinga - e nos interestaduais, todos presentes na CidadeParque, como o ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura e a MFL - Mostra do Filme Livre. Com relação ao DIA - Dia Internacional da Animação, além de Brasília, sessões foram montadas em Brasilândia, Ceilânda e Recanto das Emas. As regiões de Paranoá, Taguatinga e Sobradinho sediaram 1 evento cada (Festival Taguatinga de Cinema; Festival de Cinema do Paranoá - FestCineParanoá e FEMUCINE – Festival Multicultural de Cinema de Sobradinho, respectivamente) Distrito Federal contou com dois festivais/mostras em primeira edição: o Filmaê, destinado ao Cinema Mobile, e o FEMUCINE, para realizadorxs do próprio DF. A temática generalizada foi a mais ofertada, com 5 eventos. Dez festivais/mostras voltaram-se especificamente ao curta-metragem; dois apenas para longas e outros dois para curtas e longas-metragens; apenas um abriu a possibilidade de inscrição para os médias, a Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio. Apenas 5 dos eventos aceitam inscrições de obras internacionais, sendo o restante (10) voltado exclusivamente para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 21 eventos diferentes realizados no estado; 7 regiões administrativas diferentes com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 23% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


30

Festivais sediados exclusivamente no Distrito Federal:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

51ª

Brasília

Geral

2

Festival Taguatinga de Cinema

13ª

Taguatinga

O Movimento em Nós

3

Cult Dance - Dança para Tela

10ª

Brasília

Videodança

4

Lobo Fest - Festival Internacional de Filmes

10ª

Brasília

Geral

5

Curta Brasília – Festival Internacional de Curta-Metragem

Brasília

Geral

6

Festival Internacional de Cinema de Brasília - BIFF

Brasília; Taguatinga

Geral

7

Festival Internacional Cinema & Transcendência

Brasília

Transcendência

8

Festival de Filmes de Curta-Metragem das Escolas Públicas de Brasília

Brasília

Estudantil

9

Green Nation Fest

Brasília

Ambiental

10

Festival de Curta-Metragem do IFB

Brasília

Universitário

11

Festival de Cinema do Paranoá - FestCineParanoá

Paranoá

Geral

12

Mostra Competitiva de Cinema Negro Adélia Sampaio

Brasília

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres (direcionadas para realizadoras negras)

13

Festival Universitário de Cinema de Brasília

Brasília

Universitário

14

Filmaê – Festival de Cinema Móvel de Brasília

Brasília

Mobile

15

FEMUCINE – Festival Multicultural de Cinema de Sobradinho

Sobradinho

Regional


31

Goiás

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Goiânia

10

Goiás

3

Pirenópolis

1

Acreúna

1

Faina

1

Senador Canedo

1

Total

17

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos Mostra Circuito Tela Verde

Goiânia Goiânia

Mostra SESC de Cinema

Goiânia

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Alto Paraíso de Goiás Acreúna Faina

Dia Internacional da Animação - DIA

Goiás Goiânia Pirenópolis Senador Canedo

Total

5


32

GOIÁS Total de municípios

246

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

17 22 7

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

3%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Goiás teve 17 festivais/mostras realizados, e destes, 10 dentro de Goiânia, como a Goiânia Mostra Curtas, CRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico, MAU - Mostra de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual de Goiás, que estão há mais tempo em atuação na cidade. A antiga capital da UF de nome homônimo sediou três eventos: a FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (o evento mais antigo do estado), a Mostra ABD Cine Goiás e o FIVAC - Festival Intercolegial de Vídeo Ambiental e Cidadania. Municípios como Pirenópolis (com o PirenópolisDoc – Festival de Documentário Brasileiro), Acreúna (AFIC - Acreúna Festival Internacional de Cinema), Faina (EducaCine mostra Internacional de Cinema Educativo) e Senador Canedo (Curta Canedo) também foram palcos de eventos audiovisuais. Dos interestaduais, todos os municípios que sediaram o Dia Internacional da Animação já possuíam algum outro evento de forma exclusiva em seu território. A Mostra IP realizou uma atividade no município do Alto Paraíso de Goiás. Foram 3 eventos estreantes em 2018: a Mostra Permanente de Curtas, promovida pela Estratosfilmes e a distribuidora Kinoptera; o já citado AFIC em Acreúna e a Mostra Itinerante de Videoarte, Videoperformance e Performance, voltada para experimentações em vídeo. Os eventos generalistas se fizeram presentes em 4 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas como educação (EducaCine) periferias (FAVERA - Festival Audiovisual Vera Cruz), etnografia (Fronteira – Festival Internacional do Filme Documentário e Experimental), entre outros. Nove dos eventos voltaram-se especificamente ao curta-metragem e 7 para curta e longametragem de forma simultânea, sendo o FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental o único com possibilidade de inscrição explícita para o média-metragem. Nove eventos permitiram a inscrição de obras estrangeiras, e 8 foram voltados especificamente para obras de realizadores brasileiros.


33

Ao todo, foram 22 eventos diferentes realizados no estado, com 7 municípios com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 3% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição. Festivais sediados exclusivamente em Goiás:

Nome do Festival/Mostras

Edição

Local

Temática

1

FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental

20ª

Goiás

Ambiental

2

Goiânia Mostra Curtas

16ª

Goiânia

Geral

3

Mostra ABD Cine Goiás

16ª

Goiás

Regional

4

CRASH – Mostra Internacional de Cinema Fantástico

10ª

Goiânia

Cinema Fantástico

5

MAU - Mostra de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual de Goiás

10ª

Goiânia

Universitário

6

FIVAC - Festival Intercolegial de Vídeo Ambiental e Cidadania GO Goiás

Goiás

Estudantil

7

Fronteira – Festival Internacional do Filme Documentário e Experimental

Goiânia

Filmes Etnográficos

8

PirenópolisDoc – Festival de Documentário Brasileiro

9

FAVERA - Festival Audiovisual Vera Cruz

Goiânia

Periferias

10

DIGO – Festival Internacional da Diversidade Sexual e de Gênero de Goiás

Goiânia

LGBTQ

11

Festival Nacional de Curtas CURTA CANEDO

Senador Canedo

Geral

12

EducaCine - mostra Internacional de Cinema Educativo

Faina

Educação

13

Lanterna Mágica - Festival Internacional de Animação

Goiânia

Animação

14

Morce-GO Vermelho - Goiás Horror Film Festival

Goiânia

Cinema Fantástico

15

Mostra Permanente de Curtas

Goiânia

Geral

16

Mostra Itinerante de Videoarte, Videoperformance e Performance

Goiânia

Videoarte

17

AFIC - Acreúna Festival Internacional de Cinema

Acreúna

Geral

Pirenópolis Documentário


34

Mato Grosso

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Cuiabá

2

Chapada dos Guimarães

1

Total

3

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Cuiabá

Mostra Circuito Tela Verde

Cuiabá

Mostra SESC de Cinema

Cuiabá

Dia Internacional da Animação - DIA

Barra do Bugres

Total

4

MATO GROSSO Total de municípios

141

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

3 7 4 3%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

Mato Grosso sediou 3 eventos de forma exclusiva no estado, a MAUAL - Mostra de Audiovisual Universitário da América Latina, o Festival de Cinema Feminino de Chapada dos


35

Guimarães Tudo Sobre as Mulheres, que retornou ao circuito após um hiato, e a Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso. Com exceção da MAUAL, todos os eventos são voltados para obras brasileiras. Apenas a Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso oferece a possibilidade de inscrição para longas-metragens, e não há janela para o média. Com relação aos interestaduais, o DIA realizou uma sessão no munícipio de Barra do Bugres. Ao todo, foram 7 eventos diferentes realizados no estado, com 3 municípios com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 2% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Mato Grosso: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

MAUAL - Mostra de Audiovisual Universitário da América Latina

17ª

Cuiabá

Universitário

2

Festival de Cinema Feminino de Chapada dos Guimarães Tudo Sobre as Mulheres

Chapada dos Guimarães

3

Mostra de Cinema Negro de Mato Grosso

Cuiabá

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres Filmes Dirigidos por Realizadores Negros


36

Mato Grosso do Sul

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Dourados

1

Total

1

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Campo Grande

Mostra Circuito Tela Verde

Campo Grande

Mostra SESC de Cinema

Campo Grande Corumbá

Dia Internacional da Animação - DIA Dourados

Total

4

MATO GROSSO DO SUL

Municípios que tiveram festivais/mostras

79 1 5 2

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

3%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais


37

Apenas 1 evento com abertura de inscrições para obras audiovisuais foi realizado em Mato Grosso do Sul em 2018: a Mostra Audiovisual de Dourados - MAD, de caráter nacional e voltada apenas para curtas-metragens. Nos interestaduais, o DIA - Dia Internacional da Animação realizou sessões nos municípios de Dourados (onde também foi realizada a já citada MAD) e em Corumbá. Na capital Campo Grande, apenas a presença dos interestaduais Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema, realizados em todas as capitais do país. Dessa forma, não houve nenhum evento audiovisual aplicável aos moldes deste estudo realizado exclusivamente em Campo Grande. Ao todo, foram 5 eventos diferentes realizados no estado, com 3 municípios totalizando 4% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Mato Grosso do Sul: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Mostra Audiovisual de Dourados - MAD

Dourados

Geral


38

Sobre a Região Centro-Oeste Referente a Região Centro-Oeste do Brasil, tratam-se de 36 eventos realizados ao longo de 2018. Os eventos mais longevos são o Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (51, DF), FICA - Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (20, GO), MAUAL - Mostra de Audiovisual Universitário da América Latina (17, MT), Goiânia Mostra Curtas (16, GO), Mostra ABD Cine Goiás (16, GO) e Festival Taguatinga de Cinema (13, DF). Há uma equidade entre Goiás e Distrito Federal, que ocupam quase a totalidade dos eventos na região. Por outro lado, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul possuem pouca representatividade de eventos. Das quatro unidades federativas, apenas Goiás possui mais festivais/mostras de âmbito internacional; eventos que aceitam inscrição apenas de curta-metragem são a maioria, sendo mais de 20 nessa tipificação; festivais/mostras voltados para longas-metragens estão em mais de 10 eventos, sendo dois exclusivamente para o formato longo; o média-metragem encontra inserção em dois eventos. Com exceção de Mato Grosso do Sul, todas as UFs possuem algum evento em sua capital; todos possuem interestaduais e apenas Distrito Federal contou com um evento que acontecesse simultaneamente em mais de uma região administrativa/município diferente, sem contar a realização do Dia Internacional da Animação. Os eventos generalistas se fizeram presentes em 10 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: ambiental, animação, cinema fantástico, documentário, educação, estudantil, filmes dirigidos por realizadoras mulheres, filmes dirigidxs por realizadores negros, etnografia, obras que retratassem o universo LGBTQ, mobile, periferias, regional, transcendência, universitário, videoarte e videodança. Ao todo, foram 55 eventos diferentes realizados em 20 municípios distintos (incluindo nessa relação as regiões administrativas), que junto aos interestaduais, totaliza 4% da Região Centro-Oeste com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


39

Alagoas

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Penedo

3

Maceió

1

Total

4

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Maceió

Mostra Circuito Tela Verde

Maceió

Mostra SESC de Cinema

Maceió

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Matriz de Camaragibe

Arapiraca Dia Internacional da Animação - DIA Ibateguara

Total

5

ALAGOAS

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

102 4 9

Municípios que tiveram festivais/mostras

5

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

5%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais


40

Em 2018, Alagoas sediou 4 eventos com abertura de inscrição de forma exclusiva dentro do estado. O chamado Circuito Penedo de Cinema, composto pelo Festival do Cinema Brasileiro de Penedo, Festival de Cinema Universitário de Alagoas e a Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental, todos realizadas no município de Penedo, e a Mostra Sururu de Cinema Alagoano, na capital Maceió. Além de todas os festivais/mostras do estado serem de inscrição para realizadorxs nacionais e voltados para o curta-metragem, destaca-se a diferença de temática entre eles: um generalista, um universitário, um ambiental e outro com direcionamento para realizadorxs potiguares, respectivamente. O Dia Internacional da Animação foi realizado nos municípios de Arapiraca e Ibateguara, enquanto que em Matriz de Camaragibe foi sediada a Mostra de Vídeos Intervenções e Performances. À capital Maceió, foi-lhe resguardada a Mostra de Cinema e Direitos Humanos, a Mostra Circuito Tela Verde e a Mostra SESC de Cinema Ao todo, foram 9 eventos diferentes realizados no estado em 5 municípios com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 5% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Alagoas: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival do Cinema Brasileiro de Penedo

11ª

Penedo

Geral

2

Mostra Sururu de Cinema Alagoano

Maceió

Regional

3

Festival de Cinema Universitário de Alagoas

Penedo

Universitário

4

Mostra Velho Chico de Cinema Ambiental

Penedo

Ambiental


41

Bahia

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Salvador

9

Vitória da Conquista

3

Cachoeira

2

Feira de Santana

1

Luís Eduardo Magalhães

1

Lauro de Freitas

1

São Francisco do Conde

1

Porto Seguro

1

Total

19

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Local Cachoeira

Panorama Internacional Coisa de Cinema Salvador

Total

1


42 Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Salvador

Mostra Circuito Tela Verde

Salvador

Mostra SESC de Cinema

Salvador

Mostra do Filme Marginal

Salvador

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

Salvador Amélia Rodrigues Barreiras Buerarema Caatiba Caculé Caetité Ibicuí Itacaré Itapitanga Jacobina Juazeiro Luís Eduardo Magalhães

Dia Internacional da Animação – DIA

Morro do Chapéu Nazaré Ouriçangas Santa Maria da Vitória São Desidério São José do Jacuípe Senhor do Bonfim Serra Grande Simões Filho Trancoso Ubaitaba Uruçuca Várzea Nova Vitória da Conquista

Total

6


43

BAHIA Total de municípios

417

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

20 26 32

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

8%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

A Bahia fechou 2018 com 20 festivais/mostras realizados especificamente no estado e que tenham aberto inscrições para obras audiovisuais. Desses, Salvador concentra quase a metade, sendo o mais tradicional realizado tanto na capital baiana quanto no município de Cachoeira: o Panorama Internacional Coisa de Cinema, com 14 edições. Além das duas cidades já citadas que possuem representação audiovisual, Vitória da Conquista compõe o quadro das três localidades com mais eventos. A cidade sediou três: o Curta 5 - Festival Estudantil de Curtas; o Conquista Ruas: Festival de Artes Performativas; e o Festival de Cinema do Sudoeste Baiano – PocaZói. Sobre os interestaduais, o FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil, foi realizado na capital baiana, e o estado foi um dos maiores contemplados na realização do DIA - Dia Internacional da Animação, com exibições em mais de 20 municípios distintos. Destaca-se a diversidade temática dos eventos baianos, sendo apenas 3 generalistas. Eventos com segmentações de inscrição, como obras universitárias (Festival Tela Universitária de Cinema; o já citado PocaZói e o Cine Virada - Festival de Cinema Universitário da Bahia), estudantis (o Curta 5; a Mostra de Filmes Educa7 Minutos; e a F.EST.A - Festival Estudantil de Audiovisual), e para filmes dirigidos por realizadoras mulheres (Mostra Lugar de Mulher é no Cinema; Festival Ela Faz Cinema; e M A R - Mulheres Ativismo e Realização) possuem três eventos cada de oferta, uma margem de representação. Temáticas mais diversas como vídeo mapping (Festival SSA Mapping), videoperformance (o já citado Conquista Ruas) e periferias (Mostra Cine Favela Brasil) também foram ofertadas ao longo do circuito nacional. A Bahia foi a unidade federativa com a maior quantidade de festivais/mostras em primeira edição: 9 eventos, quase 50% de toda a composição do estado, todos também com temáticas bem definidas. Doze dos eventos voltaram-se especificamente ao curta-metragem e 6 para inscrições de curtas e longas-metragens, sendo o Mostra de Cinema Contemporâneo do Nordeste (de temática regional) e o Cineminha na Biblioteca - Festival de Cinema Infantil (de temática infantojuvenil), os únicos com possibilidade de inscrição o para média-metragem. Apenas 7 dos eventos


44

aceitaram inscrições de obras internacionais, sendo o restante (13) voltado exclusivamente para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 26 eventos diferentes realizados em 32 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 8% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição. Festivais sediados exclusivamente na Bahia:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Panorama Internacional Coisa de Cinema

14ª

Salvador; Cachoeira

Geral

2

Curta 5 - Festival Estudantil de Curtas

Vitória da Conquista

Estudantil

3

Cine Virada - Festival de Cinema Universitário da Bahia

Cachoeira

Universitário

4

Bahía Independent Cinema Festival

Salvador

Geral

5

Mostra de Filmes Educa7 Minutos

Lauro de Freitas

Estudantil

6

Conquista Ruas: Festival de Artes Performativas

Vitória da Conquista

Videoperformance

7

Mostra de Cinema Cine Horror

Salvador

Cinema Fantástico

8

Mostra Lugar de Mulher é no Cinema

Salvador

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres

9

Mostra de Cinema Contemporâneo do Nordeste

10

Mostra Ousmane Sembene de Cinema

11

Festival SSA Mapping

Salvador

Video mapping

12

F.EST.A - Festival Estudantil de Audiovisual

Porto Seguro

Estudantil

13

Festival de Cinema do Sudoeste Baiano - PocaZói

Vitória da Conquista

Universitário

14

Festival Ela Faz Cinema

Salvador

15

M A R - Mulheres Ativismo e Realização

Cachoeira

Feira de Regional Santana São Filmes Dirigidos por Francisco do Realizadores Conde Negros

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres


45

16

Mostra Cine Favela Brasil

Salvador

Periferias

17

Cineminha na Biblioteca - Festival de Cinema Infantil

Salvador

Infantojuvenil

18

Mostra Itinerante de Cinema Negro - Mahomed Bamba

Salvador

Filmes Dirigidos por Realizadores Negros

19

Festival Mimoso de Cinema

Luís Eduardo Magalhães

Geral

20

Festival Tela Universitária de Cinema

Salvador

Universitário


46

Ceará

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Fortaleza

8

Quixadá

1

Aracoiaba

1

Palmácia

1

Total

11

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Local Baturité

FestFilmes - Festival do Audiovisual Luso Afro Brasileiro

Fortaleza Juazeiro do Norte Redenção Barbalha

Festival Cine Cariri

Crato Juazeiro do Norte Crato

Mostra Sesc Cariri de Culturas Juazeiro do Norte

Total

3


47

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Fortaleza

Mostra Circuito Tela Verde

Fortaleza

Mostra SESC de Cinema

Fortaleza

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Crato Fortaleza Baturité Farias Brito

Dia Internacional da Animação - DIA

Fortaleza Itapajé Maracanaú

Total

5

CEARÁ Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

184 14

Municípios que tiveram festivais/mostras

19 9

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

5%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Ceará foi o terceiro estado da Região Nordeste com mais festivais/mostras sediados de forma exclusiva (somando os municipais e intermunicipais): 14 eventos ao total. Fortaleza concentrou quase todos os eventos audiovisuais realizados, sendo os municípios de Quixadá (Festival de Cinema Sertão & Diversidade), Aracoiaba (Mostra Curta Vazantes: Cinema em Comunidade) e Palmácia (PALMACINE - Festival de Cinema de Palmácia) as exceções. A capital abrigou no circuito eventos diversos, como o Cine Ceará - Festival IberoAmericano de Cinema, mais antigo do estado, NOIA - Festival de Cinema Universitário, um


48

dos mais presentes no âmbito universitário, o FOR RAINBOW – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual e a Mostra Internacional Audiovisual Curta o Gênero, voltados para obras com temática LGBTQ. A segmentação universitária em Fortaleza ainda é representada pelas Mostra Percursos e Mostra ICA, e na animação o I Anima Ceará – Festival Nordestino de Cinema de Animação, Games e Web. Com exceção do Cine Ceará, todos os eventos da capital são temáticos. A cidade de Juazeiro do Norte esteve presente nos três eventos intermunicipais realizados no Ceará: o FestFilmes - Festival do Audiovisual Luso Afro Brasileiro, o Festival Cine Cariri e a Mostra Sesc Cariri de Culturas. Nos interestaduais, o Dia Internacional da Animação teve realizações nos municípios de Barbalha, Farias Brito, Itapaié e Maracanaú, além da capital Fortaleza, que também teve uma sessão na Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP junto com a cidade de Crato. Foram 6 festivais/mostras com temáticas generalistas e uma oferta de 3 eventos para as segmentações universitárias (todos realizados em Fortaleza, já citados) e para obras com temática LGBTQ (além do FOR RAINBOW e do Curta o Gênero, o Festival de Cinema Sertão & Diversidade, realizado também no já citado município de Quixadá). Ao todo, Ceará comportou três eventos em primeira edição (Todos já citados: Festival Cine Cariri, Anima Ceará e o PALMACINE). Doze eventos voltaram–se especificamente ao curta-metragem, um destinado a inscrição de curtas e longas (Cine Ceará) e o último que aceita as três metragens (FOR RAINBOW). Apenas 6 dos eventos aceitaram inscrições de obras internacionais, sendo o restante (8) voltado exclusivamente para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 19 eventos diferentes realizados em 9 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 5% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Ceará:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema

28ª

Fortaleza

Geral

2

Mostra Sesc Cariri de Culturas

20ª

Juazeiro do Norte; Crato;

Geral


49

3

NOIA - Festival de Cinema Universitário

17ª

Fortaleza

Universitário

4

FOR RAINBOW – Festival de Cinema e Cultura da Diversidade Sexual

12ª

Fortaleza

LGBTQ

5

Mostra Percursos

Fortaleza

Universitário

6

Mostra Internacional Audiovisual Curta o Gênero

Fortaleza

LGBTQ

7

Mostra Curta Vazantes: Cinema em Comunidade

Aracoiaba

Geral

8

Mostra ICA

Fortaleza

Universitário

9

Mostra Itinerante Livre de Cinema - MILC

Fortaleza

Periferias

Geral

10

FestFilmes - Festival do Audiovisual Luso Afro Brasileiro

Juazeiro do Norte; Baturité; Redenção e Fortaleza

11

Festival de Cinema Sertão & Diversidade

Quixadá

LGBTQ

12

Festival Cine Cariri

Crato; Juazeiro do Norte e Barbalha

Geral

13

I Anima Ceará – Festival Nordestino de Cinema de Animação, Games e Web

Fortaleza

Animação

14

PALMACINE - Festival de Cinema de Palmácia

Palmácia

Geral


50

Maranhão

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

São Luís

4

Total

4

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

São Luís

Mostra Circuito Tela Verde

São Luís

Mostra SESC de Cinema

São Luís

Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil

São Luís Cajapió São Bento

Dia Internacional da Animação - DIA São João Batista São Luís

Total

5


51 MARANHÃO 217 4

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

9 4 2%

Maranhão comportou 4 festivais/mostras que abriram processo de inscrição ao longo de 2018, todos realizados na capital São Luís: o Festival Guarnicê de Cinema, mais antigo do estado e um dos mais antigos do país, o Maranhão Na Tela, o LIFF - Lume International Film Festival e a Mostra Internacional de Cinema de São Luís. Com exceção do Maranhão na Tela, voltado para realizadores locais, todos os outros são de temática generalista. São Luís também foi palco dos interestaduais Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema, que acontecem em todas as capitais do país. A Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil também foi sediada na Cidade dos Azulejos. Por outro lado, os municípios de Cajapió, São Bento e São João Batista receberam sessões do Dia Internacional da Animação. Apenas 1 dos eventos - o Maranhão Na Tela - é voltado exclusivamente ao curtametragem, sendo o restante aplicável à inscrição de curtas e longas-metragens de forma simultânea. Apenas o Maranhão Na Tela é voltado para obras estritamente nacionais - até por ter caráter regional. Ao todo, foram 9 eventos diferentes realizados em 4 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 2% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Maranhão: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival Guarnicê de Cinema

41ª

São Luís

Geral

2

Maranhão Na Tela

11ª

São Luís

Regional

3

Lume International Film Festival - LIFF

São Luís

Geral

4

Mostra Internacional de Cinema de São Luís

São Luís

Geral


52

Paraíba

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

João Pessoa

2

Campina Grande

2

Cajazeiras

2

Congo

1

Juripiranga

1

Remígio

1

Rio Tinto

1

Total

10

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Campina Grande

Mostra Circuito Tela Verde

Campina Grande

Mostra SESC de Cinema

Campina Grande

Dia Internacional da Animação - DIA

Aparecida Campina Grande Pocinhos São João Batista São Luís Solânea

Total

4


53 PARAÍBA Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

223 10 14 13 6%

A Paraíba sediou 10 eventos que abriram processo de submissão de filmes em 2018. A capital João Pessoa contou com apenas duas realizações no âmbito municipal: o Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro, o mais antigo do estado junto com o Comunicurtas, e o VRÁ Festival Internacional de Teasers, realizado dentro do Festival de Inverno de Castelo Branco. Os municípios de Campina Grande e Cajazeiras também sediaram 2 eventos ao longo do ano. Enquanto o primeiro abrigou o universitário Festival Audiovisual Comunicurtas UEPB e o estreante Festival de Cinema da Borborema, foi no segundo a realização do Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras e do Festival Brasileiro de Cinema Espírita e Espiritualista. Cidades como Congo (CINECONGO - Festival Audiovisual da Paraíba), Juripiranga (Cine Paraíso - Festival de Cinema de Juripiranga), Rio Tinto (Mostra Arandu de Filme Etnográfico) e Remígio (Festival de Cinema de Rua de Remígio) também foram representadas. Aparecida, São João Batista, Pocinhos, São Luís e Solânea, além da já citada Campina Grande, foram palcos do Dia Internacional da Animação. O estado contou com três eventos em primeira edição em 2018 (todos já citados: Festival de Borborema, Festival de Cinema de Rua de Remígio e o VRÁ - Festival Internacional de Teasers). A temática generalista está representada em 4 eventos, com temáticas diversas: obras universitárias, etnográficas, que abordem a doutrina espírita, filmes curtíssimos e obras de realizadores locais. Quase todos os eventos voltaram-se para inscrições exclusivas ao curta-metragem, sendo o Festival Brasileiro de Cinema Espírita e Espiritualista a exceção ao aceitar também longasmetragens. Apenas 3 dos eventos aceitaram inscrições de obras internacionais, sendo o restante (7) voltado exclusivamente para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 14 eventos diferentes realizados em 13 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 6% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


54

Festivais sediados exclusivamente na Paraíba: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Fest Aruanda do Audiovisual Brasileiro

13ª

João Pessoa

Geral

2

Festival Audiovisual Comunicurtas UEPB

13ª

Campina Grande

Universitário

3

CINECONGO - Festival Audiovisual da Paraíba

10ª

Congo

Geral

4

Cine Paraíso - Festival de Cinema de Juripiranga

Juripiranga

Geral

5

Festival Brasileiro de Cinema Espírita e Espiritualista

Cajazeiras

Doutrina Espírita

6

Cine Açude Grande – Festival de Cinema de Cajazeiras

Cajazeiras

Geral

7

Mostra Arandu de Filme Etnográfico

Rio Tinto

Filmes Etnográficos

8

Festival de Cinema da Borborema

Campina Grande

Regional

9

Festival de Cinema de Rua de Remígio

Remígio

Regional

10

VRÁ - Festival Internacional de Teasers

João Pessoa

Metragem


55

Pernambuco

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Recife

7

Triunfo

2

Abreu e Lima

1

Afogados Da Ingazeira

1

Belo Jardim

1

Carpina

1

Caruaru

1

Salgueiro

1

Tabira

1

Taquaritinga Do Norte

1

Vitória de Santo Antão

1

Total

18

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Local Caruaru

Festival Internacional Brasil Stop Motion Recife Abreu e Lima Festival Cine Cariri

Cabo de Santo Agostinho Vitória de Santo Antão


56

RECIFEST – VI Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero

FINCAR - Festival Internacional de Cinema de Realizadoras

Total

Nazaré da Mata Recife Camaragibe Recife

4

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Recife

Mostra Circuito Tela Verde

Recife

Mostra SESC de Cinema

Recife

Festival MIMO de Cinema

Olinda

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Recife Triunfo Afogados da Ingazeira Camaragibe Carpina Olinda Palmares

Dia Internacional da Animação - DIA

Pesqueira Recife São Lourenço da Mata Tacaimbó Timbaúba Triunfo Upatininga

Total

6


57

PERNAMBUCO Total de municípios

185

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

22 28 21

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

11%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Pernambuco terminou 2018 com mais de 20 eventos que abriram inscrição para obras audiovisuais sediados em seus domínios. A capital Recife comportou 7 destes de forma exclusiva e 3 na forma intermunicipal. Alguns dos mais antigos do estado em atividade, o Cine PE, o FESTCINE – Festival de Curtas de Pernambuco, Janela Internacional de Cinema do Recife e o ANIMAGE – Festival Internacional de Animação de Pernambuco estão na capital. O Festival Internacional Brasil Stop Motion (Recife e Caruaru), o RECIFEST – VI Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero (Recife e (Nazaré da Mata), o FINCAR - Festival Internacional de Cinema de Realizadoras (Recife e Camaragibe) foram os eventos realizados de forma intermunicipal. Em Triunfo aconteceu o Festival de Cinema de Triunfo e a estreante Rói-Rói Mostra de Cinema Infantil; Em Taquaritinga do Norte, o Curta Taquary; Abreu e Lima, o Cinecreed, em sua décima edição; Caruaru, Festival de Cinema de Caruaru; Afogados da Ingazeira, Mostra Pajeú de Cinema; Belo Jardim, Cine Jardim – Festival Latino-Americano de Cinema de Belo Jardim; Tabira, Mostra de Cinema Poesia na Tela; Vitória de Santo Antão, Mostra de Cinema da Vitória de Santo Antão; Salgueiro, Festival de Cinema e Teatro do Sertão; Carpina, Festival de Cinema de Carpina. Destaque para o projeto intermunicipal Cartas ao Mundão, com sessões em unidades socioeducativas, e o Cinecreed, com exibições em instituições que atuam na redução da vulnerabilidade social, privação e/ou restrição de liberdade no estado de Pernambuco. Nos interestaduais, o Dia Internacional da Animação teve sessões em Afogados da Ingazeira, Palmares, Tacaimbó, Camaragibe, Pesqueira, Timbaúba, Carpina, Recife, Triunfo, Olinda, São Lourenço da Mata, Upatininga. Recife e Triunfo foram palco da Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP, e Olinda para o Festival MIMO de Cinema. Os eventos generalistas se fizeram presentes em 15 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: animação, stop motion, para obras com temática LGBTQ, poesia, direitos humanos, filmes dirigidos por realizadoras mulheres, videodança (Festival


58

Internacional de Screendance GUIAR, estudantil (Cine CPM – Festival de Cinema e Vídeo) e infantojuvenil. Pernambuco, assim como a Bahia, teve um grande número de eventos em primeira edição, 6, sendo metade em Recife e um em Salgueiro, Carpina e Triunfo. Quinze dos eventos voltaram-se especificamente ao curta-metragem e 4 para inscrições de curtas e longas simultaneamente. A Mostra Pajeú de Cinema, o FINCAR - Festival Internacional de Cinema de Realizadoras e a Rói-Rói Mostra de Cinema Infantil aceitaram inscrições para médias-metragens. Apenas 7 dos eventos aceitaram inscrições de obras internacionais, sendo o restante (15) voltado exclusivamente para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 28 eventos diferentes realizados em 21 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 11% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Pernambuco: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Cine PE

22ª

Recife

Geral

2

FESTCINE – Festival de Curtas de Pernambuco

20ª

Recife

Geral

3

Festival de Cinema de Triunfo

11ª

Triunfo

Geral

4

Curta Taquary

11ª

Taquaritinga do Norte

Geral

5

Janela Internacional de Cinema do Recife

11ª

Recife

Geral

6

Cinecreed

10ª

Abreu e Lima

Geral

7

ANIMAGE – Festival Internacional de Animação de Pernambuco

Recife

Animação

8

Festival Internacional Brasil Stop Motion

Recife; Caruaru

Stop Motion

9

RECIFEST – VI Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero

Recife; Nazaré da Mata

LGBTQ

10

Festival de Cinema de Caruaru

Caruaru

Geral

11

Mostra Pajeú de Cinema

Afogados da Ingazeira

Geral


59

12

Cine Jardim – Festival Latino-Americano de Cinema de Belo Jardim

Belo Jardim

Geral

13

Mostra de Cinema Poesia na Tela

Tabira

Poesia

14

FINCAR - Festival Internacional de Cinema de Realizadoras

Recife; Camaragibe

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres

Abreu e Lima; Cabo de Santo Agostinho; Vitória de Santo Antão Vitória de Santo Antão

Direitos Humanos

15

Cartas ao Mundão

16

Mostra de Cinema da Vitória de Santo Antão

17

Festival de Cinema e Teatro do Sertão

Salgueiro

Geral

18

Festival CineOrfão

Recife

Geral

19

Festival Internacional de Screendance GUIAR

Recife

Videodança

20

Cine CPM – Festival de Cinema e Vídeo

Recife

Estudantil

21

Festival de Cinema de Carpina

Carpina

Geral

22

Rói-Rói Mostra de Cinema Infantil

Triunfo

Infantojuvenil

Geral


60

Piauí

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Teresina

1

Floriano

1

Total

2

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Teresina

Mostra Circuito Tela Verde

Teresina

Mostra SESC de Cinema

Teresina

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Teresina

DIA - Dia Internacional da Animação

Teresina

Total

5

PIAUÍ Total de municípios

224

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

2 7 2

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

1%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Piauí teve dois festivais/mostras no âmbito municipal em 2018: o Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões, na 13ª edição, e a Mostra Parada de Cinema, na 5ª edição.


61

Enquanto o primeiro foi realizado no município de Floriano, a segunda na capital Teresina. Os dois são voltados para inscrições de obras estritamente nacionais, com a Parada de Cinema voltada especificamente para o curta-metragem, enquanto que o Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões aceitou inscrições de curtas e longas-metragens. Os interestaduais concentraram sua atuação na capital Teresina, com sessões da Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde, Mostra SESC de Cinema, Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP e do Dia Internacional da Animação. Ao todo, foram 7 eventos diferentes realizados em 2 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 1% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Piauí:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Encontro Nacional de Cinema e Vídeo dos Sertões

13ª

Floriano

Regional

2

Mostra Parada de Cinema

Teresina

Geral


62

Rio Grande do Norte

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Natal

6

Caicó

1

São Miguel do Gostoso

1

Baía Formosa

1

Total

9

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Natal

Mostra Circuito Tela Verde

Natal

Mostra SESC de Cinema

Natal

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

Natal Caicó Currais Novos

Dia Internacional da Animação - DIA Natal São Luís

Total

5


63 RIO GRANDE DO NORTE Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

167 9 14 6 4%

Rio Grande do Norte, com seus 9 eventos realizados ao longo de 2018, possui centralidade na capital Natal, que abrigou 6 destes. O CURTA GOIAMUM – Mostra Competitiva de Curtas Metragens de Natal e a Mostra Trinca Audiovisual, com mais edições realizadas, estão na capital. Além de Natal, municípios como Caicó (Curta Caicó – Festival de Cinema de Caicó), Baía Formosa (Festival Internacional de Cinema Baía Formosa) e São Miguel do Gostoso (Mostra De Cinema De Gostoso) também abrigaram algum evento audiovisual que abriu inscrições para obras. Nos interestaduais, as cidades de Caicó, Currais Novos, São Luís e Natal receberam o Dia Internacional da Animação, e o FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil sediou ações na capital. A temática generalista é a mais ofertada, com segmentações voltadas para os realizadores locais (a já citada Mostra Trinca), metragem (Festival Internacional de Cinema Baía Formosa), direitos humanos (Mostra Cine Resistência do LaP) e para universitários (Festival de Cinema Universitário Curva do Rio). Sete dos eventos voltaram-se especificamente ao curta-metragem e os 2 restantes (a Mostra De Cinema De Gostoso e o Cine Fest RN) para inscrição de curtas e longas de forma simultânea, não havendo oferta para os médias. Os festivais/mostras no estado são quase em sua maioria de inscrições de obras nacionais, exceção para o festival de Baía Formosa. Ao todo, foram 14 eventos diferentes realizados em 6 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 4% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


64

Festivais sediados exclusivamente no Rio Grande do Norte:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

CURTA GOIAMUM – Mostra Competitiva de Curtas Metragens de Natal

Natal

Geral

2

Mostra Trinca Audiovisual

Natal

Regional

3

Festival Internacional de Cinema Baía Formosa

Baía Formosa

Metragem

4

Mostra De Cinema De Gostoso

São Miguel do Gostoso

Geral

5

Mostra Cine Resistência do LaP

Natal

Direitos Humanos

6

Festival de Cinema Universitário Curva do Rio

Natal

Universitário

7

Curta Caicó – Festival de Cinema de Caicó

Caicó

Geral

8

Cine Fest RN

Natal

Geral

9

Cine Verão – Festival de Cinema da Cidade do Sol

Natal

Geral


65

Sergipe

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Aracaju

3

Total

3

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Aracaju

Mostra Circuito Tela Verde

Aracaju

Mostra SESC de Cinema

Aracaju

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

Aracaju Aracaju

Dia Internacional da Animação - DIA Nossa Senhora do Socorro

Total

5

SERGIPE Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

75 3 8 2 3%

Os três eventos que aconteceram em Sergipe foram na capital Aracaju: o CURTA- SE – Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe, o SERCINE - Festival Sergipe Audiovisual e o


66

EGBÉ - Mostra de Cinema Negro de Sergipe. Suas temáticas são generalistas, universitárias e para filmes dirigidos por realizadores negros, respectivamente. O SERCINE e o EGBÉ trabalham especificamente com o curta-metragem, enquanto o CURTA-SE com inscrições de curtas e longas. Todos de âmbito internacional. Nos interestaduais, o município de Nossa Senhora do Socorro recebeu sessão do Dia Internacional da Animação, e a capital Aracaju a Mostra de Cinema e Direitos Humanos, a Mostra Circuito Tela Verde, a Mostra SESC de Cinema, esses três marcados para acontecer em todas as capitais do país, e o FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil. Ao todo, foram 8 eventos diferentes realizados em 2 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 3% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Sergipe: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

CURTA-SE – Festival Iberoamericano de Cinema de Sergipe

18ª

Aracaju

Geral

2

SERCINE - Festival Sergipe Audiovisual

Aracaju

Universitário

Filmes Dirigidos Aracaju por Realizadores Negros

3

EGBÉ - Mostra de Cinema Negro de Sergipe


67

Sobre a Região Nordeste Referente a Região Nordeste do Brasil, são quase 90 eventos exclusivos realizados ao longo de 2018. Os mais longevos são o Festival Guarnicê de Cinema (41, MA), Cine PE (22, PE), Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema (28, CE), e o FESTCINE – Festival de Curtas de Pernambuco (20, PE). É Pernambuco que teve mais eventos na região (22), seguido da Bahia (20) e Ceará (14). Por outro lado, Alagoas e Piauí, (4 cada), Sergipe (3) e Piauí (2) foram os com menor quantidade. Todas as capitais possuíram ao menos um festival/mostra sediado em 2018. Bahia, Ceará e Pernambuco contaram com eventos intermunicipais, excluindo a realização do Dia Internacional da Animação. Sergipe foi a unidade federativa que ofertou mais eventos de caráter internacional em toda a região. Em todo o Nordeste, foram mais de 50 eventos que se voltam exclusivamente para obras brasileiras, contra quase 30 que permitem a inscrição de obras estrangeiras. Mais de 60 eventos trabalharam apenas com inscrições de curtas-metragens, enquanto pouco menos de 20 aceitaram inscrições de curtas e longas-metragens especificamente; voltados para curtas, médias e longas-metragens foram 6 ao total. Os eventos generalistas se fizeram presentes em mais de 30 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: ambientais, animação, cinema fantástico, direitos humanos, doutrina espírita, estudantil, filmes dirigidos por realizadoras mulheres, filmes dirigidos por realizadores negros, etnografia, infantojuvenil, para obras com temática LGBTQ, metragem, periferias, poesia, para obras de realizadores locais, stop motion, universitário, vídeo mapping, videodança e videoperformance. Ao todo, foram 134 eventos diferentes realizados em 94 municípios distintos, que junto aos interestaduais, totaliza 5% da Região Nordeste com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


68

Acre

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Rio Branco

1

Total

1

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Rio Branco

Mostra Circuito Tela Verde

Rio Branco

Mostra SESC de Cinema

Rio Branco Rio Branco

Dia Internacional da Animação - DIA

Sena Madureira Xapuri

Total

4

ACRE

Municípios que tiveram festivais/mostras

22 1 5 3

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

14%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais


69

O Acre teve apenas um evento que aconteceu no âmbito municipal, o Festival Internacional Pachamama Cinema de Fronteira, na capital Rio Branco, de caráter internacional e voltado para inscrição de curtas e longas-metragens. O Dia Internacional da Animação fez sessões em Sena Madureira e em Xapuri, além da capital. Esta última também deu espaço à Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e a Mostra SESC de Cinema. Ao todo, foram 5 eventos diferentes em 3 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 14% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Acre: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival Internacional Pachamama Cinema de Fronteira

Rio Branco

Geral


70

Amapá

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Macapá

1

Total

1

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Macapá

Mostra Circuito Tela Verde

Macapá

Mostra SESC de Cinema

Macapá

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Macapá Distrito de Fazendinha

Dia Internacional da Animação - DIA

Ferreira Gomes Macapá

Total

5

AMAPÁ

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

16 1 6

Municípios que tiveram festivais/mostras

3

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

19%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais


71

Amapá teve apenas um evento com inscrições abertas em 2018: o FIM, Festival ImagemMovimento. De caráter nacional e voltado tanto para curtas quanto para longas-metragens, o FIM alcançou a marca de 15 edições nesse ano. Nos interestaduais, o Dia Internacional da Animação foi promovido nos municípios de Ferreira Gomes, no distrito de Fazendinha e capital. Foi em Macapá também a realização da Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP, da Mostra de Cinema e Direitos Humanos, da Mostra Circuito Tela Verde e da Mostra SESC de Cinema. Ao todo, foram 6 eventos diferentes em 3 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 19% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Amapá: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

FIM - Festival Imagem Movimento

15ª

Macapá

Geral


72

Amazonas

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Manaus

2

Total

2

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Local Anori Anamâ

Cabocão Cine Festival Codajás Itacoatiara

Total

1

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Manaus

Mostra Circuito Tela Verde

Manaus

Mostra SESC de Cinema

Manaus Iranduba

Dia Internacional da Animação - DIA Manaus

Total

4


73

AMAZONAS Total de municípios

62

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

3 7 6

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

10%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Amazonas teve 3 eventos: o Mac Horror Film Festival, voltado para obras de cinema fantástico, o Cabocão Cine Festival, para realizadores amazonenses, assim como o Festival de Cinema Olhar do Norte, em sua primeira edição. Apenas o Mac Horror Film Festival possui âmbito internacional de inscrição, também sendo o único a aceitar média e longa-metragem, enquanto os dois últimos se voltam exclusivamente ao curta. O Cabocão Cine Festival é o único intermunicipal, sendo realizado nos municípios de Anori, Anamâ, Codajás e Itacoatiara. O Mac Horror e o Olhar do Norte aconteceram em Manaus. Nos interestaduais, as cidades de Manaus e Iranduba receberam o Dia Internacional da Animação; a Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema foram realizados apenas na capital do estado. Ao todo, foram 7 eventos diferentes em 6 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 10% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Amazonas: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Mac Horror Film Festival

Manaus

Cinema Fantástico

2

Cabocão Cine Festival

Anori; Codajás; Anamâ; Itacoatiara

Regional

3

Festival de Cinema Olhar do Norte

Manaus

Regional


74

Pará

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Belém

3

Bragança

2

Santarém

1

Total

6

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Local Ananindeua

Festival de Cinema Equipe Belém

Total

1

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Belém

Mostra Circuito Tela Verde

Belém

Mostra SESC de Cinema

Belém Belém

Dia Internacional da Animação - DIA Castanhal

Total

4


75

PARÁ Total de municípios

144

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

7 10 5 3%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

Pará contou com 7 eventos audiovisuais que abriram processo de inscrição em 2018. Destaca-se a presença dos festivais/mostras de cunho universitário (Festival Osga de Vídeos Universitários da UNAMA, TORÓ – Festival Audiovisual Universitário de Belém e FUSCA Festival Universitário de Criação Audiovisual), e estudantil, voltado para obras de alunos do ensino fundamental, médio e técnico (Mostra Audiovisual do Oeste do Pará e Festival de Cinema Equipe) com três e dois eventos, respectivamente. Apenas o FICCA - Festival Internacional de Cinema do Caeté é de temática generalista e também o único de caráter internacional que aceita inscrição de média e longa-metragem. O FICCA é sediado no município de Bragança, assim como o estreante Festival Curta Bragança. A capital Belém está presente em ao menos 4 eventos, nos três universitários já citados e no Festival de Cinema Equipe, do colégio homônimo com sede na capital e no município de Ananindeua. A cidade de Santarém contou com a Mostra Audiovisual do Oeste do Pará, Bragança com o FICCA e Belém e Castanhal como parte da realização do Dia Internacional da Animação, por parte dos interestaduais. Ao todo, foram 10 eventos diferentes em 5 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 3% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


76

Festivais sediados exclusivamente no Pará: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival Osga de Vídeos Universitários da UNAMA

15ª

Belém

Universitário

2

FICCA - Festival Internacional de Cinema do Caeté

Bragança

Geral

3

TORÓ – Festival Audiovisual Universitário de Belém

Belém

Universitário

4

FUSCA - Festival Universitário de Criação Audiovisual

Belém

Universitário

5

Festival Curta Bragança

Bragança

Geral

5

Mostra Audiovisual do Oeste do Pará

Santarém

Estudantil

6

Festival de Cinema Equipe

Belém; Ananindeua

Estudantil


77

Rondônia

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Porto Velho

1

Total

1

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Porto Velho

Mostra Circuito Tela Verde

Porto Velho

Mostra SESC de Cinema

Porto Velho Porto Velho

Dia Internacional da Animação - DIA Vilhena

Total

4


78

RONDÔNIA Total de municípios

52

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

1 5 2

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

4%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Rondônia teve apenas o Cineamazônia – Festival Latino Americano de Cinema Ambiental realizado em 2018 dentro do estado, mais especificamente na capital Porto Velho. O Cineamazônia tem caráter internacional e oferta de inscrição para curtas e longas-metragens. Nos interestaduais, o Dia Internacional da Animação sediou sessões na capital Porto Velho e no município de Vilhena. A Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema foram realizados na capital de Rondônia e de todo o país. Ao todo, foram 4 eventos diferentes em 2 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 4% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Rondônia: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Cineamazônia – Festival Latino Americano de Cinema Ambiental

16ª

Porto Velho

Ambiental


79

Roraima

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Boa Vista

Mostra Circuito Tela Verde

Boa Vista

Mostra SESC de Cinema

Boa Vista

Dia Internacional da Animação - DIA

Boa Vista

Total

4

RORAIMA

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

15 0 4

Municípios que tiveram festivais/mostras

1

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

7%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

Roraima foi o único estado do país sem um evento local que tenha aberto inscrições para obras audiovisuais no ano de 2018. A realização dos interestaduais DIA - Dia Internacional da Animação, Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema aconteceram na capital Boa Vista.


80

Tocantins

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Palmas

2

Total

2

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Palmas

Mostra Circuito Tela Verde

Palmas

Mostra SESC de Cinema

Palmas

Dia Internacional da Animação - DIA

Palmas

Total

4

TOCANTINS Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

139 2

Municípios que tiveram festivais/mostras

6 1

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

1%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais


81

Tocantins teve dois eventos audiovisuais ao longo de 2018, ambos na capital Palmas; o Festival de Cinema Estudantil Você na Tela, destinado a obras produzidas por alunos da rede pública da capital, e o Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins, de temática generalista, que voltou a ser realizado após um hiato. Os dois festivais trabalharam apenas com curtas-metragens e para realizadores brasileiros. Os interestaduais também foram centralizados em Palmas, com atuações por parte do DIA - Dia Internacional da Animação, Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema. Ao todo, foram 6 eventos diferentes em 1 município com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 1% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Tocantins: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival de Cinema e Vídeo do Tocantins

13ª

Palmas

Geral

2

Festival de Cinema Estudantil Você na Tela

Palmas

Estudantil


82

Sobre a Região Norte

A Região Norte do país teve a menor oferta de eventos audiovisuais para inscrição de obras, foram 15 ao longo de 2018. Os mais longevos são o Cineamazônia – Festival Latino Americano de Cinema Ambiental (16, RO), Festival Imagem Movimento - FIM (15, AP) e Festival Osga de Vídeos Universitários da UNAMA (15, PA). Pará teve mais eventos na região durante o circuito (7), seguido do Amazonas (3) e Tocantins (2). Acre, Amapá e Rondônia tiveram apenas 1 festival/mostra, e Roraima, nenhum evento sediado de forma exclusiva, o único no país. Amazonas e Rondônia foram as UFs que ofertaram eventos intermunicipais, excluindo a realização do Dia Internacional da Animação. Rondônia e Acre, devido a seus eventos unitários serem de caráter internacional, foram as unidades federativas que ofertaram mais eventos desse âmbito em toda a região. Em toda o Norte foram apenas 10 eventos voltados exclusivamente para obras brasileiras, e 4 que abrem possibilidade de inscrição para obras estrangeiras. Pouco menos de 10 eventos trabalharam apenas com inscrições de curtas-metragens, enquanto 3 aceitaram inscrições de curtas e longas-metragens especificamente; e 2 eventos que aceitaram as três durações (curta, média e longa-metragem). Os eventos generalistas se fizeram presentes em 5 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: ambientais, cinema fantástico, estudantil, para obras de realizadores locais e universitários. Ao todo, foram 47 eventos diferentes em 21 municípios distintos, que junto aos interestaduais, totaliza 5% da Região Norte com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


83

Espírito Santo

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Vitória

4

Cachoeiro de Itapemirim

2

São Mateus

1

Domingos Martins

1

Santa Teresa

1

Muqui

1

Total

10

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Vitória

Mostra Circuito Tela Verde

Vitória

Mostra SESC de Cinema

Vitória Afonso Cláudio Alegre

Dia Internacional da Animação - DIA

Anchieta Vila Velha Vitória

Total

4


84

ESPÍRITO SANTO

Municípios que tiveram festivais/mostras

78 10 14 10

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

13%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Espírito Santo encerrou o ano de 2018 ofertando 10 eventos com abertura de inscrição para obras audiovisuais, com a capital Vitória presente em 4 destes, sendo dois os mais antigos do estado: o Festival de Cinema de Vitória e a Mostra Produção Independente da ABD Capixaba. O município de Cachoeiro de Itapemirim teve dois festivais/mostras, o Cine.Ema – Festival de Cinema Ambiental e Sustentável do Espírito Santo e a estreante Mostra Pare, Olhe, Escute. Municípios como São Mateus, Domingos Martins, Santa Teresa e Muqui foram contemplados com um evento audiovisual cada. Nos interestaduais, o DIA - Dia Internacional da Animação comportou sessões nas cidades de Afonso Cláudio, Anchieta, Alegre e Vila Velha, além de Vitória, que também sediou os demais interestaduais. Com relação a temática, tratam-se de 5 festivais/mostras generalistas e 5 com alguma especificidade de inscrição. Além da Mostra ABD Capixaba, voltada para os realizadores locais, o Cine.Ema, para obras de temática ambiental e a Mostra Pare, Olhe, Escute, destinada a obras que abordassem o transporte ferroviário, a segmentação obras com temática LGBTQ (Mostra Audiovisual de Sexualidades e Afetos de Vitória) e o Hip-Hop fazem-se presentes. Dos 10 eventos, 3 são de natureza estreante: a Mostra Pare, Olhe, Escute, o FECSTA – Festival de Cinema de Santa Teresa (realizada em Santa Teresa) e o Festcine Pedra Azul (realizado em Domingos Martins). Oito eventos voltaram-se especificamente ao curta-metragem, sendo os 2 remanescentes para inscrições de curtas e longas simultaneamente. Apenas 3 dos eventos aceitaram inscrições de obras internacionais, sendo o restante (7) para obras de realizadores brasileiros exclusivamente. Ao todo, foram 14 eventos diferentes em 10 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 13% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


85

Festivais sediados exclusivamente no Espírito Santo:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival de Cinema de Vitória

25ª

Vitória

Geral

2

Mostra Produção Independente da ABD Capixaba

13ª

Vitória

Regional

3

FECIN - Festival de TV e Cinema do Interior

Muqui

Geral

4

Mostra de Curtas Araçá

São Mateus

Geral

5

Mostra Audiovisual de Sexualidades e Afetos de Vitória

Vitória

LGBTQ

6

Cine.Ema – Festival de Cinema Ambiental e Sustentável do Espírito Santo

Cachoeiro de Itapemirim

Ambiental

7

Mostra Hip-Hop na Tela do Cinema

Vitória

Hip Hop

8

Mostra Pare, Olhe, Escute

Cachoeiro de Itapemirim

Trem

9

FECSTA – Festival de Cinema de Santa Teresa

Santa Teresa

Geral

10

Festcine Pedra Azul

Domingos Martins

Geral


86

Minas Gerais

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Belo Horizonte

10

Fama

1

Tiradentes

1

Ervália

1

Caratinga

1

Ipatinga

1

Ouro Preto

1

São João Del-Rei

1

Poços de Caldas

1

Três Pontes

1

Ubá

1

Juiz de Fora

1

São Thomé das Letras

1

Serro

1

Juiz de Fora

1

Arinos

1

Uberlândia

1

Muriaé

1

Total

27


87

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Belo Horizonte

Mostra Circuito Tela Verde

Belo Horizonte

Mostra SESC de Cinema

Belo Horizonte

MFL - Mostra do Filme Livre

Belo Horizonte

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Ipatinga Além Paraíba Barroso Belo Horizonte Brasília de Minas Cachoeira de Pajeú Caratinga Cataguases Confins Conselheiro Lafaiete Divinópolis Dores de Campos Felisburgo

Dia Internacional da Animação - DIA

Guaxupé Itinga Jenipapo de Minas Juiz de Fora Lagoa Santa Mateus Leme Monte Carmelo Poços de Caldas São João del-Rei Teófilo Otoni Uberlândia Brasília de Minas

Total

6


88

MINAS GERAIS

Municípios que tiveram festivais/mostras

853 27 33 36

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

4%

Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Minas Gerais foi o terceiro estado com a maior quantidade de eventos sediados em 2018 que abriu inscrições para obras audiovisuais: 27. Dez estão localizados em Minas Gerais, como o Forumdoc.bh – Festival do Filme Documentário e Etnográfico de Belo Horizonte, com 22 edições; Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte - FestCurtasBH, com 20 edições; Mostra CineBH, com 12 edições; temáticos, como a MUMIA - Mostra Udidrudi Mundial de Animação, voltada para animação; LUMIAR - Festival Interamericano de Cinema Universitário, para estudantes de ensino superior; Mostra de Cinema Feminista, para realizadoras mulheres; estreantes, como a MADA - Mostra Audiovisual de Arte do Barreiro. Municípios como Tiradentes, Ouro Preto e Juiz de Fora sediaram eventos tradicionais no circuito brasileiro, casos da Mostra de Cinema de Tiradentes (que abre o calendário audiovisual brasileiro); CineOP - Mostra de Cinema de Ouro Preto; e o Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades, respectivamente. Ipatinga (Cinedocumenta – Mostra de Cinema Documentário), Caratinga (Festival de Cinema de Caratinga), Poços de Caldas (Festcine Poços de Caldas), Ervália (Recria Cine Mostra de Cinema para Crianças e Adolescentes), São João Del Rei (Mostra Universitária de Audiovisual da UFSJ – MUDA!), Fama (Mostra de Cinema de Fama), Arinos (CineBaru – Mostra Sagarana de Cinema), Muriaé (Festival de Cinema de Muriaé), Uberlândia (TraKinagem – Mostra de Cinema e Educação), Serro (NO AR International Drone Film Fest Brazil), São Thomé das Letras (Curta São Thomé), Ubá (Festival Take único), e Três Pontos (TPCine) também possuíram eventos no circuito nacional. Nos interestaduais, o Dia Internacional de Animação teve atuação em 25 cidades diferentes, em 20 destes se configurando como o único evento no município; em Ipatinga houve uma sessão da Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP, e em Belo Horizonte a MFL - Mostra do Filme Livre também foi realizada. Os eventos generalistas se fizeram presentes em mais de 10 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: documentário, diretores estreantes em curta-metragem,


89

animação, regional, universitário, filmes dirigidos por realizadoras mulheres, infantojuvenil, patrimônio cultural/imaterial, obras com temática LGBTQ, produções seriadas, educação, imagens captadas por drone e videoarte. Seis dos eventos realizados no estado foram estreantes, todos já citados: a TraKinagem – Mostra de Cinema e Educação; NO AR International Drone Film Fest Brazil; Curta São Thomé; Festival Take único; MADA - Mostra Audiovisual de Arte do Barreiro e o TPCine. Dos 27 eventos, 20 voltaram-se especificamente ao curta-metragem; 5 para inscrições de curtas e longas de forma simultânea e os temáticos MUMIA - Mostra Udidrudi Mundial de Animação e Festival Cine Memória com inscrições sem distinção de duração, abrindo possibilidades aos médias-metragens. Apenas 11 dos eventos permitiram inscrições de obras internacionais e os outros 16 festivais/mostras foram direcionados exclusivamente para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 33 eventos diferentes em 36 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 4% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em Minas Gerais: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Forumdoc.bh – Festival do Filme Documentário e Etnográfico de Belo Horizonte

22ª

Belo Horizonte

Documentário

2

Mostra de Cinema de Tiradentes

21ª

Tiradentes

Geral

3

Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte - FestCurtasBH

20ª

Belo Horizonte

Geral

4

Primeiro Plano – Festival de Cinema de Juiz de Fora e Mercocidades

17ª

Juiz de Fora

Diretores Estreantes em Curta-metragem

5

MUMIA - Mostra Udidrudi Mundial de Animação

16ª

Belo Horizonte

Animação

6

CineOP - Mostra de Cinema de Ouro Preto

13ª

Ouro Preto

Geral

7

Cinedocumenta – Mostra de Cinema Documentário

13ª

Ipatinga

Documentário

8

Mostra CineBH

12ª

Belo Horizonte

Geral

9

Festival de Cinema de Caratinga

Caratinga

Regional


90

10

LUMIAR - Festival Interamericano de Cinema Universitário

Belo Horizonte

Universitário

11

Festcine Poços de Caldas

Poços de Caldas

Geral

12

Mostra de Cinema Feminista

Belo Horizonte

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres

13

Recria Cine - Mostra de Cinema para Crianças e Adolescentes

Ervália

Infantojuvenil

14

Festival Cine Memória

Belo Horizonte

Patrimônio Cultural/Imaterial

15

Mostra de Curtas da Ocupação TransArte BH

Belo Horizonte

LGBTQ

16

Filmes da Estação

Juiz de Fora

Geral

17

Minas WebFest

Belo Horizonte

Produções Seriadas

18

Mostra Universitária de Audiovisual da UFSJ – MUDA!

São João Del Rei

Universitário

19

Mostra de Cinema de Fama

Fama

Geral

20

CineBaru – Mostra Sagarana de Cinema

Arinos

Regional

21

Festival de Cinema de Muriaé

Muriaé

Geral

22

TraKinagem – Mostra de Cinema e Educação

Uberlândia

Educação

23

NO AR International Drone Film Fest Brazil

Serro

Imagens Captadas com Drone

24

Curta São Thomé

São Thomé das Letras

Geral

25

Festival Take único

Ubá

Geral

26

MADA - Mostra Audiovisual de Arte do Barreiro

Belo Horizonte

Videoarte

27

TPCine

Três Pontes

Geral


91

Rio de Janeiro

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Rio de Janeiro

27

Niterói

3

São Gonçalo

2

Duque de Caxias

1

Nova Friburgo

1

Petrópolis

1

Paraty

1

Teresópolis

1

Total

37

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Baixada Animada - Mostra Ibero-Americana de Cinema de Animação

Total

Local Duque de Caxias Rio de Janeiro

1


92

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Rio de Janeiro

Mostra Circuito Tela Verde

Rio de Janeiro

Mostra SESC de Cinema

Rio de Janeiro

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Rio de Janeiro

ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil

Rio de Janeiro

É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários

Rio de Janeiro

MFL - Mostra do Filme Livre

Rio de Janeiro

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

Rio de Janeiro

Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil

Rio de Janeiro

Cinefoot

Rio de Janeiro

Mostra do Filme Marginal

Rio de Janeiro Niterói

ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura

Rio de Janeiro Paraty

Festival MIMO de Cinema

Dia Internacional da Animação - DIA

Rio de Janeiro Angra dos Reis Belford Roxo Cabo Frio Campos dos Goytacazes Carmo Itaperuna Macaé Maricá Niterói Nova Iguaçu Petrópolis Rio das Ostras Rio de Janeiro São Gonçalo Seropédica Teresópolis Volta Redonda

Total

14


93

RIO DE JANEIRO Total de municípios

92

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

38 51 20

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

22%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Mesmo com um grande decréscimo de realizações audiovisuais comparado a 2017, o estado do Rio de Janeiro manteve-se como a segunda unidade federativa com mais festivais/mostras ao longo do ano. A capital fluminense abrigou 27 dos 38 eventos do circuito, onde o FESTIVAL CURTA CINEMA - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, Festival do Rio, Visões Periféricas e a Semana de Cinema (antiga Semana dos Realizadores) são eventos carimbados no âmbito cultural da cidade. Niterói foi o município além da capital com mais eventos sediados (3): o Curta Solar, de temática generalista, e dois universitários relacionados à Universidade Federal Fluminense: a UFFilme - Mostra de Filmes da UFF e a ENGECINE - Festival de curtas-metragens da Escola de Engenharia UFF. São Gonçalo sediou dois eventos, o ANIMA-SÃO - Festival Internacional de Animação de São Gonçalo e o Cine Tamoio - Festival de Cinema de São Gonçalo. A Baixada Animada - Mostra Ibero-Americana de Cinema de Animação foi o único festival/mostra intermunicipal no Rio de Janeiro, acontecendo na capital e em Duque de Caxias. Há uma grande presença de eventos interestaduais no Rio de Janeiro, 14 no total. O Dia Internacional da Animação aconteceu em 17 cidades, 11 destas como o único evento audiovisual que abriu inscrições: Angra dos Reis, Belford Roxo, Cabo Frio, Campos dos Goytacazes, Carmo, Itaperuna, Macaé, Maricá, Rio das Ostras, Seropédica e Volta Redonda. O Festival MIMO de Cinema teve suas realizações em Paraty e na capital. Exclusivamente na capital fluminense estão sessões da Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP, ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil, É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, MFL - Mostra do Filme Livre, FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil, Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil, Cinefoot e ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura. Os eventos generalistas se fizeram presentes em 14 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: animação, universitário, para obras dirigidxs por realizadores


94

negros, para obras de diretores que tenham até 29 anos, para obras com temática LGBTQ, estudantil, temática nuclear, regional, ambiental, video mapping, vídeo experimental, filmes de arquivo, produções seriadas, esportes, cinema fantástico, história militar, desigualdade social e cinema marginal. Apenas 3 dos 37 eventos passaram por primeira edição em 2018: o Hell de Janeiro, a Mostra de Produções Independentes e a Mostra CineStyle de Cinema e Audiovisual Independente. Vinte eventos voltaram-se ao curta-metragem, sendo 8 que aceitam inscrição de curtas e longas especificamente. O média-metragem possui aceitação em 11 eventos, como o Visões Periféricas, Semana de Cinema, International Uranium Film Festival e o MILITUM - Festival de Cinema de História Militar. Os festivais/mostras realizados exclusivamente no Rio de Janeiro tendem a ter natureza internacional: em 2018, 21 dos 38 eventos se encaixam nessas características, contra 16 voltados apenas para obras de realizadores brasileiros. Ao todo, foram 52 eventos diferentes em 20 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 22% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Rio de Janeiro:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

FESTIVAL CURTA CINEMA - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro

28ª

Rio de Janeiro

Geral

2

Festival do Rio

20ª

Rio de Janeiro

Geral

3

Baixada Animada - Mostra Ibero-Americana de Cinema de Animação

12ª

Duque de Caxias; Rio de Janeiro

Animação

4

Visões Periféricas

12ª

Rio de Janeiro

Geral

5

Curta Solar

11ª

Niterói

Geral

6

UFFilme - Mostra de Filmes da UFF

11ª

Niterói

Universitário

7

Encontro de Cinema Negro Zózimo Bulbul

10ª

Filmes Dirigidos por Rio de Janeiro Realizadores Negros


95

8

Semana de Cinema

10ª

Rio de Janeiro

Geral

9

ENGECINE - Festival de Curtas–Metragens da Escola de Engenharia UFF

10ª

Niterói

Universitário

10

MAP - Mostra Audiovisual de Petrópolis

Petrópolis

Diretores com até 29 anos

11

Rio Festival de Gênero e Sexualidade no Cinema

Rio de Janeiro

LGBTQ

12

Mostra Audiovisual Estudantil Joaquim Venâncio

Rio de Janeiro

Estudantil

13

Brazil Cinefest - Festival Internacional de Cinema

Rio de Janeiro

Geral

14

International Uranium Film Festival

Rio de Janeiro

Temática Nuclear

15

FRICINE - Festival Internacional de Cinema Socioambiental

Nova Friburgo

Ambiental

16

VER CINE - Festival de Cinema da Baixada Fluminense

Duque de Caxias

Geral

17

Festival Internacional de Cinema Cristão - FICC

Rio de Janeiro

Geral

18

ANIMA-SÃO - Festival Internacional de Animação de São Gonçalo

São Gonçalo

Animação

19

Festival Brasil de Cinema Internacional

Rio de Janeiro

Geral

20

Festival O Cubo de Cinema

Rio de Janeiro

Geral

21

Rio Mapping Festival

Rio de Janeiro

Video Mapping

22

DOBRA - Festival Int'l de Cinema Experimental

Rio de Janeiro

Vídeo Experimental

23

Arquivo em Cartaz - Festival Internacional de Cinema de Arquivo

Rio de Janeiro

Filmes de Arquivo

24

Cine Tamoio - Festival de Cinema de São Gonçalo

São Gonçalo

Geral

25

Festival de Curtas da Facha

Rio de Janeiro

Universitário

26

Brazil International Film Festival - BRIFF

Teresópolis

Geral

27

Rio Webfest

Rio de Janeiro

Produções Seriadas

28

CinEsporte - Festival de Filmes de Esporte

Rio de Janeiro

Esportes

29

Rio Fantastik Festival - Festival Internacional de Filme Fantástico

Rio de Janeiro

Cinema Fantástico


96

30

Mostra de Realizadores de Audiovisual de Paraty

Paraty

Regional

31

FESTIVAL ECRÃ - Experimental Carioca de Realizações Audiovisuais

Rio de Janeiro

Vídeo Experimental

32

MILITUM - Festival de Cinema de História Militar

Rio de Janeiro História Militar

33

Mostra Cine Diversidade

Rio de Janeiro

LGBTQ

34

Mostra Audiovisual: “Posso falar? A hora e a vez dos meninos e meninas em situação de rua”

Rio de Janeiro

Desigualdade Social

35

ROTA – Festival de Roteiro Audiovisual

Rio de Janeiro

Roteiro

36

Hell de Janeiro - Festival Internacional de Cinema de Horror e Terror do Rio de Janeiro

Rio de Janeiro

Cinema Fantástico

37

Mostra de Produções Independentes

Rio de Janeiro

Geral

38

Mostra CineStyle de Cinema e Audiovisual Independente

Rio de Janeiro

Geral


97

São Paulo

Festivais/Mostras municipais

Guararema

1

Local

Quantidade

Jacareí

1

São Paulo

30

Jundiaí

1

Santos

3

Itu

1

São Carlos

3

Lorena

1

Campinas

2

Mogi Mirim

1

Guarulhos

2

Pindamonhangaba

1

Osasco

2

Piracaia

1

São José dos Campos

2

Santa Gertrudes

1

Atibaia

1

Santo André

1

Bauru

1

Sorocaba

1

Bom Jesus dos Perdões

1

Suzano

1

Campos do Jordão

1

Ribeirão Preto

1

Fernandópolis

1

Rio Claro

1

Franco da Rocha

1

Total

64


98

Festivais/Mostras realizados em mais de um município Nome

Local Diadema

MIIA - Mostra Itinerante Infantojuvenil de Audiovisual Taboão da Serra Araraquara Mostra Quadro a Quadro São Carlos Campinas Mostra CineTrabalho Marília Diadema Mostra Audiovisual Negro - APAN

Guarulhos Santo André São Paulo Americana Águas de São Pedro Campinas Campos do Jordão Cordeirópolis Hortolândia Ilhabela Indaiatuba Iracemápolis

Mostra Livre de Cinema

Itapetininga Itú Leme Nova Odessa Piracicaba Salto Santa Barbara D'Oeste São Pedro Sorocaba Rio Claro

Total

5


99

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

São Paulo

Mostra Circuito Tela Verde

São Paulo

Mostra SESC de Cinema

São Paulo

ANIMA MUNDI- Festival Internacional de Animação do Brasil

São Paulo

É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários

São Paulo

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

São Paulo

Festival MIMO de Cinema

São Paulo

Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil

São Paulo

Cinefoot

São Paulo

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Cubatão São Paulo Araraquara Atibaia Batatais Bauru Bragança Paulista Campinas Franca Garça Guararema

DIA - Dia Internacional da Animação

Guaratinguetá Guarulhos Ilha Comprida Ilha Solteira Itu Jacareí Leme Lençóis Paulista Limeira


100

Ourinhos Paraibuna Pindamonhangaba Piracicaba Poá Queluz Ribeirão Pires Ribeirão Preto Rio Claro Santo André São Bento do Sapucaí São Carlos São José do Rio Preto São Paulo Socorro Sorocaba Tupã

Total

11

SÃO PAULO Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

645 69

Municípios que tiveram festivais/mostras

79 68

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

11%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

São Paulo, a exemplo dos anos anteriores, manteve-se como o estado com a maior oferta de festivais/mostras audiovisuais que abriram inscrição ao longo de 2018. Sua capital concentrou 30 eventos. Os três eventos mais antigos do estado acontecem na capital paulista: a Mostra Internacional de Cinema (42 edições), Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo (29 edições) e o Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade (26 edições). Municípios como Santos e São Carlos sediaram 3 eventos cada: a primeira, o Curta Santos - Festival de Cinema de Santos; a Mostra das Minas, e o Santos Film Fest - Festival de Filmes de Santos, em seu primeiro ano abrindo submissão para obras audiovisuais; a segunda, o FeVis - Festival de Vídeos da Imagem e Som, a Mostra Internacional de Videodança de São Carlos e a SeIS - Semana da Imagem e do Som - Mostra Audiovisual.


101

Campinas, Osasco, São José dos Campos e Guarulhos tiveram dois eventos nos respectivos municípios, enquanto o restante apenas 1 evento de forma exclusiva. Cinco eventos aconteceram como intermunicipais, isto é, em mais de uma municipalidade simultânea: a MIIA - Mostra Itinerante Infantojuvenil de Audiovisual, em Diadema e em Taboão da Serra; a Mostra Quadro a Quadro, em Araraquara e em São Carlos; a Mostra CineTrabalho, em Campinas e em Marília; a Mostra Audiovisual Negro - APAN, em São Paulo, Diadema, Guarulhos e Santo André; A Mostra Livre de Cinema tem como perfil realização em 20 cidades diferentes. Dos interestaduais, o Dia Internacional da Animação aconteceu em 35 municípios diferentes, sendo em 26 como o único evento de exibição audiovisual que tenha aberto inscrições ao longo do ano; A Mostra de Vídeos Intervenções e Performances teve realização no município de Cubatão, litoral do estado, enquanto que o ANIMA MUNDI- Festival Internacional de Animação do Brasil; É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários; FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil; Festival MIMO de Cinema; Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil e o Cinefoot aconteceram na capital paulista. Os eventos generalistas se fizeram presentes em 26 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: para obras com temática LGBTQ, universitário, linguagem eletrônica, poesia, trabalho, videodança, direitos humanos, documentário, videoclipe, produções interativas, cinema fantástico, anarquismo, para realizadores paulistas, metragem, para obras dirigidas por realizadoras mulheres, filosofia, mobile, para obras dirigidxs por realizadores negros, mobilidade urbana, ambiental, conteúdos matemáticos e infantojuvenil. Destacam-se os eventos voltados para os universitários (7): a FEIA - Festival do Instituto de Artes da Unicamp (Campinas); FeVis - Festival de Vídeos da Imagem e Som (São Carlos); Festival 2 Minutos de Áudio e Vídeo (São Paulo); SeIS - Semana da Imagem e do Som - Mostra Audiovisual (São Carlos); Loco de Ouro (Bauru); Festival Audiovisual FIAM-FIAM (São Paulo); e o Alazão Selvagem - Festival de Cinema Universitário Paulista (Piracaia). Doze dos eventos ofertados no circuito ao longo do ano em São Paulo foram em caráter de primeira edição: Festival de Curtas-Metragens de Jundiaí; Alazão Selvagem - Festival de Cinema Universitário Paulista; Mostra Internacional de Vídeo de Santo André – Mercocidades; Green60 Mobile Film Festival; MIIA - Mostra Itinerante Infantojuvenil de Audiovisual; Mostra Quadro a Quadro; Festival de Curtas-Metragens Vanguarda do Bom Jesus; Mostra Cidade Tiradentes; FIM CINE - Festival Internacional de Mulheres no Cinema; Phenomena Festival -


102

São Paulo Premiere Fantastic Film Festival; São Paulo Webfest; São Paulo Film Festival SPFF. São Paulo teve 55 eventos voltados exclusivamente para inscrição de curtas-metragens; 7 que permitiram a submissão de curtas e longas-metragens ao mesmo tempo e 5 eventos que aceitaram inscrição de curtas, longas e médias-metragens (Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade; IN EDIT BRASIL - Festival Internacional do Documentário Musical; MoDiveSe - Mostra da Diversidade Sexual de Campinas; FESTICINI – Festival Internacional de Cinema Independente; e o Cine Mis). Por fim, 2 eventos atuaram especificamente na inscrição de longas-metragens: a tradicional Mostra Internacional de Cinema e o estreante FIM CINE Festival Internacional de Mulheres no Cinema. Quarenta dos eventos que abriram inscrições voltaram-se especificamente para obras de realizadores brasileiros, ficando os quase 30 restantes para eventos que também aceitam obras internacionais. Ao todo, foram 80 eventos diferentes em 68 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 11% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente em São Paulo: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Mostra Internacional de Cinema

42ª

São Paulo

Geral

2

Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo

29ª

São Paulo

Geral

3

Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade

26ª

São Paulo

LGBTQ

4

FEIA - Festival do Instituto de Artes da Unicamp

19ª

Campinas

Universitário

5

FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica

19ª

São Paulo

Linguagem Eletrônica

6

Prêmio ABC

18ª

São Paulo

Geral

7

FeVis - Festival de Vídeos da Imagem e Som

18ª

São Carlos

Universitário

8

FENAPO - Festival Nacional de Arte e Poesia

17ª

Osasco

Poesia

9

Curta Santos - Festival de Cinema de Santos

16ª

Santos

Geral


103

10

Cinefest Gato Preto

14ª

Lorena

Geral

11

Festival 2 Minutos de Áudio e Vídeo

12ª

São Paulo

Universitário

12ª

Campinas; Marília

Trabalho

12ª

São Carlos

Videodança

11ª

Jacareí

Geral

11ª

São Paulo

10ª

São Paulo

12 13 14

Mostra CineTrabalho - Brazilian International Labour Film Festival Mostra Internacional de Videodança de São Carlos Prêmio Cineclube Jacareí - Corvo de Gesso

ENTRETODOS - Festival de Curtas-metragens de Direitos Humanos IN EDIT BRASIL - Festival Internacional do 16 Documentário Musical 15

Direitos Humanos Documentário Musical

17

Fest Clip

Santa Gertrudes

18

Festival comKids interativo

São Paulo

São Paulo

São Carlos

Universitário

São Paulo

Ambiental

22 Festival do Filme Anarquista e Punk de São Paulo

São Paulo

Anarquismo

23

Festival de Cinema de Mogi Mirim

Mogi Mirim

Geral

24

PopCorn Festival de Curtas

Sorocaba

Regional

25

Festival de Cinema de Itu

Itu

Geral

26

Festival Brasileiro de Nanometragem

Atibaia

Metragem

Campinas

LGBTQ

São Paulo

Super 8

19 20 21

27 28

Cinefantasy - Festival Internacional de Cinema Fantástico SeIS - Semana da Imagem e do Som - Mostra Audiovisual Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental

MoDive-Se - Mostra da Diversidade Sexual de Campinas Super Off – Oficinas, Filmes e Festival Internacional de Cinema Super 8

Videoclipe Produções Interativas Cinema Fantástico

29

Mostra Livre de Cinema

20 CIDADES

Geral

30

Festival de Finos Filmes

São Paulo

Geral

31

Loco de Ouro

Bauru

Universitário


104

32

Festival Boca do Inferno

São Paulo

Cinema Fantástico

33

Mostra de Cinema Brasileiro Desobediente

São Paulo

Geral

34

Mostra Guarulhense de Cinema

Guarulhos

Regional

35

Festival Curta Campos do Jordão

Campos do Jordão

Geral

36

Mostra Chamada Pública Cine Matilha

São Paulo

Geral

37 Festival Internacional de Cinema Fantástico POE

São José dos Campos

Cinema Fantástico

38

Festival Audiovisual FIAM-FIAM

São Paulo

Universitário

39

Semana Paulistana do Curta-Metragem

São Paulo

Geral Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres

40

Mostra de Cinema da Mulher

Franco da Rocha

41

Mostra das Minas

Santos

42

FESTICINI – Festival Internacional de Cinema Independente

Guararema

Geral

43

Santos Film Fest - Festival de Filmes de Santos

Santos

Geral

44

Mostra Formiga Independente

São José dos Campos

Geral

45

Festival de Curtas Cine SOFiA - Semana de Orientação Filosófica e Acadêmica

Guarulhos

Filosofia

46

Mobile Festival da Escola de Atores Wolf Maya

São Paulo

Mobile

São Paulo, Santo André, Guarulhos e Diadema

Filmes Dirigidos por Realizadores Negros

Ribeirão Preto

Videodança

São Paulo

Mobilidade Urbana

Osasco

Ambiental

47

48 49 50

Mostra do Audiovisual Negro APAN Mostra Internacional de Dança - Imagens em Movimento a Céu Aberto (IMARP) MOBIFILM – Festival Brasileiro de Filmes sobre Mobilidade e Segurança de Trânsito MICA - Mostra Itinerante de Cinema Ambiental


105

Festival de Vídeos Digitais e Educação Matemática Curta Suzano - Mostra do Curta-metragem do Alto 52 Tietê 51

Rio Claro

Conteúdos Matemáticos

Suzano

Geral

53

Festival de Cinema de Horror Gato Preto

São Paulo

Cinema Fantástico

54

Cine Urutu - Festival de Cinema

Pindamonhangaba

Geral

55

Festival de Curtas Metragens Se Liga Aí

Fernandópolis

Geral

56

Acafilms Low Film Festival

São Paulo

Geral

57

Festival de Curtas-Metragens de Jundiaí

Jundiaí

Geral

Piracaia

Universitário

Santo André

Regional

58 59

Alazão Selvagem - Festival de Cinema Universitário Paulista Mostra Internacional de Vídeo de Santo André – Mercocidades

60

Green60 Mobile Film Festival

São Paulo

Mobile

61

MIIA - Mostra Itinerante Infantojuvenil de Audiovisual

Taboão da Serra; Diadema

Infantojuvenil

62

Mostra Quadro a Quadro

São Carlos; Araraquara

Animação

63

Festival de Curtas-Metragens Vanguarda do Bom Jesus

Bom Jesus dos Perdões

Regional

64

Mostra Cidade Tiradentes

São Paulo

Geral

São Paulo

Geral

São Paulo

FIM CINE - Festival Internacional de Mulheres no Cinema Phenomena Festival - São Paulo Premiere 66 Fantastic Film Festival 65

Cinema Fantástico Produções Seriadas

67

São Paulo Webfest

São Paulo

68

São Paulo Film Festival - SPFF

São Paulo

Geral

69

Cine MIS

Anual

São Paulo

Geral


106

Sobre a Região Sudeste A Região Sudeste teve o maior número de eventos no país, quase 150 ao todo. Os eventos mais longevos são a Mostra Internacional de Cinema (42, SP), o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo (29, SP), FESTIVAL CURTA CINEMA - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro (28, RJ), Festival Mix Brasil de Cultura da Diversidade (26, SP), Festival de Cinema de Vitória (25, ES), Forumdoc.bh – Festival do Filme Documentário e Etnográfico de Belo Horizonte (22, MG), e a Mostra de Cinema de Tiradentes (21, MG). São Paulo foi o estado com mais festivais realizados, 69, quase o dobro que o Rio de Janeiro (37) e muito acima de Minas Gerais (27) e Espírito Santo (10), este último o com menor quantidade na região. Todas as capitais possuem representação em alguma instância, e apenas Rio de Janeiro e São Paulo contaram com eventos intermunicipais, sendo o último com maior quantidade nessa configuração de formato, com 5 eventos. Em todo o Sudeste, foram mais de 80 eventos voltados exclusivamente para obras brasileiras, e pouco mais de 60 que abriram espaço para obras estrangeiras. O Rio de Janeiro teve a maior oferta de eventos internacionais em toda a região. Com exceção de Espírito Santo, todas as outras três unidades federativas sediaram o Dia Internacional da Animação em mais de 20 municípios diferentes. Alguns interestaduais foram realizados apenas em São Paulo e em Rio de Janeiro, como o ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil, o É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários e o Cinefoot. Mais de 100 eventos trabalharam especificamente com inscrições de curtas-metragens na região, enquanto pouco mais de 20 aceitaram inscrições de curtas e longas-metragens de forma exclusiva; voltados para as três durações (curta, média e longa-metragem) contou-se 18 eventos; 2 festivais/mostras voltaram-se apenas para submissões de longas-metragens. Os eventos generalistas se fizeram presentes em mais de 50 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: ambientais, anarquismo, animação, cinema fantástico, cinema marginal, conteúdos matemáticos, desigualdade social, para obras de diretores com até 29 anos e diretores estreantes em curta-metragem, documentário, educação, esportes, estudantil, filmes de arquivo, para obras dirigidas por realizadoras mulheres, para realizadores negros, filosofia, hip hop, história militar, imagens captadas por drones, infantojuvenil, para obras com temática LGBTQ, linguagem eletrônica, metragem, mobile, mobilidade urbana, patrimônio cultural/imaterial, poesia, produções interativas, produções seriadas, para realizadores locais,


107

roteiro, para filmes em super 8, temática nuclear, trem, trabalho, universitário, video experimental, video mapping, videoarte, videoclipe, videodança. Ao todo, foram 164 eventos diferentes em 134 municípios distintos, que junto aos interestaduais, totaliza 9% da Região Sudeste com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


108

Paraná

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Curitiba

11

Foz do Iguaçu

2

Maringá

2

Cascavel

1

Pinhais

1

Londrina

1

Total

18

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Curitiba

Mostra Circuito Tela Verde

Curitiba

Mostra SESC de Cinema

Curitiba

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

Maringá Araucária Guaíra Londrina

Dia Internacional da Animação - DIA

Maringá Matinhos Morretes Santa Cecília do Pavão

Total

5


109

PARANÁ Total de municípios

399

Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Municípios que tiveram festivais/mostras

18 23 11

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

4%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Paraná fechou o ano com 18 eventos realizados exclusivamente em seu território. A capital Curitiba concentrou 11 desses festivais/mostras, como o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba. A capital abrigou também três eventos de cunho universitário: a Mostra o Teu que eu Mostro o Meu, o Metrô - Festival do Cinema Universitário Brasileiro, e a INCINERARTE Mostra Universitária. Essa segmentação ainda possui o componente de mais dois eventos no Paraná ao adicionar o Festival de Vídeo de Maringá e MAFUÁ! - Mostra do Filme Universitário e Amador, ambos realizados no município de Maringá. Para filmes em Super 8, o tradicional Curta 8 - Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba. Foz do Iguaçu também teve dois eventos realizados: o 3 Margens Festival LatinoAmericano de Cinema e a Mostra de Filmes da Montanha, para obras que abordem alguma atividade de aventura/outdoor. Os dois em suas segundas edições. Em Londrina acontece o Festival Kinoarte de Cinema, o mais antigo do estado. Cascavel sedia o Festival de Cinema de Cascavel, que atingiu a marca de 10 edições realizadas em 2018, e o município de Pinhais abriga o Festival de Cinema Curta Pinhais - FESTCINE, na sexta edição. Nos interestaduais, as cidades de Araucária, Guaíra, Matinhos, Morretes e Santa Cecília do Pavão receberam o DIA - Dia Internacional da Animação, de forma exclusiva. Maringá também abrigou uma sessão da Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP. Sete dos eventos são generalistas, aplicando o restante a alguma tematização, além dos 5 universitários e o Festival de Filmes da Montanha tem-se: mobile (Curta Mobile), videoarte (Festival de Videoarte Mirada), para obras dirigidos por realizadoras mulheres (Mostra As Gurias) e convergência com jornalismo/comunicação (Em Transe - Mostra de Cinema e Jornalismo). O INCINERARTE - Mostra Universitária, Mostra As Gurias e o Em Transe são os três estreantes do estado.


110

Doze dos eventos aceitaram inscrições apenas de obras de realizadores brasileiros, sendo o restante (6) para submissões de obras internacionais. Catorze dos eventos no Paraná voltaramse especificamente ao formato curta-metragem, com 3 aceitando inscrições de longas- e o Cine Tornado sendo o único com possibilidade de aceitação para os médias. Ao todo, foram 23 eventos diferentes em 11 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 4% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição. Festivais sediados exclusivamente no Paraná: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival Kinoarte de Cinema

20ª

Londrina

Geral

2

Curta 8 - Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba

14ª

Curitiba

Super 8

3

Mostra o Teu que eu Mostro o Meu

11ª

Curitiba

Universitário

4

Festival de Cinema de Cascavel

10ª

Cascavel

Geral

5

Festival de Vídeo de Maringá

10ª

Maringá

Universitário

6

Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba

Curitiba

Geral

7

Festival de Cinema Curta Pinhais - FESTCINE

Pinhais

Geral

8

Cine Tornado Festival

Curitiba

Geral

9

Petit Pavé - Festival de Cinema Independente de Curitiba

Curitiba

Geral

10

MAFUÁ! - Mostra do Filme Universitário e Amador

Maringá

Universitário

11

Curta Mobile

Curitiba

Mobile

12

Metrô - Festival do Cinema Universitário Brasileiro

Curitiba

Universitário

13

3 Margens Festival Latino-Americano de Cinema

Foz do Iguaçu

Geral

14

Festival de Videoarte Mirada

Curitiba

Videoarte

15

Mostra de Filmes da Montanha

Foz do Iguaçu

Aventura/Outdoor

16

INCINERARTE - Mostra Universitária

Curitiba

Universitário


111

17

Mostra As Gurias

Curitiba

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres

18

Em Transe - Mostra de Cinema e Jornalismo

Curitiba

Convergência com jornalismo/Comunicação


112

Santa Catarina

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Florianópolis

6

Joinville

1

Jaraguá do Sul

1

Itajaí

1

Rio Negrinho

1

Balneário Camboriú

1

Total

11

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Florianópolis

Mostra Circuito Tela Verde

Florianópolis

Mostra SESC de Cinema

Florianópolis Blumenau Caçador

Dia Internacional da Animação - DIA

Chapecó Florianópolis Formosa do Sul Garuva Itajaí Joinville Lages Navegantes Quilombo Salto Veloso

Total

4


113

SANTA CATARINA Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais

295 11

Municípios que tiveram festivais/mostras

15 15

Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

5%

Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais

Santa Catarina teve 11 eventos audiovisuais que abriam inscrições de obras em 2018. Seis destes eventos estão concentrados na capital Florianópolis, como o Florianópolis Audiovisual Mercosul - FAM, o mais tradicional do Estado, e a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis, voltada para produções infantojuvenis, com 17 edições realizadas. Em Balneário Camboriú acontece o Festival Internacional de Cinema de Balneário Camboriú - Cinerama BC; em Rio Negrinho, o Festival Multicultural Psicodália; o Festival de Cinema Universitário Tainha Dourada, voltado para produções universitárias, acontece em Itajái; o JISFF - Joinville International Short Film Festival no município de Joinville; já em Jaraguá do Sul, o Festival Independente Nacional de Cinema, TV e Online de Jaraguá do Sul. Nos interestaduais, os municípios de Blumenau, Caçador, Chapecó, Formosa do Sul, Garuva, Lages, Navegantes, Quilombo e Salto Veloso sediaram sessões do Dia Internacional da Animação, em caráter exclusivo nessas cidades. Cinco dos eventos ofertados são generalistas, sendo o restante aplicável a alguma tematização, como obras que abordem o surfe (Festival de Curtas-Metragens LSA), videoperformance (XØKE - Mo(n)stra Independente de Arte de Guerra), turismo (FIACULT – Festival Internacional de Audiovisual do Comércio, Cultura e Turismo), e obras com temática LGBTQ (TRANSFORMA - Festival de Cinema de Diversidade de Santa Catarina). O TRANSFORMA e o Festival de Jaraguá do Sul foram os eventos em primeira edição no ano de 2018. Em Santa Catarina, 7 dos eventos aceitaram inscrições de obras estrangeiras, sendo 4 com inscrições direcionadas para obras de caráter nacional. Também foram 7 festivais/mostras que centralizaram suas inscrições no curta-metragem, com 3 eventos abrindo possibilidades de para os curtas e longas. Apenas o Festival de Jaraguá do Sul permite a inscrição de médiasmetragens. Ao todo, foram 15 eventos diferentes em 15 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 5% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


114

Festivais sediados exclusivamente em Santa Catarina: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Florianópolis Audiovisual Mercosul - FAM

22ª

Florianópolis

Geral

2

Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

17ª

Florianópolis

Infantojuvenil

Balneário Camboriú

Geral

3

Festival Internacional de Cinema de Balneário Camboriú -

Cinerama BC

4

Festival de Cinema Universitário Tainha Dourada

Itajaí

Universitário

5

Festival Multicultural Psicodália

Rio Negrinho

Geral

6

FIACULT – Festival Internacional de Audiovisual do Comércio, Cultura e Turismo

Florianópolis

Turismo

7

XØKE - Mo(n)stra Independente de Arte de Guerra

Florianópolis Videoperformance

8

JISFF - Joinville International Short Film Festival

Joinville

Geral

9

Festival de Curtas-Metragens LSA

Florianópolis

Surfe

10

TRANSFORMA - Festival de Cinema de Diversidade de Santa Catarina

Florianópolis

LGBTQ

11

Festival Independente Nacional de Cinema, TV e Online de Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul

Geral


115

Rio Grande do Sul

Festivais/Mostras municipais Local

Quantidade

Porto Alegre

8

Santa Maria

3

Bagé

2

São Leopoldo

2

Alvorada

1

Bento Gonçalves

1

Gramado

1

Guaíba

1

Lajeado

1

Pelotas

1

Rio Grande

1

Santo Ângelo

1

Santa Cruz do Sul

1

Três Passos

1

Total

25


116

Municípios com realizações de eventos interestaduais Nome

Local realizado na UF

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

Porto Alegre

Mostra Circuito Tela Verde

Porto Alegre

Mostra SESC de Cinema

Porto Alegre Bagé Cambará do Sul Canela Canoas Caxias do Sul Farroupilha Guaíba Igrejinha Novo Hamburgo

Dia Internacional da Animação - DIA

Pelotas Porto Alegre Rio Grande Santa Maria Santana do Livramento Santiago Santo Ângelo São Leopoldo Torres Venâncio Aires

Total

4


117 RIO GRANDE DO SUL Total de municípios Total de festivais/mostras municipais e intermunicipais Total de festivais/mostras municipais, intermunicipais e interestaduais Municípios que tiveram festivais/mostras Percentual dos municípios que sediaram festivais/mostras

497 25 29 28 6%

Rio Grande do Sul teve 25 eventos audiovisuais com inscrições abertas em 2018, o estado com maiores realizações fora da Região Sudeste. Oito destes eventos estão concentrados na capital Porto Alegre, como o SET Universitário, o FANTASPOA - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre, o Cine Esquema Novo - Arte Audiovisual Brasileira e o FRAPA – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre. O município de Santa Maria sediou três eventos: o Santa Maria Vídeo e Cinema - SMVC, voltando a acontecer depois de um hiato; o Festival Internacional de Cinema Estudantil – CINEST, dedicado a obras de realizadores que estão no ensino fundamental, médio e técnico; e o Assimetria – Festival Universitário de Cinema e Audiovisual, para realizadores universitários. Bagé teve dois eventos, o Festival Internacional de Cinema da Fronteira e a Mostra Competitiva UNIPAMPA de Curtas Universitários. Em Gramado acontece um dos eventos audiovisuais mais tradicionais do país, o Festival de Cinema de Gramado; Em Bento Gonçalves, o Festival de Cinema de Bento Gonçalves; em Santo Ângelo, o Festival de Cinema de Santo Ângelo; em Santa Cruz do Sul, o Festival Santa Cruz de Cinema; em Três Passos, o Festival de Cinema de Três Passos. Com relação aos interestaduais, os municípios de Cambará do Sul, Canela, Canoas, Caxias do Sul, Farroupilha, Igrejinha, Novo Hamburgo, Santana do Livramento, Santiago, Torres e Venâncio Aires receberam o DIA - Dia Internacional da Animação, de forma exclusiva. Os eventos generalistas se fizeram presentes em 9 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: cinema fantástico (FANTASPOA - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre); roteiro (FRAPA – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre); infantojuvenil (Primeira Janela – Festival de Cinema Infantojuvenil de Porto Alegre); para obras dirigidas por realizadoras mulheres (Mostra Ela na Tela); que abordem temáticas indígenas (Mostra de Cinema Tela Indígena); para obras dirigidas por realizadores negros (Mostra de Cinema Negro de Pelotas). Destacaram-se a quantidade de eventos com temáticas universitárias, quatro (SET Universitário, Mostra Competitiva UNIPAMPA de Curtas Universitários, Assimetria – Festival


118

Universitário de Cinema e Audiovisual, Fresta - Mostra Audiovisual do Curso de AVisuais); e estudantil, seis (Festival de Cinema Estudantil de Guaíba, Festival Regional de Cinema e Literatura, FECEA - Festival de Cinema Escolar de Alvorada, Festival Internacional de Cinema Estudantil – CINEST, São Leo em Cine, Cine Minuto Mudo - Mostra Estudantil de CurtaMetragem de Um Minuto de São Leopoldo). Cinco eventos estão em sua primeira edição, a Mostra Competitiva UNIPAMPA de Curtas Universitários; Cine Minuto Mudo - Mostra Estudantil de Curta-metragem de Um Minuto de São Leopoldo; Festival Curtas em Vinte; Festival Santa Cruz de Cinema; e o Assimetria – Festival Universitário de Cinema e Audiovisual. Dezesseis festivais/mostras voltaram-se para obras de realizadores nacionais, e 9 para inscrições de obras audiovisuais estrangeiras. Ao mesmo tempo, 22 dos festivais/mostras do Rio Grande do Sul destinaram-se exclusivamente ao curta-metragem, sendo os 3 restantes (Festival de Cinema de Gramado; FANTASPOA - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre; Festival Internacional de Cinema da Fronteira) para submissões de curtas e longas-metragens. Ao todo, foram 29 eventos diferentes em 28 municípios distintos com alguma espécie de festival/mostra sediado, totalizando 6% do território com algum evento audiovisual que abriu inscrição.

Festivais sediados exclusivamente no Rio Grande do Sul:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Festival de Cinema de Gramado

46ª

Gramado

Geral

2

SET Universitário

31ª

Porto Alegre

Universitário

3

Festival de Cinema Estudantil de Guaíba

17ª

Guaíba

Estudantil

4

FANTASPOA - Festival Internacional de Cinema Fantástico de Porto Alegre

14ª

Porto Alegre

Cinema Fantástico

5

Santa Maria Vídeo e Cinema - SMVC

12ª

Santa Maria

Geral

6

Cine Esquema Novo - Arte Audiovisual Brasileira

10ª

Porto Alegre

Geral

7

Festival Internacional de Cinema da Fronteira

10ª

Bagé

Geral


119

8

Festival de Cinema de Santo Ângelo

Santo Ângelo

Geral

9

FRAPA – Festival de Roteiro Audiovisual de Porto Alegre

Porto Alegre

Roteiro

10

Festival Regional de Cinema e Literatura

Lajeado

Estudantil

11

Primeira Janela – Festival de Cinema Infantojuvenil de Porto Alegre

Porto Alegre

Infantojuvenil

12

Mostra Ela na Tela

Porto Alegre

Filmes Dirigidos por Realizadoras Mulheres

13

FECEA - Festival de Cinema Escolar de Alvorada

Alvorada

Estudantil

14

Festival Internacional de Cinema Estudantil – CINEST

Santa Maria

Estudantil

15

Festival de Cinema de Três Passos

Três Passos

Geral

16

São Leo em Cine

São Leopoldo

Estudantil

17

Mostra de Cinema Tela Indígena

Porto Alegre

Temática Indígena

18

Festival de Cinema de Bento Gonçalves

Bento Gonçalves

Geral

19

Fresta - Mostra Audiovisual do Curso de AVisuais

Rio Grande

Universitário

20

Mostra de Cinema Negro de Pelotas

Pelotas

Filmes Dirigidos por Realizadores Negros

21

Mostra Competitiva UNIPAMPA de Curtas Universitários

Bagé

Universitário

22

Cine Minuto Mudo - Mostra Estudantil de Curta-metragem de Um Minuto de São Leopoldo

São Leopoldo

Estudantil

23

Festival Curtas em Vinte

Porto Alegre

Geral

24

Festival Santa Cruz de Cinema

Santa Cruz do Sul

Geral

25

Assimetria – Festival Universitário de Cinema e Audiovisual

Santa Maria

Universitário


120

Sobre a Região Sul A Região Sul foi a terceira com mais eventos realizados no país, atrás da Sudeste e Nordeste. Foram mais de 50 eventos, sendo os mais longevos o Festival de Cinema de Gramado (46, RS), SET Universitário (31, RS), Florianópolis Audiovisual Mercosul - FAM (22, SC) e o Festival Kinoarte de Cinema (20, PR). Rio Grande do Sul foi a unidade federativa com mais eventos sediados, 25 ao todo, com o Paraná com um pouco menos (17) e Santa Catarina sendo o estado com menor quantidade de eventos sediados (11) na região. Nenhum dos três possuem eventos intermunicipais. Somente Paraná, com a Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP em Maringá, teve um evento interestadual além dos quatro que acontecem em todas as UFs do país: Mostra de Cinema e Direitos Humanos, Mostra Circuito Tela Verde e Mostra SESC de Cinema e o DIA - Dia Internacional da Animação. Foi Santa Catarina o estado com maior oferta de eventos internacionais em toda a região. Mais de 30 eventos voltaram-se exclusivamente para obras brasileiras, e pouco mais de 20 abriram espaço para obras estrangeiras. Mais de 40 festivais/mostras destinaram-se ao curtametragem, nove para a inscrição de curtas e longas e apenas 2 que aceitaram submissões das três durações. Os eventos generalistas se fizeram presentes em mais de 20 festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: obras de realizadores universitários, obras dirigidas por realizadores negros, obras de realizadores que estão no ensino fundamental, médio e técnico (estudantil), infantojuvenil, mobile, videoarte, aventura/outdoor, filmes trabalhados em super 8, videoperformance, turismo, surfe, obras com temática LGBTQ. Ao todo, foram 67 eventos diferentes em 54 municípios distintos, que junto aos interestaduais, totaliza 5% da Região Sul com algum evento audiovisual que abriu inscrição.


121

Festivais/Mostras Interestaduais Tem-se registro de 14 eventos interestaduais ao longo de 2018 com abertura de inscrições para obras audiovisuais. Os festivais/mostras interestaduais, que acontecem em mais de uma unidade federativa de forma simultânea, foram abordados de forma breve nos respectivos estados, mas cabe uma descrição em específico desse tipo de evento. Os interestaduais com mais edições são o ANIMA MUNDI- Festival Internacional de Animação do Brasil, com 26 edições, e o É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários, com 23 edições. Outros eventos tradicionais são a MFL - Mostra do Filme Livre, FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil, DIA - Dia Internacional da Animação, Festival MIMO de Cinema e o Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil. São os interestaduais os responsáveis por oferecer alguma atração audiovisual em estados que possuem pouco ou nenhum evento do tipo - caso de Roraima, por exemplo. 4 eventos aconteceram em todas as UFs: o DIA - Dia Internacional da Animação, a Mostra de Cinema e Direitos Humanos, a Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - Circuito Tela Verde e a Mostra SESC de Cinema. Os três últimos, especificamente nas capitais. A Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP, destinada a obras de videoperformance, aconteceu em 10 estados brasileiros: Alagoas (Matriz de Camaragibe), Amapá (Macapá), Ceará (Fortaleza e Crato), Goiás (Alto Paraíso de Goiás), Minas Gerais (Ipatinga), Pernambuco (Recife e Triunfo), Paraná (Maringá), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), São Paulo (São Paulo e Cubatão), Piauí (Teresina). A combinação mais comum dos interestaduais é a de eventos que acontecem em São Paulo e Rio de Janeiro, a constar: ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil; É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários; Cinefoot. Há outras combinações, como Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília (MFL - Mostra do Filme Livre); Rio de Janeiro e Brasília (ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura); São Paulo, Rio de Janeiro e São Luís (Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil), São Paulo, Rio de Janeiro, Niterói, Aracaju e Natal (FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil) e São Paulo, Rio de Janeiro, Paraty/RJ e Olinda/PE (Festival MIMO de Cinema). Em todo caso, a presença das capitais fluminense e paulista são notáveis.


122

Os eventos generalistas nos interestaduais se fizeram presentes em três festivais/mostras, com o restante possuindo temáticas diversas: animação, documentário, infantojuvenil, música, direitos humanos, futebol, ambiental, videoperformance e arquitetura. Sete dos eventos aceitaram inscrições de obras estrangeiras e outros por submissão de audiovisuais brasileiros. Eventos que trabalharam exclusivamente com curta-metragem estão em 4, mesma quantidade dos festivais/mostras que permitiram inscrição simultânea de curtas e longas-metragens. Os que ofereceram a opção de inscrição nos três formatos - curtas, médias e longas terminaram em 5 eventos.

Festivais exclusivamente interestaduais:

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil

26ª

Rio de Janeiro; São Paulo

Animação

2

É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários

23ª

Rio de Janeiro; São Paulo

Documentário

3

MFL - Mostra do Filme Livre

17ª

Rio de Janeiro; Belo Horizonte; Brasília

Geral

4

FICI - Festival Internacional de Cinema Infantil

16ª

São Paulo; Rio de Janeiro; Niterói; Aracaju e Natal

Infantojuvenil

5

DIA - Dia Internacional da Animação

15ª

Diversas cidades dos 26 estados + DF

Animação

6

Festival MIMO de Cinema

15ª

Paraty/RJ, Rio de Janeiro, São Paulo e Olinda/PE

Música

7

Anim!Arte – Festival Internacional de Animação Estudantil do Brasil

14ª

São Paulo; Rio de Janeiro; São Luís

Animação

8

Mostra de Cinema e Direitos Humanos

12ª

Todas as Capitais do Brasil

Direitos Humanos

9

Cinefoot

Rio de Janeiro; São Paulo

Futebol

10

Mostra Nacional de Produção Audiovisual Independente - Circuito Tela Verde

Todas as Capitais do Brasil

Ambiental

11

Mostra Nacional de Vídeos sobre Intervenções e Performances – Mostra IP

10 cidades de 10 estados

Videoperformance

12

ARCHine - Festival Internacional de Cinema de Arquitetura

Rio de Janeiro; Brasília

Arquitetura

13

Mostra do Filme Marginal

Rio de Janeiro; Niterói; Salvador

Geral

14

Mostra SESC de Cinema

Todas as Capitais do Brasil

Geral


123

Festivais/Mostras Online Os festivais/mostras de caráter virtual possuem seu processo de realização e desenvolvimento exclusivamente online, desde a inscrição até a exibição (disponibilizando publicamente os vídeos para acesso por um tempo determinado), contaram com 7 eventos nessas características, 3 a mais que o ano anterior. Os festivais/mostras online são um processo ainda tímido no circuito brasileiro, mas com um leve crescimento. Festivais/Mostras tradicionais no circuito, como o Festival do Minuto, fazem parte dos eventos online desde o final dos anos 90. O Festival Curta na UERJ está na 7ª edição e é promovido pelo Centro de Tecnologia Educacional (CTE)/Sub-reitoria de Extensão e Cultura (SR-3) da Universidade do estado do Rio de Janeiro. Mais novos, o Festival Scapcine de Cinema Brasileiro, Fest & Arte de Curtas-Metragens Online e a Mostra "1 Minuto Contra a Violência" estão na segunda edição. O estreante foi o Festival Olhar Conecto. Esse ano, o Dança em Foco - Festival Internacional de Vídeo & Dança, destinado para obras em videodança, tornou-se online. A questão da metragem é um ponto de análise nos eventos online. O Festival do Minuto e a Mostra "1 Minuto Contra a Violência" trabalham com obras curtas e rápidas; o Festival Curta na UERJ aceita obras de até 10 minutos; já o Festival Olhar Conecto direciona-se para obras realizadas exclusivamente por smartphones. Dessa forma, esses eventos dialogam com o preceito do dinamismo cultural que envolve a contemporaneidade. Com exceção do Festival do Minuto e do Dança em Foco, os festivais online brasileiros têm o perfil de aceitarem obras exclusivamente realizadas por brasileiros. Com relação ao formato, a aceitação se dá especificamente no curta-metragem.


124

Festivais exclusivamente online: N°

Nome do Festival/Mostra

Edição

Local

Temática

1

Dança em Foco - Festival Internacional de Vídeo & Dança

16ª

Online

Videodança

2

Festival Curta na UERJ

Online

Geral

3

Festival Videodance

Online

Videodança

4

Festival Scapcine de Cinema Brasileiro

Online

Geral

5

Fest & Arte de Curtas-Metragens Online

Online

Geral

6

Mostra "1 Minuto Contra a Violência"

Online

Metragem

7

Festival do Minuto

Anual

Online

Metragem

8

Festival Olhar Conecto

Online

Mobile


125


126

PARTE 3: VIR TUALI ZAÇÃO DAS INSCRIÇ ÕES


127

AS INSCRIÇÕES NO CIRCUITO AUDIOVISUAL BRASILEIRO EM 2018 Assim como nos anos anteriores, este estudo apresenta o resultado da coleta de dados dos festivais/mostras audiovisuais brasileiros que abriram inscrição e foram realizados no ano de 2018. Nesse capítulo, falar-se-á das inscrições efetuadas nos mais de 350 eventos. Para facilitar a compreensão, os termos "forma" e "tipo" terão apropriações especificas dentro deste capítulo. "Forma" diz respeito a submissão que o evento utiliza (inscrições virtuais, físicas e os que oferecem as duas opções simultaneamente). E "tipo" a procedência da inscrição e sua estruturação (formulários, e-mail, plataformas virtuais, entre outros). A forma de inscrição virtual ganhou ainda mais espaço dentre os festivais/mostras de 2018, sendo mais de 310 eventos que disponibilizaram comunicação direta com os realizadores pelo viés online, quase 90% de todo o circuito, totalizando um aumento de 13%. Essa utilização reflete a queda dos eventos que oferecem a opção de inscrição virtual e física ao mesmo tempo, com 9% de oferta (em 2016, essa amostragem atingiu 20% de todo o circuito); é, entretanto, a forma de inscrição exclusivamente física com 1% que, se não deixou de ser uma opção de inscrição, limita-se a atuações simbólicas e pontuais. Dos 8 eventos com inscrição exclusivamente física, percebe-se uma proximidade dos realizadores com o festival/mostra, em um movimento de intimidade que justifica a opção pela submissão presencial: o Festival de Cinema Equipe, para alunos da escola homônima situada no Pará; o Festival de Cinema Estudantil Você na Tela, voltado para alunos da rede municipal de ensino de Palmas, no Tocantins; o Festival Regional de Cinema e Literatura, para alunos do ensino fundamental e médio de Lajeado, no Rio Grande do Sul; o Festival de Curta-Metragem do IFB, para alunos do Instituto Federal de Brasília; o Cine CPM – Festival de Cinema e Vídeo, voltado para produções de integrantes do Colégio da Polícia Militar de Pernambuco; o FUSCA - Festival Universitário de Criação Audiovisual, para universitários da Universidade Federal do Pará; o Mobile Festival da Escola de Atores Wolf Maya, para produções em smartphones para alunos da Escola de Atores Wolf Maya; São 7 eventos específicos, voltados para moradores específicos de uma específica região com características próprias, onde o contato frequente dos realizadores com o local acaba facilitando a inscrição física. A exceção fica para o Festival Internacional de Cinema Cristão – FICC, que em seu regulamento estabelecia o envio de 7 DVDs de cada obra inscrita, após preenchimento de um formulário.


128

Formas de Inscrição - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

315

36 8 Inscrição Virtual

Opção de Inscrição Virtual e Física

Inscrição Física

O cenário de hegemonia da virtualidade se mantém ao verificar a forma de inscrição nos festivais/mostras estreantes, com quase 100% da oferta de submissão, exceção ao já citado Festival de Cinema Equipe, no Pará, com inscrição totalmente física.

Festivais/Mostras Audiovisuais em Primeira Edição - 2018 (Total: 70)

67

Inscrição Virtual

2

1

Inscrição Física

Opção de Inscrição Virtual e Física


129

Além das inscrições realizadas de forma física, este estudo encontrou as seguintes possibilidades de inscrição utilizadas pelos eventos no ano de 2018:

- Inscrições realizadas via Formulários Google; - Inscrições realizadas via Formulários Próprios; - Inscrições realizadas via E-mail; - Inscrições realizadas via Multiformatos; - Inscrições realizadas via Plataformas Virtuais; - Inscrições realizadas via outros tipos.

Os formulários Google e Próprios - isto é, todos os outros formulários que não o Google - estabelecem que e como as informações serão disponibilizadas pelo realizador que inscreverá a sua obra no evento. Os administradores dos festivais/mostras podem ter uma visualização muito mais ampla dos dados de acordo com a possibilidade de delimitá-los por subcategorias de informações, estabelecidas pelos próprios em formatos de perguntas. Os formulários padronizam o tipo de resposta que se espera obter pelas pessoas que os preencherão. Outra opção é o envio das informações de submissão por e-mail. A diferença do e-mail para o formulário se dá na forma em que esses dados são dispostos, em um formato completamente livre ao realizador que envia a mensagem. Por mais que o evento estabeleça obrigatoriedades quanto ao que será enviado, como informações específicas, o alinhamento do conteúdo será de total liberdade e de responsabilidade do responsável pela obra que a submete ao festival/mostra. Ao mesmo tempo, a administração desses dados é mais complexa que os formulários por não haver um controle automático dessas respostas. As plataformas virtuais são domínios que centralizam as inscrições de diversas mostras e festivais, atuando como mediadoras na comunicação entre os eventos e os realizadores. Ao que o realizador se cadastra na plataforma, é necessário criar uma espécie de currículo para a obra, mencionando aspectos técnicos da mesma (ficha técnica, biografias, notícias e releases, link para visualização, imagens de divulgação, entre outras informações). Esse currículo será criado apenas uma vez, permanecendo cadastrado na plataforma, e após esse processo, o realizador procurará no sistema do site festivais que possa se inscrever. Algumas são completamente gratuitas ao realizador, caso do Filmfreeway, e outras solicitam o pagamento de uma taxa para que a inscrição seja efetuada. Essa segunda opção acaba sendo o mais comum: Festhome, Shortfilmdepot, Click for festivals, entre outras.


130

Os multiformatos ofertam mais de um tipo de inscrição online. O objetivo por parte dos eventos é serem mais abrangentes ao oferecem mais tipos de inscrição ao realizador audiovisual. O multiformato mais comum é um formulário junto a uma plataforma virtual. Enquanto ganha no aumento de possibilidades de inscrição, a administração desses dados aumenta também em suas tipificações, tornando-se mais diversa e complexa por justamente, haver mais fluxos de inscrição. O formulário Google foi o tipo mais utilizado pelos festivais/mostras, com 151 atribuições exclusivas por eventos diferentes, mais de 40% da oferta de todo o circuito em 2018. O formulário próprio sofreu uma queda em comparação ao ano anterior, com 50 utilizações a menos, representando assim 25% da oferta. Inscrições realizadas via e-mail também apresentaram uma pequena queda de 10 eventos, ficando com 12% de utilização. As plataformas virtuais cresceram na oferta com relação a 2017, indo de 28 para 35 eventos, chegando a 10% do circuito. Os multiformatos também cresceram, embora um pouco menos do que as plataformas, ficando com 8% de oferta. Festivais/mostras que utilizaram outros formatos completam a relação. A preferência pelo formulário Google foi um grande norteador da comunicação entre os festivais/mostras e realizadores, pela praticidade de administrar os dados e pela facilidade em encontrar informações sobre o que o Google Forms entrega àquele que o utiliza. Por outro lado, a utilização das plataformas virtuais passa por um processo de expansão notório nos últimos três anos, com um crescimento potencial consecutivo, atingindo em 2018 sua melhor marca de utilização. Somando a utilização dos multiformatos, que se apropriam das facilidades que as plataformas oferecem, atinge-se quase 20% de todo o circuito, ultrapassando a demanda ofertada via e-mail, por exemplo, e proporcionalmente próxima à oferta dos formulários próprios, que perderam espaço para o homônimo Google.


131 Tipos de Inscrição Online - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 359)

152

89

43

35

30 2

Formulário Google

Formulário Próprio

E-mail

Plataforma Virtual

Multiformatos

Outros Formatos

Analisando a estruturação oferecida aos festivais/mostras que abriram inscrições por meio dos multiformatos, a plataforma virtual está sempre presente, revezando-se com as duas opções de formulários e e-mail. As plataformas virtuais mais utilizadas pelos eventos ao longo do circuito são o Festhome e o Filmfreeway, com larga diferença de uso para o Moviebeta, Click for festivals, Shortfilmdepot, Withoutabox e FilmfestivalLife. Algumas notícias de mercado ao longo do ano contribuíram para esse resultado de desempenho das plataformas, como a fusão da UptoFest com o Festhome22 e o fechamento do Withoutbox em setembro de 2018 pelo IMDB, que gerencia (va) a plataforma. O Withoutabox, disponível desde 2000, foi um dos marcos no início do século para facilitar a comunicação entre realizadores e festivais/mostras, mesmo com uma taxa de 18% por inscrição aos eventos para fazerem parte do site da WAB. Tamanho o sucesso da empresa que a IMDB, subsidiária da Amazon, a comprou em 2008. Em 2001, a empresa conseguiu uma patente de exclusividade de prestação de serviços (a US patent US6829612), garantindo-lhe proteção intelectual de um “modelo de serviços digitais de administração de festivais de cinema baseados na internet”

23

e somado ao poderio da

22

Até o fechamento deste estudo (19/02/2019), a url da Plaforma Virtual do UptoFest continua existindo, que direciona para um aviso informando a fusão com a Festhome. UPTOFEST.COM - Uptofest, Espanha: 2018. Home page da plataforma Uptofest, informando a fusão com a plataforma festhome em fevereiro de 2018. Disponível em: <https://www.uptofest.com/>. Acesso em: 31 jan. 2019. 23

FALT, O’ Chris. FilmFreeway Defeated Amazon’s Withoutabox Monopoly, and Film Festival Submissions Will Never Be the Same. Estados Unidos, Indiewire, 2018. Artigo explicando o monopólio e


132

Amazon, fortaleceu o poder de mercado à empresa. A derrocada iniciou-se em 2014, com a criação da canadense Filmfreeway, com o objetivo de assumir a fatia de mercado da empresa rival. O fechamento do Withoutabox no circuito brasileiro, a princípio, não acarretará em mudanças drásticas na composição dos festivais/mostras, tendo em vista que a sua utilização era bem pequena, com 2 eventos em 2016 e 1 em 2017. Em 2018, também duas utilizações, pelo Brazil International Film Festival - BRIFF (RJ) e o Mac Horror Film Festival (AM). Entretanto, há de se atentar para o mercado das plataformas virtuais e sua crescente expansão, especialmente da Filmfreeway e do Festhome.

Plataformas Virtuais Utilizadas pelos Festivais/Mostras em 2018 (Total: 80)

31

30

8

6 2

2

1

atuações do segmento de inscrições virtuais pelas plataformas. Disponível em: <https://www.indiewire.com/2018/10/film-festival-submission-filmfreeway-withoutabox-amazon1202014229/?fbclid=IwAR2Ov3FyXvtCP2Y3p7lF0sSDlLe1aMP3a0l7a7S8qoMjTJD-ByykEToKEuI>.Aecsso em: 20 dez. 2018. (Tradução nossa).


133

Multiformatos de Inscrição - Festivais/Mostras Audiovisuais - 2018 (Total: 30)

11 9

6 3

1 Plataforma Virtual Plataforma Virtual Plataforma Virtual Formulário Plataforma Virtual + Formulário + Formulário + E-mail Google + E-mail + Formulário Google Próprio Google + E-mail

Dessa forma, em 2018, com pouco mais de 350 festivais/mostras brasileiros que ofereceram inscrições de obras audiovisuais, coletou-se o referencial de inscrições quantitativas para montar um database de análise de desempenho das formas e dos tipos de inscrições oferecidos durante o circuito. Para tal, entrou-se em contato com os eventos, solicitando a quantidade de filmes inscritos, com obtenção de resposta de 90% até o momento. No caso de algum festival e/ou mostra entrar em contato posterior ao lançamento deste estudo com as informações para adicionar ao database, este será atualizado e informado na sessão de caixa de atualizações ao final deste arquivo. Em 2018 foram de mais 120 mil inscrições realizadas ao longo do ano, aumento de quase 12% do desempenho comparado ao ano anterior. A forma de inscrição virtual recebeu mais de 100 mil submissões, 89% de todas as efetuadas no calendário nacional. Inscrições pelas formas física e virtual simultaneamente receberam pouco mais de 16 mil, 10% do total, enquanto as inscrições exclusivamente físicas pouco mais de 500 submissões, 1% do total, atestando a queda da forma de recebimento presencial.


134 Quantidade de Inscrições por Forma - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 (Total: 124.993)

108234 Inscrição Virtual

16239

Inscrição Virtual e Física

Inscrição Física

520

De acordo com os resultados obtidos, os formulários próprios receberam a maior quantidade de inscrições, mais de 36 mil (30% do total). Os formulários Google ficaram com mais de 32 mil inscrições (26% do total), as plataformas virtuais com quase 28 mil submissões (21% do total), enquanto que os multiformatos com pouco mais de 21 mil inscrições (17% do total). Realizações via e-mail atingiram 6 mil envios (4% do total) e inscrições por outros formatos pouco mais de 200 submissões (1%).

Quantidade de Inscrições por Tipo - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018 (Total: 124.473)

36328

Formulário Próprio

32409

Formulário Google

27529

Plataforma Virtual

21501

Multiformatos

6448

E-mail

Outros Formatos

258


135

Os formulários próprios tiveram 6 festivais/mostras que receberam mais de 1000 submissões: o Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba (2800); o É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários (1742); o ANIMA MUNDI - Festival Internacional de Animação do Brasil (1740); a Mostra Internacional de Cinema (1500); a MFL - Mostra do Filme Livre (1140); e a Mostra SESC de Cinema (1061), eventos que atingiram uma margem de representatividade junto ao cenário brasileiro ao passar dos anos. Desses, os 4 primeiros são de caráter internacional e todos com exceção da Mostra Sesc de Cinema aceitaram inscrições de longas-metragens. Esse também foi o tipo de inscrição com mais eventos que receberam entre 500 a 999 submissões, 21 festivais/mostras ao todo. Aqui, estão eventos também tradicionais do circuito brasileiro, como o Goiânia Mostra Curtas (999), Mostra de Cinema de Tiradentes (932), Festival de Brasília do Cinema Brasileiro (742), Festival de Cinema de Gramado (665), entre outros.

Desempenho Formulário Próprio - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

62

21

6 Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições


136

O formulário Google por sua vez apresenta um perfil de festivais/mostras diferente do próprio. Apenas dois ultrapassaram mais de 1000 inscrições (o Fronteira – Festival Internacional do Filme Documentário e Experimental, com 3118, e o Cine Ceará - Festival Ibero-Americano de Cinema, com 1222), e um pouco mais de 10 eventos com média de inscrição entre 500 a 999 (com destaque para o Festival Mimoso de Cinema, que em sua primeira edição recebeu mais de 800 inscritos). Entretanto, os festivais/mostras com média de inscrição de até 499 obras direcionam suas comunicações com o Google Forms, em sua essência mais novos, na tentativa de se estabelecerem junto ao circuito. A inserção do Google junto a temáticas regionais é bem alta, com 11 segmentações.

Desempenho Formulário Google - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

136

14 2 Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições


137

As plataformas virtuais destacam-se pela enorme quantidade de submissões que conseguem, diante da facilidade para o realizador enviar seu filme. Festivais como o JISFF Joinville International Short Film Festival, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, o FESTIVAL CURTA CINEMA - Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro, o Festival Internacional de Curtas de Belo Horizonte - FestCurtasBH e o Festival Internacional de Cinema da Fronteira conseguiram mais de 2000 mil inscrições no ano, com destaque para o de Joinville (4600, a maior quantidade de submissões coletada no estudo deste ano), e o Festival de São Paulo (com quase 3500 inscrições). Além de todos serem internacionais, são de temática generalizada. Mesmo um evento com segmentação mais definida, como o FECEA - Festival de Cinema Escolar de Alvorada, obteve uma amostragem de quase 1000 submissões junto ao Filmfreeway.

Desempenho Plataformas Virtuais - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

21

8 6

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições

Os multiformatos tiveram 6 eventos recebendo mais de 1000 inscrições, com destaque para o Lobo Fest - Festival Internacional de Filmes, e a Mostra Internacional de Cinema de São Luís, ambas com quase 4000 mil inscrições cada. Entre 500 a 999 submissões há poucas considerações, menção ao Festival de Cinema de Três Passos e o Cine Jardim – Festival LatinoAmericano de Cinema de Belo Jardim que estabeleceram-se entre 700 a 800 obras recebidas anualmente. Dimensionar a atuação dos multiformatos é diferente dos outros tipos, por englobar mais de uma possibilidade de inscrição. Os multiformatos apresentam características


138

globalizantes típicas das plataformas virtuais, e ao mesmo tempo conseguem direcionar-se para festivais/mostras de tematização mais restrita e de ordens mais locais/regionais. Desempenho Multiformatos - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

20

6 4

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições

O e-mail se volta quase totalmente para festivais/mostras com repertório de até 499 inscrições, possuindo apenas 1 evento nas outras duas possibilidades. Eventos com temáticas mais variadas, como videodança, conteúdos matemáticos, videoperformance e de caráter regionais optam por esse tipo de submissão.

Desempenho E-mail - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

41

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

1

1

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições


139

Dessa forma, temos:

Formulários próprios: receberam inscrições em maior quantidade nos eventos de 500 a 999 submissões; porém, grande utilização por festivais/mostras tradicionais e que recebem mais de 1000 inscrições;

Formulários Google: receberam inscrições em maior quantidade nos eventos de até 499 inscrições; porém, grande utilização por festivais/mostras em desenvolvimento de consolidação junto ao circuito;

Plataformas virtuais e multiformatos: receberam inscrições em maior quantidade nos eventos acima de 1000 inscrições; porém abrigam eventos estreantes, em desenvolvimento de consolidação e tradicionais;

E-mail: receberam inscrições em maior quantidade nos eventos de até 499 inscrições; centraliza atuação em eventos pontuais e de estrutura reduzida.

Desempenho Tipos de Inscrição - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

286

48

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

25 Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições


140

Cerca de 80% dos eventos brasileiros audiovisuais que abriram inscrição receberam em média até 499 inscrições; 13% entre 500 a 999 submissões e 7% ultrapassam a marca de 1000 inscrições por edição. Os formulários próprios abrigam os festivais/mostras mais tradicionais que acontecem em solo brasileiro, e mesmo em menor quantidade comparado ao formulário Google (150 contra 90), apresentam maior quantidade de inscrições. Já o Google Forms recebe inscrições majoritariamente de festivais recentes. As plataformas virtuais se veem mais utilizadas nos eventos internacionais, recebendo mais adeptos de submissões. Os multiformatos se tornam híbridos de todos os tipos, e o e-mail se volta para eventos mais específicos e de demanda mais controlada. As inscrições recebidas via formulário próprio estão divididas em 28% nos festivais/mostras que receberam até 499 submissões, 45% nos eventos que ficaram entre 500 a 999 obras inscritas e 27% nos que ultrapassam as 1000 submissões em 2018.

Total de Inscrições via Formulário Próprio - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

16273

10072

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

9983

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições


141

Por outro lado, as inscrições recebidas via Google Forms dividem-se em 58% nos festivais/mostras que receberam até 499 submissões, 28% nos eventos que ficaram entre 500 a 999 obras inscritas e 13% nos que ultrapassam as 1000 submissões em 2018.

Total de Inscrições via Formulário Google - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

18855

9214

4340

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições

Já as inscrições recebidas pelas plataformas virtuais ficaram em 11% nos festivais/mostras que receberam até 499 submissões, 16% nos eventos que ficaram entre 500 a 999 obras inscritas e 73% nos que ultrapassam as 1000 submissões em 2018. Total de Inscrições via Plataformas Virtuais - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

20339

4557

2633 Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições


142

Os multiformatos tiveram desempenho similar às plataformas virtuais: 18% nos festivais/mostras que receberam até 499 submissões, 13% nos eventos que ficaram entre 500 a 999 obras inscritas e 69% nos que ultrapassam as 1000 submissões em 2018.

Total de Inscrições via Multiformatos - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

14266

4621 2614

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 inscrições

Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições

Por fim, o e-mail ficou com 73% das inscrições nos festivais/mostras que receberam até 499 submissões, 8% nos eventos que ficaram entre 500 a 999 obras inscritas e 19% nos que ultrapassam as 1000 submissões em 2018.

Total de Inscrições via E-mail - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

4708

1240 500 Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições inscrições


143

Analisando o circuito pelas inscrições recebidas, 42% delas aconteceram em festivais/mostras que receberam mais de 1000 submissões em 2018; 26% nos eventos que fecharam o ano entre 500 a 999 inscrições, e 32% nos que receberam até 499 obras inscritas. Os números indicam uma preferência de atuação dos festivais/mostras de acordo com a abrangência do evento em seu processo de aceitação de obras. Os eventos locais e mais pontuais optam por uma comunicação mais ágil com o realizador, optando por e-mail; os que ainda são jovens, optam pelo Google Forms; os que possuem um desenvolvimento já no circuito são mais específicos na sua comunicação; os tradicionais sustentam-se em formulários próprios; e todos transitam entre as plataformas e os multiformatos. Há de se levar em conta que esse panorama é generativo e baseado em números, não sendo uma regra restrita e com possibilidade de alteração de ano para ano.

Tipos de Inscrição (total) - Festivais/Mostras Audiovisuais 2018

50168 40889 33158

Festivais/Mostras com 0-499 inscrições

Festivais/Mostras com 500-999 Festivais/Mostras com mais 1000 inscrições inscrições


144

CONSIDERAÇÕES FINAIS Traçando um balanço do circuito audiovisual brasileiro em 2018, pode-se analisá-lo como concentrado na Região Sudeste. Rio de Janeiro foi o caso mais emblemático, apresentando uma queda na quantidade de eventos em comparação ao ano anterior, mas não o suficiente para ameaçar a hegemonia da região, que vê em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais as três UFs com maiores representações a níveis estaduais. Houve um avanço da Região Nordeste na quantidade de eventos que abriram inscrições em 2018. Ao todo, em um ambiente de 5600 municípios e regiões administrativas, com mais de 350 eventos realizados ao longo de 2018, houve atuação audiovisual com procedência de abertura de inscrições em 323 municípios, configurando um percentual de ocupação de 7% em território nacional.

BRASIL Total de municípios e regiões administrativas

5600

Total de festivais/mostras Municípios e regiões administrativas com festivais/mostras

359 324

Percentual dos municípios e regiões administrativas que sediaram festivais/mostras

7%

Com mais de 130 eventos, a temática generalista ainda é a mais ofertada para inscrição do circuito. Somando todas as tematizações, entretanto, a quantidade de festivais/mostras segmentados ultrapassa a marca de 200 eventos. Festivais/mostras universitários também continuam como a maior oferta de eventos temáticos. O circuito teve proporção de 38% (generalistas), 11% (universitários), 5% (regionais), 4% (estudantis), 3,3% (cinema fantástico e LGBTQ, para cada), 3% (Filmes dirigidos por realizadoras mulheres) e 2,8% (animação), entre outros. As segmentações dos festivais/mostras brasileiros indicam uma posição que ultrapassa os limites da cinematografia e atinge polos diversificados da imagem em movimento, com desambiguações audiovisuais propriamente ditas. O “filme”, dentro do conceito do circuito, passa a não significar mais uma consequência do cinema, mas sim, da linguagem cinemática presente na contemporaneidade midiática. Ao abraçar essas causas, o circuito de festivais altera sua nomenclatura e abrangência, saindo do “circuito de festivais de cinema” ao “circuito de festivais (e mostras) audiovisuais”, onde o cinema ainda encontra seu espaço, mas presente a outras associações imagéticas (e por que não também sonoras).


145

Mais de metade (59%) do circuito voltou-se para inscrição de obras de realizadores brasileiros de forma exclusiva. Com relação a duração, há uma composição de 70% dos festivais/mostras direcionarem-se exclusivamente ao curta-metragem; que aceitaram inscrições de curtas e longas-metragens simultaneamente estão em 19%, e 10% para eventos com submissões de curtas, médias e longas-metragens ao mesmo tempo; voltados para longasmetragens estão em 1%. O média-metragem no circuito é um limbo. É visto com mais frequência em eventos que não oferecem distinção de obrigatoriedade de metragem, mas não há, pelo menos até o presente momento, um evento dedicado ao formato. O longa-metragem apresenta possibilidade de inscrição em pouco mais de 30% do circuito (105 eventos), somando as oportunidades oferecidas na tipificação específica à metragem bem como em conjunto aos curtas e médias. Tratando-se da análise das inscrições ao longo do ano de 2018, a forma estritamente virtual ganhou ainda mais espaço dentre os festivais/mostras de 2018, com mais de 300 eventos que ofertam o método exclusivamente online, quase 90% de todo o circuito, aumento de 13% em comparação ao ano anterior. O formulário Google foi o tipo mais utilizado pelos festivais/mostras, com 151 atribuições exclusivas por eventos diferentes, mais de 40% da oferta de todo o circuito em 2018. Por outro lado, o formulário próprio centraliza tradicionais no circuito brasileiro. A utilização das plataformas virtuais e dos multiformatos cresceram, sendo mais utilizadas em eventos internacionais, tornando-se uma opção junto aos eventos quanto a sua comunicação com o realizador. O e-mail se volta para eventos mais específicos e de demanda mais controlada. Em 2018 foram mais de 120 mil inscrições realizadas ao longo do ano, com a forma virtual recebendo mais de 100 mil submissões, 89% de todo o realizado no calendário nacional. 80% dos festivais/mostras receberam em média até 499 inscrições, enquanto os 13% restantes entre 500 a 999 obras inscritas e 7% que ultrapassam a marca de 1000 inscrições por edição. Os festivais com maior quantidade de inscrições são de cunho internacional e centrados em plataformas virtuais (poucos eventos e muitas inscrições); ao mesmo tempo, os formulários próprios foram o tipo que recebeu a maior quantidade, mesmo com a queda da sua oferta (poucos eventos e muitas inscrições). Já o formulário Google recebe inscrições em quantidade medianas, entre 0 a 499 por eventos, e obtém uma amostra total considerável devido a quantidade de eventos que utilizam o método (poucas inscrições, muitos eventos).

A

quantidade está associada a preferência de atuação dos festivais/mostras de acordo com a abrangência do evento em seu processo de aceitação de obras. Os eventos locais e mais pontuais


146

optam pelo e-mail (por uma comunicação mais ágil com o realizador), os que ainda são jovens, optam pelo Google Forms; os tradicionais sustentam-se em formulários próprios; e todos transitam entre as plataformas e os multiformatos. Diante da imensidão do circuito brasileiro, essas configurações atuam como pesos e contrapesos da logística dos realizadores de festivais/mostras audiovisuais, sendo levados em consideração mediante aspectos logísticos, técnicos e administrativos.


147

REFERÊNCIAS ADIAMENTO DO FICA.VC para 2019. Rio de Janeiro, Fica.VC. Anúncio do adiamento do festival para o ano de 2019. Disponível em: <https://docs.google.com/document/d/10mmu6BezU2XBpFkw-27HqiDcx_lev0_7HQ9bPIkK4I/edit>. Acesso em: 21 dez. 2018. ANÚNCIO DO ADIAMENTO DO CINESERRA PARA 2019 - Caxias do Sul, Festival Cine Serra. Anúncio do adiamento do Cineserra para 2019. Disponível em: <http://bit.ly/2B5mzNc>. Acesso em: 20 dez. 2018. ANÚNCIO DA REALIZAÇÃO DA MOSTRA CURTA AUDIOVISUAL PARA 2019. Campinas, página da Mostra Curta Audiovisual no Facebook. Anúncio do adiamento da Mostra Curta Audiovisual para 2019. Disponível em: <http://bit.ly/2FOhAnZ>. Acesso em: 20 dez. 2018. ANÚNCIO DO ADIAMENTO DO CINE CIPÓ PARA 2019 - Belo Horizonte, página do Cine Cipó no Facebook. Anúncio do adiamento do Cine Cipó para 2019. Disponível em: <http://bit.ly/2HyjFpI>. Acesso em: 20 dez. 2018. ANÚNCIO DO CANCELAMENTO DO CURTA CANOA EM 2018. Aracati, página do Curta Canoa no Facebook. Anúncio do cancelamento do Curta Canoa em 2018. Disponível em: <http://bit.ly/2CPdkAW>. Acesso em: 20 dez. 2018. CORRÊA, Paulo Vitor Luz. Os Festivais Audiovisuais em 2017: Geografia e Virtualização. Associação Cultural Kinoforum, Guia Kinoforum de Festivais Audiovisuais. Santos, 2017. Disponível em: < http://www.kinoforum.org.br/guia/panorama-do-audio-visualapresentacao>. Acesso em: 21 jan. 2019. ________________________. Festivais de Cinema e a Internet: uma breve análise por meio dos formatos de submissão de filmes. Associação Cultural Kinoforum, Guia Kinoforum de Festivais Audiovisuais. Santos, 2017. Disponível em: < http://www.kinoforum.org.br/guia/panorama-do-audio-visual-apresentacao>. Acesso em: 21 jan. 2019. DANÇA EM FOCO 2018. Rio de Janeiro: Dança em Foco. Anúncio das bases para submissão do Festival Dança em Foco. Disponível em: <https://www.facebook.com/dancaemfocofestival/posts/1864882943568162>. Acesso em: 18 dez. 2018. DIVULGAÇÃO DOS FILMES SELECIONADOS DO FESTCINE MARACANAÚ EM 2019. Maracanaú, FestCine Maracanaú. Divulgação dos filmes selecionados no festival em janeiro de 2019. Disponível em:<http://bit.ly/2ThuEW4>. Acesso em: 20 dez. 2018. FALT, O’ Chris. FilmFreeway Defeated Amazon’s Withoutabox Monopoly, and Film Festival Submissions Will Never Be the Same. Estados Unidos, Indiewire, 2018. Artigo explicando o monopólio e atuações do segmento de inscrições virtuais pelas plataformas. Disponível em: <https://www.indiewire.com/2018/10/film-festival-submission-filmfreewaywithoutabox-amazon-


148

1202014229/?fbclid=IwAR2Ov3FyXvtCP2Y3p7lF0sSDlLe1aMP3a0l7a7S8qoMjTJDByykEToKEuI>. Aecsso em: 20 dez. 2018. GARONCE, Luiza. Lobo Fest exibe 200 filmes de 53 países e oferece oficinas de graça em Brasília. Brasília, G1.com. Clipping da programação do Lobo Fest 2018. Disponível em: <https://g1.globo.com/df/distrito-federal/o-que-fazer-no-distritofederal/noticia/2018/11/27/lobo-fest-exibe-200-filmes-de-53-paises-e-oferece-oficinas-degraca-em-brasilia.ghtml>. Acesso em: 18 dez. 2018. GLOSSÁRIO DE TERMOS TÉCNICOS do Cinema e do Audiovisual. Brasília: Agência Nacional do Cinema, 2005, 36p. Disponível em: <https://www.ancine.gov.br/media/GLOSSARIO_ANCINE_2005_1.0.pdf>. Acesso em: 23 nov. 2018. LEITÃO, Gustavo. Sem recursos, Festival do Minuto anuncia interrupção. Rio de Janeiro: Jornal o Globo. Anúncio da paralização por parte do Marcelo Masagão, idealizador do Festival do Minuto, das atividades do festival. Disponível em: <https://oglobo.globo.com/cultura/semrecursos-festival-do-minuto-anuncia-interrupcao-22553399>. Acesso em: 18 dez. 2018 REGULAMENTO – Curta Taquary – Festival Nacional do Curta-Metragem. Taquaritinga do Norte: Curta Taquary, 2018. Regulamento do Festival Curta Taquary. Disponível em: < https://festivalcurtataquary.wordpress.com/inscricoes/regulamento/>. Acesso em: 23 nov. 2018. REGULAMENTO - Cineminha na Biblioteca. Salvador: Filmfreeway, 2018. Regulamento do Festival Cineminha na Biblioteca. Disponível em: <https://filmfreeway.com/CineminhanaBiblioteca>. Acesso em: 10 jan. 2019. REGULAMENTO - Mostra do Filme Livre. Rio de Janeiro, Mostra Do Filme Livre, 2018. Regulamento da Mostra do Filme Livre 2018. Disponível em: <http://mostradofilmelivre.com/18/inscricao/>. Acesso em: 10 jan. 2019 REGULAMENTO - CRASH – 10º Mostra Internacional de Cinema Fantástico. Goiânia: Filmfreeway. Regulamento do Festival Crash. Disponível em: <https://filmfreeway.com/CRASHINTERNATIONALFANTASTICFILMFESTIVAL>. Acesso em: 18 dez. 2018. SUSPENSÃO DO VII FESTCINE EM 2018 - Barra do Piraí, Fest Cine Estudantil. Anúncio da suspensão da edição 2018 do evento. Disponível em: <http://festcineestudantil.blogspot.com/2018/02/o-viii-festcine-esta-temporariamente.html>. Acesso em: 21 dez. 2018. UPTOFEST.COM - Uptofest, Espanha: 2018. Home page da plataforma Uptofest, informando a fusão com a plataforma festhome em fevereiro de 2018. Disponível em: <https://www.uptofest.com/>. Acesso em: 31 jan. 2019.


149

CAIXA DE ATUALIZAÇÕES Atualizações periódicas serão feitas neste arquivo a fim de deixa-lo acessível para consultas. Dessa forma, segue abaixo a relação de todas as atualizações realizadas.

Disponibilização do arquivo (versão 1): 19/02/2019

Atualização 1 (17/03/2019) - Alteração da “Mostra do Filme Marginal” do estado do RJ para interestadual. - Alteração do tipo de inscrição da “Mostra Lugar de Mulher é no Cinema” e da respectiva quantidade de inscrição dos tipos;

Atualização 2 (20/03/2019) - Alteração do “Festival Curta Bragança” do estado de SP para o estado do PA.

Atualização 3 (07/04/2019) - Alteração do tipo de inscrição da “Baixada Animada - Mostra Ibero-Americana de Cinema de Animação” e da respectiva quantidade de inscrição dos tipos; - Alteração da tipificação “Paisagem Montanhosa” para “Aventura/Outdoor”. - Atualização dos dados do “VER CINE - Festival de Cinema da Baixada Fluminense”: nome e plataformas virtuais utilizadas

Atualização 4 (02/06/2019) - Inserção dos dados “Curta 8 - Festival Internacional de Cinema Super 8 de Curitiba”.

Atualização 5 (11/08/2019) - Inserção dos dados “Festival Videodance”. - Inserção dos dados “Mostra de Realizadores de Audiovisual de Paraty”.


150

SOBRE O AUTOR

Paulo Corrêa é Bacharel em Cinema e Audiovisual, pelo Centro Universitário São Judas (2015). Trabalha na Universidade São Judas oferecendo suporte logístico e técnico aos alunos de comunicação e corpo docente. Pesquisa os festivais/mostras audiovisuais, com publicações sobre o tema disponíveis no site da Associação Cultural Kinoforum: Festivais de Cinema e a Internet: uma breve análise por meio dos formatos de submissão de filmes; e Os festivais audiovisuais em 2017: Geografia e Virtualização, que analisam o circuito audiovisual brasileiro em 2016 e 2017 com base nas inscrições de obras recebidas nos respectivos anos; nos cadernos FORCINE - Fórum Brasileiro de Ensino de Cinema e Audiovisual: Os festivais estudantis e universitários como porta de entrada à prática audiovisual, sobre as características desses tipos de eventos. Seu estudo mais recente, Os Festivais/Mostras Audiovisuais em 2018: Geografia e Virtualização, é uma continuidade dos textos dos últimos dois anos.


151

Profile for Paulo Vitor Luz Corrêa

Os Festivais/Mostras Audiovisuais em 2018: Geografia e Virtualização  

Advertisement