Issuu on Google+

relat贸rio anual

2013

62


63


relat贸rio anual

2013

1


Em 2014

vamos completar 2


anos

Ampliando acesso a medicamentos para milh천es de brasileiros. 3


4


Sumário 1._Mensagem do presidente ........................... 06 2._ePharma ............................................................. 10 Perfil.................................................................. 12 Os principais fatos da história da ePharma ..... 14 O novo perfil amplia a atuação ........................ 17 Panorama do negócio ...................................... 18

3._Estratégia de negócios................................. 20 Oportunidade de crescimento.......................... 22 Rumo a um sistema de saúde integrado.......... 23 Modelo de negócios......................................... 24

4._Governança corporativa .............................. 26 5._Linhas de negócios ....................................... 34

PBM................................................................... 37 Flex.................................................................... 38 Follow................................................................ 39 Solução mobile para a saúde........................... 39 Concierge ......................................................... 40 GRS................................................................... 41 Plenus................................................................ 42 In Health............................................................ 42

6._Relacionamentos............................................. 44

Clientes............................................................. 46 Rede credenciada............................................ 47 Gestão de pessoas........................................... 48

7._Tecnologia ......................................................... 50

5


A rede do resultado Na ePharma, o acesso a medicamentos é resultado da tecnologia e dos conhecimentos voltados à integração de todos os elos da cadeia de saúde, formando uma rede que promove bem-estar. Para que a população de todo o País possa viver melhor.

6


Mensagem do

presidente

7


Mensagem do

presidente

A valorização da boa gestão de saúde

O

estimula a parceria das operadoras de saúde com os PBM, item fundamental para atender com prontidão às novas demandas do mercado.

As novas medidas permitem que os planos de saúde ofereçam remédios de uso domiciliar por meio de coberturas adicionais e os obrigam a fornecer produtos orais para o tratamento oncológico. Esses benefícios facilitam o acesso da população aos medicamentos prescritos, contribuindo para a melhoria das condições de saúde no país. Acreditamos que esse cenário abre perspectivas de crescimento para o setor, uma vez que a RN 310 autoriza a cobrança adicional para cobertura de assistência farmacêutica e, por consequência,

A ePharma, como líder do segmento de Programas de Benefícios em Medicamentos (PBM), está vinculada a todas as pontas desse extenso conjunto de instituições dedicadas à saúde. Alianças estratégicas são necessárias para enfrentar os novos desafios do mercado de saúde no Brasil. Em 2013, a ePharma se preparou para o cenário que surge. Fortaleceu seu capital com a entrada de um sócio-investidor altamente capacitado, com participação expressiva no mercado americano de PBM e em empresas do setor de health care. A presença de um fundo investidor abre perspectivas de crescimento horizontal por aquisição. Como primeiro passo nessa estratégia de crescimento, incorporamos à ePharma uma empresa inovadora em gestão de programas de pacientes, a In Health. Com essa fusão, temos estruturado para 2014 um sistema completo de atendimento ao que está previsto na RN 338 e nos aproximamos das necessidades do setor

setor de saúde no Brasil fechou 2013 com um cenário animador para pacientes e operadoras do mercado de benefícios de medicamentos. Apesar das dificuldades impostas pelo baixo crescimento da economia do país, boas notícias vieram do segmento governamental. Duas resoluções normativas – a 310 e a 338, publicadas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) – entraram em vigor e prometem trazer benefícios para os usuários finais e uma perspectiva de maior previsibilidade para as empresas da área.

8


Mensagem do

presidente

de acesso das indústrias farmacêuticas, principalmente no crescente mercado de biológicos e medicamentos de alta complexidade. A expansão da empresa terá continuidade em 2014. A expertise da diretoria e dos membros do Conselho de Administração da ePharma será valiosa para o trabalho de análise de novas opções de negócios e também para o amadurecimento de nossas estruturas de governança. Entre as boas surpresas de 2013, está a evolução de alguns produtos recentemente lançados no mercado, como o Concierge, de aconselhamento em saúde preventiva e orientação médica. A área de atendimento corporativo, antes procurada principalmente por grandes companhias, renovou-se com a conquista de clientes de pequeno e médio porte, o que revela a valorização da cobertura de medicamentos por parte de trabalhadores e empresas. Em 2014, a ePharma completará 15 anos de atuação. Neste período, tornamo-nos uma empresa significativa para o funcionamento eficiente e produtivo das redes farmacêuticas, da indústria e do sistema de saúde como um todo. A experiência em um mercado repleto de desafios, como os altos índices tributários que dificultam o acesso universal aos medicamentos, demonstra a capacidade de a nossa empresa se ajustar a novos cenários e a se reestruturar para manter a eficácia e a prontidão do atendimento. Nossa vocação é contribuir, por meio do trabalho inovador dos Programas de Benefícios em Medicamentos, para a melhoria das condições de saúde das pessoas. Cremos, porém, que essa missão exige também vontade política e estratégias governamentais para solucionar problemas de longa data, como a desoneração tributária

Em 2014, a ePharma completará 15 anos de atuação. Neste período, tornamo-nos uma empresa significativa para o funcionamento eficiente e produtivo das redes farmacêuticas, da indústria e do sistema de saúde como um todo.

para o setor. Uma nova visão nesse campo pode contribuir para baixar o alto custo dos produtos e permitir o amplo acesso dos pacientes a medicamentos e tratamentos. O ano de 2013 exigiu ajustes certeiros e análise das oportunidades que se abrem no setor de saúde no país. Apostamos em um futuro de crescimento gerado pelas novas necessidades do mercado e nos preparamos para esse momento investindo em aquisições e parcerias. Agradecemos aos colaboradores, usuários de serviços, parceiros, acionistas e representantes governamentais, os quais contribuem para que a ePharma continue a cumprir seu papel de empresa inovadora e empenhada em melhorar o cenário da saúde no Brasil.

Luiz Carlos Silveira Monteiro, presidente

9


10


ePharma

11


ePharma

P

osicionada como uma empresa de gestão de saúde desde 1999, a ePharma desenvolve produtos e serviços no segmento de Programas de Benefícios em Medicamentos – PBM. Profissionais e grupos empresariais do setor fundaram a empresa com a finalidade de promover a integração entre assistência farmacêutica e atenção à saúde. A partir de uma plataforma on-line própria, atua como integradora entre a indústria farmacêutica, a rede credenciada de farmácias e os serviços de saúde.

Seus programas conectam em tempo real mais de 19 mil farmácias e drogarias em todo o País, dando acesso a medicamentos a mais de 28 milhões de beneficiários.

Com tecnologia de ponta, seus programas conectam, em tempo real, aproximadamente 19 mil farmácias e drogarias de todo o país a um sistema autorizador ancorado em um potente banco de dados, dando acesso a medicamentos a mais de 23 milhões de beneficiários. Em 2013, o número de transações realizadas on-line e em tempo real passou de 44 milhões. Pioneira e líder no segmento, detém mais da metade do mercado de assistência farmacêutica, com uma carteira de mais de 150 empresas clientes que constituem 1.610 programas. No total, seus serviços, incluindo a operacionalização do sistema público da Farmácia Popular, cobrem o correspondente a 28,5 milhões de vidas.

Em 2013, o volume financeiro transacionado atingiu R$ 1,2 bilhão, correspondente a 28,8 milhões de unidades vendidas. Com esse desempenho, a participação da ePharma equivale a 2,1% da movimentação de vendas de medicamentos no Brasil. Uma equipe de 153 colaboradores compõe a estrutura profissional da empresa, cuja sede está instalada em Barueri, SP. Em 2013, passou a ter a participação acionária de dois fundos de investimentos americanos.

12

Princípios Missão

Prover soluções inovadoras em assistência farmacêutica e de ações em saúde, gerando conhecimento e resultados.

Visão

Através de vocação inovadora e parcerias de confiança, contribuir para que mais pessoas melhorem sua condição de saúde.

Valores

1. Relação de confiança, com ética e transparência 2. Respeito à vida e à saúde 3. Inovação e excelência no desempenho 4. Orgulho de ser ePharma


ePharma O portfolio de serviços e produtos se organiza em sete linhas:

FOLLOW gestão de programas de facilitação e adesão aos tratamentos

CONCIERGE aconselhamento em saúde preventiva, assistências antiestresse, farmacêutica e nutricional e orientação médica

IN HEALTH gestão de medicamentos de alta complexidade e doenças raras

GRS plataforma de integração de dados de saúde para monitoramento de pacientes crônicos

PBM gestão de benefícios de medicamentos

FLEX

PLENUS plano de benefícios de medicamentos em pré-pagamento

specialty products por mail order

13


ePharma

Os principais fatos da história da ePharma 1999

2001

Conquista do primeiro contrato impulsiona a trajetória da empresa.

Fundação da ePharma.

Lançamento do PBM.

2000

14

Criação do programa Follow abre portas na indústria farmacêutica.

2002

2005

Implantação da solução GRS para análise de riscos e gestão da saúde.

Entrada no mercado corporativo de RH.

2004


ePharma

2007

Contratação da solução PBM pela Petrobrás acelera a adesão de outras corporações aos serviços ePharma.

Lançamento do programa Aqui Tem Farmácia Popular sustentado pelo sistema ePharma.

2006

2009

Classificação no ranking As 100 Melhores Empresas do País Para se Trabalhar, da revista Isto É.

2011

Lançamento da linha de negócios Flex, de entrega postal de medicamentos de alta complexidade

Expansão da rede credenciada chega a 10 mil farmácias.

2010

2013

Entrada de investidores internacionais. Aquisição da In Health, de gestão de plano de pacientes no segmento de medicamentos de alta complexidade.

Transações pelo canal ePharma ultrapassam R$ 1 bilhão. Credenciamento de farmácias chega a 17 mil.

2012

15


ePharma

16


ePharma

O novo perfil amplia a atuação As diversas frentes de expansão abertas pela ePharma em 2013 decorreram de sua capacidade de se antecipar para aproveitar as oportunidades que movimentam o mercado de saúde no país. Na perspectiva da empresa, as inovações terão um impacto crescente nas receitas nos próximos anos. A aquisição da gestora de saúde In Health soma expertise ao serviço de specialty products da ePharma e abre portas para um novo segmento de atuação, em sinergia com a linha Flex, de entrega postal. Com essa aquisição, a companhia passa a suprir as duas pontas do segmento de medicamentos de alta complexidade, tendo um programa de pacientes complementado por um canal de varejo. A promulgação da Resolução Normativa 338, que determina a obrigatoriedade de os planos de saúde individuais e coletivos fornecerem medicamentos oncológicos orais para tratamento domiciliar, encontra a companhia pronta para atuar com esse modelo, com estrutura técnica preparada e capacidade de escala. Com a criação do serviço de pré-pagamento de assistência farmacêutica para gestão de medicamentos, a empresa precedeu as consequências da Resolução Normativa 310, em vigor desde novembro de 2013. Essa resolução regulamenta a atuação facultativa das operadoras de saúde na oferta de remédios para patologias crônicas e tende a promover a aliança da ePharma com estas empresas, retomando a ideia original de sua criação, conforme o modelo americano de PBM. Ganha valor estratégico nesse cenário o banco de dados pregresso de dispensação de medicamentos oriundo das atividades de PBM, de grande aplicação nos processos atuariais que serão demandados. A partir de uma pesquisa de mercado, pela qual escutou representantes das principais operadoras de saúde do país, a ePharma desenvolveu um modelo padrão para o serviço de pré-pagamento.

A aquisição da gestora de saúde In Health soma expertise ao serviço de specialty products da ePharma e abre as portas para um novo segmento de atuação.

Além das oportunidades abertas pela mudança de legislação e aquisições, a empresa procurou redimensionar a concentração em grandes clientes com a pulverização da carteira. Realizou em 2013 um forte trabalho de captação de novos clientes entre pequenas e médias empresas, um movimento favorecido pela capacidade de escala de sua tecnologia que resultou em um aumento de 10% na carteira de clientes.

17


ePharma Distribuição Geográfica

norte

sudeste

centro-oeste

sul

641 farmácias 1.652 farmácias nordeste

1.900 farmácias 18

9.684 farmácias 5.227 farmácias


ePharma 1.168

1.020

Volume autorizado pelo sistema ePharma (em milhões de reais)

693

446

338

Quantidade de medicamentos autorizados (em mil) 26.259

Número de transações de vendas (em mil)

28.780 12.000

18.704 11.000

12.263

2009

2010

2011

2012

2009

2013

13.000

14.000

2010

2011

15.876

2012

17.393

2013

Números de beneficiários por segmento Corporativo 1.228.938

Massificado 4.783.769

Pharma 10.502.452

Saúde 6.646.995

2013 Total

23.162.154

Corporativo • benefício oferecido por empresas Massificado • serviços vinculados a seguradoras

Pharma • programas de adesão da indústria farmacêutica Saúde • serviços vinculados a operadoras de saúde

e empresas de assistência - Affinity 19


20


Estrat茅gia de

neg贸cios

21


Estratégia de

negócios

Construindo a rede dos resultados Oportunidade de crescimento Algumas das expectativas longamente alimentadas no setor de saúde começaram a ter respostas do Estado quando entraram em vigor as resoluções normativas 310 e 338, da ANS. Embora ainda insuficientes, as duas resoluções anunciam um mundo novo para o setor de benefícios em medicamentos. A primeira começa a regulamentar o funcionamento da assistência farmacêutica como um produto complementar às operadoras de saúde, de modo similar à assistência à saúde e à assistência odontológica. De caráter opcional, a medida pode representar uma solução racional para O acesso regular a aspiração de 50 milhões aos medicamentos, de usuários de planos entre outros benefícios, por um sistema prático e acessível de assistência traz a contribuição farmacêutica no formato PBM. Com a sinalização da de minimizar a nova lei, o setor caminha judicialização da saúde para se aproximar do modelo americano que e conter a sinistralidade inspirou a fundação da no setor, especialmente ePharma, em 1999, pelo qual os dois serviços funentre a nova classe cionam integrados.

média brasileira, ansiosa por serviços de qualidade a preços competitivos.

22

Por parte das operadoras, falta vencer o temor ainda subjacente de acarretar custos obrigatórios adicionais e passar a olhar a medida como um novo

condutor de crescimento. Ainda em 2013, houve uma intensa movimentação no setor para mensurar os riscos e as oportunidades trazidas pela legislação. O acesso regular aos medicamentos, entre outros benefícios, traz a contribuição de minimizar a judicialização da saúde e conter a sinistralidade no setor, especialmente entre a nova classe média brasileira, ansiosa por serviços de qualidade a preços competitivos. Também a Resolução Normativa 338 terá um papel disciplinador no mercado de medicamentos de produtos oncológicos, um dos mais inacessíveis e, por isso, sujeito à judicialização. De caráter obrigatório, a medida tende a estimular a aproximação entre as operadoras e as PBMs. Nesse segmento, a ePharma se posiciona como a primeira empresa a estar plenamente organizada nas duas pontas, com planos de pacientes e estrutura de distribuição prontos, além de ter acumulado experiência com a prestação desse serviço para o mercado corporativo. Conceito consolidado no mundo corporativo, a assistência farmacêutica se beneficiou da rápida conscientização sobre seus benefícios entre os profissionais de recursos humanos, os colaboradores e os sindicatos que os representam. O tema passou a fazer parte da pauta das convenções coletivas desde a movimentação do Sindicato dos Químicos, em 2009, resultando na adesão da Petrobras ao sistema PBM. Atualmente, grandes sindicatos, como dos Petroleiros, da Construção Civil, Têxtil e Correios, prevêem essa cláusula nas negociações.


Estratégia de

negócios

Rumo a um sistema de saúde integrado O potencial estratégico do sistema PBM, porém, ultrapassa o simples acesso a medicamentos. A plataforma tecnológica que o sustenta reúne potencial para ser o elemento de ligação entre todos os agentes do mercado, fazendo o papel de integrador das várias pontas. A aplicação das informações do sistema autorizador no ciclo completo da saúde – consulta médica, exames, internação hospitalar e compra e uso de medicamentos – prenuncia o cenário de integração do mercado como um todo. A gestão justa dos serviços, objetivo final do setor, torna-se mais próxima com a estratificação completa dos usuários e a formulação adequada das elegibilidades de cada um, segundo sua condição de saúde.

Com a expertise de quem detém ampla liderança no segmento, a ePharma tem o objetivo de ser o elemento integrador nesse cenário que se vislumbra para a indústria de saúde. A empresa tem um modelo de integração atuante, com ampla capacidade de processamento de informações de alto valor e em condições de ser aplicado em toda a extensão do setor. O conhecimento gerado por esse sistema contribuirá para que a detecção precoce e os cuidados preventivos em saúde deixem de ser avaliados como custo, como ocorre hoje, e alcancem o status de investimento. Trata-se, finalmente, de uma transformação de cultura no sistema de saúde do país. O mercado está à espera dessa solução.

338

ONCOLÓGICOS ORAIS PARA USO DOMICILIAR

Resolução Normativa 338 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Estabelece a obrigatoriedade de os planos de saúde individuais e coletivos fornecerem 37 medicamentos orais para o tratamento domiciliar de diferentes tipos de câncer.

Resolução Normativa 310 da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) Permite que as operadoras de saúde suplementar ofereçam planos de medicamentos de uso domiciliar para doenças crônicas.

23


Estratégia de

negócios Modelo de negócios Flexibilidade, segurança e agilidade são atributos do modelo de negócios desenhado para a ePharma, apoiado em quatro pilares (ver abaixo). A partir desses pilares, a empresa consegue formatar projetos de gestão de acesso a medicamentos e de prevenção e promoção da saúde ajustados às necessidades de organizações privadas e públicas. O sistema facilita às empresas clientes gerenciar os benefícios de medicamentos com segurança e eficiência, com ênfase nas ações em saúde preventiva. Entre os benefícios da racionalização dos recursos que proporciona, está a redução do índice de absenteísmo e de sinistralidade. A partir do novo cenário desenhado para 2014, o modelo de atuação passa a incorporar novos atores. Para a aplicação da RN 338, em função da necessidade de acompanhamento clínico para os medicamentos de alta complexidade, a ePharma estrutura uma rede de parcerias com laboratórios e clínicas de saúde. Já para a RN 310 o acoplamento de cobertura de medicamentos aos serviços médicos demandará o trabalho comercial de uma rede de corretores, como ocorre no mercado atual de planos e seguros de saúde.

02 01

abrangência e qualidade da rede de farmácias credenciadas.

relacionamento consistente com a indústria farmacêutica para constituição de lista de medicamentos.

03

domínio da tecnologia para atuar com soluções flexíveis e com alto desempenho e disponibilidade.

04

24

conhecimento suportado pela qualidade do capital humano.


Estratégia de

negócios

A flexibilidade e a capacidade de escala tornam o modelo da ePharma vantajoso não apenas aos funcionários das empresas clientes do PBM; elas permitem o acesso a medicamentos à população em geral por meio dos programas de adesão aos tratamentos, criados pela indústria farmacêutica e sustentados pelos serviços do Follow. A tecnologia ePharma também está presente na estrutura de acesso aos medicamentos do programa Farmácia Popular, do governo federal. O potencial de captura de informações e a flexibilidade de modelagem do banco de dados da linha GRS possibilitam uma minuciosa segmentação dos usuários segundo perfil e demanda clínica e facilitam a customização de relatórios das companhias. O perfil estatístico da saúde da população reunido pela ePharma nesse banco representa um patrimônio de conhecimento essencial para a elaboração de análises atuariais necessárias ao atual estágio do sistema de saúde do país.

25


26


Governanรงa

corporativa

27


Governança

corporativa

Somando esforços para multiplicar resultados Em 2013, a estrutura de governança corporativa da ePharma passou por uma ampla revisão em função da mudança de seu perfil acionário com a entrada de um sócio-investidor e a saída dos acionistas minoritários. Os fundos de investimentos Valiant Capital Management e Aberdare Ventures, dos Estados Unidos, terão participação no Conselho de Administração por meio de um representante. Além do aporte financeiro, a empresa se beneficia do acesso ao conhecimento e da alta capacitação, adicionados pelas duas instituições, tanto em termos técnicos quanto de governança. O aprimoramento da gestão,

que passa também a atender em parte à regulação americana, segue na direção da reestruturação do perfil organizacional, no aperfeiçoamento dos processos e no fortalecimento dos mecanismos de governança.

A mudança do status societário implicou uma série de novos compromissos para a ePharma, além dos que já eram rigorosamente seguidos, segundo a legislação brasileira. O aprimoramento da gestão, que passa também a atender em parte à regulação americana, segue na direção da reestruturação do perfil organizacional, no aperfeiçoamento dos processos e no fortalecimento dos mecanismos de governança. Um dos passos inclui a preparação de um sistema de gestão de riscos. As melhorias estão sendo conduzidas com o apoio de consultoria externa.

Em sua trajetória, a ePharma tem se pautado pelos princípios da ética, da legalidade e da transparência. Com o objetivo da perenidade do negócio, busca a permanente criação de valor para os acionistas. Respeita o princípio de igualdade de tratamento entre os sócios e assegura a transparência e o rigor nos demonstrativos econômico-financeiros. Os resultados da companhia passam por auditoria externa anual.

Expertise em PBM e novas tecnologias Com sede em São Francisco, no estado americano da Califórnia, os fundos de investimentos Valiant Capital Management e Aberdare Ventures concentram sua aplicação de recursos no setor de tecnologia e internet e mantêm uma atuação dedicada no segmento de saúde. As duas instituições têm como diretriz estratégica se associar a empresas inovadoras. No total, o consórcio formado pelos dois fundos adquiriu 45% de participação na ePharma, montante utilizado para apoiar o crescimento orgânico e melhorias tecnológicas e subsidiar o crescimento por aquisição.

28


Governanรงa

corporativa

29


Governança

corporativa

Composição acionária

30


Governança

Estrutura de governança corporativa

corporativa

Conselho de Administração - órgão de deliberação colegiada responsável pela formulação da política geral de negócios da companhia, incluindo a estratégia de longo prazo. É responsável também, entre outras atribuições estatutárias, pela designação dos diretores e pelo monitoramento e supervisão da gestão. Em 31 de dezembro de 2013, o conselho era formado por cinco membros representantes dos acionistas.

Formação do Conselho de Governança Deusmar Queiros, presidente Luiz Carlos Silveira Monteiro, conselheiro Roberto Faria, conselheiro Modesto Araujo, conselheiro Eduardo Marques, conselheiro

Deusmar Queiros – fundador e CEO do Grupo Pague Menos, criado há quase 30 anos. A companhia constitui a maior rede de farmácias do Brasil em termos de receita e número de lojas. É bacharel em Economia pela Universidade Federal do Ceará (1973) e pós-graduado pela Graduate School Of Business Administration, de Nova York. Iniciou a carreira na IBM e atuou no mercado financeiro em 1971 na Credimus Distribuidora de Valores. Foi professor e coordenador na Universidade de Fortaleza. Roberto Faria – fundador e CEO da Distrifar, empresa de distribuição farmacêutica.

Foi sócio-proprietário e diretor executivo da Drogasmil até sua venda, em 2009, depois de atuar como sócio-proprietário da Distribuidora Faria e Intermed durante 18 anos. É formado em Tecnologia de Informação pela PUC-RJ e possui MBA em Administração pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Modesto Araujo – fundador e CEO da Drogaria Araujo, a maior rede de farmácias de Minas Gerais em receita e número de lojas, com quase 100 pontos de venda. Formado em Administração de Empresas pela Fumec (MG), cursou MBA na UNA (MG).

Eduardo Marques – um dos sócios-fundadores do Valiant Partners, fundo de investimentos norte-americano, criado em 2008. Anteriormente, atuou como analista financeiro para o 3G Capital por cinco anos. Economista formado pela PUC-RJ, é mestre em Finanças pela London School of Economics. 31


Governança

corporativa

Diretoria executiva Os diretores da ePharma são os representantes legais, responsáveis pela administração dos negócios e pela implementação das políticas e diretrizes gerais da companhia. Escolhidos pelo conselho, podem ser destituídos a qualquer tempo pelo órgão.

Luiz Carlos S. Monteiro

Marcos Inocencio

Marcos Brêda

Pedro Oliveira

Presidente e fundador da ePharma, criada em 1999. Médico com registro na Associação Médica Brasileira desde 1978, foi presidente da Associação Paulista de Cirurgia Pediátrica e diretor da Associação Médica Brasileira. Por 15 anos, atuou como diretor do Sistema Unimed.

Diretor de finanças e operações da ePharma desde 2001, atuou como gestor de planejamento do Carrefour. Trabalhou na Monsanto, na Chase e na Andersen. Administrador de empresas pela PUC-SP e contador pela Unip (SP), cursou MBA no IBMEC-SP e é mestre em Administração de Empresas pela PUC-SP.

Diretor de negócios da ePharma desde 2009, após exercer o cargo de gerente de vendas em 2002. Ocupou o cargo de diretor de vendas da Coloplast por sete anos. Formado em Administração de Empresas pela FFCL-RJ, fez MBA na ESPM (SP).

Diretor clínico da ePharma desde 2004, acumula 27 anos de experiência em gestão de saúde. Médico registrado na Associação Médica Brasileira (AMB) desde 1980, com mestrado na instituição São Camilo (SP).

32

Bruna De Vivo

Carlos Pappini Jr.

Gestora farmacêutica da ePharma desde 2002, com experiência no mercado de PBM desde 1999. Membro do Conselho de Farmácia de São Paulo, formou-se na Faculdade de Farmácia da Unisantos e cursou MBA na PUC-SP.

Diretor de marketing e da unidade de negócios In Health. Possui mais de 20 anos de experiência na área de saúde, com passagem por operadoras de saúde (Amil) e pela indústria farmacêutica (Merck Sharp Dohme, Baxter, Cristália e Bayer). Administrador com pós-graduação em Marketing, MBA em Economia da Saúde pela Unifesp e mestrado em Administração pela PUC-SP.

Da esquerda para direita: Marcos Inocencio, Marcos Brêda, Carlos Pappini Jr., Bruna De Vivo, Pedro Oliveira e Luiz Carlos S. Monteiro.


Governança

corporativa

Ética e conduta Código de Ética e Conduta – o principal documento de orientação interna da ePharma apresenta as diretrizes e os procedimentos que devem ser observados por todos os colaboradores, corpo executivo e acionistas. As normas do código regulam as relações e a execução das atividades com clientes, fornecedores, autoridades e usuários dos serviços da empresa. Elaborado sob uma abordagem preventiva e orientadora, o documento alerta para as questões que demandam cuidados em relação aos princípios socialmente aceitos, aos valores da companhia e à legislação vigente. Ao longo de 2014, a empresa planeja realizar um trabalho continuado de divulgação das diretrizes do Código de Ética para sua efetiva assimilação. Comitê de Ética - para dar encaminhamento às questões apontadas pelo código, foi implantado um órgão colegiado, integrado por dois diretores, dois gerentes e um colaborador da equipe operacional, que atua também como canal para receber reclamações e denúncias. Todas as informações são tratadas com confidencialidade, e há compromisso específico com a integridade do autor da comunicação. As denúncias, identificadas ou anônimas, têm dois canais de acesso ao Comitê de Ética: pela intranet e por um endereço exclusivo de e-mail. Políticas e Procedimentos Anticorrupção e Antilavagem de Dinheiro – antecipando-se à entrada em vigor da Lei Anticorrupção, a ePharma preparou no final de 2013 um documento específico para combater tais práticas em suas operações. A nova legislação prevê a responsabilização das empresas nas esferas administrativa e civil e se estende a diretores, conselheiros, colaboradores, parceiros comerciais e consultores. A medida também atende à exigência do novo sócio-investidor, cujas atividades se submetem à lei federal americana Foreign Corrupt Practices Act (FCPA), inspiradora da lei brasileira. Além dos instrumentos de compliance já implantados, as medidas incluem a criação de um Conselho de Colaboradores e um programa de capacitação para todos os públicos envolvidos.

Relações institucionais A ePharma está engajada no desenvolvimento dos setores em que atua e trabalha ativamente para aprimorar as práticas de mercado, tendo em vista o bem-estar da sociedade. Por meio de seus dirigentes, mantém relações frequentes e transparentes com representantes de órgãos regulatórios e contribui para a construção e o aprimoramento de políticas públicas em saúde. A empresa faz parte do quadro da Associação Brasileira das Empresas Operadoras de PBM (PBMA), da Aliança para a Saúde Populacional (Asap). O presidente da ePharma, Dr. Luiz Carlos Silveira Monteiro, é o atual presidente da PBMA.

33


34


Linhas de

neg贸cios

35


Linhas de

negócios

Conheça as nossas redes de atuação A atenção da ePharma se concentrou na ampliação do portfolio de produtos e serviços e na consolidação e desempenho.

Em 2013, um ano dedicado à expansão dos negócios, a atenção da ePharma se concentrou na ampliação do portfolio de produtos e serviços e na consolidação de desempenho. Com as mudanças estruturais que a nova legislação deve acarretar para o setor, a companhia trabalhou para estar preparada para as oportunidades e desafios implícitos nesse cenário.

No desempenho do ano, a evolução de novos produtos, como o Concierge da Saúde e o GRS, que vêm experimentando crescente utilização, transmite um sinal de mudança de mentalidade entre os usuários e as empresas clientes, voltada para o maior cuidado com a prevenção e a aderência ao tratamento.

36


Linhas de

negócios

Benefícios para os colaboradores. Resultados para as empresas

O cartão ePharma de gestão de benefícios em medicamentos representa o elemento integrador que possibilita o acesso de mais de 23 milhões de pessoas a um serviço de saúde que combina facilidade, segurança de acesso, qualidade de atendimento e controle de custos. Por sua flexibilidade e robustez, o sistema está capacitado a atender os públicos originários de programas corporativos, operadoras de saúde e programas de saúde pública. No segmento corporativo, cerca de 1,2 milhão de beneficiários de mais de 88 companhias fazem uso dessa facilidade, customizada de acordo com as políticas de recursos humanos adotadas por cada empresa e com o controle de recursos financeiros destinados ao benefício. Integrado à gestão de saúde, o sistema autorizador on-line do cartão viabiliza o monitoramento de cada regra estabelecida pela empresa cliente dentro de um rol de critérios. Nos segmentos Affinity e de Saúde, aproximadamente 5 milhões de beneficiários têm seu acesso aos medicamentos facilitado e privilegiado através das empresas e operadoras de saúde contratantes da ePharma. Os beneficiários têm acesso a mais de 19 mil farmácias conveniadas e a uma lista de medicamentos referenciais com mais de 2 mil apresentações, favorecidos por acordos de desconto com a indústria farmacêutica. Uma equipe multidisciplinar de médicos e farmacêuticos assessora o cliente na formatação e manutenção do

programa, um cuidado que se estende ao longo do contrato. O uso do benefício recebe acompanhamento permanente dos relatórios produzidos nos mais diversos formatos, de acordo com a conveniência dos processos de gestão. Além da rede de varejo, o programa está conectado aos 109 centros de distribuição conveniados para entrega programada de medicamentos (mail order). Também possibilita acesso aos medicamentos de alta complexidade comercializados pela Flex, a face de varejo da ePharma, apoiado por um call center com atendimento multidisciplinar para as empresas e pacientes.

Resultados para a saúde de todo brasileiro No setor público, o sistema ePharma permite a conexão de milhões de brasileiros com medicamentos subsidiados pelo sistema de saúde pública do programa Aqui Tem Farmácia Popular. A rede de farmácias, estruturada para o sistema PBM desde 2000, e o sistema autorizador online que a conecta tiveram papel fundamental na aceitação e expansão do programa do governo federal, lançado em 2006. O sistema ePharma venceu o desafio logístico de integrar milhares de farmácias em um sistema on-line e em tempo real para obter a autorização de compra do governo. As transações efetuadas por esse canal são parte relevante nas operações da companhia, envolvendo a dispensação de mais de 13 milhões de unidades de medicamentos para mais de 5,3 milhões de pessoas beneficiadas.

37


Linhas de

negócios Resultados especiais em saúde Pela Flex, foram vendidas 17.801 unidades de 368 diferentes tipos de medicamentos.

Destaque de desempenho em 2013, a Flex superou as previsões de crescimento em mais de 50%, em uma demonstração do interesse das corporações em oferecer benefícios diferenciados em saúde como fator de atratividade para retenção de talentos. O conceito do produto (farmácia on-line delivery com um modelo de logística inovador e um serviço de apoio ao paciente) foi apresentado ao Brasil pela empresa. Os cuidados com pacientes crônicos e com portadores de doenças complexas e incapacitantes recebem uma abordagem que vai além da gestão de medicamentos e inclui a gestão de cuidados na dispensação e suporte clínicofarmacêutico. Especializada em produtos de alta complexidade, a Flex deve receber um forte

38

estímulo com a entrada em vigor da RN 338. Mesmo antes da vigência da lei, a ePharma fechou contratos de planos corporativos para o serviço e mantém uma expectativa de mais de 100% de crescimento para 2014. Além da compra direta de medicamentos com descontos, o serviço prevê benefícios como o envio a domicílio. O sistema contribui para engajar o paciente no tratamento e para prevenir eventuais falhas no acesso ao medicamento. O sistema de acompanhamento, com uma equipe dedicada de farmacêuticos para acompanhar as prescrições e assegurar a entrega e o uso correto do produto, está em reformulação para tornar os procedimentos mais eficientes.


Linhas de

negócios Acesso e resultados em escala industrial

A expansão do programa de pacientes desenvolvido pela ePharma para a indústria farmacêutica tornou-se referência no mercado de saúde. Pela capacidade tecnológica que soube inserir no sistema, proporcionou uma ferramenta essencial para o gerenciamento dos programas de adesão a tratamentos. Munidos dos cartões Follow, os pacientes crônicos passaram a ter um cotidiano mais seguro, simplificado e com custos menores. Têm acesso à rede de 19 mil farmácias conectadas em tempo real e podem se beneficiar dos descontos oferecidos em medicamentos em geral.

O sistema tem capacidade de ajustar o projeto às especificidades da empresa e do próprio medicamento, fornecendo relatórios sob medida com mensuração de resultados, controle da prescrição e de identificação. Também permite um eficiente processo de reposição junto ao varejo. A eficiência do processo tornou o serviço elegível para atender às resoluções da RN 338, de acesso a medicamentos oncológicos de alta complexidade.

Solução mobile para a saúde Aos muitos canais de relacionamento que mantém para os pacientes a ePharma incorporou a praticidade do celular. A empresa estabeleceu uma parceria com a 3Cinteractive, líder em soluções em telefonia móvel nos Estados Unidos e criadora de uma ferramenta mobile que ajuda as pessoas a seguir as orientações médicas. Com um celular que o acompanha o tempo todo, o paciente tem acesso facilitado aos cuidados com a saúde e estímulo para aumentar a adesão aos medicamentos. Entre as muitas possibilidades do aplicativo, as mensagens emitem alerta sobre horários, passam informações nutricionais, avisam quando está na hora de comprar medicamentos e enviam nova mensagem para compra. O sistema também prevê oferecer serviços de cuidados para pacientes com doenças crônicas. 39


Linhas de

negócios

A ligação entre informações e resultados para saúde

Indicador do reconhecimento do mercado, o programa Concierge da Saúde apresentou um crescimento de 62% em 2013. No entendimento da ePharma, o resultado demonstra um amadurecimento em relação à importância dos cuidados preventivos e da responsabilidade pessoal com a saúde. O programa foi pensado como um facilitador para desenvolver a autonomia e a iniciativa das pessoas em relação à própria saúde, tendo ainda a vantagem de recebê-lo como um 40

benefício concedido pelas empresas contratantes. O serviço, prestado remotamente por meio de contato telefônico, está organizado como um centro de informação e aconselhamento conduzido por profissionais de saúde especializados. A equipe, formada por médicos, farmacêuticos, psicólogos e nutricionistas, encarrega-se de transmitir as orientações de caráter informativo.


Linhas de

negócios

Promoção da saúde: resultados sem riscos

Integrado aos programas de benefícios de medicamentos, o sistema de Gestão de Risco em Saúde (GRS) está direcionado para questões como a falta de cuidados preventivos e a evasão ao tratamento por parte dos doentes crônicos, que levam as despesas a custos ascendentes. Trata-se de uma plataforma que faz a integração de dados das mais diversas fontes para monitorar os temas que preocupam os profissionais do setor, gestores e cidadãos. A ferramenta se completa com os serviços de consultoria e nursing call, acionados depois que se determina o perfil de necessidades e riscos de um determinado grupo de pessoas. O monitoramento é dirigido, principalmente, a pacientes crônicos para minimizar a falta de aderência ao

tratamento, um dos fatores de mais alto impacto nas despesas com saúde. Entre os temas de atenção, a agenda inclui doenças crônicas, sedentarismo, má alimentação e utilização inadequada de medicamentos, focados pelos serviços de assistência nutricional, farmacêutica e de combate ao estresse, além do suporte para situações de risco. Igualmente merece atenção do sistema os cuidados como vacinação e assistência a fumantes. Com os dados em mãos, a equipe multidisciplinar se encarrega de transmitir orientações de caráter preventivo e de promoção da saúde e de acompanhar o envolvimento do beneficiário com o tratamento e com os processos de mudanças de hábito. Por suas características, o GRS será um componente estratégico na estrutura de atendimento da RN 338.

41


Linhas de

negócios Resultados para operadoras, facilidades para beneficiários

A ePharma respondeu prontamente às possibilidades abertas pela RN 310 com o Plenus, um Plano de Benefícios de Medicamentos modelado em 2013 e com previsão de lançamento no início de 2014. Destinado inicialmente ao segmento corporativo, o produto não se restringe à oferta de descontos e proporcionará a cobertura de até 100% de todos os medicamentos do mercado. Pode ser contratado da mesma forma que um plano de saúde ou um plano odontológico, por intermédio de uma rede de corretores, e oferecido como benefício aos funcionários das empresas. A regulamentação do serviço atende a uma demanda do mundo corporativo. Mesmo com os avanços representados pela cobertura dos serviços ambulatoriais e hospitalares para a saúde dos funcionários, muitas vezes estes não conseguem completar o ciclo de tratamento em razão dos altos custos dos medicamentos prescritos. Ao demandarem mais consultas e mais exames com o agravamento da doença, tornam mais onerosas as despesas de saúde para as empresas, em uma escala crescente. O Plenus tem a finalidade de oferecer um sistema seguro, simples e previsível para completar o fluxo de serviços de saúde para o mundo corporativo. Toda a rede de serviços de acesso a medicamentos já estruturada pela ePharma estará disponível para o novo produto.

Novos e melhores resultados na gestão de specialty products No fim de 2013, a ePharma incorporou ao seu portfolio a expertise da In Health como uma área de negócios – gestão de planos de pacientes com foco em medicamentos de alta complexidade e doenças raras. O serviço In Health visa a dar suporte à indústria farmacêutica na gestão do relacionamento com pacientes e facilitar o acesso destes a medicamentos de alto custo, assumindo também o monitoramento da terapia. Faz parte desse processo o relacionamento com clínicas especializadas de diagnóstico e infusão e com a classe médica. A equipe da empresa adquirida será integrada 42

ao corpo funcional da ePharma. É composta por 44 profissionais da área de saúde, distribuídos em contact center ou diretamente em centros de reabilitação e clínicas de infusão. Em 2014, quando entra em vigor a RN 338, a ePharma passa a contar com uma estrutura completa para atuar no segmento. Os clientes da In Health, cerca de 20 empresas farmacêuticas detentoras de patentes no segmento de biologia molecular, serão agregados à carteira da ePharma. A aquisição fortalecerá o trabalho já iniciado no segmento de medicamentos especiais e complementará as linhas Follow (relação com a indústria), GRS (gestão de riscos à saúde) e Flex (cuidados especiais).


Linhas de

negócios Cuidados para pacientes especiais A inovação da indústria farmacêutica tem garantido a pacientes de doenças raras e de alta complexidade o acesso a medicamentos que são frutos de pesquisa e tecnologia de ponta. Para uma parte da população, isso representa a melhoria das condições de saúde e a esperança de vida. Custos altos, barreiras geográficas e falta de informação sobre as patologias são desafios que impedem o acesso de pacientes em situação dramática aos benefícios gerados por esses avanços tecnológicos. No Brasil, a In Health, como gestora de produtos e serviços, tem contribuído para que pacientes especiais ganhem cada vez mais acesso a esses tratamentos de alto custo por meio de programas da indústria farmacêutica. Trabalhando agora em sinergia com a ePharma, esses serviços podem ser estendidos a um número maior de pessoas. A gestão envolve um complexo fluxo de trabalho e movimenta profissionais de várias áreas. A equipe técnica realiza a divulgação do programa para os médicos especialistas e outros profissionais de saúde ou diretamente para os doentes, quando estes não conseguem fazer o tratamento indicado. Uma vez credenciado no programa, o paciente receberá a assistência necessária para iniciá-lo. O programa inclui guias de orientação sobre a patologia, acesso a laboratórios de diagnóstico e a clínicas de aplicação de medicamentos infusionais (endovenosos), recebimento de produtos por mail order, bolsas térmicas para acondicionamento de produtos e acompanhamento do uso dos remédios pela equipe de farmacovigilância. Certas patologias exigem a visita de enfermeiros e profissionais de saúde a centros de administração das terapias. A interação com o doente é fundamental e constante. A rede de provedores integrados está conectada em tempo real por meio do contact center, provendo o sistema da agilidade indispensável à situação. Para a indústria, a In Health oferece a gestão on-line dos investimentos em diagnósticos e infusão, relatórios de adesão ao tratamento e aos outros dados essenciais à gestão. Essa rede integrada trabalha com o objetivo de ampliar a adesão dos pacientes a tratamentos de ponta, devolvendo a muitos uma normalização na rotina da vida.

43


44


Relacionamentos

45


Relacionamentos

Os elos que compõem a nossa rede de resultados Clientes Os produtos e serviços da ePharma fazem parte do pacote de benefícios das principais corporações do Brasil e de inúmeras pequenas e médias empresas. São mais de 150 empresas clientes que buscam a qualidade e a segurança dos programas de medicamentos para assegurar recursos de ponta em saúde para um contingente de 23 milhões de beneficiários.

Alguns de nossos clientes:

46


Relacionamentos

Formulário referencial ePharma Periodicamente, um comitê de médicos e farmacêuticos atualiza o Formulário para assegurar a adequação das prescrições em termos de qualidade e custo-benefício.

900 Produtos

2.197

Apresentações

13

Classes terapêuticas

66

Subclasses

20

Laboratórios

401

Princípios ativos

1.297 900 Genéricos

Marcas

Rede credenciada Presente em tempo real em mais de 19 mil farmácias, os serviços da ePharma desempenham papel estruturador no acesso nacional a medicamentos. Em um território com as dimensões continentais do Brasil, marcado por fortes contrastes de desenvolvimento, a plataforma on-line de gestão de medicamentos garante a padronização tecnológica necessária para o funcionamento do sistema de saúde que a companhia mantém conectado. Com a conexão em rede proporcionada pelo cartão ePharma, as distâncias se relativizam e os pontos de venda são a etapa final nesta ampla operação de integrar as fronteiras do Brasil à estrutura de saúde de qualidade. Integrada pelas melhores farmácias e drogarias do país e por 109 centros de distribuição (delivery), a rede credenciada ePharma cobre 2.186 municípios, localizados nos 26 estados e no Distrito Federal. Tem a abrangência e a qualidade necessárias para atender aos requisitos e às necessidades especiais das organizações públicas e privadas do país. A capacidade de escala da rede credenciada possibilita a incorporação de novos estabelecimentos em qualquer ponto do território nacional.

Algumas de nossas redes credenciadas:

47


Relacionamentos

Gestão de pessoas Em seu modelo de atuação, a ePharma tem na capacidade técnica, no dinamismo e na iniciativa da equipe um dos pilares do negócio. A alta tecnologia disponibilizada a milhões de usuários, 24 horas por dia, está solidamente apoiada no capital intelectual de 191 pessoas, preparadas para atender às demandas de uma empresa de serviços especializada em gestão de saúde. São esses profissionais que, no dia a dia, adicionam valor ao negócio e garantem sua longevidade. Com predominância da faixa etária de 30 anos, a maior parte da equipe tem formação superior (45%), ou está cursando uma faculdade (23%), e 4% tem pós-graduação. As mulheres representam 72% do contingente. Em 2013, a empresa iniciou a integração dos 44 funcionários que foram incorporados com a aquisição da In Health.

Para ter um time motivado e capaz de exercer seu potencial, a empresa vem aprimorando a estrutura organizacional e investindo em desenvolvimento de carreira, fortalecimento de novas capacitações e formação de lideranças.

191

189

145 129

2009

124

2010

2011

2012

2013

Na linha de frente dos recursos tecnológicos, está um time multidisciplinar que reúne profissionais das áreas de gestão, tecnologia e saúde. De sólida formação e experiência, a equipe de saúde é integrada por médicos, farmacêuticos, nutricionistas e enfermeiros. Cabe a estes profissionais desenvolver as soluções demandadas pelos clientes, em um trabalho de customização completado pelo talento dos profissionais de Tecnologia da Informação. Para ter um time motivado e capaz de exercer seu potencial, a empresa vem aprimorando a estrutura organizacional e investindo em desenvolvimento de carreira, fortalecimento de novas capacitações e formação de lideranças. Um cuidado especial foi dedicado no último ano à preparação de um corpo comercial alinhado com a intensa dinâmica do segmento, movido a inovação e empreendedorismo.

48


Relacionamentos O processo de desenvolvimento dos colaboradores previu, em 2013, o mapeamento das competências internas para dar mais assertividade ao perfil funcional buscado pela empresa. Por suas características, a ePharma valoriza pessoas proativas, com vocação para aliar capacidade técnica e habilidade de atendimento, além de liderar equipes internas e de terceiros. No processo de retenção de talentos e formação de sucessores, uma consultoria de carreira iniciou um trabalho de coaching com as lideranças, voltado para aperfeiçoamento e autoconhecimento. Para os cargos de gestão, a empresa destina o benefício de subsídio para pós-graduação, com o custeio de até 70% do valor. Para ter elegibilidade, o curso precisa estar vinculado à atividade do gestor. Também dentro do objetivo de retenção de talentos, a ePharma desenha o Programa de Opção de Aquisição de Ações para as lideranças, com previsão de início em 2015. Um sistema de avaliação de desempenho passa a integrar as ferramentas de gestão de pessoas a partir de 2014, orientado pelos resultados do mapeamento de competências feito em 2013. Com essa iniciativa, a empresa pretende dar uma noção clara das possibilidades de aprendizado e desenvolvimento de carreira para se tornar cada vez mais atrativa para seus colaboradores. O novo programa será a base para a concessão do bônus de Participação em Lucros e Resultados (PLR). O pacote de benefícios oferecido pela ePharma está alinhado aos praticados pelo mercado em que atua. Inclui cobertura de plano de saúde e odontológico, vale-refeição, vale-alimentação, seguro de vida, entre outros. O colaborador também tem acesso aos serviços de subsídio de 50% nos medicamentos prescritos. Funcionários com filhos recebem auxílio-creche de meio salário mínimo para crianças com até 6 anos.

49


50


Tecnologia

51


Tecnologia

Efetividade e resultados conectados em rede A grande movimentação da ePharma em 2013 na direção de oferecer um portfolio mais robusto e estar pronta para atender às novas demandas do mercado foi recebida com prontidão pela equipe de tecnologia. Moldada para acompanhar as demandas de customização de produtos e serviços dos clientes, a equipe de TI respondeu com uma série de melhorias nos processos e sistemas ao longo do ano. Com esses investimentos, fortaleceu a capacidade de a ePharma captar as necessidades das empresas e dispor de um portfolio de soluções que permite uma modelagem integrada e flexível, seja em tecnologia, produtos ou serviços. A parceria estabelecida com a 3Cinteractive, líder em soluções em telefonia móvel nos Estados Unidos, caminha nesse sentido ao possibilitar a assimilação de novas expertises.

A plataforma tecnológica da empresa manteve os níveis de eficiência, como o ponto de conexão entre 19 mil farmácias, os 23 milhões de usuários dos cartões PBM, as empresas clientes e a indústria farmacêutica.

O ano foi dedicado a um grande esforço de revisão e de aperfeiçoamento dos processos de retaguarda, que se traduzem em relatórios gerenciais. Essas melhorias terão um importante impacto na qualidade do atendimento em 2014.

Transações Médias Mês

Dia

3.708.369

123.612

Hora Minuto Segundo (TPS) 5.151

86

1,43

A performance da área de TI, em 2013, manteve o mesmo nível de excelência. As transações diárias de compras de medicamentos por meio do sistema autorizador ePharma atingiram o número de 123,6 mil, assegurando a média de três segundos de tempo de espera para o processamento e aprovação das transações. A plataforma tecnológica da empresa manteve os níveis de eficiência como o ponto de conexão entre as 19 mil farmácias, os 23 milhões de usuários dos cartões PBM, as empresas clientes e a indústria farmacêutica. Gerenciadas por servidores de última geração, as operações do sistema autorizador são captadas em tempo real e armazenadas em um banco de dados. O modelo seguido pela ePharma permite reunir um conjunto minucioso de informações segmentadas do público atendido (ver quadro Etapas do ciclo operacional), possibilitando a ampla parametrização dos programas de saúde e a customização por cliente. A segurança e a sustentação do parque tecnológico estão apoiadas em sistemas redundantes que previnem a invasão e garantem o sigilo do tráfego de dados.

52


Tecnologia Etapas do Ciclo Operacional

53


Informações corporativas

Créditos

Sede ePharma/PBMs do Brasil S.A. Av. Mamoré, 989 – 9º andar – Alphaville CEP: 06454-040 – Barueri – SP www.epharma.com.br

Criação e Coordenação Concêntrica – Comunicação e Conteúdo

Contatos Luiz Carlos Silveira Monteiro Presidente

Edição Paulo de Jesus e Dida Dourado

Marcos Inocencio Diretor Operações e Finanças

Revisão Adriana Duarte

Marcos Brêda Diretor de Negócios

Projeto gráfico Gabriel Siqueira Marcelo Pimentel

Pedro Oliveira Diretor Clínico Auditores independentes Ernst & Young Auditores Independentes S/S 60

Redação Maria Inês Araújo Godinho Thiago Zanetin


64


ePharma | PBM do Brasil S.A. Al. Mamoré, 989, 9º andar Alphaville - Barueri – SP CEP: 06454-040 Fone: 11 4689.8686 Fax: 11 4689.8689

61

negocios@epharma.com.br www.epharma.com.br


Relatório Anual - 2013