Page 1

Sabores do toiro bravo regressam a Coruche De sexta a domingo, prepare-se para uma pega de caras no prato. Seis restaurantes de Coruche oferecem uma ementa variada de carnes bravas. PÁGINAS 21-26

Grande Plano P.04 // Opinião P.06 // Região P.10 // Ensino P.20 // Negócios P.27 // Cultura P.30 // Desporto P.44

ORIBATEJO €0,80 // 28 Abril 2011 // Ano XXVI // N.º 1330

Director Joaquim Duarte

Ensino superior na região desenvolve tecnologia por encomenda Uma máquina de cortar pedra, um carro eléctrico ctrico de gelados, uma máquina para fazer pranchas as de surf… São apenas alguns dos projectos desenvolvidos nvolvidos para empresas pelo Laboratório criado pelo Instituto Politécnico de Tomar. PÁGINAS 04-05

Cartaxo Cartagua explica facturas da água PÁGINA 27

Legislativas Caíu o pano das listas e abriu o 1º acto da campanha

Polémica Onde páram os limites urbanos na caça à multa?

PÁGINA 12

PÁGINA 16

Desporto Marco Chagas vai pedalar 600 km no deserto

Santarém Rão Kyao em concerto de solidariedade

PÁGINA 29

PÁGINA 13

Tramagal vai ter museu industrial com espólio da MDF CULTURAA ministra da Cultura veio ao Tramagal esta terçafeira, para assinar o protocolo de criação do museu industrial que irá salvaguardar a história da MDF - metalúrgica do Tramagal e do seu fundador Eduardo Duarte Ferreira. PÁGINA 19


EDITORIAL

Café Central

Um apelo elevado à quarta potência SOPA DA PEDRA

01

C

avaco Silva, Jorge Sampaio, Mário Soares e Ramalho Eanes. Quatro Presidentes da República eleitos em democracia – um deles no activo –, outros tantos discursos comemorativos do 37º aniversário da revolução de Abril e um mesmo recado dirigido aos partidos políticos: Ora façam lá o favor de se entenderem! Por outras palavras, o que os quatro Presidentes quiseram significar com as suas palavras é que a gravidade do momento que o país atravessa exige um esforço de unidade nacional e de concertação entre os responsáveis políticos, com vista à construção de compromissos e acordos duradouros. Claro que estas quatro peças de retórica presidencial foram desiguais noutros aspectos, naqueles mais ideológicos de análise política às razões que nos conduziram a esta situação dramática de estarmos agora de mão estendida à ajuda internacional da Europa e do FMI, mas convergiram no mesmo aviso sério aos partidos. E no mesmo pedido: entendam-se! Acontece, porém, que já estamos em período pré-eleitoral e, segundo o relatado na imprensa do dia seguinte, os dois principais visados nesta mensagem de concórdia, elevada à quarta potência presidencial, nem sequer se terão cumprimentado – e obviamente que os jornalistas não devem ter tirado os olhos de José Sócrates e de Pedro Passos Coelho enquanto durou a cerimónia solene do 25 de Abril, que desta vez e por a Assembleia da República estar dissolvida trocou São Bento por Belém. Sendo compreensível este apelo ao consenso partidário e até talvez desejado por muitos cidadãos, ele não deixa contudo de ser um pouco anti-natura, politicamente falando, quando estamos apenas a dois meses de eleições legislativas. A democracia representativa que regula o sistema político multipartidário que é o nosso tem, precisamente, o seu expoente máximo na disputa eleitoral que periodicamente convoca o cidadão eleitor a escolher os seus representantes. Ora essa escolha, para se realizar em consciência, exige que se clarifiquem as diferentes propostas em concurso político. Logo e dando de barato que todos querem o melhor para o país, o pleito eleitoral exige uma saudável rivalidade política. Afinal, a democracia realiza-se não no unanimismo político mas sim na oferta de escolhas distintas. E nem a crise por aflitiva que seja ou a receita do FMI para a contrariar nos podem tolher na realização plena da maior das nossas conquistas de Abril: o direito à escolha eleitoral. Só depois virá o tempo para convergir num rumo político para o país onde as diferenças de personalidade já pouco pesarão. Joaquim Duarte

Fale connosco Sede: Centro Nacional de Exposições, Quinta das Cegonhas Apartado 355 - 2000-471 Santarém Telefone: 243 309 600 Fax: 243 333 766 Site: www.oribatejo.pt Email: info@oribatejo.pt Deve sempre incluir o seu nome e a localidade

2 O RIBATEJO 28 Abril 2011

02

03

01 Pedalada autárquica

02 Há “sapos” difíceis de engolir

03 Subir a parada para os 1000 euros

LIBERDADE Já é sobejamente conhecido o apreço de Moita Flores por bicicletas. Mas no dia 25 de Abril, o presidente da Câmara de Santarém experimentou uma bicicleta diferente, movida em parte a energia eléctrica. Foi em pleno Jardim da Liberdade que Moita Flores e o vereador João Leite aproveitaram para dar uma voltinha, sem competição, mas em que o jovem vereador ficou sempre para trás em respeito ao seu “chefe de fila”, como se diz na gíria do ciclismo. Talvez um dia João Leite se chegue à frente, quando chegar a hora da sucessão de Moita Flores na câmara de Santarém. Não vai ser corrida fácil, porque também aí há outros adversários que se perfilam para cortar a meta em primeiro.

POLÍTICA É sabido que em política é preciso, por vezes, “engolir sapos”. Parece ter sido este o caso de Paulo Fonseca, o presidente da distrital do PS, que teve que aceitar a inclusão de João Galamba na lista de deputados pelo distrito. De pouco valeu ao autarca de Ourém o voto de confiança das estruturas locais que lhe deram “carta branca” para fazer a lista. Na hora da decisão final, falou mais alto (e pelos vistos ao telefone) a voz do líder do partido, José Sócrates, que ordenou a integração de Galamba na lista de deputados. Mas quem visse Paulo Fonseca e João Galamba juntos esta semana no Tribunal de Santarém, na apresentação das listas, diria que nada se passou e até que são grandes amigos.

CAMPANHA Os jovens socialdemocratas de Santarém andaram na quinta-feira pelas ruas e jardins da cidade a distribuir notas de 500 euros. Claro que quando a esmola é muita o pobre desconfia … e com razão. Quando observamos as notas deparamo-nos com o rosto de José Sócrates. O objectivo da JSD era denunciar “o elevado desemprego jovem criado pelo governo socialista”, e dar a conhecer o rosto da geração quinhentos euros. A graçola colheu, até à esperança ilusória de que a parada, com outra cara nas notas, venha a subir pelo menos para mil euros.


PERGUNTA DA SEMANA

Concorda com abertura das grandes superfícies comerciais no 1º de Maio

Se estão abertas nos outros dias feriados, não sei porque não possam estar nesse dia. Assistese mais uma guerrinha entre o patronato e uma certa esquerda sindical. O 1º de Maio estará a ser “manipulado” como se fora o “natal sindical”. RUI FERREIRA TOMAR

Concordo em parte, no entanto penso que se é para ser feito um esforço deve ser um esforço em grupo e em peso. Estamos em crise, precisamos de fazer circulação de dinheiro para fazer face à estagnação, e à crise... Porque quando não houver dinheiro, quando não houver trabalhos para ninguém, será que alguém se irá lembrar do dia do Trabalhador? FILIPA CARVALHO

Não concordo, porque é o dia do trabalhador. Deveria haver por parte dos trabalhadores a consciência da classe a que pertencem e serem eles a imporem o encerramento. Mas hoje já não existe união para coisa nenhuma. Só espero que o país não volte ao 24 de Abril pelo caminho que está a levar. Carlos Ivo Vieira SANTARÉM

“Nunca se viu maior exemplo de cinismo político. De inutilidade política. De verdadeira lixeira do resmungo, feita de palavras sempre muito indignadas, muita piedade dos trabalhadores. O PCP e o Bloco são isto. Nem são nódoas. Apenas um disparate” Francisco Moita Flores CORREIO DA MANHÃ

TOMAR

“Precisávamos de um homem com a inteligência e a honestidade do ponto de vista de Salazar.”

FOTO DENUNCIA

AS ESTRELAS

Maria do Céu Albuquerque PRESIDENTE DA CÂMARA DE ABRANTES

ÎÎÎÎÎ

O concelho de Abrantes deu um importante passo na salvaguarda e valorização do património cultural. Na vila de Tramagal vai nascer um novo museu industrial com o espólio da MDF - Metalúrgica Duarte Ferreira e o apoio da ministra da Cultura que veio esta terça-feira assinar o protocolo. (Pág.19)

Otelo Saraiva de Carvalho JORNAL DE NEGÓCIOS

“Essa gente da política partidária está sempre pronta para ajudar os partidos não colaborando com eles. Deviam ter a coragem, e a rebeldia de dizer, como Fernando Nobre: “Vocês não prestam para nada. Em que é que eu posso ajudar-vos?”. RICARDO ARAÚJO PEREIRA

Lamentável. Junto ao Castelo de Abrantes foi criada uma nova bolsa de estacionamento funcional e bem pensada. Mas logo vieram os vândalos danificar o património edificado. E ainda se permitem gozar os outros indígenas em mau inglês...

ORIBATEJO ORIBATEJO Director Joaquim Duarte CP. n.º 867 joaquim.duarte@oribatejo.pt Redacção João Baptista (chefe) CP. n.º 1157 joao.baptista@oribatejo.pt João Nuno Pepino CP. n.º 6911 joao.pepino@oribatejo.pt Bruno Oliveira CP. nº 8754 bruno.oliveira@oribatejo.pt Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt Jerónimo Belo Jorge CP. nº 1907 (Abrantes) Joana Margarida Carvalho (Estagiária - Abrantes) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro, Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon) Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel,

André Lopes (desporto), Adolfo Luís (foto futebol), Carlos Alberto Cruz, Francisco Maia (critica cinema) Hélder Duque (foto futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (foto futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (foto futebol), Nuno Matos (foto futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (foto futebol)

Departamento Comercial Directora Rita Duarte 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Secretariado Ana Sousa - 962 108 760 Contactos Geral: 243 309 600 Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766 E-mail: info@oribatejo.pt Site: www.oribatejo.pt Sede Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355, 2000-471 Santarém

Serviços assinaturas 243 309 600 Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira, David Antunes Projecto Gráfico: Pedro Fernandes

Impressão Imprejornal, S.A., Lisboa Distribuição: Vasp Tiragem média semanal 15.000 exemplares Assinaturas (52 Números) Portugal: 25,50 € Europa: 50,50 € Resto do Mundo: 76 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda., Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110 GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro: Ângela Gil (Direcção), Ana Rita Fonseca, André Pedro, Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos info@lenacomunicacao.pt Marketing: Susana Santos (Coordenação) e Catarina Fonseca marketing@lenacomunicacao.pt Recursos Humanos: Sónia Vieira drh@lenacomunicacao.pt Sistemas de Informação: Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro dsi@lenacomunicacao.pt Unidade de Projectos: Lúcia Silva (Direcção) projectos@ lenacomunicacao.pt Membro da Assoc. Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação Associação Portuguesa de Imprensa

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

Dionísio Mendes PRESIDENTE DA CÂMARA DE CORUCHE

ÎÎÎÎÎ A autarquia de Coruche volta a investir, pelo oitavo ano, no festival gastronómico “Sabores do Toiro Bravo”. O certame marcado para este fim de semana é já uma aposta ganha como um dos cartazes do concelho de Coruche. (Págs. 21-26)

VISÃO

NÚMERO

10

foi o número de mortos em acidentes durante o período da Páscoa. Segundo a GNR, a Operação Páscoa 2011 registou 10 mortos, mais 5 do que em 2010, e mais 8 feridos graves (34). A GNR contabilizou 1027 acidentes, menos 133 do que no ano passado. Militares da GNR lamentam as directivas da operação Páscoa no sentido da caça à multa queixam-se da falta de meios que permitissem o reforço da prevenção.

Paulo Fonseca PRESIDENTE DA DISTRITAL DO PS

ÎÎÎÎÎ O presidente da distrital do PS ameaça demitir-se do cargo por discordar da inclusão, novamente, de João Galamba na lista de candidatos a deputados. Paulo Fonseca queixou-se de Sócrates em carta aos militantes, mas este anúncio de demissão a dois meses de distância soa assim a uma espécie de “segurem-me se não eu demito-me...” (Pág.12) 28 Abril 2011 O RIBATEJO 3


Grande plano

Ensino superior da região com serviço único para as empresas A região dispõe de um laboratório único no país – inteiramente dedicado a procurar soluções para as empresas. Funciona no Tecnopólo do Vale do Tejo em Abrantes. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

Uma máquina de cortar pedra que permite fazer o dobro do trabalho com menos custos, um carrinho eléctrico de venda de gelados, uma máquina para produção de moldes para uma fundição, uma outra para fazer pranchas de surf… Estes são apenas alguns exemplos de projectos desenvolvidos pelo line. ipt - Laboratório de Inovação Industrial e Empresarial criado em parceria entre o Instituto Politécnico de Tomar e a Tagus Valley, em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Abrantes e a Nersant. Bruno Chaparro, do Departamento de Engenharia Mecânica, Pedro Granchinho, do Departamento de Engenharia

Empresários aderem ao Line.ipt

. Entre os clientes do Line.

ipt contam-se as empresas Delphi Automotive Systems, Ifm Electronic, Diaceros Portugal, Futrimetal, Jerónimo Martins, Globisensor, Martinfer, Sew Eurodrive, SNC - Sistemas de Contro Numérico, Tonera - Metalomecânica, Poeiras - Máquinas e Ferramentas, ZAC - Mobilidade Urbana, Momsteel e Mui bene, entre outras.

. Tem havido muita procura dos empresários aos serviços Line.ipt que está a receber uma média de um projecto por semana.

4 O RIBATEJO 28 Abril 2011

Electrotécnia, e Clara Amaro, da Oficina de Transferência de Tecnologia e de Conhecimento dão a cara pelo Line.ipt. “Este laboratório existe para ajudar as empresas, usando os recursos humanos das escolas do Instituto Politécnico de Tomar”, afirma Bruno Chaparro. “Temos os conhecimentos e os meios para fazer máquinas inovadoras e equipamentos actualizados, e aqui mesmo ao lado encontramos ainda empresas que continuam a usar tecnologias que já deviam ter sido actualizadas e substituídas há 20 ou 30 anos”, sublinha este engenheiro mecânico que, há três anos, quando concluiu o doutoramento, decidiu colocar os seus conhecimentos ao serviço das empresas da região, ao verificar a necessidade de uma maior ligação entre a universidade e as empresas. “Existem outros laboratórios em universidades, mas o seu objectivo é a publicação de artigos científicos, dado que é pelo número de artigos em publicações científicas que muitas universidades se distinguem, e por isso só uns 3% dos fundos gastos em investigação científica são aplicados nas empresas e chegam ao mercado”, afirma Bruno Chaparro. O professor defende que “o ideal era termos metade das verbas em investigação fundamental e a outra metade em investigação aplicada, ou seja que na distribuição do investimento em I&D metade fosse para investigação e outra metade em desenvolvimento”. “É essa a nossa diferença e, no final, são os empresários que avaliam o nosso trabalho”, disse o professor da ESTA, considerando que “a exemplo do IPT, outros institutos politécnicos têm de se convencer cada vez mais que têm de cumprir

aquilo para que foram criados, formar quadros qualificados e contribuir para o desenvolvimento da região, em proximidade com os empresários. Desde Setembro do ano passado, o Line.ipt está instalado no Tecnopolo do Vale do Tejo em Abrantes, mas o laboratório já tinha iniciado antes a sua actividade, juntando as Escolas de Tecnologia de Tomar e de Abrantes, com os seus departamentos de Engenharia Mecânica e Electrotécnica, e outras valências e recursos do Instituto Politécnico de Tomar. Clara Amaro, da Oficina de Transferência de Tecnologia e Conhecimento, faz a ponte entre as diferentes valências do IPT, sublinhando que este laboratório permite reunir num mesmo espaço todo um conjunto de saberes e competências que permitem dar continuidade aos projectos”. O processo começa normalmente com as empresas a procurarem uma solução para um determinado problema ou clientes que procuram demonstrar a viabilidade de uma determinada tecnologia para saber se vale a pena desenvolver um projecto e avançar com um protótipo. “Ouvimos o empresário, visitamos a empresa, estudamos o problema e procuramos soluções, reunindo as competências do IPT, e salvaguardando sempre a confidencialidade dos projectos”, explica Clara Amaro. “Tem havido muita procura dos

“Ouvimos o empresário, estudamos o problema e procuramos soluções”

Três professores: Pedro Granchinho, Clara Amaro e Bruno Chaparro. nossos serviços por parte dos empresários, estamos a receber uma média de um projecto por semana”, afirma Clara Amaro. “Não somos uma empresa, não comercializamos projectos, só nos interessa aumentar a capacidade competitiva das nossas empresas”, declarou Pedro Granchinho, salientando a capacidade já demonstrada por este laboratório em encontrar, não apenas as soluções técnicas e tecnológicas, mas também na elaboração e aprovação de candidaturas a sistemas de incentivos financeiros, registos e patentes, etc. O Line.ipt tra-

balha no desenvolvimento de novos produtos tecnológicos, no desenvolvimento de novos conceitos de produtos (criação de necessidades), na melhoria e adaptação de produtos e processos industriais, presta serviços de consultadoria técnica e financeira. Entre as principais vantagens para as empresas, destaca-se o apoio tecnológico e de proximidade, a partilha de recursos (aplicações e/ou equipamentos), o aumento da competitividade e a criação de condições de fixação de recursos humanos qualificados. O line.ipt assume-se como


01

01 Carrinho de gelados eléctrico

02 Controlo de casco catamaran

03 Controlo de aerogerador

SEGURO E FUNCIONAL O veículo era pouco utilizado pelos vendedores de gelados pelo seu difícil manuseamento. O Line.ipt adaptou o carrinho de gelados, a pedido da Unilever Portugal, e conseguiu torná-lo um sucesso hoje visivel nas praias e concertos de norte a sul. O veículo tem seis horas de autonomia, possui amplificador de som e ligação para mp3, além de ser seguro e funcional.

CONSULTORIA TÉCNICA P o r encomenda de uma grande empresa de construção naval, o Laboratório desenvolveu um estudo de consultoria técnica para verificação da geometria dos cascos dos catamarans produzidos em estaleiro comparativamente à geometria projectada. O projecto confidencial foi concluído com os objectivos atingidos, segundo os responsáveis do Line.ipt.

CONTROLO DE QUALIDADE Projecto desenvolvido com sucesso para uma empresa (confidencial) do sector da energia, consistiu no controlo tridimensional de uma peça (nacelle) para aerogerador produzida em fibra de vidro com cerca de 9 metros. O cliente pretendia um controlo de qualidade eficaz na produção destas peças de aerogeradores onde são implantadas as pás.

02

04 Peças para um novo jipe

05 Nova máquina 06 Concentrador de cortar pedra solar

DESENVOLVIMENTO DE PRODUTO O laboratório projectou os

PRODUÇÃO A DOBRAR O Line.ipt concebeu uma máquina de corte de pedra por fio diamantado com corte duplo que permite fazer o dobro do trabalho com menos custos. O projecto foi desenvolvido em parceria com a Poeiras - Máquinas e ferramentas. Com controlo autónomo de velocidade e baixo consumo, o primeiro protótipo da máquina já está em actividade.

apoios de suspensão e motor para o novo Land Rover Freelander II. Pretendeu-se resolver um problema de apoio para um modelo automóvel específico, em função de desempenho, duração e produção. O projecto já concluído e com os objectivos atingidos foi desenvolvido em parceria com a Delphi Automotive Systems.

03

07 Casa autosustentável

08 Motociclo eléctrico

PRÉ-FABRICADO O Line.ipt está

VEÍCULO ELÉCTRICO O projecto

a desenvolver o projecto de um módulo pré-fabricado que responda a uma variedade de funções, tais como de habitação, bar. quiosque, obersatório ambiental, e que seja autosustentável em electricidade e água. Encomendado pela empresa Mui Bene, este projecto destina-se a ser instalado em parques naturais, praias, praças, etc.

de concepção de toda a cadeia de tracção eléctyrcia de um veículo de duas rodas foi concluído com os objectivos atingidos por encomenda da ZAC Eléctrica. O laboratório está agora a desenvolver um veículo eléctrico parecido com o Segway, mas com três rodas, por encomenda da empresa Mui Bene.

MICROGERAÇÃO Está em desenvolvimento, com a empresa Mui Bene, um protótipo de produção de energia eléctrica renovável através de concentração solar e aproveitamento do calor gerado, que permita melhorar a relação custo benefícuio dos painéis fotovoltaicos convencionais que são dispendiosos e não conseguem aproveitar toda a energia térmica gerada.

04

05

07 06

catalisador da inovação e desenvolvimento tecnológico da região, promovendo a competitividade e nível de formação e especialização dos quadros técnicos através do desenvolvimento de novos produtos e processos. Este centro de investigação inteiramente direccionado para as empresas, pretende fomentar a incorporação de tecnologia e inovação pelas empresas, promover competências nas áreas das engenharias e desenvolvimento de produtos e a criação de empresas com base tecnológica.

08

28 Abril 2011 O RIBATEJO 5


Opinião CARTOON António Maia

HÁ 20 ANOS

PENSO LOGO INSISTO

Desventuras de um incauto cidadão

José Niza

D

izem os livros que há dias em que não se deve sair à rua. Mas o pior é que eu saí. Comecei o dia com uma tentativa de comprar umas plantas para a horta da minha sobrevivência vegetal. Quando cheguei ao naipe dos tomateiros – e sabendo de vista e paladar que há várias qualidades de tomates – perguntei ao vendedor que variedades tinha. E o rapaz – com ar de quem não tem paciência para responder a perguntas estúpidas – alvejou-me com um “sei lá, não sou agricultor.” Ainda mal refeito da ousadia de ter perguntado a quem me estava a vender o que eu lhe estava a comprar, rumei ao posto de correios que funciona – melhor dizendo, existe – na Junta de Freguesia de S. Nicolau, para enviar uma carta registada. Do lado de fora da porta trancada disse-me a funcionária do supradito posto que não podia ser, que tinha havido uma trovoada, que o computador estava avariado, e que o melhor seria “ir lá acima”. Confesso que este “ir lá acima” – considerando sobretudo a minha vetusta e respeitável idade – não é viagem que muito me agrade. Mas, mesmo contrafeito, fui. E subi então de S. Domingos

6 O RIBATEJO 28 Abril 2011

à cidade, para ir aos Correios da velha Scalabis, os quais, ao contrário dos de S. Nicolau, ainda vendem selos de correio azul. Mas como não podia levar o carro até ao balcão, tive de o deixar naquele estacionamento novo e quase gratuito que existe nas catacumbas do velhinho Campo Fora de Vila. Chego aos CTT saquei a senha do atendimento geral e fiquei à espera. E enquanto – salvo seja – não chegava a minha vez, fui mironando CD’s e livros estrategicamente colocados nos expositores. No respeitante a discos, estamos conversados: aquilo só pode ser, ou mau gosto, ou saldo. E, quanto a livros, reparei que a maioria esmagadora era para crianças. As quais, como é sabido, representam 80% da clientela dos Correios. Registada finalmente a tal carta, regressei ao parque de estacionamento para pagar o que devia à empresa do novo monopólio scalabitano. Mas isso era o que eu julgava: cheguei à máquina das moedas, segui todas e cada uma das instruções, inseri o cartão, e nada. Tentei mais umas dez vezes, nada. Rien. Ingenuamente ainda pensei que a própria empresa estivesse a festejar a Páscoa e a oferecer “amêndoas” aos automobilistas. Mas não: a dita máquina estava mesmo avariada, se calhar por causa da tal trovoada que avariou o computador dos correios de S. Nicolau. Finalmente consegui pagar. Não apenas

A autoestrada estava cheia de avisos, de sinais de obras... mas sem vivalma.

o tempo do estacionamento, mas também o tempo em que estive à espera de pagar o tempo do estacionamento. Rumei depois a Lisboa para assistir ao lançamento do livro “O Dia Inicial”, de Otelo Saraiva de Carvalho. Um livro que aconselho a todos aqueles que queiram saber alguma coisa daquela história do 25 de Abril, dos capitães, dos cravos, das canções. E do fascismo e da ditadura. Só é pena é que o livro esteja desactualizado porque ainda não fala no FMI. Quando regressava a Santarém fiquei bloqueado entre Alverca e Vila Franca de Xira: a autoestrada começou a estreitar, a estreitar, até que ficou espremida a uma única faixa. Aquilo não era o páraarranca do costume. Não. Aquilo era o pára... mas não arranca. A autoestrada estava cheia de avisos, de sinais, de anúncios de obras, de setas e daqueles irritantes sempre-em-pé. Como a longa fila de dez quilómetros não avançava um metro, comecei então a ler o livro do Otelo. E quando ao fim de mais de uma hora cheguei a Vila Franca, já ia na página 47. O intrigante é que ao longo de todos aqueles intermináveis quilómetros não vi vivalma, uma única pessoa a trabalhar nas obras, uma única máquina, o mínimo sinal de vida. Nada. Absolutamente rien. Ao chegar a casa agarrei no telefone como se fosse uma carabina e protestei para a BRISA. A senhora que – diga-se – educadamente me atendeu, jurou que eu estava equivocado. Porque, disse-me ela, exactamente à hora em que lá passei, andavam centenas de trabalhadores e de máquinas a asfaltar a autoestrada! E, contra a verdade oficial da BRISA, o que é que um gajo pode fazer?

Em vésperas da chegada de João Paulo II a Fátima, O Ribatejo fazia uma visita aos aposentos onde o Papa iria pernoitar, guiada pelo responsável do gabinete de relações públicas do Santuário. Há 20 anos atrás não havia desemprego em Alcanena, graças à forte industrialização do concelho, já os problemas da poluição sobravam para a autarquia resolver. Almeirim comemorava 580 anos de elevação a vila e sonhava ser cidade.Tomar e Torres Novas ligavam-se à EPAL para reforço no abastecimento de água.

EFEMÉRIDES

28 A 28 de Abril comemora-se o Dia Nacional da Prevenção e Segurança no Trabalho. Começou, nos anos 90, no continente americano por ser um dia de recordação das vítimas de acidentes de trabalho e doenças profissionais, e com a adesão da OIT a comemoração deste dia ganhou nova dimensão na sensibilização para a segurança e saúde no trabalho. Um olhar sobre a sinistralidade laboral portuguesa revela uma média de cerca 235 mil acidentes de trabalho por ano, sendo que a evolução no número de mortos tem vindo a diminuir, mas ainda assim atingiu os 231 mortos em 2008.

29 A 29 de Abril celebra-se o Dia Internacional da Dança. A comemoração foi introduzida em 1982 pelo Comité Internacional da Dança da UNESCO, para todos tipos de dança, e a data assinala o nascimento de Jean-Georges Noverre (1727-1810), bailarino e professor que viveu no tempo de Voltaire, e que foi o criador do balé moderno.


PUBLICIDADE

28 Abril 2011 O RIBATEJO 7


Opinião

CRÓNICA DE MALDIZER

CRÓNICA

Multa que multa e torna a multar…

Patinhos feios, nós?

Eurico Heitor Consciência

O

s que conhecem Abrantes sabem que a cidade começou num cabeço assomado ao Tejo, por evidentes razões de defesa: muralhas à volta do cocuruto do cabeço para onde o bom poboo dos tempos antiguos corria logo que se lobrigava o inimigo, vale dizer quando no horizonte surgiam nuvens de pó, porque, nesse tempo, o Mac Adam ainda nem fora parido, nem na barriga da mãe andava, o asfalto não passava de boato reaccionário e empedrados eram somente os pátios dos paços reais ou ducais. No meio da nuvem de pó divisavam-se a certo passo os outros, os que não eram dos nossos, os da oposição, os que garantiam a sobrevivência dos engenheiros Sócrates de então – que sempre houve burros prontos para serem montados pelos que estão sempre prontos a montar os burros. E o bom poboo não ignorava que, visto o pó e divisados os outros, no transe seguinte se ouviria o tropel dos outros e dos burros e dos cavalos.

E toca então de correr p’rás ameias do castelo com caldeiros de azeite fervente, para fritar os assaltantes – que, naquele tempo, azeite era o que mais se tinha e os gritos dos azeitados eram das coisas mais divertidas de se ouvirem: berravam como capados e seus clamores propagavam-se pelas quebradas dos montes vizinhos, havendo quem jurasse que os berros dos azeitados chegavam à serra dos Candeeiros. Bons tempos! Tempo de azeite e de azeitados. Agora, acabaram-se os azeitados, mas há cada vez mais azeiteiros. E não são azeiteiros dos antigos, dos que viviam à custa de mulheres; os d’agora vivem à custa das mulheres e dos homens… Mas adiante e ao rego, que quase me perdi. Porque o que tenho para lhes contar é que tornei a ser multado por andar de automóvel. Disse bem: por andar de automóvel, porque, no ritmo em que as coisas vão, não tardará o dia em que seja multado logo que entrar no carro, antes de começar a andar. Porque do outro lado estará um polícia que me multará

No ritmo em que as coisas vão, não tardará o dia em que seja multado logo que entrar no carro, antes mesmo de começar a andar.

porque me viu sem cinto… Há 2 ou 3 meses foi na A-23 porque iria a 161 km. Fiquei vaidoso, vaidosíssimo, por me terem certificado que era um ás do volante, mas lá tive que depositar cento e vintes para o fundo com que o Dr. Rui Pereira, dito Ministro das Polícias, juntará quanto baste para pagar ao Dr. Teixeira Santos os IRS que já gastou noutras cousas ponderosas. Poucos dias depois foi na estrada de Ponte de Sor, porque um carro meu teria transitado numa recta de quilómetro, sem trânsito, a 118 ou 119 km/h! E lá se foram mais cento e vintes. E ontem foi em Abrantes, porque numa estrada periférica, rodaria num económico engasgado à espantosa e perigosa velocidade de 75 km/h! Caramba! 75 km! É obra! E lá foram outros cento e vintes… Foi querendo falar disto que comecei a perorar sobre a topografia de Abrantes. Só de Abrantes, que não de Abrantes e seu termo, porque Abrantes tem resistido tanto a tantos e há tanto tempo que cuido que, se não se finou com tantos arrivistas a sugá-la, jamais terá termo… Com desculpas aos meus numerosos leitores (já contei 17!) terão que tornar a ler-me na próxima semana, porque já gastei o espaço que a serena mas severa e sovina direcção do jornal me concede. E não se esqueçam de que nos meus escritos é como nas telenovelas: as cenas mais electrizantes são sempre na próxima…

DIVULGAÇÃO

A vida no capitalismo de ficção

Beja Santos

O

estilo do mundo, a vida no capitalismo de ficção”, por Vicente Verdú (Fim do Século, Edições) é uma investigação espantosa, uma análise ousada e uma justificação pertinente para a nossa época, a do capitalismo de ficção. O autor dá a seguinte explicação para este conceito germinal: “O capitalismo de produção definiria o período, de finais do século XVIII até à II Guerra Mundial, durante o qual o eixo principal foram as mercadorias. A seguir, o capitalismo de consumo, da II Guerra Mundial até à queda do Muro de Berlim. Finalmente, o capitalismo de ficção, surgido 8 O RIBATEJO 28 Abril 2011

em começos dos anos 90 do século XX, viria enfatizar a importância teatral das pessoas. Os dois primeiros capitalismos ocupar-se-iam principalmente dos bens, do bem-estar material; o terceiro, das sensações, do bem-estar psíquico. A oferta dos dois primeiros era fornecer a realidade com artigos e serviços, ao passo que a do terceiro é articular e servir a própria realidade”. Onde estamos? Vivemos aparentemente na bonomia da diversidade, mas os franchisings propagam-se como bactérias. Até o respeito pelo multi-étnico é uma ilusão. O ideal norte-americano de estilo de vida contaminou a humanidade. A maior faculdade dos EUA é vender: “Com 5% da população mundial a sua produção equivale a 43% da economia mundial”.

Tudo se copia, vivemos sob o signo da contrafacção, vivemos entre o ser e o seu duplo, a imagem e a sua miragem.

A ficção é esta modernidade encantada, de cidades transformadas em parques temáticos. A aspiração máxima é que os cidadãos não se sintam nunca aborrecidos. Daí uma inclinação infantil para a satisfação contínua. O que era natural, o que era cultural e social é agora determinado pelo esplendor torrencial dos meios de comunicação que decidem o que é ou não é real. O sujeito do actual capitalismo de ficção é eminentemente um consumidor de modelos e formas. O consumo de massas criou a ilusão de que é personalizado, é a ficção que faz funcionar o mercado. À luta de classes sucedeu a luta do eu. Até a religião e o divino aderiram a esta nova complementaridade do real, cada um pode confeccionar o seu próprio Deus, viver em paz com o guru ou a meditação zen. Numa tentativa de fugir ao materialismo vulgar, reclamamos a verdade dos alimentos, a responsabilidade social, a ética dos negócios, fazemos desaparecer a velhice, a corrupção, a aldrabice, até a morte. É este o estilo do mundo em que vivemos, é este o capitalismo de ficção.

Luís Eugénio Ferreira

S

eremos mesmo os patinhos feios desta Europa? Ou esse preconceito estabeleceu-se apenas a partir do momento em que ficamos sem dinheiro para fazer face às dívidas, vítimas em parte das agências de “rating” que nos armadilharam, embora vítimas nós próprios de políticas desajustadas que não acautelaram devidamente o nosso futuro, sobretudo a partir da eufórica entrada na área do Euro, e da adesão à grande Europa dos capitais. Nós sabemos que o que temos por cá de pior, neste momento, são os políticos, mas isso não devia chegar para nos definir historicamente como os patinhos feios do Continente. Um eminente professor economista dos Estados Unidos acaba de mostrar a sua indignação pelo facto de Portugal ser tratado pelas nações ricas da área onde nos inserimos, como sendo lixo. A Itália e a França, por exemplo têm dívidas soberanas superiores à nossa. Porquê então essa relutante má vontade contra nós, tratando-nos por sobre o ombro, como aquele representante finlandês que, no fim de um jantar oficial na Madeira de Alberto João, perguntou levantando solenemente o indicador se não seria ele (a Finlândia, no caso) a pagar aquele almoço amanhã. Porquê esta má vontade contra o país mais antigo da Europa. Será que os meninos da Finlândia ou dessas grandes nações não estudam História e não conhecem os factos relevantes que levaram à formação da Europa de hoje? (…) É verdade que cá também não têm sabido dignificar-nos, estabelecendo um caos político, económico e financeiro, por obediência a questões pessoais, em que os políticos se digladiam em torno de questões menores, que sendo ridículas obrigam os nossos parceiros a ridicularizar-nos. Apelamos agora à solidariedade internacional que nos vai “salvar” à custa de juros impraticáveis, imorais, obscenos que irão comprometer o nosso futuro, até quando? Esperamos que Portugal não submerja no oceano, arrastando-nos consigo, Ou ainda sabemos nadar?


Santarém P.10 Região P.16 Ensino P.20

João Nuno Pepino

Negócios P.27

R Região

Incêndio em Santarém destrói carrossel para crianças SINISTRO Um carrossel de diversão para crianças ficou totalmente destruído na sequência de um incêndio que deflagrou no semi-reboque onde estava armazenado, no Campo da Feira, em Santarém, na terça-feira, 27 de Abril. O fogo começou após os empregados terem arrumado as peças dentro do pesado, que se preparava para seguir viagem para a festa do vinho do Cartaxo, que se realiza no próximo fim-de-semana. A rápida intervenção dos bombeiros municipais e voluntários de Santarém, que enviaram para o local duas viaturas urbanas de combate a incêndios, evitou que as chamas fizessem explodir um gerador com combustível que estava no interior do semi-reboque. As causas do incêndio estão sob investigação.

28 Abril 2011 O RIBATEJO 9


Região

Santarém

Semana da Juventude vai realizar-se entre os dias 4 e 10 de Maio

Francisco Moita Flores e o presidente da Junta de Vale de Figueira Manuel Cordeiro na inauguração do novo campo.

Abril trouxe novo campo relvado a Vale de Figueira Vale de Figueira estreou no feriado o quinto campo de futebol relvado do concelho de Santarém. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

A inauguração do novo campo de futebol com relvado sintético em Vale de Figueira foi um dos pontos altos das comemorações do 25 de Abril no concelho de Santarém. O novo polidesportivo - o quinto relvado do concelho, se incluirmos os campos da União de Santarém, da Escola Superior Agrária, do Gualdim e de Amiais de Baixo - foi inaugurado com as presenças dos presidentes da Câmara Francisco Moita Flores, da Junta de Freguesia de Vale de Figueira, Manuel Cordeiro, e de dezenas de populares que se quiseram associar àquele momento. A obra do campo foi realizada pela Sociedade de Construções José Coutinho pelo valor de 60.412 euros, tendo a vedação 10 O RIBATEJO 28 Abril 2011

custado 4.037 euros. Francisco Moita Flores referiu que a Câmara deverá continuar a criar espaços como este de modo a fomentar a prática desportiva das várias faixas etárias, mas particularmente dos mais jovens que devem ocupar os seus tempos livres com actividades benéficas para a saúde como é caso do desporto. Às 12h00, foi inaugurada a exposição “E Depois do Adeus – História de uma Canção de Abril”, baseada em documentos pertencentes a José Niza, na Sala de Exposições do Convento de S. Francisco. A mostra, que vai estar patente até 29 de Maio, conta com o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores. À tarde, junto ao monumento a Salgueiro Maia, teve lugar a habitual homenagem ao capi-

tão de Abril. O representante da Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril, Vicente Batalha, deu testemunho da dura realidade que viveu na altura, em Portugal, e daquilo que se pretendeu trazer com a revolução de Abril. Francisco Moita Flores salientou as conquistas que alcançámos com o 25 de Abril falando da possibilidade que hoje temos de, junto à estátua de Salgueiro Maia, “evocarmos

60 mil euros foi quanto custou o novo polidesportivo com relvado sintético inaugurado no dia 25 de Abril em Vale de Figueira.

aquilo que é o dia fundador da nossa possibilidade de estarmos aqui juntos, sem ameaças, sem perigos, para celebrarmos o espírito democrático para relembrarmos aqui aquilo que é a glória de viver num país livre”. Referiu ainda que é graças ao 25 de Abril de 1974 que “hoje temos o nosso destino nas mãos e por isso vale a pena evocá-lo, comemorá-lo como farol da esperança, o farol do combate e o farol que, seguramente nos dará melhor vida, mais felicidade e a felicidade de entregar um país melhor e mais feliz aos nossos filhos e aos nossos netos”. A cerimónia contou com a actuação das Bandas Filarmónicas Alcanedense, de Instrução Musical da Gançaria e Sociedade Musical e Recreativa do Xartinho.

INICIATIVA A Semana da Juventude 2011 vai decorrer de 4 a 10 de Maio, em Santarém, numa organização da Câmara de Santarém. “No ano em que se comemora o Ano Europeu do Voluntariado, esta actividade pretende incentivar a solidariedade e a prática desportiva, promover o voluntariado, sensibilizar os jovens para os comportamentos cívicos, promover o convívio a partilha, o debate e a socialização entre os jovens, bem como incentivar o empreendedorismo jovem”, explicou o vereador da Juventude. “Numa altura de crise como esta, é de enaltecer o papel fundamental dos parceiros e o trabalho conjunto realizado, que vai permitir, à semelhança da edição anterior, promover esta iniciativa, a custo zero”, adiantou João Leite. O programa pode ser consultado em www.oribatejo.pt

Misericórdia e o Cenfim assinam acordo de cooperação FORMAÇÃO PROFISSIONAL A Santa Casa da Misericórdia de Santarém vai celebrar um protocolo de colaboração com o CENFIM - Centro de Formação Profissional da Industria Metalúrgica e Mecânica, no dia 29. O provedor Mário Rebelo justifica este protocolo com a necessidade de criar mecanismos que promovam a participação conjunta em actividades de carácter técnico-pedagógico e de formação. Assim as duas instituições comprometemse a colaborar entre si, tendo em vista o estabelecimento de mecanismos de cooperação que tornem possível a participação conjunta em projectos e estudos, o apoio à formação em contexto real de trabalho, e a promoção de estágios de alunos do CENFIM na Santa Casa da Misericórdia de Santarém.


Expocaça 2011 traz os melhores cães de caça ao Cnema CERTAMEO Cnema - Centro Nacional de Exposições recebe nos dias 29 e 30 de Abril e 1 de Maio, a Expocaça, que inclui o 1º Congresso Nacional das Zonas de Caça Turísticas, a II exposição canina especializada de cães de caça, o 19º Encontro Nacional de Caçadores (Fencaça), demonstrações de Falcoaria, corridas de galgos, demonstrações de cão de parar, um mercado de trocas de artigos de caça em segunda-mão, entre outras actividades.

Os comunistas sugerem um processo de reestruturação da dívida da câmara

Dia do Trabalhador festejado em Santarém 1º DE MAIOO Dia do Traba-

CDU classifica de “tragédia” a gestão de Moita Flores Os comunistas adiantam dados que revelam aumentos na dívida de curto, médio e longo prazo CRÍTICAS A CDU recorre ao livro de Eça de Queiroz, “Tragédia na Rua das Flores”, para criticar a gestão autárquica da câmara de Santarém e do presidente Moita Flores. José Marcelino, candidato da CDU nas últimas autárquicas, recorre aos números das contas da câmara para alertar para subidas quer na dívida de curto prazo quer na dívida de médio e longo prazo. “Verificamos que a despesa corrente em 2010, que foi de 25,9 milhões de euros, desce efectivamente bastante mas tal não se deve a cortes de austeridade mas sim a uma descida abrupta face a 2009, em que a despesa foi de 40 milhões de euros”, referiu o elemento da CDU. Esta despesa corrente está ainda assim abaixo do nível de despesa de 2007 e 2008, em que se gastou 25,8 milhões e 28,8 milhões respectivamente. Apesar da redução da despesa corrente, aumentou a dívida a curto prazo referente ao ano de 2010 que foi de 41 milhões

de euros. Também a dívida de médio e longo prazo aumentou em 2010, situando-se nos 42,6 milhões de euros. José Marcelino coloca um outro factor nesta equação: “apesar do financiamento de 23 milhões de euros, oriundos do Programa de Regularização Extraordinária de Dívidas do Estado, que se destinou a liquidar a dívida de curto prazo, esta aumentou espantosamente tanto em 2009 como em 2010”. “O que se fez para que a dívida continuasse a aumentar”, questiona o elemento da CDU, afirmando mesmo que, o período eleitoral autárquico de 2009, “custou 11 milhões de euros em abun-

“A câmara paga principescamente e na hora aos artistas que vêm de fora do concelho e atrasa pagamentos às associações locais” Francisco Madeira Lopes ELEITO DA CDU NA ASS. MUNICIPAL

dância festiva”, numa alusão aos alegados apoios da câmara a muitas festas populares nas freguesias do concelho. Analisando o lado da despesa, José Marcelino refere que esta só paga 43% da dívida de um ano e que essa dívida está 230% acima da capacidade de geração de receitas da autarquia nesse período de tempo. Na mesma análise, o elemento da CDU refere que as receitas sem financiamento bancário são apenas de 38/39 milhões de euros e que os custos fixos são superiores a 26 milhões, incluindo as despesas com pessoal (cerca de 15 milhões) e as despesas de funcionamento da autarquia (5 milhões de euros), às quais se juntam os custos do financiamento bancário (6 milhões de euros ao ano). “Como é possível pagar a dívida a curto prazo aos fornecedores”, questiona José Marcelino, alertando também para a possibilidade de muitos projectos, co-financiados por fundos do QREN, poderem vir a cair por falta de financiamento da câmara de Santarém. Uma preocupação central da CDU refere-se às dívidas da câmara com as juntas que vai já nos 7,87 milhões de euros, tendo subido 121% entre 2008 e 2010.

lhador vai ser comemorado pela CGTP - Intersindical com um dia de festa e de luta em Santarém. O programa do 1º de Maio inicia-se às 10h00 com jogos tradicionais e insufláveis para crianças. Às 15 horas terá início a concentração no Largo Cândido dos Reis, seguida de um desfile que culminará com as intervenções dos dirigentes sindicais. Às 16h00 a festa vai continuar, com a animação musical da banda Rubro. Haverá petiscos e bebidas.

Novo comandante nos Voluntários de Santarém BOMBEIROSPaulo Santos tomou posse como comandante dos Bombeiros Voluntários de Santarém na quinta-feira passada. O actual comandante, Paulo Cardoso passou ao quadro de honra e deverá regressar aos Bombeiros de Rio Maior. Paulo Santos iniciou-se nos Bombeiros Voluntários de Santarém, tendo participado na fundação dos Voluntários de Alcanede que de foi comandante até final de Março.

Alunos Escola Ginestal Machado fazem gala de beneficência SOLIDARIEDADE A Associação Acreditar foi a escolhida para a oferta dos fundos recolhidos nesta gala. Na próxima sextafeira, dia 29 de Abril, realizarse-á no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, uma gala de beneficência organizada por um grupo de alunos da turma J do 12º ano da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado. O projecto tem sido preparado ao longo deste ano lectivo no âmbito da disciplina de Área de Projecto, e tem como título “Crianças em fase terminal – O fim do início da vida”. O grupo de alunos composto por Bárbara Duarte, Catarina Jerónimo, Francisco Mendes, Joana Marecos e Rita Batista pretende com este trabalho sensibilizar a sociedade, nomeadamente a comunidade escolar, para esta realidade, e ainda dar o seu contributo à associação Acreditar – Associação de pais e amigos de crianças com cancro. Nesta gala será apresentado o projecto, bem como as diversas formas de ajuda possíveis. Marcarão presença artistas como David Antunes e Nucha, a tuna do Instituo Politécnico de Santarém - Scalabituna, Sara Batalha, vários alunos, e ainda grupos de dança oriental e de ballet. A somar a estas cooperações está a da direcção do teatro, que prontamente aceitou colaborar e ceder o espaço. Para além deste evento, o grupo tem vindo a realizar outras actividades, como a venda de rifas e bolos. Segundo o grupo de alunos, “poder dar um sorriso a estas crianças é o nosso trabalho e maior objectivo”. Com o valor simbólico de dois euros e meio poderá assistir a esta gala, e ajudar a Acreditar. Ana Neves

28 Abril 2011 O RIBATEJO 11


Região

OPINIÃO

Santarém

Ainda sobre as listas 01

02

Armando Fernandes

A

saída de Jorge Lacão da lista do PS de Santarém é um facto de inegável saliência política, pois desde 1981 sempre foi eleito deputado pelo distrito, com conhecida e positiva relevância. Os dados a comentários pensados com as tripas já sentenciaram a morte política de Lacão, um redondo engano, ele está para durar, mais a mais ganhou lastro político pela própria dialéctica interna partidária e ainda porque, enquanto ministro, suportou os tremendos embates originados pela acção de Sócrates no meio da convulsão originada pelo aperto financeiro em que vivemos. Para durar e lutar durante muitos anos está igualmente Miguel Relvas. Além de ser o poderoso número dois do partido, além de tudo saber no respeitante à máquina partidária, conseguiu a aprovação das listas sem votos contra e, mais do que isso, realçou o facto de a sua confecção estar isenta de ajustes de contas ou retaliações. Notável. No caso de o PSD ganhar as eleições é minha convicção vir Relvas a ser designado ministro de estado adjunto da presidência. Se as eleições forem perdidas o partido entra em convulsão, Relvas medirá minuciosamente os estragos de modo a equacionar o avanço pela conquista do poder. Uma coisa é certa: Relvas é vencedor, não só pelo modo como sumiu as tentativas de oposição interna na construção das listas, também ao conseguir deixar a ideia da não existência de contestação. Ora, nunca por nunca isto é possível mesmo nas formações minoritárias. No mais, as listas são o somatório de grande número de inferências, por essa razão ficam sempre queixumes, zangas e pedras no sapato. (leitura integral deste artigo em www.oribatejo.pt)

12 O RIBATEJO 28 Abril 2011

Legislativas Fechou o pano das listas e abriu o 1º acto da campanha

03

04

01 Candidatos do PS “unidos” na hora de entregar as listas 02 Relvas (PSD) começou ao ataque a Serrano 03 Bloco de Esquerda quer Gusmão acompanhado

PS, PSD e Bloco de Esquerda entregaram listas definitivas no tribunal. Os dois maiores partidos não escaparam a polémicas internas. POLÍTICA Terminou o primeiro acto das eleições legislativas no distrito com a entrega de todas as listas. Mas o pano não fechou sem alguma polémica interna na escolha dos candidatos a deputados. Foi o caso do PS, em que Paulo Fonseca, o autarca de Ourém e presidente da distrital socialista, não ficou satisfeito com a imposição de José Sócrates para que João Galamba entrasse em terceiro lugar nas listas do distrito. Paulo Fonseca escreveu mesmo uma carta aos militantes a dizer que vai colocar o seu lugar à disposição depois das eleições legislativas de 5 de Junho “Obviamente que me apetece virar as costas à situação porque não posso concordar com esta imposição”, escreveu, acrescentando que a ordenação final da lista só

ficou concluída após um telefonema do próprio secretáriogeral. “Depois das eleições terão o meu lugar, uma vez que não consegui evitar a vinda de mais um candidato de fora”, afirmou aquando da entrega das listas no Tribunal de Santarém, onde o líder da distrital até apareceu acompanhado de João Galamba. O cabeça de lista, António Serrano, desvalorizou esta polémica sublinhando que o PS “está unido e esta equipa está centrada no mesmo objectivo”. “São episódios normais em qualquer partido democrático mas agora devemos centrar a nossa acção no futuro e não no passado”; afirmou o ainda ministro da Agricultura. Outra situação polémica foi a saída das listas da governadora civil e ex-deputada Sónia San-

04 Paulo Fonseca ameaça demitir-se da distrital depois das eleições por discordar da inclusão de João Galamba nas listas fona, inicialmente prevista na proposta da distrital mas que acabou por se retirar sem apresentar justificação pública. Também Rui Barreiro, secretário de Estado das Florestas, critica o sucedido e lamenta que num distrito com quatro governantes apenas Idália Serrão figure nas listas. Já no PSD, a polémica teve a ver com a carta de António Campos à direcção do partido a contestar o processo de formação da lista. Mas, afinal, o processo não podia ser mais democraticamente participado, uma vez que os nomes por ordem alfabética foram aprovados em Assembleia Distrital e de acordo com as orientações da própria direcção nacional do partido. Também o PSD entregou as listas definitivas esta semana, na qual Relvas

regressa como cabeça de lista. “Venho com muita vontade de ajudar a resolver os problemas da minha região e de ganhar as eleições no dia 5 de Junho”, afirmou à saída do tribunal. Como prioridades para a região, Miguel Relvas falou de agricultura, aproveitando para lançar já um ataque ao seu adversário do PS no distrito, António Serrano. “Não se passa a defender mais a agricultura pelo facto do candidato ser o ministro da Agricultura”, afirmou o cabeça de lista do PSD, acrescentando que “isso é fachada, é política para scalabitano ver”. Tudo mais pacífico no Bloco de Esquerda que renovou a aposta em José Gusmão, que virá acompanhado nos primeiros lugares da lista por Sara Cura (Abrantes), António Gomes (Torres Novas).


Bombeiros de Pernes elegeram nova direcção

Moita Flores ainda sonha com projecto da frente ribeirinha

VOLUNTÁRIOSA assembleia geral da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Pernes reuniu no dia 8 e aprovou por unanimidade as contas de gerência de 2010, assim como elegeu os órgãos sociais para o triénio de 2011 a 2013. A Associação tem como presidente da direcção Henrique Rodrigues Belino, sendo presidente da assembleia geral Raúl Duarte Violante e o presidente do conselho fiscal é Valentim Pereira Gomes, não se verificando grandes alterações. Na mesma data procedeu-se também à eleição dos dirigentes da Secção dos Dadores de Sangue dos Bombeiros Voluntários de Pernes. António Talhão é o presidente, Vânia Martins, a vice-presidente, e os vogais Olga Shchipska, Francisco Viegas Santos, Ana Cordeiro, Tiago Frazão e Amarinho Almeida.

INVESTIMENTOO presidente da Câmara de Santarém Francisco Moita Flores disse à agência Lusa que não desistiu do projecto elaborado no seu primeiro mandato para transformar a frente ribeirinha da cidade (desde a Ribeira até Alfange), numa intervenção orçada em 100 milhões de euros articulada com a estabilização das encostas de Santarém e com o desvio da linha de caminho de ferro do Norte. A suspensão do desvio da linha do Norte, por parte da Refer, “travou” o avanço do projeto, mas Moita Flores afirmou à Lusa que, embora a intervenção mais abrangente tenha ficado condicionada, a reabilitação urbanística da Ribeira vai avançar, através da empresa municipal STR.URBHIS.

Mercado Municipal vai para obras, logistas no Convento das Donas Recuperação do mercado custa 1,4 milhões de euros e tem apoio do Qren. PATRIMÓNIO CULTURAL O velho mercado municipal de Santarém deverá, finalmente, beneficiar de obras de reabilitação. A Câmara Municipal aprovou,

na terça-feira, por unanimidade, o lançamento de um novo concurso para a reabilitação do mercado municipaln de Santarém, a futura “Praça dos Sabores”. Na apresentação do projecto, o arquitecto Santos Silva afirmou que durante os 10 a 12 meses que vão durar as obras, o mercado será trans-

ferido para três armazéns no Convento das Donas, ao lado da esquadra da PSP, que irá beneficiar de obras de adaptação para poder receber as lojas. O investimento de 1,3 milhões de euros no mercado e de 145 mil no Convento das Donas conta com uma comparticipação de 80 por cento dos fundos comunitários do QREN.

PUBLICIDADE

28 Abril 2011 O RIBATEJO 13


PUBLICIDADE

14 O RIBATEJO 28 Abril 2011


Região

Santarém

Dispositivo de prevenção de incêndios reforçado no distrito Desempregados e voluntários chamados a fazer prevenção de incêndios FLORESTAS Rui Barreiro, secretário de Estado das Florestas, garantiu esta semana em Santarém que o dispositivo de prevenção de incêndios para o distrito “não vai ser afectado pelos cortes a nível nacional” e que ate vai ser reforçado a nível de maquinaria. O secretário de Estado participou em Santarém numa reunião com a comissão distrital de defesa da floresta a cujos membros, sobretudo autarquias e forças da segurança, entregou o plano distrital de com-

bate aos incêndios florestais. Rui Barreiro sublinhou que, além dos 20 milhões de euros já aprovados no âmbito do Programa de Desenvolvimento Rural (Proder) para projectos no âmbito da defesa da floresta contra incêndios, há outros programas em curso, aos quais as autarquias também se podem candidatar, sobretudo ao nível da limpeza da floresta mas também ao nível da sua requalificação e da criação de parques florestais ordenados. O governante apelou ao envolvimento dos particulares e das autarquias no esforço de prevenção de fogos florestais, referindo que, além das verbas do Proder, foram destinados mais 30 milhões de euros (um crescimento de 5

Rui Barreiro entregou plano distrital de combate a incêndios por cento) para o esforço de prevenção. Como exemplos apontou a aprovação de 20 novas equipas de sapadores florestais e o aumento do fogo controlado, realizado ao longo dos últimos meses de Norte a Sul do país. Em Santarém, o

dispositivo distrital vai ter 17 equipas de sapadores florestais com 85 elementos. Vai também ser disponibilizada mais uma máquina de rastros que está pronta a entrar 24 horas por dia em cenários de incêndio no distrito.

Plenário distrital de reformados na Ribeira de Santarém REFORMADOS O 2º Plenário Distrital da Inter-Reformados realiza-se no próximo dia 6 de MAio, no Teatro Clube Ribeirense, na Ribeira de Santarém, entre as 14 e as 18 horas. O plenário é constituído por delegados – maioritariamente reformados – provenientes dos vários sectores de actividade, bem como de comissões locais de reformados e reune de três em três anos. A indigitação dos delegados, conforme decorre do regulamento, é feita de acordo com critérios de representatividade sindical no distrito de Santarém. O plenário debruçar-se-á sobre questões de organização e sobre assuntos que dizem respeito aos reformados. O plenário irá também eleger, por um período de três anos, a Direcção da Inter-Reformados Distrital. PUBLICIDADE

28 Abril 2011 O RIBATEJO 15


Região

Rio Maior

Cartaxo

Henrique Neto nas jornadas da Escola Profissional de Rio Maior INICIATIVAA Escola Profissional de Rio Maior (EPRM) vai realizar a 18ª edição das suas jornadas profissionais entre 11 e 13 de Maio, três dias marcados por seminários, encontros com empresários, pais e encarregados de educação e intercâmbios escolares, desportivos e recreativos. O empresário Henrique Neto, da Iberomoldes, vai participar no colóquio “empreendedorismo, inovação e empregabilidade”, que se realiza na sexta-feira, 13 de Maio, a partir das 9h30, no auditório do cine-teatro municipal de Rio Maior. Esta sessão será moderada por Orlando Ferreira, administrador da Rodoviária do Tejo, e contará também com as intervenções de Joaquim Louro, da Lourini, e de Mário Lobo, director do Centro de Emprego. A sessão de abertura das jornadas está marcada para quarta-feira, 11 de Maio, às 10 horas, também no cineteatro da cidade, durante a qual a EPRM vai apresentar o número 19 da sua revista e entregar os prémios de mérito escolar aos melhores alunos. Estão previstas as intervenções de Luís Capucha, presidente da Agência Nacional para a Qualificação, e de Isaura Morais, presidente da Câmara de Rio Maior.

Intempéries custam aproximadamente 675 mil euros EMPRÉSTIMOA recuperação das estradas estragadas pelas fortes intempéries registadas a 23 de Dezembro de 2009 no concelho de Rio Maior vai custar cerca de 675 mil euros. Deste montante, a Secretaria de Estado da Administração Local pagará cerca de 438 mil euros, cabendo à Câmara Municipal os restantes 237 mil euros, para os quais vai contrair um empréstimo bancário. O valor é menor que aquele que a autarquia tinha inicialmente apresentado ao Tribunal de Contas, que rondava os 250 mil euros.

16 O RIBATEJO 28 Abril 2011

Segundo o Bloco de Esquerda do Cartaxo, a estrada que liga o estádio municipal à A1 está fora do limite urbano da cidade

Multas de trânsito provocam polémica com limites urbanos Bloco de Esquerda afirma que a PSP está a aproveitar-se de uma alteração ilegal para fazer uma “caça à multa”. A polícia desmente e afirma que se limita a impor a lei João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Os eleitos do Bloco de Esquerda na Assembleia Municipal do Cartaxo exigem que a Câmara clarifique os limites urbanos da cidade, uma vez que “as delimitações do perímetro foram incorrectamente mudadas” para “ser mais fácil a caça à multa”. Em causa está o facto de recentemente ter sido colocada uma placa de localização a dizer “Cartaxo” junto ao nó de acesso à A1, e a PSP, de acordo com a denúncia do BE, estar a autuar os automobilistas apanhados a circular

a mais de 40km/h, o limite de velocidade dentro dos limites urbanos. Apesar de já terem pedido informações aos responsáveis da autarquia, Odete Cosme e Pedro Mendonça salientam que ainda ninguém conseguiu explicar o súbito crescimento de 3,5 quilómetros do perímetro urbano, mais concretamente entre a rotunda da Quinta das Pratas e o nó de acesso à A1, e entre a rotunda do estádio municipal e a Alameda do Futuro, também a caminho da auto-estrada. Como a PSP tem vindo a aumentar as acções de fiscalização rodoviária, a conse-

quência tem sido a aplicação de coimas avultadas e ilegais aos automobilistas, sustentam os eleitos do BE, acrescentando que as certidões topográficas em vigor provam que o perímetro urbano termina junto à antiga fábrica da Argibetão, pouco depois da Quinta das Pratas, e a 270 metros da rotunda do estádio municipal, no segundo caso. Os automobilistas já autuados – alguns com multas de 300 euros – podem usar as certidões para impugnar judicialmente as coimas de que foram alvo, explicam os membros da Assembleia Municipal.

Ouvido pelo nosso jornal, o comandante da PSP do Cartaxo começa por garantir que a polícia “não anda a fazer nenhuma caça à multa”. Segundo Pombo Mendes, a PSP “tem feito cumprir os limites de velocidade em troços da estrada onde a sinalização vertical existente assim o obriga, independentemente de ser dentro ou fora dos limites urbanos”. “A única coisa nova que se colocou foi uma nova placa de limite de localidade a dizer Cartaxo, facto a que a PSP é alheia. Mas, e apesar de parte da sinalização existente ter desaparecido durante as obras de construção do nó de acesso à A1, os limites de velocidade já existiam previamente e estão devidamente assinalados”, esclarece o mesmo responsável. Para o BE, essa sinalização nunca existiu ou sequer foi discutida na comissão municipal de trânsito. Além disso, uma vez que se trata de uma estrada nacional fora do perímetro urbano, essa competência seria da comissão nacional de trânsito, e não da autarquia, explicam os autores da denúncia. “Não houve qualquer alteração quer ao perímetro urbano,


Lezíria

Cartaxo

Comunidade intermunicipal cria central de compras electrónica

que teria que ser feita em sede de revisão do PDM, quer aos limites urbanos da cidade, que já obedecem a legislação específica”, explicou ao nosso jornal o vice-presidente da Câmara. Paulo Varanda admite que a colocação da placa de localidade junto ao nó de acesso à A1 “possa estar a provocar alguma confusão, mas tudo se mantém como antes, em termos de urbanismo”. “Penso que a PSP estará apenas a fazer cumprir os limites de velocidade impostos pela própria sinalização”, acrescentou. Tanto Paulo Varanda como Pombo Mendes admitem rever a questão dos limites de velocidade em ambas as vias. “Há troços onde realmente não se justifica circular a uma velocidade tão baixa, e nós vamos tentar lançar essa discussão na comissão municipal de trânsito”, disse ao nosso jornal o comandante da PSP. “Havendo um parecer técnico favorável em relação à segurança dos condutores, não colocamos nenhum entrave à hipótese de rever a ajustar os limites de velocidade na estrada que liga ao nó”, confirmou o vicepresidente da Câmara.

ESCALA A Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIM-LT) criou uma central de compras electrónica com o objectivo de reduzir custos para os onze municípios associados, que, segundo uma estimativa inicial, podem ir dos 5 aos 35%. Segundo um comunicado de imprensa da CIM-LT, os primeiros procedimentos a adoptar na central serão a nível da energia, combustíveis, gás e lubrificantes, consumíveis de limpeza e higiene, outsourcing de impressão, e comunicações de dados e voz móveis e fixas. A central terá um portal de compras personalizado, onde todos os utilizadores, neste caso os municípios, terão acesso aos contratos negociados centralmente, “o que permite a uniformização e automatização do processo de compra e relação com fornecedores, bem como a redução da carga administrativa através do lançamento contabilístico automático”, salienta a mesma nota.

Coruche

Posto da GNR do Couço foi requalificado SEGURANÇA A Câmara Municipal de Coruche quer que o posto da GNR da freguesia do Couço se mantenha em funcionamento e, se possível, seja reforçado com mais elementos. Esta foi a mensagem transmitida pelo presidente da autarquia, Dionísio Mendes, durante a visita às obras de requalificação do edifício, que decorreu na segunda-feira, 25 de Abril. O investimento, da responsabilidade da Câmara Municipal, teve como objectivo melhorar as condições de trabalho dos militares que prestam serviço no posto, cujo imóvel apresentava vários sinais de degradação.

Festa do vinho promove os melhores néctares da região Certame visa divulgar a aposta na qualidade.

Requalificação era esperada há mais de 20 anos

Jardim da Ribeira do Cartaxo custou um milhão de euros Inauguração foi o ponto alto das comemorações do 25 de Abril no concelho CIDADE A inauguração do novo parque municipal de Santa Eulália, um amplo jardim com cerca de 5 hectares na zona da Ribeira do Cartaxo, foi o ponto alto das comemorações do feriado de 25 de Abril no concelho. “Este parque era um sonho com mais de duas décadas”, afirmou o presidente da Câmara, Paulo Caldas, minutos depois de ter convidado duas crianças da banda filarmónica dos bombeiros do Cartaxo para descerrar a placa, e antes de se dar início a um convívio popular com porco no espeto que reuniu mais de 200 munícipes no novo jardim. O parque de Santa Eulália significou um investimento de cerca de um milhão de euros, que incluiu toda a qualificação ambiental dos cerca de cinco hectares de terreno, a construção de 80 lugares de estacionamento, a limpeza da ribeira e valorização dos tanques e fonte, e toda a obra de calcetamento e

iluminação pública, financiado a 85% por fundos comunitários. O jardim “é para ser preservado por toda a gente, e estou certo que os mais jovens e os menos jovens vão conseguir fazer isso ao usufruir do espaço”, alertou o autarca. A cerimónia de inauguração do novo jardim ficou também marcada pela intervenção de um residente na Quinta de Santa Eulália, que transmitiu a Paulo Caldas o descontentamento de vários moradores da urbanização para o facto de ainda existirem áreas públicas por concluir e ajardinar junto dos prédios. “Nós sabemos que o construtor, para não fazer ele as obras, deu o dinheiro à Câmara Municipal. Isso foi-nos confirmado em várias reuniões que já tivemos, mas até agora ainda não foi feito cá nada”, disse ao nosso jornal Jaime Duarte, enquanto mostra um imenso matagal nas traseiras dos prédios, onde os arranjos urbanísticos estão por fazer há cerca de 12 anos. Segundo o morador, a situação afecta cerca de 50 famílias. Notícia completa em www.oribatejo.pt

PROMOÇÃO A 23ª edição da festa do vinho do Cartaxo arranca hoje, 28 de Abril, e termina no domingo, 1 de Maio, num certame que visa valorizar e promover a cultura ribatejana e a qualidade dos vinhos do concelho e da região. Como é hábito, o pavilhão municipal de exposições é a montra das casas agrícolas e dos produtores de vinho, um sector que “está em crescente transformação, procurando na qualidade um factor diferenciador”, segundo Paulo Caldas, o presidente da Câmara do Cartaxo, entidade que organiza a festa do vinho. Segundo o autarca, o certame pretende criar dinâmicas que estabeleçam ligações mais fortes entre os produtores e os apreciadores de vinho (com provas para o público em geral e específicas para restauração e novos consumidores), mas também ser espaço de divulgação e promoção dos vinhos que têm vindo a ganhar espaço no cada vez mais exigente mercado nacional e internacional. Do programa, destaque para o seminário sobre o “licenciamento industrial das adegas”, que se realiza na sexta-feira, 29 de Abril, às 15 horas, no auditório municipal da Quinta das Pratas, organizado pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV). No final, serão conhecidos e premiados os vinhos vencedores do XXVII Concurso de Vinhos do Concelho do Cartaxo e XII Concurso de Vinhos do Tejo “O Melhor Vinho na Produção”, organizados pelo Município do Cartaxo, em parceria com a AMPV, e realizados nos dias 13 e 14 de Abril. As provas de vinhos voltam a integrar o programa da festa. No dia 29 de Abril, às 18h15, as provas serão dirigidas aos profissionais da Restauração e no dia seguinte, às 11h15, a novos consumidores.

28 Abril 2011 O RIBATEJO 17


Região

Almeirim

Salvaterra de Magos

Certame terminou com quatro toneladas de enguia consumidas Investimento rondou os 1,4 milhões de euros

Esgotos já funcionam em Foros de Benfica SANEAMENTO Os moradores

em Foros de Benfica, freguesia de Benfica do Ribatejo, Almeirim, já podem solicitar à Águas do Ribatejo a ligação do ramal predial dos esgotos à rede de saneamento pública, que foi recentemente concluída. Segundo um comunicado da empresa intermunicipal, “a ligação é obrigatória” e os interessados devem solicitar a sua autorização nas unidades de atendimento da Águas do Ribatejo, munidos da respectiva caderneta predial urbana actualizada ou de um documento que comprove o usufruto do prédio. A empresa alerta ainda que, “com a entrada em funcionamento do sistema de saneamento é obrigatória a

desactivação das fossas sépticas”. A facturação da taxa de saneamento em vigor que será incluída na factura da água a partir de Junho. Esta melhoria no ambiente e na qualidade de vida das populações de Foros de Benfica representa um investimento de 1,4 milhões de Euros comparticipado em 68 por cento pela União Europeia. “A estação tem agora um sistema de tratamento terciário com desodorização, que reduz de forma significativa os cheiros incómodos próximo da ETAR, e está equipada de modo a permitir uma redução significativa dos custos de energia no tratamento das águas residuais”, acrescenta ainda a Águas do Ribatejo.

Câmara municipal, organizadora do mês da enguia, faz um balanço “muito positivo”. A edição de 2011 do certame gastronómico “enguia, rainha do paladar”, que decorreu durante todo o mês de Março em 17 restaurantes do concelho de Salvaterra de Magos, terminou com quatro toneladas de enguia consumidas, um número que iguala o registado em 2010 e se enquadra dentro das previsões que a organização lançou antes do arranque da iniciativa. “Foram milhares os visitantes que aceitaram o nosso convite, e que assim revestiram de sucesso mais uma edição deste que é o nosso principal evento de promoção turística”, destaca a presidente da Câmara de Salvaterra, Ana Cristina Ribeiro, que faz um balanço bastante positivo do certame. “Num cenário de crise acentuada, com repercussões directas nas famílias, eram naturais as expectativas para resulta-

dos ligeiramente abaixo dos registados na edição do ano passado, em que se atingiram níveis e números históricos no evento”, salientou a autarca, acrescentando que o “cenário de crise foi um elemento extra de motivação”. Inequivocamente, “veio ajudar a economia local nas várias áreas a que a Câmara tem vindo a alargar o conceito do mês da enguia”, ajudando na actividade dos restaurantes, casas agrícolas, artesãos e alojamento, disse ainda Ana Cristina Ribeiro. Segundo números avançados

pela organização, passaram pelo secretariado do mês da enguia mais de 4 mil pessoas, e a feira do vinho e do artesanato ultrapassou o milhar de visitantes, tendo os artesãos locais conseguido vender os seus produtos. Uma parte significativa dos visitantes aproveitou também para visitar o palácio da Falcoaria Real, e as exposições “nas margens do passado – os Concheiros de Muge” e “Avieiros”, de Maria Micaela Soares. A peça de teatro “Oh Zé, põe-te em pé!” juntou cerca de 700 espectadores no Celeiro da Vala, o que foi “um enorme sucesso no encerramento da programação”, salienta a Câmara. E há ainda a acrescentar o número elevado de participantes nas actividades desportivas, culturais e de animação que decorreram em paralelo com o certame gastronómico, e cuja organização envolveu quase todo o movimento associativo do concelho. Os restaurantes vencedores desta edição do “mês da enguia” já estão escolhidos pelo júri, mas os resultados ainda não foram revelados.

Os números da edição de 2011 igualaram os do ano passado, que já tinham sido os melhores de sempre

Alpiarça

Chamusca

Câmara convida credores para sessão de esclarecimento

Câmara atribui casa nova a família carenciada

Município reduz apoio à semana da Ascensão

Rastreio ao cancro da mama em três freguesias

REALOJAMENTOA Câmara da Chamusca realojou uma família carenciada numa habitação construída no âmbito do programa de realojamento do Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU), organismo que pagou metade da intervenção. Esta família, a quem a casa nova foi entregue na quinta-feira, 21 de Abril, vivia numa habitação da Câmara que vai ser demolida.

FESTEJOSA Câmara da Chamusca reduziu o apoio à realização da semana da Ascensão, a maior festa anual do concelho. Atribuiu-lhe 47.500 euros, sensivelmente um quarto dos 187.000 euros dados na edição de 2010, que também já tinha sofrido um corte significativo. Como as eleições legislativas estão marcadas para 5 de Junho, a Ascensão vai decorrer entre os dias 1 e 4 de Junho.

SAÚDENo âmbito da 5ª volta do programa de rastreio de cancro da mama, a Liga Portuguesa Contra o Cancro irá realizar um rastreio gratuito numa unidade móvel na freguesia do Chouto, entre 5 e 16 de Maio, na freguesia da Carregueira, de 18 e 26 de Maio, e na Chamusca, entre 30 de Maio e 16 de Junho. Funciona de segunda a quinta-feira, das 9 às 13 horas, e das 14 às 17h30.

DÍVIDA “Recuperar a credibilidade do município de Alpiarça” foi o nome dado à sessão pública em que a Câmara chamou os fornecedores para lhes dar conta de que vai começar a liquidar a sua dívida de curto prazo precisamente pelas empresas do concelho. O executivo, liderado por Mário Pereira, explicou aos credores a importância da recente aprovação do Pla-

18 O RIBATEJO 28 Abril 2011

no de Saneamento Financeiro pelo Tribunal de Contas, que permite contrair um empréstimo bancário de 6,1 milhões de euros para fazer face a uma dívida de curto prazo que ronda os 5 milhões de euros, pulverizada por centenas de empresas fornecedoras. Entre estas, estão muitas pequenas e médias empresas de Alpiarça e dos concelhos à volta.


Abrantes

Constância

Museu da Cavalaria perpetua nome de Salgueiro Maia

Bênção das festas da Boa Viagem juntou 80 embarcações

O capitão de Abril é o patrono do espaço museológico da Escola Prática de Abrantes MOSTRA Figura maior pelo seu papel na revolução de Abril de 1974, o nome de Salgueiro Maia continua vivo na Escola Prática de Cavalaria (EPC) de Abrantes, que o perpetua através da “Colecção Visitável da Cavalaria Portuguesa”, uma exposição que pode ser visitada através de marcação prévia no quartel de Abrantes, para onde a EPC se mudou em Novembro de 2006. Na fachada do edifício há um painel evocativo de Salgueiro Maia, o homem que há 37 anos chefiou a coluna militar que, na madrugada de 25 de abril de 1974, saiu da EPC, em Santarém, rumo a Lisboa, onde participou em momentos decisivos da Revolução dos Cravos, como

o do ultimato a Marcelo Caetano. A célebre “Bula”, chaimite que transportou Marcelo Caetano e dois dos seus ministros no momento que simbolizou a capitulação do Estado Novo, serve de prelúdio a este Museu da Cavalaria, do qual Salgueiro Maia é o patrono. Em declarações à Lusa, o coronel Henriques, em nome do Exército português, disse que o espólio de Salgueiro Maia e a própria chaimite que o transportou até ao Largo do Carmo estão “bem preservados”, ressalvando que a EPC “teve um papel importante na história do 25 de Abril, mas não foi a única”. Em Abrantes, o Museu da Cavalaria permitiu reorganizar a colecção que estava reunida no antigo ginásio da EPC em Santarém, seguindo uma lógica cronológica que se inicia na pré-história e acaba nas participações da Cavalaria nas missões de paz internacionais.

Rede de intervenção na violência quer apoiar e proteger as vítimas Protocolo, assinado no dia 25 de Abril, envolve quatro entidades parceiras PROTECÇÃO Promover respostas organizadas e encontrar soluções eficazes para prevenir e apoiar vítimas de violência doméstica são os objectivos de um protocolo de cooperação que foi assinado na segundafeira, 25 de Abril, em Abrantes, para a constituição da rede especializada de intervenção na violência. Envolvendo uma parceria entre o município de Abrantes, o Centro Hospitalar do Médio Tejo, a Comissão de Protecção de Crianças e Jovens de Abrantes e o Instituto Politécnico de Tomar, o protocolo visa “estruturar, implementar, desenvolver e assegurar”

o regular funcionamento da rede para proteger vítimas de violência doméstica. Um objectivo “legítimo e comum”, disse à Lusa a presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, observando que o projecto se traduz na disposição de “promover” a cidadania, a participação e a igualdade de tratamento entre pessoas. “O propósito é criar as bases para uma intervenção articulada e concertada, com vista à prevenção da violência e à inclusão das vítimas”, adiantou. A autarca disse ainda que, tendo como base de trabalho uma “transversalidade integrada”, é possível “dar continuidade ao trabalho já desenvolvido e colocar a ênfase no desafio de agir no pensamento e na promoção efectiva da igualdade, da não discriminação, da participação e do desenvolvimento”.

Maria do Céu Albuquerque e Gabriela Canavilhas

Tramagal vai ter museu industrial com espólio da MDF Ministra da Cultura apoiou criação do futuro museu ibérico de arqueologia e arte em Abrantes PROTOCOLO A ministra da Cul-

tura, Gabriela Canavilhas, esteve no Tramagal na terça-feira, 26 de Abril, na homologação do protocolo para a criação do nucleo museológico industrial que salvaguarde a história da Metalúrgica Duarte Ferreira (MDF) e do seu fundador Eduardo Duarte Ferreira. O nucleo vai ser gerido pela Junta de Freguesia do Tramagal nos ex-escritórios da empresa, cedidos pelas empresas Diorama e Predierg. A Câmara de Abrantesvai candidatar o projecto ao Proder e vai ainda intregá-lo numa rede de núcleos museológicos que pretende criar no concelho. Depois desta assinatura, Gabriela Canavilhas visitou a colecção de arqueologia da fundação Estrada, cedida à autarquia de Abrantes para o Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (MIAA). A representante da tutela, mesmo em gestão, declarou que as portas do Ministério estarão abertas para

FÉ Cerca de 80 barcos voltaram a descer o rio Zêzere em direcção ao Tejo, em Constância, para receber a bênção da Senhora da Boa Viagem. Vindos de municípios ribeirinhos desde Abrantes ao Montijo, os barcos chegaram decorados com bandeirinhas coloridas de papel seda, em que a maioria traz na proa uma imagem da padroeira. Este ano, a Festa da Senhora da Boa Viagem teve D. António Dias, bispo da Diocese de Portalegre e Castelo Branco, a presidir à homília e à procissão. Foi no meio do Tejo que fez a bênção a todos as embarcações presentes, enquanto a imagem da Senhora da Boa Viagem seguiu o seu caminho pela margem ao som dos cânticos religiosos, com os foguetes a ecoar pelos céus da vila.

Barquinha este projecto “que tem dimensão nacional” em tudo o que for possível. O MIAA foi um dos muitos projectos apresentados à ministra pela presidente da Câmara de Abrantes, Maria do Céu Albuquerque, que o definiu como estruturante da política cultural pensada para Abrantes. Entre outras novidades, a autarca anunciou a criação de uma orquestra de geração, a colaboração com a Direcção Regional de Cultura de Lisboa e Vale do Tejo para a preservação dos frescos da igreja de Santa Maria do Castelo, a transformação do antigo mercado diário (fechado pela ASAE no ano passado) num centro de artes para os criadores do concelho, entre muitas outras actividades desenvolvidas pela autarquia ou pelas associações do concelho, apoiadas pelos programas de financiamento da Câmara Municipal. A ministra assistiu ainda, em Abrantes, ao lançamento do novo guia turístico da cidade, que assenta nos roteiros locais e no património histórico: Castelo, Igreja de Santa Maria do Castelo, Igrejas de S. João, S. Vicente e Miseriórdia, Capela de Sant’Ana e a Ermida de S. Lourenço.

Nova estação de serviço para auto caravanas junto ao Tejo INAUGURAÇÃO A Câmara da Barquinha vai inaugurar a sua nova estação de serviço para auto caravanas no dia 1 de Maio, às 11 horas, numa sessão em que está prevista a presença de cerca de 700 caravanistas portugueses e estrangeiros. O equipamento situa-se junto ao parque ribeirinho, junto à Avenida dos Plátanos, e custou cerca de 20 mil euros aos cofres do município, que o considera estratégico a nível do alargamento da oferta de serviços na área do turismo, no concelho. Entre os dias 26 de Abril e 1 de Maio, a Câmara vai também promover o II encontro de caravanismo da Barquinha, com animação musical todas as noites, fados e karaoke.

28 Abril 2011 O RIBATEJO 19


Ensino JuniESDRM realiza workshop sobre concentração

OPINIÃO

ICAA ensina a gerir capital intelectual

FORMAÇÃO A J u n i E S D R M – Júnior Empresa da Escola Superior de Desporto de Rio Maior vai realizar um Workshop sobre “Técnicas de Concentração”!. A iniciativa, de carácter teórico-prático, terá lugar no dia 5 de Maio, das 18h às 21h, na sala 1 da Escola Superior de Desporto. O formador será o docente Paulo Malico, da ESDRM.

Florinda Matos

N

a Europa, as PMEs constituem 99% das empresas, dependendo delas a maioria dos novos empregos criados anualmente. A estrutura empresarial portuguesa não é diferente, segundo dados recentes do INE, as PMEs constituem 99,6% das nossas empresas, sendo responsáveis por três quartos do emprego gerado e por mais de metade dos negócios. Algumas destas empresas estão permanentemente a inovar e conseguem atingir padrões de excelência, sendo actualmente empresas de referência. A gestão do conhecimento organizacional, entendida como a “gestão do saber”, dentro da organização, passa pela capacidade que esta tem para identificar e codificar conhecimento, estimular o seu desenvolvimento e facilitar a sua aplicação, tornando-o num activo tão valioso como os outros. Este património intelectual pode ser usado, mas torna-se propriedade das organizações apenas quando é disponibilizado voluntariamente a seu favor, passamos então a falar de capital intelectual. Partindo dos pressupostos anteriores, foi criada, em Santarém a ICAA - Associação para a Acreditação da Gestão do Capital Intelectual, uma associação sem fins lucrativos, de âmbito internacional. A ICAA tem como missão ajudar as organizações a transformar capital intelectual em valor acrescentado, contribuindo para um desenvolvimento económico e social sustentáveis. A ICAA foi recentemente apresentada na Conferência Europeia de Capital Intelectual, no Chipre. Mais informações pelo mail florinda.matos@icaa.pt

20 O RIBATEJO 28 Abril 2011

A qualidade dos alimentos e da água são alguns dos temas em destaque nestes seminários

Estátua para Madre Andaluz

Escola Agrária recebe ciclo de seminários temáticos em Maio

HOMENAGEM O movimento Amigos Luiza Andaluz promove no dia 29 de Abril um concerto com Rão Kyao para a recolha de donativos para custear a estátua em homenagem a Madre Luiza Andaluz. A escultura ficará na na rotunda que dá acesso ao Politécnico.

Instituto Politécnico de Santarém Integram o Instituto Politécnico de Santarém a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

Os seminários estão agendados para 4, 7 e 12 de Maio e vão incidir sobre a área dos alimentos SANTARÉM A Escola Superior Agrária vai ter em Maio um vasto ciclo de seminários e debates sobre temas relacionados com os cursos desta escola. No próximo dia 4 de Maio, o curso de Engenharia Alimentar debate, a partir das 10, o tema “O consumo da carne e o “ser-se” humano. Que futuro?”, pelo professor António José Raimundo. Segue-se, das 11h às 13h do mesmo dia, o tema “Alimentos do futuro”, pelo professor José Abecassis Empis, do Instituto Superior Técnico da Universidade Técnica de Lisboa. Ainda neste

dia, debate a “Redução de sal (NaCl) em presunto”, das 14h às 15h30, pelo professor Igor Dias, da ESAS. O ciclo de seminários deste curso segue no dia 12 de Maio, com o tema “Waterborne diseases (a água como veículo transmissor de doenças infecto-contagiosas)”, das 9h às 11h, numa apresentação do professor Fernando Aires Ventura, da Universidade Nova de Lisboa e do Hospital de Egas Moniz. Segue-se no mesmo dia o tema “A água que bebemos”, das 11h às 13h, pelo professor Luis Simas, director do Departamento de Qualidade da Água da ERSAR - Entidade Reguladora dos Serviços de Água e Resíduos. Ainda neste dia 12, entre as 14h e as 15h45, debate-se uma área em crescimento na escola – a “Tecnologia vinagreira: vinagre com adições” -, um tema apresentado pela docente Cristina Laranjeira, da ESAS. Segue-se novo tema neste dia – “Produtos “biológicos/orgânicos” e a qualidade alimen-

Todos estes seminários decorrem no anfiteatro e são abertos à comunidade.

tar” – que é abordado por três intervenientes Vânia Filipe, Marta Madeira e Rita Ribeiro, da ESAS, entre as 16h e as 17h. Para terminar este dia, é ainda abordado o tema “O conceito de validação em sistemas de gestão da segurança alimentar”, das 17h às 18h, apresentado pela professora Carolina Singéis, docente desta escola. Também o Mestrado em Sistemas de Prevenção e Controlo Alimentar organiza no próximo dia 7 de Maio, um seminário subordinado ao tema “Toxinfecções alimentares, investigação epidemiológica laboratorial: dados do INSA”, que se realiza a partir das 9h30, numa apresentação da docente Cristina Belo Correia, do Laboratório de Microbiologia, do Departamento de Alimentação e Nutrição do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge. Todos estes seminários se realizam no anfiteatro principal da Escola e são abertos à comunidade. A Escola já recebeu um conjunto de seminários relacionados com as licenciaturas de Engenharia do Ambiente e de Nutrição Humana e Qualidade Alimentar. Foram abordados temas como A Gestão da Bacia do Tejo, Sustentabilidade nos Transportes, Alimentos funcionais e alimentos geneticamente modificados, entre outros.

ESDRM atribuiu título de especialista a José Curado

DESPORTO O professor José Ferreira Curado escolheu a Escola Superior de Desporto do Instituto Politécnico de Santarém para realizar as suas provas públicas de atribuição do primeiro título de especialista na área de Desporto – Formação de Treinadores de Desporto. Ferreira Curado tem um vasto currículo na área do desporto como treinador e seleccionador nacional de Basquetebol, tendo assumido, ao longo da sua vida profissional, responsabilidade directa no desenvolvimento do associativismo do desporto, bem como na constituição da Confederação Portuguesa das Associações de Treinadores, sendo actualmente presidente da sua direcção.


especial

De 29 de Abril a 01 de Maio, a carne brava estará em destaque, num certame único no país. “Sabores do Toiro Bravo”, assim se chama este festival gastronómico, iniciativa da Câmara Municipal de Coruche, que pretende dar a provar e valorizar a carne dos toiros de lide, uma carne que segundo os entendidos , quando bem confeccionada é mais tenra, escura e saborosa.

SABORES DO TOIRO BRAVO CORUCHE

“Sabores do Toiro Bravo” regressam a Coruche Carne Brava De 29 de Abril a 01 de Maio, prepare-se para uma pega de caras...no prato.

Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt

Durante três dias a mesa está posta na Praça de Toiros de Coruche para uma pega de caras no prato, durante a 8ª edição dos “Sabores do Toiro Bravo”. Um certame gastronómico dedicado à carne brava, que durante estes dias espera milhares de visitantes amantes da carne do gado de lide, à semelhança do que tem acontecido nas edições anteriores. Festival gastronómico único no país, aqui pode provar iguarias como canja de vitela, língua estufada, rabo de boi, rolinhos de toiro bravo com rosmaninho, arroz de vitela

brava no forno, espetadas de vitela brava em pau de louro verde e ainda os doces tradicionais da região como a sericaia, tudo isto servido por seis restaurantes da região, são eles “A Tasca”, “Jakim Girassol”, “O Choupo”, “O Farnel”, “Ó Manel” e Sabores de Coruche”. E porque festa sem música não é

Certame gastronómico acolhe cada vez mais amantes da carne de toiro bravo

festa, a organização preparou três noites com muito fado à desgarrada, música popular e ainda animação taurina, com a participação especial do Grupo de Forcados Amadores de Coruche, que comemoram este ano 40 anos e que farão uma pega em plena arena. Tudo isto num fim-de-semana imperdível, onde a gastronomia, e a“afición” se juntam para promover as tradições taurinas e defender a criação e protecção da carne brava, cada vez mais valorizada no mercado e vendida diariamente nos talhos da região. Sabores do Toiro Bravo” um evento gastronómico com paragem obrigatória, pela “capital do Sorraia”. 28 Abril 2011 O RIBATEJO 21


especial coruche SABORES DO TOIRO BRAVO

01

02

04 05

Restaurantes Seis restaurantes do concelho de Coruche participam no festival dedicado à carne brava 01 Restaurante “O Farnel”

02 “Os Sabores de Coruche”

03 “Jakim Girassol”

04 Petiscos n’ Ó Manel

05 Restaurante “O Choupo”

CARNE O re s t a u r a n t e “ O Farnel” é um restaurante de referência na região. Aberto de terça-feira a domingo, das 10h00 às 16h00 e das 19h00 às 22h00, este restaurante situado na Rua Vasconcelos Porto e com capacidade para 150 lugares tem como especialidades o bacalhau à Farnel, o ensopado de sável, cabrito à moda de Coruche e ainda os tradicionais pratos de carne brava, que segundo os responsáveis se “vendem bem o ano inteiro e há muita procura”. Este ano, o restaurante volta a participar em mais uma edição do festival “Sabores do Toiro Bravo”, com especialidades como a grelhada mista de novilha brava na telha, vazia de novilha na brava, costeleta de novilha brava, bife à Vítor Mendes e ainda a tradicional Sopa de Novilha Brava. O preço por prato varia entre os 12 e 15 euros.

NOVIDADES Situado no Cruzamento do Monte da Barca em Coruche, este restaurante encontra-se de portas abertas ao público de terça a domingo, das 12h00às 15h30 e das 19h30 às 23h00 e tem capacidade para 85 lugares. Habitualmente tem como especialidades o bife da vazia com molho da charneca, plumas de porco preto do montado com migas de espargo e bochechas de porco preto. Este ano voltam a participar na 8ª edição do certame, junto à Praça de Touros e prometem trazer novidades e muitos petiscos dedicados à carne brava. Como especialidades dão a conhecer a canja de touro bravo, cachaço de touro bravo com grão e hortelã, aba de novilha em couve lombarda, espetada de bezerra brava em pau de louro verde e febras de touro grelhado com alecrim. Preço médio por dose varia entre os 8 e os 11 euros.

IGUARIAS Em plena Estrada Nacional, o restaurante “Jakim Girassol”, abre diariamente das 07h00 às 23h00, fechando apenas às segundas-feiras. Com capacidade para 80 pessoas, este restaurante no Biscainho tem como especialidades o bacalhau com migas e o bacalhau à Girassol, pernil assado no forno e feijoada de chocos com camarão, não tendo como habito servir carne brava durante o ano. A participar no certame dedicado ao touro bravo, o restaurante apresenta pratos variados como espetadas de toiro bravo, espetadas de vitela brava, mão de vaca com grão, vitela com amêijoas e lombardo estufado e entrecosto de vitela. E porque a carne brava se come do rabo até à língua, o restaurante apresenta também as especialidades língua estufada e rabo de boi estufado. Preços variam consoante os pratos.

PETISCOS Situado na Rua de São Tomé, em Coruche, o restaurante “Ó Manel” é um restaurante da região com capacidade para 30 pessoas e aberto das 07h00 às 24h00. Este restaurante tem como especialidades o cozido à portuguesa, os famosos caracóis e o marisco como as gambas grelhadas ou fritas e raramente vendem carne brava durante o ano, apesar de segundo Manuel Matos, responsável pelo restaurante, afirmar que a carne brava se encontra com facilidade na região. Este ano no certame, o responsável revela que trazem algumas novidades como o rabo de boi estufado com arroz e ervilhas, espetada de touro bravo, costeletas e bifes de touro bravo grelhado e sopa de rabo de boi. Como prato mais apreciado, Manuel Matos revela que o rabo de boi estufado está no top das preferências.

TRADIÇÃO “O Choupo” restaurante típico e com expressão em Coruche, está situado na Estrada Nacional. Aberto diariamente das 10h00 às 22h00 tem capacidade para 80 lugares e tem como principais especialidade durante todo o ano, as enguias como o ensopado de enguias e as enguias com migas de coentros, bastante apreciadas na região e por forasteiros, a carne mirandesa e ainda as carnes ligada à caça. A participar há varias edições neste certame dedicado à carne brava, o restaurante apresenta como principais especialidades da casa a língua pingada, mão de toiro com grão, farpas, miminhos de toiro, capotes no forno, enrolados do montado e costeletas grelhadas na brasa. Pratos muito apreciados pelos amantes da carne brava. O valor varia consoante o prato e a dose.

“Certame devia acontecer durante mais alguns dias. É bom para o negócio e para a região”.

“Preços variam entre os 8 e os 11 euros consoante o prato e a dose”.

Espetadas de toiro bravo e espetadas de vitela brava são dois dos pratos mais apreciados.

“Apesar da facilidade em encontrar esta carne, habitualmente não a vendemos”.

Língua pingada, capote no forno e enrolados do montados são especialidade.

22 O RIBATEJO 28 Abril 2011


03

06

06 Iguarias n’ A Tasca ESPECIALIDADES A Situado em pleno centro da vila de Coruche, junto ao mercado municipal, o restaurante “A Tasca” abre de segunda-feira a sábado, das 07h00 às 22h00 e tem capacidade para 35 lugares sentados. Restaurante típico e muito conhecido na região, esta casa tem como pratos típicos o bacalhau com grão, cozido à portuguesa e a costeleta de novilho, muito apreciada em toda a região. Pratos que serve diariamente e que volta a servir na 8ª edição do certame “Sabores do Toiro Bravo”, onde apresenta algumas iguarias como vitelinha brava com cogumelos e pura de batata, mão de vitela brava com grão, vitelinha brava estufada com repolho lombardo, bifes e costeletas de touro bravo no carvão, pratos típicos e habitualmente servidos por este restaurante. O preço das doses varia entre os 8 e os 14 euros.

Restaurante típico junto ao mercado serve costeleta de novilho todo o ano.

Festival aposta na gastronomia e na animação popular com fados à desgarrada e o grupo “Os Marialvas” ANIMAÇÃO O festival “Sabores do Toiro Bravo” decorre de 29 de Abril a 01 de Maio, na Praça de Toiros de Coruche. Um festival gastronómico anual dedicado à carne brava natural da região, onde população local e forasteiros aproveitam para fazer uma pega de caras no prato, sempre com a bravura a ganhar destaque até na altura de comer. Para além da gastronomia, este certame apresenta muita animação e relembra as tradições de uma vila ligada às lides e à tauromaquia. O certame começa dia 29 de Abril, às 12h30 e às 20h30, a banda taurina “Os Marialvas” anima o festival, seguindo-se o fado vadio com os fadistas Maria dos Santos e João Paulo. A Praça da Água terá animação pela Sociedade de Instrução Coruchense. Dia 30, “Os Marialvas” regressam ao certame e logo depois, é a vez dos “Minhotos Marotos” provarem o que valem na música com um fado à desgarrada. Às 16h00, há um concurso de cernelha e às 20h30, o fado vadio regressa ao festival. Dia 1 de Maio, último dia do certame, destaque para o momento das Cantigas na Eira e do fado vadio e às 16h00, a Praça de Toiros de Coruche recebe um treino dos Forcados Amadores de Coruche, com duas demonstrações da pega à cabeça. De referir que a par da animação proporcionada pela organização, cada restaurante terá animação própria a definir e que se prolongará até ao fecho do festival. Este ano, a organização para além da forte aposta na gastronomia, sempre diversificada e com novidades de ano para ano, fez uma aposta na animação musical popular, de modo a manter as tradições da região, dando destaque às cantigas populares e aos fados com grupos da região.

Coruche volta a acolher mais uma edição do certame gastronómico dedicado aos “Sabores do Toiro Bravo” de 29 de Abril a 01 de Maio

Certame dedicado à carne de “toiro bravo” cresce de ano para ano Entrevista Dionísio Mendes adianta que “em equipa que ganha não se mexe” e por isso o certame continua a manter o mesmo formato que as edições anteriores. Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt

Na sua 8ªedição, quais as mudanças que o festival do Toiro Bravo traz este ano? Em equipa que ganha não se mexe. Os Sabores do Toiro Bravo continuam com o mesmo formato. Face ao número crescente de visitantes de ano para ano, chegamos a equacionar a hipótese de transferir o certame para outro local de maior dimensão. Optámos por continuar a montar as tasquinhas dentro da Praça de Toiros, o cenário do evento transmite-lhe muita mística, dá-lhe um carácter ainda mais “castiço” e popular. E o sucesso da iniciativa deve-se em muito a esta singularidade! Continua a ideia de que este certame acolhe apenas um pequeno nicho de mercado? O certame não acolhe apenas um nicho de mercado, a carne de toiro bravo é que é um nicho de mercado, ainda por explorar. Este evento gastronómico atrai visitantes de todo o país e até de Espanha. E não é apenas para aficionados da festa brava. Com um país a viver dias di-

ficeis, sentirá esta iniciativa “medo da crise”? Posso dizer que, este tipo de eventos passam ao lado da crise. Nesta altura, todos vêm, querem participar, experimentar e principalmente saborear boa gastronomia. Além disso, a entrada é livre e os preços praticados não são exagerados, o que é um ponto a favor deste certame. Que impacto tem este festival no turismo da região? Tem um óptimo impacto, as pessoas não se limitam a almoçar e a jantar nas tasquinhas, acabam sempre por visitar Coruche. É um fim-desemana em que toda a nossa oferta hoteleira fica completa, as pessoas conhecem a vila e tudo o que ela oferece como as tradições. E melhor, muitas vezes acabam por voltar no ano seguinte ou até em outras alturas. Qual o número aproximado

“O cenário do evento transmitelhe muita mística, dá-lhe um carácter ainda mais “castiço” e popular”

de visitantes esperados e como os pretendem cativar? Esperamos receber entre 5 a 10 mil visitantes. Para os cativar temos muita animação durante as refeições com música popular, entre o almoço e o jantar há variedades taurinas na arena da praça de toiros e claro a melhor carne brava acompanhada dos melhores vinhos ribatejanos. Há ainda mostras de artesanato, uma feira rural, exposições fotográficas e doçaria regional. Tem sentido o aumento do interesse dos jovens neste certame e até pelas lides taurinas? Os jovens desde o início do evento que têm aderido em massa a esta iniciativa. Sugiro uma visita ao evento que criamos no facebook para perceberem o entusiasmo que os Sabores do Toiro Bravo causam na população Quais os restaurantes que aderiram à iniciativa? Este ano aderiram menos restaurantes que em edições anteriores, mas continuam a participar restaurantes como A Tasca, Jakim Girassol, O Choupo, O Farnel, Ó Manel e Sabores de Coruche, restaurantes que de algum modo servem esta carne o ano todo. 28 Abril 2011 O RIBATEJO 23


especial coruche SABORES DO TOIRO BRAVO

Talhos da região vendem carne brava o ano inteiro Festival revitaliza negócio da carne brava. Preços variam entre os 3 e os 27 euros TALHOS O Festival do Toiro Bravo, em Coruche permitiu aos talhos da região revitalizarem o negócio da carne de toiro bravo. Um negócio que devido à crise generalizada não escapa ao cenário das dificuldades e os talhos que ainda não fecharam as portas, aproveitam esta altura do ano, com o certame, para vender carne brava. Segundo Jorge Salvador, talhante dos Talhos CorBeef, “já é normal vender carne brava durante todo o anos, mas quando chega a esta altura, devido ao festival gastronómico, vende-se mais, principalmente aos restaurantes mas também a particulares”. Jorge Salvador. talhante revela que o corte da peça é igual e que há grande procura principalmente pelos bifes. Já os preços podem variar entre os 9,98 e os 27,98 euros. PrePUBLICIDADE

24 O RIBATEJO 28 Abril 2011

ços que pesam na carteira de quem compra, ainda assim, garante quem os vende, que a carne mais cara é sempre a mais apreciada, devido à sua qualidade. Alfredo Tomás Paulo, do talho Maria Claudina Bizarro, diz que a carne brava vende-se bastante mas não como antigamente. “Chegávamos a vender cinco novilhas por semana, agora vendemos uma de 200 quilogramas”. Culpa da crise e dos supermercados, que oferecem melhores preços, ainda assim, Alfredo Tomas diz que durante o fim-de-semana o número de clientes cresce e na carne brava, a compra recai sobre os bifes, a alcatra a língua e o rabo. Quanto ao festival, Alfredo Tomas diz que “só é pena o certame não ser mais dias e mais vezes durante o ano”, pois para além de divulgar a carne brava, ajuda no negócio “ Cinco novilhas bravas a rondas os 150 quilogramas, foi o número de peças vendidas pelo talhante para a 8ª edição do festival em 2011.

VOX

Qual a sua opinião sobre o festival “Sabores do Toiro Bravo”?

Concordo com esta iniciativa dedicada à carne de toiro bravo, em especial da nossa região, porque para além de divulgar a carne também traz sempre muita gente a Coruche. Eu pessoalmente, gosto de ir e sou grande adepto da carne de toiro bravo, principalmente a grelhada. Quanto ao local da iniciativa, acho que está muito bem enquadrado e a praça oferece condições. Ainda assim, colocaria os preços mais em conta, porque para uma familía de quatro, os preços saõ sempre elevados e depois aumentava os dias do festival, para trazer mais gente à nossa terra. Francisco Carlota TÉCNICO DE OBRAS

Fui ao festival dos “sabores do Toiro Bravo” no ano passado por acaso e gostei muito, não só pela variedade da gastronomia dedicada a este tipo de carne mas também pelo ambiente de festa. Acho que esta foi uma óptima ideia da Câmara Municipal de Coruche, pela promoção que dá à terra de Coruche e à carne e o facto de o certame ser na Praça de Toiros, também foi uma boa ideia, porque torna tudo mais tradicional e por isso não mudava nada. Honestamente, durante o ano não tenho o habito de comer este tipo de carne mas nestes dias marcha tudo, especialmente a carne grelhada. José Gaspar COMERCIANTE

Não tenho muito o hábito de ir ao certame mas devido à profissão que levo acabo por ir sempre lá fazer uma refeição ou outra. Mas concordo com a iniciativa, acho que está muito bem organizada e há sempre muita divulgação do certame e da região em si, o que é bom. Porém, acho que os preços praticados pelos restaurantes e por dose são muito elevados e só lá vai quem tem muito dinheiro. Depois, e por estarmos numa região onde há muita carne de toiro, devia comer-se mais carne de qualidade, o que não acontece, acho que anda ai muita gente a “vender coelho por libré” como se costuma dizer. Joaquim Barros TAXISTA


Núcleo Tauromáquico divulga tradições Exposição no Núcleo Tauromáquico mostra espólio dedicado às traduções taurinas da região

Grupo de Forcados Amadores de Coruche fundado em 1971

Forcados Amadores de Coruche comemoram 40 anos

CULTURA A funcionar no antigo edifício dos CTT, e inaugurado em Agosto de 2010, o Núcleo Tauromáquico de Coruche tem trazido ao concelho várias exposições que mostram as tradições da região. Mas antes desta inauguração, já Coruche se dedicava à pesquisa das tradições através do Museu Municipal. Por lá passaram exposições como Coruche na obra do Arq. Gonçalo Ribeiro Telles, em 2005, Forcados Amadores

de Coruche, em 2006,S. Pedro - entre o céu e a terra, em 2007, António Ribeiro Telles. 25 Anos de Alternativa, em 2008 e António Badajoz, em 2009. Já no Núcleo Tauromáquico de Coruche tem estado patente a exposição “Tauromaquia de Coruche. História, Arte, Tradição”, um projecto realizado em parceria com a comunidade local, que desvendou alguns segredos das tradições taurinas de Coruchee realizou doações sendo constituídas, grosso modo, por um vasto espólio documental, fotografia e traje. Esta exposição chegou mesmo a ter expressão a nível nacional, integrando o programa televisivo da RTP2 “Coutos e

Coutadas”, com especial destaque para a entrevista com Dionísio Mendes, presidente da Câmara de Coruche, também ele aficcionado pela arte das corridas e touradas. De lembrar que este espaço acaba por se revelar num núcleo dedicado à história da tauromaquia, com vários elementos históricos dedicados à temática e que para a qual foi essencial o contributo de Francisco Santos Silva, homem que desde cedo se dedicou à produção escrita sobre tauromaquia. O Núcleo pode ser visitado de terça a sexta-feira das das 10h00 às 18h30, ou mediante marcação prévia. PUBLICIDADE

Grupo participa no festival gastronómico com várias demonstrações na Praça de Toiros FORCADOS Coruche foi desde sempre conhecida pela sua forte tradição taurina e a juntar-se a esta “aficcion” estão os Forcados Amadores de Coruche, um grupo que comemora este ano 40 anos de existência. Fundados a 24 de Junho de 1971, na Praça de Touros das Caldas da Rainha, este grupo tem vindo a formar jovens forcados e a afirmar-se no mundo das lides taurinas, sendo grupo de destaque em várias corridas nacionais. Segundo Amorim Ribeiro, cabo do grupo de Forcados Amadores de Coruche há 10 anos e filho de um dos fundadores do grupo, “os forcados são uma lição para a vida e há todo um percurso a percorrer como em qualquer desporto, não se pode simplesmente chegar à arena e pegar logo uma vaca de caras, há que treinar e aprender. Amorim Ribeiro confidencia que tinha 11 anos quando pegou a sua primeira vaca e foram muitas as “dores e mazelas” ao longo das pegas,

Grupo conta com a ajuda da irmandade das mulheres para angariar fundos e custear despesas

ainda assim nunca desistiu. Porém, refere que na Praça de Touros, touro e toureiro, são iguais, pois qualquer um pode morrer durante a corrida. “Felizmente até agora, nenhum forcado nosso morreu, costumo dizer que foi uma questão de sorte, mas conhecemos grupos onde isso já foi uma verdade”, diz Amorim Ribeiro. Face ao festival gastronómico, o cabo diz que “este é um certame importante e único em Portugal, que dignifica a nossa região pela carne e pela tradição dos touros de lide”. Por esta razão, todos os anos, o grupo se junta à organização do evento e para este ano preparou um treino para dia 30 de Abril, sábado, onde vão demonstrar várias pegas e ainda o trabalho do toureiro, como “o toureiro a pé, o cavaleiro com a vaca e uma demonstração de cernelhas”. Já domingo, dia 01 de Maio, o grupo fará um treino ao vivo com o grupo de Forcados Amadores de Coruche, que conta actualmente com 40 elementos, desde os 14 aos 35 anos. O cabo, lembra ainda que este certame para além da gastronomia, animação e das demonstrações dos forcados, chama à atenção das ganadarias para a realização de eventos como estes, mais vezes ao ano. E a par da demonstração, o grupo começa agora mais uma temporada com uma Corrida de Touros dia 05 de Maio, no Campo Pequeno, 22 de Maio na Benedita e 29 de Maio, em Coruche. 28 Abril 2011 O RIBATEJO 25


especial coruche SABORES DO TOIRO BRAVO

Confraria defende qualidade da carne de toiro bravo

Produtores querem protecção comunitária

Do rabo à língua, tudo se come no toiro bravo, um animal com carne mais saborosa

Protecção e certificação da carne permite ajudas comunitárias aos produtores

CONFRARIA GASTRONÓMICA

Fundada em 2006 a Confraria Gastronómica do Toiro Bravo vê o certame “Sabores do Toiro Bravo” como um momento importante a nível gastronómico e cultural, com especial ênfase para a carne brava. Segundo Gonçalo Dias, membro da Confraria, “há que valorizar a carne do toiro bravo, uma carne de um animal com idade mais avançada, e por isso mais escura e com outro sabor, por ter mais fibras e músculos mais consistentes”. Para Gonçalo Dias, quem for ao certame verá que este tipo de carne tem especificidades muito próprias, PUBLICIDADE

26 O RIBATEJO 28 Abril 2011

a terminar no cozinhar da peça, normalmente cozida ou estufada e por isso mais tenra depois de confeccionada. Este membro da confraria lembra a importância da certificação desta carne, tal como já acontece em Espanha, de modo “a garantir a origem da carne e valorizar o toiro”, no entanto pede atenção quanto à protecção da carne, para que esta não seja levada a extremos “são cada vez mais a s vozes que surgem associadas contra a festa brava e por consequência contra o touro e todos sabemos que sem esta festa, a produção de carne fica condicionada. Gonçalo Dias, diz mesmo que o assunto é uma questão de raízes culturais e se as vozes que são contra as touradas conhecessem a realidade do matadouro, preferiam que o animal fosse morto na arena.

CERTIFICAÇÃO Com o aumento da procura de carne de raça brava e a necessidade de proteger a raça, nasceu o Agrupamento de Produtores de Bovinos de Raça Brava (APBRV), uma associação constituída há cinco anos, que conta com cerca de 40 sócios produtores e que para além de lutarem para a certificação da carne como “Carne de Bravo do Ribatejo”, em Portugal, fizeram o pedido de classificação como produto com denominação de origem protegida junto a Bruxelas. Segundo Fernanda Dias, membro da APBRV, a certificação nacional já foi obtida e a maior

dificuldade passa agora pela obtenção da protecção comunitária, que após cinco anos de espera, deve ser concedida por Bruxelas no próximo mês de Maio, uma denominação que vem valorizar não só os animais como a carne e principalmente os produtores que “passam a estar de baixo de um chapéu que permite ajudas comunitárias, que vêm compensar a falta de rentabilidade da produção e facilitar a venda da carne”, referiu a engenheira. Fernanda Dias, adiantou ain-

Pedido de classificação como produto com denominação de origem protegida deve ser aprovado em Maio

da que anualmente são abatidos cerca de 3 mil animais de raça brava, animais com carne considerada certificada, por estarem “inscritos no Livro Genealógico Português dos Bovinos da Raça Brava de Lide, nascidos e criados segundo os moldes tradicionais estipulados pelo processo de controlo e certificação e abatidos entre os 18 e os 60 meses de idade”. Questionada sobre o aparecimento da carne brava biológica, Fernanda Dias adianta que começam a aparecer alguns produtores com este tipo de produção, cujos animais se alimento de pasto e rações à base de rações exclusivamente com produtos orgânicos. Quanto a preços “esta carne acaba por ficar mais cara mas tem que ser valorizada e ter um valor justo pela sua qualidade que acaba por ser superior”.


Negócios P&R Clientes Facturas, multibanco e outras dúvidas

Miguel Henriques, presidente do Conselho de Administração da Cartagua.

Porque é que as facturas da Cartagua têm 2 números de contribuinte diferentes? Em cada carta enviamos sempre duas facturas. Uma do consumo da água, que é cobrada pela Cartagua, e outra factura, em nome da Câmara do Cartaxo, com os custos que têm a ver com as taxas de resíduos sólidos. Em cada uma das facturas muda o número de contribuinte como muda também o emissor da factura. Porque é que as facturas não têm data fixa de emissão? Essa questão das duas facturas por mês teve a ver com acertos na transição entre os serviços municipalizados da Câmara do Cartaxo e a entrada em funcionamento da Cartagua. A partir de Maio, as facturas passarão a ter a mesma data de emissão com o espaçamento de um mês. Vai haver uma normalização dos procedimentos e vamos passar a enviar as facturas até dia 5 de cada mês. Cada factura vai ter 30 dias de consumo e 30 de prazo de pagamento. Quando vai ser possível pagar a factura através de Multibanco? As facturas já podem ser pagas nas caixas de Multibanco. No canto inferior esquerdo, estão lá as referências para o pagamento numa normal caixa de Multibanco ou na Internet. As pessoas queixam-se de que não temos um terminal Multibanco dentro da loja. O que pedimos é que se desloquem alguns metros e paguem numa caixa de Multibanco, ou nos correios ou ainda nas Payshops. Não é necessário ir à loja pagar a factura.

Miguel Henriques (à direita) e Artur Vidal da Cartagua em entrevista nos estúdios da Rádio Cartaxo

Cartagua vai investir 13 milhões no Cartaxo Os responsáveis da empresa de águas do Cartaxo esclarecem, em entrevista, algumas dúvidas dos consumidores e aquilo que estão a fazer no concelho Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt

A concessão do sistema de águas e saneamento municipal do Cartaxo à empresa Cartagua tem gerado algumas dúvidas entre a população. O presidente do conselho de administração, Miguel Henriques, e o presidente da Assembleia Geral, Artur Vidal, prontificaram-se a responder a algumas das principais questões. O que é a Tarifa de disponibilidade? A Tarifa de Disponibilidade visa cobrir aquilo que são os custos fixos do sistema de abastecimento, os pesados investimentos na rede que falta construir e para manter a rede existente. O termo “disponibilidade” pretende transmitir a ideia de que, para haver abastecimento de água disponível 24 horas por dia e 365 dias por ano, é necessário pagar alguma coisa. A aplicação desta taxa coincide com uma determinação governamental no sentido de que se comece a ver a água como um bem económico. Não

é por causa de haverem concessões a entidades privadas (ou público-privadas) que aparece esta tarifa. Continua a ser muito difícil contactar telefonicamente com a Cartagua. Para quando a resolução deste problema? Pomos uma ênfase muito grande no atendimento aos nossos clientes. Vamos resolver esta situação recorrendo a uma nova central telefónica a funcionar já em Maio. Quais vão ser os principais investimentos da empresa? O trabalho que temos feito neste início é o de recuperar aquilo que estava já feito e de construir infraestruturas que não são tão visíveis. Alguns dos investimentos já estão no terreno. A nossa prioridade tem sido retirar o esgoto das ribeiras e cursos de água. Temos também procurado evitar as fugas de água. Não estamos a fazer obras de raiz, estamos a herdar um sistema que já existia, que está degradado e que tem que ser restabelecido e, nalgumas situações, restaurado. É o exemplo da ETAR do

Cartaxo onde estamos a fazer um trabalho difícil para retirar o passivo ambiental que ali foi acumulado nos últimos anos. Precisamos de tratar as lamas que ali foram acumuladas. No total da concessão, os investimentos poderão chegar aos 13 milhões de euros. Grande parte deste investimento vai concentrar-se nos primeiros cinco anos, em que serão investidos cerca de 12 milhões de euros. Até ao final deste ano prevemos ultrapassar 1 milhão de investimento. As candidaturas ao QREN vão co-financiar parte deste investimento. Que mais investimentos vão

40% de comparticipação do QREN: este é o apoio que assegura os 13 milhões de investimento da Cartagua; a candidatura aos apoios comuniários está a cargo da Câmara Municipal.

ser feitos e quais as prioridades? Estamos a investir nas estações elevatórias. Faltam apenas as da Ereira e de Vale da Pedra. Temos a central das Pratas e Vale da Pinta concluídas e estão em curso as obras de Casais da Amendoeira e de Lapa.Vamos fazer a renovação da rede de abastecimento em alta e em baixa de todo o Cartaxo e construir toda a rede de distribuição da zona empresarial do Casal Branco. Ao nível do saneamento básico vamos fazer todo o reequipamento das infraestruturas, sobretudo das ETAR que são muito importantes. Na ETAR do Cartaxo estamos a fazer o tratamento ambiental para depois a recondicionarmos. A ETAR do Reguengo está concluída, a ETAR de Pontével está em funcionamento com algum investimento e temos ainda investimentos nas redes do Moinho Saloio, Rua Priostes e Rua Casais de Amendoeira. Entrevista completa em www.oribatejo.pt

28 Abril 2011 O RIBATEJO 27


Negócios

OPINIÃO

Decisão é com elas!

Peugeot apresentou carro eléctrico iOn em Santarém com Moita Flores aos comandos A Peugeot “deu liberdade” aos scalabitanos para experimentarem o carro eléctrico no 25 de Abril

Marco Pombo

S

abia que por cada 1 € gasto em consumo, 80 cêntimos tiveram a influência de uma mulher? Se acha um valor elevado, visite um centro comercial, olhe à sua volta e verifique você mesmo. Actualmente as mulheres não tomam decisão apenas nas compras que fazem directamente, como ainda têm poder de influenciar e controlar os gastos masculinos. Um estudo recente da Mckinsey constata isso mesmo. Ela tem um papel preponderante no grupo de referência do homem. Há informações que temos de saber em vendas e marketing nos dias de hoje. Que a testosterona torna o homem competitivo, com gosto pelo risco. E na mulher, o estrogénio e a oxitocina, torna-a protectora, gosto pelos detalhes e com sensibilidades únicas. Acresce ainda, a mulher viver mais anos que o homem. E também ter mais conexões cerebrais, estando isso plasmado em como ela verbaliza as emoções e na sua capacidade multitarefa. Vender a uma mulher é diferente do que um homem. Ele gosta de características técnicas, ela de saber as vantagens que isso origina. Elas gostam de pesquisar e comparar mais. São mais exigentes! Mas há algo que não gostam mesmo. Negociar! Li há dias algo delicioso, quando pediam a mulheres o que lhes fazia lembrar essa palavra e uma respondeu: “Uma ida ao dentista! Necessário mas incómodo”. Os homens, esses, lá está, adoram negociar! Os produtos têm tido adaptações para agradar o público feminino. Já reparou nos automóveis mais redondos e nos telemóveis mais intuitivos? O mercado emergente nos próximos tempos, não será a China, nem Brasil e nem a Internet. Será o mercado das mulheres! vamosvendermais@gmail.com

28 O RIBATEJO 28 Abril 2011

CARROS A Peugeot apresentou em Santarém, no dia 25 de Abril, o seu primeiro carro totalmente eléctrico, o Peugeot iOn. A iniciativa foi visitada pelos membros da autarquia e das comemorações do 25 de Abril, que puderam experimentar este novo modelo totalmente amigo do ambiente. “Hoje existem milhares de carros a lançar fumos e ruídos na cidade mas acredito que,

dentro de 10 anos, haverá silêncio em Santarém por causa dos carros eléctricos, que são a profecia dos automóveis por cumprir”, afirmou Moita Flores. O autarca recomendou ainda a compra de um carro eléctrico que, na sua opinião, apesar de ser ainda carro no acto da comprar “compensa” depois com a poupança de combustível e de manutenção. “O fado do aumento dos combustíveis veio para ficar, por isso façam as contas”, disse ainda Moita Flores. E feitas as contas, o Peugeot iOn consome 1,5 a 2 euros de energia eléctrica por cada 100 km, tem uma autonomia de 150 km e alcança uma velo-

cidade máxima de 130 km/h. Além disso, por ser pequeno e equipado com um motor que permite força máxima a todo o instante tem uma maneabilidade muito interessante. O seu “calcanhar de Aquiles” é preço: 36500 euros que pode baixar para 31500 euros ao abrigo de um apoio de 5000 euros dado pelo Estado aos clientes privados. Mas depois de comprado é só poupar: no combustível, na manutenção (só muda escovas, pastilhas e pneus) e principalmente poupa no ambiente. O carregamento já nem e problema: carrega 80% das baterias numa hora e c 50% em apenas 15 minutos.

Moita Flores diz que compensa comprar um carro eléctrico Bruno Oliveira

CTT Expresso tem novo centro logístico em Riachos

Fundições de Abrantes alcançam facturação recorde

Expocaça este fim-de-semana em Santarém

CORREIOSA CTT Expresso

INDÚSTRIAA FRASAM –

FEIRA A Expocaça, a maior

inaugurou em Riachos (Torres Novas), um novo centro logístico, um investimento de 210 mil euros em obras de requalificação e que, dada a localização, permite ligações à rede primária de transportes e à rede de distribuição e recolha. A área de actuação do Centro abrange Santarém, Alcanede, Rio Maior, Cartaxo, Almeirim, Alpiarça, Golegã, Abrantes, Constância, V. Nova da Barquinha, Tomar, Entroncamento, Torres Novas, Alcanena, Minde e Mira d’Aire. Com o novo Centro a CTT pretende angariar uma base de 300 clientes regulares.

Fundições do Rossio de Abrantes SA está a atravessar uma fase de afirmação em contra ciclo. No último ano reposicionou-se no mercado e ganhou escala e competitividade. Segundo informação da empresa, a FRASAM encerrou o mês de Março de 2011 com mais de 900 000 euros de facturação, sendo a maior facturação mensal dos seus 110 anos de história. A entrada de capital na empresa de uma PME Suíça, a aquisição de nova maquinaria e o aumento de funcionários (ao todo tem mais de 160), permitiu aumento de número de clientes e da produção.

feira anual dedicada ao mundo da caça, realiza-se no CNEMA, em Santarém, entre os próximos dias 29 de Abril e 1 de Maio. Na edição passada, a Expocaça recebeu cerca de 6000 visitantes, num ano marcado pelas dificuldades trazidas pela nova lei das aras que, entretanto já foi alterada em parte. A edição deste ano traz novidades, entre as quais a realização de encontros e congressos novos e a presença de expositores ligados à caça submarina. Pela 1ª vez em Portugal, a Expocaça vai ser também palco de um concurso entre artistas de taxidermia.

Azeite de Abrantes aposta na distribuição nacional

SAOV O azeite Cabeço das Nogueiras, da Sociedade Agrícola Ouro Vegetal (SAOV), vai ter uma maior distribuição nacional. Além de estar incluída no Clube de Produtores da Sonae, desde Dezembro, e já ter vendido cerca de 11 mil garrafas de azeite neste grupo, a SAOV está a preparar-se para ter o seu azeite nas prateleiras de outras grandes superfícies comerciais. Este produtor pretende, também, exportar os seus produtos para mercados internacionais, para isso tem realizado um conjunto de esforços para promover contactos comerciais, como foram os casos das participações no SISAB e na Alimentária & Horexpo Lisboa, duas feiras portuguesas dedicadas à exportação. Os azeites desta empresa estão na lista de finalistas para o prémio de qualidade azeite virgem extra da EXPOLIVA 2011 (Espanha).

120 vinhos a concurso regional no Cartaxo VINHOS São 120 vinhos do Tejo e 40 produtores da Região que, nos dias 28 e 29 de Abril, vão estar em competição no ‘II Concurso de Vinhos Engarrafados do Tejo’, que terá lugar no Cartaxo, no Centro de Promoção Vitivinícola – Quinta das Pratas. Cada produtor poderá competir com um máximo de 8 vinhos diferentes, entre as categorias ‘Tranquilos’, ‘Espumantes’, ‘Frisantes’ e ‘Licorosos’, que terão obrigatoriamente de ostentar as designações DOP DoTejo ou IGP Tejo. De acordo com as pontuações obtidas, os vinhos serão premiados com medalhas de prata, de ouro e grandes medalhas de ouro e medalha de excelência para o vinho com maior pontuação.


R+ Viver a região

Cultura & espectáculos P.30 Comeres & Beberes P.34 Desporto P.44

José Pedro Tomaz

Marco Chagas vai pedalar 600 km em BTT no deserto CORRIDAMarco Chagas voltou aos treinos de bicicleta, agora em BTT pelos trilhos de campo do Cartaxo. Ao longo das últimas semanas preparou-se para uma das mais duras provas do mundo: a corrida de 600 km no deserto marroquino. Aos 54 anos e com mais de meio milhão de quilómetros nas pernas - dos 18 anos em que foi profissional - Marco Chagas lá estará no sábado, dia 30 de Abril, em Marrocos, para o arranque desta prova de resistência de bicicleta todo-o-terreno. Recordista de vitórias na Volta a Portugal (venceu quatro, em 1982, 1983, 1985 e 1986), Marco Chagas ainda guarda a sua primeira bicicleta, que lhe foi oferecida pelo pai no Natal de 1962, tinha então seis anos e uma vocação a despontar que o veio a revelar como um dos maiores ciclistas portugueses.

28 Abril 2011 O RIBATEJO 29


R+ Cultura & Espectáculos Espectáculo musical Duvalle & Caipira em Santarém MÚSICA O Teatro Taborda Círculo Cultural Scalabitano apresenta um espectáculo musical intimista que percorre o universo sonoro de alguns dos melhores músicos portugueses contemporâneos. Um espectáculo musical com autoria e adaptação de Alexandre Caipira e Luís Duvalle, para ver dia 30 de Abril, às 21h30. Reservas através do contacto 243.321.150 ou do circuloscalabitano@gmail.com.

Festas do Santíssimo Milagre em Santarém FESTASDia 1 de Maio (domingo), realiza-se em Santarém a Grande Festa do Santíssimo Milagre, com a celebração da missa solene, às 11h00, presidida pelo bispo, D. Manuel Pelino Domingues, e às 16h00, a terá lugar a procissão, pelas ruas da cidade com a Sagrada Relíquia.

Filarmónica de Alcanena comemora 113 anos MÚSICA A Filarmónica Alcanedense comemora no próximo dia 1 de Maio, o seu 113º aniversário, destacandose, no programa, os concertos da Banda de Alcanede e da Banda de Mira. Dia 30 de Abril, o grupo fará ainda e a partir das 09h00 um peditório pelas ruas.

Rão Kyao em concerto de solidariedade Espectáculo Santarém recebe dia 29 de Abril, às 21h00, na Igreja da Graça um concerto de Rão Kyao, uma iniciativa solidária pretende angariar fundos com vista à aquisição da estátua da Madre Luiza.

Talk-Show desportivo com Nuno Delgado TALK-SHOWAScalabisport apresenta mais um talk-show desportivo, o “Scalabis.com.. Nuno Delgado”, dia 29 de Abril, pelas 21h30, no Restaurante El Galego, no Complexo Aquático Municipal de Santarém. Neste programa, poderá contar ainda com outros nomes e caras bem conhecidas do judo.

30 O RIBATEJO 28 Abril 2011

Rão Kyao chega a Santarém para um concerto de solidariedade, dia 29 de Abril, às 21h00, na Igreja da Graça. Uma iniciativa solidária que pretende angariar fundos para a aquisição da estátua da Madre Andaluz, futuramente instalada na Avenida Madre Andaluz, junto ao antigo Colégio Andaluz. Neste concerto intimista, Rão Kyao apresentará “Sopro de Vida – Ao ritmo da Liturgia”, o seu último disco, uma obra gravada em Novembro de 2010, na capela do Seminário de Almada,

um trabalho composto por 25 faixas interpretadas pela flauta de Rão Kyao e acompanhado ao órgão por Renato Silva Júnior. Um trabalho com musicas melodiosas, verdadeiras liturgias de igreja, que segundo

Concerto para ajudar a angariar fundos para aquisição da estátua Madre Andaluz

o cantor e compositor são “a concretização de um sonho: “Cantar”, numa gravação com a flauta, uma série de cânticos religiosos de grande profundidade melódica.”. Considerado como o homem que toca o fado à flauta, Rão Kyao é um dos mais importantes intérpretes e compositores nacionais, da sua geração, contando com mais de 20 álbuns editados, cada um com uma influencia diferente. Do seu percurso musical fazem parte grandes êxitos como “Malpertuis” (1976), “Bambu” (1977),

“Goa” (1979), “Ritual” (1982) e “Macau O Amanhecer” (1984), “Fado Bailado” (1983), “Estrada da Luz” (1984) e “Oásis” (1986), “Viagens na Minha Terra” (1989), “Águas Livres” (1994) e “Navegantes” (1998), entre muitos outros. Agora, chega a Santarém para mais um grande concerto de solidariedade, dia 29 de Abril, às 21h00, na Igreja da Graça. Um concerto com músicas melodiosas, para reviver tempos de antigamente, num espectáculo por uma causa maior.


PUBLICIDADE

Passeio do Bom Verão pelos trilhos de Rio Maior

7º Concurso Nacional de Bandas no Entroncamento

CAMINHADA Rio Maior recebe dia 1 de Maio às 09h00, o Passeio do Bom Verão. O passeio pedestre de 6km tem uma dificuldade média e termina na nascente do Rio Maior nas tradicionais festas do Domingo do Bom Verão. Uma iniciativa organizada pelo Clube do Mato e pela Junta de Freguesia de Rio Maior.

BANDAS Entroncamento recebe o 7º Concurso Nacional de Bandas dedicado à música moderna. Segundo a organização podem participar nesta iniciativa todos os projectos musicais colectivos ou individuais que ainda não tenham editado qualquer trabalho discográfico para fins comerciais. O concurso será composto por 3 eliminatórias, a decorrer nos dias 28 de Maio, 4 e 11 de Junho e a final realizar-se-á dia 18 de Junho, no âmbito nas Festas de S. João e da Cidade do Entroncamento.

Ourém recebe peça de teatro “O gato” no Torreão TEATRO “O Gato”, uma peça de teatro do Grupo de Teatro Apollo, com texto de Henrique Santana, chega dia 30 de Abril, às 21h00, ao torreão Castelo de Ourém. Uma peça sobre o “querer, a força interior que depositamos nos nossos pensamentos e o optimismo perante as situações”. Uma comédia em que um gato vira ser humano.

Jornadas da Juventude chegam a Abrantes

Ateliê lúdico alusivo ao Dia da Mãe em Alcanena DIA DA MÃE O Museu da Boneca, em Alcanena recebe um ateliê lúdico alusivo ao Dia da Mãe, que este ano se assinala a 1 de Maio. A actividade é destinada a crianças com idades a partir dos 3 anos e decorre dia 28 de Abril, a partir da 15h00.Inscrições gratuitas.

CLICK

Flamenco Rio Maior recebe um espectáculo de música e dança com muito bolero e Flamenco, dia 30 de Abril, às 21h30, no Cine Teatro de Rio Maior. “Pasíon”, um projecto de Joaquin Moreno revela histórias, sentimentos e paixões através da dança e da música, “uma fusão criativa que tem como fonte o flamenco e temas da América Latina, género musicais cheios de paixão”. Um espectáculo centrado numa dupla de bailarinos, com voz de Joaquín Moreno, “El Pulga” na guitarra flamenca, Carlos Mil Homens na percussão, João Penedo no baixo e Nuno Tavares no piano.

“Dentro de Mim, Fora Daqui” sobe ao palco do Virgínia

TEATRO Virgínia, em Torres Novas apresenta dias 29 e 30 de Abril, o projecto de teatro juvenil “Dentro de Mim, Fora Daqui”. Com texto de Filipe Homem Fonseca, num projecto Panos, esta peça colocanos perante os ideais adolescentes, onde a descoberta e o

desafiar do tempo são duas prioridades. Em cena seis adolescentes e uma mala, que encerra o futuro deles, tentam “saber aquilo que não se pode saber, que apenas se pode ir descobrindo. Tentam desafiar o tempo e encontrar os segredos encerrados nas histórias. Tentam descobrir as marcas, os limites e os desejos de cada um. Negam respostas dadas e encontradas de outros tempos.”, do mesmo modo que negam as suas opções e desejos, mas vão fazendo exigências constantes apesar de não esperarem nada da vida. Para ver dias 29 (15h00) e 30 de Abril, (15h00 e às 21h30).

JUVENTUDE Abrantes recebe as Jornadas da Juventude até 30 de Abril. Uma iniciativa aberta ao associativismo juvenil e à participação local, com debates, workshops sobre voluntariado e muita animação com The Scart, The Kaviar e o Dj Fernando Alvim.Haverá ainda um momento de garraiada e porco no espeto, na Quinta de Santa Catarina, Abrançalha de Baixo.

CÂMERA LENTA

Invasão Mundial: Batalha Los Angeles. Arrasador

Francisco Maia

A

lguém gritou “Dia da Independência”? A premissa é a mesma, mas as semelhanças acabam ai, “Invasão Mundial: Batalha Los Angeles” é tudo isso e muito mais, a história é simples, mas o que a faz brilhar é a profundidade exposta das pequenas ligações que fazem

de nós humanos. Este filme mostra a perspectiva de um esquadrão de Marines, que tentam defender Los Angeles de uma invasão extraterrestre. De um ritmo alucinante a uma credibilidade de história impecavelmente montada, este filme supera as convenções genéricas do típico filme de ficção científica, e tem tudo o que um filme deste calibre deve ter. O impressionante do filme, é que no meio de tanta explosão e stress, consegue transmitir o sentimento do que é, ser Humano, com destaque ao notável e cativante desempenho de Aaron Eckhart que tem o papel de um Sargento que se ia

reformar antes da invasão. Enfim, tudo o que se poderia esperar de um bom “Blockbuster” de verão com a sua pitada de alma, se gosta de ficção científica ou de um bom filme de acção, não perca este, pois dificilmente vai encontrar melhor que isto. 28 Abril 2011 O RIBATEJO 31


R+ Cultura & Espectáculos

CINEMAS Santarém W Shopping - Cinemas Tel: 707220220 Castello Lopes 1 Engana-me que eu gosto Comédia (M12) – Danny é um cirurgião plástico bastante mulherengo, mas que a dada altura se apaixona por uma rapariga mais nova do que ele. No entanto, disse-lhe que era casado mas que se estava a divorciar, e Palmer insiste em conhecer a futura ex-mulher de Danny.Sessões às 21h40 e 00h10. HOP vp Animação(M6) – A um passo de assumir o negócio da família, C.P. vai para Hollywood com o objectivo de realizar o seu sonho de se tornar baterista. Encontra Fred, um indolente desempregado, com grandes sonhos, que acidentalmente atropela C.P. A fingir que ficou lesionado, C.P. pede-lhe abrigo, e Fred tem agora consigo o pior dos hóspedes...Sessões às 12h00, 15h10, 17h20 e 19h30. Castello Lopes 2 Gritos 4 Terror (M16) – AEm Gritos 4, Sidney Prescott, agora autora de um livro de auto-ajuda, regressa à cidade de Woodsboro, para uma última paragem na torneé de promoção ao seu livro. Em Woodsboro, ela reencontra o Xerife Dewey e Gale, agora casados, bem como a sua prima Jill e a sua tia Kate. Infelizmente o regresso de Sidney trás também de volta o assassino da máscara branca. Sessões às 13h20, 16h00 18h40, 21h00 e 23h30. Castello Lopes 3 Thor 3D Acção (M12) – Aventura que une o Universo Marvel dos dias de hoje com o reino místico de Asgard. No centro da história está O Poderoso Thor, um forte, porém arrogante guerreiro, cujas imprudentes atitudes reacendem um antiga guerra. Sessões às 12h40, 15h30, 18h20, 21h10 e 00h00. Castello Lopes 4 Rio VP Animação (M6) – A história de uma arara “geek” que viaja desde a sua aldeia no Minnesota até ao Rio de Janeiro. Um filme de Carlos Saldenha, com interpretações de Anne Hathaway, Jesse Eisenberg, Leslie Mann e Rodrigo Santoro. Sessões às 12h40, 14h50, 17h10, 19h20, 21h30 e 23h50.

32 O RIBATEJO 28 Abril 2011

Castello Lopes 5 Invasão Mundial: Batalha Los Angeles Ficção Científica (M12) – Durante anos, têm sido documentados vários casos de OVNI’s a pairar nos céus – Buenos Aires, Seoul, França, Alemanha, China. Mas em 2011, surge uma aterradora realidade, quando a Terra é mesmo invadida por forças desconhecidas. Sessões às 13h20, 16h10, 18h40, 21h20 e 00h00. Castello Lopes 6 O Codigo Base Ficção Científica (M12) – Quando o condecorado Soldado - Capitão Colter Stevens acorda no corpo de um homem desconhecido, descobre que está envolvido numa missão para encontrar o bombista do comboio de Chicago. Numa missão que para ele era totalmente desconhecida, apercebe-se de que faz parte de um programa experimental do governo.Sessões às 13h30, 16h10, 19h00, 21h50 e 00h20.

Cartaxo Centro Cultural As Horas do Douro Documentário (M12) Os autores classificam o filme como “um livro de horas”, que retrata a produção e a cultura do vinho na região duriense, ao longo das diferentes estações do ano, com enfoque para as gentes que as protagonizam. Dia 28 de Abril, às 21h30

Alcanena Cine-teatro Água Documentário (M12) - Para comemorar o Dia Mundial da Dança (29 de Abril), o CineTeatro São Pedro apresenta, no dia 30 de Abril, às 21h30, o documentário “Água”, de Eva Ângelo realizado a partir do espectáculo “Vale”, da coreógrafa Madalena Victorino.

Rio Maior Cine-teatro O Discurso do Rei Drama(M12) - O filme narra os primeiros anos do conturbado reinado de George VI (Colin Firth) que subiu ao trono após o seu irmão mais velho, Eduardo VIII (Guy Pearce), ter abdicado. George VI teve de enfrentar o seu problema de gaguez que só foi ultrapassado com a ajuda de Lionel Logue (Geoffrey Rush), um terapeuta da fala. Dia 28 e 29 de Abril, às 21h30

ESTREIA

EXPOSIÇÕES

EVENTOS

MÃES E FILHAS

Benavente

Abrantes

1º de Maio de 1974 Exposição patente até 21 de Maio, no Museu Municipal.

Título original: Mother and Child De: Rodrigo García Com:Eva Mendes, Annette Bening, Jimmy Smits, Kerry Washington, Noami Watts e Samuel L. Jackson Género: Drama Classificação:M/12

Constância

Festival de Tunas O cine-teatro S. Pedro, em Abrantes recebe a 12ª edição da Festa, um festival de tunas organizado pela Estatuna, dia 30 de Abril, às 21h30.

Um drama realizado por Rodrigo García, com Annette Bening e que conta a história de três mulheres que partilham a mesma sensação: todas elas viram as suas vidas profundamente afectadas pela adopção. Karen uma mulher de meiaidade, amarga e solitária, engravidou aos 14 anos e na altura não teve outra escolha que não fosse a de entregar a criança para adopção, porém nunca consegui ultrapassar o trauma de a ter abandonado e de nunca ter conhecido a filha. Elizabeth por sua vez, criada como filha adoptiva, é hoje uma brilhante e ambiciosa advogada que nunca procurou o rasto da sua mãe biológica até ao dia em que engravida. Lucy está, juntamente com o seu marido, determinada em enfrentar uma verdadeira odisseia para adoptar uma criança que se torne sua. Confrontadas simultaneamente com uma importante escolha de vida, as três mulheres vêem os seus destinos cruzarem-se de uma forma inesperada e que vai mudar as suas vidas.

Pessoas e Outros como Nós Exposição de pintura intítulada “Pessoas e Outros como Nós” de Paulo Santos. Para ver no Posto de Turismo até 08 de Maio.

Sardoal Fotografia “Pelos nossos Olhos”, uma exposição colectiva de vários fotógrafos sardoalenses, patente no Centro Cultural Gil Vicente até 14 de Maio. Esta exposição está integrada no programa das festividades da Semana Santa e Páscoa em Sardoal 2011.

Santarém E depois do Adeus Exposição sobre a história da canção que serviu de primeira senha musical da Revolução dos Cravos. A exposição tem o apoio da Sociedade Portuguesa de Autores (SPA) e é organizada por Fernando Filipe a partir de documentos pertencentes a José Niza. Na Sala de Exposições do Convento de São Francisco. Carlos Godinho Exposição de pinturas a óleo de Carlos Godinho patente ao público na Sala de Leitura Bernardo Santareno até 30 Abril.Uma exposição que mostra uma vida dedicada à pintura de cartazes e catálogos, à ilustração de livros e à colaboração no ramo do jornalismo e da radiofonia

Ourém Pintura Exposição de Pintura “Portugal no Mundo”. Uma exposição realizada pelos antigos alunos de artes do CEF. Para ver na Galeria Municipal até 30 de Abril.

Rio Maior Ambiente Exposição de Souto Moniz para ver na Galeria Municipal de Exposições, em Rio Maior. Uma exposição de pintura que revela o talento da pintora para a pintura e desenho a óleo, acrílico, grafite, marcador, crayon, técnicas mistas, pintura em tecido e ilustração.

Festa da Primavera De 29 de Abril até 7 de Maio, o Centro Histórico e a Praça Barão da Batalha recebe a Festa da Primavera. Dia 29 acontece o desfile da flor e ainda o espectáculo “Avô cantigas – miúdos nota 100”, às 11h00.

Barquinha Caravanismo Encontro de caravanismo, até 1 de Maio, no parque ribeirinho de Vila Nova da Barquinha. Um encontro que contará com a animação musical do grupo Fun2Rock, do Grupo Folclórico Os Pescadores de Tancos com Tocata, do Grupo Musical Barquinha Saudosa e do fadista Lucas da Silva seguido de karaoke.

Coruche Toiro Bravo Coruche acolhe o certame Festival do Toiro Bravo” de 29 de Abril a 01 de Maio, junto à Praça de Toiros

Benavente Mercado Municipal Samora Correia recebe a feira anual da freguesia, de 28 de Abril a 2 de Maio, no recinto do Mercado Municipal, com muita animação e corridas de toiros

Entroncamento Teatro Infantil A Biblioteca Municipal do Entroncamento apresenta dia 29 de Abril, às 10h00, uma peça de teatro infantil sobre a aventura secreta de Margarido Mendes, uma iniciativa integrada nas comemorações do Dia Internacional da Dança.

Sardoal Fado Espectáculo da fadista Dora Maria, que lança o seu novo álbum “Mar de tanto amar”, num espectáculo único, a realizar dia 29 de Abril, às 21h30, no Centro Cultural Gil Vicente. Com entrada livre.


BARES & DISCOTECAS LIVRO

Click! Horta da Fonte - Cartaxo Doriana A “casa dos segredos” veio até ao Cartaxo. Ivo e Doriana (na foto), dois dos mais casristmáticos participantes deram autografos e beberam copos com quem esteve na Horta da Fonte no passado sábado. Doriana que ficou famosa pelas suas sessões fotográficas, continua a dar nas vistas por onde passa...

Liberdade PVP:22,50€. Jonathan Franzen dá-nos um épico contemporâneo do amor e do casamento. “Liberdade” capta, cómica e tragicamente, as tentações e os fardos da liberdade num retrato dos nossos tempos.

CD Mais fotografias em www.oribatejo.pt

Santarém Ladies Night DISCOTECA FRA Quinta-feira 28 Abr

ridos pelos amantes da noite de Santarém. Esta sexta-feira música ao vivo com banda a designar. Sábado noites temáticas.

Abrantes Jaimao AQUAPOLIS Sábado 30 Abr

Almeirim Musicao ao vivo CV LOUNGE BAR Sexta-feira 22 Abr O CV Lounge Bar apresenta todas as sextas-feiras noites de grande diversao, sempre com as melhores banda da actualidade. A Discoteca FRA em Santarém apresenta mais uma Ladies Night, uma das noites mais conhecidas deste espaço da cidade. Situada na mítica praça de touros Celestino Graça, o FRA é paragem obrigatória se quer dançar até as altas horas da madrugada. Apartirtudo VITORINOS BAR Quinta-feira 28 Abr Uma das melhores bandas de bares do país, liderada pelo baterista Paulo Norte, esta em Santarém. Todas as quintas-feiras os músicos Fred Noel, Aires Pereira e outros, apresentam um convidado especial. Live Music BARVILA Sexta-feira 29 Abr Mais um de fim de semana de muita animação no Barvila. Um dos espaço mais concor-

4,3,2,1 RHEFUGIOS Sexta-feira 29 Abr Esta sexta-feira no Rhefugio´s em Almeirim, quanto mais beber menos paga. Primeira bebida 4 euros, segunda 3 euros, terceira 2 euros e quarta apenas um euro. Promoção válida para todas as bebidas. Ao som do DJ Sereno a noite promete ser muito animada. NUFF MUFFIN DJ’s QB DISCOTECA Sábado 30 Abr O último sábado de Abril na QB vai ser ao som dos Nuff Muffin Dj´s. Este espaço que prima pela boa música e qualidade continua viva e recomenda-se. Situada no centro de Almeirim a QB é já um dos espaços de eleição para terminar a sua noite.

A Aquapolis apresenta esta semana música ao vivo 5 dias seguidos. Quarta-feira com a banda residente David Antunes & The Midnight Band e na quinta-feira, o músico Pedro Dyonysyo. Já o fim de semana promete ser de arromba com Jaimao no Sábado..

anos 80. Grandes temas, excelente decoração e um ambiente fantástico.. Ferro e Fogo BELISSIMO CAFFE Sexta-feira 29 Abr Uma das mais conhecidas banda de rock em Portugal, os Ferro e Fogo, apresentam mais uma noite de música ao vivo no Bellissimo Caffe. Para quem gosta de ouvir um bom rock português está convidado a divertir-se no que promete ser uma grande noite.

Rio Maior David Antunes e Pacheco VINTAGE CLUB Sábado 30 Abr

Cartaxo Lets control de 80s HORTA DA FONTE Sexta-feira 29 Abr

A última sexta-feira de cada mês é sempre dedicada aos

The Fall PVP:12,99€. Novo trabalho dos Gorillaz, um dos projectos mais extraordinários e inovadores dos últimos anos. As novas canções foram criadas durante a Tour Americana.

DVD

Saw III PVP:15,99€. A história de “Saw VII 3D” irá acompanhar um grupo de sobreviventes das terríveis armadilhas de Jigsaw que procuram algum apoio psicológico junto de um especialista, Bobby Dagen também ele vítima de um psicópata.

JOGO

Pedro Fernandes, conhecido por “Pacheco”, apresentador do programa 5 para a meianoite à quinta-feira vem a Rio Maior com o seu músico David Antunes. Os dois em palco são um verdadeiro espectáculod e música misturado com comédia. Para quem nunca viu, vale a pena conhecer.

The Witcher PVP:44,99€. Assume o papel de Geralt, um assassino de monstros profissional que se envolveu na crise política do Reino de Temeria, ao ajudar a esmagar as forças da rebelião. 28 Abril 2011 O RIBATEJO 33


R+ Comeres & Beberes SANTARÉM A Grelha Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488 Adega do Bacalhau Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519- 964569837. Quintal do Beco Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247. Oh Vargas Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146. O Salsa Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo - Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F Restaurante Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima Santarém Tel. 243302200 Casa Condeço Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A Carroça Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar Achete Tel. 243478216 Luís do Leitões Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 Santarém Tel. 243332102 Taberna do Quinzena Especialidades Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 Mina Velha Especialidades Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N Quinta dos Gravelhos Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629 O Cantinho dos Sabores Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

34 O RIBATEJO 28 Abril 2011

Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

Taberna Rentini Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254

Cambáia Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934

Chafarica da Torre Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790

CARTAXO QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629

O Tasco Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelhado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391 O Bernardo Especialidades Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656 O Cantinho do Avô Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303 Paparika do Mocho Especialidades: Muamba de galinha, Caracoletas guisadas, Cataplana de marisco e Torricado de bacalhau Folga: Domingo Morada: Rua do Matadouro Regional, Lote 22 – Quinta do Mocho – Zona Industrial – 2005-002 Santarém Contactos: 243325144/ 918550164/ 919848045 Restaurante O Fabio Especialidades: Costeletas de Touro bravo, Lombinhos de porco, grelhados no carvão. Encerra aos Domingos. Morada R. Dr. Jaime Figueiredo, 21 – Santarém – Tel. 243329507 – Tlm. 919484113 O Telheiro Especialidades Entremeada de Vitela Grelhada, Capado grelhado, chanfana, Bacalhau c/cebolada e tomate, cherne grelhado. Telef 249870517. Amiais de Baixo

SALVATERRA Preto & Branco Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 918675981 Califórnia Especialidades Enguias c/arroz de feijão, Ensopado de Enguias, Entrecosto Frito c/arroz de feijão, Vitela estufada, Chispe c/Feijão Branco. Serve Jantares. Fecha às terças. Tel: 263504643 . Foros de Salvaterra. Tananas Especialidades Enguias Fritas com arroz de feijão, ensopado de enguias, caldeirada de enguias, enguias grelhadas com grelos salteados e feijão preto, cataplana de enguias, espetada de enguias. Morada Estrada das Malhadinhas, nº 4 -Foros de Salvaterra – 2120-180 Foros de Salvaterra. Telf: 263508597 Falcoaria Especialidades Sopa de Enguias, Enguias de escabeche , enguias

O Churrasco Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) - Cartaxo Telem: 963458371

fritas com Arroz de Feijão Ensopado de Enguias, Caldeirada de enguias. Morada Falcoaria do Palácio Real – 2120-051 Salvaterra de Magos. Telef: 969679945 Mail: real.falcoaria@mail.com Casa João da Quinta Especialidades Enguias Fritas com Arroz de Feijão, Ensopado de Enguias e Caldeirada de Enguias. Fecha ao domingo. Morada Rua Padre Cruz, 26; Salvaterra de Magos; Telf: 263507575 Adega da Rosa Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Morada: Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240 Escaroupim Especialidades: Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ farinheira, Migas, Tarte de Perdiz. Folga: 5ª Feira e Domingo ao jantar. Morada: Largo dos Avieiros – Escaroupim – Salvaterra de Magos. Telf: 263107332; tlm: 912539228. email: rest.o.escaroupim@hotmail.com

ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes O Fumeiro Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt

ALMEIRIM O Minhoto Especialidades: sopa de pedra, peixe fresco, bife à minhoto, espetadas de lombinhos. Folga à 2ª feira. Rua de Timor, 4 Almeirim. Tel. 243592057. O Pinheiro Especialidades: sopa de pedra, sopa de peixe, cabeça de cherne grelhado, cherne grelhado, medalhões e costeletas de novilho. Folga à 5ª feira. Morada Largo da Praça de Toiros, 41 Almeirim. Tel. 243592052.

A Casinha Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 Aberto ao domingo durante o mês da enguia

O Zézano Especialidades: sopa de pedra, carne de touro bravo grelhada, lagartos e secretos porco preto, Bife à casa, enguias fritas ou ensopado, sável frito. Morada Largo da Praça de Toiros, 5 Almeirim. Tel. 243509281.

BARQUINHA

Marisqueira Paulos Viveiros de marisco vivo: lagosta, sapateira e amêijoa. Sala própria para grupos. Morada Largo da Praça de Toiros, 11 Almeirim. Tel. 243592200/202.

Almourol Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com

ABRANTES Cristina Especialidades Bacalhau c/ Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@ restaurante-cristina.com Web www.restaurante cristina.com Avenida Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta

Tertúlia da Quinta Especialidades de touro bravo, sopa de pedra, cachola de porco, caldeirada de bacalhau à moda de Almeirim. Folga à 2ª feira. Tel.243593008/Fax:243098345 Sepúlveda Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O Forno Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916 Constantino das “Enguias” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão

Taberna do Gaio Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883 Taberna do Alfaiate Especialidades Bacalhau assado no forno com manja, Migas de bacalhau, Cabrito assado no forno, Naco de boi em vinho tinto com migas, Entrecosto de porco preto com arroz de feijoca, Porco preto assado no forno à padeiro. Folga Encerra às 2ª feiras e Domingos ao jantar. Morada Lapa, Cartaxo, telefone 243 790 005

GOLEGÃ Central Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de SávelSobremesa: Toureiros Telefone: 249976345 Morada Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www.cafecentral.pt O Barrigas Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão. Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www.obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores

ca) – Coruche Tel. 243618875. Tel. 917785703 O Farnel Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436 Sal & Brasas Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 Ponte da Coroa Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 - Coruche Tel. 243617390

RIO MAIOR Manjar do Parque Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa, Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net Palhinhas Gold Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt

FÁTIMA Santa Rita - Madeirense e Açoriano Especialidades: Bacalhau Espiritual, Bacalhau com camarão, Bacalhau Nove Ilhas, Bife de Atum; Alcatra, Linguiça do Pico, Secretos Porco Preto, Vitela. Morada: R. Rainha Santa Isabel (em frente ao Hotel Cinquentenário) Fátima. Tel. 249098041/919822288. Site: http://santarita.no.comunidades. net. Oferta de 5% de desconto com a apresentação deste jornal.

CORUCHE

MAÇÃO

Ó Manel Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo

O Godinho Especialidades Café – Restaurante.Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação

Jakim Girassol Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Encerra à Segunda-feira. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333

O Cantinho Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação. Almoços e Jantares. Aberto todos os dias.Telf: 241107558. Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação

A Tasca Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243618748 O Choupo Especialidades Bacalhau à Choupo, enguias fritas e ensopado, medalhões de Maronesa, Posta Maronesa, Carnes de porco preto, cataplanas Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Bar-

CONSTÂNCIA Falcões Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 - Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Tel. 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com


Vinhos Casal das Freiras

Restaurantes Tasca do Joel É um restaurante gourmet, em Peniche. A clientela abunda e não é dada a esquisitices. PENICHEOs espaços são mesmo de casa de comeres sem grandes pretensões estilísticas, muito menos de conforto dos que se amesendam em volta das mesas com toalhas de papel, mas os guardanapos primam pela brancura e são de pano. O anúncio informa – restaurante gourmet –, anúncios há muitos diria o émulo de Vasco Santana, a clientela abunda e, na sua grande maioria não se prende com pormenores ou esquisitices. O serviço é demorado como convém a fim de todos poderem falar à vontade e em bom som das maleitas da vida, e dos truques da vidinha. Mas é simpático e esforçado. Pacotes plastificados foram colocados sobre a mesa, pão menos que mais, a pedido carapaus acabados de fritar, desenxabidos, azeitonas e ovas de pescada

serviram como intróito da refeição. A lista, desenvolta e grande, não fornece pistas seguras na área gourmet, a prudência obrigou a encomendar bacalhau à moda do lagareiro e rodovalho assado com batatinhas (assim o informaram). O bacalhau, posta nédia, apareceu rodeado de batatas atacadas a murro, o rodovalho não foi torturado na grelha (vá lá), mas quanto ao forno perdeu-se no emaranhado de pedidos, chegou na companhia de couve-flor, brócolos e batatas gordas cozidas. Apesar de não ter sido objecto de maus-tratos, o rodovalho revelou secura a mais na sua branca carne o que lamentei, mais a mais, nos tempos que correm, pois o seu custo é elevado. A tarte de requeijão agradou, a fruta da época cumpriu o seu papel. Bebeuse espumante rosé Filipa Pato que acompanhou a contento tal como esperava. A lista de vinhos é supimpa apresentando os vinhos vedetas da moda cujo custo só é passível de ser suportado pelos cartões

de crédito alheios que agora estão a sofrer cortes elevados, os empresários de sucesso e milionários euro-milhões. No mais apresenta outros vinhos menos estrelados, no entanto, julgo existir uma clara tendência altista. Dois pratos principais possibilitam um exame mínimo à cozinha deste restaurante chamado tasca o que se ajusta ao visto, observado e degustado. De referir a existência à entra-

da de um espaço pontuado por centenas de garrafas e outros produtos, esses sim dentro da classificação gourmet. Armando Fernandes

Peniche Rua do Lapadusso, n.º 73. Estacionamento difícil. Aceita cartões de crédito. Telefone 262 782 945. Coordernadas GPS: Longitude 9.393068 Latitude 39.357010

TINTO Logo pela manhã arranjei tempo para observar, aspirar e provar este tinto granadino, fruto de vinhas plantadas em território tomarense. A memória do vinho após a prova indiciou-me algum mineral em final de boa, resultado de um casamento bem orientado com a madeira, tendo também retirado sensações de fruta espessa, madura, e também silvestre num travejamento sólido e impetuoso (taninos) derivado da sua juventude. No copo apresentou-se bem. Este vinho posteriormente acompanhou três refeições, duas cujo prato principal foi peixe, mero e dourada no forno em preparo culinário, e iscas fritas. Portouse muito bem nesses três cometimentos, também no papel de coadjutor de queijo curado de cabra e pasta mole de ovelha. É um vinho para se beber hoje. Armando Fernandes

Origem: Tomar. Produzido e engarrafado: Quinta do Casal das Freiras, para Agrovalente Lda. Ano da colheita: 2009. Graduação: 13,5%. PUBLICIDADE

28 Abril 2011 O RIBATEJO 35


R+ Passatempos & Serviços

Palavras cruzadas

Scrabble 1

2

3

4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

A B

A1

C

S1

R 1 E 1 S 1 S 1 A 1 C2 A 1

D

HORIZONTAIS: 1 - Cabeleira postiça. Pedra dura e opaca, da natureza da ágata, com veios ou manchas coloridas. 2 - Cantor ambulante. Cortar em fatias. 3 - Ave pernalta africana. Cortar e triturar com os dentes. Graceja. 4 - Caminhar. Fustigar. 5 - Qualquer trabalho feito em tear. Virtude. 6 - Termine. Estado de nu. 7 - Deseje. Cada de um dos lados do ângulo recto no triângulo rectângulo. 8 - Influenciado pela Lua. Indica lugar, tempo, modo, causa, fim e outras relações (prep.). 9 - A mim. Andando. Debaixo de. 10 - Figura de estilo que veicula um significado contrário daquele que deriva da interpretação literal do enunciado. Popularidade. 11 - Nivelar. Mofo. VERTICAIS: 1 - Janota. Título dos descendentes de Mafoma. 2 - Usada quando se encontra inesperadamente a solução de um problema (interj.). Época notável. 3 - Jornada. Enxerga. Aqueles. 4 - Noroeste (abrev.). Diz-se de uma variedade de marta da Sibéria e da Ásia central, cuja pele negra é muito apreciada. 5 - Agreste. Juntar. 6 - Praça pública, na antiga Roma. Qualquer de entre dois ou mais. 7 - Aparelho e adorno para bestas. Nascido. 8 - O que é próprio ou peculiar de alguém. Contr. da prep. a com o art. def. o. 9 - Sétima nota da escala musical. Tecido de arame. O meridiano. 10 Parceiro. Estrela cadente. 11 - Que é de bronze. Chacotear.

Ken & Ken FÁCIL

M1

E

A1

S1

F

L2

C 2 A 1 R 1 T 1 O1 L 2 A 1

G

T1

R1

C2

R 1 O1

T1

I

V4

U1

J

D 2 A 1 N 3 O1

A1

C 2 O1 C 2 H 4 E 1 I

H

P2

L2

1

K

C2

M1

A1

L

O1

O1

D2

M

M1 A 1 R 1

A1

R1

N O

A 1 A 1 G4 H 4 I

1

O1 O1

INSTRUÇÕES Utilize as letras para criar uma palavra. O objectivo é conseguir o maior número de pontos, utilizando as casas que dão mais pontos (multiplicar letra por 2 ou 3, multiplicar palavra por 2 ou 3). Utilize as letras que já estão no tabuleiro para os maximizar. Não são permitidos nomes próprios nem estrangeirismos. Mais de 24 pontos: Experiente; entre 15 e 24, Avançado; menos de 15, Promessa

DIFÍCIL

Sudoku

Sudoku futebol

Euromilhões - Sorteio 16/2011

Totobola - Sorteio 14/2011

11 22 36 45 48 +

1. Benfica - P.Ferreira 1 2. Sevilha - Villarreal 1 3. A.Bilbau - Real Sociedad 1 4. SP.Gijón - Espanhol 1 5. Hercules - Corunha 1 6. Maiorca - Gétafe 1 7. R.Santander - Málaga 2 8. Blackpool - Newcastle x 9. Chelsea - West Ham 1 10. Bolton - Arsenal 1 11. Aston Villa - Stoke City x 12. Bréscia - AC Milan 2 13. Juventus - Catânia x Super 14. Valência - Real MadridM : M

1

Totoloto - Sorteio 23/2011 4

8 17 42 43 + 2

Totoloto - Sorteio 22/2011 5

9 20 28 49 + 12

Joker - Sorteio 17/2011 6 118 4 34

4

Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

36 O RIBATEJO 28 Abril 2011

SOLUÇÕES: SUDOKU 9X9; SUDOKU FUTEBOL; PALAVRAS CRUZADAS

HORIZONTAIS: 1 - Chinó, Jaspe. 2 - Aedo, Fatiar. 3 - Tua, Roer, Ri. 4 - Ir, Zurzir. 5 - Tecido, Bem. 6 - Acabe, Nudez. 7 - Ame, Cateto. 8 Aluado, Em. 9 - Me, Indo, Sob. 10 - Ironia, Aura. 11 - Rasar, Bolor.

Jogos de sorte

1 - Complete jogo como um Sudoku clássico, com os algarismos de 1 a 6, uma bola e dois cartões de penalidade. 2 -Se conseguir ligar seis casas contendo os algarismos de 1 a 6 da bola até à baliza, marca golo. Só se pode deslocar horizontalmente e ou verticalmente e não pode entrar mais do que uma vez nas seis casas para chegar ao golo. Se descobrir caminhos diferentes da bola à baliza, uma mesma bola pode marcar vários golos para as duas equipas. A equipa A marca os golos na baliza da esquerda e a equipa B na da direita.

VERTICAIS: 1 - Catita, Emir. 2 - Heureca, Era. 3 - Ida, Cama, Os. 4 NO, Zibelina. 5 - Rude, Unir. 6 - Foro, Cada. 7 - Jaez, Nado. 8 - Atributo, Ao. 9 - Si, Rede, Sul. 10 - Par, Meteoro. 11 - Eril, Zombar.

INSTRUÇÕES 1 O objectivo é preencher os quadrados utilizando números que completem as operações matemáticas. 2 Em módulo com cercadura, o mesmo número só pode ser utilizado uma vez. 3 Na categoria “fácil”, cada linha vertical ou horizontal deve ter os números de 1 a 4. 4 Na categoria “difícil”, em cada linha devem constar os números de 1 a 6, sem repetições.

SOLUÇÕES: KEN&KEN

GRAU DE DIFICULDADE (((((


Serviços

HORÓSCOPO CARNEIRO 21/3 A 20/4 Não confie demasiado na intuição se tiver de resolver um assunto ligado ao quotidiano profissional. Aproveite os conselhos de uma pessoa mais experiente. A inconstância e susceptibilidade podem resultar em problemas amorosos. Finanças a atravessarem uma boa fase. . TOURO 21/4 A 21/5 Mostre-se paciente e perseverante em todos os assuntos relacionados com o quotidiano de trabalho e conseguirá obter o sucesso desejado. Corre o risco de uma situação financeira desagradável. Aproveite a força interior que os astros lhe vão proporcionar durante esta semana. GÉMEOS 22/5 A 21/6 Os seus projectos de trabalho podem sofrer uma alteração inesperada, recomendando-se que pense bem antes de fazer opções irreversíveis, atendendo mais à voz da razão do que aos impulsos. Boas notícias no sector financeiro. Tendência para aventuras sem consequências. CARANGUEJO 22/6 A 22/7 Evite o comportamento agressivo e intolerante no quotidiano profissional, embora se considere dentro da razão. Conseguirá ser mais facilmente ouvido se denotar perspicácia e diplomacia. Espírito menos crítico no amor, o que irá reservar-lhe momentos agradáveis. LEÃO 23/7 A 23/8 Enfrente sem medo algumas dificuldades surgidas no âmbito profissional e acabará por conquistar o êxito e a aprovação tão necessárias à sua personalidade entusiasta. Aproveite a sua grande capacidade para contornar situações amorosas mais complicadas. VIRGEM 24/8 A 23/9Semana indicada para a concretização de projectos ousados no âmbito de trabalho e pessoal. Aproveite a interferência positiva de terceiros e o posicionamento favorável dos astros. Se entender as reacções da pessoa amada, pode conseguir evitar más situações. BALANÇA 24/9 A 23/10 Se acreditar mais nas suas qualidades de realização de iniciativas, tudo vai tornar-se mais fácil a nível profissional. Aproveite a criatividade e dinamismo proporcionados pelos astros ao longo desta semana. Não permita que problemas familiares arrefeçam a paixão. ESCORPIÃO 24/10 A 22/11 O sucesso profissional dependerá em grande parte da combatividade e empenho em superar obstáculos surgidos. Não se deixe abater pela desilusão e opte pelo espírito combativo que o define. Não se envolva muito em situações amorosas susceptíveis de lhe trazerem problemas. SAGITÁRIO 23/10 A 20/12 Mostre-se prudente e racional em todos os assuntos profissionais e interligados à sua vida pessoal. Apenas receberá as compensações desejadas se não se deixar arrastar por atitudes impulsivas. Sentirá necessidade de definir mais concretamente a sua vida sentimental. CAPRICÓRNIO 21/12 A 20/1 Evite adiar uma decisão importante relacionada com um assunto pessoal. Analise uma proposta de trabalho que pode significar uma mudança de hábitos e exigir vincado espírito de organização. Grande poder de comunicação permite-lhe obter sucesso nas conquistas. AQUÁRIO 21/1 A 19/2 Atravessa um período extremamente favorável à concretização dos mais ousados projectos de trabalho e pessoais. Lute pelos seus interesses, podendo contar com o apoio dos que o rodeiam. No amor ocorrerá uma mudança inesperada que não significa mesmo ruptura. PEIXES 20/2 A 20/3 Marcado interesse pelo trabalho e hipótese de alargamento de perspectivas financeiras irão caracterizar esta semana. Mais favorecidos os que desempenham funções liberais e de contacto com o público. O amor apresenta-se sob um clima de constante conflito.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO

ADVOGADOS SANTARÉM

SANTARÉM Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Helena Flama Vitae Baptista Veríssimo S. Nicolau Francisco Viegas Oliveira Pereira

R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5 Rua Serpa Pinto, 101/3 R. Capelo Ivens, 74 R. Capelo Ivens, 38 Rua Pedro Santarém, 2-A Rua Colégio Militar, 1 Av. Grup. Forcados Amadores St - 8

243 420 214 243 322 195 243 322 072 243 330 230 243 325 067 243 330 570 243 326 182 243 325 113

Rua Infantaria, 15, Nº 9 Rua Serpa Pinto, 27-33 Av. Norton de Matos Rua Silva Magalhães, 77-79 Rua Marquês de Pombal, 16 Rua Infantaria, 15, Nº 9 Rua Serpa Pinto, 27-33 Av. Norton de Matos

249 312 465 249 312 206 249 324 373 249 310 360 249 312 329 249 312 465 249 312 206 249 324 373

Largo Mota Ferraz, 7 Av. da Europa, Lt. 37, r/c-B, Lj 2 Av.ª Dr. António. A.S. Mart. 569 Rua José Estevão, 1 Rua do Comércio, 56 R. Tenente Cor. J. B. Camejo, 13 Largo Mota Ferraz, 7 Av. da Europa, Lt. 37, r/c-B, Lj 2

241 360 520 241 822 120 241 360 530 241 360 060 241 371 713 241 333 222 241 360 520 241 822 120

TOMAR Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Misericórdia Torres Pinheiro Ribeiro dos Santos Nova Central Misericórdia Torres Pinheiro Ribeiro dos Santos

ABRANTES Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Motta Ferraz Ondalux Santos Silva Silva Tavares Duarte Ferreira Motta Ferraz Ondalux

ALMEIRIM Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Mendonça Praça da República, 12 Correia de Oliveira Rua Condessa da Junqueira Central Rua 5 de Outubro, 58/60 Barreto do Carmo Praça da República, 45/7 Mendonça Praça da República, 12 Correia de Oliveira Rua Condessa da Junqueira Central Rua 5 de Outubro, 58/60 Barreto do Carmo Praça da República, 45/7

243 592 265 243 509 370 243 570 570 243 592 379 243 592 265 243 509 370 243 570 570 243 592 379

CARTAXO Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Abílio Guerra Correia dos Santos Pereira, Sucrs Central do Cartaxo Abílio Guerra Correia dos Santos Pereira, Sucrs Central do Cartaxo

Rua de S. Sebastião, 3 Rua da República, 10 Rua Serpa Pinto, 8 R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B Rua de S. Sebastião, 3 Rua da República, 10 Rua Serpa Pinto, 8 R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B

243 702 653 243 770 997 243 700 130 243 749 123 243 702 653 243 770 997 243 700 130 243 749 123

Lg. Cor. António Maria Batista, 7 Rua 25 de Abril, 7 Av. de Sá Carneiro, Lote 7 Rua de São Pedro, 5 Rua José Augusto Torres, Lt 129 Lg. Cor. António Maria Batista, 7 Rua 25 de Abril, 7 Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 819 540 249 830 180 249 822 067 249 822 411 249 812 472 249 819 540 249 830 180 249 822 067

Rua Direita, 64 Rua da Misericórdia Largo de S. Pedro, 4 Rua da Misericórdia, 16 Rua Direita, 64 Rua da Misericórdia Largo de S. Pedro, 4 Rua da Misericórdia, 16

243 660 099 243 675 070 243 610 370 243 617 068 243 660 099 243 675 070 243 610 370 243 617 068

TORRES NOVAS Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Higiene Nicolau Lima Central Pereira Martins Higiene Nicolau Lima

CORUCHE Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Frazão Higiene Misericórdia Almeida Frazão Higiene Misericórdia Almeida

RIO MAIOR Quinta 28 Sexta 29 Sábado 30 Domingo 1 Segunda 2 Terça 3 Quarta 4 Quinta 5

Almeida Central Central Central Central Central Central Central

R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Mariano de Carvalho, 83 R. Mariano de Carvalho, 83 R. Mariano de Carvalho, 83 R. Mariano de Carvalho, 83 R. Mariano de Carvalho, 83 R. Mariano de Carvalho, 83 R. Mariano de Carvalho, 83

243 992 255 243 946 148 243 946 148 243 946 148 243 946 148 243 946 148 243 946 148 243 946 148

● Dr. José Francisco Faustino; Dr Francisco Luís; Dr.ª Graça Ferreira e Sousa; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Reitor Pedro Calmon, nº 6 - 1º – 2000-031 Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail.telepac.pt ● Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém - Tel. 243326310 - Fax 243333587 - oliveiradomingos-161e@ adv.oa.pt ● Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 ● Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 - advogados.s@mail.telepac.pt ● Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 morgadoribeiro-185e@adv.oa.pt ● Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º - Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida. lencastre@gmail.com ● Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@ adv.oa.pt ● Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 anagomesribeiro-2104e@adv.oa.pt ● Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 pedroborrego-2083e@adv.oa.pt ● Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 americacravo-855e@adv.oa.pt ● Drª Sónia Bento - Praça da República, 29 - 1º Esq.º - 2080-044 Almeirim - Tel. 243372159 Fax 243597999 - sbentompires. adv@gmail.com

ABRANTES ● Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís

de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes - Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail.telepac.pt ● Norberto Timóteo - Advogado - Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@advogados.oa.pt ● Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia839c@adv.oa.pt ● António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

ALMEIRIM ●

Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino1239e@adv.oa.pt ● Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999 ● Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 ● Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim - Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@ advogados.oa.pt ● Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 ● Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º - 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 - Celiasp-1498e@adv.oa.pt ● Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 anaoliveirasimoes-2078e@adv.oa.pt

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

ADVOGADOS

CARTAXO ● Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070-095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita18943l@adv.oa.pt ● Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo - TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico. com - www.apoiojuridico.com ● Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070-049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva-1002e@advogados. oa.pt

LISBOA ● Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro,

Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 ● Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

Francisco Pedrógão Armando Ferreira

ADVOGADOS

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243 326 242 2000 SANTARÉM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243 333 821 Fax: 243 391 021 2000 SANTARÉM

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079 2000-145 SANTARÉM

ADVOGADOS

E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

28 Abril 2011 O RIBATEJO 37


Classificados IMOBILIÁRIO ARRENDA-SE ● MORADIA rústica T4 Sar-

doal TL 966213138 ● LOJA Semi nova junto Comple-

xo Aquático TL 911010160 ● CARTAXO – Loja na Rua Ser-

pa Pinto, actualmente vocacionada para o ramo do vestuário. Possui WC e arrumos. Renda - 750 € www.remax. pt/121871049-246 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 969 754 602

IMOBILIÁRIO VENDE-SE ● LOJA pronta a utilizar San-

tarém 962719038 ● APT T4 c/ bons acabamentos, zona privilegiada do Planalto de Santarém, vistas panorâmicas, equipado c/ AC e aq. central. Com áreas generosas, pavimento do hall de entrada e sala em pedra, wc’s revestidos a pedra. Cozinha total. equipada e arrecadação – 137.000€ www. remax.pt/120431071-120 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 ● QUINTINHA na Vila da Marme-

leira c/ 4960 m² de lote, vedada c/ árvores e jardim. Amplos espaços de estar, zona de sala de jogos, c/ carácter rústico. Cozinha equipada, 2 quartos c/ roupeiro. Aq. central c/ caldeira a gasóleo e lareira c/ recuperador de calor. Garagem, alpendres, churrasqueira e forno, cozinha rústica. O terreno permite o loteamento. Possibilidade de aumentar o número de divisões. Alarme – 190.000€ www.remax.pt/120431105-18 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

forno e esquentador, despensa na cozinha e área de estendal. Roupeiros. Edifício bem cuidado no seu interior e exterior. Boa localização, perto de comércio. Lugar de estacionamento e arrecadação com 4,20 m². – 122.000€ www.remax.pt/120431104-16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 ● APT T4 Duplex, em S. Domingos,

vistas deslumbrantes. 5 Assoalhadas, 4 Quartos (um deles em suite), 4 casas-de-banho. Lugar de parqueamento, Ar cond., lareira c/ recuperador de calor, cozinha totalmente equipada – 180.000€ Possibilidade de arrendamento por 675€ mensais, totalmente mobilado. www.remax. /120431071-180 AMI 5430 - RE/ MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 ●

APT T4 para venda junto às Finanças de Santarém. O apt possui 2 casas de banho, sala c/ varanda, marquise e despensa. Possibilidade de ficar equipado e mobilado. Perto de tudo e com bons acessos 80.000€ www. remax.pt/120431121-48 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

● RIBEIRA DE SANTARÉM - Sin-

Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv..Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● Romeira Moradia T4+1. r/chão,

cave e sótão. No r/chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 ● Alpiarça Moradia T5+1,usada

● APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica. com AMI 5915 ●

TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 ●

APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915

● MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 ●

LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915

APT em S. Domingos, com 3 quartos (um em suite), sala c/ lareira e AC, cozinha c/ placa,

● Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada...Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● APT T2 no centro de Santarém.

Composto por 2 quartos, 2 salas (uma de estar e outra de jantar), 2 casas de banho, cozinha e marquise c/ ar cond., aproveitamento de sótão c/ entrada pela despensa e varanda. Vista desafogada e muita luminosidade – 59.000€ www.remax.pt/120431070-155 AMI 5430 - RE/MAX SCALA Santarém. Tel: 243 307 500

tos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/ acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● ● São Vicente Paúl - Moradia

T3, usada, como nova, c/ 2 quar-

Ap t . u s a d o T 2 A l m e i rim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ - Xequecasa, Lda

– AMI 6019 TLF 243306653 ●

Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

gular solar centenário restaurado em lote de 1780m2, total. murado. Ideal para repousar ou converter em turismo de habitação ou rural. 290.000 € www.remax.pt/121871072-110 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 961 334 733 ● STR, S. DOMINGOS - Apt T1 recente c/ excelente cozinha e 2 amplas varandas. Zona agradável, c/ comércio, restauração e serviços. 65.000 € www.remax. pt/121871069-48 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 961 725 441 ● STR, S. DOMINGOS - T3 na avenida principal. 3º andar c/ elevador, em bom estado de conservação e com boas áreas. 84.000 € www. remax.pt/121871056-179 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 961 778 994

● APT

T3 S. Domingos, Usado, ar cond. box fechada, Oportunidade de negócio. Preço: 95.000,00€ Ref. 700n Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

ção no sótão e elevador. Boa opção para investimento, zona c/ bastante procura para arrendamento. 80.000 € www.remax. pt/121871028-472 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 926 613 906 ● STR, S. DOMINGOS – T3 c/ aque-

cimento e aspiração central, cozinha equipada, suite, sala c/ lareira e arrecadação. 115.000 € www. remax.pt/121871081-33 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 962 191 373

rim, nova, arrecadação, Lavandaria, garagem, A.C. Rec.calor, logradouro. Preço: 150.000,00€ - Ref. 779 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 ● APT T3 Hospital Str, novos, excelentes desde 135.000,00€ - Ref. 842 Go Imobiliária AMI - 8191 Tlf – 915084892/243094092 ● APT T4 Alto Bexiga, usado, bom estado 1º andar s/ elevador. Oportunidade Preço: 105.000,00€ - Ref. 866 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

PT T4 Centro de Almeirim 2º andar s/ elevador Preço: 70.000,00€ - Ref. 864 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

rim – 29.990€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 ● MORADIA T2 semi nova – Fazendas Almeirim – 96.000€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312

APARTAMENTO T2 NOVO – Zona Norte Almeirim – 71.250€ AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312

garagem – Alpiarça – 77.900€ AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925479 312

● CARTAXO – T3 c/ áreas espa-

LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213 860 963 – 213 862 922 – Fax 213 863 923 1250-051 LISBOA E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

Visite o nosso Site: advogadosabrantes.com

na c/ 69m2; Inserida em Terreno Rústico c/ 3.240m2; Área Bruta de Construção de 149m2; Zona de Moradias Novas. Ref. 4296 Preço: 34.500,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 ● SANTARÉM – Arredores Ruína

Inserida em Terreno c/ 10.680m2; Magnífica Vista Sobre o Campo; Localizada em Zona Calma. Ref. 4297 Preço: 56.500,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

tamento de 4 Assoa.; Sala Ampla c/ Varanda; Arrecadação; Garagem e Logradouro; Zona Calma; A 10 Min. da Cidade. Ref. 4305 Preço: 86.500,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

EMPREGO OFERECE-SE ● PREPARO alunos p/ exames 9º Ano TLM916488027 ●

● APARTAMENTO T3 remodelado – Almeirim – 66.150€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336 – 2º A – Apart. 37 Tel. 241 372 831/2/3 – Fax 241 362 645 2200-397 ABRANTES

● SANTARÉM – Arredores Ruí-

● MORADIA T2 – Centro Almei-

6.640m2 c/ moradia T5. Piscina, garagem e um agradável telheiro c/ churrasqueira. Ainda a referir uma mina de água. 215.000 € www.remax.pt/121871056-182 RE/MAX Principal – AMI 6883 Tel. 961 778 968

çosas e acab. de qualidade: chão em pedra, sala c/ lareira, suite, varandas, cozinha equipada, estores eléctricos e ar condicionado. 108.000 € www. remax.pt/121871056-180 RE/ MAX Principal – AMI 6883 Tel. 961 778 994

dias p/ Reconstrução; Inseridas em Terreno c/ 6.040m2; Plano; Fertíl; Vedado; C/ Poço, Olival e Árvores de Fruto; A Área Anteriormente Indicada (6040m2), Refere-se à Soma das Áreas de 2 Artigos Matriciais Distintos. Ref. 4307 Preço: 90.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

● SANTARÉM – S. Salvador Apar●

● APARTAMENTO T2 novo com ● LAPA, CARTAXO – Quintinha c/

5 5 6 3 – Te l f . 2 4 3 3 0 3 3 9 0 ● SANTARÉM – Arredores 2 Mora-

● MORADIA T3 Fazendas Almei-

● SANTARÉM - T3 c/ arrecada-

PUBLICIDADE

38 O RIBATEJO 28 Abril 2011

● MORADIA T3 Arneiro Tremês, 415m2 útil, c/ terreno, a 10km Santarém Preço: 110.000,00€ - Ref. 363 Go Imobiliária AMI – 8191mTlf – 915084892/243094092

SANTARÉM – arredores Moradia Rústica p/ Recup.; Cave Aproveitada p/ Arrecadação e Garagem; Logradouro; Terraço; Inserida em Local Sossegado e Acolhedor; Vista Panorâmica para a Serra. Ref. 2416 Preço: 35.000,00€ Trata: Era Santarém AMI

HOMEM p/ tratar cavalos em quintas T 92 7 732803/ 966997886

VEÍCULOS VENDE-SE ● AU DI A 4 T DI 2 0 0 5 carrinha full extras T 965 175 504 ● FIAT Punto comercial 2004

só 3650€ T 917046580

DIVERSOS MENSAGENS ● SENHOR 50 anos procura Srª dos 35 a 45 anos p/ viver em França T 0033663897038 (a partir das 17h)


CRÉDITOS PAU LO N I ZA * CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO

Residêncial Lar

da Minha Mãe, Lda.

Taeg desde 7,00%

* CRÉDITO PESSOAL OU CARTÃO DE CRÉDITO C/ ASSINATURA DE 1 SÓ TITULAR, SE CASADO

Residência Assistida para Idosos, Dependentes e Doentes

Taeg desde 12,06%

* CRÉDITO CONSOLIDADO COM E SEM HIPOTECA C/ REDUÇÃO ATÉ 60% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 6,59%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

Espaço familiar, amplo jardim, alia o conforto aos cuidados profissionais de uma equipa em constante formação. Aceitamos doentes de Alzheimer e outras doenças de foro neurológico.

* LINHAS DE CRÉDITO COM APOIO DO ESTADO PARA INÍCIO DO SEU NEGÓCIO E PARA EMPRESAS JÁ EXISTENTES Taeg desde 2,50%

* CRÉDITO HABITAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL E POSSIBILIDADE DE TAXA FIXA Taeg desde 5,1994%

* CONTACTE-NOS MESMO QUE TENHA

PROBLEMAS BANCÁRIOS, POIS EM MUITOS CASOS AINDA TEMOS A SOLUÇÃO

www.pauloniza.pt Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

Telm. 938 879 678

TINTAS VILCOR DIRECTAMENTE DO FABRICANTE PARA O APLICADOR

PREÇOS COMPETITIVOS C/ SUPERIOR QUALIDADE MIKROQUIMICA, Lda.

Serviços médicos, enfermagem, psicossociais, animação, nutricionismo e possibilidade fisioterapia. Visite as nossas instalações com NOVA GERÊNCIA e reserve a sua vaga! Alvará 04/06 - Santarém

Tel/Fax.: 243 779 029 Telem.: 937 860 366 lardaminhamae@hotmail.com

Preços

Excelentes

Casal do Prioste – Estrada n.º3 , lote 2 Prioste 2070-036 Cartaxo

FAUSTINO SANTOS Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Praceta Pedro Escuro, 10 - 3.º Esq.º (Junto à Rádio Pernes)

Telef.: 249 890 017 • FAX: 249 890 524 mail: mikroquimica@mikroquimica.pt Apartado 84 - 2384-908 VILA MOREIRA

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com 28 Abril 2011 O RIBATEJO 39


Publicidade

Tribunal Judicial do Cartaxo 1.º Juízo Largo Vasco da Gama - 2070-048 Cartaxo Telef. 243701030 Fax: 243770658 Mail: cartaxo.tc@tribunais.org.pt

ANÚNCIO 1ª PUBLICAÇÃO

Processo: 386/11.1TBCTX Carta Precatória (Distribuída) N/Referência: 1943563 - Data: 11-04-2011 Exequente: Ramiro Filipe Executado: Maria Rosa Oliveira Gonçalves Sousa Processo de origem: Processo no 1028/2000 do Lisboa - Cível, 6.º Juízo, 6.º Juízo – 2.ª Secção Nos autos acima identificados foi designado o dia 12-05-2011, pelas 14:00 horas, neste Tribunal, para adjudicação com abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria deste Tribunal, pelo valor global de € 700,00, pelos interessados na compra do(s) seguinte(s) bem/bens: Verba N.º I - Um móvel Louceiro de cor castanho, com 8 portas, sendo 4 em vidro e 4 gavetas, em razoável estado de conservação. Verba N.º II - Um móvel de sala com 4 módulos de cor castanho claro sendo, um bar com balcão, um módulo com 4 portas (2 em vidro) e 2 módulos com duas portas, 2 prateleiras e quatro gavetas e um módulo com 5 portas em razoável estado de conservação. Verba N.º III - Uma mesa de sala oval e quatro cadeiras, tudo em madeira, sendo que as cadeiras tem tampo de corda, em bom estado de conservação. Verba N.º IV - Uma aparelhagem THOMSON e duas colunas da mesma marca, em bom estado de conservação. Verba N.º V - Um vídeo FUNAI em bom estado de conservação. Verba N.º VI - Um sofá de corpo e meio e dois cadeirões, em napa castanho, em bom estado de conservação. Verba N.º VII - Um televisor GRUNDIG com ecrã de 48 x 37 cm e um móvel de televisão com porta em vidro, tudo em bom estado de conservação. Verba N.º VIII - Uma arca COFRI modelo AC 230 c, em bom estado de conservação. Verba N.º IX - Um roupeiro em madeira castanha, com 3 portas, em bom estado de conservação. penhorados a: Executado: Maria Rosa Oliveira Gonçalves Sousa, estado civil: Casado, nascido(a) em 22-08-1954, freguesia de Vale do Paraíso [Azambuja], NIF 164885030, BI - 6371924, domicílio: Travessa das Rosas, N.º 5, 2050-436 VALE DO PARAÍSO É fiel Depositária: A Própria Executada. O Juiz de Direito, - Dr(a). Nelson Barra O Oficial de Justiça, - Maria José Teixeira (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1330 de 28.04.2011)

Drª MADALENA BARRETO

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES

INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA

OSTEOPATIA

Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200801020110 AP

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089201001001205

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

2ª PUBLICAÇÃO

2ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239.º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado HELIO MANUEL LUIS PIRES, no estado de casado, com domicílio fiscal na Rua Feira de Alcanede s/n – 2025-057 Alcanede, executado por reversão de Nacional Peças Comércio Importação Exportação Peças Veículos Ld.ª, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art.º 240.º do CPPT) e que foi penhorado em 27 de Agosto de 2009 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de que é responsável respeitantes a Coimas Fiscais (CF), Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Colectivas (IRC) e Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), dos anos de 2006 a 2008, no montante actual de 4.594,94 €, sendo 3.562,58 € de quantia exequenda e 1.032,36 € de acréscimos legais.

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 30 (TRINTA) DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 3 do artigo 193.º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), o executado FERNANDO JOSÉ GOMES DOS REIS, no estado de divorciado, com domicílio fiscal na Rua Engenheiro António Torres – 2000495 Pernes, de que contra ele corre termos o processo de execução fiscal acima indicado, por dívidas à Administração Fiscal provenientes de Imposto Municipal sobre a Transmissão Onerosa de Imóveis (IMT), do ano de 2005, na quantia exequenda total de 929,76 € (novecentos e vinte e nove euros e setenta e seis cêntimos), pelo que deverá, no prazo de 30 (TRINTA) DIAS seguintes ao do final dos éditos, proceder ao seu pagamento, acrescido dos respectivos juros de mora e custas processuais, mediante guias que deverá solicitar neste Serviço de Finanças, podendo, no mesmo prazo, deduzir oposição à execução (art.º 203.º/ss, CPPT), requerer o pagamento em prestações (art.º 196.º/ss, CPPT) ou solicitar a dação em pagamento (art.º 201.º/ss, CPPT). Faz ainda saber que, se o executado ou outra pessoa por ele não fizer o pagamento no prazo dos éditos, no dia 2 de AGOSTO de 2011, pelas 11,00 HORAS, se procederá à venda judicial por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art.º 248.º/1,CPPT), do bem a seguir indicado, o qual foi penhorado em 23 de Agosto de 2010 no processo de execução fiscal acima identificado, com o valor base para a venda de 4.002,00 €, correspondente a 70 % do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art.º 250.º/4, CPPT).

BEM A VENDER Prédio urbano destinado a oficina de ferrador, com uma divisão, uma porta e duas janelas, com a área coberta de 24,00 m2, sito em Vale da Junqueira, freguesia de Alcanede, concelho de Santarém. Possui as seguintes CARACTERÍSTICAS: Tipo de Prédio: Prédio em propriedade total sem andares nem divisões susceptíveis de utilização independente, Afectação: Armazéns e actividade industrial, N.º de pisos: 1, Tipologia/Divisões: 1, Área total do terreno: 152,00 m2, Área de implantação do edifício: 92,00 m2, Área bruta de construção: 92,00 m2. Área bruta dependente: 0,00 m2 e Área bruta privativa: 92,00 m2. Confronta de norte com Alfredo Dores Pires, de sul e nascente com o próprio e de Poente com Via Pública. Encontra-se inscrito na matriz urbana sob o artigo n.º 1597 da freguesia de Alcanede e achase descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o n.º 00120/20050401 – Gançaria. Coordenadas: X – 135.763,00 e Y – 271.872,00. É depositário nomeado o Sr. Hélio Manuel Luís Pires, executado nos autos, Telf. 918.730.760, o qual, nessa qualidade e depois de contactado no seu domicílio fiscal, o mostrará aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 7 de JUNHO de 2011, pelas 11,00 HORAS, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (n.º 1 do art.º 248.º do CPPT) sendo o valor base para a venda de 4.779,00 €, correspondente a 70 % do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (n.º 4 do art.º 250.º do CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 11 horas do dia da venda e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA N.º 2089.2009.226 – HELIO MANUEL LUIS PIRES”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o executado, o seu cônjuge e os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art.º 892.º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (al. c) do art.º 253.º do CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36.º do respectivo código. É devido Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos quinze dias do mês de Abril do ano de dois mil e onze. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1330 de 28.04.2011)

40 O RIBATEJO 28 Abril 2011

BEM A VENDER Prédio urbano sito em Fonte do Amigo – Pernes, freguesia de Pernes, concelho de Santarém, que constitui um LOTE DE TERRENO para construção urbana com a área de 112 m2. Confronta de norte com o próprio, de sul com Manuel Conceição Oliveira, de nascente com Estrada e de poente com José Duarte Gomes. Tem as seguintes CARACTERÍSTICAS: Área total do terreno: 112 m2, Área de implantação do edifício: 29,50 m2, Área bruta de construção: 59 m2, Área bruta dependente: 17,70 m2. Inscrição na matriz no ano de 1998 sob o artigo n.º 1141 - Freguesia de Pernes e descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o n.º 00617/19980120. Coordenadas: X 154.500,00 e Y 269.097,00. É depositário o Sr.º Fernando José Gomes dos Reis, Telf. n.º 914.274.607, executado nos autos, o qual, depois de contactado no seu domicílio fiscal sito na Rua Engenheiro António Torres – 2000-495 Pernes, o mostrará aos interessados. As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 11 horas do dia da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA N.º 2089.2010.283 – FERNANDO JOSÉ GOMES DOS REIS”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o executado, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art.º 892.º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (art.º 253.º/c. CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36.º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos quinze dias do mês de Abril do ano de dois mil e onze. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1330 de 28.04.2011)


TRESPASSASE Óptica em Pernes

Edital 01/2011

IDÁLIA MARIA MARQUES SALVADOR SERRÃO, PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA INTERMUNICIPAL DA COMUNIDADE INTERMUNICIPAL DA LEZÍRIA DO TEJO: TORNO PÚBLICO que, de harmonia com o disposto no argo 91.º, da Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, com as alterações introduzidas pela Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, aplicável por determinação do argo 9.º da Lei n.º 45/2008, de 27 de Agosto, que na Sessão Ordinária da Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, realizada no passado dia 14 de Abril de 2011, foram tomadas as seguintes deliberações:  APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DOS DOCUMENTOS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2010  APROVADOS POR UNANIMIDADE;  APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA PROPOSTA DE APLICAÇÃO DO RESULTADO LÍQUIDO DO EXERCÍCIO DE 2010  APROVADA POR UNANIMIDADE;  APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DE PROPOSTA DE PRIMEIRA REVISÃO DO ORÇAMENTO E DAS GRANDES OPÇÕES

DO PLANO PARA O ANO DE 2011  APROVADA POR MAIORIA;  APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DE PROPOSTA DE REGULAMENTO INTERNO DOS PERFIS DE COMPETÊNCIAS DA CIMLT  APROVADA POR UNANIMIDADE;  APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DE PROPOSTA DE REGULAMENTO ORGÂNICO E DE FUNCIONAMENTO DA CENTRAL DE COMPRAS ELECTRÓNICAS DA CIMLT  APROVADA POR UNANIMIDADE.

(Santarém) em pleno funcionamento, boa carteira de clientes.

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA Telem.: 969 239 263

ADVOGADOS

Trata: 917 502 622

PARA QUE CONSTE E PARA OS DEVIDOS EFEITOS, será este EDITAL axado nos locais do costume e publicado nos jornais CORREIO DO RIBATEJO, O RIBATEJO e O MIRANTE.

Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 LISBOA

Assembleia Intermunicipal da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo, 15 de Abril de 2011

Tel. 213 172 720

A Presidente da Assembleia Intermunicipal IDÁLIA MARIA MARQUES SALVADOR SERRÃO

Fax 213 172 729

ORIBATEJO 28 Abril 2011 O RIBATEJO 41


Saúde

Sílvia Lencastre Fróis Psicóloga Clínica Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo telemóvel

918 732 116 Santarém • Coruche • Rio Maior

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

Dr. Rui Castro Médico Especialista de Clínica Geral

CONSULTÓRIO: Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431 Telemóvel: 917 770 678 CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS

Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov) ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

Surgimed Anat.Patológica Dra. Margarida Mendes

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Ortopedia Dr. Duarte Cadavez

Cir.Geral/Obesidade Dr. Joaquim Costa

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dermatologia Dra. Joana Parente

Dr. LUÍS RAPOSO MÉDICO ESPECIALISTA ENDOCRINOLOGIA, DIABETES E OBESIDADE

SURGIMED Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 R/c Marcações pelo Tel./Fax 2436305780

Dr. A. JÚLIO SILVA Médico Especialista

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

42 O RIBATEJO 28 Abril 2011

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Neurologia Dr. Jorge Becho Neuropsicologia Dr. Nuno Pestana Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto Dr. Luís Costa

Exames Complementares e Outros:

UROLOGISTA

ORTOPEDIA (Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A Tel. 243 326 935 SANTARÉM

Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr.João Paulo Ribeiro Dra. Cátia Lima

• • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • M.A.P.A. • Holter 24 horas • Polisonografia em ambulatório

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


Drª ISABEL MONTEIRO

Júlio Aranha Cardiologista

Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor

„

• M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

Telef. 243 326 957

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim

DRª MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

SANTARÉM: „ GFS (Estrada S. Domingos, perto do Presídio): 243 328 890

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva

„ Clínica do Jardim: 243 593 422 „ Enfercentro: 243 579 601

Acordos c/ Multicare

„ Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM

Santarém | R. Prof Pinto Correia Lote 6 C/v, 2005-266 T: 243 303 180 F: 243 303 188 Tomar | R. António Joaquim Araújo nº 32, 2300-555 T: 249 329 020 249 310 430 F: 249 320 029 Entroncamento | R. Ant.º Amílcar Correia nº 9, 2330-255 T e F: 249 719 984 Abrantes | CHMT - Largo Eng.º Bioucas, 2200-202 T: 241 372 396 241 331 676 F: 241 361 521 Sertã | Av. Nuno Álvares Pereira nº 924 R/c, 6100-733 T: 274 603 433 F: 249 320 029

Santarém | Prolongamento da Praceta Jaime Cortesão Lote 4 C/v Dt.ª, 2000-228 T: 243 333 969 F: 243 321 945 e-mail: geral@crtomar.pt

AVEIRAS DE CIMA:

DR. JOSÉ BRANCO PSICÓLOGO CLÍNICO

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES

Membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas

Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

PSICOTERAPIA DE ADULTOS E ADOLESCENTES

C O N S U LTA S

Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues

„

Torres Vedras | Av. General Humberto Delgado nº 22D, 2560-272 T: 261 319 130 F: 261 315 535

ALMEIRIM:

Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo

Análises Clínicas Meios Terapêuticos: Ressonância Magnética 1,5 t RM Neuro/Corpo/Osteoarticular/ „ Litotrícia e Ortotrícia Exames de Cardiologia: Mamária/Angio Provas de Função respiratória: Novos Serviços TC 64, 16 e 4 Cortes „ Espirometria „ Ressonância Magnética Cardíaca „ TC Neuro/Corpo/Colonoscopia e „ Mecânica Ventilatório „ Angiografia Cardíaca Virtual Broncoscopia Virtual „ “Compliance” Pulmonar „ Ecografia Cardíaca „ Angio TC, Uro TC „ Difusão „ Ecografia de Sobercarga „ Dental Scan „ Oximetria Transcutânea „ Ecografia Geral Farmacológica ou com esforço „ Registo Poligráfico do Sono „ Döppler Cardíaco „ Döppler „ Electrocardiogramas „ Radiologia Digital com Avaliação Terapêutica „ ECG com prova de esforço em „ Mesa para exames CPAP) Tapete rolante Gastrointestinais „ ECG Holter 24 horas „ Mamografia Digital Exames de Neurofisiologia: „ MAPA (Monitorização „ Ortopantomografia Digital Directo „ Electromiografia „ Electroencefalografia ambulatória da PA das 24 H) „ Potênciais Evocados „ Holter de Eventos Imagiologia de intervenção: „ Estudo do Sono em „ Domicílios ECG „ Citologia da tiróide e Mama „ Biópsia Prostática Eco-guiada Ambulatório (electrocardiogramas) „

CHECK UP CARDIOVASCULAR RISCO CARDIOVASCULAR PRÁTICA DESPORTIVA Consulta médica Exames laboratoriais Electrocardiograma Ecocardiograma M e 2D Prova de Esforço RIBAMÉDICA - Telefone 912 722 206

ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

POR

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

CONSULTÓRIOS: Alverca R. Cidade de Dévnia, 21, 2º, Dto Lisboa Clínica Movimento e Saúde/ R. José Falcão, 52, 2º F INFORMAÇÕES E MARCAÇÕES:

961 285 155 ou 216 037 099

Terapeuta Osteopata Rui Leite Ceficarte

CENTRO DE FISIOTERAPIA DO CARTAXO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c • 2070-011 Cartaxo

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada CENTRO AUDITIVO WIDEX Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia X

Dr.ª Patrícia Branco

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

28 Abril 2011 O RIBATEJO 43


R+ Desporto Distrital Principal Cartaxo na frente da corrida Está jogada a penúltima jornada e o título ainda está por atribuir. O campeão distrital será uma de duas equipas, o Cartaxo ou o Torres Novas. André Lopes anfinulo@gmail.com

Está jogada a penúltima jornada e o título ainda está por atribuir. Mas vá lá, vá lá, as possibilidades já se reduziram bastante: o campeão distrital será uma de duas equipas, o Cartaxo ou o Torres Novas. O Cartaxo venceu no seu Municipal o Atlético Ouriense, que estava apenas dois pontos atrás na classificação e mantinha vivas as esperanças de conquistar o seu primeiro título de campeão distrital que o levaria aos nacionais. O embate entre as tropas de Cláudio Madruga e de Cajó era o mais esperado da 9.ª jornada, até porque não era espanto que o Torres Novas conseguisse bater o Fazendense, mantendo-se assim na incessável corrida pelo título. O jogo foi equilibrado como sempre, com um ligeiro ascendente do Cartaxo que nunca se conseguiu materializar em jogadas de perigo eminente para a baliza ouriense. Nos últimos vinte minutos, o Ouriense colocava a carne toda no assador (que é como quem diz dois avançados), no intento de surpreender os cartaxenses e deitar um balde de água fria sobre os adeptos locais – que, diga-se, finalmente compareceram em bom número. Estes momentos foram intensos; à medida que aumentava a percepção de que um golo significava vitória certa, ambas as equipas só tinham olhos para a baliza adversária. Mas, a ironia é tramada: num jogo que parecia pensado ao milímetro, em que ninguém podia falhar, apareceu um golo esquisito que deu PUBLICIDADE

44 O RIBATEJO 28 Abril 2011

a vitória ao Cartaxo. Mesmo ao cair do pano, o atacante Joel aproveita um atraso da cabeça de um defesa ouriense, que o guarda-redes André Henriques não agarrou por estar fora da área, oferecendo de mão beijada os três pontos e talvez o campeonato ao Cartaxo. Ao mesmo tempo, em Torres Novas, Pelarigo regressava em grande aos golos frente ao Fazendense, fazendo um hattrick que já não lhe permite deixar de ser o melhor marcador do distrito. Pereira também marcou ao Fazendense, que merecia mais (diz quem viu) do que o golo da honra marcado por Rebita. Quem conseguiu um resultado surpreendente foi o Mação, que deixou o Alcanenense fora da corrida. Apesar de já não ter nada mais a ganhar (a não ser prestígio), Paulo Costa armadilhou bem a sua equipa na recepção ao Alcanenense. O jogo até foi polémico – não admira, com o corrupio de golos a que se assistiu. O Mação esteve a perder 2-3 e acabou por ganhar 4-3. Os golos da casa foram marcados por Bruno, Pelé e Bocas (2) e os forasteiros por Tiago Oliveira, Tiago Ferreira e Ismar. Na última jornada, marcada para o 1.º de Maio, tanto o

Na última jornada, marcada para 1 de Maio, Cartaxo e Torres Novas poderão festejar o título em terreno alheio

Liga Orangina Jornada fulcral para o Fátima em casa do líder FUTEBOL Depois de sofrida a primeira derrota desde que Ricardo Moura está no volante (na última jornada frente ao Leixões), o Fátima vai este domingo ao reduto do líder tentar fazer uma gracinha. A jornada contra o Feirense reveste-se de particular importância: com o tempo a apertar-se, a equipa fatimense já não pode deixar de pontuar. Está a quatro pontos da linha de água e faltam apenas cinco jornadas – se perder este jogo terá de começar a pedir um milagre para chegar à manutenção. Na questão directiva, as eleições deverão acontecer durante o mês de Maio, visto que Nazareno do Carmo, o presidente da assembleia-geral viu-se obrigado a aceitar a demissão da direcção de Luís Albuquerque por alegada falta de apoios.

Distrital Secundária Ferroviários e Salvaterrense na frente

Cartaxo-Ouriense: Um bom jogo de final de campeonato resolvido com um golo caricato. André lopes Cartaxo como o Torres Novas poderão ir festejar o título em terreno alheio - mas só uma o pode fazer. Com apenas dois pontos de vantagem, um empate em Fazendas não basta ao Cartaxo em caso de vitória do Torres Novas em Alcanena. Isto porque, se os líderes terminarem com os mesmos pontos, será o Torres Novas que vence, porque que vencerá no desempate da diferença entre golos marcados e sofridos. Na perspectiva dos “amarelos”, uma

vitória em Alcanena não basta para serem campeões, é preciso esperar um empate ou derrota do Cartaxo. Mas a equipa de Cláudio Madruga, obviamente, parte para a última jornada à frente nas apostas. No outro jogo, em que se joga já sem ambição de título, o Ouriense pode ainda alcançar a melhor classificação de sempre, o 2.º lugar. Mas para isso terá de vencer o Mação na Caridade e esperar que o Torres Novas seja derrotado.

FUTEBOL Depois do intervalo pascal, regressa este fim-desemana a Divisão Secundária. No apuramento de campeão, à 7.ª jornada, o Ferroviária e o Salvaterrense seguem na dianteira da tabela, seguidos por Porto Alto e Moçarriense. O Ferroviária joga na Moçarria, enquanto o U. Abrantina recebe o Porto Alto e o Salvaterrense vai a Minde. Todas as equipas mantêm a ambição de terminar entre os três primeiros e assim lograr a promoção à Divisão Principal. O Mindense, por exemplo, é o último classificado, mas está a trê


Tabelas de Classificações Futebol DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL

LIGA DE HONRA

Apuramento do Campeão

25ª jornada Fátima Varzim Estoril Moreirense Penafiel Oliveirense Belenenses Aves

9ª jornada Torres Novas Mação Cartaxo 1 2 3 4 5 6

Cartaxo Torres Novas Ouriense Alcanenense Fazendense Mação

4-1 4-3 1-0 J 9 9 9 9 9 9

V 5 4 3 3 2 2

Fazendense Alcanenense Ouriense E 1 3 1 4 4 3

D M-S P 3 11-8 36 2 15-12 34 5 8-9 31 2 10-8 30 3 9-11 29 4 8-11 26

10ª jornada (01.05.11) Ouriense - Mação Alcanenense - Torres Novas Fazendense - Cartaxo Manutenção 9ª jornada U. Tomar Pego Amiense 1 2 3 4 5 6

Benavente U. Tomar Amiense Ouriquense Pego Samora

2-1 0-1 0-0 J 9 9 9 9 9 9

V 4 5 4 6 2 2

Samora Ouriquense Benavente E 2 2 3 1 0 0

D 3 2 2 2 7 7

M-S 14-12 18-11 10-6 14-8 8-18 11-20

P 31 30 27 25 18 13

10ª jornada (1.05.11) Ouriquense - U. Tomar Benavente - Pego Samora - Amiense

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16

Feirense Trofense Gil Vicente Oliveirense Leixões Arouca Aves Santa Clara Estoril Freamunde Moreirense Belenenses Penafiel Covilhã Varzim Fátima

0-2 1-0 0-2 2-5 1-1 2-4 0-1 2-1 J 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25 25

V 14 12 11 11 9 9 9 9 8 6 7 6 6 7 4 5

Leixões Arouca Santa Clara Feirense Sp. Covilhã Gil Vicente Trofense Freamunde E 3 8 9 9 9 9 8 7 9 12 8 9 9 5 13 7

D 8 5 5 5 7 7 7 9 8 7 10 10 10 13 8 13

M-S 36-29 35-24 41-33 33-28 32-24 41-35 32-26 24-23 33-26 33-34 26-35 28-32 28-36 26-43 31-38 24-37

P 45 44 42 42 36 36 35 34 33 30 29 27 27 26 25 22

26ª jornada (1.05.11) Feirense - Fátima Arouca - Estoril Santa Clara - Penafiel Sp. Covilhã - Varzim Moreirense - Oliveirense Gil Vicente - Belenenses Freamunde - Trofense Leixões - Aves

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA Apuramento do Campeão 6ª jornada Moçarriense Porto Alto Salvaterrense 1 2 3 4 5 6

C. Ferroviária Salvaterrense Porto Alto Moçarriense U. Abrantina Mndense

3-2 0-0 2-1 J 6 6 6 6 6 6

V 2 3 2 2 1 1

Números

Mindense Ferroviária U. Abrantina E 4 1 2 2 3 2

D M-S P 0 5-2 10 2 7-6 10 2 7-7 8 2 6-7 8 2 4-6 6 3 7-8 5

7ª jornada (1.05.11) Moçarriense - Ferroviária U. Abrantina - Porto Alto Mindense - Salvaterrense 3ª DIVISÃO NACIONAL - SERIE D

3 O Cartaxo venceu o campeonato distrital da 1.ª divisão por três vezes, a última das quais em 2005/2006, subindo à 3.ª divisão. Caso se confirme o campeão cartaxense, o Desportivo de Torres Novas falha a conquista do seu 10.º campeonato distrital.

Apuramento do Campeão 5ª jornada Monsanto Atl. Riachense Oliv. Bairro 1 2 3 4 5 6

Monsanto Ac. Viseu Oliv. Bairro Nogueirense Atl. Riachense Sourense

1-0 0-0 4-2 J 5 5 5 5 5 5

V 4 3 2 0 0 1

Ac. Viseu Nogueirense Sourense E 1 1 1 3 2 2

D M-S P 0 6-1 35 1 7-3 28 2 7-6 26 2 4-6 25 3 1-7 24 2 6-8 22

6ª jornada (1.05.11) Sourense - Monsanto Atl. Riachense - Oliv. Bairro Nogueirense - Ac. Viseu

0 Número de vezes que o campeonato distrital foi decidido na última jornada, segundo nota informativa da Associação de Futebol de Santarém. Emoção até à última, é o melhor que se pode esperar de uma época cheia de reviravoltas.

A Figura da semana PELARIGO O avançado do Torres Novas esteve uns tempos sem facturar, mas foi sempre o líder dos melhores marcadores da Principal. Esta semana fez um hat-trick no jogo com o Fazendense e vai mesmo ser o “bota de ouro” do distrito. Com 18 golos marcados é seguido por Bocas, do Mação, que tem 12.

Taça do Ribatejo Torres Novas finalista e violência no Cartaxo FUTEBOLO Benavente voltou a ser um osso duro de roer para o Torres Novas numa eliminatória da Taça do Ribatejo. Mas desta vez a equipa orientada por Semeano não eliminou o Torres Novas no seu próprio terreno, como fez na época passada. A meia-final terminou com 2-2 no marcador e, nos penáltis, a turma de João Henriques converteu da melhor maneira cinco remates contra quatro dos homens de Benavente. O Torres Novas mantém-se nas duas frentes e ainda pode ganhar o campeonato e a taça. Mas as meias-finais da Taça Ribatejo, disputadas na quinta e sexta-feira pascais, ficaram marcadas sobretudo por um insólito episódio de violência em grupo que impediu que se ficasse a conhecer o outro finalista da edição 2010/11. Tudo aconteceu no jogo entre Cartaxo e Alcanenense. O jogo decorria empatado 1-1 (golos de Fábio e de Sudesh) e os nervos já estavam em franja desde o domingo anterior, na 8.ª jornada do campeonato em Alcanena, que terminou com outro empate entre as mesmas equipas. O cenário de caos surgiu depois de, aos 43 minutos, ter sido marcado um penálti por mão na bola de Eraldo, do qual resultou o golo que colocou o Cartaxo a vencer 2-1 (Tiago Dias). Dos protestos exaltados de Eraldo resultou a mostragem do vermelho directo. Assim que o árbitro Carlos Covão apitou para o intervalo, diz quem viu, dois jogadores

Torres Novas-Benavente: Os “amarelos” vingaram-se da eliminação do ano passado, mas só nos penáltis. Élio Batista adversários envolvem-se em empurrões e insultos, desencadeando-se a habitual concentração à volta da agitação. Instalou-se a confusão total e, várias agressões entre jogadores depois, os três agentes da PSP presentes meteram-se ao barulho. Os cassetetes voaram várias vezes e os hematomas de Paz Miguel, o defesa central do Alcanenense, foram observados pelo INEM, chamado para o efeito. Recolhidas as equipas nos balneários, o Alcanenense informou o árbitro que não estavam “reunidas as condições humanas e psicológicas para continuar” e ninguém voltou ao relvado do Municipal para acabar o jogo. Para João Anacleto, director do Cartaxo, não há grandes dúvidas de que é a sua equipa que vai à final de 8 de Maio, uma vez que o Alcanenense abandonou o jogo a meio. Para Gama e Torcato, os homens fortes do Alcanenense, a polícia

interveio de forma incorrecta ao intrometer-se numa confusão que devia ter sido resolvida pelo árbitro. Para Sérgio Pombo, o comandante da PSP do Cartaxo, segundo declarações à Rádio Cartaxo, “o aglomerado não estava a respeitar as indicações dos agentes”, e por isso houve a intervenção. Para o Conselho de Disciplina da AFS, que vai deliberar se o Alcanenense é eliminado ou não por ter abandonado o jogo, tudo depende do relatório do árbitro Carlos Covão e do relatório da PSP, que entretanto deverá abrir um inquérito para apurar realmente em que circunstâncias os seus agentes actuaram. Vamos a ver quem vai defrontar o Torres Novas no jogo que encerra a época do futebol distrital. Se for o Cartaxo, a geografia escancara-nos a cidade de Rio Maior como anfitriã provável; se for o Alcanenense, o Entroncamento é o mais certo.

Terceira Nacional Monsanto continua escalada de sucesso FUTEBOLConcluída a primeira metade do calendário, a fase final da série D está a ser de ouro para o Monsanto e negra para o Riachense. Esta semana, o Monsanto aumentou a sua vantagem em mais um ponto - já vai em sete, o máximo conseguido na presente temporada. Nos restantes 15 pontos que falta disputar, perder sete seria algo verdadeiramente escabroso, pelo que é de esperar que o Monsanto

seja efectivamente o campeão e suba à 2.ª Divisão Nacional. Mas também é verdade que a equipa de Rui Gorriz está a levar ao cúmulo o princípio de vencer todos os jogos com um só golo (até agora tem cinco vitórias e seis golos marcados). Na vitória em Nogueira do Cravo, Pedro Mendes marcou a meio da segunda parte. Já o Riachense, ainda não venceu nesta fase final. Aliás, de positivo tem apenas um empa-

te, um percurso contrastante com o brilhantismo que caracterizou a fase regular do campeonato. Na 5.ª jornada perdeu em Soure, contra a equipa que ainda se encontra em último lugar da série. Ao dar a volta ao calendário, o Riachense recebe o Oliveira do Bairro e o Monsanto viaja a casa do Sourense. Ambas as equipas ribatejanas partem favoritas para estes encontros; sem dúvida a última mais do que a primeira. 28 Abril 2011 O RIBATEJO 45


R+ Desporto

01

03

02

01 O primeiro dia foi dedicado ao futebol das escolinhas sub-7 02 A equipa de iniciados está na luta pelo campeonato distrital e pela subida aos nacionais 03 O Atlético Clube de Pernes já movimenta cerca de 170 atletas em vários escalões, desde as escolinhas aos veteranos

Futebol jovem Atlético de Pernes junta mais de 300 atletas em torneio O clube luta com a falta de relvado sintético mas tem conseguido ainda assim bons resultados no campeonato distrital de iniciados Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt

O Atlético Clube de Pernes, clube de futebol do concelho de Santarém, não tem relvado sintético mas tem a dimensão dos maiores clubes deste distrito, pelo menos a ver pelo seu conhecido torneio “ Troféu Comendador José Gonçalves Pereira”, que juntou mais de 300 atletas no fim-de-semana de Páscoa. Na 7ª edição deste troféu, nem a chuva impediu que se tivesse praticado bom futebol no “inundado” campo de terra batida do Livramento que, apesar de pelado, recebeu dois dias do melhor futebol jovem de formação que se pratica na região. Aqui estiveram equipas de todo o distrito, de vários escalões de formação, que levaram para casa muitos troféus feitos 46 O RIBATEJO 28 Abril 2011

em madeira, a honrar a melhor tradição dos torneados desta vila de Pernes. O presidente do clube era, no final da tarde de sábado, o rosto da satisfação por tudo ter corrido mais uma vez pelo melhor. “Deixou de ser um torneio com quatro equipas do concelho de Santarém, como se iniciou em 2004. Nos últimos seis anos conseguimos fazer o torneio crescer e temos agora um envolvimento de mais de 300 atletas”, frisou o responsável. Apesar do sucesso, o clube tem tido azar com as condições meteorológicas que dificultam

A equipa de iniciados pode chegar ao campeonato nacional

ainda mais a prática do desporto neste campo de terra. Para o ano, os responsáveis do Atlético pensam vir a mudar a data do torneio para o final da época. Até lá, o clube vai tentando que se cumpra o sonho do novo relvado sintético. “Infelizmente continuamos a jogar no campo pelado e é essa a falha maior. É uma falha dos nossos responsáveis autárquicos e tenho que aqui deixar uma palavra crítica à câmara de Santarém câmara porque não conseguiram ainda dar-nos as condições que nós merecemos e atribuir a outros clubes a primazia de instalação de campos sintéticos”, afirmou Pedro Teopisto ao Jornal O Ribatejo. Pelo Livramento passaram o vereador João Leite e o administrador da Scalabisport, Luís Arrais. João Leite não adiantou data para a construção do

novo relvado mas referiu que a construção do pavilhão gimnodesportivo poderá arrancar dentro de um ou dois meses. “Estamos a trabalhar para termos aqui em Pernes uma oferta desportiva em melhores condições. Estamos à espera do visto do Tribunal de Contas para arrancar com a obra. É um investimento 750 mil euros, financiado a 80% por fundos comunitários”, explicou o autarca. João Leite disse ainda que é objectivo da Câmara lutar para que, no decurso das obras do pavilhão, possam arrancar também as obras do relvado sintético. “Estamos a reunir sinergias com privados para que se concretizem essas obras”, acrescentou.

Veja o vídeo e as fotografias em www.oribatejo.pt

Carvalhos Figueiredo aumenta vantagem pontual FUTSALO Carvalhos Figueiredo aumentou para cinco pontos a distância sobre os mais directos perseguidores na fase de apuramento de campeão do distrital de futsal. A equipa do concelho de Tomar, na sexta-feira, 22 de Abril, foi vencer à Sabacheira por 3-1 e soma agora 21 pontos. No jogo entre candidatos, o Achete empatou a duas bolas no terreno do Sandoeirense e tem agora 16 pontos, os mesmos que o Fátima, que venceu por 6-4 em Almeirim, frente à Conforlimpa. Na outra partida, o Riachense recebeu e venceu o Novas Oportunidades por 5-2, somando agora 14 pontos, menos um que o Sandoeirense, que tem 15 e segue na 4ª posição. Faltam cinco jornadas para o fim.

“Patos” na luta pela manutenção na 3ª nacional FUTSALNo derby ribatejano, os Patos venceram o CAD Coruche por 5-2 e estão no 10º lugar do nacional da 3ª divisão de futsal. A apenas três jornadas do fim do campeonato, o clube do Rossio soma 28 pontos e está na luta pela manutenção, com os mesmos pontos que o Ladoeiro, equipa imediatamente acima da linha de água. O jogo de sábado, 30 de Abril, é decisivo para ambas as equipas, uma vez que os Patos recebem o Ladoeiro.

Almoster e Benfica do Ribatejo na final da Taça Inatel FUTEBOLA final distrital da prova principal da Taça Fundação Inatel (série 1) vai ser disputada entre as equipas do Almoster, que venceu o Paço dos Negros por 2-0 na meiafinal, e o Benfica do Ribatejo, que bateu o Carapuções por 4-2. No que se refere às meias-finais entre as equipas da série 2, a Fajarda venceu por 3-2 nas grandes penalidades (depois de um empate a dois no tempo regulamentar) nas Arreciadas, ao passo que o Bairro recebeu e venceu o Arrouquelas por 1-0. A final da Agência de Santarém realiza-se no dia 1 de Maio, no estádio municipal do Cartaxo.


Inatel Tigres do Cartaxo respondem a provocações racistas FUTEBOL O presidente do Tigres do Cartaxo, Constantino Alves Gomes, responsabiliza os dirigentes, jogadores e adeptos do Carapuções pelas cenas de pancadaria, e nega que algum dos seus jogadores estivesse munido de uma arma branca. Segundo o mesmo, os jogadores do Tigres foram “gozados e provocados com insultos racistas não só durante todo o jogo, mas também quando iam a sair do recinto” e “reagiram quando as pessoas afectas ao Carapuções se começaram a aproximar deles, com o intuito de os agredir”. “Durante o jogo, não houve qualquer problema com a equipa de arbitragem, pelo que nunca íamos pedir-lhes satisfações”, disse Alves Gomes. “Tudo começou quando os jogadores foram desconsiderados por causa da cor da sua pele, e nós não aceitamos atitudes racistas de ninguém”, continuou. O presidente nega ainda que os seus jogadores

tenham usado barras de ferro e tesouras de corte durante a briga, e garante que “ninguém foi esfaqueado”. “Esse senhor veio a correr atrás da carrinha e cortou-se ao mandar um murro com tanta força que partiu o vidro”, explica Alves Gomes, acrescentando que os danos da viatura ascendem a centenas de euros. O presidente do Tigres diz ainda ter provas que os Carapuções utilizaram um atleta que na jornada anterior (com o Fazendas Figueiras) tinha visto o 4º cartão amarelo, pelo que não podia ser utilizado. “Ou o jogador Gil jogou com outro nome neste jogo, ou o cartão foi-lhe retirado pela equipa de arbitragem no jogo anterior”, afirma Alves Gomes. “Nós filmámos o jogo porque um deles ia ser nosso adversário, e vê-se o jogador a ser admoestado”, garante. Este facto foi um dos que deu origem à discussão entre jogadores do Tigres e dirigentes do Carapuções.

Diogo Batista foi o melhor no escalão júnior elite

Salvaterra soma títulos de campeão GINÁSTICA Dois atletas dos

Trampolins de Salvaterra obtiveram resultados de destaque no campeonato nacional de duplo mini trampolim, que se realizou no pavilhão municipal de Loulé. Diogo Batista sagrou-se campeão nacional no escalão júnior elite, e Andreia Robalo foi vice-campeã no escalão sénior elite. Rafael Holzheimer, que competiu pela primeira vez em sénior elite, obteve o 7º lugar da classificação geral, ao passo que

Ana Robalo (sénior elite) e Ana Gomes (júnior elite) também conseguiram uma prestação bastante positiva. Esta prova serviu para seleccionar os ginastas que vão marcar presença no próximo campeonato do mundo por idades, onde os Trampolins de Salvaterra já têm três atletas com os requisitos mínimos, Ana Gomes, Diogo Batista e Rafael Holzheimer. Notícia mais desenvolvida em www.oribatejo.pt

Rugby Clube marcou presença com duas equipas e 36 jovens jogadores

Santarém destaca-se no Youth Festival de Lisboa RUBGY As duas equipas do Rugby Clube de Santarém (RCS) que marcaram presença na III edição do “Youth Rugby Festival Lisboa 2011” obtiveram resultados francamente positivos naquele que é o mais importante evento nacional a nível da formação na modalidade. A equipa de sub15, composta por 16 atletas, recebeu a taça

ADENE, referente ao 1º lugar no seu grupo, depois de, no primeiro dia, ter defrontado as equipas do Vitória de Setúbal, CDUL, Cascais e a Selecção da A.R. Centro. No domingo, os jovens scalabitanos defrontaram o S. Miguel e o Vila da Moita. A formação de sub17, com 20 jogadores, conseguiu ficar em 5º lugar da classificação geral, em 14 equipas pre-

sentes, tendo jogado com os espanhóis do Alcobendas e com o Belenenses, no sábado, e com o Direito, Cascais e novamente o Belenenses, no domingo. A comitiva do RCS, que participou pela segunda vez no “Youth Rugby Festival Lisboa 2011”, foi acompanhada pelos treinadores Joaquim Santos, Ruizinho Santos, João Ramalho e o Miguel Silva “Zeferino”.

Alvitejo venceu grande prémio de atletismo em casa

Hóquei de Santarém vence em três escalões

ATLETISMO Ao somar um total de 226 pontos, o C.C.D. “O Alvitejo”, de Vale de Figueira, venceu o XXI grande prémio organizado pelo clube, prova que se realizou no passado dia 25 de Abril, naquela freguesia do concelho de Santarém, em simultâneo com o campeonato nacional de estrada da Fundação Inatel. O Clube Atlético Riachense, com 68 pontos, ficou em segundo lugar, ao passo que o GRCD Candoso Santiago fechou o pódio, com 52 pontos. Individualmente, a prova principal masculina, na distância de 10 mil metros, foi ganha facilmente por Jorge Marcelino, do Industrial Desportivo Vieirense. Em seniores femininos, a vencedora foi Susana Oliveira, do GRCD Candoso Santiago. Dos atletas da casa, destaque para Eduarda Vidigueira, que venceu em aspirantes femininos, Ana Margarida (em F40), Henrique Ruas (M70), e João Vaz (M40). Esta prova reuniu 150 atletas, em representação de 22 clubes.

HÓQUEI EM PATINS O Hóquei Clube de Santarém (HCS) esteve em grande destaque no 8º torneio internacional de hóquei em patins “cidade de Santarém”, ao vencer em três dos cinco escalões desta prova que se disputou nos dias 22 e 23 de Abril, com um total de 20 equipas em representação de 11 clubes diferentes. Pode afirmar-se que o HCS venceu e convenceu nas classes de formação de benjamins, escolares e iniciados. As equipas destes

dois últimos escalões de formação sagraram-se campeãs invictas, ao vencer os três jogos que disputaram. Os benjamins apenas cederam um empate. Em infantis, a vitória coube ao Hóquei Clube de Braga, tendo o HCS ficado em 4º e último lugar, com uma vitória e duas derrotas. Os juvenis não conseguiram vencer qualquer partida e terminaram também no último lugar, num torneio ganho pela Associação Desportiva de Oeiras.

Taça leva centenas de karatecas a Almeirim

Raid de homenagem a Miguel Pardal em Alpiarça

ARTES MARCIAISA V taça de karate “cidade de Almeirim”, aberta aos escalões de infantis e seniores, disputa-se no próximo dia 14 de Maio, no pavilhão Alfredo Bento Calado. As inscrições para a prova, organizada pelo Centro Amador Desporto e Cultura de Almeirim (CADCA), estão abertas até dia 9 de Maio.

TODO-O-TERRENOA pedreira de Alpiarça vai ser palco da terceira prova todo-o-terreno de homenagem a Miguel Pardal, um jovem piloto que faleceu num acidente de moto em Agosto de 2008, aos 23 anos. Realiza-se no dia 7 de Maio, a partir das 10 horas, e inclui corridas de motos de duas e quatro rodas.

28 Abril 2011 O RIBATEJO 47


28.04.2011 Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

ORIBATEJO

Não perder em www.oribatejo.pt

VÍDEOS

TEMPO

u u w w w s u QUINTA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

Máx. 23º Mín. 12º

Máx. 22º Mín. 16º

Máx. 23º Mín. 17º

Máx. 21º Mín. 13º

Máx. 22º Mín. 13º

Máx. 22º Mín. 17º

Máx. 24º Mín. 13º

+LIDOS

ROSÁRIO BREVE

A Noiva

Cerca de 300 jovens jogadores de futebol juntaram-se em Pernes para os dois dias do Troféu Comendador José Gonçalves Pereira. A TV Ribatejo registou alguns dos melhores momentos que pode ver em vídeo em exclusivo no site www.oribatejo.pt.

Está a chegar mais uma Feira Medieval de Torres Novas. Este ano realiza-se de 5 a 8 de Maio e promete trazer muita animação à zona histórica da cidade. Em 2010 a TV Ribatejo registou o evento que pode recordar no nosso site.

Daniel Abrunheiro

A

qui há uns anos, um rapaz e uma rapariga marcaram casamento. Trataram das coisas comuns que havia a tratar. Quanto às particulares, trataram-nas particularmente. Ela arranjou um vestido branco. Ele mandou fazer um fato noutra cidade. Um dia antes do domingo marcado, o noivo meteu-se no carro e foi buscar o fato. Nunca mais voltou. Nunca mais voltou – não porque se tenha arrependido, desistido e fugido. Nunca mais voltou porque teve um acidente mortal na estrada. Em casa, solteira ainda e para sempre, a rapariga ria-se com as amigas experimentando as rendas brancas, o branco chapéu, a cauda nívea do vestido inicial. Quando a notícia chegou com a morte pela mão, a rapariga viu-se sozinha numa praia com muito mais areia do que mar. Só se apercebeu do mar pelo som dentro da cabeça: uma espécie de asma eléctrica que se ouvia em espiral-dentro da cabeça, em espiral-dentro da cabeça, abafando o coração.

Divu Divulgação: “A história assombrosa de um genoc genocídio anunciado, num mundo distraído”, é assim que Beja Santos começa o seu artigo sobre “Mein Kampf, História de um livro”, de Antoine Vitkin Vitkine, agora editado pelas Publicações EuropaAm América. Leitura recomendada a apreciadores d história do séc. XX, e não só, em www. da oribatejo.pt.

Desmaiou, levaram-na para a cama, chamaram um médico. Ninguém se lembrou de que ela continuava vestida de noiva. Conseguiram acordá-la por alguns instantes, o tempo suficiente para engolir dois comprimidos com um pouco de chá de folha de laranjeira. No dia seguinte, o domingo continuava marcado. O sol cegava na cal da igreja. A multidão enegrecia de roupa a própria sombra. Rezada a missa de corpo presente, trouxeram a urna para a luz inclemente. As flores sufocavam o carro fúnebre. Então, alguém gemeu de surpresa. E depois o silêncio ferrou os colmilhos na multidão: ela tinha aparecido para acompanhar o funeral. Sempre vestida de noiva. Ninguém sabia o que fazer, de modo que ninguém fez nada. Ela tinha um ar calmo. Aceitou um lugar no banco de trás do carro fúnebre e esperou. Já então, ela era especialista na difícil arte da espera que se chama desespero. No fim do enterro, trouxeram-na para casa. A mães e as irmãs conseguiram que despisse por si mesma o vestido de casamento. Dobrouo muito bem dobrado e guardou-o na caixa. Depois, guardou a caixa no armário alto. Guardou o chapéu na caixa própria. Depois, guardou também essa caixa. Sentou-se na cama e sorriu um pouco. Ela celebra, até hoje, o aniversário do seu casamento. Veste-se de noiva e vai ao cemitério. Depois, volta para casa, despe-se sozinha, guarda o vestido na caixa, guarda a caixa no armário, guarda o chapéu na caixa, guarda a caixa no armário. E depois fica à espera dele mais um ano. daniel.abrunheiro@gmail.com

DITO

1

A notícia do telefone de Sócrates a Paulo Fonseca, para impor o nome de João Galamba nas listas de deputados, foi a notícia mais lida, liderando o ranking semanal com grande distância das outras.

2

A desistência de Sónia Sanfona de integrar as listas de deputados foi a segunda notícia mais lida. O noticiário político a liderar as preferências dos leitores online.

3

A apresentação do carro eléctrico da Peugeot em Santarém mereceu muita atenção dos nossos internautas que, em apenas dois dias, colocaram a notícia na 3ª posição.

4

A carta de Jorge Lacão, publicada em exclusivo no nosso jornal, fecha o ranking das notícias mais lidas desta semana. A política ao rubro, ainda antes do início da campanha.

Comentário online “Fiquei deliciado com o museu [do Campo em Póvoa da Isenta] Também eu aprendi a conduzir um tractor ainda na instrução primária, mais tarde o meu pai teve um MF 35 em que eu trabalhei, e agora estou a restaurar um MF 135. Não farei museu, que não tenho condições, mas dou muito valor aqueles que o têm feito” António Silva Sobreda PUBLICIDADE

O Ribatejo  

Jornal O Ribatejo - edição 1330 de 28 de Abril 2011

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you