Issuu on Google+

Grande Plano P.04 // Opinião P.06 // Região P.09 // Ensino P.26 // Negócios P.28 // Cultura P.30 // Desporto P.44

ORIBATEJO €0,80 // 31 Março 2011 // Ano XXVI // N.º 1326

As 7 maravilhas de Santarém, segundo Mário Comboio

Director Joaquim Duarte

Abusador sexual de criança sai com pena suspensa Um homem de 36 anos foi condenado a um ano e seis meses de prisão, em pena suspensa, por ter abusado sexualmente de uma menina de sete anos no Cartaxo. O indivíduo atraiu a mãe da criança através de um anúncio numa revista feminina. PÁGINA 16 Comissões de utentes da saúde convocam protesto

Q Já tínhamos as

7 maravilhas do Mundo, as 7 maravilhas de Portugal, as 7 maravilhas da gastronomia... e agora, neste 1º de Abril, passamos a ter também umas originais 7 maravilhas de Santarém, organizadas por Mário Agostinho Comboio. Mas não se conte com monumentos, paisagens ou gastronomia... Estas maravilhas não são flor que se cheire. PÁGINAS 04-05

SAÚDE  As várias comissões de utentes do distrito de Santarém vão realizar concentrações de protesto junto aos agrupamentos de saúde de Almeirim, Torres Novas e Constância. Os utentes exigem respostas claras à falta de cuidados de saúde primários.

Espectáculo Cristina Branco junta fado e tango em Santarém

PÁGINA 19

PÁGINA 29-30

Santarém Estacionamento pago deixa moradores de fora

Rota Freguesias Valada quer mudanças na área do urbanismo

PÁGINAS 10 E 13

PÁGINAS 22-25


EDITORIAL

Um intervalo no défice para debater o País

Café Central SOPA DA PEDRA

02

P

ronto, a oposição não resistiu a tombar o governo de José Sócrates. Agora é dado assente que vamos a votos, embora o Presidente Cavaco Silva esteja a demorar-se na dissolução do Parlamento e marcação das eleições. Já um prognóstico sobre os resultados, fia mais fino – só mesmo depois do jogo, como dizia João Pinto quando ainda chutava à bola. É certo que as sondagens, todas elas, dão maioria clara do PSD sobre o PS, mas não com a folga suficiente para garantir a Passos Coelho que estes dois meses de campanha vão ser um passeio até à concretização do sonho de se ver empossado como primeiro-ministro. Dez pontos percentuais de diferença é, apesar de tudo, escassa margem contra um governo e um partido socialista tão desgastados por esta crise económica profunda e tantas medidas impopulares que tomou ou se viu forçado a tomar. Acresce que a resiliência de Sócrates é lendária. No mais adverso cenário político tem conseguido manter o PS acima dos trinta por cento, o que, convenhamos, não é tarefa fácil. Por tudo isto, adivinha-se particularmente dura a campanha eleitoral que aí vem – isto apesar do coro de notáveis da nossa praça que antes exigiam eleições antecipadas e agora vêm apelando a uma espécie de contrato pré-eleitoral entre os dois maiores partidos, por um combate político mais brando para que ninguém se melindre ao ponto de inviabilizar a hipótese, provavelmente necessária, de uma futura coligação que possibilite a constituição de um governo de maioria clara para enfrentar as dificuldades com que o país se debate e poder então impor-nos as mesmas medidas recessivas e impopulares que, precisamente, levaram à queda do governo após o veto parlamentar de toda a oposição. Reclamar eleições – como o coro desses seres que se revezam no comentário político das televisões fizeram –, para depois, mal tombou o governo, nos virem dizerem que afinal o remédio político a aplicar vai ser mais do mesmo, é no mínimo absurdo para não dizer mesmo antidemocrático e criminoso. Mas pior, há gente dessa que acha razoável vender-nos a ideia de uma disputa eleitoral sem combate ideológico, onde as propostas políticas seriam uma mera formalidade retórica e não o confronto de visões alternativas para o nosso caminho comum. Sobretudo, quando a situação actual do país reclama, precisamente, um debate vivo de ideias e visões distintas para podermos escolher com a máxima clareza e conhecimento. O tempo das negociações e dos acordos políticos virá depois, a seu tempo, se a escolha dos eleitores mantiver a dispersão parlamentar e não definir assim uma maioria clara. O tempo que aí vem agora é de debate e de propostas políticas esclarecidas e esclarecedoras. Joaquim Duarte

Fale connosco Sede: Centro Nacional de Exposições, Quinta das Cegonhas Apartado 355 - 2000-471 Santarém Telefone: 243 309 600 Fax: 243 333 766 Site: www.oribatejo.pt Email: info@oribatejo.pt Deve sempre incluir o seu nome e a localidade

2 O RIBATEJO 31 Março 2011

01

03

01 Fujam que ele vem aí!

02 O Ribatejo “by night”

03 Anos de experiência

ARTES MARCIAIS Moita Flores experimentou esta semana algumas técnicas de judo ensinadas pelo atleta olímpico Nuno Delgado que veio a Santarém para apresentar a próxima iniciativa da Scalabisport – a maior aula de judo colectiva do mundo. Pode ter sido só para a fotografia, mas equipado como está, o melhor é que os seus adversários políticos fiquem de sobreaviso, não se dê o caso de o presidente ter mesmo apanhado o jeito desta arte marcial, – porque na retórica, já se sabe que ninguém lhe leva a palma. O melhor mesmo é a oposição pôr-se a aprender também um outro truque, por exemplo o chamado «SutemiWaza», que é descrito como técnica de sacrifício.

FESTA Tem sido intensa a vida social nocturna do renovado jornal O Ribatejo. Depois de se dar a conhecer no CV Bar em Almeirim, de dar um salto a Abrantes, ao Aquapolis, O Ribatejo revelou-se aos frequentadores do Barvila em Santarém, numa animada festa conduzida pelo músico e nosso colaborador David Antunes, que desta vez contou com o apoio vocal de Pedro Fernandes, o superior apresentador do programa televisivo “5 para a meia noite”.

ALCANHÕES Por obrigações do cargo, o vereador Ricardo Gonçalves é um já “habitué” da festa do vinho de Alcanhões. No discurso oficial, surpreendeu ao provar que conhece bem a maioria das adegas, sabe o nome dos produtores e tem até o percurso memorizado. Ainda se deu ao luxo de dar conselhos aos mais inexperientes para conseguirem chegar ao fim da rota das adegas em condições mínimas de equilíbrio. Grande bagagem!


PERGUNTA DA SEMANA

Acha que eleições antecipadas é a melhor solução para a crise?

É o primeiro de vários passos que têm de ser dados. O actual governo cansou a confiança dos portugueses e empresas em geral. Sem confiança não se investe, não se consome, não se arrisca. Mas inverter esta tendência é possível e estou certo que muito brevemente veremos isso a acontecer. Para bem de todos. Marco Pombo

Não, antes pelo contrário. Vão mergulhar o país numa crise ainda maior, com um governo de gestão durante três meses. Deveria ser encontrada uma solução dentro da Assembleia da República. Os portugueses votaram para um governo para quatro e não para dois anos. Hugo Vieira SANTARÉM

Não, não acho. Para o país sair da crise era necessário que a nossa classe política saísse primeiro deste país. Não me parece sinceramente que exista seriedade política para que apareça um Governo de unidade nacional que se preocupe em resolver os reais problemas dos portugueses. Carlos M. Cunha ALMEIRIM

SANTARÉM

FOTO DENUNCIA

“Seria desejável que o ponto de ruptura a que chegámos pudesse suscitar uma espécie de exame de consciência nacional, em vez de mais uma troca de acusações mútuas” João Carlos Espada PÚBLICO

“Em doze horas o PSD trocou uma resolução onde criticava o aumento de impostos pelo aumento de impostos. Há, de facto, um enorme problema com a política. Chama-se realidade e é bem dura”.

AS ESTRELAS

Manuel Lacerda PRESIDENTE DA ARH TEJO

ÎÎÎÎÎ O presidente da Administração da Região Hidrográfica do Tejo comprometeu-se a monitorizar a qualidade do ar em Alcanena, perante a população deste concelho martirizado pela poluição que é sentida principalmente através do cheiro. A ARH está a fazer investimentos de 20 milhões de euros na Etar.

Ricardo Costa EXPRESSO

“Sócrates, gostese ou não dele, é das figuras mais determinadas que alguma vez foi primeiro-ministro. Só lhe encontro paralelo com Sá Carneiro e Cavaco Silva. Passos Coelho surge como o novo rosto” Fancisco Moita Flores

Estação ferroviária de Santarém. O estacionamento junto à estação na Ribeira de Santarém continua um caos. E ali ao lado, na zona ribeirinha, um enorme parque de estacionamento grátis, mas vazio. Bastaria construir uma escadaria de acesso à estação para resolver o problema...

ORIBATEJO ORIBATEJO Director Joaquim Duarte CP. n.º 867 joaquim.duarte@oribatejo.pt Redacção João Baptista (chefe) CP. n.º 1157 joao.baptista@oribatejo.pt João Nuno Pepino CP. n.º 6911 joao.pepino@oribatejo.pt Bruno Oliveira CP. nº 8754 bruno.oliveira@oribatejo.pt Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt Jerónimo Belo Jorge CP. nº 1907 (Abrantes) Joana Margarida Carvalho (Estagiária - Abrantes) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro, Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon) Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel,

André Lopes (desporto), Adolfo Luís (foto futebol), Carlos Alberto Cruz, Francisco Maia (critica cinema) Hélder Duque (foto futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (foto futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (foto futebol), Nuno Matos (foto futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (foto futebol)

Departamento Comercial Directora Rita Duarte 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Secretariado Ana Sousa - 962 108 760 Contactos Geral: 243 309 600 Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766 E-mail: info@oribatejo.pt Site: www.oribatejo.pt Sede Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355, 2000-471 Santarém

Serviços assinaturas 243 309 600 Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira, David Antunes Projecto Gráfico: Pedro Fernandes

Impressão Imprejornal, S.A., Lisboa Distribuição: Vasp Tiragem média semanal 15.000 exemplares Assinaturas (52 Números) Portugal: 25,50 € Europa: 50,50 € Resto do Mundo: 76 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda., Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110 GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro: Ângela Gil (Direcção), Ana Rita Fonseca, André Pedro, Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos info@lenacomunicacao.pt Marketing: Susana Santos (Coordenação) e Catarina Fonseca marketing@lenacomunicacao.pt Recursos Humanos: Sónia Vieira drh@lenacomunicacao.pt Sistemas de Informação: Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro dsi@lenacomunicacao.pt Unidade de Projectos: Lúcia Silva (Direcção) projectos@ lenacomunicacao.pt Membro da Assoc. Portuguesa para o Controlo de Tiragem e Circulação Associação Portuguesa de Imprensa

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

José Raimundo Noras HISTORIADOR DE SANTARÉM

ÎÎÎÎÎ O jovem historiador scalabitano acaba de receber mais um prémio no Encontro Nacional de Estudantes de História. Desta feita, por um trabalho sobre a Torre das Cabaças de Santarém e a evolução do conceito de património numa comunidade local.

CORREIO DA MANHÃ

NÚMERO

527

pessoas foram executadas no ano passado. China, Irão, Arábia Saudita, Estados Unidos e Iémen são os países que encabeçam o número de execuções. Segundo a Amnistia Internacional, no ano passado 23 países executaram penas de morte. Um número considerado positivo, pois representa uma redução de 25% em relação a 2009, apontando para uma abolição global da pena de morte.

Nuno Ferreira PRES. JUNTA DE FREGUESIA S. NICOLAU

ÎÎÎÎÎ O autarca do PSD bem pode clamar que não foi ele que chamou a polícia que, na semana passada, multou os carros mal estacionados na urbanização de S. Domingos. Mas não se livra das críticas dos moradores que, além de não terem sítio para estacionar, ainda sofrem com a falta de segurança na zona.

31 Março 2011 O RIBATEJO 3


Grande Plano Vai mais uma maravilha da capital do gótico, ó simpático?

Mário Agostinho “Comboio” faz da crítica um divertido exercício de sarcasmo. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

Neste inusitado concurso das 7 maravilhas da capital do gótico, Mário Agostinho usa e abusa do sarcasmo em relação às obras (e à falta delas) na cidade. 4 O RIBATEJO 31 Março 2011

Já tínhamos as 7 Maravilhas do Mundo, as 7 Maravilhas de Portugal, as 7 Maravilhas da Gastronomia… e agora, neste 1º de Abril, vamos ter também umas originais 7 Maravilhas de Santarém. Mas não se conte com monumentos, paisagens, ou gastronomia… Estas maravilhas não são flor que se cheire. Mário Agostinho, mais conhecido por Mário Comboio, corre o risco se tornar o Mário das Maravilhas, depois de ter lançado um concurso das “7 Maravilhas de Santarém”, em concorrência com os famosos concursos das 7 Maravilhas de Portugal. Há cerca de um mês, começaram a chegar às redacções mensagens de correio electrónico, com um intrigante título das 7 maravilhas da capital do gótico e recheado de fotografias de edifícios públicos ao abandono na cidade. Inconformado com o estado em que vê a cidade, este ferroviário reformado encetou uma original busca das “7 maravilhas da capital do gótico”. Já vai na quarta maravilha, e promete revelar

as restantes amanhã dia 1 de Abril. “Tive esta ideia ao esbarrar com o espalhafato do almoço de apresentação do concurso das 7 Maravilhas da Gastronomia que teve lugar na Casa do Campino em Santarém. Ao ver onde os políticos da nossa terra andam a perder o tempo, decidi-me a fazer eu mesmo uma busca de outras 7 maravilhas de Santarém onde o dinheiro gasto naquela almoçarada seria bem melhor empregue”, disse a O Ribatejo Mário Agostinho. As provocações de Mário Agostinho têm motivado reacções. “O pessoal conhecido acha graça e dá-me os parabéns pela ideia, e alguns amigos até fazem alguns comentários ao facto destas maravilhas serem todas entijoladas, como disse o Carlos Chona, mas também já tenho recebido reacções de desagrado, principalmente de autarcas que decidem enfiar o barrete”, afirma Mário Agosti-

Este ferroviário reformado faz concorrência às 7 maravilhas da gastronomia

nho, defendendo que “a política também tem de ter humor e até algum sarcasmo”. Ao anunciar ao mundo mais uma maravilha de Santarém, Mário Agostinho ironiza ao prometer “a todos quantos se queiram habilitar a 20 anos de estacionamento gratuito no parque subterrâneo do Jardim de Pedra do Moita Carrasco devem começar a escolher a sua maravilha para votar e habilitarem-se ao prémio, isto porque a votação só durará 1 hora e 14 minutos”. Ou seja, já passou… Prossegue em tom jocoso: “Mais se informa que este ano não iremos ter o 10 de Junho, mas vamos ter uma das maravilhas integradas no que já é famoso Jardim de Pedra, que só se descobriu depois de tirarem os tapumes, e que está em fase de secretismo, pois trata-se de um estilo arquitectónico único e para que seja surpresa”. Neste tom de escárnio e maldizer, promete que “este monumento do antigo armazém do Serrão, na rua Pedro Canavarro, à entrada do centro histórico, só será desentijolado e desenlatado no início da votação, e assim a maravilha estará em segurança”.


01

BI

02

Mário Agostinho Dirigente associativo e crítico militante de Santarém Um enfarte há cerca de um ano deu-lhe uma nova perspectiva da vida, mas não lhe retirou a atitude crítica - sarcástica até - e combativa que o têm caracterizado por onde passa com a sua militância cívica. Mário Agostinho de sua graça, ganhou a alcunha de Mário Comboio do ofício de ferroviário de que se reformou há cinco anos. “Reformei-me aos 55 anos, mas trabalho desde os nove, com descontos para a segurança social desde os 14 e os anos que passei na guerra em Angola contaram a dobrar”, justifica-se este crítico da actual gestão camarária, como se vê pela amostra ao lado em que Mário Agostinho esscarnece dos “buracos” que permanecem há décadas na cidade e que os poderes públicos se têm mostrado incapazes de resolver. Faz parte dos órgãos sociais da Sociedade Recreativa Operária desde há 23 anos, tendo desempenhado todos os cargos, desde presidente a vogal. É secretário da Federação das Colectividades de Cultura e Recreio do Distrito de Santarém. É ainda sócio fundador do Sangfer, grupo de dadores de sangue da Refer, formado há 13 anos. Participou em todas as associações de pais das escolas onde estudou a filha, hoje bióloga do Oceanário de Lisboa e motivo de especial orgulho. O seu mais recente voluntariado, surgiu depois de ter sido operado há um ano ao coração. “Agora sempre que sei de alguém conhecido internado na cardiologia vou lá visitá-lo e convivo também com os outros doentes, contolhes a minha experiência e deixo-lhes palavras de ânimo”, conta-nos estes dirigente associativo e militante de causas cívicas.

04

03

E vão quatro maravilhas, só faltam três Mário Agostinho faz render o concurso e só anunciou 4 das 7 maravilhas. A votação continua até dia 1 de Abril. 1 O antigo depósito de material da JAE

2 O edifício do antigo armazém do Serrão

3 Apartamentos dos oficiais da antiga EPC

4 Antigo bairro social António Salazar

Propriedade do Estado, o antigo depósito de material da JAE - Junta Autónoma de Estradas está ao abandono há mais de duas décadas. Localizado na Rua António Maria Baptista, esta antiga garagem de maquinaria da JAE chegou a ser apontada como futuro espaço para o quartel dos bombeiros, sede da Cruz Vermelha de Santarém, entre várias outras hipotéticas utilizações nunca concretizadas. A velha garagem continua a degradar-se, ameaçando ruína, sem que o Estado lhe arranje préstimo. Mais um exemplo de desleixo em relação ao património do Estado.

Em 1999, a Câmara de Santarém, então presidida por Miguel Noras, arranjou solução para o edifício particular em ruínas na Rua Pedro Canavarro, à entrada do centro histórico. Mas o Instituto do Património Arquitectónico e Arqueológico, chumbou a construção de um hotel, por existir um troço de muralha fernandina na rua. Passados estes anos, a ruína continua a fazer companhia à muralha, o proprietário assobia para o lado, enquanto assiste à valorização imobiliária ou, quem sabe, à espera que o IGESPAR o classifique como património.

“É uma dor de coração ver o abandono destas casas, sabendo nós de tanta gente com necessidade de habitação”, comenta Mário Agostinho, perante a vista dos 32 apartamentos que eram ocupados pelos militares da Escola Prática de Cavalaria e suas famílias. Após a transferência da EPC para Abrantes, registou-se uma vaga de assaltos aos apartamentos com os larápios a levarem tudo o que puderam, incluindo as canalizações. A Câmara de Santarém aguarda tomar posse deste património do Estado para dar destino às 32 casas que azinda estão em bom estado.

Em Maio do ano passado, a Câmara tentou vender o Bairro 16 de Março, antigo Bairro Salazar, mas não surgiu nennhum interessado em dar pelo menos 1 milhão de euros pelos 32 prédios urbanos com 3.185 metros quadrados de área. Construído em 1948, o bairro foi todo desocupado ao longo dos últimos anos, à medida que os inquilinos se transferiram para outras casas, devido à degradação destas velhas habitações. Sem compradores interessados, a Câmara decidiu adiar o negócio. Restantam as casas emparedadas do bairro fantasma. 31 Março 2011 O RIBATEJO 5


Opinião CARTOON António Maia

HÁ 20 ANOS

PENSO LOGO INSISTO

Cavaco conseguiu

José Niza

N

um momento da vida portuguesa em que o País precisava de um Presidente da República isento, conciliador e interventivo, temos um Cavaco Silva parcial, divisionista e paralisado. Num momento da nossa vida colectiva em que Portugal precisava de um Presidente da República que fosse, realmente, o Presidente de todos os Portugueses, temos um Cavaco Silva a disparar um discurso de posse que rachou o Parlamento em duas partes, sendo que a maior até foi a mais hostilizada. Num momento em que Portugal e o governo precisavam de um clima político tranquilo e sereno, que, no mínimo, não prejudicasse os interesses do nosso país no exterior, é o próprio Presidente da República a contribuir para a queda do governo e a nada fazer para a evitar. É óbvio que muitos dos eleitores que votaram Cavaco Silva o fizeram na convicção de que ele iria fazer ao governo o que Manuela Ferreira Leite não tinha conseguido fazer a Sócrates. E acertaram em cheio: Cavaco cumpriu o que lhe exigiam que fizesse. Para quem – com alguma atenção – siga as posições que o Presidente da

6 O RIBATEJO 31 Março 2011

República tem vindo a assumir contra o governo, desde o verão de 2009, não há surpresas. Em 2006, quando Cavaco Silva foi eleito pela primeira vez, encontrou pela frente um governo do PS com maioria absoluta. Uma chatice, um contratempo que lhe retirava margem de manobra para grandes confrontos. E, vai daí, inventou aquela rábula da “cooperação estratégica”, uma forma parola de fingir que o lobo era o cordeiro. No Verão de 2009, em cima das eleições legislativas, a mirífica e virtual entidade que para golpes baixos se autointitula de “Presidência da República”, inventou aquela ignóbil patranha das “escutas”. Objectivo claro: ajudar o PSD e Manuela Ferreira Leite a derrotarem o PS e Sócrates. Depois, com o PS em minoria, e toda a oposição unida numa aliança negativa contra o governo, uma a uma, todas as reformas impopulares que o PS corajosamente tinha levado a cabo nos quatro anos anteriores foram destroçadas. E, o Presidente, calado que nem um rato. Caiu-nos depois em cima o tsunami de uma crise financeira mundial e devastadora, que está não só a complicar a nossa vida, como a de toda a Europa. E, o Presidente, calado que nem um rato. Soterrou-nos a seguir o escândalo

Quando o País precisava de um PR imparcial e interventivo, temos um Cavaco Silva divisionista e paralisado.

financeiro do BPN, provocado, como é sabido, por ex-ministros e secretários de Estado de governos de Cavaco Silva. E, o Presidente, cego, surdo e mudo. Nem uma palavra. Calado que nem um rato. Vieram então as eleições presidenciais que Cavaco ganhou com uma minoria absoluta de votos, bastante inferior às votações que Mário Soares e Jorge Sampaio tinham obtido em quatro eleições anteriores. Durante a campanha, o actual Presidente foi confrontado com factos concretos e indesmentíveis da sua vida pessoal, que, noutro país de costumes menos brandos, lhe complicariam a candidatura. Em vez de os assumir e de dar uma explicação ao País, fez uma patética cena de amuo e vitimização que nem os seus próprios apoiantes compreenderam. Na noite eleitoral foi o que se viu e se ouviu nos dois discursos que proferiu: paranóia política, mania da perseguição, ódio, vingança, acerto de contas com quem nada lhe devia. E, finalmente, no discurso da posse, em vez de emendar a mão e a palavra, o Presidente da República arremeteu uma vez mais contra o governo, de uma forma tal que, um mês depois, conduziu à demissão de Sócrates. A somar a tudo isto, e para que não restassem dúvidas a ninguém, na véspera da votação do PEC, enquanto recebia Pedro Passos Coelho, fazia orelhas moucas aos dramáticos apelos de Mário Soares e de Jorge Sampaio para que tentasse evitar uma crise política de consequências imprevisíveis. Nada fez. E porque havia de o fazer se andou durante cinco anos a trabalhar para isto?

A Regionalização, cujo debate subia ao Parlamento, era então a grande paixão política de Jorge Lacão, na altura vicepresidente do grupo parlamentar do PS e responsável pelo departamento das autarquias e regiões. Foi a primeira grande entrevista ao então deputado (e actual ministro da Presidência) Jorge Lacão. Em Santarém, Hermínio Martinho e Canavarro desentendiam-se na preparação daquela que seria a última convenção nacional do PRD. Alfredo Margarido escrevia sobre “a morte dos mortos”, a propósito do II encontro realizado na Chamusca sobre as “Atitudes Perante a Morte”.

EFEMÉRIDES

1821 A Inquisição Portuguesa foi extinta formalmente a 31 de Março de 1821, embora já viesse sendo gradualmente abolida. Mas para alguns estudiosos, a essência da Inquisição original permaneceu na Igreja através da Congregação para a Doutrina da Fé. Naturalmente já sem os autos de fé nem a censura, que fizeram o poder e o temor do Tribunal do Santo Ofício que perseguiu, torturou e condenou muita gente sob a acusação de heresia, ao longo de mais de 300 anos da nossa história.

01/04 Há muitas explicações para o 1 de Abril se ter transformado no Dia da Mentira (ou dos Bobos). Uma delas diz que a brincadeira surgiu na França, em 1564, com a recusa de alguns franceses à adopção do calendário gregoriano, que determina o começo do ano novo a 1 de Janeiro e não, como antes, a 1 de Abril. Gozadores passaram então a ridicularizar com partidas os que recusaram mudar. A brincadeira acabou por se estender a outros países. Até hoje.


PUBLICIDADE

31 Marรงo 2011 O RIBATEJO 7


Opinião

A ESPUMA DOS DIAS

CRÓNICA

Campanha na Quaresma

Vitimizem-nos

Armando Fernandes

A

pesar de a campanha eleitoral ter começado muito antes do início da Quaresma, a pré-campanha em termos restritos vai-se desenrolar durante o jejum anual praticado pelos católicos, logo a maioria dos portugueses, os inquéritos asseguram isso, com a ressalva de não serem muito praticantes. E é verdade. Lafraus de primeira apanha, no referente à abstinência de carne, tal prática fica ao cuidado dos velhos e dos respeitadores das vetustas normas, porque já ninguém tem receio do inferno, quanto mais do purgatório. Longe vão os tempos em que um tal de Passeigne foi chicoteado devido a em dia quaresmal ser apanhado a comer feijão

com toucinho, e como refere Voltaire, um certo Guillon afogado na miséria ter ficado com a cabeça decepada por ousar roubar, cozinhar e comer carne de um cavalo morto e abandonado num prado. Aconteceu no dia 31 de Março de 1729, dia de sábado, em plena quaresma. Se não cumprimos a norma religiosa nesta matéria, também não acatamos outras a impelirem-nos a respeitarmos o próximo, daí os sucessivos desconchavos e desacertos dos dirigentes partidários no modo como procuram influenciar os votantes a acreditarem nas suas odes de boa governação. Os blogueiros escondidos, quais sevandijas salteadores no pinhal de Azambuja, a insultarem tudo e todos é fruto do caos reinante no ciberespaço, quanto aos candidatos

Os candidatos têm de ser mais exactos e claros na forma como pretendem governar, pois esgotou-se a margem de manobra para mais experiências.

não serem exactos, nem claros na forma como pretendem governar fia mais fino, pois nesta época, em que as instituições agonizam esgotou-se a margem de manobra para mais experiências. Após nova entronização, José Sócrates apresta-se a candidatar-se, novamente, a primeiroministro. Percebo as razões e entendo as motivações que o animam, no entanto, ele prestava enorme favor ao seu partido se não o fizesse. O ressentido Sócrates quer provar não ter receio do confronto, possuir armas de grande potência de fogo – Senhora Merkel e tutti-quanti –, e possibilidades de voltar a ganhar. Não desdenho tão crua realidade, mas manda a verdade dizer-se o óbvio: Sócrates transformou-se num jogador gasto, as cartas do baralho escapam-se-lhe das mãos, sendo responsável pelo tremendo afundamento financeiro. Os adversários não deixarão de lhe apontar as cartas caídas no chão, os camaradas têm de esconder a realidade no fito de procurarem manter o poder e não entrarem na fase do jejum. Os adversários não o vão poupar, mas devem ter cuidado, porque nem tudo o que reluz é ouro, além disso não há euros para a pitança.

DIVULGAÇÃO

Filhos inteligentes enriquecem sozinhos

Beja Santos

A

questão dominante da actualidade é a educação financeira. Anda tudo numa roda-viva para inculcar responsabilização e prudência onde, até há escassos anos, se exaltava a compra por impulso e o uso de muitos cartões de crédito. Ontem, eram só facilidades, hoje privilegia-se a prudência. Sinais dos tempos. Os livros sobre gestão do orçamento familiar irrompem no mercado a um ritmo surpreendente. E o caso de “Filhos inteligentes enriquecem sozinhos, como preparar os seus filhos para lidarem com o dinheiro”, por Gustavo Cerbasi, Publicações Dom Quixote. É um livro que se dirige a pais e aos educadores que aceitam assumir parte da responsabilidade de construir um futuro digno e próspero para as gerações mais jovens. Começa o autor por questionar se os pais e filhos sabem lidar com o dinheiro, é fácil concluir que rendimento, consu8 O RIBATEJO 31 Março 2011

mo, classe social são situações que por vezes conflituam e onde os diferentes parceiros da família só agora descobrem que é preciso mais entendimento. Durante a sociedade de consumo, dedicou-se pouco tempo a ensinar os mais novos sobre dinheiro, parecia normal aspirar a dar aos filhos aquilo que os mais velhos nunca tiveram; o dinheiro parecia fluir naturalmente, ir ao centro comercial era mesmo para comprar, os presentes deixaram de estar associados a períodos festivos. Também na escola, orientada para dar conhecimentos, veicular saberes e competências, a literacia financeira não parecia fazer parte da educação para a vida e para os preceitos cívicos. Só recentemente é que a educação financeira começa a mobilizar a opinião pública e mesmo na ausência de um guião ou de linhas orientadoras, há agora experiências em marcha e que estão a ser bem acolhidas: simulam-se situações mais comuns no quotidiano das famílias; aumenta o número de visi-

Reflexões pertinentes para os pais que queiram estar à altura do momentoso desafio em tempos de recessão e de grandes incógnitas .

tas em grupo a estabelecimentos comerciais para praticar conceitos simples do mesmo modo que crescem as palestras e os debates sobre finanças pessoais, há pesquisa nos jornais de temas relativos ao dinheiro e à economia, incentiva-se a utilização da mesada como ferramenta de ensino, interpretam-se as brochuras e os folhetos dos bancos e das empresas seguradoras como matéria-prima do princípio da literacia financeira. Crianças e adolescentes não pensam como adultos, é fundamental criar um envolvimento adequado para a literacia. Cerbasi enuncia alguns princípios fundamentais na educação financeira. São eles: o saber valorizar, celebrar, orçamentar, investir, distinguir e negociar. Preparar os filhos para lidarem com o dinheiro carece de coesão nos comportamentos e atitudes: aprendemos por repetição, por prazer, por inspiração, por obrigação moral, quando ensinamos e por amor. Não eduque na convicção que eles pensam que você é um modelo de sucesso nas atitudes e na condução da vida, a condição falível, de quem pratica erros pauta-se pela atitude humilde de aprender com os filhos. Por último, lembre-se que preparar os filhos para a riqueza não é uma tarefa simples, a educação financeira dos filhos depende mais da transformação dos pais do que das crianças. Pais que saibam corrigir as suas deficiências quanto ao uso do dinheiro.

Eurico Heitor Consciência

I

ntegrado no tempo das velocidades, dos resumos, das abrev. e das siglas, escrevolhes de conformidade, para relatar um dito que me ficou a roer a moleirinha naquela longa tarde (seguida de comprida noite) em que foram dados os primeiros passos (passos, escrevi passos, não Passos) para remeter Sócrates ao merecido sossego do seu lar; ele e os notáveis, brilhantes e reluzentes yes minister’s que Sócrates teve a sorte de desencantar no sótão e no quintal das traseiras do PS. Conto-lhes já como é que se me espevitou a moleirinha. O PPC, p.p.p. ministro (traduzo já: o Pedro Passos Coelho, provável próximo primeiro ministro), o PPC (não confundir, credo!, com PCP), o PPC disse na oração dessa noite que o JSPSPS (José Sócrates Pinto de Sousa do PS) começara já a encenar a sua vitimação. Fui logo aos dicionários. Toda a gente diz vitimização e o PPC disse vitimação… A vitimação não consta dos dicionários. O que lá está é a vitimização. Mas não estou seguro de que a vitimação do PPC foi calinada. Se vitimização é a acção de vitimizar, verdade é que em vez de vitimizar também se diz vitimar – de que será legítimo deduzir vitimação. Falo nisto para advertir outra vez os nossos políticos de que não devem dizer asneiras na Televisão. Porque, para isso, já nos bastam os dirigentes desportivos. E os políticos e os dirigentes desportivos são quem mais aparece na TV e são as pessoas sobre que na TV se fazem sempre mais comentários. Sempre ou quase sempre, porque daquela vez em que a Rita Pereira apareceu com um decote até ao umbigo, dessa vez, ao menos dessa vez, comentaram-se e admiraram-se mais as mamas da Rita do que os discursos e as tricas dos nossos políticos e presidentes do futebol. Coisa saudável! Donde penso e digo que o país só ganhará se a Rita e outras das raparigas que aparecem na TV forem descendo, descendo, os decotes. Será a maneira mais fácil, mais rápida e mais interessante de descansarmos das vitimizações (ou vitimações) dos políticos. Vá! Força! Decotes até ao umbigo! Pelo menos… A Bem da Nação.


R Região

Santarém P.10 Região P.16 Ensino P.26 Negócios P.28

António Vieira

Feira das Tasquinhas em Rio Maior GASTRONOMIADurante 10 dias, 26 tasquinhas com mesa posta e acepipes variados esperam por si em Rio Maior. É o maior e mais emblemático evento do concelho. A 26ª edição da Feira das Tasquinha de Rio Maior está aí, já a partir de sábado, entre 1 e 10 de Abril, com muita animação musical e petiscos regionais confeccionados por quem sabe do ofício, como é´o caso de Dona Leopoldina, da Ribeira de S. João, que aqui costuma servir um galo de capidela de estalo.

31 Março 2011 O RIBATEJO 9


Região

Santarém

A urbanização de S. Domingos é a mais populosa bairro de Santarém. Encontrar lugar para estacionar ao final do dia é uma missão quase impossível.

Junta de S. Nicolau e moradores em conflito por causa das multas Junta de Freguesia de S. Nicolau rejeita responsabilidades pelas multas aplicadas pela PSP, perante críticas dos moradores de S. Domingos. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

A Junta de Freguesia de São Nicolau, em Santarém, enjeitou quaisquer responsabilidades pelas multas aplicadas pela PSP nos veículos estacionados em transgressão na urbanização de São Domingos. O executivo da Junta de Freguesia de S. Nicolau afirmou em comunicado à população que “é da exclusiva competência e responsabilidade da PSP o cumprimento 10 O RIBATEJO 31 Março 2011

estrito da lei na autuação das viaturas estacionadas em clara transgressão e que informações contrárias não colhem da parte daquela força de seguranlça qualquer fundamento”. A Junta de Freguesia adianta que “não tem qualquer poder para determinar qualquer estratégia ou actuação” da polícia. A Junta de S. Nicolau recorda que “numa acção de sensibilização conjunta com a PSP foi elaborado um texto no qual se apelava aos cidadãos não

só a necessidade de preservação do património colectivo, como também ao bom senso no estacionamento abusivo que se vinha verificando”. Este comunicado surgiu em resposta às críticas de muitos moradores que viram os seus carros multados durante a noite e que se queixam da falta de alternativas para estacionarem os veículos. Maria Clara Vasconcelos, moradora em S. Domingos, dirigiu à nossa redacção uma resposta

ao comunicadon da Junta e à multa a que foi sujeita no dia 21 pelas 00h15 por ter o carro estacionado no passeio. Afirma a moradora que não viu qualquer texto de sensibilização, mas “se esse texto dizia que a PSP passaria a estar mais atenta e vigilante, é lógico que essa atenção e vigilância partiram da estratégia da acção conjunta entre a PSP e o Executivo da Junta de Freguesia, pelo que será lógico que essa atenção e vigilância não se limitavam á

observação, mas sim á aplicação de medidas de coacção”. Maria Clara Vasconcelos sublinha que “S. Domingos é um bairro populoso, mal urbanizado e grande dormitório da cidade de Santarém, e o estacionamento é sem dúvida alguma um dos grandes (não o único) problemas”. “Então, qual a solução encontrada numa brilhante acção de sensibilização conjunta entre o Executivo da Junta de Freguesia e a P.S.P.?” questiona a moradora, contestando a aplicação de “multas aos pobres residentes que deixam o carro estacionado em cima do passeio quando regressam a casa depois de um dia duro de trabalho, e não encontram um buraco para estacionar o carro”. E ironiza: “eis, que milagrosamente a situação passou a estar resolvida e o património colectivo preservado”. Conclui que “S. Domingos precisa de muita coisa: precisa de Policias na rua atentos e vigilantes, para prevenção e protecção. Mas, para esse efeito parece que não existem polícias em número suficiente, nem acções conjuntas”.


Vereadora da Educação garante que não reduzirá auxiliares nas escolas e jardins de infância Contratos com auxiliares de educação das escolas aproximam-se do final. ENSINO A aproximação do final do prazo do contrato de 23 auxiliares de acção educativa está a causar preocupação nas escolas básicas e jardins de infância do concelho, mas a vereadora da vereadora da Educação da Câmara de Santarém garantiu a O Ribatejo que não haverá redução do número de funcionárias nas escolas. Luísa Féria confirma que “os contratos de 23 auxilia-

res terminam a 31 de Agosto, mas 11 delas vão entrar através da reserva de recrutamento, uma por concurso e temos ainda outros procedimentos a decorrer para garantir o funcionamento das escolas”. Segundo a vereadora, “foram colocadas no quadro 37 auxiliares através de um concurso que teve quase 300 concorrentes”. Luísa Féria garante que não haverá de redução do número de auxiliares das escolas e jardins de infância, até porque vai abrir um novo centro escolar no Jardim de Baixo que implicará apenas o fecho da escola da Saúde. A vereadora sublinha que “da parte do Ministé-

rio da Educação há a intenção de reduzirmos o número de funcionários das escolas, mas opomo-nos a essa proposta que colocaria em risco a continuidade da escola a tempo inteiro e dos prolongametos de hiorários dos jardins de infância, e se o Ministério nos impuser essa redução de pessoal iremos rescindir o protocolo de delegação de competências e devolver as escolas ao Ministério”. No concelho de Santarém existem 43 escolas básicas, num total de 180 salas de 1º ciclo e préescolar, onde prestam serviço 134 auxiliares da Câmara, 45 de juntas de freguesia e 28 de programas ocupacionais.

. S. Domingos é o bairro mais

. O estacionamento é um

dos maiores problemas na urbanização de S. Domingos, mas não é o único.

. Em vez de multas, a

estratégia da acção conjunta entre a PSP e o Executivo da Junta de Freguesia deveria aplicar-se a acções de prevenção da criminalidade, para a qual dizem não haver polícias suficientes.

COOPERAÇÃO Francisco Moita Flores, presidente da Câmara de Santarém, recebe hoje, quinta-feira, o Embaixador da China, Zhang Bei San, nos Paços do Concelho, às 10h00. A visita, da responsabilidade da ASSIMAGRA - Associação Portuguesa dos Industriais de Mármores, Granitos e Ramos Afins, em colaboração com a Câmara Municipal de Santarém e Câmara de Comércio e Indústria Luso Chinesa, inserese num périplo que o Embaixador realiza ao concelho, nomeadamente, numa visita guiada às pedreiras e fábricas de transformação de calcários na Serra d’Aires e Candeeiros e à zona industrial de Alcanede. “As potencialidades das Serras D ’Aire e Candeeiros face às Exportações para a R. P. China” será on tema da palestra que terá lugar ao almoço.

Unidade de Saúde do Planalto festeja aniversário

Críticas dos moradores à Junta e à PSP populoso da cidade. Mal urbanizado, este grande dormitório da cidade rebenta pelas costuras à noite, quando os moradores regressam do trabalho e não descobrem um buraco para meter o carro.

Embaixador da China está de visita Santarém

“Não haverá redução do pessoal auxiliar nas escolas”, afirma Luísa Féria.

1º Congresso Nacional Solidário em Santarém

Caminhada da Primavera em Pernes

Ladrões libertados pela GNR por falta de queixa

SOLIDARIEDADEA União Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Santarém vai levar a efeito uma reunião em Santarém, para preparar a organização de diversos eventos nacionais em Santarém, nomeadamente a Festa e a Chama da Solidariedade e o 1º Congresso Nacional do Sector Solidário que se realizam em Santarém nos dias 20 e 21 de Maio.

SAÚDEA Junta de Freguesia de Pernes realiza a “Caminhada da Primavera”, no próximo dia 10 de Abril, com início às 9h00, sob o tema “Mexa-se pela sua Saúde, o seu Coração agradece”, num percurso acessível, com a distância de 6,3Kms. A iniciativa é destinada a todos os escalões etários da população insere-se na preocupação com as questões de saúde e qualidade de vida.

SEGURANÇA A GNR de Santarém deteve em flagrante três suspeitos de duas tentativas de furto na quinta-feira, 24, mas teve que os libertar algumas horas depois porque nenhum dos denunciantes quis formalizar a queixa. O trio, residente em Vialonga, foi apanhado em Casais da Aroeira a tentar assaltar uma residência particular. Pouco antes, já tinham tentado furtar uma serralharia.

SAÚDE A USF Planalto - Unidade de Saúde Familiar Planalto, localizada provisoriamente nas instalações do antigo Centro de Saúde, comemora o seu 1º aniversário dia 5 de Abril. Dentro das comemorações deste aniversário vai realizar uma exposição de pintura de 4 a 8 de Abril com o título “Os nossos Artistas”, para a qual convida todos os utentes a exporem os seus trabalhos que devem ser entregues até 1 de Abril. Entretanto, alguns dos serviços da Unidade de Saúde Familiar do Planalto foram remodelados e melhorados, nomeadamente as consultas de saúde infantil, de planeamento familiar, de saúde materna, de vigilância dos utentes diabéticos e de hipertensos, bem como a visitação domiciliária dos doentes, reflectindo-se estas melhorias no aumento gradual dos indicadores de saúde da população abrangida pela USF Planalto.

31 Março 2011 O RIBATEJO 11


Região

Santarém

“Um mergulho na leitura” anima complexo aquático

Nuno Delgado apresentou movimento social que pretende “formar campeões para a vida”.

Santarém vai ser palco da maior aula de judo Movimento organizado por Nuno Delgado pretende levar a modalidade do judo às escolas do 1º ciclo durante três meses Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt

Santarém vai ser a primeira cidade a receber a maior aula de judo regional. Uma iniciativa levada a cabo por Nuno Delgado, judoca profissional, conceituado no desporto nacional e internacional, tendo sido até à data o único atleta português a conquistar uma medalha olímpica na modalidade. Segundo Nuno Delgado, a maior aula de judo que vai ter lugar no W-Shopping, dia 2 de Abril às 15h00, é “um movimento social e de expressão planetária” que pretende ajudar a formar campeões para a vida ao transmitir valores como o respeito, a superação, o autoconhecimento e a solidariedade para com o adversário. Nuno Delgado, adiantou que este projecto-piloto que tem 12 O RIBATEJO 31 Março 2011

como objectivo educar os mais jovens através das artes marciais, só poderia começar em Santarém, cidade onde “iniciou a prática de judo com apenas sete anos de idade, na Casa do Benfica”. Um dar de volta à cidade de Santarém, que será precedido de várias actividades culturais e desportivas em escolas e colectividades do concelho, entre 29 de Março e 1 de Abril. A par desta iniciativa, Nuno Delgado revela que em parceria com várias instituições, este movimento pretende levar o judo às escolas primárias durante três meses, através do desporto escolar, dando assim a oportunidade de os mais novos contactarem com esta modalidade. Embaixadora deste projecto, Yahima Ramirez, judoca portuguesa envolvida no projec-

to olímpico de Londres 2012 e esposa de Nuno Delgado diz que este é um programa que “traduz princípios positivos como a união e a camaradagem e ao contrário do que muitos pensam, quem pratica judo não é um atleta agressivo”. A atleta partilhou ainda parte da sua vivência pessoal, quando decidiu ser judoca e os preconceitos que teve de enfrentar por ser rapariga.

Abril dia 02 será o dia oficial das comemorações regionais da maior aula de judo, que acontecerá no W-Shopping, em Santarém, às 15h00.

Moita Flores, presidente da Câmara Municipal de Santarém refere que este é um voltar a casa com “um exemplo maior daquilo que o desporto pode fazer enquanto camaradagem” e que “este é um acto de afeição, que apoia os que devem ser apoiados”.A maior aula de judo chega a Santarém, dia 02 de Abril, às 15h00, no W-Shopping, numa iniciativa patrocinada pela autarquia de Santarém e a empresa Scalabisport. A par desta iniciativa estará a decorrer uma campanha social de angariação de fundos através de uma linha telefónica, da compra de acções da Bolsa de Valores Sociais e via internet. Uma iniciativa regional que culminará com o movimento nacional “Maior aula de judo do Mundo”, dia 11 de Julho, durante as comemorações das Festas de Lisboa.

CULTURA A Biblioteca de Santarém e a Scalabisport – empresa municipal de desporto lançam o projecto “Um Mergulho na Leitura”, no dia 1 de Abril. Luísa Cotrim, coordenadora do Núcleo de Bibliotecas da Câmara de Santarém, pensou neste projecto como um modo de levar a leitura a todas as pessoas que frequentam o Complexo Aquático. No dia 1 de Abril, às 11h00, é inaugurada uma Exposição de Fotografia, da responsabilidade de estudantes do curso de Artes Plásticas e Multimédia da Escola Superior de Educação de Santarém. Dia 2 Abril, Dia Mundial do Livro Infantil, a partir das 10h30, tem lugar uma actividade de leitura para crianças, com a colaboração de Ana da Silva, docente da ESES. Pelas 11h30, tem lugar a inauguração de uma Exposição de Caricaturas Vivas, com o caricaturista Simão da ESES.

Receitas tradicionais de Santarém candidatas às 7 maravilhas GASTRONOMIA Sopa de peixe do rio, Favas com entrecosto, Magusto, Fataça assada na telha, Arrepiados de Almoster e Celestes de Santa Clara são as receitas tradicionais do Concelho de Santarém candidatas às “Sete Maravilhas Gastronómicas de Portugal”. A iniciativa partiu da Cul.Tur, Empresa Municipal de Cultura e Turismo de Santarém, em conjunto com Confraria da Gastronomia do Ribatejo. No próximo mês de Setembro serão conhecidos os sete vencedores, numa cerimónia única, a transmitir em directo a partir de Santarém pela RTP. Até lá irá decorrer a votação pública por SMS, chamada telefónica, internet (www.7maravilhas. pt) e Facebook. esta votação vai decorrer entre 7 de Maio e 7 de Setembro de 2011.


Comemorações do 25 de Abril iniciam-se sábado com vasto programa

Abispark nem sequer recebe reclamações, chuta o assunto para a Câmara Municipal

Há mais carros que lugares no centro histórico Há moradores sem dístico de estacionamento porque limite foi atingido POLÉMICA Os 500 dísticos que

a Câmara Municipal de Santarém contratualizou com a Abispark para residentes na zona de tarifada não vão chegar nem para as encomendas. A empresa que recebeu a concessão do estacionamento tem um longo rol de moradores em lista de espera, mas a resolução do problema tem estado num perfeito impasse. “Estamos a preparar uma alteração ao regulamento para colmatar essa e outras situações”, confirmou ao nosso jornal o vereador João Leite, explicando que é intenção da autarquia aumentar o número de dísticos para que todos os residentes na área tarifada possam ficar com a sua situação regularizada. “O assunto está a ser tratado, e esperamos que fique concluído o mais rápido possível”, acrescentou o vereador. “Mas que irracionalidade é esta? Um residente não tem direito a selo de estacionamento?”, questiona João Motta Freire, um morador que reside perto da Praça Visconde Serra

do Pilar (Praça Velha), e cujo caso é exemplar. “Quem primeiro se levanta é que calça as botas!”, ironiza João Motta Freire, que ficou fora do lote dos 500 eleitos porque começou a tratar da papelada para ter o dístico “apenas” no início de 2011, como seria de esperar. O problema é que a Abispark começou a aceitar inscrições em Outubro do ano passado, esquecendo os residentes que já pagavam selo de estacionamento à Câmara de Santarém. E as denúncias não se ficam por aqui. De 2009 para 2010, a autarquia aumentou a tarifa anual de 4,99 para 16,35 euros, o que significa um aumento de

Nós, moradores, ficamos à espera que um vizinho morra para irmos a correr ficar com o seu selo de estacionamento João Motta Freire RESIDENTE NO CENTRO HISTÓRICO

227,65% num ano de inflação zero, assinala João Motta Freire. Mas o queixoso sentiu-se verdadeiramente assaltado quando soube que a Abispark passou a cobrar 100 euros por dois carros (25 euros para uma viatura, e 75 euros pela segunda, sem garantir lugar de estacionamento à porta de casa). Segundo o mesmo, em Lisboa, na zona de Campo de Ourique, o custo de dois carros é de 37 euros, e em Évora de 50,94 euros, também por dois selos. Bem João Motta Freire reclamou junto do vereador do trânsito, do administrador da STR-URBHIS e do presidente da Junta de Freguesia de Marvila, mas acabou por ficar a falar sozinho, porque, até ao momento, ninguém foi capaz de lhe resolver o problema ou dar-lhe uma solução alternativa. E isto porque é praticamente impossível reclamar junto da Abispark, no parque de estacionamento subterrâneo no Jardim da Liberdade, onde os seguranças indicam diligentemente a porta da Câmara Municipal aos que lá aparecem para protestar. “Como é isto possível na cidade das liberdades a torto e a direito”, questiona João Motta Freire, que também já expôs o caso à ASAE.

DIA DA LIBERDADE Santarém celebra o 37º aniversário da Revolução dos Cravos com um programa de actividades que inclui um concerto com Paulo Carvalho, uma homenagem ao Capitão de Abril, Salgueiro Maia, cinema, apresentação do livro “Gente Comum, uma história na PIDE”, e um caféconcerto e teatro para crianças, entre outras. Do programa destaque ainda para o colóquio “E Depois do Adeus” – História de uma Canção de Abril” com a participação de Otelo Saraiva de Carvalho, José Niza, Paulo de Carvalho, Joaquim Furtado e José Santa Bárbara, entre outros, e para a inauguração da exposição sobre a história da canção que serviu de primeira senha musical da Revolução dos Cravos, escrita por José Niza. As celebrações arrancam já no sábado, no dia 2 de Abril, às 21h30, no Teatro Sá da Ban-

deira, com uma homenagem a Michel Giacometti. Os grupos de folclore das Abitureiras e do Bairro vão teatralizar neste espectáculo de música quadros que suportam as ditas trocas culturais, e que ainda se mantêm, embora diluídas nas suas práticas. E no dia 3, data de aniversário do Capitão de Abril, Salgueiro Maia, terá lugar uma intervenção pública às 11 horas, junto à sua estátua, no Jardim dos Cravos, com a presença de seus familiares, representantes dos Municípios de Santarém e Castelo de Vide, e com a colaboração da Escola Prática de Cavalaria de Abrantes. Organização: Comissão das Comemorações Populares do 25 de Abril de Santarém O programa das comemorações prossegue com um vasto conjunto de actividades de que daremos nota mais pormenorizadamente em próxima edição.

Marcha nocturna na cidade durante semana do desporto

Raimundo Noras recebe prémio nacional de história HISTÓRIAO historiador scalabitano José Raimundo Noras foi distinguido no VI Encontro Nacional de Estudantes de História, realizado na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, entre os dias 24 e 27 de Março, em Lisboa. Em paralelo ao encontro foi atribuído o prémio ENEH/Apenas Livros 2011. Na categoria de estudos pós-graduados, entendeu a organização premiar três dos trabalhos a concurso, entre os quais a «Torre das Cabaças» de Santarém e a evolução do conceito de património numa comunidade local”, do historiador de Santarém José Raimundo Noras.

SAÚDE A Scalabisport organiza mais uma Marcha Noturna, na próxima terçafeira, dia 5 de Abril, desta vez, integrada na “Semana do Desporto” da Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém. (ESGTS) A Marcha inicia-se no Instituto Politécnico de Santarém, pelas 21h e tem a duração de 2 horas e 3 intensidades diferentes (10, 8 e 6 km).

Apoio ao consumidor com consulta jurídica CONSUMIDORO atendimento do jurista da DECO realiza-se nos próximos dias 4 e 18 de Abril de 2011, nas instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria, onde funciona actualmente o NIAC – Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor, entre as 09h30 e as 12h30.

31 Março 2011 O RIBATEJO 13


Região

Santarém

Câmara falha medição de ruído no Iland Bar Moradores criticam o presidente Moita Flores por não cumprir promessa de fazer uma medição de ruído no prédio do Iland Bar em Santarém. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

O presidente Moita Flores comprometeu-se em sessão pública da Câmara de Santarém, perante os moradores e os proprietários do Iland Bar, a mandar fazer novas medições de ruído no prédio do bar, para que o executivo pudesse tomar uma decisão definitiva sobre este problema na reunião da passada segunda-feira. Mas o assunto acabou por ser adiado, sem data, por não ter sido possível fazer as medições de ruído. O presidente esteve ausente da reunião da Câmara de Santarém da segunda-feira passada, e o tema do horário do Iland Bar foi retirado da ordem de trabalhos, para descontentamento dos moradorwes e também dos proprietários do bar que regressaram acompanhados da sua advogada. Na reunião da Câmara, ouviu-se a justificação dada pelo vereador Ricardo Gonçaves, que não foi possível fazer as medições de ruído no edifício do bar, porque a empresa que faz este serviço para a Comunidade Urbana da Lezíria do Tejo está em fase de certificação, pelo que o assunto teve de ser adiado. Em causa está a deliberação condicionada da Câmara de permitir a abertura do bar até `s 2h00 às quintas, sextas e sábados, e até às 241h00 nos restantes dias. Os moradores contestam, peretendendo o encerramento todos os dias às 24h00. Os proprietários do bar pretendem estar abertos todos os dias até às 2h00. Em nome dos condóminos do prédio José Avis e Costa deu conta do seu descontentamento e indignação pela resposta que obteve dos serviços da autarquia, quando tentou na semana passada saber o ponto da situação do processo na Câmara. “Depois de na reunião de Camara de 28 de Fevereiro, ter 14 O RIBATEJO 31 Março 2011

Festival do Rio promove gastronomia GSTRONOMIAO Festival Gastronómico do Rio está a decorrer até 10 de Abril, com a partricipação de 12 restaurantes do concelho de Santarém e uma oferta variada de pratos feitos à base de peixe do Tejo. O visitante pode usufruir destes “sabores únicos” em vários restaurantes aderentes, cuja lista poderá também ser consultada em www.cultur.pt. O Festival do Rio já vai na sua 6 ª edição, integrado na Marca Sabores & Saberes do Ribatejo.

Aula de protecção civil na Secundária Sá da Bandeira SEGURANÇAAntónio Valente, Vereador com o pelouro da Protecção Civil da Câmara de Santarém, participou numa palestra sobre Protecção Civil, a convite da Escola Secundária Sá da Bandeira. Perante uma sala repleta de alunos, Nuno Oliveira, comandante dos Bombeiros Municipais de Santarém, e Paulo Cardoso, comandante dos Voluntários de Santarém, falaram da necessidade de mais voluntários.

O Iland Bar continua a motivar as queixas dos moradores por causa do ruído no prédio. sido pelo presidente Moita Flores a minha sugestão de medição de ruído no meu apartamento e ordenado aos Serviços Camarários que procedessem em conformidade, esperei em vão, todo este tempo, pela visita dos técnicos”. O morador diz ter sido “surpreendido no dia 24, por um telefonema da arquitecta da Câmara a informar-me, que a empresa que habitualmente faz este trabalho, e que já tinha procedido às medições em minha casa a mando da Câmara com medições acima das legais, não podia cá voltar por se encontrar em processo de certificação”. Por isso, propuseram a José Aviz e Costa que “contactasse

alguma empresa e que a titulo pessoal, mandasse fazer esse estudo para apresentar à Camara”. O morador considera que “esta proposta é inaceitável, pois eu sempre critiquei o facto de o Iland bar, (uma das partes interessadas) ter mandado fazer esse trabalho, (que até foi efectuado em casa de uma funcionária do bar) e tal estudo, ter servido para a Câmaradeliberar sobre o problema”. José Aviz e Costa disse que nunca pôs em causa, a qualidade das empresas ou a sua respeitabilidade: “O que eu nunca aceitei é que tal trabalho pudesse ser considerado, se fosse efectuado, conforme o interesse de qualquer uma das

partes. Por isso seria renegar todo o meu pensamento fazer o mesmo que sempre achei incorrecto”. O morador aproveitou ainda para “lastimar que a Camara delibere um qualquer horário e que posteriormente não mande fiscalizar o cumprimento do mesmo”. Sublinha que “é fácil confirmar que nos dias em que devia encerrar às 24h00, está a funcionar até ás 1h00 / 01h30 e nos dias de encerramento ás 2h00, só termina às 3h00, com todo o ruído dos extractores de fumo e da música”. E questiona: “será que vale a pena tanta gente ocupar tempo com estes problemas, quando depois não há, quem faça cumprir as vossas deliberações?”

Movimento exige início das obras na estrada 361 PROTESTOO Movimento cívico da ER 361 colocou faixas com quatro metros na estrada 361 entre Amiais de Cima e Alcanede, para “demonstrar a insatisfação” pelo atraso do início das obras de repavimentação da primeira fase da empreitada já adjudicada à empresa de Construções Júlio Lopes. O Movimento Cívico pela ER 361 cexigir o começo das obras. “Estradas de Portugal, queremos obra” e “Estamos fartos desta…” são as frases escolhidas.


Museu do campo vai abrir ao público após o espólio estar todo inventariado

Fernando Peralta, proprietário do museu premiado sem estar aberto

Já na sua 9ª edição, esta iniciativa assume cada vez maior importância na divulgação dos vinhos produzidos na freguesia

Nem São Pedro estragou a festa do vinho de Alcanhões Concurso foi disputado por 14 tintos e 10 brancos. Presidente do júri elogiou os produtores locais e a evolução qualitativa dos vinhos João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

As irritantes chuvadas do meio da tarde de sábado, 26 de Março, ameaçaram estragar a 9ª edição da festa do vinho de Alcanhões, mas São Pedro lá se mostrou compreensivo e a rota das adegas, que chegou a juntar perto de 200 convivas de copo ao peito pelas ruas da vila, desenrolou-se animadamente até à Adega Cooperativa de Alcanhões. “O mau tempo levou ao abandono de alguns participantes logo nas primeiras visitas às adegas, mas a maioria dos participantes resistiu e, mais uma vez, esta iniciativa terminou em ambiente de grande festa na adega, onde decorreu também o 12º encontro de tocadores de instrumentos tradicionais”,

resumiu ao nosso jornal o presidente da Junta de Freguesia, Pedro Mena Esteves. “Penso que quem cá esteve gostou, e que os objectivos da festa do vinho foram cumpridos, uma vez que vários produtores fizeram negócio e conseguiram vender o seu produto a pessoas que participaram na rota das adegas”, afirmou Pedro Mena Esteves, explicando que o interesse da Junta “é precisamente dar a conhecer o sector vinícola de Alcanhões, um dos mais fortes da freguesia, e dinamizar assim a economia local”. “Esta iniciativa é de grande importância para os produtores e vai muito além do andar pelas adegas a beber copos e comer um petisco, apesar de muita gente ainda não o ter entendido”, frisou o presidente da Junta.

No concurso de vinhos, participaram este ano 14 tintos e 10 brancos, todos de produtores locais da freguesia. Nos néctares tintos, o 1º prémio foi atribuído ao produtor Marco António Lopes Durão, seguido pela Sociedade Agro-Vinícola Duarte Durão e pela Adega Cooperativa de Alcanhões.

200 convivas de copo ao peito é o número aproximado de participantes na muito animada rota das adegas, um dos momentos mais fortes da festa, durante a qual os produtores dão a provar os seus vinhos.

Nos brancos, o 1º prémio foi entregue à Adega Cooperativa de Alcanhões, a única do concelho, tendo a Sociedade Agro-Vinícola Duarte Durão e o produtor Duarte Fernando Amaro Durão ficado nos 2º e 3º lugares, respectivamente. O júri foi composto por um colégio de sete provadores, presidido pelo enólogo José Rodrigues, que deixou elogios à evolução qualitativa dos vinhos de Alcanhões. “Embora ainda haja muito trabalho a fazer, temos sem dúvida assistido a uma grande melhoria a nível da produção ao longo dos últimos anos, num esforço que se deve inteiramente aos produtores”, frisou José Rodrigues, acrescentando que esta região “tem todas as condições naturais para produzir excelentes vinhos”.

CULTURA O museu do campo de Fernando Peralta, na Póvoa da Isenta, vai abrir finalmente as portas ao público no início de Junho. O proprietário explicou ao nosso jornal que pretende abrir com regularidade assim que o trabalho de inventariação do vasto espólio ligado ao mundo rural estiver concluído, o que deverá acontecer no final de Maio. A partir dessa data, o museu vai passar a estar aberto a visitas agendadas por marcação prévia, que podem ser feitas através dos telefones 243 769 298 ou 968 234 523, ou ainda pelo e-mail museudocampofernandoperalta@ gmail.com. As visitas são gratuitas, guiadas por Fernando Peralta, e podem ser realizadas em qualquer dia da semana. Além dos visitantes particulares, o museu está aberto também para grupos de excursionistas e visitas de escolas de qualquer ponto do país. Recorde-se que este espaço museológico, mesmo sem nunca ter estado aberto ao público, foi distinguido pela Associação Portuguesa de Museologia (APOM) com uma menção honrosa na categoria de “melhor museu português”. Inteiramente dedicado às actividades agrícolas do século passado, o museu exibirá um espólio composto por mais de 1.000 peças, algumas adquiridas por todo o país, e outras restauradas e recuperadas por Fernando Peralta.

31 Março 2011 O RIBATEJO 15


Região

Cartaxo

Feira rural regressa no largo da praça de touros COMÉRCIOJá na sua 2ª edição, a feira rural do Cartaxo mudou-se para o largo da praça de touros e vai passar a realizar-se todos os últimos domingos de cada mês, até ao final do ano. Esta iniciativa permite aos produtores e comerciantes das oito freguesias do concelho comercializar directamente os produtos típicos do concelho. A Câmara vai atribuir cheques rurais aos munícipes mais carenciados do concelho, portadores do Cartão Sénior.

Quarentões 2011 organizam festival do petisco GASTRONOMIAO I festival do petisco de Pontével, concelho do Cartaxo, realiza-se no próximo domingo, dia 3 de Abril, na Casa do Povo da freguesia, a partir das 12h30. A organização é dos Quarentões 2011, e os fundos recolhidos nesta iniciativa serão empregues na realização das festas em honra de Nossa Senhora do Desterro, que terão lugar entre os dias 2 e 6 de Setembro. Os participantes têm direito a lembranças.

Transporte de doentes debatido em Pontével SAÚDE“Transporte de doentes – que caminho para o futuro?” é o nome do encontro que vai reunir várias associações particulares sem fins lucrativos que operam nesta área, no sábado, 2 de Abril, em Pontével, Cartaxo, a partir das 11 horas, no auditório da Sociedade Filarmónica Incrível Pontevelense. O propósito deste encontro é constituir uma entidade nacional que represente todas as instituições que operam na área do transporte de doentes.

16 O RIBATEJO 31 Março 2011

Arguido conheceu mãe da vítima através de um anúncio pessoal numa revista feminina

Abusador sexual espera que amante adormeça para atacar a filha Funcionário da Câmara de Campo Maior foi condenado em pena suspensa por ter abusado sexualmente de uma menor de sete anos João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Ao responder a um anúncio pessoal na revista “Mariana”, uma mulher do Cartaxo nunca esperou estar a atrair para dentro da sua própria casa um pedófilo que abusou sexualmente da sua filha mais nova, então com 7 anos. O predador sexual, cantoneiro de limpeza na Câmara Municipal de Campo Maior, foi condenado na quinta-feira, 24 de Março, a um ano e seis meses de prisão, em pena suspensa por igual período, por um crime de abuso sexual de

criança. Para se manter em liberdade, Tribunal do Cartaxo determinou ainda que o homem, de 36 anos, tem que pagar 500 euros à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV), no prazo de um ano. Segundo a acusação do Ministério Público (MP), a que o nosso jornal teve acesso, o arguido colocou o anúncio na revista em Março de 2008, após ter-se divorciado, dizendo-se disponível para conhecer senhoras entre os 30 e os 40 anos de idade. A mãe da vítima respondeulhe em Abril, altura em que se conheceram e iniciaram um

relacionamento amoroso. O predador passou a deslocarse ao Cartaxo de 15 em 15 dias, aos fins-de-semana, pernoitando em casa da companheira. A menor, de 7 anos, dormia na mesma cama que o casal. A casa tinha outro quarto, ocupado pela irmã mais velha de 18 anos, que, por querer a sua independência, dispensavase da companhia da menor, segundo os factos constantes no processo. O colectivo de juízes, que valorou o depoimento para memória futura prestado pela vítima, deu como provado que o arguido esperava que a mãe

adormecesse para consumar os abusos sexuais. O homem acariciava o corpo da menina, mexendo-lhe por baixo do pijama e das cuecas, e obrigando-a ainda a agarrar-lhe o seu órgão sexual, até ejacular. No dia em que a menor completou 8 anos, o arguido fez-lhe um “chupão” no pescoço à frente de vários convidados da festa de aniversário, um comportamento que foi imediatamente censurado pela mãe. No dia seguinte, na escola, a menor acabou por relatar os abusos sexuais à professora, que de imediato denunciou o caso à Comissão de Protecção a Crianças e Jovens (CPCJ) do Cartaxo. Nessa mesma noite, a vítima já não dormiu em casa da progenitora. Apesar de ter dito que nunca suspeitou do comportamento do pedófilo e que terminou o relacionamento assim que a queixa foi apresentada no MP, a mãe esteve sem a guarda da criança durante seis meses, ao abrigo de um acordo de promoção e protecção com a CPCJ. Na leitura do acórdão, o colectivo de juízes censurou o papel da progenitora em todo este caso, ao permitir que a


Programa “Faça-se Justiça” aproximou alunos de magistrados e tribunais Conde Rodrigues, secretário de Estado da Administração Interna, foi um dos oradores

criança dormisse na mesma cama que o casal e ao admitir que foi obrigada a terminar o relacionamento por causa dos factos terem sido denunciados. O arguido confessou que fez o “chupão” na festa de anos, mas negou todos os restantes factos de que estava acusado, e que o tribunal acabou por dar como provados. A decisão de suspender a pena de prisão de um ano e seis meses por igual período de tempo teve em conta o facto do cantoneiro de Campo Maior não ter antecedentes criminais e de estar inserido socialmente, salientou a juíza-presidente do colectivo durante a leitura do acórdão. Segundo o relatório social apenso ao processo, o arguido nunca conheceu o pai e foi abandonado pela mãe aos cinco anos, juntamente com os seus dois irmãos. Passou por várias instituições e uma família de acolhimento até entrar na Casa Pia de Lisboa, onde concluiu o ensino preparatório e o curso de marceneiro. O homem defendeu sempre que seria incapaz de fazer mal a uma criança, tendo em conta tudo o que sofreu durante a sua infância.

APRENDIZAGEM A semana “façase justiça” encerrou com uma verdadeira aula de introdução ao direito leccionada pelo presidente do Tribunal Judicial de Santarém, António Gaspar, na sexta-feira, 25 de Março. Com um discurso simples, esclarecedor e adaptado ao público que o escutava, o juiz cativou os alunos da Escola Secundária do Cartaxo que se deslocaram ao auditório da Quinta das Pratas, numa palestra em que o tema era a magistratura judicial e o direito. “Esta iniciativa é de louvar porque o direito deve, cada vez mais, aproximar-se dos jovens. Devem ter uma base sólida e conhecer bem as leis no período de formação da sua personalidade”, frisou António Gaspar logo no início da sua intervenção, antes de falar na sua própria experiência enquanto juiz de direito, a caminho de completar 22 anos de carreira em Setembro. O juiz aproveitou para deixar um

alerta sobre crimes que, muitas vezes, os jovens cometem sem saber que o estão a fazer, como é o caso da violação dos direitos de autor. “Muitos de vocês fazem downloads de filmes e músicas todos os dias sem saberem que estão a incorrer num ilícito criminal”, explicou António Gaspar, aconselhando os jovens a “procurarem ter um amplo conhecimento da lei para evitar surpresas desagradáveis”. Conde Rodrigues, actual secretário de Estado da Administração Interna, e Francisco Guerra, Procurador do Ministério Público, foram outras das várias personalidades do mundo judicial que participaram nesta semana “façase justiça”, organizada pelos alunos do curso profissional técnico de serviços jurídicos, e que consistiu na realização de três palestras e uma simu-

Iniciativa incluiu a simulação de uma audiência de julgamento no Tribunal do Cartaxo

lação de um julgamento, realizado na sala de audiências do tribunal da comarca. “O balanço da iniciativa é bastante positivo”, resumiu ao nosso jornal Sara Marques, uma das alunas envolvidas na organização. “Todas as palestras foram bastante interessantes e enriquecedoras, sobretudo porque os oradores falaram da sua experiência prática. Nós, alunos, que temos mais a teoria que aprendemos nas aulas, aprendemos bastante com as mensagens que foram aqui deixadas”, acrescentou a mesma aluna deste curso profissional da secundária do Cartaxo. Esta programa de actividades surgiu de um tema proposto pela revista “Fórum Estudante”, a que a escola secundária do Cartaxo aderiu. A organização foi da responsabilidade dos actuais 10 elementos da turma (inicialmente, eram 18), os alunos Adriana Correia, Ana Paixão, Bárbara Marinho, Cristina Siumbeli, David Dias, Diana Almeida, Maria Maltez, Sara Marques, Tomás Cláudio e Vasco Silva, sob orientação dos professores Vítor Oliveira, Eduardo Reis e António Morão, do curso profissional técnico de serviços jurídicos.

A organização foi da turma do curso técnico profissional de serviços jurídicos

Poluição nas Várzeas motiva requerimento dos deputados do PSD a três ministérios

Vasco Cunha, um dos três deputados do PSD eleitos pelo distrito SAÚDE Os deputados do PSD eleitos pelo distrito de Sant a ré m a p re s e n t a r a m u m requerimento sobre as violações ambientais que afectam a população das Várzeas, na cidade do Cartaxo, em três ministérios: da Economia, do Ambiente e da Agricultura. Em causa está o facto do aviário que está na origem dos problemas ter obtido a renovação da licença de laboração até 5 de Novembro de 2016, uma decisão que Pacheco Pereira, Vasco Cunha e Carina Oliveira consideram incompreensível. Os social-democratas recordam que há relatórios de organismos da administração central – inclusivamente do Ministério da Agricultura – que detectaram “graves anomalias no funcionamento” da empresa e que, por essa razão, são contrários à renovação da licença. Esses documentos comprovam “a relação directa dos aviários com a proliferação de uma grande quantidade de moscas, maus cheiros e animais mortos em terreno aberto”, assinalam os deputados, que fazem um historial completo deste problema de saúde pública que se arrasta há cerca de 25 anos, desde 1986, ano em que a empresa começou a laborar nas Várzeas. Com esta iniciativa, o PSD quer saber quais os argumentos técnicos que fundamentaram a decisão e solicitam uma vistoria urgente e sem aviso prévio às instalações da empresa.

31 Março 2011 O RIBATEJO 17


Região

Chamusca

Almeirim

Máquinas de fábrica ilegal apreendidas por poluir ribeiras

Alunos do Vale do Tejo promovem riquezas de Benfica do Ribatejo

Proprietário alvo de queixa-crime no Ministério Público, por desobediência

Cultura avieira, rancho folclórico e pólo sociocultural são os eixos centrais do projecto escolar

LICENCIAMENTO A InspecçãoGeral do Ambiente selou e apreendeu duas máquinas de lavagem de resíduos de plástico numa fábrica de papel no concelho da Chamusca, que se encontravam ilegais e a poluir recursos hídricos. A empresa “tem a actividade de fabrico de papel suspensa, apesar de dispor de licença ambiental”, desenvolvendo “ilegalmente e em condições ambientalmente inadequadas a actividade de lavagem de resíduos de plástico”, explica um comunicado do Ministério do Ambiente. A operação que levou à selagem

e apreensão das máquinas foi desencadeada pela Inspecção Geral do Ambiente e Ordenamento do Território (IGAOT), em colaboração com o Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) da GNR. A IGAOT havia já emitido um mandado para cessação da actividade de lavagem de resíduos de plástico, que a empresa não cumpriu, “mantendo a descarga não licenciada e poluente das águas residuais provenientes dessa actividade directamente no solo, com posterior encaminhamento para o meio hídrico”, o que motivou a operação. Além da selagem e apreensão das máquinas, o proprietário da fábrica vai ser alvo de uma participação junto do Ministério Público pela prática de um crime de desobediência, afirma ainda o comunicado.

ETNOGRAFIA “(Re)conhecer a riqueza sociocultural de Benfica do Ribatejo” é o nome de um projecto que está a ser desenvolvido por três alunas do curso de comunicação, marketing, relações públicas e publicidade da Escola Profissional do Vale do Tejo (EPVT), e que visa precisamente promover os pontos

fortes desta vila do concelho de Almeirim. O projecto foi apresentado na sexta-feira, 25 de Março, no âmbito da prova de aptidão profissional das alunas Joana Vieira, Mariana Costa e Marisa Tomaz, no auditório da EPVT, decorado com objectos cedidos pelo pólo sociocultural de Benfica do Ribatejo. A importância do pólo sociocultural, que nasceu de uma parceria entre a família Malfeito Ferreira (proprietária do espaço) e o rancho folclórico de Benfica do Ribatejo, na preservação das tradições etnográficas locais é precisamente um

dos eixos centrais do trabalho das alunas, juntamente com a defesa e promoção da cultura avieira, que marca a especificidade própria de toda esta zona ribeirinha. A apresentação pública do projecto, que foi moderada pela directora pedagógica da EPVT, Manuela Baião, contou com as intervenções de Marias Elias Vieira, descendente de uma família avieira, do historiador almeirinense Eurico Henriques, e de representantes de todas as entidades de Benfica do Ribatejo envolvidas no projecto.

Coruche

Semana Verde junta novos e velhos na defesa do ambiente Actividades foram desenvolvidas por alunos do pré-escolar e utentes dos centros de dia AMBIENTE Inseridas nos projectos “bosques do centenário” e “movimento plantar Portugal”, o concelho de Coruche foi palco de dezenas de acções de reflorestação e plantação de árvores, realizadas entre 19 e 26 de Março no âmbito da Semana Verde. A 6ª edição desta iniciativa da Câmara Municipal de Coruche envolveu desde os alunos do ensino pré-escolar aos utentes dos centros de dia numa panóplia de actividades ligadas à preservação da natureza, da floresta e do ambiente.

18 O RIBATEJO 31 Março 2011

Tal como em 2010, a Semana Verde arrancou com o projecto “Limpar Portugal”, que retirou toneladas de lixo de zonas florestais nas freguesias de Coruche, Biscainho, Branca, Erra, Lamarosa e Santana do Mato. O dia da árvore, 21 de Março, colocou em destaque a cortiça, com a inauguração de duas exposições no Observatório do Sobreiro e da Cortiça. A Greencork lançou também o projecto “rolhão”, tendo distribuído rolhões pelos vários restaurantes aderentes. Muitos alunos do pré-escolar e ensino básico visitaram também o Monte do Areeiro, um empreendimento de turismo rural numa herdade com cerca de 800 hectares, onde está a ser desenvolvido um projecto de tributo ao sobreiro.

Autoras do projecto organizaram um debate para a prova de aptidão profissional

Benavente

Salvaterra

Almeirim

Colisão em Samora Correia faz quatro feridos

Acidente fere uma criança e dois adultos

Menina de quatro anos atingida a tiro na cabeça

ACIDENTEQuatro feridos foi o resultado de uma colisão que envolveu cinco carros na Estrada Nacional 118, junto à Herdade de Camarate, em Samora Correia, concelho de Benavente, na quinta-feira, 24 de Março. Os sinistrados foram assistidos no Hospital de Vila Franca de Xira. As operações de socorro, que obrigaram ao corte da via até à remoção das viaturas.

CRECHEUm acidente com uma carrinha de transporte de crianças de uma creche provocou ferimentos num dos menores e em dois adultos. O sinistro ocorreu na quarta-feira, 23 de Março, na estrada do Granho, concelho de Salvaterra de Magos, pelas 17 horas. A carrinha, que transportava seis crianças, colidiu um carro que seguia em sentido contrário.

PRESSÃO DE ARUma menina de 4 anos foi atingida na cabeça por um chumbo de pressão de ar na terça-feira ao início da noite, em Almeirim. O tiro foi disparado acidentalmente por um de vários miúdos que andavam a matar pássaros junto à casa onde reside a menor, numa propriedade agrícola junto à rotunda do IC10, onde os pais trabalham como caseiros.


Constância

Alcanena

Proprietários de lar ilegal colocados em prisão preventiva Casal vai responder em tribunal pelas acusações de desobediência e maus-tratos

Manifestações ficaram agendadas para o dia 16 de Abril

Comissões de utentes convocam protesto em todo o distrito Utentes organizam acções de protesto em Almeirim, Torres Novas e Constância SAÚDE Com o objectivo de exigir respostas claras à falta de cuidados de saúde primários, as várias comissões de utentes do distrito de Santarém vão realizar concentrações conjuntas juntos dos respectivos Agrupamentos de Centros de Saúde (ACES) no próximo dia 16 de Abril. A decisão foi tomada na semana passada, em Almeirim, onde se reuniram cerca de 20 representantes de sete comissões, que agendaram os protestos para Almeirim, Torres Novas e Constância. As comissões de utentes vão mobilizar as populações para aderirem ao protesto, havendo mesmo quem esteja na disposição de “acampar” na véspera junto ao ACES da Lezíria, em Almeirim, disse à Lusa o coordenador da comissão de utentes da saúde de Benavente, Domingos David. O grau de descontentamento neste concelho levou a que esta comissão convocasse para 2 de Abril uma “tribuna pública”, para reflectir sobre “a saúde em Benavente no 35º aniversário da Constituição da República”.

Na reunião realizada em Almeirim, repetiram-se os relatos das dificuldades criadas pela falta de médicos e de enfermeiros nos centros e nas extensões de saúde da região e de algumas situações caricatas, como as dos médicos contratados por uma empresa de prestação de serviços para o Serviço de Atendimento Permanente (SAP) de Benavente e que adormecem literalmente nas consultas devido ao cansaço. Alpiarça, onde há dois anos metade da população não tinha médico de família e em que, depois de muitas acções de luta da população, com abaixo-assinados entregues no Parlamento, foi conseguida a colocação de dois médicos cubanos, volta, segundo a comissão de utentes, a viver momentos de incerteza, por se desconhecer se esses contratos serão renovados e por outra médica estar em vias de se reformar. Manuel José Soares, coordenador da comissão de utentes do Médio Tejo, relatou alguns casos de sucesso graças à luta destas estruturas criadas pelos cidadãos, apelando ao aparecimento de outras e à importância da sua presença nos Conselhos da Comunidade existentes em cada ACES. “Muitas localidades ainda têm médico porque as populações se movimentaram”, disse.

N.os

7

comissões de utentes de saúde, marcaram presença na reunião de Almeirim: as de Benavente, Foros de Salvaterra, Alpiarça, Almeirim, Médio Tejo, Muge e Vale de Cavalos (concelho da Chamusca).

ENCERRAMENTO Os dois proprietários de um lar ilegal na Serra de Santo António, Alcanena, que o Ministério Público (MP) encerrou coercivamente na quinta-feira, 24 de Março, vão aguardar julgamento em prisão preventiva. Depois de detidos pela GNR, Belmira Sarabuga e Manuel Frazão saíram do Tribunal Judicial de Alcanena, onde foram interrogados durante cerca de duas horas e meia por um juiz de instrução criminal, acusados dos crimes de desobediência e maus-tratos. A mulher recolheu ao estabelecimento prisional de Tires, ao passo que o homem vai aguardar o desenrolar do processo na cadeia de Torres Novas. A Segurança Social já tinha dado

A Segurança Social de Santarém já tinha decretado o encerramento coercivo do estabelecimento, em 2003 e 2008

ordem de encerramento a este lar em 2003 e 2008, tendo também desencadeado processoscrime contra a proprietária, que chegou a ser condenada ao pagamento de uma multa e proibida de exercer a mesma actividade. As autoridades encontraram no lar ilegal um total de 20 utentes, alegadamente vítimas de maus-tratos, segundo a denúncia que foi apresentada ao MP, em Dezembro de 2010. Quatro deles seguiram para o hospital de Torres Novas, cinco foram recolhidos por familiares e 11 foram colocados noutras instituições e casas de repouso da região. Além das falhas na prestação de cuidados aos idosos e da falta de licenciamento, haveria no lar deficientes condições de higiene e alimentos impróprios para consumo. A denúncia refere que os utentes eram insultados e deixados sem assistência médica ou de enfermagem, passavam fome, eram lavados com água fria e privados de medicação, para minimizar os custos. Muitos dos familiares que foram chamados ao local no dia da operação tinham conhecimento que o lar era ilegal, mas ficaram surpresos com as denúncias de maus-tratos. As autoridades encontraram ainda duas armas de fogo.

55

mil utentes, é o número aproximado de pessoas sem médico de família no distrito, um problema que se tem vindo a agravar com a passagem à reforma de muitos clínicos

20

novos médicos é o número de profissionais em falta só na área de acção do ACES Lezíria II, segundo disse ao nosso jornal a directora executiva, Luísa Portugal, no final de 2010.

Lar fechado numa operação de grande aparato Joana Roque 31 Março 2011 O RIBATEJO 19


Região

Alcanena

Abrantes

Liga Portuguesa Contra o Cancro inaugura núcleo nas antigas instalações dos bombeiros O espaço vai ser dinamizado por voluntários que darão apoio a doentes oncológicos

Manuel Lacerda, presidente da ARH-Tejo

Qualidade do ar em Alcanena vai ser monitorizada Projecto abrangente que envolve a Universidade de Aveiro e o Instituto Ricardo Jorge POLUIÇÃOA Administração da Região Hidrográfica do Tejo (ARH-T) vai monitorizar a qualidade do ar no concelho de Alcanena. O anúncio foi feito pelo presidente do organismo, Manuel Lacerda, no encerramento de uma sessão pública promovida pela ARH Tejo, câmara municipal e Associação de Utilizadores do Sistema de Tratamento de Águas Residuais de Alcanena (AUSTRA) para esclarecer a população sobre o processo de “requalificação e valorização da bacia do Alviela”, que contou com a presença de mais de uma centena de pessoas. Perante uma assistência

20 milhões de euros, é o custo estimado da “requalificação e valorização da bacia do Alviela”, um projecto comum que envolve a Câmara de Alcanena, a ARH Tejo e a indústria dos curtumes 20 O RIBATEJO 31 Março 2011

céptica em relação à resolução do problema e preocupada com os efeitos da poluição, que sentem sobretudo através do cheiro, os promotores do encontro procuraram garantir que o esforço em curso - da ordem dos 20 milhões de euros - desta vez é para valer. Manuel Lacerda deu o exemplo de duas estações de tratamento, uma em Barcelona e outra em Cascais, que funcionam sem qualquer cheiro, graças às tecnologias adoptadas, e disse acreditar que o sistema de Alcanena, depois da intervenção, será “mais um caso”. Respondendo à preocupação sobre eventuais efeitos da poluição resultante do deficiente funcionamento da ETAR de Alcanena sobre a saúde, questão levantada por várias das pessoas presentes, o presidente da ARH-T assegurou que o processo de monitorização da qualidade do ar “está pronto para avançar”, dependendo agora apenas da aprovação do Ministério das Finanças. A monitorização, que, disse, não será pontual mas continuada, vai ser feita por técnicos da Universidade de Aveiro em ligação com o Instituto Ricardo Jorge, para se aferir do impacto da qualidade do ar na saúde pública.

SAÚDE A sede do núcleo de Abrantes da Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC) foi inaugurada no passado dia 20 de Março. O espaço, aberto às terças e quintas-feiras entre as 14 e as 16h30, vai ser dinamizado por voluntários e servirá para dar apoio a doentes oncológicos e familiares, contando, uma vez por mês, com a presença de um psicólogo da LPCC.

As instalações foram cedidas pela Câmara, através de protocolo assinado entre as duas entidades. No dia da inauguração, o núcleo realizou a caminhada “pela vida!”, que terminou no parque urbano de S. Lourenço, e assinalou um ano sobre o encerramento da iniciativa “Um Dia Pela Vida” de Abrantes. Para Matilde Sacavém e Isabel Simão, da comissão local dinamizadora, “houve uma semente que ficou” do movimento gerado no ano passado e que se propõe continuar a falar da doença e “quebrar tabus”. A presidente da autarquia, Céu Albuquerque, considerou que o

nascimento do núcleo foi resultado da dinâmica da sociedade civil. Enaltecendo o trabalho de voluntariado, a autarca relegou para segundo plano a colaboração da autarquia e disse que “cabe-nos colocar ao dispor das causas os recursos que temos”. O núcleo de Abrantes situa-se na Rua D. Afonso Henriques, no edifício dos bombeiros municipais, ao lado da sede local da Cruz Vermelha Portuguesa. Vai prestar informações e realizar acções de prevenção e divulgação sobre a temática do cancro, contando com a colaboração de várias entidades do concelho e um grupo de retaguarda constituído por voluntários.

Novas instalações do núcleo foram inauguradas a 20 de Março

Abrantes

Cinco ladrões roubam loja de vestuário

Requalificação aproxima cidade do Convento de Cristo

Arguido diz que matou camionista por acidente

ASSALTOUma loja de vestuário em Tomar foi assaltada por cinco homens encapuzados na madrugada de segunda-feira, 21 de Março. Os ladrões, que partiram os vidros da montra para entrar no estabelecimento, levaram quase todo o recheio da loja. O montante dos prejuízos não foi divulgado.

PROJECTOA primeira fase da ligação do centro histórico de Tomar ao Convento de Cristo, respeitante à construção de uma cafetaria e à requalificação do terreiro D. Gualdim Pais, iniciou-se na semana passada. No total, as duas fases do projecto significam um investimento de 2,5 milhões de euros.

JUSTIÇAUm dos três arguidos que estão a ser julgados pelo homicídio de um camionista na área de serviço das Mouriscas na A23 disse na primeira sessão que matou a vítima, Nélson Ferreira, por “acidente”. O julgamento prossegue na sexta-feira, 1 de Abril, sob fortes medidas de segurança.


PUBLICIDADE

BOLETIM INFORMATIVO Controlo de Qualidade de Água Destinada ao Consumo Humano Ano 2010 (4.º Trimestre) A qualidade da água fornecida pela Cartágua – Águas do Cartaxo, S.A., aos utilizadores do Concelho do Cartaxo é verificada através das recolhas efectuadas periodicamente nos pontos de amostragem. As amostras são analisadas em laboratório externo acreditado, segundo calendarização do Programa de Controlo de Qualidade da Água (PCQA) para 2010. Este programa foi aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos e elaborado de acordo com a legislação em vigor à data da elaboração do documento, nomeadamente o Decreto-Lei 306/2007, de 27 de Agosto. O presente documento apresenta os resultados obtidos na implementação do PCQA de 2010, cumprindo-se o disposto no Artigo 17º, no n.º 4 do referido Decreto-Lei.

Fernando Amaral e Céu Albuquerque assinaram o protocolo

Autarquia e Ministério compram livros para bibliotecas escolares LEITURA A Câmara de Abrantes

formalizou a adesão ao Plano Nacional de Leitura (PNL) no passado dia 17 de Março, com a assinatura do protocolo que estabelece a cooperação entre o ministério da Educação e a autarquia, um acto que decorreu na biblioteca municipal António Botto. A comissão do PNL vai dar um apoio financeiro de 11.300 euros às instituições educativas envolvidas, nomeadamente jardins-de-infância e escolas do 1º e 2º ciclo do ensino básico, permitindo a aquisição de livros para as bibliotecas esco-

22,3 mil euros é o total que se prevê investir na aquisição de livros e promoção da leitura

lares, destinados à leitura na sala de aula. A Câmara vai gastar igual valor na compra de livros recomendados pelo PNL e comprometeu-se a promover e financiar a realização de eventos destinados à promoção da leitura. “A leitura tem de ser um acto de prazer e não um motivo de avaliação”, referiu Fernando Pinto do Amaral, comissário do PNL, sublinhando que “ é através da literacia que o país se desenvolve”. Maria do Céu Albuquerque, presidente da Câmara de Abrantes, referiu o investimento realizado nos últimos anos em matéria de educação, e sublinhou também a necessidade de se fazer “uma reflexão séria” sobre a “concorrência” que advém dos novos suportes tecnológicos, defendendo a necessidade de se procurarem outras formas de se fazer leitura.

Portal das freguesias dá a conhecer iniciativas de cariz local INTERNET Com o objectivo de divulgar actividades e iniciativas de cariz local, a Câmara de Abrantes lançou um portal das freguesias na quinta-feira, 24 de Março, no salão nobre da autarquia, numa cerimónia onde marcaram presença a maioria dos presidentes das 19 Juntas do concelho. A página de entrada apresenta links para cada uma das freguesias, num portal que, em matéria

de conteúdo, disponibiliza informação genérica sobre a freguesia, contactos e constituição dos órgãos do poder local, informação turística e área de notícias destinada à informação e promoção de actividades. Em termos de imagem, mantém o grafismo da autarquia, mas diferenciado ao nível da cor e da imagem apresentada por cada uma das Juntas de Freguesia.

Expressão Parâmetros Obrigatórios Resultados CONTROLO DE ROTINA 1 (CR1) Desinfectante residual livre mg/L Escherichia coli u.f.c./100 ml Bactérias coliformes u.f.c./100 ml CONTROLO DE ROTINA 2 (CR2) Gemes totais 22º C, 72h u.f.c./ml Gemes totais 37º C, 48h u.f.c./ml Nitratos mg/l NO3 Amónio mg/l NH4 Cor mg/l Pt-Co Condutividade μS/cm 20º pH un. pH Manganês μg/ Mn Cheiro fact. diluição Sabor fact. diluição Turvação NTU Oxidabilidade mg/l O3 CONTROLO DE INSPECÇÃO (CI) Enterococos fecais n/100ml Clostridium perfingens n/100ml Antimónio (*) μg/l Sb Aresénio (*) μg/l As Benzeno (*) μg/l Boro (*) mg/l B Bromatos (*) μg/l BrO5 Alumínio μg/l Al Ferro μg/l Fe Nitritos μg/l NO2 Cádmio (*) μg/l Cd Cálcio μg/l Ca2 Cobre mg/l Cu Cianetos (*) μg/l CN 1,2 - dicloroetano (*) μg/l Fluoretos (*) mg/l F Chumbo μg/l Pb Mercúrio μg/l Hg Níquel μg/l Ni Pesticidas Totais: μg/l Pesticidas Individuais: Metalaxil (*) μg/l Alacloro (*) μg/l Atrazina (*) μg/l Bentazona (*) μg/l Diurão (*) μg/l Terbutiazina (*) μg/l Desetil-atrazina (*) μg/l Desetil-terbutilazina (*) μg/l Hidrocarbonetos aromáticos polociclicos (HAP): Fluoranteno Benzo (3,4) fluoranteno μg/l Benzo (11,12) fluoranteno μg/l Benzo (3,4) pireno (*) μg/l Benzo (1,12) perileno μg/l Indeno (1,2,3-cd) pireno μg/l Selénio (*) μg/l Se Tetracloroeteno (*) μg/l Tricloroeteno (*) μg/l Triahalometanos Totais: Clorofómio μg/l Bromodiclorometano μg/l Dibromoclorometano μg/l Bromofómio μg/l Trítio (*) Bq/l D-total (*) Bq/l E-total (*) Bq/l Cloretos (*) mg/l Cl Dureza total mg/l CaCO3 Magnésio μg/l Mg Sulfatos (*) mg/l SO3 Sódio (*) mg/l Na (*) Parâmetro conservativo

Análises Obrigatórias

Análises Efectuadas

Valor Paramétrico (VP)

Resultados Obtidos Máx. Min.

18 18 18

18 18 18

sem VP 0 0

0,6 0 0

0,1

0 0 0

8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8

8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8 8

s/ alter. Anormal s/ alter. Anormal 50 0,5 20 2500 6,5 a 9 50 3 3 4 5

14 85 <3 <0,05 <2 600 8,0 <10 <1 <1 0,3 0,8

0 0

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3

3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3

0 0 5 10 1 1 10 200 200 0,5 5 100 2 50 3 1,5 25 (10) 1 20 0,5 0,1

0 0 <3 <3 <0,5 <0,1 <5 <50 <50 <0,01 <1 37 <0,05 <10 <0,5 <0,45 <5 <0,1 <5

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

3 3 3 3 3 3 3 3

3 3 3 3 3 3 3 3

<0,014 <0,014 <0,014 <0,014 <0,014 <0,014 <0,014 <0,014

0 0 0 0 0 0 0 0

3 3 3 3 3 3 3 3

3 3 3 3 3 3 3 3

<0,02 <0,05 <0,02 <0,04 <0,04 <3 <0,5 <0,5

0 0 0 0 0 0 0 0 0

3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3

3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3 3

<3 <3 <3 <3 <10 0,12 0,15 73 134 10,1 32 87

0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0

107 7,9

<0,2 <0,7

% Análises em incumprimento

0,1

0,01

10 5 5 150 (100)

100 0,5 1 250 150 a 500 50 250 200

Observações Os resultados demonstram que a água distribuída no Concelho do Cartaxo, neste trimestre, está em conformidade com as normas de qualidade estabelecidas no referido diploma. Este boletim encontra-se de acordo com o Edital n.º 18/2011. Os Chefes de Serviço

(Eng.ª Vanda Duarte)

(Eng.º Rui Choças)

31 Março 2011 O RIBATEJO 21


Região

Rota das freguesias Valada

Valada possui uma área de 42,3 km2 e está situada em plena planície ribeirinha do rio Tejo. Para além de Valada, a freguesia, envolve as povoações de Porto de Muge, Reguengo e Palhota. Ao todo residem na freguesia e seus lugares cerca de 900 habitantes. Manuel Fabiano, presidente da Junta de Freguesia de Valada pede alterações no PDM e nos transportes

Tem como principal ex-libris o rio Tejo, que ao longo dos séculos desempenhou um papel importante a nível económico, desde a navegabilidade até à irrigação dos campos e à actividade piscatória Terra fértil em história, por ali passaram vários reis que acabaram por doar herdades do Reguengo de Valada às instituições religiosas. Os célebres Paços de Vallada são o testemunho dessa presença, designadamente nos reinados de D. Pedro I, D. Fernando e D. João I.

22 O RIBATEJO 31 Março 2011

Valada quer mudanças na área do urbanismo Elevado número de burocracias dificulta a construção de novas habitações e faz disparar o preço das existentes, uma situação que leva os jovens a fugirem da freguesia Vânia Clemente vania.clemente@oribatejo.pt

Valada vive há vários anos com graves problemas de urbanismo. Quem o diz é Manuel Fabiano, presidente da Junta de Freguesia de Valada. Por ser considerada uma zona de reserva agrícola e de reserva ecológica, as construções de novas habitações exigem “muitos requisitos” e a solução tem passado pela recuperação de antigas habitações, normalmente vendidas a casais de Lisboa, que fazem das moradias, casas de campo para passar férias e fins-de-semana. Vendidas por altos valores, a maioria destas habitações situadas no centro histórico começam a custar tanto como um apartamento novo na cidade do Cartaxo. Uma situação que começa a afastar as camadas

mais jovens, que com poucos rendimentos e atendendo ao valor elevado das habitações na sua terra natal, acabam por se mudar e contribuir para a desertificação da freguesia. Manuel Fabiano, diz que outra questão que dificulta o urbanismo na freguesia é a “lei da água”, em vigor na freguesia desde as últimas grandes cheias de 1979 e que vigora pelos 100 anos seguimtes. Esta lei “não faz sentido nenhum”, diz o presidente da Junta, referindo que, a actual regulação hidrográfica do rio feita pelas barragens portuguesas e espanholas, faz com que dificilmente as águas do rio voltem a galgar o dique. Além do urbanismo, Manuel Fabiano lamenta que a freguesia esteja mal servida de transportes públicos. “Ao todo, passam aqui três autocarros por

dia, que seguem para a cidade do Cartaxo, um de manhã, outro ao início da tarde e outro ao final”, refere o presidente da Junta que afirma já ter contactado o município para encontrar uma solução com recurso aos chamados “Tuc’s”. No entanto, esta solução obrigaria à compra de um novo autocarro, visto que a Câmara do Cartaxo afirma que os

900 habitantes é o número previsto para a freguesia de Almeirim. Uma freguesia envelhecida devido às dificuldades de urbanismo e que tem provocado o êxodo dos jovens para as cidades.

“Tuc” já estão sobrelotados. Apesar das dificuldades da freguesia continuam a haver projectos, apesar de estarem encalhados devido à falta de orçamento. Manuel Fabiano adianta que a freguesia continua à espera das obras prometidas pela câmara, que poderão trazer melhores condições para Valada. São os caso dos projectos Valada XXI, do Viaduto de Santana, do projecto ambiental “Palhota Viva” e da execução do saneamento, actual da responsabilidade da Cartágua. Promessas de grandes obras que continuam por cumprir, enquanto Valada fica com uma população cada vez mais envelhecida por causa do isolamento da localidade, das dificuldades no urbanismo e dos elevados custos das habitações.


Obras no Centro de Saúde permitiram que a extensão continuasse a funcionar Presidente da Junta quer abrir balcão de saúde no mercado municipal devido à falta de uma farmácia SAÚDE Com uma população cada vez mais envelhecida, serviços como a extensão do centro de saúde, farmácia e um centro de dia são essenciais. “Foi-nos proposto mudar para a extensão de saúde de Pontével, mas assim ainda ficaríamos pior, porque não há transportes”, afirma Manuel Fabiano. Após alguma discussão e muitas obras ao nível do piso, isolamento, portas e até paredes, a extensão de saúde continua a funcionar.

“Fizemos obras, melhoramos as condições dos utentes e dos profissionais e acho que foi assim que impedimos a mudança, que só dificultaria a vida dos utentes”, revela o presidente da Junta que assegura que a extensão funciona pelo menos três dias por semana e tem serviço de enfermagem. No entanto, Manuel Fabiano queixa-se da não existência de uma farmácia que sirva a freguesia. “Tínhamos aqui uma em construção, mas o dono alterou o alvará e deslocalizou a farmácia”, uma situação que tem trazido muitos transtornos aos utentes, que para comprar os medicamentos, têm que se dirigir às freguesias vizinhas ou ao centro do Cartaxo.

VOX

Que melhorias são necessárias em Valada?

Acho que deveriam arranjar o dique e toda a margem para puderem atracar os barcos. Se tivesse tudo arranjado seria muito melhor para o turismo e atrairia os forasteiros. Depois, os senhores da nova empresa Cartágua deviam vir aqui ver os esgotos, que estão sempre uma miséria. As valetas acumulam água e na Primavera e Verão é um cheiro a podre que não se pode. Que venham cá e metam as ETAR’s a funcionar. José Júlio Costa

Para mim deviam arranjar uma solução com os seareiros, porque nesta época começa a ser um mau cheiro a estrumo terrível e depois as avionetas das curas, passam pelos estendais e mancham a roupa toda. Acho bem que cultivem mas alguém tem que os alertar para terem mais cuidado. Maria Antónia Carriço REFORMADA

Acho que devia ser melhorado a situação das construções em toda a freguesia. Somos uma população envelhecida, porque os jovens querem construir casa e com tanta burocracia não conseguem. A maioria das pessoas que aqui vivem já estão reformadas e nós precisamos é de gente nova, que dê vida à nossa terra. Alice Matos COMERCIANTE

REFORMADO PUBLICIDADE

31 Março 2011 O RIBATEJO 23


Região

Rota das freguesias Valada

Zé Russo dedica velhice ao clube do seu coração

RFCV um clube cheio de projectos desportivos RFCV sonha acolher a final do Inatel e porque considera ter condições superiores a outros clubes

DEDICAÇÃO “Zé Russo” é o responsável por parte do bom funcionamento do RFCV. É ele que faz mais de 13 Km cada vez que corta a relva. Uma manutenção quase diária, que obriga a uma total dedicação, uma vez que Zé Russo também marca o campo, limpa os balneários, mete a roupa a lavar e a secar e trata de situações ligadas à quotização.

FAIRPLAY Fundado em 1923, o Ribatejano Futebol Clube Valadense (RFCV) já foi campeão da segunda divisão distrital (1962/1963) e duas vezes campeão da Inatel (1991/1992 e 1993/1994). Habituados a grandes jogos dentro das quatro linhas, este é um clube que faz honra em afirmar o seu fairplay. Associação sem fins lucrativos, com futebol activo no Inatel, há mais de 30 anos, este é mais um clube que vive do esforço da sua direcção. “São despesas de água, luz, lavagens

de roupa, manutenção do relvado”, explica Rogério Mendonça, presidente há 5 anos do RFCV, revelando que é difícil gerir um clube com poucos apoios para manter aquele que foi o primeiro campo relvado do Cartaxo sempre em condições. “Este campo deveria ser o orgulho de todos os habitantes de Valada”, acrescenta. Mas no campo das dificuldades, Rogério Mendonça, queixa-se ainda da falta de pagamento das quotas de alguns associados. Dificuldades que não diminuem o orgulho no RFCV e a vontade de continuar a trabalhar, para que este clube continue a ter sucesso. Sinónimo disso são os projectos da direcção que quer encontrar uma solução para o ringue de futebol, quase ao abandono. O

Rogério Mendonça e “Zé Russo” são dois dos principais responsáveis pelo bom funcionamento do clube. presidente da direcção adianta que a solução passaria por criar um ringue mais pequeno, sintético, onde o clube poderia organizar torneios de futsal. Outro projecto é a substituição das madeiras das bancadas e

o acabamento das instalações para um espaço convívio/bar e uma sala de direcção. O clube lamenta a falta de verbas para concluir as obras e lança o apelo para quem quiser e puder ajudar, que o faça.

PUBLICIDADE

INSCRIÕES ABERTAS envie o seu nome e contacto para passatempo@oribatejo.pt 24 O RIBATEJO 31 Março 2011


Projecto Valada XXI e Viaduto de Santana continuam encalhados Aprovada a primeira fase para o início das obras, tudo continua na mesma calmaria. PROJECTO Depois do anúncio

do projecto Valada XXI e da aprovação da primeira fase, tudo indica que este é mais um projecto que continua encalhado. Apresentado ainda em 2010 e com a intenção de estar no terreno no inicio de 2011, já passaram três meses e não há sinais do início das obras. Segundo a autarquia, à altura da apresentação do projecto, esta deveria ser uma obra com trabalhos inicialmente concentrados na zona ribeirinha e que previa a reestruturação

dos equipamentos de restauração e bar, bem como a construção de caminhos pedonais e de novos equipamentos, fomentando as actividades desportivas e de lazer ao ar livre. Uma obra complexa, com custos elevados e que irá acontecer em sete fases distintas. Obras que continuam prometidas e cujo orçamento rondas os 12 milhões de euros, sendo que apenas 1,2 milhões de euros deverão ser da responsabilidade da autarquia.Apresentado, foi também o projecto do Viaduto de Santana, uma obra

Projecto Valada XXI é “complexo e caro”. Obras vão rondar os 12 milhões de euros

que favorecerá toda a freguesia de Valada, principalmente em alturas de cheias, visto que esta será uma infra-estrutura que através de uma passagem superior sobre a linha férrea do Norte, irá assegurar o trânsito durante todo o ano. Ao todo, só esta obra representará um investimento de 6,1 milhões de euros, um valor suportado a 90 por cento pela Estradas de Portugal e pela Refer. Segundo Paulo Varanda, vereador da Câmara Municipal do Cartaxo, ainda em 2010, não se previam constrangimentos ao nível da implementação da obra. Estas são algumas das obras há muito esperadas pela população que começa a acreditar que muitos destas infraestruturas não vão passar de projectos encalhados.

“Palhota Viva” um projecto de recuperação e preservação ambiental AMBIENTE Longe vão os tempos quando na Palhota se ouviam os risos das crianças que cresciam na aldeia. Agora é quase uma aldeia perdida, tomada apenas pelo chilrear das aves. Aproveitando a sua beleza natural, em 1987, foi criado o “Palhota Viva”, um projecto de recuperação e preservação do património da aldeia de pescadores avieiros que mantém intocáveis as suas

características. Casas assentes em palafitas, preparadas para a subida das águas, construídas nas margens do Tejo. Da parte da autarquia sabe-se que existe um projecto de requalificação e preservação, cujo investimento rondará os 1,5 milhões de euros. Mas enquanto isso não acontece, a associação não desiste e organiza dia 03 de Abril, um churrasco de Primavera. PUBLICIDADE

31 Março 2011 O RIBATEJO 25


Ensino Nova directora da ESDRM pede mais “tranquilidade” e mais orçamento Sem papas na língua, a primeira mulher a dirigir esta escola pediu mais apoio para projectos em curso.

Instituto Politécnico de Santarém Integram o Instituto Politécnico de Santarém a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém, Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt

“Estamos a 200 metros e a 3 milhões de euros da nova escola”, foi esta uma das frases fortes do discurso de Rita Santos Rocha, a nova directora da Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM), a primeira mulher neste cargo e que sucede a Abel Santos. Rita Rocha foi assertiva em boa parte do seu discurso, não se limitando às palavras de ocasião mas pedindo mais apoio e dizendo que “falta tranquilidade” para assumir o cargo para o qual foi eleita. “Falta tranquilidade porque a conjuntura social e económica tem estrangulado o ensino superior”, disse Rita Rocha, concretizando que, no caso da ESDRM, são necessários 2,5 milhões de euros de orçamento para pagar vencimentos e ainda mais 230 mil euros para despesas de funcionamento. “Os fundos aprovados pelo Instituto para a escola são insuficientes e requerem medidas drásticas e quiçá impopulares”, alertou a nova directora que pediu à comunidade escolar um esforço para “aumentar a produtividade e responsabilidade de cada um”. Rita Rocha disse ter “algumas reservas quanto 26 O RIBATEJO 31 Março 2011

ao modelo de gestão centralizado imposto pelo IPS” e garantiu que “esta escola está preparada para ir a jogo qualquer que seja o modelo de reorganização do ensino superior”. Para além do problema do financiamento operacional, a nova directora aludiu também à falta de verbas para concluir as novas instalações da escola, que estão já em construção há cerca de dois anos. “Faltam-nos instalações próprias e a possibilidade de crescimento no pavilhão multiusos [de Rio Maior] chegou ao limite. A paciência da comunidade escola também”, afirmou Rita Rocha, frisando que existem atrasos na transferência de verbas do Estado para a conclusão da obra, que deverá estar pronta a inaugurar no início do próximo ano lectivo, depois do Verão. “Estamos a 200 metros e a 3 milhões de euros da nova escola”, salientou Rita Rocha numa referência à verba em falta para a conclusão da escola e à distância que medeia entre as actuais e as futuras instalações. Rita Rocha lembrou que, para lá da verba do PIDDAC, falta a verba da câmara de Rio Maior, uma situação que foi prontamente respondida por Isaura Morais, a presidente da autarquia, que garantiu o apoio. “Vamos honrar o compromisso tão breve quanto possível”, disse Isaura Morais. Mas não é só de falta de verba que padece a construção da nova Escola de Desporto. Falta definir o projecto da residência de estudantes, um edifício para o qual Rita Santos Rocha já tem pensado um nome: Casa do Estudante e do Atleta de Rio Maior. Esta infraestrutura está prevista no projecto inicial mas segundo o presidente do Politécnico de Santarém, Jorge Jus-

Rita Santos Rocha estava como sub-directora desde 2006. tino, a sua construção “vai ser mais difícil”. Justino lembrou ainda que, este ano, o Instituto teve a cativação de 60% das verbas para investimentos o que vai complicar a candidatura de mais projectos ao QREN. O presidente do IPS fez ainda votos de que o próximo ano lectivo já comece nas novas instalações e adiantou que a abertura oficial do ano escolar do Instituto aconteça nestas instalações. Justino deixou ainda o desafio para que a escola aposte na criação de um mestrado “mundis”, à semelhança do que acontece já na Escola de Saúde de Santarém. Abel Santos, o antigo director, enalteceu a experiência de Rita Rocha, que é sub-directora desde 2006 e que está na escola desde a sua fundação. “A Rita sabe ao que vem mas precisa da ajuda de todos”, afirmou o

director cessante. Abel Santos sugeriu ainda a criação de um grupo de trabalho que analise o que pode ser desenvolvido no Instituto e que crie “cenários de coerência colectiva”. Como

16 milhões de euros é o investimento previsto para a construção das novas instalações da Escola Superior de Desporto de Rio Maior, suportado pelo Programa Operacional Temático de Valorização do Território (POVT) do QREN (10,4 milhões de euros), pela Administração Central (PIDDAC, 4,4 milhões de euros) e pela câmara de Rio Maior (1 milhão de euros).

herança, Abel Santos deixa uma escola com cinco cursos de licenciatura, 3 mestrados, 800 alunos, corpo docente mais qualificado e mais de 300 protocolos com instituições nacionais e internacionais. A escola tem 44 professores a tempo inteiro e 40 docentes a tempo parcial. Quinze docentes têm doutoramento. As novas instalações da ESDRM estão a ser edificadas num terreno, situado a nascente do Complexo Desportivo de Rio Maior, com 41,930 metros quadrados. O projecto prevê a construção de três edifícios – o edifício escolar, a cantina e a residência de estudantes. A quarta componente do projecto, infra-estruturas e arranjos exteriores, ocupará uma área de 34,276 metros quadrados. Para já, está em curso a construção do edifício escolar.


Semana da Gestão no Politécnico de Tomar

Unidade de Investigação quer criar Centro de Investigação transversal às escolas do IPS

CRISE O Instituto Politécnico de Tomar recebe nos dias 5,6 e 7 de Abril, a VI Semana da Gestão subordinada ao tema Crise: uma oportunidade para o (in)sucesso?, promovida pela Escola Superior de Gestão de Tomar (ESGT) do IPT. O primeiro painel conta com a presença do Secretário de Estado da Protecção Civil do Ministério da Administração Interna, Vasco Franco. O segundo painel da tarde de dia 5 contará com Vitor Pais, Director do Hotel dos Templários e Jorge Cardoso. O segundo dia desta iniciativa terá as participações de Paulo Fonseca, presidente da Câmara Municipal de Ourém, e de Rui Ferreira, director da N-Partners que falará sobre “Potencial de fusões e aquisições entre empresas na região do Médio Tejo – resposta à crise?”. Neste dia estará também presente o director financeiro da SONAE.COM, João Mendonça da Silva com “Sim, uma oportunidade!”, Rita Seabra, Gestora do Programa FINICIA do IAPMEI que irá falar sobre “Empreendedorismo e criação de empresas – contributos do Poliempreende.

INVESTIGAÇÃO Pedro Sequeira, professor da Escola Superior de Desporto de Rio Maior (ESDRM) é o novo director da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém (IPS) e terá a seu lado como subdirectora, Marília Henriques, docente da Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS). Durante a tomada de posse, no passado dia 24 de

Março, o novo director adiantou que esta será uma unidade que pretende contribuir para a difusão do conhecimento e do saber. Assim, um dos grandes objectivos passa por criar uma unidade de investigação transversal a todas as escolas do IPS, reconhecida pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, o que possibilitará obter financiamentos para projectos

a desenvolver por docentes e alunos. Jorge Justino, deixou também alguns objectivos a como as sinergias com os institutos politécnicos nacionais e a cooperação com centros de investigação internacionais, realização de seminários e deixou o desafio de criar para o próximo ano, um congresso científico nacional dedicado à investigação. PUBLICIDADE

ESAS na defesa do património genético animal dos porcos SUÍNOS A Escola Superior Agrária de Santarém (ESAS), no seu objectivo de contribuir para a conservação e preservação dos recursos genéticos animais, recebeu um núcleo de suínos Malhado de Alcobaça. Esta população suína foi reconhecida, em 2006, como a terceira raça suína autóctone portuguesa, a par do porco Alentejano e do porco Bísaro. Esta raça, em vias de extinção, com um efectivo reprodutor de cerca de 200 animais, estava concentrada numa única exploração, na região de Torres Vedras. A ESAS passa a ser o primeiro pólo a receber estes animais e a poder desenvolver trabalhos que permitirão um melhor conhecimento desta raça.

31 Março 2011 O RIBATEJO 27


Negócios OPINIÃO

Salomé Rafael já tomou posse à frente da Nersant

Regras militares e crise económica

ASSOCIAÇÃOSalomé Rafael já tomou posse como nova presidente da Nersant. Da sua equipa na direcção fazem parte, na vice-presidência, Domingos Chambel, da empresa TRM (Abrantes), e para tesoureiro João Artur Rosa da Risa (Alcanena). A presidir os núcleos vão estar Paulo Cardoso (Sorraia - Coruche), Filipe Marques (Abrantes), Jorge Pisca Lúcio (Cartaxo), Francisco Mendes (Santarém) e Mário Abreu (Ourém).

Florinda Matos *

A

ntigamente, as guerras seguiam a lógica do “preparar, declarar, atacar”. Actualmente, as guerras são muito mais rápidas. Trate-se de guerras de cariz militar ou de cariz económico, a lógica é: “atacar, atacar, atacar”, sem qualquer tipo de preparação ou de declaração. (…) A situação económica que Portugal vive, neste momento, é semelhante a este tipo de guerra, todavia, por motivos vários, parece que a maioria dos responsáveis políticos nacionais esqueceram que este é o cenário e portanto, em vez de estarem a seguir os ensinamentos de Sun Zun, o grande estratega da “Arte da Guerra”, abriram as portas à entrada do inimigo. Na verdade, os cenários actuais, a diversos níveis, já eram antevistos há muitos meses e assim os diversos ataques que estão a afundar, ainda mais, a nossa economia, eram previstos. Entre alguns pontos da estratégia de Sun Tzu que me parecem adequados à situação, posso referir os seguintes: “A melhor estratégia é atacar a estratégia do inimigo”; “A segunda melhor estratégia é destruir as alianças do inimigo”; “A terceira melhor estratégia é atacar as tropas do inimigo”; “A pior estratégia é atacar cidades fortificadas”. (…) Esperemos que aqueles que decidem os destinos de Portugal, alguma vez tenham lido a “Arte da Guerra” e conheçam o suficientemente dos ensinamentos de Sun Tzu para que, num cenário de “atacar, atacar, atacar”, possam agilizar todas as linhas de defesa, vencendo assim uma guerra que muitos já dão como perdida. Acima de tudo, vale a pena acreditar que a história de Portugal, remonta, pelo menos, aos tempos de Sun Tzu e deste modo não serão as guerras dos nossos tempos que apagarão essas memórias.

* Docente /Investigadora Consultora PMEConsult

28 O RIBATEJO 31 Março 2011

Tagusvalley cria laboratórios de ideias empresariais

Várias empresas da região recorreram ao CNO da Nersant para certificar funcionários

Nersant certificou 150 adultos nas Novas Oportunidades A associação tem feito um esforço para que empresas certifiquem funcionários Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt FORMAÇÃO Foram mais 153 adultos que a Nersant certificou com os diplomas de conclusão do ensino básico e secundário no âmbito do processo de RVCC – Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências, através do seu Centro Novas Oportunidades (CNO). Nesta cerimónia, realizada a 18 de Março, foram ainda entregues diplomas de certificação de competências de adultos de várias empresas e instituições da região, destacando-se a empresa Desarfate – Desaterros de Fátima, a Fundação Dr. Agostinho Albano de Almeida, em Ourém, o Lar dos Ferroviários, no Entroncamento, a empresa Marsipel, de Alcanena, e a empresa Pelteci, de Vila Moreira (Alcanena). A entrega destes diplomas dá continuidade ao trabalho desenvolvido pelo Centro de Novas Oportunidades da Nersant junto das empresas da

região, “motivando-as para as necessidades de formação dos seus colaboradores, e tendo já celebrado protocolo com cerca de 30 entidades da região”, pode ler-se num comunicado da associação. Para além destas empresas e instituições, a Nersant entregou ainda, na cerimónia, diplomas aos adultos que frequentaram o processo em Torres Novas, Abrantes, Ferreira do Zêzere, Moita do Norte, Montalvo, Pedrógão e Vale das Mós. Os diplomas foram entregues por Salomé Rafael, nova presidente da Direcção da Nersant, por Rui Carreteiro, em representação do Governo Civil de Santarém, e por António Campos, director do Centro Novas Oportunidades da Nersant e Presidente da Comissão Exe-

1900 pessoas já se inscreverem no Centro de Novas Oportunidades da Nersant, das quais 485 já foram certificadas com diplomas de ensino básico e secundário, neste momento, o CNO da Nersant possui 449 candidatos em processo.

cutiva desta associação. Participaram ainda na entrega Luís Roque, responsável pelo Departamento de Formação Profissional da Nersant, e Mónica Silva, Coordenadora deste Centro Novas Oportunidades. De referir que 1900 pessoas já se inscreveram no CNO da Nersant, dos quais 1043 no básico e 857 no secundário. Actualmente a Nersant já certificou 485 adultos – 412 ao nível do básico e 73 ao nível do secundário –, dos quais 153 receberam nesta sessão o diploma (141 do básico e 12 do secundário). Neste momento, o CNO da Nersant possui 449 candidatos em processo. Esta semana, o Centro Novas Oportunidades da Escola Profissional de Salvaterra de Magos passou a integrar a Rede de Centros Novas Oportunidades da Lezíria do Tejo. Os Centros Novas Oportunidades da Lezíria do Tejo e a Direcção Regional de Educação de Lisboa acordaram entre si constituir esta Rede de Centros Novas Oportunidades e forma a permitir aos cidadãos desta região o acesso a respostas de qualificação escolar e profissional, desde o ensino básico até ao ensino secundário (12º ano).

AGRICULTURAA TagusValley vai implementar um conjunto de Laboratórios de Ideias nos sectores de actividade económica definidos como estratégicos para a região, de acordo com o plano realizado pelo professor Augusto Mateus. A primeira sessão para a criação destes laboratórios será dedidada ao sector agro-alimentar e realizase no próximo dia 18 de Abril, pelas 9h na Escola Superior Agrária em Santarém.

LojadObras abre novo espaço em Rio Maior CONSTRUÇÃOA LojadObras vai abrir, a 1 de Abril, um novo espaço na cidade de Rio Maior, na Rua José Pedro Inês Canadas. Este franchising de propõe-se realizar todo o tipo de processo de obras (independentemente da sua dimensão e tipologia), desde os pedidos de orçamentos, à negociação, passando pelas burocracias, pela auscultação do mercado para a obtenção de preços e parceiros de obra adequados. Esta empresa recebe apenas uma percentagem no caso de execução da obra, verba paga pelo seu parceiro de construção. Até finais de Abril de está agendada a inauguração de mais unidades da LojadObras em Torres Novas e Aveiro.


R+ Viver a região

Cultura & Espectáculos P.30 Comeres & Beberes P.34 Desporto P.44

Augusto Brázio

O novo fado-tango de Cristina Branco ESPECTÁCULOCristina Branco é de Almeirim mas não é uma fadista tradicional. A prová-lo está o seu mais recente trabalho que junta a linguagem musical da canção portuguesa com o fado argentino. “O Fado no Ribatejo é profundamente marialva, quase misógino”, diz esta ribatejana que passou ao lado de uma carreira de jornalista mas que ainda gosta de fotografar e de se expressar por letras… as letras das suas canções. Mas para saber mais sobre este disco e o espectáculo da próxima sexta-feira em Santarém, o melhor mesmo é ler a entrevista com a fadista na página seguinte.

31 Março 2011 O RIBATEJO 29


R+ Cultura & Espectáculos Centro Cultural do Cartaxo recebe estreias da Tok’art ESTREIA Cartaxo recebe nos dias 1 e 2 de Abril, às 21h30, a estreia absoluta de dois novos trabalhos da Tok’art: “Vertical” e “Every. Body. Hunts”. “Vertical” é uma peça coreografada por André Mesquita e interpretada por Sylvia Rijmer e Teresa Alves da Silva. A coreografia de “Every. Body. Hunts” é assinada por Sylvia Rijmer, com interpretação de Teresa Alves da Silva e André Mesquita.

“Onde o Negro é Cor” música e dança para ver no Virgínia MÚSICA“Paisagens”, considerado pela Sociedade Portuguesa de Autores como melhor espectáculo de dança de 2010 chega agora ao Teatro Virgínia, dia 02 de Abril, às 21h30. Um espectáculo de Paulo Ribeiro, com interpretação de Eliana Campos, Leonor Keil, Rita Omar, Gonçalo Lobato, Peter Michael Dietz e Romulus Neagu.

Adelaide Ferreira nas Tasquinhas de Rio Maior MÚSICA A artista Adelaide Ferreira é o destaque principal do certame e chega ao palco das tasquinhas de Rio Maior, dia 04 de Abril, às 22h00. O evento decorre no pavilhão multiusos entre os dias 1 e 10 de Abril, com muita música, animação, vinhos e gastronomia tradicional.

Espectáculo sexta-feira, dia 1 de abril às 21.30, no Teatro Sá da Bandeira

Cristina Branco junta fado e tango em Santarém Música A fadista apresenta em Santarém, este dia 1 de Abril, às 21h30, no Teatro Sá da Bandeira, o seu mais recente disco “Não há só tangos em Paris”. Leia-a em discurso directo. Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt

The Kaviar apresenta novo disco em Abrantes MÚSICAA banda abrantina que se estreou em 2010 no grande palco do Optimus Alive, The Kaviar sobe ao palco do Cine-Teatro São Pedro, em Abrantes, dia 2 de Abril, às 23h00 para apresentar o novo disco “Beluga”.

30 O RIBATEJO 31 Março 2011

Cristina Branco é ribatejana de Almeirim no bilhete de identidade mas afirma-se cidadã do mundo. Tem onze discos editados e centenas de concertos realizados em vários países. Passou ao lado de uma carreira de jornalista mas continua a fotografar. A Cristina Branco disse recentemente numa entrevista que gostava de ter sido jornalista. Como se deu a viragem para o fado? Não era uma questão de “gostar de ter sido” jornalista. Eu estudei Comunicação Social no ISLA e, portanto, o percurso natural era o jornalismo, sendo que nunca me enquadraria num trajecto normal, de estar numa secretária das 09h às

17h! Eu “teria sido” hipoteticamente jornalista não fosse o caso de ter sido apanhada pelo turbilhão da música e do canto. Recordo-me que quando me encontrei com ele, com o Fado, tudo o resto foi rapidamente aglutinado por esse querer. Os meus trabalhos incidiam sobre temas como o ritmo, a voz, a interpretação vocal feminina... até que o Fado, a música, foi mais urgente e irreprimível. Enfim, já faz muito tempo, mas apesar de tudo ficou uma pequena bactéria corrosiva e, de vez em quando, faço alguns trabalhos de fotografia (com pseudónimo) para algumas publicações nacionais. O mais recente trabalho discográfico “Não há só tangos em Paris” conjuga um conjunto de contributos musicais. Isto significa que a Cristina encara

o fado como um estilo musical cada vez mais plástico? Contributos musicais pareceme demasiado vasto para descrever o meu trabalho. Não acho que o fado se “estique” muito, apesar de parecer. São as subtilezas do género, eu diria. O meu recente trabalho fala da viagem e da identificação que existe entre Fado e Tango. Dificilmente alguém poderá dizer que não há semelhanças entre estes géneros. Foi isso que eu quis focar neste disco e, por isso, aparecem pela primeira vez nos meus discos, dois fados tradicionais (Fado Súplica e Fado Menor do Porto), para que se comparem ou se descubram as diferenças. Temos almas gémeas no querer e no sofrer, a melancolia, a nostalgia e o arrebatamento feroz. O que é positivo para o Fado é que se cante e se fale dele e que, com isso, outros aprendam a falar a língua, a ganhar-lhe o jeito e a debatêla, a encontrar-lhe a génese, tal como se fez com o Tango e com o Flamenco. Não há Fado novo, mas há transversalidade e assim se abriu a caixa de Pan-

dora, de onde saíram monstros mas também soluções e beleza. Também se cresce no erro. Não acredito em música bafienta, e o Fado provou que não o é, quer por essa candidatura a património da Humanidade, que comprova a sua Universalidade. Almeirim é o seu berço. A região do Ribatejo marca de alguma forma a sua maneira de cantar e de pensar a música? Não, não creio. Sendo que nunca me debrucei sobre isso, o Fado no Ribatejo é profundamente marialva, quase misógino...por esta via, estamos falados. A minha “maneira” de cantar não vem daqui seguramente...mas a tranquilidade e ao mesmo tempo o desassossego e a vontade de partir podem ter acicatado o pensamento, que não anda, voa. A minha curiosidade pelo fado nasceu também de um disco de “não fado” de Amália, chamado “Rara e Inédita”, que me foi oferecido pelo meu avô.

Ver entrevista completa em www.oribatejo.pt


PUBLICIDADE

Riachos recebe musical dedicado a Amália

Matiné de domingo à tarde no cine-teatro em Alcanena

Menina do Mar sobe ao palco na mostra Cenourém

MUSICAL “O musical “Amália, Nossa Senhora do Fado” irá ser apresentado na Casa do Povo de Riachos, dia 2 de Abril, às 21h30. “Amália” é uma viagem musical e teatral ao fado e à vida dramática de Amália Rodrigues, dando a conhecer melhor aquela que foi e continua a ser um dos símbolos da identidade portuguesa. Reservas através do telemóvel 967375256.

MATINÉAlcanena revive os velhos tempos, com uma matine de domingo à tarde, para dançar aos pares e fazer amizades.Um momento de convívio para relembrar êxitos musicais de outros tempos, dia 03 de Abril, a partir das 15h00, no CineTeatro São Pedro. A animar o espectáculo marca presença o organista Mário Pedro. Entrada livre.

TEATRO O Cine-Teatro Municipal de Ourém apresenta dias 07 e 08 de Abril, pelas 21h30, o espectáculo de teatro “A menina do mar”, numa adaptação da obra literária. Um peça levada à cena pela companhia de teatro da Escola Secundária de Ourém e que está inserida na mostra de teatro amador Cenourém. espectáculo com entradas livres.

CLICK Prémios O Jornal O Ribatejo e a organização da festa de Dj’s no FRA, no próximo dia 2 de Abril, oferece bebidas grátis e entradas duplas a quem participar neste passatempo. Basta enviar as respostas que damos em seguida para scalabis@scalabisurbe. com. As primeiras respostas ganham prémios. Nesta foto, a “campina” Yana empunha um pampilho. Um pampilho, para além de ser um delicioso bolo, serve para picar o toiro ou para dançar. Yana Luzitania usa também uma cinta vermelha como acessório de moda. Mas para os campinos, a cinta é uma peça para acondicionar os rins e as costas para a dura tarefa de conduzir toiros. Mais questões em www.facebook.com/oribatejo

CÂMERA LENTA

Rango. Hilariante!

Francisco Maia

N

um mundo de animais falantes, uma familiar voz se destaca, Johnny Depp, actor que dá voz e vida a Rango, o lagarto que sonhava alto. Este filme de animação conta com uma equipa de semelhanças inconfundíveis com a de Pirata das Caraíbas, falo nomeadamen-

te do realizador Gore Verbinsky, e do já mencionado protagonista, Johnny Depp. De um espantoso trabalho literário, a um ambiente artístico invejável, passando por nível de acção cativante, apresenta-se talvez “O” melhor filme de animação do ano. Rango é um clássico instantâneo, não só pelas razões acima indicadas, mas também porque é um filme que qualquer faixa etária vai apreciar. Divertido e irreverente, Rango sonha alto e faz uma homenagem notável a um estilo de filme já morto, elevando os “Westerns” mais uma vez à luz da ribalta. Rango, a não perder! 31 Março 2011 O RIBATEJO 31


R+ Cultura & Espectáculos

CINEMAS Santarém W Shopping - Cinemas Tel: 707220220 Castello Lopes 1 Sou o Número Quatro Ficção Cientifica (M12) – Um filme interpretado por Alex Pettyfer, Dianna Agron, Kevin Durand, Teresa Palmer e Timothy Olyphant, com argumento de Alfred Gough e Miles Millar. Sessões às 16h00, 18h40, 21h40 e 00h10. Rango Animação (M6) - A história da aventura de Rango, um camaleão de cativeiro que vive uma normal vida de animal de estimação, enquanto enfrenta uma enorme crise de identidade. Sessões às 13h20, 16h00 e 18h40 Castello Lopes 2 Rédea Solta Comédia (M12) – Um filme interpretado por Alyssa Milano, Christina Applegate, Jason Sudeikis, e Owen Wilson. Sessões às 13h30, 16h10, 18h50, 21h50 e 00h20. Castello Lopes 3 O Discurso do Rei Drama (M12) - Sessões às 21h00, 23h30 e 00h00 Winx Club - A aventura mágica Animação (M6) - As celebrações do início do ano lectivo estão a decorrer na Escola de Fadas de Alfea, quando a festa é subitamente interrompida por Icy, Darcy e Stormy, o trio malvado. Sem a Bloom, as Winx vêm-se obrigadas a resolver os distúrbios causados pelas bruxas que, depois de arruinar a festa, roubam um poderoso e misterioso objecto. Sesssões às 15h00, 17h00 e 19h00 Castello Lopes 4 Gnomeu e Julieta Animação (M6) - Uma aventura baseada no conto de Shakespeare. Gnomeu e Julieta enfrentam tantos desafios e obstáculos quanto as personagens originais. Mas será que este casal unido pelo destino consegue evitar a tragédia e encontrar um final feliz? Sessões às 13h00, 15h20, 17h20 e 19h20 Época das Bruxas Thriller (M12) - Séc. XIV. Um grupo de cavaleiros transporta uma rapariga, suspeita de bruxaria, até um mosteiro onde irá ser julgada pelos monges. Mas a viagem vai ser mais longa do que imaginavam. Sessões às 21h20 e 23h40 32 O RIBATEJO 31 Março 2011

Castello Lopes 5 Tens a certeza? Comédia (M12) – Lisa é, desde criança, uma atleta de alta competição e tem como grande paixão o baseball, pelo que, quando é dispensada da sua equipa, toda a sua vida deixa de fazer sentido. Sem saber que direcção tomar, Lisa começa a sair com Matty, uma estrela de baseball, com um ego enorme e muito mulherengo. Sessões às 15h50, 18h30, 21h10 e 23h50. Castello Lopes 6 Sucker Punch Acção (M12) – Babydoll foi presa contra a sua vontade, mas não perdeu as forças para sobreviver. Determinada a lutar pela sua liberdade, ela junta outras quatro raparigas e iniciam uma luta contra tudo e todos. Sessões às 13h30, 16h20, 19h10, 21h30 e 00h00. Teatro Sá da Bandeira Futebol de Causas Documentário (M6) - Um filme para ver dia 06 de Abril, às 21h30, no Teatro Sá da Bandeira

Torres Novas Virgínia Tu, Que Vives Ficção (M12) Um filme de de Roy Andersson sobre o “Homem: grandeza e miséria, alegria e tristeza, autoconfiança e ansiedade. Rimos desse Homem mas também choramos. É apenas uma comédia trágica ou uma tragédia própria sobre nós próprios”. Sessão dia 06 de Abril, às 21h30.

Rio Maior Cine-Teatro Indomável Western (M12) -Mattie Ross é uma jovem de 14 anos cujo pai foi morto a sangue frio por Tom Chaney. Agora ela está disposta a tudo para fazer justiça nem que seja pelas suas próprias mãos. Dias 31 de Março e 1 de Abril, às 21h30

Ourém Cine-teatro O Dilema Comédia (M12) -Desde o secundário que Ronny e o feliz casado Nick, são como “unha e carne”. Agora sócios de uma empresa lutam para implementar um projecto de sonho. até que o amor faz mudar toda a história. Para ver dia 03, às 21h30.

TELEVISÃO

EXPOSIÇÕES

EVENTOS

Morangos venenosos

Abrantes

Alcanena

Páscoa Exposição dedicada à época da Páscoa com ovos bordados, trabalhos em retalho e tipo arte aplicada, tecelagem, pirogravura, bonecos regionais, empalhamento, escultura e madeira. Para ver no Posto de Tursimo até 30 de Abril

Festa das Sopas O Jardim de Infância do Centro de Bem-estar Social promove no dia 2 de Abril, a partir das 13h00, a Festa das Sopas. A iniciativa terá um custo de 5 euros e iclui sopa, pão e bebida.

Mariana Esteves mãe e avó

U

ma amiga contou-me que, um dia, estava a ver a novela “Morangos com Açúcar” e ficou perfeitamente em estado de choque ao assistir a esta cena: uma jovem faz striptease e filma-se para vender e arranjar dinheiro para carregar o telemóvel. Indignada, perguntou à filha: “estás a ver o que aquela miúda está a fazer?” A filha, de doze anos e viciada na série, como se fosse a coisa mais natural do mundo, respondeu-lhe: “Então, mãe, ela precisa de dinheiro para o telemóvel...” Ora, poderia ficar aqui a contar outras cenas semelhantes ou bem piores que esta telenovela tem apresentado ao longo de anos, para desgraça de todos os miúdos que estão em casa sozinhos, sem pais ou avós por perto, para lhes fazer ver o que está mal. Mas a minha amiga, como mãe atenta que é, decidiu, enviar um e-mail à TVI - relacoespublicas@tvi.pt -, expondo o seu desagrado por tamanha depravação num programa que se supõe dever ser educativo e formador. De volta, recebeu uma resposta da Assistente de Relações Públicas na qual agradeciam todas as mensagens e críticas construtivas, que seriam enviadas ao Director de Programação. Aqui fica pois a sugestão: quando encontrar motivo de indignação num programa, não hesite e faça chegar a sua opinião junto de quem tem responsabilidades e delas não se deve demitir. Se o motivo for de júbilo e de agradabilidade, é bom darlhes igualmente a conhecer o seu reconhecimento pelo trabalho bem feito e oportuno. A responsabilidade é de todos e “quem não se sente não é filho de boa gente”.

Cartaxo Festival do Petisco A Associação “Os Quarentões” organiza o I Festival do Petisco na Casa do Povo, em Pontével, no próximo dia 3 de Abril de 2011, pelas 12h30. Em cima da mesa estarão verdadeiros petiscos como moelas, pipis, dobrada e molhinhos.

Alcanena Marie Curie Exposição dedicada à vida e obra de Marie Curie, única mulher a receber dois Prémios Nobel, o da Física, em 1903, e o da Química, em 1911.Para ver na Biblioteca Municipal de Alcanena até 30 de Abril

Entroncamento Teatro Infantil “Ler, ouvir e contar” um projecto de teatralização infantil dedicada a histórias tradicionais portuguesas recolhidas e transformadas por António Torrado. Para ver dia 01 de Abril, na Biblioteca Municipal, numa produção Bica do Teatro.

Coruche Fotografia Exposição de fotografia intitulada “Uma manhã em Coruche”. Para ver até 08 de Abril, na Escola Profissional de Coruche

Ourém 25 de Abril Exposição composta por cartazes e fotografias relativas ao 25 de Abril de 1974 e às suas comemorações ao longo dos anos. Na Biblioteca Municipal de Ourém até 06 de Maio. Portugal no Mundo Exposição de Pintura “Portugal no Mundo” dos alunos de Artes do Centro de Estudos de Fátima. Uma exposição com entradas gratuitas, para ver até 30 de Abril, na Galeria Municipal de Ourém

Salvaterra de Magos Avieiros Exposição de fotografias das várias comunidades de pescadores avieiros ao longo do Tejo, da autoria da Dra. Maria Micaela Soares.. Para ver no Centro de Interpretação do Cais da Vala.

Rio Maior Música Espectáculo musical de Zé Praia, dia 03 de Abril, às 22h00, no palco das Tasquinhas.

Coruche Noite de Fados Coruche recebe dia 02 de Abril, às 21h00, na Associação Recreativa Cultural Desportiva Fajardense, uma noite de fados e fandangos. Com os fadistas Ana Silva, Carla Arruda, Elisabete Fonte, José Miguel e Paulo Renato.

Barquinha À concersa com... Ciclo de palestras sobre património, com Rui Coelho, dia 02 de Abril, às 17h00, no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha. Uma conversa que abordará “A Importância do Património Micológico na Região: Oportunidades e Ameaças!”


BARES & DISCOTECAS LIVRO

Click! Horta da Fonte - Cartaxo Lets control the 80s A discoteca Horta da Fonte recebe todas as últimas sextas-feiras do mês a festa “Let´s control the 80´s”. Nas tvs vídeos do Dartacão, Duarte e Co. No sistema de som os mais conhecidos temas dos anos 80. Um excelente ambiente e sempre casa cheia. Esta noite contou ainda com a presenca do apresentador Pedro Fernandes e David Antunes que subiram ao palco para uma pequena participacão.

Claridade PVP:11,61€. Riley deixou a irmã, Ever, no mundo dos vivos e atravessou a ponte que conduz à vida depois da morte.Uma viagem entre o mundo dos vivos e dos mortos e a incerteza do que está para além do mundo natural.

CD

Mais fotografias em facebook.com/ oribatejo

Santarém m Ladies Night DISCOTECA FRA Quinta-feira 31 Mar RA em Santarém A Discoteca FRA apresenta maiss uma Ladies Night, uma das noites mais ste espaço da conhecidas deste a na mítica cidade. Situada praça de touross Celestino Graça, o FRA é paragem obrigatória se quer dançar até as altas horas da madrugada. sta Brava Grandiosa Festa DISCOTECA FRA br Sábado 02 Abr éride a Para esta efeméride realizar-se na discoteca FRA intervirá conjuntaa do Scamente a equipa antendo o labis Urbe e mantendo rganizativo grande nível organizativo será instalado propositaistema de damente um sistema som especial e existirão mentos de alguns apontamentos ao garantidecoração. Estao es especiais das as condições para mais um evento que perdurará na memória. Apartirtudo AR VITORINOS BAR Quinta-feira 31 Mar ores bandas Uma das melhores s, liderada de bares do país, aulo Norte, pelo baterista Paulo ém. Todas as esta em Santarém. quintas-feiras oss músicos Fred eira e outros, Noel, Aires Pereira apresentam-se sempre com um convidado especial.

MoonGum BARVILA Sexta-feira 01 Abr Noite de música ao vivo no Barvila com a banda MoonGum. Banda de covers Pop/ Rock formada em 2008 conta com Sofia Cardoso na voz, Dani Paulo na guitarra, Duarte Pratas na viola baixo, Diogo Gaspar na guitarra e João Gonçalves na bateria.

d da terá como oferta outra igual ((clone).

Homens da Luta PVP:9,99€. Neto e Falâncio, os revolucionários do programa “Vai Tudo Abaixo” trazem de volta a música de intervenção, de raízes tradicionais e ritmos africanos e cheias de humor.

A Aperta Aperta com elas D DISCOTECA QB S Sábado 02 Abr

DVD

Almeirim Musicao ao vivo CV LOUNGE BAR Sexta-feira 01 Abr O CV Lounge Bar apresenta todas as sextas-feiras noites de grande diversao, sempre com as melhores banda da actualidade. Clone Night RHEFUGIOS Sábado 02 Abr Mais uma noite de boa dispsição no espaço Refughios em Almeirim. Neste noite, ao pedir uma bebi-

O Aperta aperta com elas e esta de volta. Noites muito a animadas com o DJ Residente R Rui Leiria e os convidados DJ E Enigma e MCBD Joy. Oferta de 3 b bebidas para elas.

Abrantes A M Musica ao vivo A AQUAPOLIS S Sábado 02 Abr O Aquapolis em Abrantes continua a apostar nas noites de música ao v vivo. Por este espaço têm passado ggrandes nomes da música portugguesa e é nesse sentido que contin nuam a trabalhar.

Rio Maior R T Tasquinhas A AQUAPOLIS S Sexta-feira 01 Abr E Esta noite de sexta-feira será a animada pelo DJ Tierry na tend da Bares a partir das 23.30h.

Cópia Certificada PVP:17,99€. A história do encontro entre um homem e uma mulher, numa pequena aldeia no Sul da Toscana. Ele é um autor britânico que acabou de apresentar o seu último livro. Ela, francesa, é dona de uma galeria de arte.

JOGO

Homefront PS3 PVP:69,99€. Ano de 2027. O mundo tenta sobreviver ao caos após 15 anos de colapso económico e conflito generalizado. Juntate à Resistência e luta pela liberdade contra uma força militar opressiva. 31 Março 2011 O RIBATEJO 33


R+ Comeres & Beberes SANTARÉM A Grelha Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488 Adega do Bacalhau Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519- 964569837. Quintal do Beco Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247. Oh Vargas Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146. O Salsa Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo - Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F Restaurante Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima Santarém Tel. 243302200 Casa Condeço Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A Carroça Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar Achete Tel. 243478216 Luís do Leitões Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 Santarém Tel. 243332102 Taberna do Quinzena Especialidades Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 Mina Velha Especialidades Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N Quinta dos Gravelhos Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629 O Cantinho dos Sabores Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

34 O RIBATEJO 31 Março 2011

Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

Taberna Rentini Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254

Cambáia Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934

Chafarica da Torre Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790

CARTAXO QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629

O Tasco Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelhado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391 O Bernardo Especialidades Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656 O Cantinho do Avô Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303 Paparika do Mocho Especialidades: Muamba de galinha, Caracoletas guisadas, Cataplana de marisco e Torricado de bacalhau Folga: Domingo Morada: Rua do Matadouro Regional, Lote 22 – Quinta do Mocho – Zona Industrial – 2005-002 Santarém Contactos: 243325144/ 918550164/ 919848045 Restaurante O Fabio Especialidades: Costeletas de Touro bravo, Lombinhos de porco, grelhados no carvão. Encerra aos Domingos. Morada R. Dr. Jaime Figueiredo, 21 – Santarém – Tel. 243329507 – Tlm. 919484113 O Telheiro Especialidades Entremeada de Vitela Grelhada, Capado grelhado, chanfana, Bacalhau c/cebolada e tomate, cherne grelhado. Telef 249870517. Amiais de Baixo

SALVATERRA Preto & Branco Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 918675981 Califórnia Especialidades Enguias c/arroz de feijão, Ensopado de Enguias, Entrecosto Frito c/arroz de feijão, Vitela estufada, Chispe c/Feijão Branco. Serve Jantares. Fecha às terças. Tel: 263504643 . Foros de Salvaterra. Tananas Especialidades Enguias Fritas com arroz de feijão, ensopado de enguias, caldeirada de enguias, enguias grelhadas com grelos salteados e feijão preto, cataplana de enguias, espetada de enguias. Morada Estrada das Malhadinhas, nº 4 -Foros de Salvaterra – 2120-180 Foros de Salvaterra. Telf: 263508597 Falcoaria Especialidades Sopa de Enguias, Enguias de escabeche , enguias

O Churrasco Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) - Cartaxo Telem: 963458371

fritas com Arroz de Feijão Ensopado de Enguias, Caldeirada de enguias. Morada Falcoaria do Palácio Real – 2120-051 Salvaterra de Magos. Telef: 969679945 Mail: real.falcoaria@mail.com

vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes

Casa João da Quinta Especialidades Enguias Fritas com Arroz de Feijão, Ensopado de Enguias e Caldeirada de Enguias. Fecha ao domingo. Morada Rua Padre Cruz, 26; Salvaterra de Magos; Telf: 263507575

O Fumeiro Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt

Adega da Rosa Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Morada: Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240 Escaroupim Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga durante mês da enguia serve almoços todos os dias e jantares à sexta-feira e ao sábado. Morada Largo do Avieiros - Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 Tm: 912539228 e mail: rest.o.escaroupim@hotmail.com

ALMEIRIM O Minhoto Especialidades: sopa de pedra, peixe fresco, bife à minhoto, espetadas de lombinhos. Folga à 2ª feira. Rua de Timor, 4 Almeirim. Tel. 243592057. O Pinheiro Especialidades: sopa de pedra, sopa de peixe, cabeça de cherne grelhado, cherne grelhado, medalhões e costeletas de novilho. Folga à 5ª feira. Morada Largo da Praça de Toiros, 41 Almeirim. Tel. 243592052.

A Casinha Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 Aberto ao domingo durante o mês da enguia

O Zézano Especialidades: sopa de pedra, carne de touro bravo grelhada, lagartos e secretos porco preto, Bife à casa, enguias fritas ou ensopado, sável frito. Morada Largo da Praça de Toiros, 5 Almeirim. Tel. 243509281.

BARQUINHA

Marisqueira Paulos Viveiros de marisco vivo: lagosta, sapateira e amêijoa. Sala própria para grupos. Morada Largo da Praça de Toiros, 11 Almeirim. Tel. 243592200/202.

Almourol Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com

ABRANTES Cristina Especialidades Bacalhau c/ Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@ restaurante-cristina.com Web www.restaurante cristina.com Avenida Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da

Tertúlia da Quinta Especialidades de touro bravo, sopa de pedra, cachola de porco, caldeirada de bacalhau à moda de Almeirim. Folga à 2ª feira. Tel.243593008/Fax:243098345 Sepúlveda Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O Forno Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916 Constantino das “Enguias” Especialidades: Enguias Fritas,

Taberna do Gaio Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883 Taberna do Alfaiate Especialidades Bacalhau assado no forno com manja, Migas de bacalhau, Cabrito assado no forno, Naco de boi em vinho tinto com migas, Entrecosto de porco preto com arroz de feijoca, Porco preto assado no forno à padeiro. Folga Encerra às 2ª feiras e Domingos ao jantar. Morada Lapa, Cartaxo, telefone 243 790 005

GOLEGÃ Central Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de SávelSobremesa: Toureiros Telefone: 249976345 Morada Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www.cafecentral.pt O Barrigas Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão. Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www.obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores

Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875. Tel. 917785703 O Farnel Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436 Sal & Brasas Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 Ponte da Coroa Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 - Coruche Tel. 243617390

RIO MAIOR Manjar do Parque Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa, Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net Palhinhas Gold Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt

FÁTIMA Santa Rita - Madeirense e Açoriano Especialidades: Bacalhau Espiritual, Bacalhau com camarão, Bacalhau Nove Ilhas, Bife de Atum; Alcatra, Linguiça do Pico, Secretos Porco Preto, Vitela. Morada: R. Rainha Santa Isabel (em frente ao Hotel Cinquentenário) Fátima. Tel. 249098041/919822288. Site: http://santarita.no.comunidades. net. Oferta de 5% de desconto com a apresentação deste jornal.

CORUCHE

MAÇÃO

Ó Manel Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo

O Godinho Especialidades Café – Restaurante.Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação

Jakim Girassol Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333

O Cantinho Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação. Almoços e Jantares. Aberto todos os dias.Telf: 241107558. Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação

A Tasca Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243675232 O Choupo Especialidades Bacalhau à Choupo, enguias fritas e ensopado, medalhões de Maronesa, Posta Maronesa, Carnes de porco preto, cataplanas Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos

CONSTÂNCIA Falcões Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 - Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Tel. 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com


Vinhos Grand’Arte

Gastronomia Comeres primaveris Os amantes da cozinha de estação vão matando a “fome” aqui e acolá em restaurantes e casas de comeres. RECEITAS SAZONAISNo passado dia 21 guardei um bocado de tempo para festejar a chegada da Primavera. Li textos, ouvi a sagração de Stravinski, as duas refeições tomadas fora de casa pautaram-se pela normalidade, isto é: nenhum cardápio dava conta da chegada da estação no referente aos comeres que os clientes podiam escolher. Esta falta de respeito pela sazonalidade entronca no progresso no referente ao rápido transporte dos produtos e sua conservação meses a fio do calendário. Os amantes da cozinha de estação sofrem por causa de tão triste realidade, vão matando a “fome” aqui e acolá em restaurantes e casas de comeres onde os produtos primave-

ris se servem em todo o seu esplendor. Há dias durante as filmagens de um programa dedicado a comeres portugueses, defendi o sistemático recurso ao receituário sazonal seja no referente a carnes, seja ainda no capítulo dos vegetais e das frutas. Bem sei que em matéria de gostos nada está escrito, mas não percebo as razões de inúmeros donos de restaurantes e chefes de cozinha se alhearem deste princípio – o da sazonalidade – privando os seus clientes das delícias de cada época. Sem qualquer motivo para espantos os dicionários gastronómicos registam receitas fixadas pelas estações do ano, por assim ser a “prima vera” dá nome a enorme número de confecções culinárias. As receitas à primavera implicam pelo menos o recurso a legumes e frutas da época, em diversas regiões cordeiro, o cabrito, a vitelinha mamona também exaltam a estação. Na cozinha judaica as festividades da Páscoa (festa da

primavera) originaram curiosas receitas, porque lembra o Deuteronomio (16:1.):”Observa o mês dos frutos novos, que é o princípio da primavera, para celebrarem nele a Páscoa em honra do Senhor teu Deus: porque neste mês é que o Senhor teu Deus te tirou do Egipto de noite.” Todos os anos pela Primavera é o título de uma peça de teatro de Sttau Monteiro, também todos os anos no princípio da verde prima escrevo um artigo a lembrar os mimos da horta e dos prados da temporada, no entanto, tal como os profetas ando a clamar no deserto, a maioria dos senhores da restauração não restauram nada, preferem o imobilismo e a facilidade para mal dos nossos palatos. Se mudam alguma coisa é porque as grandes superfícies fazem por isso. Quem diria! Armando Fernandes

PS É longa a lista de produtos primaveris, os interessados perguntem aos pais e aos avós.

TINTO No plano individual, antes de mais nada, importa dizer que nutro grande apreço pelo enólogo José Neiva Correia. Não só por numa agradável conversa ocorrida no Cartaxo perceber a sua paixão pelos vinhos, também porque ele é competente na difícil tarefa de os conceber, sendo alheio a vanidades e auto-glorificações, o que só lhe fica bem. Bem bonito é o tinto Grand’Arte, Trincadeira, colheita de 2006, o termo bonito talvez desagrade aos canonistas, mas não minha modesta opinião assenta-lhe bem. No copo de prova demonstrou exuberantemente tal boniteza num tom púrpura carregado sem mácula, intenso e brilhante. No referente a aromas o nariz detectou-os impulsivos, altos, a fruta gorda e madura e silvestre caso das amoras e groselha negra, com algum vegetal a pimenta e canela, e florais estilizados. Na boca revelouse potente, maduro, amável, untuoso e enérgico numa estrutura harmónica, com um final guloso e prolongado. Ao

almoço foi grato acompanhante de robalo assado no forno, duas finas fatias de presunto e queijo de ovelha comprado na feira de Trancoso. Um vinho que demonstra plenamente quão grande tem sido o progresso vínico nas terras que o Tejo é factor de união. Parabéns Engenheiro Neiva Correia. Armando Fernandes PUBLICIDADE

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200701003682 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS 1ª PUBLICAÇÃO JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do artigo 239/2 do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes de ANTÓNIO JOSÉ LOPES NUNES e ADILIA MARIA DOS SANTOS CANTEIRO, no estado de casados, com domicílio fiscal na Rua do Alecrim – Amiais de Cima – 2025-012 Abrã, executados por reversão de NUVANCONTA CONTABILIDADE E INFORMÁTICA LD.ª, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda dos bens a seguir indicados, sobre o qual tenham garantia real (art. 240, CPPT) e que foram penhorados em 23 de Setembro de 2007 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas à Administração Fiscal provenientes de Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e Coimas Fiscais (CF), dos anos de 2004 a 2009, no montante actual de 24.659,28 €, sendo 19.241,81 € de quantia exequenda e 5.417,47 € de acréscimos legais. BEM A VENDER Prédio MISTO destinado a habitação, sito na Rua do Alecrim no lugar de Amiais de Cima, freguesia de Abrã, concelho de Santarém, sendo a parte urbana composta por casa de rés-do-chão e meia cave com a área coberta de 298 m2, tendo o rés-do-chão 4 divisões assoalhadas, corredor, 2 casas de banho, hall, terraço, cozinha, despensa, telheiro e garagem, a cave é composta de 1 casa de banho, 1 lavandaria, 1 divisão e a nível da garagem 1 divisão ampla, tem sótão amplo. Possui 1.229 m2 de área descoberta. Possui as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: habitação, Tipologia/ Divisões: 4, Nº de pisos: 2, Área total do terreno: 1.527,00m2, Área de implantação do edifício: 298,00m2, Área bruta de construção: 447,00m2. Área bruta dependente: 149,00m2 e Área bruta privativa: 298,00m2. A parte rústica é composta de pinhal, possuindo a área total de 3.140,00m2 e confronta de norte com Gertrudes de Jesus Portelinha e António da Cruz, de sul com Manuel da Cruz Júnior e António Rafael, de nascente com Estrada e de poente com Manuel dos Santos Carvalheiro. Encontra-se inscrito na matriz urbana sob o artigo n.º 1097 e rústica sob o artigo n.º 229 da secção F, ambas da freguesia de Abrã e acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o n.º 00683/19930322 – Abrã. Coordenadas: X – 145.784,00 e Y – 276.257,00. São depositários os Srs. António José Lopes Nunes e Adília Maria dos Santos Canteiro, executados nos autos, os quais, depois de contactados no seu domicílio fiscal, os mostrarão aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 17 de MAIO de 2011, pelas 11,00 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (art. 248./1, CPPT) sendo o valor base para a venda de 96.009,00 €, correspondente a 70% do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (art. 250./4, CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 11 horas do dia da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA Nº 2089.2011.119 – ANTÓNIO JOSÉ LOPES NUNES e ADILIA MARIA DOS SANTOS CANTEIRO”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto os executados, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art. 892. Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (al. c) do art.º 253.º do CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos vinte e nove dias do mês de Março do ano de dois mil e onze. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)

31 Março 2011 O RIBATEJO 35


R+ Passatempos & Serviços

Palavras cruzadas

Scrabble 1 2 3 4

5

6

7

8

9

10

11

12

13

14

15

A B C D

A1

E

S 1 O 1 P2 R 1 A 1 R 1 S1

S1

R1

I

O1

E1

I

1

M1

H

L2

M1

M1

A1

I

I

1

E1

E1

D2

J

T1

L2

I

O1

F

R1 I

G

HORIZONTAIS: 1 - Terra alagadiça. Juntara. 2 - Pôr ovos. Serviram-se de. 3 - Direito. Nome da letra L. Camareira. 4 - Ciência que, na Idade Média, tinha como objectivo encontrar a pedra filosofal. Aquelas. 5 - Que ouve mal. Medida itinerária chinesa. 6 - Que tem falta de juízo. Haste de madeira. 7 - Forma antiga de mim. Da Judeia. 8 - Dirigia -se. Qualquer substância que provoca uma reacção. 9 - Incógnita. Acrónimo de Imposto sobre o Valor Acrescentado. Possui. 10 - Quantia que se aposta. Contr. da prep. de com o adv. ali. 11 - Parte mais grossa da farinha. Procriar. VERTICAIS: 1 - Planta leguminosa papilionada de sementes ricas em óleo e proteína. Pôr de lado. 2 - Desirmanado. Planta herbácea da família das umbelíferas. 3 - Jornal ou folheto que difama. Unidade monetária do Peru. 4 - O espaço aéreo. Tecer. Íntegra. 5 - Pátio. Seguimento de coisas. 6 - O m. q. ulmeiro. Diz-se de uma variedade de café. 7 - Servi-me de. Escapatória. 8 - Sódio (s.q.). Grande massa de neve que se despenha da montanha. Preposição. 9 - Cólera. Desobrigar. 10 - Linha delimitante. Tutoria. 11 - Gostasse de. Título dos descendentes de Mafoma (Maomé).

1

1

1

R 1 A 1 C2 H4 A 1 R 1

K

R1

L

B3 I

M

1

A1

A1

R1 R1 A1

A1

N O

A 1 C 2 G4 H 4 N 3 O1 O1 INSTRUÇÕES Utilize as letras para criar uma palavra. O objectivo é conseguir o maior número de pontos, utilizando as casas que dão mais pontos (multiplicar letra por 2 ou 3, multiplicar palavra por 2 ou 3). Utilize as letras que já estão no tabuleiro para os maximizar. Não são permitidos nomes próprios nem estrangeirismos. Mais de 24 pontos: Experiente; entre 15 e 24, Avançado; menos de 15, Promessa

Ken & Ken FÁCIL

P2

DIFÍCIL

Sudoku

Sudoku futebol

Euromilhões - Sorteio 12/2011

Totobola - Sorteio 11/2011

6 12 21 27 33 + 3 7

1. Alemanha - Cazaquistão 2. Arménia - Rússia 3. Andorra - Eslováquia 4. Rep. Irlanda - Macedónia 5. Bósnia-Herzgovina - Roménia 6. Albânia - Bielorrússia 7. Geórgia - Croácia 8. Israel - Letónia 9. Malta - Grécia 10. País de Gales - Inglaterra 11. Bulgária - Suíça 12. Chipre - Islândia 13. Portugal - Chile Super 14. Noruega - Dinamarca 1

Totoloto - Sorteio 14/2011 3 14 33 38 41 + 7

Totoloto - Sorteio 15/2011 22 31 39 42 44 + 8

Joker - Sorteio 13/2011 30 10417

Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

36 O RIBATEJO 31 Março 2011

1 X 2 1 1 1 1 1 2 2 X X X :1

SOLUÇÕES: SUDOKU 9X9; SUDOKU FUTEBOL; PALAVRAS CRUZADAS

HORIZONTAIS: 1 - Sapal, Unira. 2 - Ovar, Usaram. 3 - Jus, Ele, Aia. 4 - Alquimia, As. 5 - Surdo, Li. 6 - Doido, Fuste. 7 - Mi, Judeu. 8 - Ia, Reagente. 9 - Xis, IVA, Tem. 10 Aposta, Dali. 11 - Rolão, Gerar.

Jogos de sorte

1 - Complete jogo como um Sudoku clássico, com os algarismos de 1 a 6, uma bola e dois cartões de penalidade. 2 -Se conseguir ligar seis casas contendo os algarismos de 1 a 6 da bola até à baliza, marca golo. Só se pode deslocar horizontalmente e ou verticalmente e não pode entrar mais do que uma vez nas seis casas para chegar ao golo. Se descobrir caminhos diferentes da bola à baliza, uma mesma bola pode marcar vários golos para as duas equipas. A equipa A marca os golos na baliza da esquerda e a equipa B na da direita.

VERTICAIS: 1 - Soja, Deixar. 2 - Avulso, Aipo. 3 - Pasquim, Sol. 4 - Ar, Urdir, Sã. 5 - Eido, Eito. 6 - Ulmo, Java. 7 - Usei, Fuga. 8 - Na, Alude, De. 9 - Ira, Isentar. 10 - Raia, Tutela. 11 - Amasse, Emir.

INSTRUÇÕES 1 O objectivo é preencher os quadrados utilizando números que completem as operações matemáticas. 2 Em módulo com cercadura, o mesmo número só pode ser utilizado uma vez. 3 Na categoria “fácil”, cada linha vertical ou horizontal deve ter os números de 1 a 4. 4 Na categoria “difícil”, em cada linha devem constar os números de 1 a 6, sem repetições.

SOLUÇÕES: KEN&KEN

GRAU DE DIFICULDADE (((((


Serviços

HORÓSCOPO CARNEIRO 21/3 A 20/4 Novidades a nível sentimental. Relações menos felizes terão tendência a terminar. Novos relacionamentos poderão surgir. Organize com alguma antecedência a sua vida, de contrário tudo se poderá descontrolar. Não tenha receio de assumir novas responsabilidades pois poderá mostrar o que vale. TOURO 21/4 A 21/5 Esta será uma semana em que terá a oportunidade de resolver questões antigas. No amor tente ser compreensivo e descontraído e tudo lhe será facilitado. Saia e relacione-se com amigos de quem está afastado à mais tempo pois este aspecto estará em alta. Atenção ao plano económico! GÉMEOS 22/5 A 21/6 Aproveite este período em que estará favorecido. A nível sentimental dê mais atenção ao seu relacionamento e tudo terá tendência a melhorar, de resto será um período calmo a este nível. É também um período sem grandes alterações no plano económico, mas com melhorias a curto prazo. CARANGUEJO 22/6 A 22/7 Esta poderá ser uma semana de mudanças, quer a nível sentimental, quer a nível material. Invista em si e não tenha receio de enfrentar novos desafios. A opção mais fácil poderá não ser a mais indicada. Dê mais atenção à sua saúde. Favorecido o plano económico. LEÃO 23/7 A 23/8 Fique atento a quem o rodeia, pois poderão surgir daí novidades de ordem sentimental. Não se precipite e avalie bem os factos perante si. Em termos de trabalho será uma semana positiva e não tenha receio de revelar as suas opiniões. Não ignore, no entanto, os seus colegas de trabalho. VIRGEM 24/8 A 23/9A semana para si trará poucas mudanças. Deixe-se levar pelos acontecimentos e aproveite para retemperar energias. É altura para sedimentar relações, plano em que será favorecido. Economicamente terá a vida facilitada para a resolução de problemas pendentes. Cuidado com o calor. BALANÇA 24/9 A 23/10 Será uma semana em que terá de reflectir bastante acerca de decisões a serem tomadas. Tente ser realista ao máximo nas suas aspirações e não mantenha as expectativas muito altas. Financeiramente terá de se esforçar bastante para conseguir os seus objectivos. Não se deixe abater pelas contrariedades. ESCORPIÃO 24/10 A 22/11 Não se precipite na defesa das suas convicções, pois poderá magoar alguém importante para si. Oiça a opinião dos outros e actue em concordância. Não se sinta ameaçado por haver opiniões contrárias às suas. Não se precipite também no plano económico e mantenha-se atento a tudo neste campo. SAGITÁRIO 23/10 A 20/12 Será um bom período se souber aproveitar as oportunidades. Evite continuar a ser demasiado exigente no plano sentimental e terá agradáveis surpresas se conseguir ser prático. Também a nível económico terá facilidade em contornar obstáculos que possam existir à algum tempo ou que possam surgir. CAPRICÓRNIO 21/12 A 20/1 Sem demasiado esforço conseguirá atingir os objectivos pretendidos. Não deixe estagnar a sua vida sentimental. Saia de casa e conheça pessoas diferentes. Poderá não ter resultados imediatos, mas sentir-se-á melhor consigo próprio. Este será um período favorável a investimentos. AQUÁRIO 21/1 A 19/2 A sua vida sentirá uma evolução inesperada. A nível sentimental haverá mudanças que não dependerão de si e que lhe trarão alguns dissabores no seio da família. Poderá ser no entanto uma alteração benéfica a longo prazo. Economicamente tente ser mais independente e tomar decisões sozinho. PEIXES 20/2 A 20/3 Semana pouco favorável e que lhe trará algumas contrariedades. Não se esforce demasiado a nível sentimental, uma vez que estes esforços poderão ter o efeito contrário ao desejado. Também a nível financeiro tudo poderá correr mal se não tiver cuidado com as suas despesas.

FARMÁCIAS DE SERVIÇO

ADVOGADOS SANTARÉM

SANTARÉM Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Francisco Viegas Oliveira Pereira Sá da Bandeira Confiança Vitorino Helena Flama Vitae

Rua Pedro Santarém, 2-A Rua Colégio Militar, 1 Av. Grup. Forcados Amadores St - 8 Av.ª do Brasil, 38 Urb. Oliv. Arame - S. Domingos Av.ª Bernardo Santareno, 24 R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 330 570 243 326 182 243 325 113 243 322 966 243 306 410 243 326 704 243 420 214 243 322 195

Rua Marquês de Pombal, 16 Rua Infantaria, 15, Nº 9 Rua Serpa Pinto, 27-33 Av. Nuno Álvares Pereira, 62-64 Rua Silva Magalhães, 77-79 Rua Marquês de Pombal, 16 Rua Infantaria, 15, Nº 9 Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 329 249 312 465 249 312 206 249 321 404 249 310 360 249 312 329 249 312 465 249 312 206

Av.ª Dr. António. A.S. Mart. 569 Rua José Estevão, 1 Rua do Comércio, 56 R. Tenente Cor. J. B. Camejo, 13 Largo Mota Ferraz, 7 Av. da Europa, Lt. 37, r/c-B, Lj 2 Av.ª Dr. António. A.S. Mart. 569 Rua José Estevão, 1

241 360 530 241 360 060 241 371 713 241 333 222 241 360 520 241 822 120 241 360 530 241 360 060

TOMAR Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Central Misericórdia Torres Pinheiro Alfa Nova Central Misericórdia Torres Pinheiro

ABRANTES Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Santos Silva Silva Tavares Duarte Ferreira Motta Ferraz Ondalux Santos Silva

ALMEIRIM Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Mendonça Praça da República, 12 Correia de Oliveira Rua Condessa da Junqueira Central Rua 5 de Outubro, 58/60 Barreto do Carmo Praça da República, 45/7 Mendonça Praça da República, 12 Correia de Oliveira Rua Condessa da Junqueira Central Rua 5 de Outubro, 58/60 Barreto do Carmo Praça da República, 45/7

243 592 265 243 509 370 243 570 570 243 592 379 243 592 265 243 509 370 243 570 570 243 592 379

CARTAXO Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Abílio Guerra Correia dos Santos Pereira, Sucrs Central do Cartaxo Abílio Guerra Correia dos Santos Pereira, Sucrs Central do Cartaxo

Rua de S. Sebastião, 3 Rua da República, 10 Rua Serpa Pinto, 8 R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B Rua de S. Sebastião, 3 Rua da República, 10 Rua Serpa Pinto, 8 R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B

243 702 653 243 770 997 243 700 130 243 749 123 243 702 653 243 770 997 243 700 130 243 749 123

Av. de Sá Carneiro, Lote 7 Rua de São Pedro, 5 Rua José Augusto Torres, Lt 129 Lg. Cor. António Maria Batista, 7 Rua 25 de Abril, 7 Av. de Sá Carneiro, Lote 7 Rua de São Pedro, 5 Rua José Augusto Torres, Lt 129

249 822 067 249 822 411 249 812 472 249 819 540 249 830 180 249 822 067 249 822 411 249 812 472

Rua Direita, 64 Rua da Misericórdia Largo de S. Pedro, 4 Rua da Misericórdia, 16 Rua Direita, 64 Rua da Misericórdia Largo de S. Pedro, 4 Rua da Misericórdia, 16

243 660 099 243 675 070 243 610 370 243 617 068 243 660 099 243 675 070 243 610 370 243 617 068

Rua Serpa Pinto, 50 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Almir. Cândido dos Reis, 19 R. Almir. Cândido dos Reis, 19

243 994 700 243 992 255 243 992 255 243 992 255 243 992 255 243 992 255 243 992 255 243 992 255

TORRES NOVAS Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Lima Central Pereira Martins Higiene Nicolau Lima Central Pereira Martins

CORUCHE Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Frazão Higiene Misericórdia Almeida Frazão Higiene Misericórdia Almeida

RIO MAIOR Quinta Sexta Sábado Domingo Segunda Terça Quarta Quinta

31 1 2 3 4 5 6 7

Cândido Barbosa Almeida Almeida Almeida Almeida Almeida Almeida Almeida

● Dr. José Francisco Faustino; Dr Francisco Luís; Dr.ª Graça Ferreira e Sousa; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Reitor Pedro Calmon, nº 6 - 1º – 2000-031 Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@mail.telepac.pt ● Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém - Tel. 243326310 - Fax 243333587 - oliveiradomingos-161e@ adv.oa.pt ● Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 ● Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 - advogados.s@mail.telepac.pt ● Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 morgadoribeiro-185e@adv.oa.pt ● Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º - Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida. lencastre@gmail.com ● Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@ adv.oa.pt ● Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 anagomesribeiro-2104e@adv.oa.pt ● Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 pedroborrego-2083e@adv.oa.pt ● Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 americacravo-855e@adv.oa.pt ● Drª Sónia Bento - Praça da República, 29 - 1º Esq.º - 2080-044 Almeirim - Tel. 243372159 Fax 243597999 - sbentompires. adv@gmail.com

ABRANTES ● Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís

de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes - Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail.telepac.pt ● Norberto Timóteo - Advogado - Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@advogados.oa.pt ● Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia839c@adv.oa.pt ● António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

ALMEIRIM ●

Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino1239e@adv.oa.pt ● Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999 ● Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 ● Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim - Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@ advogados.oa.pt ● Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 ● Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º - 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 - Celiasp-1498e@adv.oa.pt ● Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 anaoliveirasimoes-2078e@adv.oa.pt

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

ADVOGADOS

CARTAXO ● Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070-095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita18943l@adv.oa.pt ● Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo - TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico. com - www.apoiojuridico.com ● Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070-049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva-1002e@advogados. oa.pt

LISBOA ● Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro,

Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 ● Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

Francisco Pedrógão Armando Ferreira

ADVOGADOS

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243 326 242 2000 SANTARÉM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243 333 821 Fax: 243 391 021 2000 SANTARÉM

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079 2000-145 SANTARÉM

ADVOGADOS

E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

31 Março 2011 O RIBATEJO 37


Classificados IMOBILIÁRIO

da Forcado TL 913837330

árvores e jardim. Amplos espaços de estar, zona de sala de jogos, c/ carácter rústico. Cozinha equipada, 2 quartos c/ roupeiro. Aq. central c/ caldeira a gasóleo e lareira c/ recuperador de calor. Garagem, alpendres, churrasqueira e forno, cozinha rústica. O terreno permite o loteamento. Possibilidade de aumentar o número de divisões. Alarme – 190.000€ www.remax. pt/120431105-18 AMI 5430 - RE/ MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

● SANTARÉM – Marvila Escri-

● APT T2 no centro de Santarém.

tório c/ 5 Salas; 2 WC; Cozinha; Detector de Incêndio; Bem Localizado; Centro da Cidade. Ref. 4394 Preço: 650,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

Composto por 2 quartos, 2 salas (uma de estar e outra de jantar), 2 casas de banho, cozinha e marquise c/ ar cond., aproveitamento de sótão c/ entrada pela despensa e varanda. Vista desafogada e muita luminosidade – 59.000€ www.remax.pt/120431070-155 AMI 5430 - RE/MAX SCALA Santarém. Tel: 243 307 500

ARRENDA-SE ● CASA 3 quartos central equipada TM 968072589 ●

MORADIA Nova c/ terreno a 10Km da A1 Str TLM 911010160

● QUARTO mobilado em Santa-

rém TM 969303121 ● QUARTOS/ Apartamento Rotun-

● SANTARÉM – S. Salvador Arma-

zém c/ 320m2; Amplo; Escritório; Bons Acessos. Ref. 4395 Preço: 1.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 ●

CARTAXO - Loja p/ vários tipos de actividade com. situada no centro da cidade, na Trav. do Comendador. 350€ www. remax.pt/121871089-6RE/MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 966 948 345 ● SANTARÉM - Snack-bar no cen-

tro histórico, totalmente equip. em pleno funcionamento. C/esplanada, que serve também refeições. 170€ (Trespasse 33.500€) www. remax.pt/121871028-455 RE/MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 926 613 906

IMOBILIÁRIO VENDE-SE ●

QUINTINHA c/ moradia 15km Santarém TL 962719038

● APT T4 c/ bons acabamentos, zona privilegiada do Planalto de Santarém, vistas panorâmicas, equipado c/ AC e aq. central. Com áreas generosas, pavimento do hall de entrada e sala em pedra, wc’s revestidos a pedra. Cozinha total. equipada e arrecadação – 137.000€ www.remax. pt/120431071-120 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 ● QUINTINHA na Vila da Marme-

leira c/ 4960 m² de lote, vedada c/

● APT em S. Domingos, com 3 quartos (um em suite), sala c/ lareira e AC, cozinha c/ placa, forno e esquentador, despensa na cozinha e área de estendal. Roupeiros. Edifício bem cuidado no seu interior e exterior. Boa localização, perto de comércio. Lugar de estacionamento e arrecadação com 4,20 m². – 122.000€ www.remax.pt/120431104-16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 ● APT T4 Duplex, em S. Domingos,

vistas deslumbrantes. 5 Assoalhadas, 4 Quartos (um deles em suite), 4 casas-de-banho. Lugar de parqueamento, Ar cond., lareira c/ recuperador de calor, cozinha totalmente equipada – 180.000€ Possibilidade de arrendamento por 675€ mensais, totalmente mobilado. www.remax. /120431071-180 AMI 5430 - RE/ MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 ●

APT T4 para venda junto às Finanças de Santarém. O apt possui 2 casas de banho, sala c/ varanda, marquise e despensa. Possibilidade de ficar equipado e mobilado. Perto de tudo e com bons acessos 80.000€ www. remax.pt/120431121-48 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

● APT T2, Almeirim, coo novo,

cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF:

243595033 www.habigotica. com AMI 5915

AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915

● APT T3, Almeirim, novo, lugar

garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 ● MORADIA T2 rural,

na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915

LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915

● São Vicente Paúl - Moradia

Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/ acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

giada c/ aquec. central, lareira, suite, cozinha semi-equipada c/ zona de tratamento de roupas. 2 Garagens fechadas na cave. 115.000€ www.remax.pt/121871072-100 RE/ MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 961 334 733 ● CARTAXO- Moradia T2 no centro

da cidade (junto ao Intermarché) c/logradouro de 75 m2. 60.000€ www.remax.pt/121871053-35 RE/ MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 961 311 745 ● ALMOSTER- Moradia T1 recentemente recup c/ cozinha semi-equipada, salamandra, logradouro. Totalmente remod. a nível do interior e c/ telhado novo, em telha lusa. 3 5 . 0 0 0 € w w w. r e m a x . pt/121871049-233 RE/MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 969 754 602 ● MORADIA T3 Arneiro Tremês, 415m2 útil, c/ terreno, a 10km Santarém Preço: 110.000,00€ - Ref. 363 Go Imobiliária AMI – 8191mTlf – 915084892/243094092

T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

T3 S. Domingos, Usado, ar cond. box fechada, Oportunidade de negócio. Preço: 95.000,00€ Ref. 700n Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

● VÁRZEA - Andar de moradia

● MORADIA T3 Fazendas Almei-

T3 + sótão c/ acesso interior. Entrada indep, cozinha nova e total. equipada, sala grande c/ lareira, painéis solares… 98.000€ www.remax. pt/121871056-176 RE/MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 962 191 302

rim, nova, arrecadação, Lavandaria, garagem, A.C. Rec.calor, logradouro. Preço: 150.000,00€ - Ref. 779 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv..Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

● Romeira Moradia T4+1. r/chão,

cave e sótão. No r/chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 ● Alpiarça Moradia T5+1,usada

( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada...Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€

● Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

SANTARÉM - T4 no centro da cidade c/ óptimos acabamentos, cozinha equipada, a.c., som ambiente, estacionamento. 165.500€ www.remax. pt/121871081-32 RE/MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 962 191 373

● APT

● APT T3 Hospital Str, novos, excelentes desde 135.000,00€ - Ref. 842 Go Imobiliária AMI - 8191 Tlf – 915084892/243094092 ● APT T4 Alto Bexiga, usado, bom estado 1º andar s/ elevador. Oportunidade Preço: 105.000,00€ - Ref. 866 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 ●

● PONTÉVEL - Moradia T2 total. remodelada (manteve-se apenas a estrutura das paredes exteriores). Logradouro c/ telheiro e calçada portuguesa, tertúlia recup. a partir de uma adega antiga. 97.500€ www.remax. pt/121871056-177 RE/MAX PRINCIPAL – Santarém (AMI 6883) Tel. 967 470 539

PUBLICIDADE

Empresa do Cartaxo, pretende admitir

COLABORADORES PARA (m/f)

TRABALHOS OFICINAIS DIVERSOS NO RAMO AUTOMÓVEL/CARROÇARIAS As respostas deverão ser remetidas para carreiras@jhonorio.pt, acompanhadas de Curriculum Vitae e fotografia. 38 O RIBATEJO 31 Março 2011

● CARTAXO - T3 em zona privile-

PT T4 Centro de Almeirim 2º andar s/ elevador Preço: 70.000,00€ - Ref. 864 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

- AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 ●

APARTAMENTO T2 NOVO – Zona Norte Almeirim – 71.250€ AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312

● APARTAMENTO T2 novo com garagem – Alpiarça – 77.900€ AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925479 312 ● APARTAMENTO T3 remodelado – Almeirim – 66.150€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 ● SANTARÉM – arredores Lote Terreno c/ 314m2; Água e Luz; Viab. Construção de 1 Piso; Índice de Construção de 118m2; Localizado Zona Calma e Fácil Acesso; Excelentes Vistas. Ref. 3468 Preço: 18.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 ● SANTARÉM – arredores Moradia

Rústica p/ Recup.r; Cave Aprov. p/ Arrecadação e Garagem; Logradouro; Terraço; Local Sossegado e Acolhedor; Vista Panorâmica para a Serra; Ref. 2416 Preço: 35.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 ● SANTARÉM – arredores Moradia de 3 Assoa.; Anexo, Logradouro; Excelente Exp. Solar; Centro da Vila; Vistas Panorâmicas. Ref. 4393 Preço: 75.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

EMPREGO OFERECE-SE ● CASEIRO para quintas, herda-

des TL 927732803 ● SR. oferece-se para apresentador de rádio TL 966997887

EMPREGO PRECISA-SE ● SENHORAS P/VENDER PROD.YVES ROCHER ENVIE SMS NOME+MORADA TL 916847711

● MORADIA T2 – Centro Almei-

rim – 29.990€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 ● MORADIA T2 semi nova – Fazendas Almeirim – 96.000€

DIVERSOS GERAL ● VENDO Telemovél Nokia TL 966997887 e 937681017


Artur Vieira Dias 26.12.1934 - 28.03.2011 Santarém / Alburitel

AGRADECIMENTO Esposa, filhos e restante família, vêm por este meio agradecer reconhecidamente a todos os que se interessaram pelo seu ente-querido nos seus últimos dias no Hospital de Santarém e a todos os dadores de sangue que prolongaram a sua vida, bem como àqueles que o acompanharam à sua última morada ou que de qualquer outra forma lhes manifestaram o seu pesar. Comunicam que será celebrada Missa de 7.º Dia no próximo domingo, 3 de Abril, pelas 11 horas na Sé Catedral de Santarém.

CRÉDITOS PAU LO N I ZA * CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO Taeg desde 7,00%

* CRÉDITO PESSOAL OU CARTÃO DE CRÉDITO C/ ASSINATURA DE 1 SÓ TITULAR, SE CASADO Taeg desde 12,06%

* CRÉDITO CONSOLIDADO COM E SEM HIPOTECA C/ REDUÇ��O ATÉ 60% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 6,59%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* LINHAS DE CRÉDITO COM APOIO DO ESTADO PARA INÍCIO DO SEU NEGÓCIO E PARA EMPRESAS JÁ EXISTENTES Taeg desde 2,50%

* CRÉDITO HABITAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL E POSSIBILIDADE DE TAXA FIXA Taeg desde 5,1994%

* CONTACTE-NOS MESMO QUE TENHA

PROBLEMAS BANCÁRIOS, POIS EM MUITOS CASOS AINDA TEMOS A SOLUÇÃO

www.pauloniza.pt Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

Telm. 938 879 678

TINTAS VILCOR DIRECTAMENTE DO FABRICANTE PARA O APLICADOR

LOJA 200 M2 Arrenda-se/vende-se loja com 200 m2, com ou sem mobiliário, bem localizada junto às futuras instalações do Agrupamento Escolar do Jardim de Baixo.

PREÇOS COMPETITIVOS C/ SUPERIOR QUALIDADE

CONTACTOS: 919 232 097 ou 916 172 578

MIKROQUIMICA, Lda.

AGRADECIMENTO

Telef.: 249 890 017 • FAX: 249 890 524 mail: mikroquimica@mikroquimica.pt Apartado 84 - 2384-908 VILA MOREIRA

S. CIPRIANO, POR GRAÇA RECEBIDA C.F. 31 Março 2011 O RIBATEJO 39


Publicidade

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200501059360 AP

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200801105795 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

2ª PUBLICAÇÃO

2ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239.º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes do executado ANTÓNIO MIGUEL ROSA VIEIRA, no estado de casado, com domicílio fiscal na Rua 2 Visconde de Santarém, n.º 107 – 2005-365 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art.º 240.º do CPPT) e que foi penhorado em 1 de Outubro de 2009 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas de que é responsável respeitantes a Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e Coimas Fiscais (CF), dos anos de 2004 a 2006, no montante actual de 6.321,67 €, sendo 4.623,75 € de quantia exequenda e 1.697,92 € de acréscimos legais.

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239.º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes da executada ESTRELA E RODRIGUES LD.ª, com sede na Av.ª D. Afonso Henriques, n.º 1 – 2.º Dt.º - 2000-179 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art.º 240.º do CPPT) e que foi penhorado em 4 de Janeiro de 2010 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas à Administração Fiscal provenientes de Coimas Fiscais (CF) e Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), dos anos de 2007 a 2009, no montante actual de 8.605,98 sendo 7.619,00 de quantia exequenda e 986,98 € de acréscimos legais. BEM A VENDER

BEM A VENDER Prédio urbano destinado a habitação composto por casa de rés do chão e logradouro, sito em Av.ª dos Combatentes da Grande Guerra - Santarém, freguesia de São Nicolau, concelho de Santarém. Possui as seguintes CARACTERÍSTICAS: Tipo de Prédio: Prédio em propriedade total sem andares nem divisões susceptíveis de utilização independente, Afectação: Habitação, N.º de pisos: 1, Tipologia/Divisões: 4, Área total do terreno: 91,93 m2, Área de implantação do edifício: 71,62 m2, Área bruta de construção: 71,62 m2. Área bruta dependente: 0,00 m2; Área bruta privativa: 71,62 m2; Ano de inscrição na matriz: 1989. Confronta de norte com o próprio, de sul com Av.ª dos Combatentes da Grande Guerra, de nascente com Rua e de Poente com serventia comum. Encontra-se inscrito na matriz urbana sob o artigo n.º 9 da freguesia de São Nicolau e acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o n.º 01197/19991026 – São Nicolau. Coordenadas: X – 152.113,00 e Y – 251.875,00.

Fracção autónoma designada pela letra C do prédio urbano constituído no regime de propriedade horizontal, sito na Rua Ateneu Comercial de Santarém, Lote 12, Sacapeito-Chans em Santarém, na freguesia de Marvila, concelho de Santarém, cuja fracção respeita a garagem situada na subcave identificada com o n.º 3, com a área de 42,77 m2. Tem as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: Estacionamento coberto, Tipologia/Divisões: 1, Permilagem: 10,00, N.º de pisos da fracção: 1, Área do terreno integrante: 0,00 m2, Área bruta privativa: 42,77 m2, Área bruta dependente: 00,00 m2, Área total do terreno: 252,00 m2, Área de implantação do edifício: 252,00 m2, Área bruta privativa total: 2.014,08 m2, Área do terreno integrante das fracções: 0,00 m2. Inscrito na matriz no ano de 2005 sob o artigo urbano n.º 2928 – Fracção C, da freguesia de Marvila. Acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o n.º 01043/19990917 - C (Marvila). Coordenadas: X 151.613,00 e Y 250.853,00.

É depositário nomeado o executado, o qual, nessa qualidade e depois de contactado no seu domicílio fiscal, o mostrará aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 11 de MAIO de 2011, pelas 11,00 HORAS, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (n.º 1 do art.º 248.º do CPPT) sendo o valor base para a venda de 29.617,00 €, correspondente a 70 % do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (n.º 4 do art.º 250.º do CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 11 horas do dia da venda e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA N.º 2089.2009.236 – ANTÓNIO MIGUEL ROSA VIEIRA”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto o executado, o seu cônjuge e os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art.º 892.º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (al. c) do art.º 253.º do CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36.º do respectivo código. É devido Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos dezassete dias do mês de Março do ano de dois mil e onze.

É depositário o representante legal da executada nos autos, Telf. 243.327.103, o qual, nessa qualidade e depois de contactado na sede da mesma, o mostrará aos potenciais interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 11 de MAIO de 2011, pelas 15,30 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (n.º 1 do art.º 248.º do CPPT) sendo o valor base para a venda de 9.841,00 €, correspondente a 70 % do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (n.º 4 do art.º 250.º do CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 15 horas do dia da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA N.º 2089.2010.025 – ESTRELA E RODRIGUES LD.ª”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto os executados, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art.º 892.º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (al. c) do art.º 253.º do CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36.º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos dezoito dias do mês de Março do ano de dois mil e onze.

O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)

A N Ú N C I O e ÉDITOS DE 20 DIAS

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200601052438 AP

PROCESSO DE EXECUÇÃO FISCAL N.º 2089200501035770 AP

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

CITAÇÃO DE CREDORES E VENDA DE BENS

2ª PUBLICAÇÃO

2ª PUBLICAÇÃO

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239.º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes de CELIA MARIA DA SILVA BATISTA, no estado de divorciada, com domicílio fiscal na Rua Cidade de Santarém, n.º 23 – 2005-076 Romeira, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art.º 240.º do CPPT) e que foi penhorado em 30 de Março de 2009 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas à Administração Fiscal provenientes de Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS), Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA), Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI), dos anos de 2002 a 2008, no montante actual de 15.273,80 €, sendo 14.466,41 € de quantia exequenda e 807,39 € de acréscimos legais.

JORGE MANUEL SARDINHA SERRA, Chefe do Serviço de Finanças do concelho de Santarém. Faz saber que por este Serviço de Finanças correm ÉDITOS DE 20 DIAS, contados da segunda e última publicação deste anúncio, citando, nos termos do n.º 2 do artigo 239.º do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), os credores desconhecidos e sucessores dos credores preferentes da executada ESTRELA E RODRIGUES LD.ª, com sede na Av.ª D. Afonso Henriques, n.º 1 – 2.º Dt.º - 2000-179 Santarém, para no prazo de 15 (QUINZE) DIAS posteriores aos dos éditos, reclamarem os seus créditos pelo produto da venda do bem a seguir indicado, sobre o qual tenham garantia real (art.º 240.º do CPPT) e que foi penhorado em 11 de Agosto de 2010 no processo de execução fiscal acima identificado, instaurado para pagamento de dívidas à Administração Fiscal provenientes de Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares (IRS) e Coimas Fiscais (CF), dos anos de 2003 a 2006, no montante actual de 5.596,77 sendo 5.029,11 de quantia exequenda e 567,66 € de acréscimos legais.

BEM A VENDER

BEM A VENDER

Prédio urbano destinado a habitação composto por casa de rés do chão com a área coberta de 117,00 m2, com 3 divisões assoalhadas, 1 cozinha, 1 casa de banho, corredor, hall, despensa e alpendre, tem a área descoberta de 1.473,00 m2, sito em Rua Cidade de Santarém, n.º 23 - Romeira, freguesia de Romeira, concelho de Santarém. Possui as seguintes CARACTERÍSTICAS: Tipo de Prédio: Prédio em propriedade total sem andares nem divisões susceptíveis de utilização independente, Afectação: habitação, N.º de pisos: 1, Tipologia/Divisões: T2, Área total do terreno: 1.590,00 m2, Área de implantação do edifício: 117,00 m2, Área bruta de construção: 117,00 m2. Área bruta dependente: 0,00 m2 e Área bruta privativa: 117,00 m2; Ano de inscrição na matriz: 1994. Encontra-se inscrito na matriz urbana sob o artigo n.º 555 da freguesia de Romeira e acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o n.º 00289/19920330 – Romeira. Coordenadas: X – 148.467,00 e Y – 259.203,00.

Fracção autónoma designada pela letra C do prédio urbano constituído no regime de propriedade horizontal, sito na Rua Ateneu Comercial de Santarém, Lote 10, Sacapeito em Santarém, na freguesia de Marvila, concelho de Santarém, cuja fracção respeita a garagem fechada situada na cave identificada com o n.º 3, com a área de 14 m2. Tem as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: Estacionamento coberto e fechado, Tipologia/ Divisões: 1, Permilagem: 14,30, N.º de pisos da fracção: 1, Área do terreno integrante: 0,00 m2, Área bruta privativa: 14,00 m2, Área bruta dependente: 00,00 m2, Área total do terreno: 234,00 m2, Área de implantação do edifício: 234,00 m2, Área bruta privativa total: 14,00 m2, Área do terreno integrante das fracções: 0,00 m2. Inscrito na matriz no ano de 2002 sob o artigo urbano n.º 2743 – Fracção C, da freguesia de Marvila. Acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o n.º 01040/19990830 - C (Marvila). Coordenadas: X 151.621,00 e Y 250.902,00.

É depositária nomeado a executada, a qual, depois de contactada no domicílio fiscal acima indicado e no cumprimento das suas obrigações legais, o mostrará aos interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 10 de MAIO de 2011, pelas 15,00 HORAS, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (n.º 1 do art.º 248.º do CPPT) sendo o valor base para a venda de 34.460,00 €, correspondente a 70 % do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (n.º 4 do art.º 250.º do CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 15 horas do dia da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA N.º 2089.2009.094 – CELIA MARIA DA SILVA BATISTA”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto a executada, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art.º 892.º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (al. c) do art.º 253.º do CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36.º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos dezassete dias do mês de Março do ano de dois mil e onze. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)

40 O RIBATEJO 31 Março 2011

É depositário o representante legal da executada nos autos, Telf. 243.327.103, o qual, nessa qualidade e depois de contactado na sede da mesma, o mostrará aos potenciais interessados. Findo o prazo dos éditos, no dia 11 de MAIO de 2011, pelas 15,00 horas, proceder-se-á à sua venda por meio de PROPOSTAS EM CARTA FECHADA (n.º 1 do art.º 248.º do CPPT) sendo o valor base para a venda de 2.618,00 €, correspondente a 70 % do valor atribuído em avaliação, não sendo consideradas as de valor inferior (n.º 4 do art.º 250.º do CPPT). As propostas poderão ser submetidas através da Internet no site (www.e-financas.gov.pt/vendas/.) ou, em alternativa, serem entregues pessoalmente neste Serviço de Finanças ou remetidas pelo correio em sobrescrito fechado, dentro de outro envelope, de forma a serem recebidas até às 15 horas do dia da venda, e delas deve constar a referência “PROPOSTA PARA A VENDA N.º 2089.2010.252 – ESTRELA E RODRIGUES LD.ª”, bem como o preço oferecido e a identificação completa (Nome, morada e CF) e a assinatura do proponente, ocorrendo a sua abertura no dia e hora acima designados, na presença do Chefe do Serviço de Finanças, podendo assistir ao acto os executados, os proponentes e eventuais titulares do direito de preferência, os quais, por este meio, ficam notificados para, nos termos do art.º 892.º do Código de Processo Civil, exercerem o seu direito. Se o preço mais elevado, com o limite mínimo da base de licitação, for oferecido por mais de um proponente, e se estiverem presentes no acto da abertura, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem que desejam adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço oferecido, poderá este cobrir as propostas dos outros, e, se nenhum deles estiver presente ou nenhum quiser cobrir as propostas dos outros, proceder-se-á a sorteio, com vista à determinação da proposta que deverá prevalecer (al. c) do art.º 253.º do CPPT). Adjudicado o bem, deverá ser depositada na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças a totalidade do preço, no prazo de 15 dias, contados do termo do prazo de entrega das propostas, sob pena das sanções previstas na Lei do Processo Civil. Sendo devido Imposto Municipal sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis (I.M.T.), o pagamento deverá ocorrer no prazo de 30 dias contados da data da adjudicação, nos termos do n.º 3 do artigo 36.º do respectivo código. É devido o Imposto do Selo a que se refere a verba n.º 1 da respectiva Tabela. SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM, aos dezoito dias do mês de Março do ano de dois mil e onze. O CHEFE DE FINANÇAS, (Jorge Manuel Sardinha Serra)

O ESCRIVÃO, (Jorge Fernando Santos Morgado)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)


Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA

OSTEOPATIA

Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM

Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

LEILÃO

LEILÃO

Insolvência de Mário Menezes Pereira Paes

Insolvência de Francisco José de Sousa Vilão e Mulher

No próximo dia 05 de Abril de 2011 às 14h30m

Amanhã, dia 01 de Abril de 2011, pelas 14h30m

Por determinação da Ex.ma Administradora da Insolvência, vamos proceder à venda por negociação particular, através de leilão público, no local, sito em Virtudes, Aveiras de Baixo - Azambuja, no estado físico em que se encontra, o imóvel abaixo descrito:

Por determinação da Ex.ma Administradora da Insolvência, vamos proceder à venda por negociação particular, através de leilão público, no local, sito na Rua Dr. Manuel Correia Ramalho, n.º 13 - Cartaxo, no estado físico em que se encontra, o imóvel abaixo descrito:

IMÓVEL: Prédio urbano composto de lote de terreno para construção urbana com área de 390 m2, no qual se encontra implantado um edifício com a área de 150 m2, sito em Virtudes, freguesia de Aveiras de Baixo, concelho de Azambuja sob o n.º 347 daquela freguesia e inscrito na respectiva matriz sob o art.º 789.

IMÓVEL: Fracção autónoma designada pela letra B, constituída por habitação no rés do chão esquerdo do prédio urbano em regime de propriedade horizontal, sito na Rua Dr. Manuel Correia Ramalho, n.º 13, freguesia e concelho do Cartaxo, descrito na Conservatória do Registo Predial do Cartaxo sob o n.º 3585 da dita freguesia e inscrito na respectiva matriz sob o art.º 3180.

Nota: O prédio poderá ser visto no próprio dia do leilão, das 10 às 12 horas. As condições do leilão são as habituais e serão lidas em voz alta antes do início do mesmo.

Nota: O prédio poderá ser visto no próprio dia do leilão, das 10 às 12 horas. As condições do leilão são as habituais e serão lidas em voz alta antes do início do mesmo.

FAUSTINO SANTOS Acupunctura / Hipnoterapia Clínica

Rua de Arroios, 221-2.º Dt. 000-059 Lisboa Tel:919658020 Email: pregaoleilao@gmail.com

Rua de Arroios, 221-2.º Dt. 000-059 Lisboa Tel:919658020 Email: pregaoleilao@gmail.com

Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Praceta Pedro Escuro, 10 - 3.º Esq.º (Junto à Rádio Pernes) DF DE SANTARÉM

DF DE SANTARÉM

SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM

SERVIÇO DE FINANÇAS DE SANTARÉM

EDITAL - ANÚNCIO

EDITAL - ANÚNCIO

Processo de Execução Fiscal n.º 2089200101029843 Ap

Processo de Execução Fiscal nº. 2089200401008250 Aps

Venda por Negociação Particular

Venda por Negociação Particular

Adelino Bernardes Coelho, servindo de Chefe do Serviço de Finanças do Concelho de Santarém. Faz saber que, nos termos da alinea a) do nº. 1 do artigo 252º. do Código de Procedimento e Processo Tributário, conjugado com as disposições contidas no artigo 905º. do Código de Processo Civil, foi nomeada Mandatária para proceder à venda por negociação particular do bem a seguir indicado, penhorado a Hélio Manuel Luís Pires, com domicílio fiscal em Vale da Junqueira 2025-601 Gançaria, a firma Jorge Coelho & Rebelo Mediação Imobiliária, Ldª, com sede em Avª Alberto Sampaio nº 12 3510-027 Viseu, com o telefone 232435296.

Jorge Manuel Sardinha Serra, Chefe do Serviço de Finanças do Concelho de Santarém. Faz saber que, nos termos da alinea a) do nº. 1 do artigo 252º. do Código de Procedimento e Processo Tributário, conjugado com as disposições contidas no artigo 905º. do Código de Processo Civil, foi nomeada Mandatária para proceder à venda por negociação particular do bem a seguir indicado, penhorado a Fernando Manuel Louro Carvalho e esposa Ilda Maria Pereira Neto Carvalho, com domicílio fiscal em Rua das Terras – Alqueidão do Mato 2025-140 Alcanede, a firma Charmoferta – Mediação Imobiliária, Ldª, com sede em Rua do Calvário nº 20 A 4505-315 Fiães VFR, com o telefone 917547647.

BEM A VENDER Prédio urbano sito no lugar de Vale da Junqueira, freguesia de Alcanede, concelho de Santarém, composto de casa de habitação de rés-do-chão com cinco divisões e a área coberta de 62,50m2, um alpendre com 29,00m2 e e um pátio com 56,70m2. Confronta de norte com o próprio, de sul e poente com estradas camarárias e de nascente com Maria do Rosário. CARACTERÍSTICAS: Afectação: Habitação, Tipologia/Divisões: 4, Nº de pisos: 1, Área bruta privativa: 86,64m2, Área bruta dependente: 29,00m2, Área total do terreno: 149,20m2, Área de implantação do edifício: 115,64m2, Área bruta de construção: 115,64m2. Inscrito na matriz no ano de 1958 sob o artigo urbano nº 2045. Descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o nº 06279/20061122 – Alcanede. O valor mínimo fixado para a venda é de € 12 045,00 (doze mil e quarenta e cinco euros). É fiel depositário do bem o Sr. Hélio Manuel Luís Pires, domiciliado em Vale da Junqueira 2025-601 Gançaria. Para efectivação da venda foi concedido o prazo até às 00:00 horas de 26/04/2011, devendo as propostas ser entregues por escrito à entidade encarregada da venda. Serviço de Finanças do Concelho de Santarém, aos vinte e quatro dias do mês de Março do ano de dois mil e onze. O Chefe de Finanças, (Adelino Bernardes Coelho)

O Escrivão, (João José M. Tavares)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

BEM A VENDER Prédio MISTO destinado a armazéns e actividade industrial, sito em TERRAS de Alqueidão do Mato, freguesia de Alcanede, concelho de Santarém, com a área total de 2.120,00 m2, sendo a parte urbana composta por casas de rés-do-chão para criação de gado, tendo a dois terços um sótão aproveitado com uma placa para recolha de fenos e palhas. Tem a área coberta de 191,00m2 e um anexo amplo com 36,00 m2. Tem ainda um logradouro com 173,00m2. Possui as seguintes CARACTERÍSTICAS: Afectação: armazéns e actividade industrial, Tipologia/Divisões: 1, Nº de pisos: 2, Área total do terreno: 400,00m2, Área de implantação do edifício: 400,00m2, Área bruta de construção: 400,00m2. Área bruta dependente: 209,00m2 e Área bruta privativa: 191,00m2. A parte rústica é composta de uma parcela com cultura arvense, oliveiras e pereiras. Confronta de norte com Joaquim Marques, de sul com Joaquim Lopes Rosa, de nascente com Herdeiros de Adolfo Ferreira Dias e de poente com caminho. Encontra-se inscrito na matriz urbana sob o artigo nº 2483 e rústica sob o artigo nº 235 da secção S, ambas da freguesia de Alcanede e acha-se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém, sob o nº 07217/20090612 – Alcanede. O valor mínimo fixado para a venda é de € 21 650,00 (vinte e um mil e seiscentos e cinquenta euros). São depositários do bem os executados acima identificados, com domicílio fiscal em Rua das Terras – Alqueidão do Mato 2025-140 Alcanede. Para efectivação da venda foi concedido o prazo até às 00:00 horas do dia 12/05/2011, devendo as propostas ser entregues por escrito à entidade encarregada da venda. Serviço de Finanças do Concelho de Santarém, aos vinte e oito dias do mês de Março do ano de dois mil e onze. O Chefe de Finanças, (Jorge Manuel S. Serra)

O Escrivão, (João José M. Tavares)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1326 de 31.03.2011)

INSCRIÕES ABERTAS envie o seu nome e contacto para passatempo@oribatejo.pt 31 Março 2011 O RIBATEJO 41


Saúde

Sílvia Lencastre Fróis Psicóloga Clínica Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo telemóvel

918 732 116 Santarém • Coruche • Rio Maior

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

Dr. Rui Castro Médico Especialista de Clínica Geral

CONSULTÓRIO: Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431 Telemóvel: 917 770 678 CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS

Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov) ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

Surgimed Anat.Patológica Dra. Margarida Mendes

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Ortopedia Dr. Duarte Cadavez

Cir.Geral/Obesidade Dr. Joaquim Costa

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dermatologia Dra. Joana Parente

Dr. LUÍS RAPOSO MÉDICO ESPECIALISTA ENDOCRINOLOGIA, DIABETES E OBESIDADE

SURGIMED Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 R/c Marcações pelo Tel./Fax 2436305780

Dr. A. JÚLIO SILVA Médico Especialista

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

42 O RIBATEJO 31 Março 2011

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Neurologia Dr. Jorge Becho Neuropsicologia Dr. Nuno Pestana Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues

Psiquiatria Dr. Vítor Henriques Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto Dr. Luís Costa

Exames Complementares e Outros:

UROLOGISTA

ORTOPEDIA (Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A Tel. 243 326 935 SANTARÉM

Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr.João Paulo Ribeiro Dra. Cátia Lima

• • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • M.A.P.A. • Holter 24 horas • Polisonografia em ambulatório

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt


Drª ISABEL MONTEIRO

J��lio Aranha Cardiologista

Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor

CHECK UP CARDIOVASCULAR RISCO CARDIOVASCULAR PRÁTICA DESPORTIVA Consulta médica Exames laboratoriais Electrocardiograma Ecocardiograma M e 2D Prova de Esforço RIBAMÉDICA - Telefone 912 722 206

• M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

Telef. 243 326 957

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

DRª MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva

MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM

Tomar | R. António Joaquim Araújo nº 32, 2300-555 T: 249 329 020 249 310 430 F: 249 320 029 Entroncamento | R. Ant.º Amílcar Correia nº 9, 2330-255 T e F: 249 719 984

243 328 890

Sertã | Av. Nuno Álvares Pereira nº 924 R/c, 6100-733 T: 274 603 433 F: 249 320 029 Torres Vedras | Av. General Humberto Delgado nº 22D, 2560-272 T: 261 319 130 F: 261 315 535 Santarém | Prolongamento da Praceta Jaime Cortesão Lote 4 C/v Dt.ª, 2000-228 T: 243 333 969 F: 243 321 945

AVEIRAS DE CIMA:

„ Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

DR. JOSÉ BRANCO PSICÓLOGO CLÍNICO

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES

Membro efectivo da Ordem dos Psicólogos Membro fundador da Sociedade Portuguesa de Psicoterapias Construtivistas

Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

PSICOTERAPIA DE ADULTOS E ADOLESCENTES

C O N S U LTA S

Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues

Análises Clínicas

Santarém | R. Prof Pinto Correia Lote 6 C/v, 2005-266 T: 243 303 180 F: 243 303 188

e-mail: geral@crtomar.pt

Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo

Potenciais evocados EIectroencefalografia Estudos do Sono em ambulatório Testes Cutâneos Alérgicos Provas de Função Respiratória Imagiologia de Intervenção: Citologia da Mama Citologia da Tiróide Biópsia Prostática eco-guiada Meios Terapêuticos: Litotrícia Ortotrícia

Abrantes | CHMT - Largo Eng.º Bioucas, 2200-202 T: 241 372 396 241 331 676 F: 241 361 521

ALMEIRIM: „ Clínica do Jardim: 243 593 422 „ Enfercentro: 243 579 601

Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Uro-TC Dental Scan Angiografia Fluoresceínica Ecografia Geral Ecografia Cardíaca Döppler Ecografia Obstetrica Radiologia Digital Mamografia Digital Ortopantomografia Digital Densitometria Óssea Digital Electromiografia

SANTARÉM:

„ GFS (Estrada S. Domingos, perto do Presídio):

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim

Ressonância Magnética 1,5 t RM Neuro/Corpo/Osteoarticular Difusão/Perfusão/Expectroscopia Quantificação fluxo do LCR Angio RM RM Mamária RM Cardíaca TC 64, 16 e 4 Cortes Angiografia Cardíaca Virtual Colonoscopia Virtual Broncoscopia Virtual Angio-TC

ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

POR

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

CONSULTÓRIOS: Alverca R. Cidade de Dévnia, 21, 2º, Dto Lisboa Clínica Movimento e Saúde/ R. José Falcão, 52, 2º F INFORMAÇÕES E MARCAÇÕES:

961 285 155 ou 216 037 099

Terapeuta Osteopata Rui Leite Ceficarte

CENTRO DE FISIOTERAPIA DO CARTAXO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c • 2070-011 Cartaxo

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada CENTRO AUDITIVO WIDEX Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia X

Dr.ª Patrícia Branco

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

DR. MARCÃO Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

31 Março 2011 O RIBATEJO 43


R+ Desporto OPINIÃO

Agora vale mais a pena ir à bola

André Lopes

E

ntrou-se na meta dos últimos dez jogos da divisão Principal e todas as equipas ganharam ambição e garra. Porque os jogadores sentem que agora é que é a sério, que cada jogo vai ajudar a definir a história da época. Agora até os campos têm mais assistência. No actual modelo competitivo, os clubes que ficarem na mesma série podem jogar entre si quatro ou seis vezes na mesma época. Não é que as equipas cheguem ao ponto de já não se poderem aturar. A chatice são os primeiros encontros, quando às vezes o ambiente que se respira é o de “vamos lá despachar isto, que perder ou ganhar é uma questão relativa”. A fase regular, com 22 jogos a 1,5 pontos cada (0,5 no caso de empate) faz lembrar o ratinho a correr na roda. Ou então uma espécie de caminho mais longo para chegar ao destino - apesar de sabermos que vamos dar uma volta desnecessária. Das 18 associações (excluindo as insulares) há apenas mais três com o figurino adoptado pela AFS. Dizem que querem evitar que a competição esmoreça à medida que se aproxima do fim. O que nem sempre acontece, como a actual época comprova. Entre as actuais equipas do apuramento de campeão está tudo tão equilibrado e indefinido como esteve na fase regular, tornando-se completamente desnecessário o artifício da fase final. Ao menos, este ano o líder não se sentiu “roubado” porque não tinha uma vantagem significativa. Por outro lado, apregoa-se que a jogar só entre si, as melhores equipas aperfeiçoam a qualidade competitiva. A consistência deste argumento perde-se na lógica de campeonato, onde se premeia a regularidade de toda a época.

44 O RIBATEJO 31 Março 2011

O golo de João Simões foi perfeito e provocou uma viragem no jogo. André lopes

Distrital Principal A corrida vai a meio e não há fugitivos Na transição para a segunda volta da fase final, apetece dizer que a classificação deu uma volta de 360º. As equipas teimam ém perdr pontos quando chegam ao cimo das tabelas. André Lopes anfinulo@gmail.com

Entre o líder da Divisão Distrital Principal e o sexto lugar, vai uma diferença de cinco pontos, o que não é nada ao verificar que as equipas teimam em perder jogos quando chegam ao topo da tabela. Quando na semana passada o Ouriense venceu o Cartaxo, aquela equipa até parecia ter definitivamente arrancado para o estatuto de principal favorito. Mas, surpresa das surpresas, esta semana o Ouriense viu-se à rasca em Mação, saindo de lá derrotado e com a liderança deixada à mercê do próximo salteador. Com golos de Nuno Rodrigues e Luís Vieira, o prémio foi para a equipa de Paulo Costa, que teve uma prestação mais objectiva e coesa, pelo menos até o ouriense João Simões enfiar a bola na gaveta a tempo de reanimar o jogo. A partir daí o Mação tremeu e os últimos minutos pertenceram apenas ao ataque do Ouriense mas a vitória ficou mesmo em

casa. Quem gostou deste resultado foi Cláudio Madruga, que conseguiu reaproximar o seu Cartaxo da luta pelo título. Os “tintos” não venciam desde a primeira jornada e andavam com muita sede. Miguel Calixto, Ruas e Hugo Monteiro marcaram no Municipal frente ao Fazendense, que marcou apenas por Fábio Matias. Foi assim imposta a primeira derrota do Fazendense, precisamente na jornada em que Filipe Rego podia ter chegado à liderança. Quem não gostou nada destes resultados foi João Henriques, apesar de o Torres Novas ter caído do 2.º para o 5.º lugar por culpa própria. O Alcanenense venceu em Torres Novas com José Torcado a orientar a equipa, e marcou por três vezes: duas de Fábio Pereira e outra de Peu, num resultado esclarecedor. Quanto à 6.ª jornada, com a proximidade que vai de cima a baixo no grupo do apuramento, apenas se poderá comprovar no próximo domingo que todas

as equipas têm querido apenas ganhar: Mação-Cartaxo, Torres Novas-Ouriense e AlcanenenseFazendense. Manutenção Também na série de manutenção as contas se complicam em vez de se resolverem. Neste momento apenas o Samora está com a trouxa arrecadada para a descida de divisão, com ínfimas hipóteses de recuperação. E nesse comboio há lugar para mais um. O grande destaque até à 5.ª jornada vai para o Ouriquense, que em quatro jogos de luta pela manutenção fez tantos pontos quantos acumulou em toda a fase inicial! A inesperada

O grande destaque até à 5.ª jornada vai para o Ouriquense, que em quatro jogos fez tantos pontos quanto em toda a fase inicial!

vitória no difícil terreno do U. Tomar foi conseguida com golos de Renato, Daniel e Afonso. A equipa de Vila Chã de Ourique está ressuscitada e pronta para a manutenção. Inesperada foi também a derrota do Benavente no peladão do Pego, com o golo único de Paulo Jorge. Os pegachos estão em fase descendente, mas esta vitória permite esperançar por uma recuperação. O Amiense voltou às vitórias, bem a tempo de não se deixar apanhar pelo Ouriquense ou pelo Pego. Ricardo Queiroz e Sérgio Mendes marcaram no jogo frente ao Samora. Na jornada debutante da segunda volta, aperta-se a espiral em jogos que podem ser decisivos para várias equipas. O Ouriquense pode avançar com a sua recuperação vertiginosa, caso vença em casa frente ao Samora. O Benavente não quer voltar a ceder e vai a Tomar para consolidar a liderança, enquanto o Amiense joga no Pego, como favorito, mas pouco.


Tabelas de Classificações Futebol

A Figura da semana

DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL Apuramento do Campeão 5ª jornada Torres Novas Mação Cartaxo 1 2 3 4 5 6

Ouriense Cartaxo Alcanenense Fazendense Torres Novas Maçâo

0-3 2-1 3-1 J 5 5 5 5 5 5

V 2 2 2 1 1 1

Alcanenense Ouriense Fazendense E 1 0 2 3 3 3

D M-S P 2 7-6 28 3 7-7 26 1 5-3 25 1 6-7 25 1 6-8 25 1 2-2 23

6ª jornada (3.04.11) Mação - Cartaxo Torres Novas - Ouriense Alcanenense - Fazendense Manutenção 5ª jornada U. Tomar Pego Amiense 1 2 3 4 5 6

Benavente Amiense U. Tomar Ouriquense Pego Samora

1-3 1-0 2-0 J 5 5 5 5 5 5

V 2 3 2 4 2 1

Ouriquense Benavente Samora E 1 0 1 0 0 0

D M-S P 2 7-6 24 2 8-6 21 2 8-9 20 1 11-6 18 3 7-10 18 4 8-12 10

6ª jornada (3.04.11) Pego - Amiense U. Tomar - Benavente Ouriquense - Samora

PEDRO MURTEIRA Pedro Murteira, treinador do Ouriquense, no seu difícil primeiro ano na divisão Principal, o treinador viu finalmente a sua equipa ressuscitar e sair da zona de despromoção. Nos 22 jogos da fase inicial, o Ouriquense conseguiu apenas duas vitórias. Nos cinco jogos disputados na fase final, já conseguiu quatro.

Números

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA Apuramento do Campeão 3ª jornada Mindense Salvaterrense U. Abrantina 1 2 3 4 5 6

C. Ferroviária Moçarriense U. Abrantina Mindense Porto Alto Salvaterrense

0-2 1-2 0-0

Ferroviária Porto Alto Moçarriense

J V E D M-S P 3 2 1 0 4-1 7 3 1 2 0 2-1 5 3 1 1 1 2-3 4 3 1 0 2 4-4 3 3 1 0 2 4-5 3 3 1 0 2 3-5 3

4ª jornada (3.04.11) Ferroviária - U. Abrantina Moçarriense - Salvaterrense Mindense - Porto Alto

Apuramento do Campeão

1 2 3 4 5 6

Monsanto Oliv. Bairro Nogueirense Atl. Riachense Ac. Viseu Sourense

2-0 1-0 2-1 J 1 1 1 1 1 1

V 1 1 0 0 1 0

Sourense Atl. Riachense Nogueirense E 0 0 0 0 0 0

2ª jornada (3.04.11) Atl. Riachense - Monsanto Nogueirense - Oliv. Bairro Sourense - Ac. Viseu

FUTEBOL A vitória em Minde colocou o clube do Entroncamento na linha da frente da luta pelo título e subida à Principal. O treinador Kaloga viu o Ferroviária isolar-se pela primeira vez na liderança. Mas para isso ajudou também o empate obtido pelo Moçarriense em Abrantes. Alguns falhanços por parte de ambas as equipas mantiveram o nulo no marcador até ao final. O jogo foi disputado no relvado n.º2 da cidade desportiva, devido ao mau estado do relvado natural do estádio. Por fim, o Porto Alto conseguiu a sua primeira vitória da fase final, ante o Salvaterrense. A vitória serviu de desempate aos dois jogos da primeira fase, cujos resultados foram 1-1. Desta vez, Camião e Ganhão trataram reservar os três pontos para o AREPA. Ferroviária, Abrantina e Moçarriense têm demonstrado equivalência de forças e superioridade na série. A 4.ª jornada pode provar isso ou negá-lo. Temos um dérbi no Entroncamento, onde os locais querem bater o Abrantina para robustecer a liderança. Se a turma de Nuno Gomes não obtiver um resultado positivo neste jogo, as probabilidades de chegar ao título encolhem. No domingo, o Moçarriense recebe o Salvaterrense no seu pelado, onde é sempre favorito e o Mindense joga novamente em casa, com o Porto Alto.

03/04 3ª Nacional Monsanto

3ª DIVISÃO NACIONAL - SERIE D 1ª jornada Monsanto Oliv. Bairro Ac.Viseu

Distrital Secundária Ferroviária soma e segue rumo ao título

D M-S P 0 2-0 25 0 1-0 22 1 1-2 22 1 0-1 22 0 2-1 21 1 0-2 17

O dérbi entre Riachense e Monsanto, duas das melhores equipas da 3.ª Divisão Nacional, é disputado já no domingo que vem, dia 3 de Abril. A turma de Riachos já não tem nada a perder, enquanto a de Monsanto tem tudo para ganhar.

3-1 O Ouriquense venceu os últimos três jogos por 3-1. O facto tem duplo significado: a inequívoca recuperação de uma equipa que entrou na fase final com o estatuto de condenado e por outro, porque são resultados que espelham superioridade posta em campo.

Abrantina-Moçarriense: embate de forças que se anularam.

retoma favoritismo FUTEBOLConsiderando que a fase final é que é verdadeiramente decisiva, o Monsanto entrou nela com o pé direito, assumindo isolado a liderança na 1.ª jornada. A vitória em casa com o Sourense melhorou o resultado obtido na última jornada da fase inicial, há 15 dias. O Monsanto marcou desta vez por intermédio de Filipe e Ragner, tendo ainda várias ocasiões desperdiçadas. Visto que o Riachense e o Nogueirense perderam, Rui Górriz viu a sua equipa fugir ao grupo do apuramento de campeão, com três pontos de vantagem sobre três equipas (Oliveira do Bairro junta-se às supra-citadas). O Riachense averbou a terceira derrota

consecutiva, curioso número, o mesmo alcançado até ao início deste série negra, há três jornadas atrás. A derrota bairradina teve o mesmo resultado do encontro anterior com o Oliveira do Bairro, ou seja, a vantagem mínima. Mas o Riachense vendeu cara a derrota, diz quem viu, que merecia ter marcado o golo do empate. No próximo domingo, vem aí um Riachense-Monsanto, o dérbi mais espectacular da região, entre duas equipas que este ano têm apresentado grande qualidade de jogo. O Monsanto surge mais motivado pelos últimos resultados mas o Riachense em casa é muito forte e é a liderança que estará em jogo. Além disso, dérbi �� dérbi.

Liga Orangina Para o Fátima cada jogo é uma final FUTEBOL Oito jogos e 24 pontos estão ainda em disputa, mais do que suficiente para o Fátima assegurar a manutenção. Treinador e jogadores acreditam que tal objectivo é possível de atingir, influenciados pelos últimos resultados. No último jogo, o Fátima empatou no reduto do candidato Trofense. O campeonato teve depois um intervalo e a equipa orientada por Ricardo Moura teve duas semanas para preparar o regresso à carga, devendo encarar cada jogo como uma das últimas oportunidades para recuperar. O regresso é feito este domingo, em casa, frente ao Arouca, equipa que está a fazer uma grande época.

31 Março 2011 O RIBATEJO 45


R+ Desporto Tenista veterano do CTS chega à final de torneio

Master Starbaits na barragem dos Gagos

TÉNISGonçalo Andrade, do Clube de Ténis de Santarém, chegou à final do escalão +35 anos do torneio nível B de veteranos “Festas da Cidade de Santarém”, que o clube scalabitano organizou no passado fim-de-semana. No jogo derradeiro, Gonçalo Andrade perdeu frente ao nº 50 do ranking nacional, José Rodrigues, da Associação 20 kms de Almeirim, por 3/6 e 2/6. No escalão de +45, o vencedor foi o algarvio Jorge Varela, nº 22 nacional, que derrotou na final António Eira, de Lisboa (nº 34), pelos parciais de 6/4 e 6/2. Rui Miguel, tenista do CTS, chegou às meias finais onde perdeu frente ao vencedor do torneio, por 6/1 e 6/2. Inscreveram-se cerca de 30 atletas nos dois escalões.

PESCACom 42,340 quilos de peixe pescado, a dupla Carlos Silva / José António venceu a 2ª prova do “Master Starbaits”, no passado fimde-semana, na barragem dos Gagos, organizada pelo Clube dos Amadores de Pesca do Ribatejo (CAPR) das Fazendas de Almeirim . Nesta prova, apuraram-se as cinco equipas com maior peso de pescado, que se vão juntar às cinco apuradas na primeira prova para disputar a grande final, que se realiza entre 29 de Abril e 1 de Maio, na albufeira dos Gagos. Integrado nas comemorações do seu 46º aniversário, o CAPR vai realizar um convívio de pesca desportiva no domingo, 3 de Abril, na barragem dos Gagos. As inscrições, que podem ser feitas pelos telefones 965 043 395 ou 919 905 264, custam 15 pimpões, com direito a almoço, e há prémios em disputa até ao 25º lugar. O jantar comemorativo dos 46 anos de existência do CAPR vai realizar-se na sexta-feira, 8 de Abril, no salão Moinho de Vento. As inscrições para a festa custam 15 bogas e podem ser feitas pelo telefone 919 905 264.

Motards oferecem equipamento aos bombeiros TTO III passeio todo-o-terreno “trilhos da serra” rendeu cerca de 2.200 euros, dinheiro que o grupo motard “Os Amigos d’Elas”, das Fazendas de Almeirim, entregou à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almeirim. A verba foi empregue na renovação e reequipamento dos barcos da associação, que estavam a precisar de algum material. Tendo por mote a angariação de fundos para os bombeiros, o passeio TT realizou-se no passado dia 6 de Fevereiro, tendo reunido 81 veículos e 178 participantes, entre condutores e acompanhantes.

PUBLICIDADE

46 O RIBATEJO 31 Março 2011

Clássica do atletismo ribatejano reuniu perto de 1.000 participantes

João Silva e Vera Nunes venceram em Salvaterra O CCD “O Alvitejo” venceu colectivamente em seniores femininos e João Vaz foi o mais rápido no escalão M40. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

João Silva, da Juventude Vidigalense, e Vera Nunes, do Sport Lisboa e Benfica, foram os vencedores da XI edição dos 12 Km de Salvaterra de Magos – prova Professor António Lopes, que reuniu perto de mil atletas no passado domingo, a que se juntaram cerca de 500 participantes na 5ª caminhada “mexa-se como nós”. Numa manhã bastante agradável para a prática do atletismo, João Silva teve a companhia de José Maduro, do Maduro Atletics, até meio da prova, altura em que o triatleta se distanciou da concorrência para vencer com uma

vantagem confortável. Com um tempo de 36m49s, João Silva ficou a apenas 31 segundos do recorde da prova, que se manteve na posse de José Ramos, da Conforlimpa, ao passo que José Maduro acabou por ficar no segundo lugar do pódio principal, seguido por Michael Andersen, da Academia Korpo. No sector feminino, a benfiquista Vera Nunes

O triatleta da Juventude Vidigalense ficou a escassos 31 segundos do recorde da prova

venceu destacadamente com um tempo de 44m58s. A equipa feminina do O C.C.D. “O Alvitejo”, de Vale de Figueira, concelho de Santarém, composta por Ana Margarida, Branca Dias e Carla Calçada, conseguiu o triunfo colectivo em femininos, com 29 pontos, deixando o CRD Arrudense e o AA Cartaxense nos 2º e 3º lugares do pódio, respectivamente. Em termos individuais, destaque ainda para João Vaz, que completou a prova em 40m12s e subiu ao lugar mais alto do pódio no escalão M40. Esta clássica do atletismo ribatejano foi organizada pela associação Amigos da Corrida de Salvaterra (ACS).

Brasileiros dizem que Rio Maior foi opção certa TRIATLO“Apesar do projecto ter arrancado há cerca de dois meses, os atletas já começaram a mostrar alguns progressos”, disse ao nosso jornal o seleccionador brasileiro de triatlo, Marcos Laporta, acerca do projecto “Rio Maior 2016”. Ao abrigo deste programa, oito triatletas do Brasil, alguns deles bastante promissores, estão a estagiar na cidade ribatejana com vista à preparação dos Jogos Olímpicos de 2012 e 2016. Notícia mais desenvolvida em www.oribatejo.pt


Resultados da 8ª jornada da Taça Fundação Inatel FUTEBOL Resultados completos da 8ª jornada da 2ª fase da Taça Fundação Inatel em futebol: Grupo A1: Casais Ravelhos 3 – Rio de Moinhos 0, e Alvega 0 – Sentieiras 2. Folgou o Seiça. Comanda o Sentieiras, com 13 pontos. Grupo B1: Vale de Cavalos 2 – Parreira 1. Folgaram Benfica do Ribatejo e Paço dos Negros, (uma vez que a equipa do Alcanhões foi desclassificada). Comandam Benfica do Ribatejo e Parreira, com 7 pontos. Grupo C1: Alcobertas 2 – Lapa 0, e Almoster 0 – Tigres do Cartaxo 0. Folgou o Alencalense. Comanda o Tigres do Cartaxo, com 15 pontos. Grupo D1: Montinhos Pegos 1 – Santa Justa 1, e Malhada Alta 0 – Carapuções 1. Folgou o Fazendas Figueiras. Comanda o Carapuções, com 13 pontos. Grupo A2: Sabacheira 1 – Lobos do Carvalhal 1, e Amoreira 2 – Bairro 1. Folgou o Olival. Comanda o Olival, com 15 pontos.

Grupo B2: Envendos 7 – São Facundo 0, e Carvoeiro 0 – Arreciadas 2. Folgou o Ortiga. Comanda o Arreciadas, com 16 pontos. Grupo C2: Juve S. Domingos 2 – Raposa 1, e Alvitejo 1 – Carregueira 1. Folgou o Ulme. Comanda a Raposa, com 13 pontos. Grupo D2: Quebradas 3 – Casal da Charneca 0, e Vilanovense 3 – Assentiz 0. Folgou o Arrouquelas. Comanda o Arrouquelas, com 13 pontos. Grupo E2: Valada 3 – Vale da Pedra 0, e Vale da Pinta 0 – Ereira 1. Folgou o Vale de Santarém. Comanda a Ereira, com 21 pontos. Grupo F2: CB Samora Correia 0 – Foros de Salvaterra 0, Fajarda 5 – Granho 0, e Valverde 0 – Zebrinho 3. Comanda a Fajarda, com 18 pontos. Grupo G2: Rebocho 3 – Volta do Vale 2, e Azervadinha 1 – Santana do Mato 2. Folgou o Cortiçadas de Lavre. Comanda o Rebocho, com 15 pontos.

Infantis espreitam passagem à fase seguinte HÓQUEIOs infantis do Hóquei Clube de Santarém golearam o Juventude Ouriense por 11-2 e podem ainda qualificarse para a fase seguinte do campeonato; estão obrigados a vencer este fim-de-semana em Tomar. Os iniciados alcançaram a primeira vitória ao bater o líder HC Sintra por 7-5, num jogo em que deram uma lição de bem contra-atacar. Os juvenis apuraram-se para a “final four” com uma vitória por 8-4 frente ao Sporting de Marinhense.

Amiense vence torneio das festas de São José FUTEBOL JOVEMO Clube Desportivo Amiense venceu a IV edição do torneio de futebol sub11 entre escolas de formação do concelho de Santarém, que se realizou no campo da Escola Agrária no domingo, 20 de Março. A Académica de Santarém conquistou o segundo lugar, o Atlético Clube de Pernes ficou na terceira posição e o CCDR Moçarriense no quarto posto.

Equipa de Ourém derrotou o CD Fátima na final

Sandoeirense e Cartaxo vencem Taça do Ribatejo FUTSAL O Sandoeirense conquistou a edição 2010 / 2011 da Taça do Ribatejo em futsal, ao vencer a “final four” que se realizou no passado fim-de-semana. No sábado, nas meias-finais jogadas no pavilhão de Tomar, a equipa de Ourém bateu o Novas Oportunidades por 2-1, ao passo que o CD Fátima eliminou o Riachense por 3-2, num jogo em que perdia por 0-2 ao intervalo. No domingo, dia 27, no pavilhão do Entroncamento, o Sandoeirense, que pareceu mais fresco e foi sem-

pre mais objectivo, derrotou os fatimenses por 4-2 e levou o “caneco” para Ourém. Em seniores femininos, venceu o Sport Lisboa e Cartaxo, que precisou de chegar aos penaltis numa final bastante renhida para levar de vencido o Atlético Riachense, por 5-4. Nos jogos das meias-finais, disputados no sábado, as cartaxeiras golearam a Casa do Povo das Mouriscas por 7-0, ao passo que o Riachense ultrapassou o Goleganense com relativa facilidade, ao vencer por 5-0. PUBLICIDADE

31 Março 2011 O RIBATEJO 47


31.03.2011

ORIBATEJO

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

Não perder em www.oribatejo.pt

TEMPO

u t x x t t x QUINTA

SEXTA

SÁBADO

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

Máx. 24º Mín. 15º

Máx. 26º Mín. 14º

Máx. 24º Mín. 13º

Máx. 22º Mín. 16º

Máx. 23º Mín. 17º

Máx. 24º Mín. 18º

Máx. 21º Mín. 14º

VÍDEOS

+LIDOS

ROSÁRIO BREVE

Fedores da pátria cloaca A Festa do Vinho de Alcanhões foi captada pelas nossas câmaras, naquele que foi um dia de muita animação pelas adegas desta vila ribatejana que recebeu muitos convidados. A reportagem pode ser vista na TV Ribatejo, num trabalho de João Nuno Pepino.

A Caminhada do Clube do Mato em Almoster foi alvo de reportagem da objectiva atenta do nosso colaborador António Vieira. Uma viagem pelos primaveris caminhos desta freguesia de Santarém a não perder em vídeo.

Daniel Abrunheiro

E

ste País não anda: tresanda. Dia a dia, mais e mais chafurdamos na cloaca. Claro que os queixosos (as pessoas que trabalham mesmo, que descontam mesmo) só podiam ser – como são – acusados de negativismo antipatriótico. (Pois se até a mulher de Cavaco, recebendo uns míseros 800 euros de reforma, parece tão feliz na mesma, tão comprometida, tão empenhada (ou “engajada”, como no jargão francófilo-sartr’existencialista), tão activa, tão caritativa…) Mas nem todos podemos ser cônjuges do Chefe de Estado. Não, a Parvónia tresanda, não anda. Exemplo: cheira-me que daqui a uns tempos o espectro cancerígeno-financeiro do BPN vai fulminar, por metástase, um tal BCP Millenium. Cheira, cheira. É que o furúnculo não é rosa, é só da cor dela. Outro exemplo: cheira-me

Opinião: o presidente da Direcção da UDS, Coronel Rogério Soares, escreve-nos um longo artigo de reflexão crítica a propósito da reportagem que aqui publicámos na edição anterior sobre a falta de equipamentos desportivos e relvados sintéticos em Santarém, e que publicamos no site do jornal. Leitura que recomendamos vivamente em www.oribatejo.pt.

que o famigerado “rating” das tentaculares “agências internacionais”, o tal “rating” que nos põe mais ainda de rastos para melhor nos desfechar um pontapé definitivo nos quartos traseiros, significa apenas isto: “ardil de ratos”. E este exemplo ainda: cheira-me que o decreto que alarga em milhões e milhares os limites de autorização de despesas pelos donos e pelos mastins dos cargos ditos públicos (primeiro-ministro e ministros, institutos, directores-gerais disto e daquilo, chefes de gabinete e demais pandilha, entre a qual avultam, valha-nos o Santíssimo, a autarcada toda) é um avia-clientelismos de última e desesperada hora. Mas já não me cheira que o Tribunal de Contas venha a conseguir (ou sequer a querer) fiscalizar, de facto e deveras, esta tripa-forra demencial. Corrijo-me: isto não cheira – isto fede. (E ainda por cima, como se nada disto bastasse para colectiva desgraça, o antigamente grande Sporting Clube de Portugal está transformado numa rulote de bifanas, coisa que me cheira a preocupar mais, deveras e de facto, os portugueses do que os Portugueses.) daniel.abrunheiro@gmail.com

DITO

1

O vídeo e a fotografia que revelam semanalmente a capa da edição do Jornal O Ribatejo foram dos conteúdos mais vistos no site do jornal O Ribatejo. Esta semana há mais do mesmo para ver.

2

A notícia da introdução de portagens na A23 subiu entre as mais lidas. Está a chegar Abril e as dúvidas e preocupações dos utentes daquela autoestrada são cada vez maiores.

3

O concurso organizado pela Câmara de Santarém que premiou “Ideias do antigamente fazem a diferença no ambiente” disparou o número de visitas no site do Ribatejo.

4

A vitória de João Silva no Triatlo de Alpiarça e a fotogaleria anexa foram duas das notícias com mais procura por parte dos nossos internautas. O desporto em destaque.

Comentário online “Com esta decisão (de construir uma nova estrada na cidade), a Câmara Municipal de Torres Novas ridiculiza novamente as populações de Alcorochel, Casais Novos e Casével. Basta de hipocrisia, também queremos as nossas estradas betumadas. Os fundos comunitários devem ser utilizados com senso e inteligência” Gabriel Rodrigues PUBLICIDADE


edição 1326