Issuu on Google+

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 28 de Janeiro de 2011 | Ano X X VI | N. 1317 | €0,80

(IVA incluído)

Telefone 243 309 600 · Fax 243 333 766 · Centro Nacional de Exposições - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000-471 Santarém info@oribatejo.pt - www.oribatejo.pt

Violência na escola • Criminalizar não é a solução, dizem pais e professores É preciso combater as causas da violência na • escola propõe o advogado Oliveira Domingos António Gaspar defende investimento • Juiz na prevenção Presidente da Comissão de Menores • diz que a lei actual já tem soluções

| páginas 6 e 7

INEM recusa socorrer criança com perna partida Um miúdo que se lesione com gravidade durante um jogo oficial de futebol não é um episódio que o INEM considere de emergência. Foi isto que descobriram os dirigentes da União Desportiva de Santarém e os pais | página 12 de Filipe Silva.

Santarém Basket e Rugby são os que mais recebem da Câmara

Eleições presidenciais Só Alpiarça resistiu à onda de Cavaco Silva

página 15

Região Coruche vai continuar a ter comboio

página 8

Região Granho boicotou eleições presidenciais página 16

Santarém Casével protesta contra estrada esburacada página 13

página 17

Legislação laboral Despedidos e mal pagos página 23


2

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

praçapública eles dizem

sopa da pedra

r

Nunca me passou pela cabeça que os resultados da criatura fossem tão longe.” Alberto João jardim Sobre os resultados de José Manuel Coelho

r

Sócrates não é tão fácil de ‘despedir’ como se pensa por aí.” Defensor Moura Candidato presidencial

r

A festa fes da Antena Livre Não é vulgar ver uma autarca assim tão divertida ao lado do músico David Antunes, o mesmo da banda oficial do “5 Para a Meia-Noite”. Pois foi assim mesmo, despida de preconceitos e dos paramentos do cargo de presidente da Câmara, que Maria do Céu Albuquerque cantou, dançou e encantou na festa dos 30 anos da Rádio Antena Livre. Aconteceu na passada sexta-feira, no bar Aquapolis, em Abrantes. Lá estiveram também

O melhor é a placa

muitos nomes da música e das artes, entre os quais, um destaque para a bonita modelo Marta Cruz, filha do ex-apresentador de televisão Carlos Cruz. Na mesma noite foi apresentado o CD “Escuta”, editado pela Antena Livre, com 16 músicas de oito bandas e artistas da região. Uma colectânea que é uma agradável surpresa. Parabéns à equipa da Rádio Antena Livre.

Quem espreitar o busto de José Manuel Casqueiro, agora assente em pedestal no átrio do Cnema, dificilmente encontrará a mínima semelhança entre a figura representada no bronze e o rosto de Casqueiro que todos bem recordamos. Não há um traço sequer que vagamente o lembre, seja de frente ou de perfil (ver pág. 14).

Ora não tendo havido troca na oficina do escultor, presumimos que o busto que o pretende retratar para a posteridade é mesmo este. Felizmente que o pedestal tem uma placa com os dizeres essenciais à evocação do fundador e dirigente da CAP, que também esteve na origem do Cnema que agora lhe perpétua a memória.

Enquanto prevalecer a cultura do ‘eles’ (os responsáveis por todos os males) e ‘nós’ (as inocentes vítimas deles), vai ser muito difícil convencer os portugueses de que não há vida para a frente com a vida que levamos. Miguel Sousa Tavares Expresso

r

”Não me demito nem agora nem nunca” Paulo Sérgio Treinador do Sporting

crónica de maldizer

Felizmente, houve luar Não gosto de Santos. Não gosto, não. Deve ser por isso que não gosto do nosso Ministro das Finanças nem dos Santos de Angola. Nem daquele Santos (Silva) que me dizem da Defesa, mas que está sempre a atacar os inimigos. Dos Santos só ressalvo o S. Pedro, sempre bonacheirão, atiradiço e brejeiro mas atento às necessidades e às alegrias e tristezas dos homens. O que tornei a comprovar com o luar que o S. Pedro nos forne-

ceu durante a campanha eleitoral que agora terminou. Os debates, como todos vimos e com grande proveito, foram espantosos, inteligentes e respeitadores e os tempos de antena dos candidatos foram fantásticos, soberbos, magníficos, verdadeiramente sublimes, prodigiosos por vezes, e todos extraordinários (ou extra-ordinários – o corrector do computador decidirá…). Todos brilhantes. Brilhantes e iluminantes.

Foi por se ter dado conta disso que o S. Pedro nos mandou aqueles luares de Janeiro que nos alumiaram as noites da campanha eleitoral para Presidente da República. O S. Pedro, sempre generoso, pensou lá com ele: os portugueses estão a ficar todos, todos os dias, ofuscados com o brilho dos debates dos candidatos; ficam ofuscados e encandeados pelas luzes que os candidatos acendem nas suas mentes opacas com as suas oratórias brilhan-

tes. De tal modo que, de noite, nas noites longas que os portugueses agora vivem sem verem saída que lhes valha, se as noites se mantiverem tão escuras como têm sido há largos meses, os portugueses arriscam-se a tropeçarem e darem trambolhões, estendendo-se ao comprido, por caminharem no escuro, enlevados pelas fagueiras esperanças que os candidatos lhes acenderam – como grandes luminárias que todos se revelaram. E foi assim e por isso que o

Eurico H. Consciência

único Santo em que eu acredito (Santo que nada tem que ver com aquele Santo de Cascais em que Judas tinha uma crença incorrigível), foi por isso que o generoso Santo Pedro, S. Pedro para os íntimos, nos aclarou e incandesceu as noites da campanha eleitoral com um luar portentoso, de inusitado brilho, que logrou ofuscar o dos candidatos.


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Cartoon de António Maia

a pergunta da semana

opinião

online

Concorda com a prevista redução das indemnizações por despedimento de trabalhadores? Concordo com essa medida porque ajusta a realidade do país aos empresários, defendendo o bom empregador e o bom empregado, dando assim a possibilidade de excluir dos quadros quem não quer compreender os tempos difíceis que todos atravessamos. As mais-valias para as empresas são muitas e gostaríamos que esta lei fosse aplicada também aos actuais contratos.

Estamos obviamente contra estas medidas que se aproveitam da crise para favorecer os patrões. É um escândalo lançar sobre os trabalhadores o ónus desta crise. Especialmente quando certo patronato anda aí a admitir que foram eles os culpados de levar este país à falência. São medidas para embaratecer os despedimentos e dar mais instrumentos de exploração dos trabalhadores.

Rui Dias

Valdemar Henriques

Associação Comercial Torres Novas

CGTP-IN Santarém

São medidas inaceitáveis porque colocam os trabalhadores a pagar a crise. No fim de contas, os patrões andam sempre a queixar-se de dificuldades mas são eles os beneficiados com estas medidas. Lamento que tenha sido o próprio Governo a propor ir-se ainda mais além do que aquilo que sugeria o patronato. O fundo de indemnizações pode ser uma segurança mas não acredito que os patrões lá António Carreira vão por dinheiro. UGT Santarém

F editorial

Os sinais que ficam depois das eleições

Sem surpresa, Cavaco Silva foi reeleito à primeira volta com expressiva maioria, apesar da pesada abstenção (ver quadros de resultados eleitorais na página 8). Surpreendente mesmo, só a clamorosa derrota de Manuel Alegre, que não conseguiu sequer chegar aos 20% – a ironia da situação deu-lhe agora a provar do mesmo veneno que ofereceu a Soares há cinco anos, ao mesmo tempos que viu o seu tão apregoado pecúlio entregue de mão beijada a Fernando Nobre. Pode dizer-se que Alegre, politicamente, morreu com estas eleições. Mas outros incríveis incidentes ficaram a marcar este acto eleitoral, como é o caso dos eleitores impedidos de votar por problemas burocráticos de identificação – ou seja, problemas de registo entre os novos cartões de cidadão e o nú-

Acredito que esta medida não vai adiantar nada, vai é ainda desmotivar mais do mundo laboral. Para as boas empresas, aquelas que cumprem as regras, não vai ser a redução de 30 para 22 dias de indemnização que vai levá-las a entrarem em processos de reestruturação. Para as empresas que não são viáveis, que já não deviam existir, estas medidas podem ser um balão de oxigénio para coPedro Pimenta Braz meçarem a despedir pessoas. Estas medidas não Presidente da concelhia trazem competitividade porque a competitividade do PS tem mais a ver com custos de contexto.

mero de eleitor. Um erro demasiado gritante que já levou, neste entretanto, à demissão do directorgeral da Administração Interna. Uma surpreendente e inusitada rapidez de assumpção de responsabilidades nos tempos que correm, talvez para evitar perigar o tombo de outros cargos mais altos. Igualmente penoso foi o discurso de Cavaco Silva. Sem grandeza política – e escusado será lembrar quão necessária é no estado em que se encontra o País – e, ao contrário, manchado por um mesquinho ajuste de contas com os candidatos derrotados. Quando se esperava do estadista vitorioso ao menos o cliché de uma mensagem de reconciliação ao país, o que vimos foi um homem zangado e ressentido com os episódios de uma batalha eleitoral que acabara de ganhar e

que, nas suas palavras, reduziu à “vitória da dignidade contra a infâmia”. Mas pior e de preocupante sinal, foi ouvi-lo mais tarde pedir aos jornalistas para denunciarem as suas fontes sobre os casos que classificou de “infâmias”. Um comportamento político no mínimo reprovável em democracia, para não dizer mesmo perigoso quando se tem o poder de um Presidente da República. Contudo, perante os nossos credores internacionais nada mudou com estas eleições. No dia a seguir à reeleição de Cavaco Silva os juros da dívida soberana portuguesa voltaram a subir mais umas décimas. Mas isso, como sabemos, não fez parte do debate interno nestas presidenciais. Joaquim Duarte

JUSTIÇA EM PORTUGAL A justiça em Portugal sofre de uma crise estrutural muito grave, que afecta de forma directa o desenvolvimento do Pais. (…) A justiça é um pilar essencial da nossa democracia, transversal a toda a sociedade. Infelizmente, o nosso sistema judicial de justo tem muito pouco, um sistema misto, que varia entre a impunidade, a morosidade e a inconsequência. (…) A justiça tem influência na atractividade económica do Pais e o seu não funcionamento sai bastante caro aos contribuintes. Penso que é uma situação assumida por grande parte dos portugueses, que existem diferenças gritantes na resolução dos casos, consoante sejam protagonizados por ricos ou pobres. Basta vermos quantos afortunados se encontram nas cadeias portuguesas e em comparação, quantos pobres e remediados lá se encontram encerrados, não obstante o aumento exponencial dos crimes de colarinho branco que grassam no nosso país. Os números não enganam e reflectem justamente as assimetrias que marcam nitidamente a nossa sociedade. Aliás, o fenómeno é universal, embora se reflicta de forma mais vincada em alguns países que noutros. Torna-se por isso essencial tomar o problema da justiça como prioritário, reformando o que há para reformar, adaptando o sistema judicial aos tempos modernos e às novas tecnologias, garantindo um sistema judicial justo, rápido e eficaz. Acreditar que se faz justiça no nosso Pais é essencial para devolver a moral a todas as áreas da nossa sociedade. Uma sociedade sem justiça não é livre nem próspera! Pedro Lourenço Pereira (pedro.pereira@youbiz.com.pt)

Leitura integral deste artigo em

www.oribatejo.pt


4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt - CP. nº 8754 Vânia Clemente Jerónimo Belo Jorge - CP. nº 1907 (Abrantes) Joana Margarida Carvalho (Estagiária - Abrantes) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Francisco Maia (critica cinema) Hélder Duque (fotografia futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira, David Antunes

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

foto denúncia Quatro famílias que residem na rua Eng. Wattier, no Entroncamento, desesperam há cerca de quatro anos pelo arranjo do pavimento que dá acesso às suas casas. A fotografia ilustra bem a degradação do pavimento, que, segundo os moradores, foi colocado em cima de areia e sem juntas de cimento a ligar as placas de betão, muitas delas já partidas. O piso fica completamente intransitável quando chove, tal é a quantidade de água e lama que se acumula, impedido mesmo o acesso dos moradores às suas garagens.

Penso logo insisto

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

Senhor Presidente

Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766

Na noite das eleições

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

José Niza

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números) Portugal: 25,50 € Europa: 50,50 € Resto do Mundo: 76 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Ana Rita Fonseca, André Pedro, Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Susana Santos (Coordenação) e Catarina Fonseca marketing@lenacomunicacao.pt

Departamento Recursos Humanos Sónia Vieira (Coordenação) drh@lenacomunicacao.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro dsi@lenacomunicacao.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) projectos@lenacomunicacao.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

V.Ex.ª é portanto, e legitimamente, o Presidente da República Portuguesa. Mas está muito longe de ser o “Presidente de todos os Portugueses, sem excepção”. É que há mais de sete milhões de excepções. E eu, convictamente, sou uma delas.

V.Ex.ª proclamou-se como o “Presidente de todos os Portugueses, sem excepção”. Não obstante ter sido professor de economia e finanças – e portanto especialista em números – permita-me a ousadia de humildemente chamar a Vossa atenção para umas contas que fiz. Nos cadernos eleitorais estavam inscritos 9,6 milhões de Portugueses, dos quais mais de 5 milhões não quiseram votar. Dos restantes 4,5 milhões, votaram em V.Ex.ª exactamente dois milhões e duzentos e trinta mil eleitores. Isto é, apenas 23% dos quase 10 milhões. Feitas as contas – e por mais desagradável que isto possa significar para V.Ex.ª – 77 % dos Portugueses não votaram em si. 77 % !!! É muita gente. Não quer isto dizer que o Senhor Presidente não tenha sido democraticamene eleito, aliás até com larga vantagem sobre todos os seus adversários. Mas daí a autodenominar-se o “Presidente de todos os Portugueses” vai uma grande distância: exactamente a de sete milhões e quatrocentos e nove mil compatriotas nossos que se recusaram a votar em si. V.Ex.ª é portanto, e legitimamente, o Presidente da República Portuguesa. Mas

está muito longe de ser o “Presidente de todos os Portugueses, sem excepção”. É que há mais de sete milhões de excepções. E eu, convictamente, sou uma delas.

É preciso recuar até Américo Tomás para encontrar um Presidente com as características que V.Ex.ª revela e exibe. Depois de Mário Soares, de Jorge Sampaio, e até de Ramalho Eanes, é difícil imaginar que no Palácio de Belém – e por mais cinco anos – se albergue um inquilino tão inculto, tão rancoroso e tão bota de elástico. Politicamente falando – que questões como as do BPN ou casas de praia não são por ora para aqui chamadas – o primeiro mandato de V.Ex.ª ficou conspurcado pela inapagável maquinação das inventadas “escutas” à Presidência por parte do Governo. Por Vossa iniciativa – ou com a Vossa complacência, o que vai dar no mesmo – V.Ex.ª permitiu que um seu assessor, Fernando Lima, levasse até ao jornal Público essa reles, ignóbil e bombástica inventona, a qual, aliás, foi imediatamente desmentida e desmontada pelo Diário de Notícias com provas documentais incontestáveis. Quando um Presidente da República se envolve, ou se deixa envolver, numa opera-

ção tão suja como a que foi montada contra o Primeiro Ministro – ainda por cima em período eleitoral – está a cometer o maior crime de lesa lealdade institucional que pode ocorrer entre órgãos de soberania. E está a descer às profundezas mais profundas da ignomínia torpe e da “vil baixeza”.

Durante a campanha eleitoral V.Ex.ª foi confrontado – legítima e democraticamente, como acontece em qualquer democracia digna desse nome – com factos e situações da sua vida privada que envolveram negócios, dinheiros, casas de praia, etc. Solicitado a esclarecê-los V.Ex.ª optou pelo silêncio. E, pior ainda, pelo insulto da paranóia política. É público e notório que, por mais voltas que se dêem a essas trapalhadas, todos os caminhos vão sempre dar ao BPN, aos seus amigos do BPN, aos seus ex-ministros e secretários de Estado do BPN. E o País fica sem saber se, afinal, foi V.Ex.ª quem os chamou, ou se são eles que o perseguem. Mas, o que é incontestável é que o gangue de malfeitores do BPN que provocou nas finanças portuguesas o maior rombo da sua história (fala-se em 5 mil milhões de euros!), é constituído por pessoas que V.Ex.ª

foi buscar aos “bas-fonds” do anonimato para as levar para os seus governos, para o Conselho de Estado e, até, para a Comissão de Honra da sua candidatura. Até hoje, embora já acusados pela Justiça, V.Ex.ª ainda não teve uma única palavra de condenação desses seus amigos. Porquê? É um mistério que o País gostaria de ver desvendado. E, já agora, uma última pergunta: se esses seus exgovernantes fizeram o que fizeram no BPN, o que não terão feito em dez anos nos governos de V.Ex.ª?

A tudo isto – ao longo de toda a campanha, e até nos seus lamentáveis discursos da noite das eleições – V.Ex.ª tem chamado de “campanhas sujas” e de “vil baixeza”. Uma vez que qualquer resposta minha mereceria sempre a sua suspeição, recorro às palavras do Bispo D. Januário Torgal Ferreira – numa entrevista à TSF, transcrita no Jornal de Notícias de 25 de Janeiro – sobre o comportamento de V.Ex.ª: - “Sejamos limpos. Tenhamos a língua também limpa, não só as mãos, na versão jurídica italiana, tenhamos também a consciência limpa e depois a língua limpa...” “ ... Eu, como cidadão, escutei o silêncio.”


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

há vinte anos

Mário Viegas dedicava o “Palavras Ditas” da RTP a Santarém. Em Pernes morria o pioneiro das lutas ecológicas pelo Alviela, Joaquim Jorge Duarte, conhecido por o “Diabo”. Cavaco Silva, primeiro-ministro, visitava o norte do distrito onde às queixas da interioridade respondia com a promessa da conclusão do IP6 até final do ano. A União de Santarém era ameaçada de despejo.

números

879

Há uma grande diferença entre o registo de eleitores dos cadernos eleitorais (9,63 milhões) e o número de portugueses com mais de 18 anos registados na base oficial do INE (8,54 milhões). Ou seja, temos 879 mil eleitores fantasma. A explicação aponta para um conjunto de factores: eleitores que já morreram, duplicação de registos e outros que emigraram.

estrelas

Nestes tempos de crise e de desânimo que nos habitam, é um consolo para a alma a notícia que nos trouxe Elvira Fortunato, a cientista natural do concelho de Alcanena, que dirige a equipa que criou os primeiros transístores em papel, e que está agora a desenvolver o fabrico de pilhas também em papel, que se recarregam com a humidade do ar. O futuro de Portugal está em mãos e cérebros assim. (Pág. 23)

A espuma dos dias

Armando Fernandes

Os envernizados comentadores aludiram a Cavaco evidenciar sentimentos de vingança no discurso de vitória, mas ele apenas lembra a perenidade da máxima: “quem não se sente, não é filho de boa gente”.

O distrito de Santarém registou menos 28 mortes em acidentes de viação em 2010, contrariando a tendência nacional. A segurança rodoviária tem sido prioridade da acção da governadora civil que promoveu um fórum sobre segurança e prevenção rodoviária, onde se atribui este decréscimo da mortalidade às acções de prevenção com as forças de segurança do distrito. (pág.10)

António Rodrigues Presidente da Câmara de Torres Novas

Mais uma vez a Câmara de Torres Novas está a faltar ao compromisso assumido para a reparação da estrada entre o Casalinho e a EN3. A autarquia mandou tapar alguns buracos à pressa que nem deram para remediar o lastimável estado da estrada. O que motivou o protesto dos moradores que há muito reclamam a reparação desta via que tem grande importância também para a população de Alcorochel. (Pág.13)

Opinião

E agora? E agora, desde o discurso de vitória Cavaco Silva demonstrou apetite pelo ajuste de contas contra todos quantos ousaram colocar em dúvida a sua honorabilidade. Os envernizados comentadores aludiram a Cavaco evidenciar sentimentos de vingança, mas ele apenas lembra a perenidade da máxima: “quem não se sente, não é filho de boa gente”. Acidamente Batista-Bastos, após a sua vitória lançou-lhe em cima grossas gotas de vitríolo, embora a maioria não perceba a sanha do escritor contra Cavaco, talvez um dia seja percebida. No jornal onde ele escreve Cavaco Silva nunca gozou de simpatia, antes pelo contrário, lembremo-nos do folhetim relacionado com as supostas escutas em Belém, e o modo como o jornal Público foi tratado. Dando razão a dita máxima, o vencedor escusou-se a conceder-lhe uma entrevista, a zanga está para durar disso não tenho dúvidas e, no respeitante às queixas a denunciarem encomendas de notícias contra ele aguardamse desenvolvimentos, que hãode surgir no momento preciso. Agora Manuel Alegre politicamente poderá passar à condição de semióforo (peça de museu) caso Sócrates não lhe prestar atenção. Inclinome em sentido positivo, sendo bem possível que Alegre volte a encabeçar a lista de deputados por Coimbra, isto se Má-

Sónia Sanfona Governadora Civil Santarém

Elvira Fortunato Cientista

Lezíria é “Agropolo” falhado? rio Soares tiver ficado satisfeito com a punição sofrida pelo poeta. O pecado de Alegre foi de desobediência a um deus do Olimpo, ora os deuses são dados a agudos e prolongados ataques de cólera, como tão bem sempre soube o agudamente derrotado. Agora Fernando Nobre deve regressar às missões que lhe dão prestígio e proveito ao ego, se levar a sério a votação conseguida no futuro arrecadará grossa desilusão pois aquele eleitorado não cristaliza, muito menos fossiliza. Agora o desbragado Coelho começa a ensaiar no pressuposto de fazer render politicamente a orgia de insultos contra tudo e todos, voltando a ser alvo das suas setas incendiárias Alberto João, e Cavaco Silva num segundo registo. As possibilidades combinatórias a nível regional podem gerar grandes gargalhadas no todo nacional, no entanto, os políticos regionais a principiar pelos socialistas devem estudar o fenómeno na justa medida de poderem vir a ser os mais prejudicados. Considere-se, a este respeito, o efeito Coelho, com a sua tremenda e grosseira iconoclastia política provocar simpatias e grosas de votos de despeitados, gente anti-sistema mas amiga do dinheiro, além dos adeptos do quanto pior melhor. O candidato comunista cumpriu bem a missão.

Renato Campos

Temos condições ímpares de produção agrícola, uma rede diversificada de unidades de transformação e de comercialização, estruturas fundiárias bem dimensionadas, boa tecnologia e algumas unidades bem organizadas, mas estamos a perder peso no contexto agrícola nacional.

Apregoa-se enfaticamente que Santarém é a capital nacional da agricultura – particularmente quando da realização da Feira Nacional da Agricultura – decorre até na região um projecto de criação de um “cluster” agro-industrial, no entanto, é evidente que Santarém vem perdendo progressivamente peso no contexto agrícola nacional. Temos condições ímpares de produção agrícola, uma rede diversificada de unidades de transformação e de comercialização, estruturas fundiárias bem dimensionadas, boa tecnologia e algumas unidades bem organizadas, mas estamos a perder peso como região agrícola. Ou seja, haveria boas razões para que a Lezíria do Tejo se pudesse assumir, por mérito próprio, como um Agropolo de importância nacional. Bons recursos naturais aliados a conceituados pólos de ensino, investigação e tecnológicos em crescente afirmação, boas infraestruturas e equipamentos de feiras e exposições e, ainda, alguns pólos culturais de envolvência agrícola ou rural. Tudo isto, condições fundamentais para a viabilidade de um importante Agropolo que envolvesse a região e que possibilitasse a promoção da competitivi-

dade das actividades e sistemas de produção agrícola, e que contribuísse para a diversificação e consolidação do tecido económico e social das zonas rurais. No entanto, a realidade que espreitamos, infelizmente, não é esta. Percorrendo os campos da Lezíria do Tejo, ficamos com a estranha sensação que esta perdeu grande parte do protagonismo agrícola que possuía. Os férteis terrenos encontram-se na sua maioria abandonados, as poucas culturas existentes são motivadas apenas pela obtenção pontual de um efémero subsídio, não existe renovação de gerações que viabilize o exercício de novas tecnologias, etc... Perante o negativismo deste cenário, o Agropolo de cariz industrial, parecenos hoje, antes de começar, mais uma aposta falhada com amargas consequências para o desenvolvimento da região. A não ser que ainda seja possível repensar a estratégia de desenvolvimento agrícola da Lezíria, de modo a que os campos ribatejanos se transformem, de facto, num Agropolo de excelência, valorizando, finalmente, os invejáveis recursos agroindustriais da região. O Ribatejo e o País bem precisam de acreditar nisso!


6

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

abertura

textos ∑ João Baptista João Nuno Pepino

Violência na escola chega aos tribunais

Nova Lei ∑ Bullying tornou-se crime público

Duas crianças de quatro anos desentenderamse durante uma viagem numa carrinha de transporte escolar. O menino respondeu ao pontapé da menina com uma canelada. Ponto final. A insignificância do caso entrou na esfera da justiça porque os pais de um dos envolvidos acusaram a auxiliar de educação de não ter exercido os seus deveres de zelo e a obrigação de olhar pelas crianças. Este processo, que está em julgamento num tribunal da região, merece uma reflexão mais atenta porque a violência escolar e o chamado “bullying” são agora crime público (não dependem de apresentação de queixa), desde a aprovação do projecto lei do PS, que passou na Assembleia da República a 21 de Janeiro com a abstenção do PSD e do CDS. PCP, Bloco de Esquerda e Verdes votaram contra

uma iniciativa legislativa que provocou divisões na bancada socialista, de onde o deputado Sérgio Sousa Pinto gritou mesmo o novo diploma “faz tanta falta às escolas como uma gaita num funeral”. O exemplo que aqui deixamos serve para abrir a discussão em torno do que é matéria do foro criminal, mesmo tratando-se da aplicação de medidas tutelares educativas a menores de 16 anos, e o que pode e deve ser resolvido no seio mais recatado da comunidade escolar. O presidente do Tribunal Judicial de Santarém separa claramente as águas: “os casos cuja gravidade dos factos justifiquem a intervenção da justiça devem vir ao tribunal para serem analisados e julgados”, disse ao nosso jornal António Antunes Gaspar. “O legislador agiu de forma correcta ao tipificá-los como crime pú-

lucionar este tipo de problemas. Ou seja, graves ou menos graves, acabam por vir parar ao tribunal”. “O que poderia facilmente ser evitado”, lamenta. Em termos de volume processual, os casos de violência escolar são, para já, inexpressivos e contam-se pelos dedos de uma mão. Mas o juiz-presidente admite que o número de queixas participadas ao Ministério Público seja efectivamente muito

maior. “Muitos são arquivados na fase de inquérito porque não há provas, não se sabe quem são os protagonistas ou os comportamentos não constituem crime”, explica, reconhecendo que “os casos que chegam a julgamento denotam muita gravidade no sentido de uma violência acentuada e arbitrária”. “Esses sim, são preocupantes, e do foro e competência da justiça”, conclui.

blico, tendo em conta os bens jurídicos que devem ser protegidos”, considera o juiz, que diz não ter dúvidas que “a violência na comunidade escolar está a evoluir no sentido do agravamento das situações reportadas”. No entanto, “talvez na maior parte dos casos, é mais o alarido do que propriamente o conteúdo dos factos”, assinala o magistrado, para quem estes episódios “deviam

ser resolvidos no seio da comunidade escolar, envolvendo todos os agentes educativos”. “O problema é que as escolas estão pouco ou nada apetrechadas para resolver este tipo de questões”, acrescenta Antunes Gaspar, que é também membro do conselho geral de uma escola secundária. Como exemplo, avança que “nenhuma, ou muito poucas, terão um gabinete jurídico de que se possam socorrer para so-

Porque não avançar no sentido da mediação escolar?

∑ Para resolver os casos de condutas menos próprias que podem ficar no foro da disciplina interna das escolas, António Antunes Gaspar defende a sua transposição para a esfera da mediação penal, uma nova ideia que começa a dar os primeiros passos no sistema jurídico português. “Há localidades e concelhos que não têm tribunais e criaram julgados de paz para resolver determinado tipo de problemas. Penso que, ao nível das escolas, poderíamos evoluir para um modelo que caminhasse neste sentido, de criar mecanismos em que a própria comunidade escolar teria a capacidade de intervir no sentido de encontrar uma solução para os casos de menor gravidade”, adianta o juiz. “São os directores das escolas, os professores, o pessoal não docente e as famílias e encarregados de educação quem vive o dia-a-dia dos alunos e está mais próximo da sua realidade concreta. Podem perfeitamente dirimir boa parte dos seus conflitos”, acredita Antunes Gaspar. Este modelo de julgado de paz funcionaria em alternativa ao tribunal da comarca, mais vocacionados para os casos que devem ser analisados do ponto de vista criminal, defende o magistrado.


VIOLÊNCIA ESCOLAR | EDUCAÇÃO 7

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Combater as causas da violência escolar A proposta de lei 46/ XI/2ª, que autonomiza o crime de violência escolar aditando um artigo 152º-C ao Código Penal, conferindo-lhe natureza pública – isto é, desencadeando-se a acção penal pela via do mero conhecimento do crime pelo Ministério Público -, vem dar corpo aos artºs 3º, nº 1 e 4º, nº 1. al. a) da Lei de Política Criminal para 2009-2011, e visa, alegadamente, dar resposta a este quadro negro: 4612 participações por violência escolar à GNR e PSP só no ano de 2009, com aumento de ocorrências em 2010, pelo menos nas áreas da Grande Lisboa e do Grande Porto. Imagino que a realidade ande pelo dobro dos casos participados. Se a autonomização se “justifica pela protecção especial que deve ser dada à manutenção de um ambiente escolar seguro e salutar, que ao Estado compete garantir”, conforme se escreve na proposta entretanto aprovada, fica por perceber a razão pela qual o legislador se absteve de agravar outros crimes, desde que praticados na área de estabelecimento de ensino: ameaça, furto, discriminação racial ou religiosa, etc. Certo é que, sem defesa da dignidade e da autoridade dos professores, sem reforço dos meios da Escola Segura e sem garantias de aplicação do Estatuto dos alunos, o previsto artº 152º-C será, apenas, um artigo mais vendido na banca da irresponsabilidade política, à porta dos estabelecimentos tutelares e prisionais onde fatalmente darão entrada muitos jovens já hoje sem futuro, porque lho recusaram, em primeiro lugar, os próprios pais, demitindo-se de os educarem. Num país minado pelo desemprego, com um baixo grau de literacia e uma classe política maioritariamente manhosa, afogado em revistas e programas de televisão atafulhados de idiotas que fazem, entre dois relatos de futebol e aos pontapés à gramática, a apologia do materialismo e do hedonismo contra a cultura do mérito académico, intelectual, cívico e laboral, não é apenas a violência escolar que urge combater, senão também as causas que a explicam. Oliveira Domingos Advogado

“A prevenção é o segredo” O bullying e a violência escolar são questões onde a prevenção é o aspecto fundamental. E esta prevenção consegue-se quando todos estão atentos aos sinais dados pelas próprias crianças e alunos, porque eles evidenciam esses sinais. Sobretudo a nível da família, que tem um papel primordial no aspecto António Antunes Gaspar Juiz do Tribunal de Santarém formativo e preventivo da questão. Se estivermos atentos aos sinais, facilmente veremos que existem mudanças de comportamento que se traduzem em atitudes concretas que denunciam anomalias, alterações de hábitos, condutas ou o aproveitamento escolar. Intervindo preventivamente no seio familiar, evitam-se esses fenómenos desagradáveis.

“Criminalizar não é solução” A criminalização da violência escolar não é o caminho mais adequado, mas pode contribuir para uma diminuição da ansiedade e sentimento de insegurança de alguns pais, professores e até mesmo alunos. Acho que se deve apostar essencialmente, na prevenção. No entanto, sempre que se torne necessáSónia Seixas Professora da ESES de Santarém rio deve-se intervir, naturalmente que os agressores não podem de modo algum ficar impunes, mas cabe à escola encontrar esses mecanismos, eventualmente enquadrados no seu próprio regulamento.

“Actual lei já tem soluções” A actual lei tutelar educativa já tem mecanismos para sancionar actos qualificados como crime pratricados por jovens entre so 12 e os 16 anos. Se a nova lei é só para criminalizar não serve. A solução deve passar pela educação e não pela represssão. O problema não está só nos jovens, mas nas famílias e Eliseu Raimundo Comissão Protecção ambiente social, onde importa intervir PresidentededaMenores de Santarém e fazer um trabalho de prevenção. Sublinho que a actual lei já determina que a escola deve comunicar ao Ministério Público todo e qualquer acto praticado contra a criança, o que já inclui o bullying, e isso está a ser cumprido.

“Só como último recurso” A criminalização só serve de último recurso quando tudo o resto já falhou e nas escolas que conheço em Santarém só muito raramente surge um caso desses. Temos que apostar em projectos educativos, medidas de prevenção e na melhoria da gestão e organização das escolas.

João Neves Associação de Pais do Colégio Infante Santo

“É preciso dignificar a escola” Penso que a criminalização poderá ser importante em algumas situiações mais extremas, mas não é a solução para os problemas da violência escolar. A escola não é um mundo à parte, mas deve voltar a ser dignificado com o espaço de aprendizagem e não apenas mais um elemento de informação.

Vítor Barreto Director do Agrupamento Escolas Ginestal Machado

A Pais e alunos depositaram caixões à porta do Ministério.

Colégio Infante Santo junta-se aos protestos Ensino privado∑ Contra corte no financiamento Os encarregados de educação do Colégio Infante Santo de Tremez fizeram-se representar na manifestação de protesto de pais e alunos com caixões à porta do Ministério da Educação, na terça-feira. “Vamos reunir esta quinta-feira e decidir novas formas de protesto para os próximos dias, mas sem recurso a medidas extremas como o encerramento de escolas verificado noutros pontos do país”, disse a O Ribatejo João Neves, representante dos encarregados de educação do Colégio Infante Santo. Em causa está uma portaria da tutela que determina um financiamento de 80.080 euros por ano e por turma nas escolas com contrato de associação, uma verba inferior em cerca de dez mil euros ao reclamado pela Associação de Estabelecimentos de Ensino Particular e Cooperativo. João Neves defende o direito dos pais a escolherem a escola dos seus filhos e considera que a concorrência é vantajosa e saudável. Sublinha o caso do Colégio Infante Santo, que ocupa a primeira posição no ranking das escolas com melhores resultados no distrito, fruto da boa organização da escola e do empenho dos professores, mas tam-

bém do envolvimento dos pais e de toda a comunidade escolar”. Afirma que é a qualidade do ensino que pode ser posta em causa com estes cortes do Governo. “Em Dezembro, foram dispensados vários professores, tiveram de mudar horários e agora já há mais professores com receio de serem dispensados, o que pode provocar alguma instabilidade”. Segundo a ministra da Educação, 57 das 93 escolas já assinaram adendas aos contratos de associação, e se as restantes 36 não assinarem, o Governo encontrará alternativas para os alunos, na rede pública ou mesmo em outras escolas particulares. Em resposta aos protestos, a ministra disse que “a questão aqui trazida não é a Educação, mas privilégios e lucros no financiamento de alguns colégios”. Isabel Alçada afirma que “alguns colégios receberam no passado um financiamento mais do que seria justo, o que permitiu que alguns obtivessem elevadas margens de lucro, algo que não acontece no ensino público, pois a única finalidade da escola pública é educar não havendo vantagens comerciais para ninguém”.


ELEIÇÕES | PRESIDENCIAIS 2011

8

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Só Alpiarça resistiu à onda de Cavaco Cavaco Silva foi reeleito à primeira volta. O distrito de Santarém voltou a funcionar exemplarmente como baróme-

tro eleitoral. Os resultados aqui alcançados pelos seis candidatos são, no essencial, muito semelhantes aos resultados ex-

2.230.993 .230.993 votoss

Resultados das Presidenciais 2011 - DISTRITO SANTARÉM

19 19,76%

52,95%

832.522 votos 832.5

Cavaco avaco Silva

Resultados das Presidenciais 2011 - NACIONAL

pressos a nível nacional (ver quadros anexos). A onda de Cavaco varreu todos os concelhos do distrito, à excepção

Manuel Alegre Man

14,10% 189.065 votos Fernando Nobre

7,14% 300.899 votos Francisco Lopes

1,57% %

4,49%

66.100 votos

189.065 votos

Defensor de Moura

José Manuel Coelho

Abstenção Nacional Não Votaram 5.141.550 (Inscritos: 9.631.890) 53.38% Nulos: 86.546 (1,93%) | Brancos: 191.171 (4,26%)

de Alpiarça onde o candidato comunista, Francisco Lopes, venceu com 36,45% dos votos. Já Fernando Nobre conseguiu

ser o segundo mais votado em Ourém e Rio Maior, acentuando assim a derrota de Manuel Alegre.

51,90%

19,42%

95.479 votos

35.723 votos

Cavaco Silva

Manuel Alegre

15,25% 28.061 votos Fernando Nobre

8,40% 15.462 votos Francisco Lopes

1,15%

3,89%

2.108 votos

7.148 votos

Defensor de Moura

José Manuel Coelho

Abstenção no Distrito de Santarém Não Votaram 206.770 (Inscritos: 403.194) 51.28% Nulos: 4.016 (2,04%) | Brancos: 8.427 (4,29%)

ABRANTES

36.392

17.922 49,25%

7.893 46,73%

3.916 23,19%

2.762 16,35%

1.336

7,91%

763

4,52%

220

1,30%

715 3,99%

317 1,77%

ALCANENA

12.993

6.459 49.71%

3.292 54,59%

1.141 18,92%

850 14,10%

465

7,71%

215

3,57%

67

1,11%

300 4,64%

129 2,00%

ALMEIRIM

19.939

8.406 42,16%

3.493 44,28%

1.958 24,82%

1.207 15,30%

826 10,47%

308

3,90%

96

1,22%

357 4,25%

161 1,92%

ALPIARÇA

6.547

3.280 51,10%

812 26,22%

663 21,45%

373 12,04%

1.129 36,45%

104

3,36%

16

0,52%

146 4,45%

37 1,13%

BENAVENTE

21.970

9.312 42,39%

3.574 41,24%

1.860 21,46%

1.412 16,29%

1.345 15,52%

358

4,13%

118

1,36%

475 5,10%

170 1,83%

CARTAXO

234 2,44%

Cavaco Silva

Manuel Alegre

Fernando Nobre

Francisco Lopes

José Manuel Coelho

Defensor de Moura

NULOS

VOTANTES

BRANCOS

INSCRITOS

DISTRITO DE SANTARÉM - Resultados das Presidenciais 2011 D

20.787

9.601 46,19%

3.811 42,42%

2.160 24,24%

1.643 18,29%

8,94%

437

4,86%

131

1,46%

382 3,98%

CHAMUSCA

9.239

4.141 44,86%

1.664 42,19%

922 23,38%

591 14,98%

530 13,44%

188

4,77%

49

1,24%

136 3,28%

65 1,57%

CONSTÂNCIA

3.470

1.724 49,68%

705 44,01%

365 22,78%

278 17,35%

150

9,36%

88

5,49%

16

1,00%

75 4,35%

47 2,73%

803

CORUCHE

18.427

8.303 45,06%

3.019 37,95%

1.977 24,85%

873 10,97%

ENTRONCAMENTO

16.957

8.572 50,55%

3.485 44,33%

1.674 21,29%

1.637 20,82%

FERREIRA DO ZÊZERE

8.115

4.505 55,24%

3.100 73,72%

547 12,94%

351

8,30%

GOLEGÃ

4.734

2.199 46,56%

890 43,06%

472 22,84%

MAÇÃO

7.278

4.544 62,43%

2.675 61,41%

824 19,04%

OURÉM

43.582

22.762 52,23%

16.395 76,03%

7,66%

2.309 10,71%

472

2,19%

RIO MAIOR

18.398

9.456 51,40%

5.650 63,85%

1.174 13,27%

1.344 15,19%

271

3,06%

1.651

1.705 21,43%

299

3,76%

82

1,03%

235 2,83%

113 1,36%

586

7,45%

370

4,71%

110

1,04%

479 5,59%

231 2,69%

78

1,84%

114

2,70%

38

0,90%

150 3,33%

127 2,82%

291 14,08%

282 13,64%

105

5,08%

27

1,31%

95 4,32%

37 1,68%

444 10,26%

157

3,63%

185

4,28%

60

1,39%

111 2,44%

106 2,33%

773

2,66%

165

0,77%

805 3,54%

392 1,72%

312

3,53%

98

1,11%

392 4.15%

215 2,27%

1,32%

306 4,45%

139 2,02%

1,08% 1.216 4,61%

509 1,93%

SALVATERRA DE MAGOS

18.658

6.873 36,84%

2.748 42,75%

1.494 23,24%

1.003 15,60%

794 12,35%

304

4,73%

85

SANTARÉM

54.348

26.361 48,50%

12,395 50,31%

5.082 20,63%

4.191 17,01%

1.727

7,01%

976

3,96%

265

SARDOAL

3.611

2.283 63,22%

1.201 56,15%

393 18,36%

282 13,18%

108

5,05%

111

5,19%

44

2,06%

95 4,16%

49 2,15%

TOMAR

38.241

19.441 50,84%

10.215 56,51%

3.084 17,06%

3.048 16,86%

948

5,24%

595

3,29%

185

1,02%

887 4,56%

479 2,46%

TORRES NOVAS

32,879

16,813 51,14%

7.012 45,25%

3.673 23,70%

2.645 17,07%

1373

8,86%

594

3,83%

198

1,28%

992 5,48%

396 2,36%

6.600

3.463 52,47%

1.468 45,14%

693 21,31%

588 18,08%

316

9,72%

149

4,58%

38

1,17%

148 4,27%

63 1,82%

403.194 196.424 48,72%

95.479 51,90%

35.723 19,42%

28.061 15,25%

15.462

8.40%

7.148

3,89%

2.108

V. N. DA BARQUINHA TOTAIS

1,15% 8.427 4,29% 4.016 2,04%


10

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

santarém Sinistralidade Rodoviária:

747 foi o número total de mortes registadas em todo o território nacional, mais 10 mortes que no ano anterior.

47 foi o número de vítimas mortais registadas no distrito de Santarém, um número que contrariou a média nacional

28 A Governo Civil de Santarém organizou fórum dedicado à segurança e à prevenção rodoviária

Morreram menos 28 pessoas em acidentes no distrito de Santarém Mortes∑ em 2010 morreram menos 28 pessoas e registaram-se menos 19 feridos graves no distrito O número de vítimas mortais nas estradas portuguesas voltou a aumentar em 2010. Contrariando esta tendência, Santarém é uma excepção à regra, com menos 28 mortos. Segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR), em 2010 morreram nas estradas do distrito 47 pessoas e registaram-se 214 feridos graves, menos 19 que no ano transacto. Os números foram debatidas esta segunda-feira, no fórum “Segurança e Prevenção Rodoviária”, promovido pelo Governo Civil de Santarém, no âmbito do “Projecto Ribatejo Seguro”. Sónia Sanfona, governadora civil de Santarém, disse que a diminuição das vítimas mortais foi o resultado das acções de prevenção com as forças de segurança pública.“Podemos ficar satisfeitos, mas não pode-

ças e os peões com mais de 65 anos. João Pinheiro, da PSP, adiantou que actualmente, são os homens que mais acidentes têm, principalmente nas faixas etárias dos 25 aos 55 anos de idade e que “o dia em que ocorrem mais acidentes é ao sábado, uma situação que deriva da febre das sextasfeiras à noite”, disse João Pinheiro. Paulo Marques, presidente da ANSR, disse tam-

mos ficar de braços caídos à espera que o resultado se mantenha”, disse. Pereira Leal, da GNR, defendeu que a segurança rodoviária é uma responsabilidade que deve ser partilhada por todos, já que 92 por cento das causas dos acidentes são provocadas por falhas humanas, ou seja, distracção e falta de atenção, seguindo-se a condução sob efeitos de álcool e drogas, o excesso de velocidade, a má

sinalização e o descuido dos peões. Também o uso de telemóvel, desrespeitando as regras de segurança rodoviária tem contribuído para o aumento dos acidentes, já que funcionam como factor de desconcentração. No topo das tipologias de acidentes estão as colisões, posteriormente os despistes e por último, os atropelamentos, sendo que neste último caso, os grupos de maior risco são as crian-

Planos municipais de segurança rodoviária sao uma prioridade

∑ Durante o fórum “Segurança e Prevenção Rodoviária”, Sónia Sanfona, governadora civil de Santarém afirmou que os planos municipais de segurança rodoviária são uma prioridade e “deverão ser harmonizados entre municípios pela intervenção das comunidades intermunicipais, por forma a corresponderem às necessidades concretas do “concelho”, mas assentes em critérios globais.” Adiantou que “a harmonia entre planos permitirá que no atravessamento do território do distrito, não sejam notadas diferenças entre concelhos na política de segurança e prevenção rodoviária”. A governadora civil avançou ainda que o novo sistema de georreferenciação, pode vir a ser um instrumento importante e uma maisvalia para os planos municipais.

bém que apesar da diminuição do número de mortes no distrito, nos meios urbanos esta diminuição não se verificou e “é aqui que temos de concentrar esforços com a ajuda dos comandos municipais, traçando novas estratégias e encarando a segurança rodoviária como uma missão para se reduzir acidentes em todo o território”. Alcindo Cordeiro, director regional da Estradas de Portugal (EP), numa comparação entre o número de mortes e as vias do distrito afirmou que a sinistralidade tem diminuído, mas apontou a N3, a EN 114 e a EN 118 como três vias com maior percentagem de acidentes. Ainda assim, desde 2009 que não há pontos negros no distrito. Até 2015, as estimativas a nível nacional apontam para um total de 62 vítimas mortais por cada milhão de habitantes, num total de 579 mortes no ano.

mortes a menos nas estradas do distrito, em 2010, já que em 2009 morreram 75 pessoas em acidentes de viação na região.

214 foi o número de feridos graves ocorridos nas estradas da região, menos 10 feridos que em 2009.

92% é a percentagem total das “falhas humanas”, apontada como uma das principais causas dos acidentes de viação e por consequência das mortes na estrada.

579 mortes, é a media apontada para a sinistralidade rodoviária nacional em 2015.

Pontos Negros têm vindo a diminuir na região e desde 2009 que não se verificam em qualquer estrada do distrito


SANTARÉM 11

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Homenagem ao Presidente Botas Convite à população ∑ Primeiro presidente da Câmara eleito em democracia é homenageado no sábado Está marcada para sábado, 29 de Janeiro, ao meio-dia, a homenagem pública a Ladislau Botas, o primeiro presidente da Câmara de Santarém democraticamente eleito, falecido no Verão passado e que deixa boa memória em Santarém. Tem vindo a ser distribuído pelas caixas de correio o convite à população de Santarém para se associar a esta homenagem de reconhecimento pelo seu trabalho público em prol da população de Santarém. A homenagem inicia-se às 12h00 de sábado, com uma missa na Sé Catedral de Santarém, onde será proferida descerrada uma placa e proferida alocução de homenagem. “A ideia desta homenagem surgiu logo após a morte de Ladislau Botas,

A Ladislau Botas na última homenagem que recebeu em vida, na Câmara então presidida por Rui Barreiro. em pleno Verão, o que impossibilitou muitos amigos de lhe prestarem a última homenagem”, disse a O Ribatejo Carlos Abreu, que foi vereador da Câmara durante quatro mandatos, em executivos liderados

por Ladislau Botas. “A iniciativa surgiu dos autarcas eleitos a 12 de Dezembro de 1976, nas primeiras eleições autárquicas democráticas e depois tem vindo a receber a adesão de muitos outros”, adianta Carlos

Abreu. Das presenças confirmadas destacam-se os actuais presidentes Sérgio Carrinho, da Chamusca, António José Ganhão, de Benavente, e Carlos Beato, de Grândola, José Maltez, da Golegã, e os antigos pre-

sidentes Renato Campos, do Cartaxo, Daniel Branco, de Vila Franca de Xira, Francelina Chambel, de Sardoal, Narciso Miranda, Matosinhos, Mesquita Machado, de Braga, entre muitos outros.

PRIMEIRO PRESIDENTE DA CÂMARA ELEITO EM DEMOCRACIA Ladislau Teles Botas, o “Presidente Botas”, falecido em Julho do ano passado, completaria 75 anos este sábado. Ladislau Botas, primeiro presidente da Câmara Municipal de Santarém eleito (pelo PS) em eleições democráticas, presidiu ao Município entre 1975 e 1992. Bancário de profissão, com longa actividade no campo da Acção Católica, ficou ligado à fundação da Secção de Santarém do Partido Socialista. Eleito deputado à primeira Assembleia da República eleita democraticamente, no período pós 25 de Abril de 1974, participou na construção da Constituição da República. Em 1976, venceu as primeiras eleições livres autárquicas. Aa saúde debilitada veio a ditar a sua renúncia antes do final do último mandato.


12 SANTARÉM

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

W SHOPPING TRAZ MTV AOS JOVENS DE SANTARÉM

Dadores de Pernes em eleições O Grupo de Dadores de Sangue de Pernesvai realizar uma Assembleia Geral Ordinária, no domingo, dia 30 de Janeiro, pelas 14h30, na sua sede em Pernes. Da ordem de trabalhos consta a apresentação do relatório das actividades realizadas pelo Gru-

po durante o ano de 2010, a apresentação, discussão e votação das contas de gerência de 2010, e a leitura do parecer do Conselho Fiscal. Será ainda feita a apresentação do plano de actividades para 2011 e a eleição dos Corpos Gerentes para 2011 / 2012.

Cerca da Mecheira vai deixar de ter estacionamento

A INEM recusou transportar ao hospital jovem lesionado num jogo de futebol

Perna partida não é emergência médica Hospital ∑ Pais chamaram ambulância dos bombeiros

A Cerca da Mecheira, nas traseiras do tribunal e da Direcção Distrital de Finanças, foi vedado por vontade dos proprietários para que o espaço deixe de ser utilizado como parque de estacionamento gratuito. “Entendemos que está na altura de acabar com a cedência daquele terreno, onde até já foram cometidos demasiados abusos”, confirmou ao nosso jornal Joaquim Reis, um dos membros da família proprietária do espaço. Colocada na terça-feira, 18 de Janeiro, a vedação em arame foi cortada dois dias depois, por desconhecidos, em dois locais, o que deu origem a que os condutores continuassem a colocar lá os seus carros nos dias seguintes. Para Joaquim Reis, trata-se “de um crime e de abuso, porque o uso do espaço é mesmo para acabar”. “Nós cedemos o terreno a pedido da Câmara Municipal, compreendendo que existia falta de estacionamento perto do centro histórico. Agora que há alternativas gratuitas no Campo Emílio Infante da Câmara e no Largo do Choupal, queremos tomar posse daquilo que é nosso. Não queremos agradecimentos, mas fomos

amigos da cidade durante seis anos”, frisou o mesmo, sublinhando que a decisão nada tem a ver com questões políticas nem com o facto do estacionamento na cidade estar a ser explorado por uma empresa privada. “Nunca falei nem conheço ninguém dessa empresa”, garantiu. Sobre o facto do espaço ter continuado a ser usado para parqueamento, Joaquim Reis garantiu que os proprietários vão “tomar medidas”. “Vamos falar com a Câmara para ver o que é possível fazer no sentido de proibir de vez o acesso ao espaço, nem que isso passe pela construção de um muro em alvenaria”, acrescentou. Contactado pelo nosso jornal, o vereador João Leite afirmou que a autarquia “é totalmente alheia” à decisão dos proprietários. “Só podemos respeitar essa vontade, visto tratar-se de uma propriedade privada”, afirmou João Leite, acrescentando no entanto que a Câmara “jamais” vai suportar obras de vedação numa propriedade que não lhe pertence. “Os donos são livres de lá fazerem o que quiserem, desde que respeitem as regras urbanísticas”, frisou.

Um miúdo que se lesione com gravidade durante um jogo oficial de futebol não é um episódio que o INEM considere de emergência. Foi isto que descobriram os dirigentes da União Desportiva de Santarém e os pais de Filipe Silva, de 14 anos, quando o jovem partiu uma perna no derby local contra a Académica de Santarém, no campo da Escola Agrária. “Nós ligámos de imediato para o 112, que nos disse para chamarmos os bombeiros. O operador nem quis avaliar a gravidade da situação, assim que soube que se tratava de uma lesão ocorrida durante um jogo de futebol”, disse ao nosso jornal Luís Rainha, o pai do jovem acidentado. Enquanto o jogador da Academia do Sporting, cedido por empréstimo à União de Santarém, se contorcia no chão com dores, foi feita uma segunda chamada para o INEM, que obteve a mesma resposta: “telefonem aos bombeiros a pedir uma ambulância”. Contactado pelo nosso jornal, o INEM contrapõe que o operador “não só se inteirou concretamente da

situação reportada, como fez uma avaliação técnica correcta a nível dos critérios de triagem”. “Recebemos duas chamadas onde, após avaliados os critérios de gravidade, se concluiu que o transporte ao hospital deveria ser efectuado numa ambulância de transporte”, acrescentou a mesma fonte. Filipe Silva acabou transportado ao Hospital de Santarém numa ambulância dos municipais de Santarém, com uma fractura no perónio. “E se, por acaso, não houvesse nenhuma ambulância disponível?”, questiona Luís Rainha, que se “incrédu-

lo, uma vez que o 112 é o número nacional de socorro”. “Nós compreendemos a aflição de quem se vê envolvido nas situações, mas o INEM não é uma mera central de despacho de ambulâncias, é um serviço vocacionado para a emergência médica em situações de risco de vida”, esclareceu o organismo, lamentando que, na maior parte dos casos, a organização deste tipo de eventos “não tome as devidas providências para garantir o socorro ou a segurança de todos os envolvidos”. João Nuno Pepino

Seguro desportivo só cobreconsultas ∑ Os pais de Filipe Silva descobriram ainda outro pormenor insólito com este episódio: que o seguro desportivo de acidentes pessoais contratualizado pela Associação de Futebol de Santarém cobre apenas as consultas e despesas hospitalares, mas não o transporte para o trabalho, que, neste caso, é a escola. “Agora, o miúdo é obrigado a ir para a escola de muletas, com a mochila às costas”, ironiza Luís Rainha. E refira-se que o jovem jogador esteve 10 dias à espera da primeira consulta, pois partiu a perna a 9 de Janeiro e só foi chamado no dia 19 para se apresentar numa clínica privada onde foi avaliado por um médico do seguro.

Termina no próximo sábado, dia 29, uma exposição no W Shopping que trouxe dezenas de MTV TOYs customizados por artistas nacionais. A Exposição MTV TOY da MTV Portugal está patente ao público no Piso 1 do W Shopping. No 7º Aniversário da MTV em Portugal, o canal desafiou vários artistas gráficos e músicos, parceiros e fãs a personalizar um MTV TOY real. O resultado está à vista e é agora a vez de Santarém receber esta Exposição, pela primeira vez disponível ao público em geral. De origem nacional, o MTV TOY é uma peça em Faiança que respira a irreverência da MTV. Existe também um espaço Lounge onde todas as pessoas podem ver uma compilação dos melhores momentos do projecto MTV Toy e ainda participarem num passatempo para se habilitarem a ganhar um Toy para personalizar. Até 29 de Janeiro, a MTV Portugal convida todos os jovens escalabitanos a visitar a Exposição MTV TOY no W Shopping.

HUMOR NO CONVENTO DE S. FRANCISCO O Convento de S. Francisco será palco, no dia 2 de Fevereiro, às 18h00, da inauguração da Exposição de humor “Eugeniaturas”. Os Eugénios são um grupo criador de artes e ideias essencialmente de conteúdo humorístico. A Exposição retrata diversas personalidades e figuras dos mais diversos quadrantes Portugueses, fundindo o desenho com instalações e montagens de adereços, num formato expositivo pouco usual em exposições deste género. A mostra está patente até ao dia 27 de Março e pode ser visitada de quarta-feira a domingo, das 09h00 ao 12h00 e das 14h00 às 17h30.


SANTARÉM 13

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Direito de resposta

Politécnico responde a críticas de empresário

A Uma moradora de Casével queixa-se de ter estragado vários pneus da sua viatura por causa da estrada

Casével volta ao protesto contra estrada esburacada Protesto ∑ População ameaçou boicote eleitoral mas acabou por ir às urnas Foi com uma placa a dizer “Tapam os buracos mas não nos tapam os olhos” que a população de Casével, no concelho de Santarém, respondeu em protesto à iniciativa da Câmara de Torres Novas de tapar à pressa e provisoriamente os buracos na estrada do Casalinho que liga a Nacional 3 a esta freguesia e a outras freguesias vizinhas. Não é a primeira vez que esta população se queixa publicamente do mau estado desta estrada, tendo já realizado um protesto há dois anos. Mas desde lá até agora nada foi feito e apenas foi conseguido um acordo entre as câmaras de Torres Novas e Santarém mas que ainda passou do papel porque cabe à autarquia torrejana arrancar com a obra. A Junta de Freguesia de Casével associou-se a este protesto e colocou um funcionário a contar o número de carros que passam nesta estrada para demonstrar a importância desta via para estas populações. A meio da tarde o funcionário já contava mais de meio milhar de veículos e

a contagem continuou até às 19h. Para o presidente da Junta de Casével esta foi mais uma forma de chamar a atenção para o problema. Carlos Trigo refere que Casével tem apenas 1500 pessoas mas que esta estrada é frequentada por muitas mais pessoas, servindo de acesso aos locais de trabalho para populações de outras freguesias como S. Vicente do Paul, como Alcorochel, Brogueira, entre outras. Por isto, o protesto não se ficou pelas gentes de Casével. Também a freguesia vizinha de Alcorochel, no concelho de Torres Novas, pede obras na via. O pre-

sidente, Joaquim Vieira, disse ao jornal O Ribatejo que na sua freguesia cerca de 40 a 60% da população trabalha em Alcanena e passa por esta estrada. “Esta obra nem está orçamentada para 2011 pela Câmara de Torres Novas”, acrescentou o autarca de Alcorochel referindo que, apesar do acordo alcançado pelas duas câmaras, é à autarquia torrejana que tem que arrancar com a obra. O protesto ameaçou estender-se a um boicote às eleições presidenciais, à semelhança do que aconteceu há dois anos nas eleições europeias. O boicote

acabou por não se verificar e dos 828 eleitores inscritos votaram 209. Carlos Trigo encontra explicação nesta afluência ainda considerável pelo facto das pessoas da terra lhe terem dito que “temiam que o Cavaco Silva não fosse eleito à primeira volta”. Um dos eleitores, Luís Oliveira, explicou ao nosso jornal que votou e que estava contra o boicote porque achava que seria mais “útil” fazêlo nas eleições autárquicas. O mesmo afirmou Fernando Jorge, outro dos eleitores da freguesia.

A Carlos Trigo, presidente da Junta de Casével, com Joaquim Vieira, presidente da Junta de Alcorochel

Relativamente à notícia que foi publicada no Jornal O Ribatejo na rubrica Opinião/Praça Pública, relacionada com um procedimento de consulta/ convite formulado às três Operadoras de Comunicações Móveis a operar em território nacional (OPTIMUS, TMN e VODAFONE), cumpre-nos esclarecer e clarificar o seguinte: 1 – Em primeiro lugar, consideramos altamente injusta a informação sobre um assunto de eventual interesse público relacionada com o Instituto Politécnico de Santarém, sem que o mesmo tenha sequer sido ouvido sobre a matéria. 2 – Fazendo o ponto de situação, importa referir que, até ao momento, existiam no Instituto Politécnico de Santarém, quer a VODAFONE, representada por três “agentes autorizados”, quer a TMN, directamente gerida pelo respectivo departamento de “Grandes Clientes”. 3 - Em resultado do convite formulado às três Operadoras de Comunicações Móveis – TMN, OPTIMUS e VODAFONE, no âmbito de um procedimento de ajuste directo, foi deliberado adjudicar o fornecimento dos serviços objecto da consulta à Operadora VODAFONE PORTUGAL. 4 - Em termos de decisão sobre a escolha do agente, importa assinalar que foi a própria VODAFONE PORTUGAL a solicitar ao Instituto Politécnico a indicação de um único representante da Operadora, tendo-se optado pelo único critério objectivo possível, que era o relativo ao maior volume de negócios (e, portanto, já com mais facturação no Instituto). 5 – Em termos legais, não se poderia escolher uma empresa só pelo fac-

to de estar implantada em Santarém, sendo que, facilmente, tal opção seria contestada ou impugnada pelos outros concorrentes. 6 – Presentemente, na medida em que foi apresentada, de igual modo, uma contestação por parte de outra Operadora, o procedimento encontra-se suspenso, tendo esta informação já sido transmitida às várias Empresas, inclusive à própria VODAFONE. 7 – É de notar que os argumentos veiculados através dos órgãos de comunicação social regionais, por parte do Exmo. Senhor Gerente da Ribatel, são incompatíveis, de resto, com o estatuído nos artigos 55.º, alínea j) e 113.º, n.º 5, do Código dos Contratos Públicos, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 18/2008, de 29 de Janeiro. 8 – O Instituto Politécnico de Santarém é uma pessoa colectiva de direito público que obviamente se encontra sujeita, na actuação dos seus órgãos e agentes, entre outros, aos princípios da legalidade, da prossecução do interesse público, da igualdade, da proporcionalidade, da justiça e da imparcialidade, não podendo nem devendo estar sujeito a pressões seja de que tipo for, por parte dos particulares ou das empresas, designadamente antes das tomadas de decisão. 9 - É óbvio que o Instituto Politécnico de Santarém considera a importância da Ribatel no meio regional, como parceira, sendo conhecida a política optada pelo Instituto no âmbito duma forte implantação regional e de parceria com as Empresas. 10 - No entanto, dado que somos uma Instituição Pública, temos de nos basear em critérios objectivos, com imparcialidade. A Presidência do Instituto Politécnico de Santarém


14 SANTARÉM

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

“UM BATALHADOR COM UMA VONTADE INQUEBRANTÁVEL QUE NÃO VERGAVA PERANTE AS DIFICULDADES”

Ex-secretário-geral da CAP homenageado em Santarém José Manuel Casqueiro ∑ Ex-secretário-geral da CAP tem um busto evocativo em Santarém Rosado Fernandes, ex-presidente da CAP, recordou José Manuel Casqueiro como “um homem cheiro de coragem e cheio de defeitos”. Foi esta a principal voz na homenagem que um grupo de agricultores prestou ao ex-secretário-geral da Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) e dirigente do Cnema, uma homenagem que culminou com o descerramento de um busto de Casqueiro que fica implantado no átrio principal do Centro Nacional de Exposições. Na homenagem, que se realizou no sábado dia 22, Rosado Fernandes salientou ainda a importância de

A

Participaram nesta homenagem a filha e netos de José Manuel Casqueiro, aqui junto do busto do ex-secretário-geral da CAP. evocar o exemplo de José Manuel Casqueiro “numa altura muito complicada, muito pérfida, pútrida e

mal cheirosa” do país. Rosado falou mesmo que se vive “o reino dos ladrões” e que “não há ninguém

com a fórmula de ‘Abre-te Sésamo’ para sair desta pacífica roubalheira”. Palavras fortes depois da

Irmandade Nossa Senhora do Castelo – Lar de S. José Santa Casa da Misericórdia de Coruche

celebração de uma missa em honra de José Manuel Casqueiro em que o seu sobrinho, o padre Carlos Casqueiro, recordou o familiar como uma pessoa “com capacidade aglutinar pessoas, de se preocupar a sociedade e com a agricultura numa época difícil como foi o pós-25 de Abril”. O pároco Casqueiro recordou ainda o papel do seu tio no golpe de 25 de Novembro em Rio Maior e frisou que esta homenagem foi também “a uma geração de pessoas que fez uma importante intervenção social, política e económica em defesa do associativismo agrícola”. Bruno Oliveira

João Machado, actual presidente da CAP, disse a O Ribatejo que recorda Casqueiro como “um batalhador, uma pessoa de grande inteligência, com uma vontade inquebrantável e que não se dobrava nem vergava perante as dificuldades”. Machado elogiou também a “liderança de Casqueiro no 25 de Novembro em que os agricultores defenderam a propriedade agrícola privada”.

Serviço de Finanças de GOLEGÃ-2046

ANÚNCIO

PRAÇA DE TOIROS DE CORUCHE ANÚNCIO A IRMANDADE NOSSA SENHORA DO CASTELO, O LAR DE S. JOSÉ E A SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE CORUCHE, tornam público que aceitam propostas para arrendamento da Praça de Toiros de Coruche, para o triénio de 2011 a 2013. O Caderno de Encargos encontra-se patente na secretaria da Santa Casa da Misericórdia de Coruche, sita no Largo de S. Pedro n.º 4, Coruche, a partir do dia 24 de Janeiro de 2011. Também poderá ser solicitado por email, mediante a identificação da empresa concorrente, através do endereço: geral@scmcoruche.pt As propostas deverão ser entregues em carta fechada no mesmo local até às 18:00 horas do dia de 11 de Fevereiro de 2011 e a abertura das mesmas será realizada pelas 18:30 horas do mesmo dia. As entidades reservam-se o direito de não adjudicarem o arrendamento da praça se as propostas não reunirem as condições desejadas.

1ª PUBLICAÇÃO

IDENTIFICAÇÃO DO(S) BEM(NS) Fracção Autónoma, designada pela letra “B”, destinada a Habitação, composta por dois pisos, Rés-do-Chão e 1º Andar, com uma divisão assoalhada, cozinha, casa de banho, despensa, garagem. Situada na Rua José Farinha Relvas, n.º 55, freguesia e concelho de Golegã. Tem de área bruta privativa; 57,8100m2 e área bruta dependente; 57,8200ma. Inscrita na matriz urbana com o artigo nº 3166-Fracção B, freguesia de Golegã e descrito na CRPGolegã sob o nº 431/19871210-B .Tem de Valor Patrimonial: 37.250,50€, determinado em 2010. Coordenadas de Localização: X 169.543.00 e Y 270.913.00 . TEOR DO ANÚNCIO Maria de Fátima Amado Garcia Contente, Chefe de Finanças do Serviço de Finanças GOLEGÃ-2046, faz saber que no dia 2011-04-13, pelas 10:00 horas, neste Serviço de Finanças, sito em LARGO D. MANUEL I, GOLEGÃ, se há-de proceder à abertura das propostas em carta fechada, para venda judicial, nos termos dos artigos 248.º e seguintes do Código de Procedimento e de Processo Tributário (CPPT), do bem acima designado, penhorado ao Executado infra indicado, para pagamento da dívida no valor de 3.564,5€, sendo 2.507,53€ de quantia exequenda e 1.056,97€ de acréscimos legais. Mais, correm anúncios e éditos de 20 dias (239.º/2 CPPT), contados da 2.ª publicação, citando os credores desconhecidos e os sucessores dos credores preferentes para reclamarem, no prazo de 15 dias, contados da data da citação, o pagamento dos seus créditos que gozem de garantia real, sobre o bem penhorado acima indicado. (240º/CPPT). O valor base da venda é de 26.075€, calculado nos termos do artigo 250.º do CPPT. É fiel depositário(a) o(a) Sr(a) ANTÓNIO FERNANDO FEIJÃO MARQUES ISABEL, residente em R. JOSÉ FARINHA RELVAS N 55 B - GOLEGÃ, o(a) qual deverá mostrar o bem acima identificado a qualquer potencial interessado, entre as 16:01 horas do dia 2011-03-23 e as 18:00 horas do dia 2011-04-01 (249º/6 CPPT). Todas as propostas deverão ser entregues no Serviço de Finanças, até às 10:00 horas do dia 2011-04-13, em carta fechada dirigida ao Chefe do Serviço de Finanças, devendo identificar o proponente (nome, morada e número fiscal), bem como o nome do Executado e o n.º de venda 2046.2011.2. As propostas serão abertas no dia e hora designados para a venda (dia 2011-04-13 às 10:00h), na presença do Chefe do Serviço de Finanças (253.º CPPT). Não serão consideradas as propostas de valor inferior ao valor base de venda atribuído a cada verba (250º Nº4 CPPT). No acto da venda deverá ser depositada a importância mínima de 1/3 do valor da venda, na Secção de Cobrança deste Serviço de Finanças e pago o Imposto Municipal Sobre as Transmissões Onerosas de Imóveis e o Imposto do Selo que se mostrem devidos. Os restantes 2/3 deverão ser depositados na mesma entidade, no prazo de 15 dias (256.º CPPT). Se o preço oferecido mais elevado for proposto por dois ou mais proponentes, abrir-se-á logo licitação entre eles, salvo se declararem adquirir o bem em compropriedade. Estando presente só um dos proponentes do maior preço, pode esse cobrir a proposta dos outros, caso contrário proceder-se-á a sorteio para apurar a proposta que deve prevalecer (253.º CPPT). IDENTIFICAÇÃO DO EXECUTADO Nome: ANTÓNIO FERNANDO FEIJÃO MARQUES ISABEL. Morada: R. JOSÉ FARINHA RELVAS N 55 B - GOLEGÃ.

Coruche 25 de Janeiro de 2011 A COMISSÃO DE GESTÃO

Data: 24-01-2011 O Chefe de Finanças Maria de Fátima Amado Garcia Contente (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1317 de 28.01.2011)


SANTARÉM 15

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Debate com Jorge Custódio Património ∑ Historiador convidado a debater questões do património cultural O historiador scalabitano Jorge Custódio será o próximo orador do ciclo de encontros “Primeiras Segundas, conversas ligeiras, temas de peso”, organizado pelo Núcleo de

Museu e Património Cultural. No debate marcado para dia 7 de Fevereiro, pelas 21h30, Jorge Custódio, director do Museu Nacional Ferroviário, irá abordar a

Basket e Rugby são os mais apoiados pela Câmara

Com uma verba de 43.119 euros, o Santarém Basket Clube é a associação mais beneficiada com os subsídios da Câmara ao associativismo desportivo, seguida de perto pelo Rugby Clube de Santarém com 41.962 euros. No quadro abaixo publicamos os valores dos subsídios aos 40 clubes e associações. Os números foram esta semana conhecidos com a aprovação pela Câmara do programa de apoio financeiro aos clubes e associações desportivas, respeitantes à época desportiva 2009/2010. O atraso na aprovação destes apoios foi justificado pelo técnico superior de desporto da

empresa municipal de desporto Scalabisport com os atrasos dos clubes na apresentação dos documentos. A proposta prevê uma redução de 10% das verbas atribuídas aos clubes pela época passada, somando estes apoios um total de 472.500 euro, dos quais 270 mil para formação desportiva, 180 mil para competições não profissionais e 22.500 para a organização de eventos. O documento foi aprovado por unanimidade, embora com críticas dos vereadores do PS à aplicação retroactiva destes cortes do financiamento, a exemplo do que aconteceu também com os apoios aos grupos culturais.

SUBSÍDIOS DA CÂMARA AOS CLUBES - 2010 Santarém Basket Clube Rugby Clube Santarém Grupo Empregados Comércio Santarém Clube Desportivo Amiense Associação Académica Santarém Hóquei Clube Santarém Gimno Clube Santarém Atlético Clube Pernes Casa Benfica Santarém Centro Cultura e Recreio Moçarria Clube Ténis Santarém Vitória Clube Santarém Moçarria Aventura Clube Scalténis – Associação Ténis Quinta das Fontainhas Centro Karaté Amicale União Nacional Karaté Do União Desportiva de Santarém

43.119 € 41.962 € 38.982 € 38.376 € 33.258 € 27.794 € 22.534 € 21.969 € 19.751 € 16.000 € 15.775 € 14.840 € 13.543 € 10.348 € 9.445 € 8.381 € 8.033 €

temática “Património Cultural: passado, presente e futuro”. O encontro terá lugar no Auditório Virgílio Arruda na Biblioteca Municipal de Santarém. Este ciclo

de debates vai ter um convidado diferente, todos os meses, que será chamado a desmistificar temas relacionados com a museologia e o património cultural.

Junta de Marvila homenageia Padre Borges A Assembleia e a Junta de Freguesia de Marvila deliberaram por unanimidade atribuir o prémio “Personalidade do ano 2010” ao Padre Borges, pároco de

Marvila, o qual lhe será entregue num almoço de confraternização, aberto à população, e que terá lugar no próximo dia 12 de Fevereiro no Restaurante do CNMA.


16

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

região lezíria do tejo Serviço de passageiros entre Coruche e Setil mantém-se em funcionamento Custos de exploração ∑ Prejuízos vão ter que sofrer cortes na ordem dos 30 a 40% A CP e as Câmaras de Coruche, Salvaterra de Magos e Cartaxo chegaram a acordo para que o transporte de passageiros entre Coruche e o Setil não seja suspenso a partir de 1 de Fevereiro, como tinha sido anunciado pela empresa que gere o serviço ferroviário. Numa reunião realizada na segunda-feira, 24 de Janeiro, as partes chegaram a acordo para que sejam estudadas formas de reduzir os custos de exploração da linha, que ascendem a 500 mil euros. A linha vai manter-se em funcionamento até final do período experimental, que termina em Setembro deste ano, depois do serviço ter sido reactivado em Setembro de 2009. Segundo o que ficou acordado na reunião, os custos de exploração vão ter que sofrer cortes entre os 30 a 40%, através do reajustamento de alguns horários e da redução do número de composições, tendo em conta a pouca procura por parte dos passageiros, entre outras medidas. As autarquias vão ter também que pagar à CP a sua comparticipação dos prejuízos de exploração do serviço, que ascen-

A Em Marinhais, os deputados do Bloco de Esquerda teceram muitas críticas à gestão da CP dem aos 280 mil euros. Recorde-se que o protocolo estabelecia que os custos seriam repartidos entre a CP, em 50%, e as três Câmaras, que suportariam a outra metade. Cerca de duas horas antes deste acordo ter sido estabelecido, o Bloco de Esquerda promoveu uma conferência de imprensa na estação ferroviária de Marinhais, onde exigiu que o serviço se mantivesse em funcionamento, teceu du-

ras críticas à gestão da CP e exigiu o envolvimento do governo, através do Ministério das Obras Públicas, na questão da suspensão do transporte de passageiros em várias linhas que a empresa se prepara para encerrar, de norte a sul do país. “A CP não pode passar uma certidão de óbito ao serviço regional de transporte de passageiros, com a desculpa de que não é rentável”, defendeu o deputado João Heitor. “Estes

modelos de gestão em que empresas públicas agem como se não tivessem que prestar contas a ninguém são totalmente inaceitáveis”, frisou o deputado, salientando que estas decisões “vão contra o direito dos cidadãos ao transporte e à mobilidade”. O Bloco de Esquerda também não vê com bons olhos o facto de Câmaras Municipais terem que usar verbas próprias para assegurar aos seus munícipes

o acesso ao transporte ferroviário O deputado José Gusmão, eleito pelo círculo de Santarém, “a cobertura da rede ferroviária nem sequer devia depender da comparticipação de autarquias”, uma vez que “o Estado e a CP, enquanto empresa pública, deveriam garantir o acesso ao transporte em todo o território nacional”. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

Quercus defende incineradora na Chamusca A Quercus considera positivo que o Plano Estratégico dos Resíduos Hospitalares refira a deslocação da unidade de incineração de Lisboa para a zona da Chamusca, mas lamenta a falta de definição sobre o que vai ser tratado. Rui Berkemeier, da associação ambientalista, realçou à Lusa o facto de ter havido uma “redução sistemática dos resíduos a in-

cinerar”. Este elemento é apontado como “muito importante quando se projecta uma nova unidade de incineração na Chamusca” e que é “a única questão nova que este plano traz”. O PERH, para vigorar até 2016, foi publicado em Diário da República na semana passada, e a ministra do Ambiente, Dulce Pássaro, adiantou que está a ser ela-

borado o estudo de impacto ambiental da unidade de incineração de resíduos perigosos, na região da Chamusca. Para a Quercus, o problema deste projecto é que “resíduos vai incinerar”, já que a quantidade é “muito pouca” e cada vez menos lixo deste tipo é colocado no grupo IV, dos produtos perigosos que exigem incineração. Se uma incinera-

dora tem capacidade para mais de 11 mil toneladas, não se percebe o que se vai incinerar, e “é lamentável que este plano não esclareça nada sobre isso”, salientou Rui Berkemeier. O actual incinerador “está mal localizado e é positiva a intenção de o deslocar para a Chamusca”, disse o ambientalista, acrescentando que “é mais barato

e mais amigo do ambiente tratar os resíduos por autoclavagem, além de Portugal ter capacidade para utilização deste tratamento”. Portugal tem vindo a tratar cada vez melhor os seus resíduos hospitalares e cada vez tem havido uma melhor separação nos hospitais, colocando o país entre os mais desenvolvidos a nível europeu, frisou.

GNR DESMANTELA PRODUÇÃO DE AGUARDENTE A GNR apreendeu 2.790 litros de aguardente, um alambique e respectiva fornalha e uma grande quantidade de matéria-prima usada para a produção da bebida alcoólica no concelho de Coruche. A apreensão decorreu durante uma acção do destacamento de acção fiscal de Lisboa, que deu cumprimento a dois mandatos de busca para desmantelar esta unidade ilegal de produção de aguardente bagaceira, na segunda-feira, 24 de Janeiro. Segundo informações da GNR, a bebida destinava-se a ser introduzida para consumo no circuito comercial português sem respeitar a legislação em vigor e subvertendo-se ao pagamento de Imposto Especial sobre o Consumo e respectivo IVA. Os militares estimam que, após a venda da mercadoria apreendida, a fuga aos impostos rondaria os 20 mil euros. Dos quase três mil litros apreendidos, cerca de 700 apresentarem uma cor amarela para ser comercializada como aguardente envelhecida, mas esta era obtida através da introdução de casca de noz ou bolota na mesma, em detrimento do envelhecimento natural, esclarece ainda a GNR.

CARROS CLÁSSICOS EM EXPOSIÇÃO O pavilhão municipal de exposições do Cartaxo vai receber o Automobilia & ExpoClássico, organizado pelo Forumini – Fórum Mini Clássico em Portugal, nos dias 12 e 13 de Fevereiro. Está já confirmada a presença do Clube de Clássicos do Alto do Vale, Portal dos Clássicos, Núcleo dos 2 CV de Lisboa, Clube de 2 CV de Portugal, Clube de Fiats antigos e Vespachete. O certame pode ser visitado entre as 10 e as 22 horas.


CARTAXO | BENAVENTE | SALVATERRA DE MAGOS | REGIÃO 17

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

SECUNDÁRIA DO CARTAXO É UMA ESCOLA ELECTRÃO A Escola Secundária do Cartaxo associou-se à iniciativa “escola electrão”, e vai promover uma recolha de electrodomésticos sem uso entre os dias 10 de Fevereiro e 2 de Março, aberto a toda a comunidade. Despertar a consciência social para a questão dos resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos no público mais jovem é um dos principais objectivos deste projecto da Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos (Amb3E), com o apoio do Ministério da Educação e da Agência Portuguesa do Ambiente.

ESCOLA DE VILA CHÃ / CARTAXO FINANCIADA A 100%

A Falta de médico na extensão de saúde, situação que se arrasta desde Outubro, uniu os moradores num protesto popular

Granho boicotou presidenciais Oito votantes ∑ Dos que foram às urnas, seis deram o voto a Cavaco Silva, e dois votaram nulo Apenas oito dos 836 eleitores da freguesia do Granho, Salvaterra de Magos, votaram nas eleições presidenciais de domingo, devido a um boicote popular motivado pela falta de médico na extensão de saúde. Sem impedir o acesso às urnas, várias dezenas de moradores concentramse desde as oito horas da manhã junto ao local de voto, a escola primária da aldeia. Ninguém foi impedido de votar, mas quem

optou por fazê-lo teve que ouvir os apupos dos que aproveitaram o acto eleitoral para exigir melhores cuidados de saúde. “Só os ricos é que vieram votar, aqueles que têm dinheiro para pagar consultas privadas”, disse ao nosso jornal o presidente da Junta, Joaquim Ferreira, alertando para o facto da freguesia estar sem médico desde Outubro de 2010. “Prometem-nos que estão à procura de um médico,

mas o certo é que, até ao momento, nenhum foi colocado”. O apelo ao boicote foi feito de forma anónima, com cartas distribuídas nas caixas do correio das casas da aldeia. “Não sei de quem foi a iniciativa, mas tive que me solidarizar com ela, sou também um dos afectados e estou ao lado do povo”, esclareceu o autarca. Neste momento, não há serviço de enfermagem e o posto e o posto abre ape-

nas um dia por semana, quando uma funcionária vem recolher os pedidos de receitas médicas para os idosos que necessitam de medicamentos com regularidade. Ainda nada está decidido, mas a população receia que a falta de colocação do médico seja o prenúncio do encerramento definitivo da extensão, que serve uma população maioritariamente envelhecida, composta por cerca de mil habitantes.

As alternativas são as extensões de saúde da Glória do Ribatejo ou de Marinhais, onde “além de não nos quererem lá, é quase impossível arranjar uma consulta”, explicou Lucinda Espinho. “Como é que eu posso pagar 60 por uma consulta privada?”, questiona esta idosa de 70 anos, para quem “a população do Granho tem sido bastante pacífica”. João Nuno Pepino

Professores fazem de auxiliares em Benavente Vários professores, encarregados de educação e pessoal auxiliar do agrupamento de escolas de Samora Correia, Benavente, estão a desdobrar-se em tarefas para assegurar o funcionamento dos estabelecimentos de ensino. “Neste momento, os assistentes e os professores fazem de acompanhantes nas refeições e intervalos, onde é necessária vigilância”, explicou à Lusa César Barreira, director do agrupamento de escolas, acrescentando que, apesar da falta de

operacionais, “procurouse salvaguardar os interesses dos alunos e não afectar as actividades lectivas”. Segundo César Barreira, os rácios da Direcção Regional de Educação de Lisboa e Vale do Tejo (DREL) apontam para um défice de 11 assistentes operacionais nas escolas do agrupamento. No ano lectivo anterior, o problema foi resolvido através do recurso aos contratos de emprego inserção, mas “este ano, atendendo aos novos moldes de funcionamento deste progra-

ma, ainda não foi possível a colocação das 11 pessoas autorizadas”, realçou o director. No início das aulas, em Setembro, a falta de pessoal não docente foi colmatada pela atribuição de 70 horas, por parte da DREL, para a celebração de contratos a termo. No entanto, os contratos terminaram a 17 de Dezembro e, desde então, o problema agravouse. Segundo o mesmo, “em Dezembro, foi novamente solicitada à DREL a prorrogação das 70 horas, para celebração de novos con-

tratos a termo, tendo havido resposta positiva”. Neste momento, decorrem os trâmites legais inerentes ao concurso público e o responsável pelo agrupamento acredita que possa haver a reposição da situação a breve prazo. “Esperemos que a solução transitória esteja encontrada, mas a solução definitiva passaria pela reposição dos 11 assistentes operacionais em falta”, disse, sublinhando que a estes deve juntar-se mais seis “que entretanto foram reformados e não foram

substituídos”. A situação está também a preocupar os autarcas locais. O presidente da Câmara de Benavente, António José Ganhão, afirmou à Lusa que já enviou um dossier sobre o assunto à secretaria de Estado da Educação. “Levantei o problema não apenas de Samora Correia, mas enquanto dirigente da Associação Nacional de Municípios Portugueses, de uma situação que está a ser vivida em toda a Área Metropolitana de Lisboa”, disse o autarca.

A nova escola EB 2,3 Cartaxo / Vila Chã de Ourique vai ser integralmente financiada por fundos comunitários do Quadro Estratégico de Referência Nacional (QREN), no âmbito de uma candidatura que aprovou as fases de projecto, execução integral e fiscalização. Na última reunião de Câmara, na terça-feira, 25 de Janeiro, Paulo Caldas, congratulou-se com o facto do município ter conquistado, a fundo perdido “equipamento escolar que servirá, com a máxima qualidade, o ensino no concelho durante as próximas gerações”, e estimou que a obra deverá estar concluída em 2012.

JANEIRAS CANTADAS NA CÂMARA Como já vem sendo hábito ao longo de muitos anos, a Sociedade Filarmónica Cartaxense (SFC) deslocou-se aos paços do concelho da Câmara do Cartaxo para cantar as janeiras, na noite de 21 de Janeiro, tendo feito votos de um próspero anos de 2011 para todos os trabalhadores e autarcas. Foram recebidos por Paulo Caldas e Paulo Varanda.


18 REGIÃO | SALVATERRA DE MAGOS | CHAMUSCA | RIO MAIOR

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

INCÊNDIO CONSOME RESTOS DE PLÁSTICOS

Câmara de Rio Maior requalifica Largo do Outeiro Os trabalhos de requalificação do Largo do Outeiro, em Rio Maior, que contemplam a ligação da rua Mouzinho de Albuquerque à rua do Arraial, iniciaramse na semana passada. Segundo uma nota da autarquia, o “novo troço irá dispor de circulação nos dois sentidos, passeios pedonais, áreas de estacionamento bem delimitadas, dois entrepostos de deposição de lixos domésticos, e áreas ajardinadas na envolvência dos prédios habitacionais”.

As obras incluem ainda a execução de uma nova rede de esgotos domésticos, separada de rede pluvial, o que vai aumentar a capacidade de escoamento. “Serão também executadas novas infra-estruturas eléctricas e colocadas redes de telecomunicações subterrâneas”, acrescenta a autarquia, que pretende “chamar a atenção de potenciais investidores do sector imobiliário” com a requalificação desta zona. Os trabalhos têm um prazo de execução de 120 dias.

Aumento de capital na SRU da Lezíria do Tejo

A escritura de aumento de capital da LT, Sociedade de Reabilitação Urbana (SRU) da Lezíria do Tejo, de 190 para 460 mil euros foi assinada nas instalações da Comunidade Intermunicipal da Lezíria do Tejo (CIMLT), na terça-feira, 25 de Janeiro, num acto que reuniu os representantes dos sete municípios agora associados. Esta SRU da Lezíria do Tejo, criada pela CIMLT em 2009, é um projecto pioneiro no País, uma vez que dela fazem parte os municípios de Almeirim, Alpiarça, Azambuja, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Golegã, Rio Maior e Santarém. A LT foi constituída inicialmente com os municípios de Coruche e Santarém, na medida em que apenas

Um i ncênd io que deflagrou numa unidade industrial do Eco Parque do Relvão, na Carregueira, concelho da Chamusca, consumiu uma grande quantidade de plásticos e resíduos no sábado, 22 de Janeiro, ao início da noite. As chamas foram combatidas por cerca de 40 elementos de nove corporações de bombeiros, apoiados por 13 viaturas. Os trabalhos de prevenção contra reacendimentos e rescaldo foram bastante demorados, tendo em conta os materiais que arderam.

estes possuíam um centro histórico e uma área de reabilitação urbana aprovados. Entretanto, a CIM-LT delimitou as áreas de reabilitação urbana dos restantes sete concelho. “A criação SRU tem como principal inovação a realização de economias de escala ao nível dos custos operacionais e ainda de criação de uma massa crítica para o fomento da atractividade das operações de reabilitação”, explica uma nota de imprensa da CIM-LT, onde se explica que o licenciamento e autorização de operações urbanísticas, bem como a expropriação de imóveis destinados à reabilitação urbana serão algumas das principais competências desta sociedade.

HOMEM AMEAÇA CUNHADA DE MORTE

A Estragos no cemitério dos Foros ascendem a cerca de 3 mil euros

Famílias recebem ameaças satânicas Quatro famílias residentes em Foros de Salvaterra, Salvaterra de Magos, andam a receber ameaças anónimas com indícios de bruxaria e rituais satânicos. Os casos começaram por ocorrer com objectos de culto deixados à socapa na porta das suas casas, mas estenderam-se agora às campas de familiares sepultados no cemitério da aldeia, onde os prejuízos ascendem já aos três mil euros. “Andamos bastante assustados, porque não sabemos no que é que isto se pode transformar”, disse ao nosso jornal uma das vítimas, que já recebeu

Presidente da Junta pede respeito por local de culto

ameaças de morte por telefone, SMS, bilhetes manuscritos e já foi presenteada com “preparos estranhos” deixados à sua porta, com velas acesas, incenso e cigarros queimados e fígados de porco, entre outros objectos. Segundo outra das queixosas, as ameaças duram há cerca de nove meses. À sua porta, foram desenhadas símbolos satânicos que simbolizam a morte. Desde há duas semanas para cá, os rituais de bruxaria começaram a ser feitos dentro do cemitério e a provocar estragos nas campas de entes destas quatro famílias.

Os autores deixaram fígado pendurado em duas sepulturas, roubaram e partiram pedras e livros fúnebres de homenagem aos defuntos, tiraram jarrões de quatro covas e mandaram fora as flores que os familiares tinham colocado, entre outros episódios, que já estão a ser investigados pela GNR. As famílias, que residem perto umas das outras mas não têm laços de sangue entre si, viram-se obrigadas a retirar todas as lajes que pudessem ser roubadas ou vandalizadas. João Nuno Pepino

∑ As famílias visadas já comunicaram o caso à Junta de Freguesia de Foros de Salvaterra. A presidente, Rosa Nunes, lamenta estes episódios e alerta que “os actos cometidos no cemitério já não mexem apenas com as pessoas envolvidas, mas sim com toda a população, que se sente desrespeitada num local onde é suposto haver o máximo de respeito por quem já partiu”. O cemitério de Foros de Salvaterra tem um coveiro em permanência, que abre o espaço de manhã e fecha o portão ao final da tarde. Há suspeitas que os actos possam ter sido cometidos durante a noite. A Junta também já participou o caso à GNR. Os visados suspeitam de quem possa estar por detrás destes actos macabros, mas, sem provas, preferem que sejam as autoridades a descobrir os autores.

A GNR deteve um homem que tentou assassinar a tiro uma cunhada num mini-mercado em Rio Maior, na quinta-feira, 20 de Janeiro. O indivíduo, que estava alcoolizado, entrou no estabelecimento, que é propriedade da mulher, e apontou-lhe uma arma de caça carregada à cabeça, ameaçando matála por causa de desavenças familiares antigas. No entanto, acabou por ser desarmado por clientes que estavam no interior da loja e já não tinha a caçadeira na sua posse, quando a patrulha da GNR chegou ao local.

BURLÃO FOGE COM 700 EUROS Um homem residente em Vila Chã de Ourique, Cartaxo, foi burlado em cerca de 700 euros por um desconhecido, que aparentava ter mais de 70 anos, que parou à porta da sua casa. O burlão, bem falante, começou por alertar o dono da casa para o facto de andarem a circular notas falsas e convenceu-o a mostrar-lhe o dinheiro que tinha. De seguida, pediu uma caneta para verificar a autenticidade do dinheiro e fugiu, enquanto a vítima foi dentro de casa buscar a caneta.


19

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

região médio tejo santarém PSP DETEVE SUSPEITOS DE ROUBOS COM ARMAS

ABRANTES PROMOVE ENCONTRO IBÉRICO DO AZEITE

Dois suspeitos de terem roubado vários objectos de uma residência em Abrantes, sob a ameaça de uma arma de fogo e uma arma branca, foram detidos pela PSP na terça-feira, 18 de Janeiro. O Tribunal Judicial de Abrantes decidiu, após o primeiro interrogatório judicial, que um deles vai aguardar julgamento em prisão preventiva, ao passo que o outro ficou obrigado a apresentarse duas vezes por semana na esquadra da polícia. Este dois homens faziam parte de um gang de quatro elementos que abordaram uma das vítimas na via pública e obrigaram-na a levá-los a sua casa, sob ameaça de armas, segundo um comunicado da polícia. No interior da casa, levaram uma aparelhagem de som, um computador portátil e dois telemóveis, após terem agredido o irmão e o pai do homem que abordaram na rua. Os suspeitos foram abordados durante a fuga pela A23 por elementos da PSP de Torres Novas, que conseguiu deter estes dois homens, de 24 e 35 anos, que não residem no concelho de Abrantes. Ainda segundo o comunicado da PSP, os objectos roubados, que tinham sido participados na queixa, estavam dentro da viatura, que foi também apreendida.

O I encontro ibérico do azeite vai realizar-se no centro histórico de Abrantes, entre 25 e 27 de Fevereiro, promovido pela Associação Comercial Ar Livre e pela Câmara Municipal. O objectivo “é debater o sector através da mobilização de agentes económicos a ele associados, agricultores, olivicultores e produtores de azeite, entre outros, de Portugal e de Espanha e o estabelecimento de parcerias que potenciem o desenvolvimento desta fileira no espaço Ibérico”, explica uma nota de imprensa da organização. O encontro, que também pretende afirmar a cidade ribatejana como a capital do azeite, será composto por um simpósio técnico, um espaço de debate com oradores portugueses e espanhóis que se realiza nos dias 25 e 26 no cine-teatro S. Pedro, e o fórum do azeite, aberto ao público nas instalações da antiga rodoviária, no centro histórico. O fórum terá um espaço de prova de receitas, uma loja de produtos regionais, venda de produtos cosméticos à base deste produto, vários workshops e uma exposição interactiva sobre o processo de fabrico do azeite, entre outras iniciativas.

BOMBEIROS COMEMORAM 89 ANOS Fundados em 1922, os bombeiros municipais de Tomar comemoram o seu 89º aniversário nos dias 28 e 29 de Janeiro. Na sexta-feira, o quartel está aberto entre as 9 e as 17 horas, e realiza-se a gala de homenagem ao cidadão bombeiro, às 21 horas, no cine-teatro Paraíso.

A Os inquilinos, realojados numa residencial e em casa de familiares, regressaram a casa na quarta-feira

Moradores escapam ilesos a três explosões com gás Ruptura ∑ Provocada acidentalmente durante colocação da rede de fibra óptica Os cerca de 20 inquilinos que residem no prédio do Entroncamento onde ocorreram três explosões provocadas por uma fuga de gás, na sexta-feira, 21 de Janeiro, só tiveram autorização para regressar aos seus apartamentos na quarta-feira, ao início da noite. Por realojar ficou apenas a família que mora no 6º andar do prédio na Rua Manuel Rodrigues Gameiro, onde os danos foram mais avultados e ocorreu inclusivamente a queda de uma parede interior. Os afectados ficaram temporariamente alojados numa residencial do Entroncamento e em casa de familiares até serem repostas todas as condições de habitabilidade. Recorde-se que uma fuga de gás ocorrida durante os trabalhos de colocação da rede subterrânea de fibra óptica à entrada do prédio provo-

cou três explosões violentas no interior do prédio, que fizeram apenas dois feridos ligeiros, um bombeiro que entretanto acorreu ao local e a moradora no apartamento do 6º andar, que entrou em estado de choque. No entanto, vários inquilinos escaparam por pura sorte a consequências mais graves. Foi o caso do gerente de uma empresa

de trabalho temporário e de uma empregada, que abandonaram a loja do rés-do-chão segundos antes da primeira explosão lhes destruir o escritório, cerca das 9h30. “Tinham acabado de entrar aqui a queixar-se de um intenso cheiro a gás quando se ouviu um estrondo enorme, que deixou a loja deles toda estilhaçada”, contou

Prejuízos bastante avultados

∑ A autarquia, enquanto responsável pela obra de colocação de fibra óptica, e o condomínio já accionaram os seguros de responsabilidade civil para ressarcir os moradores de todos os prejuízos sofridos. “Não é possível para já quantificar o valor material dos danos, até porque isso é matéria para as seguradoras”, disse ao nosso jornal Jaime Ramos, presidente da Câmara do Entroncamento.

ao nosso jornal Fernando Pereira, dono de uma óptica nas traseiras do edifício. Enquanto o homem ligava para o 112, dá-se a segunda explosão, “essa muito mais forte. Eu entrei em pânico e sai daqui a correr para a rua, com telhas e outros objectos a cair por todo o lado”, acrescentou o mesmo. A terceira explosão ocorreu poucos minutos depois, com os bombeiros já no local. “Aquilo parecia a bomba atómica”, referiu António Esteves, o morador mais lesado, contando que o impacto derrubou-lhe uma parede da sua casa, destruiu parte do mobiliário e estilhaçou todos os vidros. A explosão destruiu também a clarabóia e uma parte significativa do telhado do prédio, construído há cerca de nove anos. João Nuno Pepino

LADRÕES DISPARAM DURANTE ASSALTO Uma dupla de ladrões encapuzados disparou quatro tiros dentro de uma loja em Alcanena, antes de assaltarem o estabelecimento, na sextafeira, 21 de Janeiro, por volta das 19h30. Os disparos foram efectuados como forma de intimidar o proprietário, que tentou oferecer resistência mas não ficou ferido. Os suspeitos acabaram por fugir com 250 euros.


20 REGIÃO | ABRANTES | CONSTÂNCIA | BARQUINHA

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

TROCA DE LÂMPADAS NA BARQUINHA A EDP e a Câmara de Vila Nova da Barquinha vão realizar uma acção de troca gratuita de lâmpadas incandescentes por lâmpadas economizadoras no sábado, 28 de Janeiro, no Largo do Chafariz, junto ao centro de saúde, entre as 12 e as 18 horas. Serão oferecidas quatro lâmpadas economizadoras aos munícipes que comparecerem no local com quatro lâmpadas incandescentes.

RECOLHA DE ROUPA USADA PARA FINS HUMANITÁRIOS

A Projecto de resolução apresentado pelo BE deve ser discutido dentro de duas semanas

Bloco exige A23 sem portagens José Gusmão ∑ Quer que deputados de outros partidos clarifiquem as suas posições O Bloco de Esquerda (BE) apresentou na Assembleia da República um projecto de resolução que pretende suspender a introdução de portagens na A23, na terça-feira, 25 de Janeiro. O deputado José Gusmão apresentou as várias razões que levaram o partido a apresentar este projecto, passando pelos prejuízos que as portagens vão trazer a esta região, pela ausência de vias alternativas a esta auto-estrada e pelo facto do troço Torres Novas / Abrantes não ser nesta altura uma SCUT, que, segundo o que está previsto, vai ter por-

tagens. José Gusmão revelou que endereçou correspondência a todos os deputados eleitos pelo distrito de Santarém no sentido de haver “uma posição concertada entre todos os deputados do distrito para ter uma iniciativa conjunta”. “Infelizmente, não tivemos resposta de nenhum dos partidos e por isso avançámos sozinhos”, explicou o deputado durante uma conferência de imprensa realizada em Abrantes. Agora, com o projecto de resolução entregue, que deve ser discutido dentro de duas semanas, o depu-

tado bloquista espera que os deputados do PS e PSD do distrito que têm assento na Comissão Parlamentar de Obras Públicas possam aprová-lo, clarificando as suas posições no distrito e no Parlamento. Uma aprovação na comissão indiciaria que o mesmo poderia ser aprovado em plenário, acrescentou. Mesmo assim, o deputado esclareceu que, se este projecto cair por terra, nunca se deve esquecer a luta das populações, que não deve parar até 15 de Abril, data prevista para a introdução das portagens. “É muito importante

que os concelhos que vão ser afectados pelas portagens continuem a mobilizar-se para impedir a sua introdução”, revelou José Gusmão, acrescentando, no entanto, que a “aposta, para já, é neste projecto de resolução”. O BE/Santarém adianta também, em comunicado, que “estão reunidas todas as condições, que existe um grande consenso à volta desta temática para que o troço da A23 entre Torres Novas e Abrantes não seja portajado”. O vereador do BE na Câmara do Entroncamento, Carlos Gomes, também presente

na apresentação deste documento, revelou que tem conhecimento não oficial de que já estão a ser recrutados prestadores de serviços para a instalação dos pórticos nos nós da A23. Ao mesmo tempo, “é ridículo e único no mundo que um cidadão tenha de pagar portagem para ir ao Centro Hospitalar se tiver de ir de Ortopedia para Cardiologia”, deu como exemplo, já que são valências que ficam situadas em unidades hospitalares distintas, no Centro Hospitalar do Médio Tejo. Jerónimo Belo Jorge

Câmara de Constância alerta para justiça popular O presidente da Câmara de Constância teme que a população decida começar a fazer justiça pelas próprias mãos face ao “sentimento generalizado de insegurança” que se sente no concelho. Máximo Ferreira disse à Lusa que as várias situações de insegurança são vividas por toda a comunidade, acrescentando que os casos têm originado um “permanente sobressal-

to e instabilidade emocional e psíquica de lesados e dos outros cidadãos residentes”. O autarca afirmou ainda recear que a população se una e crie milícias ou outros mecanismos conjuntos de autodefesa. “É uma situação preocupante porque quando as pessoas sentem que os seus bens e a sua família não estão em segurança reagem criando mecanismos

próprios de autodefesa e podem decidir fazer justiça pelas suas próprias mãos”, observou. Em causa estão casos de “vandalismo, assaltos a moradias, roubos por esticão e os já tradicionais roubos de cabos telefónicos, supostamente para aproveitamento do cobre, situação que aconteceu por quatro vezes distintas nos últimos seis meses tendo privado a maioria da popu-

lação de Montalvo e de Santa Margarida do acesso às comunicações telefónicas, Internet e aos movimentos necessários nas caixas multibanco”. O tenente- coronel Joaquim Nunes, do Comando da GNR de Santarém disse que este “é um problema de todo o país e não só de Constância”, sublinhado que a criminalidade tem “evoluído ao longo dos

A Câmara Municipal de Vila Nova da Barquinha e a Associação Humana Portugal assinaram um protocolo de colaboração para a colocação de quatro contentores de recolha de roupa e sapatos usados, que serão posteriormente reencaminhados para ajuda humanitária a países africanos de língua oficial portuguesa. Os contentores, devidamente assinalados com o logótipo da Humana Portugal, foram colocados junto ao jardimde-infância na Atalaia, jardim-de-infância da Moita do Norte, na Praça Manuel da Cruz em Praia do Ribatejo, e no estacionamento junto à Travessa dos Descobrimentos, na sede de concelho.

anos para parâmetros mais complicados”. Segundo o mesmo, a problemática está ligada a uma alteração da própria criminalidade. “A criminalidade mudou, o país também mudou e estes fenómenos são combatidos com os meios que temos ao nosso dispor”, vincou. O tenente-coronel Joaquim Nunes vinclu ainda que as autoridades estão “atentas”.

UM DIA PELA VIDA EM TORRES NOVAS O colóquio médico “vamos falar de cancro”, que se realiza no auditório da biblioteca municipal Gustavo Pinto Lopes, em Torres Novas, no próximo dia 29 de Janeiro, às 16 horas, marca o arranque do movimento “Um Dia Pela Vida”, promovida pela Liga Portuguesa Contra o Cancro (LPCC). A edição de 2011 desta iniciativa terá o seu encerramento também em Torres Novas, a 4 de Junho.


O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

politécnico

Instituto Politécnico de Santarém

21

Integram o Instituto Politécnico a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém e Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

PROJECTOS DO POLITÉCNICO DE SANTARÉM

A

A criação de uma rede de conhecimento e inovação, com base na investigação científica e empresarial, é o principal desígnio deste projecto

IPS entra em rede nacional de ciência e tecnologia 42 milhões de investimento ∑ Parque de Ciência será âncora desta grande rede de conhecimento A rede regional de ciência e tecnologia do Alentejo e da Lezíria do Tejo, da qual o Instituto Politécnico de Santarém faz parte, foi formalmente constituída esta semana com a assinatura do protocolo de financiamento da candidatura ao Programa Operacional do Alentejo, InAlentejo., que aconteceu na presença de Vieira da Silva, ministro da Economia. Esta rede nasce com o objectivo de juntar parceiros no fomento da ligação entre os mundos científico e empresarial e prevê-se um investimento de quase 41,8 milhões de euros, co-financiado por fundos comunitários.

O projeto – designado Programa Estratégico do Sistema Regional de Transferência de Tecnologia (SRTT) - envolve um consórcio de 21 parceiros, liderado pela Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo (ADRAL). Uma das realizações a concretizar no âmbito deste projecto será o Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo, uma infra-estrutura a instalar no Parque Industrial e Tecnológico de Évora, que servirá de espaço de acolhimento e suporte às iniciativas de promoção e transferência de Investigação & Desenvolvimento Tecnológica no quadro do referido sistema re-

gional. Para além da ADR AL – Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, que lidera o consórcio, e do Instituto Politécnico de Santarém, participam nesta rede a Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Beja, Instituto Politécnico de Santarém, CEVALOR, CEBAL, COTR, ICTVR, INRB/INIA, LNEG, LOGICA EM, Sines Tecnopólo, IDERSANT, Câmara Municipal de Beja, Câmara Municipal do Cartaxo, Câmara Municipal de Évora, Câmara Municipal de Portalegre, Câmara Municipal de Nisa, ANJE, NEREAE, NERBE-AEBAL). Aliás, no

Cartaxo, pondera-se a criação de uma zona de ciência e tecnologia no futuro Parque de Negócios – ValleyPark. Entre outros, esta rede e este parque de ciência e tecnologia do Alentejo pressupõe a criação de um sistema de incubadoras de base tecnológica, de um sistema de infra-estruturas científicas e tecnológicas que visa consolidar e qualificar a oferta regional nesta área, de um sistema de infra-estruturas destinadas a potenciar os impactes gerados pelos restantes sistemas e ainda de um sistema de zonas e parques industriais e tecnológicos, entre os quais está previsto o do Cartaxo.

O Politécnico de Santarém definiu quatro grandes projectos a integrar nesta rede. O primeiro deles é um Laboratório Comunicacional Hipermédia: de Real Life (RL) a Second Life (SL), designado Projecto QUEIRIES. É um projecto que tem o objectivo de reforçar competências em transferência de tecnologia (FAB Labs, Histórias de Vida, E-Portefólio_ FLUIDS_ID, Mundos Virtuais) e é promovido pela Escola Superior de Educação, em parceria com a Universidade de Évora, Instituto Politécnico de Portalegre, Instituto Politécnico de Beja , ADRAL, Ydreams e FDTI . O segundo projecto passa pela expansão de infra-estruturas da sub-rede de Ciências Sociais e Empresariais e da sub-rede de Tecnologia da Informação, Comunicação e Multimédia (integração de laboratório de b-Learning (blended-learning) e incubador de projectos organizacionais). É promovido pela Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém e terá como parceiros outras escolas do Instituto (a Superior de Desporto de Rio Maior; a Escola Superior de Saúde de Santarém; Escola Superior Agrária de Santarém e a Escola Superior de Educação), sendo possível o envolvimento do Departamento de Gestão da Escola de Ciências Sociais da Universidade de Évora. O terceiro projecto passa pela criação de um Laboratório de Investigação em Desporto e Saúde, uma iniciativa da Escola Superior de Desporto de Rio Maior e da Escola Superior de Saúde que envolverá outras instituições de ensino superior da rede e entidades públicas e privadas (escolas, hospitais, ginásios, laboratórios farmacêuticos, empresas). O quarto projecto é a criação de um Laboratório de Biotecnologia Aplicada e Tecnologias Ambientais – Unidade de Sistemas de Agricultura e Sustentabilidade, e é desenvolvido pela Escola Superior Agrária de Santarém e pela Universidade de Évora, tendo como parceiros Agrotejo, Agromais, Agroterra, Agrocampestre, Associação de Agricultores do Ribatejo, Achar, Bonduel, CVR, APRODER, Interaves, L-INIA (pólo EZN e EVN), COTHN, Irricampo, Valinvest, Compal e Silvicaima.


22

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

negócios COLÓQUIO NACIONAL DO MILHO EM SANTARÉM

A Em visita à Adega Cooperativa de Almeirim, Luís Vieira fez balanço positivo do sector e incentivou a modernização e internacionalização

Sector vitivinícola mais competitivo Secretário de Estado ∑ apelou à modernização das vinhas e à competitividade dos vitivinicultores A Adega Cooperativa de Almeirim realizou no passado dia 21 de Janeiro, um seminário regional dedicado à temática da vinha e do vinho, nas áreas da reestruturação agrupada e da promoção. Uma iniciativa que contou com a participação de Luís Vieira, secretário de estado das pescas e da agricultura, Paulo Corado, director regional adjunto da DRAPLVT, Edite Azenha, do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV), José Bernardo, da Fenadegas, José Sousa Gomes, presidente da Câmara Municipal de Almeirim, António Ferreira, da Adega Cooperativa de Almeirim e José Pinto Gaspar, presidente da Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVR Tejo). Luís Vieira, secretário de estado das pescas e da agricultura, após uma visita pelas instalações da adega e fez um balanço positivo

da evolução do sector da vinha e do vinho, na última década, reconhecendo que os vitivinicultores da região estão no caminho certo. Luís Vieira incentivou ainda o movimento cooperativo a melhorar os seus processos de gestão e a valorizarem a sua produção, para melhor responderem às exigências dos consumidores finais. Segundo o secretário de estado, nos últimos 10 anos foram restruturados, a ní-

Exportação de vinhos aumentou 17 por cento num total de 300 milhões de euros

vel nacional mais de 40 mil hectares de vinha, numa média de cinco mil hectares ao ano. Vinhas adaptadas às novas formas de apanha, o que torna o sector mais competitivo. Também as adegas sofreram uma melhoria tecnológica, estão dotadas de melhores equipamentos, o que tem possibilitado inovar ao nível dos produtos (vinhos gasificados). Ao nível da promoção, Luís Vieira diz que “há

uma necessidade de promover os nossos vinhos a nível nacional e internacional e para isso até 2015 todos os vitivinicultores, seja através do sector privado, cooperativo ou com candidaturas agrupadas, podem concorrer através de projectos, aos fundos disponibilizados pelo “Proder” ou pelo “PME invest 6”. Dos 150 milhões de euros disponibilizados para a promoção dos vinhos, 60 milhões já foram

∑ O secretário de estado das Pescas e da Agricultura realçou a importância de afirmar os vinhos portugueses no exterior, através de um esforço comum. Para tal foi criada a marca “Wines of Portugal”, uma estratégia que funcionará como uma marca chapéu para todos os vinhos certificados e que permitirá “afirmar os vinhos portugueses no mundo, exportando mais e com mais valor”. Esta é uma estratégia que já está a obter resultados positivos, até ao momento, 74 por cento da exportação está a ser feita através e engarrafamento e apenas o restante, a granel. Só no ano de 2010, as exportações aumentaram 17 por cento, num total de quase 300 milhões de euros.

alocados, “o que mostra uma grande adesão e vontade de promoção do sector” disse Luís Vieira. José Pinto Gaspar, da CVR Tejo, adiantou que a par da modernização e numa tentativa de produção, “apesar da região ser das que tem maior peso ao nível da produção vitivinícola, apenas 20 por cento dos vinhos tem certificação.” De acordo com José Pinto Gaspar, é na área da certificação que é necessário agir, em prol da qualidade e do reconhecimento dos vinhos do Ribatejo, em especial de Almeirim, seguindo o exemplo do municipio do Cartaxo. José Sousa Gomes, presidente da Câmara de Almeirim assegurou a ideia e revelou que “a câmara está empenhada em concretizar projectos a favor do vinho e da vinha na região, principalmente nas áreas da certificação e da promoção”.

O 6º colóquio nacional do milho realiza-se no Cnema em Santarém no próximo dia 10 de Fevereiro, a partir das 9h30, numa organização da Associação Nacional dos Produtores de Milho e Sorgo (ANPROMIS). Este colóquio va i abordar os temas das novas técnicas de produção de milho, as novas obrigações na área das sementes, os cuidados técnicos a ter na actualidade, as ferramentas a desenvolver para a competitividade desta cultura, o uso eficiente da água na agricultura, a cultura do milho no Alqueva, o futuro da política agrícola europeia, entre outros. Participam neste último painel, especialistas como o vice-presidente do Conselho Europeu dos Jovens Agricultores, o professor Francisco Avillez e Pedro Soares, presidente da Comissão de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas na Assembleia da República. O colóquio contará com a presença do secretário de Estado da Agricultura no encerramento.

TORRES NOVAS RECEBE SEMANA DE NETWORKING A Semana Internacional do Networking decorre entre 7 a 11 de Fevereiro e, no distrito de Santarém, vai materializar-se através de acção conjunta, entre BNI - Centro Litoral & Interior e da ACIS, Associação Empresarial e Torres Novas, Entroncamento, Alcanena e Golegã, marcada para dia 10 de Fevereiro entre as 17h30 e as 20h na biblioteca municipal de Torres Novas. Esta sessão terá como parceiro o Instituto Politécnico de Santarém.


INVESTIR & AGIR | NEGÓCIOS 23

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Redução de indemnizações: a opinião dos agentes regionais Prós e contras ∑ Associações comerciais e empresariais e sindicatos expõe as suas razões a favor e contra O mundo laboral agitase com a proposta do Governo para reduzir a redução das indemnizações por despedimento de 30 para 20 dias por ano de trabalho. No distrito, as opiniões sobre o tema dividem-se entre a concordância dos representantes das empresas, nesta caso da Associação Comercial de Torres Novas, e o repúdio completo dos representantes dos sindicatos de maior expressão, CGTP e UGT. Em síntese a proposta apresentada pelo Governo aos parceiros sociais prevê o seguinte: redução do valor das indemnizações dos actuais 30 dias de indemnização por ano de actividade para apenas 20 dias por ano de antiguidade em caso de despedimento, um modelo parecido com o que acontece em Espanha, mas ainda assim com um valor relativo de indemnização superior ao que acontece noutros países europeus onde, nalguns casos, nem existe indemnização garantida. Por outro lado, o governo propõe ainda que o valor da indemnização passa apenas a conside-

A Trabalhadores com mais de 12 anos de empresa só receberão indemnização referente a 12 anos no máximo rar um tecto máximo de 12 anos de trabalho, isto é, o trabalhador que esteja na empresa há mais de 12 anos, só receberá no máximo uma indemnização equivalente a 12 anos de trabalho. Actualmente, um trabalhador que esteja na mesma empresa há 30 anos, por exemplo, se for despedido agora, terá direito a receber o equivalente a 900 dias de trabalho (30 anos vezes 30 dias). Já um trabalhador que assine contrato depois de as

novas regras entrarem em vigor e que seja despedido daí a 30 anos, terá direito apenas a 240 dias de salário (12 anos vezes 20 dias). Está ainda a ser pensada a criação de um fundo compensatório para despedimentos, que seria suportado por descontos regulares das empresas de acordo com o número de trabalhadores. Este fundo seria depois usado em caso de despedimentos com indemnizações.

Sindicatos contra Valdemar Henriques, coordenador distrital da CGTP, considera estas medidas “vão criar mais instabilidade, mais desconfiança e menos motivação por parte dos trabalhadores”. “São medidas para embaratecer os despedimentos e dar mais instrumentos de exploração dos trabalhadores”, acrescenta o sindicalista, referindo que “é mais uma vez o país de cócoras perante o capital neoliberal”. “Querem trazer

os hábitos da China para a Europa e para Portugal e nivelar por baixo as relações laborais”, remata. Por seu lado, António Carvalho Carreira, presidente da UGT de Santarém, frisa que “não podemos comparar Portugal com outros países, não podemos copiar o exemplo da Espanha porque lá ganhase, pelo menos, o dobro do ordenado mínimo português”. “Isto é que Portugal podia copiar mas só copia os maus exemplos”, afirma.

A VISÃO DO COMÉRCIO Rui Dias, presidente da Associação Comercial de Torres Novas (Alcanena, Entroncamento e Golegã), considera que “as mais-valias para as empresas são muitas, uma vez que diminuem em muito os encargos que têm que suportar em caso de resolução de postos de trabalho”. “Gostaríamos que esta lei fosse aplicada também aos actuais contratos”, acrescenta, frisando também que “as indemnizações, tal como estão, põe em causa a competitividade da economia através dos recursos humanos, pois as empresas muitas vezes não têm argumentos financeiros para despedir um mau recurso humano”. O empresário sugere também que, em compensação pela redução das indemnizações, se pondere a hipótese de distribuição de lucros da empresa para com os seus melhores funcionários. “Mesmo com estas medidas aprovadas ficaremos numa posição laboral mais favorável do que noutros países da Europa em que nem sequer existe indemnização ou em que a indemnização é muito inferior”, recorda o empresário, alegando ainda que, muitas vezes, “as empresas não têm argumentos financeiros para despedir um mau recurso humano”.

A electrónica de papel por Elvira Fortunato A cientista Elvi ra Fortunato, com ligações ao concelho de Alcanena, volta a inovar no mundo da investigação e da tecnologia. Depois de ter criado os primeiros transístores de papel, a cientista e a sua equipa estão a desenvolver baterias feitas em papel que se carregam apenas com a humidade do ar (o vapor de água) e sem recurso a electricidade. Mas querem ir muito mais além: produzir todo o tipo de aparelhos

electrónicos (computadores portáteis, telemóveis, consolas de jogos, etiquetas inteligentes, pacemakers) feitos a partir de papel. Uma “disrupção cientítica”, como lhe chama Elvira Fortunato, que baixar o preço da electrónica em cerca de 3000 vezes em termos de custos da matéria-prima (papel) e em cerca de 600 vezes no custo dos materiais de condutividade de impulsos electrónicos (óxido de zinco).

Além disso, um telemóvel feito com esta tecnologia poderá ter um peso “pluma”: cerca de 0,8 gramas. Tudo isto com recurso a materiais recicláveis e descartáveis que podem ser reutilizáveis e que não poluem. Esta tecnologia poderá, segundo a investigadora, ser mesmo usada para implantar pequenos dispositivos biométricos (medir diabetes) na pele artificial humana, que poderá mes-

mo passar a incorporar ecrãs e telemóveis. Os ecrãs em papel estão também a ser desenvolvidos por esta equipa num projecto que se chama APPLE Não é “ficção científica”, trata-se de ciência e da mais elevada ciência de topo de nível mundial que é produzida aqui, em Portugal, por uma cientista que pode ser muitas vezes vista na Louriceira, na casa Elvira Fortunato recebeu o Prémio Investigação de família. 2008, atribuído pelo jornal “O Ribatejo”

A


24 DESPORTO | FUTEBOL

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

desporto

Z

LIGA DE HONRA

16ª jornada (6 de Fevereiro) Leixões Fátima Freamunde Trofense Estoril Arouca Penafiel Aves

Sp. Covilhã Oliveirense Feirense Gil Vicente Moreirense Santa Clara Varzim Belenenses

Z

15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

7 6 6 6 7 6 5 5 3 4 4 4 4 2 4 2

5 7 6 6 3 4 6 5 9 6 6 5 5 10 3 4

3 2 3 3 5 5 4 5 3 5 5 6 6 3 8 9

PONTOS

GOLOS

20-14 24-19 25-20 19-17 18-17 21-14 20-17 13-15 24-22 21-23 17-20 20-17 15-15 18-19 15-28 14-27

26 25 24 24 24 22 21 20 18 18 18 17 17 16 15 10

Ac. Viseu Gândara Ág. Moradal Vigor Marinhense BC Branco

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12.

Nogueirense Atl. Riachense Monsanto Ac. Viseu Oliv. Bairro Sourense Ág. Moradal Bf. C. Branco Vigor Marinhense Tocha Gândara

15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15 15

9 9 9 8 7 6 5 4 5 4 4 1

5 4 2 3 3 4 3 5 2 4 3 0

1 2 4 4 5 5 7 6 8 7 8 14

33-10 28-13 28-10 32-17 19-18 22-18 17-17 19-21 18-32 14-18 21-25 6-58

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

1 2 1 0 1 1

EMPATADOS

Ac. Viseu Nogueirense Oliv. Bairro Sourense Monsanto At. Riachense

JOGOS

Classificação 0 1 2 2 0 0

16ª jornada (30 Janeiro) Nogueirense Oliv. Bairro Sourense Monsanto At. Riachense Tocha

Trofense Oliveirense Arouca Gil Vicente Feirense Aves Leixões Moreirense Varzim Belenenses Penafiel Estoril Santa Clara Freamunde Sp. Covilhã Fátima

3ª DIVISÃO NACIONAL - SÉRIE D

15ª jornada BC Branco Gândara Ág. Moradal Vigor Marinhense Tocha

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12. 13. 14. 15. 16.

DERROTAS

1 1 2 3 1 2 1 0

EMPATADOS

Feirense Oliveirense Arouca Gil Vicente Belenenses Santa Clara Moreirense Sp. Covilhã

JOGOS

2 1 2 1 1 3 1 2

VITÓRIAS

Leixões Varzim Freamunde Fátima Estoril Trofense Penafiel Aves

VITÓRIAS

Classificação

15ª jornada

32 31 29 27 24 22 18 17 17 16 15 3

A Tocha-Riachense: O capitão Murcela substituiu Carioca no meio-campo. 3ª Nacional - Série D

Riachense já é segundo isolado Numa semana em que as duas equipas ribatejanas venceram e conseguiram manter-se em posições cimeiras, o Oliveira do Bairro foi perder no reduto do Águias de Moradal, perdendo terreno na perseguição. Já o Académico de Viseu mantém a corrida intacta: venceu em Castelo Branco e continua em 4.º lugar atrás do Monsanto. Mas vamos ao que interessa: o Riachense venceu muito bem na vila de Tocha com um golo de

Santana e parece já não haver dúvidas quanto à fácil qualificação para a fase final no grupo da subida. Aliás, a um ponto do líder Nogueirense (que se viu negro para vencer no reduto do último classificado), os objectivos de manutenção da equipa de Nando Costa e Pedro Monserrate estão já praticamente superados e assumem-se agora como uma candidatura à subida. O Monsanto também

conseguiu uma vantagem mínima esta semana, na Marinha Grande. Pedro Mendes foi o autor do golo que devolveu às vitórias esta equipa que perdeu o fulgor que com que começou o campeonato, mas que continua com boas condições para atacar a subida de divisão. No domingo que vem, a jornada 16 traz as duas equipas para casa, usufruindo do estatuto de favoritos perante equipas que estão este ano mais modestas. O Riachense

ainda tem na memória a última derrota sofrida – já em Outubro – que foi com o Marinhense, o adversário que vai a Riachos esta semana. Entretanto, o Monsanto recebe em Alcanena o Vigor da Mocidade, que já bateu na primeira volta. As duas equipas vão ficar com um olho em Nogueira do Cravo, onde se disputa o NogueirenseAc. Viseu, cujo resultado (qualquer que seja) poderá ser positivo para as aspirações dos ribatejanos.


FUTEBOL | DESPORTO 25

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Liga de Honra

Meio campeonato perdido

A Fátima-Gil Vicente. Na última jornada da primeira volta - quinze jogos passados - o Fátima apresenta a triste contabilidade de dez pontos, cinco atrás do penúltimo lugar, o Sporting da Covilhã. Esta semana, mais uma vez, o emblema ribatejano não conseguiu pontuar. O Gil Vicente começou a perder em Fátima bem cedo no jogo, graças ao golo de Nuno Sousa. A vantagem foi efémera, pois a permissividade defensiva do Fátima não soube impedir o empate dos nortenhos passados cinco minutos (Zé Luís). Sandro e Richard marcaram mais dois golos para

os visitantes até ao fim da partida. É pois natural a insegurança de João Sousa quanto à sua continuidade no comando técnico dos fatimenses, que o próprio referiu na conferência de imprensa do jogo com os gilistas. Sete jogos depois de ter substituído Diamantino Miranda, o treinador conseguiu acumular apenas três pontos, resultantes de três empates. Segue-se um período que deverá ser de reflexão (cuja necessidade já foi admitida pelo presidente Albuquerque) e o encontro a 6 de Fevereiro com o vice-líder Oliveirense.

Taça do Ribatejo

Apenas uma equipa da secundária entre apurados Decidiu-se no passado sábado quais as equipas apuradas para os quartos-de-final da Taça Ribatejo. A tendência dos jogos da primeira eliminatória confirmou as vitórias dos favoritos, nomeadamente aqueles da Divisão Principal. A única equipa da Secundária que passou à fase seguinte foi apurada num jogo entre duas equipas desse escalão: o Mindense foi vitorioso em Abrantes, contra os unionistas locais. Mas o resultado merecedor de maior realce, pela surpresa, é eliminação do Fazendense pelo Ouriquense, equipa raramente vencedora na presente época, mas que agora segue para a 2.ª eliminatória da Taça. Por outro lado, havia alguns encontros que, à partida, deixavam expectativas indecisas quanto ao resultado, já que envolviam algumas das equipas mais fortes do campeonato: o Alcanenense acabou por ven-

A Torres Novas-Amiense: Pelarigo fez o gosto ao pé no regresso dos “amarelos” às vitórias em casa.

cer o Ouriense enquanto o Benavente eliminou o Mação. Já o Torres Novas voltou às vitórias em casa, com uma goleada sobre o Amiense, que assim caiu fora da Taça. Os restantes encontros resultaram todos em vitórias das equipas do escalão superior. O Tramagal ficou de fora, depois de perder em casa com o U. To-

mar, tal como o Marinhais ante o Samora, apesar de estes precisarem de ir ao apuramento do vencedor através de grandes penalidades. Para o fim fica o resultado bem redondo de oito a zero do jogo entre Cartaxo e Caxarias, com a natural vitória do actual líder da Divisão Principal. Mais de um mês nos separa dos quartos-de-final,

que se realizam no dia 6 de Março. 1.ª eliminatória Tramagal-U.Tomar 2-4; Torres Novas-Amiense 4-0; Cartaxo-Caxarias 8-0; Marinhais-Samora 0-0 (4-5 g.p.); BenaventeMação 2-1; U. AbrantinaMindense 1-3; Alcanenense-Ouriense 1-0; Fazendense-Ouriquense 0-2

Campeonato Distrital – Divisão Principal

Primeira fase aproxima-se do fim Depois da interrupção no calendário para dar lugar à Taça, o campeonato regressa este fim-de-semana, para a 19.ª jornada. Há quatro equipas que estão entre o 5.º e o 8.º lugar e, por isso, já não podem dar lugar a grandes abébias se querem garantir um lugar entre os seis primeiros: Pego, Benavente, Fazendense e Mação. As duas últimas estão melhor posicionadas, mas nada é ainda definitivo. No topo também está tudo por decidir mas, além das últimas quatro jornadas, ainda falta toda a fase

final, pelo que ainda muita reviravolta havemos de ver acontecer. O Cartaxo, líder há dez jornadas, tem vindo a fazer nas últimas jornadas um percurso muito periclitante em que perdeu muitos pontos. Ou bem que acerta o passo, ou, em breve perderá o lugar para o Ouriense, o Torres Novas ou o Alcanenense. O programa de jogos de domingo é o seguinte: Samora-Ouriquense, Alcanenense-Benavente, Fazendense-Mação, Torres Novas-U.Tomar, AmienseOuriense e Cartaxo-Pego.

MUNICÍPIO DE CORUCHE

MUNICÍPIO DE CORUCHE

Alvará de Loteamento N.º 02/2010 Processo de Loteamento n.º 02/2010

PLANO DE PORMENOR DA ZONA DE EXPANSÃO DA ZONA INDUSTRIAL DO MONTE DA BARCA

Nos termos do disposto pelo N.º 2 do Artigo 78º do Decreto-Lei n.º 555/99 de 16 de Dezembro, com a redacção dada pelo Decreto-Lei N.º 26/2010, torna-se público que esta Câmara Municipal emitiu em 22 de Dezembro de 2010, o Alvará de Loteamento N.º 02/2010, em nome de JOAQUIM DA SILVA LAMAS JÚNIOR, NIF 124 866 565, residente em Rua Direita, Vale Mansos, 2100-049 Coruche, através do qual foi Licenciado o Loteamento/Reparcelamento entre o Lote N.º 6 e o Lote N.º 16 (do Loteamento urbano N.º 7/74) para o qual foi emitido o Alvará de Loteamento N.º 6 emitido em 14.01.1975, sito em Rua Direita, Vale Mansos, Freguesia de Coruche, descrito na Conservatória do Registo Predial de Coruche sob os N.ºs. 5593 e 5594.

Dr. Dionísio Simão Mendes, Presidente da Câmara Municipal de Coruche, torna público que: A Câmara Municipal de Coruche, em reunião realizada no dia 19 de Janeiro de 2011, deliberou, nos termos do disposto no artigo 77.º, n.º 3 do Dec. Lei n.º 380/99, submeter a discussão pública o projecto de versão final do Plano de Pormenor da Zona de Expansão da Zona industrial do Monte da Barca. O período de discussão pública iniciar-se-á 5 dias após a publicação no Diário da República do presente Edital e prolongar-se-á pelo período de 22 dias. A proposta de classificação encontra-se disponível na Secção de Licenciamento de Obras Particulares da Câmara Municipal de Coruche, sito no edifício dos Paços do Concelho – Praça da Liberdade em Coruche. Os interessados poderão apresentar as suas sugestões para o e-mail: geral@cm-coruche.pt ou por forma escrita para a morada da Câmara Municipal de Coruche – Praça da Liberdade, 2100121 Coruche. E para constar se publica o presente edital e outros de igual teor, que irão ser afixados nos locais públicos do costume..

A alteração ao loteamento apresenta as seguintes características: Área abrangido pelo Plano Director Municipal. Área total do prédio urbano (Lote 6): 620.00m2 Área total do prédio urbano (Lote 16): 410.00m2 Área Máxima de Implantação (Lote 06): 186,00 m2; Área Máxima de Implantação (Lote 16): 123,00m2; Área Máxima de Construção (Lote 6): 372,00m2 Área Máxima de Construção (Lote 16): 246,00m2; Número de parqueamentos no interior dos lotes: 2/Fogo Número máximo de pisos acima cota de soleira: 2 Todas as restantes especificações do Alvará de Loteamento Nº. 6 emitido em 14.01.1975, mantêm-se válidas. Para constar se publica o presente Edital e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos habituais. O Presidente da Câmara

O Presidente da Câmara

(Dr. Dionísio Simão Mendes)

(Dr. Dionísio Simão Mendes)

Coruche, 29 de Dezembro de 2010

Coruche, 20 de Janeiro de 2011

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1317 de 28.01.2011)

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1317 de 28.01.2011)


26 DESPORTO | MODALIDADES

Cartaxo recebe jogo da selecção nacional O estádio municipal do Cartaxo vai receber no dia 9 de Fevereiro, às 17h30, o primeiro jogo de preparação da selecção nacional sub21, frente à Suécia. O plano de preparação para a qualificação para o próximo campeonato da Europa deste escalão já está definido pelo novo seleccionador nacional, Rui Jorge. Iniciase com um primeiro estágio no final de Janeiro que culmina com este encon-

tro frente aos suecos, a que se seguem mais dois estágios, entre 18 e 21 de Abril, e entre 9 e 11 de Maio. No que se refere a jogos de preparação, Portugal vai receber a Roménia a 23 de Março, a Dinamarca a 28 de Março, a Alemanha a 31 de Maio, e a Áustria, a 3 de Junho. Os sub21 vão ficar a conhecer os adversários do seu grupo de qualificação no dia 3 de Fevereiro, em Nyon, na Suíça, às 11 horas.

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Infra-estruturas desportivas

Moçambicanos visitam Rio Maior O ministro da Juventude e Desportos de Moçambique, Pedrito Caetano, o Presidente do Comité Olímpico deste pais, Marcelino Macome, e o director geral dos Desportos, Inácio Bernardo, fizeram parte de uma comitiva que visitou o complexo desportivo de Rio Maior. A comitiva, de passagem pela Europa, tinha estado antes na cidade suíça de Lausane, onde procurou apoios junto do Comité Olímpico Internacional para a organização dos Jogos

Africanos de Maputo-2011. Em Rio Maior, a comitiva foi recebida pela presidente da Câmara Municipal, Isaura Morais e pelo administrador da Desmor, Carlos Coutinho, que explicou aos representantes moçambicanos a gestão de todas as infra-estruturas desportivas da cidade. A passagem contemplou ainda uma visita às instalações da Escola Superior de Desporto, onde o director, Abel Santos, deu a conhecer esta instituição de ensino.

Tenistas veteranos em bom plano

ENTREGA DE PRÉMIOS DO “DESPORTO É SOLIDÁRIO” A Scalabisport vai encerrar a iniciativa “o desporto é solidário” com uma cerimónia de homenagem aos que foram eleitos os desportistas do ano e dos respectivos donativos às três instituições apoiadas por esta iniciativa, a APPACDM do Vale de Santarém, A Farpa e O Vigilante. A cerimónia realiza-se na segunda-feira, 31 de Janeiro, no salão nobre da Câmara Municipal de Santarém, a partir das 17h30.

ALMEIRIM RECEBE MIL ALUNOS EM CORTA-MATO O parque da Zona Norte de Almeirim vai receber cerca de mil alunos de 36 escolas do distrito no corta-mato escolar – fase EAELT, prova de atletismo que se vai realizar no próximo dia 2 de Fevereiro.

BRUNO ESTÊVÃO BATE RECORDE PESSOAL Bruno Estêvão, da Casa do Povo de Alcanena, bateu o seu recorde pessoal no salto à vara, ao transpor a fasquia dos 3,60 metros no campeonato nacional de juniores de pista coberta, que se realizou em Pombal.

A equipa de veteranos + 35 anos do Clube de Ténis de Santarém (CTS) venceu fora por cinco jogos a zero a sua congénere do Clube de Ténis de Alcobaça, na primeira jornada do campeonato, que se disputou na manhã do passado sábado, dia 22 de Janeiro. No mesmo dia, à tarde, a equipa de seniores, a jogar

Scalabitanos garantem presença na segunda fase

em Santarém, venceu por 3-2 os tenistas da Batalha, um resultado que garantiu ao CTS a passagem à segunda fase do regional interclubes. No próximo dia 5 de Fevereiro, os veteranos deslocam-se a Tomar, ao passo que os seniores aguardam o resultado do sorteio da segunda fase regional.

Dois títulos para o Torres Novas Basket

Rugby de Santarém cilindra Oeiras N o últ im o jo g o do campeonato nacional da II divisão, o Rugby Clube de Santarém (RCS) foi a Oeiras cilindrar o Rugby Clube local por 69-0, tendo realizado uma grande exibição numa partida em que a equipa scalabitana sabia que tinha de vencer para garantir a passagem a segunda fase. O RCS entrou muito bem no jogo, tendo marcado o primeiro ensaio do jogo através de uma excelente perfuração do primeiro centro Pedro Gonzaga. Apesar do ascenden-

te sobre o adversário, os scalabitanos estava a falhar no capítulo da finalização, com erros no manuseamento da bola, chegando ao intervalo a vencer apenas por 12-0. Após o descanso, o RCS carregou no acelerador e assistiu-se a uma segunda parte em que o avolumar do marcador foi a tónica dominante, e em que os scalabitanos marcaram mais 9 ensaios e chegaram aos 69-0. Pelo RCS, jogaram Rui Martins, Joaquim Santos, Paulo Campos, António Manuel, Francisco Em-

pis (cap), João Ramalho, Diogo Campilho, George Stilwell, Sebastião Pimentel, Vasco Honório, Igor, Pedro Gonzaga, Tomas Santos Silva, Rui Santos, Francisco Montoya, Coimbra, Gustavo Murteira, Marco Manteigas, Pedro Silva, Gonçalo Montoya, Francisco Bello, Diogo Stilwell, João Luis, e Rodrigo Caneco. De destacar as estreias de dois jogadores que, pela sua experiência, serão uma mais-valia para a segunda fase do campeonato, Rodrigo Caneco e Francisco Bello.

As equipas de juniores sub18 e os cadetes sub16 sagraram-se campeãs distritais no passado fimde-semana, juntando mais dois títulos àquele que já tinha sido conquistado pelas iniciadas femininas. Os sub18, que acabaram a competição só com vitórias, venceu em Torres Novas o Chamusca Basket por 7675, no prolongamento, e assegurou assim a única vaga

existentes para o campeonato nacional, que arranca a 12 de Fevereiro. A equipa sub16, que tinha ficado em segundo lugar na fase regular do campeonato distrital, venceu a “final four” realizada na Chamusca, onde conseguiu, num jogo histórico, vencer a equipa da casa por dois pontos de diferença, contrariando o favoritismo dos chamusquenses.


MODALIDADES | DESPORTO 27

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Atletismo

Estafeta Alcanena – Rio Maior está de volta A 25ª edição da estafeta Alcanena – Rio Maior, uma das provas clássicas do atletismo ribatejano, realiza-se no domingo, 30 de Janeiro, organizada em conjunto pelas duas Câmaras Municipais. A prova masculina, na distância de 33,3 quilómetros, inicia-se às 10 horas em Alcanena, com trocas de atletas em Monsanto, Amiais, Alcanede, Fráguas e Repolho, antes de terminar em Rio Maior.

A competição feminina, na distância de 15,6 quilómetros, inicia-se às 10h45 em Alcanede, com passagens de testemunho em Alto das Correias, Fráguas, Carvalhais, Repolho e Estanganhola, até à meta em Rio Maior. Há prémios individuais para os 10 primeiros classificados nos escalões masculino, feminino e veteranos, e taças para as equipas com melhor desempenho colectivo.

Futsal

Conforlimpa vence líder Achete A precisar de pontuar para assegurar um lugar entre os quatro que dão acesso à fase final do campeonato distrital de futsal, a Conforlimpa Almeirim venceu por 3-2 em casa do líder da série A, o Achete. A equipa almeirinense segue no quarto lugar da tabela, com 21 pontos, mais três que a Casa do Benfica da Golegã, que também venceu fora por 6-5 o Vitória Santarém e deitou por

terra as aspirações do clube scalabitano em seguir para a fase seguinte. Nos outros jogos, o Riachense recebeu e venceu o Novas Oportunidades por 8-4, com ambas as equipas já apuradas nos 2º e 3º lugares, respectivamente, e o Louriceirense venceu o jogo entre os últimos classificados da série, ao bater fora a Azinhaga por 7-5. Na série B, as contas estão mais complicadas à en-

ta jornada, está na 5ª posição com 28 pontos. Para seguir em frente, a equipa de Ourém precisa de vencer no terreno do ADCF Entroncamento, o lanterna vermelha da série B, e esperar que a Sabacheira não consiga vencer no pavilhão do União Cabiçalva, ou que o Carvalhos Figueiredo também não vá além de um empate caseiro frente ao Tramagal, no seu reduto.

Golegã apresenta equipa de triatlo

TAEKWONDO DO ENTRONCAMENTO NO CAMPEONATO NACIONAL Dois representantes do clube “Parafuso”, no Entroncamento, o atleta Carlos Pereira e o treinador Raul Cipriano, marcaram presença no campeonato nacional de seniores desta arte marcial, que se realizou no domingo, 23 de Janeiro. Depois de ter mostrado toda a sua qualidade técnica e táctica ao apurarse para esta prova como vice-campeão distrital na categoria de -68 quilos, Carlos Pereira acabou por se lesionar no combate dos oitavos de final, que estava a controlar e a vencer por 4-3. O atleta ribatejano acabou por ser pontapeado involuntariamente quando estava no chão, tendo sofrido uma fractura na cana do nariz que obrigou o seu transporte ao hospital. O treinador adjunto do ABC de Braga lamentou de imediato o sucedido, reconhecendo que o seu atleta dificlmente venceria o combate.

trada para a última jornada, que se joga no sábado, 29 de Janeiro. Já apurados estão o líder Sandoeirense, ao vencer no seu terreno o Cabiçalva por 2-1, e o CD Fátima, que goleou por 9-3 no Tramagal. A Sabacheira recebeu e venceu o Carvalhos Figueiredo por 4-3 e ascendeu ao 3º lugar com 29 pontos, igualando a equipa do concelho de Tomar. A Juventude Ouriense, que folgou nes-

Hóquei em patins - formação

Infantis do HCS sagram-se campeões Pelo segundo ano consecutivo, os infantis do Hóquei Clube de Santarém (HCS) sagraram-se campeões regionais, selando esta conquista com uma vitória frente ao Sporting de Tomar por 6-3, numa última jornada em que lhes bastava o empate. Com 13 vitórias, uma derrota, 138 golos marcados e 46 sofridos, pode dizer-se que o título foi inteiramente merecido, tendo em conta o percurso quase perfeito que os jovens scalabitanos fizeram rumo à conquista do bicampeonato. Os resultados obtidos até aqui deixam antever uma boa participação na

fase nacional da prova, que se inicia brevemente, e na qual, além do HCS, marcam também presença o HC Turquel “A”, o Sporting de Tomar, o Lagonense e o Juventude Ouriense. Já os iniciados não conseguiram alcançar o título, mas garantiram o acesso ao nacional. Na primeira meia-final perderam por 2-1 com o Águias da Memória, da Associação de Leiria, equipa que acabou por vencer o Santa Cita na final e por conquistar o título. Na disputa dos 3º e 4º lugares, o HCS perdeu com o HC Turquel por 7-2. O campeonato na-

cional começa em 12 de Fevereiro. Nos restantes jogos do passado fim-de-semana, os escolares do HCS perderam pela primeira vez esta época, frente ao Sporting de Tomar, por 8-3. O resultado desfavorável revela que neste escalão a equipa de Tomar é de facto mais evoluída, mas o empate a zero golos registado ao intervalo mostra que, no futuro, os scalabitanos poderão vir a rivalizar com os tomarenses. Os benjamins também perderam em Turquel por 10-3, num jogo que serviu sobretudo para rodar todos os jogadores.

O Núcleo Sportinguista da Golegã apresentou a sua equipa de Triatlo para a nova época no passado sábado, 22 de Janeiro, tendo enchido o auditório Eng. Ricardo Magalhães, no Equuspolis. Segundo o presidente da colectividade, Jaime Rosa, a formação desta equipa surgiu sobretudo associada à exploração e dinamização das infra-estruturas desportivas existentes no concelho, uma vertente em que tem contado com o apoio da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia da Golegã. O objectivo é tornar a equipa numa das melhores a nível nacional, em cada um dos escalões em

que vai competir. A cerimónia incluiu a projecção de um vídeo retrospectivo da actividade do Núcleo Sportinguista da Golegã, a apresentação um a um de cada atleta que vai carregar o símbolo do clube e um pequeno debate com dois jovens que já são uma referência na modalidade, Miguel Arraiolos e João Serrano. Os atletas internacionais, ambos do “Águias” de Alpiarça, e que residem no Centro de Alto Rendimento da Federação de Triatlo de Portugal, no Jamor, falaram um pouco sobre as dificuldades de chegar à alta competição e da conciliação da prática desportiva com os estudos.

André Marques, do CLAC, sobe ao pódio André Marques, um jovem da secção de atletismo do Clube de Lazer, Aventura e Competição (CLAC) do Entroncamento, obteve o 3º lugar na categoria de juvenis masculinos no cortamato de preparação, prova que se disputou em Ferreira do Zêzere, no domingo, 23 de Janeiro. O CLAC, que participou neste evento com seis jovens atletas, viu Mariana Galrinho obter uma excelente classificação, ao terminar na 5ª posição em ju-

venis femininos. Daniel Bruno obteve a mesma classificação em infantis masculinos. Também neste escalão correu Eduardo Encarnação, que se quedou pelo 21º lugar. Em iniciados masculinos, Carlos Gomes conquistou o 10º lugar e, em femininos, Margarida Reis e Silva chegou à meta no 14º lugar. Esta prova oficial foi organizada pelo Clube de Atletismo de Zêzere, com a colaboração da Associação de Atletismo de Santarém (AAS).


28

O Ribatejo

“Mãos com arte” no Entroncamento

culturas

28 | Janeiro | 2011

Entroncamento promove, durante o mês de Fevereiro, o Curso “Pintura em Objectos de Madeira”. O curso insere-se nos Cursos “Mãos com Arte” e decorre todos os sábados, na sala do Pólo Dinamizador, entre as 15h00 e as 18h00.

destaques

Tiago Bettencourt chega a Santarém O Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, abre as suas portas dia 29 de Janeiro, às 22h00 para receber o quarto concerto da tournée do artista português Tiago Bettencourt. Um espectáculo intimista onde o cantor recordará êxitos da sua carreira musical a solo, como “Canção simples”, “Só mais uma volta”, “Chocámos tu e eu” e “Já não te encontro mais”. Grandes músicas produzidas por Chad Jones e Howard Bilerman, no estúdio Hotel 2 Tango, em Montreal, após a anunciada pausa nos Toranja e a ida de Tiago Bettencourt para o Canadá. O Ribatejo tem 5 bilhetes duplos para oferecer aos leitores que ligarem para o 243 309 600.

Noite de mentiras em Benavente

Música Jazz invade o Cartaxo

“Vamos contar mentiras” chega ao cineteatro de Benavente, dia 28 de Janeiro, pelas 21h30, para um espectáculo de tributo a Raul Solnado e Armando Cortez. Protagonizado por Octávio Matos, Marina Albuquerque, Luís Aleluia, Isabel Damatta, Paulo Oliveira, Rosete Caixinha e Diogo Cruz, a peça retrata a confusão vivida em casa do casal Gama, na noite em que comemoram 15 anos de casados. Em cena, veja as peripécias causadas pela esposa, uma mentirosa compulsiva, as reacções do marido compreensivo e do melhor amigo, um engatatão quase profissional e ainda o plano de assalto, organizado pela empregada doméstica. Peripécias divertidas, para ver dia 28, no cine-teatro, em benavente.

O som do jazz e da bossa nova invade o Centro Cultural do Cartaxo (CCC), dia 28 de Janeiro, pelas 23h00, no bar do CCC. Em palco, “Aquarela Trio” com Mariana Zenha na voz, Miguel Moreira na bateria e percussão e Nuno Melo na guitarra são os protagonistas de mais uma noite de jazz, intimista e requintada. Ao som de grandes sucessos de Ella Fiztgerald, Louis Armstrong, Nina Simone, Chico Buarque, Tom Jobim, João Gilberto e Vinicius de Moraes, esta pequena geração de músicos apresentam-lhe uma atraente sonoridade, com diferentes estéticas musicais e novos arranjos instrumentais. O concerto tem entrada livre.

roteiro cinemas SANTARÉM W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1

o seu caminho. Sessão às 13h30, 16h20, 18h30, 21h10 e 23h50.

O Turista

Castello Lopes 2

Thriller(M12) - Frank Tupelo é um turista Americano que está a viajar como forma de curar o seu coração. No comboio que o leva de Paris a Veneza, conhece Elise CliftonWard, uma misteriosa mulher que intencionalmente cruza

Hereafter - Outra Vida Drama(M12) - George é um trabalhador da construção civil que tem uma ligação especial com a vida para além da morte. Marie (Cécile de France), uma jornalista Francesa, é vítima de uma catás-

trofe natural que quase a matou, o que alterou totalmente a sua realidade.Sessão às 13h10, 16h00, 18h50, 21h50 e 00h30.

Castello Lopes 3 As Viagens de Gulliver 3D Acção/Aventura(M12) - Nesta versão do conto clássico de Jonathan Swift, Lemuel Gulliver é um escritor que,

∑ para impressionar o editor se aventura em águas desconhecidas, num barco com destino ao Triângulo das Bermudas. Mas a viagem, agitada levamno a um tipo muito diferente de ilha, habitada por uma civilização conhecida como Liliputianos. Sessões às 13h40, 15h40, 18h20, 21h00 e 23h40

Animação(M06) - O bandido mais procurado - e mais encantador - do reino, Flynn Rider, junta-se a Rapunzel e formam um improvável duo numa hilariante e frenética fuga de pôr os cabelos em pé, recheada de aventura, emoção, humor e muito cabelo! Sessões às 12h50, 15h00, 17h10 e 19h20

Castello Lopes 4 Entrelaçados

Tron: O Legado

Acção/Aventura(M12) - Sam Flynn, um rebelde de 27 anos, é assombrado pelo misterioso desaparecimento do seu pai, Kevin Flynn, um homem que ficou conhecido como líder mundial na criação de videojogos. Quando Sam investiga uma estranha mensagem, é atirado para um mundo digital. Sessões às 21h40 e 00h20


O Ribatejo

29

Concerto solidário em F. Zêzere

28 | Janeiro | 2011

A Sociedade Filarmónica União e Capricho Olivalense (SFUCO) dará um Concerto Solidário, no Spacio Shopping, em Ferreira de Zêzere, dia 30 de Janeiro, pelas 16h00. Este é mais um evento de angariação de fundos para as vítimas do tornado.

exposições

Espectáculos

Abrantes Animais

Exposição de Engracia Cardoso sobre uma colecção de dados, de viagens e de conhecimento em que a relação homem-animal é explorada na perspectiva da partilha do espaço físico em oposição a uma visão de cumplicidade. Para ver na Galeria Municipal de Arte até 18 de Março.

Benavente Carnaval

Exposição “Fatos dos Reis de Carnaval”, no C. C. de Samora Correia, patentes até 9 de Março.

Torres Novas

Fotografia

Exposição de fotografia de Joana Ratão. Para ver no Museu Municipal Carlos Reis até 6 de Março.

Santarém “O Nú”

Exposição colectiva intitulada “O Nú”, realizada pelos alunos da turma F, do curso de artes visuais da Escola Secundária Dr. Ginestal Machado.

José Raposo Convida

“Motofonia” uma viagem sonora e visual no Virgínia

José Raposo vai estar à conversa com Luís Lucas, dia 30 de Janeiro, às 21h30, no bar do Centro Cultural do Cartaxo. Luís Lucas, considerado um dos melhores actores portugueses, nasceu em Lisboa, mas cedo se mudou para o Cartaxo, onde passou toda a sua infância. Estreou-se em 1972 no Teatro da Comuna e desde então é figura assídua no teatro e na ficção nacionando, e m p r e s t a n d o actualmente a sua voz ao “Carlitos”, narrador da série “Conta-me como Foi”.

O Teatro Virginia, em Torres Novas, apresenta dia 28 e 29 de Janeiro, pelas10h30 e 16h00, respectivamente, o espectáculo “Motofonia Um Solo Poético para Todos”. Com interpretação de Fernando Mota, este espectáculo revela “um solo musical poético que utiliza elementos naturais e objectos para desenhar uma viagem sonora e visual”. Um espectáculo para todas as infâncias, onde os sons contam histórias que não precisam de palavras, histórias que levam o público a sítios nunca antes vistos, sempre dentro do próprio ser. Em cena, paisagens sonoras, construções rítmicas, coros ou mesmo diversas camadas de “silêncio”, para ver dia 28 e 29 de Janeiro, em Torres Novas. Custo 2 euros (escolas), 5 euros (adultos).

Câmara Lenta - por Francisco Maia

Óscares 2011

“Eugéniaturas” O Convento de S. Francisco é palco, dia 02 de Fevereiro às 18h00, da inauguração da Exposição de humor “Eugeniaturas”. Os Eugénios são um grupo criador de artes e ideias essencialmente de conteúdo humorístico. Desde a escrita, passando pelo desenho, pelas caricaturas, pelos cartoons, pelas aguarelas, pela caracterização temática em superfícies comerciais

Chegou aquela altura do ano, em que o mundo gira mais lentamente só para saber os filmes nomeados ao prémio com mais prestigio da sétima arte. Este ano sente-se uma tendência nas nomeações para os filmes mais artísticos, fugindo um pouco à usual nomeação de grandes produções. Para melhor filme, os favoritos são “Cisne Negro”, “A Rede Social”, “The Fighter” e o “O Discurso do Rei”. Na categoria de melhor actriz as favoritas são Annette Bening “Os Miudos Estão Bem” e Natalie Portman “Cisne Negro”. Outra categoria muito renhida é a de melhor actor, James Franco em “127 Horas” e Colin Firth em “O Discurso do Rei”, ambos desempenhos brilhantes, mas com especial destaque para o ultimo. Não menos importante, e talvez o prémio mais significativo, é a categoria de melhor realizador, que conta com o favoritismo de David Fincher “A Rede Social”, Darren Aronofsky “Cisne Negro” e Tom Hooper “O Discurso do Rei”. Em conclusão, estando aqui expostas as principais categorias dos Óscares deste ano, nenhum pode ser considerado favorito, pois para além de serem todos óptimos filmes, nenhum tem o carisma arrebatador de filmes que outrora monopolizavam os prémios. Por um lado pode significar que a fasquia na qualidade dos filmes de hoje em dia está mais alta, e por um lado mais negativo, pode simplesmente querer dizer que este ano não houve “Aquele Filme”.

Tomar

Noronha da Costa Exposição de Noronha da Costa, cuja “obra é uma inquieta obsessão em torno da natureza”. Na Galeria dos Paços do Concelho.

roteiro cinemas Castello Lopes 5 72 Horas Thriller(M12) - A vida dum casal vai ser virada completamente do avesso, quando a mulher é acusada de assassinato. O marido vai tentar provar a sua inocência através da sua própria investigação.Sessão às 13h00, 15h50, 18h40, 21h30 e 00h15

Castello Lopes 6

O Amor é o melhor remédio Comédia(M12) - Maggie é um fascinante espírito livre que não permite que nada a prenda. Mas conhece a sua carametade em Jamie Randall, cujo charme é quase infalível. A evolução da relação entre Maggie e Jamie apanha-os de surpresa, ao darem conta de estarem sob a influência da derradeira droga: o amor...

Sessão às 13h20, 16h10, 19h00, 21h20 e 00h00.

SANTARÉM CineClube Os Esquecidos Documentário (M12) - Sessão dia 02 de Fevereiro, às 21h30.

TORRES NOVAS

Documentário (M12) Documentário sobre a gravação e o lançamento do mais recente álbum de The Legendary Tiger Man, “Femina”. Sessão dia 02 de Fevereiro, às 21h30.

BENAVENTE Cine-Teatro

Dia 28, às 21h30, em Samora Correia

Aventura(M12) -Dia 29, às 21h30, em Benavente

poderoso. O vilão controla o Ministério da Magia e a Escola de Hogwarts.Harry, Ron e Hermione tentam encontrar as Horcruxes Dia 29 de Janeiro, às 16h00 e às 21h30

SARDOAL

CONSTÂNCIA

Cine-Teatro

Biblioteca Municipal Alexandre O’Neill

“Harry Potter e os Talismãs da Morte – Parte 1”

Virgínia

“Imparável”

Harry Potter e os Talismãs da Morte - Parte 1

On the road to Femina de Jorge Quintela

Suspense (M12) -Com Denzel Washington e Chris Pine.

Aventura (M12) -Lord Voldemort está cada vez mais

O rei da macacada Animação (M12) - Dia 22 de Janeiro, às 15h00.


30

O Ribatejo

Noite de fados em Rio Maior

28 | Janeiro | 2011

O “Vintage Club” em Rio Maior organiza uma noite de fados, dia 28 de Janeiro, com a participação das fadistas, Marília Fernandes, Sara Condinho e ainda Joaquim Julio, Hugo Faustino, Tiago Vicente e Vítor Romão. À mesa, caldo-verde regado de bom vinho, sempre com silêncio porque “se vai cantar o fado”.

televisão

horóscopo

Maternidade RTP1

carneiro 21/3 a 20/4

Se acreditar mais nas suas qualidades de realizabalança 24/9 a 23/10 ção de iniciativas, tudo vai tornar-se mais fácil a

Mostre-se paciente e perseverante em todos os assuntos relacionados com o quotidiano de trabalho e conseguirá obter o sucesso desejado. Corre o risco de uma situação financeira desagradável. Aproveite a força interior que os astros lhe vão proporcionar durante esta semana.

escorpião 24/10 a 22/11

gémeos 22/5 a 21/6

Os seus projectos de trabalho podem sofrer uma alteração inesperada, recomendando-se que pense bem antes de fazer opções irreversíveis, atendendo mais à voz da razão do que aos impulsos. Boas notícias no sector financeiro. Tendência para aventuras sem consequências.

sagitário 23/11 a 20/12

Mostre-se prudente e racional em todos os assuntos profissionais e interligados à sua vida pessoal. Apenas receberá as compensações desejadas se não se deixar arrastar por atitudes impulsivas. Sentirá necessidade de definir mais concretamente a sua vida sentimental.

caranguejo 22/6 a 22/7

Evite o comportamento agressivo e intolerante no quotidiano profissional, embora se considere dentro da razão. Conseguirá ser mais facilmente ouvido se denotar perspicácia e diplomacia. Espírito menos crítico no amor, o que irá reservarlhe momentos agradáveis.

capricórnio 21/12 a 20/1

Evite adiar uma decisão importante relacionada com um assunto pessoal. Analise uma proposta de trabalho que pode significar uma mudança de hábitos e exigir vincado espírito de organização. Grande poder de comunicação permite-lhe obter sucesso nas conquistas.

leão 23/7 a 23/8

Enfrente sem medo algumas dificuldades surgidas no âmbito profissional e acabará por conquistar o êxito e a aprovação tão necessárias à sua personalidade entusiasta. Aproveite a sua grande capacidade para contornar situações amorosas mais complicadas.

aquário 21/1 a 19/2

Atravessa um período extremamente favorável à concretização dos mais ousados projectos de trabalho e pessoais. Lute pelos seus interesses, podendo contar com o apoio dos que o rodeiam. No amor ocorrerá uma mudança inesperada que não significa mesmo ruptura.

Semana indicada para a concretização de projectos ousados no âmbito de trabalho e pessoal. Aproveite a interferência positiva de terceiros e o posicionamento favorável dos astros. Se entender as reacções da pessoa amada, pode conseguir evitar más situações.

peixes 20/2 a 20/3

Domingo, 30 de Janeiro, 19h15

Madalena Valente, uma obstetra brilhante, vê-se obrigada a trocar um dos mais conceituados hospitais públicos do país, onde trabalhava, por uma maternidade privada à beira do encerramento compulsivo... Madalena Valente tem a difícil tarefa de chefiar uma equipa de profissionais desmotivados... que se deparam com dramas associados à gravidez e à experiência da maternidade.

Entre o céu e a terra

touro 21/4 a 21/5

RTP2 Quinta, 03 de Fevereiro, 23h45

Nos mais secretos cantos do mundo ainda vivem em perfeita harmonia alguns raros povos nómadas, rodeados pela natureza. Eles são os últimos sobreviventes das grandes civilizações do deserto, da savana, do mato, das florestas mais profundas ou do topo das montanhas. Com o seu conhecimento ancestral e tradições seculares alguns conseguiram sobreviver através dos tempo, num completo equilíbrio com o meio ambiente. A bordo de um balão de ar quente, Sebastian Lafont, um jovem explorador leva-nos até destinos remotos que ainda estão preservados do mundo moderno.

virgem 24/8 a 23/9

nível profissional. Aproveite a criatividade e dinamismo proporcionados pelos astros ao longo desta semana. Não permita que problemas familiares arrefeçam a paixão.

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

sorte Concurso nº 3/2011

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

totobola

1x2x1x2x1x11x 0:1

totoloto 10 | 11 | 22 | 38 |42| 47 | 36

joker 3.886.728

loto2 1 | 10 | 13 | 14 |24| 37 | 7 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

4

2 9

5

6

8

1

5

7

4

3 9 8

Ken Follett PVP:16,15€ Do mesmo autor do thriller A Ameaça, chega-nos o primeiro volume de um arrebatador romance histórico que se revelou ser uma obra-prima aclamada pela comunidade de leitores de vários países que num verdadeiro fenómeno de passa-palavra a catapultaram para a ribalta.

CD 21 Adele PVP:13,99€ Primeiro grande lançamento da Beggars em 2011, 21 é o novo registo da britânica Adele, senhorita que, com um disco apenas, se tornou figura incontornável da música dos nossos dias.

8 7 6

3

8

9

4

1

7

1

2

6

6 4

HORIZONTAIS: 1. Sai cada 7 dias 2. Representação visual de um objecto. Noves fora 3. Identifica uma marca. O quente sobe 4. Não passam de repetições. Prima má da foca 5. Contracção com demonstrativo. A União Europeia não passa sem eles 6. O cobalto para os químicos. Fazer como o pêndulo 7. Filha de Cadmo e de Harmonia. Organização terrorista basca. Em sete há dois 8. Quebra a monotonia do deserto. Também conhecido por padroeiro 9. O Domingo que antecede a Páscoa. Poema medieval 10. Irritam-se facilmente 11. Sem saída é beco. Onde vai quem se irrita. VERTICAIS: 1. Ausência de som. Tem deputados 2. Provocar um nó na garganta 3. Os reis que seguiram a Estrela de Belém. Cidade japonesa 4. Mês de férias. Que está na parte mais funda 5. No meio dos sonetos. Cardeais. Está em contacto com o chão 6. Espécie de cenoura. Pode valer de quê. Termo de um dilema shakespeariano 7. Homenagem. Bronzeava Cleópatra 8. Comunicar um vírus. Princípio de imortalidade 9. Vogais de moda. Pedra de altar. Tem grandes chifres 10. Metade de cada. Ervas aromáticas 11. Rostos. Dias poéticos.

Soluções

Concurso nº 4/2011

Marcado interesse pelo trabalho e hipótese de alargamento de perspectivas financeiras irão caracterizar esta semana. Mais favorecidos os que desempenham funções liberais e de contacto com o público. O amor apresenta-se sob um clima de constante conflito.

LIVRO Os Pilares da Terra

3

HORIZONTAIS: 1. semanário 2. imagem; nada 3. logótipo; ar 4. ecos; orca 5. nisto; euros 6. co; oscilar 7. ino; Eta; es 8. oásis; orago 9. Ramos; lai 10. coléricos 11. rua; arames

3 | 11 | 13 | 18 | 21 | 4 | 5

O sucesso profissional dependerá em grande parte da combatividade e empenho em superar obstáculos surgidos. Não se deixe abater pela desilusão e opte pelo espírito combativo que o define. Não se envolva muito em situações amorosas susceptíveis de lhe trazerem problemas.

sudoku

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

VERTICAIS: 1. silêncio; AR 2. emocionar 3. magos; Osaca 4. Agosto; imo 5. net; OS; sola 6. âmio; cê; ser 7. preito; Rá 8. inocular; im 9. oa; ara; alce 10. da; orégãos 11. caras; sóis

euromilhões

Super 14. Beira-Mar - Porto

escaparate

Não confie demasiado na intuição se tiver de resolver um assunto ligado ao quotidiano profissional. Aproveite os conselhos de uma pessoa mais experiente. A inconstância e susceptibilidade podem resultar em problemas amorosos. Finanças a atravessarem uma boa fase.

7 1

3

9

5

7

2

5

1

DVD Diários do Vampiro Vários PVP: 25,99€ Após perderem os pais num acidente de carro, Elena Gilbert e o irmão Jeremy tentam retomar as suas vidas. Jeremy refugiase nas drogas e Elena esconde a sua dor dos amigos. Elena conhece um misterioso rapaz chamado Stefan e sentem-se logo atraídos um pelo outro. Mas Stefan é um vampiro com centenas de anos que tenta coexistir pacificamente com os humanos.

3 9 2

6

3

5

5

7

9

4

9 JOGO MySims Racing

1

4 6 2

8

9

1

8

4

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

Wii PVP:24,99€ Começa uma aventura na escola de condução e aprende a ser o melhor do universo. Trabalha afincadamente de forma a conseguires lidar com os fortes adversários e as pistas cheias de truques. Quanto mais ganhares, mais facilmente vais conseguir personalizar os teus kart com novos powerup e gadgets.


OPINIÃO 31

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Emprego & Formação

Portugal à beira da descapitalização Esta semana foi notícia, no semanário alemão “Der Spiegel”, a nova estratégia de desenvolvimento económico do governo da Sra. Angela MerKel: Recrutar mão-deobra qualificada, nomeadamente quadros técnicos, da área da engenharia, em Portugal e na Espanha. Foi com estranheza que vi o assunto passar sem grande alarido entre a comunicação social e mesmo entre os dirigentes das várias instituições deste país! Sob o pretexto de querer ajudar a diminuir o desemprego nestes países, de economias fragilizadas, esta medida, a acontecer, assemelhase a casos de Dumping social, em que países com maiores recursos se aproveitam de mão-de-obra de países menos protegidos. Com o plano de atrair jovens licenciados espanhóis e portugueses, a Alemanha pensa resolver dois problemas: por um lado a falta de mão-de-obra qualificada para dar resposta a uma economia em aceleração e por outro lado o envelhecimento da população. Ora, esses são precisamente alguns dos problemas que impedem que a economia portuguesa seja competitiva, portanto, um plano destes, a realizar-se, vai reduzir, ainda mais, o capital humano português. Vamos ter um país mais envelhecido e se já figuramos na cauda da Europa, relativamente a níveis de educação, a situação ainda se irá agravar mais. Por outro lado, as politicas de investimento na educação, realizadas pelos diversos governos, nos últimos anos, irão transformar-se em políticas de formação de quadros técnicos para o Governo alemão! Para aqueles que argumentam que é melhor esta situação que mantermos os actuais cerca de 50 mil jovens licenciados desempregados, a minha sugestão é que se criem soluções de emprego para estes jovens porque se eles tiverem condições próximas das que serão oferecidas

Florinda Matos(*)

pelas empresas alemãs, não deixarão o seu país. Conheço vários empresários, com ligações ao mercado alemão, e todos me dizem que, quando se trata de mão-de-obra qualificada, as preferências, entre os países da União Europeia e mesmo relativamente a países terceiros, vão para os portugueses porque estes são versáteis, são afáveis, são ordeiros, são poliglotas, são criativos, talentosos e, quando bem geridos, são altamente competentes e produtivos. Por isso, não tenho dúvidas que se este plano se concretizar, os portugueses serão os preferidos e darão às empresas alemãs razões para acreditarem que continuarão a ser das mais competitivas da União Europeia. Actualmente, vivem na Alemanha cerca de 116 mil portugueses, havendo uma tendência crescente da procura deste país como local de trabalho. Os quadros mais procurados, neste país, estão nas áreas tecnológicas das engenharias, precisamente as áreas em que Portugal é mais carenciado e que correspondem a áreas onde Portugal pode ganhar competitividade através da inovação. Isto deve fazer-nos repensar não só o que queremos para o futuro de Portugal, mas também quais os aspectos a desenvolver ao nível da qualificação no ensino superior. Sabemos que vivemos na era da globalização e da mobilidade dos recursos humanos, mas tenhamos consciência que aplaudir medidas destas é fomentar o atraso da economia nacional. * Docente, Investigadora MRC / ISCTE – IUL Consultora PMEConsult (florinda.matos@pmeconsult.pt)


32 COMERES & BEBERES | RESTAURANTES E ESPECIALIDADES SANTARÉM A GRELHA Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488 ADEGA DO BACALHAU Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519964569837. QUINTAL DO BECO Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247. OH VARGAS Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146. O SALSA Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F RESTAURANTE Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200 CASA CONDEÇO Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A CARROÇA Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, picapau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216 LUÍS DO LEITÕES Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102 O BACALHAU Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago - Tremez Tel. 243479196 TABERNA DO QUINZENA Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 - Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 ADEGA DOS SABORES Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos Pinheirinhos- Casal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000 MINA VELHA Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N

QUINTA DOS GRAVELHOS Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629 DOM TACHO Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

CARAVANA Especialidades: Bife à Caravana, Bife de Pimenta, Lulas com camarão. Folga Domingo. Morada Rua Capelo Ivens, nº 102, Santarém. Tel. 243 306 4 3 7

CALIFÓRNIA Especialidades Enguias c/arroz de feijão, Ensopado de Enguias, Entrecosto Frito c/arroz de feijão, Vitela estufada, Chispe c/Feijão Branco. Serve Jantares. Fecha às terças. Telf: 263504643 . Foros de Salvaterra. O PINTO Especialidades Enguias fritas c/arroz de feijão, ensopado de enguias, polvo à lagareiro, Borrego à Alentejana. Fondue. Aberto todos os dias. Serve jantares. EN 118 KM54 – Marinhais ADEGA DA ROSA Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240 CABANA DOS PARODIANTES Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@gmail. com telf: 263504177 ; site: www.cabanadosparodiantes.com

PAPARIKA DO MOCHO Especialidades: Muamba de galinha, Caracoletas guisadas, Cataplana de marisco e Torricado de bacalhau Folga: Domingo Morada: Rua do Matadouro Regional, Lote 22 – Quinta do Mocho – Zona Industrial – 2005-002 Santarém Contactos: 243325144/ 918550164/ 919848045 RESTAURANTE O FABIO Especialidades: Costeletas de Touro bravo, Lombinhos de porco, grelhados no carvão. Encerra aos Domingos. Morada R. Dr. Jaime Figueiredo, 21 – Santarém – Tel. 243329507 – Tlm. 919484113

A CASINHA Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 Aberto ao domingo durante o mês da enguia

FALCÕES Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Telefone: 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com SALVATERRA PRETO & BRANCO Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 - 918675981

O CHOUPO Especialidades Bacalhau à Choupo, enguias fritas e ensopado, medalhões de Maronesa, Posta Maronesa, Carnes de porco preto, cataplanas Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875. Tel. 917785703

TABERNA DO GAIO Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883

ESCAROUPIM Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros - Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228 e mail: rest.o.escaroupim@hotmail.com

CONSTÂNCIA

CAMBÁIA Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira (excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934

O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) - Cartaxo Telem: 963458371

CHAFARICA DA TORRE Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790

O CANTINHO DO AVÔ Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303

cado Municipal – Coruche Tel. 243675232

QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629

TABERNA RENTINI Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254

O BERNARDO Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656

ros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156

CARTAXO

O CANTINHO DOS SABORES Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

O TASCO Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelhado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

BARQUINHA ALMOUROL Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol. com ABRANTES CRISTINA Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@restaurante-

cristina.com Web www.restaurantecristina.com AVENIDA Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes O FUMEIRO Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt ALMEIRIM RETIRO DO CAMPINO Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Morada Largo da Praça de Toiros, 1 A Almeirim Tel. 243592528 O GALINHA Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797 DAVID PARK Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail. telepac.pt. Tel. 243591475 SEPÚLVEDA Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não tem Morada Rua Vinha do Santíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O FORNO Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916

TABERNA DO ALFAIATE Especialidades Bacalhau assado no forno com manja, Migas de bacalhau, Cabrito assado no forno, Naco de boi em vinho tinto com migas, Entrecosto de porco preto com arroz de feijoca, Porco preto assado no forno à padeiro. Folga Encerra às 2ª feiras e Domingos ao jantar. Morada Lapa, Cartaxo, telefone 243 790 005 GOLEGÃ CENTRAL Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www.cafecentral.pt O BARRIGAS Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www.obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores ALPIARÇA TERTÚLIA Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da Silva Simões, 108 Alpiarça Tel: 243558588 Reservas 935587920. Site http//tertulia-restbar.hi5.com Email:bernardos.inv. hot@sapo.pt CORUCHE Ó MANEL Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo

O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Tel: 963458371

JAKIM GIRASSOL Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333

CONSTANTINO DAS “ENGUIAS” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Fo-

A TASCA Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mer-

O FARNEL Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436 SAL & BRASAS Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 PONTE DA COROA Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 Coruche Tel. 243617390 RIO MAIOR MANJAR DO PARQUE Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net PALHINHAS GOLD Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt FÁTIMA SANTA RITA Madeirense e Açoriano Especialidades: Bacalhau Espiritual, Bacalhau com camarão, Bacalhau Nove Ilhas, Bife de Atum; Alcatra, Linguiça do Pico, Secretos Porco Preto, Vitela. Morada: R. Rainha Santa Isabel (em frente ao Hotel Cinquentenário) Fátima. Tel. 249098041/919822288. Site: http://santarita.no.comunidades. net. Oferta de 5% de desconto com a apresentação deste jornal. MAÇÃO O GODINHO Especialidades Café – Restaurante. Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação O CANTINHO Especialidades Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação.Almoços e Jantares. Aberto todos os dias.Telf: 241107558. Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação TORRES NOVAS O BABALHAU BRASAS Especialidades: Arroz de Pato, Cabrito no Forno, Camarão Flamejado c/manga, Peixe Fresco do Mar e Carne c/Qualidade. Folga ao Domingo à noite e Segunda. Ladeira da Enfermaria Militar, nº 21 – T Novas – Telf: 249183699. Reservas: 913125149


OPINIÃO | COMERES & BEBERES 33

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Nicola

Quinta S. João Batista

Restaurante ∑ Lisboa

Sob a sombra tutelar do poeta Bocage, tantas vezes plagiado, pessimamente copiado, logo vilipendiado, no cêntrico Rossio lisboeta, este café-restaurante-pastelaria-sala de repouso e de boa e má-língua, é também local de acolhimento de visitantes de todo o género e quilate. Falar do Nicola é falar de um espaço grávido de episódios ocorridos ao longo de dezenas e dezenas de anos, onde personalidades de diversas grandezas e orientações políticas ali apreciaram, fundamentalmente, o bife à Nicola. O bife em termos de história da alimentação tem uma biografia na qual se afirma que foi introduzido em França após a batalha de Waterloo, pelas tropas inglesas de ocupação. Nos países de língua inglesa é conhecido por steak, na Alemanha tem o nome de rindffleiche, sendo uma fatia de carne tirada de pedaços que também podem ser assados ou estufados. No início o bife era cortado apenas dos três pedaços do lombo. O bife frito que apreciei no Nicola era da vazia (carne de vaca de primeira que está situada entre as costelas e osso ilíaco), envolto

vinho tinto ∑ 2007

naquele molho grosso, gostoso, que logo obriga a nele embeber bocados de pão, tendo como cavaleiro um ovo estrelado, e coadjuvantes batatas acabadas de serem fritas livres de óleo espúrio, logo apetitosas. Um mimo. O cliente não está dependente apenas do bife, a carta enumera outras propostas e caso a carteira o suporte pode solicitar diversas especialidades à base de frutos vermelhos de origem marítima. A lista

de vinhos oferece amplas possibilidades de escolha. O espaço restaurativo é tamanino mas muito confortável, as mesas estão bem ataviadas predominando as toalhas e guardanapos de pano branco imaculado. Serviço gentil, expedito e bem-humorado. Armando Fernandes

Aceita cartões de crédito. Telefone 213 460 579.

Tinto da colheita de 2007, produzido unicamente com uvas da casta Touriga Nacional, estagiou durante doze meses em barricas novas de carvalho francês, eis um senhor vinho! Dito assim, secamente, é redutor, daí explanar considerações a justificarem a positiva apreciação do dito cujo vinho, muito bem apresentado em robusta garrafa, na qual o rótulo contrastante de bom gosto imediatamente chama a nossa atenção, enquanto o contra-rótulo faculta informações em português, inglês e francês. Vertido para o copo de prova mostrou-se brilhante num carregado tom púrpura a lembrar as vestes dos cardeais, e de imediato soltou aromas fortes a flores secas e frutos gordos, bem maduros e silvestres, caso saliente das amoras. Apesar da frialdade do dia prossegui a prova fican-

do sumamente agradado pela raça deste tinto (eu sei que os politicamente correctos detestam o termo raça) mas eu emprego-o no sentido de estirpe qualificada e neste caso, na minha opinião, absolutamente justificada. É verdade, se o nariz ficou agradado a boca também pela óbvia razão de o vinho revelar forte carácter numa balizada estrutura assente em taninos opulentos mas gráceis, com um final prolongado balançado numa evolução feliz e a revelar notas a pimenta e casamento adequado com a madeira. Ao almoço acompanhou exuberantemente perna de cordeiro assada no forno com batatinhas, e um cremoso queijo de cabra ainda em fase de sair pelo prato fora. Estamos ante um vinho que prestigia a Região, o que nunca é demais exaltar e dizer. Armando Fernandes


34 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Dr Francisco Luís; Dr.ª Graça Ferreira e Sousa; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Reitor Pedro Calmon, nº 6 - 1º – 2000-031 Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@ mail.telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011 A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt

A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt A Drª Sónia Bento - Praça da República, 29 - 1º Esq.º - 2080-044 Almeirim - Tel. 243372159 Fax 243597999 sbentompires.adv@gmail.com

ADVOGADOS Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº - 1050-049 LISBOA Tel. 213 172 720 Fax. 213 172 729

ABRANTES

CARTAXO

A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

Armando Ferreira

A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

ADVOGADOS    

Rui Roboredo Consciência Eurico Heitor Consciência João Roboredo Consciência Teresa Roboredo Consciência

   

Normando Sérgio Rita Teimão Figueiredo Fernando Zuzarte Saraiva Helena Marques Duarte

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336 – 2º A – Apart. 37 Tel. 241372831/2/3 – Fax 241362645 – 2200 – 397 ABRANTES PONTE DE SOR: Rua Vaz Monteiro – 19 – 1º andar Tel. 242207319 – Fax 242203335 – 7400 – 281 PONTE DE SOR SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém – 2 – 2º A Tel. 243352407 – Fax 243352409 – 2000 – 223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213860963 – 213862922 – Fax 213863923 – 1250 – 051 LISBOA

assinatura anual por apenas 25,50 €

Francisco Pedrógão

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

ADVOGADOS

A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt

Telem.: 969 239 263

Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL

2000-145 SANTARÉM

A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt

A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA

E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

ALMEIRIM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

Visite o nosso Site: advogadosabrantes.com

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

TORRES NOVAS

Sexta

28 Confiança

Urb. Oliv. Arame - S. Domingos

243 306 410

Sexta

28 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 570 570

Sexta

28 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Sábado

29 Vitorino

Av.ª Bernardo Santareno, 24

243 326 704

Sábado

29 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Sábado

29 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Domingo 30 Helena

R. Dr. Jorge Sena, 12 - Alto do Bexiga 243 420 214

Domingo 30 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Domingo 30 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Segunda

Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 322 195

Segunda

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Segunda

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 570 570

Terça

31 Flama Vitae

31 Correia de Oliveira

Terça

1 Baptista

Rua Serpa Pinto, 101/3

243 322 072

Terça

1 Central

Quarta

2 Veríssimo

R. Capelo Ivens, 74

243 330 230

Quarta

2 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Quinta

3 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Quinta

3 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sexta

4 Francisco Viegas

Rua Pedro Santarém, 2-A

243 330 570

Sexta

4 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

TOMAR

ALPIARÇA

28 Dias Costa

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Sexta

28 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sábado

29 Alfa

Av. Nuno Álvares Pereira, 62-64

249 321 404

Sábado

29 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Domingo 30 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Domingo 30 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Segunda

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Segunda

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

31 Aguiar

1 Pereira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

Quarta

2 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Quinta

3 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Sexta

4 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

CORUCHE

Sexta

31 Torres Pinheiro

31 Central

Terça

1 Ribeiro dos Santos

Av. Norton de Matos

249 324 373

Terça

1 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Quarta

2 Dias Costa

Rua Serpa Pinto, 160-162

249 312 203

Quarta

2 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Quinta

3 Alfa

Av. Nuno Álvares Pereira, 62-64

249 321 404

Quinta

3 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sexta

4 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Sexta

4 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Sexta

28 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Sábado

29 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Domingo 30 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Segunda

Rua da Misericórdia

243 675 070

31 Higiene

Terça

1 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Quarta

2 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Quinta

3 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Sexta

4 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

SALVATERRA DE MAGOS ABRANTES Sexta

28 Motta Ferraz

Sábado

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Sexta

28 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

29 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

29 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Sábado

Domingo 30 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Domingo 30 Abílio Guerra

Segunda

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Segunda

31 Silva

Sexta

CARTAXO

Rua de S. Sebastião, 3

31 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 700 130 243 702 653 243 770 997

Terça

1 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Terça

1 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

Quarta

2 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Canejo, 13

241 333 222

Quarta

2 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

243 700 130

Quinta

3 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Sexta

4 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.S. Mart. 47

241 360 530

Quinta Sexta

3 Abílio Guerra Rua de S. Sebastião, 3 4 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 702 653 243 770 997

28 Jan. Martins Sábado a Sexta 29Jan. a 4Fev. Carvalho

R. Heróis de Chave

263 504 319

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451

RIO MAIOR Sexta

28Jan. a 3Fev. Almeida

Sábado a Sexta

4 Central

R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255 R. Mariano de Carvalho, 83

243 946 148

BENAVENTE Funciona 9 às 22 h

Baptista

Assegura serviço durante a noite Martins

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

saúde

D Aneurisma da Aorta Abdominal em www.aortaevida.com

35

O aneurisma da aorta abdominal consiste numa dilatação localizada e permanente da aorta, a maior artéria do organismo, e é o mais frequente dos aneurismas arteriais, sendo uma das causas de morte súbita. Estima-se que 80 milhões de pessoas, na Europa, com 60 ou mais anos, estejam em risco de ter um aneurisma da aorta abdominal. Consulte a petição pelo Dia Nacional do Aneurisma em www.aortaevida.com

Saber mais sobre a micose das unhas Onicomicose ∑ Como e a quem é que aparece este tipo de micoses? O que é a Onicomicose? Trata-se de uma infecção que atinge uma ou mais unhas e é causada por fungos. As fontes de infecção podem ser o solo, animais, outras pessoas, até mesmo material de manicura ou pedicura mal desinfectado. As unhas que mais frequentemente são infectadas são as dos pés, pelo facto destes estarem sujeitos a ambientes húmidos com sejam os sapatos e os ténis ou o contacto com o chão de vestiários, ginásios, duches públicos ou balneários. O seu tratamento poderá demorar semanas ou meses, e casos há em que a infecção reaparece. Todas as pessoas podem contrair onicomicoses, contudo há pessoas com maior tendência para sofrer da infecção: Quem usa piscinas e/ou balneários públicos; Os praticantes de desporto e as pessoas mais idosas; Os que têm pé-de-atleta; Profissionais de limpeza e jardinagem; Quem tem problemas como a diabetes, obesidade, podológicos, doenças cardiovasculares e imunodeficiências, etc

As onicomicoses normalmente surgem por exposição directa aos microorganismos. Usualmente as unhas entram em contacto directo com o fungo ou são invadidas por contágio pela infecção (pé-de-atleta). Como se manifesta? As unhas ficam endurecidas e grossas, aparecem manchas na superfície que fica frágil e quebradiça. As onicomicoses não são apenas uma questão estética, mas um problema de saúde pública podendo afectar seriamente a qualidade de vida dos doentes. Aliás, podem causar graves complicações se não tratadas a tempo, nomeadamente: dor e desconforto ao andar e calçar os sapatos; reaparecimento de micoses na pele do pé (como o pé-de-atleta), após já terem sido tratadas; aparecimento de infecções bacterianas; e redução das defesas do indivíduo para infecções por fungos;. Como se evita? Com bons hábitos higiénicos: não andar descalço em pisos húmidos; evitar mexer na terra sem usar luvas;

usar somente a sua tesoura de unhas; usar luvas de borracha para lavar a loiça; evitar usar calçado fechado em permanência; levar os animais de estimação ao veterinário caso sejam observadas alterações no pêlo; preferir meias que absorvam a humidade dos pés; evitar usar roupa interior ou sapatos excessivamente apertados; usar desodorizante em pó nos sapatos ou meias para ajudar a absorver a humidade; não utilizar unhas postiças (retêm a água, o que favorece o desenvolvimento de fungos). Qual o tratamento? Actualmente dispomos de tratamentos práticos, seguros e eficazes. De acordo com a gravidade de cada situação, o médico poderá recomendar diferentes tipos de tratamento, nomeadamente: -Tratamento tópico: antifúngicos em verniz. Após a aplicação na superfície da unha, penetram, destruindo directamente o fungo; - Tratamento oral: antifúngicos em comprimidos ou cápsulas; - Tratamento com associação

de antifúngicos orais e tópicos. Numa fase inicial a utilização adequada de alguns vernizes antifúngicos poderá ser eficaz em cerca de 75% das onicomicoses. Recomenda-se que se deixe estar a camada de verniz na unha que é pincelada uma vez por dia. Após sete dias de tratamento, devem-se limpar as camadas acumuladas com álcool e recomeçar um novo ciclo de aplicações. Numa fase mais avançada, em que há envolvimento da raiz ou de mais de 50% da unha, para além da utilização destes vernizes, há necessidade de tratamento combinado com comprimidos ou cápsulas antifúngicas. Para que o tratamento seja bem sucedido, o fungo causador deve ser totalmente eliminado da unha, a unha doente deverá ser totalmente substituída por uma nova unha, saudável. Estes medicamentos ajudam a que uma nova unha cresça sem infecção, substituindo lentamente a unha infectada. Assim a duração do tratamento pode variar entre 2 a 3 meses para as mãos e 3 a 4 meses

Surgimed Anat.Patológica Dra. Margarida Mendes

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Ortopedia Dr. Duarte Cadavez

Cir.Geral/Obesidade Dr. Joaquim Costa

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dermatologia Dra. Joana Parente Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado Neurologia Dr. Jorge Becho Neuropsicologia Dr. Nuno Pestana Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr.João Paulo Ribeiro Dra. Cátia Lima Psiquiatria Dr. Vítor Henriques Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto Dr. Luís Costa

Exames Complementares e Outros: • • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • M.A.P.A. • Holter 24 horas • Polisonografia em ambulatório

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt

para os pés, mas o tratamento local é necessária até a unha ficar completamente bem, o que poderá durar, em média, 6 meses nas mãos e 12 meses nos pés. Recorde-se que as micoses das unhas podem ter recidivas (isto é, a infecção pode regressar no caso de tratamento inapropriado ou incompleto). Beja Santos


36 SAÚDE

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Terapeuta Osteopata Rui Leite Ceficarte

CENTRO DE FISIOTERAPIA DO CARTAXO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c • 2070-011 Cartaxo

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. A. JÚLIO SILVA Médico Especialista ORTOPEDIA

SANTARÉM

Dr. Rui Castro Médico Especialista de Clínica Geral

CONSULTÓRIO: Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov)

Telemóvel: 917 770 678

ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS

CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

FAUSTINO SANTOS Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Praceta Pedro Escuro, 10 - 3.º Esq.º (Junto à Rádio Pernes)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

(Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A Tel. 243326935 SANTARÉM

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 37

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

Drª ISABEL MONTEIRO

Júlio Aranha Cardiologista

Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor • M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

Telef. 243 326 957

Sílvia Lencastre Fróis Psicóloga Clínica Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo tmóvel -

Consultas de Cardiologia Ecocardiograma M e 2D Ecocardiograma com doppler e côr ECG Holter de 24 horas Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial Electrocardiograma Provas de Esforço SANTARÉM - Telem. 912 722 206 RIBACLÍNICA - CHAMUSCA - Tel. 249 760 031

DRª MARISA PERES MÉDICA CARDIOLOGISTA

918 732 116

Santarém • Coruche • Rio Maior

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA

SANTARÉM: „ GFS (Estrada S. Domingos, perto do Presídio): 243 328 890 ALMEIRIM:

MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM

„ Clínica do Jardim: 243 593 422 „ Enfercentro: 243 579 601

DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

DR. MARCÃO

AVEIRAS DE CIMA:

„ Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

Uro-TC Dental Scan Angiografia Fluoresceínica Ecografia Geral Ecografia Cardíaca Döppler Ecografia Obstetrica Radiologia Digital Mamografia Digital Ortopantomografia Digital Densitometria Óssea Digital Electromiografia

Potenciais evocados EIectroencefalografia Estudos do Sono em ambulatório Testes Cutâneos Alérgicos Provas de Função Respiratória Imagiologia de Intervenção: Citologia da Mama Citologia da Tiróide Biópsia Prostática eco-guiada Meios Terapêuticos: Litotrícia Ortotrícia Análises Clínicas

Santarém | R. Prof Pinto Correia Lote 6 C/v, 2005-266 T: 243 303 180 F: 243 303 188 Tomar | R. António Joaquim Araújo nº 32, 2300-555 T: 249 329 020 249 310 430 F: 249 320 029 Entroncamento | R. Ant.º Amílcar Correia nº 9, 2330-255 T e F: 249 719 984 Abrantes | CHMT - Largo Eng.º Bioucas, 2200-202 T: 241 372 396 241 331 676 F: 241 361 521 Sertã | Av. Nuno Álvares Pereira nº 924 R/c, 6100-733 T: 274 603 433 F: 249 320 029 Torres Vedras | Av. General Humberto Delgado nº 22D, 2560-272 T: 261 319 130 F: 261 315 535 Santarém | Prolongamento da Praceta Jaime Cortesão Lote 4 C/v Dt.ª, 2000-228 T: 243 333 969 F: 243 321 945 e-mail: geral@crtomar.pt

DR. JOSÉ BRANCO PSICÓLOGO CLÍNICO E PSICOTERAPEUTA MEMBRO EFECTIVO DA ORDEM DOS PSICÓLOGOS

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

C O N S U LTA S

Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

Ressonância Magnética 1,5 t RM Neuro/Corpo/Osteoarticular Difusão/Perfusão/Expectroscopia Quantificação fluxo do LCR Angio RM RM Mamária RM Cardíaca TC 64, 16 e 4 Cortes Angiografia Cardíaca Virtual Colonoscopia Virtual Broncoscopia Virtual Angio-TC

POR

ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

CENTRO AUDITIVO WIDEX Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia X

Dr.ª Patrícia Branco

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

MEMBRO FUNDADOR DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PSICOTERAPIAS CONSTRUTIVISTAS

CONSULTAS DIÁRIAS DAS 10H. ÀS 20H. CONSULTAS DE CARÁCTER SOCIAL: 4ª FEIRA (TARDES), EM LISBOA 6ª FEIRA (TARDES), EM ALVERCA LISBOA: CLÍNICA MOVIMENTO E SAÚDE, R. JOSÉ FALCÃO, 52, 2º, F (METRO ARROIOS) ALVERCA: R. CIDADE DE DÉVNIA, 21, 2º, DTO

MARCAÇÕES E INFORMAÇÕES:

961 285 155 e 216 037 099


38

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A CASA nova T3+ jardim zona Fátima T 0033177030721 A LOJA semi nova 109M2 bom preço TlM 962719038 A MORADIA Nova c/ terreno a 10Km da A1 Str TLM 911010160 A T1 mobilado a senhora TLM 911010160

IMOBILIÁRIO vende-se A BAR DISCOTECA em Abrantes Vende Cotas/ Trespasse. Estado novo TLM 967777686/ 969458442 A LOJA semi nova 109M2 a melhor oferta TLM 962719038 A QUINTINHA c/ moradia 15km Santarém TLM 962719038 A T0+1 PORTIMÃO 45000€ trata próprio TLM 933251598 A APT T4 c/ bons acabamentos, zona privilegiada do Planalto de Santarém, vistas panorâmicas, equipado c/ AC e aq. central. Com áreas generosas, pavimento do hall de entrada e sala em pedra, wc’s revestidos a pedra. Cozinha total. equipada e arrecadação – 137.000€ www.remax. pt/120431071-120 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A QUINTINHA na Vila da Marmeleira c/ 4960 m² de lote, vedada c/ árvores e jardim. Amplos espaços de estar,

zona de sala de jogos, c/ carácter rústico. Cozinha equipada, 2 quartos c/ roupeiro. Aq. central c/ caldeira a gasóleo e lareira c/ recuperador de calor. Garagem, alpendres, churrasqueira e forno, cozinha rústica. O terreno permite o loteamento. Possibilidade de aumentar o número de divisões. Alarme – 190.000€ www. remax.pt/120431105-18 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T2 no centro de Santarém. Composto por 2 quartos, 2 salas (uma de estar e outra de jantar), 2 casas de banho, cozinha e marquise c/ ar cond., aproveitamento de sótão c/ entrada pela despensa e varanda. Vista desafogada e muita luminosidade – 59.000€ www.remax. pt/120431070-155 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT em S. Domingos, com 3 quartos (um em suite), sala c/ lareira e AC, cozinha c/ placa, forno e esquentador, despensa na cozinha e área de estendal. Roupeiros. Edifício bem cuidado no seu interior e exterior. Boa localização, perto de comércio. Lugar de estacionamento e arrecadação com 4,20 m². – 122.000€ www.remax.pt/120431104-16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T4 Duplex, em S. Domingos, vistas deslumbrantes. 5 Assoalhadas, 4 Quartos (um deles em suite), 4 casasde-banho. Lugar de parqueamento, Ar cond., lareira c/ recuperador de calor, cozinha totalmente equipada – 180.000€ Possibilidade de arrendamento por 675€ mensais, totalmente mobilado. www.remax. /120431071-180 AMI 5430 RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T4 para venda junto às Finanças de Santarém. O apt possui 2 casas de banho, sala c/ varanda, marquise e despensa. Possibilidade de ficar equipado e mobilado. Perto de tudo e com bons acessos 80.000€ www.remax. pt/120431121-48 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ - Ref. A-322 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl - Moradia T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min. ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv..Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/ chão, cave e sótão. No r/chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada...Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/ acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653

A PÓVOA DA ISENTA – Moradia T4 inserida num lote de 3.400 m2. Piscina, furo, painel solar, garagem e T0 em anexo. A 3 km do nó da auto-estrada. 229.000 € www.

remax.pt/121871072-80 Tel. 961 334 733 RE/MAX Milénio – AMI 6883

125.000,00€ - Ref. 363 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A SANTARÉM – Duplex T4 com dois fantásticos terraços, lareira c/ recuperador e aquecimento central. Materiais de qualidade.133.000 € - EM SALDOS www.remax. pt/121871053-8 Tel. 961 311 745 RE/MAX Milénio – AMI 6883

A APARTAMENTO T3 São Domingos, Usado, ar condicionado box fechada, Oportunidade de negócio. Preço: 95.000,00€ - Ref. 700 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092

A PONTÉVEL – Fantástica quinta com 5.360 m2, com piscina, anexos, barbecue, garagem. 237.500 € www. remax.pt/121871081-29 Tel. 962 191 373 RE/MAX Milénio – AMI 6883 A SANTARÉM – Apartamentos T1, T2 e T3 a estrear. Cozinha equipada, parqueamento, arrecadação, pré-instal. ar condicionado e aquecimento central. Desde 82.500 € www.remax.pt/1218710021120 Tel. 961 311 788 RE/ MAX Milénio – AMI 6883 A EREIRA – Quintinha c/ casa rústica térrea, inserida num lote de 4.800 m2, vedado e murado, c/ portão automático e uma vista espectacular...Pré-instalação de aquecimento central. A 10 min. da saída A1-Aveiras. 250.000 € www.remax. pt/121871049-231 Tel. 961 311 788 RE/MAX Milénio – AMI 6883 A SANTARÉM – Apartamento de 3 pisos único, em cobertura, localizado na zona mais nobre do Planalto, vista para o Tejo e panorâmica de 360º sobre a cidade e a lezíria... 350.000 € www.remax. pt/121871028-437 Tel. 926 613 906 RE/MAX Milénio – AMI 6883 A VILA CHÃ DE OURIQUE – Moradia T3+1 recente, acabamentos de qualidade, pré-instalação de aquecimento central. Logradouro pavimentado em calçada, com churrasqueira e telheiro. Garagem. 175.000 € www.remax. pt/121871073-33 Tel. 961 725 440 RE/MAX Milénio – AMI 6883 A MORADIA T3 Arneiro Tremês, 415m2 útil, Com terreno, a 10km Santarém Preço:

A APARTAMENTO T3 Jardim Cima, novo, coz. Equipada Estores elec., ar condicionado, Lg. Garagem. Oportunidade Preço: desde 98.000,00€ - Ref. 794 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A MORADIA T4+1 Jardim Baixo, nova, coz .equipada Painéis solares, rec. calor, logradouro, Garagem. Excelente negócio Preço: 235.000,00€ - Ref. 801 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/ 243094092 A MORADIA T3 Fazendas Almeirim, nova , arrecadação, lavandaria, garagem, ar condicionado, Rec.calor, logradouro. Oportunidade Preço: 150.000,00€ - Ref. 779 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A PRÉDIO T3 S. Salvador, 160m2área útil, 2 pisos, para remodelar. Preço: 150.000,00€ - Ref. 778 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/ 243094092

A MORADIA T2 – Centro Almeirim – 29.990€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 A MORADIA T2 semi nova – Fazendas Almeirim – 96.000€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 A APARTAMENTO T2 NOVO – Zona Norte Almeirim – 71.250€ AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312 A APARTAMENTO T2 novo com garagem – Alpiarça – 77.900€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925479 312 A APARTAMENTO T3 remodelado – Almeirim – 66.150€ - AMI 8643 – Trata: Remax Vision Tel: 925 479 312

PRECISASE EMPREGADA INTERNA

Séria, responsável e com carta de condução para Caldas da Rainha Será tratada como família Contacto 262 832 616

A SANTARÉM – arredores Moradia p/ Recuperar c/ 212m2 de Área Bruta de Construção; Inserida em Terreno c/ 7.440m2; Poço; Muito Bem Integrada na Paisagem c/ Excelente Vista Ref. 4313 Preço: 76.500,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – arredores Quintinha c/ 20.260m2 c/ Moradia p/ Recuperar; 2 Poços; Oliveiras e Árvores de Fruto; Excelente Vista Sobre o Campo. Ref. 4220 Preço: 81.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – arredores Terreno c/ 6.440m2, Projecto Aprovado para a Construção de Moradia c/ 271m2; Excelente Exposição Solar; Bons Acessos. Ref. 4182 Preço: 62.500,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – arredores Moradia c/ 3 Quartos; Sala de Estar; Cozinha c/ Sala de Refeições; Despensa; 1 WC; Logradouro; Anexo; Localizada no Centro da Vila. Ref. 4178 Preço: 95.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM- Marvila Apartamento 4 Assoa; 3 Quartos 2 Deles c/ Roupeiro; Sala; Cozinha; 2 WC’s; 2 Varandas; Gás Canalizado; Excelente Vista Sobre a Lezíria; Fácil Estacionamento. Ref. 4171 Preço: 75.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

EMPREGO precisa-se A Risa Consulting, recruta Consultor de Informática, preferencialmente com certificação em Software Primavera. Enviar CV detalhado para carlapaixao@risa.pt

DIVERSOS geral A EXCHANGE o seu dinheiro não chega ao fim do mês? descubra onde pode poupar. Confie em nós. Sabemos ajudar Ligue já! 925166242/ 963001325 A COMPRA-SE recheios de casa pago pp TLM 916274727 A RESTAURO todo tipo de mobiliário antigo TLM 916274727

DIVERSOS mensagens EMPREGO oferece-se A PASSO roupa a ferro e entrego, limpezas em casa particulares e/ou escritórios. TLM 912431332

A SR. do centro Procura sra. até 50 anos, futuro relacionamento TLM 916789625


SERVIÇOS / PUBLICIDADE 39

O Ribatejo 28 | Janeiro | 2011

PEDRO MATAFOME AGENTE DE EXECUÇÃO CÉDULA 1793

ANÚNCIO 2.ª PUBLICAÇÃO Tribunal Judicial de Santarém Processo: 2168/09.1 TBSTR – 2.º Juízo Cível Execução Comum – Pagamento de Quantia Certa Exequente: Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Alcanhões, C.R.L Executados: José Carlos Mateus, Unipessoal, Ldª Ilda da Conceição César Vitoriano Mateus José Carlos Mateus

CRÉDITOS PAU LO N I ZA * CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO Taeg desde 7,00%

* CRÉDITO PESSOAL OU CARTÃO DE CRÉDITO C/ ASSINATURA DE 1 SÓ TITULAR, SE CASADO Taeg desde 12,06%

* CRÉDITO CONSOLIDADO COM E SEM HIPOTECA C/ REDUÇÃO ATÉ 60% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 6,59%

EDITAL Faz-se saber que, nos autos acima identificados, se encontra designado o dia 2 de Março de 2011, pelas 9:00 horas, no Tribunal Judicial de Santarém – 2.ºJuizo cível, sito no Campo Sá da Bandeira – localidade e concelho de Santarém, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na secretaria deste Tribunal, pelos interessados na compra do seguinte bem: VERBA 1 PRÉDIO MISTO, sito na Estrada Nacional nº 3, na Freguesia de Póvoa de Santarém, composto por uma parte urbana e outra rústica, sendo que a parte urbana está afecta à habitação, inscrito na matriz com o artigo 599 e encontra –se descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o número 180, quanto à parte rústica é composta por olival e cultura arvense em olival como o artigo matricial 117, na Secção C. O bem pertence ao executado José Carlos Mateus Ldª contribuinte 501344233. VALOR BASE: 80.000.00 € (oitenta mil euros). Será aceite a proposta de melhor preço acima do valor de 56.000.00 € (cinquenta e seis mil euros), correspondente a 70 % do valor base. É fiel depositário o próprio executado, devendo mostrar o bem, a pedido. VERBA 2 PRÉDIO URBANO, destinado à habitação, composto de rés do chão e 1º andar, sito na Rua do Casal Saramago, Nº 9, na Freguesia de Póvoa de Santarém, inscrito na matriz com o artigo 612 e descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o número 535. VALOR BASE: 80.000.00 € (oitenta mil euros). Será aceite a proposta de melhor preço acima do valor de 56.000.00 € (cinquenta e seis mil euros), correspondente a 70 % do valor base. É fiel depositário o próprio executado, devendo mostrar o bem, a pedido. Das propostas apresentadas deverão os proponentes, juntar cheque visado à ordem do Solicitador de Execução, no montante correspondente a 5% do valor base do bem ou garantia bancária no mesmo valor, como caução, identificar-se, fazendo constar das mesmas o nome completo, morada, número de bilhete de identidade e número de contribuinte, em envelope selado somente com a indicação na parte exterior do nº de processo e juízo e tribunal correspondente. As propostas remetidas por correio deverão ser enviadas de forma a serem recebidas antes da data e hora agendadas. Não se encontra pendente nenhuma oposição à execução nem foram reclamados créditos. Alcanena, 17 de Janeiro de 2011 O Agente de Execução Pedro Matafome (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1317 de 28.01.2011)

EMIGRANTE

TROCA OU VENDE T4 C/ SÓTÃO E TERRAÇO EM ALPIARÇA P / T2 EM SANTARÉM Tlm 961 897 624

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* LINHAS DE CRÉDITO COM APOIO DO ESTADO PARA INÍCIO DO SEU NEGÓCIO E PARA EMPRESAS JÁ EXISTENTES Taeg desde 2,50%

* CRÉDITO HABITAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL E POSSIBILIDADE DE TAXA FIXA Taeg desde 5,1994%

* CONTACTE-NOS MESMO QUE TENHA

PROBLEMAS BANCÁRIOS, POIS EM MUITOS CASOS AINDA TEMOS A SOLUÇÃO

www.pauloniza.pt Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

Telm. 938 879 678


tempo: nublado O tempo vai continuar nublado com descida das temperaturas máximas que deverão ficar abaixo dos 10ºC nalguns dias da próxima semana. A chuva pode voltar a partir de terça-feira. 28 | JANEIRO | 2011

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

rosário breve

Tomar e Aragão ligados pelo culto Livro∑ “O Templário d’El Rei” é o nome da obra lançada em Tomar do historiador António Vicente “Tomar é o lugar mais importante dos Templários”, afirmou Paulo Loução, editor da Ésquilo, que esteve presente no lançamento do livro “O Templário d’El Rei” que teve lugar no dia 22 no Turismo de Lisboa e Vale do Tejo, em Tomar. Este livro é da autoria do professor António Vicente, historiador e investigador especialista na História dos Templários e na Ordem de Cister, e faz uma ligação entre a Ordem dos Templários de Tomar a corte de Aragão. Foi ainda referido que Tomar e Aragão (Espanha)

TOMAR CRIA CENTRO DE ESTUDOS DA MÚSICA E DAS ARTES DO ESPECTÁCULO O Centro de Estudos Superiores da Música e das Artes do Espetáculo, a ser criado em Tomar, visa criar uma oferta formativa avançada, com pós graduações e especializações nestas áreas. O centro resulta de uma parceria entre o IPT, a Sociedade Filarmónica Gualdim Pais, a câmara municipal de Tomar e o Turismo de Lisboa e Vale do Tejo. O centro, sem fins lucrativos, é criado no pressuposto de que será auto sustentável pelas propinas dos alunos.

∑agenda Sábado

Santarém ∑ Tiago Bettencourt & Mantha no Teatro Sá da Bandeira, às 22h. Cartaxo ∑ Solistas da Orquestra Metropolitana de Lisboa no Centro Cultural, às 22h30.

Domingo Alcanena/Rio Maior ∑ 25ª Estafeta entre os dois concelhos, com partida de Alcanena e a chegada a Rio Maior.

estão ligados pelo culto do Espírito Santo, nomeadamente, com a “Festa dos Tabuleiros” de Tomar. Na apresentação do livro o livro ficou aberta uma “porta” para a edição de um segundo volume. Este é mais um evento da Entidade de Turismo de Lisboa e Vale do Tejo, cujo vicepresidente, Manuel Faria, falou próximos eventos que irão decorrer em Tomar: 5 Fevereiro – “Concertinas com Queijo”, 19 Fevereiro – Lançamento da Trilogia de Gualdim Paes, entre outros.

Faleceu antigo presidente da Câmara Municipal de Rio Maior Joaquim Deus, ex-presidente da Câmara Municipal de Rio Maior, faleceu na quarta-feira, 25 de Janeiro. Comerciante de profissão, Joaquim Pereira de Deus exerceu durante vários anos funções autárquicas, tendo sido vereador do PSD entre 1977 e 1979, e da AD, entre 1980 e 1982, quando estas forças partidárias venceram as respectivas eleições autárquicas. Foi presidente da Câmara Municipal de 1983 e 1985, eleito igualmente pela AD, e exerceu ainda as funções de vereador

entre 1985 e 1989, no primeiro mandato de Silvino Sequeira pelo Partido Socialista. O falecido nunca deixou de participar em eventos públicos na cidade e colaborou no livro “Trinta Anos do Poder Local Democrático em Rio Maior”, uma edição da autarquia sob coordenação de Augusto Lopes. Joaquim de Deus foi homenageado publicamente pela última vez no dia 25 de Agosto, numa sessão de Câmara em que se evocaram os 25 anos de elevação de Rio Maior a cidade.

Daniel Abrunheiro

Parêntese É falso que existam ainda, na nossa democracia-arrastadeira, Esquerda e Direita. Porquê? Porque o pessoal anda (quase todo) com uma mão à frente e outra atrás. Ó larilas se não anda. Pátria-espreguiçadeira, amoral e desmiolada, conluiada com sacanas gitanos e beócios monhés, a lusa terra chega a confranger: manhosa, mesquinha, avara e ignara, parece uma vaca de tetas murchas a cujo lombo se encavalita uma sórdida corja de cevados mamadores de comendas, prebendas e demais prendas. Sem desígnio, desprovida de instrução, preguiçosa, soez, deslavada, vil e cadaverosa, a portugalidade desmerece mais e mais, cada dia que se esvai ao vórtice do Tempo e da História, o 25 de Abril que, ingenuamente, a quis reabilitar. País de doutorzecos & sucateiros, de padrecas sem doutrina & exércitos sem salvação, de sargentolas obesos & poetinhas esquálidos, Portugaleco de fadistas-couve-flor & amendoeiras–d’arrebenta-pontes: verdade, verdade, verdade, verdade. (E no entanto, quando ninguém ciranda pela periferia do olhar, o céu português é por vezes de um azul coruscante como um azulejo lavado a beijos. As laranjeiras patrícias chegam, de formosas, a doer na nacionalidade. As searas estouram de ouro. Os canaviais inclinam o vento pensativo. O torrão-de-Alicante e o carapau-de-escabeche, a água-pé e a da fonte, o adro da igreja deflagrando de cal, a pólvora fogueteira dos Agostos da infância, as mães cuidando dos ninhos pobres, a senhora-dos-gatos sempre de cesto, o retrato do Pai convocando o amor filial a preto-e-branco: tudo isto é devida, acertada e justamente português, ainda. As mulheres lusitanas são senhoras cuja volumetria vale perfume. E as crianças são milagres individuais cuja epifania é cânfora, âmbar, mirra, incenso e estearina ígnea em noite invernosa. E se tal vos afianço com o coração nas mãos, é porque, sem que o notásseis, furtivamente tirei de trás a esquerda e da frente a direita.) daniel.abrunheiro@gmail.com


edição 1317