Issuu on Google+

DIRECTOR Joaquim Duarte

SEMANÁRIO 26 de Novembro de 2010 | Ano X X VI | N. 1308 | €0,80

(IVA incluído)

Telefone 243 309 600 · Fax 243 333 766 · Centro Nacional de Exposições - Quinta das Cegonhas - Apartado 355 - 2000-471 Santarém info@oribatejo.pt fo@oribatejo.p pt - ww www.oribatejo.pt w w..or w w.or oribatejo

25 anos ao ritmo

Santarém Parlamento chumba verbas para as obras nas barreiras

da região

página 11

Negócios Presidente da Nersant defende redução de salários página 22

Santarém Homicida da pastelaria Real condenado a 22 anos página 13

Cultura Gala Santareno premiou os melhores do teatro nacional página 14

Negócios Pingo Doce renova presença em Santarém página 23

Abrantes PSD quer parar obras de regeneração urbana página 20

| páginas 6 a 10

Pai vê filho morrer em acidente no dia da memória das vítimas págs 15 e 16


2

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

praçapública eles dizem

sopa da pedra

Há câmaras e câmaras

r

Em entrevista ao diário i, o presidente Moita Flores reafirmou a decisão de não se recandidatar à Câmara de Santarém, mas deixou a porta aberta a uma possível candidatura a uma grande câmara como Oeiras, Sintra ou Almada… Ou outro concelho ali mais perto dos estúdios da SIC, comentaram as más-línguas. O PS de Santarém, sempre atento à leitura dos jornais, indignou-se em comunicado com esta preferência de Moita Flores.

Bloco central

A Gala do jornal O Ribatejo juntou à mesma mesa o ministro dos Assuntos Parlamentares Jorge Lacão e o secretário-geral do PSD Miguel Relvas. O bloco central representado ao mais alto nível…

Jesus pouco empreendedor

Bandeira de Goa Nos encontros da lusofonia, em Torres Novas, houve um episódio deveras singular com a falta de uma bandeira. Precisamente a do município de Goa, na Índia, cuja presidente, sentada à direita de António Rodrigues, conseguiu fazer em apenas quatro horas com tecidos comprados na cidade torrejana.

Pois qual não foi o espanto quando recebemos a lista de inscritos no 4º Fórum Empreendedorismo, da SPGM, que se realizou em Santarém, e uma das presenças previstas era de um tal de “Jorge Jesus – Sport Lisboa e Benfica SAD”. Seria o treinador do Benfica que se inscreveu para vir aprender um pouco mais sobre a complicada vida das empresas portuguesas, tão ou mais complicada do que a vida do seu Benfica? O certo é que se era mesmo o treinador do Benfica, o seu lugar na sala ficou vazio porque Jorge Jesus não apareceu durante todo o dia.

Faço parte de uma geração que levou o país à insolvência e vivemos um momento de crise de representatividade no mundo empresarial” José Eduardo Carvalho Presidente da Nersant

r

Quem nos aponta na rua uma pistola é certamente um pouquinho menos desonesto do que um banco que nos quer tirar 29%” Francisco Louçã Líder do Bloco de Esquerda

r

[Este Orçamento de Estado] não trata da situação das empresas” Daniel Bessa Economista

crónica de maldizer

Onde se alertam os leitores para os perigos dos pára-choques cadentes Há longos, longos anos, no tempo em que o dinheiro se chamava escudo e os carros tinham pára-choques e com cem escudos (os cinquenta cêntimos d’agora) se almoçava bem em qualquer lugar deste rincão, dito na altura jardim à beira-mar plantado (nascido, corrijo eu, jardim nascido, porque as plantações que fizemos só têm estragado o jardim), pois certa noite de Verão, na Vila de Cascais, vila como Sintra, e que não quer ser promovida a cidade, e todos percebemos porquê, pois numa noite de intenso trânsito no centro de Cascais, carros parados à espera do verde do semáforo, quando o vermelho se fez verde e todos os carros arrancaram, o que estava à minha frente arrancou também mas quedou-se de seguida e eu travei, mas não evitei que o pára-choques do meu carro tocasse levemente, tão li-

geiramente que mal se sentiu o ruído do toque, que tocasse ligeirissimamente no pára-choques do carro da frente. E o dono deste dirigiu-se a mim e disse-me que os suportes do pára-choques de trás do seu carro se tinham partido com a pancada que eu lhe pregara. Não pode ser. Venha ver, se duvida de mim. Espantado, saí do carro: na verdade, o pára-choques do carro da frente estava no chão, à frente do meu carro. O outro carro era um carocha azul-cueca, muito antigo, todo riscado, em péssimo estado. Disse ao dono do carocha que talvez o pára-choques tivesse caído de podre, mas o homem disse-me que não tolerava comentários desses e que ser pobre não é defeito; e já se tinham aproximado vários mirones e estavam dezenas de carros atrás do meu, e muitos a buzinar, e eu

disse ao vizinho da frente Diga lá quanto custará soldar os ferros do pára-choques e ele disse alguns quinhentos escudos e eu torneilhe Quinhentos escudos não vale o seu carro. Tome lá duzentos e desapareça. Se não quiser os duzentinhos, chame a polícia. E o homem estendeu prontamente a mão e agarrou, lesto, as duas notas de cem e desapareceu. Semanas depois, num sábado de manhã, na mesma Vila de Cascais, chamou-me um dos meus filhos, e disse-me que tinha dado um toque com a bicicleta num carro, coisa de nada, papá, mas o senhor do carro quer falar contigo. Perguntado, disse-me o João que fora um toquezinho, toquezinho de nada, no pára-choques traseiro do carro, mas que o pára-choques logo caíra. Saí para falar com o senhor do carro, e (e não sou o Hitchcock, está visto; suspense não é co-

migo) e então não querem lá ver que o carro era um carocha azulcueca muito velho. - Mas, ouça lá, não foi Você que noutro dia me catou duzentos escudos para… Fui prontamente interrompido: Desculpe lá, mas eu não poderia saber que o Senhor morava em Cascais, assim como não adivinhava que este rapaz fosse seu filho. Mas, pronto. Desculpo-lhe o pára-choques, mas tem que me dar cinquenta escudos para mandar polir o carro, porque a bicicleta do seu rapaz fez um risco atrás… - Mas, homem, o seu carro não tem dez centímetros sem riscos. Como é que me prova que… Foi-me cortada a fala de novo: Com cinquenta escudos resolve o problema. Se não quiser arrumar o caso assim, chama-se a polícia.

Eurico H. Consciência

Olhei para o gajo, que se sorriu entre terno e provocador, e deilhe os cinquenta escudos. Quero dizer que o gajo era homem de palavra: disse-me, à despedida, que não tornava a aplicar o golpe do pára-choques comigo, e, de facto, nunca mais aplicou. E garantiram-me que ele se manteve no ramo até que, párachoques tombados atrás de pára-choques caídos, duzentinhos agora, trezentos logo, arranjou dinheiro para comprar um carro novo. Mas desconfio que ele não se desfez daquele carocha azulcueca de pára-choques cadentes. Porque nunca se sabe quando temos necessidade de lançar mão de todos os recursos. Sobretudo nos tempos que correm…


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 3

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Cartoon de António Maia

a pergunta da semana

opinião

online

Aderiu à greve geral? O que acha desta forma de protesto? Sim, aderi. Penso que muda sempre algo e temos o direito pelo menos à indignação. Sem entrar em “guerras” de números, como delegado sindical, constatei que desta vez as pessoas sentem que têm que se manifestar. Sentem-se encurraladas, enganadas e sobretudo, sentem que são sempre os mesmos a pagar.

Não fiz greve porque tive que assegurar os serviços mínimos, mas concordo em pleno. Penso que não vai mudar muita coisa porque greves de um dia servem só para entreter não dá em nada.

Carlos Beja Ribeiro

Abílio Graça

Assistente técnico do Ministério do Trabalho

Segurança Tomar

Fiz greve porque fui forçada. Não tive metro nem comboio. O metro teve 100% fechado e o comboio funcionou mas com serviços mínimos, só até às 10h. Os autocarros nem vê-los.

Não fiz porque a minha profissão não permite. A greve é um direito de todos os cidadãos, que deve ser utilizado quando outras formas de defesa dos seus direitos não produzem efeitos. As pessoas encontram-se completamente revoltadas e a greve é quase o último reduto. Na minha opinião, não vai trazer nada de novo, mas estou solidária com os que fizeram greve, na luta pelos direitos. Cláudia Ferreira

Andreia Rosário

Advogada Entroncamento

Funcionária Pública Alcanena

F editorial

A festa foi bonita pá!

Foi uma festa bonita e comovente a celebração dos 25 anos do jornal O Ribatejo. Sobretudo pelo convívio de amizades que O Ribatejo se orgulha de ter em todas as latitudes políticas e culturais, na nossa região como fora dela – basta ler as palavras simpáticas de alguns dos convidados, nos testemunhos recolhidos pelos nossos jornalistas e que aqui publicamos. Foi ainda uma festa de afectos, na convwivência de colaboradores do jornal, actuais e antigos, mesmo do tempo da fundação de há 25 anos, quando ainda não havia telemóveis nem internet e a tecnologia não era tão amigável na produção de jornais. Gostaríamos também de poder dizer que foi uma festa dos leitores de O Ribatejo, de todos os que semanalmente nos escolhem como seu veículo privilegiado de informação (ou diariamente no on-line), mas esses milhares de leitores, todos eles, estiveram em espírito

nesta festa das “bodas de prata” de O Ribatejo, um marco na vida de qualquer instituição, e mais ainda na de um jornal que, tendo o poder imenso da palavra, é, contudo, frágil como uma flor. Há nomes incontornáveis nesta história de 25 anos: Carlos Cruz e Albertino Antunes foram essenciais na fundação deste jornal e aos primeiros passos da afirmação de O Ribatejo como marca de imprensa honrada e respeitada em toda a região e entre os seus pares. Através destes dois nomes, quisemos homenagear todos aqueles que, desde o primeiro número e até aos dias de hoje, ajudaram O Ribatejo nesta longa caminhada. Os anos que aí vêm não se adivinham fáceis para as empresas jornalísticas nem para os portugueses e, provavelmente, vamos ver morrer alguns títulos de imprensa respeitáveis. O Ribatejo saberá resistir, porque é uma marca consolidada e conta com uma jovem equipa de exce-

lentes profissionais. Nesta festa dos 25 anos, homenageamos ainda seis instituições e personalidades da região com o Troféu O Ribatejo, galardão com que anualmente premiamos o mérito daqueles que, pela sua acção profissional e cívica, se destacam e são exemplo a seguir na comunidade ribatejana. Os seus nomes estão devidamente consagrados nesta edição do jornal e nos filmes e galeria de fotos sobre a Gala disponíveis no site do jornal (em www.oribatejo.pt). Não podemos deixar de agradecer ainda ao Pedro Fernandes, o irresistível apresentador que José Niza augura como o futuro Herman, e a cumplicidade do David Antunes e da sua banda, tal como as vozes do Projecto Amar. A todos eles e aos patrocinadores que nos permitiram realizar esta grande festa, o nosso imenso bem-haja. Joaquim Duarte

Oposição sem posição: Mas que oposição temos nós (cidadãos) na Câmara de Santarém? Será que os dois vereadores eleitos pelo PS conseguem apresentar propostas e fazerse ouvir junto da maioria PSD? Conseguir até conseguem, mas ninguém lhes liga. E quem são eles? Temos o nosso amigo António Carmo que consoante o governo PS vai e vem, ele também vai e vem, entre a Segurança Social, o Inatel e o ensino. Meus amigos, isto é como aquela conversa do outro “ enquanto o pau vai e vem folgam as costas”, logo, digo eu, ficam muitas coisas folgadas nestas idas e vindas. Esta guerra não era para ti amigo António, ainda por cima com um cartaz daqueles “ Nós conhecemos bem Santarém”, afinal não conheciam bem era as pessoas de Santarém, certo? A secundá-lo, temos o grande ribatejano Ludgero Mendes ( além de tudo é o meu mestre na arte de escrever sobre a festa de touros ). Um Senhor de Santarém pelo muito que tem dado à cidade, não é daqueles que fala, é daqueles que faz e que dá o corpo ao manifesto. Mas o equivoco deste Senhor foi a lista onde concorreu, já que a maioria das causas que Ludgero sempre apoiou e defendeu (tirando talvez o folclore) não são as mesmas que o Presidente da Câmara bem ou mal tem defendido com unhas e dentes? A sua aparição nas listas do PS cheira a “ressabiamento” que não lhe conhecia, ou a embarcar numa ideia que lhe venderam. Meus caros consultem as actas da Câmara e vejam que algumas ideias deste ilustre concidadão de Santarém não são as únicas que são aproveitadas da oposição porque, talvez sejam as mesmas da presidência. E fiquem com um abraço do Miguel Vaz - El Farpi

www.oribatejo.pt


4 PRAÇA PÚBLICA | OPINIÃO

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Director Joaquim Duarte joaquim.duarte@oribatejo.pt CP. n.º 867

Redacção - 243 309 601 João Baptista (chefe) joao.baptista@oribatejo.pt - CP. n.º 1157 João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt - CP. n.º 6911 Bruno Oliveira bruno.oliveira@oribatejo.pt - CP. nº 8754 Vânia Clemente Jerónimo Belo Jorge - CP. nº 1907 (Abrantes) Joana Margarida Carvalho (Estagiária - Abrantes) Colunistas Armando Fernandes, Beja Santos, Carlos Chaparro, Daniel Abrunheiro; Eurico Heitor Consciência, José Niza, Luís Eugénio Ferreira, António Maia (Cartoon)

Colaboradores António Branquinho Pequeno, António Brotas, Alexandre Manuel, André Lopes (desporto), Adolfo Luís (fotografia futebol), Carlos Alberto Cruz, Francisco Maia (critica cinema) Hélder Duque (fotografia futebol), Joaquim Dâmaso (fotografia), João Grego Esteves, José A. Costa (fotografia futebol), Júlio Freches, Nuno Abreu (fotografia futebol), Nuno Matos (fotografia futebol), Renato Campos, Rogério Rodrigues, Rosalina Melro, Vítor Gomes (fotografia futebol)

Departamento Gráfico Vítor Arsénio (chefe), António Vieira, David Antunes

Projecto Gráfico

defrank - Comunicação Editorial defrank@interacesso.pt

Departamento Comercial - 243 309 602 Rita Duarte (directora comercial) 962 108 761 rita.duarte@oribatejo.pt Luís Silva - 962 108 756 Ana Marecos - 962 108 762 Secretariado - 243 309 600 Ana Sousa - 962 108 760

foto denúncia Com a chegada dos dias chuvosos, os scalabitanos têm assistido a um fenómeno curioso: a transformação do recém-inaugurado Jardim da Liberdade em “piscina da liberdade”. O baptismo popular fica a dever-se às enormes poças de água que se formam no centro do jardim, e que se devem a óbvias deficiências de construção. Resta saber o que vai fazer a Câmara para devolver a liberdade de circulação.

Penso logo insisto

Sede: Centro Nacional de Exposições Quinta das Cegonhas Apartado 355 2000-471 Santarém Geral: 243 309 600

O biscurso

Publicidade 243 309 602 Fax: 243 333 766

E-mail info@oribatejo.pt

Internet www.oribatejo.pt

Serviços assinaturas 243 309 600

Paginação e montagem Jortejo, Lda. - Santarém telef.: 243 309 605

Impressão Imprejornal, S.A. Rua Rodrigues Faria 103, 1300-501 Lisboa

José Niza

Distribuição Vasp

Assinaturas (52 Números) Portugal: 25,50 € Europa: 50,50 € Resto do Mundo: 76 € Preço Avulso 0.80 € (IVA incluído) Editora e proprietária: Jortejo, Lda. Apartado 355 2002 SANTARÉM Codex

GERÊNCIA Francisco Santos, Ângela Gil, Albertino Antunes

Departamento Financeiro Ângela Gil (Direcção), Ana Rita Fonseca, Catarina Branquinho, Gabriela Alves e Patrícia Santos. info@lenacomunicacao.pt

Departamento de Marketing Susana Santos (Coordenação) e Catarina Fonseca marketing@lenacomunicacao.pt

Departamento Recursos Humanos Nuno Silva (Direcção) e Sónia Vieira. drh@lenacomunicacao.pt

Departamento Sist. Informação Tiago Fidalgo (Direcção) e Hugo Monteiro. dsi@lenacomunicacao.pt

Unidade de Projectos Lúcia Silva (Direcção) projectos@lenacomunicacao.pt Tiragem semanal 9.500 exemplares Depósito Legal 13 983/86 Sócios com mais de 10% de capital Sojormédia: 83% Nº Registo no ICS: 111209 (20.11.85) Nº Contribuinte: 501636110

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico envoi fermé autorisé par les PTT Portugais · Autorização - Autorisation: Nº 16 DE 001602 DCE pode abrir-se para verificação postal

É claro que isto tem os seus custos, porque os cardumes de assessores que nadam nas águas que os gabinetes metem não são pechinchas. Mas também tem os seus benefícios, porque, escrever um discurso em vez de dois, representa poupança e coerência.

Aquilo não foi um discurso, foi um biscurso. Querem saber porquê, onde, quando e como? Então lá vai. Há dias, num daqueles congressos em que os que já estiveram no governo – tipo Catroga, Bagão, Salgueiro e se fartaram de fazer asneiras – vão ensinar aos que lá estão agora como é que se faz, Suas Excelências o Ministro das Obras Públicas e o Secretário de Estado das ditas fizeram exactamente o mesmo discurso. Rigorosamente o mesmo: as mesmas palavras, as mesmas vírgulas, as mesmas pausas, o mesmo papel. Foi tudo igual! E os maldizentes, que andam por aí sempre à cata destas “gaffes”, logo se atiraram ao governo e aos governantes com argumentários virulentos e, pior ainda, ridicularizando a situação. Meu Deus, como são injustos! Minha Nossa Senhora (é “minha”? ou é “nossa”? Nunca sei...), como estão errados! Como são atrasados do intelecto e desrespeitadores das Instituições! Então essa gentalha não percebeu que o facto de dois ilustres membros do mesmo ministério – mais concretamente Sua Excelência o Senhor Ministro e o seu Secretário – fazerem, numa cerimónia pública, o mesmo discurso, isso só por si constitui uma grande prova de coerência e de coesão, e a demonstração de que, naquele ministério, todos falam a uma só voz e não andam por aí a dizer – como aquele MalAmado dos estrangeiros - que isto só lá vai com coligações, ia eu dizendo, que ambos os governantes pensam pela mesma cabeça, o que deveria constituir motivo de congratulação patrióti-

ca, democrática e republicana. Essas línguas de víbora também não perceberam – ou não alcançaram – que, numa conjuntura de poupança e contenção de gastos, o facto de dois membros do mesmo ministério terem feito o mesmo discurso, não é mais do que a prova provada de que o governo é capaz de encontrar soluções imaginativas para evitar desperdícios inúteis. Poupou-se tempo! Poupou-se trabalho! Poupou-se dinheiro! É que – havendo tanta coisa para governar – o facto de o discurso ser exactamente o mesmo, poupou aos oradores horas de reuniões para concertarem posições. No tempo em que – soit-disant – os animais, para além de falarem, também escreviam, eram os governantes que, para o bem e para o mal, escrevinhavam os seus discursos. Hoje não. Porque, além de dar muito trabalho, também há quem tenha limitações na escrita. E, por causa disto, inventaramse uns meninos e umas meninas com cursos de politólogos, e coisas assim, para escreverem as orações de sapiência aos governantes. É claro que isto tem os seus custos, porque os cardumes de assessores que nadam nas águas que os gabinetes metem não são pechinchas. Mas também tem os seus benefícios, porque, escrever um discurso em vez de dois, representa uma poupança de 100 %, um inesperado e generoso contributo para afugentar o FMI, coisa que nunca passou certamente pela torturada cabeça do Senhor Ministro das Finanças. Mas as poupanças não acabaram aqui. Porque, com um único discurso,

poupou-se papel, poupou-se a memória do computador, poupou-se electricidade, poupou-se tempo, poupou-se a tinta dos jornalistas. Como cantava o Tudela, “tudo é Kanimambo”! Só que a verrinosa oposição – melhor dito, oposições – não vê as coisas assim. E qualquer brisa lhes serve para provocar ciclones. Então não é que – em vez de exigirem a demissão dos atentos politólogos que escreveram o discurso – essa gentalha veio aos gritos exigir as cabeças pensantes de Sua Excelência a Ministro e do seu Secretário, menosprezando assim os méritos da clonagem oratória e das inerentes poupanças do erário público! Então essa arraia-miúda arruaceira ainda não congeminou que o Sócrates já disse que não há remodelações governamentais “à la carte”, e que, se tirar algum dos ministros que lá estão, ainda se arrisca a que venha outro pior? Sejamos sensatos! Baixemos à terra! Sejamos patrióticos, laicos e republicanos! E louvemos o biscurso dos nossos governantes, que eles bem merecem. E, já agora que falamos do discurso: alguém o leu?

Ps: - A Gala dos 25 anos de O Ribatejo constituiu – mais do que um ponto de encontro e de reencontro de amigos – um notável acontecimento. Para além da boa música e do excelentíssimo jantar, revelou-se o sucessor do Herman José: o rapaz vai longe e chama-se Pedro Fernandes. (Julgo que sei do que falo porque fui eu, há 25 anos – quando O Ribatejo saía da maternidade – que convidei o Herman para fazer O Tal Canal ).


OPINIÃO | PRAÇA PÚBLICA 5

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

números

há vinte anos

3 Marco Chagas era homenageado no Cartaxo na altura em que dizia adeus à sua brilhante carreira de ciclista. A CAP concentrava oito mil manifestantes em Rio Maior contra a política agrícola do governo e a exigir a cabeça do então ministro Arlindo Cunha. A regionalização administrativa voltava à ordem do dia com o PSD a apresentar um mapa com 5 regiões e o PS a propor entre 7 a 10.

Milhões é o número de trabalhadores que aderiram à greve geral da passada quarta-feira. Segundo os sindicados, dos três milhões de grevistas, apenas um milhão será do sector público e dois do sector privado. O número é significativo numa população activa de cerca de 4 milhões de trabalhadores e revela a grande adesão a esta acção de luta.

estrelas

Jorge Faria Pres. da Escola Superior de Gestão de Santarém

Rui Manhoso Pres. da Associação de Futebol de Santarém

Valdemar Henriques Dirigente da União dos Sindicatos de Santarém

A Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém está de parabéns. Pelo 25º aniversário que celebrou na segundafeira, e pelo sucesso que conseguiu alcançar e que está bem patente no facto de ser a maior escola do universo do Instituto Politécnico de Santarém. Um sucesso a que não é alheio o reconhecimento da qualidade do ensino aqui ministrado. (Ver notícia na pág. 21)

A Associação de Futebol de Santarém comemorou na sexta-feira, o seu 86º aniversário, com uma festa em que, ao contrário do que hábito, foi a aniversariante a oferecer uma prenda aos convidados. Atenta à crise que também afecta os clubes, a direcção da AFS presidida por Rui Manhoso decidiu devolver aos clubes associados o valor da taxa de jogo. (Ver notícia na pág. 26)

No distrito de Santarém, a greve geral de quarta-feira teve um impacto muito inferior ao sentido nas grandes cidades de Lisboa e Porto. Por cá, os efeitos da paralização fizeram-se sentir principalmente no sector público, em esspecial nas escolas, hospitais, centros de saúde, autarquias e outros serviços públicos. Já no sector privado, a greve terá registado uma adesão entre 20 a 50% nas principais empresas do distrito.

A espuma dos dias

Opinião

A Festa dos Livros

Armando Fernandes

A Festa dos Livros da Gulbenkian principia no dia 25 de Novembro e termina a 23 de Dezembro. Festa sem algazarra, sem tumulto de vozes, festa jovial pois os nossos maiores amigos – os livros, milhares de livros – estão ao nosso alcance a preços módicos.

Não adianta ensimesmarnos pelo descalabro das finanças públicas, não adianta carpirmos mágoas por sermos apontados a dedo como mau exemplo gastador daquilo que não temos, não adianta chorarmos sobre o leite derramado em tempos de suposta abundância onde até os remediados tiveram direito a crédito de modo a adquirirem segunda habitação, barquinho de encher o olho e automóvel prá menina e pró menino. A crise instalou-se, irá durar anos, restando-nos pouca consolação, mas a mais fácil será através da leitura, minha dama de sempre. Por assim pensar informo, advirto, grito aos leitores deste jornal a boa nova: a Festa dos Livros da Gulbenkian principia no dia 25 de Novembro e termina no dia 23 de Dezembro. Festa sem algazarra, sem tumulto de vozes, festa jovial pois os nossos maiores amigos – os livros, milhares de livros – estão ao nosso alcance a preços seguros, isto é: módicos, tendo em conta todo o aparato instrumental, mas acima de tudo pela relevância dos autores e temas que são marcas de excelência (o termo está em voga) a que desde sempre nos habituou a Fundação. Estou a fazer propaganda? Estou, claro que sim, a obras de alto valor cultural imprescindíveis à nossa aculturação em todas as áreas do saber, bases

Atoardas, falatórios e boatos fundamentais da possível e desejável recuperação económica a motivar o orgulho de sermos nós próprios. Durante dez horas de cada dia o interessado tem direito a contemplar, a ouvir o atrito do abrir as folhas, a acariciar e cheirar seiscentos títulos. Saciados esses quatro sentidos, pode fruir o quinto num espaço semi-restaurativo acolhedor e confortável. O leitor talvez ainda se lembre do poeta António Gedeão, sim o da Pedra Filosofal, pseudónimo de Rómulo de Carvalho, homem de ciência e excelente professor, dele serão apresentadas as Memórias, que espero ler dentro de dias. Das nossas andanças por toda a parte existem excelentes referências contidas no livro Património Português no Mundo: Arquitectura e Urbanismo, a ser também lançado nesse ágape cultural. Não tenho espaço, nem pretendo revelar todas as novidades, no entanto, para os amantes dos grandes clássicos refiro a História da Guerra do Peloponeso. O Natal está quase a repetir-se, é bem provável que a maioria de nós o festeje sem o fulgor dos anos transactos, a oferta de um livro amigo de todas as horas a familiares e amigos de sempre, será, seguramente, viva demonstração da nossa esperança no regresso de melhores dias. Faça o favor de ser feliz. Lendo.

Beja Santos

Sempre que alguém anuncia que vai procurar explicar como nasce, cresce e morre um boato, vou logo a correr, pressuroso, procurar perceber o que está por detrás do permanente sucesso do meio de comunicação mais antigo do mundo, baseado no” diz-se” e “consta”.

O livro chama-se “Mitos Urbanos e Boatos”, e nele a jornalista Susana André afoita-se numa investigação em torno de boatos consolidados, nacionais e estrangeiros, conta histórias de medos, de sexo, de ocorrências fantásticas, de assassinatos de carácter, guerras entre empresas, presunções, investidas e insidias com racismo, religião, ajustes de contas; ilustra até com histórias que se contam sobre gente famosa e que não têm base de sustentação. O que singulariza o boato? Algo de quem ninguém sabe a fonte, é posto a correr nas ruas, nos locais de trabalho, na internet. Por mais que se procure o seu controlo, o boato, que goza de má fama, mas que nos faz pôr o nariz no ar, às vezes nasce de confusão ou mesmo de uma réstia de fundamento, sobrevive e eclode como vírus potente. É um fenómeno social incontrolável. Todas as explicações em torno do boato ficam obrigatoriamente incompletas: podem justificá-lo como catarse, podem corresponder a pavores que mobilizam multidões, actuando premonitoriamente, à frente dos investigadores, podem ser peças de propaganda, podem ser o que os antropólogos, sociólogos e psicólogos possam supor, mas nunca o boato cabe numa norma plausível e universal, é o media mais imprevisível de todos os tempos. Susana André começa por se debruçar sobre os mitos urbanos, pequenas histórias com argumentos fantásticos, com difusão à margem da comunicação social. São relatos

que muitas vezes provocam angústia ou apreensão, insegurança, pavores sociais: agulhas infectadas nas cadeiras dos cinemas, tatuagens infantis impregnadas de LSD, assassinos nos bancos traseiros dos carros. São apresentados como alertas, para melhor garantirem a eficácia da propagação. Como é evidente, estas lendas urbanas pesam na opinião pública desacautelada, que muitas vezes se rende à aparente boa vontade de quem nos vem alertar, até disfarçado de entidade científica. Mudando de agulha Susana André passa para os escândalos sexuais, o boato em que o político, o futebolista ou cançonetista têm envolvimentos com foros de escândalo. Também aqui ninguém afiança a proveniência da notícia, a origem é indetectável. A internet é hoje o maior alfobre de atoarda e boataria. Como escreve a autora, “Ao abrigo de pseudónimos e moradas falsas, o ciberterrorismo é uma figura com futuro. Na terra dos blogues, redes sociais, virtuais e mensagens electrónicas, as velhas teorias da conspiração refrescaram-se e reproduziram-se”. Vídeos com montagens de figuras públicas, acusações de plágio, apelos de ajuda humanitária. Numa última e fértil linha da boataria, temos as conspirações e as distorções. Boato é isto mesmo, um rumor circulante, muitas vezes corrosivo em que a atitude mais recomendável é, pura e simplesmente, não lhe dar ouvidos… ou tratá-lo como boato.


6

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

A todos os patrocionadores e apoios

obrigado!

patrocĂ­nios

apoios

agradecimentos Florista Malmequer de LuĂ­sa

Bernardo Cabeleireiros de Paula Trindade

Esteticista Andreia Ricardo


7

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

25 anos ao ritmo da região

O apresentador do programa televisivo “5 para a meia-noite” Pedro Fernandes foi o grande animador da Gala de O Ribatejo que teve lugar no Cnema, em Santarém, no dia 18. O espectáculo contou com as actuações da Midnigth Band de David Antunes, do projecto Amar e da voz Sheila Raposo, revelação do 1º concurso da melhor voz do Ribatejo. Entre os cerca de 250 convidados, contaram-se as presenças do mi-

nistro dos Assuntos Parlamentares Jorge Lacão, do secretário-geral do PSD Miguel Relvas, da governadora civil de Santarém Sónia Sanfona, do presidente do Instituto de Emprego e formação profissional Francisco Madelino, da vice-presidente da CCDR LVT Vanda Nunes, dos presidentes das câmaras municipais de Santarém, Almeirim, Alpiarça e Constância, dos deputados do PSD Vasco Cunha e do Bloco de Esquerda José Gusmão, entre

muitos outras figuras das mais diversas áreas da região. Nesta VIII Gala, O Ribatejo distinguiu seis instituições e personalidades da região. O ”Troféu Empresa”, atribuído à Rodoviária do Tejo, foi recebido pelo presidente Martinho Costa e o administrador Orlando Ferreira; o “Troféu Carreira” foi entregue a José Eduardo Carvalho que cumpre o último mandato como presidente da NERSANT; o “Troféu Ensi-

no”, para o ISLA de Santarém, foi recebido por Manuela Madeira; o “Troféu Música” para o Conservatório de Santarém, foi atribuído à sua directora Beatriz Martinho; o “Troféu Cultura” para a Fundação Passos Canavarro, foi recebido pelos seus dirigentes Pedro e António Canavarro; e o “Troféu Resistência” para o Grupo de Guitarras e Canto de Coimbra, foi entregue a João Madeira Lopes e Humberto Martinho.

Troféu ∑ Associativismo Empresarial

Troféu ∑ Música

José Eduardo Carvalho

Grupo Guitarra e Canto

É Presidente da NERSANT – Associação empresarial da Região de Santarém, desde 1994, tendo feito desta instituição a principal voz e motor da economia regional. O Troféu O Ribatejo, na categoria Associativismo Empresarial, foi atribuído a José Eduardo Carvalho, pela sua importante obra em prole da afirmação e desenvolvimento do Distrito de Santarém, e pela notável capacidade que todos lhe reconhecemos de sempre ter conseguido mobilizar as forças vivas da região na definição e prossecução dos grandes projectos estruturantes do Distrito.

Nasceu no mesmo ano e na mesma casa onde O Ribatejo editou os três primeiros números do jornal – no Centro Cultural Regional, hoje Fórum Mário Viegas. Santarém deve-lhes um convívio musical de 25 anos a que souberam acrescentar sempre novos valores à tocata e ao canto. O Troféu O Ribatejo, na categoria Resistência, foi para o Grupo Guitarra e Canto de Coimbra por manter vivo o melhor da tradição académica da cidade de Santarém e do Fado de Coimbra, sempre com espectáculos memoráveis.


8

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

JORGE LACÃO MINISTRO DOS ASSUNTOS PARLAMENTARES

SÓNIA SANFONA, GOVERNADORA CIVIL DE SANTARÉM Quero dar os parabéns ao jornal O Ribatejo, que é uma referência na informação escrita no nosso distrito. Estou muito satisfeita por estar aqui hoje neste espectáculo e nesta sessão comemorativa, porque esta é o culminar de 25 anos de um trabalho muito sério e profissionalmente muito competente e que é também a imagem de marca da nossa região e do nosso distrito de Santarém. Portanto, quero deixar os meus parabéns muito sinceros a todos aqueles que dirigem e trabalham no jornal O Ribatejo, à forma como se empenham profissionalmente e conseguem obter os resultados que são conhecidos e que são reconhecidos e gostava muito que continuassem pelo menos por mais 25 anos a dar-nos uma boa informação, uma informação consistente, que é para todos uma referência no distrito de Santarém.

O Jornal O Ribatejo é uma publicação com uma grande relevância precisamente para a região e o distrito de Santarém. Na medida em que a sua intervenção ao longo destes 25 anos tem sido inestimável, na promoção do desenvolvimento regional e tem sido uma voz independente, dando voz de forma plural às representações seja de natureza politica, económica, social ou cultural no nosso distrito. Por isso, considero que desde o nascimento do jornal O Ribatejo, a comunicação social regional ficou extraordinariamente enriquecida, e é com muita satisfação que me associo a estes 25 anos comemorativos. O jornal O Ribatejo tem um lugar insubstituível na nossa imprensa regional e penso que o seu futuro será tão auspicioso quanto foi frutuoso o seu passado.

FRANCISCO MADELINO PRESIDENTE DO IEFP Um jornal regional que consegue sobreviver 25 anos, o que não deve ser fácil. Quem está na organização deve saber, mas a participação dos leitores e o tecido económico têm sido importantes. Quando se fala de um jornal regional, certamente que sente mais os problemas que existem em ternos nacionais. Dou sobretudo importância ao facto do jornal O Ribatejo ter mantido durante estes 25 anos um projecto, que eu diria sério, com um jornalismo sério, que deve ser realçado.

FRANCISCO MOITA FLORES PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE SANTARÉM Julgo que 25 anos é um aniversário importante para qualquer periódico, é uma idade já de prata. O Ribatejo está de parabéns, porque tem vindo a realizar um trabalho sério, rigoroso, de grande divulgação do Ribatejo, com capacidade de isenção forte e bem feito, bem escrito. Aliás, como pode imaginar, uma coisa bem escrita chama-me a atenção. Gostava de estar nas bodas de ouro do jornal, o que desconfio porque quando for as bodas de ouro do jornal, pelas minhas contas, o jornal estará cheio de saúde e eu já não devo estar. Mas desejo que chegue aos 50 anos com o mesmo ou mais sucesso ainda, porque nós queremos sempre mais, mas com mais sucesso para todos e muita felicidade para os que aqui trabalham.

MIGUEL RELVAS SECRETÁRIO-GERAL DO PSD Este é um aniversário com significado para quem, como eu, viu nascer este jornal e o acompanhou ao longo da minha vida. São mais de 25 anos, mas foram 25 anos bons, momentos d e encontros, desencontros, foram acima de tudo 25 anos que marcaram a realidade do distrito de Santarém e hoje está integrado num grupo que tem dimensão nacional na imprensa regional. Eu vi nascer O Ribatejo de outra forma, em outra amplitude, ainda me lembro do Carlos Cruz como director d’O Ribatejo e depois o Joaquim Duarte que tem sido sempre o rosto deste magnífico jornal.

Troféu ∑ Música

Troféu ∑ Empresa

Conservatório de Santarém

Rodoviária do Tejo

Só a música fala todas as línguas. A mais completa das artes tem a sua educação assegurada há 25 anos em Santarém pelo único Conservatório do país reconhecido como escola associada da Unesco. O Troféu O Ribatejo, na categoria Música, foi para o Conservatório de Música de Santarém, pela sua notável obra na área do ensino e promoção da música erudita na nossa Região.

Empresa herdeira dos antigos Transportes Claras, que liga as nossas cidades e aldeias desde 1866, o Troféu O Ribatejo, na categoria Empresa, foi atribuído à Rodoviária do Tejo, pelo seu desempenho e importância regional como empresa, com relevância para o insubstituível serviço público que presta à comunidade do distrito de Santarém no transporte rodoviário das populações e mercadorias.


9

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

VANDA NUNES

AFONSO CAMÕES

VICE-PRESIDENTE DA CCDR LVT

PRESIDENTE DO CA AGÊNCIA LUSA

Em primeiro lugar, deixo aqui o registo de uma grande amizade que tenho por uma equipa extraordinária que compõe este jornal, que dignifica o jornalismo, a região, o país, e que devia ser um exemplo a seguir por outros jornais regionais, nacionais, porque em primeiro lugar faz a notícia com informação, com coragem e dignidade. Estes 25 anos de persistência são sinónimo naturalmente de grande profissionalismo, qualidade e exemplo a seguir.

Eu assisti ao nascimento e ao crescimento do jornal O Ribatejo muito de perto. Vi planos das primeiras páginas que se desenharam. Vi o primeiro logótipo a nascer. Acompanhei muito o trabalho do Joaquim Duarte, que já conhecia como grande profissional no jornal Fundão, e acompanhei com ele a paixão do lançamento deste projecto que foi o primeiro filho do Joaquim Duarte. Lembro-me de outras pessoas ligadas ao jornal, do Francisco Viegas (já falecido) que é também um dos pais do jornal, e depois, sobretudo, do Carlos Cruz e de um conjunto de pessoas que o jornal foi agregando à sua volta. Um bom jornal regional é a região a falar consigo mesma e O Ribatejo, ao longo destes 25 anos, é isso mesmo, pôs o Ribatejo a falar consigo mesmo.

JOSÉ SOUSA GOMES PRESIDENTE DA CÂMARA DE ALMEIRIM

MÁRIO PEREIRA PRESIDENTE DA CÂMARA DE ALPIARÇA O Ribatejo é uma marca de referência, um jornal de referência em termos informativos na nossa região. É importante que continue a informar, a procurar dar aos seus leitores uma visão correcta daquilo que é o nosso distrito, a nossa região e naturalmente o concelho de Alpiarça. Aproveito para desejar mais 25 anos de vida ao jornal O Ribatejo, para além naturalmente de lhe desejar os parabéns por estes 25.

ANTÓNIO BARROCA RODRIGUES PRESIDENTE DO GRUPO LENA São 25 anos de comunicação, 25 anos de muita vida, 25 anos de feitos concretizados, e esperamos mais 25 anos pela frente para O Ribatejo.

JOAQUIM JOSÉ LOURO PRESIDENTE DO CA GRUPO LOURO

JOSÉ GUSMÃO DEPUTADO DO BE

O Ribatejo é uma referencia aqui para a nossa região. É um jornal que tem mantido a tradição, tem-nos mantido informados sobre os acontecimentos que têm vindo a acontecer durante estes 25 anos e é assim um marco importante na nossa região.

O jornal O Ribatejo é uma das referências ao nível da imprensa local, do distrito de Santarém e de toda a zona do Ribatejo, e eu penso que a imprensa local tem um papel muito importante na promoção da cidadania em torno de questões que muitas vezes no tratamento nacional dos problemas acabam por ser esquecidas. Acho que se pode dizer que a imprensa local desempenha um papel fundamental para a coesão territorial.

A vida recente do jornal O Ribatejo merece muito respeito e muita consideração porque sempre que tem trabalhado comigo tem-no feito com base na verdade e honestidade da noticia, digamos que esta é a vida actual d’O Ribatejo. Mas eu assisti ao seu nascimento, o Carlos Cruz era meu colega na escola e portanto vi e acompanhei o esforço dele para fazer nascer O Ribatejo e sobretudo para sobreviver nos primeiros tempos, muito difíceis e que resultaram muito pelo empenhamento dele, empenhamento pessoal, trabalho pessoal, em que assisti muitas vezes ele próprio a ir buscar o jornal para distribuir, e tinha estado também na base da sua feitura, porque O Ribatejo no seu início teve o grande empenho do Carlos Cruz.

Troféu ∑ Cultura

Troféu ∑ Ensino

Fundação Passos Canavarro

ISLA Santarém

A funcionar em Santarém, no solar adquirido por Passos Manuel em 1841, a “Fundação Passos Canavarro - Arte, Ciência e Democracia” completa 10 anos de existência. O Troféu O Ribatejo, na categoria Cultura, foi atribuído à Fundação Passos Canavarro, pela relevante acção de promoção e divulgação cultural na região, assim como pelo apoio à investigação e ao trabalho de estudo e conservação do espólio de Passos Manuel.

O desenvolvimento de uma região e de um país dependem, essencialmente, de recursos humanos qualificados. Por isso, O Troféu O Ribatejo, na categoria Ensino, foi atribuído ao ISLA Santarém, pela sua obra na área do ensino superior e relevante contributo para a qualificação e formação dos quadros da nossa Região, ao longo dos últimos 25 anos que esta instituição já leva de vida.


10

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Campanha para o Banco Alimentar A Gala de Troféus o Ribatejo é também um oportunidade para festejarmos a solidariedade. Exemplo disso é a campanha de solidariedade “Um jornal um sorriso”, que todos os anos promovemos a favor de diferentes instituições de solidariedade social da nossa região e que agora reverteu a favor do Banco Alimentar contra a Fome. O produto da venda da última edição de 2009 do jornal O Ribatejo nas ruas e empresas de Santarém rendeu 4.500 euros, cujo cheque foi agora entregue a Ramiro Matos, presidente do Banco Alimentar Contra a Fome de Santarém, em plena Gala O Ribatejo. Fotos: António Vieira, João Baptista, João Nuno Pepino - Vídeo: Bruno Oliveira


11

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

santarém CÍRCULO CULTURAL SCALABITANO FAZ 56 ANOS

A As propostas de reforço de verbas para o investimento público no distrito foram chumbadas pelo PS, com abstenções do PSD e CDS/PP.

PS chumba obras nas barreiras Investimento público ∑ Propostas de alteração do PIDDAC chumbadas no Parlamento O investimento nas obras de consolidação das barreiras de Santarém foi chumbado no Parlamento pelos deputados do PS, com abstenções do PSD e do CDS/PP, e apenas os votos favoráveis do Bloco de Esquerda e PCP. Todas as propostas de alteração ao PIDDAC - Plano de Investimentos da Administração Central, apresentadas pelos deputados do PCP e do Bloco de Esquerda, foram chumbadas na segunda-feira na Assembleia da República, durante o primeiro dia de debate e votação na especialidade do Orçamento do Estado para 2011. Entre as propostas de alteração apresentadas pelo deputado do Bloco de Esquerda José Gusmão destacaram-se as verbas para as obras de consolidação das barreiras de Santarém, da ponte de Constância e da estação ferroviária do Entroncamento. José Gusmão disse a O Ribatejo que “em consequência do chumbo

das propostas o PIDDAC para o distrito sofrerá um corte de 80% em relação a 2009”. Para José Gusmão, “as medidas de austeridade previstas no Orçamento de Estado para 2011 repetem a receita que conduziu a Irlanda à actual crise”. O deputado do Bloco sublinha que para o distrito de Santarém estão em causa investimentos importantíssimos para a segurança das populações, como as barreiras de Santarém, a ponte de Constân-

Justificações para um chumbo

cia ou a estação do Entroncamento”. José Gusmão critica “o comportamento inflexível do PS que, mesmo reconhecendo a importância de algumas obras, não abriu qualquer excepção”. Critica igualmente “a hipocrisia do PSD que, depois de vir a Santarém fazer conferências de imprensa para reclamar mais verbas do PIDDAC, absteve-se na votação, inviabilizando as alterações. Temos dois PSD’s, um no

distrito a protestar por mais investimento público e outro em Lisboa a dar a mão ao governo nos cortes orçamentais”. O deputado do PCP António Filipe apresentou uma série de propostas de alteração ao PIDDAC para o distrito de Santarém, destacando-se igualmente a inclusão de verbas para a consolidação das barreiras de Santarém, para a reabertura da ponte de Constância e a remodelação da estação do Entroncamen-

∑ O deputado Vítor Baptista, da bancada do PS, afirmou que as alterações que o PCP, BE e PEV apresentaram em sede do PIDDAC aumentariam o défice orçamental de 2011 para 4,9 %, mais 0,3 pontos percentuais face à meta traçada na proposta de Orçamento para 2011, que é de 4,6 %. O PSD, através de Duarte Pacheco, explicou a posição da bancada de rejeição da votação do PIDDAC em sede de discussão de Orçamento. “É uma questão de princípio, nem sequer olhamos para a bondade das propostas que não deveriam ser votadas”, disse Duarte Pacheco. Assunção Cristas, do CDS-PP, anunciou que a posição do seu partido seria “sobretudo de abstenção”. Explicou que entenderam não apresentar propostas em sede de PIDDAC este ano, “atendendo às circunstâncias específicas” do País.

to, e a abertura dos procedimentos para a construção de um novo hospital a sul do distrito. “Já estamos habituados a este tipo de atitudes, embora com a novidade este ano de não haver excepções, todas as propostas foram chumbadas”, disse António Filipe a O Ribatejo. Sobre as barreiras de Santarém, António Filipe disse que a Câmara Municipal de Santarém já tem o projecto global de consolidação das encostas de Santarém, que representa um investimento muito elevado, da ordem dos 30 milhões de euros, sendo o IGESPAR a entidade com mais responsabilidades, mas poderá beneficiar de 80% de comparticipação através dos apoios do QREN”. O deputado sublinha que “é preciso avançar com as obras, urgentemente, porque a situação é muito perigosa, estão casas em risco”. João Baptista joao.baptista@oribatejo.pt

Para comemorar o 56º aniversário, o Círculo Cultural Scalabitano vai promover uma série de iniciativas, a começar já no dia 30 de Novembro, no Teatro Sá da Bandeira em Santarém, às 21h30, com o espectáculo musical interactivo”Beatriz Costa - Uma Mulher Admirável!”, e que terá a participação do Coro do CCS, da Orquestra Típica Scalabitana, da Academia de Dança e Expressão Corporal e do Veto Teatro Oficina. No dia 4 de Dezembro, às 10h00, junto à porta Este do Mercado Municipal, vai realizarse um último percurso republicano na cidade, nos “100 Anos da República”, sob a orientação de Vera Duarte, guia-intérprete de Santarém. No 4 de Dezembro, às 16h00, o Teatro Taborda do Círculo Cultural Scalabitano, vai ser palco conferência pelo Professor Doutor Fernando Rosas sobre “A Resistência Republicana durante a Ditadura e Estado Novo”, numa homenagem aos republicanos resistentes do CCS durante a ditadura,. No dia 9 de Dezembro, vai eralizar-se no Teatro Sá da Bandeira, às 21h30 o espectáctulo musical “Já é Natal!”, pelo Coro Infantil e Adulto do Círculo Cultural Scalabitanodirigido pelo maestro António Matias.

DÁDIVA DE SANGUE NA SOCIEDADE RECREATIVA OPERÁRIA A Sociedade Recreativa Operária de Santarém em colaboração com o Instituto Português de Sangue vai organizar uma colheita de sangue, na sua Sede na Rua Serpa Pinto, 125 - 1º Esqº em Santarém (PALÁCIO LANDAL) já dia 27 de Novembro das 9h00 às 13h00.


12 SANTARÉM

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

PSD prepara 1º Congresso Distrital

A A apresentação do livro incluiu um debate com deputados e representantes das diversas forças políticas.

Banksters, os verdadeiros culpados desta crise Debate ∑ Livro explica tudo sobre a actual crise financeira e económica “Fui levado a escrever este livro depois de ter ouvido uns senhores dos bancos a dizerem que a culpa da crise é de todos, na verdade uns são mais culpados do que outros, e para isso tive de recuperar a palavra banksters, que resulta da mistura de banqueiros com gangsters”, afirmou José Manuel Rolo, autor do livro “Labirintos da Crise Financeira Mundial” (2007-2010), apresentado no sábado, no salão nobre do Governo Civil de Santarém, numa sessão que incluiu um debate com os deputados do PSD, PCP e Bloco de Esquerda e representantes do PS e do CDS/PP, com moderação do director do jornal O Ribatejo Joaquim Duarte. Publicado pelas Edições Cosmos, de Joaquim Garrido, o livro “Labirintos da Crise Financeira Internacional” explica como, “em apenas dois anos, se passou de uma descuidada euforia a uma crise generalizada e profunda cuja solução não está à vista”. Professor universitário do Instituto de Ciências Sociais da Universidade de

Lisboa, José Manuel Rolo disse que “esta crise resultou do triunfo das ideias liberais na década de 80, nos EUA e Inglaterra, com a subida ao poder de Reagan e de Tatcher, que conduziu à desregulamentação dos mercados”. Sobre a situação de Portugal, o professor considera que “algo não está bem quando dos últimos quatro primeiros-ministros, dois saltaram lá para fora e os outros dois eram comentadores da televisão…” No debate que se seguiu, Tiago Leite, do CDS/PP de Santarém, recordou que “dantes o meu banco só me emprestava dinheiro para a casa se eu tivesse 20% do valor, depois veio a desregulação, as pessoas endividaram-se e isso foi o princípio do fim”. O deputado António Filipe, do PCP, afirmou a sua “perplexidade sobre como é que esta crise foi possível e como é que se aceita esta situação de termos o poder político submetido ao poder económico e mediático, o pensamento único a dominar os meios de comunicação, esquecendo que foi o dinheiro

dos contribuintes que salvou os bancos e são ainda os contribuintes que vão pagar os impostos e o resto por causa de uma crise de que não tiveram culpa”. “Ouvimos todos os dias que os trabalhadores que recebem o ordenado mínimo e os beneficiários do rendimento mínimo andam a gastar à tripa forra e, por isso, é que estamos em crise”, ironizou o deputado José Gusmão, do Bloco de Esquerda. “A necessidade de regulamentação dos mercados financeiros é consensual, só não se percebe porque não se tomam medidas de controlo dos movimentos financeiros”, defendeu José

Gusmão, citando uma frase do livro atribuída ao filósofo Montaigne: “entre o fraco e forte, a liberdade oprime e a lei liberta”. Nélson Carvalho, do PS, defendeu que a solução para a crise deverá passar por um reforço da integração na União Europeia. O deput ado Va s co Cunha, do PSD, referiu que “esta crise coloca em causa o modelo social e de desenvolvimento do ocidente e, ironicamente, são antigos países do bloco comunista que estão imunes à crise, com taxas de crescimento altas”.

“Se o FMI voltar a Portugal só vai deixar mais pobreza e recessão”

∑ Para José Manuel Rolo, “se o FMI voltar a Portugal, só vai deixar maior pobreza e mais recessão; como não pode desvalorizar a moeda vaise atirar aos suspeitos do costume, isto é, aos funcionários públicos, aos trabalhadores por conta de outrem, aos pensionistas e outros que não se podem defender”.

João Baptista

A distrital do PSD de Santarém anunciou esta semana que pretende realizar, no início do último trimestre de 2011, o 1º congresso distrital com o objectivo de central de “definir um rumo político” para os próximos anos. Em conferência de imprensa, o presidente da distrital, Vasco Cunha, referiu que, antes do congresso, o partido vai reunir com os militantes e apoiantes de todos os 21 concelhos do distrito de Santarém para reunir “contributos e propostas” para um diagnóstico da região e para preparar as próximas eleições autárquicas de 2013. “Este documento será a nossa plataforma política, o caderno de encargos do PSD para o distrito de Santarém durante os próximos anos”, frisou Vasco Cunha. O líder da distrital socialdemocrata sublinhou ainda que “o PSD quer reflectir sobre o distrito mas com as pessoas de cá, com quem conhece as necessidades da região”. Segundo

Vasco cunha, o documento que irá congresso vai abordar quatro grandes áreas: o Estado e a sua organização regional no distrito de Santarém, incluindo uma reflexão sobre o papel do Governo Civil e das comunidades intermunicipais; a área social com uma divisão em temas como saúde, educação e segurança social; e por último um capítulo designado “Novos Desafios” em que serão abordadas “indústrias criativas, a reforma das cidades e dos centros históricos”. Miguel Relvas, presidente da assembleia distrital e secretário-geral do PSD, salientou o carácter inédito deste congresso no contexto nacional do partido e afirmou que “é uma demonstração de que o partido está bem vivo no distrito e quer recuperar do mau resultado das últimas eleições”. Questionado pelos jornalistas, o secretário-geral do PSD recusou assumir que este congresso surge apenas com o objectivo de preparar eventuais eleições legislativas.

Campanha do Banco Alimentar no fim de semana Os Bancos Alimentares Contra a Fome voltam a apelar à solidariedade dos portugueses para mais uma recolha de alimentos nos dias 27 e 28 deste mês (sábado e domingo). Os portugueses têm sabido responder com grande generosidade aos apelos do Banco Alimentar com a doação de alimentos, e a Campanha que decorre este fimde-semana realiza-se num contexto particularmente difícil para as famílias, mas por mais pequena que seja a contribuição, muitas pessoas irão beneficiar dessa ajuda. Em 18 regiões do País, entre as quais Santarém e Abrantes, cerca de 30 mil voluntários devidamente identificados estarão à por-

ta de 1.147 estabelecimentos comerciais a convidar os portugueses a associarem-se a uma causa que já conhecem, doando as suas contribuições em alimentos. O produto da campanha será distribuído de imediato e localmente a pessoas com carências alimentares comprovadas através de mais de 1.800 instituições de Solidariedade Social previamente seleccionadas e acompanhadas ao longo de todo o ano por voluntários visitadores. Este modelo de intervenção permite uma grande proximidade entre quem dá e quem recebe e possibilita o desenvolvimento de um trabalho de inclusão social que vai para além do mero assistencialismo.


SANTARÉM 13

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

PASSEIO PEDESTRE EM VAQUEIROS A Scalabisport e a Junta de Vaqueiros organiza mo 1º Passeio em Vaqueiros, dia 4 de Dezembro, com oferta de Pequeno Almoço e Churrasco. Este passeio dará a conhecer os trilhos e as paisagens desta freguesia e terá inicio às 9h30 em frente à sede da Junta de Freguesia de Vaqueiros. Para as pessoas que se deslocam da cidade de Santarém e não tenham meio de transporte para usufruírem do passeio nesta freguesia rural, a Scalabisport assegura o transporte (até 50 pessoas), de Santarém a Vaqueiros e o regresso. (concentração às 8h45 em frente à Câmara Municipal). Este transporte é assegurado, mediante inscrição prévia, para: tiago.simoes@scalabisport.pt. No fim do churrasco, será sorteado um cabaz de Natal.

FEIRA DO LIVRO NO COLÉGIO INFANTE SANTO O Colégio Infante Santo organiza a XI Feira do Livro anual, a realizar entre os dias 9 a 17 de Dezembro, sob o tema “CIS no País das Palavras” . A abertura oficial da XI Feira do Livro ocorrerá na manhã do dia 9 de Dezembro. Durante a Feira do Livro, a comunidade educativa terá ao dispor um conjunto de actividades dinâmicas e interactivas, com destaque para a sessão com a escritora Maria João Lopo de Carvalho, no dia 14 de Dezembro.

RECRUTAMENTO DE AGENTES ELEITORAIS Até dia 26 estão abertas as inscrições para recrutamento de agentes eleitorais, nas juntas de freguesia da área de residência. Os agentes eleitorais exercem funções de membros das mesas. Têm direito a uma gratificação de 72,54 euros. Para mais informações consulte www.cm-santarem.pt.

JURISTA DA DECO ATENDE CONSUMIDORES O atendimento do jurista da DECO realiza-se no próximo dia 29 de Novembro, nas instalações da antiga Escola Prática de Cavalaria, onde funciona actualmente o NIAC – Núcleo de Informação Autárquica ao Consumidor, entre as 09h30 e as 12h30. Em Novembro, excepcionalmente, as marcações devem ser feitas apenas para o telefone 243 329 950 – DECO. Este serviço é gratuito, ao Abrigo do Protocolo CMS/DECO, somente Munícipes do concelho de Santarém.

A António de Sousa exaltou-se durante leitura do acórdão e foi retirado da sala pelos guardas prisionais

Homicida da Pastelaria Real condenado a 22 anos Colectivo de juízes ∑ Decisão teve em conta a personalidade violenta do arguido e a manifesta falta de arrependimento Precisamente um ano após o crime, o homem que matou a tiro a excompanheira na pastelaria Real foi condenado a 22 anos e seis meses de prisão efectiva, em cúmulo jurídico. Na terça-feira, dia 23 de Novembro, o colectivo de juízes do Tribunal de Santarém considerou António de Sousa, de 49 anos, culpado de um crime de homicídio qualificado, um de violência doméstica e três de detenção de arma proibida, e condenou-o ao pagamento de quase 80 mil euros ao filho da vítima, Diogo Moita, de 19 anos, a título de indemnização cível. O assassino, que nunca aceitou o fim do relacionamento, planeou com grande frieza a morte de Maria Alice Duarte, então com 47 anos. Três dias antes do crime, redigiu uma carta ao seu filho a contar que

planeava suicidar-se após matar a mulher, suspeitando que ela estaria envolvida com outro homem. A 23 de Novembro de 2009, entrou na Pastelaria Real com uma caçadeira de canos serrados e disparou à queima-roupa sobre Maria Alice, que morreu no local. De seguida, deixou um segundo bilhete em cima do balcão e tentou o suicídio, mas o tiro acertou-lhe apenas de raspão. A vítima passou as últimas semanas de vida ater-

rorizada pelo arguido. Ficou também provado que, a 31 de Outubro de 2009, António de Sousa surpreendeu Maria Alice à porta da sua residência, em S. Domingos, tendo-a obrigado a entrar em casa com um machado apontado à cabeça. De seguida, ameaçou-a de morte com uma pistola calibre 6.35 e uma faca, obrigando a vítima a ter relações sexuais. A perseguição constante que o arguido lhe movia levou Maria Alice a apre-

Filho da vítima aceita decisão do tribunal

∑ “Nenhum castigo trás de volta a minha mãe, mas a pena foi minimamente adequada, tendo em conta o que é aplicado em crimes idênticos”, disse ao nosso jornal o filho da vítima, Diogo Moita, que se constituiu assistente no processo. O seu advogado, Afonso Lopes, considerou que “foi feita justiça” e ficou satisfeito com o “facto do pedido de indemnização cível ter sido atendido quase na totalidade”. “Só vou ponderar a hipótese de interpor recurso depois de analisar em pormenor o acórdão e de reunir com o meu constituinte”, disse ao nosso jornal o advogado do arguido, Filipe Dionísio.

sentar queixa na Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) e à PSP de Santarém, que, a 5 de Novembro, surpreendeu António de Sousa na posse da arma 6.35, ilegal e adaptada para fogo real, e da faca. Foi presente ao Tribunal de Santarém, mas acabou por sair em liberdade com apresentações periódicas na esquadra da PSP da sua área de residência, Torres Novas. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt

PS CRITICA INTERESSE DE MOITA FLORES EM CANDIDATAR-SE POR OEIRAS OU SINTRA O Partido Socialista de Santarém “deplora a postura do presidente da Câmara Municipal de Santarém do PSD, devido às suas declarações a órgãos de comunicação social, onde o Dr. Moita Flores exibe uma entusiasmada e ansiosa disponibilidade para ser candidato aos Municípios de Oeiras, Cascais ou Almada”. Para o PS, “este anúncio de extemporâneas candidaturas a dois Concelhos da Área Metropolitana da Lisboa manifesta, não apenas uma indisfarçável ambição de protagonismo pessoal, mas também e sobretudo, uma tácita declaração de desinteresse, quer face ao cargo que ocupa, quer face à população do Concelho de Santarém”. O PS de Santarém considera que “é claro agora para todos que o Dr. Moita Flores - tal cometa fugaz -, apenas se tenha servido de Santarém como trampolim para outros voos. Só é pena que, entretanto, com esta passagem meteórica e devastadora, o PSD deixe Santarém de rastos com a gestão horrível que têm vindo a protagonizar”.


14 SANTARÉM

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Santarém nas cidades contra a pena de morte O Município de Santarém volta a associar-se à iniciativa mundial “Cidades para a vida – Cidades contra a pena de morte”, que se realiza no próximo dia 30. Em Santarém, tem lugar uma cerimónia evocativa da efeméride, às 11h30, junto à estátua de Marquês Sá da Bandeira. A autarquia associa o Marquês Sá da Bandeira à iniciativa, pelo seu espírito humanista e generoso, bem como por ter dedicado grande parte da sua vida à luta contra o esclavagismo, até conseguir que a escravatura fosse abolida, em 1869. A Amnistia Internacional convidou todos os municípios portugueses a aderir à iniciativa, com o objectivo de sensibilizar a sociedade civil quanto à abolição da

pena de morte iluminando um pelourinho ou outro monumento de igual importância simbólica. “Cidades para a vida – Cidades contra a pena de morte” é uma iniciativa mundial que nasceu em 2002 pela mão da Comunidade de Santo Egídio e que a Amnistia Internacional tem vindo a apoiar. A primeira edição da iniciativa contou com a participação de mais de 80 cidades em todo o mundo. O número tem vindo a aumentar e em 2008 aderiram quase mil cidades. A organização pretende ultrapassar este número, deixando claro que a pena de morte é um sinal do passado, mas reconhecendo que ainda há um longo caminho a percorrer até que seja abolida de forma definitiva.

A Fantasma da crise e dos cortes orçamentais na cultura passou nos discursos dos premiados na Gala.

“Cimeira”do teatro português na Gala Santareno Cultura ∑ Instituto Bernardo Santareno premiou os melhores do teatro português

PEDRO MATAFOME AGENTE DE EXECUÇÃO CÉDULA 1793 Tribunal Judicial de Santarém Processo: 139/08.4 - 3.º Juízo Execução Comum - Pagamento de Quantia Certa Exequente: Banco Comercial Português, S.A Executado: Rosa Maria Teixeira Romariz e Joaquim da Conceição Cândido dos Santos

EDITAL 1.ª PUBLICAÇÃO

Faz-se saber que, nos autos acima identificados, se encontra designado o dia 15 de Dezembro de 2010, pelas 9:30 horas, no Tribunal Judicial de Santarém - 3.º Juízo, sito no Campo Sá da Bandeira 2000-024 Santarém, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na secretaria deste Tribunal, pelos interessados na compra do seguinte bem: VERBA I PRÉDIO URBANO, sito no Largo Pedro António Monteiro, no segundo andar com área total de 90 m2, na Freguesia Marvila, Concelho de Santarém, destinado a habitação, inscrito na matriz sob o art. 1959 fracção C e descrito na Conservatória do Registo Predial de Santarém sob o n.º 99 fracção C. O bem pertence ao executado Joaquim da Conceição Cândido dos Santos contribuinte 222893419 VALOR BASE: 99.503,84 € (noventa e nove mil quinhentos e três euros e oitenta e quatro cêntimos). Será aceite a proposta de melhor preço acima do valor de 69.652,68 € (sessenta e nove mil seiscentos e cinquenta e dois euros e sessenta e oito cêntimos), correspondente a 70 % do valor base. É fiel depositário, o próprio executado, devendo mostrar o bem, a pedido. Das propostas apresentadas deverão os proponentes, juntar cheque visado à ordem do Solicitador de Execução, no montante correspondente a 5% do valor base do bem ou garantia bancária no mesmo valor, como caução, identificar-se, fazendo constar das mesmas o nome completo, morada, número de bilhete de identidade e número de contribuinte, em envelope selado somente com a indicação na parte exterior do no de processo e juízo e tribunal correspondente. As propostas remetidas por correio deverão ser enviadas de forma a serem recebidas antes da data e hora agendadas. Não se encontra pendente nenhuma oposição à execução, nem foram reclamados créditos. Amiais de Baixo, 19 de Novembro de 2010 O Agente de Execução Pedro Matafome (em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1308 de 26.11.2010)

“Isto parece a cimeira do teatro português, mas sem o aparato da segurança”, comentou bem-humorado o actor Rui Mendes, ao olhar para a plateia do Teatro Sá da Bandeira, onde se reuniram alguns dos mais prestigiados nomes do teatro português. Na V Gala Santareno, os actores Rui Mendes e Ana Paula foram distinguidos com os Prémios Santareno de Teatro 2010 na categoria Carreira. O fantasma da crise e os seus efeitos na cultura, com os cortes nos apoios do Estado ao teatro, estiveram presentes em muitas das intervenções dos premiados. “Tive a felicidade de ser amigo do Bernardo Santareno, talvez o melhor dramaturgo do século XX, que nasceu em 1920 e morreu em 1980, e passou a vida a escrever e a tentar que as suas peças fossem representadas no pior tempo da vida deste país”, sublinhou Rui Mendes. O presidente da Câmara de Santarém, Francisco Moita Flores, considera que “é ruim cortarem na cultura, porque a cultura

é a raiz mais profunda da nossa identidade. Hoje, 36 anos após o 25 de Abril, temos pela frente um caminho afunilado e não sabemos como vamos sair dele. Mas os dias em que Rui Mendes recusou receber um prémio de teatro porque não havia liberdade, os dias em que Bernardo Santareno via as suas peças serem proibidas e censuradas, esses dias não voltarão”. Moita Flores acredita que “pesem embora os sacrifícios, o teatro vai florescer, com a dádiva e a generosidade das pessoas do teatro, porque todos nós precisamos desta capacidade de sonhar as utopias da igualdade e fraternidade”. Atribuídos pela Câmara de Santarém e pelo Instituto Bernardo Santareno, os Prémios Santareno de Teatro distinguiram na categoria Interpretação, os actores Custódia Gallego, pela sua interpretação na peça “Vulcão”, e Nuno Lopes, pelas interpretações em “A Cidade” e “Num dia como os outros”. A peça “A Cidade”, pelo

Teatro da Cornucópia com encenação de Luís Miguel Cintra, foi a distinguida na categoria Espectáculo. Os jovens actores Sara Prata, em “As muralhas de Elsinore”, e Graciano Dias, em “O Príncipe de Homburgo”, recebem o prémio Revelação, indo este ano os prémios especiais para o projeto “PANOS Palcos Novos Palavras Novas”, da Culturgest, e para o Festival Internacional de Teatro de Expressão Ibérica (FITEI). O presidente do Instituto Bernardo Santareno, Vicente Batalha recebeu o prémio especial de Encenação pela peça “A Promessa”, de Bernardo Santareno. Os Prémios Santareno

de Teatro foram entregues numa gala que se realizou no domingo, 21, no Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, e que contou com a participação de artistas como a soprano Ana Paula Russo, o pianista Nuno Lopes, a fadista Cristina Branco, os jovens bailarinos Funky Flex Crew, o grupo de dança Fresh Flava, a Grande Orquestra José Santos Rosa e o Coro dos Pequenos Cantores de S. Francisco. A gala foi apresentada pelos actores Cláudia Semedo e José Afonso Pimentel. João Baptista


SANTARÉM 15

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Pai vê filho morrer em acidente

ACIDENTE DEIXOU POPULAÇÃO CHOCADA

Abitureiras ∑ Jovem de 16 anos morre em despiste de viação

No domingo, dia mundial em memória das vítimas da estrada (cujas comemorações nacionais decorreram em Santarém), o ambiente era de grande consternação na casa da família do jovem, em Abitureiras. João Diogo, o mais novo de três filhos, frequentava o 10º ano em Santarém e era um aluno bastante razoável. Ambos os jovens eram muito bem vistos e estimados por quem os conhecia. A vítima era amigo de infância do condutor, que mora em Póvoa do Conde, uma aldeia vizinha. Bernardo, que tirou a carta de condução há poucos meses, tinha pedido emprestado a um outro amigo pouco tempo antes do acidente. Sofreu várias escoriações na face e ferimentos ligeiros nos braços, tendo sido assistido no Hospital de Santarém.

Um jovem de 16 anos morreu na sequência de um despiste de viação ocorrido na aldeia da Lamarosa, Abitureiras, concelho de Santarém, no sábado, 20 de Novembro, ao início da noite. O pai, que mora a cerca de três quilómetros do local do acidente, conversou com o filho durante as operações de desencarceramento e antes dele ser transportado ao Hospital de Santarém, onde faleceu já depois da meia-noite. João Diogo Zibaia Almeida tinha acabado de jantar por volta das 21 horas e disse ao pai que ia ao café, como fazia habitualmente ao fim-de-semana. À sua espera, estava o amigo Bernardo, de 19 anos, ao volante de um carro que tinha pedido emprestado. Por ra-

zões que estão a ser investigadas pela GNR, os jovens despistaram-se numa zona de recta com boa visibilidade, dentro da aldeia da Lamarosa. O ligeiro de mercadorias conduzido por Bernardo foi embater com grande violência num pilarete de cimento e de seguida numa árvore, ambos do lado contrário da estrada. A vítima mortal ficou encarcerada, preso ao nível dos membros in-

A João Diogo Zibaia perdeu a vida no dia da memória pelas vítimas da estrada feriores, mas consciente. “Não há nada que consiga descrever esta dor”, disse ao nosso jornal o pai, Helder Zibaia, que ainda conseguiu trocar algumas palavras com o fi-

lho durante as operações de socorro. João Diogo foi assistido no local por uma equipa médica do INEM e transportado ao hospital de Santarém, onde já estava a ser preparada a sua

evacuação de helicóptero para Lisboa, mas acabou por não resistir aos ferimentos. João Nuno Pepino joao.pepino@oribatejo.pt


16

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

região lezíria do tejo santarém UMA DOR TREMENDA IMPOSSÍVEL DE ESQUECER

A Em Santarém, as comemorações arrancaram com um simulacro de um desencarceramento

Dia da memória no distrito Acidentes ∑ Organizações sustentam que a sinistralidade rodoviária está a aumentar Santarém foi a cidade escolhida para acolher as cerimónias oficiais do dia mundial em memória das vítimas da estrada, que decorreram no domingo, 21 de Novembro. A escolha teve por base o facto de “Santarém e Setúbal serem os distritos do país onde a sinistralidade rodoviária mais tem aumentado”, referiu ao nosso jornal Manuel João Ramos, presidente da Associação dos Cidadãos Auto-Mobilizados (ACAM), uma das organizações da sociedade civil que integra a plataforma “Estrada

Viva – Liga Contra o Trauma”, responsável pelas várias iniciativas que decorreram ao longo do dia. A justificação avançada por Manuel João Ramos contraria os números oficiais da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). Em relação ao distrito, em 2010, há menos 28 mortes a lamentar (41 contra 69, comparando com o número de óbitos registados até 15 de Novembro de 2009) e menos 11 feridos graves. “O problema é que ninguém já acredita nas estatísticas oficiais

do governo. São pura propaganda”, justificou o presidente da ACA-M, adiantando que “os números que temos indicam-nos outra realidade, porque incluem a mortalidade a 30 dias, e não apenas aqueles que morrem no local e no dia do acidente”. Manuel João Ramos não tem dúvidas que a sinistralidade rodoviária em Portugal “está a aumentar”, e refere que, de todas as medidas necessárias para combater o fenómeno, a mais urgente seria “a realização de uma

auditoria de segurança séria e credível às estradas portuguesas”. O responsável estima “que talvez 10 a 20% seriam encerradas”, porque “não cumpram os requisitos mínimos em termos de segurança e transitabilidade, sendo elas próprias as primeiras causadoras de acidentes”. “Deve haver milhares de passadeiras mal colocadas à saída de rotundas há espalhadas pelo país, que são um verdadeiro perigo para o condutor e para os peões?”, exemplifica o presidente da ACA-M.

Estrada 118 em Benavente vai para obras O Governo Civil de Santarém assinalou o Dia da Memória em Benavente onde está um dos troços de estrada mais sangrentos do distrito, a nacional 118. Esta estrada representa, segundo a Estradas de Portugal, cerca de 30% da sinistralidade rodoviária na rede viária a cargo desta empresa pública. Em 2009, aconteceram nesta estra-

da 19 acidentes e há registo de seis mortos, sete feridos graves e 31 feridos ligeiros. Para ajudar a resolver a sinistralidade no troço da 118, numa extensão de 13,5 km mais crítica entre Porto Alto (Benavente) e Montijo, a Estradas de Portugal anunciou neste dia um investimento de 260 mil euros num plano de intervenção que estará em breve

no terreno. Foram identificados três troços de estrada com cerca de 500m de extensão cada, onde se verificou a maior ocorrência de acidentes rodoviários. Nestas zonas, a sinalização vai ser reforçada através de painéis com aviso de zona perigosa, com a colocação de barreiras no centro da via e com a colocação de radares controladores de velocida-

de. A estrada vai também ser marcada com novas linhas e vão ser instaladas guardas de segurança. Se circular nesta via depois destas obras fique a saber que terá novas zonas em que será proibido ultrapassar e zonas em que vão haver sinais luminosos no chão que indicam quando se excede a velocidade máxima permitida.

As comemorações do dia da memória incluíram a simulação de um desencarceramento, em frente ao W Shopping, uma missa na Sé de Santarém, a deposição de velas no memorial às vítimas da estrada e uma sessão solene, que contou com testemunhos de familiares que perderam entes em acidentes e o lançamento do livro “A Culpa Não Foi Minha”, de Maria João Martins, apresentado pelo escritor Rui Zink. João Nuno Pepino

Numa cerimónia em que o presidente da Câmara de Santarém, Moita Flores, exortou todos aqueles que perderam entes próximos na estrada a “transformar a sua dor eterna em coragem e força para combater este flagelo”, a sessão solene ficou marcada pelos testemunhos directos de alguns familiares, membros de associações cívicas que pertencem à plataforma Estrada Viva. É o caso de Lucinda e Bernardino Maçorano, um casal da Quinta do Conde que perdeu o filho “Nando”, militar da GNR que tinha 26 anos, num acidente de moto a 20 de Setembro de 2008. “É algo de que nunca vou recuperar”, disse ao nosso jornal a mulher, de 48 anos, até porque “a morte permanece envolta num mistério, uma vez que as circunstâncias não foram devidamente averiguadas pelas autoridades”, afirma. Anabela Timóteo, do Cacém e pertencente à Associação “A Nossa Âncora”, está de luto desde desde 2002, ano em que perdeu o filho Nelson Filipe num acidente de carro num dos pontos negros do IC19. Tinha 22 anos. “O número de acidentes naquele local diminuiu desde as obras de alargamento no IC19, mas foi preciso uma grande luta para as fazerem”, recordou.


SALVATERRA DE MAGOS | CARTAXO | REGIÃO 17

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

PS CARTAXO REALIZA CONVENÇÃO AUTÁRQUICA A concelhia do PS do Cartaxo vai realizar uma convenção autárquica no sábado, 27 de Novembro, a partir das 14h30, no auditório municipal da Quinta das Pratas. Os trabalhos serão divididos em dois painéis, “agricultura e florestas: um motor de desenvolvimento sustentável” e “desafios autárquicos para 2011”, onde vão intervir Paulo Caldas, presidente da Câmara do Cartaxo, Maria Manuel Simão, presidente da Assembleia Municipal, Miguel Galante, adjunto de secretário de Estado das Florestas, ou o vereador Pedro Gil, entre outros. Antes da sessão de encerramento, que está marcada para as 17h30, a concelhia socialista local vai entregar um distintivo comemorativo aos militantes com 25 anos de filiação.

Nova esquadra da PSP será concluída em 2011 Primeira fase de construção ∑ Foi concluída no final de Outubro A nova esquadra da PSP do Cartaxo deverá entrar em funcionamento já no próximo ano, uma previsão da Câmara do Cartaxo depois da primeira fase da obra ter sido concluída no final de Outubro. No início de Novembro, começaram os trabalhos de acabamento do interior do edifício, situado junto ao campo da feira da cidade. Segundo a autarquia, após esta fase, seguem-se os trabalhos de arranjos exteriores e dos espaços envolventes, que “deverão estar terminados no prazo máximo de seis meses”. O equipamento, cujo protocolo para a cons-

trução foi assinado entre a autarquia e o Ministério da Administração Interna em Janeiro de 2009, tem um custo aproximado de 1,5 milhões de euros, com uma fatia de 90% a ser suportada pelo Estado. O concurso público e a adjudicação da obra

foi feita um ano depois, pela Câmara do Cartaxo. O primeiro anúncio da construção da esquadra foi feito com pompa e circunstância em Maio de 2008, durante as comemorações oficiais do 132º aniversário do Comando da PSP de Santarém. Como

o Cartaxo foi a cidade escolhida para acolher as cerimónias, o então ministro Rui Sá Gomes chegou mesmo a prever a sua conclusão durante 2009, ano em que, na realidade, foi assinado apenas o protocolo para a sua construção.

MOTARDS ORGANIZAM FESTA POR DOENTE ONCOLÓGICA O grupo motard “SoulFly” vai realizar uma festa de beneficência a favor dos filhos menores de Mariana Batista, uma doente oncológica que está prestes a iniciar um novo ciclo de radioterapia e quimioterapia. A iniciativa decorre no pavilhão da comissão de festas de Marinhais, concelho de Salvaterra de Magos, no sábado, 27 de Novembro, a partir das 15h30, com concentração motard, jantar convívio, espectáculo musical e muitas surpresas. Mariana Batista perdeu o marido há quatro anos, devido tambéma um cancro, numa altura em que ela própria já lutava contra a doença. Como de momento se encontra de baixa, os lucros serão utilizados na compra de bens essenciais para os filhos de 8 e 14 anos.


18 REGIÃO | RIO MAIOR

Bombeiros celebram 118º aniversário A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Rio Maior vai assinalar o 118º aniversário da sua fundação nos dias 7, 8 e 12 de Dezembro com várias actividades repartidas pelas três datas. Destaque para a sessão solene com condecorações, atribuição de medalhas e entrega dos

prémios “Bombeiro do Ano / Comandante Dr. Eduardo Agostinho” e “Recruta do Ano 2009”, que se realiza no dia 8 de Dezembro, feriado nacional, a partir das 16 horas. As comemorações arrancam no dia 7, a partir das 20h30, com um desfile apeado e motorizado pelas principais ruas da cidade.

Duas novas creches em funcionamento As novas creches das freguesias de Chainça e Malaqueijo, no concelho de Rio Maior, vão ser oficialmente inauguradas na sexta-feira, 26 de Novembro, às 14 e 16 horas, respectivamente. As placas vão ser descerradas pela secretária de Estado da Reabilitação, Idália Moniz,

e pela presidente da autarquia, Isaura Morais. Cada um destes equipamentos de apoio à infância tem capacidade para acolher um máximo de 33 crianças, dos quatro meses aos 36 meses de idade, e vêm preencher uma lacuna sentida em ambas as freguesias.

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Rio Maior mostra Portugal aos imigrantes Viagens ∑ Estão programadas novas iniciativas em 2011 O centro local de apoio à integração de imigrantes (CLAII) de Rio Maior organizou uma viagem a Sintra e Lisboa, no passado dia 14 de Novembro, que serviu para mostrar alguns dos pontos de atracção turística do país a imigrantes que residem no concelho. Segundo a Câmara de Rio Maior, responsável pelo funcionamento do CLAII, esta foi a primeira de um conjunto de três viagens integradas na actividade “Conhecer Portugal, Viver a Cultura”, cujo grande objectivo é dar a conhecer elementos do património histórico e cultural português às

A Iniciativa visa dar a conhecer os monumentos e património português comunidades estrangeiras residentes no país. Os excursionistas começaram por visitar o Palácio de Queluz, de manhã, seguindo depois para Sintra e Lisboa, na zona de Belém. Segundo

uma nota de imprensa da autarquia, as próximas viagens estão já programadas para os meses de Abril e Setembro de 2011, incluindo roteiros ao sul e norte do país, respectivamente.

Estas actividades realizam-se no âmbito do projecto “vive a diversidade”, que é co-financiado por várias entidades públicas dentro da iniciativa “promoção da interculturalidade a nível municipal”.


CORUCHE | ALMEIRIM | BENAVENTE | REGIÃO 19

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Solidariedade em Coruche Espírito Indomável ∑ Actores de novela ajudam famílias carenciadas Melânia Gomes e Pedro Górgia, actores da telenovela “Espírito Indomável”, que está a ser rodada em Coruche, vão estar na vila no próximo dia 1 de Dezembro, a “trocar” au-

tógrafos por bens alimentares, roupas, sapatos, cobertores e brinquedos para distribuir pelas famílias mais carenciadas do concelho. Esta iniciativa de solidariedade tem como

Misericórdia tenta acordo com Câmara

A Santa Casa da Misericórdia de Santarém (SCMS) não vai, para já, accionar judicialmente a Câmara de Almeirim pela demolição do imóvel que garante pertencer-lhe na rua Dr. Francisco Nunes Godinho. Reunida para analisar este caso na segunda-feira, 22 de Novembro, a Mesa da Santa Casa decidiu mandatar o vice-provedor e advogado Luís Valente para tentar chegar a um acordo com a autarquia que salvaguarde os interesses e o património da Misericórdia. “Ainda aguardamos por uma explicação por parte da Câmara de Almeirim, mas decidimos não avançar já pela via judicial e tentar resolver a situação de comum acordo”, afirmou ao nosso jornal o Provedor da SCMS, Mário Rebelo, frisando que a instituição “tem um prazo legal de seis meses para avançar com a queixa-crime, caso se chegue a esse ponto”. “A Câmara não pode alegar que desconhecia a propriedade do imóvel uma vez que, a 16 de Agosto, emi-

tiu uma licença de obras em nome da Santa Casa”, disse ainda Mário Rebelo, explicando que o edifício em causa é pertença da Misericórdia desde 1964, por doação dos antigos proprietários. A SCMS possui caderneta e certidão do registo dos números de polícia 27, 29 e 31. Recorde-se que, há cerca de duas semanas, a Câmara Municipal de Almeirim demoliu a casa devoluta que existia nos números 29 e 31, para construir um parque de estacionamento. O presidente da autarquia, Sousa Gomes, explicou ao nosso jornal que a demolição foi acordada com um particular que se julgava ser o legítimo proprietário do imóvel, e que apresentou documentos de titularidade aquando da celebração do protocolo para cedência do espaço para estacionamento público. O autarca admitiu a hipótese de “se estar perante um problema jurídico complicado”, uma vez que “vamos ter que confrontar os documentos para perceber quem terá razão”.

objectivo trazer um pouco mais de alegria natalícia a muitas famílias que atravessam dificuldades económicas por todo o concelho, uma zona rural que tem sido particularmente

afectada pela crise económica. Presentes nesta iniciativa vão estar também os actores Luís Lourenço, Joana Caçador e Marta Brito, mas apenas no intervalo das gravações.

Corte ilegal de sobreiros em Benavente A GNR de Coruche detectou um corte ilegal de 27 sobreiros em bom estado, efectuado em Santo Estêvão, concelho de Benavente, por uma empresa do ramo imobiliário com sede em Lisboa. Segundo um comunicado de imprensa da GNR, esta sociedade estava licenciada para efectuar o cor-

te de sobreiros secos, mas uma patrulha do Núcleo de Protecção Ambiental do Destacamento Territorial de Coruche detectou que também foram cortados sobreiros em bom estado vegetativo, espécie protegida por lei a que valeu à empresa a elaboração de auto de contra-ordenção.


20

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

região médio tejo Utentes da A23 dizem-se enganados pelo governo A Comissão de Utentes da A23 no Médio Tejo está apreensiva com o anúncio da colocação de pórticos entre o nó da A1 em Torres Novas e Abrantes. “Alguns agentes ou comissários locais do Governo disseramnos sempre que o troço entre o nó da A1 e Abrantes não seria portajado. Agora, estamos perante um facto consumado, e o Governo coloca portagens nesse troço”, referiu António Ferreira, representante da comissão, acusando o governo de “tentar enganar e dividir os utentes de toda a A23”. Salientando a “apreensão em todo o processo”, o porta-voz dos utilizadores reiterou à Lusa que “a A23 é fundamental e não há alternativas dignas para os utentes que não estejam em condições de pagar a

utilização da via”. António Ferreira distingue o volume de tráfego entre o nó da A1, em Torres Novas, e Abrantes do restante traçado da A23, justificandoo com “a organização empresarial e dos serviços do Estado no Médio Tejo”. “Vamos empenhar-nos para que o processo não vá para a frente”, frisou o porta-voz, acrescentando que, “mesmo sem portagens, em algumas das vias supostamente alternativas, como o centro do Entroncamento ou junto a Torres Novas, apresentam, em algumas horas do dia, um trânsito caótico”. A Scutvias, concessionária da SCUT Beira Interior disse à Lusa que a instalação dos pórticos para a cobrança de portagens na A23 deverá arrancar no início de 2011.

PSD de Abrantes exige suspensão da regeneração urbana O investimento de “vários” milhões de euros na regeneração do centro histórico de Abrantes levou os vereadores do PSD a reclamarem a “suspensão imediata” do programa. O pedido dos social-democratas surge na sequência do anúncio da autarquia de elaborar um plano de regeneração urbana da cidade, com o objectivo de revitalizar o centro histórico e que engloba intervenções ao nível dos transportes, comércio tradicional e edifícios devolutos, um plano de intervenção que pode ascender a “alguns milhões” de euros. “Lançar neste momento um programa de regeneração urbana global do centro histórico deste teor revela uma inconsciência da situação

dramática em que vivemos e em que vamos viver, na melhor das hipóteses, nos próximos dez anos”, disse à Lusa o vereador Santana Maia Leonardo. “É uma situação que nos assusta”, acrescentou o eleito do, tendo afirmado que a autarquia “tem de estar preparada para ver o seu orçamento substancialmente reduzido nos próximos anos”. Maria do Céu Albuquerque, presidente da autarquia, considerou as declarações de Santana Maia “extemporâneas”, e acrescentou que “não faz sentido parar um processo que vai levar à criação de investimento privado no centro histórico, alavancado pelo investimento público, nomeadamente através de fundos comunitários”.

OURÉM E AMPV EM CONFERÊNCIA SOBRE COMUNICAÇÃO AUTÁRQUICA

A Narana Coissoró, da Casa de Goa, apela ao ensino do português na Índia e China

Torres Novas cria gabinete de lusofonia Encontros da Lusofonia∑ Autarquia faz balanço positivo A Câmara de Torres Novas, entidade que acolheu durante seis dias a terceira edição dos Encontros da Lusofonia, vai criar um departamento na autarquia para fazer contactos permanentes com os parceiros da Lusofonia. “Para nós, em Torres Novas, a ligação com o mundo da lusofonia é o futuro”, afirmou António Rodrigues ao nosso jornal, em jeito de balanço da edição deste ano dos Encontros da Lusofonia. Nesta edição estiveram representantes dos municípios onde existem réplicas do padrão henriquino, monumento comemorativo dos 500 anos da morte do Infante D. Henrique, colocado nas então províncias ultramarinas durante o Estado Novo e de que existe

uma cópia em Torres Novas. A comitiva internacional incluiu representantes de Díli (TimorLeste), Água Grande (São Tomé e Príncipe), Maputo (Moçambique), Cidade da Praia (Cabo Verde) e das cidades guineenses de Farim e Cacheu e de Panjim (Goa), onde existem réplicas do monumento, e também da Ribeira Grande (com quem o município de Torres Novas tem geminação), do Sal (Cabo Verde) e do Lubango (Angola). Para António Rodrigues, este foi o ano da consagração do evento que, segundo ele, “reforçou a ligação entre os municípios dos países lusófonos participantes”. Segundo afirmou ainda o autarca, destes encontros saíram “perspectivas e reforços de acordos

para a formação e capacidade das pessoas nestes municípios da lusofonia mais necessitados de conhecimento que, nós portugueses, podemos exportar”. O último dia dos Encontros foi dedicado a Goa (Índia) e Narana Coissoró, presidente da Casa de Goa, participou num debate sobre a presença portuguesa no Oriente onde apelou a uma maior aposta no ensino do português e na formação de professores em Goa e em Macau, antigos territórios portugueses no Oriente. Narana Coissoró acusou ainda o Instituto Camões e a Fundação Oriente de “não perceberem ainda o renovado interesse pela aprendizagem do português”. Bruno Oliveira

O mun icípio de Ourém, em parceria com a Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV) realizou no passado dia 23 de Novembro, uma conferência dedicada ao tema “Comunicação e Networking Autarquico”. Uma iniciativa que contou com a participação de Paulo Fonseca, Presidente da Câmara Municipal de Ourém, José Arruda, secretário-geral da AMPV, Nuno Antão, adjunto da governadora civil e Joaquim Duarte, director do jornal O Ribatejo, que moderou o debate. Em discussão esteve “A nova comunicação pública – As novas ferramentas ao serviço da comunicação publica e autárquica”, com a participação da oradora Ana Martinho, do i-Gov , que falou da “nova comunicação”, das novas redes sociais e o modo como estas podem ser utilizadas, de modo a beneficiar autarquias e munícipes. O segundo painel contou com o orador João Geirinhas, da Revista de Vinhos, com o tema “Relação dos Municípios com os Media – Como potenciar a relação dos municípios com a comunicação social”. Uma conferência que continuou tarde fora com o tema da “Comunicação intermunicipal” revelando a importância de partilhar a informação através da comunicação interna e externa, e a importância das redes sociais na comunicação actual, mostrando como estas podem ser úteis ao serviço das instituições, reforçando as relações destas com o públicoalvo. Uma sessão que terminou com uma prova de “Vinho Medieval”.


21

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Instituto Politécnico de Santarém

politécnico

Integram o Instituto Politécnico a Escola Superior Agrária de Santarém, Escola Superior de Educação de Santarém, Escola Superior de Desporto de Rio Maior, Escola Superior de Saúde de Santarém e Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém

ESES em projecto europeu de educação

A Jorge Faria realçou o contributo de todos os que passaram pela instituição

ESGTS comemorou 25 anos Escola∑ 25 anos de ensino valorizado a nível nacional e internacional A Escola Superior de Gestão e Tecnologia de Santarém (ESGTS) comemorou no passado dia 22 de Novembro, 25 anos de existência. Um dia marcante para toda a comunidade escolar desta instituição, que assinalou a data com uma sessão dedicada ao “Dia da Escola”. Uma iniciativa que contou com a participação de Jorge Justino, Presidente do Instituto Politécnico de Santarém (IPS), Fernando Lucas, Presidente da Assembleia de Escola e Jorge Faria, director da ESGTS. Seg u ndo Ferna ndo Lucas, estes 25 anos da escola são reflexo de “um historial de desafios e vicissitudes ultrapassadas” e “um grande nível de educação oferecida”. O presidente da assembleia de escola reconheceu ain-

da “o esforço e inteligência de todos que contribuíram para a arrumação de uma comunidade já tão vasta e expressiva, que passou pela escola em todos estes anos” e que docentes e alunos consigam em união “proteger o capital acumulado nestes 25 anos de história e contribuir para o aumento da atractividade da escola e do instituto para as gera-

ções vindouras”. Por sua vez, Jorge Faria começou por homenagear todos os que até há data passaram pela instituição “contribuindo com o seu esforço para a instituição que somos hoje”e que “Yes, We Can” pois “sim, nós fomos capazes de construir uma instituição que nos orgulha, que se tem vindo a afirmar com prestígio e com dignida-

Professores doutorados da ESGTS apresentaram teses de doutoramento

∑ A sessão comemorativa contou com duas conferências executadas no âmbito dos doutoramentos já realizados pelos docentes da escola. Luiz Filipe Rainha desenvolveu o tema “Democracia, transição económica e adesão à União Europeia” , já Isabel Duarte, apresentou uma “Metodologia Cooperativa no Ensino Superior Politécnico”.

de”. O director da ESGT referiu ainda que mais que falar do passado, o importante é perspectivar o futuro mantendo os bons resultados que a escola tem vindo a conseguir até ao momento seja ao nível do reconhecimento nacional e internacional ou ao nível da empregabilidade. Também Jorge Justino, Presidente do IPS, deu os parabéns à escola pelos seus 25 anos, reconhecendo o mérito da instituição, tão “valorizada em termos de qualidade, valorização internacional e uma oferta formativa tão diversificada”, e sem esquecer o “bom desenvolvimento financeiro pelo qual se tem pautado”. O Dia da Escola ficou ainda marcado pelo reconhecimento aos docentes e não docentes que completaram 20 anos de serviço na instituição.

A Escola Superior de Educação de Santarém recebeu na semana passada um conjunto de especialistas europeus que estiveram a debater novas respostas educativas para questões de desigualdades sócio-culturais entre as crianças dos 18 aos 36 meses. O projecto é europeu e chama-se Toddler (Towards Opportunities for Disadvantaged and Diverse Learners on the Early childhood Road - Educating the reflective practitioner to give toddlers a fair chance for lifelong learning). Segundo os coordenadores ouvidos pelo nosso jornal, o projecto irá durar cerca de 3 anos e envolve oito países europeus (Bélgica, Noruega, Dinamarca, Roménia, Portugal, Espanha, Reino Unido e Alemanha). A principal finalidade, referiu-nos Monika Rothile, da Noruega, é apoiar os educadores na organização de novas respostas educativas, aquilo que pode ser melhorado no ambiente escolar para combater as condições vulneráveis destas crianças. “As estatísticas dizem-nos que crianças nestas situações têm insucesso escolar que se reflecte depois no emprego e na vida futura”, salientou a especialista noruguesa. Paul Leseman, da Noruega, refere que, ao serem melhoradas as respostas educativas nesta faixa etária mais baixa, permite reduzir,

no futuro, questões como os problemas de saúde, as necessidades de resposta do sistema social e, desta forma, reduz custos para o Estado. O especialista reforçou ainda a importância de existirem respostas articuladas entre os vários serviços que trabalham com crianças e de ser dada uma maior importância ao envolvimento e educação parental. Apesar dos países envolvidos terem diferentes realidades educativas, Paul Leseman referiu que, o mais importante neste projecto, é adequar as novas ferramentas dos educadores à realidade das crianças e do sistema educativo de cada país. “É preciso primeiro mudar mentalidades, das famílias, dos políticos e dos educadores”, salientou o especialista norueguês, referindo ainda que “é muito importante que as crianças possam brincar e interagir com outras crianças, sobretudo numa época em que o tamanho das famílias está a diminuir”. Os resultados e ferramentas deste projecto deverão fazer parte de um relatório final, a ser apresentado em Janeiro/Fevereiro do próximo ano. Após esse relatório, cada país interveniente - e cada instituição de ensino superior que participa, como o caso da ESES – deverá adequar os mecanismos sugeridos à sua realidade educativa.


22

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

negócios FESTIVAL DO ARROZ DOCE E FEIRA DOS STOCKS EM TORRES NOVAS

A Administradores dos cinco maiores bancos portugueses estiveram em Santarém e avisaram que as empresas têm que mudar de gestão

Salários e crédito limitados Corte de salários∑ Presidente da Nersant sugere redução de salários; banca vai ser selectiva no crédito O presidente Nersant, José Eduardo Carvalho, defendeu esta semana a redução nominal de salários como um dos mecanismos para o aumento de liquidez das empresas. O dirigente da Nersant e vice-presidente da Associação Industrial Portuguesa (AIP), defendeu também a redução a descida da taxa social única (TSU) e criação de mecanismos de consolidação dos passivos fiscal e bancários das empresas. Propostas fortes que se juntaram a outras defendidas por empresários e administradores dos maiores bancos nacionais, que estiveram todos reunidos no Cnema em Santarém, no âmbito do 4º Fórum Empreendedorismo da Sociedade Portuguesa de Garantia Mútua. José Eduardo Carvalho confessou que “no passado, não achava que fosse necessário baixar os salários, mas com a deterioração da economia” defende que o país

“não vai passar sem isso”. O dirigente empresarial acrescentou ainda que, se já tivesse havido já a descida da TSU, juntamente com o aumento do IVA, “teria permitido a redução dos custos operacionais das empresas sem ser necessário baixar os salários”. José Eduardo Carvalho seria também necessário fazer a consolidação do passivo fiscal e bancários das empresas. “Empresas viáveis e com dívidas ao

Exportações podem ser solução para a crise das empresas

fisco e Segurança Social entre 2008 e 2010 deviam poder fazer a consolidação dos seus passivos através do sistema de garantia mútua”, propôs ainda o dirigente empresarial. A legislação laboral também foi alvo das críticas de José Eduardo Carvalho, que contestou a rigidez dos horários e os custos dos despedimentos. “A rigidez da legislação laboral enviesou a relação entre sectores de bens transaccionáveis e não transac-

cionáveis porque as empresas do sector dos bens transaccionáveis têm que incorporar custos da rigidez laboral nos bens que vendem para o estrangeiro e competir com outras empresas de países mais flexíveis”, afirmou. Também as associações empresariais não escaparam à análise de José Eduardo Carvalho, que as acusa de “estarem de cócoras perante o Governo” e “de não encararem estes assuntos com frontalidade”.

∑ Noutro dos painéis deste fórum, o ex ministro da Economia, Daniel Bessa, e o presidente da Associação Empresarial de Portugal (AEP) defenderam que as exportações são “uma solução” para a crise das empresas portuguesas. Daniel Bessa afirmou que “a resolução do problema de fundo do país está na produção” e que “não é vender no mercado interno mas sim no mercado externo”. “O problema é sermos competitivos para conquistar esses mercados”, frisou Daniel Bessa, acrescentando que “o desequilíbrio das contas públicas tem sido um fator negativo para a economia portuguesa”. O presidente da COTEC defendeu ainda que, no próximo ano, “o país tem apenas duas soluções: ou acrescenta valor à produção nacional ou faz um corte brusco e uma contração acentuada na absorção interna de recursos”.

“Faço parte de uma geração que levou o país à insolvência e vivemos um momento de crise de representatividade no mundo empresarial”, afirmou o dirigente da AIP, lançando um repto: “quem não está disposto a encarar estes assuntos vá para casa”.

Bancos negam falta de crédito mas admitem selectividade Os administradores executivos dos cinco maiores bancos portugueses - Millenium BCP, BES, Santander Totta, Caixa Geral de Depósitos e BPI - afirmaram neste fórum que não existem restrições no crédito às empresas, mas admitem que vão ser mais selectivos no apoio às empresas no próximo ano. Os cincos administradores foram também unânimes em afirmar que as empresas precisam de reforçar os capitais próprios e de aumentar a taxa de poupança. Os representantes dos bancos pediram também às empresas mais partilha de informação.

A Nersant inaugura, no próximo dia 26 de Novembro, pelas 18h, mais uma edição do Festival do Arroz Doce, Feira dos Stocks e Feira do Livro, que irá decorrer até ao dia 28 de Novembro. Destacam-se as presenças de Fernando Mendes, apresentador do Preço Certo, Júlio Magalhães, jornalista da TVI e o tradicional concurso de arroz doce, que conta mais uma vez com a presença de Filipa Vacondeus, como membro do júri. No sábado, dia 27 de Novembro, pelas 16h, terá lugar uma sessão de autógrafos com Fernando Mendes, apresentador do programa “Preço Certo”. Domingo, dia 28, é o dia do concurso de arroz doce, onde um júri especializado, entre os quais Filipa Vacondeus, irá escolher os melhores exemplares deste doce regional. No mesmo dia, pelas 16h, Júlio Magalhães, jornalista da TVI, estará também presente na feira para a apresentação do seu livro “Longe do meu coração”.

INSCRIÇÕES PARA TRABALHAR NOS CENSOS O Instituto Nacional de Estatística vai recrutar pessoas para trabalhar nos Census 2011. As candidaturas abrem em Janeiro do próximo ano e podem ser feitas através do site do INE (www. ine.pt). Para se ser recenseador as habilitações académicas preferenciais são a licenciatura, uma idade superior a 25 anos, disponibilidade a tempo completo (incluindo em fim-de-semana sempre que necessário) e conhecimentos de básicos de informática na óptica do utilizador. Os últimos censos foram realizados em 2001 e são a base estatísca do país.


INVESTIR & AGIR | NEGÓCIOS 23

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Pingo Doce renova presença em Santarém Nova imagem e oferta ∑ Supermercado passa a ter novas lojas e serviços O supermercado Pingo Doce, em S. Domingos (Santarém) reabriu na quarta-feira com uma nova imagem e novas lojas após as obras que decorreram durante as últimas semanas. O renovado espaço tem agora uma galeria comercial onde pontifica a loja-âncora, a sapataria Seaside, acompanhada pela já existente lavandaria “5àsec”, por um espaço de cabeleireira, por um novo ginásio para senhoras MyFit, por uma loja de tecnologia - a Chip7 - e por um espaço para se estar a descansar um pouco e onde existe ligação wireless à Internet. As marcas próprias do Pingo Doce, a loja de roupa New Code e a parafarmácia Bem Estar estão agora localizadas no corre-

A A zona de restauração é uma das novidades do renovado Pingo Doce de Santarém dor central do supermercado mesmo em frente à loja principal, para lá das caixas de pagamento. Foi criado também um restaurante, com capacida-

de para cerca de 200 pessoas, e onde são servidas refeições a partir de 3,99 euros, entre pratos quentes, saladas, sobremesas, massas, pizzas, grelhados,

entre outros produtos. Ao lado do restaurante, está a cafetaria onde, por 1,50 euros, pode tomar o pequeno-alomoço com direito a escolher entre uma

sandes ou um croissant, e entre um café ou um sumo. Foi ainda criado um espaço de brincadeira para crianças onde, de acordo com o valor das compras

que fizer, até pode aqui deixar os seus filhos de forma gratuita. A marca aposta forte nos produtos frescos, na zona de frutas e legumes, padaria, peixe e carne, que ocupa a maior parte da zona de entrada do supermercado. Paulo Ramos, gerente do espaço, salienta que se manteve quase a mesma área de ocupação, tendo havido no entanto um aproveitamento das antigas salas de cinema para fazer crescer a parte do supermercado e de outras áreas. Quanto ao investimento, Paulo Ramos diz que “são valores dentro dos objectivos de expansão do grupo Jerónimo Martins”.

Emprego & Formação

Ensinar a ser empreendedor Na actual conjuntura económica, o conceito de empreendedorismo tornou-se moda. Efectivamente, na situação actual, em que o mercado do trabalho não consegue gerar mais empregos, levando à crescente subida do desemprego, a única solução parece residir na criação de mais emprego, através de processos empreendedores. Ora, a cultura portuguesa, embora com fortes raízes empreendedoras, é avessa ao risco, o que inibe, muitas vezes, o desenvolvimento de processos empreendedores. Assim, várias são as acções que diversas entidades, públicas e privadas, têm desenvolvido no sentido de estimular o empreendedorismo em Portugal. Entre estas acções destaca-se a “Semana Global do Empreendedorismo” que decorreu entre 16 e 22 de Novembro. Esta iniciativa, com acções em 75 países, foi lançada pela Kauffman Foundation e pela Make your Mark e tem como objectivo encorajar o empreendedorismo, a nível local e nacional. A semana passada, Câmara Municipal de Santarém juntou-se ao

projecto através da promoção de vários Workshops sobre o tema. Ao nível das instituições de ensino, nos diversos níveis de escolaridade, nos últimos anos, começaram a ser introduzidos programas que visam estimular as capacidades empreendedoras dos estudantes. As iniciativas de estímulo ao empreendedorismo, embora ainda insípidas, começam a ser crescentes, estando a surgir, no meio académico, algum empreendedorismo qualificado, de base tecnológica. Neste contexto levanta-se uma questão: O empreendedorismo pode ser ensinado e aprendido? Na minha opinião a resposta é afirmativa: o empreendedorismo pode ser ensinado, mas leva muito tempo a ser aprendido porque implica alterações na cultura do risco e o desenvolvimento de competências específicas. No entanto, conheço alguns bons casos de empreendedorismo forçado, que surgiu porque os empreendedores não encontraram mais nenhuma alternativa que se enquadrasse no seu projecto de vida e portanto tornaram-se empreendedores mais rapidamente,

sem passarem por esse processo de transformação cultural. O sistema de ensino português aposta maioritariamente no foco da aquisição de conhecimentos, sendo pouco estimulante ao desenvolvimento de competências que facilitem a aplicação prática desses conhecimentos. Quando no ano lectivo transacto questionei uma turma de setenta e nove alunos, em final de licenciatura, quem é que pensava tornar-se empreendedor, nenhum deles admitiu essa possibilidade. No entanto, após terem contacto com o empreendedorismo, através da unidade curricular que eu lhes leccionei, alguns desses alunos avançaram para projectos que estão neste momento a caminhar para Startups. Outro bom exemplo, das potencialidades do empreendedorismo, desenvolvido no meio académico, é a empresa a Science4you. Esta empresa, resultou de uma iniciativa de empreendedorismo, desenvolvida em 2006, pelo ISCTE e pela Faculdade de Ciências de Lisboa. Nesta iniciativa, Miguel Pina Martins, então estudante finalista de finanças, retirou

um papelinho de um saco preto que dizia “kit de física”. A partir daí, surgiu a ideia de desenvolver brinquedos científicos e didácticos. Em Outubro de 2008, o jovem empresário, criou a Science4you. Actualmente a empresa está em Espanha e no Brasil, estando também a dar os primeiros passos para o mercado de Angola e do Reino Unido. Olhar para estes resultados, leva-me a concluir que estimular o empreendedorismo, ao nível do sistema educativo, passa não só por dar a conhecer o empreendedorismo, mas também desenvolver conhecimentos e proporcionar condições que estimulem a aplicação desses conhecimentos. Trata-se de ensinarmos os alunos a serem suficientemente criativos para solucionarem os problemas que se colocam no âmbito das diferentes realidades organizacionais e para explorarem as oportunidades que lhes vão surgindo. A outros níveis, estimular o empreendedorismo pode passar por acções tão simples como a demonstração de boas práticas empreendedoras ou como o coaching empreendedor que permite ao empreendedor descobrir os seus

Florinda Matos(*)

talentos, ao mesmo tempo que é acompanhado por um tutor que o orienta e ajuda, até que ele tenha capacidade para se autonomizar no processo empreendedor. Tal como eu já tenho vindo a defender, noutras crónicas, são estas acções, capazes de promover o empreendedorismo e a inovação de base tecnológica ou não, mas sempre assente num elevado grau de diferenciação e direccionado para mercados que saibam remunerar bem a diferenciação e a qualidade, que deverá orientar as políticas de estímulo ao empreendedorismo, no ensino. Portugal só pode mudar, na próxima década, tornando-se um país com uma economia sólida, se apostarmos na exportação, assente nesta diferenciação. A excelência tem que ser sempre a meta a atingir, pois só com ela se garante a credibilidade económica internacional a que tanto aspiramos. Docente /Investigadora Consultora PMEConsult (florinda.matos@pmeconsult.pt)


24

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

desporto Z

DISTRITAL - DIVISÃO PRINCIPAL

11ª jornada

12ª jornada (28 Novembro) Torres Novas Fazendense Alcanenense Ouriquense Benavente Mação

Amiense Cartaxo Pego Ouriense U. Tomar Samora

Z

7 6 5 4 4 3 3 3 3 2 2 1

Ferroviária U. Abrantina F. Zêzere Tramagal Folga o U. Chamusca

3 3 5 5 3 6 4 4 4 4 1 4

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9.

U. Abrantina Goleganense F. Zêzere Meiaviense C. Ferroviária Tramagal U. Chamusca Atalaiense Alferrarede

6 6 6 6 6 6 7 7 6

6 3 3 3 2 2 1 1 0

1 2 1 2 4 2 4 4 4 5 8 6

0 3 2 1 2 1 2 2 1

PONTOS

GOLOS

17-7 18-9 12-10 12-6 16-11 9-11 12-12 15-17 9-11 11-15 5-14 5-18

0 0 1 2 2 3 4 4 5

24 21 20 17 15 15 13 13 13 10 7 7

12-2 14-6 11-6 10-8 12-7 10-13 9-16 5-12 2-15

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

EMPATADOS

1 1 3 1

Goleganense Meiaviense Alferrarede Atalaiense

Z

JOGOS

U. Chamusca C. Ferroviária U. Abrantina F. Zêzere

VITÓRIAS

1 1 0 0

8ª jornada (28 Novembro)

18 12 11 10 8 7 5 5 1

A Torres Novas-Cartaxo: uma armadilha bem montada deu a vitória ao Cartaxo.

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - SÉRIE B

6ª jornada

Emp. Comércio Cercal Pernes Caxarias

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8.

Midense Assentis V. Gama Moçarriense

Z

Moçarriense Mindense Caxarias Emp. Comércio Assentis Cercal Vasco da Gama Pernes

6 6 6 6 6 6 6 6

4 4 4 3 2 1 1 0

2 1 0 2 2 2 1 0

0 1 2 1 2 3 4 6

12-2 10-5 8-6 11-4 15-8 6-7 5-11 1-25

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

0 0 0 1

EMPATADOS

Emp. Comércio Cercal Pernes Caxarias

JOGOS

0 0 10 0

VITÓRIAS

Classificação

7ª jornada (5 Dezembro)

14 13 12 11 8 5 4 0

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - SÉRIE C

6ª jornada

Barrosense Marinhais Glória Porto Alto

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8.

Porto Alto Salvaterrense Glória Marinhais Pontével Coruchense U. Almeirim Barrosense

6 6 6 6 6 6 6 6

4 3 3 2 3 1 0 0

2 3 1 4 0 2 3 1

0 0 2 0 3 3 3 5

17-7 9-5 13-9 10-6 9-16 4-9 6-10 1-7

PONTOS

GOLOS

DERROTAS

1 1 3 0

EMPATADOS

JOGOS

U. Almeirim Pontével Salvaterrense Coruchense

VITÓRIAS

Classificação 2 0 3 3

7ª jornada (5 Dezembro) U. Almeirim Pontével Salvaterrense Coruchense

11 11 11 11 11 11 11 11 11 11 11 11

Classificação

Goleganense Meiaviense Alferrarede Atalaiense Folgou o Tramagal

Porto Alto Barrosense Marinhais Glória

Cartaxo Fazendense Pego Torres Novas Mação Ouriense Alcanenense U. Tomar Benavente Samora Amiense Ouriquense

DISTRITAL - DIVISÃO SECUNDÁRIA - SÉRIE A

7ª jornada

Moçarriense Mindense Assentis V. Gama

1. 2. 3. 4. 5. 6. 7. 8. 9. 10. 11. 12.

DERROTAS

0 1 1 2 1 1

EMPATADOS

Mação U. Tomar Ouriense Pego Cartaxo Samora

JOGOS

1 0 1 1 0 1

VITÓRIAS

Classificação

Benavente Ouriquense Alcanenense Fazendense Torrres Novas Amiense

14 12 10 10 9 5 3 1

Distrital - Divisão Principal

Cartaxo foge do pelotão Na última jornada da primeira volta, dois embates prometiam mexidas no pódio provisório da classificação. Assim aconteceu. O Torres Novas voltou a vacilar em casa e logo frente a um rival na corrida ao título; o Cartaxo. A equipa de Cláudio Madruga marcou aos três minutos de jogo, pelo ala Hugo Monteiro, e isolou-se na liderança a três pontos do Fazendense. Quanto aos amarelos, já têm mais empates do que vitórias, e podem ter hipotecado a conquista do campeonato. O Pego também foi feliz na deslocação ao reduto do Fazendense, batendo a formação que seguia na liderança e que não perdia desde a primeira jornada. Nuno Mateus e Paulo

Jorge marcaram contra o único golo caseiro de Fábio Matias. Os pegachos isolaram-se assim no terceiro lugar e permitiram também a fuga do Cartaxo na liderança. Em Alcanena, o Ouriense averbou o seu sexto empate, depois de duas derrotas consecutivas. Dércio foi o autor do golo visitante. No lado do Alcanenense, foi Vinicius quem garantiu que o Alcanenense não voltasse ao buraco em que se encontrou no início do campeonato, mas antes continuasse a consolidar a recuperação. Quem não esperava uma derrota era certamente Paulo Costa, o treinador do Mação, a equipa que impôs a maior goleada na semana passada. De facto, o Benavente ainda só tinha duas vitórias no currículo,

mas tinha também o perigo de cair na tabela se não ganhasse. Vando marcou o golo dos três pontos. Em Vila Chã de Ourique, o encontro entre as duas defesas mais batidas do campeonato tendeu para o lado do U. Tomar. Os nabantinos ganharam ao cada vez mais último - Ouriquense, com um golo de Veríssimo. Uma pequena salva vai também para o Amiense, que conquistou um ponto ante o Samora, depois de oito derrotas consecutivas, o que prova que as chicotadas psicológicas resultam (quase) sempre numa moralização das tropas. Dâmaso marcou para a equipa agora treinada por Edgar Alves enquanto Paiva empatou para os samorenses, já perto do final

da partida. No domingo que vem, temos a reposição dos jogos da primeira jornada, em casa contrária. Em primeiro lugar, destaque para o grande Fazendense-Cartaxo, as duas equipas que se têm demonstrado mais poderosas. Caso o Cartaxo repita a vitória da primeira volta, fica a seis pontos sozinho na frente. O Alcanenense quer a desforra da derrota com o Pego, mas os pegachos são favoritos. O Torres Novas não deverá ter dificuldades em derrotar o Amiense. O Ouriquense tem alguma vantagem ante o Ouriquense, tal como o Mação com o Samora. Já entre Benavente e U. Tomar, o resultado é mais imprevisível.


FUTEBOL | DESPORTO 25

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

TAÇA DO RIBATEJO NO FERIADO A Taça do Ribatejo está de volta aproveitando o feriado de dia 1. Os jogos realizam-se às 15 horas. Depois de uma jornada inicial sem grandes surpresas, o 2.º jogo será decisivo para muitas equipas. O calendário tem os seguintes jogos: Série 1 Tramagal-U. Chamusca (folga Pego) Série 2 Mindense-Pernes (28/11) (folga Amiense) Série 3 Moçarriense-Ouriquense (folga Emp. Comércio) Série 4 U. Tomar-Ferroviária (folga Ferreira do Zêzere) Série 5 Alferrarede-Mação (Folga o Abrantina) Série 6 Assentis-Meiaviense (folga Torres Novas) Série 7 AtalaienseAlcanenense (folga Goleganense) Série 8 Ouriense-Caxarias Cercal-Vasco Gama Série 9 Glória-Benavente (folga o Barrosense) Série 10 Porto Alto-Samora (folga Salvaterrense) Série 11 Fazendense-Coruchense (folga U. Almeirim) Série 12 Marinhais–Cartaxo (folga o Pontével)

Distrital - Divisão Secundária

Abrantina aumenta o fosso Série A – Goleganense deixa fugir Abrantina Lá segue o União Abrantina, sem apelo nem agravo, na sua caminhada vitoriosa. Com apenas seis jornadas decorridas, é já mais ou menos evidente que a nova equipa de Abrantes é a maior favorita à subida de divisão desta série. Desta vez bateu o Alferrarede, que só tem um ponto. O Goleganense parece ter equipa para morder os calcanhares ao Abrantina, julgando pelos bons resultados obtidos até agora, mas o dérbi com o U. Chamusca deu numa divisão de pontos e no afastamento do líder. O Ferreira do Zêzere venceu tangencialmente o Atalaiense e aproveitou o empate do outro dérbi da série - entre Meiaviense e Ferroviária para passar ao terceiro lugar. O Tramagal folgou esta semana, mas regressa no domingo que vem para receber o Atalaiense. O líder também joga em casa, com o

Meiaviense e é o natural favorito. Já o Goleganense vai protagonizar mais um encontro capaz de provocar tensão alta, em casa dos vizinhos do Ferroviária do Entroncamento. O U. Chamusca descansa e quanto ao Ferreira do Zêzere, vai a casa do Alferrarede, a única equipa que ainda não venceu nesta época.

Série B – Assentis marca 91% dos golos da jornada Mais uma vez se provou que as chicotadas psicológicas são capazes de abalar positivamente uma equipa perdedora. No Assentis, saiu Bugalhão, entrou Carapau, e por dez vezes a bola penetrou na baliza do frágil Pernes no campo da Pinheira, fazendo valer assim dois terços dos golos que o Assentis tinha marcado nos restantes cinco jogos. Apesar da barrigada de golos, a vitória vale na mesma só três pontos, e por isso, o Assentis ficou no mesmo 5.º lugar. Na jornada em

que nem o líder Moçarriense foi capaz de vencer - empatou com o Empregados do Comércio - ficou tudo na mesma na classificação. O Mindense, em 2.º lugar também dividiu pontos com o Cercal. Nesta jornada, apenas o Caxarias subiu à 3.ª posição, depois de bater o Vasco da Gama. Esta semana não há jogos da série B, que regressa no dia 5 de Dezembro.

Série C – AREPA isolado na frente O ARE Porto Alto venceu em casa o União de Almeirim por uma vantagem tangencial e isolou-se na liderança com dois pontos de avanço. No entanto a sombra de uma corrida entre as três equipas que ainda não perderam, continua a pairar na série geograficamente mais a sul. O dérbi entre Salvaterrense e Marinhais teve emoção e muitos golos mas terminou empatado. A jornada foi positiva para o Glória, que regressou

A

Goleganense-U.Chamusca: Chamusquenses refrearam o ímpeto ganhador dos goleganenses. às vitórias depois de duas derrotas. A vítima foi o Coruchense que encaixou três batatas. O Pontével conseguiu a sua terceira vitória da temporada, em casa do último, o Barrosense, que só tem um ponto. A série C regressa no dia 5 de Dezembro, depois de um intervalo neste fim-de-semana.


26 DESPORTO | MODALIDADES Nacional de futsal - 3ª divisão

“Patos” começam a encetar recuperação Depois de um arranque de época desastrado, os Patos somaram a segunda vitória consecutiva no campeonato nacional da 3ª divisão de futsal e começam a subir na tabela classificativa. Na 6ª jornada, o clube do Rossio ao Sul do Tejo, Abrantes, recebeu e goleou o Venda Nova por 8-2 e ocupa agora o 10º lugar da tabela, com 7 pontos. O CAD Coruche, o outro representante do distrito na

prova, averbou a sexta derrota frente ao Vilaverdense por 2-0, em casa, e permanece em situação bastante difícil no último lugar, com zero pontos. Na próxima jornada, que se joga no próximo sábado, dia 27 de Novembro, os coruchenses jogam novamente em casa, frente à ACD do Ladoeiro (18 horas), ao passo que os Patos jogam no reduto do CCRD Burinhosa (às 18h30).

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Campeonato distrital de futsal

Na frente tudo na mesma A jornada do campeonato distrital de futsal que se disputou no passado fim-de-semana não ficou marcada por grandes surpresas e deixou tudo praticamente na mesma, no que se refere à tabela classificativa. Na série B, o líder Sandoeirense folgou e viu aproximar-se o CD Fátima, que passou por sérias dificuldades para vencer por 5-4

no terreno do Ribeira do Fárrio. Os fatimenses somam 17 pontos e estão a dois do clube de Ourém. Nos restantes jogos, o Carvalhos Figueiredo goleou por 6-1 no Tramagal, a Sabacheira recebeu e venceu o Cabiçalva por 8-4, e a Juventude Oureense ganhou ao ACDF Entroncamento por 4-0. Na próxima jornada, que se disputa este fimde-semana, defrontam-se:

Sabacheira – Sandoeirense, Juventude Oureense – CD Fátima, Tramagal – Cabiçalva, e Ribeira do Fárrio – Carvalhos Figueiredo. Folga o ACDF Entroncamento. Na série A, o Achete recebeu e venceu o Novas Oportunidade por 6-4 e comanda com 18 pontos. Segue-se o Riachense, com 16 pontos, depois de ter ganho à Casa do Benfica da

SANTARÉM BASKET CONQUISTA PRIMEIRA VITÓRIA

Hóquei em patins

“Tigres” de Almeirim passam para a liderança Os “Tigres” de Almeirim aproveitaram da melhor forma as escorregadelas dos anteriores líderes para se isolar no comando do campeonato nacional da 2ª divisão de hóquei em patins, zona sul. A equipa almeirinense recebeu e venceu a Académica da Amadora por 4-2, com golos de Bruno Januário, Leandro Santos, David Abreu e Carlos Trindade. Os Tigres passam

a somar 21 pontos, mais um que o HC Turquel, que empatou a cinco golos no reduto do Biblioteca IR, e mais dois que a Juventude Ouriense, que saiu de Oeiras com uma derrota por 7-4. Na próxima jornada, sábado, 27 de Novembro, a Juventude Ouriense tem uma deslocação complicada ao terreno do Paço de Arcos, ao passo que os Tigres visitam o Sport Alenquer e Benfica.

Torneio de abertura de pista coberta

Atletas de Alcanena arrancam com vitórias Jorge Oliveira, com uma vitória no lançamento do peso, e Pedro Santos, com igual resultado no salto em altura, foram os representantes da Casa do Povo de Alcanena em maior destaque na abertura da época 2010 / 2011 da Associação de Atletismo de Santarém, que arrancou no passado sábado, em Alpiarça. O torneio de abertura de pista coberta reuniu 180 atletas, em representação de 12 clubes. Além da vitória, Jorge Oliveira obteve um novo recorde pessoal

ao lançar o engenho de 4 quilos a 12,31 metros, tendo ainda sido finalista nos 60 metros, onde obteve a 7ª posição com a marca de 7,83 segundos, marca que passa a constituir igualmente novo recorde pessoal. Pedro Santos venceu a prova de salto em altura com 1,83 metros, uma excelente marca para inicio de época, e que pode ser um factor de motivação para o atleta. O jovem ficou também em 4º lugar na final dos 60 metros, com 7,53 segundos.

Golegã por 3-1, também no seu reduto. Nas outras duas partidas, a Azinhaga recebeu e venceu a Conforlimpa Almeirim por 4-1, ao passo que o Vitória Santarém cilindrou o Louriceirense por 10-1. A próxima jornada coloca frente-afrente Riachense – Vitória, Azinhaga – Novas Oportunidades, Achete – CB Golegã, e Conforlimpa – Louriceirense.

A

Dirigentes, associados e sócios de mérito reuniram-se para cantar os parabéns aos 86 anos da Associação de Futebol de Santarém.

AFS comemora aniversário Dezenas de dirigentes e associados marcaram presença no 86.º aniversário da Associação de Futebol de Santarém no passado dia 19 de Novembro. Além do corte do bolo a propósito da efeméride, três momentos altos marcaram a reunião, anunciados pelos directores. O presente de natal invertido será aquele que causará mais impacto junto dos agentes desportivos do futebol distrital, especificamente os clubes de futebol inscritos em competições da AFS na presente época. O presidente Rui Manhoso anunciou a devolução do valor de uma taxa de jogo por cada escalão inscrito em provas, por cada clube. A ideia passa por ajudar “os seus filiados numa altura em que a situação financeira da grande maioria dos clu-

bes não está a atravessar um bom momento”, segundo foi referido. “Oportunamente creditado” em forma de isenção de pagamento, o valor ascende a várias centenas de euros no caso dos clubes presentes na Divisão Principal e naqueles com mais escalões participantes. A verba total que a AFS prevê despender ronda os 8 000 euros, um valor que ainda assim não terá “impacto na gestão corrente, fruto do resultado obtido na gestão de todo o processo da nova sede”, diz um comunicado emitido pela instituição. Para as equipas em provas nacionais, o valor do crédito é igual ao mais elevado, no escalão, nas provas distritais. No início da comemoração, depois de várias intervenções sobre o esta-

do do futebol no distrito, teve lugar a apresentação do Torneio Inter-Selecções Concelhias, para os escalões de infantis e iniciados. Amadeu Bernardes, vice-presidente para a área desportiva, disse que esta será uma “iniciativa sem precedentes no contexto da actividade das associações de futebol distritais e regionais”. O torneio começa já no mês de Dezembro e terá o seu epílogo aquando da disputa da final da Taça do Ribatejo 2010/2011. Outro momento, aquele que terminou os festejos na nova sede em Santarém, foi a entrega dos diplomas de sócio de mérito aos ex-presidentes de Câmara de Abrantes, Alcanena e Rio Maior, respectivamente Nelson de Carvalho, Luís Azevedo e Silvino Sequeira.

As seniores femininas do Santarém Basket alcançaram a primeira vitória no campeonato nacional da 1ª divisão na quinta-feira, 18 de Novembro, frente ao Centro Nacional de Treino do Calvão, por 60-58. Dois dias depois, a equipa averbou nova derrota frente à líder da prova, o Colégio Calvão / Vagos. Do passado fim-de-semana, destaque para a vitória caseira das sub14 femininas frente ao CD Amiense, por 61-48.

HCS VITORIOSO EM COIMBRA O Hóquei Clube de Santarém (HCS) deslocou-se no passado fim-de-semana à zona de Coimbra para defrontar a Académica local e o Vigor, a quatro quilómetros da cidade dos estudantes, tendo saído da zona centro com um saldo positivo de três vitória e apenas uma derrota. No sábado, os escolares venceram por 7-0 o Vigor. No domingo, três equipas do HCS defrontaram a Académica de Coimbra. Os benjamins perderam por 5-0, e os infantis venceram por 14-6. Os juvenis, que na primeira volta tinham empatado a seis golos, conseguiram arrancar uma goleada por 14-2. Os jovens scalabitanos fizeram uma exibição de luxo, construindo um resultado que lhes assegurou o 4º lugar no grupo, onde irão disputar o acesso à fase nacional do campeonato.


28

O Ribatejo

Atelier “Ciência Viva” no Entroncamento

culturas

26 | Novembro | 2010

A Biblioteca Municipal do Entroncamento realiza dias 25 e 26 de Novembro, às 10h00, o atelier “Ciência Viva”. Uma actividade que pretende despertar a curiosidade, criatividade e imaginação das crianças através de actividades interactivas e educativas sobre a ciência.

destaques

“Beatriz Costa... Uma Mulher Admirável” em Santarém “Beatriz Costa… Uma Mulher Admirável!“, é um percurso pela sociedade portuguesa no início do século XX. Reviver a vida da grande actriz, a forma como se relacionou com o Estado Novo e lhe impôs a sua vontade e a sua verdade. Beatriz nasceu na região saloia. Com cinco anos de idade foi para a cidade de Lisboa, com a mãe. Não teve educação formal, a falta do diploma da 4ª classe impediu-a de conseguir tirar a carta de condução, mas fez uma pós-graduação na Sorbonne, em Paris; falava e escrevia

fluentemente em sete línguas e ao Poder disse um dia: “…favores Sr. Ministro, sou eu que os dou”. É a vida apaixonante “desta mulher do povo”, como lhe chamou o então deputado José Niza, que o Veto Teatro Oficina procurou retratar num espectáculo apaixonante, onde realidade e ficção se misturam, para contar uma história maravilhosa. Ao longo de pouco mais de duas horas, percorre-se a vida, os amores, as paixões, o teatro, os amigos de Beatriz, as idas ao

História Local em Abrantes

Noite de fado no Cartaxo Marco Rodrigues apresenta o seu novo álbum “Tantas Lisboas”, dia 27 de Novembro, às 21h30, no Centro Cultural do Cartaxo. “O fado entrou-lhe pela vida dentro sem pedir licença” e desde cedo se apaixonou pelo género musical, tendo como diva a pessoa e a voz de Amália Rodrigues. Aos poucos entra pelo mundo da música e pé entre pé grava “fados da tristeza alegre” em 2006, volvidos 4 anos apresenta-nos um novo disco intitulado “Tantas Lisboas”, um trabalho que conta com a participação de Carlos

Brasil e o sucesso, sempre condimentado com uma simplicidade deslumbrante. Recordam-se pedaços de filmes portugueses como “A Canção de Lisboa” e “A Aldeia da Roupa Branca”. Revivem-se alguns dos números de teatro de revista que ficaram famosos, sem esquecer “…a prova, a prova faz-se já aqui ao lado”,

do Carmo e Mafalda Arnauth e entre os compositores e letristas como Tiago Machado, Boss AC, Tiago Torres da Silva e Inês Pedrosa.

Abrantes recebe dia 26 de Novembro, pelas 09h30, na Biblioteca Municipal António Botto, as 8ª jornadas de História Local. Em discussão estará a barragem da represa pelo arqueólogo Carlos Batata, seguindo-se uma reflexão sobre o património imaterial, pela professora Isilda Jana. As actividades vão decorrer durante todo o dia e terminarão com a assinatura do protocolo de depósito do fundo documental da Casa dos Marqueses de Abrantes, no Arquivo Municipal Eduardo Campos.

onde a actriz contracena com os inesquecíveis António Silva e Vasco Santana. É este espectáculo, que tem levado o nome de Beatriz Costa um pouco por todo o país, que o Veto Teatro Oficina trará de novo ao Teatro Sá da Bandeira, em Santarém, no próximo dia 30 de Novembro.

Camerata Ibero-Americana no Virgínia Encontros com Música 2010 apresenta “Camerata IberoAmericana”, dia 27 de Novembro, às 21h30, no Teatro Virgínia, em Torres Novas. Um projecto de regeneração urbana que através de instrumentos de cordas presta uma verdadeira homenagem aos compositores da América do Sul, criando um espectáculo cheio de “espírito energético e elevada qualidade musical”. Em palco, numa mistura musical estarão quatro primeiros violinos, três segundos violinos, duas violas de arco, dois violoncelos e um contrabaixo de cordas. Uma iniciativa organizada

pelo “Choral Phydellius” e dirigido pelo violinista Roberto Valdés. Custo do bilhete 5 euros.

roteiro cinemas SANTARÉM W Shopping - Cinemas Tel: 707220220

Castello Lopes 1 A rede social Drama(M12) - Certa noite no ano de 2003, o génio da programação e aluno de Harvard, Mark Zuckerberg, senta-se ao computador e começa a trabalhar numa nova ideia. Aquilo que inicialmente era apenas uma mistura de pro-

gramação e blogging, cedo se tornou numa rede social à escala mundialSessões às 13h20, 16h00, 19h00, 21h50 e às 00h20* (6ª e sábado).

Castello Lopes 2 Harry Potter e os talismãs da morte Acção/Aventura (M12) - O mundo dos feiticeiros tornou-se um lugar perigoso para todos os que estão con-

tra Voldemort. E os aliados deste continuam a querer o prémio mais desejado: Harry Potter. Este tem de ser entregue a Voldemort... vivo. A única esperança de Potter é encontrar o Horcruxes antes que Voldemort o encontre a ele. Sessões às 13h00, 15h10, 15h50, 18h10, 18h50, 21h10, 21h40 e às 00h10* (6ª e sábado).

∑ Castello Lopes 3 Saw 3D Terror (M18) -O Agente Especial Strahm está morto, e o Detective Hoffman emergiu como o indisputado sucessor do legado de Jigsaw. No entanto, quando o FBI se acerca de Hoffman, ele vê-se forçado a pôr em prática um novo jogo. O grande esquema de Jigsaw é finalmente compreendido. Sessões às 12h40,

14h40, 17h00, 19h10 21h20 e 23h40(6ª e sábado)

Castello Lopes 4 Gru o Maldisposto 3D Animação (M6) -Porque ser bonzinho não está com nada, Chris Renaud e Pierre Coffin apresentam um filme de animação e comédia sobre um vilão maléfico que decide roubar a lua. Sessões às 12h40, 15h00, 17h10, 19h20 21h30 e

23h50(6ª e sábado)

Jackass 3D Comédia (M13) -Johnny Knoxville e os seus excêntricos amigos estão pela primeira vez em filme, para coisas que ninguém os deixaria fazer na popular e controversa série da MTV, arriscando estranhas e dolorosas performances e até a própria vida. Sessões às 16h10, 18h20, 22h00 e 00h30.


O Ribatejo

29

Feira das Tasquinhas em Aveiras de Cima

26 | Novembro | 2010

Aveiras de Cima recebe a 15ª Feira das Tasquinhas, entre os dias 26 e 28 de Novembro, na Casa do Povo de Aveiras de Cima. Um certame que mostra o melhor da gastronomia e muita animação desde ranchos folclóricos, danças de salão, sevilhanas e bandas de música.

exposições

Depois de casados “Vamos contar Mentiras”

Pintura e escultura Exposição de trabalhos de Fotografia do 7º Concurso Nacional de Fotografia Jovem. Patente na Galeria Municipal do Entroncamento até 05 de Dezembro.

“Vamos Contar Mentiras”, uma comédia à portuguesa, chega dia 27 de Novembro, às 21h30, ao Pavilhão Desportivo Municipal do Entroncamento. Uma divertida comédia sobre um casal e a sua festa de comemoração após 15 anos de casados. Em palco as peripécias causadas pela esposa, que é uma mentirosa compulsiva, e o plano de assalto que a empregada doméstica preparou para essa noite fazem parte da história, com muitos momentos de puro riso. Em cena Octávio Matos, Marina Albuquerque, Luís Aleluia, Isabel Damatta, Paulo Oliveira, Rosete Caixinha e Diogo Cruz, com uma adaptação de Tomé Lisboa, num duplo tributo a Raúl Solnado e Armando Cortez, que anos atrás participaram nesta peça. Para ver no Pavilhão Desportivo Municipal do Entroncamentos, dia 27 de Novembro, às 21h30. Custo do bilhete: 5 euros.

Cartaxo

Ilustração “7 Ilustríssimos” reúne trabalhos de sete artistas, provenientes de diversos pontos do país, com um talento em comum – a ilustração. Nesta exposição colectiva, estarão expostos trabalhos de Catarina Lopes, Evelina Oliveira, Hugo Maciel, João Drumond, Rita Gomes, Rui Sousa e Vítor Campino. Até 12 de Dezembro, no CCC.

Torres Novas

Professores do futuro Exposição “Professores do futuro: uma forma de cooperação”. Um trabalho de voluntariado realizado por Maria Manuel Faria que evidencia diferentes formas de ocupação de uma comunidade moçambicana. Na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes.

Exposição Nacional

vai acontecer

Entroncamento

Avisan de regresso a Santarém Mais de 8000 animais, entre aves, animais domésticos e exóticos, vão estar patentes ao público na Avisan - Exposição Nacional de Aves e Animais de Companhia, que decorre no Centro Nacional de Exposições, em Santarém, entre os dias 26 e 28 de Novembro. Esta edição da Avisan reúne cerca de 90 expositores e 300 criadores, ocupando uma área de 8000 metros quadrados. A Avisan apresenta, pela primeira vez, a Exposição Nacional de Pombos de Desporto (Org. Associação Columbófila do Distrito de Santarém), evento que conta com a conta com a participação de cerca de três centenas de exemplares.

Câmara Lenta - por Francisco Maia

Rostos da Lusofonia Exposição “Rostos da Lusofonia”. Um trabalho de ilustração e um referencial local da multiculturalidade torrejana realizado por Maria Alexandra Sirgado. Na Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes.

Santarém

Interioridades Inauguração da exposição de pintura de João Cegonha “Interioridades”, no Fórum Actor Mário Viegas, às 17h00. Patente até 17 de Dezembro

José Raposo convida...

Saw 3D. Horror de filme. Diz-se que um raio nunca acerta duas vezes no mesmo sitio, mas a verdade é que na saga “Saw” já vai em sete, e não melhorou em nenhuma das vezes. Afinal quantas vezes é preciso ser atingido por um raio, até aprender que não se pode andar com um fato de metal e picador de gelo em plena trovoada? A receita aqui, é claramente mais do mesmo, só que desta vez... para além dos litros de sangue, horror gratuito e desmembramentos constantes, vamos poder ver tudo em … 3D! E não, ainda não é desta vez que um filme da saga “Saw” vai ter um guião coerente, não que seja necessário.

Aliás, pela rapidez que os filmes de horror saem hoje em dia, na altura que esta critica seja publicada, já estará em produção mais um banho de sangue com o rótulo “Saw”. Mas

nem tudo é mau, pelo menos pode aproveitar a escuridão do cinema e o facto de estar a usar os óculos 3D, para por em dia aquele sono que já à tanto lhe escapa.

Dia 28 de Novembro, às 21h30, “José Raposo convida” Lauro António. Critico, cineasta, professor de cinema, director de festivais e autor de uma vasta obra escrita, Lauro António passa para o outro lado da câmara e será ele o entrevistado a revelar histórias de anos dedicados às “luzes, câmara, acção”. Para ver no Centro Cultural do Cartaxo.

roteiro cinemas Castello Lopes 5 Imparável Acção (M12) - Chris Pine é Will, um entre vários num grupo de jovens contratados por uma companhia ferroviária para substituir trabalhadores mais velhos, mais experientes e mais dispendiosos… Para ele o trabalho não é mais que um trampolim e um cheque ao fim do mês.Sessões às 12h50, 15h00, 17h10,

19h20, 21h30 e às 23h50* (6ª e sábado).

TORRES NOVAS TorreShopping

Sala 2

12h50, 15h00, 17h00, 19h00, 21h10 e 23h50

Imparável Acção (M12) - Sessões às 13h00, 15h10, 17h20, 19h30, 21h40 e 00h00

Teatro Virgínia Nada Pessoal

Sala 1

Sala 3

Harry Potter e os Talismãs da Morte

Gru - O Maldisposto

Aventura(M12) - Sessões às 12h40, 15h30, 18h30, 21h30 e 00h20

TORRES NOVAS

Animação (M6) - Sessões às 12h50, 15h00 e 17h10

Saw 3D Terror (M18) -

Sessões às

Drama (M12) -Uma jovem mulher sem rumo e um homem mais velho, viúvo e a viver sozinho em Connemara, combinam que ela trabalhará para ele em troca de comida mas sem contacto pessoal.

Martin é um homem solitário e auto-suficiente. E, no entanto, a relação entre os dois começa a evoluir gradualmente...Sessão dia 01 de Dezembro, às 21h30.

SARDOAL Centro Cultural Gil Vicente Cartas para Julieta Comédia (M12) - Sophie é uma aspirante a escritora e

juntamente com noivo Victor , que sonha em ter seu próprio restaurante, viaja para a Itália. Em Verona, onde se passou a história de Romeu e Julieta, local perfeito para uma lua de mel antecipada, Sophie acaba percebendo que seu noivo está mais interessado nos fornecedores para seu restaurante do que nela. Sessões dias 27 de Novembro, às 21h30.


30

O Ribatejo

Feira do Livro em Constância

26 | Novembro | 2010

Constância recebe a 24ªFeira do Livro de 28 de Novembro a 5 de Dezembro, no Centro Náutico de Constância. Uma iniciativa de promoção do livro e da leitura que contará com a participação de vários escritores.

televisão

horóscopo carneiro 21/3 a 20/4

Predadoras RTP2

Aproveite esta semana para dar largas aos seus balança 24/9 a 23/10 desejos de sucesso no campo profissional, dado

touro 21/4 a 21/5

Risco de desentendimentos e interpretação errada dos seus projectos no campo profissional, pelo que se aconselha prudência. Reprima os comportamentos impetuosos e críticos. Tentação de reatar um amor do passado, mas deve reflectir antes de tomar decisões irreversíveis.

escorpião 24/10 a 22/11

Embora se sinta motivado por grandes ambições, nem sempre a energia irá corresponder às suas expectativas. Pense bem e coloque os prós e contras na balança se lhe surgir oportunidade de mudar de casa. Resoluções amorosas dependem da sua capacidade criativa.

gémeos 22/5 a 21/6

Verá alguns dos mais ousados projectos de trabalho realizados e a sua diligência será reconhecida. Esteja, contudo, atento a várias atitudes negativas dos que o rodeiam. Um romance imbuído de secretismo pode marcar inesperadamente o quotidiano dos nativos deste signo.

sagitário 23/11 a 20/12

Decisões impulsivas e precipitadas podem acarretar problemas, especialmente no que se refere ao trabalho e vida pessoal. Semana plena de romance e momentos inesquecíveis junto da pessoa que actualmente faz parte da sua vida. Seja mais paciente e tolerante.

caranguejo 22/6 a 22/7

Se acha que a nova filosofia de vida, que tem vindo a construir, se insere favoravelmente no seu quotidiano profissional, continue a segui-la, sem atender a opiniões e atitudes de terceiros. Dê mais atenção à pessoa amada e distraia-se em companhias divertidas.

capricórnio 21/12 a 20/1

Acréscimo de responsabilidades profissionais, que podem revelar-se de extrema importância num futuro próximo. Espírito convincente e facilidade de expressão ao longo da semana. Uma pessoa especial pode surgir inesperadamente na sua vida, mas tenha alguns cuidados.

leão 23/7 a 23/8

Não vão faltar-lhe hipóteses de conseguir o sucesso desejado em todos os assuntos relacionados com o trabalho e igualmente com a sua vida pessoal. Fuja de romances tumultuosos e aventuras que sabe, de antemão, corresponderem a situações mais melindrosas.

aquário 21/1 a 19/2

Confie na intuição e, em vez de se fazer vítima dos acontecimentos, enfrente-os com coragem e optimismo. Será fácil cumprir as obrigações profissionais e resolver assuntos pessoais. Os astros não favorecem muito os investimentos financeiros com maior risco.

Necessidade de mudanças no quotidiano profissional, o que pode revelar-se de grande utilidade, se conseguir canalizar ideias e energias de uma forma positiva. Concentre-se nas decisões amorosas e actue com alguma reserva, fugindo a entusiasmos demasiados.

peixes 20/2 a 20/3

Sexta,26 de Novembro, 18h30

Uma série repleta de humor que relata a vida de uma mulher recém-divorciada que decide encontrar alguma emoção na sua vida amorosa. Assim, numa pequena cidade da Flórida, o assunto é a equipa de futebol da Cougars Hill School. Esta cidade é o habitat natural dos divorciados muito bronzeados e pouco vestidos, que procuram um par mais jovem. Jules recusa-se a ser uma dessas predadoras, mas com um divórcio e 40 anos de idade nas suas costas, procura mais agitação na vida.

Os Templos do Consumo Canal Odisseia Segunda, 29 de Novembro, 14h00

Que têm em comum Al Gore, a ficção científica, as catedrais góticas e as montanhas russas? Todos estão juntos neste documentário que reúne as reflexões e revelações de uma das instituições mais populares da América do Norte: o centro comercial. Unindo nostalgia, ambição arquitectónica, cultura pop e política, este documentário viajará pelos centros comerciais nos Estados Unidos até às novas construções no Dubai, Polónia, Japão e Índia.

virgem 24/8 a 23/9

não lhe faltarem oportunidades de subir alguns degraus na escada do sucesso. A pessoa amada contribuirá para lhe restaurar algum optimismo que não tem marcado presença.

palavras cruzadas Marcos Cruz - Rede Expresso

sorte Concurso nº 47/2010

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

212121x1x2211 M:1

totoloto 10 | 21 | 22 | 26 | 36| 42 | 18

joker 6.131.574

loto2 3 | 4 | 5 | 25 | 27| 46| 42 Estes resultados não dispensam a consulta da lista oficial do Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa

8

7 5

7

5

2

9

1

7

3

8

6 1

1

8

5

2

6 1

3

2

8

5

3

2

4 7

CD 10 Anos nas Asas do Fado Kátia Guerreiro PVP:16,99€ “Para além da sedução que um timbre muito próprio concede à sua voz, desde a primeira gravação que Katia Guerreiro ultrapassa uma das mais ásperas dificuldades do Fado: conciliar a expressividade emotiva da interpretação com a clareza e rigor da palavra.” Um disco comemorativo de 10 anos dedicados ao fado

5

3

7

6

7

4 2

1

5

2

8

3 1

4

DVD/BLU RAY Um conto de Natal Vários PVP: 34,99€ Recriação da história clássica de Charles Dickens numa nova produção da Disney - O Conto de Natal com Jim Carry. “Quando os fantasmas dos Natais do passado, do presente e do futuro levam o avarento Scrooge (Jim Carrey) numa viagem reveladora obrigando-o a enfrentar verdades, o velho Scrooge descobre o verdadeiro sentido do Natal.”

8 3

9

4 9

8 1

VERTICAIS: 1. Eram chefiados por Viriato 2. O vinho considerado como excipiente medicinal. Cada nariz tem duas (sing.) 3. Roda pirotécnica. 4. Deslocava-se. Afluente do Douro, Põe termo à oração 5. Capital búlgara. É masculino 6. No meio da cave, Pedras de altar 7. Detêm sozinhos o poder 8. Irmão do pai. Equipes 9. Romanos. Unidade militar. Fica perto 10. Não são obrigados 11. O namorado arrasta-a. Cardeais. Grande fúria.

Francisco Moita Flores PVP:16,200€ Um livro que conta a história de Maresia do Mar e a sua aventura marítima até chegar a Lisboa, um Rouxinol astronauta que partiu para o cometa Raio de Luz, o vírus Influenza, conhecido pelos amigos por Gripe, que se vai meter em graves problemas e, finalmente, a história verídica do jantar da Assembleia Mundial dos Animais Unidos, presidida pelo gorila Cacho de Bananas.

4

3

9

HORIZONTAIS 1. Sessão que corresponde ao período anual de funcionamento da Assembleia da República 2. Faz a força. O lobo solta-os 3. Ponte alentejana. Completo compreende calças e casaco. A pura é virgem 4. Conclusivo. Tratamento íntimo 5. Como Eva andava no Paraíso. O vegetariano não lhe toca 6. Caminha. Quando gases do estômago são expelidos através da boca 7. Negativo. Armadilha 8. É a linha que separa o mar da terra. Avivar 9. Naturais do Sião. Romanos 10. Precedia o rei. A íris dá-a aos olhos 11. Merenda. A campa mais simples.

LIVRO As aventuras de Maresia do Mar

sudoku

9

Soluções

totobola

A reflexão constitui o processo mais indicado de encarar todos os assuntos, pelo que deve fazer um balanço de várias decisões tomadas nos últimos tempos no sector de trabalho e pessoal e tentar corrigir erros passados. Evite, contudo, ferir sentimentos desnecessariamente.

8

HORIZONTAIS: 1. Legislativa 2. união; uivos 3. Sor; fato; lã 4. ilativo; tu 5. nua; carne 6. anda; arroto 7. não; trampa 8. orla; atear 9. siamesas; II 10. el; cor 11. farnel; rasa

12 | 15 | 32 | 36 |45| 7 | 9

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

VERTICAIS: 1. lusitanos 2. enol; narina 3. girândola 4. ia; Tua; ámen 5. Sofia; ele 6. av; aras 7. autocratas 8. tio; armes 9. tropa; cá 10. voluntários 11. asa; EO; ira

euromilhões

Super 14. Benfica - Braga

escaparate

O seu talento e espírito ambicioso encontram-se em destaque ao longo de toda a semana e obterá sucessos inesperados, tanto no sector profissional como num assunto da sua vida privada. Romantismo e sensibilidade e óptimas hipóteses de começo de um novo romance.

7

4 8

5 9

Só há uma regra: completar a grelha, de modo a que cada linha, cada coluna e cada bloco de 3x3 incluam os números de 1 a 9, sem repetições!

JOGO Epic Mickey Wii PVP: 49,99€ Um jogo em plataforma recheado de acção e aventura para a Wii que envia Mickey Mouse numa épica viagem de criatividade e descoberta. Na pele de Mickey, o jogador é atirado para a Wasteland, um mundo alternativo constituído pelos esforços criativos da Disney já esquecidos, onde recebe o poder de usar tinta e dissolvente para mudar o mundo de forma dinâmica determinando ao mesmo tempo o caminho de Mickey para se tornar num herói épico.


32 COMERES & BEBERES | RESTAURANTES E ESPECIALIDADES SANTARÉM A GRELHA Especialidades Peixe Fresco, Bacalhau Assado com Magusto, Espetadas de Lulas com Gambas, Espetadas de carne Barrosã com Gambas e Ananás, Espetadas Mistas, Arroz de Feijoca, Bons Vinhos da Região Folga 2ª Feira Morada R. Ateneu Comercial, 1 r/c Esq. – Santarém Telefone. 243333348/ 243322636/ 917604488

QUINTAL DO BECO Especialidades Lulas fritas com camarão, Bife à Beco. Folga Domingo. Morada Beco dos Fiéis de Deus, nº 15, Santarém. Tel. 243391247.

O CANTINHO DOS SABORES Especialidade Bacalhau Assado com Açorda de Grelos Folga: Domingo. Morada Estrada Nacional 3, Alto do Vale, Vale de Santarém Tel. 243761268

O SALSA Especialidades Peixe Fresco, Carnes da Especialidade, Massinhas de Peixe, Açorda de Ovas Folga Domingo Aberto nos Feriados Morada EN 3 – Portela das Padeiras – Santarém Tel. 243351341 J F RESTAURANTE Especialidades Folhado de Perdiz, Bacalhau frito com Gambas e Coentros, Camarão com Risotto 3 queijos, Bifes do lombo, Cozinha Tradicional portuguesa Folga 3ª Feira Morada Jardim de Cima - Santarém Tel. 243302200 CASA CONDEÇO Especialidades Açorda de Bacalhau à Barrão, Molhinhos de Carneiro com Grão, Migas Ribatejanas c/ Bochechas de Porco Favas com Entrecosto Folga 2ª Feira Morada Rua do Alfageme, 41 – Ribeira de Santarém - Santarém Tel. 243326887 A CARROÇA Especialidades Bacalhau à Carroça; Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau à Brás, Carne de porco à Alentejana, Petiscos (amêijoas, moelas, pica-pau) - Aberto todos os dias Morada Rua Principal – Advagar - Achete Tel. 243478216 LUÍS DO LEITÕES Especialidades Leitão assado à Bairrada, Bacalhau à Lagareiro, Grelhados variados Folga 2ª Feira Morada Rua Teófilo Braga, 10 - Santarém Tel. 243332102 O BACALHAU Especialidades Borrego à Casa, Bacalhau à Lagareiro, Peixe Fresco Folga 3ª feira à tarde Morada Rua S. Tiago Tremez Tel. 243479196 TABERNA DO QUINZENA Especialidades: Magusto com Bacalhau Assado, Pato Assado no Forno, Cozido à Portuguesa, Cabrito Assado no Forno, Pernil de Porco e Naco de Toiro Bravo Avinhado Folga Domingo Morada Taberna I - Rua Pedro Santarém, 93/95 - Santarém Tel. 243322804 Morada Taberna II – Cerco da Mecheira, 20 - Santarém Tel. 243333110 ADEGA DOS SABORES Especialidades Cabrito Assado no Forno, Bacalhau assado com batata a murro, Polvo à Lagareiro. Folga 5ª feira e domingo ao Jantar. Morada Rua 25 de Abril, 27 – Casa dos Pinheirinhos- Casal da Charneca – Almoster – Santarém. Tlm 916845000 MINA VELHA Especialidades: Bacalhau Assado com Magusto, Bacalhau c/ Broa, Massa à Barrão, Bife à Mina Velha, Posta à Mina Velha. Folga : Domingo à Noite e 2ª Feira. Contacto 243 372 581. Morada : Urb. Quinta das Fontainhas – Santarém. Long. 08´42´20” O. Lat. 39´42´19” N

QG Folga 3ª feira Morada: Praça 15 de Dezembro, 1 - Cartaxo Tel. 243499300 Tlm. 967062629

QUINTA DOS GRAVELHOS Folga 3ª feira Morada: Rua do Comércio, 58 - Moçarria Tel. 243499300 Tlm. 967062629 DOM TACHO Especialidades Ensopado de Enguias, Feijoada de Gambas, Mar e Terra Morada Rua Marquesa da Ribeira Grande 53, Vale de Santarém Tel. 243 761078. Aberto todos os dias.

OH VARGAS Especialidade Comida Tradicional Folga Sábado (excepto para serviços marcados) Morada EN 3 - Portela das Padeiras - Santarém Tel. 243351146.

(excepto feriados). Morada Rua do Campo da Bola - Foros de Benfica. Tel. 243580934 CARTAXO

O CANTINHO DA BELA Especialidades Bacalhau gratinado, bacalhau à casa, ensopado de borrego, lombo assado com migas, coelho à caçador Folga Domingo Morada Estrada Nacional 3, Lote 3, Pernes Tel. 243 449 514.

ADEGA DO BACALHAU Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Bacalhau assado com Magusto, Bife à Casa Folga Domingo Morada Travessa da Boleta, 2 e 4 (centro histórico) Santarém. Tel. 243306519964569837.

TABERNA RENTINI Especialidades Cozinha Tradicional, Grelhados no carvão Morada Casais do Quintão - Perofilho, 2005-021 Várzea - Santarém Tel. 243499254 CHAFARICA DA TORRE Especialidades Carne de Vitela Maronesa, Bacalhau na brasa, Camarão Tigre, Raia com molho de alcaparras Folga Domingo Morada Praceta João Caetano Brás, 9 - S. Domingos - Santarém Telf. 243 372 649 - 96 6620790 O TASCO Especialidades Massa à Barrão, Bacalhau grelhado com Magusto, Bife à Tasco, Entrecôte com Migas, Carnes de Porco Preto grelhadas Folga Domingo Morada EN 3 – S. Pedro (frente à JAE) – 2005 Santarém Tel. 243302740 Tlm. 917062391 O BERNARDO Especialidades: Bacalhau no forno com Broa de Milho, Polvo no forno, Ensopado de Borrego, Cabrito no Forno e Lombos de Fataça Grelhados Folga: 2ªas Feiras Morada: Loja Nova – S. Vicente do Paúl Contactos: 243428388 Telemóvel 9918939656 O CANTINHO DO AVÔ Especialidades: Queixadas de Porco no Forno, Molhinhos com Feijão Branco, Cozido à Portuguesa, Feijoada à Transmontana, Secretos de Porco Preto, Magusto com Bacalhau Assado, Polvo à Lagareiro. Folga Domingo. Morada Rua Paulino da Cunha e Silva nº 121 – 2000-369 Alcanhões. Tel. 243428303 CARAVANA Especialidades: Bife à Caravana, Bife de Pimenta, Lulas com camarão. Folga Domingo. Morada Rua Capelo Ivens, nº 102, Santarém. Tel. 243 306 437 PAPARIKA DO MOCHO Especialidades: Muamba de galinha, Caracoletas guisadas, Cataplana de marisco e Torricado de bacalhau Folga: Domingo Morada: Rua do Matadouro Regional, Lote 22 – Quinta do Mocho – Zona Industrial – 2005-002 Santarém Contactos: 243325144/ 918550164/ 919848045 CONSTÂNCIA FALCÕES Especialidades: Troxas de Sta. Madalena, Bife na Pedra, Terra e Mar, Maçã Romana Folga: Terça-Feira Morada: Rua Luís de Camões, 33 Abrantes Horário: 12h10m ás 15h00m e das 19h30m ás 22h30m Telefone: 249 098 875 E-mail: restaurantefalcoes@gmail.com SALVATERRA PRETO & BRANCO Especialidades Bacalhau com natas, Porco Preto, Arroz de Pato, Enguias do Rio, Carne Mirandesa Folga 2ª feira Morada Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca, 144 - Salvaterra de Magos Tel. 263507858 - 918675981

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Costeletas e Mistas grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quintafeira). Morada R. Dr. Gomes da Silva (Sociedade Filarmónica Cartaxense) Cartaxo Telem: 963458371 TABERNA DO GAIO Especialidades Pratos Regionais e grelhados de peixe e carne. Jantares às sextas e sábados. Folga ao domingo. Estrada Nacional N3 - Cruz do Campo - Cartaxo. Telf: 243 759 883

CALIFÓRNIA Especialidades Enguias c/arroz de feijão, Ensopado de Enguias, Entrecosto Frito c/arroz de feijão, Vitela estufada, Chispe c/Feijão Branco. Serve Jantares. Fecha às terças. Telf: 263504643 . Foros de Salvaterra. O PINTO Especialidades Enguias fritas c/arroz de feijão, ensopado de enguias, polvo à lagareiro, Borrego à Alentejana. Fondue. Aberto todos os dias. Serve jantares. EN 118 KM54 – Marinhais ADEGA DA ROSA Especialidades Picanha, Bacalhau à Lagareiro, Chocos à Lagareiro, Espetada de lulas c/gambas, costeleta Mirandesa. Garrocheira – Foros de Salvaterra; Telf: 263 507 240 CABANA DOS PARODIANTES Especialidades Bife à Patilhas & Ventoinha, Molhata de Enguias (caldeirada típica avieira). Pode encomendar Barretes, Bolo Rei e outras especialidades. Folga 4ªs feiras à tarde. Av. Dr. Roberto Ferreira da Fonseca. Mail: cabana.eventos@gmail.com telf: 263504177 ; site: www.cabanadosparodiantes.com ESCAROUPIM Especialidades Enguias todo o ano, Açorda de Sável, Lampreia em época, Arroz de Bacalhau c/ Farinheira, Migas, Tarte de Perdiz Folga 5ª Feira e Domingo ao jantar Morada Largo do Avieiros - Escaroupim - Salvaterra de Magos Tel. 263107332 telemóvel: 912539228email:rest.o.escaroupim@ hotmail.com A CASINHA Especialidades Ensopado de Enguias, Enguias Fritas, Picanha, Plumas de Porco Preto, Alheira, Caça Grelhada Morada Av. Dr Roberto Ferreira da Fonseca 54 - Salvaterra de Magos Tel. 263504795 Aberto ao domingo durante o mês da enguia BARQUINHA ALMOUROL Especialidades Enguias, Sável e Lampreia Folga 3ª Feira Morada Tancos, Vila Nova da Barquinha Tel. 249 720 100. Mail: www.almourol.com ABRANTES CRISTINA Especialidades Bacalhau c/Broa, Polvo à Lagareiro, Cherne c/molho de coentros, cabrito assado no forno, Arroz de Pato à Antiga, Perna de Borrego assada c/alecrim. Folga Domingo à tarde e 2ª feira Morada Rio Moinhos – Abrantes Tel. 241881177 Fax: 241881343 Email info@restaurantecristina.com Web www.restaurantecristina.com

AVENIDA Especialidades Polvo a Lagareiro, Bacalhau a Braga, Pescada Gratinada com Camarão, Bifes da vazia à Portuguesa com Pimenta ou com Alho. Reservas para grupo e Serviço de Take Away pelo 968486613 - Karaoke aos Sábados Morada Av. Forças Armadas - Abrantes O FUMEIRO Especialidades Bife da casa, Fondue de Porco Preto, secretos com migalhana, Ovas na Brasa com Açorda de Ovas, Bacalhau à Fumeiro Folga Domingo Morada Rua do Pisco, 9 – Abrantes Tel. 938851963 Email restaurantefumeiro@clix.pt ALMEIRIM RETIRO DO CAMPINO Especialidades Sopa da Pedra, Grelhados no Carvão Folga 3ª Feira Morada Largo da Praça de Toiros, 1 A Almeirim Tel. 243592528 O GALINHA Especialidades Sopa 3/1, Sopa da Pedra, Polvo à Lagareiro, Cozido à Portuguesa, Arroz de Tamboril, Massada de Cherne, Bife à Cortador Folga 3ª Feira. Aceita-se reservas para grupos Morada Rua Ilha da Madeira, 16 J - Almeirim Tel. 243579797 DAVID PARK Especialidades Arroz de Tamboril, Espetadas de Lombinhos c/ Gambas, Cozinha Tradicional, Peixe Fresco grelhado na Brasa Folga 4ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 15 - Almeirim Email: davidparkmail.telepac. pt. Tel. 243591475 SEPÚLVEDA Especialidades Bacalhau à Lagareiro, Molhinhos c/ Grão, Entremeada de Vitela, Moelas estufadas c/ batata frita, Chocos e Grelhados Folga Não temMoradaRuaVinhadoSantíssimo, Bloco 32 - Almeirim Tel. 938732058 O FORNO Especialidades Sopa da Pedra, Peixe Fresco, Carne Porto Preto e Grelhados Folga 3ª feira Morada Largo da Praça de Touros, 23 - Almeirim Tel. 243592916 O CHURRASCO Especialidades Frango, Coelho, Carnes grelhadas. Pratos do dia. Cozido à portuguesa (à quinta-feira). Morada R. 5 de Outubro, 115 - Almeirim Tel: 963458371 CONSTANTINO DAS“ENGUIAS” Especialidades: Enguias Fritas, Ensopado, Grelhados no carvão Folga à 2ª Feira. Aceita reservas Morada Foros de Benfica – Benfica do Ribatejo Tel. 243589156 CAMBÁIA Especialidades: Ensopado de Enguia e Enguias Fritas. Folga 4ª e 5ª feira

TABERNA DO ALFAIATE Especialidades Bacalhau assado no forno com manja, Migas de bacalhau, Cabrito assado no forno, Naco de boi em vinho tinto com migas, Entrecosto de porco preto com arroz de feijoca, Porco preto assado no forno à padeiro. Folga Encerra às 2ª feiras e Domingos ao jantar. Morada Lapa, Cartaxo, telefone 243 790 005 GOLEGÃ CENTRAL Especialidades: Bife à Central com Molho à Brogueira, Entrecosto à Goleganense, Açorda de Sável- Sobremesa: Toureiros Telefone : 249976345 Morada : Largo Imaculada Conceição 3 a 8 - 2150-125 Golegã. Reservas@cafecentral.pt www.cafecentral.pt O BARRIGAS Especialidades: Buffet de entradas regionais, fritada de camarão com açorda e naco de boi no carvão.Folga: Domingo ao jantar e 2ª feira Morada: Largo 5º Outubro, nº 55 e 56 – Golegã Contacto: 240 717 631 Site: www. obarrigas.com Outras info: Zona para fumadores ALPIARÇA TERTÚLIA Especialidades Ensopado de enguias, bacalhau com broa, bacalhau com favas, bacalhau (frito) à marialva, porco preto, borrego à moda de Alpiarça, costeletas de borrego, espetada de javali, alheiras (caça/ mirandesa), coelho com molho de coentros. Bons vinhos da Região e de outras regiões. Ementas personalizadas para grupos e ocasiões especiais. Abrerto todos os dias Morada Rua Engº Álvaro da Silva Simões, 108 Alpiarça Tel: 243558588 Reservas 935587920. Site http//tertulia-restbar.hi5.com Email:bernardos.inv. hot@sapo.pt CORUCHE Ó MANEL Especialidades: Espetadas do Toiro Bravo. Dobrada e mão de vaca. Sopa de Rabo de boi. Grelhados. Morada Rua de S Tomé, 4 – Bairro Novo. Tel. 243675878. Folga ao Domingo JAKIM GIRASSOL Especialidades: Bacalhau c/ Migas, Feijoada de Chocos c/ Gambas, Borrego assado no forno, Pernil de Porco no Forno, Arroz de Pato, Bacalhau gratinado c/camarões. Petiscos variados. Morada: Estrada Nacional 119 (Área de serviço Repsol) – Biscainho . Tel. 243660333 A TASCA Especialidades Pernil de porco no forno, cozido à portuguesa. Carne Brava Folga Domingo Morada Mercado Municipal – Coruche Tel. 243675232 O CHOUPO

Especialidades Bacalhau à Choupo, enguias fritas e ensopado, medalhões de Maronesa, Posta Maronesa, Carnes de porco preto, cataplanas Folga 2ª feira (após almoço) Morada Montinhos dos Pegos (1 Km cruz. Monte da Barca) – Coruche Tel. 243618875. Tel. 917785703 O FARNEL Especialidades Bacalhau à Farnel; Bacalhau assado c/migas à moda de Coruche; cabrito frito à lavrador; migas de batata c/carne de porco; ensopado de borrego, grelhado de novilho bravo e porco preto na telha Folga 2ª feira Morada Sala p/banquetes no Monte da Barca. Rua Vasconcelos Porto – Coruche Tel. 243675436 SAL & BRASAS Especialidade: Carnes na brasa Folga 2ª feira Morada Cruzamento Monte da Barca - Coruche Tel. 243618319 PONTE DA COROA Especialidades: Cozinha regional e grelhados no carvão Folga Domingo Morada Estrada Nacional 114 Coruche Tel. 243617390 RIO MAIOR MANJAR DO PARQUE Especialidades Leitão assado em forno de lenha, Picanha à Brasileira, Secretos de porco preto na brasa , Manjar de Gambas, Bacalhau Maravilha, Bife à Casa. Leitão assado para fora. Ementas para grupos Morada Rua Almirante Cândido Reis, 26 R/c (junto ao jardim) – Rio Maior Tel. 243997071 Email geral@manjardoparque.net PALHINHAS GOLD Especialidades Alheira de caça, Carne mirandesa, Porco preto com migas, Picanha, Bacalhau com crosta de azeitona, Tiborna de bacalhau, Caril de gambas, Arroz de tamboril, , Pão de Ló caseiro. Folga Domingo à noite e 2ª Feira. Morada Trav. do Palhinhas (centro da cidade) - Rio Maior Tel. 963435547. Site www.palhinhasgold.pt FÁTIMA SANTA RITA Madeirense e Açoriano Especialidades: Bacalhau Espiritual, Bacalhau com camarão, Bacalhau Nove Ilhas, Bife de Atum; Alcatra, Linguiça do Pico, Secretos Porco Preto, Vitela. Morada: R. Rainha Santa Isabel (em frente ao Hotel Cinquentenário) Fátima. Tel. 249098041/919822288. Site: http://santarita.no.comunidades. net. Oferta de 5% de desconto com a apresentação deste jornal. MAÇÃO O GODINHO Especialidades Café – Restaurante. Cozinha Regional. Quarta-Feira: Cozido à Portuguesa. Serve Almoços e Jantares. Encerra ao Domingo. Telf: 241572874;tlm 962536310 Rua da Republica – Mação O CANTINHO Especialidades Restaurante Marisqueira; Especialidades: Arroz de Marisco, Cataplana de Cherne, Bife à Cantinho na Frigideira e Maranho de Mação.Almoços e Jantares.Aberto todos os dias.Telf: 241107558.Tlm: 964677705. Rua Monsenhor Alvares de Moura - Mação TORRES NOVAS O BABALHAU BRASAS Especialidades: Arroz de Pato, Cabrito no Forno, Camarão Flamejado c/ manga, Peixe Fresco do Mar e Carne c/Qualidade. Folga ao Domingo à noite e Segunda. Ladeira da Enfermaria Militar, nº 21 – T Novas – Telf: 249183699. Reservas: 913125149


OPINIÃO | COMERES & BEBERES 33

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Vinhos da Quinta da Alorna

A gastronomia e o património Em devido tempo informei os leitores do modo como o presidente Sarkozy anunciou a candidatura da gastronomia francesa a Património Cultural Imaterial da Humanidade. Na altura lamentei o atraso português e deixei correr o marfim. Os franceses não, senhores de um formidável património cultural (leia-se Haute Cuisine: How The French Invented The Culinary Profession de Amy Trubek), preparam cuidadosamente a candidatura recorrendo a prestigiados chefes, historiadores, cientistas, críticos e outros especialistas de modo a os seus propósitos obterem êxito. O obtiveram. Com efeito, na recente reunião do comité da UNESCO realizada em Nairobi, os franceses viram recompensados os seus esforços ao lhe ser atribuído tal galardão. Mas, a UNESCO também considerou Património da Humanidade o pão de especiarias da Croácia, a cozinha mexicana e a dieta mediterrânica candidatura conjunta da Espanha, Grécia, Itália e Marrocos. E nós… aqui tão perto. Os franceses cantam de galo pelo triunfo que irão rentabilizar debaixo de todas as formas e feitios desde a cozinha aos

vinhos, passando pela pastelaria, confeitaria, enchidos, queijos, manteigas e a envolvência paisagística pontuada pela monumentalidade. E nós…? Os mexicanos mandaram para o velho Mundo milho, feijão e pimentas, lá estes três produtos são base de uma cozinha onde a necessidade é determinou formidável argúcia. E nós…? Nós nada. Para as bandas do Palácio da Ajuda em vez de se pensar a sério no referente à nossa herança cultural no domínio das artes culinárias e gastronomia (bem podiam mandar estudar a preciosa biblioteca existente no palácio), prefere-se gastar tempo e algum dinheiro apesar de ser escasso, em projectos inconsequentes na esfera deste importante património imaterial e material. Para as bandas de Santarém o projecto de criação do Museu Nacional de Gastronomia parece ter sido sepultado na tumba do esquecimento. Por mim não dou por mal empregue o longo tempo que gastei na preparação de um documento atinente a tal. A vida não é preenchida só com alegrias, abraços e efusões festivas. É a vida! Armando Fernandes

Por intermédio da Comissão Vitivínicola Regional do Tejo recebi amostras de vinhos produzidos no terrunho ribatejano, dos quais emitirei opinião em próximas crónicas. Os produtores que nisso vejam interesse podem remeter as amostras ao cuidado da CVRT, ou então entregá-las directamente no jornal (edifício do CNEMA), tendo o cuidado de informar do facto aquela Comissão. A Quinta da Alorna remeteu amostras de três vinhos: Touriga Nacional&Cabernet Sauvignon, Verdelho e o Colheita Tardia Late Harvest. Antes de dizer o que penso dos vinhos em causa, importa referir que no ultra-famoso e influente Parker’s Wine Buyer’s Guide N.º 7, relativo ao ano de 2008, são mencionados três vinhos da Quinta da Alorna, tendo o Touriga Nacional&Cabernet Sauvignon obtido 89 pontos, o que é muito bom para a credibilização dos nossos vinhos no estrangeiro em geral, e no competitivo mercado americano em particular. Notas de prova: O vinho Colheita Tardia Late Harvest em termos de cor exibiu notável brilho, sem mácula, num dourado imperial chinês. Ao nariz chegaram fragâncias frescas, florais e frutais suaves e para quem gosta de trincar maçãs como eu é bem capaz de detectar aromas e gosto derivado da pectina contida na casca. Na boca mostrou-se doce, delicado e guloso, prevalecendo as sensações frutais e florais silvestres maduras com um final prolongado. Indicado para acompanhar delicadezas gastronómicas, mas ao contrário do afirmado no contra-rótulo, julgo que perderá fulgor bebido com doces de amêndoas e de ovos. Não será dema-

Tiago Relva

PAU LO N I ZA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SARDOAL

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1308 de 26.11.2010)

* CRÉDITO RÁPIDO P/ INÍCIO DO SEU NEGÓCIO Taeg desde 7,00%

EDITAL N.º 09/2010

* CRÉDITO PESSOAL OU CARTÃO DE CRÉDITO C/ ASSINATURA DE 1 SÓ TITULAR, SE CASADO Taeg desde 12,06%

MIGUEL JORGE ANDRADE PITA MORA ALVES PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE SARDOAL FAZ PÚBLICO que, para efeitos do artº 91º da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro, na redacção dada pela Lei nº 5-A/2002, de 11 de Janeiro e, dando cumprimento ao artº 16º do Decreto – Lei nº 442/91, de 15 de Novembro, com as alterações introduzidas pela Lei nº 6/96, de 31 de Janeiro, se realiza no próximo dia 30 de Novembro de 2010, pelas 20 horas, no Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, a Sessão Extraordinária da Assembleia Municipal, com a seguinte Ordem de Trabalhos: Período Antes da Ordem do Dia Ordem de Trabalhos 1. Restruturação dos Serviços; 2. Análise do estado da Educação no Concelho de Sardoal; 3. Análise do estado da Saúde no Concelho de Sardoal. E para constar, se lavrou o presente Edital e outros de igual teor que vão ser afixados nos lugares públicos de estilo.

Paços do Município de Sardoal, 19 de Novembro de 2010 O Notário (assinatura ilegível)

Armando Fernandes

CRÉDITOS

notário - santarém CERTIFICO que por escritura de treze de Julho de dois mil e dez, exarada de folhas 56 e seguintes do livro de notas para escrituras diversas número 41 do Notário Tiago Miguel Berrincha Travassos Relva, com instalações na Praceta Pedro Escuro, número 18, em Santarém, o “GRUPO DESPORTIVO DE TREMEZ”, NIPC 501 616 675, com sede no lugar e freguesia de Tremez, concelho de Santarém declarou que com exclusão de outrem, é dono e legítimo possuidor do seguinte imóvel: PRÉDIO URBANO com a área total de onze mil quinhentos e quarenta e dois metros quadrados, composto de campo de futebol, sito na Rua da Feira da Loiça freguesia de Tremez, concelho de Santarém, a confrontar de norte e de nascente com estrada, de sul com serventia e de poente com Amélia Cordeiro Dias, omisso na Conservatória do Registo Predial de Santarém, inscrito na respectiva matriz em nome do Grupo Desportivo de Tremez sob o artigo 2491, com o valor patrimonial tributário e atribuído de cinco mil oitocentos e trinta euros. Que o seu representado possui este prédio em nome próprio, convicto de que lhe pertence, há mais de vinte anos, por o ter construído em terreno que não consegue identificar e que para o efeito lhe foi doado verbalmente pelo ano de mil novecentos e oitenta e cinco por Amélia Cordeiro Dias, viúva, residente em Tremez, e desde então e ininterruptamente o ocupa, fazendo as obras de conservação necessárias, posse que sempre exerceu com conhecimento e à vista de toda a gente, sem a menor oposição de quem quer que seja, sendo, por isso, uma posse pacífica, contínua, pública e de boa fé, pelo que o adquiriu por usucapião, não tendo todavia, dado o modo de aquisição, documento que lhe permita fazer a prova do seu direito de propriedade. Santarém, 17 de Novembro de 2010

siada adição de doçura? O Verdelho colheita de 2009, novo e vibrante, vem lembrar o óbvio, a casta verdelho tem fortes raízes no Ribatejo, assim o atesta a localidade com esse nome na periferia de Santarém e Verdelha lugar da freguesia de Alverca do Ribatejo. Este Verdelho deu boa conta de si, frutal no nariz, estrutura harmoniosa e bem recebido em termos palatais com notas de erva acabada de cortar e ténue caramelo a fazê-lo perdurar alegremente. O tinto Touriga Nacional&Cabernet Sauvignon colheita de 2008, antes de ser apreciado estagiou doze meses em barricas de carvalho francês. Muito bem, as uvas da casta cabernet gostam de madeira, a touriga também, e sendo assim o casamento sai perfeito. Não tenho espaço para referir o modo como os Romanos apreciavam a cabernet, no entanto, ela é responsável por vinhos poderosos, retintos e capazes de resistirem à usura do tempo. Pois, a touriga nacional idem aspas, aspas. Resultado: deste tinto sem defeito ao olhar, emergem aromas fortes a fruta gorda, madura, a húmus, e na boca obtive a confirmação, além de revelar orgulho e raça com evidentes qualidades gustativas num final longo e imperioso. O enólogo Cancela de Abreu merece justificados elogios.

* CRÉDITO CONSOLIDADO COM E SEM HIPOTECA C/ REDUÇÃO ATÉ 60% DO ENCARGO MENSAL Taeg desde 6,59%

* CRÉDITO COM GARANTIA DO SEU AUTOMÓVEL E NEGÓCIOS AUTO ENTRE PARTICULARES Taeg desde 18,52%

* LINHAS DE CRÉDITO COM APOIO DO ESTADO PARA INÍCIO DO SEU NEGÓCIO E PARA EMPRESAS JÁ EXISTENTES Taeg desde 2,50%

* CRÉDITO HABITAÇÃO E TRANSFERÊNCIAS COM REDUÇÃO DA SUA PRESTAÇÃO MENSAL E POSSIBILIDADE DE TAXA FIXA Taeg desde 5,1994%

* CONTACTE-NOS MESMO QUE TENHA

PROBLEMAS BANCÁRIOS, POIS EM MUITOS CASOS AINDA TEMOS A SOLUÇÃO

www.pauloniza.pt Urb. Vila das Taipas. Lt.4 – r/c Drt. 2080-067 Almeirim

O Presidente da Assembleia Municipal Miguel Jorge Andrade Pita Mora Alves

E-mail: geral@pauloniza.com

Telf.: 243 579 296

Telm. 938 879 678


34 ADVOGADOS SANTARÉM A Dr. José Francisco Faustino; Dr Francisco Luís; Dr.ª Graça Ferreira e Sousa; Dr. João Rafael; Dr. Pedro Goulão; Dr. Pedro Matos Barbosa; Dr. Francisco Lopes Leitão - Rua Reitor Pedro Calmon, nº 6 - 1º – 2000-031 Santarém - Tel. 243327159 Fax 243327160 - adv.santarem@ mail.telepac.pt A Oliveira Domingos - Largo Cândido dos Reis, 3 -1º - Santarém Tel. 243326310 - Fax 243333587 oliveiradomingos-161e@adv.oa.pt A Sandra Alexandre - Rua do Colégio Militar, 10 - 2º esq. - 2000-230 Santarém - Telef./Fax: 243 322 268 A Dr. Francisco Antunes Luís - Av. D. Afonso Henriques, 89 - 2º Dtº - Santarém - Tel. 243321024/ 243321426 - Fax 243321425 advogados.s@mail.telepac.pt

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010 A Drª Margarida Lencastre Fróis - Praça Sá da Bandeira, 22 – 1º Santarém - Tel. 243325178 Fax 243325178 - margarida.lencastre@ gmail.com A Drª Cristina Saldanha - Av. D. Afonso Henriques, 67 – 1º Esq – Santarém - Tel. 243323019 Fax 243333414 - cristinasaldanha1531e@adv.oa.pt A Dr.º Martins Carreto - Rua Dr. António José de Almeida, 17-2º Dto - 2000-238 Santarém - Telefone 243333519 Fax 243326531 e-mail: artinscarreto-1078C@adv.oa.pt A Dr.ª Helena Marques Duarte - Rua Pedro de Santarém - 2 – 2º A - Tel. 243 352 407 – Fax. 243 352 409 - 2000-223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) - hmduarte-16362l@adv.oa.pt

A Dr. Morgado Ribeiro - Av. do Brasil – Edifício Scálabis, 1º Esq – Santarém - Tel. 243323143 Fax 243326144 - morgadoribeiro-185e@ adv.oa.pt

A Drª Ana Sofia Casebre - Rua Dionísio Saraiva, Lote 1 – 1º Andar – Porta A – Almeirim - Tel. 243579134 Fax 243579134 TLM 936280534 A Dr. Sérgio Luís Coutinho dos Santos - Praça da República, 18 A 1º - Apartado 61 – 2080-044 Almeirim Tel. 2435991172 - Fax 243593224 sergiosantos - 365e@advogados.oa.pt A Dr. Vítor Sousa - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626

A Dr. Pedro Borrego - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim -Tel. 243570091 Fax 243570099 - pedroborrego-2083e@ adv.oa.pt A Drª América Cravo - R. Dr. Óscar da Costa Neves, 8 - 1º - 2080-130 Almeirim - Tel. 243597946/8 Fax 243597947 - americacravo-855e@ adv.oa.pt A Drª Sónia Bento - Praça da República, 29 - 1º Esq.º - 2080-044 Almeirim - Tel. 243372159 Fax 243597999 sbentompires.adv@gmail.com

ADVOGADOS Av. 5 de Outubro, Nº 77, 3º Dtº - 1050-049 LISBOA Tel. 213 172 720 Fax. 213 172 729

ABRANTES

CARTAXO

A Mário P. Claro - Célia Cruz Rua Luís de Camões nºs 9 - 11, 1º Esq., 2200-421 Abrantes Tel 241 379 090 - Fax.: 241 363 364; Trv. da Batoca, 6 - 2140-149 Chamusca; Tel/fax: 249 760 058 E-mail: mclaro.ccruz.spa@mail. telepac.pt

A Drª Liliana Pita - R. Dr. Manuel Correia Ramalho, 9 – 2º Esqº - 2070095 Cartaxo - Tel 243703631 Fax 243703631- lilianapita-18943l@ adv.oa.pt

A Norberto Timóteo - Advogado Praceta do Chafariz, Lote 6- 1º Esq. - Apartado 93 - 2204-909 Abrantes; Tel.: 241 363 484; Fax: 241 365 234; Email: norbertotimoteo-169e@ advogados.oa.pt A Eurico Consciência & Associados - Abrantes - Apartado 37 Tel: 241372831 /2/3 - Fax: 241362645 - E-mail: consciencia-839c@adv.oa.pt A António Pires de Oliveira - Rua de Santa Isabel, nº 1- 1º Dto. 2200-393 Abrantes Tel.: 241 360 540 - Fax: 241 372 481 E-mail: dr.a.oliveira-355e@adv.oa.pt - Cédula Prof. 355 Évora

Armando Ferreira

A Drª Ana Fonseca e Silva - Praça 15 de Dezembro, 23ª - 2º A – 2070049 Cartaxo - Tel. 243704323 Fax. 2437074328 - anafonsecaesilva1002e@advogados.oa.pt

LISBOA A Albertino Antunes - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa Tel. 213172720 Fax. 213172729 A Alexandre Oliveira - Telem.: 969 239 263 - Av. 5 De Outubro, Nº 77, 3º Dtº 1050-049 Lisboa - Tel. 213172720 - Fax. 213172729

ADVOGADOS    

Rui Roboredo Consciência Eurico Heitor Consciência João Roboredo Consciência Teresa Roboredo Consciência

   

Normando Sérgio Rita Teimão Figueiredo Fernando Zuzarte Saraiva Helena Marques Duarte

ABRANTES: Rua de S. Domingos – 336 – 2º A – Apart. 37 Tel. 241372831/2/3 – Fax 241362645 – 2200 – 397 ABRANTES PONTE DE SOR: Rua Vaz Monteiro – 19 – 1º andar Tel. 242207319 – Fax 242203335 – 7400 – 281 PONTE DE SOR SANTARÉM: Rua Pedro de Santarém – 2 – 2º A Tel. 243352407 – Fax 243352409 – 2000 – 223 SANTARÉM (Defronte do W Shopping) LISBOA: Rua Braamcamp – 52 – 9º Esqº Tel. 213860963 – 213862922 – Fax 213863923 – 1250 – 051 LISBOA

assinatura anual por apenas 25,50 €

Francisco Pedrógão

A Drª Rute Nunes - Rua Dr. Lopes Batista, 5 B -1º E – Cartaxo TLM 914177635 Fax 243120102 - rute.nunes@apoiojuridico.com - www.apoiojuridico.com

MADEIRA LOPES FRANCISCO MADEIRA LOPES

ADVOGADOS

ADVOGADOS

Av. do Brasil - Edifício Scalabis - 1º F Tef.: 243326242 2000 SANTARÉM

A Drª Ana Gomes Ribeiro - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570093 Fax 243570099 - anagomesribeiro2104e@adv.oa.pt

Tel.: 243323700 - Fax: 243332994 Rua Elias Garcia, 24 - 1º Apartado 173 2001-902 Santarém

Tel: 243 328 444 - Fax: 243 391 079

ADVOGADOS

A Drª Ana Oliveira Simões - Rua 5 de Outubro, 63 - 1º A/B – 2080-052 Almeirim - Tel. 243570092 Fax 243570099 - anaoliveirasimoes2078e@adv.oa.pt

Telem.: 969 239 263

Travessa do Fróis, 3 - 1º e 2º

ANA MARTINHO DO ROSÁRIO ISABEL ALVES DE MATOS VICTOR BAPTISTA

A Dr. Adriano de Melo Nazareth Barbosa - Praça da República, 29 – 1º Esq. – Almeirim - Tel. 243597997/8 Fax 243597999

ALBERTINO ANTUNES ALEXANDRE OLIVEIRA

SOCIEDADE DE ADVOGADOS, RL

2000-145 SANTARÉM

A Dr. Manuel Faustino Silva - Praça Lourenço Carvalho, 23 – 1º D – Almeirim - Tel. 243593626 Fax 243593626 - faustino-1239e@adv.oa.pt

A Drª Célia Sousa Pinhal - Praça Lourenço de Carvalho, 12 A 1º 2080-043 Almeirim - Tel. 243593737 Fax 243593737 TLM 966110936 Celiasp-1498e@adv.oa.pt

ORLANDO MENDES TERESA PINTO FERREIRA

E-mail: orlandomtpf_socadv.rl@mail.telepac.pt

ALMEIRIM

Pcta. Pedro Escuro n. 2 1.º Esq. Telef.: 243333821 Fax: 243391021 2000 SANTARÉM

E.Mail: consciencia-839c@adv.oa.pt

Visite o nosso Site: advogadosabrantes.com

FARMÁCIAS DE SERVIÇO SANTARÉM

ALMEIRIM

TORRES NOVAS

Sexta

26 Flama Vitae

Pç. Sá da Bandeira, 4 e 5

243 322 195

Sexta

26 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Sexta

26 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

Sábado

27 Baptista

Rua Serpa Pinto, 101/3

243 322 072

Sábado

27 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Sábado

27 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

R. Capelo Ivens, 74

243 330 230

Domingo 28 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Domingo 28 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

Domingo 28 Veríssimo

249 822 067

Segunda

29 S. Nicolau

R. Capelo Ivens, 38

243 325 067

Segunda

29 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 570 570

Segunda

29 Pereira Martins

Rua José Augusto Torres, Lt 129 249 812 472

Terça

30 Francisco Viegas

Rua Pedro Santarém, 2-A

243 330 570

Terça

30 Barreto do Carmo

Praça da República, 45/7

243 592 379

Terça

30 Higiene

Lg. Cor. António Maria Batista, 7

249 819 540

Quarta

1 Oliveira

Rua Colégio Militar, 1

243 326 182

Quarta

1 Mendonça

Praça da República, 12

243 592 265

Quarta

1 Nicolau

Rua 25 de Abril, 7

249 830 180

Quinta

2 Pereira

Av. Grup. Forcados Amadores St - 8 243 325 113

Quinta

2 Correia de Oliveira

Rua Condessa da Junqueira

243 509 370

Quinta

2 Lima

Av. de Sá Carneiro, Lote 7

249 822 067

Sexta

3 Sá da Bandeira

Av.ª do Brasil, 38

243 322 966

Sexta

3 Central

Rua 5 de Outubro, 58/60

243 570 570

Sexta

3 Central

Rua de São Pedro, 5

249 822 411

243 617 068

TOMAR

CORUCHE

ALPIARÇA

Sexta

26 Central

Rua Marquês de Pombal, 16

249 312 329

Sexta

26 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sábado

27 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Sábado

27 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Domingo 28 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Domingo 28 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Segunda

29 Alfa

Av. Nuno Álvares Pereira, 62-64

249 321 404

Segunda

29 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Terça

30 Nova

Rua Silva Magalhães, 77-79

249 310 360

Terça

30 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Rua Marquês de Pombal, 16

249 312 329

Quarta

1 Gameiro

Rua Silvestre Bernardo Lima, 94

243 558 365

Quarta

1 Central

Quinta

2 Misericórdia

Rua Infantaria, 15, Nº 9

249 312 465

Quinta

2 Aguiar

Avenida Casa do Povo, 15

243 558 424

Sexta

3 Torres Pinheiro

Rua Serpa Pinto, 27-33

249 312 206

Sexta

3 Leitão

Rua José Relvas, 208-A

243 558 435

Sexta

26 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

Sábado

27 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Domingo 28 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Segunda

29 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

Terça

30 Almeida

Rua da Misericórdia, 16

243 617 068

Quarta

1 Frazão

Rua Direita, 64

243 660 099

Quinta

2 Higiene

Rua da Misericórdia

243 675 070

Sexta

3 Misericórdia

Largo de S. Pedro, 4

243 610 370

SALVATERRA DE MAGOS ABRANTES

CARTAXO

Sexta

26 Carvalho Sábado a Sexta 27 Nov a 3 Dez Martins

Sexta

26 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.s. Mart. 47

241 360 530

Sexta

26 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

Sábado

27 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Sábado

27 Abílio Guerra

Rua de S. Sebastião, 3

Domingo 28 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Domingo 28 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

Segunda

29 Silva Tavares

Rua do Comércio, 56

241 371 713

Segunda

29 Pereira, Sucrs

Rua Serpa Pinto, 8

243 700 130

Terça

30 Duarte Ferreira

R. Tenente Cor. J. B. Camejo, 13

241 333 222

Terça

30 Central do Cartaxo

R. H. Qt.ª da Cabreira, Lt 54A-55A-B 243 749 123

Quarta

1 Motta Ferraz

Largo Mota Ferraz, 7

241 360 520

Quarta

1 Abílio Guerra

243 702 653

BENAVENTE

Quinta

2 Santos

Av.ª Dr. Ant. A.s. Mart. 47

241 360 530

Quinta

2 Correia dos Santos Rua da República, 10

243 770 997

Funciona 9 às 22 h

Sexta

3 Silva

Rua José Estevão, 1

241 360 060

Sexta

3 Pereira, Sucrs

243 700 130

Assegura serviço durante a noite Martins

Rua de S. Sebastião, 3 Rua Serpa Pinto, 8

243 702 653

R. Dr. Gregório Fernandes, 20/2 263 504 451 R. Heróis de Chave

263 504 319

RIO MAIOR Sexta

26 Almeida R. Almir. Cândido dos Reis, 19 243 992 255 243 994 700 Sábado a Sexta 27 Nov a 3 Dez Cândido Barbosa Rua Serpa Pinto, 50

Baptista

Av. Dr. Francisco S. Dias, 8, 1º 263 580 108 R. do Diário de Notícias, 9-r/c

263 517 633


O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

saúde

D Cancro do Ovário

35

O cancro do ovário representa 4% de todos os cancros que afectam mulheres e é a quinta causa de morte por cancro entre as mulheres. A incidência deste cancro na União Europeia é de 18 mulheres por 100.000 e a mortalidade é de 12 ao ano. A idade média de diagnóstico é 63 anos e a sua incidência aumenta com a idade e na oitava década de vida, embora a doença também possa afectar as mulheres mais jovens.

Saber envelhecer com qualidade Quem envelhece bem vive com mais qualidade de vida ∑ Investir com sensatez no capital de saúde O envelhecimento activo é hoje uma questão primordial da humanidade. “Envelhecer com Qualidade” de Renato Maia Guimarães (Coisas de Ler, 2010) é uma obra que permite, de forma abrangente, apreciar o processo do envelhecimento e o que há de diferente de acordo com o que se investe no capital de saúde; passa em revista os maiores investimentos que podem ser realizados desde a nutrição às emoções; depois, discute os gastos do capital de saúde, procede finalmente a um balanço que tem em conta as opções de vida. Em linguagem estimulante, o autor, que é médico em geriatria, diz-nos: “Considere que o tempo de vida depende no máximo de trinta por cento do património genético; outros vinte por cento estão relacionados com condições históricas, socioeconómicas e sorte; sobram cinquenta por cento para serem administrados. Esta é a parte que nos cabe no latifúndio da vida, esta é a parte sobre a qual podemos opinar e escolher: depende de cada um”. É de sabido que não envelhecemos todos da mesma maneira e que o nosso corpo e espírito podem envelhecer distintamente. Embora o envelhecimento activo seja hoje um fenómeno social,

com uma dimensão muito positiva, os preconceitos continuam a pesar: a idade deprecia, o sénior é maioritariamente encarado pelas suas diminuições ou incapacidades, é um inactivo que já não pesa na riqueza nacional. O envelhecimento é um somatório de perdas: de memória, de musculatura, de produtividade. A dimensão do envelhecimento activo tem jogado com a componente psicológica que é a de dar sentido à vida. Então, o que é o capital de saúde? É constituído por componentes sociais, económicas e psicológicas; é o conjunto de factores que propiciam o bem-estar psicológico, físico, social e ambiental; é a capacidade de reagir às necessidades do meio ambiente e às condições destabilizadoras. É uma contabilidade complexa que envolve o património genético, a educação familiar, a auto-estima, a resiliência, o capital biológico, etc. Investir no capital de saúde é uma sabedoria que nos impede de ceder ao charlatanismo, aos produtos milagre, a acreditar nas virtudes do ginseng, da melatonina, nos cremes regeneradores, nos anti-oxidantes, no chá verde, como soluções para uma nova juventude. Ninguém prolonga a vida com estas

propostas, são os estilos de vida saudáveis e a restrição calórica os verdadeiros contributos e o melhor investimento que podemos fazer. Adoptar um regime alimentar adequado, beber com moderação, praticar uma actividade física compatível, saber fazer bons investimentos emocionais, saber sublimar, viver de bom humor, praticar o altruísmo, ter alegria em aprender, procurar ser criativo (não esquecer que o cérebro envelhece mas não existe diminuição da capacidade criativa), fintar o stress, adoptando boas estratégias (por exemplo, recorrer permanentemente à integração social, conhecer os próprios limites, procurar estar informado…), indignar-se sem perder a ternura, são alguns dos bons planos de um investimento seguro. Igualmente importante é saber que também somos tentados a diminuir o capital de saúde: a ignorância, a indiferença, o fatalismo, a falta de motivação, a imperícia na preparação da reforma, o tabagismo, o alcoolismo, o sedentarismo, o colesterol, a depressão, a violência ou as drogas, são algumas das formas de malbaratarmos este valioso capital. Mas também o uso da injustiça vai jogar contra nós: no amor, no trabalho, por exemplo.

Surgimed Anat.Patológica Dra. Margarida Mendes

Endocrinologia Dr. Luís Raposo

Ortopedia Dr. Duarte Cadavez

Cir.Geral/Obesidade Dr. Joaquim Costa

Gastroenterologia Dr. Júlio Veloso

Pneumologia Dr. Marco da Costa e Silva

Cirurgia Plástica Dr. Ribeiro de Carvalho

Medicina Interna Dra. Luísa Wandschneider

Cirurgia Vascular Dr. Mário Soares Clínica Geral Dra. Hélia Castro Dr. Benjamim Coimbra Dermatologia Dra. Joana Parente Dietética Dra. Célia Dias

Neurocirurgia Dr. Carlos Calado Neurologia Dr. Jorge Becho Neuropsicologia Dr. Nuno Pestana Oftalmologia Dr. Juan Palomares Dr. Castela Rodrigues

Psicologia Dra. Elsa Martins Dr.João Paulo Ribeiro Dra. Cátia Lima Psiquiatria Dr. Vítor Henriques Reumatologia Dr. Teixeira Costa Urologia Dr. Luís Barreto Dr. Luís Costa

Exames Complementares e Outros: • • • • • • •

Endoscopia Digestiva Alta Colonoscopia Fibrorectosigmoidoscopia Polipectomia Endoscópica Citologia Aspirativa Urofluxometria E.C.G.

• Trat. varizes (esclerose e laser) • Sedação profunda c/apoio de Anest. p/ exames endoscópicos • Laser Cirúrgico • M.A.P.A. • Holter 24 horas • Polisonografia em ambulatório

Marcações das 9:00 às 19:00 de 2ª a 6ª Feira Telef: 243 305 780 Fax: 243 305 781 Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6-r/c 2005-174 SANTARÉM Email: surgimed@mail.telepac.pt

É fácil envelhecer com qualidade? Não é, requer perseverança, exige o sentido da vida, saber desafiar, querer ser autónomo e prestável. E aceitarmos o jogo de que não somos uma ilha, vivemos em arquipélago. Beja Santos


36 SAÚDE

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Terapeuta Osteopata Rui Leite Ceficarte

CENTRO DE FISIOTERAPIA DO CARTAXO

MARCAÇÕES: Tlm.: 919 612 454 • Tel./Fax: 243 702 311 Av. João de Deus, n.º 10 r/c • 2070-011 Cartaxo

Dr. ARMANDO RODRIGUES LOPES INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243 327 546 - 2000 SANTARÉM

Drª MADALENA BARRETO INSTITUT SUTHERLAND DE PARIS

OSTEOPATIA Av. Bernardo Santareno, 39 - 1.º Esq. Telefone 243327546 - 2000 SANTARÉM

DR. JOSÉ LUÍS P. BARRETO UROLOGISTA Pela Ordem dos Médicos DOENÇAS DOS RINS, VIAS URINÁRIAS E APARELHO SEXUAL MASCULINO

F. RIBEIRO DE CARVALHO CIRURGIÃO PLÁSTICO Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética Cirurgia Estética e Reconstrutiva da Mama Cirurgia do Contorno Corporal Cirurgia Estética Facial Surgimed Pcta. Praceta Eduardo Rosa Mendes, 6 - r/c SANTARÉM Marcações pelo Tel: 243 30 57 80

CONS. - SURGIMED

Pr. Eduardo Rosa Mendes n.º 6 R/C - Telef.: 243305780 2000 SANTARÉM

Dr. A. JÚLIO SILVA Médico Especialista ORTOPEDIA

SANTARÉM

Dr. Rui Castro Médico Especialista de Clínica Geral

CONSULTÓRIO: Rua José Saramago, 17-1º (edifícios atrás do Banco de Portugal)

Telef. e Fax: 243 327 431 Telemóvel: 917 770 678 CONSULTAS E MARCAÇÕES DIÁRIAS

CENTRO CLÍNICO DO CHOUPAL MED. FÍSICA E REABILITAÇÃO CONSULTAS Fisiatria (Dr.ª Helena Martins) (Dr. José Miguel Pais) Ortopedia (Dr. A. Júlio Silva) Psicologia (Dr.ª Elsa Couchinho) (Dr.ª Teresa Molina) Clínica Geral e doenças do Coração (Dr.ª Liliana Aleksandrov) ACORDOS FISIOTERAPIA: ADSE, ADMFA, ADMA, C.G. DEPÓSITOS, CTT, SAMS, TELECOM e SEGURADORAS R. Capitão António Montês, 4-A (Rampa Ciclistas) Tel. 243326935 - Fax: 243326935 2000 SANTARÉM

(Centro Clínico do Choupal) R. Capitão António Montez, 4-A Tel. 243326935 SANTARÉM

CLIMECO - Clínica Médica de Eduardo Lopes Oftalmologia Dr. Eduardo Lopes Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Oftalmologia Pediátrica Drª Cristina Amorim Acordos c/ Médis / Advancecare / EDP Portugal Telecom / CGD / SAMS / Multicare

Ortóptica Dr. Alfredo Sousa - Drª Ana Ascensão Neurocirurgia Dr. Bello da Silva Acordos c/ Multicare

Neurologia Drª Adelaide Palos Dermatologia Drª Maria João Reumatologia Drª Manuela Micaelo Acordos c/ Multicare

Psicologia Drª Sandra Silva - Drª Isabel Baptista Medicina Interna Dr. Victor Bezerra Nutrição Drª Susana Rodrigues MARCAÇÕES PELO TELEFONE 243 328 303 Rua Colégio Militar, Lt. A - 1º Esquerdo (junto ao antigo Campo dos Leões) 2000 SANTARÉM


SAÚDE 37

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Júlio Aranha

Drª ISABEL MONTEIRO

Cardiologista

Médica Cardiologista • Consultas de Cardiologia • Electrocardiogramas • Ecocardiogramas Modo M, 2D e Doppler a cor

CHECK UP CARDIOVASCULAR RISCO CARDIOVASCULAR PRÁTICA DESPORTIVA Consulta médica Exames laboratoriais Electrocardiograma Ecocardiograma M e 2D Prova de Esforço

• M.A.P.A. (Monitorização Ambulatória da Pressão Arterial) Rua Dr. António José de Almeida, nº 11, 4º Dt.º 2000 - SANTARÉM

Telef. 243 326 957

RIBAMÉDICA - Telefone 912 722 206

Sílvia Lencastre Fróis DRA. MARISA PERES

Psicóloga Clínica Psicologia Clínica e Psicoterapia Marcações pelo tmóvel -

MÉDICA CARDIOLOGISTA

918 732 116

Informo os meus estimados pacientes de que a minha colaboração com o IMS chegou ao fim.

Santarém • Coruche • Rio Maior

JOSÉ MANUEL PIRES TEIXEIRA MÉDICO ESPECIALISTA - GINECOLOGISTA / OBSTETRA ASSISTENTE HOSPITALAR GRADUADO do HOSPITAL DE SANTARÉM DOENÇA DA MAMA - DIPLOMADO e MASTER em Senologia / / Pat. Mamária pela F. de Medicina da Un. de Barcelona

Poderão, no entanto, continuar a contar com toda a minha dedicação e profissionalismo no vosso acompanhamento cardiovascular. Estarei disponível em:

ALMEIRIM: Clínica do Jardim: 243593422; Enfercentro: 243 579 601 AVEIRAS DE CIMA: Centro Médico de Aveiras: 263 474 976

DR. MARCÃO CLÍNICA - CIRURGIA - PRÓTESES DENTÁRIAS CONSULTAS TODOS OS DIAS Largo Cândido dos Reis, 11 - 1º Direito (junto à rotunda do hospital velho) Telef: 243 326 435 - 2000 SANTARÉM

Potenciais evocados EIectroencefalografia Estudos do Sono em ambulatório Testes Cutâneos Alérgicos Provas de Função Respiratória Imagiologia de Intervenção: Citologia da Mama Citologia da Tiróide Biópsia Prostática eco-guiada Meios Terapêuticos: Litotrícia Ortotrícia Análises Clínicas

Santarém | R. Prof Pinto Correia Lote 6 C/v, 2005-266 T: 243 303 180 F: 243 303 188 Tomar | R. António Joaquim Araújo nº 32, 2300-555 T: 249 329 020 249 310 430 F: 249 320 029 Entroncamento | R. Ant.º Amílcar Correia nº 9, 2330-255 T e F: 249 719 984 Abrantes | CHMT - Largo Eng.º Bioucas, 2200-202 T: 241 372 396 241 331 676 F: 241 361 521 Sertã | Av. Nuno Álvares Pereira nº 924 R/c, 6100-733 T: 274 603 433 F: 249 320 029 Torres Vedras | Av. General Humberto Delgado nº 22D, 2560-272 T: 261 319 130 F: 261 315 535 Santarém | Prolongamento da Praceta Jaime Cortesão Lote 4 C/v Dt.ª, 2000-228 T: 243 333 969 F: 243 321 945 e-mail: geral@crtomar.pt

DR. JOSÉ BRANCO PSICÓLOGO CLÍNICO E PSICOTERAPEUTA MEMBRO EFECTIVO DA ORDEM DOS PSICÓLOGOS

CENTRO MÉDICO E DE ENFERMAGEM DE ABRANTES

MEMBRO FUNDADOR DA SOCIEDADE PORTUGUESA DE PSICOTERAPIAS CONSTRUTIVISTAS

CONSULTAS DIÁRIAS DAS 10H. ÀS 20H.

Largo de S. João, N.º 1 - Telefones 241 371 566 - 241 371 690

C O N S U LTA S

Médico especialista de ESTOMATOLOGIA (Doenças da boca e dentes) pela Ordem dos Médicos e pelo Hospital de Santa Maria

Uro-TC Dental Scan Angiografia Fluoresceínica Ecografia Geral Ecografia Cardíaca Döppler Ecografia Obstetrica Radiologia Digital Mamografia Digital Ortopantomografia Digital Densitometria Óssea Digital Electromiografia

SANTARÉM: GFS (Estrada de S. Domingos, perto do Presídio): 243 328 890

CONSULTÓRIO NA CLÍNICA “FERRO DE ENGOMAR” Rua do Quintino, 9 - A - Tel.: 243770939 - CARTAXO

CONSULTÓRIO DENTÁRIO - Nova morada -

Ressonância Magnética 1,5 t RM Neuro/Corpo/Osteoarticular Difusão/Perfusão/Expectroscopia Quantificação fluxo do LCR Angio RM RM Mamária RM Cardíaca TC 64, 16 e 4 Cortes Angiografia Cardíaca Virtual Colonoscopia Virtual Broncoscopia Virtual Angio-TC

POR

ACUPUNCTURA Dr.ª Elisabete Alexandra Duarte Serra ALERGOLOGIA Dr. Mário de Almeida; Dr.ª Cristina Santa Marta CARDIOLOGIA Dr.ª Maria João Carvalho CIRURGIA Dr. Francisco Rufino CLÍNICA GERAL Dr. Pereira Ambrósio - Dr. António Prôa DERMATOLOGIA Dr.ª Maria João Silva GASTROENTERELOGIA E ENDOSCOPIA DIGESTIVA Dr. Rui Mesquita; Dr.ª Cláudia Sequeira MEDICINA INTERNA Dr. Matoso Ferreira NEFROLOGIA Dr. Mário Silva NEUROCIRURGIA Dr. Armando Lopes NEUROLOGIA Dr.ª Isabel Luzeiro; Dr.ª Amélia Guilherme

MARCAÇÃO

OBSTETRÍCIA E GINECOLOGIA Dr.ª Lígia Ribeiro, Dr. João Pinhel OFTALMOLOGIA Dr. Luís Cardiga ORTOPEDIA Dr. Matos Melo OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. João Eloi PNEUMOLOGIA Dr. Carlos Luís Lousada PROV. FUNÇÃO RESPIRATÓRIA Patricia Gerra PSICOLOGIA Dr.ª Odete Vieira; Dr. Michael Knoch; Dr.ª Maria Conceição Calado PSIQUIATRIA Dr. Carlos Roldão Vieira; Dr.ª Fátima Palma UROLOGIA Dr. Rafael Passarinho NUTRICIONISTA Dr.ª Carla Louro SERVIÇO DE ENFERMAGEM Maria João TERAPEUTA DA FALA Dr.ª Susana Martins

CONSULTAS DE CARÁCTER SOCIAL: 4ª FEIRA (TARDES), EM LISBOA 6ª FEIRA (TARDES), EM ALVERCA LISBOA: CLÍNICA MOVIMENTO E SAÚDE, R. JOSÉ FALCÃO, 52, 2º, F (METRO ARROIOS) ALVERCA: R. CIDADE DE DÉVNIA, 21, 2º, DTO

MARCAÇÕES E INFORMAÇÕES:

961 285 155 e 216 037 099

CONSULTÓRIOS MÉDICOS DO JARDIM Praça da República, Nº 47 - 1.º - ALMEIRIM Junto à Farmácia Barreto do Carmo MEDICINA GERAL E FAMILIAR Dr.ª Emanuela Santos Andrade Dr. Generoso Barbosa Dr.ª Anabela Xavier de Basto PSIQUIATRIA Dr.ª Joana Alexandre Dr. João Chambel CARDIOLOGIA Dr.ª Marisa Peres NEUROCIRURGIA Dr. Rui Bello Silva PSICOLOGIA Dr.ª Sandra Silva Dr. Ricardo Luciano (Avaliação Psicoterapia c/ crianças) ENDOCRINOLOGIA Dr. Carlos Fernandes

CENTRO AUDITIVO WIDEX Audiologia  X  X  X X

Dr.ª Odete Batista Diagnóstico (adultos e crianças) Reabilitação Auditiva (Próteses Auditivas) Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Cerebral (PEATC) Protectores de Natação

Cardiopneumologia X

Dr.ª Patrícia Branco

PEDIATRIA Dr.ª Teresa Barracha Dr. Nuno Carvalho GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA Dr.ª Graça Marona Dr. Pedro Rocha (HDS) Dr.ª Lucília Gaspar (HDS) PODOLOGIA Dr.ª Liliana Fernandes

ORTOPEDIA Dr. Joaquim Simões CIRURGIA VASCULAR Dr. Edgar Berdeja FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA Fisioterapeuta Alexandra Claudino PNEUMOLOGIA Dr.ª Paula Cravo IMUNOALERGOLOGIA Dr. Abreu Nogueira DIETISTA/NUTRICIONISTA Dr.ª Susana Brites/ Dr.ª Helga Marques NATUROPATIA/ /HOMOTOXICOLOGIA Dr. Jaime João Tavares TERAPIA DA FALA Terapeuta Sandra Costa SERVIÇOS DE ENFERMAGEM Enf.ª Ana SHIATSU Drª Mª Rosário Salavessa ELECTROCARDIOGRAMAS Com Técnico Especializado CTG - Grávidas Holter - 24 h Mapa (Tensão Arterial)

Estudo do Sono

Acordos: CGD, SAMS, PT, Médis, Advance Care e Mondial Assistance

Acordos com ADVANCE CARE; MULTICARE e MÉDIS

Horário: 13.00 às 20.00 horas

Largo Cândido dos Reis, 14 - 1.º Esquerdo • 2000-241 Santarém Tel.: 243 391 547 • Fax: 243 391 549 • E-mail: audioteste@netcabo.pt

MARCAÇÕES

Tel 243 593 422 Tlm 969 902 195


38

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

imobiliário & classificados IMOBILIÁRIO arrenda-se A Quartos em São Domingos TLM 966756276 A QUARTO mobilado em Santarém TM 969303121 A QUARTOS/ Apartamento Rotunda Forcado TLM 913837330 A CARTAXO: Espaço comercial amplo, perto da Escola Secundária. Com arrecadação e 1 WC. Bastante potencial! 450 € www.remax. pt/121871072-65 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 961 334 733

IMOBILIÁRIO vende-se A CAFÉ Restaurante em Benfica do Ribatejo. Aceito permuta quase total valor. Preço 140.000€ TLM 969738212 A Permuto T0+1 PORTIMÃO p/ Apt/ Casa TLM 933251598 A MORADIA na Azinhaga c/ anexos, vedada e sist. de segurança. Acesso ao 1º andar c/ escada iluminada. Salão (53 m2) c/ lareira, cozinha, despensa e escritório (zona social), 4 quartos (dois em suite c/ vestíbulo), arrumos. Acesso ao sótão. Logradouro ajardinado, garagem. AC e pré-instalação de som ambiente – 200.000€ www.remax. pt/120431130-10 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500

A APT T4 c/ bons acabamentos, zona privilegiada do Planalto de Santarém, vistas panorâmicas, equipado c/ AC e aq. central. Com áreas generosas, pavimento do hall de entrada e sala em pedra, wc’s revestidos a pedra. Cozinha total. equipada e arrecadação – 137.000€ www.remax. pt/120431071-120 AMI 5430 – RE/MAX SCALA – Santarém. Tel: 243 307 500 A QUINTINHA na Vila da Marmeleira c/ 4960 m² de lote, vedada c/ árvores e jardim. Amplos espaços de estar, zona de sala de jogos, c/ carácter rústico. Cozinha equipada, 2 quartos c/ roupeiro. Aq. central c/ caldeira a gasóleo e lareira c/ recuperador de calor. Garagem, alpendres, churrasqueira e forno, cozinha rústica. O terreno permite o loteamento. Possibilidade de aumentar o número de divisões. Alarme – 190.000€ www. remax.pt/120431105-18 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T2 no centro de Santarém. Composto por 2 quartos, 2 salas (uma de estar e outra de jantar), 2 casas de banho, cozinha e marquise c/ ar cond., aproveitamento de sótão c/ entrada pela despensa e varanda. Vista desafogada e muita luminosidade – 59.000€ www.remax. pt/120431070-155 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT em S. Domingos, com 3 quartos (um em suite), sala c/ lareira e AC, cozinha c/ placa, forno e esquentador, despensa na cozinha e área de estendal. Roupeiros. Edifício bem cuidado no seu interior e exterior. Boa localização, perto de comércio. Lugar de estacionamento e arrecadação com 4,20 m². – 122.000€ www.remax.pt/120431104-16 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500

A APT T4 Duplex, em S. Domingos, vistas deslumbrantes. 5 Assoalhadas, 4 Quartos (um deles em suite), 4 casasde-banho. Lugar de parqueamento, Ar cond., lareira c/ recuperador de calor, cozinha totalmente equipada – 180.000€ Possibilidade de arrendamento por 675€ mensais, totalmente mobilado. www.remax. pt/120431071-180 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T4 para venda junto às Finanças de Santarém. O apt possui 2 casas de banho, sala c/ varanda, marquise e despensa. Possibilidade de ficar equipado e mobilado. Perto de tudo e com bons acessos 80.000€ www.remax. pt/120431121-48 AMI 5430 - RE/MAX SCALA - Santarém. Tel: 243 307 500 A APT T2, Almeirim, coo novo, cozinha equipada, logradouro c/churrasqueira. Valor 90.000,00€ - Ref. A-327 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A TERRENO c/ 165m2, Almeirim, c/ moradia para demolir. Valor 27.500,00€ Ref A-326 TLF: 243595033 www. habigotica.com AMI 5915 A APT T3, Almeirim, novo, lugar garagem, ar condicionado, cozinha equipada, excelentes. Valor 115.000,00€ Ref. A-322 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A MORADIA T2 rural, na Várzea, 1900m2 terreno, zona sossegada. Valor 68.000,00€ - Ref. A-320 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A LOJA em Santarém, nova, 110m2, grandes montras. Valor 97.500,00€ - Ref. S-574 TLF: 243595033 www.habigotica.com AMI 5915 A São Vicente Paúl - Moradia T3, usada, como nova, c/ 2 quartos, suite , cozinha, sala, 2 wc, alpendre, garagem. 2 cadernetas urbana c/1.000m2 e rústica c/3.020m2. convida ao relax e qualidade de vida . ZEN , c/ a capital do gótico e entrada para A1 a 10 min.

ZEN MOR.199 PREÇO 175.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – Jardim de Baixo Moradia T3, r/c e 1º, usada, soalheira, em ópt. estado, pré-instal. p/ paneis solares, logradouro, alpendre, garagem indiv..Zona residencial mtº aprazível, próx. entrada A1, zonas comercias, escolas e cidade de Santarém. ZEN MOR.198 PREÇO 165,000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Romeira Moradia T4+1. r/ chão, cave e sótão. No r/chão: hall, sala, quarto, suite, wc e alpendre; na cave: cozinha, despensa, casa máq., 2 quartos, casa jantar e wc. Sótão amplo. 2 cadernetas, urbana c/ 450m2, rústica c/ 11.680m2. ZEN MOR.130 PREÇO 199.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Alpiarça Moradia T5+1,usada ( cave, r/c e 1º), proj. numa construção e acab. Qualidade, zona habitacional privilegiada...Barragem, Museu dos Patudos e Reserva Natural do Cavalo Sorraia. ZEN MOR.168 PREÇO 280.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Santarém – S.Salvador Apt Duplex T2, usado, bem cons., bons acab., 2 quartos, sala, Wc ,cozinha, zona arrumos, garagem priv. c/ acesso ao duplex, arrecadação, em zona calma, a 3 min. centro da cidade, e 5 min. acesso a A1 .ZEN APT.107 PREÇO 97.500€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243 A Almeirim Apt T3, novo, hall (tecto falso c/ projec.) 2 quartos (roupeiros de correr), 1 suite( banheira hidrom. wc c/ janela), sala, wc, cozinha semi-equipada c/ electrodom. INDESIT, garagem (box indiv. exterior, c/ água e luz ligado cada fracção), zona agradável, c/ jardim, bons acessos rodoviários ZEN APT.155 PREÇO 105.000€ AMI 6566 ZEN Santarém TLM 919727243

A Apt. usado T2 Almeirim c/ 1 lugar de garagem. 100.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Casa antiga em Ponte do Soleiro/ Santarém. 50.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A LOJA c/ + - 40 m2 em Santarém na zona histórica. 42.500€ neg - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. usado T2 em Santarém. 65.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A Apt. novo T3 c/ garagem em Almeirim. 126.000€ - Xequecasa, Lda – AMI 6019 TLF 243306653 A FAJARDA, Coruche: Lotes de terreno p/ construção, c/ om projecto aprovado e todas as infra-estruturas.A 10 min. da A13 e a 40 min.de Lisboa. Desde 28.000 € www.remax. pt/121871056-147 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 967 470 539 A ALMOSTER: Terreno de 4.120 m2 c/ viabilidade de construção p/ moradia 300 m2 + anexos 160 m2. Electricidade e pequeno poço de regadio. A 10 min. da saída A1. 32.000 € www.remax. pt/121871073-20 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 961 725 440 A SANTARÉM, S. Nicolau: Terreno urbano c/ 1.990 m2, que permite uma área de implantação de 498 m2 e uma área bruta de construção de 995 m2 (2 pisos). Inserido em zona de moradias novas. 97.500 € www. remax.pt/121871081-13 RE/ MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 962 191 373 A VILA CHÃ DE OURIQUE: Lote de terreno urbano c/ projecto aprovado p/ construção de moradia com 125 m2 de área coberta. 35.000 € www.remax.pt/121871049232 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 969 754 602

A ALCANHÕES: Moradia T4 no centro da localidade. 2 salas, terraço, quintal c/ barbecue e anexo c/ cozinha e WC - tipo tertúlia. 120.000 € www.remax.pt/12187107434 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 926 613 906 A RIBEIRA RUIVA, Torres Novas: Casa de aldeia p/ reconstrução (R/C e 1º piso), a 5 km de Torres Novas e a 8 km da entrada da A1 e A23. 15.000 € www.remax. pt/121871074-20 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 926 613 906 A AZOIA DE BAIXO: Moradia T3 rústica c/ logradouro, churrasqueira e espaço de garagem. Localizada numa aldeia de excelência, a 2 minutos da A1 (Santarém). 95.000 € www.remax. pt/121871074-2 RE/MAX Milénio – Cartaxo | AMI 6883 Tel. 926 613 906 A MORADIA T3 Arneiro Tremês, 415m2 útil, Com terreno, a 10km Santarém Preço: 125.000,00€ - Ref. 363 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A APARTAMENTO T3 São Domingos, Usado, ar condicionado box fechada, Oportunidade de negócio. Preço: 95.000,00€ - Ref. 700 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A APARTAMENTO T3 Jardim Cima, novo, coz. Equipada Estores elec., ar condicionado, Lg. Garagem. Oportunidade Preço: desde 98.000,00€ - Ref. 794 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A MORADIA T4+1 Jardim Baixo, nova, coz .equipada Painéis solares, rec. calor, logradouro, Garagem. Excelente negócio Preço: 235.000,00€ - Ref. 801 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A MORADIA T3 Fazendas Almeirim, nova , arrecadação, lavandaria, garagem, ar condicionado, Rec.calor, logradouro. Oportunidade Preço:

150.000,00€ - Ref. 779 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A PRÉDIO T3 S. Salvador, 160m2área útil, 2 pisos, para remodelar. Preço: 150.000,00€ - Ref. 778 Go Imobiliária AMI – 8191 Tlf – 915084892/243094092 A SANTARÉM – Arredores Moradia de 5 Assoalhadas a Necessitar de Obras; Arrecadação; Garagem; Logradouro c/ 250m2; Poço; Bons Acessos. Ref. 3519 Preço: 76.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – Marvila Apt 3 Assoalhadas; Sala c/ Varanda; Arrecadação no Sotão; Localizado Junto a Comércio e Serviços; A 5 Minutos do Centro da Cidade. Ref. 4231 Preço: 75.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – Arredores Prédio R/C e 1º Andar; R/C c/ Loja, Área Privada, Cozinha, Sala, Escritório e W. C; ; Arrecadação; Garagem c/ 100m2; 1º Andar c/ 4 Assoalhadas, Cozinha, W. C. e Terraço; Área Total de 251m2; Logradouro c/ 30m2; Muito Bem Localizado. Ref. 3815 Preço: 135.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – S. Nicolau Apt 4 Assoalhadas; Boas Áreas; Remodelado; Localizado em Zona de Moradias; A 2 Minutos do Centro da Cidade; Vista Sobre a Lezíria Ribatejana; Aceita Permuta por T2 em Lisboa em Zona de Bairros Históricos. Ref. 4224 Preço: 90.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390 A SANTARÉM – Arredores Moradia p/ Recuperar; Inserida em Terreno c/ 8.160m2; Árvores de Fruto e Olival; Localizada em Zona de Quintinhas Rústicas a 10 Minutos da Cidade de Santarém; Zona de Grande Beleza Paisagística Servida por Bons Acessos. Ref. 4148 Preço: 66.000,00€ Trata: Era Santarém AMI 5563 – Telf. 243303390

IMOBILIÁRIO compra-se A INVESTIDOR pretende comprar Farmácia na região centro TLM 966756276

EMPREGO oferece-se A OPERADOR Supermercado distrito Santarém TLM 927732803 A SERVENTE const. civil obras públicas TLM 927732803/ 966997886

DIVERSOS geral A VENDO Discos Anos 80 TLM 966997887 Moche A EXPLICAÇÕES matemática e Fisico-Quimica, grupo 2 alunos TLM 910721107

DIVERSOS mensagens A SENHOR 50 anos procura Srª dos 40 a 50 anos p/ viver em França T 0033663897038 (a partir das 17h) A PROCURO senhora até aos 50 anos assunto sério TLM 914143540


SERVIÇOS / PUBLICIDADE 39

O Ribatejo 26 | Novembro | 2010

Tribunal da Relação de Évora 1.ª Secção Cível Rua da República, 141-143 – Palácio Barahona – 7004-501 Évora Telef.: 266758800/9 Fax: 266746853 Mail: tr@tribunais.org.pt

assinatura anual

por apenas 25,50 €

ANÚNCIO 2ª PUBLICAÇÃO

Processo: 112/09.5YREVR Revisão/Confirmação de Sentença Estrangeira N/Referência: 956029 - Data: 29-10-2010 Requerente: Rui Manuel da Silva Pereira Requerido: Maria Preciosa Conde Bastos Pereira O Dr. Acácio Luís Jesus Neves, Juiz Desembargador do Tribunal da Relação de Évora. Faz saber nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando a requerida MARIA PRECIOSA CONDE BASTOS PEREIRA, com última residência conhecida em 3,4 Wendover Av. Norlane, 3214 Victoria Austrália, para no prazo de Quinze dias, decorrido que seja o dos éditos, deduzir a oposição que tiver por conveniente ao pedido formulado pela requerente e que em substância o pedido consiste “na revisão da sentença de divórcio proferida pelo Tribunal de Geelong – Austrália”, para que esta depois de revista e confirmada produza os efeitos legais em Portugal, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. Fica advertida de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial.

FAUSTINO SANTOS

Acupunctura / Hipnoterapia Clínica Licenciado em Medicina Tradicional Chinesa Curso pós-graduado de aperfeiçoamento de Hipnose em Clínica Médica (componente de especialização) da Faculdade de Medicina de Lisboa

Praceta Pedro Escuro, 10 - 3.º Esq.º (Junto à Rádio Pernes)

MARCAÇÕES - Telemóvel: 962 600 338

www.faustinosantos-acupunctura.com

O Juiz Desembargador Relator, Acácio Luís Jesus Neves

TRESPASSA-SE

O Escrivão Adjunto, João Frade

CAFÉ EM

(em Jornal “O Ribatejo”, edição n.º 1308 de 26.11.2010)

S. JOÃO DA RIBEIRA CONTACTO:

(RIO MAIOR)

243 949 159


tempo: céu nublado O tempo pelo distrito vai continuar geralmente nublado com possibilidade de ocorrência de aguaceiros a partir de segunda-feira e que vão ficar até meio da semana. 26 | NOVEMBRO | 2010

Impresso em papel que incorpora 30 por cento de fibra reciclada, com tinta ecológica de base vegetal

rosário breve

Greve no distrito foi mais na função pública Hospitais, autarquias e transportes ∑ Serviços públicos foram os mais afectados pela greve geral de quarta-feira Feito balanço final da greve geral no distrito, constata-se que foi essencialmente na função pública, e sobretudo em algumas autarquias do sul da região e os hospitais, que se verificou uma maior adesão. Segundo os sindicatos, as autarquias de Coruche (PS), Alpiarça (CDU), Benavente (CDU) e Rio Maior (PSD) foram aquelas onde se registou uma maior adesão dos funcionários públicos, havendo serviços municipais que não chegaram sequer a funcionar durante todo o dia. Também o Hospital de Santarém admite que o bloco operatório e as consultas externas foram serviços bastantes afectados. Mas o administrador salientou ao nosso jornal que, “como se tratava de uma greve já há muito programada” o hospital organizou-se de forma a cumprir os serviços mínimos, sobretudo nas urgências, que funcio-

∑agenda

naram sem problemas. A nível das empresas privadas, a CGTP referenciou uma maior adesão nalgumas fábricas de multinacionais, como os casos da Mitsubishi do Tramagal (Abrantes), que teve a produção quase parada, a João de Deus&Filhos (Benavente) com uma adesão a rondar os 80 a 90 por cento, e ainda a Robert Bosch (Abrantes) onde a adesão terá também sido “muito elevada”, segundo os sindicatos. A Nersant contrapõe estes dados e, no levantamento que fez durante do dia da greve a mais de 70 empresas da região, regista apenas uma - a JJM Esperança (Asseisseira, Tomar) - com uma adesão superior a 50 por cento. A associação empresarial identifica apenas mais cinco empresas com adesões entre 20 a 50%: Mitsubishi Fuso Truck (Abrantes), Postejo (Benavente), Olimar (Alcanena), Compa-

Daniel Abrunheiro

Greve geral

A Muitos autocarros circularam em Santarém mas sem passageiros nhia Nacional Fiação e Tecidos (Torres Novas) e Metalúrgica Costa Nova (Torres Novas). José Eduardo Carvalha frisa que estas são empresas “com histórico” de greves, sublinhando a ideia de que “esta foi essencialmente uma greve da função pública”, no caso do distrito de Santarém. No sector dos transportes, fonte da direcção

financeira da Rodoviária do Tejo, referiu que a direcção operacional de Torres Novas – que inclui os concelhos de Torres Novas, Abrantes e Chamusca – foi onde se registou a maior adesão à greve (cerca de 70 por cento), com 75 funcionários a não comparecerem ao serviço, num universo de 107 trabalhadores. Na direcção operacional de Santarém

-que inclui os concelhos de Santarém, Almeirim, Rio Maior e Alcoentre – a adesão foi de 29 por cento. Segundo Orlando Ferreira, administrador executivo da empresa, no concelho de Santarém “houve várias carreiras urbanas a circular quase sem passageiros” e “os primeiros serviços de expressos para Lisboa saíram da estação com dois ou três passageiros”. Pub.

Sábado

Santarém ∑ O Quorum Ballet apresenta o espectáculo “Impacto”, às 21h30, no teatro Sá da Bandeira Alcanena ∑ Colóquio “Os Filhos da Violência Doméstica”, às 15h no cine-teatro S. Pedro. Cartaxo ∑ Fadista Marco Rodrigues no centro cultural, às 21h30 Tomar ∑ Mostra do Feijão Templário, das 12h às 19h no Convento de Cristo

daniel.abrunheiro@gmail.com


Edição 1308